Negociação pode garantir queda de 20% no aluguel – ODia

Você pode gostar...

Comments
  • Money_Addicted 19 de dezembro de 2016 at 11:23

    vamos lembrar q isso eh apenas passageiro e aproveitar o momento para fazer bons negocios
    #SQN

    PMJ

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Money_Addicted 19 de dezembro de 2016 at 11:28

    esse eu tive q trazer do topico passado

    Lucas 19 de dezembro de 2016 at 11:22

    “tudo que voa, flutua ou menstrua, … melhor alugar”
    Messias – gerente da love story – a casa de todas as casas.

    37+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 19 de dezembro de 2016 at 11:41

    Quanto mais o aluguel cai, maior fica o Fator X, indicando que cada vez mais não compensa adquirir um imóvel, notícia ruim para o Fernando.

    27+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Money_Addicted 19 de dezembro de 2016 at 11:52

      ruim pq? nao tem nada derretendo, esta tudo la
      se vc nao tem dinheiro pra comprar nao fique desfazendo

      kkk

      22+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Carlos 19 de dezembro de 2016 at 11:41

    Atenção bolhistas

    Do capítulo das consequências inconsequentes das intervensões dos governos na economia.
    De boas intenções o infferno esta cheio.

    http://exame.abril.com.br/pme/nubank-pode-fechar-portas-se-bc-confirmar-mudanca/

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 19 de dezembro de 2016 at 11:48

    O Canal Livre desse domingo (18) recebeu o economista Luiz Carlos Mendonça de Barros, com apresentação do jornalista Fabio Pannunzio. Em pauta: o atual momento econômico do Brasil e as perspectivas para 2017.
    Resumo
    – Tem várias bolhas explodindo em função da hegemonia do PT por 13 anos
    – O fundo do poço talvez não seja em 2017
    .- O aumento dos juros pelo FED irá tirar dinheiro dos países em desenvolvimento, especialmente Brasil.

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CarlosL 19 de dezembro de 2016 at 11:50

      Eu já estou com o feeling de um 2017 ainda bem peór que 2016………… E pelo visto não sou o único…..

      23+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Juros Lover BSB-BH 19 de dezembro de 2016 at 12:12

        Tamo junto…E com 75 delações da Odebrecht pra vazar ainda…

        13+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • CarlosL 19 de dezembro de 2016 at 12:48

          E ai vamos para o lado da comoção nacional…..

          Essa é a parte que me preocupa + ……

          9+
          • avatar
          • avatar
          • Lucas 19 de dezembro de 2016 at 13:23

            a entrevista do ometo falou a mesma coisa
            recuperar só depois de 2018
            espero que vcs tenham idéia quem é o ometo?
            aliás falou várias coisas que a gente cansa de repetir aqui no blog

            11+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
              • Lucas 19 de dezembro de 2016 at 15:39

                RECOMENDO MUITO ESTE VIDEO
                ele só repetiu o que dizemos nesse blog, mas ele é celebridade, derrepente vcs dão +valor

                5+
            • Cesar_DF 20 de dezembro de 2016 at 06:34

              Lucas
              Nossa previsão de que o fundo do poço estaria em 2018 deve ter sido feita ha uns 4 anos.
              Minha previsão: se a Marina Silva for eleita no final de 2018, dai o fundo do poço será em 2022

              6+
              • avatar
              • avatar

    • Ilusionista 19 de dezembro de 2016 at 12:43

      veja também a matéria do Estadão, o impacto do endividamento no Brasil, 1 trilhão a menos na economia

      http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,crise-de-credito-tirou-r-1-trilhao-da-economia-e-aprofunda-a-recessao,10000095229

      7+
      • avatar
      • Cesar_DF 19 de dezembro de 2016 at 21:49

        Nos últimos 12 meses, cerca de R$ 1 trilhão deixou de circular na economia brasileira. Essa montanha de dinheiro equivale aos créditos bancários que foram sendo pagos pelos devedores e não retornaram ao mercado na forma de novos empréstimos, bem como à expansão natural do mercado, que não ocorreu

        4+
        • avatar
  • Cadeludo 19 de dezembro de 2016 at 11:49

    “informou que os valores recuaram 0,11% em todo o Brasil”
    Um aluguel quer era 800 recuou 88 centavos
    nem imagino o que seria de nós sem um economistazinho mequetrefe para nos passar estas informações super relevantes

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 19 de dezembro de 2016 at 12:06

      kkkkk

      Dá para comprar um pão francês e meio.

      14+
      • avatar
      • avatar
  • Seguidor do Bolha BH 19 de dezembro de 2016 at 12:24

    Do tópico anterior…

    Lote em condomínio fechado atrasa e cliente vai à Justiça
    Advogado afirma que construtora descumpriu cláusulas do contrato, mas continua cobrando

    http://www.otempo.com.br/capa/economia/lote-em-condom%C3%ADnio-fechado-atrasa-e-cliente-vai-%C3%A0-justi%C3%A7a-1.1413718

    4+
  • Lucas 19 de dezembro de 2016 at 13:19

    A LOROTA DA DEMANDA INFINITA

    mais uma vez tiagoFM atcando com sua matemágica, eu nem teria percebido pq não leio lixo, mas eu vi pela resposta do César que a coisa ainda está no ar.
    Cesar meu amigo, eles simplesmente pegaram o aumento de domicilios que foi de 30% entre 2005 e 2015 e associoram isso com valorização imobiliária

    Grosso modo a tese deles é a seguinte: se antes tinhamos 4 hab/domicilio no BR e na alemanha tem 2, logo a demanda por casas no BR poderia dobrar.

    Essa é só uma das versões de demanda infinita, outra era aquela história de quem casa, gera uma nova casa, e outra quando divorcia e mais outra pra cada filho quando crescem.
    ou há um tempo atrás o CA lembra, insastisfeitos em ter só uma casa, as pessoas agoram estão comprando na praia, e as que já tem 2, querem outra na montanha.
    Ou comprar outra pra investir

    E assim vai… eternamente.

    Onde está o erro de todas essas teses????

    elas como o cramulhão falou, não guardam relação direta de causa e efeito.
    -> Pra comprar (e manter) uma casa é necessário 1) renda 2) rentabilidade para que o mercado seja sustentável.
    E já paro por aqui, não tem muito mais o que explicar

    Os malandros da matemágica pegaram um período de inchaço economico através da antecipação de renda via crédito e auemnto de renda da pop. pobre via mecanismos tributários injustos que Lafer acabou por mostrar que não poderia durar muito tempo. Esse período estável se iniciou com o plano real que neutralizou o maior instrumento de socialização de prejuízos o sistema capiltaista-de-estado, ou seja de empobrecer pobres + período do lulopetismo que transformou toda a economia numa enorme Ponzi, e agora o reverso da máre é a pior crise desde 1889.

    Sobre a rentabildiade que faria o mercado se autoprocriar eternamente, bom estão aí os números, sem renda, o aluguel desaba, ainda mais que aluguel é praticamente insensível à crédito, até o momento o govenro ainda não inventou uma linha de crédito para pagar aluguel, per si é um absurdo uma vez que não faz sentido antecipar renda para morar se vc sempre vai precisar morar, antecipar hoje, faria vc morar na rua amanhã, e foi exatamente esta a decisão de muitos fernandos no reclameaqui pela completa discalculia só vão perceber que erraram nas contas quando forem parar na rua.

    Outra pequena observação metodologia, o Ibge começou a fazer lenvatamentos razoáves de domicilio apenas a partir de 1980 de 10 em 10 anos, os terminados em 5 são estimativas em cima de amostra.
    em 1990 com o Collor a pesquisa foi de péssia qualidade, em 2000 foi melhor, a de 2010 aumentaram muito as equipes de pesquisa.
    a conclusão é que tais variações no n.o de domiciliio são séries históricas bastante frágeis, as dos anos terminados em 5 pior ainda.

    Por fim no BR impera a autoconstrução, os puxadinhos, os ilegais.
    O mercado imob formal é apenas um pequeno pedaço da história, de cabeça havia chutado 50%, fiz umas continhas e vi que não pode passar nem de 20%.

    Portanto a matemagica criada, não explica, não justica, e mesmo que o fizesse é em cima de numeros frágeis e mesmo supondo que estivessem certos o resultado não é relevante.

    Se colocar o vetor geográfico fica ainda pior, os grandes centros estão em depopulação, imagine um casal de velhinhos, a véia morre, segundo o pensamento fernando deles, op veio sobrevivente se torna demanda pq agora reduziu o numero de hab por domicílio. A coisa é grotesca.
    Os velhinhso estão indo embora de SP uma parte, a outra está depopulando naturalmente, sem gerar demanda, pelo contrário pode até ser que ao se mudar pruma casa menor e mais prática eles estejam criando mais oferta no mercado, apesar do indice pop/hab cair

    Casa é renda, simples assim, o resto é poesia.

    23+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 19 de dezembro de 2016 at 13:49

      “Sobre a rentabildiade que faria o mercado se autoprocriar eternamente, bom estão aí os números, sem renda, o aluguel desaba, ainda mais que aluguel é praticamente insensível à crédito, até o momento o govenro ainda não inventou uma linha de crédito para pagar aluguel, per si é um absurdo uma vez que não faz sentido antecipar renda para morar se vc sempre vai precisar morar, antecipar hoje, faria vc morar na rua amanhã”

      Que excelente ideia. Para estimular o mercado de alugueis, façam o financiamento locatício subsidiado ( abreviado FLS) .

      O FLS funciona da seguinte maneira: você mora hoje e parcela o aluguel dos 12 meses em 360. Paga-se juros e amortização da mesma maneira do financiamento imobiliário (parcelinha SAC decrescente). Ao fim dos 12 meses, adiciona-se mais 12 ao saldo devedor, e recalcula-se o valor da parcela.

      Você está pagando pelo que não é seu, mas é melhor que morar debaixo da ponte!

      Aguardo alguém da equipe econômica do Temer ler esse post. Proponho para linha de crédito para o FLS, um novo título a LCL (Letra de crédito locatício) isenta de IR. Isso vai garantir os recursos para essa nova e tão promissora modalidade de empréstimo.
      Pode contar comigo para investir. #PMJ!

      20+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 19 de dezembro de 2016 at 14:10

      Lucas
      A demanda por imóveis cresce proporcionalmente com a taxa de fecundidade, SOMENTE QUANDO ELA ESTÁ ACIMA DE 2.1
      Explicando, em 2.1 é o nível de reposição, onde a população não cresce, nem decresce, por isso, ou seja, em 2030, cerca de 25 anos depois de 2005 quando o Brasil atingiu 2.1, iniciará o decréscimo da população (pode até ser antes, por causa da zica e da recessão econômica)
      http://visualoop.com/media/sites/3/2012/10/19-%C3%A9-a-taxa-de-fecundidade-do-Brasil.jpg

      Com uma taxa de fecundidade abaixo de 1.7 o filho simplesmente NUNCA sairá da casa. No município do Rio de Janeiro, 25% dos filhos que ainda moram na casa dos pais têm mais de 30 anos, na Itália nesta mesma faixa é de 61%.
      http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EDR66650-6014,00.html

      As argumentações do thiago fm se apoiam em “verdades do mercado imobiliário” que valiam até o ano 2000, naquela época, quem comprava terra não errava, a rentabilidade do imóvel era de 1% ou mais, a taxa de fertilidade em 1960 era de 6.28.

      Devido a mudança da taxa de fertilidade, a tendência natural seria construir cada vez menos domicílios, da mesma forma que no Japão, mas a combinação de muito dinheiro no bolso das incorporadoras via IPO e o populismo petista de dar crédito aos pobres, criou a maior bolha imobiliária do planeta, não em volume, mas sim na quantidade que se descolou da RENDA.

      Tentar separar o joio do trigo com estatísticas do mercado imobiliário é dificílimo, pois existe uma cortina de fumaça, composta de mudanças de metodologia ao longo do tempo, números enviesados, e teses que não tem relação com a realidade (como o índice de cimento por exemplo)

      14+
      • avatar
      • Lucas 19 de dezembro de 2016 at 14:16

        usando o seu raciocínio o tiago está certo, e ele não está
        e é por vc dizer esta besteira que ele continua pentelhando
        não tem a menor relação fecundidade da mulhaer com aquisição de imóvel
        chega a ser uma bsurdo pensar isso
        se fosse assim, na tribo onde cada mulher tem 5 filhos é onde mais venderia imóvel

        7+
        • avatar
      • Cesar_DF 19 de dezembro de 2016 at 14:17

        Na Itália, 30% ainda vivem com os pais
        Fenômeno não é novidade, mas com agravamento da crise, porcentual tem crescido; na faixa dos 18 aos 29 anos, essa fatia pula para 61%

        http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,na-italia-30-ainda-vivem-com-os-pais-imp-,951097

        9+
        • avatar
        • Lucas 19 de dezembro de 2016 at 15:26

          na italia 90% da pop comum vive em áreas semi-rurais (urbanas mas com cara de rural) que se chama nos eua de subúrbios, são vilas familiares enormes de imensa, muitas casas são empresas de produção de vinho, queijo, turismo, um milhão de atividades. Os centros urbanos são para turistas, estudantes, executivos, temporários.
          soltando essa notícia assim, as pessoas imagina que o cara fica escutando os peidos do pai até quase os 40 anos.
          um domicilio italiano em um domicilio na zona sul do rio, ou em SP são coisas infinitamente distantes.
          Seria necesário entrar na metodologia de cada pesquisa, no modus de vida, em mil fatores diferentes, incluso culturais e o diabo.
          Essas comparações sem nexo eles lá nadam de braçadas, é coisa de gente que nunca viajou nem até o paraguay, da mesma linha de comparar hell com monaco ou paris, ou ny.

          Não pode cair nessas lorotas

          Comprar casa vc precisa de dinheiro pra pagar, podem inventar mil teorias, comparar mil numeros, sempre volta no mesmo ponto: sem dinheiro sem casa, pode morrer de vontade. Se fosse assim, na base do desejo a Etiópia concetraria os principais restaurantes estrelados da michelin

          11+
          • avatar
      • Nelson Schadenfreude 19 de dezembro de 2016 at 15:45

        Tudo depende. Por exemplo, de onde você está.
        Por diversão, deem uma olhada aqui (http://www.ibge.gov.br/apps/populacao/projecao/) e vejam as projecoes do IBGE por estados. Em RJ e RS, por exemplo, o crescimento vai ser pequeno. Em SP, razoável. Já no DF, vai ser bastante grande. Assim, se você mora no DF, leve isso em conta.

        4+
        • Lucas 19 de dezembro de 2016 at 16:05

          DF foi onde a bolha estourou primeiro e pior
          até no fingezap aponta queda de 50%
          Lá é das maiores projeções do país em cidades grandes
          outra prova cabal que nascimento de criança só aumenta a demanda da obstetrícia, tem o menor nexo com comprar imóvel.

          9+
          • avatar
          • avatar
          • Nelson Schadenfreude 19 de dezembro de 2016 at 17:04

            Lucas,

            Uma coisa é a bolha (a flutuação excessiva do preços dos imóveis), e outra é a tendência de longo prazo. A bolha em Brasília atingiu o ápice por volta de 2009-2010 (à época em que lançavam o Noroeste), devido à associação entre crédito imobiliário farto, juros baixos e aumentos para o funcionalismo federal. Os preços continuam na descendente por aqui, e o arrocho da PEC nos gastos do governo não deverá ajudar. Vale a pena esperar mais até os preços se acomodarem. Dito isso, para quem deseja comprar imovel no DF para viver nos próximos 20 anos, é importante lembrar que a oferta nas áreas nobres (Plano piloto) é praticamente fixa, e a população vai continuar crescendo nas próximas décadas (como em todo o Centro-Oeste). O momento ótimo para comprar deverá ser por volta de 2018 a 2020, o fundo do poço. Depois, deve voltar a subir (moderadamente), pela maior demanda.
            Cada caso é um caso. Vale a pena estudar as coisas sem grandes paixões e parcialidade.

            5+
            • avatar
            • Lucas 19 de dezembro de 2016 at 17:34

              incorreto
              a oferta é maisoumenos fixa no plano tradicional e a demanda tbm é, do ponto que a renda é dada pelos postos fixos de trabalho que podem até se enxugar, exceto houver outro inchaço da maquina publica, não acredito nisto pela próxima década.

              Do ponto de vista de geografia, vc vai da ponta da asa sul até a asa norte não dá muito mais que 16 km, praticamente uma caminhada, já corri isso por dia.
              em SP 16 km é nada.

              o DF é um limite imaginário que só existe na cabeça dos corvos,
              99% do crescimento populacional ocorre nas periferias que já avançam pelo Estado de goiás, onde existem pastos e cerrados infinitos, a região em direção à Itiquira mal começou
              os imóveis da asa sul são velhos todos necessitam de custosas reformas
              E sinceramente, não imagino porque alguém iria permanecer morando lá depois de aposentado, é sem a menor sombra de dúvidas a cidade mais socialmente desagradável que já tive o desprazer de conhecer, eu mesmo iria preferia morar no Rio, ou até salvador, quem sabe Alepo. ali nunca!

              sobre “excessivo” use “além de seus fundamentos”, evite sempre usar adjetivos em definições

              9+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • calango_df 20 de dezembro de 2016 at 13:21

                falou tudo! Alepo, Bagdá e ate mossul sao outras possibilidades a se considerar

                0
            • Cesar_DF 19 de dezembro de 2016 at 19:18

              Nelson
              Geralmente as estatísticas do IBGE fazem uma mistura entre o DF e a Região Metropolitana de Brasília, está ocorrendo uma emigração do DF para GO, pois as cidades que estão crescendo são justamente do entorno, fora do DF.
              O custo de vida no entorno do DF é mmmuito menor, por exemplo, o aluguel de um apto na Asa Sul está em 30 a 40 reais/m2, enquanto em Aguas Lindas, Abadiânia ou Valparaíso está cerca de R$ 10/m2. Muita gente mora no entorno e vem para Brasília para trabalhar.
              Seguem as referências bibliográficas a esta afirmativa

              https://pt.wikipedia.org/wiki/Regi%C3%A3o_Integrada_de_Desenvolvimento_do_Distrito_Federal_e_Entorno
              http://www.abep.nepo.unicamp.br/encontro2006/docspdf/ABEP2006_724.pdf
              http://www.sbpcnet.org.br/livro/58ra/JNIC/RESUMOS/resumo_1846.html

              7+
              • avatar
              • avatar
            • Jose Ferreira 20 de dezembro de 2016 at 11:48

              A oferta não é praticamente fixa. Há inumeros lotes gigantescos vazios no Plano Piloto.

              Concordo com o Lucas. Acho que, pelo menos pelos próximos 10 anos, os preços tendem a baixar em Brasília devido à PEC. O rendimento real não irá crescer lá tendo em vista o congelamento dos salários. Brasília ainda é extremamente dependente do Estado e perde uma oportunidade enorme de ser um centro financeiro do agronegócio brasileiro. Mas o empresariado de lá é muito provinciano, não tem preparo para isto.

              Em relação à opinião do Lucas de ser uma cidade chata para morar, discordo. Morei por 4 anos em Brasília e moro no Rio há 6 anos. A qualidade de vida de BSB é muito melhor e, até mesmo a vida social é melhor (pelo menos para mim). Os cariocas vivem de imagem e de status. São os típicos 666. O pessoal de BSB é mais tranquilo e menos materialista, pelo menos percebi isso em todos os circulos sociais muito diversos que participei nessas cidades.

              3+
      • thiago fm 19 de dezembro de 2016 at 19:53

        César,

        Eu cheguei a dar minha opinião sobre o assunto numa resposta ao Reznor na semana passada e vou transcrevê-la aqui:

        Em relação a questão populacional, penso que ela é muito dinâmica e deve ser analisada sobre diversos aspectos quanto ao seu potencial de limitar a demanda e os preços dos imóveis. Na Europa, por exemplo já se atingiu em muitos países a estabilização e até a diminuição da população projetada para o Brasil para décadas adiante, porém isso não foi o suficiente para frear a expressiva valorização imobiliária verificada em grande parte desses países a partir do final da década de 1990, mesmo seguida de correções

        Há ainda uma questão subjacente à dinâmica populacional, que talvez seja mais importante que o crescimento absoluto dos habitantes, a qual está ligada as tendências demográficas no que concerne aos arranjos familiares. É possível que essa configuração se altere no futuro, mas mesmo tendo menos filhos hoje, as pessoas que se casam e formam famílias ou optam por morar sozinhas continuam crescendo num ritmo bem superior ao da população total, condicionando a formação de novos domicílios.

        De 2004 a 2015 a população brasileira cresceu pouco menos de 12%, passando de cerca de 183 milhões para pouco mais de 204 milhões. Nesse mesmo período o número de domicílios particulares permanentes saltou 30% de 51,7 milhões para 67 milhões em 2015 segundo a PNAD IBGE, o que representa um incremento de 1,4 milhões de domicílios por ano. Um estudo recente da FGV projeta praticamente o mesmo incremento de domicílios para os próximos dez anos. Isso revela que a diminuição populacional e a tendência de envelhecimento não necessariamente determina a diminuição da demanda por imóveis, o que não quer dizer que não exerça alguma influência.

        Segue um gráfico que traz uma perspectiva melhor do assunto:

        https://s18.postimg.org/u4cvohsbd/domicilios.png

        Mudanças nos Arranjos Familiares e Projeção do IBRE/FGV para os próximos 10 anos

        https://s27.postimg.org/k5eyo40g3/Arranjos_Familiares_e_proje_o_de_domic_lios.png

        5+
        • avatar
        • Cesar_DF 19 de dezembro de 2016 at 21:06

          Thiago fm
          Durante este período, ocorreu um grande crescimento das residências unifamiliares (a pessoa morando sozinha), como em 2005 eles tinham em média 25 anos, significa que nasceram em 1980 era de 4.35
          Então, este crescimento de residências foi causada por estes 4 filhos que procuram sua própria residência (tanto casados como solteiros).
          Houve outra pressão habitacional, com a migração do campo para a cidade.
          Em 2005, a taxa de fertilidade caiu abaixo de 2.1, indicando que em mais uma geração ocorrerá o ponto de inflexão populacional.
          As projeções do IBGE estão desconsiderando o fenômeno do filho único, que simplesmente NUNCA mudará da sua casa, na Itália isto está acontecendo em mais de 60% dos casos.
          É só observar os países que estão com decréscimo de população, a pressão por construção de novas residências simplesmente desaparece, a rentabilidade de locação do imóvel cai absurdamente, em função da vacância dos imóveis.
          Então, podemos ver que aconteceram fenômenos que nunca mais irão se repetir, como o êxodo rural e uma taxa de crescimento positiva da população.
          Projeções quanto a demanda de novas residências precisam considerar todos estes fatores, e não uma mera progressão logarítmica.

          http://visualoop.com/media/sites/3/2012/10/19-%C3%A9-a-taxa-de-fecundidade-do-Brasil.jpg
          http://www.scielo.br/img/revistas/ea/v20n57/a17grf03.gif

          8+
          • avatar
          • Lucas 20 de dezembro de 2016 at 11:54

            Cesar denovo o mesmo erro
            não houve crescimento das pessoas mroando sozinha gerar demanda
            por exemplo se haviam casais de velhinhos, daí um morreu e o sobrevivente agora mora sozinho, qual demanda foi criada???
            nehuma pelo contrário, derrepente o que sobrou resolve se mudar pra outro lugar menor, mais calmo, maais prático, resulta que aquela casa de 4quartos entra no mercado, e ele consome outro em outro lugar normalmente mais tranquilo, uma cidade menor, um bairro mais silencioso, indo no camonho justo CONTRÁRIO de onde as grandes especuladoras investiram e tem seus estoques.
            Essa conta que cria demanda é uma malandragem matemágica, se o BR empobrecer em renda, vão todos morar junto com o avô, se enriquecermos vão todos os velhinho morar num flat em Miami, denovo a unica relação é com renda, os comportamentos se submetem à renda, a cultura se submete à renda, a tradição se submete à renda. Ou vc pensa que mora 25 índios na mesma oca porque eles acham legal um cheirar o peido do outro? Dá dinheiro pros índio pra ver o que eles fazem com as ocas… e com MIL anos de tradição.

            2+
    • O Cramulhao de FHCigienopolis45 19 de dezembro de 2016 at 16:39

      Gostei muito da citação da DISCALCULIA…

      E não é que dá a impressão mesmo que brasileiro sofre disso ? Nunca vi povo pra odiar tanto matemática…a ignorância financeira é apenas mais um dos efeitos colaterais do pavor que brasileiros em geral tem de fazer contas!

      12+
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 19 de dezembro de 2016 at 16:59

        O Truque do Picolé e os Afogamentos na PRAIA

        uso esse truque pra explicar para leigos a matemaGIca que thiagos usam pra fazer fernandagem.
        Um dia certo pesquisador pesquisou numero de picolés vendidos na praia e número de afogamentos

        Era uma relação perfeita, quanto mais se vendiam picolés, especialmente os de limão, mais gente éra vítima de afogamento.
        Esse dado é real, não há nenhuma ironia nisto, até aqui estou falando sério.

        Pois o que o leitor leigo imagina, pois bem: bastaria proibir a venda de picolés e estaremos salvando muitas vidas, correto???
        claro que não

        no mundo das estatísticas, vc só pode relacionar 2 eventos se houver um nexo, uma relação de causa e efeito
        por exemplo, quantos porcentos de pessoas que pulam do sexto andar morre???
        o nexo entre pular do sexto andar e morrer é fácil, se chama “o chão”

        mas entre o sorveteiro e o afogado???
        o nexo entre eles é indireto e se chama “verão”.
        no caso acima falamos que os 2 elementos picolé e afogados tem relação de paralelismo, mas sem qualquer nexo causal, um pode até ser, ou pode não ser indicador do outro, vc pode vender picolé na praça da sé e não registrar nenhum afogamento, ou não, mas sem nunca um causar o outro.

        É este o caso entre bebês e vendas de imóveis.
        é este o caso do tiagoFM ele sabe muito bem disto que escrevi
        mas continua fernandando o blog

        22+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Cesar_DF 19 de dezembro de 2016 at 19:20

          Lucas
          Exatamente, vi aquelas dezenas de gráficos do thiago fm, mas faltou justamente estabelecer as relações causais

          6+
          • avatar
          • avatar
  • Lucas 19 de dezembro de 2016 at 13:54

    CVR

    75% de queda
    Regional saúde
    quase 1k/m²
    curiosidade: a menos de 30 mins de dist. da casa do Fernando

    10+
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 19 de dezembro de 2016 at 15:34
      • Cesar_DF 20 de dezembro de 2016 at 06:37

        Agora com 75% OFF que começaram a ter lances.
        LOTE 001
        Apartamento – São Paulo/SP
        1º Leilão ( Sem Licitantes ) – Lance Mínimo R$ 304.210,57
        2º Leilão – Lance Mínimo R$ 77.338,99
        (75% abaixo do valor do 1º Leilão)
        Maior Lance:
        R$ 119.338,99
        ( Manual ) 23 lance(s)

        2+
        • avatar
        • chigo 20 de dezembro de 2016 at 12:19

          75% en leilão? Pode isso? Pelo que me consta poderia no máximo 50% em relação a avaliação, senão seria considerado preço vil.

          0
    • bolha real 19 de dezembro de 2016 at 17:20

      Pega leilão de parafuso, de máquina de lavar louca usada. Tudo com queda de 90%. Comparação inútil, precisa pegar casos concretos de onde não há apenas um ou dois imóveis e sim pelo menos 30% da oferta para se falar em tendência.

      5+
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 19 de dezembro de 2016 at 18:41

        depende do objetivo
        para o leitor deste blog basta achar 1 e está resolvido 35 anos da vida dele.

        pros fernandos da vida eles sim precisam provar o mundo.

        9+
        • avatar
        • avatar
  • job 19 de dezembro de 2016 at 13:58

    CVR “O correto é diversificar (comprar um apartamento em cada bairro da cidade, pra investir)”: Em mais uma discussão totalmente desagradável com 4 BrickLovers nesse final de semana, onde fui questionado o porque eu ainda não invisto em imóveis (pra tirar aluguel por temporada, estavam se vangloriando que tiram mais 10% do valor investido ), fui completamente massacrado. Riram de mim e ainda fizeram chacota. Expliquei que tenho metade do dinheiro necessário pra comprar o imóvel na praia pra que pudesse tirar lucro por aluguel de temporada, e recebo o dobro do que pago de aluguel pra morar, em juros. Mas a lógica do 666 que estava tentando me convencer a investir em imóveis é essa: imóvel é um investimento que vc vê, é palpável, dinheiro não. Até não questionei que o aluguel por temporada seja um investimento ruim, se for verdade mesmo aquela porcentagem que o 666 me falou, entretanto quem garante que sempre vai render isso? Comentei que limpo tiro mais de 10% do valor investido, por ano, e recebi a seguinte resposta, “mas imóvel sempre valoriza, daqui 10 anos vai tar valendo mais que o dobro do que vale hoje”.
    Realmente fiquei sem argumentos pra responder essa afirmação, apesar do meu feeling me dizer que isso não vai ocorrer. Aí que o 666 que puxou a conversa toda me solta essa pra finalizar, “o bom é diversificar, comprar um imóvel em cada bairro”. Ainda começaram a fazer piadinhas no estilo, “somos investidores de sucesso do ramo imobiliário”, e dalhe gargalhadas pra todo lado.
    Pra mim foi o estopim, saí na hora, muito chateado, completamente fora de mim, vermelho de raiva por terem rido da minha cara, ainda quase bati o carro. Já tinha prometido pra mim mesmo que não ia mais entrar em discussões inúteis como essa, mas dessa vez fui questionado o porque raios eu não comprava um ap pra investir. Não me segurei, mas me arrependo muito de ter perdido mais uma tarde da minha vida com esse tipo de discussão inútil.

    37+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 19 de dezembro de 2016 at 14:01

      Caro Job.

      Daqui a três anos, reúna essa galera de novo e pergunte a eles como estão. Garanto que sua situação estará bem melhor que a deles.

      Forte abraço.

      30+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • LZ 19 de dezembro de 2016 at 14:22

      Mercado travado na venda, sem crédito.
      Vai subir o preço e vender pra quem ?

      13+
      • avatar
    • Money_Addicted 19 de dezembro de 2016 at 14:26

      meu caro, se nao me engano vc vira e mexe tem esses desprazeres, correto?

      Faca como todos fazemos aqui, sorria e acene, serio…..vc nao precisa “provar” nada pra ngm, eu qdo surge esse assunto eu falou q nao comprou pois nao tenho dinheiro, NGM, digo NGM sabe o qto eu tenho investido, ando d carro de 2009, roupa surrada.
      mas viajo pra onde eu qro, como quem (ops o q) eu qro e foda-se os brick-lovers e seus tijolos magicos

      [] s

      32+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Felipe 19 de dezembro de 2016 at 14:31

      caro, nunca em hipótese nenhuma, diga que tem dinheiro. conte uma história triste, fala que ganha pouco ou que gasta tudo em vodka e balada. sei lá, fala qualquer coisa menos que tem grana!!
      Quando precisarem, vão pensar primeiro em você. Te zoam quando estão com os outros, mas quando precisam vão te pedir em segredo.

      37+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Felipe 19 de dezembro de 2016 at 14:32

      Também não tente ensinar xadrez pra pombo

      27+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Felipe 19 de dezembro de 2016 at 14:37

      só pra ilustrar –
      lembro de um professor muito inteligente que chegou uma hora e disse assim: quem não conseguir passar desse ponto da matéria pode procurar outra coisa pra fazer. Mesma coisa pra você – quando você tenta jogar pérola pra porco é uma bosta, ninguém dá o minimo valor pro que vc lutou pra conseguir. Ensine quando você sabe que a pessoa é melhor que a média.

      20+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • anti_corvo 19 de dezembro de 2016 at 14:38

      Não existe garantia de retorno em aluguel. O que os donos de imóveis na praia fazem é jogar o preço nas alturas e se colar colou. No verão passado eu tirei as minhas férias em Itapema – Meia Praia /SC, férias em março, um apartamento de 3 quartos com 2 vagas e próximo (meia quadra do mar) a pedida inicial foi de 1 mil reais por dia. Neguei na hora, ofereci R$ 150,00 por dia, o corretor negou dizendo que por esse valor o dono deixaria o ap fechado, pois se alugasse por esse valor ele estaria pagando pra mim tirar férias, pois com essa taxa de retorno o negócio pra ele é inviável. Pois bem, deixei quieto, liguei para outras corretoras procurando um ap com as mesmas características e percebi assim que há um nivelamento de valores, mas ao mesmo tempo uma frustração dos corretores em não alugar coisa alguma. Passaram alguns dias, o corretor me retorna, o proprietário estava disposto a baixar para R$ 400,00 por dia, mas não era pra espalhar pois seria uma super promoção, já que tinha gente dormindo dentro dos carros por não ter imóvel disponível ( mais cara de pau impossível, nem a mentira consegue ser coerente), falei pro “experto”, 200 por dia, se quer quer, se não quer, deixe fechado, não vou pagar mais que isso para passar férias em março, após 10 minutos veio um retorno de ligação, o valor havia sido aceito.
      Imagino a cara do proprietário, o imóvel era bom, 12º andar, era sair do prédio, caminhar 10 metros e estar com os pés na areia.

      39+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Antigo 19 de dezembro de 2016 at 14:43

        Se duvidar os ‘amigos’ do Job estavam contando vantagem com valor anunciado também. Acho pouquíssimo provável retorno de 10% com aluguel de temporada. Ou era mentira mesmo ou era o valor bruto, sem contar IR e tudo que gastaram em manutenção/condomínio/IPTU durante as vacâncias em baixa temporada.

        13+
        • avatar
        • avatar
      • From_The_Tower 19 de dezembro de 2016 at 14:47

        Eu sempre negociava os preços da minha ex-casa de praia em Bombinhas.
        Alta temporada: 500,00 por dia. Depois fazia por 400,00 e na baixa temporada até por 150,00 eu fazia. O melhor ano arrecadei 19k.

        10+
        • avatar
        • Lucas 19 de dezembro de 2016 at 15:36

          chuto 5% brutos num ano bom
          agora iptu nesses lugares costuma doer

          4+
      • Cesar_DF 19 de dezembro de 2016 at 19:22

        Existia sim o retorno do aluguel até o século passado.
        Os dinossauros não foram extintos porque eram francos, mas porque não se adaptaram a mudança de cenário.

        10+
        • avatar
        • avatar

        • Cesar_DF 20 de dezembro de 2016 at 05:24

          Francos >>> FRACOS

          0
    • Jose Ferreira 19 de dezembro de 2016 at 14:46

      Não fale que tem dinheiro amigo.. Esse tipo de informação pode, sem qualquer má fé de quem espalha, cair na mão de bandidos.

      Eu não falo nem pra minha mãe o quanto eu tenho. Até para ela eu me faço de pobre. Pq? Eu sei que ela nunca faria, intencionalmente, nada de mal para mim. Mas mães gostam de tirar onda (pelo menos a minha gosta) do sucesso dos filhos. Como ela não pode dizer que o filho tem um imóvel próprio, se eu disser a ela que tenho dinheiro investido, ela naturalmente vai alardear para a familia toda, e a partir daí vc não sabe onde a informação chega..

      31+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Coelho da pascoa 19 de dezembro de 2016 at 15:10

        Clap Clap Clap, excelente Jose Ferreira, eu vejo que pessoas que querem o seu bem não vão ficar rindo da sua cara, antigamente eu tinha até mesmo raiva de gente assim, depois de um tempo eu entendi que o melhor era simplesmente me afastar desta gente ruim, você perdeu um tempo precioso que poderia passar com pessoas que querem seu bem pra discutir com 4 imbecis! Só aqui no blog eu sou o oitavo cara a te dar uma palavra de incentivo! Procura não dividir seus sonhos e projetos com ninguém que vá te dar esculacho e ou com pessoas incapazes de te ajudar, se você está doente você vai num médico, se quiser falar de dinheiro então não converse com um idiota, trace uma meta para 2017 de se livrar de más influências 🙂
        Quanto aos corvos e investitrouxas deixe eles gritarem até ficar sem voz, no caminha da minha casa passo por um prédio recém entregue, aproximadamente 100 unidades e apenas 3 unidades com luzes acesas, ao lado dele um prédio com mais 100 unidades não tinha uma única luz acesa! Passo por um imóvel de 3 cômodos que a mulher quis cobrar R$700 de aluguel, a placa de aluga-se tá pendurada até hoje pois já fazem 3 meses que moro em outro imóvel pagando R$500.

        23+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Coelho da pascoa 19 de dezembro de 2016 at 15:11

          *Clap Clap Clap, excelente Jose Ferreira, (Job) eu vejo que pessoas que querem o seu bem não vão ficar rindo da sua cara…

          5+
          • avatar
      • Master Yi 19 de dezembro de 2016 at 16:46

        Meu Deus! Até parece que foi eu quem escrevi esse comentário! Eu achava que era lunático por não falar sobre meus investimentos nem para minha mãe, mas você descreveu exatamente o meu sentimento! Minha mãe também adoraria sair espalhando por aí sobre o “meu sucesso” como investidor. Mãe é tudo igual mesmo kkkkk

        6+
        • avatar
    • From_The_Tower 19 de dezembro de 2016 at 14:50

      Não ligue. Os brick-lovers nunca fazem conta do retorno sobre investimento do capital.
      O preço e valorização estão só somente na mente deles. O mercado real não tem renda para a aquisição.
      É gente que não sabe que TD deu 45% em 90 dias ou 55% no Dólar em 2015.

      16+
      • avatar
      • avatar
      • bolha real 19 de dezembro de 2016 at 17:32

        Petrobras deu mais de 100%, gol deu mais de 500%. Quem conseguiu isso? Praticamente ninguém, pois duvido que alguém tenha acertado o ponto mais baixo e saiu no mais alto, ou no caso do TD o inverso. Se muito um ou outro colocou apenas uma parte no pico da taxa do TD e vendeu na baixa, sem contar que deve ter levado fumo em algum outro investimento.

        Pra quem não conhece sobre investimento acaba sendo enganado, achando que ganham dinheiro fácil assim. Trabalho com isso e não vejo um só cara que se posicionou desse jeito e porrou.

        9+
        • avatar
        • Lucas Garcia 19 de dezembro de 2016 at 22:10

          Cara, ja faz uns 6 meses que acompanho o fórum, no inicio achei que era somente um monte de “caras” fazendo análise de uma possível bolha, concordo em ‘QUASE” tudo que falam. Mas algo me deixou intrigado e também muito feliz: há outras pessoas com conhecimento razoável em investimentos, e principalmente no TD. Na minha opinião, o cara tem que ser muito bom na bolsa pra ganhar a longo prazo do TD (não estou dizendo que IPCA 2035 rende mais que a BM&F), Especulação no TD é facil, limpo e seguro haha!! Não da pra ficar adivinhando picos e fundos, mas em meses bons, 8~10 a.m. é bem facil!!

          2+
          • avatar
          • avatar
          • Lucas Garcia 19 de dezembro de 2016 at 22:13

            Tenho o sonho de reunir todo esse pessoal em um “evento ou algo do tipo para trocar idéias e conhecimentos.

            Algo que li há algum tempo:
            Compartilhar informação é algo complexo, porém quando o outro lado também tem algo de valor á dizer, o compartilhamento se torna algo prazeroso e revigorante!!!

            3+
            • avatar
            • avatar
    • JJJ_brasilia 19 de dezembro de 2016 at 16:03

      Job,

      nunca confie em conta de 666, eles só contam o dinheiro que entra, nunca o que sai e o custo de oportunidade. E eles se iludem com uma possibilidade de ganhar com o valor que eles acham e não o que realmente vão ganhar, não contam condomínio pago o ano todo, IPTU, IR se o inquilino declarar, limpeza do imóvel, taxa extra, conta de água, luz, internet.

      666 não sabe fazer conta, não esqueça disto, garganta eles tem, mas falta garganta.

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • JJJ_brasilia 19 de dezembro de 2016 at 16:04

        Faltou comissão do coRvo.

        4+
        • avatar
      • Faca na Caveira 19 de dezembro de 2016 at 21:24

        Bom, eu como bom inquilino faço questão de declarar hehe

        4+
        • avatar
    • Exterminador de Corvos 19 de dezembro de 2016 at 16:39

      Está esquentando a cabeça com bobagem, amigo, não vale a pena.
      Aqui no meu trabalho há muitos colegas egressos da região nordeste que vomitam isso aí sem parar. Seguramente cerca de 70% são filhos de empresários do ramo da construção civil e/ou moças casados com empresários desse ramo. O que acontece por aqui ? Todo feriado prolongado é uma correria de neguinho pro aeroporto porque vai passar o feriado na casa de praia em alguma capital….e daí quando voltam é esse papo que investiram o dinheiro e xyz….
      É sabido que a questão da bolha pelos lados de lá é relativizada (meu entendimento), porque lá há muito menos pessoas ainda com algum dinheiro para “investir” nesse campo. Então os imóveis sobram…
      Quando a conversa fica muito muito chata por aqui eu simplesmente digo: “Com a licença de vocês, estou de saída. Não dá pra brincar de falar com vcs. Eh muito luxo, estou fora…”.
      Daí o papo esfria…..bau-bau…
      E no verão seguinte, quando neguinho fica brigando com a Avianca ou a TAM porque teve o vôo cancelado pra casa, eu estou bem longe, na terra dos livres, ou no velho continente, feliz por estar longe de casa e adquirindo uma experiência fabulosa e ao mesmo tempo passando raiva por ter nascido nessa república de bananas…

      E PMJ

      10+
      • avatar
    • Marcio 19 de dezembro de 2016 at 17:36

      Cara, vc não precisa “ganhar” uma discussão.
      Vc precisa cuidar da sua saúde e ganhar dinheiro.
      Ademais, na cabeça desse povo, imóvel sempre valoriza. Eles chutam que daqui tantos anos o imóvel estará valendo tanto. Na cabeça desmiolada deles, é assim que funciona. Então, é impossível vc “ganhar” uma discussão quando não existe racionalidade.
      Por fim, deixa quieto que o reclame aqui os espera…

      17+
      • avatar
      • avatar
    • Quebrado (: 19 de dezembro de 2016 at 20:17

      Caro colega Job

      É difícil mas um outro dia vc vai ter a oportunidade de falar para os seus colegas Mega empresario da construção civil,
      Pergunta para eles quanto vale o imóvel deles hoje …. há vão dizer …uns 400.000 temers….. ai vc da uma risadinha daquelas bem de leve e fala assim nossa com 400.000 eu consigo viajar para o exterior todo ano eu mais duas pessoas pro resto da vida. e o melhor eu estou com o bem mais caro do sistema capitalista o DINHEIRO LIQUIDO… se ficar precisando de dinheiro em caso de saúde eu faço qualquer tratamento afinal a gente não leva nada dessa vida… e tudo acaba o que sobre é as lembranças.
      400.000 em uma lci dá ~52.000 ano de juros limpos

      CRV

      MRV — TENDA — NOVO LAR — Santa Luzia/MG
      Bem em santa luzia/ MG– BH perto do antigo caique, essa três construtoras estão construindo vários apartamentos…. desculpa POMBAL e fizeram só os muros…. sério somente os muros e uma fachada mas as xoxotecas nem cavaram os buracos do alicerces..
      para quem é de santa luzia…. peço que comprem… afinal preciso de mais milho para minhas galinhas de ouro.

      6+
      • avatar
      • avatar
    • job 20 de dezembro de 2016 at 07:18

      Valeu à todos pelas palavras de incentivo. Eu já tinha entrado em discussões inúteis antes e achei que tinha aprendido (sempre tem um CVR meu por aqui), pois me esquivo com certa frequência desse assunto com BrickLovers. Mas dessa vez fui prensado na parede mesmo sem ter tocado no assunto, e segurei até onde pude. Mas realmente tenho muito que melhorar ainda, o melhor era ter ficado quieto e ter dito, “infelizmente não tenho grana o suficiente pra pensar em investir em imóveis, mas me parece ser um ótimo negócio”… teria evitado mal estar e poderia ter ficado numa boa…

      7+
      • avatar
    • WLF 20 de dezembro de 2016 at 10:27

      O ponto é que todos nós que frequentamos o blog, carregamos um sentimento de frustração com o que ocorreu com o mercado de imóveis. Se fossemos indiferentes a isso não estaríamos aqui. Esse apoio mútuo desta comunidade nos ajudou a realizar esse luto, de entender que o mercado tirou do brasileiro médio ( e mesmo o de renda maior) a possibilidade de comprar uma boa casa/apartamento sem aniquilar seu futuro financeiro. O tempo foi nos dando razão, que mais vale a racionalidade financeira do que atender ao sonho da posse da boa casa, mas de algum modo essa ponta de revolta sempre vai nos acompanhar. Quando nos deparamos com patetas como esses seus interlocutores, mesmo que racionalmente saibamos que se tratam de mentirosos, ou burros ou corruptos ou em casos mais raros ( ainda que existam) pessoas muito bem sucedidas, é difícil não experimentarmos esse desapontamento com o rumo que as coisas tomaram. Sigamos mantendo o foco e bola pra frente

      6+
      • avatar
    • chigo 20 de dezembro de 2016 at 12:22

      Acho a discussão inútil? Imagina então a discussão entre CA e FM.

      2+
  • From_The_Tower 19 de dezembro de 2016 at 14:45

    Do outro lado da rua:
    “Pedro 19/12/2016 at 15:27
    Momento flashback

    Algo que sempre vou lembrar é a posição do véio treteiro Lucas sobre a seca no sudeste em 2014.
    Todo mundo contra e ele apontando dados e fatos históricos pra mostrar o contrário. Que era algo cíclico.”

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Libertario 19 de dezembro de 2016 at 16:36

      Verdade.
      Depois desse causo nunca mais acreditei no tal aquecimento global.
      Nem na teoria do peido das vacas.

      7+
      • avatar
      • avatar
    • Diego F. 19 de dezembro de 2016 at 16:53

      O véio era um excelente antagonista naquele espaço. Infelizmente nem todos lidam bem com o contraditório.

      6+
  • From_The_Tower 19 de dezembro de 2016 at 14:51

    Ibovespa caindo…
    se perder os 56600 o bicho pega ! (fundo duplo)
    as sardinhas mais uma vez perderam a compra no fundo….. quando compraram… compraram topo…..
    FRITEM !!!! FRITEM !!! FRITEM !!!!

    8+
    • avatar
    • LZ 19 de dezembro de 2016 at 15:27

      Isso ai eh um cassino sem fim.
      To fora, já ganhei dinheiro e tbm perdi pra caralho.
      Digamos que ganhei 2K e perdi 4K.
      Nunca mais…… tem uma grana lá na Suzano Celulose comprei a 15,00 o papel e hoje custa 11,00.
      Nabo de 2K no rabo, como não preciso da grana, deixa ela lá evaporar ou esperar um milagre divino pra voltar aos 15,00 e sair no zero a zero só com o prejuízo de não ter ganhado juros no período.

      5+
      • From_The_Tower 19 de dezembro de 2016 at 15:47

        Eu não compro ações.
        Só vou no Mini Dólar na BMF.
        e olhe lá
        O Forte é renda fixa !
        PNJ !

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Nelson Schadenfreude 19 de dezembro de 2016 at 17:09

        Estratégia emocional para a bolsa: quando você achar que agora vai, venda tudo! Se sentir que não há mais esperança e só pode ir para baixo, COMPRE!

        6+
        • avatar
        • avatar
  • outra.coisa 19 de dezembro de 2016 at 15:34

    CVR finjo que me espanto
    Pai de uma amiga minha, aposentado, resolveu enveredar pela vida de Corvetor, já que não aguenta ficar parado em casa aguentando a mulher histérica.
    Estava conversando com ele ontem, perguntando como estão as vendas. Ele está enganan… ops, trabalhando num empreendimento chamado Praça Butantã, na Eliseu de Almeida, lugar horrível, no meio do nada, longe da civilização. Disse que o cenário é assim:
    * Na abertura das vendas, eram mais de 200 (!!!!!) corretores.
    * São 300 apartamentos e na primeira semana mais ou menos a metade foi comercializada (!!!!)
    * No fim do 1º mês, metade dos “vendidos” haviam sido distratados
    * No fim do 2º mês, metade do que sobrou também havia sido distratado
    * Ele não conseguiu vender nada, não tá atendendo ninguém a não ser quem queira ganhar o vale food trucker
    Pois bem… Tava ruim, daí depois piorou!
    Se os números dele estão certos, de algo mais ou menos “concreto”, só tem uns 10% “vendidos”. Desses 10%, se a progressão seguir, uma galera ainda vai distratar. Dos que sobrarem (se sobrar), ainda vai ter um povo que não vai conseguir financiamento. No melhor dos cenários, o empreendimento vai ter 0 unidades vendidas… hahaha um sucesso.

    47+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 19 de dezembro de 2016 at 15:47

      hahuahuauhauhahua!
      Ótimo CVR !
      Essa profissão será só dos aposentados mesmo….
      porque os novinhos já cansaram de passar fome !

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • LZ 19 de dezembro de 2016 at 16:04

      Belo investimento.
      Os 666 ainda tiveram a inteligência de 1 mês depois distratar depois de ver a fria que tinham entrado.
      Imagina como deve ser o empreendimento hauhaua

      5+
      • avatar
    • Antigo 19 de dezembro de 2016 at 16:36

      Imagina a situação.

      O 666 vai conversar com o corvo e este o leva no papo. Assinam todos os papeis, pagam o que tem que ser pago. Assim que chega em casa, o 666 começa a repensar, chega a conclusão que o lugar é ruim, que não vai ter dinheiro, que isso que aquilo.
      Leva um mês mas finalmente decide pelo distrato.

      Vai negociar com a construtora, claro que leva motumbada. Posta depoimento no reclame aqui, acha que está com a razão. Chora, esperneia, espalha pros amigos e vizinhos que a construtora X não presta. Encontra outros motumbados e decide fazer uma comissão para pleitear seus direitos na justiça. Só aí além do dinheiro já perdeu o tempo, a energia e até a saúde.

      Curiosa mesmo essa espécie nossa. Homo Jumentus, vulgo brasileiro.

      26+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Lucas 19 de dezembro de 2016 at 16:19

    Estudando o passado
    (texto desmarxizado o quanto pude, não tive saco pra caçar todos os detalhes)

    Tenentismo
    por Aldo Fornazieri adaptado por lucas

    As rebeliões tenentistas da década de 1920 – Revolta dos 18 do Forte de Copacabana (1922), Revolução de 1924, Coluna de Manaus e Coluna Prestes – eram sintomas de mudança de paradigmas na economia nacional basicamente agrária, a crise da chamada República Velha. O desfecho daquela crise foi a crise do café e a Revolução de 1930 com o fim da política do Café com Leite e a invasão de teorias comunistas.

    De início, os tenentes diziam lutar pela dignidade e pela honra das Forças Armadas, ofendidas pelos políticos. Logo depois, dirigiram-se contra o governo central e contra governos locais, particularmente CONTRA O GOVERNO DE SP (dejavu)

    A vitória de Arthur Bernardes em 1922, por fraude eleitoral, derrotando Nilo Peçanha, apoiado pelos militares, amplia o descontentamento e faz eclodir a rebelião do Forte. Derrotados neste episódio, logo depois, os tenentes passam a falar em nome de “interesses nacionais”. na cabeça deles a República Velha dominada por oligarquias, desmoralizada pelas fraudes eleitorais, tomada pela corrupção administrativa e o povo explorado e abandonado à sua própria sorte.

    O tenentismo foi audacioso na ação e moderado na demanda. Os pontos programáticos que emergem dos seus manifestos, declarações de líderes e compilações de estudiosos podem ser situados em dois vértices: 1) Plano político: Moralização e republicanização da República, justiça eleitoral, fim das oligarquias e voto secreto; 2) Plano econômico e social: legislação trabalhista e social, educação obrigatória, política industrial nacional e defesa dos interesses nacionais. A corrupção administrativa, a fraude eleitoral, a liberdade de impressa, a limitação do poder Executivo, autonomia e ampliação do Poder Judiciário e o fim do sistema político vigente eram pontos centrais, mobilizadores dos pronunciamentos armados.

    Como notam Hélio Jaguaribe e Francisco Iglesias, a década de 1920 vai representar também o aparecimento da luta ideológica socialista. No nível do Estado a política continua personalista, corrupta e fisiológica, mas passa a ser confrontada por pensamentos e ideias ideológicos que emergem de grupos sociais ou se desenvolvem no próprio Estado, financiados pela KGB russa, o conhecido ouro de moscou, ou por influencia os grandes banqueiros internacionais os Rotschild por exemplo, numa luta por poder e espaço, eram os fundamentos da Guerra fria

    Neste contexto se insere o caso dos tenentes (baixa patente militar) e de outros setores do baixo funcionalismo.
    De qualquer forma, o tenentismo irá produzir consequências políticas importantes em três momentos posteriores: na Revolução de 1930, aliando-se a Vargas e à Aliança Liberal; à deposição de Vargas em 1945; e, finalmente, o contra-Golpe de 1964 e o golpe militar de 69 com o AI-5 fermentou em ideias tenentistas.

    Eu: E a história se repete?!? ou não!

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 19 de dezembro de 2016 at 16:30

      é gostoso entrar nos blogs do lulopetismo assistir eles esperneando
      vez ou outra fazem alguma cronologia que preste, desde quese filtre o lixo que injetam subliminarmente, aliás a mesma estratégia dos corvos, vão infiltrando aqui e ali

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Lucas 19 de dezembro de 2016 at 16:59

    Lucas

    O Truque do Picolé e os Afogamentos na PRAIA

    uso esse truque pra explicar para leigos a matemaGIca que thiagos usam pra fazer fernandagem.
    Um dia certo pesquisador pesquisou numero de picolés vendidos na praia e número de afogamentos

    Era uma relação perfeita, quanto mais se vendiam picolés, especialmente os de limão, mais gente éra vítima de afogamento.
    Esse dado é real, não há nenhuma ironia nisto, até aqui estou falando sério.

    Pois o que o leitor leigo imagina, pois bem: bastaria proibir a venda de picolés e estaremos salvando muitas vidas, correto???
    claro que não

    no mundo das estatísticas, vc só pode relacionar 2 eventos se houver um nexo, uma relação de causa e efeito
    por exemplo, quantos porcentos de pessoas que pulam do sexto andar morre???
    o nexo entre pular do sexto andar e morrer é fácil, se chama “o chão”

    mas entre o sorveteiro e o afogado???
    o nexo entre eles é indireto e se chama “verão”.
    no caso acima falamos que os 2 elementos picolé e afogados tem relação de paralelismo, mas sem qualquer nexo causal, um pode até ser, ou pode não ser indicador do outro, vc pode vender picolé na praça da sé e não registrar nenhum afogamento, ou não, mas sem nunca um causar o outro.

    É este o caso entre bebês e vendas de imóveis.
    é este o caso do tiagoFM ele sabe muito bem disto que escrevi
    mas continua fernandando o blog

    0
    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Diego F. 19 de dezembro de 2016 at 17:04

      Lembrei da famosa relação entre número de piratas vs aquecimento global.

      http://www.venganza.org/about/open-letter/

      3+
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 19 de dezembro de 2016 at 17:50

        A teoria do design inteligente é algo espetacular
        porque seria a prova de deus
        mas não essa que os evangélicos adotaram, eles apenas arranharam algo muito maior

        sabemos hoje que a heurística dos seres é positiva que a relação entre genes e hormonios é de mão-dupla permitindo que vc possa desligar ou ligar por uso e desuso partes de genes, larmack tinha uma pontinha de razão, darwin uma pontinha de erro.
        sabemos da entropia do universo dificultando tudo

        Mesmo assim, seria impossível haver o tipo de complexidade genética como conhecemos dentro do tempo observável do universo, basta aplicar matemática básica corretamente

        Isso sugere que:
        1- há um deus desenhando os seres (evangélicos piram nessa)
        ou
        2- o universo é maior que o observável, sendo assim pode haver qualquer coisa do lado de lá, incluso Deuses.

        ou uma 3 opção, a minha favorita, o universo possui regras ainda não todas decifradas, que incluem compressão e descompressão do tempo acima da velocidade da luz, aí entra a quantica, mais uma vez, o que haveria ali dentro que talvez nunca conseguiremos ver? novas dimensões?? deuses???
        O que volta a estaca zero: o que é um Deus? Precisamos saber como é um pra saber ver ele, mesmo que ele esteja em todo lugar, e não é a propria vida um çinal de sua existencia.

        Se toda matemática estiver certa, a confusão está só começando, treta eterna!

        4+
        • avatar
        • Lucas 19 de dezembro de 2016 at 17:59

          pode inclusive existir esse tarun
          kkkkkkk
          adorei a page, os hatemaisl são muito bons, deviamos ter um nesse blog

          3+
          • avatar
        • Lucas 20 de dezembro de 2016 at 10:28

          ou 4- algum mecanismo “quantico” biológico
          ou 5….
          esse assunto é beeem legal

          nem os Pastafaris explicam

          0
    • Libertario 19 de dezembro de 2016 at 18:25

      A pergunta correta seria:
      Qual a relação entre a compra de imóveis, o nascimento de bebês e o bambu?

      11+
      • avatar
      • avatar
  • JJJ_brasilia 19 de dezembro de 2016 at 17:13

    Homem mais rico da China faz alerta para “a maior bolha da história”

    http://www.infomoney.com.br/mercados/noticia/5592236/homem-mais-rico-china-faz-alerta-para-maior-bolha-historia

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Money_Addicted 19 de dezembro de 2016 at 17:18
  • Rogerio M. 19 de dezembro de 2016 at 17:38

    CVR
    Vizinha de prédio que também é inquilina esta se mudando. Paga hoje de aluguel R$ 4K (eu pago 3K) e a proprietária quer o apartamento de volta e ta fazendo de tudo para ela vazar. A proprietária ligou para o zelador e disse que a inquilina não pode mais usar as áreas comuns ( ?????).. Ela iria alugar o salão de festas do prédio e o zelador não deixou… é que ela é muito de boa, eu já entrava com uma notificação extra judicial contra o condomínio relatando que se não deixarem eu usar as áreas comuns vou entrar com pedido de danos morais e o k7… ela resolveu não brigar e vai sair…Me garantiu que está adimplente e realmente não tem cara de que está mentindo.. Disse que por 2 meses atrasou 10 dias mas que nunca deixou de pagar o aluguel.
    Falou que em uma tarde achou vários apartamentos bons e com preços melhores na região ( Saúde/ Vila Clementino).
    No final disse que o marido tem outro apartamento e que tá tentando vender, que é um de 4 dormitórios e que já baixaram bastante o preço ( não perguntei quanto) mas que não aparece ninguém nem pra visitar…

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Libertario 19 de dezembro de 2016 at 19:46

      O zelador deve saber outra versão dá história.

      7+
      • avatar
      • avatar
      • Rogerio M. 20 de dezembro de 2016 at 09:14

        Boa idéia… Vou conversar com o Zelador !

        1+
    • Alemon Fritz 19 de dezembro de 2016 at 20:44

      conhecida minha é síndica, me contou hoje
      que recebeu correio de uma moradora que está devendo 4 meses de condomínio.
      ..foi entregar. Era um tapete vindo de Israel^, a mulher explicou que comprou numa viagem a Israel, e que não foi pela Internet … vacilou.

      9+
      • avatar
      • avatar
  • thiago fm 19 de dezembro de 2016 at 19:57

    CA 16 de dezembro de 2016 at 05:45

    “(…) Quando tivemos nos ciclos anteriores, o preço dos imóveis crescendo mais do que o TRIPLO do que a renda cresceu, mais do que o DOBRO do que cresceu o custo de construção é mais e de 50% acima do que cresceu o aluguel, tudo isto ao mesmo tempo?”

    ——————————————————————————————————

    Disse que essa resposta ficaria pra depois como a PARTE 7, pois esse é um dos pontos centrais da discussão no blog e por esse motivo senti a necessidade de demonstrar de forma mais sólida porque considero esse que como um dos maiores dos enganos comprados pelo blog desde meados de 2015, quando o gráfico abre-alas do CA no artigo da bolha e economia apontou o deslocamento absurdo dos preços em relação à renda, superior à três vezes.

    Preços subiram acima da renda média do trabalho? Sim, é um fato.
    Subiram o mais que TRIPLO da renda no país? Não. Isso é um erro.

    Na verdade essa conclusão foi baseada num um equívoco bastante primário de cálculo, em que o autor comparou o índice nominal do IVG-R com o índice já ajustado da renda e ainda fez outras confusões menos graves, como poderá ser percebido no link logo a seguir. Dá pra perceber que ele imaginou que trabalhava com o índice do Bacen já ajustado, o que sugere que não sabia o que estava fazendo, mas independentemente disso, o resultado é que por meio da conclusão extraída do gráfico, a bolha foi inflada muito mais do que de fato aconteceu, deslocando toda a perspectiva da pesquisa depois disso.

    Alguns têm dito que eu pratico “MATEMÁGICA” e DESINFORMAÇÃO com o intuito de enganar os outros, mas à despeito do tom jocoso e das trolagens que uso para responder às ofensas que têm sido desferidas contra mim nas últimas duas semanas, se pararem para pensar só tenho tentado corrigir algumas informações distorcidas que forma divulgadas sobre temas diversos. Dar informações erradas nada mais é que uma forma de praticar desinformação, ainda que à vezes aconteça de forma involuntária.

    Já errei muito e uma das formas de admitir isso foi voltar aqui e reformar algumas leituras que defendia antes, as quais não se mostraram totalmente corretas. Na verdade o que tenho feito em relação ao CA é justamente isso: mostrar que todos erram e ao corrigir os excessos uns dos outros a tendência é que se chegue mais próximo da realidade, seja lá qual for.

    LINK DOS APONTAMENTOS – IVG-R X RENDA X INCC X SECOVI-LOCAÇÃO

    https://s30.postimg.org/47vp02og1/ivgr_x_renda_x_incc_x_locacao_2.png

    Para quem quiser acompanhar,o Sinduscon-SP divulga a série já deflacionada do IVG-R no seu banco de dados. Aliás para quem ainda não conhece essa é uma ótima fonte de séries de dados para os garimpadores do BLOG:

    http://www.construdata.com.br/packages/data/pages/load_series.tpl.php?level1%5B%5D=40&level2%5B%5D=430&level3%5B%5D=431

    7+
    • avatar
    • avatar
    • CA 19 de dezembro de 2016 at 22:12

      thiago fm,

      Replico aqui ao final, para o caso de alguém perder esta informação porque está um pouco acima.

      Veja os dados abaixo:

      Utilizando os dados da Construdata deflacionados pelo IPCA (referência indicada por VOCÊ), temos que o preço dos imóveis em jan/2006 era de 262,5 pontos base. Em dez/2014, o resultado, segundo a Construdata, era de 630 pontos. Thiago FM, entre lá e confira, foi o link que você mesmo sugeriu, certo? Você não pode voltar atrás nesta sua opção, nem fazer de conta que sugeriu algo diferente, correto?

      É fato que o PME com a evolução do rendimento médio real habitual das famílias, foi descontinuado a partir de fevereiro/2016. Ocorre que o trabalho que fiz, foi feito no ano de 2015, quando ele ainda estava ativo. FELIZMENTE, temos um histórico que consta no anexo abaixo e que traz a referência que utilizei. Qual a referência mais correta? É a do rendimento médio REAL HABITUAL das famíliias. Por que HABITUAL? Porque desconsidera distorções sazonais em rendimentos, como o décimo-terceiro em dezembro, que não impacta em um único ponto dentro de cada ano. O termo REAL, significa que foi DEFLACIONADO, por isto que já utilizei este índice.

      Segue o link com a pesquisa que utilizei e estava ativa em 2015, seguindo os conceitos acima:

      ftp://ftp.ibge.gov.br/Trabalho_e_Rendimento/Pesquisa_Mensal_de_Emprego/fasciculo_indicadores_ibge/2015/pme_201506pubCompleta.pdf

      Observe nas páginas 20 e 21, na coluna total, que engloba todas as regiões pesquisadas. Salário habitual REAL em janeiro/2007: R$ 1.793,37. Salário habitual REAL em janeiro/2015: R$ 2.272,78.

      Agora vamos fazer alguns cálculos:

      Quanto C-R-E-S-C-E-R-A-M os preços dos imóveis em 10 anos, deflacionados, de jan/2007 a dez/2014?

      (630 – 299,7) / 299,7 = C-R-E-S-C-I-M-E-N-T-O de 110,21%

      Quanto C-R-E-S-C-E-U o salário real habitual em 10 anos, deflacionado, de jan/2007 a dez/2014?

      (R$ 2.272,78 – R$ 1.793,37) / R$ 1.793,37 = 26,73%

      Thiago FM, agora preste atenção nos dados abaixo e lembre-se, utilizei a SUA referência para o IVG-R e mais a minha referência original para a evolução da Renda, ambos em termos REAIS (DEFLACIONADOS):

      110,21% / 26,73% = 4,12. 4,12 é MAIOR que 3, ou seja, o preço dos imóveis CRESCEU mais de 3 VEZES o que a renda cresceu no período

      (c.q.d.).

      Na época, devo ter utilizado outro mês inicial e final, além disto, como já lhe expliquei antes, os dados do IVG-R sofrem ajustes ao longo do tempo, os números apontados hoje sobre 2015 não são exatamente os mesmos apontados na época, MESMO ASSIM, conforme DEMONSTRADO acima, MAIS UMA VEZ, não há nenhum erro nos cálculos ou no gráfico, o “erro” foi na sua interpretação, como de praxe.

      Você não entendeu o cálculo acima, não é? Leia de NOVO o gráfico que eu fiz e que você utilizou com a finalidade de me DIFAMAR, como em todos os anteriores, veja a frase que eu escrevi, que repito aqui (destaco a palavra CRESCE):

      PREÇO DE VENDA DE IMÓVEIS C-R-E-S-C-E MAIS QUE O TRIPLO DA RENDA DE 2007 A 2015

      Thiago FM, CRESCER mais que o triplo, não significa que ao final, virou o triplo!!! É uma questão matemática ELEMENTAR, onde você ERROU!!!

      Eu converti os números para pontos base para montar o gráfico, que é o mais correto, mas o resultado na prática é o mesmo do que foi DEMONSTRADO acima, então vamos dar um exemplo esclarecedor da matemática ELEMENTAR que mencionei acima:

      ATENÇÃO, ANTES QUE VOCÊ DISTORÇA, ESTES NÃO SÃO OS NÚMEROS REAIS DE IMÓVEIS E RENDA, É SÓ UM EXEMPLO PARA ILUSTRAR, OS NÚMEROS REAIS ESTÃO ACIMA, COM OS LINKS DE EVIDÊNCIAS:

      Preço inicial de imóveis em 2007 = 100 pontos base
      Preço de imóveis em 2015 = 400 pontos base

      (ambos em termos REAIS)

      Quanto CRESCERAM os preços dos imóveis? 300 pontos base.

      Renda média em 2007 = 100 pontos base
      Renda média em 2015 = 200 pontos base

      (ambos em termos REAIS)

      Quanto CRESCEU a renda média? 100 pontos base.

      O que podemos concluir do EXEMPLO acima? O preço dos imóveis CRESCEU o TRIPLO da renda no período!!! Caso ainda não tenha entendido, 300 que é o quanto cresceu o preço dos imóveis no exemplo, é o TRIPLO de 100 que é o quanto cresceu a renda no mesmo período e na mesma base (ambos em termos REAIS, ou seja, DEFLACIONADOS).

      Agora observe o seguinte: ao final do período o preço dos imóveis em pontos base era de 400, enquanto a renda era de 200 ponto base. Podemos dizer que o preço dos imóveis era o dobro da renda? Esta não é uma forma correta de concluir, pois estamos analisando em termos PERCENTUAIS de EVOLUÇÃO. O preço final dos imóveis, como todos sabem, é muito mais que o dobro da renda. Não estamos comparando em termos absolutos preços de imóveis e renda, mas sim, em termos de crescimento percentual de cada um dos indicadores, que é a ÚNICA forma adequada de fazer esta comparação.

      Quanto ao preço do aluguel, ele foi sim deflacionado. Se você tiver a mínima noção de como se faz a conta para deflacionar, faça e chegará a esta conclusão. ATENÇÃO: seus conhecimentos de matemática ELEMENTAR são PÉSSIMOS, como DEMONSTREI acima, tome cuidado para não passar por uma VERGONHA ainda maior, você já foi DESMASCARADO VÁRIAS VEZES, está ficando cada vez mais desagradável ter que DEMONSTRAR para todos que as suas tentativas de DIFAMAÇÃO são sempre baseadas em mentiras e enganações…

      Com relação ao INCC, o objetivo era demonstrar que o preço dos imóveis também CRESCEU em proporção absurdamente ANORMAL em relação ao custo de construção, aliás, muito mais do que estes índices tiveram de DISTORÇÃO durante o auge da bolha imobiliária americana.

      Todas as proporções que coloquei estão corretas, todas elas comparam o CRESCIMENTO entre os indicadores, que como expliquei detalhadamente e com exemplos acima, é a única forma de fazer esta comparação.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • CA 19 de dezembro de 2016 at 22:12

        Ops, saiu já no lugar certo e em cima (rs). Replicarei então ao final.

        5+
        • avatar
        • CA 20 de dezembro de 2016 at 05:16

          Colocarei mais abaixo as evidências adicionais sobre outras duas ações deThiago FM, seguindo o que eu já havia mencionado deque a cada novo ataque de DIFAMAÇÃO promovido por Thiago FM, recordaria a ele outras ações equivalentes que ele adotou recentemente e que deixou sem resposta.

          3+
          • avatar
      • CA 20 de dezembro de 2016 at 07:25

        Ah, deixe-me corrigir um detalhe, antes que Thiago FM faça tempestade em copo d´água:

        “Quanto C-R-E-S-C-E-R-A-M os preços dos imóveis em 10 anos, deflacionados, de jan/2007 a dez/2014?”

        É fato que de jan/2007 a dez/2014 não são 10 anos, eu ERREI ao escrever 10 anos (*), o que aconteceu foi que eu comecei analisando de 2005 a 2015, mas como eu havia escrito um período menor na apresentação que ele usou para fazer a DIFAMAÇÃO, resolvi trabalhar com o período menor e compatível com o da apresentação, mas esqueci de ajustar o número de anos do período analisado NO TEXTO apenas (os números apurados e que estão corretos na análise que fiz acima, se referem aos meses mencionados, jan/2007 e dez/2014).

        (*) Olha aí Thiago FM, oportunidade de ouro para o próximo capítulo do Dossiê dos Aloprados, aproveita!!!

        1+
  • Alemon Fritz 19 de dezembro de 2016 at 20:12

    coincidências matemáticas (isso já não é mais o acaso)

    em Campinas, os fiscais visitaram 6.660 unidades (!!!!) em cinco condomínios. Foram encontradas também 1.465 suspeitas… Vila Olimpica..
    Na operação, os fiscais também procuraram por indícios da participação de corretores nas fraudes.
    Tem gente que pega e nem vem morar, já passa para outra pessoa.

    Fiscais encontram irregularidades em 340 apartamentos de programa social
    http://www.jornalfloripa.com.br/noticia.php?id=1006946

    2+
    • avatar
  • thiago fm 19 de dezembro de 2016 at 20:42

    http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,confianca-gera-reacao-no-mercado-de-imoveis,10000095296

    Aceite quem quiser…ignore quem quiser. De qualquer maneira o Secovi-SP confirma a informação do famigerado gráfico dos distratos na cidade de São Paulo:

    “Observa-se que o mercado ainda opera com um volume elevado de cancelamentos de compra. O nível de distratos este ano está em 20% em algumas empresas, mais que o dobro do que ocorria em 2013 (8%). “

    6+
    • avatar
    • avatar
    • CA 19 de dezembro de 2016 at 22:24

      thiago fm,

      Nunca tive dúvidas que os cálculos e a honestidade do SECOVI SP ao fazer análises, são idênticos aos seus. Basta observar que o SECOVI SP em várias pesquisas e notícias que tem a eles como base OMITEM que os estoques com mais de 36 meses de lançamento são excluídos da base de dados deles, várias vezes em pesquisas e em notícias para as quais eles prestam informações eles não respeitam a sazonalidade, falando sobre crescimento de vendas entre meses seguidos e colocando como TÍTULO da notícia o crescimento, para só no interior da mesma descobrirmos que na realidade tivemos queda, quando na comparação correta, do mesmo mês em 2 anos diferentes, dentre uma INFINIDADE de TRUQUES SUJOS de DESINFORMAÇÃO que infelizmente são uma PRAXE do segmento imobiliário e de seus asseclas. Alguém aqui ainda dúvida disto???

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 19 de dezembro de 2016 at 20:49

    Caixa adia a entrega do Residencial Santo Antônio do MCMV em Salgueiro
    1 ano de atraso e mais de 850 famílias esperando..
    http://g1.globo.com/pe/petrolina-regiao/noticia/2016/12/caixa-adia-entrega-do-residencial-santo-antonio-do-mcmv-em-salgueiro.html

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 19 de dezembro de 2016 at 21:04

      Mas é o “sonho da casa própria” não é 😀

      6+
      • avatar
      • avatar
    • Carlos 19 de dezembro de 2016 at 21:15

      Vejam a lista dos “titulares”, só tem mulheres, são todas mães solteiras ou não são casadas legalmente e os “maridos” tem outros imóveis no nome?

      http://salgueiro.pe.gov.br/noticias_2016/minha_casa_minha_vida_relacao_preliminar.htm

      5+
      • avatar
      • Alemon Fritz 19 de dezembro de 2016 at 21:25

        que massa, numa rápida olhada nas reservas
        havia 26 com sobrenome santos, 27 com sobrenome Pereira
        19 de souza, 8 Bezerras , 23 Oliveiras, isso em 200 nomes

        5+
        • avatar
        • Alemon Fritz 19 de dezembro de 2016 at 21:35

          8 “de Lima”, 8 Alves, 8 Barros.. (em 280 nomes de reserva)

          3+
          • avatar
          • Carlos 19 de dezembro de 2016 at 21:59

            Bananistão é um lugar onde você é punido por fazer as coisas da maneira correta.

            E tem um monte de boca-abertas idiotas que vivem vomitando que o problema são os políticos, não são os bananences é que são filhos da p.
            Políticos são os representantes desta canalha, no fundo a maioria reclama por estar fora da festa.
            Não, não vai mesmo.

            8+
            • avatar
  • Libertario 19 de dezembro de 2016 at 21:41

    Trecho do artigo do Mises hoje:

    Se o governo estimular o consumo da população facilitando o crédito para as pessoas (leia-se: aumentando o endividamento das pessoas), a medida é claramente autoabortiva. Afinal, como essas pessoas — que não estão aumentando sua produção — irão quitar essa dívida?

    PS: E dele distrato…..

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 20 de dezembro de 2016 at 08:03

      É uma consequência da democracia. O fato do político ter um mandato temporário faz com que ele só se preocupe com o momento atual, arriscando o futuro sem o menor pudor, desde que a situação dê a aparência de boa para ele. É fácil dizer que reduziu a pobreza, que melhorou as condições do trabalhador quando isso foi feito com base em dívidas e comprometendo o futuro desse próprio trabalhador ou dos filhos dele.

      Isso também se aplica para os magnatas do setor imobiliário, que sabem o momento de entrar nos mercados, enriquecem com inchaço da bolha e saem antes que ela estoure. Ficam ricos no presente com o dinheiro futuro de milhares de pessoas.

      Uma questão filosófica que ninguém pensa (talvez as pessoas desse blog pensem) é que se a pessoa tem um presente ruim, as chances do futuro continuar ruim é imensa. É uma questão de inércia, as coisas tendem a ficar como estão. Conceder crédito para quem sempre foi lascado na vida acreditando que um dia ele pode melhorar para honrar essa dívida é uma temeridade gigantesca.

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Lucas 20 de dezembro de 2016 at 10:37

      antecipar consumo via crédito
      significa que no futuro vão consumir menos
      simples assim

      3+
      • avatar
      • avatar
  • CA 19 de dezembro de 2016 at 22:17

    thiago fm,

    Replico aqui ao final, para o caso de alguém perder esta informação porque está um pouco acima.

    Veja os dados abaixo:

    Utilizando os dados da Construdata deflacionados pelo IPCA (referência indicada por VOCÊ), temos que o preço dos imóveis em jan/2006 era de 262,5 pontos base. Em dez/2014, o resultado, segundo a Construdata, era de 630 pontos. Thiago FM, entre lá e confira, foi o link que você mesmo sugeriu, certo? Você não pode voltar atrás nesta sua opção, nem fazer de conta que sugeriu algo diferente, correto?

    É fato que o PME com a evolução do rendimento médio real habitual das famílias, foi descontinuado a partir de fevereiro/2016. Ocorre que o trabalho que fiz, foi feito no ano de 2015, quando ele ainda estava ativo. FELIZMENTE, temos um histórico que consta no anexo abaixo e que traz a referência que utilizei. Qual a referência mais correta? É a do rendimento médio REAL HABITUAL das famíliias. Por que HABITUAL? Porque desconsidera distorções sazonais em rendimentos, como o décimo-terceiro em dezembro, que não impacta em um único ponto dentro de cada ano. O termo REAL, significa que foi DEFLACIONADO, por isto que já utilizei este índice.

    Segue o link com a pesquisa que utilizei e estava ativa em 2015, seguindo os conceitos acima:

    ftp://ftp.ibge.gov.br/Trabalho_e_Rendimento/Pesquisa_Mensal_de_Emprego/fasciculo_indicadores_ibge/2015/pme_201506pubCompleta.pdf

    Observe nas páginas 20 e 21, na coluna total, que engloba todas as regiões pesquisadas. Salário habitual REAL em janeiro/2007: R$ 1.793,37. Salário habitual REAL em janeiro/2015: R$ 2.272,78.

    Agora vamos fazer alguns cálculos:

    Quanto C-R-E-S-C-E-R-A-M os preços dos imóveis em 10 anos, deflacionados, de jan/2007 a dez/2014?

    (630 – 299,7) / 299,7 = C-R-E-S-C-I-M-E-N-T-O de 110,21%

    Quanto C-R-E-S-C-E-U o salário real habitual em 10 anos, deflacionado, de jan/2007 a dez/2014?

    (R$ 2.272,78 – R$ 1.793,37) / R$ 1.793,37 = 26,73%

    Thiago FM, agora preste atenção nos dados abaixo e lembre-se, utilizei a SUA referência para o IVG-R e mais a minha referência original para a evolução da Renda, ambos em termos REAIS (DEFLACIONADOS):

    110,21% / 26,73% = 4,12. 4,12 é MAIOR que 3, ou seja, o preço dos imóveis CRESCEU mais de 3 VEZES o que a renda cresceu no período

    (c.q.d.).

    Na época, devo ter utilizado outro mês inicial e final, além disto, como já lhe expliquei antes, os dados do IVG-R sofrem ajustes ao longo do tempo, os números apontados hoje sobre 2015 não são exatamente os mesmos apontados na época, MESMO ASSIM, conforme DEMONSTRADO acima, MAIS UMA VEZ, não há nenhum erro nos cálculos ou no gráfico, o “erro” foi na sua interpretação, como de praxe.

    Você não entendeu o cálculo acima, não é? Leia de NOVO o gráfico que eu fiz e que você utilizou com a finalidade de me DIFAMAR, como em todos os anteriores, veja a frase que eu escrevi, que repito aqui (destaco a palavra CRESCE):

    PREÇO DE VENDA DE IMÓVEIS C-R-E-S-C-E MAIS QUE O TRIPLO DA RENDA DE 2007 A 2015

    Thiago FM, CRESCER mais que o triplo, não significa que ao final, virou o triplo!!! É uma questão matemática ELEMENTAR, onde você ERROU!!!

    Eu converti os números para pontos base para montar o gráfico, que é o mais correto, mas o resultado na prática é o mesmo do que foi DEMONSTRADO acima, então vamos dar um exemplo esclarecedor da matemática ELEMENTAR que mencionei acima:

    ATENÇÃO, ANTES QUE VOCÊ DISTORÇA, ESTES NÃO SÃO OS NÚMEROS REAIS DE IMÓVEIS E RENDA, É SÓ UM EXEMPLO PARA ILUSTRAR, OS NÚMEROS REAIS ESTÃO ACIMA, COM OS LINKS DE EVIDÊNCIAS:

    Preço inicial de imóveis em 2007 = 100 pontos base
    Preço de imóveis em 2015 = 400 pontos base

    (ambos em termos REAIS)

    Quanto CRESCERAM os preços dos imóveis? 300 pontos base.

    Renda média em 2007 = 100 pontos base
    Renda média em 2015 = 200 pontos base

    (ambos em termos REAIS)

    Quanto CRESCEU a renda média? 100 pontos base.

    O que podemos concluir do EXEMPLO acima? O preço dos imóveis CRESCEU o TRIPLO da renda no período!!! Caso ainda não tenha entendido, 300 que é o quanto cresceu o preço dos imóveis no exemplo, é o TRIPLO de 100 que é o quanto cresceu a renda no mesmo período e na mesma base (ambos em termos REAIS, ou seja, DEFLACIONADOS).

    Agora observe o seguinte: ao final do período o preço dos imóveis em pontos base era de 400, enquanto a renda era de 200 ponto base. Podemos dizer que o preço dos imóveis era o dobro da renda? Esta não é uma forma correta de concluir, pois estamos analisando em termos PERCENTUAIS de EVOLUÇÃO. O preço final dos imóveis, como todos sabem, é muito mais que o dobro da renda. Não estamos comparando em termos absolutos preços de imóveis e renda, mas sim, em termos de crescimento percentual de cada um dos indicadores, que é a ÚNICA forma adequada de fazer esta comparação.

    Quanto ao preço do aluguel, ele foi sim deflacionado. Se você tiver a mínima noção de como se faz a conta para deflacionar, faça e chegará a esta conclusão. ATENÇÃO: seus conhecimentos de matemática ELEMENTAR são PÉSSIMOS, como DEMONSTREI acima, tome cuidado para não passar por uma VERGONHA ainda maior, você já foi DESMASCARADO VÁRIAS VEZES, está ficando cada vez mais desagradável ter que DEMONSTRAR para todos que as suas tentativas de DIFAMAÇÃO são sempre baseadas em mentiras e enganações…

    Com relação ao INCC, o objetivo era demonstrar que o preço dos imóveis também CRESCEU em proporção absurdamente ANORMAL em relação ao custo de construção, aliás, muito mais do que estes índices tiveram de DISTORÇÃO durante o auge da bolha imobiliária americana.

    Todas as proporções que coloquei estão corretas, todas elas comparam o CRESCIMENTO entre os indicadores, que como expliquei detalhadamente e com exemplos acima, é a única forma de fazer esta comparação.

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 20 de dezembro de 2016 at 05:17

      Colocarei mais abaixo as evidências adicionais sobre outras duas ações deThiago FM, seguindo o que eu já havia mencionado de que a cada novo ataque de DIFAMAÇÃO promovido por Thiago FM, recordaria a ele outras ações equivalentes que ele adotou recentemente e que deixou sem resposta.

      3+
      • avatar
    • CA 20 de dezembro de 2016 at 07:27

      Ah, deixe-me corrigir um detalhe, antes que Thiago FM faça tempestade em copo d´água:

      “Quanto C-R-E-S-C-E-R-A-M os preços dos imóveis em 10 anos, deflacionados, de jan/2007 a dez/2014?”

      É fato que de jan/2007 a dez/2014 não são 10 anos, eu ERREI ao escrever 10 anos (*), o que aconteceu foi que eu comecei analisando de 2005 a 2015, mas como eu havia escrito um período menor na apresentação que ele usou para fazer a DIFAMAÇÃO, resolvi trabalhar com o período menor e compatível com o da apresentação, mas esqueci de ajustar o número de anos do período analisado NO TEXTO apenas (os números apurados e que estão corretos na análise que fiz acima, se referem aos meses mencionados, jan/2007 e dez/2014).

      (*) Olha aí Thiago FM, oportunidade de ouro para o próximo capítulo do Dossiê dos Aloprados, aproveita!!!

      1+
      • avatar
    • thiago fm 20 de dezembro de 2016 at 07:34

      Depois sou eu que uso de matemágica…

      É pena que vou ter que ir trabalhar agora, mas é claro que vamos revisitar a parte 7. Por ora gostaria que você olhasse com cuidado seu gráfico e me respondesse SIM ou NÃO para deixarmos registrado:

      1 – Quer dizer que você não vê mesmo mesmo nenhum erro no seu gráfico base? Não vê nenhum problema na construção do seu gráfico, no que se refere ao entendimento da metodologia do IVG-R, as escolhas das variáveis contidas nele e consequentemente seus resultados?

      2 – Você acha mesmo que eu não usei os rendimentos HABITUAIS da PME -IBGE, só que nominais ?

      3 – Você acha mesmo que o índice do IVG-R no seu gráfico está deflacionado pelo IPCA?

      4 – Você acha mesmo que o aluguel desde 2004 se deslocou mais de 100 pontos do IPCA, como se pode perceber sem muito esforço no seu gráfico? Ou você acha que aquele índice também já vem deflacionado pelo SECOVI -SP?

      5 – Não te ocorreu nem desconfiou que, sendo uma tendência normal o aluguel acompanhar a renda no longo prazo, que seu índice de reajuste dos preços de locação tenha ficado tão acima renda, mesmo com ganhos reais de renda no período?

      6 – Quer dizer que você acha normal e prudente comparar índices que são deflacionados por índices de preços diferentes como seu IVG_R pelo IPCA e a renda que se não me engano é pelo INPC, por mais que eventualmente as variações sejam próximas?

      7 – Quer dizer que você não vê problema em fazer comparação linear no mesmo gráfico do INCC (índice de inflação de custos na construção) com índices “teoricamente” já deflacionados por índices de preços ao consumidor?

      8 – Você não de ter encontrado números tão diferentes do César-DF, num comentário que precede o que colei?

      9 – Te passei os dados da série já deflacionada pelo Sinduscon e se não percebeu ela permite exportação para XLS. Por acaso já experimentou colocar num gráfico e ver a diferença com o teu. Talvez ajude a responder a pergunta indignada que você se faz, sobre os preços não terem caído em 2014 e 2015

      Não vai dar tempo agora de demonstrar DE NOVO o monte de erros no seu gráfico, mas vou deixar pra você e pra quem quiser revisar os links das planilhas novamente:

      SÉRIE DE RENDIMENTO MÉDIO HABITUAL DA PME-IBGE

      http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/indicadores/trabalhoerendimento/pme_nova/default_variacao.shtm

      Clicar em rendimento médio habitual (nominal e real)
      ————————————————————————————-
      SÉRIE IVG-R (nominal e deflacionado IPCA)

      http://www.construdata.com.br/packages/data/pages/load_series.tpl.php?level1%5B%5D=40&level2%5B%5D=430&level3%5B%5D=431
      ———————————————————————————————-
      SÉRIE SECOVI-SP – ÍNDICE DO VALOR MÉDIO CONTRATADO (nominal)

      http://www.secovi.com.br/pesquisas-e-indices/indicadores-do-mercado/

      Abrir aba de locação e acessar. De preferência voltar até o início em 2004 para confirmar a base 100 inicial e as variações mensais.

      4+
      • CA 20 de dezembro de 2016 at 07:40

        Ah, Thiago FM sendo Thiago FM.

        Vejamos a frase de Thiago FM no seu ataque de DIFAMAÇÃO mais acima:

        “Subiram o mais que TRIPLO da renda no país? Não. Isso é um erro.”

        Então, Thiago FM, utilizei nos cálculos acima e DEMONSTREI que de acordo com a referência utilizada por VOCÊ MESMO, a Construdata, o CRESCIMENTO dos preços dos imóveis foi mais que o TRIPLO do CRESCIMENTO da renda.

        FUGIU COVARDEMENTE de MAIS ESTA EVIDÊNCIA, Thiago FM???

        Você quer que eu responda um monte de perguntas, mas e as questões que estão se acumulando e demonstram de forma clara suas MENTIRAS e MANIPULAÇÕES???

        Foram apresentadas em VÁRIOS tópicos, você foge delas como o diabo da cruz e acha que tem a moral de fazer um monte de questões complementares? Você é extremamente CARA-DE-PAU, não???

        2+
        • avatar
      • CA 20 de dezembro de 2016 at 09:07

        RESPOSTAS APÓS CADA ITEM:

        Depois sou eu que uso de matemágica…

        É pena que vou ter que ir trabalhar agora, mas é claro que vamos revisitar a parte 7. Por ora gostaria que você olhasse com cuidado seu gráfico e me respondesse SIM ou NÃO para deixarmos registrado:

        RESPOSTA CA: você quer que eu responda só sim ou não? Pelo teor de algumas perguntas, você NOVAMENTE INDUZ AS PESSOAS AO ERRO, mencionando, por exemplo, coisas que eu nunca disse! Se eu responder simplesmente não, você estará FAZENDO DE CONTA que estou me desmentindo. De novo, uma estratégia SUJA E BAIXA para manipular e enganar? Até quando você acha que as pessoas não estarão percebendo o que você está fazendo, Thiago FM???

        1 – Quer dizer que você não vê mesmo mesmo nenhum erro no seu gráfico base? Não vê nenhum problema na construção do seu gráfico, no que se refere ao entendimento da metodologia do IVG-R, as escolhas das variáveis contidas nele e consequentemente seus resultados?

        RESPOSTA CA: Thiago FM, se existe qualquer erro no conteúdo do meu gráfico, faça como eu, demonstre com FATOS e DADOS. Você se “enganou” no afã de tentar iludir as pessoas, sequer sabe a diferença entre CRESCER o triplo e ao final SER o triplo de um número, não sabia que não se pode comparar o número absoluto final porque estamos falando de evolução entre 2 indicadores distintos e não comparáveis desta forma, no entanto, espera que apesar destas falhas GROTESCAS que foram demonstradas acima, prevaleçam as suas INSINUAÇÕES, apesar também de você já ter sido DESMASCARADO INÚMERAS VEZES??? Olhe no seu próprio gráfico e análise o quanto CRESCEU o índice de preços de imóveis e o quanto CRESCEU o índice da renda, por acaso está longe de ser o TRIPLO, como você disse desde o capítulo 7 do DOSSIÊ DOS ALOPRADOS??? Você só “concluiu” que “estava longe” porque não tinha nem entendido o que significava CRESCER O TRIPLO, como explicado aqui e em meu comentário anterior.

        2 – Você acha mesmo que eu não usei os rendimentos HABITUAIS da PME -IBGE, só que nominais ?

        RESPOSTA CA: aqui está um exemplo CLÁSSICO de como você tenta MANIPULAR as pessoas, de forma suja e baixa. Apresente em que momento eu disse que você não utilizou os rendimentos HABITUAIS no seu capítulo 7 do DOSSIÊ DOS ALOPRADOS!!! Aqui, se eu respondesse apenas “não”, como o seu desejo mais acima, você DISTORCERIA FAZENDO DE CONTA que antes eu teria dito isto e agora estou me contradizendo. “Coincidentemente”, como todo TRAPACEIRO, você tenta ILUDIR as pessoas pegando-as “distraídas”. Expliquei e ressaltei sim porque EU estava usando a renda HABITUAL, assim como expliquei porque EU estava usando os valores considerando a inflação. O que isto tem a ver com dizer que você não usou??? Repito: coloque o trecho onde eu disse que você não usou os rendimentos HABITUAIS. Não tem este trecho? Você queria só um sim ou não para esta questão para ILUDIR as pessoas e induzi-las ao erro, apesar de ter sido DESMASCARADO INÚMERAS VEZES quanto a estas estratégias sujas???

        3 – Você acha mesmo que o índice do IVG-R no seu gráfico está deflacionado pelo IPCA?

        RESPOSTA CA: de novo, se os dados estão errados, demonstre. Apresentei os cálculos usando a referência fornecida por você. O que você fez? Pesquisou no Google, pegou as duas primeiras referências que encontrou, ASSUMIU que o BACEN nunca tenha disponibilidade consultas em sua base de dados que já estivessem deflacionando pelo IPCA, partiu para o ataque sem sequer saber a diferença entre crescer o triplo de algo e ser o triplo de algo e agora, quer que eu responda para madame o que eu acho ou não??? Pesquise melhor, você está adentrando em assuntos que requerem um pouco mais do que táticas de difamação do seu curso de MAV 1.0…

        4 – Você acha mesmo que o aluguel desde 2004 se deslocou mais de 100 pontos do IPCA, como se pode perceber sem muito esforço no seu gráfico? Ou você acha que aquele índice também já vem deflacionado pelo SECOVI -SP?

        RESPOSTA CA: o “especialista” na DESINFORMAÇÃO do SECOVI SP não é você??? Não é você que se “esquece” de ver que a referência do SECOVI SP desconsidera imóveis com mais de 36 meses??? Não é você que se “esquece” de uma observação que consta no primeiro parágrafo, da primeira página de conteúdo de uma pesquisa do SECOVI SP e que se refere a MÉDIA DE 12 MESES??? Se você, que já SABIA que estava usando uma referência de forma INVÁLIDA, INCORRETA, alega “não saber”, o que dizer de um reles mortal como eu, que nem participa daqueles eventos exclusivos para corretores dos quais você participa… Mas, como não sou você, vou responder a questão: não localizei NENHUMA referência de que o preço do aluguel na pesquisa do SECOVI SP já seja deflacionado pelo IPCA. Você perguntou, se tem a referência, apresente então, senão pode ficar a “impressão” de que você fez esta questão “só para fazer volume” e PARECER que você tem muitos argumentos, assim como a questão 2 acima…

        5 – Não te ocorreu nem desconfiou que, sendo uma tendência normal o aluguel acompanhar a renda no longo prazo, que seu índice de reajuste dos preços de locação tenha ficado tão acima renda, mesmo com ganhos reais de renda no período?

        RESPOSTA: Não te ocorreu, nem você desconfiou, que sendo uma tendência normal o preço de venda acompanhar a renda no longo prazo, aquela diferença ABSURDA que você mesmo demonstrou entre preço de imóveis e renda, quando havia um crescimento na renda, era algo ANORMAL e típico de uma BOLHA IMOBILIÁRIA??? Não te ocorreu, nem você desconfiou, que como já apresentei antes, segundo pesquisa da FGV, o índice de rentabilidade do aluguel COMERCIAL simplesmente TRIPLICOU no período de 2007 a 2011 e esta é uma característica típica de toda BOLHA IMOBILIÁRIA??? Não te ocorreu, nem você desconfiou, que o crescimento anormal dos preços dos aluguéis residenciais é uma das causas para termos um volume cada vez maior de imóveis SEM ALUGAR? Não te ocorreu, nem você desconfiou, que se os preços dos aluguéis estão caindo mais do que a renda, isto é um sinal de que estamos com uma CORREÇÃO a caminho, para que se mantenha a tendência histórica dos aluguéis acompanharem a renda? Esta questão imediatamente anterior que fiz: também não te ocorreu que você mesmo já apontou esta tendência de correção quanto ao preço de venda e seria natural, só que em menor escala, em relação ao preço de aluguel???? Afinal, quantas e quantas coisas que não “te ocorreram”, não é mesmo, Thiago FM? Apesar disto, você acha “razoável” perguntar a mim se não me ocorreu alguma anormalidade, sendo que todos sabem o que está acontecendo quanto a quedas de preços de aluguéis recentemente, recorde de vacância, etc., etc., etc…???

        6 – Quer dizer que você acha normal e prudente comparar índices que são deflacionados por índices de preços diferentes como seu IVG_R pelo IPCA e a renda que se não me engano é pelo INPC, por mais que eventualmente as variações sejam próximas?

        RESPOSTA CA: você quer dizer então, que primeiro você afirmou CATEGORICAMENTE que os preços dos imóveis não cresceram o TRIPLO da renda. Ao ser desmascarado, agora a sua questão muda COMPLETAMENTE e você já fala sobre variações que sejam “eventualmente próximas”??? Como você pode se fazer de DESENTENDIDO e fugir tão descaradamente do assunto??? A resposta está na sua própria pergunta, é o que chamamos de ATO FALHO, você já está esclarecendo que o ponto colocado por você foi IRRELEVANTE. Em tempo: por acaso você tem o rendimento deflacionado pelo IPCA? Ah, você trabalha com valores NOMINAIS, correto? Você jura que acha razoável trabalhar com valores NOMINAIS em um país com o nível de inflação como o do Brasil??? Como é que você vai comparar com bolhas imobiliárias de outros países, que tem inflação MUITO INFERIOR À BRASILEIRA, sem sequer deflacionar os valores envolvidos na análise??? Você não pensou em nenhum momento que esta sua premissa era uma falha muito grave???

        7 – Quer dizer que você não vê problema em fazer comparação linear no mesmo gráfico do INCC (índice de inflação de custos na construção) com índices “teoricamente” já deflacionados por índices de preços ao consumidor?

        RESPOSTA CA: o objetivo de apresentar o dado do INCC no mesmo gráfico, CONFORME JÁ EXPLICADO ANTERIORMENTE, foi o de permitir uma COMPARAÇÃO entre os preços dos imóveis em termos REAIS e a evolução do índice nacional da construção civil, apresentando a distorção entre o quanto cresceu o INCC e o quanto cresceram os preços dos imóveis. De forma conservadora, ao deflacionar o preço dos imóveis e demais variáveis, é favorável ao segmento imobiliário e seus asseclas, pois estas distorções até se reduzem. Um dos seus ídolos, que participou da criação do FIPE Zap, inclusive já apontou a diferença gritante entre o IVG-R e o INCC, tentando justificar em função do custo do terreno. É a mesma pessoa que defende que preços de vendas NÃO PODEM ficar abaixo do preço de custo.

        8 – Você não de ter encontrado números tão diferentes do César-DF, num comentário que precede o que colei?

        RESPOSTA CA: sua frase está desconexa, acho que você quis dizer: você não vê problema… Não sou doente mental, não fico criando DOSSIÊS ALOPRADOS para DIFAMAR pessoas, não fico procurando “pontos e vírgulas” divergentes e depois MANIPULANDO informações como você, MENTINDO e ENGANANDO de forma indiscriminada, não me confunda com você, não utilize novamente o efeito espelho…

        9 – Te passei os dados da série já deflacionada pelo Sinduscon e se não percebeu ela permite exportação para XLS. Por acaso já experimentou colocar num gráfico e ver a diferença com o teu. Talvez ajude a responder a pergunta indignada que você se faz, sobre os preços não terem caído em 2014 e 2015

        RESPOSTA CA: eu UTILIZEI os dados da Construdata, que foi o que VOCÊ INDICOU. Coloquei no período o valor inicial e final deflacionado como você indicou. Utilizei a referência do PME REAL que é a mesma que utilizei no gráfico. Com isto, já foi mais do que suficiente para DEMONSTRAR que o preço dos imóveis havia CRESCIDO mais que o TRIPLO da renda no período que apresentei. Para que refazer isto em um gráfico, se o ponto principal da sua DIFAMAÇÃO já foi DESMASCARADO, COMO SEMPRE? Você quer achar alguma diferença em “ponto e vírgula”??? Se já foi DEMONSTRADO, usando como referência o link que você utilizou, que você estava MENTINDO, agora você vai querer achar algumas diferenças plotadas entre o gráfico que fiz em 2015 e os dados disponíveis neste momento???Já se esqueceu, ou apenas FINGIU QUE ESQUECEU, que antes mesmo de você escrever o capítulo 7 das DIFAMAÇÕES do DOSSIÊ DOS ALOPRADOS, eu já havia comentado com você que os números do IVG-R referentes a um ano sofrem variação ao serem apurados no ano seguinte???

        Não vai dar tempo agora de demonstrar DE NOVO o monte de erros no seu gráfico, mas vou deixar pra você e pra quem quiser revisar os links das planilhas novamente:

        SÉRIE DE RENDIMENTO MÉDIO HABITUAL DA PME-IBGE

        http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/indicadores/trabalhoerendimento/pme_nova/default_variacao.shtm

        Clicar em rendimento médio habitual (nominal e real)
        ————————————————————————————-
        SÉRIE IVG-R (nominal e deflacionado IPCA)

        http://www.construdata.com.br/packages/data/pages/load_series.tpl.php?level1%5B%5D=40&level2%5B%5D=430&level3%5B%5D=431
        ———————————————————————————————-
        SÉRIE SECOVI-SP – ÍNDICE DO VALOR MÉDIO CONTRATADO (nominal)

        http://www.secovi.com.br/pesquisas-e-indices/indicadores-do-mercado/

        Abrir aba de locação e acessar. De preferência voltar até o início em 2004 para confirmar a base 100 inicial e as variações mensais.

        3+
        • avatar
  • Carlos 20 de dezembro de 2016 at 00:53

    OFF – Bananence mundo a fora.

    Episódio de hoje: Regras para que regras?

    Contando com o do Uber deve existir uma meia duzia de serviços de entrega de comida na cidade e todos contratando entregadores.
    Ordas de brasileiros comprando bicicletas e motonetas.

    A parte divertida:
    – Casal desesperado por ter recebido uma multa que vai matar os lucros do trabalho porque os bambinos estavam usando a ponte pedagiada sem mesmo notar que tem pedágio e tem várias outras pessoas na mesma situação.
    – Mané recebeu multa de quase 500 doletas por andar na contra mão de bicicleta, se tivesse lido o código de trânsito poderia ter aprendido que bicicleta é considerada veículo e dá multa e perda de pontos na carteira. Inclusive os cops te passam bafômetro mesmo se estiver de bicicleta.
    – Vários bananences recebendo multas por passar nos túneis de motoneta, porra tem uma placa enorme dizendo que é proibido.

    Tenho notado que além dos taxistas indianos agora tem os manés de motoneta fazendo merda no trânsito quase todo dia.
    Obviamente aquela praga maldita chamada motoboy não vingaria fato que me dá prazer todos os dias.

    4+
    • avatar
  • Carlos 20 de dezembro de 2016 at 01:00

    Antes que me esqueça, a treta anterior era a de que os seguranças estavam “perseguindo” bananences nos supermercados.
    Qual será a causa?

    ( ) Estavam roubando?
    ( ) Estavam se “esquecendo” de passar mercadorias no caixa self-service?
    ( ) Descobriram que tem uma moeda bananence que tapeia a máquina e passa por moeda de $2?
    ( ) Todas as alternativas anteriores.

    Não tem ng olhando mas tem câmeras por todo lado, fora que no caso das moedas fica evidente.

    4+
    • avatar
    • calango_df 20 de dezembro de 2016 at 13:47

      essa da moeda eh massa. a nossa de 10 centavos se parece com a de 1 obama australiano. joguei isso uma vez numa roda de brasileiros em sidney e disse q descobri isso por acaso qdo misturei as moedas para pagar na maquina de tiquetes do metro. eh obivo q nao funcionava. dois dias depois recebo varias “reclamacoes” os integrantes da roda que tb se confundiram com as moedas.

      2+
  • CA 20 de dezembro de 2016 at 05:34

    Antes do novo ataque de DIFAMAÇÃO feito por Thiago FM que consta mais acima neste tópico, eu já havia DESMASCARADO mais um truque SUJO dele. Ao ser DESMASCARADO , como de praxe, ao invés de responder este ponto, ele preferiu FINGIR que não viu e partir para um novo ataque de DIFAMAÇÃO, que repito, já desmascarei mais acima. Vamos rever o truque sujo de Thiago FM de anteontem, o que mais uma vez comprova até onde vai sua obsessão doentia por mentir e enganar a meu respeito. Frase de Thiago FM:

    “Não é atoa que hoje mal se vê 15, 20 usuários online, enquanto antigamente (quando eu comentava com outro user) tínhamos 80, 100 usuários debatendo ideias…”

    Percebam que Thiago FM, apesar de sua obsessão e de ler linha por linha o conteúdo do blog e em especial de tudo que escrevo, FINGE não saber que tivemos ocorrências entre o Natal de 2015 e o ano Novo de 2016 que fizeram com que Bolha Boss fizesse um Master Reset, sendo que estas ocorrências não tiveram NENHUMA relação comigo, sequer participei dos debates na época e foi exatamente após isto que tivemos uma debandada de usuários no blog, que criaram um outro blog paralelo sobre a bolha, aquele que de tempos em tempos, por aqui chamamos de “o outro lado da rua”.

    Percebemos ainda o quão pretensioso é Thiago FM e o quanto é carente de aprovação, ao dizer que antes tínhamos muitos usuários por causa dele e hoje teríamos muito poucos simplesmente porque ele tinha parado de comentar, observem como ele tenta enganarn a todos, inclusive a si mesmo quanto a isto…

    9+
    • avatar
    • avatar
    • CA 20 de dezembro de 2016 at 05:49

      Para quem até agora ainda não entendeu o que está acontecendo no caso de Thiago FM, basta se recordar de dois episódios lastimáveis da história do Brasil: as duas versões que tivemos dos “DOSSIÊS DOS ALOPRADOS”. O que aconteceu nestes casos? Profissionais da DESINFORMAÇÃO, que são pagos para MENTIR e ENGANAR, montaram DOSSIÊS completamente falsos sobre adversários políticos do PT à época de eleições anteriores.

      Felizmente naquelas épocas tivemos a ação da Polícia Federal que coibiu estes ataques difamatórios criminosos e pelo menos até aqui, eles não voltaram a se repetir. INFELIZMENTE, aqui no blog temos a total COMPLACÊNCIA em relação à estes ataques de DIFAMAÇÃO e a certeza de impunidade, com a mesma pessoa sendo desmascarada SEGUIDAS vezes e repetindo os mesmos tipos de ataques de DIFAMAÇÃO que praticou há 1,5 anos, estes são os maiores incentivadores para que estas atitudes sujas e baixas se perpetuem.

      Só mais três detalhes relacionados ao que consta acima: ao fazer uma analogia tentando desqualificar meus argumentos, Thiago FM se posicionou como Lulane me comparou aos promotores do caso Lula, alegando que os mesmos usavam retóricas e apresentações vazias de conteúdo, que nada agregaram. Curioso ele se comparar a um petista e ter uma ação idêntica aos petistas que montaram o dossiê dos aloprados, não é mesmo? Pior é que para me DIFAMAR, ele que está usando apresentações vazias, que foi exatamente o que ele criticou quanto aos promotores do caso Lula, sendo que eu nunca fiz este tipo de apresentação com o intuito de difama-lo, não é interessante está inversão da realidade e efeito espelho que ele pratica?

      Outro ponto de destaque é o fato dele dizer que a apresentação dos promotores contra Lula foi de retórica vazia, que foi exatamente a argumentação utilizada pelos petistas, aqueles mesmos que fizeram e defenderam os DOSSIÊS dos ALOPRADOS…

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 20 de dezembro de 2016 at 10:49

        putaque pariu além de gerente da caixa mancomunado com corvo ainda é PTralha???

        1+
  • thiago fm 20 de dezembro de 2016 at 07:37

    É justamente pela sua incapacidade de reconhecer erros que eu não me canso de demonstrar seus deslizes e a fragilidade e conveniência com que você escolhe seus dados. Você pode gritar o quanto quiser, pois existe uma grande diferença entre DIFAMAR a pessoa e CRITICAR uma pesquisa.

    Pra não deixar você muito relaxado durante minha ausência acho que vou emendar a PARTE 8:

    Quem nunca ouviu falar sobre o esquema clássico das fases de explosão da bolha em SJC? Ninguém né…

    A EXPLOSÃO CLÁSSICA DA BOLHA IMOBILIÁRIA EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

    Dessa vez tentei colocar o mínimo de “interpretações” usei quase todas as fontes que você usa para sustentar seu exemplo mais didático de como se deu o estouro da bolha em SJC. Deixei suas fontes falarem por si e a grande verdade é que elas dizem muito sobre o método CA de fazer e como você escolhe bem suas FONTES. Ganha um doce quem perceber onde estão as fragilidades e inconsistências.

    LINK DOS APONTAMENTOS

    https://s28.postimg.org/m2vy4kikt/Bolha_em_SJC.png

    9+
    • avatar
    • avatar
    • CA 20 de dezembro de 2016 at 07:57

      E aí Thiago FM, quanto afinal foi a diferença entre os preços dos imóveis e a renda em termos reais??? Não calculou, só usou de DESINFORMAÇÃO para enganar as pessoas.

      Acima mais uma DEMONSTRAÇÃO da sua OBSESSÃO por mim?

      Mais uma demonstração daquelas apresentações VAZIAS que você disse que os promotores fizeram contra o Lula? Não é no mínimo INCOERENTE você utilizar estas apresentações VAZIAS e cheias de DESINFORMAÇÃO e “de quebra” ainda criticar como se fosse eu que estivesse fazendo apresentações com o único intuito de difamá-lo??? É uma comprovação clara do efeito ESPELHO e da INVERSÃO DA REALIDADE, que cercam todos os seus comentários, não é mesmo?

      O seu dossiê dos ALOPRADOS não me assusta, ainda não entendeu isto? Um dos meus filmes preferidos é “O preço de um resgate”, nele o sequestrador pede uma quantia elevada e o pai da criança sequestrada oferece uma quantia elevada para quem matar ele. Pessoas baixas, sujas, nunca esperam por esta reação, acham que sempre poderão atacar e difamar IMPUNEMENTE, como no seu caso, não é verdade?

      E sobre o que está colocado acima, onde você tentou MENTIR e ENGANAR dizendo que a fuga de usuários do blog foi por minha causa, não vai responder? E os INÚMEROS outros pontos em que foram DEMONSTRADAS suas MENTIRAS, vai continuar fazendo de conta que não existiram???

      Apesar de tudo que já foi extensivamente DESMASCARADO, vai continuar MENTINDO e apostando na IMPUNIDADE? Você vive em função de fazer dossiês de ALOPRADOS???

      Sobre o que consta no anexo, informações PARCIAIS, DISTORCIDAS, que não eliminam em nada o que foi colocado antes. Quando falam sobre preço médio do M2 em queda, falam no geral e não apenas de 3 dormitórios, porque você colocou EXCLUSIVAMENTE 3 dormitórios? Em nenhum momento disse que a queda era no preço médio médio de 3 dormitórios exclusivamente, é você que está DISTORCENDO a informação e induzindo as pessoas ao erro, NOVAMENTE!!!

      Outro ponto de claríssima DISTORÇÃO e INDUÇÃO AO ERRO: em que momento eu disse que no ano de 2016 teria caído ou subido os preços de imóveis em São José dos Campos? De novo você fala sobre algo que NÃO FALEI, nem defendi em nenhum momento, para SIMULAR que eu teria errado em previsão que não fiz???

      Sobre a pesquisa que indicou aumento de 300% na OFERTA de imóveis para aluguel, onde está o erro? Qual o percentual de pessoas que são entrevistadas para se saber o resultado de uma eleição? Como você pode demonstrar que a amostragem é insuficiente, sem dizer qual o percentual das imobiliárias pesquisadas em relação ao total da cidade??? Novamente você está descaradamente INDUZINDO AS PESSOAS AO ERRO, usando o famoso “senso comum”: “Ah, se foram poucas imobiliárias, então não vale”. Poucas em relação ao que? Qual o total de imobiliárias na cidade? É lamentável como você MANIPULA as informações SEM NENHUM PUDOR, com a única finalidade de enganar as pessoas…

      Não adianta Thiago FM, sua OBSESSÃO por mim está cada vez mais clara, você não engana mais ninguém…. kkkkkk

      6+
      • avatar
      • avatar
    • CA 20 de dezembro de 2016 at 08:03

      Mantendo o que eu já havia dito antes, a cada novo capítulo do DOSSIÊ DOS ALOPRADOS de Thiago FM, não só eu responderia ao mesmo, demonstrando como ele faz o possível e impossível para mentir e enganar, como ainda traria evidências adicionais de mais duas ocorrências em que ele já tinha feito exatamente a mesma coisa e sucessivamente fugiu da resposta. As duas ocorrências mais acima são a parte referente ao capítulo 7 do DOSSIÊ DOS ALOPRADOS. Os dois itens que colocarei abaixo são a contra-partida em relação ao capítulo 8 do DOSSIÊ DOS ALOPRADOS…

      7+
      • avatar
      • avatar
      • CA 20 de dezembro de 2016 at 08:15

        E aí Thiago FM, INÚMERAS vezes cobrei de você uma explicação de porque no ano de 2012 tivemos o pior ano do segmento imobiliário até aqui e como isto poderia combinar com o fato de termos tido em 2012 a menor SELIC de todos os tempos, emprego crescente, renda crescente, verba da poupança utilizada para financiamento imobiliário crescente, bancos BB e CEF sendo pressionados pelo governo para fornecerem crédito imobiliário “à rodo” (sic) e com as menores taxas do mercado, o governo pedalando como nunca. Se de acordo com o seu trabalho foi a economia quem destruiu o segmento imobiliário e isto foi percebido a partir de 2014, por que então o resultado de 2012 ter sido muito pior que 2014 e 2015?

        Em 2012, segundo pesquisa da Austin Rating que apresentei exaustivamente por aqui, no acumulado de 12 construtoras com Ações da BOVESPA, o prejuízo liquido passou de R$ 1 BILHÃO, o faturamento caiu mais de 30%, as vendas caíram mais de 20% em unidades e valores, o estoque em unidades DOBROU.

        Adicionalmente, analisando o resultado de 12 construtoras com Ações na BOVESPA, vemos que os distratos mais do que DOBRARAM de 2011 para 2012.

        Em 2012 a Rossi teve o seu primeiro prejuízo liquido anual em mais de 40 ANOS de existência. A PDG, que também tem DÉCADAS de existência, bateu o seu recorde de prejuízo liquido anual até aquele momento (não superado em 2014 e 2015). A Gafisa pela primeira vez em sua história de mais de 60 ANOS no segmento imobiliário, enfrentou distratos BILIONÁRIOS.

        No início de 2013, levantamento apontou que, com base nos resultados de empresas listadas na BOVESPA, 5 das 9 que tinham a pior situação quanto a liquidez eram construtoras.

        Como uma consequência do que consta acima quanto aos resultados das construtoras em 2012, no ano de 2013 a PDG cancelou 48 empreendimentos, cada um deles com “N” prédios, a Rossi abandonou o segmento popular e várias praças, a Gafisa teve que vender 70% do segmento Alphaville para conseguir pagar suas dívidas trazidas pelos distratos do segmento Tenda e ainda poder continuar PEDALANDO.

        Existem ainda outros itens apresentado para você quanto a estes péssimos resultados em 2012 e suas consequências, que são diametralmente opostos a sua teoria. Apesar de estar sendo questionado a este respeito desde a publicação da primeira parte de seu trabalho, foge e não responde a este grande volume de evidências e pior, ainda acha que tem alguma moral para dar continuidade ao seu DOSSIÊ DOS ALOPRADOS…

        7+
        • avatar
        • avatar
        • CA 20 de dezembro de 2016 at 08:19

          Thiago FM,

          Em um dos seus capítulos do DOSSIÊ DOS ALOPRADOS, você disse que a retomada de imóveis do SFH era de 0,3%. Naquele momento você utilizou como “referência”, EXCLUSIVAMENTE os dados da CEF, apesar de você trabalhar na CEF e SABER COM CERTEZA, que o SFH não é EXCLUSIVIDADE da CEF e que portanto, você PROPOSITALMENTE induziu as pessoas ao erro.

          Questionado por mim quanto à estratégia suja e proposital acima, você se esquivou de explicar as suas motivações para suas atitudes, foi mudando de assunto, enrolando, dando voltas em torno do tema e não respondendo. Por que você não nos diz qual sua motivação ao tentar ENGANAR as pessoas de forma plenamente CONSCIENTE, como consta acima???

          8+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Lucas 20 de dezembro de 2016 at 10:48

            ah CA
            então ele trabalha na Caixa???
            tá explicado, coitado, o Karma dele deve ser grande,
            pega leve CA, capaz desse cara enlouqucer

            3+
            • avatar
            • avatar
            • CA 20 de dezembro de 2016 at 12:22

              Lucas,
              Impossível, ele já era louco faz tempo…

              2+
              • avatar
  • Carlos 20 de dezembro de 2016 at 08:38

    Política, destrutoras e corvos

    O empreendimento

    O Nouvelle Tour foi construído pela Eliseu Padilha Empreendimentos e Participações Ltda, em sociedade com a Eliseu Padilha Imóveis Ltda, dirigida por Renato Zaccani da Silva, e a Eliseu Padilha Construção e Incorporação Ltda, dirigida por Flaito dos Santos Consul. Nenhuma das três empresas está ativa junto à Receita estadual. A construção foi financiada com recursos do Banrisul (Banco do Estado do Rio Grande do Sul).

    Ao longo do processo de incorporação do Nouvelle Tour, no entanto, aparecem ainda as empresas Uno Empreendimentos e Participações Ltda, que pertence à atual mulher do ministro, Simone Camargo, e cuja sede está localizada no mesmo endereço do escritório de advocacia de Padilha em Porto Alegre, a Eletromar Comércio de Materiais Elétricos, dirigida por Zaccani, e a Incorporasul Imóveis Ltda e a Consular Imóveis Ltda, ambas de propriedade de Flaito. Todas essas empresas foram condenadas na ação judicial, mas a Eletromar e a Consular não existem mais. A Incorporasul ainda pertence ao ex-sócio de Padilha.

    Na época da construção, o Nouvelle Tour era um dos mais luxuosos edifícios de Torres –que é o balneário mais valorizado do Rio Grande do Sul. São 36 apartamentos a uma quadra do mar que variam de 180 a 360 m² de área útil. As unidades, a preços atuais, variam de R$ 600 mil a R$ 1,6 milhão. Foi a primeira investida imobiliária do grupo de Padilha em Torres.

    —————————————————————————————————————————————————————————————————————–
    Na condição de empresário, o ministro mantém sociedade ainda em uma série de empresas, entre elas a Eliseu Padilha Advocacia e Consultoria, junto com a sua atual mulher; a Gaivota Participações Ltda, também em sociedade com Simone Camargo e que administra a Fazenda Nova Esperança, em Balsas, no Maranhão; a Rubi Assessoria e Participações Ltda, com sede em Florianópolis; e a Girassol Florestamento e Imobiliária Ltda, em sociedade com o empresário Luiz Alberto Verza da Rosa –antigo sócio do ministro desde as primeiras empresas de construção, criadas nos anos de 1980.

    http://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2016/12/20/condenado-eliseu-padilha-protela-ha-30-meses-divida-de-r-393-mil-com-aposentado.htm

    1+
  • Carlos 20 de dezembro de 2016 at 08:43
    • Carlos 20 de dezembro de 2016 at 08:46

      Tem alguma empresa deste cara que não está envolvida em alguma falcatrua?

      Agora vá você errar alguns reais no seu IR.
      Onde está o lixo da merda da bostha dos incompetentes canalhas prepotentes e corruptos da receita e da justiça???
      Não, não vai mesmo.

      3+
      • avatar
  • Alemon Fritz 20 de dezembro de 2016 at 08:45

    Joinville, SC:

    a oferta é de 10.100 imóveis, a venda foi de 264 no trimestre !!!! (dá para 9,5 anos de vendas…kuuuuuuuuuaaaaaaaaa).

    “Tendência é de queima de estoques de imóveis em Joinville em 2017”
    sqn!!! mas os preços se mantém estáveis…. kkkkk
    http://dc.clicrbs.com.br/sc/noticias/noticia/2016/12/tendencia-e-de-queima-de-estoques-de-imoveis-em-joinville-em-2017-8827290.html

    4+
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 20 de dezembro de 2016 at 08:47

      Tijolo pega fogo?

      5+
      • avatar
      • avatar
      • Antigo 20 de dezembro de 2016 at 08:52

        Só quando o gás canalizado dá problema. O que não é tão incomum nesses empreendimentos farofa, com tubulação mal feita e fiação fina.

        Ainda vamos ver por muitos anos as consequências dessas obras de baixo custo, muita gente que perdeu dinheiro comprando vai acabar perdendo também a vida em acidentes.

        5+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • From_The_Tower 20 de dezembro de 2016 at 10:25

      Porrãin !!!!
      Caraca , o que é isso?
      Ox alemaum são brick-lovers??? kkkk

      3+
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 20 de dezembro de 2016 at 08:46

    Tá fácil, esse é o momento…
    Joinville:
    Permuta e consórcios são tendência no mercado de imóveis de Joinville em 2017

    http://dc.clicrbs.com.br/sc/noticias/noticia/2016/12/permuta-e-consorcios-sao-tendencia-no-mercado-de-imoveis-de-joinville-em-2017-8827324.html

    1+
    • Carlos 20 de dezembro de 2016 at 08:57

      Alemon, comprar um bolhudo em consórcio ou na planta e mais ou menos como aquele filme de terror dos anos 80.
      Os estandes dos corvos estão cada vez mais parecidos com circo mesmo, tem o corvo palhaço, o corvo equilibrista, corvo mulher barbada e os brindes.

      Pague para entrar reze para sair

      https://www.youtube.com/watch?v=rqG-ItAX39E

      3+
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 20 de dezembro de 2016 at 09:07

        kkkk, seria “The Dreams House” pague pra entrar, pague pra sair!!.. scream!

        5+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Alemon Fritz 20 de dezembro de 2016 at 08:58

    casa dos “sonhos”, corvos narigudos:
    Maior flexibilidade (rebolada das bolas de natal do africano):

    -Entre aqueles que já encontraram (16%) sua casa dos sonhos, a locação representou 48%.
    -Os novos proprietários de imóveis usados (30%) revelaram que obtiveram um desconto médio de 13% no preço inicial. Já os 22% que compraram lançamentos (novos), o desconto médio foi maior e atingiu 14%.
    – Entre os consumidores que buscam comprar imóveis e ainda não encontraram o imóvel dos sonhos, 66% desejam imóveis usados… 7% já desistiram da busca..

    -http://www.investimentosenoticias.com.br/financas-pessoais/imoveis/mercado-esta-aberto-para-maior-flexibilidade-na-negociacao-de-imoveis

    3+
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 20 de dezembro de 2016 at 09:04

      Eu sonho ter um iate, um jaguar antigo e um mustang P51 e nem porisso vou destruir a minha vida penhorando meus órgãos vitais em um banco e trabalhando tanto que provavelmente vá morrer antes de curtir meus sonhos.

      Eles continuam sonhos 😀

      5+
      • avatar
      • avatar
      • Antigo 20 de dezembro de 2016 at 09:08

        Sonho para mim só à vista.

        6+
        • avatar
        • avatar
        • Lucas 20 de dezembro de 2016 at 10:35

          o lugar que mais sonham com comida é na etiópia
          fico me perguntando porque o burger king não investe lá???
          BURROS

          6+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Lucas 20 de dezembro de 2016 at 10:35

            sem falar que por ali cada mulher tem 5 catarrentinhos
            olha quanta demanda

            4+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
  • Carlos 20 de dezembro de 2016 at 09:10

    Começando minha campanha Marcelo Odebrecht para presidente em 2018.

    Já que só tem picareta mesmo que escolhamos o campeão.
    Vou mandar fazer algumas camisas e pagar usando a Lei Rouanet.

    5+
    • avatar
  • Carlos 20 de dezembro de 2016 at 09:11

    2

    1+
  • Alemon Fritz 20 de dezembro de 2016 at 09:21

    referencias bolhograficas:
    Manual de inspeção predial para iniciantes:
    http://www.idd.com.br/blog/idd-news/manual-de-inspecao-predial-para-iniciantes

    2+
    • avatar
    • Antigo 20 de dezembro de 2016 at 09:33

      “As falhas mais comuns constatadas geralmente estão relacionadas à falta de conhecimento técnico de proprietários, síndicos e gestores, o que impede que as atividades preventivas e corretivas sejam eficientemente executadas”

      Eu me pergunto se o brasileiro médio tivesse esses conhecimentos técnicos, compraria esses pau a pique de concreto? Eu acho que não.

      3+
      • avatar
      • Alemon Fritz 20 de dezembro de 2016 at 10:03

        vi depois que é propaganda, mas menciona as leis (recentes) e normas, assim como dá umas dicas no que é pro cara prestar atenção…
        eu conheci um cara que fez oceanografia, agora faz engenharia (1 semestre) e ele me disse que tá ganhando grana com projetos (cad etc), pra alunos e pra firmas pra parte de incendio: ele pega um modelo e se o predio é maior ele dobra o valor e assim vai… tem aluno que já tem empresa (nem fica na auala) e aí pede pra ele fazer os calculos só pra constar… kkkk bananazuela.

        4+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Leonardo M. 20 de dezembro de 2016 at 09:51

    CVR cidade nova

    Custo de vida bem menor comparado com floripa bolhudinha.
    O mercado mais “gourmet” daqui é 20% mais barato do que os gourmet de floripa.
    Enwuanto encontro Budweiser 600ml em floripa na promoção por R$4,99 aqui é esse preço no gourmet.
    Hoje vou no atacarem dáqui da cidade pra ver como são os preços… Mas pelo menos o estacionamento no centro é bem mais barato, r$1.20 por hora Enwuanto em floripa é R$2,00 e isso quando você acha é claro! Se não tem que ir no particular que custa R$4.40

    5+
    • avatar
    • avatar
    • Leonardo M. 20 de dezembro de 2016 at 09:52

      Atacarejo*

      1+
    • Lucas 20 de dezembro de 2016 at 10:18

      me mudei pra periferia de SP é isso aí
      pela mesma qualidade o custo chega cair no mínimo 10%-20% (gasolina) até 50% (itens de padaria/mercearia)
      a bud garrafinha por aqui chega a ter prmo de 1,49
      patagonia por 5, o vizinho avisa toda a rua corre comprar (preço normal 15real até 30real já vi em 7eleven de bairro gourmet)

      1+
  • Lucas 20 de dezembro de 2016 at 10:16

    Cesar_DF

    Lucas
    Nossa previsão de que o fundo do poço estaria em 2018 deve ter sido feita ha uns 4 anos.
    Minha previsão: se a Marina Silva for eleita no final de 2018, dai o fundo do poço será em 2022

    4+


    com toda modéstia, vcs estvam certos, em 2011 previ o fundo em 2015, planejei toda minha vida para isso, na verdade antes do blog, em fim de 2009 p 2010 tinha feito este planejamento. ERREI FEIO.

    minha última revisão do fundo é tbm pra 2017/18, vcs estão CERTOS.
    e a depender das eleições empurra isso p frente, não quero ainda fulanizar a discussão, até provoquei o CA ele acha cedo. e tem razão.
    mas digamos assim, qualquer candidato que incha o estado, e aceitando a tese errônea marxista de dividir o mundo em 2 lados, seja da dita esquerda ou da autoproclamada direita sim o efeito seria, a princípio, esse! Mas temos novos dados na mesa, petrodolares, trump, arábias, mosquim. Mais tarde falo sobre isso!

    3+
    • avatar
    • avatar
    • CarlosL 20 de dezembro de 2016 at 10:46

      Já parou para pensar na possibilidade do fundo do poço ter subido para a superfície ?

      1+
      • Lucas 20 de dezembro de 2016 at 10:54


        acredito que saímos deste “risco venezuela”

        te digo como, o thiago que nos difama há anos
        acabamos de descobrir ele é da Caixa

        penso que essa gente que queria fazer a bosta boia eles vão todos se haver ou com a lava-jato ou com o ódio da população
        eu que nunca passei nem na porta da caixa já sinto os meus instintos mais primnitivos se manifestar
        imagina quem se matou financeiramente por 35 anos….

        essas coisas custam caro
        em certas mitologias chamam isso de Karma!
        em outra dão outros nomes, justiça divina, enfim, pra onde eu olho eu vejo coisas terríveis pra essa gente toda!

        2+
        • avatar
        • CarlosL 20 de dezembro de 2016 at 11:07

          Vc pensa demais nessa historia de: Corremos risco de virar uma Venezuela….

          Acho que deveria pensar mais algo do tipo: Corremos risco de virar um Brasil…

          4+
          • avatar
          • Lucas 20 de dezembro de 2016 at 11:11

            tenho cá comigo que o “sistema” preserva museus a céu aberto como aviso para os demais
            Haiti, cuba, venezuela
            a coisa é tão bem feita, que os habitantes vivem como peixes no aquario, simplesmente ignoram o oceano
            o BR seria uma das sessões deste museu sim, vc está certo, em certos aspectos somos incomparáveis

            morre-se mais em SP do que em aleppo
            hoje mesmo vi um cadáver
            quase toda semana vejo um

            3+
            • avatar
            • avatar
            • CarlosL 20 de dezembro de 2016 at 11:19

              Ascension feelings….

              1+
              • Lucas 20 de dezembro de 2016 at 11:34

                ?

                0
                • CarlosL 20 de dezembro de 2016 at 13:35

                  É o nome de um seriado que comecei a assistir esses dias no Netyfriks. Indiretamente trata de algo parecido com o que está dizendo…

                  1+
            • Alemon Fritz 20 de dezembro de 2016 at 12:28

              Vi e pensei nisso hoje, parece um aquario mesmo
              A bananazuela inteira recebe menos turistas que a Torre eiffel sozinha
              95% dos turistas são argentinos
              e ninguem sabe por que desse pequeno número de estrangeiros…somos o 46 pais em Turismo…

              2+
              • avatar
              • Lucas 20 de dezembro de 2016 at 12:37

                ESSE NUMERO 46 ESTÁ enviesado, pesquisei isso a fundo
                ele só conta voos internacionais e trem internacional
                considerando que a bananina é praticamente inatingíuvel por outros meios, qque boliviano e paraguayo vindo pescar no pantanal não conta como turismo
                na verdade se considerar outros meios, carros, onibus, fretes, vans, trailers, nós cairiamos pelo menos umas 20 ou 30 posições

                2+
                • avatar
  • Lucas 20 de dezembro de 2016 at 10:24

    bolha real

    Pega leilão de parafuso, de máquina de lavar louca usada. Tudo com queda de 90%. Comparação inútil, precisa pegar casos concretos de onde não há apenas um ou dois imóveis e sim pelo menos 30% da oferta para se falar em tendência.

    5+

    eu adoro quando discordam de mim, adoro mesmo, ainda mais neste nível
    bolhareal está corretíssimo, na matematica uma andorinha só não vende picolé na praia (vão ter que me ler pra entender)

    Mas, eu não sou fingezap, não sou instituição

    O que defendo aqui é que devemos comprar de quem PRECISA VENDER, caso contrário fica-se no aluguel esperando-se eternamente.
    Não preciso distorcer numeros, mercados ou o mundo, eu só preciso de 1 unica casa pra morar, e agora pra voltar a morar nos bairros gourmets da cidade (se bem que, …, tem suas vantagens, estou começando a repensar este objetivo) e acredito que o resto deste blog tbm, exceto alguem seja megalomaniaco feito nossos participantes freudianos, ninguem aqui quer mudar o mundo, apenas o próprio mundo já tá bão, e só isso já é beeem difícil.

    Pro resto sorrir e acenar
    patati patatá

    3+
    • avatar
  • Lucas 20 de dezembro de 2016 at 10:33

    Cesar_DF

    Agora com 75% OFF que começaram a ter lances.
    LOTE 001
    Apartamento – São Paulo/SP
    1º Leilão ( Sem Licitantes ) – Lance Mínimo R$ 304.210,57
    2º Leilão – Lance Mínimo R$ 77.338,99
    (75% abaixo do valor do 1º Leilão)
    Maior Lance:
    R$ 119.338,99
    ( Manual ) 23 lance(s)

    2+

    quando vender, comparamos com o fingezap acrescentamos custos que só um leilão tem (costumo por em torno de 10% a dpender das condições) e temos uma proxy do valor real limpinha limpinha. Tenho feito isto há anos mas usando imóveis de condos que conheço, esse peguei pela questão da curiosidade, a 20 mins (sem transito) do Fernando é uma boa proxy, no fingezap o bairro dele deu pico de 12, está em 10 de média.

    2+
    • avatar
  • Coelho da pascoa 20 de dezembro de 2016 at 10:37

    http://www.buildings.com.br/revista_buildings/ed35/#21/z

    Achei este gráfico interessante e resolvi postar, nele se afirma que os preços pedidos para alugueis de imóveis comerciais (corrigidos pelo IGPM) estão no mesmo nível dos preços de 2005 e cairam de R$130 o m2 em 2013 para R$74 o m2 neste 4º semestre de 2016.

    4+
    • avatar
    • Lucas 20 de dezembro de 2016 at 10:44

      o texto é primoroso
      ressalto: “preço pedido, ou preço perdido”
      “em 2005 o estoque não era tão alto, nem a vacancia”
      era tempo de espetáculo do crescimento ao invés da maior crise dos ultimos 200 anos.

      VALE TÓPICO
      bolha boss

      4+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 20 de dezembro de 2016 at 10:55

        CA

        1+
      • Cesar_DF 20 de dezembro de 2016 at 12:11

        Muito bom mesmo
        Indica que o valor por m2 no mundo corporativo ainda terá que cair 50% para voltar a média histórica, ainda mais com uma vacância de 1,8 milhão de m2.

        3+
        • avatar
        • avatar
  • Lucas 20 de dezembro de 2016 at 10:38

    Libertario

    A pergunta correta seria:
    Qual a relação entre a compra de imóveis, o nascimento de bebês e o bambu?

    9+

    escrevo um textão
    e alguém vem citando silvio santos e passa o mesmo recado em 1 linha
    é o poder do humor
    #chaplin rules

    4+
    • avatar
    • avatar
  • Antigo 20 de dezembro de 2016 at 11:22

    É o novo encilhamento. 150 anos se passaram e não aprendemos nada.

    Nossa república hoje é a mesma porcaria de dois séculos atrás. Com a diferença que naquele tempo tínhamos Barão de Mauá, Ruy Barbosa, Visconde de Ouro Preto. Hoje temos grandes nomes como Eike Batista, Marilena Chauí e Henrique Meirelles.

    8+
    • avatar
    • avatar