Descontos em vendas de imóveis atingem maior nível desde 2013 – G1

Você pode gostar...

Comments
  • tmarabo 19 de maio de 2016 at 11:54

    tá baixo este desconto. o aluguel já baixou 40/50%, quanto tempo vai levar pra isso chegar no preço de venda??

    10+
    • avatar
    • avatar
  • Logico 19 de maio de 2016 at 11:55

    “desconto”, uhum…. é só “desconto”… não é preço que cai…

    8+
    • avatar
    • tmarabo 19 de maio de 2016 at 16:42

      rsrsrsrsrsrs eu só usei o termo da reportagem.

      3+
  • CarlosL 19 de maio de 2016 at 12:05

    O que vem a ser um “desconto” ? Baseado em que ele existe ?

    6+
    • avatar
    • avatar
    • CA 19 de maio de 2016 at 12:50

      CarlosL,

      É do FINGE ZAP, logo é um desconto baseado na ILUSÃO. Explico:

      Você tem 6 imóveis de 100 m2 no mesmo bairro, 5 deles ANUNCIADOS por R$ 500 mil e outro por R$ 400 mil. O imovel que vende, naturalmente, é o que está anunciado por R$ 400 mil, o que acontece?

      Para vender, o anuciante dá um desconto de 10% e vende por R$ 360 mil.

      Como fica no FINGE ZAP?

      O imóvel vendido tem o anúncio retirado e o preço médio de venda sobe de R$ 4,83 mil o M2 para R$ 5 mil o m2.

      E no Mundo REAL? Se alguma vez na vida este imóvel chegou a ser vendido por R$ 500 mil e agora foi vendido por R$ 360 mil, o preço caiu 28%.

      Perceba que também quanto ao desconto o FINGE ZAP induz as pessoas ao erro:

      Lendo as notícias, as pessoas acham que o desconto é em relação ao preço médio de anúncios do Zap, mas na realidade é sobre o imóvel que foi vendido. Como vende menos de 1% do que anuncia e o que vende é o imóvel de menor preço, o preço médio continua subindo levemente como temos visto e os descontos também crescem bem lentamente, ambos sem NENHUMA relação com a REALIDADE, mesmo assim estas reportagens sobre o FINGE ZAP sempre viram tópico por aqui, não sei se pata ILUDIR os leitores e fazer de conta que é “Soft” ou para testar os conhecimentos da galera…

      32+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 19 de maio de 2016 at 13:00

        Como mentir com estatísticas

        http://www.amattos.eng.br/Leituras/Como_mentir/TXT/capa.htm

        http://pt.wikihow.com/Mentir-Usando-Estat%C3%ADsticas

        http://observatoriodaimprensa.com.br/feitos-desfeitas/como-mentir-com-estatistica/
        Quanto mais as pessoas se divorciam no Estado americano do Maine, maior fica o consumo de margarina naquele país. Por outro lado, quanto mais Nicolas Cage lança filmes em um ano, menos pessoas morrem em acidentes de helicóptero.

        Quem diz isso são os números. A correlação é muito forte, não há o que se questionar. Certo? Errado, óbvio.

        O doutorando em direito em Harvard Tyler Vigen criou um site (tylervigen.com) para mostrar com exemplos engraçados algo que os estatísticos já sabem há muito tempo: correlação não significa causalidade. Mesmo quanto a correlação é muito forte.

        14+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Everybody hates bolha 19 de maio de 2016 at 13:15

        Concordo com sua colocação CA.

        Eu não acredito nesse Finge Zap. Acho que se tem um negócio comprado para continuar com a ilusão do mercado imobiliário vem deles com certeza.

        6+
        • avatar
        • avatar
      • Money_Addicted 19 de maio de 2016 at 15:21

        CA,

        Obviamente eu nao confio no finge zap, mas eu gostaria de fazer uma ponderacao sobre a questao de que sempre o imovel de preco mais baixo vai ser vendido, suponhamos q um eh anunciado por 500k e o outro por 400, mas o d 500 tem bide rosa e o comprador prefere compra-lo 🙂

        [ ]s

        7+
        • avatar
        • CA 19 de maio de 2016 at 15:51

          Money_Addicted,

          kkkkkkk

          É verdade, se entrar cisticerco do comprador mais bidê rosa no imóvel, daí é um grande diferencial no negócio, ainda mais se for no Hell…

          5+
  • Cesar_DF 19 de maio de 2016 at 12:49

    Síntese do “Relatório Raio-X FipeZap”

    1 – aumentou média do descontos concedidos, de 7% para 9,3% do valor da compra

    2 – 43% dos entrevistados informaram ter intenção de comprar um imóvel nos três meses seguintes.(observação: os universo de “entrevistados” são pessoas que entraram em contato com anunciantes do site Zap no trimestre anterior ao relatório)

    3 – O percentual de entrevistados que classificaram os preços como “altos” ou “muito altos” foi de 57%, entre aqueles que adquiriram imóveis, e de 73%, entre os que têm pretensão de compra

    4 – 56% acreditam em redução dos preços e 44% esperam que os preços ao menos acompanhem a inflação.

    5 – apenas 23,4% das compras feitas nos 12 meses anteriores foram realizadas pelo preço originalmente pedido pelo vendedor. Há um ano, 29% das transações haviam sido fechadas com os preços iniciais de venda (tradução: 76,6% das compras foram feitas com desconto)

    “O percentual do desconto está subindo e nitidamente vemos os preços em queda real por conta da retração da demanda. É um momento melhor para se negociar imóvel, pois o poder de barganha está do lado do consumidor. E, por isso, ele não tem porquê ter pressa nessa negociação — avalia Zylberstajn.”

    Observação minha: a conclusão do relatório é consistente de quem sofre de esquizofrenia, fala que o valor vai continuar em queda, que não precisa ter pressa na negociação e que é o melhor momento para comprar imóvel é agora. kakakakakaka

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Azufre 19 de maio de 2016 at 13:20
    • DRN 19 de maio de 2016 at 13:29

      Banif, Máxima, Ficsa, Gerador, Pottencial, Mercantil do Brasil, BPN Brasil e Pan.

      Nada deles aqui no meu portfólio.

      A diversificação na vale o risco. No máximo os quatro grandes: Itau, Bradesco, BB e Satã-der.

      5+
      • avatar
      • DRN 19 de maio de 2016 at 13:30

        Se a pessoa já expôs 50% no TD e 50% nesses quatro grandes (do ativo finaceiro) e já tem imóvel, a diversificação possível é ações. Não tem mais para onde correr…

        4+
        • avatar
      • Azufre 19 de maio de 2016 at 13:32

        Na máximo ou no Máxima?

        rs

        1+
      • From_The_Tower 19 de maio de 2016 at 13:52

        No meu tb não.
        kkkk

        3+
        • From_The_Tower 19 de maio de 2016 at 13:53

          Estou com Caixa – Geral, Indusval, Original e Fibra.
          Satã e TD.
          PMJ !

          3+
          • DRN 19 de maio de 2016 at 14:01

            Estou em TD, Itaú, BB e Satã, tijolos, doletas e um pouco de ações.

            Tenho 20 anos de contribuição no PONZI (digo INSS) também…

            7+
            • DRN 19 de maio de 2016 at 14:04

              Não é que eu seja velho. É que eu comecei trabalhar cedo…

              3+
              • From_The_Tower 19 de maio de 2016 at 15:19

                hahahahaha. Um jovem papai.
                Eu tenho 15 anos de PONZI INSS. kkkkk

                4+
              • Vai pela Sombra 19 de maio de 2016 at 21:29

                Kkkkk

                0
      • Bruno.12 19 de maio de 2016 at 14:27

        Vixe, mexo com BGT Pactual…ainda bem que vence agora em Agosto, vou retirar e aplicar em outro investimento. O Mercantil só vem fechando agências…aqui em BH, elas estão “sumindo”.

        3+
  • DRN 19 de maio de 2016 at 13:59

    Petrobosta virando pó:

    Petrobras’ B3 rating is based on the company’s caa2 baseline credit assessment (BCA), which indicates Moody’s view of its standalone credit strength, and considers the company’s steadily eroding liquidity, negative free cash flow, high financial leverage, local currency devaluation risk, and operating challenges in a difficult industry and economic environment. Consolidated free cash flow will remain negative for the foreseeable future as its upstream business suffers from extremely weak oil prices and downstream operations are being hurt by lower demand, high competition and local currency volatility. The company also faces significant risks related to corruption investigations and class action securities litigation.

    Petrobras’ B3 rating also considers Moody’s joint-default analysis for the company as a government-related issuer. Petrobras’ ratings reflect Moody’s assumption for a moderate likelihood of timely extraordinary support from the government of Brazil. Despite the government’s stated willingness to stand behind Petrobras, Moody’s assumes that the government’s current fiscal situation could prevent it from supporting the company sufficiently to avoid a default. Petrobras’ ratings incorporate two notches of uplift between Petrobras’ BCA and its senior unsecured rating. Moody’s continues to assume moderate default dependence between Petrobras and the government.

    -https://www.moodys.com/research/Moodys-assigns-B3-rating-to-Petrobras-Global-Finances-proposed-notes–PR_348920

    2+
    • DRN 19 de maio de 2016 at 14:02

      a) The company also faces significant risks related to corruption investigations and class action securities litigation.

      b) Despite the government’s stated willingness to stand behind Petrobras, Moody’s assumes that the government’s current fiscal situation could prevent it from supporting the company sufficiently to avoid a default.

      -https://www.youtube.com/watch?v=f6OEHPWG9Uw

      4+
    • rogerio 19 de maio de 2016 at 20:51

      seria hora de comprar? essa é a pergunta que ninguém tem a resposta heheh

      A longo prazo de te confesso que tenho vontade…

      1+
      • Vai pela Sombra 19 de maio de 2016 at 21:30

        Agora vai sangrar. Quando tiver certeza absoluta que é mico: compre.

        1+
  • Bruno.12 19 de maio de 2016 at 14:14

    OFF:

    O presidente em exercício, Michel Temer, pediu para sua equipe um inventário dos rombos nos orçamentos, em programas contratados e alguns não realizados, além de outros tipos de desmandos ocorridos nos diferentes ministérios com os quais se deparou ao chegar ao Palácio do Planalto.
    Com os dados em mãos, ele quer denunciá-los à população em um comunicado à Nação, que não sabe ainda como nem quando será transmitido. Nesse pronunciamento, Temer apresentaria ainda os principais problemas encontrados, assim como o rombo no Orçamento que já estima em mais de R$ 150 bilhões, apesar de o anúncio oficial do governo anterior dizer que não chegaria a R$ 100 bilhões.
    Fonte: Estadão

    3+
    • DRN 19 de maio de 2016 at 14:18

      O problema é que não dá para fazer isso em 15 dias.

      A auditoria de uma empresa de médio porte não dá para fazer nesse prazo.

      Imagina a auditoria de um dos 10 maiores PIBs do mundo…

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Bruno.12 19 de maio de 2016 at 14:28

        Eles vão se utilizar da famosa estatística das medianas…aposto que até amanhã ele irá se pronunciar, nem que seja em reportagem ou Face xD

        3+
  • Cajuzinha 19 de maio de 2016 at 14:32

    Cajuzinha 19 de maio de 2016 at 11:32
    Rapaz, sem palavras…


    Longe de uma bolha imobiliária, o mercado brasileiro segue atrativo tanto para investidores quanto para
    quem sonha com a casa própria. Mesmo em tempo de recessão econômica, o segmento da construção é
    um dos mais consolidados do País. De olho nessa oportunidade, o Grupo Sinos e a Caixa promovem a
    terceira edição do Salão do Imóvel Novo Hamburgo e Vale do Sinos, que reunirá, de 17 a 19 de junho,
    incorporadoras, construtoras e imobiliárias, além de uma gama de serviços, nos pavilhões da Fenac.
    Para Ricardo Amorim, um dos economistas mais influentes do Brasil e que integrou o Fórum Econômico
    do Vale do Sinos, o momento é oportuno. “Imóveis e ações são os únicos produtos para os quais a
    maioria das pessoas corre para comprá­los quanto mais caros ficam. A oportunidade está em fazer o
    inverso: comprar antes que esta demanda volte e eleve os preços”, destaca.
    Para o especialista, por mais problemas políticos e econômicos que o País esteja atravessando, não há
    excesso de endividamento dos compradores. “Aqui, o crédito imobiliário representa só 9% do PIB. Nos
    últimos 115 anos, nenhuma bolha imobiliária estourou com menos de 50% do PIB”, salienta. E ele vai
    além: o consumo está reprimido, “passada a crise, vai até faltar unidade para tanto comprador”. “É uma
    oportunidade única para aquecer as vendas de imóveis e demonstrar a maturidade e a força do mercado
    imobiliário regional”, destaca o diretor do Jornal NH, Daniel Sartori.”

    http://www.diariodecanoas.com.br/_conteudo/2016/05/noticias/regiao/333423-3-salao-do-imovel-e-promessa-de-bons-negocios-na-fenac.html

    7+
    • From_The_Tower 19 de maio de 2016 at 15:20

      Que canalhas !!!!
      Peguei 03 corvos em contradição no famoso Melnick Canoas. Falam que está tudo vendido. Aí quando você diz que é “investidor” eles tem 20 unidades que retornaram ao estoque. Cambada !!!!

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • zedabolha 19 de maio de 2016 at 14:44

    No BB o gerente está ligando para os correntistas (conta-salário) que o negócio é transferir os cascalhos que se encontram em Poupança ou/e Fundos de Investimentos para o fundo de previdência ou PGBL. Acham que entendem de mercado financeiro, e iludem os correntistas e ficarem migrando de galho em galho. Enquanto isso, vão garantindo algumas migalhas a mais na comissão no holerite. Conte sua experiência. Você já foi assediado ou conhece um amigo ou amiga que já foi?

    11+
  • Lucas 19 de maio de 2016 at 14:45

    Fingezap tem um objetivo sórdido:

    Fingir o pouso suave da bolha imobiliária em conluio com as hipoteses teóricas do pessoal do Nucleo realstate da Poli, dominado pelo setor da cosntrução.
    Eles dão ares acadêmicos, teóricos, estatísticos a uma realidade que eles inventaram.
    Mantendo assim o mercado longe do pânico, socializando-se os prejuízos entre bancos e sardinhas.

    Não se deixem enganar, no emrcado real, já caiu 50%
    Vai cair ainda mais pelos próximos anos

    Eo fingezap, eternamente zero-virgula-qualquercoisa, com milhões de anuncios e liquizes ridícula.
    Comprar hoje é o mesmo que casar com o imóvel, depois de muita briga, vc ficará com menos de 50% do que gastou, fora juros e inflação.

    15+
    • avatar
    • avatar
  • zedabolha 19 de maio de 2016 at 14:49

    Ouvinte reclamando ontem (quarta) desesperado com o analista financeiro da CBN, Mauro Halfeld de que o Tesouro de Direto está fechado e que ele ficou sem poder conversar com o investimento dele.

    3+
  • fanfarraum 19 de maio de 2016 at 14:50

    http://downloads.fipe.org.br/indices/fipezap/raiox/raio-x-fipezap-2016t1.pdf

    1 – Entre os que COMPRARAM imóveis 57% acham que os preços estão altos (40%) ou MUITO altos (17%)
    2 – Entre os que PRETENDEM COMPRAR imóveis 73% acham que os preços estão altos (42%) ou MUITO altos (31%)
    Retirando os que não souberam opinar, esse valor sobe para 77%.
    3 – Entre os que COMPRARAM apartamento nos últimos 12 meses, 46% pretendem morar sozinho e 38% pra investir (22% alugar e 16% revender). Ou seja, temos 84% de imóveis vendidos nos últimos 12 meses que considero extremamente suscetíveis (considerando crise econômica, desemprego, etc) a serem vendidos ou alugados nos próximos anos com pressa (quem mora sozinho pode se juntar com outra pessoa ou voltar pra casa dos pais)
    4 – O desconto está aumentando. O preço do imóvel anunciado está caindo, o que significa, que o preço anunciado dos imóveis que estão sendo vendidos está caindo em maior %. Queda dos preços dos imóveis que são vendidos + desconto maior = Queda maior ainda.

    8+
    • avatar
    • fanfarraum 19 de maio de 2016 at 14:51

      ps: Importante notar: 77% dos que PRETENDEM comprar acham os preços altos (ou muito altos). Imagina entre toda população. Imagina entre a população que tem dinheiro e crédito disponível.

      5+
  • companherof 19 de maio de 2016 at 14:50

    Bem lembrado, tentei fazer TED to itaulixo pro easynvest, dinheiro era debitado, pouco tempo depois voltava pra conta, ou seja, o ted não foi executado, tentei 2x. Qual será o problema? Será que não querem que eu me livre dos temer$?

    4+
    • avatar
    • From_The_Tower 19 de maio de 2016 at 15:23

      Colocou conta via banco próprio da Easynvest? ou conta deles no Bradesco?

      Pode ser a questão de conta com Único Titular ou com mais de 01 titular.

      2+
      • From_The_Tower 19 de maio de 2016 at 15:26

        Ou sacanagem do Itaú.
        😉

        2+
        • DRN 19 de maio de 2016 at 15:45

          muita opressão nesse avatar, hein padeiro…

          0
        • joselito 19 de maio de 2016 at 16:02

          Se a movimentação foi “anormal”, eles te bloquearam mesmo.
          Segurança, sabe como é né, pode ser um sequestro relâmpago, e o sequestrador pede, para o resgate, dinheiro já aplicado em renda fixa.
          (bom, quando fiz um TED do Itaú para easy, certa vez, isso rolou. Daí quando conversei com o gerente, ele me disse isso: segurança, o sistema bloqueia automaticamente quando percebe uma movimentação “anormal”.)

          4+
  • Lucas 19 de maio de 2016 at 15:08

    MAIS CA
    MENOS ZE

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • zedabolha 19 de maio de 2016 at 15:53

    Desconfio que possa estar havendo algum incentivo para os bancos retirarem dinheiro de circulação. Tentarei me fazer explicito: o fato do gerente do BB estar orientando para tirar o cascalho dos fundos de investimentos e tacar tudo no BrasilPrev dever ser porque lá no VGBL a grana vai ter que ficar presa por dois anos até poder ser sacada pelo titular. E o que os gerentes não explicam é que se você precisar numa emergencia, só vai poder retirar via site. E se conseguir depois das mensagens (Se deseja falar com, disque 1, (… ) se deseja falar com …, disque 9, disque 13, etc. Porque na agencia você não consegue.

    3+
  • Cajuzinha 19 de maio de 2016 at 16:11

    CVR

    Acabei de receber o boleto para pagamento do FORO – o ap onde mora fica em terreno de marinha. Ano passado o valor do FORO foi R$ 171,84, adivinhem este ano: R$ 652,34

    10+
    • avatar
    • DRN 19 de maio de 2016 at 16:15

      Desculpa, mas não teve jeito:

      PNJ!!!

      😉

      7+
      • avatar
  • zedabolha 19 de maio de 2016 at 16:11

    zedabolha

    Ouvinte reclamando ontem (quarta) desesperado com o analista financeiro da CBN, Mauro Halfeld de que o Tesouro de Direto está fechado e que ele ficou sem poder conversar com o investimento dele.

    0

    “Suspensões no Tesouro Direto acontecem durante fortes oscilações
    Medida é tomada para evitar uma transação a um preço que fique rapidamente defasado. Não há motivos para preocupações.” Mauro Halfeld

    2+
  • zedabolha 19 de maio de 2016 at 16:11

    “Suspensões no Tesouro Direto acontecem durante fortes oscilações
    Medida é tomada para evitar uma transação a um preço que fique rapidamente defasado. Não há motivos para preocupações.’ Mauro Halfeld

    1+
  • zedabolha 19 de maio de 2016 at 16:23

    Do Mauro Halfeld, CBN.

    “Um ouvinte me escreveu: Fui vender o titulo do TD que me rendeu 20% em 4 meses. Mas, alguma coisa aconteceu. Porque aparace a seguinte mensagem: DEVIDO A FORTE VOLATILIDADE NAS TAXAS DE JUROS DOS TÍTULOS PUBLICOS, INFORMAMOS QUE AS OPERAÇÕES NO TESOURO DIRETO ESTÃO TEMPORARIAMENTE SUSPENSAS. ASSIM QUE A SITUAÇÃO FOR NORMALIZADA O SISTEMA SERÁ ABERTO PARA NEGOCIAÇÃO. QUAL É A LEGALIDADE DISSO? PRECISO DO DINHEIRO AGORA. TEM ALGUM GOLPE ECONOMICO DO GOVERNO? Minha resposta:”

    O que os economistas daqui da Bolha podem dizer para tranquilidade do nossos seguidores?

    5+
    • avatar
    • Libertario 19 de maio de 2016 at 18:07

      Muito estranho.

      0
      • EngenheiroSP 19 de maio de 2016 at 20:17

        Qualquer um que acompanha o TD sabe que de manhã o mercado fica suspenso por volatilidade. Tente novamente a tarde

        0
        • EngenheiroSP 19 de maio de 2016 at 20:18

          Retifico, isso é o que vem acontecendo já há algum tempo, não é exatamente uma regra do TD ser suspenso de manhã

          0
  • Ilusionista 19 de maio de 2016 at 16:48

    era 96 Bi, parece que é 200 Bi, como faz e quanto vai levar para pagar isto?

    http://g1.globo.com/politica/blog/blog-do-camarotti/post/governo-cogita-deficit-de-ate-r-200-bilhoes.html

    2+
    • DRN 19 de maio de 2016 at 16:53

      Do texto:

      “A revisão da meta fiscal do governo poderá resultar em um déficit de até R$ 200 bilhões, segundo fontes do governo.

      Se confirmada, essa cifra corresponderá a mais que o dobro da previsão do governo Dilma Rousseff, R$ 96,6 bilhões.”

      Estão aí os 47 bi da eletrobrás? Estão aí os vários BI da Putê-brás??? E da CEF??? E do BNDES???

      3+
      • CA 19 de maio de 2016 at 18:28

        DRN,

        Trecho do link acima:

        “Deve pesar na previsão do tamanho do déficit, entre outros fatores, a renegociação da dívida dos estados e o rombo da Eletrobras.”

        Rombo de R$ 200 bilhões estimado agora = Eletrobrás + Pedalada nas dívidas dos Estados + Efeitos de swaps cambiais + “Enganos” nas receitas previstas para 2016 que haviam sido superestimadas + “Enganos” nas despesas para 2016 que haviam sido subestimadas (incluindo aqui os pacotes de bondades dos últimos dias do Governo Dilma para os quais ela e equipe não apontaram de onde sairia o dinheiro)

        Com esta “pequena parte” do rombo que vão divulgar, já há fortes motivos de preocupação quanto à reação do mercado, segue outro trecho da notícia acima:

        “Em reunião nesta quinta no Palácio do Planalto, Meirelles pediu cautela na divulgação antecipada de números para evitar especulações do mercado.”

        Quanto àquilo que não consta acima, parafraseando, o inferno é o limite (*)

        (*) CEF (bolha imobiliária) + BNDES (bolsa empresário) + Petrobrás (só o prejuízo apontado no Brasil e sem contar com processos no Exterior) = rombo MÍNIMO de R$ 380 bi, somando a outras empresas não divulgadas, passa de meio trilhão, só daquilo que não está no déficit acima. Se colocar na conta a ameaça via processo nos EUA contra a Petrobrás e o quanto pode aparecer em outras empresas públicas, pode alcançar R$ 1 TRILHÃO ou até mais no total.

        4+
  • DRN 19 de maio de 2016 at 16:51

    -http://www.oantagonista.com/posts/psdb-divulga-nova-propaganda#comentarios

    PSBD com pautas esquerdosas do PT. Estratégia das Tesouras.

    BOLSOMITO E CAIADO NELES!!!!

    4+
    • Cajuzinha 19 de maio de 2016 at 17:09

      “cerca de 20% dos imóveis já prontos estão sem vender ”

      NA ESPANHA kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      “Resolvemos apostar nesta estratégia, uma espécie de test drive, que já foi realizada em nossa matriz, na Espanha, por observarmos que os clientes têm demorado entre quatro e seis meses para fechar negócio. Diante da oferta de imóveis com descontos, eles barganham para obter o menor preço. Mas, mesmo quando tem a certeza do imóvel que vão comprar, ainda ficam um pouco tensos na hora de assinar o contrato”, disse Dratovsky.”

      4+
  • AK_SP 19 de maio de 2016 at 17:33
  • Dr. Estranho 19 de maio de 2016 at 18:25

    CVR.

    Apenas para demonstrar o total descontrole e falta de credibilidade no sistema de preços. Para que conhece o Rio: O Península, condomínio cujos imóveis operam na casa dos “zilhões”, está com alguns retomados interessantes. O corvotor está me oferecendo um pelos módicos 700 cruzeiros. Quando ele chegar aos 400 eu aviso.

    6+
    • avatar
    • Death 19 de maio de 2016 at 18:51

      Qual era o valor no fingezap?

      3+
      • Dr. Estranho 19 de maio de 2016 at 18:59

        1,5

        3+
        • Death 19 de maio de 2016 at 20:21

          Os mais caros sofrem primeiro…

          5+
  • BOLHA JOKER 19 de maio de 2016 at 20:20

    CVR- Correspondente bancario da CEF que possui uma imobiliária, levou documentos do cliente para analise, Declaração de IR, extratos de conta, do casal etc, ai estou eu analisando os documentos, e me deparo com um pequeno detalhe, CREDITO SEGURO DESEMPREGO, questionei o correspondente e ele informou que o cliente acabará de abrir seu próprio negócio, ri, acenei e neguei, é cada pérola que vocês não imaginam.

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Death 19 de maio de 2016 at 20:23

      E a quantas andam os financiamentos concedidos? Quais faixas de valor vc ainda autoriza?

      4+
      • BOLHA JOKER 19 de maio de 2016 at 20:30

        Caiu bastante, infelizmente vem muita renda não comprovada, Imposto de renda com extrato de conta, grande parte depois fica inadimplente, esse mes assinamos um de 100 mil e outro de 180 mil, ambos PRO COTISTA, com recursos da poupança, o ano inteiro acho que so teve 2, agora tem recurso para financiamento com recursos da poupança mais não tem demanda, pelo menos não na minha agência, que tem um tamanho considerável.

        7+
        • avatar
        • Death 19 de maio de 2016 at 22:14

          Nem este valor de troco de pinga estão conseguindo financiar? kkkk

          5+
          • avatar
          • avatar
  • Cajuzinha 19 de maio de 2016 at 20:52

    postado em 19/05/2016 18:31
    Agência Estado
    São Paulo, 19 – O aprofundamento da crise econômica, que abalou a renda e o emprego, provocou um salto na parcela de consumidores que se consideram inadimplentes. No primeiro quadrimestre deste ano, quase a metade dos brasileiros (48%) entre 18 e 65 anos de idade tinham alguma dívida com pagamento atrasado, ante 46% em agosto do ano passado, revela uma pesquisa nacional feita pela empresa de call center Atento.

    2+
  • gabi 19 de maio de 2016 at 21:57

    Cvr1
    Amiga dona de loja de construção na baixada falou que suspenderam seu convenio da Construcard.
    Motivo : Boa parte de sua carteira de clientes está inadimplente.

    Cvr2
    Amigo dono de loja de construção na zona sul do Rio contou que só tá vendendo material de reparo, pequenos consertos e que a loja vai levando o barco porque traz “facilidades” tipo um fiado pros clientes do bairro que não querem deixar dinheiro com o pedreiro e acertam final de semana.

    Cvr3
    A mesma amiga do cvr1 veio resmungar que não fica mais na loja , somente no escritório que fica no andar de cima.
    Motivo: Não aguenta mais o povo oferecendo material roubado de obra pra vender na sua loja.

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 20 de maio de 2016 at 06:15

    Tópico

    ” O governo do presidente em exercício, Michel Temer, abandonou a meta traçada pela presidente afastada Dilma Rousseff de contratar 2 milhões de moradias do Minha Casa Minha Vida até o fim de 2018, disse o ministro das Cidades, Bruno Araújo. Ao Estado, ele afirmou que toda a terceira etapa do programa – e não apenas a modalidade Entidades – está suspensa e passará por um processo de “aprimoramento”.

    Araújo estimou em 40 dias o tempo necessário para fazer um raio X da principal vitrine de seu ministério. Segundo o ministro, a nova meta para o Minha Casa vai depender da análise das contas públicas a cargo da equipe econômica de Temer, chefiada pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. “É preferível que identifiquemos os reais limites do programa e que os números anunciados sejam o limite de contratação”, afirmou. Segundo ele, “metas realistas” não geram expectativas falsas tanto nos empresários – que precisam fazer o planejamento pelo tamanho do programa – como para os beneficiários.

    Dilma Rousseff anunciou o MCMV 3, pela primeira vez, em julho de 2014, na véspera do início da campanha eleitoral, na comunidade do Paranoá, em Brasília. Naquele dia, prometeu construir 3 milhões de moradias até o fim de 2018, número que foi repetido na campanha e no início do segundo mandato. Posteriormente, recuou para 2 milhões de unidades, com investimentos de cerca de R$ 210,6 bilhões, sendo R$ 41,2 bilhões do Orçamento-Geral da União.

    A terceira etapa do programa, porém, não engatilhou, e o ministro diz que todas as condições serão reavaliadas, até mesmo a grande novidade – a criação da faixa intermediária, batizada de faixa 1,5 – que nunca saiu do papel. Ela beneficiaria famílias que ganham até R$ 2.350 por mês, com subsídios de até R$ 45 mil para a compra de imóveis, cujo valor pode chegar a R$ 135 mil, de acordo com a localidade e a renda. Além do “desconto”, os juros do financiamento, de 5% ao ano, também seriam subsidiados com recursos do FGTS.”

    http://m.economia.estadao.com.br/noticias/geral,governo-temer-suspende-todas-as-novas-contratacoes-do-minha-casa,10000052388

    1+
    • CA 20 de maio de 2016 at 07:29

      Cajuzinha,

      Desde a promessa feita por Dilma em julho/2014 de mais 3 milhões de unidades do Minha Casa Minha Vida que seriam contratadas até 2018, já se sabia que o governo não teria verba para tanto. Apesar disso, durante as eleições, Dilma continuou prometendo o impossível, foi parte do estelionato eleitoral.

      Passadas as eleições e com o agravamento do rombo fiscal do governo, Dilma reduziu sua promessa para 2 milhões de moradias, uma queda relevante de 33%.

      Com o começo do governo Temer, sob uma análise mais REALISTA das contas públicas, eles já tem certeza que estes 2 milhões de moradias do MCMV a serem contratados até 2018 são inviáveis e vão refazer as contas. É possível que cheguem a conclusão que o viável é no máximo 1 milhão de moradias e ainda com revisão dos subsídios. Seria uma redução de 67% em relação à previsão inicial de 3 milhões de moradias.

      Por que uma queda tão grande nas “previsões” para o MCMV?

      Ocorre que o rombo nas contas públicas de 2016 será mais que o DOBRO daquele informado por Dilma, ou seja, ao invés de R$ 96 bilhões, fala-se em R$ 200 bilhões, isso só para o ano de 2016 e sem contar com rombos da própria CEF de R$ 40 bilhões, Petrobras de mais de R$ 100 bilhões, BNDES de mais de R$ 240 bilhões e outros esqueletos que nem saíram do armário e podem significar uma necessidade de cobertura pelo Tesouro a partir deste ano e pelos próximos 3 ou 4 anos que no total ficará entre meio TRILHÃO de Reais e 1 TRILHÃO de Reais.

      Correndo por fora temos a sangria que vinha sendo feita de forma crescente no FGTS ao longo de mais de uma década. A cada ano que passava, o governo ia ficando com cada vez menos dinheiro para subsidiar o MCMV e daí, o que ele fazia? Aumentava o percentual de participação do FGTS no MCMV.

      Para piorar ainda mais, a poupança começou a sangrar a partir de 2015, quando teve captação líquida NEGATIVA de mais de R$ 50 bilhões e com isso, o governo decidiu fazer um aporte de quase R$ 5 bilhões do FGTS para o fundo pro-cotista, para oferecer crédito imobiliário barato que ajudasse a cobrir o rombo da poupança, sendo que este montante de R$5 bilhões equivaleu a mais de 10 vezes o que o FGTS cedia em anos anteriores para esta modalidade de financiamento. Em 2016, com uma sangria da poupança já passou de R$ 30 bilhões até aqui, o governo já destinou o dobro do FGTS para o fundo pro-cotista em 2016, ou seja, 20 VEZES o que era retirado do FGTS para este fim anualmente até 2014!

      O problema com o funding do FGTS não para por aí: graças ao aumento relevante no desemprego, em grande parte causado pela bolha imobiliária, o FGTS teve sua primeira captação líquida negativa em abril/2016, na ordem de mais de R$ 100 milhões e segundo especialistas está sangria deve continuar ao longo dos próximos meses.

      Juntasse ao que consta acima, que o índice de inadimplência do MCMV faixa 1 é superior a 20% e nas faixas 2 e 3 a inadimplência é muito acima da média de mercado.

      Vale lembrar que a MRV, que tem alto volume de construções para o MCMV, foi a única que aumentou os lançamentos em 2015, a Direcional, outra construtora com forte participação no MCMV, aumentou em 400% seus lançamentos no 1T16 e com isso, agora ficou ainda mais claro que novamente teremos um aumento na distorção entre oferta e procura, não só por esta enorme FALTA de verba para o MCMV, mas também porque com o agravamento da crise, aumenta cara vez mais o número de famílias que não conseguirão comprar estes imóveis, mesmo com todos os subsídios do MCMV.

      2+
      • avatar
  • Moreira 20 de maio de 2016 at 06:19

    CVR
    corvo liga ontem oferecendo ap de 3 quartos, residencial de espanha, em águas claras, 90 m, por 450k. Sorri e falei obrigado, MAS ANTES BRINQUEI: ” Empreendimento ROSSI? SE EU OFERECER 200K ELES FECHAM NEGÓCIO. TÃO QUEBRADO!”. O corvo foi logo dizendo ser impossível com esse valor, mas sugeriu: “faça a proposta, quem sabe”.

    6+
    • avatar
  • Cesar_DF 20 de maio de 2016 at 08:10

    Consequências da queda na taxa de fecundidade, e o Brasil está caminhando rapidamente para um crescimento negativo da população.

    Cidades abandonadas da Itália recebem refugiados para tentar renascer

    http://noticias.r7.com/internacional/fotos/cidades-abandonadas-da-italia-recebem-refugiados-para-tentar-renascer-20052016#!/foto/7

    4+
    • calango_df 20 de maio de 2016 at 10:45

      $320.000,00 por 7m2 em aguas claras (+/- $4600/m2) ? Acho q esse baiacu não desinchou ainda…

      0
  • calango_df 20 de maio de 2016 at 10:46

    ops, 70m2*

    0
  • Lucas 20 de maio de 2016 at 14:22

    nos jornais agora:
    Governo suspende fase do Minha Casa Minha Vida, diz ministro

    0