#BolaDeCristal – Preços dos imóveis estão “justos” – Diário da Amazônia

Você pode gostar...

Comments
  • Annoying Brick in The Wall 11 de fevereiro de 2016 at 09:09

    Em momento de crise com essa bolha, o preço justo será sempre o de amanhã…

    PLOC

    45+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • carioca_real 11 de fevereiro de 2016 at 09:17

      E acho que o cenário esta se deterionando em uma velocidade impressionante. Ele vão manter a campanha de desinformação, mas na hora que o despair aparecer vai ser bizarro.
      Aqui no RJ acho que as Olimpiadas ainda vão segurar um pouco a onda via especulação, mas a impressão é de uma queda generalizada por todo o Brasil.
      e ainda tem gente que acha que vai ser Çofiti

      27+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Annoying Brick in The Wall 11 de fevereiro de 2016 at 09:24

        Aqui em Brasília está sendo bem Çofiti mesmo (ironic)…

        No bairro Noroeste, os imóveis foram lançados (em 2008) a um preço maior do que está hoje (2016), fora a inflação do período. Çangui!

        14+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Cesar_DF 11 de fevereiro de 2016 at 10:06

          Estavam 14K/m2 em 2011 e 8K/m2 hoje

          7+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • dilbertsc 11 de fevereiro de 2016 at 22:36

            Quando acabarem as obras das UHEs Santo Antônio e Jirau, os imóveis em Porto Velho vão ficar sobrando.

            2+
  • CA 11 de fevereiro de 2016 at 09:23

    Impressionante como a esta altura ainda existem reportagem compradas sobre “o excelente investimento em imóveis”…

    Quanto ao trecho do tópico: ““A compra de imóveis é sempre um bom investimento, não se perde dinheiro nunca com imóveis”

    O trecho acima do artigo do tópico é de uma má fé sem limites, daí quando as quedas de preços não podem ser mais evitadas, vemos reportagens como a que consta abaixo. O mais interessante é que além do caso da explosão da bolha dos flats em São Paulo que já tem mais de 10 anos, o artigo abaixo também fazia referência a outros prejuízos com flats na década de 80, ou seja, como sempre dizemos por aqui, uma bolha é inflada, gera euforia, explode, gera depressão, passasse uma década ou mais e tudo se repete, porque afinal a maioria sequer sabe o que aconteceu e sempre vem aqueles discursos de que “agora é diferente”, “aqui não tem crise” (como colocado no artigo do tópico de hoje) e assim por diante.

    Segue o link sobre a bolha dos flats em São Paulo:

    http://web.archive.org/web/20090322201140/http://veja.abril.com.br/vejasp/especial_guia_imobiliario/p_124.shtml

    Trechos do link acima:

    “O número de unidades construídas saltou de 7 000 para 35 000 desde 1998. A superoferta de apartamentos transformou o negócio em um mico”

    “Quem tentou vender seus imóveis descobriu que o flat passara a valer menos da metade. Os que investiram em um apartamento no Holiday Inn Parque Anhembi, por exemplo, pagaram 113 000 reais há quatro anos. Hoje, o mesmo imóvel é vendido por 40 000 reais. Exceções existem, claro, mas são raras.”

    “Muitos profissionais liberais e acionistas de pequenas empresas embarcaram nas promessas feitas pelos corretores e incorporadores na esperança de diversificar seus investimentos. O empresário Ivan Turri, de 48 anos, comprou nove unidades em flats e amargou prejuízos.”

    “A ascensão e decadência dos flats não é novidade. O fenômeno ocorreu também no início dos anos 80, quando eles surgiram como uma alternativa para quem queria investir em imóveis sem estar sujeito à antiga Lei do Inquilinato. Na época, a propriedade dos prédios ficava dividida entre os que queriam obter renda e os paulistanos de classe média alta que desejavam morar em um espaço que contasse com farta oferta de serviços. Isso causaria, mais tarde, um grande conflito. Com dez anos de uso, os prédios começaram a pedir reformas mais profundas e moradores e investidores se viram em desacordo – enquanto os primeiros não queriam arcar com taxas ainda mais altas de condomínio, os últimos impunham as melhorias para continuar a obter retorno do investimento. As brigas se arrastaram, e muitos empreendimentos acabaram desativados, transformados em imóveis residenciais.”

    21+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Boruto 11 de fevereiro de 2016 at 09:53

      Esse pessoal ignora completamento a crise imobiliária americana de 2008 e que se alastrou para outros setores da economia provando que é possível sim perder dinheiro com imóveis e, principalmente, que os preços podem cair.

      11+
      • avatar
      • avatar
    • Cajuzinha 11 de fevereiro de 2016 at 10:05

      Não cansam!

      “Ano começa com reação das vendas de imóveis
      Construtoras registram aumento dos negócios em janeiro, devido à percepção mais positiva dos clientes e a promoções”

      ” Eles afirmam que janeiro último foi o melhor mês para a atividade desde o começo de 2015 e reforçam tratar-se do melhor momento para investir em um imóvel.”

      “http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2016/02/11/internas_economia,733183/ano-comeca-com-reacao-das-vendas.shtml”

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cajuzinha 11 de fevereiro de 2016 at 10:07

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        “Guilherme Diamante, diretor de Marketing e Comercial da Direcional Engenharia, informa que as vendas da incorporadora em janeiro deste ano aumentaram 40% em relação aos negócios de janeiro de 2015. “A gente conclui que as pessoas já perceberam que o cenário pode mudar a qualquer momento.”

        O executivo conta que o volume de vendas começou a melhorar a partir de setembro do ano passado, mas alguns fatores já acenavam com a oscilação. “O número de ligações para a nossa central de vendas aumentou, assim como o de contatos por e-mail solicitando informações, e, da mesma forma, cresceu o acesso ao nosso chat por meio do site da empresa.”

        Para Diamante, essa mudança é um bom sinal para o segmento. “É bom, porque as incorporadoras conseguem dar andamento a seus projetos.””

        6+
        • avatar
        • avatar
        • CA 11 de fevereiro de 2016 at 10:22

          Cajuzinha,

          Sem dúvidas, o pessoal abusa e muito da má fé!

          No caso da Direcional que teve diretor de Marketing que fez declarações acima, o foco dela é em imóveis populares e especialmente Minha Casa Minha Vida.

          Tiveram distratos BILIONÁRIOS também, porque o grande volume de vendas FALSAS na planta é exatamente para este público mais humilde, que confia mais no que o corretor diz, que não tem advogado para ler o contrato, que desconhece o que é INCC durante a obra ou o impacto daquele “zero virgula alguma coisa” sobre o valor total do imóvel, que acredita na palavra do corretor de que na entrega do imóvel será “fácil” conseguir o crédito imobiliário porque ele “conhece uns esquemas” e daí por diante.

          Um golpe de pirâmide financeira se intensificando enquanto o Governo e todos aqueles que poderiam tentar coibir ou no mínimo alertar, se fazem de CEGOS e pior, prometem manter o Minha Casa Minha Vida para gerar receitas garantidas para as empresas que mais aplicam este golpe. Isto que é um Governo que se preocupa com o “bem-estar dos mais pobres”, afinal, nunca antes na história deste país estes mais pobres pagaram tão caro por um imóvel, por um prazo tão longo, por um imóvel tão ruim e ainda com uma parcela tão grande de pessoas sendo enganada por um esquema de pirâmide financeira, realmente, mais um grande “objetivo social” que está sendo alcançado por este “governo” (Ironic Mode On)…

          16+
          • avatar
          • avatar
          • carioca_real 11 de fevereiro de 2016 at 10:50

            É…
            99% de distratos mas aquele 1%… COMPREM!!! COMPREM!!!!
            Fala sério.

            8+
            • avatar
    • Cesar_DF 11 de fevereiro de 2016 at 10:11

      CA, sinceramente, não entendo a estratégia das imobiliárias e corretores. Enquanto eles tiverem falando que o valor não vai cair, os proprietários não baixarão o valor e os possíveis compradores não entrarão nessa.
      Imagine se um corretor diz que você tem um patrimônio que vale 1KK, mas só aparecem compradores oferecendo 500K. Ele irá morrer abraçado com sua ilusão patrimonial e não dará o braço a torcer.
      Se as imobiliárias e corretores saírem anunciando aos quatro ventos que estourou a bolha imobiliária e agora os imoveis valem metade, voltaria a ter negócios e eles ganhariam suas comissões.
      O problema sobraria para as construtoras com seus imóveis encalhados e para os bancos com suas garantias que evaporariam.

      31+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Boruto 11 de fevereiro de 2016 at 10:24

        1 KK rende 9400/mês na LCI do BB, que não nem a de maior rentabilidade. Dá para alugar tranquilo uma casa em uma ótima localização com esse valor.

        11+
        • avatar
        • avatar
      • CA 11 de fevereiro de 2016 at 10:39

        Cesar_DF,

        O principal objetivo da DESINFORMAÇÃO hoje é evitar o efeito manada, que fará com que haja uma percepção muito clara no mercado de que é melhor comprar amanhã quando estará mais barato, do que hoje, o que de uma certa forma, é uma “profecia auto-realizável” tão crítica para este segmento quanto seria, por exemplo, boatos de insolvência de bancos grandes para o sistema financeiro, o que geraria uma corrida aos bancos para retiradas e levaria a quebra dos mesmos se isto não fosse evitado.

        Há também algumas variantes sutis:

        Por que muitas vezes os corretores e imobiliárias incutem a ideia nos investidores de imóveis que já receberam os imóveis, de que o preço do imóvel nunca baixa e de que vale a pena colocar o imóvel para alugar e “ganhar duas vezes”, uma com a “valorização do imóvel” e outra com o “aluguel recebido”?

        Ao seguirem a estratégia acima, os corretores e imobiliárias tentam diminuir um pouco a SUPER-OFERTA de imóveis para vender. Se aquele investidor desistir de vender, é um concorrente a menos, o que facilita para a construtora e corretores simular de que a oferta para venda ainda não seria tão absurda em relação a demanda, fazendo com os potenciais clientes aquela chantagem de que são as últimas unidades e de que é melhor comprar agora porque depois o preço vai subir…

        Um exemplo típico do que consta acima ocorreu na cidade de São José dos Campos: em 2013 tivemos uma queda de 25% nos preços dos imóveis novos entregues na cidade. O que fizeram os corretores? Convenceram os investidores a colocarem seus imóveis para alugar. Qual a consequência? A oferta de aluguel subiu 300% e pouco depois os preços dos aluguéis tiveram queda de 8% a 10%. Até hoje ainda estão com super-oferta, tanto para vender quanto alugar, piorando a cada dia que passa, principalmente porque os lançamentos despencam, o desemprego na região aumenta, o que leva a novas reduções nas vendas e assim prossegue o circulo vicioso…

        Evidências do que consta acima nos links abaixo:

        http://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/noticia/2013/05/preco-dos-imoveis-cai-25-em-sao-jose-em-dois-anos-revela-creci.html

        http://www.digitalflip.com.br/ovale/flip/Classificados/01024%3D07-07-2013/44.PDF

        http://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/noticia/2014/09/valor-do-aluguel-de-imoveis-cai-em-sao-jose-dos-campos-sp.html

        http://www.ovale.com.br/construc-o-civil-de-s-o-jose-tem-pior-indice-de-desemprego-1.554367

        Outro motivo para enganarem investidores em imóveis com a “eterna valorização dos preços”, é que enquanto estes investidores ficam “firmes” mantendo seus preços ANUNCIADOS ou até aumentando após anos sem vender, as construtoras dão grandes “descontos” e conseguem desovar um ou outro imóvel, reduzindo seu problema. Às vezes o corretor que aconselha o investidor tem expectativa de usar o investidor apenas como uma “âncora de preços”, para usar como uma referência para possíveis compradores, com um discurso do tipo: “Está vendo aquele outro imóvel no mesmo empreendimento, como valorizou? A construtora só está vendendo com este super-desconto por uma situação de momento e necessidade de fazer caixa, mas o preço real é aquele pelo qual está sendo oferecido aquele outro imóvel”.

        Existem ainda uma infinidade de TRUQUES que aplicam sobre os INCAUTOS e que dependem deste Mundo de ILUSÃO, o que consta acima são apenas amostras.

        23+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Cesar_DF 11 de fevereiro de 2016 at 13:31

          CA
          Mas para as imobiliárias e corretoras seria bom o efeito manada, seria melhor a comissão ao vender 10 imóveis pela metade do valor do que vender um pelo preço atual. (ou nenhum).
          Seria péssimo para as construtoras e bancos.

          7+
          • avatar
          • avatar
  • Conde Marcos 11 de fevereiro de 2016 at 09:30

    Segurança não têm preço, aqui nos EUA, você não precisa ser rico, você têm segurança, seu carro não é arrombado, você não têm que pagar milhas de impostos para um governo ladrão.

    Trocaria todo meu dinheiro por esta segurança, sem dúvida alguma.

    33+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Mente do Mal 11 de fevereiro de 2016 at 11:57

      Em Miami Beach eu já vi arrombarem porta-malas de turistas para levar as compras.
      Mas não dá para comparar a violência e a criminalidade com a Banânia. Aqui você tranca seu carro e mesmo assim te roubam com arma apontada para o rosto, enquanto que lá você larga ele aberto e não dá em nada (desde que o carro esteja vazio).

      7+
  • Zé Carioca 11 de fevereiro de 2016 at 09:30

    Respondendo pra quem perguntou se a LCI não rende na segunda e terça de Carnaval.Os investimentos em CDB, LCI, LCA, fundos, rendem diariamente, mas só contam os dias que não são feriado bancário (excluindo os feriados municipais e estaduais). Se a pessoa ficar em dúvida basta ir ao site do Banco Central e verificar qual foi a Selic diária. Se não aparece na tabela é porque aquele dia não rende juros. Por exemplo, em fevereiro só rendeu juros no período de 01 a 10/02 nos dias 01, 02, 03, 04, 05 e 10.

    “http://www.bcb.gov.br/htms/selic/selicdia.asp

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • mark 11 de fevereiro de 2016 at 09:46

      Faz tempo que não vejo você aqui no blog Ze.

      Ainda não vejo quedas significantes nos preços na ZS. Sei que na Barra e no Recreio o sangue esta realmente escorrendo, conheço um corretor que saiu recentemente da imobiliária, falou que não queria continuar ‘vendendo apartamento, a preço de bananas.

      O que você ta achando do RJ/ZS?

      8+
      • avatar
      • avatar
  • Crocs 11 de fevereiro de 2016 at 09:32

    O CA já nos mostrou inúmeras vezes como interpretar essas notícias! Mentira de desinformação sem fim! Que eles ardam enquanto a gente recebe juros!

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Ldem 11 de fevereiro de 2016 at 09:51

    Estão justo, justíssimo…

    4+
    • avatar
    • avatar
  • L.A. 11 de fevereiro de 2016 at 09:51

    Azufre,

    – Bolsas asiáticas caíram;
    – Brent caindo;
    – US$ subindo;
    – O estranho é que comparado com o mercado de energia as ADRs forte ontem (foi uma das poucas altas e totalmente fora do normal das outras altas).

    Será que vai mais um pouco hoje?

    2+
    • L.A. 11 de fevereiro de 2016 at 10:27

      Estou movimento é só por 20 centavos

      PETR3 5,89 -3,76%
      PETR4 4,16 -3,48%

      USD/BRL – US Dollar Brazil Real
      3.9606 +0.0333 +0.85%
      12:25:31 GMT – Real-time Data.

      5+
      • avatar
      • avatar
      • Azufre 11 de fevereiro de 2016 at 21:58

        “Não só os 20 centavos”

        Mentira, eram sim… jun/2013

        3+
  • Louro José 11 de fevereiro de 2016 at 09:57

    Nemly nem lerey
    CVR
    Corvo em Guarapari no stand de vendas anunciando imóvel a preço de custo em plena segunda-feira de carnaval.
    EU VI!

    23+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Skidwasted 11 de fevereiro de 2016 at 17:15

      Como era isso?

      1+
      • avatar
  • Zek Ariok 11 de fevereiro de 2016 at 10:20

    A bolha de terrenos logo vai estourar em SP. Quando as construtoras estiverem desesperadas por caixa, vão vender terrenos encharcados de sangue a preço de banana.

    “http://www.valor.com.br/empresas/4430426/poucos-negocios-no-mercado-de-terrenos-na-capital-paulista”

    A realidade bate na porta, com recessão, inflação e juros altos, ficar com um ativo que sangra sem parar é um péssimo negócio.

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 11 de fevereiro de 2016 at 10:54

      Zek Ariok,

      No “atacado”, a queda dos preços dos terrenos já está ocorrendo HÁ ANOS!

      Desde 2013 as construtoras que ficaram mais endividadas com o esquema de vendas FALSAS na planta tem vendido seus terrenos abaixo do “preço de mercado”. A Even tem se vangloriado nos últimos anos por estar comprando terrenos destas construtoras mais barato do que pagava em 2007…

      Isto acontece em primeiro lugar, porque temos um SUPER ESTOQUE de terrenos nas mãos das construtoras, muitos vindos ainda do “boom” de compra de terrenos que ocorreu logo após o IPO de 13 grandes construtoras do segmento leve (residenciais e comerciais) em 2007! Outro fortíssimo motivo, é que parte destas construtoras está em péssima situação financeira, algumas em processo de reestruturação de dívidas (também conhecido como “recuperação judicial branca”) como a PDG e a Rossi, onde elas precisam fazer caixa “à qualquer custo” para poderem pagar as “parcelinhas” (sic) de suas dívidas que estão vencendo no curtíssimo prazo…

      Para se ter uma ideia, o estoque de terrenos em poder de 12 grandes construtoras com Ações na BOVESPA e que ainda não tiveram lançamentos, é o equivalente a mais de 10 ANOS de lançamentos e vendas, seguindo o VGV potencial para estes terrenos e as vendas dos últimos 12 meses informados por estas próprias construtoras.

      A situação acima não é exclusiva das vendas “no atacado” e entre construtoras. Temos evidências de vendas de terrenos “no varejo”, onde os prejuízos já estão aparecendo, também desde 2013 pelo menos e em especial para aqueles loteamentos em condomínios. Veja abaixo alguns exemplos para um loteamento no Alphaville de São José dos Campos:

      Link: http://www.reclameaqui.com.br/6948247/alphaville-urbanismo/alphaville-sao-jose-dos-campos/

      Trecho do link acima:

      “O alphaville Sao Jose dos Campos me vendeu lotes por 720,00 o metro. Mas “queima”lotes ate hoje por 650,00 o metro. O Lancamento foi em Outubro de 2011 …se colocamos a inflacao deveria estar no minimo a 740 o metro.”

      Link: http://www.reclameaqui.com.br/3697167/alphaville-urbanismo/enganacao-em-sao-jose-dos-campos/

      Trecho do link acima:

      “Me chamo Waldir Gaioso, em setembro de 2011 fui visitado por um Corretor de Imoveis da Ferrerinha imoveis onde o mesmo me apresentou um empreendimento do Alphaville, com a seguinte promessas: valorização garantida de 100% até a entrega do empreendimento e como eu era um investidor era o melhor investimento do momento que se eu quisesse vender em alguns messes iria ganhar 20 a 30%,pois bem isso não aconteceu o empreendimento nao valorizou e ao contrario a própria alphaville esta vendendo os lotes que não foram vendidos no dia do lançamento com o metro mais barato que no lançamento, resumindo usou o meu dinheiro para contruir a obra e o que eu investi, hoje não vale mais nada a própria alphaville desvalorizou o meu investimento. E agora?”

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 11 de fevereiro de 2016 at 13:28

        Estes terrenos foram usados como garantias de empréstimos bancários, quando a construtora quebrar e o banco for tentar vender estes terrenos é que ele vai ver o tamanho do rombo que ele tomou!

        6+
        • avatar
    • Annoying Brick in The Wall 11 de fevereiro de 2016 at 12:03

      Já dizia o ditado…

      “Para quem está se afogando jacaré é tronco”

      Çanguiiiii!!!!!!!!!!

      19+
      • avatar
      • avatar
    • so-observando 11 de fevereiro de 2016 at 16:49

      Tomara que estoure logo. Aqui no Piauí o preço dos terrenos subiram demais. Um exemplo simples disso, são uns lotes que estava a venda em 2008 por 22 mil e afora estão pedindo 300 mil.

      4+
      • avatar
  • Cajuzinha 11 de fevereiro de 2016 at 10:24

    “Nem foliões salvaram hotéis de BH da baixa ocupação
    No carnaval de BH, taxa média foi de 47,5% de quartos negociados, ante expectativa inicial de 60%. Em Ouro Preto, empresas se viram obrigadas a reduzir preço da diária”

    “http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2016/02/11/internas_economia,733186/nem-folioes-salvaram-hoteis-de-bh-da-baixa-ocupacao.shtml”

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Sport87 11 de fevereiro de 2016 at 11:46

      “Há muitas pessoas nas ruas, mas grande parte é gente da cidade que deixou de viajar. E, em BH, ainda há o hábito de oferecer a casa aos amigos de fora. Esse é o perfil da nossa festa, e isso tem que mudar”
      Hein? Estão querendo determinar se você pode trazer gente para a sua casa? Quando vão começar a cobrar salvo-conduto para sair de um bairro para outro?
      #SovietUnionFeelings

      17+
      • avatar
    • Bruno.12 11 de fevereiro de 2016 at 12:46

      E olha que BH estava LOTADA hein, nunca vi a cidade tão cheia!

      5+
      • avatar
  • CarlosL 11 de fevereiro de 2016 at 10:26

    Semi – CVR

    Condomínio: Palavra que vai ser ainda muito ouvida por ai em casos de insolvência de empreendimentos. Já não está difícil achar imóveis para alugar que o condomínio é mais caro que o próprio aluguel…. Conheço ainda caso de um lugar de área nobre em SP que é um valor dentro da media aceitável e mesmo assim o empreendimento está com dívida de mais de 300k…
    Aguardem …

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • RecrutaZero 11 de fevereiro de 2016 at 10:54

      No programa Fala Brasil, na Record, hoje de manhã, falaram sobre as dívidas dos condomínios e mostrou o que estão fazendo para economizar.
      Vou procurar a matéria e postar aqui.

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CarlosL 11 de fevereiro de 2016 at 11:40

        Vendem a ideia de um empreendimento caríssimo que se justifica pelas “facilidades” que vão direto pro condomínio, porém a conta não fecha quando se tem quase todos apartamentos encalhados…..
        A hora que se dão conta que precisam rever isso, a dívida já subiu e a tendência é seguir rumo ao infinito e além.

        Em Perdizes SP eu estava de olho em um que ficou pronto recentemente (Oca Perdizes) , mora no máximo 2 pessoas já tem uns 5 meses, baixou o valor de venda mas mesmo assim ainda altíssimo (10k o m2) e o condomínio que eu achava que seria suave…… Quase 1k !!

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • navlig00 11 de fevereiro de 2016 at 13:33

        *http://www.bolhaimobiliariabrasil.com/2016/02/11/boladecristal-precos-dos-imoveis-estao-justos-diario-da-amazonia/comment-page-1/#comment-23607

        1+
        • avatar
  • Cazam 11 de fevereiro de 2016 at 10:30

    Aqui em Nova Iguaçu/RJ ainda estão mantendo a política da desinformação; empreendimentos parados e lançamentos de 2010, os quais esgotaram no lançamento,kkkk, ainda estão sendo anunciados por precinhos de “castelo de greiscow”. Resumo: Não vende e o FingeZap a cada atualização aumenta mais o preço……Espumando Geral……Ardam…..

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • navlig00 11 de fevereiro de 2016 at 10:40

    Juros sobem em janeiro pelo 16º mês e atingem o maior nível em 11 anos

    *http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,juros-sobem-em-janeiro-pelo-16-mes-e-atingem-o-maior-nivel-em-11-anos,10000015819

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Ilusionista 11 de fevereiro de 2016 at 22:14

      mais inadimplência, mais juros para compensar, menos gente conseguindo pagar…

      1+
  • navlig00 11 de fevereiro de 2016 at 10:49

    Petrobrás coloca usinas térmicas, terminais de gás e gasodutos à venda

    *http://economia.estadao.com.br/noticias/negocios,petrobras-coloca-usinas-termicas–terminais-de-gas-e-gasodutos-a-venda,10000015760

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • FabianoSJC 11 de fevereiro de 2016 at 11:01

      O processo de privatização ja começou …

      21+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 11 de fevereiro de 2016 at 11:16

      A Petrobras quer sair do setor elétrico e colocou à venda suas 21 usinas térmicas, gasodutos e terminais de regaseificação, por onde chega em forma líquida o gás importado em navios. A conclusão do negócio esbarra, porém, em questões regulatórias, segundo um executivo de uma grande empresa do setor elétrico que quer comprar ativos.

      O plano geral da Petrobras de venda de ativos para reforçar o caixa pretende arrecadar, no total, US$ 57,7 bilhões (o equivalente a cerca de R$ 225 bilhões). Mas, até agora, a empresa só conseguiu se desfazer de 49% de uma de suas subsidiárias, a Gaspetro, de distribuição de gás, por R$ 1,9 bilhão. Ainda estão sendo negociadas parcerias na BR Distribuidora, concessões para a exploração e produção de petróleo e gás, uma fatia da petroquímica Braskem, fábricas de fertilizantes, terminais, dutos e navios, além das usinas.

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • carioca_real 11 de fevereiro de 2016 at 10:52

    Vão continuar valorizando 30%a.a.
    Sabe como é, o custo dos terrenos, e tals.
    #SQN
    http://www.valor.com.br/empresas/4430426/poucos-negocios-no-mercado-de-terrenos-na-capital-paulista

    6+
  • Cajuzinha 11 de fevereiro de 2016 at 11:04

    “11/02/2016 07h45 – Atualizado em 11/02/2016 07h45
    Corte previsto no orçamento não deve impedir novo déficit em 2016
    Meta fiscal para 2016 é de um superávit de R$ 30,5 bilhões, 0,5% do PIB.
    Entretanto, analistas projetam novo rombo, que pode superar R$ 50 bilhões.”

    4+
    • CA 11 de fevereiro de 2016 at 11:08

      Cajuzinha,

      A notícia abaixo complementa a que você colocou:

      http://www.infomoney.com.br/mercados/acoes-e-indices/noticia/4603688/bovespa-cai-com-sell-off-mundial-pessimismo-por-noticia-valor

      Achei interessante o trecho do link acima que fala sobre o contingenciamento do Governo ter sido reduzido de uma “expectativa” de R$ 50 bilhões para menos de R$ 30 bilhões e ainda, associando isto com a “meta flexível”, onde se tivermos menos receita, a diferença a menor poderá ser “abatida da meta”.

      O que consta acima lembra o Dilma I e a “estratégia” de abater os investimentos do PAC da meta de superávit fiscal, dentre uma infinidade de manobras, pedaladas e maquiagens praticadas por este Governo.

      Isto é que dá terem colocado um cara ortodoxo como o Levy no ano passado, mas ao invés de tentarem fazer a coisa certa que ele sugeria, apenas o sabotaram ao máximo possível e promoveram o sabotador mor para ficar no lugar dele…

      O ponto curioso no artigo acima é que atribuem a estas novas gambiarras do Governo parte do motivo para queda da BOVESPA, o que demonstra o grau de desinformação de muitos que operam na bolsa: eles não sabiam que o Barbosa (Mantega II) foi colocado neste cargo exatamente para ter mais liberdade de fazer o que ele já vinha praticando desde o ano passado? Não sabiam que ele foi um dos pais e esteve sempre entre os maiores apoiadores do “desenvolvimentismo”?

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 11 de fevereiro de 2016 at 11:10

    “11/02/2016 Poucos negócios no mercado de terrenos na capital paulista | Valor Econômico
    http://www.valor.com.br/empresas/4430426/poucos­negocios­no­mercado­de­terrenos­na­capital­paulista 1/1
    O mercado de terrenos está praticamente parado na cidade de São Paulo. A baixa liquidez nas
    negociações de compra e venda de áreas resulta da queda de demanda e da diferença de expectativa de
    preços das áreas entre vendedores e compradores. O estoque de unidades prontas continua elevado na
    carteira das incorporadoras, o que desestimula tanto lançamentos quanto a busca de matéria­prima
    para a produção de novos imóveis. Ainda assim, os preços médios dos terrenos continuam estáveis,
    conforme fontes do setor.”

    4+
    • CA 11 de fevereiro de 2016 at 11:31

      Cajuzinha,

      Sobre o trecho: “Ainda assim, os preços médios dos terrenos continuam estáveis, conforme fontes do setor.”

      As “fontes do setor” tem todo o interesse do Mundo em desinformar, pois estas fontes são as próprias construtoras e seus funcionários e para as construtoras, os terrenos são uma parte relevante das “garantias” dadas aos bancos, se deixarem aparecer a verdade, como vão fazer de conta que ainda poderão pagar suas dívidas se venderem seus ativos pelo “preço de mercado”?

      Coloquei comentário com mais detalhes sobre esta questão dos terrenos mais acima, o fato é que já temos evidências sobre quedas dos preços de terrenos faz tempo.

      7+
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 11 de fevereiro de 2016 at 11:12

    “http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/02/1738499-pesos-pesados-do-setor-industrial-nao-veem-luz-no-fim-do-tunel.shtml”

    7+
    • avatar
  • Cajuzinha 11 de fevereiro de 2016 at 11:16

    “À folia do Carnaval se segue a Quaresma, período de penitência que se inicia hoje, na Quarta-feira de Cinzas. À folia da Nova Matriz Macroeconômica se segue o que promete ser a pior recessão brasileira desde que passamos a compilar os dados de produção nacional, há quase 70 anos.”

    “A presidente pode ter a duvidosa honra de ser o primeiro dirigente do país a entregá-lo ao sucessor menor do que era quando assumiu o governo.”

    “http://www1.folha.uol.com.br/colunas/alexandreschwartsman/2016/02/1738236-para-tudo-se-acabar-na-quarta-feira.shtml”

    9+
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 11 de fevereiro de 2016 at 11:21

    “novas regras para o mercado de crédito imobiliário. As medidas fazem parte da Resolução 4.464 aprovada em reunião extraordinária do Conselho Monetário Nacional (CMN) realizada na quarta-feira, 10, e estão relacionadas com o nível de compulsórios que as instituições precisam manter no BC. ”

    “http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/economia/20160211/publica-resolucao-que-altera-condicoes-gestao-credito-imobiliario/342081”

    2+
    • avatar
    • Cajuzinha 11 de fevereiro de 2016 at 11:26

      “Com a resolução, as instituições passam a ter prazo mais dilatado para a aplicação em novos financiamentos imobiliários dos recursos obtidos com a venda de créditos imobiliários. A medida pode ser entendida, de acordo com a assessoria de imprensa do BC, como uma complementação do anúncio feito pelo Ministério da Fazenda na semana passada sobre a aquisição de Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI) pelo FGTS. Com esse prazo maior concedido agora, as instituições financeiras terão condições mais propícias, de acordo com o BC, para venderem seus créditos, obterem novos recursos e aplicarem em novos financiamentos imobiliários.”

      4+
      • avatar
      • L.A. 11 de fevereiro de 2016 at 11:34

        Art. 17 do Código Penal – Não se pune a tentativa quando, por ineficácia absoluta do meio ou por absoluta impropriedade do objeto, é impossível consumar-se o crime.
        Exemplo: Não pode se condenar por homicídio alguém que tenta matar um morto.

        10+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Cajuzinha 11 de fevereiro de 2016 at 12:49

      “http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2016/02/11/internas_economia,733332/com-gestao-facilitada-bancos-poderao-oferecer-mais-credito-imobiliari.shtml”

      2+
      • avatar
  • Rampion 11 de fevereiro de 2016 at 11:33

    Desconheço corvo que dê consultoria ou indique o melhor negócio para o comprador. Corvo é igual a maioria dos bancários ao atender um cliente que procura investimentos com bons rendimentos empurra apenas o que é conveniente a ele e ao lucro do banco que se exploda o cliente.

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Ilusionista 11 de fevereiro de 2016 at 22:39

      tem um artigo do código de ética deles que fala que o corretor deve prestar todos os esclarecimentos ao cliente sobre a segurança e risco do negócio.
      Nesta atividade se ele falar a verdade sobre os riscos não vai vender nada e morrer de fome……é tudo na base do “alegria de alguns, tristeza de outros” ou muda de ramo.
      Quem compra é que se cuide…

      1+
  • Dutra 11 de fevereiro de 2016 at 11:40

    De uma coisa eu tenho certeza, o carnaval acabou e as pessoas estarão mais endividadas em março, o desemprego tende a ser pior no começo do ano e nada ainda de uma recuperação na economia até 2017. Então vamos deixar eles se enganaram, pois quando o tombo vier vai machucar e muito.

    9+
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 11 de fevereiro de 2016 at 11:41

    O economista José Márcio Camargo, professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e economista da Opus Gestão de Recursos, é um dos principais pesquisadores brasileiros de economia do trabalho, pobreza e desigualdade. Ele lançou, no início dos anos 1990, em artigos e em reuniões no PT, a ideia de criar um programa de transferência de renda condicionado à manutenção das crianças na escola. A proposta foi implantada inicialmente no governo petista do Distrito Federal e na prefeitura tucana de Campinas, em São Paulo. Depois, foi adotada pelos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva, já como Bolsa Família. O olhar treinado para a dinâmica da pobreza no Brasil deixa Camargo especialmente assustado com a crise econômica. Ele acredita que só a partir de 2022 o Brasil deverá retornar ao nível de bem-estar social registrado na década passada e que, entre os diversos males econômicos atuais, a inflação é o pior – especialmente para os mais pobres.

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • selvagem 11 de fevereiro de 2016 at 12:04

    Para quem acha que o momento é bom, basta aprender com nossos amigos espanhóis. Eles inclusive documentaram a queda da economia e a desfaçatez da imprensa

    ‘http://www.burbuja.info/inmobiliaria/burbuja-inmobiliaria/126719-buen-momento-comprar.html

    Mês a mês a imprensa noticiando que era hora de compra e o preço só caindo.

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Annoying Brick in The Wall 11 de fevereiro de 2016 at 12:08

      Eles podem até enganar os 666 que teem dinheiro. Quero ver conseguirem vender para os 666 que não teem mais dinheiro. Mas calma pessoal, ainda tem muitos para pagarem nossos juros huahuahuaha.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • Sergio Soares 11 de fevereiro de 2016 at 13:30

        666 que se presa não tem dinheiro, vive de crédito…. ah, esqueci: acabou o crédito!

        8+
        • avatar
        • avatar
  • Cesar_DF 11 de fevereiro de 2016 at 12:09

    Os lançamentos imobiliários tiveram queda de 38,6% na cidade de São Paulo, no ano passado, para 20.218 unidades, conforme dados da Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp). Em 2014, o volume lançado chegou a 32.930 unidades. “A demanda por novos empreendimentos está estagnada, e o estoque do que já foi produzido está elevado”, afirma o diretor da Embraesp, Reinaldo Fincatti. Os lançamentos devem se manter, neste ano, no mesmo patamar de 2015, na avaliação de Fincatti.

    http://www.valor.com.br/empresas/4430430/lancamentos-cairam-386-em-sao-paulo-em-2015

    3+
    • avatar
  • Cesar_DF 11 de fevereiro de 2016 at 12:15

    Enquanto os mercados buscam tatear o tamanho do impacto global que terão as reformas econômicas em curso na China, que busca promover o crescimento por meio do consumo doméstico, aumentar a participação do setor privado e distribuir renda, Michael Pettis, professor da Universidade de Pequim, chama a atenção para o crescimento galopante da dívida chinesa nos últimos cinco anos. Para o economista, o país não tem mais do que dois ou três anos para controlar esse endividamento.

    http://www.valor.com.br/internacional/4430490/pettis-alerta-para-elevado-endividamento-da-china

    4+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • DRN 11 de fevereiro de 2016 at 12:21

    Sobre a pergunta do post passado: quanto para viver de juros.
    Claro que tudo é relativo ao padrão de vida. Quanto mais frugal for a vida de alguém, mais fácil será viver de juros.
    O Justiceiro falou em R$2 milhões. Acho que é um valor razoável desde que a pessoa saiba que só poderá gastar o juro real disso. Pode-se fazer marcação mês a mês, bimensal, trimestral, semestral ou anual. Acho que a anual é a mais correta. Se, no ano de 2015, a pessoa conseguiu 5% de juros reais, então ela terá 100 mil para gastar em 2016 e não poderá gastar mais do que isso.

    É muito importante preocupar-se – além da inflação – com o custo fixo e, nesse caso, impostos têm um papel relevantíssimo. Calculem 10, 20 ou 30 anos de IPTU e IPVA (nem vou falar de seguro). Adicionem o custo de oportunidade… É muito dinheiro. No interior, esses custos são bem mais baixos e se o cidadão tiver coragem de morar em zona rural vai pagar ITR, o que é ainda mais barato.

    Morar no interior traz vantagens, especialmente se for ao lado de uma boa cidade. Por exemplo, o custo de vida em SJRP é um, mas em mirassol, bady bassit, tanabi etc. é outro. Nesses locais, vc também consegue gêneros alimentícios a baixíssimo custo porque boa parte é comercializada SEM a intervenção do Estado (sem tributos, de maneira artesanal).

    Outra preocupação é com plano de saúde. Se não der para ter um, é bom ficar perto de uma cidade que tenha uma boa faculdade de medicina, que transforme o local em polo de saúde, porque, daí, as chances de ter bom tratamento pelo SUS aumentam. Claro que o melhor é ter dinheiro para o plano de saúde da iniciativa privada. Em São Paulo, vejo SJcampos, Campinas, Ribeirão Preto e SJRP com essas características, com desvantagem para as duas primeiras em razão dos altos índices de violência.

    21+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • DRN 11 de fevereiro de 2016 at 12:24

      Outra coisa importante é nunca parar de trabalhar. Quem pára morre.

      Encontrar uma atividade que não lhe traga muitas responsabilidades, com horário flexível. Pode ser criar gado, pode ser comprar e vender carros, pode ser o que for, mas ter alguma atividade é importante.

      Tem muita gente que vive de comprar imóveis (os mais baratos) e carros de pessoas endividadas para revender em coisa de três, dois ou até um mês. Dinheiro rápido e com risco calculado.

      20+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • RicardoSP 11 de fevereiro de 2016 at 12:51

        Concordo plenamente sobre parar de trabalhar. Existem muitas matérias sobre “gênios financeiros” que se aposentaram ao 30, 35 anos. Nessa idade, você pode até ficar 1 ou 2 anos de pernas pro ar, mas vai acabar gerando alguma renda depois de um tempo, seja lá com o que! Jacaré parado vira bolsa.

        Ainda, temos que mirar o exemplo dos americanos, que buscam muito sair do país depois da aposentadoria, para lugares onde a moeda é mais favorável. Talvez morar na Nicarágua, Paraguai, Equador ou Belize não seja tão pior que o Brasil… E ter disponibilidade para mudar de país, ou seja, alugar, não comprar. Americano é meio brick-lover depois da aposentadoria.

        10+
        • avatar
    • chigo 11 de fevereiro de 2016 at 23:02

      Duas coisas:
      1. Conseguir juros reais e liquidos de 5% é quase utopia.
      2. Custo de vida em cidade pequena não é tão baixo. Na verdade sobra mais dinheiro porque não tem onde gastar. Mas qualquer coisa industrializada é cara. Estou construindo em uma cidade do interior. Mão de obra é mais barata, mas materiais uns 30% mais caro. Comprei lá somente cimento, areia, brita tábuas. E no supermercado também é muito mais caro.

      2+
      • RecebendoJuros 11 de fevereiro de 2016 at 23:26

        Tenho LCI do banco Intermedium pagando IPCA +6%. Mas realmente hoje em dia não tenho mais visto opções assim.
        No TD IPCA quem comprou acima de 7,5% tb consegue chegar bem perto dos 5% líquidos (assumindo que a inflação não subirá muito). O problema é ter que esperar até o vencimento pra ter certeza que receberá esse rendimento.

        0
  • grandecupincha 11 de fevereiro de 2016 at 12:35

    Prezados, esse é meu primeiro post, agradeço ao BOSS por ter aceito meu perfil.
    Acompanho o blog há alguns meses (comecei a ler – adivinha?? – logo após comprar meu apartamento, hehehe)

    Um pergunta aos compadres:
    O Banco com o qual trabalho oferece LCI apenas com a aplicação mínima de R$ 300.000,00. Esse valor é comum de mercado? Quanto é o aporte inicial de outras instituições?

    Muito obrigado!

    4+
    • avatar
    • baburu 11 de fevereiro de 2016 at 12:50

      300k é alto sim. Geralmente, quanto maior o valor inicial, melhor a taxa que se consegue. Você encontra valor inicial de até 1k.

      Este site tem uma lista legal de LCI, LCA, CDB etc:
      “http://www.jurus.com.br/index.html#/ativos/lci”

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • grandecupincha 11 de fevereiro de 2016 at 13:13

        Muito obrigado baburu!!

        2+
        • avatar
      • O Bancário 11 de fevereiro de 2016 at 18:42

        BBDC tá com LCA a partir de 5k.

        2+
        • avatar
    • L.A. 11 de fevereiro de 2016 at 12:55

      É o Banrisul??
      Não, existem bancos que aceitam com valores menores.
      Na Easyinvest tinha bancos ofecerecendo 5k, 10k, 30k, varia da instituição

      3+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • grandecupincha 11 de fevereiro de 2016 at 13:34

        É nesse banco sim, L.A.
        Valeu, vou procurar!

        2+
        • avatar
        • L.A. 11 de fevereiro de 2016 at 14:05

          Eu perguntei pois a resposta que recebi foi a mesma resposta.
          Depois de receber a resposta eu fiz conta na Easyinvest e apliquei em LCA no BB.

          3+
          • avatar
          • avatar
  • leo_na_estrada 11 de fevereiro de 2016 at 13:15

    carioca_real

    E acho que o cenário esta se deterionando em uma velocidade impressionante. Ele vão manter a campanha de desinformação, mas na hora que o despair aparecer vai ser bizarro.
    Aqui no RJ acho que as Olimpiadas ainda vão segurar um pouco a onda via especulação, mas a impressão é de uma queda generalizada por todo o Brasil.
    e ainda tem gente que acha que vai ser Çofiti

    11+

    Carioca…há anos acompanho o mercado da zona sul do hell…enfim, fica claro que os preços estão caindo.
    Na “elite” da ZS…Ipanema, JB, Lagoa, etc…os preços anunciados continuam escabrosos, mas estáveis. Do humaita até o catete, passando por flamengo, laranjeiras, etc…a coisa está estagnada e os preços com “descontinhos”. Enfim, acabou a loucura…penso em após as olimpíadas começar a fazer ofertas com uns 40% off do anunciado.
    Uma conhecida acabou de vender um ap na tijuca, não me disse por quanto, mas baixou 100k do valor anunciado.

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • carioca_real 11 de fevereiro de 2016 at 14:12

      Concordo. Acho que depois das Olimpiadas os preços no RJ vão despencar. Até lá “smile and wave boys, smile and wave…”

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • wade 11 de fevereiro de 2016 at 15:39

      Morei no Rio quase a vida inteira e me mudei há pouco mais de 3 anos. Fui visitar algumas vezes. O caso do Rio de Janeiro é tão bizarro que as vezes me pergunto se criar um tópico só pra ele não faria sentido. Falo só da cidade, porque se for falar do estado, vai ser um bom tempo de discussão.

      Vejo de longe algumas cidades menores que parecem começar a seguir exatamente os mesmos passos do Rio de Janeiro, com os mesmos problemas e reações que não funcionaram. Curitiba e Blumenau, por exemplo. Acho que Juiz de Fora também, mas lá é tão perto do Rio que é quase parte dele.

      6+
      • avatar
      • avatar
  • Jucira 11 de fevereiro de 2016 at 13:19

    Ai que alegria ! Obrigada Boss por me aceitar de novo.
    Que saudades de todos vocês!!!!!!!!!!!

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Dutra 11 de fevereiro de 2016 at 13:22

    Jornal hoje irá falar de corretores que abandonaram a profissão e pessoas que moravam sozinhas e estão compartilhando moradia para economizar, mas calma, o mercado ainda é vantajoso, podem comprar dois, um para morar e outro para investir.

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Mente do Mal 11 de fevereiro de 2016 at 13:25

      E a demanda reprimida ficará cada vez mais reprimida…

      9+
      • avatar
    • navlig00 11 de fevereiro de 2016 at 13:28

      E deu hoje no Fala Brasil

      Condomínios cortam funcionários para reduzir despesas e evitar inadimplência

      *http://noticias.r7.com/fala-brasil/videos/condominios-cortam-funcionarios-para-reduzir-despesas-e-evitar-inadimplencia-11022016

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Alemon Fritz 11 de fevereiro de 2016 at 13:59

      5% menos novos registros, e + 45% no cancelamento de registros dos corvos no Conçelho.
      o corvo agora tem que ser especialista, atencioso,dedicado, conhecer o mercado e as leis, pescador das últimas sardinhas,
      antes não precisava..

      11+
      • avatar
      • avatar
  • Dr.Who 11 de fevereiro de 2016 at 13:43

    Uma pergunta aos bolhistas sobre TD.
    Existe algum momento que seja vantajoso vender um TD antes do vencimento?
    Fiz uma simulação no site do Tesouro e fiquei com a impressão que se o título que comprei hoje estiver com uma taxa menor, vale a pena eu vender o título. O quanto estou errado?

    2+
    • avatar
    • DRN 11 de fevereiro de 2016 at 13:52

      Vc está certo, mas tem de considerar sempre o valor líquido do resgate.

      Quando a taxa atual é inferior à taxa contratada, vc consegue vender antecipadamente com lucro. Apenas tenha atenção ao valor líquido porque as alíquotas de IR são decrescentes no curso do tempo.

      5+
      • avatar
      • Dr.Who 11 de fevereiro de 2016 at 14:02

        Valeu pelo esclarecimento.
        No site do Tesouro, tem a calculadora que já te diz o valor líquido a receber, percebi que se eu mantiver o que tenho comprado até o vencimento ou vender hoje, fico no zero a zero. Porém fico com o dinheiro liberado para investir em um papel melhor.

        4+
        • avatar
  • L.A. 11 de fevereiro de 2016 at 14:07

    “http://www.secovirsagademi.com.br/noticias/378/destaque:-locacao-analise-quinquenal

    “Nos últimos 12 meses, o preço médio do m² dos aluguéis residenciais subiu 6,06%, enquanto que, o IGP-M alcançou 10,54%”.

    5+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • DRN 11 de fevereiro de 2016 at 14:13

    Sobre o post do Justiceiro no tópico passado sobre as taxas do TD.

    Tudo ali está atraente ainda. Claro que o ideal é acertar o topo, tarefa nada fácil.

    A Banânia está se beneficiando com o fato de que o mundo inteiro está sofrendo com o problema da CHINA e dos emergentes em geral. Como os juros estão baixos no mundo (negativos no Japão e na Alemanha), os jurosos bananenses são muito atrativos nesse patamar. Desconfio até que credores internacionais (fundos) tenham medo de que as taxas bananenses subam de tal modo que a dívida se torne impagável.

    Os décits, contudo, continuarão até que as reformas sejam feitas e não acredito em nada (nada mesmo) para diminuir o gasto estatal até 2018 (inclusive). O PT vai aumentar a dívida em 16 e 18 especialmente em razão de eleições. Isso só muda se a ANTA cair, o que acho que não vai acontecer a menos que as condições fiquem muito muito muito ruins, com convulsões sociais ou delações premiadas muito robustas.

    Yellen disse que vai aumentar os juros mais uma vez. Se for lenga lenga dela (como da outra vez), o dólar vais e valorizar mais e os juros terão de subir na marra. A tendência, aliás, independentemente dos aumento dos juros americanos é de valorização do dólar, o que força a subida dos juros bananenses.

    A distribuição que julgo adequada, para um perfil moderado quanto ao risco, é a seguinte:

    – 50% do ativo financeiro em TD (separados em 10% SELIC, 10% 2035 sem juros, 10% 2035, 10% 2050, 10% 2027, todos com juros)
    – 35% do ativo financeiro em dólar (a janela ainda não se fechou)
    – 15% do ativo financeiro em ações.

    3+
    • avatar
    • avatar
    • Crocs 11 de fevereiro de 2016 at 14:23

      DRN, vc ainda mantém o que disse há alguns dias atrás de que se em 2018 o 9F, PT ou REDE ganharem vc fechará todas as suas posições em TD?

      2+
      • avatar
      • DRN 11 de fevereiro de 2016 at 14:37

        Zerar não digo, mas terei de diminuir para no máximo 20% do capital financeiro e olhe lá.

        5+
        • avatar
        • avatar
        • RecebendoJuros 11 de fevereiro de 2016 at 14:40

          Com relação a sua sugestão fiquei com 3 dúvidas. Agradecia se pudesse me esclarecer esses pontos:
          – 35% em dólar: Alguma coisa em fundo cambial ou somente “manual do anonymous” ?
          – TD 1: Pq não as 2024 sem juros ? É mais fácil segurá-las até o vencimento do que as 2035.
          – TD 2: Pq as 2050 ? Imagino que seja com o objetivo de vende-las antes do vencimento. Ou vc acha possível esperar até 2050 para resgatar no vencimento ?

          2+
          • avatar
          • DRN 11 de fevereiro de 2016 at 15:03

            Somente manual do anonymous. Fundo cambial é lixo como reserva de valor. Não é sequer garantido pelo FGC.
            Pode ser 2024 e 2035 (5% em cada) ou só 2024. Depende da idade do caboclo.
            2050, 2035 e 2037, juntos, compõem 6 pagamentos anuais de juros.

            6+
            • avatar
            • avatar
  • Bruno.12 11 de fevereiro de 2016 at 14:33

    Bolhistas, sabem me indicar onde consigo LCI/LCA à partir de mil dilmas?

    1+
    • avatar
  • Rampion 11 de fevereiro de 2016 at 14:35
    • Alemon Fritz 11 de fevereiro de 2016 at 14:45

      Portanto o pico da bolha foi em finais de 2013 (= pico do IVG-r) etc…
      segue agora até 8 anos de quedas…

      4+
      • avatar
    • Paulo Pedregulho 11 de fevereiro de 2016 at 14:45

      Conheço um corvo que está passando problemas com o alcoolismo. Tinha parado de beber, mas ano passado voltou e não parou mais. Corvo antigo na profissão. Não sabe fazer nada, além de ser corvo. O pior é que tem conta conjunta com a patroa e vire e mexe está raspando a conta bancária para beber.

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • CA 11 de fevereiro de 2016 at 15:08

      Rampion,

      Sim, este vídeo é como se fosse um replay da situação detectada em Brasília desde o início de 2014 e explicitada no artigo abaixo:

      http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2014/03/09/internas_economia,416485/desaquecimento-do-setor-imobiliario-faz-profissionais-abandonarem-carreira.shtml

      Trecho do link acima, de março/2014, sobre os corretores: “O encanto e a euforia deram lugar às dívidas.”.

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Rampion 11 de fevereiro de 2016 at 14:36

    Para os corvos a situação não está difícil está DIFERENTE. kkkkk

    5+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 11 de fevereiro de 2016 at 14:41

      que bom, kkkk que eles se explodam,
      é só o ciclo estável natural do mercado saudável deles.

      5+
      • avatar
      • avatar
  • wade 11 de fevereiro de 2016 at 15:07

    Ouro BMF R$ 158,00. O que aconteceu?

    4+
    • avatar
    • CA 11 de fevereiro de 2016 at 15:15

      wade,

      Panico global, ver notícia que coloquei acima sobre o “sell off” global. Estão fugindo para os Ativos mais seguros, os bonds alemães também dispararam. A causa do medo é uma combinação de fatores, mas em especial aqueles relacionados a insegurança quanto aos BC´s ao redor do globo e suas políticas expansionistas para recuperação da crise, versus o risco elevado de perda de liquidez, associado a cenário incerto da China, dentre outras ameaças. Curioso que a presidente do FED quis tranquilizar a todos ontem dando a entender que em virtude do cenário internacional os juros não irão subir na reunião de março e acabou levantando ainda mais preocupações…

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • wade 11 de fevereiro de 2016 at 15:28

        Imagino que isso seja movimento de tubarão? Não houve nenhum anúncio nos últimos dias. Provavelmente sabem de algo que nós não.

        Eu acompanho o canal do Peter Schiff e ele já vem explicando bem o porquê de ele contar com jurso voltando a zero ou menos e QE4. Fez perfeito sentido pra mim. Sou suspeito pra falar dele porque, como comecei a entender muita coisa com apresentações dele, sou praticamente “fanboy”. De qualquer forma recomendo bastante. Se eu tivesse que escolher um equivalente no Brasil, seria o Sachsida.

        6+
        • avatar
        • avatar
        • CA 11 de fevereiro de 2016 at 15:32

          wade,

          Desde segunda-feira de Carnaval os mercados internacionais tem estado mais “nervosos”. A presidente da FED já considerou isto em sua fala de ontem, para agravar, nova queda na cotação do US$. Deve ter muito mais informação que não está sendo divulgada, como você colocou, o que estão deixando escapar é só a “ponta do iceberg”. Para o Brasil, uma das economias mais fragilizadas do Mundo neste momento, não poderia ser pior…

          8+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • JeceValadao 11 de fevereiro de 2016 at 15:43

            Ouro da BMF é cotado por dois fatores: preço internacional do ouro e preço do dólar no Brasil.

            Bem, eu acho que o dólar no Brasil vai subir e que a demanda global por ouro também vai subir… $$$ Profit !

            3+
            • avatar
          • CA 11 de fevereiro de 2016 at 15:50

            Ah, escrevi errado, não era “nova queda na cotação do US$”, mas sim, “nova queda na cotação do PETRÓLEO”

            2+
            • avatar
            • avatar
          • wade 11 de fevereiro de 2016 at 16:16

            “Para o Brasil, uma das economias mais fragilizadas do Mundo neste momento, não poderia ser pior…”
            – Pode elaborar um pouco isso? Em tempos anteriores, em cenários como esse, o juros disparava (para atrair investidores e segurar o câmbio, suponho), o que deixava economia estagnada no médio prazo e desemprego “daquele jeito”. Coisa que imagino bem difícil de acontecer. Já li um artigo mostrando exemplos de como, ironicamente, muitas reformas positivas ao mercado vieram exatamente de governos intervencionistas que desesperaram-se e não souberam mais o que fazer. Não vejo razões para esperar isso em nosso caso.

            3+
            • avatar
            • CA 11 de fevereiro de 2016 at 17:36

              wade,

              Os resultados de hoje são uma amostra: BOVESPA com queda substancial (caiu 3,32% no dia) e US$ com subida significativa (+ 1,22%).

              Quanto mais aversão ao risco existir globalmente, maiores serão as fugas de US$ dos países vistos como mais arriscados e neste quesito, somos campeões, ou vice (devemos perder para a Venezuela, é claro). Seremos um dos poucos países do Mundo com queda relevante do PIB dois anos seguidos e pior, sem nenhuma expectativa concreta de melhora após isto, situação fiscal crítica e sem nenhuma melhoria no horizonte, etc…

              O aumento mais relevante do US$ por sua vez, se reflete em inflação subindo ainda mais, uma vez que grande parte dos commodities é precificado em US$ e eles ganham espaço para reajuste em R$ com redução em US$ para melhorar a competitividade, como aconteceu em 2015. Isto aliado a parte dos produtos e serviços que dependem de insumos importados e que também encareceriam.

              Se considerarmos que já tivemos inflação recorde em janeiro/2016, combinado com o que consta acima, o BC será “obrigado” a subir mais a SELIC, o que seria altamente destrutivo para uma economia que já está em forte declínio. Caso derive para uma crise cambial, pode consumir rapidamente nossas reservas internacionais, o único ponto até aqui que tira um pouco de nossa fragilidade e/ou isto pode forçar aumento ainda maior de juro SELIC para reter US$ por aqui, de novo, péssimo e podendo gerar novos círculos viciosos ainda mais destrutivos. Não são alternativas “saudáveis” para um moribundo, o Governo não ia “querer” fazer isto, mas seria “obrigado” pelas circunstâncias.

              A verdade é que a situação de fragilidade do Brasil é tão grande, que se os EUA subirem os juros por lá, podemos ter fuga relevante de US$ por aqui em virtude de retorno de US$ para lá, se a China tiver a explosão de suas bolhas mais visível, podemos ter fuga de US$ por aqui em virtude dos impactos para um de nossos principais mercados e novas quedas em preços de commodities que são nosso principal produto de exportação, se os EUA por outro lado não subirem os juros, mas isto acontecer porque eles temem os riscos globais cada vez mais visíveis, também poderá gerar fuga de US$ como vimos hoje por aqui, ou seja, com a saúde muito debilitada, até uma ventania pode nos derrubar…

              5+
              • avatar
  • bolha jr 11 de fevereiro de 2016 at 15:26

    Pegando o gancho das notícias “otimistas”…

    Crise no setor automotivo, que crise? kkkk

    http://carros.uol.com.br/noticias/redacao/2016/02/03/fiat-toro-ja-tem-fila-de-30-dias-e-cliente-paga-sinal-sem-ver-picape.htm

    5+
    • avatar
    • DRN 11 de fevereiro de 2016 at 15:52

      O tolo está para o dinheiro assim como a água está para o óleo.

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • bolha jr 11 de fevereiro de 2016 at 16:03

        Na reportagem: “Para separar especuladores de clientes reais, vendedores começaram a negociar pagamento de sinais, geralmente de R$ 1.000”

        Entendi correto? É venda de carro “na pranta”?

        20+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • CA 11 de fevereiro de 2016 at 15:29

    Mais do mesmo:

    http://www.infomoney.com.br/mercados/politica/noticia/4604044/brasil-tera-2016-catastrofico-diz-revista-americana-causas-sao-profundas

    Título do texto que é mencionado no tópico acima, um artigo de professor da Universidade Columbia e Diretor do Council of the Americas e editor chefe da publicação “Americas Quarterly”:

    “A putrefação no coração da economia brasileira”

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • CA 11 de fevereiro de 2016 at 15:48

    Pronunciamento de hoje da presidente do FED (Yellen) para o congresso americano não deve acalmar tanto assim os mercados, uma vez que ela até já está pensando na POSSIBILIDADE de juros negativos nos EUA caso a situação se complique e o “complicar”, ela dá a entender que tem relação com o cenário internacional…

    http://www.valor.com.br/financas/4431934/yellen-nao-descarta-taxa-de-juro-negativa-caso-economia-dos-eua-piore

    4+
    • avatar
    • DRN 11 de fevereiro de 2016 at 15:56

      E pensar que tudo isso podia ser evitado se a base monetária não aumentasse além do aumento do PIB…

      12+
      • avatar
      • avatar
  • bolha jr 11 de fevereiro de 2016 at 16:10

    Alguém pode me ajudar?
    Geralmente eu recebo meu salário no dia 2, mas a maior parte das minhas despesas mensais ficam por volta do dia 15.

    Tem alguma aplicação que possa dar algum retorno sobre esse valor, que atualmente
    fica parado na CC, com o prazo de apenas 10 dias?

    Qualquer coisa que desse pra pagar a tarifa de manutenção da conta já está bom 🙂

    Ps. Atualmente minha conta é da caixa, e pretendo abrir uma no satã para essa movimentação, vale a pena?

    2+
    • avatar
    • Zek Ariok 11 de fevereiro de 2016 at 16:57

      Existem fundos de renda fixa com liquidez diária, dê uma olhada no portfólio do seu banco.
      Alguns bancos oferecem algumas aplicações como fundos e CDBs com resgate automático para cobrir as despesas, assim o dinheiro não fica parado (acho que a Caixa não tem isso). Estas aplicações não rendem muito, mas é bem melhor do que nada para deixar aquele dinheiro que sabemos que vai sair no curtíssimo prazo mesmo.

      3+
      • avatar
      • avatar
      • RecebendoJuros 11 de fevereiro de 2016 at 17:29

        Só quero lhe atentar para um detalhe. Se aplicar o dinheiro e retirar 10 dias depois será cobrado IOF de 66% sobre o rendimento.
        O que costumo fazer é deixar o montante equivalente a 1 salário nesses CDBs com liquidez diária, então:
        – Quando recebo o salário no começo do mês o saldo sobe para 2 salários
        – No dia 15 pago as contas usando o dinheiro que foi investido a 40 dias atrás (me livrando assim de pagar o IOF). Aí o saldo que sobra (de 1 salário que foi aplicado no começo do mês) ficará rendendo até o dia 15 do mês seguinte e ficará livre do IOF.

        13+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • bolha jr 11 de fevereiro de 2016 at 17:58

          Gostei da dica Recebendo.
          Acho que vou fazer assim também.

          2+
          • avatar
      • bolha jr 11 de fevereiro de 2016 at 17:57

        Obrigado.
        As opções da caixa são muito ruins, por isso estava perguntando sobre o santander.

        1+
        • avatar
  • Cajuzinha 11 de fevereiro de 2016 at 16:18

    Oba!
    kkkkkkkkkkkk

    “Chevrolet paga até três parcelas em financiamento do Cobalt
    Promoção é válida até o fim deste mês apenas para a compra do sedã compacto

    Texto: Evandro Enoshita 11/02/2016”

    5+
    • avatar
    • avatar
  • Bengalele Motumbo 11 de fevereiro de 2016 at 16:19

    Vi esse vídeo do Breaking Goods alertando sobre a quebra dos grandes bancos europeus e fiquei imaginando se nossos bancos podem seguir o mesmo caminho.

    https://www.youtube.com/watch?v=7jGQeekm_Uk

    5+
    • avatar
    • avatar
    • O Bancário 11 de fevereiro de 2016 at 18:48

      Nem brinca velho!
      Se algum banco grande falir na banania, guerra civil estoura em 1 dia.

      4+
      • avatar
  • AKIRAMASTER 11 de fevereiro de 2016 at 16:31

    DRN
    respondi no outro topico sobre ivoturucaia / Jundiai
    so reforçando cuidado rsrrsrsr

    2+
    • avatar
    • DRN 11 de fevereiro de 2016 at 16:45

      AKIRAMASTER, obrigado pelas suas informações. São de grande valia.

      3+
      • avatar
      • avatar
  • Seguidor do Bolha BH 11 de fevereiro de 2016 at 16:35
  • Cajuzinha 11 de fevereiro de 2016 at 17:03

    “A queda real de preços dos imóveis (-8,48%) em 2015 é insuficiente para indicar que se alcançou o fundo do poço no mercado imobiliário. Mas a baixa dos preços já traz boas oportunidades de negócios.

    Eduardo Schaeffer, executivo do ZAP, diz que o comportamento observado no ano passado se manteve em janeiro e que “vale a pressão para negociar e reduzir preço junto às incorporadoras”. Ainda mais que nem todas as incorporadoras dão conta de carregar seus estoques, bancando despesas de condomínio e IPTU.

    O mesmo acontece com imóveis usados, acredita. “Com os juros altos”, vale mais a pena vender agora do que apostar no futuro e acabar vendendo pelo mesmo valor de hoje no meio do ano. Até lá, o proprietário acumularia despesas, enquanto que, com o dinheiro aplicado da venda, terá ganhos do investimento.”

    “http://fatoonline.com.br/conteudo/16271/mercado-imobiliario-traz-oportunidades-de-compra?or=he-eco&p=od&i=1&v=0”

    2+
    • avatar
  • Awulll 11 de fevereiro de 2016 at 17:06

    Banco Original com opções boas de LCI pra quem tem pouca grana, 92% do CDI com liquidez no vencimento, via easynvest.
    Muito arriscado?

    2+
    • avatar
    • L.A. 11 de fevereiro de 2016 at 17:11

      Original = Frigorífico do Tony Ramos

      4+
      • avatar
      • Awulll 11 de fevereiro de 2016 at 17:14

        Aí ferrou…

        3+
        • avatar
        • avatar
    • Crocs 11 de fevereiro de 2016 at 17:41

      Original está na Lava Jato e sendo investigado pela PF. Imagine o que rolou com o BTG e entenda que pode ocorrer o mesmo com o Original. Seja prudente!

      5+
      • avatar
      • avatar
  • Pao de queijo com cafe 11 de fevereiro de 2016 at 17:07

    E aí, pessoal, agora que o Ano Novo está chegando (segunda-feira), será que a coisa vai ?????????

    4+
    • avatar
    • avatar
    • RecrutaZero 11 de fevereiro de 2016 at 17:27

      Ainda tem a semana santa, depois olimpiadas…o ano começa mesmo faltando 1 mês pro natal…vai???Ahhhh vai!!

      9+
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 11 de fevereiro de 2016 at 17:08

    “Edição do dia 11/02/2016
    11/02/2016 14h11 – Atualizado em 11/02/2016 14h11
    Queda das vendas deixa profissão de corretor em baixa
    Muitos profissionais abandonaram o trabalho ou trocaram de profissão.
    Creci de São Paulo recebeu 509 pedidos de cancelamentos de inscrições”

    4+
    • avatar
    • avatar
    • Ilusionista 11 de fevereiro de 2016 at 22:55

      saem 509, entram outros 509 no dia seguinte, atividade de altíssima rotatividade, vão ficando até que o dinheiro acabe de vez, mão de obra custo zero.

      1+
      • avatar
  • Cajuzinha 11 de fevereiro de 2016 at 17:18

    Gostei do “TENTA”

    “http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/02/1738680-bc-tenta-incentivar-emissao-de-titulo-de-credito-imobiliario.shtml”

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 11 de fevereiro de 2016 at 17:23

    “11/02/2016 Anúncio de corte no Orçamento deve ser adiado para março | Valor Econômico
    http://www.valor.com.br/brasil/4431972/anuncio­de­corte­no­orcamento­deve­ser­adiado­para­marco 1/1
    BRASÍLIA ­ O contingenciamento do Orçamento de 2016 não será publicado amanhã conforme
    estava previsto anteriormente, mas somente em março. O assunto foi discutido nesta quinta ­feira em
    reunião da junta orçamentária realizada no Palácio do Planalto que contou com a participação da
    presidente Dilma Rousseff.
    Conforme adiantou o Valor em reportagem nesta quinta­feira, o corte deve ficar abaixo de R$ 20
    bilhões já que, de acordo com o governo, um esforço grande já foi feito na elaboração da peça
    orçamentária — mais enxuta e realista.
    No ano passado, o contingenciamento chegou a R$ 70 bilhões e foi o maior feito desde a criação da Lei
    de Responsabilidade Fiscal (LRF).”

    5+
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 11 de fevereiro de 2016 at 17:28

    “Na época de bonança, foi feita uma distribuição de dinheiro para algumas empresas e setores escolhidos. O “Valor” apurou que os subsídios ao BNDES vão pesar nas contas do governo até 2060, com custo estimado em R$ 323 bi. Os gestores fizeram suas escolhas.”

    “http://blogs.oglobo.globo.com/miriam-leitao/post/gestores-publicos-nao-se-prepararam-para-receita-menor.html”

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • DRN 11 de fevereiro de 2016 at 18:45

      Venderam o futuro das gerações vindouras.

      CRIMES contra vítimas que SEQUER podem se defender.

      Quem tem filho ou tiver no curto prazo: pensem em mandá-los para fora dessa joça. Isso aqui não vai. Não vai de jeito nenhum.

      19+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • RecrutaZero 11 de fevereiro de 2016 at 18:14

    Otimistas dizem que vamos comer merda em 2016, pessimistas dizem que não vai ter pra todo mundo!!!
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…

    31+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • chigo 11 de fevereiro de 2016 at 23:12

      Eu diria assim:
      “Noticia bombástica no JN:
      Governo diz que infelizmente vamos ter que comer merda, devido a crise internacional.
      Oposição alerta que vai faltar merda no mercado e não vai ter para todos.”

      1+
  • DRN 11 de fevereiro de 2016 at 19:21

    OFF relevante:

    MORO MARCA DEPOIMENTO DE LULA
    Brasil 11.02.16 17:39

    Sérgio Moro agendou o depoimento de Lula como testemunha de José Carlos Bumlai para dia 14 de março.

    O ex-presidente vai pedir para ser dispensado,alegando que não conhece o amigão?

    7+
    • avatar
    • O Bancário 11 de fevereiro de 2016 at 19:31

      Pelo andar da carruagem, isso não é OFF nunca! kkkk

      5+
      • avatar
  • Pao de queijo com cafe 11 de fevereiro de 2016 at 20:15

    Vizinha, cadê vc?
    Boatos estranhos por aí… sua tese de que nosso parque siderúrgico afunda até 2030 começa a parecer otimista.
    Confere?

    3+
    • Azufre 11 de fevereiro de 2016 at 22:06

      Meu palpite pode parecer muito conservador. Mas 2030 está a menos de 15 anos. No entanto, está tudo muito rápido

      Haverá choro e ranger de dentes como NUNCA houve na história deste país.

      :/

      4+
      • avatar
  • Zizu 11 de fevereiro de 2016 at 21:00

    Minha especulação na cidade de Campinas em um imóvel recém entregue de “altíssimo padrao” (SIC = Segundo informação colhida)

    Corvo:
    “O senhor entrou em contato conosco sobre o valor das unidades do Ed. Princesa de Monaco (711 metros quadrados). Esse empreendimento foi construído por um empreendedor com capital privado e possui uma negociação diferenciada.
    Segue abaixo uma proposta de negócio:
    Valor Sugerido: R$ 11.353.650,00
    Entrada: R$ 4.000.000,00
    Aceita permuta por imóveis de 1ª linha e no valor de mercado, no valor máximo de R$ 1.500.000,00.
    Correção IGPM + 1%
    Saldo em 36 meses.
    Todos esses valores e prazos podem ser negociados para mais ou para menos.
    A qualidade do edifício é superior a dos melhores endereços de São Paulo, e poderá ser demonstrada em uma visita junto com o engenheiro responsável.”

    Eu
    “Valor de mercado de 16.000 reais o metro?? Irão avaliar meu imóvel na troca por 65.000 reais o metro??”

    Não obtive resposta!!

    Campinas sofrerá um tombo muito grande, mais muito grande…
    Obs: Boss obrigado por ter me aceitado

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Zizu 11 de fevereiro de 2016 at 21:02

    Corrigindo
    Eu
    “Valor de mercado de 16.000 reais o metro?? Irão avaliar meu imóvel na troca por 16.000 reais o metro??”

    4+
    • avatar
  • mestre dos magos 11 de fevereiro de 2016 at 21:42

    Sinal mais claro de bolha não existe.

    Imóvel a venda por 1.990.000,00 (mixaria).
    ‘http://sc.olx.com.br/norte-de-santa-catarina/imoveis/duplex-balneario-camboriu-160034787?xtmc=apartamento+balne%C3%A1rio+camboriu&xtnp=1&xtcr=2

    Mesmo imóvel sendo alugado por 3.900,00
    ‘http://sc.olx.com.br/norte-de-santa-catarina/imoveis/duplex-balneario-camboriu-160033906?xtmc=apartamento+balne%C3%A1rio+camboriu&xtnp=1&xtcr=3

    Não está fácil para ninguém, até os milionários estão querendo fugir de condomínio de R$1.100,00.

    Agora aplicando em Renda Fixa, a pessoa tira fácil uns R$18.000,00, paga o aluguel + condomínio, e ainda sobra 13.000,00. Mas tem pessoas que preferem comprar e financiar até os tubos hehehehe. Santa ignorância Batman.

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 11 de fevereiro de 2016 at 21:52

      a casa é mais cara que o aluguel 510x, pagando por mês daria para 42,5 anos..
      kkkk.

      3+
      • avatar
      • mestre dos magos 11 de fevereiro de 2016 at 22:00

        Ou seja a pessoa morre e ainda deixa o dinheiro que sobrou para os filhos. Se comprar, dependendo do valor que financiar, vai deixar um saldo devedor impagável com esses juros atuais.

        É muita loucura em BC. Abaixo o animal quer que o comprador pague 660.000,00 por um apartamento, mas vai ser via contrato, pois o apartamento não foi escriturado e está em processo de usucapião. KKKKK, imagina comprar e depois o processo ser indeferido, ou algo do gênero, só um idiota completo compra um negócio nessas condições.

        ‘http://sc.olx.com.br/norte-de-santa-catarina/imoveis/apartamento-ed-frente-mar-contrato-159997175?xtmc=apartamento+balne%C3%A1rio+camboriu&xtnp=1&xtcr=17

        6+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • herz ouvert 11 de fevereiro de 2016 at 22:25

    Estamos pagando 7% de juros reais a.a. com um decréscimo de 3% a.a. no PIB.

    Existe algum jeito disso aqui não quebrar?

    5+
    • avatar
    • homelessbubbles 11 de fevereiro de 2016 at 23:14

      7% é um pouco exagerado. Os juros reais estão, no máximo, na casa dos 4%.

      1+
      • herz ouvert 11 de fevereiro de 2016 at 23:48

        Então tem alguma coisa que eu não entendi direito, Homeless. Se o governo paga 7,61% + IPCA a.a., como que o juro pode ser só 4%?

        1+
        • DRN 11 de fevereiro de 2016 at 23:55

          Imposto de renda.

          Imposto de renda calculado inclusive sobre o IPCA.

          4+
          • avatar
          • avatar
          • herz ouvert 12 de fevereiro de 2016 at 00:00

            ok, agora a conta fecha. Obrigado, DRN.

            1+
  • chigo 11 de fevereiro de 2016 at 22:45

    Excelente texto via faice:
    “https://rbribeiro.wordpress.com/2015/06/24/como-e-dar-aula-no-ensino-superior-e-a-corrupcao-na-universidade/
    Será que vai?

    3+
    • avatar
  • Leonardo M. 12 de fevereiro de 2016 at 01:19

    Cvr Floripa

    Loja que minha esposa trbalha vai fechar dia 03
    05 cabeças demitidas
    A loja do lado vai fechar semana que vem e uma que fica apenas 30m de distância até o final do mês fecha.
    Contei 13 pessoas que vão para rua + escritório que pode chegar até 20

    Aperta o 1 e depois o 3 e confirma???

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • FerCo 12 de fevereiro de 2016 at 02:52

    SÃO PAULO – O Brasil irá passar por uma recessão econômica que será profunda e longa, estimam os economistas do banco francês Natixis, uma das casas mais pessimistas sobre o crescimento do país. A projeção é de uma queda de 4,7% em 2016 e mais 3,2% no ano que vem, mostra um relatório publicado na semana passada.

    “Não vemos nenhum ponto positivo para o país”, ressaltam Anne-Lise Cornen, Juan Carlos Rodado e Yuze Yuan, que assinam a análise.

    Segundo eles, a “angústia fiscal” é uma séria ameaça para a economia. “No entanto, parece improvável que o governo vai fazer um progresso significativo em questões fiscais, enquanto a presidente Dilma Rousseff está ocupada defendendo-se do impeachment”, argumentam.

    Bomba relógio

    O Natixis entende que reequilibrar a economia não será uma tarefa fácil.

    “O castelo de cartas político irá persistir e a crise econômica é uma bomba relógio para a presidente Rousseff. O único clarão de esperança é uma mudança política. Muitas medidas impopulares, mas necessárias, precisam ser tomadas para consolidar o crescimento no longo prazo”, dizem os economistas.

    Com a persistência das crises econômica e política, a equipe do banco ainda espera que a Moody’s provavelmente siga a S&P e a Fitch e reduza o rating do Brasil.

    O FINANCISTA

    4+
    • avatar
    • CA 12 de fevereiro de 2016 at 07:54

      FerCo,

      Caramba! E eu que achava que nós é que éramos pessimistas, perto das projeções acima, somos é muito otimistas…

      Embora não tenham detalhado, os números que eles sugeriram quanto ao PIB, caso venham a se concretizar, representariam provavelmente um desemprego acima de 15% em 2016 e passando de 20% em 2017, queda ainda mais relevante na renda, dívidas e inadimplência em patamares extremamente altos, possivelmente com uma inflação acima de 10% em 2016 e talvez acima de 15% em 2017, ou seja, um cenário de completo caos e uma aceleração forte à caminho de se tornar uma Venezuela até antes de 2022. Ah, sem contar que neste cenário teríamos um desajuste fiscal muito maior com um risco que seria considerado absurdo por outros países, levando a novos rebaixamentos por todas as agências, grande fuga de dólares e provável crise cambial.

      O pior sãos os comentários na matéria, segue link abaixo:

      http://www.financista.com.br/noticias/banco-natixis-um-dos-mais-pessimistas-estima-recessao-profunda-e-longa-no-brasil

      2+
      • FerCo 13 de fevereiro de 2016 at 03:44

        Vdd CA se esses caras estiverem certos o Brasil estará ‘Venezuelizado’ bora estocar papel higiênico ….rs

        1+
        • avatar
  • Azufre 12 de fevereiro de 2016 at 06:14

    Hoje eu sonhei com CARWASH

    Vida, transforme meu sonho em realidade

    1+
  • Azufre 12 de fevereiro de 2016 at 06:47

    Quanto de $$$ vocês acham razoável para dizer: “juntei algum colchão de segurança, agora posso guardar menos”?

    Tendo desistido de comprar imóvel e tendo uns 6 anos de gasto guardado, começo a flertar com a ideia de guardar menos, uns 20%. PS: Sem crianças até agora, elas sim podem demandar guardar mais $$$

    2+
    • RMS 12 de fevereiro de 2016 at 07:27

      Questão difícil.
      Uma coisa é certa, se você quer ter crianças guarde o máximo antes de tê-las. Depois… sua vida muda!
      Aqui em casa primeiro conseguimos bons empregos (no serviço público) antes de termos filhos.
      A porcentagem do quanto guardamos pouco mudou, mas o valor que recebemos e os gastos são muito maiores.

      0
    • RecebendoJuros 12 de fevereiro de 2016 at 08:30

      6 anos de gastos é bastante dinheiro. Eu diria que é um ótimo colchão de segurança para enfrentar crises e turbulências.
      Porém se seu objetivo é “viver de renda”, NMHO ainda não chegou na metade do necessário. E como o RMS disse, depois de ter filhos seus gastos aumentam muito e fica bem mais difícil guardar dinheiro.

      1+
    • PobreCarioca 12 de fevereiro de 2016 at 08:58

      Também tenho essa dúvida. :/

      1+
  • RMS 12 de fevereiro de 2016 at 07:39

    Recomendo que seja assistida a entrevista com o economista Raul Velloso no programa Diálogos da Globo News.
    Apesar do entrevistador ser um completo lixo e o entrevistado não responder da forma mais didática, vale muito a pena.
    Destaco os pontos em que ele fala do gasto de 12% do PIB com programas assistenciais/previdenciários pouco razoáveis e que subirão para 24% do PIB em 2040 (em 24 anos); do déficit das contas públicas de 111 bilhões de 2015 somado com 34 bilhões de 2014 que foram pagas com emissão de moeda, um dos motivos dele temer a volta da hiperinflação, o que já estaria perigosamente perto de acontecer; e que os credores do governo já estariam desconfiados com a capacidade dele honrar o pagamento da dívida!

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 12 de fevereiro de 2016 at 08:11

    Ontem no Jornal da Globo mostrou a situação do Mercado da
    construção civil….
    está caindo igual dominó…:

    “Mais de 400 mil operários perderam emprego na construção civil em 2015”
    O resultado de tudo isso interfere na conclusão de obras,
    sejam elas públicas ou privadas, que parecem se arrastar.
    ..
    .e essa crise atingiu com mais força ainda o Piauí. 23% dos trabalhadores do setor ficaram desempregados, enquanto que o índice nacional foi de 14,56%.
    ….a falta de crédito imobiliário, a inadimplência elevada, a diminuição da renda da população,….faz as construtoras alongar as obras…
    texto
    -http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2016/02/mais-de-400-mil-operarios-perderam-emprego-na-construcao-civil-em-2015.html

    -http://g1.globo.com/jornal-da-globo/edicoes/2016/02/11.html#!v/4806108

    4+
  • Zé do Brejo 12 de fevereiro de 2016 at 08:55

    ‘http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/02/1738848-lava-jato-ve-indicio-de-repasse-da-odebrecht-a-marqueteiro-ligado-ao-pt.shtml
    Compre um imóvel e financie a campanha dos companheiros.

    2+
  • Alemon Fritz 12 de fevereiro de 2016 at 08:57

    va pro novo tópico.. avance uma casa.

    2+
    • avatar