Preços de imóveis caem menos em janeiro, 2,23% em 12 meses, mostra IGMI-R/Abecip – Jornal ADVFN

Você pode gostar...

Comments
  • Moreira 27 de fevereiro de 2017 at 11:51

    Vem aí a “adimplência substancial”. E se isso se aplicar aos financiamentos imobiliários?

    Cara, é como vcs colocam nesse blog: tudo é possível na banânia, TUDO.

    http://www.antp.org.br/noticias/clippings/stj-abre-espaco-para-queda-de-juros-para-carros.html

    6+
    • avatar
    • avatar
    • Margarida 27 de fevereiro de 2017 at 13:51

      A decisão foi revertida no STJ. Bem mal escrito o texto da reportagem, aliás.

      4+
      • avatar
  • Moreira 27 de fevereiro de 2017 at 12:00

    CVR DE CARNAVAL

    ontem encontrei um casal de amigos, desde a faculdade. O pai cedeu um terreno a esse meu amigo para que ele construa. Me mostrou o projeto, bem bacana, feliz da vida, ao lado da namorada com a qual vai se casar. Antes porém me contou que pensou em morar em águas claras. E aí chegou a olhar em fins de 2015 um ap de 1 quarto, SMART, mas ao simular as condições caiu fora e me contou mais ou menos:

    precisa de 30 mil de entrada, parcelinhas ficariam em 2,1k mensais e ainda teria que desembolsar mais uns 10k de taxas, al´me de mais uns 20 para mobiliar e comprar eletrodomésticos. Sua conclusão foi a de que estaria entrando numa fria!

    Conversou com o pai e este prontamente entendeu a furada. Ofereceu um terreno no lago norte para o filho construir. Então ontem meu colega estava me contando que ja desembolsou 40 mil para preparar o lote e estima agora gastar mais uns 150k na construção de sua casa 100m, com laje e churrasqueira na laje.

    Fiquei muito feliz! O legal foi a pergunta que ele fez: “quem vai comprar esse apto de mim, pois eu não vou conseguir morar aqui por 35 anos”

    Resumo, esse escapou da matrix. Ele ganha em média 5,3k por mês e a namorada mais uns 4k, no máximo.

    Devagar vão prosperar!

    Por fim, me contaram que uma amiga compraram nesse empreendimento SMART e agora estão tentando vender 215k, mas nada de aparecer comprador.

    56+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Manoel Joaquim 27 de fevereiro de 2017 at 12:36

      “com laje e churrasqueira na laje”…

      Esse negócio de churrasqueira na laje deveria ser proibido. Aliás, qualquer aparato que facilite a reunião de bananenses embebedados deveria ser banido.

      CVR

      Recentemente um casal de bananense típico mudou para a casa ao lado da dos meus pais. Fazem algazarra no mínimo 3 X por semana. Carros de som, gritos, a típica putaria até horas da madrugada. Meus pais são velhinhos e já pediram para eles diminuirem o volume, mas não estão nem aí. Polícia? Piada, né?!

      Esse país está corrompido. As pessoas não tem o mínimo de educação e respeito com o próximo. O pior que isso é a regra por aqui. O sentimento é de nojo mesmo.

      74+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • cesarkebrado 27 de fevereiro de 2017 at 13:42

        Por essa e por outras que morar de aluguel é ótimo, às vezes o vizinho é bom hoje, mas, daqui a 5 anos a coisa muda. Uma opção pra quem não pode mudar é por a música da Gretchen tocando um dia inteiro virado pra casa do vizinho barulhento toda vez que o som dele passar do limite até ele entender o recado.

        25+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • JJJ_brasilia 27 de fevereiro de 2017 at 16:35

        Manuel Joaquim,

        Faz o seguinte para resolver o problema, arruma um som bem potente, quando os bananenses tiverem na festa, som desligado, após 30 minutos que eles pararem o barulho, eles vão descansar, aí é a hora de ligar o som no máximo, para atrapalhar o descanso dos bananenses, eles serão incomodados e assim aprenderão a respeitar o descanso alheio.

        Agora o som tem que ser muito alto, para o bananense se tocar, tire seus pais de casa e deixe tocar, só assim vão aprender.

        26+
        • avatar
        • avatar
  • CA 27 de fevereiro de 2017 at 12:31

    Lembrando que o índice que consta no topico foi criado única e exclusivamente porque o IVG-R do BACEN tem apontado quedas de preços dos imoveis de mais de 1% ao mês ao longo dos últimos 12 meses, acelerando quanto a queda de 0,5% ao mês dos 6 meses anteriores a este período, isto em termos nominais e considerando que o IVG-R já tem na sua metodologia alguns fatores que amortizam a queda de preços, por isto que precisaram, no DESESPERO, criar este outro índice, para fazer de conta que a queda de preços é mais “suave”.

    32+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • bolhista cearense 27 de fevereiro de 2017 at 20:12

      CA, tire uma dúvida minha: se já existia um índice para medir os preços de venda dos imóveis, como empregarão este mais recente? O anterior será desconsiderado? Serão utilizados os dois? Cada vez mais fico imaginado que o mercado imobiliário parece um “samba do criolo doido”.

      4+
      • avatar
      • CA 1 de março de 2017 at 11:38

        Bolhista cearense,

        Existem outros índices, mas até antes de aparecerem as maiores quedas de preços, o segmento imobiliário usava o IVG-R e o FIPE ZAP, agora substituíram o IVG-R nas notícias que eles mandam publicar na mídia, mas o IVG-R continuará existindo, a não ser que o BACEN “discretamente” o desative para não chamar atenção quanto a queda ANORMAL nos preços dos imóveis…

        1+
    • Intendente 28 de fevereiro de 2017 at 13:21

      Queda de preços nominal, se considerarmos a inflação no período a brincadeira começa a ficar séria.

      3+
  • SampaBoy 27 de fevereiro de 2017 at 12:59

    – imovel : (iGMI) : – 0,18% em janeiro (pra nao falar em um indice + real)
    – CDI de janeiro. : + 1,08%
    – ipca janeiro: +0,38%

    Excelentes numeros para o carnaval!

    Nao desanima….Força Brasil ! Esses rentistas vao ter que perder algum dia!
    Força mutuarios…um dia vai valer a pena!

    22+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Leonardo M. 27 de fevereiro de 2017 at 13:22

      Mas o juros não baixou na bananolandia???
      Eles disseram…

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Zé do Brejo 27 de fevereiro de 2017 at 13:15

    Trazendo do tópico anterior sobre gente que é rica ou pobre (quem faz o quê com seu dinheiro – viagem, imóveis, carros, cursos, etc)
    “Pobre é aquele quem tem um EGO que emite cheques que não é capaz de pagar.”
    Fernando, vc faz eu ganhar meu dia, obrigado pelas piadas 🙂

    12+
    • avatar
    • avatar
    • Leonardo M. 27 de fevereiro de 2017 at 13:26

      O cara que tem R$50.000,00 em TD, poupança,RF ou até debaixo do colchão como a Dilma é mais rico que 99% dá população.
      Imagina quem tem bolhudinho financiado então? Deve se achar um Rockfeller kkkkkk

      20+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • CA 27 de fevereiro de 2017 at 13:38

    Vamos voltar ao caso do tópico anterior, do imovel de R$ 680 mil, que o Fernando queria nos convencer de que valeria a pena comprar e que se ninguém pensa assim, é porque “somos pobres” (papo de corretor falido de décima quinta categoria):

    Segundo o Fernando, se você receber R$ 7 mil de juros todo mês, R$ 5 mil “evapora” na hora pela inflacao (?!) e sobram só R$ 2 mil, o que não dá para alugar um imóvel equivalente. No “raciocinio” do Fernando, inflação é algo que só existe para dinheiro recebido, não existe para os tijolos mágicos dele… E no Mundo REAL, como funciona?

    A pessoa que tem um imovel pelo qual pagou R$ 680 mil um ano atrás, viu este imóvel ter queda de preços de 1% ao mês ao longo do último ano (IVG-R). Com isto, o valor atualizado deste imovel é de aproximadamente R$ 603 mil hoje.

    Já a pessoa que aplicou R$ 680 mil um ano atrás e recebia R$ 7 mil por mês de rendimentos, alugou um imóvel idêntico àquele de R$ 680 mil por um preço de R$ 3 mil por mês um ano atrás (estou sendo extremamente generoso a favor do segmento imobiliário e seus asseclas, considerando aluguel de 0,44% sobre valor de venda, normalmente tem sido 0,30% ou menos). Fazendo as contas, a pessoa tinha líquido por mês (rendimento da aplicação financeira menos aluguel), R$ 4 mil, que ela sequer sacava, deixava no banco. Hoje esta pessoa tem mais de R$ 728 mil em dinheiro (de novo generoso a favor do segmento imobiliário e seus asseclas, nem considerei os juros compostos), com liquidez IMEDIATA, enquanto o feliz proprietário tem um imóvel que vale hoje R$ 603 mil e uma PÉSSIMA liquidez.

    Se a pessoa que estava alugando um imóvel, quisesse agora compra-lo, ela pagaria R$ 603 mil e teria uma sobra de R$ 125 mil para gastar com o que quisesse (pagar impostos da compra, mobiliar, etc).

    E a inflação? A inflação existe tanto para o proprietário quanto para quem aluga! Por que a pessoa que aluga teria que pegar R$ 5 mil todo mês dos seus rendimentos da aplicação financeira e gastar para cobrir o peso da inflação? Em seu orçamento o proprietário do imóvel equivalente que comprou e mora nele não precisaria deste dinheiro extra para cobrir a inflação? Este é mais um raciocínio ABSURDO que o Fernando tenta empurrar para o pessoal daqui, ou seja, de que existe uma inflação EXCLUSIVA de quem aplica dinheiro e que esta inflação não existe para quem tem imóvel!!!

    Nos 2 casos, assumindo que tanto a pessoa com dinheiro aplicado quanto o proprietário do imovel não precisarão de dinheiro extra para cobrir o orcamento, o raciocínio acima é perfeitamente aplicável. Aliás, mesmo que os 2 tenham a necessidade de um dinheiro extra para cobrir a inflação quanto a seu orçamento, isto não tem NENHUMA relação com a análise de custo de oportunidade apresentada aqui!!!

    Agora com a queda dos juros, será que valeria a pena comprar? NÃO! Por que? Porque a distorção entre oferta e procura continua enorme e crescente e apesar de Fernando’s e Thiago’s fazerem de conta que não existe lei de oferta e procura, foi exatamente isto que aconteceu e levou a queda de preços que vimos nos ultimos 18 meses via IVG-R, sendo que a queda de preços se intensificou nos últimos 12 meses junto com o aumento na distorção entre oferta e procura. Com aumento no desemprego, construtoras quebrando, oferta de crédito imobiliário com tendência de queda, necessidade crescente de vendedores por liquidez (construtoras, bancos, pessoas físicas), dentre outros fatores, temos todos os indicadores de que preços continuarão a cair, provavelmente intensificando a queda. Sendo assim, mesmo com a queda dos juros, esperar para comprar imóvel continua sendo mais vantajoso.

    Pois é, o Fernando o tempo inteiro está tentando enganar as pessoas daqui com raciocínios FALSOS, simplistas, erros crassos de lógica. É tudo proposital e de má-fé, até porque isto já foi explicado e exemplificado para o Fernando uma infinidade de vezes. Apesar disto, ainda tem gente que defende o livre direito de mentir e enganar, REPETIDAS VEZES e com os mesmos truques que foram DESMASCARADOS antes, que deveriamos ser mais “tolerantes” e abertos para a mentira e ENGANAÇÃO…

    67+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Money_Addicted 27 de fevereiro de 2017 at 14:24

      e soh um “detalhe” nao somos de forma nenhuma contrarios a quem quer comprar e realmente o faz com base em razoes pessoais, vide o caso do colega veigalex q ha muito nao passa por aqui, mas ele comprou, financiando um pouco e sempre aparecia por aqui falando da experiencia dele…..e ele era mto bem recebido pois falava a verdade, inclusive nao cabe nenhum tipo de comparacao entre ele e o nosso animador de blog, estou apenas mostrando q aceitamos outras verdades, desde realmente seja verdade.

      [ ]s

      37+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CA 27 de fevereiro de 2017 at 14:50

        Money_Addicted,

        Perfeito, é isto mesmo! O inaceitável é a mentira e ENGANAÇÃO, principalmente quando a opção do “engano” já foi descartada, afinal a pessoa recebeu as mesmas explicações VÁRIAS vezes e apesar disto, de tempos em tempos, retorna para o ponto de origem e temos que novamente desmascarar e apresentar os fatos, como nos casos que constam acima e abaixo deste comentário.

        18+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • BolhistaBR 27 de fevereiro de 2017 at 21:18

      “Pois é, o Fernando o tempo inteiro está tentando enganar as pessoas daqui com raciocínios FALSOS, simplistas, erros crassos de lógica. É tudo proposital e de má-fé, até porque isto já foi explicado e exemplificado para o Fernando uma infinidade de vezes. Apesar disto, ainda tem gente que defende o livre direito de mentir e enganar, REPETIDAS VEZES e com os mesmos truques que foram DESMASCARADOS antes, que deveriamos ser mais “tolerantes” e abertos para a mentira e ENGANAÇÃO…”

      Cara, vou responder esse trecho aí pq ele foi nitidamente pra mim, depois do tópico passado.

      Pois bem…. Se foi provado por a + b que o cara está de má fé, que é um encosto querendo cooptar almas da igreja “só os juros salvam”, expulse-o.

      Veja bem…. “se foi provado”…
      Provar significa dar uma demonstração CABAL, que NÃO SEJA SUBJETIVA de que algo é verdadeiro.

      Pra mim está claro que é uma pessoa defendendo a escolha que fez e ponto!
      E se é assim, volto a repetir: A discussão é livre! Ou deveria ser.

      Também não concordo com a opção dele, mas não ridicularizo nem ataco a pessoa dele.
      Não chamo de burro, não apareço com nick “na cloaca do Fernando” e etc..

      Gente, quem pensa diferente nos dá a oportunidade de rever nossos conceitos. E isso é um presente.

      Esse é um bom espaço, um espaço pra argumentação que não pode ser convertido num espaço “religioso”, onde quem pensa diferente é expurgado, excomungado e desacreditado.

      Quem quiser atacar que ataque os argumentos e não a pessoa.
      Maturidade. Lembra?

      13+
      • avatar
    • Paulo Avelar 28 de fevereiro de 2017 at 02:38

      Tenho um outro olhar sobre a renda fixa.

      Se eu não tenho imóvel, mas tenho R$680 mil no banco, a minha conta ficaria assim: 1% de juros, rendimento líquido de R$ 6.800 mês, menos R$3 mil de aluguel, condomínio e IPTU do proprietário. Então, o rendimento ficará R$ 3.800 mês, menos inflação. Razoável?
      Se a inflação mensal for maior que 38/68=0,55%am> Perderei poder de compra no mês.

      A pessoa ter R$680 mil como reserva financeira, para que ele retire uma renda razoável , descontando o aluguel, seria, digamos, R$15 mil reais por mês, irá demorar.

      Em outras palavras, para conseguir R$15 mil de rendimento mensal na renda fixa, tirando a diferença do resto do salário para ficar 1% am, os R$ 680 mil reais por mês, rendendo R$ 3,8 mil teriam que “comer muito feijão”, leia-se, décadas para chegar a R$ 15 mil, no lugar dos R$3,8 mil.

      Não por acaso, digamos que receba hj em torno de 15k por mês, acho difícil chegar a R$680 mil, pagando aluguel. Usando somente a renda fixa.

      Acho que vender pastel na praça dá uma rentabilidade maior que 1% am da renda fixa, descontando a inflação.

      Não sugiro que financie, que venda pastel, nem que deixe de sonhar, mas acho difícil ficar rico com renda fixa.

      4+
      • avatar
      • SampaBoy 28 de fevereiro de 2017 at 13:00

        Viver so de renda fixa nao é simples. Porem o foco nao é simplesmente a renda fixa, é necessario uma visao mais ampla do conceito de “viver de renda” :
        1- quando falamos em viver de renda isso não significa viver exclusivamente de renda. Para um profissional liberal é mais facil entender esse conceito porque ele pode, no decorrer da vida, optar por uma rotina de vida mais tranquila (escolhendo o trabalho, etc) e a renda fixa dar o suporte para isso, cobrindo o que eventualmente faltar. Ele pode também cobrar + caro e trabalhar menos, a renda fixa cobre o que faltar. Para um profissional empregado isso é mais dificl, porem ele pode também “trabalhar menos e ganhar menos” optando pelo emprego que assim for conveniente.
        2- em todas essas situacoes (renda fixa cobrindo parcialmente ou totalmente os seus custos) so é possivel voce conseguir alguma coisa se fugir do padrao de consumo obvio. O que quero dizer? Nao é facil voce ganhar bem e ao mesmo tempo manter um padrao de vida simples, em particular : carro e imovel. Nao é simples para o sujeito que ganha 30k nao ter um carro de luxo e um imovel de luxo, é preciso sair da “bolha ilusoria de felicidade”. Se o individuo ganha 20, 30 ou 40k e gasta 10, nao compra imovel e carro caro, é possivel sim em algum tempo ele viver pelo menos parcialmente de renda fixa, escolhendo o trabalho, trabalhando a quantidade que quer, no ritmo que quer, escolhendo cliente e ainda assim aproveitando o tempo livre para viajar, curtir familia, etc
        3- lembre-se que a maior parte dos bananeses caem nessa bolha ilusoria de consumo, e adiquirem um bolhudo em 30 anos, que vai comprometer-lhe a renda durante toda a vida e por consequencia vai roubar-lhe tambem seu tempo, e sua felicidade.

        11+
        • avatar
        • Bsbguy 1 de março de 2017 at 01:36

          Você desvirtuou os assuntos. Fato é que vale sim a pena alugar invés de comprar (ainda mais considerando a atual discrepância entre aluguel e valor do imóvel.)

          0
    • Anonymous 28 de fevereiro de 2017 at 23:00

      O Fernando pode ter razão. Eu moro nos EUA e já morei na Alemanha porque sou pobre. Para morar na banânia, eu teria que ganhar tres vezes mais para ter a mesma qualidade de vida.

      8+
      • avatar
  • CA 27 de fevereiro de 2017 at 14:02

    Outro exemplo da DESINFORMAÇÃO que o Fernando voltou a praticar no tópico anterior, como ficou muito ao final, replico aqui:

    A eterna comparação non-sense do Fernando, de que “se os carros são caros, por que imóveis seriam baratos”?

    No início de 2008 um Honda Civic zero KM geração 7, do modelo mais barato e na cor branca, custava R$ 71.500, aproximadamente. No início de 2017, o Honda Civic zero KM geração 10, muito superior ao modelo 2008 em todos os sentidos, na sua versão mais básica e na cor branca, custa aproximadamente R$ 88.000,00. Estamos falando que apesar deste veículo ter tido uma evolução substancial em termos de recursos, estética, etc, ele teve uma variação de preços em termos nominais de apenas 23% em 9 anos.

    Pegando um imóvel do bairro Sumaré em São Paulo, novo com 90 M2, com duas vagas de garagem, estrutura de lazer completa, em andar alto, no início de 2008 era anunciado por cerca de R$ 350 mil, hoje um imóvel novo no Sumaré em condições muito parecidas quanto a localização e infraestrutura é anunciado por preço acima de R$ 1,5 milhão, ou seja, o preço do imóvel subiu mais de 300%!

    Pior: um imóvel com 8 anos de uso que em 2008 no Sumarezinho era vendido por R$ 260 mil, hoje é anunciado por cerca de R$ 1 milhão! O mesmo imóvel, com 17 anos de uso agora contra 8 anos do preço anterior, sem NENHUMA benfeitoria na rua, no condomínio, etc, ao contrário, trânsito piorou muito (vários prédios construídos na redondeza), condomínio subiu muito junto com a inadimplência, imóvel ficou com mais problemas internos pelo tempo de vida, etc, ou seja, outro autêntico ABSURDO.

    O que caracteriza uma bolha imobiliária é uma escalada de preços absurda como a que foi exemplificada acima, que não guarda nenhuma relação com a evolução dos preços de qualquer outro produto ou serviço, que cresce muito acima da renda, ou de qualquer aplicação financeira, a tal ponto que se torna SURREAL em relação aos demais preços e a renda, exatamente o que aconteceu, que se demonstra em todas as pesquisas e também através dos exemplos que coloquei acima.

    O Thiago FM e o Fernando, de tempos em tempos, comparam os preços dos imóveis com carros, com a finalidade explícita de ENGANAR os usuários do blog e FAZER DE CONTA que os preços dos imóveis estão “normais” e que portanto, seriam “sustentáveis”. Eles sabem do que consta acima faz tempo, mas insistem em fingir que não sabem.

    O Thiago FM ainda acha que os empréstimos imobiliários onde os prazos mais que DOBRARAM e os juros caíram, são a garantia de estabilidade dos preços, apesar da forte redução de credito imobiliário com a verba da poupança, da situação fiscal caótica do governo que impede crescimento do MCMV (fica só na promessa), apesar da distorção absurda entre oferta e procura no caso de imóveis, apesar de já termos tido uma redução no crédito ofertado de maneira geral e não somente o imobiliário na ordem de R$ 1 TRILHÃO só no último ano. Ele persiste nesta “crença”, apesar de saber que a expansão de prazos e redução de juros foi o motor de todas as bolhas imobiliárias ao redor do mundo e que sempre tiveram que ser revertidas e apesar de saber que aqui no Brasil tivemos uma distorção que foi recorde MUNDIAL entre preços e renda e temos muito mais problemas graves ao mesmo tempo do que tiveram em outros países que passaram por bolhas imobiliárias.

    A irracionalidade acima levou os preços de aluguéis comerciais a dispararem e tivemos recordes seguidos de fechamento de lojas nos últimos 2 anos, em grande parte, graças a isto. O inflar ARTIFICIAL e INSUSTENTÁVEL dos empregos da construção civil gerou euforia em primeiro momento para depois liderar o aumento no desemprego graças às quedas de lançamentos, as famílias que entraram no golpe das vendas FALSAS na planta perderam grandes montantes de dinheiro, a liquidez no caso de imóveis foi destruída, fazendo com que muito dinheiro deixe de circular na economia, dentre uma infinidade de outros prejuízos trazidos pela bolha imobiliária graças a pessoas que simplesmente não pensam ou agem de má-fé e estimularam, ou ainda estimulam, a perpetuação destes absurdos, que só pioram a crise e atrasam a recuperação…

    30+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Fernando 27 de fevereiro de 2017 at 15:34

      Queria morar no Sumaré e não consegue?
      O restaurante por quilo tb custava 12 em 2008, hj custa 60.
      O PHD em bolha perdeu o timing…? É isso?
      Vendeu barato seu 4 imóvel e não conseguiu mais comprar?
      Vc realmente acredita que um imovel no sumaré do lado do metrô, de 90 m2, vai custar menos de 1 milhão, novo, nominalmente falando?
      Lembre-se que aqui é o centro financeiro do País… da 5 maior economia do mundo…
      Percebo o motivo de sua revolta e frustração!!!

      8+
      • Leonardo M. 27 de fevereiro de 2017 at 15:38

        Eu acho que você perdeu o timing também Fernando.
        Brasil não é mais a 5 economia do do mundo e sim a 9

        70+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Leonardo M. 27 de fevereiro de 2017 at 15:40

          ECONOMIA
          Brasil cai para a posição de 9ª economia do mundo

          O tamanho do PIB do Brasil caiu 24,6% na comparação com 2014 quando convertido para a moeda norte-americana

          40+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Leonardo M. 27 de fevereiro de 2017 at 15:43

            Então o PIB perde 25% do seu valor nos últimos 3 anos em dólar é imóveis são os únicos que não desvalorizaram?

            Tá certuuuu, e eu sou o papai Noel! Kkkk

            50+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • CA 27 de fevereiro de 2017 at 19:35

              Ah é, mais este “engano” do Fernando, quanto a São Paulo ser o Centro da quinta economia do Mundo, é outro discurso errado usado muito pelos corretores. De fato ele está repetindo tanto o discurso dos corretores e tão sem pensar, se expondo a ser DESMASCARADO em público, que cada vez mais dá a impressão de ser um corretor mesmo.

              Usaram este golpe junto com a recuperação do Centro de São Paulo, mais uma “invasão” que teriamos de executivos de outros Estados, de outros países, junto com uma leva de estudantes universitários, como nunca antes. Na prática, nada disto aconteceu, foi só a mais pura ENGANAÇÃO, hoje temos mais de duas dezenas de milhares de flats anunciados para alugar, com custos elevadíssimos de condomínio (normalmente acima de R$ 1,5 k / mês) e sem conseguir alugar para ninguém há meses, às vezes há mais de um ano, isto porque estamos no “centro financeiro da quinta maior economia do Mundo”.

              Pior que também já demonstrei e falei para o Fernando, VÁRIAS vezes, que a distorção entre oferta e procura em São Paulo é absurda e só isto já deixa claríssimo o quão insustentáveis são os preços, aliás, usei como exemplo o próprio bairro onde ele diz morar, que tem mais de 22.000 anúncios de venda, em apenas 1 site e para um bairro pequeno…

              Agora, que é cômico ele falar dos preços acima como se fossem normais para São Paulo, sem dúvida que é… Um imovel de padrão médio, com 90M2 em uma cidade onde a renda média é de R$ 2 mil, onde menos de 0,5% poderia comprar mesmo financiado em 35 anos e com juros subsidiados do FGTS e o cara vem com este papo completamente FURADO, tem que ter a cara-de-pau de um corretor para insistir nisto…

              17+
              • avatar
              • avatar
        • Deralian 28 de fevereiro de 2017 at 10:49

          Hahahahaha…. que burro! Dá zero pra ele professor!

          2+
      • to bolhado 27 de fevereiro de 2017 at 18:50

        Fernando, estou entre os que acha divertido essa rinha de alguns do blog com você, mas nessa voce está enganado. Quanto deveria custar um apto de 90m em sumare? Não tenho a menor idéia. Mas que não é essa coisa tão especial quanto você pinta, isso não é. A disponibilidade de aptos razoáveis com essa característica é muito maior do que você faz crer. Sumare, perdizes, pinheiros, higienopolis, bela vista, cerqueira cesar, vila mariana, paraíso, jardins, moema, itaim. Se você mapear a quantidade de imóveis de padrão razoável de 90m em bons bairros de sp, eh muita coisa. Não estamos falando de um 200m torre única super luxo blaster, aí poderíamos ter essa premissa. Um padrão de imóvel que deveria atender 30% da população paulistana não pode, no longo prazo, custar 1 milhão. Não faz sentido econômico.

        29+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • CA 27 de fevereiro de 2017 at 19:10

        Fernando,

        Desmascarado sucessivas vezes nas MENTIRAS e ENGANAÇÕES, vai para o DESESPERO e APELA, é isto mesmo?

        Sobre os fatos e dados acima, vai continuar FUGINDO e FINGINDO que não tentou mentir e enganar a todos do blog?

        Onde ficou a resposta da MENTIRA da inflação que existe só para quem tem dinheiro aplicado, não vai nem se dar ao trabalho de persistir na MENTIRA? Daqui a pouco usa a mesma mentira e vai achar que enganará todo mundo, que todos já esqueceram que foi desmascarado, sendo que o único que está sendo feito de idiota é você…

        Que vergonha, hein? Quer dizer, se uma pessoa com o seu caráter soubesse o que é isto…

        Esqueci de lhe dizer, mas tenho 50% de uma casa na Vila Leopoldina, que não comprei, foi herança, mas prefiro como bairro do que o Sumarezinho, onde já morei por alguns ANOS, mas que não voltaria devido ao péssimo trânsito, em função da Heitor Penteado e o monte de condomínios que tem por lá. Tenho também uma chácara no interior, que adquiri antes da bolha imobiliária, na realidade ela foi o terceiro imovel que comprei e este não vendi, corrigindo a informação anterior, no total comprei 4 e vendi 3. O terceiro que vendi foi em Curitiba, quando sai de lá e vim para Jundiaí, o valor que tenho aplicado referente a esta venda, daria para comprar à vista o imóvel que vendi em Curitiba agora, sobrando ainda bastante dinheiro. Aliás, o total que tenho disponível, daria para comprar 2 do seu apartamento À VISTA pelo preço que você supostamente “pagou”, só que não sou idiota para fazer isto, a demonstração de custo de oportunidade que fiz acima demonstra o quão estúpido seria esta ação, por isto que você fica inconformado e magoadinho, tentando dizer que sou “pobre”, ou seja, de novo se comportando como o corretor de décima quinta categoria que é provavelmente a sua “profissão” real, tamanha a sua obsessão em mentir, enganar e ainda tentar induzir os outros ao erro…

        Patético a sua fuga desesperada dos FATOS e DADOS, a cada vez se demonstrando mais e mais sem-noção, já não sabe nem mais o que dizer, tamanha a clareza com as quais suas MENTIRAS foram expostas, só restou mesmo APELAR e tentar mudar de assunto, né? Nem assim consegue escapar de suas ENGANAÇÕES e o pior de tudo, como sempre digo, não consegue fugir se si mesmo e do seu caráter, deve ser muito difícil se AUTO-ENGANAR o tempo inteiro, certo?

        23+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Fernando 27 de fevereiro de 2017 at 19:20

          Ok.

          Mas vc não falou o quanto acha que valeria.

          Números. Quanto vc acha que vale o exemplo que vc mesmo deu?

          Prometo que se vc responder não volto mais aqui postar nada.

          3+
          • John Horse 27 de fevereiro de 2017 at 20:03

            Cara… Sumaré, Metrô, 90m2 e R$1 milhão não combinam na mesma frase. Você acha que está milionário com seu micro apartamento financiado? Velho, cai na real… Pior que pobre, é pobre que não sabe fazer conta!

            18+
            • avatar
            • Fernando 27 de fevereiro de 2017 at 20:09

              Que eu sou pobre eu já sei.
              Sei também que meu apartamento minúsculo certamente não vale 1 milhão, quando muito 700 mil.

              Mas e vc, pq veio aqui me atacar e não responder a minha pergunta objetivamente:

              Quanto vale um apartamento novo nesse perfil, naquela localização?

              Resposta: R$ ____________

              1+
              • CA 27 de fevereiro de 2017 at 20:52

                Fernando,

                Você já tinha prometido não voltar antes, assim como prometeu que nem leria mais o que eu escrevia, você não tem palavra e novamente não vai cumprir o que diz. De qualquer forma, vou responder sua questão.

                No vale dos preços, considerando que o crédito imobiliário estará muito mais escasso que hoje e que o prazo de financiamento também estará muito mais curto, como aconteceu em toda explosão de bolha imobiliária ao redor do mundo, em função da enorme perda de liquidez que ela traz, o preço de um imóvel novo de 90 m2 em bairro como Sumarezinho ou similar, supondo que fatores acima ocorram, por exemplo, no primeiro semestre de 2019, ainda com desequilíbrio entre oferta e procura, ainda mais acentuado para estes imóveis mais caros, poderia chegar a algo como R$ 580 mil, que seria o valor de 2008 reajustado pela inflação do período e ao mesmo tempo, um valor mais compatível com a renda familiar de 20% das familias da cidade de São Paulo, que poderiam vir a ser o público alvo para estes empreendimentos, dentre aqueles que ainda não teriam imóvel a esta altura e teriam renda e condições de financiar nos novos prazos (mais curtos) e com os novos juros (não subsidiados).

                Para imóveis usados nas mesmas condições acima, de 20% a 30% abaixo deste preço, isto no vale de preços, sendo que após isto haveria espaço para os preços voltarem a subir normalmente.

                Claro que em leilões, hoje você já encontrará valores que não estão muito longe disto e até lá, encontrará ofertas por preços ainda menores do que estas que mencionei nestes leilões, uma vez que liquidez é o coração dos bancos e “cash is king”, conceitos mais válidos do que nunca durante o auge da explosão das bolhas imobiliárias.

                A data de primeiro semestre de 2019 foi EXEMPLO de um possível vale de preços, como disse antes, não seria o período com a maior queda nos preços dos imóveis, isto aconteceria antes e os preços continuariam caindo após isto só que de forma menos acentuada, até alcançar este vale.

                9+
                • avatar
                • avatar
                • Fernando 27 de fevereiro de 2017 at 20:58

                  580 mil. Esse é o número!
                  Eu tb acho que esse seria o valor justo, mas não acredito em queda nesse patamar.
                  Como prometido, não incomodo mais vcs.

                  O assunto ESGOTOU.

                  4+
                  • avatar
              • John Horse 27 de fevereiro de 2017 at 21:49

                Pega o valor do aluguel.

                Divide por 0,01.

                É o que acho que vale.

                3+
              • Oliveira 27 de fevereiro de 2017 at 22:05

                Fernando,
                Você mes, ompode fazer o teste anuncie seu imovel para venda, conforme ja lhe sugeri diga que esta negociando a compra de outro imovel e aceitando propostas em dinheiro a vista acima de 700mil. Para negociar o imovel que esta fechando. Anote as ofertas que vai receber por pelo menos seis meses, e veja de fato quanto ele vale. Ficar aqui achando aue alguem vai pagar 700mil só por que vc resolbel pagar 550mil… é ilusão.

                6+
                • avatar
              • Cadeludo 28 de fevereiro de 2017 at 11:17

                bonita a camisa Fernandinho
                Vou te falar quanto vale um imóvel ( pode ser o seu ) da forma mais didática pra você entender sem queimar os miolos
                Um imóvel vale quanto alguém tiver disposto a pagar.
                Um imóvel vale aquilo que remunera financeiramente
                lamento informar que é muito provável que você tenha caído no conto do corvo vigário
                continue bradando “ah mas o meu imóvel vale tanto…” vc corre o riso de ser interditado pela família
                é bolha cara não tem mimimimi contabilize a trolha e seja feliz
                não adianta espernear, quanto mais espernear mais o motumbo gama

                8+
                • avatar
              • Quebrado (: 28 de fevereiro de 2017 at 14:38

                preço relacao entre oferta e demanda.

                Quando a gente cresce a gente aprende muita coisa, e isso vira nosso alicerces, pois bem abaixo e o quanto vale o seu partamento, esse lado pisicologico que as pessoas tendem a sustentar.

                https://pt.wikipedia.org/wiki/Lei_da_oferta_e_da_procura
                https://economiafenix.wordpress.com/tag/oferta-e-demanda/
                http://professoragiuliana.blogspot.com/2011/05/aula-3-economia-empresarial.html

                1+
          • Gute 27 de fevereiro de 2017 at 20:13

            Essa é uma boa questão!
            As circunstâncias de mercado distorcem qualquer metodologia.
            Costumo considerar:
            – Fator X ( fator que considera oportunidades do mercado financeiro)
            – 1/3 da renda de 10 anos de um morador do bairro (média)

            Lugares diferentes costumam apresentar valores superiores ou inferiores.

            1+
            • Gute 27 de fevereiro de 2017 at 20:37

              Os valores são insustentáveis por várias razões.
              Cito algumas:
              1. Financiamento: valor de entrada e/ou renda exigida incompatível com o perfil de moradores do bairro.

              2. Aluguel: O retorno do investimento para o proprietário não justifica a aquisição ou manutenção do ativo.

              4+
              • avatar
      • BolhistaBR 27 de fevereiro de 2017 at 21:34

        Acho que pouquíssimos imóveis no nosso país deveriam custar mais de 500 mil.

        Pra pensar: Qual seria o preço desse imóvel se NÃO tivesse ocorrido o crédito farto dos últimos 15 anos?

        3+
  • cesarkebrado 27 de fevereiro de 2017 at 14:36

    Será que tem risco as LCAs da cooperativa SICREDI ? To querendo dar um pulo lá pra ver quanto tá pagando a pré-fixada, o medo é ter emprestado muito no mercado imobiliário e não tá recebendo agora e quebrar.

    2+
    • odorico 27 de fevereiro de 2017 at 16:43
    • Antigo 27 de fevereiro de 2017 at 18:40

      Os números da instituição são ótimos. Acho que o risco é bem baixo. Dá uma passada lá para ver as taxas.

      3+
      • avatar
      • avatar
    • cesarkebrado 27 de fevereiro de 2017 at 19:11

      Obrigado pelas dicas amigos, realmente parece ser bem solida, vou lá saber das taxas e posto aqui.

      1+
    • Cadeludo 28 de fevereiro de 2017 at 18:34

      uma vez perguntei as tacas e uma atendente me falou q

      0
      • Cadeludo 28 de fevereiro de 2017 at 18:35

        que não querem investidores eles querem apenas cooperados kkkk
        sorri e desliguei

        0
  • alexny 27 de fevereiro de 2017 at 15:27

    http://uk.reuters.com/article/us-brazil-restructuring-bankruptcy-idUKKBN15E2NG

    A bankruptcy lawyer who asked for anonymity to talk about the situation said PDG is not the only residential developer that could file for bankruptcy protection before June.

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 27 de fevereiro de 2017 at 15:40

    gostaria de continuar analisando o componente aluguel:

    – Das 6,14 milhões de famílias cerca de (3,258 milhões) das famílias que compoem o déficit habitacional estava no componente ônus excessivo com o aluguel.

    ok, então não é falta de moradia… Essas comprometem mais de 30% da renda no aluguel urbano. Vejam que elas já moram em “uma moradia”.
    Construir 3,2 milhoes de casas não é a solução. Não é bem um déficit, além do risco delas comprometerem a mesma parcela do salário, mais de 30% no MCMV.

    Provavelmente muitas delas só “não gostam” de pagar aluguel, preferiam pagar “o que é seu”… mas eu não consigo considerar como déficit. Parece que o MCMV é maior que o aluguel, pois nada impede de irem nele. ..Provavelmente renda informal, falta de banco, etc. se alguém me explicar com um bom argumento desde já agradeço e desculpem a ignorância do macaco aqui.
    O mais estranho é que ficam apenas 3 milhões de famílias que cohabitam, vivem em casas precárias, o que é bem pouco se consideramos o total, menos de 4% das familias brasileiras ou 3milhoes de moradias e não 6,1 milhoes de deficit.
    (na verdade existem 7 milhoes de moradias vazias pelo menos conforme dados de 2012 e 2014.

    com base em:
    http://www.fiesp.com.br/noticias/levantamento-inedito-mostra-deficit-de-62-milhoes-de-moradias-no-brasil/

    3+
  • Alemon Fritz 27 de fevereiro de 2017 at 15:57

    resumindo:
    -Metade desse déficit não é falta de moradia, é aluguel.
    – o aluguel “caro” atinge 4,6% das famílias e “apenas” 4,2% delas estão em condições precárias ou 3,1 milhões que é o deficit mais urgente.
    – 7 milhoes de moradias estão vazias (irregulares abandonadas etc), 140mil imóveis são de estoque de novos na planta de 9 construtoras.

    4+
  • Leonardo M. 27 de fevereiro de 2017 at 16:02

    Ninguém pode viver num país onde para alugar uma porra de uma casa na beira do brejo você precisa de dois fiadores com propriedade quitada.
    Olavo de Carvalho recentemente postado no FB

    28+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • job 27 de fevereiro de 2017 at 16:10

    Algumas coisas que eu tenho notado nos últimos tempos. Algumas pessoas me vêem como pão duro por não pagar o preço que pedem pelos produtos (mas quando faço churrasco em casa jamais cobro 1 centavo dos convidados). Não sou pão duro de forma alguma (mas conheço muita gente muquirana que cobra centavos dos outros), apenas me recuso a pagar preços abusivos. Uma lata de cerveja que seja, se for cobrado um preço abusivo, eu não pago. Se já não pago uma cerveja com preço fora da realidade, imagina um imóvel (peguei essa emprestada do Samy Dana). Com carro idem.
    Tenho notado que as pessoas que mais possuem bens (carros, casas, imóveis) são as que mais tendem a ser muquiranas. Quem sabe é pelo fato de terem muitos bens mas não terem liquidez. Eu estou indo exatamente na direção contrária, investindo o dinheiro de forma consciente, e cada vez menos preocupado com o dinheiro. Vai chegar um momento da minha vida que vou ser totalmente despreocupado com questões financeiras, justamente pelo fato de ter investido um tempo na minha juventude pra ser educado financeiramente. Acho que estou no caminho certo.

    49+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • João Adamastor 27 de fevereiro de 2017 at 17:28

      Faço das tuas palavras as minha. Tenho parentas que gostam de lugares “xiques”, pagam absurdos em uma pizza, coisa de 200 Temeroso. Falam que o local é TOP e não é muito caro. Affff!
      Da última (e nunca mais) que fui, gastei 250 pila por 4 pedaços de pizza (uma bosta), 2 latas de refrigerante e 1 copo de chopp.
      Não me pegam nem com “quirela”.
      Ah, o mais incrível é que a fala deles doem muito. “Não é sempre que fazemos isso”. Quero morrer!!!
      Quando vem em casa, não tiram um “pruto do borso”. É soda.

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Intendente 28 de fevereiro de 2017 at 13:54

        Jesus cristo, 250 reais por uma pizza?

        250 reais num outback eu como like a BOSS. E ainda mando pegar 2 pãezinhos para viagem.

        #bolhistawayoflife

        9+
        • avatar
    • bolhista cearense 27 de fevereiro de 2017 at 20:38

      Concordo contigo porque já levei nome de “sovina”, “unha de fome” e “miserável” várias vezes. Não esquento mais, agora, venhamos e convenhamos: R$ 500k num pombal de 75 metros quadrados eu não tenho coragem de “entregar” para os corvos daqui de Fortaleza.

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 27 de fevereiro de 2017 at 16:10

    ou seja mais fácil ir pra invasão ou comprar, do que alugar.
    -20% alugam, mas maioria quer construir ou comprar.
    -Os aposentados querem fazer “investimento” em casas para alugar, 40% das compras…
    fica o paradoxo: Bananense odeia alugar, mas pensa nisso como renda de aposentadoria.

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • antifragile 27 de fevereiro de 2017 at 17:26

    Pessoal, essa semana baixei do OLX todos os anúncios (quase 13 mil) de venda de imóveis para a cidade de Fortaleza. Com todos os dados planilhados, fica mais fácil encontrar as aberrações e o desespero.

    O mais emblemático que encontrei parece ser esse aqui, em que a própria construtora Tecnisa diminuiu o preço em 60%. Lembro-me que esse edifício Landscape foi muito vendido para “investidores”.

    Segue o link: http://ce.olx.com.br/fortaleza-e-regiao/imoveis/landscape-beira-mar-id148-272533462

    Também tem muitos caso de propriotário querendo passar as dívidas pra frente, pedindo carro ou cobrando apenas o valor que já pagou. Sinto que esses só aprenderão a lição depois que não conseguirem passar pra frente nem de graça.

    Exemplo 1: http://ce.olx.com.br/fortaleza-e-regiao/imoveis/apartamento-la-cita-residence-top-247913949
    Exemplo2: http://ce.olx.com.br/fortaleza-e-regiao/imoveis/repasse-aquarela-condominio-club-magis-275258968

    26+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • antifragile 27 de fevereiro de 2017 at 17:37

      Tem caso até de gente vendendo o prédio inteiro (18 APs) por R$ 1.250.000. Imaginem só que ele anuncia da seguinte maneira: “Todos aptos alugados por 500 reais cada!! Renda de 9 mil reais!!!”

      Sim, com exclamação e tudo.

      Agora me digam uma coisa…

      O que é melhor?

      Ganhar 12 mil por mês no TD sem risco.

      Ou ter que lidar com 18 inquilinos bananenses e possivelmente inadimplentes?

      Segue o link para a diversão de todos: http://ce.olx.com.br/fortaleza-e-regiao/imoveis/predio-residencial-com-18-aptos-na-messejana-277702396

      25+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • cesarkebrado 27 de fevereiro de 2017 at 19:26

        Aí é que tá você falou bem, alugado foi, mas, se vê a cor do dinheiro isso ninguém sabe. E tem outra, a coisa mais fácil que tem quando você quer vender um negócio é maquiar as vendas dando desconto, aí quando aparece o comprador você mostra as vendas bombando. No caso aí de aluguel basta dar um desconto de 50% nos primeiros 6 meses que vai encher o prédio e o comprador nem fica sabendo que foi assim que se embonecou a armadilha.

        10+
        • avatar
        • avatar
        • bolhista cearense 27 de fevereiro de 2017 at 20:54

          Você tirou uma dúvida minha. Mas se o proprietário quer vender o prédio e rápido, ele terá de alugar com o desconto por um curto período de tempo (seis meses, mais ou menos) e rezar para que apareça um comprador logo. E se ninguém aparecer, como fica?

          1+
          • cesarkebrado 27 de fevereiro de 2017 at 21:31

            Quando você negocia um desconto nos primeiros meses você ajuda o inquilino a entrar, mas, passou os 6 meses (ou 1 ou 3) o valor passa a ser de 100% até o fim do contrato, normalmente 36 meses.
            Aí se não vendeu não vendeu, mas, você ganha (ou deixa de perder) só pelo fato de não ter vacância. É claro que a gente não espera que um 666 dono de imóvel pra alugar entenda isso e seja despojado ao ponto de “perder” um pouco, para evitar perder muito mais. Eu particularmente acho difícil o cara estar com predinho todo alugado nesse momento é ainda estar “vendendo a mina de ouro” (que é a ideia que ele passa), esse tipo de milagre não existe. O que mais tem é malandro nesse mundo, eu acredito em tudo, menos em almoço grátis. A única alternativa plausível é o cara ter dívidas para quitar e por isso vender a dita galinha, só que comprar imóvel de quem tem execucao é fria.

            8+
            • avatar
    • Antigo 27 de fevereiro de 2017 at 20:20

      Você merece 2 likes nesse post. Abri uma janela anônima para dar mais um.

      Agora que estão planilhados, você consegue efetivamente ter uma ideia do mercado em Fortaleza, sem depender de indicadores toscos divulgados.
      Continue monitorando. Tenho forte convicção que você vai acabar encontrando imóvel quase de graça aí.

      Esses anúncios que aceitam carro me fazem rir kkkk
      É um desespero de dar dó.

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • antifragile 27 de fevereiro de 2017 at 17:50

    Tem essa cobertura de 900 m2 à venda por 15 milhões.

    Link: http://ce.olx.com.br/fortaleza-e-regiao/imoveis/vendemos-cobertura-c-900m-5-suites-06-vagas-beira-mar-fortaleza-recebo-imovel-262030505

    Sim, é esse preço mesmo, tanto é que o anunciante escreve por extenso pra mostrar que tá falando sério.

    Deve ser uma pessoa muito rica mesmo. Tão rica que tá aceitando “IMÓVEL DE VALOR MENOR” ou “IMÓVEL EM MIAMI”.

    Em caixa alta mesmo. Será que tá desesperado?

    Deve ser muito desapegado ao dinheiro.

    Da minha parte, sou tão pobre que nem sabia que existia apartamento de quase um quilômetro quadrado aqui nessa cidade.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • odorico 27 de fevereiro de 2017 at 18:15

      Só corrigindo 1km2 quadrado não é igual a 1000 m2. 1km2 são 1.000.000 de metros quadrados. Pois é necessário um quadrado de 1km de cada lado para fazer 1km2. Sendo que 1000 m2 consegue-se com um quadrado de 100 metros. Ocorre que quando você fala 1km2 você quer dizer 1 (km)2 aí o K está dentro da potência. o que faz ele virar 1.000.000. de metros. Sei que é confuso, mas medidas de áreas e volumes são verdadeiras pegadinhas matemáticas….

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • antifragile 27 de fevereiro de 2017 at 18:43

        I stand corrected.

        2+
        • avatar
    • bolhista cearense 27 de fevereiro de 2017 at 20:45

      Desesperado pode até estar; mas não quer “dar o braço a torcer”; imóvel em Miami…

      3+
      • avatar
    • Lucas Garcia 28 de fevereiro de 2017 at 01:12

      Ligar para OLIVEIRA
      55 85 9-8848-6109 WhattsApp
      55 85 9-8618-2897 OI
      55 85 9-92940410 CLARO
      55 85 9-8111-2993 VIVO
      55 85 9-96778326 TIM

      A cara da riqueza, quem disposto a pagar essa bagatela (duvido muito no Brasil), corre o risco de ligar pra operadora certa para não gastar o creditos, risos..

      10+
      • avatar
      • avatar
      • BolhistaBR 28 de fevereiro de 2017 at 07:50

        O fato de colocar um anúncio pedindo 15 milhões no OLX já diz muita coisa.

        4+
        • avatar
        • avatar
        • antifragile 1 de março de 2017 at 10:32

          Né? Até parece que multimilionário vai ficar no OLX procurando coisa pra comprar e vender…

          1+
    • Leonardo M. 28 de fevereiro de 2017 at 03:03

      Valor do condomínio R$3.400
      IPTU deve ser parecido
      Motumbada por mês R$6.800 X 12 = R$81.600,00
      Aí você coloca custos de manutenção,água,luz,internet, toalhas,papel higiênico(6 suítes dá muita cagação), parentes querendo usar seu imóvel vai pra R$120mil fixos por ano.

      É um exército de Motumbados nisso kkkkkk

      4+
      • avatar
      • antifragile 28 de fevereiro de 2017 at 11:34

        Fiquei imaginando quando chove. Sem contar a maresia. O trabalhão que deve ser manter essa cobertura limpa…

        3+
  • Unreal_Estate 27 de fevereiro de 2017 at 18:55

    CVRs
    1. Almoço com colega já aposentado pelo INSS, mas ainda trabalhando.
    Teve cargos altos no mercado financeiro durante a vida, ganhou bastante dinheiro e investiu em imóveis.
    Comentou que um dos imóveis, em SP, está vazio há mais de 1 ano. Tem outros 2 imóveis no RJ, um tb vazio há mais de um ano – mesmo após baixar o aluguel 2x. Disse que não abaixa mais pois vai atrair maus inquilinos, que vão detonar o imóvel e serem maus pagadores.
    O outro imóvel no RJ está alugado, mas o inquilino acabou de atrasar o aluguel, possivelmente devido à crise.
    Respeito muito esse colega, é um cara inteligente e vivido.
    Mas, de fato, ter imóveis para renda no BR pode ser uma grande fria.

    36+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • odorico 27 de fevereiro de 2017 at 19:06

      A questão não é ter imóveis para renda, o problema é SÓ ter imóveis para renda. Desde pequeno ouço que não deve ser colocar todos os ovos na mesma cesta. O cara é do mercado, devia ter diversificado. Ouro, dólar, renda fixa, ações com dividendos, debentures. Eu estou fazendo isso. Aliás, só não tenho imóvel, mas dependendo do estouro é provável que eu diversifique também nessa linha.

      25+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • cesarkebrado 27 de fevereiro de 2017 at 19:46

      O raciocínio do seu colega tá errado, muita gente pensa assim, mas, é o contrário, quando se coloca um preço justo gente boa procura e aluga justamente porque gente boa tem em mente pagar, mais quer pagar o certo. Agora o desonesto aceita pagar acima do justo justamente porque ele pretende desde o começo não pagar. As pessoas confundem, quem não aceita pagar caro (mas tem dinheiro), com não pagar porque “não tem dinheiro”, e essa ideia torta pega muito 666, eu vejo isso pegando principalmente os classe média burrinho com baixa alto estima. Eu sempre digo uma coisa: A pessoa inteligente e que não tem baixa alto estima, se parar num shopping e for comer uma simples coxinha e essa coxinha custar 6 reais, a pessoa desiste na hora e escolhe alguma outra opção que seja justa ou não come nada e pronto. Não é porque eu tenho dinheiro pra comprar uma coxinha de 6 reais que eu vou pagar isso em uma, e não importa se eu sou rico e posso, isso é questão de não ser idiota, não ser otario.

      44+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Unreal_Estate 27 de fevereiro de 2017 at 19:15

    CVR 2
    Em minhas sondagens periódicas de imóveis, um corvo ficou tentando me empurrar lançamentos, pelo whatsapp. Corvo chato.
    Aí já mandei: “não quero, pois as construtoras estão falidas, vide PDG”.
    Acreditam que o cara me mandou um áudio explicando que a imobiliária dele só trabalha com construtoras sólidas, e que o mercado está saudável, e que “essa é a hora de comprar”.
    Kkkkkkkk

    38+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Fernando 27 de fevereiro de 2017 at 19:44

      Quase todas vão quebrar… não tenho a mínima ideia de qual se salvaria, talvez cyrela, gafisa, as mesmas de sempre.
      É um risco muito grande o mercado hoje… imagine a insegurança jurídica… colocar qualquer que seja o valor na mão de terceiros…
      Até hoje, depois de quase 2 anos que comprei, e 4 anos procurando, liga corvo no meu celular…
      No whatsapp eu bloqueio rs.

      Um grande abraço!!!

      8+
      • avatar
      • Unreal_Estate 27 de fevereiro de 2017 at 20:10

        O mais engraçado é que alguns dias depois, saiu a notícia da RJ da PDG.
        Quase mandei o link pra ele.
        Kkkkkk

        2+
  • Oliveira 27 de fevereiro de 2017 at 20:14

    Fernando,
    Mesmo que considere usufruir do bem com a ideia de tentar que o montante a ser pagdo venha a impatar com a inflação, ainda desconsidera que em dez anos enquanto a renda media aumentou 2x o preco pretendido dos imoveis aumentaram em media 6x. Ou seja pede-se 3x o valor do imovel, 50% disso ja é1, 5x. De forma que alem de pagar 2/3 a mais pelo imovel deve pagar mais juros sobre estes 2/3 por 20 ou 30 anos ? Como acreditar que isso tenha sido vantajoso de alguma forma? A menos qie tenha aplicado o valor de 3x o valor do imovel isso não é menos que uma cagada monumental.

    2+
    • avatar
    • Fernando 27 de fevereiro de 2017 at 20:24

      Eu até acredito na história da renda média….
      Mas o meu plano de saúde tb subiu 6x no periodo.
      Até o creme dental…
      Restaurantes…
      Etc…
      Quase tudo subiu 6x.

      2+
      • CA 27 de fevereiro de 2017 at 20:57

        É, por isto que vemos no mundo inteiro os estragos de bolhas de fio dental, de restaurantes, etc. Kkk Só rindo mesmo. Aliás, nada disto subiu 6 vezes no período, a não ser no mundo de faz de conta dos corretores. Os carros médios por sinal, como no exemplo que dei acima, subiram em patamar inferior inclusive em relação a inflação oficial. Não adianta persistir na MENTIRA e só mudar os objetos, todos vão continuar a perceber o quanto está mentindo, simples assim…

        28+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Intendente 28 de fevereiro de 2017 at 14:04

          Verdade. Com o passar do tempo, a indústria automobilística melhorou(para nós). Só de imaginar que um Vectra Elite 0KM em 2009 custava cerca de 70mil reais…

          70MIL reais em 2009. Era muita grana. Hoje com 80mil a gente consegue comprar um nissan Kiks bolhudinho e bonitinho.

          2+
      • Oliveira 27 de fevereiro de 2017 at 22:21

        Muitas empresas ao negociarem correções e aumentos de salario optam por dar aumentos em vales refeição e alimentação pois recebem beneficios. Não tenho dados sobre isso mas minha experencia pessoal em que a empresa onde trabalho (possui 20k funcionario ) optou por fornecer vales os restaurantes aumentaram muito os valores, imagino que isso afeta a demanda sobre todos os produtos que podem ser comprados com estes vales. Planos de saude e outra historia…. Agora aumentos em produtos de baixo custo apertam o orcamaneto mas estao longe de se comprar com imoveis que mesmo com finaciamento tonou-se inalcansaveis pra grande maioria do povo, hoje ja eh inalcansavel imagina manter o ritmo dos ultimos anos?

        2+
      • edson 28 de fevereiro de 2017 at 09:32

        Sem falar na luz, pedágio, combustível, etc. Ah mas o tomate abaixou !!!, a inflação para quem tem o padrão de vida um pouco melhor ( plano de saudê, viagem de lazer, uma boa alimentação etc ) essa aumentou bastante sim. mas vamos nos apegar ao indice do governo 4,5 % !!!

        0
        • CA 28 de fevereiro de 2017 at 10:35

          Edson,

          Quem disse que o IPCA reflete a inflação de todos os brasileiros de forma homogênea?

          Quem disse que todos os produtos e serviços subiram o mesmo, ou que SEXTUPLICARAM, foi o Fernando, mas como sempre, sem NENHUMA EVIDÊNCIA, sequer mencionando o nome específico de um produto ou serviço que tivesse tido este aumento (nome de restaurante, marca de pasta de dente, etc).

          Dentre o segundo produto de maior preço que encontramos, os automóveis, bem mais atrás dos imóveis quanto aos preços hoje em dia, dei exemplo em comentário mais acima de que subiu MENOS do que a inflação. Vocês tem exemplos de automóveis que tenham crescido o preço pelo menos METADE do que o preço dos imóveis cresceu em 10 anos, ou seja, que o preço para mesmo veículo e modelo tenha crescido pelo menos 150% no período de 10 anos? Vejam, estou sugerindo que tragam um item que já era bem mais barato do que imóveis e que tenha crescido a METADE no preço, ainda estou facilitando para vocês, basta trazer um exemplo, vocês tem???

          O papo do convênio médico é engraçado: cresceu muito o preço, perdeu alguns milhões de clientes nos últimos ANOS e tem gente que já até acha que hoje é sinal de riqueza. Aliás, só para fazer um teste, fui ver um imóvel na planta em Jundiaí no início de 2014 e quando questionei se haveriam tantos compradores com renda para imóveis tão caros, a resposta do corretor foi que Jundiaí era uma cidade rica, quase todos tinham convênio médico particular… É, quase todos tinham porque boa parte era peão de indústria que oferece este benefício para todos os funcionarios e seus familiares, mas a renda deles, inferior a 3 salários mínimos, jamais poderia comprar aqueles imóveis.

          É este tipo de relativismo barato e non-sense que alguns praticam por aqui, que cada vez mais utiliza os mesmos golpes de DESINFORMAÇÃO que o segmento imobiliario, como no exemplo acima, deduzindo “riqueza” por ter um convênio médico particular (rs).

          Na sua visão o preço dos restaurantes subiu 6 vezes em 10 anos como o Fernando falou? De 2003 a 2013 os preços mais que DOBRARAM. DOBRAR significa que eles se tornaram 2 VEZES o que eram antes, uma “pequena” diferença para o SEXTUPLICAR do Fernando, ou não? Aliás, o preço dos imóveis aumentou mais de 300% em 10 anos, ou seja, ele QUADRUPLICOU, em outras palavras os preços dos imóveis cresceram mais que o DOBRO do que cresceram os preços das refeições fora! É isto que vocês chamam de “normal”, o item de preço mais caro na economia crescer mais que o dobro do que uma simples refeição fora, sendo que por sinal, a refeição fora já havia crescido mais do que o normal? O item com o preço mais caro da economia crescer ALGUMAS vezes mais que o segundo colocado (automoveis), é isto que vocês chamam de “normal”???

          Detalhe que após o crescimento até 2013, o custo da refeição fora desacelerou, ou seja, continuou subindo, mas em um ritmo muito mais baixo.

          Veja abaixo a notícia de 2013 sobre o quanto havia crescido em 10 anos até aquela época, observe o valor de referência naquela época e o atual e COMPROVE que está MUITO LONGE do que Fernando afirmou, COMO SEMPRE:

          http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,custo-de-comer-fora-de-casa-dobrou-em-10-anos-imp-,984010

          Repito: não adianta nada trazerem e tentarem ratificar RELATIVISMO BARATO, do tipo, tudo ficou caro, trazendo frases generalistas, sem NENHUM SENTIDO e para as quais os fatos e dados as desmentem de imediato. Ao tentarem ENGANAR as pessoas com esta “discalculia” (by Lucas) só irão se expor cada vez mais quanto à sua má-fé e interesse de iludir os demais, aqui não é lugar para tentar capturar INCAUTOS, o negócio é continuar tentando nos estandes de vendas na planta…

          14+
          • avatar
          • avatar
  • Oliveira 27 de fevereiro de 2017 at 20:17

    Ops foi mal pelos erros Digitando no tablet….

    0
  • bolhista cearense 27 de fevereiro de 2017 at 20:42

    O quadro aqui no Ceará é divulgado aos poucos, mas não conseguem mais esconder:
    http://www.oestadoce.com.br/economia/desemprego-sobe-423-no-ceara-no-periodo-de-um-ano

    5+
    • avatar
    • avatar
  • Gute 27 de fevereiro de 2017 at 20:55

    Fernando, obrigado pelas suas mensagens. Aprendi algo lendo suas mensagens.
    Concordo contigo sobre haver boas oportunidades no mercado imobiliário. Enquanto eu me fechei para este mercado, vi algumas pessoas fecharem bons negócios ao longo destes anos. Especulando ou consumindo. Não tive coragem e não via sentido algum.
    Amadureci analisando esse mercado: o comportamento das pessoas geralmente não segue a minha lógica. Surfar a onda pode ser uma oportunidade. Alguma hora a conta precisa fechar.

    Muitas coisas são caras nesse país. Itens básicos e supérfluos. Ração de cachorro, cachorro, bebida, cinema, carro, imóvel, etc…
    Precificar um item não é tarefa fácil. Sobre o mercado imobiliário repito o que escrevi acima:

    Os valores são insustentáveis por várias razões. Cito algumas:
    1. Financiamento: Valor de entrada e/ou renda exigida incompatível com o perfil de moradores do bairro.
    2. Aluguel: O retorno do investimento para o proprietário não justifica a aquisição ou manutenção do ativo.
    3. Investimento: Passou o momento de comprar para revender com ágio.

    As construtoras precisam vender. Vender pra quem não pode pagar ou não quer investir?

    Mesmo assim o cenário está se arrastando por mais tempo do que imaginei. Que diferença faz? Por quanto tempo ficarão fora da realidade? Não sei. Quem seria capaz de prever a elevação de preços dos últimos anos?

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Oliveira 27 de fevereiro de 2017 at 21:12

      Depende prever os preços ilusorios ou preço real de venda? Aumentou o preco de venda? tão pagando mais ? Onde? Desejo é infinito o limite o determinado pelo campo preco do site. Comprem comprem comprem, essa e a hora um para morar, outro pra investir e outro pra surfar!!!!

      2+
    • BolhistaBR 28 de fevereiro de 2017 at 07:57

      Acho que ainda vai levar um tempo pra ficha cair.
      O pessoal ainda acha que tudo isso só está ocorrendo por conta da crise.
      Achando que quando o país se recuperar tudo vai voltar ao que era antes.
      Eu sinceramente acho que não tem mais volta.
      Vamos ver.

      10+
      • avatar
  • Alemon Fritz 27 de fevereiro de 2017 at 21:09

    e o Oscar vai para…
    – BananaLand, melhor comédia
    ….e o Oscar vai para..
    – PeideiGe, “melhor diretor”
    …e o Oscar vai para:
    – Funcéfii, melhor filme de Terror
    o oscar vai para..
    – Caxão, pelo filme Créditos Podres, roteiro adaptado.. e melhor montagem

    e o Oscar vai para….
    – Amorinha Frutinha, melhor ator coadjuvante
    e o Oscar vai para..
    – Distratos na Planta, maior duração de Longa metragem..

    e o Oscar vai para
    – indice Finge Zapi…pelos efeitos Visuais, pela Animação e Inovação

    e o oscar vai para…
    – Corvos na Planta, melhor comédia
    e o Oscar vai para…
    – Motumbo, melhor ator de curta metragem e Cor
    e o Oscar vai para…
    – Moonligthy Tower Residence Garden Gourmet, melhor Filme Estrangeiro e legendas
    e o Oscar vai..
    – GBT Pakitual, atriz secundária e penteado
    e finalmente o Osca vai para
    – 666, melhor curta-metragem em live action (2 bobinas de 15 anos), isto é, feito com seres vivos (plantas, milhos, pessoas, animais, insetos etc) ou com o que existe na natureza,.

    34+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 27 de fevereiro de 2017 at 21:18

      Gênio! Gênio!

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Leonardo M. 27 de fevereiro de 2017 at 21:12

    CVR bananense com cartão de crédito no shopping.

    Fui no único shopping dá região que moro(Chapecó) e minha esposa estava querendo uma calça Jeans nova. Fomos na Renner e tinha 4 pessoas na nossa frente na fila.

    1 caso:
    Mulher + filha levaram um monte de roupa e na hora de passar o cartão de crédito dá Renner a moça do caixa diz:
    “Sua fatura ainda não foi paga, então por isso não podemos passar o cartão”.
    Percebo a mulher ficar vermelha de vergonha e tentando entender o inexplicável e perguntando; “mas como isso meu Deus?O que eu faço agora?”. A caixa explica que ela deveria pagar e que no mesmo dia já liberava(duhhh!!!)
    Saiu sem levar nada.

    2 caso:
    Casalsinho de uns 20 e poucos anos. Ele com uma camisa e ela roupas íntimas + camisa o cartão não dá desconto pra roupa com etiqueta cor tal, apenas etiquetas cor amarela ou algo assim dão desconto se não sei quantos %. Não entendi muito bem a promoção mas tiveram que deixar algumas peças pra trás.

    Caso 3:
    Esposa pegou a calça que queria e após esses dois serem atendidos fomos nos todo alegre:
    Caixa “Tem cartão dá Renner moço?”
    Eu “Não nem preciso, obrigado”
    Caixa “Mas o cartão dá 10% de desconto na primeira compra e pode parcelar em 666 vezes sem juros”
    Eu “Não gosto de parcelar, apenas pagar avista no débito”
    Senti um olhar de “mas como pagar avista?” dela…
    Paguei com juros opressores do banco e fui embora.

    50+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 27 de fevereiro de 2017 at 21:25

      666 tá com dificuldade até de comprar roupa em loja de departamento popular. Mesmo com preço promocional. Mesmo com desconto, cartão da loja, parcelamento etc. Secou o dinheiro. Secou o crédito. Game Over, e não tem continue.

      Um bom teste de QI é perguntar se a pessoa tem cartão de alguma dessas lojas. Se a resposta for sim, o QI é abaixo de 80 pontos.

      A única exceção é a Saraiva que disponibiliza cartão sem anuidade e com descontos na loja. Esse sim compensa ter.

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Nilson 27 de fevereiro de 2017 at 21:43

        Submarino tb em tese não tem anuidade, mas todo tenho que me incomodar ligando lá pra isentar.. Além de alguns descontos cumulativos qdo se passa em 1x, o programa léguas deles me gwra cupom de 250,00 por ano

        3+
    • MARK 28 de fevereiro de 2017 at 11:50

      Leonardo, acho que todos nós aqui adoramos pagar à vista né… essa do cartão da Renner foi ótima, é como se fôssemos ETs.

      4+
      • avatar
  • Alemon Fritz 27 de fevereiro de 2017 at 21:19

    eu comprei 4 camisetas em Loja de surf… 20% de desconto (e saiu menos que o preço de 1 ano atras).. o dono estava desesperado querendo “queimar” o mais rápido possivel
    há um ano a loja estava cheia de nem-nem de corrente no pescoço e boné virado
    e hoje só tinha um cara de mimimi e não levou nada..

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • cesarkebrado 27 de fevereiro de 2017 at 22:14

    A 6 meses atrás a dona dum açougue aqui perto vendeu pra um 666 com a desculpa de que queria descansar (sei, acredito kkkkk) Tá com uma faixa na frente agora de “mudaremos em breve” (o cara vai mudar pra pagar menos aluguel) e tá na esperança de que as vendas vão melhorar (coitado) O posto de gasolina tá mais cheio do que nunca, sai um carro entra outro, claro né todo mundo colocando 20 reais de cada vez, dobrou as visitas ao posto. Eu tenho uns quiosques em alguns Shoppings e posso falar pra vocês que tá uma merda e piorando, e é em todo lugar.

    25+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Leonardo M. 27 de fevereiro de 2017 at 22:23

      Concordo
      Ou abaixa o preço ou vão ter que fechar muitos negócios ainda.
      Tem uma padaria no bairro Carianos em Florianópolis (bairro do aeroporto) e que o Kg do pão custa R$13,90 e detalhe o pão é uma porcaria.
      Aqui na minha cidade nova no oeste de SC a padaria mais bolhista e com o melhor pão custa R$8,90

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Money_Addicted 27 de fevereiro de 2017 at 23:20

      kkk esse lance de “querer descansar” uma vez o proprietario d uma pousada q eu sempre me hospedava perguntou se eu nao queria compra-la, pois ele queria se aposentar, pediu 3kk na epoca, pensei cmg: com esse dinheiro eu me aposentaria agora tambem

      25+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • cesarkebrado 27 de fevereiro de 2017 at 23:43

        “na minha opinião” pelo que eu já vi das coisas, poucas empresas dão dinheiro (muitas vezes só por certa época sem concorrência), a maioria da o suficiente para o cara se arrastar e continuar sonhando, igual mina de ouro que 99% dos mineiros trabalha a vida inteira e morre fudido. A maioria vive do ciclo do sonho até acabar o dinheiro (que ele já tinha antes) e vender para outro acabar com o dinheiro e vender para outro.. O funcionário público top vive muitas vezes frustrado por “parecer” que na iniciativa privada os ganhos são altíssimos, mas, ledo engano, aqui fora é uma mina e só tem pepita grande para pouquíssimos, o suficiente apenas para manter o sonho dos 99% que vão trabalhar, trabalhar sonhando com a pepita e morrer pobre. O capitalismo não é para principiantes, entendam que eu não estou querendo espalhar um “pessimismo”, mas, só quero alertar que especialmente aqui na banania se vive (os 666) CRENDO que tudo é mais fácil e dá muito mais dinheiro do que é na realidade.

        28+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • cesarkebrado 27 de fevereiro de 2017 at 23:22

    Eu vejo o pão sempre de 7 a 8 reais, mais que isso é abuso. O crédito acabou e a conta chegou. Quem como a formiga da historinha tiver uma reserva e despesa baixinha vai sobreviver ao inverno.

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Oliveira 27 de fevereiro de 2017 at 23:42

    Risos, nestas horas e qué quem sabe fazer conta e aproveitar a oportunidade se da bem.
    CVR – Senhor há dois anos apareceu no bairro vendendo pães a R$ 0,25 , esta desbancando todo mundo a fila são sai fora do comércio quase atravessa a Rua, é o gente com a padaria com muito mais espaço fica louco com o veinho com cara e português…
    Um outro está a meses agonizando, embelezando um padaria que não abre, acho que essa vai fechar antes de abrir.

    23+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 27 de fevereiro de 2017 at 23:52

      Quando até o pãozinho está com preço bolhudo é porque estamos numa situação insustentável mesmo.

      Que venham os descontos!

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • BolhistaBR 28 de fevereiro de 2017 at 08:06

        O crédito fácil inflou TUDO!
        Todo mundo comprando com crédito achando que estava rico…….
        Endeusando Lula dizendo “agora eu posso andar de avião”….
        Agora eu quero ver os próximos capítulos….
        Esse modelo de jogar dinheiro na economia a rodo é fazê-la girar pelo consumo está falido!
        Estou achando que a inflação vai ficar controlada por um tempo razoável dessa vez.

        13+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • cesarkebrado 27 de fevereiro de 2017 at 23:53

    Oliveira, basicamente essa é a verdade do capitalismo, quem GANHA com ele é o consumidor e não o comerciante, a briga entre os comerciantes (concorrencia) faz com que a gente compre Pao bom dia e barato a preco quase de custo, e quando quebrar um outro toma o lugar. Entende? é um ciclo, positivo para a sociedade, mas péssimo para o comerciante que não entendeu isso que é 99,99% deles. Isso só não acontece onde tem cartel, como das fábricas de veículos, se bem que eu não acredito que eles conseguiriam ser honestos um com o outro a esse ponto, e creio mais é mesmo nos impostos que incidem em cada parafuso e no fim de novo no carro já pronto.

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Oliveira 28 de fevereiro de 2017 at 01:31

      Exercicio de achismo: Considero razoavel o entendimento que a disposição natural pelo individualismo, autopreservação, sobrevivencia e dificuldade da parte racional domar a fera emocional do ser humano torna-o socialmente instavel e sucetivel a quebrar regras, cada um reage em uma medida diferente ( sem juizo e valor ou disposição de livrar niguem do jugamento moral legal humano). Entendo que são caracteristicas favoraveis evolutivas que foram essenciais – não so para os seres humanos -mas que deve ter survido ja bem proximo ao inicio – no tronco ou reaparecendo em varios galhos – da “arvore evolutiva” . Nossa recente disposição racional por formar sociedade com regras não deve ajustar-se perfeitamente – conforme expectatuvas mais utopicas – com nossas disposições emocionais, instinto de autoprservação pela sobrevivencia – moldadas ao longo de nossa evolução ja desde o inicio da “arvore evolutiva” -. Assim entendo que sem considerar estas disposições naturais mais fortes é a chave pra o sucesso ou fracasso de um sistema.

      2+
      • avatar
      • Oliveira 28 de fevereiro de 2017 at 01:34

        Só explicando meu comentario acima é meu exercicio de achismo.

        1+
  • Minions 28 de fevereiro de 2017 at 07:00

    CVR parento atualizado
    A poucos dias contei meu CVR parento para o Thiago. Revendo ele neste feriado, atualizo com muita tristeza.
    Parento muito batalhador, vive para o trabalho. Hoje percebo as 666 que fazia e o esbanjamento quando jorrava $$$ na época de vacas gordíssimas. Ainda assim, restou alguns imóveis. Hoje está raspando o tacho das economias para manter o passivo. Chácara: custos com caseiro, insumos e outros pequenos gastos. Terrenos em condomínio: chegaram os IPTU além das taxas mensais. Apartamento com xoxotecas: condomínio custa metade da aposentadoria.
    Resumo: está gastando 2x a renda mensal, raspando o tacho das economias, cancelando plano de saúde e entrando em depressão.
    Não quer se desfazer de imóvel.
    E ele não é exceção. Trabalho em uma repartição onde, por vezes, atendo pessoas “importantes” da cidade, aquelas que são apresentadas como “Minions, o Sr (sobrenome) das empresas (sobrenome) gostaria de falar com você”. E logo no começo, quando levanto a capivara e o assunto nem se desenrolou, já percebi que está quebrado. E não são poucas pessoas.
    Acabou o carnaval, acabou o $$$, acabou o estoque de 666 com disponibilidade de crédito. O próximo a acabar será o orgulho do bananense.
    Começaram os jogos mortais de 2017.

    51+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 28 de fevereiro de 2017 at 08:08

    pmj
    Consumidores não sabem investir e não conseguem poupar, diz pesquisa
    Dados são do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC); entenda. ( é caso de estudo kkkkkkk)..
    Mais de 60% não sabem poupar; 58% não conhecem as melhores taxas.

    http://g1.globo.com/to/tocantins/noticia/2017/02/consumidores-nao-sabem-investir-e-nao-conseguem-poupar-diz-pesquisa.html
    brasileiro é o “ixperto’, só não quer ficar atrás (investe em empresasX, BRs, Telexfree, consorcio, megasena…) se achando o cara dos investimentos, mesmo sabendo que é pegadinha, mas não vai ser com ele.. que ele passa pra outro… qdo se lasca é vitima-coitadinho. tudo na tranqueira e tudo se negocia depois..
    meu irmão dizendo que muitos empresários que ele lida não pagam ou não recebem, e depois vão negociar, me recomendando fazer a mesma coisa. Nunca pague nada na hora… a galera pedala aluguel, contas, iptu, etc esperando negociar depois achando que tão no lucro. “Não pague aluguel’ é o maior sintoma do paradoxo mental… chega na aposentadoria quer fazer quitinete pra alugar..ixperto.

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • BolhistaBR 28 de fevereiro de 2017 at 08:30

      Pois é… por essas e outras é exigido fiador com imóvel quitado na cidade.
      Por causa de gente assim…..

      Aí vai vc honesto querer alugar e morre 7 mil de seguro-fiança por ano.
      É de cair o culo da bunda.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • From_The_Tower 28 de fevereiro de 2017 at 08:41

      Na Banânia o POSTE mija no CACHORRO

      13+
      • avatar
      • avatar
  • From_The_Tower 28 de fevereiro de 2017 at 08:40

    Leonardo M.
    Morei 15 anos em Chapecó. Legal… saber que você está aí.
    Depois me diga ou dê uma pista da padoca do pão barato.
    kkk
    Abs

    7+
    • avatar
    • avatar
    • Leonardo M. 28 de fevereiro de 2017 at 13:29

      Então a padoka que eu mais gosto aqui é do brasão. Sempre pão fresquinho e custa R$8,90 e tem uns paes melhores por R$10,90. Eu sempre pego o melhor porque se tem uma coisa que gosto é pão bom, carne de primeira e Budweiser gelada!
      Carro,celular,roupa e viagens dá pra Economizar mas comida não!

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 28 de fevereiro de 2017 at 16:55

        Legal. O Dono do Brasão comprava pão integral na minha padoca. (anos 2000)
        hehehe
        Seu Ítalo.
        Muito bom o preço.

        3+
  • Rene Fraçoá 28 de fevereiro de 2017 at 09:41

    Sem julgamentos, mas relembrando um feriado ai nos tempos de vacas gordas. Pra quem não viu na época. 2 mínutos.

    “Luiz Carlos Prates: qualquer miserável agora tem carro”

    https://www.youtube.com/watch?v=uwh3_tE_VG4

    * “o cara mora em uma gaiola que chama de apartamento”

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 28 de fevereiro de 2017 at 09:53

      Ele foi muito criticado na época, principalmente por aquela turma coxinhas x mortadelas, mas ele tinha razão.
      Principalmente a frase ‘qualquer miserável hoje em dia tem um carro’, ofendeu muita gente que tinha conseguido um automóvel bolhudinho financiado pela primeira vez, como se isso fosse uma coisa boa.
      Todos amavam o lula por ter dado crédito fácil e popularizado o consumo. Será que ainda amam agora que percebem que ele popularizou também o endividamento generalizado das famílias? Provavelmente sim, pois brasileiro tem dificuldade de ligar a causa ao efeito, geralmente troca um pelo outro ou arranja alguma explicação mirabolante.

      A última que eu ouvi foi que o Brasil está assim porque os países ricos sabotaram o crescimento do país já que não queriam que a Banania se tornasse uma potência. Com um povo ignorante desses, precisa de alguma sabotagem?

      45+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • homelessbubbles 28 de fevereiro de 2017 at 10:22

        Ele foi demitido pouco tempo depois e dizem que o comentário foi realmente a causa. De qualquer modo, só falou verdades, 7 anos atrás, numa época que poucos viam um palmo na frente.

        20+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • BolhistaBR 28 de fevereiro de 2017 at 10:39

      Cutuquei aqui uns outro vídeos…
      Gente, moramos num país onde a uma Academia de Letras deu medalha a Ronaldinho Gaúcho….kkkkkkkkkkkkkk

      Alguém disse mais acima que tudo é possível nesse país.
      Está certíssimo.

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Rene Fraçoá 28 de fevereiro de 2017 at 10:00

    Pois é Antigo, foi isso mesmo, o cara foi demitido na época, afinal quem é contra o “crescimento” se todo mundo tá comprando né?

    Nesse vídeo do mesmo ano, em 2-3 minutos ele vai mais além. ” o Brasil vai quebrar em 5 anos” 11/2010.

    Luiz Carlos Prates – Endividamento das Famílias Pobres – 05/11/2010

    https://www.youtube.com/watch?annotation_id=annotation_654053&feature=iv&src_vid=Q0FSUMWvGZQ&v=nExRa5TcMvU

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • homelessbubbles 28 de fevereiro de 2017 at 10:24

      Mítico! Uma verdade em cima da outra kkkk

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Rene Fraçoá 28 de fevereiro de 2017 at 10:31

        Homelessbubbles, tô assistindo a série Better call Saul, acabando a primeira temporada, cara tenho dado muita risada e treinado o inglês.

        6+
        • avatar
        • BolhistaBR 28 de fevereiro de 2017 at 10:49

          Muito boa essa série.
          Ele é o típico brasileiro. Cheio de jeitinho. kkkkkkk

          5+
          • avatar
          • avatar
    • antifragile 28 de fevereiro de 2017 at 11:58

      Caramba, o cara acertou cravado o ano da depressão econômica.

      Lembro-me de ter visto esse vídeo na época. Foi muito criticado mesmo. Mas agora ele pode dizer: “Viu, eu avisei”.

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • MARK 28 de fevereiro de 2017 at 12:11

      O cara é fera e acertou todas, mas 666 não gostam de ouvir verdades, preferem as lorotas dos corvos que vendem gaiolas minúsculas e mal acabadas a preço de mansões bem equipadas.

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Black Canary 28 de fevereiro de 2017 at 15:04

      Desculpe, mas não seria esse senhor um 666? rs
      https://www.youtube.com/watch?v=_hKWLw_Kaq0

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • MARK 28 de fevereiro de 2017 at 15:36

        Black você tem razão, acho que o Prates depois de ter perdido o emprego no SBT, passou a repetir o mantra do consumo, compre, compre, compre os tijolos mágicos, esta é a hora!

        10+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Manoel Joaquim 28 de fevereiro de 2017 at 15:37

        É a síndrome humana da necessidade de ídolos absolutos…

        Só porque a pessoa falou meia dúzia de coisas que fazem sentido para ele, o mesmo já passa a ser idolatrado, como se tudo o resto deve seguir o mesmo.

        Já presenciei discussões doentias desde a habilidade de jogadores de futebol a marcas de carro. Tem gente que chama de fanboy.

        No mínimo, desprezível.

        10+
        • avatar
        • avatar
      • BolhistaBR 28 de fevereiro de 2017 at 18:32

        Kkkkkkkk
        Quem compra terra não erra e quem casa quer casa…
        Depois da indicação do colega, assisti uns 20 vídeos desse cara um atras do outro.
        Em todos ele mitava.
        Mas nesse aí ele deu uma vacilada.
        Não da pra ser perfeito, né kkk

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Antigo 28 de fevereiro de 2017 at 19:11

          Em geral ele diz coisas bem coerentes. Não sei que soluço de insanidade foi esse vídeo, se foi patrocinado ou simplesmente um pensamento errado que ele aprendeu com a geração dele.

          Em certa medida, ele tem razão. Quem comprar um imóvel no auge da crise com vantagens e descontos, certamente vai ter alguma valorização no futuro. No entanto, para que isso aconteça, temos que estar no fundo do poço, sendo que cada dia descemos mais um andar no subsolo. Por prudência, nada de comprar, vamos investir no que tem retorno visível, garantido e com liquidez. Nada de amar tijolos.

          Os mantras que ele repete são nefastos. A gente ridiculariza todo dia eles aqui, mas infelizmente tem muita gente que acredita ainda.

          8+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
      • Zebolheu 28 de fevereiro de 2017 at 22:01

        Na boa, isso foi comprado.

        4+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Cadeludo 28 de fevereiro de 2017 at 11:24

    Já avisei minha família
    se me virem conversando com corvo pode apartar que vai dar briga ou liguem pra polícia que é assalto ou sequestro
    corvo é uma classe em vias de extinção pela vagabundagem e safadeza

    23+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Dr. Estranho 28 de fevereiro de 2017 at 11:27

    Ainda estamos na síndrome do Carnaval aonde esquecemos de tudo. Março está chegando junto com as chuvas totrenciais.

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Dr. Estranho 28 de fevereiro de 2017 at 11:43

    Torrenciais

    3+
  • Cadeludo 28 de fevereiro de 2017 at 12:32

    essa crise ainda vai longe nem começou o dispara
    os anúncio olx mostram que não caiu a ficha do senhorio
    a quantidade de imóveis a venda no litoral gaúcho é sem precedentes
    agora é a hora da verdade
    quero só ver vcs transformarem seus tijolos em dinheiro
    é uma missão quase impossível receber o que se pede ou o que acha que vale
    bananense burraldino vai aprender na marra o poder da moeda e da falta dela

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • antifragile 28 de fevereiro de 2017 at 12:44

      Estão dizendo que 2017 vai ser o ano do início da recuperação.

      Eu acho que vai ser pior que 2016. E estou me preparando para isso.

      Fechei agora meu balanço de fev/2017.

      Carteira de investimentos subiu 7% esse mês. Ações e TD foram muito bem.

      Tesouro Direto: três títulos completaram aniversário e tiveram redução de IR, de 20,00 para 17,50%.

      PMJ!

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 28 de fevereiro de 2017 at 16:53

        Que alegria. Os meus títulos estão migrando dos 17,5% para 15% de IR.

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • BolhistaBR 28 de fevereiro de 2017 at 18:38

        To com uma grana forte pra entrar agora em março.
        O objetivo é manter em ntnb/princ. 2035 até o vencimento.
        Se fosse vcs fariam o q?

        A) Mantinha em outra coisa e esperava a taxa subir.
        B) Comprava a ntnb do jeito q tá, com taxa de 5% aa.

        2+
        • From_The_Tower 28 de fevereiro de 2017 at 23:36

          Se você acha que vai subir….. fique em TD SELIC. (pode ser que abra uma janela por conta da ação no TSE.. chapa Vilma – Temeroso)
          Ou fazer marcação de mercado nos patamares atuais e realizar ano que vem antes das eleições. Contando que o gobierno continuará pragmático em reduzir o IPCA oficial.

          3+
          • avatar
  • CA 28 de fevereiro de 2017 at 12:40

    Carnaval terminando, por enquanto todas as fantasias ainda estão em uso, mas até quando?

    A fantasia do ajuste fiscal indolor e sem esforço: vai permanecer até terem que revelar a verdade sobre o crescimento do PIB 2017 e a frustração de receitas correspondentes, o que os forçará a adotarem medidas de redução de gastos discricionários de forma mais intensa e não simplesmente retenções temporárias. Antecipação de leilões e nova repatriação não serão o suficiente para cobrir o novo rombo que vai “aparecer” e se tentarem aumentar impostos, efeitos recessivos serão os mesmos ou maiores que a redução mais radical dos gastos discricionários. Lembrando que são poucos os gastos discricionários, aqueles em que o governo PODE mexer, como o PAC, incluindo o MCMV e o bolsa-família, como exemplos. Provavelmente esta máscara de Carnaval começa a cair no segundo trimestre de 2017, quando tiverem que divulgar os resultados do primeiro trimestre.

    A fantasia de que o segmento imobiliário vai ter uma rápida e relevante recuperação graças às medidas semanais e desesperadas do governo nas últimas semanas: as Ações das construtoras foram as que tiveram os maiores aumentos nas cotações desde o início de 2017. Liderando o crescimento estavam as Ações da PDG e em segundo lugar a Rossi. Esta fantasia apenas começou a cair com o pedido de recuperação judicial da PDG, os resultados do 4T16 e pouco depois do 1T17, junto com uma possível recuperação judicial da Rossi e mais os efeitos colaterais da nova regulamentação de distratos afastando ainda mais os compradores na planta, vão dar uma visão melhor da REALIDADE, com mais máscaras carnavalescas caindo e novamente, tudo isto tende a acontecer no segundo trimestre de 2017.

    Que outras máscaras também podem cair? Uma candidata é a CEF e a sua divulgação de resultados do 4T16 e 1T17. Não existe almoço de graça, se ela maquia o excesso de estoque de imóveis porque retoma só 1/5 do que deveria e ainda assim já tem mais de 24.000 imóveis em estoque, os outros 4/5 não aparecem neste estoque, mas a CEF do mesmo jeito deixa de receber os valores das parcelinhas destes financiamentos. Se ela faz negociações mirabolantes com clientes que ficam sem pagar por um ano e isto não aparece sequer na inadimplência, de novo isto se reflete nos resultados dela. Junta-se a isto uma infinidade de outros rombos sendo encobertos. A cada novo trimestre, novos desafios nas maquiagens carnavalescas dos resultados, será que ela vai conseguir manter a fantasia?

    Tem MUITO MAIS fantasias de Carnaval, como por exemplo a ideia de que o FGTS é uma panacéia ETERNA, que irá sustentar não só a “recuperação” do segmento imobiliário, como também da economia como um todo via aumento do consumo, a fantasia de que a lei de oferta e procura não existe para o segmento imobiliário, a fantasia do “querer é poder”, a fantasia de que os mais de 20% entre desempregados mais desalentados e sub-empregados não vão se transformar em novo aumento relevante no desemprego OFICIAL, dentre uma infinidade de outras fantasias de Carnaval. Estas máscaras não tem data certa para cair, mas se parte delas cairem no segundo trimestre, junto com a queda de outras máscaras que constam acima, a explosão mais visível da bolha imobiliária será inevitável. Se por outro lado conseguirem manter todas estas fantasias até o final deste semestre, dificilmente conseguirão manter até o próximo Carnaval.

    Lembrando: quanto mais ficarem enchendo a cara no Carnaval e se alienando da REALIDADE, tentando manter as fantasias acima, maior será a ressaca e a dor de cabeça depois…

    36+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • antifragile 28 de fevereiro de 2017 at 12:50

      A marchinha “Ei, você aí, me dá um dinheiro aí” nunca foi tão precisa pra definir o atual momento do bananense.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Dr. Estranho 28 de fevereiro de 2017 at 12:49

    Enganaçao. Cair menos significa que continua caindo. Desaceleração eh outra coisa e me recuso a explicar.

    5+
    • avatar
  • Faca na Caveira 28 de fevereiro de 2017 at 16:15

    CVR

    Essa semana via chat, pedi informações sobre imóveis no site da PéDGesso. Fui atendido por um ‘engenheiro’, pelo menos é o que estava escrito. Perguntei sobre imóvel, me passou valores e tals… então eu disse que o preço estava completamente insano, inclusive mostrei preço de concorrentes, em imóveis e localizações semelhantes. Perguntei se negociariam… a resposta foi sim…. então ofereci 1/10 (um décimo) do valor. O corvo, digo engenheiro, disse que esse valor não daria pra negociar. Argumentei que como eu iria aumentar a oferta por um imóvel de uma empresa FALIDA, que há anos enrolava os clientes vendendo imóveis podres, não cumprindo garantia, não pagando distratos, enganando os próprios clientes e tals… enviei uns 6 links do reclameaqui.com como exemplo. Adicionei o a informação que só pagaria (o décimo do preço pedido) um centavo depois de toda documentação estar pronta e o imóvel vistoriado e aprovado por mim e que se mesmo assim eles atrasassem a entrega deveria constar multa de 10%am em meu favor, tudo isso deveria constar em contrato.

    Recebi um obrigado pelo contato e bom carnaval… saco, estava tão interessado em comprar um imóvel de uma construtora FALIDA.

    40+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • MARK 28 de fevereiro de 2017 at 16:33

      Depois dessa, o corvo só faltou atravessar outra espada na tua cabeça, Caveira! rs

      4+
    • From_The_Tower 28 de fevereiro de 2017 at 17:02

      Eu trollei uma corvinha da PDG em 2015.
      Ela dava um preço bolhudo e eu manda link do Mercado Livre com 40% off dos brick lovers tentando revender.
      kkkkk

      28+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cadeludo 28 de fevereiro de 2017 at 18:49
    • Rodrigo ABCDM-SP 28 de fevereiro de 2017 at 19:07

      Aqui não é para amadores ou para brincar de vendinha.

      3+
      • avatar
    • Manoel Joaquim 28 de fevereiro de 2017 at 19:12

      Vender livro na banânia? Haham…

      Pérolas aos porcos.

      9+
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 28 de fevereiro de 2017 at 18:58

    Almocei na casa do parente no super ap novo.
    A esposa diz: nós compramos por um1,560milhao.. o outro que tínhamos visto antes era pra mais de 2milhos grande pelo mesmo tamanho…
    eu… ainda bem que o preço está “estável”
    ela… não sei não tá caindo bastante… a construtora tá diminuindo mais..
    eu.. não vai cair tanto… só a inflação vai comer um pouco
    ela… não, não.. pelo jeito ainda vai baixar mais, insistindo… PMJ então..
    o apartamento é super mais de 175m2 com o que vc imaginar…. mas só o esqueleto não vale, pois era entregue sem nada pro comprador personalizar…. e falta vender 2 e alugar 2.. em 14 andares…24 vendidos.

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Rodrigo ABCDM-SP 28 de fevereiro de 2017 at 19:05

    CVR

    Familiar foi ao site da caixa e viu a taxa de financiamento a 8,0% ao ano e achou que era um bom momento pra comprar um ap aqui no abcdm por 350 mil. Iria usar seus 100k de fgts parado. Insistir para alugar algo e mostrei CDBs, Tesouro, etc para ele aproveitar que pode tirar essa grana com a medida do Temer para contas inativas. Hoje fui almoçar na casa de tios e ele já alugou um ap no mesmo prédio que pretendia comprar uma unidade por R$ 1000,00 mais condomínio de 380. Este valor é quase metade da parcela que iria pagar no ap que iria comprar.

    Só tem um detalhe: a esposa dele não fala mais comigo. Simples: quer morar no que é dela.

    41+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • BolhistaBR 28 de fevereiro de 2017 at 19:27

      Kkkkkkkkkkkkkkkk
      Fez lembrar um caso aqui do cunhado da minha esposa.
      Está pra receber uma quantia boa (+150k) de ação da justiça da empresa onde trabalhou por mais de 10 anos.
      Começamos a conversar sobre investimentos e riscos e eu o apresentei o TD como uma boa alternativa risco x retorno..
      Isso foi ANTES de toda aquela confusão do impitmã.

      A esposa, ouvindo a conversa, deu logo um corte seco! Kkkkkkkkkkkkk
      Nitidamente eu era uma ma influencia contra os objetivos dela.

      Hoje, eles moram de aluguel num apt. de 2 qtos pagando menos de 500 reais. Super em conta.
      A ideia deles, lógico, é comprar algo.

      Detalhe: Em breve, só um deles estará trabalhando.
      2 filhos.

      E aí? Será q vai?

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Leonardo M. 28 de fevereiro de 2017 at 19:35

        Vai!

        Vai ser Motumbado com altas doses de cm nas nádegas!
        E digo mais, recomeçar com 22 anos de idade após um erro financeiro é uma coisa, com 32 anos é outra e com 42 completamente diferente.

        3+
        • BolhistaBR 28 de fevereiro de 2017 at 19:47

          Nesse caso, ele tem 38. Ela 34.
          Ele ganha uns 4K.
          Ela 3k, mas está no último ano de um cargo temporário.

          Já acertaram q ela não vai voltar a trabalhar pra cuidar das crianças.

          Cara…. na boa…..
          Não entendo.

          8+
          • avatar
          • avatar
          • Leonardo M. 28 de fevereiro de 2017 at 19:51

            Pois é bolhista
            Suponhamos que ele financie esse AP dando $100 mil temers
            Vai ter uns R$200 mil de dívida.
            E se não achar emprego por 1 ou 2 anos? Que eu saiba o banco toma o AP em 6 meses no máximo, e aí? Perde R$100k?

            Como eu disse recomeçar nos vinte e poucos anos é uma coisa, com trinta e poucos é outra e depois dos 40 pior ainda.

            Meu pai até 45 não tinha nada, foi para os EUA em 1999 e ficou até 2009 e durante esses 10 anos que ficou lá ele fez em 10 anos o que não fez em 25 anos aqui no Brasil.
            O tempo pode estar a nosso favor como contra.

            8+
            • avatar
            • avatar
          • Rodrigo ABCDM-SP 28 de fevereiro de 2017 at 20:08

            E olhe que para o padrão Brasil a renda dos dois é bem acima ma média… com 2 filhos o aluguel é sem dúvida uma opção muito boa, principalmente com questões ligadas à escola e família. Agora, 4 pessoas com 4 k de salário… pagando parcela de 1,5k ou mais… é arriscado demais.

            9+
            • avatar
            • avatar
      • Rodrigo ABCDM-SP 28 de fevereiro de 2017 at 20:04

        Que coisa, como há histórias de mulheres e homens que na relação do casal são bricklovers… acho que isso tem que ser discutido no começo da relação.

        3+
        • avatar
        • BolhistaBR 28 de fevereiro de 2017 at 21:05

          A mulherada em geral é muito mais Brick lover pq desejam se sentir “mais seguras”. Psicologicamente falando é compreensível. Elas são assim por natureza,

          O problema é q pra ter essa segurança não querem nem saber! Passam por cima de qqr argumento por mais forte q seja a favor da parte financeira da coisa. Ou seja, emoção acima da razão.

          Sei q muitas são bolhistas, mas são a ampla minoria.
          Aliás, uma mulher bolhista é digna de um sonoro parabéns porque venceu a natureza.

          Já os homens em geral pensam na parte financeira da coisa e, exceto os mais antigos ou aqueles fortemente influenciados por pessoas mais antigas, são mais flexíveis a ponto de vender o próprio imóvel, investir e partir pro aluguel.

          São mais racionais por natureza. Portanto, é mais fácil pra eles.

          9+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
      • Cadeludo 28 de fevereiro de 2017 at 21:05

        O último que pediu 150 mil na justiça trabalhista ganhou 12 mil
        minha cunhada
        acabaram as boladas

        7+
        • avatar
        • avatar
        • BolhistaBR 28 de fevereiro de 2017 at 21:09

          O cara já está com a ação a favor bem adiantada.
          É um daqueles casos certos de ganhar (10 anos de horas extras, férias não tiradas, dupla jornada, etc e tal). Tudo isso corrigido,

          Pelo q sei, já receberam a metade da grana.
          A outra metade provavelmente parcelada.

          2+
          • avatar
          • Cadeludo 28 de fevereiro de 2017 at 23:39

            cara eu tinha duas reclamações trabalhei 10 anos em cada, os sindicatos assediam mesmo
            optei por não protocolar nenhuma e lembro que o cara pode ter trabalhado 10 ou 20 anos mas só pode cobrar os últimos 5 e tem 5 anos pra fazer isso
            virei concorrente do último patrão isso foi a minha justiça
            as vezes me arrependo por causa das supostas boladas judiciais mas logo passa
            optei pelos lucros recorrentes
            mas entendo que pra maioria das pessoas é a única maneira de pegar uma bolada

            2+
  • cesarkebrado 28 de fevereiro de 2017 at 20:41

    Já é a quinta lancha que eu vejo no G1 pegando fogo em 6 meses. Nessa crise as seguradoras tão fundidas http://g1.globo.com/rj/sul-do-rio-costa-verde/noticia/2017/02/lancha-pega-fogo-no-mar-de-angra-dos-reis.html

    3+
    • avatar
    • avatar
    • Leonardo M. 28 de fevereiro de 2017 at 21:03

      Muito ricos ostentação passando dificuldade e tendo que apelar pro seguro dá lancha e carro tá fazer caixa.

      3+
      • avatar
  • cesarkebrado 28 de fevereiro de 2017 at 20:43

    O povo só não põe fogo nas casas porque é de tijolo e é perigoso apagar rapidinho, se fosse de madeira..

    1+
  • Alemon Fritz 28 de fevereiro de 2017 at 20:46

    funcionário da semana

    Ex-funcionária diz que imobiliária tinha ajuda de servidor do SIM em golpes
    Prefeitura de São Carlos, SP, diz que dados do setor são públicos.
    Ela afirma que funcionário do Creci recebia propina; entidade nega.

    http://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/noticia/2017/02/ex-funcionaria-diz-que-imobiliaria-tinha-ajuda-de-servidor-do-sim-em-golpes.html

    3+
    • avatar
  • Dr. Estranho 28 de fevereiro de 2017 at 21:32

    Até mendigo eh brick lover. Moço me ajuda com um pacote de fraldas descartáveis? Eu criei minhas filhas com as de pano. Quer te dou duas.

    5+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • SomavamoS 28 de fevereiro de 2017 at 21:36

    CVR Rápido:

    O dono da imobiliária que administra o imóvel que moro (de aluguel é claro): vendeu seu imóvel e aplicou o dinheiro.

    Detalhe: o sócio dele tentou oferecer um sobrado.. “financiado”..”pagando o que é seu”.. Quando falei em TD, que pago o aluguel com os rendimentos de 1/2 do valor pedido pelo sobrado, ele assentiu e concordou que eu estava certo. Penso que faltou argumento contra os juros.

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Anonymous 28 de fevereiro de 2017 at 23:04

    Eu moro nos EUA e já morei na Alemanha porque sou pobre. Para morar na Banânia, eu teria que ganhar tres vezes mais para ter a mesma qualidade de vida. Pobre tem mesmo que morar nos EUA ou na Europa. A Banânia é o lugar ideal para MILIOTÁRIOS.

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 28 de fevereiro de 2017 at 23:32

      Concordo.
      Eu fiquei uma semana em New York City. Hospedado em Manhattan. Gastei menos que 1.700,00 dólares no total. Eu e a esposa.
      Sempre prefiro os EUA. Meu sogro tinha me recomendado Espírito Santo … duas semanas antes da greve da PM.

      2+
      • avatar
      • Anonymous 28 de fevereiro de 2017 at 23:34
        • From_The_Tower 28 de fevereiro de 2017 at 23:41

          tks a lot !!!
          Irei atrás disso.

          1+
          • avatar
          • From_The_Tower 28 de fevereiro de 2017 at 23:42

            P.S. Estive no Chase em NYC.
            Peguei cartão novo de débito com chip e aproveitei para questionar se é preciso renovar formulários. (abri conta em 2013) … o gerente disse que não é necessário desde que eu mantenha um saldo lá.
            Só para avisar quem tem conta no Chase.
            Att.

            4+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
      • Anonymous 28 de fevereiro de 2017 at 23:35

        Amigo trocou a Banânia por Portugal. Está achando os preços muito baratos por lá, inclusive de imóveis.

        3+
        • avatar
        • Krusty 28 de fevereiro de 2017 at 23:46

          Portugal está na minha lista. Ainda vou lá para conhecer e fazer planos.

          1+
        • From_The_Tower 28 de fevereiro de 2017 at 23:46

          Vários do outro lado da rua.. estão pegando cidadania portuguesa.
          Você viu o que um bolhista daqui conseguiu no Canadá?
          Show !!! Ele colocou todo o passo a passo e as datas do visto de trabalho.

          5+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Leonardo M. 1 de março de 2017 at 00:57

            Cara o pior é quem vai pra fora tem anos de estudo, são pessoas com boa índole e instrução. Então o Brasil perde 3X:
            1 – Capital que sai daqui pra lá
            2 – Capital humano/científico
            3 – Empregos pois quem emigra acaba fechando a empresa por aqui e gera mais desemprego.

            Esse será o futuro dá banania, um monte de militonto e esquerdista achando que vive no paraíso por ter bolsa família e bolsa graduação.
            Tamo fuuuu…

            16+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
  • Cadeludo 28 de fevereiro de 2017 at 23:44

    a bananice é um estado de espírito
    vcs viram essa?
    https://medium.com/@taliajane/an-open-letter-to-my-ceo-fb73df021e7a#.8a4f24eh4

    1+
    • avatar
    • Cadeludo 28 de fevereiro de 2017 at 23:45

      pé na bunda instantâneo

      2+
      • avatar
      • avatar
    • O Cramulhao de FHCigienopolis45 1 de março de 2017 at 00:35

      Só mais do mesmo. Desemprego mundial em massa vindo (já citei isso aqui, mas tem gente se sentiu ofendida porque citei vários empregos que vão virar pó , como Engenharia e Medicina), e muita gente vai sim receber cada vez menos. US$ 24kk é o que ela merece sim, pois é provavelmente o que dá de retorno…se quiser mais se qualifique.

      Enquanto isso, eu, brazuca com cara de brazuca mesmo, faz 1 semana estou pra escolher entre Mountain View ou Palo Alto (San Franscisco, justamente o local da revoltada acima) , já que recebi dois Job Offers de lá, e provavelmente vou abandonar minha carreira de empreendedor frustrado no Brasil pra ser empregado como Senior Hadoop Engineer com um salário quase 8 vezes o da dita cuja acima . A proposito, lembro que alguém brincou me chamando de “Novo Zuckerberg perdendo tempo num Blog de Real Estate” . Bom, não era pra tanto, mas vou estar lá perto…
      Não conheço SF, só sei que é caro pra caramba.

      A proposito, o linkedin dessa garota tá aqui : https://www.linkedin.com/in/talia-j-24b3b447/

      Obs: tudo converge para que automatização cause a maior onda de desemprego mundial dos últimos 100 anos. Até mesmo o desenvolvimento de algoritmos pode em brever ser automatizado com o uso de Deep Learning, que a priori, também é um algoritmo.

      Obs: to vendo que casa é caro demaia em SF…tanto aluguel como compra. Absurdamente maior até que NY. Preciso ver se isso é bolha ou sei lá….talvez consequencia das bolhas dos salários locais tb…

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Leonardo M. 1 de março de 2017 at 01:03

        Cara só ver as 3 últimas gerações:

        Geração de 1930/50 nossos avós
        Conheço um senhor em Londrina PR que foi um dos primeiros dentistas dá cidade na década de 1950. Ficou milionário!
        Quem fica milionário hoje sendo dentista?

        Geração de 1960/1970 nossos pais
        Ficavam bem de vida apenas trabalhando e de certo modo “ricos” tendo um bom diploma.

        Geração 1980/1990
        Falam inglês, tem curso superior, entendem de computação, viveram no exterior e entendem de várias tecnologias.
        Desempregados, em sub empregos, ganhando mal e ainda vivem com os pais.

        Geração 2000/2010
        Quando houve a automatização do campo as pessoas ainda tinham a cidade pra procurar emprego. E quando tiver automatização na cidade vão pra onde essa geração?

        10+
        • avatar
        • avatar
      • Minions 1 de março de 2017 at 07:07

        Em tese você está certo mas acho que pode acontecer diferente porque os estudantes estão cada menos preparados. Saem da faculdade semianalfabetos funcionais.
        Por isso acho que quem se preparar bem na faculdade, não terá grande se problemas no mercado de trabalho.

        4+
        • avatar
        • avatar
    • O Cramulhao de FHCigienopolis45 1 de março de 2017 at 00:39

      pessoal destruindo a garota no blog…rs

      1+
      • Antigo 1 de março de 2017 at 09:03

        Ela só fez reclamar e chorar. Uma pessoa disse que ela era o exemplo da literatura da geração “millennials”, aquela que não quer nada da vida. Pior que é exatamente isso.

        7+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Cadeludo 1 de março de 2017 at 00:04

    litrão de cerveja por 3,99 no big, deve ter baixado o preço do milho hehe
    anos atrás as pessoas brigavam no supermercado em época de carnaval
    esse ano pelo jeito ferrou, prateleiras lotadas e alguns transeuntes só olhando

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 1 de março de 2017 at 08:56

      Pois é… também notei isso. Bastante cerveja sobrando nos supermercados. Como ignoro carnaval, tava aproveitando o mercado vazio para fazer compra do mês ontem e vi várias pilhas de cerveja, todas elas com placas indicando preços promocionais. Acredito que tenham vendido pouco.

      A crise é grave! Ontem fiquei sabendo que as lojas americanas vão sair do shopping e que a Fnac vai fechar no Brasil.

      4+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • From_The_Tower 1 de março de 2017 at 09:13

      2,48 heineken ontem no walmart – caixas e mais caixas
      muita coisa para vencer no setor de laticínios … aí eles torram o preço.
      Já falei… observem a compra alheia. Todo mundo com cestinha nas mãos. Cadê os carrinhos cheios de 2010?

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • CA 1 de março de 2017 at 09:01

    Sobre outras fantasias de Carnaval que serão retiradas com o passar do tempo

    O que acontece em toda bolha imobiliária durante o seu inflar? Euforia IRRACIONAL.

    Vimos o Brasil entrar para o “seleto” grupo dos BRICS, aqueles países que seriam o “motor” do crescimento mundial, enquanto os países desenvolvidos se recuperavam de uma crise que afetaria só eles, aqui seria uma “marolinha”.

    A Copa do Mundo e Olimpíadas foram vistas como oportunidade de mostrar o Brasil para o Mundo, transformando este país num grande centro turístico daí pra frente, sem contar a invasão de estrangeiros que iriam querer morar aqui.

    A construção civil, de 2006 a 2009 DOBROU a participação na geração de empregos formais no país e a Bain Company já disse em seguida que eles seriam o motor do crescimento sustentável no país.

    A redução do juros no credito para consumo e imobiliário, mais os aumentos de prazos de pagamentos e as “facilidades” para as pessoas conseguirem este credito, iriam gerar um novo círculo virtuoso e garantir a entrada do país em um novo patamar da economia, onde teríamos mais uma vez, a garantia de um crescimento saudável, estável e continuo.

    Junto com o que constava acima, o MCMV acabaria com o “déficit habitacional”, o bolsa-família acabaria com a miséria, o FIES faria com que tivéssemos um aumento sem precedentes de universitários e portanto, de profissionais qualificados, as políticas econômicas heterodoxas e os aumentos de gastos do governo fariam com que tivéssemos novos impulsos alimentando os círculos virtuosos acima, dentre tantas outras promessas mirabolantes.

    Quem olhasse o que consta acima com um mínimo de imparcialidade pensaria: poxa, mas se é tão fácil assim promover o crescimento de um país, é só facilitar o crédito e deixa-lo mais barato, incentivar o consumo e endividamento das famílias e dar subsídios excepcionais para o segmento imobiliário, com aumento de gastos sem precedentes por parte do governo, por que outros países do Mundo não repetiram esta fórmula mágica? É simples e rápido de fazer, não requer prática nem tampouco habilidade.

    Por que países como Coreia do Sul adotaram caminhos tão mais trabalhosos e demorados, como investimento massivo em educação infraestrutura, logística, perseguição com afinco de ações que gerassem ganhos de produtividade, por que não fizeram o mesmo que o Brasil e não pegaram os atalhos?

    Na verdade, como sabemos, vários países já pegaram estes atalhos e todos eles tiveram como consequência crises como a que vivemos hoje. Não existe este resultado maravilhoso sem esforço, estas soluções fáceis e rápidas, tradicionalmente prometidas por governos socialistas para manipularem as massas, elas sempre levam a estas consequências catastróficas. Os resultados reais e perenes requerem grande esforço e muito tempo.

    Por incrível que pareça, apesar da obviedade do que consta acima, Lula que foi o líder das “soluções fáceis e rápidas sem esforço” está em primeiro lugar nas pesquisas para presidente, temos usuários aqui neste blog mesmo que dizem que estas políticas fáceis e rápidas são sustentáveis, dizendo que a habitação se tornou uma política de Estado e que sempre terá fartura de crédito barato, fácil, de longo prazo e que isto tudo será sustentável por prazo indeterminado, simplesmente porque o governo quer assim, alguns defendem que São Paulo é o centro financeiro da quinta maior economia do Mundo, que aqui tudo é caro, os imóveis são caros, mas como tudo é caro e todos podem pagar por isto, não há problema e por aí vai…

    Sempre teremos pessoas querendo vender “facilidades” e mundos de FAZ DE CONTA, como nos casos acima. Como regra, estão tentando ENGANAR as pessoas com promessas que eles sabem muito bem que são FALSAS. Eles sabem que o Brasil nao é mais “genial” que outros países e não descobriu a solução mirabolante para o crescimento sustentável sem esforço. Eles sabem o tamanho da catástrofe que foi gerada por estas estratégias estúpidas. Eles sabem que todos os países que adotaram estes atalhos tiveram que reverter todas estas políticas, inclusive diminuindo muito os prazos de financiamento e as “facilidades” para se adquirir o crédito imobiliário, fazendo com que os juros praticados fossem os de mercado e não subsidiados e direcionados. Não se iludam, todos os personagens citados no parágrafo anterior sabem muito bem que o que eles propõem é um mundo de ILUSÃO apenas para que eles tentem ganhar alguma “sobrevida” nos golpes que aplicam em terceiros, ou mesmo para aqueles a que servem. Estas outras máscaras de Carnaval, também cairão…

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Ilusionista 1 de março de 2017 at 09:15

    novas regras para os distratos de imóveis adquiridos na planta….
    Quer enfiar o seu capital, em negócios de alto risco, com chances de perder quase tudo? simplesmente não faça…

    http://www.conjur.com.br/2017-mar-01/garantias-consumo-novas-regras-distrato-contratos-imoveis-planta?utm_source=dlvr.it&utm_medium=facebook

    3+
    • avatar
    • avatar
    • BolhistaBR 1 de março de 2017 at 10:21

      “O risco sistêmico é que se estes já superendividados consumidores tiverem que assumir agora — pois a medida provisória entraria imediatamente em vigor, revogando as normas que o consumidor confiou quando adquiria seu imóvel — o mercado brasileiro consumidor todo vá a bancarrota, criando crise sem precedentes nas famílias e no mercado brasileiro, apenas para beneficiar um setor econômico[8]!”

      Segurança jurídica zero!

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Ilusionista 1 de março de 2017 at 11:27

        “O fornecedor receberá de volta o bem, muitas vezes valorizado, livre e desembaraçado para negociar novamente no mercado pelo preço total”.

        a única ressalva, o fornecedor não receberá de volta o bem, porque, na realidade, a posse do bem nunca saiu de suas mãos…..

        0
  • From_The_Tower 1 de março de 2017 at 09:18

    PP do outro lado da rua:
    http://www.tesouro.fazenda.gov.br/documents/10180/560982/Modulo_3_-_Tesouro_Direto.pdf

    Estudem bolhistas !!!
    Curso avançado de Tesouro Direto.

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • From_The_Tower 1 de março de 2017 at 09:20

    CVR
    Recebi cartinha do Santander Select….
    blá… blá…. você é especial… blá… blá….
    começaremos a cobrar anuidade do cartão…. 20 por mês……. em cada cartão… blá…. para ficar isento… basta gastar 2k em cada cartão.

    Atitude minha? Tirei 40% do banco . Hoje tiro mais 10%.Até a metade do ano encerro a conta. Ficarei só com BB Conta Digital sem custos, Nubank e acho que Intermedium, farei cadastro amanhã.

    Aqui!!!! Farroupilha!!!!

    36+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • thiago fm 1 de março de 2017 at 09:40

    Eu percebi pelas discussões e pela quantidade de citações ao meu nome durante o carnaval que há um esforço premeditado em criar um pacote Fernando / Thiago para isolar uma espécie de eixo inimigo no blog. Antes de mais nada eu quero deixar claro que por mais que concorde com algumas opiniões do Fernando e o respeite acima de tudo, nunca fiz e não pretendo fazer coro com ninguém. Se possível pretendo seguir o conselho do Carlos e não entrar na pilha de discussões inúteis e repetitivas, que não acrescentam nada à discussão.

    Como já disse anteriormente, cumpri a promessa que fiz há mais de um ano atrás e coloquei de forma bastante fundamentada minha leitura do cenário econômico e da trajetória do mercado imobiliário nos últimos anos. Todos já perceberam que minha forma de ver as coisas é bem distinta daquela que domina a pauta do blog há pelo menos quatro anos e penso que em breve saberemos qual delas rumará na direção da realidade. Aliás o ano de 2017 tende a ser um divisor de águas nesse aspecto, abrindo duas possibilidades que tanto podem ser uma escalada de piora da economia em conjunto com a tão esperada explosão visível da bolha imobiliária defendida pelo CA, quanto uma estabilização ou recuperação da economia com efeitos posteriores no indicadores do mercado imobiliário.

    Minha intenção principal agora é continuar atualizando os indicadores inerentes à discussão e quando houver indícios ou uma tendência em processo de consolidação tentarei apontar e divulgar nesse espaço. É óbvio que defenderei minha posição e minha pessoa sempre que necessário, mas não pretendo tumultuar o andamento do blog e sim continuar respeitando as opiniões contrárias, que são a grande maioria.

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 1 de março de 2017 at 09:42

    vai demorar, isso que é um mercado natural estável

    Otimismo cresce na construção, mas retomada ainda vai demorar
    http://www.infomoney.com.br/mercados/na-real/noticia/6185352/otimismo-cresce-construcao-mas-retomada-ainda-vai-demorar

    5+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • thiago fm 1 de março de 2017 at 09:45

    http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,crise-de-credito-tirou-r-1-trilhao-da-economia-e-aprofunda-a-recessao,10000095229

    Parece que o tal “CREDIT CRUNCH” do Brasil, o qual foi adotado da matéria acima como sendo uma redução massiva da oferta de crédito tornou-se o novo hit do blog para descrever o cenário atual no país em linha com a fuga de crédito típica de uma explosão de bolha imobiliária. O termo em inglês chama a atenção, mas o que de fato intriga é como uma matéria que aponta a suposta escassez de crédito como um dos principais entraves para a retomada da economia, tem prosperado tanto nesse blog, depois de tudo que se passou no país na última década e após tudo que defendemos nos últimos anos.

    Ainda que seja bastante tentador às vezes, antes de se adotar posições e chavões de economistas, recomendaria a ativação de alguns filtros, porque sem eles corre-se o risco de se perder o contexto por trás das notícias e dos eventos. Será que o caráter e o tamanho da redução da oferta de crédito hoje é anormal diante do que aconteceu com a economia brasileira nos últimos anos? Antes de desvendar com mais dados o caráter do “credit crunch” brasileiro, me parece pertinente a reflexão sobre pelo menos duas questões centrais, que a matéria em questão aparenta ignorar:

    1- Até que ponto a redução da oferta e demanda por crédito hoje é consequência direta e indireta da forte expansão da última década, a qual abasteceu de crédito barato a economia em diversos setores (não apenas imobiliário) sem um aumento adequado da produtividade?

    2- Será que a redução do crédito em circulação na economia, tratada na matéria como uma crise de crédito que emperra a saída do país da recessão pode ser vista como um fenômeno à parte da própria recessão? Não seria a condição atual um paradoxo inevitável tendo em vista o desenrolar da própria espiral recessiva, que é simplesmente a maior que se tem registro no Brasil?

    Não adianta nada analisar o recuo do crédito no país sem entender como se deu as trajetórias da demanda de consumo, do mercado imobiliário e da atividade econômica no Brasil na última década, os quais passaram por um forte período de crescimento, seguido de acomodação e retração. Com a desaceleração da economia que culminou com a virada dos indicadores econômicos (aumento do desemprego, dos juros, queda da renda e da confiança dos consumidores e empresários) ocorreu um recuo esperado da procura por bens e serviços e por conseguinte uma retração da demanda por crédito e oferta dos bancos, que por sua vez ficam mais cautelosos em razão do maior risco de calote dos créditos nesse cenário. Logo, podemos perceber que a redução do crédito diante da conjuntura atual é plenamente compreensível mesmo fora do contexto teórico que aponta para bolhas múltiplas no mercado de consumo e imobiliário. Resta saber então se o montante ou “gap” de crédito, que segundo a matéria chega a casa do trilhão de reais nos últimos anos é tão desproporcional quanto se tem pintado no blog. Para entender melhor o fenômeno busquei os dados direto da fonte:

    Antes de mais nada é preciso ressaltar que não houve uma redução de 1 trilhão de reais nas concessões de crédito no último ano, nem em estoque, nem em concessões. Segundo a matéria essa diferença seria correspondente ao que deveria ter sido ofertado nos últimos anos se o crédito tivesse seguido condições “normais”. Faltou dizer que se estivéssemos numa situação de normalidade não estaríamos caminhando para o terceiro ano de recessão seguida, correto?

    Podemos perceber através dos gráficos que a redução da oferta de crédito é perfeitamente razoável diante da conjuntura econômica atual e do grande salto experimentado nos últimos anos, se encaixando inclusive numa perspectiva mais ampla ciclo longo de crédito da última década. Até por ser uma movimento de restrição fortemente concentrado nas empresas, não há motivos para forçar uma ponte teórica entre o tal “credit crunch” e a bolha imobiliária no Brasil como se tem feito.

    OBS: Já expliquei algumas vezes o contexto e peculiaridades da queda das concessões nos financiamentos imobiliários.

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zebolheu 1 de março de 2017 at 10:56

      Thiago, afinal, temos ou não um credit crunch, como defende a reportagem, inclusive com participação da Monica De Bolle? Pelo seu texto, você defende a inexistência do problema, ou que ele está muito atenuado.

      Antes estávamos num cenário de oferta anormal de crédito, o que contribuiu para a bolha, agora você diz que estamos apenas “sendo cautelosos”, e que não há nada de anormal. “O volume de crédito bancário que gira na economia hoje é equivalente ao disponível em 2012”. Recuo de 4 ou 5 anos no crédito, é normal? Já passamos por isso? Sim, em épocas de crise. Já passamos por isso com a mesma magnitude? Não!! Basta analisar os gráficos que você mesmo aportou!

      Aliás, gráficos de variação percentual são extremamente capciosos, exigem um viés na análise e enganam muitos desavisados. Uma variação negativa é sempre mais impactante do que uma variação positiva! Uma queda de 50% requer um aumento de 100% para ser revertido, ou reverte um possível aumento de 100% ocorrido logo antes. Assim, a persistência na redução do estoque de crédito por dois anos seguidos tem um efeito desolador!

      E o que a bolha tem a ver com isso? Ora, a própria matéria explica! “As pessoas estão enforcadas em dívidas”. Dívidas com o quê!?!? O CA já respondeu isso N vezes…

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • BolhistaBR 1 de março de 2017 at 11:13

      Ok. A redução de crédito é compreensível no cenário atual.
      O que eu gostaria de saber é como se compra nos preços atuais ridiculamente altos sem credito, sendo que tais preços absurdos só o são por conta do excesso de crédito e subsídios dado ao segmento imobiliário ao longo dos últimos 15 anos.
      Aliás, mesmo que o crédito volte, não há espaço na renda das famílias para tomá-lo.
      Sendo assim, não há como os preços absurdos se manterem no curto / médio prazo.

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Zebolheu 1 de março de 2017 at 11:21

        A opção é comprar na planta, com as parcelinhas que cabem no bolso. Se entregarem o imóvel, o mutuário que se vire pra pagar o resto. Se quiser distratar, vai tomar fumo. Só um lado ganha. É isso que vendem ao bananense como solução pra casa própria.
        A outra alternativa é dilapidar o patrimônio de uma vida inteira numa casa abandonada de 60 anos ou numa caixa de fósforo que “valem” 500 mil reais…

        5+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Zebolheu 1 de março de 2017 at 11:15

      Nossa, só agora li essa sandice no último gráfico: “Ritmo de queda no estoque de crédito dá sinais de estabilização”! Estabilização na variação negativa??? Um estoque de crédito reduzindo a 10% ao mês está “estabilizando”?? Isso é alarmante! Do jeito que você expõe, parece que as coisas estão apenas “normalizando”! Se é assim, o que é o normal? Quando chegarmos a níveis de 2003?? Ou de 1950???

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Nofimdomundo 1 de março de 2017 at 11:19

      “Podemos perceber através dos gráficos que a redução da oferta de crédito é perfeitamente razoável diante da conjuntura econômica atual e do grande salto experimentado nos últimos anos, se encaixando inclusive numa perspectiva mais ampla ciclo longo de crédito da última década.”

      =

      É um leve ajuste depois da euforia. Já vi isso em algum lugar.

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • CA 1 de março de 2017 at 12:57

      Novamente o thiago_fm tira “conclusões” que não tem NENHUM embasamento no “raciocínio” apresentado por ele mesmo. Novidade? NENHUMA.

      Sim, a crise de crédito tirou R$ 1 TRILHÃO da economia. Sim, a queda do crédito imobiliário concedido também foi ANORMALMENTE elevada e rápida. Não há dúvida quanto a isto, os gráficos só reforçam esta informação.

      Ah, mas a QUEDA do crédito imobiliário concedido tem se mantido “estável” em “apenas” 10%. Queda e estável na mesma frase, não combinam. Estável é quando um valor se mantém no mesmo patamar ao longo do tempo, dizer que está CAINDO sempre no mesmo percentual, que é elevado e anormal, não é NENHUMA estabilidade, é apenas um sinal de que ainda não atingiu o fundo do poço e tende a continuar caindo ANORMALMENTE. Os jogos de palavras que o segmento imobiliário e seus asseclas usam para propositalmente CONFUNDIR as pessoas, nunca fazem sucesso por aqui e este inclusive já foi desmascarado mais acima também por outro usuário do blog.

      Ah, mas esta queda ANORMAL se deve a um crescimento igualmente ANORMAL, então não tem nada a ver com uma bolha ?! De novo, nenhuma novidade, é assim que aconteceu em todas as bolhas imobiliárias ao redor do Mundo. É a ANORMALIDADE do inflar e do explodir que caracteriza toda bolha. Usar isto para justificar que é “normal” é simplesmente RIDÍCULO e pela nogentésima decepcionésima vez, uma gravíssima falta de lógica ou uma aposta muito forte de que todos são idiotas…

      Resumindo: os gráficos, fatos e dados comprovam a ANOMALIA, tanto no inflar, quanto no explodir da bolha, a única coisa que destoa fortemente, é a conclusão FORÇADA que NOVAMENTE não guarda nenhuma relação com os fatos apresentados…

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • SampaBoy 1 de março de 2017 at 10:07

    Cerca de duas dezenas de logomarcas já deixaram o país e outras se preparam para encerrar suas operações, de acordo com a Abrael, entidade que reúne as empresas do segmento
    ah que pena, …tem gente que não é otimista…
    http://www.dcomercio.com.br/categoria/negocios/grifes_de_luxo_batem_em_retirada_do_brasil_em_crise

    4+
    • avatar
    • avatar
  • SampaBoy 1 de março de 2017 at 10:07

    Cerca de duas dezenas de logomarcas já deixaram o país e outras se preparam para encerrar suas operações, de acordo com a Abrael, entidade que reúne as empresas do segmento
    ah que pena, …tem gente que não é otimista…
    http://www.dcomercio.com.br/categoria/negocios/grifes_de_luxo_batem_em_retirada_do_brasil_em_crise

    2+
    • Antigo 1 de março de 2017 at 11:12

      Ué, achei que não tinha crise no segmento de luxo e que eu era pobre por não conseguir comprar um imóvel.
      Ironia né…

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Paulo BolhaBH 1 de março de 2017 at 10:16

    Pessoal, vocês arriscariam LCI do banco intermedium ( do menin, da Mrv)? Para ficar um ano. Ou acham perigoso, considerando a situação da mrv, ou não influenciaria no banco? Uma outra opção é bmg, o que acham?

    1+
    • Leonardo M. 1 de março de 2017 at 13:38

      Tudo depende caro colega.

      Quantos % do seu patrimônio você pretende colocar nessa LCI?
      Precisa do dinheiro pra alguma emergência?
      Já viu outras aplicações com menos risco? Existe muita LCI e CDB bom por aí com menos risco e por apenas alguns números a menos na %.
      Pesquise mais e achará

      0
  • SampaBoy 1 de março de 2017 at 10:16

    Fevereiro deve ser o 1º mês de deflação em São Paulo em 12 anos

    Bom, considerando que os juros da renda fixa ja computaram fevereiro com lucro entre 1,10 e 1,30%
    creio que fevereiro teremos um dos maiores JUROS REAIS ja registrado nos ultimos tempos.
    preços caindo , juros em alta….esta acabando o dinheiro ?

    http://www.dcomercio.com.br/categoria/economia/fevereiro_deve_ser_o_1o_mes_de_deflacao_em_sao_paulo_em_12_anos

    4+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Nilson 1 de março de 2017 at 10:25

    CVR pessoal
    Ganho pouco e ainda não consigo viver do PMJ, mas como pago aluguel de 1/300 do valor do imóvel, não financiarei. Tenho reserva de emergência, parte na poupança outra no sofisa direto que é um dos poucos que aceita meus cents e ainda me paga 100% do Cdi.

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Bolhudo 1 de março de 2017 at 10:30

    CVR
    -Desinflação nos aluguéis, preço dos imóveis, tomate, cabeleireiro, casa de masagem. Empresas privadas trocando funcionários por estagiários e reduzindo custos par não fechar, vemos uma deflação no setor setor produtivo privado, mas no setor publico vemos inflação, aumento de salários, ” todos protegidos por lei “. Prefeitura de minha cidade aumentou em 100% a taxa de lixo e agora vai cobrar na conta de água, cada relógio ou hidrometro pagará uma taxa, estamos esperando a cobrança IPTU, parece que estão usando software modernos para medir os imóveis, estamos preparando a vaselina ! 

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Bolhudo 1 de março de 2017 at 10:41

    SampaBoy

    Fevereiro deve ser o 1º mês de deflação em São Paulo em 12 anos

    Bom, considerando que os juros da renda fixa ja computaram fevereiro com lucro entre 1,10 e 1,30%
    creio que fevereiro teremos um dos maiores JUROS REAIS ja registrado nos ultimos tempos.
    preços caindo , juros em alta….esta acabando o dinheiro ?

    http://www.dcomercio.com.br/categoria/economia/fevereiro_deve_ser_o_1o_mes_de_deflacao_em_sao_paulo_em_12_anos

    1+

    Sim, já vivemos desinflação com inflação, isso é possível ? Sim, no Brasil tudo é possível !

    0
  • Mike Victor 1 de março de 2017 at 10:47

    Off

    Criminoso (com quatro passagens) é fotografado esfaqueando alguém no carnaval, é preso pela pm e a polícia civil solta pq a vítima não foi à delegacia?
    Inacreditável

    http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2017/03/01/interna_cidadesdf,577230/policia-identifica-homem-suspeito-de-esfaquear-uma-pessoa-no-bloco-bar.shtml

    4+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 1 de março de 2017 at 10:52

    não vai sobrar demanda:

    -Número de mortes em acidentes nas estradas no Carnaval aumenta 30% (109 mortes)
    -Feriado violento tem ao menos 46 crimes com mortes no RS, e 19 em acidentes
    -Alagoas registra 28 mortes por crimes violentos de sexta a terça de carnaval, e 18 tentativas de homicídio..
    -No RN, número de homicídios neste período de carnaval supera 2016 (31 homicidios)

    3+
    • avatar
    • Manoel Joaquim 1 de março de 2017 at 13:16

      Coisas que só o carnaval na banânia faz por você.

      Aliás, em Alagoas, essa taxa de 28 mortes é padrão por final de semana mesmo.

      4+
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 1 de março de 2017 at 12:49

    após 4 anos, o mesmo preço… e desconto de 23%

    ela comprou a espetacular propriedade por US$ 6.744 milhões (cerca de R$ 21 milhões, atual) em novembro de 2012. Ela pedia US$ 8.995 milhões (cerca de R$ 28 milhões) pela mansão, que acabou sendo vendida por US$ 6.995 milhões (aproximadamente R$ 21.700 milhões).

    Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/ela/decoracao/britney-spears-baixa-preco-vende-sua-mansao-por-us-2-milhoes-menos-20993339#ixzz4a5cbas9G

    2+
    • avatar
  • Aprendiz 3 de março de 2017 at 08:40

    Bom dia Amigos do BIB,

    Não tenho experiencia alguma em investimentos e pouco diversifico …

    Hoje recebi a lamina de desempenho de 2 aplicações que tenho

    https://wwwss.shopinvest.com.br/shopinvest/gestaoconteudo/arquivos/BRADESCOPRIMEFICRENDAFIXAPLUSDEMONSTRAO.11.pdf

    https://wwwss.shopinvest.com.br/shopinvest/gestaoconteudo/arquivos/BRADESCOPRIMEFICRENDAFIXASPECIALDEMONSTRA.11.pdf

    Estão muito ruins ? Como e onde posso diversificar ?

    Obrigado desde já

    0