#BolaDeCristal – Preços de imóveis atingem menor patamar dos últimos anos – G1

Você pode gostar...

Comments
  • CarlosL 11 de agosto de 2016 at 21:32

    especial-publicitario/zap/imoveis/

    37+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 12 de agosto de 2016 at 11:33

      Os incaltos pensam que isto é uma matéria jornalística, e não publicitária

      31+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 12 de agosto de 2016 at 17:40

        E mesmo assim eles prometem valorização só no ano que vem

        2016 está perdido até para quem precisa fingir eterno otimismo

        A mensagem é: aguentem mais 1 ano, vai subir em 2017…
        E assim o motumbo vai devagarzinho colocando a piroca nos encautos, que é pra irem se acostumando com o Ardor.

        24+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • From_The_Tower 11 de agosto de 2016 at 21:49

    Comprem !!! Comprem !!!
    Quem comprou na euforia e não conseguiu repassar , pode comprar agora mais na depressão . Faz preço médio e depois revende fácil fácil na avalanche .
    Vai dar super certo Sim ! Pode confiar! 😉

    78+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Abestado abc 11 de agosto de 2016 at 22:34

      Dicas Dollynho ? kkk

      25+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Bolha BOSS 11 de agosto de 2016 at 22:51

        Parece mesmo. Falando nisto, bem off. O foicebook baniram a página deles. Dava muita risada naquelas postagens

        23+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • From_The_Tower 12 de agosto de 2016 at 08:38

          Boss, curta o Aprendendo Dollynez…. é o mesmo dono.
          😉

          12+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Diego F. 12 de agosto de 2016 at 12:50

            Será que é, Padeiro? O nível dos memes que postaram nessa desde a queda da página oficial está bem abaixo do normal.

            4+
            • From_The_Tower 12 de agosto de 2016 at 14:26

              É sim.
              Ele está tentando retomar.
              Levará alguns meses.

              3+
              • avatar
    • Cadeludo 11 de agosto de 2016 at 22:38

      exatamente, depois da avalanche vende os 2 compra mais 4 e assim sucessivamente até virar o donald trump bananense

      25+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 12 de agosto de 2016 at 08:40

        huauhahuahuhua. Boa essa estratégia de preço médio.
        Comprou apêzão bolhudão por 600k em 2012
        Compra em 2016 no mesmo prédio agora por 400k
        Preço médio de 500k.
        Revende na avalanche por 1 milhão cada.

        19+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • job 12 de agosto de 2016 at 13:08

      É só vender na alta de novo, e tá tudo resolvido. Nem que demore 30 anos (essa eu ouvi de um 666).

      17+
      • avatar
      • avatar
    • Jose Ferreira 12 de agosto de 2016 at 19:50

      Só se for um preço “mérdio”!

      5+
  • CA 11 de agosto de 2016 at 22:57

    Sobre o tópico:

    Será que uma queda nos juros provoca uma avalanche de dinheiro para o segmento imobiliário?

    No ano de 2012 o juros básico da economia (SELIC) alcançou o menor patamar de todos os tempos (7,25% ao ano em out/12), havia fartura de verba de poupança e FGTS, que estavam crescentes ao longo de vários anos, com o governo federal forçando a CEF e o BB a praticarem as menores taxas de juros do mercado e emprestarem o máximo que podiam, com geração de empregos, aumento da renda, PIB positivo, mil e uma pedaladas do governo para gerar euforia, a bolha de corrupção da Petrobras ainda gerando muitos projetos faraonicos, juntamente com as obras da copa do mundo a pleno vapor e até a promessa de algumas obras para olimpíadas ajudando na euforia irracional, dentre outros fatores favoráveis ao segmento imobiliário.

    Pela combinação dos fatores acima com a “notícia” do tópico de hoje (parte de um especial PUBLICI-ENGANA-OTARIO), o ano de 2012 deve ter sido o melhor de todos os tempos para o segmento imobiliário, certo?

    Vejamos o que nos diz uma pesquisa conduzida por uma consultoria especializada com base nos resultados finais do anos de 2012, consolidando dados de 12 grandes construtoras que tem Ações na BOVESPA:

    Link: http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2013/04/construtoras-tem-prejuizo-e-estoque-de-imoveis-sobe-43-em-2012.html

    Trechos do link acima:

    Trecho 1: “O faturamento total recuou 30%”

    Trecho 2: ” O número de unidades lançadas caiu 42,3% em 2012 em relação a 2011″

    Trecho 3: ” As vendas do conjunto de empresas também caíram mais de 20% em volume e em unidades.”

    Trecho 4: ” O estoque dobrou em unidades”

    Trecho 5: ” No conjunto, esse grupo de construtoras reverteu o lucro obido em 2011, de R$ 1,87 bilhão, para um prejuízo de R$ 1,42 bilhão em 2012.”

    Fora o que consta acima, por levantamento que fiz com base nos relatórios trimestrais de 12 construtoras, em 2012 os distratos mais do que DOBRARAM, superando a marca de R$ 5 BILHÕES no ano!

    Em virtude dos resultados acima, no 1T13, 5 construtoras ficaram entre as 9 empresas da BOVESPA com o maior risco de insolvência, algumas com a dívida líquida acima de 100% do patrimônio líquido. Segue o link:

    http://exame.abril.com.br/mercados/noticias/9-empresas-listadas-com-maior-risco-de-liquidez-no-brasil

    E aí, que grande avalanche de dinheiro que foi desviada para a compra de imóveis em 2012, não é mesmo?
    ?

    38+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • carioca_real 12 de agosto de 2016 at 08:18

      CA,

      Podemos afirmar que 2012 foi o estouro da bolha ou acha que ainda vai haver mais deterioração nos próximos anos?

      9+
      • avatar
      • From_The_Tower 12 de agosto de 2016 at 08:40

        Segundo semestre de 2012 foi o estouro da bolha.
        Os preços não subiram mais desde então.
        Só o preço dos anúncios.
        😉

        26+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • CA 12 de agosto de 2016 at 15:09

        carioca_real,

        Como o ex-pandeiro colocou acima, o segundo semestre de 2012 foi o início da explosão da bolha imobiliária. Foi quando o volume de distratos se multiplicou, os investidores começaram a ver construtoras entregando imóveis mais baratos do que eles pagaram na planta e os resultados do segmento imobiliário foram os piores de todos os tempos, até então, conforme os fatos e dados que apresentei acima.

        O número de evidências sobre a explosão continuou a crescer no ano de 2013, inclusive quanto a quedas relevantes nos preços dos imóveis, nas mais diversas localidades, conforme abaixo:

        Quedas de 30% nós preços de imóveis novos vendidos em Brasília em 2013:

        http://googleweblight.com/?lite_url=http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2013/09/01/internas_economia,385651/especuladores-sao-penalizados-pela-retracao-do-mercado-imobiliario.shtml&lc=pt-BR&s=1&m=171&host=www.google.com.br&ts=1471024140&sig=AKOVD66-TvBcSHCJRFB-OsJfKGdEWRTuJw

        Queda de 25% nós preços de imóveis novos em São José dos Campos em 2013:

        http://googleweblight.com/?lite_url=http://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/noticia/2013/05/preco-dos-imoveis-cai-25-em-sao-jose-em-dois-anos-revela-creci.html&lc=pt-BR&s=1&m=171&host=www.google.com.br&ts=1471024140&sig=AKOVD64z2SH5_3dy3JiBDKYE3B_JS_asWg

        Depoimentos de quem comprou na planta e depois viu a construtora vendendo mais barato na entrega do imóvel em 2013, em diversas cidades do país:

        http://defendaseudinheiro.com.br/comprar-imovel-em-tempos-de-bolha-imobiliaria

        Se olharmos a evolução de preços de imóveis usados apurados pelo CRECI SP para Cidade de São Paulo nos últimos 3 anos, veremos uma queda acumulada superior a 40% neste período.

        Apesar disso tudo, os preços dos imóveis continuam completamente fora da realidade e com todos os motivos do mundo para continuarem caindo. Observe que hoje o cenário é o INVERSO de 2012, portanto completamente desfavorável ao mercado imobiliário e com o passar do tempo só irá piorar, ou seja, temos todos os motivos para acreditarmos em quedas mais acentuadas dos preços no futuro próximo.

        Minha aposta é que a maior queda percentual dos preços dos imóveis deverá ocorrer até o final de junho/17 e depois disso os preços devem continuar caindo, só que com percentuais de queda menores, por mais alguns anos.

        Neste contexto, ainda veremos grandes construtoras se tornarem inviáveis operacionalmente, deixando de entregar milhares de imóveis, alguns bancos médios ficando em situação muito complicada, bancos grandes amargando grandes prejuízos com o segmento imobiliário, aluguéis comerciais e residenciais caindo ainda mais, alguns investidores de imóveis se suicidando, dentre outras características de uma explosão de bolha imobiliária, que vão tentar mascarar como sendo culpa de uma crise, que em grande parte foi gerada pela própria bolha imobiliária.

        17+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Lucas 12 de agosto de 2016 at 17:45

        acrescentando ao padeiro e o CA

        isso de acabar a queda dos preços é na suposição dos juros baixar, que supõe a inflação baixar, que supõe queda no deficit das contas publicas.

        Agora vamos aos fatos reais:
        A dívidade máxima 170 bilhões prometida para o ano todo o governo já ultrapassou o limite agora em AGOSTO.

        ou seja: + déficit > + inflação > juros não cai

        8+
        • avatar
        • avatar
        • gmlinux 13 de agosto de 2016 at 06:54

          Fora que se a justiça ficar protejendo 666 aumenta percepção, mais juros.

          2+
        • CA 13 de agosto de 2016 at 09:33

          Lucas,

          O que coloquei acima nem depende disso: no ano de 2012 que teve a MENOR SELIC DE TODOS OS TEMPOS, tivemos também o pior resultado de todos os tempos para o segmento imobiliário.

          Não caia no eterno golpe do segmento imobiliário se aprofundando em algo que de largada está completamente errado, inclusive DEMONSTRADO que está errado com base em dados oficiais das próprias construtoras, veja pesquisa da Austin Ratings com dados de 12 construtoras que DEMONSTRA isto, está no meu comentário logo acima.

          Se aprofundar em algo que tem uma premissa completamente furada é desviar o foco dos fatos e dados e entrar no mundo da fantasia, é exatamente isto que eles querem.

          6+
          • avatar
  • Alemon Fritz 12 de agosto de 2016 at 00:09

    pra comparar
    1 milho grande
    A primeira cidade nos EUA onde as casas custam mais de US$ 1 milhão
    (só é no vale do silicio, o preco médio chegou a 1milho) pois os lançamentos estão abaixo da demanda.. aqui o minha casa já esta em 380k.
    – InfoMoney
    Veja mais em: http://www.infomoney.com.br/imoveis/noticia/5427066/primeira-cidade-nos-eua-onde-casas-custam-mais-milhao

    6+
  • Cajuzinha 12 de agosto de 2016 at 07:50

    Tópico

    ” cidades +
    12/08/2016 06h00 53% dos imóveis da Caixa foram tomados em 2015Inadimplência causada por crise econômica e falta de informação levou ao aumento do número que, em cifras absolutas, chegou a 13.137″

    http://www.ohoje.com.br/noticia/cidades/n/122134/t/53-dos-imoveis-da-caixa-foram-tomados-em-2015

    13+
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 12 de agosto de 2016 at 07:52

      Aí fica fácil. Já pensaram se essa moda pega?

      ” , Cláudia e André conseguiram provar que deixaram de pagar as parcelas devido a sérios problemas financeiros. Com isso, o juiz Juiz federal Carlos Eduardo Castro Martins do Tribunal Regional Federal da Primeira Região, decidiu no dia 6 de julho que o valor da parcela fosse de R$ 270 até discutir o mérito da ação, o que pode demandar anos. Cláudia conta que ela e o esposo estão trabalhando como representantes de uma empresa que não tem filial em Goiás, mas as vendas continuam baixas. “Não vivemos mais com o padrão de antes, mas não correr o risco de perder nossa casa já é muito bom”, diz Cláudia. “

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cajuzinha 12 de agosto de 2016 at 07:53


        Para Rascovit, o alto número de imóveis tomados pela Caixa no ano passado mostra que o momento não é propício para realizar este tipo de investimento. De acordo com o presidente, se o interessado em financiamento não tiver pelo menos 70% do valor total do imóvel, as taxas de juros não são atrativas. Rascovit também aconselha que mutuários que passam por problemas financeiros procurem advogados especialistas em Direito Imobiliários ou o IBEDEC-GO para receber informações sobre como proceder. “

        14+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Zé do Brejo 12 de agosto de 2016 at 08:19

        Estou indo agora comprar um imóvel de 2 milhões e no dia seguinte peço as contas do trabalho. Pronto, ficou fácil!
        Tem coisas que só se vê em terras bananeiras.

        34+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • From_The_Tower 12 de agosto de 2016 at 08:41

          É o fim da picada
          Bananense é arrogante quando “compra” e mimizento quando recebe a trolha do Motumbo.
          ARDAM !!!

          34+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • Alemon Fritz 12 de agosto de 2016 at 09:00

          cada uma

          Lucro de imóvel retomado pela Caixa deve ser pago a ex-proprietário
          http://www.conjur.com.br/2016-ago-08/lucro-imovel-retomado-caixa-pago-ex-dono

          outra;
          caso a família tenha 2 imóveis o que ela habita não pode ser retomado..
          só o de menor valor. (não encontrei o link)

          8+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Zé do Brejo 12 de agosto de 2016 at 09:05

            Parece brincadeira. Investidor precisa ter estomago forte para colocar seu dinheiro no Brasil.
            Aqui, a regra que vale hoje, não vale amanhã. Montanha-russa de emoções.

            19+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • EngenheiroSP 12 de agosto de 2016 at 12:32

              Por isso que no fim acho que empresa no Brasil tem que meter a faca sim.

              Todo mundo reclama que carro é caro, mas em que lugar do mundo pode contratar quando tem demanda mas não pode demitir quando não tem? Que lugar do mundo seu credor é culpado pela sua incompetência?

              Brasil não é pra amadores, e nem pra maioria dos experientes

              16+
              • avatar
              • avatar
              • Zé do Brejo 12 de agosto de 2016 at 13:20

                Então, mas desse jeito um empurra o problema para o outro e ninguém resolve nada.
                A sociedade (trabalhadores e empresários) deveriam pressionar os politicos para haver mais transparência e livre-mercado competitivo.
                A vida dos verdadeiros responsáveis pela mazela é tranquila demais.

                8+
                • avatar
                • EngenheiroSP 13 de agosto de 2016 at 14:02

                  Obrigado por mostrar meu ponto. Tudo isso no fim cai no excesso de Estado papai, e ai cada um tem que se virar

                  Na realidade, a sociedade tem que pressionar é por menos Estado

                  6+
          • joselito 12 de agosto de 2016 at 13:55

            Mesmo no caso de alienação fiduciária?
            Ai é novidade heim….

            Essa caso de não poder retomar, me parece, dizer respeito ao “bem de família” (único imóvel, onde habitam).

            Mas no caso de fiador, por exemplo, tal imunidade do bem de família não se aplica (mudou?)? Da mesma forma, alienação fiduciária não se aplica, pelo fato de que você NÃO É DONO DO IMÓVEL, ou seja, não é questao de imunidade do bem de família, é questão de ser seu ou do banco tal bem!

            5+
            • avatar
            • JJJ_brasilia 13 de agosto de 2016 at 02:55

              Pessoal, está notícia que o juiz tá mudando a regra é ótima para nós, não que eu goste de mudança de regras, muito pelo contrário, o contrato é feito para ser cumprido. Se a renda dos representantes comerciais aumentasse, a caixa poderia aumentar a prestação, claro que não.

              Agora se muitos juízes e o STJ entenderem assim, o FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO ACABA, e só quem tem grana negocia, neste caso, acaba a parcelinha. É como o bananense não consegue juntar 10k, maravilha, imóveis à preço de banana. Que tiver dinheiro será o Rei do negócio.

              Simples assim!!!

              8+
              • avatar
              • gmlinux 13 de agosto de 2016 at 06:57

                Concordo.
                Não existe almoço grátis, se protejer os 666 os bancos vão ter percepção de risco maior, juro maior.

                7+
                • avatar
  • fanfarraum 12 de agosto de 2016 at 08:24

    Sobre os distratos:

    Importante ressaltar que nesse trimestre tivemos distratos de contratos muito antigos cuja margem bruta
    reconhecida até então no resultado era de aproximadamente 46%. O estorno desse lucro bruto impactou
    fortemente a margem reportada no período.

    O monitoramento dos distratos e as medidas tomadas para mitiga-los têm sido foco da companhia ao longo
    de 2016. A Even controla de forma diligente toda sua carteira e o comportamento de seus clientes,
    conseguindo prever com alto grau de acerto o volume de distratos de um determinado empreendimento, o
    que permite a tomada de providências com antecedência. Mesmo assim, com volume de entregas recorde e
    ambiente macroeconômico volátil, espera-se um aumento no volume nominal de distratos para o ano.

    http://ri.even.com.br/download_arquivos.asp?id_arquivo=39FA049E-3B78-44FB-89E7-479AA543D60F

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Minions 12 de agosto de 2016 at 09:04

    CVR
    Conhecida vendeu casa em cond fechado por 150k. Não sei qtos m2 mas as casas naquele cond. tem entre 170m2 à 250m2. Precisa de $$$ para cuidados médicos e há mais de 2 anos tenta vender a casa. Disse que “vendeu o terreno com a casa em cima”.
    FP com bom salário.
    Conclusão: já tem gente precisando vender e abaixando o preço para o valor real.

    36+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Money_Addicted 12 de agosto de 2016 at 09:36

      exato, como sempre foi dito, tem q comprar d quem precisa vender e nao de quem quer vender

      22+
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 12 de agosto de 2016 at 09:06

    ainda é pouco
    Prazo para questionar atraso na entrega de imóvel é de dez anos
    http://www.conjur.com.br/2016-ago-05/prazo-questionar-atraso-entrega-imovel-dez-anos

    8+
    • avatar
  • Cajuzinha 12 de agosto de 2016 at 09:18

    ooohhhhhhhhhh….

    12/08/2016 08h31 – Atualizado em 12/08/2016 09h09
    ‘Prévia’ do PIB tem nova queda no 2º trimestre e recessão continua, diz BC
    De abril a junho deste ano, tombo do nível de atividade foi de 0,53%.
    Resultado oficial do PIB será divulgado pelo IBGE em 31 de agosto.

    14+
    • avatar
    • avatar
    • Luke Bolha 12 de agosto de 2016 at 11:02

      Mas mas… as olimpiadas não iria atrair um grande número de turistas e todo o gasto iria ser pago antes do término da mesma?

      16+
      • avatar
      • avatar
    • rogerio 12 de agosto de 2016 at 17:29

      mas o Temer nao ia resolver tudo?

      10+
      • bolha real 12 de agosto de 2016 at 20:42

        Quem colocou o temer foram os petistas. Da pra confiar no que um esquerdista faz?

        Esse blog só existe graças a essa corja!!

        9+
        • avatar
        • avatar
  • Cajuzinha 12 de agosto de 2016 at 09:24

    http://extra.globo.com/noticias/economia/no-rio-imovel-vazio-ja-leva-ate-quatro-meses-para-ser-alugado-19904680.html

    Em alguns bairros, como o Recreio dos Bandeirantes, o percentual chega a 14,4%. Imóveis com três quartos são aqueles que apresentam a maior vacância, de 13,3%, e os de dois quartos registram a menor, de 9,7%.
    — Com o aumento do número de imóveis disponíveis, os inquilinos barganham. Há descontos de até 15% nos valores dos contratos de aluguéis novos — disse Giovani Oliveira, gerente de Imóveis da Apsa.
    Segundo ele, apesar do cenário ainda ruim, o preço do aluguel parou de cair porque muita gente desistiu de comprar um imóvel na crise e preferiu continuar alugando. A executiva Débora Gomes, de 38 anos, convenceu o dono do apartamento onde mora a não aplicar o reajuste anual.
    — O aumento estava previsto em contrato, mas argumentei que havia no prédio um imóvel igual, com aluguel R$ 350 mais barato, isso antes do reajuste.

    12+
    • avatar
    • avatar
  • Seguidor do Bolha BH 12 de agosto de 2016 at 09:46

    Mais uma matéria paga. Gostei do comentário de um internauta no final da página.

    Resultados do setor de construção crescem no 2º trimestre e perspectiva é de melhoria
    http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2016/08/12/internas_economia,793352/negocios-em-retomada.shtml

    8+
    • avatar
  • MINEIRO SPY 12 de agosto de 2016 at 09:58

    Agradecer ao Andradez e RC pelas explicações sobre previdência no tópico anterior.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • RC 12 de agosto de 2016 at 13:47

      Obrigado MINEIRO SPY, o Andradez foi bem mais técnico em sua exposição.

      Vou aproveitar e me retratar com o Job, pareceu no meu post que eu o retratei com um perfil (cigarra). Eu só queria alertar que a forma como estava expondo poderia insinuar isso. Pela resposta que ele deu, eu na verdade tenho ideias muito parecidas com as dele, acho até que tenho um perfil mais 666 (por isso a previdência me serve fácil). Mas procuro curtir um pouco a vida sem me endividar e fazendo pequenas reservas dentro da minha possibilidade salarial.

      5+
  • Alemon Fritz 12 de agosto de 2016 at 10:00

    “pela MRV são os de aproximadamente 45 metros quadrados, nas faixas 2 e 3 do programa Minha casa, minha vida, com valor médio de R$ 150 mil”
    ou seja o m2 já está em 3,4mil…

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 12 de agosto de 2016 at 11:22

      Tem muito dinheiro dos brasileiros nela, via BNDES

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Zé do Brejo 12 de agosto de 2016 at 11:35

        E tem muito dinheiro no BNDES via TD

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Luke Bolha 12 de agosto de 2016 at 11:43

    Estou com algumas duvidas sobre como é composto o rombo financeira da banânia.

    Tem o deficit da presidencia: 170 bi
    Tem o deficit fiscal: 100 bi
    Tem o deficit do BNDES: 4 bi ( 2 bi no primeiro semestre e mais 2 provavelmente no segundo )
    Tem os juros da divida publica: 360 bi

    O que acontece com todos esses deficits? O governo simplesmente imprime dinheiro e paga tudo ou alguma parte ele emite mais títulos e consequentemente imprime o dinheiro dos juros em algum momento? Desculpe a curiosidade mas não aprendi sobre isso nas aulas de introdução à economia.

    7+
    • From_The_Tower 12 de agosto de 2016 at 14:27

      Sim. Aumenta a base monetária via expansão da moeda.
      Jogam títulos no mercado primário – 05 maiores bancos da BNN compram e abrem crédito na outra ponta para pessoas físicas e jurídicas.
      Não é a toa que a dívida só aumenta.

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Luke Bolha 12 de agosto de 2016 at 15:12

        Ok, então o governo “imprime” dinheiro sempre indiretamente por meio dos títulos….

        Logo, considerando que:
        – Previdência vai continuar no vermelho e a tendência é piorar com o envelhecimento da população.
        – O deficit público só vai aumentar com os aumentos de salários em plena a crise e dificilmente haverá um corte de pessoal.
        – O BNDES só faz cagadas
        – A dívida pública é impagável

        Pode-se concluir que essa divida pública é praticamente impagavel e que a tendência é que creça e junto com ela a inflação. Lembrando que ao que parece o que alimenta a divida pública é o problema da previdência e deficit público.

        O deficit publico tem a curva de laffer e acredito que o pessoal vai tentar aumentar impostos, e quebrar ainda mais o pais, antes de tentar cortar gastos.

        A previdência está nesse embromation sem fim que acredito que será jogada para o próximo presidente.

        9+
        • avatar
  • JJJ_brasilia 12 de agosto de 2016 at 12:20

    César_DF,

    Concordando com você, mas sendo mais explícito: conteúdo patrocinado, ou seja, propaganda, que fez a propaganda pagou para sair a desinformação do jeito que ele queria.

    5+
    • avatar
  • Leonardo M. 12 de agosto de 2016 at 12:30

    O único Brasil que dá certo é o que tem as forças armadas

    Civis com medalhas nessa olimpíada = 0
    Militares com medalhas = 3

    Fatality

    21+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • fanfarraum 12 de agosto de 2016 at 13:51

      Mulheres com medalha = 2
      Homens com medalha = 1

      Logo, o Brasil só iria pra frente com mais mulheres. #VoltaDilma

      Medalhas em esportes que não envolvem força bruta ou tiro = 0
      Medalhas em esportes que envolve força bruta ou tiro = 3

      Logo, o Brasil só vai pra frente com todo mundo se batendo e atirando na rua. #FicaBolsonaro

      41+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • joselito 12 de agosto de 2016 at 14:03

        http://www.tylervigen.com/spurious-correlations (2º gráfico)

        Logo, aparição do nicolas cage no cinema reduz afogamentos na piscina.

        10+
        • avatar
        • avatar
        • Zé do Brejo 12 de agosto de 2016 at 14:21

          Me dá um pouco desse barato que vocês estão fumando. HAHAHA

          13+
          • avatar
          • avatar
      • Leonardo M. 12 de agosto de 2016 at 15:22

        Queridu

        Nunca disse que os militares devem voltar ao poder. Apenas disse que é uma instituicao que tem dado certo apesar dos problemas no Brasil.

        So ver quando eles constroem pontes, estradas, poços artesiano e outras coisas pelo Brasil afora. Entregam pela metade do valor do que seria por licitação e no tempo combinado.

        Como dizia um professor meu
        Você diz que o prédio tá caindo(fato) e a pessoas te xinga achando que você deu uma opinião pessoal.

        15+
        • avatar
        • avatar
        • fanfarraum 12 de agosto de 2016 at 16:03

          Tu fez uma análise extremamente rasa de um assunto extremamente complicado no Brasil.
          Meu bisavô, deputado na epoca, foi torturado.
          Tem gente que diz que a vida era melhor.
          Um colega diz que andava pela rua na noite e não via vagabundo na rua. Pra ele era melhor.

          Eu, pessoalmente, penso mais no meu bisavô.

          Analisar qualquer coisa nesse sentido de forma rasa é ignorância.
          Inclusive da minha parte, eu NUNCA vou falar que os militares nunca devem voltar ao poder ou que deveriam. Eu não tenho argumentos e conhecimentos suficientes. Não estudei isso e não vivi aquela época.

          Mas cara, não vai ser medalhas olimpicas que vão tirar da minha memória as coisas que fiquei sabendo que rolaram em casas que habito.

          Quanto a ser uma “instituição que dá certo”, vários militares que conheci vivem de farra, putaria, andam armados na rua (alguns apontando arma em brigas de bar) e nunca falam em algo que fizeram pelo bem do povo.

          Minto.

          Conheço 2 que foram pro Haiti.
          Foram pela grana.
          Assim como outros que foram pra Amazônia, pela grana.

          Mas enfim, respeito a instituição Exército e sei que tem várias coisas boas, ainda mais na lama que é o governo brasileiro.

          Mas pra ser “O único Brasil que dá certo é o que tem as forças armadas”, me desculpa, mas falta muito.

          34+
          • avatar
          • avatar
        • Pantaneiro_cba 12 de agosto de 2016 at 17:57

          Militar funciona pra deixar Oficial rico, e só!
          É mais um saco furado de jogar dinheiro e não serve pra p***a nenhuma!

          13+
          • avatar
    • RC 12 de agosto de 2016 at 14:03

      Leonardo M.

      O único Brasil que dá certo é o que tem as forças armadas

      Civis com medalhas nessa olimpíada = 0
      Militares com medalhas = 3

      Vai rolar um post polêmico agora.

      Quando meu primo jogava na seleção da aeronáutica ele era dispensado do serviço para treinar, imagine esses atletas de ponta.

      Talvez os civis tenham de trabalhar mais e não tenham tanto tempo para treinar. Se quer criticar vai em cima dos atletas profissionais com salários astronômicos que não conseguem nada.

      É até bom ver militares ganhando medalha, justifica um pouco a grana despendida pela população neles, visto que a segurança não tá tão boa assim não é mesmo. #queroverentrarnaviladojoão

      17+
      • avatar
      • joselito 12 de agosto de 2016 at 15:32

        Sempre que leio militares e medalhas, lembro daquele conhecido caso das polícias FBI´s Interpóis e PMRJ da vida, cujo objetivo era saber quem capturava o coelho mais rápido…..

        8+
        • avatar
        • avatar
  • bolhista fulano de tal 12 de agosto de 2016 at 12:59

    OFF
    aqui na justiça federal, processos de execução fiscal abaixo de 1 milhão(sem garantia da dívida) estão sendo suspensos por 1 ano e depois por mais 5 para depois serem arquivado por estarem dando mais gastos à União do que dinheiro, pois a quantidade de bens que são de fato apreendidos e vendidos é mto ínfima… fico pensando como o brasil ainda tem que mudar… também não entendo como o brasil com tanta coisa errada, ainda tem metrô, rodovias transitáveis, restaurantes… acho estranho tanto coisa errada e ainda temos algumas coisas relativamente boas. Não sei como isso aqui não é uma África da vida. Na banânia é proibido penhorar conta salário de bananense… como pode isso acontecer? Aí o cara bota uma empresa, não paga tributo (pra mim se botou empresa tem que pagar tudo, ninguem mandou ser troucha), coloca os bens no nome dos outros e aí não pode bloquear a conta que ele recebe salário. Enquanto isso a grande maioria dos servidores ficam sem ter o que fazer, pq o estado é inchado mesmo e o que 1 pessoa poderia fazer sem se matar de trabalhar, têm 5 para fazer o mesmo serviço.

    15+
    • avatar
    • avatar
    • RC 12 de agosto de 2016 at 13:57

      bolhista fulano de tal

      OFF
      Enquanto isso a grande maioria dos servidores ficam sem ter o que fazer, pq o estado é inchado mesmo e o que 1 pessoa poderia fazer sem se matar de trabalhar, têm 5 para fazer o mesmo serviço.

      Aqui no trabalho temos esse problema de ociosidade do servidor público, mas o diagnóstico é outro; muitos terceirizados exercendo ilegalmente atribuição de servidor (via consultorias), desrespeitando a constituição de 1988 que prevê concurso público, onde estão colocando parentes e funcionárias “coxa grossas”. Não dá para admitir servidor parado e terceirizado trabalhando na mesma função, ou tem demanda ou não tem. E o principal problema é a falta total de planejamento dos governantes, a demanda fica cíclica ao invés de constante, e como sempre há necessidade de “apagar incêndio” acaba que dimensionam o número de funcionários pelos períodos de maior demanda.

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 12 de agosto de 2016 at 13:08

    Lucro da Caixa sobe 92% no 2º trimestre, a R$ 1,6 bilhão

    Caixa
    Crédito imobiliário e consignado se destacam:
    A Caixa – o financiamento habitacional continua a ser o principal seu segmento de crédito, com saldo de R$ 393,7 bilhões, representa 66,7% do mercado, + 7,2% em 12 meses.
    poupança, com saldo de R$ 238,7 bilhões.
    R$ 118,8 bilhões em benefícios- trabalhador (seguro, abono, pis)
    R$ 13,6 bilhões em beneficios sociais
    operações de habitação, saneamento e infraestrutura respondeu por 90% da evolução da carteira de crédito da Caixa.
    FGTS atingiu R$ 59,7 bilhões e os saques, R$ 53,2 bilhões.
    61,4 bilhões no consignado e 75bi em infraestrutura

    http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2016/08/caixa-tem-lucro-liquido-de-r-24-bilhoes-no-primeiro-semestre-de-2016.html

    eu fiz as contas e não dá 92% de jeito nenhum… 2,4bi no semestre sendo +1,6 no segundo trimestre.

    4+
    • Diego F. 12 de agosto de 2016 at 13:17

      Dá sim, Fritz… ~2,4bi no semestre – ~1,6bi no segundo trimestre = ~0,8bi no primeiro trimestre.

      Ou seja, dobrou, praticamente (~100%. Não tem os dados exatos, que resultariam nos 92% da manchete).

      PS: O que não está aí é que caiu 16,8% em relação ao mesmo trimestre do ano passado.

      6+
      • avatar
      • avatar
    • rogerio 12 de agosto de 2016 at 17:37

      quase sinto pena dos bancos no brasil….simplesmente em nenhum outro lugar do mundo lucram tanto…

      5+
      • gmlinux 13 de agosto de 2016 at 07:07

        Analisar lucro no Brasil deve levar em consideração o custo de oportunidade, sem risco, ~15℅, considerando que sobre isto deve-se aplicar o risco de nosso mercado (mudanças de regra 666 por exemplo), surpresas com inflação, etc, será que o lucro é tão alto? olha o ROE deles…

        1+
  • Alemon Fritz 12 de agosto de 2016 at 13:26

    sim, eu calculei isso, mas ainda assim é estranho, pois desse jeito poderiam falar 100%
    ou 95% ou 90% se não era preciso o cálculo.

    5+
    • Diego F. 12 de agosto de 2016 at 13:42

      Números reais:
      1º tri: 838 milhões
      1º sem: 2,448 bilhões
      Portanto, 2º tri: 1,610 bilhões (92,2% acima de 838 mi)

      Tudo certinho.

      http://www20.caixa.gov.br/Lists/PresentationGallery/Press%20Release%202T16%20%20-%20Versao%2012_08_16.pdf

      6+
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 12 de agosto de 2016 at 14:32

        Valews! (isso que é lucro em 3 meses!! ) muita eficiência. hehehe.. aí tem

        5+
    • Alemon Fritz 13 de agosto de 2016 at 11:17

      A Caixa – o financiamento habitacional continua a ser o principal seu segmento de crédito, com saldo de R$ 393,7 bilhões, representa 66,7% do mercado,

      percebam o número e da besta cabalístico (e de bestas) , ligeiramente arredondado
      aumentado (foi o motumbo)

      1+
  • RC 12 de agosto de 2016 at 13:40

    “Temer diz que obras paradas do Minha Casa custarão ‘apenas’ R$ 1,8 billhão”

    “O presidente em exercício Michel Temer afirmou nesta quinta-feira (11/8) que a retomada e conclusão de 1.519 obras paralisadas do programa Minha Casa Minha Vida de até R$ 10 milhões vai custar “apenas” R$ 1,8 bilhão. Ele disse que “há coisas que são de uma leveza orçamentária extraordinária”. Citou o exemplo recente da autorização que deu para aviões da Força Aérea transportarem órgãos para transplante. “O governo tem que ser criativo”, comentou.

    De acordo com o peemedebista, o governo fez um mapeamento das obras inacabadas e paralisadas. Em discurso a empresários da construção civil no Palácio do Planalto, ele ressaltou que a Caixa tem apoio indispensável e não pode “trancar recursos”. Segundo Temer, esse é um governo que não tem preconceitos e quer unir as classes sociais. “Esse evento de hoje é um exemplo muito claro, une empresários e trabalhadores”, disse, propondo uma soma de esforços do setor privado e do governo para uma nova realidade.”

    http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2016/08/11/internas_economia,544082/temer-diz-que-obras-paradas-do-minha-casa-custarao-apenas-r-1-8-bil.shtml
    .

    Parece que esse encontro foi uma “rasgação de seda” danada entre o setor da construção civil e o Temer.

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 12 de agosto de 2016 at 13:48

      Esse PIB vai continuar em queda livre por um bom tempo ainda…

      9+
      • avatar
    • bolhista fulano de tal 12 de agosto de 2016 at 13:58

      é bom que aumenta a oferta. Locatários agradecem.

      6+
    • joselito 12 de agosto de 2016 at 14:05

      Qual a diferença do que ele propõe do que era proposto pela presidente deposta?

      8+
      • avatar
      • Zé do Brejo 12 de agosto de 2016 at 14:08

        Famoso seis por meia dúzia. Agora vai! #SQN

        9+
        • avatar
      • From_The_Tower 12 de agosto de 2016 at 14:29

        Temer por enquanto está mais gastão que a Dilma.

        Como a Dilma era muito fraquinha e representava uma ameaça aos olhos do mercado financeiro – só a simples saída dela – já gerou essa pequena euforia e sinais de credibilidade.

        Vamos ver o comportamento do governo Temer – após o afastamento definitivo.

        15+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • bolha real 12 de agosto de 2016 at 20:56

        Temer entrou no governo pelo voto dos petistas, como seria diferente…

        9+
    • rogerio 12 de agosto de 2016 at 17:39

      espero que nao sejam por valores irrisórios….conforme mostra a historia.

      9+
      • avatar
      • bolha real 12 de agosto de 2016 at 20:56

        Se der de graça é melhor do que ter máquina pública pra roubarem.

        9+
        • avatar
        • gmlinux 13 de agosto de 2016 at 07:09

          Verdade parcial, concordo com estado mínimo, o problema é dar de graça para os amigos do rei…

          7+
  • yanborges 12 de agosto de 2016 at 16:15

    Amigos bolhudos, alguem investe em Fundos Multimercados? é uma boa? nao consigo achar um guia decente sobre…estava pensando em arriscar uma parte do dinheiro tentando ter uma rentabilidade melhor. agradeço!

    5+
    • odorico 12 de agosto de 2016 at 16:53

      Melhor que a renda fixa brasileira?

      4+
      • yanborges 12 de agosto de 2016 at 17:05

        Tem alguns fundos que vem rendendo bastante nos ultimos 6 meses. Tem um da XP que nos ultimos 6 meses o menor valor mensal ficou em 150% cdi, maior foi 290%.

        http://www.xpgestao.com.br/fundos-de-investimento.aspx?fundo=xp-long-short-fic-fim

        4+
        • odorico 12 de agosto de 2016 at 17:09

          Realmente interessante, mas você olhou isso:
          Taxa de Administração Aplicada: 2%
          Taxa Máxima de Administração: 2,50% a.a.
          Taxa de Performance: 20,00%
          Resgate D+15

          4+
  • yanborges 12 de agosto de 2016 at 17:20

    Exatamente por isso que perguntei se alguem poderia me dar um help rápido. Nunca apliquei em fundos e é uma porrada de regra para resgate e mais sei la quantas taxas que fico confuso pra calcular o rendimento liquido! Consegue me dar um help rapido odorico? abraço!

    4+
    • odorico 12 de agosto de 2016 at 17:54

      Pois, vamos lá, não sou especialista, mas já tive experiências com todos tipos de fundos.
      * Não ignore a taxa de administração – ela pode comer muito do rendimento, pois é descontada independente da performance (lucrou ou prejuízo).
      * Não ignore os tempos de resgates – especialmente em fundos de volatilidade e quando o dinheiro do fundo ser necessário para algo emergencial. Em fundos de resgates demorados, a espera pode trazer prejuizos, principalmente se a cotização for também demorada. Por exemplo, o fundo começa a cair e você resolve sair, só que do dia que você pede para sair até o dia da cotização o fundo desvaloriza mais 10%. Em multimercados e ações isso pode ocorrer.
      * Não ignores os tempos de cotização e entrada – por exemplo num fundo cambial. A entrada D+0 até as 15:00 é diferente de entrada D+5 até as 12:00, pois do dia que você entra até a cotização, o dolar dispara e você paga a cota do D+5. Ações e multimercados também podem sofrer disso.
      * Não ignore o benchmark. Isto é, qual a performance o fundo pretende perseguir. Se for CDI, Selic, Ambima, IBOV. Afinal. Um fundo pode ter um bench no IBOV aí o IBOV cai 30% e o fundo foi muito bem e caiu só 20%. Você não pode reclamar é um fundo de ações e o bench é ibov .
      * Perfomance – até 30 % com administração baixas são aceitáveis, já que se ele ganhar 10 mil com o seu capital, 3 serão deles. Mas só se a adm for baixa. Se a adm for alta, ele já está ganhando independente de ganhar ou perder, logo ele não vai se esforçar para ganhar.
      * Fundos são CNPJ separados dos bancos e podem quebrar independente do banco.
      * Fundos não tem FGC. Talvez eles invista em CDB, Títulos que tenham garantias que minimizem o risco ou dê alguma garantia, mas tem que ler o prospecto. Um fundo multimercado costuma colocar até 50% do valor em ações e outras rendas variáveis como dólar e ouro. LEIA O PROSPECTO.
      * Fundos de Renda Variável ou Multimercados são voláteis, então tente nunca precisar de dinheiro desse fundo nos momentos de pessimismo econômico, crises, etc. Enfim, saque quando o céu estiver de brigadeiro.
      * Tenha estomago e fígado para ver o saldo subir e descer.

      12+
      • avatar
      • avatar
      • odorico 12 de agosto de 2016 at 18:00

        Ah… o que são taxas de administração baixar para mim?
        Menores de 0,5% ao ano do patrimônio líquido fundo.
        Dífícil de encontrar e em geral com aportes de 50 mil para cima em bancos médios e corretoras.
        Em bancos grandes de 100 mil
        Na CEF tem um de 0,4% com mínimo de 20 mil de entrada, mas acho que tem que ser ADEVOGADO pois é um fundo OAB, mas está no internet banking. Não tentei investir para ver se ia dar erro. O bench é CDI e o histórioco dele não é ruim, tem conseguido 102% do CDI. Not so good.

        3+
        • odorico 12 de agosto de 2016 at 18:02

          “E vamos deixar de entretantos e vamos para os finalmentes “, hoje é sexta feira. Colorado Appia Esperando…..

          6+
          • yanborges 13 de agosto de 2016 at 20:41

            Valeu odorico!! e tamo junto na Appia! hahah abraço!

            0
  • Lucas 12 de agosto de 2016 at 17:49

    CVR
    do outro lado da rua, um cidadão investidor da petrobrás afirma que conhec eum japonês que consegue 100% de lucro em imóveis hoje, agora.
    Aí fico pensando, porque será que a PDG não contrata esse genio niponico, melhor ainda contrata ele pra ministro da economia.

    É o que eu falo, mesmo que fosse verdade, tem toda cara de lorota, um ponto fora da curva não altera em nada o mercado, é o cachorro que abana o rabo e não o contrário, ou, não são as pulgas que carregam o cachorro

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zé Carioca 14 de agosto de 2016 at 17:05

      Desculpe, mas não é verdade. Ninguém vende nada, o mercado tá todo travado, quem constrói está tendo prejuízo e o conhecido do japonês tem 100% de lucro? Tem gente que fala muito, não gosta de admitir prejuízo, se você acreditar em tudo que te dizem vai viver no país das maravilhas, o único lugar onde todos têm muito dinheiro, são bem sucedidos e estão sempre felizes.

      1+
      • avatar
    • Lucas 15 de agosto de 2016 at 14:58

      atendendo a pedidos
      o strike prefere que eu o identifique como autor do comentário
      e disse que gosta de mim e que ficou triste não entendi bem porquê
      fica aqui meu reparo nao fique triste strike, só jogo pedra em árvore que dá fruto

      0
  • Cajuzinha 12 de agosto de 2016 at 21:30

    CA, veja isso:


    Portanto, se a politica habitacional está no caminho certo para a habitação popular, o mercado de crédito para outras faixas de renda é que precisa de atenção e que pode responder pela maior parte dos R$ 50 bilhões citados no inicio para a retomada dos empregos na construção.

    O cenário para esta faixa aponta para uma queda de demanda de 50% em relação ao ano passado, catalisado pela estratégia da Caixa, principalmente, ao contingenciar o crédito para as operações com recursos do SBPE (Poupança), a nosso ver estratégia equivocada, ainda que o déficit dos depósitos indicasse precaução do Banco estatal, que detém 70 % do credito imobiliário, ou seja o grande indutor do crédito. A correta leitura seria que a velha e boa poupança vive a mercê da economia e das finanças das famílias brasileiras de renda mais baixa e que este cenário deve melhorar com a derrocada da crise. O ciclo precisa ser virtuoso novamente e alguém precisa dar o primeiro passo neste sentido.

    Agora, percebendo que vai ter recursos suficientes o mercado financeiro, capitaneado pela Caixa, poderia voltar a taxa de juros para um digito, ao invés de aumentar o ticket médio das operações de financiamento e aumentar a quota de financiamento para famílias que não vão tomar credito com estas condições, e se tomarem, podem comprometer o risco de crédito, devido aos volumes médios de contratos.

    Concluindo, medida mais acertada no sentido e direção da volta da credibilidade e aumento de demanda poderia ser uma simples diminuição da taxa de juros de 0,5% nas operações com recursos de SBPE. Isso se, de forma pragmática, Governo Federal, setores de construção e financiadores acreditam mesmo na retomada da economia.

    Diretor da Habita’z, Marcos Fontes é professor de Economia da IBE-FGV especialista nas áreas de Finanças e Imóveis com ênfase em crédito imobiliário e construção civil.”
    http://www.investimentosenoticias.com.br/noticias/negocios/construcao-civil-pode-dar-resposta-rapida-a-crise

    7+
    • avatar
    • CA 13 de agosto de 2016 at 11:05

      Cajuzinha,

      Eles querem “R$ 50 bilhõezinhos” do governo para o crédito imobiliário , em troca da PROMESSA de que vão conseguir inflar a bolha de novo e voltar ao nível de empregos na construção civil do auge da bolha imobiliária.

      Como eles inflaram os empregos artificialmente durante o crescimento da bolha, foi só o crédito imobiliário barato e farto?

      NÃO!

      Eles fizeram um volume sem precedentes de vendas FALSAS na planta, para clientes sem renda para o crédito imobiliário. Eles continuam fazendo isto, só que em menor escala porque este golpe destruiu o caixa das construtoras e com isto algumas delas estão praticamente quebradas e sem condições de aumentarem os lançamentos e como sabemos, é nos lançamentos que as vendas FALSAS na planta disparam, porque é quando você tem o maior prazo de pagamento do comprador para construtora antes do imóvel ser entregue, ou seja, o valor mensal da parcelinha durante a construção é o menor possível e é isto que atrai os incautos. Vejam o caso da Viver que consta logo acima, ela não fez NENHUM lançamento neste ano de 2016 e já esta nesta situação HÁ ANOS, exatamente porque acabou o fôlego financeiro para continuar pedalando neste golpe. No começo do golpe 13 construtoras de imóveis residenciais e comerciais tinham feito abertura de Capital na BOVESPA, onde adquiriram um grande volume de dinheiro e agora, quantos “bilhõezinhos” a mais o governo terá que DAR para que as construtoras possam começar tudo de novo?

      Outro ponto que INFLOU os empregos da construção Civil foram os mega esquemas de CORRUPÇÃO na Petrobrás. Foram bilhões e bilhões em projetos SUPERFATURADOS que permitiram um crescimento sem precedentes nos empregos da construção Civil ao longo de anos. Da mesma forma que no caso do golpe das vendas FALSAS na planta, as construtoras que mais participaram deste GOLPE são as que estão mais quebradas hoje, como o caso da Odebrecht que tem dívidas de mais de “R$ 70 bilhõezinhos”. É o governo quem vai pagar as “centenas de bilhõezinhos” das dívidas das construtoras e ainda inventar mais alguns projetos com dinheiro vindo de mega esquemas de corrupção, que correspondam a outras “centenas de bilhõezinhos” de Reais para recuperar estes empregos?

      Não podemos esquecer que foi o fato do governo ter feito um intenso loby com a FIFA e aprovado a copa do mundo em 2007 que gerou um grande volume de obras viárias e estádios, muitas vezes com superfaturamento e corrupção. Idem para as olimpíadas que foi aprovada em 2009. E aí, o governo vai conseguir que sediemos a proxima copa do Mundo e olimpíadas, colocando mais alguns “bilhõezinhos” nestes projetos?

      No meio de tudo isto, o governo aumentou muito o prazo de financiamento imobiliário, o volume de especuladores simplesmente TRIPLICOU e com isto tivemos o maior aumento de preços de imóveis do mundo todo, junto com um descolamento entre preço dos imóveis e renda que também bateu o recorde mundial. Isto ocorreu graças a centenas de bilhões de reais vindos da poupança ao longo de ANOS, junto com uma euforia sem precedentes com a economia em função dos GOLPES que constam acima. Ocorre que os imóveis ficaram tão caros que agora seriam necessários muito mais “centenas de bilhõezinhos” e um prazo de pagamento para os compradores de imóveis subindo de 35 para 100 anos de financiamento imobiliário, só para replicar o esquema com o mesmo impacto de geração de empregos, o governo poderia fazer isto?

      Tem muito mais do que aquilo que consta acima, mas vou parar nestes exemplos. Em resumo, para reativar a bolha imobiliária e fazer com que empregos inflem artificialmente como no auge da bolha, basta que o governo injete mais alguns “trilhõezinhos” neste segmento. Ah, lembrando que mesmo que o governo injetasse estes “trilhoezinhos” e desse certo em um primeiro momento para a construção Civil, apenas destruiria muito mais a economia, exaurindo ainda mais os recursos de todos os outros segmentos, basta ver que enquanto oa dívida com crédito imobiliário em proporção a renda TRIPLICOU de 2010 a 2015, o crédito para demais fins caiu, junto com o PIB do consumo e com a inadimplência crescendo 2,5 vezes mais rápido no período, ao mesmo tempo que o aluguel comercial disparou levando ao fechamento de um número recorde de lojas, dentre outros efeitos destrutivos de nossa bolha imobiliária.

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 13 de agosto de 2016 at 09:25

    Antônio Júnior – A gente está com a campanha “Comprou Levou” até setembro. Quem comprar e quitar um apartamento no Essenza, empreendimento no Cocó, ganha um Golf Zero Km na garagem. E se comprar no Maison Bartelle, na Aldeota, ganha um Audi A3 Sedan. Os dois serão entregues em 2018. Temos o Unique Condominium que será entregue em dezembro deste ano.
    http://mobile.opovo.com.br/app/opovo/imoveis/2016/08/13/notimoveis,3646867/o-mercado-oferece-boas-condicoes.shtml

    7+
    • Nofimdomundo 13 de agosto de 2016 at 10:31

      Está parecendo campanha de refrigerante. Junte 180 tampinhas, pague R$ 35,00 e ganhe um brinde!

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 13 de agosto de 2016 at 09:31


    Deyves Souza, corretora da Ogi Imobiliária, conta que hoje em dia é muito mais provável que o comprador consiga descontos e facilidades através de negociação do que alguns anos atrás. As empresas e os proprietários, ela conta, estão mais maleáveis e muitas vezes aceitam ofertas abaixo do limite mínimo a que se dispunham.”


    Além disso, caso o comprador não tenha dinheiro o suficiente, é possível negociar usando bens que ele já tenha, como um imóvel antigo ou um carro. Humberto conta que esse tipo de oferta tem sido mais bem aceita hoje do que costumava ser, apesar de sempre ter sido uma prática possível no mercado imobiliário.”

    http://mobile.opovo.com.br/app/opovo/imoveis/2016/08/13/notimoveis,3646860/como-negociar-o-preco-do-imovel.shtml

    6+
    • avatar
  • Cajuzinha 13 de agosto de 2016 at 09:49


    Por Paula Selmi | Valor
    SÃO PAULO – A Viver Incorporadora registrou um prejuízo líquido de R$ 74 milhões no segundo trimestre, o que representa um aumento de 9,6% em relação ao resultado negativo de R$ 67,5 milhões entre abril e junho do ano anterior.

    A linha final do balanço foi afetada, principalmente, pelo resultado financeiro que praticamente dobrou no trimestre, para um prejuízo de R$ 36,7 milhões. As despesas financeiras somaram R$ 41 milhões, alta de 68,2%.

    A piora no resultado financeiro, por sua vez, refletiu a baixa financeira de dívidas capitalizadas, alta alavancagem e provisões para demandas judiciais de clientes.”

    “A incorporadora não realizou lançamentos em 2016, em linha com a estratégia de preservação de caixa, e direcionar os esforços para monetização dos recebíveis e estoque vigente.”

    http://mobile.valor.com.br/empresas/4670901/prejuizo-da-incorporadora-viver-sobe-96-no-2-trimestre

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 13 de agosto de 2016 at 18:33

    “O mercado imobiliário ainda não se recuperou da crise econômica.

    No mês de junho foram disponibilizadas 7.420 unidades habitacionais, um crescimento de 7,4% na comparação com junho de 2015. Já as vendas sofreram uma queda de 40,6 pontos percentuais na comparação com o mesmo período do ano passado, ficando com 199 imóveis comercializados. O número de lançamentos foi de 220 imóveis, resultado que aponta um aumento representativo de 141,8% em relação a maio deste ano.”

    http://blogs.ne10.uol.com.br/jamildo/2016/08/12/pesquisa-mostra-queda-na-venda-de-imoveis-na-regiao-metropolitana-do-recife

    7+
    • JJJ_brasilia 14 de agosto de 2016 at 01:04

      Cajuzinha,

      Sei que você sabe, mas o mercado imobiliário não é vítima, é causador da crise, simples assim!!!

      Colegas DO BIB, qual o papel do banqueiro central quando está ocorrendo uma festa, aliás, uma farra no mercado imobiliário, é muito simples, ele chega na festa e leva embora o barril de chopp, sim ele aumenta os juros para acabar com a festa é isto não foi feito de 2008 a 2014, agora os agentes da Bolha, as destrutoras se fazendo de vítima. KKKK

      Amigo, a festa acabou, os amigos se foram, agora é cada um por si, o nome disto é CRISE, vamos apertar o sinto ou ficamos inadimplentes, fácil assim. Mas o setor imobiliário não “percebeu”, vão perceber da pior forma possível, ou seja, quebradeira geral.

      Vejam as bolhas espanhola e japonesa, parece que não aprendem, o será que o Brasil é um caso diferente no capitalismo? Acho que não!!!

      8+
      • avatar
  • Cajuzinha 14 de agosto de 2016 at 08:38

    Sim, sei.

    2+
    • Cajuzinha 14 de agosto de 2016 at 08:47

      “R E I” no meu caso PRINCESA, kkkkkk

      ” Para Cohen, o proprietário precisa ser flexível para não ter prejuízo com o imóvel fechado. “No Vieiralves, tem muito imóvel para locação que antes alcançava, em media, R$ 6 mil e hoje está em R$ 3,5 mil. Uma casa em um condomínio fechado saía por R$ 4,5 mil a R$ 5 mil, na área do Aleixo ou Parque das Laranjeiras, hoje consegue alugar por R$ 2,5 mil a R$ 3 mil”, disse. “Antes, a gente conseguia fazer a locação em um prazo de 30 a 60 dias e, hoje, leva até 120 dias”, explicou Cohen.

      O aumento da oferta de unidades para locação provocou outra situação. Os inquilinos que moravam em imóveis mais caros procuraram outros locais com preço melhor. “Tendo em vista que muitas pessoas ficaram desempregadas ou precisaram cortar o orçamento, os locatários mudaram para imóvel com aluguel mais barato e tão bom quanto o anterior”, contou a presidente do Sindmóveis.

      Com muita opção, o inquilino passou a ter melhores condições de negociação, destaca o vice-presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Amazonas e Roraima (Creci AM/RR), Ricardo Bezencry. “Hoje, o inquilino é o rei com tantas opções no mercado. Passou a ser mais barato alugar do que comprar, de tão baixo que estão os preços”, avalia Benzecry, acrescentando que, por terem melhor infraestrutura e segurança, bairros como Vieiralves e Adrianópolis são os mais procurados por futuros inquilinos.”

      8+
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 14 de agosto de 2016 at 09:09

        Com a queda da renda vai aumentando a quantidade de imóveis NEM-NEM.

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Cajuzinha 14 de agosto de 2016 at 09:09

    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    http://g1.globo.com/sao-paulo/sao-jose-do-rio-preto-aracatuba/mercado-imobiliario-do-interior/noticia/2016/08/crescimento-no-setor-imobiliario-gera-otimismo-adeus-crise-diz-corretora.htm

    ” E aquelas pessoas que querem comprar para morar dá a impressão que elas têm confiança no futuro, porque o perigo do desemprego começa diminuir.”

    6+
    • avatar
    • Cesar_DF 14 de agosto de 2016 at 09:21

      No filme A grande aposta, podemos ver a enorme quantidade de interessados em evitar a explosão da bolha imobiliária.
      No Brasil
      – Governo insiste que existe um déficit habitacional a ser atendido.
      – Bancos não querem executar os empréstimos das incorporadoras e construtoras
      – CEF tenta vender suas carteiras podres, com 96% de desconto, para não aparecer a inadimplência no balanço.
      – Construtoras insistem em pedalar com os imóveis na planta, enquanto tem prejuízos crescentes.
      – Investidores não querem admitir que fizeram um péssimo negócio.
      – Corretores sonham na volta dos velhos tempos do lucro fácil.
      – Proprietários não querem admitir que estão com uma dívida no banco maior do que vale seu imóvel.

      27+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CA 14 de agosto de 2016 at 11:54

        Cesar_DF,

        Muito bem colocado.

        Faço apenas um pequeno ajuste:

        No filme “A grande aposta” ou ainda no filme “Grande demais para quebrar”, os agentes que mais se beneficiaram com a bolha durante seu inflar fizeram o possível e impossível para que a explosão não ficasse mais visível e assim não atingisse seu auge, porque a explosão em si já estsva acontecendo faz tempo.

        Quando o Lehman Brothers quebrou, a queda na venda de imóveis e a formação de super estoques já ocorria há 3 anos, os preços negociados já vinham em queda há 2 anos, as situações de bancos e empresas do segmento imobiliário já vinham se deteriorando há ANOS também.

        Quer uma evidência adicional quanto ao que consta acima? Quando foi que Sam Zell, um dos pais da bolha imobiliária americana, que protagonizou a mais cara negociação imobiliária dos EUA de todos os tempos, entrou na Gafisa, como um investidor de peso?

        Foi no ano de 2005, já com a finalidade de nos anos seguintes prover a abertura de capital da empresa, disparar nas compras de terrenos em 2007 e nos lançamentos e vendas FALSAS na planta a partir de 2008, tirando quase todo seu dinheiro da Gafisa, com lucro BILIONÁRIO, em 2010, com os resultados da Gafisa despencando a partir de 2011 em função dos distratos que foram consequência das vendas FALSAS na planta de 2008.

        Por que ele veio para a Gafisa no ano de 2005? Porque ele sabia que não dava para inflar mais a bolha imobiliária americana naquela época, ele sabia que a bolha americana já estava iniciando sua explosão e precisava de um país diferente para aplicar o golpe.

        Por que ele montou um golpe diferente dos EUA, baseado de forma PRIMÁRIA nas construtoras e no esquema de vendas FALSAS na planta (subprime 1) e SECUNDÁRIA na CEF e no financiamento imobiliário podre (subprime 2), mas não vinculado a hipotecas de forma pesada e sem o uso de derivativos / securitização em larga escala como foi nos EUA?

        Porque ele sabia que com a maior visibilidade da explosão da bolha imobiliária americana a partir de 2008, com a quebra do Lehman Brothers, o esquema do golpe americano ganharia também muita visibilidade, então ele precisava fazer diferente, para não chamar a atenção e assim permitir que a bolha brasileira pudesse inflar bastante, para que ele pudesse alcançar os lucros bilionários que no final ele auferiu, juntamente com Enrique Bañuelos, um dos pais da bolha imobiliária espanhola, que teve o mesmo timing e resultados na PDG.

        No final, o que os agentes que tiveram lucro fabuloso com a bolha, destruindo nossa economia, querem fazer, é mascarar a explosão da bolha que já ocorre há ANOS por aqui (ver meu comentário anterior com evidências quanto a isto), tentando diminuir o prejuízo deles que apenas começou a ocorrer com esta explosão. Eles querem adiar o efeito manada e o AUGE da explosão da bolha, porque não foram tão espertos e nem tiveram o mesmo timing dos pais da bolha (Sam Zell e Enrique Bañuelos).

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • gmlinux 14 de agosto de 2016 at 12:39

    Caros, estou postando este link não pela crítica ao Lula, mas pelo dado relativo ao endividamento:
    http://blogs.uai.com.br/opiniaosemmedo/2016/08/12/lula-arrebentou-os-pobres/
    “Cerca de 85% dos considerados pobres estão endividados. Destes, mais da metade estão inadimplentes”
    Mesmo que estes não sejam candidatos à compra de imóvel, eles movimentaram uma grana que de uma forma ou de outra chegou aos que compravam, agora teremos um efeito inverso, sem consumo pois o orçamento esta comprometido.
    Alguem acha que o mercado imobiliário recupera em 2 anos? acho que não…

    7+
    • avatar
    • avatar
  • Zé Carioca 14 de agosto de 2016 at 17:03

    Desculpe, mas não é verdade. Ninguém vende nada, o mercado tá todo travado, quem constrói está tendo prejuízo e o conhecido do japonês tem 100% de lucro? Tem gente que fala muito, não gosta de admitir prejuízo, se você acreditar em tudo que te dizem vai viver no país das maravilhas, o único lugar onde todos têm muito dinheiro, são bem sucedidos e estão sempre felizes.

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 14 de agosto de 2016 at 18:06

    Blumenau-
    O ITBI caiu 13,56%, reflexo da estagnação do mercado imobiliário.
    …nos tributos estaduais, como IPVA e ICMS, também houve queda real de 9,31% e 11,21%, respectivamente, e a tendência é de redução ainda maior em 2017,
    http://dc.clicrbs.com.br/sc/noticia/2016/08/desafio-arrecadacao-menor-desafiara-investimentos-7258994.html

    4+
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 14 de agosto de 2016 at 22:09

      Em Brasília a arrecadação do ITBI caiu, mesmo a alicota tendo aumentado de 2 para 3%

      3+
      • avatar
      • avatar