A história da Bolha Imobiliária Brasileira, parte 1 – CA

Você pode gostar...

Comments
  • Mestre dos Magos 22 de outubro de 2014 at 09:11

    Parabéns CA. Com bastante figurinha fica bem mais fácil de entender rsrsrs.

    1+
    • Pobre Paulista 22 de outubro de 2014 at 09:23

      Cara, onde ele arranja essas figuras? Eu tô morrendo de rir com a do Bernanke!

      1+
      • Tekinhasp 22 de outubro de 2014 at 09:34

        Ca, esse é o seu melhor artigo para o “Pratas da Casa”. Não estou desmerecendo o seus outros, mas este ficou tão desenhado que é impossível as pessoas não entenderem. Cansei de mandar as pessoas lerem para entender, mas alguns vem com aquele papinho de que é muito grande, ou, leio depois, rs. Top Top Top esse 🙂
        Foi para o Face, belo trabalho.

        1+
        • Legião Bananense 22 de outubro de 2014 at 09:53

          Realmente, ficou muito bom.

          Acrescentaria, no estilo mangá, dando uns golpes na estrelinha vermeia e nos simbolos de algumas destrutoras……kkk

          1+
          • JC 22 de outubro de 2014 at 12:38

            EXCELENTE CA ! Sera que o “Investment Grade ” atribuido a Banania em marco de 2008 pelas mesmas Agencias que classficaram como AAA os Credit Default Swaps os EUA ateh as vesperas da quebra do Leemann nao ajudaram um “pouquinho ” ?

            1+
            • Amadeus de Sampa 22 de outubro de 2014 at 17:25

              Grande CA, com esse artigo eh pra colocar uma pa de cal no assunto.
              “End of History” Fukuyama style.

              BOSS, vamos tocar pra segunda fase….ativa aquele seu domain dormente “www.pos-bolhaimobiliaria.com e vamos todos pra la…. ce’ fini este aqui. haha

              1+
          • JC 22 de outubro de 2014 at 12:42

            EXCELENTE CA ! Sera que o “Investment Grade ” atribuido a Banania em marco de 2008 pelas mesmas Agencias que classficaram como AAA os Credit Default Swaps nos EUA ateh as vesperas da quebra do Leemann nao ajudaram um “pouquinho ” ?

            1+
      • 8º Passageiro 22 de outubro de 2014 at 10:32

        Devido ao ótimo trabalho do nosso CA temos agora não só como provar mas ainda ilustrar nossa bolha com riqueza de detalhes dignos de um nobel.
        Parabéns CA mais uma vez dando nome aos bois, e explicando de forma simples e divertida a bolha imobiliária mas sem deixar de ser técnico.
        Tem coisas que só podem ser vistas no Bolha Imobiliária.com.

        BRAZIL:R.I.P.

        1+
      • 8º Passageiro 22 de outubro de 2014 at 18:26

        Off Topic, mas nem tanto.
        Bom, como já faz tempo que não posto algo grande, então lá vai.
        A Bolha imobiliária de fato já estourou, agora só recolhemos os destroços, mas aí algum desavisado chega e diz: “Mas cara como estourou se os preços anda sobem ou não senti uma queda tão acentuada que possa realmente me garantir que a bolha estourou ?” Será mesmo?
        O fato é que devemos sempre estar atentos às nuances da vida, mensagens que nos são enviadas todo o dia e que na correria do cotidiano não nos apercebemos da existência das mesmas.
        Primeiramente, cabe destacar, que a bolha imobiliária bananense murcha de uma forma de outra, mas novamente um desavisado poderia alegar que ela está murchando muito devagar, mas quem foi que disse que murcharia ou desinflaria rapidamente? Ora, a bolha se esvaziará de acordo com as vontades que regem o mercado, sim, e inclua-se em mercado, tudo que acontece na nossa vida e mundo que poderia de alguma forma afetar este mercado, explico:
        O mercado não é somente formado por agente financeiros, onde um vende e outro compra, muito mais que isso, pois como podemos visualizar atualmente muitos outros fatores contribuem para a formação das forças do mercado, seja política interna e externa, clima, economia interna e externa, assim sendo, o mercado pode ser afetado por um conjunto de forças que o influencia seja direta ou indiretamente.
        E como forças que poderão acelerar ou manter a velocidade de esvaziamento da bolha, alguns poderiam citar logo de cara a economia como principal vetor atuante sobre a bolha, será?
        Alguém em são consciência ( A Rosinha não conta, porque usa de bruxaria para realizar seus prognósticos ) poderia há 2 anos atrás dizer que uma grave crise hídrica instalada no Sudeste influenciaria nos preços dos imóveis desta região? Acho que só a Rosinha mesmo! Isso mesmo, pois no meu prédio, e já logo esclareço que moro de aluguel, existem muitos proprietários já falando em vender seus bolhudinhos e se mandar para o, pasmem, Nordeste, mas até alguns anos atrás o Nordeste era sinônimo de seca!
        Sim meus amigos, há vários fatores que gostemos ou não, influenciam na aceleração do esvaziamento da bolha imobiliária bananense, e como disse podemos mencionar até seca agora como mudança de paradigma para o que tínhamos estabelecido até o momento.
        Como exemplo, e abro aqui uma discussão, cito funcionários meus, que como todos aqui sabem possuo pequeno hotel em São Paulo, sendo que várias 666 funcionárias, compraram piscinas enormes para seus rebentos, agora vos pergunto, poderão essas 666 utilizarem essas piscinas daqui em diante? Claro que não, pois a água tornar-se-á demasiado caro, banhos serão cada vez mais escassos, industria de cosméticos paulista enriquecerá, sim pois o budum será demais e deverá ser encoberto, imaginem os ônibus.
        Assim novamente menciono a mudança de paradigma, pois até um tempo atrás eu me revoltava com a idéia de não poder comprar um apertamento, sendo que hoje, agradeço a Deus por ter conhecido esse blog e a inteligência que o cria diariamente, pois a qualquer momento posso pegar minha família e cair fora se quiser e precisar, já que, pelo jeito teremos de enfrentar seca, zumbis, e até ameaça de socialismo tupiniquim, é o mundo mudou rápido de 2 anos para cá.
        Desta forma, só tenho a dizer e corroborar o que já foi dito aqui anteriormente, que de fato a bolha imobiliária será o menor de nosso problemas.
        BRAZIL:R.I.P.

        0
        • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 19:15

          Ótima percepção.
          Para mim uma grande evidência da bolha é o fato de mais nenhum cliente ficar dizendo que comprou apartamento como investimento. Era uma febre em 2010! Todos ficam meio que constrangidos de terem feito um péssimo negócio. Mas não assumem a motumbada.

          0
          • 8º Passageiro 22 de outubro de 2014 at 19:27

            Padeiro até as 666 já sabem que o tranco será forte, veja bem cara a situação a que chegamos, água em caminhão pipa sendo escoltada no interior de São Paulo. e a mônica diz que o problema é estadual, sim deixa a falta de água refletir em menos recolhimento de impostos federais, e o problema deixará de ser estadual e será também federal.

            BRAZIL:R.I.P.

            0
    • Canhoteiro 22 de outubro de 2014 at 12:31

      Alguém poderia fazer um vídeo disso aí, estilo Espanistão. Com certeza tem algum talentoso aqui no bolha que consegue fazer isso com maestria

      0
    • Francisco Quiumento 22 de outubro de 2014 at 14:57

      CA e suas overdoses de infográficos.

      Até os 666 mais lesadinhos entendem.

      😀

      DÁ-LHE CA!

      0
      • CapEnt 22 de outubro de 2014 at 15:34

        666 não entende nem desenhando. Não é problema de não saber ler (e geralmente não sabe mesmo), é falta de um cérebro para sequer compreender a mensagem.

        0
        • JohnRMLess 22 de outubro de 2014 at 23:12

          Não precisa mais do que 2 neurônios para entender… Desde que ambos se comuniquem. O problema é que as 666s ou só tem um ou, qdo tem dois, eles não tem uma relação amistosa.

          0
    • AuditorBSB 22 de outubro de 2014 at 15:41

      Um dos melhores posts do blog desde que comecei a acompanhá-lo. Parabéns CA, sua genialidade com os números, esquemas e desenhos me impressiona; além do entendimento de toda lógica econômica brasileira. Ganhou o NOBEL do BOLHA.

      0
  • Carlos 22 de outubro de 2014 at 09:12

    Os Corvos em Minas Gerais estão ensandecidos… não estão vendendo nem pra comprar um café… mas é o preço que se paga né, plantaram agora colhem. É o fim de uma era das gastanças.

    0
  • Joao Beluci 22 de outubro de 2014 at 09:14

    Parabens pelo artigo! Extremamente didatico e elucidativo. Da gosto ler o trabalho de quem sabe o que fala.

    0
  • MINEIRO SPY 22 de outubro de 2014 at 09:21

    Ótimo detalhamento.
    Só em 5 a 8 anos veremos o real terror nas famílias, com casas se desmanchando e carnê de mais 25 anos pela frente.

    0
    • Lambari 22 de outubro de 2014 at 14:19

      Por que só em 5 a 8 anos?

      0
    • Derick 22 de outubro de 2014 at 16:37

      Quantos que se enfiaram nesta barca furada de financiamento devem perder o emprego com toda esta crise. A vida de algum se tornou um trem-fantasma. Como e bom dormir tranquilo com toda esta crise…

      0
  • navlig00 22 de outubro de 2014 at 09:22

    Parabéns CA pelo esforço contínuo em elucidar esta questão da bolha imobiliária.

    0
  • Marc 22 de outubro de 2014 at 09:27

    Mais claro que isso impossível. Parabéns!

    0
  • Giqqs 22 de outubro de 2014 at 09:28

    Quer que desenhe? O CA desenha! Parabéns, CA!

    0
  • macacoalbino 22 de outubro de 2014 at 09:34

    cara, se você fizesse uma cartilha, daria até para panfletar esse ótimo material. Afinal de contas, para as massas, quanto mais mastigado melhor! Olha que tem setores da economia que financiaram fácil fácil essa empreitada. Parabéns pelo material

    0
  • Giqqs 22 de outubro de 2014 at 09:35

    CVR

    Eu aqui, curtindo os desenhos do CA, me liga minha mãe:

    “Sabe aquele terrenos ali perto de xxxxx? Então, vão construir uns prédios e sua tia colocou meu nome na lista…. ”

    Eu gritei: “Nãããão!!!!!”

    Ela: “Ué, seu primo X comprou 2, sua prima Y comprou um, seu outro primo comprou 4…”

    Eu: “E vc não acha que tem algo de muito errado quando X, que não é rico pode comprar 2 apartamentos?”

    “Mãe, eu tô tremendo aqui, a senhora promete que não vai colocar dinheiro alí? A construtora vai falir, não vai entregar a obrar, se entregar, os primos não vão conseguir vender nem alugar, talvez nem pagar!” “O que tá acontecendo é uma tal de bolha imobiliária e ela vai explodir!”

    Ela: “Então seu pai tava certo… (meu pai não é 666! toda minha educação financeira vem dele!)… eu achei que ia valorizar…”

    Eu: “Vou postar uns desenhos no facebook pra senhora entender melhor”

    Postando os desenhos do CA em 3, 2, 1…

    Mais uma alma salva!

    0
    • Pobre Paulista 22 de outubro de 2014 at 09:38

      Divina Providência!

      0
    • RalaTudo 22 de outubro de 2014 at 12:57

      E não dá tempo de salvar as almas dos primos ?

      Família que se mantém líquida…. familia feliz…

      0
      • EduardoRJ 22 de outubro de 2014 at 13:26

        Não. Quando os primos falarem, tem que aplicar a tática pinguim de madagascar, como o colega já falou. Depois o negócio dá errado, irão ficar chamando o cara de invejoso e pobre.
        Tem que acenar e sorrir.

        0
        • Giqqs 22 de outubro de 2014 at 14:04

          Compartilhei o post da Bolha no facebook. Se meus primos quiserem ler, estará lá; se preferirem ver sem enxergar, ai é com eles…

          Agora, alertar não vou não! Já tomei bastante lambada da vida pra saber que depois, eu é que serei invejosa, arrogante, pedante, etc!!!!

          0
    • Triste_Fim 22 de outubro de 2014 at 16:45

      Fico feliz que voce consegui evitar essa tragédia….

      CVR
      lá em casa…mesmo eu alertando sobre a picaretagem das destrutoras… não adiantou… minha mae foi inventar de comprar um Apertamento na planta pro meu irmão que ia se casar… ela não me ouviu minha opinião… e acabou levando prejuízo… agora tenta na justiça resgatar parte do que se perdeu….

      0
  • EngenheiroMG 22 de outubro de 2014 at 09:35

    Interessante a parte que destaca que o déficit habitacional para famílias baixa renda aumentou. Mostra a total incoerência e incapacidade dos programas do governo em resolver os problemas.

    0
    • Carlos 22 de outubro de 2014 at 09:55

      Dificil de acreditar, mas movimentos como MTST / LMD / etc tem como uma das pautas o FIM DA ESPECULAÇAO IMOBILIARIA….

      0
      • Banzé Bolhudo 22 de outubro de 2014 at 14:24

        mas o intento não é bem com base na economia.

        0
    • Legião Bananense 22 de outubro de 2014 at 10:00

      E eles ficam com essa: “Para o povo….”

      Que povo ? Se os que realmente precisam, não conseguem ??
      Daí a gente fica vendo o jornalzinho apresentando as favelas com os esgotos abertos e dizendo que é chic….
      Aff.

      0
  • Pablo 22 de outubro de 2014 at 09:36

    CA;

    1) Vendas Falsas;
    2) Um índice que mede a valorização Falso;
    3) Uma demanda Falsa;
    4) Uma renda comprovada Falsa;

    Vamos ver até onde isto que esta ai vai!

    0
    • MND 22 de outubro de 2014 at 10:58

      O resultado?

      Uma prosperidade FALSA. Uma riqueza FALSA. Um desenvolvimento FALSO.

      Mas uma tragédia bem REAL.

      0
  • Camika 22 de outubro de 2014 at 09:39

    Recentemente me cadastrei em um site de busca de empregos, pois estou buscando me realocar no mercado. Pequeno “detalhe”: sou engenheira eletricista. Vejam o email que recebi hoje:

    “Prezado Candidato,

    OFERECEMOS: AJUDA DE CUSTO, METAS E PREMIAÇÕES!

    A *666* Imóveis, selecionou seu Currículo para lhe contratar de imediato, para o cargo de Corretor de Imóveis, profissão que teve o maior crescimento de renda nos anos de 2011, 2012 e 2013.

    Você deve comparecer em uma de nossas 6 lojas mais próxima de sua residência, para
    Facilitar o seu deslocamento no dia a dia! (sim, está cortado desse jeito mesmo)

    As entrevistas ocorrem de segundas às sextas-feiras entre 10 e 11h e 15 e 16h.

    * nomes dos bairros onde a imobiliária atua *

    (Necessário apresentar CNH). A empresa possui frota própria!
    Oferecemos carteira inicial de 100 clientes para atendimento imediato! Oferecemos treinamento e não exigimos experiência!

    O setor da construção Civil é o que mais cresce no Brasil.

    As comissões médias ficam entre R$3.000,00 e R$20.000,00.

    Confirme sua presença por e-mail para o gerente da loja que ficar mais próxima de sua residência!

    A CEF somente no ano passado, já em setembro, bateu o recorde de um bilhão
    em financiamentos.
    Os endereços para comparecimento em cada uma de nossas lojas, você encontra em nosso site http://www.666imoveis.com.br

    Seria isso, como se diz aqui, ÇANGUI?

    0
    • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 09:54

      eu já ila clicar no linque da imobiliária… 🙂

      Tá esperando o que? 20K por mês limpos, ó…!

      0
      • GustavoFLP 22 de outubro de 2014 at 09:56

        Veja que colocaram de 3 a 20 mil sem mencionar o período. Vai ver é anual!!

        0
        • EngenheiroMG 22 de outubro de 2014 at 09:57

          vai ver?

          0
          • Amadeus de Sampa 22 de outubro de 2014 at 17:28

            Que mane’ pagar CREA . A moda agora eh selfie com o seu CRECI.

            0
            • EngenheiroMG 22 de outubro de 2014 at 19:56

              hahahahaha

              to atrasado na moda

              0
        • MND 22 de outubro de 2014 at 11:00

          Será anual com sorte, muita sorte…

          0
  • jacob 22 de outubro de 2014 at 09:44

    Bom dia bolhistas

    Um OFF, mas pode impactar no bolso:

    “http://www.noticiasautomotivas.com.br/multas-deverao-ficar-mais-pesadas-a-partir-de-novembro/

    0
    • GustavoFLP 22 de outubro de 2014 at 09:57

      Passou no JN essa semana. Estão ficando sem $$ e precisam aumentar a arrecadação!

      0
    • Apollus III 22 de outubro de 2014 at 15:19

      Mas como faz para pagar a multa de R$1915,00, se o orçamento já esta estourado para os próximos 30 anos?!

      Prevejo 666 deixando de pagar os documentos do carro (licenciamento só libera se pagar as multas), a seguir, já que esta com documento atrasado não vai pagar as parcelinhas do financiamento, a seguir, anuncia como “não pago” no OLX e passa pra frente e sai contando vantagem para os amigos!!

      Não, não vai!

      0
  • Çanguinolento 22 de outubro de 2014 at 09:45

    Sensacional.
    O melhor é a casinha dos Simpsons…kkk

    0
  • HelenaBH 22 de outubro de 2014 at 09:45

    Parabéns CA! Este e o material publicado dia 28 de julho, Parte I, ficaram muito bons, em especial. E como 2007 foi uma ano “cabalístico”; vários eventos iniciando simultaneamente.

    0
  • HelenaBH 22 de outubro de 2014 at 09:46

    Parabéns CA! Este e o material publicado dia 28 de julho, Parte I, ficaram muito bons, em especial. E como 2007 foi uma ano “cabalístico”; vários eventos iniciando simultaneamente.

    0
  • navlig00 22 de outubro de 2014 at 09:46

    Imobiliária faz evento sobre regras para brasileiro comprar imóvel nos EUA

    “Os brasileiros ocuparam a terceira posição entre os estrangeiros que mais compraram imóveis no Estado da Flórida em 2013, com 7% das negociações”

    *http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2014/10/22/imobiliaria-faz-evento-sobre-regras-para-brasileiro-comprar-imovel-nos-eua.htm

    0
  • fritz 22 de outubro de 2014 at 09:48

    Ficou muito legal CA

    ps: ontem, um advogado dando entrevista na TV sobre seguros estava dizendo que o fundo garantidor da habitação não tá funcionando como foi dito… alguns recursos são jogados pro supremos e ficam no limbo, ou esão sendo negados… pois a caixa não poderia dar garantia com base em medida provisória do governo… outra novela durante o desemprego….

    0
  • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 09:52

    Com todo o respeito,
    CARALHO, CA, PERFEITO!

    Tenho NOJO de quem se recusa a enxergar a fria em que estamos metidos… com tanta informação boa, limpa, gratuita! tem gente que se auto-engana ainda… Obrigado, CA! FIRST POST EVER!

    0
  • RGSUL 22 de outubro de 2014 at 09:54

    Recebi informações de um contato ontem a noite via zap zap que existem vagas de emprego sobrando (ele é gerente de lojas em uma das 5 empresas nossas de telefonia do Brasil), mas tem gente se fazendo para trabalhar ou sem qualificação nenhuma. O mais interessante que ele contou é que tem gente fazendo de tudo para ser desligado e ganhar seguro-desemprego. Dentre um desses casos de desligamento ele foi investigar e a pessoa era habituada a ficar 1 ano e 7 meses em cada empresa e fazer de tudo para ser desligada e ganhar o tal beneficio. E tem gente que não quer ver o rumo que o Brasil está tomando.

    0
    • Duas Barras 22 de outubro de 2014 at 11:38

      Algar Tech Recruta jovens de 18 a 24 anos sem experiência, com pelo menos ensino fundamental completo pra trabalhar das 7:00 as 15:00, salário em torno de R$ 800,00 + R$300 de alimentação + transporte + plano médico.

      Pergunta se a galera quer ir trabalhar??? Pô, R$ 1.100,00 (considerado alimentação em dinehiro) pra gente de 18 anos sem estudo trabalhar das 7 as 15, em escritorio climatizado e talz, e a galerinha futuro da nação não quer! é mole?

      0
      • NDevil 22 de outubro de 2014 at 13:39

        Geração nem-nem é isso aí, 20% da gurizada nessa idade não faz nada…

        0
        • RGSUL 22 de outubro de 2014 at 14:26

          Otimismo em 20%. Pelo meu levantamento é muito mais!

          0
  • Veeeeem Bolha 22 de outubro de 2014 at 09:56

    E vem aí o Minha Casa Minha Dívida 3, pras construtoras continuarem pedalando com venda falsa na planta. E taca-lhe pau nesses estoques!!!

    0
    • Banzé Bolhudo 22 de outubro de 2014 at 14:34

      com que grana?

      0
      • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 14:42

        Nem 8 bilhões do Tesouro para a CEF conseguem repassar. E o superávit primário? Para um país bombando isso seria moleza de conseguir. It´s OVER!

        0
  • Bob Simpsom 22 de outubro de 2014 at 09:56

    PQP! Olha o tamanho e qualidade do post! Isso é uma obra prima! CA devia vender pôster disso!

    0
    • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 10:01

      quando ele lançar o livro, veja se compra, tá?

      0
      • Bob Simpsom 22 de outubro de 2014 at 10:03

        Na capa vai ter um pentagrama de seis pontas, tamanho o poder!

        0
        • FBI80 22 de outubro de 2014 at 13:19

          acho que na amazon da pra publicar o material como livro. vale dar uma olhada.

          0
          • Amadeus de Sampa 22 de outubro de 2014 at 17:30

            Capaz dos Zylbertjen (ZAP CORVO FAMILY) comprarem todo estoque disponivel.

            0
            • Abomineve Homem das Naves 23 de outubro de 2014 at 00:58

              Que nem fizeram com a playboy da Xuxa….

              0
  • euromig 22 de outubro de 2014 at 09:58

    Para quem ainda não entendeu ou não aceita a bolha agora tem a versão do CA com tudo explicado e com DESENHOS/FIGURINHAS agora até meu sobrinho de 04 anos vai entender!

    Agora vai!

    Att.

    1+
    • MND 22 de outubro de 2014 at 11:02

      Fato!!

      Já temos a resposta para poder perguntar para as 666’s de plantão “Entendeu ou quer que eu desenhe?”. E dá-lhe enviar esse EXCELENTE artigo do CA. 🙂

      0
  • mcelsil 22 de outubro de 2014 at 09:59

    Cara, caraca!!! Fantástico!!!
    CA parece o Niall Ferguson!
    A ascensão da bolha brasileira.
    De novo, parabéns!!!

    0
  • Giuliana 22 de outubro de 2014 at 10:01

    Há cerca de 4 meses um corvo me ofereceu o seguinte apartamento por R$850.000,00:
    “http://www.zap.com.br/imoveis/oferta/Apartamento-Padrao-3-quartos-venda-RIO-DE-JANEIRO-TIJUCA-RUA-BOM-PASTOR/ID-6399963”

    Eu recusei porque achei pequeno para mim, então ele insistiu e reduziu para R$800.000,00 1 semana depois.
    Que surpresa (or not!) vê-lo sendo vendido agora por R$700.000,00…

    Ladeira abaixo…

    0
    • Louro José 22 de outubro de 2014 at 10:02

      Fala que compra por 250 que ele oferece 300.

      0
    • Tenho paciência 22 de outubro de 2014 at 20:00

      Quando aumentar a quantidade de barracos ali por trás, vamos ver quanto vai valer…

      0
  • mcelsil 22 de outubro de 2014 at 10:03

    O que gostei de ver foi a farra das IPOs. Tubarões lucraram e as sardinhas se queimaram. Em 2010 tubarões saíram e ainda tinha gente nesses sonhos de uma casa para chamar de seu, que mais tarde vai ter que devolver para o banco!

    0
    • Bob Simpsom 22 de outubro de 2014 at 10:06

      Pior né: quem investiu em ações das construtoras, ainda tinha uma certa noção que podia perder dinheiro.

      Já quem comprou na planta…..

      0
      • mcelsil 22 de outubro de 2014 at 10:11

        Vero!
        Duas palavras para quem investiu na IPO e na PRANTA: loser e loser.

        0
  • Legião Bananense 22 de outubro de 2014 at 10:04

    CA Parabéns cara!

    Copa do Mundo….: tá aí o impacto nas [email protected] do MCMV e nas especulações: “Ah minha casinha em frente ao istádium do Curintia vou alugar durante o mundial por R$ 1.000.000.000.00000…””””

    Distratos: Incapacidade REAL mesmo…agora que a b*sta bateu no ventilador vemos a real situação dos bananenses..

    Déficit Habitacional:::: Ainda na perrengue….Nada mudou…Nada mudará….

    CA…Agora com tirinhas – MODE ON

    0
  • boom 22 de outubro de 2014 at 10:09

    CA Sensacional o teu Artigo… este até leigo entende…
    só não sei se vai acreditar nos fatos que tu expôs aqui… pq tem gente que gosta de se enganar…

    Mas digamos esta vez tu deu aula para até Bananense com primeiro grau completo só entender…. pq acho que é esse tipo de gente que precisava duma aula.. seguiam inflando a bolha .. mas não conseguem ler nada.. mas história em quadrinho.. acho q eles vão ler…

    Parabéns…
    E muito obrigado por mais este auxílio ao Brasileiro que não aguenta mais ser passado a perna o tempo todo

    0
    • Apollus III 22 de outubro de 2014 at 11:27

      Que o artigo do CA ficou sensacional, não há dúvidas.

      No entanto, NMHO, os responsáveis por inflar a bolha são pessoas bem instruídas, em sua maioria com “ensino superior”, que se achavam na obrigação de comprar um imóvel para mostrar para a família e amigos “ricos”, que também tinham acabado de comprar. Com 2 mil por mês o Lula diz que já somos classe B, então, bora gastar que nem rico!

      O povo mais humilde, que ganha milão por mês, não sai por ai fazendo bananisse, não porque não quer, mas porque não pode mesmo, afinal, o máximo que consegue comprar financiado é uma TV 55′, e um golzinho usado, em 50 meses. Paga R$500,00 de aluguel, e sobra R$100 pra comer…Essa é a nova classe média, que esta super feliz com o desgoverno atual.

      1+
      • boom 22 de outubro de 2014 at 11:47

        Estava falando dos músicos, BBBs e jogadores de futebol…
        Gente burra com o XX pra Lua… pessoas mais fáceis de serem manipuladas.. e com altos rendimentos…

        0
  • DIRCO 22 de outubro de 2014 at 10:11

    Finalmente estamos em que fase da bolha ? Bulltrap ? Quando é que não vai dar mais para segurar. Quais as projeções ?

    0
    • Carlos 22 de outubro de 2014 at 10:14

      Boa pergunta…. Me preocupa a possibilidade do governo segurar isso “indiretamente” com dinheiro público, caso isso seja possível…

      0
      • boom 22 de outubro de 2014 at 10:38

        Num Governo Sadio… os incentivos governamentais podem ser mantidos enquanto existe a criação de empregos e novos lançamentos…
        O Brasil arrecada muito.. então tem como ficarem sim por um tempo segurando essa Bolha com os nossos impostos….
        Na história, já foram construídos diversas grandes obras sem sentido… para manter a população com emprego…
        Só que no nosso caso .. estão sendo fechadas várias lojas… pq essa bolha causou uma distorção muito grande no custo de vida da população… e gerando desemprego ao contrário do que qualquer governante pode querer…
        Desta forma, como talvez o saldo de empregos seja mais positivo com do que sem a Bolha criada..
        também tem o fato de que outro objetivo governamental.. é criar moradia para a população e isto ficou inviável…

        O governo só irá manter esta bolha por corrupção mesmo e não por objetivos de governo…

        Então no fim… ele vai ter que fechar as torneiras do CRÉDITO para que diminuam as compras irresponsáveis que estavam acontecendo.. e com isso acontecerá uma acomodação…

        No caso.. não vejo um PLOC aqui não… mas uma descida ladeira abaixo em altíssima velocidade.
        Por dois fatores… CRÉDITO terá que se tornar responsável…
        e como os imóvel estarão tendo tendo rentabilidade negativa… o SUMIÇO de ESPECULADORES….

        O PLOC só virá se surgir um fato tipo nós EUA quebra das Seguradoras Hipotecárias…

        Senão tem tudo pra ser ladeira abaixo como na ESPANHA.

        Mas o Percentual será maior… depois do final da ladeira os preços estarão 66% menores que os atuais… em termos reais… (falo que em valores atuais… pq um real hoje vale mais que um real daqui 5 anos.)

        Para exemplificar… um imóvel de 450 mil hj… não estará 150 mil… estará esses 150 mais a desvalorização do nosso dinheiro… q em 5 anos podemos falar.. em 275 mil…

        Mas vão descer mais que isso… 66% será quando voltar para uma estabilidade….

        Haverá um momento de fuga de capitais para esse setor… neste passará tranquilamente destes 66%…

        0
        • Bolha de Tudo 22 de outubro de 2014 at 14:38

          *
          Espere para ver o vai acontecer no sistema Bancário:
          1- A CEF vem rolando o prejuízo e sem receber todo o dinheiro do Tesouro
          2- Muitas construtoras despejaram nos bancos as promissórias das vendas/Pseudo-vendas, para antecipar receita, e os bancos vão ter dificuldades de receber.

          Questão de tempo!

          0
  • Diego F. 22 de outubro de 2014 at 10:16

    Sensacional, CA. Para aplaudir de pé!

    Que venha a parte 2!

    0
  • Julião 22 de outubro de 2014 at 10:17

    Bom dia a todos,
    Acompanho o blog, nunca fiz postagens, e acho q este é um ótimo local para se informar sobre o que realmente anda acontecendo na Banânia….
    Parabéns pelo Post CA!
    Mais didático impossível…..
    Aproveitando o ensejo, seguinte: nao tenho muito conhecimento em economia, mas o suado $$ ( uns 50 k) que tenho esta guardado em uma caderneta de poupança… Porém com este panorama que se aproxima ( cada vez mais rapido) estou com medo disso virar pó….
    alguma sugestão de como aplicar estes trocos, para q isso não aconteça?

    abraços a todos

    0
    • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 11:25

      larga essa merreca aonde está até o fim do ano.

      0
      • mcelsil 22 de outubro de 2014 at 11:32

        Compre terrenos nos cafundós do Brasil!!! (by Rosinha Bruxa Louca)

        0
      • Julião 22 de outubro de 2014 at 11:33

        Valeu Barnabezinho!!! é q se esses petralhas maledetos tungarem a minha merrequinha querida q tenho, dai desisto disso daqui msm…. valeuu!

        0
      • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 11:48

        Kkkk!
        Achei que 100k eram uma merreca !
        50 k seriam o quê!?

        0
        • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 12:05

          BECOME A RICH, BAKER.

          Menos com os descamisados…

          0
        • Pobre Paulista 22 de outubro de 2014 at 12:48

          50K = 2,5 meses de salário de um Paulista médio. Afinal qualquer Paulista ganha 20k por mês, não é mesmo?

          0
  • Nonada 22 de outubro de 2014 at 10:21

    CA,
    Parabéns, mais uma vez!

    0
  • Riche 22 de outubro de 2014 at 10:22

    Globo news vai falar de compra de imovel! Bora entrar no site mandar pergunta sobre a bolha para ver o que o “especialista” vai falar!!!

    0
    • Viking 22 de outubro de 2014 at 10:24

      se for o Samy Dana vai falar pra não comprar hehe

      0
      • Riche 22 de outubro de 2014 at 10:26

        Mandei uma… vamos ver se falam…
        “Ultimamente estamos tendo uma quantidade muito grande de distratos de apartamentos entregues na planta devido a falta de crédito para os compradores na hora de assumir o financiamento. Qual é o impacto dos distratos na contabilidade das construtoras? ”

        PESSIMISTA MODE ON

        0
        • Riche 22 de outubro de 2014 at 10:46

          Apareceu no site que minha pergunta foi escolhida pelo editor! Sera que vão falar? aeheahhaeaeha

          0
          • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 10:52

            YEAHHHHHHH
            posta ela aí, a gente monitora…!

            0
            • Riche 22 de outubro de 2014 at 10:53

              “Ultimamente estamos tendo uma quantidade muito grande de distratos de apartamentos entregues na planta devido a falta de crédito para os compradores na hora de assumir o financiamento. Qual é o impacto dos distratos na contabilidade das construtoras? ”

              0
              • boom 22 de outubro de 2014 at 11:07

                Te puxou na pergunta

                0
                • boom 22 de outubro de 2014 at 11:11

                  Mas já sabe a resposta se for programa pago pelas construtoras…

                  Não da nada não… vendemos de novo e com lucro maior…

                  Melhor coisa são esses distratos… sqn

                  0
                  • Riche 22 de outubro de 2014 at 11:26

                    Não perguntaram… 🙁
                    Queria ver a cara do corvão quando ouvisse a palavra “distrato”… hehehe

                    0
                    • boom 22 de outubro de 2014 at 11:41

                      O jornalista selecionou achando que distrato era uma palavra positiva…

                      Corvão explicou…

                      Palavra proibida para a TV nacional.. passa pra próxima…

                      0
  • DIRCO 22 de outubro de 2014 at 10:26

    Finalmente será que aguenta até junho do ano que virá ? Será que estoura em junho. Não tenho qualquer base concreta para sustentar esta hipótese. Isso é apenas um palpite baseado no atual quadro. Mas ainda assim fico com dúvidas. Qual o fator real que pode indicar que agora não tem solução e que o Ploc é inevitável. Será o aumento do desemprego ? Tem outros indicadores ?

    0
    • boom 22 de outubro de 2014 at 10:41

      fiquei matutando uma resposta pra tua pergunta.. mas saiu um pouco acima

      0
  • Pobre Piritubano 22 de outubro de 2014 at 10:33

    Matou a pau CA. Seu trabalho é fantástico, fabuloso. Tem como alguém salvar a imagem e disponibilizar? Assim, podemos viralizar nas redes sociais.

    0
  • DIRCO 22 de outubro de 2014 at 10:36

    Finalmente será que aguenta até junho do ano que virá ? Será que estoura em junho. Não tenho qualquer base concreta para sustentar esta hipótese. Isso é apenas um palpite baseado no atual quadro. Mas ainda assim fico com dúvidas. Qual o fator real que pode indicar que agora não tem solução e que o Ploc é inevitável. Será o aumento do desemprego ? Tem outros indicadores ????????/

    0
  • Cesar 22 de outubro de 2014 at 10:36

    TERRACAP LADEIRA ABAIXO
    Até o ano passado nos leilões da Terracap (empresa estatal que comercializa os lotes no DF) vendia praticamente tudo que anunciava em seus leilões.
    Agora, no leilão 07/2014 foram anunciados 102 terrenos com o valor mínimo de venda de R$ 203.204,600 e só foram vendidos R$ 30.140.882 ou seja, 14,8%.
    No leilão 08/2014 foram ofertados 120 terrenos por um lance mínimo de
    R$ 386.974.300 e foram comercializados apenas R$ 29.399.169, ou seja, 7,6%.
    No final do mês irá ocorrer o leilão 09/2014, com 87 terrenos e valor mínimo de R$ 323.545.700, vamos ver o que vai acontecer.
    Estima-se que o valor de custeio para manter este órgão é de R$ 250 milhões por ano.
    “http://www.terracap.df.gov.br/portal/licitacoes/imoveis
    PS: Todo mês os terrenos no NOROESTE são anunciados em leilão, mas desde abril/2014 que não recebem nenhum lance e mesmo assim a TERRACAP não reduziu o valor do lance mínimo.

    0
    • Legião Bananense 22 de outubro de 2014 at 10:43

      Tic tac..tic tac…tic tac…

      …3,90% ?? vamos ver…
      Vai ter que ceder…

      0
  • Ugo 22 de outubro de 2014 at 10:38

    Concordo, deveria ter pôster disso.
    Se alguém do blog manjar de design, poderia dar um acabamento bacana e daria para imprimir uns flyers educativos.

    0
    • boom 22 de outubro de 2014 at 10:43

      Rola até de fazermos pra encaminhar via Whats e Face… única forma de 90% da população se educar atualmente

      0
      • boom 22 de outubro de 2014 at 10:44

        Colocamos uma mulher Bonita no início e todo mundo para pra ver….

        E dai começa;;

        Taca le PAU CA Véio

        1+
    • MrCitan 22 de outubro de 2014 at 11:06

      Se você quiser tentar, pode criar alguns com isto e distribuir por aí. 🙂
      “http://download.cnet.com/Easy-Flyer-Creator/3000-2016_4-10699134.html

      0
  • Apollus III 22 de outubro de 2014 at 10:49

    CVR

    Minha tia comprou um MRV, na pranta, em 2009, e depois de mais de um ano de atraso na obra tentaram entregar a chave. Como ela já estava sabendo da “qualidade” dos imóveis da MRV, levou meu tio pedreiro para fazer a inspeção e, é claro que, encontraram um monte de problemas (vazamentos, infiltrações, piso torto, etc.).

    Depois de mais de seis meses de reformas, chamaram ela novamente para vistoria, e ai sim pegou a chave. Mas é claro que durante o tempo da reforma realizada pela MRV, a construtora não pagou o condomínio, e agora, na entrega das chaves chegou junto o boleto de mais de 4k para minha tia pagar. Ela não esperava por esta, pois imaginava que só começaria a pagar o condomínio quando pegasse a chave. Essa grana estava reservada para comprar os moveis, mas agora ela vai ter que parcelar em 20x nas Casas Bahia, com juros zero!

    Triste que a pessoa se planeja a vida toda para comprar um imóvel humilde, faz reservas para entrada, empara o FGTS, financiamento no limite da renda, e quando pensa que acabou, vem o motumbo e da o golpe final. Espero que tenha sido o último!

    0
    • MrCitan 22 de outubro de 2014 at 10:54

      Infelizmente Para ela os problemas so começaram, pois prevejo que em breve o condominio vai ter reajuste Para compensar os caloteiros, sem contar os problemas estruturais que o predio e as dependencias irao apresentar nos proximis anos.
      Que ela consiga passar pra frente o abacaxi o quanto antes.

      0
      • Apollus III 22 de outubro de 2014 at 11:40

        Caloteiros, até onde eu sei tem muitos por lá, ou paga o condomínio, ou a parcela do carro, este sim é o verdadeiro “Dilema dos prisioneiros”!

        Os investiotários compraram muitos APs neste condomínio, e oque mais se vê são placas de vende-se. Detalhe que de 2009 para cá, a valorização real não superou nem o INCC. O imóvel fica na região que mais “cresce” e “valoriza” em Curitiba, na Linha Verde Sul!!! Quem é de Curitiba sabe do que eu estou falando!

        0
        • Capitão Caverna 22 de outubro de 2014 at 13:52

          Apollus, eu devo ser muito sortudo… hehehe

          Também comprei um MRV nessa região que mais cresce que apesar de atrasar a obra, o apto não apresentou problemas na entrega… Fui um dos primeiros a receber a chave e aluguei com 1 semana de anuncio, sem a famosa placa da Apolar é claro… Alugado a R$800 aécios num pagamento que paguei na época R$115k.. ~0,7%… Esses dias comprei outro MRV no mesmo condomínio de um motumbado que me custou praticamente o mesmo valor, embora agora vale cof cof R$220k, e também já aluguei pelos mesmos R$ 800 aécios.

          Acho que ela levou muito azar mesmo…

          0
    • MND 22 de outubro de 2014 at 11:10

      Se “arrumaram” só o Ap dela, apenas colocaram uma máscara no problema. Esses problemas do Ap são consequências de outros problemas muito mais graves na estrutura do prédio, que obviamente a construtora não corrigiu na “reforma”. O piso torto pode até estar reto agora, mas logo logo vão surgir as infiltrações de cima, as rachaduras, as falhas elétricas, e por aí vai.

      Sonho da casa própria? Não, é pesadelo. Melhor ficar no aluguel. Nem pela conta financeira, e sim pela mobilidade. Deu problema “irremediável”? É só sair fora e procurar outro.

      0
  • DIRCO 22 de outubro de 2014 at 10:53

    Finalmente será que aguenta até junho do ano que virá ? Será que estoura em junho. Não tenho qualquer base concreta para sustentar esta hipótese. Isso é apenas um palpite baseado no atual quadro. Mas ainda assim fico com dúvidas. Qual o fator real que pode indicar que agora não tem solução e que o Ploc é inevitável. Será o aumento do desemprego ? Tem outros indicadores ????????kkkkkkkk

    0
    • Tito Xoxoteca 22 de outubro de 2014 at 10:57

      É só o aluguel começar a baixar, esse é um sinal de que não está vendendo nada e estão correndo e colocando os imóveis para alugar para diminuir a perda….

      0
      • Fausto Luiz 22 de outubro de 2014 at 11:07

        Exato, agravado pelas exigências diárias com despesas familiares, isso sem contar possível desemprego, ou se for autônomo, diminuição dos serviços, o que já vem ocorrendo. Até.

        0
        • FBI80 22 de outubro de 2014 at 13:34

          Alguém ja notou algum aumento no numero de apartamentos para alugar que ainda não foram colocados pisos, armários, etc? Seria possivel fazer algo do tipo? Acredito que só um screening manual 🙁 mas vai que alguém tem alguma boa ideia…
          acredito que isso seja um bom indicador do nível de desespero dos investiotarios.

          0
  • AlexBhz 22 de outubro de 2014 at 10:59

    Excelente CA!!!!!!

    0
  • Fernando 22 de outubro de 2014 at 10:59

    [ OFF ]

    Luiz Carlos Mendonça de Barros lê o blog

    -“…avaliou que o modelo de expansão baseado no consumo se esgotou no Brasil e a sociedade ainda está por sentir toda a extensão do golpe…a deterioração econômica ainda não chegou aos números e à percepção da população, mas vai chegar. O grande problema do governo é que acabou o ciclo de consumo”

    0
    • Fausto Luiz 22 de outubro de 2014 at 11:10

      De fato, a percepção da degradação economica ainda não chegou, creio que teremos ainda um final de ano apertado, mas sem alardes, porém a aprtir de mar/15, ai sim a realidade chegará, e chegará arrebentando.

      0
      • MND 22 de outubro de 2014 at 11:15

        666 sempre é o último a saber das primeiras.

        Já é consenso, entre todos que tem o mínimo de raciocínio e contato com o “mundo econômico” que a coisa está feia. Se duvidar, até um catador de papel que tenha um pouco mais de “lucidez” já percebeu uma redução na quantidade de embalagens descartadas para ele poder recolher.

        0
        • Fausto Luiz 22 de outubro de 2014 at 11:21

          Exato, com todos que tenho conversado dizem qoe os preços subiram muito, porém sem noção do alcance real da economia brasileira e do panorama internacional, sem margem de intelectualidade de desenvolver o raciocínio intrinseco com o clima e suas consequencias junto a agricultura – Os alimentos subiram muito de preço ano que vem, coisa que poucos tem observado, a não ser quem acompanha a evolução, como o pessoal aqui do blog – A crise vai pegar mutos desprevinidos. Principalmente esses 666 que faz a festa da RosinhA.

          0
          • Fernando 22 de outubro de 2014 at 11:25

            Do jeito que a coisa vai, daqui a pouco vamos todos entrar na onda da “barriga negativa” por força das circunstâncias

            0
  • Medico Bolhudo 22 de outubro de 2014 at 11:05

    OFF

    Acabei de ver um CDB com 120% de CDi, com valores a partir de R$ 5.000,000, garantidos pelo FGC, Corretora Easynvest.
    Alguém conhece? Ou Corre q Cilada Bino?

    0
    • 8º Passageiro 22 de outubro de 2014 at 11:07

      Depende, você conhece alguém que já recebeu valores do FGC, foi fácil de receber ou tem de deixar de herança? sei lá coisas de governo é bom desconfiar.

      BRAZIL:R.I.P.

      0
      • Pobre Paulista 22 de outubro de 2014 at 12:51

        FGC não é coisa de governo…

        0
    • Pobre Piritubano 22 de outubro de 2014 at 11:12

      Médico Bolhudo, invista. Mas não coloque todo seu dinheiro lá. Diversifique os ovos em várias cestas.

      0
      • Medico Bolhudo 22 de outubro de 2014 at 11:16

        A ideia séria colocar +-1/3 do valores de investimento nela, tenho 1/3 no Tesouro Direto, 1/3 em LCI, fora o Fundo de Emergência q esta na poupança

        0
        • Pobre Piritubano 22 de outubro de 2014 at 11:34

          Entendi. Meus investimentos serão diversificados em LCA, LCI e CDB. Tesouro Direto não confio. Ainda mais com o PT no poder.

          0
          • Louro José 22 de outubro de 2014 at 12:17

            Ou seja, tu confia no banco, mas não no governo kkkkk

            0
    • CH 22 de outubro de 2014 at 18:47

      Galera esse easynvest tá investindo pesado em propaganda, tá uma enxurrada em tudo que é site q entro. E 120% é muita coisa, vcs confiam???

      0
      • LoucoLa 23 de outubro de 2014 at 09:59

        Cara, não é enxurrada de propaganda. É que você entrou no site deles ou pesquisou sobre eles, aí o google vai direcionar essas propagandas pra vocês.

        0
  • Inside Job Brazilis 22 de outubro de 2014 at 11:07

    CA, tomei a liberdade de publicar todas imagens no Feicebuque para divulgação. ok?

    0
    • Pobre Piritubano 22 de outubro de 2014 at 11:09

      Passa o link, cara!!!

      0
    • CA 22 de outubro de 2014 at 11:42

      OK, podem divulgar a vontade. Objetivo é este mesmo, utilizarmos todos os meios para apresentarmos aquilo que está sendo omitido pela imprensa.

      0
  • Duas Barras 22 de outubro de 2014 at 11:08

    Voltando ao assunto… Acho que devo postar o desenvolvimento da bolha no interior também, visto que aqui no blog a maioria do pessoal mora ou trás dados das capitais ou regiões metropolitanas. Vamos ver como andas no interiô!

    Em Brasília, presidente da Cohagra defende proposta de mais 1.000 casas para Uberaba:

    O presidente da Companhia Habitacional do Vale do Rio Grande (Cohagra), Marcos Jammal, cumpriu agenda em Brasília, nesta quinta-feira (25), quando defendeu junto aos técnicos do Ministério das Cidades projetos de empreendimentos habitacionais para Uberaba. Jammal aguarda o posicionamento do ministério para a solicitação de mais 1.000 moradias para Uberaba dentro do Programa do Governo Federal Minha Casa Minha Vida faixa 1, que contempla famílias com renda de até R$1.600,00.

    Segundo Jammal, atualmente existem 25 mil inscritos em programas habitacionais que têm o município como parceiro, sendo 18 mil no faixa 1 e 7 mil no faixa 2 com renda familiar superior a R$1.600,00 até R$3.800,00. Atualmente, Uberaba tem 7 mil casas do faixa 1 em construção nos bairros Jardim Anatê, Residencial Parque dos Girassóis III e IV, Jardim Marajó, Ilha de Marajó e Alfredo I e II.
    ——————————————————————————————————-
    Os caras não param de querer construir!
    -7 mil residências só do MCMV ;
    -4 construtoras da cidade fazendo cerca de 15 prédios e ums 8 empreendimetos imobiliários;
    – Nacionais como MRV, Cyrela, Rodobens e DHAMA com 12 empreendimentos na planta, em construção e finalizados;
    -Um empreendimento da prefeitura que esta contruindo 800 apartamentos destinados à estudantes, idosos e servidores municipais.
    – Ploc é chiclete, aqui vai ser Booom!

    0
    • PFNando 22 de outubro de 2014 at 14:07

      Aqui em Juazeiro do Norte/CE está assim também. UM Ap tem preço de bairro nobre de Fortaleza. As construtoras pararam de investir nas cidades grandes e correram pro interior. Por aqui todo mundo acredita que a cidade vai crescer mais, não tem oferta, bla blla bla. Eu sempre pergunto: porque que antes tinha menos oferta e era mais barato? A moda agora é loteamento para que a prestação do “investidor” fique mais barata e consiga atrair classes mais baixas. Tem muito loteamento com mato a dois metros de altura, onde todo mundo está esperando o vizinho construir pra vender mais caro.

      0
  • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 11:10

    Começou bem o cara do SECOVI -SP ! Mentindo na cara dura !

    0
    • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 11:14

      Comprem na planta suas antas !!!
      Percebi umas 12 mentiras em 4 minutos !

      0
      • MND 22 de outubro de 2014 at 11:17

        Imóveis! Imóveis! Imóveis! Nunca desvalorizam! Comprem! Comprem! Comprem!

        HSBC ad mode ON 😉

        0
  • Cueca Anti-Motumbo 22 de outubro de 2014 at 11:13

    Pronto. Agora a bolha já está desenhada.

    0
  • Bolha BOSS 22 de outubro de 2014 at 11:13

    http://www3.tesouro.gov.br/tesouro_direto/consulta_titulos_novosite/consultatitulos.asp

    Cannot open database “Dbp_40067_TituloTesouro” requested by the login. The login failed

    Tá tenso o negócio !!

    0
    • Legião Bananense 22 de outubro de 2014 at 11:20

      É linkado ao BB isso aí Boss ??
      Porque se for, por aqui também essa droga…

      0
    • MND 22 de outubro de 2014 at 11:32

      Já li que as vezes, quando o movimento nas taxas de juro futuro são violentos, o TD suspende temporiariamente operações, até que a “volatilidade” reduza.

      Acompanhando os “símbolos” DI1F17 (DI em Jan-2017, pelo que percebi é o mais negociado) e DI1F25 (DI em Jan-2025) nas plataformas gráficas dá para ver melhor esse comportamento. A ADVFN quebra o galho por ser uma plataforma grátis com suporte à BM&F:

      “http://br.advfn.com/bolsa-de-valores/bmf/DI1F17/cotacao

      “http://br.advfn.com/bolsa-de-valores/bmf/DI1F15/cotacao

      0
    • Inside Job Brazilis 22 de outubro de 2014 at 11:56

      Abriu…

      0
  • Nosferatus 22 de outubro de 2014 at 11:19

    avisa pro corvo avisar pro proprietário que é mais fácil ganhar na loteria esportiva do que vender o bolhudinho

    0
  • Batata Kid 22 de outubro de 2014 at 11:23

    CVR – Mudando para a Alemanha

    Ola seu avarentos e porquinhos capitalistas!

    Recentemente me mudei para a Alemanha. Depois de me encher do stress que eh viver em Sao Paulo, busquei meu caminho para a Batatalandia. Ja havia morando aqui ha um tempo atras e sempre tive vontade de voltar para o pais mais “socialista” que conheco. Antes que me atirem pedra, digo que a Alemanha eh sim socialista do ponto mais basico da palavra: dignidade eh um direito de todos aqui. Consegui um bom emprego aqui e consegui um visto que eh valido para toda a Europa, tendo em vista que minha profissao eh considerada carente de profissionais.

    Aprendi desde cedo a ser muito disciplinado em meu comportamento e com o meu dinheiro, ate mesmo pelas dificuldades financeiras de minha familia quando era pequeno. Procurei manter os pensamentos e pessoas 666 sempre longe de mim. Por isso, consegui guardar muito do que ganhei nos meus 14 anos de carreira. Nunca cai em pressao psicologica 666. E lhes digo que trouxe todas as minhas economias pra ca sem problema algum e nem precisei usar o manual do Anony. O processo para mandar o dinheiro do BB para o Deutscha Bank custou cerca de uns USD 200 e chegou aqui em uma semana. Deixei so um cerca de 5% do meu capital no Brasil para alguma emergencia Dica: o Deutsche Bank abre uma conta em 15 minutos para voce, se tiver um endereco de correspondencia aqui na Alemanha que nao precisa ser seu. Pode ate mesmo ser de um conhecido ou familiar. Na sexta tenho uma reuniao com o gerente para verificar as possibilidades de investimentos. Se tiverem dicas, sao bem vindas! Os juros aqui sao bem baixos, mas acredito que manter meu capital em Euros ja salvara muito da minha suada economia. Lhes conto as novidades assim que decidir onde irei investir meu dinheiro.

    E a voces, seres inteligentes da Banania, mantenham-se firmes!

    1+
    • Pobre Piritubano 22 de outubro de 2014 at 11:36

      Boa sorte, meu querido. Sucesso profissional e pessoal!

      0
    • Pobre Piritubano 22 de outubro de 2014 at 11:40

      Em países sérios, os juros costumam ser baixos. Também, pudera. A inflação na Alemanha é baixa. O país investe em educação, indústria e tecnologia. Vale lembrar que são os alemães que estão segurando a barra da crise européia…

      0
      • Batata Kid 22 de outubro de 2014 at 11:44

        Sem duvida. O indice de inflacao aqui esta em atualmente 0,8%. Segundo o proprio gerente do Deutsche Bank, eles gostariam que estivesse acima disso.

        O preco dos alimentos aqui eh absurdamente baixo pela qualidade oferecida. Serio mesmo. E detalhe: o imposto maximo sobre alimentacao aqui eh de 7%. Na Banania ja cheguei a pagar 40% no feijao. Quase mafioso um imposto desse.

        0
    • Azufrebh 22 de outubro de 2014 at 11:44

      Qual seu ramo de atuação, Potato?

      0
      • Batata Kid 22 de outubro de 2014 at 11:47

        Producao de Pure de Potato. Hahahahaha. Brincadeira. Marketing Digital.

        0
        • mcelsil 22 de outubro de 2014 at 11:58

          Tem outras profissões carente por aí na Germany?

          0
          • Batata Kid 22 de outubro de 2014 at 12:04

            Ao menos o que sei eh que todas as areas de tecnologia sao consideradas carente s de profissionais. Isso envolve desde Programacao, ate Marketing Digital. Inclusive o EU Blue Card foi uma iniciativa da Uniao Europeia para atrair profissionais dessa area pra ca e concorrer com o EUA. Eu particulamente acho a Alemanha um lugar bem melhor do que os EUA para se viver, mas existe a questao da barreira da linga. Se bem que trabalhando com tecnologia, o ingles eh mais do que suficiente.

            Mais info sobre o EU Blue Card em “”http://www.bluecard-eu.de/eu-blue-card-germany/

            0
            • Banzé Bolhudo 22 de outubro de 2014 at 15:18

              Potato, como está a area de desenvolvimento de jogos e afins, cenarios por exemplo? Em que região vc está?

              0
              • Batata Kid 22 de outubro de 2014 at 21:24

                Cara, a Alemanha tem muita empresa de games. Principal na area de Social Games. Vale olhar! Veja uma empresa de Hamburgo que chama Good Games Studios. Precisam de muitos profissionais! Eu estou no Oeste alemão. 🙂

                0
          • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 12:07

            Padeiros !?

            0
            • Batata Kid 22 de outubro de 2014 at 12:11

              Os paes alemaes. Ahhh, os paes….

              0
              • Azufrebh 22 de outubro de 2014 at 12:25

                Pão “comida” ou pão “homem atraente”?

                0
                • Amadeus de Sampa 22 de outubro de 2014 at 12:32

                  Pão fresco? Haha

                  0
                • Batata Kid 22 de outubro de 2014 at 12:47

                  No meu caso, gosto das garotas. E elas sao absurdamente lindas. E magrinhas. O pao de verdade aqui tambem eh muito, muito bom.

                  0
                  • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 13:24

                    Mais respeito com o nosso colega seus invejosos!
                    Ele mora no país que recebe a feira mundial de Panificação!

                    0
                  • Marco 22 de outubro de 2014 at 14:36

                    Batata, vc pode falar mais ou menos a sua idade? Abraço.

                    0
                    • Batata Kid 22 de outubro de 2014 at 21:25

                      Opa. Eu tenho 31 anos.

                      0
                  • euromig 22 de outubro de 2014 at 14:54

                    Gosto de comprar meu pão no Penny pela manhã e quanto as garotas são todas maravilhosas.
                    Desconheço um local melhor para se viver do que a Alemanha.

                    Sucesso pra você no seu trabalho e carreira e seja bem vindo a Alemanha!

                    Att

                    0
                    • Batata Kid 22 de outubro de 2014 at 21:27

                      Também desconheço melhor local para morar. Para melhor só se dessem dinheiro na rua. E se arrajassem pra mim 2 encontros por semana com as gatinhas tedescas.

                      0
          • lly 22 de outubro de 2014 at 18:41

            Tudo que for ligado a engenharia e ciências da computação tá em alta (Europa, EUA e Canadá), mas você tem que ser bom no que faz, eles não bancam a vinda de qualquer recém formado não, tem que se destacar, e as entrevistas não são fáceis. Se vc for dessa área, é só se cadastrar no LinkedIn que eles te encontram, toda semana meu marido recebe propostas, ou pode mandar o currículo para as empresas (neste caso vc banca tudo).
            Se for de outra área, para quem tem pressa de sair do Brasil, não tem descendência europeia e não é doido de vir ilegal (é tratado como bandido e nunca mais vai poder viajar, esse carimbo de deportado é uma tatuagem pra vida toda), a melhor opção é imigrar para o Canadá, há oportunidade em diversas áreas e é fácil, tenho vários conhecidos que conseguiram e vivem bem lá, a principal barreira é o frio, mas de resto é um ótimo país.

            0
            • ryku 22 de outubro de 2014 at 20:50

              Yeah!!!

              0
            • Batata Kid 22 de outubro de 2014 at 21:33

              Quer saber uma grande vantagem que nós brazucas temos? Começar a carreira cedo. Um alemão em sai da faculdade em média com 27 anos e praticamente virgem no quesito trabalho. Aos meus 27 anos eu já estava no nono ano de minha carreira e já tinha morado aqui. Logicamente a parte tecnica é importante, mas o traquejo e a visão proporcionada pela experiência que temos é muito bem valorizado aqui. Ainda mais pra cargo de manager. Em minha entrevista me disseram que o salario que pedia com 31 anos era de Senior Manager, mas, como mesmo disse o meu atual chefe, eu já tinha com “apenas” 31 anos a propriamente experiência de um senior. Esse peixe tem que ser muito bem vendido na entrevista de emprego aqui.

              0
              • lly 23 de outubro de 2014 at 07:04

                27 é a nossa idade :p
                A área dele está em alta, pretendo tentar a sorte nela tb, mas para a parte web design, cheguei a fazer a graduação na Federal de Recife, mas o curso era terrível, desisti (fraco demais!). Essa é a principal diferença mesmo, com 18 anos ele já trabalhava e fazia a universidade, com 27 anos já tem mestrado, quase 10 anos de experiência e muitos trabalhos no currículo. E o segredo é sempre se atualizar, toda semana tem uma novidade e tem que está atento. Mas o principal é gostar do que faz, não tem como trabalhar bem sem gostar (nessa área), nunca vi alguém se divertir tanto fazendo código, brinco que o caso dele é de internação.

                0
          • at1 23 de outubro de 2014 at 04:21

            Which occupations are in demand?
            http://www.make-it-in-germany.com/en/working/which-occupations-are-in-demand/
            Site do governo.. com todos os passos para quem quer ir para lá…

            0
        • Çanguinolento 22 de outubro de 2014 at 15:19

          Batatense, boa sorte por aí!!!

          Tem vaga pra mim ai? Sou coordenador dessa área aqui na banânia..

          0
          • Batata Kid 22 de outubro de 2014 at 21:34

            Opa! Coordenador de que área? Idade? Fala ingles fluente?

            0
    • RalaTudo 22 de outubro de 2014 at 13:06

      Impostos de “Renda” em investimento está por perto de uns 20 a 23% ( se não me engano).
      Então se deixar o dinheiro na poupança não só o rendimento é baixo ( perto dos 1% ao ano) como vão te comer os 20% como lucro.
      Se for fazer investimento em ações…. mesma coisa.

      Então peça que o gerente te oferte alguma coisa que tenha um bom tratamento fiscal.

      0
      • Batata Kid 22 de outubro de 2014 at 21:37

        Danke! Pelo que me foi falado quando abri a conta, o imposto de 25% (tapa na cara!) só é cobrado se o ganho em juros superad 800 euros no momento da retirada. O gerente do Deutsche Bank havia me aoresentado um multi-fundos que chega a dar 5,2% bruto ao ano. Na sexta saberei mais detalhes.

        0
        • at1 23 de outubro de 2014 at 04:17

          O DKB tem um home broker com acesso fácil à ações e uma multitude de fundos… conta aberta via correio (é um banco sem loja física, tudo via telefone e internet de forma a manter os custos baixos… é o ALDI dos bancos 🙂 ):
          http://www.dkb.de, fundos:
          https://dkb.mdgms.com/MIS/?id=0107980

          0
          • Batata Kid 23 de outubro de 2014 at 09:11

            Obrigado pela dica. Conheco o DKB, ja que tenho amigos que tem conta la. Por enquanto vou de DB, mas talvez no futuro considere a mudanca.

            0
  • Artur Souza 22 de outubro de 2014 at 11:26

    Quando a bolha estourar, CA, você pode reunir seus artigos do blog e publicá-los em livro. Sugestão de título: “Eu avisei, não avisei?”

    0
  • Manco_SP 22 de outubro de 2014 at 11:30

    Parabéns CA!!!

    Eu fico imaginando como somos sortudos em ter este tipo de material de graça e de tão fácil entendimento, sua cabeça deve estar a prêmio na Secovi, board das construtoras, etc.

    Vocês sabem se há alguém como o CA no mercado de investimentos?

    0
  • Bolha BOSS 22 de outubro de 2014 at 11:33

    Quem é a favor do CA. MrK e convidados, escreverem o livro da Bolha ?

    0
    • mcelsil 22 de outubro de 2014 at 11:34

      EU!!!!!

      0
      • mcelsil 22 de outubro de 2014 at 11:35

        Posso fazer pré-reserva??? Diga que sim, BOSS, diga!!!

        0
    • Lima 22 de outubro de 2014 at 11:36

      Pode rolar até um crowdfunding, tipo pré-reserva…

      0
      • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 11:41

        Seria boa ideia pra dar o kick incial.
        TOU DENTRO.

        0
        • mcelsil 22 de outubro de 2014 at 11:41

          (2)

          0
          • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 12:15

            (3)

            0
    • RGSUL 22 de outubro de 2014 at 11:38

      Compro certo.

      0
    • RosinhA 22 de outubro de 2014 at 11:38

      Deixa eu fazer um capitulo com CVRs por favor !!!!!!!!!!

      Çnaguiiii
      Lixos
      666s

      😀

      0
      • mcelsil 22 de outubro de 2014 at 11:40

        Melhor é um capítulo com as profecias cumpridas da BRUXA!!!

        0
      • MrCitan 22 de outubro de 2014 at 11:46

        Você poderia fazer um capítulo sobre opiniões de geradores. 😀

        0
    • Azufrebh 22 de outubro de 2014 at 11:40

      Favorável.

      0
    • Legião Bananense 22 de outubro de 2014 at 11:40

      Apoiado!

      0
    • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 11:42

      YES!
      E quero meu nick nos agradecimentos. Pra posteridade, sabe como é…

      0
    • Diego F. 22 de outubro de 2014 at 11:59

      Pago o dobro por cópia autografada!

      0
      • Diego F. 22 de outubro de 2014 at 11:59

        Ah, mas só compro se o Grammar Nazi fizer a revisão.

        0
        • RalaTudo 22 de outubro de 2014 at 13:08

          Se isto acontecer “num vai tê çangui “

          0
      • fritz 22 de outubro de 2014 at 12:14

        pago 30% mais

        0
    • macacoalbino 22 de outubro de 2014 at 11:59

      faça divulgação na livraria cultura da paulista 🙂 Vou lá pedir autógrafo dos bruxos e bruxas do blog!

      0
    • Inside Job Brazilis 22 de outubro de 2014 at 12:01

      Demorou. Tem que ser para agora, pois depois da bolha não haverá leitores…

      0
    • Rolha 22 de outubro de 2014 at 13:10

      será nossa Bilha Sagrada

      0
      • Rolha 22 de outubro de 2014 at 13:10

        Bíblia

        0
    • Banzé Bolhudo 22 de outubro de 2014 at 15:20

      com certeza.

      0
  • Çanguinolento 22 de outubro de 2014 at 11:35

    CVRzin…
    Verdades e mentiras.
    ”http://ghitnick.com/page6943.html

    É verdade que os investidores não residentes estão com um saldo vendedor líquido na Bovespa de cerca de -R$ 3 bilhões, até agora neste outubro

    É mentira que o pânico de vendas em mercados mundiais nesta semana tenha a ver com o noticiário negativo destes dias, Ebola, Estado Islamico, Alemanha etc.: como demonstrou o repique da sexta-feira, a longa alta nesses mercados provocou sobrecompra e deixa o público nervoso e pronto a “sair fora a tempo”

    É verdade que entre os dados melhores recentes sobre a economia chinesa, inclui-se um grande aumento na importação de minério de ferro. A atual cotação em torno de US$ 80/ton está sendo considerada como um possível piso para os próximos meses.

    0
  • MND 22 de outubro de 2014 at 11:43

    OFF Bovespa e pesquisas

    Esses dias ao longo de outubro, com todo esse movimento violento na Bovespa, tanto para cima quanto para baixo, cada vez que sai uma pesquisa, não teria como chegar em conclusão diferente:

    Quem tiver acesso à informações antecipadas dos resultados, antes de serem divulgados “oficialmente”, está tendo chance de ganhar muito, mas muito dinheiro mesmo.

    Esses dias o mercado está totalmente ao sabor dessas pesquisas. Descolou de qualquer fundamento “técnico” e, talvez com exceção dos aplicados para movimentos intra-day, deixou muitos trade-systems “perdidos”.

    Escolhi ficar só observando e sem fazer nenhuma operação nesse período. Mas não pude deixar de pensar nessa tese… 😉

    0
    • augusto 22 de outubro de 2014 at 13:03

      pois é… mas brincando com este vai e vem já consegui quase 50% de rentabilidade nos últimos 4 meses… um pouco de sorte, um pouco de sangue frio… mas agora já sai, acho q não dá pra brincar mais…

      0
      • MND 22 de outubro de 2014 at 20:12

        Ah sim, nos últimos 4 meses deu para “brincar” bastante! 😎

        A coisa ficou “maluca” nessas últimas 2 semanas, principalmente depois do resultado do primeiro turno. Virou uma montanha-russa “radical e violenta”. Ou se tem informações privilegiadas sobre as pesquisas ou então virou cassino.

        0
  • Batata Kid 22 de outubro de 2014 at 11:44

    Sem duvida. O indice esta em atualmente 0,8%. Segundo o proprio gerente do Deutsche Bank, eles gostariam que estivesse acima disso.

    O preco dos alimentos aqui eh absurdamente baixo pela qualidade oferecida. Serio mesmo. E detalhe: o imposto maximo sobre alimentacao aqui eh de 7%. Na Banania ja cheguei a pagar 40% no feijao. Quase mafioso um imposto desse.

    0
    • Batata Kid 22 de outubro de 2014 at 11:44

      Ooops, lugar errado. Novato eh uma Scheisse mesmo.

      0
  • [email protected] 22 de outubro de 2014 at 11:44

    Comprei um MCMV em 2008, paguei o preço real na época, após percalços da vida como divórcio, achei melhor vender.Consegui até rápido pois não especulei, simplesmente não convinha mais.Hoje , devido a inadimplencia dos proprietários, fiquei sabendo que está um caos….metade dos condôminos não pagam o condominio, piscina quebrada, cheio de parente e amigos dos motumbos fazendo a festa, literalmente, nos dois minusculos salões. Graças a Deus me livrei a tempo. A males que vem pro bem….

    0
    • Manco_SP 22 de outubro de 2014 at 11:54

      Se eu pudesse eu moraria num terreno de 10000 m², com uma casinha simples no meio e nenhum vizinho em volta, ou na cobertura, 20° andar, sem nenhum vizinho abaixo.

      0
      • Tito Xoxoteca 22 de outubro de 2014 at 11:57

        Sem nenhum vizinho abaixo? me conta aí como seria essa cobertura suspensa

        0
        • Ghaspar 22 de outubro de 2014 at 12:00

          O andar debaixo também é dele e vai ficar vazio….porque ele não atura nem ele mesmo como vizinho….kkkk

          0
        • Manco_SP 22 de outubro de 2014 at 14:01

          Pra ficar bem longe da vizinhança das casas do entorno, viver numa bolha de raio xx metros.

          0
  • Ricardo Ramalho 22 de outubro de 2014 at 11:50
  • Amadeus de Sampa 22 de outubro de 2014 at 12:37

    estou vendo CVRS legais acima. Deixa compartir com os amigos alfinetes um trecho recente de minha jornada…
    CVR
    Ano passado dei um break na minha vida de trabalho na zoropa, sai da booring Vevey e queria ficar baseado em SP, voltei e no primeiro mes de volta, meu segundo contrato com uma empresa/cliente de longa data (sueca) foi encerrado. Assim me dediquei a conseguir um contrato ou emprego na minha amada São Paulo. Tenho empresa propria de consultoria baseada em San Andreas desde 2009. A cidade da nossa bruxa favorita. Fiquei mais de um ano tentando e recebendo todo tipo de negativas. Uma situacao nova para mim que nunca havia ficado sem trabalho por muito tempo. Muito triste e desanimador. Consegui segurar os aumento do aluguel com esse contexto – tinha otimo relacionamento com o proprietario do meu bolhudo nos jardins, mas em Marco ultimo devolvi o apto. Nesse periodo, meu pai que mora em Minas ficou doente 2 x sendo que na ultima vez em Junho veio a falecer. Foi pancada enorme. Em Agosto vim pra zoropa, pra terra da Rainha. 5 malas grandes cheias, passaporte italiano, trouxe ate minha mesa e cadeira de trabalho, edredon, monitor e sobrou algum espaco pra roupas. Hoje estou aqui compartilhando pois estou muito feliz – acabo de conseguir Novo contrato.
    Incrivel. No Brasil do pleno emprego (segundo o IBGE) eu nao consegui, mas na “em crise” Europa do alto desemprego consigo trabalho.
    Pode isso Arnaldo?

    0
    • RosinhA 22 de outubro de 2014 at 12:39

      Sério aqui ? e nunca havia me dito ? SAFADO !!!!! 😀

      0
      • Amadeus de Sampa 22 de outubro de 2014 at 12:55

        Meus impostos sustentam a grande san Andreas hahaha. Até parece. O escritorio de contabilidade eh dai, nome de pássaro, não, não eh corvo não. Morei em são bernardo qdo fiz fei. Fui estag da alcan. Gosto muito do abc 🙂 vila baeta, riacho grande, piraporinha hahaha

        0
    • Tito Xoxoteca 22 de outubro de 2014 at 12:42

      Vamos tomar uma Pint então Amadeus, tambem estou aqui na terra da rainha

      0
      • Amadeus de Sampa 22 de outubro de 2014 at 12:51

        Estou morando no interior e nesse momento na estação elephant & tower aqui na capitar. se for fácil hoje vamos encontrar sim. Senão combinamos um encontro bolhistico em outra ocasião. 😉

        0
        • lly 22 de outubro de 2014 at 18:49

          kkkkkkk Eu tava na South Kensington agora a pouco, mas moro em Battersea.
          Bolhistas na terra da rainha!

          0
          • Amadeus de Sampa 22 de outubro de 2014 at 19:12

            kkkkk que legal. eu fui pra cumprir tabela numa entrevista. mas ja retornei pro interiorzao. Cambridgeshire

            0
    • Batata Kid 22 de outubro de 2014 at 12:44

      Sinto por seu pai. Fico surpreso que um pessoa qualificada como voce tenha ficado sem emprego no Brazilis, tendo em vista a qualificacao pe de boi de muita gente. Consultoria de que mesmo e sua especialidade?

      0
      • Amadeus de Sampa 22 de outubro de 2014 at 14:36

        Muito obrigado! Eh que gosto de ser consultor e na Banania o mercado ficou bem complicado pois vivo de projetos e as empresas estão com pé no freio. Enfim. Aproveitei o tempo e dediquei a minha família e afilhados na argentina. Viajei pra caramba. 😉

        0
    • Papai Noel 22 de outubro de 2014 at 12:50

      como é conseguir emprego na Europa com Passaporte Italiano / Português, especialmente na terra da Rainha ?

      0
      • Amadeus de Sampa 22 de outubro de 2014 at 13:01

        Vou aproveitar e reposnder pro batata. Sou consultor sap. Trabalho eu busco no jobserve co uk
        Importante eh deixar o inglês afiado. E nunca deixar de estudar, aprender. Pois a concorrência com os amigos da Índia principalmente eh enorme.

        0
        • Papai Noel 22 de outubro de 2014 at 13:06

          valeu!!

          0
    • Floyd28 22 de outubro de 2014 at 12:56

      Sinto pela perda de seu pai.
      Tenho duas graduações, inglês intermediário, office avançado, e estou a um ano sem trabalho, só não estou ferrado por ter minha mãe, daí comecei a prestar concursos, passei em dois cargos e até agora nada, ultimo domingo fiz um municipal acertei 87% da prova, nesse é certo que serei chamado até inicio do ano que vem pelo menos.
      Isso no país do pleno emprego!! o.O

      Ando desanimado disso daqui, só não saio amanhã mesmo por causa da minha mãe que precisa de mim, minha avó morreu no inicio desse ano e ela anda meio triste com o ocorrido.
      Por enquanto é voltar a encher o pé de meia e me manter líquido para ver o que se espera no futuro.
      Que bom que está feliz e boa sorte!!

      0
      • Amadeus de Sampa 22 de outubro de 2014 at 13:20

        Obrigado Floyd. a gente fica até pior pois quem não vive a situação que voce e eu vivemos podem achar que o erro está em nós. Mas não está mesmo. Esse fds comprei um livro what colour is ur parachute ed 2015. Recomendo. E olha que Li pouco ainda. Estou na rua, fazendo uma segunda entrevista numa consultoria indiana. Mais a noite eu entro de novo e a gente troca umas idéias 🙂 mantém a cabeça erguida

        0
        • Çanguinolento 22 de outubro de 2014 at 15:27

          Amadeus, não sabia que estava fora da banânnia!
          Eu e a çanguinolenta patroa, na primeira oportunidade cairemos fora daqui.

          0
          • Amadeus de Sampa 22 de outubro de 2014 at 19:36

            Tem meu apoio, principalmente se o exercito vermelho vencer no domingo!

            0
  • marcos546 22 de outubro de 2014 at 12:50

    Parabéns CA, excelente artigo.

    0
  • RalaTudo 22 de outubro de 2014 at 12:53

    Para os companheiros Bolhistas que precisam transferir Reias para Euros ou Dollares. Existe um novo service que está tentando eliminar ( ou reduzir ) as tarifas bancárias a cada transação.
    O REAL ainda não está na lista de moedas…. mas temos a possibildade de “VOTAR” nesta moeda para que eles “agilizem” o servico.

    “ht tp://transferwise.us4.list-manage1.com/track/click?u=560bd9fceddef9c231fda92ae&id=17012549be&e=2f4aecf19d

    0
  • Al 22 de outubro de 2014 at 13:22

    Que belo trabalho, CA – parabéns. Foi genial incluir uma diversidade de elementos – ilustrações, gráficos, números, textos explicativos – para todos os níveis de compreensão.

    0
  • Bolha BOSS 22 de outubro de 2014 at 13:28

    Cuiabá tem um dos m² mais baratos do Brasil mesmo com valorização Pós-Copa

    http://www.cenariomt.com.br/noticia/399335/cuiaba-tem-um-dos-m-mais-baratos-do-brasil-mesmo-com-valorizacao-poscopa.html

    O metro quadrado de empreendimentos voltados para as Classes A e B em Cuiabá variam entre R$ 3 mil e R$ 6,5 mil em média, mesmo com a valorização registrada após o fim dos jogos da Copa do Mundo. O valor é considerado um dos menores do Brasil ficando atrás de Brasília (DF) a R$ 9 mil.

    O preço médio mais oneroso pertence ao Rio de Janeiro (RJ) entre R$ 10 mil e R$ 20 mil. Segundo o setor da construção, o preço do metro quadrado não deverá ter queda e a “profecia” de bolha imobiliária não se concretizou.

    De acordo com dados da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), Fortaleza (CE) registrou alta de 5,20% nos últimos meses. É a maior alta registrada entre as 16 cidades pesquisadas.

    A pesquisa revela ainda que em São Paulo (SP) a margem de preços do metro quadrado da construção em empreendimentos voltados para as Classes A e B variam entre R$ 10 mil R$ 11,5 mil.

    Conforme o diretor-executivo da Construtora São Benedito, Omar Maluf, o momento que se vive hoje ainda é favorável para a aquisição de imóveis. Ele pontua que há uma tendência de que os preços subam. “O volume de vendas já mostra recuperação imediata, tanto para quem adquire à vista ou através de financiamento. Não há crise, pois a demanda por créditos continua em alta”, salienta.

    O fato de Mato Grosso ter um potencial forte para o agronegócio, o que impulsiona a sua economia para cima e ajuda a segurar a economia nacional, é um dos pontos que ajudam na valorização dos imóveis no Estado. “O superávit do agronegócio aumentou de U$$ 10 bilhões de dólares para U$$ 90 bilhões em um período de 10 anos. Apenas na pecuária o Estado acabou de contabilizar um crescimento das exportações da ordem de 22% apenas no primeiro quadrimestre deste ano”, comenta Omar Maluf.

    Na região Centro-Oeste ao se analisar os agentes envolvidos na construção civil verifica-se que a desvalorização de preço dos imóveis é impraticável. “Oo mercado imobiliário em Cuiabá foi carimbado com uma transformação altamente positiva desde 2008, com a facilidade de crédito. No entanto, este ciclo de mudanças é acompanhado com as oscilações de outros indicadores envolvidos nos empreendimentos imobiliários, como os setores de combustível, aço, cimento, materiais de construção em geral, e o encarecimento também da mão de obra qualificada. Nesta seara é um equivoco descartar dos empreendimentos o pesado ônus das alíquotas do Estado com diferenças marcantes em outras regiões”, comenta o vice-presidente do Sindicato da Indústria da Construção em Mato Grosso (Sinduscon-MT), e presidente da incorporadora Ginco, voltada para condomínios horizontais, Julio Cesar de Almeida Braz.

    Conforme o diretor-executivo da Construtora São Benedito, Omar Maluf, os indicadores ainda apontam a existência de um grande déficit habitacional em Mato Grosso. “E enquanto a habitação permanecer em defasagem o Grupo São Benedito continuará construindo moradias”, diz Omar Maluf

    0
    • Louro José 22 de outubro de 2014 at 13:29

      Próixmo.

      0
    • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 13:29

      Cadê o Cuiabano pra dar um chilique com a matéria?

      0
    • Azufrebh 22 de outubro de 2014 at 13:39

      Compre dois.

      0
      • Sobra 22 de outubro de 2014 at 13:43

        Não precisa nem de sauna.

        0
        • Azufrebh 22 de outubro de 2014 at 13:45

          É você que gosta de avião, né?

          Sr. Azufrebh viu um avião inglês “Vulcan” em voo dia desses e ficou todo todo.

          0
          • Sobra 22 de outubro de 2014 at 13:47

            Muito.
            Uma raridade. Um clássico.
            Em 1982, durante a Guerra das Malvinas, um exemplar deste modelo, após uma pane, teve que fazer um pouso de emergência no Rio de Janeiro, no Galeão.

            0
            • Sobra 22 de outubro de 2014 at 13:50

              Foram escoltados pelos gloriosos caças F(orever)-5, até hoje na Força Aérea Bananense.

              0
            • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 13:52

              Se eu visse “O” XH558 ao vivo daria um chilique. Com certeza.

              0
              • Azufrebh 22 de outubro de 2014 at 13:54

                Foi esse mesmo! Olhei aqui no evento e foi!

                0
                • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 14:10

                  é o ÚLTIMO Vulcan em operação. Ele vai parar de voar em 2015, fadiga de material e falta pura e simples de peças de reposição. Uma lástima mas é melhor do que perder o avião de vez. Fantástico Seu Azufre ter visto ele aí! 😀

                  0
                  • Azufrebh 22 de outubro de 2014 at 14:13

                    Olha! Ele não deve saber

                    0
                    • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 14:16

                      “http://www.vulcantothesky.org/

                      Esta é a fundação que o mantém. Privada, vive de doações e dos ingressos dos shows aéreos.

                      0
            • Carlos 22 de outubro de 2014 at 14:13

              Ainda tenho dúvidas se foi pane mesmo ou se a Inglaterra queria saber de que lado o Brasil estava 😀 Thatcher jogando xadrez?

              0
            • Mr. Kowalski 22 de outubro de 2014 at 14:53

              Essa história é sensacional. Avião belíssimo mesmo.

              0
            • Tenho paciência 22 de outubro de 2014 at 20:17

              Tinha 12 anos e me lembro do estrondo !

              0
    • macacoalbino 22 de outubro de 2014 at 13:50

      a imprensa insiste em falar em recuperação das vendas. Isso que é ter cara a pau! Precisam apresentar o havaiana de pau pra eles :p

      0
    • Pantaneiro 22 de outubro de 2014 at 16:42

      Esse povo rico que vive de construir lixo e vender como se fosse de primeira, nunca desiste de achar mais trouxas! Só para exemplificar o inverso do alegado pelos “Malufs” e “Gincos”, existe um empreendimento da Brookfield, chamado Harmonia, com 5 torres de 18 andares e 6 “APs” por andar. Já foram entregues duas torres, e creio que até meados de 2015 entreguem as outras três torres. Pois bem, destas duas entregues, menos de 20% estão ocupadas(e olha que é na região mais valorizada da cidade, próxima da ADM Estadual, muitos concursados).
      O Papel aceita tudo…

      0
  • Azufrebh 22 de outubro de 2014 at 13:48

    Seria legal o CA analisar o desastre do balanço de ontem, acho que foi da Gafisa.

    0
  • Louro José 22 de outubro de 2014 at 13:52

    Boss,

    “Prezados clientes,

    Devido a instabilidade nos sistemas do Tesouro Direto, algumas operações de compra ou venda de títulos públicos de 17 a 22 de Outubro não foram realizadas.

    Para confirmar se sua operação foi executada, acesse o site aqui e verifique na seção Consultas > Protocolos (veja imagem abaixo).

    Caso tenha qualquer dúvida, entre em contato com nosso atendimento.”

    0
    • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 13:58

      XI.

      Será que é realmente este lance de problema técnico ou estão segurando a coisa toda?

      0
      • Azufrebh 22 de outubro de 2014 at 14:00

        Isso é muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito sério

        0
    • Banzé Bolhudo 22 de outubro de 2014 at 18:56

      be carefull… always.

      0
  • bloodmagew 22 de outubro de 2014 at 13:57

    Prezados clientes,

    Devido a instabilidade nos sistemas do Tesouro Direto, algumas operações de compra ou venda de títulos públicos de 17 a 22 de Outubro não foram realizadas.

    vish

    0
    • LZ 22 de outubro de 2014 at 14:12

      Segurando os títulos na marra !!!
      Igual aos “problemas técnicos” do seguro desemprego.

      0
  • Marcus A 22 de outubro de 2014 at 14:05

    CONTA DE LUZ TERÁ REAJUSTE MÉDIO DE MAIS DE 17% NA TARIFA
    AUMENTO ATINGIRÁ 68,7 MILHÕES DE UNIDADES CONSUMIDORAS EM TODO O PAÍS

    “http://www.diariodopoder.com.br/noticias/conta-de-luz-tera-reajuste-medio-de-mais-de-17-na-tarifa/

    0
    • Boni Reutemann 22 de outubro de 2014 at 14:11

      Aqui em SC já teve, o kWh voltou a custar os mesmos R$ 0,50 de antes. Durou pouco a farra. E certamente ano que vem chega mais uma trolha

      0
    • Pobre Piritubano 22 de outubro de 2014 at 14:36

      A crise vai bater forte, não adianta: aumento altísssimo na conta de luz, gás, água (se não faltar), gasolina, dólar nas alturas (possível)…

      Desemprego maciço no horizonte e juros nas alturas para diminuir a inflação na marra. O remédio vai ser amargo…

      Tudo graças a corrupção e incompetência PTralha.

      0
  • Banzé Bolhudo 22 de outubro de 2014 at 14:21

    CA me curvo ao seu trabalho. Excelente. Obrigada pela dedicação e clareza.

    Boss, esse trabalho do CA deveria ser o 1º da lista no 1º acesso.
    Muito bem construído e muito claro. Precisa ser eternizado e destacado. Com certeza fará parte da história economica do Brasil.

    0
    • Amadeus de Sampa 22 de outubro de 2014 at 15:16

      Agora que pude ler. Primoroso trabalho simples/complexo e didatico. Daria um belo mural. O nosso muro das lamentações.

      0
  • Lambari 22 de outubro de 2014 at 14:24

    Curiosa a matéria de capa da Folha de S. Paulo de hoje, dizendo que o povo acha que a economia vai melhorar (inflação caindo, empregos aumentando, etc…) e por isto a Dilma cresceu frente ao Aécio.

    Se esta crença popular é verdadeira (se a Folha não está mentindo) então de duas, uma:

    1. Eu sou idiota.
    2. O povo é idiota.

    Bom, pelo menos, EU estou líquido. Posso ser um idiota, mas um idiota líquido.

    0
    • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 14:29

      A Crisitana Lobo do GNews disse que o eleitor do PT acredita que o pior já passou e que a inflação irá cair nos próximos meses. São os mesmos que possuem reservas técnicas – zero – e que depende de vale no dia 15 para fazer compras no supermercado. Não conseguem enxergar nada a frente e nada macro-econômico – apenas o dia-a-dia.

      0
      • mmmmm 22 de outubro de 2014 at 14:33

        A última que eu ouvi, foi que o preço está caíndo e está tudo mais barato no mercado. cof cof cof.

        É, deve estar mesmo. Não tem quem compre.

        Acomodação do mercado generalizada em 3, 2, 1.

        Em tempo. Parabéns pelo trabalho CA. Vou espalhar aos 4 ventos.

        0
        • Pobre Piritubano 22 de outubro de 2014 at 14:37

          Logo os mercados estarão competindo com as concessionárias de carroças em nível de estoque, pode crer. Conhecço vários mercados super estocados no bairro em que moro, não importa se são pequenos, médios ou grandes.

          0
      • Pobre Paulista 22 de outubro de 2014 at 14:40

        Coitado de quem depende de vale no dia 15 pra fazer compras.

        O meu vem no dia 1o.

        0
        • Pobre Piritubano 22 de outubro de 2014 at 14:46

          Isso se sobrar alguém para fazer compras… *-)

          0
        • Pobre Piritubano 22 de outubro de 2014 at 14:47

          Isso se sobrar alguém para fazer compras… :s

          0
    • Quantico 22 de outubro de 2014 at 14:48

      Eu fico impressionado.

      Na boa, em que po**a de mudo paralelo esse povo vive?? Quem são eles?? Que embasamento eles tem para afirmar isso, já que na realidade não é.

      Eu já estou começando a querer torcer para o PT vencer, só para ver o Brasil ir mais rápido para o buraco e ver esse GADO sorridente e cada vez mais endividado comendo o pão que o Lu.. diabo amassou!

      0
      • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 14:50

        Tem horas que eu penso assim tb. É impressionante o cérebro de noz do bananense 666. Eles só conseguem pensar na tríade: Eletrônicos na casinha, carrinho na garagem, churrasquinho na laje.

        0
      • [email protected] [email protected] 22 de outubro de 2014 at 14:52

        Meu, a conta vai ser paga pela CLASSE MEDIA… Os pobres não tem educação, não tem como mudar de vida. Os AAA ou ganham com isto ou vão viver em MIAMI, ou os 2. Quem vai pagar a conta com impostos será a classe média e a inflação será para todos…

        0
        • rtkr 22 de outubro de 2014 at 14:56

          tem como piorar de vida. Pense numa pessoa com financiamento perdendo emprego e ai precisa vender o financiado para comer. É o que mais vai sofrer.

          0
          • mmmmm 22 de outubro de 2014 at 15:20

            Vai ser um tal de venda casada por aí. Salva a dívida e ainda come brioche. Aguardem, os primeiros casos aparecerão em breve.

            0
      • Marcus A 22 de outubro de 2014 at 19:45

        Já comentei o mesmo aqui! Tbm acho!

        0
  • FBI80 22 de outubro de 2014 at 14:44

    Alguém ja notou algum aumento no numero de apartamentos para alugar que ainda não foram colocados pisos, armários, etc? Seria possivel fazer algo do tipo? Acredito que só um screening manual 🙁 mas vai que alguém tem alguma boa ideia…
    acredito que isso seja um bom indicador do nível de desespero dos investiotarios

    0
    • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 14:49

      É só usar os nossos indicadores.
      ILAC 21 –
      Índice da Cortina na Cozinha
      Índice da Caixa de Ar Condicionado
      Entre outros.

      0
    • Pobre Paulista 22 de outubro de 2014 at 14:50

      Já postaram aqui que entregaram um prédio sem janelas.

      0
      • Amadeus de Sampa 22 de outubro de 2014 at 14:58

        E tem o das janelas voadoras. Maxhouse

        0
        • FBI80 22 de outubro de 2014 at 16:26

          A ideia era tentar fazer um levantamento do tipo no finge zap, tipo quantos imoveis anunciados no finge zap estão sem piso, armarios, box, etc e o individuo tentando alugar.
          Por curiosidade alguem ja alugou um imovel assim ou conhece alguem que o fez?

          0
          • Amadeus de Sampa 22 de outubro de 2014 at 18:38

            Acho bem complicado isso. O que imagino eh que o proprietario deve negociar com o potencial inquilino as instalacoes e abater do aluguel. nao vejo outra maneira. Eh bizarro no minimo.

            0
  • Rubens 22 de outubro de 2014 at 14:49

    OFF: Please, alguém explica porque viajar para os EUA pra por em prática o Manual do Anony e não abrir uma conta internacional do HSBC aqui mesmo por exemplo? Qual a diferença? PS: Preparando-se para o próximo governo da presidanta!

    0
    • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 14:51

      já deu merda grave com estas contas do HSBC. O risco não compensa. Tem o BB Americas, já ouviu falar?

      0
    • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 14:53

      Porque a lei americana exige a presença da pessoa para abrir a conta. Assinar a papelada e o formulário W8-BEN. Eu quase abri uma conta no HSBC dessa maneira. Quando soube da shit que deu eu desisti. Eles foram obrigados a encerras inúmeras contas e mandar um cheque da rede americana de compensação para os bananenses na Banânia. Fora isso eles foram multados por outras tretas de lavagem de dinheiro de narcotraficantes bem na mesma época.

      0
    • Cícero Silva 22 de outubro de 2014 at 14:57

      pelo que entendi da informação do Anonymous, a presença física nos EUA é previsto legalmente para se abrir a conta.

      E lá, salvo contrário, lei é para ser obedecida.

      ps: conheçi um sujeito que tinha visto para trabalhar nos EUA e arranjou um baita problema, porque mudou de empresa. Não entendo disso, mas parece que, quando vc muda de empresa, tem que voltar à banânia e pedir nova autorização, mesmo que saia da empresa A na sexta e vá trabalhar na segunda na empresa B.

      Coisa do tipo. Aqui tem várias pessoas que podem esclarecer melhor.

      Mas, se está previsto legalmente, obedeça.

      0
      • augusto 22 de outubro de 2014 at 16:25

        visto de trabalho L1 vale APENAS para a empresa onde foi emitido, então se mudar de empresa, tem q tirar novo visto… tem o nome da empresa impresso no visto

        para abrir a conta tem q estar nos EUA e preferencialmente ter um endereço para receber o cartão de débito, isso ocorre em menos de 1 semana, depois está livre pra manipular a conta de qualquer lugar… tenho uma no Bank of America simplesmente por ter mais agencias…

        0
  • Rubens 22 de outubro de 2014 at 14:53

    Ouvi sim. Então é o mesmo que viajar pra lá e abrir conta?

    0
    • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 14:56

      o BB Americas me parece que ainda faz todo o procedimento por aqui. Eu acredito que façam tudo por scanner. Mas estão sujeitos a lei americana.

      0
  • Diego F. 22 de outubro de 2014 at 15:01

    Aff… Olho no preço do leite.

    CBN Diário @CBNDiario · Há 19 minutos
    Agricultores familiares em SC estão descartando o leite produzido em suas propriedades por não terem mercado para vender o produto.

    CBN Diário @CBNDiario · Há 17 minutos
    Com a fraude do leite, as empresas estão sendo interditadas e os pequenos agricultores estão sem mercado para vender o que produzem.

    0
    • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 15:05

      Pois é!
      o Pablo pira!
      Tinha Leite Terra Viva aqui esse semana – aquele de assentamento por 1,69 o litro.

      0
      • Pablo 22 de outubro de 2014 at 16:32

        Pois é!
        A indústria vai ter que atuar pesado no recebimento do leite, para garantir a qualidade de seu produto final.
        Vai longe o tempo em que colocavam água no leite.

        Hoje o leite é adulterado com produtos parecidos com os que se coloca na gasolina batizada.

        Engraçado como tem muito mais gente com tolerância à “lactose” nos dias de hoje! 😉

        0
    • Rolha 22 de outubro de 2014 at 15:14

      Produtor pequeno, sozinho consegue tirar uns 6k /mes em leite.

      0
    • Pobre Piritubano 22 de outubro de 2014 at 15:16

      Estou estocado com leite até Janeiro. Não compro até lá 🙂

      0
  • Francisco Quiumento 22 de outubro de 2014 at 15:08

    Estou imprimindo o artigo do CA em folha A3 para enrolar num porrete e dar na cabeça das 666s, talvez a ficha caia e as ideias entrem.

    Como é que é, mãe? *

    Não funciona como didática?

    Droga!

    * A mãe de Pai Xicão é uma educadora aposentada. Incrivelmente, acredita menos no futuro da nação bananense que Pai Xicão.

    OFFágua

    Oi, segundo volume morto?

    Vai um copinho de lama aí?

    Está com uma viscosidade legal! Algo entre pastoso e cremoso, alto teor de argila, um tanto de ferrugem de carcaça de carro roubado. Algumas notas de presunto do PCC ao fundo, com sutis resíduos de crack.

    E segue o enterro!

    0
    • Azufrebh 22 de outubro de 2014 at 15:09

      Sobre a qualidade da água, é verdade ou especulação?

      0
      • Francisco Quiumento 22 de outubro de 2014 at 15:38

        Algumas coisas exagero, mas não é a maravilha que deveria ser, por simples decantação e coluna para esta ocorrer.

        Pegou?

        FATO: Os custos de tratamento devem estar “na tampa”.

        “Pai Xicão era um paranoico com custos, sua atividade de grande parte de sua vida. Chegava a ser insuportável! Um pentelho mala, para cacete na coisa!” – Um de seus discípulos

        0
        • Pobre Paulista 22 de outubro de 2014 at 15:50

          Lodo com Fluor, não tem problema.

          0
          • BReakfast 22 de outubro de 2014 at 16:10

            E só diluir a agua que ela fica boa de novo. :-/

            0
        • Marcus A 22 de outubro de 2014 at 20:53

          Casos de cancer subindo exponencialmente em São Paulo, 3, 2, 1….

          0
    • EngenheiroMG 22 de outubro de 2014 at 15:09

      diliça de água

      0
      • mmmmm 22 de outubro de 2014 at 15:15

        Hum. Devi di t bulinha. Opa. Nada de bolha!

        0
    • macacoalbino 22 de outubro de 2014 at 15:19

      Poderia ser até um prato novo em Sao Paulo.. Lodo a cantareira. Aposto que em um restaurante gourmet, um monte de 666 pagaria caro por isso 🙂 Só falar que faz bem para a pele hahahah

      0
    • observador interno 22 de outubro de 2014 at 15:41

      e o retrogosto … persistente ?

      0
    • navlig00 22 de outubro de 2014 at 15:54

      Sabesp consegue autorização para usar 2ª cota do volume morto do Cantareira
      41

      ‘http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2014/10/22/sabesp-consegue-autorizacao-para-usar-2-cota-do-volume-morto-do-cantareira.htm

      Data: 22/10/2014 ::
      volume armazenado 3,2 %
      pluviometria do dia 0,3 mm
      pluviometria acumulada no mês 25,2 mm
      média histórica do mês 130,8 mm

      0
      • Francisco Quiumento 22 de outubro de 2014 at 16:29

        “pluviometria acumulada no mês 25,2 mm”

        BRUXA MALDITA!

        0
    • Abomineve Homem das Naves 23 de outubro de 2014 at 02:37

      quantos centipoises, Pai Xicão??

      0
  • NeoAngeiras 22 de outubro de 2014 at 15:09

    Mercado Imobiliario em Hellcife super aquecido…sqn

    Grande recife tem maior encalhe de imoveis desde 2008

    “http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/economia/pernambuco/noticia/2014/10/22/grande-recife-tem-maior-encalhe-de-imoveis-desde-2008-152221.php

    0
    • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 15:11

      BOM!!!!!!

      0
    • Pablo 22 de outubro de 2014 at 16:41

      “Desde 2003, a única vez que a região metropolitana registrou uma oferta tão alta foi em agosto de 2008, quando havia 7.161 apartamentos à espera de compradores.”

      Em 2008 teve a crise, veio 2009 – um ano ruim – e em 2010 crescemos 7,5%.

      Como estamos em 2014, 2015 será “nosso 2009” um pouco pior :mrgreen: e em 2016 cresceremos 8% e TODO o e estoque será absorvido.

      Banânia : FIM DA FANTASIA.

      * 22/4/1500
      † XX/X/2015

      0
  • otário carioca 22 de outubro de 2014 at 15:15

    “O grande volume de apartamentos que chega ao mercado continua a ser dos compactos. Foram 2.750 na faixa de até 50 metros quadrados (m²) e 2.747 entre 50 m² e 70 m².”

    0
    • otário carioca 22 de outubro de 2014 at 15:16

      Ou seja. Alguém se arrisca a comprar isso aí?

      0
  • GNews 22 de outubro de 2014 at 15:25

    Mandei esse artigo do CA para minha irmã que é jornalista da ademi.
    Ela quase não falou comigo no almoço.

    Sim, verídico.
    A ademi convenceu ela de que não há bolha, mas, que “está meio parado no ano em virtude das eleições”.

    0
  • Louro José 22 de outubro de 2014 at 15:26

    Boss, põe como tópico ou seção fixa
    ‘http://www1.folha.uol.com.br/colunas/carodinheiro/2014/10/1534953-calculo-da-tr-usa-variavel-que-depende-da-taxa-selic.shtml

    0
    • macacoalbino 22 de outubro de 2014 at 15:35

      fica nítido nesse artigo do Samy Dana que o fator b pode variar mais de 108%! Não depende quase nada da SELIC… Assim ficou fácil para qualquer um compreender como que o boleto do financiamento varia mês a mês. Compreender a resolução 3.530 do Banco Central não é tão simples. Samy Dana sempre esclarecendo tudo para todos!

      0
      • GNews 22 de outubro de 2014 at 15:37

        Mesmo assim ainda é complicado.

        Alguém faz o cálculo com a Selic a 22%.
        Serei eternamente grato.

        0
        • macacoalbino 22 de outubro de 2014 at 15:42

          pela normativa abaixo, o índice b não pode ir além de 0,48. Ou seja, para valores de SELIC acima de 16% b é constante
          “https://www3.bcb.gov.br/normativo/detalharNormativo.do?method=detalharNormativo&N=106098700

          0
        • Diego F. 22 de outubro de 2014 at 16:07

          Não dá pra saber ao certo, pois depende da tal TBF. Dei uma olhada no histórico e percebi que a TBF fica – aproximadamente – 5% abaixo da SELIC anualizada. Nesse caso, vamos lá:

          SELIC: 22%
          TBF (estimativa): 20,9% ~ 1,6 %/dia

          R = 1,005 + 0,48 * 1,6/100
          R = 1,01268

          TR = 100 * (1 + 1,6/100) / 1,01268 – 1
          TR = 0,3278 %

          Acho que é isso!

          0
          • Diego F. 22 de outubro de 2014 at 16:07

            Ops, a TBF ali é mensalizada, mas os cálculos estão ok, acho.

            0
            • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 16:16

              Nem precisa chegar a 22% a SELIC. Chegando a 16 a 18% o estrago será monumental. A TR passará dos 0,18.

              0
              • Diego F. 22 de outubro de 2014 at 16:23

                É por aí… Acho que a TR deve passar dos 0,18% quando a SELIC chegar por volta dos 17,5%.

                PS: faltaram os colchetes depois do 100* nos meus cálculos anteriores.

                0
                • macacoalbino 22 de outubro de 2014 at 16:34

                  Diego F. observe mais atentamente o documento abaixo. No artigo 5, inciso 1 é fornecido uma tabela de TBF em função de b. Ou seja, se a TBF for maior que 16, o b será máximo=0,48.
                  Posso estar enganado, mas aparentemente o b máximo é 0,48

                  “https://www3.bcb.gov.br/normativo/detalharNormativo.do?method=detalharNormativo&N=106098700

                  0
                  • Diego F. 22 de outubro de 2014 at 16:36

                    Mas foi o que fiz, macacoalbino. Veja o b lá no cálculo de R.

                    0
                    • Diego F. 22 de outubro de 2014 at 16:37

                      R = a + b * TBF/100
                      R = 1,005 + 0,48 * 1,6/100
                      R = 1,01268

                      0
                    • macacoalbino 22 de outubro de 2014 at 16:40

                      Observei sim. Porém, para o cálculo da TBF, o mesmo artigo mencionado não usa taxas dependentes da SELIC, mas sim a taxa mensal média da instituição e
                      montante dos CDB/RDB emitidos pela instituição. Assim, segundo a atual forma de cálculo da TR, até onde eu tenha entendido, sofre influência da SELIC apenas no fator b. Posso estar enganado. As vezes algum economista aqui do blog pode dar uma mão.

                      0
                    • Diego F. 22 de outubro de 2014 at 16:53

                      macacoalbino,

                      Dá uma olhada no histórico da TBF: ‘http://www.yahii.com.br/tbf.html

                      A correlação com a SELIC é muito forte. Eu tinha falado em 5% abaixo… Não é bem assim, já que muitas vezes até ultrapassa a SELIC, mas raramente sai do intervalo [SELIC*0,9; SELIC*1,1).

                      0
                    • Pablo 22 de outubro de 2014 at 16:57

                      Procure direto na fonte:

                      “https://www3.bcb.gov.br/sgspub/localizarseries/localizarSeries.do?method=prepararTelaLocalizarSeries

                      Série 253.

                      0
                    • Diego F. 22 de outubro de 2014 at 17:01

                      Peguei o primeiro resultado do Google mesmo, só para ilustrar.

                      Fiz uma média dos últimos 12 anos e concluí que minha estimativa de 5% abaixo não era ruim, afinal. Tem as variações mas acaba tendendo a algo por aí, mesmo.

                      0
                    • Pablo 22 de outubro de 2014 at 16:46

                      Qual a moral do max?

                      TR (%) = max {0,100 {[(1 + TBF/100) / R ] -1}}

                      0
                    • Diego F. 22 de outubro de 2014 at 16:53

                      Se o cálculo der negativo, a TR é 0.

                      0
                    • macacoalbino 22 de outubro de 2014 at 17:46

                      Diego F. Fica difícil você comparar a TR com dados anteriores, pois a fórmula de cálculo foi alterada 2 vezes. Uma em 2006 e outra em 2008. Se você observar os dados da TR anteriores a 2006, verá que eles sofrem alterações significativas, acima de 2% aa. Imagina isso de correção anual nas parcelinhas? Porém a alegação do governo em refazer o cálculo era justamente não permitir que a TR variasse muito. Se você observar os valores após 2008 verá que a TR está mais comportada com esse novo método. Agora é saber se a nova fórmula de cálculo conseguira segurar sempre o rojão. Segundo comentários que li sobre a TR, a intenção é fazer ajustes necessários quando ela se descontrolar. De fato, em 2006 ela foi alterada e em 2008 foi novamente. Se você comparar a TR de 94 a 99 fica fácil observar porque era impossível financiar um imóvel. Olhe a correção mensal absurda que era.

                      0
                    • Diego F. 22 de outubro de 2014 at 17:55

                      Acho que está havendo alguma confusão, macacoalbino. Não sei quem não está entendendo quem, rs.

                      Enfim, eu não comparei as TRs em momento algum… Apenas fiz uma correlação entre a SELIC e a TBF para estimar a TR no caso de uma SELIC a 22%. Isso, CLARO, considerando o cálculo atual da TR que, como vc disse, pode mudar repentinamente.

                      0
                  • Pablo 22 de outubro de 2014 at 16:55

                    Na verdade o b é que é função da TBF.

                    E a TBF (Taxa Básica Financeira), é uma média ajustada divulgada diariamente pelo BC e que sofre influencia da Selic, mas são valores distintos.

                    0
                    • macacoalbino 22 de outubro de 2014 at 17:18

                      Exato Pablo, eu falei errado. b é escolhido em função da TBF. Se você cruza o histórico da TBF com o histórico da SELIC é observado uma estreita relação

                      Se você compara a TBF média de 2006 com 2013 teremos 1,12 e 0,61 respectivamente

                      Para os mesmos anos, a SELIC foi de 15,05 e 8,27. Assim, fica nítido como o TBF influencia a taxa SELIC.

                      0
    • PFNando 22 de outubro de 2014 at 18:49

      Na verdade a TR depende mesmo do governo. Eles usam o fator de redução para fazer o ajuste que querem.

      0
  • Francisco Quiumento 22 de outubro de 2014 at 15:41

    OFF

    De um “debate” (notem as aspas) no Face:

    Afirma-se lucro no BNDES. Pois bem…

    Olha a confusão entre lucro contábil e econômico aí, gente!

    Ah, a maravilha que a Controladoria trouxe ao mundo.

    ‘Os fortes entenderão.’

    Mas,

    Infelizmente, some-se, o jogo com o BNDES é feito com o dinheiro dos trabalhadores, que poderia estar rendendo mais noutras aplicações, ou, ainda pior, com alavancagem com títulos do tesouro, o que piora ainda mais a situação.

    Como dizemos por aí, entre certos iniciados:

    Não, não vai.

    Máxima para que sempre deve-se ter em mente para entender o que se lê do governo bananense:

    “Papel engole tudo.”

    Exemplo típico:

    Juros colocados sobre empréstimos para o esquema Ponzi de Eike Batista, como ainda estão na gaveta dos recebíveis, apontam como receita em caixa no futuro.

    É, mas a realidade sempre discorda disso, e o rei, ao final, sempre aparece pelado em praça pública.

    Somo:

    “Ah, mas tem aval de banco! É, mas é do Votorantin, que agora é do BB, e portanto, o filho deve para o irmão, e a prataria é da famíilia!”

    “Até o dia que tem-se de vender a última colherzinha…”

    ____________________________________

    Uma amiga, “pró LAMA”: “Papel engole tudo.”

    “Tipo o nosso superavit primário??”

    ____________________________________

    EU, novamente:

    BINGO!

    Ou nosso “desemprego”.

    Na verdade, já foi TUDO para a banha desde junho a agosto de 2012, e agora, o que resta é ficar tentando manter umas 20 bolas do malabarismo no ar.

    É, mas a 21a não vai ficar, e portanto, TOMBO.

    Onde se percebe isso, banalmente?

    Varejos.

    Lamento, gente “Alice”, a festinha ilusória do estado gerador de riqueza acabou, e agora, tudo serão só cinzas.

    PS: PC=(C/PIB)/PIBpc

    Pressão de crédito é igual a crédito sobre o PIB sobre o PIB per capita.

    Não pode-se aqui, ter razão maior que a da Espanha, com seus 34 mil dólares per capita, muito menos, a uma das maiores taxas de juros do mundo.

    Podem fazer o que bem entenderem, o país já quebrou, só não foi ainda devidamente notificado.

    Só lamento.

    “O estado é a grande ficção da qual todo mundo se esforça para viver às custas de todo mundo”. – Frederic Bastiat

    Ah!

    Quase esqueci!

    A Banânia (Brasil), tem uma das maiores pressões fiscais do planeta, que somada a pressão de crédito que foi construída, gera uma das piores situações do planeta.

    Como tem um estado pouco qualificado para fornecer seus serviços (notem como peguei leve!), produz efeitos nefastos nos moldes da curva de Laffer.

    E lógico, tem “a mais perversa das elites” a comandá-lo, cereja do perverso bolo.

    Resultado:

    Temos uma situação de crédito inglesa, com renda abaixo da Argentina, com um estado corrupto como o mexicano, uma baixa produtividade análoga a da Venezuela, com bolsões de pobreza haitianos.

    No meio disto, escolheram pegar a massa de riqueza do combalido trabalhador e escolher príncipes da indústria, ou a pulverização dos empreendedores, mais da metade com empresas que não passa por uma papel de pão, caneta BIC e calculadora de camelô, como sempre digo, e distribui bilhões que JAMAIS retornarão aos bancos públicos, inflaram uma bolha imobiliária devastadoras nos moldes Irlandeses, em território e população equivalentes, digamos, a uma boa parte dos EUA, com valorizações nominais de 30% ao ano, etc.

    O que virá adiante.

    As piores partes de tudo aquilo que se deve evitar de todas as maneiras por século de conhecimento em Economia.

    Sentem-se e assistam.

    Eu, da minha parte, Cassandra como sempre, junto com outros, avisamos. muitas e muitas vezes.

    0
    • Pobre Paulista 22 de outubro de 2014 at 15:49

      +1 pela citação do Bastiat.

      Já leu “A Lei”?

      0
      • Francisco Quiumento 22 de outubro de 2014 at 16:28

        Não, é de minhas falhas.

        :/

        0
        • Diego F. 22 de outubro de 2014 at 16:29

          É pequenininho, Quiumento. Vale a pena!

          0
          • Francisco Quiumento 22 de outubro de 2014 at 16:30

            Anotado!

            0
            • Francisco Quiumento 22 de outubro de 2014 at 16:35

              BAIXADO!

              Tem no Mises:

              “http://www.mises.org.br/files/literature/A%20Lei%20-%20miolo%20capa%20brochura.pdf

              0
              • Pobre Paulista 22 de outubro de 2014 at 16:41

                Tem no Mises

                Ah, não diga! 😀

                0
                • Francisco Quiumento 22 de outubro de 2014 at 16:45

                  Vá lá que alguém daqui nem tinha procurado!

                  😀

                  0
    • otário carioca 22 de outubro de 2014 at 15:50

      Relaxe.
      Como diz o teólogo Tiririca “se sentires duas bolas batendo nas costas, relaxe que o pior já passou”.

      0
    • Pobre Piritubano 22 de outubro de 2014 at 16:30

      “Mas a Banânia tem um povo alegre e hospitaleiro (?) que gosta de samba (agora a moda é sertanojo universotário), cachaça, churrasco, mulher e futebol.” [IRONIC]

      Seu texto foi excelente. Mais uma contribuição digna de nota, que ajuda-nos a compreender o buraco negro em que a Banânia se meteu.

      0
    • HelenaBH 22 de outubro de 2014 at 16:52

      Pitaco rasteiro na conversa.
      O Brasil das gambiarras ou a vanguarda do atraso ou, ainda, o triunfo da mediocridade: parque eólico no Ceará pronto há dois anos, mas sem linhas de transmissão para jogar a energia na rede. Puxadinho de água para lá e para cá, ao invés de campanhas maciças para uso racional numa seca que é tida como a maior em quase um século. Eike Batista querendo ser o Rei Sol, tentando pegar mais dinheiro pelo BNDES para catapultar sua usina solar (verbas generosas do banco estão sendo destinadas a esse tipo de projeto) e você citando Bastiat, me faz lembrar da nossa eterna vocação para “Fazedores de Vela”, lido num outro artigo na net.

      “(…) Fabricantes de vela criam uma petição fictícia pedindo auxílio aos deputados franceses. No documento, os artesãos justificam o pedido pela necessidade de concorrer contra um competidor estrangeiro que oferecia luz a custo zero: o Sol. A solução dada pelos fazedores de velas seria obrigar as pessoas a vedar as janelas com tábuas, para fazer a indústria crescer e desenvolver o país.”

      0
    • JPM 23 de outubro de 2014 at 11:27

      Temos uma situação de crédito *inglesa*, com renda abaixo da *Argentina*, com um estado corrupto como o *mexicano*, uma baixa produtividade análoga a da *Venezuela*, com bolsões de pobreza *haitianos*.
      Olha que beleza que é a *Globalização*!!

      0
  • macacoalbino 22 de outubro de 2014 at 16:22

    Bolha imobiliária e poupança do país
    Em uma análise rápida, pude observar o seguinte resultado para alguns países.
    País 2005/2006/2007/2008/2009/2010/2011/2012 ( % poupança(PIB))
    Brasil 17,3/17,6/18,1/18,8/15,9/17,5/17,2/14,6
    Irlanda 25,4/25,2/21,3/16,8/13,7/13,7/13,2/16,0
    Espanha 23,0/22,5/22,3/21,3/19,7/19,4/18,7/17,6/18,9
    USA 18,0/19,2/17,4/15,6/14,5/15,2/15,9/16,5
    UK 15,2/14,6/15,9/16,0/12,6/12,2/13,4/10,9

    O que podemos concluir parcialmente desses números?
    Durante a crise global de 2008 todos passaram por uma redução de suas poupanças, certamente para injetar crédito no mercado e fornecer liquidez ao sistema. Porém, alguns dados são interessantes. Observem como que a poupança Irlandesa caiu absurdamente durante o estouro de sua bolha. Contudo, o mesmo não foi observado para a Espanha, que apresentou uma redução constante de sua poupança entre 2005 e 2011.
    Além disso, podemos notar um mesmo panorama entre UK e Brasil. Entre 2011 e 2012 apresentaram forte redução em suas poupanças. Se compararmos com o gráfico de concessão de crédito banco estatal x banco privado, perceberemos que justamente nesse ano de 2011 para 2012 ocorreu uma inversão na relação. Ou seja, os bancos estatais passaram a fornecer mais crédito ao mercado. Isso indica fortemente uso da poupança do país para manter o crédito farto. Veja que nesse momento foi feito uso de uma ferramenta que é utilizada em momentos de crise, como no caso de 2008, para manter o crédito a todo vapor. As consequências disso? Todos já sabem.
    Será que a forma de estouro da bolha, mais lenta ou mais rápida, apresenta associação com a capacidade de poupança do país em fornecer liquidez ao sistema no momento em a notícia vem a tona para a população em geral, também conhecidos como investiDORES?
    Perguntas a serem respondidas futuramente pelo mercado…

    “http://data.worldbank.org/indicator/NY.GNS.ICTR.ZS/countries/1W-BR-IE-ES-US-GB?display=graph

    0
    • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 16:27

      Estava lendo algo a respeito nesse exato momento.
      Percebe-se nesse cenário que grande parte da população utiliza-se de crédito para comprar um bem inflacionado. (imóvel) E apenas uma pequena parcela da população não entra na farra e continua poupando. Percebam que a liquidez proporcionou inúmeras oportunidades nesses países perdulários após o PLOC.

      0
      • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 16:29

        Sei que o medo é constante para os outros setores da economia: inflação nos alimentos, energia, transporte. Mas esses passivos onerosos irão deflacionar pois não suportarão a pressão. Subiu muito além dos fundamentos. Sejam fortes!

        0
      • macacoalbino 22 de outubro de 2014 at 17:05

        Se você comparar o nível de poupança espanhola e irlandesa, a coisa era bem melhor do que aqui. Em 2012 estávamos em 14,6%, quase o nível da Irlanda no poço da crise. Nesse momento já estamos abaixo da poupança espanhola mínima dos últimos anos (17,6).. Ou seja, quando a coisa feder a falta de crédito será absurda no país pois o sistema não terá liquidez. Os poupadores farão a festa! Comprar imóvel com dinheiro de cachaça 😛 (não subestimem, tem cachaça bolhuda por ai!)

        0
  • Francisco Quiumento 22 de outubro de 2014 at 16:32

    OFF

    Hehehe, pode até passar a ser muito consultado na Banânia.*

    Descobri hoje, e ADOREI!

    “http://failures.wikispaces.com/

    Divulguem para a turma de Civil e Mecânica

    * LEESHOS!

    Como diz uma certa jovem senhora meio doidinha do ABC.

    0
    • Çanguinolento 22 de outubro de 2014 at 17:23

      CVR Faroeste.

      Era uma vez uma bruxa muito má, que previu o futuro de uma vila chamada Banâniaville.

      Um dia, no lançamento de um novo “salloon” bolhudo na Banâniaville, pessoas com penas negras gritavam em coro: “QUEIMEM A BRUUUXA!! QUEIMEM A BRUUUXXAAA!!”

      Inclusive um famoso padre “Santo Quiumento”, que era bem-quisto por todos da vila, também urrava “QUEIMEM-NA! QUEIMEM-NA! Satanás!!!”

      Ela foi queimada, mas durante o churrasquinho de bruxa, ela gritava:

      “COMPRE NA ‘ANTA SUAS PRANTA’!”
      “COMPRE NA ‘ANTA SUAS PRANTA’!”

      Hoje não sabemos o paradeiro da maldita bruxa.

      Suas pregações tornar-se-ão realidade em tempos próximos.

      Tais pregações começaram a aparecer.
      Uma delas é um jogo para tablets/smartphones chamado “Bubble Witch”.

      0
  • Triste_Fim 22 de outubro de 2014 at 16:32

    Eu entendo que o esquema de vendas falsas criam demandas virtuais e mais uma série de coisas… Mas como funciona exatamente os esse esquema? O que deve ocorrer para se caracterizar uma venda falsa?

    0
    • ryku 22 de outubro de 2014 at 16:48

      DISTRATO 😉

      0
  • Derick 22 de outubro de 2014 at 16:34

    Parabens CA, voce e um grande desenhista para quem nao consegue captar o que esta ocorrendo.

    0
  • Pão de queijo com café 22 de outubro de 2014 at 16:41

    CA: CQD.
    Conforme queríamos demonstrar.
    Sem mais.
    Banânia, rumo ao abismo.
    Não.
    Banânia, já em queda.

    0
    • Francisco Quiumento 22 de outubro de 2014 at 16:43

      MAS SEM PÂNICO!

      Afinal de contas, já passamos pelo 20° andar e até agora, TUDO ESTÁ BEM!

      0
      • macacoalbino 22 de outubro de 2014 at 17:00

        vou treinar paraglider pra pousar suave do 22º andar!

        0
    • Sobra 22 de outubro de 2014 at 16:43

      Agora vai ?

      0
    • Pão de queijo com café 22 de outubro de 2014 at 16:45

      Não, não vai.
      E do 20 andar ao solo ainda demora um pouquinho…

      0
  • NÁUTICO 22 de outubro de 2014 at 16:48

    22/10/2014 – 14:00

    Oferta de imóveis Pernambuco tem crescido em velocidade maior do que a da demanda

    De acordo com o Índice de Velocidades de Venda (IVV) a oferta de imóveis em Pernambuco tem crescido em velocidade bem maior do que a demanda, aponta a Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe).Em entrevista à JC News com Antônio Martins Neto, Tobias Silva, gerente da unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiepe, sobram imóveis de perfil médio, que tem o metro quadrado custando entre R$ 4 mil e R$ 6 mil. Esse tipo de cliente depende de um quantitativo maior de financiamento e este é um momento delicado da economia.

    0
    • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 16:58

      Quer ver a mesma notícia em um lugar diferente?

      “http://www.atribunarj.com.br/noticia.php?id=13529&titulo=IM%D3VEIS%20CRESCEM%20MAIS%20QUE%20POPULA%C7%C3O

      0
  • Bobolhando e pirando 22 de outubro de 2014 at 16:54

    ROSSI cotada agora a R$ 0,87.

    Variação de -3,33%.

    Cabalístico, não?

    0
    • LZ 22 de outubro de 2014 at 16:55

      Deus do céu
      Valendo menos que bala 7belo ou saco de bala chita haha

      0
  • Avarento Master 22 de outubro de 2014 at 17:07

    Caros amigos do Blog, acompanho este espaço a cerca de dois meses e assim como todos aqui, estou bastante apreensivo com relação ao nosso obscuro futuro…
    Pois bem, vou colocar aqui meu CVR, envolve a pé de gesso, que em mais uma de suas brilhantes aquisições, incorporou uma construtora falida aqui na minha cidade (Caxias do Sul) e uma obra em andamento (aos que quiserem mais detalhes basta procurar no site da empresa, pois é o único empreendimento da empresa em Caxias do Sul), imóvel com tamanho bom (111 metros quadrados, 3 quartos sendo uma suite, banho social e um lavabo com 2 vagas de garagem em área nobre), galera que comprou em 2011 e 2012 pagou 360k, hoje o valor pedido está em 380k. Já a algum tempo venho namorando pois o condomínio é um sonho, todo anúncio que via oferecia 250k e nunca me responderam, até que um belo dia vejo um retorno em meu e-mail, não é que toparam!!! já encaminhei parte dos papeis mas ainda não assinei nada, estou realmente em dúvida pois o valor parece razoável e tenho medo de ficar com dinheiro parado (tenho 100k em CDB 100%DI no Banrisul) nos próximos anos, pois sinto hoje que nossa grana já não está valendo nada…
    Obs. Empreendimento está pronto, já tem gente morando.

    Sugestões serão bem vindas!

    0
    • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 17:19

      espera até março do ano que vem.

      0
    • macacoalbino 22 de outubro de 2014 at 17:21

      faça uma contraoferta pela demora na resposta. Oferece 200 mil agora 🙂

      0
    • Pobre Piritubano 22 de outubro de 2014 at 18:57

      Tanto não vale nada que você ofereceu menos e toparam. Arrisco opinar que se você oferecer R$150 mil, eles topam. E nos próximos meses talvez por R$100 mil…

      0
    • Birolho 22 de outubro de 2014 at 22:32

      Sou de Caxias também amigo! Bem vindo!

      Não entra nesta fria não, este ano levei minha filha a uma festinha de uma colega de aula. Achei um lixo, muito ruim o acabamento.

      E tem mais, o condomínio é em torno de 400 dilmas, por enquanto! Mantenha-se líquido, espere o desenrolar dos fatos, muito debatido por aqui, e tenha calma. Tem muito prédio sendo finalizado aqui em Caxias e com acabamentos muito melhores. Não esqueça que estes edifícios passaram nas mãos de 3 empresas!

      Abraços.

      0
  • nathália 22 de outubro de 2014 at 17:16

    Grande Recife tem maior encalhe de imóveis desde 2008
    (Jornal do Commercio, 22/10/14)

    ‘http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/economia/pernambuco/noticia/2014/10/22/grande-recife-tem-maior-encalhe-de-imoveis-desde-2008-152221.php

    Com menos vendas que ofertas, imóveis na praça já são mais de 7 mil

    A quantidade total de apartamentos à venda no Grande Recife, o chamado estoque de imóveis, cresceu tanto que voltou ao mesmo nível local de antes do boom imobiliário. Com menos vendas do que o número de ofertas, o mercado chegou em agosto deste ano a 7.146 apartamentos na praça para venda e se manteve praticamente estável mês passado, caindo muito pouco, para 7.078. Desde 2003, a única vez que a região metropolitana registrou uma oferta tão alta foi em agosto de 2008, quando havia 7.161 apartamentos à espera de compradores.

    Leia Também

    Bolha imobiliária: um debate interminável

    Os dados da pesquisa Índice de Velocidade de Vendas (IVV), da Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe), mostram que no melhor momento do boom imobiliário, nos meses de abril e julho de 2011, o número de apartamentos no mercado chegou a menos de 2.500 imóveis.

    Ter uma grande quantidade de ofertas não é um problema se as vendas conseguem dar conta do recado. Mas a média do ano, até agora, está abaixo de 2012 e 2013.

    De janeiro a setembro do ano passado, por exemplo, foram vendidos 5.341 apartamentos. Este ano, no mesmo período, as vendas somaram apenas 4.427 imóveis.

    Considerando os apartamentos postos no mercado apenas este ano, o acumulado de lançamentos chega a 5.351 imóveis.

    O grande volume de apartamentos que chega ao mercado continua a ser dos compactos. Foram 2.750 na faixa de até 50 metros quadrados (m²) e 2.747 entre 50 m² e 70 m².

    Por bairros, o campeão de ofertas e vendas é o de sempre, Boa Viagem, seguido por Candeias e o Centro de São Lourenço da Mata.

    Mais de 70% das vendas continuam ocorrendo na planta ou ainda na etapa de fundações das obras. A comercialização das unidades prontas chega somente a 5% do total registrado ao longo deste ano.

    0
  • fwsa 22 de outubro de 2014 at 17:25

    CVR – çangui

    Indústria têxtil(fornece para C&A, Marisa, etc) e que estava tocando projeto de aumento do parque fabril, vai passar a fabricar uma parte(suspeita-se que será toda a produção)no Vietnã. Vejam bem: será mais barato abandonar o projeto, avançado, de expansão e fabricar fora, para depois importar, do que manter a fabricação aqui na banania.

    0
    • Mestre dos magos 22 de outubro de 2014 at 19:29

      O pessoal de Blumenau e região piram com uma notícia dessas……

      0
  • marcos546 22 de outubro de 2014 at 17:28

    Empreendimento milionário » BH e região recebem o maior parque industrial de Minas Gerais.
    O Parque Torino, lançado pela LOG Commercial Properties, empresa do grupo MRV Engenharia, em parceria com a Gatti Engenharia, será inaugurado em novembro.

    A LOG Commercial Properties, empresa do grupo MRV Engenharia, firmou parceria com a Gatti Engenharia para a construção do maior parque industrial de Minas Gerais: o Parque Torino. O empreendimento, que tem área bruta locável de 152 mil metros quadrados, será inaugurado no próximo mês. Localizado entre Betim, Belo Horizonte e Contagem, na BR-381, rodovia que liga a capital mineira a São Paulo, o condomínio conta com oito galpões, processo de distribuição, em que a mercadoria recebida é redirecionada sem uma armazenagem prévia, e piso com capacidade de carga de até 8 toneladas por metro quadrado.

    Segundo o diretor-executivo da LOG CP, Sérgio Fischer, foram investidos R$ 235 milhões para a construção do parque, sendo que a LOG CP detém 40% da sociedade firmada em 2013. Após a entrega do empreendimento, com as operações já estabilizadas, a expectativa é de gerar cerca de 3 mil empregos. “O Brasil é carente de infraestrutura de logística, e estamos investindo na expansão desse modelo de galpões industriais com projetos que visam atender tanto pequenas quanto médias e grandes empresas, uma vez que se moldam à necessidade de cada cliente”, completa. O empreendimento terá amplo estacionamento, pátio de manobra e vias planejadas para tráfegos de carretas, além de serviços de manutenção, jardinagem e limpeza. Está previsto ainda um prédio comercial de apoio, com lojas de conveniência e restaurantes, além de salas de descanso e apoio ao caminhoneiro com copa, sanitários e vestiários, garantindo assim maior conforto e comodidade.

    ‘http://estadodeminas.lugarcerto.com.br/app/noticia/noticias/2014/10/20/interna_noticias,48351/bh-e-regiao-recebem-o-maior-parque-industrial-de-minas-gerais.shtml

    0
  • david rockfeller 22 de outubro de 2014 at 17:51

    h ttp://www.administradores.com.br/noticias/economia-e-financas/existe-uma-bolha-imobiliaria-prestes-a-estourar-no-brasil/91961/

    0
  • PapiranteSalg 22 de outubro de 2014 at 17:58

    CVR Portenho

    Amigo voltou de férias depois de ter passado 04 dias em Buenos Aires. Relatou que a Argentina está realmente quebrada, na miséria. Mendigo por toda Buenos Aires. Preço de tudo extremamente caro. Foi num restaurante e quando estava saindo, viu o pessoal do mesmo jogando resto de comida no lixo e ficou estarrecido ao ver que imediatamente umas 07 ou 08 pessoas começaram a pegar comida do lixo brigando entre si pelos restos.

    0
    • Louro José 22 de outubro de 2014 at 18:02

      Ontem bati um papo pelo fakebook com um amigo portenho. Disse que a coisa está preta por lá. Está tudo um caos.

      0
    • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 18:03

      Eu estive lá em Março e realmente dá um frio na espinha saber da situação. Era possível perceber que eram pessoas que já tinham vivido em abundância e agora é só decadência. Eles não querem nem a própria moeda. Há menos de 16 anos eles faziam a festa aqui em BC. Eram imóveis comprados a vista e restaurantes comendo do bom e do melhor.

      0
      • Mestre dos magos 22 de outubro de 2014 at 19:36

        Alguma coincidência com os Brasileiros viajando para os EUA e para Europa há alguns anos atrás……..

        0
    • Pobre Piritubano 22 de outubro de 2014 at 19:12

      Mas eles tem o Messi e o Tevez.. São vice campeões do mundo da bola. A honra hermana! Pede para eles resolverem a “parada” na economia. Ah, esqueci: eles são só chutadores de bola… [IRONIC]

      Aliás, já perecebrem como os chutadores de bola são patriotas? Todos correm jogar na Europa na primeira oportunidade, receber em Euros.
      O Messi foi ainda criança, nem perdeu tempo em se tornar adulto na Terra dos Perón…

      0
      • Pobre Piritubano 22 de outubro de 2014 at 19:17

        Errata: Perceberam ao invés de perecebrem.

        0
  • Mr. Kowalski 22 de outubro de 2014 at 18:04

    Caros, tenho acompanhado o blog mais assiduamente nos últimos tempos. Quero postar aqui um rápido CVR antes de pedir opiniões aqui.

    Moro atualmente em SBC num ap tipo kinder ovo (46m2 area privativa). Esse ap foi comprado pela minha esposa em 2009 (na época namorada). Como não éramos casados foi considerada apenas a renda dela. Ela é FP, professora do ensino municipal e estadual, dá aula em duas escolas, mas na época estava efetiva apenas em uma delas, o que fez com que ela conseguisse financiamento pela MCMV.

    Resumidamente: valor do ap na época R$130k / 2,8k o m2. Taxa do financiamento 5.6%. Valor da prestação atual em torno de R$650 + R$ 200 de condomínio. Acredito que a motumbada não foi das maiores.

    Ocorre que pretendemos mudar pra SP em breve. Pensamos em vender o apto e segurar a $$ no banco um tempo até o mercado reduzir mais os preços para tentarmos um aluguel mais barato. Daria até pra “acampar” na casa da sogra em San Andreas por um tempo (penso que no máximo uns 6 meses) e assim ter mais poder de negociação até achar um lugar bom.

    Mas minha maior dúvida nesse momento é se vale a pena tentar vender o apto agora e arriscar ficar com a $$ no banco esperando a tal “acomodação de preços” considerando a perspectiva de altas emoções em nossa economia. O que os amigos recomendam?? O que fariam?

    0
    • Louro José 22 de outubro de 2014 at 18:08

      Consegue alugar por este preço? Se está inseguro, alugue e vá morar de aluguel em SP.

      0
      • Mr. Kowalski 22 de outubro de 2014 at 18:11

        A ideia era tentar evitar a aporrinhação de imóvel alugado, por isso perguntei sobre a possiblidade de venda. Como não tenho conhecimento em investimentos preferi perguntar para os mais experientes aqui.

        0
        • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 18:14

          A questão é que essa faixa de preço e com o crédito forte nesse segmento a tendência é ficar nesse patamar. Eu vende e fica no aluguel – ou compra um bem construído (agulha no palheiro).

          0
          • RalaTudo 22 de outubro de 2014 at 23:05

            Teve gente que já seguiu ás cegas o mandamento do blog e depois de um tempo veio aqui com mimimi. Lembro de um cara que falou que poderia ter comprado para morar dois anos atrás e agora estava p. da vida porque os preços subiram e ele agora não consegue comprar mais pois não tem a renda necessária.

            Então aqui vai o meu palpite. Se VOCÊS, vocês mesmos, considerarem que o PLOC vêm com certeza e vêm rápido, então a melhor opção realmente é vender, deixar o dinheiro investido e fazer a festa depois comprando na bacia das almas.

            Agora um outro ponto de vista. O valor de compra não muda pois já ocorreu no passado. Então o capital empregado não volta e nem dá para pedir desconto. Voces pagam um valor muito baixo de juros que está até por baixo da inflação real ( quem acredita ainda no IPCA a 7%?).

            Então nesta situação eu creio que COMPENSA continuar com a DÍVIDA porque qualquer investimento conservador te retorna MAIS que o custo da dívida, ou seja, você tem uma alavancagem saudável.

            Como a intenção é de mudar para SP, comprando ou não, eu creio que seja melhor que vocês aluguem o apartamento de vocês em SBC por um preço de mercado ( mesmo que isto signifique receber somente um 0,4% do valor de “mercado” ) e pagar os 27% de Imposto de Renda.

            A razão atrás disto é : Vocês pagaram R$ 130.000 no bixinho. Se alugarem por 600 reais dá por volta de 0,4% bruto de retorno.
            Se considerar o preço fantasia ( bolhudo ) o retorno seria menor, mas não especificaram por quanto pensam que conseguem vender então não posso calcular o retorno.

            Como falou que aguenta 6 meses na casa do sogro até poderia usar este tempo para se capitalizar ( mas não recomendo….. odeio sogros em geral ).

            Quanto a viver em Sampa, pelos CVRs aqui do site, creio que ainda compense em alugar.

            O problema de manter o apartamento em SBC vem do fato que, no dia da G.O.M.E. o preço relativo dele também abaixa, então não vai compensar vender naquele momento.

            Então a conclusão é fácil: Tudo depende da sua interpretação do estouro da bolha. Se acredita num PLOC violento e que aconteça nos proximos meses: então VENDA.
            Se acredita que vai murchar devagar, então alugue o seu para outrem, alugue um em Sampa e use a diferença para se capitalizar.

            Boa sorte.

            0
            • Mr. Kowalski 23 de outubro de 2014 at 08:58

              Obrigado pela ajuda!
              Abs

              0
      • Mr. Kowalski 22 de outubro de 2014 at 18:15

        Considerando que alugue por este valor – 27.5% de IR – taxa de administração da imobiliaria. Sobra tão pouco que não sei se vale a dor de cabeça, entende?

        0
    • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 18:09

      Não vejo grandes quedas nesse segmento até 200k.

      0
      • Mr. Kowalski 22 de outubro de 2014 at 18:13

        Os aptos a venda aqui estão anunciados por 250k a 280k. Óbvio que não vale isso, mas precisaria sondar com o síndico se ele tem informações sobre as últimas negociações. Se fosse pra anunciar o nosso, baixaria o preço pra vender mais rápido e evitar uma queda maior no preço.

        0
        • claudio 22 de outubro de 2014 at 21:51

          não venderia, sendo o unico imovel de vcs, aluga direto sem imobiliaria, com um contrato, ou capitaliza morando nele, sem ir para a sogra, já que não é seu e vc vai ouvir, o que não quer da sogra, tentaria comprar em SP, daqui um dois anos…passa rapido…

          0
    • Justiceiro 22 de outubro de 2014 at 18:18

      Uma venda é aconselhável quando a o DY mensal da venda real supere o DY mensal do aluguel.
      Corra que os ignorantes diminuem a cada dia e uma hora o DY mensal da venda real será inferior ao do aluguel, aí não vai adiantar mais se lamentar.

      0
    • RosinhA 22 de outubro de 2014 at 20:44

      Todo mundo é de San Andreas 😀

      Eu não faria isso agora, iria levando até conseguir algo, jogar a bunfa na cara do cara na troca e dando uns trocos, sempre tem alguém desesperado precisando de trocados e precisando morar em algum lugar….

      0
  • FHmartins 22 de outubro de 2014 at 18:08

    Se tá assim no Ceará imagina no resto

    Especialistas do Ceará continuam pessimistas com cenário econômico

    Ângela Cavalcante | 12h02 | 22.10.2014

    Das nove variáveis investigadas, os analistas revelaram otimismo com apenas três: oferta de crédito, cenário internacional e taxa de câmbio

    Especialistas estão pessimistas com relação ao ritmo de criação de empregos.

    Foto: Arquivo

    Entre setembro e outubro deste ano, os economistas do Ceará persistem pessimistas em relação a componentes da economia como taxa de juros, salários reais, nível de emprego, taxa de inflação e gastos públicos. Porém, eles continuam mantendo o otimismo no que se refere à taxa de câmbio, ao cenário internacional e à oferta de crédito no Brasil.

    É o que revela a terceira edição da pesquisa Índice de Expectativas dos Especialistas em Economia (IEE), relativo a referido bimestre de 2014, que ouviu 90 especialistas em economia de todo o Estado, em relação às tendências da economia nacional e internacional. Os dados do estudo, realizado em parceria com o Conselho Regional de Economia (Corecon), foram divulgado esta manhã pela Federação do Comércio do Ceará (Fecomércio-CE).

    A pesquisa pontua de zero a 200 pontos as variáveis analisadas. Abaixo de 100 pontos configura-se uma situação de pessimismo e acima desse valor, otimismo. Das nove variáveis investigadas, os analistas revelaram otimismo com apenas três: oferta de crédito (132,3 pontos), cenário internacional (124,6 pontos) e taxa de câmbio (116,9 pontos), repetindo a mesma percepção da edição anterior da pesquisa, realizada em julho/agosto.

    A presente versão do IEE indica uma deterioração no que diz respeito à evolução do nível da atividade econômica interna que atingiu 92,3 pontos frente a 99, 4 da pesquisa anterior. Além da evolução do PIB, os analistas se mostraram pessimistas nos demais quesitos: taxa de juros (80,0 pontos), salários reais (79,2 pontos), gastos públicos (76,2 pontos), nível de emprego (63,8 pontos) e taxa de inflação (61,5 pontos), que alcançou a menor pontuação.

    Apesar do pessimismo perseverar em relação aos gastos públicos, a variável melhorou sua performance em comparação com a edição anterior, quando obteve a menor pontuação com apenas 49,3 pontos.

    O estudo mostra ainda que o nível de percepção dos analistas sobre o comportamento futuro das variáveis é otimista tendo o índice saltado de 105,4 pontos para 110,3 pontos, entre a segunda e a terceira pesquisa, ou seja, uma variação positiva de 4,6%. Todavia vale destacar que a percepção sobre o desempenho presente das variáveis declinou de 83,6 pontos para 73,5 pontos, o que corresponde a uma variação negativa de 12,1%.

    0
  • otário carioca 22 de outubro de 2014 at 18:20

    CVR myself.

    Acabei de descer ao pátio a fim de esticar as pernas e vejo um carro parado com duas mulheres justo na saída de carros. Como vou embora daqui a pouco, aviso pra tirar o carro de lá e, surpresa, estão sem gasolina.
    Segundo ela, teria posto 50 de álcool hoje, mas como “rodou muito”, a gasosa acabou.
    Empurramos o carro. Em seguida nos pede uma garrafa pra comprar combustível, num posto próximo. Arrumamos a garrafa (de um litro).
    Antes de sair, a mulher me pergunta: Sabe se esse posto aceita cartão?
    Perguntei se ela não tinha três Reais.
    Desconcertada, me diz que “esqueceu” o dinheiro em casa…
    Ah 666s.

    0
    • ravoc 22 de outubro de 2014 at 18:24

      Eu não ando com dinheiro na carteira, só com cartão… Aqui em SP isto significa pedir pra morrer ao ser assaltado…

      Gosto de viver perigosamente! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      0
      • Louro José 22 de outubro de 2014 at 18:31

        Aí é burrice. R$ 30,00 na carteira não vão te fazer passar fome e ainda te livram de um sequestro relâmpago por ter levado o cartão recheado de Aécios na conta.

        0
        • ravoc 22 de outubro de 2014 at 18:35

          Tenho o meu próprio way of life bananense! kkkkkkkkkkkkkkk

          0
      • Floyd28 22 de outubro de 2014 at 18:32

        eu sempre ando com dinheiro e peço descontos por isso, em boa parte das lojas me dão descontos de 5% a 20%.
        geralmente ando com 50 a 80 aécios no máximo!! o.O

        0
    • 8º Passageiro 22 de outubro de 2014 at 18:33

      Esses dias emprestei 2 reais para uma que não tinha todo o dinheiro para pagar o estacionamento.
      666 style.

      BRAZIL:R.I.P.

      0
    • Pobre Piritubano 22 de outubro de 2014 at 19:21

      Para rodar tanto deve ser corva em busca de clientes, que provavelmente ainda não existem. E nem vão existir. Mas pode ser que ela andou rodando outra coisa também, tipo bolsinha… 🙂

      0
      • Viking 23 de outubro de 2014 at 07:34

        se ela tivesse rodando bolsinha, ia ter grana pra por gasolina hahaha

        0
    • ArmaZen 22 de outubro de 2014 at 19:38

      É segunda vez que eu vou no extra e tenho que esperar 30 min para a pessoa da frente tentar 10 cartões diferentes para conseguir para a conta de 200,00, um inferno, será que a pessoa vai comprar sem saber quanto pode pagar!?!? É a visão do inferno e parece ser cada vez mais comum….

      RIP BRAZIL

      0
    • Tekinhasp 22 de outubro de 2014 at 20:06

      Surreal isso aí. Me lembrou uma conhecida que foi complementar a renda fazendo serviço de cabelos, e ela pega o carro do irmão e passa aqui para pegar o gps e vai toda feliz pra lá. O gps indica para pegar a Imigrantes e ela vai, chegou na hora de entrar no pedágio do Eldorado (R$3,20) não tinha dinheiro. Ela preencheu um monte de coisa lá e mandaram a fatura pra ela em casa… Sério, fico chocada com essas coisas, não entendo como alguém sai de casa sem um tostão no bolso

      0
  • Louro José 22 de outubro de 2014 at 18:24

    Consumo de gás natural é recorde em agosto, diz o MME – InfoMoney
    Veja mais em: ‘http://www.infomoney.com.br/mercados/noticia/3651990/consumo-gas-natural-recorde-agosto-diz-mme

    0
    • Francisco Quiumento 22 de outubro de 2014 at 19:54

      -TODO O VAPOR NAS CALDEIRAS! O BANÂNIA OF THE SEAS NÃO PODE PARAR!

      – Mas… mas… Capitão! E os custos que os passageiros terão de pagar?

      – DANEM-SE! O QUE INTERESSA É MANTERMOS A VELOCIDADE! AVANTE!

      – Capitão, o vigia da proa avisa que tem um iceberg a frente!

      – TODOS AOS POSTOS DE COLISÃO! TIMONEIRO, MIRE BEM NO MEIO DELE!

      0
  • Pão de queijo com café 22 de outubro de 2014 at 18:34

    Louro, esqueci de comentar.
    Outro dia vc indicou um livro excelente, o livro do Marcos Mendes, uma tentativa de explicar pq não crescemos.
    Queria sugerir aos interessados um livro que está bem relacionado com ele (de certa forma é uma de suas referências intelectuais).
    Se chama “Porque as nações fracassam”.
    Muito bom !!!!!!
    Não sei se vc já ouvi falar…

    0
    • Louro José 22 de outubro de 2014 at 18:36

      Conheço, mas não li.

      0
      • Pão de queijo com café 22 de outubro de 2014 at 18:49

        Vale a pena dar uma olhada…

        0
        • Amadeus de Sampa 22 de outubro de 2014 at 20:27

          Eu li e recomendo. Explica de cara orque a solidez das institruicoes num pais fazem a diferenca. mostrando o carlos slim fazendo sucesso arrebatador no mexico mas fracassando nos eua ao tentar usar das mesmas artimanhas.
          poe aabaixo aquela bobaeira de teoria de fator geografico, climatico, etc.

          0
          • MND 22 de outubro de 2014 at 20:31

            Vale a pena sim!

            “http://www.amazon.com/Why-Nations-Fail-Origins-Prosperity/dp/0307719227

            0
  • Louro José 22 de outubro de 2014 at 19:00

    Investimentos em fundos de petróleo têm maior crescimento em dois anos – InfoMoney
    Veja mais em: ‘http://www.infomoney.com.br/bloomberg/mercados/noticia/3650963/investimentos-fundos-petroleo-tem-maior-crescimento-dois-anos

    0
  • gustavo 22 de outubro de 2014 at 19:16

    Uma coisa que não foi citada é que a rigidez do ministério do trabalho e a fiscalização nas obras aumentou muito nos últimos anos.. está muito mais caro construir seguindo todas as regras e leis… e quem constrói no jeitinho corre o risco de ter obra embargada e pode levar multa.

    0
  • Pão de queijo com café 22 de outubro de 2014 at 19:21

    Queimem a bruxa….

    “http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2014/10/1536614-sindicato-propoe-lay-off-para-800-trabalhadores-da-gm.shtml

    0
  • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 19:24

    Em breve esse cartaz na Banânia!
    +http://www.galizacig.gal/avantar/opinion/3-8-2009/a-america-latina-na-crise-mundial

    0
    • Francisco Quiumento 22 de outubro de 2014 at 19:48

      “Ora, bancos descapitalizados não podem aceitar depósitos e nem fazer empréstimos pois é o seu capital próprio que garante o cumprimento dos contratos com depositantes e mutuários.”

      Oi, CEF!

      0
      • Francisco Quiumento 22 de outubro de 2014 at 19:50

        Hehehe…

        “No Brasil, o governo criou linhas novas de crédito nos bancos públicos e tenta forçá-los a reduzir os juros que cobram. Mas, mesmo nestes, a orientação dos governos encontra resistência, o que provocou recentemente no Brasil, a substituição pelo governo do presidente do maior banco público do país, o Banco do Brasil.”

        Meu sadismo começa a se tornar incontrolável…

        }:D

        0
        • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 19:55

          Ontem a Virma disse que banco público não precisa dar lucro.

          0
          • From_the_Tower 22 de outubro de 2014 at 19:55

            o Palavra demonizada: LUCRO !!!!!
            Esquerdinhas: Whooooooooooooooóóóóóó!

            0
            • Francisco Quiumento 22 de outubro de 2014 at 20:03

              Não fala em lucro, que aparece o Lucas, surtado que está com um caboclo esquerdopata ultramarxista que encostou nele (dizem que é o espírito de um torturado em 68) e começa a fazer posts enormes explicando que todo o lucro é roubo.

              Não provoca.

              0
              • MND 22 de outubro de 2014 at 20:04

                Lucro e juro.

                Dois taboo’s dos mais profundos… E não é de hoje. Na idade média essa noção era já muito difundida. Não é à toa que ficou conhecida como “idade das trevas”. 😉

                0
                • Harry Potro 22 de outubro de 2014 at 20:10

                  E privatização é outro…

                  0
                  • MND 22 de outubro de 2014 at 20:20

                    É fato!! Esse é outro “termo proibido”…

                    0
                    • DRN 22 de outubro de 2014 at 20:24

                      Povo burro pra cacete.

                      Privatizar melhora o serviço (empresa tem de competir para conquistar o consumidor soberano). Privatizar faz o Estado parar de ter prejuízo e ter muita renda com tributos (sem correr o risco do negócio). Privatizar faz bem para o bolso do contribuinte, porque elimina cabides de emprego e roubalheira partidária.

                      Privatizar é o MELHOR para o POVO. Mas o povo é burro e acha que privatizar é DOAR o que é deles para a zelite de zóio azur.

                      0
                • DRN 22 de outubro de 2014 at 20:15

                  São conceitos que deveriam ser ensinados na escola e em casa. Mas bananense quer saber disso?

                  O povo não sabe nem o que é fração e percentagem…

                  Duas perguntas sobre o assunto:

                  1) Para quê alguém vai empreender se não for para correr o risco de lucrar? E, olha, vou dizer: tem muito empreendedor que se fizer a conta certa, considerando a remuneração do volume de horas de trabalho dele, não tem lucro nenhum. Se ele for proprietário do imóvel e considerar o custo de oportunidade e obsolescência do imóvel, então, tá lascado.

                  2) Para quê vou locar alguma coisa (no caso, dinheiro) se não posso cobrar o aluguel CONTRATADO, acordado, combinado bilateralmente pelas partes? Não quer pagar juros? Não aluguel o DINHEIRO, cazzo!

                  0
                  • MND 22 de outubro de 2014 at 20:23

                    Amén!! Estou 100% de acordo.

                    Criou-se muita inveja dos judeus, principalmente por sua prosperidade financeira durante a idade média, pois, para eles, lucro e juro são coisas absolutamente normais, fazem parte da vida como você muito bem explicou. O resultado foi a sua prosperidade.

                    E os povos que consideram isso “pecado”? Sim, estão na miséria até hoje. E se não mudarem a cabeça, assim o continuarão.

                    0
          • mmmmm 22 de outubro de 2014 at 19:59

            Caso a moda pegue. A próxima é dizer que servidor não precisa de salário, afinal é serviço público.

            0
      • mmmmm 22 de outubro de 2014 at 19:52

        Ora pois, que se venda. Pq teria a CEF privilégios? Ahh, entendo.

        0
    • marcos546 22 de outubro de 2014 at 19:49

      O passado demonstrando o presente.

      0
  • Pablo 22 de outubro de 2014 at 19:41

    Trio Parada Dura:

    PDG REALT ON R$ 1.04 -2.80%
    ROSSI RESID ON R$ 0.88 -2.22%
    BROOKFIELD ON R$ 1.57 -0.64%

    0
    • Francisco Quiumento 22 de outubro de 2014 at 19:44

      GO ROSSI, GO!

      ( Pai Xicão fez uma determinada aposta, no fundo, sádica. 😀 )

      0
      • MND 22 de outubro de 2014 at 20:07

        Pequeno detalhe:

        Desde que ela “quebrou a barreira” do R$1,00, já perdeu 12% de valor.

        Ao infito e além!! Só que na direção do fundo do poço…

        0
        • Harry Potro 22 de outubro de 2014 at 20:12

          Mas na verdade quando chega a R$ 0,01, eles podem fazer grupamento e volta a R$ 1,00. É claro que pode ser um pouco desmoralizante, mas a vida segue.

          0
          • MND 22 de outubro de 2014 at 20:16

            Mas isso só tem efeito de “aparência”, o valor global da companhia continua ínfimo. O agrupamento só reduz o número total de ações em circulação.

            Para exemplificar: 1 milhão x 0.01 = 10 mil * 1.00

            O que importa não é o valor de cada ação individual e sim o valor total da companhia, que está em queda livre.

            E depois dizem que não há bolha. Que o mercado está saudável. Que depois das eleições volta a se aquecer. Aham. Sei. Conta outra agora. 😉

            0
    • 8º Passageiro 22 de outubro de 2014 at 19:46

      Rossi virando opção em 3 2 1…

      BRAZIL:R.I.P.

      0
      • Pablo 22 de outubro de 2014 at 20:02

        A Rossi, quando não tinha bolha, chegou a valer 17,00 – 09/10/2010

        0
        • Tekinhasp 22 de outubro de 2014 at 20:09

          Imagina só quem ficou até agora esperando valorizar 🙁

          0
          • MND 22 de outubro de 2014 at 20:18

            Duas palavrinhas mágicas que muitos 666 ignoram na bolsa:

            STOP LOSS

            0
        • 8º Passageiro 22 de outubro de 2014 at 20:09

          Poderia agora cantarolar: ” O tempo passa o tempo voa e a poupança bamerindus continua numa boaaa, é a poupança bamerindus, dus dus dus” Ops SQN!

          BRAZIL:R.I.P.

          0
  • RosinhA 22 de outubro de 2014 at 20:22

    8º Passageiro
    Off Topic, mas nem tanto.
    Bom, como já faz tempo que não posto algo grande, então lá vai.
    A Bolha imobiliária de fato já estourou, agora só recolhemos os destroços, mas aí algum desavisado chega e diz: “Mas cara como estourou se os preços anda sobem ou não senti uma queda tão acentuada que possa realmente me garantir que a bolha estourou ?” Será mesmo?
    O fato é que devemos sempre estar atentos às nuances da vida, mensagens que nos são enviadas todo o dia e que na correria do cotidiano não nos apercebemos da existência das mesmas.
    Primeiramente, cabe destacar, que a bolha imobiliária bananense murcha de uma forma de outra, mas novamente um desavisado poderia alegar que ela está murchando muito devagar, mas quem foi que disse que murcharia ou desinflaria rapidamente? Ora, a bolha se esvaziará de acordo com as vontades que regem o mercado, sim, e inclua-se em mercado, tudo que acontece na nossa vida e mundo que poderia de alguma forma afetar este mercado, explico:
    O mercado não é somente formado por agente financeiros, onde um vende e outro compra, muito mais que isso, pois como podemos visualizar atualmente muitos outros fatores contribuem para a formação das forças do mercado, seja política interna e externa, clima, economia interna e externa, assim sendo, o mercado pode ser afetado por um conjunto de forças que o influencia seja direta ou indiretamente.
    E como forças que poderão acelerar ou manter a velocidade de esvaziamento da bolha, alguns poderiam citar logo de cara a economia como principal vetor atuante sobre a bolha, será?
    Alguém em são consciência ( A Rosinha não conta, porque usa de bruxaria para realizar seus prognósticos ) poderia há 2 anos atrás dizer que uma grave crise hídrica instalada no Sudeste influenciaria nos preços dos imóveis desta região? Acho que só a Rosinha mesmo! Isso mesmo, pois no meu prédio, e já logo esclareço que moro de aluguel, existem muitos proprietários já falando em vender seus bolhudinhos e se mandar para o, pasmem, Nordeste, mas até alguns anos atrás o Nordeste era sinônimo de seca!
    Sim meus amigos, há vários fatores que gostemos ou não, influenciam na aceleração do esvaziamento da bolha imobiliária bananense, e como disse podemos mencionar até seca agora como mudança de paradigma para o que tínhamos estabelecido até o momento.
    Como exemplo, e abro aqui uma discussão, cito funcionários meus, que como todos aqui sabem possuo pequeno hotel em São Paulo, sendo que várias 666 funcionárias, compraram piscinas enormes para seus rebentos, agora vos pergunto, poderão essas 666 utilizarem essas piscinas daqui em diante? Claro que não, pois a água tornar-se-á demasiado caro, banhos serão cada vez mais escassos, industria de cosméticos paulista enriquecerá, sim pois o budum será demais e deverá ser encoberto, imaginem os ônibus.
    Assim novamente menciono a mudança de paradigma, pois até um tempo atrás eu me revoltava com a idéia de não poder comprar um apertamento, sendo que hoje, agradeço a Deus por ter conhecido esse blog e a inteligência que o cria diariamente, pois a qualquer momento posso pegar minha família e cair fora se quiser e precisar, já que, pelo jeito teremos de enfrentar seca, zumbis, e até ameaça de socialismo tupiniquim, é o mundo mudou rápido de 2 anos para cá.
    Desta forma, só tenho a dizer e corroborar o que já foi dito aqui anteriormente, que de fato a bolha imobiliária será o menor de nosso problemas.
    BRAZIL:R.I.P.

    &&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

    Perfeito e como Bruxa prevejo que os confins como disse essa semana vão bombar, seu CHATO ! explicou como eu prevejo as coisas 😆

    0
    • 8º Passageiro 22 de outubro de 2014 at 20:50

      Rosinha a inquisição já à espreita.
      Não sou bruxo mas já prevejo, que virá uma alta nos casos de doenças causadas por contaminação nas águas recolhidas dos confins dos subsolos.

      BRAZIL:R.I.P.

      0
      • RosinhA 22 de outubro de 2014 at 20:53

        Chumbo, Mercúrio, Cadmio ????????

        666s MUTANTES ???

        NÃO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! NÃO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! NÂO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

        0
        • 8º Passageiro 22 de outubro de 2014 at 21:03

          Mauá
          Cofap
          Te lembra alguma coisa?

          0
      • Luis Augusto 23 de outubro de 2014 at 07:17

        Titãs – O Pulso. Será a realidade dos paulistas em breve numa tenda da saúde.
        //https://www.youtube.com/watch?v=PH3kNbvjN9E

        0
  • Silvio 22 de outubro de 2014 at 20:31

    CVR (Off) Caixa,

    Boa noite gente, deixem eu contar um “causo” que aconteceu comigo recentemente na CEF.
    Por motivos estritamente profissionais fui obrigado a abrir uma CC na Caixa, pensei comigo: se não há outro jeito… lá fui eu. Cópia de documentos pessoais em mãos, comprovante de endereço atualizado e as últimas três folhas de pagamento que me foram solicitadas. Chego à porta do banco, uma menina me diz ”tem que pegar senha!”. Como assim? Senha? Já do lado de fora? “é!”, diz ela. Tudo bem, paciência, se tem que pegar a senha, peguemos a senha… Entro na agência e subo as escadas, abertura de conta só no segundo piso. Espero para ser atendido, seis ou sete pessoas na minha frente. Passados 45 minutos, sou chamado. Papelada pra lá, perguntas aos montes pra cá, e dá lhe o atendente a digitar! Digitou, digitou e digitou ainda mais um pouco. Quando chega na parte de cadastrar a minha renda o rapaz olha o papel, olha para mim, olha novamente o papel, pede um momento e sai da sala, lá fica eu esperando novamente, fazer o quê não é? Passa mais uns cinco minutos, volta o rapaz, mas ele não voltou sozinho, me aparece junto dele uma loira bonita com um sorriso enorme no rosto, ela se apresenta e pede para eu acompanhá-la. Desconfiado com tudo aquilo, mas sem ter o que fazer mesmo, lá fui eu atrás, no bom sentido é claro, da loira. Ela me leva para uma área reservada, me convida a sentar , oferece um cafezinho, e me explica: “Sabe o que é senhor, como você está abrindo conta conosco e seu salário é alto (???) o senhor terá atendimento especial e prioritário. De hoje em diante, quando desejar algo em nossa agência, é só falar meu nome logo na entrada e pode subir direto à minha sala, não precisa mais esperar sua vez como os demais, é só vir falar comigo e pronto!”. Eu bem desconfiado, perguntei se esse era o procedimento adotado em todas as demais agencias da CEF, ela disse que sim, que como estava difícil conseguir bons correntistas, esse era sim o procedimento padrão. Enfim, a loira abriu minha conta rapidinho, acabei meu café e me fui embora todo faceiro… Mas e a renda tão maravilhosa? Quanto que é? Essa quantia mensal que me fez sentir rico por um dia? Pois é… Minha renda mensal é de absurdos R$4.800,00 (Quatro mil e oitocentos Reais). Pode isso? Eu, que mal ganho “cinco conto” por mês, sou rico e não sabia! Saí do banco pensando comigo: “Mas é Sangui mesmo!!!”

    0
    • Sobra 22 de outubro de 2014 at 20:36

      Segundo o PT, com esse salário tu é rico. Como o banco é deles, ta aí o tratamento VIP.
      Só que pra chegar até o segundo andar, tem que passar por muito pobre fazendo fila no meio do caminho.

      0
    • RosinhA 22 de outubro de 2014 at 20:38

      4,800 bruto ou liquido ? pois se for bruto é pobre, pois qualquer um hoje ganha 20k pelo menos 😆

      Olha não importa quanto se ganha e sim quanto se gasta, meu predrero antigo ganhava isso e hoje tem 6 casas, 5 de aluguel, ou seja gaste menos do que ganhe e invista o resto para o futuro.

      0
      • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 21:41

        Bruxa, abri conta no Itaú e já me disseram que eu ia pro Unicréis. Acabei com aquela conta grátis online e olhe lá. 5K hoje com nome limpo e tu é tomado por rico!

        0
        • MINEIRO SPY 23 de outubro de 2014 at 10:25

          No BB isso não dá nem pro cheiro.
          Cara com renda de 18k só consegue pacote grátis, cartão de crédito preto sem anuidade se gastar mais de 6k por mês no crédito. Tesouro direto tem custódia alta, corretagem alta, tudo caro. Sinto que em breve cortarão essas exigências rs.

          0
    • JPires83 22 de outubro de 2014 at 23:12

      Foi mais ou menos assim que o gerente da minha conta começou a me chamar de “Doutor”……huahauauhuah

      +- Nesse esquema que você relatou, eu tenho direito a ir direto no meu gerente quando quero fazer qualquer coisa, meu salário é um pouco maior que o seu. Só que como bom sovina, eu guardo boa parte da meu salário, já que possuo 2 rendas. Na última vez que fui ao banco, pedi pra pagar uma conta com X e transferir 2X para minha conta de investimentos. Quando o cara viu o meu saldo, que nem é tanta coisa assim, começou a me tratar como “Doutor” e me perguntou o porque de eu ainda não ter mais nenhum serviço do banco como seguros, Cartão de crédito, título de capitalização e por aí vai.

      Ter boa renda e saldo na conta hoje em dia dá direito a regalias.

      Só espero até o dia em que serei chamado de “Excelentíssimo Doutor”.

      0
    • Boneco do posto 23 de outubro de 2014 at 00:12

      Achei que vc ia dizer que sua renda era de 20 mil pra lá….kkkkk

      Bah… tambem sou rico entao tche. Bora pegar essa loira ai….rs

      0
    • Boneco do posto 23 de outubro de 2014 at 00:19

      CVR CEF tbm…. lembrei

      Costumo compras verdinhas numa agencia da CEF aqui da cidade, pois debito direto da minha poupança e nao preciso ficar carregando o caroço de dinheiro pelo meio da rua, apenas para uma unica viagem é necessaria: do banco até minha casa com os dolares.

      Da ultima vez que fui comprar, ha uns 2 meses, reservei 10 mil dolares no dia antesrior (tem que fazer reserva aqui). Quando cheguei na agencia o gerente disse que estavam com falta de moeda estrangeira e que estava demorando muito pra vir em especie etc e tal. Pediu desculpas e disse que só tinham 8 mil no cofre. Mandei descer tudo e raspar o tacho. Fiz o comentario de que muitas pessoas deviam estar comprando dolares para proteger suas finanças e tal.

      Ele me diz que nao, que era falta de remessa mesmo, pois é muito raro alguem comprar tanto dolar como eu e que as pessoas que vao viajar comprar 1000, 1500 e no maximo 2000 em raras exceções.

      Como assim ninguem compra tanto dolar como eu? me senti um milhonario na hora….rs E olha que era a segunda vez que estava comprando, na primeira comprei U$ 10 mil e queria apenas mais U$ 10 mil dessa vez…

      E eu achando que todo mundo estava rico e só eu era o pé rapado….tsc tsc tsc

      0
    • Oriundo 23 de outubro de 2014 at 08:12

      E eu que poupo 7k todo mês ?

      Somos todos pobres.
      Esse governo conseguiu a proeza de empobrecer todas as classes sosciais.

      0
    • LoucoLa 23 de outubro de 2014 at 10:37

      Cara, há muito tempo é assim na CEF.

      Dificilmente eu vou na minha agência, ligo direto pra gerente e ela resolve.

      Isso começou quando eu enchi o saco de um negócio lá e quis fazer portabilidade, daí ela me deu o telefone dela e disse que quando fosse lá, dissesse que ia falar com ela.

      0
  • RosinhA 22 de outubro de 2014 at 20:35

    CVB (Casos da Vida da Bruxa)

    Fala fossasada ! que cheiro ruim né ? num chove, num venta, num móia, num nada.

    Anos atrás dizia que tudo construído eram LIXOS, ai está o resultado.

    Disse que o çanguiiiiiiiiii escorria pelas calçadas, pelas fábricas, pelo comércio, e todos falavam do DS3 index, IX35 index, Iphone index, Ice Cream index, a Bruxa foi quase marginalizada e ai está o resultado de hoje.

    Inventei o termo “” 666 “”quando discutia com o polido MRK para mostrar o status fajuto da maioria, ostentação e burrice coletiva.

    Disse que faltaria energia, que havia comprado geradores no começo do ano, bingo ai está.

    Disse que faltaria água, e os loucos diziam que não, que estávamos preparados aqui mesmo no blog a maioria de idosos 😀

    Disse que quem comprava na pRanta era uma ANTA, taí o tópico do CA.

    Agora prevejo que pela migração os confins e áreas antes que valiam tostões vão acabar valorizando bastante.

    Acreditem na BRUXA ROSA, e nunca se arrependerão 😆 😆 😆

    0
    • Pobre Paulista 22 de outubro de 2014 at 20:37

      6 numeros, manda aí

      0
      • RosinhA 22 de outubro de 2014 at 20:39

        06, 66, 666, 6666, 66666, 666666

        0
    • Amadeus de Sampa 22 de outubro de 2014 at 20:37

      Palavras da Salvacao!

      0
      • RosinhA 22 de outubro de 2014 at 20:40

        É para glorificar de pé Ingrêja !!!!

        0
    • MND 22 de outubro de 2014 at 20:39

      Tem o “The Oracle of Omaha”, aka Warren Buffet.

      E tem a:

      “The Oracle of Saint Andrews”, aka, Bruxa Rosa.

      😎

      0
    • Luis Augusto 23 de outubro de 2014 at 07:12

      Principalmente onde tiver água em abundancia.

      0
  • Justiceiro 22 de outubro de 2014 at 20:38

    Discordarei parcialmente no enfoque primário de uma parte do artigo do CA.

    O trecho gráfico adaptado à forma escrita é o seguinte:
    “2008~2009
    Com o número de construções de imóveis disparando junto com os custos, como ter muitos clientes, para que demanda aquecida justifique preços e margens mais elevados?”
    R: vendas “na planta” com parcelas muito baixas durante a construção.”

    Meu comentário: tudo bem que a venda na planta é um fator importante, mas entendo, mais uma vez, não ser o item primário – sob uma visão cronológica – do problema. Penso que é um item que teve reforço devido aos seguintes fatores:

    Final de 2007, 28/08/2007, CEF:
    a) ampliação do prazo de financiamento de 20 para 30 anos;
    b) jogadas com o fgts (redução juros, ampliação de valor de imóvel para usar fgts).
    Sobre a questão de aumento dos custos, eles aumentaram mas foi mais na questão dos terrenos, o restante dos custos não chegou a “disparar bem acima”, como bem observamos pelos custos do CUB, enfim.

    Reitero que a discordância é sob o enfoque original, não estou dizendo que não existe, só estou dizendo que ela (a venda falsa) foi elevada a níveis críticos devido ao alimento inicial mor: o crédito, pai de todos os males e safadezas dos vendidos do setor.

    Então, na minha visão, aumento de lapso temporal de financiamento + juros subsidiados direcionados = origem de novos crimes e ideias mirabolantes. Com tamanho alimento do mal, os cães sarnentos vieram com ideias e novas ganâncias para foguetar ainda mais os lucros, como as vendas falsas.

    0
    • CA 23 de outubro de 2014 at 10:43

      Justiceiro,

      Vamos por partes, começando pelo fim:

      Trecho do texto de Justiceiro: “Sobre a questão de aumento dos custos, eles aumentaram mas foi mais na questão dos terrenos, o restante dos custos não chegou a “disparar bem acima”, como bem observamos pelos custos do CUB, enfim.”

      Sugiro acessar os endereços:

      “http://www.cbicdados.com.br/menu/custo-da-construcao/cub-medio-brasil-custo-unitario-basico-de-construcao-por-m2

      “http://www.cbicdados.com.br/menu/custo-da-construcao/indice-nacional-de-custos-da-construcao-inccfgv

      Nos endereços acima, você poderá comprovar que o maior aumento do CUB no período de 2.007 a 2.014 aconteceu exatamente no ano de 2.008, como coloquei na primeira parte do trabalho e foi uma variação superior a 11% em 2.008, ou seja, quase o DOBRO da inflação daquele ano que foi de 5,9%.

      Observe ainda, pelo outro link que coloquei acima, que o INCC (Índice Nacional da Construção Civil) variou 11,87% em 2.008, que também foi uma variação recorde para este indicador no período de 2.007 a 2.014 e novamente, foi o DOBRO da inflação naquele ano.

      Foi em virtude deste FATOS que utilizei o termo “disparar” quanto ao crescimento de custos EM 2.008 mencionados no início do trabalho. ATENÇÃO: utilizei este termo “disparar” EXCLUSIVAMENTE quanto ao ano de 2.008 e não disse que continuou disparando depois, veja que ao mencionar o MCMV em 2.009, disse que foi mais combustível para AUMENTAR os custos, mas não usei o termo “disparar”, nem utilizei em outros pontos do trabalho. Como o tema fala sobre “HISTÓRIA”, a referência a “disparar” foi específica para o ano de 2.008.

      Nos demais anos, de fato o CUB acompanhou a inflação, no entanto, não devemos esquecer que o custo TOTAL tem relação com o preço dos terrenos que aumentaram demais já em 2.007.

      No caso do INCC, nos demais anos ele ficou acima da inflação, mas nunca mais chegou a ser o dobro como aconteceu em 2.008.

      Creio que os FATOS acima comprovam o que coloquei no trabalho, mas se tiver outras evidências em sentido contrário, por favor, informe.

      Sobre o outro trecho que você colocou:

      “2008~2009
      Com o número de construções de imóveis disparando junto com os custos, como ter muitos clientes, para que demanda aquecida justifique preços e margens mais elevados?”
      R: vendas “na planta” com parcelas muito baixas durante a construção.”

      Aqui acredito que eu não tenha sido tão claro e também tenha havido um erro em sua interpretação: ao falar sobre “custos disparando”, eu deveria ter sido mais específico que era referente ao ano de 2.008 (desenhos e resumos não conseguem captar todos os detalhes…), mas de qualquer forma, o trecho acima veio DEPOIS das explicações do que realmente motivou a elevação ARTIFICIAL dos preços, ou seja, as vendas FALSAS foram uma CONSEQUÊNCIA de abertura de Capital feitas pelas construtoras combinada com a aprovação do Brasil para Copa do Mundo, com isto, as construtoras dispararam na compra de terrenos e construções simultâneas, gerando um aumento recorde nos custos em 2.008 (ver sobre CUB e INCC acima) e precisavam desesperadamente gerar uma SIMULAÇÃO de demanda aquecida, logo, as vendas falsas não foram a causa PRIMÁRIA como você colocou, a causa primária foi a abertura de Capital das Construtoras e pressão por resultados A QUALQUER CUSTO.

      Observe que DEMONSTRO o que consta acima: foram BILHÕES de R$ de aumento de lançamentos e vendas NA PLANTA exatamente a partir de 2.008 (ano de explosão dos custos), sendo que tivemos DISTRATOS resultantes destas vendas na planta de 2.008 em 2.011 que variaram de 77% a 100% do que aumentou de vendas em 2.008, COMPROVANDO que as vendas foram FALSAS, só para inflar preços, compensar o aumento de custos e gerar resultados SIMULADOS.

      Por favor, considere que as vendas na planta não geraram aumento super-elevado no financiamento ainda em 2.008, a maior explosão no crédito imobiliário concedido foi em 2.009 e depois em 2.010. Observe ainda, que no caso da venda de usados, tendo como base a cidade de São Paulo, não tivemos uma disparada de vendas em 2.008 e 2.009, a grande disparada de vendas foi em 2.010, ou seja, depois do MCMV ter sido lançado em 2.009 e ter gerado todo o movimento especulativo que também expliquei neste trabalho. Lembre-se, o financiamento no caso de novos é fornecido na entrega do imóvel e o que explodiu foram vendas na PLANTA a partir de 2.008, já no caso de usados, as vendas só explodiram mesmo em 2.010, ou seja, não localizei NENHUMA evidência que comprove o que você disse…

      Para verificar evolução de vendas de usados em São Paulo, acesse:

      “http://defendaseudinheiro.com.br/a-evolucao-da-bolha-imobiliaria-em-sao-paulo/

      Achei o debate super interessante, mas para evoluirmos, por favor, traga os FATOS e DADOS que evidenciam que foram as condições mais favoráveis de crédito em 2.007 a causa raiz, ou seja, demonstre que o crescimento de vendas de 2.008 no caso de novos já se utilizou deste crédito ou que as vendas de usados teriam aumentado em 2.008 subsidiadas por isto. Estas condições dadas pelo Governo, no MÁXIMO, foram mais uma das “cortinas de fumaça” utilizadas pelo segmento imobiliário para induzir as pessoas a acreditarem que vendas iriam se aquecer depois, só mais um MECANISMO de ilusão, assim como omitir o INCC na venda na planta, prometer a valorização eterna dos imóveis, etc., etc., etc… Não podemos sequer dizer que foram estas condições que impulsionaram a abertura de Capital, pois a “febre” de abertura de Capital das Construtoras começou em 2.006, antes destas mudanças, e a grande maioria das aberturas de Capital já havia acontecido antes das mudanças que você mencionou, sendo que esta “febre” de fazer IPO em 2.006 / 2.007 no Brasil foi para todos os segmentos de negócios e não só para construção civil…

      0
  • Fabiano SJC 22 de outubro de 2014 at 20:44

    Alguem ta vendo globonews ?

    0
    • Fabiano SJC 22 de outubro de 2014 at 20:46

      So faltou falarem estamos vivendo uma bolha imobiliaria rs

      Melhor frase : Não adianta vc falar que seu imovel vale 1 milhão se não existe ninguém com dinheiro para pagar o que vc pede … até o pessoal da globonews já esta reconhecendo que vivemos uma bolha imobiliaria 🙂

      0
    • Louro José 22 de outubro de 2014 at 20:55

      Eu vi a Globonews mais cedo, quando a notícia era que mais de 40% dos jovens não se interessava em poupar dinheiro.

      E as antas âncoras do programa justificavam com o exemplo delas, de que queriam curtir a vida sem se preocupar com o amanhã. Excelente programa educativo kkkkkkkkkkkkkkkk

      0
      • Luis Augusto 23 de outubro de 2014 at 07:10

        Isso é efeito “estabilidade econômica” promovida pelo Real durante todo esse tempo. Essa molecada não sabe o que é crise, não sabe o que é inflação, não sabe o que é arrocho; aliás não sabe nada a não ser fazer o que não presta.

        0
  • RosinhA 22 de outubro de 2014 at 20:50

    CVB

    Querem uma coisa interessantíssima ° ??? °

    Tenho meus mukifos para aluguel mas muito bem feitos e mobiliados, tenho 12 ANTAS/OS morando neles agora mesmo, deixei o anuncio aberto, recebo pelo menos 4 interessados todos os dias, mas interessados mesmo ! do tipo:

    Eu pago a mais uns 50 reais se tirar o cara …………

    Ou seja, o pessoal só tem grana para pagar até 600 mangos de alguel e olhe lá, quem puder invista na baixa renda, quando a crise pegar forte, faltará mukifus para tanta 666 😀

    0
    • RosinhA 22 de outubro de 2014 at 20:52

      O aluguel de meus casebres os outros para famílias terminam final desse ano, bora fazer mais 35 vagas para ANTAS e viver no meio do mato 😀

      Há como amo Draiuau, com 1 mês tudo pronto e lisinho 😀

      0
    • Harry Potro 22 de outubro de 2014 at 20:53

      E a encheção quando o cara não paga?

      0
      • 8º Passageiro 22 de outubro de 2014 at 20:54

        Posso responder? ela faz vodu e o cara morre.

        0
        • RosinhA 22 de outubro de 2014 at 20:55

          kkkkkkkkkkkk VUDU É PRA JACU !!!!!!!!!

          0
          • Louro José 22 de outubro de 2014 at 21:00

            Pica pau mode on

            0
        • 8º Passageiro 22 de outubro de 2014 at 20:56

          Ou o Chico encara o bruce lee e resolve a parada. Imagina o caa com uma chave de roda na mão intimando o inadimplente: ” Ou paga ou vaza”.
          Melhor não pagar pra ver

          0
          • 8º Passageiro 22 de outubro de 2014 at 20:59

            *encarna

            0
      • RosinhA 22 de outubro de 2014 at 20:55

        Uma fechadura para o portão comunitária, apenas se troca, avisado antes da entrada, até agora 4 meses e todos ok, se saem de lá somente para favela, pois a renda deles apenas permite isso….

        Sussegadu !

        0
        • RosinhA 22 de outubro de 2014 at 20:57

          90% trabalham e estudam e pego alguém para fiador ……….. se não pagar deixo apenas de ganhar, risco diluído e propriedade com registro separado para banheiro, disjuntores e tomadas, quem não paga não usa, foi avisado pela Bruxa antecipadamente ………

          Voa DILMA kkkkkkk voa Faculdade Federal 😀

          DRN e Barnabé piram ! 😀

          0
    • Pobre Paulista 22 de outubro de 2014 at 21:44

      Achei que era uma república.

      0
    • MrCitan 23 de outubro de 2014 at 10:11

      Ei Housinha, estas kits aqui são suas? Tá caro o aluguel , hein?
      Tira a Imobiliária da jogada, quem sabe não barateia um pouco? 😉

      “http://apartamento.mercadolivre.com.br/MLB-593964112-locaco-kit-santo-andre-sp-brasil-_JM

      0
  • Saigon 22 de outubro de 2014 at 21:01

    A jornalista do “Em pauta” falou sobre valorização de 14% nos imóveis em São Paulo na GloboNews, com base em estudo do Fernando Sita. A jornalista de Brasília jogou no chão, sem nenhum esforço, todos os argumentos que ela apresentou para tentar justificar a bolha. Foi engraçado.

    0
    • Saigon 22 de outubro de 2014 at 22:13

      * justificar a inexistência da bolha

      0
  • thiago fm 22 de outubro de 2014 at 21:16

    Simplesmente sensacional CA…

    Pra mim merece uma aba distinta no cabeçalho do blog, algo como ” Entendendo a bolha imobiliária brasileira”

    0
    • Sobra 22 de outubro de 2014 at 22:06

      Real State Bubble for Dummies

      0
  • PapiranteSalg 22 de outubro de 2014 at 21:50

    Agora vai…

    ¿Y Ahora Qué? Maduro anunciará este miércoles una “revolución bancaria” en el país

    El presidente Nicolás Maduro aseguró en reunión del Consejo Federal de Gobierno, que en las próximas horas anunciará una “revolución bancaria”. Previamente el mandatario aseguró que Venezuela tenía recursos para afrontar el pago de los compromisos extranjeros para garantizar educación pública, salud y alimentación dentro del país. “Nosotros nos hemos preparados y estamos preparados para afrontar esta baja circunstancial de los precios del petróleo, llegue hasta donde llegue y dure lo que dure”, aseveró, reseñó el portal de La Patilla.

    fonte:”http://www.maduradas.com/con-los-pelos-de-punta-maduro-anunciara-este-miercoles-una-revolucion-bancaria/

    0
    • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 21:52

      Aí lendo um troço destes, lembro que hoje postaram no meu fêiçe um troço assim…

      “Superávit sempre serviu para encher os bancos de grana. Nunca para ser usado para avanços do país. É perverso. Cara essa de comparar o Brasil com Venezuela e Cuba é foda, não tem nem pé e nem cabeça. Ai tá uma diferença… Eu queria que tivéssemos numa sinalização próxima à desses países.”

      0
      • Louro José 22 de outubro de 2014 at 21:55

        Então o superávit que faz o governo economizar e ter poupança e, consequentemente, reduzir os juros cobrados na hora que ele precisa pegar dinheiro emprestado, é ruim para o cidadão e bom pro banco?

        Não é porque o cidadão gasta todo o dinheiro e mais um pouco, estragando seu consumo futuro, que o governo tenha que fazer a mesma coisa.

        0
        • Naga 22 de outubro de 2014 at 22:07

          Eu digo que os caras odeiam poupador, a quem eles chama de rentistas. Pra eles é perverso o cara poupar para ganhar juros, pois na visão deles estão ganhando em cima do pobre trabalhador, e como o molusco falou naquele video que postaram, voce pega 1 bilhao da pra um empresario ele vai viver de juros ou criar alguns empregos, se der um bilhao para os pobres é distribuição de renda, portanto é perverso pra eles seu dinheiro párado em conta para beneficio proprio quando poderia serm empregado para girar a economia de quem mais necessita.

          0
          • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 22:32

            O volume da ignorância econômica da molecada graduada é apavorante. Eu taquei estes dados mais cedo na cara de outro mallandro e ele se aquietou. Pensam que dinheiro brota da fonte… só pegar com a mão.

            0
        • Pablo 22 de outubro de 2014 at 22:13

          Para que o investimento aconteça é necessário existir poupança.
          Hoje, temos 467 Bi em financiamento imobiliário e 507 Bi na poupança.
          Ou seja está no limite.
          O gobierno tera que buscar grana nas LCI para poder manter os juros baixos.

          0
          • George... oinc oinc... 22 de outubro de 2014 at 22:19

            Só que boa parte desses 507 bi está distribuída pelos bancos… não é algo proporcional ao volume de crédito já concedido por cada instituição… a caixa, extremamente alavancada, paga um custo muito maior pra atrair poupadores para suas LCI’s…

            0
            • Pablo 22 de outubro de 2014 at 22:23

              Corretíssimo.
              Lembre-se que ela tem 70% do mercado.
              Mas como não precisa dar lucro …

              0
          • indião 22 de outubro de 2014 at 22:22

            Humm… Interessante.
            Considerando que liberam uns 70 bi nesse ano pro cred imob, lá por setembro de 2015 teremos o ‘CABO-SE’ nos pila disponível pra credito.
            Soluções =
            A) meu BNDES minha vida? Não, o aiky já pegou tudo;
            B) TD? Nao, NTNB em 8% + ipca ninguem quer né nao?
            C) casa da moeda imprimindo 24h só nota de 100 que é pra ‘tacarlhe pau’ de verdade? Daí tchau Obamas..

            Sei lá entende, só tem opções boas ve-se.

            0
            • George... oinc oinc... 22 de outubro de 2014 at 22:32

              Qual a chance da nossa Dilmassauro bradar: “que se danem os poupadores rentistas… eu “digito” o dinheiro que preciso…”???

              0
              • indião 22 de outubro de 2014 at 22:40

                Pode sim, mas os vendedores que ‘recebe’ o $ do credito liberado pro mutombuario vao preferir receber em especie. De preferencia pra ‘investir’ em algo q renda… 😀
                Ai o sapato aperta

                0
              • Pablo 22 de outubro de 2014 at 22:48

                Isto já esta acontecendo:

                Dívida bruta do Governo:

                Dezembro 2013 = 56,7 % do Pib
                Junho 2014 = 59,0 %
                Julho 2014 = 59,5
                Agosto 2014 = 60,1

                0
      • indião 22 de outubro de 2014 at 21:56

        ‘Sinalização próxima’ seria …… Opa, esquece. Melhor não perguntar.. 😀

        0
        • Pablo 22 de outubro de 2014 at 22:28

          A Casa da Moeda deve estar a esta hora reciclando aquelas notas que tinha o Barão para fazer cédulas novas.

          “http://fotospublicas.com/fabricacao-de-moeda-cai-e-troco-mercado/

          0
      • J.Seinfeld 22 de outubro de 2014 at 22:40

        É que o avanço do país, na visão mais progressista, precisa ser feito na marra. Os juros estão altos? Baixe-se os juros e dane-se as consequências. Muitos brasileiros não conseguem comprar casa própria? MCMV e toca pradiante. A discussão está voltada para os fins propriamente ditos (redução da miséria/pobreza, desigualdade social etc), não para os meios que os permitem. Aí não tem como debater, vira campeonato de boas intenções.

        O artigo está excelente, merece ser replicado!

        0
  • Louro José 22 de outubro de 2014 at 21:56

    Aos interessados, vem aí mais um livro
    ‘https://mansueto.files.wordpress.com/2014/10/captura-de-tela-2014-10-22-c3a0s-17-12-06.png

    Inflação e Crises – O papel da moeda
    De Affonso Celso Pastore

    0
  • Pablo 22 de outubro de 2014 at 22:04

    Rosinha;

    Tenho lido em teus post que estas apostando em terras afastadas dos grandes centros.
    Acho que tens razão em acreditar num deslocamento das pessoas dos grandes centros para o interior em função dos custos tanto das terras – no caso terrenos – , quanto do custo de vida.
    Acreditas na inversão da densidade demográfica, isto é, a volta das pessoas para o campo?

    0
  • thiago fm 22 de outubro de 2014 at 22:12

    “http://www.clickhabitacao.com.br/noticias/minha-casa-minha-vida-vai-reajustar-valores/#more

    Um pouco mais de lenha na fogueira.

    0
  • Pablo 22 de outubro de 2014 at 22:20

    Isto explica parte do fracasso do Brasil.

    Distribuidores caminham para ano negativo diante de cenário adverso.

    A retração do consumo aparente nacional de aço e a pressão do mercado externo, que amarga excesso de capacidade instalada, devem impactar o desempenho da rede de distribuição em 2014

    SÃO PAULO – A queda do consumo aparente e a pressão do mercado externo – que sofre com o excesso de capacidade – devem resultar em um ano negativo para a rede de distribuição de aços planos, que chegou a projetar crescimento para 2014.

    “Teremos um fechamento de ano muito ruim, aliás, alinhado com o desempenho das usinas”, afirmou nesta terça-feira (21) o presidente do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Produtos Siderúrgicos (Sindisider), Carlos Loureiro.

    Segundo o executivo, o final do ano se desenha muito ruim. “Principalmente dezembro, com férias coletivas por toda a parte”, destaca.

    Para Loureiro, o consumo aparente de aço deve cair até 6% em 2014 e o desempenho das siderúrgicas pode ser de uma queda acima de dois dígitos. “Acreditamos que as usinas entregarão até 12% a menos neste ano”, diz.

    Importações

    As importações também tiveram um aumento significativo. No acumulado do ano, contabilizaram alta de 28,6% em relação ao mesmo período do ano passado, para 1,55 milhão de toneladas.

    “Trata-se de um aumento grande, considerando que o desempenho das usinas caiu na mesma base”, acrescenta o presidente do Sindisider.

    Ainda de acordo com Loureiro, 80% das importações vêm da China. “Principalmente o Norte e o Nordeste estão se abastecendo da importação”, pontua.

    Ele explica que o alto custo do frete das regiões Sul e Sudeste inviabiliza as vendas para o Norte e Nordeste.

    “Metade da importação é feita para estas regiões. Trata-se de um mercado que já ficou para importação”, conta.

    Loureiro afirma ainda que este é o ano de maior penetração de aço importado no mercado nacional, perdendo apenas para 2010, que foi recorde neste quesito.

    Em setembro, houve um declínio de 13,4% das compras dos associados do Sindisider na comparação anual. Já as vendas apresentaram um recuo de 11,5% na mesma base de comparação.

    Com isso, os estoques do mês passado recuaram 6,8% em relação a igual período de 2013, para um volume de 1,04 milhão de toneladas.

    “O giro permaneceu em 2,9 meses, o que consideramos um pouco alto”, comenta Loureiro. Ele diz que o giro ideal é de cerca de 2,5 meses.

    Loureiro diz que, em setembro, houve uma ligeira queda de participação dos distribuidores no consumo aparente de aço. Porém, ainda se manteve alto historicamente.

    “Nosso market share em setembro de 2008 era de 33%. Hoje, está em 46%”, pondera. “Com a situação atual, as empresas estão recorrendo mais à distribuição, principalmente devido às condições de pagamento e prazos de entrega mais favoráveis”, diz.

    Com o mercado cada vez mais pressionado, o presidente do Sindisider não enxerga espaço para movimentação de preços no País.

    “O preço chinês caiu muito em setembro e existe espaço para cair ainda mais”, explica Loureiro. O país asiático é responsável por mais da metade da produção mundial de aço, o que faz da China a grande referência de preços do setor.

    Nas últimas semanas, o custo do minério caiu muito e as usinas chinesas pouco usam sucata, dependendo majoritariamente desse insumo.

    Ainda em setembro, houve uma valorização do dólar. “Com o atual prêmio praticado no Brasil, eu não vejo nenhuma vantagem para usinas baixarem preços”, diz Loureiro.

    O presidente do Sindisider evita refazer projeções para o ano. “Não vamos ficar mudando os números todo o mês”, diz Loureiro. “Mas certamente nosso desempenho será negativo em 2014”, reforça.

    Desempenho global

    A Associação Mundial do Aço (Worldsteel Association – WSA, na sigla em inglês) divulgou ontem os dados referentes ao desempenho da siderurgia global, em setembro.

    Segundo a entidade, no mês passado a produção global de aço atingiu 134 milhões de toneladas, ligeiro recuo de 0,1% na comparação anual.

    Ainda de acordo com a WSA, a utilização da capacidade instalada global no mês passado foi de 76,1%, um recuo de 2,6 pontos percentuais na comparação anual. Em relação a agosto, houve um aumento de 1,9 ponto percentual.

    O desempenho da China, em setembro, foi estável na comparação anual, segundo a WSA. No mês passado, a produção chinesa atingiu 67,5 milhões de toneladas.

    Na Ásia, a Índia teve aumento de 2,5% da produção em setembro, assim como a Coreia do Sul, que obteve alta de 10,1% na mesma base. Já o Japão teve um recuo de 0,5% em setembro de 2014.

    Na Europa, Alemanha, França e Espanha tiveram queda da produção no mês passado, de 3%, 0,5% e 12,8% respectivamente na comparação anual.

    Os Estados Unidos também registraram recuo da produção de aço em setembro. No mês passado foram produzidas 7,3 milhões de toneladas, ligeiro declínio de 0,1% em relação a igual período de 2013.

    Já o Brasil produziu 2,9 milhões de toneladas de aço em setembro, um recuo de 3,8% na comparação anual.

    “http://www.dci.com.br/negocios/distribuidores-de-aco-caminham-para-ano-negativo-id422270.html

    0
  • GNews 22 de outubro de 2014 at 22:34

    É impressão ou o balanço da gafisa passou em branco por aqui??

    Gafisa (GFSA3) – A companhia divulgou ontem, após o término do pregão, sua prévia operacional referente ao terceiro trimestre de 2014. Os lançamentos consolidados somaram R$ 510,4 milhões, crescimento de 142% ante o 3T13, por conta da expansão de 290,8% no segmento Gafisa, enquanto em Tenda os lançamentos reduziram em 11,9%. Já as vendas contratadas registraram queda de 31,9% no período (+3,3% Gafisa e -76,1% Tenda), totalizando R$ 230,8 milhões, refletindo os menores lançamentos em Tenda, a menor velocidade de vendas (6,7%) e o avanço dos distratos, que representaram 56,3% das vendas brutas. Vale destacar que o volume distratado cresceu 25,7% em Gafisa e 24,4% em Tenda, em relação ao 2T14.”


    LEIO
    DISTRATOS

    0
    • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 22:38

      falamos deste desastre ontem em meio às facãozadas do BOSS…

      0
      • Pablo 22 de outubro de 2014 at 22:41

        A equação é a seguinte:

        Vendas Falsas + Distratos = Nº de Pedaladas

        0
      • GNews 22 de outubro de 2014 at 22:42

        Ah…
        “http://exame.abril.com.br/negocios/noticias/gafisa-reduz-estimativa-de-lancamentos-no-ano-apos-forte-crescimento-no-3o-tri”

        Não acompanhei. To organizando (e preocupado com o mercado) meus investimentos na XP e traçando tudo para vencimento em janeiro de 2014 com o máximo de rendimento.
        Depois disso não me arrisco, tirando uma LCI (sim amigos…) com vencimento em abril/2014. Mas não é muita coisa, 20k só que tinha botado mês passado.

        Na dúvida se compro 70k de petro na sexta ou espero o pre de segunda. Pra mim, vai dar CB ou vai travar a bolsa, independentemente quem ganhe.

        0
        • PFnando 22 de outubro de 2014 at 22:49

          Se o Aécio ganhar e abrir com gap na segunda, compra no rompimento da máxima da primeira hora ou dos primeiros 15min caso esteja muito alto o volume. Quem especulou vai vender quando o leilão indicar alta, aí o preço cai um pouco. Quando acaba essa venda e tiver gente querendo entrar vai subir de novo, essa é a hora de comprar. Ganha uns 3% e cai fora. Cuidado com apostas. A pior estratégia é não ter uma estratégia.

          0
        • MND 22 de outubro de 2014 at 23:16

          Muito cuidado nessa hora. Se você não tiver informações “sólidas” sobre a direção que vai tomar a eleição, dormir comprado em PETR com 70k é o mesmo que colocar 70k no jogo do bicho… Aposta pura.

          Se você tiver um patrimônio líquido total de uns 50kk para mais, aí tudo bem… 😉 Mas se 70k for uma boa parcela do seu patrimônio, eu teria mais cautela.

          Se quiser “apostar” mesmo nas eleições, dê uma olhada em travas com opções da PETR. Consulte alguém mais entendido de opções para estruturar essa operação e entender melhor os riscos envolvidos. O ideal seria uma trava com stop “embutido”, ou seja, o máximo que se perde é 100% do valor da trava. Se abrir com gap favorável, dá para multiplicar o montante de forma interessante. Mas claro, não coloque 70k na trava!! Coloque uns 2k no máximo, ou o quanto estiver disposto a “queimar” caso abra com gap contrário à direção da aposta…

          0
        • Elanaine Santana 23 de outubro de 2014 at 00:28

          Muito cuidado com essas apostas na PETR. Tenha em mente que a vitória do Aécio pode já estar precificada e os papéis serem desovados nas sardinhas após a confirmação da vitória. Como o amigo ali falou, uma pequena alta é possível, mas logo em seguida o papel pode enfrentar numa mega correção.

          0
          • LZ 23 de outubro de 2014 at 09:30

            Tá mais fácil acertar os números da mega sena do que saber para onde a PETR vai na segunda rs

            0
          • PFNando 23 de outubro de 2014 at 11:30

            É por isso que eu falo em comprar após a segunda subida (se acontecer). Se abrir gap de alta a galera pode desovar, mas se subir de novo depois é porque tem gente entrando forte.

            0
    • Lima 23 de outubro de 2014 at 09:04

      A expansão do segmento gafisa foi de cerca de 200mi em lançamentos, mas e a reduçao no segmento tenda, quanto representa financeiramente?

      0
  • FHmartins 22 de outubro de 2014 at 22:37

    Como faz parte do tema
    No programa da Vac… Digo Dilma ela propôs aumentar a faixa do limite de financiamento do Minha Casa Minha divida
    Ou seja vai tentar criar um MCMV Crassi media
    Como se a galera já tá todas estrupiada sem condições de pagar por qualquer coisa

    0
    • Diego F. 22 de outubro de 2014 at 23:08

      Se aumentar o limite para 300k, vão querer cobrar isso por aptos da MRV de 40m². A diferença é que agora haverá crédito, mas ninguém para tomá-lo (by Chico).

      0
    • Barnabezinho 22 de outubro de 2014 at 23:34

      Só se a crasse cê também receber imóvel sem precisar pagar, né.

      0
    • EDUARDO 22 de outubro de 2014 at 23:38

      Com os preços dos imoveis caindo e o MCMV subindo daqui a pouco vou poder compra um bom imovel , com uma entrada pequena e juros subsidiados.

      0
      • LZ 23 de outubro de 2014 at 09:31

        Ela pode elevar o MCMV para 500K.
        Não tem é gente com renda pra pegar ele e sem dívidas para conseguir o financiamento.

        0
  • Heisenberg 22 de outubro de 2014 at 23:27

    Meu gerente do BB me telefonou oferecendo diversificação de investimento. Primeira opção que ele me dá? LCI.

    Isso significa alguma coisa ou é um movimento normal de mercado mesmo? Gerentes de contas oferecem rotineiramente LCI?

    0
    • Elanaine Santana 23 de outubro de 2014 at 00:12

      Antes era ofertado apenas para clientes do Private Bank. Com a bolha, os bancos passaram a empurrar a LCI também nos clientes do varejo.

      0
    • Justiceiro 23 de outubro de 2014 at 00:27

      Um pouco melhor que poupança.
      O rendimento não está atrelado diretamente ao setor imob, mas é interessante não ajudar o setor imob e pegar uma LCA, que paga mais e ajuda o setor agro.
      A LCA tem apenas um “problema”. Paga mais para quem é cliente “estilo”.
      Sugiro, caso não se enquadre nessa, LCAs de curtíssimo prazo através de corretoras.

      0
      • Elanaine Santana 23 de outubro de 2014 at 00:31

        Isso é verdade. Muito melhor investir nas LCA e ajudar o único setor que ainda mantém o Brasil de pé.

        0
  • Abestado abc 23 de outubro de 2014 at 00:51

    CA, parabéns pelo tópico !

    0
  • Abomineve Homem das Naves 23 de outubro de 2014 at 01:10

    Bom dia a todos 🙂

    OFF

    ELPL4 subiu hoje…

    Alguma chuva ou previsão de chuva em São Paulo?

    A divulgação de resultados referentes ao 3° trimestre será dia 05 de novembro.

    Alguém tem alguma explicação?

    Agradecido.

    0
    • Abomineve Homem das Naves 23 de outubro de 2014 at 03:57

      *ontem

      0
  • PapiranteSalg 23 de outubro de 2014 at 06:22

    Megainvestidor diz à Bloomberg que Petrobras é um “golpe, não uma ação”

    “O megainvestidor Jim Chanos volta ao ataque e, sem a menor cerimônia diz que a Petrobras é um golpe, não uma ação.

    A entrevistadora Stephanie Ruhle da Bloomberg pergunta se ele acredita que a empresa havia “enganado” os investidores no IPO de 2010 e Chanos, mais uma vez, responde que sim.

    Ele diz que a Petrobras apresentou tabelas muito otimistas que levaram os investidores a ver uma empresa diferente. Chanos fala, também, que a petroleira tem que pegar dinheiro emprestado, em torno de US$20 bilhões por ano, para mostrar essa imagem vencedora e conseguir pagar os dividendos.

    Segundo ele apesar do crescimento da produção do pré-sal a produção total da Petrobras não vem crescendo e que a produção deveria dobrar só para pagar a imensa dívida contraída e o seu custo.”

    “Jim Chanos é o principal executivo de um grande fundo e o presidente da Kynikos Associates uma consultoria de investimentos especializada em short selling.

    Independente se este Chanos estiver certo ou não o fato que preocupa é o enorme estrago que o Governo conseguiu fazer nas finanças e na imagem de nossa maior empresa, a Petrobras. Temos que lembrar que entrevistas como estas são vistas por milhões de possíveis investidores, não só da Petrobras, que não mais vão querer investir em um Brasil manchado pela incompetência e corrupção.”

    fonte:”http://www.geologo.com.br/MAINLINK.ASP?VAIPARA=Megainvestidor%20Petrobras,%20um%20golpe

    0
  • PapiranteSalg 23 de outubro de 2014 at 06:27

    Minério de ferro do Brasil perde mercado na China; produto australiano avança

    “As importações chinesas de minério de ferro do Brasil cresceram 13 por cento no acumulado do ano até o final de setembro, enquanto os desembarques do produto da Austrália na China aumentaram 33,5 por cento, indicando que o produto brasileiro perdeu participação no principal mercado global da commodity.”

    “O total importado de minério de ferro da Austrália pela China somou no período 406 milhões de toneladas, 58 por cento do total das cerca de 700 milhões de toneladas desembarcadas no maior importador global no ano até setembro.

    Enquanto isso, o volume de compras do produto brasileiro pelos chineses –exportado majoritariamente pela Vale– somou aproximadamente 125 milhões de toneladas, de janeiro a setembro, ou 17,9 por cento to total importado pelos chineses.

    No mesmo intervalo de 2013, a China havia importado 600 milhões de toneladas, com a Austrália fornecendo 304 milhões de toneladas (participação de 51 por cento do total) e o Brasil 111 milhões (18,4 por cento do total), segundo o mesmo órgão do governo chinês.”

    fonte:”http://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN0IB2FZ20141022?sp=true

    0
  • PapiranteSalg 23 de outubro de 2014 at 06:31

    TCU vai investigar pagamento adicional da Petrobras por gás da Bolívia

    “O Tribunal de Contas da União (TCU) vai investigar pagamentos adicionais feitos pela Petrobras na importação gás natural boliviano para o mercado brasileiro, disse nesta quarta-feira o ministro José Jorge.”

    “José Jorge disse a jornalistas, em Brasília, que o tribunal irá apurar a recente decisão da estatal brasileira em pagar a mais pelos chamados “componentes nobres”, que estão na composição do gás.

    Ele lembrou ainda que o valor desses componentes não eram pagos anteriormente, em um contrato que já dura 20 anos, o que acarretará um desembolso de cerca de 1 bilhão de reais da Petrobras, além de incluir pagamentos retroativos.”

    fonte:”http://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN0IB2ID20141022

    0
    • Amadeus de Sampa 23 de outubro de 2014 at 06:58

      Tem cheiro de maracutaia no ar, ou melhor, no gas.

      0
      • ryku 23 de outubro de 2014 at 09:35

        “Todos saludan al rey Bolívar!”

        0
  • Luis Augusto 23 de outubro de 2014 at 07:01

    Nossa! Já temos a história da Bolha no Brasil?????

    The End.

    0
  • Luis Augusto 23 de outubro de 2014 at 07:03

    Crise da água derruba ações da Sabesp e investidor perde dinheiro

    Investidores amargam perda de 23,1% enquanto Ibovespa registra alta de 2,39% no ano; preço caiu de R$ 25 para R$ 19,33

    O cenário meteorológico tranquilo, sem previsão de chuvas, atinge em cheio a cotação dos papéis da Sabesp e a intenção de lucro de quem investiu na companhia responsável pelo abastecimento de 364 cidades do Estado de São Paulo, incluindo a Região Metropolitana.

    As ações da companhia controlada pelo governo paulista acumulam queda de 23,1% no ano, enquanto o termômetro da Bolsa de São Paulo, o Ibovespa (índice que reúne ações com maior volume negociado) registra alta no período de 2,39%.

    //http://economia.ig.com.br/mercados/2014-10-23/crise-da-agua-derruba-acoes-da-sabesp-e-investidor-perde-dinheiro.html

    0
    • macacoalbino 23 de outubro de 2014 at 09:10

      esse negócio de capital aberto pra empresa responsável por abastecimento de água é complicado. água não é para dar lucro, mas sim garantir condição de sobrevivência, simples assim…

      0
      • Louro José 23 de outubro de 2014 at 09:13

        Discordo veementemente disso. Lucro é o que impulsiona a produtividade e consequentemente a oferta do serviço de qualidade. Viva o lucro!

        0
        • macacoalbino 23 de outubro de 2014 at 14:47

          Louro José. Concordo que o lucro move a economia. Porém, em outro tópico já estava discutindo com o Quiumento sobre economia. A julgar pela sua fala, temos uma visão de sociedade diferente. Minha visão e que água não é um bem comercial, mas necessidade para a vida. Os lucros obtidos pelo manuseio da água deveriam ser investidos PLENAMENTE em melhorias do sistema, como ampliação da capacidade instalada e saneamento básico. Não vejo que lucro em manuseio da água deva engordar o bolso de acionistas. Uma pessoa pode ficar sem andar de carro, porém não consegue ficar sem água. Se uma empresa como a PETRO, por exemplo, fizer merda grande e quebrar, vai lá. Ninguém morrerá de carestia de petróleo. Mas imagina uma empresa como a SABESP, por não ter contribuído de forma significativa para o aumento da capacidade instalada nos últimos anos, contribui de forma significativa para um colapso do sistema de distribuição de agua? Certamente você tem o direito de discordar de mim, mas são visões distintas de sociedade.

          0
      • Bellerian 23 de outubro de 2014 at 09:57

        Ignorando a necessidade de investimentos, o preço da água precisa regular o consumo de forma a amenizar a dicotomia ser de graça quando tem/ custar uma fortuna no deserto. Quando leva em consideração os investimentos, não tem nem graça. Tem de custar o suficiente para compensar os investimentos que precisam ser feitos. Por conta desse pensamento dominante que não pode cobrar pela água que o Brasil não tem um tratamento decente de esgoto, por exemplo.

        0
        • EngenheiroMG 23 de outubro de 2014 at 10:19

          Não se deve, em hipótese alguma, desconsiderar os investimentos. E além disto, concordo que deva gerar lucro. Sendo ainda mais radical (mas muito longe do grande Quiumento), acredito ser um recurso que deveria ser bem mais caro e gerador de multa para usos indevidos.

          0
          • Barnabezinho 23 de outubro de 2014 at 10:22

            Mas o pessoal tá sendo meio devagar. A empresa pública pode gerar lucro operacional na boa, é deste que vêm os recursos adicionais de expansão de estrutura e inovação tecnológica. A SABESP pode dar lucro sim, o que tem de se por em conta é que ela depende de um insumo variável no tempo, depreciado por costume e que exige muita infraestrutura. Se o pessoal perdeu com ela, lamento, mas é assim que funciona. Quando ganharam, ninguém reclamou. Este capitalismo sem riscos é o problema…

            0
            • Louro José 23 de outubro de 2014 at 10:25

              Não só pode como DEVE gerar lucro. É o lucro que move a economia e os ganhos de produtividade. Ninguém se interessa em melhorar seus processos produtivos sem a expectativa de obter lucros.

              Sempre foi, é e continuará sendo assim até o fim das eras.

              Além disso, o preço de um produto é um excelente regulador de consumo. Se o preço estiver subdimensionado, maior será o consumo do produto.

              Faltou o colega relacionar a busca pelo lucro com a escassez de água em SP. Ele não fez isso.

              0
              • macacoalbino 23 de outubro de 2014 at 14:50

                Louro José. Desenvolvi o tema um pouco mais, logo abaixo do seu comentário acima.

                0
            • EngenheiroMG 23 de outubro de 2014 at 10:40

              Como uma empresa que controla o insumo mais importante do mundo consegue não gerar lucro aos acionistas? Muita politicagem (logo, isto estará mais evidente que a PTBrás).

              0
            • Schumi 23 de outubro de 2014 at 11:09

              “Lucro é o custo da sobrevivencia.” Peter Drucker.

              0
  • lly 23 de outubro de 2014 at 07:12

    Morro de vontade de passar essa notícia pra um monte de gente que conheço, mas é mais fácil eu ganhar um monte de inimigos assim, do que assumirem que fizeram m… :p

    “http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/economia/pernambuco/noticia/2014/10/22/grande-recife-tem-maior-encalhe-de-imoveis-desde-2008-152221.php”

    A quantidade total de apartamentos à venda no Grande Recife, o chamado estoque de imóveis, cresceu tanto que voltou ao mesmo nível local de antes do boom imobiliário. Com menos vendas do que o número de ofertas, o mercado chegou em agosto deste ano a 7.146 apartamentos na praça para venda e se manteve praticamente estável mês passado, caindo muito pouco, para 7.078. Desde 2003, a única vez que a região metropolitana registrou uma oferta tão alta foi em agosto de 2008, quando havia 7.161 apartamentos à espera de compradores.

    Os dados da pesquisa Índice de Velocidade de Vendas (IVV), da Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe), mostram que no melhor momento do boom imobiliário, nos meses de abril e julho de 2011, o número de apartamentos no mercado chegou a menos de 2.500 imóveis.

    Ter uma grande quantidade de ofertas não é um problema se as vendas conseguem dar conta do recado. Mas a média do ano, até agora, está abaixo de 2012 e 2013.

    De janeiro a setembro do ano passado, por exemplo, foram vendidos 5.341 apartamentos. Este ano, no mesmo período, as vendas somaram apenas 4.427 imóveis.

    Considerando os apartamentos postos no mercado apenas este ano, o acumulado de lançamentos chega a 5.351 imóveis.

    O grande volume de apartamentos que chega ao mercado continua a ser dos compactos. Foram 2.750 na faixa de até 50 metros quadrados (m²) e 2.747 entre 50 m² e 70 m².

    Por bairros, o campeão de ofertas e vendas é o de sempre, Boa Viagem, seguido por Candeias e o Centro de São Lourenço da Mata.

    Mais de 70% das vendas continuam ocorrendo na planta ou ainda na etapa de fundações das obras. A comercialização das unidades prontas chega somente a 5% do total registrado ao longo deste ano.
    =============================================================

    Obs. Candeias tem um monte de ofertas pq o povo jura que vai enricar com SUAPE (entre o bairro e o porto há um pedágio caro e umas 3 praias com casas beira-mar na mesma faixa de preço) e o Centro de São Lourenço da Mata pela promessa do bairro planejado para a Copa, a Copa acabou e nada de bairro planejado pronto e os cubículos custam mais de 130k e é mais de 1h e 30min de distância para o centro de Recife, qdo não tá muito engarrafado (lembrando q Recife é a cidade mais engarrafada do país, ganha de SP).

    0
    • Money Addicted 23 de outubro de 2014 at 08:17

      eu conheco um q tem 2 encalhados em recife -> e olha q mora em sp hein 😉

      0
      • lly 23 de outubro de 2014 at 09:28

        Eu conheço quem precisa vender com urgência mesmo, pois não tem como pagar condomínios e tributos de 2 imóveis de manutenção cara, mas não desapega de jeito nenhum e jura que vai conseguir 666 pra pagar mais de 5.5k no metro, mas já tem vários por 4k o m. Se demorar muito, não conseguirá quem pague 3k no m e ainda corre risco de ir pra leilão o imóvel por dívidas. Mas é do tipo que acredita de imóvel na planta é o melhor investimento e que não existe preços bolhudos. Mas se eu perguntar se teria money pra pagar o que tá cobrando pelos bolhudos hj, não teria de jeito nenhum!

        0
    • Louro José 23 de outubro de 2014 at 08:57

      Tópico

      0
  • NDevil 23 de outubro de 2014 at 08:05

    Olha o intervencionismo ferrando o mercado, agora na questão de TI (acho que afeta o Boss também).
    “http://baguete.com.br/noticias/22/10/2014/governo-tributa-data-center-no-exterior

    0
    • Amadeus de Sampa 23 de outubro de 2014 at 08:14

      Que erro sendo cometido aqui. O governo tentando resolver os problemas a base de decreto. A competencia em solucoes de armazenamento deveria surgir organicamente, dados que os necessarios incentivos estejam presentes.
      Agora, quem pode e QUER investir nessa bagunca ?
      As poucas empresas beneficiadas com a canetada deverao agradecer a generosa ajuda federal dando os famosos 3% de volta aos camaradas.

      0
    • Naga 23 de outubro de 2014 at 10:42

      Pelo amor de deus, datacenter no br é algo extremamente caro e a grande maioria um lixo, os que não são cobram verdadeiras fortunas pelo serviço, agora o governo federal que nos obrigar a consumir o lixo nacional. Mais um precedente aberto, daqui a pouco vão estar cobrando impostos ate no seu netflix.

      0
      • ryku 23 de outubro de 2014 at 10:50

        Eu acho que isso vai afetar somente o bolso dos empresários que repassarão a benga para o consumidor final. Creio que todo bom profissional optará por manter o serviço em datacenter gringo, mesmo que custe mais caro, pois oferece maior desempenho e confiabilidade 😉
        Maldita Diaba da capa vermeia !!!!

        0
        • Naga 23 de outubro de 2014 at 11:07

          Repassar ao consumidor é complicado pois eu sei que a maioria quer so se for baratinho nessa area, se não o trabalho não compensa os gastos e tem outras atividades mais rentaveis, corta todos os lucros que a pessoa vai ter, uma pessoa que trabalha com proxy por exemplo, vai levar tapa na cara. Pra muitos ja compensa pouco pelos gastos que ja tem, e eles tiram vendendo baratinho chamando muitos clientes. Vão sobrar os clientes de maior porte.

          0
      • LZ 23 de outubro de 2014 at 11:04

        Interessante é eles aumentam o Imposto em 50%, mas não dão contra partida de reduzir os impostos para criarem mais DC locais com 50% a menos de impostos !.

        Isso não deveria ser na canetada em um dia, você não faz um aumento e aviso de custo em dois dias.

        Quem não conseguir repassar o custo vai fazer o que?
        Ficar no prejuízo ?

        Uma medida assim tem que ser com o tempo, primeiro eu reduzo o imposto aqui, gero bastante DCs suficientes para o custo aqui se tornar baixo e o Brasil ser autosuficiente, depois eu taxo os internacionais para que as pessoas comprem serviços locais gerando empregos e renda aqui nos quais cortei os impostos mas ganho no imposto de faturamento bruto das empresas que claro vao aumentar no Brasil.

        Mas não primeiro eu quebro o mercado, gero um custo de 50% a mais que o planejado no ano, matenho os preços locais altos pois não reduzi os impostos, logo a empresa tem que vender mais caro, o produto vai custar mais caro, menos gente vai comprar porque custa mais caro, meu faturamento cai, logo tenho que cortar custos, mando gente embora, que desempregado não compra mais e assim vai a cadeia toda.

        Parece que os caras querem que todos sejam miseráveis para quando chegar no limite mostrem que o socialismo é o caminho pra quem está desesperado.

        Não é possível cara.

        0
        • MND 23 de outubro de 2014 at 11:08

          Me diga uma, apenas uma, só uminha, medida acertada desse governo…

          0
    • Naga 23 de outubro de 2014 at 11:01

      Essa merda so vai desestimular o setor, muitos vão sair fora devido aos altos custos e opções mais limitadas, aposto que o rapaz que me fornece serviços do dateceter “dele” entre aspas pois revendia, vai dobrar, eu mesmo brincava com isso a um ano atras e os lucros que eram baixos ficarão nulos, e o brasileiro quer serviços mais e mais baratos até para padrão internacional, pra cada vez mais serviços porcos, resultado menos gente disposta a pagar, lucro menor para o empresario que mechia com isso, as custas da infra estrutura do exterior, menos giro na nossa economia.

      0
      • LZ 23 de outubro de 2014 at 11:09

        Exatamente.
        Hoje se compra aluga um VPS por 80 dólares lá fora, quem vendendo o serviço aqui gerava lucro para quem administrava esse VPS pois vendia hospedagem compartilhada nele com custo bem menor que UOL Host, LocalWeb e outros serviços de merd.a aqui no Brasil.

        Agora taxando 50% de imposto no DC fora, ou cara pula fora do negócio ou sonega imposto, pois senão não tem lucro.

        Pois não adianta ele comprar o serviço ruim e caro daqui para revender, pois ngm vai comprar, fica mais fácil fazer compra direta do serviço nos EUA e paga os impostos.

        Matou mesmo foi o mercado de revenda dos serviços que comprava de fora para revender aqui.

        0
        • MND 23 de outubro de 2014 at 11:16

          Tem uma maneira relativamente simples de “dar a volta” nisso, para valores pequenos. É só seguir o manual do anony e debitar o VPS da conta fora da banânia….

          0
          • Thiago A. 23 de outubro de 2014 at 11:19

            Na verdade pra quem paga com cartão de crédito nada muda

            É cobrado quando você quer contabilizar a importação de serviço como despesa, e por exemplo, fazendo um pagamento via SWIFT tem o tal do código lá

            E não vai matar a revenda não, mas com certeza o preço sobe.

            0
  • Brazil mode OFF 23 de outubro de 2014 at 08:39

    Enquanto isso no Paraná…

    Preço de imóveis usados valoriza 10,1% em um ano.

    http://www.diariodoscampos.com.br/economia/2014/10/preco-de-imoveis-usados-valoriza-101-em-um-ano/1216542/

    0
  • Wolf 23 de outubro de 2014 at 08:55

    CVR
    Bom dia Bolhistas

    Pintou uma proposta para mim que achei interessante aqui em Jaraguá

    Um apartamento de 88m, bem localizado com 1 vaga na garagem e possui um terraço de 100m

    Preço 260k

    Prós
    Bem localizado
    Terraço grande e bonito, envidraçado na parte da frente
    Preço do M2 com terraço bem abaixo do mercado

    Contras

    Piso no reboco
    2 quartos, porém achei a suíte meio zuada, não é um quadrado, mas uma parede cheia de quebradas.
    Não tive a informação de qual é a vaga de garagem dele, mas tem umas muito fora, com coluna no meio e tudo.

    “http://www.girolla.com.br/imoveis/52542.jpg
    “http://www.girolla.com.br/imoveis/52543.jpg

    0
    • Wolf 23 de outubro de 2014 at 08:57

      Claro pensando em mandar uma proposta com 30% desconto

      0
      • Fausto Luiz 23 de outubro de 2014 at 09:05

        É bom desconfiar da Girolla – Na Rua Affonso Bartel – Baependi, avaliaram uma casa em 299k, já a Poder Imóveis em 232K . Até!

        0
    • macacoalbino 23 de outubro de 2014 at 09:06

      cara, a julgar pelo preço do metro quadrado da área habitável, sem contar o espaço livre. Sem desconto seria algo de 2,9 K m2 com o desconto seria de 2,06. Considerando um preço de construção (m2) de 1 K, com m desconto de 20% sobre esse preço de 260 K já acho interessante. Logicamente, supondo que você pense em ficar um bom tempo na região e uma mudança de trabalho não esteja em seus planos. Mas lembre-se, essas construções novas tem que ficar esperto!

      0
      • Wolf 23 de outubro de 2014 at 10:03

        Mudança não, pois possuo empresas na cidade, não sou funcionário etc.

        Julguei também pelo preço do M2, porém o prédio é sim novo, e tem alguma coisa para fazer, ou seja, deve vir algumas chamada de capital para mobiliar salão de festas etc.

        Achei a planta meio zuada, mas confesso que não tenho noção espacial nenhuma, principalmente em cômodos que as paredes não foram pintadas ainda.

        0
        • EngenheiroMG 23 de outubro de 2014 at 10:15

          cara, vc não ia gastar uma grana para construir em um terreno seu?

          Este seria para morar ou investir? Pq se for para investir, não seria mais seguro esperar?

          0
          • Wolf 23 de outubro de 2014 at 11:24

            Sim, mas as vezes penso em comprar algo barato agora, pequeno para morar, e aguardar mais uns 4 anos. Vou me incomodar horrores na construção, que devido ao terreno, é bem complicada…. Fora o prazo de 2 anos para tudo ficar pronto etc.

            Ou seja, pensando em pegar algo pronto, porém barato, e juntar o $$$ todo pra construir no futuro.

            0
        • macacoalbino 23 de outubro de 2014 at 10:24

          bom, a planta realmente está um tanto quanto “estranha”. Também é importante ver se o condomínio não tem muita firula, caso contrario o aluguel vai lá pra casa do chapeu. Jaraguá não sei como é de segurança para se ter uma casa. Jaraguá já está na ponta de São Paulo (norte) e próximo a rodovia. Se você não se importar em dirigir nela por 10 min, tem cidadezinhas ai próximo que pode ser interessante para se construir uma casa bem mais espaçosa. Mas ai é questão de gosto e deslocamento diário. Eu, particularmente, quando (sonho) a linha laranja chegar na bandeirantes não pretendo mais morar em São Paulo. Mas isso irá demorar 1 boa década ainda.

          0
          • Diego F. 23 de outubro de 2014 at 10:25

            Ele mora em Jaraguá DO SUL, Santa Catarina, rs.

            0
            • macacoalbino 23 de outubro de 2014 at 10:28

              hahaha detalhe importante. Já morei ai próximo, Brusque. Cara, se eu fosse você iria de casa então, sem conversa 🙂 mas minha percepção do assunto logicamente.

              0
              • Barnabezinho 23 de outubro de 2014 at 10:31

                Wolf é magnata, a empresa dele só perde pra maior empresa das Américas, a Weg…

                0
                • Fausto Luiz 23 de outubro de 2014 at 10:37

                  Além da “Bolha Jaraguaense”, placas por todos os edifícios, o comércio “sangra”, tudo aparência. “Muitos terão patrimônio, mas não terão liquidez”. 2º sem/2015 será difícil por aqui.

                  0
                  • Wolf 23 de outubro de 2014 at 12:18

                    Comércio esta ruim mesmo esse ano…

                    Mas ruim pode ter várias interpretações..

                    Ruim pra mim é… meu lucro liquido será igualou pouco menor que o o do ano de 2013…. Porém abri +1 loja….

                    Sim é ruim…

                    mas ainda é o que um trabalhador médio aqui da cidade não ganharia sua vida toda….

                    Entendeu?

                    0
  • Carlos BT 23 de outubro de 2014 at 09:02

    BOSS

    Esse trabalho apresentado pelo CA merece uma aba especial no site, um espaço próprio para essa obra.

    Algo assim:
    “Bolha Imobiliária para Iniciantes”

    Parabéns CA! Genial!

    0
  • navlig00 23 de outubro de 2014 at 09:14

    OFF COPA 2014

    Recebi hoje. kkkkkkkkkkkkkkkk

    *http://www.soubarato.com.br/produto/113501127/caxirola-oficial-da-copa-do-mundo-da-fifa-2014-amarelo-e-verde

    0
  • Batata Kid 23 de outubro de 2014 at 09:15

    Cara, desisto de levar a serio a estatistica de desemprego desse governo fanfarrao. Acho que ate no Mundo de Alice o indice de desemprego seria maior que no Brasil.
    ————————————————————
    IBGE: Desemprego em setembro fica em 4,9%, menor taxa para o mês em 12 anos
    “”http://economia.uol.com.br/empregos-e-carreiras/noticias/redacao/2014/10/23/ibge-desemprego-em-setembro-fica-em-49-menor-taxa-para-o-mes-em-12-anos.htm

    A taxa de desemprego no Brasil em setembro ficou em 4,9% e foi a menor para o mês desde 2002, quando o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) começou a coletar os dados pela metodologia atual.

    Em agosto, o índice tinha subido para 5%, mas também tinha sido o menor para o mês desde 2002. A variação entre os dois meses não é considerada estatisticamente relevante pelo IBGE.

    Em relação a setembro do ano passado, o desemprego caiu 0,5 ponto percentual (5,4%).

    Analistas consultados pela agência de notícias Reuters esperavam que o desemprego subisse para 5,1% em setembro deste ano.

    As informações estão na Pesquisa Mensal de Emprego (PME), divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quinta-feira (23). Elas se referem às regiões metropolitanas de Recife (PE), Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP), Salvador (BA), Rio de Janeiro (RJ) e Porto Alegre (RS).

    ————
    Nem o desempre

    0
    • Azufrebh 23 de outubro de 2014 at 09:23

      Não por causa dessa notícia, mas a FSP/UOL “dilmaram” de vez

      0
    • ryku 23 de outubro de 2014 at 09:23

      Os 25% da população que vivem de bolsa-esmola e bicos não entram no cálculo de desempregados. Chutando bem pra baixo temos no mínimo 30% de desempregados 🙁 Fora aqueles que ganham 700 conto por mês, nem sei se dá para considerar como emprego 😥

      0
      • Elanaine Santana 23 de outubro de 2014 at 09:32

        Vale lembrar que os índices oficiais só consideram como desempregado aquele que está procurando emprego. Quando o cara não encontra nenhum e desiste, ele desaparece das estatísticas e fica parecendo que o desemprego caiu.

        0
        • Batata Kid 23 de outubro de 2014 at 09:39

          Ou seja, o pais eh esquizofrenico. Pela logica, quanto mais caem as estatisticas de desemprego mais o desemprego aumenta. Essas pessoas desaparecem das estatisticas de desemprego e entram nas estatisticas Walking Dead.

          0
          • EngenheiroMG 23 de outubro de 2014 at 10:27

            Batata, tenho acompanhando seus posts e gostei muito de sua estória.

            Alemanha é um país de grande interesse. Tenho alguns projetos pessoais para este ano. Caso dê certo, talvez Alemanha (e tbm Canadá, Austrália, EUA) fique para daqui 2 anos. Se der errado, ano que vem começo os preparativos e tentativas.

            Sempre que possível, nos atualize quanto as oportunidades.

            0
          • MND 23 de outubro de 2014 at 10:42

            Aqui é tudo ao contrário. Aumento de oferta gera aumento de preços e por aí vai…

            0
    • Azufrebh 23 de outubro de 2014 at 09:50

      A FSP e o UOL já foram menos vermelhos.

      0
    • Bob Simpsom 23 de outubro de 2014 at 09:54

      Por mim podem colocar o desemprego a 0%. Quem quiser ser enganado que fique a vontade.

      Mesma coisa inflação. Quem quiser ir no mercado e cada vez trazer menos coisas (e ainda achar isso bonito), que vote nos vermelhinhos pra sempre.

      0
  • Bruno RATM 23 de outubro de 2014 at 09:25

    Agora sim! Conforme já citado por alguns, ontem, num “pograminha” que tem lá na globo news, chamado Em Pauta, os jornalistas escancararam…soltaram frases como: “Quem comprou certos empreendimentos na planta está perdendo dinheiro; o preço dos imóveis chegaram a preços estratosféricos e já estão caindo consideravelmente; não adianta achar que o seu imóvel vale uma fortuna, se ninguém pode comprá-lo”.

    0
    • JAPA FEARED 23 de outubro de 2014 at 09:30

      não pagou o boleto…

      0
      • Azufrebh 23 de outubro de 2014 at 09:49

        Cabou o $ da mamadeira!

        0
    • macacoalbino 23 de outubro de 2014 at 10:13

      Bruno RATM você tem o link do video?

      0
      • Bruno RATM 23 de outubro de 2014 at 10:46

        Não tenho cara… nem para assinantes está disponível (pelo menos eu não encontrei no site). Foi mal!

        0
        • macacoalbino 23 de outubro de 2014 at 10:49

          é que eu ando tão mão de vaca que nem televisão comprei ainda hahaha estou há 7 meses no apto novo e sobrevivendo…. acho que ano que vem eu compro uma..

          0
  • CA 23 de outubro de 2014 at 10:18

    Simulando um “quote”, pois ficou muito pra cima:

    Justiceiro 22 de outubro de 2014 at 20:38
    Discordarei parcialmente no enfoque primário de uma parte do artigo do CA.

    O trecho gráfico adaptado à forma escrita é o seguinte:
    “2008~2009
    Com o número de construções de imóveis disparando junto com os custos, como ter muitos clientes, para que demanda aquecida justifique preços e margens mais elevados?”
    R: vendas “na planta” com parcelas muito baixas durante a construção.”

    Meu comentário: tudo bem que a venda na planta é um fator importante, mas entendo, mais uma vez, não ser o item primário – sob uma visão cronológica – do problema. Penso que é um item que teve reforço devido aos seguintes fatores:

    Final de 2007, 28/08/2007, CEF:
    a) ampliação do prazo de financiamento de 20 para 30 anos;
    b) jogadas com o fgts (redução juros, ampliação de valor de imóvel para usar fgts).
    Sobre a questão de aumento dos custos, eles aumentaram mas foi mais na questão dos terrenos, o restante dos custos não chegou a “disparar bem acima”, como bem observamos pelos custos do CUB, enfim.

    Reitero que a discordância é sob o enfoque original, não estou dizendo que não existe, só estou dizendo que ela (a venda falsa) foi elevada a níveis críticos devido ao alimento inicial mor: o crédito, pai de todos os males e safadezas dos vendidos do setor.

    Então, na minha visão, aumento de lapso temporal de financiamento + juros subsidiados direcionados = origem de novos crimes e ideias mirabolantes. Com tamanho alimento do mal, os cães sarnentos vieram com ideias e novas ganâncias para foguetar ainda mais os lucros, como as vendas falsas.

    RESPOSTA (CA):

    Vamos por partes:

    Trecho do texto de Justiceiro: “Sobre a questão de aumento dos custos, eles aumentaram mas foi mais na questão dos terrenos, o restante dos custos não chegou a “disparar bem acima”, como bem observamos pelos custos do CUB, enfim.”

    Sugiro acessar os endereços:

    “http://www.cbicdados.com.br/menu/custo-da-construcao/cub-medio-brasil-custo-unitario-basico-de-construcao-por-m2

    “http://www.cbicdados.com.br/menu/custo-da-construcao/indice-nacional-de-custos-da-construcao-inccfgv

    Nos endereços acima, você poderá comprovar que o maior aumento do CUB no período de 2.007 a 2.014 aconteceu exatamente no ano de 2.008, como coloquei na primeira parte do trabalho e foi uma variação superior a 11% em 2.008, ou seja, quase o DOBRO da inflação daquele ano que foi de 5,9%.

    Observe ainda, pelo outro link que coloquei acima, que o INCC (Índice Nacional da Construção Civil) variou 11,87% em 2.008, que também foi uma variação recorde para este indicador no período de 2.007 a 2.014 e novamente, foi o DOBRO da inflação naquele ano.

    Foi em virtude deste FATOS que utilizei o termo “disparar” quanto ao crescimento de custos EM 2.008 mencionados no início do trabalho. ATENÇÃO: utilizei este termo “disparar” EXCLUSIVAMENTE quanto ao ano de 2.008 e não disse que continuou disparando depois, veja que ao mencionar o MCMV em 2.009, disse que foi mais combustível para AUMENTAR os custos, mas não usei o termo “disparar”, nem utilizei em outros pontos do trabalho. Como o tema fala sobre “HISTÓRIA”, a referência a “disparar” foi específica para o ano de 2.008.

    Nos demais anos, de fato o CUB acompanhou a inflação, no entanto, não devemos esquecer que o custo TOTAL tem relação com o preço dos terrenos que aumentaram demais já em 2.007.

    No caso do INCC, nos demais anos ele ficou acima da inflação, mas nunca mais chegou a ser o dobro como aconteceu em 2.008.

    Creio que os FATOS acima comprovam o que coloquei no trabalho, mas se tiver outras evidências em sentido contrário, por favor, informe.

    Sobre o outro trecho que você colocou:

    “2008~2009
    Com o número de construções de imóveis disparando junto com os custos, como ter muitos clientes, para que demanda aquecida justifique preços e margens mais elevados?”
    R: vendas “na planta” com parcelas muito baixas durante a construção.”

    Aqui acredito que tenha havido um erro em sua interpretação: o trecho acima veio DEPOIS das explicações do que realmente motivou a elevação ARTIFICIAL dos preços, ou seja, as vendas FALSAS foram uma CONSEQUÊNCIA de abertura de Capital feitas pelas construtoras combinada com a aprovação do Brasil para Copa do Mundo, com isto, as construtoras dispararam na compra de terrenos e construções simultâneas, gerando um aumento recorde nos custos (ver sobre CUB e INCC acima) e precisavam desesperadamente gerar uma SIMULAÇÃO de demanda aquecida, logo, as vendas falsas não foram a causa PRIMÁRIA como você colocou.

    Observe que DEMONSTRO o que consta acima: foram BILHÕES de R$ de aumento de lançamentos e vendas NA PLANTA exatamente a partir de 2.008 (ano de explosão dos custos), sendo que tivemos DISTRATOS resultantes destas vendas na planta de 2.008 em 2.011 que variaram de 77% a 100% do que aumentou de vendas em 2.008, COMPROVANDO que as vendas foram FALSAS, só para inflar preços, compensar o aumento de custos e gerar resultados SIMULADOS.

    Por favor, considere que as vendas na planta não geraram aumento super-elevado no financiamento ainda em 2.008, a maior explosão no crédito imobiliário concedido foi em 2.009 e depois em 2.010. Observe ainda, que no caso da venda de usados, tendo como base a cidade de São Paulo, não tivemos uma disparada de vendas em 2.008 e 2.009, a grande disparada de vendas foi em 2.010, ou seja, depois do MCMV ter sido lançado em 2.009 e ter gerado todo o movimento especulativo que também expliquei neste trabalho. Lembre-se, o financiamento no caso de novos é fornecido na entrega do imóvel e o que explodiu foram vendas na PLANTA a partir de 2.008, já no caso de usados, as vendas só explodiram mesmo em 2.010, ou seja, não localizei NENHUMA evidência que comprove o que você disse…

    Para verificar evolução de vendas de usados em São Paulo, acesse:

    “http://defendaseudinheiro.com.br/a-evolucao-da-bolha-imobiliaria-em-sao-paulo/

    Achei o debate super interessante, mas para evoluirmos, por favor, traga os FATOS e DADOS que evidenciam que foram as condições mais favoráveis de crédito em 2.007 a causa raiz, ou seja, demonstre que o crescimento de vendas de 2.008 no caso de novos já se utilizou deste crédito ou que as vendas de usados teriam aumentado em 2.008 subsidiadas por isto. Estas condições dadas pelo Governo, no MÁXIMO, foram mais uma das “cortinas de fumaça” utilizadas pelo segmento imobiliário para induzir as pessoas a acreditarem que vendas iriam se aquecer depois, só mais um MECANISMO de ilusão, assim como omitir o INCC na venda na planta, prometer a valorização eterna dos imóveis, etc., etc., etc… Não podemos sequer dizer que foram estas condições que impulsionaram a abertura de Capital, pois a “febre” de abertura de Capital começou em 2.006, antes destas mudanças, e a grande maioria das aberturas de Capital já havia acontecido antes das mudanças que você mencionou, sendo que esta “febre” de fazer IPO em 2.006 / 2.007 no Brasil foi para todos os segmentos de negócios e não só para construção civil…

    0
  • ED 209 23 de outubro de 2014 at 10:29

    Bom dia sovinas bolhistas do apocalipse a seco!

    Qual tipo de aplicação indicariam para curto prazo (20-40 dias) e baixos valores (menos de 5K)?

    Obrigado!

    PS.: Parabéns ao CA pelo post “bad-ass-modafoca” !!!

    0
    • Sevilha 23 de outubro de 2014 at 10:32

      Um fã do Robocop ?

      0
      • ED 209 23 de outubro de 2014 at 10:36

        Hehehe

        0
        • mcelsil 23 de outubro de 2014 at 10:50

          A curto prazo… nesse prazo de 20 a 40 dias são poucas opções.

          0
    • Diego F. 23 de outubro de 2014 at 10:56

      Para esse valor e período, o negócio é deixar na poupança mesmo. Mas se puder deixar por pelo menos dois meses, o Sofisa Direto tem LCA pagando 90% do CDI.

      0
      • Zé Carioca 23 de outubro de 2014 at 10:59

        A poupança tem rendimentos mensais, ou seja, a poupança não rende nada se ele desaplicar com menos de 30 dias. A melhor opção é um CDB ou LCI com rentabilidade diária.

        0
        • Diego F. 23 de outubro de 2014 at 11:00

          Vixe, é verdade, nem me dei conta disso… A poupança só valeria se o prazo fosse exatamente de 30 dias.

          Nesse caso, no próprio Sofisa tem CDB com liquidez diária para valores baixos (100% do CDI).

          0
        • MND 23 de outubro de 2014 at 11:02

          Mas qualquer RF, se resgatar antes de 30 dias, incide IOF. A alíquota é regressiva, mas começa em 100% se resgatar no dia seguinte ao da aplicação. Vai caindo até 0% a partir do 30o dia.

          0
          • Zé Carioca 23 de outubro de 2014 at 11:17

            Sim, mas em renda fixa não tem opção sem IOF, e por menor que seja o rendimento é melhor do que nada.

            0
            • MND 23 de outubro de 2014 at 11:22

              Sim, o que eu quis dizer é que se não for deixar por pelo menos 30 dias, não vale muito a pena. Em 5k, o líquido após 30 dias, tirando uma média do retorno das aplicações disponíveis para essa quantia, seria coisa de R$30 no máximo.

              Para “valer a pena”, tem que ser uma aplicação que dê muito pouco trabalho. Se for via corretora, só as taxas de TED back and forth já vão eliminar 50% do lucro…

              0
    • Nosferatus 23 de outubro de 2014 at 11:09

      5 conto é jogo do bicho, urubu, burro, vaca e raposa aumenta a chance

      é muito pouca grana pra pegar taxa

      0
      • ED 209 23 de outubro de 2014 at 11:13

        Sim. É só para tentar perder menos.

        0
  • macacoalbino 23 de outubro de 2014 at 10:38

    e o dólar bate a casa dos 2,50

    0
    • Floyd28 23 de outubro de 2014 at 10:41

      amanhã a bolsa deve ficar no limite de 50K

      0
    • Batata Kid 23 de outubro de 2014 at 11:04

      E ai, Mateiginha. Quem ia quebrar a cara mesmo?

      0
  • ED 209 23 de outubro de 2014 at 10:40

    Aproveitando a deixa… Mini CVR.

    Amiga/vizinha da tia quase enfartou, foi pro hospital, etc, etc…

    Motivo: Achava que já tinha quitado o bolhudinho na pranta mas descobriu que ainda devia 80K e não meios para pagar.

    Ja tem idade avançada, etc, etc… Tenso.

    0
    • ryku 23 de outubro de 2014 at 10:44

      Cara, acho que vou pro inferno! Não pude resistir e tive que rir 😈

      0
      • mcelsil 23 de outubro de 2014 at 10:53

        Olha, amigo meu tem um imóvel que foi adquirido pelo programa de arrendamento residencial (PAR) do RJ.
        Uma parte da cláusula é meio esquisita. Diz que após os 15 anos o cara tem o direito de quitar o imóvel. Mas… fala algo como resíduos… Que é corrigido por uma taxa tal. o.O

        0
        • Floyd28 23 de outubro de 2014 at 10:57

          isso é comum, nos MCMV a pessoa paga 80 reais mensais e o saldo devedor com os juros ficam lá amontoando, teoricamente o governo não irá cobrar esse valor, mas tenho lá minhas dúvidas.

          0
          • mcelsil 23 de outubro de 2014 at 11:02

            Eu também!
            Se não cobra, eu não sei. Mas essa coisa de resíduos já saiu em notícia de jornal de grande circulação, com gente pagando parcelinhas de 80 reias e após 15 anos, pensa que quitou tudo e aí descobre uma dívida enorme, no mesmo valor total que pagou durante os 15 anos. Tenso.

            0
            • MND 23 de outubro de 2014 at 11:04

              Almoço grátis?

              Não, não existe.

              Nem adianta insistir. 😉

              0
            • Floyd28 23 de outubro de 2014 at 11:07

              Eu vi isso.
              Um tio meu esteve em um esquema desses, os juros da divida valiam mais que a casa, a Caixa, na época do diabólico FHC, acabara de incorporar o BNH e perdoaram os juros da divida desse tio meu.
              Aparentemente foi via de regra, mas sei lá, nesse tempo de bonança econômica e o governo que foca no povo não está fazendo aparentemente, apenas demagogia.

              0
          • Manco_SP 23 de outubro de 2014 at 12:04

            Se o Bolsonaro virar presidente, ele cobra, se não pagar, ele despeja só pra encher de areia dentro. rs

            0
      • ED 209 23 de outubro de 2014 at 11:08

        Hehehehe

        0
  • Neo Mercurius 23 de outubro de 2014 at 10:58

    ÇANguiiii

    23.10.2014 | 09h30 – Atualizado em 23.10.2014 | 10h38 Tamanho do texto A- A+

    Justiça de Mato Grosso decreta a falência do Grupo Modelo

    A determinação foi tomada após pedido da empresa, de credores e do Banco Safra

    Tony Ribeiro/MidiaNews
    Clique para ampliar

    O Grupo Modelo fechou todas as suas lojas em Mato Grosso
    DO OLHAR DIRETO

    A Justiça em Mato Grosso decretou a falência do Grupo Modelo, na tarde de quarta-feira (22). A decisão é do juiz Flávio Miraglia Fernandes.

    A determinação foi tomada após pedido do próprio Grupo Modelo, de credores e até mesmo do Banco Safra, que até pouco tempo insistia na recuperação judicial.

    A dívida do Grupo Modelo chega a R$ 315 milhões, entre dividendos com credores e funcionários.

    Conforme o magistrado, “a situação das autoras é caótica, não existindo a menor possibilidade de prosseguir em suas atividades, pois, desprovidas de qualquer capital de giro e acumulando um passivo que atinge aproximadamente R$ 315.000.000,00 (Trezentos e quinze milhões de reais), confessando, logo, que o grupo se encontra em estado de insolvência, razão pela qual requerem a decretação da falência e a fixação do termo legal como sendo o 90º (nonagésimo) dia antes do 1º (primeiro) protesto por falta de pagamento, ou seja, retrotraindo para 20/10/2010”.

    Segundo o magistrado, por meio de assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, o Banco Safra que insistia na recuperação judicial na última assembleia realizada com os credores solicitou que fosse pedido a falência do Grupo Modelo.

    No último dia 17, o Banco Safra chegou a tentar reverter o pedido de autofalência, em que se encontrava a situação do Grupo Modelo.

    O Grupo Modelo entrou com pedido de autofalência no dia 29 de agosto na Vara Especializada de Falência, Recuperação Judicial e Cartas Precatórias de Cuiabá, um mês após fechar as portas das três últimas lojas abertas.

    O fechamento das lojas teve início em janeiro de 2013. Ao todo, o Grupo possuía cerca de 14 unidades entre hipermercados, supermercados e atacarejos (vendas no atacado e varejo).

    Além disso, a rede possuía sua própria empresa de distribuição, a ABS Logística, localizada no Distrito Industrial de Cuiabá, mais precisamente na rodovia BR-364, sentido Cuiabá-Rondonópolis.

    A rede possuía ainda farmácias e restaurantes em algumas unidades, como no HiperModelo, Pantanal Shopping e Miguel Sutil.

    “http://www.midianews.com.br/conteudo.php?sid=24&cid=214103

    0
  • RosinhA 23 de outubro de 2014 at 11:15

    MrCitan
    Ei Housinha, estas kits aqui são suas? Tá caro o aluguel , hein?
    Tira a Imobiliária da jogada, quem sabe não barateia um pouco?
    “http://apartamento.mercadolivre.com.br/MLB-593964112-locaco-kit-santo-andre-sp-brasil-_JM

    &&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

    Não mas vou fazer isso mesmo, na faixa de 700/800 cada um excelente negocio para aposentadoria futura… e pode ser em qualquer local, toda cidade precisa de locais sem comprovação de renda e para pessoas sozinhas.

    0
    • MrCitan 23 de outubro de 2014 at 11:33

      Já que estamos falando em aluguel de muquifos, você conhece este aqui? É perto da sua quebrada.

      “http://apartamento.mercadolivre.com.br/MLB-566098760-kitnet-parque-das-nacoes-santo-andre-codigo-la09-imobex-_JM

      Tô achando bom demais eles falarem que o preço do aluguel (R$ 600,00) já inclui a Água, Luz e Internet.

      0
      • RosinhA 23 de outubro de 2014 at 11:50

        Conheço rsrs pode ligar, fica na Av EUA, uma velha louca que não paga as contas e vivem cortando agua e luz 😀

        Tá procurando mesmo algo desse tipo ? até qual valor ? precisa de vaga de garagem ?

        0
  • RosinhA 23 de outubro de 2014 at 11:20

    Pablo
    Rosinha;
    Tenho lido em teus post que estas apostando em terras afastadas dos grandes centros.
    Acho que tens razão em acreditar num deslocamento das pessoas dos grandes centros para o interior em função dos custos tanto das terras – no caso terrenos – , quanto do custo de vida.
    Acreditas na inversão da densidade demográfica, isto é, a volta das pessoas para o campo?

    &&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

    Sim acredito e tenho certeza de que ocorrerá, estou vendo aqui migrantes, pernambucanos, cearense, piauienses, voltando para terra natal, vendem o barraco por 90k, compram terrenos por 7/8k e constroem por mais uns 30/40, ou seja, tem o dobro em local melhor e por 1/10 do custo de vida…..

    Outra coisa, transito, cidade cheias com pragas urbanas, doenças e etcs, stress, nada pode compensar isso através de ganho se salários, estou em uma cidade média mas em um local tranquilo “ainda” comparado a grandes centros, acho que o interior logo logo vai chegar ao mesmo nível de preço e atratividades, quer sejam econômicas ou culturais (lazer) portanto quanto mais longe mais barato e tranquilo, não pense para hoje e sim para 5 a 10 anos, quem pensa para amanhã toma tombo grande, pense para anos a frente, como estaremos e para onde serão desviados os problemas …….

    0
    • Zé Carioca 23 de outubro de 2014 at 11:27

      Mas pelo que o pessoal fala o interior também está bolhudo, não seria melhor esperar o preço cair também? Ou você acha que o preço só cai nos grandes centros e cidades médias?

      0
      • RosinhA 23 de outubro de 2014 at 11:35

        Interior que falo é interior mesmo ! estrada de chão, sitião de 10 mil m2 para cima, ou terreno de mil m2 por bagatela de 7/8k aqui em SP ainda se encontra, em Suzano, Mogi tem um monte desses ainda, o problema é ter uma renda acessível nesses locais, por isso digo que é para futuro…

        0
    • Saigon 23 de outubro de 2014 at 11:36

      Tenho ouvido pequenos comerciantes, autônomos, pessoas que possuem facilidade exercerem atividades econômicas em qualquer lugar, falarem em mudança para cidades pequenas, aqui no Hell de Janeiro, no caso, para a região serrana, municípios mais retirados. Motivos: violência (óbvio), custo de vida x qualidade. Só acho que o processo inflacionário criado pela bolha de crédito já tem provocado este processo migratório a algum tempo, mas mesmo as regiões mais retiradas já estão em certo nível, mais bolhudas. Outro problema é que muitos não abrem mão da “comodidade” dos grandes centros, em termos de acessibilidade (hospitais, universidades, emprego). O certo é que ninguém mais quer pegar numa enxada (pingaiada quer 300 contos pra roçar um pedacinho de terra).

      0
      • RosinhA 23 de outubro de 2014 at 11:52

        por 1k se compra uma roçadeira que usará por anos e faz o serviço em meio dia 😀 tem tratorzinho da trapp ou mesmo quadriciclos para ajudar nessas tarefas, o que paga mensalmente para alguém compra-se tudo para manter e ainda se divertindo, o problema é querer e ter vontade de se fazer, eu adoro, Chico nem se fala, moraria no mato por ele 😀

        0
  • JC 23 de outubro de 2014 at 11:23

    Parece que tem mais gente pensando como vc,

    ” Fundo de George Soros compra rede hoteleira Atlantica “

    0
  • macacoalbino 23 de outubro de 2014 at 11:39

    [OFF – educação]
    Como educador, acho bom divulgar conhecimento. Quer aprender sobre economia? Ai nesses links tem de tudo o que você imaginar. Divirtam-se

    “https://www.coursera.org/
    “https://www.edx.org/
    “http://www.veduca.com.br/

    0
  • Fernando de Rio Preto 23 de outubro de 2014 at 11:42

    E aí galera, segue meu primeiro CVR: ontem pela manhã estava conversando com o sindico de onde moro. Ele comentou que estão vendendo um apartamento igual o meu, por R$ 350 mil. Bom, eu pago R$ 900 de aluguel, ou seja, 0,25%, enquanto meu pequeno mais rico dinheiro tá rendendo 0,60%. Obrigado pessoal, se eu não tivesse conhecido o Blog, estaria ferrado pelos próximos 30 anos!

    0
    • Fernando de Rio Preto 23 de outubro de 2014 at 11:44

      Qdo cair para R$ 200mil eu compro kkk

      0
  • Beatrizbsb 23 de outubro de 2014 at 12:44

    Off… cansei de pagar em média 25 contos para a corretora de valores do BB, alguém trabalha com a Easynvest ou indicam outra, considerando tb as taxas cobradas para Tesouro Direto?

    0
    • MND 23 de outubro de 2014 at 15:04

      Essa tem uma menores corretagens disponíveis para o segmento Bovespa:

      “http://www.speedtrade.com.br

      Para TD, ela é um pouco cara (0.3%a.a.). Aí tem a Rico (0.1% se me lembro bem):

      “http://www.rico.com.vc

      0
  • Douglas 5 de agosto de 2015 at 01:16

    Uma dúvida: caso a bolha estoure + inflação alta + desemprego + queda valor do real, como ficarão os preços dos aluguéis?

    0