Investir em renda fixa é mais interessante do que em imóveis – Samy Dana

Você pode gostar...

Comments
  • Intendente 12 de janeiro de 2017 at 11:55

    Eu quero ver o 666 bananense acreditar nisso.

    O pior que nem demonstrando matematicamente ajuda.

    28+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 12 de janeiro de 2017 at 18:32

      O 666 tem medo de aplicação financeira

      Acha que o dinheiro vai sumir, ser confiscado ou algo do tipo

      É ignorância mesmo, o imóvel por ser fisico, transparece mais segurança
      Dá até para entender, afinal estamos na terra da maracutaia

      Bom para quem recebe juros

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Bisco 13 de janeiro de 2017 at 00:30

        Que nada, o 666 não pode ver grana na conta que já quer gastar…tem que fazer a economia girar!

        10+
        • avatar
        • avatar
  • Cesar_DF 12 de janeiro de 2017 at 11:56

    Construção civil só terá inflexão em 2018 no Brasil, diz Moody’s
    A expectativa da agência é que a receita das incorporadoras nacionais oscile entre queda de 10% e alta de 10% em 2017 e 2018

    http://exame.abril.com.br/economia/construcao-civil-so-tera-inflexao-em-2018-no-brasil-diz-moodys/

    11+
    • avatar
    • tmarabo 12 de janeiro de 2017 at 14:31

      definição de CHUTE: ” oscile entre queda de 10% e alta de 10% “.
      previsão uma diferença de 20% qualquer um faz….

      19+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 12 de janeiro de 2017 at 12:02

    Comentário nesta reportagem do Samy, alegando que não poderia comparar o valor do aluguel com o valor pedido do imóvel.
    Carlos Alberto
    HÁ 9 MINUTOS
    Samy, “preço de mercado” de qualquer bem, em última instância, é o maior preço de geração de negócios (compra e venda). Se um preço não gera negócios, ele está acima do “preço de mercado”.

    20+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 12 de janeiro de 2017 at 12:18

      A DIFERENÇA entre preço, valor e anuncio

      um engraçadinho uma vez disse “preço é por quanto vc compra, valor por quanto vc vende”
      e anuncio não é porra nenhuma

      valor é dado pela rentabilidade e uso que aquele bem gera
      preço é o valor + um gap pra mais ou pra menos considerando as suas questões específicas, tipo o custo de oportunidade

      não sei se enrolei demais, é simples:
      o valro de qualquer bem é dado pelo que ele te dá de retorno, no caso do imóvel o aluguel é um excelente número, mas suponha que seja pra uso próprio, que retorno aquilo vai te trazer de volta em qualidade de vida em produtividade, se te fará ganhar tempo e saúde ou se vai te piorar sua vida, o aluguel é uma média social, o que pode diferir pra vc, e tem que considerar o custo de oportunidade médio daquele país onde está inserido, seja pelos juros, ou pela dinamica economica, por ex. os bancos preferem alugar sua aagencias uma vez que emprestar aquele valor lhe rende muito mais que a rentailidade do aluguel, uma fábrica tbm pode chegar na mesma conclusão, investir em produção pode ser mais rentável, ou uma pessoa física

      bem, enrolei mais ainda….

      Anuncio de sites pagos ou grátis refletem apenas desejos que podem gerar ou não um negócio
      o que mais podemos chegar perto do valor real são anuncios em sites de leilão, pq lá vc acompanha de verdade o inicio, meio e fim da negociação, coisa que no mundo real só sendo amigo do dono do cartório.

      ps: denovo o imóvel do vizinho do fernando rpa vcs irem acompanhando, 50%off, que mencionei no post passado
      http://www.zukerman.com.br/ns/p/sp/sao-paulo/leilao-de-apartamento-vila-clementino-zona-sul/9770/105704?telaCat=1

      17+
      • avatar
      • Cesar_DF 12 de janeiro de 2017 at 12:31

        Você viu que no laudo ele foi avaliado por 700K, sendo R$ 4.476,88 / m2 de área útil?
        Ué, mas o Fernando falou que era impossível cair para menos de 5K/m2 e agora está sendo leiloado por 2.6K/m2

        http://cdn.zukerman.com.br/arquivos_complementares/I11399lote001laudo.pdf

        17+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Lucas 12 de janeiro de 2017 at 13:26

          tentei pesquisar
          o fingezap sumiu com os indices por bairro, pelo menos não achei
          de memória ali na região era algo entr 10 e 12 k/m²
          Nos anuncios é facial achar por até 2,5 milhões de reais um apê de metragem parecida na mesma rua
          se vender pelo valor mínimo é queda de 90% frente ao valor da região no auge lá atrás em 2013, sem contar inflação.

          que loucura isso
          me espanta como o sistema financeiro ainda está de pé
          somente desinformando muito como o CA diz
          este castelo de cartas continua de pé por pura fé

          7+
          • avatar
          • Exterminador de Corvos 12 de janeiro de 2017 at 18:08

            Colegas….
            Será que a ausência de lances até o presente momento não decorre dos problemas que envolvem o imóvel? Dei uma olhada na matrícula, eh um rolo só…..um irmão vendeu a parte dele para o outro….a mãe é ré em processo que cobra uma quantia pequena lá, mas ainda assim tem uma penhora por conta de uma ação de cobrança de PJ que soma quase 50% do valor da segunda praça…..não é à toa que desde 1998 não se paga a quota condominial…..quem é que vai querer isso ?
            O imóvel pelo que entendi (e não manjo de leilões) vale menos que a dívida……é óbvio que ninguém vai dar lance…..se houver uma terceira praça ela será por 100k…..daí vamos dizer que é bolha ?
            As perguntas em nenhum momento tem viés de negação de bolha nem nada do gênero. Reitero aqui, só não me ferrei pro resto da vida porque cheguei nesse site entre 2011 e 2012. Tampouco “estou tirando” os colegas. Eh pra eu entender mesmo o que está acontecendo nesse caso pontual.
            Lucas, se puder dar uma luz, eu ficaria muito grato

            E PNJ

            9+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • Lucas 12 de janeiro de 2017 at 19:46

              não tinha entrado nos detalhes sórdidos
              obrigado

              mas te devolvo o questionamento
              será que todos os imóveis do fingezap são de perfeita e bela lisura???
              será que todas as construtoras são confiáveis de perfeita e bela lisura???

              ou é esse o mercado, com bizarrices como essa sendo comuns que deveriam afetar o valor médio de mercado, que deveria estragar a bela ficção contada pelo fingezap.
              o fingezap sim é um caso pontual, onde lá todo mundo é santo, a caixa economica então apenas santos, os corvos, as fraudes bancárias e de renda, tudo isto é coisa que só existe na cabeça de pessimistas

              isso aí meu caro, é a vida como ela é …
              abraços

              7+
              • avatar
              • avatar
              • Antigo 12 de janeiro de 2017 at 21:57

                Quanto a isso, posso dar palpite

                Enquanto procurava imóvel para comprar, visitei uns 20

                Desses, mais da metade tinha pendências
                Dívida em nome do proprietário, débito de iptu, condomínio. Até ação trabalhista achei. Não tem valor estatístico, mas serve de CVR

                Engraçado que em duas situações os corvos garantiram que era normal e super fácil de resolver

                Malditos

                7+
                • avatar
              • Exterminador de Corvos 13 de janeiro de 2017 at 11:37

                Boas perguntas.
                E concordo com você. Ainda que existam esses casos “fora da curva”, se adotarmos uma negociação limpa, ainda assim o que está parado assim está porque o preço está descolado da realidade.
                Em 2014, quando eu fui fechar o meu primeiro contrato de aluguel, depois de uns dois meses procurando um ap, a corva ao “providenciar a documentação” omitiu que o apto objeto do contrato estava penhorado por uma dívida trabalhista que a empresa do dono do apto tinha….
                Como eu descobri? O porteiro que em conversa informal disse que o dono do apto era sócio de uma empresa de terceirização de mão-de-obra. Por curiosidade, e também porque eu tenho mais fácil acesso a dados de ações judiciais, fiz uma busca de processos em que a empresa X figurava como ré no banco de dados de onde eu trabalho e descobri inúmeros processos, 80% deles em fase de execução. E, também por sorte, me dirigi ao cartório onde o processo corria (não sei se ainda corre) e resolvi compulsar os autos………ato contínuo, adivinhem o que eu descobri? Que aquele apto, que eu havia curtido e estava em vias de alugar, já havia sofrido duas penhoras e que havia sido expedido expediente de leilão para ele…..
                Marquei uma reunião com a corva…….na reunião, depois de todo o mimimi dela, eu expus a situação e ela simplesmente levantou-se da mesa e foi embora….nunca mais vi…..detalhe: trabalhava em parceria com uma grande corvolária da cidade, uma que o nome começa com a letra L.
                Sem querer um mini CVR…..

                6+
                • avatar
                • avatar
        • Fernando 12 de janeiro de 2017 at 18:17

          O valor de 4,4k o m2 faz parte do anexo e já foi depreciado em decorrência da idade do Imóvel. E o valor ainda está caro.

          A dívida de condo é 550 mil, fora o IPTU.

          Se for insuficiente para satisfazer a divida, é por conta do ARREMATANTE.

          Ou seja, vai ser dificil arrematarem.

          8+
          • avatar
          • avatar
          • Cadeludo 12 de janeiro de 2017 at 21:35

            9,2k mês de condomínio?
            acho brabo, visto que o prazo prescricional é 5 anos

            2+
            • avatar
            • Fernando 13 de janeiro de 2017 at 06:22

              É o que está escrito lá.

              0
  • Cesar_DF 12 de janeiro de 2017 at 12:03

    Ficou no final da anterior

    O que os ixpecialistas falavam em 2007

    CENARIOS CONSTRUÇÃO CIVIL 2030
    O cenário de referência prevê um crescimento econômico médio de 4%, num contexto de alta mobilidade social. Também está prevista a redução gradativa da taxa de juros dos financiamentos habitacionais para o patamar de 7,5% ao ano em 2030. Com a combinação de queda dos juros e ampliação gradativa do volume de subsídios, é possível vislumbrar o investimento habitacional do País alcançando níveis bem superiores ao verificado nos últimos 17 anos. Esse mesmo cenário pressupõe ainda a consolidação do mercado secundário de créditos e a maior agilidade na concessão dos financiamentos. Em 2030, o País terá um contingente de mais de 233 milhões de pessoas e cerca de 95,5 milhões de famílias. Nas condições estudadas, estima-se uma média de 2,5 pessoas por moradia, o que significará cerca de 93,1 milhões de domicílios – um crescimento de aproximadamente 66% em relação a 2007. Nesse período, 37 milhões de moradias surgirão em todo o País, uma média de 1,6 milhão de novas residências por ano. O investimento também irá reduzir o passivo habitacional. O déficit por inadequação deverá ser completamente eliminado até 2030. A coabitação será fortemente reduzida, passando a representar 2,5% do total de domicílios – nesse contingente, estarão muitas famílias que coabitam por opção. Assim, considerando o atendimento da demanda por moradias e as construções e reformas para a erradicação progressiva do passivo habitacional, o cenário de referência indica que, a cada ano, haverá um acréscimo médio de 1,745 milhão de domicílios adequados (novas casas e reformas) ao estoque habitacional do País.
    O fluxo anual de investimentos habitacionais será de aproximados R$ 316 bilhões, sendo R$ 219 bilhões, entre 2008 e 2017, e R$ 390 bilhões, no período 2018-2030. Esse montante de investimentos representará 7,3% do PIB, um crescimento de 4,3 pontos percentuais em relação a 2005 – o que coloca o Brasil, 23 anos depois, em um patamar de esforço de formação de capital habitacional equivalente ao irlandês e espanhol de hoje. Com isso, o estoque habitacional per capita atingirá R$ 28,2 mil, a preços de 2007, e será superior ao PIB per capita em 2030, de R$ 26,7 mil.

    http://indicadorconsultores.com.br/artigos-e-estudo/cenarios-construcao-civil-2030/

    12+
    • avatar
    • Coelho da pascoa 12 de janeiro de 2017 at 17:03

      Em 2030, o País terá um contingente de mais de 233 milhões de pessoas e cerca de 95,5 milhões de famílias. Nas condições estudadas, estima-se uma média de 2,5 pessoas por moradia, o que significará cerca de 93,1 milhões de domicílios – um crescimento de aproximadamente 66% em relação a 2007. Nesse período, 37 milhões de moradias surgirão em todo o País

      Impossível não comentar.
      http://www.ibge.gov.br/apps/populacao/projecao/ –> Projeção demográfica em tempo real do IBGE afirma que
      Ano de 2000 – 173448346 habitantes
      Ano de 2010 – 195497797 habitantes
      Ano de 2020 – 212077375 habitantes
      Ano de 2030 – 223126917 habitantes
      Mas…
      http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2000/tabelabrasil111.shtm
      No censo de 2000 foram contados 169799170 de habitantes
      http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2010/default.shtm
      E em 2010 foram contados 190732694 de habitantes

      Como pode um órgão estatístico fazer uma contagem populacional duas vezes (2000 e 2010) e depois dizer que se enganou e que o Brasil tinha 5 milhões de habitantes a mais que não foram contados? As 233 milhões de pessoas a que a reportagem se refere era uma projeção do IBGE em 2007, hoje, 10 anos depois e com 5 milhões a mais o IBGE afirma que vamos crescer 10 milhões de habitantes a menos e atingir 223 milhões em 2030. E não para por aí, os cálculos foram realizados antes do Zika vírus e da crise econômica fazer com que milhões de casais desistissem de ter filhos.

      Cesar DF, você afirmou que nosso vale em São Paulo e Rio será em 2021, concordo e acredito que após 2021 os preços podem subir de uma maneira irrisória, durante um período curto de tempo e depois voltar a cair rumo ao abismo, pois a inversão demográfica está chegando com uma velocidade surpreendente, os cálculos do IBGE são feitos da mesma irresponsabilidade que um tsunami é ignorado por ainda ser uma onda de 2 centímetros no meio do oceano.

      7+
      • avatar
      • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 06:41

        Coelho da pascoa
        Também acredito que depois de atingido o vale, o crescimento será irrisório
        O motivo disso é que estaremos na mesma situação do Japão, onde existem mais imóveis do que pessoas para morar nele, em função da baixa taxa de fecundidade. Lembrando que já existem bairros no Japão com 35% de vacância.
        Eles falam que terão 2,5 pessoas por por domicílio, mas esqueceram que nós somos latinos, dai é só olhar na Itália para ver que, no caso do filho único, ele simplesmente NUNCA sairá da casa dos pais, e isto acontece tipicamente com a taxa de fecundidade abaixo de 1.7

        6+
        • avatar
      • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 07:05

        Coelho da páscoa
        Também acho que, por causa do Zica, a taxa de fertilidade irá cair muito rapidamente.
        Já tem um caso na minha família, um primo, que o filho nasceu com microcefalia.

        4+
        • avatar
      • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 07:40

        Você tem alguma dúvida de que essa ainda mora na casa dos pais ?

        Há quase três meses sem receber sua bolsa de estudos da Faperj, que é de R$ 4.100 para alunos de sua qualificação, ela está com dificuldades para terminar seu terceiro pós-doutorado e pagar as contas

        Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/sociedade/ciencia/com-bolsa-de-estudos-atrasada-biologa-distribui-curriculo-na-rua-20767098#ixzz4VdXnIZts

        3+
        • avatar
  • Lucas 12 de janeiro de 2017 at 12:08

    Lucas

    pandeiro remando contra a maré “cultiralista”
    kkkk
    enqauto a mídia escracha o trump vc vai no sentido contrário
    kkkkk
    impressionante a longevidade disto, como se o mundo inteiroestivesse numa hipnose profunda, eu malho o trump, mas em outros termos, ele é igualzinho o lula de 2002, igualzin, igualzim e portanto o espetáculo do crescimento é uma boa aposta pra se fazer por lá, esqueça aquele mimimi de crunch do dolar, o dia que isso realmente acontecer será quando os bildbergs lançarem a judeu-coin, quando acontecer eu aviso, estou com infos insiders bem legais, aquele meu amiugo do forex está entrando na roda dos árabes, já começou a falar em trilhões, bilhão pra ele está logo ali.

    0
    7+
    • avatar
  • Baby Boy 12 de janeiro de 2017 at 12:09

    2017 será o anos dos NEGATIVADOS.
    – Aquele que não consegue comprar um picolé fiado.
    – Aquele que não pode ter dinheiro no banco, senão a ordem judicial “rapa”.
    – Aquele que tem que ter conta básicas em nome de outras pessoas.
    – Aquele que os amigos e vizinhos te tratam como se tivesse “lepra”
    – Aquele que a companheira deu o pé na bunda e arrumou um macho bolhista.
    – Aquele que perdeu a vergonha e deve sim, pago quando puder.

    KKKKKK Só tenho a dizer … PMJ!!!!!!
    Sr. José Negativado
    Sr. João Negativado.
    Sr. Antonio Negativado….
    (Excedeu a linhas do excel)

    12+
    • avatar
    • Baby Boy 12 de janeiro de 2017 at 12:28

      Nós Avisamos !!!

      6+
      • avatar
  • Lucas 12 de janeiro de 2017 at 12:20

    CA
    uma das saídas para o governo, seja temer, seja qualquer outro, SÓ PODE SER a mesma que para os imóveis:
    LEILÃO

    7+
  • RC 12 de janeiro de 2017 at 12:33

    Comentar uma notícia do tópico passado postada pelo Cesar_DF

    “Novo conceito

    O setor de construção civil testa novos conceitos de produção de imóveis. Um projeto de estudantes de engenharia elétrica da Universidade de Brasília (UnB), o ‘InovaHouse 3D’ foi contemplado no ano passado pelo edital para fomento a startups da Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal, o Startups Brasília, com a proposta de entregar casas de 50 metros quadrados feitas com impressoras 3D, de metal e plástico, por até R$ 27 mil, em questão de poucos dias. O utensílio custou cerca de R$ 3 mil. O objetivo é levar moradia a um preço baixo para pessoas que ganhem de três a sete salários mínimos.”

    http://especiais.correiobraziliense.com.br/tecnologia-e-mudancas-no-mercado-de-trabalho-fazem-profissoes-acabarem
    .

    Destacando algumas partes do texto, visto que não tenho como grifar.

    “estudantes de engenharia elétrica”

    Não sabia que engenharia elétrica estava ensinando dimensionamento de fundações, estruturas (pilares, vigas, lajes), dentre diversas outras disciplinas necessárias ao desenvolvimento de um projeto de edificação.
    .

    “O utensílio custou cerca de R$ 3 mil”

    A reportagem foi muito sucinta, inviabilizando concluir o que estava contido em “utensílio”. Se uma plotter básica (que apenas imprime projetos) custa nessa faixa de preço, imagine uma impressora 3D com suporte a criação de no mínimo blocos de alvenaria estrutural (que devem ser de plástico, visto que os materiais usados são apenas metal e plástico), e vamos lá impressora 3D de metal? quanto não custa isso? Esse valor deve ter sido utilizado muito mal para comprar o PC que possibilitou os estudantes programarem o software modelador da edificação e sua conexão com uma impressora 3D.

    Alvenaria estrutural existe a um bom tempo, e nem por isso conseguimos sair do “wormhole” do concreto armado na construção civil brasileira. Ela não consegue ser utilizada para grandes dimensões de vãos e estruturas.

    9+
    • avatar
    • Cesar_DF 12 de janeiro de 2017 at 12:41

      Casas populares feitas de terra com impressora 3D custarão US $ 1000
      http://www.stylourbano.com.br/casas-populares-feitas-de-terra-com-impressora-3d-custarao-us-1000/

      6+
      • avatar
      • avatar
      • RC 12 de janeiro de 2017 at 15:39

        “Sofoklis já imprimiu várias estruturas de até dois metros de altura e tem todos os componentes certos para imprimir uma casa. A Pylos está à procura de parceiros comerciais para testar a teoria no mundo real e potencialmente mudar a indústria da construção civil.”

        “Há vários testes pela frente, mas se realmente a Pylos pode imprimir casas estáveis utilizando somente terra e alguns aditivos, então a indústria da construção inteira vai mudar completamente. Esta é uma daquelas descobertas que poderiam mudar o mundo, dando aos pobres a oportunidade de ter uma habitação super barata e adequada, escolas e até mesmo hospitais, e isso poderia mudar a vida de milhões de pessoas.”
        .

        O pesquisador nem ao menos conseguiu montar uma casa sequer com o projeto de pesquisa dele e já estão falando que a indústria da construção vai mudar completamente? Escolas, hospitais com estruturas de 2 metros?

        Sem contar que o preço U$ 1.000,00 teórico é apenas dos insumos para a construção unitária (a notícia não traz informações detalhadas), quanto você acha que custa a impressora 3D da reportagem (Pylos)?

        Conhecer história e entender o mínimo de urbanismo, dá mais senso crítico. A verticalização da sociedade vem justamente pelo fato do menor custo da infraestrutura (água, esgoto, iluminação, ruas…), até mesmo possibilitando o advento do transporte de massa. Acreditar que o futuro da sociedade é horizontalizar e morar em casinha popular e no mínimo inocência.

        4+
        • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 06:45

          RC
          Madrid é um exemplo de eficiência energética urbanística.
          A maior parte dos imóveis é de prédios com 5 andares, sendo o térreo destinado ao comércio, não tem elevador e nem portaria 24 horas.
          Cada entrada dá acesso a 8, ou no máximo 16 apartamentos.
          Numa cidade menor que o plano piloto de Brasília mora uma população 10X maior.
          Imagine a economia em infraestrutura: agua, energia, iluminação, esgoto, coleta de lixo, transporte público, etc.

          4+
          • avatar
          • avatar
  • job 12 de janeiro de 2017 at 12:34

    CVR
    Comentei aqui esses dias que me mudei pra local proximo do trabalho (3m min apé), mais de R$1k de economia, localização muito boa… Ap menor e garagem compartilhada, mas até aí pra mim nao faz muita diferença pois agora nao preciso mais de carro pra trabalhar, e continuo solteiro na maior parte do tempo, então tamanho não é diferencial pra mim. Entretanto, ja tinha notado que o predio era um pouco antigo apesar de muito bom, e o ap de reformado apenas tinha a pintura. Tudo ali estava velho. Agora que estou morando no ap faz uma semana, já arrebentou veneziana, deu vazamento e o balcão da pia da cozinha só falta desmoronar (mas continuo muito feliz com a mudança, apesar dos pesares, pois o espaço no ap é muito bem distribuido). Já entrei em contato com a imobiliária e notifiquei tudo isso, estão providenciando orçamentos pra apresentar pro proprietário, mas já avisaram que o cara é jogo duro (???).
    Onde que eu quero chegar com tudo isso? Pra mim, esse é o típico retrato do bananense médio, malandro, sempre querendo passar a perna nos outros e incapaz de investir um centavo pra melhorar o serviço que está oferecendo. Mas na hora de reajustar valor é cara de pau. Diz que o cara é médico, e só nesse prédio onde moro tem 2 aps alugados. Deve fazer uns 30 anos ou mais que o cara não investe 500 reais pra melhorar pelo menos o ap onde moro. E deve achar que seu imóvel deve tar valorizando ainda…
    Curioso é que conversei com uma pessoa do prédio e comentaram que o ap estava pra vender, por módicos R$330k, até metade do ano. Lógico que não vendeu. Sabem qto é o valor do aluguel ? R$1050.

    36+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • anti_corvo 12 de janeiro de 2017 at 12:50

      Já escutei muito esse papo. Apartamento de família tradicional da cidade, sobrenome respeitável, família formada por médicos, dentistas e advogados.
      Nessas horas eu só respondo “ok, meu dinheiro não está a altura de toda essa pompa, fodam-se”.

      30+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • md_bh 12 de janeiro de 2017 at 14:12

        Em cidade do interior isso é pior, só pq o cara é filho de um tal médico, dentista ou advogado acha que é reizinho do pedaço, conheço alguns que usam é muita droga e não querem saber de nada com a dureza.

        13+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Nelson Schadenfreude 12 de janeiro de 2017 at 12:59

      É o problema de moral hazard do aluguel. O inquilino não preserva o imóvel porque não é dele. O proprietário não investe no imóvel porque o inquilino vai detoná-lo. O problema aí não é (só) o “bananense médio”, é a dificuldade de responsabilização do inquilino pelos danos. Mas fique feliz com o fato de o aluguel acabar ficando mais baixo do que seria se o cara tivesse investido no imóvel.

      Meu caso: aluguei de conhecido (mas não amigo), prazo longo, imóvel precisando de reformas. Tratei um aluguel condizente com as condições do imóvel, prazo longo, meti uma cláusula pesada de indenização caso o cara quisesse me tirar antes, me comprometi em contrato a reformar o apratamento e fiz as reformas (do meu bolso em boa medida).
      Agora, estou relax num imóvel em bom estado, aluguel conveniente, e com garantia contratual de ficar por vários anos. Mas tive sorte de achar a contraparte ideal.

      23+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Nelson Schadenfreude 12 de janeiro de 2017 at 13:12

        Conto essa história para os outros e acham que sou otário. O fato é que, no fluxo de caixa, foi muito vantajoso, comparado com alugar um imóvel no estado atual do meu por um preço maior. Mas mesmo assim, neguinho acha que eu sou otário, porque o proprietário também foi beneficiado. Neguinho acha que eu tinha que me beneficiar às custas do proprietário. Lei de Gerson. Nunca funciona.

        19+
        • avatar
        • avatar
        • bolha real 12 de janeiro de 2017 at 13:27

          Único risco que vejo aí é você precisar se mudar e perder essa grana “investida”. Se não tiver mudanças é uma boa opção, pelo menos mora decentemente.

          4+
        • tmarabo 12 de janeiro de 2017 at 14:46

          eu registrei meu contrato no registro de imóveis. o cara pode até vender, mas o comprador não pode me tirar.
          tem que ter cláusula de vigência em caso de alienação para poder registrar.

          9+
      • job 12 de janeiro de 2017 at 13:21

        Discordo totalmente Nelson Schadenfreude, é justamente pra isso que serve a VISTORIA. Pra se certificar de que o imóvel vai ser entregue como foi recebido pelo inquilino. Tem até contrato pra isso, caso vc não saiba. E as imobiliárias metem a faca pra fazer as reformas quando o inquilino entrega o ap. O proprietário não fazer uma reforma sequer em 30 anos porque o inquilino pode destruir o imóvel? Pra mim isso parece desculpa pra não gastar um tostão no imóvel. Com relação à moveis no ap, ou coloca algo no mínimo do aceitável ou não coloca, na minha opinião. Com relação à infraestrutura, aí nem se fala…

        5+
        • avatar
        • Nelson Schadenfreude 12 de janeiro de 2017 at 14:05

          É, tem o moral hazard e tem a incompetência do proprietário. Receberá aluguel menor e/ou terá mais dificuldade de alugar. O mercado se ajusta.
          Já aluguei apartamento que precisava de melhorias e o proprietário nem aí. Me mudei pouco tempo depois.

          6+
          • avatar
      • CarlosL 12 de janeiro de 2017 at 13:57

        Eu “instalei” uma churrasqueira a carvão no canto da sacada do que estou morando…

        Mas fui bem bacana com o proprietário rs; Antes de fazer isso, comprei tijolos refratários para colocar em volta do recipiente exatamente para zerar qualquer possibilidade do porcelanato no chão e da parede sofrerem algum dano… E deu certo

        Se alguem quiser dicas de como fazer churras a carvão sem subir quase fumaça me avise que eu passo abaixo…

        3+
        • zica_do_pantano 12 de janeiro de 2017 at 14:11

          Meu, eu comprei uma churrasqueira que coloca o carvao nas laterais… ela é de inox… funciona bem, mas esquenta demais por completo, fica muito fácil de se queimar…se distraiu um segundo encosta na churrasqueira e se queima…
          Como vc fez com os tijolos refratários ??

          2+
          • CarlosL 12 de janeiro de 2017 at 14:15

            Entao, os refratários eu coloquei por cima do porcelanato e na lateral da parede aonde o recipiente da grelha ficou apoiado, fazendo tipo um Lego mesmo já que não vou acimentar né hahah…
            No calor mais intenso, se encostar neles mal sente mudança na temperatura…. Ah, cada um custou em torno 2,20; Peguei um pack com 7

            3+
      • Zé Carioca 12 de janeiro de 2017 at 18:05

        Esse problema é crônico no RJ. Prédios muito velhos na ZS, proprietários que ou não estão nem aí para o estado do imóvel ou não tem grana para bancar uma reforma, o que torna a locação um suplício para quem quer morar em um imóvel em bom estado.

        Mas também entendo em parte o lado dos proprietários, a maioria dos locadores detona o imóvel, fura as paredes e azulejos, coloca pregos e parafusos sem o menor cuidado, detona móveis e piso, e o proprietário em geral pensa, vou reformar para que? O próximo vai destruir mesmo.

        3+
    • odorico 12 de janeiro de 2017 at 13:10

      Para de pagar que ele entra com ação de despejo, aí você apresenta tudo na audiência de conciliação nas pequenas causas (se ele entrar na justiça comum aí que você mora meses de graça). Registra tudo com fotos. Lhe garanto que o conciliador vai dizer para ele, conserte ou deixe o inquilino consertar e desconte nos próximos meses…..

      6+
      • avatar
      • tmarabo 12 de janeiro de 2017 at 14:59

        Parar de pagar não é bem assim se tu tiveres a intenção de continuar no imóvel. O melhor é cobrar do proprietário, registrar a reclamação e, se ele não consertar, conserta do próprio bolso e abate no aluguel, desde que seja uma benfeitoria “necessária” (que tem por fim conservar o bem ou evitar que se deteriore).
        Se for uma benfeitoria “útil” (que aumentam ou facilitam o uso do bem) deve haver acordo com o locador, mas não é disto que estamos falando.

        Lei de locações: Art. 35. Salvo expressa disposição contratual em contrário, as benfeitorias necessárias introduzidas pelo locatário, ainda que não autorizadas pelo locador, bem como as úteis, desde que autorizadas, serão indenizáveis e permitem o exercício do direito de retenção.

        Dificilmente um contrato de locações vai dizer que o locador não se responsabiliza por benfeitorias necessárias, já que é da essência de um contrato de locação de imóvel ter o apartamento em condições de habitação.

        Pessoalmente, eu sempre tive alugueis baratos, então sempre que pretendi ficar mais de ano em determinado imóvel eu acabava dividindo os custos das benfeitorias “úteis” e isto era vantajoso para mim. Deve ser analisado caso a caso.

        3+
    • Fernando 12 de janeiro de 2017 at 18:45

      A maioria dos imóveis aqui em SP para alugar estão completamente detonados.
      Por essas e outras acabei comprando. Pude me dar ao luxo de CANSAR.

      8+
      • job 13 de janeiro de 2017 at 06:41

        Fernando, se eu pudesse comprar um apartamento decente bem perto do trabalho, gastando no máximo 30% do meu patrimônio, e pagando um preço justo (no máximo 120x o valor do aluguel) quem sabe eu não compraria? Mas não é o caso, infelizmente. Pra mim os preços estão completamente fora da realidade, e teria que gastar todo meu patrimônio pra adquirir um ap lixo. Então tem que analisar caso a caso. Pelo menos eu alugo um ap por um valor bem baixo que não atrapalha em nada a minha vida financeira e não me gera riscos, ap o qual eu teria q me enforcar num financiamento de 30 anos pra conseguir comprar, seria um risco imenso pra mim e não teria plano b caso algo desse errado.

        7+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Exterminador de Corvos 13 de janeiro de 2017 at 14:29

      A melhor parte disso que vc contou eh saber que caso inventem histórias pra não assumirem o orçamento dos reparos vc pode simplesmente vazar dali porque o que vc relata foi certamente omitido na vistoria, isso se não foi escrita uma mentira mesmo no contrato.
      Daí o babacão vai ficar com o imóvel fechado de novo…..pra largar de ser otário.
      Eu acho que muitas pessoas até sabem da questão dos preços, que é melhor o dinheiro investido do que aplicado em tijolos, mas estão simultaneamente cansadas de ter que lidar com esses ixxxpertos….

      0
  • Nelson Schadenfreude 12 de janeiro de 2017 at 12:52

    Samy Dana novamente se esquecendo de considerar a inflação. Tem que comparar o aluguel com os juros reais. Em cima disso, avalia também se os preços estão inflados e vão cair ou não. Num momento “normal”, o preço dos imóveis tende a subir junto com a inflação. Agora, provavelmente não.
    O Samy chega a uma conclusão certa, mas pelo caminho errado.

    5+
    • Cesar_DF 12 de janeiro de 2017 at 12:55

      Ele também não considerou na rentabilidade de 0,5% ao mês
      – IR de 27,5%
      – Taxa de administração de 10%
      – Vacância de 15%
      – Depreciação do bem de 2% AA

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Thiaguinho 12 de janeiro de 2017 at 14:13

        Lembrando que até R$ 1903,00 por mês é isento de IR. Mas se o cara tiver outra renda esquece, tem que somar.

        8+
        • avatar
    • Intendente 12 de janeiro de 2017 at 15:58

      A inflação impacta tanto a renda fixa quanto o imóvel, se tem o mesmo termo em ambos os lados, podemos desconsiderar essa variável.

      0
    • samy 13 de janeiro de 2017 at 11:15

      Não é verdade, a inflação corrói tanto os ganhos aluguel quanto os da aplicação financeira, por isso não preciso fazer análise de juros reais.

      Achar que o aluguel é automaticamente ajustado pela inflação é uma tolice. Imagine o seguinte: um monte de imóveis vazios por conta da crise (caso atual). Neste cenário, os proprietários tendem a renegociar o aluguel para o ano seguinte sem correção ou até abaixo do valor que o inquilino pagava (nada além da lei de oferta e demanda – se ele não fizer isso, o inquilino vai para outro imóvel.) De forma análoga, se tiver muita procura alta por imóveis , na hora de reajustar o aluguel proprietário irá impor um valor maior – caso o inquilino não tope , ele coloca outro em seu lugar.

      Quando escrevo ou gravo vídeos, tento simplificar o raciocínio e não entro em pontos que são técnicos demais e não mudam o resultado.

      Abraço a todos da família bolha,
      S

      23+
      • avatar
  • Alemon Fritz 12 de janeiro de 2017 at 12:54

    kkkk, se explodam

    – Corretores rebatem nota e dizem que não têm culpa no IPTU.
    https://correiodolitoral.com/17352/corretores-rebatem-nota-e-dizem-que-nao-tem-culpa-no-iptu

    – Atualização do IPTU pode ter afetado 100 mil residências no Rio
    -Mudança na cobrança no IPTU gera filas e incômodos
    Pernambuco= a maioria dos 38 mil imóveis notificados têm registro de construção da década de 1970 e que as reformas de lá para cá nunca foram informadas à Prefeitura.)

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Nelson Schadenfreude 12 de janeiro de 2017 at 13:04

      Chupa, Rio de Janeiro.

      Última: arrastão na Nossa Senhora de Copacabana. Doomsday. Ainda bem que não moro mais lá.

      7+
      • avatar
  • Alemon Fritz 12 de janeiro de 2017 at 13:00

    Corretores e imobiliárias foram muito criticados nas redes sociais por causa da supervalorização dos imóveis, o que gerou um aumento considerado excessivo no imposto.

    7+
    • avatar
    • Rico 12 de janeiro de 2017 at 13:22

      Opa, opa… Agora quem é responsável é quem vende? Isso chama lei de oferta e procura, o valor do imóvel só aumentou porque tinha demanda.

      A razão da culpa é única e exclusivamente do comprador, que não tem o mínimo de educação financeira.

      7+
      • avatar
      • Alemon Fritz 12 de janeiro de 2017 at 13:31

        é que a avaliação foi feita com base nos sites e “portais” das imobiliarias e os proprios “ajudaram” na prefeitura a refazer os valores… kkkk

        8+
        • avatar
  • Money_Addicted 12 de janeiro de 2017 at 13:01

    do topico passado, que o pessoal vem aqui trolar nao acreditando que temos lucros (muito bons) em TDs e afins.

    Eu fiquei pensando, e imagina o cidadao milionario com seus tijolos mas sem dinheiro pra fechar as contas do mes, enqto nos … nao precisamos nem dizer, neh?!

    ai agt vem e comemora 50% liquido (e real obviamente) de TD em pouco mais de um ano, mesmo o meu fgts esses dias eu postei aqui … q rendeu a mixaria de 0.047 e ta MUITO melhor q os investimenots desses milionarios.

    mas se serve de conforto para os investiotarios, agt nao ganha sempre (pelo menos eu) vira e mexa eu levo uns prejus no IBOV mas a diferenca eh q eu nao comprometo 35 anos da minha vida nessa operacao do ibov e sendo uma perda totalmente suportavel dentro do meu orcamento.

    [ ]s

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Nelson Schadenfreude 12 de janeiro de 2017 at 13:07

      Também ganhei meus trocadinhos (peguei LTN a quase 17%). Mas não vai se repetir.
      Janela de novo daquele jeito só abre se o ajuste fiscal melar. Mas aí, eu não pulo nessa janela, vai ter um precipício do outro lado. Eu vou para o aeroporto (doletas).

      10+
      • avatar
      • avatar
    • bolha real 12 de janeiro de 2017 at 13:34

      É isso aí, eu, e todos que conheço, ganharam muito em 2016. Mas ninguém acertou o C* da mosca todas as vezes.

      Como dei exemplo, peguei a 2035 nos 7,82%, mas a minha taxa média ficou em uns 7,52% (porque fui comprando sempre que subia). Mas tomei uma tungada de leve no dólar.

      Vendo a 2035 quando estava a 6,3%, ou seja, se tivesse segurado até hoje ganharia muito mais. Mas NINGUÉM acerta o ponto mais alto e baixo todas as vezes. Trabalho com umas 20 pessoas aqui do banco que operam na PF e uns estão melhores e outros piores, mas ninguém, seja desse banco ou de outros que temos contato, ganhou na subida do dólar, na taxa mais alta da 2035, na taxa mais alta do pré, comprou imóvel na baixa e vendeu na mais alta, etc…

      Lembra do Soros, ele porrou em uma operação né?! mas quantas outras ele tomou uma trolha!?? É assim que funciona, qualquer um que seja racional sabe no que acreditar.

      8+
      • avatar
  • homelessbubbles 12 de janeiro de 2017 at 13:17

    Oi pessoal, depois de quase um ano sem participar do site, estou retornando. Passei esses meses meio que inerte do ponto de vista de economia. Apenas recebendo meus juros, sem nada pra me preocupar. Imóveis mesmo, há muito tempo não olho os preços. Não me interessam mais. Voltei pro site devido a vários CVR’s que presenciei neste final de ano.

    CVR1 – Parente fez graduação, mestrado e doutorado em Universidade Federal de ponta, em área de engenharias. Terminou doutorado ano passado, porém não quer saber de trabalhar na área ou seguir carreira acadêmica. Está estudando para concursos de bancos!! Já fez uns 3 ou 4 e não passou. Eu sou do meio acadêmico e vejo muito disso. As universidades estão cheias de estudantes que só querem o diploma para fazer concursos. Virou um antro de incompetentes, nem nem e concurseiros. Detalhe: coloca na conta 5 anos de gaduação (isso se não reprovar), onde um aluno custa vários mil reais por semestre para a universidade (federal), mais 2 anos de mestrado ganhando bolsa de 1500 reais, mais 4 anos de doutorado com bolsa de 2000 reais e depois de tudo isso o cara, caso do meu conhecido, volta a morar na casa dos pais e não fazer nada. Pra fechar com chave de ouro, pegou todas as economias que fez recebendo bolsas de mestrado e doutorado (ele nao gastava nada, pois os pais pagam tudo) e trocou o usadinho 1.0 por um zero km de 50 mil.

    CVR2 – Passei o final de ano visitando meus pais. Cidadezinha pequena do interior de SC, cerca de 20 mil habitantes. Fiquei abismado com o comportamento do povo lá. Parece que vivem em outro mundo. Em duas noites que fiquei lá, vi várias Mitsubishis (parece que virou carro popular lá), BMW´s e até um Porshe. Isso é algo surreal pra uma cidedezinha do interior como aquelas. E todos eram de bestas de lá. O engraçado também foi ver o cara dando voltinha de Porshe sem nenhuma companhia. Beirava ao deprimente.

    CVR3 – Minha irmã comprou, hà uns 3 anos, 2 terrenos na mesma cidadezinha dos meus pais (pegou dinheiro emprestado da minha mãe). Pagou 85 mil cada e há uns 2 anos atrás haviam oferecido 115 mil. Eu disse para vender na hora, mas ela não me ouviu. Ano passado acabou negociando os dois terrenos por bolhudinho 2 quartos. Na minha opinião, foi enrabada. Depois gastou uns 30k com móveis imbutidos (minha mãe ajudou novamente). Esse ano, notou que o apartamento é pequeno e vai negociar uma casa! Eu nem quis comentar que a cada negócio desses ela é enrabada pelo negócio em si e também pelo governo, nas taxas, para não parecer invejoso. Só sorrio e aceno. Nem pro fato da minha mãe estar dando (porque duvido que vai pagar os empréstimos) grana pra ela fazer essas loucuras eu ligo. Só não venham nunca me pedir dinheiro emprestado.

    CVR4 – Parente que é engenheiro civil, surfou a onda dos últimos anos, mas admitiu que a torneira fechou. Tem contrato até final de 2017, mas depois não sabe como vai ser. Pra melhorar, comprou um apartamento (há uns 4 ou 5 anos) no interior de SC. Vai ter que se mudar, por causa do trabalho, e colocou a venda. Está pedindo 500k surreais por um 2 quartos. Eu pagaria no máximo 150k, e olhe lá. Já faz meses que colocou a venda e ninguém veio ver. Pelo jeito vai ter que arder um pouco mais.

    66+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Thiaguinho 12 de janeiro de 2017 at 14:18

      Belos CVRS’s. Gostei dos “500k surreais” kkkkk

      A propósito, já saiu o trailer do BCS 3ª temporada com o Fring. Sou fã demais rs

      13+
      • avatar
    • Antigo 12 de janeiro de 2017 at 18:15

      Obrigado pelos CVR

      Já fui nem nem concurseiro, hoje sou concursado

      Pelo menos parei na graduação

      Tenho um pouco de vergonha, mas conhecendo o Brasil sei que fiz a escolha menos pior para a minha vida

      Tento minimizar meu dano à sociedade gastando pouco para evitar gerar inflação para os outros

      16+
      • avatar
      • avatar
    • Louro José 13 de janeiro de 2017 at 07:55

      O cara fazer doutorado em engenharia pra depois virar funcionário de banco é sacanagem huahuauhahuahuahuahuauauha

      Se ainda fosse pra ser carreira top da adm pública tava de boas, mas banco? Dá um tempo.

      7+
  • Lord of All 12 de janeiro de 2017 at 13:53

    CVR 1
    Por morar em cidade pequena, Região Metropolitana de Curitiba, é comum conhecer muito desses pedreiros de ocasião. Pois bem, conheço dois, um deles é meu vizinho e o outro uma espécie de “tiozão” amigo da família da minha mulher. Os ganharam grana com o “boom” (não muita, mas naquele naipe de receber mais do que quem tem diploma universitário). O primeiro está desesperado, pq trabalha para um desses construtores ‘investidores” e todas as obras estão se encerrando e não há qualquer previsão de novos empreendimentos. O segundo (o tiozão) aparece quase todo dia na casa do meu sogro implorando por qq trabalho que lhe dê alguma renda, pq atualmente está à beira de passar necessidade.

    Atualmente tenho notado que até mesmo aquelas pessoas bem ignorantes, que até pouco tempo atrás juravam q imóvel é o único investimento correto, que inclusive cheguei a discutir com algumas delas, já têm a exata noção que o valor dos imóveis está caindo. Pelo menos no círculo de Fernandos q conheço isso já está se tornando assunto pacífico.

    CVR 2
    Colega de trabalho q comprou ap na praia em SC no fim do ano passado (relatei o CVR em algum tópico perdido), desabafou comigo essa semana: “acho q fiz cag*da”.

    40+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CarlosL 12 de janeiro de 2017 at 14:09

      desabafou comigo essa semana: “acho q fiz cag*da”.

      Agora é aguardar a visita do Sr Motumbo, que pelo visto não deve tardar….

      22+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Thiaguinho 12 de janeiro de 2017 at 14:19

        Motumbo de chapéu e toalha verde pindurada…

        14+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • CarlosL 12 de janeiro de 2017 at 14:38

          Pelo menos ele não vai tomar um susto e vai reconhecer que é apenas um personagem do whatsapp….

          8+
          • avatar
          • avatar
        • O Cramulhao de FHCigienopolis45 12 de janeiro de 2017 at 18:17

          HAHAHAHA Esse negão tá em todas!

          7+
          • avatar
          • avatar
    • Deralian 15 de janeiro de 2017 at 21:27

      Além da cagada na vida vai passar a cagar pra dentro depois da visita do Mutumbis….

      1+
      • avatar
  • Cajuzinha 12 de janeiro de 2017 at 14:23

    Simples assim:

    “Embora o fato de a inflação ficar abaixo do teto da meta seja um aspecto positivo, isso aconteceu porque a atividade econômica está muito baixa. Temos nível de desemprego alto, falta de confiança para fazer investimento, inadimplência alta de pessoas e empresas”, enumera o economista Marcos Melo, professor de Finanças do Ibmec-DF.”

    http://exame.abril.com.br/economia/queda-da-inflacao-resulta-de-desaquecimento-dizem-economistas/

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Jacob 12 de janeiro de 2017 at 14:24

    Fala bolhistas

    Qual a melhor corretora para entrar na bolsa agora? Especialmente para quem quer fazer buy and hold. Que fatores voces avaliam para escolher?

    3+
    • B.Y.O.B 12 de janeiro de 2017 at 14:29

      Para essa estratégia, qualquer uma (confiável) serve, já que você ficará com as ações por muitos anos.

      Todos os seus fundamentos do que comprar e porque não serão providos pela corretora, pois todas as corretoras querem que você compre e venda ações o máximo de vezes por dia, esse é um dos fatores que eles conseguem isentar os TDs e CBD/LCi/LCA de taxas.

      3+
      • Jacob 12 de janeiro de 2017 at 14:55

        Entao qualquer corretora nao vai cobrar taxas pra TD e LCA? Isso tambem é importante.
        Como saber que é confiavel? Pra quem se lembra, a CORVAL existia a varios anos.

        3+
        • Nelson Schadenfreude 12 de janeiro de 2017 at 14:59

          O site do TD lista as tacas cobradas pelas corretoras.

          4+
        • B.Y.O.B 12 de janeiro de 2017 at 15:12

          Não, tem corretoras que cobram sim pelas taxas, o que eu quiz dizer é que algumas conseguem isentar os investidores porque tem um grande volume de venda/compra de ações e muitos clientes. O caso da Corval realmente é emblemático, mas no caso dela ela não registrava os TDs no nome do investidor (CPF) e sim pelo mercado paralelo e não avisava nenhum dos investidores dessa operação.

          Nesse caso a responsabilidade é nossa, se investir no TD vá ao site e veja pelo seu CPF a custodia dos titulos, se comprar CDB peça o certificado da CETIP.

          Lembre-se que voce pode transferir a qualquer momento os TDs de uma corretora para outra se não estiver mais confortável com sua corretora atual.

          5+
          • Jacob 12 de janeiro de 2017 at 15:56

            Obrigado, galera

            Estou entre a easyinvest e a XP.

            4+
            • avatar
            • capivarao 12 de janeiro de 2017 at 16:04

              Jacob, melhor corretora que já tive foi a XP. Já usei várias mas esta foi disparado a melhor

              2+
              • Lucas 12 de janeiro de 2017 at 16:11

                quem tem 1, tem nenhum
                easy e rico + uma de banco grande pras quebra-galho e pra apertar o gerente a tiras as boas da manga

                3+
            • B.Y.O.B 12 de janeiro de 2017 at 16:28

              As duas são otimas, a XP anda comprando todo mundo, comprou a Rico recentemente, ainda nao sei se as operações serão independentes ou apartadas

              2+
  • fanfarraum 12 de janeiro de 2017 at 15:13

    Off:

    O que vocês acham do “Multiplano Plus” do Bradesco?
    Fiz uma simulação ano passado, e seria basicamente assim:

    Com 50k (e 28 anos), tu começa com uma cobertura de seguro de vida de 377k. Essa cobertuta vai aumentando
    É possível sacar também a qualquer momento, mas nos primeiros anos tu perde dinheiro (nominal) e demora um pouco pra “valer a pena como investimento”.

    A questão é, a partir de uns 10 anos com o dinheiro aplicado, a remuneração do saque já chega perto dos 0,97% ao mês. Com anos aplicado, a remuneração no saque passa dos 1,01% ao mês. E o valor da cobertura do seguro de vida aumenta de uma maneira muito absurda. Com 20 anos, a cobertura é de 2 milhões. Com 35 anos, a cobertura é de 7 milhões.

    O que fiquei em dúvida, e devo certamente estar me perdendo em algum lugar, aonde o Bradesco ganha dinheiro com isso?
    Entendo que existe um número grande de pessoas que começa a aplicar nisso e depois precisa tirar nos primeiros 5 anos (e ai com certeza o Bradesco terá um bom lucro com o apressadinho).

    Mas e quem morre?
    E quem morre depois de MUITOS anos sem retirar?
    E quem tira depois de 10 anos, e embolsa cerca de 1% ao mês?

    Tem algum detalhe que estou perdendo..

    4+
    • avatar
    • Louro José 13 de janeiro de 2017 at 07:57

      Esqueça bancos grandes para investir dinheiro.

      4+
    • benyvitz 15 de janeiro de 2017 at 17:42

      A taxa de carregamento desses planos é surreal coisa de mais de 10%.

      0
  • Baby Boy 12 de janeiro de 2017 at 15:56

    OFF.
    Depois de ver o comentário da mulher que tem amiga que casou um chupim.
    Sempre vejo:
    A mulher “bonita” se envolvendo com “manos das quebrada”
    E os “bem de vida” se envolvendo com as “barangas sem dente”.
    Lugares frequentados muitas mulheres e poucos homens
    Lugares frequentados muitos homens e poucas mulheres.

    6+
    • avatar
    • Baby Boy 12 de janeiro de 2017 at 15:59

      PS. sou bem casado.

      1+
  • Cesar_DF 12 de janeiro de 2017 at 16:06

    A origem do Fator X = 150

    Desde o início do plano real até o ano 2000, a taxa real de juros no Brasil era acima de 15% AA
    De 2000 para cá a taxa de juros reais no Brasil, seria de aproximadamente 8% AA ou 0,667% AM
    https://roselisilva.files.wordpress.com/2016/05/7-l-taxas-reais-e-nominais-copia.jpg

    Considerando um imóvel que seja vendido por 150K e um aluguel de 1K/mês

    Se for feita uma aplicação de 150K, isto renderá um juros, e será feito mensalmente um saque de 1K (150X) para pagar o aluguel.
    Pegando estes 150K e colocando numa aplicação que renda 0,667% ao mês, o saldo da aplicação nunca decairá.
    Numa aplicação com juros reais de 0,58%, o saldo desta aplicação estará zerado em 30 anos.

    Sendo considerado apenas o fator financeiro, sem considerar os fatores que pesariam a favor do aluguel, como:
    – Depreciação em função do tempo de uso
    – Custos de reparos
    – Taxas e impostos na compra
    – Custo de oportunidade
    – Baixa liquidez
    – Falta de flexibilidade em função de mudanças de trabalho ou de tamanho da família
    – Desvalorização do imóvel em virtude de queda na procura.
    – Problemas de partilha num eventual divórcio

    Conclusão
    Do ponto de vista exclusivamente financeiros, desconsiderando os fatores depreciadores, somente seria interessante a compra de um imóvel com um fator abaixo de 150X.

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 12 de janeiro de 2017 at 16:15

      Em termos internacionais, isto se chama “PRICE TO RENT RATIO” e normalmente é expresso em anos, e não em meses
      150X / 12 = 12.5

      Atualmente, de acordo com o mapa abaixo:
      Brasilia = 29.6
      Belo Horizonte = 25.97
      Curitiba = 22.87
      Porto Alegre = 26.26
      Rio de Janeiro = 21.52
      São Paulo = 22.87
      https://www.numbeo.com/property-investment/gmaps_rankings.jsp?indexToShow=getPriceToRentRatioCityCentre&title=2017

      A grosso modo, podemos ver que para cair de uma média de 25 para os 12.5, os imóveis teriam que cair pela METADE.

      Lembrando que nos testes de estresse do Banco Central, com uma queda de 25% no valor dos imóveis, a CEF e o BB estariam insolventes e se chegar a 35% de queda, todo o mercado financeiro se tornaria insolvente.
      http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2016/09/15/internas_economia,804394/testes-de-estresse-mostram-que-sistema-suporta-efeitos-de-choque-adver.shtml

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 12 de janeiro de 2017 at 17:34

        isso se e somente se o aluguel se establizar e NÃO DESABAR ainda mais rápido que o preço de venda, que foi aí que eu e azufre erramos feio.

        fiz uma compra bem próxima deste valor, abaixo do x200 que é um teto máximo de segurnaça, achei que tinha cravado na nuca, ams que nada, olho agora os vizinhos alugando os valores realmente negociados o teto x200 estourado, só no anuncio mesmo que estou dentro, só no mundo do fingezao, no mercado real estourou, nunca que eu ia imagina uma queda desse tamanho no aluguel, cair: 1 mil real, 2 mil real por mês é mais fácil pro proprietário que ele se ver perdendo 100mil 300mil de uma vez só, mesmo que realizar a perda e correr pros juros seja financeiramente melhor, eles não aceitam a perdona, mas aceitam perdinhas fatiadas, mesmo que no fim seja bem pior. Vai entender?

        Minha saída, o plano B é aumentar area construída, já que é uma casa primeiro para meu benefício de viver do jeito que eu quero, criar uma área nova, colocar meus futuros telescópios guiados por computador na abertura da clarabóia e passar as noites fotografando a lua ao som de pink floyd e lá na frente revender a casa maior, mesmo com k/m² mais baixo um efeito ameniza o outro, me livro da sensação do motumbo e me mudo para área nobre de SP, pisando no figado de algum deslumbrado ostentador. Esse é o plano.

        12+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Zebolheu 13 de janeiro de 2017 at 05:43

        Por que incluir o preço de imóveis residenciais nesse teste? Porque o BC sabe da Bolha. E está combinando com os bancos a manutenção dos preços “de avaliação” a todo custo. Está cheirando à bolha espanhola: 6 anos em queda constante, mais 2 anos de estabilização. 2020 vai?

        2+
        • avatar
        • avatar
  • Lucas 12 de janeiro de 2017 at 16:08

    TR news
    0,23
    Selic desce mas TR continua pregada no teto.
    quando crescer quero ser dono de banco

    20+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 12 de janeiro de 2017 at 16:39

    Mais um índice: imóveis em leilão por milhão de habitantes

    Neste momento são 271 imóveis sendo leiloados em Brasília.
    http://www.premiumleiloes.com.br/leiloes/Busca_list.php?Estado=DF&IDCategoria=1&goto=1

    Bem mais que os 482 de São Paulo
    http://www.premiumleiloes.com.br/leiloes/Busca_list.php?IDStato=SP&Muni=S%E3o%20Paulo&Cat=Im%F3veis,%20Materiais%20de%20constru%E7%E3o%20&goto=1

    Ou os 177 do Hell de Janeiro
    http://www.premiumleiloes.com.br/leiloes/Busca_list.php?IDStato=RJ&Muni=Rio%20de%20Janeiro&Cat=Im%F3veis,%20Materiais%20de%20constru%E7%E3o%20&goto=1

    Cidade Pop Nro Ratio
    BSB 2.7 271 100.4
    RJO 6.5 177 27,2
    SAO 12.0 482 40.2

    4+
    • avatar
    • Lucas 12 de janeiro de 2017 at 17:37

      repara que são numeros maiores que as vendas alegadas pelo CRECI SP
      isso de 1 site que pega alguns leiloeiros, não pega todos que eu conheço numa rapida passada, faltam vários

      5+
      • avatar
      • avatar
    • Zé Carioca 12 de janeiro de 2017 at 18:18

      No RJ tem bem poucos leilões pela internet, a maioria é presencial mesmo. Em SP que o leilão pela internet é bem mais difundido.

      3+
      • avatar
    • Fernando 12 de janeiro de 2017 at 18:24

      São Paulo tem 11 milhões de habitantes. Além disso, gente de tudo quanto é canto do Brasil tem imóvel aqui. 400 imóveis não é nada.

      6+
      • avatar
    • Antigo 12 de janeiro de 2017 at 18:26

      O que eu acho mais incrível é o índice de repetição desses leilões

      O mesmo bolhudo aparece várias vezes ao longo do tempo

      Não tá vendendo quase nada

      Acho é pouco, queimem todos

      7+
      • avatar
  • Cajuzinha 12 de janeiro de 2017 at 16:49

    Cara de Pau!

    ” Há cerca de 10 anos, especialistas indicavam a possibilidade de uma bolha imobiliária prestes a estourar no Brasil, com queda no preço dos imóveis, e 2016 e 2017 são apontados como anos ideais para investir nesse segmento. Em Guarapuava, o momento é favorável para investidores da área e também para os que desejam iniciar no ramo.”

    http://g1.globo.com/pr/campos-gerais-sul/especial-publicitario/grupo-wtr/noticia/2017/01/guarapuava-tem-momento-favoravel-para-investir-em-imoveis.html

    5+
    • Lucas 12 de janeiro de 2017 at 17:39

      em 2007 bolha no BR????
      kkkkk
      nem nos EUA se tinha certeza da bolha em 2007

      4+
      • avatar
      • avatar
    • JJJ_brasilia 12 de janeiro de 2017 at 20:20

      Cajuzinha,

      conteúdo de responsabilidade do anunciante, explica tudo. Os coRvos mandaram escrever.

      4+
      • avatar
  • Diego F. 12 de janeiro de 2017 at 18:03

    CVRs – Impacto do Airbnb na locação

    Percebi desde novembro que a oferta de imóveis para locação em algumas imobiliárias que acompanho caiu bastante, mesmo em alguns bairros de baixo interesse turístico. Nas praias sempre foi difícil alugar para o ano inteiro (muitos alugam março-novembro) e os imóveis geralmente “somem” e sobem de valor no verão, mas a situação parece ter piorado.

    Nos últimos dias comprovei minha teoria ao saber de alguns casos reais: com as facilidades trazidas pela internet e a popularização do Airbnb, muito proprietário que alugava anual está preferindo alugar por temporada.
    1) Um conhecido alugava um anexo da casa por cerca de R$ 1.200/mês. Neste verão o imóvel vagou e ele resolveu colocar no Airbnb: diárias em torno de R$ 200 (mais no carnaval e no ano novo) e tudo reservado de meados de dezembro até o fim de fevereiro. Só no verão vai tirar mais do que em um ano e ainda pode alugar em feriados ou provisoriamente nos outros meses. Não é praia, mas está a uma trilha (30 min) de uma.
    2) Proprietária que alugava para colega quis rescindir o contrato em novembro. Disse que iria se mudar para a casa, mas a colega descobriu que ela queria colocar o imóvel no Airbnb. Essa mesma colega foi procurar imóveis para morar na região que mora atualmente e não encontrou. Foi alertada por corvos de que muitos estão preferindo alugar por temporada.

    Outros lugares têm enfrentado o mesmo problema: http://www.theverge.com/2016/5/2/11564370/airbnb-berlin-illegal-apartment-housing-price

    7+
    • avatar
    • Zé Carioca 12 de janeiro de 2017 at 18:16

      Aqui no RJ não é tão vantagem alugar no airBnB, conheço algumas pessoas que alugam mas o retorno é um pouco maior que a locação mensal e não sei se justifica a chateação.

      7+
    • Alemon Fritz 12 de janeiro de 2017 at 20:00

      em floripa aumentou 270%, com a principal vantagem de não ter corvo dificultando sua vida..

      4+
      • avatar
    • LZ 13 de janeiro de 2017 at 07:26

      Temporada no Airbnb não paga imposto de renda certo ?

      3+
      • avatar
    • Money_Addicted 13 de janeiro de 2017 at 10:12

      eu nao sei como esta hj, mas aluguei uma vez justamente na bela floripa e foi tranquilo a locacao, o unico porem q na epoca (2015) o airbnb cobrava e dollar ai fiquei exposto a variacao cambial.

      [ ]s

      2+
      • avatar
      • Diego F. 13 de janeiro de 2017 at 11:44

        Sim, é tranquilo e vantajoso, justamente por isso tem muito proprietário preferindo anunciar no Airbnb a alugar para moradia. Complicado.

        1+
        • avatar
  • Alemon Fritz 12 de janeiro de 2017 at 20:50

    artigo interessante, trata principalmente dos compradores do primeiro imóvel após a bolha…

    Home sales likely to fall in 2017
    (slow housing market- uma tartaruga na foto)
    First-time homebuyer participation is near historic lows !!!.
    …but many will simply not buy and chose to rent instead. ..

    Muitos jovens 1- não tem dinheiro, 2 tem muitas dividas (carros) e financiamento estudantil e 3- não tem histórico bom de credito ou não aprovado..
    4- Muitos não querem pagar o preço (pela bolha que passaram)…
    Price or volume but not both..
    http://ochousingnews.com/home-sales-likely-fall-2017/

    5+
    • avatar
    • avatar
  • Cigarra 12 de janeiro de 2017 at 22:18

    Caros bolha-amigos, não comprem imóveis. Entrei no site da receita e imprimi um baralho (“!”) de iPTUs ! Kkkkkkkkk

    5+
    • avatar
    • avatar
  • Cigarra 12 de janeiro de 2017 at 22:40

    Digo: bARALHO *

    1+
    • avatar
  • Beto_bolhista 12 de janeiro de 2017 at 22:42

    CVR – Minha esposa foi com uma amiga visitar a casa que esta pretende alugar e ficou encantada com o imóvel. Chegou em casa toda empolgada, falando que queria morar numa casa daquela, enorme (o dobro do meu apê, fora o quintal que é praticamente o tamanho da casa), com garagem, rua tranquila, etc, etc, etc. Até eu fiquei empolgado e falei pra ela me levar lá. A casa está com placas de 4 imobiliárias e em uma delas a corva passou o preço de 3K, mas o senhor que está cuidando da casa me falou que direto com a dona sai por 2,4K. Aproveitou e nos falou que a casa está vazia há 4 anos pelo menos e que como não conseguiram vender, resolveram alugar. Voltamos pra casa já fazendo planos sobre furar o olho da amiga e alugar antes dela kkkkkkkkk

    Mas minha esposa, que é mais nova do que eu, quase uma 666, sem noção nenhuma sobre $$$, logo começou a mudar de idéia. Falou sobre a instabilidade de morar de aluguel, de não ter o imóvel próprio, de ter que comprar móveis novos (apesar da casa ser bem maior, os quartos são bem menores) e alguns outros empecilhos… Aí baixou o Samy Dana em mim e fui explicar pra ela sobre investimento, que o valor do nosso móvel investido pagaria o aluguel e continuaríamos com o valor base em caixa, que com os preços de hoje, nunca vamos conseguir comprar algo melhor que o apê atual, e mais um caminhão de motivos para migrar para o aluguel. Ela disse que entendeu, mas que ainda não entrava na cabeça dela uma pessoa trocar o imóvel próprio para pagar aluguel. E dá-lhe explicar de novo que não pagaríamos aluguel porque o valor seria fruto da rentabilidade do valor investido….

    Enfim, nos últimos dias ela tem procurado outros anúncios de aluguel na região e sempre me mostra, mas fala que no momento não quer sair do tijolo próprio. O importante é que a sementinha da dúvida foi plantada na cabeça dela e quem sabe no futuro a gente possa fazer essa mudança.

    tmarabo

    eu registrei meu contrato no registro de imóveis. o cara pode até vender, mas o comprador não pode me tirar.
    tem que ter cláusula de vigência em caso de alienação para poder registrar.

    4+

    Nelson Schadenfreude

    Meu caso: aluguei de conhecido (mas não amigo), prazo longo, imóvel precisando de reformas. Tratei um aluguel condizente com as condições do imóvel, prazo longo, meti uma cláusula pesada de indenização caso o cara quisesse me tirar antes, me comprometi em contrato a reformar o apratamento e fiz as reformas (do meu bolso em boa medida).
    Agora, estou relax num imóvel em bom estado, aluguel conveniente, e com garantia contratual de ficar por vários anos. Mas tive sorte de achar a contraparte ideal.

    15+

    Aqui fica uma dúvida: tmarabo e Nelson Schadenfreude, poderiam detalhar ou informar onde posso encontrar um modelo de contrato com essa cláusula? Seria um bom motivo para ajudar a convencer a patroa. Minha idéia seria mesmo fazer um contrato de longo prazo, oferecendo à proprietária pagamentos antecipados (valor semestral por exemplo), mas com essa “garantia” de que não precisar me mudar nos próximos anos.

    8+
    • avatar
    • tmarabo 13 de janeiro de 2017 at 09:47

      No meu contrato consta: “Parágrafo 1°- A presente locação será mantida conforme pactuada em caso de alienação do imóvel, como previsto no art. 8º da Lei 8245/91, devendo ser observado o direito de preferência, na forma do art. 27 Lei 8245/91.”

      A lei 8425 é a lei de locações:
      Art. 8º Se o imóvel for alienado durante a locação, o adquirente poderá denunciar o contrato, com o prazo de noventa dias para a desocupação, salvo se a locação for por tempo determinado e o contrato contiver cláusula de vigência em caso de alienação e estiver averbado junto à matrícula do imóvel.

      1+
      • tmarabo 13 de janeiro de 2017 at 09:54

        Obs.1. É sempre bom fazer constar o número da matrícula do imóvel no contrato de aluguel. O registro de imóveis não queria registrar porque no meu contrato não tinha o número de matrícula (de fato a lei de registros diz que nos “títulos” – o contrato é um “título” para este fim – a serem registrados têm que constar o número de matrícula). Aí eu fiz uma impugnação e o oficial acabou registrando, mas daria pra ter evitado a dor de cabeça.
        Obs.2. no meu caso o oficial acabou registrando o contrato na matrícula do apartamento MAIS na matrícula do box do veículo. Acabei gastando 500 paus quando poderia ter gastado 250 se averbasse o contrato só na matrícula do apartamento, o que já seria suficiente, já que o proprietário não venderia apenas a vaga da garagem. Não me dei conta e quando ficou pronto eu vi que tinha averbado nas duas matrículas e tive que pagar o dobro, ja´que no contrato constava aluguel do apartamento e do box de garagem e eu não fiz ressalva de que só queria averbar na matrícula do apartamento.

        2+
  • O Cramulhao de FHCigienopolis45 13 de janeiro de 2017 at 01:26

    Pelo que vi depende do bairro. Eu vejo pelo “Imóveis similares esse” aqui no Jardins e me dá a curva linear do m^2 X preço.

    2+
    • O Cramulhao de FHCigienopolis45 13 de janeiro de 2017 at 01:28

      Lucas,

      Expliquei isso no posto anterior, e agora meu comentário saiu em outro lugar.

      1+
      • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 10:27

        não entendi

        0
  • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 07:26

    Previsões para 2018
    OIT prevê que nº de desempregados no Brasil chegará a 13,6 milhões em 2017
    A OIT projeta o índice de desemprego no Brasil neste ano em 12,4%, um ponto acima do percentual de 2016. Para 2018, a projeção também é de 12,4%.
    http://g1.globo.com/economia/noticia/oit-preve-que-n-de-desempregados-no-brasil-chegara-a-136-milhoes-em-2017.ghtml

    4+
    • avatar
    • avatar
    • Ilusionista 13 de janeiro de 2017 at 10:27

      Na época das “vacas gordas” muitas empresas não se preocupavam muito com o custo da mão de obra. Veio a crise, muitas PJ para sobrevivem foram obrigadas a otimizar seus quadros de funcionários ao mínimo possível, investindo em tecnologia, home office, funcionário “faz tudo”. etc.
      Portanto, mesmo que haja um crescimento na economia, dificilmente voltaremos ao mesmos índices de emprego do passado.

      1+
  • Louro José 13 de janeiro de 2017 at 07:39

    De acordo

    CA

    Ficou muito para cima, replico aqui:

    Louro José 12 de janeiro de 2017 at 08:48
    E aí, galera? Essa queda de juros veio pra ficar ou é só “vôo” de galinha?

    Pra mim, se não passar uma severa reforma da previdência com severo ajuste fiscal não se sustenta por 1 ano esse patamar de juros. Basta quebrarem a confiança do mercado.

    —————————————————————————————————————————————–

    Concordo com a colocação do Louro José e complemento que não vejo nenhuma possibilidade de termos uma SEVERA reforma da previdência e um SEVERO ajuste fiscal.

    Para começar, já deixamos claríssimo que tentarão fazer uma reforma fiscal que seja a mais “suave” (=INEFETIVA possível). Reitero:

    Alguém já viu, em algum lugar do Mundo, um ajuste fiscal onde o primeiro passo é ampliar o déficit público de R$ 95 bilhões para R$ 160 bilhões e depois começar a gastar mais por conta deste aumento no rombo previsto? Foi exatamente o que fizemos em 2016…

    E quanto a 2017? Alguém já viu, em algum lugar do Mundo, um ajuste fiscal onde o governo prevê como crescimento de PIB para orçamento o triplo daquilo que o mercado aposta e com isto promete uma redução do déficit fiscal para “apenas” R$ 139 bilhões, que já será o segundo maior déficit de toda a história, perdendo apenas para 2016? Isto significa que teremos uma grande frustração de receitas de impostos, ou seja, o déficit fiscal será maior que o “previsto”. Aliás, o próprio governo já ajustou a previsão de crescimento do PIB, caindo de 1,6% para 1%, só “esqueceu” de atualizar o orçamento e a previsão de déficit fiscal, que ele já disse que só irá rever após a divulgação dos resultados do PIB no 1T17, ou seja, a frustração das expectativas do mercado quanto ao ajuste fiscal já tem até data marcada…

    E os “socorros” para governos Estaduais e Municipais, estão computados nas “estimativas” do governo, de forma REALISTA? Os rombos destes Estados e Municípios em si estão na conta?

    E a continuidade de concessões a grupos específicos do funcionalismo público, como aconteceu no apagar das luzes do ano de 2016, está na conta?

    Temos receitas não recorrentes como parte do orçamento e ajudando na estimativa de que em 2017 teremos “apenas” R$ 139 bilhões de déficit, se como o nome diz, são não recorrentes, como isto pode significar algo sustentável ao longo dos anos, se já no ano seguinte não terão estes efeitos?

    Todos sabem que no curtíssimo prazo um ajuste fiscal intensifica a recessão, isto é inevitável, ainda mais no nosso contexto:

    Quando o governo impõe limites maiores para aposentadoria, menos pessoas terão acesso a esta verba a partir de então, em meio a desemprego em patamar recorde, com o adiamento das aposentadorias, no total, teremos menos dinheiro circulando para o consumo.

    Quando o governo é obrigado a cancelar “N” investimentos / projetos, temos o efeito em cascata sobre todas as empresas que participariam de licitações e deixarão de ter estas receitas.

    Quando o governo faz PDV em suas empresas públicas, entra dinheiro para os demitidos, mas os mesmos não podem utilizar isto na íntegra para o consumo, pois sabem que o futuro será incerto. Ao mesmo tempo, pode ser que este dinheiro não esteja nas contas do governo quanto ao déficit.

    Quando o governo faz volume relevante de desligamentos de cargos comissionados, são mais milhares de famílias que tem suas receitas e consumo reduzidos.

    Quando o governo enxuga em R$ 100 bilhões o dinheiro disponível do BNDES para empréstimos subsidiados, reduz o dinheiro disponível e a viabilidade de “N” projetos / investimentos das empresas.

    O que consta acima e muito mais, é necessário, sem dúvida, mas também não podemos ter a menor dúvida de que tudo isto tem efeito recessivo no curto prazo e são parte do motivo para que tenhamos grande frustração quanto ao crescimento do PIB e as receitas do governo (impostos), o que por sua vez, é o que irá alimentar um déficit fiscal maior do que o “previsto” em 2017, juntamento com um grande número de medidas contra-producentes, como aquelas relacionadas a estímulos ao segmento imobiliário com efeitos danosos para economia, conforme comentários anteriores que fiz neste tópico. Esta é a quebra de expectativa quanto ao ajuste fiscal, ela já está “programada” e sendo alimentada…

    Repito:

    Não há milagre, nem soluções mirabolantes. Quando você espera isto, o máximo que obtém são mentiras e é isto que o governo está fazendo, atendendo a estas expectativas das pessoas e empresas de serem enganadas. Exigiram soluções “rápidas e indolores”, o governo está fazendo isto, via um ajuste fiscal que seria o primeiro a ser indolor em todo o mundo, uma redução de juros relevante que vai “operar milagres” quanto a recuperação da economia, porque mesmo sem ter relação com a causa raiz dos problemas, vai resolvê-los (?!), dentre outras ações que não terão a efetividade esperada.

    Não se resolve uma combinação de crise fiscal aguda com explosão de uma bolha imobiliária que bateu alguns recordes mundiais, misturados com a maior bolha de corrupção institucionalizada em todo o mundo e crise política resultante destes fatores, com soluções “suaves e indolores”. O jogo atual é o governo fingir que engana e o mercado fingir que acredita, este tipo de farsa nunca acaba bem e via de regra, estas ações tendem a piorar e muito a situação, ao invés de melhorá-la.

    6+
    5+
    • avatar
  • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 07:52

    Quanto você precisa ganhar para financiar um imóvel em 20 cidades
    Veja a renda familiar mensal exigida pelos bancos para financiar um imóvel de 50 metros quadrados em 20 cidades

    http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/quanto-voce-precisa-ganhar-para-financiar-um-imovel-em-20-cidades/

    4+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 13 de janeiro de 2017 at 09:02

      Caramba, a analise foi sobre imóveis usados!!! e o preço está alto como se fosse de novos.. pegadinha corvistica… praticamente o mesmo preço…

      a reportagem devia ser: quanto deve valer um imóvel para uma familia poder comprar seu primeiro imóvel

      3+
      • avatar
  • De-boa-na-bolha 13 de janeiro de 2017 at 07:58

    Pessoal, alguém arriscaria o piso para o dólar no curto prazo ?

    1+
  • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 08:05
    • odorico 13 de janeiro de 2017 at 12:53

      Eu tenho um cascalho nesse pine, mas acho que está a 114% e eram 2 anos…. Agora esse rating para ele acho que está alto, no banco data você analisa melhor o PINE.

      2+
  • Alemon Fritz 13 de janeiro de 2017 at 08:41

    proposta de regulamentacao de-distratos gera preocupacao-em associacao-de-mutuarios
    – só o governo e construtores participaram da elaboração..
    – a multa é uma percentagem do valor pago e não do valor do imóvel
    – a comissão do corvo fica retida novamente como se tivesse sido paga
    – a multa ao vendedor não é proporcional

    http://conexaoto.com.br/2017/01/12/proposta-de-regulamentacao-de-distratos-gera-preocupacao-em-associacao-de-mutuarios

    0
    • fanfarraum 13 de janeiro de 2017 at 08:52

      A proposta também fixará um prazo de carência de atraso da obra antes que a construtora tenha que ressarcir o cliente.

      Ou seja, tu promete pra daqui X meses, mas não acontecerá nada de ruim se entregar em X + 6 meses.

      Queria poder prometer pro governo que vou pagar os impostos em dia e pagar só depois de 6 meses e não acontecer nada comigo.

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Moreira 13 de janeiro de 2017 at 09:43

    Pessoal do BIB, preciso de esclarecimentos. Meu pai me liga agora pela manhã e conta a seguinte história:

    irmão do meu pai faleceu e deixou um sobrado de herança em SP no bairro Jardim Roseli. Parece que conseguiu vender, mas se enrolou na história e nos valores. estava anunciado a 450k ou 500k e disse que vendeu por 250k. Conversa vai, conversa vem, um dos irmãos acabou comprando. Genro emprestou o dinheiro. Resumo da ópera: família não confiável e brigando, no final, por 20, 30 ou 40 k no máximo, pois são onze irmãos, dos quais 3 são falecidos (mas os filhos tem direito a parte que era do de cujus). Meu pai teve a curiosidade de ligar na imobiliária, imobiliária gouveia sp, e falou com um corvo. Agora ficou mais claro ainda o porque da ojeriza a essa classe. Meu pai perguntou se o imóvel havia sido vendido e o corvo disse que sim, por 450k. Conclusão: o irmão do meu pai mentiu, pois afirmou que a venda foi no valor de 250k. Em seguida meu pai se identificou e explicou a situação e advinha o que o corvo disse: “não, é mentira, aqui a gente não pode dizer por quanto foi vendido”.

    Sugeri a meu pai solicitar uma cópia da escritura e registro do imóvel, onde vai constar algum valor da transação. É possível fazer isso pela internet, à distância? Quem pode me ajudar com mais orientações sobre o caso.

    O irmão que comprou, segundo o meu pai, estava endividado, tem renda que não passa de 3k por mês, e andava de carro muito velho e ruim. recentemente teve um casamento de uma sobrinha em bsb e eles vieram de sampa para bsb de carro, so que zero. Meu pai está desconfiado que o IRMÃO embolsou grana e aí veio me pedir ajuda.

    Se for verdade que houve maracutaia, veja o perfil dos envolvidos:

    corvo – mentiroso
    irmão bananense – passando a perna com dinheiro alheio e comprando carro.

    No mais, fazendo uma TED para a corretora. Para mim, 2016 acaba na outra seman, quando finalizo o último investimento com verbas do ano anterior. Pensando em ir 80% IPCA 2024. O que sugerem?

    5+
    • avatar
    • Antigo 13 de janeiro de 2017 at 10:08

      Que horror…

      Você sabe o número matrícula do imóvel?

      Se souber, acredito que você possa pedir uma cópia da certidão de ônus pela internet. Lá vai constar todo o histórico do imóvel, inclusive a última transação de compra e venda. Isso se tiver sido registrada né.

      Eu conheço o site dos cartórios aqui do DF, de SP acho que é esse site daqui:
      https://www.registradores.org.br/VisualizarMatricula/DefaultVM.aspx?from=menu

      Tem um valor a ser pago, mas não costuma passar de 30 reais.

      4+
      • avatar
    • Antigo 13 de janeiro de 2017 at 10:11

      E com relação a corvo mentiroso, essa é uma coisa que todos nós aqui já sabemos.

      Já lidei com corvo que nem o endereço do imóvel queria me dar, após ter feito um anúncio todo incompleto e com foto só do banheiro. Disse que eu teria que agendar uma visita. Os caras parecem que vivem de passar a perna nos outros, e morrem de medo de serem passados para trás.

      2+
      • avatar
    • Zé Carioca 13 de janeiro de 2017 at 10:21

      Acho que é virtualmente impossível você descobrir o valor da venda, tem várias histórias plausíveis. No cartório você pode ver o valor registrado da venda na escritura, mas provavelmente deve ser de 250k mesmo, até porque se foi uma transação entre irmãos eles provavelmente devem ter declarado um valor baixo para pagar menos imposto de renda. Ele pode ter pago os 250k oficialmente e depositado na conta do seu outro irmão uma grana por fora, não dá para saber.

      Outra hipótese bem plausível é o corvo ter mentido sobre o valor da venda, veja bem corvo é corvo, eles mentem por natureza. Achou que você estava interessado em comprar uma casa parecida e inflou o valor da venda para você achar que o mercado está aquecido e aceitar pagar mais caro numa outra casa que ele te mostrasse. Pode ser que o corvo mentiu para inflar o valor da venda ou pode ter mentido para proteger seu irmão, acho quase impossível descobrir.

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • B.Y.O.B 13 de janeiro de 2017 at 10:38

      Com relação ao tesouro IPCA, eu creio que a janela da RF está se fechando, os últimos movimentos devem ser feitos agora, se a queda da taxa de juros continuar com previsão para 1 digito(9,75 Temer wishes), tem comprou TD pré ou NTNB 2035 será beneficiado até o fim do ano, pois os valores nominais dos titulos subirão

      5,63 +IPCA não é uma taxa ruim se voce quizer levar até o vencimento, mas acho que tem coisas melhores. Se você quizer expecular vai ter que aguardar até o fim do ano para ver se a taxa de juros cai realmente e se o governo entrega o promedito.

      4+
    • LZ 13 de janeiro de 2017 at 11:59

      Cara se ele vendeu por 450K e registrou 250K
      Vai dividir 250K que consta na escritura para todos os irmãos se levou por fora já era.
      Se todo mundo assinou a venda por 250K foram burros e acreditaram o cara, uma vez que não se consegue vender sem a assinatura de todos.

      Tenho um caso parecido na famlília, minha tia morreu e não tinha filhos e marido, meu tio foi FDP foi na UNICAMP pra receber o seguro para pagamento do velório, registrou que era o unico irmão, a UNICAMP aceitou e pagou o valor do seguro na conta dele. Embolsou 5K e gastou 2K no enterro.
      Foi pro invetário ai começou a aparecer as merdas, minha mãe tá como responsável desse invetário até hoje, já se passaram dois anos.

      Um ação na justiça foi protocolada contra meu tio por passar informações incorretas a UNICAMP, está sendo acusado de estelionato.
      Só vão retirar a ação se ele pagar o que pegou indevidamente.

      Enfim um rolo danado por uma grana que nem é dele.

      7+
      • avatar
      • avatar
    • Baby Boy 13 de janeiro de 2017 at 12:23

      No seu caso, juntava todos os documentos e provas do golpe
      e jogava no ventilador (Família inteira).

      1+
  • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 10:15

    Antigo

    Quanto a isso, posso dar palpite

    Enquanto procurava imóvel para comprar, visitei uns 20

    Desses, mais da metade tinha pendências
    Dívida em nome do proprietário, débito de iptu, condomínio. Até ação trabalhista achei. Não tem valor estatístico, mas serve de CVR

    Engraçado que em duas situações os corvos garantiram que era normal e super fácil de resolver

    Malditos

    5+

    digo o mesmo
    visitei coisa de centena ou mais
    pelo menos uns 20 tive a papelada na mão
    destes: 19 tinham alguma história mal contada
    do 1 que eu fechei a compra até hoje tem 1 coisinha lá pra reverificar.

    4+
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 13 de janeiro de 2017 at 10:22

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Rindo muito! Já estão apelando para forças ocultas. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    “O que pode estar travando a comercialização ou locação de um imóvel? Com toda a certeza as energias negativas e estranhas são que atrapalham a venda.

    O que fazer? Veja abaixo os conselhos para ajudar a vender ou alugar um imóvel:

    – use bênçãos com os quatros elementos: fogo, ar, terra e água para limpar a energia dos antigos moradores;

    https://vidaeestilo.terra.com.br/horoscopo/feng-shui-por-que-nao-consigo-alugar-ou-vender-meu-imovel,54dc29637b50300e477396cea03c5ac95essp9a1.html

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 13 de janeiro de 2017 at 10:46

      KKKKKKKKKKKKKKK

      Valeu meu dia essa notícia
      O imóvel não vende porque tem “pontos micados”

      “Muitos imóveis não são comercializados porque são pontos micados, que são onde existem vários acontecimentos sobrepostos. Pode ter uma energia de subsolo ruim, um lugar que tenha falhas, fendas no solo, fossas fechadas sem critério e até mesmo corpos enterrados.

      Casos de falência e quebras financeiras sucessivas, brigas entre os vários proprietários. Toda essa energia vai impregnando negativamente os ambientes. Quando a energia dos ocupantes anteriores foi de vaidade e orgulho, padrões mentais negativos, energias de retorno de vidas passadas, brigas, assassinatos e suicídios, o imóvel tem pontos micados. Você só poderá comprá-lo se você sentir que pode mudar as vibrações. “

      5+
      • Antigo 13 de janeiro de 2017 at 10:49

        Aliás, colega Moreira ali em cima, tome cuidado.

        Toda essa briga entre irmãos pelo valor de venda do imóvel com certeza acumulou energias negativas no dinheiro, transformando-o em dinheiro micado. Talvez seja melhor não correr atrás disso.

        4+
        • avatar
        • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 10:50

          trago seu comprador de volta
          telefone 11 -6666 6666

          7+
          • avatar
          • avatar
          • Cajuzinha 13 de janeiro de 2017 at 11:04
            • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 11:31

              Detalhe no rodapé: “Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra”

              6+
              • avatar
              • avatar
              • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 11:39

                FAZEMOS TRABALHO DE:
                – segura inquilino
                – espanta amante
                – some cobrança

                8+
                • avatar
            • tmarabo 13 de janeiro de 2017 at 13:22

              eu tenho uma dica INFALÍVEL:
              .
              .
              .
              .
              BAIXA O PREÇO!!!!!!!!!!!!!!

              7+
              • avatar
          • tmarabo 13 de janeiro de 2017 at 13:23

            simpatia para livrar o mau olhado, encostos e outras questões sobrenaturais que te impedem de alugar ou vender o imóvel:
            .
            .
            .
            .
            .
            .
            .
            .
            BAIXA O PREÇO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

            5+
            • avatar
            • avatar
      • Alemon Fritz 13 de janeiro de 2017 at 12:03

        tbm o proprietário tem de considerar os “pontos motumbados”, cantos e dobras.
        deve proteger a “aúrea energética” benzendo e abrindo seu chakra..

        4+
        • avatar
        • avatar
    • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 11:35

      O autor deste texto é um “coaching holistico de feng chui”
      https://www.facebook.com/franco.guizzetti.9

      4+
      • avatar
      • avatar
  • Moreira 13 de janeiro de 2017 at 11:06

    kkkkk, boa Antigo. Valeu pelos esclarecimentos!

    3+
    • avatar
  • Leonardo M. 13 de janeiro de 2017 at 11:29

    Emprego na indústria cai em novembro e chega ao 22º mês de baixa, revela CNI

    Apesar de darem sinais de melhora na margem no faturamento e na produção em novembro, as fábricas continuaram demitindo naquele mês, de acordo com dados divulgados nesta sexta-feira, 13, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O indicador que mede o emprego no setor continuou sua longa trajetória de queda que vem desde o começo de 2015 e registrou uma baixa de 0,3% em relação a outubro, considerando os efeitos de calendário. Com isso, o índice completou 22 meses consecutivos de baixa.
    Na comparação com novembro de 2015, a redução nos postos de trabalho chegou a 5,5%.De janeiro a novembro, o emprego na indústria obteve um desempenho 7,8% inferior ao registrado nos 11 primeiros meses do ano anterior.

    Com mais demissões, a massa salarial dos trabalhadores da indústria também recuou, com queda de 2,1% em novembro ante outubro. Em relação à novembro de 2015, a retração foi de 7,7%. Até o penúltimo mês de 2016, o setor teve uma massa salarial 8,6% menor que a do mesmo período de 2015.

    No mesmo sentido, o rendimento médio do trabalhador da indústria caiu 1,5% em novembro, e acumula uma queda de 2,3% na comparação com o mesmo mês do ano anterior. Considerando os 11 primeiros meses de cada ano, a queda no rendimento médio dos empregados do setor foi de 0,9%.

    3+
  • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 11:38
    • Cajuzinha 13 de janeiro de 2017 at 11:41

      vulgo “Babel”

      2+
  • Cajuzinha 13 de janeiro de 2017 at 11:38

    13/01/2017 Fizemos o trabalho sujo e agora é hora de cortar juro, diz Volpon | Valor Econômico
    http://www.valor.com.br/financas/4834912/fizemos­o­trabalho­sujo­e­agora­e­hora­de­cortar­juro­diz­volpon 1/1
    Exclusivo para assinantes Para ler a matéria completa faça seu login ou cadastre­se
    13/01/2017 às 05h00 7
    Fizemos o trabalho sujo e agora é hora de cortar juro,
    diz Volpon
    Para o ex­diretor de assuntos internacionais do Banco Central (BC) Tony Volpon o momento é adequado para
    o Comitê de Política Monetária (Copom) pisar no acelerador e baixar os juros. “O BC vai acabar correndo
    algum risco inflacionário, mas se fizermos um balanço de risco adequado e abrangente, olhando não só
    inflação, mas também atividade, é o momento de tomar esse risco. Tem que ser ‘hiper dovish’ mesmo”, afirma

    1+
  • CA 13 de janeiro de 2017 at 12:20

    Sobre o artigo colocado pela Cajuzinha que ficou mais acima, falando das causas sobrenaturais para não conseguirem vender nem alugar imóveis (repito o link abaixo):

    https://vidaeestilo.terra.com.br/horoscopo/feng-shui-por-que-nao-consigo-alugar-ou-vender-meu-imovel,54dc29637b50300e477396cea03c5ac95essp9a1.html

    Segue um trecho:

    “Muitos imóveis não são comercializados porque são pontos micados, que são onde existem vários acontecimentos sobrepostos. Pode ter uma energia de subsolo ruim, um lugar que tenha falhas, fendas no solo, fossas fechadas sem critério e até mesmo corpos enterrados.”

    Adivinhem quem frequenta este blog e acredita no que consta acima (observem a referência a “pontos micados” logo acima)?

    “Fernando 6 de janeiro de 2017 at 13:07
    Em bons locais há falta de ofertas sim.
    O que tem é um imenso estoque de micos.”

    kkkkkkkkkk

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 13 de janeiro de 2017 at 12:32

      Complemento:

      Utilizando a referência do artigo, defendida pelo Fernando, vejamos a quantidade de imóveis sem vender no bairro da Vila Mariana, que é onde Fernando afirma ter comprado o imóvel dele:

      Número de imóveis anunciados para tentarem vender, só no site ImovelWeb, só de apartamentos como o do Fernando (sem contar casas térreas, sobrados, etc), com base em consulta realizada agora:

      Link: http://www.imovelweb.com.br/apartamentos-venda-vila-mariana-sao-paulo.html

      16.170 apartamentos à venda, só na Vila Mariana, que é um bairro pequeno de São Paulo e só pelo ImovelWeb!!!

      E imóveis para alugar neste bairro?

      Link: http://www.imovelweb.com.br/apartamentos-aluguel-vila-mariana-sao-paulo.html

      3.623 imóveis para alugar, só na Vila Mariana, que é um bairro pequeno de São Paulo e só pelo ImovelWeb!!!

      Conclusão, usando a “lógica do Fernando e do artigo sobrenatural acima” (sic):

      A Vila Mariana está sofrendo com um Poltergeist!!! Ela foi se desenvolvendo sobre um cemitério indígena na cidade de São Paulo!!!

      Mas… Há uma ilha de prosperidade na Vila Mariana, um local que foi benzido várias vezes, teve um exorcismo poderosíssimo e ainda contou com a ação efetiva dos ghostbusters: o condomínio onde o Fernando comprou o imóvel dele! Vejam abaixo:

      “Fernando 15 de setembro de 2016 at 13:31
      Colega, uma última colocação… Vendeu TUDO a esse preço em menos de 4 meses. O imóvel está com 98% de ocupação. A esmagadora maioria comprou para morar.”

      Fernando, mesmo com todas as bençãos recebidas, com o exorcismo realizado, ghostbusters, etc., cuidado ao ligar a televisão, se der sinal de interferência, saia correndo!!! Lembre-se, não adianta nem desligar da tomada, ela vai continuar funcionando…

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Nelson Schadenfreude 13 de janeiro de 2017 at 13:05

        Outra coisa que traz energias negativas é a prática de chutar cachorro morto. Coisa que procuro evitar (ainda que às vezes seja irresistível), assim como bullying e assédio moral.
        Acho por um lado que o Fernando tenta racionalizar freudianamente a decisão provavelmente menos que ótima de comprar o imóvel (se esperasse mais, seria mais vantajoso, mas ele sabe da vida dele). Por outro lado, vejo uma reversão do movimento de queda de preços no horizonte de 1 a dois anos. Em 2015-2016, tivemos a tempestade perfeita: crise política, a pior recessão da história, desemprego em alta, expectativas em baixa, inflação, juros altos, ressaca da bolha de investimentos imobiliários. Tudo favorável para jogar os preços para baixo. Boa parte dos proprietários mantiveram os preços nos altos patamares anteriores por medo de assumir perdas excessivas vendendo no momento que o mercado está muito ruim.
        MAS, para o horizonte de 1 a 2 anos, o cenário fica mais fernandista, se o ajuste fiscal passar. O desajuste fiscal crônico do governo (incluso aí a previdência) é uma das principais explicações para os juros altos crônicos do Brasil. Se passarem uma reforma fiscal aceitável que detenha a escalada dos deficits públicos, o nível de poupança na economia brasileira vai aumentar e, consequentemente, os juros vão cair e mudar de patamar (Selic rendendo uns 3% reais ao ano, 0.25%am). Parte do ajuste será a redução ou eliminação do crédito direcionado, mas com a taxa básica num nível civilizado, ele será desnecessário. Aí, toda a galera daqui que sabe fazer conta vai perceber que o fator x150 pode ficar defasado, dada a propensão do Brasileiro a comprar imóvel mesmo que tenha que pagar juros por isso. O preço dos imóveis deve subir. Mas só depois que o desemprego começar a cair e os juros se estabilizarem lá em baixo, algo que prevejo que aconteça até o final deste ano.
        Assim, como pretendo comprar 1 imóvel, minha estratégia de investimento é:
        – 70% em TD conservador, pois sou bunda-mole (LFT, LTNs curtas de 2 a 3 anos, LCIs)
        – 15% em NTN-Bs mais longas, travando uns 5,5%+IPCA.
        – 15% em ações (EZTC3 tá bombando!)
        – 0% em dólar (os juros aqui ainda estão bem convidativos)

        Só tem 2 variáveis imponderáveis que podem arruinar meus cálculos: Lava-Jato e Donald Trump. Hoje acordei de madrugada com insônia e medo. De Donald Trump. Se tiver uma bolsa de apostas com a chance dele tomar um impeachment, eu entro.

        3+
        • Antigo 13 de janeiro de 2017 at 13:12

          Como assim os preços vão voltar a subir?

          3+
          • avatar
          • avatar
        • CA 13 de janeiro de 2017 at 13:16

          Nelson,

          A pior energia negativa é MENTIR, ENGANAR, INVENTAR ESTÓRIAS esdruxulas, que não tem NENHUMA evidência e que contrariam TODOS os fatos e dados. Pior ainda quem defende isso…

          Vai fundo, continua acreditando no milagre do ajuste fiscal indolor e com efeito imediato, o ajuste baseado em disparada de despesas em 2016 e orçamento maquiado em 2017, o ajuste baseado em aumentos aleatórios a funcionários públicos, que finge ignorar o caos fiscal de vários Estados e Municípios, que demora anos até enviar propostas críticas (já prometidas desde o início do segundo mandato de Dilma). Continue no Mundo de faz de conta, onde R$ 1 trilhão de credit crunch, 58 milhões de inadimplentes, 50% das empresas de grande porte que não pagam nem os juros da dívida, são “meros detalhes”, fáceis e rápidos de serem superados, tanto quanto o desemprego, desalento e sub-empregos, todos em patamares recorde…

          Ah sim, o juros SELIC baixo é o salvador, mas você e outros que defendem esta tese, continuam FINGINDO que não sabem que em 2012, que foi o ano que tivemos a menor SELIC da história, foi o pior ano para o segmento imobiliário até hoje, como foi DEMONSTRADO por aqui INÚMERAS vezes. Por que não continuar FAZENDO DE CONTA que isto não existiu, não é mesmo?

          Legal, continue FINGINDO que não viu ou não entendeu tudo que consta acima. Continue replicando as manchetes de jornais sem nenhum espírito crítico, precisamos de pessoas que reforcem o tempo inteiro o non-sense que permeia a imprensa. O seu medo do Trump combina perfeitamente com isto, outra coisa tirada dos títulos das notícias que lê…

          11+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Money_Addicted 13 de janeiro de 2017 at 13:31

            perfeito CA, uma duvida, sera q ele realmente pensa isso? Ou tenta iludir algum novato q passe por aqui e caia nessas baboseiras?

            2+
            • avatar
          • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 13:37

            perfeito CA
            um fatality
            acrescento que ainda usou o velho mimimi de coitadinho, de vitimista

            o que compra imóvel é dinheiro, o que gera dinheiro é renda real, crédito é apenas antecipaçãod e renda, o que faz renda real acontecer é produção de bens e serviços, e pra isso precisa de um tanto de coisas: um fiscal justo e equilibrado, uma infra não esgarçada, um clima legal decente, juros baixo, uma previdencia sustentável, um governo eficiente, não corrupto, uma lista enorme de coisas, das quais vejo pouco feito de realmente concreto, e ainda pode desandar tudo na eleição de 2018, seja um marxista de esquerda a dobrar no erro seja um marxista de direita achando que as soluções fáceis e baratas vão resolver tudo.

            No mais eu gosto do exercício do Nelson de achar o fundo do poço e se posicionar antes de todo mundo, isto se chama especular, pode dar certo com as ações dele, já falei, mas daí a pensar que existe uma correia de transmissão automática com preço do imóvel, isso é pura besteira, ele confunde valorização de imóel com inflaçao habitacional. Imóvel até valoriza mesmo, mas por outros meios e modos, que 1 dia até gostaria de entrar neste assunto que tem mais a ver com urbanismo do que esse mimimi raso de jornal.

            7+
            • avatar
            • avatar
        • tmarabo 13 de janeiro de 2017 at 13:20

          não há por que ter medo do Trump e não, ele não será impichado.
          não confundam chororô de esquerdistas, que veem abusos em tudo o que o Trump faz, não confundam isso com a real ocorrência de abusos.

          Trump é um cara NORMAL, que resolveu enfrentar o politicamente correto (fascismo cultural). Só isso. Basta ver que nas outras eleições os candidatos republicanos eram “bons moços, pais de família, cidadãos exemplares” mas eram chamados pela escumalha esquerdista de tudo o quanto é nome.

          2+
          • avatar
          • avatar
          • Lucas 13 de janeiro de 2017 at 13:29

            o perigo do trump no meu ver é exatamente este, é o perigo do sucesso
            o contrário do que dizem os assim chamados esquerdsitas
            o caso é dele dar certo e vai dar muito certo, ele ai ser o que lula foi pra economia em 2002 no BR, aliás super conservador, olha a equipe do Trump? nego faixa preta terceiro dam.
            sendo isto verdade, temos que pensar em termos de consequencias do trump dar certo, os eua é a locomotiva do mundo, os respingos pra cá podem ser bons ou ruins a depender de como a gente se posiciona.
            Então sem essa de mimimi marxista, politcagem dieologica, vamos analisar friamente.

            3+
            • avatar
  • Cadeludo 13 de janeiro de 2017 at 12:38

    Esmagadora é a jeba do motumbo que aumenta 30% por ano

    2+
  • Bolha BOSS 13 de janeiro de 2017 at 12:56

    Hoje é sexta feira, e estou bem afim de postar como tópico as oracoes e simpatias para venda de imóvel. Chega a ser engraçado

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 13 de janeiro de 2017 at 12:57

      Excelente idéia! Tem razão, combina perfeitamente com dia de hoje.

      3+
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 13 de janeiro de 2017 at 13:01

      Poderosa maldição árabe para ser usada contra corvos:
      “Que as pulgas de mil camelos infestem o saco da pessoa que quiser arruinar o meu dia, e que os braços dessa pessoa fiquem curtos demais para se coçar”!

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Antigo 13 de janeiro de 2017 at 13:05

      Manda ver kkkk

      Foi a melhor notícia de hoje

      1+
  • Alemon Fritz 13 de janeiro de 2017 at 13:09

    Corretores de imóveis têm obrigação de auxiliar o Governo no auxílio ao combate à
    lavagem de dinheiro

    caberá ao corretor informar a COAF – Conselho de Controle de Atividades Financeiras – qualquer transação que envolva o pagamento ou recebimento em espécie de valor igual ou superior a R$ 100.000,00 (cem mil reais)…..

    corvos recebam!!! , ou melhor… não recebam.. se explodam
    http://www.contabeis.com.br/noticias/31542/corretores-de-imoveis-tem-obrigacao-de-auxiliar-o-governo-no-auxilio-ao-combate-a-lavagem-de-dinheiro/

    4+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 13 de janeiro de 2017 at 13:50

      até 99k tá de boas…

      1+
  • Lord of All 13 de janeiro de 2017 at 13:44

    São Fernando, São Fernando …
    Pagai nossos juros.

    3+
    • Lord of All 13 de janeiro de 2017 at 13:44

      Opa, saiu errado, era pra ser resposta pro Boss.

      2+
      • avatar
  • Alemon Fritz 13 de janeiro de 2017 at 13:51

    tópico novo –

    1+