Apartamentos da “nova classe média” são entregues com todo tipo de defeito – Gazeta do Povo

Você pode gostar...

Comments
  • Lucas 29 de abril de 2012 at 08:41

    Acabaram com o setor de construção civil no Brasil, o Governo Federal tem que intervir logo!
    Com todas as notícias lidas aqui não resta outra conclusão.
    Cobram caro e estão entregando “barracos” pra galera.
    Eu tô fora, eu quero é paz!!!!

    0
    • xyz 29 de abril de 2012 at 09:45

      “Governo Federal tem que intervir logo”

      Com todo respeito, isso é uma grande piada!!!

      0
      • RosinhA 29 de abril de 2012 at 10:06

        XYZ intervir como veja a Delta, interesses é que não faltam neste ramo.

        0
      • Lucas 29 de abril de 2012 at 10:22

        O setor precisa de mais regulamentação, isso é claro.

        0
        • xyz 29 de abril de 2012 at 11:03

          Amigo,
          O brasil precisa urgente de desregulamentação.
          É impressionante como hoje, QUALQUER agente público se acha no direito de editar normas. O brasil virou uma grande palhaçada, a ponto da ANVISA querer regular planos de saúde, serviço para o qual já há outra agência chamada ANS, que no final das contas foi vencida pela ANVISA, que acabou obrigando planos de saúde a trocar as próteses das “dondocas”.
          RESULTADO: recebi carta do plano de saúde aumentando minha mensalidade em 11%.

          Um dos legados mais nefastos deste governo (entre muitos outros) é o excesso de regulamentação a favor de uns setores em detrimento de outros.

          0
          • Thiago A. 29 de abril de 2012 at 11:13

            Lógico

            O pessoal fala de “mais regulamentação” como se o MCMV não fosse uma regulamentação! Mas é óbvio que é.

            Um mínimo de regulamentação é necessário, principalmente relacionado a questões ambientais, questões de saúde, etc.

            Mas parece que brasileiro tem amor por governo grande, regulamentações gigantes depois não sabe porque acorda com o c* doendo ou porque está pagando caro por carro, por m2, etc, etc.

            “Ah mas não é só imposto” é mas nem todos os impostos são diretos.

            E tenha certeza que tem empresa que depende do “cafezinho” pra não fechar as portas. Ah sim, dá pra você protestar, entrar na justiça, MP, e talvez você ganhe daqui a uns 10 anos, ou não.

            Criar dificuldade pra vender facilidade.

            0
          • Lucas 29 de abril de 2012 at 11:16

            Preços astronômicos!
            Prejuízos históricos!
            Entregando “barracos”!
            Construtoras se disolvendo!
            Várias vezes já foi discutido aqui que o Governdo vai acabar socorrendo o setor!
            Tudo precisa de normas.
            Você gostaria de pargar caro por um ap novo e ter que reformar ele todo! tá brincando né!

            0
            • Bolhado 1 de maio de 2012 at 00:49

              O problema não é regulamentação, até porque o Código Civil trata isso com perfeição! O problema é colocar as leis em prática! Primeiro as agencias reguladores e os órgãos executivos são extremamente políticos, segundo que quando agem, daqui que o judiciário vá resolver a pendência provavelmente os litigantes terão morrido! Terceiro que o povo só pensa em futebol!

              0
          • Cleyton 29 de abril de 2012 at 17:09

            O problema não é regulamentar ou desregulamentar, o problema é a seriedade, má regulação é pior que regulação nenhuma.

            Fora o exemplo da Avisa temos inúmeros outros, o Brasil não é um país sério.

            0
      • Piuas 7 de maio de 2012 at 15:09

        é uma piada, mas de mal gosto. eu não estou rindo. na minha opinião a melhor coisa que o governo federal faz é dissolver a câmara, fechar todas as agências, acabar com o Banco Central, com os ministérios e com o senado. Acabar com a presidência e deixar a política ser realmente feita nja Polis, e não na televisão, com propaganda, notícias compradas, pesquisas Ad Hoc e etc…
        O dia que não houver governo federal seremos mais felizes.
        A única forma de haver um governo central que funcione (me desculpem os sociais-democratas de plantão) é a monarquia, por que dessa foirma, apesar de o poder continuar centralizado, ele tem uma cara. A democracia não funciona por dois principais motivos. O primeiro é por que em questões difíceis, onde há divergência de opinião, 50% +1 da população escolhem o que é “certo” enquanto a restante 50% -1 é prejudicada tendo que cumprir uma lei com a qual não concorda. Ditadura da maioria não funciona por que as pessoas não têm escolha, mesmo quando estão potencialmente sendo justas. O outro motivo é que o poder continua centralizado, mas não tem cara, não há de quem cobrar. Rouba-se tudo que passa pelo governo central, mas não se sabe quem. Se houvesse um rei, o culpado seria claro e ele teria sua cabeça cortada. E, pra fechar, quando parcelas da população descobrem que podem votar-se benefício como dinheiro dos outros, sobrevém uma crise fiscal que derruba o estado.
        Democracia é insustentável e os ‘direitos’ que ela visa garantir são ilegítimos e, normalmente, imorais. Direito é apenas o que não podem tirar de você, e não o que devem lhe dar de graça.

        0
    • Neo 29 de abril de 2012 at 14:23

      “Governo Federal tem que intervir logo”

      com todo respeito, o governo já interviu quando criou esse MCMV

      e piorou, e muito

      cada vez que o governo intervere no mercado só cria distorções

      o que antes era regulado por: demanda/oferta/preço

      agora é: “vou nessa senao perco os 23mil” , “essa é sua ultima opotunidade de conseguir esse beneficio”

      cancei de ver gente crente que tinha que aproveitar esse BENEFICIO do governo, inclusive familiares

      agora aproveitem, mas aproveitem bemmmm o beneficio

      pode ser que o governo crie outro beneficio v2.0

      aproveitem esse também!

      0
      • xyz 29 de abril de 2012 at 15:09

        Só cego não vê que, nesse mercado bolhudo que estamos, esse subsídio de 23mil é automaticamente incorporado ao preço.

        0
    • Rui 29 de abril de 2012 at 20:10

      Os precos dos imoveis , do minha casa minha vida, nao estao baixos coisissima nenhuma. Isso e conto de vigario, para enganar trouxa. Se essas tralhas fossem vendidas por metade do preco, a construtora ainda faria uma baita de um lucro.Os imoveis estao sendo vendidos com no minimo,um agio de uns 50%. Agiotagem imobiliaria.Ora bolhas!

      0
  • Noord 29 de abril de 2012 at 08:42

    Meio off topic, mas gostaria de comentar… Ontem ao dizer que pagaria 50-60% do preço bolhudo na casa de um primo meu, ele e a esposa soltaram uma enorme gargalhada na minha cara… Me senti o Peter Schiff pré bolha !!!
    Depois mostro pra eles o contrato, quando comprar depois do PLOC !!!!

    0
    • Leo 29 de abril de 2012 at 11:17

      Nem entra nessa… nao fala mais nada com ninguem. Nao vale a pena. É uma discussao do tipo Religiao ou Futebol.. nao adianta.

      0
    • Alfinete da bolha 29 de abril de 2012 at 15:21

      Uma coisa é certa: não comprarei nenhum apartamento construído entre 2007 e 2012 sem um laudo de segurança estrutural emitido por empresa idônea e independente de construtoras. Sou arquiteto e os absurdos que são vistos em canteiros de obras (não só para moradia, mas de qualquer finalidade) me dão calafrios.

      Haverá sim uma grande desvalorização patrimonial, pessoas perderão dinheiro, perderão seu endereço, perderão sua segurança, perderão sua esperança (a última que morre, mas morre) e isto ocorrerá muito em breve.

      Ainda ontem conversava com uma garota que me contou que sua tia estava desesperada para passar à frente o apartamento que nem chegou a habitar (em São Paulo), pelo alto valor das parcelas causado pelos juros.

      0
  • augusto 29 de abril de 2012 at 09:43

    Triste muito triste o fato de estarem sendo entregues verdadeiras porcarias, justificando o fato de preços baixos nestes imóveis.
    Bem quem sabe assim o povinho que estava se julgando o tal por ter comprado um lar, e louvando o molusco e d. dilma pelo fato, acorda e ve que ainda continua pobre. Os ricos é que estão ganhando cada vez mais com este governozinho, e entregando migalhas a nva classe C (que na realidade é ficção)

    0
    • xyz 29 de abril de 2012 at 10:00

      O aumento real do salário mínimo, a distribuição de esmolas e o vigor do mercado de trabalho estão mascarando a brutal concentração de renda promovida por este governo.

      0
  • DanielBG 29 de abril de 2012 at 09:55

    Realmente, essa afobação generalizada pela aquisição de imóveis gera problemas intermináveis. Fato é que realmente se consolidou na mente do povo brasileiro que comprar imóveis é investimento e equivalente a altas valorizações contínuas. O cenário é preocupante.

    Não me lembro ao certo, mas já comentaram isso: como pode uma pessoa que ganha 20 ou 30 mil reais não poder escolher onde vai morar? Eu não quero me tornar refém de uma sociedade economicamente confusa, de um mercado que está em desconcerto fático. Não quero e nem posso destinar 1/3 da minha renda para morar num cubículo de 80m2 em meio ao pântano, quando, com o meu salário, deveria estar morando numa boa casa em condomínio, com boa área verde, vendo meus filhos brincando com os cachorros!

    A realidade é que o Brasil violou o direito constitucional à moradia e pagará um alto preço por isso, preço maior do que pagou pelos imóveis “bolhudos”!

    =========================================
    This general rush for buying property creates endless problems. It´s really cemented in the minds of the Brazilian people that real estate is an investment and equivalent to continuous high valuations. The scenario is worrying.

    I don´t remember for sure, but someone commented on this: how can a person who has a monthly income of R$ 20k or R$30k not be able to choose where to live? I will not become hostage to an economically confused society, a market that is in bewilderment. It´s not my wish nor my strength allocating one third of my income to live in a cubicle of 80m2 in the middle of a swamp, when – with my salary – should be living in a nice house in a condominium, with good green area, watching my children playing with our dogs!

    The reality is that Brazil violated the constitutional right to habitation and will pay a high price for it, more than was paid for the bubbled properties!

    0
    • Bolhudão 29 de abril de 2012 at 15:27

      Daniel, parabéns pelo comentário. De fato, o Brasil com essa política econômica tresloucada, está violando nosso direito constitucional à moradia, basicamente porque não está nem aí para uma direito fundamental previsto expressamente na Constituição, qual seja, que a propriedade deve cumprir a sua função social. E qual seria a função social de um imóvel residencial? Facilmente podemos responder com aquilo que você disse, ou seja, um preço justo para uma moradia digna. Longe disso o que vemos por aí, onde todos estão preocupados em, no final das contas, “se dar bem”, comprando por x e vendendo por 2x. Definitivamente isso não é função social da propriedade, pra mim isso nada mais é do que uma forma de enriquecimento sem causa, vedado pelo direito, às custas de alguém (claro, pra todo esperto tem que existir um trouxa senão a equação não fecha). O resultado disso tudo já estamos prevendo por aqui.

      0
      • DanielBG 29 de abril de 2012 at 16:49

        Bolhudão, muito bem colocada a questão da função social da propriedade! Um detalhe importante é que a função social, além de ser regulada e dirigida por lei, é auto-ajustável. Em outras palavras, a partir do momento em que o poder público perde o controle da função social, a economia – diante da necessidade natural de equilíbrio – reinicia um novo processo de balanceamento.

        E quando falo em estabilização me refiro sim a uma queda brusca de preço, afinal, o que está desestabilizado necessita retomar o balanço ideal, seja na queda de um dos braços da balança ou elevação do outro (o que sabemos ser mais difícil nesse caso). É possível uma aplicação teórica da proporção Fibonacci, com reduções chegando entre os níveis 50% a 61.8% (crise moderada) ou 62% a 79% (crise profunda). Tal redução, obviamente, não recairá necessariamente sobre o valor total do imóvel, mas sobre a teórica valorização dos últimos 10 anos.
        ==================================
        Bolhudão,
        Your explanation about the social function of property was excellent! An important detail is that the social function in addition to being regulated and directed by law, is self-adjusting. In other words, when the government loses control of the social function, the economy – chasing the natural need for balance – restarts a new process of equilibrium.

        Thus, when I say about balancing I refer to pricing fallback, after all what´s destabilized need regaining the right balance, either in the overthrowing of one arm of the balance or rising up the other one (we know the last case is more puzzling in this matter) . It´s seasonable a theoretical application of Fibonacci ratio, with reductions reaching levels between 50% to 61.8% (moderate crisis) or 62% to 79% (severe crisis). Such reduction, of course, will not necessarily fall over the total value of the property, but over the theoretical value of the last 10 years.

        0
  • Sérgio 29 de abril de 2012 at 10:00

    ========== UM CASO A PENSA =================
    .
    Bolha (principalmente) e demais colegas, não sei se vocês já PERCEBERAM que os jornais de Curitiba, especialmente o GAZETA DO POVO, vem trazendo quase que diariamente alguma notícia sobre a QUESTÃO IMOBILIÁRIA, e não raro, temas muito POLÊMICOS (no mundo jornalístico) sobre a questão.
    .
    Não seria a hora de utilizarmos esse canal, como leitores que somos, para que difundam AINDA MAIS o tema e de forma mais contundete, contando com uma espécie de “assessoria” de nossa parte. Digo, participantes como o próprio BOLHA, o MrK, o Elvis Pfutzenreuter (que anda meio sumido), o Fábio Portela ou outra pessoa relaltivamente gabaritada poderiam intervir junto ao jornal, de forma “meio que oficial” para poder incrementar as notícias com dados fundamentados.
    No Brasil, de forma geral, parece ser o único jornal de uma importante Capital a mostrar os fatos “mais ou menos” às escâncaras.
    Fica aqui a sugestão.
    E isso é um trabalho para o BOLHA.

    0
    • Sérgio 29 de abril de 2012 at 10:00

      PENSAR (faltou o R)

      0
    • Sérgio 29 de abril de 2012 at 10:02

      Inclusive citando o descaso da mídia nacional para com a questão.

      0
    • Edulon 29 de abril de 2012 at 11:26

      Sabe que notei também que a Gazeta do Povo realmente está na Vanguarda dos acontecimentos ( claro, comparando com mídia tracional e não com blogs independentes). É raro ver qualquer jornal dando um pequeno indicativo de bolha imobiliária ou mostrando factualmente tantos problemas neste mercado. Estão de parabéns, pois mesmo que seus anúncios sejam financiados por incorporadoras ainda tem espaço para artigos não elogiosos as companhias.

      0
  • RosinhA 29 de abril de 2012 at 10:04

    Agora sim podemos ligar alguns pontos das quedas das construtoras, como sempre disse os lucros sempre foram enormes, enão entendia a quantidade dos prejuízos, mas com a dificuldade de mão de obra especializada, entraram no mercado profissionais incapacitados e caros, pois haviam cronogramas para cumprir. Resultado obras corridas, feitas de qualquer jeito, e o pior, muito mais onerosas do que elas haviam planejado, este é o primeiro ponto.

    O segundo é ainda pior, gastaram dinheiro que não tinham com pagamentos de multas por seus atrasos, e na entregas estão gastando ainda mais, pois a mão de obra que já era cara e escassa, tem de ser realocada, resultado de uma reação em cadeia, onde cada vez mais o prejuízo para elas será maior. O custo para reparo gira em 30% a mais que construir novo, prejuízo em caixa e situação insustentável para os próximos lancamentos de 12/13, que parecem ser em maiores números.

    Conclusão explica muito bem o motivo de quedas acentuadas, e isso só se falando das que tem capital na bolsa, imaginem as pequenas, não sei qual será a saída para elas pois so este ano tem milhões para serem entregues. Comprar na planta pode ser um pesadelo imenso.

    0
    • Sol de Sampa 29 de abril de 2012 at 12:33

      Rosinha, acho que a queda na bolsa é a responsável hoje, pois não acompanhei os vlrs de ação no lançamento e como se comportaram o ano passado….]não concordo tanto em relação a material e mão de obra mais caro ser responsável pelos prejuízos, isso só faz sentido se a alavancagem foi acima de 100 %, e realmente não sei de onde tirar dados confiaveis. Lembre-se que hoje um padrão médio/alto está em torno de R$ 1,3 k o m2…. e os caras já estavam vendendo muito acima (6 a 7 x esse vlr)….

      Quanto a multas por atraso na entrega, efetivamente isso tem acontecido???
      Pois se for decisão judicial, com certeza vão chegar até o STJ (ou STF) para pagar 0,01 centavos….

      Em relação às devoluções, as construtoras no geral usam um cronograma que tem que se alinhar ao financeiro do empreendimento, e daí devolverem em suaves (parcas) prestações mensais (provavelmente sem correção alguma) e no máximo 70% do que lhes foi pago, o restante relacionam como despesas administrativas….

      Sei lá, acho ainda muito estranho todo o prejuízo…. mas agora acho que em função do que ocorreu com a GAFISA, PDG, ROSSI, MVR contaminou as construtoras que tinham melhores condições… com isso acho que as grandes que estão na bolsa dificilmente sobrevivem a 2012….

      0
      • RosinhA 29 de abril de 2012 at 14:57

        Sol a mão de obra pesou, parei de construir justamente por essa causa, tenho 2 terrenos e valor para construir até o final, o problema é que não tem mão de obra suficiente para isso, e sim o valor aumentou muito mesmo, tem servente querendo ganhar 2/3k, fora que quando constrói de maneira diferente da planejada os gastos são bem maiores e os desperdícios nem se fale, veja os resíduos de qualquer construção hoje, o brasil ainda constrói de forma amadora e sem planejamento, não se preocupam com fatores como clima, problemas com vizinhos ocasionados pela obra, entre outros que oneraram e muito todas as obras, não falo chutando, mas com conhecimento próprio.O oba oba foi grande juntando o que o Anonymous disse, fica perfeito o cenário.

        0
        • Sol de Sampa 29 de abril de 2012 at 23:43

          Rosinha, já consrui e reformei imóveis que morei e hoje não tenho parametro algum para isso… Mas se fosse construir, quanto vc avaliaria o m2. da construção? É para me orientar, e projetar talvez, pois este setor sou completamente leiga, sou boa com projetos e calculos, mas não estou familiarizada com a mão de obra em si…A parte do material é a que menos me preocupa.
          Meus fortes são analise de risco operacional de instituições bancarias, analise financeira e economia em geral, além da física que é meu hobby atual… Estou aposentada, e por motivos de saude vendi minha casa (novinha – 3 anos numa vila novinha) foi quando me liguei novamente nas questões da economia e situação da economia, pois estavva tentando me desligar um pouco e percebi a bolha, fiz a retrospectiva dos 2 ultimos anos, encontrei esse blog e concordei que o melhor para hoje é o aluguel, e, pela primeira vez na vida estou realmente preocupada com futuro, a curto médio e longo prazo. Tudo que conheço da parte financeira pode ainda me resguardar mas, a situação mundial, o avanço da China em várias áreas e setores está me deixando perplexa.. A globalizãção está cobrando um preço muito alto… O capitalismo como um todo está ruindo e realmente estamos ficando sem saida…
          Então, estou começando a avaliar se quero continuar numa metropole, se vou para o campo, se mudo de país (no meu caso Italia) … assim, todo e qualquer conhecimento são muito bem vindas e, principalmente por que 2 cabeças ou mais pensam melhor que uma….

          0
          • RosinhA 30 de abril de 2012 at 12:16

            Sol é complicado dar um conselho pois se perguntar a mesma coisa para 6 pessoas, poderá surgir 6 opiniões diferentes, vou analisar da maneira que eu enxergo:

            Na construção para revendar o preço do m2 pode chegar com os novos custos aumentando 1/1,2k m2 pronto, pois pode variar muito, depende do tamanho, da complexidade tipo é térrea ou sobrado, sai terra, é isolada, será geminada?, fora parâmetros do terreno, pois o mesmo que compra por 70k no interior um 10X30, pode valer 500k aqui, os materiais teriam o mesmo custo talvez a mão de obra não, depende de N fatores se é que me entende.Cuide da mão de obra não só os serviços em si, mas o desperdício, seus cálculo podem ir areia abaixo na chuva KKKKK.

            Quanto ao cenário tb me preocupo como vc, mas de certa forma ainda continuo com a opinião que haverá grande descentralização de mercados, e hoje investir em áreas do campo, depedendo do lugar não acho tão ruim não, pois a perda de ganho que teria no campo, pode se compensar facilmente com qualidade de vida, e isso é muito importante. Quanto Itália não vejo boas previsões, pois o cenário ao redor não anda nada bem, pode ser que mude mas acho difícil em 4/5 anos futuros.

            Quanto ao futuro, procuro entender qual a melhor saída, mas é muito complicada nossa situação atual, temos crédito farto, só notícias de crescimento, mas o mundo anda mal das pernas, não consigo enxegar nossa ilha sem problemas futuros, e até de grandes proporções, agora para onde correr tb não sei, com opiniões agrupadas poderemos obter a melhor saída, mas por enquanto é um tremendo mistério, a maior riquesa está nas mãos de poucas pessoas aqui, e isso da medo.

            0
    • Anonymous 29 de abril de 2012 at 13:06

      Existe uma explicação muito mais simples para a onda de prejuízos: NÃO ESTÁ VENDENDO como previsto e requerido pelo fluxo de caixa. Em outras palavras, não estaá entrando dinheiro como estava previsto. Não deveria ser surpresa para ninguém aqui.

      0
      • Mr.Crowley 29 de abril de 2012 at 21:29

        Kra, eu tro quase seguindo seu conselho e abrindo uma seving acounts nos EUA. Vc sabe me dizer quanto paga pra mandar a grana da banania pros EUA? Thanks.

        0
        • Mr.Crowley 29 de abril de 2012 at 21:31

          savings accounts

          0
        • Leo 29 de abril de 2012 at 22:16

          Farei o mesmo. Só falta sair meu visto..

          0
  • AF 29 de abril de 2012 at 10:07

    140k baixo custo? Que piada. Só se é para quem recebe. Para quem paga tenho certeza que não é.

    Podem crer que seguirá a tendência de queda nas ações desta empresa.

    0
  • Fausto Luiz 29 de abril de 2012 at 10:07

    A História sempre se repete, e o povo não toma vergonha na cara, com uma Justiça lenta, quando que o cliente será indenizado pelos danos? Em qualquer obra de edificação uma vez consolidada, qualquer conserto sempre é oneroso, agravado pelo custo dos imóveis que estão um absurdo, onde o cliente tirará mais recursos? Infelizmente terá que sujeitar-se a morar em “favelas urbanizadas”, posto também, pelo preço do condomínio – Isto é Brasil! Sabedoria é prudência! É hora mais que importante se afastar do mercado imobiliário, investir em “papeis” de renda fixa ou poupança, menos na “bolsa de ações” e esperar o rumo dos acontecimentos nos próximos dois anos. A manchete já demonstra sintoma de algo mais grave junto as empreiteiras, o site “Bolha Imobili.” tem sistematicamente alertado. Até!

    0
    • RosinhA 29 de abril de 2012 at 10:19

      Fausto e todos seguidores, e os corretores que venderam estes imóveiso, prometeram maravilhas, seria o sonho realizado, com maquetes maravilhosas, folders de papéis brilhantes e de qualidade visual que impressionavam, desenhos de áreas comuns com gente alegre, crianças brincando, tudo isso se reflete na hora do sonho da compra, em qualquer justiça de outro lugar no planeta serviria com prova para se devolver por completo o dinheiro corrigido e total.

      Corretores e construtoras estão vendendo sonhos as pessoas, que são anos de trabalho dedicados, suados, e jogados no lixo na simples assinatura de um contrato, todos deveriam pagar inclusive devolvendo sua comissão, pois se tem um pouco de vergonha em suas caras e já sabem agora como são as porcarias que vendem, devem ser honestos e dizerem a verdade ou mudarem de profissão.

      0
  • AF 29 de abril de 2012 at 10:22

    EU já tenho MEDO de CALOTE de comprar na planta hoje.

    Por aqui tem imóveis com UM e DOIS ANOS em lançamento e nada de se ver construção. Tem também casos de empreendimentos que foram entregues e ainda tem tapumes cercando o imóvel. Acho que nunca terminaraão porquanto a construtora faliu!

    E aí vem a dúvida, será que estão EMBOLSANDO o dinheiro de quem compra e vão sumir?

    0
    • RosinhA 29 de abril de 2012 at 10:41

      Talvez 1 bi de prejuízo é muita coisa.

      0
      • RosinhA 29 de abril de 2012 at 10:43

        Segundo uma conta por baixo feita anteriormente cada m2 vendido paga 6m2 da construção estranho não é?

        0
        • Guilherme Eduardo 29 de abril de 2012 at 11:05

          Pelo preço que eles cobram acho que dá mesmo. Se conhece algum engenheiro, pergunte quanto custa construir um prédio, mas só custo de material e o $$ da peãozada. Provavelmente ele vai dizer X, e você de boca aberta vai responder “mas eles pedem 4X”. Isso para caixas de fósforos no fim do mundo.

          0
  • Guilherme Eduardo 29 de abril de 2012 at 10:41

    Na Globo acabou de passar uma propaganda do 8º Feirão da Caixa, que começa agora em maio. Acredito que os leitores desse blog deveriam ir no feirão com as notícias de jornais e tabelas de dados em baixo do braço e sempre oferecer 40 a 60% do preço. E não esqueçam a camiseta com os dizeres:

    CAI FORA CIRILO, NÃO COMPRO BOLHUDO !!! ‘www.bolhaimobiliaria.com

    0
    • Roc 30 de abril de 2012 at 12:36

      Já estou me preparando para o Feirão da Caixa esse fim de semana aqui em BH. Me lembro bem da minha participação no ano passado. O maior estande do feirão era o da Tenda. Sempre que uma compra era concluída, eles tocavam uma buzina e todo o estande batia palmas. Ficamos no estande por cerca de 1:30hs e vimos ‘apertamentos’ de 50m2 por 350.000,00. Nesse interim, sabe quantas vezes ouvimos a buzina e as palmas no estande da Tenda? Mais de 10 vezes.

      A conclusão é certa: O Brasíl é um país de milionários.

      Minha esposa, eu e outros visitantes pobres (aqueles pobres com renda de mais de 15 salários mínimos) tivemos que ficar de fora dessa ‘festa’. Aí me pergunto: Quando é que vem a ressaca?

      0
      • Roc 30 de abril de 2012 at 12:37

        Na verdade ficamos no “feirão” por 1:30hs e não no estande da Tenda. 🙂 Desculpem a falha.

        0
  • Vitor - CWB 29 de abril de 2012 at 10:45

    Video Youtube . MRV – A Hora do Pesadelo

    http://www.youtube.com/watch?v=PyEcnOeA6rA

    0
  • Amadeos de Sampa 29 de abril de 2012 at 11:11

    No meu apto (alugado, contruido na decada de 70) tive ha meses atras, tecnicos de uma operadora de TV/internet a cabo a cabo fazendo o cabeamento ate meu escritorio, que fica no extremo oposto ao ponto de entrada. No trajeto, atravessa uma sala longa e um quarto. Com as devidas caixas para distribuicao nesses comodos. Conseguiram depois de algum esforco, pois em um trecho já havia no conduite outra fiacao de telefone fixo.

    Esse tecnico comentou que tem problema sim quando eh chamado pra instalar em apartamentos recem-construidos. Comentou que as ligacoes sao muito mal feitas: conduites mal posicionados (antes de despejarem o concreto) que dificultam ate a insercao do passa-fio , conduites que ficaram com as extremidades expostas e agora estao cheios de agua/humidade.

    Isso me abriu os olhos. Obra sendo tocada a toque de caixa e com mao de obra sem experiencia. Nao precisa ser genio pra adivinhar o resultado. Me assusta mesmo eh o que os olhos nao veem. Detalhes de acabamento como ilustrados no post eh apenas a ponta do iceberg, ficamos nos perguntado sobre as instalacoes e economias que foram feitas em items de seguranca. Qualidade do concreto, eletrica e hidraulica.

    Predio “velho” tem os famosos problemas, de hidraulica e eletrica, nao estou negando isso. Estou apenas ilustrando a qualidade *falta de, dos predios novos com suas varandas gurme e espacos zen. zen seguranca zen isolamento acustico, zen qualidade e assim vai.

    Abracos a todos e bom feriado!

    0
    • Guilherme Eduardo 29 de abril de 2012 at 11:27

      Mas geralmente os antigos tem problemas hidráulicos e elétricos por que são antigos. Muita tecnologia para construção hoje não existia ou era muito caro 15 anos atrás, por exemplo. O seu último parágrafo ilustra uma inconsistência nesse novos (não são todos, mas em número expressivo, vide youtube e reclameaqui.com) prédios que são cheios de espaços zen, varandas gourmet, clubes, etc, sempre com 20, 30, 40 itens de lazer, mas com menos de um ano de entrega tem problemas de prédio de 50 anos….

      Tem uma reclamação no reclame aqui postado dia 15/04/2012, referente o empreendimento Premium Tamboré, no qual o cara fala que a entrega foi em outubro de 2011, e que os elevadores já estão com problema. O preço? acima de R$ 900 mil.

      É FRIA BINO, CORRE!

      0
      • RosinhA 29 de abril de 2012 at 12:00

        Mas o condomínio quando foi vendido o corretor disse que seria 0,180K mais ou menos para manter todos estes itens, comentei atrás um condomínio de 6 meses e já tem o valor atrasado maior que 1 mês inteiro, a construtora era de remone famoso, e seria um absurdo pensar desta forma, ops talvez esteja esquecendo que eles vão dizer a mesma coisa hoje em algum stand de vendas qualquer.

        Para quem gostar de emoções fortes, ótimo prato cheio, prefiro fazer agora Castelhanos, pois sou eu quem está no controle, não esse tipo de gente.

        0
    • Sol de Sampa 29 de abril de 2012 at 12:53

      Concordo mesmo…. e tenho medo de fazer uma besteira de comprar algo assim, quando os preços forem justos….cho ue vamos ter que ter outro blog pra avaliar ahahhahah

      0
  • GB 29 de abril de 2012 at 11:56

    Não sei se vocês concordam, mas quando um engenheiro de construtora fala que você comprou um apartamento de baivo padrão, vc deveria ter pago uns R$ 50.000,00 nele.

    Material bolhudo, mão de obra bolhuda e inexperiente, atrasos nas entregas, niguém mais acredita em construtoras, mas que elas existem, elas existem.

    0
    • Sol de Sampa 29 de abril de 2012 at 12:45

      mas aí é jogar $$$ fora mesmo, pois 50 k ainda não acho na esquina né.!!!!

      e dá medo até de comprar, seja o que for sem ter um advogado, um arquiteto e um fiscal da prefeitura amigo, pra gaarantir um minimo de segurança….

      0
  • Riodetudo 29 de abril de 2012 at 12:08

    Coloquei no post anterior, pode ser que alguns não tenham visto. Capa da Veja-Rio desta semana:

    Prédio da João Fortes no Recreio (Rio de Janeiro) com 244 apartamentos vendidos e envolvido em caso de grilagem, Tem até o Cacciola, a matéria só mostra falcatrua.

    http:// vejario.abril.com.br/edicao-da-semana/grilagem-terrenos-recreio-683273.shtml

    0
    • TR 29 de abril de 2012 at 13:03

      Impressionante o que se tornou o Recreio, não? Há uns cinco anos pipocaram umas denúncias de que os caras tinham esquema com cartório para esquentar os terrenos de posse. Imagina você comprar um troço bolhudo e não ter nem o direito de ver o preço cair porque o imóvel nunca foi teu!

      0
    • F. Paes 29 de abril de 2012 at 19:41

      Hilariante o comentário da João Fortes: “os proprietários não precisam ficar preocupados”. Eu ia ficar é DESESPERADO. kkkkkkk

      Esse prédio vendeu rapidinho e já tava com preço alto na época (OUT/2010).

      0
      • Riodetudo 29 de abril de 2012 at 19:58

        E a João Fortes sabia uma semana antes de lançar de todos os problemas. A outra empresa, pequenina, cancelou o lançamento do seu prédio.

        Detalhe que, segundo diz a Veja, o dono (Bode) tem nada menos que 1,1 bilhão de dólares e é um dos mais ricos do mundo. Amigo do Cacciola e isso porque essa empresa tem fama de ser uma das mais sérias….

        0
  • TR 29 de abril de 2012 at 12:34

    Outro dia alguém me explicou que os prédios agora não têm mais colunas. O processo de construção é outro, por isso que sobe tão rápido. Muito louco isso. Prédios sem colunas, pé-direito baixo, as paredes são quase de papelão. Acho que é por isso que os imóveis antigos também estão bolhudos apesar de tantos lançamentos.

    0
    • Sol de Sampa 29 de abril de 2012 at 12:50

      é o padrão de bloco estrutural… mas morro de medo de morar num… não sei se esse padrão dura…

      engenheiros de plantão deem uma deixa e esclareçam sobre a segurança desse novo padrão de construção com o passar do tempo….

      0
      • TR 29 de abril de 2012 at 12:59

        Nem adianta perguntar, todos irão garantir que é absolutamente seguro. E até deve ser mesmo… na Suíça. Aqui, cheio de Sergio Naya, Deus nos proteja.

        0
        • Thiago A. 29 de abril de 2012 at 13:08

          Né, é absolutamente seguro se os blocos seguirem as especificações (provável), o projeto foi bem feito (para prédios pequenos acho difícil ter erro, mas já viu né) e se ninguém esquecer que não pode derrubar parede do AP

          Esse último item me preocupa.

          0
          • RosinhA 29 de abril de 2012 at 15:01

            Nem trocar uma tomada de lugar, e o melhor como são vazados e sobrepostos, você não precisará mais da sua vizinha fofoqueira para saber a vida do prédio, pode-se escutar facilmente 2 andares para baixo ou cima a conversa de seus vizinhos.

            0
        • CapEnt 29 de abril de 2012 at 16:10

          Esse modelo de bloco estrutural é técnica velha. Quase todo CDHU/Cohab/Cingapura no Brasil usa desde a década de 70. Mas tem sim construções de alto padrão, mansões principalmente, feito com ele.

          O que me assusta é que esse é um modelo altamente dependente da qualidade do engenheiro, da qualidade do material e da qualificação dos pedreiros. Num modelo de concreto armado ou pré-moldado isso é um pouco compensado de um lado ou do outro. No bloco estrutural, cada caso é um caso.

          0
    • Homeless 29 de abril de 2012 at 13:30

      Eu ainda acho que, num futuro próximo, veremos alguns prédios com 5 anos de idade cheios de trincas e, por que não, alguns desabando. Aqui na terra do Lulla tudo é possível, pudo é permitido, tudo é culpa de imprensa golpista.

      0
  • Dr. Estranho 29 de abril de 2012 at 12:37

    Os antigos conjuntos habitacionais do extinto BNH tinham idêntico padrão, ou seja, cheios de defeitos. É apenas a história, como já disse aqui, cíclica e reinventada, com nome pomposo: MCMV.

    0
    • CapEnt 29 de abril de 2012 at 16:16

      Intervenção estatal na economia sempre tem esse efeito colateral: o comodismo da empresa beneficiada.

      No setor de construção, esse comodismo tem de ser atacado com fiscalização pesada. Mas aqui é Brasil, quem defende intervenção estatal aqui é louco. O governo não consegue fiscalizar nem ele mesmo, como irá fiscalizar empreendimento dos outros?

      0
  • Muca CG Muita Treta 29 de abril de 2012 at 13:19

    Já falei aqui antes e volto a repetir. Recentemente, entrevistei um diretor do Sinduscon-SP e ele assumiu que a maioria dos empreendimentos que começaram a ser construídos até o fim de 2010 serão entregues com problemas estruturais. Ele salientou que a mão de obra na época era muito pouco qualificada e que as obras precisavam ser finalizadas com rapidez. E eu ainda acredito que os condomínios construídos do ano passado para cá não terão qualidade superior. Ou de um ano para outro deu tempo de todo mundo se especializar em construção civil?

    0
    • CapEnt 29 de abril de 2012 at 16:19

      Pra que iriam aumentar a qualidade se o mercado estava garantido pelas sardinhas “comprando para investir”, e por subsidio garantido do MCMV pela Caixa jogando o preço lá no alto dos empreendimento para a classe baixa?

      Quem compra porcaria, porcaria sempre terá.

      0
  • Terra 29 de abril de 2012 at 13:38

    “o apartamento era um ‘quase Cohab’ e que eu não podia esperar acabamento de primeira linha”,
    Só essa frase já resume o a reportagem…q vergonha!

    0
  • leo 29 de abril de 2012 at 13:57

    Comédia, essa Rosinha deve ter aprendido o que significa “K” ontem, agora ao invés de escrever R$180,00 coloca 0,180K! Risos.

    Essa tem segundo grau completo, pode ter certeza!

    0
    • RosinhA 29 de abril de 2012 at 15:13

      Leo um tem que digitar 8 vezes e o outro 6, o blog sobre poesias com letras e concordâncias verbais bonitas fica ao lado, um pouco a frente fica o do Professor Pasquale, eu mesma não me importo nenhum pouco em escrever errado ou não saber fazer contas de juros compostos direito, o que me importa é o conhecimento adquirido por mim que sempre se traduz em $$$$$, e não gosto de perdê-lo facilmente. Meu pai não possui o segundo grau completo e tem 12 imóveis, fora outros ativos, não julgue quem não conheçe só por escrever errado ou por dar uma opinião maluca, já disse isso no outro post é muito pequeno e deselegante.

      0
      • RosinhA 29 de abril de 2012 at 15:17

        Outra Leo estava lendo alguns posts no começo do ano, tinha o SR Ricardo Eng, mais ou menos por essas picuinhas este deixou de escrever coisas muito boas, o cara tem conhecimento mas se encheu o saco dessas bobeirinhas.

        0
        • Ace One 29 de abril de 2012 at 15:40

          Continue a nos prestigiar com seus comentarios Rosinha. Eh isso memo, 80%, melhor, 90% dos que conheco e quem um patrimonio consideravel tb nao tem nem o primeiro grau completo. E fui saber depois na faculdade de Administracao o porque. Muitos dos meus professores tentaram ser empresarios e quebraram. Todos muito bons na teoria, mas tem situacoes que o que manda mesmo eh arregacar as mangas e trabalhar.

          0
          • RosinhA 29 de abril de 2012 at 18:38

            concordo

            0
            • Leno 29 de abril de 2012 at 23:51

              Eu não concordo!

              Vejo muita gente, inclusive eu, criticando o fato do Brasil ter sido governado por um semi-analfabeto, criticam tambem a falta de escolaridade de corretores, investitrouxas etc. Mas quando o semi-analfabeto é “meu pai”, aí a coisa muda né? passa-se da condição depreciativa para valorável.

              Meu pai tem apenas a 8º série e possuí quatro casas. A questão é que na época dele, construir era muito mais fácil. Tinha-se terrenos aos montes; os valores eram baixos; tanto que meu pai comprou dois a um preço equivalente a 1k reais hoje. Tenho orgulho do meu por varias coisas, menos pelo fato dele não ter estudado e ter imóveis. Quero ver quem tem apenas a 6º série conseguir comprar 12 imoveis atualmente.

              0
              • pmoraesm 30 de abril de 2012 at 11:23

                Leno, você está certíssimo. Muito coerente seu comentário.

                0
              • RosinhA 30 de abril de 2012 at 11:52

                Sempre disse que os corretores são incompetentes por não fidelizar, outro ponto é o seguinte o dinheiro que ganham não veio de esforços, planejamentos, ou dedicação (esquentar a cabeça), coisa que venho dizendo a tempo, mudanças irão ocorrer as especulações em geral estão com dias contados, teremos que trabalhar mais para receber o justo.

                Quanto a ter estudo e ter condições para compra é outro problema, enxerguei o boom imobiliário em 2000/2001, talvez por estar a par e inserida já no negócio, oportunidades sempre existem para quem trabalha honestamente, tem dedicação e é esforçado acreditando em suas idéias independente de escolaridade alta ou baixa, o que temos que ter é visão do futuro para isso, e nem todos tem vontade ou essa percepção apurada, independe de condição financeira, ou estudo, agora se por acaso se acomodar atrás na mesa de um escritório pensando só no salário do fim do mês, nem quem ganha 20K conseguirá ter os 12 imóveis, tem que ter algo a mais para isso, o estudo não trará com certeza, mas tem profissões como diretores ou presidentes de um país por exemplo exigem um conhecimento e estudo maiores isso concordo.

                0
        • Anonymous 29 de abril de 2012 at 18:47

          RosinhA,

          O Ricardo Eng, fazia bons comentários pertinenteas à construção civil. Entretanto, parece que ele acredita que instituir uma espécie de segregação dos pobres, seria uma boa maneira de reduzir a violência na Banânia. Muita gente aqui lembrou do Apartheid na Africa do Sul. Eu não acho que isso seja o caminho. A minha solução é muito mais radical – abandonar a Banânia enquanto ainda dá tempo.

          0
          • RosinhA 29 de abril de 2012 at 18:58

            Anonymous não cheguei nesta parte, mas quem iria efetuar os serviços de manutenção e limpeza em sua nova terra?Geralmente estes serviços são prestados pelas pessoas que ele gostaria de segregar, quanto abandonar a Banânia, meu marido mesmo corta nossa grama em casa e no campo, já teríamos vantagem na adptação?, o que acha? 🙂

            Mas o assunto é delicado, aqui sempre tem alguém procurando uma segunda intenção naquilo que se escreve, por isso não vou julgar sem antes saber de como foi colocada a situação.

            0
          • Leno 29 de abril de 2012 at 23:26

            Ele disse isso? vou procurar este tópico.

            0
    • Spina 29 de abril de 2012 at 16:32

      Olha Leo, 0,18K esta tão correto quanto R$180,00 sabe pq?
      Pq o receptor entendeu a mensagem meu amigo.
      Outra coisa, não é o diploma que garante que vc sabe algo. Canso de ver engenheiro sem saber ler a maldita planta hidráulica ou elétrica e sair fazendo cagada.

      0
      • RosinhA 29 de abril de 2012 at 17:06

        Ou médico operando o joelho errado.

        0
    • Bolha Imobiliária 29 de abril de 2012 at 17:19

      Usar 3 e-mails para escrever a mesma coisa, para tentar ofender, acho que não percebi que você se trata da mesma pessoa ? Vergonhoso heim

      0
    • Bananense 1 de maio de 2012 at 13:53

      Ahahah!
      Ótima, Leo! Concordo com vc!
      Esse blog é interessante e muito bom, porém aparece de vez em quando umas figurinhas que inovam ao escrever!! Não devem ser levadas muito a sério…

      0
  • Fausto Luiz 29 de abril de 2012 at 14:08

    Então! A ROSSI vinculou propaganda de venda junto a BAND. no horário do Jonal da Band. Achei estranho, porque só agora? Depois que passei a ser leitor do Bolha Imobiliaria e atencioso do mercado imobiliario, observo muita coincidência com os fatos comentados. Favor comentar. Até!

    0
  • Sem Nome 29 de abril de 2012 at 14:15

    Muito absurdo mesmo. Cento e quarenta mil reais é muito dinheiro para a maioria de nós (Brasileiros), e as construtoras possuem a capacidade de alegar que trata-se de um apartamento de “baixo custo”.

    Como podemos observar, o mercado imobiliário perdeu totalmente o senso / noção do dinheiro. O pior de tudo, é que aqui em São Paulo, conversando com o pessoal na empresa, percebo que ainda tem muita gente caindo neste golpe de comprar um apartamento “popular” por BRL 180 mil, acreditando que o imóvel irá valorizar ainda mais.

    0
    • CapEnt 29 de abril de 2012 at 16:23

      Imóvel de 180K, com “qualidade de Cohab”.

      Se você diz isto para um estrangeiro, que nós consideramos 180k dinheiro de pinga, que isso não compra apartamento nem com “acabamento de primeira linha”, ele ri da nossa cara.

      0
    • Keyser (CE) 1 de maio de 2012 at 08:24

      Mas o apartamento é realmente de baixo custo, mas somente para a construtora. Quando o valor do bem não é mais baseado no custo e no lucro, esse tipo de frase se torna normal. O problema é que o povo aceitou pagar preço de apartamento de primeira linha em apertamento de baixo custo.

      0
      • Hik 1 de maio de 2012 at 22:06

        Só estúpidos aceitaram pagar 150k por qualidade pífia.
        Os que possuem maior discernimento estão aguardando o inevitável, como nós.
        Não sei quanto tempo demorará, pois não concordo com o nosso Profeta e não acho que será tão perto. Mas, no final os incaltos sempre choram enquanto os prudentes sorriem.

        0
  • SPSPJULIANO 29 de abril de 2012 at 14:20

    Olha como um prédio sem vigas (alvenaria estrutural) se comporta num terremoto

    http : // http://www.youtube.com/watch?v=eUo5Stsxo3A&feature=related

    0
    • Ploc 29 de abril de 2012 at 21:50

      dá medo hein. E pelo visto os andares mais altos são os mais afetados. Isso ficar em pé agora se cair os de baixo ficariam massacrado.

      0
  • SPSPJULIANO 29 de abril de 2012 at 14:27

    Pensei em copiar e colar o que escreveram neste forum….

    http://forum.ecivilnet.com/about6109.html

    http://forum.ecivilnet.com/about7471.html

    …mas é melhor que cada um leia por si o conteúdo.

    Diz respeito a construções em alvenaria estrutural.

    Cometários como !Ressaltando, posso garantir a Tecnologia….. Agora depende de quem executou…..! Dão medo.

    Juliano

    0
  • Neo 29 de abril de 2012 at 14:42

    Se o acabamento tá essa gambiarra toda, fico pensando se os predios nao tenham gambiarras na fundação

    Pois além de perder dinheiro veremos muitas vidas ceifadas pelo mcmv

    0
  • Rogerio 29 de abril de 2012 at 14:45

    esse link abaixo está melhor:

    http://img585.imageshack.us/img585/8942/bolha1.jpg

    0
    • Neo 29 de abril de 2012 at 17:24

      kkkkkkkkkk kkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkk kkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkk kkkkkkk kkkkkkk perai kkkkkkkkkk kkkkkkkkk kkkkkkkkk kkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkk kkkkkkkkk

      0
  • Fabiano 29 de abril de 2012 at 14:57

    REPORTAGEM QUE SAIU HOJE NO JORNAL AQUI DE SÃO JOSE DOS CAMPOS ( VALE DO PARAIBA ) A VERDADE COMEÇA A VIR A TONA RS E OS EMPRESARIOS ESTÃO ABRINDO O BICO.

    Venda de veículos sofre com ‘pacote’ de restrições no Vale

    Lojistas reclamam que alarde com redução das taxas não surtiu efeito; excesso de exigências teria comprometido vendas

    Arthur Costa
    São José dos Campos

    Proprietários de revendas de automóveis no Vale do Paraíba reclamam do excesso de exigências dos bancos para que o consumidor obtenha as taxas de financiamento de veículos reduzidas, muitas abaixo de 1% ao mês, anunciadas por boa parte dos bancos neste mês.
    Num primeiro momento, a taxa pode parecer sedutora mas, ao solicitar o crédito para financiamento, o cliente tem esbarrado em requisitos restritivos, como baixo número de parcelas e valor considerável de entrada.
    No Itaú, por exemplo, a taxa mínima de financiamento caiu 8% e chegou a 0,99% ao mês. No entanto, o índice é válido para correntistas há mais de um ano, em compras com 50% de entrada e financiamento em até 24 meses.
    “O valor da entrada é muito alto. As pessoas que nos procuram geralmente não têm esse valor para dar ou querer vender seu carro atual como forma de entrada, o que geralmente não chega a mais que 50% do total”, disse Fábio Lana, vendedor de uma loja de revenda automotiva do Jardim Satélite, zona sul de São José.
    O proprietário de outro estabelecimento de revenda de veículos na região central da cidade, José Sebastião Castro, disse que para ‘eliminar’ o estoque de veículos usados, alguns modelos chegam a ser oferecidos com o preço até 10% abaixo da tabela de veículos.
    “Desde a crise de 2008/09, não nos recuperamos. Hoje, as vendas estão 50% abaixo do que eram”, disse Castro.
    Ele culpa a oferta de crédito do governo pelo momento de vendas em baixa.
    “Quando a economia passou a crescer, o governo reduziu o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) e queimou uma etapa. As pessoas que estavam passando das classes D e E para C financiaram o carro e hoje estão endividadas”, disse Castro, que também é economista.

    Dúvidas. O auxiliar de produção Orlando Nogueira Alves, 31 anos, observava alguns modelos na tarde de quinta-feira.
    Ele disse que ainda não consultou seu banco quanto à queda na taxa de financiamento, mas que buscaria ajuda.
    “Quando houve a redução do IPI há uns dois anos, quase comprei um carro ‘zero’, mas por algumas situações de saúde na família tive que adiar meus planos. Tomara que essa queda seja parecida”, disse.

    Beneficiados. A Proteste (Associação dos Consumidores) divulgou uma pesquisa na última semana na qual constatou que as novas taxas de financiamento de automóveis oferecidas pelos bancos não atingem a todos os públicos.
    Para comprovar as novas taxas, a associação simulou o financiamento de um Gol GV 1.0 Flex 4p 2011 zero quilômetro em 24 vezes nos cinco bancos que anunciaram corte na taxa de juros.
    A simulação revelou que, em alguns casos, o financiamento ficou mais caro que no período pré-corte nos juros.
    No Bradesco, a taxa mínima de 0,97% só é válida se o cliente der entrada de 50% do valor do carro e fizer o parcelamento em, no máximo, seis meses.

    0
    • Thiago A. 29 de abril de 2012 at 15:03

      “der entrada de 50% do valor do carro e fizer o parcelamento em, no máximo, seis meses.”

      Mas está certíssimo!

      Pois se no financiamento imobiliário os juros são cruéis, no financiamento de carro são duplamente cruéis!

      Quem financia o carro em 60x não se pergunta quanto vai estar valendo o carro no fim do financiamento?!

      Ah os vendedores não estão conseguindo vender?! Abaixa o preço que consegue

      0
    • Neo 29 de abril de 2012 at 15:09

      Tá ai mais uma prova, o governo baixou os juros e ficou PIOR.

      0
      • CapEnt 29 de abril de 2012 at 16:30

        O mercado acendeu a luz vermelha quando viu os juros baixando drasticamente sem aumento proporcional da taxa de poupança pelo povo ou de investimento pelo governo.

        E os bancos privados, forçados pelo governo mas com medo da inadimplência, baixaram o juros mas incrementaram as regras para conceder financiamento, aumentando os juros para o pessoal que não se enquadra nas novas regras, restringindo o crédito ainda mais.

        O efeito disso vai ser desaquecer o mercado ainda mais rapidamente, não reduzir a velocidade da queda.

        0
  • aiwww 29 de abril de 2012 at 15:14

    Mais um final de semana e completando 10 meses desde quando comecei a contar os anúncios na região da Tijuca – RJ. Há 10 meses eram 2100 anúncios e estamos chegando a 3200 !!!

    0
    • F. Paes 29 de abril de 2012 at 17:12

      Isso realmente é que assusta. Acho que não existem muitos prédios em construção nesse bairro.

      0
      • SF 30 de abril de 2012 at 11:48

        é verdade, não existem mesmo, só poucos lançamentos.
        Um deles resolvi dar uma olhada pq recebi um email da Basimóvel do lançamento Bora Bora Tijuca, e o preço parece piada, tive que dar risada na cara do corretor, 3 quartos, suíte, 83m² a incríveis 850k, se isso não é preço bolhudo, se não existe bolha, então tem muita gente ganhando bem pra pagar um apertamento desse, detalhe, só tem 5 unidades disponíveis.
        Tijuca, um bairro de classe média, cercado por favelas e uma “gaiola” de 83m² a 850 mil….é brincadeira!!!!

        0
        • aiwww 30 de abril de 2012 at 16:29

          Essas “últimas unidades” estão disponíveis há mais de 12 meses. Eu mesmo liguei para a construtora ano passado.

          0
  • Ploc Monsters 29 de abril de 2012 at 15:24

    Direto do ML:

    Ford Fiesta Fiesta 1.6 Flex

    R$ 30.500

    Prezado amigo, boa tarde. Venho lhe oferecer uma excelente oportunidade de negocio. Tenho 2 apartamentos em FACE de CONSTRUÇÃO na região de Diadema/Centro-SP. O primeiro eu já paguei R$ 52.000,00 e esta avaliado em R$ 220.000,00 – 52 metros quadrados – Entrega para 06/2013 O segundo eu já paguei R$ 73.000,00 e esta avaliado em R$ 290.000,00 – 66 metros quadrados – Entrega para 06/2014 Os dos apartamentos tem uma valorização de 1% ao mês. A proposta seria a seguinte, aceitaria seu carro como parte do pagamento e caso tenha algum valor a recompor, estaríamos negociando este valor. Fico no aguardo para melhores detalhes

    kkkkkk

    0
    • Spina 29 de abril de 2012 at 16:35

      Vai oferecer algo?
      Fiquei curioso agora, huahuahua

      0
      • GB 29 de abril de 2012 at 16:50

        Com esses preços, o mero repasse 0800 (“Di grátis”) já seria um negócio arriscado.

        0
    • CapEnt 29 de abril de 2012 at 16:40

      É.

      O apartamento tem uma FACE bem grande na frente, sempre sorrindo da cara de todos que compraram.

      O nível do negociante propondo esse “excelente negócio” fica bem evidente com o português dele. Nem eu, que estou de ressaca e com dor de cabeça hoje, soltaria uma dessa.

      0
    • GB 29 de abril de 2012 at 16:46

      52 m²: “Corri negadis que e frias !!!!”

      Eu quero trocar meu carro, mas fico com medo de anunciar e ser assediado por milhares de proprietários com seus micos encalhados na planta, dá até medo.

      0
    • GB 29 de abril de 2012 at 16:48

      “Os dos apartamentos tem uma valorização de 1% ao mês.”, kkkkkkkkkkkkkk, kkkkkkkkkkkkkkkkkk, kkkkkkkkkkkkkkkk, . . . , se é tão bom assim, por que ele quer trocar por carro, algo que desvaloriza rápido e todo mundo sabe que não é um bom investimento ?

      0
    • Bolha Imobiliária 29 de abril de 2012 at 17:15

      Se a valorização é certa, eu não venderia o ap para comprar o carro…hahaha

      0
    • Bolha Imobiliária 29 de abril de 2012 at 20:31

      Veja isto

      http://apartamentocristorei.com/

      Sera que e desespero também ?

      0
      • RosinhA 29 de abril de 2012 at 20:48

        Sei não, qual preço de mercado de um ap deste nível aí?

        Outra pergunta Bolha sempre ia semestralmente a Pinhais devido a negócios, como ficou tudo online faz uns 3 anos que não vou a Curitiba, os parque Tingui, Tanguá, continuam bem tratados, quero dizer com água limpa, com plantas bem cuidadas, a Operá de Arame, passava horas meditando e olhando as maravilhosas carpas na passarela, sua cidade ainda continua bela como eu tenho na memória?

        0
        • Ace One 29 de abril de 2012 at 21:12

          A cidade continua bonita e organizada. O problema é que todos os assaltantes do Sul do pais tambem tao achando e resolveram se mudar pra ca. Hoje se vc ficar horas olhando as carpas, vai ser assaltada uma vez e vai ter pelo menos mais uma tentativa.

          0
          • RosinhA 29 de abril de 2012 at 21:25

            Infelizmente perguntei pois me disseram isso, e gostaria de saber mais opiniões, lembrei-me tb da faculdade de madeira com passarelas redondas não lembro o nome mas como gosto muito de construção, design e diferentes arquiteturas gostei muito.

            Tomara que não roubem as carpas para comerem tb, e que demorem para chegar na serras do sul, bento, gramado, canela, etc, costumamos ir pelo menos a cada 2 anos, infelizmente nosso país precisa de reformas urgentes e em todas as áreas.:cry:

            0
        • Bolha Imobiliária 29 de abril de 2012 at 23:39

          Olha, cuidado até está, mas a violencia aumentou demais. Está uma zona esta cidade

          0
      • Ace One 29 de abril de 2012 at 21:09

        Nao sei o que vc quis dizer, se eh com relacao ao cidadao fazer um site pra tentar vender, ou se acha q o preço esta bom. Mas acredito que nao vale isso. A sala me parece mt pequena, tem um wc minusculo, vagas de garagem bem apertadas, moveis, muito cafonas (como q maioria dos apartamentos com mais de 05 anos).

        Da uma falsa sensaçao de um preço honesto, devido a loucurada que temos visto nos ultimos tempos. E esses 159m2 com certeza nao sao area util, deve estar somada ate a area da guarita.

        0
      • Guilherme Eduardo 29 de abril de 2012 at 22:51

        Eu achei que era de imobiliária, mas na verdade o cara criou um site para 01 apartamento! Já não basta os jornais escritos, o OLX, o ZAPP, as imobiliárias, etc. A idéia é até boa, mas se pensarmos no motivo que levou a criar-se um site (com bastantes detalhes) para vender, vem a imagem do Mussum falando “corri negadis!!!”

        0
      • Sem Nome 29 de abril de 2012 at 23:04

        O preço está um absurdo, considerando que em Curitiba (não sei porquê), os apartamentos são vendidos pela área total (e não pela área útil como no resto do país). Este apartamento deve ter uns 90 m2 de área útil.

        0
    • Manuela 30 de abril de 2012 at 12:26

      Vou contar uma história que se passou comigo e meu noivo:

      Estávamos procurando uma casa para comprar no interior de SP e encontramos uma que nos agradava por 220 mil.

      Como tínhamos 200 mil para pagar a vista fizemos a proposta e a proprietária falou que não tinha jeito, queria os 220 mesmo. Meu noivo então propôs dar o veículo dele, avaliado em 25 mil para suprir a diferença sem tirar nada do preço, ou seja nos propusemos a pagar 225 mil e ela respondeu:

      – Façam assim, vocês vendem o carro por 25 mil e me dão os 220 mil, assim economizam 5 mil.

      Acabamos deixando de lado o negócio porque na mesma época conhecemos o blog e vimos que tinha algo muito errado no mercado. Agora, quase 8 meses depois recebemos um e-mail da proprietária aceitando aquele preço que pedimos e até o carro, mas meu noivo respondeu:

      – Sinto muito mas já vendi o carro, por 27.500, e agora só ofereço 150 mil pelo seu imóvel!

      Vocês acreditam no que aconteceu? Ela respondeu que vai considerar nossa proposta.

      0
      • Bolha Imobiliária 30 de abril de 2012 at 13:02

        Muito bom !!

        0
      • RosinhA 30 de abril de 2012 at 15:52

        Manuela não é sinal dos tempos, é final dos tempos, e cuidado com a bolha do casamento é muito mais assustadora do que a imobiliária, vai ver quando for casar os espertalhões de plantão.

        0
        • Bolha Imobiliária 30 de abril de 2012 at 15:56

          Alguem lembra do comunicado que fiz no blog quando me casei ?…tem um resuminho la, do que passei…

          0
          • RosinhA 30 de abril de 2012 at 16:21

            Bolha coloca aí, deve ter sido legal, todo mundo que casa passa por isso, acho absurdo pagar 50k por flores que custam R$ 10,00 a tonelada no Ceasa, ou pagar 2k em bem casados que vendem por R$ 5,00 a dúzia, ou 30k por uma banda, que toca na balada a noite em um barzinho por R$ 150,00 toda a noite, não sei mas deve ser por aí, brasileiro precisa aprender que nem todo mundo mais é idiota, as margens tem que diminuirem, quem ainda não percebeu isso vai quebrar a cara.

            0
            • Leonardo 1 de maio de 2012 at 02:45

              Também “preciso” desse comunicado. Me passa, aqui ou via e-mail (está no comentário)

              0
  • GB 29 de abril de 2012 at 16:57

    Piada de corretor:

    Uma moça estava andando pela rua quando de repente aparece um sapo e fala para ela:

    – Oi linda, eu sou um corretor de imóveis transformado em um sapo por uma bruxa que não gostou do preço que eu queria cobrar por um apê, mas se você me der um beijo eu volto a ser o que eu era e me caso com você.

    Aí ela pegou o sapo, colocou na bolsa e continuou andando.

    O sapo fez novamente a proposta:

    – Olha, se você me der um beijo, eu volto a ser corretor e me caso com você.

    Ela nem ligou, passado um tempo o sapo começou a ficar irritado e perguntou:

    – Pôxa, eu já falei, é só me dar um beijo, por que você não faz isso ?

    – É que eu ganho muito mais dinheiro com um sapo falante que com um marido corretor.

    0
  • F. Paes 29 de abril de 2012 at 17:43

    Li um comentário de um colega dizendo que o padrão do blog caiu muito e realmente comprovo. Antes tinha vergonha de escrever qq coisa aqui e acabar falando alguma besteira, já que a grande maioria citava autores e teorias econômicas, demonstrando um conhecimento que eu não tinha. Mas ultimamente isso aqui está parecendo mais um muro de lamentações, pessoas trollando com corretores (achando que isso vai diminuir preço de imóveis), gente que ganha R$ 3 mil/mês e acha que vai morar na Zn. Sul do Rio, gente chutando data pra ocorrer “a catástrofe” sem nenhum embasamento real.
    Já expressei minha opinião e só volto a escrever pq acabo de passar por um stand CHEIO de gente, de um empreendimento comercial chamado Absolutto Business, na Av. das Américas (Recreio). Não sei se foi hj ou ontem que ocorreu o lançamento, mas repito: o stand tava cheio. Detalhes que são salas comerciais a partir de 19m2, com preço inicial de R$ 150 mil. No outdoor dizia que podia-se adquirir salas de 19m2 até lajes corporativas de 800m2. Não estou vendo isso que as pessoas falam aqui que NINGUÉM compra nada. O que vem me assustando é justamente o fato dos preços estarem muito, mas muito altos e o povo continuar comprando. Ia tirar uma foto do stand, mas tava dirigindo e não tinha como parar. Tenho 2 fotos que também tirei de um prédio entregue em janeiro/fevereiro desse ano com BASTANTE gente morando (se compraram, roubaram, alugaram, invadiram, não sei), mas tão lá. Como faço para inserir fotos no blog???? (sou meio burro nesse mundo virtual).
    Antes que venham os debochados de plantão, já aviso: não sou corretor e nem o tal de Cirilo!! Sou servidor público e me interesso pelo assunto justamente por ter adquirido um apto pouco antes desse boom de preços e querer saber que atitude tomar para tirar melhor proveito da situação.
    Minha crença é a de que não haverá uma queda brusca de preços, mas sim uma estagnação ou até mesmo uma pequena queda, um ajuste, em ALGUNS bairros (digo isso em grandes metrópoles, casos de cidadezinhas não tenho a mínima ideia do que vem ocorrendo e as possíveis consequências). Mais alguém aqui crê nisso, ou todos são a favor do “fim do mundo”??? rsss abs

    0
    • Alfinete da bolha 29 de abril de 2012 at 17:50

      O que você viu foi um stand cheio. Mas cheio de que tipo de gente? Compradores? Curiosos? Vendedores? Familiares de corretores fazendo número? Você chegou a conversar com alguém?

      0
      • F. Paes 29 de abril de 2012 at 17:55

        Bem, tinham diversas mesas, com muitas pessoas, muitos carros estacionados, pessoas vendo as maquetes. Foi montado um stand gigantesco. Realmente a impressão que tive era de pessoas vendo o empreendimento. Não era cheio de pessoas do lado de fora, em pé de braços cruzados; mas sim de pessoas sentadas nas mesas, vendo as maquetes, etc.

        0
      • F. Paes 29 de abril de 2012 at 18:04

        Tb não entrei, amigo. Só passei em frente. Estava dirigindo e passei pelo stand.

        0
      • aiwww 29 de abril de 2012 at 18:50

        Me perdoe contrariá-lo, mas se o senhor está falando mesmo da cidade do Rio de Janeiro, convido-o a andar pelos shoppings Cittá América e Downtown. Há salas comerciais fechadas e várias lojas disponíveis desde a construção há anos. Se o senhor pegar a Linha Amarela, verificará que há centenas de apartamentos entregues e vazios (vide Arena Park). Se o senhor pegar a rua São Francisco Xavier na Tijuca, há um prédio inteiro (lado direito) depois do Hospital Badin entregue há meses e COMPLETAMENTE VAZIO. Se o senhor abrir o jornal encontrará anúncios de MESES do Atrium (rua Bom Pastor). Eu poderia citar aqui MAIS DE UMA DEZENA de empreendimentos lançados HÁ MESES e encalhados. Também vi um Stand lotado de carros e pessoas naquele prédio da Rossi de frente para a favela da Mangueira e logo depois penduraram uma faixa de 100% vendido, mas se encontra dezenas de anúncios nos jornais. O pior cego é aquele que não quer ver. Sugiro que compare o número de anúncios semana a semana e depois forneça sua opinião. Abraço

        0
        • F. Paes 29 de abril de 2012 at 19:06

          Sim. Mas eu já disse em um outro post: não me assusta subir o número de imóveis a venda na Barra e no Recreio. A Barra hoje está englobando Curicica, Taquara, Realengo, Cpo Grande, Saturno, etc. O Recreio (onde moro) tem um prédio sendo construído a cada 100m. Na Veja-Rio dessa semana saiu uma reportagem sobre confusão judicial nos terrenos do bairro, sendo dito que das 202 construções de empreendimentos na capital do Rio, 127 estão no Recreio. MAIS DE 50%. Isso aqui é um canteiro de obra, prédios subindo a cada 100m. Realmente a preocupação é ter mais apto vendendo na Tijuca que no Recreio. Mais apto sendo vendido em Copacabana que na Freguesia (Jpa) onde tb é construção pra todo lado. acredito em queda de preços justamente nesses bairros com muita oferta, sendo que não constrói-se imóveis novos. Esse Arena Park é um mico, o Pier da Barra, é um mico. Isso eu não discordo. Mas tem outros que venderam, pelo menos é o q eu vejo, e tenho foto de um deles pra comprovar. Como faço pra postar aqui??? Citta América é um mico desde a sua inauguração, bem antes dessa maluquice de preços de imóveis. O que salvava ali – Hard Rock Cafe – já se mandou. O que segura o movimento nele hj é a Vale do Rio Doce que se instalou lá dentro. Qualquer lançamento em Leblon/Ipanema/Lagoa é vendido 100% na hora, com preços absurdos e na entrega vc vê os aptos TODOS ocupados…

          0
        • F. Paes 29 de abril de 2012 at 19:10

          E por favor, pode contrariar à vontade. Gosto de debate…

          0
          • aiwww 30 de abril de 2012 at 16:35

            🙂 ok… estou aqui debatendo há muitos meses… já perdi a conta… acompanho o mercado diariamente há 2 anos … há 6 meses eu parei de procurar e agora estou esperando a copa e as olimpíadas passarem para ver o que vai acontecer … abraço

            0
    • TR 29 de abril de 2012 at 18:19

      F. Paes, sou novo aqui no blog, já encontrei ele assim e gostei. O enorme volume de comentários torna natural que haja espaço para comentários inteligentes, brincalhões e até mesmo trollagem, normal, não fique chateado, filtre os que te interessam e continue participando!

      Qualquer mercado é uma guerra entre comprados e vendidos. Os vendidos precisam acreditar que os preços cairão, do contrário, deveriam estar comprados. Aqui somos um bando de vendidos rs e esse é o único lugar onde temos voz, onde podemos argumentar e buscar evidencias que fortaleçam nossas convicções. Os comprados são os grandes investidores, os grupos de mídia, as construtoras. No meio disso tudo ainda tem os incautos, podemos arrebanhar alguns deles aqui.

      Em relação ao lançamento, bom, costuma ter um coquetel gratuito e têm tido também sorteio de tvs para quem vai visitar… pode ser gente comprando, mas uma boa parte pode ser turista também.

      Abs,

      0
      • F. Paes 29 de abril de 2012 at 18:29

        Sim, amigo. Vc tem razão. O debate é sadio e é com ele que se aprende. Não sou dono da verdade e não gosto de pessoas que se acham assim. Idéias opostas tem que ser estudadas e avaliadas, justamente por isso participo do blog. Quanto ao coquetel é verdade(rss): dava pra ver garçons andando pelo stand, que me impressionou pelo tamanho: uma maquete gigante e uma estrutura onde vê-se que foi gasto um bom dinheiro pela construtora (Queiroz Galvão). Como nós sabemos que brasileiro não perde uma boca-livre, com certeza tinha gente lá só pro comes-e-bebes. kkkk Mas tava cheio sim. Abraço.

        0
        • Irene 29 de abril de 2012 at 19:01

          venho aqui também por gostar muito dos comentários sei ,que não tenho pratica alguma,mas vou falar oque puder ,para ajudar falarei da minha cidade e região .Que está uma loucura,agora inventaram um tal de yuni com 33 andares,que tem de tudo ate serviço de aparte hotel,mas e um prédio residencial ,com lavanderia e até concierge kkk,em santos só temos 2 franquias,e uma nem bem está que o rabibis.a outra MC Donald.fico pensando como pode dizem que está vendendo tudo ,e como será pela manhã?o porteiro biling ,vai parar o transito na praia pra sair 400 carros?desculpa se saiu algo errado no post,é que até a internet e meio lenta.

          0
        • Rodrigo 29 de abril de 2012 at 19:40

          Realmente o Recreio tem mudado muito, tenho um apartamento lá que alugo por temporada, só no quarteirão minha rua subiram 2 prédios além das 3 casas que derrubaram na frente e mais 1 atrás, tudo isso em menos de 1 ano, parece um canteiro de obras, dia 21 será inaugurado o BRT.

          0
          • F. Paes 29 de abril de 2012 at 20:11

            Pois é, amigo. E esses prédios iguais ao que eu moro (3 andares) sobem muuuuuito rápido. Só na MINHA RUA estão sendo construídos 4 prédios. Um que iniciou a obra em set ou out do ano passado já tá com gente morando. Dá até medo de entrar e ele cair! rsss Os prédios sobem muito rápido.

            0
            • Rodrigo 29 de abril de 2012 at 20:51

              Será que é meu vizinho?! Qual a rua? ahah mundo pequeno!

              0
              • F. Paes 29 de abril de 2012 at 22:34

                Moro na Gustavo Corção.

                0
    • Terra 29 de abril de 2012 at 19:31

      Concordo amigo F. Paes trollar corretor e vir aqui no blog comentar o que fez parece coisa de desocupado e brincadeira de criança….enfim a maioria do pessoal agrega muitas informações importantes e de diversas regiões do Brasil, vamos continuar trazendo informações que ajudem todos.

      0
      • GB 29 de abril de 2012 at 19:43

        Trollar corretores é o que há de mais divertido nesses ultimos tempos, logo isso vai ser proibido pelo governo.

        Quem fala que não gosta são os corretores amargurados, eles deviam tentar vender mais e ficar menos tempo lendo blogs que dizem a verdade e eles sabem que não vão gostar.

        Eles são culpados pelos preços altos, os proprietários ficam maravilhados em saber que eles vão tentar “vender” por preços absurdos, a maioria avalia com base em boatos e pelo preço que eles ouviram que um outro está pedindo + 20%, se estão se ferrando agora e se sentindo desnecessários, paciência, abusaram, deviam saber que não iam ficar por cima da carne seca eternamente.

        0
    • Riodetudo 29 de abril de 2012 at 20:56

      Numa boa, acho que você encontrou um “oasis”. A maioria dos prédios que eu vejo na Barra, Recreio e até na Zona Sul, principalmente, Botafogo, estão desertos. Acredito que você tenha visto um prédio cheio ou um stand com pessoas mas 90% encontram-se no abandono, você mesmo mencionou alguns. Prédios antigos (de dez, vinte, cinquenta anos) é ooooutra história.

      0
    • CHARLES 29 de abril de 2012 at 21:59

      Prezado colega

      Não consegui ler seu post até o fim por ser demasiado cansativo.

      Porém, saiba que você contribuiu com mais uma asneira no blog, o que faz cair sua qualidade.

      Entende como a qualidade do blog cai justamente por causa de gente como você?

      0
      • F. Paes 29 de abril de 2012 at 22:33

        Pra quem não tem o hábito da leitura quaisquer 10 linhas tornam-se um suplício.

        Voltarei apenas a ler o blog, sem expressar mais minha opinião.

        Se eu te falar que uma cobertura no Leblon vai estar custando R$ 75 mil reais depois da “catástrofe” a gnt pode ser amigo?

        Apesar de vc ser muito mal educado, te desejo uma boa noite. Que venha o fim do mundo!

        PS: Desculpe o excesso de palavras.

        0
        • Crixus 30 de abril de 2012 at 01:31

          Prezado f.paes
          Quando diz que o blog caiu a qualidade, concordo. Muitas pessoas que postavam embasadas parecem ter abandonado o blog
          Quanto a sua opinião, concordo… Moro em Jacarepaguá e de fato nao vejo o fim do mundo. Ainda achaque o rio de janeiro êh um caso a parte nessA loucura. O rio vem tendo altos precos nao só por conta da bolha, que se limita a alguns bairros (creio que boa parte da zona sul nao tem bolha, já que os compradores quente buscam a zona sul são empresários milionários, e pessoas de posses acima da classe b.
          Em alguns Barros haverá melhora de estrutura alem de alguma especulacao como Brts e metro. Em outros êh pura especulação.
          Quanto aos bairros bolhudos, temo que enquanto o rj for a menina dos olhos do mundo nesse oba oba despropositado (recebendo investimentos), a bolha terá ar para inflar. Por conta diss, acho que se ao houver quebradeira na construção civil, ou uma forte crise, somente após as olimpíadas veremos correção nos vários disparates, como vila da Penha por 350k ou iraja por 220k, ou recreio por 500k ou 700k (este bairro de fato deveria ter tido uma valorização bacana, por conta da melhoria do brt, porém o que vemos êh especulação e um brt nao justificaria isso)
          Um absurdo no Brasil melhorias estruturais prometidas pro futuro, que chegam com atraso de anos,justifiquem aumento de precos, mas nao podemos esconder, que de fato, a bolha nao veio do nada, e em alguns bairros a queda nao será tão vertiginosa.
          nao sou corretor e acho que aqui muito tucano viuvo do fhc pro meu gosto além de achar q tem mta gente com visão rasa do governo atual. Nao defendo Pt e abomino boa parte de sua política, principalmente econômica, mas tem gente aqui q faz de diabo o lula e a dilma como se fossem os anticristos que vieram para pilhar e destruir… Sejamos razoáveis por favor

          0
        • Charles 30 de abril de 2012 at 13:43

          Fará um bem tremendo ao blog, apenas ler e não escrever.

          Amém, vá com Deus!

          0
          • Cleyton 30 de abril de 2012 at 13:46

            Hahaha, apoiado! Quem não ajuda que não atrapalhe.

            0
          • F. Paes 30 de abril de 2012 at 14:11

            Preços estão altos? Sim, muito. Vão cair 90%? Na minha opinião, não.

            Blog é um debate, com idéias opostas, onde cada um expõe suas experiências pessoais

            Vc tb faz parte dos “ricos” do blog que ganham R$ 3 mil por mês e acha que pode escolher onde vai morar, né? Reze muito, amigo! Deus é grande.

            12/06 tá chegando… O mundo vai se acabar.

            Desculpe o “longo” texto.

            Meu último post, eu juro.

            0
            • Charles 30 de abril de 2012 at 19:14

              Chegar no blog desqualificando-o não é nada educado, Então pense no que escreve antes de me chamar de mal educado.

              Outro ponto importante destacar é que você disse, em um de seus argumentos, que antes lia-se posts com terias economicas interessantes e que não as vê mais por aqui.

              Veja bem, apesar de ter lido tantas boas teorias, vir aqui escrever esse monte de merda como você fez, seria preferivel que continuasse sendo apenas espectador e nos poupasse de ler suas baboseiras.

              Então, por favor, fica quietinho ai tá!

              0
              • Bananense 2 de maio de 2012 at 09:01

                Charles, vc é realmente muito escroto. Vc é babaca demais! Deixa o rapaz expressar a opinião dele. Ele não agrediu ninguém e foi educado no post. Já vc é realmente escroto como muita gente nesse país de bosta que se acham os tais mas na verdade não tem ideia do que realmente eh riqueza. Vc vai ser mais um daqueles idiotas que, quando a bolha estourar, vai ficar com medo ou vai estar descapitalizado e não vai aproveitar as oportunidades que surgirão. Vc eh um merda! Um chupador.
                Fui longo no meu post? Ou dessa vez vc não teve preguiça de ler?
                Charles, vc está parecendo até a piranha desocupada da RosinhA que só aparece aqui para encher o saco sem acrescentar nada de bom!
                Seu puto!

                0
    • pmoraesm 29 de abril de 2012 at 22:46

      F.Paes, com a popularização do assunto é normal que surjam mais comentários de toda natureza. Cabe a cada um escolher o que levar em consideração e o que ignorar.

      0
    • RPL 30 de abril de 2012 at 01:36

      F.

      Quanto a estandes cheios, normalmente acontece quando os corretores mandam mala direta, oferecendo brinde a quem visita…

      Já vi brindes do tipo:
      Pen Drive.
      1 Garrafa de Johnny Walker,
      etc…

      Ou seja, com esse expediente, os caras conseguem atrair um monte de gente…

      0
    • Leandro 30 de abril de 2012 at 10:27

      Colega,
      Também participo do blog praticamente desde sua criação. No primeiro ano participei bastante. Atualmente praticamente só leio (quase todos os dias), participando muito pouco.
      O fato do nível cair me parece que está relacionado à quantidade de pessoas que hoje participam. Realmente não tenho mais paciência para ler todos os comentários (o blog cresceu muito).
      De qualquer forma, sempre é válido trazermos nossas experiências e impressões pessoais.
      Concordo com você que o mercado não está de todo parado. Imóveis continuam sendo vendidos por preços bolhudos.
      Apesar de falar sobre o assunto há mais de dois anos e bater o pé sobre a existência da bolha, isso não impediu que meu pai comprasse recentemente um aPERtamento a preço bolhudo.
      Tenho um amigo que colocou seu apartamento de 100m2 em Águas Claras/DF à venda há cerca de 3 meses. Segundo me falou, essa semana deve fechar a venda ao preço bolhudíssimo de 500mil reais (apartamento bem reformado).
      Por outro lado, na rua em que moro, há 3 casas à venda há mais de um ano(na faixa de 1,5 a 2,5 milhões) e que não vendem de jeito nenhum.
      Em uma cidade satélite aqui de Brasília em que ando muito, vejo vários anúncios de venda de casas e apartamentos. E meses se vão e continuo vendo os mesmo anúncios.
      Conclusão minha: vendas continuam acontecendo, mas em ritmo bem menor.
      Continuo acreditando na BOLHA.
      Abraço.

      0
    • Leonardo 1 de maio de 2012 at 02:55

      1) O Rio de Janeiro é um caso a parte, por causa das Olimpíadas. Mas a coisa estoura antes. Londres é exemplo vivo disso, vivendo uma recessão brava as vésperas de uma Olimpíada depois da farra das especulações. E olha que Londres sempre foi muito mais estruturada, inclusive arquitetonicamente.

      2) Imóveis comerciais são um ramo em falta em SP e no Rio até hoje, em muitos bairros. E é de uma burrice ímpar o nosso não-planejamento urbano que concentra a maioria dos prédios comerciais em espaços extremamente confinados, que dificultam o transporte e a infra estrutura a diminuem exponencialmente a competitividade das cidades. Exemplo disso é Sâo Paulo, com sua concentração desumana de espaços comerciais do centro velho à Berrini e à Marginal Pinheiros, passando pela Av. Paulista. Isso faz o paulistano gastar EM MÉDIA 2:45 horas/dia no trânsito. E isso com rodízio, restrição de caminhões, proposta de pedágio urbano, 800 milhões de promessas de expansão do Metrô (que quando é inaugurado, já está sobrecarregado, tamanho o atraso)

      No Rio é a mesma coisa, só mudam os endereços. Enquanto os governos não planejarem políticas de desconcentração urbana (e não tábuas de salvação para as construtoras) nossas cidades continuarão insustentáveis, nossos imóveis continuarão caros e ruins e nosso desenvolvimento econômico continuará manco, para poucos e sem acompanhar qualidade de vida.

      0
  • Etmso 29 de abril de 2012 at 18:51

    Vou responder aqui um questionamento sobre a viabilidade do pre-sal.

    A PB trabalha com o barril de petróleo na casa dos 40 usd para viabilizar o pre-sal, questionem a viabilidade do pre-sal quando o barril estiver abaixo deste valor.

    Santos e Rio de Janeiro, sofreram/pagaram muito com a chegada dos milhares de profissionais ligados ao petróleo.

    0
    • Anonymous 29 de abril de 2012 at 20:49

      Esqueceu um detalhe. A teconologia para extrair petróleo na profundidade do pré-sal ainda não foi testada e pode nem sequer funcionar. Essa viabilidade econômica está contando com uma tecnologia que ainda não existe.

      0
      • Etmso 29 de abril de 2012 at 21:29

        A tecnologia para explorar o pré sal é a mesma, o que não se sabe é como os materiais/tecnologia vão se comportar no terreno de densidade/composição/pressão do pré-sal. Talvez necessite fazer alterações e adequações, com o preço do barril nas alturas, o gasto em pesquisa para isto se faz jus.

        Mas com o fim das reservas conhecidas, a tendência é que o barril de petroleo se estabilize a um preço superior a 100 usd, hoje a OPEP controla a oferta e consequentemente o preço do petroleo, e cada dia mais esta organização tem interesse em manter o preço no teto, otimizando suas receitas.

        As reservas brasilerias no pré sal são estimadas em 80 bilhões de barris, com o reço a 100 usd/barril, façam as contas.

        Estamos falando de um recurso finito, que esta acabando, que a sociedade mundial é totalmente dependente, a produção de veículo a combustão bate records ano a ano, e um veículo vendido hoje tem vida útil de 20 anos. No Brasil nada se vê em relação a construção de ferróvias, hidrovias, etc, o consumo de um caminhão pode chegar a 2km/L de Diesel.

        Não se há noticia de nenhuma substância na terra com melhor relação volume/preço/poder calorifico do que os derivados de Petroleo. Quando acharem uma substancia que custe 2,80 o litro e que com 10 litros você coloque numa CG 125 e vá de São Paulo a Curitiba, considere inviavel o pré-sal.

        0
        • Rico 30 de abril de 2012 at 12:22

          Etmso, as reservas internacionais estão hoje em 5 trilhões de barris. Para se ter uma idéia do que isso significa, até hoje desde o descobrimento do petróleo no final do século XIX, foram estraídos 1 trilhão de barris.

          Já trabalhei na petrobrás e falo com conhecimento de causa, a tecnologia existe e já está se extraindo petróleo. Mas é cara sim, só vale a pena acima do barril a 100 dólares.

          0
          • Rico 30 de abril de 2012 at 12:22

            *extraídos

            0
        • Rico 30 de abril de 2012 at 12:24

          Para se ter uma idéia da diferença de custo, uma extração de petróleo em terra firme não custa mais que 10 dólares o barril.

          0
        • Rico 30 de abril de 2012 at 12:25

          Não esqueça também na reserva do mar cáspio, na Rússia, que ninguém se aventura a mexer direito, pois há muita oferta de petróleo lá e o preço do barril iria ao chão.

          0
          • Etmso 30 de abril de 2012 at 13:39

            Rico,

            Concordo, existe muito petroleo para queimar, mas o consumo vegetativo cresce a cada ano. E esta organização do setor, controlando a oferta, deve permancer por uns bons anos. O petroleo é o calcanhar de achiles dos EUAs, economia que se recupera, um mercado de 13 trilhoes de usd alcolatra por petroleo.

            O EUA é um Leão, os países produtores de petroleo são os tratadores, o petroleo é a carne, dinheiro no circo é casa cheia vendo o Leão bravo rugindo, e só dar pouca comida, e aos poucos…

            Eu fico impressionado com as bizarrices feitas pelos países do Oriente Médio, nego jogando areia na água, fazendo ilhas, brincando de casinhas na água, cravejando de diamantes ferraris, coisas bizarras. São países que não produzem uma lata de cerveja, apenas extraem olho crú e vendem e importam tudo que precisam. Agora se o Brasil jogar este óleo para cima, beneficiar, com a mentalidade de distribuição de renda a merda que vai dar.

            Os resultados nas bolsas das construtoras, estão ruins, pq 2010 bombou demais, estava num ritmo alucinante, mas pega o balanço destas construtoras e veja, eles estão com os bolsos cheios.

            O governo descobriu o macete do PIB, vejam 2010, o PIB bombou puxado pela construção que também bombou, a construção puxa 30.000 itens, que giram toda a economia, o governo vai fazer o que for para manter o setor vivo, girando, seja por obra de infra estrutura, privada, abaixando os juros, vai fazer o que for para deixar o Brasil no caminho da Espanha, um país com uma puta infra-estrutura mas com um povo endividado, quando isto vai acontecer? Eu não sei…para mim tem muita lenha para queimar.

            0
            • FRK 30 de abril de 2012 at 20:32

              Então…sei não heim…

              Ao mesmo tempo que parece ter muita lenha pra queimar, nossas reservas são boa parte capital estrangeiro investido aqui por conta dos altos juros. Nossa poupança é baixa e já foi uma grana do FGTS pra financiar o boom imobiliário.

              0
            • Rico 1 de maio de 2012 at 21:44

              Etmso:

              Bahren e cia são paraísos fiscais. Não passa de um puteiro para os árabes e uma grande lavanderia de dinheiro para o resto do mundo.

              Não se impressione se fizerem um cristo redentor abraçado com a estátua da liberdade.

              0
      • klaus 29 de abril de 2012 at 22:53

        Anonymous, a tecnologia do pré-sal já foi testada e funciona desde 2008, na industria do petróleo o nome reserva é dado apenas para o volume de óleo que pode ser extraído com economicidade garantida, quando se fala em reserva do pré-sal significa que aquele é o volume de petróleo que pode ser extraído de forma economicamente viável. abs

        0
      • PBR 29 de abril de 2012 at 23:40

        Vou repetir aqui o post que escrevi no tópico anterior, acrescido de algumas notícias para esclarecer de vez que o pré-sal é sim viável e vai dar muito $$$$. Quem vai levar, aí a história já é outra.

        Colegas bolhudos, concordo com vocês que o Etsmo foi contagiado pelos delírios lulistas de grandeza. Além do governo, poucas pessoas (eu incluso, pois trabalho na perfuração de poços) vão ganhar dinheiro com o pré-sal. Concordo também com o comentário do Carlos que e a maioria das pessoas que a PETROBRAS contrata se espalham pelo Brasil nas diversas frentes operacionais, ficando uma pequena parte no RJ.

        Alguns posts atrás, o Jack fez uma colocação muito boa afirmando que o que define o tratamento que os frequentadores do blog dão para quem posta (considerar o comentário válido ou usar a lata de Baygon) é a capacidade de formular argumentos com informações fidedignas. Pois bem, ao ler as respostas ao comentário do Etsmo, que afirmou que toda a riqueza gerada pelo desenvolvimento da indústria do petróleo no Brasil vai se concentrar no RJ, observei que a maioria dos argumentos se baseou em questionar se este desenvolvimento (baseado na extração de petróleo do pré-sal) vai de fato ocorrer. Dá para entender que, após ter sido o principal tema da campanha eleitoral, a viabilidade do pré-sal tenha caído em descrédito. Afinal, quantas vezes prometeram saúde, segurança e educação e depois apresentaram só a banana? Com a gerenta promotendo riquezas e riquezas, era de esperar mesmo que todos deixassem de acerditar, ao ponto de mesmo as pessoas bem informadas que frequentam o blog verem mais futuro na empresa do Eca Batista, que produz 1 (Hum) poço de petróleo do que no pré-sal.

        Eu vivencio o dia a dia da perfuração de poços e acompanho os resultados do início da produção no pré-sal. Sim, os custos são altos se comparados a poços e sistemas de produção em águas mais rasas, mas os volumes são gigantes… só o campo de lula (eu preferia quando chamva Tupi) tem de 5 a 8 B de barris. Além do mais, a produtividade dos poços é altíssima, um sistema de produção fica topado com um número baixo de poços, o que aumenta bastante o VPL do projeto. Tem uns links abaixo com notícias que comprovam o que estou dizendo:

        “http://economia.estadao.com.br/noticias/negocios+geral,petrobras-producao-no-pre-sal-atinge-129-mil-barris,85583,0.htm

        A produção estava em 130K bpd em setembro do ano passado, o que equivale a aprox. 5% da produção nacional.

        “http://ne10.uol.com.br/canal/cotidiano/economia/noticia/2012/04/10/producao-na-area-do-presal-recua-225_porcento-em-fevereiro-336795.php

        Nessa outra notícia, embora seja de cunho negativo, observe o seguinte trecho:

        “Dos nove poços produtores de reservatórios do pré-sal, seis estão entre os 30 com maior produção total em barris de óleo equivalente. No campo de Lula, três dos quatro poços atualmente produzindo figuram na lista dos 30 maiores produtores.”

        “http://economia.estadao.com.br/noticias/economia,dificuldades-desaceleram-planos-ambiciosos-da-petrobras-no-pre-sal,95763,0.htm

        Observe o trecho:

        “Apesar desses problemas, a AIE projeta crescimento de 900 mil barris por dia entre 2010 e 2016 para os campos de Guará, Lula, Parque das Baleias e Baleia Azul, o que dá suporte para a estimativa de crescimento da produção no Brasil de 1 milhão de barris por dia no período.”

        Viu Anonymous, a AIE (os gringos que tudo sabem), dão suporte as estimativas de aumento de produção.

        Enfim, espero que este testemunho ajude a esclarecer de vez que, mesmo tendo sido usado e abusado pelos petralhas como arma populista de arrebanhamento de eleitorado, o pré-sal é sim uma grande fonte de riqueza, ou alguém realmente acredita que a PETROBRAS iria investir bilhões e bilhões de doletas em um projeto furado? Se não estivermos conscientes disso, essa riqueza vai ser levada, seja pelos petralhas, seja pelos estrangeiros. E o zé-povão vai ganhar dinheiro com o pré-sal? Claro que não, afinal da parte do governo o zé-povão ganha só as migalhas, como sempre. Vai ganhar dinheiro o governo e quem trabalha no ramo, pois a indústria petrolífera é muito lucrativa, mesmo no Brasil, e o maior testemunho disso é a própria PETROBRAS, que sobreviveu a todos os (des)governos desse país e todas as crises do petróleo.

        0
        • Anonymous 30 de abril de 2012 at 04:28

          PBR,

          Na minha opinião, o pré-sal vai ter o mesmo destino do bio-diesel de mamona – vai resultar em perda de tempo e dinheiro. Lembre que SE existir, o petróleo está 3 vezes mais profundo do que a perfuração que resultou no maior desatre ambiental no golfo do México.

          0
          • Anonymous 30 de abril de 2012 at 04:31

            … ou alguém realmente acredita que a PETROBRAS iria investir bilhões e bilhões de doletas em um projeto furado? …

            Eu acredito.

            0
            • PBR 1 de maio de 2012 at 01:40

              Anonymous,

              Depois destes dois comentários, sendo o primeiro simplesmente idiota e o segundo infantil, ambos desprovidos de qualquer fonte ou mesmo lógica, não me resta outra alternativa a não ser concluir que teu caso de fato é de síndrome do vira-latas.

              Eu não acredito que o brasil seja um país sério, mas tu tem um rancor de tudo que é brasileiro que beira o fanatismo e , como disse muito bem o peterson, todo fanatismo é burro. Tu parece um Major Quaresma às avessas. Vou lembrar de ti sempre que eu estalar o chicote no lombo dos gringos que estão sob minha supervisão.

              0
              • Rico 1 de maio de 2012 at 21:46

                O negócio que dá mais dinheiro no mundo é empresa de petróleo. A segunda coisa é empresa de petróleo mal administrada.

                0
        • xangai 30 de abril de 2012 at 09:41

          PBR..
          uma participacao como a sua eh sempre bem vinda … alguem que parece ser mesmo “inside” … e que nao esta “contaminado pelos delirios lulistas”.
          minha carteira de acoes ( a de longo prazo ) tem muito de petrobras, e nao faco contas no mes/mes , estao la para os proximos anos ( talvez 10 ou mais ). petroleo eh commodity de ver verdade ( minha crenca ) …

          mas para o assunto do blog em questao !?!?

          vc mencionou que o nosso colega etmso/bertz/ricardo ( construtor) esta mesmo “contaminado pelos delirios” ja que essa riqueza eminente nao gerara empregos em massa no RJ ou qq outro lugar ( nao tenho duvida nenhuma sobre isso )

          mas.. para ajudar a discussao ( e ver se o etmso se liga ! ) onde estariam e em que “quantidade” os novos empregos seriam gerados ?!?!?

          especulacao em Santos ( por exemplo ) eh semelhante !! ::: “pre-sal” / petrobras gerando milhares de empregos !?!??!

          no meu ponto de vista a petrobras ( como qq outra ) ja esta bem provida de empregados em todos os niveis , e para manter lucros para o mundo ver, precisaria apenas de empregos na operacao e nao mais inundar outros escaloes ?!!?

          0
          • Etmso 30 de abril de 2012 at 10:21

            Para cada um bilhão investido é uma pirâmide o histograma de pessoas relacionadas diretamente;

            Na obra:
            4.000 no operacional
            400 no tático
            40 no estratégico

            Duração aproximada de 2 a 5 anos.

            O operacional fica no campo, local do investimento em si;
            O tático fica parte no campo, local de investimento parte na sede;
            O estratégico fica integralmente na sede com visitas ao campo.

            Isto para uma obra/projeto de engenharia industrial. Depois da unidade (fábrica, navio, plataforma, refinaria, porto, etc) pronta a operação dela fica:

            Pronto:
            400 na operação
            40 no tático
            4 no estratégico

            Duração, acima de 10, 20 anos

            0
          • PBR 1 de maio de 2012 at 01:25

            Olá Xangai, obrigado pela consideração.

            Gostaria de ter mais informações para contribuir com algo relevante sobre a influência do petróleo no mercado imobiliário, porém não conheço muito a estrutura da petrobras para poder trazer informações precisas de onde ela vai alocar sua MO. Somente posso contribuir com os seguintes pontos isolados:

            – Eu mesmo sou baseado em Santos mas moro no sul, vou lá uma vez por mês e pernoito num hotel.
            – As companhias de serviço estão fazendo suas bases em Macaé, até pq é de lá e da ZS do Rio que saem os voos que atendem as plataformas (mesmo as da bacia de santos). Ouvi que daqui há um tempo as operações em Jacarepaguá também serão transferidas para Macaé.
            – A petrobras já está completando seus quadros, ou seja, daqui para frente ela não deve contribuir para inchar nenhum dos lugares onde ela opera.

            Quanto à especulação em Santos, eu acredito que a ida da petrobras para lá é um fator que já esgotou (realmente foi uma batelada de gente para lá quanto foi implantada a unidade de Santos) e repetir isso é o mesmo que repetir qlqr outro mantra de corretor (déficit habitacional, copa do mundo, etc, etc…)

            0
    • JIBS 30 de abril de 2012 at 10:27

      estmo,

      1) a estimativa de 40 usd / barril fico já muito velha. Essa estimativa é pelo menos de 2006-07 Hoje deveriamos estimar um custo entre 60-80 usd barril

      2) a fortaleça, capacidade e autonomia da pbr para fazer um projeto desta envergadura, porem teledirigido desde Planalto é uma grandissima incerteça. Por isso a propria pbr cai em bolsa vs suas concorrentes

      3) o ciclo das commodities se esta esgotando, por muito que nos interesse que continue. Tem que olhar a china, nao os dados oficiais mas os reflexos reais (pelo exemplo no aço/ferro: cade as receitas da Vale no utlimo trimestre? e as alertas da BHP Billington?…)

      4) e o meio ambiente post vazamento da BP no golfo de mexico e as fisurinhas no brasil? O brasil carece de estrategia e de politica neste assunto, mas vai ter que implementar, pelo que o custo vai ser ainda maior e o risco das petroleiras enorme ,vista a multa para Chevron. Que eles vao fazer? “go and rush…” e como no brasil isso nao da pois petrobras é a operadora…tem que olhar alternativas: Presal africano bombando….e as grandes do upstream reposicionandose lá e nao aqui

      0
      • JIBS 30 de abril de 2012 at 20:25

        mais um aviso de que o bicho vai pegar nas commodities…

        http://www.businessinsider.com/caterpillar-on-china-2012-4

        0
      • PBR 1 de maio de 2012 at 02:33

        JIBS,

        Muito pertinentes seus comentários.

        1) Realmente, a última cotação que eu ouvi como mínima para desenvolvimento do pré-sal foi de USS 60,00 (ano passado).

        2) Concordo que foi a mão do governo que derrubou as ações da pbr, principalmente depois de nacionalizar a construção de sondas e fazer a cessão onerosa, onde ele tirou dinheiro vivo da companhia em troca de reservas que provavelmente seriam dela depois de qlqr jeito (até hoje eu acho q isso foi p/ fechar o caixa pós-eleição).

        3) Vou pesquisar para me informar.

        4) Aqui eu discordo de ti, até onde sei o lado africano do pré-sal existe só em teoria e enquanto não sair óleo do poço continua sendo teoria. Se as grandes do upstream estão mesmo indo pra lá é para dominar o que eventualmente for encontrado, já que aqui está tudo dominado (pelo PT). E quanto à questão ambiental, os grandes acidentes (como o do golfo do méxico) e mesmo este acidente da Chevron ocorrem simplesmente porque se coloca o lucro na frente da segurança. Ter um operador estatal é uma vantagem neste ponto, visto que os órgãos ambientais e reguladores tem mais influência que os acionistas.

        0
  • Felipe33 29 de abril de 2012 at 19:54

    Pessoal,
    Mais um indício de que as familias estão muito endividadas:

    “Inadimplência em condomínios cresceu em 2011, diz Secovi
    Sindicato ressalta que atraso no pagamento tem consequências mais sérias do que se imagina

    Rio – A taxa de inadimplência em 2011 para os condomínios residenciais, na comparação com o ano anterior subiu de 9,1% para 9,8%, informou o Sindicato da Habitação do Rio de Janeiro (Secovi Rio) no Panorama do Mercado Imobiliário. Em relação à impontualidade – quando o atraso no pagamento vai até 30 dias -, o índice teve registrou alta de 8,8% no ano passado frente a 7,6% em 2010.”
    Fonte: Jornal O dia
    http://odia.ig.com.br/portal/imoveis/inadimpl%C3%AAncia-em-condom%C3%ADnios-cresceu-em-2011-diz-secovi-1.432511

    Abraços a todos.

    0
    • Felipe33 29 de abril de 2012 at 20:05

      Aos advogados de plantão………

      Se um morador ficar X meses sem pagar o condomínio, o que acontece?
      Ele pode ser obrigado a vender o imóvel para pagar a dívida (caso seja o proprietário)?
      Alguém sabe informar, quanto tempo os condominios aguardam antes de acionar o morador?

      0
      • Paulo Rocha 29 de abril de 2012 at 20:22

        Uma outro pergunta interessante, não é possível para o condomínio por o nome dos caloteiros no serasa? Isso não seria uma maneira de forçar-los a pagar?

        0
        • Rico 30 de abril de 2012 at 12:27

          O condomínio pode pedir a posse do apartamento para pagamento da dívida.

          Na família 2 apartamentos foram comprados assim.

          Mas o processo demora e muito.

          0
      • Dr. Estranho 29 de abril de 2012 at 20:39

        É chamada de obrigação “Propter Rem”. Na obrigação “Propter Rem”, a prestação não deriva da vontade do devedor, mas sim de sua mera condição de titular do direito real. Portanto, o bem satisfaz a obrigação caso o devedor não a cumpra como o caso do condomínio e IPTU. Claro que antes deve-se mover a competente ação de cobrança. Infelizmente poucos são os administradores de condomínio que se preocupam com isso. Resumindo: não pagou condomínio e IPTU, o juízo competente pode decidir pela alienação forçada do bem. Mas apresento uma decisão curiosa aqui no Rio: um juiz decidiu que um imóvel determinado imóvel, inadimplente de condomínio, passasse para propriedade do próprio condomínio, mas na condição de uso fruto da devedora, pois tratava-se de uma senhora com mais de 80 anos. Uma decisão apenas social, mas que não é a regra. Quanto ao IPTU, se for o único bem imóvel da família, dificilmente um juiz forçaria alienação apenas para satisfazer o erário.

        Ajudou? Não? Mas pelo menos tentei. Abraços.

        0
      • Ploc 29 de abril de 2012 at 21:36

        Não sei de imóvel financiado mas no prédio onde meus pais moram um dos proprietários teve decretado pelo juiz o leilão do imovel devido a divida de 3 anos sem pagar condominio. O interessante que o valor da dado pelo avalidador judicial era 1/3 do valor de praticado pelo mercado.
        Ao saber desta decisão o mesmo deu um jeito de pagar sua divida rapidinho antes do leilão.
        Ou seja, parece que funciona sim. Depois desta ninguem mas atrasou condominio. Claro que não compensa para 2 meses de atraso.

        0
        • Dr. Estranho 29 de abril de 2012 at 21:56

          No caso do imóvel financiado, o devedor é o agente financeiro(o que detém o direito real). A ação de cobrança é contra este.

          0
    • Ploc 29 de abril de 2012 at 22:30

      Acabei de ver uma reportage na Globo News Painel com William Waack debatendo com:
      GUSTAVO LOYOLA – Presidente BC (governo FHC)
      SIMAO DAVID SILBER – Economista / USP
      ROBERTO LUIZ TROSTER – Economista e Consultor
      http://globotv.globo.com/globo-news/globo-news-painel/t/todos-os-videos/v/disputa-entre-governo-e-bancos-pela-taxa-de-juros-pode-fragilizar-economia-brasileira/1925002/
      http://globotv.globo.com/globo-news/globo-news-painel/t/todos-os-videos/v/decisao-do-governo-de-pressionar-a-reducao-da-taxa-de-juros-divide-opinioes-no-brasil/1925003/

      Pontos interessantes que ja forma discutidos aqui:

      “A estratégia do governo é estimular o crescimento pelo consumo. A experiencia internacional disso é bem rica e mostra que não dá certo. Termina mal”
      “Nós brasileiros somos parecidos com os americanos no sentido que somos gastões. A diferença é que os americanos são gastoes ricos e nós somos gastões pobres.”
      “Teto de crescimento para este ano em torno de 3%. Não adianta fazer grande expansao de crédito mais. Pode brigar com banqueiros. Pode fazer o que bem entender. No curto prazo não temos resultados. Os ganhos de produtividade são pequenos. Como a gente ficou 20 anos sem fazer reforma não vai ser da noit para dio que nós vamos voltar a crescer. Eu acho que vai cair a ficha e que vamos ter um crescimento modesto e a gente vai ficar para tras”
      “Aventa-se ter que voltar a subir os juros ano que vem.”

      PLOC.

      0
  • Anonymous 29 de abril de 2012 at 20:13

    Segue uma comparação entre o estado mais rico em PIB/Capita da Banânia com um estado similar nos EUA.

    De acordo com o SEADE (Sistema Estadual de Análise de Dados), o PIB/Capita de SP é da ordem de 26 mil Reais – dado de 2009, mas o mais recente que o SEADE produziu ou disponibilizou no website.

    “http://www.seade.gov.br/produtos/pibmun/tab_2009.htm”

    Hoje esse valor equivale a cerca de 14 mil Dólares. Segundo o seguinte website, NÃO existe um estado Americano tão pobre assim.

    “http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_U.S._states_by_GDP”

    Até Porto Rico, que é um estado associado aos EUA possui em PIB/Capita maior. Também não seria justo comparar com um estado de PIB/Capita semelhante, mas PIB nominal muito diferente. Entre os estados Americanos com PIB nominal no mínimo a metade do PIB de SP, o estado de menor valor PIB/Capita é o estado de Michigan, cujo valor é cerca de TRES VEZES o valor do PIB/Capita de SP.

    Escolhendo a regiaão metropolitana de Ann Arbor, evitando Detroit pois está decadente acompanhando a decadência da indústria automobilística. O primeiro dado importante é o preço mediando de residências. Segundo o Zillow, esse valor é 174 mil dólares ou cerca de 330 mil Reais.

    “http://www.zillow.com/local-info/MI-Ann-Arbor-Metro-home-value/r_394332/”

    Seguem alguns exemplo de imóveis entre 175 mil Dólares e 200 mil Dólares, portanto um pouco acima do valor mediano para a região.

    Apartamento, 280 mil Reais, 2 dormitórios, 1.5 banheiros
    “http://www.zillow.com/homedetails/1933-Lindsay-Ln-Ann-Arbor-MI-48104/2120319740_zpid/”

    Terreno residencial 55 mil m2, $ 330 mil Reais (6 mil Reais a cada 1000 m2)
    “http://www.zillow.com/homedetails/0-Scio-Church-Scio-MI-48103/2119884247_zpid/”

    Terreno residencial 18 mil m2, com projeto para 20 apartamentos, 330 mil Reais
    “http://www.zillow.com/homedetails/0-Hideaway-Ln-Ann-Arbor-MI-48105/2120319768_zpid/”

    Casa, 3 dormitórios, 2.5 banheiros, terreno de 1000 m2, 360 mil Reais
    “http://www.zillow.com/homedetails/3251-La-Salle-Dr-Ann-Arbor-MI-48108/24722803_zpid/”

    Casa, 3 dormitórios, 2.5 banheiros, terreno de 650 m2, 350 mil Reais
    “http://www.zillow.com/homedetails/725-Madison-Pl-Ann-Arbor-MI-48103/24701816_zpid/”

    Para ter uma idéia do que os japoneses pensavam quando estavam no auge da bolha e quase ninguém conseguia perceber, segue texto sobre o palacio imperial de Tokio.

    “http://en.wikipedia.org/wiki/Tokyo_Imperial_Palace”

    The total area including the gardens is 3.41 square kilometres (1.32 sq mi). During the height of the 1980s Japanese property bubble, the palace grounds were valued by some as more than the value of all the real estate in the state of California.

    A área total, incluindo os jardins é 3,41 quilômetros quadrados (1,32 sq mi). Durante o auge da bolha imobiliária japonesa anos 1980, os jardins do palácio foram avaliados por alguns como mais do que o valor de todos os imóveis no estado da Califórnia.

    EXISTE BOLHA IMOBILIÁRIA NA BANÂNIA OU NÃO? OS PREÇOS VÃO CAIR DEVAGAR COMO ALGUNS AQUI IMAGINAM?

    Portanto, essa estória que já li várias vezes, inclusive aqui no BLOG, de comparar a cidade do Rio de Janeiro ou a cidade de São Paulo com New York, é uma comparação digna para entrar no Manual do Perfeito Idiota Latino Americano.

    “http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/389342”

    0
    • Leo 29 de abril de 2012 at 21:36

      Boa! 🙂

      0
    • Ace One 29 de abril de 2012 at 22:35

      Legal esse Zillow. Tem graficos com a variaçao dos preços desde 2003.

      0
    • Sérgio 29 de abril de 2012 at 23:09

      Melhor garimpeiro do blog: ótima postagem!

      0
    • Guilherme Eduardo 29 de abril de 2012 at 23:19

      Eu estava comentando isso com minha sogra hoje: Ela falou de um apartamento na planta de 50 e poucos metros quadrados aqui em Osasco/SP que estão estão pedindo 200k, e que vai valorizar. Eu perguntei quanto ele valeria em 2013, ela falou 240, perguntei 2014 ela falou 269, perguntei 2015 ela engasgou. Falei que seria R$ 300 mil, ela concordou. Aí o bicho pegou. Falei que depois de entregue, uma pessoa teria que dar R$ 100 mil de entrada e financiar 200k, isso daria aprox R$ 2.000 de parcela, renda necessária de pelo menos R$ 6 mil. Perguntei para ela se alguém que com R$ 100 mil para dar de entrada com renda de R$ 6.000 compraria ali. Ela ficou sem respostas….. Muitos ainda acreditam na valorização eterna, mas se a renda não acompanhar, mesmo com juros zero não dá para o público alvo comprar. O jeito é cair o preço.

      0
    • Etmso 30 de abril de 2012 at 01:37

      Excelente pesquisa.

      Quando eu quis falar que o valor do imóvel gira em função do PIB não quis dizer que tão somente.

      O imóvel é uma junção de PIB/GEOGRAFIA/CREDITO.

      E outra, você tem que comparar PIBs altos entre cidades de focadas em SERVIÇOS.

      O preço de m2 da cidade de Franca é um dos mais baratos do Brasil, no entanto esta no estado mais rico do país, entretanto a geografia da cidade é plana, ampla, faz com que a construção se desenvolva em abundância, não fazendo tanta diferença morar no bairro X ou Y. Agora em uma cidade igual São Paulo trabalhar na Av. Paulista e morar no Jardins ou em Itaquera faz a maior diferença, daí nasce a demanda com poder de compra vs. a oferta restrita, subindo o preço.

      Você está pegando uma cidade do interior do estado de Nova York e comparando com um bairro entupido de escritórios em São Paulo.

      0
      • Anonymous 30 de abril de 2012 at 14:56

        Ann Arbor não é uma cidade do interior de New York. Como já disse, comparar qualquer cidade de SP (o estado mais rico da Banânia) com qualquer cidade de New York é capítulo para uma nova edição do livro “Manual do Perfeito Idiota Latino Americano”.

        0
        • So observando... 1 de maio de 2012 at 18:27

          Conheco Ann Arbor, a qualidade de vida la eh infinitamente maior a qualquer cidade que visitei no Br.
          Sobre a AFS tive a chance de ir pra la recentemente. e digo, ta decadas na frente do brasil. tem toda a infra estrutura. confesso que tinha preconceito quando soube que a africa sediaria a copa de 2010. depois de conhecer, vi que eh um pais estruturado, e com toda a infra que nem sampa sonha em ter.
          corrupcao e ineficiencia existem aos montes, mais muito menos uqe na banania…
          acho q a copa nao sai! nao da!
          nesse fim de semana em guarulhos vi um monte de baldes espalhados pelo saguao pra conter os vazamentos causados pela chuva que caia!
          esteiras quebradas, escadas-rolantes desligadas, uma confusao impossivel! imagina na copa?

          0
          • Anonymous 1 de maio de 2012 at 22:09

            Eu considerei o PIB/Capita e com isso já estou considerando a RENDA das pessoas. Também tive a preocupação de escolher um estado Americano com PIB semelhante – veja post anterior. A verdade, que é difícil de aceitar, é que a Banânia perde em TUDO.

            0
            • Cleyton 1 de maio de 2012 at 23:40

              Opa, pera aí, e o carnaval? E sobre poder tomar uma cerveja a qualquer hora do dia e sem precisar comer nada nem ser enxotado do bar? E sobre não ficar preso sem um bom motivo? Sobre não ter medo de prisão perpétua porque o juiz não foi com a tua cara? E sobre poder buzinar pro outro motorista sem ter medo de levar um tiro de um cidadão comum? E sobre negros, brancos e pardos curtirem a noite na mesma balada?

              Em termos de liberdade e respeito pelos direitos que talvez nem tenhamos é que não troco a terra do coco por nada!

              0
    • Júlio Cesar 30 de abril de 2012 at 02:32

      Anonymous, ao olhar essas casas por estes preços sendo vendidas nos EUA, dá vontade de sentar e chorar. Para quem não viu ainda, saiba que são cenas fortes.

      0
      • Anonymous 30 de abril de 2012 at 04:37

        Essas casas estão sendo vendidas para pessoas que tem uma RENDA média cerca de 2.5 VEZES a renda média dos Paulistas – pessoas que residem no estado mais rico da Banânia.

        SERÁ QUE OS PREÇOS DE IMÓVEIS NA BANÂNIA ESTÃO DESCOLADOS DA RENDA DA POPULAÇÃO?

        0
    • Leonardo 1 de maio de 2012 at 03:08

      Eu acho que tem uma bolha sim, e que ela vai estourar, mas também acho que cada região tem suas peculiaridades e comparar valores absolutos não é válido. Se fosse assim, a maior bolha imobiliária do mundo estaria em Tokyo, que, em valor imobiliário, valem mais que TODO os EUA, incluindo Manhattan e todas as farms. E lá, obviamente, o caso não é de Bolha Imobiliária, é de excesso de demanda, na maior região metropolitana no mundo, acompanhada de uma renda altíssima.

      Então, comparar preços absolutos, mesmo incluindo GDP, não é muito eficiente. É necessário comparar, numa série histórica, preço de imóveis com outros fatores da economia brasileira, como consumo das famílias, renda das famílias e coisas do tipo.

      0
      • Anonymous 1 de maio de 2012 at 22:11

        CAIA NA REAL!

        Eu considerei o PIB/Capita e com isso já estou considerando a RENDA das pessoas. Também tive a preocupação de escolher um estado Americano com PIB semelhante – veja post anterior. A verdade, que é difícil de aceitar, é que a Banânia perde em TUDO.

        0
  • Dr. Estranho 29 de abril de 2012 at 20:18

    o globo.globo.com/economia/falta-de-emprego-no-mundo-alarmante-diz-oit-4770523

    Entretanto, na “Terra Brasilis”, segundo o governo, tudo vai muito bem. O mercado imobiliário continuará crescendo e aumentando exponencialmente a renda e o emprego. Creio eu que a partir de agora todos os corretores terão suas carteiras assinadas e sairão da condição de sub-emprego.

    0
    • GB 29 de abril de 2012 at 20:31

      Sarcasmo ?

      0
      • Dr. Estranho 29 de abril de 2012 at 20:42

        Humor negro, talvez.

        0
    • Guilherme Eduardo 29 de abril de 2012 at 23:06

      No Brasil tem Park Assistence (flanelinha), lá não. Isso valoriza. No Brasil podemos praticar rali em nossos bairros (ruas esburacadas), lá é necessário procurar uma estrada de terra. Isso valoriza.

      0
      • Guilherme Eduardo 29 de abril de 2012 at 23:07

        hehehe

        0
  • Rico 29 de abril de 2012 at 22:32

    Não sei se é relevante mas vai:
    Onde moro:
    Apartamento usado de 50m2 e 15 anos de uso: 230.000,00
    Apartamento novo para entrega em 2013 no bloco ao lado, mesma planta do usado: 190.000,00

    Alguma dúvida?

    0
  • Lucas Mendes 29 de abril de 2012 at 22:37

    Nunca entenderam técnicas de venda em supermercados? Eles anunciam uma grande promoção, quando vc chega lá acabou ou só colocam 10 itens da mercadoria em promoção ai acaba tudo mesmo. Mas por que estou falando isso? Acima comentou-se sobres esses lançamentos “100 % vendidos” aí vc olha aquilo fica com cara de tacho e acha que perdeu um negocião. PURA MUTRETAGEM. Muitas vezes não tem nada vendido os proprios corretores ficam com algumas unidades, combinam o preço e depois dizem que sobrou um, desistência. Traz o sentimento na pessoa que agora posso comprar e deve ser um puta de um negócio já que vendeu tudo.
    Ora o cara financia as parcelas até no cartão, sem entrada, tá facil comprar na planta o problema é na hora das chaves e as intermediárias, o cara tem qeu ter dinheiro. Stand cheio não significa vendas feitas. Se fosse assim Shopping Center era a oitava maravilha do mundo, como tem gente lá dentro, perguntem sobre as compram realizadas….os caras gastam mesmo é na praça de alimentação. Tem tanto funcionário público de alto escalão aqui que ta ganhando bem assim? Que eu saiba o topo da administração publica nacional fica em 5 % e o restante que ganha até 5 salários conseguem pagar? Querem empurrar algo que é totalmente ilusório, surreal…. moro em Copa, ganho bem e digo se fosse hj não dava pra comprar kitinete aqui. Uma vergonha e tem gente que acha normal!!!!!

    Abraços do Lucas Mendes

    0
    • veigalex 29 de abril de 2012 at 22:50

      Quem ganha dinheiro em shopping é quiosk do Mcdonilssdss.. rss e agora os famosos mikshakisss do bobissss.. esses sim.. estão sempre bombando..
      e estacionamento… que saudade do lar center di graça…..

      0
  • Fernando 29 de abril de 2012 at 23:17
    • Ze Bom Dirolo 30 de abril de 2012 at 09:24

      KKKKKK

      0
  • Zoom 29 de abril de 2012 at 23:27

    Construtoras, Petrobras e Vale caem e descolam Bovespa de Wall Street

    “O setor de construção apareceu em bloco na lista de maiores baixas: Cyrela ON (-7,89%, R$ 15,75); Gafisa ON (-5,54%, R$ 3,58) e Rossi ON (-5,31%, R$ 8,20). Analistas e operadores não viram novidades sobre o setor, mas algumas fontes lembraram que as expectativas em torno dos balanços do primeiro trimestre, que serão divulgados em meados de maio, são ruins”.

    0
    • Zoom 29 de abril de 2012 at 23:28

      -http://www.valor.com.br/financas/2637062/construtoras-petrobras-e-vale-caem-e-descolam-bovespa-de-wall-street

      0
  • suelen 29 de abril de 2012 at 23:33

    Quanto incômodo por alguém que ganha 3.000 postar que quer morar na zona sul do rj.
    Eu sinto cheiro de preconceito nisso.

    0
    • Ace One 29 de abril de 2012 at 23:37

      Eu sinto cheiro de falta de semancol.

      0
    • Revoltado 30 de abril de 2012 at 01:57

      A algum tempo postaram que numa favela da ZS havia fila para alugar um “imóvel” por 2.000 mensais. Com ctz devem haver outros “imóveis” que caibam no bolso de quem ganha 3.000. rs

      0
  • Arnaldo 29 de abril de 2012 at 23:34

    karaio, barra bali 2 quartos já tá de 420 a 500 mil…
    tá louco…

    0
    • Revoltado 30 de abril de 2012 at 01:59

      Só isso?
      Amigo 500k hj em dia é troco de pão.
      Pra começar a conversar sobre imóveis tem que ter 1kk,
      e olha que as vezes só da pra kitinete!

      0
    • Riodetudo 30 de abril de 2012 at 09:54

      Aluguel lá é mil reais. Saiu ontem no Globo. Qual será o melhor negócio, alugar ou comprar?

      0
      • arnaldo 30 de abril de 2012 at 11:46

        nao vi o globo de ontem, mas pelo que sei o aluguel lá é na faixa de 1500, conheço uma pessoa que paga isso

        0
        • Riodetudo 30 de abril de 2012 at 12:20

          Pagou mal então… Semana passada saiu um 2 quartos com dependência no ABM (Barra) por esse valor.

          0
          • arnaldo 30 de abril de 2012 at 13:15

            aqui tem alugueis no barra bali

            2 qtos duplex bali (é o pior predio) por 1500,00
            2 qtos special bali 1700,00
            3 qtos coral bali 1800,00

            1000 era há 3 anos atrás, aluguel também subiu pra dedéu

            imoveis.trovit.com.br/index.php/cod.search_homes/type.2/what_d.barra%20bali/page.1

            tem outros muito mais caros mas são mobiliados e por temporada (ou coberturas)

            abm a partir de 2500,00:

            bomnegocio.com/rio_de_janeiro/grande_rio_de_janeiro/apartamentos?ca=21_s&q=abm&w=6&cg=1020&st=u&ros=1&roe=3&ss=&se=&ps=&pe=

            imoveis.trovit.com.br/index.php/cod.search_homes/type.2/what_d.abm/

            se tiver outro abm por 1000 me passa o link por favor

            0
            • Riodetudo 30 de abril de 2012 at 13:25

              Se você não acredita, compra ou tentar arrumar com alguém o Globo de ontem, não tem nada de 3 anos atrás. Nem tudo que sai no jornal sai na internet, por isso não sei de link. Mil reais no Barra Balli, dois quartos, está lá. Sábado saiu 900 reais no Rio2. Normalmente, esses valores só saem em jornal e alugm rápido.

              Tem gente que cobra 2 mil, 3 mil,… Daqui é que nem preço bolhudo de venda, cada um paga se quiser. Como, normalmente, ninguém paga, o cara que quer alugar mesmo acaba baixando o valor (e aluga mais rápido). Mas vc que sabe, se quer acreditar que só é assim, não posso fazer nada.

              0
              • arnaldo 30 de abril de 2012 at 16:32

                ok, mas e pra venda, eu consigo por 200 mil tb? Como há 3 anos?

                0
          • arnaldo 30 de abril de 2012 at 13:26

            ops, voce falou 1500 na abm e não 1000… mesmo assim um bom preço.
            não se acha fácil

            0
            • Riodetudo 30 de abril de 2012 at 13:42

              É verdade, tem que garimpar bastante… e quando aparece aluga rápido. Mas aparece!

              0
  • Etmso 30 de abril de 2012 at 02:00

    Por falar em BANANIA,

    Comparando São Paulo com cidade do México, banana com banana.

    Cidade do México: população grande, trânsito caótico, pib brande, serviços, sem infra estrutura, país de 3o. mundo, etc etc, gosta de chaves. Tudo igual a São Paulo.

    120m2 = M$ 3.000.000 = 500.000 reais. (preço similar ao Butantã, Vila Sonia)

    “http://www.inmomexico.com/inmo/MDAwMTM0MzMtMTI=/Sale/Venta_Departamento_Hipodromo_de_la_Condesa_Mexico.html”

    “http://www.inmomexico.com/inmo/MDAwMTM2NjctMTI=/Sale/Venta_Departamento_Polanco_Mexico.html?im_file=1”

    0
  • Anonymous 30 de abril de 2012 at 05:09

    Para completar o post anterior, seguem valores de aluguel em Ann Arbor.

    Apartamento, 2 dormitórios, 1 banheiro, 92 m2, $ 1800 Reais de aluguel incluindo condomínio
    “http://www.zillow.com/homedetails/3050-Birch-Hollow-Dr-6675223-Ann-Arbor-MI-48108/2119652372_zpid/”

    Apartamento, 2 dormitórios, 1 banheiro, 88 m2, $ 1630 Reais de aluguel incluindo condomínio
    “http://www.zillow.com/homedetails/3103-Homestead-Commons-Dr-7006161-Ann-Arbor-MI-48108/2119678299_zpid/”

    Apartamento, 2 dormitórios, 1.5 banheiros, 100 m2, $ 2250 Reais de aluguel incluindo condomínio
    “http://www.zillow.com/homedetails/1505-Natalie-Ln-873815-Ann-Arbor-MI-48105/2119726752_zpid/”

    Casa, 4 dormitórios, 2 banheiros, 190 m2, terreno 680 m2, $ 3100 Reais de aluguel
    “http://www.zillow.com/homedetails/3477-Ashburnam-Rd-Ann-Arbor-MI-48105/2130479228_zpid/”

    Casa, 4 dormitórios, 2 banheiros, 697 m2, terreno 680 m2, $ 3400 Reais de aluguel
    “http://www.zillow.com/homedetails/1367-Rosewood-St-Ann-Arbor-MI-48104/24718653_zpid/”

    0
  • Nilton 30 de abril de 2012 at 07:41

    Tenho percebido que o povão está frequentando lugares mais caros. Costumo ir a um rodizzio de pizza famoso aqui no RJ, e no final de semana vejo muitos grupinhos de pessoas que parecem nao ter onde cair mortos.Não sei de onde esse pessoal tá tendo dinheiro pra isso.Acho que tem algo errado aí.

    0
    • aiwww 30 de abril de 2012 at 13:47

      Crédito. Nada mais que crédito. Moro no subúrbio do Rio e é comum ver BMW e Mercedez novas andando pela Av . Brasil. Porsche cayenne, Volvo e mitsubishi lancer são carros comuns 🙂

      0
      • Carlos_ 30 de abril de 2012 at 13:57

        E na Europa, onde esses carros custam menos da metade do que aqui e podem ser financiados com juros mais baratos, é totalmente incomum ver esses carros circulando pelos subúrbios.

        0
        • Revoltado 30 de abril de 2012 at 15:24

          Nem todos que moram no suburbio são pobres.
          Existe muita coisa boa na baixada.
          Em nova iguaçu por exemplo, vc acha muitos carros importados e condominios de luxo.
          Existem empresários, políticos e outros profissionais bem remunerados que moram nesses lugares.
          Ontem mesmo eu vi varios carros bem caros saindo de uma loja maçonica, tinha um camaro, uma grand cheroke, e alguns outros q nao reparei mt bem.
          Existem coisas legais fora da ZS, embora o senso comum não diga isso.
          Há casas enormes, coberturas duplex, e onde não tem praia, tem cachoeiras e outros atrativos. Diga-se de passagem alguns até melhor frequentados q muita praia.

          0
          • Alex 30 de abril de 2012 at 19:27

            Sou de Nova Iguaçu, e a quantidade de carros aqui, acima de 100mil, é impressionante!! Tem uns apartamentos que foram lançados, que estavam custando cerca de 700mil, e parece q ficaram esgotados, segundo a informação de um fiscal do trabalho.Mais caro que no RJ.

            0
  • EduLon 30 de abril de 2012 at 07:42

    OFF TOPIC

    Comércio encolhe crédito e reduz encomendas – fonte: Gazeta do Povo

    INADIMPLÊNCIA ALTA leva famílias a segurar intenção de compra e faz bancos pensarem duas vezes antes de emprestar.

    A bolha de crédito mais uma vez mostrando sua força… Vejam os gráficos da matéria, bem interessantes.

    h ttp://www.gazetadopovo.com.br/economia/conteudo.phtml?tl=1&id=1249489&tit=Cauteloso-comercio-encolhe-credito-e-reduz-ritmo-de-encomendas

    0
    • GB 30 de abril de 2012 at 08:32

      KKKKKKKKKKKKKK

      0
  • GB 30 de abril de 2012 at 08:45

    E o Frajola e seus sardinhas adestrados achando que aquele 1% ia salvar as construtoras, em que mundo de faz-de-conta especulativo cheio de dinheiro de mentirinha que aparece e desaparece como passe de mágica ele vive ?

    Se falta renda, os juros podem até cair próximo de zero que não vai ajudar, só piorar (menos lucros + mais riscos = mais exigências), tem que cair o valor para voltar ao normal e com a saída do “elemento estranho ao negócio” (A.K.A. especulador) agora os preços precisam voltar ao normal, caso contrário vão viver de vento por muito tempo, até a inflação adequar os valores, torço para que consigam, espero que não vão a falência ou que os corretores virem vendedores de AVON, NATURA, salgados da mãe, animadores de piscina.

    Pelo menos conseguiram um repique de 1 dia e meio, mas com a notícia da inadimplência e de maiores exigências nos empréstimos té os bancos começaram a cair.

    Se os investidores caíram fora, estão tentando (êêêêêê micaiada encalhada) ou não voltam mais pois viram que carro e telefone fixo são mais negócio que investir em imóveis, que comprador final vai ter 50% na mão e vai financiar o resto em poucos meses ? (eu tenho, mas não contem para ninguém, não quero ser assediado por donos de imóveis na planta de baixa qualidade de olho no meu carro, a “Hanna” a minha Montana).

    0
    • GB 30 de abril de 2012 at 08:49

      É que hoje é feriado, mas nessa semana vou lá trollar o gerente do BB para ver como estão os financiamentos, faz temp oque não vou lá ouvir bobagens.

      Algo me diz que neste ano ele não vai ter aquela tradicional viagem à Disney para quem supera os números estabelecidos pela Central, como ele vai explicar isso para os filhos dele ?

      0
  • GB 30 de abril de 2012 at 09:54

    Aí gente, recebi a notícia abaixo pelo e-Mail, da Money Morning, ele dão dicas sobre o mercado britânico (e europeu), qualquer semelhança com o que já acontece ou acontecerá aqui no Brasil é mera coincidência:

    O que fazer com seu dinheiro ?
    – espere mais pânico na Europa com a queda dos preços dos imóveis na Espanha.
    • Não tome um pé-na-bunda no Egito – não vale a pena o risco
    • Pensões vs ISA: qual é a melhor maneira de poupar para a aposentadoria?
    • próxima sexta-feira: FTSE 100 de 0,5% para 5777 … Ouro até 0,32% a US $ 1,662.75 / oz … £ / $ – 1,6265

    “Sáude” do mercado imobiliário espanhol é suspeita.

    O governo espanhol não está parado, ele já salvou vários dos credores menores – de fato, tem havido “três rodadas de limpezas forçadas e consolidações” até agora (Reuters).

    Como resultado de tudo isso, os bancos separaram o suficiente para se proteger contra eventuais perdas com empréstimos a compradores imobiliários (The Economist).

    O problema é que “quase não sobrou provisões” para os outros empréstimos em folhas de balanço dos bancos. As provisões incluem hipotecas residenciais que superam € 600 bilhões em circulação e o Banco da Espanha diz que menos de 3% desses empréstimos estão em apuros.

    Para falar gentilmente, o que parece estranho é o argumento otimista sobre a propriedade espanhola de que os bancos espanhóis são credores mais cautelosos do que os bancos dos EUA, por exemplo.

    Mas, como o New York Times colocou na semana passada, quando você tem desemprego acima de 24%, “a distinção entre um devedor saudável e do subprime pode ser pequena”.

    E, dado que, como um todo, os empréstimos DUD estão em seu nível mais alto desde 1994, parece particularmente improvável que o setor de financiamento imobiliário escape ileso.

    O que é mais provável é que os bancos espanhóis estejam fazendo exatamente o mesmo que os bancos britânicos: a estratégia é “ampliar e fingir”, as pessoas mudam para empréstimos mais longos para reduzir as parcelas, por outro lado os bancos tentam evitar reaver casas. Quando fazem isso, tentam manter o imóvel parado, fora do mercado, pelo tempo que for possível, na esperança de que tempos melhores virão.

    Mas como a economia continua a se deteriorar e o inventário a aumentar, vai ficar cada vez mais difícil continuar nesta linha. Como os analistas da JP Morgan dizem: as hipotecas podem ser a “próxima etapa para baixo em uma prolongada crise bancária onde solvabilidade continua a ser um risco.”

    Qual a solução? Bem, impressão de dinheiro pelo Banco Central Europeu (BCE) certamente não é. O meu colega Tim Bennett explica neste vídeo, mas, em essência, isso por que a ORPA era temporária.

    “http://click.fspeletters.com/t/BQ/Cac/Cw4/AA9KBg/DMo/MjQ1MTV8aHR0cDovL3d3dy5tb25leXdlZWsuY29tL2ludmVzdG1lbnQtYWR2aWNlL2hvdy10by1pbnZlc3QvdmlkZW8tdHV0b3JpYWxzL3doYXQtaXMtdGhlLWx0cm8tbG9uZy10ZXJtLXJlZmluYW5jaW5nLW9wZXJhdGlvbi0yMTYwMD91dG1fc291cmNlPW5ld3NsZXR0ZXImYW1wO3V0bV9tZWRpdW09ZW1haWwmYW1wO3V0bV9jYW1wYWlnbj1Nb25leSUyQk1vcm5pbmc./AQ/SnHp

    O BCE deu dinheiro para os bancos espanhóis a comprar títulos do governo espanhol. O dinheiro acabou. Então agora os bancos de solvência da dívida questionável segurar ainda mais devido por um governo de solvência questionável. Por que alguém sensato dar qualquer uma das partes mais dinheiro?

    0
    • GB 30 de abril de 2012 at 10:01

      Traduzido pelo Google, com pequenas intervenções, hoje é feriado, estou com preguiça, mas o texto tem trechos é reveladores.

      0
    • Ronald 30 de abril de 2012 at 10:26

      Mirian Leitão:

      Um estudo divulgado pela Organizaçäo Internacional do Trabalho (OIT) indica que mais de 200 milhões de pessoas estarão desempregadas em 2012

      Na Espanha o desemprego virou calamidade pública…

      > “A armadilha da austeridade e a crise do emprego”

      Um estudo divulgado pela OIT indica que mais de 200 milhões de pessoas estarão desempregadas em 2012, 6 milhões a mais do que no ano passado. O documento usa a expressão “armadilha da austeridade” para explicar isso.

      Segundo a instituição, as políticas de austeridade – corte de gastos – estão criando mais desemprego, que produz mais crise econômica, menos consumo e crescimento, portanto, mais recessão. Os países estão prisioneiros dessa “armadilha”. E a recessão acaba provocando menos arrecadação por parte dos governos. Portanto, todo esforço de austeridade não terá sido válido para nada, já que se perde na receita.

      O relatório mostra como foi devastador para os países da Europa, principalmente, a crise econômica. O problema todo é como sair dessa armadilha. Uma solução que pode parecer simples é não fazer austeridade e aumentar o gasto público. Mas os governos que não se empenharem em reduzir as despesas, o déficit e a dívida pagarão mais juros ao mercado para rolar suas dívidas.

      Os governos têm de encontrar soluções; às vezes, reduzindo determinados impostos que incidem sobre o trabalho, por exemplo. Hollande, que deve ser eleito na França, quer tirar incentivos que incidem sobre a hora extra, reduzindo-a para que as empresas contratem mais trabalhadores.

      Nesse quadro de desemprego o que fica claro é que os mais afetados são os jovens e as mulheres, os mais qualificados. Em alguns casos, a taxa de desemprego é de calamidade pública, como na Espanha.
      O quadro que a OIT apresenta é difícil de ser resolvido. Mas há uma boa notícia trazida por esse documento: o Brasil é apresentado como exemplo de país que está reduzindo o desemprego e a informalidade ao mesmo tempo.

      > “OIT alerta para fase mais problemática da crise do emprego”

      A situaçäo do mercado de trabalho mundial, que já não é nada boa, principalmente nos países europeus endividados, deve se agravar. Em relatório divulgado ontem com previsões para o emprego global em 2012, a Organizaçäo Internacional do Trabalho (OIT) diz que ‘está surgindo uma nova e ainda mais problemática fase da crise mundial do emprego’.

      Continuam faltando 50 milhões de postos de trabalho, perdidos desde o início da crise econömica de 2008, segundo a OIT, que estima ainda que a recuperaçäo do emprego na Europa não deve ocorrer antes de 2016.

      – Embora o crescimento econômico tenha se reativado em algumas regiões, a situação global de emprego é extremamente alarmante e não dá sinais de recuperação no futuro próximo – informa o documento.

      A OIT explica que muitos governos, principalmente os dos países avançados, priorizaram a dobradinha austeridade fiscal e reformas laborais, o que produziu “consequëncias devastadoras’ para o emprego.

      – A excessiva importância que muitos países da eurozona estão dando à austeridade fiscal está aprofundando a crise de emprego e poderá inclusive conduzir a outra recessão na Europa”, diz Raymond Torres, principal autor do relatório.

      http://oglobo.globo.com/economia/miriam/

      0
  • Carlos_ 30 de abril de 2012 at 11:18

    Inadimplência de empresas sobe 18,8% em março

    RIO DE JANEIRO, 30 Abr (Reuters) – A inadimplência das empresas cresceu 18,8 por cento em março na comparação anual, a maior alta em dois anos para esse mês, informou nesta segunda-feira a Serasa Experian.

    Em relação a fevereiro, houve uma alta de 11,6 por cento, e no período de janeiro a março de 2012 as pessoas jurídicas inadimplentes cresceram em 21,1 por cento em relação ao primeiro trimestre de 2011.

    De acordo com os economistas da Serasa Experian, o maior número de dias úteis em março contribuiu para a alta anual, já que março do ano passsado teve menos dias úteis, por causa do Carnaval.

    Já a alta mensal também foi ajudada pelo menor número de dias úteis em fevereiro.

    Além disso, “o aumento da inadimplência do consumidor e o crédito para empresas ainda com juros elevados também pressionaram a inadimplência”, informou a Serasa em nota.

    A inadimplência do consumidor brasileiro teve em março a primeira alta mensal deste ano, de 4,9 por cento sobre fevereiro.

    No primeiro trimestre do ano, as dívidas não bancárias (cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços como telefonia e fornecimento de energia elétrica e água) tiveram um valor médio de 783,40 reais, crescimento de 3,4 por cento sobre o mesmo intervalo de 2011.

    (Por Diogo Ferreira Gomes)

    0
    • RosinhA 30 de abril de 2012 at 12:31

      Isso preocupa, quando começarem os facões adeus pirâmide de cartas

      0
    • augusto 30 de abril de 2012 at 12:36

      Sempre desculpas para explicar o inevitável e previsto.
      Com relação aos juros altos, em março a Selic já estava em 9,75%, e a baixa artificial dos juros promovidas na marra por d.dilma, nunca chegará ao povão ( o que já está ocorrendo na pratica).
      A Bolha de Crédito chegou a um ponto bem grande e poderá estourar logo

      0
  • Paulo 30 de abril de 2012 at 11:19

    Hoje comentei com minha empregada, que tem salário de 1000,00 Reais, que a crise financeira está grave e até hoje as coisas não melhoraram.Ele me perguntou: ‘ Que crise?` Bem isto demonstra como a grande massa da população esta alheia do que está acontecendo.Me pergunto o que nos faria imunes e os escolhidos para passarmos por esta crise mundial sem grandes estragos? Em um país com impostos de primeiro mundo e infra-estrutura e serviços de quinta categoria, me pergunto se somente a nova crasse C e o pré-sal seriam suficientes para salvar este país de uma crise financeira mais grave.

    0
    • aiwww 30 de abril de 2012 at 11:24

      Olha, não é apenas a classe C. Tem muita gente letrada e com muitas posses que acredita cegamente que não houve e nem haverá crise. Por isso continuam pegando empréstimos de 30 anos e projetando a quitação das dívidas com os proventos que ainda irão receber pelos próximos 360 meses.

      0
    • augusto 30 de abril de 2012 at 12:31

      Infelizmente sua empregada está certa, pois a crise mundial párece que foi até agora benéfica ao Brasil.
      A enxurrada de QE com seus trilhões de dolares injetados nas economias pelos Paises ricos, trouxe para cá uma boa quantidade daquele capital, o que sestá servindo para compensar nossa baixisima taxa de poupança interna. Tambem o crédito disponibilizado para pessoas que nunca souberam o que era cheque especial e cartão de crédito (de bancos, financiadoras e grandes lojas e supermercados) trouxe um artificial bem estar para o zé povinho.
      O nosso povo ficou um GASTÃO POBRE, deve até as calças, mas pensa que agora está muito bem de vida e bate palmas e dá Ibope para o molusco e d. dilma.
      Isto sem dúvida vai acabar um dia, e a exemplo dos EUA, Espanha, Grécia, Irlanda, Portugal, etc, a conta vai chegar.
      Descobrirá então que foi na realidade traido, e o império atual do PT ruirá como o o fizeram outros Impérios muito mais sólidos e fortes da história da humanidade. Tudo que é forçado não funciona a médio/longo prazo

      0
    • xyz 30 de abril de 2012 at 14:03

      Amigo,
      Acho que você está vendo chifre em cabeça de cavalo.
      Crise é uma palavra que não existe no Brasil (por enquanto).
      O mercado de trabalho nunca esteve tão aquecido e os investimentos estrangeiros entram no brasil como uma enxurrada. O governo paga os menores juros da história e pode vender quantos bilhões quiser em títulos que o mercado compra rapidinho. Por sinal esta vai ser a estratégia do governo pra adiar a crise o mais possível, endividar brutalmente o estado e a população.

      Mas um dia a casa cai!

      0
  • Manuela 30 de abril de 2012 at 12:07

    meu noivo sempre falou do blog e vim aqui conhecer…

    A-d-o-r-e-i !!!

    🙂

    0
  • Daniel Lobo 30 de abril de 2012 at 13:20
    • Bolha Imobiliária 30 de abril de 2012 at 13:37

      Putz, tenho que reativar o bolhadecredito.com

      0
      • Rico 30 de abril de 2012 at 14:21

        Reative o bolhadecredito.com, bolhadeproprina.com, opequenoinvestitrouxa.com,souricoenaosabiacompreiumapto.com e principalemente crie o corrinegadis.com.

        hehehe.

        0
  • aiwww 30 de abril de 2012 at 13:21

    Novidade! Recebi um e-mail de um corretor com um lançamento no Jardim Icaraí (área pseudo nobre) em Niteroi. Os preços partem de R$600.00,00, assim como no bairro da Tijuca no Rio de Janeiro. As construtoras batem o pé a continuam lançando “oportunidades” para os últimos trouxas da pirâmide.

    0
  • aiwww 30 de abril de 2012 at 13:41

    E as construtoras continuam de “buraco em popa” 🙂

    ação / variação nos últimos 365 Dias
    gfsa3 -63,09%
    pdgr3 -51,41%
    mrve3 -17,47%
    rsid3 -43,69%
    bisa3 -38,40%
    tcsa3 -28,71%
    jfen3 -28,52%

    É como eu disse: “O pior cego é aquele que não quer ver.”
    Contra números não há argumentos.

    0
    • Revoltado 30 de abril de 2012 at 15:30

      qual foi o resultado do ibovespa e imob neste periodo?

      0
      • Cleyton 30 de abril de 2012 at 15:52

        Bom, já que o aiwww não se manifestou:

        Ibov -0,03%
        Construção e Transporte -10,5%

        Só perde para:
        Petróleo. Gás e Biocombustíveis -16,5%

        Todos para 365 dias (fonte: guiainvest)

        Só que os dados do aiwww são mais específicos (não inclui transporte)

        0
        • Revoltado 30 de abril de 2012 at 23:03

          obrigado.
          Sem um parametro nao tem como dizer que as construtoras estao mal.
          Se o ibovespa estivesse -20% por exemplo algumas estariam ate bem.

          0
          • aiwww 1 de maio de 2012 at 12:07

            Certamente. Mas o IBOVESPA encolheu APENAS -6,52% nos últimos 365 dias. Portanto, as construtoras vão mal, bem mal mesmo. Eu diria que estão com febre alta e se continuarem assim por mais 12 meses vou desenvolver pneumonia. Se nada de extraordinário acontecer, vão parar na UTI.

            0
            • aiwww 1 de maio de 2012 at 12:09

              * vou -> vão

              0
  • Neo 30 de abril de 2012 at 13:54

    Anonymous my friend

    Tu mora ai nos States e não sabe o esquema?

    A Petrobras não vai gastar um real no pré-sal

    Funciona assim:

    – Anuncia a descoberta do milenio.

    – Faz um alvoroço na midia.

    – Faz uma IPO (passa o chapéu no mercado para arrecadar fundos)

    Traduzindo: Vocês deram dinheiro, eu dou os barris que estão lá no fundão.

    se der zica, quem perdeu?

    0
    • Anonymous 30 de abril de 2012 at 15:09

      Aqui foi DENUNCIADO nos jornais e na TV e, no entanto, a media comprada da Banânia desqualificou a denúncia como sendo “teoria da conspiração”, mas é FATO e voce pode encontrar no Google.

      Pouco antes do anúncio da “descoberta” do pré-sal um sujeito chamado George Soros aumentou sua carteira de ações com ações da Petrobras, passando de 600 milhões USD para 900 milhões USD. Alguns dias depois dessa compra (registrada na bolsa de valores), o governo Americano ofereceu 2 bilhões USD de empréstimo para a Petrobrás. É claro que com a euforia, as ações subiram. O George, que tem muito pouco de idiota, VENDEU as ações da Petrobrás ganhando um troco preto do que ele já tem. Ele também não acredita no pré-sal, caso contrário ficaria com as ações. Esees dias foi publicado a lista das 30 empresas com os maiores prejuízos de 2011 (GAFISA em terceiro lugar), mas está lá também a empresa do Eike Batista dedicada a explorar o pré-sal – esse é outro que já deve ter reduzido sua crença no pré-sal. Como já escrevi, é o golpe do bio-diensel da mamona sendo aplicado novamente. Tem trouxa que vai cair? Claro, muitos! Inclusive alguns vão comprar imóveis para alugar para os EXECUTIVOS da Petrobrás quando eles forem morar em Santo ou Rio de Janeiro.

      0
      • Thiago A. 30 de abril de 2012 at 15:34

        Pois é, só ver a performance das ações da Petrobrás ano passado. Tomei prejuízo (pequeno) nessa. Bom, faz parte do negócio

        Mas ótimo pra mim, quem mandou acreditar na propaganda

        0
      • Diego RJ 30 de abril de 2012 at 15:43

        Anonymus,
        O pré-sal existe, o problema é que são necessários investimentos vultuosos para retirá-los, além de um grande desafio tecnológico. Isto só dará bom retorno financeiro no médio-longo prazo. Desta forma, acredito que as ações caíram porque a empresa está investindo muito nesta área e tendo baixo retorno (no entanto, quando as coisas entrarem nos eixos, o retorno será grande).

        0
        • Anonymous 30 de abril de 2012 at 16:42

          Cara, cai na REAL.

          A Banânia não conseguiu fazer funcionar o Bio-Diesel de mamona que está na altura do CHÃO. Vai conseguir fazer petróleo a 5 km de profundidade no MAR? É claro que não. Nem mesmo os poucos que ainda compram apartamento na planta para ganhar 30% ao ano são capazes de engolir uma bobagem desse tamanho.

          0
          • RosinhA 30 de abril de 2012 at 17:08

            HAHAHAHAHA, não conseguem pois as bombas travam por borras de bactérias que se proliferam e infestam os tanques e logo os caminhões que usam tb, e vem dizer que o Brasil tem tecnologia, heheehe (chama o xaina).

            0
          • danilo 30 de abril de 2012 at 18:54

            Só para acrescentar um ponto ao comentário do Anonymous.
            Petróleo nunca vai acabar no mundo. Ele foi vai chegar a um custo de retirada acima do que o mercado pagará. É o caso do Pré Sal…vao retirar o óleo a um valor mais que 3x superior àquele do “pós-sal”.
            Estive em aula com várias pessoas do governo em Brasília e 2 deles tiveram a coragem de afirmar que o pré sal pode ser o maior King Kong da história bananesca.

            0
            • PBR 1 de maio de 2012 at 06:44

              Nooossa, “o petróleo nunca vai acabar”, essa foi a melhor da noite, voou a dentadura como dizem por aqui. Tu aprendeu isso com gente do governo em brasília… só podia mesmo. Quem era o professor? o Tirirca?

              Meu amigo, quando se fala essas coisas é em relação a exploração de reservas onde o óleo não flui, como as areias betuminosas do Canadá. Isso sim é caro de extrair, pois tem que minerar a rocha e processá-la em alta temperatua para extrair o óleo, que ainda assim será de baixa qualidade (óleo pesado). Curiosamente, no paraná existe um caso onde isso é viável, pois a reserva (que é de xisto betuminoso) aflora e é facilmente extraível. Tem uam refinaria lá chamada SIX, que opera desde a década de 70.

              Eu duvideodó que sobre qualquer reserva de óleo médio e leve no PLANETA antes de surgir alguma alternativa economicamente viável ao petróleo. Se tu realmente acredita na tua teoria de que óleo leve a 5000 m não é viável frente a outras formas de energia, sugiro que tu e teus estimados mestres de Brasília apresentem essa tese num congresso de petróleo, geologia, energias limpas, etc… E para a entrada ser mais triunfal e condizente com a tese, sugiro que vocês adentrem o recinto montados em jumentos, que além de serem abastecidos com energia renovável (capim) se mostram dignos das coisas que estão sendo ensinadas no congresso.

              0
              • Keyser (CE) 1 de maio de 2012 at 09:59

                PBR, você mesmo disse que a quantidade de petróleo que é dita como reserva é a economicamente “VIÁVEL”, ou seja, existe sim uma outra quantidade que e economicamente “INVIÁVEL” e essa não será extraída.

                Então o Danilo está correto, vai chegar o momento em que o o preço do petróleo o tornará proibitivo para a grande maioria das suas aplicações atuais e nesse ponto, somente em condições muito raras será utilizado petróleo.

                Veja que em nenhum momento o Danilo disse que isso aconteceria com as reservas leves/médias (pode até acontecer), isso foi conclusão sua, ele apenas disse que um dia o custo de extrair não será mais economicamente viável e que o petróleo não vai acabar, apenas vai deixar de ser extraído (corretíssima conclusão). Mesmo porque da mesma forma que há petróleo a 5Km, deve existir a 6Km, a 7Km, etc.

                Como qualquer insumo, quanto mais raro mais caro e o petróleo não está fora dessa regra. Uma coisa é certa, a população humana acaba antes da última gota de petróleo ser extraída.

                Imagina o preço do último barril de petróleo da terra, considerando uma sociedade baseada no consumo deste, é claro que isso jamais irá acontecer enquanto existir o capitalismo.

                Neste ponto o Danilo está certo, acho que você deveria ir pegar sua dentadura e ler com mais cuidado o que os outros postam antes de denegrir seus comentários.

                Acho que a melhor do dia no final das contas que foi você quem nos proporcionou.

                0
                • PBR 2 de maio de 2012 at 00:02

                  Keyser,

                  Para começar, bonito nome, dá uma idéia de grandeza e poder (mas pode virar ironia se o sujeito for baixinho) e, a propósito, o correto não seria Kayser? Dizem que o indicativo mais direto da falta de inteligência (devido à pouca educação, evidentemente) do brasileiro é a incapacidade de entender o que ele lê, e este me parece ser o teu caso. Então, vou te responder por partes e de forma esquemática para facilitar a compreensão:

                  Primeiro: Quem falou que reserva é a economicamente “VIÁVEL” foi o Klaus, e ele está certo. As parcelas do pré-sal já consideradas reservas são aquelas cuja produção se mostra economicamente viável na atual conjuntura, o que só é determinado após furar vários poços e implementar um projeto piloto.

                  Segundo: Se tu conseguisse entender o que tu lê, perceberia que o argumento (sabes o que é um argumento?) do Danilo consistiu em dizer que existem jazidas que não são economicamente viáveis e que este é o caso do pré-sal, mesmo sem alegar nenhum motivo além da “aula” que ele teve em brasília: “Ele foi vai chegar a um custo de retirada acima do que o mercado pagará. É o caso do Pré Sal”. Como o pré-sal consiste de óleo lmédio e leve logo, pelo argumento do Danilo, é um caso de óleo médio e leve economicamente inviável, e foi essa tese que eu falei para ele defender montado num jumento (precisa ser mais claro do que isso para ti entender?).

                  Terceiro: Eu não disse que todas as jazidas serão exploradas até o último barril, inclusive citei um caso geral (exploração de reservas onde o óleo não flui) e um específico (as areias betuminosas no Canadá) em que a jazida é inviável economicamente e provavelmente continuará.

                  Quarto: Esse papo de que o ptróleo vai ficar caro até ser substituído, embora agrade o senso comum por ser de fácil digestão, esbarra no seguinte problema para ser considerado breve e certo: Qual o limiar da inviabilidade (200 USD? 300 USD?) e pelo que ele vai ser substituído. Tu deves estar pensando eletricidade, mas já te adianto que ela precisa vir de algum lugar. Poderia vir de usinas nucleares, mas os últimos movimentos no mundo tem sido em sentido contrário. Eólica então: não tem escala e custa caro. Biocombustíveis? Não tem escala e concorrem com alimentos. Na verdade ainda não há solução, e é isso que me faz acerditar que iremos até o final daquilo que a tecnologia já consolidada pode extrair, mesmo que os custos sejam altos.

                  Perdão pelos argumentos não serem muito esquemáticos, mas isso é porque desfazer uma asneira dá sempre mais trabalho do que cometê-la. Para concluir, estou lhe informando que recolhi sim a minha dentadura e manterei ela num copo com água em cima da mesa, pois lendo as asneiras que vocês escrevem sobre esse assunto periga ela voar com tanta força que pode machucar alguém e aí eu vou ter que fazer relatório de acidente de trabalho.

                  0
          • PBR 1 de maio de 2012 at 03:03

            Anonymous,

            Não acredito que (em todos os casos, pois em alguns já aconteceu) apartamentos na planata valorizem 30%. Agora, daqui da minha janela, estou vendo um navio de produção extraindo o petróleo do pré-sal que vem de uns 5500 m de profundidade, e a profundidade é essa mesma, pois participei da perfuração destes poços. Não posso deixar de acreditar nos meus próprios olhos. Por favor, para de afirmar coisas sobre as quais tu não tem conhecimento.

            0
            • Anonymous 1 de maio de 2012 at 12:47

              Aqui no BLOG, existem várias declarações de pessoas que passam por edifícios à noite e percebem que estão completamente vazios. Acho que coisa semlhante acontece para quem olha essa navio, pois o navio e a pefuração estão lá, assim como o edifício, mas onde está o petróleoa assim como onde estão os moradores?

              0
        • Paulo - RJ 30 de abril de 2012 at 17:24

          Concordo com você, Diego.

          0
      • augusto 30 de abril de 2012 at 18:24

        Será que haverá riscos para as praias dos estados do pré sal e para os vizinhos, dos vazamentos que certamente ocorrerão em numero considerado? Se isto ocorrer os imóveis nestas cidades poderão desvalorizar-se? E quem comprou a preços bolhudos?

        0
      • alexny68 1 de maio de 2012 at 02:45

        O soros perdeu 200 milhoes de dolares quando fez este investimento de quase 1 bi na PTbras, saiu correndo quando viu a merda q fez mesmo com tamanha perda

        0
      • PBR 1 de maio de 2012 at 02:52

        Anonymous,

        Pelo amor de deus, para de falar bobagem!!! Só porque o Soros se aproveitou da volatilidade gerada pela descoberta do pré-sal (e das informações privilegidas que ele certamente tinha) para fazer dinheiro com as ações da petrobras isso quer dizer que ele não acredita na empresa? Isso é lógica de sardinha, vai escrever essas coisas lá para o Frajola ler no fórum do infomoney.

        Outra pérola: A empresa do Eca Batista tá levando prejuízo por causa do pré-sal. Tu já leu alguma coisa sobre a OGX? Leu os posts que eu escrevi? Essa empresa não tem poços no pré-sal, ela é uma promessa de lucros futuros, tem HUM navio de produção e até agora só deu prejuízo, é pura especulação quando for a hora creio que o Eca vai vender ela, ele até já deixou a presidência.

        Amigo, por favor, faça pelo menos uma busca no google (e leia um pouco) antes de vir afirmar essas coisas. Se possível, pare de escrever sobre assuntos relacionados a petróleo, porque quando tu faz isso o resultado são posts que ao invés de informar quem lê, fazem exatamente o contrário.

        0
  • Money Addicted 30 de abril de 2012 at 13:56

    off-topic (mas nem tanto)

    qual a opniao de vcs sobre adquirir um imovel (obviamente que nao ha precos bolhudo, faria uma pesquisa e proposta de valores a nivel de 2006) no litoral?

    a minha ideia (eu gosto muito de praia e vou em media uma vez por mes e gasto em torno de R$400 com pousadas) seria comprar um imovel e aluga-lo nos periodos de mais procura (ano-novo, carnaval – alta/temporada) e com esse dinheiro pagar o condominio e demais despesas e eu teria o restante do ano para me hospedar “sem custo”

    alguem com experiencia em locacao de imovel nesses moldes?

    []s

    0
    • Neo 30 de abril de 2012 at 14:01

      se informe bem, leia muito, visite a area que quer comprar e converse bem com os moradores do bairro: pessoas, donos de comercio, vizinhos etc…

      pq se comprar uma casa perto de uma comunidade pode ter umas supresinhas 1 vez por mês:

      como chegar na casa e dar falta de uma janela inteira.

      0
    • augusto 30 de abril de 2012 at 14:06

      Adquiri anos atras apto na praia, e pelo menos 2 vezes por mes passo alguns dias nele. Para mim valeu a pena pois quando lá estou tenho minhas proprias coisas nos devidos lugares, e um ponto fixo e com o conforto que acho essencial.
      Nunca tentamos loca-lo, pois poderiamos ter problemas com pessoas pouco sociais, e não desejariamos dividir nosso espaço com desconhecidos. Amigos e parentes podem loca-lo quando não o estamos fazendo, mas ai as coisas são diferentes. Bem este é o nosso ponto de vista, e creio que muitos podem pensar diferente

      0
      • Pablo Gallardo 30 de abril de 2012 at 14:28

        Também tenho essa visão. Não gosto de locar para 3ºs. Amigos e familiares vão sempre lá, mas pessoas aleatórias não.

        0
    • Pablo Gallardo 30 de abril de 2012 at 14:16

      Recomendo fortemente. Tenho imóvel no litoral e digo que vale a pena. Mas como o colega citou, é importante que você invista bastante em dispositivos de segurança, tenha contato constante com seus vizinhos e sempre visite o local, porque invariavelmente sempre há tentativas de furto, muitas vezes de coisas que você nem imagina (pequenos objetos de metal, portões, etc…). Por isso, se puder comprar dentro de condominio é melhor.

      0
      • Money addicted 30 de abril de 2012 at 16:18

        obrigado pelas dicas, pesquiserei precos e analisarei

        []s

        0
        • Ace One 30 de abril de 2012 at 17:05

          Money, se tiver procurando em Floripa tenho um negócio bom pra você, 1 quadra do mar, novo, preço pré-bolha.

          E antes que me apedrejem, nao sou “coretor”, rsrsrs, peguei num negócio.

          0
          • Money addicted 30 de abril de 2012 at 23:28

            nao tinha visto sua resposta…..acabei de voltar de floripa….fiquei um mes la….consegui um APzinho bom nas rendeiras…..falando d negocios, eu curto pra caramba floripa…..mas moro em SP….tava pensando aqui mais perto, d qquer forma, qual a faixa de valor desse imovel? se estiver dentro do q estou procurando podemos conversar

            []s

            0
  • Pablo Gallardo 30 de abril de 2012 at 14:13

    Graças ao bom Deus eu sou bem conservador. Não gosto de comprar coisas que ainda não foram construidas (isso vale até mesmo para os carros). Sempre gosto de olhar e testar minuciosamente o que estou comprando.
    Além disso, não vejo apartamento como uma moradia para o resto da vida. Já morei em apartamentos, mas com data para entrar e para sair. Para viver mesmo eu gosto da minha casa. Tenho uma propriedade maior, minha privacidade e sou dono da minha terra. Não vejo coisa melhor.

    0
    • Mecia 30 de abril de 2012 at 14:41

      agora fudeu

      0
    • Ace One 30 de abril de 2012 at 15:49

      Fiquei imaginando como faria para comprar um “carro que ainda nao foi construido”. Seriam aqueles protótipos da feira de Frankfurt?

      0
      • Neo 30 de abril de 2012 at 16:00

        Acho que ele quis dizer CONSORCIO

        o cara começa pagar uns 2anos antes do CARRO SER CONSTRUIDO se ficar por ultimo nos sorteios

        0
      • Pablo Gallardo 30 de abril de 2012 at 16:13

        Isso não é incomum. Dependendo da montadora, quando você vai comprar um carro 0km, muitas vezes o carro ainda nem foi fabricado. Você configura o veículo todo e ele é montado de acordo com as suas caracteristicas, pacotes de opcionais, cor, etc… Por isso que as vezes pode demorar tanto. Nem sempre eles tem todas as configurações e cores possíveis no pátio.

        0
        • Leandro 30 de abril de 2012 at 17:20

          Pois é, encomendei um há mais de um mês e até agora nada. E o pior é que nem tem previsão de quando vai chegar.
          Aliás, é uma prática que considero totalmente abusiva. Você dá uma entrada e a concessionária não estabelece prazo de entrega de jeito nenhum.
          No meu caso foi a compra de um Jetta, que é fabricado no México.

          0
    • RosinhA 30 de abril de 2012 at 16:39

      Tá certinho pagar pra usar piscina comunitária é um saco, fora os que podem usar são os que não trabalham.

      0
  • KaTsu Nami 30 de abril de 2012 at 14:18

    Mesmo com toda parcialidade dos “especialistas”, vale conferir: “http://www.hojeemdia.com.br/noticias/economia-e-negocios/construc-o-tem-dois-anos-de-recuo-no-1-bimestre-1.439290.

    0
  • Etmso 30 de abril de 2012 at 15:08

    Para quem é da baixada-santista.

    A Petrobras em parceria com o governo federal construirá um aeroporto no Guarujá até 2014. Parece que por conta das lindas praias do litoral paulista, em especial as praias de Santos.

    0
    • Ace One 30 de abril de 2012 at 15:39

      Ironic detected.

      0
    • RosinhA 30 de abril de 2012 at 16:35

      Ótimo esse país do guarujá ate santos de balsa, mas de santos até congonhas de avião, é pode ser quase o mesmo valor do pedágio.Aí o ET vai alegar o número de turistas, cruzeiros, pré-sal, etc já sei.

      0
      • Etmso 30 de abril de 2012 at 22:40

        Rosinha,

        Só na ponte área CGH-SDU são 90 voos diários, quase 15.000 pessoas por dia indo e vindo só no eixo do RIO-SP na ponte área, fora o movimento do Galeão-Garulhos, entre as duas capitais, o que dá mais uns 30 voos, ou seja são 20.000 pessoas/dia no total, creio que este aero da baixada, deva desafogar uns 10%-15% cgh pois a baixada santista é uma região de 1,6 milhões de habitantes.

        Impressionante né, é como se toda a população do Catete, ou metade da população de Ipanema fosse e voltasse para São Paulo todos os dias. Eu vejo este movimento crescer nos últimos anos empiricamente, justificando o aumento no volume negócios entre as duas principais cidades do país, a coisa tá mais para uma aeroviária.

        0
      • Pimp 1 de maio de 2012 at 03:02

        Ops, cliquei em denunciar abuso sem querer! Sry

        0
  • Eder 30 de abril de 2012 at 15:50

    O que vcs acham sobre comprar um carro agora? Será que a queda nas vendas ácarretará alguma promoçao?

    0
    • Money addicted 30 de abril de 2012 at 16:21

      acredito q sim, meu carro esta quase na hora de ser trocado, espero que tenhamos promocoes em breve…

      0
    • RosinhA 30 de abril de 2012 at 16:29

      Eu não acho que terá promoção nos autos, acho que o preço despencará mesmo, onde já se viu um bem que perde valor ano a ano ter valores perto de bens duráveis e que nos geram mais conforto, qualidade traquilidade de vida como um imóvel por exemplo, tá tudo errado os melhores deveriam custar no máximo 40k, espere e verás os finames de 60 estourando daqui a pouco, se voltar atrás quem comprou a 3 anos está ainda na metade do pagamento, já o valor do carro e a dívida ……….

      0
      • Revoltado 30 de abril de 2012 at 22:33

        O preço não despencará. Não adianta qurer viver no mundo da ilusão. Isso aqui é BRASIL. Nao quero saber quanto custa, nem quantas parcelas sao, só quero saber o valora da parcela!
        Engraçado que a entrada da China no mercado mundial criou um novo patamar de preços, logicamente devido ao trabalho escravo praticado por lá.
        Os países ao redor do mundo experimentaram uma queda no valor dos bens de consumo e levaram linhas de montagem para la. O Brasil abriu diversos setores, menos o automobilistico.
        Onde o chery qq, carro de 6k dolares aqui custa 24k reais.

        0
        • RosinhA 30 de abril de 2012 at 22:45

          Sim você deve ler os mesmos jornais que todos aqui, o crédito é infinito e o preços dos carros aumentarão ainda mais, todos possuirão carros 0KM, e as devoluções postadas aqui são apenas ilusões no mercado nada de mais, todo brasileiro possuirá casa de 1kk e carro de 150k, nada disso será ilusão não, será a realidade de todos.

          0
          • Revoltado 30 de abril de 2012 at 23:05

            infelizmente os carros “populares” de 40k não vão diminuir de preços.
            O problema é cultural e não financeiro.
            Como eu disse carro é status, e as pessoas fazem de tudo para parecer bem.
            Mesmo que na carteira nao tenha 10 reais para colocar de gasolina igual a um vizinho meu, que só usa o carro pra comprar pão.

            0
            • RosinhA 30 de abril de 2012 at 23:15

              Sim concordo plenamente já disse que compram e visitam aquela tia invejosa que não viam a 4 anos, só para mostrar o carro novo, más não se esqueça de que por trás destes empréstimos existem grandes empresas e grandes bancos financiando a gastança e estes geralmente não admitem tomar qualquer tipo de prejuízo, e por isso pode complicar o cenário do oba oba.

              Estamos próximos da fase poder é diferente de querer, já prestou atenção porque caíram as vendas? Não foi por falta de vontade ded compra e sim por obstrução dessa vontade (restrições).

              0
    • D9 30 de abril de 2012 at 16:36

      Éder, acho que o mercado dos automóveis de uma forma geral,
      vai colapsar primeiro nessa dança.

      Com o endividamento e a inadimplência “bombando”, não tem saída
      o primeiro boleto que vai p/ o buraco é o do carro.

      Mercado de usados já travou ao ponto de chegar na mídia, não é mais
      segredo, agora, só falta o mercado dos novos… ai a porca torce o rabo.

      Se conseguir segurar a onda um pouco mais, devem aparecer boas
      oportunidades.

      0
      • Carlos_ 30 de abril de 2012 at 17:02

        Lembrando que sem vender o usado, como vão arrumar grana para comprar um novo?

        0
        • Ploc 30 de abril de 2012 at 17:29

          E elmbro que usado de particular não tem como financiar tem ser em cash.
          Se o cara já não tinha para financiar pois está atolado nos carnes imagina pagar por um usado em cash.
          Ou seja, PLOC

          0
      • Thiago A. 30 de abril de 2012 at 17:35

        Tem uma coisa interessante também

        Eu comentei aqui outro dia que tinha visto pela 1a vez anúncio de repasse em lojas de carros usados.

        Mas esqueci que outra coisa que vi também era uma faixa anunciando “diversos veículos 0km” em uma loja diferente

        Imagino que diabos seja “veículo 0km” se é a pessoa que desistiu do financiamento no 1o mês, ou se o rapel já está neste nível, etc

        0
        • Cleyton 30 de abril de 2012 at 18:43

          Imagino que como os odômetros não tem o símbolo negativo não dá pra baixar de zero, hehe.

          0
        • Leno 1 de maio de 2012 at 00:31

          Imagino que sejam veiculos emplacados pela concessionária para bater metas. Depois eles vendem o veiculo zero,mas já emplacados. Alias, tenho visto muito isso ultimamente.

          0
      • Revoltado 30 de abril de 2012 at 22:42

        Gostaria que vc me dissesse onde q travou. Pq aqui no RJ continua rolando normal. É um ciclo q nao vai ser interrompido, pq o carro é simbolo de status social. Se o vizinho tem um, tenho q ter um melhor. e por ai vai.
        As vendas reduziram em JAN e FEV devido aos diversos gastos de inicio de ano (iptu, matricula e material escolar, ipva, …)
        mas em março já subiram.
        aqui tem um link para quem quiser conferir:
        carros . ig.com.br/ranking/home/01.html

        0
  • aiwww 30 de abril de 2012 at 16:37

    Aluguel de R$1.300,00 em “Ipanema” 🙂 … bolha? .. onde? 🙂

    bomnegocio.com/rio_de_janeiro/grande_rio_de_janeiro/locacao_apartamento_na_comunidade_cantagalo_em_ip_10063676.htm?ca=21_s

    0
    • Mecia 30 de abril de 2012 at 17:09

      Só pelo piso do banheiro o proprietario que devia pagar ao inquilino.

      0
    • Anonymous 30 de abril de 2012 at 17:15

      Encontrei alguma opções para voce comparar. Entretanto, alerto que fica na “comunidade” de Ann Arbor, no estado de Michigan, EUA.

      Apartamento, 1 dormitório, 30 m2, $ 1100 Reais/mes incluindo condomínio
      “http://www.zillow.com/homedetails/2501-Keystone-Ln-3530166-Ann-Arbor-MI-48103/2119909109_zpid/”

      Apartamento, 1 dormitório, 75 m2, $ 1310 Reais/mes incluindo condomínio
      “http://www.zillow.com/homedetails/3510-Pheasant-Run-Cir-One-Bedroom-Ann-Arbor-MI-48108/2120224323_zpid/”

      Apartamento, 1 dormitório, 56 m2, $ 1214 Reais/mes incluindo condomínio
      “http://www.zillow.com/homedetails/3008-Randolph-Court-Dr-One-Bedroom-Ann-Arbor-MI-48108/2123583400_zpid/”

      0
      • Thiago A. 30 de abril de 2012 at 17:43

        Em 2007 aluguei um ‘condo’ a trabalho em Minneapolis, $2k por mês (com 2 quartos e 2 banheiros) Era grande, mas não lembro a metragem.

        Olhando pelo site agora (não tem no Zillow) está entre $1.3k e $1.5k

        0
        • Anonymous 30 de abril de 2012 at 17:51

          Eu utilizei Ann Arbor para poder comparar com SP (veja post acima), o estado mais rico da Banânia em termos de PIB/Capita. Na verdade, nos EUA não tem um estado tão povbre quanto SP, nem mesmo Porto Rico. Se voce for para os suburbios, vai encontrar coisa muito melhor, tipo townhouse por $ 2500 Reais/mes, incluindo condomíno, com 3 dormitórios, 2.5 banheiros. Evitei colocar os imóveis nos suburbios, pois os bananenses não tem a menor noção do que o termo significa nos EUA.

          0
    • Hévin 30 de abril de 2012 at 17:38

      E o pior é que uma merda dessa ainda acha inquilino.

      0
    • RosinhA 30 de abril de 2012 at 17:52

      Muito bom , muito bom, muito bom, hahahahahahaha, quase não parei de rir, colocar foto da caixa de disjuntores ainda mais da marca Steck, hehehehehe, e o pior está para alugar, como seu o inquilino se preocupasse com isso, nem na compra ninguém se preocupa, hahahaha e o pior dos piores o chuveiro só tem um a cozinha tem dois e cinco no total para aguentar o gato.

      Faltou colocar (((ap com steck na comunidade))), como o Brasil é amador nessa parte.

      0
    • Etmso 30 de abril de 2012 at 22:56

      Para descontrair:

      (((Na balada da Zona Sul do Rio)))

      Corretor na Balada: E aí gata, tudo bom?!

      Garota de Ipanema: Oi, tudo…

      Corretor na Balada: Sabia que moramos no mesmo bairro…

      Garota de Ipanema: Nossa, jura, que lindo!

      Corretor na Balada: Vamos dar um chego no meu Ap…

      Garota de Ipnaema: Vamos!!!!!

      (ambos pegam um táxi…Ford Versalles 1997…em poucos minutos…)

      Garota de Ipanema: Pera aí, qualé! Aqui é o Can…Cantaga…Cantagalo!

      Corretor na Balada: Calma gata, tá pacificado, tem uma UPP lá…a região tá valorizando muito…blá, blá, blá…. : )

      0
    • Pensativo 1 de maio de 2012 at 01:30

      Quem mora no Cantagalo é no máximo porteiro, doméstica e funcionário do comércio local. A renda deste tipo de profissional é no máximo R$1000,00 ( Quem ganha mais que isso não se sujeita a morar no morro).
      Digamos então que tenhamos um casal com renda somada de R$ 2000,00 e achem legal morar no Canta, pois é próximo ao trabalho e é STATUS morar no filé da Zona Sul. Com o aluguel de R$1300,00 mais taxas de luz e água (creio que com a pacificação o Gato-Light e Gato-CEDAE esteja um pouquinho mais difícil) e no final paguem R$1400,00 para morar. Pergunto: será que com R$ 600,00 eles conseguirão alimentar-se, vestir-se e se entreter? Acho que não. Portanto concluo que o aluguel citado está fora do valor que o seu público-alvo possa pagar.
      É simples, é matemática.

      0
  • Dudones 30 de abril de 2012 at 17:41

    Matéria de setembro de 2011, mas vale a pena a leitura pessoal!

    http :// correiodobrasil.com.br/valorizacao-artificial-acende-alerta-de-bolha-imobiliaria-em-sao-paulo-2/299581/

    0
    • Paty 30 de abril de 2012 at 18:05

      legal essa materia …

      0
    • MRCG 30 de abril de 2012 at 18:18

      Bom texto, mas trocaria a palavra ética por moral.
      Ética é de um grupo, por exemplo ética do advogados, ética do corretores.
      Ética = não ser deleal com o colega de profissão, não falar mal do colega de profissão = coorporativismo.
      Ou seja um advogado, médico, corretor pode ao mesmo tempo ser ético com o colega de profissão e imoral com o cliente.

      0
    • RosinhA 30 de abril de 2012 at 18:21

      Dudones/Paty veja o mesmo cara 1 mês depois, lembro desse cara eu assino a revista, sempre dá uma cordinha para quem paga a conta. Abaixo um pouco tem dois itens Brasil X EUA, e outro compro ou não onde Samy Dana fala a mesma coisa de sempre cliquem tb.

      h tt p://casa.abril.com.br/materia/boom-ou-bolha

      0
  • Paulo - RJ 30 de abril de 2012 at 17:58

    Reportagem do Morar Bem de Domingo:
    Achei estranho o fato de ter somente 2300 imóveis no Rio para locação. Se este número for verdadeiro, a discrepância é muito grande (tem a ressalva de que muita coisa que não é anunciada, ainda assim, é discrepante).

    link: “http:// oglobo.globo.com/imoveis/cacadores-em-busca-do-imovel-perfeito-4773234

    RIO – Eles passam o dia, literalmente, à caça. Batem em muitas portas, fazem amizade com zeladores e porteiros, conversam com os funcionários da padaria ao lado do prédio. Como detetives do mercado imobiliário, os “house hunters” farejam imóveis disponíveis para aluguel. Esta nova modalidade profissional está começando a ganhar espaço em imobiliárias e administradoras de imóveis do Rio e de São Paulo.

    O aquecimento do mercado, a dificuldade de achar imóveis para alugar e a competitividade entre as empresas está incentivando a segmentação da oferta desse serviço tão específico: ir atrás, até encontrar, o imóvel dos sonhos de seus clientes.

    — É um trabalho superpersonalizado, com foco no cliente — diz Roseli Hernandes, diretora da tradicional Lello Imóveis, de São Paulo, que tem um departamento com 12 house hunters só para locação. — É um trabalho de formiguinha, de investigação. Para isso, treinamos a equipe constantemente.

    Para estarem exatamente no tom, diz Roseli, eles devem ter curso de técnicas em transações imobiliárias, saber avaliar imóveis, conhecer muito bem a cidade e o mercado, além de ter ótima postura junto aos proprietários, para não assustá-los.

    — Nós conseguimos captar imóveis basicamente de dois tipos diferentes de proprietários: os investidores, que compram para alugar, e as pessoas que possuem dois imóveis e estão na dúvida sobre o que fazer com o segundo — conta o house hunter Sérgio Saborido, acrescentando que grande parte dos “achados” estava vazia.

    No Rio de Janeiro, a prática também ainda é novidade, mas já existem empresas oferecendo os serviços. Foi a competitividade do mercado que criou a necessidade de profissionais cada vez mais especializados, afirma o diretor do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci-RJ), Camilo Abicalil:

    — As imobiliárias e administradoras precisam dar uma atenção especial ao cliente para mantê-lo. A especialização dos corretores é uma tendência de mercado.

    Cidade do Rio tem apenas cerca de 2.300 imóveis para locação

    Não é para menos. De acordo com pesquisa do Sindicato da Habitação (Secovi-Rio), referente ao ano de 2011, atualmente a cidade tem somente cerca de 2.300 imóveis disponíveis para aluguel, o que, considerando uma população de mais de 6,3 milhões de habitantes, é irrisório. É claro que muitos apartamentos para locação sequer chegam a ser anunciados. Mas, ainda assim, existe muito mais gente procurando apartamento para alugar que imóveis disponíveis para locação.

    Só a administradora Renascença recebe cerca de 40 mil pedidos de aluguel por mês, no Rio — cem vezes mais que a quantidade de imóveis ofertados pela empresa.

    — A demanda para locação no Brasil sempre foi muito grande, pela dificuldade de se comprar a casa própria. Mesmo com as recentes facilidades de financiamento, a procura é muito grande, e só faz crescer — analisa Edison Parente, diretor comercial da Renascença, que conta com 16 profissionais só para buscar apartamentos e casas que atendam a todos os requisitos dos clientes “preferenciais”.

    É o caso do piloto Ricardo Miguel da Conceição. Recém-casado e já proprietário de um imóvel, no Recreio, ele procurava por um apartamento na Barra, para alugar, que se encaixasse em algumas exigências: fosse de frente para a praia, num andar alto, pegasse sol da manhã, fosse próximo ao quiosque do Pepê e fosse parcialmente mobiliado (ao menos com armários fixos e ar condicionado). Depois de tentar sozinho, por uns meses, sem sucesso, resolveu requisitar à administradora.

    — Este imóvel atendeu à minha expectativa direitinho: a vista é maravilhosa e fico bem em frente à área de prática do kitesurfe — diz ele, que pagou o equivalente a um mês de aluguel pelo serviço. — Mantenho meu apartamento próprio alugado, eu e minha mulher preferimos morar neste aqui.

    0
    • Pensativo 1 de maio de 2012 at 01:04

      Mais uma matéria paga. Existem dezenas de milhares de imóveis vagos para locação na cidade do Rio de Janeiro.

      0
      • aiwww 1 de maio de 2012 at 12:14

        Eu arriscaria dizer que apenas na região da Barra há mais de 2300 imóveis disponíveis para aluguel.

        0
  • MRCG 30 de abril de 2012 at 18:03

    População brasileira = muita gente querendo ganhar dinheiro fácil = muita gente querendo ganhar dinheiro sem trabalhar/produzir = população ineficiente.

    0
  • RosinhA 30 de abril de 2012 at 18:03

    “As imobiliárias e administradoras precisam dar uma atenção especial ao cliente para mantê-lo”.

    Parabéns parece que até que enfim estão se mancando, mais já não seria um pouco tarde para isso? Não poderiam sempre ter feito isso sempre como venho dizendo sistematicamente.

    0
  • MRCG 30 de abril de 2012 at 18:05

    São poucas as pessoas que querem agregar valor a um bem/serviço, e essas são tidas como otárias.

    0
  • Miguel Jacó 30 de abril de 2012 at 19:03

    Dólar atinge a marca de R$ 1,90…

    0
    • Miguel Jacó 30 de abril de 2012 at 19:08

      0/04/2012 – 05h07
      Economia espanhola cai 0,3% no 1º trimestre e entra em recessão

      Semana passada foi a Inglaterra, hoje, é a Espanha…amanhã, quem será?

      “http://economia.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2012/04/30/economia-espanhola-cai-03-no-1-trimestre-e-entra-em-recessao.jhtm”

      0
      • GB 30 de abril de 2012 at 20:27

        Brazil ? Pelo menos o pessoal já tá levando os dólares embora, tudo começa assim.

        0
      • Charles 30 de abril de 2012 at 20:49

        Acabei de assistir ao pronunciamento da Presidenta antes do jornal nacional na globo…

        Confesso que fiquei mais tranquilo. Segundo ela, ta tudo bem, ela está trabalhando incansavelmente para podermos desfrutar de toda a riqueza que o Brasil oferece.

        0
        • RosinhA 30 de abril de 2012 at 21:53

          Charles o que achei estranho é que o pronunciamento era sobre o dia do trabalho e ela bateu na tecla de tecnologia, desoneração de impostos, e sermos competitivos perante ao mundo N vezes, se for mesmo para este lado pode ser que o estrago seja menor, mas quando chegou na hora de que os juros abaixaram já deu aquele balde de água gelada novamente e foi tudo pelos ares. As intenções podem ser boas mas os tal dos interesses ainda prevalecem, beco sem saída.

          0
          • ronald 30 de abril de 2012 at 22:10

            “Lógica perversa” foi a expressao q Dilma usou sobre o spread dos bancos.

            Ela está comprando uma briga grande pois o Brasil sempre foi vendido aos bancos e empresas internacionais…

            Gostei sim!

            0
        • Ploc 1 de maio de 2012 at 12:42

          Bom, fui comparar os pronunciamentos do dia dos trabalhadores (2010, 2011 e 2012) esperando que tivesse alguma dica sobre o nosso futuro.

          LULA 2010 (estado de euforia)
          http://www.youtube.com/watch?v=dxsQA7Nnq78 <<< Não tem culpados
          DILMA 2011 (estado de euforia)
          http://www.youtube.com/watch?v=5q_b9yMAOC0 <<< Não tem culpados
          DILMA 2012 (estado de desespero)
          http://www.youtube.com/watch?v=TYTFNINKP5U <<< Acharam alguem para culpar e claro que nunca vai ser as ações feitas (ou melhor, não feitas) no passado.

          Parece que o rumo mudou mesmo. Acho que a agua tá batendo no nariz.

          PLOC

          0
    • Revoltado 30 de abril de 2012 at 22:53

      Conforme foi destacado hoje numa matéria da Globo News, a tendência é de desvalorização do real frente ao dólar. Podendo atingir 2,20 em 2016.
      Motivos apontados:
      – previsão de recuperação da economia americana nos próximo anos,
      – perda de atratividade do Brasil no cenário mundial caso persista a queda da taxa de juros
      – busca de equilibrio na balança comercial ( tem muito brasileiro gastando dinheiro fora)
      – incetivar o turismo, principalmente na Copa e Olimpiadas para corroborar o aumento no valor do imóveis.
      esse ultimo eu inventei, rizzzzadas!

      0
    • Anonymous 30 de abril de 2012 at 23:18

      Estou sugerindo faz tempo abrir uma poupança nos EUA, longe do alcance do governo da Banânia. Já detalhei o procedimento aqui no BLOG várias vezes.

      0
      • Zoom 1 de maio de 2012 at 10:28

        Não seria um tiro no pé a valorização do dolar para os eventos esportivos?

        0
  • Rafael 30 de abril de 2012 at 21:13

    Atenção para o que a Dilma não disse e vai divulgar AMANHÃ, no dia do trabalhador:

    Abatimento do Imposto de Renda para quem comprar imóvel na planta, mas é limitado a 15% da renda bruta.

    Link p/ ver a imagem do documento:

    h t tp: //postimage.org/image/csevl1hxj/

    0
    • Seu Madruga 30 de abril de 2012 at 22:57

      É um alívio justo para todos os que estão comprando imóveis para morar/investir! A imagem diz tudo!

      0
  • RosinhA 30 de abril de 2012 at 22:01

    Tem um post do Andre no asssunto anterior dizendo que somos lunáticos, esse André é aquele o Andranta amigo da Kássia do Leblon dos blogs.

    0
    • A espera de um estouro 1 de maio de 2012 at 12:41

      É o famoso André MMs (médias móveis)

      0
  • Money Addicted 30 de abril de 2012 at 22:29

    amigo,

    impressao minha ou vc esta defendendo o Brasil?

    (nao estou defendendo o anonymous…rs) mas me surpreende o fato de alguem defender esse pais!

    []s

    0
  • Revoltado 30 de abril de 2012 at 22:59

    Espanhóis, portugueses e italianos somam 90% destes imigrantes.
    Só faltavam vir gregos né! Os 4 países mais pobres da UE.
    Brasil virou asilo para os elementos fugindo da pobreza e desemprego na europa.
    Assim como ocorreu no passado, quando os imigrantes vinham fugidos da guerra.
    Com pouca ou nenhuma especialização.
    Não vejo isso como fator positivo para o país.

    0
    • Pensativo 1 de maio de 2012 at 00:58

      Revoltado, favor voltar às aulas de geografia. Comentários como o seu que me faz cada vez mais ter menos prazer em visitar o blog.
      “https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/rankorder/2004rank.html?countryName=Italy&countryCode=it&regionCode=eur&rank=45#it
      “http://pt.wikipedia.org/wiki/Uni%C3%A3o_Europeia

      0
      • Revoltado 1 de maio de 2012 at 01:34

        Me desculpe senhor “Atlas Geográfico”, mas nao entendi sua colocação.
        Você quer argumentar o que?
        Que existem países mais pobres?
        Esses dados que vc postou referentes a um relatório da CIA de 2004, (muito antes da crise) seriam os parâmetros corretos para avaliar o ano de 2012?
        Eu acho que você deve voltar as aulas de geografia, e não eu.
        Mesmo nos países da Antiga União Soviética, que são meramente “agregados” pois não compartilham o Euro, a situação está bem melhor que nos países citados.
        A não ser que você não assista os noticiários internacionais.
        Espanha com taxas absurdas de desemprego, entre os jovens essa taxa é superior a 50%. Grécia e Portugal com índices um pouco menores mais igualmente preocupantes.
        O endividamento monstruoso Grego compromete não apenas a Grécia, mas o próprio Euro, pois os credores são banco da UE.
        Então antes de vc vir aqui criticar, procure se fundamentar no que diz.

        0
        • Fausto Luiz 1 de maio de 2012 at 11:41

          Concordo, e acrescento, vide a grande diferença entre os latinos ibéricos e ítalos com os anglo saxões (Grã-Bretanha) e germânicos (alemanha). Infelizmente, não tem como dizer o contrário, a História prova – O problema da Europa está nos latinos. Não sou perconceituoso, não sou, mas o que acabou com a herança européia Norte-Americana foram ter deixado a revelia o ingresso dos imigrantes latinos-americanos. O tema é polêmico. Até

          0
          • RosinhA 1 de maio de 2012 at 14:52

            Fausto vamos ver quem vai patrulhar seu comentário.

            RosinhA – De olho.

            0
        • Pensativo 1 de maio de 2012 at 13:43

          O Date Infomation do relatório da CIA é em sua maioria atualizado com dados de 2011 e não 2004. Aparentemente você nem abriu o link e pior, nunca deve ter visitado estes países que considera escória.
          Fica a dica: vá se atualizar.

          0
          • Revoltado 1 de maio de 2012 at 15:37

            Amigo olhe você no próprio link que postou.
            “rankorder/2004rank.html”
            E outra, sim eu ja visitei diversos países da Europa.
            Falo com propriedade que estes países são os mais pobres.
            A espanha ainda tem sua riqueza histórica preservada, mas as pessoas estao vivendo cum muita dificuldade devido a crise e o desemprego.
            Na Itália ao visitar o Coliseu, vi diversas partes onde foi colocado cimento de forma grosseira. Não há a conservação desta que é uma das reliquias do mundo antigo.
            Na grécia é ainda pior. Não há quase nada de pé, e o pouco que ainda existe esta muito mal cuidado.
            Já ao visitar a alemanha, fiquei surpreso pois não haviam veículos velhos, trens velhos, e nem roletas/catracas em nenhum transporte público! Isso mesmo, não há roletas! Você paga por saber que é o certo a se fazer.
            Me pergunto se isso seria possível no Brasil.

            0
  • Leo 30 de abril de 2012 at 23:02

    Efeito manada… assim como aconteceu nos imoveis.. mesma coisa.

    Sempre converso com amigos de fora sobre o Brazil e todos ficam chocados quando falo sobre a nossa realidade. A midia tem feito um otimo trabalho p/ redesenhar a imagem do pais tropical.. das bananas e dos bananas.

    Ja ja isso passa… E sinceramente, quando vejo todos correndo p/ uma direcao, penso em seguir na direcao oposta.

    0
  • Anonymous 30 de abril de 2012 at 23:06

    Prestou atenção no começo do texto?

    Entre 2010 e 2011, quase 600 mil pessoas vieram morar no Brasil. Nunca tivemos tantos imigrantes por aqui desde o fim do século 19. E ELES NUNCA VIERAM DE TÃO PERTO.

    Basta pensar um pouco para concluir QUEM são esses imigrantes de tão perto, afinal EUA ou Europa é longe, não é mesmo?

    0
    • Revoltado 1 de maio de 2012 at 01:36

      Se vc olhar a matéria ela não considera os imigrantes vindos da américa do sul.

      0
  • Fabio 30 de abril de 2012 at 23:39

    Nos anos 80 ( a chamada década perdida) o percentual de imigrantes era de 0.8% da população. Em 2010 a proporção é a mesma, para ser mais exato 0.79%, porém vieram mais bolivianos.
    Duas formas de se dar a mesma notícia.

    0
  • simone 1 de maio de 2012 at 00:05

    polibio braga blog

    Entrevista – Vendas cresceram zero em abril, mas maio promete avanço nominal de 10% em Porto Alegre
    Gustavo Schiffino, presidente da CDL de Porto Alegre

    Como foram as vendas do comércio lojista em abril?
    Foi um mês complicado, com dois sábados a menos sobre março.

    O que isto significa em números?
    Ainda não fechamos o Termômetro de Vendas, mas se você trabalhar com crescimento nominal de 3% a 4% sobre o mesmo mês do ano passado, não vai errar.

    Ajustado, isto significa crescimento zero.
    Por aí.

    E maio?
    Tem o Dia das Mães para ajudar. Só para a data, prevemos vançar 12% nominais sobre igual data do ano passado. No mês, vamos avançar 10% nominais, portanto com crescimento real bem considerável.

    Inadimplência?
    Muito baixa em Porto Alegre. Não percebemos nada anormal.

    0
    • Guilherme SC 1 de maio de 2012 at 00:27

      Porto Alegre com o número de lançamentos de shoppings logo logo veremos uma correção.

      0
  • Anonymous 1 de maio de 2012 at 01:02

    Aqui o que voce pode fazer, tudo dentro da Lei, POR ENQUANTO. Voce pode ir para outros lugares e escolher outros bancos. O que segue é apenas uma sugestão.

    1 – Passagens pela American Airlines para MIAMI, cerca de 2000 Reais ida e volta.

    2 – Hoteis perto do aeroporto (oferecem transporte gratis entre o hotel e o aeroporto, basta telefonar para o hotel quando chegar)

    Sleep Inn Miami Airport, $ 120 USD/night
    “www.sleepinn.com/hotel-miami_springs-florida-FL817″

    Comfort Inn & Suites Miami Airport, $ 116 USD/night
    “www.comfortinn.com/hotel-miami_springs-florida-FL818”

    3 – Banco perto dos hoteis (dá para ir a pé)
    “https://www.wellsfargo.com/”
    4299 NW 36th St, Miami Springs, FL 33166
    Phone: +1 (305) 351-9818

    4 – Levar extrato mostrando o endereço na Banânia e o passaporte.

    5 – Preencher o W8-BEN (receita Americana para caracterizar estrangeiro não residente). Fazer o download no seguinte link “www.irs.gov/pub/irs-pdf/fw8ben.pdf”

    6 – Abrir uma savings account com pouco dinheiro (300 USD já é suficiente).

    7 – Na volta, enviar o dinheiro pelo sistema bancário bananense. Voce vai ter que mostrar o IRFP para convencer o gerente do banco que o dinheiro é legítimo. Vai custar 0.68% do valor da remessa (IOF) + contrato de fechamento de câmbio (um valor fixo da ordem de 100 USD)

    PS: Shakespeare disse, abril 26th, 2012 at 20:04: Corta para o Miguel Jacó com a placa indicando o dia 12/06/12 ladeado pelo Anonymous distribuindo formulários para abrir ‘saving accounts’ nos States e o xyz bradando palavras de ordem contra o governo.

    0
    • Pensativo 1 de maio de 2012 at 02:09

      Anonimo (pois provavelmente é brasileiro),
      De duas uma: ou você trabalha em um banco norte-americano e sua função é captar recursos do estrangeiro ou você está se sentindo só e quer aumentar a comunidade de cucarachas tupiniquins nos EUA.

      Agora é sério, todos sabem que os melhores empregos nos EUA ficam para os estadunidenses. A única exceção é quando o não-estadunidense for excepcional em sua área de atuação – aquela pessoa que faz aquela diferença – e que não há análogo facilmente disponível no mercado local. Caso contrário, o empregador estadunidense sempre dará prioridade a um conterrâneo (o que é o normal em todo o lugar do mundo) e o que sobra para o latino são aqueles empregos que ninguém quer (pelo menos ninguém com nível superior, em um bom curso e em uma boa universidade federal).
      Isso foi falado por colegas que tentaram a sorte nos EUA quando o país ia bem das pernas, lá para meados de 2003/2004. Com a crise, de lá para cá, presumo que a situação não tenha melhorado muito para os latinos nestas terras estrangeiras.

      Tirando raríssimas exceções, os leitores deste blog são brasileiros, predominantemente funcionários públicos e com nível intelectual médio-baixo. Portanto pergunto-te: porque cargas d’água trocaríamos nossas baias refrigeradas, com máquinas de café e bons estáveis salários por uma pia cheia de pratos sujos nos EUA?

      0
      • GB 1 de maio de 2012 at 06:01

        Não gostei da parte “funcionários públicos e com nível intelectual médio-baixo.”, “c” já tentou passar em algum concurso público atualmente ?

        Mas gostei da parte “baias refrigeradas, com máquinas de café e bons estáveis salários”, foi legal.

        0
        • Cleyton 1 de maio de 2012 at 10:27

          Imagino que ele deva estar se referindo à Cargos Comissionados, pessoas de nível intelectual médio-baixo que possuem Função dentro da máquina Pública por amizade Política, creio que não tem nada a ver com Servidores Públicos Concursados.

          0
      • GB 1 de maio de 2012 at 06:04

        Uma coisa é certa: se mandarem a tiazinha que faz o café embora, tem que repor imediatamente ou tem greve.

        0
        • Miguel Jacó 1 de maio de 2012 at 10:17

          Onde trabalho evitaram a greve, pois trocaram a tiazinha por uma máquina de café, daquelas que fazem até capuccino.

          0
          • Cleyton 1 de maio de 2012 at 10:35

            Onde eu trabalho isso jamais aconteceria, já tiraram a garrafa do corredor para evitar “reuniõezinhas” paralelas!

            Agora tá uma comédia, o pessoal pára do lado do galão de água, pega um copo e passa um tempão mordendo a borda pra parecer que ainda estão tomando, quando o chefe passa faz fila pra encher o copinho roído denovo!

            0
          • Dr. Estranho 1 de maio de 2012 at 13:16

            MPF – SP ???

            0
      • Zé Pedro Bolhão 1 de maio de 2012 at 09:27

        Pensativo,

        Muito bom o teu post, mas já te adianto, não adianta argumentar com o anônimo, ele é igualzinho ao major policarpo quaresma, só que do avesso. Ao invés dos brios nacionalistas a ponto de querer instituir o tupi guarani como língua pátria, ele quer que todo brasileiro largue a terra e vá pedir em inglês para ser subalterno dos gringos, como provavelmente ele é.

        Confesso que até um tempo atrás eu também tinha um pouco de complexo de vira-latas, mas o emprego que tenho atualmente me curou completamente. Nas empresas que operam plataformas no brasil hoje é um diferencial competitivo para os gringos… falar português. Chega a ser cômico ver os caipiras do alabama e do mississipi falando aquele português todo duro com a boca cheia de fumo. Claro que eu falo inglês com eles, pq é muito mais fácil e eu não sou nenhum policarpo, mas tenho colegas que falam tudo em português só para deixar eles loucos. É divertido, mas não deixa de ser maldade. Inclusive, muitos estão vindo morar no brasil para aprender a língua e ter melhores chances de crescer na carreira.

        Anônimo,

        Que este testemunho te sirva de motivação para ver que SIM, VOCÊ PODE (ou YES, YOU CAN, caso teu portugues esteja enferrujado) montar nos gringos ao invés de ser montado por eles. Mas, para isso, tem que ser aqui na nossa casa, e não na casa deles, pq lá são eles que mandam. E mais, não é indo pros states que tu deixou de ser brasileiro, essa sina tu vai carregar pra sempre e é muito melhor ser brasileiro no brasil, já que aqui isso não é um defeito tão grave. Volta pra casa, estamos te esperando e até te ajudamos a escolher um apartamento bolhudo.

        0
        • thiago fm 1 de maio de 2012 at 10:39

          Anonymous,

          E para abrir uma “savings account” no Brasil só precisa de R$ 100,00 , ganha um poupançudo e ainda concorre a uma casa bolhuda

          Vem pro Brasil vc também, Vem!

          0
          • Cleyton 1 de maio de 2012 at 10:41

            Hahaha, boa!

            0
      • Leno 1 de maio de 2012 at 14:09

        “Agora é sério, todos sabem que os melhores empregos nos EUA ficam para os estadunidenses.”

        E tem que ser assim mesmo! Ao contrário da maioria das empresas brasileiras que valorizam muito mais o gringo do que o próprio brasileiro. Aqui escreveu no currriculo que é gringo, está contratado!, para cargo de liderança então nem se fala. As empresas tem orgasmos quando chegam os indianos falando aquele inglês horrivel, Alemães, loiros e altos como Hitler gostava, são tratados aqui como semi-Deuses pelas empresas, não importa se são verdadeiras amebas, na visão das empresas daqui, se é gringo é bom.

        Diante disso, creio que não seria tão traumático assim viver em outro país e sofrer discriminação, pois isso já ocorre aqui na nossa terra.

        0
        • RosinhA 1 de maio de 2012 at 14:37

          Não precisa ir para outro, seja empreendedor no seu próprio país, o tempo que é dedicado ao trabalho principalmente no exterior, se fosse colocado aqui da mesma forma, não teria erro seria sucesso na certa.

          0
          • Leno 1 de maio de 2012 at 15:47

            Depende do que vc entende por sucesso. Não posso fazer a comparações quanto isso porque minha experiência no exterior não me dá parametros para debater essa questão. Mas posso dizer que quem quiser ser empreendedor aqui tem que estar disposto a passar por uma via Crúcis para sobreviver as barreiras buracráticas, fiscais, e ainda ter estomago forte para para conviver com corrupção .Isso sem contar nas “justiça” trabalhista que adora fazer justiça social com o dinheiro dos outros.

            Por isso é dificil acreditar neste país, que ao invés de incentivar a livre iniciativa e facilitar o processo para prover geração de novos serviços e produtos, gerando emprego e impostos, oprime cada vez mais com esse sistema inificiente e corrupto.

            0
            • RosinhA 1 de maio de 2012 at 16:01

              Desculpe estava tentando ajudar em uma saída, se quando trabalha não é reconhecido, ou é trocado por outro de menor conhecimento e maior postura, acho que seria a hora de partir para outra, ninguém por melhor que ganhe suporta ser mal reconhecido. Quanto a empresa, existem suas estradas espinhosas sim, mas pense em algo menos burocrático, simples, venda direta, com público que ainda não foi atingido, se partir para áreas onde as práticas estranhas já estão contaminadas, aí é sem saída mesmo. Serviços geralmente fogem da patrulha dos interessados em $$$ fácil, pode ser esse o motivo de tanto dinheiro sendo injetado e inflando nossa economia e onde a maioria não sabe de onde vem.

              0
              • Leno 1 de maio de 2012 at 19:09

                Eu não falo exclusivamente de mim Rosinha.Tambem não dou a mínima para esse papo de reconhecimento. Trabalho nada mais é do que uma realação bilateral, com direitos e deveres para os dois lado. Portanto, não fico esperando tapinha nas costas de ninguem, me preocupo apenas em ter o contratei e entregar o que foi solicitado.

                Quanto a empresa, acho que a partir do momento que vc usa como critério o que é mais facil ou menos dificil para escolher no que vai atuar, já começa errado e as chances de dar errado triplicam. O segredo está em trabalhar com algo que voce conheça e domine, mesmo que seja para vender purificador de água.

                Eu já tenho uma empresa no setor de serviços, mas não tenho funcionários.Na verdade, sou “funcionário” de outra empresa, mas no regime de pessoa juridica ao invés de CLT. E quero permanecer assim.

                0
                • RosinhA 1 de maio de 2012 at 19:44

                  Leno se pensa dessa forma parabéns a maioria é infeliz e até entra em depressão por não se reconhecido, independente de seu salário, agora quando digo empresa, é só para ter aquela tranquilidade de não ser mandado embora a qualquer momento, mas tb concordo se não possuir conhecimento ou vocação passa a ser ótima dor de cabeça.

                  0
    • Thiago A. 1 de maio de 2012 at 10:52

      “Na volta, enviar o dinheiro pelo sistema bancário bananense. Voce vai ter que mostrar o IRFP para convencer o gerente do banco que o dinheiro é legítimo”

      Que bom se fosse tão fácil assim

      Primeiro você tem que ter sorte do seu gerente não ser um completo imbecil e saber do que você está falando

      De cada 100 gerentes 1 ou 2 devem conhecer conceitos complexos como “existem outros países no mundo”, “código swift”, “IBAN” etc E você envia o pagamento é capaz de ir parar na Tanzânia.

      Não estranhe se a sua empresa tiver que fazer pagamentos ao exterior e mais da metade dos pagamentos der problema e você ficar “mal na fita” com quem tem que receber o dinheiro. (história real)

      A dica que dou é que o Banco Rendimento (aparentemente) se especializou em operações de câmbio, muita gente que recebe dinheiro do Google Adsense tem conta lá

      0
      • Anonymous 1 de maio de 2012 at 12:04

        De fato, 99.99999% dos gerentes são imbecis, afinal são abnanenses. O melhor banco que encontrei para transferir dinheiro foi o ITAU PERSONALITE, o pior foi o BB (quanta surpesa, não?).

        Em todo caso, voce vai ter que ENSINAR o gerente, fazendo-o contactar a central de câmbio do banco onde ele trabalha. vai levar umas 2 ou 3 semanas, mas ele acaba aprendendo.

        0
        • Thiago A. 1 de maio de 2012 at 12:30

          Mas curiosamente quando precisei descontar um cheque do exterior via BB correu tudo tranquilamente (na Ag. de Cambio, já que lá sabem um pouco mais)

          0
          • Cleyton 1 de maio de 2012 at 12:50

            Bom, se não souberem fazer isso numa Agência de Câmbio seria melhor fechar as portas e ir pra casa.

            0
    • Pablo Gallardo 1 de maio de 2012 at 11:31

      Não há nenhuma razão para tirar dinheiro do país.
      O Brasil é um país excelente para quem guarda dinheiro. Mesmoa a simplória poupança dá um retorno que, mesmo pequeno, é maior do que em outros países (cobre a inflação e dá mais uns 2% ao ano).
      Uma savings account no USA dá juros irrisórios. Não há o mínimo cabimento em tirar dinheiro do BR para investir em bancos dos EUA. Se for investir em outras coisas ai talvez valha a pena. É preciso avaliar caso a caso.

      0
      • Anonymous 1 de maio de 2012 at 12:09

        Só em abril, o dolar subiu 4.4% (equivale a 68% ao ano). A Força sindical já colocou seus idiotas úteis nas ruas para protestar contra a desindustrialização da Banânia no mes passado. O resultado é que a república dos companheiros j’aestá dando um jeitinho do dolar subir. Eu acredito que vai continuar subindo pois, do contrário, a Banânia vai parallizar suas exportações. A alternativa para a Banânia seria aumentar a produtividade, mas isso requer educação, que por sua vez requer décadas. Bom, eu não estou disposto a esperar décadas, mas talvez alguns aqui estejam pois eles AMAM a Banânia.

        0
        • Pablo Gallardo 1 de maio de 2012 at 14:46

          O dólar é tão previsível quanto o mercado de ações (ou seja, nada previsível). Creio que vá subir um pouco mais, mas o futuro a longo prazo não dá para saber. Pode haver quedas vertiginosas denovo, tudo depende da economia lá fora. A meu ver dólar não é um bom investimento (a não ser para quem é doleiro e consegue dólares por um valor puro, inferior a própria cotação). É só olhar o acumulado da década passada.

          0
  • Neo 1 de maio de 2012 at 01:16

    O dolar bateu os 1.90 procurando entender essa merda , recebo um post do FI , para o seu deleite leia tudinho e tente prever o que vem por ai … bom feriado

    ———————————–

    Estamos conseguindo espantar os investidores estrangeiros
    As medidas agressivas adotadas pelo governo federal para desvalorizar o real estão deixando os investidores estrangeiros sem saída, a não ser procurar outro lugar, com uma política econômica mais estável, para investir suas reservas. Os investidores japoneses, referência no mercado de câmbio, se desinteressaram pelo Brasil e estão realocando seus recursos em outros países emergentes como Turquia, África do Sul e Indonésia. A entrada de capital estrangeiro está aumentando nestes países, enquanto no Brasil os fundos mútuos japoneses venderam 38,5 milhões de ienes denominados em real somente no mês passado. …… continua.

    ….

    ps. continua no link

    http://www.financasinteligentes.com/2012/04/estamos-conseguindo-espantar-os.html

    0
    • Anonymous 1 de maio de 2012 at 13:27

      … japoneses venderam 38,5 milhões de ienes denominados em real …

      Os japoneses ABRIRAM os olhos 😉

      0
      • Pensativo 1 de maio de 2012 at 14:12

        Fala sério, 38,5 milhões de ienes não da 92 mil reais. Onde 92k em uma economia de 2.5tri faz alguma diferença?
        Eita reportagem fajuta.

        0
        • Pensativo 1 de maio de 2012 at 14:13

          Digo: 920 mil.

          0
      • alexny68 1 de maio de 2012 at 19:36

        O BC/gov sabem que o dinheiro esta saindo rapidamente do brasil e a unica solucao q arrumaram foi marketear pro povao que o real esta desvalorizando pq o brasil (melhor pais do mundo KKK) esta ganhando a guerra cambial

        Nenhum governo no mundo tem bala pra segurar cambio por muito tempo , muito menos o brasil

        Quem acredita nestes 350 bi de reservas que o governo mais corrupto do mundo diz que tem

        Ver o valor real de uma moeda eh muito simples , visite os dois paises USA/brasil por uma semana e note como o real nao vale mais nada dentro do brasil , nao eh soh os imoveis q estao caros , esta tudo caro (ou….o real nao vale nada)

        vcs estao esquencendo que a cumpanheirada do PT que mandam na impressora

        0
    • Revoltado 1 de maio de 2012 at 16:04

      Já postei mais acima :

      Revoltado disse:
      abril 30th, 2012 at 22:53
      Denunciar abuso

      Conforme foi destacado hoje numa matéria da Globo News, a tendência é de desvalorização do real frente ao dólar. Podendo atingir 2,20 em 2016.
      Motivos apontados:
      – previsão de recuperação da economia americana nos próximo anos,
      – perda de atratividade do Brasil no cenário mundial caso persista a queda da taxa de juros
      – busca de equilibrio na balança comercial ( tem muito brasileiro gastando dinheiro fora)
      – incetivar o turismo, principalmente na Copa e Olimpiadas para corroborar o aumento no valor do imóveis.
      esse ultimo eu inventei, rizzzzadas!

      g1.globo.com/economia/seu-dinheiro/noticia/2012/04/gastos-de-brasileiros-no-exterior-batem-recorde-no-1-trimestre-diz-bc.html

      brasil.gov.br/noticias/arquivos/2012/03/23/economia-dos-eua-mostra-sinais-de-recuperacao-enquanto-europa-continua-em-situacao-critica-diz-ipea

      investimentosnapratica.com/como-a-queda-da-selic-afeta-seus-investimentos/

      0
      • Atribulado 1 de maio de 2012 at 17:47

        xiiii, se saiu na grande mídia, é pq vai acontecer o contrario

        0
    • Miguel Jacó 1 de maio de 2012 at 18:26

      Bolha, dou como sugestão abrir um tópico sobre o recado da Dilma na televisão, em cadeia nacional, para todo bananense ver e ouvir, na véspera do feriado do Dia do Trabalho.

      As palavras dela foram fortes em direção aos bancos privados, algo inédito e fantástico na Banânia, ainda mais por ter saído da boca da Presidente da República, em alto e bom som para todos.

      Creio que este fato mereceria uma análise profunda de nossos especialistas do blog, em um tópico exclusivo. Um abraço!

      0
  • interior 1 de maio de 2012 at 07:53

    INDÚSTRIA DE SERTÃOZINHO DERRUBA A BALANÇA COMERCIAL DA REGIÃO DE RIBEIRÃO PRETO.
    REDE DE SUPERNERCADOS DEMITE MAIS DE 200 EM ARARAQUARA SP.
    COM RECEIO DE CALOTES , EMPRESAS QUESTIONAM ONDE DEPOSITAR RECURSOS.
    UOL ECONOMIA.

    0
    • Ploc 1 de maio de 2012 at 11:23

      Pessoal fica tranquilo a familia Brizola vai resolver o problema dos trabalhadores.

      0
  • RosinhA 1 de maio de 2012 at 09:28

    Quando essa (((cidade))) não o estado, apenas diminuir o ritmo, o Brasil já se foi faz tempo, números que assustam, até para quem mora em SP.

    Faltou o número de edifícios e quantidade de domicílios, não achei fonte precisa.

    h tt p://www.youtube.com/watch?v=ayEpk2_nK4g

    h tt p://www.visitesaopaulo.com/dados-da-cidade.asp

    0
    • RosinhA 1 de maio de 2012 at 09:33

      A felicidade se realizar, morando num BNH, ainda continnua na moda, só que agora o sonho é MCMV.

      0
  • Roc 1 de maio de 2012 at 10:27

    Nossa amiga Gafisa enrolada em mais um problemão:

    h t tp://www.portalamazonia.com.br/editoria/meio-ambiente/acao-civil-quer-punir-empresas-por-construcao-de-luxo-em-area-da-uniao-em-manaus/

    0
  • interior 1 de maio de 2012 at 10:30

    BELO HORIZONTE TEM O MENOR DESEMPREGO E SALVADOR , O MAIOR .
    UOL ECONOMIA.

    0
  • thiago fm 1 de maio de 2012 at 11:17

    http ://www1.folha.uol. com.br/mercado/1083840-tres-em-cada-quatro-brasileiros-se-sentem-felizes-com-o-trabalho.shtml

    Dois em cada três trabalhadores do país não ganham mais do que dois salários mínimos mensais; três em cada quatro estão felizes ou muito felizes com seu trabalho.

    Pesquisa realizada pelo Datafolha mostra que, a despeito da renda modesta e da conjuntura de calmaria econômica, o contentamento com o trabalho é generalizado e superior ao declarado no início da década passada.

    Abrir negócio próprio não passa de sonho, diz Datafolha
    Teste a sua relação com o trabalho e compare com outros brasileiros

    De 1.574 entrevistados nos dias 18 e 19 de abril, 61% afirmaram estar felizes em suas ocupações, e 16%, muito felizes. A margem de erro é de três pontos percentuais.

    Quando o mesmo questionário foi aplicado em novembro de 2001, a porcentagem dos mais entusiasmados foi idêntica, mas os demais somavam apenas 45%.

    Tal felicidade, apurada entre assalariados, informais, autônomos e empregadores, pode ser expressa em termos menos abstratos.

    No período, a parcela dos que não temem o desemprego aumentou de 63% para 73%; os que classificam seu relacionamento com os colegas como ótimo ou bom passaram de 89% a 93%; com o chefe, de 83% para 88%.

    Em proporções compreensivelmente menos generosas, a satisfação com a remuneração também mostra progressos: para 48%, ela está de acordo com o trabalho exercido, um empate técnico com o grupo dos que acham que recebem abaixo do merecido.

    Pouco mais de dez anos atrás, os insatisfeitos estavam em maioria de 53%.

    MELHORA DO MERCADO

    De lá para cá, as transformações do mercado de trabalho brasileiro proporcionaram uma melhora mais visível e duradoura que a da maioria dos demais indicadores econômicos do país.

    Superada a turbulência financeira que marcou a transição entre os governos FHC e Lula, a oferta de novas vagas e o aumento da renda, apurados pelo IBGE nas seis principais regiões metropolitanas, seguem trajetórias quase ininterruptas.

    A taxa de desemprego chegava aos 11,5% em novembro de 2001, quando o Brasil enfrentava os impactos do colapso político-econômico da Argentina e dos atentados terroristas contra os EUA.

    Hoje, enquanto a crise originada nos países desenvolvidos interrompe o ensaio de retomada do crescimento nacional, o desemprego se mantém ao redor dos 6%, nos menores patamares do período.

    Já o rendimento médio das pessoas ocupadas cresceu mais de 60% acima da inflação, para R$ 1.705 mensais.

    DESIGUALDADE

    Os números evidenciam, porém, que a felicidade com o trabalho transcende a segurança profissional e o conforto material. Um sinal é que, mesmo na crise do fim de 2001, os felizes eram maioria.

    Outro é que a distribuição da felicidade é muito menos desigual que a da renda: os felizes e muito felizes são 73% entre os que têm renda familiar até dois mínimos (R$ 1.244) e 90% na faixa acima dos dez mínimos (R$ 6.220).

    SÓ ESTOU TENTANDO DESCOBRIR COMO ALGUÉM CONSEGUE SER FELIZ NO BRASIL GANHANDO R$ 1000,00

    MAIS UMA CONSTATAÇÃO IMPORTANTE RETIRADA DA TABELA DE DISTRIBUIÇÃO DA RENDA FAMILIAR MENSAL NO UNIVERSO DA PESQUISA

    DE R$ 3111,00 à 6220 = 10%
    DE R$ 6221,00 À 12440 = 3%
    ACIMADE 12440 = 1%

    AGORA ME EXPLIQUEM: QUEM PELOS DIABOS ESTÃO COMPRANDO ESSES IMÓVEIS?

    0
    • Miguel Jacó 1 de maio de 2012 at 11:32

      Investidores estrangeiros, investidores pobres, classe média e ricos.
      Alguns, à vista.
      Outros, a perder de vista, na esperança de que o retorno do investimento pague a conta e ainda gere o sonhado lucro monstruoso.

      0
    • Pablo Gallardo 1 de maio de 2012 at 11:38

      Detalhe que esse ultimo dado que você colocou se não me engano é de Renda BRUTA para a família toda, não é per capta.
      Então só 1% da população ganha 12 paus quando se considera a familia toda (se considerar 4 pessoas da uns 2 mil liquido per capta).
      Como esse povo compra esses imóveis (e por quanto tempo pagarão esses imóveis) é difícil saber.

      0
  • Ploc 1 de maio de 2012 at 11:36

    Eu vejo da seguinte forma. O cara que está voltando ou mudando para cá já está chegando na hora da xepa e vai perceber que a situação do país não está nada bem.

    0
  • thiago fm 1 de maio de 2012 at 11:53

    http ://www.zap.com .br/revista/imoveis/feiras-e-eventos/feirao-da-caixa-vai-oferecer-171-713-imoveis-20120427/

    FEIRÃO 2012

    São Paulo vai receber o Feirão Caixa da Casa Própria entre os dias 18 e 20 de maio, no Centro de Exposições Imigrantes. A expectativa do banco até ontem era oferecer 171.713 imóveis, sendo que 24,5 mil são unidades novas prontas e na planta. Do total de imóveis novos, 15,2 mil estão enquadrados no programa Minha Casa, Minha Vida, com valor máximo de venda de R$ 170 mil. As demais ofertas incluem imóveis usados.

    Estão previstas a participação no evento de 95 construtoras, 133 imobiliárias e mais de 100 corretores do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci).

    http ://www.zap. com.br/revista/imoveis/ultimas-noticias/feirao-da-caixa-sp-oferece-195-mil-imoveis-20110513/

    FEIRÃO 2011

    Começa hoje (13) e vai até domingo (15), no Centro de Exposição Imigrantes, em São Paulo, o 7º Feirão da Caixa da Casa Própria. Serão oferecidos na região metropolina de São Paulo 195 mil imóveis nas modalidades: novo, usado e na planta com financiamento de até 100%, garantindo pela Caixa Econômica Federal.

    Nesta edição, os interessados vão poder conferir as ofertas das 700 construtoras e mais de 500 imobiliárias.

    Resolvi fazer uma comparação, só por desencargo, e percebemos que o feirão, que vinha crescendo nos anos anteriores vai oferecer em São Paulo menos imóveis que em 2011. Quanto aos dados das construtoras parece haver alguma distorção, pois a quantidade informada é bem menor que o ano anterior ( talvez os dados de 2011 sejam nacionais). Caso contrário esse é um grande sinal de desaquecimento do setor.

    0
  • aiwww 1 de maio de 2012 at 12:21

    Diária de R$350,00 por apartamento no Cachambi

    bomnegocio.com/rio_de_janeiro/grande_rio_de_janeiro/apartamento_luxo_norte_choping_10082196.htm?ca=21_s

    0
    • aiwww 1 de maio de 2012 at 12:38

      Para invetidores:

      zap.com.br/imoveis/oferta/Apartamento-Padrao-1-quartos-venda-RIO-DE-JANEIRO-CENTRO-AVENIDA-13-DE-MAIO/ID-3096968

      0
      • Bolhudo 1 de maio de 2012 at 19:21

        Meu Deus. Onde nós chegamos. Isso beira o ridículo.

        0
        • aiwww 1 de maio de 2012 at 23:12

          Tem coisa pior. Uma Kit num dos prostíbulos de Copacabana pode custar R$480.000,00

          bomnegocio.com/rio_de_janeiro/grande_rio_de_janeiro/otimo_apartamento_posto_6_copacabana_10086244.htm?ca=21_s

          0
  • Anonymous 1 de maio de 2012 at 12:21

    Para os que AMAM a Banânia e estão desprezando minha sugestão, que vem sendo oferecida ha alguns meses, de transferir o dinheiro para os EUA.

    Só em abril, o dolar subiu 4.4% (equivale a 68% ao ano). A Força sindical já colocou seus idiotas úteis nas ruas para protestar contra a desindustrialização da Banânia no mes passado. O resultado é que a república dos companheiros já está dando um jeitinho do dolar subir. Eu acredito que vai continuar subindo pois, do contrário, a Banânia vai paralizar suas exportações. A alternativa para a Banânia seria aumentar a produtividade, mas isso requer educação, que por sua vez requer décadas. Bom, eu não estou disposto a esperar décadas, mas talvez alguns aqui estejam pois eles AMAM a Banânia.

    Protesto contra desindustrialização reúne 10 mil em São Paulo
    “http://www.gazetadopovo.com.br/economia/conteudo.phtml?id=1240972”

    Gerdau reforça discurso de ato contra a desindustrialização
    “http://fsindical-rs.org.br/noticias/gerdau-reforca-discurso-de-ato-contra-a-desindustrializacao.html”

    PS: Acredito tanto que o empresário Jorge Gerdau Johannpeter está preocupado com os empregos dos trabalhadores quanto na valorização das ações da GAFISA. Na verdade, se tivesse que escolher em quem acreditar, seria a GAFISA 😉

    0
    • Cleyton 1 de maio de 2012 at 12:48

      Cara, não faça isso, anualizar um período de um mês é um crime!

      Mas pense por outro lado, vivendo com um bando de idiotas (não que aí não tenha bastante também, mas nisso somos campeões) qualquer coisa mais ou menos que se faça fica fantástico!

      Imagina um lugar perfeito com pessoas instruídas, não dá pra se sobressair muito.

      0
      • Anonymous 1 de maio de 2012 at 12:56

        Eu coloquei a variação numa perspectiva anual, já que tanto Gerdau quanto Paulinho estarão pressionado para o dolar subir daqui para a frente. Lembre-se, estamos na república dos companheiros e esse pleito será atendido.

        Observe a variação anual no seguinte link. O USD saiu de 1.5759 BRL para 1.9110 BRL, portanto +21%, ou seja, mais do que o dobro do que rende o BRL em títulos bananenses.

        “http://finance.yahoo.com/echarts?s=USDBRL%3DX+Interactive#symbol=;range=1y;compare=;indicator=volume;charttype=area;crosshair=on;ohlcvalues=0;logscale=off;source=undefined;”

        0
        • Atribulado 1 de maio de 2012 at 17:49

          e nos outro anos perdeu feio

          0
    • mauricio 1 de maio de 2012 at 12:49

      alguém mais acha que a subida do dólar, nesse momento, vai ser temporária, e o governo vai dar um jeitinho da fazer ele baixar de novo, por causa da inflação?

      0
      • Cleyton 1 de maio de 2012 at 12:54

        Eu acho que vocês estão superestimando a capacidade do governo em influir no dólar, eles estão seguindo uma cartilha (que sabe-se lá qual keynesiano escreveu) que se o governo comprar dólar diminui a oferta e o preço sobe, acontece que faz anos que compram feito loucos, não tem mais onde enfiar mais cédulas e o preço só cai, aí vai a sargentona reclamar que não tem mais onde pôr dólar, escuta da nova dama de ferro que tem que baixar os juros, acredita e vem aqui aplicar o “conselho” sem sequer estudar o assunto, é tanta estupidez que custo a acreditar.

        0
        • CapEnt 1 de maio de 2012 at 16:18

          Quem dera que fosse um keynesiano.

          Foi na verdade um desses desenvolvimentistas da vida, como Mantega, tentando aplicar suas politicas “heterodoxas”. Teoria essa que fracassou de forma retumbante na década de 70, e vamos repetindo hoje, e é de uma miséria intelectual acachapante.

          Esse treco, quando aplicada a economia, é um pouco menos que exoterismo. Você pode ter mais precisão jogando cartas de tarô.

          0
    • GB 1 de maio de 2012 at 12:58

      Eu sempre achei que a bolha iria estourar com o aumento do dólar, deixa ele subir, isso vai trazer inflação nos importado, vai ser legal.

      0
    • Júlio Cesar 1 de maio de 2012 at 13:35

      Anonymous, tenho o maior respeito pelos seus comentários, mas deixo registrado para os colegas que frequentam o blog que eu AMO meu país. Tenho consciência dos enormes problemas enfrentados pelo Brasil, tão profundos e enraizados que talvez demorarão séculos para serem resolvidos. Eventualmente uso a expressão “bananense” pela raiva que tenho da conduta da maioria de meus compatriotas e sua marca registrada – a HIPOCRISIA. Mas mesmo assim, amo este pedaço de terra que nasci, e não foi nenhum outro no mundo que me acolheu.

      0
      • Anonymous 1 de maio de 2012 at 15:05

        … talvez demorarão séculos para serem resolvidos …

        Já que a sua AMADA só poderá corresponder o seu AMOR em séculos, é prudente encontrar uma OUTRA 😉

        Lembre-se do seguinte: Todos nós nascemos no mesmo planeta. A divisão entre países é arbitrária. Observe os passáros e verá que eles não ligam a mínima para a divisão dos países feita pelos humanos.

        0
        • Revoltado 1 de maio de 2012 at 16:20

          Sinceramente, gostei muito dos EUA no que diz respeito a compras, e facilidade de fazer as coisas. Existem muitas opções para tudo. AS coisas são baratas, se vc nao estiver satisfeito vc tem outras opções. Os sistemas de troca de mercadorias e de garantia funcionam (coisa rara no Brasil).

          Mas não há um conceito de nação como no Brasil.
          Negros só andam com negros, indianos com indianos, chinas com chinas, brancos com brancos, latinos com latinos e etç.

          A sociedade é extremamente segregada neste aspecto.

          E isso é fato! Tudo que se ve em séries e filmes é verdade. Certa vez estava viajando de carro e parei numa loja para comprar suprimentos. As pessoas começaram a me olhar torto e a fazer comentarios que entedi serem piadas, tipo: “o que este branquelo faz aqui?”. E só haviam pessoas negras, onde depois vim saber ser um “bairro negro”.

          Ao visitar Chinatown em Manhatan, nao conseguia me comunicar com as pessoas, pois muitas simplesmente me ignoravam ou faziam cara de nao estar entendendo nada. Até que em uma loja, uma atendente oriental me explicou que muitas pessoas ali não falam inglês!

          Não sei como é no local onde vc vive ai. Mas essa é a minha experiencia nos EUA

          0
          • Anonymous 1 de maio de 2012 at 21:15

            Voce está certo num ponto – os EUA embora sejam um país, não é uma nação. Está mais para um clube, onde para ser aceito voce deve satisfazer certos requisitos. O que voce percebe como um vício (grupos sem realção uns com os outros) pode também ser visto como uma virtude – o grupo, apesar de DIFERENTE pode fazer parte do clube/país. Aqui tem estado, onde existem 15 opções de idioma para voce fazer o exame para a carteira de motorista, inclusive alguns idiomas cujas palavras são desenhadas como o Chines.

            0
  • simone 1 de maio de 2012 at 13:07

    saudades qnd o dolar valia 4 reais?

    SERÁ QUE UM DIA VOLTA A ESSE VALOR

    0
    • aiwww 1 de maio de 2012 at 14:33

      O a cotação do dólar é flutuante, mas dentro de uma zona que não cause inflação. O BC tem bilhões em reservas para equilibrar a cotação. Se o dólar voltasse a custar R$4,00 isso geraria inflação e isso seria um desastre para um governo que tenta entortar as leis de mercado.

      0
      • Igor Eduardo 1 de maio de 2012 at 20:07

        Se o dólar chegasse a custar R$ 4,00, o governo resolveria facilmente: Mudaria os itens que compõem o índice oficial de inflação….

        0
        • aiwww 1 de maio de 2012 at 23:51

          Já pensei assim e minha conclusão foi que isso não pode ser modificado de acordo com a vontade do governo. Vários setores da economia seriam prejudicados e isso apareceria na mídia.

          0
  • interior 1 de maio de 2012 at 13:07

    ELEIÇÃO VAI CRIAR 1 MILHÃO DE EMPREGOS NO PAÍS.
    UAI.

    0
    • aiwww 1 de maio de 2012 at 14:35

      Se estiver falando de cabos eleitorais, muitos desses empregos já foram criados. Conheço várias pessoas que recebem R$3.000,00 como funcionários fantasmas da ALERJ. Aparecem uma vez por mês na ALERJ para assinar o ponto e só trabalham efetivamente em época de eleição.

      0
  • GB 1 de maio de 2012 at 13:20

    GAFISA demite 3.500 funcionários entre pedreiros, serventes, corretores e mocinhas do telemarketing.

    0
    • aiwww 1 de maio de 2012 at 13:45

      fonte?

      0
  • Miguel Jacó 1 de maio de 2012 at 13:35

    Já descobri como ficar milionário: apostando na baixa das ações das construtoras. Só preciso que alguém entendido no mercado de ações me explique como proceder pra fazer isso.

    0
    • Money Addicted 1 de maio de 2012 at 13:49

      nao sei se vc foi um pouco “ironico”…rs…mas vai a dica d quem nao eh expert mas sabe como fazer essa operacao, que eh “simples” voce deve abrir uma conta em uma corretora que trabalhe com aluguel de acoes, voce vende e como nao tem o papel precisara alugar de alguem para entregar o que foi vendido, considerando que o preco continuara caindo depois de um tempo voce compra e desfaz a locacao

      ex. venda gfsa3 a 3.5
      aluga pagando um valor “baixo”
      compra gfsa a 1.99
      lucro = 3.5 -1.99 – aluguel

      tem algumas outras regras que o corretor sabera lhe explicar, como por exemplo, quais acoes podem ser alugadas e o custo.

      mais uma dica, eu pessoalmente nao venderia agora, pois agora ja caiu, teria que ter sido vendido a 10

      boa sorte

      []s

      0
      • Miguel Jacó 1 de maio de 2012 at 14:53

        Mas se cair a 1,99 (no exemplo do caso da Gafisa), já não seria um bom lucro?

        0
        • Money Addicted 1 de maio de 2012 at 15:25

          sim, sem duvida nenhuma seria um belo lucro, a questao aqui eh toda de analise e de informacao (privilegiada de preferencia) eu nao tenho a pretensao de ser um analista financeiro mas pela experiencia eu nao entro depois do movimento….e ainda….o problema de ‘small caps” eh que elas podem variar % mto rapidamente, imagina se vc vende a 3.5 e vem um boato q alguem vai compra-la….ele pode rapidamente voltar aos 5….ou mais

          sobre os bancos privados eu consegui ganhar um pouquinho…vendi itau a 36 e comprei a 30…..pode ser q venham a cair mais……mas agora eu espero o desenrolar….

          []s

          0
          • Miguel Jacó 1 de maio de 2012 at 17:46

            Bom, este “pouquinho” que você ganhou foi um belo lucro. Pensando bem, acho que é meio “tarde” mesmo apostar em baixa nas construtoras. A oportunidade de belos lucros passou diante dos meus olhos e deixei escapar.

            0
          • Atribulado 1 de maio de 2012 at 17:53

            Gafisa não é small cap, está até no ibovespa…
            e galera, ficar vendido em ações é até MAIS ARRISCADO do que comprado, ainda mais depois de ter caído tanto.

            Um “guru” que “preve” a data de estouro devia já estar vendido há muito tempo…

            0
    • aiwww 1 de maio de 2012 at 13:55

      Nesse caso poderia vender todos seus ativos e investir em ações de construtoras. Admiro sua opinião, é uma pessoa de coragem, ou kamikaze.

      0
    • Spina 1 de maio de 2012 at 14:08

      Você procura uma operação de venda a descoberto.
      Lucro limitado ao preço da ação.
      Risco limitado ao infinito. (seria a valorização max. possível do papel)

      Péssima opção de operação para o momento, na minha humilde opinião.

      0
      • Atribulado 1 de maio de 2012 at 17:55

        exato, lucro limitado e prejuizo potencialmente ilimitado, mas é só botar um start de compra

        0
    • Miguel Jacó 1 de maio de 2012 at 14:55

      Apostaria também na queda das ações de bancos privados, e na subida dos públicos.

      0
    • Bolha Imobiliária 1 de maio de 2012 at 19:33

      Aluguel de açoes. Voce aluga as açoes por alguns meses, vende elas, e recompra na baixa para entregar aos donos.

      0
  • Ane 1 de maio de 2012 at 13:46

    Estão comentando a ascenção de classes sociais no BR na Globo News. Renda familiar de mais de 10.000 é classe A. Eu sou da classe A, posso continuar morando na zona do rj então?

    0
  • simone 1 de maio de 2012 at 13:55

    dolar caso confirme o rompimento dos R$ 1,90 vai complicar pra bolsa, os estrangeiros vão intensificar a saída, viu o pronunciamento da presidenta?? Simplesmente chamando clientes para os bancos públicos!!

    0
    • Ploc 1 de maio de 2012 at 14:28

      Eu vi mas achei melhor não comentar. Segundo dizem o dolar não pode passar deste valor e o governo afirma que consegue atuar para mante-lo nesta banda alta.
      O ponto é que se ele tentar segurar esta banda por muito tempo pode ser que fiquemos descobertos e ai que o bicho pega.
      A presidenta parecia meio desesperada dizendo que as ações tomadas não surtiram efeito.
      Acho melhor eu reduzir ainda mais meus gastos para o caso de um periodo de vacas magras. Espero que o povo continue consumindo.

      PLOC

      0
  • Dr. Estranho 1 de maio de 2012 at 14:08

    o globo.globo.com/imoveis/fundos-imobiliarios-conquistam-investidores-4781234

    Rir é o melhor remédio.

    Reparem que os “fundos” são compostos de ações de construtoras.

    0
    • aiwww 1 de maio de 2012 at 14:50

      Acabei de ver o Conta Corrente da Bobo News. É tanto ufanismo que chega a enjoar. A economia do país vai bem, mas os caras parecem mais publicitários que pesquisadores.

      Um pesquisador que participou do debate concluiu através de sua pesquisa que as pessoas mais otimistas são aquelas que conseguiram melhorar a renda e obter mais escolaridade. Eu não preciso fazer uma pesquisa para concluir o óbvio.

      Ao falar da classe C citaram que os aeroportos não comportam o movimento gerado por essa classe, mas apenas rapidamente um dos pesquisadores citou a falta de investimentos em aeroportos. E logo hoje que o Valor Econômico evidenciou a vontade do governo em mudar os operadores dos aeroportos licitados há poucos meses.

      Falam da classe C, mas não citam as horas que essa classe perde dentro do transporte público. A qualidade do atendimento fornecido pelos planos de saúde e hospitais públicos. A qualidade e o preço da moradia. A qualidade da alimentação, baseada em carboidrato e fritura. A qualidade das universidades particulares, etc.

      Ontem ouvi um jornalista dizendo que a imprensa diz o que o povo quer ouvir. Isso resume todo esse ufanismo que vivemos.

      0
      • Thiago A. 1 de maio de 2012 at 14:56

        É importante saber ler as entrelinhas

        Jornalista consegue escrever que o Titanic está afundando com tom de otimismo e fazendo 90% das pessoas acreditarem que está tudo bem (e o contrário também é possível)

        0
      • RosinhA 1 de maio de 2012 at 15:01

        Aiwww tb assisti, concordo com o que disse, mas não podemos esconder que estão estudando mais, tem mais acesso a informações,etc, mas não podemos deixar alguns itens de lado, o termômetro é comércio e serviços para medir o consumo dessa classe, e até agora não temos índices de quedas acentuadas nestes setores, se tem, são pontuais, a maioria tem crescimento até que acentuados.

        0
  • Pensativo 1 de maio de 2012 at 14:50

    A retórica permite qualquer conclusão bizarra, mas não vai mudar a realidade.
    “http://www.jb.com.br/pais/noticias/2012/05/01/tres-a-cada-10-brasileiros-vivem-de-esmola-ou-beneficio-federal/

    A população brasileira não tem renda para comportar imóveis bolhudos. Isso é fato e a realidade vai bater na porta em breve.

    0
    • xyz 1 de maio de 2012 at 16:07

      O poeta popular, há décadas, já dizia:
      “seu doutor, uma esmola, a um homem que é são, ou lhe mata de vergonha ou vicia o cidadão”

      Pobre sociedade onde o próprio governo “ensina” o povo viver de esmola.

      Em qualquer sociedade saudável o trabalho é motivo de orgulho, mas estamos chegando no ponto que orgulho é uma pensão fraudada do INSS.

      Mas tudo isso tem um preço e um dia a fatura chega.

      Deus tenha piedade dos nossos filhos e netos.

      0
      • Miguel Jacó 1 de maio de 2012 at 17:52

        “Pobre sociedade onde o próprio governo “ensina” o povo viver de esmola.”

        É o Estado-Assistencialista-Elefante progredindo em sua intenção de criar uma dependência profunda do povo consigo.

        0
  • Ronald 1 de maio de 2012 at 15:09

    Similar a COPA 2014 no Brasil:

    > EXAME:

    “Olimpíadas NÃO darão fôlego à economia britânica, diz Moody’s”

    Grã-Bretanha, que voltou à recessão no início de 2012, gastou nove bilhões de libras (14,6 bilhões dólares) na construção da infraestrutura olímpica

    Londres – Sediar as Olimpíadas deste ano dará à economia da Grã-Bretanha e às suas empresas somente um impulso no curto prazo, e o setor de construção já sente a maioria dos benefícios, disse nesta terça-feira a agência de classificação de crédito Moody’s.

    A Grã-Bretanha, que voltou à recessão no início de 2012, gastou nove bilhões de libras (14,6 bilhões dólares) na construção da infraestrutura olímpica, principalmente no leste de Londres, e o governo tinha esperanças de que os Jogos ajudariam a revitalizar a economia.

    A Moody’s descreve as Olimpíadas como uma “oportunidade enorme de marketing para empresas”, mas repetiu a visão de muitos economistas de que o efeito olímpico pode ser efêmero.

    “No geral, achamos que as Olimpíadas não são suficientes para dar um impulso substancial para a economia do Reino Unido, e acreditamos que o impacto do desenvolvimento da infraestrutura no PIB provavelmente já foi sentido”, disse Richard Morawetz, analista sênior de crédito da Moody’s Corporate Finance.

    “Esperamos que o impacto das Olimpíadas no turismo vai ser positivo, mas será menor do que o número de visitantes sugeriria”, acrescentou. Os jogos Olímpicos muitas vezes atraem os fãs de esportes com despesas de viagens maiores que turistas de negócios e pessoas que decidem ficar além do período dos Jogos.

    Londres vai sediar os Jogos Olímpicos entre de 27 julho e 12 agosto, tornando-se a primeira cidade a sediar os Jogos por três vezes. Suas últimas Olimpíadas foram em 1948, logo após a Segunda Guerra Mundial.

    A Moody’s espera que os patrocinadores que financiam as Olimpíadas são as que mais se beneficiarão. No entanto, não acredita que será suficiente para ter um efeito positivo sobre os as suas classificações.

    > http://exame.abril.com.br/economia/mundo/noticias/olimpiadas-nao-darao-folego-a-economia-britanica-diz-moody-s

    0
  • Ace One 1 de maio de 2012 at 15:37

    O preço tá tao bolhudo e as vendas tao paradas, que até o leiloleiro me ligou perguntando se recebi o último edital e se vou participar.

    Acho que enquanto o GB nao comprar o imóvel dele, o mercado vai continuar estagnado.

    0
    • GB 1 de maio de 2012 at 16:22

      Não precisa ser nenhum Einstein para ver que as coisas não estão em seus devidos lugares.

      Eles podem até acordar e dizer para o espelho que são o último gatorade de uva do deserto, mas não vão aguentar por muito tempo sem vendas, vai ser muito engraçado.

      0
  • RosinhA 1 de maio de 2012 at 15:41

    h tt p://www.reclameaqui.com.br/2778184/gafisa/apto-sun-valley-gafisa-niteroi-com-planta-interna-alterada/

    Essa é muito boa ao invés de piscina criatório de sapos e rãs para ajudar nas despesas do condomínio.Umilhada ela escreve coitada.

    h tt p://www.reclameaqui.com.br/2523779/gafisa/chega-de-ser-umilhada/

    Vejam a situação da empresa buraco é pouco;

    ht tp://www.reclameaqui.com.br/2566949/gafisa/gafisa-com-nome-sujo-no-serasa-impede-financiamento-pela-cef/

    Talvez começo a entender o preju de 1 bi.

    0
    • augusto 1 de maio de 2012 at 17:25

      Será que uma pessoa que escreve Humilhada sem H, poderia também receber títulos de Doutor Honoris Causa de Faculdades daqui?
      Afinal de contas o exemplo vem de cima né.

      0
      • RosinhA 1 de maio de 2012 at 18:32

        O título honoris causa tambem pode ser recebido por pessoas sem estudo, que não é meu caso, mas no que se refere ao texto, queria dizer que se trata de uma pessoa simples que teve suas economias e sonhos jogados no lixo, por pessoas mentirosas em quem acreditou. Trata-se daquela uma frase várias interpretações, mas como aqui tudo vira pelo lado pessoal, melhor se atentar as palavras agora, ou acreditar simplesmente naquilo quero ouvir.

        0
  • GB 1 de maio de 2012 at 16:35

    Gostei do “Umilhada” (humilhada), essa é a “Nova Classe Cê” com 3 anos a mais de estudo ? Quem tem um “pobrema” na verdade tem 2.

    Não entendi como vão responsabilizar a GAFISA por esses problemas, lixo amontoado, piscina suja, elevador quebrado é tudo problema de uso, problemas do condomínio, ela vai pagar para arrumar tudo isso.

    O problema do elevador até poderia ser imputado à GAFISA, mas se inspecionaram na entrega, difícil não dizer que o próprio uso pelos condomínos quebrou ele.

    Solução: lixo amontoado, contratar mais funcionários; piscina suja, contratar mais funcionários e um animador de piscina-corretor-amargurado; elevador quebrado, contratar uma empresa que dê manutenção periódica, resumindo, o condomínio vai triplicar.

    É por isso que eu gosto desses novos apês da CDHU, digo, da MCMDívida e o pessoal da “Nova Classe Cê” ainda acha que é barato morar em apartamentos.

    0
    • Guilherme SC 1 de maio de 2012 at 19:55

      Para mim esses condomínios clubes com piscina, academia e bla bla bla só ajudam a população as e endividar mais com taxas de condomínios astronômicas.

      0
  • Etmso 1 de maio de 2012 at 17:13

    Olha que interessante.

    Pegaram o preço do M2 dos IMOVEIS nas principais capitais mundiais (inclusive capitais emergentes) e dividiram pelo preço do BIG MAC, é o indice BIG MAC IMOVEL, melhor que o FIPE ZAP…heheh

    São Paulo são necessários 1.000 Big Macs para comprar um M2 na Vila Olimpia, em Moscow são necessários 10.000 Big Macs para comprar um imóvel num bairro nobre.

    O Brasil tem uns dos BIG MACs mais caro do mundo! E você percebe que o famigerado lanche do Mac ainda é mais barato que alguns lanches genéricos de padarias,lanchonetes, etc, estamos vivendo uma verdadeira MEGA TRIBUTAÇÃO em todos bens de consumo, sustentando o governo com sua megalomania distribuição de renda. É a classe média, arrastando o classe D para a classe C a reboque.

    Em relação aos bens de consumo, os imóveis ainda estão baixos comparados a outras cidades mundiais.

    “http://www.vitacon.com.br/blog/post/2011/05/31/Vitacon-compara-precos-de-imoveis-no-mundo.aspx”

    0
    • Bolha Imobiliária 1 de maio de 2012 at 19:28

      Me lembro do Big Mac que comi em Cuzco, Peru. Completão, por 5 dolares

      0
    • aiwww 1 de maio de 2012 at 23:22

      FONTE ?

      0
    • aiwww 1 de maio de 2012 at 23:26

      O senhor realmente acha que vamos acreditar num “estudo” feito por uma incorporadora? Poderia arrumar coisa melhor …

      0
    • aiwww 1 de maio de 2012 at 23:46

      Essa “pesquisa” feita pelo estagiário da incorporadora poderia ser melhor … forçou muuito a barra … quais foram as fontes do “estudo” ? Só tenho uma coisa a dizer: “TRABALHO DE ESCOLA PRIMÁRIA”.

      0
      • Etmso 2 de maio de 2012 at 01:21

        Foi criativo o estudo.

        0
  • Miguel Jacó 1 de maio de 2012 at 18:27

    Bolha, dou como sugestão abrir um tópico sobre o recado da Dilma na televisão, em cadeia nacional, para todo bananense ver e ouvir, na véspera do feriado do Dia do Trabalho.

    As palavras dela foram fortes em direção aos bancos privados, algo inédito e fantástico na Banânia, ainda mais por ter saído da boca da Presidente da República, em alto e bom som para todos.

    Creio que este fato mereceria uma análise profunda de nossos especialistas do blog, em um tópico exclusivo. Um abraço!

    0
  • Antonio 1 de maio de 2012 at 18:28
  • thiago fm 1 de maio de 2012 at 18:49

    O problema do Brasil é que, após uma período um pouco mais longo de crescimento econômico e manutenção do emprego, o típico sentimento brasileiro de ser sempre otimista parece ter criado uma psicosfera positivista exarcebada. Não podemos dizer que o país não melhorou na última década, da mesma forma que não podemos acreditar que o país tenha mudado da água pro vinho em tão pouco tempo, principalmente sem mudanças estruturais.

    De repente, o país passou a se sentir o centro do universo, ludibriado por mudanças conjunturais que não mudaram a essência de um país enorme, com grande potencial, mas ainda muito POBRE!

    O momento de baixa dos países desenvolvidos só fez por contribuir com mais álcool no copo de um país já embriagado consigo mesmo. Os drinks não foram poucos realmente:

    Emancipação da dívida externa
    Aumento do emprego
    Ascenção de um operário e primeira mulher à presidencia ( criando uma tímida brisa de democracia)
    Copa e Olimpíadas
    Vinda de estrangeiros para o país

    Brazil takes off! Rio nos cinemas etc.

    Essa overdose de positivismo está iludindo a população ao ponto de comemorarmos a sexta posição no ranking dos maiores pibs do planeta e esquecermos que estamos na mesma posição em IDH há muito tempo. Perdemos a noção de riqueza, dos preços das coisas (imóveis e bananas) e do que é ter qualidade de vida realmente. Ser classe C, B ou A se tornou algo mais importante do que simplesmente viver bem. Me lembro que há dez anos atrás eu costumava achar que se conseguisse juntar 1 milhão eu estaria abastado pro resto da vida e agora descubro que nem de longe isso me garante uma vida de classe média com uma boa casa, carro, educação e plano de saúde.

    É por tudo isso que acreditar numa bolha de imóveis e de falso orgulho me serve de consolo para continuar batalhando por não muito mais que uma vida estável pra mim e pra minha família.

    PRONTO, DESABAFEI!

    0
    • Sérgio 1 de maio de 2012 at 19:06

      Não há melhor expressão de sentimentos e conhecimentos, relativas às nossas atuais condições (de imensa maioria aqui no blog) do que esta!
      Em alguns segundos do dia, até mesmo eu “como bom brasileiro”, acho que estou perdendo o “bonde da história”, que estou perdendo “grandes oportundades. Felizmente, dura poucos segundos: logo volto à realidade e percebo esse mesmo devaneio, tão bem descrito por você.
      Se alguns de nós levou tempo pra discernir entre a realidade e a ficção, imaginem a quase totalidade do povo brasileiro.
      Essa constatação da realidade em tão poucas palavras me fez lembrar até de uma cena no filme MATRIX, quando o “Morfeu” explicava para o “Neo”, em determinado momento, que as pessoas “que dormem” e “são exploradas” pelo sistema fariam de tudo para manterem-se integradas ao sistema, tornando-se até inimigas “de quem lhes tentassem retirar as vendas (dos olhos)”.
      Lembrou-me também o MITO DA CAVERNA, de Platão.
      Estranho o lento caminhar e aprender do ser humano: prefere o sonho à realidade.
      Parafraseando um outro personagem do Matrix: A IGNORÂNCIA É UMA BENÇÃO.
      .
      Valeu pela ótima postagem.

      0
      • SPSPJULIANO 1 de maio de 2012 at 19:43

        Sérgio, respeitosamente… acho bonita essa visão de que o explorado gosta de ser explorado e ficaria eternamente sendo explorado para não ter que mudar para algo incerto….

        Mas ela é meio falsa, pois a alternativa a esta vida de explorado (pelo sistema) capitalista (com emprego, financiamente, viagens, escola particular e clube) não é uma vida de milionário (esta é para poucos sortudos).

        A alternativa para a vida de um explorado (pelo sistema) capitalista é ser explorado por um outro sistema qualquer (comunismo, socialismo, capitalismo de estado (china), etc) ou ir viver no meio da selva.

        Não devemos esquecer que a vida em seu estado primitivo (no meio da selva) como disse Hobbes era solitária, pobre, suja, brutal e curta.

        Boa sorte a todos.

        Juliano

        0
        • Sérgio 1 de maio de 2012 at 21:47

          Grande Juliano,

          eu referi-me a qualquer sistema de exploração e não ao capitalismo.
          Ainda – e talvez – eu tenha utilizado uma expressão muito ampla (exploração). Pretendi referir-me às pessoas que creem que compraram uma casa (ou outra coisa qualquer) fianciada a perder de vista e acreditam que estão “levando vantagem”; e que quando outra pessoa (nós, por exemplo) informamos que não foi e não é um bom negócio (endividar-se), elas riem-se de nós, chegando até a se afastarem, pois, que acham que estamos com inveja.
          Apenas isso.
          Mas valeu pela informação: até para isso serve o blog: para aprendermos a melhor nos expressarmos.
          Abraços.

          0
  • simone 1 de maio de 2012 at 18:49

    InícioNotíciasBrasilRSS TAMANHO DO TEXTO More Sharing ServicesCompartilhe | Share on facebook Share on myspace Share on google Share on twitter

    Dilma aproveita discurso do 1º de Maio para criticar duramente juros cobrados pelos bancos

    Presidente classificou de “inadmissível” a taxa praticada pelas instituições financeiras no Brasil

    0
  • simone 1 de maio de 2012 at 18:55

    . O setor financeiro, portanto, não tem como explicar essa lógica perversa aos brasileiros.

    É bom também que você consumidor faça prevalecer seus direitos, escolhendo as empresas que lhe ofereçam melhores condições.

    0
  • Sol de Sampa 1 de maio de 2012 at 19:02

    eletrônico, livraria, livros eletrônicos, Microsoft, Nook

    ACHO QUE O ” BIXU” VAI PEGAR….

    Maio pode ser marcado por greves, avisam sindicalistas

    JORNAL DA TARDE 1 de maio de 2012 |
    15h30 |
    Tweet este Post

    Categoria: Agenda, Análise, Trabalho

    O mês de maio deve ser marcado por mobilizações intensas de categorias como os trabalhadores da construção civil e dos transportes do Estado de São Paulo. Com data-base no dia 1º, as negociações com os representantes patronais não avançaram e os sindicalistas já falam em paralisações.

    “Tivemos uma ou duas reuniões por semana desde o começo de março e ainda não conseguimos avançar na pauta de reivindicações”, queixa-se Antônio de Souza Ramalho, presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de São Paulo (Sintracon). “Estamos mobilizados para uma greve por tempo indeterminado a partir do dia 7”, avisa ele.

    Na campanha dos operários da construção civil estão juntos os sindicatos de várias centrais sindicais como Força Sindical, Central Única dos Trabalhadores (CUT) e Central Geral dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CGTB). Juntas, elas representam mais de 1 milhão de trabalhadores. Só na base do Sintracon, ligado à Força Sindical, são 370 mil operários.
    A categoria reivindica aumento real de 5%, além da reposição da inflação acumulada nos últimos 12 meses. O sindicato patronal não apresentou contraproposta, informa Ramalho.

    “Mesmo assim, temos esperança de que haja um entendimento, porque uma greve geral desgasta todo mundo, principalmente quem comprou imóveis na planta”, diz o sindicalista.
    Empreitada. Segundo ele, as construtoras têm atrasado, em média, em nove meses a entrega das chaves dos apartamentos por falta de mão de obra. Mais do que isso, ele afirma que os consumidores reclamam muito do acabamento dos imóveis. Na falta de mão de obra, tem se trabalhado em regime de empreitada.

    Empreita
    “Na carteira de trabalho constam 48 horas semanais, mas o trabalhador recebe outras 68 horas, algumas por fora, que as construtoras colocam como horas prêmio. Não tem nada de prêmio, o que tem ali é pura empreitada. Para conseguir as 68 horas a mais, o trabalhador tem de enfrentar uma jornada de 14 horas por dia”, afirma o sindicalista.

    Com ameaça de greve em datas a serem definidas, metroviários e ferroviários querem 14,99% e 5,83% de aumento real, respectivamente, além da reposição das perdas com a inflação.
    No caso dos metroviários, que somam 8,7 mil trabalhadores na capital paulista, a reivindicação de aumento real de 14,99% leva em consideração que o número de usuários transportados em 2011 pelo metrô teve um acréscimo de quase 15%.

    “A empresa tem dinheiro para resolver a questão sem greve”, afirma Altino de Melo Prazeres Júnior, presidente do sindicato da categoria. “Não queremos prejudicar a população, mas não vamos deixar nossos direitos irem embora sem briga.”/ M.R.

    0
    • RosinhA 1 de maio de 2012 at 19:29

      Sol já havia lhe dito isso aqui em cima, qualquer servente quer ganhar 2/3k, e isso influencia e muito no ramo, nos prejuízos e nas futuras ações que serão tomadas pelas empresas. O com o mercado do jeito que se encontra…..

      0
      • Sol de Sampa 1 de maio de 2012 at 19:32

        Rosinha, acho que maio vai ser revelador mesmo… Se as construtoras estão tão mal das pernas, como apresentam seus balanços, com certeza não vai haver ganhos para a categoria …. vai sair greve sim… mas acho que vai haver muita demissão …. isso seria o lógico, vc nõa acha?

        0
      • Sol de Sampa 1 de maio de 2012 at 19:38

        Rosinha, se as cnstrutoras estão tão mal das pernas como informam seus ultimos balanços então vai ter greve sim, e acho que não vai haver negociação e vi ter muita demissão… isso seria o lógico… ou voei na maoinese? … acho que as construtras vão manter um quadro minimo de funcionarios pra não falirem de vez… que vc acha???

        0
        • RosinhA 1 de maio de 2012 at 19:50

          O Brasil sempre funcionou assim, quando estivermos com nossos estoques cheios, CHAMEM O SINDICATO, greve, demissões, etc, funciona para autos, leite, casas, chinelos, pedra etc, não viajou não.

          Aí novamente o X da questão, as construtoras já tem contratos de novos assinados, tem que terminar o que já foi vendido e está sendo construído, tem que reconstruir apartamentos mal acabados, e tem que pagar mais aos funcionários para isso e chegamos em ……..

          0
          • Sol de Sampa 1 de maio de 2012 at 20:50

            Rosinha, se depender da justiça, daqui a 20 anos ninguem mais lembra….
            Acho sim que as construtoras vão tentar evitar falencia, por isso acredito que manterão um numero infimo de empregados… até para justificar que estão fazendo o que podem e que os atrasos sereão inevitaveis….
            agora pense comigo, se desviaram $$$ aplicaram em outros locais ???? não seria uma possibilidade??? um golpe perfeito no mercado?? e ainda se mantem ativos para poderem reinventar de novo…

            Sei lá acho que tô vendo fantasma em tudo, mas como não consigo engolir o preju de 1 bi, vasculho por possibilidades….

            0
            • RosinhA 1 de maio de 2012 at 22:34

              Não sou espírita kkkk , mas enxergo seus mesmos fantasmas, almas, e outras coisas mais.

              Tudo bem irão falar nas 2 malucas com teoria da conspiração, mas as imobs não se refletem apenas nas construtoras residenciais, tem shoppings, mercados, hospitais, as quedas são muito acentuadas, e nem todas residenciais tiveram prejuízos ano passado, muitas ficaram até no azul, estranho, não entendo de ações mas enxergo da seguinte forma não é por que o Itaú tendo prejuízo as ações do Bradesco despencariam junto, não sei se é correto mas fica para debate.

              Eu entendo que participaram muito do oba oba, está tudo muito bom, e não dá para controlar tudo em empresas deste porte, ainda mais quando as compras são de milhares de itens e milhões de fornecedores diferentes, e se tratando de construção, onde não se consegue provar quase nada. Muita gente ficou rica, pode ser que nem sejam os donos. O amadorismo do empreendedor brasileiro a nível de programação do futuro é algo inacreditável, somos uns dos maiores consumidores de tudo que há de maior de valor no mundo, pode ser que o dinheiro nem esteja guardado, pode estar nas garagens em carros, ou pescoços por aí em forma de colares para amantes se é que me entende. 🙂

              0
  • Sol de Sampa 1 de maio de 2012 at 19:04

    Sintracon, trabalhadores, transportes

    É O “BIXU” VAI PEGAR MESMO!!!!!

    JORNAL DA TARDE ….Alta do mínimo puxa reajustes acima da inflação

    1 de maio de 2012 |
    13h36 |
    Tweet este Post

    Categoria: Agenda, Análise, Indicadores, Salário mínimo

    Marcelo Rehder

    O poder de barganha dos trabalhadores, que estão obtendo reajustes salariais acima dos verificados em 2011, foi reforçado pelo reajuste de 14% (aumento real de 7,2%) no valor do salário mínimo. Quando o mínimo sobe, os pisos e os salários mais baixos aumentam a taxas semelhantes, pois não podem ficar menores que o salário mínimo.

    Em Montes Claros (MG), as negociações entre o sindicato dos comerciários e o dos patrões resultaram em reajustes entre 14% e 16,6% para trabalhadores que ganham o piso da categoria, o que representa ganho real de 8,45% a 11%. Para os que recebem acima do piso, o reajuste foi de 10% (aumento real de 4,37%). O sindicato representa quase 20 mil comerciários, cuja data-base é 1º de fevereiro. “Foi um dos maiores aumentos reais dos últimos anos”, diz Osanan Gonçalves, presidente do sindicato.

    Já os 27 mil sapateiros de Franca, no interior paulista, conquistaram reajuste de 12% para o piso, o que representa aumento real de 6%, beneficiando quase um terço da categoria. Para os demais, o aumento real foi de 2%. “A indústria brasileira recuperou parte do mercado que vinha perdendo para os importados, depois que o governo sobretaxou em US$ 14,7 o sapato chinês”, lembra Fábio Cândido, presidente do Sindicato do Sapateiro e Vestuário de Franca.

    Além da influência do mínimo e da inflação baixa, o poder de pressão de algumas categorias foi turbinado pela escassez de mão de obra e o recurso da greve. Na construção civil, por exemplo, cerca de 150 mil operários já cruzaram os braços em algum momento este ano, segundo levantamento da Federação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Pesada (Fenatracop). Até agora, entre outros ganhos e benefícios, os trabalhadores conquistaram reajustes superiores a 18% nos pisos salariais e ganhos reais de salários superiores a 4%.

    A construção pesada e de infraestrutura e montagem industrial concentrou 80% das greves. A maior parte ocorreu nas regiões Norte, Nordeste e Centro-oeste, onde estão os investimentos mais pesados do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) na construção de barragens, hidrelétricas e refinarias.
    “Estamos fazendo com que parte da riqueza gerada pelas nossas mãos volte ao trabalhador na forma de melhores salários e de melhores pacotes de benefícios”, afirma Adalberto Galvão, presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Construção Pesada e Montagem Industrial da Bahia. O crescimento do setor no Estado em 2011 foi de 6% e os trabalhadores acabam de conquistar aumento real de 4,77%.

    Em São Paulo, cerca de 100 mil frentistas de postos de combustíveis conseguiram aumento real de 3,82% mais reposição da inflação. O reajuste nominal ficou em 8,37%. “Nossa campanha atingiu os objetivos, apesar das dificuldades econômicas que o País enfrenta e da intransigência patronal”, diz Antônio Porcino Sobrinho, presidente da Federação Nacional dos Frentistas e do Sindicato de São Paulo.

    0
  • Leo 1 de maio de 2012 at 19:21

    Olha.. nao curto esse tom do seu post mas infelizmente tenho que corcordar com a mensagem.. apenas a mensagem. Acho que voce pode formular MELHOR o proposito da sua mensagem, pois de outra maneira ela teria mais a agregar. ok?

    0
  • Paty 1 de maio de 2012 at 19:27

    Vc acostumou aqui nos EUA.. eu não, não vejo a hora de ir embora desse pais de gente doente mental…

    0
    • RosinhA 1 de maio de 2012 at 19:34

      O mais engraçado é que os EUA é o melhor país da galáxia, mas todos frequentam um blog sobre bolha imobiliaria no brasil, não entendo isso tb

      0
      • Paty 1 de maio de 2012 at 19:52

        Amiga Rosinha, vc tem uma vida melhor no que se refere a consumo aqui nos eua mais eu nao acostumo com a maneira que as pessoas se tratam, o individualismo, o estrelismos e gente burra igual pedra se achando a ultima bolacha do pacote. Eu tenho dó desse pais de drogados, viciados em acuçar, comedores compulsivos, e hipocritas,os politicos são tão corruptos e tão desonestos quanto os do Brasil. Eu tenho duvidas quanto a segurança eu durmo todos os dias ligada com medo de algum louco entrar na minha casa armado.. As pessoas adoram roubar nas lojas e nao por que precisam mais por que sao malucas mesmo, as crianças são pequenos monstrinhos.. serio mesmo eu nao vejo vantagem alguma em viver aqui. Como meu marido diz para quem nao tem oportunidade em ter coisas boas no Brasil o consumo e a vida americana é linda, mais esse nao é nosso caso..Eu risco cada dia do calendario pensando em voltar para a minha querida Banania… my american dream is to return to Brazil…

        0
        • RosinhA 1 de maio de 2012 at 19:59

          Acho que passa mais ou menos pelo aquele falso status de morar em um país que não seja o nosso. Pode me corrigir se eu estiver errada mas minha prima foi ao Canadá, e tem coragem de postar as vezes que saiu debaixo da terra pois tinha um dia de sol, e não foi trabalhar para aproveitar, obs: está ela fazendo LBV, seu marido atendente Subway, não entendo aqui seria depreciativo, más como é lá é considerado status para toda família. Onde está? só por curiosidade, assusta a situação, só conheço o bom Miami, Orlando etc.

          0
          • Paty 1 de maio de 2012 at 20:21

            Eu estou na pensilvania eu falo sobre segurança porque eu nunca sei quem é quem.. nao assisto mais a tv local porque fico com medo, aqui acontece muito menos crimes que no Brasil mais a forma brutal como ocorrem me assustam muito.

            0
          • Cris 2 de maio de 2012 at 11:08

            Acompanho muito o blog pois penso em continuar investindo no Brasil e obtenho informacoes boas aqui (nao invisto em imoveis apesar de qd a bolha estourar penso em comprar um). Moro nos EUA fazem 8 anos e sou medico. Realmente, se vc vier aqui para trabalhar em MacDonald vc vai ser tratado com classe C-D. O problema e que as pessoas acham que virao para esse pais e derrepente vao virar classe A e queimar Dolar. Ganhando bem aqui, sua qualidade de vida e muito maior que a do Brasil pois alem do maior poder de compra, nao tem violencia (claro se vc mora em Gueto americano ai a coisa muda),e a qualidade de educacao e trabalho nao tem como comparar. Sinto muita falta do Brasil por causa da familia e amigos. Vou ser sempre brasileiro e ainda penso em voltar mas pensar que o Brasil esta chegando perto daqui pq agora ficou mais facil comprar TV tela plana e carro novo (se endividadndo ate os dentes) e no minimo pretensioso e burro! A economia aqui tem melhorado a cada mes e em um pais que apesar da crise, todo pobre tem celular e carro tipo Civic, fica dificil querer fazer qualquer comparacao. Vi uma noticia semana passada que me fez ver a diferenca entre os dois paises: Maluf e deputado no Brasil e no resto do mundo e criminoso. Se bem que como as coisas andam, ele so saiu do comercio informal e virou Deputado. Abcao a todos!

            0
            • Paty 2 de maio de 2012 at 11:47

              Não é meu caso sou engenheira fiz MBA aqui nos eua em 2004 tenho bom trabalho.. porém nao me acostumo so isso…

              0
        • Thiago A. 1 de maio de 2012 at 20:02

          Olha, suas reclamações são muito relevantes, e com certeza o EUA tem muitos problemas.

          Mas não precisa ter tanto medo de invasão da sua casa (ou resolva isso “The American Way” – não preciso falar qual é) com certeza seu risco ai é menor do que o risco de qq cidade grande Brasileira.

          Mas ainda tenho apreço por qualquer país no qual não exista “parking assistance”, não tem o iPad mais caro do mundo, aonde não precisa andar com medo pelas ruas desviando dos crackeiros (sim, nos EUA tem, mas no Brasil isto está ultrapassando qualquer limite)

          E logicamente, Brasil e EUA não são os únicos países do mundo, há várias opções, bem como há várias diferenças e escolhas mesmo dentro do Brasil.

          0
        • alexny68 1 de maio de 2012 at 20:27

          Paty , sinto muito te informar q o problema eh vc

          0
          • Paty 1 de maio de 2012 at 20:34

            comigo e com todos os brazucas que eu conheço aqui.. ate o meu amigo americano que morava no Brasil prefere o Brasil.. mais é questão de gosto né.. como nao é a primeira vez que moro aqui posso te falar que quando voltei da primeira vez foi o melhor dia da minha vida…

            0
            • alexny68 1 de maio de 2012 at 21:22

              pq nao volta logo pro brasil?

              sobre crimes violentos , fiquei sabendo q bandidos assaltaram uma chacara no brasil mes passado e tacaram fogo na familia inteira antes de sair ,

              50 mil pessoas sao assassindas no brasil por ano!!!! , destes soh 8% alguem vai preso!!!!!!

              acho que vc perdeu completamente a nocao de realidade

              eu moro nos USA a 15 anos , conheco o mundo inteiro , ja morei na inglaterra ,italia , honk kong , e infelizmente no brasil , USA eh o melhor pais do mundo, tem gente que nao se adapta a pais desenvolvido , e tem gente que nasce em pais desenvolvido e prefere baderna , dai logo acaba indo morar no brasil

              0
              • Paty 1 de maio de 2012 at 21:27

                ok cada um no seu quadrado para mim nao serve mais se serve para vc eu respeito….mais que eu tenho medo daqui isso eu tenho…

                0
                • alexny68 1 de maio de 2012 at 21:42

                  Vc esta a par que 50 mil pessoas sao assassinadas por ano no brasil?

                  e tbm que mais de 40 mil morrem no transito por ano

                  no rio de janeiro mais passoas sao assassinadas por ano que em paises em guerra +- 7 mil por ano

                  a tendencia eh piorar muito , pois esta bolha imobiliaria e de credito explodindo , vai causar muito desemprego e muitos novos bandidos no mercado ja super saturado do brasil

                  0
                  • Paty 1 de maio de 2012 at 21:49

                    Olha eu não conheço o rio mais eu sei da situaçao de segurança publica, como vou voltar para uma cidade gostosinha e tranquila nao fico com tanto medo…

                    0
              • Paty 1 de maio de 2012 at 21:37

                nao volto logo porque tenho contrato de trabalho a cumprir

                0
                • alexny68 1 de maio de 2012 at 21:53

                  Nao estou entendendo , vc tem contrato de trabalho? eh especializada em algo? entao mora em um lugar pobre e perigoso por escolha propria?

                  0
                  • Paty 2 de maio de 2012 at 09:45

                    Eu e meu marido somos engenheiros meu marido veio com trabalho bom e ganhando razoavel, moramos em condominio bom etc… eu consegui trabalho bom tbm por que tenho MBA aqui que fiz em 2004..

                    0
              • Kabess Rhaxard 2 de maio de 2012 at 15:55

                Na realidade a média é de 3% de indiciados.

                0
        • Leno 1 de maio de 2012 at 21:19

          Paty, acredito que esta questão de adaptação é subjetivo. Só não acho correto quem não se adapta começar usar problemas que todos sabem que existem para mostrar para que o EUA ou qualquer outro país não é melhor que o Brasil.

          Que EUA tem problemas de violência urbana, desemprego, saúde ruim entre outros problemas sociais não é novidade para ninguem. A questão é saber em qual patamar os problemas deles estão em relação aos nossos. Voce diz que não se sente segura ai, não vou querer te convencer que está errada, mas que tal se compararmos indice de mortes por violência urbana nos ultimos 10 anos entre Brasil e EUA por exemplo?

          Seria semelhante a falar para brasileiros de outros estados não virem para São Paulo porque aqui o transporte é ruim, o SUS é ruim,e a segurança pior ainda. Porem, há muitas capitais que sequer tem um sistema de transporte razoavel como metrô e trem,aqui temos desde 1974. Tem muitos cidades pelos cantos do Brasil que não tem sequer um posto de saúde, e enquanto aqui temos os trombadinhas “vitimas da sociedade” outros estados ainda convivem com o coronelismo impondo seu poder sobre os mais fracos através de seus jagunços.

          Enfim, São Paulo está cheio de problemas, mas os problemas daqui estão em patamares muito acima da maioria dos outros estados brasileiros. Entende o que quero dizer?

          0
          • Paty 1 de maio de 2012 at 21:35

            Eu nao sei se é porque eu nunca fui assaltada no Brasil mais fui em nova iorque que eu to traumatizada. Mais eu respeito sua opiniao apesar de nao ser a mesma que a minha…

            0
    • Cleyton 1 de maio de 2012 at 20:24

      “não vejo a hora de ir embora desse pais de gente doente mental”

      E brasileiras como você não farão nenhuma falta aqui, vá com deus.

      0
      • Paty 1 de maio de 2012 at 20:29

        Que as suas presses sejam atendidas o mais rapido possivel.. obrigada pela energia positiva…

        0
      • charles 1 de maio de 2012 at 20:35

        Ela mora nos EUA e sua frase foi em relação a sair de lá e voltar ao Brasil.

        Acho que voce entendeu errado!

        0
        • Cleyton 1 de maio de 2012 at 20:41

          Puxa vida, mil perdões, tanta gente precisando ouvir isso e mando pra pessoa errada!

          0
          • Paty 1 de maio de 2012 at 21:23

            eu fico totalmente feliz quando alguem sabe repeitar a opiniao alheia como vc.. vc vai longe.. nao é porque todo mundo gosta de roxo que eu sou obrigada a gostar e sobre a sanidade mental norte americana esta comprovado cientificamente que eles sao os mais problematicos do planeta.. obrigada por respeitar minha opinião , brasileiros como vc deveriam ficar forever nos eua..abraçao..

            0
  • Sol de Sampa 1 de maio de 2012 at 19:28

    pois é acho que 2012 começa agora …. em maio…. penso que começo a entender que 2012 é o ano do APOCALIPSE … traduzindo o vocábulo…. o ano da REVELAÇÃO…

    acho que todos estamos nos sentindo perdidos na Matrix….

    os valores estão mudando…. não me sinto preparada …. parece que falta alguma coisa como link de toda essa esbórnia para fazer nosso mundo ter sentido….

    pronto… desabafei também!

    0
    • Leo 1 de maio de 2012 at 19:34

      Como falei em um outro topico, a melhor saida seria uma crise devastadora.. pq se nao for a crise, seria: GUERRA ou DESASTRE NATURAL do tipo TSUNAMI..

      só um evento catastrofico p/ as pessoas pararem p/ pensar sobre o sentido da vida.

      0
      • Sol de Sampa 1 de maio de 2012 at 19:42

        Léo, a única coisa é que acho que o mundo não escapa da 3a……
        gostaria de ser otimista em relação a isso, mas a cada dia que passa percebo posições cada vez mais polarizadas … e sem acordo o ser humano só vê uma saída…

        0
  • alexny68 1 de maio de 2012 at 19:53

    O triste eh que muita gente esta caindo nesta de q a dilma eh uma boa presidente que esta peitando os bancos(os marketeiros do PT merecem os milhoes de dolares roubados que recebem , realmente sao otimos em seu trabalho : enganar o povo do brasil )

    Na realidade o governo/BC ja sabem o que 99% dos brasileiros nao sabem , chegou no limite , a festa acabou… , o pt no desepero soh quer se manter no poder e nao tem limites para o que farao para isso, aguardem e verao

    o crescimento de 2010 foi uma grande mentira e a conta vai custar uma decada

    0
    • GB 1 de maio de 2012 at 20:30

      Maior bobagem, isso é puro teatrinho, a equação é simples: maiores riscos + menores lucros = maiores exigências.

      Quanto mais baixarem os juros, menos pessoas vão ter renda para conseguí-los.

      0
  • Guilherme SC 1 de maio de 2012 at 20:07

    Quem é mais escolado na patrulha petista da internet sabe que existem aqueles especializados em dar comentários como esses só para desqualificar os sites, blogs etc

    0