Índice de reajuste do aluguel encerra junho com deflação – Terra

Você pode gostar...

Comments
  • fanfarraum 29 de junho de 2017 at 17:01

    0, alguma coisa.
    mas agora pra menos.

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 29 de junho de 2017 at 17:20

      Leve queda, estável

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 29 de junho de 2017 at 17:08

    O IGP-M/FGV analisa as mesmas variações de preços consideradas no IGP-DI/FGV, ou seja, o Índice de Preços por Atacado (IPA), que tem peso de 60% do índice, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que tem peso de 30% e o Índice Nacional de Custo de Construção (INCC), representando 10% do IGP-M

    https://www.portalbrasil.net/igpm.htm

    6+
    • avatar
    • avatar
  • ze junior 29 de junho de 2017 at 17:12

    Moro de aluguel e solicitei manutenção do valor que seria reajustado em maio. O cabeçudo do proprietário não aceitou, mas não houve um aumento significativo, somente R$ 50,00 a mais de acordo com IGPM. Agora, no ano que vem acho que ele que vai ter que abaixar o aluguel usando a mesma moeda do IGP-M. Enquanto isso, meu cascalho tá aplicado, e com o rendimento pago o aluguel e sobra um valor ainda considerável.

    25+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Ogami 29 de junho de 2017 at 23:20

      O meu deu nisso também… Porém ele queria aumentar mais 100,00 ficou por 50,00 de aumento. 35,00 acima do IGP-M.
      Porém ainda estou no lucro já que em meu aluguel está o condomínio e água incluido.

      5+
      • avatar
  • Bolhudo 29 de junho de 2017 at 17:31

    Um Dia a Casa Cai !

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Lord of All 29 de junho de 2017 at 18:02

    Não moro em imóvel alugado, mas fico imaginando como seria engraçado se eu fosse locatário e tivesse contrato com previsão de reajuste pelo IGP-M, chegaria ao proprietário no vencimento: “bom dia, vim para executar o contrato e diminuir o valor do aluguel” kkkk
    (claro q na prática nem precisa disso, proprietário minimamente coerente já reduz o valor sem esforço).

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • LZ 30 de junho de 2017 at 10:27

      Será meu caso.
      Meu contrato faz aniversário em Outubro heuehueu

      3+
      • avatar
  • Leonardo M. 29 de junho de 2017 at 18:16

    LCI 180 dias Sofisa 91% CDI está de volta!!!
    Aproveitem!!!!

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Libertario 29 de junho de 2017 at 18:48

      Em qual corretora?

      3+
      • Leonardo M. 29 de junho de 2017 at 19:31

        Sofisa
        Abre conta pelo aplicativo, tudo você manda por e-mail ou pelo próprio aplicativo. Não leva mais que alguns dias úteis (o mundo demorou 2) e daí só transferir a grana e investir.
        Acho que amanhã eu pego + essas lci 91% do CDI
        6 meses é um peido…

        6+
        • avatar
  • Intendente 29 de junho de 2017 at 18:32

    IGPM em deflação. Quem diria que um dia valeria a pena alugar =D

    Desculpem-me, aqui mesmo cansaram de falar.

    #paz

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Carlos 29 de junho de 2017 at 18:35

    OFF – Da série: Isto me traz lembranças nada agradáveis. (transplantado do final do tópico passado)

    O Banco Central informou nesta quarta-feira (28) que os bancos precisarão exigir dos seus clientes, com três dias de antecedência, quando precisarem realizar saques em espécie de R$ 50 mil ou mais.

    A medida passa a valer daqui a 180 dias.
    http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2017/06/1896876-saque-de-mais-de-r-50-mil-devera-ser-informado-tres-dias-antes-ao-banco.shtml

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Intendente 29 de junho de 2017 at 19:05

      A medida é para evitar lavagem de dinheiro e também vejo como benefício pelo lado da segurança, pense em um caso de sequestro relâmpago.

      Acho que isso não tem conexão com alguma possível “crise de liquidez”.

      9+
      • avatar
      • Carlos 29 de junho de 2017 at 19:08

        Não vejo desta maneira, inclusive desconfio de toda e qualquer medida tomada pelos governos com o objetivo declarado ou não de ajudar o cidadão.
        Lavagem de dinheiro de 50 contos? Coisa de amador, queria saber quando o governo vai tomar medicas contra quem lava milhões ou bilhões.

        18+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • vigilante 29 de junho de 2017 at 19:26

          Em Brasília prenderam um gerente de agência bancária que avisava aos ladrões quando os clientes provisionavam esse tipo de saque. Foi em 2015, se não me engano.

          22+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Margarida 29 de junho de 2017 at 20:13

            Tá certo, assim o gerente tem tempo de avisar aos ladrões com calma, os caras podem se planejar, estudar as rotas de fuga… Melhor mesmo avisar com 3 dias de antecedência.

            28+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
      • Carlos 29 de junho de 2017 at 19:12

        Fora obviamente das consequências da maior burocracia, tempo mais longo para se efetuar operações “honestas” e mais controle do governo sobre a vida do cidadão e de SEU DINHEIRO.
        A PORRA DO DINHEIRO É MEU

        E não, não vai mesmo, até aqui onde se prega mais liberdade, menos governo e burocracia tem gente que concorda em ser tratado como potencial bandido pelo goverlixo e suas instituições fascistas.

        17+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Carlos 29 de junho de 2017 at 19:19

        Uma sugestão para o goverlixo e suas madrassas:

        Que tal controlar o saque de valores acima de 50 reais?

        Rationale:
        Proteger o cidadão pois:
        Muita gente não pode ter dinheiro na mão que acaba gastando em porcaria ou comprando imóvel na planta.
        Vai desencorajar o sequestro relâmpago pois o valor será irrisório.
        Vai combater a lavagem de dinheiro feita pelo seu Zé que tem um carrinho de pipocas.

        Possíveis consequências indesejadas:
        Sequestro relâmpago vai virar sequestro de verdade pois vão ter que esperar pela aprovação do “tesouro”.
        Atrasos na aprovação devido a falta de estrutura / dinheiro na rública / greve do funcionalismo / capacidade operacional nível lixo do governo / (adicione a sua preferida)

        10+
        • avatar
        • avatar
  • vigilante 29 de junho de 2017 at 19:29

    [OFF] “Aluguel de fuzil”, “Escolta”, “Sequestro de Traficantes”… Nesse “setor de serviços” não tem crise! 😀 http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2017/06/1897063-recolhedor-de-propina-fez-delacao-premiada-que-prendeu-pms-no-rio.shtml

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 29 de junho de 2017 at 19:35

      O hell tem um setor de serviços “dinâmico” sempre atento as novas tendências e necessidades 😀

      5+
  • Carlos 29 de junho de 2017 at 19:31

    Spam do dia:

    http://www.houste.com/
    A SUA BOUTIQUE DE IMÓVEIS DIRETO COM AS CONSTRUTORAS E INCORPORADORAS

    Perdizes
    190m2, 3 suites, 4 vagas pela bagatela de R$ 3.300.000,00

    Vou comprar logo 3 pra interar 10kk 😛

    8+
    • avatar
    • Carlos 29 de junho de 2017 at 19:34
      • Cadeludo 29 de junho de 2017 at 20:52

        Saúna? A corva JéssiKa sonha em embolsar 230k numa tacada só mas não é capaz de confeccionar um anúncio correto.
        Saúna é uma tainha.
        E ela ainda quer que o cara se mude hoje. Mude Hoje?
        Ela deve ser vendedora de MCMV e quis incrementar os rendimentos.
        Será que vai?

        10+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Carlos 29 de junho de 2017 at 21:21

          Deve estar faltando grana para pagar agência de propaganda com pessoal alfabetizado, mas cada bolhudo custa 3.3 kk 😀

          7+
          • avatar
          • avatar
  • Alemon Fritz 29 de junho de 2017 at 19:52

    Propaganda de prédio novo pronto no Facebook: (da loti-sa)
    galera pergunta:
    – aceita trocar por uma casa.
    – sou fornecedor de acabamentos para sala de festas, bla bla bla…
    – sou fornecedor de acabamentos externos… bla bla bla
    – onde que fica
    – sou corvo me mande o material sobre esse prédio
    – aceita trocar por outro ap e carro…

    – no quesito comprar se conclui que a galera prefere sempre um novo a um usado, até pra “troca”, e … não vai…
    – os imóveis estão ficando prontos e ainda com placas de últimas unidades enquanto já aparecem em média 3 placas de aluga-se, vende-se no mesmo (kkkk)

    6+
    • avatar
    • Carlos 29 de junho de 2017 at 20:21

      Logo vai ter oferta de “serviços profissionais” por pessoa “completinha” ou “completinho” pois gosto não se discute ???

      3+
  • Alemon Fritz 29 de junho de 2017 at 20:00

    gosta de aparecer

    Presidente da Caixa diz que linha de financiamento pró-cotista será retomada ‘nos próximos dias’

    6+
    • avatar
    • Carlos 29 de junho de 2017 at 20:23

      Lembra do Dudu amigo do Popeye, a fala dele era sempre: Me paga um hambúrguer hoje que te pago de volta na terça feira….

      8+
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 29 de junho de 2017 at 20:15

    Crédito imobiliário com poupança totaliza R$ 3,56 bi em maio, queda de 8,6%
    (mas:)
    – Nos últimos 12 meses, comparativamente aos 12 meses anteriores, o financiamento imobiliário propiciou a aquisição e a construção de 186 mil imóveis, queda de 25%.
    -Nos primeiros cinco meses de 2017, os financiamentos destinados à aquisição e construção alcançaram 67,2 mil imóveis, queda de 16,9%
    – foram 14,6 mil unidd em maio, nas modalidades aquisição e construção… na comparação com maio de 2016, houve recuo de 21,8%.

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 29 de junho de 2017 at 20:29

      Destes 186k quantos nunca serão entregues pois ainda são plantas?

      4+
      • avatar
  • Alemon Fritz 29 de junho de 2017 at 20:35

    + distrato, 66% das sementes não vingará

    4+
    • avatar
  • From_The_Tower 29 de junho de 2017 at 20:52

    Boss, o Barnabé conseguiu recuperar o famoso CVR do churrasco no Hell
    kkkk

    “Este é o do churrasco…

    “Fhmartins 30 de janeiro de 2014 at 16:07
    CVR atualização
    15 dias atrás meu amigo passou por essa situação

    CVR

    Um amigo inventou de dar um churrasco para comemorar o nascimento do filho que se aproxima.
    Para não ter maiores despesas queria usar o terreno da avó da esposa onde além da casa a avó existe uma segunda casa onde reside um tio.
    Com essa avó moram o avô, mais dois irmãos da esposa dele numa casa e o tio mais a esposa na segunda casa.
    No sábado ele foi até o local pois havia um “resto” entulho pois a velha tinha mandado passar uma lage na casa pois pretende construir um 2° andar.
    Chegando lá ele descobriu que o entulho era na verdade uma montanha de lixo. Não só restos de construção mais lixo mesmo.
    Ligou para um outro tio da esposa que tem um caminhãozinho para poder pegar toda a tralha de lá.
    Começou a limpeza as 7 da manha, as 11 já tinha tirado 2 (dois) caminhões (esse tipo cacambinha ) pois bem quando estavam enchendo o 3 caminhão de lixo lá pelas 12 horas. Os netos (irmão da esposa dele) acordaram e foram jogar vídeo game e o tio também apareceu e ficou fumando maconha sentado na sombra olhando os outros dois trabalhar.
    Dai o cara vira e fala
    – É
    – Agente vai levantar o 2° andar e vender. Vai dar no minimo 500 mil.
    (o lugar é na periferia do Itaim Paulista)
    Meu amigo carregando lixo.
    Dai o cara
    – Depois agente vai passar uma lage na outra casa.
    – Mais 500 mil
    – 1 milhão fácil fácil
    lá ninguém trabalha, só o avó recebe uma aposentadoria de 3 mil
    e eu amigo carregando lixo.
    Dai o tio que estava ajudando. Vira pro meu amigo e fala
    -Que bom
    – Ai você paga aquele caminhãozinho que eu comprei quando você falou que queria trabalhar comigo ( o tio trabalha com transporte e comprou um 2° caminhão pois o avô insistiu pro cara arrumar um trabalho pro maconheiro. O cara trabalhou um mês, não foi mais pois era cansativo e deixou pra lá. Dai o irmão dele ficou com o veiculo, sem motorista e ta tentando passar pra frente, ta com nome sujo e já devendo 3 prestações quase perdendo o caminhão)
    e eu amigo carregando lixo.
    – Dai o maconheiro. Vou comprar é 2 caminhões pra ti.
    e eu amigo carregando lixo.
    Dai sai de dentro de casa o neto (que já tem 19 anos – fuma maconha como a porra também – é filho de um 3° tio ) vira pro meu amigo
    que ainda tava carregando lixo e diz:
    – Ai Tio, tá quente pra caramba, paga uma Coca ai pra gente.
    Meu amigo virou e mandou
    -Coca cola é a puta que pariu
    -Vou fazer mais a merda desse churrasco aqui não
    Pegou o tio dele e foi embora
    Faz uma semana que a família da esposa só fala mal dele pro resto da família.

    Pois bem
    Mesmo assim ele fez o Churrasco no Fim de Semana passada na casa da família da Esposa.

    Na Sexta ele foi deixar os refrigerantes e a cerveja na geladeira para servir o pessoal no Sábado.

    – No Sábado quando chegou umas 11 horas a avó da esposa tinha desligado o freezer e o refrigerante e a cerveja estavam assando.

    – Ele deixou as carnes que tinha levado e correu no Supermercado para comprar refrigerante e cerveja gelada para servir o pessoal que já tava chegando

    – Quando voltou a família da Avó sumiu com metade da carne ainda crua do Churrasco

    – Ele ficou puto mas pra não arrumar confusão correu no Supermercado de novo para comprar Carne.

    – Quando voltou pela 2° vez a família da Avó da esposa sumiu com 2 pacotes de PET (a coca cola claro) e umas 20 latas de cerveja (a gelada é claro).

    Ele ficou mais puto ainda. Mas pra não arrumar confusão foi assar a carne e arrumar um lugar pros convidados sentarem pois a parentada dele não se prestou nem ao trabalho de abrir as meses pro pessoal sair do sol.

    Depois de limpar tudo do churrasco que durou até umas 5 e deixar as coisas mais limpas que quando chegou ele foi embora.
    Fez questão de pegar todas as sobras de refrigerante e carne.

    Ontem ele estava dizendo que a avó da esposa tinha reclamado com a mãe dele que ele, além de ter usado o espaço dela de graça, quando foi embora levou tudo pra ele, até o carvão (ele comprou o carvão também) não deixou nem uns 200 reais para ajudar a pagar a conta de luz.

    a porra do churrasco foi das 11 da manha as 5 da tarde, num patio, em pleno janeiro aqui em São Paulo. não ligaram nem um radinho de pilha

    A mãe dele pra não ficar ouvindo a velha fala tirou 200 reais do bolso e deu pra ela.”

    ReplyLinkQuote

    From_The_Tower 29/06/2017 at 20:49
    huahuahuahuahuahuahuahuhua
    Era isso mesmo que eu queria ler !!!!

    55+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 29 de junho de 2017 at 21:25

      Isto na mão do finado Ettore Scola ou até do Tarantino daria um belo filme 😀

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • to bolhado 29 de junho de 2017 at 21:31

      HAUAHAUAHUAHU

      5+
      • avatar
      • avatar
    • Antigo 29 de junho de 2017 at 21:45

      HuaHAUhauhauahau

      O desespero da pessoa voltando do mercado e encontrando cada vez mais coisas roubadas.
      Sensacional.
      Família é tudo nessa vida!

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Intendente 29 de junho de 2017 at 22:26

      Pqp, eu lembro disso.

      Haja coração

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Leonardo M. 29 de junho de 2017 at 23:26

      Parece que foi ontem que li este CVR kkkkk

      Agora vamos especular com o 666?

      A) Separado/morando com a ex esposa no mesmo AP pois não conseguem vender o bolhudo
      B)Nos EUA ilegal trabalhando na construção
      C)Vendendo Hinode
      D)Desempregado e gastando seguro + FGTS em tranqueiras achando quando voltar a procurar serviço vai achar fácil.
      É)Na casa dos pais
      F)Suicídio

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Burbuja 29 de junho de 2017 at 23:49

      Épico CVR, lembro de ter lido como se fosse ontem!

      7+
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 30 de junho de 2017 at 09:59

      Esta forma esquerdista de pensar tem origem no Rousseau
      “O indivíduo é um produto da massa” transforma a pessoa num robô desprovido de livre arbítrio.
      A massa é a culpada por todas as mazelas do mundo e o indivíduo não tem culpa de nada.
      Isso abriu espaço para o estatismo, aquela figura do paizão provedor só faz aumentar o PARASITISMO e o COITADISMO

      5+
      • avatar
      • avatar
    • Ogami 30 de junho de 2017 at 13:32

      Essa geração maconha… Logo logo o governo regulamenta a atividade

      1+
  • Luladranus 29 de junho de 2017 at 20:58

    Temereso vestiu de vez sua camisa vermelha, com escrita garrafal “I LOVE DILMA AND LULA”.
    Caramba!!! é incrível o que o maldito poder é capaz de fazer com a cabeça das pessoas.
    O cara parece esses doentes mentais de redes sociais que vão adicionando todos que vem pela frente como amigos para tentar provar que são populares, que apavoram na balada.

    https://economia.uol.com.br/noticias/reuters/2017/06/29/atingido-por-crise-politica-governo-tenta-focar-em-acoes-para-gerar-receitas-e-ainda-busca-agradar-populacao.htm
    “Mergulhado em forte crise política, o governo do presidente Michel Temer sabe que a aprovação da reforma da Previdência corre sérios riscos e, assim, passou a trabalhar com medidas mais pontuais para reforçar a receita de um lado … – Veja mais em https://economia.uol.com.br/noticias/reuters/2017/06/29/atingido-por-crise-politica-governo-tenta-focar-em-acoes-para-gerar-receitas-e-ainda-busca-agradar-populacao.htm?cmpid=copiaecola

    5+
    • avatar
    • avatar
  • MARK 29 de junho de 2017 at 21:01

    CVR off. Há duas semanas fui visitar um apartamento novo 2 dormitórios em frente ao mar anunciado por 400k. Chegando lá tive que passear por todas as xoxotecas, áreas sociais, piscinas e aptos estonteantes até chegar no apartamento anunciado. O anunciado claro dava para outro prédio e não pro mar. Dias depois, muito cara de pau, fiz uma oferta ficta à vista: 400k num andar alto e totalmente de frente pro mar no lado nascente, pediam 650k. “O preço já baixou muito, estão no limite.” Agora as duas corretoras não param de me assediar tentando me empurrar qq coisa. E eu me enchendo de orgulho do nosso blog respondi que “sabe… tá tudo muito caro, vou manter aplicado mesmo”. Mas o melhor foi a dica delas, “O senhor já pensou em investir em imóveis em construção?” Só dei risada né… Agora vai…

    20+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Luladranus 29 de junho de 2017 at 21:15

    Mantenham-se líquidos, aperte os cintos, o piloto sumiu, o avião está sem combustível, não há paraquedas e está sobre o mar, de merdha.

    https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2017/06/29/brasil-so-tera-saldo-positivo-nas-contas-em-2023-diz-estudo-do-senado.htm

    “A recuperação da economia levará mais tempo do que o governo prevê, segundo estudo divulgado na última quinta-feira (28) pela Instituição Fiscal Independente (IFI), vinculada ao Senado Federal. Em nota técnica, o órgão informou que o Brasil não voltará a produzir superavit primário–economia para pagar os juros da dívida pública– em 2020, como prevê o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2018.

    Segundo a IFI, somente em 2023 as contas públicas federais voltarão a registrar resultados primários positivos. Essa estimativa, no entanto, leva em conta o cenário básico, em que não há choques internacionais ou políticos sobre a economia brasileira”

    32+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Intendente 29 de junho de 2017 at 22:28

      Pense numa crise externa no meio disso. Dá até pena.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Antigo 29 de junho de 2017 at 23:14

        O que não é nada difícil dado a situação complicada dos americanos e o eterno fantasma da desaceleração chinesa.
        Aliás, quase todas as potências do mundo estão com situações econômicas em crise ou em vias de entrar em crise, usando de pedaladas.

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Bauru Bolhudo 29 de junho de 2017 at 21:23

    CVR

    Hoje a tarde fui devolver um carro na Movida de Congonhas e enquanto espero o faturamento no balcão ao lado chega um japonesinho de 1,5m de altura, de terno arrumadinho e todo falante ao telefone. Estava alugando uma Mercedez e pediu para darem com placa de SP para não parecer alugado. Estava alugando um Flat também. Pelo que pesquei nas conversas e estiquei o olho no whatsapp, ele estava arrumando uma namorada nova.
    Kkkkk…..esse é bolsista, leva a sério a ideia de alugar ao invés de comprar.
    Hahaha….agora imagina a cara dele se depois de tudo isso ela nega fogo.

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 29 de junho de 2017 at 21:34

      Bolhista, ou bolsista de juros 😀
      Mas em qualquer caso está fazendo uma enorme besteira: Criando espectativas que vão ferrar ele pelo resto do relacionamento.
      Se o cara é japa tradicional pode estar tentando impressionar a família da moça, outra grande besteira.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • EngenheiroDF 29 de junho de 2017 at 21:53

        As vezes ele só ta querendo trocar o óleo.

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Carlos 29 de junho de 2017 at 22:11

          Muito cara esta troca de óleo 😀

          6+
          • avatar
          • Leonardo M. 29 de junho de 2017 at 22:23

            As vezes está apenas querendo aparecer.
            Faz parte do ego…

            6+
            • avatar
            • avatar
          • Intendente 29 de junho de 2017 at 22:30

            Mais respeito com o rei do camarote, kkkkkkkk

            8+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
      • Bauru Bolhudo 29 de junho de 2017 at 21:54

        Parecia que ali não tinha nada de família, mas com certeza estava fazendo merda.

        7+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Antigo 29 de junho de 2017 at 23:15

          kkk deixa o japa curtir um pouco, deve estar trabalhando demais

          7+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
    • Money_Addicted 29 de junho de 2017 at 23:51

      Se o cara tem grana pra isso acho uma estratégia interessante, ele aluga uma Mercedes, curte a mina e depois devolve as duas, obviamente isso sai caro, mas como falei no começo, tudo depende do bolso dele, pq se for isso tudo crédito aí é ótimo, para nós kk

      7+
      • avatar
      • avatar
  • Seguidor do Bolha BH 29 de junho de 2017 at 22:27
    • CA 30 de junho de 2017 at 09:49

      Seguidor do Bolha BH,

      Juros subsidiados? O que o estímulo super-subsidiado do MCMV faixa 1 já nos deixou de herança? Basta ver notícia e comentários mais abaixo. Esta notícia é MAIS UMA demonstração do quanto o governo / CEF insistem em PEDALAR, jogando cada vez mais gasolina no incêndio. O esforço do governo / CEF para destruir a economia continua a pleno vapor…

      4+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • ABUTRE 29 de junho de 2017 at 23:27

    “Somente em 2023 teremos superavit primario”

    Nunca mais teremos superavit primario, simples assim, a conta nao bate, nao tem oq fazer mais, a grande pergunta é… Quando será o dia do juizo final na banania? o efeito manada.

    9+
    • avatar
  • ABUTRE 29 de junho de 2017 at 23:29

    O governo esta empurrando com a barriga todos os problemas que existem nesse país, la na frente quando explodir a boxta sera uma bomba nuclear de tretas jamais vista na historia do planeta terra.

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • ABUTRE 29 de junho de 2017 at 23:31

    Sequestro de traficantes, nova maneira da policia bananensis ganhar uma graninha.
    Épracairocudabunda

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 29 de junho de 2017 at 23:51

    eu acho aqui que basicamente estão abrindo as torneiras pré eleição…
    quimica de papel, fala ali, sobra aqui, desvia ali, aumenta ali..
    ex:.
    Marconi informou à população que nos próximos dias o governo estadual vai receber o aporte de R$ 600 milhões da Caixa Econômica Federal, recurso que será aplicado na reconstrução da rodovia que liga Piracanjuba a Morrinhos..
    -Marconi libera R$ 2,5 milhões para asfalto e construção de Instituto Tecnológico em Piracanjuba..

    tem lógica asfalto e aorte de 600 milhoes, tá sobrando zero ae…

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 29 de junho de 2017 at 23:53

      Claro que sim, querem e vão continuar com suas mamatas, o povaréu que coma brioches…
      Até na Venezuela tem gente se dando muito bem.

      6+
      • avatar
      • avatar
  • Carlos 29 de junho de 2017 at 23:52

    OFF – Mercado, cálculos errados, livre mercado, capitalismo seu lindo 😀
    A Porsche anda todo bravinha deste lado do planeta porque donos de carros das séries chamadas “exclusivas” estariam vendendo seus carros usados por até 3 vezes o preço de um novo.
    Isto obviamente significa que comeram barriga quando precificaram o produto mas a dona Porsche prefere falar de consumidores infiéis.

    “An Australian car enthusiast could be set for an $800,000 windfall by selling a rare Porsche for triple its new price after one month of ownership.
    Porsche’s Australian operation has expressed its disappointment toward a customer who has listed a rare 2016 911 R coupe for sale at $1.2 million, with only 68 kilometres on the odometer. The car’s Australian retail price is $404,700 plus on-road costs.”

    http://www.drive.com.au/motor-news/porsche-owner-looks-to-make-800000-in-a-month-20170226-gulwvb.html

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cadeludo 30 de junho de 2017 at 00:55

    picaretas levando vantagem sobre os corvos
    é mais fácil vender um Fiat Marea do que um bolhudinho
    apesar que ambos são picaretas

    5+
    • avatar
  • Carlos 30 de junho de 2017 at 04:34

    OFF – Revestimento inflamável

    600 edifícios já identificados na Inglaterra, pessoal fazendo auditorias deste lado.
    Quantos possivelmente no Brasil?

    http://www.brisbanetimes.com.au/queensland/queensland-hospital-fire-safety-in-doubt-20170630-gx244g.html

    Revestimento ‘culpado’ por tragédia em Londres também é usado no Brasil
    Versão sem revestimento para retardamento de chamas não tem utilização controlada no País
    ” O último incêndio com grande número de vítimas em edifícios brasileiros foi o do Andorinha, em 1986, no centro do Rio de Janeiro, em que 21 pessoas morreram e 50 ficaram feridas – a última grande tragédia foi o incêndio na boate Kiss, em Santa Maria (RS), que matou 242 pessoas em 2013.
    Para Marcelo Lima, os mais de 30 anos de “trégua” se devem a uma combinação de “aprendizado e sorte”.”

    http://noticias.r7.com/internacional/revestimento-culpado-por-tragedia-em-londres-tambem-e-usado-no-brasil-24062017

    4+
  • Seguidor do Bolha BH 30 de junho de 2017 at 07:30

    “Minha Casa, Meu Distrato”

    Mutuário do ‘Minha Casa, Minha Vida’ com prestações em atraso terá que devolver subsídio ao governo
    http://hojeemdia.com.br/primeiro-plano/mutu%C3%A1rio-do-minha-casa-minha-vida-com-presta%C3%A7%C3%B5es-em-atraso-ter%C3%A1-que-devolver-subs%C3%ADdio-ao-governo-1.539591

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 30 de junho de 2017 at 08:12

      e vai devolver como!?
      mkkkkkk

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Alves 30 de junho de 2017 at 08:26

      Tópico

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Carlos 30 de junho de 2017 at 08:56

      Só falta o caxão dizer que não sabia.

      Conclusão de artigo da FGV (2016)

      Quem são os inadimplentes do Programa Minha Casa Minha Vida?
      Analisando a associação da inadimplência com variáveis socioeconômicas e de gerenciamento financeiro.

      CONSIDERAÇÕES FINAIS
      A moradia é uma necessidade básica de todos os indivíduos e o Programa Minha Casa Minha Vida tem colaborado nessa questão, tornando possível que pessoas com poucas ou nenhuma possibilidade de adquirir a casa própria tenha acesso a esse bem tão importante.
      Contudo, o problema de inadimplência vem aumentando significativamente na Faixa 1 do Programa, colocando em risco a concretização do sonho da casa própria. Assim, com o intuito de verificar as razões para esse aumento da inadimplência, fazer um retrato dos inadimplentes do PMCMV e analisar o grau de associação entre a inadimplência no PMCMV e variáveis socioeconômicas e de gerenciamento financeiro foi o objetivo desse estudo.
      Em uma análise preliminar, verificou-se que o percentual de inadimplência na Faixa 1 divulgado pelo Ministério das Cidades de 22%, é muito parecido com o que foi encontrado na pesquisa, para a cidade de Santa Maria(20%). Quanto aos motivos que levam ao atraso das prestações, destacou-se o uso do dinheiro que seria para o pagamento da prestação em despesas inesperados, devido a problemas com doenças e/ou desemprego e motivos como o atraso do boleto, o qual diversos entrevistados relataram que os mesmos não chegam até a data do vencimento nas suas residências e que eles tem que se deslocar até uma agência da Caixa Econômica Federal para pegá-lo.
      Em relação ao perfil dos inadimplentes, observou-se que a maioria é mulher, com até 41 anos, casadas ou solteiras, que possuem dependentes, com escolaridade entre Ensino Fundamental de 1ª a 4ª série e Ensino Médio, sendo a maioria com renda familiar mensal de até R$ 1.400,00.
      Quanto às características de gerenciamento financeiro dos inadimplentes,a maioria possui outras dívidas além do financiamento do PMCMV e dívidas em atraso.
      Quanto aos gastos, a maioria gasta menos ou igual ao que ganha, contudo muitos gastam mais que do ganham. Referente à poupança, a maior parte dos entrevistados nunca conseguiu fazer, e o percentual de indivíduos que tem o nome ligado ao cadastro negativo mostrou-se bastante expressivo.
      Percebe-se que os inadimplentes no PMCMV tendem a ter piores atitudes ao endividamento, principalmente ao acharem que é normal as pessoas ficarem endividadas para pagarem suas contas, comprar parcelado, mesmo que no total saia mais caro e acreditarem menos que é melhor primeiro juntar dinheiro e só depois gastar.

      http://cef.fgv.br/sites/cef.fgv.br/files/file/%5BFraga%20e%20Vieira%5D%20Quem%20s%C3%A3o%20os%20inadimplentes%20do%20Programa%20Minha%20Casa%20Minha%20Vida.pdf

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CA 30 de junho de 2017 at 09:19

        Carlos,

        Só um detalhe: este estudo é antigo, a inadimplência do MCMV faixa 1 já está em 35%…

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Carlos 30 de junho de 2017 at 09:24

          Sim, coloquei só para mostrar que o problema é antigo e sem solução prática pois fica evidente que os compradores não tem como pagar isto.
          Queria saber o critério do caxão para o compromentimento de renda, não seria coisa de 30%, mas como sabemos que os nefastos ensinaram a bugrada a “enganar” as regras da própria caxão isto só poderia dar em m… mesmo.

          4+
          • avatar
          • avatar
          • CA 30 de junho de 2017 at 09:38

            Carlos,

            Especificamente no caso do MCMV faixa 1, a desculpinha esfarrapada de Nefastos da vida é que a CEF não determinada nada quanto a quem tem o benefício ou não, tudo é “imposto” pelo governo. Eles FAZEM DE CONTA que a CEF não é parte do governo e pior, acham que faz alguma diferença se o braço esquerdo ou o direito do governo é quem comete as atrocidades contra a economia (rs)…

            4+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • Antigo 30 de junho de 2017 at 09:44

              Eu não me espanto com a inadimplência.

              Todo mundo sabe que esse programa é de doação de moradias, e não de financiamento.
              Até parece que pobre tem condição de arcar com parcela. Muitas vezes não tem condição nem de se manter direito.

              A parte nefasta é justamente a falsa impressão que a CEF vai receber os valores, quando na verdade o programa era um calote por definição. É dinheiro público entregue diretamente às construtoras, muitas vezes sem resolver o problema de moradia das pessoas, já que o programa tem todos os problemas que conhecemos: localização ruim, qualidade da obra sofrível, falta de infraestrutura, favelização formação de milícias, máfia de revenda de imóveis etc etc etc etc

              13+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • CA 30 de junho de 2017 at 09:58

                Antigo,

                Dê uma olhada no artigo acima e leia nas “entrelinhas”: as famílias tem sim a condição de pagar, mas elas optam por se super-endividar com “N” SUPÉRFLUOS, este é o ponto.

                Sim, existem situações em que a família morava “na comunidade” e não pagava conta de luz, o gás era “subsidiado”, tinha “gatonet”, não fazia ideia do que era ter que pagar tudo isto e ainda um condomínio e ao mudarem para o MCMV “a conta não fechava”, até porque teve que morar mais longe e ainda gastar para consertar o imóvel recém entregue em péssimas condições.

                Sim, temos aqueles que ficaram desempregados e viram a renda decrescer.

                Mas o que a pesquisa da FGV mais acima demonstra claramente, é que principalmente estas pessoas tem o perfil de não se preocupar nem um pouco em pagarem suas dívidas, preferem sempre pagar as coisas parceladas, mesmo que por um preço MUITO maior e estes são os determinantes de sua ruína financeira e sua inadimplência. O calote do MCMV portanto, é uma consequência de um incentivo que o governo dá para a IRRESPONSABILIDADE financeira das pessoas combinada com tendências naturais anteriores destas pessoas que já estavam acostumadas a acharem que tudo era de graça e caído do céu.

                Sobre o “programa social”, só faria sentido neste contexto se para efeito de orçamento o governo DESSE estes imóveis, sem cobrar NADA das pessoas e isto estivesse 100% refletido no orçamento. Não sendo assim, é um ROMBO para quem já está QUEBRADO (Tesouro / Governo), ou seja, não faz NENHUM sentido, é um completo contra-senso. Sem contar que talvez o maior prejuízo de todos é que o INCENTIVO À INADIMPLÊNCIA não se reduz apenas aos mutuários do MCMV faixa 1, esta informação se espalha pelo vento para demais faixas do MCMV e outros créditos imobiliários ou não concedidos pela CEF, novamente, EXTREMAMENTE DESTRUTIVO para a liquidez da CEF e do governo, lembrando que LIQUIDEZ é o CORAÇÃO de um banco, o que deveria ser mais preservado.

                Não existe NADA de “tolerável” ou “razoável” quanto a esta inadimplência absurda do MCMV faixa 1, sob todos os aspectos, inclusive o de “justiça social”, ela é um completo ABSURDO…

                12+
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • Antigo 30 de junho de 2017 at 10:12

                  CA
                  concordo plenamente com as críticas à atitude do governo, à CEF, à forma de contabilizar isso no orçamento público e o problema todo que isso vai gerar/está gerando.

                  Também concordo que isso estimula irresponsabilidade e o terrível hábito do brasileiro de comprar parcelado.

                  Só não acredito que as famílias tenham condição de pagar, ainda que o estudo dê a entender isso. A renda evaporou, especialmente nas cidades pequenas. Mesmo para os informais está difícil, parece que tem menos dinheiro circulando. Venho de uma cidade de 20 mil habitantes e o que eu vejo são pessoas morando a família toda em um mesmo imóvel, gastando tipo 100 reais por mês cada, só com o básico, alimentação de conta de energia e água.

                  Pode ser só uma impressão pessoal minha, claro que um estudo como esse dá uma visão mais abrangente.

                  6+
                  • avatar
                  • avatar
                  • avatar
                  • avatar
            • Carlos 30 de junho de 2017 at 09:45

              Destrutora recebeu a grana, corvertor recebeu comissão, nefastos do caxão receberam suas comissões e prêmios de produtividade.
              Toda esta brava gente preocupada em realizar os sonhos dos brasilinos, fico até emocionado.

              8+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
          • Intendente 30 de junho de 2017 at 10:36

            Eles utilizam 30% da renda BRUTA.

            Que no final das contas deve comprometer uns 40% da renda líquida.

            A coisa tá ruim pro bananense mesmo, não conseguir pagar um boletinho do MCMD…

            Fico pensando nos financiamentos realizados em 2008-09, tenho um camarada que paga míseros 90 reais nas prestações.

            4+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • Intendente 30 de junho de 2017 at 10:37

              Tenho não, conheço***

              Eu heim

              2+
    • CA 30 de junho de 2017 at 09:18

      Seguidor do Bolha BH,

      Um trecho interessante da notícia acima:

      “Essas mudanças foram introduzidas de última hora no texto, a pedido do governo, e sequer foram discutidas no plenário da Casa. Elas chegam em um momento em que a inadimplência na Faixa 1 do ‘Minha Casa, Minha Vida’ atinge o elevado patamar de 35,2% no Brasil (284,8 mil unidades) e 32,9% em Minas Gerais (25,5 mil) , segundo o Ministério das Cidades. Em 2015, as taxas eram de 28,1% e 26,8%, respectivamente.”

      Peraí, temos 284.800 imóveis inadimplentes só no MCMV faixa 1???

      Para quem não sabe, no caso da faixa 1 o pagamento é integral pelo Tesouro, o mesmo que já está QUEBRADO!

      Há várias informações interessantes nesta notícia:

      1) A inadimplência acima de 90 dias, que o BC informou que no total equivale a 233.000 contratos, sequer inclui o MCMV faixa 1, ou seja, o número total da inadimplência do crédito imobiliário é mais que o DOBRO daquele informado pelo BC que já era absurdo;

      2) Se a CEF deve responder por no mínimo 80% da inadimplência de outros contratos de crédito imobiliário, ela já tinha mais de 180.000 imóveis com inadimplência acima de 90 dias, SEM CONTAR com o MCMV faixa 1. Agora, além destes ela ainda tem que cobrar mais de 284.000 imóveis inadimplentes só do MCMV faixa 1? Avaliando a INADIMPLÊNCIA TOTAL do crédito imobiliário, só daquilo que é responsabilidade da CEF e só dos imóveis que tem contrato com inadimplência acima de 90 dias e que já deveriam ter sido retomados e oferecidos em leilão, é de mais que o TRIPLO do que todo o estoque de imóveis da SOMATÓRIA de TODAS as construtoras do Brasil, uma situação completamente ABSURDA que só pode existir quando temos uma explosão de bolha imobiliária!

      3) O caso do MCMV faixa 1 é a “evidência viva” de que a COMPLACÊNCIA com a inadimplência estimula e muito que a inadimplência continue a crescer sem parar. Em 2014 a inadimplência da faixa 1 já era superior a 20%, agora ela está superior a 35%! Isto ocorreu, entre outros motivos, porque a CEF não retomou imóveis, em alguns casos sequer cobrou o cliente, em outros cobrou, mas não insistiu, etc, ou seja, quanto mais os mutuários viam que não havia NENHUMA penalidade pela inadimplência, mais a informação se espalhava e mais e mais pessoas optavam por não pagar, afinal estava mais do que demonstrado que não perderiam nada se deixassem de pagar, então, para que pagar? A CEF está fazendo exatamente o mesmo com os contratos de crédito imobiliário que estão inadimplentes e não fazem parte do MCMV faixa 1, além disto ela está FAZENDO DE CONTA que estes imóveis não estão inadimplentes, que estão em “renegociação”. Certamente a informação vai se espalhando também e cada vez mais pessoas chegam a seguinte “conclusão”: pra que pagar, se não corro nenhum risco de perder o imóvel?

      4) Lembrando que o governo está completamente quebrado, falta dinheiro para imprimir passaporte, falta dinheiro para pagar seguro-desemprego, falta dinheiro para o Tesouro fazer os repasses do MCMV faixa 1, falta dinheiro para TUDO. O déficit fiscal previsto para 2017, o segundo maior de todos os tempos, pode bater o RECORDE se o governo não fizer novos cortes radicais de gastos e não aumentar impostos e o detalhe é que quando ele fizer isto, de qualquer forma a arrecadação vai diminuir e forçar novos ajustes fiscais, dentro de um circulo vicioso que estimula a crise. É neste contexto que o governo está recebendo um calote monstruoso do MCMV faixa 1.

      5) A CEF está quebrada com “N” ROMBOS que no total significam DEZENAS DE BILHÕES DE REAIS em prejuízos que DESTROEM a liquidez dela e não são simples MAQUIAGENS ou mudar o nome de inadimplência para renegociação que vão fazer com que estes ROMBOS desapareçam milagrosamente. O ENORME INCENTIVO À INADIMPLÊNCIA dado pela CEF é o que normalmente leva bancos a QUEBRAREM, principalmente quando estas inadimplências ABSURDAS do crédito imobiliário ocorrem em paralelo com uma infinidade de golpes e negócios ruins, como empréstimos BILIONÁRIOS à empresas quebradas (OGX, Sete Brasil, PDG, etc, etc, etc…), prejuízos BILIONÁRIOS com projetos FURADOS, como o do Porto Maravilha, envolvimento em esquemas ILEGAIS aplicando golpes (Panamericano / BTG, créditos podres FALSOS / BTG, FII que levou vice-presidente da CEF para cadeia, envolvimento em dezenas ou centenas de processos de corrupção relacionados ao MCMV, etc), MAQUIAGENS envolvendo a inadimplência em TODAS as outras linhas de crédito, de forma análoga ao que fazem com o crédito imobiliário, chamando de “renegociação”, etc, etc, etc…

      21+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 30 de junho de 2017 at 09:25

        CA
        Quando a manada do MCMV F1 descobrir que pode parar de pagar as parcelinhas sem perder a casa, então estes 35% irão virar 100%
        284.000 / 0,35 = 811.428 seria o total de MCMV F1
        Se cada um custar 100K
        811.428 X 100.000 = 81 BILHÕES, vai ser o calote que a CEF vai tomar, e isso só da Faixa 1

        14+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • CA 30 de junho de 2017 at 09:35

          Cesar_DF,

          Já subiu de pouco mais de 20% de 2013 / 2014 para 35% agora em 2017, esta ESCALADA da inadimplência já está neste caminho, por isto que a notícia acima fala de medidas radicais para inibirem a inadimplência AGORA, ou seja, tarde demais…

          10+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
  • Alemon Fritz 30 de junho de 2017 at 08:10

    “minha casa” kkkk, só minha vida é o certo.. minha casa ou minha vida…

    6+
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 30 de junho de 2017 at 08:57

    Canal do Otário falando da Curva de Laffer
    https://www.youtube.com/watch?v=nGzVeH2xBkQ

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 30 de junho de 2017 at 09:01

    nem qdo pode

    Recursos do FGTS não foram usados para quitar débitos, diz Banco Central
    Atraso de dívidas de consumidores e empresas em mais de 90 dias atinge 4%, o pior resultado da série histórica, iniciada em 2011
    inadimpl de 4,1%

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 30 de junho de 2017 at 09:33

      Alemon Fritz,

      Não vi nenhum cruzamento entre as informações de quem pôde sacar dinheiro do FGTS e aqueles que possuíam dívidas em atraso, logo a conclusão acima pode induzir ao erro, de várias formas, cito 2 exemplos:

      1) Se o número de pessoas inadimplentes há mais de 90 dias E que sacaram o FGTS inativo for ÍNFIMO, mesmo que TODAS tivessem pago suas dívidas, não afetaria o índice de inadimplência;

      2) A inadimplência pode ter subido mesmo que aqueles que receberam o FGTS inativo tivessem pago suas dívidas em um volume maior ou usado o dinheiro para o consumo sem se endividarem mais, também em grande volume, afinal, milhões e milhões de pessoas simplesmente não receberam nada e milhões e milhões receberam valores reduzidos que possivelmente nem cobririam uma parcela relevante de sua dívida, ao mesmo tempo que o desemprego continuou crescendo e outras condições desfavoráveis da economia continuaram se intensificando.

      Sobre o volume anormal de endividamento das famílias em si, quando considerado o nosso histórico, assim como no endividamento das empresas, em conjunto com situações anormais para nosso padrão histórico quanto a inadimplência em ambos os casos, tem como causa raiz as bolhas imobiliária e de consumo, sendo que como já foi explicado por aqui VÁRIAS vezes, o governo PEDALAR com novas medidas para estimular o consumo e o crédito imobiliário, sempre vai AUMENTAR o tamanho do problema e suas consequências negativas, de forma análoga às PEDALADAS do governo / CEF com a inadimplência que só está fazendo com que ela DISPARE, como a notícia sobre o MCMV faixa 1 acima DEMONSTROU.

      Só para lembrar, as PEDALADAS da Dilma ampliaram e MUITO a crise e apesar disto, muitas pessoas ainda tem uma dificuldade ENORME de entender que pedaladas não resolvem nada e só amplificam os problemas…

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Carlos 30 de junho de 2017 at 09:39

        Interessante que eu acabei de ler um artigo que diz axatamento o contrário do que o Banco Central diz, talvez seja coisa local pois o mercado em questão é pequeno mas como amostragem isto pode ser significativo.

        “Os números da Associação Comercial e Industrial de Jaú apontam que houve diminuição na inadimplência no Município. O valor total de dívidas caiu 18,8% entre maio de 2016 e 2017; o total de débitos também diminuiu para 10,7%.
        O clima de “contas em dia” é sentido no comércio central pelos lojistas, que veem os consumidores quitando e regularizando as faturas e boletos, principalmente após a possibilidade do saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) – os pagamentos tiveram início em março e vão até julho, de acordo com a data de nascimento do trabalhador.
        O abono salarial do PIS/Pasep, cujo valor varia entre R$ 78 e R$ 937, também serviu como alternativa para o pagamento das dívidas em aberto no comércio. ”

        http://www.comerciodojahu.com.br/noticia/1366255/numero-de-inadimplentes-em-jau-diminui

        4+
        • avatar
        • avatar
      • lendo e observando 30 de junho de 2017 at 10:50

        Você não sente aquela sensação de que já viu esse filme antes???
        Lembro que na década de 90 aquela equipe do Malan teve tirar uma porrada de esqueletos dos armários estatais.
        Minha sensação atual é que nos últimos 5 ou 10 anos tudo que governos fizeram foi criar uma porrada de esqueletos e enfiarem nos armários.
        Quando essa pica estourar o país vai ver que o rombo é muuuuuuuuuuito maior do que imagina.
        A parte ruim atual é que apenas sabemos que os rombos existem, mas não sabemos o números exatos, por estarem escondidos.
        Isso torna tudo muito difícil de estimar e projetar.
        A cortina de fumaça é tão densa que não sabemos o tamanho do degrau a frente!!!

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Antigo 30 de junho de 2017 at 09:33

      Eita!!
      Por essa eu não esperava. Será que o povo torrou a grana?
      Acredito que muitos tenham acabado usando em necessidades mais urgentes do que quitar dívidas, como alimentação.

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Antigo 30 de junho de 2017 at 09:17

    Solução para os corvos que aplicam golpes:

    A polícia de Dakota, nos Estados Unidos, prendeu um homem contra quem já havia um mandado por porte de uma substância controlada.
    Os oficiais, porém, não contavam que o detido tinha consigo um card que lhe ‘concedia’ liberdade, utilizado no jogo Banco Imobiliário. O caso aconteceu no final de semana.

    http://www.diariodaregiao.com.br/blogs/acredite/homem-tenta-usar-cart%C3%A3o-do-banco-imobili%C3%A1rio-para-escapar-da-pris%C3%A3o-1.705085

    5+
    • avatar
    • Carlos 30 de junho de 2017 at 09:26

      Se colar colou 😀

      2+
  • Cajuzinha 30 de junho de 2017 at 09:47

    Número de empresas com contas atrasadas cresce 3,35% em maio, diz SPC
    Segundo Pinheiro, a expectativa é a de que nos próximos meses a atividade econômica se mantenha fraca e os empresários permaneçam cautelosos

    Por: Folhapress em 30/06/17 às 08H56, atualizado em 30/06/17 às 08H59

    4+
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 30 de junho de 2017 at 09:48

      Torço para que o país se recupere, mas acho extremamente saudável esse pessimismo que anda rondando o país. Nas ruas, nas notícias, nas conversas de bar…
      Parece que finalmente as pessoas estão vendo o tamanho do buraco. E quem sabe assim comecem a segurar o freio e agir de forma mais responsável. Deixa para lá, estou sonhando demais…

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Ogami 30 de junho de 2017 at 13:48

        Se enxergassem o tamanho do buraco estariam agora nas ruas guilhotinando politicos e empresários corruptos.

        3+
        • avatar
  • Cajuzinha 30 de junho de 2017 at 09:49

    Desemprego fica em 13,3% em maio e atinge 13,8 milhões
    Trata-se de uma redução em relação à taxa de abril, que foi de 13,6%. Mas na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, quando o índice foi de 11,2%, o quadro é de elevação.

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Bolhudo 30 de junho de 2017 at 09:56

      Os que conseguem emprego estão ganhando 1/3 do salário anterior, meu sobrinho está nesta situação, uma depressão pegou ele, sem animo, sem perspectivas de futuro, andando de lado como caranguejo.

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • fanfarraum 30 de junho de 2017 at 10:14

    “Feirão Mais terá imóveis com parcelas a partir de R$ 599

    Pela primeira vez, as duas empresas líderes de vendas se unem para oferecer as melhores oportunidades para investir ou para morar

    Quem esperou pela melhor oportunidade de adquirir o imóvel novo tem motivos para celebrar. O Feirão Mais, que ocorrerá apenas no dia 1 de julho, vai oferecer condições exclusivas, valorização do imóvel na troca, flexibilidade para pagar, atendimento personalizado e os melhores preços que só as duas líderes de mercado imobiliário da cidade podem oferecer.

    Os imóveis partem de R$ 250 mil, com parcelas a partir de R$ 599,00. São apartamentos e casas, na planta ou prontos para morar em Porto Alegre e Região Metropolitana. O cliente ainda tem a oportunidade comprar a casa nova no Mirantes do Parque, lançamento imobiliário de maior sucesso em 2017, localizado junto ao Parque Getúlio Vargas e em frente ao ParkShopping Canoas.

    —-

    “Quem esperou pela melhor oportunidade de adquirir o imóvel novo tem motivos para celebrar.”
    complementaria com “Pode continuar esperando!” e terminaria o artigo.

    3+
  • sampaquaseabc 30 de junho de 2017 at 10:30

    Bom dia a todos, obrigado Boss, primeira vez que posto, vou mandar CVR’s ótimos:
    Parenta queria comprar casa velha dando 100 mil de entrada e financiando 160 mil, não sei pq o caixão não aceitou, o que ela fez, cto de gaveta, 16 parcelas de 10 mil, acreditem, bom acaba no final do ano, e não, não para por aí, vai derrubar a casa velha e fazer um prédio de 4 andares inclusive cotou elevador onde o + barato é cerca de 70 mil, é… não vai

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • sampaquaseabc 30 de junho de 2017 at 10:31

    É vai alugar todos..rsrs

    1+
  • Bolhudo 30 de junho de 2017 at 10:32

    CVR 01 – O dinheiro acabou, temos de tomar o máximo cuidado com a segurança, amigos, parentes, bandidos e governo estarão atrás de dinheiro como o vampiro de sangue. Tenho mantido a discrição não me expondo, tive de dar um esporro na caçula que colocou foto de Iphone novo no facebook. Troquei de carro 2002 (usei até desmanchar) por um 2011, poderia ter trocado por um zero, mas achei mais prudente inventar uma história de financiamento para enganar a torcida e zoiúdos.

    CVR 02 Não sinto mais cheiro de carne assada aos domingos, não vejo fumaça sair das churrasqueiras, os festeiros da minha rua acabaram, ou estão sem dinheiro, ou cansaram de bancar churras para parentes, os lixeiros estão cada dia mais vazios, não tenho visto caminhão de entrega de móveis e eletrodomésticos e olha que moro num bairro com casas de médio padrão, a deterioração é claramente visível.

    29+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Intendente 30 de junho de 2017 at 10:46

      Sempre que posso queimo uma carne nos fds para oprimir a vizinhança. E olha que a carne não está cara, a última vez que comprei consegui(kg) por R$ 17,00 a alcatra; coração a R$10,00 e queijo coalho a R$ 40,00.
      O queijo é caro, mas o vício é nobre.

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 30 de junho de 2017 at 10:34

    O portal imobiliário Zap Imóveis anunciou uma nova ferramenta para os usuários que pretendem anunciar imóvel de revenda no site. Chamada “Revenda Rápida”, ela tem um custo para os anunciantes, que varia conforme a região do imóvel, mas garante que o imóvel terá mais visibilidade no portal, tal como um destaque “diferenciado” e um filtro exclusivo de “Oportunidade”.

    A ideia é de classificar, a partir deste filtro, os imóveis de revenda que serão vendidos por valores mais baixos em um único lugar, agilizando a venda do imóvel.

    Segundo o ZAP, a ferramenta pode ser utilizada também para quem precisa vender um imóvel com urgência, independentemente do motivo – pode ser por mudança de cidade, herança, saúde ou qualquer outro.

    “O momento do mercado imobiliário, face à realidade do distrato, cria a oportunidade de termos um produto alinhado à uma nova necessidade, onde os proprietários precisam comercializar seus imóveis com maior urgência, minimizando eventuais prejuízos em um processo de distrato”, disse o CPO da plataforma, Alessandro Souza Silva.

    http://www.infomoney.com.br/imoveis/noticia/6748308/site-imoveis-zap-anuncia-ferramenta-que-promete-revender-imoveis-mais

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • lendo e observando 30 de junho de 2017 at 11:24

      Vai ter muita gente entrando nessa pra tentar se livrar da bucha!!!
      Imóvel hj virou bucha.
      Hj principalmente o que manda é a liquidez nesse país de malucos.

      4+
      • avatar
      • avatar
    • Margarida 30 de junho de 2017 at 13:11

      Tem cara de ser só um anúncio mais caro.

      4+
      • avatar
  • Cesar_DF 30 de junho de 2017 at 10:34

    Mutirão vai vender imóveis do Minha Casa, Minha Vida de proprietários inadimplentes
    Os novos donos ficam isentos das dívidas anteriores do imóvel e não há risco de recurso dos antigos donos para reaver propriedade.

    http://g1.globo.com/pi/piaui/noticia/mutirao-vai-vender-imoveis-do-minha-casa-minha-vida-de-proprietarios-inadimplentes.ghtml

    3+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • lendo e observando 30 de junho de 2017 at 11:27

      Já consigo imaginar os programas de TV tipo alerta geral filmando o novo dono dando a noticia pessoalmente pro antigo dono rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsr
      Algo do tipo: rala que agora é meu e em seguida o porrada comendo.

      6+
      • avatar
      • avatar
  • lendo e observando 30 de junho de 2017 at 10:38

    Quero agradecer ao CA e ao Cesar_DF por terem respondido meu questionamento de ontem!!!
    Obrigadão mesmo!!!
    Acabei de ler essas noticias que estão nesse post de hj sobre inadimplência e acho q a coisa ainda vai pior mais antes de melhorar. (um pouco diferente do Armínio Fraga, que acha que paramos de piorar)
    O que me espanta é que agora mesmo com essa instabilidade política atual o lado econômico (bolsa/juros/dolar) não está respondendo.
    Minha sensação pode ser resumida naquela frase: “o silêncio que antecede o estrondo”.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 30 de junho de 2017 at 10:45

      lendo e observando
      Eu também achava que a economia havia chegado no fundo do poço
      Descobri que tinha um alçapão no fundo do poço
      Achava que o vale no valor dos imóveis seria atingido entre 2019 e 2021
      Mudei de ideia acho que estamos num caminho semelhante a Grécia, só que sem ter um Banco Central Europeu para dar apoio.

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • lendo e observando 30 de junho de 2017 at 11:02

        Exatamente!!!
        Achei ótimo aquele gráfico que vc trouxe ontem!!!!
        E como bem lembrou agora, não temos a retaguarda que a Grécia tem.
        Na entrevista o Armínio cita estoques baixos pra falar em fim da queda, porém se lembrarmos dos estoques da construção civil comercial e residencial e nos estoques do setor automotivo (q os colegas aqui já alertaram que voltou a subir) então não temos motivos pra acreditar em fim da queda.
        Fora que ainda tem muuuuuuuuito crédito podre pra ser enxugado no mercado financeiro, na minha opinião. Principalmente BB, CEF e BNDES. E enquanto essa limpeza de balanço não ocorrer acho difícil reengrenar o mercado de crédito.
        E principalmente as famílias precisam de mais tempo pra reduzirem seu nível de endividamento em relação a sua renda (isso sem contar com as famílias que entraram em crédito imobiliário, pq essas ficarão enforcadas por décadas rsrs).

        4+
        • avatar
        • avatar
  • job 30 de junho de 2017 at 10:52

    (zerohora)
    Promessa de complexo imobiliário em Gravataí atraiu 345 pessoas que ainda aguardam imóveis
    Em Porto Alegre, obra de apart-hotel na 24 de Outubro está parada há três anos
    Investimentos em shoppings fracassaram em quatro cidades do Interior
    Giane Guerra: Mercado imobiliário considera problema localizado e pontual
    Ué, mas não dizem que quem compra terra não erra?

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 30 de junho de 2017 at 10:56

    Percepção de que Brasil está no rumo errado supera fase pré-impeachment e atinge nível recorde, diz pesquisa

    De acordo com o levantamento, 95% dos brasileiros consideram que o país segue no rumo errado. O índice é superior ao verificado durante março do ano passado (94%), antes, portanto, de que a petista fosse suspensa temporariamente e posteriormente afastada em definitivo do cargo.

    A pesquisa ‘Pulso Brasil’ conduziu 1,2 mil entrevistas, pessoais e domiciliares, em 72 municípios no Brasil durante os dias 1º e 13 de junho deste ano. A margem de erro é de três pontos percentuais.

    “Não vemos nenhuma fagulha de esperança por parte da população quanto à melhora nos rumos do país. A avaliação da esmagadora maioria da população é fortemente negativa”, diz à BBC Brasil Danilo Cersosimo, diretor da Ipsos Public Affairs, responsável pelo estudo.

    Entre os que consideram que o país está no caminho certo (5%), houve uma piora na avaliação das classes A, B e C em relação a maio. Para as classes D e E, foi registrada uma ligeira melhora.

    Ainda na mesma base de comparação, todas as regiões, com exceção do Nordeste, também tiveram mais pessoas apontando que o Brasil está no rumo errado.

    A avaliação dos brasileiros sobre o governo federal também piorou. Para 84% dos entrevistados, o governo Temer é considerado “ruim ou péssimo”, outro número recorde.

    Até então, a pior avaliação havia ocorrido em setembro de 2015, quando 82% descreviam a administração de Dilma Rousseff dessa forma.

    http://www.bbc.com/portuguese/brasil-40430862

    4+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 30 de junho de 2017 at 10:58

    Para o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-RS), Ricardo Sessegolo, que representa 455 incorporadoras, a crise do M.Grupo é concentrada em uma empresa de maneira isolada — que “entrou no mercado sem tradição alguma”.

    — É difícil avaliar o que houve. Talvez tenham errado a dosagem da sua imobilização financeira excessiva em shoppings, faltando capital de giro para o negócio de incorporação imobiliária, que é completamente diferente e exige também muito capital financeiro e uma eficiente gestão empresarial — analisa Sessegolo.

    http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/gdi/noticia/2017/06/mercado-imobiliario-considera-problema-localizado-e-pontual-9829049.html

    5+
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 30 de junho de 2017 at 12:08

    DEZEMBRO DE 2015 – 2016 será um bom ano para comprar imóveis; veja tendências

    João da Rocha Lima, professor titular de real estate da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), diz que não é possível saber, ao menos por ora, quando a crise política se encerrará, mas se isso ocorrer no começo do ano, o mercado imobiliário deve se recuperar a partir do segundo semestre de 2016.

    Diante da expectativa de preços menores em 2016, o ano pode ser uma boa oportunidade para comprar imóveis com o objetivo de investir, segundo o professor de Real Estate da Poli-USP.

    Ele afirma que o mercado imobiliário está se desestruturando neste momento já que as empresas estão buscando desovar seus estoques e reduzindo seus níveis de produção. Portanto, quando a economia se recuperar, a demanda que estava reprimida, mas não extinta, deve voltar e a oferta pode ser insuficiente. Assim, os preços podem ser pressionados.

    “As empresas podem demorar a retomar sua capacidade de produção, o que pode gerar escassez de oferta. O investidor que enxergar isso e conseguir investir em um imóvel agora pode conseguir vendê-lo por um bom valor lá para o final de 2017, em um cenário pós-crise”, diz Rocha Lima.

    http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/2016-sera-um-bom-ano-para-comprar-imoveis-veja-tendencias/

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 30 de junho de 2017 at 12:10

    TÓPICO NOVO

    5+
    • avatar
    • avatar
  • Leonardo M. 30 de junho de 2017 at 13:54

    Peguei mais um pouco de LCI Sofisa 91% CDI
    Os opressores, rentistas, capitalistas, bebedores de toddy e elite aqui piram com isso!!!

    4+
  • Leonardo M. 30 de junho de 2017 at 13:59

    Sofisa TB tem uns CDBs por um ano 107% do CDI
    LCI e meses por 88% do CDI
    Um CDB IPCA + 5,66% por 4 anos

    Enfim, tem umas coisinhas legais para pegar dependendo do que você quer

    4+
    • avatar