Preços de aluguéis têm queda real de mais de 12% em abril, diz FipeZap – G1

Você pode gostar...

Comments
  • CarlosL 17 de maio de 2016 at 11:52

    “Para donos de imóveis, o rendimento do investimento em abril foi de 4,6%.”

    Jurava que era ANUAL esse número…..

    5+
    • Cesar_DF 17 de maio de 2016 at 12:00

      kkkk
      4,6% anual
      menos 27% de IR e
      menos 10% da imobiliária e
      menos 2% do valor do imóvel referente depreciação do bem.
      menos XX% referente meses que fica sem locação
      menos XX% referente taxas extras (reformas e outras responsabilidade do proprietário)

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • mestre dos magos 17 de maio de 2016 at 12:38

        Sempre tem chamadas extras para arrumar algo no condomínio, e o famoso fundo de reserva que é pago pelo proprietário. A rentabilidade pelo valor de venda atualmente é ridícula.

        6+
        • avatar
        • CarlosL 17 de maio de 2016 at 12:43

          Peralá !? No meu caso, tem o fundo de reserva e obras separado… O obras é o proprietário que paga, mas ai ele teria que pagar o reserva tb ??

          4+
          • Herr Deutsch 17 de maio de 2016 at 14:37

            Sim sim.
            Fundo de reserva é do proprietário. Só que vários se fazem de desentendidos. O meu mesmo estão cobrando e não houve forma de retirar. Estou pagando, mas depois pego de volta na justiça (pelo menos os últimos dois anos…).

            5+
            • avatar
            • avatar
            • CarlosL 17 de maio de 2016 at 16:35

              BOM saber, valeu mesmo pela info heheh

              2+
    • Libertario 17 de maio de 2016 at 23:26

      Esse ano então vai passar dos 30%!!!
      Corram!!!

      1+
  • Cesar_DF 17 de maio de 2016 at 11:53

    Quanto mais cai o aluguel mais aumenta o “Índice de Loucura” rsrs
    No meu caso, com aluguel a 1.1K o preço justo (150X) seria de 165K, mas tentam vender por 400K, ou seja, um Índice de Loucura de 2,4 (400K dividido por 165K).
    Eu, talvez, só vá pensar em adquirir um imóvel com um Índice de Loucura abaixo de 0,9

    33+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Herr Deutsch 17 de maio de 2016 at 14:38

      Hahaha! Índice de Loucura foi o melhor! hahahaha

      9+
      • avatar
      • avatar
    • OdeioTijolos 17 de maio de 2016 at 14:50

      Boa índice loucura , preço da alucinação dividido pela realidade.

      13+
      • avatar
    • Sergio Soares 17 de maio de 2016 at 15:10

      kkkk Curti esse novo índice! Ele também é indexado pelo desespero? kkkkkkk.

      11+
      • avatar
      • avatar
    • From_The_Tower 17 de maio de 2016 at 20:21

      Não era o Índice Gérson?
      kkkkk

      3+
      • avatar
      • JJJ_brasilia 17 de maio de 2016 at 22:33

        Padeiro,

        O índice que multiplica o aluguel por 150X e da uma o valor correto do imóvel, eu chamo de métrica 150 (150 X o valor do aluguel.

        Índice de Gerson é quando o proprietário não conseguiria comprar o próprio imóvel, mesmo financiado, pois sua renda não permite.

        1+
        • avatar
  • Minions 17 de maio de 2016 at 11:59

    Parece que o carrinho da montanha russa, que apontava para o horizonte, agora embicou pra baixo e vai ganhar velocidade na queda.

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Urso 17 de maio de 2016 at 12:01

    Bem-vindos ao mundo real!

    9+
    • avatar
    • avatar
  • markito 17 de maio de 2016 at 12:06

    Welcome to the Jungle

    7+
    • avatar
  • From_The_Tower 17 de maio de 2016 at 12:54

    huahuhuahuahuahuauhahua.
    Engraçado eu ganhei 45% com o dólar em 2015. Depois joguei no TD e olhando o extrato lá aparece 30,4% de rendimento acumulado!!!
    O que está acontecendo?
    Alguém me explica.

    11+
    • avatar
    • Bolha BOSS 17 de maio de 2016 at 13:11

      Você fez o que eu deveria ter feito.
      Juros futuros descem, valor dos titulos sobem.

      7+
      • avatar
    • MINEIRO SPY 17 de maio de 2016 at 14:05

      Valor do 2035 tá frenético. Já deu 45% em menos de 10 meses.

      5+
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 17 de maio de 2016 at 14:59

        e vai dar 566% em 20 anos

        4+
        • MINEIRO SPY 17 de maio de 2016 at 15:11

          Velho
          Qual sua percepção para esses títulos de 2035?

          2+
          • Lucas 18 de maio de 2016 at 12:45

            TENHO A MENOR IDÉIA

            1+
  • M-ABC/SP 17 de maio de 2016 at 13:37

    Boa tarde 300!
    Acompanho o blog desde 2010 e só tenho o que agradecer por todas as contribuições e aprendizado que aprendi ao longo do tempo com vocês.
    Venho por meio dessa pedir orientação sobre o que fazer com esse CVR.
    Corvo fazendo corvice.
    Um conhecido meu vendeu um terreno e após a efetiva transferência de posse no cartorio, descobriu através do novo dono que o corvo havia cobrado um sinal que ele nunca soube que existia. Com esse sinal, o valor da “comissão” do corvo foi para aproximadamente 16% do valor da venda. Tanto meu conhecido que vendeu como o comprador estão chateados com essa situação, pois o comprador deu um desconto para venda, e o comprador foi pressionado a comprar pelo valor redondo.
    Ambos estão pensando em chegar chegando na imobiliaria do corvo para tentar reaver esse valor cobrado indevidamente.

    Agora que entra a parte dos nobres colegas do blog. Como proceder? Alguém ja passou por isso? Qual a melhor forma para eles reaverem esse valor cobrado indevidamente? Sendo que todos os comprovantes de transferencias estão em posse do vendedor e do cobrador?
    Obrigado pessoal!

    8+
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 17 de maio de 2016 at 14:01

      Vão pra cima do Corvo e da Urubulária. Pode tentar algo como jogar merda na imprensa. Liguem para o CRECI e façam uma denúncia. Correm o perigo de eles afirmarem que isso é normal. 😉

      2+
      • Minions 17 de maio de 2016 at 14:04

        Na minha opinião o vendedor não tem direito a nada pois ele aceitou vender pelo valor x.
        O comprador é que pagou algo acima do estipulado pelo Creci, ou seja, 6%. Mas, o corretor pode alegar que ficou combinado verbalmente, que o comprador tinha conhecimento e a justiça aceitar…

        3+
    • Danibolhista 17 de maio de 2016 at 14:16

      1ª opção: Tentar amigavelmente;
      2ª opção: Procon;
      3ª opção: CRECI/SP;
      4ª opção: se o valor for inferior a 20 salários mínimos, pequenas causas sem advogado;
      5ª opção: é a mais fácil e menos estressante, tentar amigavelmente, se não resolver, desistir.

      3+
    • joselito 17 de maio de 2016 at 15:05

      Tentar na conversa.
      Senão, indicaria duas ações, uma cível (reaver valor pago – no caso do comprador) e uma penal (apropriação indébita – no caso do vendedor), ambas intentadas pelo comprador e vendedor, em litisconsórcio ativo.
      Existe nessa ideia acima muita impropriedade técnica, mas dará dor de cabeça ao corretor. Quanto a ingressarem em juizo conjuntamente, a ideia se prestaria pois no caso de crimes a justiça é mais lenta e, assim, poderia haver um acordo no cível (considerando haver a ação penal, o corretor ficaria mais “propício” a fazer um acordo)……

      4+
      • avatar
      • DRN 17 de maio de 2016 at 15:13

        Joselito, pára, cara.

        Se vc não sabe não fala.

        Ação penal pública incondicionada proposta pela VÍTIMA??? Onde vc leu isso? Só se o MP estiver comprovandamente inerte.

        E esse caso aí não é de apropriação indébita. Foi feito um PAGAMENTO, e não entrega de posse revertida, à contrariedade, em propriedade.

        Talvez (e olhe lá) um estelionato.

        Ação cível invocando CDC e dizendo que foi abusiva a comissão de 16%. E vai ter pano pra manga.

        Não tem essa de fazer acordo com ação penal em curso. Uma vez noticiado o crime, o MP é quem “MANDA na ação”.

        Por isso é que desaconselho opinião jurídica no anonimato.

        PROCUREM A PORCARIA DUM ADVOGADO de confiança. Ele será pessoalmente responsável pelas opiniões que der e pelos atos que praticar.

        10+
        • avatar
        • avatar
        • ZenStress 17 de maio de 2016 at 19:35

          Você tem que procurar advogado com toda a documentação, porque os dados que você informou são insuficientes. O comprador e o vendedor se sentiram igualmente enganados, mas a documentação é que vai fazer diferença para saber se está tipificado estelionato, e contra quem. Se apesar de ambos se sentirem lesados houver prova documental em favor do corretor (ele pode ter empurrado isso para os dois assinarem sem perceberem), pode ser uma tese difícil pedir esse dinheiro de volta. Se os documentos favorecerem a tese do comprador de que foi enganado, ou a do vendedor de que o corretor recebeu em seu nome o “sinal cheio” e só repassou uma parte, eu começaria registrando ou ameaçando registrar a ocorrência em delegacia, alegando ter sido ludibriado (bem genérico, sem imputar crime específico nenhum, o delegado cuida disso depois se for o caso). Se não der em nada a VPI é arquivada e pronto. Um RO em delegacia só não incomoda quem já é irremediavelmente desonesto. Talvez pra arquivar eles devolvam o dinheiro sem precisar entrar com nenhuma ação.
          Mas como disse tudo depende muito de como constou “no papel”.

          1+
          • avatar
    • JJJ_brasilia 17 de maio de 2016 at 22:35

      Denúncia o coRvo no CRECI.

      2+
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 17 de maio de 2016 at 13:42

    #OFF RECESSÃO

    Em conversas mantidas antes de assumir o Ministério da Fazenda, Henrique Meirelles foi apresentado a uma série de números do governo e da economia em geral. Um dos mais preocupantes trata da inadimplência. Ela está acima da média e a tendência é de que deverá subir antes de cair. Um dos motivos é o desemprego que, segundo especialistas, ainda não chegou ao ápice. Sem emprego, as pessoas tendem a deixar de pagar suas faturas em dia.

    http://epoca.globo.com/tempo/expresso/noticia/2016/05/inadimplencia-devera-subir-antes-de-cair.html

    6+
    • avatar
  • Pulodogato 17 de maio de 2016 at 14:00

    CVR
    Um ano atrás decidi me mudar para uma casa maior pois a família aumentou, achei uma q gostei muito porém proprietário pedindo 3 mil de aluguel, ofereci 2,5 ele não aceitou , continuei quietinho na minha casa por um ano …semana passada fui ver e a mesma casa continuava para alugar só que por agora 2,5 …ofereci 1,8 e papum acabei de receber a minuta de contrato. Obrigado senhores!

    81+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 17 de maio de 2016 at 14:21

      YEAH !!!!!!
      Paciência é tudo !!!
      PNJ !!!

      8+
      • avatar
      • avatar
    • Herr Deutsch 17 de maio de 2016 at 14:43

      Palavra da salvação!

      PNJ!

      4+
      • Minions 17 de maio de 2016 at 14:51

        Faz tempo que não vejo “Ciente. Próximo”

        3+
    • wade 17 de maio de 2016 at 14:50

      “All things come to those who wait.”

      3+
      • avatar
    • JJJ_brasilia 17 de maio de 2016 at 22:40

      O proprietário perdeu 30k e ainda FOI OBRIGADO a baixar o preço do aluguel.

      Com investidores como estes, em breve o Brasil será um potência!!! Kkkkk

      12+
      • avatar
      • avatar
  • markito 17 de maio de 2016 at 14:09

    MINEIRO SPY

    Valor do 2035 tá frenético. Já deu 45% em menos de 10 meses.

    0

    Se você liquidar a posição. Dificil liquidar essa posição e depois conseguir o título que pague tao bem. A pessoa tem que fazer uma escolha de curto ou longo prazo.

    6+
    • avatar
    • MINEIRO SPY 17 de maio de 2016 at 14:14

      Pois é markito.
      Entendo que o título 2035 ainda apresentará taxas menores, o que me beneficiará.
      A intenção é liquidar em breve e pulverizar em LCI, LCA e CDB, ou enviar para fora e comprar títulos soberanos de outros países. São várias as possibilidades.

      4+
      • avatar
  • Cajuzinha 17 de maio de 2016 at 14:26
  • rpoa 17 de maio de 2016 at 14:40

    reportagem que enfoca a resistência de proprietários, via de regra capitalizados, em reduzir preços…
    http://www.valor.com.br/empresas/4564351/queda-de-venda-de-imoveis-se-reflete-na-compra-de-terrenos

    o que me admira é que apesar da queda ainda continua vendendo…. apesar da queda, ainda vende….
    http://www.valor.com.br/empresas/4566739/vendas-de-imoveis-caem-148-em-marco-aponta-abrainc-fipe

    claro que o preço deve ter baixado, bastante…
    http://www.valor.com.br/empresas/4566161/resultado-liquido-das-incorporadoras-piora

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • DRN 17 de maio de 2016 at 14:51

    Estava demorando.

    Agora a Empiricus diz que a BOLSA vai a 100 mil pontos

    Little Berry feelings.

    -http://sl.empiricus.com.br/mb05-100k/?key=9cc9ad86-1f52-4364-a06c-39c16595bd07&utm_source=empiricus&utm_medium=email&utm_campaign=empiricus-promo-MB-geral-MB-MB05-170516

    9+
    • avatar
    • avatar
    • MINEIRO SPY 17 de maio de 2016 at 15:25

      Empiricus = Amorinha/2

      7+
      • avatar
    • Soy Bananes 17 de maio de 2016 at 15:26

      Fanfarrões

      5+
    • Soy Bananes 17 de maio de 2016 at 15:28

      Mas nem no auge da economia, no boom das commodities isso não ocorreu, por que ocorreria agora?

      São os coRvetores do mercado financeiro.

      5+
    • Cesar_DF 17 de maio de 2016 at 15:32

      O Temer disse se responsabilizará pessoalmente pelas privatizações e concessões de infraestrutura, mas isso demora 3-4 anos para dar retorno.

      4+
      • avatar
  • Alemon Fritz 17 de maio de 2016 at 15:03

    tá favorável..
    Emprego na construção civil registra em março queda de 0,99%
    Entretanto, este é o segundo ano seguido em que o emprego no setor cai no primeiro trimestre, como resultado da crise”, …
    entre janeiro e março foram fechadas 55,4 mil vagas.

    http://exame.abril.com.br/economia/noticias/emprego-na-construcao-civil-registra-em-marco-queda-de-0-99

    3+
    • Alemon Fritz 17 de maio de 2016 at 15:05

      imagina depois da Tocha..

      3+
      • avatar
  • Lucas 17 de maio de 2016 at 15:06

    Prezados 300 BiBstas

    denovo um tópico fazendo propaganda do fingezap???
    Quando iremos aprender a não dar créditos ao inimigo???

    queda de 13%????
    faz me rir, pega um CVR aí em cima, o cara conseguiu uns 45% de desconto
    meu vizinho tbm dando desconto de 45% e NADA, vazio…

    O fingezap em conluio com o pessoal da Poli e com as construtoras querem fazer parecer um pouso suave.
    Acreditar nisso é uma tremenda cagada, o ideal é realizar o prejuízo o quanto antes, antes que vire prejuízo ainda maior.
    E pra quem está comprando. Mais paciência, o fundo do poço está mas adianta. Ou um desconto de 45% se tiver muita pressa

    Segundo as contas do CA teremos pelo menos mais 2 anos de quedas
    Com TD pagando 20% ao ano, com mil investimentos pagando 13%aa e com inflaçao nos 10%

    CalculA ISSO aí, o preço real lá na frente estará 50% menor, e o fingezap naquela lenga-lenga de 0 virgula qualquer coisa, cada vez mais irreal, cada vez mais anuncios inúteis.

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • DRN 17 de maio de 2016 at 15:16

      Perfeito.

      Eu comprei em 2008 (apto) e 2010 (escritório) e fui motumbado. Tenho perfeita consciência disso. Imagina quem comprou em 2015…

      Se eu tivesse aplicado o dinheiro estaria com liquidez e pagando aluguel com SOBRA.

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 17 de maio de 2016 at 16:11

        kkk, eu comprei em 2015
        logico que com 45% de desconto
        e só pq vendi outro ano antes

        na época nem sabia quanto tava no fingezap, calculei o valor pelos fundamentos
        quando vi que era um descontão
        nem pulei de alegria, foi uma merda de compra, 6 meses depois os fundamentos tbm caíram 45% (aluguel médio na região)
        não sentei no motumbo, mas senti o bafo

        10+
        • avatar
        • avatar
        • DRN 17 de maio de 2016 at 16:24

          Paguei 3,5k o metro quadrado do apto e 6k o metro quadrado do escritório.

          6+
          • avatar
          • avatar
  • markito 17 de maio de 2016 at 15:16

    MINEIRO SPY

    Pois é markito.
    Entendo que o título 2035 ainda apresentará taxas menores, o que me beneficiará.
    A intenção é liquidar em breve e pulverizar em LCI, LCA e CDB, ou enviar para fora e comprar títulos soberanos de outros países. São várias as possibilidades.

    2+

    Mas realmente a rentabilidade nesse período foi TOP. Aqui acho que até 2020 tu tem garantia de pagamento.. Depois disso se não houver sido feito nada fica preocupante a situação.

    3+
    • MINEIRO SPY 17 de maio de 2016 at 15:21

      Pode ser maluquice, mas acho que, baseado nas percepções do CA e velho que a lua de mel acaba em 6 meses, talvez as taxas voltem a subir ainda no final do ano. Não dá para acertar tudo. O que importa é a intenção constante de poupar e aplicar, pois o resultado fatal será a maior independência financeira.

      4+
  • job 17 de maio de 2016 at 15:37

    CVR filme de terror (pra “investidora”, pra mim foi uma comédia). Moça recebe uma pequena fortuna de herança, +- R$3.5 milhones, compra 5 apartamentos no valor de R$700k cada, em um novo empreendimento imobiliario de luxo na região de São José/SC, pensando que iria revender por 1 milhao cada dpois de construído. Após 1 ano de pronto, não conseguiu vender nenhum, não tem ninguém morando no prédio e ela ainda vê a construtora baixando o preços das unidades para R$500k. Ainda tem que pagar condomínio dos 5 aps. Foi pagar de “investidora/especuladora” sem ter noção alguma do mercado, se f****. Bem feito. Ainda vejo muita gente falando em “investir em imóveis” sem nunca ter pago uma conta de luz na vida, sem ter 0 noção do mercado e situação política do país. Vejo outros comentando que a hora de comprar é agora, pois final do ano os aps voltam a subir de preço, ad infinitum.
    Vamos ver se ano que vem ainda escutamos essa galera falar. Aguardemos…

    49+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • MINEIRO SPY 17 de maio de 2016 at 15:43

      Puxa vida!
      Mesmo que não entendesse nada de imóvel, não seguiu a regra básica…não coloque todos os ovos em um mesmo cesto.

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Minions 17 de maio de 2016 at 16:01

        O golpe e o estelionato só são possíveis graças a ganância. A pessoa se enganou pensando que iria ganhar fácil 1,5kk e perdeu, fácil, mais que isso.

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Ilusionista 17 de maio de 2016 at 17:39

          faz lembrar do conto do bilhete premiado, tem gente caindo até hoje…
          graças a uns “malandros” que acham que vão ganhar dinheiro fácil tentando dar um “golpe” no caipira que encontrou na esquina pagando 10 mil por um bilhete premiado de 500 mil, dizendo ele que não sabe onde e como receber…..
          Ai vai o “esperto golpista” feliz da vida achando que ganhou dinheiro fácil em cima do “caipira trouxa” até descobrir que o bilhete é falso e, ainda, vai pagar mico na delegacia com chororô danado pagando de vítima honesta.

          12+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • EngenheiroSP 18 de maio de 2016 at 07:18

            Já dizia o sábio: a única pessoa que não se pode enganar, é uma pessoa honesta

            5+
            • avatar
            • avatar
      • From_The_Tower 17 de maio de 2016 at 20:26

        “Imóvel nunca cai de preço”
        ” Vai valorizar 30% ao ano”
        “Imóvel é segurança”

        4+
        • avatar
    • From_The_Tower 17 de maio de 2016 at 20:25

      BRICK LOVER MANÉZINHA BURRA DETECTED

      4+
  • Lucas 17 de maio de 2016 at 16:12

    PAGAR JUROS É JOGAR DINHEIRO FORA

    7+
    • avatar
    • avatar
    • Libertario 17 de maio de 2016 at 16:45

      Juros são caros porque servem para financiar os sonhos.
      A pessoa vai estar pagando o que é DELA (daqui a 30 anos)!!!!
      Então se a parcela cabe no bolso, deixa quieto!

      6+
      • avatar
      • avatar
      • Libertario 17 de maio de 2016 at 16:45

        Velho invejoso!

        6+
        • avatar
  • My name is James Bond 17 de maio de 2016 at 16:40

    DRN.
    Quem comprou em 2008 ou 2009 e, vendeu até 2015 (fim dos 7 anos de vacas gordas) , fez um ótimo negócio. Ganhei 200% em dois imóveis. Sou grato aos 666s, sem eles eu não conseguiria. Palavras da salvação. Em breve voltarei as compras, enquanto isso, PNJ.

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • DRN 17 de maio de 2016 at 16:43

      Sem dúvida.

      Eu vendi dois também, mas não esperei tanto. Vendi ambos em 2010. Para mim, foi como ter uma aplicação de 1% líquido.

      5+
      • avatar
  • markito 17 de maio de 2016 at 17:01

    job

    CVR filme de terror (pra “investidora”, pra mim foi uma comédia). Moça recebe uma pequena fortuna de herança, +- R$3.5 milhones, compra 5 apartamentos no valor de R$700k cada, em um novo empreendimento imobiliario de luxo na região de São José/SC, pensando que iria revender por 1 milhao cada dpois de construído. Após 1 ano de pronto, não conseguiu vender nenhum, não tem ninguém morando no prédio e ela ainda vê a construtora baixando o preços das unidades para R$500k. Ainda tem que pagar condomínio dos 5 aps. Foi pagar de “investidora/especuladora” sem ter noção alguma do mercado, se f****. Bem feito. Ainda vejo muita gente falando em “investir em imóveis” sem nunca ter pago uma conta de luz na vida, sem ter 0 noção do mercado e situação política do país. Vejo outros comentando que a hora de comprar é agora, pois final do ano os aps voltam a subir de preço, ad infinitum.
    Vamos ver se ano que vem ainda escutamos essa galera falar. Aguardemos…

    10+

    o corvo que vendeu ganhou mais que ela no final… 6% de 3,5kk é coisa boa em

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Minions 18 de maio de 2016 at 08:43

      Aí o Corvo gastou tudo em uma BMW. O corvendedor da BMW foi lá e comprou “altinho” financiado (PNJ). A roda gira a nosso favor!

      2+
  • Dutra 17 de maio de 2016 at 17:39

    CVR:
    Prédio perto de onde eu moro é novo (nem um ano que foi construído) e tinha 10 apartamentos vendendo, hoje aparece mais uma placa de vendo ou troco. Zapmóveis batendo o recorde de apartamento a vendo onde eu moro, apesar desses números não serem exatos mostram a gravidade da situação.

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Bruno.12 17 de maio de 2016 at 18:24

    OFF mas tem tudo a ver: http://www.otempo.com.br/capa/economia/inadimpl%C3%AAncia-bate-recorde-em-contas-de-%C3%A1gua-g%C3%A1s-e-luz-1.1300865

    Trecho: A maior preocupação de Damasceno é o financiamento imobiliário. “É a nossa prioridade”, disse. Para o economista da Serasa Experian Luiz Rabi, o crescimento da participação de utilities no ranking da inadimplência denota o agravamento da crise, uma vez que os consumidores tendem a manter esses pagamentos em dia para não terem o fornecimento interrompido.

    Trecho: Saiba mais

    * O alerta do endividamento, segundo a Proteste, deve ser acionado quando se tem 30% do orçamento comprometido com dívidas.

    * Quando o endividamento passar de 50% é preciso mudar o estilo de vida para reverter a situação.

    * O superendividado é aquele que tem 100% ou mais de sua renda comprometida com as dívidas.

    5+
    • avatar
    • fanfarraum 18 de maio de 2016 at 08:54

      Eu já me consideraria superendividado se tivesse que pagar 30% do salário em dívidas.
      Com 100% eu seria fugitivo.

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Loucodf 17 de maio de 2016 at 18:37

    Tópico.
    Ministro revoga construção de 11.250 unidades do Minha Casa, Minha Vida

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/05/1772207-ministro-revoga-construcao-de-11250-unidades-do-minha-casa-minha-vida.shtml

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • JJJ_brasilia 17 de maio de 2016 at 22:47

      Graças a Deus!!!

      5+
    • FabianoSJC 18 de maio de 2016 at 11:52

      kkk a mandioca iria pagar essas casas como ? Cheque sem fundos kkk

      1+
      • avatar
    • tmarabo 18 de maio de 2016 at 14:10

      mas ele revogou especificamente as unidades que seriam construidas pelo Movimento Sem Teto.
      ele foi fera nessa, mas vai ter mimimimi, inclusive dos não petralhas.

      1+
      • avatar
  • Cajuzinha 17 de maio de 2016 at 18:45

    Ainda não!


    Ouvir

    0:00
    (Bloomberg) — Os preços dos imóveis na cidade de São Paulo, o maior mercado do Brasil, chegaram ao piso e deverão permanecer perto desse nível até o ano que vem, pelo menos, enquanto houver recessão, segundo duas das maiores empresas imobiliárias da cidade.

    A perspectiva é um reflexo sombrio da atividade comercial na cidade, maior polo financeiro do país e terceiro maior colaborador com a produção econômica depois dos Estados de São Paulo e do Rio de Janeiro. A queda da atividade econômica no Brasil pegou o setor imobiliário em cheio, com dois anos consecutivos de contração, desemprego acima de 10% e inflação alta. A confiança do consumidor afundou e os bancos estão evitando oferecer crédito.”

    http://economia.uol.com.br/noticias/bloomberg/2016/05/17/precos-de-imoveis-em-sp-estao-perto-do-piso-dizem-construtoras.htm

    3+
    • Cajuzinha 17 de maio de 2016 at 18:52


      As construtoras vêm oferecendo descontos em meio ao excesso de novos apartamentos, alto nível de distratos e crédito mais restrito, disse Eric Alencar, diretor financeiro da Cyrela Brazil Realty SA Empreendimentos e Participações.

      “Os preços atualmente estão mais baixos que no passado “

      5+
      • avatar
      • avatar
  • Luladranus 17 de maio de 2016 at 21:08
  • Cajuzinha 18 de maio de 2016 at 05:39

    ” postado em 17/05/2016 17:43 / atualizado em 17/05/2016 18:58
    Estado de Minas
    O Banco do Brasil ultrapassou a marca de um milhão de clientes com alta renda e pretende fechar 2016 com mais 300 mil. A marca garante a liderança do BB no mercado com renda a partir de R$ 8 mil ou investimentos superiores a R$ 100 mil.”

    4+
    • Master Yi 18 de maio de 2016 at 07:16

      R$ 8 mil é alta renda? Kkkk
      É sério isso?

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • EngenheiroSP 18 de maio de 2016 at 07:22

        Brasil é o país em que o cliente alta renda de banco público não consegue comprar um apto de 2 quartos em um bairro periférico

        22+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • CA 18 de maio de 2016 at 07:35

      Cajuzinha,

      Alta renda de R$ 8.000,00?

      Como é que esta tal alta renda NÃO tem condições de comprar, mesmo que pudesse ser com financiamento em 30 ANOS e taxas de juros reduzidos graças a rendimentos menores de poupança ou FGTS, cerca de 85% de todos os imóveis anunciados na cidade onde moram, que tem preços a partir de R$ 400 mil?

      Por alta renda deveríamos ter aquelas famílias que teriam condições de comprar 90% dos imóveis anunciados na sua cidade, SEM a necessidade de juros subsidiados e SEM precisar de financiamento em 30 anos.

      Tudo bem que estes R$ 8.000,00 equivalem a cerca de 4 vezes a renda média do brasileiro, no entanto, isso não quer dizer nada em termos de capacidade de compra de imóveis, não dá nem para comprar METADE de um QUITINETE daqueles anunciados em São Paulo uns 2 anos atrás e que custavam mais de R$ 1 milhão cada, de novo, não conseguem isso nem que financiem em 30 anos e com juros subsidiados. Alta renda??? Kkkkkkkkk

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Carlos 18 de maio de 2016 at 07:49

        Marketing pega-trouxas, aquela velha tática de fazer o cliente se sentir especial, queria encontrar o critério do banco a uns 10 anos para poder comparar e encontrei em uma tese de 2007, bendito google:

        “O cliente de alta renda, no Banco do Brasil, é considerado como aquele que recebe proventos mensais acima de R$ 6 mil reais ou que possui um volume de aplicações acima de R$ 100 mil reais. ”

        Segundo a calculadora do UOL isto corresponderia a (IGP-M):

        O valor corrigido é de R$ 10.869,40
        Com correção de 81,16%
        No período de mai/2007 a abr/2016 equivalente a 108 meses.

        O valor corrigido é de R$ 181.156,62
        Com correção de 81,16%
        No período de mai/2007 a abr/2016 equivalente a 108 meses.

        Quer dizer proventos acima de 10K e quase 200K investidos.

        http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/13978/000649697.pdf?sequence=1

        6+
      • CA 18 de maio de 2016 at 08:50

        Para quem quiser entender melhor o tema, desenhando o que comentei acima e explicando causas e consequências, segue:

        http://www.bolhaimobiliariabrasil.com/2016/02/01/a-explosao-da-bolha-imobiliaria-em-sao-paulo-os-porques-e-expectativas-ca/

        Detalhe: o link acima está um pouco desatualizado, na realidade, o preço médio do M2 para venda em São Paulo já acumula queda superior a 40% nos últimos 12 meses, em termos nominais, ou seja, sem contar os efeitos da inflação…

        9+
        • avatar
        • avatar
        • Danibolhista 18 de maio de 2016 at 11:08

          CA,

          Muito boa essa explanação, já usei bastante para explicar pro povo.

          2+
      • Cajuzinha 18 de maio de 2016 at 09:03

        Perfeito, como sempre, CA!

        2+
  • Palmeirense Bolhudo 18 de maio de 2016 at 07:53

    Vendas de imóveis caem 14,8% em março, aponta Abrainc-Fipe

    SÃO PAULO – As vendas de imóveis caíram 14,8% em março ante o mesmo mês do ano passado, para 10.804 unidades, conforme o índice Abrainc-Fipe.

    No acumulado de janeiro a março, as vendas tiveram queda de 16%, para 23.460 unidades.

    Os lançamentos cresceram 22,1% em março, para 9.534 unidades, e avançaram 18,2% no trimestre, para 14.172 unidades.

    De acordo com o Abrainc-Fipe, as entregas registraram alta de 14% em março na comparação anual, para 12.734 unidades, e foram reduzidas em 4,2% no trimestre, para 29.505 unidades.

    Os distratos cresceram 14% em março, para 4.438 unidades. De janeiro a março, houve expansão de 4,7% no cancelamento de vendas, para 11.524 unidades.

    http://www.valor.com.br/empresas/4566739/vendas-de-imoveis-caem-148-em-marco-aponta-abrainc-fipe

    5+
  • CA 18 de maio de 2016 at 10:07

    E a entropia da nossa bolha imobiliária, como está?

    Captação liquida da poupança que é usada pelo SBPE como fonte de recursos para crédito imobiliário barato: disparou até 2011, desacelerou levemente em 2012 e 2013, desacelerou mais fortemente em 2014, teve captação liquida negativa de mais de R$ 50 bilhões em 2015 e de mais de 28 bilhões só 1/janeiro/2016 a 11/maio/2016. Fonte: https://www.bcb.gov.br/pre/SalaImprensa/port/Poupança%20Diária.xls

    Crédito imobiliário concedido com verba da poupança (SBPE) que é a maioria, quando desconsideramos MCMV com FGTS: em 2011 foi de 22 vezes o que era em 2005, continuou com crescimento relevante até 2013, mas já desacelerando um pouco, teve desaceleração mais forte em 2014, queda de 33% em 2015 e no 1T16 queda de 54,67% comparado ao 1T15. Fonte: https://www.abecip.org.br/credito-imobiliario/indicadores/financiamento

    FGTS: depósitos sempre superiores a saques até março/2016, com captação liquida negativa em abril/2016 e avaliação de técnicos especializados de que continuará assim pelos próximos meses, graças ao desemprego elevado e crescente. Fonte: http://m.extra.globo.com/noticias/economia/sob-temer-uso-do-fgts-deve-ser-revisto-19253791.html

    Financiamento imobiliário pró-cotista FGTS: usado para cobrir a falta de verba da poupança, este extra em 2015 foi de mais de 10 vezes o que era em anos anteriores, durando até o final do ano. Dobraram o extra em 2016 na comparação com 2015 (mais de 20 vezes o que era até 2014) e mesmo assim só durou até abril/2016, agora, graças a escassez deste funding, será usado apenas para imóveis até R$ 225 mil (menos de 2% do total da oferta) e também terá vida curta para se liquidar. http://g1.globo.com/economia/noticia/2016/05/caixa-limita-novos-financiamentos-imobiliarios-da-linha-pro-cotista-fgts.html

    Lançamentos (FONTE DE RECURSOS para vendas FALSAS na planta): Dispararam de 2007 a 2011, tiveram queda de 42% em 2012 e continuam em queda incessante até hoje. Os lançamentos de 2015 foram 72% inferiores ao auge de 2011, os de 2016 tem sido os menores em mais de uma década. Fontes: análises que fiz dos relatórios trimestrais de 12 construtoras com Ações na BOVESPA, mais a notícia recente neste link: http://www.valor.com.br/empresas/4566739/vendas-de-imoveis-caem-148-em-marco-aponta-abrainc-fipe

    Distratos (CONSEQUÊNCIA das vendas FALSAS na planta): até o ano de 2010 os distratos eram IRRELEVANTES tanto em termos nominais quanto percentuais e portanto, sequer constavam nos relatórios trimestrais das construtoras. Em 2011, distratos de mais de R$ 2 bilhões, em 2012 passaram de R$ 5 bilhões, se mantiveram entre R$ 5 e R$ 6 bilhões entre 2013 e 2014, passando de R$ 8,5 bilhões em 2015 e tendo aumento de 14% na evolução do 1T15 para o 1T16. Fontes: análises que fiz dos relatórios trimestrais de 12 construtoras com Ações na BOVESPA, mais a notícia recente sobre distratos no 1T16: http://www.valor.com.br/empresas/4566739/vendas-de-imoveis-caem-148-em-marco-aponta-abrainc-fipe

    Distorção entre oferta e procura (CONSEQUÊNCIA da bolha imobiliária): número já absurdo há anos, pelo menos desde 2014 e que não para de piorar, já estamos com imóveis de 3 dormitórios ofertados que são o suficiente para mais de 20 anos de vendas e de 4 dormitórios suficientes para mais de 30 anos de vendas. Fonte: http://www.bolhaimobiliariabrasil.com/2016/02/01/a-explosao-da-bolha-imobiliaria-em-sao-paulo-os-porques-e-expectativas-ca/

    Preços dos imóveis: como referência, o CRECI SP apresenta nos seus relatórios de março/2016 e março/2015 que o preço do M2 para venda de imóveis usados em São Paulo teve queda superior a 40% nos últimos 24 meses. De 2008 a 2011 preços dispararam mais de 300%, depois começaram a desacelerar até 2013 e a queda que começou em 2014 está se intensificando. Fonte: http://www.crecisp.gov.br/pesquisas/pesquisa.asp

    Temos uma situação que só piora, com deterioração dos indicadores ocorrendo cada vez mais rapidamente e evidências de quedas de preços que superam em muito o que ocorreu no auge da explosão da bolha imobiliária americana. É isto que o segmento imobiliário diz não ser uma bolha e que alguns do blog chamam de “soft”…

    6+
    • Cajuzinha 18 de maio de 2016 at 10:24

      Ontem o Samy comentou no Conta Corrente sobre a bolha, disse que está murchando e que os preços vão continuar caindo.

      6+
      • avatar
      • CarlosL 18 de maio de 2016 at 10:27

        Murchando porque ainda há boa resistência devido a uma série de fatores…. Porém com a nova dificuldade em dar chapéu em condomínio por ex, quero ver até aonde essa resistência chegará…..

        7+
  • Cajuzinha 18 de maio de 2016 at 11:19

    “Segundo os dados, na comparação com março, a queda na demanda do consumidor por crédito foi de 4,6% para os que ganham até R$ 500 mensais e de 4,9% para os que recebem entre R$ 500 e R$ 1 mil por mês. Houve queda de 5,3% para renda entre R$ 1 mil e R$ 2 mil; 5,2% para a faixa de R$ 2 mil a R$ 5 mil mensais; 5,1% para os que recebem entre R$ 5 mil e R$ 10 mil por mês; e 4,6% para aqueles que ganham mais de R$ 10 mil mensais.”

    http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2016-05/serasa-indica-queda-na-procura-por-credito-em-abril

    4+
  • Veigalex 18 de maio de 2016 at 11:24

    Danibolhista,

    Coloquei uma resposta e um link da caixa para vc em comentários anteriores, chegou a ver?

    1+
    • Danibolhista 18 de maio de 2016 at 14:02

      Oi, eu vi que vc postou, não tentei na hora porque não tenho o número do contrato aqui. Quem acesse isso é meu esposo, uma vez nós tentamos simular a quitação de boleto de dois em dois ou de três em três e não conseguimos. Quando chegar em casa vou tentar mais uma vez. O SAC da Caixa é horrível para dar informação, eu tenho que ir um dia com tempo na Caixa para tirar a limpo essa história, mas só tiro férias em setembro. Mas quando chegar em casa vou tentar, você disse que consegui visualizar a parcela do mês que vem né?

      0
  • Cajuzinha 18 de maio de 2016 at 11:36

    “Em abril, as vendas de carros importados tiveram uma queda de 25,7% no acumulado dos quatro primeiros meses do ano.
    Os reflexos imediatamente foram sentidos em Salvador, onde as revendedoras acusaram a queda nas vendas. Em uma delas, localizada na Avenida Antonio Carlos Magalhães, só quatro veículos foram vendidos este mês, e mesmo assim em modelos mais baratos e seminovos. Em relação ao ano passado, em todo o Brasil as vendas de carros importados tiveram um recuo de 45,8%.
    Os dados da Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores (Abeifa), que reúne 20 marcas que atuam no Brasil, mostram que em abril deste ano foram comercializadas 2.856 unidades importadas, abaixo das 3.317 unidades vendidas em março. Isso representou uma queda de 13,9% nas vendas, que se comparadas com os quatro primeiros meses de 2015 representam uma retração de 45,8%.”

    “Com mais de 17 anos de mercado em Salvador, comercializando veículos seminovos nacionais e importados, o sócio da loja Havai Veículos, localizada no vale de Nazaré, Lázaro Soares, disse que com a atual crise tem dificuldades para vender. “Entre nacionais e importados costumávamos vender 20 veículos por mês e atualmente mal chegamos a cinco”, disse.”

    “Ele identifica como um sinal da crise nas vendas o fato de que aumentou a procura de clientes que em vez de comprar um veículo, quer trocá-lo por outro, como forma de diminuir o valor do financiamento.”

    http://www.tribunadabahia.com.br/2016/05/18/crise-faz-venda-de-veiculos-importados-despencar

    3+
    • avatar
  • DRN 18 de maio de 2016 at 11:46

    Dólar a 3,55

    TD deu uma erguida.

    Como diz a música: “EU QUERO VER O OCOOOOOO”!!!

    4+
    • DRN 18 de maio de 2016 at 11:53

      BOVESPA pegou 54 mil pós-TEMER mas está quase em 50 mil já…

      TEMEROSO, cadê o valor EXATO do déficit deixado pelo PT???

      3+
    • CarlosL 18 de maio de 2016 at 12:13

      Poxa… E eu que esperava a euforia otimista relâmpago antes do winter is coming mas nem isso…

      2+
  • DRN 18 de maio de 2016 at 11:55

    Ciro na rua
    Brasil 18.05.16 11:39

    Ciro Gomes perdeu a boquinha na Transnordestina, subsidiária da CSN responsável pela ferrovia no Nordeste.

    Ele anunciou que pediu demissão, mas não é verdade.

    Notícia EXCELENTE para os interest-lovers!!!

    3+
    • avatar
    • tmarabo 18 de maio de 2016 at 16:15

      ganhava 37 paus por mês.

      0
  • markito 18 de maio de 2016 at 12:19

    Não sei como no cenário atual as taxas do Tesouro cairam tanto. Ta tudo tão incerto e nebuloso ainda, e com várias agências de classificação de risco rebaixando a nota do Brasil. Conforme há um aumento do risco país não deveria acontecer o inverso, ou seja, as taxas subirem?

    1+