Imóveis: Após captação de R$ 20 bilhões na bolsa, chega a fatura – Imobinews

Você pode gostar...

Comments
  • Fábio Portela 31 de maio de 2011 at 20:34

    “A securitização de recebíveis – contratos de financiamento de imóveis – é uma alternativa para “engordar” o caixa das companhias. Apenas neste ano, PDG, Cyrela, Brookfield, MRV e Rossi já financiaram a construção de mais de R$ 1 bilhão em apartamentos com a venda de certificados de recebíveis imobiliários.”

    E depois dizem que não temos nossos subprimes… pra mim, esses CRIs ainda vão trazer muitos problemas pro Brasil…

    0
    • Andre 31 de maio de 2011 at 21:13

      Fábio,

      apenas coloquemos este 1 bi em perspectiva c/ o total do mercado. Temos q tomar cuidado com as ordens de grandeza:

      housingmarketbr.blogspot.com/2011/05/divisao-do-mercado-de-financiamento.html

      Se eu digo q alguém gasta 10 milhões em material de escritorio por ano é muito ou pouco?
      Depende, se for a Vale por ex, é nada…

      Se os CRIs que são o “indicador” de bolha então começa a contar agora, com esses preços… Cruz credo, bate na madeira, num quero nem ver qdo tiver no topo… 🙂

      Abs

      0
    • Frank 31 de maio de 2011 at 21:34

      talvez, dado o andamento do business, esse CRI nem chegue a se tornar relevante….a “casa” pode cair antes.

      ou não, como diria Caetano Veloso.

      0
      • Andre 31 de maio de 2011 at 21:43

        Deus lhe ouça.

        Abs

        0
  • Ramires 31 de maio de 2011 at 21:37

    Setor imobiliário vai crescer a ritmo menor em 2011, diz presidente da Gafisa

    Segundo Alceu Duilio Calciolari, presidente-executivo da Gafisa o mercado imobiliário terá 80% a menos de crescimento em comparação a 2010.

    “Segundo Mônica Simão, diretora Financeira da MRV Engenharia, disse que o setor cresceu três dígitos nos últimos cinco anos e em algum momento precisaria reduzir esse ritmo”.

    Eu não entendi o que ela quis dizer em precisar reduzir o ritmo de crescimento.
    Será que alguém se abilite em explicar o que ela disse?

    “Ela lembra que o setor paga melhores dissídios trabalhistas em comparação a outras indústrias. Por um lado, isso significa custos maiores, por outro, permite atrair funcionários de outros setores”.

    Acho que ela não está falando nada com nada.

    0
  • Ramires 31 de maio de 2011 at 21:38

    Setor imobiliário vai crescer a ritmo menor em 2011, diz presidente da Gafisa

    Segundo Alceu Duilio Calciolari, presidente-executivo da Gafisa o mercado imobiliário terá 80% a menos de crescimento em comparação a 2010.

    “Segundo Mônica Simão, diretora Financeira da MRV Engenharia, disse que o setor cresceu três dígitos nos últimos cinco anos e em algum momento precisaria reduzir esse ritmo”.

    Eu não entendi o que ela quis dizer em precisar reduzir o ritmo de crescimento.
    Será que alguém se abilite em explicar o que ela disse?

    Fonte: http://oglobo.globo.com/economia/morarbem/mat/2011/05/31/setor-imobiliario-vai-crescer-ritmo-menor-em-2011-diz-presidente-da-gafisa-924576056.asp
    “Ela lembra que o setor paga melhores dissídios trabalhistas em comparação a outras indústrias. Por um lado, isso significa custos maiores, por outro, permite atrair funcionários de outros setores”.

    Acho que ela não está falando nada com nada.

    0
    • Ramires 31 de maio de 2011 at 21:43

      Modera, desconsidera esse post. Foi mal.

      0
  • RAL 31 de maio de 2011 at 22:12

    As vezes fico meio confuso com algumas informações, como sabemos a construção civil absorve muita mão de obra com baixa , média e alta qualificação. Tudo bem está faltando mão de obra segundo pesquisas etc…
    O que achei muito estranho foi o que houve com a obra do Estadio do Corinthias em São Paulo no zona leste – Itaquerão, foi noticiado e o fato realmente aconteceu tinha fila de trabalhadores com baixa e média qualificação buscando uma oportunidade de trabalho na obra.

    Será que esta falta de mão de obra não estaria sendo usada demasiadamente ou simplesmente escolhida como Boi de Piranha da mesma forma que o Défit habitacional no Pais que sempre está em 6 milhões ?

    0
  • MrK 31 de maio de 2011 at 22:26

    Pessoal, ha um ditado antigo e infálivel na bolsa que diz “A bolsa de valores lê hoje os jornais de daqui ha alguns meses”

    Esse exemplo é claro, as ações vem despencando não é a toa, os analistas já sabiam desses problemas, assim como alguns sabiam do pre-sal antes da petrobras divulgar, so que nesse caso (construtoras) era ainda mais visivel, nao precisava ser insider (informacao privilegiada) pra perceber

    Com a queda da demanda que temos observado pelos ultimos dados creio que em breve o mercado não terá espaço mais pra tantas empresas, em alguns anos haverá fusões e aquisições pra sobrevivencia de mais algumas

    0
    • monica 31 de maio de 2011 at 22:35

      FUSÕES DE EMPRESAS NO SUL

      Olha a ganância por vender mais

      Nex e Você
      Publicado em 16 de março de 2011 por DHZ Construções
      Crescer. Evoluir. Multiplicar. Três palavras que sempre estiveram presentes no dia-a-dia da DHZ ao longo de mais de três décadas de atuação no mercado imobiliário. Em cada projeto, planejamento, e empreendimento, é visível o empenho da empresa em busca da superação. E mesmo com 35 anos de mercado, a DHZ acredita que é possível crescer ainda mais. Para isso, uniu forças com outras três tradicionais construtoras de Porto Alegre: A Capa Engenharia, a Lomando Aita e a EGL Engenharia, para, juntas, formar o NEX Group, a maior incorporadora genuinamente gaúcha do Estado. São quatro empresas que, unidas, somam mais de 100 anos de atuação no mercado imobiliário e que agora irão agregar experiências para alavancar o potencial de investimento de cada uma delas.

      A união foi impulsionada pela prosperidade do atual cenário da construção civil aliado ao excelente desempenho das construtoras, que encontram-se no auge da solidez financeira e corporativa. O ano passado, por exemplo, foi um dos mais produtivos e bem sucedidos para as quatro empresas, que comemoraram a entrega de 6600 unidades, distribuídas em diversos segmentos de mercado. Para 2011, a expectativa é de que esse número seja superior a 7000 unidades, divididas em 20 empreendimentos.

      O NEX Group irá multiplicar ofertas de trabalho, gerar emprego direta e indiretamente e movimentar fortemente a economia, construindo com maior capacidade e qualidade. Tamanho potencial coloca o NEX Group entre as três maiores empresas do setor na região sul, com patrimônio líquido inicial de R$ 400 milhões e um estoque de terrenos para vendas futuras estimado em R$2 bilhões. Além disso, atualmente a Nex está construindo 601.020 m², correspondentes ao VGV de R$ 968.548.000,00.

      Para os investidores,o NEX Group atuará de forma muito mais intensa, garantindo mais possibilidades de realizar melhores investimentos, já que a holding passará a atuar em âmbito nacional. Portanto, continuará proporcionando excelentes oportunidades, que certamente se multiplicarão.

      O quadro funcional do Nex Group será o mesmo que já estava na DHZ Construções, na Capa Engenharia, na Lomando Aita e na EGL Engenharia. São 2300 profissionais que seguirão exercendo suas funções normalmente sem qualquer alteração. Isso quer dizer que você, funcionário da Nex Group, será um dos beneficiados com este grande momento da construção civil que estamos vivendo no Brasil. Agora, você fará parte de uma das maiores empresas do setor no país e, no futuro, você estará conosco contribuindo com a construção de obras de maior porte.

      0
    • monica 31 de maio de 2011 at 22:35

      FUSÕES DE EMPRESAS NO SUL

      Olha a ganância por vender mais

      Nex e Você
      Publicado em 16 de março de 2011 por DHZ Construções
      Crescer. Evoluir. Multiplicar. Três palavras que sempre estiveram presentes no dia-a-dia da DHZ ao longo de mais de três décadas de atuação no mercado imobiliário. Em cada projeto, planejamento, e empreendimento, é visível o empenho da empresa em busca da superação. E mesmo com 35 anos de mercado, a DHZ acredita que é possível crescer ainda mais. Para isso, uniu forças com outras três tradicionais construtoras de Porto Alegre: A Capa Engenharia, a Lomando Aita e a EGL Engenharia, para, juntas, formar o NEX Group, a maior incorporadora genuinamente gaúcha do Estado. São quatro empresas que, unidas, somam mais de 100 anos de atuação no mercado imobiliário e que agora irão agregar experiências para alavancar o potencial de investimento de cada uma delas.

      A união foi impulsionada pela prosperidade do atual cenário da construção civil aliado ao excelente desempenho das construtoras, que encontram-se no auge da solidez financeira e corporativa. O ano passado, por exemplo, foi um dos mais produtivos e bem sucedidos para as quatro empresas, que comemoraram a entrega de 6600 unidades, distribuídas em diversos segmentos de mercado. Para 2011, a expectativa é de que esse número seja superior a 7000 unidades, divididas em 20 empreendimentos.

      O NEX Group irá multiplicar ofertas de trabalho, gerar emprego direta e indiretamente e movimentar fortemente a economia, construindo com maior capacidade e qualidade. Tamanho potencial coloca o NEX Group entre as três maiores empresas do setor na região sul, com patrimônio líquido inicial de R$ 400 milhões e um estoque de terrenos para vendas futuras estimado em R$2 bilhões. Além disso, atualmente a Nex está construindo 601.020 m², correspondentes ao VGV de R$ 968.548.000,00.

      Para os investidores,o NEX Group atuará de forma muito mais intensa, garantindo mais possibilidades de realizar melhores investimentos, já que a holding passará a atuar em âmbito nacional. Portanto, continuará proporcionando excelentes oportunidades, que certamente se multiplicarão.

      O quadro funcional do Nex Group será o mesmo que já estava na DHZ Construções, na Capa Engenharia, na Lomando Aita e na EGL Engenharia. São 2300 profissionais que seguirão exercendo suas funções normalmente sem qualquer alteração. Isso quer dizer que você, funcionário da Nex Group, será um dos beneficiados com este grande momento da construção civil que estamos vivendo no Brasil. Agora, você fará parte de uma das maiores empresas do setor no país e, no futuro, você estará conosco contribuindo com a construção de obras de maior porte.

      0
    • Andre 31 de maio de 2011 at 23:19

      “Pessoal, ha um ditado antigo e infálivel na bolsa que diz “A bolsa de valores lê hoje os jornais de daqui ha alguns meses” ”

      Infalível?

      Cê tá brincando… O dia q a bolsa precificar direito o futuro, virou renda fixa…

      Abs

      0
      • MrK 31 de maio de 2011 at 23:26

        cara

        esse ditado nao diz que a bolsa viraria renda fixa, cara, como disseram por ai, voce precisa ler as coisas com um pouco mais de calma, Andre, não falo isso de forma a ser desagradavel nem tentar ser chato contigo, mas é verdade mesmo, voce tira umas interpretacoes as vezes complicadas…

        esse velho ditado simplesmente diz que a bolsa se antecipa muito bem aos movimentos financeiros das empresas, simplesmente isso… e mais uma vez ficou claro, as acoes despencavam ha meses como eu mesmo vinha dizendo aqui…-30% pra tudo que é lado no setor de construcao e hoje fica claro porque, sendo admitido ate pelas proprias

        abracos

        0
        • Andre 31 de maio de 2011 at 23:36

          MRK, não me leve a mal, não somos inimigos, mas não dá pra concordar c/ isso…

          A bolsa se antecipa MUITO MAL cara, erra muito, exagera muito, tanto p/ cima qto pra baixo…

          Tu quer ver uma coisa: a Eztec chegou a ser vendida em out/2008 a 1,60… Vai ver qto tá hoje…

          Naquela época ela estava avaliada em 300 milhoes… Cara, 300 milhoes… Tu imagina, 3 ganhadores da mega da virada compravam a empresa TODA…

          300 milhoes era o Caixa Líquido da empresa ! Ela estava simplesmente sendo DADA. Se ela fechasse no dia seguinte tu recuperava teu $ todo… Risco praticamente zero.

          O mercado simplesmente precificou a falencia dela ! E isso pq era (e é) uma das empresas mais conservadoras do setor, e acho q da bolsa…

          Nem precisa dizer o tamanho do sorriso de quem comprou né… Mas aqui, onde parece ser um crime ser especulador é melhor não falar muito…

          Abs

          0
          • Luiz AG 1 de junho de 2011 at 00:25

            André, a bolsa nunca erra. O cenário é que os especuladores experientes ganham dinheiro de qualquer forma. Enquanto a maioria está apostando na emoção, os especuladores e investidores estão apostando na racionalidade.

            Não se iluda… Na quebra do subprime americano, os bancos arrancaram 700 bilhões do governo. O que fizeram? Compraram outras empresas…

            0
          • Andre 1 de junho de 2011 at 09:06

            “a bolsa nunca erra”

            Bom, acabei de mostrar um ex. onde a bolsa errou e feio, e o ditado “infalível” falhou.

            Mas, se avaliar em 300 M uma empresa c/ patr liq de 1 bi não é errar então alguém pode me vender a casa ou o carro por 30% do valor q não estará “errando” tb. Alguem quer?

            O ponto é o seguinte: ao q parece a maioria das pessoas aqui nunca tiveram experiencia com esse ou qq outro mercado, então ficam achando q tudo é sinal q o mundo vai desabar, e nem tudo é.

            Empresas em bolsa terem uma oscilação de 30% é normal, quem não tem estômago pra isso não pode comprar ação.

            Aqui só se colocam as noticias ruins das construtoras, por isso vou fazer (de novo) o papel de adv. do diabo, e colocar a analise feita por uma cara q sabe MUITO (Anderson Lueders):

            “Bom, enquanto não sabemos se estamos no meio de uma bolha…
            tem aquelas empresas que sabem muito bem o que fazer enquanto ela pode
            estar se formando 🙂

            Eztec responde o que fazer:
            http://publisher. mzweb.com. br/EZTec2009/ web/arquivos/ EZTC3_ER_ 1T11_PORT. pdf

            Simplesmente espantoso o balanço da empresa… enquanto
            muitas empresas falam
            de custos que “superaram as
            estimativas” , ela vem mais uma vez anunciar
            margens brutas,
            operacionais e líquidas “cavalares”. ..

            Abraços,
            Small caps.”

            Obs: Recomendo fortemente o livro dele p/ quem quer entender de analise fundamentalista numa linguagem bem acessível.

            Abs

            0
          • MrK 1 de junho de 2011 at 14:50

            Andre

            voce pegou uma empresa PEQUENA, de baixissimo historico e tempo de vida, recem lancada, num mercado imobiliario NO AUGE DA CRISE financeira mundial (out/2008) ai voce diz que estava “mal precificada” porque tava barata?

            po, SEM COMENTÁRIOS !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

            0
          • MrK 1 de junho de 2011 at 14:51

            faltou dizer: pra piorar ainda é um papel de baixa liquidez, que tava muito na mao de gringo (em funcao do IPO)

            e queria que nao virasse po???? ai diz que a bolsa precifica mal???

            SOCORRO !!!!!!!!!!!!!!!!! esse cara usa heavy drugs

            0
          • Andre 1 de junho de 2011 at 16:05

            MRK,

            eu estava apenas tentando fazer um contraponto.

            A bolsa precificou muito mal o futuro, o motivo não importa. Posso arrumar um monte de exemplos de más precificações, tanto em bulls qto em bears…

            Se a bolsa não errasse a avaliação, seria renda fixa e não teria graça. Nem haveriam bolhas.

            O seu ditado “infalível” é muito falho, sim senhor. E a “verdade” do outro tb…

            Pequena pq? A Gafisa e a Rossi são pequenas? A Eztec tem + ou – 2/3 do tamanho delas… E o q interessa é lucro e não tamanho.

            A liquidez q interessa pro investidor é: qdo eu quiser vender, vendo na hora? Lógico q gira menos q a Petro, mas e daí? Vc vai investir 50 milhoes?

            Outra coisa: quem comprava ações de construtora naquela época era chamado de doido pra baixo. Por aqui já me chamaram de imbecil, e agora, drogado…

            Abs

            0
          • Andre 1 de junho de 2011 at 16:07

            “ai voce diz que estava “mal precificada” porque tava barata?”

            Eu não disse isso, eu PROVEI isso. Ao contrario de vc q diz muito, mas não prova nada.

            Abs

            0
          • buginga 1 de junho de 2011 at 16:51

            O fato é que as cotações dos ativos em bolsa de valores são resultado da influência de um número enorme de agentes de mercado. Então, problemas típicos de precificação como assimetria de informação são diminuidos num mercado como a bolsa de valores. Acho que o q ele queria dizer é isso. Até porque prever o futuro de forma infalível é impossível né…. Foi só uma forma de dizer e que pra mim ficou bem clara nos exemplos que ele deu.
            Uma empresa com papeis em bolsa precisa submeter vários dados a analistas de mercado para que eles faça, relatorios de analise aos montes, publicaçao de balanço auditado, um monte de coisas no campo da governança, etc. São sim, o melhor termometro para medir o que está por vir.

            0
          • Andre 1 de junho de 2011 at 16:56

            Buginga, concordo com grande parte do q tu disse, mas a conclusão não:

            “São sim, o melhor termometro para medir o que está por vir.”

            Discordo totalmente e já expliquei pq. Tenho a impressão q esse assunto já esgotou e está prestes a descambar p/ baixaria (mais ainda).

            Fico no aguardo das casas/carros a 30% do valor de mercado…

            Abs

            0
          • luiz 1 de junho de 2011 at 17:41

            André, s eestva barato e subiu é pq estava mal precificado, o mercado se auto corrige da melhor maneira possível, ninguém consegue saber melhor do que esse ente abstrato, mas o mundo esta cheio de profetas de segunda-feira, expressão para profetas que predizem as coisas só depóis que já aconteceram.

            A prova disto é que vc mesmo poderia ter comrpado ações da eztec, ficado milionário e não tva aqui perdendo seu tempo com a gente. Pessoas com essa capacidade intelectual existem, ou são insiders, nromalemnte técnicos que nem sabem onde fica a bolsa, ou gênios mesmo, existe 1 em 1 bilhão desses, o Warren é um, ou era, a idade já comeu boa parte da sua habilidade.

            Da maneira como vc argumenta te garanto q vc não é um.

            0
          • MrK 1 de junho de 2011 at 17:53

            o cara quer usar de exemplo do PICO da crise mundial, num dos setores mais temiveis pra tempos de crise (construcao) em cima de uma ação de baixa liquidez (eztec) pra poder falar algo sobre a bolsa… ah andre, vai preparar um suco de laranja pro josé, vai…

            0
          • Andre 1 de junho de 2011 at 17:57

            luiz,

            quem disse q eu não comprei? Ou que comprei? Não dá pra inferir isso do meu discurso.

            Essas informações q eu coloquei estavam TODAS disponíveis na época, nos balanços da empresa… Não precisa ser insider…

            Eu sou o primeiro a criticar os profetas daqui como eu iria fazer o mesmo???

            Essa questão de “milionario” não entra na internet é uma das maiores doideras q eu já li por aqui… Será q eles tem uma rede especial, particular, de Terabits talvez…

            “Da maneira como vc argumenta te garanto q vc não é um.”

            Essa eu gostei, convido vc e qq um aqui a ir lá no blog e colocar o q vc acha q eu sou, baseado somente no meu discurso, pq eu nunca disse…

            Quero:
            – profissão
            – formação
            – patrimonio
            – lugar q eu moro
            – tempo de exp. em cada mercado
            – e mais o q vcs quiserem

            Quero ver acertar só UMA coisa dessas, hehehe 🙂

            Abs

            0
          • luiz 2 de junho de 2011 at 10:05

            tomara que sim Andre, vc tem razão, posso estar falando com um milionário e nem sei.
            De todo modo sugiro vc lapidar melhor a sua expressão verbal, as vezes parece que vc fica pelo caminho, ou será que vc é tão inteligente que na verdade todo mundo é que fica no caminho e só vc está à frente?

            as vezes acontece, um genio de xadrez pode vencer 100 adversários ao mesmo tempo

            0
          • Andre 2 de junho de 2011 at 11:15

            luiz,

            vamos por partes:

            Primeiro, defina milionário.

            Pq a minha expressão verbal não é boa? Dá um exemplo, copia e cola aqui.

            “as vezes acontece, um genio de xadrez pode vencer 100 adversários ao mesmo tempo”

            Vc acha q eu to em disputa c/ o pessoal daqui??? Ce é doido? Cara, não sei se vc sabe mas eu sou do Rio, aqui um ap manero custa 7 digitos… Tenho muito mais o q me preocupar do q disputas pessoais na internet…

            Abs

            0
          • Samuel 3 de junho de 2011 at 14:16

            Senhores,

            Já que virou uma febre copiar e colar, me permitam fazer o mesmo. O sr. André, apresentou a seguinte pergunta:

            Vc acha q eu to em disputa c/ o pessoal daqui??? Ce é doido? Cara, não sei se vc sabe mas eu sou do Rio, aqui um ap manero custa 7 digitos… Tenho muito mais o q me preocupar do q disputas pessoais na internet…

            Sim, eu acho. A razão de tanto é por conta dos comentários que o senhor fez anteriormente , dentre eles destaco:

            Um dos motivos de eu estar aqui é pq quero testar minha capacidade de defender sozinho uma opinião contrária à de um grande grupo sem ser “escroto”. Num sei se to conseguindo, mas tô tentando.

            A verdade, é que o senhor e o José, foram no mínimo rudes em um certo número de comentários.
            Senhor, eu só não faço ideia de qual é a sua “opinião” sobre o assunto, não o culpo se não tiver… eu tb não tenho. A única certeza que tenho é que o valor dos imóveis não guarda relação alguma com a renda da gente desta terra. Sei que mercado é composto por compradores e vendedores, o problema é que eu não consigo ver o mercado comprador… (rs… talvez eu só ande com pobre)
            Duro… não faço ideia de quanto tempo levará para o mercado ajustar os valores de tais ativos e acho que ninguém aqui faz, com o devido respeito.

            Um forte abraço,

            Samuel

            0
          • MrK 3 de junho de 2011 at 14:57

            Samuel, concordo contigo, os comentários do André e jose nesse site quase sempre vinham carregados de alguma arrogância, pra complementar o Andre ainda consegue interpretar o que os outros escrevem de uma forma completamente diferente, gerando uma confusão enorme.

            Eles acham que estão sendo hostilizados pelo fato de não concordarem com a maioria das teorias aqui, mas pra mim não é nada disso, pra mim o que tirou a paciência de algumas pessoas foi realmente a forma como eles se colocaram. abracos

            0
          • Andre 3 de junho de 2011 at 15:04

            Samuel,

            housingmarketbr.blogspot.com/2011/05/indice-de-basileia.html?showComment=1307124151878#c6960788931134139655

            Abs

            0
          • Samuel 3 de junho de 2011 at 15:37

            Sr. André, com o devido respeito,

            Não tenho o menor interesse em me manifestar no blog que o senhor criou.
            Eu fico grato pela indelicada forma de me convidar.
            Se quiser participar, com respeito e urbanidade, deste espaço de debate, fique a vontade… agora postar suas respostas no seu recém criado blog, sobre comentários aqui feitos… é no mínimo bobo.

            Abraços,

            Osame

            0
          • Andre 3 de junho de 2011 at 15:51

            Samuel,

            a forma de convidar não foi indelicada.

            Se vc não quer participar é o seu direito, mas se não responder ao meu contra argumento, gentileza sua não citar mais meu nome, pois isso sim seria indelicado.

            Não acho bobeira não, a discussão, se houver, será lá, pois aqui tem muitos usuários sem educação e a moderação não faz nada.
            Se vc já leu o comentário será apagado, pois quem vai lá não quer ver baixaria.

            “respeito e urbanidade”
            Os caras soltam os cachorro em cima de mim, sem motivo nenhum e isso é urbanidade ou respeito?

            “espaço de debate”
            Aqui? Debate? Onde?

            Abs

            0
          • Samuel 3 de junho de 2011 at 15:58

            Senhor André,

            Terei o maior prazer em responder seu argumento.
            Por favor, o senhor pode colocá-lo aqui no fórum que ambos acompanhamos.

            abraço

            0
          • Andre 3 de junho de 2011 at 16:06

            Samuel,

            não discuto mais aqui, pelos motivos já apresentados.

            Já apaguei o comentário lá, pois vc já tinha lido.

            Continuo acompanhando aqui, pra ver se sai algo de bom (1 em cada 100 comentarios) e tb pra ver se vão (indelicadamente) citar meu nome, de maneira sem “respeito ou urbanidade”.

            Mas escrever não.

            Gastei meu latim por aqui e te garanto q 99% do q eu escrevi foi FATO e não OPINIÂO, fatos esses q acredito q a maioria desconhecia.

            Sei q não é todo mundo, sei q tem muita gente q lê sem se manifestar, mas esses sabem onde me encontrar, caso queiram.

            Abs

            0
          • Samuel 3 de junho de 2011 at 16:24

            Sr. André,

            Se o senhor não vai publicar sua resposta aqui, não há o que responder.
            Peço desculpas, mas não me dei ao trabalho de conferir o link que foi colocado.
            Repito, o senhor foi grosseiro em muitos dos seus comentários, por mais fatos que o senhor traga, nada lhe dá o direito de ser pouco educado.
            Acredito, me corrija se estiver errado, que o tratamento que recebeu se deve muito mais a forma como o senhor se expressou do que ao conteúdo postado.
            Quanto ao moderador… bem… o cara poderia ter moderado a sua autopropaganda aqui e não o fez.
            O espaço é bem democrático… fazer o que.

            Abraços

            Um forte abraço e boa sorte.

            0
          • Andre 3 de junho de 2011 at 16:41

            Samuel,

            como vc me responde sem ao menos LER o q eu escrevi? Tá igual uns e outros aqui.

            Democracia é uma coisa, falta de respeito é outra. Ninguém será moderado por “lá” por defender uma opinião contrária. Inclusive opiniões contrárias é q fazem um debate (por isso q aqui não terá mais debate).

            Não tenho interesse nenhum em “promover” meu blog… O q eu ganho com isso? Se vc tivesse ido lá veria q nem ads tem.

            “Acredito, me corrija se estiver errado, que o tratamento que recebeu se deve muito mais a forma como o senhor se expressou do que ao conteúdo postado.”

            Discordo, tanto que vc mesmo se referiu há algum tempo como uma maneira “muito civilizada”, lembra?
            Se eu mudei, deve ter motivo… Talvez ver pessoas repetindo again and again argumentos já derrubados, ou mostrando profunda inveja de quem soube ganhar $, levando a discussão p/ politica, etc… Tudo isso vai minando a paciencia, e junto a educação.

            Vou tentar recuperar o comentario, aguarde.

            Abs

            0
          • Andre 3 de junho de 2011 at 17:08

            Samuel, tae, por sorte tinha salvo num notepad…

            [off][lavagem de roupa suja]
            Samuel,

            O q tem a ver “defender uma opinião contrária” com “estar em disputa”?

            “A verdade, é que o senhor e o José, foram no mínimo rudes em um certo número de comentários.”

            Quanto ao José, aí é com ele, até tentei fazer uma “moderação informal” com por ex aqui:

            bolhaimobiliaria.com/2011/05/07/relacao-entre-renda-per-capita-e-preco-dos-imoveis-tambem-indica-bolha%e2%80%a6-fabio-portela/#comment-3268

            Mais do q isso não posso fazer.

            Agora quanto a mim, não concordo, me mostra ONDE eu fui rude. Cara, tem q ter muita paciencia p/ aturar certas coisas.
            Nunca falei da cidade de ninguem, mas nego vem falar da minha.
            O cara vem me agredir só pq eu falei q tinha empresa a preço de banana em 2008… Ficou putinho pq acha q eu comprei??? (Eu não falei isso) E se comprei, estava disponivel para todo mundo, a informação tb estava, então é MÉRITO MEU.
            Pra quem foi atacado da forma q eu fui, acho q peguei leve até demais… Qq um q tem sangue na veia concorda comigo.

            “A única certeza que tenho é que o valor dos imóveis não guarda relação alguma com a renda da gente desta terra”

            Se vc tem essa certeza, deve estar apoiado em dados, por favor compartilhe-os conosco. Mas aqui, pq aqui é o local de debate, e não de porradaria.

            “Sei que mercado é composto por compradores e vendedores, o problema é que eu não consigo ver o mercado comprador…”

            Olha aqui neste site, tem dados e mais dados mostrando um numero de compradores “como nunca se viu na historia desse país”.

            Abs

            0
          • Andre 3 de junho de 2011 at 17:37

            MRK,

            com o devido respeito, mas o autor de um comentario deste naipe não deveria se referir a mim, de maneira nenhuma, nem elogiando, nem criticando:

            bolhaimobiliaria.com/2011/05/30/e-se-acontecer-uma-crise-imobiliaria-no-brasil/#comment-5073

            “Assim como quem comprou na especulação não teve piedade de pedir 30% de ganho sem ter feito NADA
            Assim como as construtoras não tiveram piedade de vender um cubiculo ridículo em que se pedia 30 anos da sua renda pra pagar
            EU NÃO TEREI PIEDADE DE VER OS INVESTIDORES SANGRANDO NESSE MERCADO!!!
            Quando os imóveis que estão sendo prontos forem entregues (movimento forte nos próximos 24 meses) vai ser lindo de ver”

            Por isso, favor não citar meu nome (a menos q vc consiga se explicar, pode ser q eu tenha entendi errado).

            Abs

            0
          • me 3 de junho de 2011 at 18:21

            Sugestão tardia que faço porque minha ingenuidade é minha ruína: cut the crap.

            0
          • Samuel 3 de junho de 2011 at 18:46

            Prezado André,

            O senhor disse:

            Um dos motivos de eu estar aqui é pq quero testar minha capacidade de defender sozinho uma opinião contrária à de um grande grupo sem ser “escroto”. Num sei se to conseguindo, mas tô tentando.

            Eu talvez não tenha entendido corretamente, mas defender uma opinião contrária e estar em disputa é praticamente a mesma coisa. Aliás no contexto em que essa frase acima estava, ficava ainda mais claro isso.

            Disputa = Discussão, altercação, rixa, contenda. Prélio esportivo.

            Nada contra, a discussão salutar é sempre produtiva. Não discordo que muitos colegas perderam a linha aqui… o senhor também.
            Lembro de inúmeras vezes que ao defender seu ponto de vista o senhor se colocou, desnecessariamente, de forma rude, indelicada e pouco educada… ah sim… devo fazer citações:

            -“Bom ver q ainda aparece alguma coisa de relevante por aqui, no meio de um bocado de bobagem.” -em um comentário que o Mrk fez no dia 7 de maio (.bolhaimobiliaria.com/2011/05/04/construtoras-incomodadas-com-alerta-sobre-bolha-imobiliaria-fabio-portela/#comments)

            – “MRK, suas argumentaçoes estão evoluindo bastante, parabens…” – nada arrogante ou pouco educado este comentário – feito no dia 5 de maio no mesmo link que coloquei.

            -“Critica (construtiva, e pra todos): pensa um pouquinho só antes de escrever…” – uma observação desta é contraproducente, foi feita no dia 6 de maio no mesmo link.

            Eu não vou perder meu tempo procurando em outros links, esse foi o primeiro e único que olhei.
            Agora, se o senhor se expressou mal e logrou a inimizade de alguns do site… a culpa é, em boa parte, sua.
            Quantoa a dados:

            “Mesmo com o crescimento menor em dezembro de 2010, o rendimento aumentou 5,9% na comparação com dezembro de 2009. Na média do ano, o brasileiro recebeu no ano passado R$ 1,490,61, o que expressa um ganho real (descontado a inflação) de 3,8% em relação a 2009.”
            fonte:http://www.brasil.gov.br/noticias/arquivos/2011/01/27/inflacao-impede-maior-crescimento-de-renda-do-trabalhador-brasileiro-diz-ibge

            Acredito que o rendimento é mensal, e foi aumentado em 3,8%.
            Eu vi em um noticiário, que a o percentual da população que ganha mais de 2 mil e poucos reais, não supera a 10% do total de brasileiros.
            Por isso que digo não ter mercado para tanto consumo, salvo com a ajuda do crédito.

            Bem, por fim, não adianta se vitimizar, não irá nos ajudar… e se o sr não tem paciência, não tolera tantos comentários inadequados, e tem um verdadeiro horror as pessoas que aqui se expressam, pq insiste em participar. Quem tá no lugar errado???
            Agora, criar um blog e chamar o público daqui para participar é no mínimo contraditório…
            Com todo o respeito, gosto de muitos comentários que o senhor fez, mas até o senhor se dá direito a falar absurdos, tais como de um economista de renomado gabarito plagiar comentários seus deste blog.
            Sei que teve gente aqui que já defendeu o fim da propriedade privada… é um absurdo sem igual…
            O fato é que chegou em um ponto que isto é mais pessoal que qualquer outra coisa… para muita gente, inclusive o senhor.
            Bem, não tenho interesse em discutir mais esse assunto.

            Um forte abraço

            0
            • Bolha Imobiliária 3 de junho de 2011 at 19:02

              Pessoal

              Acho que ficar discutindo e brigando um com o outro não leva a nada. Acredito que ninguém aqui seja corretor, então vamos manter a conversa saudável.

              0
          • MrK 3 de junho de 2011 at 20:44

            Samuel, faça como eu: Ao ver um comentário do andré simplesmente passe batido, como dizem os ingleses “skip it”, dar corda pra ele só vai gerar mais comentários do mesmo estilo…

            eu nem perco mais tempo… tudo o que vier (e está vindo aos montes) de noticia mostrando o tamanho da bolha, ele sempre arruma um malabarismo sem nexo pra contradizer, nem perco mais meu tempo

            abraços a todos!

            0
          • Andre 3 de junho de 2011 at 21:35

            Samuel,

            eu já tinha me retirado do site, vc q me chamou de volta. Sim, eu acho que eu estou no lugar errado, e estou tentando me retirar, só q eu me meti num atoleiro sem fim e qto mais em tento sair, mais afundo…

            “defender uma opinião contrária” = mostrar opinião contraria
            “estar em disputa” = tentar fazer os outros acreditarem nela

            É óbvio q tem pessoas daqui que agregam, e se não fosse pra debater eu não criava um blog, escrevia num documento Word, né? Não tem contradição nisso. Todos, sem exceção podem ir lá e escrever, mas sabendo q agressões não dá…

            “o senhor se dá direito a falar absurdos, tais como de um economista de renomado gabarito plagiar comentários seus deste blog.”

            Samuel, vc conhece o meu curriculum? Pra vc comparar duas coisas vc tem q conhecer as duas né? Não me lembro em momento nenhum de ter falado nada sobre. Ou vc está igual aquele infeliz q disse “escrevendo desse jeito te garanto que seus resultados não são bons”… Aí não…

            Mas vou te dizer: meu curriculum é bem inferior ao dele. O q não quer dizer muito, já mostrei ex. aqui de “academicos” plagiando, vc viu?

            Por outro lado pq o Duda e o MRK poderiam ser plagiados pelo Mauro Halfeld, como vc disse?

            Quanto aos 3 comentarios q vc citou:

            O primeiro teve motivo, baixa qualidade geral;
            O segundo, pra mim é elogio sim, ele estava fazendo comentarios s/ sentido q demoravam 2 milisegundos pra serem derrubados;
            O terceiro teve motivo tb, o mesmo do primeiro, bobagem demais.

            Se isso parece arrogante, ou sei lá o q não sei… O objetivo era “limpar”, melhorar o espaço, parecia q tinha muita gente escrevendo só por escrever. E de maneira agressiva, inclusive.

            Lembro q vários pro-bolha fizeram comentários MUITO mais rudes do q esses meus e ninguém falou nada.

            O problema não é “não saber”, é não querer aprender. E mesmo assim ficar “pregando verdades”. Lá atrás, só como provocação eu joguei a isca: falei q o Axiomas era o pior livro de investimentos que eu já tinha lido pra ver se alguem ia perguntar “então qual é o melhor?”…

            Sim, concordo, passou do limite há muito tempo a disputa pessoal… Pra mim chega tb. Tem culpa minha na jogada tb… Te garanto q não tem ninguém mais chateado c/ isso tudo do q eu.
            Ficar procurando culpados não resolve.

            Enfim, esse tempo todo q eu perdi discutindo contigo aqui, dava pra ter lido o relatorio do subprime enviado, por ex. Bem melhor né?

            Moderador: obrigado pela paciencia, se algum dia o “meu” tiver a qtde de usuarios q esse aqui tem, não sei se terei paciencia não. A discussão foge do controle c/ muita facilidade.

            Se eu fui rude desnecessariamente c/ alguem me desculpem.

            Abs

            0
  • MrK 31 de maio de 2011 at 22:59

    QUANDO O SECOVI JÁ PUBLICA A QUEDA E NÃO CONSEGUE EXPLICAR…

    QUANDO A CYRELA E GAFISA ADMITEM DESACELERAÇÃO… AÇÕES CAEM FORTE

    QUANDO OS RECURSOS DA POUPANCA COMECAM A MINGUAR… E O GOVERNO DESESPERADO EM INOVAR PRA ARRUMAR MAIS DINHEIRO

    QUANDO O ENDIVIDAMENTO DAS FAMILIAS SOBE RUMO AO TETO… MUITAS GASTANDO MAIS DO QUE GANHAM, CARTÃO DE CRÉDITO NA ESTRATOSFERA E JUROS SUBINDO

    QUANDO O ASSUNTO BOLHA IMOBILIÁRIA CHEGA A BOCA DO POVO EM TODOS ESTADOS E MEIOS DE COMUNICAÇÃO… A PERCEPÇÃO DE PREÇOS IRREAIS É GENERALIZADA…

    pra onde isso tudo nos levará????????????????? AH ESQUECI… o percentual de endividamento em relação ao PIB é baixo comparado aos estados unidos, então tá tudo certo..

    0
    • Duda 2 de junho de 2011 at 10:49

      rararrararara, perfeitas as observações… o mercado imobiliario é Titanic… mas alguns seguem dançando, por enquanto.

      0
  • Flávio hertel 1 de junho de 2011 at 01:25

    Notícia muito interressante e sobretudo reveladora com relação ao que se pode inferir a partir dela.

    As construtoras parecem não ter muita base para manobra com relação a diminuir a oferta para tentar estabilizar os preços nos patamares elevados em que estão. Elas precisam e muito gerar caixa. Não sei se podem simplesmente diminuir os lançamentos de forma significativa como já vi gente aqui dizer que fariam caso a demanda diminuisse, assim segurariam os preços nas alturas.

    Posso estar enganado, mas portanto pela minha leitura as construtoras precisam e muito continuar a vender e isto está se tornanco cada vez mais complicado e perigoso não apenas porque as vendas cairam muito nos ultimos meses, mas também porque as margens de lucro estão despencando, vide INCC os dissídios trabalhistas que estão por vir e que pressionam ainda mais as construtoras a vender para gerar caixa.

    Até agora os aumentos de custo eram absorvidos pela evevação dos valores dos imoveis, mas pelo visto já não existem mais margens para isso, a queda nas vendas é um indicador de que o mercado pode não ter a demanda esperada para imoveis com os atuais valores, mesmo com credito ainda farto. Com credito futuro provavelmente escasso e mais caro então…

    Mas como disse Petrucci: “Preço de imóvel não cai, principalmente preço de imóvel novo” então ele deve estar certo.

    0
    • Lucas 1 de junho de 2011 at 09:02

      Talvez eu esteja escrevendo besteira… Mas se o governo quiser manter o mercado aquecido ele poderia esticar os prazos de financiamento para 35, 40 anos e então daria para segurar o crescimento por mais tempo.

      0
      • Andre 1 de junho de 2011 at 09:49

        Exato.
        Já falei isso por aqui algumas milhoes de vezes… Espanha, portugal, 50 anos…

        Abs

        0
        • Marcos 1 de junho de 2011 at 11:03

          E o problema ficou pior… Se o governo tentar empurrar com a barriga, vai ser pior…

          0
          • CARLOS 1 de junho de 2011 at 11:23

            O governo vai fazer tudo para adiar o fim da festa. O pior é que mesmo num cenário de estabilidade (manutenção de preços e vendas nos níveis atuais), muitas construtoras poderiam não se sustentar. E como o Marcos falou (com outras palavras), enquanto mais durar a festa, maior será a fatura do dia seguinte. E a fatura vai ser paga pelos que estavam no fim da festa, e por todos nós contribuintes. Acho só que as construtoras não vão querer contribuir com nenhum centavo.

            0
      • Duda 2 de junho de 2011 at 10:47

        E como está a Espanha hoje? Nem assim conseguiram manter a bolha por lá…

        0
  • Ricardo 1 de junho de 2011 at 09:46

    O que Greenspan disse, em 2004, antes do estouro da bolha imobiliária, segundo Paul Krugman, no Estadão (capitalizei a parte que chama mais a atenção):

    “Em resumo, embora algumas medidas macroeconômicas mais amplas da qualidade da dívida imobiliária não pintem um quadro tão favorável quanto os dados sobre atrasos nos pagamentos de empréstimos em bancos comerciais e instituições de poupança, AS FINANÇAS FAMILIARES PARECEM ESTAR NUMA FORMA RAZOAVELMENTE BOA. Há, porém, bolsões de stress severo no setor familiar que continuam sendo uma preocupação e precisamos ficar atentos às dificuldades que essas famílias enfrentam.

    De mais a mais, um declínio significativo nas rendas do consumidor ou nos preços das casas poderia rapidamente alterar o panorama. No entanto, ambos os cenários parecem improváveis nos trimestres imediatamente seguintes. Se os emprestadores, incluindo banqueiros comunitários, continuarem suas PRÁTICAS DE EMPRÉSTIMO PRUDENTES, as condições financeiras familiares mais provavelmente superarão desafios futuros.”

    Ou seja, no país do subprime o presidente do Banco Central não sabia o que estava acontecendo nos bancos na hora de conceder empréstimos. Desconfio que a mesma coisa possa estar acontecendo aqui. Outro detalhe, que alguém já mencionou: entre o sujeito assinar um contrato adquirindo o imóvel novo (nestes preços estratosféricos) e o financiamento há um prazo de dois anos, pelo menos. Se a música (crédito abundante e barato) parar nesse período, diversas famílias vão ter um sério problemas para conseguir pagar suas dívidas.

    0
  • roberto 1 de junho de 2011 at 11:19

    Começou a derrocada, Ações Gafisa neste momento>

    R$ -0.21 (-2.41%)

    0
    • me 1 de junho de 2011 at 11:33

      A “derrocada” não começou agora. Ela já vem caindo faz pelo menos 3 meses… Fora que o valor da Gafisa “neste momento” não significaria muito já que não estamos nem na metade do dia, não?

      Gente, na boa: caaaaaaaaaalma…

      0
      • roberto 1 de junho de 2011 at 15:02

        É pode piorar agora : R$ -0.28 (-3.22%)

        0
        • Andre 1 de junho de 2011 at 16:39

          Po agora vão monitorar cotação de empresa durante o pregão???

          A torcida tá ficando cada vez mais insana…

          Abs

          0
          • roberto 1 de junho de 2011 at 17:25

            E foi pior que o imaginado R$ -0.27 (-3.10%) . Tem gente torcendo para os dois lados !!!

            0
          • roberto 1 de junho de 2011 at 17:31

            Descupe foi pior mesmo R$ -0.34 (-3.91%)

            0
          • Andre 1 de junho de 2011 at 17:39

            roberto,

            vou apenas copiar o q vc escreveu antes e ve se dessa vez vc explica:

            “É tem gente que precisa cair para aprender, portando de nada adianta avisar !!!”

            Quem e pq precisa quebrar a cara como vc diz?
            Justifique sua resposta.

            Abs

            0
          • roberto 2 de junho de 2011 at 12:00

            Andre, Calma…

            Nem sempre cair quer dizer quebrar a cara, senão todos os adultos teriam a cara amassada. Pois quem não caiu quando era criança!!!!! Para existir o certo tem que existir o errado, e assim como algumas opiniões de Internautas descritas aqui vão CAIR outras vão tornar-se realidade. E não vamos esquecer o tópico é “Imóveis: Após captação de R$ 20 bilhões na bolsa, chega a fatura – Imobinews” portanto a reação da bolsa em relação as incorporadoras, construtoras está vinculado ao tópico, bem como acreditar que existe uma bolha imobiliária também faz parte do significado desde SITE “Bolha Imobiliária no Brasil” consequentemente acreditar que a teoria ANTI-BOLHA irá “CAIR POR TERRA”.

            Portanto NADA particular OK

            0
  • Marcelo Ferreira 1 de junho de 2011 at 13:38

    Para quem não acredita em bolha .. é só dar uma olhada nesse site

    http://www.promoimoveis.com.br

    .. se o mercado estivesse tão aquecido assim como dizem, as construtoras não estariam deixando de ganhar dinheiro fazendo promoções …

    0
    • Marcelo 2 de junho de 2011 at 11:00

      Peixe Imóveis agora? Hehehehehe! Era só o que faltava… “compra coletiva de imóveis”.

      Peixe fica no mar… então quer dizer que está tudo indo por água abaixo?!?!? 😛

      0
      • Luis 3 de junho de 2011 at 07:27

        Vejam o que está acontecendo aqui em São José dos Campos:
        http://ciespsjc.org.br/noticias/clube-de-investidores-invade-a-construccedilatildeo-civil-de-satildeo-joseacute/1423.html
        Essa é a reprodução de uma reportagem que saiu no principal jornal da região em janeiro deste ano. Destaco o seguinte trecho:
        “A atratividade está nas cifras. Enquanto os juros da poupança rendem apenas 6% anuais e o fundo de renda fixa, como o CDB, aumentam no máximo 10% ao ano o valor do montante aplicado, a aplicação na construção de imóvel gera retorno de mais de 40% do total investido. Em alguns casos excepcionais, o lucro supera os 100% do dinheiro aplicado.”
        Loucura! E não há razão para que isto esteja acontecendo somente aqui. Depois os caras ficam falando que no Brasil as pessoas só compram para morar e não há especulação!

        0
    • me 2 de junho de 2011 at 11:17

      Putz… Tem imóveis com até R$ 100.000 de desconto. O equivalente a 15%. Convenhamos, continua caro pra burro.

      0
  • MrK 1 de junho de 2011 at 14:58

    Galera estou em curitiba

    no hotel recebi FOLHETOS de “faca um bom investimento, compre imoveis em curitiba”, folheto no lobby do hotel , convidando a comprar imovel residencial em curitiba !!!!!!!!!!!!!! junto com os folhetos de atrações turisticas e restaurantes…

    tem que ser muito maluco mesmo !!!! vou entrega-los ao andre, quem sabe ele tá interessado

    0
    • Bolha Imobiliária 1 de junho de 2011 at 16:07

      O que você está fazendo por aqui em Ctba ?

      0
      • MrK 1 de junho de 2011 at 17:57

        bolha, eu viajo muito a trabalho!! mas ja estou voltando ao Rio (epicentro da bolha) hehehe

        0
    • Andre 1 de junho de 2011 at 16:13

      “tem que ser muito maluco mesmo !!!! vou entrega-los ao andre, quem sabe ele tá interessado”

      Não me leve a mal mas eu sei avaliar minhas opções de investimento por mim mesmo…

      Não q eu não goste de trocar ideia c/ quem saca muito, mas tem q ter um historico convincente.

      Quem tentar me convencer? Manda ae. Sou todo ouvidos.

      Abs

      0
  • Jorge 1 de junho de 2011 at 15:23

    A queda começou!!!! Ou pelo menos o aumento de preços parou, o que irá gerar queda logo mais.

    O que as pessoas não entendem sobre déficit habitacional:
    Todos sabemos que depois desse milagre do mercado imobiliário, o que mais há é imóvel a venda. O número é enorme, por exemplo: Se vc entrar no site da wimoveis e buscar por apartamentos à venda em Águas Claras-DF, encontrará nada menos que 137 páginas de imóveis com uma média de 34 imóveis por página. Isso daria mais ou menos 4658. Lembro-me de ver uma reportagem no fim do ano passado, se não me engano no correioweb, dizendo que, em 2010, o nº de imóveis desocupados em Brasília havia subido para 60.000. Ora, se “nunca antes na história deste país” houve tanto imóvel a venda….. é nítido o encalhamento dos imóveis, não se vende mais tão facilmente e não está faltando moradias.
    A lógica normal seria a seguinte: se realmente ocorre aumento na renda das pessoas e alguém compra um imóvel por isso, geralmente é porque mora de aluguel (pelo menos esse é o foco do governo). Se essa pessoa deixa o imóvel alugado, gerará uma nova vaga nesse imóvel que será ocupada por outra pessoa que melhorou de vida, que ocupava um lugar inferior e assim sucessivamente. O que é engraçado, é que partindo desse raciocínio, não existe esse déficit e a construção de um imóvel que fosse vendido deixaria outro vago.Algum imóvel iria sobrar nessa movimentação.
    Como estão construindo muitos imóveis e há muuuuiiiitos desocupados, não é porque tem muita gente morando na rua. Simplesmente é porque quem mora de aluguel não tem dinheiro pra comprar o próprio e quem mora na rua(caso extremo) dificilmente conseguirá comprar um imóvel ou pagar aluguel. Isso mostra que o encalhamento de imóveis está ocorrendo nas mãos dos especuladores. Outro fato notório é que esses “investidores” não estão interessados em alugar tais imóveis, mas sim em vendê-los, prova disso é a grande diferença entre o nº de imóveis a venda e os que estão para alugar.
    O que as pessoas não entendem é que essa inflação exagerada nos imóveis não é de demanda (claro que em parte por aumento dos custos), mas se trata de inflação inercial. Quantos aqui já entraram num site de uma imobiliária e viram um imóvel (mesmo que usado) num dia por um preço x, esse não é vendido e no dia seguinte está por x+y. É claro que se fôssemos seguir a lógica da inflação de demanda este imóvel não vendido teria o preço diminuído e não aumentado.
    Portanto, não estão diminuindo o tal déficit de 6.000.000 por isso. Estão construindo imóveis(desde o fim de 2009 em sua maioria) para ficarem desocupados e quando a oferta aumenta muito e há um custo grande para ficar com esses imóveis a venda(IPTU, Condomínio), não há dúvidas todos aqui já sabem o resultado.

    BOOOMMMM!!!!!

    0
    • Duda 2 de junho de 2011 at 12:05

      Falou tudo.

      0
  • DRN 1 de junho de 2011 at 15:45

    Srs., não nos esqueçamos das eleições de 2012 e 2014. O PT não vai deixar o crédito acabar. Depois de a poupança terminar, vão abrir o caixa do Tesouro. Se fizeram isso no BNDES em favor de JBS e outras empresas, porque não vão fazer para as empresas que geram o maior número de empregos para pessoas de baixa ou nenhuma qualificação?

    Até depois das eleições, acredito apenas em estabilização de preços em razão de a demanda não conseguir consumir a oferta disponível.

    0
    • RRR 1 de junho de 2011 at 16:40

      Claro que o governo vai fazer tudo para manter a festa, independente de eleição (estamos apenas no início do mandato). Consegue até certo ponto, mas o mercado é impiedoso e cobra com juros e correção. O Brasil não tem demanda real, é só ver os dados de imóveis desocupados do censo 2010. O que há é uma brutal especulação, e como qualquer especulação, só se sustenta com preços continuamente crescentes. Bastaria os preços se estabilizarem para colocar à prova a capacidade do governo de continuar com a vitrola ligada.

      0
    • Glaucio 1 de junho de 2011 at 18:01

      Depois das eleições, vêm outras eleições, e depois outras… Mas não dá pra ir empurrando o problema pra sempre.

      0
  • luiz 1 de junho de 2011 at 17:16

    Venho acompanhando com atenção todos os comentários, inclusive os doAndré – o contraponto solitário, e a realidade está indo na direção do título do blog emsmo.

    Aqui em SP já começou a cair e a ruína vem de modo desorganziado.

    Vou dar exemplo, vou comprar um imóvel por motivo pessoal, não investimento, achei um que op car anão conseguiu pagar, ele quer 275 mil num 2d., no mesmo condomínio a construtora vende a 350k, já um terceiro estrepado está empurrando o dele por 75k+240k de financiamento num 3 dorm.

    Façam as contas, estão tentando vender com prejuízo. E não estão conseguindo.

    0
    • MrK 1 de junho de 2011 at 18:10

      luiz, os mais espertos vão pular fora ao menor sinal de perigoso

      e cá entre nós, sinais de perigo já comecam a pipocar nos jornais, então acho que uma primeira onda de vendas virá, principalmente se coincidir com entrega de novos imoveis na região

      0
      • luiz 1 de junho de 2011 at 19:02

        efeito manada, efeito revoada, quando o líder vai, imediatamente todos vãoa tras

        0
        • Duda 2 de junho de 2011 at 11:58

          As noticias sobre a bolha já são uma enxurrada…

          0
  • luiz 1 de junho de 2011 at 17:22

    Prezado blogueiro, gostaria que se fizesse um post a respeito de um assunto anexo ao tema, que é o custeio de um condomínio. Aqui em SP estão prometendo condomínios populares com até 50 ites de lazer. Legal, mas porteiro e jardineiro ganha salário e esses valores são normalmente ligados ao salário-mínimo que está indexado em IPCA+cresciemnto do PIB.

    Ou seja o custeio tende a crescer e ninguém está dando bola pra isso.
    Esses condomínios populares que mais parecem resorts estão além do que a população média consegue arcar, custos de serviços domésticos, babá, empregada, dispararam. Isso tudo no meu entendimento vai apertar mais ainda o orçamento de quem sonha com uma casa própria.

    0
    • Andre 1 de junho de 2011 at 17:37

      Existe um ponto q o pessoal daqui vai gostar e ninguem falou ainda…

      A mairia dos empreendimentos hoje, como vc disse tem zilhoes de itens de lazer, mas tem um tal de “condominio garantido” pela construtora por, geralmente, 12 meses.

      Aí é assim: fica num valor baixo, por ex. 300,00 nesse 1o ano, e depois vai pro valor normal, q vai depender da gestão do condominio e a construtora não tem nada a ver com isso…

      Aí depois vai pra uns 500,00, 600,00 e isso vai pegar muita gente no contrapé… Ninguém pensa nisso na hora de comprar o ap na planta, mas pode dar uma estrangulada no orçamento depois…

      Abs

      0
      • luiz 1 de junho de 2011 at 17:50

        Andre, pesquisei esse assunto. O tal condominio garantido é uma pormessa sem base legal para ser cumprida.

        Vou te dar um exemplo prático, um amigo comprou um apê e a construtora entregou em 2009 bunitinho com convenção, administradora e tudo. Só faltou o sindico. Bem os prédios começaram a rachar a pintura e cair pedaços do acabamento. A administradora ligada a construtora se fez de “miguel”. Resultado, puseram pra fora a admisnitradora, convenção, síndico, tudo.

        Além de ser uma falasa promessa, noves fora, é uma promessa ruim. Palavra do Procon.

        0
        • Andre 1 de junho de 2011 at 19:33

          Não sei se vc entendeu direito, o q eu disse foi: essa promessa vem sendo cumprida sim, mas qdo acaba o compromisso da construtora, o condominio sobe muito e pode ser q muita gente não aguente pagar o cond. junto com a prestação e tenha que entregar o imovel…

          Daí o pessoal (não eu) pode concluir q isso irá causar o “desmoronamento do castelo de cartas” e o preço dos sonhos finalmente se tornaria real.

          Abs

          0
          • luiz 2 de junho de 2011 at 10:01

            Entendi sim, obrgado pela preocupaçao.

            Vou repetir meu comentário d eoutra maneira:

            Em algumas situações reais o cumprimento da promessa tem sido pior que o não cumprimento da promessa. De qualquer modo, o cumprimento dessa promessa não tem base legal, portanto a promessa pode ser decumprida a qualquer tempo por iniciativa de qualquer uma das partes.

            Agora pergunto a vc:
            Qual é a mágica de manter o valor do condomínio artificialmente baixo?
            Qual (ou quais) o interesse da construtora nisto?

            0
          • Andre 2 de junho de 2011 at 10:09

            “Qual é a mágica de manter o valor do condomínio artificialmente baixo?
            Qual (ou quais) o interesse da construtora nisto?”

            Entendo eu q é uma promoção como outra qq… A construtora diminui um pouquinho o lucro pra vender mais… Ganhar na quantidade.

            A VW já vendeu golf c/ rastreador gratis. Pq? Pq gostam de perder $ ? Não, pq descobriram q o q mais afastava clientes do golf era o seguro altíssimo, e c/ rastreador caía bastante… Diminui o lucro por unidade mas vende mais unidades, aumentando o lucro total, q é o q interessa.

            Agora o lance da base legal da promessa, e ela poder não ser cumprida confesso q não conheço e não posso opinar.

            Abs

            0
  • MrK 1 de junho de 2011 at 18:08

    ANÁLISE MKT, UM JEITO FÁCIL DE ENTENDER O PORQUE OS IMOVEIS SUBIRAM… comparando com carros!

    Para tirar o Brasil da crise “marolinha” o governo resolveu focar nos 2 setores que mais empregam: Construcao e automobilistico, o foco do governo foi estimular vendas por crédito solto e subsidios (reducao de impostos/IPI)

    Em ambos os casos a demanda disparou, mas carros é um caso fácil de resolver: Recontrata todo mundo, bota a fábrica em 3 turnos e se não der vazão importa carros (Veja a quantidade de hyundai importados por aí)… logo a OFERTA se ajusta a explosão da DEMANDA (temporariamente até surgiu um ágio aqui e ali, mas dura só alguns meses), os preços de carros seguem proximos aos preços históricos.

    Só que no caso dos imoveis é dificíl, não tinha mão de obra pronta, terreno planado, planejamento..nada.. não tem fábrica não, amigo! Leva 3 anos pra subir um prédio (e ainda estão atrasando feio), logo a OFERTA ficou muito DEFASADA em relação a demanda e por isso os preços explodiram. Certo?

    SÓ QUE…. esse aumento todo de preços foi PONTUAL, justamente no período em que a demanda disparou antes da oferta, logo que essa demanda que comprou for atendida, não haverá mais como jogar precos pra cima, o número de compradores voltará aos patamares históricos (creio que até abaixo) e com eles voltará o valor dos imóveis… é uma questão de tempo.. e não será muito tempo não!

    0
    • Andre 1 de junho de 2011 at 18:12

      Quem te explicou tudinho isso aí (tirando o ultimo paragrafo), é o mesmo q tu chama de drogado e puxa saco…

      E aí fala q os outros “não tem modos”.

      Olha a incoerencia, brother…

      Abs

      0
      • MrK 1 de junho de 2011 at 18:20

        sinto desaponta-lo, mas ninguem me explicou isso tudo

        isso eu digo desde que entrei, são análises próprias

        se você concluiu já a mesma coisa, parabéns

        0
        • Andre 1 de junho de 2011 at 20:02

          MRK,

          parabens pra quem conseguiu ver isso ANTES do preço subir, ou pelo menos no inicio…

          Pode ser que eu tenha sido um desses, ou não… Não tem como ninguem saber (e nem importa).

          Abs

          0
    • me 1 de junho de 2011 at 18:16

      …and here we go again.

      0
      • Andre 1 de junho de 2011 at 18:56

        Me,

        Tá divertido ou num tá??

        hehehe

        Como vc mesmo disse, “curiosidade mórbida”, pra ver “falhas humanas”, como disse alguem por aqui…

        O pessoal esquece q a internet tem memória, é só voltar umas paginas e ver o q se falava há alguns meses…

        Abs

        0
        • Duda 2 de junho de 2011 at 10:56

          Nossa mãe, que bom! que bom que Internet tem memoria! Estamos em junho, não? A partir do 30 de junho convido a todos a começar a monitorar os preços dos imoveis, jornal, papel e caneta na mão… ate novembro de 2012, todos os fins de semana, ta? Em novembro de 2012 terei inúmeros fans!!

          0
          • Andre 2 de junho de 2011 at 11:54

            Duda,

            é só entrar num host tipo o ImageShack, criar uma conta e publicar o arquivo. Daí vc pega o link e coloca aqui… Não tem segredo não, é auto-explicativo.

            Agora, com todo o respeito, pela forma q vc disse q fez o grafico, eu não concordo… Sobrepor graficos?? Mesmo q acerte, será por qq outro motivo, menos pq os graficos concidiram…

            Obs.: já chega de baixaria por aqui, se quiser me responder não vem agredindo não hein?

            Abs

            0
          • Duda 2 de junho de 2011 at 12:52

            Bom, aí fica para vc analisar. Hoje terá o arquivo na mão para saber como fiz. Ate pode afinar as escalas para ter “mais precisão” se quiser, colocar outros graficos na mesma escala de tempo, etc
            Aclaro que os dados são todos do SECOVI SP, tanto de preços como de vendas (2011 anualizei a partir das vendas ocorridas ate março). SP representa algo assim como 30 % do mercado do pais.

            0
          • Duda 2 de junho de 2011 at 13:07

            E na primeira vez, confesso que fiz com papel a lapiceira, só depois me toquei de fazer com excel…

            0
      • Duda 2 de junho de 2011 at 10:53

        Me, estou aguardando teu endereço, onde te mando o arquivo? o Bolha me diz que teu email e “fake”, mas sinceramente, não parece endereço eletronico.

        0
        • me 2 de junho de 2011 at 11:12

          Duda, sim, meu endereço é fake, e só preencho esse campo por ser obrigatório. Prefiro não publicar meu e-mail pessoal. Até poderia criar um só pra receber seus gráficos, mas confesso que ainda não entendi porque ele não pode ser simplesmente publicado em algum host gratuito de imagens.

          0
          • Duda 2 de junho de 2011 at 11:34

            Cara, nem sei como fazer isso… nunca publiquei num host… perdoe a ignorancia… O que fiz foi para “consumo proprio” e para mandar para alguns conhecidos e amigos, nunca me interessei por publicar, e tenho em excel para seguir acrescentando curvas (ja são 4, e a proxima vai ser o credito)…

            0
          • me 2 de junho de 2011 at 11:45

            Para imagem: http://imageshack.us/

            Mas se você preferir mandar a planilha direto, tem o rapidshare também. http://www.rapidshare.com/

            Em ambos os caso é só anexar o arquivo e enviar, como se fosse em um webmail.

            Acho que é melhor do que mandar por e-mail pra qualquer um, fica disponível pra todo mundo e acrescenta material pra discussão, que tem faltado por aqui, por sinal. O que tem se mostrado mais aqui são notícias de mercado desacelerando, o que todo mundo, mesmo quem estava em contraponto, já acreditava que aconteceria.

            Aliás até aproveito pra lembrar mais uma vez ao pessoal que 40% de queda(o que me parece bastante), 50% até, não vai ser grande coisa comparado ao que aumentou. Vai continuar muito caro em relação ao que era antes do MCMV. A não ser que alguém esteja imaginando 60%, 70%… Mas essa hipótese me parece bem difícil de provar-se plausível.

            Duda, bota lá!

            0
          • Andre 2 de junho de 2011 at 12:03

            “Aliás até aproveito pra lembrar mais uma vez ao pessoal que 40% de queda(o que me parece bastante), 50% até, não vai ser grande coisa comparado ao que aumentou.”

            Cara, se cair 50% volta ao preço de 2008 (que é + ou – o inicio do boom).

            Mas aqui entre nós se caísse 40% já tava bom D+… Acho q eu ia comemorar 30 dias e 30 noites seguidas… Ia tomar um porre daqueles. Só não pode morrer, se não não adianta né, não compro nada 🙂

            Abs

            0
          • Duda 2 de junho de 2011 at 12:42

            Ja criei o usuario, agora tenho que validar abrindo meu gmail, mas terei que fazer em casa, aqui na empresa os freemail estão banidos. Parece simples de usar… hoje verei

            0
          • Duda 2 de junho de 2011 at 12:48

            Cara, abre um email com nome ficticio e usa para estes casos, eu tenho um “verdadeiro” e um “de brincadeira” que uso para trocar informação com pessoas que não conheço. Acho um bom metodo… Abs

            0
          • Duda 2 de junho de 2011 at 13:02

            Sim tem faltado material, com certeza, é cansativo discutir a toa… vamos ver se podemos trabalhar junto para chegarmos a alguma conclusão… tomara meu “arquivinho” possa servir para isso, quem quiser seguir colando graficos, pode fazer com total liberdade, sempre respeitando as escalas de tempo, claro, que é o unico que permite tirar alguma conclusão. Prezados, vamos parar de discutir? No fim, se podermos “predizer” o que vai acontecer, melhor para todos, não é? Ninguém quere torrar seu dinheiro, todos queremos multiplica-lo o pelo menos preserva-lo… Vamos tentar desenvolver algo que nos ajude com isso?

            0
          • Duda 3 de junho de 2011 at 08:40

            Caras, to apanhando, primeira vez que uso… obtive este link, do arquivo do grafico. Vejam se conseguem acesar, senão tentarei de novo. O meu usuario e DudaBrasil, não sei se precisam.

            https://rapidshare.com/files/1687506778/GraficosIMOVEIS.xls

            0
          • Duda 3 de junho de 2011 at 09:28

            Já coloquei no Rapidshare, espera o bolha moderar o link. Cara primeira vez que fiz, espero que de certo. Avisa. SDS

            0
    • Marcos 1 de junho de 2011 at 18:34

      A boa e velha lei da oferta e da procura… Se os preços dos imóveis nunca caem, a demanda deve sempre ser maior que a oferta. Ou existir um monopólio ou oligopólio controlando o mercado…

      0
  • luiz 1 de junho de 2011 at 19:14

    Artigo no ‘Financial Times’ vê bolha em formação no Brasil
    1 de junho de 2011 | 17h38

    Sílvio Guedes Crespo

    Atualizado às 18h16

    Um artigo publicado no “Financial Times” avalia que a economia brasileira caminha rumo a uma bolha, caso o País não faça reformas estruturais nem tome medidas para frear o consumo.


    ENQUETE: A fase de bonança está chegando ao fim?

    “Inevitavelmente, essa combinação de moeda forte, euforia dos investidores estrangeiros, aumento do consumo e gargalos que sufocam a capacidade de responder à crescente demanda torna tudo mais caro. Enquanto o Brasil permanece uma nação muito pobre, é atualmente uma das mais caras do mundo”, afirma o autor, Moisés Naim, ex-editor-chefe da revista “Foreign Policy” e hoje é associado da Carnegie Endowment for International Peace.

    Ele dá alguns exemplos:

    . Alugar um escritório no Rio de Janeiro está ficando mais caro do que em Nova York;

    . Os preços de moradias no Rio e em São Paulo quase dobraram desde 2008;

    . Os salários dos executivos em São Paulo são mais altos do que em Londres.

    Para o autor, “a decrépita infraestrutura faz com que o crescimento chinês de 10% seja inatingível” para o Brasil. “Por enquanto, a prioridade deve ser simplesmente estabilizar a economia antes que a bolha se expanda”.

    Naim acredita que a presidente Dilma Rousseff devesse “tomar medidas hoje para desaquecer a economia, mesmo que isso envolva decisões impopulares”. Caso ela não aja agora, diz o autor, “os mercados financeiros irão, no momento apropriado, impor as correções necessárias de um modo mais brutal”.

    O artigo é intitulado “Termine-se a festa antes que a bolha do Brasil estoure” e encerra-se com a frase: “Exuberância e complacência são os dois inimigos ameaçando o atual sucesso do Brasil”.

    Leia a reportagem no site do “Financial Times” (em inglês)

    0
  • jose 1 de junho de 2011 at 20:01

    vou escalerecer umas coisas e acho que comecando do zero, sem dar reply eh melhor… sorry

    1) eu não disse “do nada” quanto ganhava, o duda indelicadamente me perguntou. Pra que? Pra ele me “amassar” quando eu dissesse o valor, mas ele se fu…

    2) Disse meu horario de trabalho porque falaram que eu explorava os outros;

    3) Eu não vou ao banco no domingo, existe uma coisa chamada bloomberg anywhere, onde eu posso acessar o bloomberg de qualquer computador, desde que esteja com meu B-UNIT, inclusive do celular (blackeberry). Esse brinquedinho custa USD 2.000 por mês, contrato de 24 meses (que o banco paga). Eu estou ligado 24 horas (regra dp jogo), mas domingo a noite, eh onde infelizmente eu me “retiro” para comecar a minha semana, mas em casa;

    4) Eu já coloquei alguns graficos aqui da bloomberg e pelo que eu saiba corretor não usa bloomberg, deve ser que nem voces, sabe nem o que é.

    5) O $$ que eu ganhei, foi porque o resultado todo da mesa foi muito alto, e cada operador ganha um % do seu proprio resultado e o do resto da mesa. E foi porque eu sou muito bom? Não necessariamente, isso se chama alavancagem, eu alavanco em cima de um caminhao de $$ que não eh meu. E, se eu perco muito, no maximo me mandam embora.. é a regra do jogo..

    6) Aqui tem um monte de gente com opcao de graca. Todo mundo comprou na planta, ou vendeu (duda) UM… ou comprou em 2008… eu não questionei nada disso.. pq como eu falo a verdade aqui, achei que todo mundo falasse. Agora se desconfiam de um monte de coisa de mim, é pq deve ter gente que não deve tao “fair” assim ne?

    7) O Mrk, viaja a trabalho e não sai do blog.. po… pagam passagem pro cara pra ele ficar no site em outro estado???

    8) O mrk disse que estava em Chicago, depois Philadelfia e depois NY.. em 10 dias!!!!eu não falei nada…

    9) Eu tenho 6 monitores na minha frente e um fica no site (ficava) e num chat que tenho com outros caras de mercado…

    10) Comecei a frequentar aqui, porque depois de um certo tempo na mesa, vc para de ficar girando que nem um louco e aprende que o $$ grande, vem em grandes movimentos e comecei a estudar o mercado de housing aqui pra ver se tinha $$ pra fazer… pra mim eh isso que vale, se tem ou não $$ pra fazer.

    11) Quando se tem visoes opostas, discussoes mais acaloradas ocorrem, faz parte, mas aqui égeracao 2010 ne? Tudo magoa, eh bullyng ne? Cheio de não me toque, qq coisa quer chamar o governo…

    12) Li aqui, muita gente, inclusive o duda falar em queda em 18 meses??? Ora, sera que podemos chamar de bolha uma coisa que vai continuar nos proximos 2, 4 anos??? Tem que cair logo, senao ta todo mundo errado…being early is the same as being wrong

    13) Estao comemorando a queda das acoes?? PORRA, vcs estao vendidos nela? Já falei aqui mil vezes.. vcs acreditam?? VAO GANHAR $$ com isso!!!! o dono do site tem acao de banco!!! Piada ne? Eu estou vendido na bolsa e falo isso aqui há 3 meses..entao qd elas cairem, lembrem “o jose ta ganhando $$”.. e quando tudo quebrar, vcs vao perder seu emprego, não vao ter ganho $$, e não vao poder comprar é NADA…

    14) So vejo nego torcer pra cair pra comprar a casa… ninguem fala que não vai comprar nunca, que eh furada, que aluguel forever eh melhor, que isso vai durar 30 anos, nego quer que caia em 2 anos, comprar a casa (melhor, mudar porque todo mundo aqui já comprou em 2008) e pronto…

    Moderador, parabens pelo site, acho que é por ai..mantem o que vc acredita e tenta ganhar $$ com isso…uma dica: se ninguem tiver lendo os posts antigos, vai tirando ele, acho que qd tudo despencar, eh mais bonito ter um site com 6 meses antes do estouro do que 2 anos né?

    p.s: não aguento, gosto de mostrar as coisas… dica: procurem saber o que tem ocorrido nos ultimos leiloes de terreno que o governo faz na china (tipo terracap pra quem eh de bsb)…acho que vao gostar…

    Abracos e boa sorte a todos

    0
    • monica 1 de junho de 2011 at 20:54

      meu emprego não vou perder pois sou funcionária pública concursada estatutária … bjsss

      0
      • Frank 2 de junho de 2011 at 18:38

        best answer…ever 🙂

        0
    • MrK 1 de junho de 2011 at 21:02

      jose,

      diferentemente de voce eu não preciso dizer quanto ganho, o que faço, muito menos inventar onde viajo a trabalho ou passo minhas férias, esse assunto só interessa a mim e não ao blog, estou aqui pra discutir bolha imobiliária e não me vangloriar de ser um trader junior fanfarrão

      dica: Pegue um mapa dos EUA e voce verá que chicago, philadelphia e NY são bem proximas, as duas últimas alias você vai em cerca de 1hora de carro, achei que um cara rico como você deveria saber disso, mas sinceramente… “c e andei”..

      cordialmente,

      MrK

      0
    • Duda 2 de junho de 2011 at 11:26

      Cara, eu te amassar? com as suas respostas daquela vez vc se amassou sozinho… não precisou de ajuda…

      0
    • roberto 2 de junho de 2011 at 14:21

      Isto é desespero, respira concatena as idéias !!!!

      0
  • Marcos 1 de junho de 2011 at 20:38

    Custo da construção civil sobe 3,33% em maio, aponta SindusCon-SP

    SÃO PAULO – Os preços da construção civil paulista subiram 3,33% em maio, segundo dados divulgados nesta terça-feira (1) pelo SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo).

    A variação positiva no mês é resultado do aumento de 5,78% no custo das construtoras com mão-de obra e de 0,19% com materiais de construção, em comparação com abril deste ano.

    O CUB (Custo Unitário Básico) reflete a variação mensal das despesas do setor para utilização nos reajustes dos contratos da construção civil.

    Nos primeiros cinco meses, o CUB acumulou alta de 4,11%. Considerando os últimos 12 meses terminados em abril, os custos registraram aumento de 6,52%.

    Valor por metro quadrado
    No mês passado, o custo da construção civil paulista (R8-N) foi de R$ 939,37 por metro quadrado, sendo R$ 509,50 (54,24%) referentes à mão de obra e R$ 403,85 (42,99%) aos materiais. As despesas administrativas responderam por apenas R$ 26,02 (2,77%).

    Em relação a abril, o CUB relativo ao material permaneceu praticamente estável, atingindo 123,58 pontos no quinto mês do ano. Os custos relativos à mão de obra registraram 145,64 pontos, alta de 7,96 pontos percentuais, enquanto os custos de despesas administrativas ficaram em 141,11 pontos (+9,95 pontos percentuais).

    Alta dos preços
    Entre os 41 itens de materiais de construção analisados, 11 registraram em maio aumento de preço acima do IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado), que foi de 0,43%.

    Entre os materiais, os destaques são Tubo PVC-R rígido para esgoto (+1,76%), Tubo de PVC rígido rosca água (+1,70), cerâmica esmaltada 20x 20 cm PEI III (+1,60%) e placa cerâmica (azulejo) 15×15 1ª linha PEI II (+1,54%).

    Em contrapartida, 10 materiais apresentaram queda em maio. As maiores baixas foram apresentadas por prego 18×27 com cabeça (-2,16%), tábua de madeira de 3ª p/constr. (-0,80%) e fio cobre ant-chama isol. 750 V (-0,52%).

    0
  • Andre 2 de junho de 2011 at 12:11

    Ah tá,

    é pq eu to tão acostumado a ser agredido por aqui, q pensei isso.

    O pessoal acha q só pq eu tenho uma opinião diferente, então eu sou um especulador (sinonimo de fdp, pra alguns), estaria MEGA alavancado em imoveis e por isso, supostamente estaria torcendo pra q subisse mais…

    E tb acham que essa “raça” (especulador) q é o “culpado” da alta… Por isso são “inimigos” deles.

    Enfim é tanta coisa errada q não sei nem por onde começar.

    Abs

    0
    • Andre 2 de junho de 2011 at 12:12

      Essa resposta foi p/ o roberto, saiu no lugar errado.

      Abs

      0
      • roberto 2 de junho de 2011 at 14:35

        Ok Andre.

        Não disse em momento algum que você é Especulador. Também não acho que os especuladores sejam um bando de FDP, pelo contrario se esta ganhado o seu dinheiro honestamente parabéns. Para mim esta classe FDP se assim podemos denominar é de exclusividade dos Sr. políticos. Portanto somente para deixar claro :
        Algumas teorias aqui postadas iram CAIR e outras iram tornar-se realidade.

        0
    • Duda 2 de junho de 2011 at 13:13

      Bom, esse papo de se especulador é “bom ou ruim”, para mim perdeu o sentido. Qq pessoa se tiver a possibilidade de ganhar com um negocio, com certeza ira faze-lo… Enquanto seja legal, não vejo problema. Claro que não todo mundo pensa assim…

      0
  • EDSON 5 de junho de 2011 at 19:07

    BOM..PELO VISTO A DISCUSSÃO É ACIRRADA AQUI..NTREI SOMENTE POR TER OUVIDO SOBRE ESTA TAL BOLHA IMOBILIARIA, E ME DEPAREI COM VARIOS EXPERTS NO ASSUNTO.BEM ETOU BUSCANDO UM IMOVEL DE 300MT2, QUE HOJE CUSTA POR VOLTA DE 850 MIL EM SBC(AREA NOBRE)QUAL É A TENDÊNCIA??AGUARDO UNS MESES, POIS O PREÇO DEVE DESPENCAR??

    ABRAÇOS A TODOS.

    0
    • cristiano 20 de julho de 2011 at 00:31

      vc ai de cima, seguinte
      pega os 850 pila, com 200 compra um apezinho p morar, com mais uns 400 compra uma casa maravilhosa em peruibe ou se preferir o oposto em ilha bela, casa essa muito melhor do que a que vc compraria aqui em cima pois na nossa horla não existe especulação pelo fato de não haver financiamento imobiliario para veraneio, ou seja só por isso os preços não subiram como aqui, e tu teras uma bela casa para passear, um ape razoavel para morar e fazer os corres do dia a dia e sobra uns 200zentão p gastar com agua de coco, umas breja e uma r1 p tirar um barato.
      esse sim é um negocião

      0