Bolhas especulativas e preços de imóveis na cidade de São Paulo – Emerson Rildo Araújo de Carvalho

Você pode gostar...

Comments
  • Marcio 6 de julho de 2012 at 19:05

    first?

    0
    • Crase 7 de julho de 2012 at 15:16

      Bolha, acontece de algumas vezes participantes do blog sugerirem tópicos para discussão. Não sei se já houve esse tópico, ou se seria interessante, mas já duas vezes que tento comprar um imóvel e nas duas vezes era golpe… Numa dessas havia até advogado (com CPF e nome na internet; claro que o cara não era quem dizia ser) e corretor de imobiliária fazendo negócios escusos. Talvez não haja bytes de espaço pra tantos casos, ou as pessoas não estariam dispostas a comentar um assunto desgastante.
      As modalidades de golpes são infindáveis, e talvez o bolha como um site extremamente informativo (economia, imóveis, relações internacionais etc.) pudesse ajudar nesse assunto, que é de utilidade pública assim como todos os abordados no site e parabéns pelo sucesso.

      0
      • Bolha Imobiliária 7 de julho de 2012 at 17:02

        Aqui o espaço é ilimitado, e tendo noticias deste tipo, podem mandar que colocamos como tópico

        0
        • jacob 8 de julho de 2012 at 12:18

          Bolha, o crase nao podia mandar o relato dele e vc postar? Aviso de golpes na praca sao sempre importante de serem divulgados.

          0
          • FRK 8 de julho de 2012 at 12:34

            Acho que o amigo mesmo poderia relatar o golpe sofrido.
            Ficaríamos gratos!

            abs

            0
            • Crase 8 de julho de 2012 at 14:47

              Não cheguei a sofrer o golpe, mas cheguei a estar a caminho do banco para realizar a transferência, no meu carro com minha esposa e os golpistas em outro carro. Durante o percurso (a caminho do banco) liguei para minha mãe, pois ela conhecia uma senhora que morava na mesma rua da mulher que iria me vender a casa. E a conhecida da minha mãe disse (pra minha mãe) que a casa que a mulher estava vendendo já fora vendida uns 5 meses atrás… Minha mãe me ligou e me deu a informação. A caminho do banco os golpistas ficaram presos em algum semáforo e consegui despistá-los e fugir. Tive de atender o telefonema algumas vezes no mesmo dia e acabei engrossando um pouco com o corretor, inventei uma desculpa (esfarrapada) porque havia desistido. Ele me ligou no dia seguinte várias vezes, mas não atendi mais e ficou por isso mesmo.
              O cara que havia comprado (meses atrás) era um empresário da região, que pagou e já estava fazendo uma reforma pesada na casa, mas o negócio foi desfeito (aparentemente um parente embargou, ou problemas com documentos, sei lá). Estive no imóvel umas três vezes e ouvi todo o tipo de mentiras: dinheiro pra cirurgia, problemas nos rins e tantas outras que nem dá pra enumerar.
              Conversa do corretor:
              – “Cara, essa casa foi tipo um achado, peguei ela ontem”. [acredito (certeza) que ele já conhecia a mulher há muito tempo]
              – “Alô, sim sim já foi vendida!” [papo virtual no celular, encenação]
              No cartório queriam que eu transferisse 80% do valor em dinheiro para a mulher, e um suposto advogado (com postura de gente sem instrução) que se comportava de forma esquisita. Após alguma papelada de contrato, ITBI e outros papéis xerox fiquei desconfiado… falei: “só deposito 30%!” e fomos ao banco… O corretor já queria a comissão de 10% direto na conta dele , pegar o dinheiro e deixar eu me virar com a mulher (malandro, não?).

              A melhor cena foi quando ao realizar o retorno em fuga pela mesma avenida, vi o carro dos malandros passando no cruzamento à minha frente (enquanto esperava o sinal abrir).

              Fiquei um pouco traumatizado e minha esposa disse que havia perdido o sentido das coisas (até do dinheiro), ficou sem rumo, grogue.Foi um baque (imagine se a negociação tivesse sido consumada!).

              Detalhe: a mulher era idosa (mais de sessenta), mas muito malandra, dissimulada. O corretor deve estar até agora trabalhando normalmente na imobiliária.

              P.S. Já vi pedreiro roubar os documentos da casa do patrão e vendê-la…
              Caras que fingem interesse no imóvel, mas que levam parafina pra fazer forma da chave da casa…
              Terrenos legitimamente comprados, mas posteriormente protestados na justiça… veja “http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/07/noticias/a_gazeta/dia_a_dia/1294018-golpe-da-terra-como-nao-ser-a-proxima-vitima.html”
              Uma lista pesada de documentos como esta pode ser insuficiente “http://www.fraudes.org/showpage1.asp?pg=128”

              A Banânia realmente é o paraíso da malandragem, uma máquina, um sonho, pois o crime aqui compensa, principalmente o financeiro. Todos tem vontade de aplicar golpes, pois sabem que não dá em nada nem há espaço em presídios no planeta inteiro pra tanto criminoso.

              Tem muito mais detalhes sórdidos, mas deixa pra lá. Acho que se o malandro ler isso pode acabar percebendo que é um dos personagens e isso é perigoso pra mim. PERDÃO pelo post exagerado. =/

              0
              • Troll 8 de julho de 2012 at 17:45

                Cara, divulgue o nome do corretor / imobiliária para que outras pessoas não caiam no golpe. Aqui em Santos tá cheio desses malandros também.

                0
                • Crase 8 de julho de 2012 at 20:39

                  Falta coragem, a gente não sabe se se trata de golpistas aventureiros ou quadrilhas perigosas. Na reportagem do link acima (gazeta online), temos: servidores públicos, corretores, cartórios, imobiliarias e até juízes envolvidos nos crimes. Uma máfia extraordinária. O medo acaba sendo maior do que a raiva…

                  0
                  • Troll 9 de julho de 2012 at 15:02

                    Crase, até concordo com essa questão do medo, mas de certa forma somos anônimos aqui no blog. Não tem como a divulgação de golpistas resultar em risco para alguém…a não ser que o Bolha seja uma pessoa pública…

                    0
              • FRK 8 de julho de 2012 at 18:52

                Valeu o relato e os links!!

                Eu acionaria a polícia, nem que fosse como uma denúncia anônima.

                abs

                0
                • Crase 8 de julho de 2012 at 20:56

                  Pensei em ir à polícia, fazer denúncia anônima, mas acabei ficando com medo. Se o corretor/golpista desconfiar que o denunciei? virá atrás de mim. Tenho parentes e conhecidos na polícia, mas haveria muito desgaste. Até aquela ex-bbb Íris Stefanelli vem sendo ameaçada por corretor… vi um cara dizer aqui no blog que ama esse país pra caraca, enquanto que o anonymous defende que deixemos a banânia. Talvez o anonymous esteja certo.

                  0
                  • Troll 9 de julho de 2012 at 15:05

                    Espere um tempo…não denuncie agora que pode dar pinta demais…espere um tempo.

                    Eu por exemplo sei de alguns “corretores” daqui de Santos, trabalhando sem registro no CRECI. To estudando um jeito de fazer uma denúncia junto ao CRECI, pois aí em Santos tá foda…o mercado imobiliário daqui só tem farsantes.

                    0
  • Marcio 6 de julho de 2012 at 19:06

    Artigo interessante e com um embasamento empirico bom. Merece ser lido!

    0
    • AF 7 de julho de 2012 at 12:06

      Creio que é leitura obrigatória, por se tratar do melhor artigo já publicado até o momento explicando os fundamentos da nossa bolha imobiliária.

      O artigo anterior dos economistas da Escola Austríaca, também é importantíssimo.

      0
  • Silas Coul 6 de julho de 2012 at 19:44

    É o que venho falando aqui. Há bolha, mas NÃO tem a menor chance de estourar esse ano. Não adianta querer mudar a realidade ao seu gosto. Não adianta generalizar a situação do RJ para o resto do país. Ela continuará inflando pelo menos até as eleições, como falei há meses. E PODEM ANOTAR: o estouro iminente da bolha será precedido pela corrida aos bancos para sacar a poupança, o inverso do que está havendo nesse momento.

    0
    • Miguel Jacó 6 de julho de 2012 at 19:53

      A bolha…

      já…

      estourou.

      A bolha imobiliária é como a ocorrência de um tsunami. Ocorre o sismo nas profundezas, o mar recolhe, e quase todos avançam mar adentro, admirados, sem saber o que virá em seguida…

      0
      • Bolha Imobiliária 6 de julho de 2012 at 19:54

        Até que enfim você apareceu grande profeta…hehe

        0
      • Na espreita 6 de julho de 2012 at 20:29

        Também acho que já estourou, no sentido de que já existe uma certa percepção geral a respeito da existência da bolha, tanto que já vejo muitos colocando o imóvel à venda e outros tantos adiando a sua compra.

        Todavia, na minha opinião a efetiva queda dos preços vai ocorrer quando os vendedores aceitarem o novo preço, após alguns meses de encalhamento e após o pessimismo e a crise iminente tomarem conta do mercado. Assim, acredito que vai se dar em alguns meses (começa até o final do ano). Aguardemos.

        0
      • Silas Coul 6 de julho de 2012 at 20:38

        Procuro pensar bem nos seus comentários, pois sei que vc tem uma visão mais aérea da realidade. Mas ainda não consigo visualizar se já houve o estouro. vou te dar um exemplo prático. Há uns 3-4 meses postei que iria especular ainda até agosto com um de meus imóveis(terreno). Final de 2011 proposta de compra por 750k. +- em março 850k. Disse q achava q iria poder vender em agosto por 950. 2 imobiliárias já avaliaram em absurdos 1kk. Há 3 compradores oferecendo em média 850k, mesmo sem ainda ter feito anúncios em jornais. irei acumular interessados e no final do mês quem oferecer mais leva. Esse período de eleições corre muito dinheiro e acho um ótimo momento. Sei que o preço é absurdo, visto que comprei por 300k há 3 anos. Mas se tem quem paga…

        0
        • Anonymous 6 de julho de 2012 at 21:32

          … Há 3 compradores oferecendo em média 850k …

          Voce contatou as pessoas diretamente ou algum corretor FALOU que tem um comprador?

          Como seriam essas ofertas? É dinheiro ou algo como sogra + cachorro + carro usado + imóvel ?

          0
          • Silas Coul 7 de julho de 2012 at 00:45

            Sim, a corretora disse q eles querem negociar diretamente comigo para ver se eu diminuo de 1kk para 850. Olha o q achei curioso: um deles é um pastor com renda média de 80k mensal e tem um carro de 200k q, segundo ele, foi doação de um dos fiéis de sua igreja. Parece q ele é um dos líderes ou o chefão nacional da igreja.

            0
            • Anonymous 7 de julho de 2012 at 13:20

              … a corretora disse …

              Pode parar aqui mesmo, pois todo o resto é MENTIRA. Se voce quiser vender seu imóvel, deixe de ser ingênuo a ponto de ser enganado por animadores de piscina.

              0
        • FRK 8 de julho de 2012 at 12:37

          Acredito no relato, mas acho que é pontual.
          IMHO, a bolha já estourou sim. Se tivéssemos dados confiáveis do valor de negócios fechados, entendo que já veríamos o ponto máximo no passado.

          Sendo o tipo de negócio que é, claro, vai demorar um tempo até isso se generalizar, e mesmo assim nao será de forma homogênea, dependendo do local/conservação/etc como a Rosinha já bem apontou.

          É isso ae… boa sorte com a venda!

          abs

          0
          • André Luis ZS/RJ 8 de julho de 2012 at 14:12

            O que me deixa surpreendido, é o fato de ninguém levar em consideração que a situação econômica do nosso país vai degringolar de vez durante o segundo semestre.

            Independente do movimento da bolha em si, a situação econômica irá acelerar todo o processo.

            0
    • Bolha Imobiliária 6 de julho de 2012 at 19:53

      Não sei tem relação direta com o dinheiro. Pra mim esta bolha é do excesso de oferta, e das devoluções…Só se neste meio tempo acontecer uma ruptura de uma bolha de crédito, por causa da inadimplência.

      0
      • AF 7 de julho de 2012 at 13:02

        Difícil definir o “marco zero” bem como a ordem dos fatos:

        * Derretimeto das ações das construtras na bolsa de valores;
        * Queda na demanda;
        * Aumento dos estoques;

        Muitos podem dizer que o estouro será no fato “ajuste nos preços” (a queda vertiginosa para equiparar com igpm, incc, renda, demanda, taxa de aluguel e talvez outros).

        0
    • GB 6 de julho de 2012 at 19:59

      Tudo bem, eu espero até passar a Copa, depois o Brasil volta a ser o país chato e que ninguém quer falar nada sobre ele.

      0
      • Miguel Jacó 6 de julho de 2012 at 20:47

        Brasil cai no ranking de preferência para investimentos estrangeiros
        Pela primeira vez em 4 anos, país recuou no ranking, ficando em 5º lugar.
        Pesquisa é da Unctad, divulgada pela Sobeet.

        ““O país vinha ganhando posição nos últimos quatro anos, mas, nesse ano, perdeu participação para a Indonésia. Seguimos em posição de destaque, mas começamos a perder espaço”, diz Luis Afonso Lima, presidente da Sobeet.”

        Fonte: “http://g1.globo.com/economia/noticia/2012/07/brasil-cai-no-ranking-de-preferencia-para-investimentos-estrangeiros.html

        0
      • Anonymous 6 de julho de 2012 at 21:33

        Aqui nos EUA a Banânia não é mencionada nem mesmo por causa de copa ou olimpiada.

        0
        • Taliu 6 de julho de 2012 at 23:51

          Isso não parece ser muito referência, por que aí nos Estados Unidos vc nem sabe o que está acontecendo no estado ao lado do seu, quanto mais em outro páis, continente. Aí a visão de mundo é fechada e muito limitada.

          0
          • Anonymous 7 de julho de 2012 at 00:37

            Não é isso não. Depois de morar aqui, percebi porque muitos Americanos confundem Buenos Aires como sendo a Capital do Brasil. A verdade, dolorida para os bananenses é o seguinte: NÃO FAZ A MENOR DIFERENÇA A CAPITAL DA BANÂNIA SER BRASILIA OU BUENOS AIRES.

            0
            • realidade 8 de julho de 2012 at 15:06

              É exatamente isso! Disse tudo.. Banânia podre ou Chorizo estragado..haha

              0
    • Philis 6 de julho de 2012 at 21:04

      “será precedido pela corrida aos bancos para sacar a poupança” Não entendi a lógica… pode explicar melhor?

      0
      • Anonymous 6 de julho de 2012 at 21:36

        É puro delírio, pois no caso de corrida aos bancos é caos total e tudo passaria a ser irrelevante, inclusive imóveis. Sugiro tomar uma aspirina a cada 4 horas até a febre baixar.

        0
        • Troll 9 de julho de 2012 at 15:08

          O Silas Coul deve ter Silas Cado.

          0
      • peterson 6 de julho de 2012 at 21:48

        a bolha não estourou, mas ta dificil explicar isso por aqui… então falo com meus amigos especialistas que acham fastasticas minha estrutura do lapso de tempo descritivo traçado atualmente, trata-se de uma obra de arte conseguir prever os movimentos do mercado e ao mesmo tempo prever situações sociais, até ações do governo. sem profecias. apenas com a razão. ps.: não havera corrida a poupança… mas talvez haja deflação…

        0
        • AF 7 de julho de 2012 at 12:25

          Penso que suas idéias merecem um artigo. A exposição delas certamente ajudará muitas pessoas.

          0
        • Rui 7 de julho de 2012 at 22:51

          Na minha opiniao o Peterson esta certo. Nao ha nenhuma razao, para haver uma corrida aos bancos. Nao vejo porque. E esta certo novamente, quanto a deflacao. A deflacao ja esta rolando e vai se acelerar, daqui para a frente, aumentando o poder aquisitivo do brasileiro.

          0
          • Ricardo Eng 8 de julho de 2012 at 20:51

            Já temos deflação? Pelo visto não compra nada no supermercado…

            0
        • Rui 7 de julho de 2012 at 22:57

          Na minha opiniao o Peterson esta certo. Nao ha nenhuma razao, para haver corrida aos bancos. Nao vejo porque. E esta certo novamente, quanto a deflacao . A deflacao ja esta rolando e
          vai se acelerar, daqui para a frente, aumentando o poder aquisitivo do brasileiro.

          0
          • Luis Franco 8 de julho de 2012 at 11:36

            Já fazem alguns meses que venho acompanhando este site mas apesar das muitas coisas escritas nos comentários que acho um pouco de exagero, especificamente nessa sua exposição eu me senti obrigado a comentar.
            Deflação não é ganho de poder aquisito. Geralmente a deflação é pior que a inflação pois quando a queda de preço é puxada pela baixa procura, como está parecendo hoje ser o caso do Brasil, então os desdobramentos são o aumento das demissões, retração da industria nacional, diminuição da média salarial, aumento da inadinplência em setores importantes da economia, redução da arrecadação de impostos e consequente piora do serviço público em geral. Se eu estiver errado por favor alguém me corrija. Abraços!

            0
          • André Luis ZS/RJ 8 de julho de 2012 at 14:17

            Deflação, aumento de do poder aquisitivo do brasileiro?….

            Vc costuma ir ao mercado?

            Os preços só sobem, pelo amor de Deus.

            Silas, Rui e Peterson são corretores? Ou a mesma pessoa?

            Já percebi que suas postagens são sempre de um lindo mundo, onde um soft landing ocorrerá juntamente com um aumento do poder aquisitivo da população, um mundo perfeito…

            0
        • Rui 7 de julho de 2012 at 23:03

          Na minha opiniao o Peterson esta certo. Nao ha nenhuma razao, para haver corrida aos bancos. Nao vejo porque. E esta certo novamente, quanto a deflacao . A deflacao ja esta rolando e
          vai se acelerar, daqui para a frente, aumentando o poder aquisitivo do brasileiro..

          0
          • Rui 7 de julho de 2012 at 23:22

            PO! hoje este site, ta dando ziguizira. Toma duril, desaparece. Clico para botar comentario,informa que nao esta disponivel. Depois aparece o comentario triplicado. E’ a treva!

            0
            • Rui 8 de julho de 2012 at 00:03

              Como estou devendo resposta para o amigao Roger da Silva, vou aproveitar, para botar o papo em dia, antes que ele me chame de caloteiro.ahahha. So faltou o amigao, culpar os tugas,
              pela bolha imobiliaria do Brasil. ahahahha Diz que os portugas nao fizeram melhorias, no Brasil. Ele adora se enganar a si mesmo. Ninguem engana ele melhor, que ele mesmo.ahahah E’ incrivel, como esse cara acredita que sua mentira, e’ realmente verdade. Em 1500, quando a tugada chegou, era tudo mata e primitivismo pre-historico. Os portugas, criaram a entidade politica Brasil, que nao existia e trouxeram tudo para ca’.Engenharia, arquitetura, arte, medicina, industria maritima,civilizacao, matematica, jurisprudencia, metalurgia, agricultura, educacao,organizacao economica, politica e social, administracao, tecnologias hidraulica, eolica e vai por ai’. No delirio e ilusao, nao ve melhorias nem a verdade dos fatos. O que admiro no Roger, e’ nao deixar para amanha a bobagem que pode soltar hoje. ahahahaha.Depois acusa os tugas de explorar ate o talo. Basicamente os lusos levaram o que trouxeram para ca’. A cana de acucar foi trazida por eles . O cafe’ foi trazido por eles. A pecuaria foram eles que trouxeram o gado bovino para o Brasil. Criaram ciclos economicos, por coisas trazidas por eles, que geraram grandes riquezas para Brasil. O ouro que estava aqui, foram eles os primeiros a explora-lo e por tabela geraram imensas riquesas para Brasil. Levaram o quinto (20%) e deixaram 80% no Brasil. Para onde foi esse ouro todo? Quase tudo que Brasil tem, foi trazido por eles. religiao, festas populares, lingua etc Foram eles que construiram e nos deixaram este pais imenso e riquissimo. Nao sou escroto, para renegar minhas raizes e avacalhar com meus ancestrais. os tugas exploraram as riquezas, que eles mesmo geraram e souberam criar, como hoje nos fazemos. Amigao se voce gosta de se enganar, tudo bem, mas nao tente fazer os outros de Roger.ahahaha

              0
              • MrCitan 8 de julho de 2012 at 01:37

                Acho que os livros de história esqueceram de mencionar este florescimento que aconteceu com o Brasil que você cita.

                Quem ouve pensa que o Brasil virou uma potência quando os portugas chegaram. Afinal, já que os portugas trouxeram tudo isto, pra que indepêndencia, não é mesmo?

                O Brasil era tão desenvolvido que só os filhos dos donos de engenho tinham oportunidade de continuar os estudos.
                Mas como não tinhamos faculdades, ele iam pra Lisboa.

                Até entendo o seu orgulho da sua descendência portuguesa, mas achar que os portugas foram os messias do Brasil, é no mínimo delirante.

                0
              • FRK 8 de julho de 2012 at 12:40

                Amigão, quando os portugueses chegaram, ninguém trabalhava mais que 4 horas por dia, todo mundo andava pelado e brasília era um deserto.

                Melhorou mesmo? Tem certeza?

                😉

                abs

                0
              • Lucas 8 de julho de 2012 at 13:39

                Sorte dos responsaveis pelo Brasil Colonial, alguns deles, como o Mem de Sa. foi um dos homens mais ricos de sua epoca. Tudo roubado do Brasil e de Portugal. A corrupcao brasileiro e uma heranca iberica maldita. A ideia de por toda culpa no Estado e de que em tudo o Estado da conta e uma heranca Iberica maldita. O Brasil foi Colonia de exploracao. Repito, exploracao. Portugal e tao ruim de administracao que apos levar ouro, acucar, madeira e etc etc etc, continua sendo o QUINTAL da Europa.

                0
              • realidade 8 de julho de 2012 at 15:12

                Esse Rui tá fora de si…Deve ser dono de padaria. Acorda portuga tacanho!
                Compara as colonizações portugas com às inglesas, francesas ou saxônicas!!!

                0
          • xangai 8 de julho de 2012 at 09:02

            Rui …
            sempre leio seus posts .. nao concordo mas nao comento …
            agora achar que “deflacao” eh bom ?!?! aumenta o poder do povo !??!

            sorry … melhor vc ler um pouco mais sobre o basico de uma deflacao … essa foi uma pa de cal no seu nickname… melhor comecar de novo .

            0
      • Leno 6 de julho de 2012 at 22:54

        Tambem fiquei curioso com essa afirmação do Silas, pois em um cenario de corrida aos bancos para resgatar o dinheiro, é bem provavel que o proprio dinheiro seja irrelevante.

        0
      • AF 7 de julho de 2012 at 12:19

        1. A ocorrência de uma crise com o estouro da bolha poderá (a) ser setorizada no mercado imobiliário ou (b) se alastrar pela estrutura de capital. Creio que em caso de b, poderá ocorrer uma corrida aos bancos, dependendo das ações do governo;

        2. Será que a corrida para o saque é para a compra dos imóveis quando estiverem a preço justo? Creio que muita gente vai comprar quando o preço cair.

        0
        • Yoda 8 de julho de 2012 at 12:35

          Quando os preços forem justos novamente, a maior parte da população ou estará envidividada ou sem emprego. Será bom para poucos e, mesmo para esses, por pouco tempo. Desemprego e recessão não são bons para ninguém.

          0
          • André Luis ZS/RJ 8 de julho de 2012 at 14:21

            Compartilho da sua visão. omo sempre digo, é o remédio amargo, necessário para a cura da situação. Mas amargo, e não vai ter mamãe com um copo com água pra tirar o gosto amargo.

            Mas é necessário.

            0
            • AF 8 de julho de 2012 at 20:16

              Vamos esperar o que o Silas vai dizer. Tbm estou interessado.

              0
    • Revoltado 6 de julho de 2012 at 22:47

      também percebo na prática que a bolha nao estourou. Como ja relatei aqui em outro post, algumas pessoas da minha familia compraram salas comerciais a módicos 7.150,00 o m2, e isso num bairro de classe média/ nova classe média. E me contaram que 78 unidades foram vendidas no lançamento.

      O estouro da bolha, acredito eu, se dará quando efetivamente as pessoas se questionarem sobre o real valor das coisas e pararem de comprar. Ai quem comprou por ultimo descobrirá que, talvez ( diria com certeza), esteja com um mico na mão e tentará se livrar dele. Mas como estes serao os ultimos trouxas do esquema, nao vai adiantar chorar que ninguem vai comprar e ai sim terá inicio a fase do desespero.

      É verdade que aqueles que compraram antes, e ate mesmo durante o periodo da euforia, e conseguiram/conseguirem vender antes da fase do desespero ganharam/ganharão dinheiro. Ao restante só restará o choro…

      0
      • André Luis ZS/RJ 8 de julho de 2012 at 14:24

        Concordo com o que vc falou, mas com um detalhe. O profeta fez um alegoria perfeita, quando o mar se retrai antes do tsunami, todos correm mar adentro para ver o que aconteceu. Depois é tarde, acho que estamos nesse momento e ela já estourou, qdo menos esperarem um mar de água cairá sobre todos que foram ver o que estava acontecendo.

        0
  • Anonymous 6 de julho de 2012 at 19:51

    Grande parte do colegas aqui do BLOG já chegou nessa conclusão faz tempo. Na verdade, essa conclusão é óbvia ululante para alguns.

    Com vistas a inferir o que pode estar acontecendo com o mercado de imóveis no Município de São Paulo com os dados de que dispomos, a hipótese mais provável é quea demanda de imóveis para os “consumidores finais” não seja tão pronunciada como suposto anteriormente pelos corretores e construtoras, e que a cotação de preço seja fortemente infuenciada pelo comportamento dos “consumidores investidores”, com elevado componente especulativo, o que implica em determinação de preços no curto prazo mais apoiado em argumentos de arbitragem do que em relação a condições deo oferta e demanda por imóveis.

    0
    • André Luis ZS/RJ 8 de julho de 2012 at 14:29

      O anonimous isso pra mim é claro como o dia também, o consumidor não compra mais, e a alta é”sustentada/inventada” pelos valores pagor pelos investitrouxas, porque o investidor está longe desse mercado já.

      No mais, da mesma forma que alguns trouxas ainda pagam bolhudo achando.o que vai subir, muitos ansiosos compraram na primeira queda, mas a maioria vai ficar especulando em sentindo inverso esperando cair mais e mais a cada mês.

      Basta lembrar que no USA quatro anos depois ainda não se chegou no fundo do poço, os preços continuam caindo segundo uma reportagem que li no uol semanas atrás.

      0
  • lucke 6 de julho de 2012 at 20:25

    O melhor artigo já publicado neste blog. Parece-me isento, acadêmico e extremamente didático.Não deixa dúvidas de que há uma bolha que já é sentida por todos nós. Só resta saber quando efetivamente ela irá estourar ou muchar.

    0
    • Anonymous 6 de julho de 2012 at 21:38

      Na minha opinião, o melhor artigo publicado no BLOG foi o do Ricardo Eng que mostrou o subprime tupiniquin.

      0
      • seeder 6 de julho de 2012 at 21:54

        Concordo.

        0
      • AF 7 de julho de 2012 at 12:49

        Penso que são artigos interrelacionados, que se completam, apenas faltando a análise da expansão de crédito que é a responsável, também, pelo boom no crescimento do preço e do setor da indústria imobiliária.

        0
      • RMJ 7 de julho de 2012 at 14:54

        Anônimo,

        Também tenho a opinião de que o artigo do Ricardo Eng é o melhor já publicado no blog. É que o Ricardo analisou muito bem o problema maior do mercardo imobiliário nacional que está relacionado a venda de imóveis na planta (por preços muito acima do valor real do bem) para investidores.

        0
  • Sérgio 6 de julho de 2012 at 20:58

    Artigo bom e tem algum crédito: mas está bem aquém do que realmente ocorreu de fato.
    A bolha não é um fato em Spo, no Rio ou em Bsb, tampouco coisa só de grandes cidades: é nacional.
    Se não todas, a maioria das cidades de 10 ou 20 mil habitantes para cima; todas do Sul e Sudeste e enorme parte do Nordeste, Norte e Centroeste a experimentaram/experimentam.
    Afirmo isso, pois, que sou originário de Volta Redonda/RJ (270K habitantes), morei de 2006 a 2008 em Campo Grande/MS e resido atualmente em Cascavel/PR desde 2008.
    Em Volta Redonda, morava em uma casa de 40k e tinha a pretensão de adquirir uma melhor de 80k (110 m2 em terrenode 360 m2); a mais barata está hoje a 190k, mas vendem por 150k, a de 80k está por volta dos 350k, mas se consegue comprar por 280k. Tanto uma como outra estão encalhadas.
    Em Campo Grande/MS pude acompanhar o “inflar inicial” da bolha: acompanhei os preços subirem (preços medios de uma casa razoável) de 60k até 125k entre 2006 e 2008; hoje esse tipo de casa naquela cidade não sai por menos de 250k.
    Aqui em Cascavel que o bicho pegou. Quando cheguei aqui pensei em adquirir uma casa muito boa (para os meus padrões) num bairro chamado Pioneiros Catarinenses, no valor de 90k (já achava um valor relativamente alto para a casa e para a cidade) mas desisti por ter a nítida impressão que conseguiria voltar para o Rio no máximo em 2009. Estou aqui até hoje e o valor médio da casa que cogitei está entre 240k e 300k.
    Até em uma pequena cidade aqui, próximo à Cascavel, chamada Catanduvas, de pouco mais de 10k habitantes, sendo a metade na zona rural. Aqui, que inclusive é onde trabalho, uma casa muito boa valia em 2008 pouco mais de 40k e hoje já falam em 180k ou 200k.
    .
    Como se vê, partindo do princípio das informações que venho colhendo, e que INCC, fipezap e fliptop nenhum dispõe, são verdadeiras, vê-se que o aumento exorbitante dos preços, a despeito de estarem entre 300 e 400% acima dos verificados em 2006, variam nominalmente de cidade para cidade e de região para região, conforme seu tamanho e importância geopolítica.
    Mas o fato é, que nunca, jamais, em tempo algum, os preços bolhudos foram majorados em apenas 130% ou 160%.
    Tenho 43 anos e pude perceber o estrago da época do BNH (mal e porcamente devido a minha idade nos anos 80), as lambanças entre o período Sarney e FHC, culminando com a ENCOL (que é fichinha comparada à atual situação) e a bolha dos Flats no início da década passada.
    A atual conjuntura em que estamos, num esforço de síntese, poderia estar comparada apenas com a época do BNH, mas ainda assim em um quantitativo muito superior, tanto em unidades quanto em, especialmente, valores.
    Possuo uma bagagem razoável, tanto em conhecimento quanto em experiência, assim como muitos aqui. O que me permite dizer, conforme iniciei, que o artigo é bom, mas está bem aquém da realidade, além de basear-se em dados nada confiáveis.
    Ainda assim, no entanto, ele (o artigo) APONTA para a bolha; esta, em breve, trará para o chão o que hoje está nas alturas, junto com uma população mais pobre do que era antes de 94.

    0
    • Sérgio 6 de julho de 2012 at 21:04

      Não pretendi desdenhar o artigo, pois, que é um trabalho digno.
      Quis apenas demonstrar que não ocorreu aumento de apenas 160% e que qualquer trabalho baseado em fipezap e índices VSO, VGV e outros do mesmo jaez carecem de base real.
      Me perdoem caso não tenha conseguido ser entendido, num primeiro momento. Bye.

      0
      • Ricardo C. 6 de julho de 2012 at 21:29

        Também sou natural de Volta Redonda e confesso que não acho os preços lá um absurdo. Houve grande valorização, mas acho que os valores são compatíveis com a renda. Estava mesmo muito barato. Po, pelo preço de um carro vc comprava uma casa lá tempos atrás.
        Talvez eu ache isso por morar no Rio hoje. Já posso ter perdido a noção da realidade hahahaha

        0
        • Lucas Mendes 6 de julho de 2012 at 21:43

          Conheço muito bem Volta Redonda, minha namorada é de lá, po falar que ta barato Volta Redonda uma cidade que não oferece nada…..É deprimente, nego sai de lá pra fazer noite em Penedo ou Barra Mansa e o cara diz que Volta Redonda vale apena. E aquele predio da CSN abandonado bem no centro da cidade, onde a renda do pessoal da diretoria foi parar? Deve estar de sacanagem ….

          Abraços do Lucas Mendes

          0
          • Ricardo C. 7 de julho de 2012 at 15:46

            Acho que você deve estar se confundindo cara. Na verdade as pessoas costumam sair de Barra Mansa e outras cidades da região para estudar, trabalhar e ter lazer em Volta Redonda e não o contrário. Volta Redonda é uma especie de polo cultural, econômico e médico da região. É claro que ainda assim é muito restrito mas dizer que alguém sai de Volta Redonda pra “fazer noite” em Barra Mansa é foda. Eu fui criado em VR e posso dizer que nunca fiz noite em BM, exceto alguns aniversários de amigos que moravam lá (e que estudavam em VR, naturalmente)
            Quanto à CSN, mais da metade do PIB de VR hoje em dia não vem mais da industria, então a saída da área comercial da CSN de VR não significa que a cidade tenha uma renda baixa. O PIB per capta de VR é alias maior que o da cidade do Rio de Janeiro.
            Sinceramente, pra mim é o Rio e outras capitais que oferecem pouco para o custo de vida astronômico que têm hoje. Com 400mil vc compra um imóvel de ótimo padrão em volta redonda, em um bairro bonito, limpo, seguro e de fácil acesso aos locais de trabalho. E no rio? Compra um apartamento fudido em um bairro sujo e perigoso cheio de mendigos. Sem falar no tempo gasto com locomoção.

            0
            • Lucas Mendes 7 de julho de 2012 at 17:09

              Cara não estou confundindo. Volta Redonda tem absolutamente nada, digo e repito nada. Pra vc que conhece, antes tinha que ir a Resende por que lá tinha Mac Donald’s e Volta Redonda não tinha. PIB maior que a cidade do rio onde cara pálida? Vc quer pegar qual região do Rio a da Zona da Leopoldina com a região dái perto da 2 saída de Volta Redonda ou Zona Sul do Rio? Compare bairro com bairro. Pedir 400.000 na cidade do aço… me diga um teatro, sala de cinema sem ser naquele shopping ao lado das Sendas. Qual a vida noturna que tem aí, qualidade de vida e as chaminés da CSN que cobrem a cidade de fuligem. Polo médico, agora é que tem o hospital da Unimed e antes tinha só o hospital de olhos. Pra mim não é desmerecer sua cidade, mas pedir 400.000 aí em apartamentos no Laranjal e outros bairros tipo “zelite” é forçar muito a barra. Tá certo vou parasafrear Paulo Francis: Nova York é cara, suja, barulhenta……..MAS É NOVA YORK!!!!!!!

              Abraços do Lucas Mendes

              0
              • Ricardo C. 7 de julho de 2012 at 17:47

                Disse que o pib PER CAPTA é maior, e confirmo. E há mesmo carência de atividades culturais como em toda cidade de interior de modo geral. Mas a cidade é perfeitamente “vivível”. Tem boas escolas, boa empregabilidade, cursos, restaurantes, bares, boates. Tudo muito provinciano mas ainda assim acho que vale a pena. O teatro Gacemss tem pouca opção mas acredito ser o único da região… Com relação a poluição a situação melhorou muito nos últimos tempos com essas leis ambientais mais pesadas. Qualquer metrópole é mais poluída que volta redonda.

                0
    • RMJ 7 de julho de 2012 at 13:09

      Sérgio,

      Isso mesmo. A atual conjuntura pode ser definidada como estágio final do BNH em versão 2.0.

      0
      • Sérgio 7 de julho de 2012 at 19:09

        Isso aí.
        O que torna a situação atual muito pior que agora é que antes era exclusivamente a conjuntura externa (crise do Estado e choques do petróleo da década de 60), pois, que não havia especulação como agora, nem perto de 10%.
        A de agora é fabulosamente especulativa.
        .
        O assunto não era para ser sobre Volta Redonda.
        Eu sou de lá e estou prestes a voltar. Morei em duas cidades (Campo Grande;MS e Cascavel PR) relativamente boas, mas nada perto de Volta Redonda e da região sul fluminense.
        A despeito dos comentários acima, Volta Redonda é um polo regional que supre social e economicamente toda região sul do Rio. Não há como comparar a diversão que tem lá com a do Rio, isso seria leviandade. Mas é uma boa cidade.
        Mas certamente a renda lá, a despeito de ser superior a Cascavel PR e inclusive a capital do Mato Grosso do Sul, e maior que a de todo o sul fluminense, é muito inferior a do Rio , Spo, BH ou outras grandes capitais ou cidades paulistas mais industrializadas que VR.
        Dizer que uma casa lá esteja num bom preço sendo vendida a 300, 400k é brincaideira. Lá também tem imoveis superiores a 1kk, o que só demonstra a insanidade em que chegamos, seja emque cidade for.

        0
  • Ghaspar 6 de julho de 2012 at 20:59

    Pra mim não há necessidade de grandes estudos para perceber que os preços estão irreais e que a vaca vai para o brejo. Basta analisar o seguinte:
    Em 2007 as pessoas individualmente, não tinham dinheiro nem pra comprar um puxadinho na favela….
    As pessoas com rarissimas exceções, estão tão ricas hoje como estavam em 2007
    Mas de repente, ficou todo mundo aparentemente milionário e num passe de magica, passaram a comprar imóveis de 600,700 mil como se fosse banana na feira…
    Sabemos que a renda não evoluiu a ponto de justificar esse fenomeno……

    Então , foi o crédito abundante e irresponsável, o autor da façanha….

    A receita relativa aos pagamento será de no maximo 1/30 avos dos financiamentos totais……
    Então, para manter a roda girando, tem que entrar dinheiro novo todo ano.
    Essa alavancagem se tornará insuportável e a casa vai cair……

    0
    • Ed_Bolha 6 de julho de 2012 at 23:04

      curto, simples e certo…

      0
    • Laranja 7 de julho de 2012 at 18:49

      Concordo. Somando isto com as compras daqueles que já tinham dinheiro e viraram investidores (comprando qualquer coisa na planta) a bomba se armou. Nem o MacGyver desarma mais…

      0
  • Ghaspar 6 de julho de 2012 at 21:14

    Tem gente que adora comprar na alta…..
    O Mercado de Ações é o exemplo mais tipico.
    A esmagadora maioria dos sardinhas só entra quando os preços já estão batendo no teto.
    Não querem perder o bonde……e se ferram….
    Vejo com imóveis uma situação semelhante hoje em dia…
    Todo mundo diz que ganha fortunas e o cara não quer ficar de fora….Se sente um bosta porque “está de fora”…..
    E quando ele entra o tubarão sai….e ele entuba o prejuízo…
    .É assim que funciona….

    0
  • Ricardo C. 6 de julho de 2012 at 21:34

    Poderíamos fazer um tópico com a maiores piadas/micos do ZAP. O que vcs acham?

    Olha essa que bizarra: “CASA PRECISANDO DE REFORMA, SENDO VENDIDA A PREÇO DE TERRENO”
    Piada mesmo. 2.5 milhões por algo que precisa ser demolido hahahahahahahah

    h t t p : / / w w w .zap.com.br/imoveis/oferta/Casa-de-Condominio-3-quartos-venda-RIO-DE-JANEIRO-BARRA-DA-TIJUCA-AVENIDA-PREF-DULCIDIO-CARDOSO/ID-3132011

    0
    • Ricardo C. 6 de julho de 2012 at 21:35

      2.150 milhões, melhor dizendo.

      0
    • Ploc 6 de julho de 2012 at 22:17

      E está desde Maio/2012 anunciada com este preço e o mesmo código.
      PLOC.

      0
    • Guilherme 7 de julho de 2012 at 17:49

      Po, nao precisa ser demolida vai. Está bem habitavel…

      0
  • Andre da Bolha de Plastico (Para evitar Homonimos) 6 de julho de 2012 at 21:45

    Venho publicamente pedir ajuda para “informar” aos bolhotas, bolhudos, ou q.q outro alcunha que tenhamos.
    Fiz um post no site bolha imobliharia espanhol – “http://www.burbuja.info/inmobiliaria/burbuja-inmobiliaria/323406-brasil-cosas-son-diferentes.html
    e no começo fui recebido com certo receio e desconfiança mas apenas em 3 dias tive 4.327 acessos no meu post.
    Muitos espanhois curiosos com a situação brasileira e quem arranhar o castelhano pode tentar me ajudar a fomentar os topicos.
    Algumas vezes tocam em assuntos delicados e dificies e ate em outros que não domino e por isso trago a vcs esta oportunidade de ampliar o assunto.
    Me parece que ha um grande fuso horario por isso o maior acesso deles e no nosso repouso mas vale a pena – tem muitos assuntos pertinentes e quem gosta de acumular experiencias e sabedoria vale a pena dar uma lida. Os caras lá são muquiranas ao extremo se autointitulam – lonchafinismo – algo do tipo cortar o presunto em tiras bem finas pra render mais – pregam condutas do tipo parar o carro 100M antes do oocal para economizar 200m de gasolina (isso são apenas traduções do termo mas não vamos radicalizar) enfim, quem tiver um pouco, não precisa muito de conhecimento do idioma poderá ter uma boa noção de toda nossa realidade – eles são o que nos fomos

    0
    • Ghaspar 6 de julho de 2012 at 22:04

      Ou ………O QUE NÓS SEREMOS……kkk

      0
      • Andre da Bolha de Plastico (Para evitar Homonimos) 6 de julho de 2012 at 22:12

        Ghaspar…
        e vero…depois de 1 garrafa de vinho, algumas brejas… as coisas são diferentes … cito então o imortal Barão do Itararé – TÔ IGUAL A ELE – bebado louco e leso…

        Uísque e mulher ranzinza

        Eu tinha doze garrafas de uísque na minha adega e minha mulher me disse para despejar todas na pia, porque se não…

        – Assim seja! Seja feita a vossa vontade, disse eu, humildemente. E comecei a desempenhar, com religiosa obediência, a minha ingrata tarefa.

        Tirei a rolha da primeira garrafa è despejei o seu conteúdo na pia, com exceção de um copo, que bebi.

        Extraí a rolha da segunda garrafa e procedi da mesma maneira, com exceção de um copo, que virei.

        Arranquei a rolha da terceira garrafa e despejei o uísque na pia, com exceção de um copo, que empinei.

        Puxei a pia da quarta rolha e despejei o copo na garrafa, que bebi.

        Apanhei a quinta rolha da pia, despejei o copo no resto e bebi a garrafa, por exceção.

        Agarrei o copo da sexta pia, puxei o uísque e bebi a garrafa, com exceção da rolha.

        Tirei a rolha seguinte, despejei a pia dentro da gar­rafa, arrolhei o copo e bebi por exceção.

        Quando esvaziei todas as garrafas, menos duas, que escondi atrás do banheiro, para lavar a boca amanhã cedo, resolvi conferir o serviço que tinha feito, de acordo com as ordens da minha mulher, a quem não gosto de contrariar, pelo mau gênio que tem.

        Segurei então a casa com uma mão e com a outra contei direitinho as garrafas, rolhas, copos e pias, que eram exatamente trinta e nove. Quando a casa passou mais uma vez pela minha frente, aproveitei para recontar tudo e deu noventa e três, o que confere, já que todas as coisas no momento estão ao contrário.

        Para maior segurança, vou conferir tudo mais uma vez, contando todas as pias, rolhas, banheiros, copos, casas e garrafas, menos aquelas duas que escondi e acho que não vão chegar até amanhã, porque estou com uma sede louca …

        0
  • veigalex 6 de julho de 2012 at 22:24

    Algum bolhista… regiao da Penha? Vila Matilde?
    Como esta sua procura?

    0
  • veigalex 6 de julho de 2012 at 22:33

    Chupaaaaaaa Cyela…

    SÃO PAULO – A Cyrela ( CYRE3 ) anunciou seu resultado operacional preliminar do segundo trimestre nessa sexta-feira (6), registrando vendas de R$ 1,3 bilhão entre abril e junho, levando o total anual para R$ 2,53 bilhões. Esse número representa 36,7% do ponto mínimo do guidance para este ano, além de ser uma queda de 5% frente ao que havia sido registrado no ano passado. Houve uma forte queda no VSO (Vendas sobre Oferta), utilizado para medir a velocidade de vendas. Enquanto o VSO de 12 meses atingiu os 51,6%, esse mesmo indicador caiu para 17,5% no segundo trimestre. Após lançar R$ 1,08 bilhão no 2º trimestre, o total do 1º semestre subiu para R$ 1,97 bilhão – queda de 29,5% frentre ao mesmo período em 2011. A participação da Living nos resultados avançou. Em relação às vendas, a Living – voltada para o segmento de baixa renda -, representou 32,5% das vendas da Cyrela no trimestre – e 35,9% dos lançamentos. Os lançamentos dessa subsidiária totalizam R$ 712 milhões.

    0
  • Zoom 6 de julho de 2012 at 22:36

    Vai piorar o negócio.

    “Alavancagem excessiva leva Fitch a rebaixar nota da Brookfield para BB-“.

    -http://www.infomoney.com.br/brookfield/noticia/2489659-alavancagem+excessiva+leva+fitch+rebaixar+nota+brookfield+para

    _______________________________________________________
    “Cyrela totaliza vendas de R$ 2,5 bilhões no segundo semestre do ano

    Houve uma forte queda no VSO (Vendas sobre Oferta), utilizado para medir a velocidade de vendas. Enquanto o VSO de 12 meses atingiu os 51,6%, esse mesmo indicador caiu para 17,5% no segundo trimestre. Após lançar R$ 1,08 bilhão no 2º trimestre, o total do 1º semestre subiu para R$ 1,97 bilhão – queda de 29,5% frentre ao mesmo período em 2011”.

    -http://www.infomoney.com.br/cyrelarealty/noticia/2489712-cyrela+totaliza+vendas+bilhoes+segundo+semestre+ano

    0
  • Bolha Imobiliária 6 de julho de 2012 at 23:06

    Pessoal

    Tem gente que odeia tanto este site, mas cria um perfil de noticias no facebook, que vai buscar as postagens dos nossos especialistas.

    http://www.facebook.com/noticiasimobiliarias

    Pois bem…
    Aqui está a minha resposta

    deny from xxx.xxx.xxx.xxx #RSS graffiti

    Não se ache tão esperto(a), aqui no blog o mais bobo arruma relógio de pulso com luva de boxe. Isto aqui não te pertence.

    0
    • Fernandão Bolhudo 7 de julho de 2012 at 00:28

      Bolha….

      Você é o cara!

      0
    • Sol de Sampa 7 de julho de 2012 at 00:33

      Bolha essa merece nota 1000….

      0
  • Sol de Sampa 7 de julho de 2012 at 00:19

    Concordo com Miguel Jacó, a bolha já estourou, o que não quer dizer que o mercado já veja e viva plenamente a situação.

    O que observo é que muito ainda se vende, entretanto, o brasileiro nem taí pra realidade, o que explica a falta de orientação e tais vendas… o que se observa é que a fatia de venda de mercado se dá a solteiros ou familias que precisam de imoveis e está até o vlr de 500 k… Acima disso, pouco se tem vendido. é mais especulação do que efetivação …

    Outra coisa a se considerar, em termos de falta de conscientização é bom lembrar que desde 2008 o governo tem dado injeçoes de animo e de grandiosidade que ao mediano que não tem ou não quer ter processo de análise ou de minima logica o mantém num mundo de faz de conta.

    Então o que devemos esperar é a conscientização da atualidade economica do país, e das familias e isto está alinhado justamente a pretensão de conquista das eleições… Nenhum político,seja da direita ou da esquerda ou do meio, se é que podemos considerar que existam tais posições distintas, quer falar a respeito de bolha…. seja especulativa, de crédito ou imobiliaria… pois este assunto por certo traria um problema insoluvel…

    Então, caros amigos bolhudos, apesar de muitos acharem que ainda não ocorreu … esqueçam e previnam-se, pois o natal será anoréxico e não haverá samba, carnaval, futebol, e intrigas de corrupção suficientes para segurar o animo do povo… O Brasil é 8 ou 80 o meio termo não pertence ao comportamento bananense…

    Da mesma forma que hoje a população se acha… a sindrome de vira lata virá com muita força e não é só gardenal que vai faltar no mercado, é lexotan, anafranil, lexapro e daí vai….

    Acho que a unica industria que vai ganhar muito é a de bebidas alcóolicas…

    0
    • André Luis ZS/RJ 8 de julho de 2012 at 14:49

      A voz da sensatez sempre tem um timbre feminino. E eu digo amém.

      0
  • Ghaspar 7 de julho de 2012 at 12:41

    Vejam como o mundo está louco. É um pouco fora de pauta, mas relaciona-se ao assunto Bolha.

    Noticia do Jornal do Nordeste de Fortaleza diz que que o presidente da Camara de Dirigentes Logistas está entusiasmado porque o numero de consultas ao SPC subiu 16% , para 5 milhoes no primeiro semestre do ano…

    Se eu fosse lojista , estaria me borrando de preocupação…
    É sinal de que os pessoas estão na merda….mas querem continuar na ilusão compraticia……

    Quem tem grana, compra à vista ou parcela no cartão…..
    Esse negócio de SPC é para pagamento em carnet ou cheque( o que é isso?) pré datado……recursos de pessoas de baixa renda..

    Não tenho o dom nem a envergadura profetícia do Jacó, mas lhes digo:
    Estamos por um fio….Na primeira brisa mais forte, o castelo de cartas desmorona……..

    PS: Complementando: No iGoggle onde li a noticia acima , é dito que as vendas no varejo cairam 2,8% em junho. Voilá…….

    0
  • GB 7 de julho de 2012 at 13:52

    Gente, dêem uma olhada nisso, acabei de fazer, espero que gostem:

    “http://youtu.be/3AtVGLl6M3A

    0
    • Bolha Imobiliária 7 de julho de 2012 at 14:07

      Hahuahuahuahu, nunca tinha visto este vídeo das cabras, ficou bem interessante

      0
      • GB 7 de julho de 2012 at 14:18

        Obrigado Boss, espero que esse vídeo mostre pras pessoas como a maioria dos argumentos dos corretores é bobagem.

        0
    • Adriano 7 de julho de 2012 at 23:38

      ahahahahahaahh. muito bom!!!! donde tú desenterrou o vídeo das cabras??? kkkkkkkkkkk tô rindo até agora

      0
    • Sergio Figueiredo 7 de julho de 2012 at 23:55

      Muito bom! I like it.

      0
    • TG Brasil 8 de julho de 2012 at 00:29

      kkkkkkkkkk

      boa GB!

      Fiquei imaginando se isso começasse a acontecer de verdade.. rrsrs
      Na hora do pessoal assinar os contratos, começassem a desmaiar de desespero igual essas cabrinhas… rsrs

      Isso eu num sei se vai acontecer, mas que quando souberem o valor de seu imoveis e quanto ainda devem pro banco após o estouro da bolha, acho que vai ter um monte de gente assim… desmaios, enfartes…

      0
    • Eduardo Zé 8 de julho de 2012 at 20:29

      Chorei!!!

      0
  • Muxiba 7 de julho de 2012 at 14:50

    Premiê chinês diz que preços dos imóveis não devem subir
    Folha Vitória
    Agência Estado
    Redação Folha Vitória

    Xangai – O primeiro-ministro da China, Wen Jiabao, afirmou que não deve ser permitido que os preços dos imóveis no país se recuperem e que o controle da demanda especulativa no setor imobiliário será uma política de longo prazo. “Atualmente, a restrição a propriedades no atual mercado continua em uma fase crítica. Nós devemos constantemente implementar medidas de aperto e fazer dos controles contra a demanda imobiliária especulativa uma política de longo prazo”, disse Wen, em comentários feitos durante uma viagem à Província de Jiangsu, de acordo com um comunicado inserido no site do governo neste sábado.

    “Nós devemos continuar limitando a demanda imobiliária especulativa, prevenir diretrizes disfarçadas de alívio e sinais inverídicos de má conduta (no mercado)”, observou Wen, ressaltando, porém, que a China vai continuar com políticas de crédito, tributárias e restritivas para encorajar a compra da primeira casa e desencorajar a especulação.

    Esses esforços para reorientar os preços dos imóveis para níveis mais razoáveis devem continuar e não se deve permitir que os preços dos imóveis se recuperem, afirmou o premiê chinês. Caso contrário, a campanha para conter os preços dos imóveis vai fracassar no último obstáculo, salientou Wen.

    A venda de imóveis se acelerou em algumas cidades chinesas, na medida em que a China anunciou estratégias de alívio monetário nos últimos meses, após mais de dois anos de iniciativas restritivas. A China anunciou redução dos juros duas vezes neste ano. O primeiro corte veio em 8 de junho e o segundo, em 6 de julho.

    O avanço dos preços dos imóveis em algumas cidades chinesas no mês passado foi desencadeado pela esperança de que Pequim adotaria medidas adicionais para aliviar o setor imobiliário, diante do empenho do governo para tentar revigorar o crescimento econômico. “Atualmente, as informações sobre o setor imobiliário são caóticas, as expectativas sobre a tendência para os preços dos imóveis mudaram e as pessoas estão preocupadas com uma recuperação”, afirmou Wen.

    O premiê disse que a China vai aprimorar a supervisão do mercado imobiliário e vai “punir rigorosamente os empreendedores imobiliários, agências e indivíduos que desrespeitarem as regras ou subornarem para obter qualificações para compra de imóveis”. Segundo Wen, os governos locais que amenizaram as medidas de aperto para o setor imobiliário devem se esforçar para retificá-las.

    O preço médio de imóveis na China subiu 0,05% em junho, para 8.688 yuans (US$ 1.368) o metro quadrado, de acordo com dados divulgados na segunda-feira pelo Sistema de Índice do Setor Imobiliário, um provedor de dados do setor privado.

    Autoridades monetárias recomendaram que os bancos apoiem compradores genuínos de casas e orientem os empreendedores imobiliários a construir casas menores voltadas para compradores da primeira casa. Ao mesmo tempo, eles devem prevenir que os preços dos imóveis se recuperem rapidamente.

    Desde 2010, o governo chinês tenta deflacionar o que se tornou uma bolha imobiliária sem comprometer a economia ampla que tem dado sinais de fragilidade. A campanha tem o objetivo primordial de conter a escalada dos preços dos imóveis e incluiu medidas administrativas como a que limitou a compra de casas com o intuito de dificultar especulações. As informações são da Dow Jones.

    0
    • Muxiba 7 de julho de 2012 at 14:51

      Isso ainda vai acontecer aqui?

      0
  • Muxiba 7 de julho de 2012 at 14:53

    Quando que os preços dos imóveis vão abaixar???

    0
    • Santista 7 de julho de 2012 at 18:11

      Já estão baixando…

      0
  • Tito 7 de julho de 2012 at 14:58

    Loteamento em Porto Alegre ja trocou de maos 4 vezes e a ultima incorporadora esta vendendo terrenos bolhudos com financiamento direto em 48 vezes sem desconto a vista, para entrega com infra em 18 meses,
    mais um jeitinho de adiar, as sardinhas nao fazem conta se couber no orcamento compram..que saco!!!!! ja estou na marca do penalty, minha mulher disse que se nao comprar imovel este ano ela vai embora..
    NAO NAO NAO COMPRO, PERCO A MULHER MAS NAO PAGO BOLHUDO…

    Caros amigos, desculpem discordar do profeta Jaco, mas tenho fontes fidedignas que me informaram que estouro da bolha serah dia 18 de setembro de 2012, +ou- 7 dias, anotem ai.

    0
    • Leno 7 de julho de 2012 at 16:25

      Se a sua mulher te largar, relaxe! existe uma bolha eterna de mulheres por ai.

      Se a minha me largar porque eu me recuso a comprar imovel bolhudo, vai ser ótimo, pois assim aproveito para fazer um upgrade.

      0
      • Fernandão Bolhudo 7 de julho de 2012 at 17:39

        Aproveitar para fazer upgrade foi hilário, rsrsrsrs

        0
      • Mineiro BH 7 de julho de 2012 at 18:10

        Acho que a bolha de mulheres nao explode tao cedo, me desculpem as srtas. do blog…
        A demanda é cada vez menor do que a oferta, seja pela redução do numero de interessados (cada vez mais saindo do armario), seja pela saida compulsoria de interessados do circuito (mortes masculinas precoces)…

        0
        • Fernandão Bolhudo 7 de julho de 2012 at 18:33

          Discordo. A bolha das mulheres já estourou há muito tempo. Do jeito que as coisas têm andado, tem muita oferta de mulher. Homem quando não é uma tranqueira que só vai dar gastos, resolve ir para o lado rosa da força.

          Os poucos bons que restam são disputados. Entre estes há, ainda, os comprometidos, o que significa uma rarefação ainda maior do espécime masculino.

          Estes que sobram comparo aos que saberão aqui esperar a bolha imobiliária estourar: vão ser os melhores compradores e só vão pegar filé baratinho, de tanta oferta disponível!

          0
          • Mineiro BH 7 de julho de 2012 at 19:35

            Po Fernandão, na verdade nos falamos a mesma coisa… uaiiiiii… rs…

            E isso aí, quem tiver valor e estiver disponivel… fica com o top do mercado…. hahahhahaa

            0
          • Leno 7 de julho de 2012 at 20:23

            “Estes que sobram comparo aos que saberão aqui esperar a bolha imobiliária estourar: vão ser os melhores compradores e só vão pegar filé baratinho, de tanta oferta disponível!”

            Pow Fernando!! o que vc quer dizer com isso ? Que casamos com mulheres bolhudas ??? rsss

            0
            • Crase 7 de julho de 2012 at 21:47

              Se você acha seu professor chato e exigente, espere até conhecer seu patrão. Da mesma forma, se você acha sua mãe chata, espere até conhecer sua esposa. Nunca está bom e você nunca será suficiente, normalmente são bolhudas. É o onipresente custo de oportunidade. =/

              0
  • Tito 7 de julho de 2012 at 18:36

    Repasso mulher, sogro,sogra,cunhados, quem ri por ultimo ri melhor, o cunhado comprou uma caixa de fosforo bolhuda pra pagar em 30 anos e anda todo enpinado, comedia, vou sentar aqui no sofa com minha pipoca e esperar essa por…estourar, deixa mei din din la na veia poupanca, nao compro messsmoooo, pode ir embora e leva toda a familia junto fodase, me deixa o controle da tv e meu laptop que eu fico feliz, brincadeira, queria me convencer a comprar um ap de 90m por 400mil nem fodendo, e ainda ficou puta, to pagando 1mil de aluguel vou esperar…minha hora vai chegar..BOA ESSA DO UPGRADE…

    0
    • Laranja 7 de julho de 2012 at 19:04

      Mas R$ 4,4 mil/m² é preço de “Novo Humaitá”, te atira no financiamento meu guri! hahahaha! Brincadeira, segura no aluguel aí…

      0
      • Sol de Sampa 7 de julho de 2012 at 20:01

        mais de 3 k o m2 mesmo em lugar nobre é absurdo!!!! não vou sustentar fdp … com 3k o m2 os cara tem mais de 100% de lucro, é muito lucro pra pouca coisa…

        0
  • Riodetudo 7 de julho de 2012 at 20:43

    Repasso minha sogra por 35 anos. Dilma, aumenta pra 40!!!

    0
  • Anonymous 7 de julho de 2012 at 20:44

    Os Japoneses ABRIRAM o olho. Devem ter lido o manual do Anonymous 😉

    Fuga de capital japonês do Brasil chega a US$ 30 bi

    “http://www1.folha.uol.com.br/mercado/1116626-fuga-de-capital-japones-do-brasil-chega-a-us-30-bi.shtml”

    Os investidores de varejo japoneses retiraram US$ 30 bilhões (R$ 60 bilhões) de capital do Brasil em menos de um ano, dadas as preocupações quanto à estagnação da segunda maior entre economias de mercado emergente.

    0
    • GB 7 de julho de 2012 at 21:25

      Yeah !!!

      E para quem ainda não viu “Bolha do reino mágico da Banânia, como fazer para escapar dela”:

      “http://youtu.be/3AtVGLl6M3A

      Técnica infalível para usar quando um corretor chegar perto de você.

      0
  • CAMBALHOTA 7 de julho de 2012 at 21:41

    E a palavra BOLHA está na moda e em todos os lugares. Estou assistindo o UFC148 e os apresentadores do Canal Combate acabam de citar que o UFC (MMA) são uma bolha que só cresce, mas diferente de outras não vai estourar.

    0
  • Leno 7 de julho de 2012 at 21:47

    Alguem quer comprar um Camaro financiado ai ?

    “http://carro.mercadolivre.com.br/MLB-242371857-camaro-ss-62-2011-unico-dono-passo-divida-_JM

    0
    • GB 7 de julho de 2012 at 21:52

      O pior é ver que tem gente interessada num carro usado com mais de R$ 100k de dívida.

      0
      • GB 7 de julho de 2012 at 21:56

        Ele transfere R$ 186.784,00 de dívida para ser exato.

        0
      • Neo 7 de julho de 2012 at 23:40

        tem nada!

        os caras combinam com amigos pra se fazerem de interessados, já vi isso lá

        0
        • GB 8 de julho de 2012 at 01:58

          E pelo que eu vi um zerado sai por R$ 180k.

          Só de dívida já dá mais que isso,

          E ele fala que é “consórcio”, se fosse ele teria pago muito mais, ou teve muita sorte ou é peixe dos caras.

          0
    • Philis 7 de julho de 2012 at 22:24

      Só Jesus pra fazer essa caridade (aceitar pagar 104 parcelas…)

      0
    • Renatao 7 de julho de 2012 at 23:42

      Isso nos leva a cre que tem muito cara com pouca renda e querendo status. O cara deve ter financiado esse carro em 120 meses ( isso mesmo 10 anos ) so para dizer que anda de Camaro.

      Imagina qtos igual esse Mane nao tem por ai?

      0
    • Renatao 8 de julho de 2012 at 00:54
      • A citizen from Republic of Banânialand 8 de julho de 2012 at 10:09

        Oh Jesus….eu não sabia que financiavam carros em 120 meses! Essas pessoas precisam ser internadas urgentemente. E o pior, nos dois anúncios postados, aparece uma lista de “interessados”. Quero ver quando chegar a primeira revisão, a primeira troca de pneus e o IPVA de 4% em SP.

        0
        • GB 8 de julho de 2012 at 10:31

          Nitidamente a maioria nem sabe o que está fazendo ali.

          Tipo R$ 20k na mão e 190k de dívida num carro usado: compra logo um Zero que sai mais barato e deixa o cara devolver pro banco leiloar por R$ 40K.

          Fui eu quem postou aquele “Então você quer R$ 20k e transfere R$ 190k de dívida ? É isso mesmo ?”, tem gente lá pensando que ele só quer os R$ 20k, essa Nova Crasse Cê.

          E o 2º carro nem é tão bom assim, só a dívida já supera o valor dele, mas tem gente oferecendo R$ 10k, 15k e ele não quer, só pode ser desespero, tipo jogada com Nick falso ou amigos mesmo.

          0
  • Capital H 7 de julho de 2012 at 22:47

    Em Belo Horizonte, MG, o valor de alguns imovéis subiram 400% no últimos 48 meses. Isso, pra imovéis de baixo padrão. Imóveis de alto padrão é que subiram algo em torno de 100%. E aí? Alguém vai falar algo a respeito? Esses números de valorização citados no artigo nem chegam perto do que ocorreu em BH nos últimos anos!

    0
    • BolotaBiker 8 de julho de 2012 at 23:17

      Aqui no RJ, a mesma coisa. Na região da Tijuca os imóveis subiram uns 400%!!!

      0
  • Rsmrsm 7 de julho de 2012 at 23:08

    O zap para mim esta totalmente desacreditado !!!

    0
  • veigalex 8 de julho de 2012 at 02:37

    Segue leitura que anima..

    MRK.. saudades de suas analises… em noticias como esta.
    Manda uma ai..

    “http://www.band.com.br/noticias/economia/noticia/?id=100000514926

    Lançamento de imóveis cai 31% em São Paulo
    Sindicato atribui queda à demora para aprovação de projetos na cidade

    A venda de imóveis residenciais novos na cidade de São Paulo cresceu em maio. Por outro lado, o volume de lançamentos ao longo do ano apresentou uma forte queda.

    Entre janeiro e maio, foram lançadas 7.496 unidades na cidade de São Paulo, um recuo de 31,4% em relação ao total apurado nos cinco primeiros meses de 2011. Em maio, entretanto, os lançamentos chegaram a 2.239 residências, uma variação positiva de 38% em relação a abril.

    Com isso, o Secovi-SP (Sindicato da Habitação) diminuiu em 17% as projeções de lançamentos para 2012. Antes, eram esperadas 36,2 mil novas unidades. Agora, esse número deve ficar em torno de 30 mil.

    O novo montante também representa uma queda de 20,4% ante o total de 37,7 mil unidades lançadas em 2011.

    Segundo o presidente da entidade, Cláudio Bernardes, a revisão das projeções também se deve à maior demora para aprovação de novos projetos na cidade de São Paulo. Isso vem ocorrendo, avalia, devido à “maior dificuldade na formação de terrenos aptos à incorporação e por causa dos exagerados prazos nos processos de licenciamento de edificações, que foram significativamente majorados nos últimos tempos”.

    O total de unidades aprovadas na capital paulista vem caindo desde setembro no ano passado. Entre aquele mês e abril, o número mensal de aprovações despencou 18,7%.

    As vendas, por sua vez, mantiveram trajetória de crescimento. Em maio, foram vendidas 2.728 unidades, volume 35,9% acima do total de abril e 14,6% acima do registrado em maio de 2011.

    Nos primeiros cinco meses de 2012, o número de imóveis vendidos atingiu 10.135 unidades, um crescimento de 13,1% em relação ao comercializado no mesmo período doano passado.

    0
  • Sol de Sampa 8 de julho de 2012 at 02:45

    Veiigalex, não vejo nada animador …. por duas razões:

    a) informam que houve aumento nas vendas
    b) que a demora nos lançamentos é devido a aprovação da Prefeitura

    no meu entender as duas noticias justificariam um aumento dos preços… que obiviamente seria muito bem vinda pelas construtoras e pelo SECOVI…

    continuo achando que a bolha já estourou … o que falta é o povo se conscientizar para acabar de vez com essa festa de informações tendenciosas..

    acho inclusive que deveríamos realmente fazer adesivos e camisetas para colocar mais atenção a situação, de forma que as pessoas não caiam nas ciladas…

    não espero que o governo venha a publico falar da bolha, ou que até mesmo a midia se promova a fazer isso, pois seria um caos, acho que a ideia é soltar uma outra informação, e cada um por si….

    0
    • veigalex 8 de julho de 2012 at 02:53

      O que anima são as titulos.. negativistas.
      Coisas que não viamos a alguns meses atras..

      Bolha.. site esta meia boca em performance… cuidado ai..

      Agora estamos ficando em maior evidencia..

      Faz uma campanha ai para arrecadar um troco para colocar em um servidor mais estavél.. abraço!

      0
      • Sol de Sampa 8 de julho de 2012 at 03:06

        Bolha é só dizer que eu contribuo na boa..

        0
        • Mineiro BH 8 de julho de 2012 at 15:16

          eu também

          0
  • veigalex 8 de julho de 2012 at 02:49

    Sequencias de noticias otimas… postadas pelo Frajola… GB.. vc vai gostar..
    Deve doer no coração…

    “http://forum.infomoney.com.br/viewtopic.php?t=14053&postdays=0&postorder=asc&start=80

    0
    • GB 8 de julho de 2012 at 07:39

      Na opinião deles “o crédito precisa ser destravado”, kkkkkk, mais destravado do que já está é impossível.

      Na minha humilde opinião o que precisa é de renda pro povo, mas eles próprios, para tentar sobreviver, demitem e contratam com salários menores.

      É o que uma professora de economia da faculdade dizia: “As empresas investem em mecanização para reduzir custos com pessoal e torcem para que as empresas em que seus consumidores trabalham não façam o mesmo”.

      0
  • claudia 8 de julho de 2012 at 08:35

    LEIAM ESTA: NOTÍCIAS SOBRE O LANÇAMENTO DO CONDOMÍNIO ALPHAVILLE EM MG (PUBLICADO NO ESTADO DE MINAS DE 07/07:
    O lançamento do condomínio horizontal ontem, no Mineirinho, foi um dos novos recordes do grupo paulista Alphaville Urbanismo. Cerca de 3 mil clientes passaram pelo local e às 16h todos os 542 lotes comerciais e 15 comerciais já tinham sido comercializados. “Acredito que a localização estratégica ajudou. Estamos no vetor de desenvolvimento imobiliário, perto da Cidade Administrativa e do aeroporto de Confins”, afirma Fábio Valle, diretor comercial de novos negócios do Alphaville.
    CADÊ O PLOC QUE VCS PREVIRAM PARA JUNHO, GALERA????????

    0
    • xangai 8 de julho de 2012 at 09:05

      Claudia …
      esqueceu de mencionar o seu creci no post…

      melhor ler um pouco mais sobre historia de bolha … aqui mesmo no site … veja posts anteriores !!

      e vai procurar um emprego de verdade !!!!

      0
      • Ed_Bolha 8 de julho de 2012 at 09:38

        Claudia, nao tenho duvidas que voce tem uma tia chamada Kassia…

        0
        • GB 8 de julho de 2012 at 10:39

          Ou um primo chamado Cirilo.

          0
          • Zoom 8 de julho de 2012 at 14:32

            E um irmão chamado André. (Salve MrK).

            0
  • claudia 8 de julho de 2012 at 08:41

    CORRIGINDO: FOI PUBLICADO NO EM DE 08/07/12 : NOTÍCIAS SOBRE O LANÇAMENTO DO CONDOMÍNIO ALPHAVILLE MINAS GERAIS ( NO VETOR NORTE DE BH:

    O lançamento do condomínio horizontal ontem, no Mineirinho, foi um dos novos recordes do grupo paulista Alphaville Urbanismo. Cerca de 3 mil clientes passaram pelo local e às 16h todos os 542 lotes comerciais e 15 comerciais já tinham sido comercializados. “Acredito que a localização estratégica ajudou. Estamos no vetor de desenvolvimento imobiliário, perto da Cidade Administrativa e do aeroporto de Confins”, afirma Fábio Valle, diretor comercial de novos negócios do Alphaville.
    CADÊ O PLOC QUE VCS PREVIRAM PARA JUNHO, GALERA????????

    0
    • Todd 8 de julho de 2012 at 09:24

      Tá bom claudia, senta lá!

      0
      • Zoom 8 de julho de 2012 at 14:35

        “Craudia”, estão descendo de helicóptero lá no lanchamento?

        0
    • Ed_Bolha 8 de julho de 2012 at 10:13

      olha ele aí Claudia…

      QUINTA-FEIRA, 5 DE JULHO DE 2012

      Pesquisa FGV: Confiança da construção tem seu pior resultado
      O Índice de Confiança da Construção, medido pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV) apresentou o pior resultado dos últimos 18 meses, ao registrar recuo de 9,5%, em junho, ante redução de 7,8%, em maio. É a terceira queda seguida na comparação anual e a mais expressiva desde dezembro de 2011 (-9,9%).

      fonte: observador do mercado… vide link abaixo…

      0
      • Ed_Bolha 8 de julho de 2012 at 10:53

        “http://www.observadordomercado.blogspot.com.br/

        0
    • GB 8 de julho de 2012 at 10:22

      Nesse video eles falam que uma das técnicas de enganação para manter a idéia de “mercado aquecido” é dizer “90% vendido antes do lançamento !!!”

      “http://youtu.be/3AtVGLl6M3A

      Sabemos que eles continuam encalhados por um longo tempo e se alguém perguntar é só dizer que foi “retorno”, ninguém vai auditar nada mesmo, nem vão deixar.

      0
    • Anonymous 8 de julho de 2012 at 10:26

      Claudia,

      Em primeiro lugar, é preciso ser muito burro para comprar imóvel de uma empresa que está virtualmente FALIDA (GAFISA) e ainda com grande disputa no preço a ser pago pela compra da empresa AlphaVille.

      Em segundo lugar precisa ser muito mais burro, mas muito mesmo, para acreditar na conversa de vendedor ou corretor, aqui no BLOG tratados carinhosamente como animadores de piscina. Basta observar que não existe maneira alguma das alegação sobre as vendas desses terrenos serem COMPROVADAS de maneira independente.

      Em terceiro lugar, absolutamente NADA foi efetivamente comercializado, pois o empreendimento não existe e pode muito bem nem sequer existir, pois existe grande probabilidade da GAFISA falir. É somente na Banânia que existe a possibilidade de “vender” o que não existe (empreendimento na planta) a troco de uma promessa. Esse é o subprime tupiniquin como exposto pelo Ricardo Eng.

      0
    • Anonymous 8 de julho de 2012 at 10:31

      Claudia,

      Em primeiro lugar, é preciso ser muito burro para comprar imóvel de uma empresa que está virtualmente FALIDA (GAFISA) e ainda com grande disputa no preço a ser pago pela compra da parte AlphaVille.

      Em segundo lugar precisa ser muito mais burro, mas muito mesmo, para acreditar na conversa de vendedor ou corretor, aqui no BLOG tratados carinhosamente como animadores de piscina. Basta observar que não existe maneira alguma das alegação sobre as vendas desses terrenos serem COMPROVADAS de maneira independente.

      Em terceiro lugar, absolutamente NADA foi efetivamente comercializado. Observe que o empreendimento NÃO EXISTE e pode muito bem nem sequer existir, pois a probabilidade da GAFISA falir é muito grande. É somente na Banânia que existe a possibilidade de “vender” o que não existe (empreendimento na planta) a troco de uma promessa de compra. Esse é o subprime tupiniquin como muito bem revelado pelo Ricardo Eng.

      0
    • Neo 8 de julho de 2012 at 11:39

      todos vendidos no lançamento ?!?

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      agora conta a do pescador

      0
      • RGD 8 de julho de 2012 at 16:58

        A minha namorada trabalhou nesse lançamento. Realmente “venderam” (na verdade, receberam intenção de compra, quase ninguém pagou ainda), mas basicamente venderam fantasias. Usaram aquelas velhas táticas de venda onde se cria a ilusão onde aquele lote é como a última Coca-Cola à venda no deserto.

        Além disso, existe uma outra explicação para o “sucesso” de vendas. Com o aumento dos preços dos imóveis em Belo Horizonte e em todas as outras cidades do país, o poder de compra de imóveis das pessoas está cada dia menor. Famílias que antes compravam apartamentos de 150m2 mal conseguem comprar cubículos de 60m2 hoje em dia. Dos vários clientes que sei compraram esses lotes são pessoas que não tem R$ 500 mil reais para comprar um imóvel. O que eles decidiram a fazer então ? Como não conseguem comprar nada digno hoje em dia, resolveram se endividar para pelo menos comprar um lote por +- R$ 250 mil há mais de 15km do centro da cidade (e no meio do nada) e ter o sonho de ter a casa própria algum dia. Mas daqui a pouco vão perceber que o sonho está bem mais longe do que pensam, principalmente quando começarem a receber a conta do condomínio (no mínimo uns R$ 500) e perceber que financiamento para construção é muito mais caro que para compra de imóveis. Tenho um colega que ontem mesmo estava reclamando que tomou ferro com a compra de um lote, que já não vê a hora de se livrar do condomínio de R$ 500, mas que está muito difícil vender o lote.

        Não é difícil de chegar a conclusão que os preços desses lotes daqui há um ano serão mais baixos do que os preços praticados ontem. Além disso, como algumas pessoas aqui falaram, ainda resta a questão se a Gafisa será capaz de entregar o condomínio.

        0
        • Guilherme Eduardo 8 de julho de 2012 at 22:38

          Verdade RGD, muitos estão migrando dos imóveis prontos para o lote/terreno/pedaço de terra.

          história dos R$ 200 mil:

          1º = compra um 03 quartos
          2º = compra um 02 quartos
          3º = compra um 02 quartos pequeno
          4º = compra um lote
          5º = só Ele sabe onde isso vai parar.

          0
    • Leno 8 de julho de 2012 at 12:04

      Vamos imaginar que eles abram o empreendimento as 7hs da manhã. Para “fechar” 542 até as 16hs, precisam fechar 60 contratos por hora. Imaginando que cada contrato demore 30 minutos para passar pelos tramites básicos, precisaria de 120 corretores fechando simultaneamente e sem intervalos. Parece um pouco inviável, ou não? Me ajudem ai!!

      0
      • Sol de Sampa 8 de julho de 2012 at 13:29

        neste fim de semana, além de ser só para rapazes, a unica que aparece além de mim vim pra trollar??

        Leno, acho que vc perdeu tempo, ela não deve saber fazer contas, nem ler….

        0
        • Anonymous 8 de julho de 2012 at 14:47

          Não havia uma bolha de moças?

          0
          • Sol de Sampa 8 de julho de 2012 at 14:56

            Anonymous…. acho que esvaziou… pelo menos no final de semana….rsrs

            Tô com saudades de meus sobrinhos… estão perto de ti…. nem skype resolve… acho que farei visita aos EUA depois de voltar da Italia…

            onde vc fica? talvez marque almoço e vc leva a tropa tb…. ahahahah

            0
      • RGD 8 de julho de 2012 at 17:21

        Leno, veja o meu comentário acima. Realmente eles tinham centenas de corretores trabalhando nesse lançamento. O que eles fizeram foi cadastrar mais de mil interessados nos lotes, pré-aprovar o cadastro dos clientes e então ontem fizeram um “sorteio” para determinar a ordem a prioridade dos clientes. Só depois de sorteados e levados para a sala de negociação é que os clientes ficavam sabendo o preço dos lotes. Aí tinham pouco tempo para decidir se realmente queriam o lote ou perderiam a oportunidade. Alguma coisa do tipo “Parabéns. Você foi sorteado. Ganhou na loteria. Agora você tem 10, 9, 8, 7, … 2, 1 para decidir”. É o que eles chamam de técnica “Panela de pressão”.

        Imagine que você esteja no deserto com outras milhares de pessoas. Aí eles te mostram 500 Cola-Colas super geladas à venda. Não te falam o preço. Começam um sorteio para decidir quem vai ganhar a oportunidade de poder comprar aqueles Coca-Colas. Você é sorteado. Todo mundo te parabeniza por ter ganhado na ‘loteria’. Quando você entra para negociar a Coca-Cola, você olha para trás e vê aquele mundo de pessoas que parecem doidos em comprar a mesma Coca-Cola. Na mesa de negociação, eles te mostram vários ‘folders’ maravilhosos como ficará a sua Coca-Cola. Quando finalmente te falam o valor dela, você nem pensa muito e assina o contrato prometendo que a comprará. É lógico que não perderia a oportunidade.

        Só depois de algum tempo é que você percebe é que tem Coca-Cola para todo lado, muito mais barato que o preço que você prometeu a pagar para receber a Coca-Cola daqui a 2 anos de um vendedor nada confiável.

        0
    • xyz 8 de julho de 2012 at 19:22

      Todos aqui escrevem o que querem.

      Muitas opiniões postadas aqui dão a falsa ideia que o estouro da bolha será uma mera correção para baixo no preço dos imóveis.

      Essa ideia soa como “música” nos ouvidos de quem está procurando imóvel para comprar.

      Mas a realidade é muito diferente. O governo vai fazer absolutamente tudo para adiar o estouro. E o governo ainda tem crédito na “praça” e não vai ter o menor pudor de endividar o país para manter a bolha.

      A bolha estoura quando exaurir a capacidade do governo de mantê-la.
      E aí todos nós vamos pagar a conta.

      0
    • JPM 8 de julho de 2012 at 21:49

      Aqui em Ribeirão Preto o Alphaville também vendeu tudo em poucas horas, a mais de um ano, quando foi lançado.
      Mas agora a empresa voltou a anunciar pela cidade toda, e o stand está aberto, ou seja, vendendo um monte de devoluções.
      E outro detalhe: NÃO TEM NENHUMA CASA EM CONSTRUÇÃO, mesmo já estando com toda a infra e áreas de lazer prontas. Por quê? Provavelmente porquê a maioria dos proprietários são especuladores querendo revender.

      0
    • Guilherme Eduardo 8 de julho de 2012 at 22:33

      Quantos foram realmente vendidos e pagos??? Quantos foram assinaram apenas um COMPROMISSO e deixaram um (uns 10) cheque para pagar comissão para tentar repassar depois???

      Se todos os 500 e poucos lotes foram vendidos, seria correto que o stand de vendas fosse retirado do local, certo? Mas se eu passar lá semana que vem, será que encontrarei o terreno vazio ou o stand com corretores tentando vender?

      0
    • Danilo 8 de julho de 2012 at 23:28

      Interessante. Pq continuam me mandando email oferecendo lote lá? Só uma anta morara lá e trabalhara em bh. O transito e o caos total

      0
  • Ninja SP 8 de julho de 2012 at 09:18

    A bolha de homens já estourou faz muito tempo. o que mais tem por aí é bolhudo , tranqueira. então estamos pau a pau.

    0
  • Ed_Bolha 8 de julho de 2012 at 10:05

    um aperitivozinho aí pra voce ir se distraindo Claudia…

    http://www.observadordomercado.blogspot.com.br/

    0
  • Ana 8 de julho de 2012 at 10:25

    Queda na produção afeta mais da metade dos setores industriais, segundo IBGE

    Agência Brasil –

    03/07/2012 15:28

    O comportamento da indústria entre os meses de abril e maio mostra um perfil de quedas disseminadas, com produção menor em 14 das 27 atividades pesquisadas. A avaliação é de André Macedo, gerente da Pesquisa Industrial Mensal Produção Física – Brasil, divulgada nesta terça-feira (3/7) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    Segundo ele, as medidas adotadas pelo governo para estimular a indústria nacional tiveram reflexos pontuais e beneficiaram determinados setores, mas ainda não foram suficientes para reverter o quadro desfavorável.

    Os dados da pesquisa revelam que, na passagem de um mês para o outro, a produção industrial caiu 0,9%, apresentando o terceiro resultado negativo consecutivo neste tipo de comparação. Em relação ao mesmo período de 2011, houve queda de 4,3%, a mais intensa desde setembro e 2009 (-7,6%).

    “As medidas mais recentes do governo têm até reflexos positivos em determinados segmentos, como os eletrodomésticos de linha branca [geladeira e máquina de lavar, por exemplo] e mobiliário, mas de uma forma geral permanece o comportamento predominantemente negativo da indústria como um todo, seja porque os setores ainda têm níveis de estoques acima do seu padrão usual, pelos patamares elevados de inadimplência ou pelo comprometimento da renda das famílias”, explicou.

    Macedo destacou ainda que o setor de veículos automotores é o que exerce o principal impacto negativo, qualquer que seja o tipo de comparação. Entre os meses de abril e maio, a atividade caiu 4,5% e, em relação a maio de 2011 a queda alcançou 16,8%.

    “A redução do IPI [Imposto sobre Produtos Industrializados] para os automóveis foi a mais recente implementada pelo governo e começou a vigorar a partir de maio, por isso ainda não se observa, nesses números, nenhum tipo de reflexo no segmento”, acrescentou.

    0
    • Sol de Sampa 8 de julho de 2012 at 13:32

      como diz GB … yeah…..

      0
  • claudia 8 de julho de 2012 at 10:29

    Caro Xangai, vc está enganado. Trabalho para uma autarquia e meu marido é comerciante. Tenho TOTAL interesse que os imóveis diminuam de preço, pois estamos tentando comprar algo decente há anos. Comecei a olhar um apto no final do ano, e por influência de um amigo, comecei a ler este blog( ele tb acredita no tal ploc). Fiquei influenciada por vários posts de vcs, que previam um estouro num tal dia de junho, com derretimento dos preços e desisti da compra. RESULTADO: para comprar um apto similar hoje teria que pagar 75 mil a mais. Também percebo que estão demorando mais p/ vender, porém não consigo nenhum desconto por causa disso. e até agora não vi ploc nenhum…..

    0
    • xangai 8 de julho de 2012 at 10:42

      ok .. entao me desculpe Claudia … realmente chamar ( como eu fiz ) alguem de corretor eh muito baixo … muita ofensa mesmo .. ainda mais nos dias de hoje.

      de qq forma a dica eh valida … leia a historia … esse PLOC faz parte da historia economica recente do mundo ( todo ele .. east to west ) e aqui nao eh diferente..ou se for .. historicamente eh para pior.

      0
    • GB 8 de julho de 2012 at 10:49

      Tem que ter paciência, o Lobby e os interesses são muito fortes, há construtoras, governo, bancos, proprietários, especuladores, imobiliárias, corretores, todos interessados em manter esses preços sabidamente absurdos e só um, o Consumidor Final, do outro lado, o otário que vai colocar “óleo nessa indústria” doente e vai garantir os lucros desses aí todos.

      O índice Plift Plaft até pode falar em “valorização de 1% a.m.”, mas faz 7 mese que vemos os mesmos anúncios e nada, nem vendas, muito menos aumentos, isso vai comendo o “lucro” conseguido com o oba-oba pois é perda real, mesmo que não haja um PLOC logo poderemos comprar por preços justos só com a inflaçação tendo comido o valor, isso sem contar com gastos como condomínio e juros que esse pessoal está pagando de bobeira pois não poderão jogar no valor, kkkkkkkk.

      Lembre-se sempre: “O que define a Bolha não é o seu estouro, e sim os preços altos injustificáveis.”

      Para mim, se acontecer um soft landing (uma queda suave gradativa) já vai estar muito bom, é mais tempo para juntar mais $$$, deiar ele rendendo (mais que imóveis que não rendem nada) e fugir do financiamento bancário.

      0
      • Sol de Sampa 8 de julho de 2012 at 13:42

        GB, já está acontecendo o soft… por isso eu disse que a bolha já estourou, ou em termos mais precisos está esvaziando….

        Estou verificando em alguns locais mais estratégicos tipo mercado, manicure, lojas de sapato e quando provoco a conversa sobre valor dos imoveis invariavelmente todos acham que não dá pra comprar e os raros informes sobre compra, são de pessoas que não puderam esperar mas o vlr sempre está abaixo de 500k…

        Conheço alguns colegas de colégio que são sócios em imob… e todos falam que é muito raro vender acima de 500 k e que aluguel de imoveis bons acima de 3200 na zona oeste tb é muito raro… portanto, como eu disse Miguel Jacó acertou sim, só não estamos vendo e percebendo maiores movimentos por conta das eleições.. é óbvio que depois delas as coisas vão ser bem visiveis…

        acho que seria legal se mais gente puder fazer pesquisa nesse sentido, mesmo que informal com a que tenho feito.

        0
    • Sérgio 8 de julho de 2012 at 11:20

      Cara Cláudia,
      Há muitas formas de se encarar o blog e o que é dito aqui, principalmente com relação às datas ou prazos para o estouro da bolha. Na verdade, com todo respeito a muitos colegas, não vejo ainda o estouro da bolha, mas apenas sua “curva de inflexão” foi ultrapassada (ver em h t t p : / /rcesar.net/2011/11/psicologia-da-bolha/), estando nossa bolha localizada entre “DENIAL” e “return to normal”. Ou seja, o mercado imobiliário já ultrapassou a curva iniciando uma tendência de queda, sem, no entanto, poder-se afirma que já alcançamo o BULL TRAP.
      Essas constatações vc pode perfeitamente observar, sem necessidade de qualquer conhecimento prévio de economia e ou de mercados: é notório a queda nas vendas de imóveis, o desabameto das grandes Real Estate listadas na Bolsa, as constantes promoções de vendas de 30% das construtoras, as medidas governamentais para estímulo do mercado (queda juros, aumento prazo de 30 para 35 anos, sendo que antes era 20), dentre outras.
      A reportagem sobre o Alphaville certamente não é verdadeira, pois, que é uma técnica de venda das mais tacanhas. Basta vc procurar na rede outros loteamentos do alphaville brasil afora que achará muitos à venda. Um que sei por mim mesmo é o realizado em Resende RJ; anunciaram em julho de 2011 que estava 70% vendido no lançamento e que só corretores “especialistas” credenciados eram autorizados a vender; hoje tem corretor vendendo até pelo OLX, oferecendo terreno em “qualquer” área do loteamento, ou seja, não se vendeu nada.
      Portanto, peço, apesar de não ter q.q. autoridade reconhecida: NÃO CAIA NESSA. Por outro lado, não leve para o lado pessoal q.q. constrangimento que possa ter aqui, por discordar ou questionar algumas das previsões aqui feitas: são feitas por gente como eu ou você.
      A quantidade de imóveis que vc mesmo pode ver, isso Brasil a fora, os custos de suas construções e de suas manutenções, mais a baixa renda e endividamento de nosso povo fará com a realidade venha à tona.
      Vc como uma servidora pública só terá a ganhar, haja vista estar “meio” que imune à onda de desemprego que, mais dia menos dia, baterá à porta, mostrando a todos que não vivemos apenas uma bolha imobiliária: o buraco é maior e bem mais embaixo.
      Abraços

      0
      • GB 8 de julho de 2012 at 12:39

        Yeah !!!! E o mais engraçado é que eles até queriam, mas já sabem que não vão resistir até a Copa (mais 2 anos enganando o povo) do jeito que a coisas estão.

        GB: WAITING MODE ON

        E com o $$$$ bem loge das mãos de Guaxinins dos corretores.

        0
      • claudia 8 de julho de 2012 at 17:19

        Agradeço suas dicas. De qq forma , não farei nenhum negócio, pois simplesmente não tenho como. Como disse antes, estamos tentando há anos comprar algo decente ( considero algo decente um ap de pelo menos 90m2, com 3 qts, em um bairro decente, que não seja no fim do mundo). Sou de BH, aqui em bairros tradicionais bem localizados como Sta Tereza, Floresta, etc ( não estou nem falando de ZS!) estão pedindo por um ap. novo desde tamanho em torno de 650 mil a 900 mil. Isto é o fim do mundo!!! Vou aguardar. Porém, num eventual estouro de bolha, não estou tão imune assim. Grande parte de nossa renda vem do comércio e seremos afetados de qq forma. Vamos aguardar…

        0
        • Pablo 9 de julho de 2012 at 09:39

          claudia;

          Não sei se ajuda, mas tinha um excelente apartamento e vendi.
          Apliquei na poupança.
          Venho procurando imóvel deste então e à exato 1 ano encontrei algumas casas que poderia comprar.
          Destas 50% estão com o mesmo valor hoje, 25% subiram e 25% foram vendidas.
          Em resumo meu investimento rendeu 7% sem IR neste periodo.
          No mercado existe forte oferta e pouca demanda visto que 50% das casas não foram vendidas mesmo com o valor congelado.
          Na pior da hipóteses o rendimento pagara toda a mobília da nova casa.
          Ou seja o momento exige muita paciencia, pesquisa e parcimonia, segue meu lema:

          Adiar o sonho para não ter o pesadelo da casa própria.

          0
    • mauricio 8 de julho de 2012 at 13:08

      “http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2012/07/08/internas_economia,304861/condominios-de-alto-padrao-seguem-a-rota-da-linha-verde.shtml

      0
    • JPM 9 de julho de 2012 at 09:31

      Claudia, quando o pessoal daqui fala em data pra o PLOC, é apenas a data em que a curva de preços atinge a tangente no ápice, invertendo seu sentido daí para frente. Nos EUA o PLOC ocorreu em 2008, e os imóveis estão em queda até hoje.
      Então se sua ideia era comprar logo, esperando que após o PLOC os preços caiam 50% em poucos dias, lamento. Ainda não temos um consenso quanto ao tamanho da queda, mas historicamente o tempo de queda é similar ao tempo de subida, portanto uns 3 anos aqui no Brasil.

      0
    • KQT 10 de julho de 2012 at 10:38

      Claudia, fique tranquila, vc fez um bom negocio em nao ter comprado. Vamos lá,vc falou que valorizou 75 mil nesse ano, iria comprar no final do ano passado. Pelo platzipzum que nao é nada confiável a valorizaçao nesse periodo em BH foi 7,4% e em SP 7,7%, vamos colocar 7,5%. Concluimos que o valor do apartamento era de 1.000.000. (alto padrao em SP) e esses imoveis são os que mais descontos as construtoras estão dando, é só abrir os classificados. Muito estranho, não é verdade!? Não estou duvidando, mas de qualquer forma vez um bom negocio, hoje com 1 mi compra-se um bom apto em SP e com desconto. Os descontos são de 20 a 30% nos aptos nessa faixa de preço. Na verdade vc deixou de perder uns 150k, 30 k (0,5% am 1 milhao) + 120 mil de descontos. Não é dificil encontrar apto de 1.200.000 por 990 a 1 milhao.
      Seu caso foi pontual, procure que vc encontrará aptos melhores por preços menores. Apesar de achar que ainda nao é o momento.

      0
  • Eskeleto 8 de julho de 2012 at 10:46

    Acabo de olhar novamente o site onde vejo os preços dos imóveis em Santo André, mas no qual desisti de comprar pois pretendo aguardar e com a grana após os devaneios dos vendedores acabar estarei comprando uma casa, mas oque me chama a atenção é os imóveis que estavam anunciados por 130 a 170 hoje está a 145 e absurdos 195 mil dilmas.se olhar que em 2006 os preços eram 50k e no qual não é perto de centro e nem próximo de bons comércios ou cooperativa chega a ser um absurdo esse valor.
    Para avaliar que as pessoas estão sonhando tem apartamentos sem condomínio vendendo mais próximo ao comércio e cooperativa em um bairro bom por 175k e se chorar um pouco devem chegar até 170k NOVO
    então a hora que a festa acabar realmente apesar que já acabou pois se continuasse aqueles bolhudos funguentos imóveis já teriam sido vendidos.
    Bem estou bem consciente que isso não vai se sustentar e quando chegar a hora da verdade quem estiver desesperado vai passar imóveis sem custo algum.

    0
    • GB 8 de julho de 2012 at 11:09

      Como disse o nosso colega xyz, isso deve ser estratégia de construtora, tipo faz a cabeça do pessoal de que os imóveis usados valem fortunas enquanto eles tentam vender os novos deles mais baratos e com descontos por fora.

      É uma boa técnica.

      0
    • Zoom 8 de julho de 2012 at 14:44

      Eskeleto, na minha city acontece com os usados, cada dia que passa menos vendas e o preço sobe, sobe, sobe, sobeeee…

      0
      • Eskeleto 8 de julho de 2012 at 16:57

        Olha teve alguém que comentou sobre as pessoas subirem o preço dos imóveis usados para comprar um novo pois cada vez que o novo sobe esses “espertos” vai e sobe um usado para tentar vender e já comprar um novo sem colocar a mão no bolso, tem muito esperto que na verdade é burro pois quanto mais sobe o novo e ele demora para vender mais ele sobe o usado e não consegue vender também, não adianta tentar acompanhar o preço do novo pois ele tem que levar em conta o tempo do imóvel.

        0
  • Ane 8 de julho de 2012 at 10:54

    Tá sempre tudo vendido. Claro, quem vai ter coragem de comprar um ap na planta se ouvir que só foram vendidos 4 unidades. Passar essa informação de tudo vendido é crucial para eles.

    0
    • Crase 8 de julho de 2012 at 15:46

      O corretor sempre mostra pro interessado que todos podem, exceto ele. Um cara aqui no blog listou as técnicas dos corretores pra vender e rebaixar o status do interessado, mas bananense bom não desiste nunca e pagará qualquer preço pra mostrar que pode. Dinheiro é o forte do bananense, não a cognição.

      0
  • Ane 8 de julho de 2012 at 10:57

    Tá sempre tudo vendido. Claro, quem vai ter coragem de comprar um ap na planta se ouvir que só foram vendidas 4 unidades. Passar essa informação de tudo vendido é crucial para eles.

    0
    • Sol de Sampa 8 de julho de 2012 at 13:46

      Ane, fiz o teste perguntando o que havia sobrado e sempre escolhendo os que eles dizem estar vendido…. invariavelmente o vendido passa milagrosmente por uma desistencia e fica disponível…

      0
    • Henrique 9 de julho de 2012 at 11:49

      Olha só um exemplo das promoções. Descontos de até 20% nos preços. E mesmo com estes descontos, os preços ainda estão altos.

      Neste bairro é possível comprar um ótimo apartamento com R$ 5.000 o metro quadrado, e os imóveis à venda por esta construtora, já com desconto, chega a quase R$ 6.000 (mesmo com desconto, está mais caro que imóveis já prontos).

      E tem que lembrar que o apartamento na planta ainda vai ter reajuste pelo INCC até ficar pronto.

      http://pt-br.facebook.com/photo.php?fbid=379669958752779&set=a.190461181006992.55435.184693108250466&type=1&theater

      É para fazer o consumidor acreditar que está pagando barato.

      Tem gente que acredita.

      Por isso, pesquisar preços e não cair na primeira conversa de corretor é essencial.

      0
  • Lucas Mendes 8 de julho de 2012 at 10:58

    É muito fácil dizer que está tudo vendido. Agora realmente “vendido” é outra história. No Rio de Janeiro, mais precisamente na Av Princesa Isabel n 7 em Copacabana, há uma cobertura que pertenceu a TAP (era o escritório deles). Foi vendida e derrubaram tudo há uns 2 anos. Mais ou menos há um ano colocaram a placa de vende-se (se vc está na rua princesa isabel em frente ao hotel Atlantida windsor antigo Meridien, vc veria a tal placa de tão grande que é). Há uns 6 meses retiraram a placa. Aí o sujeito pensa: Porra já venderam, isso nunca acaba. Dentre esses 6 meses e até o mês de junho agora, não construiram nada, nenhuma obra, nenhuma janela, absolutamente nada e pra surpresa de quem acompanha o mercado, o que volta a aparecer quando vc avista o andar: UMA ENORME PLACA DE VENDE-SE. Os gaiatos retiram o imóvel e anunciam que foi vendido depois de alguns meses o mesmo imóvel está lá e se possível com um preço um pouco maior. Agora vá no Cartório de Registro de imóveis e veja se houve realmente compra e venda, faça uma pesquisa nos cartórios e pergunte pro escrevente como anda o mercado. Isso em Copacabana e tem vários assim. Agora imagina com apartamento na planta que vc precisa dar só um sinal. Como bem disse o Ricardo Eng. o problema nosso são os apartamentos na planta. O estouro é ali (vide as ações das construtoras)

    Abraços do Lucas Mendes

    0
    • GB 8 de julho de 2012 at 11:16

      É que esse mercado não tem nenhuma fiscalização, nenhuma auditagem, eles fazem o que querem e já notamosque não da para confiar no que dizem.

      Qualquer coisa chega no balanço 2012 e joga parte do prejuízo em 2011 (alguém viu a Gafisa fazendo isso ?).

      E é fácil, tipo tira a placa de Vende-se e dpeois coloca novamente, se alguem perguntar diz que é retorno ou que o comprador quer revender (alguém aqui já viu isso também ?).

      Dinheiro é o mais importante, todo mundo quer dinheiro, já o interesse por imóveis está restrito a uma pequena parcela da população mas os corretores tentam vender a idéia de que as coisas são ao contrário, que imóveis são essenciais, são o sonho, quem não tiver é incompetente, já dinheiro em conta não é nada (mas eles querem, ô se querem).

      0
      • AF 8 de julho de 2012 at 19:08

        E por falar em balanço, como foi o 2º trimestre?

        0
  • Eskeleto 8 de julho de 2012 at 11:06

    Logo logo para vender apartamentos os corretores vão propor um esquema de rifa, 100 dilmas cada numero talvez seja mais fácil vender assim.

    0
  • DR 8 de julho de 2012 at 12:02

    Pessoal, venho com meu primeiro comentário no site compartilhar do sentimento de que o “mundo de fantasias” acabou. Incrível o que conseguiram fazer com esse mercado mas o tiro está saindo pela culatra de muitos. De qualquer forma me senti obrigado a fazer este post quando nesta última sexta-feira, uma corretora me ligou oferecendo a oportunidade da minha. Só havia uma ressalva de que eu teria que morar de aluguel por 2 anos e meio (claro que eles não contam o atraso e muito mais, além dela estar querendo ser a planejadora da minha vida, corretor sabe fazer isso?). O apto de 75m2, no bairro castelo, BH, a modinha da nossa cidade atualmente, onde sem aptos aos milhares. É até difícil pesquisar nesse bairro pelo exceço de opções e pelo mundo de fantasias que lá se vive, sem falar do exceço de tranqueiras né (tem muito construtor que é um artista, vcs sabem). No final a melhor parte é claro, o preço, miseros 350K pra 2015. O resto nem preciso dizer, mas os corretor pira. 🙂
    Foi tão interessante que no final, depois de tantos argumentos, acho que ela se sentiu oferendida quando eu disse que compraria um bolhudo de 500K que ela me ofereceu ha uns meses atras (já tem uns 6 meses de atraso) por 280K em 2013. Ai ela quis até propor uma aposta de 5k comigo que preço não ia baixar. E eu sou bobo de apostar com esse povo? Eles pagam ou terão como pagar aposta? rs… Mas independete disso, olha o nível do desespero e a situação que chegamos com esse pessoal…

    0
  • KQTT 8 de julho de 2012 at 12:23

    Sou leigo, mas as conclusões que faço após ler, pesquisar e visitar alguns imovéis são:

    1: Alguns falam que não é uma bolha, há outros nomes, porém o final será o mesmo, queda dos preços.

    2: Não acredito que será uma queda brusca, aqui em SP e ABC já começaram a aceitar preços mais baixos dos anunciados; ex: anunciado por 530 mil, fiz oferta de 465 mil, a primeira resposta foi não, depois de 2 a 3 semanas o corretor liga falando que foi aceito, falei que não queria, iria aguardar os preços cairem ainda mais, tive outras experiencias semelhantes.

    3: Custo dos imoveis X salário estão completamente incompatíveis. Estamos em crise, basta ver as noticias das ultimas semanas, mas grande parte da população não procura informações, e as que são passadas é conto de fadas.

    4: Acho pouco provável algum jornal colocar alguma manchete contra a compra ou investimento em imoveis. Olhe as propagandas nos cadernos da Folha ou Estadão, 90% são de construtoras. Irão contra as empresas que financiam os jornais?

    5: Corretores.. 90% são vendedores casas Bahia, tá acabando.. ultimo final de semana na promoção, compre agora ou irá perder a oportunidade da sua vida, faz uma prosposta, tenho varios interessados. Tenho pena dos corretores mais antigos, tive contato com um deles, que aguarda a queda dos preços, assim esses corretores casas Bahia irão sumir do mapa. Dos 5 imoveis que gostei no ABC e Ipiranga – Sp, apenas 1 foi vendido nos ultimos 4 meses.

    6: O apelo emocional e cultural para a compra do imovel é enorme. (esposa, tia, amigos etc..) “nossa!!! ainda mora de aluguel ..” A resposta sempre é a mesma, o juros do financiando é o aluguel que vc paga para o banco, e no final vc irá pagar 3 vezes o valor do seu apartamento. Não sou contra o financiamento, mas tem que ser pensado e calculado; não agir pela emoção e entrar numa dívida de 35 anos.

    7: Nos proximos anos as ofertas de alugueis irão aumentar muito, todas as pessoas que conheço que compraram apartamentos nos ultimos anos como investimento falaram que se não conseguir vender, irão colocar um piso laminado, uma cozinha meia boca e irão alugar. Sempre na mesma “Se não ganhar, empato”.

    8: Visitei varios condominios, a maioria com menos de 60% de ocupação e quase 2 anos de entrega. Muitos não querem vender mais barato, aguardando a valorização, mas já é visível que a quantidade de imovel encalhado aumenta; por isso os que realmente querem vender aceitam valores menores.

    9: Não fique frustrado. Há várias pessoas na mesma situação, não entre numa furada agindo pela emoção. O importante é viver tranquilo, sem uma dívida longa.

    0
  • Paulo Rocha 8 de julho de 2012 at 13:19

    Meio off-topic

    O Reino Unido gastou mais dinheiro ajudando os bancos britanicos (em 1 ano) do que todo investimento feito em ciencias desde a epoca de cristo!

    “http://www.bbc.co.uk/news/uk-politics-18736011

    0
  • Socorro!! 8 de julho de 2012 at 13:58

    NEM NO MEIER DA PRA MORAR MAIS…..OLHA O PREÇO DO M2

    O Méier é pop

    Imóveis no bairro valorizaram 81,6% para compra e 67% para aluguel, em três anos

    RIO – O posto de bairro mais elitizado da Zona Norte do Rio, mais do que nunca, é do Méier. Prova disso é que os imóveis no bairro tiveram uma valorização de 81,6% para venda e de 67% para aluguel, segundo pesquisas do Sindicato da Habitação do Rio (Secovi-Rio). Os dados mostram que a média do metro quadrado no bairro passou de R$ 2.009, em junho de 2010, para R$ 3.649 este mês. Mas analistas do mercado de construção civil dizem que os valores praticados atualmente variam entre R$ 4.700 e R$ 6 mil, o que significa apartamentos custando até cerca de R$ 400 mil. A tendência, porém, dizem especialistas, é que os preços se estabilizem ainda este ano.

    O fato é que a região conhecida como Grande Méier (que compreende também Cachambi, Engenho de Dentro, Engenho Novo, Todos os Santos e Encantado) está voltando aos bons tempos do passado, com a instalação de UPPs por perto e um certo glamour trazido de volta, agora que a tradicional casa de shows Imperator — rebatizada como Centro Cultural João Nogueira — reabriu. Mas, para o mercado, o que conta são os terrenos num preço acessível e a certeza de que vão atender à demanda, que só tem feito crescer.

    — Existia uma grande demanda reprimida por empreendimentos com boa infraestrutura na região. A característica do bairro é concentrar um fluxo migratório de vários bairros da Zona Norte, como Penha, Rocha Miranda, Vicente de Carvalho e Oswaldo Cruz — diz Paulo Marques, sócio-diretor da Leduca, que lançará, em setembro, o Up Méier, próximo ao Norte Shopping, um residencial com apenas 36 unidades e várias opções de lazer.

    — Está havendo um crescimento imobiliário considerável na direção da linha 2 do metrô — atesta o vice-presidente de locações do Secovi-RJ, Antônio Paulo Monnerat.

    Dados da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário no Rio (Ademi-RJ) também atestam o aumento da quantidade de unidades lançadas no Méier: passou de 72, em 2010, para 284, em 2011.

    A escalada do valor dos terrenos na Zona Sul e na Barra, nos últimos anos, também fez com que as construtoras migrassem para outras áreas do Rio, como o Méier, em busca de terrenos com preços mais acessíveis, explica Marcelo Borges, diretor jurídico da Associação Brasileira das Administradoras de Imóveis no Rio (Abadi-RJ):

    — Os lançamentos na região estão com uma estrutura condominial mais sofisticada, o que também ajuda a atrair compradores.

    A Living Construtora, por exemplo, empresa do grupo RJZ/Cyrella para empreendimentos de valor mais baixo, acaba de fazer o quarto lançamento no Grande Méier, desde 2006. O Pleno Méier tem 180 unidades e fica perto da Linha Amarela. A previsão de entrega é para outubro de 2013.

    — O Méier sempre foi valorizado, até porque tem muitas opções de serviço. Mas agora, com mais segurança, tempo menor de deslocamento para a Barra (devido à nova linha do metrô, que está sendo construída), e com mais opções de lazer, virou a opção número 1 de todo mundo que mora na Zona Norte — afirma Alexandre Calazans, diretor de incorporação da Living.

    0
    • Paulo - RJ 8 de julho de 2012 at 18:22

      Que linha de metrô é esta que está sendo construída (Barra X Meier)??

      0
  • Socorro!! 8 de julho de 2012 at 14:18

    MUITO BOM…PESSOAL JA DEVE TER VISTO…SOBRE A BOLHA

    “http://www.youtube.com/watch?v=qmFY1ydg32E&feature=related”

    0
  • antonio henrique 8 de julho de 2012 at 17:59

    Nova classe média de BH compra carro importado

    “O que se pode constatar no cotidiano é que essa classe média maquiada é formada por brasileiros extremamente endividados, que, não raro, trabalham de 10 a 14 horas por dia. Não possuem capital escolar nem tampouco apresentam capacidade de planejar o futuro”, diz o professor da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Jessé Souza

    http://www.hojeemdia.com.br/not%C3%ADcias/economia-e-neg%C3%B3cios/nova-classe-m%C3%A9dia-de-bh-compra-carro-importado-1.8237

    0
  • irene 8 de julho de 2012 at 17:59

    nunca comento ,pois gosto de observar,vou dar um exemplo:na minha cidade tem uma imob,no meu caminho já tem mais de 2 messes ,que tem uma enorme placa de esquina em frente a praia do gonzaguinha dizendo ( FAÇAM FILA A HORA CHEGOU UM KIT PELA NINHARIA DE 90 MIL) e nada,não vende, tenho um amigo vendendo um apt começou em 450 , está em 350 e nada ,e aqui e o paraizo do pre sal.

    0
  • AF 8 de julho de 2012 at 18:40

    Já que a tia está com muito tempo livre porque não vende mais nada, segue mais um video entre outros:

    “http://www.youtube.com/watch?v=Zy_NZWHFndY”

    0
    • Fernandão Bolhudo 8 de julho de 2012 at 18:52

      Tô estourando aqui! Esse vídeo ficou sensacional! Muito engraçado mesmo.

      O corretor que fez esse vídeo já está se preparando para seu novo meio de vida: editor de vídeos do youtube, kkkkkkk.

      Na boa, mercado bom não precisa ficar argumentando contra teorias conspiradoras de bolha. Se os caras passaram a se preocupar assim, é porque no mercado imobiliário realmente está dando a maior merda. Esse “ócio criativo” dos corretores parece mais um indício de que a contração do mercado realmente está incomodando. Se tivesse trabalho a fazer e $$$ para ganhar, não daria para ficar acompanhando sites conspiradores.

      Quando os corretores começam a agir dessa forma, é bom fugir das compras no momento. Isso parece desespero. E desespero é o prenúncio de mais baixas de preço em breve, visando a animar o mercado e voltar a ter trabalho a fazer.

      0
      • GB 8 de julho de 2012 at 20:13

        Gente dá uma olhada nesse, é vídeo aqui da casa:

        “http://www.youtube.com/watch?v=3AtVGLl6M3A&feature=youtu.be

        0
        • Crase 8 de julho de 2012 at 23:35

          Melhor momento: 0:53, vários compradores desmaiam ao mesmo tempo no exato instante anterior à assinatura do contrato. Parece ter havido de fato evolução genética.

          0
      • Eduardo 9 de julho de 2012 at 11:55

        Concordo com você. Se o mercado estivesse realmente bom, os corretores e donos de imobiliárias estariam nem aí para blogs como este aqui e outros.

        E a coisa está ficando feia.

        No fórum do skycrapercity, alguns participantes foram até banidos quando argumentaram contra o corretor-mor do blog, um tal de Fullgencio, que tem uma irmã, tia ou amiga aqui, chamada Kássia Tavares.

        Os corretores estão ficando desesperados.

        0
  • Rf 8 de julho de 2012 at 18:44

    Boa noite a todos,

    Faz muito tempo que não consigo ler o Blog por falta de tempo, porem hoje vi esta pagina da Exame, matéria muito interessante para ser discutida, não sei se alguem postou, porem de qualquer forma segue.

    http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/imoveis/noticias/sera-que-e-hora-de-vender-seu-imovel?page=1

    0
  • Sr. LB 8 de julho de 2012 at 19:53

    Bom, todas as notícias realmente indicam que estamos em crise.
    Curiosamente, porém, ainda vejo as pessoas gastando muito.
    Pelo que vi, o mês de junho, após a redução do IPI bateu o record histórico de venda de veículos.
    Fui a 3 concessionárias esse final de semana e estavam todas BOMBANDO… A população segue se endividando!! Vamos ver onde isso vai parar…
    Pelo crescimento da venda de veículos, tenho minhas dúvidas se o Governo prorrogará a isenção do IPI (parece que termina em Agosto).

    0
  • Charles 8 de julho de 2012 at 20:09

    Minha irmã trabalha numa empresa que monta os feirões de carros nas concessionárias em SP capital.

    Ela me disse ontem que o mês de junho as vendas de carros bombaram. Só a Renault vendeu 1000 carros no ultimo final de semana.

    Confesso que não entendo: População endividada, muitos entregando o carro para se livrar da divida e outros tantos gastando inconsequentemente porque o preço absurdo baixou apenas 10%.

    Por outro lado, como previsto aqui no blog, logo teremos um cenário de alto endividamento mas num ambiente de juros baixos. E assim será sucessivamente até o colapso final.

    Fato é que demos mais um passo em direção ao abismo e estamos nos aproximando rápido dele.

    0
    • Edulon 9 de julho de 2012 at 00:39

      O detalhe é que apenas Nissan e Renault estão vendendo mais que o ano passado, e ganhando percentual de participação de mercado.
      Então deve ser por isso que Renault vendeu tão bem, porque no geral as montadoras estão na pior.

      0
  • GB 8 de julho de 2012 at 20:30

    Vi, Rosinha, HannaBanana, dêem uma olhada no vídeo que eu fiz só para vocês:

    “http://youtu.be/3AtVGLl6M3A

    Técnica infalível para usar quando um corretor chegar perto de você (Run to the hills).

    0
    • hannamanana 10 de julho de 2012 at 12:25

      Hahahahaha…
      Mas, eu adorei!
      Estas cabritas são danadas de inteligentes!
      Na verdade, se não der para run to the hills é só despencar e fingir de morto. Perfeito… rsssss

      0
  • Demostenes 8 de julho de 2012 at 20:55

    Galera,

    O duro é que o aluguel começou a dar sinais de acompanhamento ao aumento dos imóveis. Recebi sexta-feira uma requisição da imobiliária aumentando o aluguel em 35%. Confesso que bateu um certo desespero.

    Abraço,

    0
    • André Luis ZS/RJ 8 de julho de 2012 at 21:22

      Logo logo eles começam a cair e vc troca, eles sabem que a queda está próxima e querem se dar bem até o fim.

      0
    • GB 8 de julho de 2012 at 22:31

      Responda dizendo que quer trocar por outro no valor antigo, isso vai mexer com esses espertalhões.

      Aqui onde já soube que não vai aumentar, mesmo assim acho pouco e estou pensando em me mudar para outro mais barato.

      É que como trabalho numa cidade vizinha e tenho carro, tanto faz onde more, desde que seja perto da Rodovia que liga as 2 cidades, isso facilita muito.

      Gente, é o que a RosinhA fala: esqueçam as Capitais, vão pro interior, o pessoal que vai para as Capitais vai para “conquistar” (só trabalhar), não vai para ter qualidade de vida, é por isso que não se importam com preços absurdos, sujeira, trânsito, violência, poluição ou qualquer outra coisa do tipo.

      Na Capital você vai ganhar mais, mas é ilusório, vai gastar mais também.

      0
      • Rico 8 de julho de 2012 at 23:03

        Blz… Na capital ganho 15 mil. No interior se achar uma vaga na empresa que monopoliza a área de TI na região vou ganhar 2 mil.

        Consigo reduzir meu custo de vida a esse ponto?

        0
        • GB 9 de julho de 2012 at 07:58

          Eu trabalhei com TI em São Paulo por uns 15 anos, fui CLT, cooperado, associado, tive empresa aberta, ganhava muito mas gastava muito também, no final acabava empatando.

          E esse negócio de ficar trocando de empresa toda hora, o pessoal não dando a mínima pra você pois logo você terminaria o serviço e iria embora, eu queria algo mais estável, queria algo em que eu fizesse parte do pessoal, aí quando vi um cartaz no metrô falando sobre Concursos Públicos, não deu outra.

          É que cada caso é um caso, minha sugestão não vale para todo mundo, o certo é que uma pessoa não precisa de R$ 15k mensais pra viver bem no interior, com 5k é bem capaz que ganhe mais que o prefeito.

          Quem procura as Capitais hoje são como os portugueses e espanhóis no passado, os conquistadores, conseguiram tanto ouro e tanta riqueza, mas gastaram tudo no processo, vejam como estão agora.

          0
      • Sol de Sampa 9 de julho de 2012 at 02:37

        GB, não tneho preocupação com emprego pra mim ou marido, somos aposentados, mas me preocupa a parte de saúde… como é aí em relação a hospitais, clinicas e exames?

        Outra coisa tb, é possivel montar alguma negócio com menos de 100 k?

        Estamos num embate em: aguardar filho fazer pós e a 2a. faculdade, terminam juntas em 2014 e aí – mudar pra Italia, interior de sampa, nordeste, ficar na capital….. o unico local que decidimos não dá pra ir pois é contra todos os vlrs de vida é USA, apesar de eu ter parte da familia lá, mãe, irmã e sobrinhos… e outra coisa que pega é a parte da familia do marido, pois temos tias idosas que adoramos…
        Estou coletando o maior numero de informações, pode nos dar algumas dicas?

        0
        • GB 9 de julho de 2012 at 08:16

          Aqui em Junidiaí o pessoal tem uma boa rede de hospitais, eu sou jovem e não uso, mas meus pais fazem exames e não reclamam.

          É incrível, mas eu usava mais a rede hospitalar na Capital que aqui, vivia com renites, sinusite, nariz entupido, amidalite, garganta inflamada, problemas no ouvido, a poluição é um negócio complicado, fora o estresse, vivia em congestionamentos na marginal, já aqui, se a garganta inflamou uma vez nos últimos 3 anos foi muito.

          É que aqui em Jundiaí já está ficando meio cheio, tem paulista demais vindo morar aqui para fugir da Capital (como foi o nosso caso, kkkkkk), eu acho que tem que escolher uma cidade com 100 km de distância da Capital, aí o pessoal acha meio longe para morar e ficar indo para lá trabalhar todo dia (eu estou tentando uma transferência para uma cidade assim, creio que logo terei novidades para contar aqui).

          Quando me aposentar eu vou abrir uma imobiliária, até lá pretendo já ter comprado um ponto comercial para mim, aí não vou pagar aluguel, então contando com minha aposentadoria, o que conseguir vender é lucro, vai ser mais um hobby para me manter ocupado e ativo na cidade, aí não vou gastar nem 100k para abrir o negócio (tirando o que vou gastar com o imóvel, é claro).

          0
          • Rico 9 de julho de 2012 at 17:31

            Isso eu concordo, na cidade que minha mãe morava, espírito santo do pinhal, o assistente social vinha na porta de casa se você faltava no exame marcado.

            Já morei em jundiaí e o tempo para chegar em SP é uma hora, muito melhor que muito bairro na zona leste.

            0
  • Neo 8 de julho de 2012 at 21:27

    The bubble song: http://www.youtube.com/watch?v=Or4nFSkc-KA


    its over
    one word, change

    0
  • GB 8 de julho de 2012 at 22:11

    Fui notificado que o cara do Camaro respondeu a minha pergunta no ML, mas não estou com a menor vontade de ver que ele respondeu com aquele “Sim” amarelo dele.

    O engraçado é que ele disse num post que “estava quase vendido”, kkkkkk, isso depende dele achar um trouxa e do banco/consórcio achar que esse trouxa pode honrar com o compromisso, tipo parcelinhas de R$ 1.800 são difíceis de caber no bolso.

    Ainda mais que ele pode ter arrumado um “laranja” só para se ver livre do problema, aí o banco/consórcio que se ferram pois o novo cara não tem nada para penhorar e nunca vão ver a cor do dinheiro.

    0
    • self 9 de julho de 2012 at 09:00

      Pergunta pra ele por que seria bom negócio eu pagar por um carro usado mais caro que o preço do novo… Quero ver a resposta.

      0
  • Rico 8 de julho de 2012 at 23:00

    Copa? Estive em Natal-RN e o prefeito disse que não vai arrumar nada para a copa. A cidade já tem estrutura para acomodar cerca de 200 mil visitantes do carnatal, maior que a estimativa da copa, que é 40 mil.

    Tem razão. Copa é meia dúzia de jogos. Não entendo como um jogo para 40 mil pessoas é capaz de ocupar tanto imóveis por tanto tempo quanto muitos pregam.

    Outra, acho que já era. Já estourou mesmo. Nossa bolha se chama “apartamento na planta”. Muitas pessoas compraram na planta com o sonho de multiplicar sua renda. Não tem nem como financiar o imóvel que adquiriram pelo preço que se pede neles hoje.

    Por mim podem chamar de “imóvel na planta” a 3. onda de quebra de pequeno investidor. A primeira chamava-se Boi Gordo. A segunda Avestruz. A terceira, imóvel na planta.

    0
  • Guilherme Eduardo 8 de julho de 2012 at 23:09

    Lentamente as notícias estão começando a mudar. Há uma reportagem no site da EXAME (Editora abril) com a chamada “Imóveis têm valorização modesta em junho. Alta é ligeiramente superior à de maio, mas tendência de desaceleração permanece, diz Índice FipeZap”

    (http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/imoveis/noticias/imoveis-tem-valorizacao-modesta-em-junho

    Meses atrás a notícia seria que A VALORIZAÇÃO CONTINUA, ou algo como IMÓVEIS COM ALTA EM JUNHO, mas a chamada é contraria. O texto tende ainda para o lado da “estabilização”, mas ao ler que a DESACELERAÇÃO PERMANECE qualquer um mais estudado percebe que significa QUEDA.

    0
  • Capital H 9 de julho de 2012 at 08:32

    Bolha e pessoal: Estão ridicularizando o blog através do exemplo do Cláudia:

    h ttp://www.politicaeconomia.com/2012/07/consumidora-tem-prejuizo-de-r-75000-por.html

    0
    • Bolhoman 9 de julho de 2012 at 09:25

      Tem gente estressada com este assunto. Afinal, não tem a menor possibilidade de bolha no Brasil!!!
      Nós somos melhores que todo mundo! Aqui não tem bolha, não tem crise, nada. Só marolinha de vez em quando!!

      Nós vamos morrer por causa de nosso ego. Desde o governo do grande molusco, passamos a nos sentir melhores do que o resto do mundo e que os problemas que ocorrem por lá, nunca vão ocorrer por aqui.

      0
      • GB 9 de julho de 2012 at 09:56

        O problema é o seguinte: uma quantidade cada vez maior de pessoas depende desse mercado para pagar suas contas no fim do mês, aí é um vale tudo para conseguir isso, para não ter que devolver o carro comprado no oba-oba, para não ter que devolver o imóvel comprado na planta tendo prejuízo, para não virar animador de piscina, vendedor de salgado, . . . (nada contra esses profissionais).

        Vamos agradecer todo dia por esse não ser o nosso caso, estudamos para ter uma carreira de verdade, acredito que a maioria aqui seja Comprador Final e depois que comprar o seu imóvel vai perder interesse no assunto.

        0
    • GB 9 de julho de 2012 at 09:27

      Mas foram eles que plantaram essa informação aqui para depois usar no deles.

      Isso mostra como o Mercado está hoje, uma bagunça doentia, é a guerra da informação, isso acontece.

      0
      • GB 9 de julho de 2012 at 09:37

        Vê se algum dia eles vão publicar isso: “Consumidor, servidor público, economiza R$ 50K deixando de comprar apto. em janeiro de 2012.”, difícil ver isso.

        Eu ia comprar por R$ 185K em janeiro, ia dar R$ 85k e financiar R$ 100k, não gostei dos juros, de ter de pegar R$ 100k e devolver R$ 300k pro banco em 15 anos, conheci o Blog, peguei o saco de pipocas e deixei rolar.

        Hoje o mesmo imóvel ainda está a venda, mas por R$ 160k (25k OFF) e já apareceram outros 2 por R$ 150k (35k OFF) no mesmo prédio, como não me importo com os “móveis planejados” do mais caro então podemos contar com R$ 35k de baixa.

        Fora isso poupei mais R$ 15k na poupança, isso também não pode ser ignorado.

        Total: 35k de desconto + 15k poupado = 50k Dilmas ou R$ 150k daqueles R$ 300k a menos para dar para o banco, vai dizer ou não que foi um bom negócio ? O financiamento vai cair, por baixo, de 15 anos para 7 (são bem menos taxas e menos seguros para pagar).

        E acho que ainda dá para conseguir mais, quero ver chegar ao fim do poço, é pipoca e Toddy de litro para assistir o desespero e último suspiro do mercado.

        “Primeiro te ignoram, depois te ridicularizam, depois te combatem e por fim você ganha”. (Gandhi)

        “Eu posso não estar onde gostaria de estar, mas estou feliz por saber que estou a caminho” (Joyce Meyer)

        0
        • chapolin 9 de julho de 2012 at 10:04

          A Tia Kássia Fiona, leitora fiel deste blog, vai pegar este teu exemplo para colocar no site dela amanhã…

          0
          • GB 9 de julho de 2012 at 14:34

            Algo me diz que ela até quer, mas não vai.

            0
        • indião 9 de julho de 2012 at 10:06

          Interessante exemplo GB…

          não é essa faixa de preço coincide com o teto do MCMV (170 dilmas)???

          aliás tenho uma tese sobre o efeito do teto do MCMV nos preços…

          qualquer mukifo que valia 20k, 30k , 50k , 100k ATÉ 170 dilmas, depois do MCMV passou a valer = 170 dilmas…

          daí que imóvel “maiomeno” que valia o dobro do que qualquer mukifo, passou a valer 340K… para manter a distância do mukifo

          imóvel melhorzinho que valia o dobro do que imóvel “maiomeno” passou a 700k… mantendo distância do “maiomeno”

          imóvel bom que valia o dobro do que imóvel “melhorzinho” passou a 1,4 M… bom é bom, melhorzinho é melhorzinho…

          indião sabe nada…

          0
    • FQ 9 de julho de 2012 at 09:56

      Eles plantaram esta post da suposta usuária “Claudia”… kkk

      Cade o nome completo? Dados? rsrs

      0
      • GB 9 de julho de 2012 at 10:09

        Sim, veja o post dela, só faltou estar todo em “CAPS” para ser de corretor, muito tendencioso.

        Todo mundo que respondeu achou muito estranho, depois ela disse que não tem nada a ver, na minha opinião, se é ou não não importa, mas foi um prato cheio para pessoas mal intencionadas.

        Já não zuaram das previsões do Miguél Jacó ? No vídeo que montaram a apresentadora “morria de rir” dizendo que ele já fez “mais de 10 previsões de datas, com hora, minuto e segundo” e que a “última supostamente não deu certo pois o governo aumentou para 35 anos”, o que mostra que eles estão sempre aqui lendo para ver o que está acontecendo.

        A Bolha não é definida pelo estouro e sim por preços injustificáveis, nota-se que o problema não é ideológico, tipo se há bolha ou não, o problema é $$$$$$$, sempre foi e sempre será, eles querem, todo mundo quer, todo mundo quer ser corretor hoje em dia, mas quer que seja no oba-oba com dinheiro farto dos especuladores, pena para eles que esses aí sumiram e que a idéia de que os preços estão absurdos faz os Consumidores Finais pesquisarem e ficarem mais prudentes.

        0
    • Pablo 9 de julho de 2012 at 10:09

      Voce ja tentou postar um comentário em algum dos posts deste site?
      Compare:
      “http://www.politicaeconomia.com
      Com:
      “http://www.bolhaimobiliaria.com

      Um é burocratico o outro democratico, por que será?

      0
    • Eskeleto 9 de julho de 2012 at 10:35

      Sobre essa tal Cláudia que deve ter um problema em contas vamos analisar uma mentira bem grande.
      Se ela ia comprar um apartamento a vista e tinha a grana porque não comprou? Afinal se tem a grana e acha que é o sonho compre. Agora duvido muito que ela teria toda a grana para dar e no caso iria financiar em 20 25 ou 30 anos.
      Vale lembrar que se o valor do imóvel antes era 300k e agora é 375k vale lembrar os seguintes pontos.
      1 – Este imóvel foi vendido?
      2 – Neste tempo você guardou as parcelas na poupança ou gastou que nem uma louca?
      3 – Quanto poupou na poupança? Já fez esta conta ou analisou o valor do imóvel antes e depois sem contar oque poupou incluindo oque se poupa paga 3 x menos para o banco.
      4 – Parou para pensar que a taxa de juros no ano passado era 9,5% e agora estamos em 8,5% e que nesta semana chegará a 8% e até agosto em 7,5%. Em algum momento pensou que 1% de 300k no final já cobriria totalmente este valor que subiu?
      5 – Já pensou que 90% das pessoas hoje não tem condições de financiar algo acima de 170k?

      Após analisar tudo acredito que ela faça estas contas e chegue a um valor de economia em torno de 30 a 40k.

      0
      • Anonymous 9 de julho de 2012 at 10:43

        Acho que ela queria comprar um terreno NA PLANTA da TENDA, digo GAFISA, digo ALPHAVILLE 😉

        0
    • ch0qw3 9 de julho de 2012 at 10:54

      Está mais do que claro: o post da tal Claudia é fake! Não aqueçam com isso, é uma estratégia para desmoralizar os comentários postados aqui.

      Não tem saída, a situação econômica e os próprios índices apontam para tudo que é comentado por este blog.

      Esqueçam a Kassia. Deixem ela viver no mundo da fantasia de jeito que ela quiser. A realidade está exposta aqui! Quem não quiser enxergar, tudo bem, compre logo sua bomba relógio e seja feliz, pelo menos enquanto puder.

      Falando nisso, aí vai mais uma… bem real!

      “http://www.infomoney.com.br/relatorio-focus/noticia/2490258-mercado+reduz+projecao+para+pib+pela+nona+vez+consecutiva+aponta”

      0
      • Bolha Imobiliária 9 de julho de 2012 at 12:13

        De acordo com investigação interna, existe a possibilidade de ser fake. Estou apurando outras informações

        0
      • Fred 9 de julho de 2012 at 12:27

        A própria ordem em que os comentários feitos aqui foram colocados lá é tendenciosa, demonstra má-fé. Coisa de gente sem argumentos.

        0
    • Bolha Imobiliária 9 de julho de 2012 at 12:52

      Acho estranho uma pessoa ter um prejuízo sabendo que ela não comprou, e ficou com o dinheiro guardado. Seria o mesmo prejuízo de não comprar uma ação da Mundial, e ver ela subir 1000% ?

      0
      • paulo Rocha 9 de julho de 2012 at 14:46

        Cara, eu perdi milhões por não ter jogado na sena…

        😉

        0
        • Bolha Imobiliária 9 de julho de 2012 at 14:50

          Eu também…que baita prejuízo…

          0
  • Anonymous 9 de julho de 2012 at 10:51

    Algum tempo atrás, discuti com uma pessoa que trabalha como engenheiro na Petrobras. Eu disse que a Petrobras não foi capaz de produzir o bio-diesel de óleo de mamoma que está no nível do chão e jamais seria capaz de produzir óleo do pré-sal que está a cerca de 5km de profundidade, entre outros motivos porque a tecnologia não existe. Essa tecnologia é como imóvel NA PLANTA 😉

    Euforia do pré-sal ‘sucumbe à realidade’, diz ‘Wall Street Journal’

    “http://www1.folha.uol.com.br/bbc/1117313-euforia-do-pre-sal-sucumbe-a-realidade-diz-wall-street-journal.shtml”

    0
    • ch0qw3 9 de julho de 2012 at 11:04

      Sim, este é outro tesouro escondido no maravilhoso castelo de cartas.

      0
    • Marcelo 9 de julho de 2012 at 11:29

      Enquanto isso o Irã vai armazenando petróleo no mar por falta de compradores.

      http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1117016-sob-sancoes-ira-armazena-petroleo-no-mar.shtml

      Não há dúvida de que também há uma bolha no preço do petróleo. Os americanos começaram a usar o cérebro e chegaram à conclusão de que é mais barato investir em tecnologia para afastar a dependência do petróleo do que enviar tropas para o oriente médio.

      Não há escassez de petróleo. Não há razão para tentar extraí-lo das profundezas. A conta da petrobrás vai naturalmente ao contribuinte brasileiro.

      0
      • Leno 9 de julho de 2012 at 11:44

        Que nada colega, o petroleo para o EUA não é apenas uma fonte de energia, mas tambem a sustentação de sua moeda pelo mundo, o que junto com a OTAN faz eles serem a maior potência mundial.

        0
    • Leno 9 de julho de 2012 at 11:33

      O texto é interessante. Só não vou dar tanto crédito porque veio de um país que está perto de travar uma guerra no oriente médio por causa do petróleo deles.

      0
    • PBR 9 de julho de 2012 at 20:50

      Anonymous, meu querido. Estou com preguiça de te responder neste momento e confesso que estou muito desapontado com a tua persistência nesses argumentos bobos. Pensei em te deixar falando sozinho neste post, mas isso não seria justo com aqueles que gostariam de saber a verdade sobre o assunto. Pensei depois em buscar os posts em que mostrei que esses argumentos não são verdadeiros, mas aí eu não me divertiria e, como o meu esforço pedagógico é inútil, pois, como se observa, tu não aprende mesmo, a diversão de te fazer de bobo é a única motivação que resta para eu te responder. Só que acontece que até isso já está perdendo a graça. Se eu escrevesse a sério para te refutar me sentiria “chutando cachorro morto”. Aí eu parei para ler com atenção a notícia que tu postou e me veio uma ideia muito boa, mas que é meio maldosa. Como eu sou boa gente, resolvi então escrever primeiro para te perguntar se tu quer que eu te responda, porque assim, depois, ninguém pode dizer que eu não avisei. E então anonymous, respondo ou não respondo?

      0
      • augusto 10 de julho de 2012 at 06:42

        TRUUUCOOOOO

        0
  • Anonymous 9 de julho de 2012 at 11:19

    Troquei mensagem com um analista de um dos maiores bancos do mundo que recentemente fez um relatório sobre a situação do mercado imobiliário na Banânia. Pelo texto eu notei que ele estava a ponto de escrever “existe algo de pobre no reino da Banânia”, mas se conteve. Então escrevi para o sujeito descrevendo o subprime tupiniquim de acordo com a teoria do Ricardo Eng. Ele ficou chocado quando entendeu as práticas usuais na Banânia. Não convém revelar outros detalhes, mas segue uma frase que ele escreveu como resposta:

    I would agree that real estate prices are way out of line with fundamentals. Financing practices have no doubt contribute to the boom.

    Ou seja, assim que o mundo entender o que é “venda na planta”, a casa vai cair literalmente.

    0
    • Ploc Monsters 9 de julho de 2012 at 11:52

      Perguntinha que fiz pro Ricardo Gallo:

      “É preciso que haja instituições independentes encarregadas pelo acompanhamento econômico e que tenham o poder e autonomia para atuar no sentido de impedir um crescimento excessivamente rápido do endividamento geral na economia, não só através do crédito bancário, como no mercado de capitais, no endividamento externo, dos governos” Caro Ricardo, será que essa politica atual de estimular crescimento baseado em crédito é viável ? já estamos vendo índices elevados de endividamento, retomadas de veículos pelos bancos por inadimplência das famílias, será que isso pode chegar ao setor imobiliário, onde já se falam de uma possível bolha e os resultados serem como na Espanha ?

      Responder

      Ricardo Gallo08/07/2012 0:05. Eh viavel sim se credito crescer com a renda ….muito rapido, explode..

      Pode. Porem nao nos emprestimos dos bancos, mas no financiamento feitos pelas construtoras diretamente….sao 74 bi soh nas listadas na bolsa…..e os criterios decredito desta turma sao fracos….

      Nossos bancos sao muito muito solidos. Chance zero de termos uma espanha aqui….nem nos bancos nem na selecao do mano…..

      0
  • R2 9 de julho de 2012 at 11:35

    Gente, que sarro!!… minha cunhada iniciou um estágio de técnico em informática em uma corretora. Então ela começou a me contar os procedimento de implementação de preços para revenda. Disse ela: “O dono do imovel pede 210 mil pra ele, então o cara sai da loja e a dona faz a seguinte conta de cabeça. Sele ele quer 210 mil, então coloca no sistema 350 mil.”.
    Bom, esta corretora é de Porto Alegre e não é nada diferente das demais pelo País. O que nos resta é esperar até que a última gota de money termine e tudo venha abaixo e então nos sobre alguns imoveis para comprar direto do proprietario. Hahahaha, gente, vi que alguns queriam saber sobre o mercado de imóveis de Porto Alegre e notei que eu não era o único, óbvio!!! hehehe… Então, realmente os preços bolhudos estão por aqui também.
    O negócio é procuar no site hagah que foi de onde eu tirei o meu. Ocorreu que iniciei negociação em novembro de 2011 onde encontrei um belo imovel com 100m² e vaga de um proprietário endividado. Na primeira visita com corretores o valor era de 185 mil, nem entrei e eles informaram que podia baixar devido ao estado do imovel (realmente deploravel). Me mostraram o chaveiro de uma grande corretora daqui que era de 290 mil e que os proprios corretores acharam absurdo. Então minha esposa e eu olhamos e ela ficou apaixonada porque moramos a 2 quadras e não queriamos ir para longe (Sarandi é longe e moramos no Boa Vista). Então falei para ela ligar (não aguentava mais ouvir corretor) e oferecer 160 mil e ela ficou apavorada e quase chorrou e disse que eles não aceitariam. Vejam só o final da história, fechamos em 165 mil. Então, muito bem localizado proximo ao Country Club, super mercados e melhores shopping’s. Procuro não ser tendencioso porque moro a 28 anos naquele bairro. Agora o bairro próximo que é Passo d’ Areia está se tornando Novo Higienopolis e quem era “pobre” está se tornando “chique”.
    Gente, como o MRK disse, procurem com porteiros e para quem procura uma oportunidade, existe muita gente endividada, procurem! Apesar de já ter comprado o meu e agora entrando em reforma (bolha de mão de obra.. hehehe), continuo acompanhando o forum diariamente pq concordo com tudo que produzem aqui!
    Abraços!

    0
  • Gerson 9 de julho de 2012 at 11:59

    Dados péssimos da economia novamente (exceto pela expectativa de menor inflação) – PIB menor (nova redução), indadimplência em alta, mesmo com a idéia genial do governo de “vamos cortar juros” para o povo poder pagar e comprar mais…. e agora, analistas medrosos, preferem eufemismos criando inclusive novos termos como “pseudo bolha” que vocês podem ler no artigo do link abaixo, publicado no site do IG com o título: JUROS BAIXO NÃO REDUZ CALOTE
    http://www.gazetadopovo.com.br/economia/conteudo.phtml?tl=1&id=1273194&tit=Juro-mais-baixo-nao-reduz-o-calote

    PLOC.

    0
  • Fred 9 de julho de 2012 at 12:03

    “A previsão para o PIB (a soma de todas as riquezas produzidas por um país) de 2012 foi reduzida pela nona semana seguida e passou de 2,05%, na semana passada, para 2,01% hoje. Para 2013, a estimativa ficou inalterada em 4,20% hoje” (Folha de S.Paulo, 9/7/2012).

    Chegou a hora do “vamo vê”.

    0
  • Pedro 9 de julho de 2012 at 12:03

    Sangue frio, pessoal.
    Por favor ignorem a Sra. KKKKKKatia, não acessem o blog dela, isso só faz promover o blog dela.

    A propósito, alguém percebeu aumento do preço de aluguel?
    No rio, percebo que as imobiliárias maiores estão subindo o preço. As menores estão começando a acompanhar. Vai ter bolha de aluguel também…

    Eu sou a favor da morte por empalamento, acho que os corretores e gestores de imobiliárias

    0
    • Igor Eduardo 9 de julho de 2012 at 20:52

      Realmente, uma pessoa que cria um site para enganar as outras e tentar conseguir se dar bem, não merece acesso mesmo…

      Honestidade, ética e etc. viraram artigos de luxo no Brasil…

      Pessoas como essa KKKKássia não medem as consequências e os danos que causam aos outros só pra botar um dinherinho no bolso e o pior é que o Brasil está cheio de gente assim… É o verdadeiro topa tudo por dinheiro.

      0
  • Francisco Quiumento 9 de julho de 2012 at 13:33

    Cair do 10° andar de cabeça, e cair do 5° andar, do ponto de vista médico, não faz muita diferença.

    Pegaram a metáfora?

    😀

    0
    • Cleyton 9 de julho de 2012 at 22:30

      O pessoal diz que quando der o estouro todo mundo vai pagar a conta, vai ter desemprego e será um deus-nos-acuda, então essa sua metáfora me fez lembrar uma piada (ficaria melhor falada):

      Sabe a diferença entre alguém que cai do 10° andar e de quem cai do 1°?

      10° – aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa … tum
      1° – tum … aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

      Pegaram a metáfora?

      0
  • GB 9 de julho de 2012 at 17:01

    A bola da vez dos investimentos dos chineses não são mais imóveis: são porcos !!!! kkkkkkkkkkkk (melhor que os nossos avestruzes, bois ou telefones fixos !!!!)

    Imperdível:
    http://exame.abril.com.br/economia/mundo/noticias/porcos-bilionarios-e-mais-um-indicador-de-que-a-economia-chinesa-corre-perigo

    “3. Produtores de equipamentos pesados fazem de tudo para vender”

    (fazem até leasing para pagar daqui a 6 meses !!!!!!!!!!!!!!!!! Creepy !!!!)

    “Li é dono de uma empresa que presta serviços a construtoras em Pequim. “Em seguida havia menos e menos. Hoje, não há nenhum (trabalho)”, sentencia ele.”

    “Resta esperar que os demais compradores das máquinas não façam como Li, que declarou que, se os negócios não retomarem o ritmo, vai devolver tudo que adquiriu, após pagar apenas a primeira parcela.

    kkkkkkkkkkkkkkkk, esse negócio de esperar os valores voltarem ao normal está cada vez mais divertido.

    0
  • carlos 9 de julho de 2012 at 20:09

    09/07/2012 – 19h51

    Lançamentos da Gafisa caem 60% no 2º trimestre

    RIO DE JANEIRO, 9 Jul (Reuters) – Os lançamentos da Gafisa no segundo trimestre alcançaram 546,5 milhões de reais, queda de 60 por cento ante o mesmo período de 2011, informou a incorporadora nesta segunda-feira.

    Na comparação com o trimestre imediatamente anterior, os lançamentos da empresa registraram um aumento de 18 por cento.

    No ano, o valor chegou a 1,01 bilhão de reais, um recuo de 47 por cento ante o primeiro semestre de 2011, e é correspondente a 34 por cento do ponto médio do guidance para o ano, de 2,7 bilhões a 3,3 bilhões de reais.

    Segundo a companhia, o recuo é justificado “pela implementação da estratégia de turnaround, com redução da atuação geográfica da marca Gafisa e interrupção dos lançamentos da marca Tenda, com foco em execução e repasse”, disse em comunicado.

    A empresa lançou 11 projetos ou fases de projetos no primeiro semestre. A marca Gafisa foi responsável por 67 por cento do total e a AlphaVille pelos 33 por cento restantes.

    Não foram lançados empreendimentos da Tenda no primeiro semestre. “Durante o ano de 2012, Tenda não deve representar mais do que 10 por cento do guidance médio de lançamentos para o período”, informou a Gafisa.

    A empresa disse, ainda, que está gerando caixa proveninente do core business das operações do Grupo e concluiu a revenda de 62 por cento das unidades canceladas de Tenda dentro do primeiro semestre.

    As vendas do período foram de 630,3 milhões de reais, queda de 45 por cento ante o mesmo período do ano passado, disse a companhia. Na comparação com o trimestre anterior, foi verificado um aumento de 54 por cento.

    No segundo trimestre, o estoque consolidado a valor de mercado foi reduzido em 222 milhões de reais, atingindo 3,3 bilhões de reais, comparado aos 3,5 bilhões de reais registrados ao final do do primeiro trimestre de 2012.

    CAIXA

    O Grupo Gafisa encerrou o segundo trimestre com aproximadamente 1,02 bilhão de reais em caixa e equivalentes de caixa, ante 947,1 milhões de reais registrados no final do primeiro trimestre.

    A dívida líquida preliminar caiu de 3,32 bilhões de reais no final do primeiro trimestre para 3,17 bilhões ao final de junho.

    A geração de caixa livre consolidado preliminar foi positiva em aproximadamente 150 milhões de reais no segundo trimestre.

    http:/ / economia.uol.com.br/ultimas-noticias/reuters/2012/07/09/lancamentos-da-gafisa-caem-60-no-2-trimestre.jhtm

    0
  • Demostenes 9 de julho de 2012 at 20:35

    Galera,

    Que bola de neve está virando esse aumento dos imóveis. Aqui no Rio todo mundo joga uma camada de “gordura” nos preços, confesso que não sei onde isso vai parar. Já vi proprietário pedir R$ 1.000.000,00 num apartamento de 3 quartos, no momento em que descobriu o valor do ITBI subiu para R$ 1.300.000,00, ou seja, todo mundo querendo ganhar com o cenário.

    Infelizmente a situação é ruim para todos. O valor dos imóveis/locação é à base de preço para a maioria dos serviços como restaurantes, supermercados, estacionamentos, cabeleireiros/barbeiros, outros. Até quem já possui imóvel próprio ou para especulação paga a conta do aumento desenfreado. O Governo ainda adiciona um recheio especial que são os impostos e o tal do laudêmio.

    O que ocorreu com os imóveis desde 2008 até hoje me faz lembrar a inflação dos anos 80, onde o nosso dinheiro se desfazia em poucos meses.

    Tenho a impressão que o IPCA não reflete a realidade, se os imóveis subiram tanto além do componente habitação temos os outros que são puxados automaticamente para cima. O que vocês acham?

    Abraços,

    0
    • Vasconcellos 12 de julho de 2012 at 09:23

      Demostenes,

      carona todos que puderem vão pegar (eu tb pegaria). Alguém aqui no forum ja citou que muitos proprietarios estao balizando os alugueis simplesmente pela formula ” valor da prestacao que pagam + margem de lucro que querem”… Tem de esperar pois o folego já já acaba (da maioria) e o preços baixarao. Quanto à inflação/índice de preços, uma coisa é o que o governo/instituições dizem, outra é a realidade…

      0
  • augusto 10 de julho de 2012 at 06:49

    Governo desesperado vai colocar no mercado 2,6 bi em devoluções do IR na tentativa de aumentar p PIBinho de 2012.
    Esquece que o povão e a nova CRRASSE nem paga IR na fonte, e portanto vai beneficiar os ricos que não precisam dar calote, pois nem emprestam a não ser do BNDES com juros subsidiados

    0
  • Ricardo 10 de julho de 2012 at 08:19

    h t t p : //economia.estadao.com.br/noticias/economia,forte-alta-dos-precos-forca-ajuste-no-setor-imobiliario,118766,0.htm

    Forte alta dos preços força ajuste no setor imobiliário
    Incorporadoras sentem dificuldades em oferecer produtos que caibam no bolso do consumidor; lançamentos devem cair 30% neste ano

    VEJAM O 5o. parágrafo:
    “Está cada vez mais difícil para o consumidor comprar a casa dos sonhos nas grandes cidades.

    0
  • Luciano-ctba 10 de julho de 2012 at 08:48

    Da série “Mas aqui é diferente…”

    Endividamento alto dificulta expansão do crédito

    O endividamento da família brasileira é crescente, apesar da diminuição dos juros, e ainda há um estoque considerável de dívidas de longo prazo, o que “inviabiliza a substituição” de bens de consumo durável na velocidade que o governo imagina para girar o mercado e alavancar o crescimento da economia. Mesmo se considerando as reduções de tributos nas compras de carros, de produtos da linha branca e de material de construção, de acordo com diagnóstico do professor de economia da Universidade de Brasília (UnB), Roberto Bocaccio Piscitelli.

    Ele cita números do Banco Central (BC) segundo os quais a evolução do crédito foi 18,3% nos 12 meses encerrados em maio último, impulsionada principalmente pela tomada de empréstimos pessoais. “Foi um crescimento bastante acelerado”, no seu entender, mas ressalta que tal dinâmica só tem sustentação em um processo de crescimento econômico, com geração de emprego e renda. Ele acha, no entanto, que “as dificuldades tendem a aumentar nas atuais circunstâncias”, como sinaliza o alto nível de inadimplência, que hoje é 8% nos atrasos com mais de 90 dias.

    O professor da UnB até admite a incorporação de novos contingentes da população entre os consumidores de bens duráveis (automóveis, máquina de lavar roupa, fogão e outros), mas ressalta que isso ocorrerá de forma residual. O potencial de expandir essa categoria de consumidores “está quase esgotado”, segundo ele. Além disso, lembra que o aumento da inadimplência deixou as instituições privadas (bancos e lojas) mais “seletivas” na classificação dos mutuários, e em função disso reduzem prazos e exigem maiores parcelas de entrada nos financiamentos.

    Embora a oferta de crédito tenha crescido bastante, a ponto de a contratação equivaler, atualmente, a 50,1% do Produto Interno Bruto (PIB), soma das riquezas produzidas no país, Piscitelli ressalta que o crescimento sustentável da economia carece muito mais que crédito. Precisa de políticas duradouras, abrangentes, de reforma tributária e de mais investimentos em infraestrutura, em educação e em inovação, dentre outros.

    Ele diz que o brasileiro está cansando de tantos “pacotes” de privilégios recorrentes aos lobbies mais poderosos, em detrimento de outros setores da atividade produtiva. Segundo Piscitelli, “o arsenal de renúncias fiscais e de créditos subsidiados têm alto custo social, são aleatórios e injustos, não têm contrapartidas e desorganizam ainda mais o já caótico sistema tributário”. O professor disse ainda que vê “nuvens carregadas” no horizonte, e lembrou que “a conta será paga pelos mesmos de sempre”.

    Especialista em macroeconomia, a professora Sílvia Matos, da Fundação Getulio Vargas (FGV), também manifesta ceticismo em relação ao impulso esperado do crédito no consumo. Ela diz que a pessoa física está muito endividada, pois, apesar dos juros terem cedido um pouco, o brasileiro está “pendurado” nas modalidades de crédito mais caras como o cartão de crédito e o cheque especial.

    Ela reconhece que o movimento de redução dos juros bancários, liderado pelos bancos oficiais de abril para cá, “traz algum alívio” no sentido de diminuir o endividamento de curto prazo, e destaca que “qualquer queda de juros é saudável”. Ressalta, contudo, que cabe ao consumidor ser o mais prudente possível na contratação de novas dívidas, que “só devem ser feitas quando estritamente necessárias”. Segundo Sílvia Matos, o problema de endividamento só não é mais grave porque “o mercado de trabalho ainda está bom e o nível de renda se mantém”.

    Não se pode apostar, porém, por quanto tempo esse cenário permanece, avaliou. É necessário, portanto, incentivar investimentos que gerem resultados a médio e longo prazo, bem como adotar medidas que melhorem o ambiente de negócios, com mais inovações. A reforma tributária e investimentos em infraestrutura também são urgentes, além de se evitar, de acordo com ela, políticas de beneficiar apenas alguns segmentos da economia, porque “isso gera, inclusive, mais distorções tributárias do que já temos”.

    Em nota, o Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi) elogia o esforço governamental ao adotar “medidas que não deixam de ser corretas” na busca de crescimento mais substancioso da economia. Mas destaca a necessidade de o governo “aprimorar o diagnóstico” dos problemas que afligem a atividade econômica como um todo, “caso contrário, as políticas deixam de surtir o efeito desejado”.

    O Iedi ressalta que não se pode responsabilizar o governo pelo acúmulo de distorções que vêm de longe nos campos da tributação, do financiamento, da infraestrutura e no atraso da produtividade e da inovação na economia. Enfatiza, porém, que “não é com medidas tópicas e de pouco alcance imediato”, nem com dosagens homeopáticas que vai mudar o quadro econômico delineado no ano passado, quando o mercado interno para bens de consumo e bens de investimento ainda preservava bom desempenho.

    De acordo com análise técnica do Iedi, a estagnação da indústria, em 2011, evolui para um quadro mais grave este ano, de retração, tendo em vista o retrocesso de 3,4% de janeiro a maio. Isso, porque o mercado interno já não cresce como antes, em parte porque a inadimplência das famílias aumentou, e também por falta de confiança do empresário na hora de investir, em função do “colapso das expectativas” de longo prazo. Ou seja: a falta de confiança da indústria contaminou a economia.

    Fonte: EXAME.com
    Data da informação: 09/07/2012

    0
  • Andre 10 de julho de 2012 at 09:41

    Lançamentos da Gafisa caem 60% no 2º trimestre. Os lançamentos da Gafisa no segundo trimestre alcançaram 546,5 milhões de reais, queda de 60 por cento ante o mesmo período de 2011, informou a incorporadora nesta segunda-feira. Na comparação com o trimestre imediatamente anterior, os lançamentos da empresa registraram um aumento de 18 por cento.

    0
  • PBR 10 de julho de 2012 at 12:42

    Sugestão de tópico: “http://economia.estadao.com.br/noticias/economia,forte-alta-dos-precos-forca-ajuste-no-setor-imobiliario,118766,0.htm

    Na opinião de Pompeia, os preços devem se manter estáveis na média, mas, em alguns casos, podem até cair no ano que vem. “De 30% a 40% dos compradores de imóveis são investidores, não é o consumidor final. Há 7 anos, esse índice era de 15%. Eles precisam revender, mas, em alguns bairros, a demanda real já foi absorvida, principalmente por imóveis de alto padrão.”

    Em alguns casos, podem até cair – Farejei um certo medo do jornalista ao escrever esta frase.

    0
  • Eskeleto 10 de julho de 2012 at 13:50

    PDG reduz pela metade previsão de lançamentos e ações caem

    SÃO PAULO, 10 Jul (Reuters) – A PDG Realty reduziu pela segunda vez a previsão de lançamentos para este ano, desta vez quase pela metade, citando a atual conjuntura macroeconômica e seus efeitos no mercado imobiliário.
    O anúncio desta terça-feira não agradou investidores. As ações da maior construtora e incorporadora do país recuavam 5,92 por cento às 12h29, a 3,18 reais, enquanto o Ibovespa cedia 1,54 por cento.
    A empresa prevê agora que os lançamentos no fechado de 2012 fiquem no intervalo de 4 bilhões a 5 bilhões de reais, contra projeção anterior de 8 bilhões a 9 bilhões de reais.
    Em abril, a companhia já havia cortado a estimativa inicial de 9 bilhões a 11 bilhões de reais de lançamentos em 2012, atribuindo o movimento, na ocasião, à intenção de ter maior eficiência e não a sinais de piora do mercado.
    Após enfrentar uma série de ajustes ao longo do ano passado, a PDG já havia sinalizado que tinha como meta para 2012 colocar suas operações em ordem, com foco em vendas e reestruturação interna.
    Em comunicado nesta manhã, a PDG apontou como algumas das razões que levaram à revisão “o atual cenário da economia brasileira e suas repercussões na demanda do mercado imobiliário adiante, especialmente em 2012, no desempenho de vendas recentes do setor”.
    A empresa citou ainda “o cuidado em acentuar a atuação da empresa na colocação dos seus estoques de lançamentos de trimestres anteriores, para adiante lançar novos produtos”.
    VENDAS E LANÇAMENTOS CAEM
    Também nesta terça-feira, a PDG informou que os lançamentos no segundo trimestre somaram 404 milhões de reais, queda de 80,3 por cento sobre um ano antes e recuo de 63,8 por cento contra o primeiro trimestre.
    Já as vendas contratadas atingiram 1,24 bilhão de reais entre abril e junho, redução de 32 por cento na comparação anual e 30,8 abaixo do total vendido nos três primeiros meses deste ano.
    No semestre, os lançamentos acumularam queda de 60,1 por cento sobre um ano antes, totalizando 1,52 bilhão de reais. Se considerado o ponto médio da nova projeção para o ano, a empresa cumpriu 34 por cento da meta até junho.
    As vendas nos seis primeiros meses de 2012 foram 14 por cento menores que um ano atrás, em 3,04 bilhões de reais.
    Nos três meses até junho, a PDG apurou velocidade de vendas -medida pela relação de venda sobre oferta- de 23 por cento, abaixo dos 29 por cento vistos em igual etapa em 2011. (Por Vivian Pereira)

    0
  • Buyer 11 de julho de 2012 at 14:16

    Estou realmente impressionado com o numero de corretores correndo atras de mim.
    Ano passado no mesmo periodo, estava atras de um apartamento ate 400K em Sampa (Zona Sul) e ninguem estava me dando bola, tanto que, desisti pois tudo que me falavam era pra dar de entrada esse valor e financiar o resto.
    A pouco mais de uma semana, voltei a procura apartamentos no valor pouco superior ao original e como tive muitas decepcoes no passado decidi utilizar varios corretores ao mesmo tempo.
    Para minha surpresa inicial, ja fui informado que sendo pagando a vista teria MUITAS oportunidades. Segundo, apos 1 semana de procura tenho todos os corretores me ligando todos os dias para me oferecer novos apartamentos.
    Infelizmento como realmente preciso sair do aluguel nao poderei esperar um pouco mais, senao seguraria ate o comeco de 2013. Assim, estou quase fechando num apartamento pequeno mas de otima localizacao e infraestrutura e de baixo condominio.
    Ainda acho que os precos nao cairam, mas tem muita gente precisando de dinheiro. Dos imoveis que visitei, quase 30% dos proprietarios tem alguma divida que precisa ser quitada antes da transferencia.

    Topico nao comentado ainda.
    Nao sei no futuro, mas se chegarmos ao patamar dos anos 90 quando poupancas foram congeladas, qual seria a opcao viavel hoje?

    0
  • Eskeleto 12 de julho de 2012 at 07:20

    Copom corta juros para 8% ao ano e renova mínima histórica
    Este foi o oitavo corte consecutivo nos juros básicos da economia brasileira.
    Com decisão, rendimento da poupança também tem nova queda.

    “http://g1.globo.com/economia/noticia/2012/07/copom-corta-juros-para-8-ao-ano-e-renova-minima-historica.html

    Ou seja quem vai financiar habitação cada vez mais vai aguardar pois os preços caindo e os juros caindo é o momento de aguardar.
    Somente se for muito burro para comprar com a selic baixando, embora repassem não 0,5% mas muito menos que isso, mas no final das contas é uma diminuição.

    0
  • Eskeleto 12 de julho de 2012 at 08:56

    Lançamentos da Rossi Residencial caem 42,6% no segundo trimestre

    Os lançamentos da Rossi Residencial, uma das principais incorporadoras e construtoras do país, totalizaram R$ 751 milhões no segundo trimestre, queda de 42,6% em relação aos R$ 1,3 bilhão registrados em igual período do ano passado.
    As vendas contratadas tiveram redução de 23,8%, passando de R$ 896 milhões no segundo trimestre de 2011 para R$ 682 milhões no período de abril a junho deste ano.
    O indicador que mede a velocidade de vendas sobre oferta da companhia (VSO) encerrou o trimestre em 18%.
    No primeiro semestre, os lançamentos da Rossi Residencial atingiram R$ 1,3 bilhão. Este mesmo montante foi registrado para as vendas no período.

    E a casa vai caindo vamo que vamo 🙂

    0
  • Eskeleto 12 de julho de 2012 at 09:02

    Economia recua 0,02% em maio, indica prévia do PIB do BC
    PUBLICIDADE

    DE SÃO PAULO

    A economia brasileira recuou em maio, após registrar alta em abril. No mês, o recuo foi de 0,02%, segundo o IBC-BR (Índice de Atividade Econômica), indicador criado pelo BC para antecipar a tendência do PIB (Produto Interno Bruto), divulgado nesta quinta-feira (12).

    O indicador cresceu 0,22% em abril e registrou recuo no mês de março (-0,61%), alta de 0,56% em fevereiro e resultado de -0,38% em janeiro.

    No ano, a economia registra crescimento de 0,85% quando comparada com o mesmo período de 2011.

    O governo já dá sinais de que vai reduzir a estimativa de crescimento neste ano por conta da tímida atividade industrial e da necessidade de reaquecimento econômico apoiado no aumento do crédito e na demanda interna. O resultado oficial do PIB no primeiro trimestre, divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), apontou um crescimento de 0,2%, na comparação com o quatro trimestre de 2011.

    Os ministérios da Fazenda e Planejamento devem reduzir nos próximos dias a previsão de crescimento, que ainda mantém em 4,5%, enquanto o próprio BC trabalha com 2,5%. Bancos e mercado financeiro já estimam um PIB em torno de 2%.

    De acordo com o IBC-BR, o indicador passou de 140,64 pontos em abril para 140,61 em maio.

    O IBC-Br incorpora estimativas para a produção nos três setores básicos da economia –serviços, indústria e agropecuária. Ele foi criado pelo BC para antecipar dados sobre o desempenho da economia. O indicador mostra a tendência do PIB, índice oficial divulgado pelo IBGE.

    “http://www1.folha.uol.com.br/poder/1118969-economia-recua-002-em-maio-indica-previa-do-pib-do-bc.shtml

    Logo logo pode começar até retração pois mesmo com estimulo a coisa ta assim imaginem só a hora que o ipi subir a coisa vai feder.
    Sinais de que a construção civil vai pelo mesmo caminho.

    0
  • Eskeleto 12 de julho de 2012 at 09:05

    Reclamações por atraso de construtoras têm aumento de 23%
    COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

    De acordo com a pesquisa da AMSPA (Associação dos Mutuários de São Paulo e Adjacências), de janeiro a maio de 2012 as reclamações referentes a atrasos na entrega de imóveis na cidade de São Paulo tiveram um aumento de 23%, se comparado ao mesmo período do ano passado. O número de reclamantes cresceu de 620 para 762.

    Além da demora para receber as chaves, a maior parte das queixas registradas pela instituição estão ligadas a defeitos na construção, taxas abusivas e cobrança de juros indevidos.

    Em 2011, 32% dos consumidores que se sentiram lesados entraram na Justiça contra as empresas contradas.

    Ainda segundo o levantamento, construtoras e bancos são os responsáveis pela maiora dos desentendimentos.

    “http://classificados.folha.com.br/imoveis/1118616-reclamacoes-por-atraso-de-construtoras-tem-aumento-de-23.shtml

    Pelo menos as construtoras não podem falar que só tem números negativos, afinal as reclamações estão subindo 23%, eu é que não vou querer comprar apartamento que irão começar a entregar em 2013 afinal o material deve ser de péssima qualidade.

    0