Os Barões Imobiliários. A nova classe formada no boom imobiliário – Resimob

Você pode gostar...

Comments
  • Observador 13 de setembro de 2016 at 22:01

    Agora vai??

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • ravoc 13 de setembro de 2016 at 23:09

      A depender do Fernando e outros como Corvo_Estate, vai sim, vai valorizar 30% a.a
      Comprem! kkkkkkkkkkkkkkkk

      27+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • gmlinux 15 de setembro de 2016 at 06:08

        o ambiente esta ficando uníssono…

        0
  • Alemon Fritz 13 de setembro de 2016 at 23:19

    Lembrando do IVG-r Índice de Valores de Garantia de Imóveis Residenciais Financiados (IVG-R). a partir do Sistema de Informações de Crédito (SCR) do BCB

    nov/2013 525,4 649,7 deflacionado
    nov/2014 541,0 627,9 deflacionado
    mai/2016 472,8 472,8 idem (voltando a valores de 2009)

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • FOCAnoMercado 13 de setembro de 2016 at 23:58

    Os Barões dos Motumbos que morram com seus lixos.

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • John Horse 14 de setembro de 2016 at 00:08

    Corvo falando das peripécias das corvolárias, enganando até os próprios corvos-mirins. Como não vende mais imóveis, agora vão querer vender as histórias. Esse aí até filme quer fazer…

    26+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • FOCAnoMercado 14 de setembro de 2016 at 00:15

      Eu sei o que vocês venderam no verão passado…

      34+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • John Horse 14 de setembro de 2016 at 00:20

        Se houver amanhã, do Sidney Sheldon… Mas a ladra era a mocinha…

        13+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Resimob 14 de setembro de 2016 at 18:18

      Perdoe-me mas nunca fui um apostador insano de mercado. Amo que faço e continuarei fazendo, porém sempre com muita inteligência e pé no chão. Há anos trato sobre diversos assuntos recorrentes do mercado. Fui vaiado, apedrejado e muitas vezes desconvidado de diversas situações por não compactuar com interesses ridículos e explosivos. Em um de meus artigos – Bolha dos Distratos -, relatei o seguinte fato:

      “Lembro-me de uma reunião que tive em 2011 em minha cidade, Rio de Janeiro. Sem citar nomes, estavam presentes grandes incorporadores, empresários, construtores e imobiliárias. A nata do mercado de imóveis. Fiz uma palestra de aproximadamente 15 minutos, sendo 12 minutos dedicados à alta periculosidade de alavancar-se em tabelas de vendas de imóveis na planta, bem como suas consequências através de uma possível crise de distratos. Com poucas exceções, muitos riram de mim. Ninguém acreditou naquele pequeno incorporador que queria instruir grandes águias a “empresariar”. Em certo momento gritaram: “tira esse cara daí e manda ele para a escola”. Humildemente, saí daquela reunião e continuei minha vida seguindo meus preceitos profissionais e comerciais, sem deixar-me abalar por palavras ou frases.”

      Todos aqueles que riram de mim, hoje vivem à beira da falência, próximos de uma bancarrota.

      Amo esse mercado e continuarei trabalhando de forma saudável, matematicamente correta e sem utopias.

      21+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • John Horse 14 de setembro de 2016 at 22:15

        Cara, você se entitula incorporador. Mas de acordo com seu texto, quem ganhou mesmo foram os donos das circularias. Tem um parente da Sra. Mary Mare de uma cidade do interior cujo nome foi emprestado a um sanduíche, que surfou por alguns anos desse jeito. Realmente, a construtora quebrou mas ainda não contou pra ninguém, e o corvo-maior parente diminuiu o custo para o mínimo. Pena que foi burro e investiu tudo em: imóveis na planta! Kkkkkkkk. Tomou do próprio veneno acreditando na mentira que contava. Tentou me vender várias vezes apartamentos no papel por 7k o m2. Eu dizia que estava sem $.

        1+
        • John Horse 14 de setembro de 2016 at 22:17

          Corvolárias e não circularias. Nenhum corretor gosta dessa palavra, nem o de texto.

          2+
  • FOCAnoMercado 14 de setembro de 2016 at 00:12

    Vai dar pra contar nos dedos os estados que não quebrarão …Estado de calamidade , primeiro RJ depois RS ( algumas cidades anunciaram) , agora MT e regiões inteiras…
    http://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2016/09/por-crise-financeira-governador-pode-decretar-estado-de-calamidade-publica.html
    http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/09/1813029-governadores-de-14-estados-ameacam-declarar-estado-de-calamidade.shtml

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Ilusionista 14 de setembro de 2016 at 07:48

      Vários destes Estados federativos não estão reajustando a inflação a mais de dois anos para seus FPs, grande queda no poder aquisitivo, contas aumentando, com isto, milhares deles estão sendo abduzidos para os corredores do consignado BB, já com 40% da renda comprometida pelos próximos 96 meses.
      Professores, saúde, forças de segurança com armas na cintura, etc.
      Imagine na hora que a fonte secar de vez e conta plus BB fizer BUUM!! (principalmente cartão de crédito e cheque especial)…

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • FOCAnoMercado 14 de setembro de 2016 at 14:10

        Seria ótimo aumentar o poder de compra sem o governo ficar brincando de imprimir dinheiro! Nenhum político abre a boca para propor aumentar o poder de compra reduzindo ou zerando alguns imposto, não adianta ganhar o dobro e conseguir comprar metade , inflação só ilude o povo e ainda é maquiada… Imagine alimentos e bebidas com zero tributação , seria um belo impacto na economia. Simplesmente nada para reduzir o custo Brasil ,a farra da gastança com dinheiro publico não para .
        Em 1974 Arthur Laffer desenhou em guardanapo de papel a relação em aumento de imposto e queda de arrecadação , algo tão lógico e fácil de entender a curva de Laffer .

        10+
        • avatar
        • avatar
  • Unreal_Estate 14 de setembro de 2016 at 00:19

    Revisei a matéria do “põe no bolso” (http://www.poenobolso.com.br/aluguel-ou-casa-propria-fizemos-a-conta-e-mostramos-o-que-e-melhor/) e, reitero, na minha opinião, as ponderações do Fernando estão corretas.
    Se não trouxer a VP, outra forma correta de se analisar seria comparar o valor futuro do imóvel ($1,2 milhões) com o valor acumulado no TD ($0,93 milhão), o que no caso mostraria que a compra do imóvel é mais vantajosa.
    Acho que a premissa de que o imóvel irá se valorizar 12%a.a. nos próximos 20 anos está muito otimista, ainda mais depois dessa bolha que tivemos.

    9+
    • avatar
    • avatar
    • CA 14 de setembro de 2016 at 05:44

      KKk

      Se trouxer a valor presente SÓ o financiamento como o Fernando fez está errado. Se você vai comparar dois valores, que era o objetivo da reportagem que o Fernando criticou e disse que estava errada, você não pode trazer a valor presente SÓ um deles e deixar o outro com pagamentos mensais ao longo da ANOS. O que você está fazendo no comentário acima, NOVAMENTE é praticar desonestidade intelectual para enganar as pessoas.

      25+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Fernando 14 de setembro de 2016 at 08:45

        Eu não fiz nada disso.

        Leia o post.

        O que eu critiquei é que a matéria dizia que vc pagaria o dobro do valor do imóvel em 30 anos, o que vc BEM sabe que não é verdade… Bastaria, para se ter ideia do montante, trazê-lo ao valor presente para constatar que NÃO é o dobro. SÓ ISSO.

        UM ABRAÇO.

        6+
        • avatar
        • avatar
        • CA 14 de setembro de 2016 at 10:16

          Fernando,

          Esta postura de dizer uma coisa e não cumprir não é novidade, sempre acontece com o pessoal que traz DESINFORMAÇÃO para o blog quando é desmascarado. Só não sei se são as mesmas pessoas com outros nicks, ou uma instrução recebida do dono da imobiliária:

          “Fernando 9 de setembro de 2016 at 18:11
          Pessoal, é meu último post.”

          Antes que você diga que “voltou agora só para garantir sua honra”, ou algo do gênero, vejamos como você voltou com o intuito claríssimo de provocar, gerar tumulto:

          “Fernando 10 de setembro de 2016 at 22:19
          Então nós não temos bolha.”

          Agora vamos voltar ao seu post sobre valor presente, vou destacar em maiúsculo as SUAS PALAVRAS:

          “Fernando 11 de setembro de 2016 at 10:16
          Existem pelo menos 3 ERROS NA FÓRMULA E NA METODOLOGIA…
          O primeiro erro é considerar todo o valor do rendimento, e não apenas os juros, aqueles acima da inflação, para pagar o aluguel. Caso seja considerado dessa forma, o cara que aluga fica devendo, porque não mantém o principal.
          O segundo erro consiste em afirmar que o imóvel custaria R$ 1.200.000,00, só que em 30 anos, e que isso é um problema, pq vc pagaria o “dobro” do imóvel.”

          TRADUÇÃO:

          Você disse que um dos motivos de erro na FÓRMULA e na METODOLOGIA, mais especificamente o “segundo erro”, é dizer que o imóvel custaria R$ 1.200.000,00 ao final do financiamento e que você pagaria o dobro pelo imóvel.

          Vejamos como está escrito o texto no link da reportagem que você criticou, destaco o ponto que você FINGIU ignorar:

          “Isso mesmo, o valor final resulta em R$ 1.230.570,27, ou seja, mais do que 2 imóveis NO FINAL DO PERÍODO.”

          Isto mesmo, eles não esconderam em nenhum momento que seria ao final de 20 anos. Em NENHUM MOMENTO eles disseram que você pagaria o dobro em termos REAIS (descontando inflação). Em NENHUM MOMENTO eles tentaram induzir as pessoas a pensarem que não existe inflação, até porque TODOS sabem e vivem isto no dia-a-dia. Aliás, eles até foram muito generosos para o segmento imobiliário: usaram cotação do FINGE ZAP, apostaram em crescimento de preços de imóveis de 12% a.a. ao longo de todo o período, sendo que até o FINGE ZAP já falou em tendência de queda dos preços ao longo dos próximos anos. Ah, mas você FINGIU que não viu esta parte também, certo?

          Quando você traz para valor presente, você o faz com a função de equalizar propostas que apresentam diferença nas condições de pagamento. Por exemplo, se você tem a opção de comprar um carro à vista dada por um vendedor ou a prazo com condição dada por outro vendedor e quer saber qual deles seria mais barato. Para equalizar as informações e ter uma COMPARAÇÃO justa, NESTE TIPO DE SITUAÇÃO, você traz a valor presente. Trazer a valor presente para dizer que está errada uma FÓRMULA ou METODOLOGIA que tem um cálculo que já estava EQUALIZADO, com ambas as condições ao longo de anos, é claramente DESONESTIDADE INTELECTUAL, principalmente quando você traz a valor presente um valor PAGO pelo imóvel “ESQUECENDO” de considerar que existe uma tendência fortíssima e inegável de que aquele imóvel NÃO VALHA o preço que você pagou por ele ao final do financiamento e sequer perto disto, como também foi amplamente demonstrado para você em comentário que fiz em tópico anterior.

          Ao trazer para valor presente e avaliar o quanto você pagou em relação ao que ele VALE, para “provar” sua brilhante tese de que não pagou o dobro, onde você considerou que o valor INICIAL do financiamento estaria muito maior do que aquilo que o imóvel vai efetivamente VALER após alguns anos e que aliás, já estava acima do que valia na própria época do financiamento?

          Nos EUA até hoje temos cerca de 30% dos imóveis onde o saldo a financiar ainda é maior do que o valor de mercado do imóvel. Aqui no Brasil, já apresentei conjunto de depoimentos de quem comprou na planta e no ato da entrega observou que a construtora vendia muito mais barato do que o valor do imóvel a ser financiado por quem tinha comprado na planta, isto no ato da entrega do imóvel. Em “promoção” da PDG constante em comentário do tópico anterior temos MAIS UMA evidência no mesmo sentido, quedas relevantes de preços em imóveis entregues, preços inferiores aos pagos por quem comprou estes mesmos imóveis na planta ou contraíram financiamento antes. Temos várias pesquisas diferentes (EMBRAESP, CRECI SP, Geoimovel, etc) que já demonstraram isto para determinadas cidades e períodos (inclusive para São Paulo em ALGUMAS destas pesquisas), sendo que até pesquisa do FINGE ZAP apontou isso (eles confirmaram que ao longo de décadas o imóvel acompanha no acumulado a inflação e que HOJE o preço do imóvel no acumulado carrega forte distorção em relação a inflação do período e portanto a TENDÊNCIA é de QUEDA dos preços dos imóveis).

          De onde você tirou a ideia de que o valor que você vai PAGAR ao final do financiamento é exatamente o que VALE o imóvel e portanto a melhor referência para trazer para valor presente e verificar se pagou o DOBRO, o TRIPLO, ou qualquer proporção que seja, se é exatamente o contrário disto que ocorre em toda explosão de bolha imobiliária do Mundo??? Por que FINGIU ignorar que os 12% de valorização anual dos imóveis ao longo das próximas décadas que foi utilizado no cálculo é pura utopia e não considerou isto no seu “exercício” de sugerir trazer para valor presente? Ao trazer para valor presente, dentro do raciocínio SIMPLISTA que você propôs, não te interessaria esta parte da REALIDADE? Prefere plantar a UTOPIA e dizer, do mesmo jeito que seu colega acima, que quanto maior os juros que você pagar, melhor o negócio para você, porque ao final você terá pago um valor muito elevado e aquele pagamento total irá refletir exatamente o quanto VALE o imóvel? Nesta lógica “maravilhosa” que vocês defendem, se for 10% ao mês de juros pagos no financiamento, será o melhor negócio das galáxias, porque afinal nenhum investimento rende tanto, não é mesmo?

          Lembrando que confundir preço, pagamento e valor, é outra estratégia típica de enganação muito usada no segmento imobiliário. Eles dizem assim: veja como valorizou aquele imóvel que você comprou na planta, no ato do financiamento já está valendo no mínimo uns 30% a mais do que aquele preço negociado na planta! Qual a “base” deles? Pelos reajustes do INCC ao longo dos anos de construção sobre todo o saldo, o valor A PAGAR total será 30% maior, só que na prática, temos todas as evidências de que o valor de mercado do imóvel é muito menor e está sendo vendido à vista muito mais barato do que neste total com 30% a mais, em alguns casos até abaixo do preço inicial, do lançamento do imóvel. Daí o pessoal do segmento imobiliário vai estendendo este SOFISMA para o pagamento das mensalidades do financiamento, como você e seu colega acima fizeram. Funciona bem com os INCAUTOS e aqueles que não tem o menor espirito crítico, não é mesmo?

          DE NOVO, assim como seu amigo acima, você está trabalhando com um SOFISMA, visando enganar o pessoal, o mesmo tipo de enganação que você utilizou quando disse que não voltaria mais e não cumpriu sua palavra, o mesmo tipo de enganação quando você falou sobre um empreendimento que comprou que tinha 95% de ocupação e que “valorizou” 50% de um ano para outro em preço anunciado sem ter NENHUMA evidência neste sentido (sequer falou o nome do empreendimento) e onde TODAS as pesquisas, até as do FINGE Zap, apontam quedas de preços em termos REAIS até mesmo no caso de preços ANUNCIADOS, sem contar o SOFISMA de comparar preço de imóvel com carro, celular e outros, dizendo que “já que é tudo caro, porque os imóveis não seriam?” e fazendo de conta que já não foi explicado 1 milhão de vezes por aqui que este raciocínio, típico de profissionais do segmento imobiliário, é completamente FALSO, como DEMONSTREI de forma clara em comentário de tópico anterior (nenhum destes produtos teve CRESCIMENTO de preços de algumas vezes o que cresceu a renda, ao CONTRÁRIO, até apontei casos em que cresceram menos que a inflação, nenhum deles tem estoques equivalentes a ANOS de vendas, nenhum deles tem cancelamentos de vendas absolutamente ANORMAL, tudo isto típico de uma bolha imobiliária e que não guarda nenhuma relação com estes produtos, onde seu raciocínio SIMPLISTA e baseado em SOFISMA visava apenas ENGANAR o pessoal por aqui).

          Continue tentando, é bom para esclarecermos os golpes SUJOS do segmento imobiliário e o quanto as pessoas são enganadas por aí…

          30+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Lucas 14 de setembro de 2016 at 12:01

            Fernando
            fala que vai cagar e some de fininho kkkkk

            existe 2 motivos pra se escrever usando jargões técnicos:
            1- escrever de forma concisa entre experts do assunto
            2- enrolar quem não entende e fica impressionado

            O CA consegue ser expert e se comunicar em linguagem simples, pena que seus textos são longos CA, o MrK conseguia isso que a gente não consegue.

            vou tentar resumir numa frase:
            Fazer o calculo de VP na forma que o Fernando fez é assumir que imóvel é mágico em 30 anos ele não varia de preço como qualquer ativo especulado em bolsa de valores, assim ele “valoriza” o principal e desvaloriza a dívida, fazendo a conta perder pro lado da compra. É um total absurdo, o erro é de n vezes o valor do patrimônio, mas as bestas só vão entender a conta daqui 30 anos, quando verem com os próprios 3 olhos, talvez nem lá.

            24+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • Minions 14 de setembro de 2016 at 13:00

              Dizem que o motumbo vai aumentar a visão do terceiro olho!

              19+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
            • Fernando 14 de setembro de 2016 at 13:35

              Costumo ser conciso e não perder o meu tempo com bobagens.

              Fiquei reslmente impressionado com a profundidade da análise. Digna de um expert em financas. Muitos adjetivos e tals… mas pouco conteúdo…

              Assim, vou fazer aqui uma proposta: não vou calcular nada, quem vai calcular são vocês.

              Vamos por partes.

              Considerando um imovel de 700 mil reais, cujo aluguel é de 2500. Essas são as variaveis.

              Financiado em 30 anos, simulado no site da Caixa, ficaria quanto o valor total? Resposta: CA, vc deve preencher aqui.

              Depois, vc pegará esse montante, e trará ao valor presente, lembrando de que quando é fluxo, devemos trazer ao valor atual pelo prazo médio.
              Resposta: CA, vc deve coloca car o valor aqui.

              Após esse passo, vc deverá considerar o montante de aluguel gasto ao valor atual: para isso, basta multiplicar 2500 por 360. Tudo hipotético.
              Resposta: CA, vc deve colocar o valor aqui.

              Depois, faça um comparativo dizendo se é ou não vantajoso.

              Agora, é vc quem vai mostrar!

              Um abraço!

              5+
              • Baby Boy 14 de setembro de 2016 at 13:52

                Realmente tem razão. vale a pena comprar financiado.

                PMJ!

                19+
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
              • Minions 14 de setembro de 2016 at 13:54

                E a TR futura do financiamento na CEF? Onde coloca?

                15+
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • Onix 14 de setembro de 2016 at 16:07

                  Motumba quer responder essa kkkkkk

                  5+
                  • avatar
                  • avatar
                  • Onix 14 de setembro de 2016 at 16:12

                    Ou motumbo, pode escolher kkk

                    4+
                    • avatar
              • CA 14 de setembro de 2016 at 14:03

                Fernando,

                Acorde para a vida! Eu não vou calcular nada para um idiota como você que se acha a última bolacha do pacote. A sua estupidez já está mais do que demonstrada, a mentira e mimimi do tipo “foi meu último post” está aí para quem quiser ver, assim como o SOFISMA na comparação de imóveis com carros e celulares, dentre tantos outros golpes que você aplicou e não colaram. Se quiser, aprenda a calcular e faça você mesmo o cálculo.

                Engraçado como o perfil deste pessoal é sempre o mesmo: fazem uma crítica agressiva contra um tema, você vai lá e faz uma infinidade de questionamentos que demonstram que a crítica dele não procede. Ao invés de rebater os questionamentos com fatos e dados, FOGE da discussão e quer que você responda tudo para ele, sendo que ele, se posicionando como a “rainha”, acha que os outros estão lá para servi-lo, que ele não precisa explicar nenhuma das contradições, mentiras e sofismas, mas todos tem que servi-lo.

                Enquanto você continuar tentando enganar por aqui, será sempre desmascarado, só isso.

                24+
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • Baby Boy 14 de setembro de 2016 at 14:10

                  Se eu me chama-se Fernando, eu teria vergonha de mim neste exato momento!

                  7+
                  • avatar
                  • avatar
                  • Baby Boy 14 de setembro de 2016 at 14:11

                    Ainda bem que eu não me chamo. hehehe!

                    5+
                    • avatar
                    • avatar
                  • Onix 14 de setembro de 2016 at 16:01

                    ???kkkkkk

                    2+
                • Onix 14 de setembro de 2016 at 16:00

                  ???????CA,vc é o cara.

                  2+
            • CA 14 de setembro de 2016 at 14:06

              Lucas,

              Na boa, poupe-me dos ditados de boteco. Já sei da sua opinião sobre o tamanho dos meus textos, mas caso você ainda não tenha percebido, sua opinião não mudou e não irá mudar isto. Se quiser posso resumir qualquer assunto, o ponto é que há um batalhão de corvos no blog que vai pegar e distorcer todos os resumos e quando você apresenta um batalhão de evidências, isto é muito mais focado para os novatos não se enganarem e terem algo CONSISTENTE quanto ao conteúdo em discussão, perceberem que há um grande volume de fatos e dados por trás disto. Se não gosta de textos longos, é um direito seu, neste caso, por favor pule meus comentários, não há a necessidade de repetir isto o tempo inteiro…

              22+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
    • CA 14 de setembro de 2016 at 07:35

      Outro SOFISMA:

      “Se não trouxer a VP, outra forma correta de se analisar seria comparar o valor futuro do imóvel ($1,2 milhões) com o valor acumulado no TD ($0,93 milhão), o que no caso mostraria que a compra do imóvel é mais vantajosa.”

      A “lógica” dele que consta acima é a seguinte: quanto mais CARO você PAGAR no imóvel, melhor o negócio. Em outras palavras, se tivesse juros de 10% ao mês e ao final de um período de 35 anos tivesse pago bilhões de Reais, seria o melhor negócio do mundo, afinal nenhuma aplicação financeira renderia tanto…

      Em seguida ele coloca:

      “Acho que a premissa de que o imóvel irá se valorizar 12%a.a. nos próximos 20 anos está muito otimista, ainda mais depois dessa bolha que tivemos.”

      A colocação acima, além de ser contraditória em relação a anterior é também contraditória em relação a “análise” de Fernando que ele disse estar “certa”: é ÓBVIO e como disse antes, não só os dados recentes sobre preços negociados em queda, como o histórico de DÉCADAS levantado pelo pessoal do FIPE Zap que defende ferrenhamente o segmento imobiliário demonstram que a tendência é que os preços dos imóveis sofram QUEDAS nos próximos anos, esta é a premissa correta e jamais falar em 12% a.a. Dizer que “acha” que a premissa está muito otimista é só para diminuir o FATO que com certeza esta premissa não tem nenhum fundamento e portanto invalida por completo o “raciocínio” dele sobre a compra do imóvel financiado ser um melhor negócio, MAIS UMA VEZ.

      Este é o nível do pessoal que vem aqui para tentar enganar a galera…

      25+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 14 de setembro de 2016 at 12:04

        kkkk, a bolha que nunca existiu, agora existe
        12%aa.???!!!!
        kkk, põe logo 13 pra combinar com o PT
        nem o fingezap dá 12%aa, aliás tá dando 12 negativos.

        6+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • ravoc 14 de setembro de 2016 at 07:58

      Já comprou seu imóvel hoje? Não?! Então corre!!!! kkkkkkkkkk

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Oliveira 14 de setembro de 2016 at 11:10

      Arcando com o custo do aluguel mensalmente sobra R$ 2824,08 que pode ser aplicado mensalmente
      P:(5127,38 – 2303,3 ) = 2824,08
      Aplicado em TD estimando um retorno mensal de (0,95%) – (LCA/LCI também dá isso).
      TD: 0,95% a.m
      Iniciando com R$ 0,00 de Valor presente.
      VP: 0
      ——————————————————————————————————————————————————
      Aplicado em um período de 112 meses (14 anos )
      Período: 112 meses (10 anos)
      O investimento alcança o valor de total de R$ 560.235,00
      VF: R$ 560.235,00.
      ——————————————————————————————————————————————————
      Aplicado em um período de 173 meses (14 anos )
      Período: 173 meses (14 anos)
      Antes do prazo final (20anos) do financiamento alcança o valor de total de 1.230.571,20
      VF: R$ 1.230.571,20.
      Entre 10 e 14 anos de investimento iria de 560.235,00. até 1.230.571,20, será que durante este período o imóvel
      valerá mais do que o intervalo destes valores ?

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Festa_no_Ap 14 de setembro de 2016 at 01:07

    Unreal_Estate

    Revisei a matéria do “põe no bolso” (http://www.poenobolso.com.br/aluguel-ou-casa-propria-fizemos-a-conta-e-mostramos-o-que-e-melhor/) e, reitero, na minha opinião, as ponderações do Fernando estão corretas.
    Se não trouxer a VP, outra forma correta de se analisar seria comparar o valor futuro do imóvel ($1,2 milhões) com o valor acumulado no TD ($0,93 milhão), o que no caso mostraria que a compra do imóvel é mais vantajosa.
    Acho que a premissa de que o imóvel irá se valorizar 12%a.a. nos próximos 20 anos está muito otimista, ainda mais depois dessa bolha que tivemos.

    2+

    tu já foi elevado a categoria de corretor, kkkk

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Money_Addicted 14 de setembro de 2016 at 10:22

      elevado ou rabaixado ? kk

      6+
      • avatar
    • John Horse 14 de setembro de 2016 at 11:14

      Se vai ser corretor, que seja pelo menos ortográfico, corrigindo a escrita de termos em latim… Tá vendendo mais que de imóveis…
      Ops, nem pra isso esse serve.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Lucas 14 de setembro de 2016 at 12:22

      existem 2 tipos principais de idiota:

      – o corvo que repetia o que o chefe mandava (dono da construtora/imobiliária0
      – o investidor sardinha que REPETE o que o corvo falava lá em 2011, quando a bolha prosperava.

      Dianta das opções, Corvo hoje é elogio

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Minions 14 de setembro de 2016 at 12:59

        Eu acho que acabaram os corvos e sobraram os urubús e zumbis (tipos 1 e 2, respectivamente).

        4+
        • avatar
        • avatar
  • Cadeludo 14 de setembro de 2016 at 01:45

    sempre a compra do imóvel é mais vantajosa… pro corvo!
    o único problema do corvo é quando não vende.

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • job 14 de setembro de 2016 at 07:58

    E aí Boss, essa matéria rende um post exclusivo no BIB:
    http://dc.clicrbs.com.br/sc/noticias/noticia/2016/09/imovel-residencial-em-sc-tem-valorizacao-de-37-em-10-meses-7439968.html

    “Imóvel residencial em SC tem valorização de 37% em 10 meses”
    “A Pesquisa do Mercado Imobiliário (PMI), levantamento divulgado ontem pela Fecomércio SC, mostra que houve uma valorização de 37% no mercado de imóveis residenciais para venda em dez meses. Em agosto, foi registrada a quinta alta seguida em 2016.
    A categoria que mais chama a atenção no estudo da Fecomércio SC são os imóveis que custam mais de R$ 1 milhão no Estado. Eles tiveram valorização de 78% entre novembro do ano passado e agosto deste ano.”

    Pera aí, deixa eu adivinhar. Essa pesquisa leva em conta somente o preço anunciado, certo? O cara comprou uma casa de 800k ano passado, esse ano colocou à venda por 1.6 milhos, mas na hora de vender deu desconto de 60%, mas a pesquisa diz que teve lucro no negócio. Tipo, esses caras acham que comprar por um preço X e anunciar por 2X equivale à um lucro de 100%, só esquecem de colocar o desconto nos cálculos…

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 14 de setembro de 2016 at 11:55

      essa aberração vale tbm pra Bal Camboriu, Itajaí, Itapema, etc.etc..
      no litoral mais de 38% dos imóveis estão acima de 1,3milhão… sendo que o publico desse “segmento” deve ser menos que 10% da pop. … corvos vislumbrados.

      5+
      • avatar
  • Alemon Fritz 14 de setembro de 2016 at 08:05

    O Banco de Espanha (BdE) reconhece que só conseguiu recuperar 5% de um total de 51 303 milhões de euros injetados pelo Estado na recapitalização do sistema bancário, sendo que 26 300 milhões são completamente irrecuperáveis, revelou o El País. ..equivalente a 2,6% do PIB espanhol..
    http://dinheirodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=254030

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 14 de setembro de 2016 at 08:10

    Construção civil cai em Cajazeiras e desemprego já é grande preocupação no setor
    Muitas famílias, inclusive, recém casados ou noivos aproveitaram o programa governamental para adquirirem a casa própria com financiamento em longo prazo. Essa situação também fez surgir na cidade um grande número de corretores de imóveis e imobiliárias.
    http://www.diariodosertao.com.br/noticias/sertao/147484/construcao-civil-cai-em-cajazeiras-e-desemprego-ja-e-grande-preocupacao-no-setor.html

    7+
    • avatar
    • avatar
  • job 14 de setembro de 2016 at 08:13

    CVR
    Tenho um amigo que vive em condições digamos que precárias, mora numa pousada bem simples, tem um emprego que paga muito pouco, o cara tá sempre duro da grana, é meio que obrigado a viver de forma miserável. E a tendência não é melhorar, pois a sua área de atuação historicamente paga muito mal e vai continuar pagando mal por muito tempo.
    Ele estava me contando que comprou um terreno no litoral paulista no início dos anos 2000, por R$15k (seu pai deu de presente ou algo assim). Até hoje não construiu nada lá, pois provavelmente não tem grana pra isso.
    Semana passada comentou comigo que recebeu uma oferta de R$150k à vista pelo terreno, mas negou, queria 170k e acha que ano que vem valoriza mais ainda.
    Comentou que a vida é assim, aos poucos vai se adquirindo imóveis e terrenos e construindo seu patrimônio. Fiquei com vontade de dizer que a época da supervalorização já passou, mas calei.
    Mais um pra pagar os nossos juros…

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Thiaguinho 14 de setembro de 2016 at 10:51

      Pra quem vive de forma miserável, como você mencionou, e não aceita 150k, que pode lhe render R$ 1.500,00 ao mês, acho que ele tem o que ele merece, com todo respeito.

      25+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • From_The_Tower 14 de setembro de 2016 at 14:13

      LAND LOVER
      conheço milhares
      passam necessidade mas não vendem os terrenos.

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Boruto 14 de setembro de 2016 at 08:20

    O que me intriga é: pode uma empresa sobreviver sem vender o produto/serviço que ela se propõe a vender? Aguardo a opinião dos especialistas.

    13+
    • avatar
    • Cesar_DF 14 de setembro de 2016 at 17:16

      Quanto maior a empresa, por mais tempo ela consegue ficar pedalando

      4+
      • avatar
      • avatar
  • Louro José 14 de setembro de 2016 at 08:35

    A maior transferência de renda da década.

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 14 de setembro de 2016 at 08:46

    Podres: (caixa vendeu 37bilhoes podres, mas…eu acho que ainda tem algo podre ae)

    Caixa deve voltar a vender crédito vencido só em 2017

    Isso representa um revés à política da Caixa para controlar o aumento da inadimplência.
    mesmo pagando mais caro, empresas que compraram créditos vencidos da Caixa, inclusive a Ativos, braço de recuperação de crédito do Banco do Brasil, dizem sem constrangimento que estão ganhando dinheiro sem grande esforço.!!!!!
    , a situação que permitiu a inclusão operações que ainda estão adimplentes em carteira de créditos contabilizados como prejuízo. (SUBPRIME)
    o processo deveria ser mais transparente, não menos”, disse um executivo.
    http://exame.abril.com.br/negocios/noticias/caixa-deve-voltar-a-vender-credito-vencido-so-em-2017

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 14 de setembro de 2016 at 09:38

      leiam lá pra vcs terem uma “parca noção” do que estavam fazendo nesse banquinho.
      outras empresas “parceiras” pagando 2% mais pelos podres e e ainda tendo vantagem.

      7+
      • avatar
  • Louro José 14 de setembro de 2016 at 10:12

    CVR

    Colega de trabalho reclamando que a TR aumentou a prestação dele…

    38+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • FOCAnoMercado 14 de setembro de 2016 at 14:37

      Mas não ERA decrescente ?? Seria uma queda positiva kkk

      7+
      • avatar
      • avatar
  • Leandro sp 14 de setembro de 2016 at 11:18

    Sem conseguir vender nada corvos(fernando) atacam no BIB. Por favor “Não matem o mensageiro”. A causa do fracaso em suas vendas é o preço proibitivo e não nosso blog. Parem de criar multiplos usuarios e plantar desinformacao. Aqui só tem recebedor de juros opressores, suas besteiras não colam aqui. Estao perdendo tempo podiam estar na rua entregando folheto de bolhudos no farol.

    26+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • JJJ_brasilia 14 de setembro de 2016 at 11:23

      Leandro sp,

      falou tudo!!!!

      Corvos baixem os preços que o mercado volta, vocês não ganham no preço, ganham no giro, será que é difícil de entender?

      11+
      • avatar
      • avatar
      • Minions 14 de setembro de 2016 at 11:51

        Eu penso que muitos interessados acabam lendo o blog e hoje é prática comum lermos os comentários (até mais que a própria matéria). Por isso o ataque de corvos (ainda que pareçam sutís).
        Já acreditei que a solução seria abaixar o preço e girar o mercado. Esta solução, na verdade, traria mais agravamento na crise das vendas. Vejamos: perda de valor das garantias dos bancos, aumento da inadimplência, redução do valor dos ativos nos balanços das construtoras, aumento de leilões forçando mais redução de preços, paralisia no setor de construções, mais desemprego, mais caos social, CEF com mais créditos podres, COMPRADORES ESPERANDO A ESTABILIZAÇÃO DA QUEDA PARA VOLTAR AO MERCADO (afinal, se está baixando vou esperar baixar mais), aumento ainda maior de distratos, etc…

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • JJJ_brasilia 14 de setembro de 2016 at 12:31

          Minions,

          Veja o exemplo da Bovespa, gira 5 bi por dia na cotação que for, se qualquer mercado para o prejuízo é muito maior que mexer no preço.

          Os bancos estão cientes dos riscos envolvidos em um financiamento de 35 anos, perdeu perdeu, isto é capitalismo.

          Agora quando o preço subia era normal? Subir 300℅ sem fundamento que justificasse.

          Continuo acreditando que o problema é o preço, pois o aluguel que vence todo o mês e não pode ser financiado, está com os pés na realidade.

          8+
          • avatar
          • Minions 14 de setembro de 2016 at 12:56

            JJJ,
            Eu acredito que não vivemos o “livre mercado” por isso as leis de mercado não se aplicam facilmente. Tanto que vivemos uma bolha justamente pela interferência do governo no jogo (sem entrar no mérito ou motivos).
            Vejamos o problema da fuga de recursos da poupança. Seria “fácil” resolver: aumenta a remuneração (TR) mas, se aumentar só mais um pouquinho a TR o que acontece com os contratos de financiamento de MILHÕES de brasileiros?!
            As construtoras, governo e imobiliárias (que não tiveram bom senso ao deixar a bagaça chegar neste ponto) influenciam o mercado através de matérias compradas em jornais, revistas, …. o povão, mesmo os engenheiros com doutorado, acreditam piamente nas manchetes do UOL ou nos posts do facebook. E se um amorinha da vida assinar então?! Brigam pela causa!
            Eu concordo que a solução racional (ou de mercado) seria reavaliar os preços (no mínimo 50%). Mas não vislumbro essa correção. O que vai acontecer? Eu ACHO que as vendas continuarão diminuindo pelos próximos 12 meses e o preço reduzindo nominalmente, também.
            PS: espero que continuem comprando pra reduzir ainda mais o valor do aluguel, também! Agradeço!

            5+
            • avatar
            • Minions 14 de setembro de 2016 at 13:07

              Ah, as pessoas acreditam em CORVO, que nada mais é um BOSTA que não conseguiu fazer outra coisa na vida. Só sabe enganar.

              7+
              • avatar
        • Cesar_DF 14 de setembro de 2016 at 17:19

          Sem redução significativa no valor dos imóveis é a situação do Japão, onde faz 26 anos que só desvaloriza

          8+
          • avatar
          • avatar
    • Ze Ruela 14 de setembro de 2016 at 11:50

      Desabafo

      Aqui gente …. o fernando está ocioso e precisa fazer alguma coisa durante o dia, então vem para cá ficar amolando a gente. E esquece de procurar um emprego ou outra que gere renda, lembre-se na banania só tem ixperto aqui pode tudo, carro acima de 100k , pombal 42 m2 acima de 100k, tirar um presidente eleito pelo povo, (tenho minha opinião formada do jeito que fizeram foi ridiculo na constituição ela teria que ficar 8 anos inelegivel, ridículo o abastasia fazer a mesma coisa e ta la, um helicóptero de cocaina e não da nada ) , politico roubar, o governo beneficia dar monopolio as coisas a uns grupos, salvar a oi, criar credito para gerar a bolha, o governo do PT injetou dinheiro para minha casa minha vida, igual a muitos falaram aqui o maior programa de transferência de renda para um pequeno grupo de empresario, emprestar dinheiro para a fiat a 4% a.a. e pagar a selic a 14%, policia roubar, juiz vender sentença, os juros mais caros do mundo. E na melhor das hipóteses que nesse caldeirão de Maledicência a gente viva em paz. mas depois deste desabafo voltemos para o Fernando.

      Vc tem duas opções na vida.
      Ser rico ou sustentar rico.

      Então preste a atenção no que o rico com educação financeira faz. eu acredito, todos tem opinião ninguém consegue prever o futuro. Então nenhum rico está construindo a todo vapor como antes, estão bem tímidos para ver quando o mercado melhora.

      CRV
      Aqui em Santa Luzia/MG, lançaram um empreendimento novo, detalhe só fizeram a fachada muito bem bonita por sinal, mas não fizeram ainda nenhum prédio, só os muros e a entrada para vender na prANTA.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • joselito 14 de setembro de 2016 at 13:23

        “Mensalidades a partir de R$499,99.”
        E o panfleto tem imagens digitalizadas de prédios amarelo/beje, pessoas felizes com sorriso branco a laser, campo de futebol soçaite, piscina. Ao final, fotos “ao vivo” do empreendimento: um ou dois tratores e um monte de terra.

        Ahhh, corVetores em diversos pontos da capital BH entregando as “oportunidades” de Santa Luzia.

        Na hora do almoço, com fome (ou com barriga cheia), só pego os panfletos e deposito no lixo reciclável de papel, mas como temos curiosidade de saber a “oportunidade” que perdemos (motumbo, tô fora!) nos faz da uma olhadinha, rsrsrs

        4+
        • avatar
      • Baby Boy 14 de setembro de 2016 at 13:33

        O que o 666 não entende é que ímovel para moradia não é investimento, é passivo.
        Vai explicar isso para os 666….

        6+
        • avatar
    • FOCAnoMercado 14 de setembro de 2016 at 14:33

      Corvo sem milho fica alucinado kkkkkk

      5+
      • avatar
  • morgarten 14 de setembro de 2016 at 11:34

    Dois CVR rápidos

    1 – No começo do ano (fev/mar) estava pesquisando um apto para alugar. Achei um 2Q, 65m² por 1,5k. Comecei as tratativas com a imobiliária e no meio do caminho o proprietário desistiu pq não sabia se queria alugar mesmo. Consultei ontem e o apto continua lá pra alugar, haha.

    2 – Amigo meu trabalha numa construtora de médio porte em São Paulo. No mês de agosto, quantos apartamentos foram vendidos? 0. Em setembro quantos já foram vendidos? 0. Mas ok, a crise já está acabando.

    23+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Resimob 14 de setembro de 2016 at 12:21

    Caixa terá que quitar financiamento de imóvel após suicídio da proprietária

    http://www.resimob.com.br/caixa-tera-que-quitar-financiamento-de-imovel-apos-suicidio-da-proprietaria/

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Unreal_Estate 14 de setembro de 2016 at 12:34

    CA, que bobagem você escreveu.
    O valor do imóvel já está no valor presente, por isso só precisa trazer a VP o fluxo financeiro na aplicação no TD. Só se compara valores na mesma data, senão é comparar banana com laranja.
    Isso é básico em finanças.

    Nem vou responder seus ataques gratuitos ridículos, típico de um sociopata ou de umfrustado.

    8+
    • avatar
    • Oliveira 14 de setembro de 2016 at 12:54

      Comparar a NOÇÃO de valor do imóvel atual com o dinheiro de fato não é comparar banana com laranja?
      O dinheiro no banco ou aplicado em renda fixa tende a manter o valor
      Agora o valor do imóvel funciona da mesma forma? – considerando o descolamento da renda e período pós-euforia de especularão desenfreada que elevou os preços para a estratosfera enquanto as condições que viabilizaram a farra retraíram – não é muito arriscado supor que esta farra vá continuar e o valor dos imoveis não vá sofrer uma correção seja pela inflação seja pela redução de valor de venda ou pela soma das duas opções ?

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • MINEIRO SPY 14 de setembro de 2016 at 13:40

        Não esqueço de uma conta lançada uns anos atrás aqui no brógui…o quanto se gasta em manutenção de um apartamento em 30 a 35 anos tende a ser o próprio valor do imóvel, ou seja, se vc deixar uma casa se deteriorar em 30 anos, ela valerá apenas o valor do terreno (sem contar outras variáveis de mudança da cidade, emigração, trânsito). As aves abordaram isso em seus cálculos tbm?

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • John Horse 14 de setembro de 2016 at 22:26

          Se deixar uma casa se deteriorar sem nenhum tipo de manutenção, em muito menos de 30 anos ela vai ter valor negativo pois será mais caro demolir do que ter o terreno limpo.

          1+
    • CA 14 de setembro de 2016 at 16:47

      Unreal_Estate,

      Trocou as bolas, de novo!

      Até antes de você atacar gratuitamente a várias pessoas chamando-as de moleques e radicais islâmicos, eu ainda não havia comentado nada sobre os seus disparates e os do Fernando. Quem atacou GRATUITAMENTE foi você, o restante da minha parte foi REAÇÃO, com a qual você não sabe lidar, pois espera sempre a IMPUNIDADE, ou seja, o direito democrático de mentir, distorcer a informação e tentar enganar sem que ninguém se contraponha à você.

      Sobre este seu último comentário, ridículo novamente, demonstrou mais uma vez que não sabe a diferença entre PREÇO PAGO em um financiamento e VALOR do imóvel ao final deste financiamento. Não sabe que se o valor do imóvel caiu, mas você contratou o financiamento pelo preço antigo e mais alto, em função da própria explosão da bolha imobiliária, de cara você já está pagando mais do que VALE. Não sabe que se o imóvel continuar caindo e esta é a tendência, o preço que você está pagando ficará cada vez mais distante do quanto VALE. Não sabe que ao retornar para valor presente o PREÇO PAGO pelo imóvel, na realidade está só retratando no presente um preço SUPER-FATURADO, onde pagou muito mais do que VALE aquele imóvel. Não tem ideia de que está pagando muito mais por um imóvel do que ele vale, que se algum dia vender nunca irá obter aquele valor sonhado. Ou é muito limitado, ou sua má-fé não tem limites…

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 14 de setembro de 2016 at 17:23

        Eu entendi corretamente? O Fernando está tratando um imóvel como se fosse um ativo? Valorização eterna, zero de depreciação e zero de manutenção????

        13+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Baby Boy 14 de setembro de 2016 at 13:05

    De estagiário a milionário!
    https://www.youtube.com/watch?v=oAFeI-gk_UM
    Versão esdruxula bananes de lobo de Wall Street. Só rindo mesmo!

    4+
    • Baby Boy 14 de setembro de 2016 at 13:09

      Veja só; Ele comenta que ” Os jovens de hoje são muito acomodados, conheço pessoas com 30 anos que ainda mora com os pais”

      4+
      • FOCAnoMercado 14 de setembro de 2016 at 14:23

        Acomodado nada a maioria esta é desempregado mesmo e outra parte que GANHAVA razoavelmente e conseguiu recolocação tem que se conformar com salários reduzidos, talvez os mesmos salários de 2005. Tem que ser muito trouxa para se endividar ate´os 60 anos é enfiar a vida no cubículo de um apartamento.

        6+
        • avatar
        • avatar
        • Baby Boy 14 de setembro de 2016 at 14:36

          Segundo o entrevistado. tem 30 anos, tem $, mora com os pais, é loser!

          6+
          • avatar
          • avatar
          • LZ 14 de setembro de 2016 at 14:58

            Loser é ser um envididado falido.
            Se voce paga suas contas, impostos e não é encostado em ngm.
            Parabéns tem meu respeito, independente de quanto ganha ou deixou de ganhar 🙂

            11+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • Baby Boy 14 de setembro de 2016 at 16:23

              Ganhar dinheiro em cima dos 666, não tem preço!

              PMJ!

              7+
              • avatar
              • avatar
          • claudio 14 de setembro de 2016 at 17:51

            dai o cara sai de casa, se casa , separa, e paga pensao ou volta trazendo a esposa e o pimpolho, melhor dos trinta aos quarenta viver em casa, dos pais, fazer a geladeira como que gosta a familia, capitalizar, e sair aos quarenta sem pagar aluguel, a ainda curtir seus pais enquanto eles tem saude… mas tem pai que coloca o filho no mundo e fala que aos dezoito tchau, ae quer que os filhos voltem para cuidar dele depois dos 70, empatia zero…

            8+
            • avatar
  • Unreal_Estate 14 de setembro de 2016 at 13:38

    “Coeteris paribus” está correto.
    Aprendi nos livros que, diga-se, são fontes mais confiáveis que a internet.

    Mas, de qualquer forma, segue o link:
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Ceteris_paribus

    De fato, não conhecia a outra grafia. Boa, obrigado.
    Não tenho problema nenhum em reconhecer que errei. Não sou dono da verdade.
    Aprendi mais alguma coisa, é isso que importa.

    Até fiquei com vontade de pedir desculpas, mas passou.
    Não adianta se a pessoa não tem respeito e humildade.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • John Horse 14 de setembro de 2016 at 22:34

      Torno público meu pedido de escusas por tê-lo chamado de Wiki-tapado.

      2+
  • From_The_Tower 14 de setembro de 2016 at 14:12

    Divirtam-se com os corvos e bananenses eufóricos fazendo [email protected]
    +http://bandnewsfm.band.uol.com.br/Noticia.aspx?COD=781509&Tipo=225

    Escutei por acaso a terceira parte…. só deu 666 !!!

    4+
    • avatar
    • avatar
    • odorico 14 de setembro de 2016 at 14:53

      Muito boa a parte do “brinquei de rasgar 50 mil”. Não, você não brincou….você rasgou mesmo.

      4+
      • avatar
  • Festa_no_Ap 14 de setembro de 2016 at 14:16

    CA

    Fernando,

    Acorde para a vida! Eu não vou calcular nada para um idiota como você que se acha a última bolacha do pacote. A sua estupidez já está mais do que demonstrada, a mentira e mimimi do tipo “foi meu último post” está aí para quem quiser ver, assim como o SOFISMA na comparação de imóveis com carros e celulares, dentre tantos outros golpes que você aplicou e não colaram. Se quiser, aprenda a calcular e faça você mesmo o cálculo.

    Engraçado como o perfil deste pessoal é sempre o mesmo: fazem uma crítica agressiva contra um tema, você vai lá e faz uma infinidade de questionamentos que demonstram que a crítica dele não procede. Ao invés de rebater os questionamentos com fatos e dados, FOGE da discussão e quer que você responda tudo para ele, sendo que ele, se posicionando como a “rainha”, acha que os outros estão lá para servi-lo, que ele não precisa explicar nenhuma das contradições, mentiras e sofismas, mas todos tem que servi-lo.

    Enquanto você continuar tentando enganar por aqui, será sempre desmascarado, só isso.

    0

    Você perde credibilidade a partir do momento que começa com esses chiliques no texto e xingamentos, suas análises são boas mas o texto muito grande.

    7+
    • MINEIRO SPY 14 de setembro de 2016 at 14:19

      A conversa com argumento deve ser respeitada. A conversa de tumulto deve ser enxotada mesmo.
      Se texto é longo, eu gosto e outras dezenas também…basta pular.

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Minions 14 de setembro de 2016 at 14:21

      É só demonstrar a metade do conhecimento do CA. Quem não tem argumentos pra contra-argumentar, passa a desqualificar.

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • CA 14 de setembro de 2016 at 14:30

      Festa_no_Ap,

      Não precisa ler os textos longos, eles são opcionais. Ninguém é obrigado a ler. Você se engana se acha que vou fazer textos curtos para “ter IBOPE” ou que vou deixar de criticar diretamente alguém que tem o único propósito de mentir e enganar sendo complacente com o mesmo, que é o que você faz.

      Isto que você quer não é democracia, ou melhor, o que você quer é uma democracia a la Eduardo Cunha: “rouba, mente, mas não pode chamar de ladrão ou mentiroso”.

      O problema REAL, voltando para o caso acima, é mentir, desinformar, usar sofismas e outros GOLPES aplicados exaustivamente pelo segmento imobiliário, o problema não é você apontar isto com fatos e dados, dizendo com todas as letras do que se trata.

      É uma questão de valores: alguns ao verem o que consta acima se preocupariam com as mentiras, sofismas e enganações para os quais existem evidências que são apresentadas em larga escala, já outros como você, se preocupam com a abordagem quanto ao tema, que deveria ser mais “delicada”, COMPLACENTE (=tolerante e incentivadora para mentiras, sofismas e distorções).

      Por aí já vemos quais são os seus valores e fico feliz de saber, não tem nada a ver com meus valores. Não sou complacente, não estimulo a sofismas, mentiras e enganações, se estes existem e são demonstrados, acho 1000 vezes mais importante apurar a verdade do que reclamar porque a crítica não foi “delicada” como você gostaria…

      Não vi em nenhum momento você rebater os argumentos, ou minimamente apresentar evidências que demonstram que os argumentos são inválidos, fica só no mimimi sem conteúdo, outra coisa que felizmente também não tem nada a ver com meu perfil.

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Baby Boy 14 de setembro de 2016 at 14:46

        Como diz:

        Pessoas sábias falam sobre idéias;
        Pessoas comuns falam sobre coisas;
        Pessoas MEDÍOCRES falam sobre pessoas.

        8+
        • John Horse 14 de setembro de 2016 at 14:54

          Hummm… Medíocre não quer dizer comum, mediano, ordinário?

          4+
          • avatar
          • Baby Boy 14 de setembro de 2016 at 15:00

            Nesse caso, cabe melhor a palavra Ordinário!

            2+
            • John Horse 14 de setembro de 2016 at 22:38

              Ainda prefiro quando os atores são o Sábio, o Inteligente e o Estúpido. Que nem na historinha de quem aprende com os erros.

              0
  • odorico 14 de setembro de 2016 at 14:39

    Como assim o lançamentos subiram? e as vendas caíram? Estão vendendo vento? Só que dessa vez sem a menor intenção de construir.
    http://economia.uol.com.br/noticias/reuters/2016/09/14/lancamentos-de-imoveis-no-brasil-disparam-em-julho-mas-vendas-ainda-recuam-diz-abrainc.htm

    3+
    • avatar
    • CA 14 de setembro de 2016 at 14:46

      odorico,

      Vale lembrar, em especial para quem é novo no blogue:

      Qualquer indústria quando tem super-estoque, reduz a produção / lançamentos. Por que estão aumentando os lançamentos? Vendas FALSAS dependem de lançamentos, é quando você tem o maior prazo para pagar a entrada, são 36 meses até a entrega do imóvel e o financiamento imobiliário, durante este período o valor da parcelinha cabe no bolso. Só na entrega que vão descobrir que a família não tinha renda para adquirir o imóvel e entra na conta dos distratos. O nome disto? PEDALADA. A finalidade? SIMULAR que a situação não está tão ruim, via aumento nas vendas FALSAS.

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • odorico 14 de setembro de 2016 at 14:54

        Pensei nisso, só queria comprovar com quem entende do assunto. Mas fico eu pensando: alguém está comprando na planta agora? Se tiver, amém, PNJ.

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Moreira 14 de setembro de 2016 at 14:45

    CVR
    Caminhando no parque outro dia, encontro com colega de farra de 5,6 anos atrás. Convidou-me para o futebol da “galera das antigas” no condomínio filgueiras em águas claras. Depois do futebol, conversa vai, conversa vem, perguntei quem estava morando no condomínio para alugar a quadra. Aí um conhecido contou que esta comprando um ap de 38m, por 208k. Como? segundo ele, “à vista”.

    Mas como é o “à vista” dele:
    – um carro de entrada
    – restante em dinheiro, porém, porém, porém porém…

    PORÉM, o dinheiro restante estar a depender de uma venda de um imóvel da mãe na cidade de ceilândia. Segundo meu conhecido o imóvel já esta com a venda acertada, Porém o comprador teve problema no financiamento, pois que usurá o FGTS para a compra.

    Nessa hora me passou um milhão de pensamentos, mas a única coisa que me preocupou de verdade foi o fato de que o FUTEBOL DA TERÇA FEIRA está comprometido kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Espero que a venda se concretize porque aí:

    PMJ e futebol de terça continua.

    Três pessoas enroladas e talvez ninguém saiba de nada. Talvez, porque o vendedor do ap no Filgueiras já pediu que transferisse o carro, pois teria que dá-lo de presente para uma pessoa. Naturalmente, se o negócio não se concretizar, será que meu conhecido terá o carro de volta?

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 14 de setembro de 2016 at 17:28

      Pelas luzes acesas às 21 hs – ILAC21, cerca de 70 a 75% dos apartamentos estão desocupados

      6+
      • avatar
      • Cesar_DF 14 de setembro de 2016 at 17:29

        Sou vizinho do Figueiras

        5+
        • avatar
  • Moreira 14 de setembro de 2016 at 14:45

    Meu conhecido é adevogado!

    4+
  • LZ 14 de setembro de 2016 at 15:10

    CVR:
    Lembram que falei tópicos atrás que vou realizar meu primeiro aluguel, pois bem.
    Em só uma imobiliaria dentro do condomínio que desejo morar tem DEZ isso mesmo DEZ APs disponíveis para aluguel.
    Fora as demais.
    Tá soft ?

    Vou jogar 900 reais e quem fazer a melhor oferta leva o inquilino no caso…. EU hahaha

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 14 de setembro de 2016 at 15:14

    14/09/2016 13h36 – Atualizado em 14/09/2016 13h36
    Lançamentos de imóveis sobem no ano, mas vendas ainda têm queda
    No acumulado até julho, lançamentos cresceram 13,8%, segundo Abrainc.
    Já as vendas caíram 13% na comparação com o ano anterior.

    http://g1.globo.com/economia/noticia/2016/09/lancamentos-de-imoveis-sobem-no-ano-mas-vendas-ainda-tem-queda.html

    4+
    • avatar
    • avatar
    • LZ 14 de setembro de 2016 at 15:24

      Cai 13% e lança 13% para compensar a perda na base da pedalada nos balanços.
      Clap Clap Clap.
      Até quando essas construtoras vão aguentar queimar caixa e não pagar as dívidas ?

      3+
      • avatar
      • Cesar_DF 14 de setembro de 2016 at 17:30

        E por que você acha que estes lançamentos serão entregues?

        3+
        • avatar
        • LZ 15 de setembro de 2016 at 09:15

          Não serão.
          É só para inflar os balanços e esconder as perdas 🙂

          0
  • Master Yi 14 de setembro de 2016 at 15:33

    Certa feita, alguém comentou aqui no blog que os corretores/proprietários estavam retirando seus anúncios da Internet para dar uma ideia de diminuição do estoque. De início achei que era algo improvável. Entretanto, venho procurando um novo apartamento para o alugar e realmente estou notando que a quantidade de anúncios estão diminuindo de uns 8 meses para cá. Mas não só isso, quando entro em contato com algum anunciante, de 10, 8 respondem: “eu sou corretor, tenho outros imóveis disponíveis no mesmo estilo”. Ou seja, existem outros, mas não estão sendo anunciados.
    Só para ilustrar: Final de semana passado, eu agendei uma visita em um apartamento no atual condomínio em que moro, que é onde tenho preferência de alugar. Não tive interesse no apartamento, pois é a mesma planta do meu e R$ 100,00 mais caro. Quando informei que não tinha interesse, ela rebateu: então vamos visitar outra unidade que tem a mesma planta. Tudo bem, fomos. Também não aceitei porque o preço era igual ao meu atual, porém as vagas de garagens eram presas. A noite, a mesma corretora me ligar, e adivinhem… Ela tinha outra unidade no mesmo condomínio disponível. Pensei: “Por que uma pessoa que tem 3 unidades, que apesar de ser no mesmo condomínio tem preços e características diferentes,só anuncia uma?”. Seria realmente uma estratégia para mascarar a real oferta?

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Master Yi 14 de setembro de 2016 at 15:42

      Outra coisa que venho notando: muitos imóveis apenas são anunciados para venda, mas também estão disponíveis para aluguel. As vezes fico pesquisando a OLX apartamentos para venda, e quando me interesso por algum, envio uma mensagem perguntando se existe o interesse em alugar. De 10, 6 respondem que também têm interesse em alugar. Por isso mesmo, na OLX, sem Salvador, existem 15.094 apartamentos disponíveis para venda e “apenas” 7.018 apartamento disponíveis para aluguel.

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 14 de setembro de 2016 at 17:32

      BINGO

      3+
      • avatar
    • From_The_Tower 14 de setembro de 2016 at 18:43

      PUTA QUE PARIU !!!
      ERA Só o que faltava !!!
      kkkkkk

      Tô nem aí BRICK LOVERS. O meu dinheiro dinheiro pinga todo os dias nas minhas contas. Paguem meus juros seus ordinários !!!

      2+
    • bolha real 14 de setembro de 2016 at 21:24

      Pode ser isso, mas pode ser que o ap não era dele e sim de outro corretor e como você não quis um ele iria mostrar de outro corretor e ia tentar garfar a comissão alheia.

      4+
      • avatar
  • Seguidor do Bolha BH 14 de setembro de 2016 at 15:41

    Não sei se já publicaram aqui no blog.

    Preço de imóveis deve subir 10% em SP com nova legislação

    https://br.yahoo.com/noticias/preço-imóveis-deve-subir-10-nova-legislação-sp-170100734–finance.html

    3+
    • avatar
    • avatar
    • LZ 14 de setembro de 2016 at 15:51

      Alguém não entendeu ainda que não será na caneta do governo que os imóveis vão aumentar de preço.
      Prefeitura pode fazer o que quiser, sem dinheiro = sem venda.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Melekento 14 de setembro de 2016 at 16:42

    Boa tarde!
    Se nao houver quebra (recuperacao judicial) de algumas construtoras nacionais, estaduais, regionais, tenho a impressao que as quedas de preco vao ser anuais (10 a 12%), mais a inflacao (8%).
    Em tres anos (17-18-19) os Gamados Por Tijolos vao sofrer um baque tremendo nos valores em seus imoveis.
    Ja os Lovers TDs etc, vao dobrar seus investimentos (juros compostos).
    Se houve recuperacao judicial – estouro da bolha!!!! queda de 30 a 40% de imediato, e caindo!!!!!
    Esse ano superamos a distribuicao de recuperacao judicial, contudo nenhuma mega, somente as regionais.
    Vamos aguardar os proximos atos, sendo que, nao vejo perspectiva de melhora no curto e medio prazo.
    Construiram de mais, temos estoques ai para mais de 5 anos. Infelizmente a construcao civil e os seguimentos que os acompanham vao arder neste periordo!!!
    Resultado, conseguencia dos 10 anos de badalacao, nunca neste pais se teve tamanha especulacao.
    Quem guardou $$$$$$ esta rindo, quem achou que estava rico eternamente, e gastou todo o $$$$ si fu, esta devendo a banco e pagando juros aos Loves TDs etc.
    E segue o jogo!!!

    7+
    • avatar
    • Cesar_DF 14 de setembro de 2016 at 17:36

      Os bancos não querem que as incorporadoras quebrem pois sabem que as garantias dos empréstimos não valem 50% do nominal.
      À espera de um milagre

      10+
      • avatar
      • avatar
      • odorico 14 de setembro de 2016 at 19:24

        O milagre está combinado. Inflação.

        6+
  • Unreal_Estate 14 de setembro de 2016 at 17:08

    Hahaha.
    Então o ilustríssimo pseudo-especialista CA quer me ensinar análise financeira? Por favor.
    Já é a segunda vez que vejo você escrever asneira, a primeira foi sobre o post do Fernando, agora sobre a minha.
    Fica supondo premissas que não assumi para concluir que estou errado, depois vem falar que sou “DESONESTO”.
    A mim você não engana.
    Bem, mas como já registrei anteriormente, você pode escolher refletir e evoluir, ou pode ficar teimando e colocando palavras na boca dos outros pra justificar seus pontos de vista.
    De minha parte, só posso rir das suas análises equivocadas, comparando bananas com laranjas que só convencem moleques cabeçudos.

    5+
    • avatar
    • CA 14 de setembro de 2016 at 17:14

      Unreal_Estate,

      Pela nogentésima decepcionésima vez: quem confundiu laranja com banana foi você. Quem não sabe a diferença entre PREÇO e VALOR, é você. Expliquei melhor acima, mas você foge de responder na sequência, porque lá já estava bem claro o seu nível de estupidez. Quem começou a agredir gratuitamente neste caso do Fernando foi você, aliás com esta mesma expressão dos moleques cabeçudos e mais as dos radicais islâmicos, para definir aqueles que usam fatos e dados enquanto você fica só na base do besteirol sem NENHUMA evidência do que diz. Tudo isto demonstrado já VÁRIAS vezes, com grande volume de DADOS.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Zé Carioca 14 de setembro de 2016 at 17:29

      Unreal, deixa eu te fazer uma pergunta, você acha que o investidor que comprar um imóvel hoje vai bater a Selic, empatar com a inflação ou perder dinheiro? Cara, até o FipeZap admite queda no valor de venda do imóvel em todas as cidades pesquisadas, é irreal pensar em acompanhar a inflação, quanto mais o imóvel valorizar 50%.

      O cerne da questão é que o Fernando quer provar que foi melhor comprar o imóvel, que valorizou 50% ao ano. Não vou duvidar da palavra dele, mas se isso ocorreu é exceção da exceção, o próprio FipeZap admite queda nesse período de 2015 e 2016. Basta conversar com um corvotor para ele te falar que os imóveis caíram de preços nos últimos dois anos, pensa bem, pro corvotor admitir que houve queda é porque os preços caíram bem. Alias o preço que ele compara é o valor que ele pagou com o anunciado, como falei não duvido que ele tenha ganho 50%, afinal pode ter jorrado petróleo no apartamento dele, ou achado uma jazida de ouro, mas você não pode tomar isso como média de mercado quando todos estão cientes que os preços estão caindo, inclusive os maiores interessados na manutenção dos preços altos.

      Olha a minha situação, alugo um imóvel pagando 0,28% do valor de venda, os preços estão estagnados ou caindo, para que vou imobilizar uma quantia gigantesca para comprar um bem que está desvalorizando se consigo tranquilamente 1% líquidos na renda fixa (LCI a 91% do CDI)?

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 14 de setembro de 2016 at 17:40

        Exatamente, em todos os lugares do mundo, o valor do imóvel acompanha a renda, a tendência é de continuar caindo até que ocorra o reequilíbrio

        12+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • bolha real 14 de setembro de 2016 at 21:29

          Concordo plenamente!! Mas também existem casos, provavelmente menos que 10%, de gente que ainda ganha dinheiro e os que amargam prejuízos enormes.

          1+
  • Melekento 14 de setembro de 2016 at 17:21

    CA relaxa, ignore!
    Esse pessoal esta ai somente pra isso, tumulto.
    Abs.

    6+
    • avatar
    • avatar
  • Thiaguinho 14 de setembro de 2016 at 17:44

    OFF

    E o Lula?

    2+
    • bolha real 14 de setembro de 2016 at 21:30

      Só esperando ele ser preso e levar esse monte de esquerdista hipocrita pra cadeia!

      3+
  • pedrovinix 14 de setembro de 2016 at 17:53

    Pesquisando aqui, achei a nova bolha americana, pouca coisa eu achei, mas em março ja estava em 5 a taxa de inadimplência.
    http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/03/1749794-inadimplencia-explode-e-cria-risco-de-crise-do-subprime-de-carros-nos-eua.shtml

    Crise em porto rico;
    http://blog.orama.com.br/economia/uma-crise-colonialista-porto-rico-o-novo-subprime

    3+
  • Resimob 14 de setembro de 2016 at 18:09

    Para leitura e debate.

    Título: Sair do aluguel: uma tarefa impossível
    http://www.resimob.com.br/sair-do-aluguel-uma-tarefa-impossivel/

    Abraços a todos.

    6+
    • avatar
    • avatar
  • calango_df 14 de setembro de 2016 at 18:12

    CVR

    parente me ligou semana passada me pedindo $$ para comprar um imóvel (juros de 2x selic). Me disse que iria sair do aluguel (+/- $4k na asa sul em Brasilia) e tinha entrado em 8 consórcios de $75k cada. Motivo: consórcios de menores valores, segundo diz, são mais fáceis de ganhar a carta no lance, pelo fato do público alvo ser pessoas de menor renda, que não tem condições de fazer um lance alto para serem contempladas (pensei que são justamente estes que tem as taxas de adm mais altas e fiz menção de avisá-lo, mas, àquela altura do campeonato, o leite já estava derramado). Dei a dica de imóveis em leilão e tal…ele disse q estava analisando. Enfim, ontem recebo a notícia que ele comprou nas 400 em BsB (pombal sem elevador). Já vi imóveis desses por $400k em leilão, mas, pelo visto, pagou $600k (8 x $75k). Como estes imóveis não passam de 60-70m², mais um sortudo adquiriu um bolhudo! Milho para o corvo, alpiste para o tabelião e ibti para o governo socialista…ah, meus juros tb! ehheheheheh

    e vc aqui neste fórum achando que não existe vida lá fora para as aves persistentes!

    abs

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 14 de setembro de 2016 at 18:41

      Surreal !!!!

      3+
    • odorico 14 de setembro de 2016 at 18:52

      Amém

      3+
  • pedrovinix 14 de setembro de 2016 at 18:24

    Muito se tem falado sobre a bolha imobiliária que estaria para estourar (ou mesmo já teria estourado) no Brasil. Eu mesmo já publiquei aqui vários artigos sobre o assunto: Os preços dos imóveis estão exagerados no Brasil?, Bolha Imobiliária no Brasil?, Ainda a bolha imobiliária no Brasil, Sugestão aos crentes da bolha imobiliária, Preços dos imóveis no mundo. Uma sinalização de que o fim já estaria próximo (e não estou aqui falando do calendário Maia…) seria a dificuldade pelas quais as incorporadoras estão passando. De fato, o número de lançamentos despencou de um ano para cá, em função de vários fatores: queda de vendas, estouro nos custos da mão-de-obra, inadimplência, expansão sem planejamento. Para desovar os seus estoques, algumas incorporadoras estariam dando descontos de 10%, 20%, até 30% sobre os preços praticados anteriormente. Isto caracterizaria, sem sombra de dúvida, o esvaziamento da tal Bolha Imobiliária.

    Nessas coisas de economia, eu particularmente prefiro olhar os dados agregados. Evidências anedóticas servem, quando muito, para hipnotizar a platéia, enquanto o fenômeno analisado está bem longe daquele caso extremo. Os preços na Vila Nova Conceição, em São Paulo, ou no Leblon, no Rio, podem ou não ser parâmetros para um fenômeno mais generalizado. Mas somente saberemos se isto é verdade ao analisarmos os dados agregados.

    No Brasil, infelizmente, não temos muitas estatísticas neste campo. Para falar a verdade, temos apenas uma: o índice FIPE-ZAP de imóveis, que se baseia nos anúncios de venda e aluguel de imóveis, e não no preço efetivamente praticado no fechamento do negócio. De qualquer forma, considero ser este índice um bom indicador da variação dos preços, ainda que possa dar uma falsa sinalização sobre o nível dos preços. Assim, podemos duvidar que o preço do m2 na Vila Nova Conceição esteja hoje valendo R$ 10.744, conforme o índice aponta. Afinal, na hora de fechar o negócio, é possível que haja um desconto em relação ao valor anunciado. No entanto, a variação de 86% desde janeiro de 2008 (ou 14% ao ano) parece ser mais confiável. Afinal, não haveria motivo para ter ocorrido uma variação significativa no spread entre o preço anunciado e o preço fechado na negociação durante este período. Aliás, podemos observar quase a mesma variação no Leblon (82% ou 13,4% ao ano).

    – Ah Dr. Money, você quer me convencer que os preços dos imóveis só subiram 14% ao ano nesses dois bairros? Não é o que eu tenho visto…

    Pois é, por isso comecei com a história dos dados agregados vs. evidências anedóticas. Nós podemos conhecer casos particulares, ouvir falar de negociações mirabolantes, o tal “dizem que está valendo”. Eu prefiro dados agregados, que é o que o FIPE-ZAP fornece. E não tenho motivo para duvidar da idoneidade ou da capacidade técnica da FIPE. Por isso, se você acha que esses números da FIPE-ZAP são um engodo, então não há nada mais a fazer neste artigo. Tudo o mais que eu escrever daqui em diante será baseado neste índice.

    Uma medida muito utilizada por aqueles que defendem a existência de uma bolha imobiliária é a razão entre o aluguel e o preço de venda do imóvel. Quanto menor esta razão, maior seria a distorção do mercado. O índice FIPE-ZAP também tráz os preços médios dos alugueis em São Paulo. No entanto, não é possível calcular diretamente a razão aluguel/preço de uma maneira agregada, pois não existe a informação do preço médio para a cidade inteira, mas apenas para os bairros. Por exemplo, no Leblon, esta razão, em janeiro de 1998, valia 6,3% ao ano. Já em setembro de 2012 vale 6%. Já na Vila Nova Conceição, em janeiro de 1998 a razão valia 7,3% ao ano. Em setembro de 2012 vale 3,4%. Ou seja, a julgar por esses dados, houve uma valorização bastante acentuada na Vila Nova Conceição, mas não no Leblon.

    Mas, como eu disse, prefiro os dados agregados. Não é possível calcular a razão diretamente para uma cidade como um todo, mas é possível sim calcular quanto essa razão variou no tempo. O índice FIPE-ZAP de alugueis valorizou-se 79,7% na cidade de São Paulo entre janeiro de 2008 e setembro de 2012. Já o índice de preços de imóveis valorizou-se 151,9% no mesmo período. Portanto, houve sim, de maneira agregada, uma diminuição da razão aluguel/preços nestes últimos quase 5 anos, em cerca de 40%. A pergunta é: foi razoável esta diminuição?

    Para responder a esta questão, é necessário entender a natureza deste fenômeno. Quem aluga um apartamento está em busca de uma remuneração para o seu capital. Mesmo que não seja um investidor, o dono do imóvel sempre tem a opção de vendê-lo e aplicar os recursos no mercado financeiro. Claro, não se trata de uma opção simples, dado que o imóvel, muitas vezes, é o único bem do proprietário, além de não contar com liquidez imediata. Mas, sem dúvida, o estabelecimento do preço do aluguel guarda relação com as taxas de juros praticadas no mercado financeiro, nem que seja apenas para balizar a decisão.

    Pois bem, uma forma de considerar o aluguel é fazer o paralelo com uma NTN-B de longo prazo. Assim como o imóvel, a NTN-B tem duas propriedades:

    1. Rende um “aluguel”, que é o cupom pago semestralmente.

    2. Valoriza-se. Quando a taxa do cupom cai, o papel valoriza-se imediatamente, pelo efeito da marcação a mercado.

    Estas mesmas duas propriedades estão presentes no imóvel: ele rende um aluguel, além de se valorizar no tempo. Ao se comparar os preços dos imóveis com os preços das NTNs-B, estamos ao mesmo tempo considerando o aluguel pago e a valorização causada pela queda das taxas de juros. Vejamos, então, um gráfico comparando simplesmente o preço de uma NTN-B com o preço dos imóveis em São Paulo, segundo o índice FIPE-ZAP. Escolhi a NTN-B 2045, pois considero o investimento em imóveis como de longo prazo:

    Considerei ambos os ativos começando em 100 em janeiro de 2008. Quem tivesse comprado uma NTN-B nesta data, estaria com uma valorização de mais de 4 vezes o capital investido, ao passo que a valorização média dos imóveis em São Paulo não passou de 2,5 vezes neste período. Ou seja, uma parte considerável da valorização dos imóveis ocorreu pela simples queda acentuada das taxas de juros neste período.

    Podemos observar o mesmo fenômeno de outra maneira: comparando o cupom das NTNs-B com a razão aluguel/preço dos imóveis. Neste caso, estou apenas comparando o item 1 acima entre estes dois ativos. Como disse acima, não é possível calcular a razão aluguel/preço agregado. No entanto, é possível calcular a variação. Vamos então assumir que, hoje, a razão aluguel/preço esteja no mesmo nível do cupom de uma NTN-B de 10 anos, aproximadamente 4% ao ano. Vejamos, então, no gráfico a seguir, a variação do cupom e da razão aluguel/preço ao longo dos últimos quase 5 anos:

    Note que, de fato, houve uma redução significativa na relação aluguel/preços. Mas houve uma redução ainda mais significativa do cupom das NTNs-B! Ou seja, esta é mais uma evidência de que a valorização dos preços dos imóveis é um fenômeno causado, entre outros motivos (aumento do crédito e aumento da renda da população, por exemplo) pela queda brutal das taxas de juros nos últimos anos. Assim, com todo o respeito pelos que acham o inverso, considero que, com talvez algumas exceções localizadas, não estejamos em meio a uma bolha imobiliária. O que não significa, de maneira nenhuma, que os preços subirão no futuro o que subiram no passado recente. Significa, apenas, que os atuais níveis de preços são sustentados em alguns fundamentos bastante sólidos, entre os quais a queda das taxas de juros.

    http://www.drmoney.com.br/investimentos/a-bolha-imobiliaria-e-a-relacao-aluguelprecos-dos-imoveis/

    5+
    • avatar
    • odorico 14 de setembro de 2016 at 19:06

      Artigo de 2012? Num entendi!

      4+
  • Fernando 14 de setembro de 2016 at 18:45

    Uma coisa o CA tem absoluta razão:
    Deveria ter ficado quieto, só observando, e extraindo o que o blog tem de bom, filtrando as informações, internalizando apenas aquelas úteis.
    Caramba, aqui se leva chute, pedrada, etc rsrs…

    É isso que vou fazer: apenas cumprir o prometido anteriormente, ficar quietinho na minha, prometo não mais incomoda-los…

    Aliás, para concluir e ficar registrado, uma coisa a gente concorda e muito: imóveis como investimento é uma total furada.

    Agora, para morar o meu pensamento é que é vantajoso sim, a depender do valor do aluguel, já o pensamento do CA e outros, inclusive o Lucas, é que jamais qualquer imóvel seria vantajoso, sempre seria melhor aplicar o dinheiro e viver de aluguel com os juros, em que pese o Lucas, com toda a sua experiência de vida, ter adquirido o seu para morar, com incrível desconto (assim como eu, tb obtive um desconto bacana).

    Eu já entendi tudo! O conselho aqui é bem claro: devo vender o meu imóvel pelo maior valor possível, aplicar a grana em TD ou algo equivalente, e adquirir a minha independência financeira, vivendo de juros, alugando um AP para morar no menor valor possível!sempre receber juros, nunca pagar, regra básica!

    Acho que o assunto está definitivamente ESGOTADO!

    Ficamos por aqui, um grande abraço para todos vocês,

    Valeu!

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 15 de setembro de 2016 at 14:36

      tá perdoado, eu sei que é duro admitir aquela conta que vc fez é de dar dó, primeiro ano de contabilidade
      estou muito sem tempo, me perdoe se eu resumir demais:
      já fiz contas numa simulação usando ferramenta VPL do excel mês a mês, um dia se tiver tempo explico os resultados, não as contas afinal vc sabe fazer elas, o lance está na interpretação, nos dados que vc alimenta.
      Comprar neste momento é burrada sob qualquer prisma, financiado então vc está assinando o seu suicídio financeiro
      ia até falar do Wagner que hoje mora num triplex de cobertura tem uma bmw seminova e um fit na garagem com salário normal
      o efeito no longo prazo são pertubadoramente terríveis, vc errou sua conta x9

      aí fica a questão: pq eu comprei…
      bem, existem aí questões pessoais, financeiras e técnicas envolvidas, levei 3 anos negociando, busquei milhares de opções e anuncios
      neste exato momento estou ampliando minha área privativa em 50% investindo pouco dinheiro
      soma isso com os 45%off
      soma isso com necessidades pessoais fortes
      soma isso que foi chumbo trocado, vendi outro imóvel e embolsei a diferença
      soma isso que sou velho estou saindod a fase poupar entrando na fase de consumir
      Ainda assim te digo estou ardendo um belo prejuízo, nada que vá detonar minha vida.

      As merdas que vc fala, vc calculou bosta nenhuma, estudei 3 anos de matematica financeira avançada, não sou formado nisso, vc fez só um truque desses vagabundos que qualquer magico na praça da sé faz pra ganhar uns trocados

      Se 1 dia vc quiser discutir as contas em nível alto, talvez eu esteja perto, talvez não
      estou num momento sem tempo, vcs perderam quando podiam, ainda tem o CA, para de mimimi e aproveita pra aprender.

      1+
      • avatar
  • j connors 14 de setembro de 2016 at 18:46

    tá embaçado, galera… os corvos estão floodando o bib.
    sinal master dos fins dos tempos!

    7+
    • avatar
  • Festa_no_Ap 14 de setembro de 2016 at 18:58

    MINEIRO SPY

    Não esqueço de uma conta lançada uns anos atrás aqui no brógui…o quanto se gasta em manutenção de um apartamento em 30 a 35 anos tende a ser o próprio valor do imóvel, ou seja, se vc deixar uma casa se deteriorar em 30 anos, ela valerá apenas o valor do terreno (sem contar outras variáveis de mudança da cidade, emigração, trânsito). As aves abordaram isso em seus cálculos tbm?

    5+

    tem que colocar o terremoto, automóveis desgovernados que invadem imóveis e enchente no calculo também

    4+
    • avatar
    • avatar
    • JJJ_brasilia 14 de setembro de 2016 at 19:19

      Se for para calcular certinho, o CUSTO de manutenção tem que entrar.

      Todo o custo te empobrece.

      5+
      • avatar
      • avatar
    • CA 14 de setembro de 2016 at 19:23

      Ah Festa_no_Ap, “mas esta sua ironia foi muito grosseira, indelicada com seu colega.” “Seu chilique só desmerece o seu argumento.” Não é essa sua linha de raciocínio, mesmo que você considere um comentário absurdo, não teria que ser tolerante, bonzinho? Não foi isto que você disse logo acima para mim, ou aquilo que você disse para mim se aplica só quando você não gosta do argumento e quer desviar o assunto? Não fica chato utilizar dois pesos e duas medidas em comentários tão próximos? Não acaba te desmascarando?

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Festa_no_Ap 14 de setembro de 2016 at 19:28

    CA

    Ah Festa_no_Ap, “mas esta sua ironia foi muito grosseira, indelicada com seu colega.” “Seu chilique só desmerece o seu argumento.” Não é essa sua linha de raciocínio, mesmo que você considere um comentário absurdo, não teria que ser tolerante, bonzinho? Não foi isto que você disse logo acima para mim, ou aquilo que você disse para mim se aplica só quando você não gosta do argumento e quer desviar o assunto? Não fica chato utilizar dois pesos e duas medidas em comentários tão próximos? Não acaba te desmascarando?

    0

    Mas eu não fui irônico, aqui em Sp tem muito lugar que dá enchente, não fica esperto na área que vai comprar que se ferra bonito, claro que o terremoto e carro que invade casa é raro, mas pode acontecer.

    2+
    • CA 14 de setembro de 2016 at 19:40

      Festa_no_Ap,

      Impressionante a similaridade do perfil com os colegas que defende, ou seja, frente as evidências mais gritantes persiste nas teses inacreditáveis, como quando o Fernando quer convencer a todos que não é mentiroso, embora tenha PROMETIDO que não ia voltar dias atrás e no dia seguinte estava comentando, na maior desfaçatez, ou quando comprou um imóvel em 2015 com 95% de ocupação e 50% de aumento no preço anunciado em 1 ano, apesar de NENHUMA pesquisa, nem o FINGE ZAP, ousar ir tão longe, ao contrário, TODAS apresentando exatamente o oposto disto (dentre outras evidências, só para não repetir e o texto ficar muito longo, sei que você tem preguiça de ler).

      Quer dizer que você também acredita na questão do terremoto, no carro invadindo a casa e tudo isto como parte do que desvalorizaria o imóvel e não foi ironia, certo? É, uma coisa temos que admirar nesta galera, pelo menos eles mantém uma linha bem ensaiada de ações aqui no blog, estão todos alinhados na forma de se comportarem…

      3+
  • Alemon Fritz 14 de setembro de 2016 at 19:32

    só pra ler:
    Uma coisa que me incomoda muito é que não são os governos não controlam as cidades: quem governa são os grandes especuladores imobiliários. São eles que dizem onde vai passar o asfalto, o ônibus, onde vai fazer o condomínio, o shopping. Fazer o enfrentamento da especulação imobiliária é o segundo eixo. Usando o IPTU progressivo, o Estatuto das Cidades. Como eu tenho 85 mil terrenos em Curitiba que estão devendo IPTU por dois, três, cinco anos, e não faço absolutamente nada para que a área possa ser utilizada.
    http://paranaportal.uol.com.br/politica/deixado-de-lado-antes-tadeu-veneri-e-escolhido-para-representar-o-pt-na-hora-da-crise/

    3+
  • Alemon Fritz 14 de setembro de 2016 at 19:39

    Falências e podres inrecebíveis
    Credor pede a falência da Urbplan

    A empresa de loteamento passa por problemas financeiros por causa da crise, com baixa demanda e altas taxas de inadimplência e distratos, segundo fonte próxima à companhia.
    omo JP Morgan, Fator, Cacique, XP e o investidor Flávio Ognibene Guimarães – que compraram Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) -, além do Bradesco, conforme informou o Estado. Boa parte da receita da companhia, oriunda das prestações pagas pelos clientes que compraram os terrenos, está comprometida com os donos desses recebíveis, entre eles a Gaia Securitizadora, que levanta esses recursos no mercado.

    http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/negocios/20160914/credor-pede-falencia-urbplan/413155
    corvos vislumbrados

    3+
    • avatar
  • edson 14 de setembro de 2016 at 19:42

    Percebi agora a mais nova malandragem de quem anuncia no OLX, anunciam por um preço 30% acima do que querem , depois que o anuncio e postado, vão correndo e abaixam em 30% , só para ficar com a flechinha para baixo , destacando que o preço caiu, mais uma malandragem bananense

    7+
    • avatar
    • avatar
    • bolha real 14 de setembro de 2016 at 21:39

      É quase a metade do dobro, TODO o varejo faz isso.

      5+
      • avatar
  • Festa_no_Ap 14 de setembro de 2016 at 19:43

    JJJ_brasilia

    Se for para calcular certinho, o CUSTO de manutenção tem que entrar.

    Todo o custo te empobrece.

    1+

    Com certeza, igual gente burra que compra um carro e depois não tem grana pra a manutenção e despesas, quando na verdade nem carro era pra ter, e depois ainda xinga a marca do automóvel. Tem louco que ainda prefere financiar carro zero porque diz que não dá “gasto com manutenção”.

    No bairro que eu quero comprar um imóvel os preços em 2003 eram de 80 a 100 vezes o valor de locação, chegou a 300 vezes no auge ou até mais, atualmente está em 200 vezes em média e achei 2 imóveis abaixo disso, mas precisam de reforma, dá para morar mas estão com a parte interna com cara de anos 90. Tem que colocar na conta esse valor de reforma na hora de comprar e ver se vale a pena, eu acho que anda não vale e tem que reduzir esses valores.

    3+
    • avatar
  • Alemon Fritz 14 de setembro de 2016 at 19:45

    .. Limitou-se a dizer que “o mercado de dívida brasileiro não pode ter sua segurança ameaçada”.

    1+
  • Festa_no_Ap 14 de setembro de 2016 at 19:55

    edson

    Percebi agora a mais nova malandragem de quem anuncia no OLX, anunciam por um preço 30% acima do que querem , depois que o anuncio e postado, vão correndo e abaixam em 30% , só para ficar com a flechinha para baixo , destacando que o preço caiu, mais uma malandragem bananense

    0

    Tem outra malandragem dos anunciantes de imóveis, coloca que o imóvel está em um bairro, mas na verdade está em outro que é pior.

    Dentro do anúncio na descrição consta o bairro correto, as vezes omitem tambem, mas no cep do anúncio que e o que determina aonde a busca direciona é do bairro melhor.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • JJJ_brasilia 14 de setembro de 2016 at 20:03

      Aqui em Brasília está malandragem é mais difícil, as cidades são afastadas umas das outras.

      2+
    • Oliveira 14 de setembro de 2016 at 22:54

      Tem varias publicar anunciosde imoveis ja vendidos, com fotos de outros anuncio, ficticios por um valor atrativo para pescar interessador dizer que ja foi vendido e oferecer outro muito mais caros e com caracteristics diferentes.

      1+
    • Oliveira 14 de setembro de 2016 at 22:58

      Tambem invetaf que o imovel do anuncio ja esta em negociação, pegar dados de Cadastrais e oferecer outros

      2+
  • Luladranus 14 de setembro de 2016 at 20:01
  • Unreal_Estate 14 de setembro de 2016 at 20:02

    Olá Zé Carioca.
    Concordo com você. Este caso dos 50% foi exceção, não dá pra tomar como média.
    O que quis dizer é que exemplos como esse mostram que algumas oportunidades já surgem no mercado. A Rosinha já falava isso: você não precisa que todos os imóveis caiam de preço, apenas um.
    Eu ainda não encontrei, e na minha percepção, tem espaço pra cair mais. O Fernando achou melhor aproveitar.
    Mas são fatos reais, CVRs, não são “mentiras”.
    Eu também me faço esta mesma pergunta? Ainda que compre agora com bom desconto, não acredito que a valorização do imóvel vá superar a Selic no médio prazo, por exemplo.
    Por isso sigo recebendo juros.

    3+
    • avatar
  • Cadeludo 14 de setembro de 2016 at 22:34

    achou melhor aproveitar oqpadilha? oportunidade pra quem?
    sofrer purifica a alma?
    o amor é uma dor?
    tô doido então

    3+
  • gmlinux 15 de setembro de 2016 at 06:25

    A intolerância esta tornando o ambiente uníssono, afastando comentários que possam levar à reflexão.
    Na minha opinião, não ganhamos nada com isto.
    Todos aqui podem ser acusados de carregarem motivos escusos em seus comentários, os que defendem veemente a bolha, podem estar plantando a semente para a instabilidade do mercado e usufruir com a compra do sonhado imóvel, o resimob pode sim querer ganhar com um nicho de frequentadores no site, quem sabe, mas devemos evitar criar um ambiente de intolerância.
    Gosto da diversidade de opiniões pois enriquecem minha capacidade de tomar decisões, por isto estou aqui, se sou lobo em pele de cordeiro? quem saberá…

    5+
  • gmlinux 15 de setembro de 2016 at 06:51

    Quando fiz a conta dei umas simplificadas.
    Após pesquisa, verifiquei que as tabelas usadas para cálculo de prestações eram matemáticamente equivalentes, assim usei a de prestação constante.
    Para simplificar, considerei inflação 0, pois ela está embutida na correção da prestação e do rendimento do meu investimento.
    Dai multipliquei o valor das prestações pelo número de prestações, o valor do aluguel pelo número de meses correspondente ao número de prestações, , a diferença entre o valor da prestação e do aluguel, apliquei a taxa real de juros.
    Resultado na época foi que financiando metade do imóvel em 20 anos eu poderia dizer que era meu, alugando, em 10 eu poderia comprá-lo a vista.
    Observem que o conhecimento do valor no tempo me fez usar apenas o ganho real do TD, de 6% aa (inflação + 6% na época), assumi que imóvel teria reajustes anuais pela inflação, que sempre teria taxa de investimento real de 6% aa.
    Por isto monitoro o mercado, se alguma das premissas mudarem d+ ou eu tiver cometido erro, mudo o rumo.
    Mas com os 50% de margem (10 anos contra 20), minha margem de erro é bem grande…?

    4+