A história da Bolha Imobiliária Brasileira, parte 2 – CA

Você pode gostar...

Comments
  • Ugo 28 de outubro de 2014 at 09:17

    Se me permite uma sugestão:
    Montar esse conteúdo em formato de vídeo atrairia uma boa audiência. Uma vez feito o roteiro, é só contratar algum serviço do tipo:
    “http://br.fiverr.com/tips4reader/create-an-fantastic-whiteboard-animation-full-hd-1080p-videoscribe–2

    1+
    • Amadeus de Sampa 28 de outubro de 2014 at 09:24

      Excelente dica Ugo!

      0
      • FHmartins 28 de outubro de 2014 at 14:49

        Ficou muito bom CA
        Parabéns

        Mas no próximo eu quero em 3D em heheheheh

        1+
    • Louro José 28 de outubro de 2014 at 09:31

      A hellcife fez um bom trabalho de narrativa em um vídeo dela no youtube sobre a bolha.

      0
      • Bironhudo 28 de outubro de 2014 at 10:06

        Louro, poderia postar o link? Procurei por hellcife no Youtube e apareceu apenas uma banda de metal.

        0
        • navlig00 28 de outubro de 2014 at 11:22

          *http://www.youtube.com/watch?v=tY5KbDUc-ao
          Bolha Imobiliária no Brasil – Como Inflamos a Bolha?

          0
          • Barnabezinho 28 de outubro de 2014 at 11:32

            A mina é top de linha!!!!!!!!!!

            0
          • Mineirausfall 28 de outubro de 2014 at 18:27

            E também foi tópico.

            ‘http://www.bolhaimobiliaria.com/2014/04/27/video-bolha-imobiliaria-brasil-hellcife/

            0
    • bloodmagew 28 de outubro de 2014 at 11:20

      Ótima idéia…. precisamos disponibilizar esse material em um formato fácil de compartilhar pelo facebook, wazzap e etc…

      0
    • juquinha 28 de outubro de 2014 at 19:53

      Muito bom mesmo, CA. Muito didático e rico em detahes. Uma pena que apesar da linguagem simples e com muitas figuras, boa parte de nossa população (bananenses 666) ainda assim terão preguiça e dificuldade em entender o que foi colocado. Ou seja, muito dessas informações preciosas não chegarão pra quem precisa abrir os olhos e levar esse choque de realidade. Um pena !!

      0
  • Amadeus de Sampa 28 de outubro de 2014 at 09:22

    Esse mapa da economia do CA eh muito legal. ate quem tem ma-vontade (ou dificuldade) de entender tera que dar o braco a torcer e ira ver o tamanho to TRABUCO que vira….In CA we Trust

    0
  • Azufrebh 28 de outubro de 2014 at 09:22

    CA, acho muito interessante a comparação que você faz entre a bolha americana e a bolha brasileira.

    O Índice Case Shiller subiu bem menos do que o FipeZap. Se tomarmos o FipeZap como minimamente razóavel, a bolha brasileira parece muito, muito maior, em termos proporcionais, à americana.

    Lembrando que lá também quem falava que havia um aumento insustentável do preço dos imóveis era ridicularizado e hoje sabemos quem estava certo.

    0
    • Amadeus de Sampa 28 de outubro de 2014 at 09:29

      Nesse ponto do estudo a comparacao macro eh aceitavel e longe de ser precisa pois nao temos um indice de precos de imoveis confiavel. O mais proximo que temos eh o INCC.

      A comparacao com os EUA fica um pouco nebulosa por conta disso. Mas eh o melhor que podemos fazer com os dados disponiveis.

      0
    • EngenheiroMG 28 de outubro de 2014 at 09:34

      Achei legal tbm. Algo que poderia melhorar a comparação (facilitar leitura) seria colocar ambos os gráficos com a mesma escala temporal. Claro que são economias diferentes (intervenções diferentes), porém, nos mostraria de forma mais clara o comportamento similar de ambas as bolhas. Se considerar que do desprendimento da renda até o ápice do valor do imóvel americano foram 8 anos, e considerar que nosso “time” seja o mesmo, então nosso pico seria 2014/2015 como estamos já presenciando (quedas de valores). E podemos fazer uma estimativa de até quando e quanto os preços cairão.

      0
      • EngenheiroMG 28 de outubro de 2014 at 09:37

        Em tempo. Não na mesma escala temporal e sim sobrepostos para mostrar a similaridade entre ambos.

        0
        • Azufrebh 28 de outubro de 2014 at 09:43

          Achei este gráfico há algum tempo, não sei se foi atualizado: ‘http://2.bp.blogspot.com/-EhlyVdKufzM/UX6iVC-fnaI/AAAAAAAAA3c/M49-v5U94yc/s1600/bolhaimobiliaria.PNG

          0
        • EngenheiroMG 28 de outubro de 2014 at 10:17

          AzufreBH, não consegui dar Reply no seu comentário.
          Dá para brincar com os gráficos. Fazendo uma projeção com os dados que temos e considerando comportamento temporal similar à bolha americana, em 2016 o IVG-R alcançará o INCC. A diferença é que mesmo o INCC estará relativamente alto se comparado ao “Real Building Cost Index”, porém o alcance se dará por queda do IVG-R bem acentuada enquanto o INCC deverá seguir a inflação ou menos. E após o alcance, para equilibrar demanda e oferta, o IVG-R fica abaixo ao INCC, reduzindo ainda mais os preços….

          Bom, foi apenas uma brincadeira com números. Descartei aqui fatores políticos e econômicos de nosso país.

          0
          • EngenheiroMG 28 de outubro de 2014 at 10:22

            Entre 2017 e 2021 IVG-R mantem-se abaixo do INCC. 2021 normaliza e preparamos para um novo ciclo.

            0
            • CA 28 de outubro de 2014 at 10:56

              Obrigado pessoal.

              No caso destes gráficos que vocês mencionaram sobre a comparação da bolha Brasil e EUA, apenas aproveitei do “Liberzone” que já foi artigo aqui no site, não refiz (coloquei a referência ao Liberzone no título do gráfico), então não teria como fazer o ajuste (a não ser que refaça “do zero”, mas não planejo isto).

              Sobre montar um vídeo explicativo, até melhorando imagens (deixando menos poluído), usando mais recursos, etc., realmente não sei como fazer, no entanto, quem quiser, fique à vontade e pode aproveitar as informações do trabalho, sem problemas.

              0
  • marcos546 28 de outubro de 2014 at 09:23

    CA, mais uma vez parabéns por essa excelente analise.

    0
  • EngenheiroMG 28 de outubro de 2014 at 09:25

    Casa dos simpsons continua ;). Na próxima poderia colocar o Hommer representando os bananenses

    0
    • Çanguinolento 28 de outubro de 2014 at 10:43

      Concordo! rs
      Muito boa a casinha..rs

      CA, parabéns pelo job!

      0
    • Pobre Paulista 28 de outubro de 2014 at 10:49

      Seria uma honra para nós, pois o Hommer é muito mais inteligente que o bananense médio.

      0
    • juquinha 28 de outubro de 2014 at 19:56

      Hommer ainda tem uma inteligência média muito maior que boa parte dos bananenses 666. KKKK…. Mas vamos dizer que serve como uma “caricatura” dos bananenses. Um pouco mais esperto, pois Hommer ainda tem sua casa própria e se carro. KKKKKKKKKKK……..

      0
    • Cash-for-crash 29 de outubro de 2014 at 09:01

      Dãããããããããããppppp……..

      0
  • Azufrebh 28 de outubro de 2014 at 09:25

    O CA usa o IVG-R, série do banco central, para falar do aumento dos imóveis. Vindo do BC, eu acho que é uma fonte mais isenta. Mas não conheço suas propriedades, ou que exatamente ela mede. Alguém sabe falar mais?

    0
    • navlig00 28 de outubro de 2014 at 09:39

      Banco Central do Brasil (BC) criou o “Índice de Valores de Garantia de Imóveis Residenciais Financiados (IVG-R)” – indicador que registra o valor das garantias dos empréstimos nas concessões de imóveis, mostrando como evoluiu o preço dessas garantias.

      O IVG-R é calculado com base nos dados de operações de empréstimos imobiliários para pessoas físicas que têm garantia em imóveis ou hipotecas. A base do índice é o preço de avaliação de cada imóvel calculado pelo banco na hora de conceder o crédito. O índice, calculado retroativamente a 2003, indica uma desaceleração nos aumentos de preços dos imóveis no país.

      Fonte: *http://www.politicaeconomia.com/2013/04/banco-central-cria-indice-de-precos-de.html

      0
    • Louro José 28 de outubro de 2014 at 09:42

      É composto pelos preços de avaliação de vistoriadores da CEF. Um pouco melhor que o Finge, mas ainda complicado.

      0
      • Azufrebh 28 de outubro de 2014 at 09:54

        Pois é, pode ser que o perfil do imóvel avaliado mude no tempo

        0
  • rockblues 28 de outubro de 2014 at 09:32

    Parabéns CA pelo post. Excelente trabalho

    0
    • Manoel Joaquim 28 de outubro de 2014 at 09:33

      Como sempre, bom trabalho!

      0
  • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 09:36

    Mais uma vez, uma primazia de trabalho. Como pesquisador, prezo pelo trabalho bem referenciado. O seu não deixa a desejar em nada os trabalhos da academia, o que embute muito mais credibilidade a ele. Parabéns!

    0
    • Rodrigo 28 de outubro de 2014 at 09:39

      Diria que tem muito mais qualidade e objetividade que muitos Trab acadêmicos.

      0
      • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 10:07

        ou trabalhos profissionais mesmo.

        0
        • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 10:40

          Banzé Bolhudo trabalho acadêmico é trabalho profissional também. Imagino que você queira dizer trabalhos comerciais ligados ao mercado liberal.

          0
          • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 11:06

            isso macacoalbino. Obrigada pela correção. Eu quis dizer que ele supera o que vemos divulgado pela mídia comercial.

            0
            • Barnabezinho 28 de outubro de 2014 at 11:53

              CA é Melhor que uns 90% do pessoal que cacareja sobre o tema na internet.

              0
              • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 14:22

                Tb acho Barnabé. Os prata da casa são bem embasados e desde que começaram a postar temos visto trabalhos incriveis.
                O bolha tem que aproveitar e fazer um livro com esses trabalhos e um apanhado dos comments. Vai virar historia.

                0
  • Rodrigo 28 de outubro de 2014 at 09:37

    Legal também a parte de imóveis comerciais alimentando a inflação.
    Pobre paiz que escolheu o lado errado em todos os sentidos.

    0
  • navlig00 28 de outubro de 2014 at 09:40

    CA mais uma vez PARABÉNS.

    0
  • rockblues 28 de outubro de 2014 at 09:41

    Pessoal, ontem eu assisti o Jornal da Globo, e o Satemberg falou sobre economia. Uma coisa me preocupou ainda mais. A meta de superávit primário para 2014 era de 100 bilhões no começo do ano. Depois foi reduzida pra 49 bilhões. Sabe quanto o governo conseguiu cumprir? APENAS, 357 milhões. Impossível o governo conseguir cumprir a meta de superávit primário até o final do ano. RESULTADO: REBAIXAMENTO DO RATING DO BRASIL PELAS AGÊNCIAS REGULADORAS INTERNACIONAIS E a perda do investiment grade. Pra quem não tá ligado, isso é muito grave. Diversos fundos estrangeiros compram títulos de dívida governamentais e aplicam em ativos da renda variável. ENTRETANTO, grande parte desses fundos só podem, por estatuto, comprar títulos de dívida ou aplicar em ativos em países que possuem O INVESTIMENT GRADE. FICARÁ MAIS DIFÍCIL PARA O PAÍS CONSEGUIR CAPTAR RECURSOS NO EXTERIOR E HAVERÁ MAIOR FUGA DE CAPITAIS ESTRANGEIROS DA BOVESPA. Para captar recursos, o GOVERNO TERÁ QUE AUMENTAR A TAXA SELIC. E na minha opinião, não vai ser aumentar em 0,5 ponto percentual ou 1,0 ponto. Acho que a nossa taxa de juros vai ter é que mudar de patamar (15-20% a.a.). BOLSA, vai despencar. CÂMBIO: explodir. mais pressão inflacionária. mais recessão.
    é ççççaaaannnngggguuuuiiiii?

    0
    • Bob Simpsom 28 de outubro de 2014 at 09:54

      Não votaram no PuTê? Agora aguenta a putaria…..

      0
      • Tenho paciência 28 de outubro de 2014 at 10:37

        Já vimos esse filme há duas décadas, mas naquela época o país vinha de hiperinflação, estava começando a tentar conquistar a confiança dos investidores. A Enta pegou arrumado e estragou.
        Tentei mostrar isso para os putê, nunca toquei no assunto petrolão, mas só sabiam responder: O FHC quebrou o Brasil 3 vezes ! O Brasil ia no FMI com o pires na mão !
        Conseguem acreditar que Enta+Margarina são melhores que FHC+Pedro Malan. Agora gueeennnta !

        0
    • Junior 28 de outubro de 2014 at 11:53

      Sinceramente… quero ver o circo pegar fogo.

      0
      • rockblues 28 de outubro de 2014 at 14:36

        Também assisti a entrevista da Dilma no Jornal Nacional. Quando perguntada sobre os rumos da economia, ela desconversou. Disse que anunciará até o final desse ano. INDECISÃO, foi essa a leitura que fiz da presidente. A Dilma encontra-se numa encruzilhada em que se dividem 2 caminhos, ambos os quais levam ao suícidio político do PT. Pelo caminho número 1, a presidente pode adotar o caminho ortodoxo: recuperar a confiança do mercado, nomeando uma pessoa com bom trânsito entre o empresariado e o setor financeiro, fazer choque de gestão pra diminuir o déficit público, elevar a taxa de juros pra combater a inflação e controlar o câmbio indiretamente, tendo como efeito colateral o desemprego e mais recessão a curto prazo. Os 666s que compraram bolhudos perderão empregos, terão seus bens a leilão e nunca mais votariam no PT, o partido que deu e depois tomou. Seria um suicídio político para o PT ir por esse caminho, e também um suícido ideológico. Pregaram algo impossível de cumprir, defenderam o indefensável. Destruíram a candidatura do Aécio e da Marina pregando contra a política ortodoxa que ambos defendiam. Defenderam a implantação do socialismo, do coletivismo, mas se esqueceram de que todo ser humano é, por natureza, um individualista. Pelo caminho número 2, a presidente pode continuar no mesmo rumo, seguindo a sua ideologia, a ideologia do PT. A nova matriz econômica. Juros ainda baixos, crédito barato, aumento de gastos públicos, gerando mais inflação e desvalorização da taxa cambial e mais inflação ainda como resultado….Mas tá ficando sem fôlego…quanto tempo resta seguindo por esse caminho? Quanto fôlego pra pedalar? 1 ano? 2 anos? Com a perda do investment grade à vista, já para o 1 semestre de 2015? Com o FED elevando a taxa de juros norte-americana? Com a economia chinesa em risco? Não sei, não….Resultado…Hiperinflação…666s cada vez mais endividados….Todos os setores da economia pedirão socorro em maior ou menor grau, exigirão mais crédito, desoneração de impostos…Economia entra em recessão de novo….Mais acentuada…Com o estado ainda maior e mais quebrado, e toda a população mais pobre….Suícidio político ir por esse caminho….Implantar o comunismo no fórceps? Com 49 da população votante contra? Com os estados mais desenvolvidos rejeitando essa política petista? GUERRA CIVIL E SEPARATISTA, SERIA O RESULTADO DISSO, NO MEU ENTENDIMENTO.
        Eu não gostaria de estar na pele da Presidente. Ter que engolir o que falei, ou seguir em frente, teimosamente, arrastando a nação pra uma guerra civil…
        Como vários disseram, a bolha imobiliária será o menor dos problemas do país…
        Abraços a todos, boa sorte, e estejamos sempre unidos, até onde der…..

        1+
        • American Girl 28 de outubro de 2014 at 16:13

          Excelente analise! Em outras palavras…. de uma forma ou de outra, a propria DilmANTA vai ter que beber do veneno que ela propria preparou!!!!

          0
    • Banana com aveia 29 de outubro de 2014 at 00:45

      Bingo!

      0
  • Neo Mercurius 28 de outubro de 2014 at 09:42

    O efeito reeleição:

    1) Petrobras despenca e puxa queda da Bovespa após reeleição de Dilma

    27/10/2014 17h26 – Atualizado em 27/10/2014 18h19

    Ibovespa caiu 2,77%, a 50.503, no menor patamar desde abril.
    Petrobras caiu mais de 12%, maior baixa em seis anos.

    “http://g1.globo.com/economia/mercados/noticia/2014/10/bovespa-fecha-em-forte-queda-ante-reeleicao-de-dilma.html

    ———————————————————–

    2) Após reeleição de Dilma, dólar sobe 3,21% a R$ 2,5359 e Bovespa cai 3,33% nesta 2ª

    Petrobras despenca 13% e BB cai 8%. Expectativa para esta segunda-feira, é de reação negativa nos mercados de ações e câmbio

    Fernanda Borges
    Publicação: 27/10/2014 10:01 Atualização: 27/10/2014 17:24

    “http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2014/10/27/internas_economia,583891/apos-reeleicao-de-dilma-dolar-vai-a-r-2-55-e-bovespa-cai-6-nesta-2.shtml

    0
  • navlig00 28 de outubro de 2014 at 09:42

    Banco Central faz primeira reunião após eleição; juros devem ficar em 11%

    A Reuters consultou 43 economistas, e a opinião unânime é de que o BC deve manter a Selic no nível atual, de 11%. Seria a quarta reunião seguida sem mudanças na taxa, maior período de estabilidade desde 2010.

    Os economistas foram consultados após a vitória de Dilma. As projeções praticamente não mudaram em relação a uma pesquisa feita há duas semanas.

    No médio prazo, no entanto, os economistas preveem alta da taxa. Segundo a pesquisa da Reuters, a Selic deve começar a subir a partir de janeiro do ano que vem . ***** Ué já li num certo blog da Internet. 🙂

    ‘http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2014/10/28/bc-comeca-reuniao-para-definir-juros-analistas-esperam-manutencao-em-11.htm

    0
    • Batata Kid 28 de outubro de 2014 at 09:49

      Dilmica nao e boboc! Nunca deixaria subir os juros agora. E assim vao protelando o inegavel. E o Tic Tac da bomba vai ficando ensudercedor…

      0
  • Batata Kid 28 de outubro de 2014 at 09:50

    Dolar e Euro caindo legal. Alguem consegue me dar uma explicacao plausivel para isso?

    0
    • Neo Mercurius 28 de outubro de 2014 at 09:52

      Bovespa tb.

      0
      • Fã dos Polhas 28 de outubro de 2014 at 17:25

        Governo comprando geral com os fundos de pensão?

        0
    • Bob Simpsom 28 de outubro de 2014 at 09:53

      Especulação

      0
      • Neo Mercurius 28 de outubro de 2014 at 09:54

        Reunião do BC dos EUA.

        0
    • Anonymous 28 de outubro de 2014 at 09:54

      BC vendendo forte para passar a impressão de que está tudo bem.

      0
    • Louro José 28 de outubro de 2014 at 09:59

      Lei da oferta e da demanda.

      0
    • Pobre Paulista 28 de outubro de 2014 at 10:48

      A renda variável… ela VARIA!!!! Impressionante, não?

      0
    • Batata Kid 28 de outubro de 2014 at 11:17

      Quanta agressao! Relaxa, galera. Eu estava somente perguntando sem ser sarcastico. Me interessa a opiniao de voces.

      0
      • Louro José 28 de outubro de 2014 at 11:43

        Qual agressão? A explicação é tudo aquilo que listamos.

        0
        • Barnabezinho 28 de outubro de 2014 at 11:54

          Rapaz não tá acostumado à secura das respostas do pessoal… tranquilo.

          0
  • Anonymous 28 de outubro de 2014 at 09:52

    Convém prestar atenção – Estonia

    “http://e-estonia.com/e-residents/become-e-resident/

    0
    • Azufrebh 28 de outubro de 2014 at 09:55

      In Anonymous we trust.

      0
    • Naga 28 de outubro de 2014 at 10:06

      Obrigado anonymous

      0
    • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 10:12

      Anony, obrigado. Aguardo o Boss repassar.

      0
    • Tannhäuser 28 de outubro de 2014 at 10:12

      Anonymous, tem havido um aumento na disputa por cidadãos estrangeiros? Você acha que existe uma tendência de intensificação neste sentido?

      0
      • Tannhäuser 28 de outubro de 2014 at 10:15

        Outra coisa, sabe mais sobre o ZEDE honduras?

        ´´http://reason.com/archives/2014/08/06/honduran-free-cities-get-one-step-closer

        0
      • Anonymous 28 de outubro de 2014 at 17:27

        Também tenho observado faz alguns anos – vários países vendendo residência permanente ou cidadania.

        0
    • Vincent 28 de outubro de 2014 at 10:13

      “An e-resident will be a physical person who has received the e-resident’s
      digital identity (smart ID-card) from the Republic of Estonia. This will not
      entail full legal residency or citizenship or right of entry to Estonia. “

      0
      • Vincent 28 de outubro de 2014 at 10:17

        A Estônia não quer estrangeiros. Ela quer o dinheiro de estrangeiros.

        0
        • [email protected] [email protected] 28 de outubro de 2014 at 10:35

          Do lado da RUSSIA? Um país sem Exército e pronto para se tomado por PUTIN?

          0
          • MrCitan 28 de outubro de 2014 at 10:37

            Nao esquecer que a Rstonia e membro da OTAN. 😉

            0
            • Amadeus de Sampa 28 de outubro de 2014 at 13:20

              Mesmo assim foi a 1a nacao a sofre um ataque violento virtual da Russia!
              A Estonia decidiu remover uma estatua de Lenin da capital e sofreu um ataque eletronico sem precedentes. Como foi um pais pioneiro em digitalizar todos os seus servicos, ficou em situacao critica por varios dias!
              Historia viva e muito recente.

              0
              • Amadeus de Sampa 28 de outubro de 2014 at 13:23

                muito interessante…..

                “When Estonian authorities began removing a bronze statue of a World War II-era Soviet soldier from a park in this bustling Baltic seaport last month, they expected violent street protests by Estonians of Russian descent. They also knew from experience that ‘if there are fights on the street, there are going to be fights on the Internet,’ said Hillar Aarelaid, the director of Estonia’s Computer Emergency Response Team.”

                “For people here the Internet is almost as vital as running water; it is used routinely to vote, file their taxes, and, with their cellphones, to shop or pay for parking.”

                “A monthlong campaign … has forced Estonian authorities to defend their pint-size Baltic nation from a data flood that they say was set off by orders from Russia or ethnic Russian sources in retaliation for the removal of the statue. The Estonians assert that an Internet address involved in the attacks belonged to an official who works in the administration of Russia’s president, Vladimir V. Putin. The Russian government has denied any involvement in the attacks, which came close to shutting down the country’s digital infrastructure, clogging the Web sites of the president, the prime minister, Parliament and other government agencies, staggering Estonia’s biggest bank and overwhelming the sites of several daily newspapers. ‘It turned out to be a national security situation,’ Estonia’s defense minister, Jaak Aaviksoo, said in an interview. ‘It can effectively be compared to when your ports are shut to the sea.’ Computer security experts from NATO, the European Union, the United States and Israel have since converged on Tallinn to offer help and to learn what they can about cyberwar in the digital age.”

                “http://www.enterrasolutions.com/2007/06/virtual_war_in_.html

                0
              • Amadeus de Sampa 28 de outubro de 2014 at 13:24

                *Estatua nao era de Lenin, mas de soldado sovietico.

                0
          • Vincent 28 de outubro de 2014 at 11:25

            Não vai acontecer antes da partilha da Ucrânia. 😉

            0
    • MND 28 de outubro de 2014 at 11:33

      Anony, obrigado pela dica das universidades na Alemanha no tópico anterior. Já estou intensificando as pesquisas! 🙂

      0
  • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 09:56

    [OFF economia] – os especialistas do blog sempre antecipando a opinião de diversos economistas mundiais.

    Mercado reivindica guinada econômica no governo Dilma

    A presidente da República reeleita Dilma Rousseff (PT) sofre cada vez mais pressão internacional pelo anúncio do novo ministro da Fazenda e de medidas econômicas ortodoxas para diminuir o pessimismo, segurar a cotação do dólar e a queda das ações.

    A turbulência do mercado brasileiro um dia após a vitória da petista sobre o Aécio Neves (PSDB) não surpreendeu a imprensa estrangeira, muito menos investidores, consultores e especialistas de outros países.

    O tom das análises foi o mesmo: Dilma terá de mandar o quanto antes um recado externo após a vitória apertada sobre Aécio, candidato preferido do mercado.

    Anthony Pereira, diretor do “Brazil Institute” do King´s College (Londres), diz que o governo Dilma, na percepção externa, foi “longe demais” na direção desenvolvimentista e sabe que precisa recuperar credibilidade.

    “Os investidores esperam um sinal à ortodoxia, com redução de gasto público e menos ativismo na política industrial”, afirmou Pereira, uma das principais autoridades acadêmicas sobre Brasil no Reino Unido.

    A previsão dele é refletida, por exemplo, nas palavras de Jorge Mariscal, CEO de mercados emergentes da UBS Wealth Management, consultoria com US$ 1 trilhão de investimentos supervisionados em todo o mundo.

    “O Brasil não pode se dar ao luxo de evitar a tendência global de reformas enquanto a concorrência internacional pelo capital e investimento cresce intensamente”, disse Mariscal à Folha. Ele ressalta que o mercado gostaria da sinalização de reformas “transformadoras”, embora considere “improvável” que isso ocorra.

    Outro que segue o mesmo discurso é Ian Herbison, CEO da Speyside Corporate Relations, consultoria de investidores estrangeiros que atua no Brasil. Para ele, Dilma precisa fazer “movimentos tranquilizadores rapidamente”. “Será necessário um ajuste fiscal no fim deste ano ou em janeiro, o mais tardar”, disse.

    Ele ressalta que a indicação do substituto de Guido Mantega na Fazenda seria um sinal significativo.

    EFEITO INCERTO

    O efeito do novo nome, no entanto, depende de quem for indicado, ressalta Christopher Garman, diretor para mercados emergentes do Eurasia Group.

    “Esperamos uma solução interna para o ministério. E a leitura do mercado é que alguém de dentro do governo não terá autonomia para tomar decisões difíceis sobre a questão fiscal. Essa pessoa vai ter que construir sua credibilidade com o mercado e isso leva tempo”, afirmou.

    A opinião é compartilhada por Joe Bormann, diretor para a América Latina da agência de classificação de risco Fitch, para quem “um novo ministro da Fazenda poderia melhorar o mau humor do mercado” em relação ao país.

    Bill Adams, analista internacional do PNC Financial Services, adota um tom mais otimista sobre o mercado.

    “Espero que, com o fim das eleições, o mercado volte sua atenção para os dados econômicos, que mostram que o Brasil poderia estar saindo da recessão [dos últimos trimestres] e que a inflação está desacelerando”, afirma Adams.

    “http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/10/1539354-mercado-reivindica-guinada-economica-no-governo-dilma.shtml

    0
  • MrCitan 28 de outubro de 2014 at 10:00

    Antes de mais nada, parabéns ao CA pelo belo trabalho.

    Um ponto que me chamou muito a atenção foi este aqui.
    “S. J. Campos : Oferta de aluguel subiu 300% em 2013.”

    Pra mim, é uma das regiões mais problemáticas, pois o grosso da economia da cidade, vem da planta da GM.

    E as notícias não são boas: A planta de S. J. Campos NÃO FOI contemplada com os investimentos vindos da matriz, logo muitos trabalhadores provavelmnte irão entrar em Lay-Off , ou na pior das hipóteses, PDV.

    E com esta força econômica minada, quem é que vai comprar ou alugar este imóveis?

    “http://www.meon.com.br/noticias/regiao/nao-sabemos-o-que-vai-acontecer-apos-o-lay-off-diz-diretor-da-gm-em-sao-jose

    0
    • Joker 28 de outubro de 2014 at 13:31

      Apenas em adição ao comentário: a Embraer contribui bastante, também…

      0
    • InvestidorSP 28 de outubro de 2014 at 17:44

      Na minha opiniao Sao Jose depende mais da Embraer, la estao os salarios melhores engenheiro, direcao a GM so tem piao em SJC

      É que o mais esta indo para a MERD- mesmo e quem nao tem grana para morar em SJC vai para as cidades vizinhas, que mesmo com a Bolha da Satanas, continuam valendo menos.

      0
      • InvestidorSP 28 de outubro de 2014 at 17:45

        onde é mais digo PAIS

        0
  • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 10:04

    Muito bom CA. Parabéns.

    0
  • Visitante Carioca 28 de outubro de 2014 at 10:19

    Correm os rumores que a Dilma deve chamar o Trabuco, presidente do Bradesco ou o Loyo, economista chefe do BTG Pactual pra Ministro da Fazenda.

    Se fizer isso, ok. Retomem as esperanças.

    Se ela chamar o Nelson Barbosa…..Emigrem.

    Isso será a maior demonstração da falta de sensibilidade dela para conduzir a economia nos próximos anos.

    0
    • MrCitan 28 de outubro de 2014 at 10:25

      Duvido ela chamar o Trabuco, ela não vai trazer alguém que não queira ficar no cabresto dela.
      E ainda mais um banqueiro, no qual foi a classe que mais recebeu xingamentos na campanha.

      Provavelmente será algum outro do governo, e dou razão ao Delfim Neto:
      “Pouco importa quem será o novo Ministro da Economia, pois a condução da economia ainda será pelo presidente eleito.”

      0
      • Barnabezinho 28 de outubro de 2014 at 12:01

        Mesmo porque se a escolha der certo, o presidente não hesitará em se arrogar a culpa, e se der errado, não hesitará em arrogar a culpa a outros.

        0
    • Azufrebh 28 de outubro de 2014 at 10:26

      Não há esperança.

      É só para dar mais um olé no mercado, que tem se mostrado muito bonzinho com enta. Especialmente os bancos nacionais.

      Espero que seja engano meu. Me cobrem.

      0
  • César 28 de outubro de 2014 at 10:19

    Com a vitória da Dilma, suponho que teremos aumento de crédito, consequentemente, aumento no valor dos imóveis – e nada da bolha estourar, infelizmente -, os preços dos imóveis já não contemplam a classe C e D – vide a quantidade de distratos – então, a especulação poderá alçar apenas às classes sociais bem abstadas. A não ser que ocorra algo novo, que não imaginamos. Creio eu.

    0
    • César 28 de outubro de 2014 at 10:20

      “abastadas”

      0
    • Bob Simpsom 28 de outubro de 2014 at 10:22

      Não abaixa, não vende. Pra quem não quer vender, ótimo.

      Pra quem PRECISA vender, game over.

      0
    • EngenheiroMG 28 de outubro de 2014 at 10:23

      O que vai estourar a bolha não será o crédito. O crédito criou. A falta de pessoas para tomá-lo será a agulha.

      Apenas replicando o que fala-se por aqui

      0
      • César 28 de outubro de 2014 at 10:45

        Penso que apenas um mega subsídio poderia oportunizar às classes C e D a comprar de um imóvel nos preços atuais. Do contrário, não vejo como a Dilma poderá descascar esse abacaxi.

        0
        • Oriundo 28 de outubro de 2014 at 10:50

          Conseguiram travar o mercado para todas as classes.

          0
      • Bruno RATM 28 de outubro de 2014 at 10:49

        Concordo. Vai haver crédito, com certeza, porém, dos 79 mi de pessoas economicamente ativas, mais de 55 mi estão inadimplentes e, por óbvio, desses 24 mi que estão com as contas em dia, muitos já possuem seus imóveis e não devem se arriscar investindo na compra de terrenos, casas e aptos., tendo em vista que o mercado está estagnado. Sendo assim, poucas pessoas terão condições de cumprir as exigências para conseguir o crédito junto aos bancos e outras não precisarão, pois já possuem imóveis. Aí, ou o a pessoa reduz o preço ou não vende!

        0
        • César 28 de outubro de 2014 at 11:12

          Exatamente. Sem crédito o sistema trava de vez.

          0
    • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 10:44

      César, acho pouco provável que tenha aumento de preços pelo próprio discurso dos representantes do segmento imobiliário que falam que o “teto” do preço já foi alcançado. Mas, mesmo se eles subirem, estaremos sentados assistindo tudo de camarote 🙂

      0
    • Pobre Paulista 28 de outubro de 2014 at 10:46

      Opa, atualmente já tem muito $$ disponível para crédito que não está saindo.

      Por isso tenho insistido que acredito que o governo vai tentar baixar os juros na marra novamente.

      0
      • Pobre Paulista 28 de outubro de 2014 at 10:47

        E nem precisa de muita mágica pra isso. É só abaixar um tico o compulsório que os bancos vão se matar para liberar crédito -> sinônimo de juros caírem.

        A Selic acompanha depois.

        0
        • Oriundo 28 de outubro de 2014 at 10:52

          Baixar juros também já não faz tanto efeito.

          O valor está tão alto que mesmo com ZERO de juros não há quem o contraia.

          0
          • Pobre Paulista 28 de outubro de 2014 at 10:53

            Com ZERO de juros eu mesmo saco 1 trilhão de reais do banco agora mesmo.

            0
            • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 10:56

              Com zero de juros e sem TR até daria para sonhar haha Mas o Brasil com zero de juros, com o jeito que a economia está e com o tanto de credor externo ganhando horrores de dinheiro com o pagamento de dividendos? Acho que nossa geração não irá observar esse feito milagroso em nossa economia.

              0
            • Oriundo 28 de outubro de 2014 at 11:01

              Entenda: para compra de bolhudo !

              Você compraria um apto de 25MI com juros zero no Leblon ?

              0
              • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 11:06

                bom, pra comprar um apto de 25 MI, acho que todos aqui do blog deveriam utilizar de contabilidade criativa na conta para aprovar a liberação de crédito 😛

                0
          • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 11:01

            Kkkk. Juro baixo em um país nada confiável! Isso não existe! No despair bem com Selic a 18% muitos investidores não colocarão um puto.

            0
            • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 11:07

              From_the_Tower por isso falei de efeito milagroso 🙂 Quem sabe os filhos de meus futuros netos não tenham a oportunidade de presenciar esse milagre! Sou otimista!

              0
              • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 11:27

                Bota otimista nisso!
                Vai acabar com toda uma cultura dos rentistas!
                Mas não não vai. Bananense não sabe poupar ou ver uma graninha parada no banco. A poupança interna nunca passará dos 30%.

                0
                • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 11:36

                  From_the_Tower concordo com você. Há alguns dias eu havia feito uma análise entre os países que tiveram bolha imobiliária e o nível de poupança do país. Aparentemente existe uma estreita relação entre a redução significativa da poupança interna e o início da queda dos preços dos imóveis de forma significativa. Usei principalmente os links abaixo para fazer essa análise

                  “http://data.worldbank.org/indicator/NY.GNS.ICTR.ZS/countries/1W-BR?display=graph
                  “http://www.oecd-ilibrary.org/economics/house-prices_2074384x-table17

                  0
                • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 11:37

                  mas, em minha mera opinião, os juros no Brasil são mantidos elevados, em boa parte, por especulação de investidores internacionais. Eles se beneficiam, e muito, dos altos dividendos. Na economia não existe bonzinho. Eles sabem que o Brasil não tem política de poupança, logo aproveitam dessa falta de planejamento para lucrar.

                  0
                  • DRN 28 de outubro de 2014 at 11:41

                    Cara, isso é mito.

                    Veja a composição dos titulares dos títulos. Não residentes são 18,8%

                    -http://www.tesouro.fazenda.gov.br/documents/10180/113505/Texto_RMD_Setembro_14.pdf/4da99e67-a271-4e0a-8a8d-fb6820bfe378

                    Página 14.

                    0
                    • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 11:52

                      saiu errado as duas primeiras linhas do comentário anterior. Desconsiderar

                      0
                  • Louro José 28 de outubro de 2014 at 11:47

                    Cara, os bancos adoram quando os juros caem. O valor de face das NTNB que eles detém explode quando isso acontece.

                    Não caia na conversa petralha. Juros é um preço como qualquer outro. Se você oferece fora do que o mercado quer, ninguém te empresta dinheiro. Ponto final.

                    0
                    • DRN 28 de outubro de 2014 at 11:49

                      Papagaio, diminuir o gasto da máquina para precisar de menos dinheiro, azeitar a máquina para criar nos investidores interesse em comprar os títulos mesmo a juros menores ninguém quer.

                      0
                    • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 11:57

                      minha resposta para você caiu na moderação hahaha vamos ver se ela sai em algum momento

                      0
                    • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 11:56

                      Louro José. Concordo que o mercado que dita a dinâmica do negócio. A demanda dita o preço a ser pago por um determinado bem. Juros é a mesma coisa. Sou novo nesse tópico: dividendos sobre o tesouro direto. Porém, países com uma dívida pública menor do que o Brasil conseguem praticar juros menores. Certamente existem outras variáveis a serem colocadas no papel que influenciam o preço final da brincadeira toda. Ando fazendo alguns gráficos de correlação com outros parâmetros econômicos de um país. Vamos ver se eles me levarão a algum lugar em minhas conclusões pessoais.

                      0
                    • DRN 28 de outubro de 2014 at 12:00

                      “Países com dívida pública MAIOR do que a do Brasil”, penso, foi o que vc quis dizer.

                      Os EUA são exemplo. Dívida GIGANTESCA, juros mirradinhos. O problema é que a moeda é forte, o rating é ALTO e ninguém acha que os EUA darão calote à moda Argentina…

                      0
                    • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 12:20

                      Obrigado pela correção. Exato. Divida pública MAIOR que o Brasil. Por exemplo a Austrália tem uma poupança de 25% mais ou menos, com uma taxa de juros de 2,5% e, Lá as contas públicas também estão com déficit. Entretanto, nos últimos anos o grading foi AAA. Está certo que ela tem uma economia classificada como mais aberta que a brasileira. Logicamente que esse é um exemplo pontual. Porém, esse fato me “encuca” a cabeça de que como alguns países conseguem ter uma taxa de juros baixas mesmo com deficit em conta corrente. Vou estudar mais sobre o assunto. De qq forma, valeu os comentários

                      “http://blogs.theaustralian.news.com.au/mumble/index.php/theaustralian/comments/oz_v_us_deficits/
                      “http://www.tradingeconomics.com/australia/rating
                      “http://pt.fxstreet.com/economic-calendar/interest-rates-table/
                      “https://www.gfmag.com/global-data/economic-data/public-deficit-percentage-gdp

                      0
                    • CA 28 de outubro de 2014 at 12:31

                      Discussões interessantes.

                      Sobre a hipótese do Governo baixar muito os juros para FORÇAR mais uma vez o crescimento da economia, do meu ponto de vista, tem uma probabilidade MÍNIMA de acontecer e aliás se acontecer, fará com que tudo exploda muito antes (bolha imobiliária, bolha do crédito para o consumo e economia como um todo).

                      Tentei traduzir no trabalho o que sempre tenho comentado a respeito da situação acima:

                      1) O Governo não tem mais fôlego para forçar juros baixos via bancos públicos aumentando sua participação no mercado como fizeram de forma mais intensa a partir de 2.012 até 2.013. Tanto é verdade que a participação da CEF de 70% no crédito imobiliário concedido, que vinha até 2.013, caiu para 67% em 2.014, sendo este o ano em que deveríamos ter o recorde de empréstimos imobiliários concedidos, em virtude do recorde de entrega de imóveis até aqui. O motivo para isto, é que o superávit primário já irá fechar este ano MUITO abaixo do que foi prometido, o que é um ALTÍSSIMO risco para redução do rating Brasil, levando a aumentos muito elevados em inflação, juros, etc. Por acaso, ninguém observou que em TODOS os discursos após a eleição, a presidente tem falado sobre “responsabilidade fiscal”? Ela e todo o Governo SABEM que não tem mais espaço para adotarem este tipo de ação, o prejuízo seria em curtíssimo prazo e muito maior do que qualquer ganho que TALVEZ viessem a ter (ver item 3) ;

                      2) Os bancos privados já demonstraram CLARAMENTE que não tem interesse em aumentar desproporcionalmente o seu risco, de forma SUICIDA. Basta ver que a última ação apelativa do Governo de reter via BACEN o dinheiro dos bancos SEM REMUNERAÇÃO, para que só possam resgatar se for para conceder empréstimo a construtoras ou segmento automobilístico, teve efeito NULO. Isto acontece porque os bancos sabem muito bem da situação da economia, sabem ainda que não dá mais para forçarem um crescimento SÓ via aumento de crédito, fora o que consta no item 3 logo abaixo, ou seja, eles preferem ficar com rendimento ZERO, do que emprestar e perder 100% do montante ou próximo disto ;

                      3) Os índices de endividamento e inadimplência atingiram patamares recorde, com a confirmação do Governo atual sendo mantido a partir de 2.015, o pessimismo é maior para todos os agentes envolvidos, inclusive os consumidores que ainda poderiam ter interesse em adquirir este crédito. Mesmo que o Governo, sem nenhuma credibilidade, possa ainda ENGANAR os agentes e transmitir um “otimismo”, isto não supera os problemas fiscais que exigem aumento de impostos e/ou redução de despesas pelo Governo, não elimina o risco de rebaixamento do Brasil (aliás, se fizerem redução de juros no contexto atual, o risco de rebaixamento DISPARA), amplifica também o estouro caso o FED aumente os juros por lá, faz a inflação disparar ainda mais e com isto, reduz de vez todo e qualquer poder de compra das famílias, dentre uma infinidade de fatores que fazem com que esta ação seja o típico TIRO NO PÉ. Lembrando: o Governo tentar transmitir mais credibilidade ao mesmo tempo em que reduziria o juros, não faz nenhum sentido, no atual contexto, são assuntos mutuamente excludentes.

                      Cuidado com “análises” SIMPLISTAS que são colocadas aqui no site, de que é só o Governo deixar a inflação disparar que resolve ou adia o problema da bolha imobiliária brasileira, tais afirmações são PATÉTICAS, sem o menor fundamento, uma vez que qualquer um sabe que com uma MEGA inflação, as famílias mal vão conseguir consumir os mesmos alimentos de antes, quanto mais comprar imóveis por preços surreais, sem contar a infinidade de outros danos à economia e capacidade de compras das famílias (parte delas constam acima, mas tem muito mais).

                      O que muita gente ainda não entendeu, é que o Governo não é um “ser super poderoso”, que faz o que quer e quando quer, ao contrário, ele muitas vezes é OBRIGADO a adotar medidas à contra-gosto para atender aos princípios básicos que regem os mercados, incluindo aí, as expectativas dos consumidores. Em outras palavras, é exatamente o contrário do que alguns tentam nos convencer: o Governo está de mãos AMARRADAS, ou ele atende ao que o mercado (incluindo consumidores) EXIGE, ou as consequências serão MUITO piores e como sempre digo, se o Governo optar pela continuidade das ações sem nexo, o desfecho é só de AMPLIFICAR a explosão da bolha e acelerar isto.

                      Tudo que coloquei aqui está “desenhado” no trabalho, portanto, cuidado com os comentários “pega-trouxa”…

                      0
                    • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 12:48

                      CA. Grandes comentários. Sempre enriquecendo o conteúdo desse blog.
                      Apenas completando alguns pontos.
                      Concordo que não existe mais margem de manobra sobre a taxa de juros. Quando ela foi reduzida a 7,25% aa em 2013, é possível correlacionar com o aumento constante dos preços (inflação). Eu imagino que esse foi o último suspiro do governo. Além disso, entre os anos de 2008-2012, o Brasil reduziu significativamente a sua poupança interna, de 18,8% para 14,6%. Não podemos deixar de mencionar a crise americana ai no caminho. Contudo, podemos inferir que parte dessa poupança foi utilizada para financiar os juros subsidiados pelo governo via BNDES, CAIXA e BB. Em tópico anterior havia comentado que o governo tem noção que fez besteira, como você notou de forma perspicaz pelo discurso da presidente. Eu imagino que o governo irá utilizar os dois primeiros anos do mandato de Dilma para fazer um ajuste “a la PSDB”. Eles realizando esses ajustes nos dois primeiros anos, sobrariam dois anos para as possíveis melhoras. Brasileiro tem memória curta e o governo sabe disso. Além disso, o PT com o governo de Minas ganhou a chance de preparar um novo candidato para 2018. Imagino que eles utilizaram o governo Dilma para preparar o terreno para o Pimentel.
                      Em relação aos bancos privados o artigo do mises postado aqui no blog mostrou claramente a evolução do crédito imobiliário privado x público. Esse fato é mais uma clara evidência que o mercado esta tirando o “dele da reta” e deixando a bomba para os bancos públicos. Resta saber em que momento irão puxar o pino dessa granada.

                      0
                    • Rockblues 28 de outubro de 2014 at 18:23

                      CA perfeita analise.

                      0
                    • Louro José 28 de outubro de 2014 at 12:09

                      A variável é credibilidade. Nunca tivemos credibilidade perante o mundo. Perdemos nos anos 80 com a moratória. Pra reconquistar tem que fazer o jogo deles. Nunca fizemos por inteiro.

                      0
                    • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 12:22

                      realmente não podemos esquecer do contexto histórico das dívidas brasileiras. São necessários décadas para se criar um nome. Contudo, basta uma GRANDE burrada para esculhambar com anos de trabalho.

                      0
                    • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 12:23

                      *décadas

                      0
                    • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 15:26

                      concordo. E se não sinalizarem uma mudança de rumo na economia, teremos uma bela aceleração de saida de investidores internacionais até o final do ano.

                      0
  • Viking 28 de outubro de 2014 at 10:22

    CA, sensacional! parabéns pelo trabalho!

    0
  • The End 28 de outubro de 2014 at 10:22

    Ficou no final do outro tópico:

    Anonymous, mais uma informação para seu repositório de ideias para Europa. Atenção também aqueles que estão em rota de fuga:

    Estônia permitirá abrir conta bancária e empresa virtualmente. Basta apenas uma única primeira ida ao país, ou futuramente à alguma embaixada, para coletar dados biométricos e ter a identidade verificada.

    “http://www.newscientist.com/article/mg22429913.200-ecitizens-unite-estonia-opens-its-digital-borders.html

    “http://www.zdnet.com/this-is-so-freaking-huge-man-its-insane-the-plan-to-let-anyone-become-european-digitally-7000029486/

    Estonia has invited people to register as e-residents – a step towards a world where a person’s identity online matters just as much as their identity offline

    ESTONIA flung open its digital borders last week. The eastern European country invited anyone, anywhere, to open a bank account or start a business. By the end of the year, anyone with an internet connection will be able to live their financial life in Estonia, all without being physically present.

    Such e-residency, as it is known, is a step towards a world where a person’s online identity matters just as much as their offline identity; where the location of data, rather than documents, is more important.

    “This is the beginning of the erosion of the classic nation state hegemonyMovie Camera,” says John Clippinger, a digital identity researcher at the Massachusetts Institute of Technology. “It’s going to get whittled away from the margins.”

    Max Ischenko – a Ukrainian entrepreneur who runs a job site called Djinni – is signing up. “It’s very complicated to do business from Ukraine,” he says. “For instance, I can’t sign up for Paypal Business payments, because it’s not available.”

    Crucially, Estonia offers firms a foothold in the European Union single market. Taavi Kotka, the Estonian government’s chief information officer, says they are aiming to have 10 million non-Estonian e-residents signed up by 2025. More than 4000 are already lining up.

    Getting e-residency in Estonia will require going there to have your identity verified – and fingerprints and face biometrics taken by border police. But Kotka says they are working on letting people sign up at Estonian embassies. For Estonia, embassies will no longer just be about extending the country’s physical presence into other countries – but about extending their digital reach too.

    E-residents don’t get citizenship in the traditional sense – they can’t apply for passports and visas, or vote in elections. But Kotka acknowledges that if all goes as planned, the new cohort of e-Estonians will have to have a say in any future changes to the country’s corporate tax structures, for instance, and perhaps more.

    “Imagine that thanks to e-residency we have 100,000 new companies. That means we have more companies run by e-residents than by people physically in Estonia,” says Kotka. It makes sense that e-citizens should have a say if the government wants to change tax laws, for example.

    Estonia already has the world’s most advanced internet voting system – votes were cast online by Estonians living in 98 different countries in elections earlier this spring. Kotka says they could easily extend the system to let e-residents vote from anywhere in the world.

    Clippinger thinks Estonia’s move will create a market in which countries compete for digital citizenry. More flexible rules on starting businesses around the world may open the door to more fluid livelihoods – our homes may be in one country while our job and bank accounts are in another. This is already happening to an extent, but programmes like Estonia’s promise to accelerate the trend.

    Nor is it all business. “Given where things are going with the US National Security Agency, backdoors and control over personal data, I think this could be a starting point for people who don’t trust their own governments,” Clippinger says.

    This article appeared in print under the headline “E-citizens unite”

    0
    • Gabriel - Poa 28 de outubro de 2014 at 14:03

      Gostei do avatar e nome. Jogando muito MGS 3??? kkkk

      0
      • The End 28 de outubro de 2014 at 18:36

        Já faz muito tempo, mas esse deu trabalho. 🙂

        0
  • Rampion 28 de outubro de 2014 at 10:28

    O mercado imobiliário está igual as pirâmides financeiras(Telexfree, BBom..) quem entrou primeiro se deu bem e quem entrou depois ficou com o prejuízo. Aqui no Brasil o povo é muito carente de informação, ambicioso e mal intencionado na maioria das vezes e por isso é tão fácil de ser enganado. Não existe no mundo bom negócio que seja aberto a todos, onde todos que entrarem se darão bem, achar que investir em um negócio só porque todos estão fazendo isso e ouve-se aqui e acu lá que estão ganhando muito dinheiro é a isca para pegar o trouxa. A teoria do idiota maior se encaixa perfeitamente no que estamos vendo acontecer aqui no Brasil. E querem saber se eu tenho dó de quem pensou que iria comprar algo caro e vender mais caro ainda e agora está [email protected]$%do? Não, estou assistindo de camarote e só esperando pelo queda dos preços. Agradeço a quem mantém o site, pois é uma grande fonte de informação para quem não quer perder toda sua economia em um mau negócio, ou seja, pagar o justo para não pagar o pato.

    0
    • Bob Simpsom 28 de outubro de 2014 at 10:39

      Quem entrou primeiro e saiu rapidinho né, porque quem ficou até agora está com ações da OGX nas mãos…..

      0
    • Pobre Paulista 28 de outubro de 2014 at 10:45

      A maior parte dos pozinhos não ficou na mão dos sardinhas, esses tentaram especular, perderam dinheiro e saíram fora.

      O problema é que muitos fundos de pensão são obrigados a manter alguns desses ativos em carteira – ou seja, quem perde mesmo é o futuro salário dos bobocas que estão contribuindo hoje com os fundos de pensão.

      Como sempre: Saqueando o futuro para distribuir bonança no presente. Keynes curtiu isso.

      0
  • [email protected] [email protected] 28 de outubro de 2014 at 10:33

    Encontrei meu amigo Inglês e lembrei de perguntar a ele se alguma vez eles tiveram de cortar 3 zeros da moeda por causa da hiperinflação… Ele me disse que não, que na historia da Inglaterra, nunca ouviu falar disso, só de outros países como BRASIL e ALEMANHA…

    0
    • Bob Simpsom 28 de outubro de 2014 at 10:38

      Rá!!!! Chupa Reino Unido!!! Brazil and Germany for the win !!!!

      0
  • EDUARDO 28 de outubro de 2014 at 10:40

    O padrao acaba de entrar na minha sala e diz: Seguinte, veja quais clientes estao para fechar orçamento e ja avisa, se nao fechar rapido o preço vai subir, pois a material prima que vem da china já subiu 20% pois estao esperando dolar a R$ 2,70.

    0
    • EDUARDO 28 de outubro de 2014 at 11:06

      eu ia responder assim, mas fiquei quieto logico: ja esta devagar e se subir dai que nao vende mesmo!

      0
  • Justiceiro 28 de outubro de 2014 at 10:41

    Assistiram ao último video do Leandro Roque, aos 45 min?
    Na boa, virou espumeiro. Desisto, chega disso, vendidos!

    0
    • Pobre Paulista 28 de outubro de 2014 at 10:44

      link?

      0
      • Justiceiro 28 de outubro de 2014 at 11:07

        “https://www.youtube.com/watch?v=R5fvo7yBxJo#t=143.

        Tipo, ele começou dando dados até que corretos a partir dos 45 min, mas meio que deixou subentendido que a situação normalizou, enfim, isso é coisa de espumeiro, pois a situação não normalizou mesmo com os dados atuais práticos.
        Mesmo com 50% de desconto práticos, ficaria em torno de 0,4-0,5% am, o que é muito desvantajoso ainda.
        Ele pecou pela superficialidade.

        0
        • DRN 28 de outubro de 2014 at 11:28

          Estou de acordo contigo.

          Dizer que a bolha parou de crescer (inflar) em 2012 até aceito, mas a coisa não voltou a normalidade não.

          Só voltará quando o preço estiver compatível com custo de oportunidade e valor de aluguel.

          0
          • Louro José 28 de outubro de 2014 at 11:49

            Já pararam pra pensar que as pessoas não acompanham esse tema como nós acompanhamos?

            1+
            • DRN 28 de outubro de 2014 at 11:52

              BROG da bolha é a excelência no ramo de informações sobre o tema.

              0
              • Louro José 28 de outubro de 2014 at 12:04

                Então, deve ser por isso que o cara disse que estabilizou. E pelo gráfico de concessão de crédito imobiliário a coisa estabilizou. Ele não disse que a bolha terminou, só disse que não tá inchando.

                0
            • Justiceiro 28 de outubro de 2014 at 12:06

              Mas ele não é qualquer pessoa para estarmos em outra dimensão de conhecimento específico.
              Minha opinião!!!!

              0
    • Tannhäuser 28 de outubro de 2014 at 10:58

      Que vídeo?

      0
    • Carlo 28 de outubro de 2014 at 16:07

      Bom vídeo, mas neste site não fará sucesso. Aqui só faz sucesso o que fala que os imóveis cairão 80% de valor.

      1+
  • mtrevizan 28 de outubro de 2014 at 10:41

    numero cabalístico?

    “http://g1.globo.com/economia/noticia/2014/10/inflacao-da-construcao-tem-alta-de-666-em-12-meses-diz-fgv.html

    0
    • Racional 28 de outubro de 2014 at 10:43

      bolha do capiroto!!!

      0
      • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 10:45

        ri alto agora!

        0
    • MrCitan 28 de outubro de 2014 at 10:43

      Eu diria Piada Pronta. 😀

      0
  • Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 10:50

    “No que se refere” a este blog, é que tem gente graúda lendo, certas coisas aqui discutidas serão usadas por eles em breve, e o CA será plagiado em 3,2,1 …..

    0
    • Azufrebh 28 de outubro de 2014 at 10:56

      Palpite ou fato?

      0
  • thiago fm 28 de outubro de 2014 at 10:50

    Parabéns CA..

    Imagino o trabalho que deu pra compilar tudo isso.

    0
  • Azufrebh 28 de outubro de 2014 at 10:56

    150 online!

    Acho que o blog passou por uma “histerese” nos dias 26 e 27 – um choque temporário mas que causa uma alteração permanente.

    0
    • Saigon 28 de outubro de 2014 at 11:19

      Enxofra me fez lembrar das aulas de elétrica, “perdas por histerese”,rsrs.

      0
      • Azufrebh 28 de outubro de 2014 at 13:42

        Eu lembro da histerese magnética do ensino médio…

        Sim, eu estudava muito! rs Ainda tento

        0
        • Amadeus de Sampa 28 de outubro de 2014 at 13:45

          a palavra soou um um sino mas nao consegui resgatar na memoria de onde foi registrada. Mas valeu pela bela palavra.

          0
  • Marc 28 de outubro de 2014 at 10:57

    Um dia depois da Petrobras derreter, o governo fala que vai aumentar a gasolina. É zona demais pro meu gosto.

    0
    • Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 11:06

      Se aumentar 1 reau o litro, pela quantidade de carro rodando e 666 consumindo o lucro vai cobrir todo furo da Petro e vai dar pra comprar umas três Pasadena .

      0
      • MrCitan 28 de outubro de 2014 at 11:07

        O problema é que a maioria dos 666 estão contando as moedas para encher o tanque. 😉

        0
        • Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 11:12

          O consumo nacional de combustíveis cresceu 5% em 2013, em comparação a 2012, totalizando 136,2 bilhões de litros. Em 2012, as vendas de derivados no mercado interno haviam totalizado 129,6 bilhões de litros. Os dados foram divulgados hoje (12), pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), durante a realização do 9º Seminário de Avaliação do Mercado de Derivados de Petróleo e Biocombustíveis, realizado no escritório central da Agência, no Centro do Rio de Janeiro.
          -http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2014-03/anp-consumo-de-combustiveis-no-brasil-cresceu-5-em-2013

          0
        • Mineirausfall 28 de outubro de 2014 at 13:37

          Verdade.

          Em breve, teremos ruas vazias e transporte coletivo mais caótico do que atualmente (sabe como é, não há mais grana, nem crédito para a gasosa).

          0
          • George... oinc oinc... 28 de outubro de 2014 at 14:42

            Dirigir no fim do mês tem sido tão bom…

            0
            • LEANDRO 28 de outubro de 2014 at 15:51

              Exatamente. Percebi isso ultimamente.

              0
        • GordoNerd 28 de outubro de 2014 at 15:11

          Pra encher o tanque? 😀

          0
  • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 11:05

    Excelente CA! Muito didático ! Só não vê a bolha quem não quer!
    Produção : por favor postem o link do artigo do FMI mostrando a variação de preços dos imóveis pelo mundo. Queria rever aquela subida da Banânia! Sabe como é: Faremos história como a maior de todos os tempos.

    0
    • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 11:21

      Esse gráfico abaixo até criança nota que imóvel cai de preço. O FMI fez até uma casinha pra deixar mais palatável hahaha

      “http://www.imf.org/external/research/housing/images/housepricesaroundtheworld_lg.jpg

      0
      • Kalamor 28 de outubro de 2014 at 11:29

        Olha a bolha na Estônia…

        0
      • Amadeus de Sampa 28 de outubro de 2014 at 13:49

        Que legal esse grafico. Pena que o periodo coberto eh curto. quero ver a pujanca do Brasil nessa poha. “Nois eh mais maior” Texas style/

        0
        • EngenheiroMG 28 de outubro de 2014 at 14:53

          tem o link deste mesmo gráfico para períodos anteriores? Assim dá para comparar a evolução da queda.

          0
        • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 20:12

          Amadeus de Sampa.
          Olha esse gráfico que legal. Comparando o Brasil com o restante.

          “http://www.imf.org/external/pubs/ft/survey/so/2012/res091712a.htm

          0
          • Amadeus de Sampa 28 de outubro de 2014 at 20:33

            Esse grafico sim ficou bem legal, pois mostrou beeeeeem o tamano da nossa encrenca 😉

            Valeu macacoalbino 😉

            0
            • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 21:04

              Amadeus de Sampa.
              Tem esse outro aqui bem interessante também. Vários países ao longo de várias décadas.. Mostrar a variação de preços para os corvos eles piram o cabeção haha
              “http://www.economist.com/blogs/dailychart/2011/11/global-house-prices

              0
              • g.w. bush 29 de outubro de 2014 at 00:20

                meus Deus! Coloquem no mesmo gráfico Alemanha e Espanha!

                0
                • g.w. bush 29 de outubro de 2014 at 00:23

                  Interessante também constatar a bolha nos países Nórdicos: Dinamarca e Holanda estourou junto com a Espanha, enquanto a Suécia ainda está inflando.

                  0
  • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 11:17

    CVR
    Mais um parAnto comprou apê usado financiando em 360 parcelinhas na CEF .
    A gerente fraudou toda a comprovação de renda. Eles já utilizam os marketing de rede como maior comprovação de renda extra sem a pessoa nem saber. Nesse caso a pessoa teoricamente vende Mary Kay nos finais de semana. Phode!?

    0
    • EngenheiroMG 28 de outubro de 2014 at 11:18

      Phode

      0
    • Thiaguinho 28 de outubro de 2014 at 11:23

      Como a gerente fraudou? Nosso sistema bancário financeiro não é super sólido e seguro? Essa não entendi…

      🙂

      0
      • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 11:25

        Tb vou fazer. Só que o meu eu quero fazer de conta que sou CEO paRa as Américas da Merdalife. Tipo coloca uns 20 k por mês lá!

        0
  • victor kpm 28 de outubro de 2014 at 11:27

    CAROS,
    Poderiam me informar qual o percentual que o banco de voces paga nos CDBs e LCAs ?

    Tenho o BB que paga na LCA de 84% a 84,75% do CDI. No CDB estao pagando 78% do CDI.

    Alguem tem algum investimento nessas duas aplicacoes em banco que pague mais ?

    0
    • civilizado 28 de outubro de 2014 at 12:13

      Na CEF, é por aí, claro se colocar + dindim, aumenta a porcentagem…

      0
    • Viking 28 de outubro de 2014 at 12:15

      Tenho LCI no BB pagando 80% do CDI

      0
    • leco_82 28 de outubro de 2014 at 15:42

      Na XPI tem vários LCIs e LCAs com rentabilidade maior…acima de 90%…mas tem carência.

      0
      • Abomineve Homem das Naves 28 de outubro de 2014 at 19:04

        Mas os da XPI são capitalizados diariamente….
        Você tem mais informação?

        0
    • Rockblues 28 de outubro de 2014 at 16:12

      Banco sofisa lci 91% pra qualquer valor
      Banco intermedium lci 98% e banco maxima 100% do cdi pra 1 ano acima de 10mil. Nao precisa de corretora. Da pra abrir conta no banco

      0
  • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 11:28

    Tabela de variação dos preços de imóveis dos países membros da OECD. (2006-2013)

    “http://www.oecd-ilibrary.org/economics/house-prices_2074384x-table17

    0
    • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 11:29

      reparem nos dados da Grécia….. só caiu 50% hahaha

      0
      • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 11:30

        os dados da Irlanda também saltam aos olhos

        0
        • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 11:33

          Isso que tiveram um Banco Central Europeu controlando. Imagina em país com inflação alta.

          0
          • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 11:39

            Ue, mas o Brasil não é a super potência da América Latina? Nosso Banco Central é o “Banco Central Latinoamericano”. Não perde nada em robustez para o Banco Central Europeu…. {IRONIC MODE ON}

            0
            • g.w. bush 29 de outubro de 2014 at 00:28

              E agora teremos o Banco BRICS. Dá uma só olhada na bolha Sul-Africana…

              0
  • Paty 28 de outubro de 2014 at 11:46

    Acabei de receber o e-mail…
    Bolha imobiliária, to be or not to be

    Caro Leitor,

    Começa hoje uma série especial da Empiricus que vai falar de imóveis.

    Encerrados os dois principais eventos do ano (Copa e Eleições), queremos definitivamente responder a pergunta: “Há uma bolha imobiliária em gestação no Brasil?”

    Para nos ajudar, convidamos Márcio Fenelon. Com mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro, ele trabalhou durante seis anos em uma das maiores empresas do mercado imobiliário do país. Viu o que de melhor e de pior aconteceu no setor.

    Fenelon conhece o tema como poucos. Vale a pena acompanhar. A série terá quatro newsletters semanais (todas as terças-feiras) e um relatório.

    A seguir, o primeiro texto. Boa leitura.

    “Conheço o pessoal da Empiricus/Cartas da Iguatemi faz um bom tempo. Já estive do outro lado do balcão, ajudando os analistas da Empiricus a entender melhor as empresas que trabalhava.

    Agora estou diante do desafio de fazer uma série de relatórios sobre a possível bolha imobiliária brasileira. E, mais importante, como operar neste ambiente.

    Primeiro você merece saber um pouco mais sobre mim. Já não sou tão jovem quanto gostaria. Isto significa que tenho alguns anos… certo, bem mais de uma década de experiência no mercado financeiro e de capitais.

    E passei seis anos trabalhando em uma das maiores empresas do Brasil no ramo imobiliário, daquelas que criam conceito, operam shoppings, hotéis, vendem imóveis residenciais e comerciais. Meu trabalho sempre exigiu conhecimento completo sobre a operação.

    O acordo era que eu passasse o que eu sabia sobre o mercado de capitais e eles me ensinassem como fazer os mais incríveis empreendimentos imobiliários. Posso dizer que foi uma experiência melhor que qualquer universidade.

    Mas falando nisso, meu pai foi muito legal comigo e bancou uma boa graduação pela FGV-SP e depois eu mesmo banquei dois MBAs, no Insper-IBMEC e Fipecafi-USP.

    Entrando no tema mercado imobiliário, outro dia estava conversando com um desses “financial advisers” para clientes “private” (mais de US$ 1 milhão de ativos) com sede em Miami e comentamos sobre a verdadeira montanha russa que essa pessoa tinha passado no mercado nos últimos 14 anos.

    Há 14 anos essa pessoa havia comprado um apartamento por US$ 100 mil. Esse apartamento chegou a valer mais de US$ 1 milhão no momento de pico de mercado e com a crise de 2008 voltou aos US$ 100 mil iniciais.

    Atualmente o mesmo apartamento vale por volta de US$ 350 mil. Como esse é o imóvel de moradia e tinha sido comprado por um bom preço, toda essa flutuação acabou sendo só uma história para contar para os netos.

    Agora imagine se você tivesse o azar de comprar no pico de US$ 1 milhão e, pior do que isso, se tivesse comprado financiado. Isso pode ser um erro para acabar com a vida financeira de qualquer um.

    Mas o que afinal é uma bolha imobiliária?

    Usando como exemplo o que aconteceu no mercado americano e com base na premissa de que um gráfico vale mais do que mil palavras, bolha imobiliária é isso:

    Este é um gráfico dos preços dos imóveis em Las Vegas desde 2001. Os preços mais do que dobraram e voltaram ao mesmo patamar de antes da bolha. Houve uma queda de mais de 60% para quem comprou lá no pico. O mercado de Las Vegas foi um dos que mais sofreu com a crise americana. Na média, o mercado americano caiu 27% do pico ao fundo da crise.

    Mas ter um mercado com preços nas nuvens não necessariamente significa que se está em uma bolha.

    A bolha se caracteriza por um mercado com preços muito maiores e principalmente por causas insustentáveis no longo prazo que, consequentemente, resultam em uma forte queda em um período seguinte.

    No caso americano o fator insustentável número 1 e que inflou (e desinflou) os preços foi o financiamento imobiliário. Foram “só” US$ 6 trilhões a mais de crédito entre 2003 e 2008.

    É como se o PIB de um Brasil e meio a mais fosse dado a mais em crédito às famílias americanas para comprar imóvel!

    Mas, de novo, o crescimento em si do crédito não explica a bolha. Há também os empréstimos mal feitos. E isso aconteceu à vontade nos EUA. Emprestou-se para quem não podia pagar.

    Os empréstimos chegaram a 90% do PIB americano e pior, na média, as famílias americanas endividadas estavam pagando cerca de 36% de tudo que o ganhavam em parcelas de financiamento imobiliário.

    Se a média era 36%, tinha muita gente comprometendo 40%, 50% e 60% da renda em pagamento de financiamentos imobiliários.

    Nesse contexto, como se faz para pagar todas as outras contas da família, como alimentos, água, luz, saúde, carro e cartão de crédito? Não tem jeito. O orçamento dessas famílias foi para o buraco.

    Quando o mercado percebeu que a corda ia arrebentar, houve um dos maiores recuos da história de crédito (o dinheiro literalmente sumiu!) e o combustível para os aumentos de preço acabou.

    As famílias (e os especuladores) saíram correndo para tentar salvar algo vendendo suas propriedades a qualquer preço para se livrar das dívidas. E o resto é a história contada no primeiro gráfico que mostrei.

    E no Brasil? O forte crescimento dos preços dos imóveis (quintuplicaram desde 2001) e o aumento de 5x na participação de financiamentos no PIB desde 2007 configuram a formação de uma bolha prestes a estourar?

    Mais sobre isto na próxima semana. Até lá.”

    Um abraço,

    Márcio Fenelon

    0
    • marcos546 28 de outubro de 2014 at 11:48

      Sou mais o site da bolhaimobiliaria.com

      0
      • DRN 28 de outubro de 2014 at 11:51

        Para que pagar o que se obtém, aqui neste BROG, de graça?

        0
        • EDUARDO 28 de outubro de 2014 at 12:02

          é que tem gente que so acredita pagando

          0
          • Paty 28 de outubro de 2014 at 12:07

            Não é isso , só postei aqui, porque ate pouco tempo atras(menos de um mês atras) esse site, recomendava a compra de ações das construtoras, eu não assino só recebo e-mail deles….

            0
    • Çanguinolento 28 de outubro de 2014 at 12:04

      Li aquele texto que eles publicaram.
      Depois eles cobram para mais informações.
      Tô fora.

      0
      • Barnabezinho 28 de outubro de 2014 at 12:08

        De Graça é Mais gostoso… 😉

        0
        • Amadeus de Sampa 28 de outubro de 2014 at 13:52

          Linus Torvald aprova essa mensagem

          0
  • Neo Mercurius 28 de outubro de 2014 at 12:02

    Índice de Confiança da Construção Civil cai 14,8% em outubro
    Valor

    28/10/201408h21

    O Índice de Confiança da Construção (ICST), calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), teve forte queda no trimestre terminado em outubro, influenciado por avaliações mais negativas quanto ao presente e por uma deterioração nas expectativas. O indicador teve queda de 14,8% na comparação com o mesmo período do ano passado. No trimestre encerrado em setembro tinha registrado queda de 12,3% e, em agosto, de 9,9%. Tomando-se apenas o mês de outubro, o recuo foi ainda maior, de 19,9%.

    “Os empresários da construção estão apontando a demanda insuficiente como o principal fator de limitação à melhoria da atividade setorial. A demanda está fraca tanto nos segmentos que dependem das decisões privadas quanto nos segmentos de infraestrutura. Assim, o ciclo de obras que se encerra não tem perspectiva imediata de retomada”, destacou, em nota, Ana Maria Castelo, coordenadora de Projetos da Construção da FGV/Ibre.

    A piora da confiança decorreu tanto da percepção em relação à situação atual dos negócios quanto das perspectivas para os próximos meses. Em bases trimestrais, a variação do Índice da Situação Atual (ISA) passou de -9,7% no trimestre encerrado em setembro, para -12,9%, em outubro. Em termos mensais, o índice também apresentou forte queda ao variar de -15,1% em setembro, para -18,6% em outubro.

    O Índice de Expectativas (IE) seguiu a mesma tendência ao variar -16,5% no trimestre terminado em outubro depois de registrar -14,5% em setembro. Na base mensal, a variação passou de -16,8% em setembro, para -21,0% em outubro.

    Dos 11 segmentos pesquisados, nove apresentaram piora da confiança. Os destaques negativos foram, principalmente, do setor de infraestrutura: Obras para Telecomunicações, cuja taxa passou de 9,3% em setembro, para -10,7% em outubro; Obras para Geração e Distribuição de Energia Elétrica, de -7,5% para -15,4%; e Obras Viárias, de -13,2% para -20,4%.

    Das 700 empresas consultadas, 19,3% avaliaram a situação atual como boa no trimestre findo em outubro de 2014, contra 26,5% no mesmo período do ano anterior; já 23,8% das empresas o avaliaram como ruim (contra 17,0% há um ano).

    Já a proporção de empresas prevendo melhora do ambiente de negócios no trimestre terminado em outubro foi de 25,0%, contra 37,8% há um ano, enquanto a parcela das que preveem piora foi de 15,8%, contra 5,6%, em outubro de 2013.

    “http://economia.uol.com.br/noticias/valor-online/2014/10/28/indice-de-confianca-da-construcao-civil-cai-148-em-outubro.htm

    0
  • RosinhA 28 de outubro de 2014 at 12:16

    CVB 1: CA PARABENS excelente trabalho….

    Eu fico o dia inteiro fuçando e tentando saber novidades do mercado, já fazia isso, mas depois desse brogrinho eu comecei a levar isso a sério, reservar um tempo diário para isso, 1 hora na parte da manhã e 1 hora na parte da tarde, troca de e-mails de rede de pessoas e perguntando em ON ou OFF mesmo….

    Temos um amigo em comum que trabaia dentro da destrutora brolafielda faz tempo que não conversava com ele e hoje eu o atazanei…

    Ele me disse que a situação é muito temerária, que o que está sendo lançado HOJE pode ficar sim no chão e que os bancos não liberam mais para garantir obra pelo medo, por isso lançam menos, pedalam menos e não vão conseguir sem bater na frente do muro a uns 400 km/h, está preparado, já tem segunda via de trabalho e só espera a dispensa….

    CABOU-SE CONSTRUÇÃO, BOLHA URUBULÁRIA SERÁ O MENOR DE NOSSO PROBREMAS.

    0
    • ravoc 28 de outubro de 2014 at 12:18

      Eu vou seguir aquelas mocinhas do Leblon que querem sair do país para onde elas foram! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Tchau banânia e vem ni mim loirinhas! kkkkkk

      0
    • civilizado 28 de outubro de 2014 at 12:20

      bahh!!!…comeu uma folha de alface?!…..ou ainda tá mastigando a comida?!

      0
    • Safety 28 de outubro de 2014 at 12:21

      Essa bruxinha é dose!!!!!!
      Hhahahahaha…

      0
    • Fausto Luiz 28 de outubro de 2014 at 12:24

      A cada dia os registros vão se agravando, e de se temer, aqui em Jaraguá do Sul – SC, a percepção do porvir ainda não alcançou a maioria, embora o número de salas comerciais vazias e placas pelsa viudraças se multiplicam. Em tempo: Uma laje desmoronou e matou um operário, trágico, um oprerário perde a vida estupidamente.

      0
    • Çanguinolento 28 de outubro de 2014 at 14:51

      Uma coisa que nunca irei entender:

      “e que os bancos não liberam mais para garantir obra pelo medo, por isso lançam menos,”

      Pomba…se o banco não libera dinheiro, não é melhor lançar o que tem, reestruturar e depois voltar!?!?!?!

      0
      • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 15:31

        pra fazer isso precisa de um negocinho chamado Caixa … o fluxo de caixa travou… sem $$$ não completam etapas e não recebem por elas.

        0
  • civilizado 28 de outubro de 2014 at 12:23

    Para diminuir o poder do pt, os ministros do STF, ñ deveriam ser indicados pelo o presidente da Banania, é aí que mora o perigo, e isso TEM que mudar…urge!!!, se ñ vai continuar assim e a tendência e piorar….até 2018 a anta vai nomear 10 dos 11 ministros….e ae?!

    0
    • Fã dos Polhas 28 de outubro de 2014 at 17:55

      Não tem problema o presidente indicar os ministros desde que o senado faça a sabatina de forma adequada.

      0
  • RosinhA 28 de outubro de 2014 at 12:29

    CVB 2:

    O maninho trocou farpas com um cara potente hoje, queria entrar e dominar mercado através de financiamento “amigo” se é que me entendem, como tem uma potente fonte (catador rsrs) dentro de umas ramificações do banco nacional do desenvolvimento, ele queria saber sobre de onde e quem era essa mamata….

    Bingo !!!!!!! dinheiro de maneira fácil e sem garantias que possam ser consideradas “garantias” dai ele emenda a conversa, tomam vinho, champanhe, sabe cumé, mulher bêbada diz tudo e !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Ela revela em seu momento * tontólico, que o banco está quase sendo arrombado pelo déficit de entrada, que os pagamentos estão sendo digamos, é, bem, sendo remanuajustados rsrs, que estão aceitando umas doações como máquinas, calopsitas e papagaios que deram de garantias rsrs.

    O mercado rural pode ter um rombo grande, levando aos bancos que tem investido conter benesses, aumentar juros e travar ainda mais o mercado, o mercado de commodities está desesperado com a parada do mundo prevista para segundo semestre de 2015, o mercado interno está pedindo dinheiro todos os dias : PARA CAPITAL DE GIRO !!!!!!!!!!!!!!!! Hanna pira !!!!!!!!

    Depois ele não queria conversar mais rsrsrs, da próxima eu fico sabendo outras partes, disse que irá usar Rabo de Galo + Tequila + Fogo Paulista + Saquê 😀

    * tontólica, = uma tonta, que já é bem tonta ainda bêbada por cima 😀

    0
    • civilizado 28 de outubro de 2014 at 12:34

      è ela vomitou legal…..na verdade mulé bêbada fala tudo e faz tudo!!……creeeeeddooooo!!!!!

      0
    • RosinhA 28 de outubro de 2014 at 12:41

      Na na na na, você tb sabe o que eu seiiiiiiiii, incrível esse cara deve ter pacto com um demônio mais forte, nem mesmo eu fuçando o dia inteiro, consigo enxergar o que o CA enxerga kkkkkkkkkk

      Aposto que ele não trabalha mais 😀 não é possível 😀

      Valeu CA !

      CA 28 de outubro de 2014 at 12:31

      Discussões interessantes.

      Sobre a hipótese do Governo baixar muito os juros para FORÇAR mais uma vez o crescimento da economia, do meu ponto de vista, tem uma probabilidade MÍNIMA de acontecer e aliás se acontecer, fará com que tudo exploda muito antes (bolha imobiliária, bolha do crédito para o consumo e economia como um todo).

      Tentei traduzir no trabalho o que sempre tenho comentado a respeito da situação acima:

      1) O Governo não tem mais fôlego para forçar juros baixos via bancos públicos aumentando sua participação no mercado como fizeram de forma mais intensa a partir de 2.012 até 2.013. Tanto é verdade que a participação da CEF de 70% no crédito imobiliário concedido, que vinha até 2.013, caiu para 67% em 2.014, sendo este o ano em que deveríamos ter o recorde de empréstimos imobiliários concedidos, em virtude do recorde de entrega de imóveis até aqui. O motivo para isto, é que o superávit primário já irá fechar este ano MUITO abaixo do que foi prometido, o que é um ALTÍSSIMO risco para redução do rating Brasil, levando a aumentos muito elevados em inflação, juros, etc. Por acaso, ninguém observou que em TODOS os discursos após a eleição, a presidente tem falado sobre “responsabilidade fiscal”? Ela e todo o Governo SABEM que não tem mais espaço para adotarem este tipo de ação, o prejuízo seria em curtíssimo prazo e muito maior do que qualquer ganho que TALVEZ viessem a ter (ver item 3) ;

      2) Os bancos privados já demonstraram CLARAMENTE que não tem interesse em aumentar desproporcionalmente o seu risco, de forma SUICIDA. Basta ver que a última ação apelativa do Governo de reter via BACEN o dinheiro dos bancos SEM REMUNERAÇÃO, para que só possam resgatar se for para conceder empréstimo a construtoras ou segmento automobilístico, teve efeito NULO. Isto acontece porque os bancos sabem muito bem da situação da economia, sabem ainda que não dá mais para forçarem um crescimento SÓ via aumento de crédito, fora o que consta no item 3 logo abaixo, ou seja, eles preferem ficar com rendimento ZERO, do que emprestar e perder 100% do montante ou próximo disto ;

      3) Os índices de endividamento e inadimplência atingiram patamares recorde, com a confirmação do Governo atual sendo mantido a partir de 2.015, o pessimismo é maior para todos os agentes envolvidos, inclusive os consumidores que ainda poderiam ter interesse em adquirir este crédito. Mesmo que o Governo, sem nenhuma credibilidade, possa ainda ENGANAR os agentes e transmitir um “otimismo”, isto não supera os problemas fiscais que exigem aumento de impostos e/ou redução de despesas pelo Governo, não elimina o risco de rebaixamento do Brasil (aliás, se fizerem redução de juros no contexto atual, o risco de rebaixamento DISPARA), amplifica também o estouro caso o FED aumente os juros por lá, faz a inflação disparar ainda mais e com isto, reduz de vez todo e qualquer poder de compra das famílias, dentre uma infinidade de fatores que fazem com que esta ação seja o típico TIRO NO PÉ. Lembrando: o Governo tentar transmitir mais credibilidade ao mesmo tempo em que reduziria o juros, não faz nenhum sentido, no atual contexto, são assuntos mutuamente excludentes.

      Cuidado com “análises” SIMPLISTAS que são colocadas aqui no site, de que é só o Governo deixar a inflação disparar que resolve ou adia o problema da bolha imobiliária brasileira, tais afirmações são PATÉTICAS, sem o menor fundamento, uma vez que qualquer um sabe que com uma MEGA inflação, as famílias mal vão conseguir consumir os mesmos alimentos de antes, quanto mais comprar imóveis por preços surreais, sem contar a infinidade de outros danos à economia e capacidade de compras das famílias (parte delas constam acima, mas tem muito mais).

      O que muita gente ainda não entendeu, é que o Governo não é um “ser super poderoso”, que faz o que quer e quando quer, ao contrário, ele muitas vezes é OBRIGADO a adotar medidas à contra-gosto para atender aos princípios básicos que regem os mercados, incluindo aí, as expectativas dos consumidores. Em outras palavras, é exatamente o contrário do que alguns tentam nos convencer: o Governo está de mãos AMARRADAS, ou ele atende ao que o mercado (incluindo consumidores) EXIGE, ou as consequências serão MUITO piores e como sempre digo, se o Governo optar pela continuidade das ações sem nexo, o desfecho é só de AMPLIFICAR a explosão da bolha e acelerar isto.

      Tudo que coloquei aqui está “desenhado” no trabalho, portanto, cuidado com os comentários “pega-trouxa”…

      0
    • Çanguinolento 28 de outubro de 2014 at 14:54

      “calopsitas e papagaios que deram de garantias”

      Será que aceitam machos e femeas? lkkkk

      0
  • otário carioca 28 de outubro de 2014 at 12:30

    28/10/2014 às 10h18
    “Há compromisso com a inflação no centro da meta”, diz Cafarelli
    Compartilhar: Facebook Twitter LinkedIn Google Plus Por Juliana Elias | Valor
    SÃO PAULO – Diante de uma crise internacional que ainda não foi debelada, as prioridades do governo brasileiro atualmente são trazer a inflação para o centro da meta e praticar uma política fiscal forte, disse nesta terça-feira o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Paulo Rogério Caffarelli, na abertura do 7º Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência Privada, em São Paulo.

    “O Brasil vive um contexto de retração do comércio exterior muito forte e clara. A China não deve atingir o crescimento esperado de 7,5%; os Estados Unidos, com suas políticas não convencionais, levaram muita volatilidade ao mercado internacional, e a Europa custa a se recuperar, com problemas agora na Alemanha. Neste contexto, também temos que nos preocupar em ter uma política fiscal forte, que nos ajudará a trazer a taxa de juros a patamares internacionais e também nos concentrar em levar a inflação da banda superior para o centro da meta”, afirmou.

    Durante seu breve discurso, Caffarelli também disse que o governo espera que o mercado de capitais aumente sua participação nos investimentos em infraestrutura no país. Para ele, o setor vai puxar o crescimento nos próximos anos, mas o modelo atual, de crédito centrado no BNDES e aumento da dívida pública, não é mais suficiente. “Precisaremos do mercado de capitais para complementar os investimentos. Precisaremos de mais poupança interna e também investimento estrangeiro”, afirmou.

    Whttp://www.valor.com.br/brasil/3752752/ha-compromisso-com-inflacao-no-centro-da-meta-diz-cafarelli#ixzz3HRxw6jnB

    0
    • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 15:34

      Tão querendo tirar leite de pedra sem oferecer nada em troca. Acho que parceria caracu só quem entra com a cara que acha que tem tudo pra dar certo.

      0
  • marcos546 28 de outubro de 2014 at 12:31

    Qual será a próxima perola? Comprar imóveis deixados de herança pode ser um bom negócio.

    A aquisição de um bem de espólio antes da ação de inventário se mostra uma boa opção, desde que sejam tomados cuidados com as questões que cercam o processo.

    ‘http://estadodeminas.lugarcerto.com.br/app/noticia/noticias/2014/10/27/interna_noticias,48361/comprar-imoveis-deixados-de-heranca-pode-ser-um-bom-negocio.shtml

    0
    • civilizado 28 de outubro de 2014 at 12:37

      Olha, bens com espólio , eu ñ indicaria…..problemas!!!

      0
  • CA 28 de outubro de 2014 at 12:38

    Simulando um Quote de 2 comentários que ficaram muito para cima, replico aqui depois respondo:

    “César 28 de outubro de 2014 at 10:19

    Com a vitória da Dilma, suponho que teremos aumento de crédito, consequentemente, aumento no valor dos imóveis – e nada da bolha estourar, infelizmente -, os preços dos imóveis já não contemplam a classe C e D – vide a quantidade de distratos – então, a especulação poderá alçar apenas às classes sociais bem abstadas. A não ser que ocorra algo novo, que não imaginamos. Creio eu.”

    “Pobre Paulista 28 de outubro de 2014 at 10:46
    Opa, atualmente já tem muito $$ disponível para crédito que não está saindo.

    Por isso tenho insistido que acredito que o governo vai tentar baixar os juros na marra novamente.”

    0
    • CA 28 de outubro de 2014 at 12:42

      Discussões interessantes.

      Sobre a hipótese do Governo baixar muito os juros para FORÇAR mais uma vez o crescimento da economia, do meu ponto de vista, tem uma probabilidade MÍNIMA de acontecer e aliás se acontecer, fará com que tudo exploda muito antes (bolha imobiliária, bolha do crédito para o consumo e economia como um todo).

      Tentei traduzir no trabalho o que sempre tenho comentado a respeito da situação acima:

      1) O Governo não tem mais fôlego para forçar juros baixos via bancos públicos aumentando sua participação no mercado como fizeram de forma mais intensa a partir de 2.012 até 2.013. Tanto é verdade que a participação da CEF de 70% no crédito imobiliário concedido, que vinha até 2.013, caiu para 67% em 2.014, sendo este o ano em que deveríamos ter o recorde de empréstimos imobiliários concedidos, em virtude do recorde de entrega de imóveis até aqui e a CEF tem sido apontada como um dos motivos para aumento absurdo nos distratos que tivemos em 2.014. O motivo para isto, é que o superávit primário já irá fechar este ano MUITO abaixo do que foi prometido, o que é um ALTÍSSIMO risco para redução do rating Brasil, o que levaria a aumentos muito elevados em inflação e/ou juros, dentre outras péssimas consequências. Por acaso, ninguém observou que em TODOS os discursos após a eleição, a presidente tem falado sobre “responsabilidade fiscal”? Ela e todo o Governo SABEM que não tem mais espaço para adotarem este tipo de ação, o prejuízo seria em curtíssimo prazo e muito maior do que qualquer ganho que TALVEZ viessem a ter (ver item 3) ;

      2) Os bancos privados já demonstraram CLARAMENTE que não tem interesse em aumentar desproporcionalmente o seu risco, de forma SUICIDA. Basta ver que a última ação apelativa do Governo de reter via BACEN o dinheiro dos bancos SEM REMUNERAÇÃO, para que só possam resgatar se for para conceder empréstimo a construtoras ou segmento automobilístico, teve efeito NULO. Isto acontece porque os bancos sabem muito bem da situação da economia, sabem ainda que não dá mais para forçarem um crescimento SÓ via aumento de crédito, fora o que consta no item 3 logo abaixo, ou seja, eles preferem ficar com rendimento ZERO, do que emprestar e perder 100% do montante ou próximo disto ;

      3) Os índices de endividamento e inadimplência atingiram patamares recorde, com a confirmação do Governo atual sendo mantido a partir de 2.015, o pessimismo é maior para todos os agentes envolvidos, inclusive os consumidores que ainda poderiam ter interesse em adquirir este crédito. Mesmo que o Governo, sem nenhuma credibilidade, possa ainda ENGANAR os agentes e transmitir um “otimismo”, isto não supera os problemas fiscais que exigem aumento de impostos e/ou redução de despesas pelo Governo, não elimina o risco de rebaixamento do Brasil (aliás, se fizerem redução de juros no contexto atual, o risco de rebaixamento DISPARA), amplifica também o estouro caso o FED aumente os juros por lá, faz a inflação disparar ainda mais e com isto, reduz de vez todo e qualquer poder de compra das famílias, dentre uma infinidade de fatores que fazem com que esta ação seja o típico TIRO NO PÉ. Lembrando: o Governo tentar transmitir mais credibilidade ao mesmo tempo em que reduziria o juros, não faz nenhum sentido, afinal, no atual contexto, são assuntos mutuamente excludentes.

      Cuidado com “análises” SIMPLISTAS que são colocadas aqui no site, de que é só o Governo deixar a inflação disparar que resolve ou adia o problema da bolha imobiliária brasileira, tais afirmações não tem o menor fundamento, uma vez que qualquer um sabe que com uma MEGA inflação que seria estimulada a partir disto, as famílias mal vão conseguir consumir os mesmos alimentos de antes, quanto mais comprar imóveis por preços surreais, sem contar a infinidade de outros danos à economia e capacidade de compras das famílias (parte delas constam acima, mas tem muito mais).

      O que muita gente ainda não entendeu, é que o Governo não é um “ser super poderoso”, que faz o que quer e quando quer, ao contrário, ele muitas vezes é OBRIGADO a adotar medidas à contra-gosto para atender aos princípios básicos que regem os mercados, incluindo aí, as expectativas dos consumidores. Em outras palavras, é exatamente o contrário do que alguns tentam nos convencer: o Governo está de mãos AMARRADAS, ou ele atende ao que o mercado (incluindo consumidores) EXIGE, ou as consequências serão MUITO piores e como sempre digo, se o Governo optar pela continuidade das ações sem nexo, o desfecho é só de AMPLIFICAR a explosão da bolha e acelerar isto.

      Tudo que coloquei aqui está “desenhado” no trabalho, portanto, cuidado com os comentários “pega-trouxa”…

      0
      • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 12:50

        CA. Grandes comentários. Sempre enriquecendo o conteúdo desse blog.
        Apenas completando alguns pontos.
        Concordo que não existe mais margem de manobra sobre a taxa de juros. Quando ela foi reduzida a 7,25% aa em 2013, é possível correlacionar com o aumento constante dos preços (inflação). Eu imagino que esse foi o último suspiro do governo. Além disso, entre os anos de 2008-2012, o Brasil reduziu significativamente a sua poupança interna, de 18,8% para 14,6%. Não podemos deixar de mencionar a crise americana ai no caminho. Contudo, podemos inferir que parte dessa poupança foi utilizada para financiar os juros subsidiados pelo governo via BNDES, CAIXA e BB. Em tópico anterior havia comentado que o governo tem noção que fez besteira, como você notou de forma perspicaz pelo discurso da presidente. Eu imagino que o governo irá utilizar os dois primeiros anos do mandato de Dilma para fazer um ajuste “a la PSDB”. Eles realizando esses ajustes nos dois primeiros anos, sobrariam dois anos para as possíveis melhoras. Brasileiro tem memória curta e o governo sabe disso. Além disso, o PT com o governo de Minas ganhou a chance de preparar um novo candidato para 2018. Imagino que eles utilizaram o governo Dilma para preparar o terreno para o Pimentel.
        Em relação aos bancos privados o artigo do mises postado aqui no blog mostrou claramente a evolução do crédito imobiliário privado x público. Esse fato é mais uma clara evidência que o mercado esta tirando o “dele da reta” e deixando a bomba para os bancos públicos. Resta saber em que momento irão puxar o pino dessa granada.

        0
        • CA 28 de outubro de 2014 at 13:04

          macacoalbino,

          Excelente comentário! Também acredito que exista uma tendência maior para que o Governo adote medidas no estilo PSDB nos primeiros anos (mais ortodoxas) do que aumentarem o tamanho do buraco com a continuidade de ações sem sentido. As ações sem sentido que foram intensificadas no último ano existiram mais para que a crise não explodisse antes das eleições do que em virtude de questões ideológicas. Aliás, acredito até que o próprio Lula possa estar atuando para influenciar Dilma neste sentido, de que ela retome a ortodoxia o quanto antes, afinal ele não que ver o projeto socialista naufragar de vez…

          Gostaria apenas de complementar, que mesmo que eles adotem as medidas mais certas agora, a esta altura do campeonato, não tem mais como reverter ou sequer adiar / inflar nossa bolha de forma relevante. Já expliquei isto em trabalho anterior publicado aqui sobre a evolução da bolha imobiliária parte 3. Resumo:

          Se não gerar mais reduções artificiais nos juros, não fizer mais intervenções em empresas públicas para TENTAR conter inflação, não fizer mais maquiagens contábeis com superávit e de fato aumentar a redução de gastos públicos, tudo isto irá fazer com que nossa bolha imobiliária estoure de qualquer forma, apenas através de outros mecanismos e demorando mais um pouco para estourar do que se insistissem em se aprofundar nas ações sem nexo, mesmo assim, a esta altura do campeonato, não conseguiriam adiar por muito tempo e nem amplificar.

          A verdade é que todo o esquema de nossa bolha foi longe demais e não se fazem omeletes sem se quebrar os ovos, ou seja, para voltarmos a normalidade, infelizmente teremos que passar por uma crise, como o pessoal sempre ressalta por aqui.

          0
          • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 13:11

            CA
            Concordo TOTALMENTE que, independente da equipe formada e do modelo econômico adotado, o negócio irá estourar. Como você mesmo já demonstrou em vários artigos, a conta já está impagável. Será a moratória do mercado imobiliário brasileiro. A bolha é um fato consumado. Eu sou bolhista de carteirinha e sempre tento converter tantos quanto possível. A minha conversão devo a vocês aqui do blog! Estou tentando salvar pelo menos as pessoas que fazem parte do meu círculo de amizade. Sempre que possível encaminho os seus artigos e os do blog para alertar os meus amigos. Alguns aceitam, outros não. Paciência.

            0
      • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 14:35

        CA, estão estudando (pois precisam) uma forma não de baixar juros, na realidade.
        Um grupo está analisando com lupa o spread e querem negociar como alongar alguns financiamentos (rsrsrs) e a forma de “terem a colaboração” do setor bancario, que teria que abrir mão de “pequenas somas”. (Não preciso dizer que o animo pode piorar).

        Não tem como mexer na parte de financiamento imobiliario, a não ser que alonguem o prazo para 40 anos, mas sabemos que na pratica os bancos vão querer algo mais pra soltarem financiamentos com o risco atual.

        Acho que, se chegarem a algum novo incentivo não vai passar de dar um folego curto pra facilitar os endividados. Se é que conseguem. E acho que não aumentam a SELIC, nesta semana, pois realmente estão sem espaço de manobra. BC entrou na venda de contratos de swap muito forte hoje, mas enquanto não tiver uma definição clara da politica economica não terão folego pra segurar.

        Se chegarem novos indicios, ou informações mais consistentes, eu compartilho.

        0
        • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 14:36

          onde se le não baixar juros é ao contrario é de baixar os juros.

          0
      • César 28 de outubro de 2014 at 18:32

        CA, ótima explanação. Obrigado por compartilhar essas informações.

        0
    • RosinhA 28 de outubro de 2014 at 12:44

      Chato !!!!!!!!!!!!! não vale saber tudo sozinho 😀

      Eu posso perder o titulo de Bruxa assim, sabia ????

      Parabéns pelas analises, e pelos tópicos, e parabéns BOSS pelo blog, não tem outro local com tanta informação futura que é passada todos os dias igual a esse.

      0
      • CA 28 de outubro de 2014 at 12:48

        RosinhA,

        kkkk

        Você sempre será a bruxa do blog, quanto a isto não há dúvidas!!!

        Como sempre digo, grande parte do que aprendi foi aqui mesmo, só tenho a agradecer pela colaboração de todos no dia-a-dia, tentei só agrupar os assuntos e facilitar a visão do todo e a compreensão do cenário. Tenho acompanhado também seus comentários após às 18:00 horas, sempre muito interessantes. Valeu!

        0
        • RosinhA 28 de outubro de 2014 at 12:52

          TO brincando eu sei disso, mas vc faz um excelente trabalho, merece sim colher os frutos…. e verdade…….

          A palavra agora é nova politica no blog e união kkkkkkkkkkk CA petista kkkkkkkkkkkk

          0
      • RosinhA 28 de outubro de 2014 at 12:51

        CA ,

        Ontem disse que somente a Alemanha por exemplo detem sozinha aqui dentro Terras Bananis 10% do PIB industrial, soma-se isso a outros países e quantidade de investimentos, vc acha que mesmo assim eles tem coragem de chutar : empregos, salários, arrecadações, cargos a troco de implantar o moluculismo vermelho como na Venezuela por exemplo a simples troco de ter o sonho realizado, pois em suas palavras vc é claro ao dizer que não é um ser super poderoso ……..

        escreve Rosinha para eu acompanhar depois 😀

        0
        • RosinhA 28 de outubro de 2014 at 12:55

          Quiumento TB rsrsrs, enfim todos 😀

          0
          • Francisco Quiumento 28 de outubro de 2014 at 12:58

            Oi, Pítia de Santo André?

            Cheirando muito seus ‘pneumas’, com uma víbora em cada mão?

            🙂

            ( Recomendaram que trate-se bem, seja-se simpático e jamais, JAMAIS, EU DISSE JAMAIS se contrarie.)

            0
        • CA 28 de outubro de 2014 at 13:21

          RosinhA,

          Pensando nos estágios do socialismo:

          1) Estágio Brasil: criam-se diversos programas assistencialistas para conquistar VOTOS das massas. Na prática, estes programas trazem mais prejuízo do que ganhos (*), mas transmitem uma ILUSÃO de melhoria que é excelente para ELEIÇÕES, pelo menos nos primeiros anos, antes das consequências NEFASTAS acontecerem em larga escala;

          (*) Ver parte 1 deste trabalho que explica prejuízos do MCMV à famílias de baixa renda, como exemplo.

          2) Estágio Argentina: a desgraça trazida pelas ações acima já ocorreu e não existe nenhum histórico no próprio país de como resolver o problema de outra forma. O país é de menor dimensão, mais fácil de ser manipulado. Existia uma cultura do passado que idolatrava líderes populistas. O nível de maquiagem dos números (que já existia no estágio 1) cresce MUITO, assim como as “barbeiragens” na economia (vários câmbios, por exemplo). A imprensa é calada de forma mais contundente (no estágio 1, apenas “ensaios”) e os demais poderes são totalmente subjugados aos interesses do Governo ;

          3) Estágio Venezuela: aqui, é obrigatório que o Governo já tenha o domínio sobre as forças armadas, daí eles amplificam tudo que consta no estágio 2 e começamos a ver as situações mais ridículas possíveis. É claro que aqui, um dos itens que mais se intensifica é a “guerra entre classes” ;

          4) Estágio Coréia do Norte: é melhor nem falar sobre isto, todos já leram algo a respeito, é o cúmulo do absurdo, mas talvez seja o “sonho dourado” da Venezuela alcançar este patamar.

          Para o Brasil “evoluir” até o nível 2 (Argentina), ele já encontra um problema IMEDIATO que é o fato de grande parte da população ter vivido um plano REAL e um tripé macro econômico que trouxerem a estabilidade, logo, quando a crise estiver mais visível, MUITOS vão lembrar disto, o que prejudica a tentativa de se aprofundar no problema para simular que vai resolvê-lo (típico de todo regime socialista). Temos ainda a figura do líder populista idolatrado que só poderia retornar a partir de 2.018, sendo que a crise ocorrerá muito antes disto, ou seja, difícil de segurarem o tranco até lá sem terem um prejuízo irreversível a sua imagem. Sobre as multinacionais, elas pulam fora antes de virarmos uma Venezuela e aliás, faz parte da estratégia “demonizá-las” e o Governo acaba permitindo que isto ocorra, mesmo que traga novos prejuízos absurdos para economia.

          Em resumo, acho que não vão conseguir chegar no estágio 2 (Argentina), mas por outros motivos. Vão tentar, se utilizando de vários subterfúgios, mas pelos pontos acima, creio que não vão conseguir.

          0
          • sml26 28 de outubro de 2014 at 13:35

            Compartilho da sua visão, diria mais, se tentarem forçar a barra terá muita gente poderosa para derrubar este governo. Eu só diria para alguém que me perguntasse: não tenham dívidas, invistam em ativos (principalmente em desenvolvimento pessoal), cuidem de suas famílias e vivam o melhor possível com descrição, ou seja, o que a maioria do pessoal daqui já está fazendo…

            0
          • Paty 28 de outubro de 2014 at 13:55

            Muito bom vou copiar… no face

            0
          • nyc 28 de outubro de 2014 at 15:47

            CA,

            Para o Brasil passar para o estágio seguinte, “faltavam” somente dois fatores: fraude nas urnas e uma oposição fraca. Infelizmente esses dois fatores foram superados no último domingo. Aécio tirou férias e as urnas foram fraudadas com a conivência das autoridades.

            0
            • nyc 28 de outubro de 2014 at 16:02

              Completando meu comentário, sugiro uma olhada nos termos da petição que está sendo feita neste link:

              *http://citizengo.org/pt-pt/12819-recontagem-votos-e-auditoria-da-eleicao-para-presidente-2014?tc=fb&tcid=7570099

              0
          • Yoda 28 de outubro de 2014 at 23:25

            Multinacionais soh deixam um pa’is na pior das hipoteses, mas concordo contigo. Falar que o Brasil vai virar Venezuela eh exagero

            0
          • g.w. bush 29 de outubro de 2014 at 00:52

            CA você é fera, mas achei simplista esse esquema que o estágio 2) do socialismo para o Brasil seria a Argentina. Acredito que assim como nós observamos e aprendemos com o que ocorre na Argentina, o PT e demais socialistas também o façam. Assim, penso que eles vão corrigindo e adaptando suas ações visando maior efetividade. NMHO o Brasil é o case que chega mais perto dos ensinamentos originais de Gramsci e da Escola de Frankfurt, bem diferente da Argentina, Venezuela e Coréia do Norte. O que quero dizer é que o Brasil não precisa chegar ao estágio Argentina pelo caminho que Argentina tomou, e nem mesmo precisa passar pelo estágio Argentina para atingir o estágio Venezuela. O projeto socialista é essencialmente dialético e complexo, não cabem comparações simples (Olavo de Carvalho mode ON, kkkkk)

            0
  • marcos546 28 de outubro de 2014 at 12:40

    Servidor suspeito de cobrar propina comprou 19 imoveis em cinco anos, pode isso galera?

    ‘http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2014/10/1539441-servidor-e-assessor-de-vereador-sao-suspeitos-de-cobrar-propina-em-sp.shtml

    0
    • Abomineve Homem das Naves 28 de outubro de 2014 at 13:52

      Será que o servidor (dele mesmo) comprou algum na PRANTA?

      0
  • civilizado 28 de outubro de 2014 at 12:40

    Petro tem suba, na espera do aumento da gasosa!!!…antes do fim de ano, pedra cantada aqui!!

    0
    • GustavoFLP 28 de outubro de 2014 at 12:45

      Mas que a gasosa subia esse ano até o Mantega falou (se bem que quando ele diz normalmente acontece o contrário).

      0
  • Marcus A 28 de outubro de 2014 at 12:47

    Dolar já parou de cair? Já dá para entrar de novo?

    0
    • Marcus A 28 de outubro de 2014 at 12:51

      Digo subir.

      0
      • GustavoFLP 28 de outubro de 2014 at 12:54

        -1,76% no momento
        ‘http://www.investing.com/currencies/usd-brl

        0
  • Francisco Quiumento 28 de outubro de 2014 at 12:52

    O_O

    MEU DESCARTES! QUANTOS GRÁFICOS!

    😀

    DÁ-LHE CA!

    OFF

    Hoje, no Facebook:

    _____________________________________________________________

    “Já estão na cova que cavaram jurando que era uma trincheira. Deixem-nos lá, mizifios” – Pai Xicão de Passo Fundo

    Alavancagem dos bancos públicos, preços represados, gargalo de infraestrutura, bolha de crédito com pressão de crédito, pressão fiscal, bolha imobiliária, desindustrialização, baixa agregação de valor nas parcas exportações, deficit público, dívida interna alta para nossos padrões com juros altíssimos, etc.

    -Como está aí no fundo do abismo?
    -HORRÌVEL! ESCURO! FRIO! ÚMIDO!
    -Experimenta agora com óleo quente por cima!

    E despeja-se o caldeirão na escuridão…

    _____________________________________________________________

    0
    • RosinhA 28 de outubro de 2014 at 12:57

      Fala o que acha do moluculismo vermelho, quero saber sua opinião…. a Venezuela bananense 😀

      0
      • Francisco Quiumento 28 de outubro de 2014 at 13:04

        Tive um papo meio longo com uma amiga hoje, via Face, e ela tem a mesma posição minha:

        É só discurso.

        Não fizeram [email protected] nenhuma com toda a base conseguida na eleição anterior, apenas com “oposição de governadores”, com toda a inércia econômica deixada pela farra do Lula-manteguismo econômico.

        Vão fazer o que agora?

        Processar a Veja, se sequer conseguiram calar a boca do Tuma?

        Faz-me rir.

        Profecia:

        Primeiro tropeço:

        Preço do diesel e consequente aumento das passagens.

        De quem é o governo da maior cidade do país mesmo?

        “A marcha e o brete de meu PLANO TERRÍIIIIIVEL é inexorável e inescapável!

        Gritava Pai Xicão, e cantarolava:

        Time is on my side (Yes it is)…

        E gargalhava malevolamente.” – Relatos Temerosos de Sues Discípulos

        0
  • Legião Bananense 28 de outubro de 2014 at 13:01

    Aff…
    Rosinha e CA repassando 10% do que sabem no Blog…
    Eu com meros 0,000000000000001% de entender tudo que postaram…tá osso..kkkk
    Parabéns pelos argumentos.

    CA, se não me falha minha memória carcomida, nesse ano, você já falava de estoque de 5/7 anos em trabalho anteriores seus….agora 11 anos ???

    Onde vamos parar ??
    Que estória é essa de “dobra a aposta” dos pete ??? Ela disse ontem no jornalzinho mequetrefe que vai ser melhoras, a partir do próximo mês…SQN…
    kkk

    0
    • Francisco Quiumento 28 de outubro de 2014 at 13:07

      Vão é conduzir a alavancagem para o nível do colapso eminente, se – SE – conseguirem vencer a “viscosidade” que já trava tudo.

      Fazem-me rir.

      😉

      0
      • Mineirausfall 28 de outubro de 2014 at 13:53

        O que já fora aqui exposto, já é uma G.O.M.E. daquelas. Mas ainda há mais um ingrediente.

        Agronegócio no vinagre:

        ‘http://g1.globo.com/mato-grosso/agrodebate/noticia/2014/10/endividamento-rural-e-preocupacao-diante-de-baixos-precos-da-soja.html

        ‘http://g1.globo.com/economia/noticia/2014/10/confianca-do-consumidor-atinge-menor-nivel-desde-abril-de-200924.html

        ‘http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2014/10/1538043-dados-indicam-queda-na-arrecadacao.shtml

        0
    • CA 28 de outubro de 2014 at 16:41

      Legião bananense,

      Obrigado!

      No último trabalho sobre a “Evolução da Bolha Imobiliária em São Paulo”, feito cerca de 4 meses atrás, o índice era de mais de 11 anos para vender imóveis novos MAIS usados, de 3 e 4 dormitórios, com base apenas no que está anunciado no “imovelweb.com.br.

      Depois disto, a situação PIOROU, certamente, pois as vendas continuaram em queda, os distratos só aumentando e alimentando mais os estoques e os lançamentos ainda sendo maiores do que as vendas liquidas de distratos (embora os lançamentos também tenham caído).

      Antes deste trabalho que mencionei acima, em levantamento de Março/2014 que consta no documento “Mitos e verdades da bolha imobiliária parte I”, o total de anúncios no mesmo site acima, já era o suficiente para mais de 10 anos de vendas de novos MAIS usados.

      O trabalho em que a quantidade de imóveis anunciados era superior a “apenas” 4 anos de vendas, no caso de 3 e 4 dormitórios, era de Novembro/2013, com o título “A bolha imobiliária em São Paulo”. A diferença é que na época eu utilizei como referência o site “Zap Imóveis” e não o “Imovelweb” que foi a referência dos trabalhos deste ano.

      Todos estes trabalhos podem ser encontrados aqui neste site, fazendo consulta a tópicos da aba “Prata da Casa” ou procurando nos meses que mencionei acima.

      0
  • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 13:09

    CVR
    ClianTo meu – aquele que comentei no começo de 2013 – que era uma 666 completa. Estava super alavancado. Cerca de 300k em dívidas. Começou a economizar e a quitar as dívidas. Já baixou para 150k. Falta só o MCMD e o carro boludinho. Chegou ontem dos EUA e decidiu que vai se mudar. Está encantando com a cultura norte-americana e como o trabalho dele é de autônomo pode desenvolver por lá a atividade e a esposa iria com o visto de estudante.
    Estão pensando em adquirir um apê de 3 quartos em Kissimmee – FL de 150 metros por 80.000 USD. Kkkkkkkkk Mais barato que os lixos da MRV lá no Houses of Caragglio.
    Padeiro metidinho tb irá em 2015 pesquisar imóveis por lá. Aguardem!!!!

    0
    • civilizado 28 de outubro de 2014 at 13:14

      chega ser piada!!!

      0
    • civilizado 28 de outubro de 2014 at 13:17

      From, é uma cidade pequena…..mas bem simpática….

      0
    • Lima 28 de outubro de 2014 at 13:23

      O carlinhos troll se mudou pra lá e mostrou em detalhes a cidade. O canal dele é o realidadeamericana no youtube. Foram os videos mais recentes dele.

      0
    • Manoel Joaquim 28 de outubro de 2014 at 13:30

      No caso deles, eles conseguiram um emprego oficial por lá? Como vão se manter? Não é fácil simplesmente “decidir ir”.

      0
      • otário carioca 28 de outubro de 2014 at 13:56

        Realmente, a menos que seja para trabalhar em serviços subalternos, não é “decidir ir” e tá acabado. Viver em determinadas condições nos EUA pode até ser pior do que aqui.

        0
      • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 14:03

        Visto de Estudante.

        0
        • otário carioca 28 de outubro de 2014 at 14:07

          É uma oportunidade, mas, nada de achar que vai conseguir as coisas sem esforço. Lá não tem essa mamãezada daqui.

          0
          • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 14:10

            Sim. Sei disso. Ele está estudando bastante e quer seguir as regras locais.
            Ele é designer gráfico e ela administradora. Já tem um casal de amigos na mesma condição por lá.

            0
    • Anonymous 28 de outubro de 2014 at 13:34

      Padeiro, tenho muitas dicas sobre comprar casa nos EUA.

      0
      • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 13:39

        Agradeço. Se tiver um bom material guardado podemos postar lá no Bolha Brasil – o blog do Ugo Faisão.

        0
        • otário carioca 28 de outubro de 2014 at 13:44

          Mantenho uma lá. Não é difícil, mas é bom ter um amigo que te ajude em coisas pequenas, como arrumar serviços de jardim, pagar pequenas contas, ou demandas dos vizinhos. Mesmo tendo a facilidade deir periodicamente, tem coisas pequenas que precisam ser feitas rápido, como em qualquer lar.

          0
          • otário carioca 28 de outubro de 2014 at 13:57

            Ops; Não nessa cidade da discussão, mas em outra.

            0
            • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 14:17

              Beleza. Não é simplesmente comprar um terreno ou uma casa – abandonar e esperar 30% de valorização ao ano como na Banânia.

              0
    • baiano 28 de outubro de 2014 at 13:44

      Eu estou mudando p Orlando em Janeiro mas ja moro no EUA fazem 10 anos. Os imoveis em Orlando nao estao tao mais baratos assim nao – a nao ser que vc more em um gueto que e extremamente perigoso. Sim, Orlando e uma cidade perigosa, dependendo do local. Os melhores lugares na regiao sao Winter Park, Baldwin Park, Dr. Philllips, Windermere ou Celebration. Um ape ou casa de 3 quartos, em qualquer destas regioes, nao sai por menos de 350mil. Diria que a media seria 500 mil. Cheque nestes sites: realtor.com, zillow.com. Outro detalhe, se vc tiver filhos e quiser bota-los em escola publica, ai com certeza, tem que ser em um destes bairros acima mencionados. Nos outros, as escolas geralmente sao pessimas. Nao adianta comprar imovel barato e viver no meio da Rocinha.

      0
    • lly 28 de outubro de 2014 at 13:55

      E não é fácil assim morar nos EUA não, a entrada de novos trabalhadores é anual e tem limite, passando do limite tem sorteio entre as empresas, um colega já tinha acertado tudo com a empresa, já estava trabalhando a distância pra ela, jurou que ia entrar na seleção de outubro, perdeu no sorteio e só no próximo ano pode tentar de novo, por enquanto continua trabalhando a distância. Se ficar ilegal (trabalhar com o que quer q seja sem ter visto de trabalho é ilegal) ele será tratado como criminoso e não terá direito a nada, e isso não é viver!
      Se ele tiver cidadania americana, a história já é diferente.

      0
      • otário carioca 28 de outubro de 2014 at 14:03

        É, temos a sensação de que a grama do vizinho é sempre mais verde”, porém não é assim. Lá o sujeito tem que trabalhar mesmo. Mesmo o funcionário público de lá cumpre horário e precisa produzir. A diferença, e essa é minha opinião, é de que lá se o sujeito se esforça bastante, em geral é recompensado, consegue promoção, etc, mesmo na esfera pública. Aqui o sujeito faz uma prova pra algum cargo, tipo juiz ou promotor, nunca mais trabalha e no final de x anos acaba promovido a desembargador.

        0
        • JCL72 28 de outubro de 2014 at 14:55

          Lá o sujeito tem que trabalhar mesmo. Mesmo o funcionário público de lá cumpre horário e precisa produzir. (rindo muito)

          0
      • Paty 28 de outubro de 2014 at 16:48

        Já estou na minha terceira vez aqui nos EUA, todas as vezes que a empresa que meu marido trabalha manda agente pra cá a entrada é muito fácil, dessa vez eu fui para o visto com meu marido e meus filhos, e a unica pergunta que ela fez e porque só pedimos o visto para um dos filhos se tínhamos 2 filhos, (meu filho mais novo nasceu nos EUA), ai ela disse vcs estão dispensados e os passaportes chegam em até 10 dias no seu endereço..

        0
        • lly 28 de outubro de 2014 at 17:59

          Visto para negócios e visto para emprego são coisas diferentes. Para negócios você pode passar só 6 meses direto nos EUA, depois precisa voltar e ficar um tempo no Brasil, para emprego não tem isso, pode passar anos lá. Você sabia que quem vai como esposa acompanhando o marido nunca pode trabalhar?! Eu quase ia, mas apareceu coisa melhor.

          O sonho americano acaba quando a pessoa fica doente, é uma derrota o sistema de saúde deles, o SUS mata menos. E o lobismo lá é tão forte que por mais que Obama tente, não consegue mudar. A pessoa junta dinheiro a vida toda pra ter uma velhice tranquila, bastou ter um câncer ou outra doença séria, acaba todo o dinheiro e ainda hipoteca a casa pra não morrer. Mil vezes o Canadá, Alemanha ou UK.

          0
          • CapEnt 28 de outubro de 2014 at 18:58

            Epa epa epa epa!! Não é assim não.

            Visto L2 (esposa e crianças de portador de visto L1) pode sim trabalhar sem restrições nos EUA.

            E o sistema de saúde deles é bom, só que é todo privado. E empresas Americanas possuem planos de saúde geralmente. Eu por exemplo era o Highmark.

            Só que os planos de saúde de lá funcionam um pouco diferente: o meu por exemplo, até 500 dólares era eu que pagava. Acima disso até 4000 dólares era coparticipação (eu pagava só uma parte), e passando 4000, o plano cobre 100% de tudo. E para não correr o risco de você não ter o dinheiro da coparticipação, eles possuem um tipo especial de poupança descontado direto do salário que rende um juros por mês e você pode esquecer que existe.

            0
  • diegorj 28 de outubro de 2014 at 13:37

    Gente me ajudem , pois aqui no rio de janeiro continuam lançando prédios e os preços continuam aumentando …… Eu to começando a desanimar , mas espero que ano que vem as coisas comecem a acontecer com mais intensidade por aqui porque tá difícil gente . Eu sei que a economia vai mal mas aqui parece que nada esta acontecendo . Se alguém tiver uma notícia animadora por favor compartilhem comigo pois não quero perder a fé !

    0
    • Bob Simpsom 28 de outubro de 2014 at 13:39

      … vai ter olimpíadas….

      0
      • Amadeus de Sampa 28 de outubro de 2014 at 14:01

        Na Lagoa Rodrigo de Freitas. So nao pode cair na “agua” senao, morre de tetano.

        0
        • otário carioca 28 de outubro de 2014 at 14:05

          Se andar pela lagoa, pode morrer também. há dois meses um ciclista foi baleado por lá.

          0
    • otário carioca 28 de outubro de 2014 at 13:41

      Simples. Não compre no Rio.

      0
    • Zé Carioca 28 de outubro de 2014 at 13:46

      Cara acho que todo mundo no blog já chegou ao consenso de que os preços vão cair no Brasil todo, menos no Rio de Janeiro. Aqui é diferente, nós temos as Olimpíadas, o Pré-sal, sede das empresas de Petróleo, o Porto Maravilha que vai atrair milhares de multinacionais, BRT, VLT e PQP. Somos praticamente a Paris do hemisfério Sul, todos os gringos querem estar aqui meter um apartamento na Zona Sul. Você acha que os preços vão cair na Paris dos trópicos ?

      0
      • otário carioca 28 de outubro de 2014 at 13:52

        Já há algum tempo, qando quero rir um pouco, abro os anúncios de imóveis daqui.
        Já disse mais de mil vezes: Não compro nada nessa pocilga. Pelo contrário, se minha renda permitir, ainda compro mais uma casinha na zooropa.

        0
      • GordoNerd 28 de outubro de 2014 at 15:09

        E não são só imóveis. Recebi um e-mail do TravelPony com promoções de hoteis (valores promocionais em USD):

        Las Vegas: 93 USD
        Madrid: 106 USD
        Washington: 125 USD
        Bangkok: 65 USD
        Rio de Janeiro: 187 USD

        0
        • InvestidorSP 28 de outubro de 2014 at 17:57

          Em Sao Paulo aos finais de semana as diarias caem muito é possivel se hospedar com cafe e estacionamento para casal com as taxas por R$215,00 da 69 EUROS.

          0
          • InvestidorSP 28 de outubro de 2014 at 18:00

            Para quem gosta de dolar sao 82 dolares em SP, abaixo das outras cidades isto em hotel 4 estrelas. Nao no LIXo do IBIS, tem trouxa que quer se hospedar nesta porcaria e gasta uma nota pela propaganda deles. Nem shampoo os caras de pau oferecem.

            Eu ja fiquei em Madrid com diaria barata em maio, agora no verao é carissimo. Depende muito da data que procura.

            O Rio Realmente é um caso que nem Deus sabe!

            0
      • Louro José 28 de outubro de 2014 at 18:02

        Os preços no Rio também estão caindo. Acompanho vários bairros pelo menos 1 vez por mês e estão, sim, em pequena queda.

        0
    • Amadeus de Sampa 28 de outubro de 2014 at 14:00

      “Se alguém tiver uma notícia animadora por favor compartilhem comigo pois não quero perder a fé !”

      –> Segundo a nossa Bruxa, a saude do cramulhao 9fingers esta ruim.

      0
    • Andre 28 de outubro de 2014 at 14:05

      Rio de Janeiro, Impossivel de comprar nas regioes top, eu pago 2.700 (Aluguel e condominio), 40 metros quadrados sem garagem, ap arrumadinho, todo reformado, copacabana, quadra da praia, o Ap, vale uns 600 mil. mas tem gente no predio que pede 1Milho grande.

      0
      • leandro 28 de outubro de 2014 at 14:18

        Andre já reparou a loucura dos preços no leblon.

        0
        • Andre 29 de outubro de 2014 at 12:19

          Putz leblon nem sonho, ali é somente para a nata da nata, é outro mundo

          0
      • g.w. bush 29 de outubro de 2014 at 01:04

        600k por 40m2 ? kkkkkkk

        0
  • Bellini 28 de outubro de 2014 at 14:12

    Ontem eu li aqui que o governo tem intenção de aumentar o IR para 35% junto com tempo necessário para se aposentar, alguém tem mais informações?

    0
    • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 14:14

      Foi uma série de suposições do pacote Maudaddes do putê que o “newnicknameagain” redigiu.

      0
      • Azufrebh 28 de outubro de 2014 at 14:21

        Essa história dos 35% é antiga mas está ganhando força

        0
  • Lucas 28 de outubro de 2014 at 14:18

    Pessoal, me matriculei no pronatec e estarei uns dias entrando em reciclagem, por coincidencia da vida, estarei um tempo lá pelos lados do sítio da Cuca rosinha. Li bastante esses dias, concordo com 99% do que o Chico louco e o CA falou mas por motivos um pouco diferentes, os vermelhos não fazem a revolução completa só pq não conseguem, bem que queriam e ainda estão tentando com +do mesmo, as mudança serão politicamente pra pior, na economia as coisas tbm sim vão piorar mas não vai ser o fim do mundo, será possível sobreviver com esperteza e ganhar algum. Já temos os Estados +ricos conscientes das coisas, uma massa crítica acordou e tbm será impossível desvalorizar o real ad eternum como salvação de tudo, todavia ainda vejo espaço pra cair mais. Evitem quimeras baratas tipo idéias de separar o BR, isso é idiotice, até a diuma roubou o discurso da união, pensem em trazer as tais minorias do petê (que são a maioria) pro lado bom da força, entretanto saibam que todas as ameaças aos vermelhos bem como a do impeachment sempre devem ser mantidas como pressão real e possível a oposição não pdoe morrera agora, o peão sempre ameaça muito mais do que faz. Não me desapontei com resultado de eleição, existe uma regra para grandes números que sempre o melhor vence, caso não esteja sendo melhor, é a gente que está vendo/agindo errado, e isto engata minha decisão, eu não estava brincando, vou me imiscuir de corpo nos vermelhos e vigiar o que eles estão aprontando de dentro, inclusive poderei mesmo tomar algumas responsabilidades num futuro próximo. Tbm estaria sendo muito cego em negar que minha vida melhorou demais com o real e continuou com os vermelhos, e analisando friamente sem cores ideológicas acho que 100% do blog concordaria que eles não fizeram ainda grandes desastres, exceto pelos últimos anos, claro, e pelas exceções de sempre, como a boilha, mas não sejamos caprichosos. Nestes 3,1/2 anos que estive aqui hoje estou encerrando um ciclo para reiniciar outro e requalificar coisas boas que quase esqueci pelo caminho, não foi tudo como eu desejava, mas pode ser melhor do que imaginei. Quanto ao mercado, reparem queda de preços gritando na nossa cara. A fase capitulation está na nossa porta. Muitos já até podem comprar imóvel mas não o farão por prudência pelo futuro incerto.

    0
    • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 14:22

      Sucesso nas escolhas. Aprendi muito com vossa experiência e visão de mundo.

      0
      • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 14:25

        Lucas será um insider – Militante da Causa Racional – MCR
        Boa sorte!

        0
    • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 15:03

      Lucas de volta!!! 🙂

      0
      • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 15:07

        Obrigada por tudo Lucas. Que uma grande Luz sempre te acompanhe e ilumine. 🙂

        0
    • Chico Louco 28 de outubro de 2014 at 16:45

      Lucas 28 de outubro de 2014 at 14:18

      Pessoal, me matriculei no pronatec e estarei uns dias entrando em reciclagem, por coincidencia da vida, estarei um tempo lá pelos lados do sítio da Cuca rosinha. Li bastante esses dias, concordo com 99% do que o Chico louco e o CA falou mas por motivos um pouco diferentes, os vermelhos não fazem a revolução completa só pq não conseguem, bem que queriam e ainda estão tentando com +do mesmo, as mudança serão politicamente pra pior, na economia as coisas tbm sim vão piorar mas não vai ser o fim do mundo, será possível sobreviver com esperteza e ganhar algum. Já temos os Estados +ricos conscientes das coisas, uma massa crítica acordou e tbm será impossível desvalorizar o real ad eternum como salvação de tudo, todavia ainda vejo espaço pra cair mais. Evitem quimeras baratas tipo idéias de separar o BR, isso é idiotice, até a diuma roubou o discurso da união, pensem em trazer as tais minorias do petê (que são a maioria) pro lado bom da força, entretanto saibam que todas as ameaças aos vermelhos bem como a do impeachment sempre devem ser mantidas como pressão real e possível a oposição não pdoe morrera agora, o peão sempre ameaça muito mais do que faz. Não me desapontei com resultado de eleição, existe uma regra para grandes números que sempre o melhor vence, caso não esteja sendo melhor, é a gente que está vendo/agindo errado, e isto engata minha decisão, eu não estava brincando, vou me imiscuir de corpo nos vermelhos e vigiar o que eles estão aprontando de dentro, inclusive poderei mesmo tomar algumas responsabilidades num futuro próximo. Tbm estaria sendo muito cego em negar que minha vida melhorou demais com o real e continuou com os vermelhos, e analisando friamente sem cores ideológicas acho que 100% do blog concordaria que eles não fizeram ainda grandes desastres, exceto pelos últimos anos, claro, e pelas exceções de sempre, como a boilha, mas não sejamos caprichosos. Nestes 3,1/2 anos que estive aqui hoje estou encerrando um ciclo para reiniciar outro e requalificar coisas boas que quase esqueci pelo caminho, não foi tudo como eu desejava, mas pode ser melhor do que imaginei. Quanto ao mercado, reparem queda de preços gritando na nossa cara. A fase capitulation está na nossa porta. Muitos já até podem comprar imóvel mas não o farão por prudência pelo futuro incerto

      $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

      Escrevi a mesma linha no Domingo amigo, disse que muita gente sim conseguiu um emprego melhor e uma condição de vida melhor, herança bendita, mas fizeram uma pequena distribuição de renda sim, perderam a mão ultimamente, vão pagar por isso, porque não sabem administrar recebendo criticas nem sugestões, tb acredito como dissemos que terá muitas oportunidades, estou inserido dos dois lados, dos dois partidos, dentro mesmo, portanto sempre saberemos antes o que acontecerá.

      E para Olavetes que venham apedrejar abaixo e que o mundo se tornará comunista em 10 anos, vocês perderão e muito se não tomarem conta que como o Lucas disse:

      Nada é 100% ruim ou 100% bom, devemos aproveitar sem reclamar da época, riqueza e crescimento são as pessoas que conquistam, portanto, podem falar o que quiserem, só me manifestei hoje pois fui relatado, e concordo em 100% contigo camarada.

      0
      • Papai Noel 28 de outubro de 2014 at 18:04

        Venezuela e Argentina mandam lembranças de tudo de ruim que acontece por lá.

        0
        • Papai Noel 28 de outubro de 2014 at 18:07

          eu tenho amigo que vende na América Latina toda, e ele esta desesperado com a vitória do PT, ele viu acontecer na Venezuela e na Argentina um declínio do poder de compra das pessoas, portanto, eu tenho medo de mais 4 anos do governo do PT, especialmente aparelhando todo o sistema judiciário igual eles estão fazendo hoje.

          De resto concordo que teve algumas melhorias, mas a que preço? Aumento da carga tributária? Perder nossa liberdade ? e perder nossa esperança?

          (Chico não estou contestando o que você escreveu, pq não sou tão safu igual você para colocar certas coisas por aqui, não entenda mal o que eu escrevi, é minha posição)

          0
  • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 14:43

    Remuneração da Poupança:
    0,6359
    AVOA DI!
    AVOA TR!

    0
  • Luiz Fernando M. 28 de outubro de 2014 at 14:47

    CVR – OFF

    Umas semanas atrás contei uns cvr’s da área de beleza. Hoje tem mais um.
    Minha mãe trabalha em um grande salão, desses chiques, cheios de frescura. O corte de cabelo feminino, simples custa na faixa dos 90 reais, masculino na faixa dos 40. Dona do salão anda reclamando que o movimento parou.

    Ontem, fui cortar meu cabelo (num salão mais modesto, corte masculino custa 15, feminino 20). Minha mãe, que conhece o cabeleireiro desse lugar, me acompanhou. Encontrou lá a maioria das clientes que tinham sumido do salão chique.

    Se a mulherada tá fazendo economia de guerra até no salão, é sinal de muito sanguiiiiii na praça.

    0
    • leandro 28 de outubro de 2014 at 14:49

      Luiz só acho difícil um brasileiro a admitir estar na merda. Velho costume de comer ovo e arrotar…VC sabe

      0
      • LZ 28 de outubro de 2014 at 14:50

        Sempre assim, está falido mas mantém a pose.

        0
        • leandro 28 de outubro de 2014 at 14:53

          Lz não são poucos sao muitos mesmo do seu lado de meu lado etc acredito que essa mania que enrola as finanças deuitos

          0
      • [email protected] [email protected] 28 de outubro de 2014 at 14:52

        Num tá fácil pra ninguém…
        CHURRASCO DE OVO:
        ‘https://www.youtube.com/watch?v=ubKQt5W7CWk

        0
    • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 14:51

      Sim. Já estão todas lotadas de dívidas. Acabou o glamour. Acabou a ascensão da nova classe mérdia. Eu aposto no segmento popular e classe média tradicional. Irão consumir menos – mas irão até certo ponto. Segmentos que cresceram e possuem muito apelo ostentador cairão um atrás do outro.
      Ex: Brigadeiros gurmêts, booking para aborrescente, viagens de empregadas para Disney, casamentos bolhudos de póbri e escolas caras para os catarrentos.

      0
      • leandro 28 de outubro de 2014 at 14:55

        From duvido VC achar alguem que admita que esta na merda. Em minha rua em Caxias rio de janeiro tem um monte de vizinho de carro zero morando em casa fazendo obra

        0
        • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 15:03

          Sim. É verdade. É uma estratégia escapista da realidade. Fingir que tudo está bem. Se a economia estivesse de fato tão bem – o crédito seria menos utilizado e as pessoas não teriam dívidas.
          Eu só prosperei quando admiti que estava quebrado e precisava mudar minha mentalidade atrasada. É a melhor coisa da vida. Sacudir a poeira, aprender e trabalhar.

          0
      • LZ 28 de outubro de 2014 at 14:56

        Padeiro esta semana minha namorada foi cotar locais para realizar nosso casamento.

        O 1º – R$ 6800,00 á vista 20% de desconto sem negociar.
        O 2º – R$ 5000,00 mas negocia desconto á vista.
        O 3º – R$ 4000,00 e negocia desconto á vista.

        Nem fechei nem nada, vou esperar 2015 o çanguiiiii jorrar para negociar valores ainda mais baixos á vista é claro heheh

        0
        • EngenheiroMG 28 de outubro de 2014 at 14:57

          Isso é o preço do que? Igreja?

          0
          • LZ 28 de outubro de 2014 at 15:12

            Não este é o espaço para a festa.
            Não terei casamento em Igreja e somente um Juiz de Pais, no mesmo local da festa.

            Nas contas realizadas até agora vai ficar em torno de 12K para 100 pessoas.
            Nada extravagante e qro cortar ainda mais os custos.

            Sonho da minha namorada, fazer o que.
            Se dependesse de mim nem festa teria, seria um jantar e um belo churrasco numa chacara no dia seguinte.

            Não gastaria nem 3K rs
            Acabava a festa a rumava para viajar rs.

            0
        • Diego F. 28 de outubro de 2014 at 14:59

          Cara, que absurdo! Ainda bem que consegui fazer a futura esposa enxergar que o custo-benefício de uma festa de casamento é absurdamente ruim. Melhor fazer um jantar apenas para os realmente próximos e gastar em uma boa viagem.

          0
          • Escola Austríaca 28 de outubro de 2014 at 15:07

            Também penso o mesmo. Festa de casamento é jogar dinheiro no lixo…

            0
        • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 15:04

          Isso. Vai sondando , pesquisando e deixando esse mercado doente acordar.

          0
      • Çanguinolento 28 de outubro de 2014 at 15:03

        Por outro lado esse ano de 2014 foi recorde de vendas em carros “premium”.

        0
        • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 15:06

          Bastante troco na troca.
          Vi uns 06 parAntos fazendo isso.

          0
          • Çanguinolento 28 de outubro de 2014 at 15:09

            Não sei até que ponto é real, mas saiu na 4Patas.
            BMW e Mercedes principalmente com recordes.

            0
    • Fernando 28 de outubro de 2014 at 15:58

      aqui na minha cidade é o contrário. Salão caro cheio e simples vazio. Mulherada pode não ter o que comer, mas o corte de cabelo é sagrado

      0
    • Tenho paciência 28 de outubro de 2014 at 16:00

      Dono de restaurante a la carte disse que votou na Dilma. Tem movimento bom no almoço, de pessoas que trabalham por perto. Mas acho que na hora que a coisa apertar, as pessoas vão procurar alternativas mais baratas (kilo, quentinha) e ele vai ‘receber’ o presente do PT.

      0
      • Rogers 28 de outubro de 2014 at 16:31

        90% do movimento de um restaurante é Ticket Refeição. Quando a galera começar a perder emprego, o restaurante do 666 afunda junto.

        0
        • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 18:14

          bem observado.

          0
  • FHmartins 28 de outubro de 2014 at 14:52

    Alguém sabe por onde andam

    o Catarento que tava quase comprando um imóvel
    e o Pedro de Lara que ficou desempregado acho que pelo final do ano passado

    0
  • guaru_bolhado 28 de outubro de 2014 at 15:08

    Custo da construção sobe 0,20% em setembro

    O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) atingiu 0,20% no mês de outubro, resultado superior aos 0,16% contabilizados no mês anterior, segundo dados divulgados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). No ano, o índice acumula variação de 6,14% e, nos últimos 12 meses, a taxa registrada é de 6,66%.

    Ao longo do período, o índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços registrou variação de 0,43%. No mês anterior, a taxahavia sido de 0,34%. O índice referente à Mão de Obra não registrou variação pelo segundo mês consecutivo.

    No grupo Materiais, Equipamentos e Serviços, o índice correspondente a Materiais e Equipamentos chegou a 0,53%. No mês anterior, a taxa havia sido de 0,37%. Três dos quatro subgrupos componentes elevaram suas taxas de variação, com destaque para o grupo materiais para instalação, cuja taxa passou de 0,38% para 0,78%.

    A parcela relativa a Serviços passou de uma taxa de 0,22%, em setembro, para 0,05%, em outubro. Neste grupo, vale destacar a desaceleração do subgrupo projetos, cuja variação passou de 0,45% para 0,01%. Já o grupo Mão de Obra não registrou variação, pelo segundo mês consecutivo.

    Na avaliação regional, cinco capitais apresentaram aceleração em suas taxas de variação: Brasília, Recife, Rio de Janeiro, Porto Alegre e São Paulo. Em contrapartida, Salvador e Belo Horizonte registraram desaceleração.

    ‘http://jornalggn.com.br/noticia/custo-da-construcao-sobe-020-em-setembro

    0
    • EDUARDO 28 de outubro de 2014 at 15:09

      6,66% ? Os bolhistas piram!!!!!

      0
  • Bruno RATM 28 de outubro de 2014 at 15:15

    CVR:
    Vou voltar aos estudos e gostaria de focar nos concursos dos TREs.
    Alguém aqui trabalha em algum dos TREs como analista?
    Se sim, poderia me relatar a rotina de trabalho, se é um bom cargo?
    Me formei em Direito e, burramente, deixei de estudar para tocar um negócio de família junto com o meu pai (que já se aposentou).
    Dá um dinheiro razoável, mas…iniciativa privada tá muito foda e vai piorar…
    Não quero entrar no serviço público para “malandrar”, vou fazer o meu trabalho da melhor forma possível, mas, quando acabar o expediente, quero desligar a mente…
    Se alguém trabalha no citado Tribunal e puder ajudar, eu agradeço desde já.
    Valeu!

    0
    • Diego F. 28 de outubro de 2014 at 15:19

      Deve aparecer alguém com mais detalhes… O que tenho para dizer é que conheço algumas pessoas no TRE e todas falam que, fora do período eleitoral, não há praticamente NADA para fazer.

      0
      • Escola Austríaca 28 de outubro de 2014 at 15:48

        É o que ouvi também. É o típico tribunal que deveria ser extinto.

        0
        • Bruno RATM 28 de outubro de 2014 at 16:25

          É, realmente, um país que só tem políticos honestos não precisa de um Tribunal especializado para julgar, por exemplo, crimes eleitorais e impugnação de candidaturas…Me convenceu, temos que acabar com os TREs e com o TSE.

          0
          • ravoc 28 de outubro de 2014 at 16:28

            TRE não faz nada… É uma vergonha pagarmos pra funcionários do TRE… Eles trabalham 3 meses a cada 2 anos… E reclamam!!!

            0
        • Cícero Silva 28 de outubro de 2014 at 16:31

          trabalhei 10 anos no eleitoral.

          é um tribunal que não tem razão de existência.

          = ao tribunal do trabalho. Umas varas federais especializadas e uma reforma na clt e pronto.

          pegaria todos esses servidores públicos e supriria totalmente a necessidade da justiça federal.

          mas pensar como gestor no serviço público é complicado.

          0
      • 787 28 de outubro de 2014 at 18:51

        Há o que fazer sim…gastar dinheiro público sem necessidade!!!!!!
        O TRE deveria ser imediatamente incorporado ao TRF.
        Estude para coisa melhor que aqui não dá futuro.

        0
    • Topol 28 de outubro de 2014 at 15:41

      A situacao economica esta critica e vc quer trabalhar no TRE, veja a situacao dos funcionarios publicos na grecia, é pra onde caminha o Brasil.

      0
      • ravoc 28 de outubro de 2014 at 16:29

        FP vai passar a crise tranquilamente… O problema será DEPOIS… Já os assalariados na área privada… Preocupem-se ;p

        0
  • Çanguinolento 28 de outubro de 2014 at 15:28

    Olhem a solicitação de amizade que recebi.

    O que é um “consultor imobiliário home office ” ?? É corvo que trabalha na gaiola?

    ”https://www.facebook.com/va042155

    0
    • EDUARDO 28 de outubro de 2014 at 15:30

      é o corvo dono da imobiliaria que faliu e que agora nao tem dinheiro nem pra pagar uma salinha comercial

      0
      • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 15:33

        kkkkkkkkkk. Vou fundar uma Bakery Home Office. Os cliantos que passem lá em casa buscar o pão. Compro umas 12 britânia e fico programando os “brédis” e floodando mais ainda no brog.

        0
    • Pobre Piritubano 28 de outubro de 2014 at 15:41

      Não, cara. E aí mora o perigo. Tive um conhecido (área financeira) que era corvo online de imóveis, também chamado, corvo home office. Ele tinha emprego fixo CLT (ainda tem, em outra empresa com ótimo cargo) e excelente formação acadêmica na área financeira (estava cursando terceira faculdade particular de bom nível). Ele fez isso durante 1 ou 2 anos, acredito para pagar a faculdade.

      0
      • Pobre Piritubano 28 de outubro de 2014 at 15:41

        Resumindo: trabalho extra por fora.

        0
    • Nosferatus 28 de outubro de 2014 at 15:50

      olha a foto no face, o cara já tá rangendo os dentes kkkkkkkkk

      0
      • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 15:56

        KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKk

        0
  • Capiau 28 de outubro de 2014 at 15:41

    CVR OFF

    Os pneus de trás do meu carro já estão quase atingindo o limite seguro de uso, segundo aquela marcação no proprio pneu.
    Olhei alguns preços e ainda vou me decidir por qual optar.
    Comecei a reparar nos pneus dos carros estacionados na rua, a principio para ver as marcas.
    Com isso percebi outra coisa. Carros com valor de tabela abaixo de R$30mil (usados) e os mais antigos, 70% deles ou estão bem gastos (quase carecas), ou são pneus xing-ling/supermercados.
    Fora que essa frota citada, muitos tem pequenas avarias que os donos obviamente não consertaram.
    Aí me vem a mente: O cara já não da conta de comprar pneus bons, ou mesmo qualquer um, nao da conta de arrumar e agora vai ter que pagar combustivel mais caro…
    Façam o teste depois e verifiquem esse segmento de frotas que citei. Pelo menos aqui em BH, percebo muito isso.

    0
    • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 15:46

      BOLD TIRES INDEX
      Aqui está assustador!

      0
      • Rafael Marquez 29 de outubro de 2014 at 02:14

        CVR dentro do CVR

        Legal mesmo é a parentada pagando pau pro FOXXXxx novo da prima 2012 com os pneus já entrando no bold tires index kkkkkkkk….

        E eu com o meu GM crassicão 2004 com os 4 pneus michelin NOVOS e me chamando de pão duro por não comprar um carro mais novo….

        Eu penso em dar no meio, penso, paro e respiro. Melhor não discutir, me passo pelo “bobo”

        “Puts, estou sem dinheiro, to pagando o conserto do carro ainda e os 4 pneus novos que precisei trocar, sem dinheiro nenhum gente…..”…

        Eu já aprendi, com esse tipo de gente, me passo por burro…. #666s?CANSEI!!!

        0
    • CapEnt 28 de outubro de 2014 at 15:52

      Faz um segundo experimento que é tão interessante quanto: vai num bairro residencial, classe média baixa, e começa notar no estado do carro em relação ao estado da casa.

      Você vai ficar chocado. Não é só o carro que está com a manutenção ruim não. Tem nego ai que tem carro de 20k-30k mas não tem reboco na própria casa, além de ser toda fora do prumo.

      Por sinal, a qualidade de boa parte das residências do Brasil é patética. O método de construção preferido dos Brasileiros, com esses tijolos cerâmico “baiano” (é o nome do tijolo mesmo) recoberto de massa, é o pior possível para clima tropical e ninguém muda isso: a casa não aguenta 2 anos sem precisar de pintura e raramente passa de 5 sem ter problemas de infiltração e mofo.

      0
      • Viking 28 de outubro de 2014 at 15:55

        qual seria o método ideal?

        0
        • CapEnt 28 de outubro de 2014 at 16:14

          Do meu ponto de vista™ é utilizando o tijolo maciço, o famoso tijolinho. Os de boa qualidade não é necessário nem rebocar a casa por fora, basta fazer um trabalho de assentar legal.

          A casa passa aguentar bem (sem parecer podre) uns 8 anos sem manutenção externa, e essa “manutenção” geralmente é só um bom trabalho de limpeza e pequenos reparos.

          0
          • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 16:18

            A casa assim fica mais arejada. Confere?

            0
      • bloodmagew 28 de outubro de 2014 at 15:57

        Sempre pensei que tijolos e cimento fossem uma boa idéia…

        qual é o jeito “certo” de construir para nosso clima?

        0
        • Lucas 28 de outubro de 2014 at 16:13

          Essa eu também queria saber.

          0
          • Abomineve Homem das Naves 28 de outubro de 2014 at 16:40

            2

            0
    • marlon 28 de outubro de 2014 at 21:12

      nao reparei nisso.
      mas aproveitei uma viagem a foz do iguacu (paraguai) e troquei os pneus do meu carro. havia fila, muitos carros com placas de cidades distantes trocando no mesmo local

      0
  • Pobre Piritubano 28 de outubro de 2014 at 15:42

    Ótimo CA. Excelente resumo.

    0
  • Tagore 28 de outubro de 2014 at 15:42

    24/10/2014 13h16 – Atualizado em 24/10/2014 13h53
    IPTU pode ser reajustado em até 15% do valor do imóvel em 5 anos.

    Tatiana Santiago
    Do G1 São Paulo

    A Prefeitura de São Paulo irá publicar, na próxima semana, o decreto que regulamenta o IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) progressivo no tempo para imóveis ociosos ou subutilizados na cidade. O anúncio foi realizado na manhã desta sexta-feira (24) pelo prefeito Fernando Haddad (PT).
    “É uma sobretaxa. A alíquota vai aumentando na medida em que o proprietário não dá resposta à ociosidade do equipamento. Ele não pode manter um prédio ocioso no Centro de São Paulo sem que incida uma alíquota majorada. Ele vai pagar mais pela ociosidade”, afirmou Haddad, após participar da assinatura do contrato para construção de 3.860 moradias no Conjunto Habitacional Espanha, no auditório da Biblioteca Mário de Andrade, na região Central da cidade.
    O decreto é a regulamentação de um dispositivo fixado no novo Plano Diretor Estratégico (PDE), em agosto deste ano, que determina que os imóveis e áreas particulares sem uso poderão ser até confiscados pela administração municipal futuramente. O objetivo é evitar a especulação imobiliária e ocupar o Centro da capital com moradia popular.
    saiba mais
    Prédios e terrenos abandonados já podem ser notificados em SP
    Vereadores aprovam Plano Diretor de SP com inclusão de 26 emendas
    Haddad diz que Plano Diretor de SP é ‘transformador’ e o ‘mais avançado’
    Para ser considerado abandonado, um imóvel ou terreno precisa estar desocupado, com os impostos atrasados ou não estar conservado.
    Os donos dos locais notificados terão um ano para apresentar projetos de uso da área, para que não incida a cobrança no imposto progressivo no tempo.
    Caso o projeto não seja apresentado no período indicado, a administração municipal pode aumentar a incidência dos impostos, dobrando o valor da alíquota. “Você dá um prazo, caso as determinações legais não sejam cumpridas, a alíquota aumenta”, disse o prefeito. O valor da alíquota pode ser reajustada, no máximo, até 15% do valor do imóvel, em 5 anos.
    Haddad ressaltou a importância da infraestrutura já existente no Centro que é subutilizada pela população, já que a maioria mora na periferia. “Não é justo que a função social não seja observada, que é um princípio Constitucional”, destacou ele.
    Após a publicação do decreto serão enviados ofícios aos proprietários que se enquadram neste perfil. Inicialmente, a Prefeitura irá enviar cerca de 200 ofícios.
    A medida foi elogiada pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) durante evento da assinatura do contrato para a construção de moradia popular, que disse ter feito projeto semelhante quando era prefeito Pindamonhangaba, no interior de São Paulo. “É muito importante o IPTU progressivo, eu fiz iso quando fui prefeito na minha cidade natal”, disse.
    PPP Centro
    O prefeito também disse que espera a liberação dos prédios do Centro, que pertencem ao governo federal, para a construção de moradia popular.
    “Nós queremos aprovar a recepção dos prédios da Previdência Social também no Centro para aportar a PPP [parceria público-privada] cujo edital já foi lançado pelo governador Alckmin”, disse. Serão construídas 14 mil unidades para moradia no Centro, sendo 9 mil unidades destinadas ao interesse social.
    Convênio
    O Conjunto Habitacional Espanha será construído com verbas do Programa Minha Casa Minha Vida e contará com um aporte municipal de R$ 13,6 milhões do programa Casa Paulistana e R$ 73 milhões do Casa Paulista do Governo do Estado. O valor total do empreendimento é de R$ 380 milhões.
    O contrato assinado nesta sexta-feira prevê a construção de 3.860 unidades habitacionais na região de Cidade Ademar, na Zona Sul de São Paulo. A construção dos 14 condomínios será iniciada ainda este ano e tem previsão de entrega em 24 meses.
    O terreno tem um total de 800 mil m², porém 66% da área, que corresponde a 550 mil m², será doada ao município para implantação de um Parque Municipal.

    0
    • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 19:11

      Acho justo e espero que realmente paguem a progressividade.

      0
  • Bolha BOSS 28 de outubro de 2014 at 15:45

    Momento atual é o mais oportuno para compra de imóvel

    http://www.tudorondonia.com/noticias/momento-atual-e-o-mais-oportuno-para-compra-de-imovel,48090.shtml

    Quem deseja comprar um imóvel, seja para investir, seja para moradia, vive o momento mais oportuno do mercado em Porto Velho. Depois do boom dos imóveis registrado no período de pico das obras das usinas de Santo Antônio e Jirau, com diversos empreendimentos em construção, especulações de investidores, hoje algumas construtoras contam ainda com estoques, o mercado se acomodou e segue em ritmo mais tranquilo. Taxas de juros estáveis e os longos prazos para financiamento somam-se aos atrativos para quem deseja comprar.

    As taxas de juros de 4,5% ao ano para compradores com renda familiar de 1 a 3 salários mínimos não tiveram aumento, apesar da elevação da taxa Selic em 0,25 pontos percentuais para 11%. Nas faixas mais abastadas as taxas de juros permanecem em torno de 8,5%. A portabilidade de crédito também é apontada por especialistas como fator importante para não haver aumento na taxa de juro do crédito imobiliário. “A pessoa tem um financiamento numa instituição, consegue uma taxa mais baixa em outra, pode migrar o contrato”, explica o gerente regional de construção civil da Caixa Econômica Federal, Carlos Aparecido.

    Investimento

    Cerca de 20 a 30% das compras de imóveis são com foco em investimento. Especulações sobre se haveria ou não uma bolha imobiliária em Porto Velho não se confirmaram, avalia Carlos Aparecido. “Houve, sim, o impacto das usinas, muitos lançamentos de empreendimentos, unidades que não ficaram prontas. Hoje o mercado para compradores que querem investir está estável, mas não em crise”, observa.

    Para o presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis, CRECI-RO, Fernando Casal, “imóvel sempre foi e será um bom investimento, mas a médio e longo prazo. No período recente que vivemos, com muita especulação, os ganhos de quem comprou para revender foram imediatos. Isso acabou, o mercado se acomodou dentro do que nossa economia permite”, fala.

    Habitação

    Já para quem procura um imóvel para moradia, o mercado segue em ritmo normal. Nas faixas mais baixas, subsidiadas pelo Governo Federal, nos perfis que buscam imóvel até R$ 100 mil ou nichos específicos, como casas em condomínios, a oferta é pequena e a demanda é grande. “O que se oferece nessas condições é logo vendido, a procura é grande. No ritmo que segue, se o mercado não lançar novas unidades, vai faltar imóvel em 2015 e os preços naturalmente devem aumentar”, diz o gerente de construção civil da Caixa Econômica.

    O diretor comercial e de incorporação da Direcional Engenharia, Guilherme Diamante, observa que para quem deseja comprar um imóvel hoje, a oportunidade é excelente. “O cliente pode ver o que vai comprar, além de poder negociar com a construtora ou imobiliária condições mais favoráveis. Cabe ao cliente perceber a oportunidade, ir aos stands para fechar um bom negócio. Um momento com todas essas condições únicas no mercado nacional vai demorar a aparecer de novo”.

    0
    • Money Addicted 28 de outubro de 2014 at 15:46

      me ve 2 entao 🙂

      0
    • Pobre Piritubano 28 de outubro de 2014 at 15:47

      Nossa. Tinha entendido o link como tudoironia.com 🙂

      0
    • Tenho paciência 28 de outubro de 2014 at 15:48

      Coommmpre imóvellll ! Coommmpre imóvellll !
      (só não esqueça que imóvel é um cadinho mais enrolado que batom de chocolate).

      0
    • Pobre Piritubano 28 de outubro de 2014 at 15:48

      Compre como se não houvesse amanhã. Afinal, são baratos e a economia bananenses vai muito bem, obrigado. Mas compre AGORA [IRONIC]

      0
    • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 15:49

      Embrulha 2 para viagem.

      0
    • Ugo 28 de outubro de 2014 at 16:05

      Atualizado na lista de notícias de “agora é bom momento para comprar imóvel” ao longo do tempo. Está ficando grande!

      “http://www.bolhabrasil.com/forum/topic/31-not%C3%ADcias-de-%C3%A9-um-bom-momento-para-comprar-im%C3%B3veis-ao-longo-do-tempo/

      0
    • observador interno 28 de outubro de 2014 at 16:38

      tem muita gente dizendo que o mercado agora vai destravar … a CEF vai … ABRIR AS PERNAS … Agora vai !

      0
    • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 18:41

      Esse pessoal precisa melhorar no mkt. São tão repetitivos que lendo um vc “advinha” o que vão escrever. Só muda o endereço, o resto tudo igual. Aff. 🙂

      0
  • opagan style 28 de outubro de 2014 at 16:10

    Pessoas, pensando aqui, diante da crise que muitos dizem que está por vir, Brasil tem alguma chance de pegar dinheiro emprestado do FMI?

    0
    • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 16:15

      Sem chance. Governo socialista odeia fazer isso. Vai contra tudo o que eles falaram ao longo dos anos. Aqui a dívida interna aumentou bruscamente por conta disso. Eles preferem assim. É mais fácil inflacionar a economia e calotear os credores dessa forma.

      0
      • opagan style 28 de outubro de 2014 at 16:39

        Ta, e se não paga essa dívida interna? tem como procastinar? Qual a reacão disso tudo?

        0
        • [email protected] [email protected] 28 de outubro de 2014 at 16:45

          Vai aumentar juros para atrair os investidores… Lembra da dívida externa que o LULA pagou? Pois, bem, não pagou. Trocou a externa por uma interna. Mas VIRMA está refazendo o caminho, emprestando de novo de investidores. Logo, logo, vamos ter dívida interna e externa gigantes e o FMI será o fundo do poço. Mas quem vai ter que recorrer a eles, será o próximo governo, se eles conseguirem chegar até lá, ou calote mesmo e dá-lhe inflação…

          0
        • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 16:46

          Aí é calote da dívida interna. Recomendo a leitura do livro “8 Séculos de Delírios Financeiros”.

          0
          • opagan style 28 de outubro de 2014 at 16:49

            Obrigado Sr’s, e valeu pela dica do livro.

            0
          • CapEnt 28 de outubro de 2014 at 17:09

            Calotar a divida interna é mais fácil. Principalmente se você corroer a democracia.

            Você comanda a policia e as forças armadas no fim das contas, então como é que o investidor vai cobrar o governo? A vida dele vale isso?

            Conforme a segurança institucional for se deteriorando, supondo que o PT continue seguindo a linha que seguiu até agora, o que eu vejo é as grandes empresas indo embora daqui para outros países.

            0
            • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 18:58

              exatamente. E pelo andar da carruagem muitas tem os planos prontos pra execução, pois muitos fatores estão convergindo pra isso. Os mais importantes são a energia e agua.

              0
  • Carlo 28 de outubro de 2014 at 16:12

    “http://g1.globo.com/economia/noticia/2014/10/credito-imobiliario-atinge-r-103-bi-e-tem-melhor-setembro-em-20-anos.html

    0
    • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 16:17

      E a poupança interna ó ! (professor raimundo mostrando a mão)

      0
  • windville 28 de outubro de 2014 at 16:16

    Parabéns CA, pelo excelente artigo. Aqui como já falaram, bones e cia, mais uma construtura quebrou e deixou o pessoal a ver navios aqui na cidade. MPSC teve que intervir, só em Joinville são 8 empreendimentos:

    ” Justiça determina suspensão da venda dos empreendimentos da Criciúma Construções em Joinville
    28 de outubro de 2014
    A Justiça atendeu a parte do pedido do Ministério Público de SC e determinou a suspensão de publicidade e da conclusão da venda dos empreendimentos da Criciúma Construções em Joinville. A empresa terá de informar quando pretende retomar as obras na cidade e em qual prazo serão concluídas.

    O MP entrou com ação contra a construtora porque estaria havendo atrasos na execução dos contratos em Joinville. São oito empreendimentos, sendo que as obras iniciaram em dois deles. Parte dos demais pedidos da promotoria também foi aceita. Como a decisão foi tomada em primeira instância, cabe recurso.”
    Fonte: “http://wp.clicrbs.com.br/saavedra/2014/10/28/justica-determina-suspensao-da-venda-dos-empreendimentos-da-criciuma-construcoes-em-joinville/?topo=84,2,18,,,84”

    0
    • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 16:23

      Tem que bloquear todos os bens dos proprietários. É o mínimo.

      0
      • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 16:27

        “http://www.engeplus.com.br/noticia/geral/2012/criciuma-construcoes-oferece-400-vagas-de-emprego/

        0
        • windville 28 de outubro de 2014 at 16:33

          São os 400 que tão mandando embora agora com a decretação da falência.

          0
    • Felipe Salvador 28 de outubro de 2014 at 18:11

      PAROU DE PEDALAR E O ÇANGUIIIII COMEÇOU A JORRAR…

      Construtora Criciúma anuncia demissões e credores protestam contra os prejuízos causados pela empresa

      Sem condições de arcar com os salários, empresa que lesou cerca de 9 mil consumidores demite 400 funcionários. Com quase todos os projetos atrasados, consumidores protestaram na manhã desta sexta-feira

      Por meio de um ofício, a Criciúma Construções, do Sul do Estado, comunicou que no dia 31 de outubro demitirá todos os seus funcionários, ao todo 400, por não ter recursos financeiros para arcar com o pagamento dos salários. O comunicado aconteceu na manhã desta sexta-feira, em uma assembleia no Sindicato dos Trabalhadores de Construção Civil.

      A falta de recursos já causou inúmeros problemas com consumidores, que na manhã desta sexta-feira protestaram mais uma vez por não ter seus problemas resolvidos. No total, são quase 9 mil lesados, entre imóveis que foram pagos e tiveram os prazos atrasados ou nem começaram a ser construídos pela empresa.

      — A empresa não vinha pagando os salários, a maioria do pessoal de obra não recebia pontualmente e os demitidos não recebiam a rescisão do contrato de trabalho. A gente lamenta, as famílias estão sofrendo mais uma vez — disse o presidente do sindicato da categoria, Itaci de Sá.

      A empresa observou que não tem condições de pagar rescisões contratuais e recomendou que a liberação imediata do seguro desemprego e do FGTS dos trabalhadores. A situação está tão complicada que a construtora deixou de fazer os depósitos do FGTS em abril.

      No ofício, lido pelo advogado da construtora durante a assembleia, a empresa incluiu que não pretende esconder as dificuldades financeiras e que tem feito assembleias com os credores, mais de 9 mil lesados pela empresa, para cada empreendimento em construção, além de colocá-los a par da situação.

      Assinado pelo proprietário, Rogério Cizeski, o documento acrescenta estarem abertos a negociações e à disposição para repassar informações.

      O Ministério Público do Trabalho de Santa Catarina acompanhará a questão para garantir que as verbas e os direitos trabalhistas dos funcionários.

      — Atuaremos como fiscal da lei, no primeiro momento para liberar o FGTS e, no prazo mais razoável possível, também obter a garantia dessa dívida a partir de um apoio da empresa, que parece de certa forma interessada em controlar esse impasse — disse o procurador Luciano Leivas.

      O MP-SC fará uma investigação de todo o patrimônio da empresa para garantir o crédito trabalhista, além de fiscalizar para que sejam tratados com a preferência que a lei dá. Além dos trabalhadores, Leivas acredita que a construtora tem dívidas com fornecedores.

      “http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/geral/noticia/2014/10/construtora-criciuma-anuncia-demissoes-e-credores-protestam-contra-os-prejuizos-causados-pela-empresa-4627962.html”

      0
  • Dozer 28 de outubro de 2014 at 16:36

    CVR
    {[(“…ingressei na Justiça…”)]}

    ‘http://www.reclameaqui.com.br/10538135/pdg-incorporacoes/valores-abusivos/

    Valores abusivos
    PDG Incorporações
    São Paulo – SP Terça-feira, 28 de Outubro de 2014 – 14:11

    Minha reclamação é contra a PDG (que assumiu a responsabilidade da GOLDFARB). O meu empreendimento é o FLORIZA I, minha unidade é a 23 da torre II.
    Um sonho que virou um pesadelo, um transtorno em minha vida. Para começar os valores cobrados durante a obra extrapolaram (em cerca de 800%) os valores estimados na venda do imóvel. Além disso o acompanhamento de obras foi cobrado pela construtora e pela CAIXA (detentora do financiamento). Por essas e outras acabei entrando numa bola de neve pois não pude arcar com os aumentos. O empreendimento foi entregue em Maio de 2013 (previsão do contrato era final de 2012) e desde esta data começaram as cobranças do financiamento e condomínio mas não não podemos se quer morar no apartamento pois com o saldo devedor a PDG não entrega as chaves. Resumindo, minha dívida de aproximadamente 28.000,00 hoje está em 41.000 e mensalmente pago condomínio e financiamento mas não posso morar pois não entregam as chaves.
    As propostas que recebi para acordo são absurdos…valor integral à vista, com “desconto” ou entrada de 30% e o saldo em 10x!!!!
    Casei na intensão de termos nossa própria moradia mas estamos no aluguel!!! E pagando por um apartamento que não posso nem entrar. Fora o fato de a restrição no nome, óbvio por conta da dívida, ter me privado de algumas oportunidades.
    Por isso, procurei um escritório especializado e ingressei na Justiça para a indenização por danos materiais e morais. Também descobri que são ilegais a taxa de corretagem e de SATI.

    0
    • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 16:40

      Kkkkkkk.
      Quem casa quer casa?

      0
      • Racional 28 de outubro de 2014 at 16:41

        vai ficar querendo!

        0
        • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 16:43

          Essa galera desiste rápido do sonho.
          Não distratem!!!!

          0
  • EDUARDO 28 de outubro de 2014 at 17:08

    Quem disse que todo mundo é louco no governo Dilma?

    “Há compromisso com a inflação no centro da meta”, diz Cafarelli

    SÃO PAULO – Diante de uma crise internacional que ainda não foi debelada, as prioridades do governo brasileiro atualmente são trazer a inflação para o centro da meta e praticar uma política fiscal forte, disse nesta terça-feira o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Paulo Rogério Caffarelli, na abertura do 7º Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência Privada, em São Paulo.

    “O Brasil vive um contexto de retração do comércio exterior muito forte e clara. A China não deve atingir o crescimento esperado de 7,5%; os Estados Unidos, com suas políticas não convencionais, levaram muita volatilidade ao mercado internacional, e a Europa custa a se recuperar, com problemas agora na Alemanha. Neste contexto, também temos que nos preocupar em ter uma política fiscal forte, que nos ajudará a trazer a taxa de juros a patamares internacionais e também nos concentrar em levar a inflação da banda superior para o centro da meta”, afirmou.

    Durante seu breve discurso, Caffarelli também disse que o governo espera que o mercado de capitais aumente sua participação nos investimentos em infraestrutura no país. Para ele, o setor vai puxar o crescimento nos próximos anos, mas o modelo atual, de crédito centrado no BNDES e aumento da dívida pública, não é mais suficiente. “Precisaremos do mercado de capitais para complementar os investimentos. Precisaremos de mais poupança interna e também investimento estrangeiro”, afirmou.

    0
    • Azufrebh 28 de outubro de 2014 at 17:17

      a hipocrisia é o maior elogio da virtude

      0
  • Lutando 28 de outubro de 2014 at 17:09

    Tópico
    ‘http://blogs.ne10.uol.com.br/jamildo/2014/10/28/construcao-civil-reduz-expectativas-para-novos-empreendimentos-operarios-querem-greve/

    0
    • EDUARDO 28 de outubro de 2014 at 17:10

      A construção civil afundando e os caras querem greve kkkkk vao ser todos demitidos

      0
      • marcos546 28 de outubro de 2014 at 17:12

        Esses já estão desempregados de todo jeito, é o fim!!!

        0
  • digozan 28 de outubro de 2014 at 17:21

    Olá boa tarde a todos

    Primeiramente obrigado por ter encontrado esse forum de debates e discussões, isso me enriqueceu muito o meu nível cultural e poder debater com pessoas que se julgavam “experts” em economia.

    Segunda coisa esse artigo do CA simplesmente é fantástico e isso me deixa mais tranquilo a saber o momento certo de eu poder comprar minha casa e sair quem sabe um dia do aluguel, parabéns CA pelo artigo.

    Agora irei relatar algumas coisas sobre a minha pessoa e minha profissão.

    Bom atualmente trabalho em 2 empresas.

    Minha outra profissão é professor e leciono aula de Informática para o curso técnico, sou concursado e não reclamo do meu salário como outros professores, pois o Governador recentemente deu um aumento de sala´rio para a categoria, estamos ganhando em media de 18 h/a o problema mesmo é o vale coxinha de R$ 60,00..rsrsrs

    Em média somando meus 2 salários com a minha esposa é de 5K com uma margem de erro de R$ 200,00 para mais ou para menos, não tenho uma vida de rico como alguns usuários de 30K de salário, mas estou conseguindo sobreviver a Governo com a sua politica nefasta e comunista….kkkkkkkk

    Hoje moro de aluguel em Santo André – SP numa casa usada no centro, e o valor que pago é de R$ 1000,00 e acredito que está ótimo, pois estou próximo do meu trabalho, podendo mesmo ir até a pé.

    Ainda não consegui guardar dinheiro pois estou um pouco apertado financeiramente, atualmente deixei de ser 666 e gastão e agora estou pagando as dividas do meu cartão de credito, mas depois de quitar tudo irei pelo menos guardar uns 15% na poupança.

    Obrigado a todos e irei participar mas não com o conhecimento da galera aqui…os caras são feras demais…kkkkkk

    0
    • Azufrebh 28 de outubro de 2014 at 17:26

      Benvindo…

      Se quiser um embasamento melhor em economia teórica, sempre bom, leia o livro “Introdução à Economia”, do Mankiw.

      Fácil de ler e superdivertido…

      0
      • digozan 28 de outubro de 2014 at 17:30

        Obrigado amigo e hoje irei pesquisar esse livro, pois é bom aprender um pouco de economia…valeu

        0
    • Azufrebh 28 de outubro de 2014 at 17:26

      E todo mundo tem CVR, se lembrar algum, compartilhe!

      Welcome to the bubble church!

      0
    • [email protected] [email protected] 28 de outubro de 2014 at 17:27

      Caminho Certo! Garoto cabeça! Se tivesse uns 40% da população fazendo como você, o país era outro!

      0
      • digozan 28 de outubro de 2014 at 17:34

        Muito obrigado pela recepção, essa educação veio de berço meu pai foi por muitos anos do exercito e então o nível de ensino sempre foi tenso, comer na mesa, nunca abrir geladeira na casa das pessoas, devolver qualquer dinheiro nem que seja 0,5 centavos……kkkkk até hoje tento sempre seguir a risca os ensinamentos do meu Pai…e faço o mesmo para minha filha.

        0
    • Barnabezinho 28 de outubro de 2014 at 17:42

      Cara, sério. A metade daqui é mais ou menos teu esquema aí. Rico, não tem nenhum aqui, ao que eu saiba. tem gente com grana guardada, bens, mas rico igual galã de novela mexicana? não, tem não… fica ok, tudo em casa!

      0
      • digozan 28 de outubro de 2014 at 17:48

        Quando a galera disse que tinha dinheiro guardado me senti meio estranho e decidi tentar ao máximo poupar, minha esposa não entendeu muito bem ..mas hoje ela reconhece que foi para melhor.

        0
    • Louro José 28 de outubro de 2014 at 18:24

      Evite se identificar tanto, amigo.

      0
      • Amadeus de Sampa 28 de outubro de 2014 at 18:44

        Ate seria prudente da parte dele pedir pro Bolha Boss remover partes do CVR que facilitam a id. Sei la. o cara trabalha no olho do furacao vermelho.

        0
        • Bolha BOSS 28 de outubro de 2014 at 19:31

          Já fiz o serviço, retirei algumas informações pessoais, e alterei o nickname 😉

          0
          • Amadeus de Sampa 28 de outubro de 2014 at 19:36

            Legal Boss. digozan? voce deu uma sacaneada….rsrs

            0
            • Bolha BOSS 28 de outubro de 2014 at 20:17

              Não cara, veja que ele trocou o nick nas outras mensagens, só mantive como ele escolheu 😉

              0
              • Amadeus de Sampa 28 de outubro de 2014 at 20:24

                Ahhh tah……intindi agora. 😉

                0
          • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 20:13

            Boa Boss. È bom cuidar.

            0
  • Shock 28 de outubro de 2014 at 17:48

    Fala gangue!
    Dilma na cabeça, hehehe!!!
    Tudo segue conforme o planejado, o grande estilingão, aquecerá a economia, vai ferver!!
    Observem este fim de ano, será uma felicidade total, vendas nas alturas.
    Muito bem esclarecido o tópico, o único problema é que o governo NÃO PERMITIRÁ BAIXA EM VALORES.
    Na verdade daqui pra frente este será o novo patamar do mercado.
    As vendas voltaram aos patamares normais de antes do boom, e Isso infelizmente já justifica a manutenção de valores de imóveis.
    Ja constatado, outubro muito melhor que setembro, e assim vai.

    0
    • JAPA FEARED 28 de outubro de 2014 at 17:52

      É você Satanás?!?!?!?! (falar com a voz da Dona Clotilde)

      0
    • marcos546 28 de outubro de 2014 at 17:53

      O que faz aqui, as vendas estão boas?

      0
      • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 17:57

        K.O. Fatality.

        0
    • Barnabezinho 28 de outubro de 2014 at 17:58

      Aham. Sei. tá. é sim.

      0
    • 8º Passageiro 28 de outubro de 2014 at 18:09

      Mas se a vendas estão tão boas, qual a necessidade de você perder seu tempo vindo até este blog, realize suas vendas de apês nas alturas e seja feliz.

      BRAZIL:R.I.P.

      0
    • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 18:12

      andou fungando as peugas usadas pela dirmá durante o debate?

      0
    • civilizado 28 de outubro de 2014 at 18:14

      tá bêbado!!!…..é compreensível………….coithadiiuuuu……seguuu!!!

      0
    • civilizado 28 de outubro de 2014 at 18:17

      eci povu vermeinhu…..comu é intilijenti i ispertu….

      0
    • CA 28 de outubro de 2014 at 18:24

      Shock,

      Sobre o seu trecho:

      “Ja constatado, outubro muito melhor que setembro, e assim vai.”

      Tem um conceito que o pessoal do segmento imobiliário “ainda não aprendeu” (lógico que sabem, apenas FINGEM que não sabem). O nome é S-A-Z-O-N-A-L-I-D-A-D-E. Pesquise o significado no Google e você “entenderá”. Depois de pesquisar, aproveite e informe para nós como está a comparação de Outubro/2014 com Outubro/2013, apresentando suas FONTES, daí podemos voltar a conversar sobre isto…

      Outro ponto do seu texto:

      “… o governo NÃO PERMITIRÁ BAIXA EM VALORES.”

      Veja o trecho do tópico com mapa que mostra QUEDA DE VALORES nas mais diversas regiões do BRASIL, o que aconteceu com o Governo, estava dormindo enquanto isto acontecia. Em tempo: se o Governo pudesse evitar queda de preços, nenhuma bolha imobiliária do Mundo teria explodido, ou você acha que o Mantega é um gênio perto do pessoal dos EUA, Espanha, etc.? Aproveite e veja todos os discursos da Dilma pós eleições, prometendo buscar controle de inflação (assessor falando sobre buscar centro da meta, fato inédito) e ainda uma maior responsabilidade fiscal, veja, se ela cumprir, game over para bolha em virtude de secar a irresponsabilidade que irriga bolha, mas se ela não cumprir, o estouro é ainda maior por tudo que expliquei na parte final do tópico, os efeitos são ainda mais devastadores…

      De resto, o mesmo de sempre: onde estão os seus números que comprovam o que você está dizendo? Toda vez que vem aqui diz as mesmas coisas, depois sempre são apresentadas uma série de EVIDÊNCIAS que desmentem o que você diz e mesmo assim, você persiste nesta estratégia voltando um outro dia para contar novas “estorinhas”. Você é o Mantega???

      0
      • marcos546 28 de outubro de 2014 at 18:44

        CA, não perca o seu tempo com esses corvos, continue fazendo o seu excelente trabalho que a gente cuida desses engraçadinhos.

        0
      • Amadeus de Sampa 28 de outubro de 2014 at 19:24

        CA, gosto de sua disposicao para o debate, mas duvido que o pombo tenha mais de 2 lances planejados naquele pequeno projeto de cerebro.

        0
    • Alexbhz 28 de outubro de 2014 at 19:31

      eu vejo o nick e meu cérebro já processa a música do trem da alegria.. “shock shock schok por ái” que dureza.

      0
  • Kombi2015 28 de outubro de 2014 at 18:17

    Concordo que tem bolha mas acho que ela vai desinchar e não estourar de uma vez. Só tem uma coisa que não entendo:

    Se a galera aqui tem tanta certeza do PLOC, por que não vendem ações de construtoras a descoberto? Alguém aqui fazendo isso?

    0
    • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 18:20

      Aquelas que saíram de R$ 23,00 para 0,90!?
      O mercado já precificou essa bomba. A maioria está altamente alavancada.

      0
      • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 18:23

        Prefiro a Tec Toy.

        0
      • Kombi2015 28 de outubro de 2014 at 18:25

        Entendi, gostei da explicação. . .

        Deve ter um jeito de apostar contra essa insanidade tirando comprar dólar

        Claro que quando descobrir não vou postar aqui

        !

        0
        • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 18:27

          O segredo foi ter pego a IPO delas – vendido na alta e deixado a bomba para as sardinhas deslumbradas. Vários tubarões estrangeiros fizeram isso.

          0
  • Formiga atomica 28 de outubro de 2014 at 18:19

    Aprendi aqui que não importa quando a bolha vai estourar ou não. Fico com meu dinheiro e recebo juros. Pago o aluguel e observo!

    0
  • Ghaspar 28 de outubro de 2014 at 18:20

    O que significa isto?
    Que merda é essa ?…Alguem explica?
    “http://www.arenadopavini.com.br/artigos/imoveis/credito-imobiliario-cresceu-12-em-setembro-melhor-mes-em-20-anos-diz-abecip

    0
    • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 18:22

      Pessoas financiando os da PrAnta comprados em 2010 e 2011. Não consigo fazer uma relação utilizando apenas um mês.

      0
  • Pão de queijo com café 28 de outubro de 2014 at 19:27

    Olá pessoal, dia corrido.

    Lucas, vc não vai nos deixar, vai?

    Carlos BT: cadê aquele ótimo documento com os cenários possíveis pra Banânia?

    0
    • Carlos BT 28 de outubro de 2014 at 19:58

      Procura com o nome JOGOS DE GUERRA.
      Estou em trânsito pelo Brasil e não tenho o documento aqui.
      Tem também lá no BolhaBrasil.

      0
      • Pão de queijo com café 28 de outubro de 2014 at 20:01

        valeu

        0
  • Rubens 28 de outubro de 2014 at 19:28

    28/10/2014 11h13 – Atualizado em 28/10/2014 11h24
    Crédito imobiliário atinge R$ 10,3 bi e tem melhor setembro em 20 anos
    Foram R$ 83,1 bi para aquisição e construção de imóveis em 9 meses.
    Em 1 ano, empréstimos com recursos da poupança somaram R$ 112,9 bi.
    Do G1, em São Paulo

    O volume de empréstimos para aquisição e construção de imóveis com o uso de recursos da poupança somou R$ 10,3 bilhões em setembro, alta de 12% em relação a agosto deste ano e setembro do ano passado. Foi o melhor setembro dos últimos 20 anos, segundo a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), além do 5ª melhor mês da série histórica do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE).
    Nos primeiros nove meses do ano foram destinados R$ 83,1 bilhões à aquisição e construção de imóveis, 4,7% superior ao de igual período do ano passado.
    Nos últimos 12 meses, até setembro, o volume de empréstimos imobiliários com recursos das cadernetas de poupança do SBPE alcançou R$ 112,9 bilhões, superando em 9,2% o apurado nos 12 meses precedentes.
    Foram financiadas, em setembro, aquisições e construções de 50,1 mil imóveis, crescimento de 13,8% em relação a agosto e de 13,3% ante setembro de 2013.

    Entre janeiro e setembro, foram financiados 401,1 mil imóveis, aumento de 3,6% em relação a igual período de 2013. Já entre outubro de 2013 e setembro de 2014, foram financiados 543,7 mil imóveis, número que superou em 7% as 508,1 mil unidades contratadas nos 12 meses anteriores.

    Poupança
    As cadernetas de poupança do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) mantiveram a captação líquida positiva. Em setembro, os depósitos superaram os saques em R$ 1,69 bilhão. Nos primeiros nove meses do ano, os ingressos líquidos somaram R$ 13,8 bilhões, valor que superou o de 2011, quando a meta da taxa Selic média foi ligeiramente superior à atual, de 11% ao ano.

    O saldo dos depósitos de poupança nos agentes financeiros do SBPE superou R$ 504 bilhões em setembro, elevação de 14% em comparação com o saldo de setembro de 2013.

    0
    • From_the_Tower 28 de outubro de 2014 at 19:31

      Poupança de 500 bilhões e carteira do crédito imobiliário acima dos 450 bilhões. Super normal.

      0
      • Pablo 28 de outubro de 2014 at 19:49

        Pois é, o crescimento médio dos financiamentos é de 10 bi/mês.
        Já o da poupança … 2 Bi

        Poupança tem pior saldo para setembro desde 2005.

        “http://veja.abril.com.br/noticia/economia/depositos-superam-saques-da-poupanca-em-r-1370-bi

        Poupança tem Volume Morto?

        Gobierno Novo, Merdas Novas!

        0
      • fritz 28 de outubro de 2014 at 19:51

        …outra pegadinha que ninguem percebe é o fundo garantidor da Habitação:

        passa a ideia que se vc perder o emprego ou morrer, ou tiver algum sinistro na casa ” tá tudo garantido”…

        na verdade depende do salário e “protege algumas parcelas”, mas vc deve pagar depois!!!, e não é um seguro…

        o Fundo Garantidor da Habitação Popular(FGHAB), que pode ser usado em caso de perda ou redução de renda.
        O número máximo de parcelas cobertas pelo fundo DEPENDE do orçamento mensal, chegando a 36 prestações para famílias que ganham até R$ 2.325. o comprador deve ter, no mínimo, seis prestações pagas e estar em dia até a solicitação do fundo garantidor.

        — É importante frisar que esse recurso NÂO quita as parcelas para o mutuário. As prestações cobertas passam para o final do contrato.
        Funciona como uma extensão do prazo do financiamento… (!!!)
        Depois, ele terá que ressarci-las ao Fundo Garantidor — explica a gerente regional da Caixa no Rio para a área de construção civil…..

        -http://extra.globo.com/casa/compra/bancos-oferecem-opcao-de-quitar-parcelas-de-casa-propria-para-quem-perdeu-emprego-2679395.html#ixzz3HTjySmtl

        0
    • CA 28 de outubro de 2014 at 19:50

      Lembrando:

      O ano de 2.011 foi o recorde de lançamentos e também de vendas de lançamentos de todos os tempos (mais de 90% das vendas totais realizadas de imóveis novos foram de lançamentos e no caso dos lançamentos, mais de 90% de tudo que era lançado vendia em menos de 6 meses, ver gráfico neste tópico). Considerando-se que o prazo médio de construção é de 3 anos, logo era esperado um crescimento no crédito imobiliário concedido em 2.014, referente a estas vendas de 2.011 (crédito imobiliário para venda na planta ocorre no ato da entrega do imóvel).

      O que ocorre, é que deveriam ter um crescimento no crédito concedido para o ano de 2.014 como um todo e não só para o mês de setembro/2014, o que não tem acontecido e também tem como explicação, o crescimento de 30% nos distratos do 1T14 na comparação com 1T13 e de 40% nos distratos na comparação do 2T14 com 2T13. Ainda não temos o volume de distratos do 3T14, mas como amostra, a Gafisa teve distratos equivalentes a mais de 40% de todas as vendas brutas do 3T14…

      O resultado do crédito imobiliário concedido em set/14 provavelmente tem relação com acúmulo de meses anteriores quanto a APROVAÇÃO DE CRÉDITO e agora, o segmento imobiliário usará isto como “demonstração de recuperação”, quando na realidade, estamos falando em sua grande parte de vendas DO PASSADO (2011).

      Lembrando que tendo como referência a cidade de São Paulo, que é o maior mercado imobiliário de todo o país em volume de transações (tanto em R$ quanto em quantidade), tivemos uma QUEDA de 48,8% em unidades e 52,7% em R$ nas vendas acumuladas do período de janeiro/2014 a agosto/2014 na comparação com mesmo período de 2.013, conforme pode ser comprovado no link abaixo, do SECOVI SP (Sindicato da Construção Civil – SP). Segue o link:

      “http://www.secovi.com.br/pesquisa-mensal-do-mercado-imobiliario

      0
      • Pablo 28 de outubro de 2014 at 19:58

        Bons tempos aqueles de 2011;

        Todos queriam investir no Brasil, e gerávamos mais riqueza do que a Inglaterra.

        Agora em 2014 vai dar 0,1 de PIB …

        Gobierno Novo, Merdas Novas!

        0
      • thiago fm 28 de outubro de 2014 at 20:13

        Bem colocado CA,

        O importante é saber quantas das unidades financiadas são para aquisição e, destas, qual a quantidade de imóveis novos, já que até o primeiro semestre houve um leve recuo no número financiamentos de usados.

        Está claro que esse é o ano da estabilização do crédito, já o próximo…

        0
  • acomodado 28 de outubro de 2014 at 19:54

    Olá, boa noite a todos. Leio há muito tempo e aprendi muito neste blog, mas entrei mesmo pra compartilhar uma informação que não li aqui hoje.
    Meu geranto do bb me ligou eram umas 17 horas pra avisar que o crédito para automoveis está a partir de 0,97, disse a ele que vou comprar 2 agora #SQN

    0
    • Barnabezinho 28 de outubro de 2014 at 20:52

      Qual banco? CEF? olha isso, hein???

      0
      • acomodado 28 de outubro de 2014 at 20:56

        Olá Barnabezino, sou barnabé tb…rsss
        Foi do BB

        0
        • Barnabezinho 28 de outubro de 2014 at 21:23

          ahahaha! Relaxe, tu será odiado por aqui! kkkk!
          MAs nada de pegar estes dinheiros, isso daí não te pertence! O BB está tentando aumentar a captação, porque desde antes da copa, reduziu bem o volume de pessoas querendo dinheiro. Claro, quem quer não pode pegar e quem pode pegar não precisa ou não quer…

          0
          • acomodado 28 de outubro de 2014 at 21:35

            kkkk…to ligado…FP é assunto proibido…quanto ao crédito, só se estivesse nas ultimas e olhe lá…pois em resposta ao toffolete e à anta – união de c* é rola..kkkk

            0
  • Louro José 28 de outubro de 2014 at 19:55

    Delícia!

    ‘http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2014/08/16/internas_economia,442650/divida-externa-do-brasil-cresce-48-e-vai-a-us-523-7-bilhoes.shtml

    0
    • Tenho paciência 28 de outubro de 2014 at 20:17

      Agora, quanto pior, melhor.

      Somos um bando de pessimistazinhos mesmo…

      0
    • Tenho paciência 28 de outubro de 2014 at 20:20

      Quanto pior, melhor.

      Somos um bando de pessimistazinhos mesmo…

      0
  • Francisco Quiumento 28 de outubro de 2014 at 20:00

    Offzinho genérico

    Caceta, é NABO no econômico para todo lado.

    Mas estou tranquilo!

    Mercadante acaba de dizer que o próximo ministro da fazenda virá da iniciativa privada.

    AGORA VAI!

    0
    • Bob Simpsom 28 de outubro de 2014 at 20:02

      O que no governo Dilma não vem da privada?

      0
      • Francisco Quiumento 28 de outubro de 2014 at 20:02

        Dei a deixa para este trocadilho!

        😀

        0
        • Bob Simpsom 28 de outubro de 2014 at 20:04

          Obrigado por trazer a luz, Pai Xicão

          😉

          0
          • Francisco Quiumento 28 de outubro de 2014 at 20:09

            Sim, Pai Xicão até vive de luz.

            Ele vende uns esquemas para fazer gato nas comunidade!

            😛

            0
            • Tenho paciência 28 de outubro de 2014 at 20:12

              Pai Xicão é internacional !

              Podia ser Grêmio, mas é internacional…

              0
    • Anonymous 28 de outubro de 2014 at 20:11

      Eike Batista?

      0
      • Pobre Piritubano 28 de outubro de 2014 at 20:13

        Não, ele é inimigo do Ei, Que Engador!

        0
  • Anonymous 28 de outubro de 2014 at 20:10

    Estonia’s e-resident!
    “http://e-estonia.com/e-residents/become-e-resident/

    Pelo que entendi, será possível ir até uma embaixada/consulado da Estonia, apresentar documentos e fazer um registro de e-residency. Uma aplicação imediata é abrir conta em banco na Estonia, está na Eurozone, pela Internet.

    Os maiores bancos na Estonia são de origem Sueca.

    SEB
    “http://www.seb.ee/eng/customer-programs/private-banking

    Swedbank
    “https://www.swedbank.ee/business/d2d?language=ENG

    0
    • Amadeus de Sampa 28 de outubro de 2014 at 20:16

      So tem aquele pequeno detalhe. tudo muito digital eh passivel de ataques tambem. e os hackers Russos detestam a Estonia…..postei acima uma historia legal sobre o primeiro cyber war fare do mundo!

      0
    • Amadeus de Sampa 28 de outubro de 2014 at 20:22

      Anony, hj perdi meu tempo e do contador. O contador indiano era muito quadrado e nao soube me passar uma informacao legal sobre minhas duvidas. Era um indiano mumia paralitica. Amanha irei em outro, dessa vez, pleo nome eh ingreis mesmo. Mas se for indiano eu digo “sory” e caio fora. raiva.

      0
  • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 20:14

    ON TOPIC
    Para os interessados em saber um pouco mais sobre a bolha ao redor do mundo.
    O link abaixo é um demonstrativo que ilustra de várias formas a variação de preço dos imóveis ao redor do mundo. Infelizmente o Brasil não entrou na análise. Mesmo assim é muito instrutivo.

    “http://www.economist.com/blogs/dailychart/2011/11/global-house-prices

    0
    • macacoalbino 28 de outubro de 2014 at 20:17

      dá vontade de fazer vários cartazes, com diferentes períodos e demonstrar a variação de preço ao longo das décadas. Os corvos de plantão iriam pirar o cabeção hahaha

      0
  • Pobre Piritubano 28 de outubro de 2014 at 20:16

    CVR

    Ei, psiu! Vocês mesmos! Já pereceberam que NÃO HÁ UMA LOJA SEQUER DECORADA PARA O NATAL? Não importa o ramo de atuação.

    Pois é: já estamos entrando em NOVEMBRO… 😉

    0
    • mmmmm 28 de outubro de 2014 at 20:17

      Calma vem aí a Proclamação da República. 15/Nov. Várias bandeirinhas verde e amarelo salpicando o coração das crianças. No Rio tem até desfile na Pres. Vargas.

      Não, não vai.

      0
    • Harry Potro 28 de outubro de 2014 at 20:17

      Sábado em fui em um casamento e a banda tocou uma música de Natal 🙂

      0
    • Barnabezinho 28 de outubro de 2014 at 20:34

      A Leader Magazine ainda não anunciou o Natal.

      0
      • hannamanana 28 de outubro de 2014 at 21:08

        Estão ocupados ajeitando a Seller rs

        0
      • mmmmm 28 de outubro de 2014 at 21:13

        Vcs esqueceram que país comunista não tem Natal. Eu hein.

        0
        • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 21:44

          tem sim, podem até adiantar a data pro povo ficar mais feliz.

          0
    • Diego F. 28 de outubro de 2014 at 22:05

      Aqui (FLN) tenho percebido justamente o contrário… Várias lojas já decoradas.

      0
    • opagan style 29 de outubro de 2014 at 00:42

      Eita em floripa e em Blumenau já tem hein, vi hj inclusive!

      0
    • Francisco Quiumento 28 de outubro de 2014 at 20:27

      AGORA VAI!

      0
  • hannamanana 28 de outubro de 2014 at 20:27

    RosinhA
    (…)
    O mercado rural pode ter um rombo grande, levando aos bancos que tem investido conter benesses, aumentar juros e travar ainda mais o mercado, o mercado de commodities está desesperado com a parada do mundo prevista para segundo semestre de 2015, o mercado interno está pedindo dinheiro todos os dias : PARA CAPITAL DE GIRO !!!!!!!!!!!!!!!! Hanna pira !!!!!!!!
    (…)

    É pra pirar mesmo rsssss…. E os meteorologistas só tem “boas notícias” para 2014/2015 a respeito do clima. Então, segurem suas botas que a espiga vai assar!

    0
    • RosinhA 28 de outubro de 2014 at 20:32

      Foi o Chico que escreveu isso, li a pouco 😀

      0
      • RosinhA 28 de outubro de 2014 at 20:37

        Local errado banana 😀 era pro CA ! 😀

        0
    • hannamanana 28 de outubro de 2014 at 20:38

      CA
      (…)
      Sobre as multinacionais, elas pulam fora antes de virarmos uma Venezuela e aliás, faz parte da estratégia “demonizá-las” e o Governo acaba permitindo que isto ocorra, mesmo que traga novos prejuízos absurdos para economia.
      Em resumo, acho que não vão conseguir chegar no estágio 2 (Argentina), mas por outros motivos. Vão tentar, se utilizando de vários subterfúgios, mas pelos pontos acima, creio que não vão conseguir.
      (…)

      Aproveitando o gancho, realmente pulam fora. Ninguém é bobo de ficar esperando o pavio da bomba incendiar até o final, mas o detalhe é que aqui as operações são muito complexas e estão muito mais enraizadas do que desatentamente supomos. E o principal: do jeito que estão beneficiam muito quem está lá fora e muito quem está aqui dentro e não tem intenção de perder as mamatas e benesses que possui. Você pode tirar dez elefantes de um zoológico, mas uma operação deste tipo, pra ter sucesso e não gerar pânico ou estourar a manada tem que ser muito bem feita e sorrateira. No momento, a ordem é “nóis capota, mais num breca!”. Se parar de pedalar a bicicleta cai. A RosinhA só deu um número! Imagine o resto.
      A implantação de um regime é completamente possível, mas a história mostra aos críticos que isto só tem sucesso quando traz benefícios incontáveis para aqueles que o administram. Não é a toa que muitos dos que ajudam a implantar regimes depois são mortos por seus pares mais alinhados com ganhos financeiros e de poderio do que fiéis a ideologia inicial do processo. E tornar-se uma Venezuela não traz benefícios, não pra nós, mas pra “eles” que hoje ganham.
      Enfim… era só isso que eu queria dizer.

      0
      • Harry Potro 28 de outubro de 2014 at 20:40

        Tem multinacional com fábrica na Coréia do Norte e na época da guerra fria tinha empresa com fábrica nos países comunistas (empresa grande, tipo Fiat).

        0
  • Carlos BT 28 de outubro de 2014 at 20:58

    JOGOS DE GUERRA

    “http://www.bolhabrasil.com/forum/topic/12-jogos-de-guerra/

    0
  • Pobre Paulista 28 de outubro de 2014 at 21:08

    CA, cheguei atrasado para a conversa!

    O Governo não tem mais fôlego para forçar juros baixos via bancos públicos aumentando sua participação no mercado como fizeram de forma mais intensa a partir de 2.012 até 2.013

    Então, no meu comentário seguinte eu dei a dica para o próximo ministro da economia: Diminuir o compulsório dos bancos. Isso iria gerar uma tonelada de dinheiro “parado” somados ao dinheiro que já está parado. Assim os próprios bancos privados se encarregariam de baixar os juros (leia-se: afrouxar o perfil de risco das suas carteiras de crédito). Não me refiro somente a crédito imobiliário, que em geral já é mais baixo que o crédito de varejo.

    Aí com os bancos forçando os juros para baixo, diminuir a selic é só uma questão de tempo. E concordo, isso iria explodir a bolha da mesma maneira.

    Já sobre os bancos públicos, atualmente eles operam em outra dimensão: A selic absolutamente não os afeta, o governo pode subir ou descer que tanto faz, o grosso deles é crédito direcionado. Tem um artigo no mises que fala exatamente sobre isso (link no final *)

    Minhas conclusões:

    Governo sobre os juros: Construtoras quebram, pequenos investidores tentarão se livrar do chabu, grandes investidores vão tentar segurar o mercado, mas provavelmente teremos enormes quedas.

    Governo desce os juros: Construtoras ganham uma sobrevida, preços ficam estacionados, mercado tem um breve respiro, mas em 2-3 anos estaremos numa situação similar à de hoje, só que MUITO pior.

    Governo mantém os juros: Bolha murcha pelos 2 lados (preços descem lentamente enquanto a inflação corrói o resto)

    * –http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1854

    0
    • Francisco Quiumento 28 de outubro de 2014 at 21:12

      Graus de liberdade cada vez mais estreitos. O brete do PLANO TERRÍIIIIIVEL de Pai Xicão se fecha, mizifios.

      😉

      0
      • Francisco Quiumento 28 de outubro de 2014 at 21:14

        PS:

        Não pirem!

        Coronelato onde o PT apoia-se para governar e onde apoiou-se para reeleger-se não deixará passar seu rebanho ser quem dará as ordens.

        Beco sem saída.

        0
  • acomodado 28 de outubro de 2014 at 21:15

    Olá Pobre Paulista, conforme postei há pouco ( meu primeiro post!!!) meu gerente do BB me ligou as 17 h informando que os juros para financiamento de automóvel estão a partir de 0,97, ou seja, mais do mesmo para pedalar um tempo.

    0
  • Carlos BT 28 de outubro de 2014 at 21:17

    JOGOS DE GUERRA

     1 INTRODUÇÃONas grandes guerras, os líderes, juntamente com seu Estado Maior, sempre elaboram seus planos após realizarem Jogos de Guerra, isto é, sucessivas simulações baseadas sobre o atual campo de batalha, estimando os passos dos inimigos, comparando-os com a movimentação de suas forças.Na minha visão, como bolhista, estamos em um campo de batalha, onde inúmeras forças estão se movimentando, nos flanqueando para nos atacar, e a (minha) posição ainda é defensiva, isto é, buscando formas de proteger o dinheiro de inúmeros adversários.Portanto, nestas simulações de cenários, busca-se traçar possíveis cenários históricos, nos quais se desenrolarão os futuros embates dos bolhistas contra forças que tentarão destruir o seu patrimônio.

    2 CENÁRIOS

    2.1 Cenário I: em direção à República Bolivariana no Brasil
    EVENTOS
    O Brasil vence a Copa do Mundo, logo, os gastos, os roubos e os desmandos são justificados.Dilma ganha a eleição no primeiro turno, logo, adquire imensa legitimidade para o segundo mandado.No segundo semestre, a partir de setembro, chove e desaparece o risco de apagões.Após as eleições a crise econômica se acelera, a inflação dispara com o aumento forte no preço dos combustíveis.Início de 2015, a conta de energia dispara, ams cria-se uma tarifação social , na qual apenas os “ricos”, as “zelites” (leia-se, classe média), é forçada a pagar, já que os moradores dos MCMV (e possuidores de renda mínima) estão isentos.Março de 2015, a crise econômica se agrava e Dilma, com sua populariedade começa a colocar uma classe contra a outra, buscando forçar a aprovação no Congresso de poderes extraordinários para a Presidência.De duas uma, ou ela dá um golpe, ou sofre um impeachment, pois não há populariedade que sobreviva a uma crise econômica. Data do golpe: após os 100 primeiros dias do segundo mandato.Dilma consegue vencer o contra-golpe, dá um coup d’Etat “constitucional, recebendo mais poderes do Congresso, calando a imprensa (criando um “Marco Civil” para esta), e a partir daí caminha para criar uma República Social Bolivariana, craiando uma rede cada vez maior de apaniguados custeados pelo Estado, que lhe apoiarão.Medidas :- Meu Carro Melhor (financiamento estatal por crédito fácil para aquisição de carros populares);- Casa para Todos (legitimando invasões de imóveis urbanos pelo MST et caverna);- formação de uma Polícia Social (com a finalidade de que a própria população seja responsável pela gestão da sua segurança, em “comunidades”);- instituição do IGF (imposto sobre grandes fortunas), que na verdade, irá atingir, mais uma vez a classe média, e os atuais proprietários de “bolhudos” que valem mais de 1kk dilmas;- aumento forte do IPI sobre produtos não “essenciais” e sobre importados e também criação de uma Contribuição Social Emergencial, para financiar “os custos da saúde”;- aumento temporário da alíquota do IRPF para 30%, na última faixa (com aumento da isenção, para agradar os menos favorecidos);- Minha Saúde Melhor (aumento da “importação” de médicos cubanos e venezuelanos, além de construção de uma Rede Social de Hospitais apenas com estes médicos, além dos comissários petistas).Plano externo : o FED dos EUA mantém sua política de incentivos monetários e a China não diminui seu crescimento.Economia : BACEN sobe paulatinamente a SELIC, e em janeiro de 2015 ela estará em 12,5%. IPCA de 7% nesta mesma época. Arrecadação aumentada

    devido à inflação.Análise: pouco provável este cenário, pois:(a) Dilma está com sua populariedade em declínio, logo, uma vitória no primeiro turno fica cada vez mais distante;( a vitória no primeiro turno não asseguraria uma legitimidade instantânea, até porque não se vê no horizonte um futuro Congresso Nacional que venha a auxiliar a presidente e a existência de uma crise econômica não a ajudaria politicamente, mas tiraria seu apoio no Congresso; e© acredito que ela vai tentar o clássico “dividir para governar”, acentuando a cisão entre classes sociais para buscar um apoio de parte da sociedade para se legitimar, mas não vai conseguir, pois a inflação vai deteriorar op poder aquisitivo da “Nova Classe Média”.Se este cenário ocorrer : aplicar o manual do Anonymous e fujam para as montanhas . Para quem não pode sair do Brasil, creio que comprar moeda estrangeira seria uma saída e tentar ir morar em cidades menores, onde haverá menor interferência do governo.

    2.2 Cenário II: em direção ao impeachment
    EVENTOS
    O Brasil perde a Copa do Mundo e o povo vê que pagaram por uma festa feita para os outros, leia-sa, a FIFA.Dilma ganha a eleição no segundo turno, logo, adquire pouca legitimidade para o segundo mandado. Lula começa a tirar o corpo fora.No segundo semestre, a partir de setembro, não chove e o risco de apagões se transforma em realidade.Após as eleições a crise econômica se acelera, a inflação dispara com o aumento forte no preço dos combustíveis.Início de 2015, a conta de energia dispara, mas tenta-se criar uma tarifação social , na qual apenas os “ricos”, as “zelites” (leia-se, classe média), é forçada a pagar, já que os moradores dos MCMV (e possuidores de renda mínima) estão isentos.Março de 2015, a crise econômica se agrava e Dilma, com sua populariedade em baixa começa a colocar uma classe contra a outra, queimando o PMDB e tentando evitar uma deterioração absoluta do seu poder político.Ela não tem mais força para se manter no poder. Ela até poderia tentar um golpe, mas nota que não possui forças.A grande mídia divulga a cada quinze dias escândalos sobre o Governo até chegar em Dilma. Abre-se o processo de impechmente. Lula em um momneto tenta salvá-la, mas vendo que não é possível, salta do barco e diz “que Dilma traiu o povo!”Dilma ou renuncia ou enfrenta o processo de impeachment e o país passa um ano inteiro literalmente parado.A crise econômica se acentua.Dilma sai do cargo e assume o vice-presidente Michel Temer (PMDB-SP) que, para ajudar a governar, faz um grande pacto de coalização nacional (PMDB-PSDB-PSB), nomeando como ministro da fazenda Armínio Fraga e como presidente do BACEN Henrique Meirelles. O PT vai para a oposição, bastante diminuído, mas começa a vociferar (com ódio) contra as políticas neoliberais do antigo aliado.Plano externo : o FED dos EUA revogam, no início de 2015, sua polític
    a de incentivos monetários e a China diminui seu crescimento.Economia : BACEN sobe a SELIC, e em janeiro de 2015 ela estará em 14%. IPCA de 10% nesta mesma época. Arrecadação aumentada devido à inflação.Análise: possível este cenário, pois:(a) Dilma está com sua populariedade em declínio, mas ainda conta com uma gigantesca rede de apaniguados e percebedores de benefícios do MCMD, Minha Casa Melhor, Bolsa Família etc, além de significativa parcela da classe média que acredita no PT logo, a vitória dela ainda é bem provável;( a vitória no segundo turno não assegura uma legitimidade, até porque não se vê no horizonte um futuro Congresso Nacional majoritariamente favorável à presidente, já que não terá como eleger tantos aliados nos estados.© a crise econômica não cessará após as eleições, logo, o paoio do Congresso a elea, se ela vencer as eleições, já era; e© acredito, mais uma vez, que ela vai tentar o clássico “dividir para governar”, acentuando a cisão entre classes sociais para buscar um apoio de parte da sociedade para se legitimar, mas não vai conseguir, pois a inflação vai deteriorar o poder aquisitivo da “Nova Classe Média”.Se este cenário ocorrer : note que a SELIC aumentará muito, mas será que o Tesouro não dará calote e as dívidas não serão objeto de novos acordos, com a promessa de pagamento em longo prazo? Portanto, o ideal seria aplicar no TD (LFT) em até 2 anos. Ainda acho que moeda estrangeira, em espécie, é uma boa saída, pois creio que em todos os cenários haverá maxidesvalorização.

    2.3 Cenário III: em direção à volta do Messias
    EVENTOS
    O Brasil perde a Copa do Mundo e o povo vê que pagaram por uma festa feita para os outros, leia-sa, a FIFA.Dilma perde a eleição no segundo turno, logo, e o vencedor adquire pouca legitimidade para o segundo mandado. Lula começa a maquinar contra o vencedor.No primeiro semestre, a partir de maio, não chove e o risco de apagões se transforma em realidade.Após as eleições a crise econômica se acelera, a inflação dispara com o aumento forte no preço dos combustíveis.O governo de transição recebe notícias pertubadoras acerca do estado fiscal da República.Início de 2015, a conta de energia dispara.Março de 2015, a crise econômica se agrava. (Se o vencedor for Eduardo Campos, a REDE de Marina Silva pula fora do barco antes de junho)Os 100 primeiros dias de governo são terríveis e a conta para o povo será maior ainda.Lula começa a aparecer como o grande Messias, como representante de uma “era de bonanças”, na qual os “menos favorecidos” eram ajudados e bemn tratados.A crise econômica se acentua.Lula articula para minar o apoio do Congresso ao novo presidente.Para enfrentá-lo, o fisiologismo se acentua, e uma grande aliança entre PSDB-PSB-PMDB se forma contra o PT. O PMDB vai rachar. A REDE vai para oposição como força alternativa já visando as eleições municipais de 2016.Quem pensa em concurso público, esqueça, teremos longos anos sem novos gastos, tendo em vista medidas de austeridade fiscal. Aumento para o funcionalismo será apenas no mínimo possível, politicamente aceitável.Plano externo : o FED dos EUA revogam, no início de 2015, sua política de incentivos monetários e a China diminui seu crescimento.Economia : BACEN sobe a SELIC, e em janeiro de 2015 ela estará em 18%. IPCA real de 20% nesta mesma época. Arrecadação aumentada devido à inflação.Análise: possível este cenário, pois:(a) Dilma desaparece politicamente;( a vitória no segundo turno do novo presidente não assegura sua automatica legitimidade, até porque não se vê no horizonte um futuro Congresso Nacional majoritariamente favorável a qualquer vencedor. Qualquer um terá que compor com o PMDB e, no caso do PSB, com o PSDB;© a crise econômica não cessará após as eleições, logo, na verdade, em 2015 as coisas vão piorar; e© o novo presidente irá passar o seu mandato em luta contra Lula, que será uma espécie de Perón à brasileira. Teremos longos quatro anos medíocres.Se este cenário ocorrer : note que a SELIC aumentará muito, mas será que o Tesouro não dará calote e as dívidas não serão objeto de novos acordos, com a promessa de pagamento em longo prazo? Portanto, acredito que o mesmo seja o anunciado anteriormente: ideal seria aplicar no TD (LFT) em até 2 anos. Haverá maxidesvalorização do real.

    2.4 A Bolha Imobiliária
    A tendência é que o desemprego aumente, sem dúvidas, pois, com o aumento dos custos das fontes energéticas (energia elétrica e combustíveis, já que o governo não irá conseguir represar o aumento isto para sempre), haverá aumento das despesas das grandes indústrias, comércio e serviços.Imagine a conta de luz de uma Universidade privada após o aumento? Qual seriam as novas despesas de uma concessionária de transporte público após o aumento do valor dos combustíveis (e de energia elétrica)?Óbvio que terão de cortar custos e transferir despesas? Quem sofrerá com isto?Eu, você, todos nós!Com o aumento do desemprego e a queda da renda, cada vez fica mais evidente que a população não terá como aceitar “parcelinhas” para comprar os bolhudos. Como disse Chico Bento Rosa , o crédito até vai existir, mas não haverá que poderá tomá-lo para aquisição de imóveis.A bolha já estourou, mas ela será OBSCENA em 2015, o ano do grande ajuste.Será o fim de muitas das construtoras. A meu sentir, ainda em 2014 é possível que uma delas vá para o buraco.Meu grande receio está nos Bancos.Será que teremos um novo PROER, para salvar os grandes bancos brasileiros, com o Governo assumindo os títulos imobiliários podres?Se houver uma quebradeira geral, tenho receio de perder dinheiro na poupança e até mesmo nas LFTs…Confesso que estou em dúvida sobre como defender meu dinheiro.

    3 FinalizandoComo se tratam de cenários sobre um nebuloso futuro, não há certezas.Por estas razão, em jogos de guerra é necessária a atuação não apenas de um jogador, mas de várias mentes pensando sobre os movimentos no campo de batalha ( battlefield ).Por esta razão coloco estas idéias para os bolhistas deste Fórum.O que vcs acham?Quais seriam os negócios e oportunidades para investir nestas épocas turbulentas?Quais os novos nichos de mercado? 

    0
    • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 21:35

      Vlw. Eu cansei de comentar sobre isso. Hahaha agora estarei munida. 😉

      0
  • PapiranteSalg 28 de outubro de 2014 at 21:27

    Estava olhando no SIAFI o total de recursos recebidos pela minha UG de 2005 até 2014 (sempre no período de janeiro até outubro). Atenção no aumento de 2013 para 2014. Sei não…

    Recursos Recebidos 2005: R$ 1.312.391,11
    Recursos Recebidos 2006: R$ 1.232.759,23
    Recursos Recebidos 2007: R$ 1.432.381,60
    Recursos Recebidos 2008: R$ 1.235.423,93
    Recursos Recebidos 2009: R$ 1.051.969,69
    Recursos Recebidos 2010: R$ 1.161.947,97
    Recursos Recebidos 2011: R$ 1.609.706,47
    Recursos Recebidos 2012: R$ 1.761.214,83
    Recursos Recebidos 2013: R$ 1.645.695,70
    Recursos Recebidos 2014: R$ 2.314.750,56

    0
    • hannamanana 28 de outubro de 2014 at 21:30

      Financeiro mesmo?

      0
      • PapiranteSalg 28 de outubro de 2014 at 21:42

        É o somatório das contas crédito disponível, empenhos a liquidar e empenhos liquidados da UG.

        0
        • hannamanana 28 de outubro de 2014 at 21:45

          Tudo dinheiro já usado ou carimbado, então né?
          O que vc acha que vem, especificamente?

          0
          • PapiranteSalg 28 de outubro de 2014 at 21:47

            Não vem dinheiro para nós. O tesouro faz o sub-repasse pelo siafi e nós fazemos a Ordem Bancária e cai o dinheiro na conta da empresa.

            0
            • PapiranteSalg 28 de outubro de 2014 at 21:47

              Tudo dinheiro virtual…

              0
            • hannamanana 28 de outubro de 2014 at 21:50

              Ah sim… Sai tudo da conta do tesouro via BB. “Dinheiro” foi modo de dizer, mas o que vc acha que isto significa? (o aumento)

              0
              • PapiranteSalg 28 de outubro de 2014 at 22:12

                Eu não sei… Esse ano nós não recebemos nenhum recurso para ser aplicado em algum projeto especial como PAC, por exemplo. Às vezes pode acontecer um aumento anormal por conta do recebimento de recursos para aplicações em projetos específicos, mas não foi o caso desse ano. Só dá para dizer o óbvio, estão gastando a rodo e sem medir as consequências e os efeitos disso todos já sabem.

                0
                • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 22:17

                  A cobrança futura poderá ser preocupante, mas pelo que vc já nos esclareceu não vai encontrar ressonancia.

                  0
    • DRN 28 de outubro de 2014 at 21:31

      infração REAL.. kkkkk

      0
    • Barnabezinho 28 de outubro de 2014 at 21:33

      papirante, aumentam pra dar sobras pro ano que vem. Sabiam que ia dar merda… aí fazem “sobrar”… pra poder cortar depois e redirecionar.

      0
      • hannamanana 28 de outubro de 2014 at 21:35

        Restos a pagar…

        0
        • Barnabezinho 28 de outubro de 2014 at 22:00

          restos a pagar, faz qualquer pelanca virar churrasco gaúcho. Muita sobra serve pra “inventar”orçamento suplementar sem precisar da chata necessidade de passar pires no congresso e pra achacar fornecedores diversos em troca de apoios nas eleições.

          0
    • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 21:40

      é feito sob empenho?

      0
      • PapiranteSalg 28 de outubro de 2014 at 21:48

        Exato.

        0
        • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 21:57

          então to contigo no sei não… 🙂

          0
  • rich 28 de outubro de 2014 at 21:48

    CVR
    Limosine parou em frente a um prédio que no outro lado da rua há um estande de salinhas comerciais as moscas. Todos os corvos saíram para ver o fervo e a aniversariante entrando no carro. Devem ter pensando ” faz muito tempo que não esbanjo dinheiro”…

    0
    • Rafael_SN 29 de outubro de 2014 at 04:31

      CVR mini
      Pior que eu conheço uma família dona de corvolaria… Esse ano os caras trocaram os carros da família.. saiu de uns 50k pra 250k em carros(4 pessoas)

      0
  • EDUARDO 28 de outubro de 2014 at 21:52

    Aos Campineiros:
    Vocês estão tendo a percepção de que o preço dos imoveis estão baixando? As vezes eu tenho, as vezes não…

    0
    • wal 28 de outubro de 2014 at 22:04

      Veja Santos:
      CVR
      Se isto não é bolha….

      Vejam
      Santos sp
      08/09/13
      Durante a construção

      – Bossa Nova – Apartamento 263 da Torre A com 149,97m², com valor de venda de R$ 727.260,00 mais R$ 6.000,00 de despesa de contrato. Apartamento 93 da Torre A, última unidade por R$ 712.880,00 mais R$ 6.000,00 de despesas de contrato com a seguinte sugestão de pagamento:

      Hoje:
      Tenho uma opção de um imóvel que entregou recentemente, o Habite-se sai em Novembro.

      O empreendimento é o Bossa Nova, apartamento de 150m² a partir de R$ 610.000,00. Te interessa?

      0
    • Marcos Santos 30 de outubro de 2014 at 23:20

      aqui em piracicaba região de campinas ainda não percebo essa baixa

      0
  • Augusto Strike 28 de outubro de 2014 at 21:53

    CVR
    Hoje conversei com um amigo que é construtor aqui na região. Ele constrói casas para vender. Compra terreno por 50k, 80k, 100k (dependendo do padrão da casa) constrói e vende com 50 a 100% de lucro em cima. Perguntei a ele o que espera para o futuro. Ele está totalmente otimista. Disse que com as medidas da Dilma vai voltar a ganhar dinheiro como 2012 e 2013. Ele diz que tem certeza disso. E segundo ele os preços não vão cair, pelo contrário, vão continuar subindo. E agora?

    0
    • CA 28 de outubro de 2014 at 21:55

      Agora, abre os olhos e acorda!

      1+
      • Barnabezinho 28 de outubro de 2014 at 21:57

        Melhor mandar ele parar de fumar pedra.

        0
        • CA 28 de outubro de 2014 at 22:00

          Esse é o alter ego do Shock, tão patético quanto… Perceba que sequer fala qual seria a “região mágica” a que se refere, porque poderíamos achar evidências em contrário e apresentar, fica muito mais fácil este papo mole e sem conteúdo, SEMPRE sem NENHUM fato para comprovar o que ele está dizendo.

          1+
          • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 22:12

            CA, o povo da reunião tá vidrado nos spreads como solução, mas parece que vão dar algo em troca. Quero ver a matemagica que vão usar, se não der pra colocar por aqui, mando pra alguns via Boss.

            0
          • Augusto Strike 28 de outubro de 2014 at 23:10

            CA, aqui na região de Marília e cidades do entorno. Cara, que você é super inteligente, não há dúvida. Eu não sou páreo para você, então não vou contestar. Eu não queria nem fazer esse comentário porque já sei como o pessoal iria reagir. Eu também fiquei surpreso com o otimismo dele. Olhei olho no olho, não era bravata, posso garantir! O cara é profissional, ficou rico nesse ramo, onde ele atua já tem muito tempo. Ele tem vários imóveis alugados, tanto residenciais e comerciais. Comerciais ele tem um monte, isso os que eu tenho certeza que é dele. O cara é pacato, não fica de ostentação, mas todo mundo sabe que ele tem grana. Foi o que ele falou, o que eu posso fazer? Tá otimista pra caramba! Ponto! Falei com ele no salão onde corto cabelo. Todo mundo que estava lá escutou.

            0
            • Mr. N 30 de outubro de 2014 at 12:25

              Vamos para as hipóteses possível, se os 50 a 100% for em cima do valor do terreno é provável que consiga, principalmente se tiver mão de obras “assalariada”, e tiver bons conhecimento com as empresas de material de construção é possível, mas se for 50 a 100% em cima da obra pronta acho bem impossível.

              Tem que ver como esta a situação da Bolha ai em Marília se tiver sobrando placas de aluga-se e vende-se penduradas com certeza ele vai começar a ter prejú, senão ele pode continuar a ter lucro, mas a tendência é piorar.

              Eu moro em MT bem no meio do “Celeiro” do Brasil, cidade de mais de 50k de população, por enquanto a situação continua positivo para os Corvos, é difícil achar casas para alugar e sempre o valor é bolhudos. No começo do ano a prefeitura entregou mais de 700 casas do MCMV. Os loteamentos que saíram nós últimos anos estão quase todos em fase de construção.

              0
          • Bolhudão Boladaço 28 de outubro de 2014 at 23:21

            O cara parece até redator da VEJA, não apresenta prova de nadica de nada, rs.

            0
      • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 21:58

        kkkkk

        0
      • Chico Louco 28 de outubro de 2014 at 22:04

        Hahaha até o CA destruindo os caras, perdeu a paciência amigo ? excelente suas analises de hoje, parabéns, o blog está hoje extraordinário, em conteúdo e assuntos…………

        0
    • DRN 28 de outubro de 2014 at 21:56

      Se eu fosse vc, compraria dois. Com o aluguel, vc paga o financiamento.

      0
    • CA 28 de outubro de 2014 at 21:57

      Ah, esqueci de perguntar: que medidas da Dilma? Aprende a mentir pelo menos…

      0
      • Guilherme 28 de outubro de 2014 at 22:11

        Medidas da Dilma? 22cm dizem por aí..

        0
        • Barnabezinho 28 de outubro de 2014 at 22:24

          ECA…

          0
    • EDUARDO 28 de outubro de 2014 at 21:59

      Vira sócio!

      0
    • Bolhudo 13 de janeiro de 2015 at 17:29

      TRUCO FAÇÃO DE UMA FIGA !!!!!!!”50k, 80k, 100k (dependendo do padrão da casa) ” Cara, terreno por este preço para construir alto padrão ? Estes valores é de terreno na favela, me arruma terreno por 50k bem localizado que compro 10 a vista seu mentiroso kkkkk

      1+
  • fagatrc 28 de outubro de 2014 at 21:56

    OFF
    Será que sou muito capitalista?

    Tava vendo tv com um olho enquanto navegava na net com o outro e achei um absurdo uma cena.
    Na cena algumas crianças estavam brigando. O motivo é que uma tinha emprestado dinheiro para outra e tinham combinado o pagamento com juros.
    Porém, na hora de pagar, a criança que pegou o empréstimo não queria pagar os juros e todas as outras ficaram do lado dela dizendo que a criança que emprestou dinheiro estava explorando a necessidade da outra.
    Pode isso? É isso que ensinam? Ensinam a serem coitados?
    Ou estou sendo rigoroso demais?

    0
    • Barnabezinho 28 de outubro de 2014 at 21:57

      que comercial?

      0
      • fagatrc 28 de outubro de 2014 at 21:59

        novela…..chiquititas

        0
        • Barnabezinho 28 de outubro de 2014 at 22:00

          Eita… não a toa nem sei como é esta coisa.

          0
          • fagatrc 28 de outubro de 2014 at 22:03

            sorte sua!!!

            0
    • mmmmm 28 de outubro de 2014 at 21:57

      Muito capitalista eu não sei, mas corre no oculista, pois vc tá é muito vesgo. kkkkkk

      0
      • mmmmm 28 de outubro de 2014 at 21:59

        …, mas é o que pessoal fala que ensinam na escola.

        0
    • fagatrc 28 de outubro de 2014 at 22:01

      Depois crescem e ficam reclamando que estão sendo explorados pelos bancos.

      0
      • fagatrc 28 de outubro de 2014 at 22:04

        pior é a patroa que diz: vc tá exagerando, são só crianças.

        0
    • From_The_Tower 28 de outubro de 2014 at 23:15

      Eu vi isso. Minha filha estava assistindo. Deu a idéia que a menina que cobrava juros era capitalista opressora. Kkkk

      0
  • [email protected] 28 de outubro de 2014 at 22:08

    Em São Paulo ZL já tem dois shoppings com decoração de Natal, mas acho que é o desespero dos lojistas para ativar o consumismo.

    0
  • Çanguinolento 28 de outubro de 2014 at 22:26

    Cvr off…quem pode me ajudar??Caros, boa noite!
    Faço um curso de pós graduação mas terei que desistir no meio do curso. Este começou em março/14. Ao cancelar, foi me cobrada uma taxa de R$ 9,000 reais, que é valor restante do curso! Isso procede? No contrato diz que é ncessário pagar uma multa, mas achei esse valor muito alto apenas para sair do curso!

    O valor a ser financiado é de 12.367,00. Obrigado!:)

    1+
    • Barnabezinho 28 de outubro de 2014 at 22:28

      provavelmente tu resolve isso na JEC de sua cidade – PROCON antes adianta dependendo da situação.

      1+
    • DRN 28 de outubro de 2014 at 22:30

      Cara, é óbvio que a multa tem de ser proporcional ao tempo que falta para executar por completo o contrato. JEC NELES!

      1+
      • Çanguinolento 28 de outubro de 2014 at 22:43

        Ai que ta…eles estão cobrando o valor restante do curso..,ou seja…eu não posso desistir do curso sem pagar 9k? Não eh possível!

        0
        • DRN 28 de outubro de 2014 at 22:47

          Se o curso custou 18k e vc pagou 9k, indo até a metade do curso, a multa (10-20-30%) tem de ser cobrada sobre os 9k restantes. Mas tem de ser percentual. Não pode ser integral.

          JEC NELES.

          0
      • Çanguinolento 28 de outubro de 2014 at 22:48

        Drn..reli o seu ponto e agora entendi.RS
        Não achei lei que diz isso. CDC..IDEC..nada 🙁

        0
    • Pobre Paulista 28 de outubro de 2014 at 22:51

      Que eu saiba existe um teto de 10% sobre o valor restante. Não sei a fonte, mas quem me disse tinha cargo alto em instituição de ensino.

      No seu caso, se faltava pagar R$ 12.367,00 até o final do curso, a multa não pode passar de R$ 1.236,70 reais.

      0
      • Çanguinolento 29 de outubro de 2014 at 08:25

        Valeu!

        0
  • Pão de queijo com café 28 de outubro de 2014 at 23:09

    Carlos BT
    JOGOS DE GUERRA
    “http://www.bolhabrasil.com/forum/topic/12-jogos-de-guerra/

    valeu !!!

    0
    • Marcus A 28 de outubro de 2014 at 23:45

      Legal!

      0
      • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 23:57

        vou ver no que posso ajudar. Mas colei na porta da cozinha, a cada passada releio um trecho. 🙂

        0
  • Formiga atomica 28 de outubro de 2014 at 23:39

    Aumento de impostos

    -http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2014/10/28/internas_economia,584388/numero-de-apartamentos-registrados-em-bh-cai-3-e-arrecadacao-do-itbi-sobe-11-26.shtml

    0
  • Pobre Paulista 28 de outubro de 2014 at 23:42

    Para quem está achando que o veto aos conselhos populares é uma boa notícia:

    –http://bdadolfo.blogspot.com.br/2014/10/dilma-aplica-kansas-city-maneuver-na.html

    0
    • Barnabezinho 28 de outubro de 2014 at 23:43

      Bom ponto do japa.

      0
      • Banzé Bolhudo 28 de outubro de 2014 at 23:54

        Foi o que comentei. Ai vem Calheiros defender referendo, bom primeiro que não dá pra confiar o que eles vão propor pra depois referendar.
        E tem gente que acredita que o céu dá pra viagem de brigadeiro. SQN.

        0
  • Veeeeem Bolha 29 de outubro de 2014 at 00:40

    CVR

    Um certo banco azul amarelo e branco cortou totalmente o pagamento de horas extras pra funcionários em 2014.

    1+
    • Marcus A 29 de outubro de 2014 at 00:54

      Qual?

      0
    • Rafael Marquez 29 de outubro de 2014 at 02:00

      Aquele banco que está levando todo o data center dele para Mogi Mirim (interior) onde Lady Rose indica compra de terrenos ???

      É realmente acho que esse processo migratório da “CAPITAR” realmente vai vir forte….

      Alguém deve imaginar o que aquele prédio do centro tecnológico do tal Banco na av. do Estado vai afetar quando sair de lá, já fiz prestação de serviçõs lá e fico imaginando se essa moda pega…..

      0
  • Juan 29 de outubro de 2014 at 02:10

    Prezado CA .. Parabens pela excelente analise…Acompanho esse Site mas nunca falo… Para converter sua apresentação em Video é muito facil….No linux existe um software chamado RecordMyDesktop com o qual voce pode gravar o que aparece na tela..alem de gravar o video tambem grava o que voce fala…Se no Linux existe isso..entao no Windows com certeza deve ter varios softwares …..mas eu nao conheco pois não uso Windows…

    Voce poderia fazer seu video e tirar as partes com muito texto…Essas partes você poderia fala-las….

    Eu me tomei a liberdade de converter em video sua apresentação e colocar-la no Youtube apenas para você ter uma ideia de como ficaria e para incentivar você a realizar o video pois é muito importante…

    Coloquei no meu canal onde estão as minhas aulas que tambem gravo com esse software…. Assim que você me indicar apaguarei ele do meu canal…

    “https://www.youtube.com/watch?v=CSlMFGD0qS0

    Abraços
    Juan

    0
  • Carnevelha 29 de outubro de 2014 at 02:15

    CVR
    Um colega pagava R$ 400 /mês pra usar um espaço de coworking para trabalhar (ele é programador, autônomo). Mas perto da casa dele há uma universidade pública, estadual, que tem uma ótima biblioteca, só que o uso da internet é restrito para os alunos.

    No final do ano passado, ele prestou vestibular na dita universidade, se matriculou e se tornou aluno de um curso onde a concorrência é 0,7 candidatos/vaga (ciências sociais, ou algo do tipo). Em suma, é só não zerar nenhuma matéria no vestibular, que passa.

    Matriculado, passou a usar a estrutura da biblioteca da universidade para trabalhar. Nunca assistiu uma aula do curso. Agora, no final do ano, ele vai prestar vestibular novamente, cancelar a matrícula antiga e fazer uma nova, só para continuar usando a estrutura.

    0
    • Abomineve Homem das Naves 29 de outubro de 2014 at 02:30

      Não sei o que dizer rsrsrsr

      0
    • g.w. bush 29 de outubro de 2014 at 02:57

      Para mim é o melhor aluno de ciências sociais da universidade…

      2+
      • Abomineve Homem das Naves 29 de outubro de 2014 at 03:29

        Pronto. Isso mesmo !!!

        1+
      • Manoel Joaquim 29 de outubro de 2014 at 15:09

        Fala para ele usar sandálias de couro, não lavar o cabelo e andar com um palitinho na canto da boca para não desconfiarem.

        1+
      • lima 26 de abril de 2015 at 19:21

        Distorções. Adoro quando alguem que paga se aproveita de distorções.

        0
  • liquid 29 de outubro de 2014 at 05:53

    CVR

    ex-vizinho aqui no condomínio, precisou vender imóvel rapidamente pra mudar de cidade e resolver problemas familiares.

    idoso, aposentado, viúvo. imóvel avaliado em 400K pelo corvetor.

    após quase 2 anos anunciado, poucas visitas, necessidade em fazer caixa, aceitou proposta firme.

    120K. é mole? 70% do preço pedido. apt com 120 m2. o dele é no primeiro andar, rua com muito trânsito, sirenes, ônibus, um inferno.

    corvo pegou comissão do comprador, à parte, em dinheiro vivo, coisa de 10K.

    detalhe, conheci o novo propriotário hoje, comprou pra morar.

    pagou 60K na entrada, financiou o restante pela cef.

    parcelas de 900 durante 10 anos. prejuízo mensal com condomínio e iptu de 1K. cobertura com piscina, sauna, xoxoteca, etc, de uso comum.

    depois de conversar amenidades, o feliz comprador confessou q não tá fácil assumir o orçamento mensal, 1,9K tá minando sua saúde financeira. ele tem filhos e muitas despesas.

    principalmente qdo disse à ele q pago 1K de aluguel por mês. com todas as despesas inclusas. andar alto, sem sofrer tanto com barulho, fumaça e poeira.

    revoltado, ele me disse, “mas como vc paga 1K?? isso é a despesa mensal do dono do seu apt?! vc deveria pagar pelo menos 2K por mês!”

    simplesmente respondi: “mas esse é o preço de mercado, atual. apesar de morar há 5 anos aqui, se o senhorio quiser aumentar o aluguel eu mudo pra outro, sem problemas. a oferta é enorme. pq eu pagaria 2x por algo acima do mercado? e, pelo menos, se o dono não ganha nada, tb não perde nada, pois eu cuido bem do imóvel dele.”

    não quis explicar em detalhes q o dono perde, sim, muito.

    agora, receba esse fogo: piscina rachou, vai ter reforma. deck estourou, vai ter chamada. fachada descolando pastilhas, vai ter taxa extra.

    pq eu compraria uma bomba dessas??

    1+
  • Mente&Cérebro-BH 29 de outubro de 2014 at 09:02

    [CVR – BH] Acompanho o blog há quase três anos, algumas épocas mais de perto, outras nem tanto. Nunca postei nada, mas o faço agora. Penso em comprar um apartamento na região centro-sul de Belo Horizonte, comecei a estudar o mercado no final do ano passado, no intuito de monitorar preços e oportunidades, mesmo sabendo que estamos longe do piso dos preços. O dispair ainda está por vir.
    Recentemente comecei a pensar em mudar de apartamento, alugando outro maior que me atenda melhor, de modo que poderia aguardar o desenrolar do estouro da bolha com maior conforto. Após monitorar bem o mercado de compra e venda, voltar a olhar o mercado de aluguel escancarou para mim a irracionalidade do mercado o tamanho da bolha formada.
    É de uma burrice desumana comprar qualquer coisa hoje, ainda mais financiado, em razão da relação preço/aluguel. Vou dar um exemplo: vi um anúncio de apartamento quase novo (menos de 5 anos) no bairro Gutierrez, em torno de 180m2. Aluguel caríssimo, pedida de R$ 5.000,00. O apartamento já todo com armários, banheira, cozinha planejada, armários etc. Um apartamento novo equivalente a esse tem preço pedido de cerca de R$ 2.000.000,00 ou mais, muitas vezes sem armários, sem os itens de iluminação etc, de modo que ao comprar o sujeito ainda tem que gastar mais um pouco. Fazendo uma conta bem conservadora, a relação aluguel/preço gira em torno de 0,25, enquanto que a poupança anda rendendo em torno de 0,6% ao mês. Agora, de o sujeito der R$ 1.000.000,00 de entrada (quem tem essa grana?) e financiar o restante, a conta fica ainda mais trágica. Deixa de receber cerca de R$ 6.000,00 por mês de juros e TR, que cobriria o aluguel e ainda sobraria R$ 1.000,00, e ainda pagaria juros sobre o principal de R$ 1.000.000,00. Meus Deus! Como alguém com tanto dinheiro faria uma burrada dessas?!? Mas fazem…
    Enfim, sei que todo mundo aqui já sabe disso, eu já sabia, mas achei válido checar com meus próprios olhos, na região que me interessava, e constatar que as coisas ditas aqui correspondem totalmente à realidade verificada lá fora. Quem não quer enxergar que receba a visita do príncipe africano. Eu é que não vou. Valeu amigos!

    0
  • Cash-for-crash 29 de outubro de 2014 at 09:27

    Parabéns CA.
    A sua disposição em realizar esse trabalho merece o nosso reconhecimento.
    Comeceia a ler esse blog no inicio do ano. Tinha dúvidas quanto à existencia da bolha, apesar de desconfiar da existencia desde 2011.
    Virei um bolhista e com esse blog, tenho embasamento cientifico que atesta a existencia da bolha (precisava escrever isso???).
    Esse resumão é top!!!!

    0
  • Cash-for-crash 29 de outubro de 2014 at 09:49

    Tem um link do texto
    -http://view.emkt-uolhost.com/?j=fec7157670660574&m=fe9512727d65047d7c&ls=fe1e117977670d7d7d1c75&l=fef1137874610d&s=fe311572706d057d771175&jb=ffcf14&ju=fe9315767061047b70

    0
  • Marcos Santos 29 de outubro de 2014 at 12:22

    desemprego 4,9% onde a dilma achou esse numero, eu mesmo sou um dos desempregados agora, e essa eleição onde viu tse liberar a apuração as 20:00 nunca tinha acontecido isso, ninguém me tira da cabeça que isso foi manipulado maquiado, gente pelo amor de Deus, alguém faz alguma coisa!!!

    0
  • Marcos Santos 29 de outubro de 2014 at 12:29

    CVR:posso falar outra coisa? brasileiros desempregado com TEMPO PRA PENSAR me indaguei: pq as escolas publicas das quais eu fiz não muda o sistema de ensino: prima vida pratica com matemática DA VIDA, com aulas pra EMPREENDER, pois estou querendo empreender e descobri que nao aprendi nada, e por isso tenho muito medo, pois vou ter que aprender no meu negocio, se ao menos tivesse aprendido numa escola: olha faz isso, as vendas desse produto e isso o mercado e isso, e olha que sou contador e tenho faculdade…tenho dinheiro pra investir e aprendi com vcs que e melhor empreender do que viver de aluguel…

    0
    • paulo 2 de novembro de 2014 at 22:44

      Prezado, como você acha que funcionários públicos vão ensinar empreendedorismo?

      0
    • lima 26 de abril de 2015 at 19:15

      Prêmio CVR bosta do ano.

      0