Endividamento e inadimplência crescem no país em agosto, diz CNC – Agencia Brasil

Você pode gostar...

Comments
  • CA 4 de setembro de 2020 at 15:07

    Sobre o tema do tópico, repassando o que eu havia colocado antes:

    Primeiro: isto é só a “ponta do iceberg”. Começo de 2021 sem auxílio emergencial e Renda Brasil representando reajuste de R$ 100 sobre o bolsa-família atual, abrangendo um número muito menor de beneficiários que o auxílio emergencial que deixará de existir (95% a menos de recurso do governo para famílias), as pessoas voltando a pagar o financiamento imobiliário, começando a pagar outras dívidas de compras feitas em 2.020 com início de pagamento em 2.021, ou dívidas que foram adiadas para começar a pagar no início de 2021, junto com empresas voltando a pagar impostos, deixando de pagar salários reduzidos, passando a pagar também por dívidas adiadas e neste contexto, incremento relevante na degradação dos empregos e renda. Consequência natural: disparada muito maior em super-endividamento e inadimplência a partir do início de 2021.

    Segundo: será que realmente as famílias de maior renda estão aumentando poupança? Teremos mais de 3 milhões de famílias migrando para classes D e E, estas certamente não estão com sobra de dinheiro para poupar, não é mesmo? E os outros milhões de famílias que tinham renda melhor, mas dependiam de pequenos comércios que ficaram sem receitas e com despesas relevantes por meses, de onde sai o dinheiro delas para poupar? Uma quantidade relevante de micro empresários está vendendo carro, casa, etc, para poder manter vivo o negócio, como neste contexto estariam aumentando a poupança? E as centenas de milhares ou mais famílias em que um dos membros tinha emprego melhor e agora está se virando como dá só para se manter, porque perdeu o emprego? E os empresários donos de negócios de entretenimento, turismo, etc, estão pegando dinheiro da onde para poupar, se o negócio não gera nada? E no caso da classe média, que está vendo os preços de itens básicos dispararem e consumirem cada vez mais do orçamento, graças ao auxílio emergencial (que elas não recebem, ficam só com o ônus!) como vão aumentar a poupança se os gastos aumentam sem que ocorra nenhum aumento de renda? De onde afinal está vindo esta “sobra de dinheiro” para poupar?!

    40+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 4 de setembro de 2020 at 15:31

      O segundo item de meu comentário acima, tem a ver com este trecho da reportagem do tópico:

      “Segundo o presidente da CNC, José Roberto Tadros, as famílias com maior renda têm aumentado a poupança em detrimento do consumo, principalmente de serviços, mas as famílias com renda mais baixa têm tido mais necessidade de crédito.”

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • CA 4 de setembro de 2020 at 16:29

    Toda vez que temos um governo adotando medidas populistas, heterodoxas / desenvolvimentistas,despejando dinheiro “à rodo” para população, seja por qualquer motivo, sempre tem como um próximo passo, que é natural, apelar ao “espírito patriótico” dos empresários. Cansamos de ver isto acontecer na Venezuela.

    E o tema abaixo, tem a ver com um dos itens do meu primeiro comentário do tópico de hoje: a inflação de itens essenciais que afeta a classe média, causada pelo auxílio emergencial do governo.

    https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2020/09/bolsonaro-pede-patriotismo-de-redes-de-supermercado-para-evitar-alta-da-cesta-basica.shtml

    29+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • socrates 4 de setembro de 2020 at 17:41

      Então ficamos assim:

      o auxílio povão vai passar de 200 para 300 reais.
      Só que a inflação nos itens básicos vai fazer todo mundo gastar bem mais do que os 100 reais de “aumento”, já que 300 reais não é suficiente para os itens essenciais.

      Vamos convir: aos especuladores, faz todo sentido apoiar o Bolsonaro. O Guedes no comando é uma garantia avassaladora.
      Aos pobres para quem ele tenta ser o “novo Lula”, no entanto…

      No final das contas o verdadeiro gado é exatamente o mesmo gado dos pastores das Universais da vida.
      Os que usam terno são só raposas fingindo-se de gado… Se vocês fossem raposas, vocês não fariam isso?

      41+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • MARK 4 de setembro de 2020 at 19:00

        Bem isso, socrates. Recentemente fiz uma postagem nesse sentido na minha rede social falando sobre o caso Flor de Lis: Um ótimo exemplo para um debate sobre influência para eleição de candidatos e religião. Não se deve seguir orientação de religiosos pra votar neste ou naquele candidato, nem que a sua igreja é melhor que a do outro. Veja o horror da vida privada desses religiosos catapultados para a política. Muitas pessoas repetiram o antigo voto de cabresto dos coronéis brasileiros, só que agora não são mais os coronéis e sim religiosos, muitos de vida suja e corruptos, que orientam e arregimentam todo um rebanho nas eleições brasileiras. Pense com a sua cabeça e escolha o menos pior. E se fez a escolha errada em algum momento, melhore na próxima e evite defender o candidato ruim que elegeu. Não é futebol, não tenha político de estimação.

        35+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Tagore 6 de setembro de 2020 at 09:08

          “Porque as decisões ruins dos pobres fazem perfeito sentido”. Não fala das decisões políticas, mas vale também para elas. Quando tudo a sua volta é cansaço, necessidade e desespero você deposita suas esperanças em quem promete mais (de políticos populistas a pastores evangélicos), mesmo que as promessas sejam falsas. Você pode trocar os “pobres” do título por classe média e ricos, apenas com a diferença que as razões seriam outras.
          https://www.huffpost.com/entry/why-poor-peoples-bad-decisions-make-perfect-sense_b_4326233

          9+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • perdido no rio 8 de setembro de 2020 at 21:06

            Excelente reportagem. O sistema atual de concentração de renda é anticapitalista. E pesa muito sobre os mais pobres, que vivem em uma montanha russa.

            Nobody gives enough thought to depression. You have to understand that we know that we will never not feel tired. We will never feel hopeful. We will never get a vacation. Ever. We know that the very act of being poor guarantees that we will never not be poor. It

            4+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
  • MARK 4 de setembro de 2020 at 19:44

    Tenho visitado alguns imóveis e acompanhando os anúncios nos portais tenho notado aumento em alguns apartamentos selecionados. Só tem vendido o que baixou de preço, mas como esses que baixaram foram vendidos, já tem doido achando que é possível aumentar o que já estava acima do tolerável. Resultado, mais imóveis encalhados. Um ou outro tenho visto reduzir pois não devem estar aguentando suas despesas, mas fazia tempo que não via aumentar. Fui visitar três apartamentos entre ontem e hoje, três bons apartamentos, mas acima do esperado. O de ontem estava por 490k, ao visitar já subiu para 420k, dei risada né, apto com vaga presa. Um bom apartamento de esquina com a praia, numa paralela ao Canal 1 em Santos, até que com pouca coisa pra fazer, mas vaga presa só pra quem não precisa ou não usa carro. Antes de saber que já tinham majorado perguntei se aceitavam proposta, mas nem queria por causa da vaga, mas perguntei, e ela veio com essa do preço que quem sabe venderia pelos 490. Dei o troco, Disse que o andar era baixo e la já veio dizendo que tinha um no quinto mas era 540k e não baixavam. Dei o troco “Ah tah… nem vou perder meu tempo vendo, não pagaria 490, que dirá 540, mas agradeço, estou vendo outros imóveis, hoje vou ver o Scala na Epitácio Pessoa (bairro melhor) por 440k e tem uns outros pra ver. ” O preço não era 440k mas não ía perder a oportunidade de deflacionar o mercado. kkkkkkkkkkkk

    26+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • MARK 4 de setembro de 2020 at 19:45

      * á subiu para 520.

      14+
      • avatar
      • avatar
    • CA 4 de setembro de 2020 at 21:30

      MARK,

      Lembrando da lógica do FINGE ZAP:

      Se vendeu o mais barato, como você disse, o que acontece com o anúncio deste imóvel vendido?

      Ele é retirado.

      Com isto, sobram anunciados os imóveis mais caros. Como o FINGE ZAP é baseado em anúncios, automaticamente sobe o preco médio anunciado!

      Demais anunciantes ao ver que o preço médio subiu e achando que o imóvel deles sempre é melhor que o dos outros, fazem o que?

      Vão lá e reajustam o preço anunciado!

      Isto sem contar os corretores que mantém alguns imóveis já vendidos e que estavam anunciados com preço menor, com os anúncios ativos e daí quando as pessoas ligam, eles dizem que foi vendido e falam que o preço aumentou, é só ver os outros anúncios, é melhor comprar agora antes que suba mais! E daí quando estes mesmos corretores querem aumentar o preço médio da região, o que fazem? Com grande atraso, vão lá e retiram os anúncios, o que aumenta cada vez mais a media do FINGE ZAP!

      E assim, muitos proprietários
      ficam anos e anos com preço inflado e sem vender, até que o ciclo acima se repete.

      Só que o preço está cada vez mais longe da realidade de renda e aliás, a renda não para de cair, ao mesmo tempo que a necessidade de vender vai aumentando, daí vai um dos anunciantes e reduz bem o preço, daí consegue vender e os demais se empolgam novamente porque o preço médio do FINGE ZAP subiu, retomando o ciclo de ilusionismo acima.

      E enquanto isto, muitos se iludem com os preços anunciados e toda a manipulação acima. Quanto mais imóveis você procurar, mais eles vão se empolgar e dizerem por aí, inclusive em “artigos”, que a procura está “aumentando”, mesmo que não estejam vendendo e daí, mais um motivo para aumentarem os preços anunciados e assim, este ciclo irracional prossegue…

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Manoel Joaquim 5 de setembro de 2020 at 12:31

    52% of young adults in the US are living with their parents. That’s the highest share since the Great Depression

    ‘https://edition.cnn.com/2020/09/04/us/children-living-with-parents-pandemic-pew/index.html

    22+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • CA 6 de setembro de 2020 at 06:54

    Aquilo que dizemos brincando por aqui, de que graças ao ilusionismo dos preços muitos irão para o caixão sem venderem seus tijolos milionários, depois de vários anos tentando, é algo liquido e certo e que acontece em todas as classes sociais e para todos os padrões de imóveis…

    https://m.extra.globo.com/tv-e-lazer/o-titulo-de-conde-vai-pro-caixao-comigo-afirma-chiquinho-scarpa-agora-solteiro-24626310.html

    Trecho do link acima, entre “aspas”:

    “O eterno playboy paulista jura que não anda a inventar nenhuma das suas, mesmo estando confinado em sua mansão, que, aliás, quer vender. Segundo ele, vale R$ 120 milhões. Mas ele está topando R$ 60 milhões. Uma verdadeira pechincha. “Estou há oito anos tentando vender essa porcaria…” “

    29+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 6 de setembro de 2020 at 07:33

      CVR relacionado ao assunto acima:

      Tem uma pessoa no meu trabalho que a mãe dele está tentando vender a casa há pelo menos 4 anos.

      É uma casa de frente para rua na Zona Leste (ZL), mas não naqueles bairros mais remotos da região, algo mais próximo da parte nobre da ZL.

      A casa foi assaltada uma vez, quando a mãe dele morava lá. Ela se assustou com a insegurança, alugou um apartamento e colocou a casa para vender.

      Depois disto, tiveram outra invasão da casa durante a madrugada, onde os vizinhos ouviram o barulho dos ladrões destruindo o portão de entrada e chamaram a polícia e este cara teve que passar a madrugada toda na delegacia para registrar a ocorrência.

      Além disto, ele foi anunciar em um dos inúmeros sites de anúncios gratuitos e caiu no golpe de clonagem do WhatsApp.

      Ele começou anos atrás anunciando por mais de R$ 1 milhão, sob influência do corretor e depois mesmo baixando e ficando abaixo dos R$ 800 mil, não conseguia nem visitas.

      O saldo até o momento é que, fora os prejuízos acima, a casa continua exposta a riscos de assalto, depredação, ele continua pagando o IPTU e vendo o imóvel desvalorizar sem parar.

      40+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • MARK 7 de setembro de 2020 at 16:22

        Na Zona Leste, mesmo na parte mais nobre, eles levam tudo, cerca, portão, caixa de correio, campainha, torneira.. tenho um conhecido que tem casa na Penha e é daí pra pior. Esses preços absurdos de 800k continuarão afastando interessados, sucateando as casas e apodrecendo a vizinhança. Em Santos é a mesma coisa, casas anunciadas a mais de 5, 7, 8, 9 ou 10 anos sem um único interessado, mas valem milhões segundo os proprietários. Aqui e lá vende se for pra prédio, mas depende muito da área e da sorte, tirando isso poucos querem ir para uma casa, até eu já desisti.

        14+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • CA 6 de setembro de 2020 at 07:53

      Uma curiosidade que também tem relação direta com assunto acima:

      Na fila recorde de empresas para abrirem capital (IPO) até o final deste ano, temos algumas do segmento imobiliário.

      Aqui é outro exemplo do ilusionismo dos preços:

      A PDG em 2008 lançou e liderou o esquema das vendas falsas na planta. Em 2011, tornou-se a maior empresa do segmento nas Américas. Enrique Bañuelos, pai da bolha imobiliária espanhola, que entrou na PDG em 2007 e idealizou este esquema, saiu em 2011 com lucro bilionário, logo antes de começar a aparecer a realidade e os novos donos
      empurrarem com a barriga até janeiro de 2017, quando lançaram promessas ufanistas no mercado, a ação da PDG disparou, batendo todos os recordes de valorização da BOVESPA e permitindo que os Acionistas vendessem parte de suas Ações, para que menos de um mês depois a PDG entrasse em recuperação judicial!

      Algo similar aconteceu com outras construtoras e agora a cartada é aproveitar da euforia da pirâmide financeira da BOVESPA, para que os controladores das empresas repassem os prejuízos para os sardinhas e saiam com lucro logo antes da catástrofe acontecer.

      É o jogo da batata quente, quem ficar segurando ela ao final sem poder passar para mais ninguém é que vai ficar com o prejuízo.

      Isto vale tanto para o esquema das vendas falsas na planta, quanto para o mercado de Ações ou para aqueles vendedores iludidos de imóveis que relutam em reduzir mais o preço para venderem e neste último grupo, não estou falando só das pessoas físicas, mas também dos bancos, construtoras e outros agentes.

      O efeito manada será implacável e ensinará a eles que timing é tudo, principalmente nestes tipos de golpes em que eles entraram, de forma consciente ou não.

      A conferir…

      19+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • perdido no rio 8 de setembro de 2020 at 21:12

        O smart money aproveitando que os otários chegaram na bolsa. Em grande número. Muitos arrogantes, acham que são melhores que os gestores com décadas de experiência. Deram muita sorte com o V do sp500 que puxou o ibov junto. Os IPOs caros são para esse pessoal que não sabe fazer conta. E os FIAs que precisam enfiar o dinheiros novos cotistas em algum lugar.

        3+
  • Cajuzinha 6 de setembro de 2020 at 08:59

    Parentes e amigos se juntam no mesmo imóvel para economizar e enfrentar crise
    Na maioria dos casos, inquilino perdeu o emprego e buscou alternativa para superar esse período de quarentena
    06/09/2020 – 05h00

    Para o subdelegado regional do Creci-SP, em Bauru, as locações caíram 30%. O percentual só não foi pior porque houve renegociação. “Nós atendemos um proprietário com 200 imóveis e ele optou por baixar 50% o valor de cada um deles no decorrer da pandemia. Assim, manteve os inquilinos”, exemplifica.

    https://www.jcnet.com.br/noticias/geral/2020/09/734481-parentes-e-amigos-se-juntam-no-mesmo-imovel-para-economizar-e-enfrentar-crise.html

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 6 de setembro de 2020 at 12:12

      Cajuzinha,

      Muito antes de qualquer pandemia, já existia uma grande disparidade entre os preços dos aluguéis e a renda das famílias. Um exemplo, vindo da cidade de São Paulo em fevereiro/2014:

      https://www.crecisp.gov.br/comunicacao/pesquisasmercado/capital?Year=2014&Month=2

      Trecho do link acima, entre “aspas”:

      “Salário mínimo não paga aluguel nem de
      quitinete em várias regiões de São Paulo”

      “Alugar uma quitinete com pouco mais de 30 metros quadrados na cidade de São Paulo custa mais que
      um salário mínimo por mês em várias regiões da Capital. Nas Zonas A e B, nenhum apartamento desse tipo
      tinha em fevereiro aluguel inferior ao salário mínimo – tanto o nacional de R$ 724,00 quanto o regional paulista
      de R$ 820,00.

      Pesquisa feita com 402 imobiliárias pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São
      Paulo (CRECISP) constatou que o aluguel desse tipo de imóvel na Capital variava em fevereiro de R$ 1.200,00
      em bairros da Zona A, como Itaim Bibi e os Jardins, a R$ 935,00 nos bairros da Zona B, como Aclimação e
      Brooklin. Nessa mesma zona de valor estão bairros típicos de classe média, como Paraíso e Pinheiros.

      “O aluguel está estrangulando, literalmente, a renda de muitas famílias, o que fica evidente quando se
      considera que o rendimento médio real dos assalariados da Capital era de R$ 1.854,00 em fevereiro”, afirma
      José Augusto Viana Neto, presidente do CRECISP. “Pressionadas, as famílias se vêem obrigadas a morar cada
      vez mais longe, acomodar-se em moradias precárias ou até mesmo apelar para as invasões como último
      recurso”, acrescenta.”

      Outra situação que também existia desde muito antes da pandemia, como nesta reportagem de 2015:

      https://www.folhadelondrina.com.br/economia/um-quarto-dos-brasileiros-compromete-mais-de-30-da-renda-com-aluguel-904301.html

      E a situação só ia piorando com o passar dos anos, como na reportagem abaixo de 2018, que retratava desde aquela época não só a gravidade do problema do aluguel incompatível com a renda, como também, o impacto forte da coabitação familiar:

      https://jc.ne10.uol.com.br/canal/economia/nacional/noticia/2018/12/09/onus-excessivo-com-o-aluguel-ja-representa-42_porcento-do-deficit-habitacional-364818.php

      Trecho do link acima, entre “aspas”:

      “No ano passado, o déficit habitacional chegou ao nível recorde de 7,7 milhões de unidades residenciais, inflado sobretudo pelo ônus excessivo com aluguel (comprometimento acima de 30% da renda), coabitação familiar e habitação precária, que já representam, respectivamente, 42%, 41% e 12% do déficit.”

      ———————————————————————————————————————————————————–

      Resumindo, o problema de aluguel com preço excessivo e incompatível com renda, representando mais de 30% do orçamento familiar e obrigando índices anormais de coabitação familiar, é algo que já ocorre há muitos anos, sendo que agora, uma situação que já era anormal, está piorando e muito, rapidamente, principalmente pela nova evolução ocorrida na degradação dos empregos e a consequente queda da renda. É o mesmo do restante de nossa bolha imobiliária: anos de anomalias crescentes geraram distorções relevantes, veio a pandemia e isto se ampliou rapidamente, fazendo com que o prejuízo para os envolvidos disparasse ainda mais. E neste caso, como no ilusionismo que mencionei em comentário anterior, vários são os prejudicados, desde os proprietários que ficam com rendimentos cada vez menores pelos imóveis, que conseguem ser inferiores até aos da renda fixa ao mesmo tempo que veem o preço de venda do imóvel cair e muitas vezes lidam com prejuízos por imóveis vazios por meses e arcando com despesas de IPTU, condomínio, etc, passando pelos inquilinos que são obrigados a abandonar as residências que utilizavam e muitas vezes se amontoarem com outros familiares ou ainda, engrossar uma lista que bate todos os recordes quanto a moradores de rua. É o preço a se pagar por uma bolha imobiliária altamente destrutiva para economia e sociedade e com a qual um governo atrás do outro vem pedalando há mais de uma década…

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Strike 6 de setembro de 2020 at 23:58

      Esse cara fez bem. Conheço um em Marília que, antes mesmo de os inquilinos o procurarem, ofereceu renegociação a todos e manteve os imóveis alugados. Rapaz, às vezes eu fico surpreso com o fato de que, por incrível que pareça, ainda tem gente inteligente e sã em Banânia…

      5+
      • avatar
  • Tagore 6 de setembro de 2020 at 09:28

    Por que os mais ricos pagam menos imposto sobre a renda no Brasil

    https://www.bbc.com/portuguese/brasil-54006822

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • socrates 6 de setembro de 2020 at 23:15

      e vai ser com Guedes, Maia, Bozo e STF que uma reforma tributária decente sairá sim…

      3+
    • Cajuzinha 6 de setembro de 2020 at 21:10

      Publicidade

      ECONOMIA

      Pandemia faz disparar devolução de escritórios no Brasil
      Redução na atividade econômica e crescimento do trabalho remoto prejudicaram mercado de imóveis corporativos
      Estadão Conteúdo
      06/09/2020 16:00 – atualizado 06/09/2020 17:33
      COMPARTILHE

      A pandemia do novo coronavírus afetou as empresas brasileiras de duas maneiras. De um lado, a maior parte dos setores viu um forte freio na atividade, que se refletiu em uma retração recorde de 9,7% no Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre. De outro, o teste forçado do trabalho remoto por causa dos decretos de isolamento social mostrou que o home office pode ser adotado em larga escala. Os dois fatores agora pressionam – e muito – o mercado de escritórios corporativos de São Paulo, colocando fim a um cenário de recuperação que se desenhava no início do ano.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • CArlos 6 de setembro de 2020 at 21:50

      Mudou o link

      Com pandemia, 1 em cada 5 escritórios deve estar sem locatário no fim do ano

      Queda de receita e eficiência do home office no período de isolamento incentivam empresas a considerar economia em aluguel: devoluções devem subir em 2021, e resultado só não é pior porque o setor em SP segurou boa parte das entregas de prédios

      A pandemia do novo coronavírus afetou as empresas brasileiras de duas maneiras. De um lado, a maior parte dos setores viu um forte freio na atividade, que se refletiu em uma retração recorde de 9,7% no Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre. De outro, o teste forçado do trabalho remoto por causa dos decretos de isolamento social mostrou que o home office pode ser adotado em larga escala. Os dois fatores agora pressionam – e muito – o mercado de escritórios corporativos de São Paulo, colocando fim a um cenário de recuperação que se desenhava no início do ano.

      De acordo com a multinacional americana JLL, especializada em imóveis corporativos, o total de escritórios em busca de um locatário estava em um patamar que não se via desde o início da década passada – 13,6% – e o segmento esperava um cenário bastante positivo para 2020, com alta na demanda e nos valores de aluguéis. Com pandemia, a perspectiva mudou: a taxa de imóveis disponíveis projetada para dezembro é de 20,9% – uma alta superior a 50% em nove meses.

      E o resultado só não é pior, passando de 25% de disponibilidade, porque o setor imobiliário segurou boa parte das entregas de edifícios deste ano. Além disso, o período de isolamento social foi mais longo do que o esperado. Por isso, só agora muitas empresas estão fazendo as contas para saber, afinal, quantos metros quadrados serão suficientes para uma operação que inclua a adoção mais permanente do home office.

      Para a diretora da área de transações da JLL, Mônica Lee, a demora de retorno ao trabalho presencial empurrou para 2021 pelo menos um quarto das devoluções previstas para os próximos meses. No ano que vem, os dados do setor devem ser influenciados também por inaugurações. “O fato é que a situação das empresas ficou mais difícil. E, sem dúvida, muitas delas estão reavaliando os custos com escritórios”, afirma.

      Segundo pesquisa da KPMG, um número crescente de empresas só pretende voltar ao escritório em 2021. O movimento foi anunciado por empresas do setor financeiro, como a XP, e por gigantes de tecnologia, como o Google. A lista de grandes negócios que estão revendo sua ocupação é longa: inclui o Banco do Brasil, que vai devolver 38% dos escritórios que hoje ocupa; o Itaú, que faz um estudo sobre o tema; e o laboratório Fleury, que decidiu concentrar toda a operação de São Paulo em um edifício a ser inaugurado em 2022 e vai apostar fortemente no home office.

      A movimentação mais visível é a dos grandes negócios – mas eles estão longe de estar sozinhos ao tentar decifrar como será o escritório do futuro. O comportamento das empresas de serviços, que têm gastos com pessoal e aluguel como principais custos, está levando a cortes até mais radicais do que o das gigantes nacionais.

      O escritório Kincaid Mendes Vianna Advogados, do Rio de Janeiro, decidiu fechar a unidade de São Paulo. “A gente ocupava um latifúndio. Eram 400 m² para uma equipe de dez pessoas”, explica o sócio que atua na operação paulistana, Lucas Leite Marques. Resultado: agora o time todo trabalha de casa, e a empresa eliminou cerca de 60% de seus custos em São Paulo.

      “Queremos agora repensar, talvez ter salas em diferentes pontos da cidade – vamos olhar opções mais flexíveis”, diz.

      Segundo advogados consultados pelo Estadão, a não ser no caso de prédios construídos sob medida para grandes companhias, o custo de trocar de escritório é relativamente baixo. Valem mais ou menos as mesmas regras de uma locação residencial: quanto mais perto do fim do contrato, menor é a multa de saída. Diante do potencial da economia envolvida, dizem especialistas, não se trata de um custo impeditivo à mudança.

      Apesar de o cenário para o mercado de escritórios ser negativo, o executivo André Freitas, da Hedge Investments, que administra R$ 6 bilhões em fundos imobiliários, acredita na força de imóveis corporativos “triple A” (altíssimo padrão). “A valorização real de 50% que a gente previa nos próximos cinco anos não vai mais acontecer. Isso talvez caia a 20% ou 30%.”

      https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,com-pandemia-1-em-cada-5-escritorios-deve-estar-sem-locador-no-fim-do-ano,70003427502

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Strike 6 de setembro de 2020 at 23:54

      Na cidade onde eu moro sei que pelo menos um escritório de contabilidade decidiu não vai voltar mais…
      Provavelmente vai puxar outros a fazerem o mesmo.

      10+
  • CArlos 6 de setembro de 2020 at 23:14

    Caixão de [email protected] com direito a cenas de masturbação coletiva, tapem seus narizes e preparem seus estômagos.

    Presidente da Caixa SE EMOCIONA ao agradecer funcionários!

    O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, agradece aos funcionários que garantiram o pagamento do auxílio a 67 milhões de pessoas, em plena pandemia.

    Tem como não se emocionar com o governo mais humano que o país já teve?

    https://www.youtube.com/watch?v=vkza6gWZuA4

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Strike 6 de setembro de 2020 at 23:46

    “Parece Réveillon.”
    https://www.oantagonista.com/brasil/parece-reveillon/
    Tudo já voltou ao normal em Banânia…

    6+
    • avatar
  • bolhista cearense 7 de setembro de 2020 at 11:21

    CVR:
    Acabo de assistir um anúncio (em rede nacional ) de uma construtora prometendo facilitar a entrada do (enforcamento, ops!) imóvel em até 60 vezes. Se não for suficiente, complemente sua renda com a de um amigo. Se ainda assim (a corda for pouca, ops!) não der para pagar, use seu FGTS para abater na entrada…

    29+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 8 de setembro de 2020 at 05:39

      bolhista cearense,

      Complemente sua renda declarada para aprovação de crédito imobiliário com a de um amigo que não vai ajudar a pagar as parcelinhas, a solução “brilhante” para garantir que em breve, você ficará inadimplente e seu imóvel poderá ser retomado pelo banco, que por sinal, já tem recorde de imóvel retomado e disponível em leilões, com recorde de descontos!

      E por que não adotar a “genial” solução acima e se endividar por décadas, bem no momento em que temos recorde na degradação dos empregos e na queda da renda?

      Os mesmos “gênios” que se aglomeraram no feriado de 7 setembro em praias, bares e parques, que agiram como homicidas nos casos em que convivem com pessoas de idade ou com comorbidades, ou suicidas quando eles mesmos se enquadram nestas categorias, entram de bom grado no esquema de suicídio financeiro acima.

      E não é à toa que Einstein dizia ter certeza sobre a estupidez humana ser infinita…

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 7 de setembro de 2020 at 19:39

    Cenário para indústrias de SP melhora, mas 40% ainda não têm capital de giro
    7 set 2020 18h04

    Indústrias paulistas de pequeno porte tiveram melhora do cenário em agosto, estendendo a recuperação dos últimos meses após o pior momento da pandemia do coronavírus, mas várias delas ainda não têm capital suficiente para seguir funcionando, segundo uma pesquisa Datafolha contratada pela entidade do setor, Simpi.

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Strike 7 de setembro de 2020 at 22:53

    #MacroView: 5-Reasons The Fed’s New Policy Won’t Get Inflation
    https://realinvestmentadvice.com/macroview-5-reasons-the-feds-new-policy-wont-get-inflation/

    3+
    • avatar
    • CA 8 de setembro de 2020 at 06:02

      Pois é, motivos pelos quais a política do FED não vai gerar inflação, são os mesmos que explicam porque ela não vai gerar nenhum crescimento constante e confiável na economia! Aliás os mesmos motivos pelos quais não gerou nenhuma melhoria constante e confiável na economia em nenhum lugar do mundo e só serviu para protelar bolhas e garantir o aumento da destruição de quando elas inevitavelmente explodirem!

      😃😃😃

      E lembrando sobre o Brasil:

      Por que já tivemos disparada nos preços dos supermercados?

      Auxilio emergencial.

      Primeiro, o aumento super rápido do endividamento do país trazido principalmente por este auxílio, no caso do Brasil, onde já estávamos desde antes da crise mais de 50% acima dos demais países emergentes na relação divida / PIB, fez com que disparasse nosso risco e afastasse investidores estrangeiros, promovendo um aumento do dólar no Brasil que foi muito mais significativo do que na media dos países emergentes e ao combinarmos isto com grande volume de exportações de alimentos, afinal somos pais subdesenvolvido e que vive disto, o preço dos alimentos disparou.

      Segundo, que a disparada dos preços nos supermercados também foi causada porque boa parte do auxilio emergencial foi gasta com itens essenciais comprados nos supermercados que aumentaram suas vendas e com toda a cadeia recebendo este aumento de demanda, isto viabilizou os aumentos de preços.

      E de nada adianta o Bozo apelar ao “espírito patriótico” dos supermercados, afinal, é a economia, estúpido!

      Ah, só para lembrar: quem no final, saiu ganhando de verdade?

      A galera que especulou com a BOVESPA e outras Bolsas ao redor do Globo e que viu as bolhas se perpetuarem graças a novas rodadas de redução de juros movidas por ampliação de dinheiro circulando na economia. E assim, os valores das Ações foram ficando cada vez mais longe da realidade da economia, o que como disse acima, apenas garante uma mega explosão como nunca antes vista quando as pedaladas tiverem efeito contrário ao desejado, o que também é inevitável que aconteça.

      E ainda tem trouxa que acredita que “descobriram a pólvora” com a “nova política econômica” e que isto será a “salvação da economia mundial”. Se fosse, o Brasil teria sido salvo pela Dilma, porque o que não faltou no governo dela foram buracos gigantescos nas contas públicas para “estimular a economia”. Mas tem uma galera tão estúpida que não consegue enxergar o óbvio, mesmo isto tendo acabado de acontecer por aqui e todo mundo tendo visto e vivido as consequências há pouquíssimo tempo, de novo, lembrando a frase de Einstein de que a estupidez humana realmente não tem limites!

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • socrates 8 de setembro de 2020 at 07:49

        Eles se fazem de burros para manter as mamatas e os privilégios de todos os tipos. Vale lembrar que a política do FED também serve para manter de pé todo sistema financeiro e bancar a remuneração de um monte de “descendentes” que cresceu acreditando que havia justiça e mérito em “saber mais que os outros” e “manter segredos”… São a real causa de grande parte do déficit público, desvalorização das moedas e inflação. Me refiro não só as inumeras instituições financeiras socorridas mas também às empresas privadas cujos executivos não são capazes de manter sem auxilio estatal/dos bancos centrais. O famoso “capitalismo sem riscos”.

        9+
        • avatar
        • avatar
  • Cajuzinha 8 de setembro de 2020 at 08:02

    Estadão Conteúdo
    08/09/2020 07:14

    Peso-pesado do mercado imobiliário norte-americano, a Greystar Real Estate Partners está chegando ao Brasil decidida a desbravar um ramo pouco explorado aqui: o de edifícios residenciais construídos para locação. A entrada da Greystar no Brasil será como sócia da incorporadora Cyrela e do fundo de pensão canadense CPP Investments – essas duas gigantes criaram, no fim de 2019, uma empresa focada em imóveis residenciais para aluguel.

    A meta do trio é investir R$ 1 bilhão para lançar dez empreendimentos nos próximos três anos, na cidade de São Paulo. “Podemos chegar a R$ 1,5 bilhão se encontrarmos mais oportunidades ou se a economia brasileira se recuperar mais rápido do que o previsto”, diz a diretora de investimentos imobiliários do CPP, Marcela Drigo. A taxa de retorno estimada, segundo ela, está na ordem de 14% a 15% ao ano.

    https://www.em.com.br/app/noticia/economia/2020/09/08/internas_economia,1183337/gigante-americana-greystar-chega-ao-pais-para-construir-imoveis-para-a.shtml

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 8 de setembro de 2020 at 09:20

      Cajuzinha,

      (Ironic Mode ON)
      Nossa, que timing perfeito, hein?
      (Ironic Mode OFF)

      Quer dizer que agora que temos um volume recorde e uma tendência ao home-office que já está afastando um grande número de pessoas do aluguel em São Paulo e fazendo com que morem em cidades próximas, muitas vezes junto com outros familiares, gerando maior distorção entre oferta e procura por aluguel em São Paulo (vacância muito elevada), é um excelente motivo para aumentar a oferta de imóveis para alugar e assim aumentar ainda mais esta distorção?!

      Quer dizer que justo no momento em que batemos todos os recordes quanto a aumento e número de famílias em situação de rua, porque não tinham a menor condição de pagar pelo aluguel, também aumentando a distorção entre oferta e procura como no caso acima, é um excelente momento para aumentarmos a oferta de imóveis para alugar?!

      Ah, mas esqueci, eles estão apostando na “recuperação em V”! Os empreendimentos serão lançados ao longo de 3 anos, então o contexto acima estará “muito melhor”, não é mesmo?

      Sim, vai ter a recuperação em “V”, só que será o “V” de Vergonha, porque na prática, acabados os estímulos governamentais temporários e artificiais, a partir do primeiro semestre de 2021 já veremos uma volta à realidade ainda mais acentuada com piora significativa na profunda distorção entre preços de aluguéis e renda, que antes da pandemia já tinham gerado recordes de coabitação e de ônus excessivo com aluguel e que durante a pandemia gerou novos recordes, porque com a queda acentuada da renda esta distorção piorou muito. Sim, excelente momento para oferecer imóveis para alugar que sejam caros e em grande volume, não é mesmo?!

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cajuzinha 8 de setembro de 2020 at 10:15

        Publicado em08/09/20 04:30Atualizado em08/09/20 06:47
        Leilões de bancos oferecem imóveis com descontos de 60% e lances que começam em R$ 26.100

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • socrates 8 de setembro de 2020 at 10:58

        CA, não seriam esses gringos o reforço externo para manter as aparencias locais por aqui, fazendo permanecer as médias de preços altos? Digo: se o dinheiro circular só entre eles, eles podem fingir que a média de valores praticadas em suas negociações é o “normal”, já que o resto do mercado está parado em virtude do desemprego , renda em queda e completa dissociação dos preços dos imóveis das rendas das pessoas, não? Talvez para os fundos de pensão (por.ex) mundo a fora aplicarem dinheiro, basta que ” a forma” exista. Tipo: se tal mercado apresentar crescimento em determinado setor (mesmo que em um setor bem especifico e manipulado), estão cumpridos os requisitos para captar investimento de determinado fundo. Aí basta o vendedor de alguma forma fazer parte do dinheiro dos fundos compradores voltarem aos “investidores” (pfs ou pjs se passando por pfs) e o casamento está completo, não? Como a forma que os fundos exigem foi satisfeita, os administradores podem alegar “burrice” pois as condiçoed transparentes paraciam estar sendo cumpridas.

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • CA 8 de setembro de 2020 at 11:52

          socrates,

          A podridão é gigantesca neste segmento.

          A Gafisa, com Sam Zell, um dos pais da bolha imobiliária americana, foi um exemplo claríssimo disto. Foi uma das pioneiras no esquema das vendas falsas na planta, em conjunto com a PDG. Para não encontrar o mesmo fim e quebrar, o que fizeram?

          Primeiro, pegaram uma parte da Gafisa, que a época era chamada de “Galinha dos Ovos de Ouro”, o segmento Alphaville e venderam 70% por um ótimo preço para um fundo de investimentos americano, que acabou ficando com elevados prejuízos quando a realidade veio a tona.

          Depois, pegaram uma outra parte da Gafisa, o segmento Tenda de imóveis populares e venderam 30% para outro fundo de investimentos americano, que mais uma vez teve elevados prejuízos com a operação.

          Após isto, todo o tipo possível de golpe foi aplicado na Gafisa: emitiam boletos duplicados para clientes, referente a títulos que já haviam sido cedidos a bancos, davam calotes à rodo tanto em clientes que pediam distratos e eles não reembolsavam, como em fornecedores e daí para pior.

          A Tecnisa também pedalou adoidado com esquema de vendas falsas na planta e inúmeras outras negociatas e daí o que estão dizendo agora? Que um dos fundos de investimentos que teve prejuízos com imóveis no Brasil e que participou dos esquemas acima quer ajudar a fazer uma “fusão dos picaretas”, entre Gafisa e Tecnisa! Esta galera trabalha de forma escancarada aplicando “N” mais “N” jogadas para os tubarões faturarem com o dinheiro dos sardinhas…

          https://br.investing.com/news/stock-market-news/construtoras-tecnisa-e-gafisa-negociam-fusao-776329

          Mas hoje a situação está tão feia, que até pra sardinhada acreditar fica difícil. Segue trecho do link acima, sobre a reação do mercado após esta notícia sobre a possível fusão entre as empresas Gafisa e Tecnisa:

          “Ontem, as ações das empresas se desvalorizaram. Os papéis da Tecnisa caíram 5,55%, e as da Gafisa, 6,52%.”

          11+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • socrates 8 de setembro de 2020 at 13:15

            CA, os americanos não são burros. Para deliberadamente tomar na toba e repetir inumeras vezes o feito (mesmo que com sócios gringos, para disfarçar, do oriente médio ou canadá, por exemplo) , eles de alguma forma estão lucrando demais em alguma ponta. Não precisa nem ter relação com o mercado imobiliario… Pode, por exemplo, ser recompensa para não utilizarmos a petrobras ou o bb (banco público) como bancos estatais de fato, mantendo o sistema financeiro vigente baseado. Assim eles ganham em múltiplas frentes;mantendo o sistema podre do mercado imobilário de pé e ainda assegurando a servidão da colônia

            9+
            • avatar
            • avatar
            • CArlos 8 de setembro de 2020 at 15:35

              Boa parte votou em Donald Trump 🙂

              8+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • socrates 8 de setembro de 2020 at 22:39

                pois é, Carlos. Mas entendo que as motivações para as votações nas aberrações são diferentes.

                NMHO é bem mais compreensível entender em quem vota no Trump do que quem vota no Bolsonaro.

                Quem vota no Trump pode alegar que ele é o melhor para manter os países bananenses na coleira, exatamente como está ocorrendo AGORA com o Brasil. Ele paga altos micos mas a submissão dos latino-americanos e do pessoal do sudeste asiático é muito forte.
                Tipo, o redneck pode pensar: Mesmo apoiando um bandido que defende outros bandidos de colarinho branco, ao menos esse bandido “rouba para nós”. E como a oposição também é composta por bandidos…

                Enfim, um ator a serviço do “team USA”.

                Já aqui na Banania, o Bozo….

                3+
                • avatar
      • perdido no rio 8 de setembro de 2020 at 22:04

        Eles estão correndo porque devem querer pegar dívida barata ou grana de investidores de private equity antes que a bolha estoure. Não a imobiliária, mas a financeira global. São uns bandidos.

        5+
  • Cajuzinha 8 de setembro de 2020 at 10:51

    Falhas do passado pesam sobre IPOs de construtoras
    Mercado teme repetição dos erros cometidos após a primeira onda de abertura de capital que provocou quebra de empresas e prejuízos aos investidores

    https://valor.globo.com/empresas/noticia/2020/09/08/falhas-do-passado-pesam-sobre-ipos-de-construtoras.ghtml

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 8 de setembro de 2020 at 11:39

      Cajuzinha,

      A principal “falha” do passado foi o esquema das vendas falsas na planta, que foi até homologado pelo congresso e se tornou “oficial”, ajudando a se tornar a segunda maior pirâmide financeira do país (atrás apenas da BOVESPA em si) e atraindo uma enormidade de Sardinhas para o IMOB.

      Lembrando:

      PDG faz abertura de Capital em 2007, entrou o pai da bolha imobiliária espanhola (Enrique Bañuelos) na PDG com grande participação no mesmo ano, em 2008 a PDG dispara nas vendas falsas na planta, em 2011 ela se tornou a maior empresa do setor nas Américas, sendo que exatamente neste instante Enrique Bañuelos vende todas suas Ações com lucro bilionário e imediatamente depois começam a aparecer distratos bilionários, em uma proporção à vendas como nunca antes existiu, nem para este segmento e no Brasil, nem para qualquer outro segmento e em qualquer país! A partir daí, a anomalia dos distratos bilionários e prejuízos relevantes se torna a regra, pedalam o quanto podem e em 2017 a PDG entra em recuperação judicial!

      História análoga ao que consta acima, ainda não com o mesmo desfecho e muito mais pedaladas, envolvendo a Gafisa com a participação do pai da Bolha Imobiliária Americana, Rossi, Viver, dentre diversas outras construtoras com Ações na BOVESPA, sendo que o esquema das vendas falsas na planta e seus distratos milionários viraram “padrão do mercado” e no final, os preços das Ações destas empresas foram despencando ao longo do tempo, junto com os resultados.

      E como este esquema das vendas falsas na planta continua em vigor até hoje, aliás, a pleno vapor, é certeza de que muita gente vai ficar no prejuízo se cair nesta nova rodada de golpes de IPO´s das construtoras.

      As construtoras estão fazendo abertura de capital, tendo como principal motivo, a necessidade de dinheiro para cobrirem os prejuízos do esquema acima, que para simular crescimento de vendas, destrói o caixa. Engraçado chamarem este golpe descarado de “falha”, isto mostra como o gado é facilmente manipulável…

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 8 de setembro de 2020 at 16:50

    Caixa Econômica leiloa 750 imóveis no Ceará com descontos de até 80%
    Retomados por inadimplência, os imóveis têm valor total de cerca de R$ 187 milhões. As vendas podem ser intermediadas por corretores de imóveis que precisam se cadastrar junto à Caixa.
    Por G1 CE

    08/09/2020 09h23

    Mas a corretora não acredita que a ocupação do imóvel seja impedimento para a venda. “A desocupação não é uma objeção, pois o perfil do comprador é a aquisição para investimento: uma oportunidade de comprar imóveis de qualidade a um preço abaixo do valor de mercado.”

    É praxe os bancos transferirem ao novo proprietário a tarefa de desocupar o imóvel ainda ocupado pelo antigo proprietário o que, em muitos casos, é necessário recorrer ao Poder Judiciário. Assim, os especialistas recomendam que o comprador tenha uma reserva em dinheiro para cobrir as questões judiciais, caso elas se façam necessárias.

    https://g1.globo.com/ce/ceara/noticia/2020/09/08/caixa-economica-leiloa-750-imoveis-no-ceara-com-descontos-de-ate-80percent.ghtml

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Falido.com 8 de setembro de 2020 at 18:01

    Um salve sem covid (eu acho) pro pessoal mais bolhista, muquirana e rabujento da internet…
    Continuo lendo sempre…. Postando menos mas consumindo sempre…
    Gratidão ao Boss pelo espaço e pela paciência…..
    E que venha a vacina da Rússia😂

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • CA 8 de setembro de 2020 at 18:01

    https://www.infomoney.com.br/minhas-financas/conselho-do-fgts-aprova-suspensao-de-120-dias-para-receber-de-bancos-valores-de-financiamentos-imobiliarios/

    “Conselho do FGTS aprova suspensão de 120 dias para receber de bancos valores de financiamentos imobiliários
    Medida pontual apenas adia o recebimento dos valores para o fim deste ano, mas situação financeira do FGTS preocupa especialistas”

    Recursos escassos
    O conselho do FGTS afirmou que vem tomando decisões com cautela, diante das recentes liberações emergenciais de saques do fundo. Além disso, notícias recentes mostram quem o fundo estaria sofrendo pressão do Congresso para novas liberações emergenciais, diante da crise provocada pela pandemia.

    Na reunião desta terça-feira membros do conselho destacaram que existe uma preocupação em comprometer a sustentabilidade do fundo no longo prazo com um excesso de retiradas para auxiliar a população no curto prazo.

    Segundo informações do órgão, em 2020 o FGTS vai abrir mão de mais de R$ 40 bilhões para auxiliar na retomada econômica em várias frentes.

    Durante a reunião, Julia Cesar Costa Pinto, presidente do conselho do FGTS, garantiu que a nova medida de pausa no recebimento dos financiamentos não vai causar prejuízo ao fundo, nem afetará os cotistas, justamente porque os valores ainda serão pagos neste ano e com a atualização monetária.”

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • socrates 8 de setembro de 2020 at 22:31

      “…justamente porque os valores ainda serão pagos neste ano e com a atualização monetária”

      claroooooooooooooo

      As empresas não tem dinheiro para pagar agora mas terão daqui alguns meses, quando a bola de neve for muito maior…

      Quando quem defende a matemática básica é taxado de pessimista ou “anti-patriota”, pode ter certeza que você está vivendo em uma República das Bananas

      7+
      • avatar
  • indiobolhista 8 de setembro de 2020 at 18:05

    Por que a inflação disparou no Brasil?
    https://www.youtube.com/watch?v=IDx9hq_qHAI

    5+
  • bolhista cearense 8 de setembro de 2020 at 19:41
  • perdido no rio 8 de setembro de 2020 at 22:11

    ATENÇÃO PARA MAIS UM PROGRAMA DE AJUDA ÀS CONSTRUTORAS.

    Linha de crédito chamada Apoio à construção. Se o mercado está tão bom, pq ajudar construtoras? Para continuar bancando a CNN Brasil, aquele lixo de negacionismo bolsonarista?

    Não consigo copiar o conteúdo do celular, precisa abrir o código fonte da matéria.

    https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2020/09/conselho-do-fgts-suspende-parcelas-de-financiamento-e-reduz-juros-de-programa-habitacional.shtml

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • CArlos 9 de setembro de 2020 at 03:08

    Bolha gringa

    Os edifícios de escritórios de Manhattan estão vazios. Mas por quanto tempo?

    À medida que se acostumam a trabalhar em casa, muitas empresas estão adiando a assinatura de novos contratos até que os aluguéis caiam e a pandemia passe.

    Mesmo com a pandemia de coronavírus parecendo diminuir em Nova York, as corporações relutam em chamar seus trabalhadores de volta aos arranha-céus e mostram ainda mais reticências em se comprometer com a cidade a longo prazo.

    Menos de 10 por cento dos funcionários de escritório de Nova York haviam retornado no mês passado e apenas um quarto dos principais empregadores esperam trazer seus funcionários de volta até o final do ano, de acordo com uma nova pesquisa. Apenas 54% dessas empresas afirmam que retornarão em julho de 2021.

    A demanda por espaço para escritórios caiu. As assinaturas de aluguéis nos primeiros oito meses do ano foram cerca de metade do que eram no ano anterior. Isso está colocando o mercado de escritórios no caminho certo para uma baixa de 20 anos no ano todo. Quando as empresas assinam, muitas optam por contratos de curto prazo que a maioria dos proprietários teria rejeitado em fevereiro.

    Em jogo está a saúde financeira de Nova York e seu status como sede corporativa mundial. Há mais metros quadrados de espaço de trabalho na cidade do que em Londres e São Francisco juntos, de acordo com a Cushman & Wakefield, uma corretora de imóveis. O trabalho de escritório é a pedra angular da economia de Nova York e os impostos sobre a propriedade dos edifícios de escritórios respondem por quase 10 por cento da receita tributária anual total da cidade.

    O que é mais enervante é que uma recuperação pode se desenrolar muito mais lentamente do que após os ataques de 11 de setembro e a crise financeira de 2008. Isso ocorre principalmente porque a pandemia levou as empresas a repensar fundamentalmente suas necessidades imobiliárias.

    Robert Ivanhoe, advogado imobiliário da Greenberg Traurig, disse que tinha cerca de 20 clientes que adiaram as buscas por novos escritórios. “Eles estão pensando muito em criar um novo modelo operacional – quanto da minha força de trabalho trabalhará em casa e por quanto tempo?” ele disse. “Nunca foi virado de cabeça para baixo assim antes.”

    Os dados imobiliários confirmam isso. O número de aluguéis de escritórios assinados de janeiro a agosto totalizou 13,7 milhões de pés quadrados, menos da metade dos primeiros oito meses do ano passado, de acordo com a Colliers International, uma corretora de imóveis. Em contraste, o leasing atingiu uma alta em 18 anos no final do ano passado, com quase 43 milhões de pés quadrados de novos aluguéis e renovações.

    “Quando se trata de tomar decisões sobre aluguéis de escritórios, as palavras são adiar, suspender e atrasar”, disse Ruth Colp-Haber, executiva-chefe da Wharton Property Advisors, uma corretora de imóveis.

    Os executivos da empresa de entrega de refeições Freshly estavam prontos para assinar um contrato de arrendamento de 50.000 pés quadrados de espaço para escritórios na 2 Park Avenue, uma imponente torre Art Déco de 29 andares em Midtown, em março.

    Mas o coronavírus fechou Nova York abruptamente por vários meses, e a empresa “fez uma pausa” em sua expansão, disse Michael Wystrach, fundador e presidente-executivo da Freshly. A empresa ainda está considerando um novo espaço para escritórios, mas ele não tem certeza de quando assinaria um contrato de aluguel. “Acreditamos há muito tempo na cidade de Nova York.”

    Durante qualquer dia da semana em Midtown, as calçadas ficam tão vazias como geralmente estão aos domingos, destacando o quão poucos funcionários voltaram. Em agosto, uma pesquisa com os principais empregadores da Partnership for New York revelou que apenas 8% dos funcionários haviam retornado ao escritório e a maioria esperava trazer funcionários de volta no próximo verão, e outro quarto deles não havia decidido quando eles retornariam.

    Autoridades eleitas, magnatas do mercado imobiliário e até Jerry Seinfeld, o comediante, elogiaram a resiliência de Nova York, argumentando que a cidade tem uma história de recuperação. A cidade logo estará repleta de gente, pelo que dizem.

    https://www.nytimes.com/2020/09/08/business/economy/new-york-office-space-coronavirus.html

    7+
    • avatar
    • CArlos 9 de setembro de 2020 at 03:08

      Parte 2

      Mas os pessimistas – incluindo alguns administradores de fundos de hedge de Nova York – veem dias sombrios pela frente. Eles afirmam que as empresas dirão à maioria dos funcionários para ficar longe até que a vacina seja amplamente distribuída e talvez por muito mais tempo.

      Qual dessas duas visões está mais perto de estar certa ajudará a determinar a rapidez com que Nova York recuperará sua energia, saúde econômica e receita tributária.

      Os investidores não esperam uma recuperação rápida. Ações de empresas com muito espaço para escritórios em Nova York, como o Empire State Realty Trust, dono do Empire State Building, e o SL Green Realty, dono da imensa torre One Vanderbilt ao lado do Grand Central Terminal, despencaram neste ano.

      “Acho que o mercado de escritórios de Nova York será geralmente desafiado nos próximos três a cinco anos”, disse Jonathan Litt, fundador do fundo de hedge Land & Buildings. Seu fundo publicou um relatório em maio sobre por que acredita que as ações do Empire State Realty Trust estão supervalorizadas.

      Grande parte do problema é que muitas empresas estão adiando novos contratos de arrendamento.

      Nos últimos anos, os maiores locatários de escritórios têm sido empresas colaboradoras como a WeWork, a maior locatária privada de Nova York. Essas empresas assinaram quase 8% dos novos arrendamentos em Manhattan no ano passado e 12% em 2018, de acordo com a Cushman & Wakefield. Mas as empresas colaboradoras estão em perigo e algumas podem não sobreviver.

      Outros possíveis locatários de escritórios não têm certeza do que fazer ou estão esperando que os proprietários reduzam os aluguéis, levando em consideração incentivos como meses sem aluguel e dinheiro para melhorias no escritório. “De que adianta assinar um contrato de aluguel com uma redução de 15 por cento no aluguel se você acha que vai diminuir?” disse Michael Colacino, presidente da corretora SquareFoot.

      7+
      • avatar
    • CArlos 9 de setembro de 2020 at 03:09

      Parte 3

      Algumas empresas com arrendamentos que estão terminando este ano ou no próximo parecem estar chutando a lata no futuro, assinando extensões de curto prazo em vez de se comprometerem com negócios típicos que duram vários anos. Nas últimas semanas, a NBC Universal estendeu o aluguel de um escritório secundário na 1221 Avenue of Americas e o escritório de advocacia Stroock & Stroock & Lavan fez o mesmo para seu escritório no centro. Mas ambos fizeram isso por apenas um ano, de acordo com Colliers. Uma porta-voz da NBC Universal recusou-se a comentar e Stroock & Stroock não retornou uma ligação e vários e-mails.

      Em tempos normais, os proprietários de grandes edifícios de escritórios normalmente não aceitariam uma extensão do arrendamento de um ou dois anos para um grande inquilino, disse Franklin Wallach, diretor-gerente sênior do Grupo de Pesquisa de Nova York em Colliers. “Eles vêem que a nova atividade de locação diminuiu enquanto a quantidade de espaço sublocado que chega ao mercado está aumentando, então o locador médio deseja manter o inquilino no prédio.”

      Uma das maiores preocupações é que as empresas podem em breve começar a tentar sublocar centenas de milhares de metros quadrados de espaço que não planejam usar tão cedo. Para empresas que buscam escritórios, as sublocações geralmente oferecem um aluguel mais curto com um grande desconto em relação aos preços de mercado.

      Starr Insurance Companies, que é liderada por Maurice R. Greenberg, está tentando sublocar 190.000 pés quadrados que aluga na 399 Park Avenue, de acordo com Colliers. E o First Republic Bank, que assinou um contrato de arrendamento de 211.521 pés quadrados em abril passado para a 410 Tenth Avenue, colocou 151.000 pés quadrados para sublocação, de acordo com um relatório do corretor imobiliário Savills. Porta-vozes de Starr e First Republic não quiseram comentar.

      O espaço subconjunto representou cerca de um quarto do espaço total de escritórios disponível em Nova York no final do segundo trimestre, de acordo com Savills, e muitos corretores imobiliários disseram que esperavam que aumentasse nos próximos meses.

      Em janeiro, a Sra. Colp-Haber estava mostrando escritórios para uma empresa de construção que ela disse estar no mercado por um aluguel de cinco anos em Manhattan. No mês passado, a empresa assinou uma sublocação por um ano com um desconto de 40% sobre o aluguel original, disse ela.

      Mesmo assim, os proprietários afirmam não estar excessivamente preocupados porque a maioria dos inquilinos está pagando o aluguel. Eles ressaltam que os aluguéis de escritórios duram anos e são muito difíceis de encerrar antes do tempo. E as grandes empresas financeiras, entre os maiores inquilinos de Nova York, não estão estressadas como estavam na última recessão.

      6+
      • avatar
    • CArlos 9 de setembro de 2020 at 03:10

      Parte 4

      O sinal mais otimista de que o mercado de escritórios de Nova York vai se recuperar rapidamente é que as grandes empresas de tecnologia, que estão ganhando terreno, estão consumindo metros quadrados. No início de agosto, o Facebook alugou todo o espaço do escritório – 730.000 pés quadrados – no Farley Post Office próximo à Penn Station. A Amazon adquiriu o antigo edifício Lord & Taylor na Quinta Avenida em março da WeWork.

      Os inquilinos de varejo em Hudson Yards, o amplo desenvolvimento no Far West Side de Manhattan, podem estar cambaleando, mas as empresas ainda estão se mudando para os edifícios de escritórios do projeto.

      “Eles ainda acreditam que Nova York é o lugar para ter e expandir seus negócios”, disse William C. Rudin, executivo-chefe da Rudin Management Company. “O compromisso com a Amazônia é incrível; o compromisso do Facebook é incrível. ”

      Alguns proprietários veem sinais encorajadores em seus prédios de escritórios nos subúrbios, onde o distanciamento social é mais fácil porque as pessoas tendem a se deslocar de carro. Isso, eles argumentam, sugere que empregadores e trabalhadores querem voltar ao escritório e mais deles voltarão para Nova York também.

      Anthony E. Malkin, executivo-chefe do Empire State Realty Trust, dono do Empire State Building, disse que o número de pessoas que entraram em seus prédios de escritórios em Connecticut em meados de agosto foi 40% do que era um ano antes, e mais de quase nada na primavera por causa das rígidas políticas de bloqueio em vigor na época. “Esse é um número muito alto e está crescendo.”

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Strike 9 de setembro de 2020 at 13:02

        Estão contando com as empresas de tecnologia, igual o SPX e até mesmo o Fed.
        Isso parece um pouco incoerente pra mim. Mercado imobi contando com a ocupação de suas salas por empresas de tech??? Hou-hou-hou… Hahaha!

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • socrates 9 de setembro de 2020 at 13:28

          se as FANGS recebem dinheiro direto do Banco Central, tem que retirubuir de alguma forma!

          Economia fake mas com lucros bem reais aos sócios

          8+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
    • Cajuzinha 9 de setembro de 2020 at 06:43

      Resumo:

      ” “De que adianta assinar um contrato de aluguel com uma redução de 15 por cento no aluguel se você acha que vai diminuir?” disse Michael Colacino, presidente da corretora SquareFoot”

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 9 de setembro de 2020 at 09:08

    Ipea mantém previsão de queda do PIB em 6% neste ano e retomada lenta em 2021

    https://jovempan.com.br/programas/jornal-da-manha/ipea-mantem-previsao-queda-pib-retomada-lenta-2021.html

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 9 de setembro de 2020 at 11:01

    Ele não cansa, acho que sofre de Mitomania:

    BRASÍLIA (Reuters) – O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quarta-feira que sua perspectiva é que a queda da economia brasileira este ano será ainda menor do que a esperada, após ressaltar que a contração na faixa de 4% a 5%, que está sendo vista pelo mercado, representa metade do tombo que já chegou a ser previsto por alguns agentes. Em evento virtual do Credit Suisse, o ministro disse que os dados mais recentes mostram a retomada da atividade, e esse movimento está vindo mais rápido até do que ele antecipava

    https://www.bol.uol.com.br/noticias/2020/09/09/minha-perspectiva-e-que-queda-do-pib-vai-ser-menor-ainda-diz-guedes.htm

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Strike 9 de setembro de 2020 at 12:58

      Esse cara é só mais um picareta nesse governo cheio de picaretas.

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • socrates 9 de setembro de 2020 at 13:32

        a essa altura do campeonato, para fazer parte do “governo”, não tem como ser diferente.

        12+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Cajuzinha 9 de setembro de 2020 at 11:20

    Sem acordo para reduzir custos, shoppings perdem mais de 300 lojas em BH
    Segundo associação de lojistas de centros de compras, essa é a estimativa de unidades que foram fechadas porque comerciantes não conseguiram arcar com aluguéis e despesas de manutenção diante da queda das vendas após isolamento social. Tentativa de negociação com empreendedores dos centros de compras foram frustradas

    https://www.em.com.br/app/noticia/economia/2020/09/09/internas_economia,1183683/sem-acordo-para-reduzir-custos-shoppings-perdem-mais-de-300-lojas-bh.shtml?utm_source=hardnews&utm_medium=&utm_campaign=score&utm_term=engaged

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 9 de setembro de 2020 at 11:27

    Índice que reajusta aluguel residencial é abandonado como indexador
    Inflação para o consumidor e para os produtores se descolam. Depois de o IGP-M subir 13% em doze meses, inquilinos conseguem reajust…

    Leia mais em: https://veja.abril.com.br/economia/indice-que-reajusta-aluguel-residencial-e-abandonado/

    Resumindo, apesar de os contratos de alugueis estarem exigindo uma alta de 13,02%, o
    consumidor está pagando, na prática, apenas 3,09% mais, nos últimos meses. “O IGP-M
    vem saindo um pouco do radar como um superindexador, e deve ser usado de forma mais
    cautelosa”, defende o economista André Braz, coordenador do Índice de Preços ao
    Consumidor da FGV, a própria instituição responsável pelo IGP-M. “Quando o
    proprietário chega e quer valer o índice em contrato, ele se depara com a resistência do
    mercado, que está vivendo um ciclo de queda da atividade econômica. As condições da
    economia ditam muito se vai valer o que está no contrato. Para o proprietário, vale mais a
    pena manter o imóvel alugado do que tentar um reajuste mais alto e perder o morador.”

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 9 de setembro de 2020 at 15:00

      Cajuzinha,

      Como sabemos, já é assim há muito tempo.

      O papinho de que o “Índice do aluguel disparou”, que vemos na mídia até hoje, é só um enorme pega-trouxa, que o IMOB, como patrocinador de notícias, impõe na mídia, para fazer de conta que comprar imóvel e colocar para alugar é ganho na certa, valoriza mais que qualquer aplicação financeira e outras enganações. Pegam as pessoas com mentes limitadas, que sempre raciocinam de forma simplista. Mas até isto está difícil, porque a realidade está dando uma surra inegável em todos…

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Strike 9 de setembro de 2020 at 12:55

    O Chicado Bode disse que espera uma retração de apenas 4% no ano ou até menos… É isso mesmo, Produção????? Confere???
    Se for só isso mesmo, até que estamos bem na fita, heim… Hahahaha!

    6+
    • avatar
    • socrates 9 de setembro de 2020 at 13:29

      e mesmo assim o real está sendo massacrado diante das moedas gringas

      6+
      • avatar
      • avatar
    • CA 9 de setembro de 2020 at 14:55

      Strike,

      A primeira pergunta neste caso tem que ser: foi o IPiraNaGrana, o maior lunático de todos os tempos que disse isto? O mesmo cara que falou que estávamos “decolando” no PIB no início deste ano e depois descobrimos uma queda de 1,5% no primeiro trimestre, que recentemente foi corrigida para uma queda de 2,5% pelo IBGE?! O mesmo cara que prometeu em jan/19 zerar o déficit fiscal até o final daquele ano?! O mesmo cara que prometeu resultados de R$ 4 trilhões entre 4 ações singelas (reforma da previdência, privatizações, cadastro positivo e venda de imóveis do governo federal), algo como 60% do PIB e que na prática, não vai atingir nem 10% disto para a maioria destas ações até o final do mandato? Aquele que falou que as “medidas liberalizantes” iam transformar o Brasil na Nova Zelândia da noite para o dia? O cara que prometeu um novo marco regulatório para o gás e que isto ia reduzir o custo deste insumo em 40% em poucos meses, ainda em meados de 2019? Dentre inúmeras outras falas e promessas completamente non-sense dadas pelo Ciro Guedes. E você está trazendo uma previsão deste completo aloprado para cá e ainda consegue acreditar nele e pior, tem a esperança de que os frequentadores deste blog também acreditem? kkkkkkkkkkk

      Mas só para repassarmos a questão de disparar nos gastos públicos versus a pseudo recuperação do PIB, que já foi explicada algumas vezes por aqui:

      Se ao invés de centenas de bilhões de Reais em auxílio emergencial mais suspensão de pagamento de crédito imobiliário e adiamento de outras dívidas, fora as ações para “preservação temporária de empregos”, o governo tivesse dado uns três ou quatro trilhões de Reais para as pessoas gastarem à vontade, teríamos um crescimento do PIB ao invés de uma queda, não seria fantástico dentro desta visão simplista e limitada, que enxerga apenas o PIB?

      Temos que refletir um pouco mais sobre as causas para os “resultados” atingidos e não nos deixarmos influenciar por números que são manipulados por recursos artificiais e temporários e que na prática, não representam nenhuma recuperação da economia, como neste caso, do PIB que “não cai tanto” porque foi turbinado com recursos mencionados acima.

      Também não podemos nos esquecer dos “singelos” efeitos colaterais da “solução mágica” que consta acima:

      a) Inflação dos alimentos disparando, porque por um lado, a disparada de gastos do governo aumentou muito nosso risco percebido e isto puxou um aumento do dólar em relação ao Real que foi maior do que para outras economias emergentes, uma vez que antes dos “auxílios emergenciais”, já estávamos 50% acima da média dos emergentes quanto à proporção dívida / PIB e como na média também gastamos mais que os emergentes com os auxílios emergenciais, passamos a representar um risco maior ainda e como somos grandes exportadores de alimentos, com dólar com a cotação lá em cima, ajudou a disparar a inflação, junto é claro, com o fato de grande parte deste auxílio emergencial ter sido utilizado para consumo de itens essenciais, o que foi outro fator importante para termos estes aumentos relevantes de preços;

      b) O aumento do dólar, explicado acima, também irá prejudicar diversos segmentos que são dependentes de insumos importados: fabricantes de produtos eletrônicos, Telecom, etc, verão seus custos subirem fortemente em um momento em que não poderão aumentar os preços dos produtos, devido à crise, destruindo ainda mais os resultados destes setores e colaborando para um círculo vicioso destrutivo para economia e sociedade;

      c) Ainda quanto ao aumento do dólar, ele também implica em aumento no custo da dívida de empresas que contraíram empréstimos no Exterior, que muitas vezes, podem tornar estas dívidas impagáveis e assim, prejudicar também a sobrevivência destas empresas, de novo, alimentando o círculo vicioso mencionado acima;

      d) Estamos destruindo todas as “verbas mágicas” em velocidade acelerada e pior, única e exclusivamente para adiar a derrocada! Quando a partir do início do ano que vem os auxílios emergenciais cessarem, assim como as pessoas tiverem que voltar a pagar pelo financiamento imobiliário, as empresas não tiverem mais adiamento de impostos e dívidas nem suspensão temporária de contrato de trabalho ou redução de salários, de onde virá o dinheiro para cobrir esta nova queda na economia?

      e) E o nosso aumento de risco, inevitável pela combinação de fatores acima, também afetará o auto-financiamento do governo: os títulos futuros do governo federal também terão que pagar juros ainda maiores que os atuais e o Tesouro Nacional já está no limite das pedaladas.

      E o que consta acima quanto aos efeitos colaterais, como sempre, são apenas amostras. Temos inúmeros efeitos em cascata que ampliam e muito os estragos. Não existe “almoço de graça”. Se fosse só injetar algumas centenas de bilhões de Reais e tudo ficasse bem, poderíamos, como coloquei no início do comentário, injetarmos trilhões de Reais ao invés de centenas de bilhões e acabariam os problemas do país. E se multiplicássemos isto por algumas vezes ao redor do globo e não existissem efeitos colaterais graves, de quebra acabaríamos com a fome no mundo, não existiria mais pobreza e todos teriam o seu sustento garantido sem esforço. Só que este mundo de “Alice no país das Maravilhas”, só existe na cabeça do Strike e de mais alguns alienados…

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • socrates 9 de setembro de 2020 at 17:43

        “d) Estamos destruindo todas as “verbas mágicas” em velocidade acelerada e pior, única e exclusivamente para adiar a derrocada! Quando a partir do início do ano que vem os auxílios emergenciais cessarem, assim como as pessoas tiverem que voltar a pagar pelo financiamento imobiliário, as empresas não tiverem mais adiamento de impostos e dívidas nem suspensão temporária de contrato de trabalho ou redução de salários, de onde virá o dinheiro para cobrir esta nova queda na economia?”

        CA, eles não vão entregar de bandeja a própria cabeça , imagino. Vão distorcer os fatos e a realidade com apoio da grade mídia. Infelizmente eles tem o poder…

        Acredito até mesmo que possa vir outro lockdown a nível global, dessa vez apoiado por muitos dos negacionistas atuais.
        Assim a culpa pelo caos cairá no lockdown.

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Cajuzinha 9 de setembro de 2020 at 15:19

    https://youtu.be/Qkg7twpZjs4 – Itaú lança financiamento imobiliário com taxa de 3,99 a.a + poupança

    7+
    • avatar
    • avatar
  • CA 9 de setembro de 2020 at 18:19

    Para quem ainda tinha saudades dos anos 80…

    https://valor.globo.com/brasil/noticia/2020/09/09/ministerio-da-justica-notifica-supermercados-por-alta-nos-precos-dos-alimentos.ghtml?utm_source=globo.com&utm_medium=oglobo

    E será que teremos também os “fiscais do BozoNey” (mistura de Bozo com Sarney), um paralelo dos “fiscais do Sarney” dos anos 80 (*)?

    (*) Para os mais jovens, que não viveram esta época: https://pt.wikipedia.org/wiki/Fiscal_do_Sarney

    https://valor.globo.com/empresas/noticia/2020/09/09/procon-prepara-fiscalizacao-em-supermercados-de-sp-sobre-alta-no-preco-do-alimento.ghtml

    Trecho do link acima:

    “O saco de cinco quilos de arroz, que custava R$ 9 a R$ 11 antes da pandemia, chegou a R$ 19, depois bateu em R$ 27 e hoje já tem gente falando em R$ 40.”

    Do trecho acima, alguém lembrou dos “tomates inflacionados” da Dilma? (**)

    (**) http://g1.globo.com/economia/noticia/2013/04/inflacao-do-tomate-desafia-dilma-diz-ft.html

    Pois é, quanta “evolução”, não é mesmo? kkkkkkk

    Não tem milagre, em todos os casos acima, “é a economia, estúpido!” (***)

    (***) Esta é mais recente, do começo da década de 90 (kkkk): https://pt.qwe.wiki/wiki/It%27s_the_economy%2C_stupid

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Eng_0101 9 de setembro de 2020 at 18:45

    CVR
    No último ano já fiz umas 10 propostas para compra, sempre uns 30% abaixo do preço anunciado. Resultado: nada, nem contrapropostas recebi. Percebo que os preços anunciados não baixam, alguns até aumentaram durante esse período de pandemia. É complicado.

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 9 de setembro de 2020 at 18:50

    O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) atribuiu a alta nos preços de alimentos da cesta básica, como o arroz, ao dinheiro que o governo federal injetou na economia com programas sociais, sendo o principal deles o auxílio emergencial.

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 9 de setembro de 2020 at 21:28

    O Shopping Praia da Costa, em Vila Velha, foi vendido para a gestora de fundos carioca Vinci Partners por R$ 194.023.243,00. O anúncio da transação imobiliária histórica aconteceu na última terça-feira (8). A informação é do investidor Ricardo Frizera, da Coluna Mundo Business, do Folha Vitória.

    Segundo Frizera, a venda foi feita por um valor abaixo de R$ 5 mil por metro quadrado e abaixo do custo de reposição do ativo (soma do custo do terreno com custo da obra) — o que sinaliza que o shopping foi vendido “barato”.

    “Muitas vezes, os responsáveis por um empreendimento como esse preferem ter o dinheiro na mão, em cash, a manter o ativo. Por causa disso, acabam aceitando vender o empreendimento por um preço mais baixo, para garantir uma maior liquidez”, comentou Frizera.

    https://www.google.com/amp/s/amp.folhavitoria.com.br/economia/noticia/09/2020/venda-de-shopping-sera-benefica-para-o-consumidor-e-o-mercado-do-es-diz-consultor-imobiliario

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 10 de setembro de 2020 at 06:16

      Cajuzinha,

      Venderem um Shopping por menos de R$ 5 mil o M2, realmente é um marco no Brasil, nunca ouvi falar sobre nada parecido por aqui, mesmo distante das maiores metrópoles do país, como no caso acima.

      E quem comprou?

      A galera ex-BTG, sempre envolvida em negócios suspeitos e roubadas do IMOB, a mesma que, por exemplo, no passado investiu pesado na PDG quando o Enrique Bañuelos procurava um laranja que detivesse o poder sobre dinheiro de sardinhas via fundos de investimentos, para comprar esta “exuberante” empresa, que era a maior do setor nas Américas e que imediatamente depois, começou a apresentar distratos bilionários até entrar em recuperação judicial alguns anos depois.

      E o pior é que, mesmo pagando um valor “baixo” pelo shopping acima, certamente tem uma altíssima probabilidade de ser uma gigantesca roubada de novo, haja visto o fato de estarmos em meio a uma superaceleração do apocalipse do varejo.

      Ao que tudo indica, mais uma vez a galera da Vinci Partners entrando em roubadas com uso de dinheiro de terceiros que eles administram, provavelmente garantindo o lucro deles via comissão por fora paga pelos vendedores, em troca do sacrifício da grana dos sardinhas, como em inúmeras transações envolvendo imóveis já há mais de uma década.

      Sobre o papinho de que os vendedores “preferiram” fazer caixa, no mundo real, sabemos que eles precisavam fazer caixa, muito provavelmente porque sabiam que aquele empreendimento era um mico gigante que iria gerar prejuízos e também porque devem ter muitas contas a pagar que não estavam fechando em outros empreendimentos imobiliários deles, seja por inadimplência anormal ou descontos elevados para lojistas que alugam espaços, somados a uma vacância igualmente elevada.

      E este tipo de situação, forçando vendas com grandes descontos por uma necessidade muito forte de fazer caixa, em especial para imóveis comerciais, mas também afetando vários casos de residenciais, tem tudo para virar a regra em 2021.

      A conferir…

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • CArlos 9 de setembro de 2020 at 23:18

    Esteja preparado para a venda de 1.000 pontos do Dow antes da eleição presidencial: estrategista

    Considerando que o mercado de ações de 2020 se desconectou totalmente das realidades COVID-19, continuando a dominar as famílias dos EUA – embora também esquecendo que há uma eleição presidencial acalorada em andamento – os investidores devem se preparar para quedas mais severas nos valores das ações nas próximas semanas.

    Os compradores podem, em última análise, entrar em várias quedas, graças à política de dinheiro fácil do Federal Reserve, criando quantidades insanas de liquidez no sistema. Mas as vendas bruscas que abalam as gaiolas dos touros (e são muitas) provavelmente serão o nome do jogo no curto prazo, à medida que os riscos aumentam em torno da eleição, a falta de novo estímulo fiscal COVID-19 e crescimento econômico lento.

    “Acho que eles precisam [estar preparados para mais vendas de 1.000 pontos do Dow]”, disse o estrategista-chefe de Miller Tabak, Matt Maley, ao The First Trade do Yahoo Finance. “Não acho que chegaremos perto dessa venda de 30% a 35% [como no auge da pandemia no inverno] pela simples razão de que sabemos que o Fed está lá e está pronto e disposto a injetar mais liquidez, se necessário. ”

    Essa perspectiva de Maley é apenas um pouco reconfortante para uma comunidade de investimentos que imprimiu dinheiro em transações de tecnologia de grande capitalização durante o verão, apenas para ver os ganhos reduzidos agressivamente do nada na semana passada.

    Influenciado pelo peso de novos temores de que as ações fossem sobrevalorizadas, o Nasdaq Composite teve sua pior extensão de cinco dias em seis meses na semana passada. Enquanto isso, o Dow Jones Industrial Average e o S&P 500 tiveram seus piores desempenhos de cinco dias em 11 semanas. Somente no dia 3 de setembro, o Dow Jones mergulhou mais de 1.000 pontos apenas para subir ligeiramente para o fechamento e terminar com 807 pontos.

    Vários dos queridinhos do mercado, como Apple, Tesla, Netflix e Microsoft foram atingidos conforme os investidores se preocupavam com as avaliações esticadas e um número crescente de riscos externos (eleição, falta de estímulo do governo, etc.). A pressão de venda estendeu-se após as negociações do fim de semana do Dia do Trabalho na terça-feira, gerando preocupações de uma correção mais profunda, não muito diferente da observada no final de fevereiro / início de março. As ações da Tesla – que lideraram o mercado por meses – perderam 30% nas últimas cinco sessões.

    “O declínio da semana passada foi de natureza técnica, mas fundamentalmente acionado. Acreditamos que haverá mais desvantagens no próximo mês, mas, eventualmente, leva a uma maior expansão do mercado em alta. O S&P pode ser limitado pelo resto do ano, tornando a seleção de ações crítica ”, ressalta o estrategista de ações do Morgan Stanley, Mike Wilson.

    No entanto, nem todo mundo na rua está dando o alarme durante o comício.

    Segundo o analista sênior da Oppenheimer, Ari Wald, “O Nasdaq 100 ainda está acima de suas médias móveis importantes, como a de 50 dias, e bem acima mesmo das de longo prazo, como a média móvel de 200 dias. Essa [venda] é, na verdade, apenas uma função da força que vimos ao atingir esse pico. Essa é a beleza dessas linhas de tendência. Isso mantém tudo em proporção. Essa fraqueza está dentro da proporção do que ainda vemos uma tendência de alta. Vemos, em vez de algo mais ameaçador se desenvolver, vemos uma oportunidade para os investidores de longo prazo comprarem essa fraqueza de curto prazo. ”

    https://finance.yahoo.com/news/be-prepared-for-1000-point-dow-selloff-before-the-presidential-election-strategist-174327257.html

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Strike 10 de setembro de 2020 at 02:06

    Amigos, que país é este???? Mesmo com a polícia no local??? Isso foi ontem!!!
    https://www.youtube.com/watch?v=_qu5wX4snSo

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Loucodf 10 de setembro de 2020 at 08:55

      É simples, strike.
      Estamos em um dos países mais desiguais do mundo.
      Povo sem educação!
      Estamos aqui até agora estamos discutindo relativização da rachadinha, esse tipo de coisa.
      É difícil.

      23+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Loucodf 10 de setembro de 2020 at 08:55

        Estamos aqui até agora discutindo relativização da rachadinha, esse tipo de coisa.*

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Ilusionista 10 de setembro de 2020 at 09:47

      o aux. emergencial era R$ 20,00 ao dia, hoje R$ 10,00 a.d. por 3 meses, depois seca de vez. Por outro lado, alguns itens da cesta básica praticamente aumentaram muito mais que 50%. Umas das principais Ongs de distribuição de cesta básicas as famílias carentes já muito preocupada com a forte redução de doações, afetado pelo aumento do custo.
      Vamos ver como serão as vendas de final de ano.

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lord of All 10 de setembro de 2020 at 14:38

        Até o final do ano a equipe econômica do governo, liberal e criativa, vai nos surpreender com alguma novidade, como por exemplo, congelamento de preços, plano cruzado 2.0, vale-gás, confisco de investimentos (q não a poupança), cpmf 2.0, enfim, essas coisas de uma economia liberal que somos.

        19+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Cajuzinha 10 de setembro de 2020 at 11:01

    Apesar da alta de 5,2% em julho, varejo acumula queda de 1,8% no ano. Das 8 atividades pesquisadas pelo IBGE, apenas 3 registram avanço em 2020: supermercados, artigos farmacêuticos e móveis e eletrodomésticos.

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Strike 10 de setembro de 2020 at 13:48

    Recuperação em V segundo o post aí abaixo…
    https://twitter.com/ArthurLulaM/status/1304028739198685186

    4+
    • CA 10 de setembro de 2020 at 17:48

      Strike,

      kkkkkkkkkk

      Obrigado por sempre trazer as melhores piadas, você é insuperável!

      Segue a “explicação” do link acima, destaco um trecho em CAPS:

      “Recuperação em V: comércio varejista é o primeiro setor, REFLEXO DO AUXÍLIO EMERGENCIAL, que praticamente retornou ao seu nível pré-crise. Na abertura restrita, já está 5,3% acima de fevereiro, ao passo que no conceito ampliado está apenas 2,0% abaixo desse período.”

      Uau, então para continuarmos crescendo, é só manter o auxílio emergencial, certo? Disparada do dólar, inflação alta para alimentos e outros itens essenciais, disparada no risco Brasil, inviabilidade de fechar as contas do Governo, disparada de fuga de investimentos, inviabilidade de pagamento por empresas que tem altas dívidas contraídas no Exterior, destruição de negócios baseados em importação que nunca tiveram fôlego ou estrutura para hedging e uma infinidade de outros problemas gravíssimos, se fingirmos que não existem e continuarmos indefinidamente com o auxílio emergencial, então tudo vai se resolver?

      Segundo o “brilhante” autor do texto acima, nem isso precisa, o que interessa é o quanto vai “carregar estatisticamente” o PIB dos próximos trimestres. Vejam só o que ele diz:

      “Com essa leitura, o carrego estatístico para o terceiro trimestre é de um crescimento de 15,4% no restrito e de 20,3% no ampliado – o que provavelmente seria um piso.”

      Resumindo:

      Os novos “liberais” estão ressuscitando as teorias da Dilma e dos economistas da Unicamp sobre o “moto-contínuo” econômico baseado em impulsos com dinheiro público!

      Como na física, sabemos que o moto-contínuo não existe, que sempre existe perda de energia, que não é só dar um impulso inicial e vai continuar girando para o resto da vida, mas para o pessoal da Unicamp e o “jênio” (sic) acima, ele já existe e era só uma questão de dar um primeiro impulso com o governo despejando dinheiro à rodo e daí a economia deslancha e “ninguém segura”!

      kkkkkkk

      E se perguntarmos para o “jênio” (sic) acima, como funciona o “moto-contínuo”?

      E se perguntássemos a ele, como vai ficar quando a partir deste mês e até o final do ano, o auxílio emergencial cair pela metade?

      E se perguntássemos a ele, como vai ficar a partir do início de 2021, quando o dinheirinho extra do governo se reduzir em 95%, quando sobrar só um reajuste no bolsa-família enquadrando um maior número de famílias, mas ainda assim, extremamente distante do que tivemos de dinheiro despejado pelo governo todo mês?

      E se dissermos para ele, que não foi “só” o auxílio emergencial, mas que além disto, tivemos para as famílias, a suspensão de pagamento do crédito imobiliário, o adiamento de pagamento de outras dívidas para início de 2021, novas dívidas também com início de pagamento em 2021 e que 2021 está chegando e junto com ele, toda esta perda de capacidade de consumo das famílias, não “apenas” pela redução drástica do auxílio emergencial em si?

      E se dissermos para a figura acima, que não é “só” o que consta acima, mas também a suspensão de pagamentos de impostos, salários, a redução provisória de salários, postergação de pagamento de dívidas, novas dívidas subsidiadas e que tudo isto quanto a empresas também terá reversão no início de 2021, reduzindo de forma drástica o caixa e a capacidade de investimentos ou mesmo de sobrevivência para um grande número de empresas e assim, principalmente junto com fatores acima que provocam grande redução no consumo, colaborando para intensificar o círculo vicioso da degradação dos empregos e renda, fatalmente levando a novas quedas relevantes na economia real?

      Ele vai responder de uma forma simples: “Nada disto é problema, pois temos o moto-contínuo do carregamento estatístico e nada poderá nos deter!”. Isto me lembra o falecido Nefasto da CEF, que também apostava todas as fichas no moto-contínuo do carregamento estatístico e como cansou de passar vergonha por aqui, desistiu desta bobagem. Mas sempre tem alguém que se dispõe a passar vergonha… kkkkkk

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Lord of All 10 de setembro de 2020 at 14:43

    Bozo gosta de por a culpa em todo mundo né? No CN, no stf, nos ambientalistas, na CF, etc.
    Não sei porque isso me lembra o chavismo e o discurso de perseguição dos EUA.

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Moreira 10 de setembro de 2020 at 17:36

    CVR:

    Motorista de urber piloto da AZUL demitido por conta da pandemia. Ganhava até 17 mil no mês, sendo 4 mil o salário base e o restante por milha voada.
    Disse que amigo estava montando escola de pilotos e tomou empréstimo de 3 milhões. Comprou aeronave e tudo o mais. Agora está negociando com o banco para ver se pega a aeronave. E aí, o banco vai pegar a aeronave pra abater na dívida?

    kkkkk

    26+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Krakenvader 13 de setembro de 2020 at 11:24

      Eu trabalho no setor e já digo que algumas coisas não batem aí. Azul e GOL não demitiram pilotos por conta da pandemia, somente Latam. O salário tb não bate.

      3 milhões em empréstimo pra abrir escola de aviação? Haja gin & tônica na mesa do gerente que autorizou. Com 3 milhões tu compra uma frota de aviões pra instrução.

      11+
      • avatar
      • avatar
  • rogerio 10 de setembro de 2020 at 18:37

    Após alguns meses ausente, porque não aguentava mais uma galera defendendo Bolsonaro resolvi dar uma espiada no Blog, estou apavorado com nossa situação fiscal, além de um certo confisco do nosso suado dinheiro conseguido com trabalho e estratégias de investimentos (último 8 anos no meu caso) de curto, médio e longo prazo, abrindo mão de comprar coisas, inclusive imóvel próprio, enfim, analisando ideias aqui do blog e adaptando pra minha realidade, o que deu certo. Até aqui…

    Entretanto estou preocupado com um confisco no médio prazo, além do confisco indireto, leia-se inflação (mas não o IPCA, e sim a verdadeira inflação).
    Seria hora de se proteger investindo uma parte do dinheiro em algum boa oportunidade em imóveis? Quem sabe terrenos ou mesmo área de terra? Estou analisando a possibilidade de abrir conta internacional, transferindo uma boa parte dos recursos.

    Tenho certeza que já tem muita gente traçando estratégias pra preservar seu dinheiro, gostariam de dividir?

    *Ps. Estou achando que esse pessoal que comprou financiado vai chegar uma hora que, dependendo de como ficar a situação, terá suas dívidas perdoadas ou uma grande parte dela.

    23+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lord of All 10 de setembro de 2020 at 18:50

      Quer queira, quer não, um imóvel te dá uma sensação de proteção no longo prazo.
      Mas depende de cada caso concreto.
      Por exemplo, eu não compraria pensando em alugar, odeio pensar em inquilinos chatos e inadimplentes. Se vc pensa em depender dessa renda, caia fora, a chance de tomar calote é grande.
      Fora isso, tem o problema de liquidez, se vc for precisar dessa grana num curto/médio prazo, não vai conseguir recuperar tão fácil assim. Veja q as lambanças desse desgoverno podem abrir algumas oportunidades de investimento em breve (apenas uma aposta).
      Agora se vc é um cara vélhão, bem resolvido, tem uma boa aposentadoria ou outra fonte de renda, de repente um imóvel pode ser uma opção, desde q vc tenha muita certeza q está fazendo um ótimo negócio. Na pior das hipóteses vc deixa alguma coisa para filhos e netos, kkk.
      De minha parte, estou esvaziando meus TD´s selic´s e indo para fundos ou RF´s privados, só pra esvaziar o cofrinho do governo mesmo.

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • rogerio 11 de setembro de 2020 at 19:08

        “Veja q as lambanças desse desgoverno podem abrir algumas oportunidades de investimento em breve (apenas uma aposta).”
        O que acha que deve aparecer??

        5+
        • avatar
        • avatar
  • rogerio 10 de setembro de 2020 at 18:57

    “Morgan Stanley permanece otimista com mercados de ações da AL; veja os preferidos”

    https://br.investing.com/news/stock-market-news/morgan-stanley-permanece-otimista-com-mercados-de-acoes-da-al-veja-os-preferidos-782540

    A sardinhada pira!!!
    Se isso fosse verdade ela não estaria dizendo. Vai ser um tombo grande.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • CArlos 10 de setembro de 2020 at 23:05

    Agora vai valorizar 30% porque está faltando tijolo 🙂
    Tijolo index++

    Após arroz, alta de material de construção entra na mira do governo contra inflação
    Preocupado com popularidade, Bolsonaro pediu monitoramento de preços para seus auxiliares

    Após zerar o imposto de importação do arroz para ajudar a reduzir a pressão inflacionária, o governo avalia agora medidas voltadas aos materiais de construção, caso os preços não voltem a patamares considerados razoáveis até o final deste ano.

    Desde o fundo do poço da pandemia em maio, os insumos da construção registraram altas enquanto o setor esboça uma retomada.

    Em agosto, o tijolo subiu 9,32% depois de uma alta de 4,13%, em julho. Com o cimento, os preços se elevaram 5,42% no mês passado ante 4,04%, em julho.

    https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2020/09/apos-arroz-alta-de-material-de-construcao-entra-na-mira-do-governo-contra-inflacao.shtml

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Loucodf 11 de setembro de 2020 at 08:25

    Alta no preço dos materiais de construção deve subir custo de imóveis no DF.
    Especialistas do setor imobiliário preveem elevação de até 5% no valor de casas e apartamentos entre o fim de setembro e o início de outubro.

    https://www.metropoles.com/distrito-federal/alta-no-preco-dos-materiais-de-construcao-deve-subir-custo-de-imoveis-no-df

    4+
    • avatar
    • avatar
    • socrates 11 de setembro de 2020 at 12:03

      Mas o preço bolhudo decorre dos terrenos e do valor pedido, não do custo da construção.

      Exemplo:
      no Hell, um apartamento novo de 2 quaartos no subúrbio, novo, sai por 150k
      Nas regiões bolhudas, o mesmo imóvel acaba saindo por 800k. Até 1kk.

      Tem muito o que desinflar…

      A real causa da subida dos preços é que o mercado está engessado e manipulado!
      Muitos intere$$es

      8+
      • avatar
      • avatar
      • Loucodf 11 de setembro de 2020 at 13:25

        Desemprego em massa, salario de servidor congelado, empresas no limite.
        Como essa conta fecha?

        10+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Cajuzinha 11 de setembro de 2020 at 11:26

    Em relação ao futuro do trabalho, 44% acreditam que ainda haverá demissões em massa e maior precarização nas contratações, após a pandemia. Outros 63% dos paulistanos acreditam que o home office deve ser adotado definitivamente como principal forma de trabalhar para algumas áreas de atuação.

    https://www.redebrasilatual.com.br/economia/2020/09/queda-renda-sao-paulo-pesquisa/

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 11 de setembro de 2020 at 12:33

      Cajuzinha,

      O impacto foi enorme para a população, isto é um fato que comprovamos no dia-a-dia e ninguém consegue maquiar, por mais utópicas que sejam as viagens na maionese sobre a “recuperação em V”.

      Sobre o medo de demissões em massa e precarização cada vez maior do trabalho ao fim da pandemia, como falamos por aqui faz tempo, parece ser algo que as pessoas estão sentindo cada vez mais na pele hoje e mesmo para aqueles não afetados diretamente, sempre conhecem algumas pessoas que estão passando por esta situação e isto porque ao final, todos sabem que são as “N” muletas do governo que não permitem que fique ainda pior e que estas muletas são temporárias, então, também é algo que não dá mais para esconder que quando os “auxílios” acabarem, a realidade virá muito pior ainda do que já estão vendo.

      E é neste contexto, que as palavras de “especialistas” sobre “recuperação em V que já está acontecendo” soam como piadas de extremo mau gosto: a população sentindo na pele os efeitos da degradação dos empregos e da renda, muitos em situação crítica com nunca antes, sabendo que sem os auxílios emergenciais a única possibilidade é de piorar e ainda tendo que ouvir este monte de baboseira, como no link trazido pelo Strike mais acima. É um profundo desrespeito, é como tirar um sarro achando que todo mundo é idiota e que ninguém está vendo o que está escancarado e afetando enormemente à muitos. Lamentável…

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • CArlos 11 de setembro de 2020 at 12:45

      Próxima manchete: Otimismo do brasileiro cresce mesmo a maioria acreditando que vai se foder muito…

      Brasileiro médio é um animal estranho 🙂

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • socrates 11 de setembro de 2020 at 13:35

        brasileiro = suicida

        Bem… Cada um faz o que quer. Injusto são os não 666 serem punidos também por isso.

        11+
        • avatar
        • avatar
  • Senhor Bolha 11 de setembro de 2020 at 12:07

    Fico feliz que muita gente começou entender os mecanismos do gênios economistas formados em universidades em vasta experiência.
    Na verdade são embusteiros. KKKK

    Ademais economia pós guerra sempre foi compostas por ciclos economicos cada vez mais agudos.
    Em suma: Os governos mundo a fora vivem de gerar dívida no futuro para impulsionar consumo no presente.
    Conclusão: Os governos vem minando bases econômicas das próximas décadas em troca de se manter no poder no presente. Porém como a lógica básica ensina: Eis que não é mais possível pedalar na maior parte dos países empurrando duto para debaixo do tapete, governos apenas podem manter a bolha inflada , porém em troca as bases econômicas ” poder compra” e produtividade vão sendo minados pela inflação e custo de vida.

    Até por isso vivem falando que vão resetar tudo. Na verdade esta jogada é outro embuste! o que este pessoal quer na verdade é carta branca para dar um calote branco. Ademais não precisa ser gênio para saber que inflação do governo é maquiada no mundo inteiro:

    Ainda bem que muita começou abrir olho para besteirada dos índices oficiais de inflação; e finalmente começou fazer a conta pelo poder de compra e não pelos índices de inflação mundo a fora!

    E ouro meu amigos!? Comprem ouro e metais!

    Em um mundo aonde governo vai ficar cada vez ficar mais endividado consequentemente ativos financeiros vão ser tornar zumbis. A única coisa que vai manter valor: Ouro , alimentos, terra produtivas , água e demais recursos naturais essências para sobrevivência.

    Como estou me preparando para novas ditaduras.
    Estou aqui a fazer meus preparativos : Para próximo estágio que vai ser uma ditadura tecnocrática.
    Ainda existe um pequeno grupo de ” Céticos) que relutam em admitir que não é se trata de uma teoria da conspiração, mas fato consumado.

    Em alguns países da europa você já se tornou refém do estado: Um gado, que come pasta no jardim KKKK

    Vamos ao embuste das quarentenas.

    O embuste das quarentenas: Jogada política usando ciência como pano de fundo ” Ciência muito mal conduzida por sinal”.

    Outra questão que se provou ser um engodo travestido de ciência. As quarentenas meia bombas! Não serviram para nada e foram usadas por organizações como OMS para fazer politicagem.

    Primeiro fator que se provou contraditório: A quarentena se faz quando vírus é descoberto, ou seja nas fases inicias ( Antes da fase comunitária de contagio). Ler qualquer texto base de infectologia.

    Segundo que a grande mãe China escondeu vírus por quase 2 meses ( Tempo suficiente para o vírus se alastrar para fase de infecção comunitária). Fase aonde não se pode controlar vírus limitando propagação nos estágios iniciais da infecção por meio da quarentena convencional.

    Ademais China fabricou dados de contagio desde inicio. Perdão os céticos, mas aparece nos números o que eles querem ! Os números nunca refletiram o número real de casos Ou seja quanto mais infectados e exames são feitos, maior fica em suspensão de números de contágios da China.

    Outro fator que se provou verídico( O vírus já estava em circulação em vários países em meados de janeiro , ou seja ! oms sabia disso e não fechou fronteira para China.

    Leiam as notas oficias dos eméritos cientista da oms, por favor leiam as notas desde meados de janeiro.

    Desconfiei destas organizações centralizas ( se dizendo cientistas). A questão é que até mesmo alguns cientistas fazem politicagem. ( Os mesmo ficaram encobrir o vírus no estágio iniciais de contagio), e falando abertamente que não era para fechar fronteiras, porém depois mudaram postura radicalmente e adotaram super quarentenas.

    Porra bicho! você não precisa de diploma em infectologia para saber que toda quarentena é mais efetiva ( Na fase inicial), não existe dados e estudos de nenhuma super quarentena ( Dados) comprovando eficácia da mesma quando o vírus já avançou sobre rebanho. Ademais ficar levando quarentenas por meses não só não resolveu nada, como fodeu toda economia.

    Já deveriam identificar o vírus de antemão, não fizeram quarentena nos estágios iniciais que conta em qualquer manual de infectologia) ( Quarentena efetiva : Janeiro e fevereiro)., deixaram o gado se contaminar por dois meses e depois foram correndo fechar fronteiras.

    A notas oficiais da oms são todas contraditórias: Isso significa que não existe estudo efetivo nas fases iniciais.
    Estavam e ainda estão cegos! precisaria de uma bateria de estudos que vão demorar muitos anos ” Para de fato termos um norte científico como exatidão de fato” E isso não acontece quando dados de entrada são todos imprecisos.

    Ao analisar melhores modelos de infectologia Que foram adotados pelos governo: chego conclusão que estes modelos foram embustes.

    Em suma toda quarentena que possui efetividade comprovada ( Foram feitas em modelos ou grupo pequenos em fase pré contagio comunitário)

    Quando se identifica vírus em estagio iniciais de contagio.
    Quando se mata propagação comunitária da primeira fases de contagio.
    Todos estudos foram feitos em pequenos grupos infectados ( Controlando as variáveis do sistema).

    Nunca fizeram super quarentenas e estudos da mesma.
    ademais cada vírus se comporta de uma forma diferente ( Exigindo um estudo para cada cepa), ou seja : não adianta pegar uma quarentena de um vírus x e aplicar y.
    Quando vir com papo de estudo sobre super quarentenas é embuste.
    O que se tem são modelo menores replicados em escala menores controlando variáveis.
    Até por isso vários cientistas levaram ferro! Porque se basearam nos estudos de outras quarentenas .

    outro X da questão.
    Muita gente também no meio acadêmico usou dados de países que tem poucos casos como norte para impor super quarentenas, porem estes países por si só não possuem grandes sistema de transporte e vasta população metropolitanas. ( Pode se obter maior controle sobre velocidade da infecção).

    Se país tiver uma dessas variáveis.

    Baixa densidade populacional.
    Baixa densidade demográfica.

    Como sabemos que isso realmente funciona?
    Pegando focos de infecção : Que são os grande centros metropolitanos.
    E jogando modelo para cidades como menor grau de contagio, que quase sempre possuem uma menor taxa densidade demográfica que estes grandes centros.

    Acontece que em grande centro o gado pega transporte público por dois meses ( pré quarentena) fez os casos explodir em países com alta densidade populacional. até por isso discrepância nos modelos de estudos.

    Faça seguinte raciocínio ( Pegue vários infectados e coloque os mesmo circular por dia no metrô de nova york em horário de pico).
    Na outra ponta deixe estes mesmo infectados circular pelo interior.
    teremos duas curvas de infecção:Uma muito mais acelerada.
    E outras muito menor! Isso significa que a quarentena no primeiro caso foi menos efetiva que o segundo? Não !
    Acontece que o primeiro caso o fator de infecção foi potencializando ( Aglomeração) .E quando realmente adotaram quarentena já havia milhões de infectados ( Fase comunitária). Ou seja ! chance quase zero de conseguir ter boa efetividade no controle.

    Olha lá países com quarentena de 8 meses como argentina :E os casos explodindo. Não tava batendo no peito que não tinham casos.

    Muita se falou em achatar a curva depois que o vírus se espalhou no transporte publico em janeiro e fevereiro .
    O que fizeram foi só quebrar economia! Ademais muitos países não faziam exames , muita gente pegou e nem sabia. ( Fora do grupo de risco). e isso também não aparece estatística oficias . ( Que o que este pessoal usa como norte para tirar suas conclusões.

    Só foram desconfiar do vírus quando o grupo de risco começou ir para hospitais: Neste ponto da curva é tarde demais para tentar frear o contagio.

    O máximo que tu pode fazer é salvar um aqui e outro lá! Mas estes pode morrer de fome no futuro quando economia for para o buraco.

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CArlos 11 de setembro de 2020 at 12:43

      “Segundo que a grande mãe China escondeu vírus por quase 2 meses ( Tempo suficiente para o vírus se alastrar para fase de infecção comunitária). Fase aonde não se pode controlar vírus limitando propagação nos estágios iniciais da infecção por meio da quarentena convencional.”

      Governos tem serviços de inteligência pra quê?
      EUA e Inglaterra sabiam do vírus, do possível risco desde janeiro…
      Não vão dizer que é novidade como o PC Chinês opera 😉

      OMS é uma bosta, todos sabem, quem diz que confiou nela e joga a culpa somente na mesma é tão ou mais pilantra como.
      Ou os EUA nem Inglaterra tem uma bosta de controle epidemiológico?

      Brasil se fodeu porque os retardados seguiram Trump… ou as mentiras de Trump…
      Se tivessem seguido os organismos locais estaríamos melhor na minha opinião.

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Strike 11 de setembro de 2020 at 13:46

        O Bananil também sabia e mesmo assim deixaram o carnaval rolar. Eu me lembro que um dos primeiros casos oficialmente divulgado foi de um italiano que veio ao Brasil pular carnaval.

        9+
        • avatar
        • Senhor Bolha 11 de setembro de 2020 at 13:49

          O primeiro caso dignsoticado é de janeiro.
          turista.

          Fizeram exumação de alguns diagnósticos de insuficiência respiratória.
          Conseguiram encontra um caso no final de janeiro.

          Ou seja:Capaz que janeiro já tinha nego contaminado aos montes por aqui.

          10+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
      • socrates 11 de setembro de 2020 at 13:46

        se não fosse o COVID, EUA e Inglaterra teriam que admitir que fraudaram números por décadas. Tal qual o Japão , unilateralmente, começou a fazer antes da COVID anunciando uma queda absurda de mais de 6% mesmo em meio a “the beste economy ever” do topetudo do norte.

        A COVID foi uma benção para quem tem o poder.
        Eles mantiveram e aumentaram o poder (com desigualdade social) enquanto a matrix abaixo foi destruída.

        Sobre a queda do Japão, antes da COVID:
        https://www.istoedinheiro.com.br/japao-pib-do-4tri19-encolhe-63-em-termos-anualizados-com-queda-no-consumo/

        10+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Senhor Bolha 11 de setembro de 2020 at 14:21

          Sócrates já estavam ruim antes. Agora é que vai começar a brincadeira.
          Adiantaram 5 anos em 1 ano.

          9+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
    • Jonny Deep Blue 18 de setembro de 2020 at 12:33

      As quarentena adotadas anteriores a invenção do carro são mais eficazes justamente por isso. Devido a pouca mobilidade da época. Hoje, quando aparece o primeiro caso, já foi depois da pessoa pegar ônibus, metrô e avião. Em 30 dias já serão centenas de contaminados que também possuem historia semelhante.

      2+
      • avatar
  • Senhor Bolha 11 de setembro de 2020 at 13:37

    A maior parte dos políticas na europa e demais países seguiram diretrizes da OMS.
    é isso que saiu toda hora que OMS soltava uma nota para proibir voos comerciais.

    Estes países podem e tem infectologista com décadas de estudo em seu quadro, mas todos estes técnicos seguem diretrizes da OMS.

    Ler as notas oficiais e explicação do governo local: Alguns países cogitaram fechar fronteiras no final de janeiro.
    Quando saiu as notas oficiais da oMS que não era para fechar nada no mesmo periodo! E os grupos de infectologista locais fizeram o que? Apoiaram as notas da OMS.

    Primeiro diz vamos controlar infecção com todo mundo viajando para China.

    O assunto aqui não é trump, mas sim merdas feitas com apoio do congresso, senado e judiciário. ( que operam em todos países por si só.

    Não interessa o viés do governo: Todos os países estão tendo curva acentuadas e infecção após meses de quarentena.
    Aonde estava aquele papo se socar todo mundo em casa durante 1 ou 2 meses o vírus iria sumir.

    Porque os números disparam após quarentenas? Porque começaram fazer exames em massa! Não estava nada controlado como apareceu nas estatísticas oficias. A curva de contagio já estava adiantada demais , isso impossibilita obter grande efetividade na quarentena , quando boa parte já tinha o vírus e nem sabia.

    Tava todo mundo infectado : E os governo testaram poucos ! Com medo de isso aparece nas estatística afetando popularidades dos mesmos.

    Bastou o governo começar testes em massa: Para os casos explodirem.

    Todo mundo sabia, tanto na europa como na china que este vírus tinha alto taxa de contagio e mantiveram as fronteiras abertas nos estágio iniciais.

    E qual foram as notas oficiais: Os casos na china são baixos, então vamos manter tudo aberto .
    Resumo da obra: O partido local chuta um número de infectados o mundo aceita e faz vista grossa.
    Infectologista aceitam diretrizes contraditórias da OMS, deixam as fronteiras abertas e o gado se infectando no transporte público, aeroportos e afins.

    Depois de 2 meses que o bicho tava pegando resolvem fazer uma mega quarentena : Quando boa parte do gado já estava se lascando, mas claro como não tinha tanto exames sendo feitos, basearam que ali estava curva de contagio inicial .

    Resultado:
    https://www.worldometers.info/coronavirus/

    Vários países: Que estavam em quarentena apresentando curva de contagio grande após começar fazerem exames em massa.
    ou seja: Capaz que muitas ai já estavam contaminados desde janeiro: Quando foi identificado primeiros casos em alguns países.

    Em outros países casos datando de dezembro !
    Ficaram 3 meses esperando curva de contagio aumentar para só depois fazer uma quarentena.

    As maquina do tempo.

    A primeira infecção conhecida da covid-19, a doença causada pelo coronavírus SRA-CoV-2, ocorreu no dia 17 de novembro do ano passado, de acordo com uma investigação do jornal “South China Morning Post”, de Hong Kong, com base em dados do governo.

    O novo agente do coronavírus (nCoV-2019) foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China. Os primeiros coronavírus humanos foram …

    Pesquisadores de pelo menos quatro países, incluindo o Brasil, apontaram a presença do novo coronavírus em amostras de esgoto coletadas semanas ou meses antes do primeiro caso registrado oficialmente na cidade chinesa de Wuhan, epicentro da pandemia de covid-19.

    Mas o que essas descobertas de vírus nas fezes mudam sobre o que sabemos do vírus Sars-CoV-2?

    Cientistas indicam três eixos principais:

    monitoramento: detecções no esgoto podem servir como ferramenta ampla e barata de vigilância do avanço da covid-19; há ao menos 15 países onde se estuda ou se adota essa estratégia
    possível risco à saúde: presença do material genético do vírus nas fezes indica que o esgoto pode ser uma via de contágio
    origem da pandemia: o vírus pode ter circulado bem antes do que afirma a cronologia oficial

    Em relação ao terceiro ponto, o estudo que mais chamou a atenção foi liderado por pesquisadores da Universidade de Barcelona. Segundo eles, havia presença do novo coronavírus em amostras congeladas — coletadas na Espanha — de 15 de janeiro de 2020 (41 dias antes da primeira notificação oficial no país) e de 12 de março de 2019 (nove meses antes do primeiro caso reportado na China).

    11+
    • avatar
    • avatar
    • Senhor Bolha 11 de setembro de 2020 at 13:47

      Além do vírus já estar circulando há muito tempo antes de decretar quarentena.

      Ele passou 2 meses com seguinte nota oficial.

      OMS declara que novo tipo de coronavírus não constitui emergência de saúde pública de importância internacional

      23 de janeiro de 2020 – A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou nesta quinta-feira (23), em Genebra, na Suíça, que o novo tipo do coronavírus (2019-nCoV) detectado primeiramente na cidade chinesa de Wuhan, no fim do ano passado, não configura uma Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional (ESPII). A OMS avalia como muito alto o nível de risco do surto na República Popular da China e como alto o nível de risco regional e mundial.

      Até hoje, 584 casos foram reportados à Organização Mundial da Saúde, incluindo 17 mortes. Desses, 575 casos e todas as mortes foram notificadas na República Popular da China, com outros casos registrados no Japão, República da Coréia, Cingapura, Tailândia, Estados Unidos da América e Vietnã. “Temos conhecimento de relatos na mídia de casos suspeitos em outros países, mas esses casos ainda estão sendo investigados”, afirmou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

      Mais uma notinha oficial.

      Não há evidência de transmissão por contato humano fora da China, diz OMS

      Por isso, a entidade não fez recomendações de medidas adicionais sobre cancelamento temporário de voos fora do país asiático, mas indicou reforço nas checagens por possíveis infectados nos aeroportos ao redor do mundo.

      Em coletiva de imprensa, a OMS afirmou estar trabalhando para ter avanços no diagnóstico, tratamento e desenvolvimento de vacinas para o coronavírus. “Estamos completamente comprometidos em terminar esse surto o mais rápido possível”, afirmou um dos representantes.

      A OMS notou que várias das 18 mortes ligadas ao coronavírus até o momento foram de pacientes com condições preexistentes, como hipertensão, diabetes e doenças cardiovasculares, que enfraqueceram seus sistemas imunitários.

      Opa vamos ver mais esta nota: Bastante científica.

      O governo dos Estados Unidos pediu a seus cidadãos que evitem viajar à China, onde o balanço do novo coronavírus subiu nesta sexta-feira para 213 mortos, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar emergência internacional.

      Em um comunicado oficial, o Departamento de Estado emitiu uma advertência de viagem de nível quatro, para pedir aos americanos que “não viajem” à China devido à epidemia provocada por um novo coronavírus.

      O governo do Japão também advertiu seus cidadãos que evitem viagens não essenciais à China, anunciou o primeiro-ministro Shinzo Abe.

      Após uma reunião em Genebra na quinta-feira, a OMS declarou emergência internacional pela epidemia, depois de fortes críticas pela demora da organização em alertar sobre a gravidade do cenário.

      “Declaro a epidemia uma emergência de saúde pública de alcance internacional”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, depois de uma reunião em Genebra.

      “Nossa maior preocupação é a possibilidade de que o vírus se propague para países com sistemas de saúde mais frágeis (…) Não significa desconfiança com a China”, assegurou o funcionário.

      Na quinta-feira, o diretor-geral afirmou que a entidade não apoia a restrição de viagens de ou para a China. “A OMS não recomenda e de fato se opõe a qualquer restrição” a viagens e comércio, afirmou.

      7+
      • avatar
      • avatar
  • Senhor Bolha 11 de setembro de 2020 at 13:59

    “Nossa maior preocupação é a possibilidade de que o vírus se propague para países com sistemas de saúde mais frágeis (…) Não significa desconfiança com a China”, assegurou o funcionário.

    6+
    • avatar
    • avatar
  • Senhor Bolha 11 de setembro de 2020 at 14:00

    A Organização Mundial da Saúde (OMS) não recomenda a evacuação de estrangeiros em Wuhan, o epicentro da epidemia de coronavírus, declarou nesta terça-feira seu diretor-geral em visita a Pequim, segundo comunicado da diplomacia chinesa.

    “Observamos que alguns países planejam organizar evacuações. A OMS não recomenda esse método”, disse Tedros Adhanom Gebreyesus, segundo nota do ministério das Relações Exteriores da China.

    7+
    • avatar
    • avatar
  • Senhor Bolha 11 de setembro de 2020 at 14:02

    OMS decreta emergência global; mas não restringe viagens

    A Organização Mundial de Sáude (OMS) decretou emergência sanitária global por conta do novo coronavírus. A decisão, tomada hoje em Genebra, partiu de uma reunião entre especialistas e governos dos países afetados. Segundo a OMS, o surto é “sem precendentes”. A emergência significa que governos de países com casos confirmados, com fronteiras com a China e aqueles apenas com ligações aéreas tomem medidas imediatas de controle. As informações são do Uol.

    Ainda segundo a organização, não há necessidade de restringir viagens e comércio, mas garante que a declaração é uma forma de apoiar países que não teriam a capacidade de lidar com um eventual surto.

    Até o momento, já foram contabilizados 7,7 mil casos e 170 mortes na China, principal local de multiplicação do vírus. Em outros 19 países, já foram registrados 98 casos. No Brasil, o Ministério da Saúde investiga nove casos suspeitos.

    “Precisamos agir agora para ajudar outros países a se preparar para a possibilidade [da chegada do vírus]”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus. “A declaração não é élo que está acontecendo na China, mas pelo que acontece em outros países”, disse.

    De acordo com Ghebreyesus, embora o número de casos em outros países ainda seja baixo, se comparado a China, é preciso agir em conjunto. “Não sabemos o tipo de dano que esse vírus pode causar de ele se espalhar em um país com um sistema de saúde mais frágil. Por isso, declaro emergência em saúde pública internacional”, declarou ele.

    5+
    • avatar
    • avatar
  • MARK 11 de setembro de 2020 at 15:34

    Amigos, e investimentos, alguma luz no fim do túnel? Alguma oportunidade?

    9+
    • avatar
    • Senhor Bolha 11 de setembro de 2020 at 16:00

      Nada . Os pagamentos de hipotecas e afins estão suspensos.
      A crise vai vir depois que terminarem de executar as dividas.

      Já tivemos uma pontinha do que vai ser inflação .

      Oportunidade ir comprando ouro ao poucos nos próximos anos.

      Até um reset nas contas públicas já estão comentando.

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Strike 11 de setembro de 2020 at 18:29

        Sigo um analista dos EUA que postou algo que eu realmente fiquei impressionado, até porque ainda não havia pensado sobre isso. Lá, parece que os despejos estão suspensos (não sei se vale para todos os inquilinos ou se tem algum critério). De qualquer forma, um monte de gente não está pagando seus aluguéis e hipotecas. Não entanto, o governo americano está distribuindo grana grátis a esse pessoal. Esse, pessoal, porém, está gastando essa grana no varejo, como se nada estivesse acontecendo, como se tudo estivesse normal. Ou seja, essa grana que o governo está distribuindo está indo para os grandes varejistas, enquanto os proprietários de imóveis não podem executar seus inquilinos por falta de pagamento.

        18+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Jonny Deep Blue 22 de setembro de 2020 at 14:28

          Ou seja, o Estado e as leis está a serviço dos ricos. A questão é: por quanto tempo irá conseguir manter isso.

          1+
          • avatar
  • MARK 11 de setembro de 2020 at 16:01

    CVR portaria remota – Minha irmã ao telefone hoje, foi procurada por outros moradores do prédio e vai rolar um motim, o síndico tem rejeitado todas as propostas para implantação da portaria remota, criaram grupo de whats para convocar uma reunião extraordinária. Já estão de posse do orçamento para a implantação, alegaram 50% de queda no valor da taxa condominial (não acredito que seja tanto, mas uma queda de 40% ainda vai). Detalhe, esta semana fui visitar um apartamento aqui próximo que também implantaram portaria remota, prédio muito bom, inclusive. O condomínio para um apto de 3 dormitórios no prédio da minha irmã gira em torno de 1.200 reais mensais. Vários apartamentos estão à venda pois se já não estava fácil pagar antes, imaginem com essa crise do coronavirus. O apto que fui ver, caiu de 1.600 para 780 reais. Mais desemprego pela frente, tchau tiozinho da portaria. 2020 não esta mesmo sendo um ano nada fácil, mas o estrago já vinha de antes, mas o milagreiro presidente ia resolver tudo né. Olha aí…

    30+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • socrates 11 de setembro de 2020 at 17:27

      para você ver como a situação no Brasil é surreal, o condomínio caiu de 1600 reais para 780 reais e ainda assim o custo é absurdamente alto!!!
      Vale lembrar que imensa parte da população subsistiu com auxilio emergencial de 600 reais por alguns meses e que o salário mínimo é de 1.000 reais. Fora que a renda média que era de cerca de 2.000 reais no Brasil deve estar em franca queda real apesar das maquiagens que o abuso de crédito e subsídios em todos os sentidos tentam disfarçar.

      Mas há explicação:

      No Japão, Coréia e Europa é muito comum prédios sem porteiros.
      No Brasil, por herança da escravidão e do sistema absurdamente desigual de sempre, funções assim são comuns nos grandes centros urbanos.
      No Rio, até pouco mais de 100 anos atrás, era vergonha uma pessoa carregar sacolas pela rua.
      Isso era função dos criados.

      O próprio D.Pedro II se sentiu constrangido ao ser presenteado com uma pá pelo Barão de Maua na inauguração de uma ferrovia.
      “Coisa de pobre”.
      O mesmo D.Pedro II hoje dá nome a um colégio federal que inclusive é citado na Constituição.

      Qualquer atividade que envolvesse esforço físico era interpretada pelos homens livres em geral como algo degradante, fácil de associar-se à condição de escravo.
      https://www.terra.com.br/noticias/educacao/historia/o-barao-de-maua-e-sua-estrada-de-ferro,4a1fa96138533410VgnVCM4000009bcceb0aRCRD.html

      28+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Jonny Deep Blue 22 de setembro de 2020 at 14:31

        Dou mais sete gerações para estipar essa cultura do brasileiro…

        0
  • Strike 11 de setembro de 2020 at 18:22

    IGET: NÚMEROS DE VENDAS DO VAREJO VOLTAM A NÍVEIS PRÉ-PANDEMIA – Broadcast 11/9
    https://twitter.com/Danilo_Bredda/status/1304516694262546437
    Estou apenas postando. Não quer dizer que eu necessariamente concorde com o conteúdo, muito embora parece haver realmente uma retomada forte do varejo, ao menos é o que se vê por ali na região de Presidente Prudente e arredores, onde, de fato, pude constatar “in loco”. Vamos e venhamos, se seguirmos um raciocínio lógico, é de se esperar que o varejo ganhe um impulso inicial mais forte após esse longo período de pausa, por conta do efeito mola, pelo menos nesse início de retomada das atividades. Obviamente a curva tende a cair em seguida quando os auxílios governamentais forem retirados e o governo tiver de reduzir sua participação em decorrência da degradação fiscal. Acho que agora as atenções se voltam aos EUA, sobretudo por causa das eleições próximas. Ao que parece, o Fauci tem dito discretamente que se nada for feito uma novo bloqueio será inevitável por lá. De qualquer forma, após as eleições, qualquer que seja o resultado, um grande ajuste por lá parece ser o esperado.

    5+
    • avatar
  • Eng_0101 11 de setembro de 2020 at 19:34

    socrates

    para você ver como a situação no Brasil é surreal, o condomínio caiu de 1600 reais para 780 reais e ainda assim o custo é absurdamente alto!!!
    Vale lembrar que imensa parte da população subsistiu com auxilio emergencial de 600 reais por alguns meses e que o salário mínimo é de 1.000 reais. Fora que a renda média que era de cerca de 2.000 reais no Brasil deve estar em franca queda real apesar das maquiagens que o abuso de crédito e subsídios em todos os sentidos tentam disfarçar.

    Mas há explicação:

    No Japão, Coréia e Europa é muito comum prédios sem porteiros.
    No Brasil, por herança da escravidão e do sistema absurdamente desigual de sempre, funções assim são comuns nos grandes centros urbanos.
    No Rio, até pouco mais de 100 anos atrás, era vergonha uma pessoa carregar sacolas pela rua.
    Isso era função dos criados.

    O próprio D.Pedro II se sentiu constrangido ao ser presenteado com uma pá pelo Barão de Maua na inauguração de uma ferrovia.
    “Coisa de pobre”.
    O mesmo D.Pedro II hoje dá nome a um colégio federal que inclusive é citado na Constituição.

    Qualquer atividade que envolvesse esforço físico era interpretada pelos homens livres em geral como algo degradante, fácil de associar-se à condição de escravo.
    https://www.terra.com.br/noticias/educacao/historia/o-barao-de-maua-e-sua-estrada-de-ferro,4a1fa96138533410VgnVCM4000009bcceb0aRCRD.html

    3+
    • avatar
    • avatar
    • avatar

    Os porteiros (vigilantes) existem por questão de segurança. Essa relação com herança da escravidão não faz sentido.

    11+
    • CArlos 11 de setembro de 2020 at 20:47

      Tem muito a ver sim, aliás em toda a américa latina e outros países de cultura similar a coisa é parecida, estudei com uma mexicana que tinha 17 serviçais na casa dela… Era muito comum, e tem lugar que ainda é, famílias “adotarem” crianças pobres que servirão se serviçais, sabe aquela tia solteirona que cuida da casa grande e que foi “adotada”?
      Somos um povo com cultura de serviçais, ter gente te obedecendo é sinônimo de status pra muita gente.
      Povo quer frentista, empacotador, porteiro, coçador de saco se puder e tiver “status”.
      Bananence vai no mercado e larga carrinho de compras, cestas, tudo onde bem entende, f… se o próximo cliente, daí tem que ter um moleque pra recolher, f.. eu estou pagando é o zurro frequente dos aprendizes de feitores de escravos…
      Uma vez tinha um palhaço na minha frente do caixa, comprou meia dúzia de coisas e largou o cesto bem caixa, era bem cedo e os empacotadores estavam fazendo reposição, pois este imbecil cruzou os braços e a caixa teve que parar de passar minhas coisas e ensacar as bostas dele.
      Isto se reflete mesmo nas empresas onde gerentes e outros tipos querem ter seu exército de subordinados, em um lugar onde trabalhei cada gerente tinha seu “forte apache”, mais subalternos e gente pra mandar mais sensação de status e poder, simples assim.

      Todos querem te usar, querem te pagar mixaria pelo seu trabalho, o lixo deles vale ouro, o seu querem de graça, povo escravagista sim, mesquinho e sacana em grande parte.

      38+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CArlos 11 de setembro de 2020 at 20:51

        Outro detalhe, sei de muita gente que não se “adaptou” fora do Brasil porque os dondocos e dondocas não conseguem viver sem serviçais.

        24+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Adriana 11 de setembro de 2020 at 19:52

    Fala, bolhistas!
    Minha nossa! E essa simulação grátis do apocalipse?!

    CA, galera tá correndo pro BB pra financiar a casa própria. A maioria das análises estão sendo reprovadas pois a turma tá endividada até o pescoço. Mas, está tendo uma corrida para tentar sair do aluguel.

    Estou em home office desde março. Tava vendo o papo sobre portaria eletrônica… no meu antigo prédio tentaram também. Parece que tem uma lei que só pode para prédios com até 50 apartamentos. Aí, não deu certo e galera ficou brava.

    Lá no BB, prédio da Paulista, substituíram as copeiras e todos os gastos com café, açúçar, copo descartável por máquinas de café/cappuccino/chocolate e demitiram – sem dó e em meio a pandemia – as senhoras que faziam os serviços de copa no prédio inteiro que tem 20 andares, se não me engano. Algumas já tem idade para se aposentar mas tem algumas de meia idade.

    Vou aproveitar a onda do FGTS e amortizar mais um pouco meu ap esse ano. Já amortizei em abril.

    Sobre investimentos, minhas apostas são dólar, inflação e abrir conta pra investir no exterior.

    28+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Strike 12 de setembro de 2020 at 16:26

      Oi, Adriana, é sério isso? Corrida pra financiar a casa própria 🏠 ???? Conte-nos mais a respeito…

      10+
      • avatar
  • Cajuzinha 12 de setembro de 2020 at 10:41

    SERÁ?!

    O trader ainda comenta sobre as lições que essa crise deixou para os brasileiros. “Infelizmente, grande parte da população sofreu com as consequências dessa crise, mas acredito que agora as pessoas conseguem compreender a importância de terem um dinheiro reserva.”

    https://www.segs.com.br/seguros/251461-especialista-em-educacao-financeira-comenta-sobre-a-retomada-da-economia/amp

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 12 de setembro de 2020 at 10:49

    A necessidade se mostra o principal motivo para a busca pela formalização como MEI e a aposta num negócio próprio, como destaca o superintendente do Sebrae em Minas, Afonso Rocha. “Tanto as pessoas que perderam seus empregos em razão da pandemia podem estar buscando novas fontes de trabalho e renda, quanto empresários já estabelecidos podem ter optado em se reenquadrar como MEI, para ajustar os negócios a uma nova realidade”, avalia.

    Num dia, empregado. No seguinte, demitido. E, no terceiro, chamado pela mesma empresa a atuar como prestador de serviços. Assim começou a trajetória de empreendedor de Stenyo Tas Costa.

    https://www.hojeemdia.com.br/primeiro-plano/em-meio-%C3%A0-crise-n%C3%BAmero-de-meis-cresce-em-minas-1.803489

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • socrates 12 de setembro de 2020 at 15:29

      para não perderem a boquinha com os inúmeros intermediários e sindicatos que ainda existem, ao invés de mudar a lei, os parlamentares e o executivo induzem os novos trabalhadores à informalidade à pejotização. Quanto menos segurança jurídica melhor para quem vive na Banania e quer manter o poder injusto e hereditário; afasta a concorrência.

      A Justiça do Trabalho, por exemplo, emprega grande parte da nobreza. Direta ou indiretamente.

      Déficit fiscal?

      9+
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 12 de setembro de 2020 at 10:56

    OXENTE!

    Para 88% dos gestores, fundos imobiliários são negociados hoje a valor justo
    Apesar da percepção, gestores preveem que a retomada ao patamar pré-pandemia deve demorar mais do que o projetado anteriormente

    Mariana Zonta d’Ávila
    11 set 2020 16h03

    Segundo o levantamento, o percentual de entrevistados que consideram os FIIs negociados atualmente a um valor justo subiu de 61%, no último mês, para 88%, em setembro. Já a fatia de investidores que veem os fundos ainda baratos recuou de 39% para 12%.

    https://www.google.com/amp/s/www.infomoney.com.br/onde-investir/para-88-dos-gestores-fundos-imobiliarios-sao-negociados-hoje-a-valor-justo/amp/

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • CA 13 de setembro de 2020 at 10:35

    Cajuzinha,

    As pessoas e empresas estão apelando de todas as formas possíveis, para tentarem manter algum rendimento para subsistência.

    É uma espécie de jogo de “vale-tudo”, em diversos níveis e nas mais variadas formas.

    No exemplo acima, fugir do regime CLT para ter desembolso total reduzido e conseguir manter o negócio funcionando do lado da empresa, ou manter uma renda do lado do empregado, é a saída. O ex-empregado e agora terceiro, pode ter outros clientes, como mencionado, mas a adaptação não é simples nem imediata e a “garantia” de renda mensal fixa acaba, na maioria das vezes e principalmente no começo, este arranjo acaba alimentando as estatísticas do subemprego.

    Outro exemplo, mais “sofisticado”, é o do recorde de empresas fazendo abertura de capital na BOVESPA. Nesse caso, muitas delas estão em crise de caixa e qual a “solução mágica”?

    Aproveitar que não há nenhuma lógica na disparada da BOVESPA e que ela não passa de uma pirâmide financeira, com entrantes motivados pelos resultados de quem está lá e pela queda dos juros e neste contexto, fazer IPO, atraindo sardinhas para que paguem as dívidas que, se fossem depender dos resultados das empresas, não seriam pagas nunca!

    É surreal e completamente non-sense as pessoas apostarem seu dinheiro em empresas que sequer se sustentam sozinhas, mas é assim que funciona o mercado financeiro, é um gigantesco mundo de ilusões, que se aproveita de quem quer ganhar dinheiro sem ter trabalho e que não conhece absolutamente nada dos fundamentos e nem de conceitos básicos de risco e retorno, pessoas muitas vezes que estão completamente alienadas do mundo real.

    E tem outras variações de ações apelativas, desde o pessoal que ficou desempregado e passou a vender bolo, revender muamba, etc, alguns voltando a trabalhar como motoristas de aplicativos ou entregadores de alimentos, outros iniciando agora nessa função porque foram demitidos e o negócio / função em que tem mais experiência, não oferece nenhuma oportunidade.

    Isso fora novas disparadas em vendas falsas na planta e crédito podre a rodo. Certeza que tem gente sem noção que está querendo entrar em financiamento de imóvel porque passou a receber um extra de auxilio emergencial, ou porque suspendeu temporariamente pagamento de prestação de imóvel, ou porque a construtora ou o banco (CEF) falou que não precisava se preocupar porque só vai começar a pagar em 2021 e daí essa galera completamente alienada entrou nesse suicidio financeiro, só para perderem mais dinheiro do que nunca e um dinheiro que vai fazer uma falta enorme para estas familias.

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 14 de setembro de 2020 at 11:05

    https://economia.uol.com.br/noticias/reuters/2020/09/14/atividade-economica-do-brasil-cresce-215-em-julho-abaixo-do-esperado-segundo-bc.htm

    Esse é o terceiro resultado positivo, mostrando desaceleração ante o crescimento de 5,3%
    em junho. O resultado ficou bem abaixo da expectativa de alta de 3,40%, segundo pesquisa
    feita pela Reuters.

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 14 de setembro de 2020 at 12:14

      Cajuzinha,

      Sobre o segundo trimestre, vale lembrar que em abril/2020 tínhamos o efeito “pleno” da pandemia, sendo que o “auxílio emergencial” e as “suspensões de pagamentos de prestações de imóveis” e outras ações do governo para “amortecer” os prejuízos, ainda estavam em sua fase “inicial”, com menor número de beneficiários.

      Este número de beneficiários do auxílio cresceu de forma relevante em maio/2020 e depois disto um pouco mais em junho/2020, a partir daí, alcançando uma “estabilidade”. Ao mesmo tempo, a partir de junho/2020 tivemos um início de liberação de locomoção em algumas cidades e esta liberação foi crescendo de forma mais significativa a partir de julho/2020.

      O que vemos pela “prévia do PIB” feita pelo BC e que consta na reportagem acima, é que as diversas formas de auxílio emergencial permitiram o maior crescimento em maio/2020, a partir do “vale” de abril/2020 que era mais profundo, mas mesmo com maior abertura para locomoção junto com ampliação mais modesta de beneficiários a partir de junho/2020, o crescimento desacelerou. Em outras palavras, o motor do crescimento do PIB é o auxílio emergencial: no mês que ele mais cresceu (maio/20), foi o mês que o PIB mais cresceu, quando o crescimento do auxílio emergencial desacelerou, o crescimento da economia também desacelerou.

      A “prova dos 9” sobre o que consta acima, será a partir do quarto trimestre (out-dez/2020), quando teremos somente 50% do valor do auxílio emergencial, o que terá um forte impacto nos “extras” dados pelo governo, mesmo com a manutenção da suspensão de pagamentos do crédito imobiliário e outras ações para “amortecer a queda” que continuarão em vigor. Se no quarto trimestre o crescimento do PIB desacelerar, será um forte indicador da forte dependência do auxílio emergencial.

      E aí, voltamos ao que sempre tenho dito: e a partir de janeiro/2021, se ficarmos sem o auxílio emergencial, se voltarem a cobrar as prestações dos imóveis e caírem os outros estímulos temporários e artificiais, sendo que o Renda Brasil, o quanto vai crescer em relação ao Bolsa Família será mínimo quando comparado a estes estímulos, como vai ficar a economia? A tendência é migrarmos desta “desaceleração” para uma nova queda. De uma certa forma, é o que aconteceu da virada de 2019 para 2020: o PIB vinha desacelerando ao longo de 2019, conforme os efeitos de liberações de PIS/FGTS passavam e voltou a situação de queda logo no início do ano de 2020 (-2,5% no primeiro trimestre de 2020, segundo reavaliação do IBGE).

      Em outras palavras: ações apelativas, que são artificiais, baseadas em “verbas mágicas” liberadas pelo governo (às vezes pertencentes aos trabalhadores, mas administradas pelo governo, como o FGTS), tem efeito apenas temporário, gerando apenas “pulinhos no fundo do poço”. Elas não tiveram, nem nunca terão, a característica de representarem uma “recuperação em V”, no máximo, são uma postergação da realidade, ou melhor, uma “tapeação em V”, que surge toda vez que querem iludir à população e fazer de conta que a solução é simples, rápida, não requer esforço e já ocorreu, quando é exatamente o contrário de tudo isto…

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cajuzinha 14 de setembro de 2020 at 16:20

        ‘Prévia do PIB’ sinaliza cautela para se falar em recuperação em ‘V’, diz Guide
        O resultado do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) em julho decepciona, diz a plataforma de investimentos em relatório

        A equipe da Guide observa que o IBC-Br está 6,5% abaixo do nível de fevereiro (pré-covid). Segundo eles, seriam necessários quatro meses consecutivos de crescimento mensal de 2% para fechar essa lacuna.

        10+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • MARK 14 de setembro de 2020 at 16:08

    “Lojas de shopping estão fechando e abrindo novas unidades em ruas de comércio.
    Redes de franquia dão preferência a novas unidades fora de centros de compras.
    Duas coisas explicam esse movimento: o custo dos shoppings e o novo comportamento do consumidor. Do shopping para a rua, assim estão agindo as grandes redes. ”
    https://6minutos.uol.com.br/economia/do-shopping-para-a-rua-por-que-grandes-redes-estao-mudando-de-endereco/

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Ilusionista 14 de setembro de 2020 at 19:20

      ex; mesmo produto da Camicado e Doural na 25 de março já encontrei com 40% a menos que nas lojas de shopping. Pontos negativos, estacionamento distante e a falta de segurança no trajeto, além de ser um corredor de coronavírus com tanta gente transitando sem máscaras

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lord of All 14 de setembro de 2020 at 20:16

        Nos bons tempos quando dava pra viajar ao exterior, eu tinha como programa certo de viagem fazer compras em outlet´s. Não aqueles cheios de viadagem em Miami, mas os de subúrbios mesmo. Nunca liguei muito pra frescurice de shopping, acho melhor pagar barato.

        14+
        • avatar
        • avatar
  • Cesar_DF 14 de setembro de 2020 at 20:59

    Fernando Ulrich – 14/09/2020
    https://www.youtube.com/watch?v=QBASzSf0obs

    Temos uma bolha de ações no planeta? Ou uma bolha de bonds soberanos? Quem sabe bolha imobiliária? Alguns dizem que temos a maior bolha de ativos de todos os tempos, a chamada era da “everything bubble”, bolha de tudo. É sobre isso que falamos neste vídeo.

    (0:35) AVISO: não é recomendação de investimento
    (1:25) A bolha de ativos segundo Mohamed El-Erian e Bill Gross
    (4:50) Taxa de juros baixa inflou preços de ativos
    (5:50) Banco da Inglaterra: “Inflamos a maior bolha de bonds soberanos da história”
    (7:17) Por que os Bancos Centrais não podem elevar os juros
    (11:26) Proporção de empresas zumbis próximo do recorde
    (13:19) Apesar da bolha de ativos, recomendação é alavancagem
    (15:54) “Há pouco dinheiro para ser feito no mundo, com ou sem vacina”
    (17:12) Alavancagem maior é acúmulo de material inflamável no mercado financeiro

    15+
    • avatar
    • avatar
    • rogerio 15 de setembro de 2020 at 17:23

      Será por isso uma galera já correu pra cripto moeda? Teoricamente descolada da vida real mas altamente especulativa? Estou avaliando…

      Ainda considero considero comprar terra PRODUTIVA e ouro físico as únicas formas de manter os recursos. O resto será facilmente tragado pro buraco negro.

      7+
      • avatar
  • CA 15 de setembro de 2020 at 07:58

    Crescimento contínuo do subemprego oficial, o caso das pessoas que trabalham muito menos horas que o normal e do que precisam, uma das formas de se alimentar a degradação dos empregos:

    https://g1.globo.com/economia/concursos-e-emprego/noticia/2020/09/15/na-contramao-do-fechamento-de-vagas-postos-intermitentes-cresceram-desde-a-lei-trabalhista.ghtml

    Lembrando que as vagas intermitentes também ajudam a maquiar o índice real de desemprego:

    Cada pessoa que simplesmente assina um contrato intermitente, mesmo sem nunca ter trabalhado naquele contrato, já conta como “empregado” para as estatísticas do CAGED.

    E assim caminha o mundo de faz de conta das estatísticas brasileiras ligadas à nossa economia…

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 15 de setembro de 2020 at 10:37

    O presidente Jair Bolsonaro descartou, nesta terça-feira (15/9), atender a proposta da equipe econômica de congelar os benefícios previdenciários, como aposentadorias e pensões, nos próximos dois anos para bancar o Renda Brasil. Para encerrar o assunto, o presidente afirmou que não criará mais o programa e que, até o fim do mandato, será mantido o Bolsa Família.

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Ilusionista 15 de setembro de 2020 at 12:29

      Congelar por dois anos as aposentadorias dos tiozinhos do zap, ohhh!!”. Como ganhar popularidade sem fazer nada!, faz lembrar o antigo desenho do bom-bom, mau-mau.
      Alguém?!? (mau-mau) joga uma fumaça bem impopular aos ventos e, no dia seguinte, aparece sempre o “bom-bom” para “cancelar” o que nunca foi feito. Este é o cara!. Já vimos isto no ano passado com o fumacê da CPMF, vida que segue…

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • MARK 15 de setembro de 2020 at 13:54

        Ilusionista, acho que são sempre testes, “Vamos ver como vai a têmpera, o que vã falar sobre isso, de repente não assusta tano”. Ver o tiozinho do zap tomar na cabeça eu ía achar ótimo, mas o bozo tá mais pra política Luloriberal com vistas a 2022.

        9+
        • avatar
        • avatar
  • Cajuzinha 15 de setembro de 2020 at 11:19

    “Tensão geral por aqui”, limitou-se a dizer ao Blog um técnico do alto escalão da Economia. Todos estão esperando o retorno de Guedes, que foi chamado às pressas ao Palácio do Planalto por Bolsonaro. Um ministro disse que nunca viu o presidente “tão irritado com a equipe econômica“.

    Na visão de Bolsonaro, ao propor medidas que afetam os mais pobres, a equipe econômica mina sua popularidade entre a população mais pobre, justamente na qual tem conseguido melhorar a imagem do governo. O presidente não está preocupado com a questão econômica, mas com a política, visando a reeleição em 2022.

    Para a equipe econômica, a partir de agora, todas as discussões de medidas impopulares para equacionar as contas públicas estão congeladas. Não há mais, segundo os técnicos, espaço para debate público em relação a temas considerados polêmicos por Bolsonaro.

    Resta saber, segundo os técnicos, como os investidores vão lidar com Bolsonaro cada vez mais voltado para as eleições de 2022 e menos preocupado em buscar soluções para conter o deficit público e a escalada da dívida púbica, que caminha para 100% do Produto Interno Bruto (PIB).

    https://blogs.correiobraziliense.com.br/vicente/no-ministerio-da-economia-clima-e-de-muita-tensao-e-de-medo-de-demissoes/

    5+
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 15 de setembro de 2020 at 14:32

    Isso porque muitas empresas continuam em home office total ou em esquema de rodízio (os funcionários vão uma semana ao escritório e na outra trabalham de casa). No futuro, segundo um estudo realizado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), 30% das companhias brasileiras devem manter o home office, mesmo com o fim da pandemia do novo coronavírus.

    Embora os edifícios comerciais (escritórios) sejam 23% do faturamento do setor e 40% das vagas, não foi só o trabalho a distância que afetou os estacionamentos, uma indústria que no ano passado movimentou gigantescos R$ 16 bilhões em receita bruta anual, segundo a Associação Brasileira de Estacionamentos (Abrapark).

    O fechamento dos shoppings centers e a fraca retomada do movimento nesses centros de compras (que respondem por R$ 4,1 bilhões dos ganhos – ou 26%) também abalaram as contas dessas empresas. Os valets, que atendiam em eventos, baladas e restaurantes, também foram paralisados e muitos ainda nem voltaram.

    Com isso, as empresas de estacionamento estão passando por sua maior crise. “Tivemos que fechar quatro estacionamentos. Um deles, por exemplo, dependia do movimento de uma faculdade, de um restaurante e de uma casa de eventos. Tá tudo sem funcionar ainda”, diz Paulo Lemos, diretor comercial da rede Parkland, com 31 estacionamentos no Brasil todo.

    https://6minutos.uol.com.br/economia/crise-dos-estacionamentos-grandes-redes-fecham-unidades-apos-faturamento-despencar/

    5+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • loureiro_bsb 16 de setembro de 2020 at 16:55

      Sempre achei que esse negócio de estacionamento fosse uma mina de ouro, com baixos custos e altos ganhos. Em frente ao fórum de Brasília do TJDFT há um estacionamento que consiste num terreno bem amplo e descoberto, com os carros expostos ao sol e pegando a poeira da brita. Só deve haver 1 funcionário em todo aquele espaço, que fica na catraca. Ao final do expediente ele simplesmente fecha os acessos ao estacionamento e vai embora….

      8+
      • avatar
  • Strike 15 de setembro de 2020 at 14:34

    O Sachsida tá dizendo no Twitter que a recuperação econômica é em formato em V…
    Que coisa heim!

    5+
    • avatar
  • Strike 15 de setembro de 2020 at 14:42

    Falando sério sobre essa questão do corona, vejam esta matéria da CNN. A questão é mais séria do que se pensa e este governo está tratando isso como se fosse uma questão ideológica… Se isso está ocorrendo em outros países, por que não ocorreria também no Brasil? Só porque temos sol? E agora estão querendo liberar as aulas, mas as crianças que forem infectadas, apesar de assintomáticas, poderão apresentar complicações de saúde no futuro. Mas o que está pegando mesmo são as eleições. Reparem que praticamente todos os estados e municípios relaxaram a fiscalização e estão permitindo tudo. No Rio e em várias outras cidades, já virou palhaçada… Os políticos agora não estão nem aí, a preocupação deles é com a reeleição… Até o estado de SP, que estava rigoroso na fiscalização, já relaxou.
    https://edition.cnn.com/2020/09/13/health/long-haul-covid-fatigue-breathing-wellness/index.html?utm_medium=social&utm_content=2020-09-14T04%3A01%3A02&utm_source=twCNN&utm_term=link

    6+
    • avatar
    • avatar
    • perdido no rio 19 de setembro de 2020 at 21:08

      Esses desgraçados estão mais uma vez pensando no curto prazo às custas da saúde de todos. Os efeitos da infecção ainda não estão totalmente claros. Acharam problemas cerebrais e no sistema nervoso central relacionados à doença.

      https://www.dw.com/en/coronavirus-brain-damage/a-54111054

      COVID-19: Severe brain damage possible even with mild symptoms

      According to British neurologists, COVID-19 can cause serious damage to the brain and central nervous system. Such damage can lead to psychosis, paralysis and strokes, which are often detected in their late stages.

      2+
      • avatar
  • Cajuzinha 15 de setembro de 2020 at 15:51

    A japonesa Sony informou nesta segunda-feira (14) que decidiu fechar suas fábricas em Manaus no fim de março de 2021, e interromper em meados de 2021 as vendas de produtos de TV, áudio e câmeras pela Sony do Brasil Ltda.

    A decisão foi tomada “considerando o ambiente recente de mercado e a tendência esperada para os negócios”.

    https://www.oantagonista.com/economia/sony-vai-fechar-fabrica-em-manaus-e-encerrar-parte-das-vendas-no-brasil/

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Senhor Bolha 15 de setembro de 2020 at 16:00

    Construtora Tenda destruindo sonhos!!!
    ATENÇÃO!!! Pensando em comprar um apartamento? Passe longe dessa empresa!!! Profissionais sem ética, [Editado pelo Reclame Aqui] e maliciosos. Não estão preocupados com a sua necessidade, lhe tratam bem até a assinatura do contrato. O educado agente de vendas que na grande maioria não possui registro ao junto ao CRECI, não tira uma segunda via. Essa loja dos infernos lhe pressiona e ridiculariza até que você fique convencido de que com a sua renda só consiga comprar alí. CUIDADO!
    Cogite a possibilidade de realizar o DISTRATO da compra e sua vida se tornará um verdadeiro inferno, você será caluniado, ofendido e deverá aguardar a boa vontade da empresa para ter 80% do seu dinheiro devolta e ore a Deus para não ter seu CPF negativado. Lembre – se que o intuito é te fazer acreditar que só consegue comprar com eles! Também não posso deixar de mencionar que em algumas situações as chaves JAMAIS serão entregues!!! Será que dessa vez o Solar dos Oits – Trindade em São Gonçalo será entregue?Afinal, ele já foi lançado no passado como CITTA ALCÂNTARA, foi afogado e dez anos depois é lançando com outro nome. Dúvidas se deve ou não comprar um TENDA? Sabe aquele esqueleto inacabado na Avenida Roberto Marinho no Colubandê? é um TENDA. NÃO RECOMENDO!!! [Editado pelo Reclame Aqui], INFELIZES E MEDÍOCRES. Se você assim como eu teve a infeliz idéia de fazer uma simulação nesse chiqueiro que é a loja do ALCÂNTARA e saiu de lá com um financiamento, fique atento eles não tem ética! VOCÊ PODE SIM COMPRAR EM UM LUGAR MELHOR!!! CONTRUTORA TENDA, a loja do Alcântara tem cheiro característico que resume o que a empresa é…. Uma MERDA!!!

    Quero um posicionamento com relação ao DISTRATO da minha compra que foi solicitado em 20/09/2019 e até o presente momento não foi realizado. Meu dinheiro não foi devolvido!!!!! Quero meu dinheiro!!!

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 15 de setembro de 2020 at 19:40

    O BRB começou a venda direta e virtual de imóveis com taxas especiais. São cerca de 400 unidades, todas de propriedade do banco – entre locações residenciais, comerciais e rurais. Elas estão localizadas no DF, em São Romão (MG) e em Goiânia, Anápolis, Valparaíso, Planaltina, Luziânia, Água Fria e Flores de Goiás – todas em Goiás.

    Entre os bens colocados à venda, é possível encontrar apartamentos, salas, vagas de garagem, lojas, lotes, casas, fazendas, galpões, chácaras e prédios comerciais, com descontos que podem chegar a até 32% sobre o valor de mercado.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Lord of All 16 de setembro de 2020 at 07:07

    OFF
    Preços dos vinhos subindo.
    E eu que sonhei que com o acordo de livre comércio com a Europa compraria vinhos e queijos com imposto zero.
    Maldito bozo.

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 16 de setembro de 2020 at 08:02

    Jornal O Globo
    Fundo imobiliário da XP fará IPO de até R$ 600 milhões para construir seus próprios galpões
    Fundo imobiliário da XP fará IPO de até R$ 600 milhões para construir seus próprios galpões. Por Rennan Setti. 16/09/2020 • 07:00. BMW Brasil | Reprodução.

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 16 de setembro de 2020 at 11:23

    Fotos ilustrativas!!! kkkkkkkkkkkk

    Grande oportunidade de negócios em pleno funcionamento, restaurante no São José em Aracaju-Sergipe. A venda trata-se da atividade, com a marca onde está instalado o negócio.

    Por que comprar este negócio?
    – Em pleno funcionamento.
    – Excelente localização, próximo a clínicas e órgãos.
    – Alta densidade populacional.
    – Solidificação dos clientes, e em expansão.
    – Mais de uma década no mercado.
    – Colaboradores altamente qualificados.
    – Capacidade de expandir o faturamento.
    – Credibilidade com fornecedores.
    – Marca bem conceituada e conhecida.

    Observação: Fotos são ilustrativas por motivo de estar em funcionamento.

    https://se.olx.com.br/sergipe/comercio-e-industria/restaurante-no-sao-jose-em-aracaju-faturando-lucrando-e-em-operacao-640533984

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • tmarabo 16 de setembro de 2020 at 12:45

    @xpinvestimentos
    Fundos imobiliários alcançaram marca de 1 milhão de investidores pessoas físicas.
    A nova marca foi alcançada menos de um ano após chegar a 500 mil investidores.

    4+
    • tmarabo 16 de setembro de 2020 at 12:46

      agora que CDI e SELIC não pagam nem inflação, vai ter dinheiro pra tudo quando é produto.

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • tmarabo 16 de setembro de 2020 at 12:59

    OFF: pessoal, vocês viram que as CDBs e outros estão vindo com 01 a 02% a mais de juros em relação ao início do mês??
    este setembro eu tenho olhado direto e os juros oferecidos estão crescendo um monte!!

    7+
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 16 de setembro de 2020 at 15:55

    https://noticias.uol.com.br/colunas/thais-oyama/2020/09/16/o-mercado-pode-aliviar-se-guedes-nao-quer-engrossar-a-fila-do-desemprego.htm

    Sobre a ameaça presidencial de levantar o cartão vermelho, não é a primeira vez que o
    ministro se furta a achar que o recado é para ele.
    No ano passado, seu então secretário da Receita, Marcos Cintra, em outro clássico balão de
    ensaio, deu uma entrevista falando de estudos sobre a reforma tributária que incluíam a
    possibilidade de recriação de uma nova CPMF.
    Bolsonaro reagiu com seu senso político, Guedes lamentou “a morte em combate” de Cintra
    e o demitiu, esquecendo-se de mencionar que a autoria da ideia sempre foi dele, como hoje
    deixou claro com a nova declaração em defesa do “imposto digital”.
    O mercado, que já tanto temeu a possibilidade de Guedes pedir o chapéu, pode respirar
    aliviado. O ministro só sai do governo chutado.

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Wolf 16 de setembro de 2020 at 17:39

    CVR
    fui ver um terreno com uma casa antiga em cima aqui em jaraguá e quase caí da cadeira

    Terreno grande, com uns 30 metros de frente, e uns 60 de fundo.
    Porém tem um rio enorme nos fundos, e uma casa tombada pelo pratimonio histórico no meio, vc praticamente não pode construir por causa da casa e do recuo….
    Tiveram a coragem de pedir 2,8 milhões nisso. Se vc gastar uma grana na casa, e conseguir alugar ela comercialmente por R$ 5.000 e pq teve muita sorte.
    Tem uma galera que perdeu a noção do ridículo.

    27+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • otb_bolhista 16 de setembro de 2020 at 19:42

    Pessoal, é impressão minha ou o valor de imóveis e terrenos em Bsb estão fora da casinha? Qualquer casinha mais arrumada em um condomínio próximo do Plano está por volta dos 2kk, sem falar que nessa pandemia as casas que estão a venda tiveram aumento de preços considerável. Nos terrenos, em condomínios regularizados, os valores estão ao redor de 1kk. Isso que eu não estou falando de Lago Sul e Lago Norte, locais em que o preço costuma ser mais puxado.
    Em uma cidade em que o Pib depende fundamentalmente do Setor Público, me espanta os valores que os imóveis atingiram. Entendo que serviço público dá mais segurança para financiamento, mas acabou a época de bons aumentos e alto número de convocações para concursos top. Fico me perguntando como o pessoal está fazendo pra adquirir imóveis, ainda mais os que não ocupam cargo de salário mais elevado. Porque em Bsb, tirando advogados, médicos e empresários bem sucedidos, que são uma minoria, o restante do que ganha bem é do serviço público.

    14+
    • avatar
    • avatar
  • indiobolhista 16 de setembro de 2020 at 22:44

    Dólar a 6 para dezembro 2020 e no mínimo 7 para dezembro do 2021, alguém mais concorda com isso???? Alguem sabe quantos bilhões foram torrados para baixar na força temporalmente o dólar??
    Com sorte dos 299 bilhões, só 100 bilhões de dólares são de livre disponibilidade, o resto tem dono, os bancos BC: posição cambial líquida está em US$ 299,432 bilhões
    Estadão Conteúdo

    16/09/20 – 15h01

    A posição cambial líquida do Banco Central atingiu US$ 299,432 bilhões, conforme dados divulgados nesta quarta-feira, 16, pela instituição. O montante tem como referência o dia 11 de setembro. No fim de agosto, essa posição estava em US$ 300,690 bilhões.

    A posição cambial líquida traduz o que está disponível para que o BC faça frente a alguma necessidade de moeda estrangeira – como fornecer liquidez ao mercado em momentos de crise, por exemplo.

    A posição leva em conta as reservas internacionais, o estoque de operações de linha do BC (venda de dólares com compromisso de recompra), a posição da instituição em swap cambial e os Direitos Especiais de Saque (DES) do Brasil no Fundo Monetário Internacional (FMI).

    10+
    • avatar
  • Cajuzinha 17 de setembro de 2020 at 05:17

    A prefeitura de São Paulo decidiu adotar, em caráter permanente, o regime de teletrabalho, também conhecido como home office, para os servidores e empregados públicos efetivos da administração direta, autarquias e fundações do município. O decreto que institui o novo regime foi publicado ontem (15).

    A economia, segundo a prefeitura, virá da redução dos gastos de escritório e também da diminuição de espaços alugados ou pertencentes à própria administração municipal.

    https://www.google.com/amp/s/www.opovo.com.br/amp/noticias/economia/2020/09/16/prefeitura-de-sao-paulo-adota-home-office-permanente.html

    10+
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 17 de setembro de 2020 at 09:46

    Após três meses como treinador-interino, o general Eduardo Pazuello foi finalmente efetivado na Saúde, onde foi responsável por uma campanha sanitária muito elogiada pelo cartola Donald Trump, o Ricardo Teixeira da Covid-19. Em compensação, o também treinador Paulo Guedes foi rebaixado para o cargo de interino na Economia, fazendo valer a impressão, já clara entre os analistas, de que nunca passou de um menino-prodígio, uma promessa que não vingou em campo.

    Questionado sobre o chega-pra-lá, Guedes, agora chamado internamente pelo apelido de Bad Boy de Chicago, afirmou: “Tem que respeitar a decisão do professor. Se ele quiser eu volto pro banco. Eu já fui muito feliz no banco e posso voltar pra lá”, declarou o ex-BTG United.

    https://piaui.folha.uol.com.br/herald/2020/09/17/depois-de-colocar-pazuello-como-titular-bolsonaro-transforma-guedes-em-interino/

    9+
    • avatar
    • avatar
  • tmarabo 17 de setembro de 2020 at 10:17

    Ontem eu postei “OFF: pessoal, vocês viram que as CDBs e outros estão vindo com 01 a 02% a mais de juros em relação ao início do mês?? este setembro eu tenho olhado direto e os juros oferecidos estão crescendo um monte!!”

    Hoje tem oferta de CDB BS2 – SET/2026 16/09/26 9,1%
    Olha, há um mês isso seria lançado com uns 03% a menos!!!
    Isso é BEM mais alto do que os títulos de “mercado secundário” que estão na XP.
    Tenho alguns CDBzinhos pré fixados e já tô vendo que vou micar ficando até o vencimento….

    6+
    • avatar
    • avatar
    • tmarabo 17 de setembro de 2020 at 10:21

      CDB BS2 – 16/09/26 IPC-A + 4,25%
      CDB BANCO PAN S/A – 16/09/25 8,65%
      CDB BANCO PAN S/A – 16/09/25 IPC-A + 4%
      CDB BANCO INDUSTRIAL 16/09/24 8%
      CDB BANCO PAN S/A – 16/09/24 IPC-A + 3,15%
      LC FACTA FINANCEIRA – 17/09/23 7,35%
      LC FACTA FINANCEIRA – 17/09/22 5,55%

      7+
      • avatar
      • avatar
  • loureiro_bsb 17 de setembro de 2020 at 10:27

    https://blogs.correiobraziliense.com.br/vicente/mansao-do-lago-sul-e-invadida-por-casal-especialista-em-ocupar-imoveis-vazios/

    A vizinhança da QL 18, Conjunto 4, do Lago Sul (foto), o bairro mais nobre de Brasília, está em polvorosa. O herdeiro de uma mansão avaliada, por baixo, em R$ 2 milhões, acusa, na Justiça, um casal de ter invadido o imóvel. A ocupação irregular ocorreu da noite para o dia em 10 de janeiro deste ano.
    Segundo processo ao qual o Blog teve acesso, o casal acusado de invasão de propriedade já respondeu a três processos semelhantes. Em todos, foi obrigado a desocupar as residências e a indenizar os verdadeiros proprietários. O casal também foi acusado de estelionato.
    (…)
    O casal não está morando sozinho no imóvel. Os filhos e alguns parentes também desfrutam do conforto da casa, como pode ser constatado nas redes sociais do casal. Tanto o homem quanto a mulher postam fotos à beira da piscina cercados por drinques. E não economizam nas festas, que atormentam os vizinhos.
    Cientes do que está acontecendo e temerosos em relação aos ocupantes da mansão, os moradores da QL 18, Conjunto 4, torcem para que a Justiça seja rápida em sua decisão. Para eles, não é possível conviver com invasores de propriedade alheia.

    21+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 17 de setembro de 2020 at 10:51

    Recuperação econômica global pode levar 5 anos, diz economista-chefe do Banco Mundial
    Carmen Reinhart destacou que a recessão causada pela pandemia durará mais em alguns países do que em outros e agravará as desigualdades.

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • MARK 17 de setembro de 2020 at 13:19

    CVR do dia – Agora de manhã fui ver um apto de 100m2, 2 dormitórios com suíte a uma quadra da praia, com elevador, quarto de empregada e wc, aqui bem perto de casa no Boqueirão. O preço de 330k me chamou a atenção e até achei que era anúncio de leilão, não era. O ponto forte é a localização e a planta excepcional do apartamento, amplo, boas esquadrias e vaga boa e demarcada. O ruim é o fato de ser no primeiro andar e, apesar de ser de frente, a fachada não possui janelas, tudo dá para as laterais que precisariam de uma reforma e condomínio bem alto para estar com as laterais daquele jeito, 1.100 reais. Esse precisava de reforma, e tinha também um outro no mesmo prédio por 400k totalmente reformado e bonito, mas foi vendido ontem. Fiquei muito tentado mas eu quero um apto em um prédio com a fachada mais em condições e não gostaria de pegar no primeiro andar lateral. Até fiquei realmente pensando em comprar pra ajudar, pois três famílias estão morando no apto por clara falta de condições de morarem separadas, condomínio e IPTU com bastante atraso. Um tempo atrás pediam por volta de 500k num apto ali, mas creio que 400k seja um preço mais adequado e que conseguiria vender, desde que o apto esteja bonito.

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 17 de setembro de 2020 at 16:32

      “por 400k totalmente reformado e bonito, mas foi vendido ontem” Quem lhe disse isso? Se foi corvo é bem provável que seja fake, quer dar a impressão de que se você não comprar logo vai perder a oportunidade – cuidado.

      Apesar de vc não ter pedid, vou dar minha opinião: Primeiro andar não é bom negócio, principalmente se for em cima do salão de festas, além – pelo que você falou – a privacidade é quase nenhuma, até quem está passando pelo prédio consegue ver dentro do seu ap. Ainda é possível ter problema com retorno de caixa de esgoto, pois se esta não for limpa com frequência ocorre o entupimento da tubulação e pode terminar retornando todo o esgoto dos andares mais altos para as pias do primeiro andar.

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • MARK 17 de setembro de 2020 at 17:58

        Então, Cajuzinha, eram corvos diferentes (rs). Ao ver esse apto procurei por outros no mesmo prédio e localizei esse de 400k. Revendo anúncios vi esses aptos por valores anunciados de até 500k (não que valessem isso, rs). Eu realmente não comprei por que eu tenho uma coisa com a aparência externa do prédio e não querer primeiro andar. Eu já tenho que gostar do jeito que está o prédio, se precisa de reforma pra eu gostar, então… Nem duvido que o de 400 tenha vendido, pois estava muito bonito e haviam ampliado ele, eliminando o quarto de empregada. Sabe assim, nada pra fazer mesmo? rs Mas depois eu descobri que esse era poente e ficava no 3º andar, também tou fora.

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Sem Nome 17 de setembro de 2020 at 19:07

          Já fui visitar apartamento anunciado em várias imobiliárias, umas falam que o apartamento foi vendido na semana passada, outras falavam que tinha recebido proposta… Fica muito com cara de quem é anúncio chamariz.

          No final, 5 meses depois e o apartamento continua vazio. sorte minha, que encontrei no mesmo bairro um apartamento de planta melhor por preço mais barao, em andar mais alto e com vista mais livre.

          14+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
  • bolhista cearense 17 de setembro de 2020 at 15:23

    CVR:
    Ontem, estive no escritório de um plano de saúde aqui em Fortaleza para resolver um abacaxi relativo ao plano de saúde dos meus pais. Fiquei lá por mais de três horas e contei pelo menos quinze “ex-clientes” de planos-empresa. Perderam os empregos e queriam permanecer usufruindo do plano. Até que podiam, pelo que percebi, caso fossem demitidos sem justa causa e por um tempo proporcional ao contrato de trabalho registrado em carteira (azul; não verde amarela). O desemprego campeia, imaginem se estes pacientes migrassem de imediato ao SUS? Virão, certamente, mas o excesso de pacientes já causa preocupação.

    27+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Jonny Deep Blue 18 de setembro de 2020 at 12:38

      A convivência do SUS com os planos privados desafia qualquer lógica na prática atual. Quanto melhor for o SUS, mais difícil será para os planos de saúde. Me pergunto como o SUS conseguiu sobreviver aqui no Brasil. Em época de vacas magras será uma briga boa essa.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • socrates 18 de setembro de 2020 at 14:12

        o Vampirão chegou inclusive a vetar a abertura de novos cursos de Medicina atendendo a interesses corporativos.
        Isso com os cursos públicos não atendendo a demanda de todos classificados nas provas e os cursos privados cobrando sempre mais de 2k por mês de mensalidade…

        A punição ao Temer????

        Enviado ao Líbano como representante do Brasil…

        JUSTIZZA

        8+
        • avatar
        • avatar
  • Loucodf 17 de setembro de 2020 at 16:37
  • Cajuzinha 17 de setembro de 2020 at 18:55

    A crise econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus está fazendo com que muitos pais, que tinham filhos na rede particular de ensino, busquem matrículas seus filhos na rede pública. Somados os pedidos de transferências para a rede pública do Paraná e para as escolas municipais de Curitiba, o número chega a 16,6 mil.

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 17 de setembro de 2020 at 21:45

    Bolsonaro não pensa em outra coisa que não seja a reeleição. Portanto, reconhecem auxiliares, ele montou uma estratégia política que muitos dizem ser confusa, mas que conversa muito com os menos escolarizados e os mais pobres. O presidente manipula a opinião pública.

    Nessa manipulação, vale, inclusive, enfraquecer Guedes publicamente, criticá-lo em praça pública, dar cartão vermelho a integrantes da equipe dele. Ao mesmo tempo, o presidente passa a mão da cabeça do Posto Ipiranga, indicando a investidores e empresários que apóia a política liberal do ministro da Economia.

    A pergunta que mais incomoda os assessores próximos a Guedes é: até quando ele está disposto a ser o estorvo útil para Bolsonaro. Quem conhece o ministro sabe que ele tem o ego elevado, mas, por enquanto, está aceitando a fritura sem reclamar.

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Jonny Deep Blue 18 de setembro de 2020 at 11:54

      Tudo depende de quanto ele está ganhando $$ nesse teatro. Lá, eles recebem muita informação privilegiada.

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Lord of All 18 de setembro de 2020 at 06:36

    Nas minhas pesquisas aleatórias no OLX em busca de oportunidades, tenho encontrados muitas empresas à venda. A maioria restaurantes.
    Triste efeito da pandemia e do desgoverno Bozo.
    Ontem me deparei com a venda de uma casa noturna em CWB.
    O que fica nítido nesses anúncios é que a impossibilidade de se manter esses negócios em funcionamentos, ainda que sem atividades, é por conta dos altos aluguéis, a maioria na casa dos 5 dígitos.

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • socrates 18 de setembro de 2020 at 09:02

      “função social da propriedade”…

      E nesse caso o Bozo é só mais um.
      PT, PSDB e MDB… Todos tiveram a chance de fazer algo.

      Preferiram, no entanto, ignorar os problemas e desigualdades absurdos ocasionados pela posse de múltiplos imóveis por uma pessoa.
      Ganhou força, inclusive, a aberração dos “fundos imobiliários”…

      Ora: a pessoa juntou dinheiro trabalhando? Parabéns!!! Invista em um novo negócio, expanda o que tem, gaste com lazer, enterre o $$$ no jardim, compre ouro, compre ações, compre carros, TROQUE de residência, deixe o $$$ no banco, rasgue o $$$… Mas não compre algo que é essencial e que ocasionará reflexos nas economias locais, aumentando o custo de vida obrigatório para os outros cidadãos!!!!

      Em suma: a democracia não existe na Banania. É tudo um teatro. É só ver que os partidos de “oposição” optam pelo populismo; pelas concessões de esmolas ao invés de denunciar o óbvio…

      Eleições com voto fechado = fraude

      19+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • MARK 18 de setembro de 2020 at 09:56

      Verdade, Lord! Muitos negócios fecharam e, com certeza, o valor do aluguel pesou demais nessa decisão ou falta de opção. Aqui perto um bar bem descolado e muito frequentado, o “Australiano” fechou as portas de vez. Dá para imaginar o valor da locação de uma casa há uma quadra no bairro mais valorizado da cidade né?

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Loucodf 18 de setembro de 2020 at 11:48

      Uma conta que não fecha ainda na minha cabeça é notícia de melhora no setor imobiliário
      Empresas fechando, governo endividado, desemprego em massa, servidor com salário congelado.

      De onde está saindo dinheiro e confiança pra isso?
      Na minha cabeça, ia estagnar total.

      Mas de acordo com as noticias, não parece ser o que vem ocorrendo.
      Se essas notícias forem verdadeiras mesmo, claro.

      https://www.metropoles.com/distrito-federal/alta-no-preco-dos-materiais-de-construcao-deve-subir-custo-de-imoveis-no-df

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • socrates 18 de setembro de 2020 at 14:09

        a concentração de renda é absurda.
        A movimentação está toda no topo.

        Mais cedo um mais tarde todos vão chegar à conclusão que o sigilo fiscal sustenta o modus perandi de toda essa roubaleira…

        Quem é contra a transparência????

        17+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Moreira 18 de setembro de 2020 at 10:06

    Recentemente acompanhei um leilão de imóvel.

    Imóvel avaliado em 730 mil

    Arrematado por 553
    Devia ter mais uns 25 mil de dívidas
    580 mil.
    Imóvel está ocupado por uma quase idosa, que tem câncer e não paga a caixa desde 2011, quando o banco retomou o imóvel. Na justiça, ela pede que o seguro do financiamento quite o débito. Ocorre que a doença dela é anterior ao financiamento. E aí tem perdido na justiça, isto é, tem arrastado.

    Fortes emoções pra quem comprou. Mas, se ganhar, pode ter sido um negócio menos injusto. Resta saber se a Justiça via deferir imissão na posse em 60 dias.

    12+
    • avatar
    • chigo 21 de setembro de 2020 at 11:29

      Muito mais fácil ganhar na B3 do que com leilão de imóveis. Pelo risco, o valor de aquisição tem que ser muito baixo, ocupado então, não dá para pagar mais de 50% da avaliação.

      2+
      • avatar
  • CArlos 18 de setembro de 2020 at 12:40

    Fernando Ulrich

    As notícias de falta de insumos na indústria têm aumentado nos últimos dias.

    Se você é do setor (vendendo ou comprando), comente aqui o que está vendo no seu negócio

    https://twitter.com/fernandoulrich/status/1306723740089286656

    9+
    • avatar
    • avatar
  • CA 18 de setembro de 2020 at 16:46

    Loucodf 18 de setembro de 2020 at 11:48

    Uma conta que não fecha ainda na minha cabeça é notícia de melhora no setor imobiliário
    Empresas fechando, governo endividado, desemprego em massa, servidor com salário congelado.

    De onde está saindo dinheiro e confiança pra isso?
    Na minha cabeça, ia estagnar total.

    Mas de acordo com as noticias, não parece ser o que vem ocorrendo.
    Se essas notícias forem verdadeiras mesmo, claro.

    https://www.metropoles.com/distrito-federal/alta-no-preco-dos-materiais-de-construcao-deve-subir-custo-de-imoveis-no-df

    6+

    Loucodf,

    Considerar:

    1) Auxilio emergencial usado para comprar cimento, telha, etc, para fazer “puxadinho” em imóvel da família e acomodar os parentes que estão voltando a morar juntos ou se juntando pela primeira vez, gera aumento da procura e de preços dos materiais de construção, análogo à questão dos alimentos;

    2) Disparada nas vendas falsas na planta, para quem não vai conseguir o crédito imobiliário na entrega do imóvel. Finalidade: simular recuperação dos negócios, para valorizar a ação da construtora na BOVESPA e faturar com o recorde de sardinhas que temos hoje na B3;

    3) MCMV cresce junto com a insanidade do credito podre via CEF, que por um lado, não cobra prestações do financiamento imobiliário, porque acha que as pessoas não vão conseguir pagar e por outro, aumenta a oferta de crédito imobiliário fazendo de conta que as pessoas vão conseguir pagar!

    Em contra-partida, observar as construtoras que tiveram queda de mais de 70% nas vendas para média e alta renda no segundo trimestre. Observar a situação de penúria da economia e o quanto os esquemas acima são um gigantesco suicídio financeiro para quem vai nessa…
      

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Loucodf 18 de setembro de 2020 at 18:03

    Bradesco fecha acordo sobre trabalho remoto com funcionários… – Veja mais em https://economia.uol.com.br/noticias/reuters/2020/09/18/bradesco-fecha-acordo-sobre-trabalho-remoto-com-funcionarios.htm?cmpid=copiaecola

    O banco planeja ter funcionários trabalhando em casa uma média de uma semana por mês permanentemente, em um movimento que permitirá ao banco economizar no aluguel e vender alguns imóveis, disse o presidente, Octavio de Lazari Junior, em agosto….

    O banco vai oferecer uma ajuda de custo anual de cerca de R$ 1.000 para cobrir as contas de consumo dos funcionários, como energia e internet, para aqueles que trabalharam mais de 50% da jornada remotamente. Também poderá fornecer cadeiras. Além da redução de custos, o banco planeja utilizar o trabalho remoto para atrair pessoas que estejam distantes dos escritórios do Bradesco, disse o diretor de recursos humanos Juliano Marcílio…. –

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 18 de setembro de 2020 at 22:00

    Publicamente, o presidente diz que o ministro da Economia continua prestigiado. Nos bastidores, porém, afirma que Guedes não está entregando nada do que prometeu e ainda cria constrangimentos ao governo com suas propostas.

    O mais recente entrevero de Bolsonaro com Guedes foi a proposta do secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, de congelar aposentadorias e pensões para bancar o Renda Brasil, substituto do Bolsa Família. O presidente sabia das propostas, mas, diante da reação negativa, sobretudo entre as camadas mais pobres da população, que vêm sustentando a popularidade do governo, ele decidiu jogar para a plateia.

    Os donos do dinheiro, contudo, não estão mais dispostos a embarcar nas aventuras de Bolsonaro nem endossar a manipulação que ele faz dos fatos. O nível do estresse começou a subir. E tal movimento só está no começo.

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 19 de setembro de 2020 at 12:11

    Intenção….

    Intenção de compra de imóvel atinge melhor marca em 13 anos
    Fábio Bittencourt

    A quantidade de anúncios de lançamentos residenciais em Salvador e a movimentação nos estandes de venda – verificada 15, 20 dias após o retorno das atividades comerciais – parecem mesmo confirmar os resultados das últimas pesquisas de mercado realizadas por entidades ligadas ao setor, de que a pandemia só fez aumentar a busca pela tão sonhada casa nova/própria.

    Ainda segundo Cunha, tamanha disposição se dá por uma conjunção de fatores, entre eles taxas de juros mais atraentes, preços dos produtos pouco reajustados em quase cinco anos, crédito ampliado, inflação sob controle, Selic em queda (rentabilidade de aplicações financeiras idem) e a própria pandemia, claro.

    “Entre 2014 e 2019, período em que também atravessamos uma crise, poucas unidades foram lançadas, então havia uma demanda muito reprimida. Nesse cenário, os imóveis tiveram uma correção de valor muito inferior do que teriam em um outro contexto. Por último, a queda da Selic derrubou a rentabilidade dos produtos de renda fixa, obrigando o investidor a diversificar as aplicações, seja na renda variável (Bolsa de Valores) ou em imóvel”, fala.

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 19 de setembro de 2020 at 22:02

    Vendas desabam nos shoppings de Belo Horizonte
    Por Juliana Siqueira -19 de setembro de 2020

    A queda nas comercializações, diz ele, gira em torno de 50% a 70% e só pioram a cada dia.

    O motivo para isso são diversos, segundo França. Um deles tem a ver com o próprio comportamento do consumidor, que pouco tem comprado determinados produtos, como roupas e calçados, por exemplo. “O comportamento dos consumidores mudou muito. Não está tendo festas, casamentos, entre outros eventos, então, eles não têm investido em vestuário”, justifica.

    https://diariodocomercio.com.br/economia/vendas-desabam-nos-shoppings-de-belo-horizonte

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 19 de setembro de 2020 at 22:11

      Comércio ainda não decola em BH e movimento é menor do que em agosto
      Movimento em setembro, segundo aplicativo Waze, foi pouco menor do que agosto. Efeito pode ser relacionado a queda de renda, dificuldade de transporte público e dissolução de público com a abertura diária das lojas após o isolamento pelo novo coronavírus
      Por Mateus Parreiras
      19/09/2020

      De acordo com o que pode constatar a vendedora, muitas pessoas também reclamaram que os preços têm subido e a renda delas se reduzido. “Nessa situação, por enquanto, muitas pessoas acabam preferindo gastar com produtos de necessidade em vez de por exemplo comprar roupas e acessórios.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CA 20 de setembro de 2020 at 07:18

        Cajuzinha,

        A aglomeração em praias, bares, parques, etc, em todo o país, sem exceções, demonstra claramente que não há mais nenhuma preocupação quanto à pandemia e em deixar de circular.

        Com relação às pessoas não estarem indo a festa e eventos, por isto que não estão comprando certas roupas, afeta só uma parte do comércio dos Shoppings nos finais de semana, mas a verdade é que as praças de alimentação tem tido movimento fraco, assim como lojas dos mais variados segmentos.

        Isso significa que a grande causa para a queda relevante das vendas, é a falta de dinheiro. E isto porque a pessoas ainda estão gastando do auxilio emergencial de R$ 600 para consumir, ainda estão contando com a grana que deixaram de pagar do financiamento imobiliário para fazerem compras de supérfluos, muitas empresas ainda não demitiram mais pessoas por falta de caixa ou por estarem a espera de um milagre de recuperação, além de estarem suspendendo ou reduzindo salários, atrasando impostos e pagamento de dívidas etc.

        E isto porque só agora é que vai cair pela metade o auxilio emergencial e só a partir do inicio de 2021 que teremos a perda dos demais auxílios e a volta de pagamentos de impostos e dívidas mencionados acima, imagine como vai ficar…

        13+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Cajuzinha 20 de setembro de 2020 at 10:52

    Todas as livrarias Saraiva em Salvador vão encerrar suas atividades. A rede já havia fechado várias unidades em São Paulo e lojas em Brasília, Belo Horizonte e outros locais.

    O baixo faturamento teria sido o principal motivo para a decisão de fechar todas as lojas da rede na cidade, situação agravada pela pandemia de acordo com o site Bahia Econômica.

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • CArlos 20 de setembro de 2020 at 15:40

    Grupo Schahin usou empresa de fachada para ocultar fortuna em processo de falência; documentos dos FinCEN Files organizados pelo ICIJ embasaram a reportagem

    https://piaui.folha.uol.com.br/387212-2/

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • CA 20 de setembro de 2020 at 18:44

    Novas campanhas no ar…

    Sabe aqueles bancos que suspenderam o pagamento do financiamento imobiliário em função do alto risco de aumento do calote em função da crise?

    Aqueles mesmos que estão com recorde histórico de imóveis retomados por falta de pagamento e que não conseguem vender?

    Pois é, eles resolveram inverter a lei de risco e retorno! Se o risco acima é gigante e o normal seria aumentar os juros para compensar o risco, por que não oferece o menor juros do mercado, não é mesmo?!

    Um dos bancos que faz propaganda na TV, é aquele que começa com “I” de Inadimplência e o outro, é aquele que começa com “C” de Calote.

    E para quem não entendeu, o esquema acima é o famoso pedalar kamikaze:

    A inadimplência vai disparar isto é um fato.

    Só que a medida principal que é divulgada quanto à inadimplência, é o total de inadimplentes em relação ao total geral de crédito imobiliário concedido, logo, se disparar no crédito concedido, o percentual no primeiro momento diminui, ou pelo menos, não cresce tanto.

    Mas e depois, quando aquele crédito novo começar a ter um índice ainda mais anormal de inadimplência?

    Eles vão e pedalam de novo, até que uma hora vão se esborrachar no chão, a toda velocidade, junto com as construtoras que estão pedalando com as vendas falsas na planta e todos se aproveitando da euforia pra lá de irracional da SELIC baixa e da sardinhada toda alvoroçada e no ponto para ser levada ao suicídio financeiro, na crença de que algum “jênio” (sic) revogou a lei da gravidade e só eles descobriram isso….

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • socrates 21 de setembro de 2020 at 06:13

      CA, ao conceder credito, eles ganham algum beneficio fiscal? Sera que deixam de pagar parte dos impostos que deveriam pagar?

      4+
      • avatar
      • CA 21 de setembro de 2020 at 09:58

        socrates,

        Objetivo é pedalar com credito podre. Se não fizerem isto, o percentual de inadimplência em relação ao total de credito concedido dispara, a bolha fica mais visível, o preço dos imóveis cai muito e com isto, o valor de imóveis em garantia com bancos despenca, destruindo a liquidez, que é o coração do sistema financeiro. Foram com pedaladas irracionais e kamikazes como esta que o Lehman Brothers quebrou, exatamente pelos mesmos motivos…

        14+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • socrates 21 de setembro de 2020 at 13:13

          Consigo até ver g1, infomoney, bandnews, sbt , cnn e todo o resto falando que o ploc e a quebradeira foi ocasionada pelo covid … Como se as empresas estivessem saudaveis e sem contabilidade criativa em 2019… Como se o governo estivesse com as contas em dia e com boas perspectivas em fevereiro…

          8+
          • avatar
          • avatar
  • Strike 20 de setembro de 2020 at 19:16
  • indiobolhista 20 de setembro de 2020 at 21:43

    A Bolha já estourou (E nem percebemos…)
    https://www.youtube.com/watch?v=ljMGSInazyg

    7+
    • CA 21 de setembro de 2020 at 10:23

      rogerio,

      O esquema é podre e a cadeia de envolvidos é longa.

      a) Traficantes, corruptos, golpistas do mercado financeiro e outros criminosos queriam lavar muito dinheiro e/ou criar pirâmides financeiras;

      b) Governos populistas ao redor do globo queriam se reeleger e para isto, precisavam gerar euforia na população, via melhoras econômicas relevantes e rápidas, principalmente logo após a crise de 2.008. Para isto, utilizaram inúmeros estímulos artificiais e que geraram distorções gigantescas na economia global, forçando excesso de liquidez;

      c) Administradores de fundos de investimentos e de fundos de pensão queriam enriquecer da noite para o dia. Idem para executivos e investidores de empresas do IMOB e Bancos.

      Juntando “a”, “b” e “c” acima, o que aconteceu? A maior bolha de Ativos de toda a história!

      E quem vai pagar o pato?

      Quando explodir, dezenas ou centenas de milhares de pessoas verão sua aposentadoria ir para o vinagre, sardinhas super carregados de Ações verão o patrimônio ser destruído da noite para o dia, investidores de imóveis ficarão sem nenhuma liquidez assistindo uma forte erosão dos preços e aqueles com financiamentos imobiliários por décadas, verão o valor das dívidas serem muito maiores do que a avaliação dos imóveis. E as pedaladas e manipulações de IMOB, bancos, etc, só estão aumentando cada vez mais os efeitos destrutivos mencionados aqui.

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 21 de setembro de 2020 at 08:12

    Fuga de investidor estrangeiro cresce e pressiona dívida
    Desde 2015, participação dos estrangeiros nos títulos de dívida pública caiu de 20,8% para 9%; movimento foi intensificado por conta da covid-19

    Para o economista Affonso Celso Pastore, ex-presidente do Banco Central, é preciso intensificar a agenda de reformas para evitar que essa situação se prolongue. Ele lembra que a economia com reforma da Previdência ficou menor que na proposta original e que o projeto de reforma administrativa, que prevê economia no gasto com o funcionalismo, não afeta os servidores atuais.

    “As propostas do governo não resolvem o problema. A equipe econômica tenta gambiarras para resolver o fiscal um ano ou dois anos à frente. A dívida hoje não é sustentável, porque não há regime fiscal crível com garantia de que a dívida pode ser paga.”

    https://www.infomoney.com.br/economia/fuga-de-investidor-estrangeiro-cresce-e-pressiona-divida/

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 21 de setembro de 2020 at 08:54

    O auxílio emergencial não incrementou apenas a renda das famílias, mas ajudou a aumentar a arrecadação de vários Estados, mesmo durante a pandemia.

    Dados do último mês de agosto de arrecadação de notas fiscais eletrônicas mostram resultado positivo em 12 Estados, incluindo Sergipe.

    Segundo o jornal Folha de São Paulo, nesta segunda-feira, 21, os Estados que tiveram a arrecadação turbinada são: RS, RJ, ES, PB, PI, BA, AL, AC, RN, RO, RR e SE.

    A redução do benefício para R$ 300 preocupa governadores.

    https://www.nenoticias.com.br/auxilio-emergencial-aumenta-arrecadacao-de-sergipe/

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Bolha BOSS 21 de setembro de 2020 at 10:07

    Bom dia antipatriotas

    Lá vamos nós para o fim de mais um voo de galinha. Andei conversando bastante com o MrK, e ele trouxe uma constatação que poucos perceberam e que só agora vem a tona. A Selic artificial. A Selic é 2%, mas ninguém quem emprestar pro governo a esta taxa. O mercado quer mais, uns 7% a cima, conforme conversa. Agora estas desconfianças começam a vir ao noticiário. Outro ponto é o endividamento que não entra nesta conta da divida publica, as operações compromissadas

    Volume de operações compromissadas do BC ultrapassa R$ 1,3 tri
    https://blogs.correiobraziliense.com.br/vicente/volume-de-operacoes-compromissadas-do-bc-ultrapassa-r-13-tri/

    Taxas de títulos públicos disparam com estresse no mercado secundário de títulos públicos
    https://valorinveste.globo.com/produtos/renda-fixa/tesouro-direto/noticia/2020/09/18/taxas-de-titulos-publicos-disparam-com-estresse-no-mercado-secundario-de-titulos-publicos.ghtml

    Dívida pública alcança 86,5% do PIB em julho sob efeito da pandemia
    https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2020/08/divida-publica-alcanca-865-do-pib-em-julho-sob-efeito-da-pandemia.shtml

    35+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Falido.com 21 de setembro de 2020 at 13:41

      Opa… Brasil ame-o ou…. Bem….
      Que bom que tirou um tempinho pra visitar esse bando de suvinas…
      Estamos aqui com covid e tudo…
      Como está de imóvel novo traidor do movimento?
      Abraços e cuide-se👍🙏

      10+
      • avatar
  • Cajuzinha 21 de setembro de 2020 at 11:09

    Ação da Cury (CURY3) estreia na B3 em queda
    A incorporadora fixou na última quinta-feira (17) o preço de sua ação a R$ 9,35 em sua oferta pública inicial (IPO), levantando R$ 977,5 milhões
    Às 10h25 (horário de Brasília), o ativo registrava queda de 4,81%, a R$ 8,90.
    A Cury é uma companhia subsidiária da Cyrela voltada a empreendimentos residenciais focados na baixa renda.

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • CA 21 de setembro de 2020 at 11:35

    Cajuzinha,

    Teremos também o recorde de IPO de micos e nem sempre vão conseguir tapear o volume necessário de sardinhas, por isto, frustração de expectativas quanto a valores de Ações deverá ser algo comum.

    No IMOB, por exemplo, o sardinha a ser recrutado tem que ser completamente alienado do que está acontecendo na economia real quanto a empregos e renda, não fazer ideia do risco fiscal do governo e da sangria do FGTS e dos impactos destes fatores sobre este segmento que é super-subsidiado, tem que acreditar na “recuperação em V”, não ter noção da situação a sua volta que reflete pessoas voltando a morar com parentes, êxodo de grandes centros, recorde histórico de famílias migrando para situação de rua, junto com auxílios emergenciais se reduzindo e que em breve vão secar, mais pagamentos imobiliários suspensos por alto risco de disparada no calote que deverão voltar a serem pagos, assim como outras dívidas e impostos suspensos que também deverão voltar a serem pagos já no início de 2021, levando a uma nova e acentuada queda em empregos, renda, etc. Além de ser uma pessoa que vive em outro planeta e não consegue ver nada disto, ele tem que ter dinheiro para poder ser vítima deste golpe e esta é a combinação mais difícil…

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Lord of All 21 de setembro de 2020 at 14:23

    Bolha BOSS

    Bom dia antipatriotas

    Lá vamos nós para o fim de mais um voo de galinha. Andei conversando bastante com o MrK, e ele trouxe uma constatação que poucos perceberam e que só agora vem a tona. A Selic artificial. A Selic é 2%, mas ninguém quem emprestar pro governo a esta taxa. O mercado quer mais, uns 7% a cima, conforme conversa. Agora estas desconfianças começam a vir ao noticiário. Outro ponto é o endividamento que não entra nesta conta da divida publica, as operações compromissadas

    Volume de operações compromissadas do BC ultrapassa R$ 1,3 tri
    https://blogs.correiobraziliense.com.br/vicente/volume-de-operacoes-compromissadas-do-bc-ultrapassa-r-13-tri/

    Taxas de títulos públicos disparam com estresse no mercado secundário de títulos públicos
    https://valorinveste.globo.com/produtos/renda-fixa/tesouro-direto/noticia/2020/09/18/taxas-de-titulos-publicos-disparam-com-estresse-no-mercado-secundario-de-titulos-publicos.ghtml

    Dívida pública alcança 86,5% do PIB em julho sob efeito da pandemia
    https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2020/08/divida-publica-alcanca-865-do-pib-em-julho-sob-efeito-da-pandemia.shtml

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar

    Poucos perceberam?
    Eu comento isso aqui no blog desde a época do Vampiro, quando começou essa redução forçada.

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lord of All 21 de setembro de 2020 at 14:29

      O IPCA é outra maracutaia que comento aqui desde o pós-dilma.
      Enquanto alguns produtos “importantes” da cesta baixam de preço, como locação de dvd e reforma de sofá; os alimentos, energias e serviços dispararam de preço.

      24+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CA 21 de setembro de 2020 at 15:26

        Imagina, quase não se falou sobre a SELIC artificial, os motivos, os riscos, a relação com a dívida pública, etc, nos últimos anos por aqui…

        “CA 29 de novembro de 2018 at 08:21
        (…)
        ÓBVIO que se aproveitam dos juros SELIC que estão ARTIFICIALMENTE baixos (aka CANETADA) …”

        “CA 3 de dezembro de 2018 at 07:48
        (…)
        Putz, sério mesmo que você acha que tivemos uma baixa desvalorização do Real perante o Dólar? E quais seriam as melhoras nos FUNDAMENTOS da economia? Seria a inflação baixa porque o consumo NÃO se recupera, a SELIC que baixaram na CANETADA, ou o déficit público que continua superior a R$ 100 BILHÕES?”

        “CA 3 de dezembro de 2018 at 11:08
        Por que teríamos uma fuga dos países de maior risco, incluindo o Brasil? Porque se CONCRETIZARIA o cenário de maior risco GLOBAL e com isto a aversão ao risco DISPARA e os investidores buscam risco x retorno com mais seriedade e não de forma especulativa, sendo que estamos com a SELIC (retorno) no menor patamar histórico, lembram? Detalhe: disparada SÚBITA da SELIC só aumenta a sensação de risco, é isto que podemos esperar de consequência concreta de colocarmos a SELIC em mínima histórica de forma ARTIFICIAL.”

        “CA 7 de dezembro de 2018 at 10:25
        (…)
        Em qualquer outro país do mundo visto como muito arriscado (vide Argentina e Turquia), tem que aumentar e muito a taxa de juros básica da economia para “compensar” o risco e apesar do Brasil ser visto como o terceiro mais arriscado entre os países em desenvolvimento, logo atrás de Argentina e Turquia, por aqui nós podemos nos dar ao luxo de ficarmos com a menor SELIC da história e de quebra, ainda aumentarmos nosso endividamento em mais de R$ 100 BILHÕES por ano, o que só demonstra o quanto somos MÁGICOS E ESPECIAIS frente a este mundo medíocre e sem criatividade!”
        (…)
        “A SELIC sem NENHUM efeito para recuperação da economia, além de ser algo totalmente ARTIFICIAL (aka CANETADA) é consequência dos efeitos de bolhas imobiliária e de consumo, que levaram a super-endividamento de governos, famílias e empresas, algo também fortemente MAQUIADO nos balanços dos bancos, mas onde curiosamente, os próprios bancos mantem juros finais em patamar de diferença recorde quanto à SELIC, exatamente porque eles SABEM dos riscos REAIS, embora os neguem em seus comunicados oficiais.”

        “CA 9 de abril de 2019 at 08:15
        (…)
        – BC mantendo a SELIC em seu menor patamar histórico, mesmo com o déficit público crescendo mais de R$ 100 BILHÕES por ano ao longo de ANOS, mesmo com o Brasil vendo o CDS que mede o risco crescer muito, assim como outros indicadores de risco, mesmo consciente do nível REAL de inadimplência na economia e de que aquilo era apagar incêndio com gasolina e ainda, sabendo das bolhas no Exterior e no país e que a SELIC em seu menor patamar não colaborou e nem vai colaborar para recuperação da economia, ao contrário, vai incentivar sua degradação, ainda assim, jogaram contra tudo que deveriam defender quanto à segurança do sistema financeiro em seu mandato e prometem “DOBRAR A META” e reduzir ainda mais a SELIC;”

        17+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • CA 21 de setembro de 2020 at 17:05

    Sobre o vazamento de informações quanto à trilhões de US$ em lavagem de dinheiro com colaboração ativa e “passiva” de alguns grandes bancos globais, que levou à quedas em diversas Bolsas de Valores hoje:

    Como já falamos por aqui há anos, temos muito mais trilhões de dólares e euros em derivativos de crédito podre ao redor do globo, inclusive muitos deles não relacionados à lavagem de dinheiro, mas sim, à pirâmides financeiras e outros golpes do gênero, algo que faz com que o subprime e desdobramentos da crise de 2.008 pareçam irrelevantes.

    Além disto, entra na conta a valorização artificial e surreal das FAANG (Facebook, Apple, Amazon, Netflix e Google), o que é o principal motivo para boicotes à Huawei, WeChat, Tik Tok, etc, afinal, os EUA não querem que descubram que estas empresas de Tecnologia nunca valeram estes trilhões de dólares pelos quais são avaliadas, até porque não possuem diferenciais que justifiquem isto, o que se demonstra, pela forte e crescente concorrência chinesa e como não podem fazer o milagre de que estas empresas americanas valham o quanto pagam por elas, nem muito menos queiram uma derrocada global nas Bolsas de Valores, o que resta é sabotar os concorrentes chineses…

    Em outras palavras, ainda tem muito a ser “descoberto” e quando inevitavelmente vazar, daí é que veremos a G.E.E.L.E (Global Economic Extinction Level Event – by PXdPF).

    A conferir…

    20+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 21 de setembro de 2020 at 17:23

      Exemplos do que falamos por aqui há anos:

      —————————————————————————————————————————————————————————-
      “CA 27 de fevereiro de 2019 at 10:21
      Cajuzinha,

      Um dos piores ROMBOS sendo MAQUIADOS e PEDALADOS na Alemanha diz respeito ao seu maior banco, o Deutsche Bank, o maior detentor de “derivativos” de toda a Europa (mais de 40 TRILHÕES de Euros em derivativos só no Deutsche Bank), daqueles que usualmente embutem parcela relevante de títulos PODRES, SUPER-VALORIZADOS.

      Quando a REALIDADE vier à tona, o Lehman Brothers será “fichinha”.

      De roldão quando não segurarem mais a FARSA acima, fortíssimo impacto nas bolsas de valores ao redor do globo e prejuízos inimagináveis para muitos fundos de pensão europeus que estão investindo fortemente nas Ações destas empresas (MUITOS idosos ficarão sem suas aposentadorias), sem contar a dependência da economia alemã e das exportações quanto ao seu maior banco, a perda de confiança no sistema financeiro global, os efeitos em cascata sobre demais países da Europa, disparando “N” desconfianças no resto do Mundo, incluindo EUA, China, etc e tirando dinheiro à velocidade da luz de economias em desenvolvimento vistas como de maior risco (incluindo o Brasil).

      Os efeitos da volta à REALIDADE quanto ao Deutsche Bank, como uma das consequências ou sendo o gatilho da explosão da bolha das bolhas americana, junto com as demais consequências esperadas, será uma CATÁSTROFE padrão GEELE (Global Economic Extinction Level Event), ou seja, equivalente à SOMA dos prejuízos de algumas grandes bolhas do passado, como a das .com, imobiliária americana e espanhola, mais TRAGÉDIAS como a do início do século que levou à criação do SOX e quebras de governos como o da Grécia, dentre outros.”

      ————————————————————————————————————————————————————————–

      CA 7 de março de 2019 at 11:57
      (…)
      – E o que vai acontecer quando descobrirem que o Shadow Banking chinês e o crédito PODRE contido nele são GIGANTESCOS e colocam em risco todo o sistema financeiro tradicional do país, na medida em que existem MUITAS empresas relevantes QUEBRADAS que apareciam como “saudáveis” e que sendo assim, NÃO EXISTE perspectiva de recuperação mais relevante dos investimentos?

      – E o que vai acontecer quando descobrirem que as cidades-fantasma chinesas NUNCA serão ocupadas dentro de patamares minimamente aceitáveis, o que significa que os PREJUÍZOS para todos que investiram nestes negócios ou são proprietários atuais destes imóveis terá que ser reconhecido e novamente, afetando MUITAS empresas relevantes QUEBRADAS que apareciam como “saudáveis”, novamente SABOTANDO qualquer chance de recuperação mais relevante dos investimentos?

      – E o que vai acontecer quando descobrirem que MUITOS chineses foram enganados por euforias típicas de bolhas e hoje estão sem liquidez, super-endividados e sem capacidade de recuperação de consumo. Junta-se a isto que a volta à REALIDADE mencionada acima trará novas ondas de medo e de retração em seu consumo, sendo que esta também não será uma vertente viável para recuperação da economia?

      Sobre os demais países:

      – E o que vai acontecer quando descobrirem que as FAANG NUNCA valeram aquele preço de mercado equivalente a TRILHÕES de dólares em sua somatória?

      – E o que vai acontecer quando descobrirem que das CENTENAS DE TRILHÕES de dólares em derivativos embutem volume relevante de títulos PODRES / SUPER-AVALIADOS?

      – E o que vai acontecer quando descobrirem que o volume de MAQUIAGENS e PEDALADAS apresentados pelo CGU quanto a nosso sistema financeiro, é ainda maior e mais grave?

      – E o que vai acontecer quando descobrirem que as ANOMALIAS no segmento imobiliário são PROFUNDAS e agravam por demais o item anterior?”

      —————————————————————————————————————————————————————————

      “CA 11 de agosto de 2020 at 18:30
      (…)
      Por enquanto todos continuam fingindo que não existem trilhões de Dólares / Euros em títulos podres ao redor do globo e gigantescas pirâmides financeiras nas bolsas de valores de vários países, inclusive e principalmente nos EUA.”

      —————————————————————————————————————————————————————————

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CA 21 de setembro de 2020 at 17:25

        Ops, olhando acima, lembrei-me também do shadow banking chinês, que é outro fator muito importante que compõe a G.E.E.L.E., mais um que empurraram para debaixo do tapete e fingem que não existe…

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Jonny Deep Blue 22 de setembro de 2020 at 14:10

      Creio que já foram descobertos. A questão é que o investidor não liga. Continua comprando papéis podres….

      6+
      • avatar
      • CA 22 de setembro de 2020 at 18:51

        Jonny Deep Blue,

        Todos os tubarões sabem e manipulam as informações para gerarem ganhos especulativos irracionais.

        Já do lado dos sardinhas é o contrário, a imensa maioria não sabe nem nunca ouviu falar, daqueles que ouviram, acham que é teoria da conspiração e no geral, se “baseiam” nos seguintes “raciocínios”:

        Os juros muito baixos vieram para ficar, esta é a nova teoria econômica, o MMT (*), sendo assim, pouco importa a relação direta e fundamentalista entre o valor da Ação e o resultado das empresas, ou o valor dos derivativos e o que é cobrado por eles, ao final, o que interessa é que juros muito baixos direcionam investidores cada vez mais para Bolsas de Valores, Imóveis, derivativos de risco e afins, sendo que isto é como a teoria do moto-contínuo, ou seja, se retroalimenta eternamente sem perda de energia.

        (*) https://en.wikipedia.org/wiki/Modern_Monetary_Theory

        A teoria heterodoxa acima é análoga ao que a Dilma, o PT e economistas da Unicamp diziam sobre aumentarmos os gastos públicos e subsídios porque isto aumentava renda das empresas e famílias e retornava em mais impostos pagos e todos felizes eternamente. Vimos no que deu…

        É análogo a teoria da bolha imobiliária americana sobre o consumo crescente e infinito que garantiria a pujança eterna dos EUA, o “novo paradigma”…

        É análogo as “teses” que “fundamentaram” as bolhas das .com, a imobiliária japonesa e por aí vai, até chegar nas Tulipas do século XVII (**)…

        (**) https://pt.wikipedia.org/wiki/Mania_das_tulipas

        7+
        • avatar
  • socrates 21 de setembro de 2020 at 19:24

    Olhem só o nível que chegou…

    Flávio Bolsonaro ‘dá bolo’ no MPF para cantar com Sikêra Jr: ‘Todo maconheiro dá’
    https://br.noticias.yahoo.com/flavio-bolsonaro-da-bolo-no-mpf-para-cantar-com-sikera-jr-214950300.html

    Alguém realmente acha que contas públicas, justiça, segurança jurídica, responsabilidade fiscal, ou qualquer outra coisa séria existe no Brasil???

    Se há impunidade onde é fácil ver crimes, imaginem só onde a “benesse” pública (crédito) se traveste de “ajuda do governo”, como no caso dos subsídios ao financiamento imobiliário… (Vai tentar explicar para o povão que isso é ruim porque aumenta o preço dos imóveis, gera inflação, desvaloriza nossa moeda, vicia o mercado, acaba com a meritocracia, enriquece injustamente detentores de terrenos específicos, aumenta a desigualdade, etc…)

    22+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 21 de setembro de 2020 at 19:59

    A venda de imóveis parados ganhou força em Campinas, impulsionada pela alta no IPTU e o aumento dos preços de imóveis em lançamentos. Os proprietários tem optado por vender ou alugar à arcar com os altos custos do imóvel fechado.

    https://www.google.com/amp/s/fdr.com.br/2020/09/21/alta-no-iptu-impulsiona-venda-de-imoveis-parados-em-campinas/amp/

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 22 de setembro de 2020 at 05:58

    A economia dos EUA continuou se recuperando em agosto, mas em um ritmo mais lento em comparação com os três meses anteriores, segundo dados do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) de Chicago. O Índice de Atividade Nacional da entidade ficou em 0,79 ponto em agosto, abaixo dos 2,54 revisados para cima em julho. Economistas consultados pela FactSet esperavam que o índice ficasse em 1,2 ponto.

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 22 de setembro de 2020 at 06:37

    Comércio de rua do Rio vendeu menos 6,5% em agosto, diz CDLRio
    Levantamento comparou mês com o mesmo período do ano passado. No acumulado do ano, as vendas caíram 19,5%.
    Por G1 Rio

    21/09/2020

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 22 de setembro de 2020 at 09:36

    A indústria brasileira fechou o segundo trimestre deste ano com uma ociosidade recorde. O Produto Interno Bruto (PIB) do setor ficou 15,4% abaixo de sua capacidade produtiva, segundo estudo do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) obtido com exclusividade pelo Estadão/Broadcast. O resultado representa o pior desempenho da série histórica da pesquisa, iniciada em 1998. A última vez em que as empresas usaram toda sua capacidade produtiva foi no último trimestre de 2013.

    https://noticias.r7.com/economia/com-pandemia-industria-opera-com-ociosidade-recorde-22092020

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • CA 22 de setembro de 2020 at 19:15

    Euforia, euforia… Pescar o maior número de sardinhas possível e o mais rápido que puderem, antes que tudo exploda…

    E o “fundamento”? A “teoria” MMT, a “fé” em juros baixos eternos e muita, mas muita alienação via desinformação na mídia…

    https://www.infomoney.com.br/mercados/eua-tem-corrida-por-ipos-antes-de-eleicoes-e-china-se-prepara-para-maior-abertura-de-capital-da-historia/

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Seguidor do Bolha BH 23 de setembro de 2020 at 08:00
  • Poeteiro Bolhista 23 de setembro de 2020 at 08:52

    Sempre muito bom ler as mensagens desse blog! Vou postar um CVR meu pra exemplificar a loucura atual do mercado.
    Verificando os juros atuais e fazendo conta até não poder mais, conferi que financiar na atual taxa de juros ficaria mais vantajoso que o aluguel que pago atualmente. Não indico ninguém a comprar, mas no meu caso específico aqui era o que eu tava vendo. Considerei uma inflação que só deve subir daqui pra frente e vi que a taxa de juros sendo fixa (o Itaú ofereceu uma taxa de uns 7% ao ano) ela rapidamente seria corroída pela inflação que já está rolando.
    O grande problema desse meu plano é que ele simplesmente não consegue se concretizar. Tentei comprar a casa que moro atualmente mas ela pertence a um casal que está se separando. A esposa quer vender a casa e comprar o apartamento que vive hoje com os filhos. O marido acha que o imóvel vai valorizar pra sempre e quer deixar a casa em condomínio fechado pros filhos. Logo, sem a assinatura do cônjuge o negócio não é possível.
    Comecei a ver outras casas no mesmo bairro aqui em Brasília (moro no Jardins Mangueiral) e não consigo fechar negócio. Ontem apareceu uma casa decente, por um preço absurdamente caro (mas não era de todo um estupro pela qualidade da reforma que ele fez) e o cara simplesmente desistiu de vender. Achou que era melhor esperar mais um pouco, pois o preço devia subir mais.
    Conversei com um corretor e ele relatou que entrou na casa de uma pessoa para mostrar o imóvel, no meio da visita a dona mandou: “eu anunciei por 390 mil mas agora já quero 450”. Os dois deram meia volta e foram embora.
    O resto dos imóveis é lixo com preço de diamante. Não consigo comprar uma casa porca e reformar pois sei que todos os insumos da construção estão a preços estratosféricos. Não dá pra mexer com reforma agora, já que não dá pra saber quanto se vai pagar até o final.
    Assim, mesmo disposto a comprar, continuo de aluguel num imóvel que já estou a 2 anos. Gastei 1500 reais pra cimentar o quintal e passar uma tinta geral (meus cachorros cavavam buracos enormes, parecia que caíam meteoros lá atrás) e devo ficar aqui até a GEELE passar. Pode zerar os juros nos bancos que os negócios ficam inviáveis, uma vez que os preços tão se inflacionando mensalmente.
    Pra se ter ideia do que estou falando: moro em casinhas construídas pelo governo, piores materiais se podem encontrar no mercado. São casas simples, quartos pequenos, somente um pequeno espaço no quintal. Os imóveis tem, em média, 70 m² e estão pedindo de 6 a 7 mil reais no metro quadrado.
    Acreditem ou não, estou falando de moradias habitacionais do governo que custam incríveis meio milhão de reais!
    Essa é a onda de insanidade que vivemos atualmente, e como disseram nas postagens, parece ser o “novo normal”. Só esperar o castelo de cartas cair, pois os preços atuais parecem como um porco em cima de uma árvore (não dá pra saber direito como ele foi parar lá em cima, mas o único sentido possível é a queda).

    28+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Loucodf 23 de setembro de 2020 at 12:10

      Com todo respeito, Poeteiro Bolhista.
      Eu entendo sua situação e não entendo como você compraria algo nesse lugar.
      Entenda: Eu acho um lugar bacana, os condomínios que visitei, o pessoal é chato. Qualquer bagunça, eles já vão em cima.
      De fato,os materiais são fraquíssimos, é realmente moradia do governo.
      Eu sei que os preços praticados são esses aí mesmo.
      Eu fico tentando entender COMO uma moradia nesse padrão poderia custar 300/400 mil reais.
      Eu entendo o cara que pagou 200, 150 pro governo, compensou.
      Agora pagar isso por fora em 390, 450.
      Isso é TOTALMENTE SEM LÓGICA.

      16+
      • avatar
      • Poeteiro Bolhista 23 de setembro de 2020 at 17:13

        Fala Louco!
        Tem algumas coisas que tão pesando na decisão. Uma delas é: eu pago hoje R$ 2.300 de aluguel. Eles mandaram um reajuste e nem avisaram. Só mandaram e eu tive que aceitar. Fiquei putaço. Fui ver outro lugar pra alugar e não tinha casa aqui por valor menor.
        A casa que eu moro tem algumas vantagens legais. Tem as 2 vistas livres (que dá mais privacidade) e sem vizinhos barulhentos. Com a proposta que eu fiz à proprietária, daria uns 40 mil de entrada e a parcela do financiamento ficaria por volta de R$ 2.800. Achei caro mas ainda assim viável (ainda mais projeto uma inflação que deve vir pesada ano que vem). Emperrou por conta do processo de separação, que inviabilizou o negócio meio que sem perspectiva pra resolver.
        Daí passei a ver outras casas, todas com valor astronômico. Algumas tem umas reformas que parecem a casa dos jetsons, daí eu fico triste mas pelo menos me consola morar num lugar muito arrumado. Só que o negócio não fecha de maneira nenhuma, pq os propriotários realmente creem que os tijolos são mágicos e eles estão deitados em cima de uma mina de ouro.
        Eu continuo de aluguel (R$ 2.300,00 por mês) e não fecharia uma casa porqueira pelo preço que pedem. Mas me assusta a perspectiva dos preços alucinados que estão pedindo e tenho medo de ter que me mudar pra outro lugar quando a proprietária eventualmente pedir a casa que moro de volta.
        Olhando os preços praticados em Brasília, restaria um lugar infinitamente pior que aqui. O Mangueiral é um projeto do governo, mas o condomínio funciona incrivelmente bem. A segurança é surreal, durmo sempre com a janela aberta pro gato poder passear de noite. Já esqueci o carro aberto com o celular no painel e nada aconteceu.
        O condomínio é totalmente familiar, barulho zero na casa que moro, e tem bastante criança pra quando o poeterinho vier. A realidade do entorno é muito diferente, morava em Valparaíso e vivia preocupado com tudo. Enfim, com os preços praticados em Brasília, ou eu vou ter que pagar mais caro no aluguel no futuro ou aceitar morar num lugar bem pior.

        6+
        • avatar
    • MARK 23 de setembro de 2020 at 18:16

      Também tenho pensado em comprar, Poeteiro, mas encontro as mesmas dificuldades, mas aqui em Santos. Também tentei comprar o apartamento que estou morando por ter gostado do ambiente e organização. Tem diversas vantagens, mas também tem as desvantagens. São dois herdeiros e parece que a senhora tem algum problema de saúde e eles preferem não vender. Tem um à venda no prédio, mas a cozinha e a suíte ficam para o poente, o que estou é o oposto, dá para o nascente. Não sei se é muita frescura minha, pode ser que mude de ideia, mas queria um com a mesma vista que tenho, mais alto de preferência, fico com receio de comprar e depois achar que fiz m… porque a cozinha e a suíte são poentes. Fui ver alguns apartamentos, mas quando vc junta o que tem que fazer já fica com receio. Tenho me preocupado com a situação fiscal e com a inflação, estou atento e olhando sempre pra tentar pegar alguma oportunidade. Vejo algumas situações onde a pessoa comprou o apto pq o preço era bem viável mas não queria morar no lugar, fez como “investimento” acredito, depois vai lá faz uma reforma “hospitalar” mete cerâmica branca e fuleira em tudo e coloca à venda novamente. Esse é o cuidado, tem que ser uma oportunidade, mas pra querer morar no lugar, nada de comprar pra depois ver o que faz, aí é roubada. Entendo a sua escolha em permanecer onde está, você conhece, viu as vantagens e é menos arriscado ir para um lugar novo e ver se vai gostar ainda.

      10+
      • avatar
      • Poeteiro Bolhista 23 de setembro de 2020 at 23:08

        Grande Mark, muito maneiro seu comentário! A casa que eu moro tem essa vantagem: ela é perpendicular ao sol! Isso também é fantástico nela.
        Não é frescura não! Quando eu pegava o sol da tarde era surreal de quente. O concreto fica a tarde toda esquentando e de noite quando vc vai deitar na cama, parece estar entrando numa sauna.
        Faz toda a diferença ser nascente!
        Eu to olhando todo os dias a oportunidade, mas os preços tão descolados demais da realidade. Como eu falei, se zerar os juros e comprar em 360 meses ainda fica inviável (falando pelo menos da realidade aqui de Brasília).
        Quando eu falo inviável, é inviável mesmo! Casa de 1 milhão aqui é o novo normal. Se for afastando do centro, vai ficando mais barato, até chegar no Entorno onde começa a encontrar coisas por 100 ou 200 mil reais. Mas aí é aceitar trânsito pra mais de hora, violência sinistra e tudo o mais que o Bananistão pode oferecer.
        Se ficar o bicho pega e se correr o bicho come. Se continuar no aluguel, a inflação engole e se comprar é sentar sem vaselina nos preços bolhudos. Brasil nunca foi pra amadores, mas agora parece que a gente tá jogando no modo ultra hard!

        8+
        • avatar
        • Loucodf 24 de setembro de 2020 at 07:00

          Essa é a realidade de brasília mesmo.
          Bixo, aqui as coisas estão foda.

          7+
          • avatar
          • avatar
    • Bulla 26 de setembro de 2020 at 14:00

      Cheguei a mesma conclusão sobre comprar ou alugar nesses juros. Alugo uma casa de 2 quartos e queria uma de 3. Mas parece que os proprietários não querem vender, querem ganhar na loteria. Vejo casas com moveis de plástico anunciadas a 1 milhão.
      Na minha opinião não tem mais como pressionar os compradores, falar que vai valorizar não está colando mais.
      Estou deixando rolar.

      1+
  • Senhor Bolha 23 de setembro de 2020 at 09:20

    Argentina do sul kkKK
    PIB (Produto Interno Bruto) da Argentina caiu 19,1% no 2º trimestre de 2020 em relação ao mesmo período do ano passado.
    A maior quarentena do mundo não ia resolver tudo em 2 semanas segundo especialistas?

    20+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CArlos 23 de setembro de 2020 at 09:48

      Nenhuma novidade que quarentenas prolongadas sem outras medidas não funcionam.

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Pedro de Lara 23 de setembro de 2020 at 10:17

        Os argentinos acharam que bastava trancar todo mundo em casa. Assim o vírus não ia encontrar ninguém, ficar triste e ir embora sozinho. 😀

        17+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Lord of All 23 de setembro de 2020 at 10:19

      É o que eu disse alguns tópicos atrás:
      A tal recuperação (se houver) não vai ser em “V” nem em “U”, mas sim em formato de “símbolo Nike” = beem demorada.

      11+
      • avatar
      • avatar
      • Sem Nome 23 de setembro de 2020 at 11:45

        Isso na média, mas o que já li a respeito é

        9+
        • avatar
        • avatar
      • Sem Nome 23 de setembro de 2020 at 11:47

        Desculpe, dedo gordo apertou o botão errado e a mensagem saiu incompleta.

        Isso na média, mas o que já li a respeito é que provavelmente será uma recuperação em K, onde uma parte “vencedora” por ter tecnologia e meios para reorganizar-se rapidamente se recuperará muito rápido, enquanto outros setores/empresas com menor capacidade tecnológica e caixa sofrerá e poderá sucumbir.

        15+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • socrates 23 de setembro de 2020 at 16:05

        Lord, o que eu não consigo entender quando o pessoal fala em “recuperação em V” ou “U” é:

        ELES QUEREM RECUPERAR O QUÊ??????

        Antes da Pandemia, o que tínhamos era um país cheio de empresas zumbis , todas pedalando com créditos podres e empurrando a bola de neve à espera de um “milagre”… Desemprego já estava absurdamente alto , na cara dura mascarado pelo subemprego e informalidade indecente.

        Então veio a pandemia e acelerou o processo em uma velocidade 666…
        Logo, eles querem recuperar o quê?????

        Não éramos a Suécia, Suiça, Noruega , Holanda, Alemanha ou Australia… Éramos o Brasil!!! E o Brasil do Bozo!!! O dólar/euro já havia disparado, os ministros “de elite” já pipocavam para debandar da nau do capitão e as perspectivas eram as piores possíveis (salvo, claro, se o principal meio de informação dos abestados eram SBTs ou Records da vida…)

        O pior é que a COVID acabou que serviu sim como milagre para todos os picaretas que viviam de subsídios e oligopólios apoiados pelo estado, sobretudo em algumas instituições financeiras internacionais… As fraudes e desvios de finalidade das verbas públicas acabaram omitidas pela Covid, que levará a culpa por tudo…

        ANTES DA COVID, o Japão já havia anunciado uma queda no PIB superior a 6%…
        O resto do mundo ia fazer o quê????
        Admitir que também mentia loucamente. Que sabia que existia uma matrix que beneficiava poucos em detrimento do suor de muitos????

        https://www.istoedinheiro.com.br/japao-pib-do-4tri19-encolhe-63-em-termos-anualizados-com-queda-no-consumo/

        16+
        • avatar
        • avatar
        • CArlos 23 de setembro de 2020 at 18:47

          Passar a versão que as economias foram pro buraco por conta da pandemia e tirar o buraco deles da reta 😉

          9+
          • avatar
          • avatar
  • Cajuzinha 23 de setembro de 2020 at 11:32

    Mesmo com promoções e descontos, a Semana do Brasil não resultou em aumento de vendas para 60% das lojas nos shoppings, aponta …

    https://www.em.com.br/app/noticia/economia/2020/09/22/internas_economia,1187848/alshop-semana-do-brasil-nao-resultou-em-aumento-de-vendas-para-60-do.shtml

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Lord of All 23 de setembro de 2020 at 14:37

    Kd o tal liberalismo?

    “Guedes defende ‘tributos alternativos’ e diz que o país ‘tem que desonerar a folha’ “

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Lord of All 23 de setembro de 2020 at 20:30

    Sempre considerei meu alinhamento econômico como “de centro”.
    Depois que conheci o P. Gudes e o Bozo, passei a me sentir o próprio Adam Smith.

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • tmarabo 24 de setembro de 2020 at 10:57

      é que existe um déficit pra resolver e o corte de gastos relevante é impossível.
      não és um adam smith, és uma criança com mentalidade infantil.

      2+
      • socrates 24 de setembro de 2020 at 15:20

        bandidos julgando inciativas de bandidos e o corte é impossível?????????

        Impossível porque convém a ambas as partes afirmar isso… (executivo, legislativo e judiciário)

        Impossível é se admitir déficit fiscal como algo normal em uma verdadeira democracia…
        Muito simples:
        Havendo déficit fiscal, nenhum servidor da ativa ganha mais de 5x o que ganha um brasileiro comum e nenhum aposentado/pensionista ganha mais que o teto no inss.

        E se o deficit continuar, o teto o inss passa a ser o limite para os da ativa e todos aposentados e pensionistas ganhando no máximo 4.000 reais (o dobro de um cidadão comum….)

        O RESTO É TUDO TEATRO

        9+
        • avatar
  • rogerio 23 de setembro de 2020 at 20:49

    Dólar, ouro, ações, criptomoeda…tudo desvalorizando ao mesmo tempo ou é impressão minha?

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • CArlos 24 de setembro de 2020 at 00:14

    Tchutchucations

    A anatomia da cena envolvendo um representante do centrão (Ricardo Barros), um representante da ala militar (Luiz Ramos) e o ministro da economia.

    https://twitter.com/SamPancher/status/1308963110653435904

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • tmarabo 24 de setembro de 2020 at 10:34

    Seguem subindo os juros nos CDBs
    CDB BS2 – SET/2026 9,4%
    CDB BS2 – SET/2026 IPC-A + 4,55%
    CDB BMG – SET/2025 9%
    CDB Pine – SET/2025 IPC-A + 4,2%
    No início do mês, no site da XP, os títulos de mercado secundário (ou seja, pessoas que se desfizeram da aplicação antes do prazo) eram disputadas a tapa e se esgotavam em minutos. Agora estão lá, pois boa parte das “ofertas primárias” têm juros mais altos.

    9+
    • avatar
    • avatar
  • Strike 24 de setembro de 2020 at 12:53
  • Adriana 24 de setembro de 2020 at 16:05

    Pessoal que entrou em financiamento imobiliário corrigido pela inflação e que jamais imaginava uma pandemia pela frente vai descobrir o que fez ano que vem…

    20+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Pedro de Lara 24 de setembro de 2020 at 19:49

    Audi ameaça encerrar produção de veículos no Brasil se não receber de volta impostos pagos
    Empresa investiu R$ 500 milhões em fábrica inaugurada em 2015 no Paraná. Agora, espera ter parte do valor para liberar novos investimentos com a matriz.

    https://g1.globo.com/carros/noticia/2020/09/24/audi-ameaca-encerrar-producao-de-veiculos-no-brasil-se-nao-receber-de-volta-impostos-pagos.ghtml

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • rogerio 24 de setembro de 2020 at 21:18

      Devolver imposto? Que acordo é esse? Quem foi a grande mente por parte do governo e por parte da montadora que assinaram isso? kkk
      Também quero ué…

      6+
      • avatar
      • perdido no rio 25 de setembro de 2020 at 03:32

        Mas se for grande o suficiente ou tiver os contatos certos, não paga imposto. Ambev é uma que vive renegociando isenção e redução de tarifas. Sempre que leio sobre o Lemann eu lembro que nós pagamos mais impostos para ele não pagar. Isso vale para autônomos, CLT, e empresas médias/pequenas.

        Exemplo

        https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/audiencia-publica-discute-beneficios-fiscais-concedidos-pelo-governo-do-parana-a-ambev.ghtml

        15+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • rogerio 25 de setembro de 2020 at 09:41

          Exato… os pequenos não tem essa chance.

          5+
          • avatar
          • avatar
        • socrates 25 de setembro de 2020 at 12:04

          a Ambev tem fábricas em tudo o que é lugar no Brasil. Se o estado A aumenta impostos, ela produz no estado B.

          E olha que situação interessante…
          Ela fecha a fábrica em um estado C. Algum tempo depois, esse mesmo estado a atrai de volta oferecendo isenção de impostos e com isso o gestor público pode vender para o povo que conseguiu “atrair empregos”. E como eleições no Brasil = teatro, os estados podem brincar de fecha/abre , fecha/abre e o povão vai ficando refém dos que são escolhidos para interpretar os papéis de “mocinhos” na política …

          O RJ do Cabral quase trouxe até a Nasa assim…

          12+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
  • Strike 24 de setembro de 2020 at 21:21

    O Fed pediu ao congresso americano mais 2,2 trilhões em estímulos… 🗽

    9+
    • avatar
    • Lord of All 25 de setembro de 2020 at 06:46

      O pseudo-liberalismo americano e brasileiro adora impostos e mais impostos.

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • socrates 25 de setembro de 2020 at 12:09

        eles ao menos tentam jogar a carga tributária para Bananias subalternas, como o Brazil. Por isso tanta intervenção externa para manter os sistemas corruptos, mesmo em países que não são ameaças (vide América Latina)

        O que a Banania ganha com isso mesmo????

        Os milicianos e corruptos bananenses ganham muito!

        10+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • CA 25 de setembro de 2020 at 14:51

    https://www.infomoney.com.br/mercados/ibovespa-cai-em-dia-de-atencao-a-coronavirus-na-europa-nova-cpmf-e-possivel-estimulo-nos-eua-dolar-sobe-a-r-556/

    Abraço dos afogados abortado, pelo menos por enquanto…

    “No noticiário corporativo, os acionistas da Tecnisa rejeitaram as mudanças propostas pela Gafisa para unir as duas empresas.”

    Pega-trouxa não decolou nem com o recorde de sardinhas no cardume da BOVESPA…

    “Ao mesmo tempo, a oferta de ações da Melnick Even foi precificada em R$ 8,50 por ação. O valor é o piso da faixa indicativa de preço, que ia até R$ 12,50.”

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • bsb 25 de setembro de 2020 at 16:52

    Colegas, eu gostaria da opinião de vcs, por favor.
    2 lotes = 45 mil (interior do ceará)
    Parcelamento = 144x
    Entrada = 2k
    Correção das parcelas = IGPM + 2%

    Pagar à vista ou investir os 45k e