Imóveis desocupados se multiplicam nos 4 cantos da cidade de Franca – GCN

Você pode gostar...

Comments
  • Reservoir Dog 18 de maio de 2016 at 11:58

    A empresa que mais tem expandido aqui em Brasília se chama “Aluga-se”. Deve ser uma franchising de sucesso essa aí. rs
    666s, RECEBAM!
    PMJ!

    29+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Sergio Soares 18 de maio de 2016 at 12:05

      Cara, essa tal de “Aluga-se” é uma franquia fo*@ mesmo! Aqui também tá lotado dela!

      14+
      • avatar
      • avatar
      • OdeioTijolos 19 de maio de 2016 at 00:06

        A fabrica de placas deve estar trabalho a toda velocidade. Já vi imóvel com 5 placas de imobiliárias diferentes.

        2+
  • Sergio Soares 18 de maio de 2016 at 12:01

    Eae galera do Blog!
    Já tem uns três anos que frequento esse blog e já cansei de tanto pessimismo (kkkk) O pessoal daqui só fala em bolha, crise, apocalipse zumbi (kkkk). Vejam só oque diz um “ixpecialista” de verdade (#SQN) do setor imobiliário. Seguem alguns trechos que achei bem interessantes (quer dizer… divertidos!):

    “O setor imobiliário já experimentou seus momentos mais difíceis durante a crise e a tendência é de que, agora, volte a crescer. A avaliação é do presidente do Conselho Regional de Corretor de Imóveis de São Paulo (Creci-SP), José Augusto Viana Neto”

    “As pessoas dizem que o mercado está ruim, mas é um engano muito grande. A supervalorização imobiliária é ruim, porque traz inflação. Para os corretores, o mercado é bom sem a presença dos investidores profissionais, porque estes especulam demais e só querem ganhar.”

    Aaahhh Éhhhh! E corvetores nunca quiseram ganhar nada, coitadinhos!

    ” A crise política chegou a um ponto tão intenso, que todo o mal que ela poderia provocar, já provocou. Acredito que o pior já passou e as pessoas continuam vivendo, independentemente da política.”

    Isso ae! vamos todos sorrir e voltar a comprar imóveis! (#SQN). Segue o link da “entrevista” completa. Abraço a todos os bolhistas.

    http://www.jcnet.com.br/Geral/2016/05/para-setor-imobiliario-o-pior-ja-passou.html

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • DRN 18 de maio de 2016 at 12:15

    Luloso, sua hora está chegando.

    -https://www.youtube.com/watch?v=utIafL1CKUU

    Moro sabe quem era o chefe
    Brasil 18.05.16 10:51

    Na sentença da Operação Pixuleco, Sérgio Moro rejeitou argumento do MPF de que José Dirceu “dirigia a ação dos demais políticos desonestos”.

    Moro disse que não está clara “de quem era a liderança”. “Não reconheço José Dirceu de Oliveira e Silva como o comandante do grupo criminoso, pelo menos considerando-o em toda a sua integralidade (empresários, intermediários, agentes públicos e políticos), motivo pelo qual deixo de aplicar a agravante do art. 2º, §3º, da Lei n.º 12.850/2013.”

    Em breve, o juiz de Curitiba vai enquadrar o verdadeiro chefe.

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Ilusionista 18 de maio de 2016 at 12:17

    Crédito cada vez mais escasso devido ao aumento da inadimplência….

    Na imagem mostra a “Margarida feliz da vida” por ter conseguido financiar um aparelho de celular em 12 vezes…
    ” tem que ser de uma maneira que cabe no meu bolso”.

    http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2016/05/pesquisa-mostra-que-esta-mais-dificil-conseguir-credito-este-ano.html

    4+
    • avatar
    • avatar
  • CarlosL 18 de maio de 2016 at 12:27

    Vai explodir….
    Quanto mais jogam aos ventos que o pior já passou, a hora é agora, blablabla…, mais indício que vai explodir mesmo e vai ser bem feio, porém ainda depende sim de algumas declarações do governo…

    8+
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 18 de maio de 2016 at 12:48

      CADÊ as esquerdas pra denunciar esse GOLPE
      legislativo da venezuela será fechado, estado de sítio decretado, povo cansadod e filas kilométricas pra comprar pão, água e papel higienico

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Lucas 18 de maio de 2016 at 12:47

    PAGAR JUROS É JOGAR DINHEIRO FORA

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Bolha BOSS 18 de maio de 2016 at 12:53

      Você está pagando por aquilo que é seu…
      Invejoso

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 18 de maio de 2016 at 13:01

        que tal mudar o slogan ???
        o atual faz parecer que a bolha não estourou
        e faz parecer o problema ser menor do que é

        6+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Felipe 18 de maio de 2016 at 13:10

    Srs, 600 bilhões de déficit nominal
    Tem como resolver? Quais são as opções?
    Aumento de juros, inflação, desvalorização do real e aumento de impostos?

    6+
    • avatar
    • avatar
    • Felipe 18 de maio de 2016 at 13:18

      600 bilhões segundo estimativas menos conservadoras – 250 bilhões segundo estimativas mais conservadoras.

      5+
      • avatar
      • avatar
      • DRN 18 de maio de 2016 at 13:59

        Na FOLHA comunista, falam em 160 bilhões, mas não duvido de mais nada.

        -http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/05/1772488-temer-fara-pronunciamento-para-revelar-pais-que-recebeu-de-dilma.shtml

        4+
        • Awulll 18 de maio de 2016 at 14:25

          Em todos os lugares só vejo em torno de 160 bi.

          4+
          • avatar
          • ww_rj 18 de maio de 2016 at 23:57

            160 é o déficit primário, 600 é o nominal, em que entram as despesas com juros da dívida…

            1+
    • Felipe 18 de maio de 2016 at 13:24

      Temer fará pronunciamento para ‘revelar’ país que recebeu de Dilma, segundo a Folha

      4+
      • avatar
  • RecrutaZero 18 de maio de 2016 at 13:30

    Mais um dono de imobiliária que se suicida:
    “http://www.metropoles.com/distrito-federal/seguranca-df/empresario-do-df-e-encontrado-morto-no-motel-flamingo

    8+
    • avatar
    • avatar
    • DRN 18 de maio de 2016 at 13:59

      Anonymous previu isso.

      5+
      • EngenheiroSP 19 de maio de 2016 at 07:22

        Até que fazia tempo que não aparecia uma noticia dessas. Seria interessante resgatar o compilado do Annonymous

        0
    • Danibolhista 18 de maio de 2016 at 14:07

      Que horror!

      6+
      • avatar
      • avatar
  • Felipe 18 de maio de 2016 at 13:52

    Gostaria também de perguntar aos senhores o seguinte –
    qual, na opinião de vocês, seria o valor justo do m2 de uma sala comercial na Av. Paulista, na frente do metrô?
    Prédio grande, instalações elétricas regulares, sala entre 40 e 60 m2, condomínio em torno de R$ 500, sem garagem

    4+
    • avatar
    • DRN 18 de maio de 2016 at 13:59

      Qual é o valor do aluguel no prédio?

      1+
      • Felipe 18 de maio de 2016 at 14:02

        não sei, estimo em 2000, fora cond e iptu

        1+
        • DRN 18 de maio de 2016 at 14:09

          Então 200mil é o preço ideal.

          4+
          • avatar
          • avatar
    • Ilusionista 18 de maio de 2016 at 14:15

      Ultimamente parece que virou moda interditar a Paulista no dois sentidos para protestar, com isto, trânsito caótico no entorno, saída de garagem, etc, prejudicando muitos profissionais que trabalham com compromissos de horários, como consultórios médicos, cirurgias, audiências, etc.
      Creio que muita gente está se mandando de lá e o preço deve cair para venda e locação.
      em 2013 girava em torno de 25 k o m2.

      3+
      • Awulll 18 de maio de 2016 at 14:19

        Um carro popular pra ter um m². Surreal.

        4+
        • OdeioTijolos 19 de maio de 2016 at 11:12

          Comprar um ônibus velho e fazer um motor home , sai mais barato. Morar em um veleiro também.

          0
        • OdeioTijolos 19 de maio de 2016 at 11:13

          Comprar um ônibus velho e fazer um motor home , sai mais barato.

          0
  • Cajuzinha 18 de maio de 2016 at 14:27

    “Dirceu usou dinheiro da Petrobras para comprar imóveis, avião e pagar reforma de sítio”

    4+
    • avatar
  • Cesar_DF 18 de maio de 2016 at 14:38

    #BOLADECRISTAL – kakakakakaka

    Estoque de imóveis pode zerar em dois anos, prevê Sinduscon

    A cada mês que se passa o setor imobiliário de Natal vê seu estoque, tanto residencial quanto comercial, diminuir. De acordo com informações da pesquisa “Indicadores do Mercado Imobiliário”, promovida pelo Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Rio Grande do Norte (Sinduscon-RN), divulgada na manhã de ontem, não há previsões de lançamento na capital ou em sua Região Metropolitana em 2016.

    http://novojornal.jor.br/cotidiano/estoque-de-imoveis-pode-zerar-em-dois-anos-preve-sinduscon

    4+
    • avatar
    • joselito 19 de maio de 2016 at 09:22

      Eu consigo dar credibilidade nessa notícia. Simples.
      O setor imobiliário vê seu estoque diminuir, à medida em que os bancos vão consolidando a propriedade desse “estoque” devido ao inadimplemento da destrutora.

      0
  • Cajuzinha 18 de maio de 2016 at 14:47

    “Edição do dia 18/05/2016
    18/05/2016 07h49 – Atualizado em 18/05/2016 11h00
    Pesquisa mostra que está mais difícil conseguir crédito este ano
    E não é só para o empréstimo no banco. Está complicado conseguir financiar a compra direto nas lojas.”

    4+
    • avatar
  • DRN 18 de maio de 2016 at 14:54

    -http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2016/05/1772493-mc-bin-laden-fara-show-em-festival-organizado-pelo-moma-em-nova-york.shtml

    Que BOSTA.

    Até o USA virando soça e consumindo esse lixo.

    Tinha mais orgulho quando o Braseco exportava bananas.

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 18 de maio de 2016 at 15:18
  • Cesar_DF 18 de maio de 2016 at 15:21

    Há cinco anos, o mercado imobiliário em Pernambuco estava em pleno vapor. A demanda aquecida pelo desenvolvimento econômico mantinha o ritmo de investimentos acelerado. Esse cenário, no entanto, mudou, obrigando as empresas a reinventarem suas táticas mercadológicas diante da reversão do crescimento, principalmente desde o fim de 2014. Dados mais atualizados do segmento mostram que, só em janeiro deste ano, o Índice de Velocidade de Vendas (IVV) despencou quase 50% na Região Metropolitana do Recife (RMR), no comparativo com dezembro de 2015.

    http://www.folhape.com.br/economia/2016/5/sobreviver-para-ficar-mais-forte-0080.html

    7+
    • avatar

  • Cesar_DF 18 de maio de 2016 at 15:24

    Estoque de apartamentos compactos cresce 1.700% em cinco anos em São Paulo

    Os apartamentos compactos, com metragem até 45 m², eram um nicho pouquíssimo explorado há cinco anos na cidade de São Paulo, respondendo por menos de 1% do estoque total de imóveis novos. A situação despertou a atenção de empresas que investiram numa grande leva de projetos dentro desse ramo e cresceram rapidamente, atraindo consumidores que não tinham condições de pagar por unidades maiores. Hoje, porém, a impressão é de que esse novo mercado inchou. A crise cresceu, as vendas caíram e os compactos passaram a representar cerca de um terço de todo o estoque.

    Em dezembro de 2010, a oferta de compactos na capital paulista contava com apenas 455 unidades. Já em dezembro de 2015, atingiu 8.227 unidades, o equivalente a um salto de 1.700%.

    http://construcaomercado.pini.com.br/negocios-incorporacao-construcao/178/estoque-de-apartamentos-compactos-cresce-1700-em-cinco-anos-em-370377-1.aspx

    BOSS TÓPICO ?

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 18 de maio de 2016 at 15:38

    A TIA K RESSUSCITOU !!!
    Depois de 3 anos sem postar nada, Kássia Tavares voltou à ativa.

    http://www.politicaeconomia.com/2016/04/impeachment-de-dilma-representa-o.html

    10+
    • avatar
    • avatar
    • MINEIRO SPY 18 de maio de 2016 at 15:42

      Tenho pena dela. Digna de dó.
      Não é que olhando pelos leilões da vida, deparo-me uma unidade no pau. Quarto e sala, 55m 2. 300k. Não vai mesmo…aguardemos a segunda praça.

      6+
      • avatar
    • Lucas 18 de maio de 2016 at 17:07

      pra quem não lembra
      nossos hackers encontraram mensagens dela enviadas de IP dentro do congresso

      6+
      • avatar
      • avatar
  • Dozer 18 de maio de 2016 at 15:47

    Fala opressores!
    E como vai o índice FingeZap? Já caiu na real ou ainda continua subindo 30% a.a.?
    Abraço!

    3+
  • Lucas 18 de maio de 2016 at 15:52

    EXCELENTE
    (estão sentados???)

    Noticia boa.
    Não é hora de vender barato, porém é hora de comprar com menor preço.
    Pois, tudo indica em breve, preços podem subir.

    Excelente capa da Revista @exame. #imoveis

    “https://www.facebook.com/ClasseAImoveisPE/photos/a.486929921358769.129239.453347474717014/1147754728609615/?type=3&theater

    kkk, a hora é sempre agora, kkkk
    EXCELENTE MESMO

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 18 de maio de 2016 at 16:23

    “O documento, uma apresentação preparada para uma reunião do Comitê de Estabilidade Financeira (Comef) do BC marcada para 19 de maio, informa que os bancos pequenos sob acompanhamento especial incluem Banif, Máxima, Ficsa, Gerador, Pottencial, Mercantil do Brasil, BPN Brasil e Pan.”

    “As instituições sob acompanhamento especial têm pouca ou nenhuma presença no varejo bancário e têm atuação concentrada em nichos como financiamento imobiliário, crédito consignado e voltado a pequenas e médias empresas.

    Ainda assim, o monitoramento e, em alguns casos, os limites na concessão de novos empréstimos e na distribuição de dividendos refletem a determinação do BC em manter o sistema bancário brasileiro bem capitalizado, enquanto a pior recessão econômica no país em décadas restringe o crédito e eleva a inadimplência.”

    “O ex-integrante do BC, que falou sob condição de anonimato, disse que o fato de o número de instituições na lista passar “de meia dúzia” é um sinal de atenção.”

    http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/reuters/2016/05/18/exclusivo-bc-tem-nove-bancos-sob-acompanhamento-especial-mostra-documento.htm

    4+
  • Cajuzinha 18 de maio de 2016 at 16:28

    http://www.emtempo.com.br/mercado-imobiliario-local-apresenta-estabilidade-e-aposta-em-crescimento-das-vendas-diz-ademi-am/

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ““Com essa nova mudança na política economia nacional, o mercado passa a ter mais segurança. Nos próximos dias, deve acontecer uma coisa fundamental para o mercado, que é a retomada da confiança. Vamos passar a ter um ambiente produtivo e os financiamentos vão começar a vir mais abrangentes facilitando o crédito”, afirmou.

    As recentes perspectivas de mercado estima que nos próximos meses se inicie novos ciclos com novos lançamentos. “É um momento novo. Não só o mercado imobiliário, mas também outros seguimentos vão passar a ter condições de produzir, deixando as empresas saudáveis. Isso gera emprego e renda fazendo com que a economia volte a ser vigorosa”, salientou Romero.

    Romero destaca que, sobre a ótica da produção, o mercado está prejudicado, no entanto, para o consumidor o momento é excelente, pois, as incorporadoras estão priorizando as vendas de seus estoques. “O momento é agora. Em alguns meses teremos um novo cenário com novos lançamentos, condições e preços”, observou.”

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    4+
    • CA 18 de maio de 2016 at 17:03

      Cajuzinha,

      É, a retomada da confiança será imediata, extrema e duradoura (SQN – na realidade, se acontecer, será um soluço de ILUSÃO). Vejamos:

      1) Déficit fiscal 2016: o governo Dilma estimou um déficit de R$ 96 bilhões para 2016. O governo Temer já descobriu que este rombo seria de mais de R$ 150 bilhões neste ano e dizem que vai divulgar isto oficialmente para população em breve. Será que o pessoal descobrir que um ROMBO nas contas públicas é 50% maior que o previsto vai gerar a tal confiança mencionada pelo segmento imobiliário? Na prática, tanto consumidores quanto empresas saberão que para cobrir este rombo MUITO MAIOR e para tentar transmitir alguma segurança para credores, serão necessárias reduções ainda mais elevadas nos gastos públicos, assim como, provavelmente, aumentos relevantes em impostos. Reduzir gastos públicos significa demitir mais profissionais comissionados (aumenta desemprego), cancelar mais serviços terceirizados, o que aumenta desemprego nas empresas prestadoras de serviços e algumas empresas menores e muito dependentes do governo fecham, o aumento de impostos tira do dinheiro disponível das famílias e das empresas e assim colabora para reduzir o consumo e investimentos e naturalmente, no curto prazo, estas ações colaboram e muito para reduzir ainda mais o PIB. Ah, mas o “governo todo poderoso” (by segmento imobiliário e ala soft do blog) pode simplesmente imprimir dinheiro, apagar este incêndio fiscal e com isto não precisa afetar empregos e PIB. O único probleminha da fórmula mágica desta galera é que imprimir dinheiro gera inflação e garante inflação e juros elevados por mais tempo, além de poder levar a uma crise cambial se for “solução” persistente, sendo que este conjunto também alimente o desemprego, a queda do PIB, etc. por estes outros canais;

      2) Crise Fiscal e situação das empresas públicas: a cada dia aparecem mais informações sobre rombos de empresas públicas com cifras que levam no total a centenas de bilhões de Reais que “precisariam ser cobertos pelo Tesouro”. Estamos falando sobre uns R$ 40 bilhões para a CEF, R$ 40 bilhões para para a Eletrobrás, mais de R$ 100 bilhões para a Petrobrás, mais de R$ 240 bilhões para o BNDES para cobrir os bolsas-empresários de anos anteriores, dentre diversos outros esqueletos no armário que deverão aparecer. As agências internacionais de avaliação de risco calculam algo próximo a meio TRILHÃO de Reais, podendo chegar em caso extremo a R$ 1 TRILHÃO, mas eles mesmos reconhecem que é uma “caixa preta”. O governo também vai ter que “abrir” estas contas para a população, isto também foi prometido e é necessário. Será que é isto que vai animar empresários e consumidores no curto prazo? Imaginem os efeitos mencionados no item anterior algumas vezes pior, ou seja, novamente com impacto NEGATIVO muito relevante para economia no curto prazo e sem nenhuma solução “mirabolante”, como sugere o segmento imobiliário e a ala soft do blog.

      3) Bolha imobiliária: como detalhei no tópico anterior, poupança e FGTS cada vez mais escassos, quedas cada vez maiores no crédito imobiliário concedido, distratos continuam subindo sem parar, lançamentos continuam caindo sem parar, a distorção entre oferta e demanda não para de crescer, assim como as dívidas das construtoras, as reduções de preços de imóveis estão cada vez mais relevantes e mesmo assim as vendas não param de cair e tudo isto sofrerá impacto que irá piorar ainda mais este conjunto de desequilíbrios em virtude do que consta nos itens 1 e 2 acima e mais as próprias consequências naturais da bolha imobiliária. Este cenário, conforme detalhei em comentário do tópico anterior, já está piorando para todos os indicadores a partir de 2012 (alguns começaram a piorar em 2011), ou seja, grande parte da piora é consequência natural da bolha imobiliária em si, embora seja claro que as novas pioras na economia ajudam a turbinar estes resultados;

      4) Cenário externo tende a permanecer desfavorável, com ameaças quanto a subida de juros dos EUA, queda de consumo de Commodities na China e diversos outros cenários podendo levar a piorar tudo que consta acima;

      5) Da mesma forma, a aprovação de medidas imprescindíveis para economia não serão simples, primeiro porque estamos em ano eleitoral e são medidas impopulares, o partido do governo e seus aliados vão querer protelar, segundo porque o PT e aliados irão travar enormes guerras de DESINFORMAÇÃO para SABOTAR o novo governo interino e o país, como sempre fizeram enquanto eram oposição, aliás, são especialistas nisto a tal ponto que nem quando se tornaram governo deixaram de sabotar o país, imaginem agora.

      O que consta acima, são apenas AMOSTRAS. Tem muito mais que isto. Observe que os discursos “otimistas” do segmento imobiliário nunca possuem o MÍNIMO de fundamento, eles utilizam frases generalistas, completamente dissociadas da realidade, como sempre fizeram para iludir os INCAUTOS…

      20+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Danibolhista 18 de maio de 2016 at 17:24

      Mais do mesmo, mais lançamento?
      “A aposta de maiores vendas e novos lançamentos foram cogitados na divulgação da pesquisa mensal do segmento…”.

      4+
    • CarlosL 18 de maio de 2016 at 17:37

      O teor da reportagem mostra que a constatação de bolha finalmente chegou lá…..

      3+
  • Wolf 18 de maio de 2016 at 16:40

    To na area, tirando um pouco de tempo, quase pior hoje colocando o projeto WEB do Wolf no ar.

    Ja estou vendendo no ML, até mercado líder já virei, mas comecei com a parte de ERP agora e emissão de notas digitais, cara quanto stress para gerar uma nota.

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Wolf 18 de maio de 2016 at 16:41

      Mas e aí, já aumentou os preços dos imóveis? kkkkkkk

      To tanto tempo de fora que deve ta cheio de gente que não me conhece aqui.

      6+
      • avatar
      • CA 18 de maio de 2016 at 17:06

        Wolf,

        Nada mudou, agora continua sendo o melhor momento para se comprar um imóvel. Como o momento atual é sempre o melhor para isto e este argumento já completou mais de 10 anos, então você pode vir a comprar daqui a uns 15 anos que continuará sendo o melhor momento, não precisa ter pressa (rs).

        17+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • OdeioTijolos 19 de maio de 2016 at 00:29

          Melhor momento pra comprar é agora… TD 2021 e 2035.

          3+
          • avatar
          • avatar
      • OdeioTijolos 19 de maio de 2016 at 00:42

        Wolf é da loja de calçados né ?

        3+
        • avatar
      • Azufre 19 de maio de 2016 at 09:12

        Eu vi o Wolf outro dia bombando no “Dicas Dollyinho”!

        0
    • OdeioTijolos 19 de maio de 2016 at 00:57

      Força Wolf estressa mesmo. Sucesso no projeto.

      3+
      • avatar
      • avatar
  • Dr. Estranho 18 de maio de 2016 at 18:17

    Vai piorar. Tenham certeza disso.

    3+
  • Resimob 18 de maio de 2016 at 20:03
  • claudio 18 de maio de 2016 at 20:18

    https://observasp.wordpress.com/2016/05/17/a-vida-de-um-corretor-de-imoveis/

    so para registro, não ta facil pra ninguem, kkkkk

    2+
  • AgoraVai 18 de maio de 2016 at 20:22

    CVR
    1 – Quase não posto, mas dessa vez não aguentei…Segunda-feira chamei um uber pois minha lata velha mais uma vez teve que ir para oficina, pois bem, conversa vai conversa vem o motorista me solta que era corvo, mas que como o mercado parou teve que arrumar outro ofício, que o último imóvel que vendeu foi ano passado e que uma venda que conseguiu esse ano está parada aguardando assinatura do contrato pois a caixa não libera o dinheiro.
    2 – Tenho notado uma mudança significativa de atendimento nos lugares, já estava acostumada a entrar em algum estabelecimento e nem ser notada ou atendida, ah sou do RJ, ultimamente todo lugar que vou estou recebendo uma atenção extraordinária, ontem mesmo levei a lata velha em outra oficina para recondicionar uma coluna de direção e fui hiper bem atendida, e na hora! Depois parei em uma loja de conveniência para lanchar e o gerente só faltou me dar comida na boca, hahaha…Estou começando a gostar dessa crise!!

    22+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • AgoraVai 18 de maio de 2016 at 20:35

    Esqueci esse:
    3 – Estou passando a lata velha pra frente e consegui um bom negócio em uma troca em uma concessionária GM da Barra, inclusive o meu foi muito bem avaliado e nas palavras do vendedor eles estão desesperados pois estão ficando sem estoques de usados – diga-se velhos, pois estão aceitando de tudo, porque simplesmente as pessoas não estão comprando carro 0KM e como era justamente aí que na maioria das vezes entrava o usado na troca, disse que até aquele dia (dia 15/05) haviam vendido somente 12 carros usados, que a média mensal antes era de uns 150 usados e 250 novos e agora estava em torno de 50 novos nos meses melhores, as pessoas estão trocando seu usado por um menos usado e não por 0km, eu mesmo sou uma, aliás fiquei horrorizada com o novo ônix com raio esportivador que está saindo por míseros 53k…kkkkkkkkkk

    26+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • OdeioTijolos 19 de maio de 2016 at 00:22

      Carro popular deveriar custar no maximo 20 salários mínimos e não 60.

      7+
      • avatar
      • avatar
  • OdeioTijolos 19 de maio de 2016 at 00:18

    Crv – Ao vivo .Meus ouvidos estão ardendo neste exato momento, ouvindo o som da TV ( no outro quarto ) com a voz irritante do Gugu falando sobre casa de 50 milhões nos EUA , dos anos 80, que dá pra pescar na varanda e cheias de historias bizarras. Eu lendo o blog antes de dormir e captando um maluco tentando justificar o preço de uma casa de 3 quartos e 500 m2 . Aluguel $ 1 k per day. Kkk

    6+
    • avatar
    • avatar
  • AndersonSilva 19 de maio de 2016 at 00:34

    Anderson está gostando deste início de governo Temer. Sim estou gostando. Não é muito difícil ser melhor que a Dilma. E que continue ladeira abaixo preço de imóveis.

    5+
    • avatar
    • avatar
    • OdeioTijolos 19 de maio de 2016 at 00:40

      Boa spyder

      0
  • OdeioTijolos 19 de maio de 2016 at 00:39

    Mais de 3000 empréstimos ( que duvido que paguem) via BNDES para paises comunistas . Obras incríveis e o Brasil sucateado.

    5+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • fanfarraum 19 de maio de 2016 at 09:21

      Na reportagem de fevereiro ( http://g1.globo.com/economia/noticia/2016/02/desconto-na-venda-de-imovel-e-o-maior-da-serie-historica-diz-fipezap.html ), o FipeZap fala em em números diferentes de desconto:

      set/15 – 7,9% x 7,7%
      out/15 – 8,4% x 8,2%
      nov/15 – 8,4% x 8,3%
      dez/15 – 8,8% x 8,7%
      (primeiro valor = reportagem de fevereiro | segundo valor = reportagem atual)

      Em todos os casos, o percentual atual está menor do que o informado em fevereiro.

      Alguma explicação mágica?

      0
      • fanfarraum 19 de maio de 2016 at 09:25

        Em reportagem de julho/2015 ( http://economia.ig.com.br/financas/casapropria/2015-07-30/desconto-na-compra-do-imovel-nunca-foi-tao-grande-aponta-fipezap.html ) temos valores diferentes dos da reportagem de fevereiro:

        jan/15 – 6,9% x 6,9%
        fev/15 – 7,0% x 6,8%
        mar/15 – 7,2% x 6,8%
        abr/15 – 7,4% x 7,1%
        mai/15 – 7,4% x 7,2%
        jun/15 – 7,6% x 7,4%

        Novamente, quanto + recente a pesquisa menor os valores divulgados de desconto.

        1+
        • joselito 19 de maio de 2016 at 10:05

          È a matemágica do finge de crescer para baixo, ou, crescer para “menas”

          0
      • Awulll 19 de maio de 2016 at 13:17

        Acho que eles devem ter todas as info num banco de dados e recalculam os valores a cada período. Se é retirado um imóvel do banco, ele não conta mais e aí dá essa diferença. Se for isso é uma baita de uma amadorice sem tamanho.

        0
  • Cajuzinha 19 de maio de 2016 at 05:57

    ” .

    Compartilhando da mesma opinião, o proprietário de imobiliária e conselheiro fiscal do Conselho Regional dos Corretores de Imóvel (Creci), Walker Vitor, conta que sentiu a redução da procura em alugar e no valor dos aluguéis. “A renovação do aluguel está congelada para garantir que o inquilino permaneça no imóvel. Há um ano o mercado caiu bastante e de dezembro em diante foi uma queda drástica e a previsão é que se mantenha desta forma durante todo esse ano”, analisa Walker.

    MELHORIA À VISTA

    Para ele, a mudança de governo presidencial, pode dar uma ajuda no início do próximo ano. “O governo demora cerca de quatro meses para se adaptar e mais um tempo para surtir efeito nas mudanças realizadas, ou seja, só em 2017 que a situação de crise pode começar a melhorar. Quem tem dinheiro e pode investir na compra, o momento é este”, destaca Vitor falando que há um ano um imóvel era vendido por R$ 780 mil, hoje está por R$ 600 mil. ”

    http://avozdacidade.com/site/noticias/economia/51517/

    2+
  • Cajuzinha 19 de maio de 2016 at 06:00


    De acordo com Paiotti, atualmente os terrenos no país estão de 10 a 15 por cento mais baratos em relação às transações que têm sido negociadas pela empresa nos últimos 12 meses.

    A expectativa de que o mercado imobiliário residencial apresente algum sinal de recuperação em pelo menos dois anos pode pressionar as empresas do setor a venderem terrenos ainda este ano para gerarem caixa, pressionando ainda mais os preços, aposta o executivo.

    De maneira geral, o setor imobiliário convive hoje com estoques e distratos elevados e se concentra na venda de empreendimentos prontos ou em construção.

    “O recuo (nos preços dos terrenos) pode chegar perto de 30 por cento na média do mercado, mais para o fim ou na virada do ano”, afirmou. Paiotti disse ainda que a GuardeAqui avalia atualmente 120 ativos, mas segurou as transações nos últimos 60 a 90 dias à espera de uma melhor definição sobre os rumos do mercado e da crise política.”

    http://www.dci.com.br/servicos/guardeaqui-ve-chance-de-queda-de-ate-30-nos-precos-de-terrenos-ate-o-fim-do-ano-id549285.html

    5+
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 19 de maio de 2016 at 10:39

      32% dos creditos podres na Espanha e Portugal são em terrenos, é
      o “ativo” mais díficil de negociar.

      1+
      • avatar
      • Alemon Fritz 19 de maio de 2016 at 10:40

        na mão dos bancos

        0
  • Cajuzinha 19 de maio de 2016 at 06:05

    PENSEM O QUE VAI ACONTECER!

    ” Menu
    DA REDAÇÃO | | Quarta, 18 de Maio de 2016 – 19h00
    Lojistas podem pedir extinção ou revisão de aluguel em shoppings centers com alto índice
    Para o advogado Rodrigo Barcellos, o contrato atípico prevê que os estabelecimentos garantam lojas-âncoras e fluxo mínimo de pessoas
    A taxa de lojas ociosas nos shoppings centers brasileiros inaugurados nos últimos três anos é de 45%, segundo pesquisa do Ibope Monitor.
    A taxa de lojas ociosas nos shoppings centers brasileiros inaugurados nos últimos três anos é de 45%, segundo pesquisa do Ibope Monitor. Para Rodrigo Barcellos, do escritório Barcellos Tucunduva, mestre em direito comercial pela USP, o lojista tem o direito de pleitear a revisão do aluguel ou a extinção do contrato firmado com o empreendedor do shopping center em razão do aumento da ociosidade desses estabelecimentos.

    Autor do livro “Contratos de shopping centers e os contratos atípicos interempresariais”, publicado pela editora Atlas, Barcellos acredita que a obrigação dos administradores de shoppings é de resultado, ou seja, devem os proprietários entregarem o prédio no prazo estabelecido, com a estrutura física prometida e contando com um número mínimo de lojas integrantes e de lojas âncoras. “A obrigação inicial do empreendedor é a criação e o bom funcionamento da ‘cidade em miniatura’ por ele projetada e prometida aos lojistas”, explica.

    Para Barcellos, o descumprimento de tais obrigações gerais, bem como daquelas assumidas em cada contrato particular, dá causa à resolução do contrato por inadimplemento do empreendedor, conforme o artigo 475 do Código Civil, com a restituição dos valores pagos pelo lojista e a indenização por perdas de danos. “Aplicável, também, a exceção do contrato não cumprido (art. 476 do CC), pois o lojista não está obrigado a requerer a extinção do contrato: ele pode ter o interesse em continuar com sua loja, deixando de efetuar parte dos pagamentos por não ter o empreendedor bem cumprido as suas obrigações”, conclui Barcellos.”

    http://m.acritica.net/editorias/geral/lojistas-podem-pedir-extincao-ou-revisao-de-aluguel-em-shoppings/167049/

    5+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • companherof 19 de maio de 2016 at 08:39

    Bom dia!
    Alguém pode indicar um site de noticias que seja mais neutro nas noticias, tipo uol, gazetadopovo, terra aparentemente são todos tendenciosos. (ou talvez só mal escritos 🙂 )

    3+
    • avatar
    • Cesar_DF 19 de maio de 2016 at 08:47
    • rogerio 19 de maio de 2016 at 10:43

      Acho que isto não existe…tem que ler diversos e tirar suas próprias conclusões…

      3+
      • avatar
  • Moreira 19 de maio de 2016 at 08:49

    Bom dia Brasil hoje mostrando a motumbada de quem comprou na pranta! Construtora vendeu na pranta “imóvel” pra mais de uma pessoa. Detalhe, a reportagem ainda mostra que tem corretoras anunciando o mesmo imóvel na pranta! A construtora quebrada! 123 famílias no limbo! O terreno “comprado” pela construtora foi financiado pelo banco e aí já não paga mais as parcelinhas! Agora o banco está na iminência de reaver sua propriedade e os compradores… esses levaram a motumbada! Sou recente aqui no BIB, 2016! Mas acredito que esse cenário já havia sido traçado desde o advento deste brog!

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Ilusionista 19 de maio de 2016 at 08:57

      mais uma “destrutora de sonhos”

      4+
      • avatar
  • Azufre 19 de maio de 2016 at 09:12

    Voltei!!!

    5+
    • avatar
    • avatar
    • Awulll 19 de maio de 2016 at 09:17

      eba!

      2+
      • Azufre 19 de maio de 2016 at 09:20

        Outras pastagens andam vivazes em excesso… rs

        Não dei conta

        3+
        • avatar
      • Azufre 19 de maio de 2016 at 09:23

        A RosinhA aparece aqui de vez em quando?

        1+
        • MINEIRO SPY 19 de maio de 2016 at 09:32

          Tem tempo que sumiu!

          1+
        • Awulll 19 de maio de 2016 at 09:36

          O ritual de invocação da bruxa não tem sido feito ultimamente.

          2+
    • JJJ_brasilia 19 de maio de 2016 at 10:21

      Azufre,

      Seja muito bem vinda, senti a sua falta!!!

      Mande notícias de BH.

      3+
      • avatar
  • Cajuzinha 19 de maio de 2016 at 09:30

    Desemprego sobe em todas as regiões brasileiras no 1º trimestre, mostra Pnad Contínua

    Notícia Publicada em 19/05/2016 09:06

    Desocupação de 10,9% é a maior da série histórica, iniciada em 2012.

    3+
  • Cajuzinha 19 de maio de 2016 at 09:59

    Se houver…

    18/05/16 12:20 Atualizado em 18/05/16 12:20
    Meirelles diz que resultados do ajuste fiscal só terão efeito depois de 2018

    http://extra.globo.com/noticias/economia/meirelles-diz-que-resultados-do-ajuste-fiscal-so-terao-efeito-depois-de-2018-19328974.html#ixzz496e7oyP3

    4+
  • Cesar_DF 19 de maio de 2016 at 10:08

    http://oglobo.globo.com/economia/intencao-de-compra-de-imovel-tem-leve-melhora-indica-fipezap-19329576
    http://www.zappro.com.br/2015-1o-trimestre/

    Síntese do “Relatório Raio-X FipeZap”
    1 – aumentou média do descontos concedidos, de 7% para 9,3% do valor da compra
    2 – 43% dos entrevistados informaram ter intenção de comprar um imóvel nos três meses seguintes.(observação: os universo de “entrevistados” são pessoas que entraram em contato com anunciantes do site Zap no trimestre anterior ao relatório)
    3 – O percentual de entrevistados que classificaram os preços como “altos” ou “muito altos” foi de 57%, entre aqueles que adquiriram imóveis, e de 73%, entre os que têm pretensão de compra
    4 – 56% acreditam em redução dos preços e 44% esperam que os preços ao menos acompanhem a inflação.
    5 – apenas 23,4% das compras feitas nos 12 meses anteriores foram realizadas pelo preço originalmente pedido pelo vendedor. Há um ano, 29% das transações haviam sido fechadas com os preços iniciais de venda (tradução: 76,6% das compras foram feitas com desconto)

    “O percentual do desconto está subindo e nitidamente vemos os preços em queda real por conta da retração da demanda. É um momento melhor para se negociar imóvel, pois o poder de barganha está do lado do consumidor. E, por isso, ele não tem porquê ter pressa nessa negociação — avalia Zylberstajn.”

    A conclusão do relatório é consistente de quem sofre de esquizofrenia, fala que o valor vai continuar em queda, que não precisa ter pressa na negociação e que é o melhor momento para comprar imóvel. kakakakakaka

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar

  • Sml26 19 de maio de 2016 at 10:48

    A situação está tão feia que até petista tá quieto (por pouco tempo, esperando Temeroso falhar). Queda de 60% aluguel na minha rua e o cara dando
    graças que o inquilino ainda não quebrou. Ontem fiz supermercado da semana, outro susto, mais aumento. Lá em casa só se fala em cuidar da saúde, já sugeri pro pessoal não ver telejornal. Para não dizer que não falei de imóveis, adivinha qual a grande preocupação do “Smlpai” ? os inquilinos que complementam a renda e estão lutando bravamente contra a recessão, além da queda nos juros que complementam a outra parte d sustento dele. A sugestão também vem do mercado imobiliário: FII’s que ainda estão gerando boa venda. Vejam pessoal, essa m… de mercado imobiliário faz parte da nossa vida, daí a gravidade desta crise. PS: Acabei de receber mais 2 ligações sobre imóveis, 1 era corvetor.

    3+
  • Cajuzinha 19 de maio de 2016 at 11:03

    Arrecadação cai 7,1%, a R$ 110,895 bi, e tem pior abril desde 2010, mostra Receita

    Notícia Publicada em 19/05/2016 10:40

    Em pesquisa Reuters, a projeção era de resultado de R$ 112 bilhões no mês passado

    2+
  • Herr Deutsch 19 de maio de 2016 at 11:04

    1º Leilão: 12/05/2016, às 10h. Lance mínimo: R$ 3.423.437,62.
    2º Leilão: 23/05/2016, às 10h. Lance mínimo: R$ 858.368,41 (caso não seja arrematado no 1º leilão).

    Queda de 75% da 1º para a 2º praça…

    Em tempo, está ocupado. Eu que não vou… Recebam!

    http://www.freitasleiloesonline.com.br/homesite/lotesdetalhes.asp?codleilao=1849&lote=001

    7+
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 19 de maio de 2016 at 11:07

    Sam Zell…..
    GuardeAqui vê chance de queda de até 30% nos preços de terrenos até o fim do ano
    RIO DE JANEIRO – A GuardeAqui, empresa de locação de espaços para armazenagem, vê construtoras vendendo terrenos por necessidade de caixa, o que pode gerar oportunidades para aquisições destes ativos com um desconto que pode chegar a 30 por cento até o final deste ano.

    http://www.dci.com.br/servicos/guardeaqui-ve-chance-de-queda-de-ate-30-nos-precos-de-terrenos-ate-o-fim-do-ano-id549285.html

    2+
  • Felipe 19 de maio de 2016 at 11:23

    200 bilhões de déficit – não nominal. vamos ver se até amanhã aumenta até 250.

    1+
  • Cajuzinha 19 de maio de 2016 at 11:28

    “E deu certo. O valor inicial do imóvel escolhido, no Bairro São José, perto de onde moram hoje, caiu de R$ 315 mil para R$ 200 mil em um mês de negociação. Juntaram recursos próprios com o FGTS e projetaram a parcela de podiam pagar, que começa em cerca de R$ 1,7 mil e termina perto de R$ 400, durante 35 anos.

    – A localização é muito boa. Prevemos a cada dois anos dar um reforço no pagamento – projeta Roberto.”

    http://diariogaucho.clicrbs.com.br/rs/dia-a-dia/ajuda/noticia/2016/05/feirao-da-caixa-saiba-como-aproveitar-evento-na-capital-para-encaminhar-o-sonho-do-imovel-5805078.html

    1+
  • Cajuzinha 19 de maio de 2016 at 11:32

    Rapaz, sem palavras…


    Longe de uma bolha imobiliária, o mercado brasileiro segue atrativo tanto para investidores quanto para
    quem sonha com a casa própria. Mesmo em tempo de recessão econômica, o segmento da construção é
    um dos mais consolidados do País. De olho nessa oportunidade, o Grupo Sinos e a Caixa promovem a
    terceira edição do Salão do Imóvel Novo Hamburgo e Vale do Sinos, que reunirá, de 17 a 19 de junho,
    incorporadoras, construtoras e imobiliárias, além de uma gama de serviços, nos pavilhões da Fenac.
    Para Ricardo Amorim, um dos economistas mais influentes do Brasil e que integrou o Fórum Econômico
    do Vale do Sinos, o momento é oportuno. “Imóveis e ações são os únicos produtos para os quais a
    maioria das pessoas corre para comprá­los quanto mais caros ficam. A oportunidade está em fazer o
    inverso: comprar antes que esta demanda volte e eleve os preços”, destaca.
    Para o especialista, por mais problemas políticos e econômicos que o País esteja atravessando, não há
    excesso de endividamento dos compradores. “Aqui, o crédito imobiliário representa só 9% do PIB. Nos
    últimos 115 anos, nenhuma bolha imobiliária estourou com menos de 50% do PIB”, salienta. E ele vai
    além: o consumo está reprimido, “passada a crise, vai até faltar unidade para tanto comprador”. “É uma
    oportunidade única para aquecer as vendas de imóveis e demonstrar a maturidade e a força do mercado
    imobiliário regional”, destaca o diretor do Jornal NH, Daniel Sartori.”

    http://www.diariodecanoas.com.br/_conteudo/2016/05/noticias/regiao/333423-3-salao-do-imovel-e-promessa-de-bons-negocios-na-fenac.html

    3+
    • avatar
    • Cesar_DF 19 de maio de 2016 at 11:36

      Como é possível que as idéias “imóveis nunca caem de preço” e “antes que esta demanda volte e eleve os preços” na mesma frase ???

      2+
      • avatar
      • Awulll 19 de maio de 2016 at 11:39

        É que não foi bem esses termos. Mas entendo o que quis dizer.

        0
      • Alemon Fritz 19 de maio de 2016 at 11:48

        o frutinha falou a mesma coisa em 2014 (momento bom pro comprador) , kkk… e de lá só baixaram as vendas..

        3+
        • avatar
    • Minions 19 de maio de 2016 at 11:47

      Isso é notícia do sensacionalista, certo?!

      2+
      • avatar
  • Cajuzinha 19 de maio de 2016 at 11:40

    postado em 19/05/2016 11:01
    Agência Estado

    Rio, 19 – A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) recuou 4,6% em maio ante abril, para 69,9 pontos, informou nesta quinta-feira, 19, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Trata-se de um novo mínimo histórico na série, iniciada em janeiro de 2010. Todos os componentes ligados ao consumo presente e futuro registraram forte queda no período.

    “Mesmo com perda de força da inflação e seus impactos favoráveis sobre o volume de vendas, o contínuo encarecimento do crédito e a confiança fragilizada de consumidores e empresários levaram a CNC a reforçar a expectativa de que 2016 será o pior ano do setor varejista desde 2001”, diz a entidade. No varejo ampliado, que inclui veículos e material de construção, a queda deve ser de 8,8%.

    1+