Simpatias e orações para vender um imóvel

Você pode gostar...

Comments
  • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 13:45

    Poderosa maldição árabe para ser usada contra corvos:
    “Que as pulgas de mil camelos infestem o saco da pessoa que quiser arruinar o meu dia, e que os braços dessa pessoa fiquem curtos demais para se coçar”!

    33+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 13:45

    Custo de vida em dolares, compra de apartamento, aluguel e Fator X

    Devido à queda da renda per capita brasileira e as variações do dolar, segue um levantamento que fiz no site:
    https://www.numbeo.com/cost-of-living/

    A direita do nome da cidade tem o fator X
    A direita do preço por m2 e do aluguel tem a divisão deste valor pelo salário
    Para saber quantos salários são necessários para comprar um de 100m2 é só multiplicar por 100
    Esta lista foi ordenada pelo índice da divisão do m2 de compra pelo salário

    Rio de Janeiro (240.5)
    Average Monthly Disposable Salary (Net After Tax) 736.50
    Price per Square Meter to Buy Apartment in Centre 3,363.39 (4.57)
    Rent apartment (3 bedrooms) in City Centre 1,398.01 (1.90)

    Bogota (198.9)
    Average Monthly Disposable Salary (Net After Tax) 394.73
    Price per Square Meter to Buy Apartment in Centre 1,789.81 (4.53)
    Rent apartment (3 bedrooms) in City Centre 662.80 (1.68)

    São Paulo (270.5)
    Average Monthly Disposable Salary (Net After Tax) 688.75
    Price per Square Meter to Buy Apartment in Centre 3,069.92 (4.45)
    Rent apartment (3 bedrooms) in City Centre 1,134.90 (1.65)

    Brasília (310.0)
    Average Monthly Disposable Salary (Net After Tax) 721.14
    Price per Square Meter to Buy Apartment in Centre 2,919.84 (4.05)
    Rent Rent apartment (3 bedrooms) in City Centre 941.73 (1.31)

    Lisboa (276.7)
    Average Monthly Disposable Salary (Net After Tax) 909.69
    Price per Square Meter to Buy Apartment in Centre 3,496.24 (3.84)
    Rent apartment (3 bedrooms) in City Centre 1,263.66 (1.39)

    Buenos Aires (324.2)
    Average Monthly Disposable Salary (Net After Tax) 817.87
    Price per Square Meter to Buy Apartment in Centre 2,526.24 (3.09)
    Rent apartment (3 bedrooms) in City Centre 779.21 (0.95)

    Cidade do Panamá (109,4)
    Average Monthly Disposable Salary (Net After Tax) 720.52
    Price per Square Meter to Buy Apartment in Centre 2,143.50 (2.85)
    Rent apartment (3 bedrooms) in City Centre 1,959.13 (2.72)

    Madrid (294.0)
    Average Monthly Disposable Salary (Net After Tax) 1,543.64
    Price per Square Meter to Buy Apartment in Centre 4,338.94 (2.81)
    Rent apartment (3 bedrooms) in City Centre 1,473.52 (0.95)

    Santiago (244.7)
    Average Monthly Disposable Salary (Net After Tax) 825.73
    Price per Square Meter to Buy Apartment in Centre 2,127.25 (2.58)
    Rent apartment (3 bedrooms) in City Centre 869.09 (1.05)

    Cidade do Mexico (161.9)
    Average Monthly Disposable Salary (Net After Tax) 574.14
    Price per Square Meter to Buy Apartment in Centre 1,456.88 (2.53)
    Rent apartment (3 bedrooms) in City Centre 899.71 (1.57)

    Asuncion (156.7)
    Average Monthly Disposable Salary (Net After Tax) 345.64
    Price per Square Meter to Buy Apartment in Centre 778.96 (2.25)
    Rent apartment (3 bedrooms) in City Centre 497.19 (1.44)

    Miami (155.1)
    Average Monthly Disposable Salary (Net After Tax) 2,715.00
    Price per Square Meter to Buy Apartment in Centre 5,136.38 (1.89)
    Rent apartment (3 bedrooms) in City Centre 3,311.52 (1.22)

    Cidade do Cabo (138.9)
    Average Monthly Disposable Salary (Net After Tax) 1,222.73
    Price per Square Meter to Buy Apartment in Centre 2,056.13 (1.68)
    Rent Apartment (3 bedrooms) in City Centre 1,479.95 (1.21)

    Podemos observar que
    1 – Buenos Aires está com um enorme Fator X, como está com o menor fator de Aluguel/Renda (0.95), é provável que esteja subvalorizado ou alguma distorção provaca por legislação.
    2 – Executando-se a Cidade do Panamá, o fator Aluguel/Renda é bem parecido entre todas as cidades.
    3 – A distorção no valor do aluguel na Cidade do Panamá deve ser por causa do visto especial para aposentados (links abaixo)
    4 – O Hell de Janeiro é o que apresenta o maior fator valor por m2 de Venda/Renda
    5 – Executando-se a Cidade do Panamá o Hell de Janeiro foi o maior fator Aluguel/Renda
    6 – Mesmo com o welfare state europeu, o aluguel pesa pouco na renda.
    7 – O Brasil que estava com um Fator X > 400 até ano passado, já teve uma queda significativa.

    Aposentados no Panamá
    http://blog.compraloaqui.com/panama-el-mejor-lugar-para-el-retiro/?la=pt
    http://www.valoroffshore.com/index.php?option=com_content&view=article&id=28&catid=9&Itemid=113
    http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/03/150223_vert_cap_paises_aposentadoria_ml

    13+
    • avatar
    • RC 13 de janeiro de 2017 at 14:33

      Brasília no topo brasileiro do fator X, perdendo apenas para “Boi nos Ares” na lista. Parece que a queda relatada no Noroeste e em Águas Claras não representam bem a média do Distrito Federal.

      Fico imaginando conversar com um comprador do Noroeste (do ano de Pico) agora em 2017:

      Eu: – É, o seu imóvel já desvalorizou 50% em relação ao preço que você pagou.
      666: – Poxa, fiz burrada mesmo, comprei no momento errado.
      Eu: – O pior é que tem de desvalorizar ainda 50% do que restou para chegar a um fator X mínimo aceitável para compra (75% do total pago).
      666: – ———————————————————————————– (e morreu).

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 15:26

        RC
        No caso da Argentina, o ALUGUEL / RENDA = 0.95, bem abaixo dos outros países, indicando que está desvalorizado o aluguel ou existe alguma legislação que está provocando esta distorção.
        Em 2011 vendiam por 14K/m2 e prometeram que chegaria a 25K/m2
        http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2011/12/28/interna_cidadesdf,284326/metro-quadrado-pode-chegar-a-r-25-mil-nas-areas-mais-nobres-de-brasilia.shtml
        Atualizando pelo IGP-M estes 14K virariam 19K/m2
        Tem um prédio entregue recentemente sendo comercializado por 9k/m2
        Nas faixas nas ruas encontra-se facilmente por 8K/m2
        Quem comprou um apartamento de 100m2 por 14K/m2 no Noroeste, perdeu:

        9+
        • avatar
        • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 15:45

          continuando.
          Peguei no BCB o IGP-M e o CDI no período de janeiro de 2011 a dezembro de 2016
          IGP-M = 46,8876600 %
          LCI com 93% do CDI = 78,900546 %

          Então, aqueles 1.4KK que ele pagou no apartamento de 100 m2 deveriam ter virado 2.056KK pelo IGP-M
          Como este apartamento pode ser comprado hoje, direto com a construtora por 900K, este “investidor” perdeu 1.156KK neste período.

          Mas ainda tem o custo de oportunidade.
          Se ele tivesse pegado este 1.4KK e colocado numa LCI com 93% CDI, hoje ele teria 2.504KK
          A diferença entre estes 2.504KK e o 2.056KK foi um custo de oportunidade perdido de 448K

          No total ele perdeu R$ 1.604.000

          https://www3.bcb.gov.br/CALCIDADAO/publico/exibirFormCorrecaoValores.do?method=exibirFormCorrecaoValores

          14+
          • avatar
          • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 16:26

            Fiz contas parecidas dum caso real, um vizinho rico meu aqui dolado perdeu, por baixo, uns 400 paus em 3 anos pela compra e venda na hora errada
            ele é rico não gostou do bairro, foi embora dane-se essa grana ele fatura isso num mês ruim, ele é gringo trilingue, compra e vende o tempo todo hora ganha hora perde, mas sempre fazendo o que quer.

            minha conclusão:
            o lulopetismo criou o soçialismo sardinha
            é o socialismo subsidiado com dinheiro das sardinhas especuladoras

            14+
            • avatar
            • avatar
    • BolhistaFloripa 13 de janeiro de 2017 at 14:39

      Cesar_DF, no lugar de “executando-se” você não quis dizer “excetuando-se”? No mais, dados interessantes, obrigado por compartilhar.

      2+
      • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 15:05

        Sim, “excetuando-se” a Cidade do Panamá, pois acredito que ela está com uma distorção nos aluguéis devido à legislação para aposentados estrangeiros.

        6+
        • avatar
        • avatar
  • MauricioSP 13 de janeiro de 2017 at 13:55

    Tenho amigos que estão há dois anos tentando vender o apartamento por 250 mil. O corvo avaliou na época que valia isso. Eu disse a eles que se quiserem mesmo vender, terão que baixar o preço. Fizeram cara de quem não gostou do que ouviu, pois o apartamento que querem comprar custa 350 mil e o plano é financiar o saldo de 100 mil.

    Hoje talvez fosse mais fácil vender por 200 mil e negociar o novo por 300 mil.

    Minha teoria é que irão vender por 250 mil e comprar o sonhado apartamento por 350 mil, não em 2014 como queriam mas em 2018. Nominalmente o valor não mudou mas perderam tempo e a inflação de 20% no período de 4 anos fará a devida desvalorização que eles recusam a fazer.

    20+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • RC 13 de janeiro de 2017 at 14:00

    Cesar_DF, os valores acima estão em dólares certo?

    Price per Square Meter to Buy Apartment in Centre (inglês britânico dói, US = Center) está com valores muito baixos para ser em reais.

    3+
    • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 14:20

      RC, está tudo em dolar

      4+
      • avatar
    • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 14:30

      RC, observe que, em relação à renda média, os alugues aqui em Brasília estão mais baixos que em SP e RJ
      Em relação ao valor de venda, mesmo já tendo caído nestes últimos 4 anos, ainda tem muito para cair.

      5+
      • avatar
  • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 14:06

    REZA BRAVA???
    Apredam com O MESTRE
    O Corvo de Deus

    https://www.facebook.com/brazilianRIGTH/videos/2051861968374176/

    7+
    • avatar
  • Alemon Fritz 13 de janeiro de 2017 at 14:14

    Mandingas, orações, adivinhações e crendices contra imóveis micados

    não acredita, não brinque com isso!!!:
    “Os imóveis micados de Youssef”
    participação do doleiro Alberto Youssef em um hotel em Salvador, por exemplo, encalhou duas vezes no leilão. 5 imóveis encalhados…

    http://istoe.com.br/os-imoveis-micados-de-youssef/

    crendices e vislumbres :
    – O momento de investir em imóveis é agora..2014
    – Hora de investir em imóveis (10-2016)
    – esta é a melhor hora de investir (05-2015)..
    – Não existe bolha e setor ganhará força após a copa (06-2014), e isso não está na conta de ninguém.

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 14:20

    CVR

    quando comprei minha casa, havia no bairro ao lado apartamentos menores e MAIS caros.
    eu que fazia 300 anos não moravam em casa, achei estranho, mas nem dei bola
    ai veio a Rosinha falar das vantagens de se morar numa casa, e nada tem a ver com condomínio, vc pode ter casa dentro ou fora
    pois BEM, acreditei e fui na CASA

    Hoje:
    aqueles mesmos apês são anunciados por muito mais barato que 2 anos atrás
    as casas no anuncio elas estão meio que estabilizadas, caiu bem pouco

    Tenho um vizinho rico que sempre morou em casa, nunca morou em apartamento, rico de familia e de profissão
    agora ele resoilveu se mudar pra apartamento por uma série de motivos um tanto quanto discutíveis, mas vá lá
    Ele tem uma bela casa muito melhor que a minha de mais de 160 m² construídos fora quintal coberto, piscina, lazer e 3 garagens carros e motos, achei o anuncio dele na net, ele anuncia por um valor mais baixo que o valor anunciado do apartamento onde ele quer comprar num prédio gourmet desses cheios de Fernandos um tanto antigo, lançado pelos idos de 2005, sem construtora no meio, lá o anuncio não abaixou (mas tbm não vende), Agora olha o detalhe sórdido, o apartamento é menor que a casa dele uns 10% mas o anuncio é 50% maior, não dá pra entender, coitado dos cachorros dele. eu Sorrio e Aceno!

    PS
    tenho cá comigo a hipótese em formulação que o ramo de casas na maioria sofre menos especulação, subiu menos e vai caindo menos, apesar de que tenho uns exemplo de condo de casa onde a especulação voou longe, isso gerou uma distorção que fez apartamento valer mais que casa, hoje eu sei que isso é um total absurdo, mas em época passada não tinha essa vivencia de morar numa casa.

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 14:27

      Lucas
      Uma vez, utilizando os dados do SINDUSCON e do ZAP, montei uma planilha para calcular a relação VALOR POR M2 / CUB
      Dava para ver claramente o quanto as incorporadoras foram aumentando a margem de lucro até 2013 e depois disso está em queda.
      Não tenho mais ela, mas acho que ultrapassou 8X o CUB (bairro Noroeste)

      11+
      • avatar
      • avatar
    • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 14:28

      agora um pouco sobre meu plano B:
      meu terreno é menor que o do vizinho, MAS, com alguma boa imaginação, bom gosto e um bom projeto eu consigo chegar perto do nível da casa dele, gastando pouco eu quase que Dobro o valor da minha casa.

      Aí sim existe VALORIZAÇÃO imobiliária, mas vai me exigir trabalho e investimento.
      um poleiro de apartamento vc vai expandir pra onde?

      Acreditar que o simples passar do tempo de um imóvel vai te deixar rico é uma fernandice sem tamanho

      e tem a questão da localização, eu não posso mover minha casa de lugar, mas eu posso fazer meu lugar em volta melhor, coisa perfeitamente possível em bairros em expansão, completamente diferente de bairros velhos como a vila Mariana, vila clementino ou a vila Fernando.

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Antigo 13 de janeiro de 2017 at 14:43

      Acho casa tudo de bom, principalmente por evitar gasto com condomínio, mas também por todas essas possibilidades que você falou.

      Ter quintal, poder fazer jardim, plantar árvore frutífera… Ter um espaço de ar entre a casa do lado também ajuda bastante no conforto térmico e sonoro. Não ter vizinho em cima é um sonho. Poder criar animal solto, para quem gosta.

      Na pior das hipóteses, se enjoar da casa pode demolir e mandar fazer outra. Afinal, é dono do terreno. Apartamento jamais será possível.

      13+
      • avatar
      • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 14:55

        que se phoda a modéstia
        eu tenho orgulho de mim mesmo sim
        enquanto o sonho de todo mundo era ter um apê que sempre valoriza 30%
        fui contra a maré
        e pra isso me bastou ter a humildade de ouvir e aprender com os outros

        14+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • RC 13 de janeiro de 2017 at 16:36

        Antigo

        Acho casa tudo de bom, principalmente por evitar gasto com condomínio, mas também por todas essas possibilidades que você falou.

        Ter quintal, poder fazer jardim, plantar árvore frutífera… Ter um espaço de ar entre a casa do lado também ajuda bastante no conforto térmico e sonoro. Não ter vizinho em cima é um sonho. Poder criar animal solto, para quem gosta.

        Na pior das hipóteses, se enjoar da casa pode demolir e mandar fazer outra. Afinal, é dono do terreno. Apartamento jamais será possível.

        Vou trazer aqui um contraponto, com opinião e CVR particular:

        Comparar Casa X Apartamento me parece similar a comparar Compra X Aluguel (em um cenário de 150X, não o atual), tem seus prós e contras. Você e o Lucas trouxeram os positivos, Vou descrever um CVR dos meus pais para mostrar pontos negativos.

        CVR Parents:

        Sonho da minha mãe era ter uma casa própria. Depois de muitos anos de ralação, de ter adquirido um Apt. onde moravam os pais e de viver bons anos de aluguel, conseguiram em um terreno próximo a família do meu pai e construíram a famigerada benfeitoria. Claro que em sendo na cidade do RJ e não sendo ambos familiares de nenhum Orleans e Bragança, tiveram que fazer isso afastado do centro do bairro.

        A finalização do atual pesadelo tem aproximadamente uns 20 anos. Hoje, já com idade avançada, ambos tem dificuldades de andar de transporte público (leia-se ônibus e vans piratas que é o que chegam por lá), minha mãe já não dirige desde a época da construção, meu pai já está indo para a fase de começar a pensar em parar. Só não migram de vez para o Uber pois a idade os afastou um pouco da tecnologia. A urbanidade e modernidade não chegaram por lá, esgoto não tem (tem de ser fossa séptica e filtro e jogar nas águas pluviais, e vão privatizar a CEDAE adqui a pouco, privado investir em esgoto não sei não), a telefonia e consequentemente a internet tem de conviver com os cabos de cobre da Telerj (é a concessão da telefonia não os ajudou em nada, internet fixa de no máximo 1 MB, celulares da Oi e Vivo não pegando nem 3g, Claro e Tim passam longe de funcionar, até com o cabeamento da NET eles deram azar, GVT, Vivo Fibra isso nem os bisneto vão ver), o comércio é longe, até para ir a padaria tem de ir de Uber/Táxi, calçadas padronizadas com largura e inclinação adequada por lá só na imaginação dos arquitetos, e pelo tamanho dimensionado da casa (filho já casou e mudou e não é geração canguru) e dos jardins (é nisso ficou bem caprichado, uma das mais bonitas da rua) tem altos custos com empregados. É, eles não tem vizinho em cima para encher, mas tem um enorme sítio de festas ao lado (que na verdade são 3) para acabar com muitas noites de sono (mas que os ajudam impedindo a formação de uma nova favela em morro do RJ e afastando a violência que as rodeiam). Resumindo, o lugar tem pouco infra se comparado ao centro do bairro e menos ainda se comparada aos da zona sul da cidade.

        Depois de terem gasto tanto dinheiro com o “sonho”, e com o atual cenário dos imóveis, fica difícil vender a um preço que compense o mínimo da grana e suor investidos e os preços bolhudos os impediriam de ir para um apartamento com o mínimo de localização e conforto para ajudá-los na velhice. A idade chega e as prioridades mudam, se minha mãe hoje pudesse voltar no tempo e dar dicas a minha mãe do passado ela teria dado conselhos opostos a sua antiga ideologia.

        Podem até dizer que foi escolha de localização mal feita, azar na evolução do lugar, perderam o timming do investimento ou qualquer outra justificativa temporal. Mas a verdade é que uma casa pode ser um sonho em alguns anos de nossa vida e em outros pode se tornar nosso pesadelo.

        Eu, de longe, fico triste de não poder ajudá-los mais, quem dera a tão cantada e execrada vida de rei de um funcionário público pudesse me dar a condição de retornar a eles um pouquinho do que investiram em minha formação e proporcioná-los àquilo que merecem. O que me resta é não importuná-los com minhas contas, deixá-los pelo menos com a mísera aposentadoria que conseguiram (que ao menos paga o plano de saúde, alimentação, remédios e contas básicas), visitá-los quando posso e lembrá-los sempre da minha eterna gratidão.

        45+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Antigo 13 de janeiro de 2017 at 17:01

          Legal RC,

          gosto bastante dos CVR daqui, o nível do povo é bem alto. Um dos méritos desse blog é reunir pessoas do mais alto gabarito.

          Acredito que o grande dilema dos seus pais foi a localização da casa mesmo, e nem tanto a casa em si. Infelizmente em grandes cidades há pouca disponibilidades de terrenos em áreas centrais para a construção de casas, aí acaba empurrando esse tipo de moradia para regiões mais afastadas e com pouca infraestrutura.

          Mas sabe o que é pior? Se você observar, a grande maioria dos empreendimentos lançados nos últimos anos sofrem desse mesmo problema. São prédios erguidos em regiões ruins, afastadas ou com problemas. O próprio Barroeste que o Cesar tava comentando ali, tem até índio (!!). Tem todas as desvantagens da casa e do apartamento juntas.

          Pelo menos para mim, o que acho melhor de morar seria em casa mas em uma região com mercados e transporte público próximo. Essas duas coisas são o mínimo para qualidade de vida. Mas morar em um apartamento pequeno e próximo ao trabalho também é interessante. Vai de cada um.

          12+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 17:06

            Este é uma questão difícil de ser valorada na questão da aquisição de um imóvel
            Ele poderá valorizar com a melhoria da infraestrutura urbana ou desvalorizar com a favelização.
            Esta é outra vantagem do aluguel

            8+
            • avatar
            • avatar
            • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 17:22

              entrando no x da questão
              saber se foi uma boa ou não, seria necessário avaliar um casal identico que optou por alugar um apartamento no centro, por exemplo
              estaria pior? estaria melhor?
              a questão não é estar bem ou mal
              a questão é estaria melhor ou pior??
              é o que chamamos na matematica de Delta.

              7+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
        • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 17:10

          grato por compartilhar a experiencia
          não acho que seja um contraponto porque são situações muito diferentes em locais e épocas diferentes
          é sempre bom um complemento, enriquecimento, diversificamente, contraponto, seja o nome que for,
          quando são CVRs sinceros e de boa intenção a gente sente na cor das letras.
          obrigado

          10+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
  • Money_Addicted 13 de janeiro de 2017 at 14:31
  • odorico 13 de janeiro de 2017 at 14:33

    Gente, alguma opinião sobre o mercado. Oscilando muito. Um dia sobe dolar cai bovespa, no outro sobe bovespa cai dolar, mas sem sinais claro. Acho que a incerteza está começando a voltar tanto interna (Estados? Rodrigo Maia?) e externa (Trump? China?). Será que vem uma janelinha aí?

    3+
    • Wolf 13 de janeiro de 2017 at 20:29

      Esse éo padrão do mercado.

      Aqui no meu trade system, Dolar esta em tendencia de queda e Ibovespa começando a entrar em alta.

      5+
      • avatar
  • Fernando 13 de janeiro de 2017 at 14:36

    Quem quiser imóvel a 2,5k o m2, novo, na vila mariana, falar com Lucas, ele conhece vários, palavra dele!
    A simpatia mencionada no tópico tb pode ajudar na busca.
    Abraços ?

    12+
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 14:44

    Após commodities, construção e ações, nova bolha está prestes a estourar na China já em 2017
    http://www.infomoney.com.br/mercados/noticia/5999822/apos-commodities-construcao-acoes-nova-bolha-esta-prestes-estourar-china

    7+
    • avatar
  • Thiaguinho 13 de janeiro de 2017 at 14:48

    QUE FASE dos propriotários!!!

    9+
    • avatar
    • avatar
  • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 14:54

    Quem quiser valorizar seu imóvel só olhando pra cara dele sentado igual 1 idiota,
    … esqueçam essas mandigas
    aulas de MatemáGica com Professor Fernando

    15+
    • avatar
    • avatar
    • Fernando 13 de janeiro de 2017 at 17:31

      Vou tentar ficar olhando ele ver se valoriza! Ótima dica!!!
      Vou começar pela espreguiçadeira da piscina, tomando uma Baden Baden geladíssima…
      Depois eu vou lá no ZAP Imóveis e te conto para quanto subiu o m2.
      Combinado?

      9+
      • avatar
  • Cajuzinha 13 de janeiro de 2017 at 14:56

    ” postado em 13/01/2017 14:13
    Agência Estado
    São Paulo, 13 – A intenção de compra dos consumidores da cidade de São Paulo para o primeiro trimestre deste ano atingiu um recorde negativo, de acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo (Ibevar) e o Programa de Administração do Varejo da Fundação Instituto de Administração (Provar/Fia). Apenas 39% dos paulistanos expressam interesse em comprar bens duráveis este trimestre, uma piora de 2,2 pontos porcentuais ante igual período de 2016 e o pior dado para o período desde 2002.”

    7+
    • avatar
  • Nelson Schadenfreude 13 de janeiro de 2017 at 15:04

    Cara, não gosto de alimentar polêmica, mas o CA soltou umas em cima de meus comentários que preciso responder:

    CA 13 de janeiro de 2017 at 13:16
    Nelson,

    “A pior energia negativa é MENTIR, ENGANAR, INVENTAR ESTÓRIAS esdruxulas, que não tem NENHUMA evidência e que contrariam TODOS os fatos e dados. Pior ainda quem defende isso…

    Vai fundo, continua acreditando no milagre do ajuste fiscal indolor e com efeito imediato, o ajuste baseado em disparada de despesas em 2016 e orçamento maquiado em 2017, o ajuste baseado em aumentos aleatórios a funcionários públicos, que finge ignorar o caos fiscal de vários Estados e Municípios, que demora anos até enviar propostas críticas (já prometidas desde o início do segundo mandato de Dilma). Continue no Mundo de faz de conta, onde R$ 1 trilhão de credit crunch, 58 milhões de inadimplentes, 50% das empresas de grande porte que não pagam nem os juros da dívida, são “meros detalhes”, fáceis e rápidos de serem superados, tanto quanto o desemprego, desalento e sub-empregos, todos em patamares recorde…”

    comentário: sei de tudo isso (é meu trabalho). Levo tudo em consideração.

    “Ah sim, o juros SELIC baixo é o salvador, mas você e outros que defendem esta tese, continuam FINGINDO que não sabem que em 2012, que foi o ano que tivemos a menor SELIC da história, foi o pior ano para o segmento imobiliário até hoje, como foi DEMONSTRADO por aqui INÚMERAS vezes. Por que não continuar FAZENDO DE CONTA que isto não existiu, não é mesmo?”

    Comentário: em 2012, estávamos sob a Nova Matriz Econômica da Vaca Louca. Política monetária, fiscal e creditícia bolivarianas. Abandonou o inflation targeting. A louca baixou os juros num cenário de inflação crescente, câmbio valorizado, déficits comerciais fortes, desarranjos setoriais extremos. O PIB já desacelerava por conta da política econômica irracional. E tinha socado crédito direcionado nos anos anteriores a taxas artificialmente baixas, bombando os preços no mercado imobiliário e sobreaquecendo o setor. Você olhou para o PIB e a política creditícia no mesmo período e anteriores? A situação de crédito frouxo para gente sem capacidade de pagamento tem similaridades com a origem da crise do subprime dos EUA, que foi resultado da regulação deficiente deste setor de crédito. Aqui com a diferença dada pela existência de vendas na planta e todas os problemas que isso acarreta. Uma falácia sofística comum em economia é olhar uma só variável e estabelecer relações causais e esquecer das demais. Problema de variáveis omitidas. Selic caiu e mercado imobiliário enfraqueceu => Selic não afeta mercado imobiliário.

    Uma regra geral de precificação de ativos é que, quando a taxa de juros cai, o preço dos ativos sobe, pois a taxa de desconto no cálculo do valor presente líquido cai. Isso está por trás das contas que o Cesar_DF faz, por exemplo, usando aluguel e custos como fluxos de caixa. Em post anterior, ele chega ao valor x150 assumindo taxa real de 8%aa. Se a taxa cai, o multiplicador sobe (mas talvez não tanto a ponto de atingir os valores absurdos atuais). Vai ficar difícil encontrar molezinhas a 8% reais no futuro. O ponto é que o preço “justo” daqui dois anos será maior do que o preço “justo” hoje, se os juros caírem. Aumenta a perspectiva que os preços pedidos convirjam mais rápido para os preços justos, mas num horizonte de anos.

    “Legal, continue FINGINDO que não viu ou não entendeu tudo que consta acima. ”
    Comentário: eu não finjo, e entendo macroeconomia melhor do que você. Por isso pontuo minhas observações com vários “se”.

    “O seu medo do Trump combina perfeitamente com isto, outra coisa tirada dos títulos das notícias que lê…”
    Comentário: temo a incompetência. Pelos comentários e disposição agressiva de Donald Trump, suspeito que é um péssimo político, ou seja, não sabe negociar acordos com benefícios para todas as partes, apenas para si próprio. Isso certamente o ajudou a ficar bilionário, às custas de outras pessoas, mas não funciona no governo de um país. Donald Trump é um desagregador. Já tivemos presidente do Brasil com esse perfil. Se chamava Dilma Roussef.
    Obs.: sou um cara liberal centro-direita. Cago para essa dicotomia esquerda-direita. Dou preferência para o que funciona. Tenho medo da incompetência.
    fiscal e da previdência passar, o mercado imobiliário se estabiliza entre 1 a 2 anos. Idem desemprego. Juros e bolsa respondem antes (bolsa sobe e juros caem). Daí a estratégia de ficar um pouco longo nas NTNBs e entrar em ações. Mas lentamente e com cuidado, pois sei que posso estar errado quanto ao timing e à possibilidade do ajuste fiscal. Aaqui é uma aposta. Anota tudo isso aí e daqui um ano a gente conversa.
    Já a sua posição intransigente de não tolerar opiniões divergentes me lembra de uma grande estadista brasileira. Dilma Roussef. A partir de agora, vou te chamar de Dilminha.

    38+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • bolha real 13 de janeiro de 2017 at 15:15

      Nem leio mais texto do CA, é sempre a mesma ladainha. Ele acha que está sempre certo, sempre vem com esses mesmos textos de caixa alta, chama todo mundo de mentiroso, etc.

      Não consigo entender como ninguém desconfia de algo, pois eu, como exemplo, mal tenho tempo pra escrever um comentário (raramente entro durante o dia) e ele fica alimentando banco de dados enormes, pesquisas intermináveis, duas horas de textos, etc. Tudo isso pra que? Pra não ganhar nada? ALGUÉM TRABALHA DE GRAÇA? creio que não, fica a reflexão…

      Eu, particularmente, nunca vi ninguém dizendo que não tem bolha, apenas divergências de qual o tamanho, se estoura, hard ou soft, etc. Mas meia dúzia de alienado venera algo (tipo petista) e entra nessa onda.

      No mais, capto a mensagem de vários aqui, absorvo um pouco de cada um, que me ajuda muito também. Não sei se é porque trabalho em banco e vivo em um mundo que sei que nada vêm de graça, ninguém se ajuda, se tem oportunidade cada um vai lá e ganha sozinho, lobo solitário é o que predomina entre todos que realmente ganham dinheiro. Não se dá dica e não diz que ganhou.

      43+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CA 13 de janeiro de 2017 at 15:57

        bolha real,

        Magoadinho porque chamou o From_The_Tower de mentiroso e ele provou que era verdade? Ou seja, quem era o mentiroso mesmo? Daí nem continuou a provocação, não é mesmo? Veio mudando de assunto, desviando o foco, igual ao seu “amiguinho” acima, que DISTORCE as coisas para tentar manipular as pessoas. Veio falando que as pessoas não acertam sempre na bunda do mosquito, sendo que o From_The_Tower nunca disse que acertava sempre na bunda do mosquito, ou seja, partiu para a generalização, aumentou o que a outra pessoa havia dito, distorceu, tudo para fugir do mais óbvio, de que ele não havia mentido e que você quebrou a cara ao tentar difamá-lo, típico de sua turminha, não é mesmo? Veja a resposta abaixo para o Nelson, ele e alguns outros já usaram esta mesma “tática” N vezes, só para passarem vergonha sendo desmascarados, sucessivas vezes…

        Quanto a você e o Nelson dizerem que são isto e aquilo, melhores porque trabalham em bancos e entendem mais de economia, etc., lembra bem a medalha que o Obama mandou que um funcionário entregasse para ele, uma profunda carência de “ser reconhecido” e de tentar “ganhar no grito”, dizendo que é isto e aquilo, ao invés de demonstrar por conhecimento, experiência, ou no mínimo, bom-senso, para não passar vergonha como com a babaquice que você fez com o From_The_Tower…

        30+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 16:16

          kkkk
          com aquele extrato
          o from pregou um zap na testa do otário

          repito, somente uma grande quadrilha especializada em desinformar e contar mentiras até em reunião de condomínio que mantem o sistema financeiro em pé
          não fosse isso, a banania teria ruído com as garantias evaporando 90% do seu valor em coisa de 3 anos.

          22+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • bolha real 13 de janeiro de 2017 at 20:34

            Você acreditou naquele extrato que não mostra nada? Um pouco fraco pra alguém que se formou na USP né?

            Tem 3 títulos e apenas um na taxa que falou, não tem quantidade, não tem os prés que havia citado. Fez ao preço médio, que se falado dessa maneira havia acreditado, pois seria normal. Afinal ninguém acerta o c* da mosca sempre.

            6+
            • avatar
        • Baby Boy 13 de janeiro de 2017 at 16:25

          CA. Vou comentar aqui para desmascarar os trolls.

          Os funcionários de banco não passam de peões da era moderna.
          Muitos jovens estudantes formado em administração/economia/contabilidade são iludidos com a idéia de que quando
          se formar será o presidente do banco. Colocam seus ternos sujos (não lavam),e ficam ali ficam asneando com palavras de vocabulários exdrúxulas
          contando R$ R$ R$ R$ R$ que não é dele para ver se impressiona alguma mulher da mesa ao lado, no bar.

          Quando chega aos 30 anos, percebem que daquele ponto não passa… será o eterno analista de X de merda.

          Enfim, após cair na realidade, que vai ser sempre um PEÂO de terno, ficam trollando os outros que fizeram o caminho do SUCESSO.

          PMJ!

          24+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 16:33

            tenho exatamente essa impressão que vc
            é famos “engenheiro de obra feita”
            ou
            “gozar com o pau dos outros”

            eles estão sempre discutindo o passado
            os palpites raramente vingam
            porisso de tempos em tempos eles tem que mudar de nick
            o CA e outros aqui passam anos no mesmo nick, mudar praquê????

            13+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
          • bolha real 13 de janeiro de 2017 at 20:10

            Que asneira hein, você tá falando de funcionário de agência. Trabalho em tesouraria e se eu conseguir manter meu emprego até os 45 anos poderei me aposentar (lógico que se ganhar bônus ano sim ano não pelo menos).

            6+
            • avatar
            • bolha real 13 de janeiro de 2017 at 20:24

              Puxa em algum relatório, pode ser o da robert half de mercado financeiro por exemplo. Quanto um analista sr ganha.

              Vai voltar aqui caladinho porque ganha mais que gerente da maioria das empresas por aí.

              6+
              • avatar
        • bolha real 13 de janeiro de 2017 at 20:19

          Extrato? Quantos títulos comprou? Como disse anteiormente, também comprei a 7,82 a 2035, mas e a taxa média?

          Lá tem 3 aplicações e só uma delas nessa taxa, e onde estão as pres? Cadê as quantidades???? Compra 500 reais é uma coisa, colocar 50k ou mais acertando que eu quero ver.

          Novamente o CA fala, fala, fala e não explica porque faz isso. FAZ DE GRAÇA?

          E tem alienado que continua na mesma, puxando o saco por falta de critério.

          7+
          • avatar
          • CA 14 de janeiro de 2017 at 10:32

            bolha real, cai na real!

            Já faz vários meses que eu não faço nenhum trabalho de pesquisa com gráficos, quem fez trabalho com centenas de gráficos recentemente foi alguém que defende oa mesmos pontos que você, pra que você insiste em DESINFORMAR e tentar induzir as pessoas ao erro?

            Ah, vou levantar dúvidas contra o CA sem NENHUM fundamento, exatamente como fiz contra o From, só para pegar alguém distraído, afinal, vai que cola… Quer dizer então que foi o Putin que me enviou aqui junto com uma turma de hackers só para desestabilizar o governo Temer??? Kkkkk

            De novo, como no caso do From e nos truques do Nelson, você joga um Ad Hominem sem NENHUMA evidência do que diz, só insinuações para plantar dúvidas, é isto o máximo que consegue, tentar pegar as pessoas distraídas?

            Ah, mas eu trabalho em Tesouraria de banco, vou me aposentar com 45 anos, nossa , sou um sucesso!!! Você como o Nelson e tantos outros que vieram aqui tem está carência emocional enorme de serem reconhecidos, como disse acima, é tão patético quanto o Obama mandar um funcionário dele entregar para ele uma medalha de reconhecimento pouco antes dele sair do governo…

            Sobre a estorimha que voce quis plantar comtra o From, agora está criando novas “regras” para o que você disse, bem no meio do jogo, só porque foi DESMASCARADO e ficou magoadinho? Não adianta, já foi, você passou vergonha NOVAMENTE, pode inventar as novas regras que quiser, todos já sabem o que você fez… kkkkkk

            11+
            • avatar
            • bolha real 15 de janeiro de 2017 at 07:44

              Mesma resposta utilizando caixa alta e palavras inúteis (desinformar, sofisma, enganar), coisa chata quem não responde e fica só nessa ladainha. Você quase não contribui mais com o blog porque fica nessa mesma ladainha sempre.

              Aprenda a lidar com o oposto, deixe a opinião dos outros e cada um no blog tira a sua própria conclusão, para isso existe um blog. Tenho certeza que a maioria não aguenta mais essa baboseira de que você insiste falando que alguém quer desinformar, isso se chama opinião divergente e não que alguém queira enganar.

              Cara, se for responder, seja objetivo que não dá pra ler essa ladainha de paginas que vc coloca.

              Obs: tô esperando a resposta de porque faz isso, de graça? E se possível resposta em no máximo 3 linhas.

              2+
              • avatar
              • CA 15 de janeiro de 2017 at 11:14

                bolha_real,

                Quer dizer que você é tão RIDÍCULO e SEM-NOÇÃO, que EXIGE uma resposta de três linhas para um texto seu com muito mais linhas e NENHUM conteúdo? KKKKK

                Se você tem dificuldade de ler conteúdos maiores, analfabetismo funcional ou o que quer que seja, é um problema SEU.

                O texto em caixa alta é para destacar pontos que algumas pessoas FINGEM não ver.

                Você demonstrou, MAIS UMA VEZ, sua completa INCOERÊNCIA: primeiro pergunta qual o meu interesse em fazer tantas pesquisas com graficos, depois quando explico que não tenho feito isto nos últimos meses e portanto, o que você disse não faz sentido e é pura DESINFORMAÇÃO, você insiste em que eu responda sobre algo que não tenho feito???

                Você não lê meus textos maiores, porque os fatos e dados que DEMOMSTRAM suas incoerências, mentiras, enganações, etc, o atingem, porque você SABE que é verdade e não quer parar de se auto-enganar, apenas e tão somente isto.

                Já expliquei VÁRIAS vezes desde que comecei a participar do blog porque fiz pesquisas, trabalhos, etc. Basicamente o mesmo motivo do Cesar que você elogiou mais abaixo, demonstrando mais uma vez sua total INCOERÊNCIA: tenho interesse de acompanhar de perto o segmento imobiliário e sua influencia na economia, sabendo que uma bolha imobiliária e sua explosão são eventos que destroem a economia e causam prejuízos seríssimos à sociedade, que portanto, se refletem em prejuízos diretos e relevantes para todos, inclusive para mim, uma vez que vivo aqui. O nome disto é consciência ampliada, estar ciente do que lhe afeta, positiva ou negativamente e atuar sobre isto, ao invés de ser manipulado e não ter espírito critico.

                Agora que respondi de forma completa seu questionamento repetindo o que já havia explicado neste blog ao longo de ANOS e que você FINGIU que não viu, que tal você responder as “N” incoerências que já DEMONSTREI quanto ao seu comportamento, que casualmente você também FINGE não ver???

                4+
                • avatar
    • CA 13 de janeiro de 2017 at 15:52

      Nelson,

      Quer dizer que você faz um mimimi para defender o Fernando, se intrometendo em algo que não lhe dizia respeito, com discurso esquerdinha de VITIMIZAÇÃO DESCARADA, apesar do seu nickname, mas não quer uma resposta, é isto?

      Quem disse que em 2012 a SELIC era a ÚNICA coisa que estava mais favorável para o mercado imobiliário?

      DISTORCER o conteúdo para ficar mais fácil a resposta?

      Já falei em inúmeros outros comentários: o cenário macroeconômico de 2012 que mais afetava o setor imobiliário era TODO mais favorável do que em 2015 e 2016, por que um resultado em 2012 que foi uma tragédia para o segmento imobiliário?

      Vamos por partes, só não DISTORÇA novamente:

      Juros do crédito imobiliário: Banco do Brasil e CEF tinham ordens expressas de Dilma e isto era de conhecimento público e foi amplamente divulgado, de que deveriam praticar os menores juros do crédito imobiliário, não somente na comparação com outros bancos, mas também em relação ao histórico recente deles.

      Oferta de crédito imobiliário: o saldo da poupança em 2012 era crescente, a disponibilidade de verba via SBPE também era crescente. Novamente, o contrário dos anos mais recentes.

      Empregos e renda: em 2012 eram crescentes, ambos, novamente o contrário dos últimos anos.

      Pedaladas do governo: se intensificaram em 2012 como nunca e esta festa heterodoxa era para ESTIMULAR a economia, despejando dinheiro público como nunca, foi um dos anos que mais pisaram no acelerador para aumentar gastos do governo, de novo, mais um fator extremamente favorável ao segmento imobiliário e exatamente o contrário do que aconteceu nos últimos anos.

      Sim, a SELIC em 2012 também estava muito mais favorável que nos últimos anos, assim como a inflação naquela época.

      Ah, a economia em 2012 já estava em “desaceleração”? Quer dizer que desaceleração de 2012 é pior do que as QUEDAS do PIB em 2015 e 2016?

      Faltou algum item importante para comparar o ano de 2012 com os últimos anos? Não?

      Então porque em 2012, analisando os resultados de 12 construtoras com Ações no BOVESPA, os distratos mais do que DOBRARAM, como nunca aconteceu mesmo nos últimos anos? Por que o faturamento caiu mais de 30%? Por que os lançamentos caíram mais de 40%? Por que as vendas em unidades e valores caíram mais de 20%? Por que o prejuízo líquido consolidado destas 12 construtoras passou de R$ 1,5 bilhão? Por que 5 delas ficaram com dívida líquida sobre patrimônio líquido superior a 100%?

      E finalmente, por que mesmo tendo um cenário macroeconômico muito superior aos últimos anos, no GERAL e não exclusivamente quanto a SELIC, o ano de 2012 foi tão pior?

      19+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 16:03

        2010 a 2015 foi o pé no fundo do acelerador, em direção ao abismo

        http://images.slideplayer.com.br/28/9430262/slides/slide_23.jpg

        8+
        • avatar
        • avatar
      • CA 13 de janeiro de 2017 at 16:08

        Ah, radical é quem continua FINGINDO que não viu o que consta acima e ficar persistindo nisto, vindo com uma resposta DISTORCIDA, ADULTERANDO o que foi dito pela outra pessoa. Radical é não usar o mínimo de raciocínio lógico para defender o indefensável e fazer de conta que em 2012 o cenário macroeconômico era pior que nos últimos anos quando TODOS os indicadores demonstram o contrário. Qual a lógica de dizer um absurdo destes? Isto sim é radicalismo. Ter que APELAR para dizer que só porque era a Dilma que estava no governo, então era pior??? Ué, ela também estava no governo durante todo o ano de 2015 e aí, de novo, cadê a lógica??? Ah, mas em 2015 ela não podia pedalar… Ué, mas enquanto se pedala, não é aí que se gera a euforia que beneficia o segmento imobiliário e não é quando para de pedalar que vem o pessimismo e a queda, então por que 2012 foi pior? Os seus argumentos são completamente ilógicos, os FATOS e DADOS que apresentei acima demonstram isto claramente, você ficar mudando de assunto, generalizando, distorcendo, etc., não resolve a essência do seu problema: você quer porque quer convencer os outros dos seus argumentos, CUSTE O QUE CUSTAR, então parte para um festival de afirmações ILÓGICAS. Pode chorar, pode ficar de mimimi como no comentário do tópico anterior, é só mais vergonha que passa, principalmente considerando-se o seu nickname…

        17+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 16:11

          é o ad hominem de sempre
          não podem atacar as idéias
          atcam as pessoas
          oque eu te falo CA, e são maioria, urubuzando o blog só esperando a hora, que eles pensam que vai chegar.
          kkkk
          agora vai hein!!!
          #sqn

          13+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
      • Nelson Schadenfreude 13 de janeiro de 2017 at 16:08

        Querida,
        Em 2012, a bolha estava no final da ascendente. Hoje, está no meio da descendente. Acertando a política macro, a expectativa é que a estabilização esteja menos distante. Enquanto aguardo (1? 2? 3 anos?) faço minhas apostas financeiras na queda dos juros e recuperação econômica.
        Não defendo o Fernando, defendo a cortesia. Gentileza gera gentileza.

        17+
        • avatar
        • CA 13 de janeiro de 2017 at 16:16

          Querida é gentileza? As diversas ironias praticadas contra diversos usuários do blog foram gentilezas? Esta total incoerência não o incomoda? Fazer de conta que você é algo, para tentar parecer “superior” e no próprio comentário demonstrar exatamente o CONTRÁRIO?

          De novo: 2012 está no final da ascendente, em 2015 e 2016, já estava em queda livre, por que 2012 foi pior que 2015 e 2016??? Cadê a lógica, quanto a isto? O que você está falando só está reforçando cada vez mais a sua completa falta de lógica…

          Onde está o ponto em que eu disse que a SELIC era a ÚNICA variável pior em 2012? Aponte isto, afinal toda a sua argumentação foi centrada nisto, se agora você FUGIR disto, vai ficar muito desagradável, não é mesmo?

          Mostre quais os fatores macroeconômicos específicos que afetam o segmento imobiliário estavam piores em 2012 do que nos últimos anos, não se acanhe, não precisa ficar preso apenas à SELIC, pode analisar qualquer um dos itens que coloquei acima, ou outros, desde que façam sentido e tenha um mínimo de lógica…

          20+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Nelson Schadenfreude 13 de janeiro de 2017 at 16:28

            Cara,quero entender onde você quer chegar. Acho que estamos na descendente da bolha e os preços vão levar anos para estabilizar. Primeiro os ativos mais líquidos (ações de construtoras) depois os menos líquidos (preços de imóveis).
            Você pensa diferente? Pensa o quê? Pensa?

            9+
            • avatar
            • CA 13 de janeiro de 2017 at 16:38

              Nelson,

              Já expliquei INÚMERAS vezes onde quero chegar: não existe uma queda suave de preços que dure eternamente ou que permita uma recuperação em 2 anos como você disse, para uma combinação de crise fiscal gravíssima com a explosão da maior bolha de corrupção institucional do Mundo, com uma explosão de bolha imobiliária e ainda com uma crise política séria em virtude da combinação destes fatores. Ainda mais com este grande e inédito conjunto de catástrofes sendo tratada via “ajuste fiscal” suave e meia boca, combinado com queda de juros e uma série de ações que “jogam contra”. Se até agora você não entendeu, sendo que inclusive já DESENHEI isto em “n” trabalhos, desista, você está obcecado pelas manchetes de jornais e acredita CEGAMENTE nelas, apesar de termos previsto a crise na economia e o que ia acontecer com as construtoras, inclusive quais seriam as mais afetadas, ANOS antes, enquanto as suas manchetes de jornais diziam exatamente o contrário…

              Então, respondendo a sua última pergunta, penso e tenho espírito crítico, por isto que não ajo como você, que banca o papagaio de pirata e só vomita os títulos de reportagens sem nenhum espírito crítico…

              23+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
            • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 16:55

              Nelson
              Outro dia coloquei um estudo sobre um ciclo completo de bolhas imobiliárias do EUA, Espanha, Grécia, Irlanda, e mais alguns países
              O que teve o maior descolamento entre o valor do imóvel e a renda foi a Irlanda que caiu 49% em 6 anos, e ela nem chega perto do Brasil
              Do momento que alcançou o valor de pico, 2013 em Brasília e 2015 em São Paulo e Hell de Janeiro, para que ocorra uma reequiparação com a renda per capita, os apartamentos precisarão cair cerca de 60%

              http://www.bolhaimobiliariabrasil.com/2017/01/10/preco-de-imoveis-em-sao-paulo-tem-desvalorizacao-no-trimestre-infomoney/#comment-114522

              16+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
  • RC 13 de janeiro de 2017 at 15:11

    CVR Aluguel em Brasília (Asa Sul):

    Aluguei o Apt. em janeiro de 2014 por um valor um pouco maior que gostaria de pagar, talvez levemente acima da média dos valores anunciados no mesmo prédio (no wimóveis), diretamente com o proprietário, por se tratar de um imóvel vazado (poucos no prédio), com garagem, que acabara de trocar o piso e com boa quantidade de armários antigos em boas condições (é, isso é raro nessa região).

    Reajustes: Acordado (Real, considerando o acordado – o IGP-M)

    2015: 3,6749% (0)

    2016: 0% (- 10,5443%)

    2017: – 11,27% (- 18,46% )

    Como desde o final de 2013 o preço de venda dos imóveis anunciados aqui no prédio permaneceram estáveis (na faixa dos 800.000), o meu fator x está piorando. Vai ser difícil deu comprar por aqui.

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 13 de janeiro de 2017 at 15:30

      Excelente!!

      5+
      • avatar
      • avatar
    • MINEIRO SPY 13 de janeiro de 2017 at 15:48

      RC
      Sei exatamente o que é buscar um apartamento em bsb. Se corvos são indivíduos abaixo da média profissional em todo os aspectos, os de bsb estão um grau abaixo. Os apartamentos não raro estão em péssima condição. Se vc encontrou um em bom estado, parabéns.
      Relatei há alguns anos que colegas de trabalho da esplanada, lá por 2013, se gabavam por ter conseguido comprar um caixote no barroste por 1kk (11k o m²), mas hoje devem chorar fortemente. Quando visitei aquele local e vi aquela tribo ao lado de caçambas de lixo e de imóveis espelhados com muretas de contenção de barro, visualizei a porcaria que seria.
      Eletricidade subterrânea – fail
      Coleta de lixo automática – fail
      Parque – fail
      Sistema iluminação – fail
      Linhas de transporte – fail
      M² crescente- fail
      shopping- fail
      PMJ – SUCCESS!

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 16:12

      RC
      Exatamente o apontado lá em cima
      Com um Fator X de 310 para Brasília e 800K de valor de venda, seu aluguel deve estar em torno de 2.5K
      Ha 1 ano, pediam no meu apartamento 480K, estava alugado por 1.1K (436X)
      teve reajuste para 1.2K e uma redução no valor pedido de venda para 380K (316X)
      Só vou pensar em talvez comprar, se chegar em 150X, se nunca chegar, nunca comprarei, simples assim

      11+
      • avatar
      • avatar
  • Tiago 13 de janeiro de 2017 at 15:36

    http://pe.olx.com.br/grande-recife/imoveis/apartamentos-4-qtos-2-suites-em-boa-viagem-edf-maria-olivia-pronto-pra-morar-291440319

    Em abril de 2014, no feirão da caixa o imóvel acima custava 870 mil. Hoje o imóvel esta por 850 mil. E tem vários anúncios a 770 mil.
    Graças a esse blog, Ca, Lucas, Cesar e outros. O meu dinheiro rendeu e rende a mais de 2 anos.

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • otb_bolhista 13 de janeiro de 2017 at 15:56

    Prezados,
    Depois de muito tempo somente acompanhando as discussões, vou relatar um pouco da minha situação.
    Por causa de assuntos de família, tive que me mudar da casa que eu morava há 20 anos. Como foi as pressas, eu e minha mulher alugamos o primeiro local que encontramos com preço razoável e reformado. No entanto, por inexperiência minha e falta de esperteza, o prédio acabou se revelando uma bomba.
    1) Elevador problemático e antigo, que vive prendendo as pessoas e apresentando defeito.
    2) Como aluguei no 6º andar, escuto o tempo todo o barulho da máquina do elevador trabalhando. Ao menos pra mim o barulho é extremamente incômodo.
    3) Vizinhos barulhentos
    4) Quadra com muitos restaurantes, o que torna difícil de estacionar no período da noite
    5) Condomínio já caro que vai aumentar mais ainda.
    Enfim, dentre esses todos o que mais me incomoda é o elevador. Não me deixa dormir direito e me acorda bem cedo na manhã, pois parece que o barulho da máquina reverbera pelas paredes do apartamento.
    Como assinei um contrato com multa de três meses de aluguel e o problema do elevador não parece ser algo que permite a rescisão sem multa, aceitei e prejuízo e já estou procurando outro apartamento, só que mais vacinado.
    Agora, o que me espanta é o preço que estão pedindo pelos apartamentos aqui em Brasília. Qualquer muquifo três quartos é acima de R$ 3k e os mais ajeitados estão difíceis de conseguir abaixo de 4k. Se for para o Noroeste, fica pior ainda, com qualquer apartamento razoável também por valor alto. O Sudoeste é o local com valores mais razoáveis, no entanto minha esposa se recusa a mudar pra lá por causa do trânsito.
    O que acontece com Brasília na questão de imóveis, tudo parece muito surreal. Pra mim comprar imóvel na região central é coisa de louco.
    Por último, se alguém tiver dica de onde encontrar bons apartamentos sem ser pelo wimóveis. Já usei da tática de ir de bloco em bloco, mas os porteiros parecem toupeiras, nunca sabem de nada. Pior é quando um deles já falou que alugar não presta, tem é que comprar.

    8+
    • avatar
    • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 16:32

      Pela OLX você pode marcar a opção de “Particular”
      http://df.olx.com.br/distrito-federal-e-regiao/brasilia/ra-i—brasilia/imoveis/aluguel?f=p

      Ordenei por data e fui na última página, veja este 3/4 na SQN 303
      http://df.olx.com.br/distrito-federal-e-regiao/imoveis/3-quartos-asa-norte-209930643

      4+
      • avatar
    • Nelson Schadenfreude 13 de janeiro de 2017 at 16:40

      Já passei por isso. Muita tranqueira cara e caindo aos pedaços. Precisei de pesquisar muito. Apartamento bom é que nem mulher bonita, fica pouco tempo no mercado. O que você mais encontra é o resto que ninguém quer.
      Continue pesquisando. É do jogo.

      8+
      • Nelson Schadenfreude 13 de janeiro de 2017 at 16:42

        No meu caso, acabei encontrando no trabalho. Fica mais fácil, já que se tratam de colegas e a confiança mutua é maior.

        4+
    • Fernando 13 de janeiro de 2017 at 17:57

      Essa é a realidade dos fatos.

      Um bom é 4-5k.

      Aqui em SP, aluguel em PREDIO NOVO (com armários pronto pra morar) é extremamente caro.

      2+
      • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 18:11

        de jeeeeeeeeito nenhum
        um amigo que se mudou pra portugal
        alugou o imóvel dele, acabamento fino, 2 vagas, xoxotecas, mobiliado, até alguns eletros ele deixou
        levou 6 meses pra achar alquem que pagasse 2500 pelo airbnb pra um construtor baiano, só que a obra parou, o cara voltou pra casa e agora denovo a mesma luta, preço corrigido 2.900, não recebe nem e-mail, já falei pra ele, mas o cara tá longe não sabe do drama.

        acima de 4 paus aqui em SP é coisa ultramega blaster boa
        aquele meu vizinho gringo e rico que vendeu pra viver de aluguel paga isso numa quase-mansão nos jardins do lado da casa do suplicy, vai a pé pro circuito de restaurantes, incluindo aquele do michelin, a 3 quadras da casa dele.

        eu tava só esperando
        primeiro veio alguém do nada relatar um mimimi incrível que quem aluga sabe que a coisa é bem outra, são milhares de opções
        agora vem o resto da turma
        jogada ensaiada
        é só jogar 1 milho vem a revoada toda

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Fernando 13 de janeiro de 2017 at 18:19
          • Zebolheu 14 de janeiro de 2017 at 23:54

            Anunciado a 5k, foi alugado por quanto? Aluguei o meu em 2015, proprietária aceitou na hora 10% de desconto, devia ter pedido 20%. Já naquela época qualquer corretor admitia que o anúncio tinha valor fantasia, que o interessado já iria fazer a contra-proposta. 2016 foi pior que 2015. Vamos ver em 2017.

            Agora, quanto à metragem pra venda, já disse aqui: Vila Clementino na planta a destrutora pedia 11K em 2013 por um apê “médio” padrão. Hoje corretor bota adesivo no panfleto que o lançamento de alto padrão é 9K o m2. Pro cara pagar 10K ele tem que ter muito $$ pra queimar.

            0
          • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 19:21

            tem uma coisa interessante a comentar neste anuncio
            reparem na piscina no meio dum vale entre 2 blocos imensos
            nunca via bater sol nela,
            é uma piscina inútil, só dá gasto e ostentação barata

            a minha não, a minha amanhã cedinho estarei lá, mesmo com a chuva e devido ao zoneamento nunca estarei na sombra, nunca

            8+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
        • Fernando 13 de janeiro de 2017 at 18:37
          • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 19:12

            linda né, no google street view tá lá a placa desde julho 2016, pelo menos
            ver pela rua sofia

            o unico anuncio razoável destes que vc postou foi aquele primeiro, é a diferença entre anunciar e saber casos reais, a grande questão é porque estou mentindo? se eu já comprei? né? estaria eu desvalorizando meu próprio bem
            e Vc? pq insiste em dizer que o imóvel que vc mora valoriza, cujo dono é o banco pq vc torce tanto por ele? medo de quê vc tem?

            pra pessoa alugar uim imóvel por 4k e ainda arcar com os custos de condo e contas, isso vai fa´cil facil pra 6 mil, a pessoa precisa ter rendar familiar de pelo menos 20 mil brutos. Pro seu azar um dos meus empreendimentos que encostei, até devido a falta de tempo, que era lucrativo, eu cheguei a fazer consultorai com coaching em RH, dinheiro fácil inclusive, passei numa certa época ajudando a analisar CVs e salários, especializado em ramo industrial, achei um trabalho meio besta, abandonei mais por isto. Vou te dar certeza absoluta, carteira assinada com 20k é mosca branca de olhos azuis, e muitas vezes o cara que ganhava isso, ganhava mais que o dono da fábrica. Se entrar em qualquer site de internet 4 mil é média do que estão pedindo

            aí a gente volta ao ponto inicial, pedir, anunciar é uma coisa
            vc até pode chegar pra gisele bundchen e pedir pra namorar com ela
            outra coisa é a vida real
            as vezes me pergunto se não estou lidando com adolescentes aqui neste blog
            vcs tem zero experiencia de vida

            a propósito, a casa dum jogador d efutebol que ganha milhões em euros, até ela ficou pequena depois desse seu link
            achei um desbunde, mau gosto, coisa de velho, mas mesmo assim um desbunde em tamanho e imponencia
            https://estilo.uol.com.br/casa-e-decoracao/projetos/casa-de-jogador-de-futebol-no-rio-tem-jacuzzi-na-piscina-e-marmore-no-piso.htm?foto=14

            13+
            • avatar
            • avatar
            • Fernando 13 de janeiro de 2017 at 20:31

              Zero experiência de vida?

              4+
              • avatar
            • Fernando 13 de janeiro de 2017 at 20:42

              Deixa eu te falar, eu tenho certeza que vc pessoalmente é muito gente fina. Eu admiro seus posts, embora alguns sejam um tanto exagerados.
              Isso é só um blog onde as pessoas expõem seus diferentes pontos de vista.
              Apenas disse que em SP as coisas são extremamente caras. E apenas isso.
              Nada pessoal…
              Tem que ter coragem para vir aqui e falar que comprou um imóvel sem tomar porrada…
              Vc também comprou o seu, alguma vantagem vc teve, senão não teria comprado!
              Abraços e boa noite.

              9+
              • avatar
            • Fernando 15 de janeiro de 2017 at 09:39

              Quer dizer que aquele primeiro, de 45 m2, por 3 mil de aluguel, vc acha razoável?

              Eu acho extremamente caro, e esses são casos reais.

              0
    • LDeadpool 14 de janeiro de 2017 at 23:58

      Moro em um apartamento no Plano Piloto, alugado diretamente com o proprietário em 2013, após ver o anúncio nos classificados do Correio Braziliense (jornal de domingo). É um jeito um tanto quanto anacrônico, mas está sendo um ótimo negócio (para mim – valor do aluguel = 0,25% do valor anunciado do imóvel). Boa sorte em sua procura!

      0
  • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 16:30

    CA

    Ah, radical é quem continua FINGINDO que não viu o que consta acima e ficar persistindo nisto, vindo com uma resposta DISTORCIDA, ADULTERANDO o que foi dito pela outra pessoa. Radical é não usar o mínimo de raciocínio lógico para defender o indefensável e fazer de conta que em 2012 o cenário macroeconômico era pior que nos últimos anos quando TODOS os indicadores demonstram o contrário. Qual a lógica de dizer um absurdo destes? Isto sim é radicalismo. Ter que APELAR para dizer que só porque era a Dilma que estava no governo, então era pior??? Ué, ela também estava no governo durante todo o ano de 2015 e aí, de novo, cadê a lógica??? Ah, mas em 2015 ela não podia pedalar… Ué, mas enquanto se pedala, não é aí que se gera a euforia que beneficia o segmento imobiliário e não é quando para de pedalar que vem o pessimismo e a queda, então por que 2012 foi pior? Os seus argumentos são completamente ilógicos, os FATOS e DADOS que apresentei acima demonstram isto claramente, você ficar mudando de assunto, generalizando, distorcendo, etc., não resolve a essência do seu problema: você quer porque quer convencer os outros dos seus argumentos, CUSTE O QUE CUSTAR, então parte para um festival de afirmações ILÓGICAS. Pode chorar, pode ficar de mimimi como no comentário do tópico anterior, é só mais vergonha que passa, principalmente considerando-se o seu nickname…

    1+

    Lucas

    perfeito CA
    um fatality
    acrescento que ainda usou o velho mimimi de coitadinho, de vitimista

    o que compra imóvel é dinheiro, o que gera dinheiro é renda real, crédito é apenas antecipaçãod e renda, o que faz renda real acontecer é produção de bens e serviços, e pra isso precisa de um tanto de coisas: um fiscal justo e equilibrado, uma infra não esgarçada, um clima legal decente, juros baixo, uma previdencia sustentável, um governo eficiente, não corrupto, uma lista enorme de coisas, das quais vejo pouco feito de realmente concreto, e ainda pode desandar tudo na eleição de 2018, seja um marxista de esquerda a dobrar no erro seja um marxista de direita achando que as soluções fáceis e baratas vão resolver tudo.

    No mais eu gosto do exercício do Nelson de achar o fundo do poço e se posicionar antes de todo mundo, isto se chama especular, pode dar certo com as ações dele, já falei, mas daí a pensar que existe uma correia de transmissão automática com preço do imóvel, isso é pura besteira, ele confunde valorização de imóel com inflaçao habitacional. Imóvel até valoriza mesmo, mas por outros meios e modos, que 1 dia até gostaria de entrar neste assunto que tem mais a ver com urbanismo do que esse mimimi raso de jornal.

    4+
    2+
    • avatar
    • CA 13 de janeiro de 2017 at 17:22

      Lucas,

      A incoerência deles é gritante.

      Dois exemplos disto:

      Primeiro comentário entre aspas era em uma resposta para mim:

      “Nelson Schadenfreude 13 de janeiro de 2017 at 16:08

      Querida,

      Não defendo o Fernando, defendo a cortesia. Gentileza gera gentileza.”

      Este segundo comentário é mais emblemático. Em um debate em que ele não havia sido mencionado em nenhum momento e nem mesmo as “teses” dele, a primeira participação dele foi a que consta abaixo. Abram o link que ele indicou e observem o grau de cortesia e gentileza que ele teve para com as pessoas que estavam debatendo (detalhe: não participei em nenhum momento deste debate, antes que ele distorça a história):

      “Nelson Schadenfreude 6 de janeiro de 2017 at 14:30
      Estou vendo o clássico comportamento ombro-cabeça-ombro no gráfico, conforme a rigorosa análise grafista. A propósito, sigam o link abaixo para ver uma apresentação rigorosa de um expert no assunto.
      https://m.youtube.com/watch?v=1t7hybiiM8w

      Este é o modus-operandi deles, exaustivamente demonstrado por aqui…

      Ah, quanto a questão da análise grafista, também não concordo, mas se for para utilizar argumentos válidos, veja o que consta no link abaixo e considere os trechos que coloco em destaque, inclusive com um bônus quanto a investir em ações de construtoras:

      http://www.infomoney.com.br/mercados/acoes-e-indices/noticia/5999559/analise-grafica-uma-fantasia-diz-megainvestidor-luiz-barsi

      Trechos:

      “Análise gráfica é uma fantasia”, diz o megainvestidor Luiz Barsi – InfoMoney
      http://www.infomoney.com.br/mercados/acoes-e-indices/noticia/5999559/analise-grafica-uma-fantasia-diz-megainvestidor-luiz-barsi

      Trecho 1:

      “Em algum momento você usa análise gráfica para suas decisões de investimentos?

      Não!

      Análise gráfica é análise do imponderável. É uma fantasia.

      É uma coisa criada pelo grafista, então ele se baseia em fatos já acontecidos. E com base em fatos já acontecidos, ele faz uma projeção para o futuro. Mas o caminho e a trajetória dos preços nem sempre é uma consequência do passado. Pode até ser provável no futuro, mas pode demorar muito tempo. E o grafista não respeita este componente de prazo. Ele acha que precisa comprar e vender dentro de uma configuração de atividade permanente. Ele está operando permanentemente, e de maneira especulativa.”

      Trecho 2:

      “…sendo assim você está investindo em ações do mercado imobiliário no momento de hoje que as ações estão de graça?

      Eu faço exatamente isso, compro o que está barato, mas eu não invisto especificamente nas construtoras. No Brasil, as construtoras lamentavelmente não tem a mesma visão e a mesma cultura das empresas de fora do Brasil.

      Umas das coisas que eu não acredito é no comportamento e na forma da gestão das construtoras. Elas supervalorizam o imóvel e precificam os apartamentos fora da normalidade, criando um problema para ela mesma, uma vez que muitas vezes os preços dos imóveis prontos são inferiores aos preços dos imóveis na planta. E isso pode gerar problemas de capital giro, que levou várias empresas a uma situação financeira crítica.”

      22+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 17:30

        é o problema da mentira
        sempre exige uma explicação maior e maior
        atéque se enrosca nas propria pernas
        “engenheiros de obra feita”
        já já somem e voltam com outro nick
        lembra daquele bem grosseiro que afirmava do alto das suas empresas milionárias que o fundo do poço seria 2015???
        nem lembro mais o nome da figura, nick dele perdeu a validade em 2015, ano que vem essas aí serão outros, o com sorte duram mais 1 ano

        até acho mesmo que especular nessas construtoras quebradas em 95%, umas vão virar Eike outras vão revirar nas sobras, capaz que acertando 1, compense as 5 outras perdidas, é uma boa aposta esportiva pras sardinhas testarem a sorte, digamos que de 10 sardinhas, 2 acertem, ano que vem teremos 2 desses 10 por aqui, eles vencem pela quantidade, é o caso da teoria dos grandes números, alguem sempre ganha.

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Nelson Schadenfreude 13 de janeiro de 2017 at 22:34

        Querido Troll,

        Trecho 1: te chamei de querida. Respondi às suas malcriações com carinho e afeto. Qual o problema?

        Trecho 2: qual é a treta com o ursinho? Ele tá show de bola explicando os fundamentos da análise grafista. Cadê o seu bom humor? Mandei o link num reply a um post do Cesar_DF (a quem respeito bastante) depois que ele mandou uns gráficos. Eu ia falar que analisar gráfico simplesmente não basta, precisa de fundamentos (que ele costuma apresentar). Aí me deu na telha mandar esse video que meu filho gosta de ver. Sem nenhuma maldade, só para tirar uma onda.

        A propósito, se você buscar todos os meus posts, que são poucos, você não vai me ver trollando ninguém. Eu posso atacar ideias, mas não pessoas. A menos que precise revidar.

        Querida, um beijo no seu coração.

        Nelsinho.

        11+
        • avatar
        • avatar
        • CA 14 de janeiro de 2017 at 09:19

          Nelson,

          Não precisa se esforçar tanto, você já provou que é um babaca faz tempo.

          A ironia nada fina de quem apela logo no primeiro comentário de um debate que até então era sadio e baseado em fatos e dados, utilizando um desenho ridículo de ursinho, ao invés de usar de argumentação, fatos e dados, apenas demonstraram as suas limitações intelectuais e total falta de controle emocional. Foram sim, completamente incoerentes quanto a “gentileza que gera gentileza” que você mesmo disse e ainda típicas de quem não tem argumentos e dadas as suas limitações, força a barra.

          Interessante também observar que apesar de estar fazendo este papel ridículo, ainda tenta no grito se atribuir uma superioridade, ao dizer que entende muito mais de economia que eu, ou ao dizer que preza pela cortesia. Em ambos os casos os fatos e dados apresentados, de forma contundente, demonstraram exatamente o contrário, ou seja, que você só sabe ler os títulos das notícias e que não sabe sequer justificar seus argumentos de forma lógica, aliás, a sua propria fuga COVARDE do debate baseado em fatos e dados foi uma demonstração cabal disto. Então o que restou a você, dados os seus problemas emocionais, foi tentar “ganhar no grito”, se auto-nomeando “o cara”, como quando o Obama mandou que um funcionário desse a ele uma medalha poucos dias antes dele sair do governo. Novamente, patético, e que demonstra sua carência de reconhecimento…

          O “querida” é apenas outra demonstração do quanto você está desequilibrado emocionalmemte e do quanto precisa apelar por falta de argumentos quando é DESMASCARADO, como neste caso em que provei com diversas informações que seus “argumentos” eram completamente ILÓGICOS e sem sentido, além de ter provado sua desonestidade intelectual de adulterar o que eu havia dito.

          Daí o que você faz? Muda de assunto, FINGE que não foi DESMASCARADO em público e parte para o Ad Hominem, pior, da mesma forma que no caso do ursinho, de forma totalmente INFANTIL…

          Por que você abandonou o debate que você mesmo iniciou com as afirmações que a queda da SELIC e o ajuste fiscal promoveriam por si só a recuperação, será que foi só porque foi desmascarado com grande volume de fatos e dados? É só abandonar COVARDEMENTE o debate e partir para o Ad Hominem de forma completamente infantil, como você fez e você acha que ninguém irá perceber a sua infantilidade e descontrole emocional?

          Ao me chamar de “querida”, demonstrou ser apenas um moleque, daqueles que xingava na rua para puxar briga e tentar mostrar que “podia” mais que alguém. Foi tão imaturo e ridículo, que sua persistência nisto apenas demonstra o quanto você é sem noção e desequilibrado. Pior, fica ainda mais revoltado e sem noção a cada vez que faz isto, pois sua máscara cai mais e mais…

          10+
          • avatar
          • Nelson Schadenfreude 14 de janeiro de 2017 at 12:59

            Querida Dilminha,

            A galera aqui já sacou a sua técnica de trollar os membros do blog para chamar atenção para si próprio. Alem dos textos longos e repetitivos. É divertido por um tempo, mas depois enche. Perde o gás. A partir de agora, minha resposta a você será sempre esta: https://www.youtube.com/watch?v=_1E4Ner_ZoU

            Da minha parte, continuo enfatizando meu ponto de vista. Estamos no desmonte da Nova Matriz Econômica da Vaca Louca. O Temer montou uma equipe econômica muito mais competente do que a anterior (que era composta de Dilma na presidência, Dilma na Fazenda e Dilma no BC). Tem que escolher entre ajuste fiscal e caos. Vai ter que ficar com o ajuste.
            Passando algum ajuste razoável (previdência inclusive) que crie a perspectiva de estabilização da relação dívida/PIB, a contribuição do governo para a demanda agregada diminui. Abre-se espaço para a redução mais acentuada dos juros. NTNBs bombam e preços dos ativos em geral são favorecidos Ações e imóveis incluso. No caso dos imóveis, que ainda tem uma boa margem para queda, a redução total será menor do que se nos mantivermos no impasse fiscal atual.
            Como penso em comprar imóveis e acho que os preços só vão se recuperar depois que o desemprego voltar a um patamar mais razoável (7 a 9%) e os juros longos caírem mais, vou fazer minhas apostas de investimento baseadas nisso. Dada a incerteza nas eleições, só me mexo para comprar em 2019. Mas fico acompanhando o mercado, para formar conhecimento sobre o mercado para a categoria de imóveis que me interessa.
            Esse assunto de preço de imóveis está associado a um interesse pessoal meu (comprar um imóvel, se valer a pena). Ao longo deste ano, vou tentar desenvolver alguma pesquisa séria sobre o assunto, com viés macro. Se conseguir tempo.

            Saudações do Nelson

            Rá, Rá!

            6+
            • avatar
            • CA 14 de janeiro de 2017 at 14:35

              Vixi, perdeu tempo para replicar este monte de babaquice que leu por aí e nem sabe o que significa e muito menos se tem fundamento?

              Continuou fugindo COVARDEMENTE do debate que você mesmo começou?

              Continuou demonstrando a sua INFANTILIDADE, o seu comportamento de moleque, chamando de Dilminha, querida e outras provocações da sua adolescência, só para esconder a sua total falta de conteúdo, a sua COVARDIA em fugir de debates baseados em fatos e dados?

              Em outras palavras não mudou em nada, nem vai mudar, nasceu babaca e morrerá assim. O pior: tem que conviver consigo mesmo e disso não consegue fugir…

              KKKKKKKKKKKK

              10+
              • avatar
        • bolha real 15 de janeiro de 2017 at 07:49

          Cesar_DF realmente contribui para o blog! De tempos pra cá é o que que mais coloca algo útil para todos.

          7+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • CA 15 de janeiro de 2017 at 10:55

            Concordo, o César tem dado as colaborações mais valiosas e feito as melhores pesquisas e análises, sem dúvida.

            Só que daqui a pouco você vai questionar quais são os interesses dele, se não foi o Putin que o enviou junto com hackers para desestabilizar o país, assim como você faz se acha que a pessoa está “pesquisando demais” sobre o assunto… o seu grande “critério” para “descobrir” os “interesses secretos” das pessoas, ou só mais uma estratégia PRIMÁRIA para tentar plantar a DIFAMAÇÃO quando o resultado da pesquisa não coincide com o que você quer?

            Só mais um exemplo do quanto você é incoerente: se não diz o que quer, mas apresentam dados e fatos em grande volume, você cria teorias fantasiosas da conspiração, sem NENHUM fundamento, sem NENHUMA evidência, só joga uma dúvida no ar. Agora, se outra pesoa cria um volume absurdo de gráficos (centenas deles) como em trabalho de duas partes com a primeira publicada por aqui recentemente, desde que seja favorável ao que você quer, fica quieto e FINGE que não vê… E ainda acha que todos aqui são idiotas e que consegue enganar alguém com estes golpes PRIMÁRIOS…

            2+
            • avatar
  • MauricioSP 13 de janeiro de 2017 at 17:29

    Gasto com juro da dívida pode cair em R$ 57 bilhões
    http://atarde.uol.com.br/economia/noticias/1830541-gasto-com-juro-da-divida-pode-cair-em-r-57-bilhoes
    Com a Selic constante em 13,75% até dezembro, a dívida bruta alcançaria R$ 5,177 trilhões, sendo que R$ 538,7 bilhões corresponderiam somente a despesas de juros. No caso da taxa básica baixando aos poucos até 10,50% tal passivo chegaria a R$ 5,120 trilhões, e os dispêndios com juros seriam de R$ 481,3 bilhões. A economia com juros seria de R$ 57,4 bilhões, de acordo com Klein.

    5+
    • avatar
    • Fernando 13 de janeiro de 2017 at 17:41

      É a “carinha” do imposto inflacionário.

      4+
    • BolhistaFloripa 14 de janeiro de 2017 at 09:34

      “Segundo a corretora de imóveis Ilka Ramos, que trabalha em uma imobiliária que negocia imóveis de luxo em Jurerê Internacional, houve uma queda brusca de procura nesta temporada. Na região, os preços são altos: uma diária pode variar entre R$ 1 mil e R$ 20 mil.”

      Pessoalmente, prefiro um bom hotel. Se é pra gastar, que eu tenha conforto.

      8+
      • avatar
      • avatar
  • zeca 13 de janeiro de 2017 at 18:39

    Rosinhaaaaa! Sanguiiiiiii!

    8+
    • avatar
    • avatar
    • Wolf 13 de janeiro de 2017 at 20:35

      Rosinha ainda habita por aqui?

      6+
      • avatar
  • Alemon Fritz 13 de janeiro de 2017 at 18:49

    estava lendo na forbes, seeking alpha, etc que o “CAPE” do Shiller parece que vai ser a palavra -sigla da semana, que Brasil esta “barato”… não entendi muita coisa pois não invisto, mas dá pra desconfiar
    isso parece poker, jogando com o Trump.

    3+
    • avatar
  • Carlos 13 de janeiro de 2017 at 22:05

    OFF – Não vai mesmo, mas tem um monte de Alices idiotas comemorando coisas estúpidas como sempre.

    C&T no bananistão.

    Empresa tosca com website de fundo de quintal vai investir 500 milhões em hangar????

    http://www.adb.ind.br/index.jsp

    Airship do Brasil pretende investir R$ 500 milhões em hangar em São Carlos
    “http://www.saocarlosagora.com.br/cidade/noticia/2017/01/13/81935/airship-do-brasil-pretende-investir-r-500-milhoes-em-hangar-em-sao-carlos/

    Uma pesquisadinha nestes caras…

    Empresa da Lava Jato faz zepelim para Eletronorte
    Grupo do qual Engevix faz parte obteve contrato sem licitação a fim de construir dirigível; estatal diz não haver qualquer irregularidade
    “http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,empresa-da-lava-jato-faz-zepelim-para-eletronorte,1615341

    Eletronorte pagou R$ 3 milhões à Airship para fabricar dirigível
    “http://portalnoar.com/eletronorte-pagou-r-3-milhoes-airship-para-fabricar-dirigivel/

    Empresas picaretas e funcionários públicos todos mamando nas tetas do estado e os trouxas acreditam que isto é bom.
    Aposto que gente das universidades envolvidas nisto, a USP em São Carlos tem um cursto de engenharia aeronaltica e tem um pessoal da materias da federal tb é especialista em mamar em dinheiro público.
    Como a patuléia é idiota e tem memória curta provavelmente não vão nem se lembrar disto daquí a alguns anos quando a tal empresa nem existir mais.
    Ví isto acontecer outras vezes, e lembrando que São Carlos é um ninho de “lideranças” petistas e gente diretamente ligada ao Loola e tem FPs a dar com pau, USP, Federal e 2 Embrapas.

    15+
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 14 de janeiro de 2017 at 08:03

    nem com reza braba:

    Construção civil espera gerar mais de 200 mil empregos este ano

    pela (Abrainc), há 117,7 mil imóveis à espera de comprador, o suficiente para atender à demanda por um ano e quatro meses. O estoque aceitável é de um ano.

    o banco JP Morgan calcula que os estoques somam 24 meses hoje, totalizando R$ 23,4 bilhões em valor de mercado dos imóveis. Os problemas se concentram nos ramos de média e alta renda — nos quais os estoques estão entre 35 e 40 meses, contra 15 meses há 2 anos…. kkkkk

    Leia mais: http://oglobo.globo.com/oglobo-20773523#ixzz4VjUoJ4Bq

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • LZ 16 de janeiro de 2017 at 08:45

      A ação é simples gente.
      São os imóveis de Alta Renda que vão puxar o preço pra baixo, são os que possuem estoque mais alto.
      Como exemplo aqui em Campinas o Swiss Park chegou a ter terrenos na casa dos 400K
      Hoje o terreno custa 200K com margem de cair ainda mais.
      E eu pensando em morar em uma casa pagando 100K no terreno, to vendo que vou conseguir pagar isso sim ou até menos.
      Se um terreno no Swiss Park custar isso os demais vai despencar, a conta é simples.

      Deixa o tempo fazer a correção via inflação e negos desesperados.

      1+
  • Alemon Fritz 14 de janeiro de 2017 at 08:06

    Apesar da queda dos juros, os preços dos imóveis ainda devem cair de 2% a 3% em 2017, no terceiro de recuo seguido.
    Em dois anos, a deflação do setor foi de 14%, retornando aos níveis de 2012. Esse é um dos reflexos da deterioração da capacidade de compra de imóveis pelas famílias, que caiu 24% nos últimos três anos, segundo o JP Morgan.

    Leia mais: http://oglobo.globo.com/oglobo-20773523#ixzz4VjVcBkUf

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zebolheu 14 de janeiro de 2017 at 09:40

      Pera-lá, pera-lá!
      “Sem dúvida, a queda de juros foi muito boa, e, se continuar caindo, o mercado melhora cada vez mais. Investidor volta a aplicar no setor. Eles tinham fugido — afirma Rogério Zylbersztajn, vice-presidente da RJZ Cyrela.”

      Zylbersztajn na Cyrela, (Eduardo) Zylbersztajn no FingeZAP, (Hélio) Zylbersztajn na FEA… Dá pra desconfiar, né? Os caras inventam o discurso que eles quiserem!
      É como um professor de turismo da FGV parece ter dito certa vez: “Esse índice aí é totalmente chutado! Sou eu que faço, e como sou a autoridade no assunto, ninguém vai discutir mesmo.”

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Antigo 14 de janeiro de 2017 at 08:06

    http://blogs.oglobo.globo.com/lauro-jardim/post/setor-imobiliario-quer-limitacao-do-saque-do-fgts.html

    A Abrainc vai apresentar um relatório ao governo nos próximos dias alegando que a medida, tal como está desenhada, prejudicará o setor imobiliário, e que “faltarão recursos para habitação em 2020 e 2021”.

    8+
    • avatar
    • Alemon Fritz 14 de janeiro de 2017 at 08:56

      ou seja, já estão pedalando agora pra 2020… em 2023 a população já parou de crescer… a janela dos corvos agora tem menos de 6 anos (2017 já tá fora).
      corvos se explodam…

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Antigo 14 de janeiro de 2017 at 08:08

    http://www.administradores.com.br/artigos/cotidiano/como-um-corretor-pode-ajudar-na-compra-de-um-imovel/101661/

    Requisitos básicos

    – Um bom corretor precisa ter pleno conhecimento técnico sobre os imóveis que se propõe a vender. Ou seja, deve saber os diferenciais de cada projeto e oferecer aquele que se encaixa melhor no seu perfil (renda, número de familiares, estilo de vida, etc.).

    – Compreender os fatores que influenciam o preço e a valorização do imóvel (região, metragem, andar em que o imóvel está localizado, etc.) e como funciona o crédito imobiliário.

    – Saber o que deve ser feito no âmbito legal (coleta de documentos, taxas, análise de crédito, etc.), para evitar complicações quanto a pagamentos e liberação de documentações.

    Faltou ser mentiroso e cara de pau como requisito

    7+
  • Antigo 14 de janeiro de 2017 at 08:08

    http://www.segs.com.br/demais/49030-conheca-os-riscos-de-comprar-imoveis-na-planta.html

    A compra de imóvel na planta apresenta mais riscos do que a aquisição do imóvel pronto, por isso, a AMSPA recomenda ao investidor que não tome nenhuma decisão por impulso no estande de uma incorporadora. “Podem ocorrer atrasos na obra, defeitos na construção, problemas estruturais, não cumprimento de promessas e, em caso de fraude ou se a construtora pedir falência, o comprador ainda corre de não ter o imóvel entregue. Então, como o próprio site da Caixa sinaliza, é justo que o comprador tenha um bom desconto no preço para correr o risco”, adverte Marco Aurélio Luz, presidente da entidade de defesa dos mutuários.

    8+
    • avatar
    • Antigo 14 de janeiro de 2017 at 08:10

      · Ação judicial – Guarde todos os folhetos, fotos de maquete, papeis e e-mails trocados com a incorporadora, desde o estande de vendas. Tudo pode ser usado como prova, em caso de haver necessidade de uma ação judicial contra a construtora.

      Sábios conselhos. A via judicial é praticamente garantida em caso de compra na planta

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Antigo 14 de janeiro de 2017 at 09:33

    OFF
    Seria tendência a redução do Estado?

    http://oglobo.globo.com/economia/empresas-de-saneamento-de-oito-estados-serao-privatizadas-20773761

    O programa de concessões em saneamento do governo federal, capitaneado pelo BNDES, ganha fôlego neste início de 2017 com o anúncio de uma primeira onda de licitações. Pelo menos oito estados que aderiram ao programa — ao todo são 18 — vão dar partida à contratação dos estudos técnicos que definirão a modelagem para conceder companhias públicas de saneamento à iniciativa privada.

    6+
    • avatar
    • Wolf 14 de janeiro de 2017 at 10:07

      Tinho visto isso, sei que o Facebook cria uma bolha de pessoas que pensam igual a você, mas tenho visto cada vez mais pessoas questionando o estado e o seu tamanho. Questionando gastos etc.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Antigo 14 de janeiro de 2017 at 15:08

        Como assim que pensam como eu?
        Como eu penso? kkk

        5+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Antigo 14 de janeiro de 2017 at 15:13

          E antes que eu me esqueça “Rise from your grave!”

          2+
    • bolha real 15 de janeiro de 2017 at 07:52

      Melhor coisa para o Brasil, redução do tamanho do estado!

      0
      • Antigo 15 de janeiro de 2017 at 12:22

        Quanto menor, melhor

        0
  • Jean Cherem 14 de janeiro de 2017 at 10:07

    Bom dia.

    Vocês acham que a bolha dos caminhões pode trazer problemas sérios? A frota cresceu muito, o frete está defasado, a economia pode não ter cedo o mesmo volume de carga que a alguns anos e são bens que não se deterioram a ponto de favorecer a restauração do equilíbrio entre oferta e procura. Pelo que li, tinha gente esperando uma queda da taxa de retorno alegando que isto já aconteceu em outros países.

    3+
    • Cesar_DF 14 de janeiro de 2017 at 10:31

      Espera-se que em 2023 irá voltar para a mesma renda per capita de 2012. Até lá os caminhões permanecerão subutilizados, isto se não elegerem um esquerdista em 2018

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Master Yi 14 de janeiro de 2017 at 11:11

    DÚVIDA:
    Alguém sabe informar se a isenção de IR no ganho de capital, decorrente da venda de imóvel, no caso da utilização do valor para aquisição de outro imóvel também é válida para situação em que o indivíduo utiliza o valor para construção de um imóvel?

    3+
  • Nelson Schadenfreude 14 de janeiro de 2017 at 14:10

    Comentário sobre post do Cesar_DF:

    “Cesar_DF 10 de janeiro de 2017 at 10:12
    Picos e vales
    Utilizando a ferramenta http://www.economist.com/blogs/dailychart/2011/11/global-house-prices
    Na aba “Prices in real terms”
    Selecionando: Greece, Ireland, Netherlands, Spain e United States
    Período de Q1/2000 a Q1/2016

    Chegamos aos valores e data de pico e vale
    Greece Q3/2007 (158.3) – Q4/2015 (88.1) = queda de 44%, mas ainda não atingiu vale
    Ireland Q1/2007 (175.0) – Q1/2013 (89.3) = queda de 49% em 6 anos.
    Netherlands Q3/2008 (130.2) – Q1/2014 (98.1) = queda de 25% em 5,5 anos
    Spain Q3/2007 (208.3) – Q4/2013 (118.9) = queda de 43% em 6 anos
    United States Q1/2006 (154.5) – Q1/2012 (100.9) = queda de 35% em 6 anos.

    Nota-se um padrão temporal de 6 anos entre o pico e o vale.
    Isto significa que Brasília, que atingiu o pico em dezembro/2013 (de acordo com o zap), o vale seria em dezembro/2019.
    Em São Paulo foi o pico foi em maio/2015 e Hell de Janeiro em março/2015″
    Comentário:
    Os preços dados pela Economist são reais, mas os preços do ZAPZAP são nominais. Fui dar uma checada no site do ZAPZAP, baixei as tabelas e corrigi os índices acumulados pela inflação.
    Feito isso, as datas de pico retrocedem um pouco mais. Na tabela abaixo, as datas de picos e a desvalorização real acumulada desde então (usei o índice geral ZAPZAP considerando 1 ou mais dormitórios).

    SP | agosto 2014 | – 13%
    Rio | agosto 2014 | -18,5%
    BSB | junho 2012 | -27%

    Se der para confiar nos números do ZAPZAP, a queda já começou um pouco antes, em 2014. Se for usar a regra de bolso dos 6 anos, o vale chega por volta de 2020.
    O caso de Brasília é mais peculiar. O pico acontece antes porque a bolha de Brasília foi inflada antes pelos aumentos generosos de salários de funcionalismo do governo Lula, desde 2007. Acredito que o vale em Brasília deve acontecer junto com o resto do país.
    Quanto às quedas reais acima, acho que ainda são patamares modestos. Eu aguardaria chagar nos 40% para voltar a considerar o mercado.

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 15 de janeiro de 2017 at 01:01

      Excelente análise
      Pelo que calculei, do valor de pico, deveria ocorrer uma queda superior a 60% até reequilibrar com a renda per capita.
      O detalhe é que hoje, os imóveis estão saindo só no leilão de terceira praça, após “descontos” de 60 a 70%

      7+
      • avatar
      • avatar
    • Antigo 14 de janeiro de 2017 at 15:57

      Muitas prefeituras vão ter que vender imóveis, terrenos e outros ativos para conseguir fechar as contas.
      Podem surgir boas oportunidades aí. Geralmente os melhores terrenos ou são da prefeitura ou da igreja.

      A Lei de Responsabilidade proíbe usar dinheiro de venda de patrimônio para pagar despesa corrente, mas quem liga né?

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Carlos 14 de janeiro de 2017 at 22:58

      Este cara fez fortunas com loteamentos clandestinos.

      2+
  • Alemon Fritz 14 de janeiro de 2017 at 18:02

    Crise financeira estimula permuta no setor imobiliário
    ……70% dos empreendimentos imobiliários da atualidade envolvem algum tipo de permuta.. em função da falta de recursos por parte das incorporadoras para fazer todo o pagamento em dinheiro. (mercado natural kuuuuuuuuuuaaaaaaaa)..

    http://www.atarde.uol.com.br/imoveis/noticias/1830943-crise-financeira-estimula-permuta-no-setor-imobiliario
    ..qdo as pessoas (familias) devem se livrar dos seus “ativos” para conseguir um imóvel temos o momento Minsky).

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 14 de janeiro de 2017 at 18:17

      Acabando o dinheiro de verdade (moeda) e o dinheiro de mentira (crédito), estão voltando à formas primitivas de comércio, como o escambo.

      Aceitar carro na venda de imóvel é uma motumbada tão grande que dá até pena do propriotário.

      Já passou a pena.

      20+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 15 de janeiro de 2017 at 07:09

        THE DREAM IT`S OVER !

        5+
        • avatar
  • Alemon Fritz 14 de janeiro de 2017 at 18:11

    3 fase do minsky
    Por fim temos a estrutura Ponzi que são unidades incapazes de pagar os juros e o principal através do seu fluxo de caixa. Esta unidades precisam constantemente rolar as suas dívidas para manter a solvência. Caso não sejam capazes de rolar as suas dívidas, estas precisam vender os seus ativos para obter recursos suficientes para se manterem no mercado.

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 14 de janeiro de 2017 at 18:46

    distratos
    Em 2016, 37,7 mil vendas de imóveis foram canceladas
    (45%)..
    portanto temos no estoque mais de 154k imóveis disponíveis… em 2015 os distratos estavam em 41%…
    http://epocanegocios.globo.com/Economia/noticia/2017/01/epoca-negocios-em-2016-377-mil-vendas-de-imoveis-foram-canceladas.html

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 15 de janeiro de 2017 at 07:08

      Pessoal tá desistindo fácil dos tijolos.
      Tem que encarar 04 anos de obra e mais 35 anos de PMJ !
      Desse jeito não teremos lastro nas LCI´s.

      7+
      • avatar
  • Cajuzinha 15 de janeiro de 2017 at 07:07

    ECONOMIA
    Mercado imobiliário acompanha tendência de fuga dos cariocas
    Busca por mais qualidade de vida e medo da violência fazem moradores trocarem o Rio pelas regiões Serrana e dos Lagos

    — Ainda há ainda unidades disponíveis para venda, mas o mercado voltando ao normal, serão vendidas rapidamente.

    Segundo Rubem Vasconcelos, presidente da Patrimóvel, o mercado conseguiu se antecipar ao interesse dos compradores do Rio e fez lançamentos expressivos na área. No entanto, a obra não tem previsão de inauguração.

    http://m.oglobo.globo.com/economia/mercado-imobiliario-acompanha-tendencia-de-fuga-dos-cariocas-20771534

    6+
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 15 de janeiro de 2017 at 07:13

      Fuga dos cariocas?
      PQP !!!
      Banânia o país da piada pronta.
      95% dos cariocas ixxpertos não tem nem 10k no banco.
      É froids !

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • EngenheiroSP 15 de janeiro de 2017 at 10:36

        Só vender aqueles quarto-e-sala com tiro de AR15 voando pela janela que valem 2kk, todo mundo quer!

        8+
        • avatar
        • avatar
  • Alemon Fritz 15 de janeiro de 2017 at 08:53

    olhem o corvo padrao se enrolando cada vez mais, inacreditável..

    Esquemas, depressão e ciúmes foram enredo de corretor até matar a mulher
    http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2017/01/1849963-esquema-ilegal-e-ciumes-foram-enredo-de-empresario-ate-matar-a-ex-mulher.shtml

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Leonardo M. 15 de janeiro de 2017 at 12:12

    Data 15/01/2017 09:20:00
    Facebook vira zona de caça a caloteiros

    É difícil encontrar quem não tenha visto nos jornais ou na televisão alguma reprodução das fotos da jornalista Claudia Cruz, a mulher do ex-deputado federal Eduardo Cunha, postadas no Facebook e que delatavam as viagens internacionais do casal, regadas a gastos milionários com o cartão de crédito, e que levaram procuradores da Lava Jato a associar as viagens a contas na Suíça. Por mais que pareçam ostentação, as “delações” espontâneas pelas redes sociais parecem ter virado febre e não se restringem ao mundo da política ou dos famosos. Elas têm sido um dos pontos de partida para investigadores privados correrem atrás do patrimônio oculto de caloteiros, que sumiram com seus bens para evitar pagar empréstimos que pegaram nos bancos.
    Enquanto Claudia Cruz desfilava com suas fotos em Paris, Dubai e Roma, em Campinas, interior de São Paulo, um empresário italiano, dono de um negócio de robôs dançantes, não podia imaginar que a foto de sua família à beira da piscina pudesse comprometer o patrimônio que tinha colocado no nome de terceiros para evitar pagar uma dívida milionária. A foto, publicada por um parente no Facebook, revelava os contornos de uma piscina curvilínea, muito diferente das tradicionais. O aspecto pouco comum do pátio foi suficiente para que uma mansão fosse identificada por meio do Google Earth, o dispositivo do Google que mostra imagens da terra capturadas por satélite.

    A partir daí, os investigadores da Jive Investments, que administra R$ 800 milhões em fundos que compram créditos inadimplentes de bancos, conseguiram desbaratar o patrimônio do empresário que estava na mão de terceiros. A Jive tem oito mil créditos para cobrar e, segundo Guilherme Ferreira, sócio da gestora, nenhum deles fica esquecido. A tática é justamente fazer com que a pessoa esqueça e baixe a guarda. “Depois de tanto tempo rolando um processo, a pessoa nem percebe que está se expondo”, diz Ferreira.

    A rede social é o ponto de partida para saber que tipo de vida a pessoa leva, por onde circula, se tem dinheiro, que tipo de compras e que viagens faz. Mas as investigações vão além. Saber da paixão pelo time de futebol pode ser bastante útil, por exemplo. Os juízes hoje podem impedir que um cidadão vá assistir ao jogo no estádio, bloquear passaporte, carteira de motorista ou mesmo o cartão de crédito, se houver uma dívida que não foi paga.

    Tudo isso tem o efeito de trazer o devedor para a negociação. Qualquer quantia que os gestores de fundo recuperem, pode fazer os fundos darem saltos de rentabilidade.

    Mas não é só no setor privado que as investigações são ferramentas para recuperar crédito. No ano passado, a Procuradoria-geral do Estado de São Paulo iniciou uma força-tarefa para provar aos juízes que empresas estão usando inúmeros CNPJs para despistar dívidas com o Fisco estadual. A subprocuradora-geral, Maria Lia Pinto Porto Corona, diz que a equipe já conseguiu pelo menos uma vitória ao demonstrar ao juiz que diferentes supermercados que sofreram atuações fiscais pertenciam ao mesmo grupo, o Futurama. Conseguiram assim que o juiz permitisse a penhora de parte do faturamento da empresa. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 15 de janeiro de 2017 at 16:13

    enquanto isso no NYtimes:
    Death Toll of Brazil Prison Riot Rises to 25; Decapitations Are Seen.
    -120 mortes no ano..
    – febre amarela (38mortes em 120 casos)…
    mortalidade baixa, sqn… esse é o momento de comprar.

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 15 de janeiro de 2017 at 16:47

      Com os recentes eventos, vai haver um aquecimento do setor imobiliário.

      Vão precisar construir várias prisões.

      Agora vai. Podiam aproveitar alguns prédios construídos na planta. A metragem é a mesma das celas.

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 15 de janeiro de 2017 at 17:36

    na veja:
    Mesmo com um dos maiores salários da TV brasileira, o apresentador Galvão Bueno está com problemas financeiros. Apenas em um banco, sua dívida é de 30 milhões de reais.

    deve ter investido em imóveis, morando ao lado dos seus ídolos rrrrrrronaldinho, nemarrrrrrrrr, rrrrrrrrdaniellllllll

    6+
    • avatar
    • avatar
  • bolha real 15 de janeiro de 2017 at 19:15

    Doria quer reduzir ao menos 30% dos aluguéis pagos pela Prefeitura.

    http://sao-paulo.estadao.com.br/noticias/geral,doria-quer-reduzir-ao-menos-30-dos-alugueis-pagos-pela-prefeitura,10000100229

    Acho que rola um tópico, Boss?

    5+
    • avatar
    • avatar
    • avatar