Construtoras fazem liquidação imobiliária – Tribuna da Bahia

Você pode gostar...

Comments
  • Antigo 24 de março de 2017 at 13:32

    Isenção de todos os impostos
    Todas as taxas
    Compras do mês garantidas por um ano
    Porcelanato na cor que o cliente escolher
    Mobília sob medida, novinha, ao gosto do freguês
    Financiamento direto com a imobiliária, sem juros
    Sem entrada
    O corvo ao fechar o negócio ainda se torna o seu mordomo por um ano, para servir cafezinho.

    Esse é o novo mercado imobiliário!! Agora vai? NEM ASSIM VAI!

    70+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 24 de março de 2017 at 13:32

    Aproveitem a liquidação antes do aumento da tabela !
    kakakakaka

    48+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Dr. Estranho 24 de março de 2017 at 13:47

    Agora eh a hora de comprar. Então comprem, pipoca eh claro, pois a comédia da vida real imobiliária ainda fará Bolhistas rirem.

    41+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Dr. Estranho 24 de março de 2017 at 13:50

    O otimismo ufanista do Meireles, acerca de um PIB positivo para 2017, arrefeceu por conta da “carne fraca”?

    30+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 24 de março de 2017 at 14:44

      Dr. Estranho,

      Acho que aproveitaram a operação da PF para que as pessoas pensassem isto, mas eles já sabiam que não ia desde o ano passado, no mínimo desde quando reduziram a previsão de crescimento do PIB de 1,6% para 1% e depois confirmaram que tinham consciência que não ia ser positivo, quando desde o início deste ano falaram que ocorreria uma nova redução do PIB.

      Agora eles vão esperar mais alguns meses para “descobrirem” que com a obrigatória redução de despesas do governo combinada com aumento de impostos que eles comunicarão na semana que vem, o PIB vai crescer menos ainda ou vai cair. Falarão sobre isto novamente com ares de “surpresa”, se possível junto com algum outro grande esquema de corrupção que tenha sido descoberto e/ou junto com algum grande roubo de estatal que apareça, de forma também “surpreendente”.

      Depois que ele já tiver completado alguns aniversários fazendo tudo igualzinho ao Mantega, daí será a vez da imprensa “descobrir” que ele é o Meirelles Margarina e que o chefe dele é o Dilmo. Tudo como se tivessem descoberto a América, ficarão estupefatos…

      68+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • cosmos 26 de março de 2017 at 06:29

        Parece-me inegável que a “carne fraca” vai impactar o PIB mesmo. Se só no dia 21 a média diária de exportações caiu de R$ 63 milhões pra R$ 74 mil, com a suspensão das entradas em vários mercados importadores, imagine o impacto que terá se não conseguirmos reabrir os mercados logo… As exportações de carne são uns 6 ou 7% das nossas exportações totais – acho que tá longe de ser uma desculpa do Governo.

        Em tempo, acho bom a PF continuar a fazer operações contra corrupção – quanto mais corrupto preso, melhor -, mas essa “carne fraca” foi muito irresponsável. Digo, até tecnicamente falha, no sentido de que algumas coisas sobre a produção de carne não fazem muito sentido (fica parecendo que não conversaram com especialistas na área). Enfim, UMA GALERA vai perder emprego por conta do sensacionalismo, infelizmente.

        1+
  • Cesar_DF 24 de março de 2017 at 13:51

    Referente o tópico

    São 39.570 à venda na capital
    A meta é diminuir ao máximo o estoque de imóveis à venda, possibilitando que as construtoras iniciem a construção de novas unidades e reaqueçam o mercado de trabalho. Aos 34 mil imóveis usados que estão colocados à venda em Salvador, somam-se outros 4,2 mil de novos lançamentos, e 10.898 imóveis para alugar vem toda a cidade.
    A grande maioria dos imóveis usados que estão à venda são de três quartos (12.877 unidades à venda), cujo metro quadrado estava valendo ao final de janeiro, R$ 5.930, valor acima da media do mercado em Salvador. Já os imóveis de um quarto (3.675 unidades) tinham preço do metro quadrado, segundo os dados da Secovi, de R$ 6.382,00.

    Mas utilizando os números em estoque, obtidos na matéria abaixo
    http://www.tribunadabahia.com.br/2017/02/07/mercado-reage-em-salvador-imoveis-tem-valorizacao
    Fazendo as contas
    34.000 usados, sendo
    12.877 imóveis de 3/4 de 90m2 a R$ 5.930/m2 = 6.8 BILHÕES
    17.448 imóveis de 2/4 de 60m2 a R$ 6.156 = 6.4 BILHÕES
    3.675 imóveis de 1/4 de 30m2 a R$ 6.382 = 703 milhões
    4.200 lançamentos, com média de 60m2 a R$ 6.156 = 1.5 BILHÃO
    O VGV do estoque de imóveis em Salvador seria de R$ 15.4 BILHÕES

    Mas na notícia falam que “A meta é atingir R$ 20 milhões em negócios e esvaziar os estoques de imóveis existentes no mercado de Salvador” kakakakaka

    39+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Leonardo M. 24 de março de 2017 at 14:20

      Com a população brasileira crescendo 0.8% ao ano os estoques vão sair diminuir!
      Se a economia não deslanchar por reformas vai sucumbir por falta de gente.

      O Brasil quer os mesmos benefícios de suíça,Finlândia,noruega e Dinamarca sem ter liberdade econômica.

      2030/2060 sofreremos de falta de jovens no mercado de trabalho e nossa população diminuirá ou pela violência ou porque jovens estão indo para outros países.
      E aí quem vai comprar bolhudo e pagar INSS?

      41+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • CA 24 de março de 2017 at 14:29

    Sobre o tópico de hoje e o trecho “A meta é esvaziar os estoques”:

    Vejamos este outro artigo:

    http://www.bahiatodahora.com.br/destaques-esquerda/noticia_destaque2/queda-nas-vendas-leva-construtoras-a-reduzir-o-ritmo-em-salvador-situacao-e-preocupante

    Trecho da notícia acima, que é de SETEMBRO/2013:

    “A oferta está grande e as incorporadoras têm interesse em acabar com seus estoques. ”

    Pois é, o óbvio é que os estoques continuarão anormais enquanto os preços assim estiverem, por mais que eles façam de conta que não é assim…

    29+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 24 de março de 2017 at 15:10

      Realmente eu não entendo. Ainda que exista a questão do que outros proprietários vão fazer (já vi gente entrar na justiça pq a construtora tá vendendo a outra pessoa mais barato do que quando ele comprou), realmente não entendo porque não reduzem o preço de verdade.

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cajuzinha 24 de março de 2017 at 15:18

        ““Durante todo o ano, a ADEMI-AM realizou ações de incentivo à compra. Foram negociações diretas com as construtoras, feirões e promoções. Ao longo de 2017, continuaremos fazendo ações para que o consumidor seja ainda mais estimulado a adquirir seu imóvel. O mercado continuará aquecido e os compradores podem se preparar para um ano de muitas ofertas”, explicou o presidente da ADEMI-AM, Romero Reis.

        O perfil dos compradores também pode ser observado através dos dados apresentados, visto que 29,8% dos compradores, o que equivale a 855 imóveis, adquiriram imóveis no valor de R$ 250 mil a R$ 400 mil. Já entre os valores de R$ 400 mil a R$ 600, foram realizadas 719 vendas, o que equivale a 25,2% do total.”

        Grande final, kkkkk: “O evento promovido pela ADEMI-AM também apresentou as expectativas do mercado para todo o ano de 2017. O balanço geral do setor foram passadas pelo coordenador da Fundação Instituto de Pesquisa Econômica (FipeZap), Eduardo Zylberstajn, umas das principais autoridades no mercado imobiliário nacional.”

        http://www.acritica.com/channels/cotidiano/news/ademi-am-apresenta-primeiro-anuario-do-mercado-imobiliario-em-evento

        7+
        • avatar
        • avatar
      • Zé do Brejo 24 de março de 2017 at 15:51

        Por conta que os imóveis servem de lastro para operações financeiras ALTAMENTE alavancadas.
        Lembra quando o véio disse que o problema é sistemico e vai voar merda pra todo lado?
        Estamos assistindo de camarote.

        21+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • odorico 24 de março de 2017 at 16:24

          Além disso, economia é uma ciência social. Isto é, o preço (que é diferente de valor) ele está ligado a memória, manada, ancoragem, emoções, cultura, etc. Enfim, proprietários não vão baixar o preço por uma análise racional. Será por necessidade ou por emoção, memória, etc. Alguns vão segurar imóveis por anos afirmando seu valor, mesmo que alguém prove por A+B que com o passar do tempo está perdendo mais. Outros venderão por qualquer coisa devido a necessidade. O Brasil é uma grande grécia, ou grande itália, ou grande portugal. Nossa sociedade congelou de forma medíocre (de qualidade média, comum; mediano, meão, modesto).

          36+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
  • Alemon Fritz 24 de março de 2017 at 14:39

    caí num loop infinito de gargalhadas aqui

    Construtoras fazem liquidação imobiliária
    Preço em Salvador ainda é maior que média nacional …

    (kkkk, tem estoque e liquidação, mas o preço ainda é o maior que a média nacional…kkkk…não vai)

    21+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Ronilson 24 de março de 2017 at 14:48

    Vocês que são uns perdedores… não estão vendo que é a chance da vida? Comprem e financiem que dá tudo Serto!!!!

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • John Horse 24 de março de 2017 at 19:57

      Amém Fernando! E não dê nem um centavo sequer de entrada! Financie tudo!!!

      2+
      • avatar
      • Fernando 25 de março de 2017 at 14:48

        Don’t be stupid…

        3+
        • John Horse 25 de março de 2017 at 19:25

          Not like you.

          4+
          • avatar
  • Alemon Fritz 24 de março de 2017 at 14:56

    Você ganha desconto no ITV, ou no IPTU, ou no condomínio por 2 anos, ou móveis da cozinha, ou split instalado, ou um guarda chuva personalizado, ou 10kilos de picanha FrioBoi ou 100kg de linguiça Peccini, ou 1 tanque de combustivel, ou porcelanato na sala, ou um quadro do viqui muniz, ou uma semana em Londres..
    mas compre pelamordedeus..

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 24 de março de 2017 at 15:02

      huahuahuahuauhahuahua
      por favor…………………………………..comprem !!!!

      Eu vivi para ver esse dia !

      26+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 24 de março de 2017 at 15:14

        AINDA vão pagar pra alguém comprar
        leia-se deságio
        leia-se queda maior que 100%
        leia-se melhor alguém levar do que ficar custeando condo, iptu e manutenção

        “E os que dançavam foram considerados loucos por aqueles que não ouviam a música”. (denovo, o Fred)

        22+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Lucas 24 de março de 2017 at 15:19

          no exterior os custos de se manter um terreno, mesmo que vazio são quase tão altos que construído.
          isso de certa forma produz justiça, o cara não fica 50 anos morgando, especulando.
          aqui, essa variável é úm pilar pró-bolha, mas que vai ruir, lembrem da dica do century, 2027

          20+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • John Horse 24 de março de 2017 at 19:58

            Pra tudo tem um jeitinho… Eles colocam umas vacas ruminando, fingem que é terra produtiva, e não pagam tudo isso não…

            4+
  • Lucas 24 de março de 2017 at 15:15

    deixei recadinhso no fim do post passado

    1+
    • avatar
  • Lucas 24 de março de 2017 at 15:21

    deveriam ter chamado de OPERAÇÃO BOI-DE-PIRANHA
    fora isso concordo com tudo ali

    2+
    • avatar
  • Cajuzinha 24 de março de 2017 at 15:39

    24/03/2017 às 12h01
    Volume de distratos da Cyrela em 2016 foi o maior da
    história
    (Atualizada às 12h02) O volume de distratos da Cyrela
    em 2016 foi o maior da história, revelou nesta sexta­feira (24) o
    copresidente da companhia Raphael Horn. No início de fevereiro, a
    companhia havia informado ao Valor que a incorporadora teve
    distratos de R$ 2,3 bilhões no ano passado e R$ 6,1 bilhões no
    acumulado de três anos.
    Em teleconferência com analistas e investidores, Horn ressaltou que a
    Cyrela espera que as reformas da economia sejam aprovadas pelo governo “de forma contundente” e destacou a
    importância da redução da taxa de juros para a recuperação do setor de incorporação.
    O copresidente afirmou que a saída da crise é lenta, mas que espera melhora da
    situação no fim do segundo semestre. “O ânimo está melhor, mas a realidade do
    setor não melhorou muito”, disse.
    Ele afirmou que a incorporadora tem conseguido vender estoques prontos, mas que
    as entregas têm se concentrado em regiões em que há volume expressivo de
    distratos. O problema com estoque pronto tende a ser mais difícil no Rio de Janeiro
    neste ano, afirmou.
    Tecnisa
    A Cyrela afirmou ver “com bons olhos” o aumento de capital da Tecnisa e a entrada na chamada de recursos
    anunciada ontem pela companhia, mas ainda avalia se participará, disse Horn.
    A Tecnisa fará aumento de capital de até R$ 150 milhões, por subscrição privada.
    No ano passado, a Cyrela fez aporte de R$ 75 milhões na Tecnisa e ficou com 13,62% do capital da empresa. A
    companhia teve impacto líquido positivo de R$ 10,7 milhões no resultado em decorrência do investimento da
    Tecnisa.
    Tamanho
    De acordo com o empresário, a Cyrela tem como estratégia diminuir seu tamanho e transformar o estoque em
    caixa. “Vemos com bons olhos enxugar a empresa um pouco e melhorar a rentabilidade”, afirmou.
    Ele ressaltou que gerar caixa possibilita reduzir a dívida, pagar dividendos e comprar terrenos.
    A companhia vai manter participações em joint ventures com foco nos públicos de média e alta renda, desde
    que sejam “compactas, enxutas e rentáveis”, disse Horn

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Baby Boy 24 de março de 2017 at 15:41

    É fato que nenhum imóvel na Banania vale mais que R$2k/m2 útil.

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 24 de março de 2017 at 15:45

      Concordo.
      Não vale mais que 2k por conta de toda a conjuntura.
      Sabemos que é possível construir com 800,00 reais a 1.000,00 o metro… depende o padrão.
      E quer saber?
      Fiquem no aluguel e se forem comprar…. afiem o facão.

      30+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Baby Boy 24 de março de 2017 at 15:53

        Recusei uma proposta.
        Dono enforcado, terreno 1,4k/mt2 area nobre frente mar, litoral badalado…zoneamento bom,
        falei 1,0k/mt2.. e dei graças que ele recusou.

        20+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Cajuzinha 24 de março de 2017 at 15:53

    Caixa realiza segundo leilão de imóveis até 80% mais baratos que preço de mercado em SP
    O segundo evento do banco este mês conta com casas e apartamentos não comprados no primeiro leilão, realizado no dia 11 deste mês

    http://www.infomoney.com.br/minhas-financas/consumo/noticia/6269795/caixa-realiza-segundo-leilao-imoveis-ate-mais-baratos-que-preco

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 24 de março de 2017 at 15:54

      24/03/2017 Caixa realiza segundo leilão de imóveis até 80% mais baratos que preço de mercado em SP ­ InfoMoney
      http://www.infomoney.com.br/minhas­financas/consumo/noticia/6269795/caixa­realiza­segundo­leilao­imoveis­ate­mais­baratos­que­preco 1/1
      De acordo com o responsável pelo leilão, Douglas Fidalgo, isso significa que os imóveis serão vendidos por
      preços ainda mais atrativos, tendo como preço inicial os valores dos débitos junto ao banco. A ideia do
      leilão é ter os preços mais baixos que os praticadfos no mercado, porque o objetivo do banco é recuperar o
      valor do empréstimo e fazer a venda de forma ágil.
      Um dos imóveis disponíveis é uma casa sobrado na cidade de Santo André, no ABC Paulista, que, com 80%
      de desconto, fica por R$ 52.993,87, sendo que seu preço de avaliação é R$ 265 mil. Para ver mais opções de
      imóveis, clique aqui.

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Margarida 24 de março de 2017 at 20:22

        6500,00 m/2 na Vila Andrade (isso é Morumbi ou não é?). Esse preço é de leilão? Tá facinho! Vai vender de baciada!

        7+
        • avatar
  • calango_df 24 de março de 2017 at 15:55

    sempre leio o blog com um dia de delay, em vista do que não tenho tempo de acompanhar as discussões pari passu.
    Notei que ontem o pessimismo foi generalizado…deixo aqui os meus feelings para a nossa Bnn.

    -Criminalidade (do colarinho preto – sem querer ser racista, rs) tenderá a cair em algum ponto entre hj e 2050, pq bandido não segue a pirâmide etária. Não estou dizendo que essa queda será uma reta unindo os dois pontos. Pode até ser uma parábola…mas creio que cairá.

    -A bolha do mercado de imóveis, ao fim, será um grande transferência de renda, com pessoas indo habitar imóveis que não valem o custo de oportunidade para aquisição, equivalente à bolha “.com” (qdo estourou, muita infraestrutura caríssima foi adquirida a preço de nada, reduzindo o preço dos serviços). Enfim, lugar para morar não faltará.

    -Transporte público se tornará mais barato, seja, conjuntamente ou não, pela uberização, energia solar e/ou carros autônomos. Na pior das hipóteses, será igual à Cuba. Transporte público em carretas adaptas.

    -Custo da educação se reduzirá, pelo total desnecessidade da estrutura formal de ensino atualmente existente. Youtube já tem aulas com os melhores caras do mundo e acesso à material de ponta no google. Se o Bnn vai se dedicar já é outra história…

    -Custo médicos cairão, pela expiração de várias patentes de medicamentos/equipamentos, bolha dos cursos de medicina, google e desenvolvimento de softwares que darão precisão e baixo custo ao atendimento.

    -Bnn tem terra, sol e água (ainda. rs!). De fome só morrerá quem quer.

    Ricos não seremos nunca. Ficaremos aí no meio do caminho, sobrevivendo no risco da régua, eterna promessa das categorias de base.

    Tô com alguns cvrs, mas atolado de compromissos…sem tempo de colocar no papel. abs

    46+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Lucas 24 de março de 2017 at 16:01

    depois do aclamado Indece de Gerson
    vem aí índice de ostentação
    precisamos dum matemático

    http://www.msn.com/pt-br/carros/compra/peugeot-208-tem-maior-porcentagem-de-carros-financiados/ar-BByGuHh?li=AA8hcc&ocid=spartanntp

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 24 de março de 2017 at 16:14

      Ou seja venda REAIS abaixo dos 50% o resto é tudo dívida e não venda.

      6+
      • avatar
      • Lucas 24 de março de 2017 at 17:16

        a maior frotista do BR se chama “O Banco”

        aliás outra grande enganação isso de venda a juros baixos, pq o ajuste do risco se faz no preço, a pessoa pensa que tá pagando juros baixo, tipo o Fernando, só vai se ligar que fez merda na hora de empurrar de usado pra compra do novo, aí toma 50% nominais na lata, fora inflação, fora custo de oportunidade+custos que poderia economizar andando de Uber e quetais.

        18+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Zé do Brejo 24 de março de 2017 at 17:40

          Maior frotista, maior imobiliaria, maior financiador dos títulos públicos.

          12+
          • avatar
          • avatar
          • Zé do Brejo 24 de março de 2017 at 17:42

            Eu confio desconfiando do sistema financeiro no brasil.
            FGC de C… é R…

            5+
            • avatar
          • John Horse 24 de março de 2017 at 20:01

            Maior aproveitador de incautos que não sabem nada de matemática financeira.

            5+
            • avatar
    • Antigo 24 de março de 2017 at 17:43

      Posso até parecer radical demais, mas só deveria ter carro quem tem condição de pagar a vista.
      Não faz o menor sentido a pessoa se amarrar nessas parcelas e depois não ter grana nem para a gasolina e manutenção básica, conforme disseram em CVRs anteriores.

      Mas assim vive o bananense. De banana em banana. Uma por dia.

      24+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Zé do Brejo 24 de março de 2017 at 17:48

        Na minha opnião isso deveria valer para imóveis também.
        Mas se não existisse FINAMEs quem pagaria nossos juros?

        13+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Cajuzinha 24 de março de 2017 at 16:02

    Locação de imóveis comerciais tem retorno abaixo do CDI desde 2014
    Nos últimos 12 meses até fevereiro deste ano, o rendimento dos imóveis comerciais (levando em consideração a valorização das salas e o aluguel) foi de 2,2%, patamar bem abaixo do rendimento do CDI no período, de 14%

    http://www.infomoney.com.br/imoveis/noticia/6261536/locacao-imoveis-comerciais-tem-retorno-abaixo-cdi-desde-2014

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 24 de março de 2017 at 16:04

      AGORA É PÉSSIMO NEGÓCIO e DESDE 2014

      “SÃO PAULO – A posse de um imóvel comercial para locação tem se mostrado um péssimo negócio desde
      2014. Segundo o Índice FipeZap, o retorno obtido com o aluguel mais a valorização do preço do imóvel tem
      ficado abaixo dos rendimentos do CDI (principal referencial para as aplicações de renda fixa) há quatro
      anos.
      Nos últimos 12 meses até fevereiro deste ano, o rendimento dos imóveis comerciais (levando em
      consideração a valorização das salas e o aluguel) foi de 2,2%, patamar bem abaixo do rendimento do CDI no
      período, de 14%. Se for considerado apenas a valorização do imóvel ­ para o caso de salas desocupadas,
      à espera de um locatário ­ o investidor teve prejuízo de 3% nos últimos 12 meses.”

      20+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Antigo 24 de março de 2017 at 16:35

        Todo mundo aqui já sabia
        Mas fico feliz de ver a imprensa dizendo.

        17+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Money_Addicted 24 de março de 2017 at 18:18

          isso ai considerando q consiga vender com a suposta valorizacao

          PMJ

          10+
          • avatar
  • Diego F. 24 de março de 2017 at 16:02

    http://www.brasil.gov.br/infraestrutura/2017/03/minha-casa-minha-vida-lanca-novas-regras-de-contratacao

    Minha Casa Minha Vida lança novas regras de contratação
    Fundo de Arrendamento Residencial chegará, a partir de agora, a municípios com população inferior a 50 mil habitantes

    O programa Minha Casa Minha Vida terá, a partir desta sexta-feira (24), novos critérios de seleção para contratações da Faixa 1, que atende famílias com renda de até R$ 1,8 mil.

    A partir de agora, a modalidade Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) chegará aos municípios com população inferior a 50 mil habitantes.
    “As mudanças são bem significativas. Agora, o programa poderá chegar a qualquer município brasileiro e melhorar a qualidade de vida dos beneficiários, com critérios mais humanizados”, explica o ministro das Cidades, Bruno Araújo.
    […]

    2+
    • avatar
  • Bsbguy 24 de março de 2017 at 16:16

    CVR
    Uma amigo meu comprou um ap da brooksfield em Aguas Claras, ele tinha pago uns 54k reais, uns 4k de corretagem, só que ele era “investidor”, isso em 2010-2012/2013. Ok, ele viu que fez um mau negócio e como a regra do jogo permite distratar ( aqui não entro na celeuma se é justo ou não, eu particularmente acho que não deveria ser). Só que a empresa, burra que é, quis devolver só 30% do valor pago. Ele não aceitou e continuou a pagar, sabia que não acabariam no prazo, não deu outra. Entrou na justiça com 8 meses após a entrega contratual (máximo contratual é de 6 meses), isso em 2013. Em primeira instância ele ganhou:
    Tudo devolta 58k + uns 10-15k de multas e afins (entre arras e outras coisas) = 70k +-
    Corrigido desde 2013 = 32% de INPC + Multa de mora (48% +-) = 84,8% * 70k = 59k +-
    Total – 130k reais hoje em março de 2017, o processo está quase sendo julgado em segunda instância, o advogado dele pediu na verdade mais do que foi dado em primeira instância. Mesmo que mantenha, já seria um puta prejuizo para a construtora. Se ele fossem esperto, distratavam no inicio devolvendo tudo ou quase tudo, não haveria processo e não haveria esse prejuizo. A menos que eles considerem que vale a pena jogar para frente um prejuizo (pedalarrrrrr) e foda-se tudo e todos.

    29+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 24 de março de 2017 at 16:18

      Eles consideram melhor jogar pra frente… até lá … já podem estar em recuperação judicial….ou então esperando os colegas políticos uma aprovação de regulamentação , etc. Dinheiro eles tem pouco… dá para pagar em sacos de cimento ou milheiro de tijolos!?
      kkk

      28+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Antigo 24 de março de 2017 at 16:29

      Seu amigo motumbou o motumbo, é isso mesmo?
      Bem jogado!
      Eu só não confiaria na celeridade da justiça.

      26+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Bsbguy 24 de março de 2017 at 16:40

        Já está na pauta da segunda instância e no meio do processo ainda foi pro STJ por conta de um recurso repetitivo que parou todos processos desse tipo no país inteiro para decidir sobre corretagens.
        mto bem jogado….acho que até setembro ele ta com $. Mas também, com juros de mora de 1% e INPC correndo, acho que nem precisa ter pressa (a pressa na verdade é para que a empresa não feche antes kkkkk)

        16+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Money_Addicted 24 de março de 2017 at 16:58

          bom, soh vai ser possivel dizer se foi bem jogado qdo ele estiver com o dinheiro na conta, pois como From falou, ate la mta coisa pode acontecer

          mantenha nos informados

          [ ]s

          30+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • Shadowflare 24 de março de 2017 at 17:08

          Resta colocar na ponta do lápis se as custas e honorários do advogado não levarão embora qualquer “lucro” real que ele possa obter na operação. De qualquer forma recuperar o valor corrigido será lindo. Agora é rezar pra essa corretora conseguir ir pedalando ao infinito e mais além.

          6+
          • avatar
          • avatar
          • Bsbguy 24 de março de 2017 at 17:52

            20% pro advogado.

            Valores pagos no total pelo amigo. 58k reais. Acho que a parte do advogado será no mínimo compensado pelas multas que incidirão contra a construtora. De resto, deve sobrar os 58k reais corrigidos no mínimo, mas acho que deve voltar ao menos o dobro desse valor. (50% referente a inflação e outros 50% a multas e afins).

            No futuro, volto a falo o que deu!

            7+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
        • Lucas 24 de março de 2017 at 17:20

          o jogo só acaba quando termina
          a pessoa poderá falar em lucro somente quando tiver realizado, com a grana no bolso, até lá ainda estamos no campo da imaginação

          pessoalmente acho que se o juiz fosse rápido, metade das construtoras já tinham fechado as portas, a hora que a decisão desse cara sair, ainda vai ter que correr atrás do dinheiro, cartoriar a dívida, pedir pra bloquear contas e o escambau, até lá um monte de outras decisões já saíram juntas. Vão todos morrer baraçados.

          28+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Bsbguy 24 de março de 2017 at 17:50

            Ok, relatarei no futuro o desfecho
            !!

            7+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • EngenheiroDF 24 de março de 2017 at 18:01

              QUal é a o empreendimento?

              2+
  • From_The_Tower 24 de março de 2017 at 16:25

    http://estamosricos.com.br/comparacoes/casebre-no-arizona-ou-mansao-em-fortaleza/

    Wagner 25/08/2016 Comparações
    Untitled design
    Passa ano, volta ano… vem crise, passa crise… E CONTINUAMOS A NATA DA NATA! A Suíça Latina!

    E claro, jamais baixaremos o preços de nossos LINDOS E MARAVILHOSOS IMÓVEIS!

    Bem, hoje, teremos uma competição difícil!

    Um casebre no Arisona vs uma Mansão em Fortaleza,

    Preparados??

    Vamos começar pela mansão brazuca:

    Lindíssima Mansão em Fortaleza, em belos tons rosas com fachada clássica

    forataleza1

    Ainda, como você pode perceber, há uma área externa bastante valorizada e arborizada

    fortaleza 2

    A geladeira à esquerda pode ser adquirida juntamente com o imóvel, a mesa a direita também combina com uma bela área de lazer

    fortaleza 3

    Ainda na parte interna, podemos ver o bom gosto decorativo e de combinações.

    fortaleza 5

    A cozinha também tem seu charme… como todas as que mostramos aqui

    fortalea 4

    É uma pena que não colocaram a foto do banheiro, aposto que é aquele tom rosa que tanto amamos!!

    Essa bela e adorável casa, pode ser adquirida por míseros R$ 600 mil reais! Vejam o anúncio: http://www.zapimoveis.com.br/oferta/venda+casa+3-quartos+centro+fortaleza+ce+470m2+RS600000/ID-7651926/?paginaoferta=1

    O interessante é a sugestão que ela é ótima para montar o próprio negócio, fico imaginando o tipo de negócio que dá pra montar aí…

    c700x420

    Acho que estou com a imaginação fraca… provavelmente é um ótimo local para uma pizzaria, uma clínica ou até mesmo um belo SPA urbano, tem uma ótima área verde.

    Bem, agora vamos ao imóvel gringo…

    Ele fica na cidade de Phoenix, que é a 6a. maior cidade do país. A bela Fortaleza é a 5a. no Brasil, então… acho que a comparação será justa…

    Vamos ver a casa gringa?

    ar1ar2ar3ar4ar5ar6ar7ar8ar9ar10ar11ar12ar13ar14

    Que achou? feinha né?

    Ela pode ser comprada por US$ 180 mil dólares (uns R$ 585 mil reais)… tá bom??

    Não acredita? Veja só: http://www.zillow.com/homedetails/5734-S-33rd-Dr-Phoenix-AZ-85041/67781554_zpid/

    Detalhes importantes…

    O salário médio no Ceará é R$ 1.285, ou seja, um trabalhador médio precisa trabalhar 35 anos inteiros para pagar o lindo imóvel brasileiro…

    Já no Arizona, o salário médio é de US$ 4.500 ( R$ 14.500). Um trabalhador do Arizona precisa trabalhar 3,5 anos para pagar i imóvel gringo, ou seja, 31 anos a menos que no Brasil.

    E aí? Alguém me explica?
    😉

    34+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 24 de março de 2017 at 16:36

      Interessante um CORVO tentando empurrar a venda de outro lixo nos comentários.
      Ooooohhhhh paaaiii tenha piedade dessas almas corvolinas.
      Reserve a eles uma ótima localização no inferno!

      10+
      • avatar
      • avatar
    • Leonardo M. 24 de março de 2017 at 19:04

      Já foi vendido a casa nos EUA por U$162,750

      8+
      • avatar
      • avatar
      • Margarida 24 de março de 2017 at 21:06

        Valor de venda anunciado: 148x valor do aluguel estimado. Valor vendido: 135x.

        5+
  • Lucas 24 de março de 2017 at 16:25

    CVR leilões zukerman (acompanho ele por histórico, comecei n sei pq agoara vou sem

    – Bairros brooklyn, Real parque e Morumbi, leilões em torno de 2,5 a 3 k/m²
    – Osasco a 2k/m

    realmente é soft e tender
    hoje estou musical
    vamos cantar
    Melô do MOTUMBO )by Elvis Presley(

    só que financiou:
    Love me tender, love me sweet
    Never let me go
    You have made my life complete
    And I love you so

    só o Fernando:
    Love me tender, love me true
    All my dreams fulfill
    For my darlin’ I love you
    And I always will

    agora todos os 666 juntos:
    Love me tender, love me long
    Take me to your heart
    For it’s there that I belong
    And we’ll never part

    agora o motumbo:
    Love me tender, love me dear
    Tell me you are mine
    I’ll be yours through all the years
    Till the end of time

    30+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 24 de março de 2017 at 16:31

      HAHAHAHAH
      Sensacional!
      Gosto do Elvis, mas essa eu não cantei junto, pois é a vez dos 666 dançarem.

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Margarida 24 de março de 2017 at 21:16

      Não chegou ainda o pior. Eu vejo leilões sempre, por diversão mesmo. Preços, matrículas, laudos de avaliação, acho tudo divertido. Até olho os processos, às vezes.

      Mas o que importa: por enquanto só vejo imóveis em áreas ruins, imóveis ruins, imóveis enroladíssimos. Os que são bem localizados e bons de verdade são poucos, e enormes, encalhados porque mesmo com valores menores, considerando a metragem, são caros e devem ter condomínio e IPTU também muito caros. São pra muito poucos, esses imóveis, e também encalham.

      Vou acompanhando pra ver quando vai chegar o volume maior de imóveis bem localizados e bem construídos com preços realmente sérios. Por enquanto eu realmente não sei o que eles estão tentando com esses leilões. Eu entendo a idéia de querer pescar a última leva de trouxas, mas não entendo tentar pescar no deserto.

      14+
      • avatar
  • EngenheiroDF 24 de março de 2017 at 16:47

    Qual a próxima gigante a entrar em recuperação judicial?
    Rossi? João Fortes?

    5+
    • avatar
    • Antigo 24 de março de 2017 at 16:48

      Tossi Resfrial

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • EngenheiroDF 24 de março de 2017 at 16:58

    Estão saindo os resultados do 4 Trimestre de 2016 das empresas listadas na bolsa. Alguem analisando ?

    2+
    • avatar
  • Zebolheu 24 de março de 2017 at 17:08

    Tava matutando um dia desses, este blog me ajudou a pôr alguns valores em perspectiva… Até considerava a ideia de comprar um imóvel se o preço fosse razoável, mas… o que é razoável? Quanto vale um apartamento? Cada vez mais a resposta é: QUASE NADA! Além do fator demográfico, indicando uma população em declínio a partir de 2030, tem a mudança de mentalidade das pessoas, que valorizam cada vez mais o transitório em lugar do perene. Alguém escreveu sobre isso outro dia aqui (não lembro, desculpe), e me deixou pensativo.
    Explico: ter um apê só serve pra poder juntar tralhas sem se preocupar que alguém vai te obrigar a se mudar e a carregar tudo isso junto. Só que você entra nesses sites de venda de móveis e mobilha um apê inteiro com 5 ou 10 paus no máximo, com pouca qualidade mas com bom gosto. PMJ de alguns meses dá conta. Quando se mudar, manda vir o Exército da Salvação pegar tudo, ou bota na OLX com preço de banana, e compra tudo novo pro próximo apê. Eletrodomésticos, idem, hoje são feitos com obsolescência programada, não duram mais do que 7 anos.

    33+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 24 de março de 2017 at 17:29

      todos já falamos sobre isso
      estamos saindo da mentalidade patrimonialista para o pay-per-use

      Digo isso em tudo: desde carros, casas, turismo, estoques industriais, programas de TV, prancha de stand-up, material de ski, até a musica, a própria memória e o conhecimento estão indo para a nuvem. Até o próprio dinheiro, pelos plásticos, mais na frente pelas criptomoedas, a posse é cada dia mais virtual

      um exemplo nostalgico dum véio: Antes tínhamos Enciclopédias em casa, coleções de discos que usávamos aquele pufzinho com esmero, morríamos de medo de emprestar, que podia voltar arranhado, hoje basta um telefone e um wi-fi, cabe no bolso toda a discografia, toda a arte e todo o conhecimento do mundo.
      Não sei se pararam pra pensar, é muita coisa.

      47+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 24 de março de 2017 at 17:34

        A Barsa, comprada com muito muito suor, lembro até hoje daquele carnezinho de 20 (???) folhas, da gente fazer economia naqueles meses pra conseguir pagar, da estante enorme que teve que ser construída para ela, do espaço e do peso que ocupava. Ah o peso!!! a gente desencaixotando os volumes finamente embalados, uma pilha de caixas.

        33+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Antigo 24 de março de 2017 at 17:36

          A Wikipedia hoje em dia é mais completa que qualquer uma dessas enciclopédias.
          Mas tenho certa nostalgia delas. Eram volume muito bonitos. Incômodos de consultar, mas bonitos.

          8+
          • avatar
          • avatar
          • Zé do Brejo 24 de março de 2017 at 17:46

            Não consigo me adaptar a ler livros por meios digitais, pode ser nostalgia, mas ainda prefiro o bom e velho livro impresso.
            Eles não me deixam na mão por falta de energia/bateria 🙂

            5+
            • BolhistaBR 24 de março de 2017 at 17:55

              Cara, a bateria de um Kindle da vida dura semanas!
              Basta uma carguinha planejada e pronto!

              6+
              • avatar
              • Zé do Brejo 24 de março de 2017 at 17:59

                Eu sei, é questão de old fashion mesmo 🙂

                3+
                • Lucas 24 de março de 2017 at 19:58

                  eu tbm sou old school
                  prefiro impresso
                  pego os pdfs e imprimo

                  6+
                  • avatar
                  • avatar
                  • avatar
                  • socrates 24 de março de 2017 at 20:01

                    o pior é tentar entender por que as crianças ainda tem que carregar dezenas de livros pesados (e carissimos!) para ir à escola… Um tablet (tipo kindle) com acesso ao wikipedia e outros sites educacionais seria muito mais economico, sustentavel e saudavel para as colunas de todos.

                    17+
                    • avatar
                    • avatar
                    • avatar
                    • Rico 26 de março de 2017 at 22:32

                      Só uso kindle, tudo na nuvem. Não tenho Cd nem nada em casa. Cada 3 meses jogo um caminhão de coisas fora. Já foi meu carro. Uso moto, essa não vendo, sai mais barato que o uber e ainda me dá uma mobilidade que nem carro dá. Sei que é perigoso, mas ando de moto a 23 anos e tem gente que morreu escorregando no banheiro, então agora é lucro. Gastar dinheiro agora só com viagens, o ter não me dá prazer mais, só o necessário.

                      3+
                      • avatar
    • Antigo 24 de março de 2017 at 17:31

      Eu penso em comprar imóvel um dia. Gosto de ter minhas tralhas organizadas, e tenho preguiça de fazer muitas mudanças.
      Por mim ficar em um canto só está bom. Viajar mais a turismo mesmo.

      Mas só comprarei quando for uma decisão racionalmente justificável. Por exemplo, estourar a bolha e tudo ficar bem barato.

      Por enquanto, é burrice. E se nunca isso acontecer, nunca comprarei.

      30+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 24 de março de 2017 at 17:53

        Eu fico com raiva de ver meu FGTS lá mofando, são cerca de 160K.. haja prejuizo… por outro lado já esta juro em juro… e começou a subir “mais rapido” tentando me conformar.. ainda falta uns 10 anos pra eu me aposentar se não mudarem muito as regras… isso que me irrita.

        12+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Zé do Brejo 24 de março de 2017 at 18:00

          Apesar de ser uma porcaria, seu FGTS tá rendendo mais que qualquer imóvel

          17+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • Money_Addicted 24 de março de 2017 at 18:20

          to nessa ai tambem, mas sempre posto o rendimento do fgts, maior q quer bolhudo.

          por falar nisso, saiu um “bla bla bla” um tempo atras q iam melhorar um pouco a remuneracao do fgts, algo tem a atualizacao desse assunto?

          [ ]s

          6+
          • avatar
        • Awulll 27 de março de 2017 at 13:39

          160 k não vale a pena você comprar um imóvel pra revender?
          Se eu tivesse isso jogava um verde em alguns na faixa de 250 k pra cima, só pra ver a cagada. Se pegar algum desesperado e se tu vender depois por 180 k já tá no lucro. 160 k já poderia até valer a pena considerando que se investir depois em alguma outra coisa vai poder pelo menos dobrar o rendimento do FGTS.

          0
      • to bolhado 24 de março de 2017 at 17:54

        penso o mesmo. Meu problema com comprar é puramente financeiro: hoje não faz o menor sentido financeiramente comprar. Mas conceitualmente não tenho problema com comprar, considerando o contexto etc (tem certas fases da vida ou para certas pessoas nunca fará sentido). Agora, se financeiramente fosse indiferente, acho que se você planeja ficar num lugar pelo menos 5 anos, já conhece o bairro etc, comprar faz sentido; você decora / arruma do jeito que quer, não tem proprietário enchendo o saco. Fora que a grana economizada no aluguel (de novo, se fizer sentido financeiro) é na veia, é dinheiro que vc guarda sem IR, sem custo de transação etc. Tudo bem que o bananense médio é brick lover, mas não vejo razão (além da financeira) para ser brick hater.

        12+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Zé do Brejo 24 de março de 2017 at 18:03

          Tudo questão de experiência.
          Aposto com você que depois do MCMV o nro de brick haters aumentará exponencialmente.

          9+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Lucas 24 de março de 2017 at 20:01

            nem lover nem hater

            6+
            • avatar
            • avatar
      • BolhistaBR 24 de março de 2017 at 18:04

        Essa é a principal desvantagem do aluguel.
        Esse negócio de se mudar pra lá e pra cá é froids.
        Devo partir pro aluguel num futuro.
        Dependendo do mercado da época, fechar por 30 meses pode ser interessante, mesmo com IGPM. Pior coisa é alugar por 12 meses e depois na renovação não fechar porque o fdp quer reajuste maior q IGPM.

        O problema dessa estratégia é que o locatário sempre é a parte mais fraca da corda.

        Vejam só agora…..
        Um monte de locador querendo empurrar 30 meses..
        Muita imobiliaria fdp fazendo jogo duro, querendo manter o poder da negociação.

        4+
        • Zé do Brejo 24 de março de 2017 at 18:15

          Continue procurando, o mercado está bom para o locatário, muitas placas para negociar diretamente com o proprietário espalhados pela cidade.

          5+
          • avatar
        • Zebolheu 25 de março de 2017 at 13:59

          É, se o proprietário for FDP fica chato mesmo. Mas te digo que nunca peguei proprietário assim. Já morei em 4 apês diferentes em SP, e em todos foi cumprido o acordado, inclusive ficando sem reajuste do aluguel em três ou quatro ocasiões. Tem muito proprietário consciente do preço de se ter um bom inquilino, que paga em dia e não destrói o imóvel. Onde moro hoje trato com a proprietária (acho as mulheres mais fácil de lidar do que com proprietários homens, que se acham espertões), e sei que só saio daqui quando (e se) eu quiser.

          1+
        • Fiscal 27 de março de 2017 at 00:24

          A propósito, estou alugando um imóvel esta semana em SP e o proprietário pediu para que o contrato fosse pelo prazo de 30 meses. Gostaria de saber qual é o índice utilizado usualmente para reajuste anual do aluguel. Seria realmente ou IGPM? Ou devo exigir/negociar para que seja incluído outro índice de reajuste no contrato?

          0
          • to bolhado 27 de março de 2017 at 07:17

            No geral igpm mesmo

            0
      • Money_Addicted 24 de março de 2017 at 18:25

        tem ainda a questao da idade, infelizmente ou felizmente a vida eh finita, entao mesmo q vc pague um preco nao bolhudo, vc pode usufruir mto mais desse dinheiro….mesmo q vc diminua o seu patrimonio

        5+
        • avatar
  • Alemon Fritz 24 de março de 2017 at 17:49

    faltou combinar

    Iniciativas do governo ainda não surtem efeito e construtoras veem 2017 com cautela

    “http://extra.globo.com/noticias/economia/iniciativas-do-governo-ainda-nao-surtem-efeito-construtoras-veem-2017-com-cautela-21109555.html#ixzz4cHIk6aRC”

    – BNDES acumula vários micos
    http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2017/03/19/internas_economia,855478/bndes-acumula-varios-micos.shtml

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 24 de março de 2017 at 18:00

      Gosto quando usam a palavra micos. Combina com o bananense.
      É o jeito da imprensa dizer que f**** tudo sem falar palavrão

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • CA 24 de março de 2017 at 18:30

      http://extra.globo.com/noticias/economia/iniciativas-do-governo-ainda-nao-surtem-efeito-construtoras-veem-2017-com-cautela-21109555.html#ixzz4cHIk6aRC

      Trechos do link acima com a respectiva tradução:

      “Nosso cenário para 2017 é de que as coisas serão duras” => TRADUÇÃO: finalmente viram o Motumbo, só que já é tarde demais…

      “Mágicas não são esperadas do lado dos distratos porque a dinâmica econômica não é suficiente para uma guinada” => TRADUÇÃO: não adianta confiar nas “soluções” DESESPERADAS e MIRABOLANTES do governo, nós só plantamos DESINFORMAÇÃO para FAZER DE CONTA que ia resolver e capturar sardinhas na BOVESPA…

      “Mas o diretor de Relações com Investidores e Finanças Estruturadas da Cyrela, Paulo Gonçalves, alerta que os bancos ainda não baixaram as taxas dos empréstimos residenciais e que as iniciativas do governo federal para destravar o crédito ainda não surtiram efeito. “Não impulsionou como gostaríamos”, disse.” => TRADUÇÃO: sabíamos desde o começo que o problema dos juros junto aos bancos tem a ver com LIQUIDEZ que foi perdida com o crescimento da inadimplência e retomada de imóveis, mais os riscos de quebra de construtoras e a evidência de vendas FALSAS em volume anormal que viram distratos, além da inadimplência de forma geral e que isto tudo não tinha nenhuma relação com a SELIC, afinal os juros bancários de forma geral bateram todos os recordes quando a SELIC estava em queda no último ano e 2012 já tinha sido um exemplo claro de SELIC despencando e setor imobiliário tendo o seu pior resultado, mas neste caso, vamos continuar FAZENDO DE CONTA que não sabemos disso e que aguardamos os efeitos ainda…

      20+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CA 24 de março de 2017 at 18:50

        Ah, lembrando que a Cyrela que deu as declarações acima bateu o recorde nacional (e MUNDIAL) de distratos em 2016: os cancelamentos de vendas foram de mais de R$ 2 BILHÕES… no entanto, não temos como saber se foi o recorde DE FATO, este é só o oficial, pois PDG, MRV e outras tem adiado distratos por meses e às vezes por ano, então o número real nunca saberemos. Apesar do nível de ABSURDO, tal informação não tem o menor destaque, como se esconder resolvesse algum problema…

        12+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Intendente 24 de março de 2017 at 18:10

    O PATRÃO FICOU MALUCO !

    PROMOÇÃO MALUCA!

    COMPRE 1 IMÓVEL E PAGUE TRÊS!

    E NÃO É SÓ ISSO!!!

    Quando você terminar de pagar, O BANCO VAI TE DAR O IMÓVEL!!!!!

    OLOCS

    29+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 24 de março de 2017 at 18:12

      Promoção relâmpago!!! Só vai durar 35 anos!

      26+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 24 de março de 2017 at 18:29

    perdendo pro banco

    Homem diz ter ‘perdido’ prédio com 11 apartamentos após ataque a banco

    Ataque ocorreu na madrugada de segunda-feira (20) e assustou população.
    Comerciante avalia de R$ 500 mil. Inquilinos tiveram que deixar os imóveis.

    “http://g1.globo.com/bahia/noticia/2017/03/homem-diz-ter-perdido-predio-com-11-apartamentos-apos-ataque-banco.html”

    5+
    • avatar
    • Alemon Fritz 24 de março de 2017 at 18:30

      com ibagens e filme

      2+
  • cesarkebrado 24 de março de 2017 at 19:59

    Temer distribuindo MCMV, uma das sorteada é entrevistada toda feliz porque vai “pagar” 25 reais por mês apenas.. – fais 20 anos que eu tavu esperando essa casinha do governo a gente trabaia trabaia e merece te a nossa casinha nois tem direito, num dívia te qui paga nada né que eu recebo baxa renda né, mais eu to feliz, vamo muda logo, é eu e meus 4 fio – (sic, sic, sic, etc)

    Essa distribuição de dinheiro, pra mim, é um chute no saco de quem pedala, trabalha, estuda e ainda guarda dinheiro pra prosperar na vida, pra mim isso é ante natural, o Estado está manipulando a Lei de Darwin e assim aumentará EXPONENCIALMENTE os 666 até que um dia será INSUSTENTÁVEL. Por conta disso a TAL diferença entre “ricos” e pobres só aumenta a cada década, os “ricos” com poucos filhos, porém muito estudados e inteligentes (dna), os pobres com muitos filhos (sustentado pelo Estado) todos herdando a “cultura” do pouco-esforço.

    20+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 24 de março de 2017 at 20:05

      NÃo chora vai
      o maior juros real do mundo não vem de graça

      e vc ainda pode contratar uma semiescrava pra dar faxina semanal por miséria, enqto curte a praia
      rsrs
      não que eu concorde ou goste, mas na banania o jogo é esse

      35+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Rico 27 de março de 2017 at 07:49

        Sensacional, vou imprimir, emoldurar e pendurar na entrada da sala.

        1+
  • Lucas 24 de março de 2017 at 20:02

    Brick lover ou Brick hater
    a gente poderia fazer uma enquete,
    mas deixa dar minha opinião.

    não se põe emoção na frente das decisões, emoção conta sim, mas só marginalmente, tipo na hora de escolher a cor do bidet
    eu prefiro ser BRICK CALCULATOR

    20+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • socrates 24 de março de 2017 at 20:09

    parece Banania, mas é na matriz…

    “http://www.zerohedge.com/news/2017-03-23/renters”

    Um dos comentáios:

    “Every time Gov sticks it’s beak into an area it fucks it up.

    The high cost of owning a home can be attributed to gov’s many attempts to “fix/help” housing.
    First off, the gov inflates the money supply, and it’s tax policies encourage going into debt. This inflated housing costs then leads to the need to borrow in order buy.
    Then Gov decided to provide low cost financing, only that blew up in it’s face with Politically Correct loans to buyers that weren’t truly qualified.”

    A respeito de mais uma bolha, vamos fazer um bolão? Em quanto tempo a mídia descobrirá que o FIES serviu para fazer disparar o custo das mensalidades e que a imensa maioria dos graduandos não terá emprego uma vez formados? E em quanto tempo descobrirão que muitos dos beneficiados das mensalidades disparadas tinham estreitos laços de amizade com o DF???

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Lucas 24 de março de 2017 at 20:11

    socrates

    o pior é tentar entender por que as crianças ainda tem que carregar dezenas de livros pesados (e carissimos!) para ir à escola… Um tablet (tipo kindle) com acesso ao wikipedia e outros sites educacionais seria muito mais economico, sustentavel e saudavel para as colunas de todos.

    eu sei que a pergunta é retórica
    foi bom tocar neste assunto
    as editoras pagam comissões para as escolas as escolherem
    no MEC tbm tudo na base da propina

    a Educação é podre quenem a Carne

    aliás na saúde, tem todo um esquema com remédios, enfim já entenderam onde quero chegar?

    PF e os 12 trabalhos de Hércules

    23+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 24 de março de 2017 at 21:18

      Inclusive um dos maiores fornecedores do governo federal é justamente uma empresa familiar que publica revista “de oposição”.
      Interesses, interesses, existem muitos mais motivos entre os governos e as empresas do a nossa vã filosofia imagina.

      8+
      • avatar
    • Margarida 24 de março de 2017 at 21:54

      Essa Carne Fraca”, de tudo que causou de estrago, ainda teve esse: deu o aviso que a LJ vai desdobrar pra todo lado, e não só a LJ.

      E tem mais: essas investigações são complexas e demoram meses, anos pra culminar nas operações monstruosas que a gente vê. Quantos vulcões estão ativos nesse momento e ninguém sabe ainda? Pra onde vai voar “lava”?

      Eu imagino que só esse fator já deve deixar muita gente esperta. Não é tão fácil escapar como costumava ser.

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Zebolheu 25 de março de 2017 at 14:10

        A Justiça e o MP estão querendo pagar de mocinhos pra manter os privilégios. Tem desembargador aposentado ganhando R$150K mensais a rodo. Justiça do Trabalho tem orçamento que é o DOBRO do total de indenizações que são concedidas anualmente. Juízes mais improdutivos do mundo (há exceções). Toda essa mordomia e não são minimamente afetados pelo jogo democrático. Com uma canetada, têm mais poderes do que Executivo e o Legislativo juntos. São a parte principal do problema, mas ficam com pirotecnia pro povo não olhar para eles e perder tempo xingando político e discutindo ditadura militar.

        12+
        • avatar
  • Leonardo M. 24 de março de 2017 at 20:24

    Jornal da Band

    Matéria sobre a Volta do fiado no comércio da grande SP

    Será que os cavaleiros do zodíaco, Jiraia, TV colosso, Power Rangers, e outras coisas vão voltar pra moda?

    20+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 24 de março de 2017 at 20:45

      Power Rangers já voltaram. Tem filme novo.
      O mundo todo está numa onda de nostalgia e volta aos anos 80 e 90. O Brasil está na vanguarda desse movimento, especialmente considerando aspectos econômicos.

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Lord of All 24 de março de 2017 at 20:50

    Imposto inter vivos (kkkk) ? não seria ITBI – Imposto sobre Transmissão de Bens Imobiliários???

    “Isenção da taxa (…)” = taxa não é imposto.

    Ninguém precisa saber “juridiquês’, mas se o cara quer publicar uma matéria jornalística, deveria ao menos se informar melhor.

    6+
    • Antigo 24 de março de 2017 at 20:54

      Eu achei estranho também, mas parece que é só outro nome do imposto.
      O inter-vivos é municipal e os causa mortis são estaduais. Não sou advogado tributarista, só curioso.
      Já a taxa não tem desculpa. Imagino que quiseram dizer alíquota.

      5+
      • avatar
      • avatar
  • cesarkebrado 24 de março de 2017 at 20:59

    Lucas e outros amigos:
    Eu to quase comprando 50 mil de dólar, é uma aposta minha de que o TSE vai fritar o Temer junto na chapa da Dilma e vai dar uma disparada pra uns 4,5 por uns meses.
    Será que dá certo?

    3+
    • Antigo 24 de março de 2017 at 21:04

      A possibilidade existe, mas é impossível dizer com certeza.
      O TSE é muito lento para trabalhar, muito mesmo. Acho que se dependesse do STF essa decisão sairia mais rápido.

      De toda forma, eu acho que comprar dólares não é má ideia. Eu mesmo estou considerando a latinha, seguindo a sugestão do From.

      3+
      • avatar
      • Margarida 24 de março de 2017 at 22:04

        Quanto a dolar, a única vez que comprei me dei mal e peguei o movimento todo errado. Nem tento mais.

        Mas sobre o TSE, se eu tivesse 50 mil dolares pra apostar, apostaria que não frita Temer. E sim, Antigo, o TSE é demorado, mas nesse caso o ritmo dele tá atípico, não acha? Mais rápido do que geralmente é, mais lento do que poderia ser. Pelo pouco que eu vi sobre as últimas notícias do caso, tudo indica que já tá tudo certo, ou se acertando, nessa esfera. Eu acho que prossegue assim.

        16+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Rico 27 de março de 2017 at 07:56

          Concordo, tem nego com latinha em casa esperando chegar a 5 reais desde 2003. Enquanto isso se tivesse investido em renda fixa já estaria com cada dólar equivalente valendo 15.

          0
    • SampaBoy 24 de março de 2017 at 22:18

      Eu não ponho muita fé nessa estoria de abalar o Temer, porem em se tratando de ter uma reserva de Dolar me parece que o momento é bom. O dolar caiu, e o otimismo desmedido do governo esta começando a dar sinais de fadiga. Nao vejo a reserva em dolar como um investimento, mas sim como uma “proteção” caso aconteça uma max-desvalorização.

      7+
      • avatar
      • avatar
      • odorico 25 de março de 2017 at 10:43

        Eu também, dólar e ouro é aquele cantil de água no deserto. Se usar é porque muitos já morreram de sede.

        2+
    • From_The_Tower 25 de março de 2017 at 07:39

      Calcula o quanto você está disposto a ganhar e a perder.
      Vai comprar dólar (USD) papel moeda:
      50.000,00 x 3,28 = 164.000,00 + IOF de 0,38% = 164.631,40

      Você pretende vender a quanto? Realizar lucro
      Você pretende vender a quanto caso ele caia a cotação!? Realizar prejuízo

      7+
      • From_The_Tower 25 de março de 2017 at 07:46

        Lembrando que se o dólar estourar os juros futuros sobem junto. Abrindo janelas importantes no TD e ferrando milhares tb que compraram em patamares menores. Eu levaria tombo nas 2045 por exemplo. Faz parte do jogo.

        4+
        • odorico 25 de março de 2017 at 10:40

          E assim mesmo. Se ocorrer eu vou segurar até o próximo ciclo de baixa. Mas acho que uma subida do dólar agora não terá impacto inflacionário como​ anterior. A cadeia de importação já foi desfeita e há baixa demanda e parque oscioso e enfim o choque cambial pode ser uma via.

          3+
  • Carlos 24 de março de 2017 at 21:07

    OFF – Bolha down under.

    A bolha que não existe aparentemente anda tirando o sono de muita gente.
    Um bom resumo das últimas notícias aqui, com links.

    If it looks like a housing bubble and sounds like a housing bubble…
    http://www.abc.net.au/news/2017-03-24/australian-property-bubble-if-it-looks-and-sounds-like-it/8383380

    3+
    • avatar
    • avatar
    • Margarida 24 de março de 2017 at 22:29

      Estão discutindo a idéia de usar um FGTS deles pra compra do primeiro imóvel, mas há muita resistência política. “It won’t improve the problem around supply. If supply remains constant and you effectively increase the amount that people can pay then prices will go up. This is economics 101.”

      Amadores!

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Carlos 24 de março de 2017 at 22:35

        No estado onde estou já existe uma bolsa-bolhudo de $20K para casais que querem comprar o primeiro imóvel.

        https://firsthomeowners.initiatives.qld.gov.au/

        1+
        • avatar
        • socrates 24 de março de 2017 at 23:08

          resultado pratico: o imovel que custava 100 mil passou a custar 120 mil.

          7+
          • avatar
          • Carlos 24 de março de 2017 at 23:15

            Não é tão pernicioso porque o valor que o governo te “dá” é proporcional ao valor do imóvel e seria supostamente para reformar, mobiliar ou adequar o imóvel para suas necessidades.
            Este dinheiro acaba geralmente movimentando o mercado de construção, jardinagem, eletrodomésticos e serviços.

            2+
      • Antigo 24 de março de 2017 at 22:36

        Traduzindo em bom português: Não dá certo, e ISSO É O BASICÃO DE ECONOMIA.

        Tudo que fizemos durante anos! Excelente, para frente Brasil, pegamos sempre os piores exemplos do mundo!

        9+
        • avatar
        • Carlos 24 de março de 2017 at 22:42

          Alguns governos locais nos EUA resolveram aplicar medidas socialistas de controle de aluguel para proteger a turma de mais de 35 anos de idade com vários filhos e que trabalha de chapeiro no McDonald’s, resultado: Construtoras e particulares pararam de construir ou estão investindo em outras cidades ou estados e não tem imóveis para alugar ou vender.

          6+
          • avatar
          • avatar
          • Carlos 24 de março de 2017 at 22:47

            Veja o caso de Melbourne, a cidade e estado (Victoria) mais socialistas do país, este é o resultado da interferência dos governos no mercado imobiliário.
            Alimentaram ainda mais a bolha, como sempre acontece.

            https://www.domain.com.au/news/melbourne-to-have-1-million-median-house-price-by-end-of-2018-expert-predicts-20170324-gv2t98/

            Governments like to be perceived as “fixers”; that they can solve problems voters face. Take, for example, the suite of promises the Andrews government has made about housing and property over the past few weeks.
            With an affordability crisis looming for people trying to crack into Melbourne’s increasingly expensive property market, the Premier, the treasurer, the planning minister and the consumer affairs minister have been out in an an apparent attempt to convince Victorians they’ve got the housing situation under control.
            The trouble is that they don’t — and they can’t.

            “https://www.domain.com.au/news/why-the-victorian-government-cant-really-help-firsthome-buyers-20170303-gupk2a/

            3+
            • avatar
        • Alemon Fritz 24 de março de 2017 at 22:55

          Sem fgts nao teria como comprar na banania, nem em 36 anos.. inacreditavel
          se pensarmos bem. uma aberração que a galera acha normal..

          7+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Carlos 24 de março de 2017 at 23:02

            Isso mesmo Alemon, eu mesmo e várias pessoas aquí já postaram suas histórias sobre como suas famílias contruíram imóveis nos anos 70 e 80 com nenhuma ou muito pouca ajuda do governo ou financiamentos, FGTS ou qualquer outra coisa.
            Todas famílias consideradas pobres, economizando e pagando no dinheiro meu pai construiu duas excelentes casas.
            Trabalhava-se uns 4 ou 5 anos para se coprar um terreno, mais 4 ou 5 para comprar os materiais e construir e isto sem perder noites de sono ou passar dificuldades.

            12+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
    • Carlos 24 de março de 2017 at 22:55

      É uma bolha de gente gritando bolha 😀
      Alguns comentários sobre o FGTS (Superanuation) Margarida.

      Property bubble called by economist and former Liberal leader John Hewson
      http://www.abc.net.au/news/2017-03-22/property-bubble-called-by-former-liberal-leader-hewson/8375868

      1+
      • Margarida 25 de março de 2017 at 00:34

        Parece que aí o problema da bolha imobiliária é menor que aqui, e mesmo assim parece que é pauta clara, está sendo discutido o assunto e chamando a coisa pelo nome, avaliando as causas e os efeitos das ações. É o outro lado do mundo mesmo, hem?

        6+
        • avatar
  • socrates 24 de março de 2017 at 23:16

    Acerca da automação e tendencia aos avanços tecnologicos que facilitarão e baratearão alguns serviços, já tem app que por 15 reais faz teste de fertilidade em homens:
    http://g1.globo.com/bemestar/noticia/cientistas-criam-teste-caseiro-rapido-e-barato-para-fertilidade-masculina.ghtml

    Teste de urina e de sangue não devem tardar muito também, não?

    Um detalhe interessante é que a matéria aponta um nivel de acerto de 98%. Mas como em toda a tecnologia, isso é apenas o começo. Estatísticos não descansarão enquanto esses 2% nao cairem para algum numero mais próximo a 0.

    Outro detalhe: o exame fica pronto em segundos enquanto os tradicionais saem em até uma semana.

    7+
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 24 de março de 2017 at 23:20

      Já é normal se fazer examos de urina e sangue e ter o resultado em 15 minutos ou menos nas clínicas, o médico só te pede para esperar um pouco e está tudo “resolvido”.

      1+
      • Carlos 24 de março de 2017 at 23:22

        Não tem motoboy indo e vindo nem muito menos uma tropa de gente trabalhando nos laboratórios, só máquinas onde você coloca as amostras. A mão de obra não precisa ser muito qualificada nestes casos. Vejo muitos estudantes de enfermagem e medicina trabalhando nestes lugares.

        2+
        • Carlos 24 de março de 2017 at 23:24

          Pode até ser que vc tenha um quiosques nas ruas onde vc coloca a amostra e ele transfere o resultado para seu smartphone, se a máfia de branco permitir obviamente.

          5+
          • avatar
  • Leonardo M. 25 de março de 2017 at 00:17

    Nossa Nissan fazendo “promoção” do march por R$41.490

    Quem é idiota de comprar uma coisa pequena dessas por esse preço?
    Não vale R$23mil….

    6+
    • Carlos 25 de março de 2017 at 00:47

      13,671.61 doletas, preço de carro indiano.
      Creio que somos nós brasileiros é que ficamos pobles caro Leonardo 🙁

      2+
  • Gute 25 de março de 2017 at 03:04

    CVR: Conversando com amigo da família:

    “Vou comprar um imóvel. Com entrada de 50%( 25% FGTS + 25% R$). Vou financiar em 15 anos e pagar em 10.”

    Tentei explicar. Ele entendeu que no aluguel conseguiria acumular o valor do imóvel em menos de 10 anos… e disse “Vou poder comprar o imóvel em 8 anos.”
    Disse que esse acúmulo só possível devido ao aluguel estar baixo comparado ao valor do imóvel e devido às opções de investimento. Portanto, comprar seria aplicar o dinheiro em uma opção pior. “Você está dizendo para eu não comprar. Como? se vou juntar o dinheiro pra comprar mais rápido!”

    Impressionante como a ideia de comprar é fixa! Depois disso passei pra ele uma planilha estimando o tempo pra acumular o valor do imóvel, comprando ou investindo e pagando aluguel.

    21+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • alemonbnu 25 de março de 2017 at 07:11

      Diga para financiar no intermedium. O banco é líder nessa área. Compre mesmo. Quando a parcelazinha diminuir, troque de carro…

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • From_The_Tower 25 de março de 2017 at 07:41

      É muito complicado convencer alguém. Eu já passei dessa etapa. Eu recomendo muito a compra. Afinal de contas o PMJ não pode parar.

      21+
      • avatar
      • avatar
      • to bolhado 25 de março de 2017 at 08:12

        Eu também nem discuto, só se o assunto sou eu “pq vc não compra” etc. Mas mesmo nesses casos mudei a estratégia, agoro respondo “eu sou pobre, comprar apto é pra rico, não tenho dinheiro não” kk

        24+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • alemonbnu 25 de março de 2017 at 09:20

          Faço a mesma coisa.
          Digo logo que “sou pobre! onde vou arrumar meio milhão de reais pra comprar um apto? Sou pobre, já viu o carro que eu tenho!”
          “ah mas vc pode financiar!”
          “daí fico sem comer! a parcela pega quase todo o meu salário! Vou comer por 15 dias e outros 15 ficar em jejum!”

          31+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
    • Cesar_DF 25 de março de 2017 at 13:59

      ALUGAR É MELHOR QUE FINANCIAR! Saiba porque!
      https://www.youtube.com/watch?v=GXvzOSQy5rA

      1+
      • avatar
  • Ilusionista 25 de março de 2017 at 08:41

    “festival” do empréstimo consignado fazendo suas vítimas, além do aumento de suicídios de muitos devedores que não conseguem mais pagar as dívidas, ainda temos esta situação que compromete a segurança de todos no futuro…..

    http://www.sbt.com.br/jornalismo/sbtbrasil/noticias/88019/Dividas-e-emprestimos-fazem-parte-da-vida-de-80-dos-PMs-de-Sao-Paulo.html

    6+
    • avatar
  • Alemon Fritz 25 de março de 2017 at 09:23

    Crédito Imobiliario caiu (foi o carnaval..)
    –queda nos financiamentos de 8,1% anual
    – queda de 6,9% no valor total de financiamento
    – queda de 30,6% pelo SPBE
    – queda de 7,1% no número de imóveis financiados
    – queda de 33,7% no numero total anual financiado

    “http://www.bonde.com.br/economia/noticias/credito-imobiliario-totaliza-r-2-95-bilhoes-em-fevereiro-438334.html”

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 25 de março de 2017 at 09:33

    Tópico

    Diante do cenário de crise econômica e consequente postergação do investimento em imóvel novo, devido às incertezas em torno da manutenção do emprego, as vendas obtidas durante o 1º Salão do Imóvel ABC frustraram as expectativas da organizadora, a Acigabc (Associação dos Construtores, Imobiliárias e Administradoras do Grande ABC).

    A entidade esperava movimentar em negócios o equivalente a R$ 80 milhões em um único fim de semana, nos dias 18 e 19, no evento realizado no estacionamento do Extra Anchieta, em São Bernardo. No entanto, efetivamente foram registrados R$ 37,6 milhões nas vendas de apartamentos – equivalente a 47% do projetado
    https://www.dgabc.com.br/Mobile/Noticia/2522208/vendas-de-imoveis-frustram-expectativa-de-salao-da-acigabc

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 25 de março de 2017 at 09:36

      Como?!

      ““Esperamos reaquecer o mercado imobiliário, que ficou parado nesses últimos três anos”, completa Santaguita.”

      8+
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 25 de março de 2017 at 09:36

    bolha Chinesa
    – valorizacão de 12%
    -La inversión inmobiliario manteve al PIB en el 6,9% en 2016
    -Los altos precios están expulsando a la clase media de las urbes
    (aqui está em 7% do PIB agora)

    Espanha – taxas e quedas
    En 2007, último año del boom inmobiliario, los precios subieron el 9,8 %. Posteriormente, encadenaron seis años a la baja, con retrocesos de hasta el 13,7 % en 2012; y comenzaron a remontar en 2014, cuando los precios crecieron el 0,3 %.

    usados e estoque
    Por contra, hay “amplias” regiones de España donde el precio de la vivienda usada sigue cayendo y no hay visos de mejora, porque “un stock que no termina de limpiarse y una falta de demanda siguen tensionando los precios a la baja”

    “http://www.finanzas.com/noticias/vivienda/20170308/pensando-piso-vivienda-sube-3580679.html”

    5+
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 25 de março de 2017 at 09:41

      observem na Espanha queda por 6 anos… 13% de desvalorização.. e foi bolha..

      5+
      • avatar
      • avatar
  • cyberpsi 25 de março de 2017 at 09:38

    CVR
    Trabalho num orgão do gobierno federal. Vai ser trocada a empresa dos terceirizados do administrativo(recepção, secretaria). As mina pira pensando no FGTS que vão coletar e confiando que serão recontratadas (com soldo menor). Uma delas vive endividada mas já fala em trocar milhas do cartão de crédito para viajar. Merece se danar.
    CVR2
    Colega do mesmo órgão ganha 10k e anda recebendo ligações de advogados e financeiras. Tirou férias e esbanjou (Beto Carrero e tudo). Deu o meu ramal. Claro que passei o celular dela para o pessoal. KKK
    Por isso que bares e restaurantes continuam cheios. Brasileiro tá na merda mas segue torrando sem preocupação com o dia de amanhã.

    54+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Ilusionista 25 de março de 2017 at 10:18

      empresas terceirizadas agora no governo.
      Adeus concursos públicos com isonomia para seleção das melhores mentes, quem não fizer parte dos “amigos do Rei” não entra…..

      https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2017/03/24/governo-alckmin-usa-empresas-para-colocar-funcionarios-sem-concurso-em-secretarias.htm

      14+
      • avatar
    • Trader 25 de março de 2017 at 17:25

      CVR:
      Tenho um amigo que mora com a família numa casa doada pelo Sogro já falecido. Porém vive com a corda no pescoço como a maioria dos brasileiros.
      Recentemente recebeu um aumento salarial em torno 20%. Como é meu amigo, passei para ele uma planilha de gastos que eu uso, assim ele poderia utilizar melhor a distribuição dos gastos e ainda conseguir poupar.
      Adivinhem o que aconteceu? Reformou a cozinha e a sala da casa, não fez a planilha e está devendo mais do que devia antes.
      Eu ainda tentei ajudar!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      17+
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 25 de março de 2017 at 10:03

    “Distribuição do lucro do FGTS em 2016 será paga ao trabalhador até agosto”
    ebah !!
    (kkk mas vc já sacou e não vai pegar o “lucro”, salsifufu pegadinha do malandro)
    ops

    3+
  • EngenheiroDF 25 de março de 2017 at 10:07

    CVR : Amigo meu junto com um grupo arrematou um lote comercial na 309 do noroeste por 7 milhões de reais. Teve que pagar a caução de 5% e aguardar. Nisto um outro construtor fez uma proposta pra eles e assumiu o lugar deles no negócio sem nenhum ágio e entrou na justiça contra terracap e GDF pq não havia infraestrutura no local, conforme prometido pelo GDF. A justiça não foi compreensiva com ele e com multa, mora etc ele acabou pagando 11 milhões neste mesmo lote em 2011.

    Esta semana eu estava almoçando com esse meu amigo e ele me contou que um corretor entrou em contato com ele quarta feira oferencendo um lote comercial no Noroeste por 7.2kk. Ele pediu mais detalhes do lote e era exatamente o mesmo que ele havia arrematado e transferido pro colega dele…

    11 milhões em 2011 corrigido pra 2017 virarão 7,2 milhões. PEDIDA!

    39+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 25 de março de 2017 at 10:39

      O que acho mais interessante desse CVR é a complexidade do caso.
      Arrematou lote por um valor X, pagou 5% de calção
      Proposta de um construtor
      Construtor assume o negócio (sem ágio)
      Justiça por não ter infraestrutura
      Perdeu na justiça, custo total pelo lote 1,57X
      Passam seis anos
      Corretor aleatório liga oferecendo o mesmo lote por 1,03X

      Vejam quantos passos, quanto rolo, e pior, quanta ‘valorização’..

      3% em 6 anos!! 3% a gente tira num bom mês que os investimentos vão bem. Não precisa esperar 6 anos nem ter tanta dor de cabeça.
      Cada um com suas opções! Somente observo.

      16+
      • avatar
    • Cesar_DF 25 de março de 2017 at 14:09

      11 milhões em 2011, pelo IGP-M seria 46,7863900 %, e se acompanhasse a inflação deveria valer R$ 16.146.500
      Como o valor atual seria de 7.2kk, então ocorreu uma desvalorização de 56,6%
      Este “investimento” deu um prejuízo de R$ 8.946.500

      9+
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 25 de março de 2017 at 14:12

        Custo de oportunidade
        Se tivesse colocado numa aplicação de 93% da SELIC, estaria hoje com 19.2KK e não com 7.2KK

        10+
        • avatar
  • Alemon Fritz 25 de março de 2017 at 11:01

    alguém aí se deu bem, 4 milhões perdidos de boa, volta ao mesmo preço e recomeça o ciclo…

    9+
    • avatar
  • Dr. Estranho 25 de março de 2017 at 12:41

    Faltam menos de 30 dias para Pé-de-gesso apresentar seu plano de reestrturaçao. A Mesbla, depois de cosnseguir a sua, mandou para Praça um dos maiores calotes da história. Apostas: passa ou não?

    6+
    • SampaBoy 25 de março de 2017 at 13:30

      A divida esta no Banco do Brasil, Caixa, Bradesco e Itau. Provavelmente BB e Caixa ja esta “passado” (o governo nao quer esse escandalo agora) , falta convencer Bradesco ou Itau para obter maioria e passar de uma vez. Se os agentes do bradesco ou itau forem bolhistas nao passa nada….

      9+
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 25 de março de 2017 at 14:33

      Se eles conseguirem esconder a informação sobre a quantidade de imóveis vagos e colar aquela conto do déficit habitacional, ai talvez consigam

      3+
      • avatar
  • Minino do TI 25 de março de 2017 at 14:32

    CVR
    Grupo do Recreio dos bandeirantes – RJ (Facebook)
    http://i.imgur.com/sAKC8sX.jpg

    1+
    • Minino do TI 25 de março de 2017 at 14:33

      25+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Minino do TI 25 de março de 2017 at 14:38

        É só melhora nos comentários:

        “Trabalhei em uma obra dá João forte em Itaguaí ela nao repassava dinheiro pra firma que trabalhava aí atrasava muito o pagamento quase neh pagava até que fecho deu falência aí reabriu denovo”

        3+
        • avatar
        • EngenheiroDF 25 de março de 2017 at 14:46

          Em Brasília, assim como a PDG, a João Fortes já não faz manutenção dos imóveis entregues.

          12+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
  • Alemon Fritz 25 de março de 2017 at 16:27

    pra rir

    Creci prevê recuperação do mercado imobiliário

    em 2004, o déficit habitacional era de 7 milhões de unidades. Dez anos depois, ainda faltavam 5,8 milhões de imóveis. Atualmente, …com o crescimento da população, o patamar tenha voltado a 7 milhões. kkkk
    “Por isso, a atividade profissional do corretor de imóvel pelo menos pelos próximos 30 anos vai continuar em grande evidência. …
    kkkkkk
    “http://www.jcnet.com.br/Economia/2017/03/creci-preve-recuperacao-do-mercado-imobiliario.html”

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 25 de março de 2017 at 16:59

    dados mostrando a queda, a desvalorização..

    Calote do IPTU na capital sobe com crise e desemprego
    o valor que não foi pago cresceu 52% entre 2014 e o ano passado…
    No ano passado, o valor em atraso chegou a R$ 919 milhões, o que representa 12,1% do que entrou nos cofres da prefeitura.

    já estamos com 12% de calotes e agora esse número deve triplicar..

    4+
    • avatar
    • Alemon Fritz 25 de março de 2017 at 17:10

      Sao Paulo.
      Outros municipios estão prorrogando
      outros estão atualizando a planta pro ano que vem e informatizando a cobrança..
      alguns estão perdendo isenção..
      ano que vem vai ser uma facada pra muitos

      4+
      • avatar
  • Moreira 25 de março de 2017 at 17:32

    Banânia não é pra amadores! temos de estar 100% protegidos. Olha que CVR estarrecedor, a moça pagou 100% pelo “imóvel” e não recebeu. Calote!, Roubo, Furto e ngm preso! kkkkkk. E o caloteiro ainda impõe as condições de devolução do que não é dele, em tese!
    Resumo: compra meu produto (não existe, ou não está pronto) e, se eu não te entregá-lo, te devolvo metade do que vc me pagou! kkkk
    Será que ela publicando no facebook o bananense começa a entender a realidade? esse povo só ver isso: feiçe, insta e novela

    Deve rolar alguma contrapartida “legal”, mas imoral, para Itaú e Bradesco não mandar merda no ventilador. Esses bancos são grandes compradores de títulos públicos. Um acordo entre governo e esses bancos privados, no sentindo de aumentar 0, alguma coisa nas taxas dos títulos, mantidos por x períodos, deve pagar parte do preju tomado com a construtora.

    Esse pessoal grande (itaú e bradesco) adota uma conversa reta, rápida e sem tegiversação com o gobierno. É dedo na ferida! Como não há contexto para qualquer tipo de isenção fiscal ou renúncia de receita por parte do gobierno, acho que o cala boca vai pela linha do aumento das taxas dos títulos. Para nós, o aumento de 0, alguma coisa nem sempre surte efeito (mas sempre gostamos), mas para esses playersss faz muito diferença!

    15+
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 25 de março de 2017 at 17:42

    “Golpe do “apartamento fantasma” faz 100 vítimas na região ”

    Dentre elas, 6 tinham registro com corretores de imóveis, 4 não tinham.
    Na verdade era uma cooperativa que pretendia construir.
    a venda envolvia 1040 unidades, entre apartamentos de 2 dormitórios, por R$160 mil, e de 3 dormitórios, por R$200 mil.
    ..pagaram R$150 para aderir à cooperativa e R$2 mil para comprar sua “cota” do apartamento prometido.

    cotia. “http://www.webdiario.com.br/noticia/12872/golpe-do-apartamento-fantasma-faz-100-vitimas”

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 25 de março de 2017 at 18:55

      Com tanto apartamento “fantasma” de carne e osso nem precisava inventar mais.

      4+
      • avatar
      • avatar
  • Carlos 25 de março de 2017 at 18:47

    OFF – Lei das consequências imprevistas – Olha aí véio Lucas
    Ou, idiotas votando com a bunda.

    Helen Beristain told local media she voted for President Trump and supported his immigration policy directing federal law enforcement to step up deportation of undocumented immigrants. The order, signed days after Mr. Trump took office, has led to immigration raids across the country that have spread fear throughout immigrant communities.

    However, Helen Beristain didn’t believe that policy should apply to someone like her husband, who owns a business, pays taxes and stays out of trouble with the law.

    Husband whose wife voted for Trump now facing deportation
    http://www.cbsnews.com/news/husband-whose-wife-voted-for-trump-now-facing-deportation/

    2+
    • avatar
  • Dr. Estranho 25 de março de 2017 at 20:06

    Sobre o post.

    O que seria uma liquidação imobiliária? Defeitos na linha de fabricação ou sem reposição de numeração? hahahahah! Tentei ser engraçado. Vamos a uma liquidação bananense na esperança de encontrar um peça com pequenos defeitos ou se tratando de roupa algo que caiba em vc, mas em qualquer circunstância com preços no chinelo. Imóvel em liquidação remete à piada de mau gosto.

    2+
    • avatar
    • avatar
  • Jacob 25 de março de 2017 at 20:08

    Alguém aí viu o jornal dá Band? Queda no valor dos imóveis de 10% e nas vendas de 11,2%.
    Mas o melhor foi o investitrouxa que caiu o preço de uma casa de 2,3kk para 1,5kk pra conseguir vender. Quando perguntado, disse ao jornalista que vendeu barato pra investir logo em outro imóvel pra recuperar.

    29+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 25 de março de 2017 at 20:36

      Várias notícias interessantes no jornal 😀

      Excesso de imóveis geram maiores negociações de preços
      http://noticias.band.uol.com.br/jornaldaband/videos/ultimos-videos/16173879/excesso-de-imoveis-geram-maiores-negociacoes-de-precos.html

      4+
      • avatar
      • avatar
      • Carlos 25 de março de 2017 at 20:38

        Precisamos mais Franklins para pagar nossos juros 😀
        Vai Franklin….

        3+
        • Carlos 25 de março de 2017 at 20:43

          E o vendedor é “assessor de investimentos”, Jacob, este tal assessor está com cara de ser aquele tipo de espertalhão que faz investimentos com dinheiro dos outros, muitos destes caras vem de famílias tradicionais e convencem os “velhos” de outras famílias com posses de lhes dar grana para investir.
          Nego confia por causa do sobrenome… E outros porque são trouxas mesmo…
          Vai? Vai sim, vai ter mais gente pagando jurinhos opressores.

          5+
          • Carlos 25 de março de 2017 at 20:56

            Será este Victor?

            Victor Gouveia. Wealth & Investment Management Intern at XP INVESTIMENTOS.
            Bingo, este mesmo:
            https://www.linkedin.com/in/victor-gouveia-722133b4

            Um currículo gringo sempre ajuda:
            Motto A university where Jesus is Lord
            “https://en.wikipedia.org/wiki/Oklahoma_Wesleyan_University

            Até Jesus está ajudando o PMJ 😀

            3+
            • avatar
  • Fernando 25 de março de 2017 at 21:16

    Fiz uma pesquisa meio “por cima” hoje.
    Os preços anunciados subiram em São Paulo, no geral.
    Aqui, o trânsito tá pior que o ano passado, e vê-se muito carro zero na rua acima dos 100 mil.
    A crise tá aí batendo na porta, mas a economia continua girando, e o meu dinheiro continua rendendo.

    A propósito, Salvador? Onde fica mesmo?

    4+
    • Carlos 25 de março de 2017 at 21:22

      Creio que você viva em uma dimensão paralela.
      Existe uma palavra ótima para explicar seus posts, pena que não existe uma boa tradução para “delusional”.

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Carlos 25 de março de 2017 at 21:27

        Aston Martin fecha loja oficial no Brasil
        Com apenas dois carros vendidos em 2016, marca inglesa encerra operação

        A política de restrição aos importados, aliada à crise que atinge o mercado automotivo, faz mais uma vítima. O Grupo SHC, de Sergio Habib, anuncia o fim da representação oficial da Aston Martin no Brasil. A única concessionária do País, localizada na Rua Colômbia, continuação da Avenida Europa (São Paulo), já foi fechada e colocada para aluguel – a primeira e única loja havia sido inaugurada em agosto de 2010.

        Conhecida por ser a marca oficial do James Bond nos cinemas, a Aston Martin teve uma vida difícil no Brasil. Em 2011, vendeu apenas 36 unidades – isso em um momento que todo o mercado emplacou 3,63 milhões de veículos. Seu desempenho foi caindo, emplacando 13 unidades em 2012. No ano passado, o ápice da crise no setor, negociou apenas duas unidades.

        O Grupo SHC não revelou detalhes sobre o motivo do fim da operação, ou como ficará a assistência técnica dos carros dentro da garantia oferecida na compra.

        O fim da Aston Martin no Brasil é apenas um dos casos que afetam o segmento de alto luxo. Entre 2011 a 2016, as vendas da Aston, Bentley, Ferrari, Lamborghini, Maserati e Rolls-Royce foram de 227 unidades para apenas 51 veículos, um recuo de 78%.

        http://www.diariosp.com.br/noticia/detalhe/95382/aston-martin-fecha-loja-oficial-no-brasil

        10+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Dr. Estranho 25 de março de 2017 at 21:30

          Putz! Que azar! Logo agora que eu financiar um usadinho em 120 meses sem entrada, com parcelas que cabem no bolso? Será que o Meirelles poderia dar uma força a empresa para eu poder me endividar?

          6+
          • avatar
          • avatar
        • SampaBoy 25 de março de 2017 at 21:43

          Queria ver a cara desses 2 ultimos que compraram ano passado lendo essa noticia

          5+
          • avatar
  • Dr. Estranho 25 de março de 2017 at 21:27

    Crise!!!! Que crise? Olhando o SINE-RJ verifiquei que só fica desempregado quem quer. A quantidade de vagas para corretores, consultores, analistas, gerentes, assistentes e auxiliares de atividades imobiliárias é animadora. Salários de 2 a 6K. Face a dificuldade de serem preenchidas solicito aos amigos bolhistas que divulguem o site: “https://www.sine.com.br/vagas-empregos-em-rio-de-janeiro-rj/corretor-de-imoveis”

    4+
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 25 de março de 2017 at 21:31

      Muitos não prestam atenção nas letras miúdas dos seus contratos onde normalmente consta que o salário é composto, uma base bem baixa tipo um mínimo e o resto vem de comissões e “prêmios” por produtividade 😀

      3+
      • avatar
    • Carlos 25 de março de 2017 at 21:37

      Quer um DB9 para matar o 007 Dr. Estranho?

      1+
      • avatar
  • mestre dos magos 25 de março de 2017 at 21:53

    CVR – Vida não está fácil

    Coloquei anúncio no OLX procurando apartamento de 2q, sem mobília, só armários de cozinha, com garagem privativa, em BC. Uma mulher sem noção, enviou mensagem oferecendo um imóvel. Fui conversar com ela para saber os detalhes do imóvel, e ela queria alugar a suíte do apartamento dela. Falei que não estava interessado neste tipo de aluguel. Ficou chateada, falou que era um ambiente familiar. Fui tentar explicar que eu procuro um imóvel de 2Q, sem mobília, pois tenho móveis, equipamentos, prancha de stand up, bicicleta, e tals, e não queria só uma suíte. A idiota insistiu dizendo que tem espaço, e que eu não deixei ela explicar direitinho como funciona.
    Pô fala sério. Difícil para uns bananenses entenderem que você não quer morar com ela. Ainda mais cobrando 1.300 por uma suíte. VSF dá pra alugar um ap de um quarto sozinho com condomínio neste valor.
    Pessoa mora em um prédio com um apartamento por andar. E fica alugando quarto para conseguir uns trocados, colocando gente estranha dentro de casa. Fala sério, vende essa [email protected] e pega algo menor e com custo mais baixo e vive sozinha de boa sem risco.

    35+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 25 de março de 2017 at 22:00

      Só falta ela se chamar Fernanda….

      21+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Dr. Estranho 25 de março de 2017 at 22:07

        Aliás, Fernandopolis seria uma cidade com altíssima densidade demográfica. Faria parte da imensa 666 metropolitana.

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Antigo 25 de março de 2017 at 22:28

      Pouco tempo atrás os proprietários e imobiliárias faziam quase que regressão espiritual para levantar todo o seu passado antes de te alugar um imóvel.

      Hoje em dia tem até mulher aceitando colocar homem estranho para morar em um dos quartos para ajudar com as despesas da casa.
      Seria desespero?

      27+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Carlos 25 de março de 2017 at 22:34

        Nós os membros da seita bolhista queremos vingança após décadas sendo tratados como lixo pela grande maioria das imobiliárias.
        Os FDP pareciam que estavam te fazendo um favor e outras a “caridade” de aceitar um fiador “de fora” no lugar da exigência de um com 3 coberturas pagas nos Jardins.

        16+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • CA 25 de março de 2017 at 22:32

    Os alucinógenos que o Fernando e cia. tomam são muito poderosos. Ele usa até o FINGE ZAP, o maior PEGA-TROUXA já inventado, só para ficar doidão…

    Enquanto isto, no mundo real, além da informação acima sobre a “pequena” queda de vendas de veículos importados mais caros (caiu só 78%, para o Fernando e colegas dele, isto não é nada, depois de uns psicotrópicos e mais uma dose de FINGE ZAP, ele começa a confundir fusca com BMW, afinal é tudo de origem alemã), vejamos quais as notícias mais recentes do segmento imobiliário e que demonstram a “maravilhosa recuperação de negócios para este segmento:

    http://mobile.valor.com.br/empresas/4910558/distratos-milionarios-derrubam-lucro-da-even
    “23/03/2017 às 05h00
    Distratos milionários derrubam lucro da Even
    Distratos no valor de R$ 618 milhões foram a principal razão para a queda de 98% no lucro líquido da Even Construtora e Incorporadora, no ano passado”

    http://mobile.valor.com.br/empresas/4906676/diretoria-da-construtora-rossi-aprova-fechamento-de-6-filiais
    20/03/2017 às 20h52
    “Diretoria da construtora Rossi aprova fechamento de 6 filiais”

    http://mobile.valor.com.br/empresas/4912094/gafisa-tem-prejuizo-de-r-1-bi-no-4-tri-e-perda-de-r-12-bi-em-2016
    23/03/2017 às 21h39
    “Gafisa tem prejuízo de R$ 1 bi no 4º tri e perda de R$ 1,2 bi em 2016”

    http://mobile.valor.com.br/empresas/4913026/volume-de-distratos-da-cyrela-em-2016-foi-o-maior-da-historia
    24/03/2017 às 12h01
    “Volume de distratos da Cyrela em 2016 foi o maior da história
    No início de fevereiro, a companhia havia informado ao Valor que a incorporadora teve distratos de R$ 2,3 bilhões no ano passado”

    http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/03/economia/553822-tecnisa-tem-prejuizo-de-r-251-5-milhoes-no-4-trimestre-de-2016.html
    “A Tecnisa registrou prejuízo de R$ 251,536 milhões no quarto trimestre de 2016, revertendo assim o lucro de R$ 168,419 milhões anotado no mesmo período de 2015.”

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 25 de março de 2017 at 22:39

      O Fernando é um cara bem estranho, apareçe aquí de vez em quando, é chicoteado sem dó nem piedade e com requintes de crueldade mas ele continua voltando.
      Já devemos ter material suficiente para escrever uns 3 volumes da séria “50 tons de Fernando”.
      CA vai fazer o papel do BDSM master e usar seus dois chicotes sem piedade, aliás o nome dos chicotes é Lógica e Matemática.

      13+
      • avatar
    • CA 25 de março de 2017 at 22:40

      Ah sim, falando sobre os carros novos e sua “fantástica recuperação” que o Fernando vê nas ruas depois de consumir seus psicotrópicos:

      http://www.dci.com.br/industria/venda-de-veiculos-novos-no-brasil-tem-pior-janeiro-em-11-anos-id603606.html
      01/02/2017 – 13h14
      “Venda de veículos novos no Brasil tem pior janeiro em 11 anos”

      http://m.folha.uol.com.br/mercado/2017/03/1862823-vendas-de-veiculos-novos-no-brasil-caem-157-em-fevereiro.shtml
      “Vendas de veículos novos no Brasil caem 15,7% em fevereiro”

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Antigo 25 de março de 2017 at 22:54

      Eu nem entendi o que ele quis dizer ali em cima. E olha que sou um dos poucos de boa vontade que deixo uns likes quando ele fala algo engraçado.
      Mas dessa vez me pareceu absurdo demais até para ser piada. Preço de imóveis subindo? Venda de carros de vento em popa?
      Acho que vivo em outro país mesmo.

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Carlos 25 de março de 2017 at 23:05

        Se ele quiser ainda pode dizer que foi sarcástico, mas eu duvido.

        3+
      • Fernando 25 de março de 2017 at 23:10

        https://carros.uol.com.br/colunas/alta-roda/2015/05/12/japonesas-tem-crescimento-solido-em-2015.htm

        Quanto à aparecer por aqui, basta ver os comentarios super educados do nucleo xiita…

        1+
        • Carlos 25 de março de 2017 at 23:28

          Cresceram porque as outras encolheram “jênio”.

          Fiat (-28%), Volks (-22%) e GM (-18%) tiveram quedas de vendas acima da média. Veja quem perdeu e quem ganhou no trimestre
          A Mercedes-Benz, com alta de 13,8%, a Honda, com 12,5%, a Toyota, com 12,4% e a Nissan com 3,4%, foram as outras marcas que apresentaram crescimento no primeiro trimestre.

          Mas a sua “lógica” é válida pois a maioria dos brasilinos andam de mercedes, Audi, Honda e Toyota.

          http://www.autoinforme.com.br/grandes-perdem-espaco-e-audi-cresce-22/

          11+
          • avatar
        • Dr. Estranho 25 de março de 2017 at 23:43

          Em 2015? Vc eh antenado e bem atualizado. Parabéns.

          16+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • CA 25 de março de 2017 at 23:53

            Dr. Estranho,

            Isto porque ele disse inicialmente que agora em 2017 ele estava vendo mais carros acima de R$ 100 mil nas ruas e para “demonstrar” apresenta uma DESINFORMAÇÃO de 2015.

            A má-fé do Fernando não se resume a isto, sabemos que ele mente e engana de todas as formas possíveis e imagináveis, demonstrei mais uma abaixo…

            19+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
        • CA 25 de março de 2017 at 23:50

          Trecho do link que o “jenio” (sic) do Fernando colocou, o primeiro paragrafo:

          “Num ano em que a atividade da indústria de veículos retrocedeu a níveis de 2006…”

          Resumindo, não é só estupidez pura, se mistura com má-fé também, como SEMPRE.

          Está em todos os lugares a informação sobre os piores resultados de VENDAS de automóveis dos últimos 11 anos, daí o Fernando vem e fala que UMA montadora cresce em PRODUÇÃO mais do que as outras e com isto ele “prova” o que? Uma mudança no Market Share, que não tem NENHUMA relação com a QUEDA de 30% nas vendas de carros de luxo ou a QUEDA de 78% nas vendas de importados de luxo que foram apresentadas acima e muito menos significa qualquer recuperação no mercado de carros acima de R$ 100 mil que ele menciona.

          Aliás, esta mesma montadora, a Honda, acabou de lançar o W-RV que é mais barato que o H-RV e na versão top ainda fica abaixo de R$ 100 mil exatamente porque ela sabe que não dá para crescer em vendas nesta faixa, o máximo que ela consegue é roubar uma fatia dos concorrentes, mas nesta faixa de preços também teve queda nas vendas no total comercializado.

          Reparem que como sempre ele distorceu o assunto, ele fala sobre crescimento de PRODUÇÃO e não de VENDAS. É fato que o segmento automotivo teve crescimento de PRODUÇÃO em janeiro e fevereiro, mas como demonstrei acima, as VENDAS caíram.

          Este crescimento de PRODUÇÃO com queda de VENDAS já foi explicado por aqui VÁRIAS vezes, mas o papel do Fernando é o de sempre se fazer de idiota e FINGIR que não entende a diferença entre produzir e vender.

          Como sempre, ele tenta ILUDIR as pessoas, achando que todos são ESTÚPIDOS como ele…

          16+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • CA 25 de março de 2017 at 23:58

          Ah Fernando, esqueci de mencionar que a notícia que você colocou acima sobre a Honda é de janeiro/2016, é isto que você usa para “provar” o que você colocou no primeiro comentário, de que agora em 2017 você vê muitos carros acima de R$ 100 mil nas ruas???

          De novo não tem NENHUMA lógica falar de crescimento de PRODUÇÃO no início de 2017 e usar dados de JANEIRO DE 2016, não faz o menor sentido e ainda, demonstra mais uma vez a sua má-fé, não é mesmo?

          13+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Carlos 26 de março de 2017 at 00:03

            As venda da Honda cresceram tanto que era tem uma fábrica nova em Itirapina coberta de poeira.

            https://carros.uol.com.br/noticias/reuters/2015/10/30/honda-cancela-inicio-de-producao-da-fabrica-de-itirapina-em-sp.htm

            Honda só abrirá nova fábrica quando venda de carros subir 50%
            Marca diz que começará produção em Itirapina, SP, quando mercado voltar a 3 milhões de unidades. Em 2016, foram vendidos pouco menos de 2 milhões de carros e comerciais leves.
            http://g1.globo.com/carros/noticia/honda-so-abrira-nova-fabrica-quando-venda-de-carros-subir-50.ghtml

            10+
            • avatar
            • Carlos 26 de março de 2017 at 00:04

              Nossa, tô dislexo e analfa e mesmo assim consigo mostra mais lógica do que o Fernando, cara você tá f….

              3+
              • CA 26 de março de 2017 at 00:13

                Carlos,

                É má-fé pura, ele usou reportagens de 2015 e de janeiro/2016 para justificar o crescimento que ele viu no início de 2017, não demonstrou em NENHUM momento aumento de vendas de carros acima de R$ 100 mil no total, no máximo demonstrou uma possível mudança no Market Share de PRODUÇÃO de veiculos em anos anteriores, que não tem nada a ver com aumento de VENDAS neste patamar de preços como um todo e por aí vai.

                Ele gosta de demonstrar de tempos em tempos como ele e sua gang jogam SUJO com os truques baixos e infantis como estes, que como sempre foram desmascarados rapidamente e com grande número de EVIDÊNCIAS.

                Por isto que ele fica nervoso, a única pessoa suficientemente idiota que ele consegue enganar, é ele mesmo…

                10+
                • avatar
                • Carlos 26 de março de 2017 at 00:18

                  CA, Juro que tento entender o que ele ganha com isso tudo mas não tenho a menor idéia.
                  Aceito sujestões 😀

                  7+
                  • avatar
                  • avatar
    • Fernando 25 de março de 2017 at 23:03

      Vc não sabe sequer interpretar um texto…
      Carro de 100 mil é corolla, civic, hr-v, cruze, etc…
      E numa boa: para escrever esses textos mirabolantes, quem toma alucinógenos? Você…
      O preço das coisas não para de subir… tudo está “pedalado”…
      Ja cansei de perder o meu tempo respondendo seus comentarios…
      Para vc eu só SORRIO e ACENO, com algumas exceções pontuais…
      Seus comentários = BULLSHIT

      6+
      • Carlos 25 de março de 2017 at 23:20

        Fernandinho, você se comportou muito mal, e sabe que vai levar chicotada, não sabe?
        Você gosta né seu malandrinho….

        14+
        • avatar
      • CA 26 de março de 2017 at 00:07

        Fernando,

        Você coloca uma reportagem de maio/2015 sobre aumento de participação dos japoneses no automotivo e outra de janeiro/2016 sobre aumento de PRODUÇÃO da Honda para justificar que você tem visto nas ruas mais carros acima de R$ 100 mil agora no ano de 2017 e sou eu que não sabe ler? Se o seu caso é de completo analfabetismo funcional a ponto de não entender sequer o que você mesmo escreveu e “provar” o que disse com dados de anos anteriores ou é má-fé pura, de qualquer forma é um problema só seu…

        11+
        • Fernando 26 de março de 2017 at 00:17

          As ruas estão cheias de carros novos, civic, corolla, hrv…
          Se estão vendendo carro por 100 mil é pq tem quem pague.
          E não acredito em quedas nos preços.

          2+
          • Carlos 26 de março de 2017 at 00:20

            Eu não acredito em queda de preços buuuuuuuuuaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa…..
            Continua acreditando pois acreditar é poder, querer é poder ou sonhar é poder, já nem sei mais…

            5+
            • CA 26 de março de 2017 at 00:32

              Kkkk

              Ele não acredita em quedas de preços bem quando as proprias construtoras estão apresentando isto em seus relatórios oficiais, não acredita em quedas de preços quando o próprio IVG-R do BACEN já demonstrou que os preços negociados DESPENCARAM desde que ele comprou o imóvel dele e não vai acreditar porque ele se recusa a encarar a realidade, por isto que vomita as UTOPIAS dele por aqui…

              11+
              • avatar
              • Carlos 26 de março de 2017 at 00:37

                CA, deve ser alguma doença nova causada por consumo de cisticercos, frango com papelão e por se respirar duranto vários anos o odor fétido do rio pinheiros.

                3+
                • CA 26 de março de 2017 at 00:44

                  Carlos,

                  Com certeza, lembra que ele passava aqui para “ostentar” os churrascos que ele fazia na varanda gourmet do imóvel que pertence ao banco e ele usa? Deve ter afetado os pouquissimos neurônios que ele tinha…

                  6+
                  • avatar
                  • Carlos 26 de março de 2017 at 00:46

                    Acho que é hora de parar porque obviamente ele é masoquista e está gostando.

                    3+
              • Fernando 26 de março de 2017 at 01:22

                Se estamos falando de carros, porque falar de construtoras?

                Vou ser explicito: eu nao acredito em queda nos precos dos carros, em termos nominais.

                2+
                • CA 26 de março de 2017 at 08:47

                  Fernando,

                  Como já foi explicado e demonstrado VÁRIAS vezes para você, o preço dos carros novos nos últimos 10 anos tiveram um crescimento abaixo da inflação, ou seja, eles já vieram em queda em termos reais e continuarão desta forma, até porque as vendas não param de cair, de forma relevante como demonstrado acima.

                  Um exemplo que já forneci algumas vezes foi o do Civic, onde um modelo que custava R$ 73 mil a vista em 2008 agora em 2017 é vendido por R$ 89 mil, sendo que o modelo atual é infinitamente superior em todos os sentidos.

                  Qual o sentido de esperar uma queda em termos nominais se já está com queda em termos reais há mais de uma década e não teve nenhuma explosão de preços, além de ter tido evolução tecnológica e de design muito relevantes???

                  Em 2008 o Civic esteve entre os 10 carros mais vendidos do Brasil, vai ver a posição dele, do Corolla, ou de outros concorrentes, está lá embaixo hoje em dia, o que é só MAIS UMA demonstração do quanto você tenta enganar as pessoas ao dizer que vê cada vez mais destes veículos zero KM nas ruas…

                  Mais do que isto: outra das INÚMERAS distorções que você pratica é dizer que carros como Corolla, Civic, Cruze e H-RV, são todos carros acima de R$ 100 mil e que estão vendendo mais.

                  Conforme demonstrado acima, esta categoria de sedãs médios teve queda de mais de 20% em vendas em 2016 e se você olhar para o segmento do H-RV, teve sua primeira queda em mais de 10 ANOS ou seja, é exatamente o contrário do que você diz.

                  Aliás, até mesmo o preço de R$ 100 mil que você coloca como “padrão” para estes carros não é verdade, como sempre. Todos eles tem têm os modelos de entrada na faixa inferior a R$ 90 mil e são exatamente estes modelos na faixa inferior de preços que mais vendem, ou seja, pela nogentésima decepcionésima vez você está tentando induzir as pessoas ao erro, nenhuma novidade…

                  9+
          • CA 26 de março de 2017 at 00:30

            Fernando,

            Seguem dados totais de 2016, exatamente sobre estes carros que você falou, observe o último parágrafo onde mencionam QUEDA de 21,5% nas vendas desta categoria na comparação de 2015, isto porque em 2015 já tinham tido QUEDA relevante nas vendas também. Não adianta usar reportagens com dados parciais de um só modelo ou de uma só nacionalidade ao invés do total do segmento para ENGANAR as pessoas, não adianta trazer reportagens de ANOS anteriores e ainda baseadas PRODUÇÃO e não vendas e adianta muito menos persistir na MENTIRA de que você ainda vê um monte de carro zero acima de R$ 100 mil, o FATO é que as vendas dos modelos que você mencionou DESPENCARAM…

            https://www.google.com.br/amp/g1.globo.com/carros/noticia/2017/01/veja-os-carros-mais-vendidos-de-2016-por-categoria.amp
            “SEDANS MÉDIOS
            1.Toyota Corolla – 64.738 unidades
            2. Honda Civic – 20.857
            3. Chevrolet Cruze – 12.064
            4. Volkswagen Jetta – 8.654
            5. Nissan Sentra – 6.288

            Para entender o tamanho da liderança do Corolla, basta dizer que ele vende quase a mesma quantidade que os oito modelos abaixo dele no ranking de vendas. E isso que o sedã fica devendo em itens de segurança e ainda viu a chegada de novas gerações de Civic e Cruze e reestilização do Sentra.

            O segmento praticamente acompanhou a queda do mercado, com retração de 21,5% nos emplacamentos na comparação com 2015.”

            9+
            • avatar
            • avatar
            • Fernando 26 de março de 2017 at 01:23

              Pois é, eu tenho um carro lider.
              Mesmo caindo 20%, em termos absolutos é muito carro.

              4+
              • avatar
              • Carlos 26 de março de 2017 at 01:36

                Dei até um like, sabe como é, melhor não contrariar quem tem poblema.

                4+
                • Carlos 26 de março de 2017 at 01:39

                  Acaba de cair, que ano é o seu “lider”, preciso fazer algumas continhas…

                  Já sabemos que o Corolla reestilizado chega às lojas em março. Com a novidade, algumas concessionárias Toyota estão oferecendo condições especiais para a compra da geração atual do sedã. Os descontos variam entre R$4.000 e R$6.000 e valem para as versões GLI, de entrada, e XEI, intermediária.

                  http://revistaautoesporte.globo.com/Noticias/noticia/2017/02/toyota-corolla-e-vendido-com-ate-r6000-de-desconto.html

                  1+
                  • Carlos 26 de março de 2017 at 01:49
                    • Carlos 26 de março de 2017 at 01:53

                      Já tem 30% em dois anos, carro com baixa quilometragem e pareçe que não é roubado.

                      1+
                    • CA 26 de março de 2017 at 09:01

                      Carlos,

                      O Fernando vive em situação de delírio continuo: ele acha um negócio da China ter um carro caro e perder dezenas de milhares de Reais logo no primeiro ano, assim como ele acha que é um negócio da China comprar um imóvel novo financiado no momento que estava no pico dos preços, os preços só caíram desde então e ele ainda perdeu muito dinheiro se considerarmos a análise realista de custo de oportunidade versus o aluguel que só teve queda de preços desde então e ainda ele perde porque o imóvel que ele comprou vira usado no minuto seguinte à compra com ima desvalorização ainda mais forte e ele acha que tudo isto demonstra a “genialidade financeira” dele.

                      Para tentar ENGANAR a si mesmo ele tenta se convencer que cada vez mais pessoas estão fazendo as mesmas escolhas estúpidas que ele fez, apesar de todos os FATOS E DADOS demonstrarem exatamente o CONTRÁRIO o que apenas demonstra até onde vai o grau de alienação dele…

                      OBS: é fato que a venda de imóveis e carros estão despencando. É fato que os preços de imóveis estão despencando em termos nominais em especial nos ultimos anos e os de carros estão caindo em termos reais já há uma década. Apesar disto, cabe ressaltar que isto ocorre não por falta de 666 como o Fernando que não tem a menor noção do que fazer com o dinheiro e acha que tudo na vida gira em torno de ostentação, sendo uma pessoa completamente vazia, ocorre que pessoas com este “racional” e que conseguem tomar estas decisões estúpidas (tem dinheiro ou crédito para isto), vai escasseando e Darwin já explicou muito bem o porque disto SÉCULOS atrás…

                      9+
                      • avatar
                      • avatar
          • Renard 26 de março de 2017 at 00:45

            Acompanho o blog há quase três anos, postei apenas uma vez…mas desta vez me doeu os ouvidos este tipo de comentário…
            Como Paulistano, tenho que contradizer suas afirmações sobre a vida por aqui.
            O que vejo na real é aumento na criminalidade, cada vez mais ambulantes nas ruas, e os preços dos Imóveis despencando em todas as regiões…
            Muitos conhecidos sem trabalho nem perspectiva de melhora…
            Gostaria muito mesmo que tivesse razão, mas como diz o velho ditado: “O pior cego é aquele que não quer ver”….

            24+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • Carlos 26 de março de 2017 at 00:52

              É realmente uma pena Renard, fui para SP em 2006 com grandes experanças, economia crescendo, crime recuando, de lá para cá infelizmente a situação mudou muito e não sei bem o porquê de muita gente não perceber isto.
              Notei por exemplo a estagnação dos salários por volta de 2007, entrou 2008, 2009 e 2010, custo de vida crescendo e as empresas mantendo os mesmos valores-hora.
              Gosto muito de SP, tenho ótimas lembranças, amigos e lugares que adoro nesta cidade
              Chega em uma momento que você percebe que não vale mais a pena e decide colocar o pé na estrada.

              2+
            • Fernando 26 de março de 2017 at 01:33

              Verdade.
              A criminalidade esta aumentando,
              Os desempregados,
              Os precos no supermercado,
              Os precos dos carros,
              Da escola,
              Da energia.
              Tudo sobe.

              2+
              • Carlos 26 de março de 2017 at 01:46

                Tudo menos o valor dos imóveis, o real, e dos carros usados, sendo líderes ou não.

                2+
                • CA 26 de março de 2017 at 09:05

                  Carlos,

                  Não adianta DEMONSTRAR um milhão de vezes para ele que os carros tiveram queda de preços em termos reais (descontada a inflação) nos últimos 10 anos, não adianta demonstrar que os imóveis tem tido quedas nominais de preços nos últimos anos, ele vai continuar com os delírios dele, sempre na esperança de achar incautos que se deixem enganar pelos truques dele…

                  4+
                  • avatar
  • Alemon Fritz 25 de março de 2017 at 22:37

    kuaaa,, é essa construção já se arrasta,2006, até o nemar tinha ap aí…antes de sair pra fora”

    MPF entra com ação para parar obras de edifício de luxo em SC
    O MPF também quer que seja escrita a existência da ação civil pública na matrícula do imóvel e em matrículas filhas, referentes aos apartamentos. A Prefeitura de Balneário Camboriú também é ré no processo.

    “http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2017/03/mpf-entra-com-acao-para-parar-obras-de-edificio-de-luxo-em-sc.html”

    4+
    • avatar
    • Carlos 25 de março de 2017 at 22:43

      A coisa está ficando feia Alemon, nego não tem dinheiro, nem pra lavar, crédito e muito menos credibilidade.

      1+
      • Carlos 26 de março de 2017 at 00:25

        Atualizado… quer dizer de 2017 e não de 2015…

        Sinais ambíguos nesse começo de ano quanto à evolução do mercado brasileiro. Em janeiro passado, comparado ao mesmo mês de 2016, as vendas internas caíram 5,2% (147,2 mil unidades entre automóveis e comerciais leves e pesados).
        No entanto, a produção, puxada por crescimento expressivo de 56% no número de veículos exportados, subiu 17%. Exportações não explicam todo o crescimento da produção.
        https://carros.uol.com.br/colunas/alta-roda/2017/02/08/vai-vender-ou-vai-encalhar-2017-ainda-e-misterio-para-industria-de-carros.htm

        E os carros que estão sendo exportandos são justamente os melhores porque ng fora da banânica compra estes lixos que a GM, FIAT e Volkswagen fabricam no Brasil. Aí está boa parte do “segredo” do crescimento de marcas como Honda e Toyota

        1+
        • Carlos 26 de março de 2017 at 00:27

          Opa, era resposta para Fernando, depois do grande sucesso de “O Iluminado” agora temos o “O Alucinado”.

          2+
    • From_The_Tower 26 de março de 2017 at 09:05

      Alemon já postou sobre a queima de arquivo em BC?

      http://dc.clicrbs.com.br/sc/noticias/noticia/2017/02/para-policia-ex-engenheiro-da-prefeitura-de-balneario-camboriu-foi-vitima-de-execucao-9728790.html

      O engenheiro foi comissionado da prefeitura de Balneário Camboriú por 16 anos, em pelo menos duas administrações diferentes, e respondeu pela diretoria de aprovação de projetos da Secretaria de Planejamento _ um cargo bastante visado por atuar numa área sensível da economia de Balneário, o que provocou uma onda de especulações sobre a motivação para o crime.

      O delegado disse, no final da tarde desta quinta, que ainda não há informações sobre possíveis desafetos ou richas na vida do engenheiro. A família dele, abalada e ocupada com os trâmites do funeral nesta quinta, ainda não foi ouvida.

      Tem relação com as aprovações ou não de novas obras na cidade. Eu posso afirmar que tem muita negociata e treta com esses departamentos. Muita mesmo.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 25 de março de 2017 at 23:02

    é balneário se acabou, virou um paredão de torres, sombra na praia e engarrafamento

    esse “prédio” (corvo se irrita, é Torre) terá 77 andares, o mais alto já tem 45andares e está previsto um de 66 andares (sem data de entrega, deve ser 6 de junho de algum ano pra ser besta)…

    10+
    • avatar
    • avatar
    • Fernando 26 de março de 2017 at 00:19

      Balneário nunca foi nada, quiçá agora…
      Mas onde tem bananense…

      2+
    • Carlos 26 de março de 2017 at 02:18

      São realmente muito tristes os resultados a especulação, corrupção, falta de visão e ignorância nas nossas cidade litorâneas 🙁

      0
  • Carlos 25 de março de 2017 at 23:04

    País de gente rica

    Oportunidade Cobertura duplex no coração do Jardim América!!!
    R BARÃO DE CAPANEMA, Jardins, São Paulo
    R$ 8.000 mês
    “http://www.imovelweb.com.br/propriedades/oportunidade-cobertura-duplex-no-coracao-do-jardim-2926583067.html

    470m² de área útil de puro conforto, , 2 vagas na garagem, 4 dormitórios dos quais 2 suítes, 3
    AL FRANCA, Jardins, São Paulo
    R$ 19.000 mês

    “http://www.imovelweb.com.br/propriedades/-470m-de-area-util-de-puro-conforto-2-vagas-na-2927697745.html

    País de gente pobre

    39 Olympus Drive Robina Qld 4226
    $640 / Wk

    R$ 6065.83 mês
    “http://www.realestate.com.au/property-house-qld-robina-414800171

    46/ 5-11 Woodroffe Ave Main Beach Qld 4217
    $550.00 per week

    R$ 5212.82 mês
    “http://www.realestate.com.au/property-apartment-qld-main+beach-417142190

    Se quiser e puder pagar mais:

    @/17 Albert Avenue Broadbeach Qld 4218
    $1,050.00 Per Week
    R$ 9951.75 mês
    http://www.realestate.com.au/property-apartment-qld-broadbeach-420668938

    3+
    • avatar
    • Carlos 25 de março de 2017 at 23:16

      O valor do condomínio da cobertura mais cara da lista (R$ 2800) nos Jardins te permite morar na praia com um pouquinho mais de gasto (R$ 327) ….
      19/10-16 Genoa Street Surfers Paradise Qld 4217
      $330 per week

      R$ 3127.69
      http://www.realestate.com.au/property-unit-qld-surfers+paradise-420129202

      1+
      • Fernando 26 de março de 2017 at 00:21

        Só que o Jardins fica próximo de onde se ganha dinheiro…
        Pq vc não vai morar na Australia?

        1+
        • Carlos 26 de março de 2017 at 00:30

          Quem gosta dos Jardins é o Trambulhão, ou Cramulhão, sei lá…
          Precisa prestar mais atenção nas novelas do blog.

          3+
          • Carlos 26 de março de 2017 at 00:33

            Trambulhão aparentemente arrumou um aliado, e a novela está ficando mais interessante.
            Não percam os próximos capítulos, teremos fortes emoções….

            4+
        • CA 26 de março de 2017 at 00:42

          Fernando,

          É Fernando, o Jardins tá bombando, é imune a crise, blá, blá, blá…

          Agora vejamos os fatos versus o que “O Alucinado” nos diz, com dados de uma reportagem de pouco mais de 1 mês atrás e não de 2015 ou Janeiro/2016 e ainda distorcida como ele faz…

          “http://www.sincomerciovc.com.br/v2/2017/02/17/comercio-fechou-1087-mil-lojas-e-cortou-182-mil-vagas-no-ano-passado/

          “O desânimo do varejo é visível nas ruas de comércio sofisticado e popular. É grande o número de lojas fechadas com placas de aluga-se. “O que chama a atenção é que as placas de aluga-se não eram comuns nos Jardins”, diz Jamile Ribeiro, coordenadora de marketing da Associação de Lojistas dos Jardins, reduto de lojas de luxo da capital paulista.”

          11+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Renard 26 de março de 2017 at 00:52

            Sempre passo pelos Jardins nos finais de semana. E realmente está uma lástima.
            Acho que houve uma super valorização no passado da região, sobretudo por causa da Oscar Freire, mas digo que já se foi o tempo….
            Como disse acima, gostaria muito que fosse diferente pois vivo aqui desde que nasci, mas infelizmente, apenas percebo as coisas piorarem.
            O Dória até deu um ânimo, mas ele sozinho não conseguirá reerguer a cidade, pois trata-se de um problema da economia como um todo….

            7+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • Carlos 26 de março de 2017 at 00:56

              Sinto a mesma coisa por vários outros lugares de SP, mas o argumento do nosso amigo tem um ponto falho que na minha opinião invalida todo o raciocínio:
              ser perto de onde se ganha dinheiro.
              Isto é passado, quem hoje tem o “privilégio” de trabalhar 10 anos no mesmo lugar?
              De que adianta morar em um lugar muito bacana se tem que ir para Aphavella para trabalhar todo dia e vai passar 1/3 da sua vida no trânsito ou dentro de um fretado?

              3+
              • avatar
              • Carlos 26 de março de 2017 at 00:58

                Opa, era Alphavella, aquele lugar maldito longe de tudo e caríssimo…
                E olha que trabalhei em outro lugar “infernal” o CENESP, o lugar é bacana as o acesso e localização são uma m…

                1+
          • CA 26 de março de 2017 at 00:55

            Mais uma para mostrar como a situação está cada vez pujante para a classe alta e como o pessoal está empolgado em ficar por aqui é fazer a economia crescer, bem co.o “O Alucinado” nos diz:

            http://webluxo.com.br/home/noticias/milionarios-mudam-do-pais-origem/

            ” Brasil entre os 5 países com mais fuga de milionários
            A Redação 3 semanas atrás Notícias”

            5+
            • avatar
            • CA 26 de março de 2017 at 01:02

              Olha aí Fernando, esta é MAIS UMA noticia é deste mês e da conta de toda esta recuperação e do quanto os mais ricos são imunes a crise, como você costuma enxergar durante seus delirios:

              http://sindivestuario.org.br/2017/03/grifes-de-luxo-batem-em-retirada-do-brasil-em-crise/

              “Cerca de duas dezenas de logomarcas já deixaram o país e outras se preparam para encerrar suas operações, de acordo com a Abrael, entidade que reúne as empresas do segmento”

              Eles mencionam várias vezes diferentes lojas que fecharam no Shopping Cidade Jardim bem naquela região onde “circula o dinheiro” que você mencionou acima…

              Mas o que é uma infinidade de EVIDÊNCIAS como aquelas que colocamos acima frente as “visões” de “O Alucinado”?

              5+
              • avatar
          • O Cramulhao de FHCigienopolis45 26 de março de 2017 at 02:34

            Nem a zona de comércio mais rica de São Paulo escapa da crise
            http://onegociodovarejo.com.br/nem-a-zona-de-comercio-mais-rica-de-sao-paulo-escapa-da-crise/

            2+
      • O Cramulhao de FHCigienopolis45 26 de março de 2017 at 02:32

        Carlos, o preço nos Jardins tá caindo, e vai continuar a cair, e eu adoro isso.

        Por isso vou me dar ao luxo de continuar morando numa cobertura nos Jardins (to nos EUA agora, mas ainda tô pagando aluguel do ap.vazio porque meus móveis ficaram lá em SP).Felizmente isso não me afeta financeiramente.

        Desculpas, mas já tá perdendo a graça essa sua frustração, me perseguindo só porque disse umas verdades.

        Eu consigo achar links melhores do que qualquer um que vc coloque aí, a começar pelo apartamento onde estou aqui em Seattle agora, mais barato e melhor do que a cobertura que alugo nos Jardins…sim, e daí? Já estamos cansados de saber os motivos
        .
        Então fique aí quietinho na sua vida de imigrante frustrado da Oceania, que provavelmente está com saudade da família e amigos no Brasil, mas não tem dinheiro para visitá-los, porque deve ter um submprego na Terra dos Cangurus, e nunca se qualificou o suficiente pra ter bom emprego nem mesmo no Brasil, onde a falta de gente boa de acordo com o setor inflaciona os salários.

        1+
        • Carlos 26 de março de 2017 at 03:20

          “as ainda tô pagando aluguel do ap.vazio”
          Tá dormindo no chão e comendo pizza delivery?

          1+
          • O Cramulhao de FHCigienopolis45 26 de março de 2017 at 08:39

            Ap. Vazio(Sem ninguém, sem mim) em SP.

            Reitero: vem tem péssima capacidade de raciocínio lógico.

            1+
  • Dr. Estranho 25 de março de 2017 at 23:45

    De Fernando em Fernando o país vai afundando.

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • O Cramulhao de FHCigienopolis45 26 de março de 2017 at 02:49

    off – College is a SHAM (ou em outros títulos, College is a SCam)

    Não é por acaso que chamam a graduação na universidade da “Nova Bolha Mundial”. As históricas são ABSOLUTAMENTE IDÊNTICAS as das pessoas que compraram imóveis.

    Só que, como sempre, deve seguir o padrão: primeiro estoura nos EUA, depois Europa e depois o resto do mundo. E o Brasil com um atraso de uns 6 anos.

    Estou sinceramente pensando em iniciar um Blog, daqui a um tempo “BOLHA UNIVERSITÁRIA BRASIL”…rs Mas por causa de USP, Unicamp, e as Federais (bancadas pelo governo) , acho o cenário no Brasil bem mais difícil de ser analisado do que o que eu vi na Europa os EUA.

    Ps: a única semelhança inquestionável por enquanto é o exército de pessoas gastando tempo e dinheiro (direto ou indiretamente) com pedaçõs de papeis inuteis por terem adquirido suposta informação que muito provavelmente já tinha melhor e mais atualizada fonte on line. E o pior de tudo : SEM EMPREGABILIDADE GARANTIDA! Eu chego a ter pena o batalhão de jovens no mundo virando hamburguer na chapa pra pagar a faculdade achando que bastaria um canudo inutil pra arranjar emprego…poucos ainda perceberam que já tem até PhD dirigindo Uber por falta de posições acadêmicas permantes, ou mesmo por falta de vagas na industria.

    https://www.youtube.com/watch?v=Ww4m8GUK69E&t=2462s

    7+
    • Carlos 26 de março de 2017 at 03:32

      E quando existiu “EMPREGABILIDADE GARANTIDA”, qual época, qual curso?

      Ruim com diploma, pior sem ele, obviamente que tem uma miríade de cursos que não valem a pena em termos financeiros.
      Curso universitário não serve apenas para se aprender coisas técnicas, serve tb para desenvolver o raciocínio, o vocabulario, a ter contato com outras pessoas das mais variadas capacidades e opiniões e outras coisas mais como poder aprender a pequisar. Você deveria saber muito bem pois tem gente trabalhando em TI com os mais variados backgrounds, eu trabalhei com excelentes profissionais que eram biólogos, advogados, engenheiros, psicólogos e outros por formação, mas todos conseguiram mais facilmente se colocar porque tinham alguma formação universitária.
      Sim, uma boa formação universitária ainda é um filtro que te coloca em destaque e vai continuar sendo pelo menos durante o tempo de vida da maioria das pessoas deste blog.

      Já recomendei ás pessoas aquí, obviamente que vc não precisa pois é um gênio.

      Worthless: The Young Person’s Indispensable Guide to Choosing the Right Major

      https://www.amazon.com/gp/product/1467978302/ref=as_li_qf_sp_asin_il_tl?ie=UTF8&camp=1789&creative=9325&creativeASIN=1467978302&linkCode=as2&tag=captaicapit0b-20&linkId=6JZGO4M6W7N57ZHC

      5+
      • avatar
      • Carlos 26 de março de 2017 at 03:42

        Se está falando do Brasil então está mais enganado ainda pois o Brasil sempre foi uma sociedade de “doutores” e de “títulos”, herança Ibérica caso você não saiba, e vai continuar sendo por um bom tempo, talvez forever.
        E não importa muito se você liga ou não para isto, o teu patrão, chefe, empregador ou head-hunter vão continuar pensando da maneira “inadequada”.
        Um bom diploma não é garantia de coisa nenhuma mas é um bom começo, que tem aproveite, quem não tem talvez seja a hora de trabalhar por um, quem tem filhos lutem para que seus filhos tenham acesso a uma boa escola, o resto é com eles mas você fez sua obrigação.

        1+
        • avatar
        • O Cramulhao de FHCigienopolis45 26 de março de 2017 at 09:02

          Carlos, quando der uma passada no Brasil, veja na “Sociedade de Doutores” o quanto deles estão dirigindo Uber, táxi ou vendendo comida em Food truck.

          Na boa, ter me graduado na Usp e doutorado em Oxford nunca me serviu pra nada a não ser “status” , pois ninguém jamais me pediu os “diplomas” e aprendi mais sozinho do que na universidade . So ganhei dinheiro quando montei minha própria consultoria alias.Sou pago pra resolver problemas, não por ter tais pedaços de papel..

          Se mesmo com que escrevi acima vc recomenda o sujeito gastar tempo e dinheiro com MBA , College tuition e etc…só me resta rir.

          Boas dívidas!

          6+
          • avatar
          • avatar
          • Carlos 26 de março de 2017 at 09:09

            Acho você um caso interessante pois segundo você eu não tenho capacidade de achar trabalho no Brasil e porisso estaria trabalhando em sub-emprego no exterior.
            Qual é o seu problema? Tem capacidade demais? É muito gênio para arrumar trabalho no Brasil?
            Senão porque estaria gelando o rabo num apartamento vazio em Seattle se poderia estar trabalhando em SP e morando nas sua cobertura nos Jardins?

            0
          • Carlos 26 de março de 2017 at 09:15

            Vamos fazer o seguinte então, tira sua graduação e doutorado do currículo e tenta arrumar emprego.
            Duvido muito que tenha coragem.

            1+
            • avatar
          • cicero_silva 26 de março de 2017 at 10:41

            Sou um mero graduado na UnB e que ainda não pratica a profissão devido o governo do bananil considerar “excesso de privilégios”. É uma outra história….

            Mas, quando marco uma simples consulta médica, pesquiso onde o sujeito se formou, em que especialidades e se tem ação na justiça.

            Ora, sendo um zé-ruela, faço isso, imagine alguém com uma empresa e que precisa dos serviços especializados que vão gerar bons gastos…

            Outra, não precisa se gastar dinheiro para entrar em bons institutos, universidades, etc.

            Até um doutorado é possível fazer sem gastar tanto.

            1+
            • avatar
            • to bolhado 26 de março de 2017 at 10:51

              É claro que hoje, no Brasil, a formação faz muita diferença. É a forma que a sociedade se organizou para identificar supostamente “bons profissionais” na falta de informação melhor (para qualquer profissional com mais de 10 anos de experiência, no entanto, isso faz muito menos diferença, vale muito mais experiência profissional / indicação etc). O que estamos falando é que, na prática, há tão poucas exceções no cenário universitário brasileiro que cada vez mais vai perder a importância (o Cramulhão cita mais como um fenômeno mundial – aí não tenho informação para concordar ou não). Qualquer um que esteve numa sala de aula de faculdade brasileira nos últimos 10 anos (como aluno ou professor) pode perceber isso. A maioria dos alunos se forma tendo aprendido quase nada. Vou além: isso vale para mestrados também. As faculdades de mais nome no mais das vezes sobrevivem (além do nome construído 30 anos antes) do fato de que a seleção é forte, então as pessoas que entram já tem uma boa base cultural / familiar, sendo pessoas que exibiriam uma capacidade acima da média de qualquer maneira, mesmo tendo passado os 5 anos de faculdade fazendo outra coisa completamente diferente. É verdade que o Brasil sempre foi um país que gostou de rótulos / títulos. Mas nunca antes talvez a diferença entre ter um título e de fato saber alguma coisa tenha sido tão grande.

              7+
              • avatar
              • avatar
            • to bolhado 26 de março de 2017 at 11:01

              elaborando mais com um exemplo prático. 20 anos atrás, ter pós-graduação era um diferencial numa carreira corporativa. As pessoas eram incentivadas (ou pelos chefes, ou pelos familiares etc) há, algum tempo depois da graduação fazer uma pós para “turbinar” o currículo. Os anos passam e isso se exacerba, vira quase obrigação; um monte de gente que não estava afim de estudar entra nas pós, mbas e até mestrados pelo “currículo”, fazem nas coxas só para pegar o diploma. As universidades e outras instituições que dão esses cursos, por motivos comerciais, não tem nenhuma razão para endurecer e dificultar a entrada / saída desses alunos, querem “quanto mais melhor”, então vão se adaptando e cobrando cada vez menos para as pessoas se formarem. Junte-se a isso a cultura brasileira do “coitadinho”, do subjetivismo, do “qualquer opinião tem a mesma validade” e pronto, está feito o cenário para aprovar qquer um. Quanto tempo você acha que leva para as pessoas que estão preocupadas com resultados efetivos perceberem isso? Você acha que um diretor de banco (ou grande indústria), para contratar um gerente, vai olhar quantas pós o cara tem ou pegar o melhor analista que ele tem, que mais produz etc? É nessa linha a minha argumentação. O sistema vai se deteriorando, é claro que demora algum tempo para a sociedade se ajustar. Aí às vezes você percebe um fenômeno curioso: o bananense médio é ignorante, mas as vezes um bananense “estudado” é pior, pq ele acha que sabe alguma coisa, quando na verdade absorveu meia dúzia de clichês celebrados no meio acadêmico e acha que isso faz dele um gênio.

              7+
              • avatar
              • cicero_silva 26 de março de 2017 at 11:17

                Entendi seu raciocínio e até concordo em grande parte.

                Mas isso (ainda) não invalida os títulos.

                Dentro do meu pequeno mundo, vou citar algumas barbaridades: em 1994 existiam concursos (os quais pagam 20k/mês hoje) em que sujeitos foram alijados do emprego porque não sabiam… DATILOGRAFAR!

                Não faz tanto tempo assim.

                Tenho vários conhecidos que conseguiram empregos “top” (25-30 k) simplesmente decorando leis. Raciocínio, conhecimentos que agregam… neca.

                Detalhe: eles se encontram periodicamente para se auto-elogiarem e justificarem seus ganhos. É como se fossem um fim em si mesmos. Vez ou outra tecem elogios a uma outra categoria para que esta devolva o elogio, num loop infinito.

                E com muita grana, claro.

                Mas é assim a coisa no bananil. Não sei lá fora, mas aqui o que vale não é a produção, mas o quanto aparenta produzir.

                E, nessa dialética, diproma é fundamental…

                4+
                • avatar
              • O Cramulhao de FHCigienopolis45 26 de março de 2017 at 11:53

                Exato. Só quem tem ou já teve um negócio na vida sabe a diferença.

                Quem tem cabeça de empregado como o Carlos aí jamais vai entender isso…

                Os meus melhores funcionários não eram formados, mas sim drop outs.
                O melhor programador que conheci até hoje era um cara que só tinha cursinho do SENAI. O CTO mais competente com quem já trabalhei era um drop out da USP.
                O melhor DBA que já conheci no Brasil era um cara que nem vestibular tinha feito, e justamente por não perder tempo com universidade teve tempo pra mergulhar no assunto que gostava.
                Na Inglaterra, meu melhor amigo um italino morando lá montou uma start up de U.X para websites, e agora já é um milionário há 3 anos. O Conheci no primeiro semestre do mestrado em Oxford. Enquanto eu fiquei perdendo tempo estudando coisas que nunca usei, ele abandonou logo no primeiro semestre.

                Em alguns anos teremos metódos mais eficazes pra avaliar a competência os profissionais como médicos, mas para a maioria das profissões :fuja da universidade, e vá se qualificar de verdade, por conta própria!

                COLLEGE IS THE NEW BUBBLE!

                12+
                • avatar
                • avatar
                • avatar
    • to bolhado 26 de março de 2017 at 08:03

      Cramulhao, tenho pensado nisso. No Brasil, não só com a proliferação de uniesquinas, onde 80% dos formandos são semi-analfabetos, mas hoje em dia digo sem medo de errar que a quase totalidade dos cursos da usp não forma ninguém. Acho que daqui a 30 anos a sociedade terá se reorganizado pra encontrar uma outra forma de validar quem tem conhecimento e quem não tem

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Carlos 26 de março de 2017 at 09:04

        Qual é sua fonte de informação?
        A Poli não forma semi-analfabetos que eu saiba.

        0
        • Carlos 26 de março de 2017 at 09:06

          Trabalha no RH de alguma empresa?
          Tem informações do RH das empresas?
          Se não tem está falando coisa sem nenhuma base, só no achômetro.
          Quanto a fazer uniesquina da vida, aí a pessoal já sabe o que espera, ou devia.

          0
        • O Cramulhao de FHCigienopolis45 26 de março de 2017 at 09:51

          Meu deus do inferno…

          Vc tem o raciocínio muito limitado. Não entendeu nada do que escrevemos.

          0
          • O Cramulhao de FHCigienopolis45 26 de março de 2017 at 09:59

            ” Da USP agora o sai lixo”

            Quem disse isso mané?
            Alem de inventar, o Aussie Hamburger Flipper acha que basta ser bom aluno da USP pra ter emprego garantido..hahah???. Desisto!

            Já temos o primeiro Degree Lover do futuro Blog Bolha Universitaria !

            1+
        • to bolhado 26 de março de 2017 at 10:26

          a quase totalidade

          0
      • O Cramulhao de FHCigienopolis45 26 de março de 2017 at 09:04

        Tem toda a razão!

        Ex-Uspiano também??!!

        0
        • Carlos 26 de março de 2017 at 09:12

          Claro, claro, a USP acabou depois que as duas sumidades se formaram, agora só sai lixo.

          2+
          • Antigo 26 de março de 2017 at 10:05

            Essa discussão de vocês não tem sentido nenhum.
            Favor entrar em um acordo.

            14+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
        • to bolhado 26 de março de 2017 at 10:27

          2x kkk. Não tenho aprendido da primeira vez fui tentar uma segunda…

          0
    • otb_bolhista 27 de março de 2017 at 14:44

      Cramulhão, por curiosidade, qual é a sua formação?

      0
  • From_The_Tower 26 de março de 2017 at 09:07

    queima de arquivo em Balneário Camboriú… o engenheiro quis desafiar o “esquemão” dentro da prefa

    http://dc.clicrbs.com.br/sc/noticias/noticia/2017/02/para-policia-ex-engenheiro-da-prefeitura-de-balneario-camboriu-foi-vitima-de-execucao-9728790.html

    Vale dizer que o caso veio à tona após a morte do engenheiro civil Sérgio Renato Silva, ex-diretor de aprovação de projetos da prefeitura, assassinado na quarta-feira passada em um crime que, para a Polícia Civil, foi uma execução.

    O delegado Weydson da Silva disse a hipótese de que haja uma relação entre o crime e o trabalho do engenheiro não é descartada _ mas há também outras linhas de investigação.

    http://dc.clicrbs.com.br/sc/noticias/de-ponto-a-ponto/noticia/2017/02/suspeitas-de-irregularidades-na-secretaria-de-planejamento-de-balneario-camboriu-podem-resultar-em-cpi-9731104.html

    6+
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 26 de março de 2017 at 09:11

      E vai piorar padeiro, acabou o dinheiro acabou o amor.
      Vejo muito estória de drogaditos mortos tb, até o crime está em crise 🙁

      2+
    • Antigo 26 de março de 2017 at 10:03

      Dessa ‘cidade’ só vai sobrar torres vazias e abandonadas em alguns anos.
      Vai ser igual cenário de filme pós apocalíptico.
      É a irracionalidade travestida de engenharia civil. Dubai sem os dólares do petróleo.
      Inauguraram também a primeira praia 100% sem sol do mundo.
      É pensando no futuro: com o buraco na camada de ozônio, os raios ultra-violetas vão ficar cada vez mais nocivos para a pele.

      7+
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 26 de março de 2017 at 10:14

        só um predio desses tem mais de 115 apartamentos acima de 3milhoes de reais, alguns estão em 10milhoes, outro com 66 andares a 10milhos… sem dúvida seria a maior concentracão. foram lançados em 2014 e até agora nada.
        até o Luan comprou uma cobertura.. kkk 8milhos em 2014…

        7+
        • avatar
        • avatar
  • Alemon Fritz 26 de março de 2017 at 10:06

    mais do mesmo

    Prefeitura pode desapropriar e tomar imóveis abandonados em Rio Claro, SP

    De acordo com a Secretaria Municipal de Habitação, de 5 mil imóveis fechados,

    1 posto de gasolina, uma cervejaria, casas

    (se expandir esses 5k para as 200 cidades com mais de 145k habitantes já teremos mais de 1.000.000 mil imóveis abandonados, por baixo).

    http://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/noticia/prefeitura-pode-desapropriar-e-tomar-imoveis-abandonados-em-rio-claro-sp.ghtml

    2+
    • avatar
    • Antigo 26 de março de 2017 at 10:11

      Sou a favor. Como já disse uma vez, não gosto dessas ideias socialistas de que a propriedade privada deve cumprir ‘função social’.
      Mas gosto menos ainda de imóvel abandonado com matagal crescendo ou pior, virando moradia de cracudo. Cada um com a sua propriedade, desde que cuide bem dela e não prejudique os outros.

      Mas deixando a minha opinião de lado, em teoria, para desapropriar tem que pagar indenização ao proprietário. Será que as prefeituras teriam dinheiro para isso? Claro que nada impede de ser uma indenização simbólica né… estamos no Brasil.

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • CA 26 de março de 2017 at 10:31

    Sobre o tópico:

    Falam sobre “liquidação imobiliária” em Salvador, com “descontos” de 30% ou mais nos preços para “zerarem” os estoques, algo que já diziam desde 2013, conforme artigo que coloquei mais acima.

    Tivemos uma reportagem dizendo que a CEF pela segunda vez está realizando leilão de imóveis com preços iniciais com “descontos” de até 80% em relação ao preço de mercado, dando exemplo de imóvel onde o preço de mercado seria acima de R$ 250 mil e estavam ofertando no leilão a partir de pouco mais de R$ 50 mil, sendo que se olhasse pelo FINGE ZAP só o terreno do imóvel já valeria o dobro do que estão pedindo…

    As construtoras estão com volume recorde de distratos e com “descontos” igualmente recorde para tentarem revender estes imóveis, algo que já ocorre desde 2012, se intensificando cada vez mais quanto ao tamanho destes “descontos” ao longo dos anos

    Refletindo o que consta acima e muito mais, o IVG-R do BACEN apresentando quedas crescentes e anormais nos preços dos imóveis financiados nos últimos 18 meses.

    Enquanto isto o Fernando vindo aqui para dizer que os preços ANUNCIADOS não param de subir…

    Pior que a tendência é que no mundo REAL a distorção entre oferta e procura e quedas nos preços se intensifiquem, pelos seguintes motivos:

    1) CEF: retomaram e colocaram em leilões, menos de 1/5 da inadimplência acima de 90 dias. Eles tinham ao final do 3T16, mais de 8% de toda sua carteira de crédito imobiliário com inadimplência entre 15 e 90 dias, uma parte disto certamente vai se converter em novos aumentos na inadimplência acima de 90 dias em breve. Por mais que tenham vendido títulos podres para empresas abutres, por mais que façam negociações MIRABOLANTES adiando pagamentos por meses ou até 1 ano, para FAZEREM DE CONTA que a inadimplência não está anormal, por mais que adiem a retomada e revenda de imóveis em leilões contrariando regras do BC, o fato é que esta situação já está pressionando e muito seus resultados e é por isto que eles têm que apelar para estes “descontos” de 80%. É provável que no prazo de 1 ano a CEF já esteja com mais de 100.000 imóveis retomados por inadimplência e com isto, sendo a maior proprietária de imóveis à venda no país, situação que só ocorre quando da explosão de uma bolha imobiliária. Como vão disfarçar esta situação? Quando não conseguirem mais esconder esta situação e isto é inevitável, serão obrigados a reduzirem a oferta de crédito imobiliário, aumentarem os juros cobrados e reduzirem os prazos de financiamento, exatamente o que aconteceu em todos os países que tiveram explosão de bolha imobiliária ao redor do mundo;

    2) Construtoras: os distratos não param de crescer desde 2011 e para piorar, até as vendas FALSAS na planta tiveram queda acentuada. A simples divulgação das novas regras de distratos já está afastando os compradores. As construtoras em situação cada vez mais crítica, com algumas de grande porte com ações na BOVESPA que já entraram em recuperação judicial, outras que estão na fila e vendo sua vez chegar, além dos prejuízos bilionário que estão sendo reportados. Tradução: construtoras cada vez mais desesperadas para fazerem caixa, o que as força a reduções cada vez maiores nos preços para tentarem revender o seu estoque de imóveis, que está ficando cada vez mais desproporcional em relação às suas vendas e consumindo cada vez mais do seu escasso capital de giro. Combine isto com o item 1 acima e vejam o tamanho do desastre potencial que construíram;

    3) Proprietários com recorde de imóveis nem-nem (nem vende, nem aluga), vendo a situação piorar a cada dia. O número de proprietários com a NECESSIDADE de vender ou alugar com grandes “descontos” só crescendo ao longo do tempo. Combinando novamente com o que consta acima…

    Este é o Mundo REAL e as expectativas realistas, enquanto isto veremos Fernando’s cada vez mais desesperados tentando enganar as pessoas a qualquer custo. O desespero de Fernando’s, governo, segmento imobiliário e asseclas, é apenas MAIS UMA evidência de como a situação está degringolando.

    10+
    • avatar
    • avatar
    • Fernando 26 de março de 2017 at 13:13

      Cáspita, cadê os imóveis de graca?

      Posta aqui!!!

      4+
    • Fernando 26 de março de 2017 at 14:16

      Vai lá, sabe tudo.
      http://www1.caixa.gov.br/Simov/busca-imovel.asp?sltTipoBusca=imoveis
      Parâmetros:

      Estado: SP
      Cidade: SAO PAULO
      Bairro(s): (deixe em branco, todos os bairros)

      Tipo do imóvel: Apartamento
      Quartos: 3 ou mais
      Vagas na garagem: 2
      Área útil: De 61 a 90m²
      Faixa de valor: Indiferente

      Resultado: 5 (cinco) imóveis.

      P.S.: tem um na Vila Leopoldina, para você inalar vapor de esgoto.

      2+
      • CA 26 de março de 2017 at 18:07

        Fernando,

        NINGUÉM falou sobre imóveis “de graça”, foi a Infomoney quem noticiou o preço 80% abaixo do mercado. Pergunte para eles, deixe de ser PREGUIÇOSO e FOLGADO, lá em cima você pegou reportagens de maio/2015 e janeiro/2016 para justificar mudanças que segundo você aconteceram em 2017, tudo porque pegou as primeiras notícias que viu no Google, olhou só para os títulos e sequer viu de quando eram ou se faziam sentido, tudo para passar vergonha, DE NOVO.

        Você realmente é totalmente INCAPAZ de localizar qualquer coisa e sempre fica nessa entre parecer um completo IDIOTA ou agir se forma desonesta, certo? Só que ninguem aqui é seu empregado, até porque quando demonstramos suas MENTIRAS com dados de diversas fontes diferentes, você sempre na maior cara-de-pau distorce o assunto, finge que não viu, foge da discussão e por aí vai.

        Quer dizer que a CEF só tem 5 imóveis em leilão na cidade de São Paulo dentro dos mais de 24.000 imóveis em todo o Brasil como eles mesmos informaram, é isto que você quer dizer?

        PQP, a sua ESTUPIDEZ não tem limites? Você não cansa de passar vergonha sendo DESMASCARADO com MENTIRAS e ENGANAÇÕES? Só neste tópico você foi desmascarado VARIAS vezes até onde vai a sua DESONESTIDADE???

        E não me venha com promessa de que se eu responder o seu ponto você não vai mais aparecer por aqui, todos sabem que você já fez esta promessa antes, eu respondi sua questão e você não cumpriu sua palavra, sabemos que esta é uma prática constante sua e das pessoas que tem o mesmo “carater” que você e que nunca cumprem o que dizem…

        8+
        • avatar
        • Fernando 26 de março de 2017 at 19:17

          A pesquisa está feita, é só entrar e conferir.
          Contraria o que você diz? É por isso que não vai entrar e conferir?
          Os parâmetros estão aí para quem quiser entrar.
          Boa sorte!

          3+
          • Cesar_DF 27 de março de 2017 at 09:02

            Fernando
            O Bradesco foi o primeiro banco que ficou com o saco cheio de leilões vazios e chutou o pau da barraca dos “laudos de avaliação”
            De duas semanas para cá colocou em todos os seus leilões “descontos” de 60 a 80% do laudo de avaliação.
            Quando os outros bancos verem que o Bradesco está conseguindo se livrar desta batata quente e eles não, o que você acha que irá acontecer.
            Lembrando que, hoje, os bancos são as maiores “incorporadoras” do Brasil, eles detêm o maior estoque de imóveis. Só a caixa que estava vendendo a carteira de inadimplentes com 95% de deságio e “negociando” por 1 ano antes de entrar com o processo de retomada do imóvel.

            4+
            • avatar
            • avatar
        • Fernando 26 de março de 2017 at 19:23

          Aliás, vc tem uma tendência a acreditar muito em reportagens e necessita muito de “fontes”. Ou seja, demonstra que não possui opinião própria.

          Espero ter contribuído com as discussões hoje, principalmente no tocante à disponibilidade de imóveis da Caixa na cidade de São Paulo, para o bem da verdade!!!!!

          3+
          • CA 26 de março de 2017 at 19:51

            Kkkk

            Fernando você é PATÉTICO!!!

            No site da CEF neste momento você encontra 442 imóveis em leilão na cidade de São Paulo, usando o mesmo endereço de site que você mencionou e selecionando qualquer tipo de imóvel e tamanho, qualquer um pode entrar lá e ver.

            Ah, porque não temos uma quantidade maior se no total do Brasil a CEF, de acordo com ela mesma, tem mais de 24 mil imoveis retomados? Porque uma parte ela ainda não pôs em leilão via SITE, outra parte ela colocou antes e não foi leiloado e ela ainda tem que organizar a segunda praça por isto que não está disponível, outra parte teve processo na justiça por parte de quem perdeu o imóvel pedindo suspensão de leilão, além disto ela trabalha também com outros leiloeiros que fazem o processo em seus próprios sites e por aí vai. Isto significa qie este endereço que você selecionou não vai ter TODOS os imóveis retomafos pela CEF e que estão indo para leilão, ao contrário do qie você pela nogentésima decepcionésima vez tenta enganar a galera…

            Você selecionar tamanhos específicos, assim como número de dormitórios e vagas de garagem para reduzir o tamanho da pesquisa, sobre uma base que já não era completa em função dos motivos acima, foi só uma repetição do golpe de DESINFORMAÇÃO que você praticou logo acima, quando restringiu toda uma categoria de carros ao crescimento de participação dos carros japoneses, ou quando você pegou noticias parciais de mais de 1 ano atrás e ainda focadas em PRODUÇÃO e não vendas para ENGANAR a galera, ou seja, você não cansa de mentir e enganar…

            7+
            • avatar
            • avatar
            • Fernando 27 de março de 2017 at 06:33

              Cada dia que passa vc perde mais credibilidade comigo.
              Sabe pq vc errou?
              Esqueceu de colocar os meus parâmetros de busca descritos anteriormente e que utilizei:
              Apto, 3 quartos, 2 vagas, 61 a 90 m2….
              Um apartamento que seria útil a 99% dos casos…
              Ficou preocupado?

              1+
              • Fernando 27 de março de 2017 at 06:36

                Vc escreve muito, cansa as pessoas, não presta atenção na leitura, vive me ofendendo, me chamando de mentiroso, para que?
                Coloque os parâmetros corretos de busca e escreva pouco, seja objetivo. Faça essa gentileza para quem vos lê.

                1+
  • SampaBoy 26 de março de 2017 at 10:39

    http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2017/03/1869833-fomos-pegos-pelados-no-meio-da-rua-diz-presidente-da-andrade-gutierrez.shtml

    é interessante a entrevista com o Ricardo Sena, presidente a A. Gutierrez, recomendo a leitura. Ele assume abertamente os erros da construtora, em não se adequar a uma nova realidade em que os acordos por fora não funcionam mais para se resolver as pendencias em contratos e obras em andamento. Porem ele deixa claro que os acordos de obras feitos exclusivamente com o setor publico simplesmente não valem mais a pena em vista do atual cenario em que qualquer desvio de custo não previsto em contrato não pode ser resolvido de outra forma a não ser no plano judicial.
    Apesar de sabermos o quanto estas empresas faturaram por fora nas ultimas decadas e agora estão tristes por perderem a “mamata” , o outro lado tambem fica evidente : o governo não tem dinheiro para patrocinar obras de infraestrutura que sejam ao mesmo tempo de qualidade e consigam se submeter a todos os tramites burocraticos exigidos nas diversas esferas administrativas.

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 26 de março de 2017 at 11:27

      Sampaboy,

      Vou além: onde ficou o tsumoney e as centenas de bilhões de reais que viriam do exterior de empresas ávidas por investirem em infraestrutura no país? Não é só a burocracia o entrave, na verdade estes investimentos nunca foram viáveis neste montante e de uma vez só por uma infinidade de fatores, alguns deles que também existem há décadas, assim como a burocracia.

      Só como exemplos, nossa baixa produtividade de mão-de-obra, leis trabalhistas anacronicas, custo muito elevado de produtos e serviços, logística extremamente deficiente, baixo nível educacional da população, “judicialização” exacerbada com viés intenso para prejudicar empregador e beneficiar empregado de forma desequilibrada e muitas vezes injusta, impostos anormalmente elevados com o pior retorno para sociedade no mundo e mais recentemente estamos enfrentando problemas quanto a perda do pique do “boom demografico”, o que significa que juntando-se a todos estes fatores, que teremos dificuldades de crescimento sem inflação, sem contar que não tivemos investimentos suficientes em geração e distribuição de energia elétrica, temos insegurança jurídica trazida por mudanças de regras no decorrer do jogo, já demonstramos que governos populistas podem ser eleitos a qualquer momento e simplesmente “eleger” os campeões nacionais destruindo a competitividade daqueles que não foram escolhidos, temos a economia muito dependente do “pai” Estado, repleta de juros subsidiados e benefícios fiscais em patamar sem paralelo no resto do mundo e que também destroem intensamente a produtividade, gerando uma série de desequilibrios destrutivos para economia e mais uma vez minando o empreendedorismo e a inovação, sem contar que somos muito dependentes de tecnologia vinda de fora, não conseguimos agregar valor ao que produzimos até em função do que consta acima combinado com as constantes e elevadas variações cambiais e inconsistência de ações e estratégias do governo, etc, etc, etc…

      As pseudo-reformas, que como sabemos serão MEIA-BOCA, não vão resolver nem 10% dos problemas acima e ainda assim vai demorar alguns anos até terem alguma efetividade. De novo, a diferença gritante entre o Mundo REAL e as UTOPIAS que são vendidas por ai…

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • SampaBoy 26 de março de 2017 at 12:10

        A unica medida produtiva real do governo ate agora , no meu ponto de vista, foi a privatização dos aeroportos. Porem mesmo essa eu comeco a duvidar que realmente vai chegar nos finalmentes…
        Reforma trabalhistas e previdencia estao sendo bombardeadas e delapidadas antes de se firmarem, e ainda correm o risco de morrer na praia (ou chegar completamente desfiguradas nela)
        E a tao aclamada queda da inflacao, pra mim é uma lorota e nada tem a ver com recuperação economica, pelo contrario, me parece um sinal de gravidade da situacao…

        3+
        • avatar
  • JJJ_brasilia 26 de março de 2017 at 12:12

    jornal da Banda falando sobre a bolha, em 25/03/2017 segue o link:

    http://noticias.band.uol.com.br/jornaldaband/videos/ultimos-videos/16173879/excesso-de-imoveis-geram-maiores-negociacoes-de-precos.html

    Aproveitando um CVR:

    Fui a uma festa infantil no Noroeste, aqui em Brasília, vejo uma decoração diferente no jardim, em frente ao salão de festas, fiquei curioso e perguntei o que era, os pais do aniversariante colocaram naftalina no jardim em frente ao prédio, para espantar COBRAS, que estavam aparecendo no prédio, rapidinho fui embora. Cobras filhotes, foi o que me disserem, andam frequentando o prédio.

    Isto sim é uma bairro ecológico, KKKKKKKKKK.

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cebola 26 de março de 2017 at 12:15

    São mesmo muitos problemas a serem enfrentados, um bom diagnóstico seria um bom começo. No caso da previdência e das leis trabalhistas, por exemplo, não precisamos jogar tudo fora, mas sim identificar as (reais) necessidades de aperfeiçoamento. No caso da infra-estrutura, vários exemplos recentes demonstram que há um superfaturamento institucionalizado que envolve o meio político. A operação Carne Fraca mostrou que cargos comissionados podem estar sendo usados para denegrir funções de Estado. Imóveis cotados a R$ 15 mil o metro quadrado em bairros de classe média no RJ cercados de favelas/comunidades mostram que o governo (em todas as esferas) tem errado dramaticamente em políticas urbanas e habitacionais. Infelizmente, no entanto, as iniciativas concretas normalmente perdem espaço para discursos vazios e políticas de enganação.

    6+
    • avatar
    • avatar
    • JJJ_brasilia 26 de março de 2017 at 12:38

      Cebola,

      sobre a reforma trabalhista, não entendo porque não simplificam de vez, faz igual nos países que pagam um salário X por hora e pagam por semana, lembrando que existe 13º salário porque o sujeito ganha mensalmente 4 semanas e todos os dias que passam do dia 28, ou seja, 29, 30 e 31 de cada mês são pagos no final do ano, com o 13º salário.

      Minha ideia de reforma trabalhista: o sujeito ganha sei lá, R$ 10,00 por hora, multiplica este valor pelas horas trabalhadas na semana e pago o cidadão na 6ª feira, fácil assim.

      Vejo 2 problema para não fazer isto:

      1 – sindicatos perderiam poder

      2 – o empregado não sabe fazer contas, então ele não sabe quanto custa a sua hora de trabalho, quando visse a mixaria que é, iria ter greve. Os empresário sabem quanto pagam por hora, mas não falam para o trabalhador não se revoltar.

      10+
      • avatar
      • avatar
  • JJJ_brasilia 26 de março de 2017 at 12:31

    Como um país sai de uma crise, não falo especificamente do Brasil, mas de forma genérica.

    Após a instalação de uma crise, as empresas e pessoas ficam com menos dinheiro, com menos dinheiro fazem menos bobagens o que ajuda a crise a passar, não falo do governo, mas de agentes privados.

    As pessoas com menos dinheiro, param de comprar e trocar seus passivos, especialmente os grandes, como carros e imóveis. Se a pessoa para de girar o seu patrimônio, ela para de dar dinheiro aos intermediários, que são lojistas, corretores, bancos (financiamento), cartórios etc. Sem perceber, as pessoas passam a usar mais racionalmente o seu dinheiro, pois o sujeito que iria trocar o carro a cada 3 anos, fica com ele 5 anos, o que é uma baita economia, mas o cidadão faz este excelente opção financeira, não por vontade própria, mas da economia, e dos bancos que não topam financiar mais os bens, especialmente os de alto valor. Então sem o giro, o sujeito para de pagar taxas e impostos, para de perder dinheiro para a contraparte (dar desconto para fechar o negócio). Mas passada a crise o sujeito volta a fazer as mesmas besteiras, até a crise chegar novamente, isto claro, milhões de pessoas, mas exemplifiquei um qualquer, que é obrigado a não fazer besteira, por causa da crise.

    Para as empresas, a crise funciona como um depurador, 1º, as mais ineficientes vão quebrar, aquelas que dependem de financiamento bancário, quebram rápido, empresas com margens de lucro baixa, normalmente não conseguem enfrentar a crise e vão a falência.
    Agora as empresa preparadas para a crise, ganham produtividade na crise, por exemplo: a empresa precisa demitir um funcionário (empresas não gostam de girar, pois sabem que perdem dinheiro), digamos que ele tem 2 funcionário, vendedor, neste exemplo, 1 funcionário vende 1.000 por mês e o outro vende 800 por mês, qual ela vai demitir? Bingo, o que vende menos, então cada funcionário vendia em média 900 (1.000 + 800 = 1.800/2 = 900) agora a média sobe para 1.000 por funcionário, um enorme ganho de produtividade, as empresas eficientes entendem este efeito, as ineficientes deixa pra lá, elas já quebraram mesmo.

    Só de fazer menos bobagens, as pessoas conseguem melhorar a situação da economia, mas no caso atual do Brasil, foi tanta lambança que vai demorar mais, pois o principal motivo da crise foi o de maior efeito de destruição em uma economia, a BOLHA IMOBILIÁRIA!!!

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 26 de março de 2017 at 13:46

    só pra comparar e ver algumas perguntas

    “Prejuízos da Caixa “mostram que desvario e má gestão não andaram só pelo BES ou BPN”
    3bilhoes de euros em créditos podres e 1 ano atrasadas as medidas.

    http://www.jornaldenegocios.pt/opiniao/colunistas/marques-mendes/detalhe/20170312_2102_notas-da-semana-de-marques-mendes

    1+
    • avatar
    • Carlos 26 de março de 2017 at 17:57

      É a caixa geral de depósitos? Banco português pela fonte dá notícia.

      2+
      • avatar
  • Alemon Fritz 26 de março de 2017 at 14:08

    Samy Dana responde: 5 dúvidas sobre o Tesouro Direto
    g1.

    4+
    • avatar
    • avatar
  • Cebola 26 de março de 2017 at 14:12

    Voltando à questão dos problemas reais mencionados acima, toda hora se vê artigos criticando a criação de campeões nacionais, e não creio que haja essa neurose em relação à Rolls Royce (pelos britânicos), a Siemens (pelos alemães), a Bombardier (pelos canadenses), a Microsoft (pelos norte-americanos), a BMW (pelos alemães), a Hyundai (pelos coreanos), etc, etc, etc. Temos diversos exemplos de campeões nacionais que estão tendo sucesso e outros que estão enfrentando problemas (em especial os do setor imobiliário), o que precisamos é aprender com os erros cometidos, e não criticar o princípio como se fosse sinônimo de falcatrua.

    1+
    • From_The_Tower 26 de março de 2017 at 14:23

      Eu penso que a crítica não é em relação ao destaque de uma grande empresa nacional e SIM na forma em que os recursos do BNDES foram direcionados e o impacto que isso gerou no mercado.
      Eu por exemplo admiro a WEG de Jaraguá do Sul – SC.
      E você?

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • CA 26 de março de 2017 at 17:40

      Cebola,

      Dinheiro SUBSIDIADO pelo governo em larga escala e exclusivo para uma empresa ou um segmento em prejuízo dos demais nunca é positivo para economia. Qual a relação dos exemplos que você deu com campeões nacionais que foram ESCOLHIDOS pelo governo??? Você está comparando as empresas que você mencionou com grupo X de Eike Batista, Odebrecht, JBS e Oi?

      Você está dizendo que a Microsoft recebeu dinheiro SUBSIDIADO do governo para crescer e se tornar o que ela alcançou? Campeões são aqueles que ganham campeonatos, por seus méritos. Talvez a Microsoft tenha lá feito das suas, dificultando a concorrencia com dumpimg, venda casada e outras práticas anti-éticas, mas não usou dinheiro subsidiado do governo.

      Sabe quais são os principais problemas para o dinheiro subsidiado em larguissima escala, algo que só existe neste volume aqui no Brasil e para os “amigos do rei”?

      1) A empresa beneficiada pelos juros subsidiados pode praticar preços menores e ser mais competitiva, isto é o que chamamos de concorrência DESLEAL. Com Isto estas empresas beneficiadas roubam os clientes das concorrentes, as enfraquecem e ainda em muitos casos compram estas empresas depois que elas já estão fragilizadas, novamente usando o dinheiro subsidiado pelo governo. Quantos proprietários de empresas familiares que as vezes tinham este negócio por gerações e quebraram em função desta concorrencia DESLEAL com dinheiro do governo?

      2) O dinheiro com custo bem mais barato que a média do mercado incentiva “investimentos” que não dão retorno, ou seja, incentivam a improdutividade e ainda, levam as empresas a praticarem exageros que muitas vezes as destroem. Alguns exemplos práticos no Brasil: o recorde de dinheiro subsidiado foi para o segmento imobiliário basta ver a lambança que fizeram, a PDG se tornou a maior do Brasil para depois quebrar, Eike se tornou um dos maiores bilionários do Mundo para depois quebrar, idem com a Oi e a sua dívida multi-bilionária, assim como o estaleiro Sete Brasil. Em especial no caso de PDG e empresas X, quantas milhares de famílias não foram prejudicadas por estas empresas, as vezes perdendo as economias de toda a sua vida? Qual o tamanho dos prejuízos à economia e sociedade em função da bolha imobiliária brasileira, você faz ideia? Isto porque o governo quis que este fosse o setor que tivesse o maior incentivo de todos, de forma ABSURDA, tirando dinheiro de todos os setores e destruindo a economia como um todo, isto é bom?

      3) Quando o governo escolhe os campeões nacionais estes ficam com a obrigação de “retribuir”, esta é uma fonte sem fim de corrupção institucionalizada e fora o desvio de dinheiro público roubando de outras finalidades mais nobres, temos ainda as questões relacionadas à prejuízo a governabilidade, enfraquecimento de todo um setor e da economia quando se descobrem os golpes, etc, etc , etc.

      4) Para o governo dar um volume de benefícios para setor específico ou para várias empresas de vários setores, ao mesmo tempo, vai consumindo muito de seu caixa. De onde sairá este dinheiro, de inflação, de deficit fiscal irresponsável ou do que? Graças a tudo que consta acima ao invés da economia crescer ela DESPENCA, exatamente o que aconteceu no Brasil.

      Cebola, afinal, destes exemplos que você deu, onde as empresas chegaram a ser campeãs SEM subsídios do governo e por seu esforço próprio, qual a semelhança que voce viu quanto ao que ocorreu no Brasil??? Sinceramente não vi nenhuma semelhança, a comparação me pareceu completamente sem sentido…

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Juros Lover BSB-BH 27 de março de 2017 at 09:31

        Desses exemplos ao menos a Bombardier recebe toneladas de grana do governo canadense…

        0
  • Cebola 26 de março de 2017 at 14:49

    A WEG é um belo exemplo, e há muitas outras empresas nacionais que tiveram sucesso em se tornar campeãs.
    O governo pode ter ajudado algumas delas de alguma forma, inclusive com recursos do BNDES, mas o mérito é todo das empresas. Sem talento, conhecimento e uma estratégia de crescimento bem elaborada, sua vitória não teria sido possível.

    1+
    • Carlos 26 de março de 2017 at 22:39

      Nos anos 50 a Romi recusou ajuda do governo para fabricar carros, ela estava montando os Romi-Isseta em parceria com a Isseta da itália mas o governo quis meter o nariz e eles acharam melhor parar mesmo.
      Este é o bananistão, o governo te força a pedir ajuda.
      Sempre tem algum perto da antiga fábrica deles na Vila Romana, inclusive a Romi foi uma das primeiras multinacionais genuinamente brasileiras.
      Quanto a WEG tive até um certo orgulho assistindo um programa na Discovery, aquele da máquina que triturava carros e se vc prestar atenção o motor elétrico que move o treco tem uma placa gigante onde se lê WEG.

      2+
      • avatar
  • Dr. Estranho 26 de março de 2017 at 15:33

    Vou morar em Fernandópolis. Lá eh o Paraíso. As estatísticas oficiais não mentem. Todos os bens móveis, imóveis e semoventes valorizam. Todos trabalham arduamente no ramo imobiliário e ganham muito bem. So não tem onde comprar pão , tomates, cerveja e etc. Todo mundo eh rico e corretor, portanto não sobrou mais ninguém na atividade produtiva. Mas não me unvejem, pois como já disse eh o Paraíso.

    7+
    • avatar
    • Fernando 26 de março de 2017 at 19:24

      Por sinal, a cidade é excelente!!!

      2+
      • Carlos 26 de março de 2017 at 19:26

        Pior, ou melhor, que é uma cidadinha bacana mesmo, pena que o nome tenha se tornado uma maldição, pelo menos neste blog ?

        4+
        • avatar
  • The End 26 de março de 2017 at 16:20

    Carlos,
    Reparei que nos anúncios de aluguéis na AUS os valores são por semana.
    O aluguel é realmente pago por semana ou é somente uma representação e de fato é pago por mês?
    Pergunto isso porque por exemplo, nos anúncios de emprego geralmente os salários são apresentados em um valor anual e obviamente são pagos por mês.

    0
    • Carlos 26 de março de 2017 at 18:10

      É pago normalmente a cada 15 dias, e não tem recibo nem nada, mesmo no caso de imobiliária. Você sabe quanto e quando deve pagar não sabe ?
      No caso de imobiliária normalmente te pedem comprovante de renda que pode ser um contrato de trabalho ou extrato de banco, incluindo banco brasileiro mas se vc tiver umas 3 vezes o valor do aluguel em um banco aqui fica bem mais fácil.
      No caso específico de Queensland existe a Residential Tenancies Authority que atua como um intermediário, eles cuidam do seu bond e só agem se houver alguma disputa. Os outros estados tem sistemas parecidos.
      https://www.rta.qld.gov.au

      Mais uma coisa, não existe nenhuma restrição a você sublocar quartos por exemplo, só não pode sublocar a propriedade toda.
      Se reparar nos anúncios vai encontrar particulares, imobiliárias e até moradores sublocando quartos ou edículas.
      Tem um tipo de edícula que é mais em conta e completa normalmente, as grany houses.

      3+
      • avatar
      • Carlos 26 de março de 2017 at 18:18

        E muita gente é paga forthnightliy tb ?

        1+
        • Carlos 26 de março de 2017 at 18:18

          Água e luz a cada 4 meses.

          2+
          • Carlos 26 de março de 2017 at 18:24

            Última informação, normalmente você assina o contrato padrão que o proprietário baixa dá RTA e pronto. Assinatura vale sem precisar pagar a m. de um cartório. Se precisar reconhecer documentos o serviço é voluntário e gratuito.

            6+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • The End 27 de março de 2017 at 13:36

              Muito obrigado!

              1+
              • avatar
  • Leonardo M. 26 de março de 2017 at 16:28

    CVR

    Passei no AP dá minha tia para um almoco em família e olha o que eu vi no AP dá frente dela.
    Anúncio da caixa dizendo que ninguém pode entrar no ap.
    AP tomado pela caixa kkkk

    postimage

    32+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 26 de março de 2017 at 16:58

      Isso vai “virar moda”, afinal a Caixa econômica Federal em breve será a maior proprietária de imóveis para revenda em todo o país e eles vão ter que se especializar em vender imóveis. Tivemos até uma pessoa aqui neste blog que trabalha na CEF e recebeu material exclusivo de corretores, já estava se preparando para tirar o CRECI…

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Dr. Estranho 26 de março de 2017 at 17:58

        Poxa. Logo agora que eu pensava iniciar o pensamento em tentar pensar ser corretor? Os funcionários da CEF serão meus concorrentes? Assim eu não quero. Vou estudar fisuca quantica.

        2+
        • avatar
      • Antigo 26 de março de 2017 at 18:49

        Aos empreendedores: outsourcing de impressão para a Caixa vai ser lucrativo.
        Vão precisar de milhares de cópias desses avisos. Faz o combo com a fita adesiva e já era. Baixa negócio.

        5+
        • avatar
        • Carlos 26 de março de 2017 at 18:56

          Se você soubesse quanto dinheiro algumas empresas que cuidam de storage device documentos fazem com esta burocracia retardada brasileira você ficaria assustado.
          Imagine se estas pilhas de papel não fossem removidas, metade dos FPS provavelmente teria mordido sufocada no trabalho ou nem conseguiriam entrar nos seus escritórios.
          Digamos que o governo brasileiro seja bem prolixo na tarefa de acumular documentos inúteis, detesto esta imbecilidade de ter que entregar cópias autenticadas de seus documentos para cada vez que for cagar.

          9+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Antigo 26 de março de 2017 at 19:00

            Pior que eu faço ideia, conheço a realidade do serviço público.
            É muito papel mesmo. Muita coisa já foi informatizada, mas o custo da burocracia permanece muito parecido. O dinheiro que era gasto em papel hoje em dia é gasto em contratos de terceirização.

            Por um lado eu até entendo a burocracia. Todos esses controles foram criados no afã de evitar fraudes. Sabe como é né, brasileiro é safado em tudo que faz, são cambalachos dos mais criativos. Mas causa bastante irritação ter que passar por tudo isso mesmo.

            8+
            • avatar
            • avatar
  • Alemon Fritz 26 de março de 2017 at 17:39

    olhem a foto da bizarrice…
    só 16 anos depois..

    MPF quer a demolição de cinco prédios na orla de Fortaleza
    alguns apartamentos chegam a 5 milhoes : um apartamento de luxo com 455 metros quadrados no edifício Ancoradouro..

    http://www.opovo.com.br/jornal/cotidiano/2017/03/mpf-quer-a-demolicao-de-cinco-predios-na-orla-de-fortaleza.html

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Dr. Estranho 26 de março de 2017 at 18:03

      Deixei claro para um membro do MPF que as obras do Maracanã iriam destruir o património histórico. Retrucou ele: se fizermos algo irá atrasar a copa do Mundo. Resultado: o Maracanã está em petição de miséria e o Brasil tb.

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Carlos 26 de março de 2017 at 18:14

        Bananistão é o lugar onde se distroi belas e funcionais coisas do passado em nome de um futuro tosco e inserto. Triste mesmo….

        4+
    • Antigo 26 de março de 2017 at 18:57

      ué, na hora de construir ninguém percebeu que estava errado?

      1+
  • Fernando 26 de março de 2017 at 19:35

    Artigo 666 do Código Penal:
    Ser proprietário de imóvel, qualquer que seja o propósito, se para morar ou investir, a qualquer título:
    Pena: ser “motumbado”.
    Parágrafo único: a pena é multiplicada por 666 se o imóvel for financiado junto à qualquer instituição financeira.

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Fernando 26 de março de 2017 at 19:46

      *codigo penal bolhista!

      1+
    • Antigo 26 de março de 2017 at 19:47

      KKKKKKK
      Teje preso, Fernando!
      Réu confesso!

      7+
      • avatar
      • Fernando 26 de março de 2017 at 19:53

        Errado! Nesse caso é “teje motumbado”.

        5+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • CA 26 de março de 2017 at 20:01

        Correção:

        Artigo 666 do Código Penal: Comprar imóvel FINANCIADO DEPOIS que o mesmo bateu o recorde mundial de subida de preços e ainda, em um país subdesenvolvido que tem o recorde mundial de juros real, quando existe uma distorção ABSURDA e ANORMAL entre oferta e procura, que só piora ano após ano e quando existem volumes igualmente anormais de inadimplência e distratos.
        Agravante: insistir em se auto-ENGANAR se utilizando de delírios sem nenhuma consistência, sem nenhuma evidência, mentindo e enganando DESCARADAMENTE apesar de ter sido desmascarado sucessivas vezes, FAZENDO DE CONTA que não existe a lei de oferta e procura, FAZENDO DE CONTA que mora em um país rico, mentindo e adulterado as informações sem parar.
        Pena: ser “motumbado”.
        Parágrafo único: a pena é multiplicada por 666 se o elemento insistir em tentar ENGANAR os outros achando que todos são tão estúpidos quanto ele.

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Fernando 26 de março de 2017 at 19:56

    Pergunta séria:
    Qual investimento hoje paga melhor, LCA ou TD?
    Qual TD comprar hoje, que seja fácil mudar de posição?

    1+
    • Antigo 26 de março de 2017 at 20:01

      Você pode comparar as taxas dos investimentos por esse site:
      http://www.jurus.com.br

      Não é 100% atualizado mas dá uma boa ideia. As LCAs/LCIs geralmente pagam um pouco mais que o TD, por causa do risco inerente da instituição ser maior, quando comparado ao risco soberano.

      Quanto a fazer marcação de TD, tem pessoas aqui no blog com mais experiência nisso que eu, vou deixar que falem.

      2+
      • avatar
    • to bolhado 26 de março de 2017 at 20:18

      Eu deixaria no td selic pela liquidez, pela possibilidade de observar o que vai acontecer antes de tomar posiçoes mais arriscadas

      0
  • Alemon Fritz 26 de março de 2017 at 20:23

    sobre a “familia” brasileira (Carlos e Cesar DF)

    “Sozinhos, mas não solitários”
    Cada lar abriga agora 3 pessoas (antes era 3,5)
    o número de filhos diminuiu, a taxa de fecundidade caiu mais de 20%.
    a maioria consegue “viver” com 1800reais..
    a taxa de suicidios aumenta conforme o isolamento (“The Swedish Theory of Love” (A Teoria Sueca do Amor, de 2015).
    e 60% tem mais de 50 anos atualmente. .. segue propaganda de apertamento.

    E http://www.valor.com.br/cultura/4911884/sozinhos-mas-nao-solitarios

    6+
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 26 de março de 2017 at 20:27

    se cada lar abrigar 3 pessoas de uma familia, precisamos de apenas cerca de 70milhoes de imóveis (já existem 68milhoes ou mais). e apenas mais 10 milhoes até 2040. (ou menos de 860mil ao ano) sem crise.

    3+
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 26 de março de 2017 at 20:44

    aluguel é a salvação
    “Num mundo em que a vida será cada vez mais dinâmica, com muitas mudanças ao longo de uma trajetória pessoal, não fará mais sentido as pessoas se amarrarem a um imóvel. Qual o sentido de passar anos trabalhando para ter a posse de um bem enquanto o resto da vida fica praticamente congelado?” Ele aposta que o aluguel se tornará uma escolha cada vez maior..

    http://www.valor.com.br/cultura/4911884/sozinhos-mas-nao-solitarios

    4+
    • avatar
    • Carlos 26 de março de 2017 at 21:21

      Muito interessante Alemon, e olha que não estamos levando em consideração os casos como o relatado pelo nosso amigo mestre dos magos.
      Tem muita gente, indivíduos e famílias vivendo em edículas e casas que foram divididas e muitas entram na conta como só um imóvel.
      Eu morei um bom tempo em uma destas, o proprietário um senhor idoso tinha dividido a casa em 3, coisa “normal” em alguns bairros de SP que tem casas grandes constrúidas para as famílias, no caso deste senhor eram praticamente 3 casas porque seus filhos se casaram e moraram nelas no passado.
      Muita gente vai ter que engolir o orgulho e descer do salto se quiser continuar morando onde mora atualmente, as condições econômicas estão deteriorando rapidamente para quem é aposentado por exemplo, e se foi 666 a vida toda pior ainda.
      Vai ter muita gente oferecendo quartos e edículas e olha que nem falei do efeito Airnb.

      6+
      • avatar
      • avatar
    • CA 26 de março de 2017 at 21:54

      Alemon Fritz,

      É fato que a mudança de cidade é uma constante hoje em dia, no mínimo para aqueles que exercem funções executivas. É praticamente impossível considerar que no longo prazo um profissional deste nível conseguirá se manter, dentro do mesmo patamar de função e remuneração ou superior, na mesma cidade, mesmo quando falamos em cidades como São Paulo.

      Daí os brick lovers começam a enfrentar outros problemas: aluga o seu amado imóvel na cidade natal e virá inquilino em outra cidade? Hoje, mesmo nas funções executivas mais bem remuneradas, já não é uma opção viável comprar um imóvel diferente em cada cidade que for morar.

      Outro “probleminha”: e se for mudar de país, vai fazer o que? Administra seu imóvel “remotamente” tendo uma grande dor de cabeça e elevada vacância versus custos fixos e elevados no novo local onde está empregado?

      Usei como exemplo funções executivas, mas é ainda mais aplicável para quem está em início de carreira: vai se restringir a morar no Brasil e naquela cidade para o resto da vida? Vai estagnar em uma função porque não estará aberto a outras oportunidades profissionais em diferentes cidades?

      Ah, é só vender e comprar outro… Esperando quantos anos para conseguir vender com desvalorização e custos a cada ano?

      Ah, é só por para alugar que com o dinheiro aluga outro… Ops, se está financiando, o valor que alugará tera que ser o mesmo ou menor do que pagará na localidade atual , senão não vai dar conta de pagar tudo.E se tiver vacância, que é a regra, como fica?

      Pior quando ocorre o já mencionado por aqui: casal comprou com a combinação das rendas e se separam muito antes de quitar e agora? Anos até conseguir vender ou duplo prejuízo elevado? Cada vez mais comum, porque com a escalada dos preços na maioria das vezes apenas uma renda não é o suficiente.

      A maioria foi no efeito manada e não parou nem um segundo para pesquisar o que consta acima, vai aprender da pior forma, quando os problemas se concretizarem…

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Carlos 26 de março de 2017 at 22:18

        O caso das grandes metrópolis é ainda pior, só o fato de ter que trabalhar em outra região em SP pode significar que sua qualidade de vida que já não era muito boa foi para o espaço de vez mesmo.
        Horas no trânsito ou no fretado e correria diária.

        4+
        • avatar
  • Alemon Fritz 26 de março de 2017 at 21:27

    vai ver já foi o caso do mestre dos magos lá acima, que queria um ap e ofereceram um quarto kkk.

    os aposentados que diziam que comprar era melhor vão ter que mudar o discurso, vão mudar rapidinho como se fosse uma verdade ha seculos..
    “é melhor pagar o que é seu” será alugue e salve minha aposentadoria.

    5+
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 26 de março de 2017 at 22:05

      Muitos bons motivos aquí, estão falando da Trumplandia mas muitos se aplicam no bananistão e inclusive já foram aquí discutidos.

      No Maintenance Costs or Repair Bills
      Access to Amenities
      No Big Down Payment
      Shaky Market Creating More Renters
      Decreasing Property Value
      Flexibility to Downsize
      Fixed Rent Amount
      Lower Insurance Costs
      Lower Utility Costs
      http://www.investopedia.com/financial-edge/1112/reasons-renting-is-better-than-buying.aspx

      1+
      • avatar
  • Lord of All 26 de março de 2017 at 22:20

    Fernando

    Ninguém aqui é contrário a ser proprietário de imóvel. Muito pelo contrário. O que se tenta explicar é que existem dois grandes problemas quanto a aquisição de propriedade imobiliária nos últimos anos: 1) preço muito alto; 2) financiamento

    Se os preços dos imóveis estivessem próximos ao que deveria ser (sem entrar em discussão nesse ponto, eis que tem conteúdo suficiente no blog), eu mesmo estaria “comprado” nesse tipo de propriedade.

    E nem preciso falar que financiamento é a mesma coisa que jogar dinheiro fora (tbm sem discutir, pq não precisa mais do que lógica pra saber que remunerar o capital do banco é burrice).

    Não quero criar um debate inútil e sem fim, mas posso colocar, de forma sucinta, meu ponto de vista: eu jamais pagaria 1kk num apartamento, por uma questão puramente óbvia, de raciocínio obtido por qq homem médio que se ponha a fazer ponderações financeiras. Até minha mulher, que não é da área de finanças/jurídicas ou coisa parecida, consegue fazer esse raciocínio, com o objetivo de defender nosso capital.
    Eu tbm jamais pagaria 100k num Toyota Corolla, p. ex., se posso andar num carro de 30k, usado, que faz a mesma coisa que o Corolla.

    25+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 27 de março de 2017 at 08:45

      Lord of All
      Concordo totalmente contigo, durante um enorme período de tempo o paradigma de “Quem compra terra não erra” era 100% verdadeiro, referente as terras rurais, enquanto houve aumento da população, aumentou o consumo de alimentos, quanto aos imóveis urbanos, com o aumento da população e a diminuição de um recurso escaço (terrenos) é óbvio que este recurso teria um aumento do valor.
      Como hoje, já construíram mais imóveis do que existirão pessoas no Brasil em 2030, uma residência deixou de ser um “recursos escasso”, e como qualquer recurso que que se tornou muito disponível, e com uma procura cada vez menor, a tendência é dele cair de preço, tal qual no Japão.
      Então, hoje, adquirir imóveis seria o mesmo que adquirir ações de uma petrolífera quando o barril estava a US$ 150, quebrou a cara, pois pois comprou no pico e com o avanço de tecnologias alternativas de geração de energia, o petróleo nunca mais voltará a este valor.

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cadeludo 26 de março de 2017 at 22:31

    sexta meu cdb do satan fez aniversário
    3 anos
    38,4% líquido
    sem stress, sem confusão
    prefiro emprestar pro satan do que pro gobierno

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cadeludo 26 de março de 2017 at 22:34

    feliz é o the Fernand que remunerou no mínimo 90% nesse período

    5+
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 26 de março de 2017 at 22:41

      Mais feliz ainda porque ele possuí um veículo que é líder de mercado. 😀

      7+
      • avatar
      • avatar
      • Cadeludo 26 de março de 2017 at 22:44

        é altinho?

        6+
        • avatar
        • Carlos 26 de março de 2017 at 23:00

          Creio que não.

          2+
          • avatar
  • Cadeludo 26 de março de 2017 at 22:43

    Pior é que o corvo tinha razão né the Fernand? 30% a.a.
    agora só falta surgir um comprador
    e se não surgir nenhum em um ano valoriza mais 30%
    e se não vender valoriza mais 30% e assim sucessivamente
    é assim que nascem os milionários

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 27 de março de 2017 at 09:27

      É muito legal esse pensamento mesmo.
      Eu coleciono algumas antiguidades (sem entrar em muitos detalhes no tipo de antiguidade). Sei que é supérfluo e contra o pensamento majoritário bolhista, mas acho que um hobby ajuda na sanidade mental, desde que não atrapalhe as finanças.

      Acompanho o preço e a ‘cotação’ de diversos itens. Sabe como eu sei o preço real de cada produto?
      Pelos últimos lotes VENDIDOS. Isso mesmo. Olhando os leilões terminados. Mesmo que haja dezenas de produtos ANUNCIADOS por preços ridículos, sei que o valor mais próximo da realidade é o que as transações realmente ocorrem.

      No entanto, observo que para o mercado imobiliário o pensamento majoritário é diferente. Todo mundo se pauta pelo preço ANUNCIADO. Todo mundo acha que tem um bem que vale o preço que outra pessoa está tentando vender. Isso me parece muito estranho, já que minhas antiguidades valem uma fração ínfima do preço de um imóvel e em um bem de valor muito maior o povo prefere lidar com preços imprecisos e completamente arbitrários.

      Em tempo: ‘investir’ em antiguidades é mais rentável do que em imóveis. Mesmo sendo puramente hobby. Para verem como é uma roubada comprar tijolo. E, acreditem ou não, tem mais liquidez.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Carlos 27 de março de 2017 at 01:05

    Vai, não vai mesmo, e é só a primeira parte

    Entenda como é difícil empreender no Brasil – Parte 1 “Licença para passar”
    https://www.youtube.com/watch?v=-DndwNEP5MY

    1+
  • Alemon Fritz 27 de março de 2017 at 06:34

    consórcios kkk (dando a volta na caxão)

    Segundo a Abac, em janeiro, a aplicação de recursos do FGTS em consórcios movimentaram R$ 10,8 milhões, sendo o maior montante (R$ 4,8 milhões) para a compra de um imóvel, R$ 2,2 milhões para amortizar o saldo devedor e R$ 1,2 milhão para liquidar.

    2+
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 27 de março de 2017 at 07:55
  • Cesar_DF 27 de março de 2017 at 08:00

    “Uma Ponte Para O Futuro” – O Plano Temer analisado – Uma guinada para o liberalismo
    https://www.youtube.com/watch?v=NbjCoDDMiMs

    1+
    • avatar
  • Money_Addicted 27 de março de 2017 at 09:17

    indj17 -1.3 🙂

    2+
    • avatar
  • Cajuzinha 27 de março de 2017 at 09:51

    Publicado em 24/03/2017 – 18:30 Vicente NunesEconomia
    O presidente Michel Temer tem a exata noção sobre a importância da queda dos juros promovida pelo Banco Central, mas admite que os efeitos dessa medida sobre o crescimento da economia neste ano serão mínimos. Primeiro, pelo efeito defasado da política monetária, pois são necessários de seis a nove meses para que a redução dos juros seja sentida pela atividade. Segundo, porque os bancos estão muito lentos no repasse dos cortes da Selic para as taxas cobrada, principalmente, das empresas.

    3+
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 27 de março de 2017 at 09:51

      Dentro do Palácio do Planalto, porém, a visão é de que, mesmo com todos os prognósticos positivos apresentados por Ilan Goldfajn, a retomada da economia está cada vez mais distante. Além de o consumo estar enfraquecido pelo elevado endividamento das famílias, as empresas continuam reticentes em investir. Não só porque muitas delas estão quase quebradas, mas também porque continuam receosas com o quadro político. Algumas companhias, inclusive, já incluem em seus cenários as incertezas quanto às eleições de 2018.

      Assessores de Temer ressaltam que, ante as dificuldades da economia, a projeção de crescimento para o Produto Interno Bruto (PIB) de 0,5% neste ano anunciada pelo Ministério da Fazenda, é até otimista. “A Operação Carne Fraca adicionou mais incertezas à economia. Não contávamos com isso. O baque na atividade está sendo grande”, ressalta um dos assessores do presidente. Há, ainda, a questão fiscal, que voltou a gerar desconfiança. “Acreditávamos que, na economia, as coisas estavam transitando, mesmo que lentamente, no terreno positivo. Mas não é bem assim. Tudo continua ruim, consumo, investimentos, produção, fiscal”, acrescenta.

      4+
      • avatar
      • avatar
      • CA 27 de março de 2017 at 10:02

        Cajuzinha,

        Se fosse um filme, poderíamos chamar de “O início do despertar”…

        Apenas relataram o que já falávamos por aqui há um bom tempo.

        Por que demoraram tanto para “acordar”?

        Na realidade eles já sabiam de tudo que consta acima FAZ TEMPO, pois BC, ministério da Fazenda e outros tem MUITO mais informação e análises de especialistas do que nós, só que em parte eles preferiram dar apenas “boas expectativas” para o presidente (no melhor estilo “puxa-saco” que quer só alegrar o chefe), em outra parte eles ainda estão lutando desesperadamente para tentarem fazer com que a explosão da bolha imobiliária só se torne mais visível depois das próximas eleições para presidente (out/2018) e por fim, eles tentaram fazer, no melhor estilo Dilma / Mantega, que as expectativas otimistas, mesmo que utópicas, motivassem o consumo / investimento.

        O problema é que a frustração pelo não cumprimento da melhoria prometida agora é muito pior do que se tivessem dito a verdade antes…

        3+
        • avatar
        • avatar
          • CA 27 de março de 2017 at 10:31

            Cesar_DF,

            Este documento é antigo, de antes do impeachment, não sei se tem agora uma “nova edição”, mas o fato é que não podemos confiar em nada quanto a promessas feitas por políticos, em especial do PMDB e dos componentes do governo atual.

            Dois pontos como exemplo:

            1) Fraga advertiu Temer mais de 1 ano atrás sobre os ROMBOS da CEF e vários assessores alertaram sobre a necessidade de auditorias sérias e profundas em CEF, BNDES, etc. Por motivos políticos e pelo fato de boa parte dos ROMBOS estar diretamente relacionada ao próprio PMDB, ele simplesmente IGNOROU estes conselhos;

            2) O próprio Temer fez PROMESSA de que iria rever o FGTS e não deixar mais que o mesmo fosse dilapidado, buscando uma remuneração mais adequada e implementável em menor tempo, além disto, mudando a formação do próprio conselho que aprova o destino das verbas, para que o governo não tivesse o domínio sobre o mesmo como sempre foi. Ao final, além de não cumprirem o prometido, para adiarem ao máximo a visibilidade da bolha, se possível até depois das eleições presidenciais, combinado com a motivação em função das relações “íntimas” do governo / PMDB com o setor de construção civil, fizeram uma LAMBANÇA com o dinheiro do FGTS muito maior que o governo anterior.

            Tem muito mais exemplos do que constam acima, como sempre, apenas amostras, mas é fato que a ponte para o futuro vai ficar só no papel…

            7+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
      • Cesar_DF 27 de março de 2017 at 10:20

        Cajuzinha
        0,5% de aumento do PIB em 2017 menos 0,8% do aumento da população significam uma queda na renda per capita de 0,3%
        Em 2014 o PIB aumentou 0,1%, menos os 0,8% do aumento da população significa uma queda de 0,7% na renda per capita
        4 anos consecutivos de recessão tem um nome: DEPRESSÃO ECONÔMICA
        https://pt.wikipedia.org/wiki/Depress%C3%A3o_(economia)

        5+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Cajuzinha 27 de março de 2017 at 09:58

    Apenas 10% dos brasileiros vão gastar dinheiro do FTGS
    Pesquisa da FGV mostra que maioria prefere quitar dívidas e poupar

    Dos mais de 2 mil entrevistados em sete capitais, 41,3% afirmaram que pretendem quitar débitos. A FGV cruzou essa informação com dados da Caixa e estimou que R$ 17,7 bilhões serão usados para este fim. A segunda prioridade é poupar, escolhida por 24% das pessoas, que guardarão ou investirão R$ 13,1 bilhões.

    Para Viviane Seda Bittencourt, coordenadora da sondagem do Consumidor do Ibre/FGV, os dados estão em linha com o comportamento dos brasileiros na recessão. Mas significa que o impacto na atividade econômica será mais diluído. Antes da sondagem, a expectativa era de que as contas inativas tivessem efeito positivo de 0,4 ponto percentual sobre o Produto Interno Bruto (PIB) ainda neste semestre. Agora, a previsão é que esse efeito seja diluído ao longo do ano.

    “O consumidor está aprendendo um pouco a ter racionalidade econômica. Poupar num ambiente de incerteza e não consumir. Isso é bom para manter a economia saudável e sustentável, mas a injeção de recursos demora a voltar para a economia”, avalia a economista.

    4+
    • avatar
    • avatar
    • CA 27 de março de 2017 at 10:22

      Cajuzinha,

      Aqui vemos mais uma ILUSÃO se desfazendo. A solução mirabolante que ajudaria a recuperar o PIB (“projeção” que colaboraria com 0,4% do PIB ainda no primeiro semestre de 2017, conforme artigo acima), vai por água abaixo.

      Aliás, mesmo que esperem alguma colaboração acima de 0,1% ainda neste ano, isto não deve acontecer e além disto eles vão continuar escondendo a realidade e FAZENDO DE CONTA que em pouco tempo as pessoas e empresas vão equacionar suas dívidas e o consumo / investimento vai voltar a pique total, mais show de ILUSIONISMO improdutivo que vai virar frustração na sequencia.

      O que consta no parágrafo anterior, sobre a expectativa de melhoria maior em consumo / investimento para os quais eles tendem a INVENTAR um novo motivo em seguida, não é viável e continua sendo uma expectativa não realista, em grande parte em função da bolha imobiliária. Famílias super-endividadas porque conseguiram um financiamento imobiliário na CEF fraudando comprovante de renda, seja com comprovantes de depósitos ou com nomes de pessoas que não ajudam a pagar as parcelas, estão com comprometimento de renda muito superior aos 30%, por DÉCADAS, como eles vão fazer para voltar a consumir? No máximo vão usar o dinheiro do FGTS para pagar as dívidas acumuladas e tentar sobreviver pagando suas prestações do financiamento imobiliário e se acostumando com a redução de sua capacidade de consumo causada pela bolha. Como referência, hoje temos 8% de toda a carteira de crédito imobiliário da CEF (enorme em função do crescimento exponencial durante a bolha e da CEF contar com 70% de todo o crédito imobiliário concedido) com pagamento atrasado entre 15 e 90 dias, mais 1,8% inadimplentes acima de 90 dias e ainda, um grande número de “renegociações mirabolantes” para esconder a inadimplência. Este enorme contingente de famílias não vai retomar o consumo só porque receberam uns trocados do FGTS que mal cobrem suas dívidas correntes, isto não será uma receita recorrente que as ajudará a reequilibras as contas e voltarem a consumir. Outro exemplo é o do enorme número de proprietários de imóveis nem-nem: por acaso alguém vai alugar o imóvel deles por preços muito elevados e fora da realidade de renda local só porque recebeu dinheiro extra do FGTS uma vez na vida? Eles vão continuar com seus imóveis parados, sejam eles construtoras, pessoas físicas ou outras empresas, de novo prejudicando a sua liquidez de forma extremamente sensível e duradoura. E a explosão da inadimplência que tende a ocorrer na CEF levando a uma retração generalizada na oferta de crédito imobiliário, aumentando os juros do mesmo e forçando a redução de prazos de financiamento? Só vai intensificar tudo que foi mencionado antes, destruindo ainda mais a liquidez e não apenas quanto ao crédito imobiliário, pois trará muitas preocupações para o sistema bancário como um todo, em função da inevitável visibilidade da queda dos preços com as consequentes perdas de garantias com empréstimos imobiliários, que serão relevantes o suficiente para trazerem sérias preocupações.

      São os pontos acima e diversos outros relacionados a explosão de nossa bolha imobiliária que o governo vai continuar tentando mascarar pelo menos até as próximas eleições, mas que mascarando ou não, continuarão impedindo qualquer crescimento efetivo da economia.

      4+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • CA 27 de março de 2017 at 10:38

    http://www.valor.com.br/empresas/4914660/correios-estudam-megademissao?origem=G1&utm_source=g1.globo.com&utm_medium=referral&utm_campaign=materia

    Trecho do link acima, que fala sobre os CORREIOS, “entre aspas”:

    “Sob o argumento de que a situação financeira é extremamente grave, o departamento jurídico da estatal foi acionado para verificar se há meios de driblar a estabilidade dos empregados e fazer “demissões motivadas”, com o objetivo de reduzir o quadro de pessoal. Estimativas preliminares indicam a necessidade de enxugamento de 20 mil a 25 mil…”

    Falando sobre outra estatal: a CEF já fez um PDV para buscar o desligamento de 10.000 funcionários. O rombo dela deve ser muito maior que o dos correios, proporcionalmente. Ela é uma séria candidata a buscar novas ações apelativas como as que constam acima, isto depois que não conseguirem maquiar todos os rombos existentes.

    5+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 27 de março de 2017 at 10:50

      A CEF está entre a cruz e a espada
      Se ela executar todo mundo que está inadimplente, os imóveis que conseguirem vender será por menos da metade do valor de face.
      De acordo com o relatório de estresse econômico do Banco Central, se o valor dos imóveis cair mais de 25%, tanto a CEF como o BB se tornarão inadimplentes.
      Provavelmente a solução será a mesma que foi adotada em outros países, transferir os PODRES “recebíveis duvidosos” para outra empresa, e esta que irá leiloar tudo.
      Como aconteceu nos outros países o novo valor dos imóveis “new paradigm” será baseado nos valores alcançados nestes leilões.
      Como a CEF estava alavancada em 35X, basta uma inadimplência de 2,86% para ela se tornar insolvente, ou seja, HOJE ELA JÁ ESTÁ INSOLVENTE.

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Brazil mode OFF 27 de março de 2017 at 11:04

        Quantos % de inadimplencia esta a caixa?

        0
    • Alemon Fritz 27 de março de 2017 at 12:39

      Na CAIXA geral de Portugal o prejuizo de creditos podres (perda) foi de 3biilhoes de euros e agora ela reconheceu um prejuizo da dívida que restou de 1,9 bilhão de euros
      (ou seja 5bilhoes de euros para Portugal., o plano preve agora demissão de 2.200 funcionários… aqui é 10 vezes mais, então podemos chutar uns 50bilhoes de euros em prejuízos na caixão CEFu nas mesmas proporções maquiadas…

      2+
      • avatar
  • to bolhado 27 de março de 2017 at 11:06

    off-topic
    alguém sabe se existe e como funciona “portabilidade” para corretora? tipo eu mudo de corretora e tudo que meu que está custodiado pela corretora 1 automaticamente fica vinculado à corretora 2? Reclamaram aqui do atendimento da rico, que realmente está deixando a desejar; agora recentemente a plataforma começou a dar uns paus, do nada sai do ar, não responde…ta me irritando.

    0
    • Leonardo M. 27 de março de 2017 at 12:24

      Existe um documento que você pode baixar na Bovespa ou pode pedir pra sua corretora.
      Assina em cartório com reconhecimento de firma, coloque neste documento quais ações ou FII deseja e qual corretora quer que vá.
      Manda pra corretora e daí só esperar…

      1+
    • Antigo 27 de março de 2017 at 12:27

      O procedimento é um pouco burocrático. Tenta aguardar um pouco na Rico, se não tiver te irritando muito.
      Era uma boa corretora, não sei se continua.

      1+
  • Bruno.12 27 de março de 2017 at 12:49

    Pessoal, sinto falta de um “manual para comprar imóvel”, pois está começando a surgir ofertas interessantes (poucas, mas tem…). Vou cometer suicidio social em breve e estamos olhando um apartamento para comprar à vista. Quais dicas podem me dar? Andar, preço, metro quadrado, etc.

    2+
    • avatar
  • Cesar_DF 27 de março de 2017 at 12:49

    TÓPICO NOVO

    1+