Com dívida total de R$ 7,5 bi, PDG vai pedir recuperação judicial em janeiro – IstoÉ Dinheiro

Você pode gostar...

Comments
  • Cesar_DF 22 de dezembro de 2016 at 12:34

    Quando a Encol quebrou o mercado percebeu que aplicar em tijolos não era algo tão seguro assim.
    A diferença é que com uma recuperação judicial, esta história irá se arrastar por anos e os felizes propriotários que ainda não receberam seus castelos não poderão processa-la.

    37+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 22 de dezembro de 2016 at 12:55

      Você consegue prever como seria uma recuperação judicial arrastada das 10 maiores destrutoras ao mesmo tempo?
      Vai ser um caos.

      Sangue vai rolar… espero que não respingue em nós, honestos recebedores de juros.

      25+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 22 de dezembro de 2016 at 13:23

        No EUA o governo salvou somente os bancos, na Espanha o governo salvou (ou está tentando salvar até agora) os bancos e as construtoras.

        18+
        • avatar
        • avatar
  • deuruim 22 de dezembro de 2016 at 12:42

    Não aguento o bananense…
    http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2016/12/22/juros-do-cartao-de-credito-serao-reduzidos-pela-metade-anuncia-temer.htm#comentarios
    olha os comentários, o povo reclamando que é um roubo, mas quem te obriga gastar o dinheiro que vocÊ não tem e nem terá? Brasil não tem saída 🙁

    42+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 22 de dezembro de 2016 at 12:53

      É um povo chorão.
      Chora porque tá oprimido, governo cria vários direitos socialistas
      Chora porque não tem emprego, governo cria incentivos insustentáveis para gerar empregos ‘temporários’ na indústria e na construção
      Chora porque não tem casa governo cria financiamento subsidiado
      Chora porque não dinheiro, governo facilita crédito
      Chora quando tudo explode, porque nunca pensou a farra chegaria ao fim.

      Dizem que somos o povo mais feliz do mundo. Não sei como, com tanta gente chorando.

      52+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • bolha real 22 de dezembro de 2016 at 20:02

      Realmente é uma lastima isso. Coisa de esquerdista ou burro fazer essas reclamações, não quer trabalhar para ganhar o dinheiro em troca de algo produzido.
      Já li algo do tipo algumas vezes nos comentários do site do g1 economia, tem um esquerdista que sempre comenta lá e uma vez era sobre os juros abusivos dos bancos. Perguntei a ele porque ele não tinha a brilhante ideia de abrir um “banco” e emprestar com juros de menos de 10%aa, já que ele achava errado a ganância dos banqueiros deste país.

      Tô esperando ele responder até agora.

      15+
      • avatar
      • avatar
      • zica_do_pantano 23 de dezembro de 2016 at 11:47

        Lembrei desse vídeo aqui “https://www.youtube.com/watch?v=myEOesda7p4

        0
        • bolha real 23 de dezembro de 2016 at 17:45

          Kkkkkk

          Muito bom

          0
  • Observador 22 de dezembro de 2016 at 13:05

    E agora com o FGTS sendo sacado para comprar novos aifones e dar de entrada nos croisfoxis de onde vira o $$ para financiar os bolhudinhos quando saírem da pranta???

    33+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 22 de dezembro de 2016 at 13:09

      uhahuauhahuahuahu!
      Permitirão a devida raspagem da última gordura do tacho !
      Os destrutores piram !
      kkkkk

      25+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • bolha real 22 de dezembro de 2016 at 20:04

      Não mudará nada pra esse povo, pois se trocaram de emprego muito provavelmente foi porque foi mandado embora.
      Quem trocou de emprego por vontade própria normalmente tem um controle financeiro melhor.

      7+
  • From_The_Tower 22 de dezembro de 2016 at 13:09

    Então quer dizer que acabou o Poder De Gargantear?

    ARDAM !!!!!

    15+
    • avatar
  • chigo 22 de dezembro de 2016 at 13:13

    Alguem ai usa a XP para operar TD? Vale a pena? É confiável?

    7+
    • avatar
    • geofisico 22 de dezembro de 2016 at 13:18

      Uso. Tranquilo, acabo acompanhando/comprando pelo proprio site do Tesouro. Mas pode confiar, nao tem misterio.

      6+
      • avatar
    • tfox 22 de dezembro de 2016 at 13:20

      tranquilo, sem taxas .

      7+
      • avatar
    • B.Y.O.B 22 de dezembro de 2016 at 14:41

      Sim, somente perceba que o TD vendido direto na XP tem um valor diferente do comprado direto pelo site do TD. Fica a dica

      9+
      • bolha real 22 de dezembro de 2016 at 20:05

        Ah??

        2+
      • chigo 23 de dezembro de 2016 at 08:25

        Como assim? Não são os mesmos títulos?

        1+
        • B.Y.O.B 23 de dezembro de 2016 at 11:33

          Leia isso, site oficial da XP.
          http://atendimento.xpi.com.br/faq/qual-a-diferenca-entre-mercado-primario-e-mercado-secundario-de-titulos-publicos/

          “Ambos os mercados diferenciam-se em termos de oferta de títulos, taxas de rentabilidade e custos operacionais. ”

          Mas, aparentemente o mercado secundário ficou restrito a compra com atuação de um agente, você nao vê ele mais no site da corretora, porque isso causava confusão. A XP é a melhor corretora que uso (atualmente atuo com 3) porém, eu nunca compro direto na corretora, sempre no site do TD. Isso evita fraudes como vimos no passado (Procure pelo caso da Corval).

          2+
  • Cesar_DF 22 de dezembro de 2016 at 13:17

    Vamos fazer uma simulação de uma SPE

    PDG lançou um emprendimento TOP PLUS MASTER LIFE, um prédio de 20 andares, com 8 apartamentos de 60m2 por andar, em um terreno de 2.000 m2 (40 x 5)

    Dos 160 apartamentos, 64 (40%) por 6K/m2, outros 64 (40%) por 5K/m2 e 32 (20%) não conseguiram vender.
    Conseguiram então (64 x 60 x 6.000) + (64 x 60 x 5.000) = 23.040.000 + 19.200.000 = R$ 42.240.000
    No terreno de 2.000 m2 pagara 2k/m2, ou seja, um gasto de R$ 4.000.000
    Destes 42 milhões, devem ter gasto uns 5% entre comissões, propaganda, montagem de apartamento/stand, etc, cerca de R$ 2,1 milhões
    O grande problema deve ter sido a distribuição de lucros, chuto uns 20% destes 42 milhões, ou seja, 8.4 milhões.
    Considerando um CUB de 1.5K/m2, somente em área interna teríamos (160 apartamentos X 60 m2 X R$ 1.500) = R$ 14,4 milhões
    Temos as áreas externas, piscina, corredores, elevadores, recepção, etc, etc, geralmente 50% do gasto com áreas internas = R$ 7.2 milhões
    O custo administrativo deve gerar em torno de 5% = R$ 2.1 milhões

    Então temos
    +R$ 42.240.000
    -R$ 4.000.000
    -R$ 2.100.000
    -R$ 8.400.000
    -R$ 14.400.000
    -R$ 7.200.000
    -R$ 2.100.000
    ______________
    =R$ 4.040.000

    Existe um saldo de 4 milhões ainda, o grande problema, é que, conforme noticiado por ai, 40% das unidades vendidas estão sendo distratadas, então das 64 vendidas por um valor médio de 5.5K/m2, 25 delas terão que ser reembolsadas em 80% do valor pago.
    (25 X R$ 5.500 X 60 X 80%) = R$ 6.6 milhões.
    Isto resultará num saldo negativo de R$ 2.560.000
    Conclusão, para as 39 pessoas (64 – 25) que adquiriam seus apartamentos, terão que dividir uma conta de 2.5 milhões para concluir a obra.

    Estas 39 pessoas pagaram em média 5.5K/m2 nestes apartamentos de 60m2, ou seja 330K.
    Terão ainda que desembolsar R$ 65.641 para concluir o empreendimento.

    Temos estas 32 unidades que não foram vendidas mais as 25 distratadas, totalizando 57 apartamentos sem dono.
    Pergunta aos advogados: elas pertenceriam ao banco, como garantia dos empréstimos da incorporadora e poderão ser leiloados ou isto não é judicialmente pacífico?

    22+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 22 de dezembro de 2016 at 13:22

      Imaginem então se houve uma distribuição de lucros de 30%, seriam 4.2 milhões a menos no caixa, significando que estas 39 pessoas teriam que gastar mais de R$ 100.000 para concluir o prédio.

      Ahhh correção terreno de 2.000 m2 (40 x 50)

      7+
      • avatar
    • Cesar_DF 22 de dezembro de 2016 at 13:35

      Puxa, fiz uma conta errada, foram 128 pessoas que adquiriam os apartamentos, com 51 distratos.
      De qualquer forma, se ocorreu uma distribuição de lucro de 30%, esta SPE estará com o caixa zerado, tanto para pagar os distratos como para concluir a obra.

      7+
      • avatar
  • Wagner 22 de dezembro de 2016 at 13:41

    Uma dúvida que pode até ser boba, mas alguém sabe de fato o custo da construção dessas construtoras? sabemos que eles falam que a margem é pequena, mas será? alguém já viu algum estudo sério sobre o assunto?

    6+
    • avatar
    • Cesar_DF 22 de dezembro de 2016 at 13:45

      Eu fiz uma planilha, na época que o exército quis construir um prédio para seus generais.
      Enquanto as outras construtoras estavam comercializando por 12K/m2 o exército iria vende-los por 5K/m2
      Calculei o custo de construção e ficaria em 3.3K/m2, dando um lucro bruto de quase 20 milhões para a construtora.

      http://noticias.r7.com/distrito-federal/exercito-vai-construir-predio-de-luxo-para-generais-no-bairro-mais-caro-de-brasilia-pela-metade-do-preco-de-mercado-08092013

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Money_Addicted 22 de dezembro de 2016 at 13:47

      alguns pessoas aqui ate podem responder, MAS o que sempre falamos aqui NAO importa o custo dela, importa o qto o mercado pode/quer pagar, e querer tem um monte de besta querendo pagar, mas podendo sao pouquissimos e diria que a maioria q pode nao quer, enfim RIP

      18+
      • avatar
      • avatar
    • CarlosL 22 de dezembro de 2016 at 13:50

      Eu calculo por baixo que vendendo uns 15% do total dos imóveis, já se paga o custo de construção/salários do projeto do prédio inteiro….

      5+
      • avatar
    • bolha real 22 de dezembro de 2016 at 20:13

      O custo de construção importa sim, ele deve ser considerado apenas para mão de obra/materiais e obviamente pode variar de acordo com o nível da construção. Ele gira em torno de 1,3k/m2 podendo variar pra menos ou mais, de acordo com o nível de materiais e acabamento, conforme citado anteriormente.
      Já o terreno sofre muito mais da bolha que temos, não dá para supor o valor de um, pois é subjetivo e vai valer x se tem alguém disposto a pagar por aquele preço depois de diluído pelo tamanho da construção.

      4+
      • avatar
  • calango_df 22 de dezembro de 2016 at 14:01

    Lucas 21 de dezembro de 2016 at 14:34
    A margem não é a causa dos preços, margem não forma preço
    eu posso construir algo muito caro, seu preço será zero se for algo inutil
    isso é o básico do básico do primeiro ano de economia na FEA ali do lado da sede da Fipe
    isto é a prova que eles mentem com consciencia de que estão enganando.
    RATOS! não é a toa o nucleo de batuque da poli chama rateria
    —————
    não adianta. os caras estao presos ao paradigma marxista de que o preço é resultado do trabalho dispendido para fabricar a mercadoria.

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CarlosL 22 de dezembro de 2016 at 15:44

      Eu até entendo o porquê dessa pergunta…..

      A ideia nas respostas é mostrar o quão pornográficos eram os lucros que essas incorporadoras/construtoras que brotaram da noite por dia enfiaram no bolso, se não fosse os distratos ocorridos posteriormente….

      Se não fosse assim acredito que teriam começado a quebrar beeeeeeem antes…

      7+
      • avatar
      • Lucas 22 de dezembro de 2016 at 15:58

        vejam o coment do cramulhão do topico passado
        e depois o meu
        quem conhece a usp sabe
        rola grana

        11+
        • avatar
      • bolha real 22 de dezembro de 2016 at 20:17

        Tem N mercados e empresas que tem lucros pornograficos, faz parte do jogo. Os bancos tem lucros enormes, bom pra quem foi competente, de alguma forma, de conseguir ser um desses banqueiros ou de qualquer outro setor.

        Cada um tem que se virar com o seu, todo mundo nasce com a mesma oportunidade.

        6+
        • avatar
  • Observador 22 de dezembro de 2016 at 14:15

    Pandeiro, fazendo uma conta do pessoal da sua profissão:

    30 bi sacados….supondo 250k para financiar cada gaiolinha gourmet de 55m com sacada…120.000 bolhudinhos a mais sem fonte de financiamento. Um pequeno aumento de estoque só na canetada!

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 22 de dezembro de 2016 at 14:19

      Vou raspar meu FGTS todinho. Vai tudo ser investido.

      Chega de ajudar gente a se enforcar nessas gaiolinhas gourmet com juros subsidiados. Se quiser pegar financiamento agora vai pagar meus juros por preço de mercado.

      PMJ

      28+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 22 de dezembro de 2016 at 19:59

        e eu estou com raiva pois tenho bastante mas não vejo jeito de pegar o FGTS de mais de 22 anos de trabalho.. dá raiva ver dinheiro lá e não ter jeito de pegar.
        “Ô promessa desgraçada, ô promessa sem jeito!”

        6+
        • avatar
        • avatar
        • Antigo 22 de dezembro de 2016 at 20:16

          Você pode financiar um bolhudo pela linha pró-cotista!

          Fernando way of life.

          8+
          • avatar
          • avatar
          • Alemon Fritz 22 de dezembro de 2016 at 20:52

            Pois é, uma vez pensei nisso, mas depois de ver meu pai ter um parada dentro do banco por causa do BNH, eu nunca colocaria dinheiro em financiamento de casa.
            isso que ele sempre foi economico e regrado e trabalhava em banco, faltando 3-4 anos pra acabar o BNH ele tinha que pagar tudo o que faltava e ainda assinar que se tivesse algum resíduo ele teria que pagar no futuro, mais ou menos isso..

            8+
            • avatar
            • avatar
    • bolha real 22 de dezembro de 2016 at 20:22

      Ótima sacada do governo, vai ajudar muita gente a tirar a grana “perdida” lá e passar a ganhar juros reais. Já os 86% que tem menos de um mínimo, bom, pra eles não vai mudar nada, vão gastar em algo inútil ou pagar alguma dívida pra depois gastar em algo que não poderiam usufruir também.

      3+
      • avatar
  • Alemon Fritz 22 de dezembro de 2016 at 14:19

    o que acontece qdo se remove os estoques “antigos”
    But rather than recycle this inventory, by removing it, we create an artificial shortage requiring builders to respond with new inventory.

    http://ochousingnews.com/removing-distressed-house-supply-facilitated-economic-recovery/
    olhem a piadinha no final do texto… “lá se vai a vizinhança”

    4+
    • Alemon Fritz 22 de dezembro de 2016 at 20:18

      “As strange as it sounds, distorting the economy further actually works.”

      4+
      • avatar
  • Lucas 22 de dezembro de 2016 at 15:57

    vou fazer uma correlação maluca estilo picole X afogamentos

    se a PDG falir, os respingos disso, com o tempo, diminuem-se gradativamente as chances de prenderem o lula
    uma coisa tem nada a ver com a outra, eu sei, só que tem.

    5+
    • Cadeludo 22 de dezembro de 2016 at 20:03

      interpol já tá de butuca neles
      maluf escapou, lalau não escapará

      2+
  • Vai de Grails! 22 de dezembro de 2016 at 16:33

    Pessoal, acompanho o site há bastante tempo, e só tenho a agradecer a vocês. Vou contribuir com meu CVR:
    Ano passado o reajuste do aluguel que consegui foi de 4% contra 10% pedido originalmente, e esse ano 2,5% em vez de 8,7%. Já to pagando bem menos na região onde moro em relação aos “vizinhos”. Esse começo de ano quero ver como vai se comportar o mercado. Vários prédios terminando na minha região, e sem perspectiva de um aumento de público compatível.
    Quando eu tiver mais notícias eu aviso aqui.

    22+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 22 de dezembro de 2016 at 16:51

      Excelente.
      Na prática você conseguiu redução de aluguel duas vezes consecutivas, considerando a inflação. Bem jogado!

      Fica de olho nos bolhudos distratados na região também. Vai que surge alguma oportunidade de desconto absurdo, mas acho que deve demorar um pouco.

      7+
    • bolha real 22 de dezembro de 2016 at 20:25

      Prédio ficando pronto nessa época é uma oportunidade enorme. No maximo pode demorar um pouquinho para os proprietários cederem e reduzirem ainda mais pelo excesso de oferta no mesmo local.

      3+
      • Vai de Grails! 23 de dezembro de 2016 at 08:39

        Cara, realmente. Um acabou recentemente. Tá em média 4,6k o metro quadrado. Detalhe, 57m². Tava com placa de “ÚLTIMAS UNIDADES”, e faltava 35 para vender, ou seja, 36% dos apartamentos já estando PRONTO…
        No começo do ano que vem vou entrar em contato de novo, para atualizar esses números.

        1+
  • Urso 22 de dezembro de 2016 at 19:06

    Paguem meus juros!

    5+
  • Carlos 22 de dezembro de 2016 at 19:25

    OFF – Violência

    1- Percebo o desespero chegando na “classe” dos bandidos, cada vez mais aumenta o número de ações arriscadas.
    2 – Shopping, aquele lugar onde os bananences decidem se enclausurar para ter o mínimo de segurança, os bárbaros estão nos muros.
    3 – Tá tudo dominado.

    http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2016/12/1843757-mega-assalto-paralisa-cidade-no-interior-de-sp-2-suspeitos-sao-mortos.shtml

    8+
    • avatar
    • Antigo 22 de dezembro de 2016 at 19:39

      Em plena luz do dia.

      Estão trabalhando até fora do expediente normal noturno. Dá medo, país acabou.

      6+
      • avatar
      • Carlos 22 de dezembro de 2016 at 19:45

        Me preocupa o “desespero” dos bandidos, já que “normalmente” já se mata por motivos fúteis.

        4+
        • avatar
        • Money_Addicted 23 de dezembro de 2016 at 10:29

          sera q eh desespero mesmo da parte deles ou eh um desrespeito total com a policia? Sabe que nao vai dar nada mesmo, vamos roubar um carro forte

          4+
          • avatar
  • outra.coisa 22 de dezembro de 2016 at 19:40

    CVR Pessoas burras
    Quando eu era apenas uma pessoa ingênua (isso há uns bons anos atrás), quis fazer negócio numa casa no Butantã (sou dessas quebradas). Casa zuadinha, mas boa estrutura, rua horrível, localização pior ainda (perto de umas bocada). A casa tava 260k, eu queria financiar, quanto tava com contrato pronto, a dona deu pra trás… Passou mais uns anos, a casa a venda, até que um dia um amigo que mora na rua me disse que alguém tinha comprado, tava reformando tudo. Belo investidor, acabei de ver a casa a venda por 420K. QUE TIMMING, QUE FEELING!
    http://www.olx.com.br/vi/284005157.htm

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Minions 22 de dezembro de 2016 at 19:44

    O ano está acabando e eu queria registrar meu profundo agradecimento a todos os “fernandos”, em especial àquele que de vez em quando ainda posta aqui! Vocês são a razão da minha alegria e sossego! Sem vocês, meu mundo seria muito menos juros.
    Fernando, sou seu fã! Você sempre terá razão! E sim, errei na previsão do dólar o que vai me ajudar a gastar um pouquinho mais em janeiro. Inclusive acabei de trocar um hotel *** para um **** dentro da Disney.

    22+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 22 de dezembro de 2016 at 19:47

      O interessante é que quanto mais você provoca este tipo de gente mais eles se afundam, pareçe coisa de criança.

      “Vou pagar muitos juros só de sacanagem e para provar que eu estou correto!”

      😀

      21+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 23 de dezembro de 2016 at 05:43

        huahuauhauha
        Essa do substantivo Fernando ter virado adjetivo “fernandice” foi demais.
        Eu só sei que 2016 foi o melhor ano de todos para a minha pessoa.
        Graças a 15 anos de trabalho + estudos de 08 anos + visões de mundo da galera desse blog . Tudo isso somado me ajudou e muito na condução do patrimônio líquido e investimentos.
        Obrigado a todos os 666 e ao gobierno na sua incompetência de gerir os recursos. Nós estamos prontos para fornecer a liquidez necessária para vossos anseios e escolhas.
        Paguem Nossos Juros !!!
        YEAH !!!!

        15+
        • avatar
        • avatar
  • Alemon Fritz 22 de dezembro de 2016 at 20:32

    O pior é ver quase tudo voltar pra caxão, pagando a inadimplencia, as dívidas “que seriam podres”, novas dívidas, poucos vão investir direito… quem sabe na LIG ” a garantida” (e as outras..)..

    10+
    • avatar
    • avatar
  • Cadeludo 22 de dezembro de 2016 at 23:42

    CDM
    momento corvo
    alugo pra festas de fim de ano praia bacana natureza, o sonho das férias, lugar privilegiado, sol garantido.
    800,00 de 23 a 26 dez
    1.500,00 de 27 a 01 jan
    2.500,00 carvaval 2017
    uma caixa de schin pra quem fechar até amanhã
    + fotos whats
    http://1.bp.blogspot.com/_BJYVlhJFNpc/S8xZMJWmhfI/AAAAAAAAO1s/4QxY8FTP2ZI/s1600/varalcarioca.jpg

    3+
    • avatar
  • Ilusionista 23 de dezembro de 2016 at 06:34

    saque do FGTS deve causar um estrago ainda maior na construção civil…

    ww1.folha.uol.com.br/mercado/2016/12/1843908-setor-da-construcao-ve-falta-de-verba-no-longo-prazo-com-liberacao-do-fgts.shtml

    6+
    • avatar
    • avatar
    • fanfarraum 23 de dezembro de 2016 at 07:20

      Não consegui ler a matéria, mas penso que teremos 2 efeitos negativos para a construção civil:
      – Menos verba para financiamento através do FGTS
      – Menos pessoas com dinheiro no FGTS para dar entrada nos bolhudos. Entre conhecidos 666, a grande maioria tem no FGTS boa parte do que seria a entrada do apartamento.

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • CA 23 de dezembro de 2016 at 07:24

      Ilusionista,

      Faltou um “w” no início do link, segue corrigido:

      www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/12/1843908-setor-da-construcao-ve-falta-de-verba-no-longo-prazo-com-liberacao-do-fgts.shtml

      Quanto a notícia em si, novamente os truques sujos do segmento imobiliário para chantagearem as pessoas, acho que de fato é uma marca registrada deles.

      Neste caso, a “mensagem subliminar”, não tão discreta assim, é: no FUTURO vai faltar FGTS para comprar imóveis, é melhor você comprar agora…

      Logo no primeiro comentário que vi da matéria falaram exatamente sobre os preços incompatíveis, a péssima qualidade dos imóveis e outros fatores que já cansamos de debater por aqui. Será que todos ainda estão totalmente cegos para a realidade, como espera o segmento imobiliário?

      Menim, que também é presidente da MRV, fala que os problemas serão só no FUTURO, não é? Compre agora, você não terá nenhum problema em financiar o seu imóvel. Sabem o que é o mais engraçado quanto a isto?

      A MRV do Menim foi campeã nacional de distratos no ano de 2015, tendo superado a marca de R$ 1,6 BILHÃO. Em 2016 continua entre as líderes. Pior: a grande maioria destes distratos foi exatamente porque as pessoas não conseguiram adquirir crédito imobiliário!

      O que consta acima, como Menim e demais membros do segmento imobiliário sabem muito bem, não é algo que começou com a crise financeira. Não é a toa que desde 2012 Ricardo Eng já avisava sobre a anomalia das vendas na planta e já em 2013 eu colocava trabalhos na versão anterior deste blog falando sobre os resultados de 2012 e dando alertas.

      Aliás, foi no ano de 2012 que os distratos de 12 construtoras com Ações na BOVESPA mais do que DOBRARAM, passando de R$ 5 bilhões e com as construtoras alcançando o seu pior resultado até hoje, quanto a prejuizo liquido e queda em faturamento, vendas e lançamentos, além de recorde de construtoras com super-endividamento, tendo sido inclusive o início da derrocada para algumas construtoras que estão agora entrando em Recuperação Judicial, mesmo com todo apoio de CEF, BB, BTG e outros credores que fizeram o possível e impossível para que não chegasse neste ponto e que agora, CINICAMENTE, junto com demais parceiros do segmento imobiliário, fazem de conta que isto só começou junto com a crise…

      Quando entre 2012 e 2013 fazíamos previsões, dizendo inclusive quais as construtoras que já estavam virtualmente quebradas naquela época e que agora estão só oficializando esta quebra, não fomos videntes, apenas constatamos aquilo que era óbvio pelos números, fatos e dados que já existiam e podiam ser consultados e analisados por qualquer um: os relatórios trimestrais das construtoras com Ações na BOVESPA.

      Para o segmento imobiliário, é essencial continuar FAZENDO DE CONTA que aquilo que está aparecendo mais claramente agora, é só mais uma consequência da crise. É essencial fazerem de conta que o financiamento imobiliário é fácil e prático, que qualquer um pode conseguir este financiamento, mesmo que a própria empresa da pessoa que tenta passar esta mensagem, seja a recordista em distratos por clientes não conseguirem o financiamento imobiliário e mesmo sabendo que as construtoras que estão quebrando oficialmente agora, foram exatamente as mesmas que começaram com o volume ANORMAL de distratos em 2011, DOBRANDO em 2012 e depois, com a quebra virtual destas empresas a partir de 2012, com a MRV passando a tomar o lugar delas e intensificando suas vendas FALSAS ma planta.

      Não é a toa que a MRV se tornou a campeã nacional de distratos, exatamente no ano de 2015, pois foi exatamente em 2012 que PDG, Rossi, Gafisa e Brookfield tiveram os seus piores resultados financeiros até então e tiveram que reduzir seus lançamentos no segmento popular de forma radical, com isto abrindo espaço para que a MRV aumentasse muito sua parcela de vendas FALSAS na planta e com isto, 3 anos depois (= 2015), que é o tempo entre lançamento, construção e TENTATIVA do cliente de obter o crédito imobiliário, ela tivesse se tornado a campeã nacional de distratos e também uma das campeãs nacionais de cinismo , como o artigo acima deixa bem claro…

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Manoel Joaquim 23 de dezembro de 2016 at 07:43

    Olha que investimento maravilhoso nesse anúncio de apartamento para alugar:

    ‘https://www.vivareal.com.br/imovel/apartamento-3-quartos-centro-bairros-ribeirao-preto-com-garagem-207m2-aluguel-RS300-id-75708715/?__vv=pdp:cooccurrence-top

    Valor do aluguel: R$ 300,00

    Valor do condomínio: R$ 1350,00

    Acho que daria para fazer proposta como “você me paga R$ 400 por mês e eu moro no seu apartamento”.

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Dozer 23 de dezembro de 2016 at 09:21

      Putz! Apto de 207m2 pagando condomínio de 1.6k temers e com cadeiras de pRástico na mobilia???
      uhauhauhauhauhauhauha

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • From_The_Tower 23 de dezembro de 2016 at 09:44

      kuáaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

      4+
      • avatar
    • Money_Addicted 23 de dezembro de 2016 at 10:36

      nos falavamos q isso ia aconter, ja tem tempo -> morar sem pagar aluguel, pagando apenas o condominio 🙂

      e as aves na epoca riam, nada como o tempo

      8+
      • avatar
  • Alemon Fritz 23 de dezembro de 2016 at 07:49

    O FGTS tem cerca de 480 bilhoes e 100 bilhoes em patrimonio, 30 bi bananas correspondem a 6% (e não tudo de uma vez).. realmente deve prejudicar muiiito o sistema corvístico narigudo mentiroso. e consideramos que a maior parte deve voltar pro sistema mesmo. Canalhas.

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 23 de dezembro de 2016 at 08:12

      No primeiro dia que o Dilmo liberar vou estar na fila da Caixa para raspar o FGTS todo.

      Ganhar dinheiro, prejudicar corvo e ainda receber juros, tudo que eu queria.

      Que falte funding.
      666 vai ter que se endividar com juros de mercado agora.
      Aposto que vocês não sabiam que o Motumbo tinha um irmão mais velho. Nem eu, mas os 666 vão conhecê-lo em breve.

      Abençoados sejam vossos juros

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 23 de dezembro de 2016 at 08:15

    Apartamentos comprados na planta em 2013 em Samambaia ainda foram entregues
    https://globoplay.globo.com/v/5527114/

    5+
    • avatar
  • Alemon Fritz 23 de dezembro de 2016 at 08:28

    só vejo que liberando o fgts quebra a regra dos 3+ anos de espera (e que tem de estar fora do regime)..
    o gov vai criar um novo “costume” na cabeça do bananense e alterar regras… tipo o cara alternou de emprego e pega as contas inativas… … pegadinha do malandro.
    aqui é uma bagunça.

    6+
    • avatar
    • Antigo 23 de dezembro de 2016 at 08:33

      É bom
      Vai ficar tão zoneado que quem sabe resolvem acabar com essa bizarrice de fgts

      Governo prende o dinheiro do povo pagando -3% de juros, isso quando a inflação fica na meta
      Só na terra das bananas mesmo

      7+
      • avatar
      • Fernando 23 de dezembro de 2016 at 09:07

        Esse é o dinheiro que subsidiou meu financiamento, além da poupanca!

        Parafraseando, PAGUEM MEU IMÓVEL…………

        6+
        • avatar
        • Fernando 23 de dezembro de 2016 at 09:08

          ?????

          4+
          • Antigo 23 de dezembro de 2016 at 09:19

            Kkkk
            Da minha parte, essa farra acabou

            3+
            • avatar
        • Zebolheu 23 de dezembro de 2016 at 11:21

          Fernando, te desejo muitos anos de vida pra um dia ter que mudar de casa.
          Até lá, por favor, PMJ direitinho!

          5+
          • avatar
          • avatar
  • Ilusionista 23 de dezembro de 2016 at 08:37

    Enquanto por aqui se discute a redução dos juros de 500 % para 250% a.a.no rotativo do CC como sendo “um bom negócio”, faça um comparativo no simulador de crédito para o povo francês….

    http://www.credit-conso.org/

    3+
    • Antigo 23 de dezembro de 2016 at 08:43

      Tentei fazer mas pediu nome telefone etc
      Posta uns cases aí para nós

      2+
      • Ilusionista 23 de dezembro de 2016 at 08:51

        média de 1.79% a.a. em uma financeira popular.

        4+
        • Antigo 23 de dezembro de 2016 at 09:05

          Aqui esse é o custo de captação ao mês, dependendo da financeira
          Gritante a diferença

          4+
          • avatar
  • Alemon Fritz 23 de dezembro de 2016 at 08:44

    sim,
    – o trabalhador não pode escolher o gestor,
    – só pega em casos extremos (doença, casa, desemprego, e aposentadoria)
    – estimulará os conflitos para demissão
    – e a multa de 40% foi pra onde ???
    – passa o pensamento: puxa se eu tivesse sido demitido ano passado seria muito bom..

    5+
    • avatar
    • Antigo 23 de dezembro de 2016 at 08:50

      Na prática o que está acontecendo é a economia natural, que o governo chama de informal

      Povo trabalha, recebe em dinheiro e ninguém tem nada com isso

      E os direitos trabalhistas acabam se resumindo ao mais básico, que é o simples direito de trabalhar

      Enquanto isso, o CLT fica desempregado

      4+
  • LZ 23 de dezembro de 2016 at 08:47

    Pra mim não muda nada.
    Meu $$ vai continuar preso lá por anos ainda 🙁

    5+
    • avatar
    • Antigo 23 de dezembro de 2016 at 08:56

      É só você ser demitido que será recompensado

      Inversão total de valores

      7+
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 23 de dezembro de 2016 at 08:49

    Para os otimistas, como Fernando e Thiago fm, é só dar uma olhada no GLOBO PLAY

    Mercado de imóveis tem leilões que disputam clientes para vender mais – https://globoplay.globo.com/v/5451314/

    Oferta de imóveis para aluguel aumenta no Rio e em São Paulo – https://globoplay.globo.com/v/5375470/

    Preços dos imóveis estão caindo no Rio – https://globoplay.globo.com/v/5381291/

    Associação de construtoras e imobiliárias diz que DF tem mais de dez mil imóveis faltando habite-se – https://globoplay.globo.com/v/5411248/

    Busca por imóveis alugados cresce no Brasil – https://globoplay.globo.com/v/5166752/

    Devolução de imóveis alugados bate recorde em São Paulo em junho – https://globoplay.globo.com/v/5235691/

    Crise na economia faz mercado de imóveis pisar no freio no DF – https://globoplay.globo.com/v/5369776/

    Alugar e vender imóveis está cada vez mais difícil no Rio – https://globoplay.globo.com/v/5028786/

    Imóveis em áreas de UPP sofrem queda no valor por causa da violência no Rio – https://globoplay.globo.com/v/5137630/

    Dobra o número de imóveis que vão para leilão por falta de pagamento – https://globoplay.globo.com/v/5061092/

    Construtoras tentam vender imóveis encalhados durante feirão em SP – https://globoplay.globo.com/v/5070784/

    Contrário à inflação, preço do aluguel dos imóveis cai em maio – https://globoplay.globo.com/v/4258100/

    Cada vez menos pessoas compram imóveis como forma de investimento – https://globoplay.globo.com/v/3823945/

    Número de pessoas que compram e desistem de imóvel na planta aumenta em SP – https://globoplay.globo.com/v/4818994/

    Brasileiros não conseguem pagar prestações de imóveis e carros – https://globoplay.globo.com/v/4549583/

    Cresce o número de compradores de imóveis que querem desfazer o negócio – https://globoplay.globo.com/v/4343598/

    Preço dos imóveis cai em quase todo o país – https://globoplay.globo.com/v/4312035/

    Com venda de imóveis em queda, até carro é aceito como parte da entrada – https://globoplay.globo.com/v/4562361/

    Preço dos imóveis volta a cair em julho – https://globoplay.globo.com/v/4373164/

    Famílias que compravam imóveis em Campo Grande acreditam que caíram em um golpe – https://globoplay.globo.com/v/5089919/

    Famílias ficam endividadas ao comprar imóveis que não ficaram prontos no Rio – https://globoplay.globo.com/v/5089136/

    Preço real dos imóveis caiu em nove cidades brasileiras em janeiro – https://globoplay.globo.com/v/4786051/

    Aumento da oferta de imóveis para alugar movimenta o mercado imobiliário do Rio – https://globoplay.globo.com/v/4723849/

    Imóveis fechados ou abandonados se tornam obstáculos ao combate ao Aedes aegypti – https://globoplay.globo.com/v/4783343/

    Imóveis tiveram queda de mais de 8% em valor real, diz pesquisa – https://globoplay.globo.com/v/5142935/

    Preços de aluguel de imóveis para a Olimpíada caíram em relação à Copa do Mundo – https://globoplay.globo.com/v/5173097/

    Crise aumenta oferta de imóveis novos e usados – https://globoplay.globo.com/v/4666351/

    Comerciantes se mudam para imóveis menores para tentar manter o negócio na capital – https://globoplay.globo.com/v/4920894/

    Crise leva muitos corretores de imóveis a trocarem de profissão – https://globoplay.globo.com/v/4804494/

    Mercado de imóveis vive a pior fase dos últimos 12 anos, revela estudo – https://globoplay.globo.com/v/5191991/

    G1 no Bom Dia Rio: preço médio de locação de imóveis comerciais caiu 12% em 1 ano – https://globoplay.globo.com/v/5259165/

    Venda de imóveis cai, mas quantidade de lançamentos dispara – https://globoplay.globo.com/v/5165633/

    Pesquisa mostra que número de imóveis vazios em São Paulo é 46% maior – https://globoplay.globo.com/v/5000598/

    Reportagem especial
    http://especial.g1.globo.com/jornal-da-globo/imoveis-reflexos-da-crise/

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Moreira 23 de dezembro de 2016 at 08:58

    Valeu bib! 30% poupado! Descobrimos que podemos mais! Detalhe: 4 viagens no ano. Uma para a gringa! E agora: na praia

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 23 de dezembro de 2016 at 09:47

      Parabéns !
      Esse ano eu foi para os EUA com minha família…… realizei um grande sonho de levar minha mãe para o exterior. Paguei tudo com o PMJ !
      Dólar a 2,30 na conta americana. Na Banânia estava 4,00 por x 1.
      Fiz pós graduação na Europa em Abril…. passagens com milhas e o resto com o PMJ !
      Já tenho as milhas para a próxima…. provavelmente caribe ou Colômbia !
      Isso aí ! Vamos celebrar os eternos custos de oportunidade.

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Observador 23 de dezembro de 2016 at 09:53

        Seus desumanos!!!

        Matéria da folha:

        Segundo ele, parte do valor sacado não será injetada na economia, mas transferido para outras aplicações.

        “Um número grande de contas inativas pertence a quem arrumou um emprego melhor e, por isso, não foi demitido e não sacou o fundo. Essas pessoas vão pegar o dinheiro e investir onde renda mais”, diz Menin.

        Vão tirar o dinheiro que ajudava a subsidiar a casa própria, o sonho dos brasileiros!!! E para melhores aplicações, que absurdo!!!

        Será que as LCI podem ter uma remuneração melhor já que vai ter um aumento de compradores na “pranta” que deverá pagar juros de mercado?

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • bolha real 23 de dezembro de 2016 at 10:31

          Estou torcendo para que o TD tenha boas taxas na época que poderemos retirar essa grana.

          7+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
    • Bolha BOSS 23 de dezembro de 2016 at 09:58

      É para glorificar de pé Igreja

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 23 de dezembro de 2016 at 12:03

        quem sabe os bancos já não vão “adiantando” o que a galera tem pra receber, com juros “parceiros”… kkk

        3+
        • avatar
      • BolhistaBR 23 de dezembro de 2016 at 17:38

        Aleluia. Gloria a Deis!

        0
  • Zamoht 23 de dezembro de 2016 at 09:56

    OFF – Texto do Ricardo Rangel (Facebook)
    “O filme “Aquarius” ganhou cinco prêmios em Cuba. Há qualquer coisa de irônico que um filme que denuncia a especulação imobiliária seja tão premiado justamente num país onde não existe indústria da construção, que dirá especulação, há cinco décadas. Também é irônico que o filme tenha sido lançado no Brasil num momento em que as grandes incorporadoras estejam a um passo da falência.
    Mas o mais irônico é que a vítima da especulação seja uma mulher ativa, que poderia trabalhar, mas vive do aluguel de outros quatro ou cinco imóveis de que é proprietária. Já a construtora é relativamente pequena, a ponto de seus proprietários se envolverem diretamente num pequeno projeto. Ou seja, a vítima supostamente indefesa é uma rentista, legítima representante da classe ociosa, e encarna um entrave ao progresso, enquanto o opressor é o futuro.
    Nunca entendi a bronca da esquerda com a indústria da construção civil. Entendo a bronca contra os bancos: a esquerda não compreende o que é o mercado financeiro (e faz questão de não compreender). Entendo a bronca com as multinacionais: a esquerda brasileira é nacionalista (o que é, em si, uma jabuticaba) e, por algum motivo que me escapa, acha que a Coca-Cola é mais nociva do que a AmBev.
    Mas não enxergo qual é o problema com as construtoras. O país cresce a 1,24% ao ano: essa gente precisa morar em algum lugar. A indústria da construção civil dá emprego, faz girar a economia e cria moradias. Sei lá, a esquerda gosta tanto de favela, às vezes tenho a impressão de que quer que vá todo mundo morar lá.
    P.S. Obviamente, a bronca não se estende às grandes empreiteiras, às quais o PT se aliou para assaltar os cofres os públicos.O filme “Aquarius” ganhou cinco prêmios em Cuba. Há qualquer coisa de irônico que um filme que denuncia a especulação imobiliária seja tão premiado justamente num país onde não existe indústria da construção, que dirá especulação, há cinco décadas. Também é irônico que o filme tenha sido lançado no Brasil num momento em que as grandes incorporadoras estejam a um passo da falência.
    Mas o mais irônico é que a vítima da especulação seja uma mulher ativa, que poderia trabalhar, mas vive do aluguel de outros quatro ou cinco imóveis de que é proprietária. Já a construtora é relativamente pequena, a ponto de seus proprietários se envolverem diretamente num pequeno projeto. Ou seja, a vítima supostamente indefesa é uma rentista, legítima representante da classe ociosa, e encarna um entrave ao progresso, enquanto o opressor é o futuro.
    Nunca entendi a bronca da esquerda com a indústria da construção civil. Entendo a bronca contra os bancos: a esquerda não compreende o que é o mercado financeiro (e faz questão de não compreender). Entendo a bronca com as multinacionais: a esquerda brasileira é nacionalista (o que é, em si, uma jabuticaba) e, por algum motivo que me escapa, acha que a Coca-Cola é mais nociva do que a AmBev.
    Mas não enxergo qual é o problema com as construtoras. O país cresce a 1,24% ao ano: essa gente precisa morar em algum lugar. A indústria da construção civil dá emprego, faz girar a economia e cria moradias. Sei lá, a esquerda gosta tanto de favela, às vezes tenho a impressão de que quer que vá todo mundo morar lá.
    P.S. Obviamente, a bronca não se estende às grandes empreiteiras, às quais o PT se aliou para assaltar os cofres os públicos. “

    5+
    • avatar
  • Seguidor do Bolha BH 23 de dezembro de 2016 at 10:08
  • Seguidor do Bolha BH 23 de dezembro de 2016 at 10:08
  • CA 23 de dezembro de 2016 at 10:51

    Ficou muito para cima, replico aqui:

    “Alemon Fritz 23 de dezembro de 2016 at 07:49
    O FGTS tem cerca de 480 bilhoes e 100 bilhoes em patrimonio, 30 bi bananas correspondem a 6% (e não tudo de uma vez).. realmente deve prejudicar muiiito o sistema corvístico narigudo mentiroso. e consideramos que a maior parte deve voltar pro sistema mesmo. Canalhas.”

    ————————————————————————————————————————————————————————————————

    Esta reportagem que saiu ainda antes de divulgarem oficialmente a medida, dá uma ideia mais clara sobre o assunto do peso dos R$ 30 bilhões. Na época ainda estavam considerando a possibilidade de usar os R$ 30 bilhões para pagamento de dívidas, diferente do uso atual.

    http://www.valor.com.br/valor-investe/casa-das-caldeiras/4805832/o-peso-dos-r-30-bilhoes-no-fgts-e-no-credito

    “Autorizar o saque de R$ 30 bilhões das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para quitar dívidas dos cotistas, como se tem noticiado, não deve causar dano irreparável à saúde financeira do fundo. Mas também não é pouca coisa.

    Conforme o último balanço anual, dos R$ 457 bilhões em ativos totais do FGTS em dezembro de 2015, R$ 339 se referem ao saldo de contas de trabalhadores. O restante, grosso modo, é o patrimônio do próprio fundo. Um saque de R$ 30 bilhões representaria menos de 10% do saldo total das contas, portanto.

    A cifra, no entanto, não é desprezível quando comparada ao que o FGTS costuma aplicar nos segmentos que o fundo tem o dever legal de apoiar, como habitação, saneamento e infraestrutura. O valor representa mais da metade dos R$ 53,3 bilhões alocados pelo fundo em programas habitacionais em 2015, equivale a 12 vezes o que foi aplicado em saneamento e a 37 vezes os R$ 800 milhões aportados em projetos de infraestrutura no ano passado.

    Já para o tamanho da dívida de indivíduos com o sistema financeireiro, os R$ 30 bilhões representam apenas 3,7% dos empréstimos totais de R$ 802 bilhões nas linhas com recursos livres (excluindo crédito imobiliários e rural, portanto). O peso dos R$ 30 bilhões no estoque de crédito rotativo, de juros mais altos, como cheque especial e cartão de crédito, é de 16%.”

    3+
    • avatar
    • avatar
    • Nelson Schadenfreude 23 de dezembro de 2016 at 11:12

      A medida é um factóide de impacto diminuto tanto no setor bancário quanto no imobiliário. Feita para gerar um sentimento de que estão trabalhando e acalmar a impaciência da imprensa e “opinião pública”. O fato é que a recuperação será lenta e dependerá sobretudo do progresso das reformas fiscais (a Previdência sobretudo).
      Mas é uma medida que vai na direção correta (reduzir a repressão financeira e dar liberdade para os trabalhadores decidirem o que fazer com seu dinheiro).
      Se conseguirmos fazer as reformas que o país precisa, as taxas de juros de mercado convergirão para os patamares internacionais e o crédito direcionado se tornará desnecessário.

      3+
    • CA 23 de dezembro de 2016 at 11:46

      Agora vamos refletir um pouco sobre o FGTS “mágico”:

      Os R$ 30 bilhões liberados para ajudar na redução do endividamento das famílias e no consumo, representam 3,7% dos R$ 802 bilhões das dívidas dos indivíduos relacionadas a recursos livres (excluindo habitação e rural).

      De quanto foi mesmo o nosso “credit crunch”, só até aqui?

      http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,crise-de-credito-tirou-r-1-trilhao-da-economia-e-aprofunda-a-recessao,10000095229

      “Nos últimos 12 meses, cerca de R$ 1 trilhão deixou de circular na economia brasileira. Essa montanha de dinheiro equivale aos créditos bancários que foram sendo pagos pelos devedores e não retornaram ao mercado na forma de novos empréstimos, bem como à expansão natural do mercado, que não ocorreu.”

      “Isso significa uma queda de 25% em relação ao que deveria estar circulando se a economia estivesse operando em níveis “normais”. O volume de crédito bancário que gira na economia hoje é equivalente ao disponível em 2012. Para os especialistas, isso mostra que o Brasil vive uma “crise de crédito” e não sairá da recessão se esse nó não for desatado.”

      “Guardando-se as devidas proporções, Monica lembra que os Estados Unidos viveram um “credit crunch” com o estouro da bolha imobiliária, em 2008. A diferença é que lá os bancos foram arrastados, o que não ocorreu aqui, pelo menos até agora.”

      “Para sair dela, o governo americano gastou US$ 850 bilhões para socorrer bancos e empresas, mais US$ 4 trilhões com o “quantitative easing”, programa de aquisição de títulos soberanos lastreados em hipotecas, e derrubou o juro a 0,25% – até a semana passada. A economia americana agora entra nos eixos – oito anos e US$ 5 trilhões depois. “Sem chance de o Brasil, neste momento, fazer algo minimamente parecido”, diz Mônica.”

      Além do que consta acima, só para lembrar:

      Em 2014, Dilma prometeu 3 milhões de moradias do MCMV em construção até 2018 como parte da fase 3. Como todos sabem, a grande parte da verba vem do FGTS “mágico”.

      O que aconteceu no primeiro semestre de 2016?

      O governo reduziu o MCMV em 1 milhão de moradias. Redução de 33%, por que, se o FGTS é mágico? O governo não poderia simplesmente aumentar o quanto iam tirar do FGTS para cobrir sua falta de dinheiro, não tinham todo o interesse político do mundo para fazer isto, em especial naquele momento, com a ameaça de impeachment de Dilma cada vez mais próxima???

      Pois é, naquela época, o déficit publico estimado para 2016 era de R$ 95 bilhões e o governo, não só não podia aumentar ainda mais o uso do FGTS, como não podia manter na íntegra o que seria a parte dele, algumas dezenas de bilhões de Reais, por isto esta “pequena redução” de 1 milhão de moradias.

      A previsão do governo Temer para o déficit público de 2016? R$ 170 bilhões. Aumentou “um pouco” o rombo em relação aqueles R$ 95 bilhões de déficit que Dilma já estava prevendo quando TEVE que reduzir o MCMV fase 3 em 1 MILHÃO de unidades, não é mesmo?

      Detalhe: para 2017 a estimativa de déficit público do governo Temer é da ordem de R$ 139 bilhões, mas tende a ser mais do que isto, pois as projeções do PIB para 2017 despencaram, dentro das estimativas do próprio governo, saindo de 1,6% para 1%, sendo que o mais realista e que vemos de institutos independentes falam em variação do PIB de -1% até +0,6% para 2017.

      Juntando o que consta acima, qual a tendência quanto ao MCMV em 2017? Com o governo com déficit fiscal crescente, que deverá passar dos R$ 139 bilhões em função da projeção do PIB ter piorado muito, a tendência é de repetirem o que fizeram em 2016, aplicando nova redução sensível no programa.

      Os “especialistas de plantão”, continuam dizendo o mesmo: é só o governo equalizar o déficit fiscal com a reforma da previdência e reforma trabalhista, mais a PEC241, que tudo vai começar a melhorar, de forma mirabolante. Para começar, NENHUMA destas reformas, por melhor que seja feita, vai ter qualquer impacto relevante sobre o que consta acima. Fora estes pontos que mencionei, o endividamento das famílias em proporção à renda continua próximo do recorde, assim como sua inadimplência. Como sempre tenho ressaltado, cerca de 50% das grandes empresas não conseguem gerar caixa operacional para cobrirem sequer o pagamento dos juros de suas dívidas.

      Ainda sobre os “especialistas de plantão”, são exatamente os mesmos que, quando dizíamos aqui sobre a crise, falavam que ela não viria, que era só o governo “imprimir dinheiro” dentre uma infinidade de “soluções” SIMPLISTAS. Agora eles só estão mudando o discurso: a reforma mágica da previdência e trabalhista resolverão o problema de imediato, é só o governo “imprimir dinheiro” (sim, insistem nisto mesmo depois de ter falhado FRAGOROSAMENTE como alternativa à Dilma e seu governo sobreviverem!), dentre outras “ideias geniais” e mirabolantes. Por mais que eles tenham errado, por mais óbvio que seja que esta situação não possa ter uma solução SIMPLISTA, que PEDALADAS e tapar hemorragias com esparadrapos não resolvem os problemas e não são saídas sustentáveis, não é que os “especialistas de plantão” mantém a mesma estratégia??? Pergunte a eles como a reforma da previdência e trabalhista irão resolver os problemas acima já a partir de 2017? Eles vão entrar em looping, afinal eles NUNCA pensaram com profundidade sobre este assunto, só viram as manchetes dos jornais de que é assim e acreditaram CEGAMENTE…

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 23 de dezembro de 2016 at 11:49

        do mundo de pirilimpimpim
        tijolos mágicos, caneta mágica, telefone mágico, fgts mágico, cartão de crédito mágico

        tudo mais do mesmo CA
        Temer consegue a magia de fazer grandes maldades só fazendo o “BEM”

        novesfora são medidas que no fim aumentam o PMJ.

        2+
        • CA 23 de dezembro de 2016 at 11:52

          Lucas,

          Sinto-me como se estivesse em uma “máquina do tempo”: temos que ficar desmascarando aqui o que já foi esclarecido ANOS atrás, muito antes dos “especialistas” pensarem que poderia vir a existir uma crise. Pior, ainda usam os mesmos argumentos ou piores do que os anteriores!

          Impressionante como a grande mídia e suas manchetes fazem realmente a cabeça das pessoas. Ninguém se dá ao trabalho de ter espírito crítico: é só dizerem que as medidas do governo vão salvar a economia e ela vai começar a se recuperar logo depois disto que eles acreditam, não questionam nada, não fazem nenhuma avaliação, acreditam CEGAMENTE nas notícias, sem sequer parar para pensar. Impressionante que mesmo aqui ainda tenhamos este “mais do mesmo” se repetindo indefinidamente…

          8+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Lucas 23 de dezembro de 2016 at 12:03

            eu sei vc sabe, o Temer sabe
            o mundo é de fernandos e thiagos
            eles são nosso museu, nosso haiti
            a maioria das pessoas vive presa nessa roda de rato

            4+
          • Alemon Fritz 23 de dezembro de 2016 at 13:36

            sim, eu lembrei depois que tinha que calcular sobre o valor aplicado do FGTS em habitação, na verdade fiquei mais confuso pra ver a % atual:
            eu não consegui muitos dados de 2016, só a margem seguinte:
            1-a O orçamento total do fundo em 2016 passa de R$ 83,6 bilhões para R$ 104,7 bilhões. (não bate com o valor abaixo de junho)
            2-Em 2016, o orçamento para crédito imobiliário é de R$ 66,5 bilhões.
            – o FGTS liberou este ano R$ 21 bilhões para financiamento habitacional (junho 16) sendo que R$ 8,2 bilhões foram destinados a quem tem conta no Fundo para imóveis de até R$ 750 mil. Outros R$ 3 milhões são para imóveis avaliados em até R$ 500 mil e mais R$ 10 bilhões, para compra de papéis imobiliários, emitidos pelos bancos.
            3- De acordo com Sílvia Marques, existem atualmente R$ 495 bilhões aplicados na poupança no país. Desse total, os bancos teriam de destinar R$ 322 bilhões para o crédito imobiliário. No entanto, segundo a técnica do BC, o estoque de empréstimos para o setor chega a R$ 354 bilhões.

            1-http://noticias.r7.com/economia/fgts-libera-r-217-bilhoes-para-financiar-casa-propria-26022016
            2 http://oglobo.globo.com/economia/sob-temer-uso-do-fgts-deve-ser-revisto-19253784#ixzz4Tg9gfpOb
            3-http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2016-09/cmn-autoriza-bancos-financiar-imoveis-de-ate-r-15-milhao-com-juros-baixos

            1+
  • Nelson Schadenfreude 23 de dezembro de 2016 at 10:57

    DÚVIDA DE INVESTIMENTO!
    Caros, sou economista. Entendo de macroeconomia e microeconomia bancária, mas desconheço a conjuntura atual do setor de crédito. Meu feeling é que estamos passando pelo fundo do poço da crise e que haverá uma melhora lenta a partir do 2o trimestre de 2017 (se a reforma da Previdência for para frente, caso contrário, sugiro a dolarização preventiva dos investimentos). Desta forma, estou começando a considerar a oportunidade de comprar ações de empresas de construção, que estão no fundo do poço. Mas, para isso, é necessário saber distinguir quais já estão virtualmente falidas e quais tem chance de sobreviver à tormenta. Os senhores que estão bem a par da situação das construtoras conseguem fazer um ranking da probabilidade de falência das que são negociadas em bolsa?
    Obs.: sei que tem uma galera Doctor Doom aqui que acha que tudo vai para o vinagre. Mas bolha é isso, um ciclo de superinvestimento seguido da derrocada dos preços e a recuperação lenta. Aproveita a bolha que cavalga a formação da bolha e pula fora antes do estouro, e que compra os destroços na xepa. Tá chegando a hora dessa segunda oportunidade. Ainda não em imóveis (cuja inércia de preços é forte), mas em outros ativos. Como sempre, levando em consideração o risco envolvido, porque ninguém é vidente.

    4+
    • Nelson Schadenfreude 23 de dezembro de 2016 at 10:59

      Ops.: acima, na primeira linha, leia-se “desconheço a conjuntura atual dos setores IMOBILIÁRIO E DE CONSTRUÇÃO.

      2+
    • Zebolheu 23 de dezembro de 2016 at 11:30

      Nelson, já que a economia é cíclica, você investiria hoje em flats, passados 15 anos do estouro dessa bolha? Olha que o numero de solteiros convictos só aumenta…

      3+
      • Nelson Schadenfreude 23 de dezembro de 2016 at 11:35

        Não, amiguinho. Não imobilizo meu portfolio. Compro apenas ativos líquidos. Tá me confundindo com outra galera fernandista.

        2+
        • Zebolheu 23 de dezembro de 2016 at 13:08

          Assim como você, quem tem dinheiro não vai investir em imóveis tão cedo. Por que as ações das destrutoras poderiam ter um novo boom, se os ativos delas só desvalorizam, e vão continuar assim por muito tempo?

          2+
    • Lucas 23 de dezembro de 2016 at 11:34

      nelson, NMHO vc está 1 ano adiantado
      guarda isso aí que vc escreveu por exatos 12 meses
      e TALVEZ!

      6+
      • avatar
      • Nelson Schadenfreude 23 de dezembro de 2016 at 11:41

        Por isso que é estratégia de risco. Quando a situação estiver mais clara e a economia reverter para o curso normal (cara, estamos no meio da pior recessão da HISTÓRIA), o preço já vai ter subido. Se o mercado é eficiente (e não está muito longe disso), toda a informação disponível já está embutida nos preços. Assim sendo, a oportunidade existe quando as coisas estão incertas. Evidentemente, a chance de dar merda é alta. Risco e retorno. Não vou meter nem 2% do meu portfolio nisso, mas vai ser uma brincadeira interessante.

        6+
        • avatar
    • B.Y.O.B 23 de dezembro de 2016 at 11:51

      Cara, sinceramente, você quer comparar porque elas estão baratas? Isso não quer dizer nada, comprar no fundo do poço e vender na alta é uma ilusão somente, se você analisar as grandes operações de sucesso isso nunca aconteceu, hoje não há nenhuma tendência de alta, as reformas previstas não afetam essas ações. Mas pense no seguinte, muita gente está esperando operações como a sua, para realmente ganhar dinheiro mas não com a alta das ações…. e sim com o seu erro.

      “Os amadores buscam desafios; os profissionais procuram operações fáceis. Os perdedores se empolgam com a ação; profissionais procuram as melhores chances” Alexander Elder

      4+
  • Lucas 23 de dezembro de 2016 at 11:23

    CVR DO SAMY DANA

    o cara Paga 2.200 de parcela e aluga por 900 reais, belíssimo investimento, 1.300 de aluguel subsídiado
    o PT conseguiu a mágica de criar socialismo com dinheiro dos 666
    e ainda PMJ,
    perfeito,
    volta lula, kkkkk

    http://g1.globo.com/economia/blog/samy-dana/post/samy-dana-responde-tenho-carro-e-imovel-financiados-mas-tenho-dinheiro-na-poupanca-posso-melhorar-minhas-financas.html

    8+
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 23 de dezembro de 2016 at 11:25

      FERNANDO não contou pra gente mas eu estimo que ele paga uns 5.000 de parcelas

      -fora o que gastou na entrada uns 20%
      -na reforma outros uns 20%
      -impostos, taxas e corvo outros uns 10%
      VOA FERNANDO

      Aluguel de 100m² na região??? 2.500 a 3.000 no màximo se estiver muito muito bem reformadinho, ele vai falar que custa 5mil, o calculo dele é aquyele marxiasta de custo + mais valia.
      – acha-se 100 m² na casa dos 1.000, meu sócio tem outro imóvel dele alugado por 1.200, condo baixo, iptu baixo, mas sem vaga de garagem, sem xoxoteca, então soma aí um mensalista na região e uma runner plano familiar vc gasta mais 1.000 mil reais, dá uns 2.200.
      Belo negócio.
      Go Fernando
      o PMJ não pode parar

      7+
      • avatar
  • Lucas 23 de dezembro de 2016 at 11:30

    Alemon Fritz

    Pois é, uma vez pensei nisso, mas depois de ver meu pai ter um parada dentro do banco por causa do BNH, eu nunca colocaria dinheiro em financiamento de casa.
    isso que ele sempre foi economico e regrado e trabalhava em banco, faltando 3-4 anos pra acabar o BNH ele tinha que pagar tudo o que faltava e ainda assinar que se tivesse algum resíduo ele teria que pagar no futuro, mais ou menos isso..

    7+

    história triste
    naquela época o resíduo pagava 3 imóveis
    muita gente simplesmente ignorou o resíduo, 10 anos depois foi lá o governo e perdoou a dívida
    quem se estrebuchou pra cumprir o contrato, azar!!!
    BR onde a meritocracia é a favor do ERRADO!

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 23 de dezembro de 2016 at 11:54

      sim, ele teve um treco e foi de raiva, da sacanagem.. ele estava com tudo certinho, nem foi pelo dinheiro pois ele teria, mas pela trambicagem mesmo, e era pior os outros termos..

      5+
      • avatar
      • avatar
  • Lucas 23 de dezembro de 2016 at 11:32

    QUESTÃO SIMPLES, mas NA VERDADE EXTREMAMENTE DÍFICIL de provar

    Manoel Joaquim

    Tem uma correlação direta entre pensamento Marxista e ser looser na vida, quando avalio as pessoas que se formaram comigo em universidade pública.

    Preciso, agora, identificar se ser looser é causa ou consequência. Está mais para causa.

    4+
    4+
  • Lucas 23 de dezembro de 2016 at 11:35

    CVR
    Machiavel TEMER ???
    alguém tinha dúvida
    maquiavélico
    uma no cravo outra na ferradura

    2+
  • Lucas 23 de dezembro de 2016 at 11:45

    From_The_Tower

    huahuauhauha
    Essa do substantivo Fernando ter virado adjetivo “fernandice” foi demais.
    Eu só sei que 2016 foi o melhor ano de todos para a minha pessoa.
    Graças a 15 anos de trabalho + estudos de 08 anos + visões de mundo da galera desse blog . Tudo isso somado me ajudou e muito na condução do patrimônio líquido e investimentos.
    Obrigado a todos os 666 e ao gobierno na sua incompetência de gerir os recursos. Nós estamos prontos para fornecer a liquidez necessária para vossos anseios e escolhas.
    Paguem Nossos Juros !!!
    YEAH !!!!

    10+

    tenho visto na rua pessoa sse cumprimentando me cumprimentando
    “que 2017 seja melhor, 2016 foi duro”, e coisas assim
    por mim eu sorrio e aceno, tenho cá comigo a supertição de nunca mentir, nem de brincadeira, apenas o silencio respeitoso com quem sofre
    e nos meus pensamentos íntimos, 2016 até que foi bom ano, meus empreendimentos todos congelados, mas o PMJ me deu o consolo mais que necessãrio
    e 2017? sinceramente?
    MAIS DO MESMO

    4+
  • Alemon Fritz 23 de dezembro de 2016 at 12:37

    -vem ai o direito de construir lajes (e separar por andar) ou no terreno de outro..

    1+
    • avatar