Devolução de apês novos cresce, provoca atraso da entrega e põe obras em risco – R7

Você pode gostar...

Comments
  • L.A. 18 de janeiro de 2016 at 09:30

    Repetindo o que já disse:
    “Eu era esperto e acreditei no conto da sereia de 30% ao ano!!!”
    Bananense sempre achando que dinheiro se ganha sem esforço.
    Sardinhada caindo fora do mercado imobiliário e tendo prejuízo.

    62+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • mestre dos magos 18 de janeiro de 2016 at 09:36

      Sardinhada quando resolve abandonar o barco, sai a qualquer preço, vide ibovespa. Se for igual ao ibov, teremos imóveis com valores bem interessantes na hora do despair.

      34+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Money_Addicted 18 de janeiro de 2016 at 10:06

        eu acho dificil ter imovel por valores interessantes, uma vez q os alugueis cairao na mesma proporcao e os juros com tendencia de alta, ou seja, alugar meu dinheiro para o banco sera mais vantajoso do q comprar tijolos 🙂

        [ ]s

        28+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • mestre dos magos 18 de janeiro de 2016 at 10:32

          Calma meu amigo, tenha paciência. Buffet já falou que a bolsa é a transferência de dinheiro dos impacientes para os pacientes.
          Ha uns anos atrás vc imaginava ações da gerdau abaixo de 4, usiminas a centavos, vale a 7, óbvio que não, mas olha o preço de vários ativos na bolsa, estão a preços bem abaixo de uns anos atrás. Aí vc vai dizer, mas são ações de empresas com problemas (siderurgia, petróleo, minério). Então temos que lembrar que logo os Imoveis tb serão um problema (taxa manutenção, condomínio, iptu, desvalorização, baixa liquidez, saldo devedor maior que o valor de mercado), nesse momento haverá pessoas vendendo a preços bem interessantes.

          58+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Money_Addicted 18 de janeiro de 2016 at 12:08

            eu concordo, e nao tenho pressa absolutamente nenhuma 🙂

            19+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • Mn 18 de janeiro de 2016 at 15:03

              O despair JÁ COMEÇOU e os preços JÁ ESTÃO desabando, galera. Olhem o leilão do Santander… vários imóveis com +50% de queda. É só procurar que encontramos a realidade.

              -http://www.biasileiloes.com.br/leilao/673/leilao-de-imoveis-comerciais-e-residenciais–ate-63-abaixo-da-avaliacao-confira?page=0

              Casa no morumbi/sp não mais por D$3 milhões, mas por D$1.8 milhões; comercial GIGANTE em campinas com 7 Milhões de QUEDA, etc…

              11+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
  • Bolha de Tudo 18 de janeiro de 2016 at 09:36

    ué!
    ninguém avisou!!!

    CA é o nosso profeta

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 18 de janeiro de 2016 at 09:42

      trazendo a análise do :

      CA 18 de janeiro de 2016 at 07:35

      Cajuzinha,
      Por um lado, esta reportagem confirma o que coloquei acima em resposta ao Bolhista Cearense e você complementou sobre o efeito Tostines, de que são os distratos que colaboram para atrasar as obras e prejudicar caixa das construtoras.

      Por outro lado, o segmento imobiliário mantém seu altíssimo volume de DESINFORMAÇÕES:

      1) Dizem que são os distratos que atrasam as obras e as tornam mais caras e este incremento de custo faz com que este risco seja precificado em novos projetos, ou seja, quanto mais distratos hoje, mais caros os imóveis amanhã. É exatamente o contrário disto, pois distrato significa cada vez mais estoque e menos caixa, portanto, cada vez mas necessidade da construtora reduzir os preços para conseguir vender e pagar as dívidas turbinadas pelos distratos (o que estimula ainda mais distratos, porque ágio fica cada vez mais inviável para investidores, o “efeito Tostines”);

      2) Colocam a culpa nos especuladores que compraram na planta para revender antes da entrega, sendo que foram eles mesmos do segmento imobiliário que incentivaram ao maximo esta modalidade de negócio desde o começo;

      3) “Esquecem” que tivemos algumas construtoras que fizeram altíssimo volume de vendas FALSAS na planta para familias que desde o inicio as construtoras sabiam que nao teriam renda para adquirir o credito imobiliario na entrega do imovel, que fizeram isto desde 2008 com distratos anormais aparecendo desde 2011 e que isso sempre foi intencional e muito útil para gerar uma SIMULAÇÃO de demanda aquecida que levou a um aumento ARTIFICIAL de preços…

      4+

      31+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 18 de janeiro de 2016 at 09:37

    isso que eles sempre chamaram de um mercado natural, saudável, estável, maduro e seguro

    13+
    • avatar
  • Alemon Fritz 18 de janeiro de 2016 at 09:38

    mesmo ha 2-3 anos atrás…

    6+
    • avatar
  • Thiaguinho 18 de janeiro de 2016 at 09:49

    Na minha opinião, os grandes culpados desse utópico aumento no valor dos imóveis nos últimos anos são esses especuladores. É graças a eles que essa situação chegou onde chegou. Compravam por 250k pra vender por 500k. Junte isso a 666s com crédito farto, e deu no que deu.
    RECEBAM!!

    47+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Davy Jones 18 de janeiro de 2016 at 11:05

      Na boa, não acho que a culpa é dos especuladores. Ser humano segue uma lei simples, maximizar seu bem estar! A culpa é sem sobra de dúvida dos governos Lula e Dilma que dirigem a economia de um país complexo como o Brasil aos solavancos, ao estilo heterodoxo irresponsável (aqui e acolá uma dose muito precisa de heterodoxia pode ser necessária, mas isso é outra discussão). Em pouco tempo colocou fogo no mercado imobiliário e em outros setores — fogo no sentido da super estimulação. E muita gente, recursos, planos deram uma guinada para uma direção. Agora tudo se reverte por força da realidade pra uma outra direção. Não tem organismo que aguente mudanças bruscas no ambiente — no caso o econômico. Os dinossauros que o digam. Assim como ecologia, economia para funcionar bem precisa de previsibilidade. E se tem algo que aprendemos é que os governos petistas são uma enorme caixa de surpresas desagradáveis.

      43+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Bruno Vlk 18 de janeiro de 2016 at 14:06

        Concordo que o governo do PT foi condição necessária para a bolha imobiliária brasileira, mas não se pode dizer que tenha sido condição suficiente. A excessiva oferta de crédito encontrou terreno fértil entre pessoas que cultuam a ignorância, querem ser mais “espertas” que as demais e são incapazes de admitir as próprias falhas. Na média, e os CVRs do blogue não deixam dúvida quanto a isso, nosso povo não sabe calcular juros compostos, trazer um valor para o tempo presente, pesquisar o histórico de preços antes de realizar uma compra e entender que crédito voltado para o consumo não é um a escolha sábia.

        A estupidez orgulhosa é o outro lado da moeda das medidas heterodoxas. Toda bolha é resultado de um casamento infeliz entre intervencionismo e ganância estupidificada. A maior prova disso é a quantidade de imbecis que vinham até este blogue dizer que a situação absurda de 2011 era sustentável até o infinito. Estamos em um momento muito curioso da história, pois nunca foi tão comum encontrar narrativas que neguem a realidade óbvia. Da tal “igualdade de gêneros” a frases do tipo “precisamos de mais estado e menos mercado”, fica claro que nossa sociedade se assemelha a um grande manicômio.

        Para ganhar em um mundo assim, não são necessários conhecimentos profundos, ou uma inteligência acima da média. Basta manter a sanidade.

        37+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • tmarabo 18 de janeiro de 2016 at 15:16

        realmente, os especuladores só são nocivos quando adquirem tamanho controle da economia que podem manipular mercados. Ex. governo, cartéis etc.
        caso contrário, os especuladores são algo saudável na economia. antes de o governo interferir, os especuladores eram saudáveis no sentido de que viabilizavam a construção civil, assumindo o risco de o imóvel não ficar pronto.
        ou seja, o ideal é que a construção civil seja feita por especuladores – sem intervenção do governo, seja as construtoras, que especulam que determinados imóveis são necessários, seja por investidores, que compram na planta especulando valor maior quando ficar pronto (ou adquirir a casa própria com desconto) e com isso financiam as construtoras.

        nossa bolha imobiliária é culpa predominante do PT, que botou mais dinheiro no sistema de habitação do que a capacidade de construir, aliada à ignorância financeira do povo, o que fez com que os preços disparassem.

        4+
        • avatar
        • avatar
        • Cesar_DF 18 de janeiro de 2016 at 15:41

          Uma bolha é como uma pirâmide: os primeiros a entrar ganham dinheiro, os últimos a entrar perdem dinheiro.
          Infelizmente os primeiros a entrar foram os tubarões, investidores estrangeiros, que realizaram o seu lucro até 2011.
          Quem comprou imóvel a partir de 2008 pagou pelo imóvel um valor acima do que ele vale, do ponto de vista da curva de valor médio.
          As sardinhas terão que trabalhar por muitos anos para se livrar desta dívidas.

          15+
          • avatar
          • avatar
  • henriquekravitz 18 de janeiro de 2016 at 09:51

    Eu dou graças no ano passado por ter comprado o meu apto pra morar sem interferência de corvo, direto com o propriotário e por um preço muito abaixo do normal. Esperei o momento certo seguindo as dicas do Blog.

    21+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • EngenheiroMG 18 de janeiro de 2016 at 09:53

    OFF…mas nem tanto.
    Alguém tem experiência, conhece, já viu, ouviu falar, enfim, da viabilidade destas casas em containners ? Qualidade, custo, etc ?

    5+
    • avatar
    • avatar
    • RecrutaZero 18 de janeiro de 2016 at 10:01

      Aqui nesse link tem umas dicas:
      “http://minhacasacontainer.com/
      Parece interessante e o preço bem atraente, além de contribuir muito com o meio ambiente e demorar bem menos pra ser construída.

      6+
      • avatar
      • avatar
    • Duas Barras 18 de janeiro de 2016 at 11:13

      Tenho uma conhecida que fez um TCC sobre isso…. Além do meu pai ser um entusiasta no assunto….
      Pelo que pude notar, compensa bastante, porém depende da mão de obra…

      3+
      • avatar
      • Cesar_DF 18 de janeiro de 2016 at 15:27

        Pelo que eu vi, o de 30m2, com isolamento termo-acustico e todo equipado sai por 60K

        3+
        • avatar
        • avatar
    • Duas Barras 18 de janeiro de 2016 at 11:14

      Aqui mesmo na cidade da pra comprar container por 3k…..

      4+
      • avatar
      • EngenheiroMG 18 de janeiro de 2016 at 11:35

        Pois é vizinho. Estava vendo isto. De qqer forma, é um projeto para daqui uns 10 anos, talvez. Estava vendo alguns modelos e me atraíram bem.

        3+
        • avatar
        • Barnabezinho 18 de janeiro de 2016 at 12:13

          no outro blogue comentei… a Bruxa havia falado sobre o custo de climatização, do revestimento termoacústico necessário e das limitações severas de projeto. E o custo alto de se arrumar containers bons…

          6+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • EngenheiroMG 18 de janeiro de 2016 at 12:45

            Vi lá Barna. Vlw.

            1+
            • avatar
    • chigo 18 de janeiro de 2016 at 12:05

      Sol de rachar em cima de um container. Deve ser otimo morar dentro de uma estufa SQN.

      6+
      • avatar
      • avatar
      • EngenheiroMG 18 de janeiro de 2016 at 12:07

        Cara, não é pegar um container e colocar no sol. Lê algo sobre para não poluir por aqui.

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Louro José 18 de janeiro de 2016 at 09:57

    Foi avisado. Eles quiseram assim!

    7+
    • avatar
  • CarlosL 18 de janeiro de 2016 at 10:00

    Que belo sopão de fatores tivemos aqui hein….. Nos outros países o fenômeno ocorreu por muito menos

    5+
    • avatar
  • henriquekravitz 18 de janeiro de 2016 at 10:05

    Já entrei em uma…um calor insuportável. Necessário ar condicionado.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Leandro zn sp 18 de janeiro de 2016 at 10:06

    Ainda vejo imóveis sendo vendidps por valores fora da realidade, na hora me vem na cabeça, quando esse cara perder o emprego vaibse arrepender até o último fio de cabelo. Conhecida foi demitida e ganhava 3,8k, como não estava achando nada nessa faixa e o seguro desemprego acabou foi numa entrevista de 1,5k e para sua surpresa estava cheia de pretendentes a essa vaga..essa é a realidade do Brasil, se a pessoa tiver financiamento de um bolhudo é game over, vai virar estatística.

    40+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Annoying Brick in The Wall 18 de janeiro de 2016 at 10:12

    Já dizia o ditado: “quando a realidade bate na porta o amor pula pela janela”.

    Esse amor por bolhudos também vai acabar à medida que a realidade se revela. Enquanto isso abro uma gelada opressora que comprei com meus juros e vou deixando a vida me levar…

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Annoying Brick in The Wall 18 de janeiro de 2016 at 10:15

      Retificando, quando a dificuldade bate na porta…

      2+
      • avatar
  • Cajuzinha 18 de janeiro de 2016 at 10:14

    “http://www.valor.com.br/brasil/4396678/mercado-piora-projecao-para-inflacao-e-ve-alta-de-7-para-ipca-em-2016”

    “Entre os analistas Top 5, aqueles que mais acertam as projeções, a expectativa é que a inflação alcance
    7,54% neste ano, em vez de 7,49% como estimado no relatório anterior, e corresponda a 5,50% em 2017.
    Eles veem a Selic em 15,38% no fim deste ano e em 13% no encerramento do próximo. As estimativas
    anteriores estavam em 15,25% e 12,75%, respectivamente.”

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 18 de janeiro de 2016 at 10:17

    “O vice-presidente de Incorporação e Terrenos Urbanos do Secovi-SP, Emílio Kallas, considera que a oferta ainda está “muito alta”.”

    “http://noticias.r7.com/economia/construtoras-adiam-lancamentos-e-aumentam-descontos-para-conseguir-vender-imoveis-18012016”

    6+
    • avatar
    • avatar
    • joselito 18 de janeiro de 2016 at 13:32

      Queima de estoque, no caso, será como barão de mauá e o café? burrrrnnn

      6+
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 18 de janeiro de 2016 at 10:20

    “Do Diário do Grande ABC
    Artigo

    O mercado imobiliário está em depressão. Mais do que já está acontecendo, deverá ocorrer nos próximos 12 meses aumento do volume de desemprego na construção civil brasileira, que representa milhares de postos de trabalho”

    “http://www.dgabc.com.br/Noticia/1711647/desemprego-ou-caos”

    7+
    • avatar
    • Number0101 18 de janeiro de 2016 at 10:27

      e vai geral pra pista ! Violencia vai só aumentar, vai ficar complicado para as famílias colocarem comida na mesa.

      8+
      • avatar
    • CA 18 de janeiro de 2016 at 11:05

      Cajuzinha,

      No artigo acima do Diário do Grande ABC, “Coitadismo mode on” (sic) por parte do segmento imobiliário, quando sabemos que este segmento teve participação bastante relevante no inflar da bolha.

      É por isto que acho péssimo atribuírem 100% da culpa ao Governo e sua política monetária e “esquecerem” dos demais agentes que não só inflaram a bolha, como a nossa crise na economia também.

      Sim, a geração de vagas formais da construção civil dobrou sua participação no total no curtíssimo prazo de 2006 a 2009 exatamente porque fizeram um volume absurdo de lançamentos e vendas FALSAS na planta onde as construtoras sabiam PREVIAMENTE que os compradores não teriam renda para o crédito imobiliário. Sabemos que fizeram isto porque alguns grandes investidores com experiência em outras bolhas imobiliárias (americana = Sam Zell = Gafisa, espanhola = Enrique Bañuelos = PDG) esperavam grande retorno em prazo curto (saíram antes dos distratos explodirem), assim como as 13 construtoras do segmento leve tinham acabado de fazer abertura de capital, estavam com muito caixa e queriam retorno rápido também, para fazer com que os resultados e a valorização das Ações fossem rápidos (PDG: maior incorporadora das Américas em valor de mercado em 2011), ou seja, pura estratégia de agentes atuando para distorcer o mercado, com apoio total do Governo.

      Observe que em 2012, apesar da menor SELIC histórica, do menor juros real histórico, do Governo FORÇAR bancos públicos a emprestarem o máximo possível no crédito imobiliário e com os menores juros possíveis, de termos verbas de poupança ainda crescentes e muito disponíveis naquela época, apesar disto tudo, os distratos mais do que dobraram em relação a 2011! Esta é uma evidência CLARA de que as vendas de 2009 na planta eram PODRES e nem com toda a ajuda do Mundo vinda do Governo quanto a sua política monetária e até do cenário externo (exemplo: QE EUA a pleno vapor), não eram o suficiente para aprovar o crédito daquelas vendas FALSAS.

      Agora o segmento imobiliário fica de “mimimi” (sic) tanto no artigo de hoje quanto neste que você colocou acima e em todos os outros, tentando se colocar como uma “vítima” da crise e fazendo chantagem quanto ao desemprego.

      Ocorre que a partir de 2011, com o advento dos distratos que foram gerados pelas vendas FALSAS de 3 anos antes e que entupiam os estoques naturalmente (o prazo para vender estoque cresceu sem parar desde 2012), a Construção Civil já passou a DESACELERAR a geração de vagas formais (geração de vagas da construção civil crescia menos que no total do Brasil), com reduções de lançamentos em especial a partir de 2012, a tal ponto que em 2013 já haviam voltado a um patamar próximo do que era antes do inflar da bolha quanto ao percentual de geração de empregos formais. Em 2014 e 2015 foi só o “tiro de misericórdia”, com a redução relevante de obras da copa do Mundo e a quebra da Petrobrás inviabilizando diversas obras de construção civil (mesmo sem lava-jato a Petrobrás não teria dinheiro para continuar obras).

      Não podemos “ignorar” os fatos e dados, pois se o fizermos, estaremos apenas estimulando o “coitadismo” daqueles que foram parte bastante atuante de todo o problema na economia…

      21+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cajuzinha 18 de janeiro de 2016 at 11:12

        Sim, CA. Importa lembrar também o discurso do governo em favor dos acordos de leniência das construtoras envolvidas na lava jato.

        “Publicada no fim do ano passado, a MP 703 foi alvo de críticas de integrantes do Tribunal de Contas da União e do Ministério Público de Contas, por reduzir o potencial de punições aplicadas pelas Cortes de Contas. O texto da presidente Dilma Rousseff publicado no Diário Oficial de 21 de dezembro anistia os lenientes de uma punição que pode equivaler a determinar a falência da empresa: a declaração de inidoneidade.”

        7+
        • avatar
        • avatar
        • CA 18 de janeiro de 2016 at 12:04

          Cajuzinha,

          Mais um exemplo clássico de porque é importante nomearmos os agentes envolvidos e explicarmos o seu envolvimento.

          Será que a Lava-jato deveria prender então somente os membros do Governo, já que alguns defendem que TUDO é consequência EXCLUSIVA das politicas erradas deste Governo? Faríamos de conta que em outros Governos estes mesmos agentes da construção civil não atuavam? Estou falando, não só do Governo Federal, mas também Estadual e Municipal (exemplo: obras do metro). A generalização, por princípio, é muito ruim, pois pode ser distorcida ao ponto de servir de álibi para agentes que co-participaram do processo.

          Algumas pessoas confundem muito as coisas e vejo isto em outros blogs inclusive. Um ponto é você saber que o Governo do PT é um câncer que tem que ser extirpado e para tal, é necessário levantar o máximo de EVIDÊNCIAS que provem isto. Outra coisa, completamente diferente, é distorcer os fatos e fazer de conta que TODOS os problemas tiveram responsabilidade EXCLUSIVA do PT e ser LENIENTE com outros culpados.

          A “parceira” do Governo com as construtoras de infra pesada tende a continuar. O acordo de leniência deixa de lado o TCU, “inimigo” do Governo nos últimos anos e abre as portas para continuidade dos desvios. Para quem acha que a esta altura não teriam espaço para tal, frente a toda a divulgação da Lava Jato na mídia, vale lembrar que quando José Dirceu estava preso como parte da operação “Mensalão”, ele ainda liderava as ações relacionadas ao “Petrolão”, precisa dizer mais?

          18+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Barnabezinho 18 de janeiro de 2016 at 12:09

            CA, A questão é que o PT consegue ser muito, muito mais abrasivo do que qualquer cosia conhecida.
            Querer 100% de purificação da lama que temos aqui é inviável. Vamos por partes, primeiro punindo severamente o PT e depois, com o precedente, promover a enormidade de ajustes de melhoria das instituições. CLARO que o PMDB inteiro deveria ser preso, mas pelo menos os peemedebistas são capitalistas, não vão nos transformar em uma venezuela piorada em nome de ideologia.
            Não estamos escolhendo o melhor.

            13+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • CA 18 de janeiro de 2016 at 12:31

              Barnabezinho,

              Concordo plenamente que a PRIORIDADE quanto a punição das mazelas tem que ser o PT, afinal ele institucionalizou a roubalheira e a tornou AINDA MAIS endêmica, inclusive havia dito exatamente isto em outros debates com pessoas que defendiam o PT por aqui no passado. Ocorre que não há a necessidade de focar EXCLUSIVAMENTE no PT, aliás é muito mais produtivo para o processo de limpeza, incluir os demais agentes, afinal são estes próprios agentes que ajudam a levantar EVIDÊNCIAS contra o PT, basta ver quais foram os maiores avanços da Lava-Jato. De quebra, mas não como objetivo principal, você desestimula estes e outros agentes a cometerem o mesmo tipo de crime. Se o problema for falta de espaço em Curitiba, eles que obriguem as construtoras envolvidas a fazer um puxadinho sem custo, abatendo 0,5% do que eles roubaram do Governo…

              Pense na possibilidade de descobrirem evidências de uma “parceria” muito íntima entre FIFA, Governo e construtoras (pesada e LEVE), onde mediante estas evidências prendam outros executivos de construtoras, desta vez ligados a construção leve e cheguem inclusive aos nomes de alguns tubarões. Quanto isto não pode render, em termos práticos, para desmantelar também esta quadrilha, ao mesmo tempo em que estes novos líderes do golpe, vindo do segmento de construção leve, também poderão ajudar com suas denúncias a incriminar e anexar mais evidências quanto ao governo atual.

              Será que o pessoal daqui, embora fale tanto sobre a necessidade de juntar ao máximo possível as EVIDÊNCIAS quanto ao desvio deste Governo, não percebem que temos um grande filão relacionado ao segmento de construção leve que sequer iniciou a ser investigado?

              Pare para pensar em quem era o presidente no ano de 2007, quando tivemos entre 2006 e 2007 13 construtoras do segmento leve que abriram capital e em outubro/2007 a FIFA anunciou a Copa do Mundo que foi forte argumento especulativo para estas construtoras, sendo que este presidente fez um intenso lobby junto a FIFA para trazer a copa do Mundo para o Brasil e também está sendo envolvido em outras investigações correlatas sobre lobby suspeito junto ao BNDES para beneficiar construtoras do segmento pesado, dentre outros. Isto ajudaria “um pouco” no conjunto de evidências necessárias para se enquadrar determinados “INTOCÁVEIS”, não ajudaria?

              9+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
        • joselito 18 de janeiro de 2016 at 13:43

          Uma nova aplicação do conceito “o crime compensa” que, em 2000, foi incluído no Código Penal:
          Apropriação indébita previdenciária (Incluído pela Lei nº 9.983, de 2000)

          Em seus parágrafos (incluídos sob medida pela Senado, se não me engano), resta a mesma ideia dessa anistia nos acordos de leniência:
          Você, ladrão, roubou a vida toda, foi pego com “a boca na butija”, vai lá, paga um valor (inferior ao que roubou na sua vida de ladrão – na pior das hipóteses, mesma valor, reajustado por um índice provavelmente inferior ao índice que o produto de seu crime rendeu) e pronto, extingue-lhe sua punibilidade. (não vai para cadeia)

          Vale lembrar ainda, que não precisa propriamente de Lei nem Decreto para isso não. Saiu recentemente nos jornais, que a pena de ladrão confesso poderia ser de 258anos foi, em decorrências dos acordos (o mesmo cidadão já fez o mesmo tipo de acordo, em um outro caso, envolvendo bancos), reduzida para 7 anos.

          Pergunto: em 7anos, um trabalhador consegue 100milhões de doletas?

          3+
          • avatar
  • From_The_Tower 18 de janeiro de 2016 at 10:43

    Faltam poucas cartas para o castelo desmoronar de vez .

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • carioca_real 18 de janeiro de 2016 at 10:49

      Falta pouco.
      É interessante ver o malabarismo que eles fazem para desinformar e tentar minimizar a motumbada, destacando a preocupação com a ação de “alguns” agentes no mercado.
      “Alguns” agentes que geram um volume de distratos bilionário.
      É ter a plena convicção da idiotice alheia.

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • L.A. 18 de janeiro de 2016 at 10:57

      Me lembrei da torre do The Big Short…

      3+
      • avatar
  • Espectador 18 de janeiro de 2016 at 10:51

    http://www.trendfollowingbovespa.com.br/2012/07/mercado-imobiliario-os-investidores-os_05.html
    Fase 3. Mania – Todo mundo está percebendo que os preços estão subindo e o público começa a atentar para esta “oportunidade única de investimentos”. A expectativa de valorização futura se torna quase que irracional e a mentalidade geral é a seguinte: “Os preços futuros serão maiores que os preços no passado – Garantido” – o que naturalmente vai contra qualquer sabedoria convencional. Esta fase não é, porém sobre a lógica. Montanhas de dinheiro aparecem, criando expectativas ainda maiores e pressionando os preços a níveis estratosféricos. No ápice dos preços, mais e mais dinheiro entra para o mercado em questão. Fora do conhecimento do público, os verdadeiros investidores, que identificaram a oportunidade antes do grande público, estão silenciosamente tirando o seu dinheiro do mercado e vendendo seus ativos para a massa ansiosa que está chegando agora com dinheiro e esperança de lucro fácil e garantido. Uma opinião imparcial fica cada vez mais difícil de ser encontrada, pois muitos investidores estão participando do mercado e querem que os preços continuem em alta. O mercado gradualmente se torna mais exuberante e ganancioso, com histórias de verdadeiras fortunas ganhas da noite para o dia, neste ponto você já pode ouvir a sua vizinha falando que virou uma “investidora” e está aplicando no mercado em questão. Não é raro que a conversa chegue no seu círculo de amigos, pois todos se tornaram ou estão pensando seriamente em ser tornarem “investidores”. Cada vez mais pessoas sem experiência e sem conhecimento do mercado entram, muitas vezes apostando o que não tem – tendo acesso a crédito fácil e se endividando, contando com uma “valorização garantida no futuro”. Se a fartura de crédito se prolongar, a alta pode continuar por um tempo maior do que se poderia esperar. Em algum ponto percebe-se uma leve alteração no mercado e começam rumores de que os preços já chegaram no topo. A bolha está prestes a explodir.

    Fase 4. Colapso – O momento em que esclarecimento e lucidez chegam, e todos praticamente ao mesmo tempo, percebem que a situação mudou. Confiança e expectativas encontram uma mudança de paradigma, ocorre uma verificação da realidade, não sem uma fase de negação, onde muitos tentam tranquilizar o público que este é apenas um revés temporário e que qualquer um que diga o contrário não sabe o que ele está falando. Alguns são enganados, mas não por muito tempo. Como um rebanho sem rumo muitos tentam descarregar seus ativos para um maior tolo, mas são poucos os compradores, todo mundo está esperando novos declínios de preços. O castelo de cartas desmorona sob seu próprio peso e retardatários (comumente o público em geral) são deixados à própria sorte, enquanto o “dinheiro esperto” já saiu de campo há muito tempo. Os preços começam a despencar a um ritmo muito mais rápido do que subiram. Muitos detentores dos super-valorizados ativos estão perto de ir à falência, provocando ondas adicionais de vendas a preços reduzidos. Neste momento, existe até a possibilidade de encontrar boas oportunidades de mercado, mas agora, o público em geral considera este investimento como “o pior investimento que se pode fazer na vida”. Este é o momento em que o “dinheiro esperto” entra novamente no mercado e começa a adquirir ativos a preços convidativos.

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Zek Ariok 18 de janeiro de 2016 at 10:55

    “O que tem acontecido não é nem um distrato, é basicamente uma desistência…”
    Qual é a diferença, meu fio??

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Paulo Pedregulho 18 de janeiro de 2016 at 11:03

    Petro derretendo mais uma vez hoje!

    -2,13% PETR4 R$ 5,06

    7+
    • avatar
    • avatar
  • Azufre 18 de janeiro de 2016 at 11:17

    O que chega primeiro aos R$ 5? Dólar, gasolina ou ação da Petro?

    Temos um vencedor!!!

    Petroleo Brasileiro SA Petrobras (PETR4.SA) -Sao Paolo
    5,00 Down 0,17(3.29%)

    41+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Paulo Pedregulho 18 de janeiro de 2016 at 11:33

      Parabéns PETRO!!!! Rumo aos CENTAVOS!!!!

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • From_The_Tower 18 de janeiro de 2016 at 11:36

      🙂
      Eeeeeeeeee

      4+
      • avatar
    • Awulll 18 de janeiro de 2016 at 16:29

      The Reigning! Defending! Undisputed 5 reais champion of the World!!!!!!!!!!!!
      PETR, “the number four” Silva!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      5+
      • avatar
  • chigo 18 de janeiro de 2016 at 11:21

    Neste país que se divide entre os que pagam impostos e os que usufruem deles, não há ocupação melhor do que funcionário público, principalmente do judiciário. Além das férias, tem recessos de fim de ano, turno único, jornada reduzida ou diferenciada. O Forum daqui por exemplo em Janeiro e Fevereiro abre das 12-19h e nas Sextas-feiras das 8- 13h. Podem viajar nas sextas a tarde voltar nas segundas pela manhã. Uma maravilha mesmo.

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Bolherengo 18 de janeiro de 2016 at 11:22

    Sobre este tópico, vale lembrar o pedido que a Dilma fez ao novo Ministro da Fazenda, no momento de sua posse. Ela pediu para fazer “tudo o que for possível” para a economia voltar a crescer. (Lembrando que o Ministro anterior era um ortodoxo renomado, que hoje é Diretor Financeiro do Banco Mundial e o atual é um desenvolvimentista, envolvido com as pedaladas fiscais.)

    Acredito que essas ações visam reverter a impopularidade do governo, possivelmente por causa do processo de Impeachment, que pode ter feito a Dilma voltar ao “modo campanha eleitoral” (menos austeridade e mais gastança).

    Se for isso, pode ser que a intenção do governo seja inflar novamente a bolha até as próximas eleições. As perguntas que ficam são: Será que governo tem força para isso? E, se tiver, essa gastança vai sair do bolso de quem? Será que as aplicações isentas serão taxadas? Como proteger o capital?

    8+
    • avatar
    • Number0101 18 de janeiro de 2016 at 11:50

      Não há premio nobel que de jeito na economia com a anta mandando e desmandando.

      O ultimo era um bundão… na boa, qlq um pode fazer o que ele fez. NADA !

      Precisamos de alguém com culhão para fazer o certo. E ninguém tem. Vamos afundar até o fundo do oceano.

      10+
      • avatar
      • avatar
    • Barnabezinho 18 de janeiro de 2016 at 11:50

      Não dá essa moral toda pro Levy, o Emigrado… E é claro que o govermno vai simplesmente dobrar a meta e ligar a impressora até 2018!

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • DRN 18 de janeiro de 2016 at 12:13

        O adjetivo que vc usou revela muita coisa: “EMIGRADO”.

        Ele viu o que viu, não gostou do que viu e DEU NO PÉ. Imaginem os esqueletos que ele conheceu??? Não sabemos da missa nem a metade.

        21+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Azufre 18 de janeiro de 2016 at 13:10

        O melhor que pode ser dito do Levy: era melhor que Mantega e Nelson Barbosa.

        6+
        • avatar
        • Number0101 18 de janeiro de 2016 at 13:43

          Acho que nem isso, se tivesse colocado um cone no lugar dele seria o mesmo

          6+
          • avatar
          • Barnabezinho 18 de janeiro de 2016 at 13:50

            O que rigorosamente daria no mesmo..

            3+
            • avatar
            • avatar
            • Awulll 18 de janeiro de 2016 at 16:51

              Eu acho que o Brasil teria se ferrado mais ainda sem ele.

              2+
              • avatar
  • Cajuzinha 18 de janeiro de 2016 at 12:03

    “18/01/2016 10h41 – Atualizado em 18/01/2016 11h24
    Imóveis do Minha Casa Minha Vida são invadidos em Zé Doca, MA
    Muitos invasores fizeram o cadastro para receber uma casa no programa.
    Eles justificam a invasão no atraso da entrega das residências.”

    “http://g1.globo.com/ma/maranhao/noticia/2016/01/imoveis-do-minha-casa-minha-vida-estao-sendo-invadidos-em-codo-ma.html”

    9+
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 18 de janeiro de 2016 at 12:07

      ““Tem mais ou menos uns três, quatro meses que a empresa abandonou [as obras]. O mato está tomando conta das casas e as casas estão sendo detonadas. Estão derrubando as portas, estão caçando um meio de roubar as coisas que estão dentro das casas. Então, como dono, eu preciso tomar as providências, zelar”, conta.”

      “Duas construtoras são encarregadas pela obra e, até agora, já executaram 62% de infraestrutura e 92% de habitação, mas o projeto prevê que as casas sejam entregues estruturadas. As empresas responsáveis pela obra informaram que o serviço não estava parado, mas que houve uma diminuição no ritmo de trabalho e que a obra está dentro do prazo previsto para entrega.”

      4+
      • avatar
  • Cajuzinha 18 de janeiro de 2016 at 12:28

    “São Paulo – A perspectiva para o mercado imobiliário residencial e de hipotecas no Brasil se deteriorou em 2016 em comparação com o ano passado, disse a agência de classificação de risco Fitch, afirmando que a recessão econômica e os juros altos pesam sobre o setor no país.

    O setor no Brasil tem uma perspectiva estável/negativa, enquanto a maioria dos países em relatório anual da Fitch possuem perspectiva estável ou estável/positiva.

    “No Brasil, a crise econômica, a queda na renda real das famílias, o crédito cada vez mais restrito e restrições de acessibilidade significam que esperamos um novo declínio de preços em termos reais de cerca de 10 por cento neste ano”, disse a Fitch.”

    “http://exame.abril.com.br/economia/noticias/fitch-piora-perspectiva-para-mercado-imobiliario-residencial”

    4+
    • avatar
    • avatar
    • CA 18 de janeiro de 2016 at 12:59

      Cajuzinha,

      Como sempre a Fitch está sendo extremamente conservadora em suas previsões, não é a toa que só rebaixou o Brasil alguns meses depois da S&P e com anos de atraso de ambas se considerar que sequer levaram em consideração as pedaladas, maquiagens e a real gravidade da situação do Brasil nos anos anteriores, que já estavam sendo cogitadas na mídia e sobre as quais já falávamos mais abertamente por aqui.

      Provavelmente estão projetando uma inflação de 7% e uma queda nominal de 3% nos preços dos imóveis para 2016. Qual a base deles? Provavelmente estão considerando o FIPE Zap como referência, porque até mesmo o relatório do SECOVI SP já apontou uma queda nominal de quase 5% em Set/15 comparado a mesmo mês de ano anterior, ou seja, queda real de mais de 10% já em 2015, com tendência de piorar em 2016.

      Se considerar que os dados do SECOVI SP acima são com base em pesquisa da EMBRAESP que por sua vez levantaram somente os preços de LANÇAMENTOS e levarmos em consideração que é exatamente nos lançamentos que ocorrem os maiores volumes de vendas FALSAS, gerando assim uma DISTORÇÃO / ILUSÃO quanto a estes preços (podem manter preço alto e inviável quando sabem que o contrato vai ser cancelado na entrega de qualquer jeito, como sempre fizeram) e ainda, sabemos de quedas muito mais relevantes de preços que já ocorreram e constam nos próprios relatórios oficiais de algumas construtoras, fica claro que novamente o “excesso de conservadorismo” da Fitch é apenas um novo mico dela, assim como as justificativas: embora há anos já falemos sobre os distratos, o esquema de pirâmide e sua insustentabilidade, só no último ano que a Fitch começou a perceber isto e ainda, associando à crise de 2015 e sem ressaltar que é uma absoluta anormalidade que não existia até 2011 e que em 2015 teve apenas uma nova evolução, ou seja, não só são extremamente conservadores, como são coniventes e ajudam a distorcer a realidade e “esquecer” o passado…

      6+
      • avatar
      • avatar
    • Alemon Fritz 18 de janeiro de 2016 at 13:00

      pesquisei uma estatística e
      curiosamente o ivg-r vem caindo desde agosto de 2013 (600), estando em 549,8 em agosto de 2015, depois disso não foi mais colocado nas séries temporais. ou eu não achei.

      “Índice de Valores de Garantia de Imóveis Residenciais Financiados”, calculado pelo Banco Central.

      2+
      • avatar
  • Libertario 18 de janeiro de 2016 at 12:35

    As vendas de imóveis da Cyrela Brazil Realty (CYRE3) caíram a um ritmo menor do que os lançamentos no quarto trimestre e no acumulado do ano, refletindo a estratégia da companhia de redução de estoques. No quarto trimestre, os lançamentos caíram 66,4 por cento, a 760 milhões de reais, enquanto as vendas recuaram 55,3 por cento, para 844 milhões de no período.
    Foram lançados sete empreendimentos nos últimos três meses do ano – seis em São Paulo, sendo 4 na capital e dois no interior, e um no Rio de Janeiro. No fechado de 2015, enquanto os lançamentos foram 50,4 por cento menores, a 2,89 bilhões de reais, as vendas diminuíram para 3,39 bilhões de reais, uma redução de 40,4 por cento. Das vendas no trimestre, 67 por cento foram de estoques e 33 por cento de lançamentos, disse a Cyrela, em comunicado.

    http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2016/01/vendas-e-lancamentos-da-cyrela-recuam-no-4o-trimestre-20160115194606625767.html

    2+
    • avatar
    • CA 18 de janeiro de 2016 at 12:48

      Libertario,

      Boa parte das vendas de usados da Cyrela provavelmente foram focadas em revenda de distratos, mas não temos como confirmar, afinal ela é uma das construtoras que embora reconheça que tenha distratos e os mesmos estavam crescentes, OMITE esta informação…

      Ressaltar que as vendas caíram MENOS que os lançamentos e que com isto conseguiram reduzir os estoques totais um pouco, não é uma grande vitória, aliás, é uma vitória de Pirro se considerarmos que as vendas caíram mais de 50% e ao que tudo indica, a velocidade de vendas não para de piorar. Sem contar que precisaríamos saber quanto destas “vendas” foram reais e quantas foram FALSAS e serão canceladas antes da entrega do imóvel.

      A Cyrela tem um dos maiores estoques de terrenos do segmento. Embora seja uma das maiores em vendas, o que ela tem de estoque de terrenos que ainda não tiveram lançamentos, é o suficiente para mais de 10 anos de lançamentos e vendas, de acordo com a projeção de VGV para possíveis projetos nestes terrenos e mais as vendas dos últimos 12 meses, ambos com base em informações oficiais da Cyrela em seus relatórios trimestrais.

      Com uma redução tão relevante em lançamentos e também em vendas, com dificuldade cada vez maior em fazer caixa e com um peso cada vez maior dos custos (obras em andamento, terrenos, etc) em relação as receitas, é bem provável que a Cyrela intensifique a venda de terrenos a terceiros, o que dentro da conjuntura atual e como já tem ocorrido com seus concorrentes, sempre deverá ocorrer com preços abaixo daqueles informados com “média de mercado” e tal comportamento tende a ser similar para outras construtoras, pelos mesmos motivos, o que fará com que os terrenos fatalmente tenham um retrocesso em seus preços médios REAIS, PRATICADOS, até mesmo no “varejo” (venda de terrenos de particulares), porque se estiver tão barato comprar no atacado, as vendas de terreno no varejo definhariam de vez e daí a lei de oferta e procura faria sua parte, em especial, junto com a NECESSIDADE de fazer caixa que será cada vez mais intensa com o aumento da crise, tanto para as construtoras, quanto para os proprietários pessoas físicas donos destes terrenos…

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CA 18 de janeiro de 2016 at 13:34

        Corrigindo: Boa parte da venda de ESTOQUES da Cyrela e não usados…

        3+
        • avatar
        • avatar
      • Dutra 18 de janeiro de 2016 at 14:38

        Com certeza muitas construtoras para conseguir honrar os seus compromissos (finalizar obras e pagamentos), ião desfazer de alguns terrenos, até por mais otimistas que sejam, sabem que tão cedo não terão mercado para algum lançamento (empreendimento novo).

        3+
        • avatar
        • Dutra 18 de janeiro de 2016 at 14:38

          Completando o que deve fazer abaixar o preço dos terrenos.

          0
  • zica_do_pantano 18 de janeiro de 2016 at 12:44

    Recomendação
    Sexta feira assisti o Filme “a grande aposta”, baseado em fatos reais sobre a crise do subprime 2008.

    Bom filme, recomendo! ele mostra alguns investidores que perceberam a Bolha e lucraram muito com isso. Sendo que esses caras tentaram avisar diversas vezes!

    9+
    • avatar
    • Alemon Fritz 18 de janeiro de 2016 at 13:09

      vou assistir amnhã, valeu a dica

      1+
      • avatar
    • Duas Barras 18 de janeiro de 2016 at 14:40

      To com os convite pra assistir hoje! ahaahahahhah
      sozinho pra prestar atenção….
      Nesse clima, assisti “O lobo de Wall street” e ” Wall Street: O dinheiro nunca dorme” no fds… inspirador….

      3+
      • avatar
      • zica_do_pantano 18 de janeiro de 2016 at 14:56

        hehehe Lobo de wall street é infinitamente melhor kkkkk

        mas o filme vale a pena sim..

        A parte das Agências de riscos é foda…

        3+
        • avatar
  • Crocs 18 de janeiro de 2016 at 12:58

    Manchete do “Sensacionalista”: “Empresas de ônibus vão dar ações da Petrobras de troco”

    Facilita a vida! Você dá R$ 4 e leva R$ 0,20 em ações da Petrobras. O que equivale a umas 2.000 ações!

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Barnabezinho 18 de janeiro de 2016 at 13:52

      Quem por 50 reais de aditivada no posto BR vai aparecer no próximo relatório de acionistas da empresa.

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Duas Barras 18 de janeiro de 2016 at 14:36

    Problema da minha cidade são as faculdades…… São 3 grandes captando aluguéis para o entorno, 1 já com 3 campus e mais umas 4 espalhadas… Ja reparei que não abaixam porque vem muuuito estudante de fora da cidade (+ ou – 40 mil) ai aumenta a demanda de aluguéis….

    Eeeeeeentretanto, existem condomínios feitos para “estudantes” completamente vazios…. torres prontas as moscas…..

    Alguém tem algum dado sobre cidades universitárias, como se dá a queda?

    6+
    • avatar
    • avatar
  • Francisco Quiumento 18 de janeiro de 2016 at 14:37

    Bom dia, alugacionistas jurólatras sem o menor patriotismo*!

    *Anonymous copyrights

    Offinhos

    Motivo pelo qual um raciocínio de que as coisas podem voltar a ser o período feliz de outrora para certas coisas, e certos ciscos de atritos em certa região não voltam mais:

    How America’s Shale Revolution Has Reduced Geopolitical And Price Risk

    -http://seekingalpha.com/article/3815176-how-americas-shale-revolution-has-reduced-geopolitical-and-price-risk

    Os motivos do retardo de um dos fenômenos G.E.E.L.E. (que não parece ser do mal – para eles – mas é G.E.E.L.E., e como tal, tremerá o mundo):

    Why The Federal Reserve Should Not Raise Rates Or Flatten The Curve

    -http://seekingalpha.com/article/3815166-why-the-federal-reserve-should-not-raise-rates-or-flatten-the-curve

    O NABO nosso de cada dia:

    Petrobras And Vale: Is Their Debt Or Equity More Valuable?

    Dire times for Petrobras (NYSE:PBR) and Vale (NYSE:VALE), two Brazilian flagship companies facing an adverse environment in their country, in their clients’ countries and consequently in the sector;

    Prospects are challenging making dividend reduction very likely. This is positive for the relative value of the companies short-term U.S. dollar-denominated debt.

    -http://seekingalpha.com/article/3815736-petrobras-and-vale-is-their-debt-or-equity-more-valuable

    11+
    • avatar
  • Francisco Quiumento 18 de janeiro de 2016 at 14:38

    Offinho “esse é o mundo bananense”:

    Na edição desse mês da SciAmBr, excelente reportagem sobre a corrida para os novos telescópios gigantes, o conflito entre duas instituições dos EUA, e o quanto tal divisão, ou melhor, não união tem causado de retardo na Astronomia.

    Gigantes de espelhos equivalestes (são espelhos compostos) de 24 e 30 metros de diâmetro dos EUA, e um de 40 m dos europeus.

    Lá pelas tantas, citação de que o Brasil participava do projeto europeu, mas devido à sua “confusa e dividida política”, tem sido mantido à margem do projeto, para não dizer excluído, como sinceramente, é o que já aconteceu da estação espacial internacional.

    Novamente, infelizmente, fui tomado de vergonha, pois ainda não aprendi a desassociar-me do modus bananense de atuar no mundo científico.

    Na edição em inglês.

    -http://www.scientificamerican.com/article/behind-tomorrow-s-telescopes-a-bitter-rivalry-from-yesterday/

    Artigo sobre a “animalice” estadunidense de 30 metros:

    -http://www.scientificamerican.com/article/hawaiian-court-revokes-permit-for-planned-mega-telescope/

    Um infografico utilíssimo para entender a escala do que vem por aí na área:

    -http://guillermoabramson.blogspot.com.br/2014_07_01_archive.html

    11+
    • avatar
    • Amadeus de Sampa 18 de janeiro de 2016 at 16:48

      Que pena! Em outra situacao economica, um pouco melhor que a atual, seria a perfeita oportunida de se criar a nossa ESPELHOBRAS. E com seu budget a disposicao dos tecnicos, ops a disposicao dos politicos nomeados poderiamos com a nossa criativida e jeitinho ajudar a criar os melhores espelhos do mundo. Edipo nos invejaria. Pois educacao que nada, o que vale eh o jeitinho, o tempero brasileiro nao eh isso mesmo? Patria Educadora. SQN.

      4+
      • avatar
      • avatar
  • Crocs 18 de janeiro de 2016 at 14:43

    OFF – Prazo de pagamento do consignado sobe para dez anos

    RIO – Com alta da inflação e consequente aperto no orçamento das famílias, órgãos públicos têm negociado com as instituições financeiras o aumento dos prazos e dos limites para o crédito consignado de servidores, aposentados e pensionistas. Neste tipo de empréstimo, o pagamento das prestações é descontado diretamente no contracheque do devedor. O movimento mais recente foi da Prefeitura do Rio, que acaba de elevar de seis para dez anos o prazo máximo dos contratos. O governo do Estado de São Paulo, o INSS e o Ministério do Planejamento — que cuida dos empréstimos do Executivo federal — também fizeram mudanças recentemente.

    Ao mesmo tempo, tem aumentado a procura dos clientes aos bancos para refinanciar seus empréstimos consignados, relatam algumas instituições. O principal motivo é conseguir mais recursos, a chamada “troca com troco”, ou seja, a pessoa toma um novo empréstimo de valor mais alto, quita o antigo e fica com a diferença. Mas também há relatos de quem quer alongar o prazo para reduzir a parcela e, assim, aliviar o orçamento doméstico.

    -http://oglobo.globo.com/economia/prazo-de-pagamento-do-consignado-sobe-para-dez-anos-18495108

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Just A Simple Bubble Man 18 de janeiro de 2016 at 14:54

      Que bom! assim os 666 pagam nossos juros com mais tranquilidade. Eles não podem quebrar. Aida sou relativamente jovem preciso que eles PMJ durante longo prazo.

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cajuzinha 18 de janeiro de 2016 at 15:15

        Exatamente, não se pode matar a galinha…

        9+
        • avatar
        • avatar
    • Ilusionista 18 de janeiro de 2016 at 15:29

      uma loucura
      sem reajuste para acompanhar a inflação, o salário perde o poder aquisitivo com o tempo e, com isto, acabam sendo conduzidos como gado para o “abatedouro da dívida infinita do consignado”.
      Muitos até trocando empréstimos antigos, que já não conseguiam pagar mesmos quando foram calculados com juros menores e com parcelas ainda para vencer pelos próximos anos, por novas dívidas, calculadas agora com juros bem maiores e prazo em dobro.
      Pode dar um alívio no bolso nos primeiros meses, mas esta “pedalada” vai sair muito caro no futuro, dez anos tentando viver com 60% da renda e, pelo jeito, sem futuros reajustes.
      Ai, quando apertar o cinto de novo, em menos de cinco anos renova o prazo por mais dez anos.
      uma dívida eterna….

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Duas Barras 18 de janeiro de 2016 at 15:32

        Ex Senhorita Duas Barras vende esses consignados…. Como costumavamos brincar: Era uma chacina aos servidores/aposentados.

        Os tiozinho refinancia uma divida de 2 mil, pega 500 na hora e paga quase 8 mil de novo…. seria cômico se não fosse triste…

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Money_Addicted 18 de janeiro de 2016 at 15:48

          triste? enqto eles pagam isso nos recebemos os juros 🙂

          6+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • Ilusionista 18 de janeiro de 2016 at 16:32

          neste “festival do crédito fácil”, em que não se vê nem a cor do dinheiro porque já vem descontando em folha, na renovação há apenas um desconto parcial dos juros futuros e serão recalculados com mais juros ainda em cima do que ainda não foi pago. com isto, multiplica ainda mais o rombo do saldo devedor. Uma verdadeira bomba relógio para a vida existencial de uma pessoa.
          Tem casos de devedores com mais de 80 anos de idade com dívidas de longo prazo, outros com saldo devedor maior do que 100 vezes a renda, e por ai vai…..

          4+
          • avatar
          • avatar
      • DRN 18 de janeiro de 2016 at 15:48

        E não haverá reajuste. Só para alguns amigos do rei. Para fazer o “ajuste fiscal” sem corte de gastos, o governo precisa deixar rolar inflação (embora prometendo que vá controlá-la) sem reajustar os vencimentos dos servidores. O reajuste retroalimentaria a inflação e inviabilizaria o “ajuste fiscal” (porque o que estivesse entrando por uma torneira estaria saindo pela outra).

        6+
        • avatar
        • avatar
        • Ilusionista 18 de janeiro de 2016 at 17:21

          situação de centenas de FPs daqui para frente

          “http://www.reclameaqui.com.br/5354525/banco-do-brasil-s-a/confisco-de-salario/

          5+
          • avatar
          • avatar
          • Barnabezinho 18 de janeiro de 2016 at 17:28

            Todos foram avisados, quem vai tomar de força é a maioria, que achou que essa merda era eterna.

            6+
            • avatar
          • Azufre 18 de janeiro de 2016 at 20:44

            “minha divida passou de R$ 4.800,00 em 5/7 2012 para quase R$ 20, 000,00 em 03/2013”

            Ficar devendo milhares de reais durante seis meses no cheque especial

            Pode sim

            Dá nada

            4+
            • avatar
            • Ilusionista 18 de janeiro de 2016 at 21:13

              o drama maior ficou na resposta do banco,
              ….informamos que quando o banco terceiriza uma dívida fica sem ingerência sobre os parâmetros negociais e o acordo entre as partes, não possui interveniência nas formas de negociação, de abordagem, envio de correspondência ou boletos de cobrança, o que é permitido pela legislação vigente.
              O Banco procedeu a terceirização da cobrança para uma empresa a mais de 3 mil km, lá no Pará..
              vai vendo…

              2+
  • zica_do_pantano 18 de janeiro de 2016 at 14:56

    quem encara?

    “http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-736066298-vendo-petrobras-troco-por-iphone-6-_JM

    7+
    • avatar
    • avatar
    • Crocs 18 de janeiro de 2016 at 15:11

      Kkkkkk, olha o naipe:

      “A Empresa não está indo muito bem, o valor pedido é referente aos 3,4 barris de petróleo que sobraram aqui. Pensei em anunciar a troca por um Iphone 6s, mas concordo que fica complicado. Mas, não deixa de ser uma mega oportunidade, fabricar petróleo”.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Final Countdown 18 de janeiro de 2016 at 20:22

      hahaha
      mandei uma pergunta pro Bróder!!!!

      2+
      • avatar
  • tmarabo 18 de janeiro de 2016 at 15:08

    Pessoal, segue um link de um site jurídico, mas com linguagem acessível a quem não é da área.
    Fala da Lei nº 13.254/2016, que “dispõe sobre a regularização de recursos, bens ou direitos remetidos ou mantidos no exterior de forma ilegal”.
    No início do texto tem “I – NOÇÕES GERAIS SOBRE A REMESSA E MANUTENÇÃO DE VALORES NO EXTERIOR” que é bem legal, embora pra muitos seja matéria já bem conhecida.
    =http://www.dizerodireito.com.br/2016/01/comentarios-lei-132542016-que-institui.html

    4+
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 18 de janeiro de 2016 at 15:19

    “http://www.investimentosenoticias.com.br/noticias/negocios/industria-inicia-o-ano-mais-pessimista-do-que-em-2015-diz-cni”

    3+
    • avatar
    • avatar
  • Dutra 18 de janeiro de 2016 at 15:22

    Há muito tempo eu não via apartamentos em construção no valor de 200 mil reais ou próximo disso de 2 quartos na orla principal (bairros com as 3 melhores praias e bairros mais valorizados), ultima vez eu vi foi 199 mil entre final de 2012 e começo de 2013. Ano final do passado vi por 189 mil na mesma rua e construtora desse de 199 mil de anos atrás, já tinha visto por 202 até 215 e o “fingezap” me diz que houve valorização de quase 5% onde eu moro em 2015.

    5+
    • avatar
    • avatar
  • Manoel Joaquim 18 de janeiro de 2016 at 15:50

    Recomendo a todos os bolhistas assistir ao filme “A Grande Aposta”. Para quem não sabe, o filme trata da crise imobiliária nos EUA onde, literalmente, os bolhistas eram motivo de piada.

    ‘http://www.imdb.com/title/tt1596363/?ref_=nm_flmg_act_4

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Barnabezinho 18 de janeiro de 2016 at 15:57

      TODO MUNDO está recomendando o filme.

      4+
      • avatar
      • avatar
      • Habiba 18 de janeiro de 2016 at 16:52

        Vamos fazer sessões bolhistas? Vamos marcar de ver aqui em Sampa e aproveitarmos para nos conhecermos e papearmos?

        2+
        • avatar
        • Barnabezinho 18 de janeiro de 2016 at 16:55

          Sou do HELL, nem tenta 😛

          2+
          • avatar
          • Habiba 18 de janeiro de 2016 at 17:08

            Poxa, que triste.
            Apesar de que tenho passagens pagas para passar o próximo fds no Hell e não vou. É uma despedida de solteiro de uma amiga do primário, mas quando as coleguinhas começaram a falar em pagode na Lapa e show do Wesley Safadão decidi abortar. Melhor perder a passagem do que dinheiro e um fds inteiro…

            7+
            • avatar
            • Barnabezinho 18 de janeiro de 2016 at 17:22

              KKKKKKKKKK

              Vem pro HELL e vai curtir Lapa? dá a mao pro Nunes… Sério, melhor coisa que faz é não vir! Semana que vem já é clima de carnaval e a cidade é o caos. Mas vou considerar um convite para quando eu for a SP novamente! 😀

              4+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • Number0101 18 de janeiro de 2016 at 17:50

                dependendo do objetivo da viagem poderia valer a pena….rs

                1+
                • avatar
  • Chapolin 18 de janeiro de 2016 at 16:19

    CVR

    Mais um caso….Era um prédio construído para abrigar apenas familiares. Família rica (herdeiros), poucos apartamentos, terreno grande. Mas alguns anos atrás chegou uma construtora e propôs construir duas torres de luxo (cerca de 20 andares cada torre, dois por andar). Cada família, ficou com alguns apartamentos. Tenho um amigo que mora no prédio (não faz parte da família dona do lugar).

    O prédio foi entregue faz poucos meses. ILAC21 baixíssimo….todos querendo vender pelo preço do lançamento….condomínio de R$ 1000. Sei de gente que tem 5 apartamentos fechados para vender. R$ 5000 por mês só de condomínio….

    Não sei muitos detalhes, mas entre estes herdeiros tem gente que nunca trabalhou e tem mais pose do que grana. Ou seja, o cenário da tragédia está montado, é só aguardar e ver o sangue escorrer…

    36+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Crocs 18 de janeiro de 2016 at 16:21

      Arderam legal em Chapolin! Roubada total!

      4+
      • avatar
      • Chapolin 18 de janeiro de 2016 at 16:57

        Aparentemente era um ótimo negócio. No prédio original, cada família tinha um baita apartamento, mas com a proposta da construtora teriam um baita apartamento para morar em um prédio novo, e mais alguns para vender. Certamente acharam que segurar para vender quando o prédio fosse entregue ia multiplicar ainda mais o dinheiro. Só não contavam com a realidade….

        Pelo menos não perderam a casa….

        6+
        • avatar
        • avatar
    • joselito 18 de janeiro de 2016 at 17:06

      E você realmente acha que esses proprietários pagam condomínio? rsrsrs

      4+
      • avatar
      • Chapolin 18 de janeiro de 2016 at 17:41

        Por enquanto pagam! Eu perguntei.

        Eles moravam em um baita apartamento no prédio original, mas viram a chance de morar em um baita apartamento novo, e ainda ganhar dinheiro fazendo negócio com a construtora. Devem ter segurado os apartamentos recebidos para vender na entrega do prédio, mas não contavam com a realidade. Se forem espertos, reduzem logo o valor e se livram dos apts, ganhando menos que imaginavam inicialmente, mas ainda assim levando um bom trocado. E pelo menos não vão ficar sem casa….

        5+
        • avatar
  • DRN 18 de janeiro de 2016 at 16:24

    Preferencial a R$4,63.

    Parabéns ao povo que quebrou empresa monopolista de petróleo numa das 10 maiores economias do mundo. Precisa ser muito competente para fazer isso.

    38+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Awulll 18 de janeiro de 2016 at 16:30

      Rumo aos 3!

      7+
      • avatar
      • avatar
  • Braveheart 18 de janeiro de 2016 at 16:46

    Dúvida cruel.
    Colocar uns Trombinis na LCI da Caixa a 87% ou entrar na LCA a 94% de banco médio na Rico. Qual risco é maior?

    2+
    • avatar
    • DRN 18 de janeiro de 2016 at 16:58

      LCA, LCI ou CDB: só se for de liquidez diária.

      2+
      • avatar
      • Braveheart 18 de janeiro de 2016 at 17:02

        Liquidez diária não tem nenhum na Rico. Mas por qual motivo? Os que estão À disposição tem carência de 90 a 180 dias

        3+
        • avatar
        • DRN 18 de janeiro de 2016 at 17:08

          Eu só faço em banco de primeira linha (cof, cof) porque não acredito em FGC e liquidez diária para poder aproveitar outros títulos se aparecerem no meio do caminho.

          5+
          • avatar
          • avatar
          • fungo 18 de janeiro de 2016 at 21:43

            Não acredita por que? Ao contrário de Deus, o FGC existe de fato.

            5+
    • Azufre 18 de janeiro de 2016 at 20:40

      Caixa, jamais.
      ‘http://www.istoe.com.br/reportagens/342813_O+CONFISCO+SECRETO+DA+CAIXA

      4+
      • avatar
  • Cajuzinha 18 de janeiro de 2016 at 17:04

    para sorrir e acenar:

    “Em meio a esse cenário, cabe uma ponderação: divulga-se, dia e noite, que os preços dos imóveis estão caindo, que tudo está uma barbada e que os compradores estão com a faca e o queijo na mão. Bem, não é tanto assim. Como tentei explicar, existem, de fato, boas oportunidades a serem exploradas, mas nem de longe o cenário é esse que pintam.

    Embora o mercado esteja abatido, as empresas, mesmo querendo fazer caixa, têm limites para os descontos. Quanto aos proprietários de um imóvel, estão amedrontados com a crise e não querem desfazer-se de seu único bem, a não ser por um preço muito interessante. Assim, o resumo da ópera é que bons negócios podem ser feitos, mas sem ilusões quanto àquelas moscas brancas pela metade do preço. Isso não irá acontecer!

    Luiz Augusto Pereira de Almeida é diretor da Fiabci/Brasil e diretor de Marketing da Sobloco Construtora.”

    “http://www.segs.com.br/demais/603-imoveis-a-faca-esta-na-mao-do-comprador-o-queijo-nem-tanto.html”

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • carioca_real 18 de janeiro de 2016 at 17:57

      Esse vai para a Bola de Cristal…

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • CA 18 de janeiro de 2016 at 18:31

      Cajuzinha,

      Como sempre eles estão vendendo o peixe de que “querer é poder”. Para eles não existe necessidade, mas quando existe, é limitada, sabe-se lá como, por que e em quanto, como abaixo:

      Trecho 1: “Embora o mercado esteja abatido, as empresas, mesmo querendo fazer caixa, têm limites para os descontos. ”

      Ué, mesmo “querendo” fazer caixa, ou o mais correto seria mesmo “precisando” fazer caixa? O correto como sabemos é “precisando” e se a necessidade for oferecer um desconto MUITO elevado para pagar parcelas inadiáveis de dívidas, não há limites para os “descontos”. Aliás, se os distratos equivaleram a mais de 40% das vendas, sendo que muitos investidores desistiram, é exatamente porque os descontos estão elevados, porque imagine só um preço que teria subido tanto durante a construção, para ficar mais barato que na planta com INCC e inviabilizar o ágio, o desconto da construtora deveria ser muito relevante, como as reclamações dos investidores e os próprios relatórios de algumas construtoras tem demonstrado (Tecnisa com redução de 68% no preço do M2 imóveis Premium 2T15, Viver redução de 36% no preço do M2 imóveis padrão médio no 2T15, pesquisas de SECOVI SP de março/abril com quedas de 26% a 40% nas tipologias que representaram mais de 80% das vendas em São Paulo, etc.).

      Trecho 2: “Quanto aos proprietários de um imóvel, estão amedrontados com a crise e não querem desfazer-se de seu único bem, a não ser por um preço muito interessante.”

      Observem novamente a construção da frase, baseada no mantra do “Querer é poder”: “…e não querem desfazer-se de seu único bem”. As pesquisas com base em preços negociados de usados do CRECI SP apontaram queda de 28% em termos nominais em 2 anos, mais de 45% em termos reais (considerando inflação). Será que o pessoal de São Paulo que conseguiu vender não conhecia a tese do “Querer é poder”? Esta tese é que dita os imóveis ANUNCIADOS e os preços médios do FIPE Zap, basta você querer um preço maior e digitar em seu computador, pronto, o preço médio subiu!!! Se alguém vender um imóvel equivalente ao seu, mas que estava mais barato que o seu, não se preocupe, o preço do seu imóvel vai subir, afinal o vendido vai sair da base que compõem o preço médio quando o anúncio for retirado, genial não é? Quanto mais barato venderem, mais o seu imóvel vai valorizar, isto faz parte do Mundo do “Querer é poder”!!!

      Puxa, que Mundo maravilhoso esta galera do segmento imobiliário habita… Enquanto temos um recorde de distratos e endividamento de algumas construtoras que mal conseguem sobreviver (exemplo: PDG e Rossi em reestruturação de dívidas), volume recorde de famílias que sequer conseguem pagar o condomínio há vários meses e podem ter seus imóveis tomados para serem revendidos pelo preço que for viável para pagamento das dívidas, bancos que não conseguem vender os imóveis leiloados, que dobraram em quantidade sem ter havido aumento de vendas e estes mesmos bancos não conseguem sequer vender pela metade do preço pedido pelo mercado porque as próprias construtoras estão vendendo por preço próximo deste (ver última reportagem do Estadão sobre distratos), todos estes são “bobinhos”, pois não entendem nada deste Mundo maravilhoso que este pessoal habita, onde basta você saber conjugar o verbo “Querer” e num passe de mágica, tudo se acerta…

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cajuzinha 18 de janeiro de 2016 at 20:05

        Isso mesmo, CA.

        1+
        • avatar
  • Crocs 18 de janeiro de 2016 at 17:14

    OFF – Sindicato de Auditores Fiscais de MG defende greve contra salários parcelados

    Decisão ainda deve ser colocada em votação junto à categoria, mas posicionamento da entidade é por paralisação a partir de fevereiro

    -http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,auditores-da-fazenda-de-minas-gerais-devem-entrar-em-greve-contra-parcelamento-de-salarios,10000007376

    Lacraram 13, agora Ardam!

    12+
    • avatar
    • avatar
    • Azufre 18 de janeiro de 2016 at 20:38

      A/C Pastor Arnaldo

      2+
      • avatar
  • Controller_SP 18 de janeiro de 2016 at 17:22

    Pessoal, eu tentei puxar uma análise do Banco Central com IGV-R, mas não obtive sucesso, alguém saberia como posso obter estas informações. Eu gostaria de montar uma análise com o preço justo do imóvel em algumas regiões.
    Caso alguém tenha uma análise de preços de imóveis por região da capital seria muito grato.

    6+
    • avatar
    • CA 18 de janeiro de 2016 at 18:47

      Controller_SP,

      Você tentou no link abaixo?

      “https://www3.bcb.gov.br/sgspub/consultarvalores/telaCvsSelecionarSeries.paint

      Digite no campo “Pesquisa Textual” o conteúdo “IVG-R”, em seguida tecle ENTER. Clique no check box da única opção que irá aparecer, que é o código “21340”, em seguida, no botão “Consultar séries”. Na próxima tela, clique em “Visualizar Gráfico” ou “Visualizar Valores”.

      Não sei por onde você tira os números específicos de cada cidade, nesta opção aparece apenas para o total do Brasil e também só está atualizado até outubro/2015, talvez porque o índice começou a cair nos meses anteriores e não era mais interessante manter atualizado (ABECIP, SECOVI SP, CRECI SP, e outros ligados ao segmento imobiliário estão com atrasos, por motivos similares…).

      3+
      • avatar
      • CA 18 de janeiro de 2016 at 18:55

        Ah, esqueci de complementar:

        O índice IVG-R do BACEN não é nem de longe o “preço justo”.

        Para começar, como qualquer índice, ele apresenta algumas distorções, a saber:

        1) Quem informa o preço da avaliação são engenheiros contratados pelos bancos. Estes engenheiros que avaliam os imóveis, sofrem uma série de influências, com por exemplo, a evolução do preço a ser pago via INCC, no caso de compras durante a construção. A variação do INCC não representa o quanto “valorizou”, se fosse assim, não teríamos tantos distratos de investidores porque a construtora está vendendo mais barato do que o preço que o investidor comprou reajustado pelo INCC. Outro ponto que eles consideram, é o interesse dos bancos em avaliar por valor maior, para não reconhecerem que as garantias dadas para imóveis no passado já não valem tanto como antes, isto seria terrível para os balanços deles, portanto se eles mesmos referendarem as quedas e isto acabar afetando a média com a informação chegando a público…;

        2) O IVG-R não leva em consideração vendas à vista, onde muitas vezes podemos ter os descontos mais relevantes que foram negociados.

        Na prática, o IVG-R apresenta um preço que evoluiu completamente fora dos fundamentos. Veja uma comparação entre a evolução do IVG-R versus a evolução de renda, preços de aluguel e custo de construção, ele cresceu de forma completamente desproporcional e insustentável, segue o link:

        “http://defendaseudinheiro.com.br/wp-content/uploads/2015/10/Post-45-imagem-8-pre%C3%A7o-aluguel-INCC-e-renda-at%C3%A9-2015.png

        3+
        • avatar
        • Alemon Fritz 18 de janeiro de 2016 at 23:01

          vc tbm acha IVG-r no site do construdata.
          tbm mencionei lá acima que simplesmente os dados pararam ano passado (!!) e estavam baixando (média -2 pontos por mes).

          mencionei que o pico (deflacionado) foi em 2013 com 600, para fins de comparar com outros dados do “mercado”.

          0
  • Pao de queijo com cafe 18 de janeiro de 2016 at 17:37

    From_The_Tower 18 de janeiro de 2016 at 09:21
    Li acima de um leitor que perguntou sobre trazer dolares.
    Eu estava vindo somente com USD 1000. Mas meu amigo da casa que eu alugo pediu para trazer para ele 8k.
    Dividi entre os familiares e nenhuma autoridade solicitou nada. Eu teria cuidado em saber separar 2,5k no máximo na BNN e 10k aqui.

    Pao de queijo com cafe 18 de janeiro de 2016 at 17:10

    Pra entrar ou sair da Banania é 10.000 reais por cabeça, o limite.
    Pra entrar ou sair dos EUA é 10.000 doletas por cabeça.
    Confere?

    2+
    • avatar
    • mestre dos magos 18 de janeiro de 2016 at 18:26

      Sim, a produção confere. No Brasil é 10.000 reais de qualquer moeda, por isso o valor é em reais. Logo basta converter a moeda a cotação do dia anterior. Já na terra dos libres é 10k doletas. Eles dã um papelzinho no avião avisando do limite.

      4+
      • avatar
  • inteRIOrrr 18 de janeiro de 2016 at 17:41

    CVR 1 Cidade interior de SP +- 200k habitantes: Construtora nova no mercado (nunca havia visto o nome) começa a comprar umas casas de senhoras idosas, junta terrenos e inicia a construção de empreendimentos imobiliários.

    Empreendimento 1: studio de 36 m2 -> 190k
    Empreendimento 2: ap de 1 quarto, 50 m2 -> 240k
    agora vem o melhor:
    Empreendimento 3: ap de 2 quartos e 2 vagas, 73 m2 -> 330k

    Em frente ao prédio que moro. Acompanhei as obras de demolição, limpeza e terraplanagem de camarote. Tudo bonitinho, bem feito, ágil. Montaram um estande de vendas que inaugurou em dezembro. Inicialmente, até vi alguns clientes visitando. Agora em janeiro, pela minha “janela index” zero visitas!!

    Apostei com minha esposa que esse empreendimento 3 não sai do chão. Obras paradas.

    CVR 2: agosto ou setembro do ano passado inaugurou uma doceria/lanchonete na esquina. O cara reformou o imóvel (alugado), gastou um dinheiro e deixou bonitinho. Fui lá algumas vezes, poucos salgados e poucos doces. Perguntei se vendiam pão, pois nas redondezas não há padaria. Disse que sim, mas que abriria de seg a sáb às 9:00 da manhã. Como a essa hora já estou no 2o lanche da manhã, parei de frequentar.

    Todas as vezes que fui lá, o rapaz foi simpático, conversou e… de repente, não mais que de repente, ele sacava um folderzinho debaixo da mesa pra tentar me empurrar várias “oportunidades” de imóveis!! Disse que abriu o negócio porque na imobiliária que trabalhava de 40 corretores restaram 5 free-lancers. Investiu o que guardou no negócio.

    Ao retornar das férias encontro o empreendimento fechado. Imagina o preju….

    21+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Chapolin 18 de janeiro de 2016 at 18:26

      CVR

      Só acreditei porque ouvi de fonte confiável que intermediou o fato: O cara aluga uma casa para fazer uma pizzaria. Gasta R$ 200 mil(!!!!!!) na reforma do imóvel alugado, e depois disso, talvez refletindo que gastar tanto em um imóvel alugado não é uma boa ideia, pergunta se o proprietário não queria vender o imóvel…não quis.

      E ele ainda não conseguiu abrir o negócio, enrolado em algum tipo de documentação, ou outra coisa. Mas já está com o segundo aluguel atrasado (R$ 2000/mês)…..este quebrou antes de começar!

      24+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 18 de janeiro de 2016 at 18:18

    “Banco do Brasil
    Segundo o blog de Lauro Jardim, do O Globo, o Previ, fundo de pensão dos funcionários do
    Banco do Brasil (BBAS3), fechou 2015 com déficit de R$ 13 bilhões. Conforme aponta o blog, o
    desempenho da carteira teve basicamente um responsável: a queda das ações da Vale,
    respondendo por metade do déficit. O fundo ainda possui grandes investimentos em Petrobras, Banco
    do Brasil, Neoenergia e CPFL (CPFE3).”

    15+
    • avatar
    • avatar
    • mestre dos magos 18 de janeiro de 2016 at 18:31

      E 2016 já começa ruim para o fundo de pensão do BB, pois vale, Petro, e bbas continuam perdendo valor. O rombo segue aumentando.

      6+
      • avatar
      • avatar
  • Chapolin 18 de janeiro de 2016 at 18:19

    BOSS,

    Por algum motivo, depois da postagem que fiz hoje meus posts estão caindo na moderação e sendo deletados.

    2+
    • avatar
    • Chapolin 18 de janeiro de 2016 at 18:19

      Ops, este não foi. Mas dois anteriores, que fiz em reply ao meu primeiro post ficaram barrados e foram apagados.

      2+
      • avatar
      • Bolha BOSS 18 de janeiro de 2016 at 18:41

        SPAM

        2+
        • avatar
  • Cajuzinha 18 de janeiro de 2016 at 18:22

    “Construtoras
    O BTG Pactual revisou as estimativas para a Lopes (LPSB3) e Brasil Brokers (BBRK3), assumindo
    um cenário mais conservador para as vendas de imóveis e avaliando que acreditar em uma
    recuperação das vendas parece muito otimista dado o cenário macroeconômico. O nível de estoque
    segue alto e baixa oferta de crédito dificultam a recuperação.
    “Reconhecemos todos os esforços na frente de custo mas não parece ter sido o suficiente para
    ofuscar a desaceleração das vendas nessa magnitude. Estamos cortando EPS (na média) em 99%
    e 79% para 2016 e 2017″, avaliam. Os analistas possuem recomendação neutra em ambas com
    preço ­alvo para a Lopes de R$ 7,00 para R$ 3,60 e de R$ 3,70 para R$ 2,10 para a Brasil Brokers”

    6+
    • avatar
    • avatar
  • O Bancário 18 de janeiro de 2016 at 18:29

    OFF – Aviso de utilidade pública:

    Para os bolhistas correntistas do BBDC que possuem cadastro na corretora, entrem em contato que tem lastro até amanhã de LCA do BNDES. Carência de 1, 2 e 3 (Remuneração começa em 90% CDI) anos. Valor mínimo 50k por papel, carência de 90 dias. Papel possui marcação a mercado caso quiserem vender antes do prazo final, recomendado pra quem for aplicar e manter até o final.

    Aproveitando, gostaria de fazer um comentário sobre a loucura no mercado acionário. O cara desse avatar (J P Morgan), foi um dos grandes financistas/banqueiros de sua época. Uma vez John estava andando e alguém se aproximou dele e perguntou:
    – John, qual a sua previsão para o mercado acionário?
    – Irá flutar.

    Abraços.

    11+
    • avatar
    • avatar
  • Crocs 18 de janeiro de 2016 at 19:07

    Ação da Petrobras tem preço de papel higiênico

    A cotação das ações da Petrobras caiu mais de 4% nesta segunda-feira. Os papeis foram negociados em valores que variaram de R$ 4,80 (ações preferenciais) e R$ 6,30 (ordinárias, com direito a voto em assembleia).

    Ação da Petrobras abaixo dos R$ 5 é coisa que não se via desde 2003. No momento, o papelório da estatal custa o equivalente a um pacote de papel higiênico. No site da maior rede de supermercados do país, um embrulho com quatro unidades do papel Personal Vip está cotado a R$ 5,99. Quatro rolos da marca Neve saem por R$ 6,95. Ambos oferecem folha dupla.

    -http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2016/01/18/acao-da-petrobras-tem-preco-de-papel-higienico/

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Jovem Estudante 18 de janeiro de 2016 at 21:13

      Só lembrando mais uma vez…

      São os preços de 2003, sim, mas apenas em valores nominais. Aqueles BN$ 5,00 em 2003 hoje equivaleriam a uns BN$ 11, ou 12…

      Mas se considerarmos toda a inflação acumulada de lá pra cá, na verdade na verdade a papel da Petrobras está nos patamares de 1999!!!!

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Ilusionista 18 de janeiro de 2016 at 20:42

    sem previsão para retomada das obras do monotrilho da Av. Roberto Marinho prometidas para antes da Copa do Mundo.
    coitado de quem comprou imóveis na planta entre 10 a 12 mil o m2, hoje está pagando 15 o m2, na promessa de valorização dos imóveis na região por causa do trem.

    “http://sao-paulo.estadao.com.br/noticias/geral,alckmin-rompe-contrato-e-monotrilho-da-linha-17-e-suspenso,1822707

    4+
    • avatar
    • avatar
    • Ilusionista 18 de janeiro de 2016 at 20:49

      fez lembrar do terminal do “trem bala brasileiro”, prometido também para antes da Copa, na Av. Marques de São Vicente, com a promessa de valorizar todos os lançamentos de imóveis na região, incluindo até o Mega Jardim das Perdizes.

      6+
      • avatar
  • fungo 18 de janeiro de 2016 at 21:30

    Vocês estão reparando nas matérias sobre desigualdade de renda que estão pipocando em tudo que é site? Isso deve ser os jornalistas esquerdinhas fazendo lavagem cerebral contra o aumento dos juros, bando de sacanas…

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 18 de janeiro de 2016 at 22:00

    Quantos disponíveis mesmo? Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    “Para quem busca concretizar este sonho, o mercado imobiliário capixaba está concedendo descontos de até R$ 41 mil para apartamentos próximos do mar. Entre as ofertas estão as unidades do Sunset Residence, da Construtora Épura.

    O imóvel está pronto para morar e dispõe de 198 apartamentos de dois e três quartos, além de nove coberturas, com área privativa entre 66 m² e 214 m², na rua Deolindo Perim, esquina com a avenida da Praia de Itaparica, em Vila Velha. As unidades podem ser negociadas pelo preço de R$ 432 mil por R$ 391 mil.”

    “http://m.folhavitoria.com.br/economia/noticia/2016/01/construtoras-anunciam-descontos-em-imoveis-perto-do-mar.html”

    8+
    • avatar
    • avatar
    • Dutra 18 de janeiro de 2016 at 22:07

      E o “fingezap” fala-me que em Vila Velha houve valorização de 5% em 2015, esse edifício eu vejo anuncio dele direto dessa forma em noticia de jornais há meses, ele já deve estar pronto entre 5 a 6 meses atrás e ainda tem apartamento disponível.

      4+
      • avatar
  • Cajuzinha 18 de janeiro de 2016 at 22:09

    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Viram o Conta Corrente agora mostrando q a ação da Petrobras só dá pra dar uma mordidinha no Big Mac, não dá pra comprar um inteiro?

    Kkkkkk

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Bolha BOSS 18 de janeiro de 2016 at 22:32

      O SD esta passando por experiencia como coapresentador do conta corrente. Se o pessoal esta curtindo, tem que fazer aquela forcinha no Cat da globo news para ele permanecer

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Cajuzinha 18 de janeiro de 2016 at 22:39

      Desculpem, foi no Jornal q Doni apresenta, por isso a confusão com o Conta, ainda não me acostumei com a saída dele do CC

      4+
      • avatar
  • cicero_silva 18 de janeiro de 2016 at 22:11

    CVR

    Hoje fui num órgão público resolver umas broncas. No guiche de atendimento, escuto o diálogo da advogada com o servidor:

    servidor – pois é, comprei e no contrato diz que tem varanda. Agora vieram dizer que não haverá varanda e já tá com mais de ano atrasado.
    adv – Li o contrato todo. Voce pode pedir a devolução ou outro imóvel ou solicitar a diferença. Mas no contrato prevê tolerância de 1 ano de atraso…
    servidor – Mas já tem mais de ano….
    servidor – E se a construtora não tiver um imovel parecido com o que eu quero, será que é possível o juiz forçar ela (a construtora) a me entregar um imóvel de OUTRA construtora e elas que se entendam?
    adv – cara de paisagem…

    Acabou minha parte e fiquei com vontade de dizer: “se entregar qualquer coisa, aceite”, mas fui embora.

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Azufre 19 de janeiro de 2016 at 06:37

      “Compre imóvel na planta. É mais barato e seguro”, disseram

      3+
      • avatar
    • joselito 19 de janeiro de 2016 at 08:35

      adv: claro que pode, o juiz manda a construtora te devolver 90% do seu valor investido e você vai lá na outra construtora e compra. Sem problemas, champs. 20% do valor da causa. tchauuu

      4+
      • avatar
  • Jovem Estudante 18 de janeiro de 2016 at 23:02

    A Banânia vive uma fase de regressão:

    Inflação, recessão… até os tempos de despEncol

    3+
    • avatar
  • O Bancário 18 de janeiro de 2016 at 23:07

    Acabei de assistir “The Big Short”.
    Bem legal o filme.
    Deu até vontade de operar vendido. Mas já passou. kkkk

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Rodrigo ABCDM-SP 18 de janeiro de 2016 at 23:19

    @O Bancário, Quais as taxas CDB fidelidade no BBDC?

    3+
    • avatar
    • O Bancário 19 de janeiro de 2016 at 00:26

      Recomendo cotar taxas de CDB com carência. Retorno bem melhor.

      4+
      • avatar
  • caipira_priv15 19 de janeiro de 2016 at 00:38

    Sobre a petro…. Li isso em um blog chapa branca de um cara tirando uma com os M AVs….

    “Eike Batista: “Um dia a OGX vai valer tanto quanto a Petrobras..”

    O cara é mesmo um visionário!”

    Falando nisso os chapa estão com N teorias kkkkkkkkk pra rir demais…

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 19 de janeiro de 2016 at 06:42

    “http://m.oglobo.globo.com/economia/usiminas-demite-4-mil-em-sao-paulo-18501659”

    2+
    • avatar
  • Cajuzinha 19 de janeiro de 2016 at 06:43

    “Rombo dos fundos de pensão dobra em um ano
    MURILO RODRIGUES ALVES

    19/01/2016 | 05h00 1

    Déficit acumulado até setembro é de R$ 60,9 bilhões, ante R$ 28,7 bi de 2014
    BRASÍLIA – O rombo dos fundos de pensão mais que dobrou em um ano. O sistema todo fechou setembro de 2015 com déficit acumulado recorde de R$ 60,9 bilhões, ante R$ 28,7 bilhões no mesmo mês de 2014. Os dados foram atualizados pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), o xerife do setor.”

    5+
    • avatar
  • BReakfast 19 de janeiro de 2016 at 07:19

    Boa sorte com as vendas união! Agora vai!

    O Ministério do Planejamento informou que será publicada no “Diário Oficial da União” desta terça-feira (19) portaria autorizando a venda de 239 imóveis da União, dos quais 20 já haviam sido colocados à venda em agosto do ano passado, mas não houve interessados.

    “http://g1.globo.com/economia/noticia/2016/01/planejamento-autoriza-venda-de-239-imoveis-da-uniao.html

    2+
    • avatar
    • avatar
  • EngenheiroMG 19 de janeiro de 2016 at 07:30

    CVR… OFF..

    Vários relatos de bolhistas sonhando com ouros bolhistas. Esta noite tive um pesadelo com o BOSS. O mesmo me pediu ajuda para desbloquear o pc dele e para tal, eu precisaria me conectar remotamente a partir do pc da empresa onde trabalho. Feito a conexão remota, ele lança um vírus e rouba a senha e o controle de toda a empresa, assume o controle virtual de um carro equipado com mísseis balísticos e sai para um ataque. No sonho, lembro eu correndo atrás do carro e o boss no volante. Depois fui para delegacia me entregar e relatar o ocorrido.
    Detalhe que sei que era o boss pelo rosto.

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Azufre 19 de janeiro de 2016 at 08:22

      Verossimilhança 7/10.

      Já sonhei com:

      Papirante
      Quiumento (acho que 2x)
      Rosinha (acho que 2x)
      From_the_Tower (acho que 2x tb)

      Cada um em suas funções bolhísticas.

      Deve ter mais que não me lembro agora

      3+
      • avatar
      • EngenheiroMG 19 de janeiro de 2016 at 08:34

        Quase um Selo Alemon Voador de veracidade? hahaha

        Juro que acordei assustado com o fato de ir preso e ser demitido por justa causa.

        3+
        • avatar
        • avatar
        • Crocs 19 de janeiro de 2016 at 09:17

          Morri de rir aqui dos sonhos bolhísticos!

          2+
          • avatar
  • Rolde 19 de janeiro de 2016 at 08:49

    “http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,rombo-dos-fundos-de-pensao-dobra-em-um-ano,10000007413”

    2+
    • avatar
  • Rolde 19 de janeiro de 2016 at 08:50

    “http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,pib-chines-tem-o-menor-crescimento-em-25-anos,10000007432”

    2+
    • avatar
  • L.A. 19 de janeiro de 2016 at 08:54

    CVR 01
    Amigo que sabe da minha doutrina bolhística e acredita me conta que cunhado arquiteto resolveu fechar escritório antigo e abrir um novo com sócio para comprarem terreno, construírem casas e venderem.
    Só ouviu a resposta: pqp, pior que sardinha é sardinha atrasada. E caímos na risada.

    CVR 02
    Esse mesmo amigo quer comprar ações da Petro para a filha, pensando em um lapso de 15 anos. Ele acha que valoriza, que o governo não deixa quebrar pois feriria o “orgulho nacional” (lembrei de quando fui para a terra dos livres, quando vi que, durante a guerra da secessão, eles mantiveram a construção da c*pula do Capitólio, para dar a impressão de que o Estado não seria dissolvido). Concordei com ele, mas comentei que o dólar alta mais petróleo baixo tende a fazer descer ainda mais e que é capaz de entregarem em concessão tudo e a Petro ficar “administrando” (viraria uma agência regulatória da extração do petróleo). Sim, é viagem, mas são divagações que faço.

    4+
    • avatar
  • Rolde 19 de janeiro de 2016 at 08:54

    “http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/01/1731015-recessao-no-brasil-derruba-crescimento-global-diz-fmi.shtml”

    3+
    • avatar
  • Rolde 19 de janeiro de 2016 at 08:56

    “http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/01/1730946-bancos-medios-vao-acabar-ate-2025-preve-consultoria.shtml”

    2+
    • avatar
  • Rolde 19 de janeiro de 2016 at 08:58

    “http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/01/1730950-aperto-monetario-vai-derrubar-ainda-mais-a-economia-diz-cni.shtml”

    2+
    • avatar
  • Louro José 19 de janeiro de 2016 at 09:09

    Que delícia, galera!
    Mais juros nesta semana kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    3+
    • avatar
    • avatar
    • mestre dos magos 19 de janeiro de 2016 at 09:14

      Não comemora muito. Existe um ditado popular que menciona que alegria de pobre dura pouco. Fica de boa que se ficar comemorando muito, vai vir só mais 0,25 rsrsrs.

      2+
      • avatar
  • mestre dos magos 19 de janeiro de 2016 at 09:10

    Ontem assistindo o jornal da record, vi uma matéria sobre artistas que pretendem fazer o carnaval de salvador mais democrático, ou seja, os artistas irão desfilar com o trio elétrico sem as cordas e claro sem vender os abadas. Na hora comecei a dar risada. Não conseguiram vender os abadas e agora vem com esse papo de carnaval democrático. Deveriam admitir que este ano já está praticamente perdido até para o carnaval de salvador hehehe.
    Fui uma vez. É uma festa bem legal, mas gastei uma grana absurda. Não tinha camarote e nem abada por menos de 350, e isso em 2011.

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Louro José 19 de janeiro de 2016 at 09:13

    PTBras vai fazer PDV, segundo o meu irmão petroboy.
    E no jornal fala que querem reduzir 30% do quadro

    2+
    • avatar
    • EngenheiroMG 19 de janeiro de 2016 at 09:26

      30% ? puff…marolinha.

      2+
  • Azufre 19 de janeiro de 2016 at 09:35

    Tópico 9

    2+
    • avatar
  • ForaAntaSapiens 19 de janeiro de 2016 at 09:46

    CA, obrigado pela dica do filme em cartaz “A trapaça”, ele realmente dá um preciso panorama do que tanto falamos aqui e que provocou a bolha imobiliária nos EUA. O filme é denso e recomendado para os já iniciados no assunto. Aliás parabéns pelas ótimas análises a respeito da bolha Brasil.

    1+