A bolha dos hotéis estourou no Brasil – Exame

Você pode gostar...

Comments
  • Zé do Brejo 9 de junho de 2017 at 10:06

    Vamos precisar de um PLANO REAL 2 A MISSÃO para concertar todas as cagadas PTistas dos últimos anos.
    Claro que antes disso vamos precisar do Collor 2 para promover uma limpezinha da máquina pública.

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 9 de junho de 2017 at 10:38

      particularmente penso que só existe uma saída pra onde entramos: muita inflação

      35+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Libertario 9 de junho de 2017 at 10:42

        Não podemos pular etapas.
        Primeiro muita inflação.
        Depois outro plano economico.
        Lembrando que na Argentina existe vida mesmo com inflação de 25%.

        36+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Zé do Brejo 9 de junho de 2017 at 10:49

        Eu vejo que a inflação corrigiria os preços, mas ainda teríamos o problema do alto endividamento do estado.
        Se não cortar DESPESAS, e nessa conta teria que separa DESPESAS de INVESTIMENTO, a inflação não resolveria o problema.
        Caros colegas, na minha opnião, é muito claro que nosso problema é o ESTADO que gasta MUITO e gasta MAL.
        Por isso que defendo que sem a diminuição do estado, estamos condenados a crise por décadas.

        33+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Lucas 9 de junho de 2017 at 11:21

        a década de crise no meu ver já está comprada
        a inflação é o unico imposto que atinge a todos pelo seu mérito de ferrar mais rapido com quem esta mal ou parado ou sem bom padrinho
        a inflação faz o efeito magico de elevar impostos, derrubar renda e corrigir ativos, é a solução perfeita, não vejo outra.
        As ditas reformas, já era, outras “soluções” apenas adiam o inevitável.

        34+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Fox Mike 12 de junho de 2017 at 17:48

      CVR – A coisa está feia em Brasília…

      Região em que acompanho preços…apto 90 m2 (aprox. 15 anos de construção).

      Preço médio (pedido) em 2015: 450 mil.
      Preço médio (pedido) atual: 350 mil.
      Agora vem a questão…estava eu passando e vi um corretor batendo martelo em duas estaquinhas que apoiavam uma faixa sendo colocada no gramado em frente ao prédio (quem é de Brasília sabe que essa infeliz prática é comum por aqui…) daí quando vi o preço pedido não acreditei…300 mil.

      SOFT?

      5+
      • avatar
      • avatar
  • Inside 9 de junho de 2017 at 10:06

    Esse blog avisou, ninguém escutou..

    23+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Libertario 9 de junho de 2017 at 10:25

    thiago fm

    Alguém explicasse, com exceção do CA, que não só já o faz todos os dias, mas que é parte interessada na tese.

    0

    Mas porque precisam haver outras teses ?
    Porque não aponta especificamente os erros na teoria dele primeiro ?

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 9 de junho de 2017 at 10:43

      Libertário,

      Não se esqueça do DOSSIÊ DOS ALOPRADOS, ele já tentou fazer isto que você falou, mas saiu muito queimado, pois todas as mentiras e enganações dele foram DESMASCARADAS, inclusive em alguns casos com as próprias fontes e critérios dele mesmo… Por isto que ele implora por mais alguém com quem ele possa tentar jogar sujo, mentir, enganar, etc., mas que não o desmascare em público… De qualquer forma, a cara-de-pau, vitimismo e demais estratégias baixas permanecem, não há como ele mudar…

      36+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CA 9 de junho de 2017 at 11:09

        Ah sim, outro ponto interessante:

        Ele diz que sou “parte interessada na tese”… kkkkk

        Já falei por aqui várias vezes que tenho 1 imóvel adquirido ANTES da bolha imobiliária, metade de um imóvel recebido em herança e dinheiro referente a um imóvel vendido que está aplicado. Matematicamente falando, se eu fosse um brick lover e acreditasse no FINGE ZAP, eu seria uma parte interessada em demonstrar que não existe bolha imobiliária!!!

        Se existe uma “parte interessada” com viés CLARÍSSIMO por aqui, é daquele cara que trabalha na CEF e tem 100% dos seus rendimentos dependentes de uma empresa que como as páginas policiais tem demonstrado, está envolvida em uma infinidade de golpes e maquiagens! É ele que tem que fazer de conta que nada disto existe. É ele que tem que bancar o ALIENADO e que não entendeu as evidências apresentadas INÚMERAS vezes. É ele quem tem que continuar tentando enganar as pessoas de todas as formas possíveis para tentar adiar a quebra da empresa onde atua e de onde sai o seu sustento.

        Eu não trabalho neste segmento, se não existisse bolha e os preços fossem sustentáveis, seria “mais rico”, logo não há parte interessada na tese do meu lado.

        Aliás, quem primeiro falou com propriedade sobre a bolha imobiliária foi o autor do Finanças Inteligentes, que depois inspirou o Boss a criar este site, que depois contou com a colaboração genial do MRK que ajudou a dissecar a bolha e os seus efeitos que vemos nos últimos anos, que contou com a participação do Ricardo Eng para apontar pela primeira vez o esquema das vendas FALSAS na planta, enquanto ele observava o esquema ser praticado de dentro das construtoras e este blog contou ainda com INÚMEROS participantes que agregaram, cada um no seu estilo, as diversas evidências quanto à existência da bolha e seus efeitos, sendo que o próprio Nefasto sabe disto melhor do que eu, embora como sempre, FINJA que não sabe…

        35+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Lucas 9 de junho de 2017 at 11:18

        tem que fugir dessa armadilha de fulanizar discussão
        pouco me importa quem vc é CA
        ainda menos me importa o crachá dele, alias só me faz lembrar que país escroto estamos pra entrar numa repartiçãozinha de merda tem que usar crachá e passar varias catracas
        porra, naszoropa eu dei de cara com a Guernica original sem passar por uma unica roleta, ainda estava com o ingresso na mão procurando pra quem deveria entregar o papelzinho, sai horas depois e nada de me fiscalizarem, isso na espanha que não é grande coisa. Que paisinho de merda o nosso, até na padaria tem roleta.

        38+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • lendo e observando 9 de junho de 2017 at 10:27

    Puxei do tópico anterior, pq ficou no final.
    Tinha a ver com confusões de interpretação de pessoas do blog
    Espero ajudar
    —-
    Permitam-me fazer um paralelo entre essas confusões de interpretação, que pra mim são ma-fé ou excesso de burrice.
    Durante uma conversa com um amigo sobre política e economia procurei dar um exemplo de setor ineficiente que é notório, ou seja, ninguém duvida que é uma bosta, nem mesmo o governo que divulga os terríveis índices. Então pra exemplificar falei que a educação pública é um exemplo de ineficiência do governo, beleza? Tudo tranquilo? Será que alguém não sabe que os alunos saem da escola mais burros do que entraram?
    Estão muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito enganados rssrsrrsr
    Em resposta a esse exemplo simples que nem era o foco da conversa recebi como contra argumento pra provar que eu estava enganado e que a educação pública é boa:
    E o colégio pedro II? não é bom?
    Percebem a técnica aqui? Essa é certamente uma das mais usadas por pessoas desonestas intelectuais!
    Inclusive dá pra excluir que o motivo nesse caso seja excesso de burrice pq a pessoa não usa uma mentira.
    Ela usa um exemplo verdadeiro.
    A técnica consiste em inverter regra e exceção!
    Porrrra só na cidade do RJ existem mais de 1.000 escolas municipais e no Brasil inteiro existem uns 5 endereços de colégio Pedro II.
    Conseguem perceber o nível de desonestidade do camarada num simples exemplo desses?
    Coisas assim ocorrem toooooodo dia na TV ao assistir entrevistas e debates, prestem atenção.
    Pq pra pessoas que não tem conhecimento pra perceber essa técnica ou desconhecem o tema da entrevista, acabam achando que realmente as duas pessoas estão com a razão. O que está claramente errado. Já que são opiniões opostas/contrárias.
    Espero que ter sido claro rsrsrs
    abraço pessoal

    25+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 9 de junho de 2017 at 10:36

      eu mandei pra margarida outro dia uma lista de técnicas
      de ganhar discussão sem ter razão e outras técnidas falácia e erro indutivo.
      Se um cara cai em um outro dese sofismas dá pra entender, mas se ele usa metódicamente, aí eu tbm acredito na má-fé de uns guiando muitos pela ignorancia, mas tbm pela superexposição de mentiras, são repetidas tantas mas tantas vezes que num determinado momento começa a fazer sentido lógico por tautologia, ( (ex: o sal é salgado) o cara pega o numero do banco mundial que a fonte é o fingezap, mas finge que não sabe e usa pra provar o fingezap. Amanhã o banco mundial que deu queda de 20% vai dar “valorizaçao” poruqe eles nada masi fizeram do que aplica ro cambio do ultimo ano, e aí vão correr nos “desmoralizar” porque usamos uma fonte que dizia queda e agora subiu. Tem muitos lobos em pele de cordeiro ainda neste blog, o próprio nefasto entrou aqui defendendo a bolha dele.

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Lucas 9 de junho de 2017 at 10:28

    esse blog as vezes dá um certo orgulho alheio
    ontem a margarida que sempre escrevia pouco resolveu dar umas mitadas geniais, na elegancia duma flor desbaratou toda a conversinha esfarrapada, aliás inútil.

    Sabemos exatamente o que é bolha sim neste blog e há muito tempo, não venham confundir a ignorancia dos haters, que não acreditam em bolha mas incrivelmente não desgrudam do blog, não misturem eles com a gente. Bolha é preço sem fundamento, simples assim, os fuindamentos vc pode medir de várias maneiras: 1-pela renda dos compradores, 2- pela rentabilidade do aluguel, 3- pelo simples bom senso das pessoas simples entre outras mil maneiras, que sempre vão dar no mesmo resultado. Se os gráficos coloridos deles não conseguem explicar, se é preciso mil malabarismos matemágicos para demonstrar uma falácia sofismosa, isso não é problema nosso, se vcs não compreendem o problema não é nosso

    Fica a pergunta mãe de todos os motivos:
    Pra quê que eu vou assistir a missa se eu acho Jesus uma grande invenção de um bando de maluco paranóico???
    – E ainda vou ficar interrompendo a liturgia???
    – E ainda trago foto do meu crachá de ateu como prova??

    Tá mais do que na cara, essas respostas, só não diz que viu que não pode admitir, seja qual for o motivo, entre um deles, saber-se um dos responsáveis pela coisa, realmente deve ser uma bela carga nos ombros descobrir que podia fazer alguma coisa e não apenas não fez nada como ainda ferrou com muita gente.
    Eu tenho lá a minha fé nas forças do, digamos, “universo” e não posso deixar de avisar, nunca vi coisas assim acabar de forma menos do que muito trágica. Se eu erro, corro o mais rápido possível avisar a todos do fato e na medida do possível corrigir os danos. Estou sempre aberto dentro dessa lógica a não mudar, mas sim evoluir de opinião, quem me acompanhou sabe que posso ter estado em vários lugares diferentes, mas nunca sai do meu trilho. #Ficaadica

    43+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Money_Addicted 9 de junho de 2017 at 10:38

      nao tinha visto, perfeito!

      7+
      • avatar
      • avatar
    • lendo e observando 9 de junho de 2017 at 10:52

      Matou a pau rsrsrs
      Pessoas que estão comprometidas moral ou financeiramente com algo nunca vao admitir o erro!!! Ou serão extrema exceção.
      Não lembro o pensador que disse a frase mas era mais ou menos assim:
      “Não se pode convencer pela razão alguém que aderiu a uma causa pela emoção”
      Exemplos de pessoas assim é muito fácil achar no BR:
      -Funcionários de empresas estatais completamente destruídas pelo governo, inclusive seus fundos de pensão completamente arrebentados…e pessoas assim defendiam o governo direta ou indiretamente…e também nem podem escutar falar com privatização srsrsrsrsrsr
      Isso foi so uma amostra tem bilhares de exemplos como esses (by CA) rsrs

      29+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 10:59

        Bingo !!!

        10+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • lendo e observando 9 de junho de 2017 at 11:25

          Nesses casos absurdos assim, como esses de funcionários de estatais destruidas, sempre me vem a mente a caricatura de um cara que pega seu amigo no flagra com sua esposa e pra não mudar de opinião sobre o amigo pensa: meu amigo está cuidando da minha familia rsrsrsrsrs

          11+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
      • Ogami 9 de junho de 2017 at 21:51

        Não querendo defender ninguém, mas acho pessima a forma como a privatização é feita no Brasil. Basta ver que em São Paulo a CCR ganha fácil.
        Ou seja os esquerdistas põe “companheiros” no comando das estatais. Os liberais daqui montam empresas no nome de laranjas e passam a administrar uma empresa com risco zero.

        12+
        • avatar
        • avatar
    • CA 9 de junho de 2017 at 10:57

      Lucas,

      Concordo!

      Esta mitada da Margarida em resposta ao Nefasto (by Lucas) foi fantástica também:

      “Margarida 9 de junho de 2017 at 09:59
      “Dizer que há o bolha em tudo é quase o mesmo que dizer que não há bolha em nada, pois de certo o fio condutor de uma condição tão generalizante como esta, passa pelo cerne do sistema em sua essência. Em outras palavras o que é parte natural do organismo não pode ser considerado estranho a ele.”

      Pensei numa metáfora que corresponde a isso que você disse: se um câncer atinge vários órgãos do corpo, não é câncer.”

      Complemento:

      Uma das estratégias SUJAS de argumentação, é utilizar uma combinação de EMBROMATION (sic) em larga escala (leiam o trecho do Nefasto em destaque entre aspas no comentário da Margarida logo acima) com SOFISMAS, para com erros de lógica, induzirem as pessoas a conclusões erradas, fazendo isto de forma consciente (VÁRIAS vezes foram DEMONSTRADOS para o Nefasto os sofismas que ele praticava).

      No exemplo acima, o Nefasto tenta fazer uma RELATIVIZAÇÃO combinada com GENERALIZAÇÃO, para os quais, além da analogia genial da Margarida que consta acima, poderíamos fazer várias outras:

      Se “todo mundo rouba”, então não existe roubo;

      Se “todo mundo mata”, então não existe homicídio.

      O “recado” que o Nefasto queria passar era o seguinte:

      Se todas as construtoras estão com uma desproporção entre estoque e vendas que nunca tiveram antes em toda sua história, então isto é normal;

      Se todos os bancos estão com um percentual de inadimplência do crédito imobiliário que é acima do normal, então é uma situação normal;

      E por aí vai.

      Quando falamos sobre bolha de corrupção ou de consumo, isto significa eventos que cresceram de forma artificial e anormal para depois explodirem. Em hipótese alguma isto significa que TUDO é uma bolha e muito menos, que eles guardem qualquer relação quanto às características da bolha imobiliária no Brasil. Usar um raciocínio SIMPLISTA, baseado em SOFISMA e GENERALIZAÇÃO, com o propósito claro de ENGANAR, é só uma das muitas estratégias SUJAS praticadas pelo Nefasto…

      36+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CA 9 de junho de 2017 at 11:00

        Vale o destaque: na boa, o trecho abaixo, se o caro não tirou do gerador de lero-lero, foi ele mesmo que inventou este gerador de embromation, genial quanto a total falta de conteúdo plausível:

        “Dizer que há o bolha em tudo é quase o mesmo que dizer que não há bolha em nada, pois de certo o fio condutor de uma condição tão generalizante como esta, passa pelo cerne do sistema em sua essência.” kkkkkk

        Cada vez que leio o trecho acima cai a dentadura de tanto rir! E ainda tem gente que se deixa convencer por isto, impressionante!!!

        28+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 11:02

        mitou !!!

        12+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Lucas 9 de junho de 2017 at 11:08

        mais alguem reparou na semelhança de modus operandi da versão TODO MUNDO FAZ, em economia ou em politica

        REPUBLICA FEDERATIVA DO CINISMO
        Do Jaburu do planalto ao Corvo da esquina

        15+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Libertario 9 de junho de 2017 at 10:33

    Será que o cobertor está ficando curto demais para esconder todas as maquiagens ?

    Cesar_DF

    Thiago fm
    Vamos lá
    Baixei o CSV referente venda de apartamento 2 quartos no hell de janeiro

    Mantive a planilha com todas as colunas e acrescentei fórmulas nas colunas I e J
    Nas colunas temos:
    C = valor ZAP
    D = variação percentual acumulada ZAP
    E = variação percentual mensal ZAP
    F = valor IGPM
    G = variação percentuall acumulada IGPM
    H = variação mensal IGPM
    I = fórmula (G-D) com a diferença entre o percentual acumulado do ZAP menos o IGPM
    J = fórmula de (I-215,84) para estabelecer o zero no pico alcançado em fevereiro de 2015
    Ocultei as linhas de 6 a 86 para facilitar a visualização aqui

    Vemos então que desde janeiro de 2008 até maio de 2017 ocorreu um aumento de 243,30% no ZAP e apenas 72,28% no IGPM
    Desinflacionando pelo IGPM vemos que em maio de 2017 os imóveis tiveram um aumento real de 171,02%
    Porém, o pico foi alcançado em fevereiro de 2015, e dai criei a coluna J para zerar a diferença e contar a partir deste mês
    Podemos ver que neste período ocorreu uma queda de 44,82%, sendo que a queda máxima foi em março de 2017, por conta de dois meses consecutivos com IGP-M negativo.
    Errei em algo?

    1+
    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 11:43

      rafa_fv 9 de junho de 2017 at 11:22
      Cesar não tem erro algum, está no site do FipeZap para qualquer um dos 30 que participam deste blog conferir:
      Fipezap queda de 21,39 (-21,39)
      IGP-M subida de 23,4% (+23,4)
      diferença (fipezap deflacionado/IGP-M)=44,79%

      rafa_fv 9 de junho de 2017 at 11:25
      obs.: A diferença de 0,03% entre o seu valor e o meu é por que fui preguiçoso e usei os dados direto do gráfico, dai deu diferença por arredondamento.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Libertario 9 de junho de 2017 at 12:21

        Cesar,
        E voce fez o relatorio da forma como ele faz ?
        Realmente existe a discrepância ?
        Saberias apontar qual o “furo” ?

        2+
        • Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 12:53

          Libertário
          Eu apresentei a planilha completa, do jeito que baixei os dados do CSV, já o thiago fm usou os números dele.
          Aparentemente ele pegou a coluna da correção mensal, que ele pintou em azul, e fez uma mera somatória destas variações mensais, como se fosse JUROS SIMPLES, enquanto eu utilizei a coluna de variação acumulada (VARIAÇ ZAP e VARIAÇ IGPM), que resultará em uma taxa, como se fosse JUROS COMPOSTOS.
          É como se, durante um ano tivesse uma inflação de exatamente 2,00% ao mês, durante 2 anos, na conta do Thiago fm daria 24,00% (2,00% X 24), mas na minha dá 60,84% ((1 + 0,02) ^24)

          14+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 12:55

            Algum universitário ai poderia validar ou invalidar este raciocínio acima?

            10+
            • avatar
            • avatar
            • avatar

            • rafa_fv 9 de junho de 2017 at 13:40

              Do meu ponto de vista o problema maior é que o Cesar foi claro, 2 dorms, Rio de Janeiro e período de fev/2015 até maio de 2017. Você vai no site e confere está tudo certinho.
              Já o Thiago diz que deu 20%, mas não confirma que são os mesmos 2 dorms, Rio e no período solicitado. Se trabalhar com valores médios do BR, devem dar outros valores, não sei se foi o que ele fez, mas parece a clássica tática de desinformar. Se os leitores não forem atrás das fontes não dá para saber em quem acreditar, cria-se a dúvida.

              10+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
            • Lucas 9 de junho de 2017 at 13:47

              um indice em pontos é feito exatamente pra não precisar da conta composta, as inflações são calculadas em juros simples.
              inclusive para não deforma a questão da mesma queda percentual sobre valor maior significar uma queda nominal maior que quando sobe porcento sobre valor a menor, este é o motivo do indice, evitar distorção, vc acompanha as variações do numero absoluto as porcentagens em simples são apenas referencia. Inclusive quando vc joga rendimento do CDI que é em juros composto do montante vc deve ajustar isso

              7+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • Libertario 9 de junho de 2017 at 14:00

                dei like, mas juro (composto) que nao consegui captar completamente seu raciocinio.
                pra mim seu maior problema não é o talamo, mas as virgulas.

                7+
                • avatar
                • avatar
                • Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 14:06

                  Libertário

                  A taxa de reajuste do mês está em percentual, já o índice em pontos exprime a correção acumulada, ou seja, composta

                  Inclusive dá para verificar a minha conta simplesmente olhando para a imagem do gráfico, ou entrando no site do fipezap e movendo o cursor do mouse até o mês de interesse

                  Não acredito que um estatístico como o Thiago fm poderia cometer um erro tão básico

                  11+
                  • avatar
                  • avatar
                  • avatar

                  • Libertario 9 de junho de 2017 at 14:38

                    Oxa Cesar,
                    Desculpa esqueci de comentar que sua resposta foi cristalina.
                    Na sua metodologia está correto o percentual.
                    Ja na do Thiago malandramente foram somados os percentuais de queda, mas não de forma composta.

                    Aproveitando:
                    Inclusive quero te agradecer por duas postagens suas de ontem:
                    Como encontrar o valor do m2 corrigido pelo IGPM, para saber se esta caro mesmo ou não.
                    E o esclarecimento sobre os leiloes dos bancos.
                    Show de bola. Obrigado.
                    Sua contribuição é muito importante para o espaço!

                    17+
                    • avatar
                    • avatar
                    • avatar
                    • avatar
                    • avatar
                    • avatar
              • rafa_fv 9 de junho de 2017 at 15:53

                ok, Lucas, beleza. O que não entendi é que pela variação mensal dá uma queda de 21%( gráfico mostrado pelo Cesar e também variação mensal da planilha do Thiago) já o índice vai de 221,3 para 209,1 ou – 5,53%. Parece que o índice é ponderado de alguma forma que eu não entendi. Você pode me explicar, realmente fiquei com dúvida.

                2+
            • rafa_fv 9 de junho de 2017 at 13:48

              Outra possibilidade é ele estar usando a planilha da FipeZap, baixei ela também para tentar achar alguma discrepância, o pior é que achei algo que considerei ‘engraçado’ nela.
              Ela possui várias abas: Venda – Var. mensal (%), Venda – Var. 12 meses (%), Venda (Número-índice), etc. A parte engraçada é que a variação mensal (%) e a número-índice no acumulado dão percentuais diferentes e bem diferentes.

              3+
              • avatar
              • Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 14:11

                rafa_fv
                Exatamente, eles dão números totalmente diferentes porque a “Variação mensal ZAP” e “Variação mensal IGPM” apenas mostram um histórico do que ocorreu naquele mês, mas eles não são acumulativos, diferente das colunas “Variação …” e “Valor…” que são acumulativas, ou seja, são taxas compostas
                Por isso se você fizer uma mera somatória da coluna “Variação mensal …” com as outras colunas, verá que a conta não bate
                Olha gente, não sou estatístico, meramente trabalho em TI, mas continha de juros simples e compostos eu sei fazer

                10+
                • avatar
                • avatar
                • rafa_fv 9 de junho de 2017 at 16:02

                  Cesar não estou falando da sua planilha, na sua tudo OK. É a do link do Thiago, nela ele poderia ter usado a variação mensal ou a variação do índice FipeZap, ele usou a variação do índice conforme post anterior, não vejo proporção entre estes dois parece que o índice foi ‘saneado’ de alguma forma que não entendi.
                  Se você entender e puder me explicar agradeço, perguntei também para o Lucas. Obs.: a variação do índice no período é de somente -5,53% e não na casa dos 20% como a variação mensal.

                  1+
              • Lucas 9 de junho de 2017 at 14:43

                eles mostram um monte d enumero e não mostra a mediana pra gente poder comparar com a média
                ou a med-max, medmin
                Eu diria que é muito suspeito isso, mas admito por mim o suspeito já tinha sido condenado faz tempo

                1+
              • Lucas 9 de junho de 2017 at 14:45

                cesar, acho que vc fez certo
                ainda que ache que é gastar vela com mal defunto, seria o extremo da humilhação achar erros desse nivel no fingezap
                certamente eles filtram e aplicam médias móveis sabemos nós lá quais regras eles usam

                4+
                • avatar
                • Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 15:14

                  Lucas, no FIPEZAP está correto, eu que eu acho que está errado é na planilha que o Thiago fm enviou
                  Ele fez meramente uma somatória dos percentuais mensais, resultando em 19,15% de desvalorização e na minha conta deu 44,82% de desvalorização.
                  http://i.imgur.com/PKi6buL.png/

                  3+
  • Ronilson 9 de junho de 2017 at 10:36

    Puxei do tópico anterior!!!

    Galera, todos falam que quem comprou há 20 anos não se preocupa com o valor do aluguel, pois vêm recebendo durante o tempo e compraram por valor menor do que o atual? Será verdade mesmo?
    Lembro do meu pai, naquela época não poderia comprar, mas se interessou por um imóvel bem localizado que custava 80mil, estava totalmente deteriorado, mas a localização era ótima para a região, provavelmente precisaria de uns 20mil de reforma, já que teria que fazer tudo do contrapiso ao teto.
    O ano seria 1997, o imóvel novo seria por volta de 100mil!
    Atualmente qual valor é o mesmo imóvel na região?
    Está anunciado por 480mil!
    Para a minha surpresa na calculadora do BCB o índice de correção pelo IGPM no período dá exatamente R$ 463.730,83, portanto o preço praticado na época em correção dá quase o mesmo atualmente.
    Se for pelo IPCA dá apenas R$ 346.558,16
    Se ele fosse mais experto teria em aplicação atrelada a 100% do CDI o valor após impostos no total de R$ 1.151.986,97.
    Pouco provavelmente ele conseguiria alugar por esse tempo todo pelo valor de médio de R$ 2900,00 por mês.
    Mesmo que você consiga uma taxa de ocupação de 100% e consiga manter o aluguel em valor crescente com reajuste de 1% ao mês menos o IR e taxa de imobiliária, ou seja rendendo ,75% ao mês, receberia R$ 539.116,00 em aluguéis!
    O total que você teria se conseguisse vender este imóvel por 480mil seria de R$ 1.019.116,00, ainda sim perderia para aplicação em CDI.
    E se você só deixasse na poupança?
    Teria: R$ 541.023,32! acima do valor do imóvel, mas por óbvio abaixo do valor imóvel mais aluguel.
    Imóvel é uma escolha, mas para quem já tem imóvel e quer especular como renda fixa verifica que é uma escolha abaixo da CDI, qualquer aplicação de CDB 100%, em qualquer época, rende mais que imóvel para locação, mesmo que consiga sonhando que o imóvel te renda sempre 1% ao mês de aluguel.
    Logicamente que temos que gastar com moradia, daí a importância de equilibrar com as preferências de cada um.
    Espero que eu não tenha errado os cálculos!!!

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 9 de junho de 2017 at 10:46

      vc sabe hoje que era uma otima localização
      a 20 anos vc não tinha esse dado, poderia ter ocorrido o contrário, muita coisa acontece em 20 anos.
      vc esqueceu de considerar os juros do aluguel rendendo no período, por outro lado superestimou a rentabilidade
      por fim o resultado só ainda esta dando positivo pq a bolha ainda não terminou de estourar isso perante o seu parametro os anuncios, que nada mais são do que o fingezap, vc ainda está na descendente. Poderia ter feito o melhor dos mundos, montado nos juros até 2003/4, montado na bolha entre 03/04 e 12/13 (pouco a mais ou a menos a depender do lugar) e denvo montado nos juros nestes utlimos 3 ou 4 anos. Faça essa simulação ultra otimista e vc chega a um resultado espetacular, provavelmente 4x a 9x mais que o cenário congelado em qualquer das opções binárias.

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Ronilson 9 de junho de 2017 at 11:04

        A questão é que há 20 anos era boa localização da cidade e ainda continua, o que menciono é que mesmo em ótimas localizações não se compensa especular para investir se temos taxas de juros ótimas, pois o rendimento de alugueis não supera a rentabilidade da renda fixa, não superou em 20 anos e não vai superar agora que o retorno de preço por aluguel está em 0,3%, se em 1% não dá imagine 0,3% ao mês!
        Da mesma forma que deixar dinheiro na poupança se mostrou um péssimo negócio também.
        Realmente as considerações que fiz foram das mais OTIMISTAS possíveis, nas pessimistas você pode conferir que a pessoa pode ter deixado de ganhar em 20 anos mais de 600mil pelo simples fato de ter comprado um imóvel.

        6+
        • avatar
        • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 11:10

          Para imóveis residenciais é bem isso mesmo.
          Mas em imóveis comerciais que uma pessoa ou família conseguem estabelecer um negócio ..de preferência lucrativo… são muito mais valiosos.
          sei disso… pois tenho exemplos práticos da importância que foi a localização do imóvel com um dos fatores para o sucesso do negócio.
          Portanto… entre comprar um bom terreno para uma residência ou negócio… eu recomendo que a pessoa ou família invistam primeiro no negócio…. e depois pensem em comprar casa…. só depois que o negócio já gere um ótimo fluxo de caixa….

          12+
          • avatar
          • Lucas 9 de junho de 2017 at 11:13

            mas não hoje né

            4+
            • avatar
            • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 11:18

              hoje é um pouco mais complicado por conta dos últimos anos de euforia.
              a euforia gera uma precificação exacerbada e distorcida ( por conta do crédito direcionado e financiamentos de longo prazo)
              permitiu muita gente sonhar com a venda do terreno e ou imóvel
              alguns conseguiram vender …. mas muitos ainda sonham em vender

              10+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
          • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 11:16

            Mas a pergunta que não quer calar…. como alguém na Banânia consegue na prática aplicar sucessivamente na renda fixa por 20 anos seguidos!?
            as pessoas mais austeras e fãs de renda fixa que eu conheci (meus tios donos da padoca tb) faziam caixa na renda fixa … para aportar nos tijolos residenciais e comerciais…. e sempre tiveram boas escolhas no que tange localização e desenvolvimentos dos negócios…. e assim o fazem há mais de 35 anos…. tijolos comerciais para abrigar o negócio e uma moradia ….. lucro> renda fixa> mais tijolos> revenda depois de um tempo> aluguel> renda fixa> fluxo de caixa do negócio> mais tijolos e assim vai

            6+
            • avatar
            • Lucas 9 de junho de 2017 at 11:25

              degrau por degrau
              é assim na vida ou na bolsa,
              subir é árduo etapa por etapa
              cair e rolar pra baixo basta um unico tropeço

              15+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
          • Ronilson 9 de junho de 2017 at 11:18

            Como citou o Lucas o comercial no centro da minha cidade o valor está derretendo com o ressurgimento dos shoppings, imóveis incríveis que há dois anos eram avaliados em 500mil (valor de consenso) hoje anunciados por 350mil e ninguém quer! Muitos empresários estão desimobilizando seus ativos e está ocorrendo uma superoferta, exceto para a parte hospitalar que continua em crescimento na cidade, mas varejista, industrial e salas para prestadores de serviço tá um caos!

            9+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
        • Lucas 9 de junho de 2017 at 11:12

          vc é novo, pegou 20 anos de plano real
          pense num mundo sem moeda estável, cidades inteiras se destruindo,
          ou pense em detroit, pense nos campos eliseos.
          suas contas prevem um congelamento de posição, ninguem é obrigado a morrer abraçado no tijolo
          eu mesmo em 2011 muitas vezes nesse blog sugeri que ainda haveria espaço de compra para especular flipando rápido, eu mesmo tentei achar algum, não achei, na verdade achei 1 um unico em 2010 antes do blog mas deixei escapar

          8+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • Fernando 10 de junho de 2017 at 03:55

          Essa não é uma possível conclusão. Esbarra no “logicamente temos que gastar com moradia”.

          1+
    • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 12:31

      Esse é o custo de oportunidade que eu estava falando no tópico passado. Pensando bem sempre é melhor alugar e investir o dinheiro da diferença entre o aluguel e a parcelinha. Mas nem todos aproveitam a oportunidade do mesmo jeito, vários aqui relataram ter pais com o dinheiro guardado na poupança, e do esforço para convencer a investir no tesouro direto.

      5+
      • avatar
  • job 9 de junho de 2017 at 10:49

    CVR desabafo:
    Esses tempos me chamou a atenção um comentário de alguém aqui no blog, foi muito pertinente e me fez repensar meu comportamento. A pessoa, que não lembro o nome, comentou que parecia q tinha pessoas aqui q se divertiam com a desgraça alheia de muitos 666 os quais tem suas histórias narradas por aqui. Desde esse comentário eu realmente tentei mudar, sei que não é certo se divertir com a desgraça de ninguém e querer o mal de outras pessoas. Mas vou dizer que é uma tarefa muito difícil devido os fatos que ocorrem no dia-dia.
    Agora explico o porque. Como comentei um tempo atrás, já faz uns 4 meses que estou de moradia nova, perto do trabalho (aluguel logicamente) e ja de inicio tive problemas com a imobiliaria que nao queria repassar para o proprietário o conserto de umas persianas que estouraram com uma semana de uso (estavam em estado deplorável, 20 anos no mínimo sem manutenção). Aqui o proprietário quis dar uma de malandro e pensou que seu imóvel nao deprecia. Só quer saber de lucro. Foi uma briga pra fazer o cara pagar isso.
    Pois bem, passado o stress inicial, andei atrasando o valor do aluguel uns 2 meses, pois o boleto esta com vencimento pro dia 1, e recebi dia 2, dia 3. Pois bem, entrei em contato com a imobiliária e expliquei a situação, recebo até o dia 5, e gostaria que o boleto fosse mudado pro dia 5 pra facilitar a vida de todo mundo, mas continuaria pagando assim que recebesse o salário, como toda pessoa normal o faz. A resposta da imobiliária: não vão fazer isso, no máximo dia 3, pois o proprietário tem que receber no dia 5. Logicamente que eu fiquei puto, tanto pelo fato da imobiliaria nao ter entrado em contato com o proprietario, quanto pela inflexibilidade deles tb. Vejam, eu nao pedi pra baixar o valor do aluguel, nao disse que iria atrasar no pagamento em uma ou duas semanas, só pedi pra extender a data até o dia em que 90% das pessoas normais recebem o seu salário pra facilitar a vida de todo mundo. E a resposta foi não. O que dá vontade agora é de mandar todos eles às favas, e ir morar em outro lugar. Aliás já estou procurando outro imóvel aqui por perto.
    Minha impressão é de que todo mundo conspira pra f**** com o locatário, sendo que no meu ponto de vista deveria ser tratado com pelo menos respeito, afinal de contas nós é quem somos os consumidores do produto final, e não estou exigindo benefícios nem nada, apenas o mínimo de atendimento que um cliente deve ter. A relação hoje é assim, a imobiliária trata o proprietário como Deus e o locatário que vá pro inferno, não querem nem conversa e se puderem dificultar a vida vão fazer isso. No mínimo ridículo essa situação toda.
    Agora fazendo a ligação com o primeiro parágrafo lá em cima, por esses motivos que eu sinto uma alegria grande quando vejo uma notícia de imobiliária falindo, de incorporadora falindo, sinto um bem estar passageiro que é difícil de explicar. Mas não acho que seja por maldade, pois não sou do tipo de pessoa de fazer mal pra ninguém não, é mais por ser tratado como lixo não por uma, mas por 99% das imobiliárias em que tive contato até hoje (seja por aluguel ou venda/compra).

    60+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 9 de junho de 2017 at 10:54

      Não vejo como desejar o mal dos outros, é um sentimento de justiça.
      Vemos tanto mal sendo feito que quando os mal-feitores se lascam, realmente não dá pra ficar triste.

      24+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 10:57

      job, que chata essa situação…..
      mas eu não sei tive sorte ….. mas eu cheguei em Curitiba muito desconfiado que seria importunado por imobiliária e ou dono de imóvel.
      Consegui um imóvel novo …. o proprietário é meu vizinho… (fiquei sabendo desse fato após a assinatura do contrato….) além disso ele é eletricista e encanador…. os dois filhos dele fazem engenharia e são muito legais. Cada reparo que eu preciso eu apenas passo uma mensagem para ele e prontamente ele vem e conserta… sem custo algum… (chuveiro, portão, caimento do banheiro, tomadas, etc) . A imobiliária não me exigiu documento complexo algum… apenas cópia do Imposto de Renda… eles me mandam boleto por e-mail e o vencimento é todo dia 05. Se eu pagar até o dia 05 eles me concedem 8% de desconto… tudo vem bem descrito e detalhado. (seguro incêndio e parcela do IPTU). P.S. eles não exigiram garantia alguma … nem depósito … nem caução… nada. Só pediram um fiador simples… coloquei minha mãe ….

      Torço que o seu próximo senhorio seja tão bom quanto o meu.

      38+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • job 9 de junho de 2017 at 11:05

        Tower, que sorte você teve, acho que é a exceção e não a regra. Eu estava com pressa de sair do meu apartamento anterior pra conseguir encaixar a mudança, e fui na pressa indo pra esse ap, que apesar dos problemas todos aumentou muito minha qualidade de vida. Mas essas pequenas coisas que a imobiliária faz vão irritando a gente. Também torço pra que a proxima nao seja tao ruim…

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 11:07

          Irrita mesmo… eu imagino que sim.

          3+
      • Libertario 9 de junho de 2017 at 11:22

        Meu caso é parecido com teu From.
        O proprietario do imovel que eu moro, é muito gente boa.
        Alugou direto, sem imobiliaria.

        7+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 11:54

      Job
      Acho que apenas eles ainda não se adaptaram a mudança de cenário
      Até uns 8 anos atrás existia uma alta procura e baixa demanda, o que fazia com que a imobiliário e/ou proprietário fossem reis.
      Agora, com esta baixa procura e alta vacância, quem manda é o locatário

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • BOLHUDO_MINEIRO 9 de junho de 2017 at 12:00

      Sei muito bem como é. Ano passado fui visitar um imóvel, e o corretor disse que tinha que dar uma saída e retornava em instantes, enquanto eu ia olhando..Passou umas duas horas e nada, fui embora da frente do imóvel…preferi nem entrar em contato, mas salvei o nome da imobiliária e contato do corretor no telefone com um nome que não esqueceria. Eis que passados alguns meses, o fdp (me desculpem)entra em contato comigo…claro que não lembrava quem eu era, mas como sempre, oferecendo imoveis etc, disse que estava revisitando a carteira de clientes…marquei num domingo às 20:00 horas, como sendo único horário possível para visitar. Podem me achar vingativo, mas até às 21 horas e 20 minutos fui respondendo no whatsapp que estava chegando pois estava em outra cidade.
      No final fiquei com dó(kkkkkkk) e mandei pra ele ir pra casa, e para não deixar mais clientes esperando igual ele fez.

      39+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Lord of All 9 de junho de 2017 at 16:27

      Eu já tive uma fase da vida assim, que não queria sentir prazer na desgraça alheia. Mas com o tempo, vc percebe que as “coisas ruins” acontecem com as pessoas por suas próprias atitudes. Daí vc tenta avisar, alertar, mas a pessoa vai lá a faz a mesma burrice. Tenho muitas pessoas próximas que fazem burrices financeiras, o tempo todo. Moralmente falando eu deveria ter dó delas, mas não tenho, aprendi a não ter. As pessoas gastam aquilo que não têm com aquilo que não precisam, e depois vêm te pedir ajuda, justamente vc, que economizou e se privou na hora certa.

      12+
      • avatar
      • avatar
      • Zejose 9 de junho de 2017 at 19:31

        Uma coisa que sempre digo, não tenho pena, pois a pessoa está exatamente no lugar onde merece.
        Se não se esforça, não trata bem os outros, trapaceia, cedo ou tarde se ferra.

        5+
        • avatar
    • Fernando 11 de junho de 2017 at 00:55

      Bom,
      Deve ter sido eu quem disse.
      Enfim, se for imobiliária e proprietários, é a exceção à regra, pode malharia vontade…
      Todos os anos que aluguei sempre fui tratado como PIOR que lixo.
      Corvos são corvos, não servem para nada, apenas para inventar tudo em favor do proprietário.
      O imóvel pode estar um lixo, mas a descrição estará dizendo “tudo em perfeito funcionamento, pintura nova…..”. Seguro fiança é um punhal no peito.
      É por essas e outras que eu PAGO a mais (deixo de ganhar dinheiro ou tenho prejuízo, como queiram) para morar no meu imóvel. O banco só enche o saco se vc não pagar.
      Se eu fosse vc, mesmo gastando com mudança, já estaria procurando outro imóvel. Não compactue com essa safadeza.

      Um abraço.

      1+
      • avatar
  • RodrigoV 9 de junho de 2017 at 10:52

    DELÍCIAAAAA!!!

    2+
    • avatar
  • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 11:00
    • Lucas 9 de junho de 2017 at 11:14

      TR dando 1/3 disso

      1+
  • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 11:14

    Trazendo do tópico passado:
    Margarida 8 de junho de 2017 at 20:03
    Pois é. Então não entendi o que você quer dizer com “não acredito em vendas falsas no sentido de que houve fraude”. E depois dizendo que “Nunca foram vendas de imóveis.”
    Se você contabiliza esses contratos como venda, não é falso?
    Exatamente o que o Libertário falou aí: “Para mim isso já é o suficiente para demonstrar o interesse das construtoras na alavancagem que as vendas falsas proporcionam aos seus balanços.”

    3+
    • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 11:18

      Margarida, quando a construtora começa um projeto, e construção, 2 anos para planejar e 3 anos para construir, ela tem que projetar um retorno de 5x o valor investido. Então ela investe 100 milhões para lucrar 500 milhões (suponha aqui um conjunto de prédios de mil apartamentos por 500 mil cada). Os 500 milhões são o VGV que ela divulga. Do VGV ela tira 6% de custos de divulgação, ou seja 30 milhões vão para propaganda, é por isso que você vê tantos stands, maquetes, folhetos distribuídos na rua.

      Para diminuir o capital investido, ela cobra 30% do valor durante a construção, é o “sinal”. Nesse valor está inclusa a comissão do corretor, e do VGV isso dá 150 milhões. Então veja por esses números que se vender tudo na planta no lançamento é um investimento perfeito: o dinheiro para a publicidade e construção é financiado pelos próprios compradores. A construtora entra com a competência para executar o projeto.

      Os 70% de saldo são recebidos quando o apartamento é entregue, não importa como o cliente quite (via financiamento ou com dinheiro). Então o lucro mesmo da construtora só aparece quando o imóvel é entregue, e é por isso que para ela não interessa o distrato, ou a fraude na compra. isso só interessaria para a construtora que planejasse aplicar golpes, vendendo o mesmo imóvel para vários compradores ou fugindo com os 30% de entrada.

      Contabilmente a construtora pode reconhecer a receita do imóvel durante o período de construção, mas quando chegar a data da entrega, se a compra não se consolidar ela ficará com o prejuízo do distrato do valor integral do imóvel, como aconteceu com os bilhões de prejuízo na PDG. Mas não é o modo de operação das construtoras, pois senão estariam todas quebradas. É nesse sentido (continuidade do negócio) que não acredito em venda falsa. Ou eu teria que acreditar que nos próximos anos todas elas quebrarão, Tecnisa, Cyrela, MRV, Eztec, etc…

      3+
      • avatar
      • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 11:21

        Corrigindo a conta, investe 100 milhões durante cinco anos para ter um retorno de 500 milhões. Com impostos e inflação isso dá um lucro de 20% ao ano mais ou menos.

        1+
        • CA 9 de junho de 2017 at 11:45

          MauricioSP,

          TODOS os bancos dos EUA quebraram em função do esquema do subprime?

          TODOS os bancos da Espanha quebraram em função do crédito podre concedido análogo ao subprime?

          Então, se não foram todos os bancos que quebraram, pela sua “lógica”, significa que nunca existiu subprime nem crédito podre em larga escala???

          Na realidade, em NENHUM país do Mundo vimos que TODOS os agentes envolvidos quebraram, porque você disse que para que as vendas FALSAS existissem, nos próximos anos TODAS as construtoras teriam que quebrar?

          Esta generalização completamente sem sentido, baseada em um SOFISMA, é uma estratégia de DESINFORMAÇÃO muito ruim, extremamente praticada pelo Nefasto e por representantes do segmento imobiliário, mas que já não engana ninguém por aqui há muito tempo…

          DEMONSTREI e expliquei VÁRIAS vezes para você que quem aplica o golpe o faz para faturar alto na pessoa física, mesmo que isto leve a empresa utilizada para isto a quebrar, que parte você não entendeu? Não viu as explicações sobre Enrique Bañuelos na PDG e Sam Zell na Gafisa? É ÓBVIO que são as PESSOAS que lucram com os golpes, pouco importando para elas se as empresas USADAS para o golpe vão quebrar ou não!

          Será que você também não viu as evidências do comentário no tópico anterior, sobre o percentual absurdo de distratos em relação aos lançamentos??? Não entendeu que é isto que em essência colaborou para a destruição do caixa das construtoras que mais praticaram o esquema, levando-as a quebrar, mesmo que ainda não reconhecido oficialmente para PARTE delas???

          Você também vai dizer que eu já não havia informado antes para você que a grande maioria do crescimento em lançamentos e vendas na planta ocorreu exatamente para as construtoras que no ato da entrega dos imóveis apresentaram os percentuais mais absurdos de distratos, percentuais estes que não encontram paralelo em nenhum lugar do mundo, para nenhum segmento de negócio? Não sabia por exemplo que a PDG se tornou a maior construtora das Américas, incluindo os EUA, para no ano seguinte estar virtualmente quebrada com prejuízo bilionário e proporção das dívidas em relação ao patrimônio absolutamente anormais, após isto só PEDALANDO para adiar o inevitável?

          Só para reforçar, de como são as PESSOAS que usam as empresas para aplicarem o golpe, repetindo o que já havia dado de exemplos para você e complementando:

          No caso da Enron, foram as pessoas que aplicaram as maquiagens contábeis que levaram a empresa a quebrar. Estas pessoas saíram do golpe com lucros bilionários.

          Idem no caso da WorldComm.

          Os dois casos acima foram gravíssimos, prejudicaram milhões de pessoas nos EUA e deram origem à Sarbanes Oxley que mudou a vida de todas as empresas que tem Ações na NYSE (bolsa de NY).

          Só que não foram todas as empresas com Ações na NYSE que fizeram isto ou que quebraram, então podemos dizer que não foi um problema relevante?

          A Telexfree, que em tese vendia soluções ligadas à GPS, quebrou, deixando milhares de pessoas com prejuízo financeiro. Ocorre que aqueles que fundaram o negócio tiveram lucro milionário. Eles usaram a empresa para isto e já sabiam que ela ia quebrar. Só por isto não foi uma pirâmide financeira?

          Existem INÚMEROS exemplos como os que constam acima, como sempre, só uma AMOSTRA…

          21+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • CA 9 de junho de 2017 at 11:52

            Cuidado, o pessoal aqui está atento a certas “estratégias”…

            “lendo e observando 9 de junho de 2017 at 09:43
            CA,
            Esse mauricioSP é um camarada desonesto que se faz de burro (é o tipico desonesto intelectual).
            A ma-fé dele pode ser vista logo no primeiro comentário, em que ele sugere que venda falsa queria dizer outra coisa, ou que nao tinha entendido o que vc queria dizer, dando uma interpretação diferente a expressão. Ao mesmo tempo dizendo que lê o blog a vários anos.”

            14+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 12:52

              Um belo exemplo de quem não sabe discutir idéias e apela para xingamentos, concorda CA?

              3+
          • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 12:56

            No caso da bolha americana, você sabe que o governo americano agiu para salvar os envolvidos, pois viu que causaria um master reset deixar os bancos quebrarem. Você diz que “querer não é poder”, mas no caso o governo americano quis e pôde, jogou dois trilhões no mercado, comprou títulos e mudou leis para os que financiaram e estavam com financiamento underwater (a casa valendo menos que o saldo devedor). Eu não acompanhei tudo e não sei ao certo o quanto isso vai causar de problemas no futuro.

            1+
            • CA 9 de junho de 2017 at 18:15

              MauricioSP,

              No caso do B-R-A-S-I-L este tipo de querer N-Ã-O é poder, ou você acha que com todo o sufoco da crise fiscal por aqui, que os “especialistas” afirmam ser o maior de todos os males, nós por acaso teríamos poder para fazer algo equivalente???

              Nunca me viu comparando os problemas estruturais e conjunturais do Brasil que são MUITO mais graves do que EUA, países da Europa e Japão, o que significa que temos MUITO MENOS condições de adotarmos quaisquer ações para mitigar os impactos da nossa bolha imobiliária de forma análoga ao que eles fizeram???

              Se nunca viu, procure por meus outros comentários neste tópico mesmo…

              11+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
      • Lucas 9 de junho de 2017 at 11:28

        prejuízo do distrato é o ápice do cinismo
        o mercado não diz que imóvel sempre valoriza

        Vcs deveriam torcer pra ter distrato
        ganhava na multa, na comissão, nas taxas de adm
        e ainda revendia mais caro.

        do JABURU do planalto ao CORVO da esquina
        muda o bixo, o cinismo é o mesmo

        17+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 12:51

          Lucas, eu pesquisei que as construtoras com ação em bolsa vão lançando o valor do imóvel como receita durante a construção, e não o sinal pago pelo comprador. Ou seja um imóvel de 300 mil, que teve um sinal pago de 90 mil, ao final de três anos de construção, teve receita reconhecida de 300 mil pela construtora. Na verdade ela teve 72 mil de entrada em caixa, tirando os 18 mil de comissão do corretor. E receberá 210 mil na hora da entrega do apartamento. Parece que foi uma regra contábil aceita pela CVM para linearizar a receita.

          Então quando chega a hora da entrega, se o comprador não conseguir o financiamento (ou o investidor não conseguir flipar o apartamento) e ocorrer o distrato, a construtora deve reconhecer contabilmente o prejuízo de 300 mil entendeu?

          3+
  • Oreia 9 de junho de 2017 at 11:16

    CVR
    Bom dia a todos, acompanho o blog há alguns anos mas escrevi muito pouco por aqui, enfim vou resumir os últimos acontecimentos: Eu e minha garota temos o mesmo pensamento que é não contrair dívidas ou evita-las ao máximo e logo chegamos a conclusão no que diz respeito a moradia , em alugar e não comprar… pois bem decidimos juntar as escovas de dente e partimos a procura de algum lugar e achamos alguns bons lugares com aluguel na faixa de 0,50% do valor de venda. ai vem o cvr: o lugar ideal na nossa opinião é de um proprietário que tem varias kitinetes para estudantes na cidade porém essa casa que encontramos não tem finalidade estudantil. Enfim quando entramos em negociação o valor pedido era 2k (casa pelada, apenas os banheiros prontos) e pesquisando um pouco descobrimos que as kitinetes que ele aluga são pré-mobiliadas (para os estudantes), hoje quase 60 dias depois do inicio da negociação a casa não foi alugada e sendo assim negociamos o mesmo valor de 2k porém com a cozinha montada (geladeira, fogão e armários), armários nos 2 quartos com ar condicionado na suite e maquina de lavar.
    O proprietário disse: SIM

    28+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 11:21

      Bom dia, parabéns pela paciência e determinação.
      Poupem e invistam com sabedoria… em breve alcançarão mais liberdade ainda…. o fluxo de caixa dos investimentos irá empolgar mais ainda

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 11:24
    • Margarida 9 de junho de 2017 at 12:01

      Caro. Tem um ap. Em SBC por 275k. Os anuncios nesse prédio são em torno de 300. Da pra pegar fácil um ali com desconto por esse preço e risco muito menor.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • socrates 9 de junho de 2017 at 16:23

        E aquele projeto para levar o metro para sbc saindo do sacoms, sai qdo?

        1+
        • avatar
        • Abestado abc 9 de junho de 2017 at 17:19

          Tá difícil hein…. o Estado alega que não consegue liberação do governo federal para pegar empréstimos internacionais para iniciar as DESAPROPRIAÇÔES para início da obra… Agora os prefeitos do ABC estão pedindo a troca para BRT ao invés de MONOTRILHO.

          3+
          • avatar
        • Margarida 9 de junho de 2017 at 20:55

          Nem lembrava mais. Acho que lá pra 2035.

          2+
        • Ogami 10 de junho de 2017 at 13:05

          Difícil. Enquanto o governo atual se perpetuar no poder, vamos ter metrô a conta gotas. Governo aqui trabalha pra ele mesmo. Se a perspectiva de perder eleitorado no ABC for real, vale a pena se mexer.

          1+
  • j connors 9 de junho de 2017 at 11:27

    cvr- conhecido, funça alto escalão, esperto com dinheiro, vendeu imovel q pagou pouco, vendeu na alta, aplicou a grana em investimentos diversos (td, lci etc), o cara é vivo. Com o dinheiro das aplicacoes alugou imovel de alto padrao, coisa fina, vivendo o sonho americano.
    ai vem o q nao entendo. o cara tira quase td q tinha e compra um terreno BOLHUDAÇO nesse condo e vai começar a construir, gastando tudo o q guardou.
    mano, eu n tenho $$, nem formaçao econo-financeira. mas, juro, juro, n sei o q leva uma pessoa livre a querer se escravizar, pq por mais grana q tenha e faça, o cara “empatou” todo o ganho da vida.

    26+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 9 de junho de 2017 at 11:34

      não sei os detalhes sórdidos disso aí
      mas morar em casa não tem preço
      80 anos depois voltei para uma casa, casa casa mesmo, custou sim custou, está custando, apesar do excelente negócio não foi a melhor opção financeira, mas não foi por isso. Não faria o mesmo nem pelo melhor apartamento de SP.
      talvez seja este o motivo

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • j connors 9 de junho de 2017 at 11:43

        lucas, é mais pra desabafar, fiquei horrorizado rs n consigo entender, um cara de vida normal – vai, um pouco acima- gastar meio milhão num terreno.

        6+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • job 9 de junho de 2017 at 11:48

          Todos por aqui ficamos horrorizados ao ouvir uma história dessas. Gastar TODO o patrimônio num único bem é uma decisão financeira extremamente arriscada, pra não dizer estúpida. Esse cara poderia muito bem ter alugado uma casa tão boa quanto a que está construindo e manter seu patrimônio.

          12+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • j connors 9 de junho de 2017 at 12:02

            exatamente isso q pontuei. o cara ESTA(VA) vivendo numa casa de nível altíssimo só com juros e deu uma dessa. juro q n esperava isso. por isso o cvr.

            4+
            • avatar
            • Lucas 9 de junho de 2017 at 13:17

              meio milho num monte de terra????
              e ainda vem com taxa de condo
              esse detalhe vc não contou, rsrsrs.
              PMJ

              10+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • j connors 9 de junho de 2017 at 13:19

                kkkkk eu falei: BOLHUDAÇO! kkkk

                7+
                • avatar
          • Money_Addicted 9 de junho de 2017 at 12:58

            desculpe discordar caro colega, eu nao fiquei horrorizado nao, na vdd fico feliz, mais um para pagar nossos juros.
            o pessoal nao se aguenta com dinheiro na conta, quer logo se livrar deles e se precisar de um qquer a mais estamos aqui para financiar os sonhos desse pessoal

            [ ]s

            14+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • j connors 9 de junho de 2017 at 13:16

              vc tem razão, precisava dar uma risada aqui!

              5+
              • avatar
      • rafa_fv 9 de junho de 2017 at 14:05

        Lucas também prefiro casa, cheguei a comprar um ap. anos atrás mas não tive paciência de ficar lá por mais de um mês, mas nem por isso preciso pagar o preço bolhudo em uma casa, tem para alugar aos montes, kkk.

        4+
        • avatar
    • job 9 de junho de 2017 at 11:44

      j connors,
      isso acontece pq o seu conhecido faz como 99% das pessoas, ele não considera RISCO nos seus cálculos. Esse cara deve achar que vai estar em seu emprego atual por toda a eternidade. Ele não considerou o risco de perder o emprego, nem o risco de não conseguir outro, por isso gastou todo o patrimônio pra comprar um terreno e construir uma casa.
      Sabe o que acontece na vida real, como vimos em muitos CVRs antológicos aqui no BIB (ainda mais se for FP nos dias atuais)? Se esse cara perde o emprego, se tiver SORTE vai vender seu terreno e casa por um preço que dê pra se livrar de todas as suas dívidas e se manter por um curto período de tempo até conseguir outro trabalho. Se tiver sorte. Que bela mudança hein?
      Se esse cara fosse realmente esperto, provavelmente em pouco tempo estaria vivendo apenas da renda dos juros de suas aplicações, sem precisar trabalhar.
      É um preço caro a se pagar, apenas pra ter uma casa e poder chamar de sua, pra esbanjar nos churrascos com os amigos, não acham?

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • rafa_fv 9 de junho de 2017 at 14:19

        Job acredito quem tem algo mais ai, apesar de ter sido mencionado que o cara é ‘esperto’ com dinheiro, acho que o que pegou foi o lado sentimental, vou explicar: no cenário atual sabemos que o melhor financeiramente falando é alugar, mas as vezes dá aquela recaída no velho sofisma ‘alugar é jogar dinheiro fora’.
        Falo por experiência própria, as vezes tenho estas recaídas, mas no meu caso logo passa, kkk. Pego o exccel faço umas continhas básicas e sigo em frente.
        obs.: pelo relato o cara deve estar em um aluguel por volta dos 4k(mês), dependo do psicológico o cara espana.

        6+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • by pass 12 de junho de 2017 at 08:20

        Cabe contar um causo (CVR):
        Mrs ByPass chega do trabalho e fala. Lembra da fulana que conheceu no casamento da Beltrana?
        – Lembro sim, que foi?
        – Separando do marido. Vai sair com 300 mil limpos na divisão do bens.
        – Eita! E tem dívidas?
        – Nenhuma.
        – Então ela já pode aposentar. (a moça em questão tem uns 26 anos)
        – Ela decidiu comprar um apto em aguas claras, de um quarto.
        – E o restante do dinheiro?
        – Vai dar de entrada em um carro.
        Agora os detalhes, a moça não tem filhos. Ganha em torno de 2,5mil Temers. Ou seja, era um solteira, com 300 mil limpos na mão e com baixos custos pois era limitada ao salário baixo que tinha. Parece até história dos Croods (filme): “A moça era bonita, gostosa, solteira, 300mil na mão, então… PAH!!!! Morreu!”

        5+
        • avatar
        • avatar
        • by pass 12 de junho de 2017 at 08:22

          Não foi por falta de aviso, pessoas de altíssimo nível no próprio trabalho dela disse para não comprar apto agora e esperar e deixar o dinheiro rendendo. Eu mesmo em um papo de boteco disse, minha esposa que me escutou dizer que ela aposentaria em pouco tempo disse. E então… PAH!!! Morreu!

          3+
          • avatar
          • avatar
  • Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 11:41

    Conta de boutikin
    Se somos 207 milhões de habitantes, com cada habitante ocupando 30 m2 e cada m2 valendo 2K então, hoje as residências valeriam 12.4 trilhões de reais, mas como elas subiram 171% acima da inflação e tendem a cair até reequilibrar com a RENDA, e como houve um aumento real na renda per capita de 0,9% ao ano o esperado é que ocorra uma queda de 55% no valor dos imóveis, reduzindo a patrimônio de 12.4 trilhões para 5.6 trilhões.
    Ou seja, vamos ficar 6.8 trilhões mais pobres nos próximos anos
    “Achávamos que éramos ricos, mas nunca deixamos de ser pobres”
    kkkkkkk

    9+
    • avatar
    • avatar
  • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 11:47

    Trazendo do tópico anterior:
    CA 9 de maio de 2017 at 21:46
    MauricioSP,

    Sobre as construtoras, expliquei em detalhes no tópico anterior: Enrique Banuelos, pai da bolha imobiliária espanhola, entrou na PDG em 2007, no ano seguinte, lançamentos e vendas FALSAS na planta dispararam, junto com os preços das Ações, em 2011 Banuelos vendeu suas Ações com lucro bilionário graças a isto, DEPOIS que a PDG tinha se tornado a major empresa do setor nas Américas (sim, incluindo os EUA) e ANTES da PDG anunciar seu primeiro vume de distratos ANORMAIS e acima de R$ 1 BILHÃO. Análogo a isto aconteceu com a Gafisa. Com a entrada em 2005 de Sam Zell, mega investidor na bolha americana, que saiu em 2010 com lucro bilionário graças a, um crescimento anormal das vendas e 1 ano antes da Gafisa anunciar distratos também ANORMAIS.

    Várias outras construtoras foram tendo resultados similares. Quem ganhou foram as pessoas por trás dos golpes que usaram as empresas, como foi na bolha americana, nas pirâmides financeiras, com a Encol, etc.

    Quanto a auditorias, rebaixaram o rating de construtoras várias vezes em função dos distratos ANORMAIS, mas elas nunca se incomodaram com isto, pois a simulação de demanda aquecida atraia investidores, o preço do imóvel e das Ações subia…

    1+
  • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 11:49

    CA,

    Veja que eu respondi sobre a semântica de golpe de venda falsa. Ou seja vendas para quem não tinha condições. Não posso generalizar que as construtoras venderam para quem não tinha condições sem provas, muitos relatos no ReclameAqui citam desenquadramento de renda ou não aprovação no financiamento por perda de emprego, separação, etc. Ou seja a pessoa foi no stand, comprou o apto, pagou o milho de comissão do corvo, pagou as parcelas. Isso eu não considero venda falsa. A construtora pode pedir melhores comprovações de renda? Pode, mas não tem como prever o futuro de dois ou três anos. E os casos de pessoas que compraram apartamento, financiaram e depois de dois anos perderam o apartamento e tiveram que vender? Foram vendas falsas também?

    É nesse critério, que houve boa intenção de todas as partes, mas todas estavam desreguladas, tanto o comprador otimista como a construtora com requisitos relaxados. Mas não considero que seja uma falha sistêmica pois se fosse, todos os imóveis vendidos no topo da bolha em 2011 e 2012 teriam sido distratados e todas as construtoras teriam quebrado. E nós sabemos que isso não aconteceu. Então muitos imóveis foram financiados e tiveram os saldos quitados.

    Infelizmente o mercado é opaco e não temos as respostas para algumas perguntas, vide a minha primeira pergunta: “dos imóveis vendidos na planta em 2012 e entregues em 2015/2016, quantos foram distratados e quantos foram quitados?” Você tem essa resposta de alguma construtora? Por exemplo a Tecnisa ou Eztec, quantos lançamentos foram feitos em 2012 e DESTES LANÇAMENTOS quantos foram quitados e quantos foram distratados? É essa informação que não encontro nos relatórios.

    1+
    • CA 9 de junho de 2017 at 11:56

      MauricioSP,

      Já havia respondido para você antes deste seu comentário, você não viu? Frequenta aqui desde 2011 e nunca tinha visto estas explicações e demonstrações antes? Também não leu o que escrevi ANTES deste seu comentário e consta no tópico anterior? Não entrou no link em que coloquei os dados?

      Jura que você nunca viu nem ouviu falar sobre diversas pesquisas que apontam que mais de 40% do que é lançado / vendido na planta vira distrato, apesar disto já ter sido apresentado aqui INÚMERAS vezes ao longo dos últimos anos???

      Vamos lá, então entrando no seu jogo, vou FAZER DE CONTA que você não sabia de nada do que consta acima e replicar por aqui MAIS UMA VEZ, nos próximos comentários…

      6+
      • avatar
      • CA 9 de junho de 2017 at 12:00

        CA 9 de junho de 2017 at 06:39
        Vou aproveitar para complementar as demonstrações das anomalias:

        No link abaixo, temos que do ano de 2011 até 2014, de 50% até 100% do crescimento dos lançamentos em 2007 se transformaram em DISTRATOS, para 3 construtoras com Ações na BOVESPA:

        http://defendaseudinheiro.com.br/wp-content/uploads/2014/10/Post-31-imagem-3.png

        http://defendaseudinheiro.com.br/wp-content/uploads/2014/10/Post-31-imagem-7.png

        http://defendaseudinheiro.com.br/wp-content/uploads/2014/10/Post-31-imagem-8.png

        Compilando as informações deste comentário e dos anteriores:

        Embora eu tenha DEMOMSTRADO com reclamações de compradores na planta que foram ENGANADOS por corretores que não fizeram a simulação do financiamento, qie não mencionaram o INCC, que disseram ter simulado com banco e mentiram, etc, MaurícioSP não acreditou…

        Embora tenhamos as histórias de Enrique Bañuelos e Sam Zell, pais das bolhas espanhola e americana que atuaram em PDG e Gafisa exatamente quando elas inflaram para depois explodirem em distratos, com eles tendo saído com lucro bilionário logo antes da explosão , ele não acreditou…

        Embora eu tenha colocado link do trabalho acima para MaurícioSP ver com os próprios olhos a anomalia do percentual de distratos em relação ao aumento de lançamentos, ee não acreditou….

        Embora eu tenha explicado para MaurícioSP “N” vezes que tudo que consta acima NUNCA aconteceu para NENHUM segmento de negócio em nemhum lugar do Mundo, apesar da venda na planta já existir ha décadas no Brasil, ele não acreditou…

        O mais engraçado: apresentei as evidências VÁRIAS e VÁRIAS vezes ao longo de anos por aqui e o MaurícioSP diz frequentar o blog desde 2011, sendo que depois ele disse que nem sabia o que eu queria dizer com vendas FALSAS na planta… Ao mesmo tempo, pedi a ele VÁRIAS e VÁRIAS vezes que ele demonstrasse que o que consta acima não é válido, que ele demonstrasse que as construtoras acima não agiram de ma-de e que foi só uma enorme coincidência este grande conjunto de fatores, mas apesar dele NUNCA ter demonstrado NADA, continua questionando. Interessante este comportamento não é mesmo?

        MaurícioSP, se é mesmo normal e foi só um descuido das construtoras, como você explica a participação e lucro bilionário com timing perfeito dos pais da bolha imobiliária? Como explica percentuais de cancelamento que nunca antes aconteceram no Brasil ou em qualquer lugar do Mundo para qualquer segmento de negócio? Como explica as declarações de quem comprou na planta e foi enganado?

        5+
        • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 12:07

          CA,

          Já estamos em 2017. Se todas as vendas das construtoras se transformaram em distratos, como você diz, então elas deveriam ter quebrado, não é mesmo? Tecnisa, EzTec, MRV, Gafisa, Rossi, PDG, só pra falar das grandes. A PDG é uma anomalia e eu concordo com você, eles cresceram demais e devem ter abusado. Mas as outras estamos falando de construtoras com mais de 30 anos de mercado, será que estão todas envolvidas em vendas falsas na planta? Mas já estamos em 2017, já aconteceram os ciclos de entregas de imóveis construídos durante o crescimento da bolha em 2007-2014, por que elas não estão todas quebradas?

          1+
          • CA 9 de junho de 2017 at 12:14

            MauricioSP,

            NUNCA disse que TODAS as vendas de construtoras se transformaram em distratos!!!

            Pare de utilizar estas estratégias SUJAS baseadas em GENERALIZAÇÕES e DISTORCENDO o que eu disse!!!

            Onde eu coloquei que TODAS as vendas viram distratos??? Coloque aqui o trecho do trabalho ou comentário onde eu disse isto!

            Você já está manjado quanto a estas estratégias, outras pessoas estão percebendo isto, veja mais acima…

            8+
            • avatar
            • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 13:20

              CA, o mercado de construção é bem fragmentado. Se a bolha foi causada por vendas falsas, a maior parte das construtoras teriam que participar do esquema para influenciar o mercado. Vamos supor que na cidade de SP o número de lançamentos seja de 40 mil por ano, de 30 grandes construtoras. Uma só construtora simulando o aumento de vendas de mil lançamentos com preço maior não afetaria o preço médio do mercado.

              Todas elas acompanharam e inflaram os preços, mas os compradores também acompanharam e a maioria pagou mais caro, essa é a minha opinião. Pois estavam otimistas com as condições do país e achavam que daria tudo certo. Essas pessoas vão amargar prejuízo agora, vendo os imóveis desvalorizar.

              Ou seja é por isso que digo que a gente perde tempo com ataques, eu não estou contestando a existência da bolha imobiliária, nem que os preços sofrerão ajustes. Eu discordo que foi um Banuelos ou outro que manipulou o mercado inteiro para criar uma bolha e lucrar com isso. Se fosse só o cara da PDG ou Rossi, não teria afetado o mercado inteiro no Brasil, mesmo em cidades onde elas não tem atuação.

              2+
              • CA 9 de junho de 2017 at 14:30

                MauricioSP,

                De novo você está adotando versões SIMPLISTAS daquilo que venho dizendo HÁ ANOS. Lembrando que você diz que acompanha o blog desde 2011 e como o Fernando ressaltou abaixo, já viu eu repetir os argumentos INÚMERAS vezes, sem contar que já postei uma relação de trabalhos para você antes que davam a visão completa, por que você insiste nesta estratégia???

                Quando eu disse que a causa EXCLUSIVA para crescimento ARTIFICIAL de preços foram as vendas FALSAS na planta??? Em todos os trabalhos sempre destaquei VÁRIAS causas que atuaram em conjunto!!!

                De qualquer forma, vale ressaltar:

                As construtoras que mais cresceram em lançamentos e vendas na planta a partir de 2008 foram exatamente as que mais cresceram em todo o país!

                A PDG, pioneira e líder, se tornou a maior construtora das Américas em valor de mercado, se tornou a líder inconteste em lançamentos e vendas na planta, para logo em seguida entrar em sua espiral de queda!

                Estes FATOS estão apresentados com NÚMEROS nos links que já repeti para você ALGUMAS vezes e também estão em trabalhos para os quais já coloquei os endereços por aqui outras tantas vezes.

                O fato é que tais anomalias quanto à vendas FALSAS nunca aconteceram nesta PROPORÇÃO em relação aos lançamentos e vendas correspondentes ao longo de DÉCADAS que já existem as vendas na planta no Brasil, da mesmo forma que nunca ocorreram nesta proporção em lugar nenhum do Mundo e isto não se altera só porque você ACHA que não foi assim. As ANOMALIAS estão aí, se não acredita, mostre, tendo como referência, qualquer lugar do Mundo, em qualquer tempo, para qualquer tipo de negócio. Se você quer provar que isto foi um “descuido” não intencional, coincidente entre algumas construtoras, traga algo que prova isto, você tem o mundo inteiro, todos os tipos de negócios e qualquer época para pesquisar e demonstrar sua tese, fácil, não é?

                Sobre os DIVERSOS outros motivos que levaram a um inflar ARTIFICIAL e INSUSTENTÁVEL dos preços, que já expliquei VÁRIAS vezes, segue uma compilação abaixo, como AMOSTRA:

                1) CEF / Governo / Outros bancos: no caso da CEF, “facilidades” para concessão do crédito imobiliário, como por exemplo, depósito como comprovante de renda, mais pessoas para ajudarem a comprovar a renda do que aquelas que efetivamente ajudarão a pagar parcelas, dentre outros truques. Uso de verbas com juros SUBSIDIADOS e abaixo do padrão de mercado (poupança e FGTS) e dinheiro SUBSIDIADO do governo, este último para o MCMV. Extensão ANORMAL do prazo de financiamento imobiliário, alcançando 35 anos. Consequência? Crescimento EXPLOSIVO no crédito imobiliário concedido, mas de forma INSUSTENTÁVEL, que levou a mais de 233.000 contratos de crédito imobiliário com inadimplência acima de 90 dias em patamar ANORMAL para esta modalidade de crédito, recorde histórico de imóveis tomados e em leilão (isto porque só pegaram uma pequena parte do todo, o resto maquiado!), sangria dos recursos de poupança levando a escassez dos mesmos, FGTS indo no mesmo caminho, CEF com rombos de dezenas de bilhões de Reais graças a esta inadimplência anormal e vários golpes praticados, em alguns incluindo FII, FI-FGTS, etc, onde drenam mais ainda os recursos, sendo que em nenhum lugar do Mundo estas estratégias foram sustentáveis;

                2) Especuladores / investidores em imóveis na planta: com o advento das vendas FALSAS na planta, os especuladores se empolgaram e começaram a comprar imóveis na planta em larga escala, passando a concorrer com as construtoras no ato da entrega destes imóveis, em especial a partir do ano de 2012, o que colaborou para a formação de super-estoques, dentre outras anomalias claramente perceptíveis no mercado imobiliário;

                3) DESINFORMAÇÃO: FINGE ZAP, reportagens pagas como nunca antes na história do país, Olimpíadas, Copa do Mundo, etc, etc, etc, tudo virou “motivo” para aumento especulativo de preços, graças às melhorias maravilhosas de infraestrutura viária que ocorreria no país;

                4) Cenário externo e interno da economia; o QE americano para combater os efeitos da explosão da bolha imobiliária deles ajudou a inflar bolhas em VÁRIOS países, dentre eles o Brasil, uma vez que turbinou o consumo de commodities pela China, que por sua vez era um dos principais clientes do Brasil. Além disto, o governo contava com um cenário interno muito favorável, com o tripé de câmbio flutuante mais responsabilidade fiscal mais busca do centro da meta de inflação muito mais consistentes e estáveis do que no passado. Tudo isto junto com demais itens ajudou a gerar a euforia necessária para um movimento especulativo sem precedentes;

                5) Bolha de corrupção institucionalizada / bolha de consumo: ajudaram a fazer com que a euforia disparasse. Como exemplo, em cidades com grandes investimentos da Petrobrás e consequentemente gordas propinas, foram onde vimos as aberrações da distorção de preços seguidas das distorções entre oferta e procura mais se proliferarem. Da mesma forma, a bolha de consumo impulsionou o otimismo UFANISTA, onde muitos passaram a acreditar que terem dívidas milionárias para comprar o que queriam era o mesmo que ser milionário (quando era exatamente o contrário).

                Segue um dos mais de 40 trabalhos publicados em que falo sobre estes assuntos, só para deixar claro, MAIS UMA VEZ, que nunca disse que o aumento artificial dos preços era causado EXCLUSIVAMENTE pelas vendas FALSAS na planta.

                http://defendaseudinheiro.com.br/desmascarando-a-bolha-imobiliaria-no-brasil

                ATENÇÃO: sei que daqui a um tempo você vai fazer de conta, de novo, que não sabia de nada do que disse acima. A única coisa que você vai conseguir é se expor cada vez mais, assim como Nefasto´s e Fernando´s da vida…

                9+
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 15:25

                  CA, nesse texto você deixa claro que a conjuntura toda atuou para o crescimento da bolha. Adiciono ao contexto o aumento da segurança jurídica com a lei da alienação fiduciária que causou o crescimento de 10x no crédito imobiliário e a capitalização das construtoras que lançaram ações em bolsa.

                  Nossas opiniões não são divergentes, no que tange que existe uma bolha e que ela vai ter sérias consequências. Como eu disse eu não vi situações de vendas falsas nos empreendimentos que acompanhei. Não acho que foram fator primordial para o aquecimento do mercado. O MCMV causou um aquecimento muito maior contratando milhões de unidades.

                  De toda forma a bolha está aí, e vamos acompanhando se é ploc, hard, soft, master reset…

                  1+
                • Lucas 9 de junho de 2017 at 16:23

                  falsa segurança jurídica
                  de fato quase nada mudou, tanto é que vão mudar a lei.

                  5+
                  • avatar
                  • avatar
          • CA 9 de junho de 2017 at 12:16

            MauricioSP,

            Vou REPETIR a resposta que já havia sido dada a você e que consta mais acima. Aliás, nestes comentários que você respondeu já constava a informação de que eu já havia respondido, também não viu??? Você sequer lê o comentário para o qual está respondendo???

            CA 9 de junho de 2017 at 11:45
            MauricioSP,

            TODOS os bancos dos EUA quebraram em função do esquema do subprime?

            TODOS os bancos da Espanha quebraram em função do crédito podre concedido análogo ao subprime?

            Então, se não foram todos os bancos que quebraram, pela sua “lógica”, significa que nunca existiu subprime nem crédito podre em larga escala???

            Na realidade, em NENHUM país do Mundo vimos que TODOS os agentes envolvidos quebraram, porque você disse que para que as vendas FALSAS existissem, nos próximos anos TODAS as construtoras teriam que quebrar?

            Esta generalização completamente sem sentido, baseada em um SOFISMA, é uma estratégia de DESINFORMAÇÃO muito ruim, extremamente praticada pelo Nefasto e por representantes do segmento imobiliário, mas que já não engana ninguém por aqui há muito tempo…

            DEMONSTREI e expliquei VÁRIAS vezes para você que quem aplica o golpe o faz para faturar alto na pessoa física, mesmo que isto leve a empresa utilizada para isto a quebrar, que parte você não entendeu? Não viu as explicações sobre Enrique Bañuelos na PDG e Sam Zell na Gafisa? É ÓBVIO que são as PESSOAS que lucram com os golpes, pouco importando para elas se as empresas USADAS para o golpe vão quebrar ou não!

            Será que você também não viu as evidências do comentário no tópico anterior, sobre o percentual absurdo de distratos em relação aos lançamentos??? Não entendeu que é isto que em essência colaborou para a destruição do caixa das construtoras que mais praticaram o esquema, levando-as a quebrar, mesmo que ainda não reconhecido oficialmente para PARTE delas???

            Você também vai dizer que eu já não havia informado antes para você que a grande maioria do crescimento em lançamentos e vendas na planta ocorreu exatamente para as construtoras que no ato da entrega dos imóveis apresentaram os percentuais mais absurdos de distratos, percentuais estes que não encontram paralelo em nenhum lugar do mundo, para nenhum segmento de negócio? Não sabia por exemplo que a PDG se tornou a maior construtora das Américas, incluindo os EUA, para no ano seguinte estar virtualmente quebrada com prejuízo bilionário e proporção das dívidas em relação ao patrimônio absolutamente anormais, após isto só PEDALANDO para adiar o inevitável?

            Só para reforçar, de como são as PESSOAS que usam as empresas para aplicarem o golpe, repetindo o que já havia dado de exemplos para você e complementando:

            No caso da Enron, foram as pessoas que aplicaram as maquiagens contábeis que levaram a empresa a quebrar. Estas pessoas saíram do golpe com lucros bilionários.

            Idem no caso da WorldComm.

            Os dois casos acima foram gravíssimos, prejudicaram milhões de pessoas nos EUA e deram origem à Sarbanes Oxley que mudou a vida de todas as empresas que tem Ações na NYSE (bolsa de NY).

            Só que não foram todas as empresas com Ações na NYSE que fizeram isto ou que quebraram, então podemos dizer que não foi um problema relevante?

            A Telexfree, que em tese vendia soluções ligadas à GPS, quebrou, deixando milhares de pessoas com prejuízo financeiro. Ocorre que aqueles que fundaram o negócio tiveram lucro milionário. Eles usaram a empresa para isto e já sabiam que ela ia quebrar. Só por isto não foi uma pirâmide financeira?

            Existem INÚMEROS exemplos como os que constam acima, como sempre, só uma AMOSTRA…

            6+
            • avatar
            • avatar
            • CA 9 de junho de 2017 at 12:19

              Vou repetir mais um que está acima e que você também não viu, apesar de eu ter dado os alertas no comentário que você estava respondendo…

              “CA 9 de junho de 2017 at 11:52
              Cuidado, o pessoal aqui está atento a certas “estratégias”…

              “lendo e observando 9 de junho de 2017 at 09:43
              CA,
              Esse mauricioSP é um camarada desonesto que se faz de burro (é o tipico desonesto intelectual).
              A ma-fé dele pode ser vista logo no primeiro comentário, em que ele sugere que venda falsa queria dizer outra coisa, ou que nao tinha entendido o que vc queria dizer, dando uma interpretação diferente a expressão. Ao mesmo tempo dizendo que lê o blog a vários anos.””

              6+
              • avatar
              • lendo e observando 9 de junho de 2017 at 16:47

                Eh triste termos um país cheio de Mauriciosp (não eh nada pessoal, só te uso como exemplo)
                Reclama q pessoas são deselegantes com ele…
                Pqp o cara vem aqui querendo esfregar na cara de todo mundo que 2+2=5 e não quer ser zoado…
                Eh como nos ex dos funcionários de estatais e do marido traído que usei acima.
                Porrrrrra eu leio pra cacete um monte de gente que admiro…fico catando palestras desses caras e outros com quem posso aprender algo. Nestas horas eu não fico de sacanagem procurando defeito em detalhes, pois respeito o que tem pra me ensinar…
                Mesmo que pessoas que admiro cometam erros aquilo não invalida o que me ensinaram nem tira seus méritos.
                Quando queremos aprender, devemos ser humildes e não implicantes com quem sabe mais do que nós…
                Mas no Brasil pessoas atacam quem sabe e os verdadeiros ignorantes são respeitados como se gênios fossem.
                Eh… o Brasil não vai mesmo…rs
                Está tudo de cabeça pra baixo rs

                7+
                • avatar
                • avatar
            • Lucas 9 de junho de 2017 at 13:24

              CA
              corvo com boa intenção???
              só fala isso quem nunca esteve num stand
              estive em vários e vários, por meu interesse ou pra auxiliio de terceiros, e até por esporte, nada como uma treta num sábado fim de tarde fria, fora as centenas de corvos que entrei em contato, até sobrenomes de familia do dono. tudo mais do mesmo, eles até ensinam a fraudar, agarantche que o amigo gerente/supervisor vai passar tudo, aliás as regras são tão mamãocoaçucar que parece pedir me fraudem me fraudem!

              E depois eles somem com a comissão, quantas vezes vi pessoalmente casos de familia

              Vcs acham que os players não sabiam do material ao dispor??? Mesmo que não errassem por ação, erraram por omissão.
              O sistema cinicapitalista bananense é um moedor de gente, um afundando o outro na mesma lama em que estão até o nariz.
              Alguns espertos escapam, mudam de profissão, depois se estragam tudodenovo em algum vício que os faça esquecer.

              6+
              • avatar
            • Lucas 9 de junho de 2017 at 13:41

              qunatas vezes nãov corvo abrir sua pastinha secreta e mostrar um recorte de jornal
              ou uns pior ainda me mostrar um projeto secreto de linha de METRO que a cunhada que trabalha na prefeitura (sic) FICOU SABENDO
              Ixi, se eu for listar tudo o que já ouvi fazia um livro
              Chegou ao ponto de eu cronometrar quanto tempo eles levariam pra falar a famosa frase: “aproveita agora que amanhã tem aumento”

              5+
              • avatar
      • Libertario 9 de junho de 2017 at 12:05

        A maior construtora das americas quebrou;
        Varias construtoras no vermelho, e inclusive algumas com receitas negativas;
        Tem materia até no JORNAL NACIONAL falando que mais de 40% do que é comprado é distratado;
        ILAC 21 nunca foi tão absurdo => chega a dar um ruim de olhar aquele emaranhados de predios vazios por toda parte;

        Mas voce não acredita apenas porque não consta da forma como voce gostaria de ver no relatório ?

        Voce tambem não acredita que a conversa do Temer com o Joesley aconteceu, porque o gravador não estava homologado na PF ?

        13+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 12:12

          Libertario, a minha visão divergente é por ter acompanhado de perto a construção e entrega de vários empreendimentos na minha cidade. Sim, comprei na planta assim como alguns conhecidos. E esses empreendimentos foram entregues, as pessoas financiaram e estão morando. No empreendimento onde comprei conheci outras dezenas de pessoas na mesma situação. Por isso refuto a considerar como venda falsa.

          Obviamente, se eu for demitido e perder a minha FONTE DE RENDA (melhor parar um pouco de usar tanto o blog nessa crise), não vou conseguir continuar pagando as parcelinhas. Mas estou longe de considerar isso uma venda falsa. Eu entraria na estatística de “desenquadramento de renda”.

          3+
          • Libertario 9 de junho de 2017 at 12:19

            Desculpa Mauricio, mas seu caso é parecido com o do Fernando.
            Um ponto fora da curva.
            No predio dele vendeu tudo em 6 meses, e está com 98% de ocupação.
            Ele não abre para ninguem aonde fica esse lugar magico.
            Mas no resto do Brasil inteiro os predios entregues após 2011/2012 estão praticamente vazios.

            14+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • CA 9 de junho de 2017 at 12:28

              Libertário,

              Ele acredita que um caso individualmente explica o todo. É a velha e manjada estratégia da GENERALIZAÇÃO, que via de regra vem acompanhada de SOFISMAS e de DISTORÇÕES do que a pessoa disse. Observe comentários acima, ele diz que TODAS as construtoras deveriam quebrar como se eu tivesse dito isto, ele diz que TODAS as vendas deveriam se transformar em distratos, como se eu tivesse dito isto, mas eu nunca disse isto, ele está só usando este esquema para ENGANAR.

              O SOFISMA usado como truque acima, é porque ele “assume”, sem NENHUM embasamento, que quando um golpe se aplica em determinado setor, todas as empresas do mesmo setor teriam participado com a mesma intensidade e portanto, todas teriam que quebrar, embora isto nunca tenha sido dito!

              É só olhar os exemplos acima, onde nos EUA não foram todos os bancos que quebraram em função do subprime, mas isto não significa que o subprime não existiu, ou significa? Na visão do MauricioSP, com as GENERALIZAÇÕES e SOFISMAS usadas por ele, DISTORCENDO o que os outros dizem, analogamente podemos concluir que nunca existiu um subprime nos EUA, afinal não foram todos os bancos que quebraram!!!

              Na boa, você acha que um cara como ele que diz frequentar o blog desde 2011 nunca tinha visto o significado que eu dava para o termo venda FALSA na planta e por isto interpretou errado, como ele diz??? Será que não expliquei isto milhares de vezes ao longo dos anos??? Estaríamos todos loucos, ou temos a frente só mais uma pessoa que falta à verdade descaradamente???

              Será que ele, que frequentaria aqui desde 2011, nunca viu os trabalhos em que demonstrava os percentuais de distratos em relação à época do lançamento, que foram publicados aqui e para os quais várias vezes indiquei os links em comentários, inclusive em resposta a comentário dele no tópico anterior e também mais acima? Será que ele nunca viu nada disto, ou só está fazendo de conta que não viu?

              7+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • Fernando 9 de junho de 2017 at 13:34

                Generalização apressada.
                Falácia
                Sofisma
                Falsa analogia
                Etc…
                Mas vejam, vcs não param nunca de utilizar argumentos ad hominem personae (fernando isso, fernando aquilo).
                O cara não pode vir aqui falar nada, que vcs retorcem os argumentos.
                Aliás, vc CA utiliza-se muito do argumento de repetição, e apelo à autoridade irrelevante.
                Boa tarde.

                6+
                • CA 9 de junho de 2017 at 13:40

                  O único apelo é à lógica, se repito, é porque alguns, incluindo você, insistem em FINGIR que não vêem…

                  5+
                  • avatar
                  • avatar
                  • avatar
                  • lendo e observando 9 de junho de 2017 at 16:55

                    De novo os cornos querem fazer da regra a exceção e da exceção a regra.
                    Eu sei que tem burro no mundo todo mas no Brasil os burros fazem questão de estragar até os ambientes mais limpinhos…RS
                    Como disse o Lucas…Eh o pombo cagando o tabuleiro de xadrez pra zuar o jogo.

                    3+
                • Lucas 9 de junho de 2017 at 14:47

                  apelo à utoridade irrelevante tbm não cabe
                  pelo contrário quem veio arrotar ciencia em mat financeira foi vc e até hoje ninguem viu suas contas

                  5+
                  • avatar
                  • avatar
            • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 13:12

              A diferença do Fernando é que eu digo onde foi, sem problema. Sou de Santos. Comprei no Acqua Play (1400 apartamentos) e do lado tem o Bossa Nova (200 apartamentos). Um amigo comprou no The Garden (300 apartamentos?) e outro no Porto Panorama (300 apartamentos?) . Todos na mesma época, 2008-2010, todos entregues em 2013-2015.

              Não compramos no topo da bolha, mas os imóveis foram entregues, a grande maioria financiados. O perfil dos compradores é de classe média, pequenos empresários, autônomos e funcionários com salário de 4k para cima. E conheci durante esses anos dezenas que compraram na planta.

              Por isso eu sempre ignorava um dos bordões antigos do blog, “só anta compra na planta”, pois não era a realidade que eu vi e vivi. Pode ser um ponto fora da curva? 2 mil apartamentos em uma cidade de 500 mil habitantes? Eu trabalho em SP e vários amigos que compraram na planta lá passaram pela mesma situação. Possivelmente todos eles teriam que vender o apartamento ou distratar se perderem a fonte de renda, mas esse é o retrato da classe média brasileira, não é?

              2+
              • rafa_fv 9 de junho de 2017 at 14:37

                Mauricio não queria me meter, mas também visitei bastantes stands nesta época(2009/2010) , também comprei na planta e tive meu ap. entregue na data. Mas vi e não foi só uma vez, pessoas ‘comprando’ 2, 3 unidades para investir, pois com o mercado aquecido havia a falsa impressão que imóvel era um ativo com liquidez, estas tinham a certeza que conseguiriam vender o ap. na fase final da obra sem ter que efetivamente financiar o mesmo.
                Só não vá buscar no reclame aqui estas pessoas, pois um erro deste não é do tipo para ser relatado.

                11+
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 14:47

                  rafa_fv, essa é uma venda para investidor, inclusive em comentários passados citei esse caso, pois sei de pessoas que compram na planta para investir. Ela acaba virando um distrato se o investidor não conseguir um preço melhor no momento da entrega. Considerar isso uma venda falsa, aí vai de cada um. Como eu disse as construtoras poderiam se esforçar para ter uma governança maior e registrar os contratos em um local para identificar os investidores.

                  Estou lendo o trabalho do CA e ele cita os investidores. Falta mais alguns pontos da conjuntura, como a segurança jurídica da alienação fiduciária e o crescimento de 10x no créditos imobiliário, mas ele pontua os vários incentivos à bolha.
                  http://defendaseudinheiro.com.br/desmascarando-a-bolha-imobiliaria-no-brasil

                  3+
            • Lucas 9 de junho de 2017 at 13:30

              o blog é de 2011
              o bordão da rosinha é pós 2013
              vc denovo misturando as coisas, vc cai em contradição ao assumir que comprou em 2008 antes do topo da bolha, antesdo bordão, antes mesmo do blog.
              em 2013 sem duvida só anta comprou na planta, nunca mais a maioria desses vai ver o dinheiro de volta, e uns bons porcentos vai ficar sem o dinheiro e sem o imóvel.
              De todo modo se vc tivesse vendido no auge lá por volta de 2012 ou 13, aplicado e alugado, hoje vc teria provavelmente uns 2 imóveis iguais o que tem hoje, talvez até mais.
              Se vc ahca inteligente perder uma casa inteira devido a uma unica escolha de sábado, acho que vc não entendeu nada!

              9+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 13:39

                Lucas em comprei em 2010 e só entregaram em 2014. Conheci o blog depois de comprar, claro, pois estava estranhando o mercado. Como eu disse meu pai comprou por 60k e vendeu por 80k dois anos depois, os preços não paravam de subir.

                O bordão “só anta compra na planta” pode não se aplicar a mim, então deveria ser menos genérico! kkkkkk

                Mas desde que comecei a participar do blog eu sempre falei, eu sou um besta tentando mudar, fazer escolhas melhores. Comprei apartamento sem reais condições, mas também não sabia juntar dinheiro quando morava de aluguel. É aquela mentalidade do brasileiro de só conquistar as coisas fazendo dívidas, que ainda estou me esforçando para mudar.

                De qualquer forma, o pessoal que vi que comprou na planta e depois financiou dependia da renda que recebia, normalmente não possuía muitas reservas, mas não eram vendas falsas.

                4+
              • Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 13:46

                A disparada foi de 2008 a 2014

                4+
                • avatar
                • avatar
              • Lucas 9 de junho de 2017 at 14:22

                Cesar pega o caso concreto do mauricio ele assinou em 2010, quando acordou o valor e pagou em 2014 mediante finame ou outro modo, o grosso foi neste 2014) portanto o ivgr dele de 2014 na verdade remete ao que acontecia em 2010 em termos de valores. Portanto no caso concreto dele vc teria que empurrar o grafico inteiro de 2010 pra 2014 pra ter noção do real, então ao invés de 2010 ser inicio da subidona, na verdade já era praticamente no topo.

                lembrop bem dum stand que visitei em 2010, se tivesse comprado ali teria sido entregue em fim de 2015, já em fim de 2015 na épcoa da entrega voltei lá e vi os valores negociados na calçada pelos corvos dos sardinhas. A inflação teria sido ínfima, mediante quase o dobro que um CDI teria rendido e olha que nessa época flipei, CDI, poupaça, LCI e TD, e me mantive bem acima da curva do cdi do fingezap, ou seja teria sido um péssimo negocio. Hoje quase 3 anos depois ainda existem dezenas de unidades vagas, um dos donos o ex-dono do terreno sambando com o encalhe, e quem comprou enfretando uma bomba na taxa de condo por causa dos inadimplentes.

                7+
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 14:28

                  timing… timing é tudo !!!

                  6+
                  • avatar
                  • avatar
                  • avatar
                • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 15:31

                  Lucas eu comprei em 2010 por 180k, quando assina a o contrato de promessa de compra e venda o preço fica estipulado, sendo corrigido pelo INCC. Ou seja em 2014 eu paguei uns 280k. Quem comprou em 2014 no stand, já sem o risco de comprar na planta, pagou 350k. No meu caso o timing deu certo, pra quem comprou em 2014 deu errado.

                  Eu disse isso desde minha primeira participação, acredito que existiu uma bolha, então não estou aqui para causar alvoroço. Estou aqui para aprender com vocês a administrar melhor minha vida financeira e aproveitar as oportunidades, para não depender da sorte.

                  4+
                • Lucas 9 de junho de 2017 at 16:21

                  timing é tudo x2

                  6+
                  • avatar
                  • avatar
                  • avatar
  • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 11:58

    Do tópico passado
    Margarida 9 de junho de 2017 at 09:46
    Cesar_DF, eu não passo nem perto de acreditar que não houve ma fé. Só desenrolei o que o MaurícioSP escreveu em um monte de frases ambivalentes, que esse parece ser o ponto de discordância com os argumentos do CA, mas ele mesmo diz que a opacidade desses negócios é intencional.
    Então, pra mim, a mensagem dele (MauricioSP) é claramente dúbia. Não dá pra uma pessoa acreditar que há uma opacidade intencional e que não há má fé. As duas coisas não são compatíveis.

    1+
    • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 12:00

      Margarida, existem vários mercados opacos, que obviamente funcionam em favor de alguém. Por exemplo imagine que você está procurando emprego e é contratada em uma empresa. Falar o seu salário para os colegas não é recomendado. Isso cria um mercado opaco. Você pode depois descobrir que o colega ao lado faz a mesma função que você e ganha muito mais ou muito menos, dependendo de como estava o mercado na época que entrou na empresa, da negociação que fez durante a contratação, etc… Você considera isso má fé? Eu considero uma vantagem do mercado opaco para o empregador.

      2+
      • Margarida 9 de junho de 2017 at 21:04

        Não vejo semelhança entre as duas situações. No caso das incorporadoras, elas são favorecidas pela opacidade do negócio, não é o que você disse? Elas mesmas fazem tudo pra reduzir a clareza do processo, não é isso? E elas fazem sabendo que não são realmente vendas, como você mesmo escreveu, certo? E quem sai com a grana são os agentes desse setor, é isso mesmo?

        Tem razão, se não estiver escrito no contrato “A Incorporadora Motumbo Feliz está agindo de ma fé e qualquer questão legal deverá ser dirimida no foro de tal, cidade, data, assinatura, autenticação.” não é má fé. Não há provas.

        3+
    • Lucas 9 de junho de 2017 at 13:33

      por lei o empregador é obrigado a fazer equiparação salarial
      não que eu concorde com a lei, mas vc está sugerindo algo ilegal

      5+
      • avatar
      • avatar
      • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 13:51

        Ilegal ou não acontece todo dia. Principalmente para quem foi contratado em épocas diferentes, nessa época de crise quem entra na empresa ganha menos do que quem está há 5 anos. E eu só quis exemplificar como um mercado opaco beneficia uma das partes.

        2+
        • avatar
      • Lucas 9 de junho de 2017 at 14:09

        realmente mauricio temos divergencias de métodos,
        talvez antes questões preliminares
        muito mais que somente a questão do mérito.
        se vc ainda colocasse um senão que a lei é idiota, ok
        eu tentaria achar uma comparação mais honrosa.

        só 1 pequeno exemplo, acabo de mandar gastar 650 reais num serviço para aperfeiçoar um mínimo detalhe legal da minha vida que provavelmente nunca daria em nada e que todo mundo faz, que ninguém vai saber e que na verdade nem seria necessário porque a lei é esdruxulamente incompreensível, e que faria a menor diferença para qualquer orgão fiscal pois trata-se apenas de nomes, sem qualquer incidencia de multa nem absolutamente, e que até só pelo fato de mexer nisso poderia me expor mais do que ficar quieto devido a burocracia complexa algum carimbo fora do lugar e estaria aumentando os meus problemas, precisarei ficar atentíssimo, com cada passo disto. Mas fiz. Fiz por mim! Não vou dar uma de gostosão e dizer que mesmo no desespero agiria igual, não sei! Todo modo fica estas aspas.

        3+
        • avatar
  • Leonardo M. 9 de junho de 2017 at 12:10

    Sobre o tópico

    Verdade! Aqui em Chapecó tem um hotel de meio porte que pararam as obras no meio do caminho. Tá lá a entrada do imponente fechada e concluída enquanto o resto tudo no esqueleto.

    CVR
    Mandando ofertas de carros para carros no olx:
    Alguns com processos legais, mas aí eu mando mensagem para o cada e ele me solta que tem R$4.000,00 de documentos atrasado. Aí quebra né?
    Teve um C4 2007 que tava de olho que o preço tava condizente com a realidade, mas aí o cara me solta essa é eu brochei…
    Vou mandar R$10.000,00 + pagamento do IPVA para ver se ele topa.

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Libertario 9 de junho de 2017 at 12:16

    Talvez o BOSS não goste muito da minha sugestão, mas ao inves de postarem fotos de placas de ALUGA-SE, sugiro que postem fotos dos predios novos e que estão VAZIOS.
    De repente assim o pessoal que nao acredita na teoria das vendas falsas, passe a acreditar.
    Afinal, o que justifica ainda estarem construindo predios novos, se existem milhares de apartamentos vazios para vender ?

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 12:29

      Águas Claras – DF

      Meu vizinho de trás, o Figueiras, entregue ha uns 3 anos, deve estar com 40% de ocupação.
      http://www.lopes.com.br/imovel/apartamento-2-dormitorios-aguas+claras+norte-aguas+claras-com-garagem-93m2-ref-3610

      O Real Splendor, se estiver com 25% de ocupação é muito
      http://www.lopes.com.br/imovel/apartamento-2-dormitorios-aguas+claras+norte-aguas+claras-com-garagem-123m2-ref-5219

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Antigo 9 de junho de 2017 at 12:37

        Com o esvaziamento previsto do DF nos próximos anos, dado aposentadorias apressadas com medo da reforma, enxugamento da máquina pública distrital e federal, dispensa de comissionados e redução dos contratos de terceirização dos órgãos públicos e redução de concursos acredito que a tendência é que haja esvaziamento não só de águas claras, mas inclusive do próprio plano piloto.

        Aí esses prédios que você apontou vão ficar mais vacantes ainda…

        15+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Antigo 9 de junho de 2017 at 12:40

          Complementando, eu já vejo uma certa vacância tanto na asa norte quanto na asa sul, todo prédio tem pelo menos de 15% a 20% de apartamentos livres, e esse número parece estar aumentando, pois sempre vejo coisa nova no site Wimoveis, e as antigas permanecem lá. Essas são áreas nobres da cidade, a 15 minutos do trabalho na esplanada e nas autarquias e em teoria deveriam ter 100% de ocupação, ou algo próximo disso

          9+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 12:59

          Hoje já existe um movimento emigratório, saindo do DF e indo para o entorno, em Goiás, que compões a Região Metropolitana de Brasília
          O duro é que quando vai ver estatísticas no IBGE, uma hora eles consideram como Brasília apenas o que está contido dentro do DF, ou hora eles consideram a RM
          https://pt.wikipedia.org/wiki/Regi%C3%A3o_Integrada_de_Desenvolvimento_do_Distrito_Federal_e_Entorno

          5+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
  • Seguidor do Bolha BH 9 de junho de 2017 at 12:21

    Sobre o tópico:
    Notícias sobre estouro de bolha hoteleira nao é novidade pra mim. Aqui em BH já estourou a muito tempo, tanto é que eu já publiquei várias aqui no site.

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cadeludo 9 de junho de 2017 at 12:51

    ILAC21 é o melhor indicador
    predios entregues há 2 anos com 40 aptos e 6 luzes acessas
    “últimos”aptos a venda por 400k e o resto todos do predio para alugar por 1,2k e não consegue
    em todas as imobiliarias da cidade
    várias torres e várias construtoras
    todo mundo embuchado de riqueza mas em um puto tostão
    como somos um país de retardados a crise financeira e política tá só engatinhando
    recém chegamos no limiar do inferno

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 9 de junho de 2017 at 12:55

      Também gosto bastante do ILAC21.
      Sempre que passo nesse horário fico contando as janelinhas kkk. São sempre poucas.
      Ou povo dorme cedo ou tá vazio mesmo.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Leonardo M. 9 de junho de 2017 at 12:52

    Caramba TSE termina logo esse julgamento!!!!
    Quero o mercado instável e pegar juros altos de novo!!!!!

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 9 de junho de 2017 at 14:14

      pelo que entedi daquelas fontes ele sai dessa, mas só pela honra de cair em pé numa outra OU senão poderá sair saído
      mas não por méritos, pelo contrário, tá cada dia mais sujo e acho eu que perioga leva ro meireles junto pra la,a, acho eu fecha aspas, pelo que entedi houve aí um ajuste na poda das arestas, uma no cravo outra na ferradura, até porque eles todos ali um engolindo o outro é até bom que dure um pouco mais.

      4+
      • avatar
      • Leonardo M. 9 de junho de 2017 at 14:18

        Para quem assiste house of cards o Michel temer é bem parecido com o Frank Underwood.

        Kkkkk

        3+
        • avatar
        • avatar
        • Lucas 9 de junho de 2017 at 14:24

          eu assisti o house original da BBC que reprisou ano retrasado na tv cultura aqui de SP
          achei muito esquerdoso, parecia teleguiado contra a tatcher de todo modo era bem legal

          2+
          • Leonardo M. 9 de junho de 2017 at 14:27

            O house americano é muito mais realista.
            Eu assisti a 5 temporada e os assassinatos, viradas de mesa, complôs, parcerias de décadas ruindo em um piscar de olhos mostrou o poder nu e cru.
            Simplesmente sensacional!
            Quem acha que democracia existe e “a vontade do povo é soberana” deve rever seus conceitos depois de assistir House of cards.

            7+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
  • Seguidor do Bolha BH 9 de junho de 2017 at 13:14

    Informações sobre o bairro empoderam usuário na hora da compra ou aluguel de um imóvel
    https://www.terra.com.br/noticias/dino/informacoes-sobre-o-bairro-empoderam-usuario-na-hora-da-compra-ou-aluguel-de-um-
    imovel,555f75208f5f9c2374d1ee39fc35ac81j3tc4482.html

    “É aí que entra o Storia Imóveis, lançado recentemente pela OLX. A plataforma é totalmente focada no usuário e reúne todas as informações necessárias para que comprador ou locatário possam tomar decisões baseadas não só no imóvel, mas também no ambiente no qual ele está inserido.”

    4+
  • Seguidor do Bolha BH 9 de junho de 2017 at 13:55
  • Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 14:17

    CA
    Você poderia validar ou invalidar o que apresentei em
    https://www.bolhaimobiliariabrasil.com/2017/06/09/a-bolha-dos-hoteis-estourou-no-brasil-exame/#comment-140303
    Posso estar errado, mas se eu estiver certo, significa que um ESTATÍSTICO que apresenta relatórios a CEF, que subsidia seus gerentes e diretores na tomada de decisões, não sabe quando aplicar um índice simples ou o índice composto

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • rpoa 9 de junho de 2017 at 14:20

    bricklovers são antigos, talvez nem tanto como ladrões e prostitutas, mas são antigos.

    Como tenho 55 anos e tenho cerca de 40 anos de trabalho e vida empresarial nas costas (comecei cedo), ao longo da vida sempre se ouvia falar de um ou outro caso em que pessoas ganhavam dinheiro com imóvel. Mas não era tão comum assim. Os que adquiriam um imóvel em um bairro já urbanizado, pouco tinham de lucro, ou nem tinham, ao vender imóvel, os tempos eram outros.

    E mesmo aqueles que tinha áreas distantes, que vieram a ser urbanizadas, ganhavam algum dinheiro, viviam bem, mas nada de ficarem milionários. E já teve outras bolhas, tais como quando o dinheiro do antigo BNH era farto, e depois virou um problema gigantesco (quem não se lembra que os 0,5% do FGTS de 8,5% foi para cobrir aquele rombo).

    Mas o que veio a me causar surpresa foi a quantidade de milionários que surgiram nos últimos 15 anos. A escalada dos preços foi tanta, que dificilmente quem comprou algo 15 ou 20 anos atrás não lucrou (seja por permuta ou construção) valores astronômicos.

    A coisa era tão sem noção, que “surgiram” vários construtores do nada. O sujeito nunca tinha chegado perto de um prego ou martelo, comprava um terreninho, fazia uma casinhas com ineficiências bárbaras e mesmo assim ganhavam um monte de dinheiro (me lembra daquele economista americano que dizia que quando o porteiro e a cozinheira começavam a falar de ações, estava na hora de vender). Essa fase acabou.

    Sou adepto da teoria do soft landing do que do hard landing. Muitos escreveram por aqui com melhor propriedade, mas os preços são corroídos pela inflação, descontos na venda (ou na não venda) e assim vão se acomodando. Não creio em estouro abrupto (aqueles descontos de feirão de 40%… é que o produto era muito caro.. depois do desconto só ficou caro).

    Oportunidades sempre vão haver, mesmo no auge da bolha. Tanto é assim que me lembro de comprar uma casa a beira mar, com piscina térmica e não pagar R$ 2mil o m2, isso em 2014. O desespero, para quem tem dinheiro para pagar a vista, sempre vai gerar oportunidades.

    O mercado está difícil.

    CVR: amigo me liga para ofertar um imóvel na faixa dos R$ 2M (10 mil o m2), eu que tinha um monte de conhecidos. Agradeci, troquei papo. E ele me perguntou: não quer saber o preço? cara, não sou corretor, posso falar com A com B, para te procurarem (e realmente vou fazer isto) mas não tenho interesse em virar corvetor. Mas falo do amigo Y, Z, que exercem a profissão. E ele vaticinou: tá tudo morto! e segue dizendo que o mercado tá parado e os corretores estão morrendo pelo caminho.

    Isso muda!

    Claro que muda. Juro cai, crédito imobiliário reanima, economia dá uma ajudada, renda real sobre, e acaba fazendo a roda girar, em um patamar mais baixo, mas gira…

    Mas o impressionante, como disse antes, é como durante o auge da bolha surgiram amigos meus “construtores”, sem entender porra de nada, e conseguiram, com ineficiência enorme, ganhar dinheiro. Trouxa sou eu… kkkk

    30+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 14:26

      rpo
      Alguns anos atrás, eu falei que iria ocorrer uma primeira fase de HARD LANDING e uma fase longa de SOFT LANDING
      Agora, com uma queda superior a 40% em 2 anos, no Hell de Janeiro, acho que está aumentando minha chance de acerto.

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 14:27

      “Mas o impressionante, como disse antes, é como durante o auge da bolha surgiram amigos meus “construtores”, sem entender porra de nada, e conseguiram, com ineficiência enorme, ganhar dinheiro. Trouxa sou eu… kkkk'”

      eu sou um exemplo….
      nunca tinha construído nada na vida…
      mas me interessei … e confesso que gostei.
      Todas as manhas eu acordava cedo e ia para a obra… eu conferia o material chegar, lançava no livro – caixa , fazia ligações para o empreiteiro, etc. Na casa de praia idem.
      Mas percebi a bolha imobiliária na hora da venda… a liquidez não era tão boa assim… e demorei alguns meses para vender os tijolos… aí casei fui para apê novo …. e esse último demorei 04 meses para vender.
      Eu gostaria muito de voltar a construir … o preço dos materiais não estão pressionados… mas eu gostaria dessa vez de utilizar novas técnicas em relação a geração de eletricidade, aproveitamento de água… luz natural, etc… mas é Banânia, né!? Tem que ficar bem ligado… caso contrário alguém irá te passar a perna ou aproveitar-se.

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 14:36

        Hoje eu não conseguiria fazer o mesmo….
        eu gastaria muito , correria muito mais riscos …. e nem sei se eu conseguiria vender. Tem muito estoque para pouco dinheiro de verdade.

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Lucas 9 de junho de 2017 at 14:36

        luz natural sim isolamento termo acustico, ventilação, aquecimento solar ok, existem muitas soluções geniais a custo baixissimo, materiais brutos cuja característica faz o que vc precisa, sabendo dar acabamento fica ainda muito bonito, ex. uma simples pelicula plastica transparente no vidro vc altera em alguns graus a tempertatura interna, e muitas outras coisas que basta capacidadade cognitiva de prever, projetar uns rabiscos, uma execução muito bem montada uso de gravidade e leis básicas da fisica quimica vc corta muito os custos normais. Temos aplicado coisinha ou outra em casa, no condo e no bunker do cunhado, não gosto muito de mato, mas acabamos fazendo uma parceria boa ali, ele me deixa usar quando eu quero que é bem de vez em quando, eu dou várias mãos pra ele.

        agora mexer em tecnologia com o dolar onde está, os custos de manutenção de bateria inviabiliza frente a eletricidade barata que o BR ainda produz.1

        7+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • O Incrivel Homem-Bolha 9 de junho de 2017 at 15:58

      EU TAMBÉM sou da vertente que acha que não haverá estouro de bolha gigantesco, fase “despair”, gente correndo para as colinas e descontos de 50%… (50% de verdade, não esses 30% em cima do “preço fantasia”)
      Eu acho que os preços dos bolhudos ao invés de queimar na fogueira do estouro da bolha, serão lentamente, vagarosamente e inexoravelmente cozidos no fogo baixo da inflação.
      O bananense tem um apego incrível com o seu lindo tijolinho. Ele acredita fielmente que vai aparecer outro banense que vai se apaixonar pelo seu tijolo mágico e pagar o preço “que vale”.
      No final o brick lover VENCERÁ, vendendo pelo preço que ele sempre quis. Daqui uns 10 ANOS.

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 14:31

    OFF
    Eu estava acompanhando um canal de TV fechada …. onde o cidadão abriu uma empresa só para atender donos de imóveis que sofreram alguma avaria em detrimento de desastre natural…. o cara era muito inteligente e tinha uma série de equipamentos e etapas para a prestação de serviço.
    Mas na BNN os donos de imóveis que sofrem avarias geralmente são pessoas simples que dependem de lona da prefeitura quando acontece algo. E quando são entrevistados sempre demandam algo do poder público.
    Na hora de vender o imóvel VALE muito dinheiro.
    No momento de necessidade… pedem ajuda para as OTORIDADES.

    P.S. Cadê a liquidez dos BRICK LOVERS!?

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 14:33

      . onde o cidadão abriu uma empresa (nos EUA, aqueles estados como Oklahoma que sempre tem tornados)

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Leonardo M. 9 de junho de 2017 at 16:02

      Meu pai quando construiu a casa botou a melhor telha possível e que aguentasse até chuva de granizo.
      Em 10 anos em Londrina teve umas 4 chuvas de granizo fortes e os vizinhos já tiveram que trocar as telhas várias vezes por causa de pequenos estragos e médios.
      Meu pai continua sorrindo e acenando!

      Em Florianópolis as pessoas não colocam telhas em suas casas pois “é muito caro”.

      Esse é a mentalidade do bananense

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 19:13

        Mas e as rodas do Gol !?
        kkkkk

        7+
        • avatar
  • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 14:38

    EZTEC3
    dando 9% desde janeiro de 2017
    1,5% a.m no acumulado
    😉

    1+
    • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 14:42

      bateu máxima em 39%

      1+
  • Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 14:48

    Fipezap Brasilia
    Baixei o CSV referente Brasília
    Os dados começam em agosto de 2010
    Em todo este período o IGP-M subiu 51,3% mas o índice FIPEZAP subiu apenas 29,15%
    Então em todos esse período os imóveis desvalorizaram 22,15%
    Mas eu vi que o pico aconteceu um pico em 12/2013 de 133,59 do índice FIPEZAP e dai coloquei o marco zero nesta data.
    A constatação é que, de 12/2013 a 04/2017 ocorreu uma desvalorização de 32,24%

    3+
    • avatar
    • avatar
  • Libertario 9 de junho de 2017 at 15:31

    Vamos testar (BOSS naomispulsa)
    Esse condominio se chama ICON da Melcnick.
    Essa foto é dos fundos do empreendimento.
    Vou tentar postar uma da frente para verem a quantidade de apartamentos, e consequentemente a proporção de vazios.
    Curiosidade: A mesma construtora já está vendendo na planta um outro empreendimento a 500metros deste. Lindoias Park.

    4+
    • avatar
    • avatar
    • Libertario 9 de junho de 2017 at 15:32

      4+
      • avatar
      • avatar
    • Libertario 9 de junho de 2017 at 15:33

      2+
      • avatar
    • Libertario 9 de junho de 2017 at 15:33

      3+
      • avatar
      • Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 15:44

        Fechados são estes que não dá para ver as janelas?
        Parece ser aquela persiana que corre na vertical

        3+
        • avatar
        • avatar
        • Libertario 9 de junho de 2017 at 15:53

          Eu diria que ocupados são os que voce consegue ver o ar condicionado…………
          Nunca vi nenhum movimento nos demais apartamentos.
          Vou tentar bater a noite desse angulo para ficar dentro do ILAC21.

          6+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Money_Addicted 9 de junho de 2017 at 17:09

            e o restaurante do thco tambem esta para alugar rs

            2+
            • avatar
          • Carlos 9 de junho de 2017 at 17:18

            Será que uma foto do estacionamento no final de semana não poderia ser um bom indicador?
            Tipo IBM: Índice de bolhudinhos móveis 😀

            3+
            • avatar
  • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 15:43

    Trazendo do tópico anterior
    thiago fm 9 de junho de 2017 at 08:25
    MauricioSP

    O uso da figura da “bolha” não é por acaso e não tem a ver somente com o fato de que bolhas estouram ou murcham, mas também porque uma bolha se destaca no seu meio, revelando-se sesta forma pela própria singularidade em relação ao seu “entorno”. Dizer que há o bolha em tudo é quase o mesmo que dizer que não há bolha em nada, pois de certo o fio condutor de uma condição tão generalizante como esta, passa pelo cerne do sistema em sua essência. Em outras palavras o que é parte natural do organismo não pode ser considerado estranho a ele.

    Sob esta perspectiva uma das formas menos complexas e também mais aceitas de se identificar uma bolha é pelo descolamento desta dos fundamentos econômicos, o que ao meu ver não deve ser apreendido só no âmbito da dinâmica de formação dos preços em si, mas também em relação ao desempenho dos demais setores e indicadores da economia, principalmente quando tratamos de um fenômeno de bolha imobiliária em escala macro, como sempre nos propusemos a discutir.

    Já abordei esse aspecto em outro momento, mas acho cabível reforçar que é preciso ter em mente que preços sobem e descem e a oscilação de preços de ativos em qualquer mercado por si só não é o bastante para caracterizar a formação e a explosão de uma bolha. Se a alta e queda significativas dos preços fosse sinônimo de bolha poderia dizer que já passamos por pelo menos duas bolhas nos últimos 40 anos no Brasil.

    Para determinar uma bolha se faz portanto necessária a presença de algum componente artificial que funcione como vetor ativo da alta dos preços para além do movimento natural da oferta e da demanda e/ou dos ciclos da economia. Por ser incipiente e não-estrutural, em determinado momento esse componente artificial que infla a demanda torna-se insustentável e a bolha explode (ou murcha) em meio ao seu desfazimento, ocasionando na maior parte das vezes um recuo abrupto dos preços na medida da especulação ou da deterioração imposta àquele determinado mercado ou sistema durante a fase de expansão.

    Dito isso, agora destaco um trecho do seu comentário com grifos da minha parte:

    “Eu acredito que houve sim uma bolha imobiliária, mas a causa não foi maliciosa, e sim um conjunto de fatores como o CRESCIMENTO DA ECONOMIA, o otimismo com o futuro, a QUEDA DE JUROS e AUMENTO DO PRAZO DE FINANCIAMENTO, política de INCENTIVO DO GOVERNO, abertura de ações na bolsa pelas construtoras, ESTABILIDADE DA ECONOMIA e crescimento do PIB, SEGURANÇA JURÍDICA nos contratos de financiamento, ou seja dezenas de fatores que agiram em conjunto.”

    Note que com exceção do otimismo talvez exacerbado com um futuro (expectativa) que não se sustentou e que pode ser um “comburente” de uma bolha, os demais fatores e eventos que você elencou são vetores da alta dos preços com caráter estrutural ou cíclicos, sendo que ao meu ver muitos deles, sobretudo os ligados aos sistema de crédito imobiliário, tendem a se consolidar num novo patamar, tais como: o nível mais ameno dos juros em relação ao praticado no início da década de 2000, subsídios do governo ao crédito imobiliário (mesmo reduzidos), segurança jurídica e melhoria das condições gerais de financiamento, os quais tenho apontado como importantes balizadores da valorização e sustentação dos preços e da demanda imobiliária nos últimos anos. Mesmo o IPO só aconteceu porque houve propulsão dos demais fatores que favoreciam o ambiente positivo para o mercado imobiliário. As construtoras apenas perceberam isso e se posicionaram.

    Por fim cabe afirmar que para a formação de uma bolha pouco importa a malícia ou dolo dos agentes de mercado, já que na maior parte das vezes a disparada dos preços em que há bolha esta é conduzida pela irracionalidade dos agentes. Nesse caso o que mais importa é se há ou não sustentabilidade dos vetores da alta.

    Sob minha leitura, sem desconsiderar movimentos especulativos localizados que de fato existiram e que serão pontualmente corrigidos, de uma forma geral os preços subiram fortemente enquanto o conjunto de fatores citados (entre outros) favoreceram amplamente o mercado e baixaram quando os mesmos deixaram de existir. Isso ao meu ver não pode ser considerado como um movimento peculiar de bolha, mas uma oscilação de um ciclo de mercado subjacente ao próprio modelo político econômico que dominou o país nos últimos 15 anos e que agora se esgotou.

    2+
    • Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 15:46

      Qual foi o “componente artificial” da bolha das tulipas?

      4+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Zé do Brejo 9 de junho de 2017 at 15:52

        Qual foi o da Compania Mares do Sul?

        4+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • CA 9 de junho de 2017 at 15:52

        Cesar_DF,

        De que segurança jurídica será que ele está falando? Hoje os imóveis que vão para leilão pelos bancos muitas vezes tem processos dos ex-proprietários que duram ANOS, levando em alguns casos até a ANULAR os leilões, a tal ponto que querem mudar a regulamentação a este respeito. Isto é segurança jurídica?

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • CA 9 de junho de 2017 at 15:58

          Lembrando que esta parte do gerador de lero-lero do Nefasto é a minha preferida, cada vez que vejo não consigo conter a gargalhada:

          “Dizer que há o bolha em tudo é quase o mesmo que dizer que não há bolha em nada, pois de certo o fio condutor de uma condição tão generalizante como esta, passa pelo cerne do sistema em sua essência.”

          12+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Zé do Brejo 9 de junho de 2017 at 16:08

            Margarida deu uma mitada no tópico anterior sobre isso…

            Margarida

            “Dizer que há o bolha em tudo é quase o mesmo que dizer que não há bolha em nada, pois de certo o fio condutor de uma condição tão generalizante como esta, passa pelo cerne do sistema em sua essência. Em outras palavras o que é parte natural do organismo não pode ser considerado estranho a ele.”

            Pensei numa metáfora que corresponde a isso que você disse: se um câncer atinge vários órgãos do corpo, não é câncer.

            5+
            • avatar
            • avatar
            5+
            • avatar
            • avatar
          • Lucas 9 de junho de 2017 at 16:16

            certo cidadão eneadigitado usa o mesmo argumento pra dizer que não é ladrão
            Republica Federativa do Cinismo

            7+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
          • Libertario 9 de junho de 2017 at 16:17

            Só faltou o gráfico em forma de flor para ilustrar essa metafora.

            12+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
        • Lucas 9 de junho de 2017 at 16:18

          A seguranaç jurídica no BR é tão boa que ninguem usa o reclameaqui
          nossos juízes são todos eles super sérios e rápidos, nunca se influenciam por nada, todos imparciais

          14+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 16:22

          CA, a segurança jurídica fui eu que mencionei. Os bancos são obrigados a investir um percentual dos depósitos da poupança no crédito imobiliário. Mas como antes era muito difícil reaver o imóvel em caso de inadimplência, eles preferiam descumprir a regra. A lei da alienação fiduciária, e as decisões na justiça confirmando o entendimento, diminuíram o risco.

          Some-se a isso o crescimento do PIB, da população empregada e da renda real, e tivemos um aumento da poupança e FGTS e a carteira de crédito imobiliário aumentou 10x de 2002 a 2012.

          Atualmente em caso de inadimplência de três parcelinhas o banco vai no cartório e retoma o bem e coloca em leilão.

          E em breve vão aumentar ainda mais a segurança jurídica, impedindo que o mutuário anule o leilão e qualquer prejuízo seja tratado como perdas ou danos:

          MP acelera retomada de bens de inadimplente
          http://www.krisos.com.br/blog/noticias-mercado-imobiliario/mp-acelera-retomada-de-bens-de-inadimplente/
          “Outra alteração tem por objetivo dar mais segurança ao comprador do imóvel vendido no leilão. O texto negociado com o governo prevê que eventuais contestações do dono original do imóvel com alienação relativas a preços e outras questões do processo de retomada e venda do bem pelo banco serão tratadas como “perdas e danos”, em ação separada do processo de alienação do imóvel. Com isso, a revenda ficaria mais garantida.”

          Tudo isso gera segurança jurídica para que os bancos financiem imóveis sabendo que não perderão a garantia.

          4+
          • avatar
          • CA 9 de junho de 2017 at 18:02

            MauricioSP,

            É exatamente sobre esta necessidade de “ajuste” que eu estava falando. Na PRÁTICA o volume de ex-proprietários que recorrem na justiça e melam o processo continua ELEVADA, ou seja, a segurança não foi como o imaginado.

            Crescimento do PIB, dos empregos formais, etc, como explicado INÚMERAS vezes, teve relação direta com as bolhas:

            O segmento de construção civil só no período de 2006 a 2009 DOBROU a sua participação percentual na geração de empregos formais, saindo de 8,4% para 16,9% de todos os empregos formais gerados!

            Curiosamente a participação do setor de construção civil no total de empregos formais gerados começou a desacelerar logo em seguida e já em 2013 voltava para um percentual próximo de antes (9,4%). Causa principal? Super-estoque de imóveis gerado pelos distratos em volume anormal a partir de 2011, junto com a super-concorrência dos especuladores e quedas nas vendas brutas causada pela disparidade dos preços. Paralelo de uma flutuação tão intensa e rápida quanto esta para o segmento de construção civil no restante do Mundo? Só durante bolhas imobiliárias…

            A SUPER-PRODUÇÃO de imóveis no período até 2011 também colaborou para o PIB, não só pelos empregos com efeitos em cascata para demais segmentos, como também pela euforia gerada para as pessoas que passaram a se sentir cada vez mais ricas, pelo preço do aluguel de imóveis que subia sem parar e de forma anormal para os proprietários de imóveis, etc.

            Outra euforia ARTIFICIAL que colaborou significativamente para estes resultados, foi a bolha de corrupção institucionalizada, que levou a disparada de obras em algumas cidades. Junto com isto, a subida de preços do Petróleo no mercado internacional e mais todas as especulações que mencionei em comentário anterior (Olimpíadas, Copa do Mundo, etc…), levando os lançamentos imobiliários a dispararem ainda mais em algumas localidades, novamente turbinando a economia de forma INSUSTENTÁVEL, como o caso do Estado do RJ e os aumentos ANORMAIS para funcionários públicos que foram gerados na euforia com Petróleo, Copa do Mundo e Olimpíadas, que levou ao CAOS FISCAL que vivem hoje.

            A bolha de consumo e os incentivos ARTIFICIAIS via FIES, Minha Casa Melhor, Bolsa-Família, incentivos para caminhoneiros, política de incentivos fiscais para empresas, etc, etc, etc, também ajudaram em crescimentos INSUSTENTÁVEIS para economia…

            Consequência do que consta acima? Endividamento e inadimplência para famílias e empresas em patamares ANORMAIS, inflação disparando (só caiu recentemente pela intensidade da CRISE), enorme perda de liquidez na economia como um todo, desemprego crescendo sem parar, crise política e fiscal, distorções ABSURDAS entre oferta e procura no caso de imóveis (recorde histórico de imóveis NEM-NEM, nem vende nem aluga), recorde de quebra de empresas, recorde de fechamento de lojas, etc, etc, etc…

            Mais detalhes sobre estes assuntos neste trabalho:

            http://defendaseudinheiro.com.br/a-bolha-imobiliaria-no-brasil-e-a-economia

            5+
            • avatar
        • Lucas 9 de junho de 2017 at 16:34

          Usar o desenvolvimento dum país ou o tamanho do crédito pra explicar inflação de preço de anuncio de imóvel não faz o menor sentido

          Se fosse assim, os imóveis nos EUA seriam mais caros que aqui, o anony já fez as contas o preço médio do metro quadrado lá é quase metade da média fingezap de SP ou RJ, isso para casas completíssimas e equipadas, com terrenos amplos em cidades muito melhores.

          Por outro lado explicar pela pobreza tbm não se encaixa, existem países mais pobres que o nosso, onde o preço do imóvel é muito mais barato que o anunciado no fingezap, isto posto qualquer indicador de referencia ou comparação, renda ou pib per capita, o que for.

          Simplesmente tem nada a ver coisa com outra, são fatores autonomos entre si.
          Esse mimimi é pra dizer que o estouro da bolha foi culpa da crise, que não é verdade, o estouro se deu pelos próprios erros cometidos, apenas se assemelham os modus pensandi duma turma vermelha que acha que dinheiro nasce em árvore.

          12+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
    • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 15:52

      Thiago fm, uma oscilação nos preços em relação ao que seria esperado é o que chamo de “bolha”. Pode estar embutido no meio uma mudança de patamar, mas fica muito difícil saber.

      Veja um caso, um cara que admiro, o dono do blog Mr Money Mustache, analisando a bolha imobiliária em Otawa no Canadá em 2012:

      http://www.mrmoneymustache.com/2012/07/22/protecting-your-money-mustache-from-spendy-friends/
      “And an irrational real-estate run-up has been going for the past four years, inflating everyone’s paper wealth and causing predictable results. The whole city has sprouted that telltale bristle of construction cranes building highrise office and condo towers. To the untrained eye, it sings “prosperity!”, although through my own recently-burned shades I see “Real-estate bubble about to pop and cause a huge recession!”.

      O tempo é senhor da razão e estamos em 2017, essa bolha estourou? Que eu saiba não, e uno mesmo parágrafo ele menciona a conjuntura que pode ter ocasionado uma mudança de patamar:

      “This city has spent most of the last 20 years in a series of long economic booms, and with the latest one it’s starting to look downright glitzy. High-tech companies have been flooding in throughout the 1990s and 2000s, bringing tens of thousands of high-paying primary jobs. The federal government maintains much of its offices here, adding competition for workers.”

      É difícil analisar isso no meio da conjuntura, só daqui a 5 ou 10 anos saberemos o quanto foi bolha e o quanto foi mudança de patamar, comparando os preços dos imóveis em 2023 com os preços de 2013 corrigidos pela inflação.

      3+
      • Zé do Brejo 9 de junho de 2017 at 15:54

        Infelizmente MEU SALÁRIO e o da grande maioria de trabalhadores não acompanhou esse “NOVO” patamar.
        Não adianta forçar uma situação se NÃO HÀ RENDA!!!

        18+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Leonardo M. 9 de junho de 2017 at 15:59

          É a economia!!!!!

          Não adianta, em um país onde a média salário por pessoa é entre R$1200 e R$2.000 não dá para esperar e achar que somos EUA,suíça e Japão.

          Os preços até podem ser mas consumo jamais!

          18+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
      • Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 16:20

        MauricioSP
        Os trilhões colocados no mercado pelo FED e pelo BCE estão ai pelo mundo, caçando retornos de investimento.
        Isto cria bolhas especulativas em todo o mundo
        Esse argumento de “novo patamar de preços” é tão velho como o de “últimas unidades” ou o de “vou colocar só a cabecinha”

        16+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Oliveira 9 de junho de 2017 at 16:26

          Cesar_DF, CA
          Uma dúvida: Estes trilhões de dólares parados no FED, com rendimentos oferecidos não são liberados na economia por que geraria inflação nos EUA, e se os EUA utilizarem estes trilhões parados para comprar ativos pelo mundo pela compra de empresas pública e multinacionais, não seria uma forma de dividir o prejuízo eu repassá-lo pelo mundo ?

          3+
          • Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 17:35

            Oliveira
            O FED não inundou o mercado com estes trilhões de dolares, eles foram para fundos de investimento, que se comprometeram a investir este dinheiro.
            Por isso, de 2008 para cá a bolsa de valores de NY dobrou de valor, porém os dividendos continuam os mesmos de 10 anos atrás. Bolha de ações.

            6+
            • avatar
            • avatar
            • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 18:24

              Cesar_DF, confesso que o que o efeito dos trilhões derramados no mercado são muito mais que alcança meu conhecimento, tanto pelo FED, pelo BCE e pelo banco do Japão.

              Elu lembro da presidente Dilma reclamando em uma entrevista quando os EUA começaram a despejar 80 bilhões de dólares por mês no mercado. Dois anos depois em outra entrevista ela reclamava pois os EUA estavam começando a cortar o despejo de dólares!

              Ou seja nem os economistas sabem, em tese geraria desvalorização do dólar e inflação, mas a inflação americana está baixa e o dólar se valorizando mundialmente. Depois do estouro da bolha nos EUA, os imóveis desvalorizaram 40% e agora parece que voltaram ao preço de 2008. Será uma nova bolha de ativos mundiais? Não tenho idéia e não sei qual seria a relação com a nossa bolha. Mas os relatos parecem ser de bolhas imobiliárias ao redor do mundo (Austrália, Inglaterra, Canadá, Brasil).

              2+
              • Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 18:54

                MauricioSP
                Com o estouro da bolha de 2008, os juros cairam em todo o mundo, em alguns países chegou a ficar negativo
                O dinheiro foi buscar os locais que ele conseguiria a maior rentabilidade
                O retorno do aluguel (gross rental yeld) na maior parte dos países é em torno de 5% ao ano, ou seja, 10X mais do que estava rendendo os títulos de renda fixa no EUA
                Muita gente correu para se tornar um “investidor” do mercado imobiliário, o que fez pipocar bolhas pelo mundo, e continuam pipocando enquanto este dinheiro estiver disponível

                3+
                • avatar
        • Lucas 9 de junho de 2017 at 16:37

          o dno desses trilhões não é os EUA, os donos são privados, até o FED é eminentemente um entre privado, acontece que o resto do mundo prefere a segurança dum EUA, do que a si mesmos. óbvio que preferem.

          9+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
    • CA 9 de junho de 2017 at 15:56

      Vamos de novo, já que insistem nas FALÁCIAS, retornar àquele GRANDE conjunto de itens que a galera FINGE que não vê o tempo inteiro, trazendo também do tópico anterior:

      CA 9 de junho de 2017 at 08:50
      Tudo normal e natural, nada ARTIFICIAL. Vejamos:

      NUNCA tivemos o percentual de distratos para imóveis vendidos na planta no Brasil antes do ano de 2011, embora a venda na planta já exista HÁ DÉCADAS no Brasil e o ano de 2011 que foi quando a ABERRAÇÃO começou a aparecer não tenha sido um ano de crise, em hipótese alguma;

      NUNCA em NENHUM lugar do Mundo tivemos este índice de cancelamento de vendas na planta, embora vendas na planta existam em outros países há muito tempo também;

      NUNCA para NENHUM segmento de negócio no Mundo tivemos esta situação de cancelamento em relação à vendas realizadas nestes volumes / percentuais;

      NUNCA tivemos uma desproporção entre oferta e procura tão absurda como nos últimos anos, com estoque equivalente a ANOS de vendas. O máximo aceitável para o segmento imobiliário seria estoque para 1 ano de vendas, no entanto, no total das construtoras de acordo com ABRAINC, este estoque é o suficiente para mais de 3 ANOS de vendas;

      NUNCA nenhum outro setor além do imobiliário chegou a ter em sua totalidade um estoque que é o equivalente a mais do que o TRIPLO do que seria o máximo aceitável pelo segmento, nem mesmo na crise atual que vivemos;

      NUNCA tivemos um crescimento nos preços dos imóveis que foi o TRIPLO do crescimento da renda das famílias ao longo do período de uma década ou menos;

      NUNCA tivemos um crescimento tão explosivo no crédito imobiliário concedido ao longo de um pouco mais de uma década, ao mesmo tempo que NUNCA tivemos uma expansão tão elevada no prazo de financiamento imobiliário, NUNCA tivemos um volume tão elevado de dinheiro subsidiado pelo governo para este setor, da mesma forma que NUNCA tivemos uma crise fiscal tão intensa quanto a vivida neste momento;

      NUNCA, em nenhuma bolha imobiliária do Mundo, conseguiram uma distorção tão elevada entre o preço dos imóveis e a renda das famílias, da mesma forma que em todas as bolhas imobiliárias do Mundo, NENHUM país conseguiu manter por décadas um aumento no prazo de financiamento imobiliário para que o mesmo durasse mais de 30 anos, isto falando sobre países da Europa com apoio do BCE, EUA e Japão, onde estes países sequer tinham o conjunto de crises simultâneas enfrentadas pelo Brasil, ou seja, com muito menos condições conjunturais e estruturais a aposta é que o Brasil será o primeiro e único país do Mundo a conseguir manter estas condições excepcionais para o crédito ao longo de décadas, apesar de TUDO depor no sentido contrário;

      NUNCA tivemos um volume tão elevado de imóveis que tem o contrato de financiamento inadimplente há mais de 90 dias, no total 233.000 segundo informações do Banco Central e apesar do crescimento explosivo no crédito imobiliário concedido, que deveria ter feito com que o percentual de inadimplência CAÍSSE, afinal no início do contrato (primeiros ANOS) o normal é não ter inadimplência, mesmo com todas as MAQUIAGENS via renegociação a CEF aponta uma inadimplência acima de 90 dias que é acima do razoável para esta modalidade de crédito, ou seja, 1,8% de inadimplência quando o normal é 1%. Isto porque ela está MAQUIANDO FORTEMENTE esta inadimplência;

      Existe muito mais ANOMALIAS além daquelas acima que já foram DEMONSTRADAS por aqui ao longo de anos, no entanto, mesmo perante este enorme conjunto de FATOS e DADOS, ainda temos pessoas que dizem que é “cíclico” e “natural” tudo isto que NUNCA ocorreu nesta intensidade no Brasil e em alguns casos (exemplo: distratos) que também não ocorreu para nenhum segmento de negócio em nenhum lugar do Mundo.

      Observando a ALIENAÇÃO e o FAZER DE CONTA de alguns perante este enorme conjunto de ANOMALIAS e ARTIFICIALIDADES, como se fossem “naturais”, estando em um blog que já DEMONSTROU o quanto foram ARTIFICIAIS e ANORMAIS, por INÚMERAS VEZES, e ainda, permanecer neste blog depois de ter descumprido sua palavra, mentido e enganado INÚMERAS VEZES, tendo sido DESMASCARADO em muitas oportunidades com uso de suas próprias referências e critérios, fica fácil de saber qual o “caráter” desta pessoa…

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 9 de junho de 2017 at 16:26

        Q gente poderia ir mais além, por exemplo?

        – a falsa sensação de segurança jurídica tão alardeada pelo setor…
        só foi o setor começar a tomar prejuízo já estão fazendo lobby para alterar a LEI e passar uma rasteria nos clientes
        ainda não fizeram isso porque perceberam que seria outro tiro no pé, que iria espantar ainda mais o comprador na-planta e enterrar de vez com a pedalagem de vendas-fantasia.

        11+
        • avatar
        • avatar
  • Libertario 9 de junho de 2017 at 16:43

    As similaridades:
    – Não houve bolha: A subida em disparada e a queda acentuada são movimentos ciclicos do mercado
    – Não houveram vendas falsas: Essa questao de distratos acima de 40%, foi por causa da crise politica =>econômica, mas não algo planejado;
    – Não existem super estoque de imoveis por isso as construtoras seguem construindo: Existe um grande deficit habitacional
    – Existe segurança juridica no Brasil

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 9 de junho de 2017 at 17:40

      Muito bom seu comentário.
      Resumiu bem os principais argumentos contra, e rebateu.

      Eu acho muita cara de pau falar em segurança jurídica quando estamos no meio de uma discussão infinita sobre os distratos. Que segurança jurídica há nessa jabuticaba brasileira? Os outros pontos não preciso nem comentar

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 9 de junho de 2017 at 17:17

    Lixos:

    Mercado do crédito imobiliário é tema de palestra com vice-presidente da Caixa

    Evento em parceria da Caixa com Secovi Sul/SC e Sinduscon ocorreu nesta quinta, em Criciúma.

    A participação do crédito imobiliário no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro ainda é de apenas 9,7%, número muito baixo quando comparado com países como África do Sul (22,5%), Portugal (59,2%) e o Reino Unido (75%)”.

    Comprometida com o crescimento deste mercado, segundo o palestrante, a Caixa tem aumentado o seu volume de vendas em mais de 25% através do crédito imobiliário nos feirões de imóveis no comparativo 2016/2017.

    https://www.revistaw3.com.br/geral/2017/06/08/mercado-do-credito-imobiliario-e-tema-de-palestra-com-vice-presidente-da-caixa.html

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 9 de junho de 2017 at 17:19

    Leilão da Caixa terá 2 mil imóveis

    Mesmo fora do calendário oficial do banco, o evento deve acontecer na cidade com a parceria da Ademi e o Sinduscon e a estimativa do setor é movimentar contratos de R$ 200 milhões..

    http://diariodoamazonas.com.br/economia/leilao-da-caixa-tera-2-mil-imoveis/

    9+
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 9 de junho de 2017 at 17:30

      no feirão: expectativa de 500 comercializados, enquanto no leilão já existem 2.000 imóveis kkkkkk:
      “Nossa expectativa é que desses 20 mil que visitam a feira, pelo menos 10 mil sentem na mesa de negociação”, disse o superintendente da Ademi, Valmir Franco, adiantando que a projeção é de que, pelo menos, 500 imóveis sejam comercializados.

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Antigo 9 de junho de 2017 at 17:45

        500 só em Manaus?
        Esse povo faz cada projeção maluca…
        Sabe o que eu acho pior? Nesses feirões tem muito imóvel na planta. É como se a Caixa estimulasse essa patifaria.

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 18:03

        51 mil imóveis a venda em Manaus pela OLX
        http://am.olx.com.br/imoveis/venda

        4+
        • avatar
        • avatar
  • Carlos 9 de junho de 2017 at 17:30

    OFF – Bolha down under.

    Não existe bolha, mas os corvos estão “nervosos” e o mercado inundado de apartamentos a venda 😀

    “”The biggest problem is buildings with off-the-plan sales, which were purchased with 10 per cent deposits.
    “These were sold at the peak of the cycle. You had tiny one-bedroom apartments selling for $450,000.”
    Some of those were now being valued at as little as $320,000, the source said.”

    “off-the-plan sales” quem disse que venda na planta só existia no Brasil? 😀

    Hora de criar um ILAC21 canguru, vou ver se consigo algumas fotos.

    Brisbane’s ‘flooded’ unit market has some real estate agents feeling nervous
    http://www.brisbanetimes.com.au/queensland/brisbanes-flooded-unit-market-has-some-real-estate-agents-feeling-nervous-20170607-gwm75k.html

    7+
    • avatar
    • avatar
  • Lucas 9 de junho de 2017 at 17:39

    Da série se tem bolha em tudo, tem bolha em nada
    by Margarida
    http://www.oantagonista.com/posts/se-todos-sao-culpados-ninguem-pode-ser-punido

    Republica Federativa do Cinismo
    do jaburu no planalto ao corvo na esquina

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 9 de junho de 2017 at 17:39

      aliás que bixo é um jaburu?
      ave tbm?

      4+
      • avatar
      • avatar
      • Antigo 9 de junho de 2017 at 17:43

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Lucas 9 de junho de 2017 at 17:44

          parece cruza de pombo com corvo

          13+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
    • Antigo 9 de junho de 2017 at 17:50

      De todo jeito, está tudo bem.
      Se sai Temer, colocam Meireles por eleição indireta, ele passa reformas
      Se fica Temer, ele passa reformas
      Acho que o mercado já não tem mais nada a temer (minúsculo dessa vez)
      Pior já foi, creio eu. Pelo menos na política, economia ainda tem um buraco infinito cheio de lama para resolver.

      5+
  • Lucas 9 de junho de 2017 at 17:44

    off Adoro esses nomes tipo tendão de Aquiles
    desde o primeiro satiagraha, se bem que ficou um pouco conspurcado aquele né
    a operação final tinha que chamar torre de babel

    5+
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 9 de junho de 2017 at 17:44

    é uma ave, aquela do pantanal, preta e branca e vermelho pescoço longo,.. nariz longo é de corvo

    2+
  • lendo e observando 9 de junho de 2017 at 17:54

    Vou postar aqui pq ficou muito acima
    ——————-
    lendo e observando 9 de junho de 2017 at 16:47
    Eh triste termos um país cheio de Mauriciosp (não eh nada pessoal, só te uso como exemplo)
    Reclama q pessoas são deselegantes com ele…
    Pqp o cara vem aqui querendo esfregar na cara de todo mundo que 2+2=5 e não quer ser zoado…
    Eh como nos ex dos funcionários de estatais e do marido traído que usei acima.
    Porrrrrra eu leio pra cacete um monte de gente que admiro…fico catando palestras desses caras e outros com quem posso aprender algo. Nestas horas eu não fico de sacanagem procurando defeito em detalhes, pois respeito o que tem pra me ensinar…
    Mesmo que pessoas que admiro cometam erros aquilo não invalida o que me ensinaram nem tira seus méritos.
    Quando queremos aprender, devemos ser humildes e não implicantes com quem sabe mais do que nós…
    Mas no Brasil pessoas atacam quem sabe e os verdadeiros ignorantes são respeitados como se gênios fossem.
    Eh… o Brasil não vai mesmo…rs
    Está tudo de cabeça pra baixo rs
    ————–
    Adicionando um detalhe mencionado pelo Mauriciosp, o qual já admitiu ser um típico besta bananense acima.
    Isso foi legal da sua parte e inclusive já disse que está tentando melhorar, o que tb eh muito legal, pois o primeiro passo pra melhorar eh saber q está no erro…
    Apenas peço que compreenda que se pegar a detalhes pra achar erros nos ensinamentos dos colegas não faz parte do caminho do aprendizado…
    Eh como fazer buracos na Estrada pra o conhecimento…
    Não precisa concordar 100%
    Mas deve ter 100% de boa vontade e humildade pra com aqueles que se dispõem a te ensinar, principalmente de graça RS, que eh o caso do CA, César DF e outros…
    Abraço sincero e espero que estas palavras te levem a uma estrada menos esburacada para o conhecimento que vc disse que deseja.

    4+
    • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 18:33

      Já que nesse post você não está usando de xingamentos, vou responder.
      Onde eu ataquei o CA? Aqui é um fórum de discussão, eu expressei minha opinião para fortalecê-la ou mudá-la, de acordo com outros dados que me apresentarem. Sempre com respeito a todos.

      6+
      • avatar
  • CA 9 de junho de 2017 at 19:24

    Ficou muito para cima:

    ———————————————————————————————-
    Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 14:17
    CA
    Você poderia validar ou invalidar o que apresentei em
    https://www.bolhaimobiliariabrasil.com/2017/06/09/a-bolha-dos-hoteis-estourou-no-brasil-exame/#comment-140303

    ————————————————————————————————
    Cesar_DF,

    Creio que uma maneira interessante de analisar os dados e apresentá-los de uma forma que todos poderão entender, é considerando um exemplo que tenha números associados aos preços dos imóveis, mesmo que FICTÍCIOS (nenhum problema, afinal o FINGE ZAP é 100% fictício mesmo – rs). Se o IGP-M é um indexador que serve para vermos o quanto a inflação em si evoluiu no caso de imóveis e o quanto um preço final subiu ou caiu considerando-se esta inflação, poderíamos fazer conforme abaixo:

    OBS=> para quem quiser entender melhor como fazer o cálculo do exemplo abaixo quanto a inflação, utilize este link que é bem didático, consultando a página 6 do arquivo .pdf. Aliás, curiosamente o exemplo do link abaixo é de imóvel no bairro de Laranjeiras no Rio de Janeiro (kkkk):

    https://pmbortolon.wikispaces.com/file/view/5_Matematica+Financeira+e+Inflacao.pdf

    EXEMPLO:

    Preço do imóvel de 2 dormitórios no Rio de Janeiro em janeiro/2008 = R$ 100.000 (só um EXEMPLO, número redondo para facilitar o cálculo):

    Assumindo-se o gráfico que consta na página do FINGE ZAP para o Rio de Janeiro, imóvel de 2 dormitórios, temos que em abril/2015 que havia sido o pico de valorização, o percentual acumulado de crescimento de preços havia sido de 265,84%, logo temos que o preço ANUNCIADO no FINGE ZAP em abril de 2015 para o EXEMPLO hipotético acima seria:

    R$ 100.000 * (1 + 265,84%) = R$ 365.840,00 = preço pelo FINGE ZAP em abril/2015.

    Só para termos uma referência, qual foi a variação nominal de abril/2015 a maio/2017?

    Pelo que consta no FINGE ZAP, a variação percentual acumulada de janeiro/2008 a maio/2017 foi de 243,3%, logo o preço em maio/2017 seria:

    R$ 100.000 * (1 + 243,3%) = R$ 343.300,00

    Logo, a evolução NOMINAL do preço deste imóvel hipotético de abril/2015 a maio/2017 foi de:

    (R$ 343.300 – R$ 365.840,00) / R$ 365.840,00 = -6,16%.

    Fiz o cálculo acima só para termos uma referência adicional, sobre a evolução nominal dos preços.

    Vamos agora fazer o cálculo considerando uma “inflação” medida pelo IGP-M.

    Primeiro, para sabermos o IGP-M acumulado no período de 01/abr/2015 a 31/maio/2017, acesse o site abaixo, informe o índice IGP-M e depois este período mencionado neste parágrafo:

    http://calculoexato.com.br/result.aspx?codMenu=FinanVariacaoIndice

    O resultado da variação do IGP-M de forma ACUMULADA no período de abril/2015 a maio/2017 é de 15,7062%. OBS2: pequena variação, eles não tinham o índice de maio/2017 registrado ainda, mas vá lá, não é isto que vai mudar a ordem de grandeza dos números.

    Agora vamos pegar o valor hipotético do imóvel em abril/2015, que calculamos acima (lembrando: valor NOMINAL) e aplicarmos o IGP-M do período acima:

    R$ 343.300 * (1+0,157062) = R$ 397.219,38.

    O valor de R$ 397.219,38 é o quanto o imóvel em abril/2015 deveria valer em maio/2017 só para “compensar” o efeito da “inflação” medida pelo IGP-M para este período.

    Agora fica fácil de calcularmos qual a diferença entre o valor de abril/2015 atualizado pelo IGP-M até maio/2017, versus o preço levantado pelo FINGE ZAP em maio/2017, basta fazermos o cálculo abaixo:

    (R$ 365.840,00 – R$ 397.219,38) / R$ 397.219,38 = -7,90%

    Em outras palavras, a variação do imóvel de 2 dormitórios no Rio de Janeiro pelo FINGE ZAP no período de 01/abril/2015 a 31/maio de 2017 em termos nominais foi de -6,16% e em termos REAIS, considerando-se o IGP-M do período, de -7,90%.

    IMPORTANTE:

    No FINGE ZAP, se vender o imóvel mais barato entre todos os anunciados, o preço médio sobe!!! Se os corretores quiserem MANIPULAR os preços, é só aumentar os valores dos anúncios e deixarem os imóveis mofando por meses ou anos, como aliás já acontece!!! Cada vez que alguém vende mais barato ou manipula para cima, altera o índice, isto por sua vez gera um efeito em cascata de otimismo UFANISTA (completamente descolado da realidade), o que motiva os ANUNCIANTES (e não vendedores) a não reduzirem os preços como planejavam para TENTAREM vender ou até INSANAMENTE aumentarem os preços quando NÃO estão vendendo.

    Outro ponto é que algumas pesquisas baseadas em preços NEGOCIADOS e portanto, aquelas que interessam e que retratam a REALIDADE e não a ALUCINAÇÃO que consta acima, já apresentaram resultados que foram exatamente o CONTRÁRIO do FINGE ZAP, isto feito por diferentes empresas de pesquisa com muito mais experiência que aqueles que criaram o FINGE ZAP, sendo que de quebra sabemos muito bem de todos os ENORMES vieses daqueles que criaram e mantém este índice.

    Quando divulgam o FINGE ZAP, mencionam “descontos” para vendas, que também ajudam na ALUCINAÇÃO COLETIVA: o desconto é sobre a venda realizada, que seguindo o que é normal, tende a ocorrer para os imóveis ofertados pelos preços mais baratos, no entanto, do jeito que divulgam, passa a impressão que o desconto é em relação a média, o que não é verdade. Existem “N” outras DESINFORMAÇÕES do FINGE ZAP, como sempre o que consta acima é só AMOSTRA.

    É pelo conjunto que consta acima, que não faz NENHUM sentido analisar o FINGE ZAP!!!

    CUIDADO, reitero o que já disse antes, se você insistir em fazer contas e mergulhar nos cálculos e análises com um índice completamente FURADO e SEM SENTIDO como o FINGE ZAP, vai acabar acreditando neste índice e ficando como o Nefasto, completamente alienado!

    Lembre-se da estória que contei do cara que se aproximou do aquário para tentar ensinar os peixes a falarem como humanos e voltou tendo desaprendido de como falar e ainda fazendo os mesmos movimentos de boca dos peixes!

    5+
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 19:26

    Qual é a hora certa de comprar um imóvel? 28/03/2011

    O melhor momento para começar a investir é sempre agora – mesmo que esse “agora” pareça meio tardio. Principalmente para quem está, como diz o leitor, sem nenhuma dívida. Como gasta pouco com habitação hoje em dia, ele pode procurar com calma até achar algo que esteja dentro dos seus objetivos, e que possa parcelar de forma a não comprometer mais do que 30% de sua renda mensal. É, pode ser que em alguns momentos seja necessário apertar o cinto e reduzir alguma despesa. Mas economizar é assim mesmo: é abrir mão de algo hoje para obter um benefício no futuro.

    É bolha?

    Rodrigo também pergunta se os preços de imóveis em Curitiba estão inflados demais, como numa bolha.

    Essa é uma ideia que tem pairado por aí, mais na boca de consumidores do que na de economistas. Estes falam em desaceleração de preços – e isso já está começando a ocorrer.

    http://www.gazetadopovo.com.br/economia/colunistas/finances/qual-e-a-hora-certa-de-comprar-um-imovel-4phccqgn1ysrmvjyopisik40e

    5+
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 19:32

      A Espera de dias melhores
      “por Franco Iacomini
      A consultoria Economatica, especializada em software de informação financeira, divulgou nesta semana um estudo com dados sobre o setor de construção. É sobre as empresas de capital aberto e ações negociadas em bolsa, bem entendido: um universo de apenas 16 companhias que, embora grandes (algumas têm atuação nacional, outras estão focadas em segmentos e regiões específicas), não espelham necessariamente a totalidade da construção civil. As empresas abertas são obrigadas a mostrar sua realidade financeira. Outras, menores, não. Muitas devem estar melhor. Outras, talvez não.
      Feitas as necessárias ressalvas, o panorama que surge dos números e gráficos não é muito bom. Percebe-se que os anos de ouro foram 2010 e 2011. Em 2010 as companhias obtiveram o maior lucro líquido: R$ 4,2 bilhões, somando todas as empresas. O ano seguinte foi de recorde nas vendas, que atingiram R$ 33,3 bilhões.
      O ano de 2015, cujos balanços foram divulgados nas últimas semanas, revela um momento mais delicado. As vendas ficaram em R$ 23,8 bilhões – 18% menos que no ano anterior e 28% abaixo do pico de 2011. E das 16 empresas, cinco registraram prejuízo no ano passado. Uma delas sozinha, a PDG Realty, relatou perdas de R$ 2,7 bilhões, distorcendo todos os números do segmento.
      Notícia melhorzinha está no endividamento dessas companhias. Caiu de R$ 33,1 bilhões em 2012 (quando ocorreu o pico do endividamento) para R$ 25,1 bilhões.
      O valor de mercado dessas empresas estava, no dia 8 de abril, em R$ 17,6 bilhões, menos da metade dos R$ 39,4 bilhões do fim de 2012. O desempenho dessas empresas – e de suas ações, já que elas estão no mercado – vai depender da economia brasileira e, em última instância, da política. Quando estamos em crise e sem enxergar a luz, pouca gente se arrisca a fazer um financiamento imobiliário de 30 anos. Se as coisas se normalizarem e, mais ainda, se houverem novas políticas de estímulo como aquelas que alimentaram os anos gordos de 2008-2012, as vendas voltarão a crescer.
      Quanto ao mercado de imóveis, ele também anda às escuras. Faltam compradores. Quem tiver disposição para procurar e negociar pode até achar bons negócios.
      O pai do amiguinho
      Dia desses, meu sobrinho de 5 anos voltou da escola contando uma história triste. O pai do amiguinho dele construía carros, mas agora não precisam mais dele. Por isso, está precisando de um emprego novo.
      Sim, a crise atinge a todos – até as crianças.”
      http://www.sintraconpb.com.br/paginas/noticia/5247/125

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Leonardo M. 9 de junho de 2017 at 19:36

    Galera

    Sei que o crédito inflou o preços dos imóveis nos últimos 10 anos porém o crédito imobiliário X PIB no Brasil comparado com bolhas da China,EUA,Espanha,Portugal e Japão é bem menor.
    Vocês acreditam que no futuro podemos ter um presidente que chegue a usar por exemplo 30%/40%/50% do PIB é começar a criar cidades e mais cidades para inflar a economia de noiva?

    2+
    • Leonardo M. 9 de junho de 2017 at 19:37

      De novo*?

      Ou isso não é mais possível no Brasil?

      1+
      • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 19:40

        Muito complicado ….. não existe arranjo financeiro para esses patamares.
        Os valores alcançados já geraram sérias distorções…

        5+
        • avatar
        • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 19:44

          Lembrando que mais de 70% do crédito imobiliário veio da CEF com a ajuda do Tesouro Nacional .
          os bancos privados não embarcaram e jamais aportariam nesses patamares.
          é melhor direcionar os recursos para outras carteiras … principalmente as de curto prazo.
          Bananense parcela carne no supermercado e usa muito cartão de crédito e cheque especial. 😉

          7+
          • avatar
          • avatar
          • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 19:47

            P.S. os EUA com garantias imobiliárias na casa dos 18 trilhões de dólares e uma renda per capita cerca de 5x maior que a da Banânia possuem imóveis mais baratos … que os daqui….
            (valor de anúncio bananense)

            12+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
        • Lucas 9 de junho de 2017 at 20:13

          % de credito / pib X inflaçao de preços anunciados de imoveis são 2 eventos completamente diferentes

          de fato o montante de crédito destinado a habitação no BR é lamentável, assim como é lamentável o crédito destinado a infraestrutura, e até o credito ao setor industrial é muito baixo em termos mundiais, moramos mal em termos de casa, de cidade, de rua, de esgoto de tudo.

          Nunca entendi bem esse fetiche de comparar com PIB, talvez para ter uma referencia de proporção???

          sem duvida nossas necessidades de investimentos em todos estes setores que falei acima é muito alto, estamos ficando pra trás, até a Africa vem nos alcançando se vcs acompanharem a região sudeste vai dar até desanimo de ver como estamos ruins. E seria uma bela oportunidade afinal temos terras e recursos adoidado, com pouco dinheiro poderíamos fazer muuita coisa, muito mais que em países densos e cheio de barreiras climáticas, topográficas, cheios de gente. Estamso jogando no lixo essa oportunidade

          o fato da porcentagem fetiche causar ou não bolha, causar ou não inflação de anuncios é assunto sem pé nem cabeça, pior até que o cement index que ainda guarda alguma relação direta

          6+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • From_The_Tower 9 de junho de 2017 at 20:22

            é apenas uma abstração……
            tem que pegar produtividade x custo do crédito x arranjo financeiro x histórico e percepção dos países x renda per capita x etc

            3+
          • Lucas 9 de junho de 2017 at 20:30

            sim, aí vc vai responder pq o credito no BR é caro
            oras, pq tudo aqui é esculhambado, avacalhado, quem é louco de investir aqui???
            tem um livro a biografia do Mauá, muito interessante, como esse cara conseguia dinheiro através da confiança, captava no exterior e chegou a ser mais rico que o imperador d pedro II
            mas nas historinhas vc via coisas incríveis, tipo o aventureiro que vendeu a ações na bolsa de londres duma mina no pará onde havia ouro espalhado no chão
            vários sapateiros e dentistas londrinos investiram nessas ações, captou-se de dinheiro o que equivaleria a centenas de milhoes de dolares nos dias de hoje
            E a porra do eike não me faz a mesma coisa no seculo XXI, depois ficam chamando a gente de profeta

            alias recomendo o livro do jorge caldeira, aprendi rudimentos de contabilidade me divertindo nesse livro

            7+
            • avatar
            • avatar
          • Lucas 9 de junho de 2017 at 20:33

            Se me chamassem pra minsitro eu iria fazer a conta ao contrário, o que precisamos pra fazer desse país um lugar moderno e decente pra ir e vir e morar, não só em termos de projetos e dinheiro mas estruturais e até bases morais, daí calculava o quanto e mandava a conta pro CA no ministério ao lado dar um jeito.

            5+
            • avatar
  • Margarida 9 de junho de 2017 at 20:53

    “MauricioSP 9 de junho de 2017 at 11:18
    Margarida, quando a construtora começa um projeto, e construção, 2 anos para planejar e 3 anos para construir, ela tem que projetar um retorno de 5x o valor investido. Então ela investe 100 milhões para lucrar 500 milhões (suponha aqui um conjunto de prédios de mil apartamentos por 500 mil cada). Os 500 milhões são o VGV que ela divulga. Do VGV ela tira 6% de custos de divulgação, ou seja 30 milhões vão para propaganda, é por isso que você vê tantos stands, maquetes, folhetos distribuídos na rua.
    Para diminuir o capital investido, ela cobra 30% do valor durante a construção, é o “sinal”. Nesse valor está inclusa a comissão do corretor, e do VGV isso dá 150 milhões. Então veja por esses números que se vender tudo na planta no lançamento é um investimento perfeito: o dinheiro para a publicidade e construção é financiado pelos próprios compradores. A construtora entra com a competência para executar o projeto.”

    Que eu saiba, a incorporadora usa os contratos de promessa de venda e compra pra levantar dinheiro com os bancos pra financiar os projetos. O terreno e o projeto são usados como garantia hipotecária. O $ que levantam junto ao banco é maior quanto maior for o número desses contratos.

    Pessoal aqui que conhece os trâmites que me corrija, por favor, se eu estiver errada.

    3+
    • avatar
    • avatar
    • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 22:41

      Com a lei das SPE, cada empreendimento é uma empresa com contabilidade própria. Caso a construtora não venda todos os imóveis no lançamento, o que é muito comum, ela precisa colocar capital na SPE para permitir a construção. Outra forma de capitalizar a SPE é hipotecar os imóveis para um banco. De quebra o banco negocia uma taxa melhor ou menos burocracia para que os compradores financiem com ele. Mas não foge muito do que coloquei no exemplo, que o lucro da construtora provem da entrega e quitação dos imóveis e não da venda na planta.

      2+
      • Margarida 9 de junho de 2017 at 23:25

        Foge, sim, porque sem essas “vendas” a construtora não banca a obra. Não com as parcelinhas dos futuros compradores. Se bancasse só com isso, não precisaria da hipoteca.

        3+
        • avatar
        • MauricioSP 9 de junho de 2017 at 23:44

          Sim, mas estou focando no lucro das construtoras. Se a construtora praticar uma venda falsa, ela não vai obter o lucro, que só é obtido quando o imóvel é quitado e o montante principal, 70%, é pago.

          2+
          • CA 10 de junho de 2017 at 09:08

            MaurícioSP,

            Quantas milhares de vezes ja foi explicado e DEMONSTRADO para você, que quem ganha com golpes financeiros são as PESSOAS e que as empresas são usadas as vezes até para quebrarem se for necessário para que as pessoas ganhem dinheiro com os golpes???

            Outra: você fez várias perguntas e todas foram respondidas. Você distorceu o que eu disse algumas vezes de formas seguidas e em todas as vezes foi demonstrada sua estratégia. Quando você vai responder as inúmeras questões feitas várias vezes em que você explicaria o porque de nossos distratos serem normais e apenas frutos de descuidos e não de golpes?

            Quando você vai explicar por que os distratos que já são anormais a partir de 2011 não encontram nenhum precedente na história mundial para nenhum segmento de negócio?

            Quando você vai explicar os lucros bilionários dos pais das bolhas imobiliárias espanhola e americana durante a participação deles em construtoras brasileiras na última década saindo com um timing perfeito, logo depois dos preços das Ações inflarem e dos distratos bilionários explodirem?

            5+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • MauricioSP 10 de junho de 2017 at 16:09

              CA,

              Eu já respondi, dos empreendimentos que acompanhei não vi nenhuma evidência de vendas falsas. De 4 empreendimentos para classe média na minha cidade de construtoras diferentes. Todos eles estão com um nível de ocupação significativo e boa parte dos moradores compraram na planta.

              No seu gráfico, vamos pegar o exemplo da Tecnisa, empresa de uns 30 anos, que tem um “dono” e não teria a influência de Enrique Bañuelos na PDG e Sam Zell.

              http://defendaseudinheiro.com.br/wp-content/uploads/2014/10/Post-31-imagem-8.png

              Você coloca no gráfico que o crescimento de vendas em 2010 foi devido a uma falsa demanda, causada por vendas falsas e investidores. Ou seja não teria havido um crescimento do mercado nem do crédito imobiliário, a construtora dobrou as vendas de forma artificial, o que resultou em 500 milhões em distratos em 2013.

              Em 2011 ela teve vendas ainda maiores pelo seu gráfico, então se foram também vendas falsas, resultaria em distratos maiores na entrega em 2014.

              Nos anos seguintes a construtora deveria reduzir os lançamentos para vender esse estoque artificial, ou amargar um superestoque. Então podemos analisar os números da Tecnisa de 2010 até 2017 para ver se isso aconteceu. Quais são os números que você usou dos relatórios trimestrais da Tecnisa para fazer esse gráfico?

              4+
              • CA 10 de junho de 2017 at 17:08

                MauricioSP,

                Dúvida:

                Você vai responder às questões acima, ou da mesma forma que Nefasto e Fernando vai só continuar assobiando, FINGINDO que não viu e fazendo novas perguntas?

                1+
                • MauricioSP 11 de junho de 2017 at 13:54

                  Vamos analisar os dados da Tecnisa, cujo dono é um judeu que não gosta de perder dinheiro? Assim não focamos em empresas como a PDG que teve influência como você diz de um investidor externo e teve um super crescimento através de dezenas de aquisições e fusões, que dificulta a análise ano a ano.

                  1+
  • thiago fm 9 de junho de 2017 at 21:19

    Cesar_DF 9 de junho de 2017 at 19:46

    No cálculo do Thiago fm deu 19,15% de queda
    Então ele chegou bem mais próximo do que eu
    Desculpe ai Thiago fm, foi mals rsrsrs

    César,

    Erros de cálculo acontecem, mas deu pra perceber que você resolveu transformar algo pequeno num grande desafio com claro intuito de me constranger. Se eu estivesse equivocado não acho que poria tudo que eu já postei em termos de estatística por água abaixo, assim como não vou pensar isso de você.

    Bola pra frente

    6+
    • CA 10 de junho de 2017 at 09:00

      Com uma GRANDE, ou melhor, GIGANTE diferença: Cesar_DF acreditava nos cálculos que apresentou, não agiu de ma-fé e ao reconhecer o erro, pediu desculpas.

      Já no caso do Nefasto, podemos comprovar que não só ele mente propositalmente, como ainda persiste até hoje na mentira e ainda, ao ser DESMASCARADO com o uso de suas próprias fontes de informação e critérios, sai assobiando e FINGINDO que nada tinha acontecido, para logo em seguida praticar um novo ato idêntico.

      Quanta diferença de caráter, não é mesmo?

      As EVIDÊNCIAS quanto a isto constam logo abaixo…

      5+
      • avatar
      • avatar
      • rafa_fv 12 de junho de 2017 at 08:40

        Eu também cometi o mesmo erro, pois fiz os cálculos na base 100 ao invés de deslocar a nova base para 02/2015. Foi um erro de principiante.

        1+
  • thiago fm 9 de junho de 2017 at 21:26

    Eu escrevi um bocado de coisas ao Mauricio hoje, mas percebi que se concentraram na metáfora do organismo como forma de tergiversar e se afastar do núcleo da questão, da mesma forma que fizeram com o gráfico em formato de flor dentre centenas de outros que postei. No fundo vocês entenderam muito bem o recado.

    Já disse que ninguém precisa concordar com meu ponto de vista, mas nesta altura do campeonato já deviam ter percebido que repulsa barata não funciona tão bem comigo, muito menos as risadinhas clássicas que sutilmente revelam o incômodo latente do interlocutor. Confesso que por dentro eu ri um pouco dos diversos erros apontados no assim chamado dossiê dos aloprados, mas guardei pra mim a parte cômica da coisa, já que o lado trágico ficou para os usuários que por anos foram alimentados e iludidos pelas evidências forçadas do nobre colega. Se tudo foi tentativa baixa de desqualificação e desinformação por que ninguém mais ouviu falar delas depois que eu apontei as contradições? Para quê o constrangimento? Queremos as evidências do CA de volta, por favor! As pessoas estão com saudade!

    A pena é que enquanto alguns desconversam, a realidade se impõe e demonstra que não tivemos componente artificial com peso suficiente para caracterizar uma bolha imobiliária especulativa no Brasil, muito menos para assumir o posto de maior do planeta como foi pintada. Pelo lado da demanda os cancelamentos de venda e a alta da oferta não anulam o fato de que a demanda cresceu fortemente no mercado de imóveis novos e que a grande maioria dos compradores conseguiu seus imóveis e estão pagando por eles sem grandes sobressaltos, mesmo diante da maior recessão que se tem registro. Se a crise não tem influência no mercado e tudo na verdade converge para uma grande pirâmide fadada à ruína, por que as vendas estão parando de cair, os distratos começando a recuar e os estoques parando de crescer? Estranho…muito estranho…

    5+
    • CA 10 de junho de 2017 at 09:34

      Vamos mais uma vez demonstrar as mentiras e tentativas de ENGANAÇÃO por parte do Nefasto (ficou 2 meses internado em uma clínica psiquiátrica e não resolveu nada, pudera, os problemas de caráter dele não tem cura):

      Quando ele diz que não mencionamos mais o dossiê dos ALOPRADOS, era porque estava carente de atenção?

      Se foi isto, a verdade é que não precisamos de pessoas que mentem, enganam e praticam a DESINFORMAÇÃO, os tópicos diários do blog sempre trazem representantes do segmento imobiliário e asseclas de áreas relacionadas para fazerem isto, ele nunca fez a menor falta…

      Já se a referência do Nefasto foi quanto ao conteúdo de suas difamações, é fato que algumas vezes utilizei sim as informações sobre o preço dos imóveis terem subido o triplo da renda, sobre pesquisas baseadas em preços REAIS terem apontado a queda de preços em sentido contrário ao do FINGE ZAP, etc, etc, etc, ou seja, ninguém se inibiu de falar a verdade só porque foi caluniado, até porque foi provado com fartura de evidências e utilizando-se das próprias referências e critérios do Nefasto, conforme exemplos que demonstram isto logo abaixo.

      Ah, mas o Nefasto gostaria que os assuntos acima fossem utilizados com mais frequência, pois daí ele poderia criticar que sou repetitivo, que sempre bato na mesma tecla, etc, como já fez algumas vezes. Em outras palavras, o que o Nefasto fez acima foi a mesma estratégia suja de SEMPRE, tentar induzir as pessoas a repetirem algo para depois acusa-las de estarem fazendo isto…Alguma surpresa para quem já conhece o “caráter” do Nefasto?

      Sobre os estoques de imóveis novos estarem caindo e vendas subindo, será que o Nefasto está se referindo ao primeiro bimestre de 2017 em São Paulo, que tiveram as piores vendas para um primeiro bimestre de toda a história da cidade?

      Ah não, ele está considerando o crescimento de vendas a partir de março em São Paulo, onde o que venderam referente a qualquer época de lançamento, foi inferior ao que lancaram no próprio trimestre, ou seja, só aumentaram a absurda distorção entre oferta e procura que ja existia!

      Será que ele está se referindo ao estoque de imóveis novos apontados pelo SECOVI SP que OMITE todos os imóveis com mais de 36 meses de lançamento, exatamente o período em que os distratos acontecem?

      Ah não, como SEMPRE o Nefasto está fazendo de conta que não sabe, apesar de ter sido explicado para ele milhares de vezes, que o que interessa de verdade é a distorção entre oferta e procura e que a ABRAINC, que ele mesmo citou mais abaixo, já apontou que a distorção entre oferta e procura para imóveis em poder das construtoras bateu todos os recordes ao final de 2016 com estoques suficientes para mais de 3 ANOS de vendas!

      Sem dúvida ele também está FINGINDO não saber que se a CEF recuperasse todo a os imóveis com inadimplência superior a 90 dias, só isto já seria o suficiente para que ela tivesse um estoque para mais de 6 ANOS de vendas!

      Pois é, mentir, enganar, fingir, nada diferente do que estamos acostumados quanto ao Nefasto, certo?

      2+
  • thiago fm 9 de junho de 2017 at 21:38

    CA 9 de junho de 2017 at 10:43

    Libertário,

    Não se esqueça do DOSSIÊ DOS ALOPRADOS, ele já tentou fazer isto que você falou, mas saiu muito queimado, pois todas as mentiras e enganações dele foram DESMASCARADAS, inclusive em alguns casos com as próprias fontes e critérios dele mesmo… Por isto que ele implora por mais alguém com quem ele possa tentar jogar sujo, mentir, enganar, etc., mas que não o desmascare em público… De qualquer forma, a cara-de-pau, vitimismo e demais estratégias baixas permanecem, não há como ele mudar…

    ————————————————————————————————
    Eu fiquei queimado com a novelinha? Acho que não, meu caro, pois diferente dos ataques à minha pessoa eu apenas contrapus algumas evidências que sustentavam sua teoria, com um leve tom de ironia. Quem leu cuidadosamente deve ter notado que só coloquei em xeque pontos frágeis, incorreções e conveniências que são típicas do seu modo de analisar as coisas. Vamos recapitular os tópicos?

    – as previsões de queda mais aguda de preço entre o segundo semestre de 2016 e o primeiro de 2017; (MASTER FAIL)

    – queda da arrecadação do FGTS; (FAIL)

    – queda de 70% no preço do M2 do segmento Premium da Tecnisa; (FAIL)

    – Tombo de 25% dos preços em São José dos Campos acompanhada de aumento de 300% da oferta de locação; (FAIL)

    – Discrepância absurda dos preços da Pesquisa ZAP com a da EMBRAESP; (FAIL)

    – Atribuição da Inadimplência do MCMV I para a CEF em analogia ao Subprime 1 e 2 (MASTER FAIL)

    – Erros múltiplos na comparação do IVG-R com demais índices; (FAIL)

    – Incorreção do percentual de inadimplência dos contratos do SBPE/SFH; (FAIL)

    Quem quiser rever o conteúdo basta pedir que estaremos à disposição.

    6+
    • CA 9 de junho de 2017 at 23:37

      EXEMPLO 1 DO DOSSIÊ DOS ALOPRADOS:

      CA 20 de dezembro de 2016 at 17:34
      Vamos voltar a parte 7 dos DOSSIÊS DOS ALOPRADOS.

      Vejamos alguns trechos originais de Thiago FM, entre “aspas”:

      “Preços subiram acima da renda média do trabalho? Sim, é um fato.
      Subiram o mais que TRIPLO da renda no país? Não. Isso é um erro.”

      “Na verdade essa conclusão foi baseada num um equívoco bastante primário de cálculo”

      Daí o Thiago FM também colocou este link, aquelas apresentações vazias e cheias de retórica que ele tanto questiona (rs):

      https://s30.postimg.org/47vp02og1/ivgr_x_renda_x_incc_x_locacao_2.png

      Na apresentação acima, Thiago FM informa que utilizou o IVG-R nominal e a renda habitual nominal do PME do IBGE.

      Sobre a renda habitual nominal do PME do IBGE, pode ser localizada no link abaixo:

      http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/indicadores/trabalhoerendimento/pme_nova/defaulttab_hist.shtm

      Além disto, Thiago FM, também deu a “dica” de onde tirou os dados sobre o IVG-R:

      http://www.construdata.com.br/packages/data/pages/load_series.tpl.php?level1%5B%5D=40&level2%5B%5D=430&level3%5B%5D=431

      No tópico anterior, utilizei o IVG-R deflacionado da construdata do link utilizado por Thiago FM que consta logo acima e ainda, o PME do IBGE que estava disponível na época que fiz o gráfico, sendo que utilizei a renda habitual REAL (deflacionada). Demonstrei que o preço de venda havia CRESCIDO mais que o TRIPLO da renda. Thiago FM começou um mimimi sem fim, dizendo que não valia, porque a vírgula, o ponto, o espaçamento e blá, blá, blá.

      Vamos fazer o seguinte agora, apenas como um EXERCÍCIO, utilizando EXATAMENTE as mesmas REFERÊNCIAS que o Thiago FM utilizou acima, com os mesmos CRITÉRIOS. Se Thiago FM questionar o resultado agora, estará questionando a si mesmo, afinal foi ele que indicou as fontes e os critérios, correto?

      Com base nos dados da Construdata referentes ao IVG-R nominal (NÃO deflacionado pelo IPCA), que foi indicado pelo Thiago FM, temos:

      Jan/2005 = 133,7 pontos base
      Dez/2011 = 438,9 pontos base

      Variação de Jan/2005 a Dez/2011: 228,27%

      Agora vamos usar exatamente a mesma referência do Thiago FM quanto a rendimento do trabalho habitual nominal do PME. Temos:

      Jan/2005 = R$ 938,90
      Dez/2011 = R$ 1.654,20

      Variação de Jan/2005 a Dez/2011: 76,18%

      Muito bem, agora dividindo a variação dos preços dos imóveis pela variação do rendimento, o que temos?

      228,27 / 76,18 = 3

      Qual o significado do cálculo acima?

      Utilizando EXATAMENTE os critérios e fontes indicados por Thiago FM, chegamos a conclusão que no período de Jan/2005 a Dez/2011, o preço dos imóveis CRESCEU o TRIPLO do que CRESCEU a renda!!! (c.q.d.)

      Ué, mas o Thiago FM não tinha afirmado categoricamente que se seguíssemos os critérios dele e as fontes que ele utilizou, NÃO chegaríamos a conclusão de que o preço dos imóveis CRESCEU o TRIPLO do que a renda?

      Se buscarmos outros períodos, veremos que em alguns deles o preço dos imóveis cresceu 2,94 vezes o que cresceu a renda, bem próximo de 3 vezes. É bem provável que em outros períodos, tenha crescido mais que 3 vezes, mas nem preciso me dar ao trabalho de procurar mais, o que está demonstrado acima já é o suficiente.

      Agora, apesar da ESSÊNCIA do que Thiago FM disse ter sido DESMASCARADO, tendo como referência EXATAMENTE as mesmas fontes e critérios que ele indicou, ele vai pedir para desenhar um gráfico (como já fez no tópico anterior), vai fazer um questionário com 20 perguntas (como já fez no tópico anterior), vai lançar mais um capítulo do DOSSIÊ DOS ALOPRADOS (como já fez no tópico anterior), vai mudar de assunto, vai reclamar, vai fazer o que for possível e impossível para tentar fazer com que as pessoas não constatem o ÓBVIO e que está demonstrado acima: pela nogentésima decepcionésima vez, Thiago FM praticou uma campanha de DIFAMAÇÃO para tentar destruir as EVIDÊNCIAS que não interessam à ele. Os dados e critérios sugeridos por ele mesmo, é que provam isto.

      Ele vai fazer cálculos mirabolantes, contar estorinhas sem pé nem cabeça, vai dizer que ele não concorda com os cálculos ELEMENTARES de evolução de pontos base e preço entre duas datas que constam acima e que por sinal são o PADRÃO para avaliarmos variação em um período, dentre um monte de besteira, sem pé nem cabeça.

      Vai lá Thiago FM, briga com a matemática, FAZ DE CONTA que a conta que consta acima não está correta, desmente a si mesmo e diz que de repente estas fontes não são as melhores porque não deram o resultado que você queria e por aí vai. Fazendo este monte de bobagem que você sempre faz, não fará a menor diferença, pois todo mundo já está cansado de saber que primeiro você “chega a uma conclusão” para depois inventar os dados que “subsidiem” esta conclusão, sendo que em virtude deste método, os dados sempre acabam provando exatamente o contrário da sua conclusão pré-concebida. Lamentável, mas esta é a forma que você trabalha, certo?

      1+
    • CA 9 de junho de 2017 at 23:58

      EXEMPLO 2 DO DOSSIE DOS ALOPRADOS, sobre EMNRAESP e FIPE ZAP:

      CA 16 de dezembro de 2016 at 11:26
      SEGUNDA RESPOSTA (CA): trecho da resposta de Thiago FM = “O documento não trata de MÉDIA dos dos meses e nem eu afirmei isso em nenhum momento.”

      Novamente uma mentira deslavada. Segue abaixo a evidência.

      Thiago FM fez um “copiar e colar” de gráfico do SECOVI SP sobre os números da EMBRAESP. UMA página antes deste gráfico, o SECOVI SP explica o critério:

      Link: http://www.secovi.com.br/files/Arquivos/preco-medio-residencial-outubro-2016.pdf

      Trechos do link acima, utilizado por Thiago FM, entre “aspas”:

      “Embraesp: Preço* m² de Área Útil de Imóveis Novos Verticais do Município de São Paulo”

      “Preço* = Média de 12 Meses”

      Thiago FM, você ainda vai FINGIR que não entendeu que os preços da EMBRAESP usados pelo SECOVI SP são a MÉDIA de 12 meses, se no próprio gráfico que você copiou e colou, uma página antes eles explicam isto? Eu já havia falado para você sobre o “*” e a explicação do mesmo em comentário anterior, vai FINGIR DE NOVO??? Realmente, o cúmulo da cara-de-pau…

      2+
    • CA 10 de junho de 2017 at 00:19

      EXEMPLO 3 DO DOSSIÊ DOS ALOPRADOS:

      CA 8 de dezembro de 2016 at 21:09
      Thiago FM e Fernando,

      O SFH é uma concessão EXLCUSIVA da CEF? Não??? UE, então porque quando o Fernando falou sobre os 0,3%, o Thiago FM trouxe só os dados da CEF? Thiago FM, , você que trabalha ma CEF não sabia que o SFH nao é exclusivo da CEF, ou tentou DISTORCER os fatos pela nogentesuma decepcionesima vez. É E você Fernando, FINGIU que não tinha percebido isto também?

      Outra coisa Thiago FM e Fernando: nontopico anterior, tem um link colocado pelo Thiago FM onde ele coloca a informação sobre o índice de INADIMPLÊNCIA e não sobre os imóveis retomados, ao criticar este comentário que fiz meses atrás. Ué Thiago FM, como é que fica, você questiona o.mei engano depois de você ter se enganado ao fazer a crítica e só depois vai ver do que se trata, daí assobia, FINGE que não viu e continua o assunto como se nada tivesse acontecido, é isto mesmo?

      1+
    • CA 10 de junho de 2017 at 00:33

      EXEMPLO 4 DO DOSSIÊ DOS ALOPRADOS:

      CA 9 de dezembro de 2016 at 07:44
      E aí Thiago FM, DISTORCENDO e MENTINDO como de praxe???

      O que os preços da Tecnisa tem a ver com os distratos? Nada, certo? Mas é melhor jogar mais esta cortina de fumaça e COVARDEMENTE continuar fugindo do assunto, não é mesmo?

      Outro ponto: NUNCA disse que este era um “pilar” sobre as quedas de preços, foi sempre uma evidência COMPLEMENTAR. Até quando você acha que DISTORCENDO tudo que digo vai conseguir enganar alguém???

      PQP, li sua apresentação. Parabéns, você bateu o recorde, foi a apresentação mais sem nexo até agora. Um monte de INFERÊNCIAS sobre o que pode ou não ser, absolutamente NADA que seja CONCRETO, que diabos de análise foi esta?

      Thiago FM, você está ficando cada vez pior e passando por uma situação cada vez mais ridícula. Seu DESESPERO é perceptível, no anexo você não provou absolutamente NADA. Ah, subiu em ano ANTERIOR para depois cair e daí? O fato de falar sobre a queda estava errado? NÃO!!!! E por acaso, o subir muito teria sido por vendas FALSAS na planta por negócios que não se concretizaram e portanto uma venda com valor completamente falso para depois voltar a patamar muito mais baixo? Viu, é muito fácil fazer INFERÊNCIAS que não chegam a lugar nenhum.

      1+
    • CA 10 de junho de 2017 at 00:58

      EXEMPLO 5 DO DOSSIÊ DOS ALOPRADOS:

      CA 21 de dezembro de 2016 at 07:01
      Thiago FM,

      Já havia DESMASCARADO os seus truques sujos que constam no capítulo 8 do DOSSIÊ DOS ALOPRADOS no tópico anterior. Você também FINGIU que não viu as respostas e simplesmente replicou as mentiras e enganações???

      Veja que no seu próximo comentário, você se aprofundou nas mentiras a este respeito. Temos pesquisas que indicaram dois aumentos SEGUIDOS na oferta de imóveis para alugar na cidade de São José dos Campos. Qual a sua “brilhante” conclusão, tentando ENGANAR as pessoas e pega-las “distraídas”? Que uma pesquisa desmentia a outra, quando era exatamente o contrário, uma REFORÇAVA a outra, mostrando que o aumento na oferta de imóveis para alugar, apesar de ter sido enorme de 2012 para 2013, tinha voltado a aumentar novamente de 2013 para 2014!!! Explicações e DEMONSTRAÇÃO quanto a suas mentiras, estão detalhadas em comentário mais abaixo.

      Agora, já que você FINGIU que não viu as outras explicações sobre seus truques sujos no capítulo 8 do DOSSIÊ DOS ALOPRADOS, replico o que eu já havia explicado no tópico anterior a este respeito:

      Sobre o que consta no anexo, informações PARCIAIS, DISTORCIDAS, que não eliminam em nada o que foi colocado antes. Quando falam sobre preço médio do M2 em queda, falam no geral e não apenas de 3 dormitórios, porque você colocou EXCLUSIVAMENTE 3 dormitórios? Em nenhum momento disse que a queda era no preço médio médio de 3 dormitórios exclusivamente, é você que está DISTORCENDO a informação e induzindo as pessoas ao erro, NOVAMENTE!!!

      Outro ponto de claríssima DISTORÇÃO e INDUÇÃO AO ERRO: em que momento eu disse que no ano de 2016 teria caído ou subido os preços de imóveis em São José dos Campos? De novo você fala sobre algo que NÃO FALEI, nem defendi em nenhum momento, para SIMULAR que eu teria errado em previsão que não fiz???

      Sobre a pesquisa que indicou aumento de 300% na OFERTA de imóveis para aluguel, onde está o erro? Qual o percentual de pessoas que são entrevistadas para se saber o resultado de uma eleição? Como você pode demonstrar que a amostragem é insuficiente, sem dizer qual o percentual das imobiliárias pesquisadas em relação ao total da cidade??? Novamente você está descaradamente INDUZINDO AS PESSOAS AO ERRO, usando o famoso “senso comum”: “Ah, se foram poucas imobiliárias, então não vale”. Poucas em relação ao que? Qual o total de imobiliárias na cidade? É lamentável como você MANIPULA as informações SEM NENHUM PUDOR, com a única finalidade de enganar as pessoas…

      1+
      • thiago fm 11 de junho de 2017 at 09:50

        Respira CA,

        Nem vou pedir para você TENTAR justificar as bobagens que faltaram da lista, pois da forma que você escreve, é possível que tenha um infarto e deixe o blog órfão de vez. Como eu disse, se quem ficou queimado sou eu e não há engano nenhum de sua parte seja no conteúdo ou na maneira de apresentação dos dados, por que parou de citar a lista depois de ter questionado os pontos? Foi coincidência?

        Por favor retome a lista de evidências, que o seu povo está com saudade. Da próxima vez vou pegar mais leve, OK?

        2+
        • CA 11 de junho de 2017 at 10:39

          Neste caso não sei se é o eterno analfabetismo funcional, o desequilibrio mental e emocional que levaram o Nefasto a ficar 2 meses internado em uma clinica psiquiátrica ou apenas ma-fé. Agora diga-nos Nefasto, como você não viu a resposta que está LOGO DEPOIS da sua pergunta e a repetiu???

          “CA 10 de junho de 2017 at 09:34
          Vamos mais uma vez demonstrar as mentiras e tentativas de ENGANAÇÃO por parte do Nefasto (ficou 2 meses internado em uma clínica psiquiátrica e não resolveu nada, pudera, os problemas de caráter dele não tem cura):

          Quando ele diz que não mencionamos mais o dossiê dos ALOPRADOS, era porque estava carente de atenção?

          Se foi isto, a verdade é que não precisamos de pessoas que mentem, enganam e praticam a DESINFORMAÇÃO, os tópicos diários do blog sempre trazem representantes do segmento imobiliário e asseclas de áreas relacionadas para fazerem isto, ele nunca fez a menor falta…

          Já se a referência do Nefasto foi quanto ao conteúdo de suas difamações, é fato que algumas vezes utilizei sim as informações sobre o preço dos imóveis terem subido o triplo da renda, sobre pesquisas baseadas em preços REAIS terem apontado a queda de preços em sentido contrário ao do FINGE ZAP, etc, etc, etc, ou seja, ninguém se inibiu de falar a verdade só porque foi caluniado, até porque foi provado com fartura de evidências e utilizando-se das próprias referências e critérios do Nefasto, conforme exemplos que demonstram isto logo abaixo.

          Ah, mas o Nefasto gostaria que os assuntos acima fossem utilizados com mais frequência, pois daí ele poderia criticar que sou repetitivo, que sempre bato na mesma tecla, etc, como já fez algumas vezes. Em outras palavras, o que o Nefasto fez acima foi a mesma estratégia suja de SEMPRE, tentar induzir as pessoas a repetirem algo para depois acusa-las de estarem fazendo isto…Alguma surpresa para quem já conhece o “caráter” do Nefasto?”

          0
          • CA 11 de junho de 2017 at 11:03

            Respirar? Justificar?

            Estas respostas que constam acima foram dadas na época, cada uma em uma data / horário diferentes e não em sequência, o que fiz aqui foi apenas um copiar e colar!!!

            Você está dizendo que precisa de fôlego para fazer um copiar e colar???

            Ah, vai fingir que estas DEMONSTRAÇÕES de que você estava mentindo e enganando com o intuito de caluniar, muitas vezes usando as suas próprias fontes e critérios para PROVAR que você estava mentindo, são “justificativas” minhas???

            Quem tem que se justificar é quem caluniou, mentiu, enganou e foi DESMASCARADO em público, que a cada vez que era desmascarado, fingia que não tinha visto isto e passava para uma nova tentativa de caluniar!

            Pior, tempos depois, o Nefasto ainda volta, novamente FAZENDO DE CONTA que não foi desmascarado e ainda, fazendo de conta que esta é a primeira vez que vê estas demonstrações de que ele mentia e enganava na cara-dura!

            Nefasto, obrigado por colocar no comentário acima MAIS UMA evidência quanto ao seu caráter!

            Ao FINGIR que eu não havia respondido ao seu comentário sobre o uso do dossiê dos ALOPRADOS, ao fingir que os comentários acima teriam sido feitos agora e não um simples copiar e colar, ao fingir que eu é que estava me justificando, quando foi você que caluniou, mentiu e enganou, com estes fatos tendo sido demonstrados com uso dos seus próprios critérios e fontes de dados, você ajudou a reforçar para todos qual o seu caráter, exatamente como comentei acima ao comparar o seu comportamento com o do Cesar_DF.

            Já sobre mais esta sua tentativa de fazer uma generalização e adulterar o que digo, fazendo isto pela nogentesima decepcionésima vez, aliás com até mais algumas evidências logo acima nas demonstrações que coloquei sobre o dossiê dos ALOPRADOS, novamente não vai funcionar.

            Nunca disse que sou perfeito.

            Nunca disse que jamais errei ou me enganei.

            Você aliás sabe disso, porque já disse isto antes diretamente para você.

            O FATO do qual você quer fugir desesperadamente com o uso desta generalização de que “eu nunca erro”, é que os exemplos trazidos por você quanto aos meus erros no comentário logo acima, em sua imensa maioria, eram mentiras, enganações, manipulações e outros truques sujos, sendo que aquilo que sobrou de verdade era IRRELEVANTE e apenas para atribuir alguma IMAGEM ENGANOSA de honestidade no restante do dossiê dos ALOPRADOS , ou seja, apenas um TRUQUE típico de toda pessoa desonesta…

            Não se preocupe, não vou infartar. Fazer copiar e colar das diversas ocasiões em que suas mentiras e enganações foram desmascaradas, não vai me levar a nenhum infarto, isto não dá trabalho nenhum e é até prazeroso quando temos a oportunidade de desmascarar pessoas de seu “caráter” em público…

            2+
    • CA 10 de junho de 2017 at 01:05

      Resumindo, para quem não acompanhou na época, o Thiago FM mentia, enganava, distorcia, adulterava e era desmascarado muitas vezes com as próprias fontes e critérios que ele indicava, exatamente o mesmo que ele faz até hoje, mais abaixo tem outro exemplo disto…

      2+
  • thiago fm 9 de junho de 2017 at 22:08

    Libertario

    As similaridades:
    – Não houve bolha: A subida em disparada e a queda acentuada são movimentos ciclicos do mercado
    – Não houveram vendas falsas: Essa questao de distratos acima de 40%, foi por causa da crise politica =>econômica, mas não algo planejado;
    – Não existem super estoque de imoveis por isso as construtoras seguem construindo: Existe um grande deficit habitacional
    – Existe segurança juridica no Brasil

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar

    As similaridades:
    – Não houve bolha: A subida em disparada e a queda acentuada são movimentos ciclicos do mercado

    A parte da queda acentuada está imprecisa.

    – Não houveram vendas falsas: Essa questao de distratos acima de 40%, foi por causa da crise politica =>econômica, mas não algo planejado;

    Maurício está correto quando diz que o índice superior a 40% é comparação dos distratos atuais com as vendas presentes, ao menos segundo metodologia ABRAINC. Se considerarmos distratos por safra de lançamento (com defasagem média até a entrega) não passou de 1/3 das vendas no pico dos distratos. Na média foi menos.

    Sim, a recessão e tudo que vem com ela justificam a maior parte dos cancelamentos de venda nos últimos anos. Na parte 1 e 2 do meu trabalho tratei disso se quiser se aprofundar mais.

    – Não existem super estoque de imóveis por isso as construtoras seguem construindo: Existe um grande deficit habitacional

    Estoques estão altos ainda, mas não são superestoques. Além disso, com raras exceções oferta já se estabilizou, sendo que o nível de lançamentos continua bastante deprimido. Não acho que o déficit habitacional tenha peso relevante na dinâmica do mercado

    – Existe segurança jurídica no Brasil

    No Brasil de uma forma geral creio que é realmente difícil de concordar com a afirmação, mas no âmbito do sistema de crédito habitacional, ela pelo menos aumentou consideravelmente. Tratei do assunto na parte 2 do meu trabalho.

    2+
    • CA 9 de junho de 2017 at 22:41

      Kkkkk

      O nível de lançamentos está baixo, em São Paulo em março/2017, por exemplo, subiu só 175% em relação ao mesmo mês do ano anterior!

      Segundo a ABRAINC, citada acima, os lançamentos AUMENTARAM no total de 2016 e apesar disto as vendas líquidas de distratos foram menores do que os lancame tos, ou seja a distorção entre oferta e procura apenas aumentou.

      Ah, ainda não temos super-estoques, segundo a mesma ABRAINC, fechamos 2016 com estoque de imoveis novos em poder das construtoras equivalente a mais de 3 ANOS de vendas, quando o máximo razoável para o segmento imobiliário é 1 ANO, sendo que este número é muito inferior a realidade , uma vez que muitas construtoras estão pedalando com adiamento de reconhecimento de distratos (só a PDG tem mais de 15.000 processos na justiça a este respeito). Isto sem contar a MAQUIAGEM da CEF que se tivesse retomado todos os imóveis com inadimplência acima de 90 dias ja teria o suficiente para mais de 6 ANOS de vendas em leilões. Nenhum segmento de negócios além do imobiliário tem uma desproporção entre oferta e procura tão absurda e que está só piorando ao longo de ANOS.

      Os distratos são consequência da crise político economica e não vendas FALSAS na planta, porque se tornaram ANORMAIS para as líderes dos cancelamentos a partir de 2011, exatamente no auge da crise política/ econômica do Brasil, certo?

      O pior resultado do segmento imobiliário de todos os tempos em 2012, também foi reflexo da crise política / econômica na época, assim como o fato de neste mesmo ano os distratos terem mais do que dobrado.

      Se os pais das bolhas imobiliárias espanhola e americana participaram desde o início do inflar de lançamentos e vendas na planta e saíram imediatamente antes dos distratos explodirem, entre os anos de 2010 e 2011, isto ocorreu porque 2010 também foi um ano de forte crise política / econômica e eles foram apenas pessoas que “deram sorte”.

      Se os distratos em percentual e valor nunca alcançaram esta proporção nem no Brasil nem em qualquer lugar do Mundo para nenhum segmento de negócios, isto significa o quão normal é este processo…

      Impressionante a estupidez do ser humano que acha que se repetir a mesma mentira um milhão de vezes e todas as vezes for desmascarado, ainda assim continuará enganando alguém…

      😂😂😂

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • thiago fm 11 de junho de 2017 at 10:29

        Depois você fica irritado quando exponho sua forma parcial de analisar os dados.

        – “O nível de lançamentos está baixo, em São Paulo em março/2017, por exemplo, subiu só 175% em relação ao mesmo mês do ano anterior!”

        É quase amador extrapolar os indicadores e variações mês a mês, ignorando a sazonalidade do mercado, para cravar tendências. Se considerar os últimos 6 ou 12 meses, a cidade de São Paulo lançou imóveis menos do que em 2004, quando o mercado estava razoavelmente equilibrado.

        -“Ah não, ele está considerando o crescimento de vendas a partir de março em São Paulo, onde o que venderam referente a qualquer época de lançamento, foi inferior ao que lancaram no próprio trimestre, ou seja, só aumentaram a absurda distorção entre oferta e procura que ja existia!”

        Quando eu estiver me referindo a um mercado específico você me verá citando o nome. Alguém leu algo sobre as vendas em São Paulo já terem se estabilizado? Eu disse que as vendas já estavam parando de cair e é óbvio que se não citei um mercado específico, estou me referindo ao mercado como um todo. O gráfico de vendas líquidas da ABRAINC em unidades (que em breve postarei) já trazem esta perspectiva de forma mais clara.

        – “Os distratos são consequência da crise político economica e não vendas FALSAS na planta, porque se tornaram ANORMAIS para as líderes dos cancelamentos a partir de 2011, exatamente no auge da crise política/ econômica do Brasil, certo?”

        O aumento dos distratos em relação às vendas começou a aumentar em 2011 , mas só explodiu a partir do segundo semestre de 2014. Se não há relação com a conjuntura econômica como você explica o fato de o indicador ter batido no teto e recuado, ainda que lentamente, logo após ao impeachment da Dilma?

        “Ah, ainda não temos super-estoques, segundo a mesma ABRAINC, fechamos 2016 com estoque de imoveis novos em poder das construtoras equivalente a mais de 3 ANOS de vendas”

        O mesmo vale para a conclusão precipitada acima, que partiu de uma estimativa de duração do estoque baseada no resultado de venda de um mês de vendas fracas no fim de 2016. Logo vou demonstrar com o auxílio de duas fontes de dados amplos que a leitura de estoques de novos superiores a 3 anos é só mais uma falácia da sua parte, digna de outro capítulo da novela

        1+
        • CA 11 de junho de 2017 at 11:27

          Kkkkk

          Pobre Nefasto, completamente alterado!!!

          Os dados da ABRAINC sobre os estoques ao final de 2016 serem o suficiente para mais de 3 ANOS de vendas, tem como referência as vendas do ano todo de 2016 e não apenas o final do ano, como voce tentou enganar as pessoas.

          Sobre os distratos “reduzirem”, já foi explicado milhares de vezes por aqui, inclusive para o próprio Nefasto e em tesposta a comentário dele ainda neste tópico! Só a PDG tem mais de 15.000 processos na justiça sobre distratos não resolvidos, grande parte deles não registrados oficialmente nos relatórios dela! A Viver, MRV e diversas outras com ou sem participação na BOVESPA em situação análoga! É por isto qie o desespero quanto a nova regulamentação de distratos continua, caso contrário poderiam simplesmente desistir.

          Sobre 2011, foi o ano em que os distratos começaram a ficar ANORMAIS, sem que exista qualquer referência similar, para qualquer segmento de negócio, em qualquer lugar do Mundo, de empresas passando ppr este nível de cancelamentos de vendas e o que o Nefasto faz? FINGE que não entendeu este ponto pela nogentesima decepcionesima vez e apesar de ter o mundo inteiro, para qualquer segmento de negócio e a qualquer tempo para demonstrar a tese dele debque isto seria normal, ele NUNCA achou NADA para PROVAR sua “tese”, por isto precisa continuar FINGINDO que não entendeu a questão e ainda, repetindo perguntas que foram respondidas milhares de vezes…

          Da mesma forma o Nefasto foge de responder sobre os rombos de dezenas de bilhões de Reais da CEF, sobre os mais de 233.000 imóveis com inadimplência acima de 90 dias de acordo com o que foi apontado pelo BC, da incoerência da CEF ter retomado MUITO MENOS imóveis do que aqueles apontados pelo BC, apesar dela ser responsável por mais de 70% de todo o crédito imobiliário concedido, etc, etc, etc…

          Nefasto: ninguém tem medo da sua terceira edição do dossiê dos aloprados que você está prometendo. Nas outras duas edições, a sua campanha de difamação foi amplamente desmascarada, em VÁRIOS casos, com o uso das suas próprias fontes de dados e critérios, com estas DEMONSTRAÇÕES que fiz na época tendo sido repetidas para você mais acima uma vez que você FINGIA não saber que tinha sido desmascarado. Quem ficava abalado com isto era você, que após ser DESMASCARADO em cada uma destas edições, tinha que ficar mais alguns meses internado em uma clínica psiquiátrica, por aqui a vida fluía normalmente…

          Aliás, sobre uma outra questão sua de porque eu não teria mais utilizado as referências mencionadas em sua campanha de difamação, apesar de eu ter respondido com meu comentário tendo ficado logo após a sua questão, você a repetiu depois disto, o que só demonstra como é o seu caráter, ou quão graves são os seus problemas emocionais…

          1+
        • CA 11 de junho de 2017 at 14:08

          Sobre o trecho em que o Thiago FM mais uma vez tentou enganar as pessoas:

          Trecho que eu havia escrito:

          “Ah, ainda não temos super-estoques, segundo a mesma ABRAINC, fechamos 2016 com estoque de imoveis novos em poder das construtoras equivalente a mais de 3 ANOS de vendas”

          A resposta de Thiago FM:

          “O mesmo vale para a conclusão precipitada acima, que partiu de uma estimativa de duração do estoque baseada no resultado de venda de um mês de vendas fracas no fim de 2016. ”

          A referência que PROVA, MAIS UMA VEZ, que Thiago FM estava mentindo DESCARADAMENTE, como das diversas vezes que já mentiu antes e foi desmascarado durante o dossiê dos aloprados parte 2 (quem quiser cer as evidências das mentiras anteriores, coloquei algumas ANOSTRAS acima, tem muito mais que isto):

          https://www.google.com.br/amp/s/oglobo.globo.com/economia/reducao-nos-juros-pode-estimular-apetite-por-imoveis-21185551%3Fversao%3Damp

          Trecho do link acima que prova que a referência da ABRAINC para estimar que o estoque era superior a 3 anos de vendas, foram as vendas dos últimos 12 meses e não apenas de 1 mês ao final de 2016:

          “O relatório mostra que, segundo dados da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), havia em 2016 cerca de 122 mil unidades no estoque das construtoras, o equivalente a 40 meses de venda, considerando o ritmo médio de transações nos 12 meses anteriores.”

          Segue abaixo uma evidência adicional de que foi mais uma mentira a afirmação de Thiago FM de que as vendas fracas de apenas 1 mês ao final de 2016 é que levaram a uma estimativa de duração de estoques superior a 3 anos por parte da ABRAINC:

          Link:

          http://istoe.com.br/vendas-de-imoveis-crescem-98-em-novembro-revelam-abrainc-e-fipe/

          Trecho do link acima:

          “As vendas de imóveis em novembro de 2016 totalizaram 10,1 mil unidades, alta de 9,8% na comparação com o mesmo mês do ano anterior. ”

          Conforme consta acima, foi demonstrado MAIS UMA VEZ com o uso das próprias fontes de dados e critérios do Nefasto que ele estava mentindo DESCARADAMENTE, assim como já haviam sido demonstradas outras vezes, com exemplos que constam mais acima…

          1+
    • Cesar_DF 10 de junho de 2017 at 16:01

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 9 de junho de 2017 at 22:47

    tudo “normal” e seguro
    Itajaí decreta situação de emergência financeira

    http://www.pagina3.com.br/politica/2017/jun/8/3/itajai-decreta-situacao-de-emergencia-financeira

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • CA 9 de junho de 2017 at 23:19

    Ah, acabei de receber um novo produto, o “Nefastos lero-lero embromation generator” das Organizações Tabajara!

    Com ele irei explicar como a crise política / econômica que já existe desde 2010 ou 2011 é a causa de todos os males do planeta:

    Dizer que há CRISE POLÍTICO / ECONÔMICA em tudo é quase o mesmo que dizer que não há CRISE POLÍTICO / ECONÔMICA em nada, pois de certo o fio condutor de uma condição tão generalizante como esta, passa pelo cerne do sistema em sua essência.

    😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 10 de junho de 2017 at 00:28

      Eita povo que não dorme 😀
      Lutando bravamente contra as criaturas nefastas da noite }:D

      7+
  • Alemon Fritz 10 de junho de 2017 at 09:04

    0,000 epah
    – Valor do metro quadrado de imóveis cai 2,56% em Niterói
    Niterói tem segunda maior redução no metro quadrado
    (inflação de 3,75%)
    Bruno Serpa Pinto, o mercado está bom para quem quer comprar moradia, mas a tendência seria, novamente, de aumento nos preços. kkkkk
    Os preços despencaram. Hoje, para cada cliente, você tem 200 imóveis à venda — afirma ele. — Está ao contrário do que era há cerca de dois anos e meio. Os imóveis que eram vendidos a R$ 800 mil estão cotados hoje a R$ 600 mil

    https://oglobo.globo.com/rio/bairros/valor-do-metro-quadrado-de-imoveis-cai-256-em-niteroi-21459934

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 10 de junho de 2017 at 09:28

    Bizarro
    programa é de casa da grobo dando receita pra conquistar o sonho:
    dicas
    – casal fica em casa final de semana,
    – cortar aulas de teatro da filha, cortar saídas para parques e passeios.
    – a moça não comprou uma bolsa pois era = a 4m2 de piso pra casa.
    – produzir docinho pra vender
    – seguir certinho a planilha do SEBRAE (kkkk)
    – qual o perigo agora= vcs estão felizes, cuidado não vão pro shopping!!
    – desviar 20% do que era essencial para a casa (novo essencial)
    – pagar 5% pra educação (no sebrae)
    – foca na receita

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 10 de junho de 2017 at 09:53

      Bobagem!
      Dá o FGTS de entrada e financia o resto em 35 anos. Nem precisa economizar, isso é coisa de pobre

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Son goku 11 de junho de 2017 at 09:06

      Alemon,
      por causa desse receita ai que nao acredito na recuperacao do brasil, a maioria esta individada por 35anos. Vai demorar pelo menos uns 15 pra prestação não consumir quase toda renda do bananense.

      4+
      • avatar
  • Alemon Fritz 10 de junho de 2017 at 11:28

    pelamordedeus…

    Está na hora de comprar
    Sinduscon-CE), diz que são mais de 10 mil opções de compra no mercado de Fortaleza…. (só isso…kkk)
    Além disso, imóveis são um papel seguro. Com tanta instabilidade política e econômica, nunca se sabe o que pode acontecer… kkk
    porque comprar:
    1. Preços estão mais baixos
    2. Construtoras estão com estoques altos, então há muita opção
    3. Sistema de financiamento tem oferecido condições de pagamento melhores
    4. A taxa de juros do mercado habitacional estão em média 9% ao ano
    5. Quando a economia melhorar os preços dos imóveis vão subir
    6. O mercado oferta vantagens para quem comprar, como brindes em forma de carro, festa de casamento e viagens
    7. As empresas estão oferecendo descontos …
    (la vivienda nunca abaja, nem o motumbo…)
    http://www.opovo.com.br/jornal/imoveis/2017/06/esta-na-hora-de-comprar.html

    5+
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 10 de junho de 2017 at 13:09

    faliu em 2001-2004..

    26 fazendas da Boi Gordo serão leiloadas
    Mais de 30 mil pessoas investiram neste modelo identificado como “pirâmide financeira”…

    http://revistagloborural.globo.com/Noticias/Economia/noticia/2017/06/26-fazendas-da-boi-gordo-em-mt-serao-leiloadas.html

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 10 de junho de 2017 at 13:10

    …serão leiloadas individualmente e deságio chega a 70% sobre valor avaliado

    3+
    • avatar
    • Antigo 10 de junho de 2017 at 14:18

      Daqui a 12 anos vamos ver notícia parecida com essa relativa aos leilões dos imóveis e terrenos da massa falida das destrutoras…
      Deságio de 70%+ também.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Ogami 10 de junho de 2017 at 18:35

    Ha um ano, aluguei um apartamento na zona leste de São Paulo por 900,00 com condomínio e água incluso no valor do condomínio.
    Nesse mês ao ter o reajuste, o proprietário quer aumentar para 990,00. Recusei pois está muito acima do IGP-M, índice de reajuste que está em contrato.
    Eu disse ao corretor, que devido a conjuntura econômica do país gostaria​de manter o que eu pago, ou no máximo o reajuste pelo IGP-M.
    Meu aluguel é pago sempre em dia e cuido muito bem do imóvel, inclusive tendo feito um revisão da parte elétrica por minha conta e trocado tomadas.
    Gosto do local, o único problema é que fica um pouco distante da estação de metrô, sendo necessário usar ônibus para se deslocar até a estação eu e minha esposa.
    Falei ao corretor que se aumentar o valor iria compensar alugar próximo a uma estação de metrô e o que economizar de passagem de ônibus gastar alugando mais próximo.
    Mostrei a ele que na região tem muitos imóveis vazios e sem alugar. O mesmo concordou que está ruim e, que o difícil é enfiar na cabeça do proprietário isso. Já que ele disse que foi uma luta pra baixar o aluguel pedido há um ano atrás e negociar comigo.
    Me falou que está com outros 4 apartamentos no condomínio pra alugar há pelo menos 5 meses, onde os proprietários querem alugar por 1.100,00. Inclusive até colocando em outras imobiliárias pra ver se alugam, fato que o chateava visto que nas palavras dele que imóvel caro fica parado e quando aluga arruma inquilino problemático.
    O proprietário está na esperança de tentar alugar por 1.100,00 mensais.
    Bom… O jeito será procurar outra coisa.
    O que os amigos aqui acham da situação?

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 10 de junho de 2017 at 18:41

      O transtorno de procurar outro apartamento, negociar garantias (fiança, caução), fazer a mudança e se adaptar em outra vizinhança vale 1080 reais (12 x 90) ? Se valer, pode se mudar sim.
      Caso contrário, o jeito é pagar o que pede, já que aparentemente os outros do prédio estão alugados por 1100

      7+
      • avatar
      • avatar
      • Antigo 10 de junho de 2017 at 18:42

        Errata: estão anunciados por 1100

        4+
        • avatar
    • Leonardo M. 10 de junho de 2017 at 20:20

      Colega
      Já tentou fechar diretamente com o proprietário do seu AP que mora?
      Tipo se você paga R$900 hoje então a corvolaria recebe entre 10% e 15% por mês + o primeiro mês do contrato firmado.
      Oferece pagar R$910/920 diretamente pra ele.
      Ele vai ter o aumento que quer e você o desconte que quer.
      Todos ficam felizes!!!!

      É se ele não quiser, se muda!!! Mudar da dor de cabeça mas as vezes é bom

      4+
      • Ogami 10 de junho de 2017 at 21:31

        Complicado que o cara quer deixar algo certo para concorrer com mais 4 imóveis no mesmo preço. Vai entender…

        4+
        • avatar
  • Leonardo M. 10 de junho de 2017 at 20:06

    CVR automóveis

    Vi um anúncio de uma C3 2008 por R$10.000,00. Claro sabendo que teria ou financiamento ou multa/docs para regularizar.

    O rapaz de Joinville SC disse que é R$10k + 18 de r$658, ou R$9.700 para a quitação com o banco.
    Agradeci pelo tempo e disse que por R$20k eu comprava uma C3 2012 mais nova e com menos km. Ele agradeceu e disse tchau…

    …3h depois me manda no ZAP que por r$15.000,00 no dinheiro ele faz.

    Será que respondo só por educação??? Sei não… Mas uma coisa eu sei
    Cash is a fucking Nice mothefucker thing to have!!!!!

    Vou deixar arder. Quero um carro melhorzinho nessa crise mas não tô desesperado para comprar qualquer um.

    Ah só uma grande observação:
    Eu vou financiar o carro com meu próprio dinheiro.
    Sim vou pagar juros e receber juros. Deu Tilt?
    Simples, tenho recursos em uma LCI e vou dividir o valor do carro em 36X + o juros que receberia em uma LCI. E é claro vou pagar mensalmente para mim mesmo. Para daqui 3 anos eh ter o mesmo valor caso tivesse mantido a LCI parada rendendo juros opressores.

    6+
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 10 de junho de 2017 at 22:01

      Você gosta / quer mesmo um Citroen?
      Na minha opinião pessoal eles são carros de baixa confiabilidade nas ruas brasileiras, muitos problemas de suspensão e caixa de direção, um monte de eletrônica embarcada que é até bacana até dar problema e aí você vai enfrentar realmente o maior de todos os problemas: peças estremamente caras e difíceis de se encontrar e uma rede de concesionárias simplesmente criminosa.
      A menos que tenha um mecânico de confiança com esperiência na marca e que posso avaliar o carro eu não recomendaria.
      Um efeito colateral disto tudo é que tem muito Citroen rodando com gambiarra.

      6+
      • Leonardo M. 10 de junho de 2017 at 22:42

        Meu pai sempre teve Citroen e não é esse bixo de 7 cabeças não.
        Eu tenho um Fiesta 98 e as peças dele quando preciso trocar geralmente são 20%/50% mais caros que da Fiat/wolks
        Quando troquei a embreagem do meu carro só a peça foi R$600 na época enquanto a embreagem da Fiat era R$390,00

        5+
        • avatar
        • avatar
        • Carlos 10 de junho de 2017 at 22:47

          Se gosta é a hora de pegar um usado em bom estado, pode encontrar um bom preço já que fora a grande desvalorização inicial da marca tem a ajudinha da crise 😀
          Creio que depende muito da região onde você mora tb, qualidade das estradas e ruas e disponibilidade de mecânicos que conhecem realmente o carro / peças varia muito.

          3+
          • Leonardo M. 10 de junho de 2017 at 23:06

            Quero pegar um 2012 até 60mil km já achei vários na faixa dos R$20k
            Meu pai tem um Xsara 2001 faz 11 anos e já está nos 180mil km é só problemas de desgaste de peças. O mecânico dele passa o scaner nele e em alguns minutos descobre o problema. Melhor que “maxanico” que vai mexendo aqui e mexendo ali é nunca resolve o problema e depois vou e paga em dobro para concertar.

            Tecnologia tem seu preço mas tem suas vantagens.
            O problema da Citroen é os donos de carro que querem pagar de gatão mas larga mão de R$5 no litro do óleo para colocar um mais barato.

            7+
            • avatar
            • Carlos 10 de junho de 2017 at 23:09

              Dá um pesquisada sobre quando foi trocada a correia dentada + rolamento ou tensor , creio que seja nos 40K nos Citroen, e se tem as notas do serviço para pedir garantia.

              2+
              • Leonardo M. 10 de junho de 2017 at 23:19

                Sim, e se não tiver já falo “pago 19k” e pego esse 1k do desconto e faço aquela revisão geral.

                O bom de ter dinheiro é que você é “rei” se o cara não aceitar o desconto que você pediu então corre para outro. Já viu quantos carros da Citroen tem só na Olx ????
                Só em sp são 8250.
                Dá pra pechinchar muito nessa crise!!!

                4+
                • avatar
              • Leonardo M. 10 de junho de 2017 at 23:32

                E penso ir até para SP se for necessário.
                Já vi várias Citroen C3 2011 por R$15/17k em boas condições.
                Tenho um amigo em sp qualquer coisa ele ve o carro.
                Pego um avião de Chapecó até Guarulhos e depois pego o carro. Vou andando por esse Brasil de vboa e economiza vários reais e ainda ganho uma viagem.

                2+
                • avatar
                • Carlos 10 de junho de 2017 at 23:36

                  Evite as concessionárias Citroen da grande SP, tem uma fama péssima, tentaram me empurrar carro com quilomentragem adulterada uma vez.

                  3+
                  • Leonardo M. 10 de junho de 2017 at 23:47

                    Estamos no Bananistão, 90% das concessionárias fazem isso.
                    Infelizmente é uma loteria comprar carro usado, digo mais até comprar carro novo é uma loteria. Quando compramos Fiat mobi para a locadora dos 20 que compramos 2 apresentaram sérios problemas na 1 semana de uso. Teve um com 20km o motor de arranque já foi pro saco…

                    Por isso carro usado sempre tem que pagar 2/3/4 mil abaixo do Fipe para valer a pena o risco.

                    4+
                    • avatar
  • sefazpiauidf 10 de junho de 2017 at 20:24

    ADOLFO SACHSIDA, muito conhecido da galera mais antiga aqui do Blog, cansou de achar que essa merda aqui tem jeito.
    Cansou de acreditar que teria mudança com esse Establishment que temos aqui. Declarou abertamente apoio ao Bolsonaro.
    Amigos, 2018 vai ser o ano. A merda vai voar pra todo lado!
    Abraços bolhudos!

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 10 de junho de 2017 at 20:45

      volto a repetir : desde 2013 está dando ruim……
      serão anos de instabilidade…. em todas as esferas…

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Ogami 12 de junho de 2017 at 14:07

      Se nem acreditar em Jesus tá resolvendo, o povo apela pra outro Messias.
      Só tem um jeito dessa desgraça de pais mudar…. Depende de mim , de você e de todo mundo daqui do país.
      Visto que a maioria da população é esperta e corrupta, não sendo exclusividade de uma classe politica

      0
  • Leonardo M. 10 de junho de 2017 at 21:24

    Ser pobre nesse país é uma das piores desgraças no mundo:

    O cara paga mais caro em produtos no mercadinho do bairro do que se fosse em uma grande rede nos centros urbanos.
    O cara perde 4h no dia indo e vindo de condução sendo poderia estar estudando ou trabalhando em outro lugar.
    Vive enchentes, falta de infraestrutura​, esgoto,etc.
    Tem até 6% do salário descontado em vale transporte que acaba quase consumindo 1 mês de serviço no ano só para pagar a condução de sua casa até o trabalho.
    Não tem muitas vezes uniforme e tem que tirar dinheiro só bolso para comprar roupa.
    Imposto é maior nas classes baixas do que nas altas.

    Eu não crítico quem vai para o crime no Brasil pois ser honesto aqui é para poucos/persistentes/santos/etc nessa boshta.

    25+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Zebolheu 10 de junho de 2017 at 22:38

    Éééééé, abiguinhos, é ÇÓFITI!!!!
    Dêem uma olhada neste anúncio, que até o começo do ano era de 950k temerosos…
    http://www.imovelweb.com.br/propriedades/apartamento-cyrela-gran-cypriani-2930842036.html
    Eu aqui no meu aluguelzinho sem xoxotecas, só observando o movimento.

    4+
  • Carlos 10 de junho de 2017 at 23:50

    OFF – Bolha down under.

    Uma pequena olhada neste mapa dá uma pequena idéia da loucura que está esta cidade.

    https://brisbanedevelopment.com/brisbane-development-map/

    1+
  • Carlos 11 de junho de 2017 at 00:03

    OFF – Curiosidade
    Muito comum construírem de “dentro para fora” para conservar alguma fachada ou partes do imóvel antigo, as vezes isto faz parte do acordo para poderem construir no local.
    Esta esquina já está toda escorada e sendo reconstruída.
    https://www.google.com.au/maps/@-27.4554107,153.0320626,126a,35y,188.33h,45t/data=!3m1!1e3?hl=en

    Acompanhei este tb, construiram o subsolo com a casa no lugar, foi escorada por baixo, dá um trabalho danado.
    https://www.google.com.au/maps/@-27.481643,153.0236276,3a,60y,233.87h,100.5t/data=!3m6!1e1!3m4!1sCP2AN47-jJsp66t-A8C51A!2e0!7i13312!8i6656?hl=en

    E este:
    https://www.google.com.au/maps/@-27.4735669,153.0180376,3a,60y,247.56h,97.37t/data=!3m6!1e1!3m4!1sEgZeLEd-T2lS1z7Eg5rU-g!2e0!7i13312!8i6656?hl=en

    2+
    • avatar
    • Rico 12 de junho de 2017 at 08:27

      Isso se chama retrofit.

      2+
      • avatar
  • Carlos 11 de junho de 2017 at 06:48

    Vai, claro que vai.
    Uma pergunta ao thiagofm: A caixa vai financiar ou financia para quem está negativado? Ou tem alguma “senha” secreta para o sistema aceitar já que aproximadamente metade dos possíveis compradores está com restrição.

    “Brasileiro na faixa dos 30 é quem mais fica inadimplente
    Na análise por faixa etária, a liderança da inadimplência está na faixa etária dos 30 anos, com 51% de brasileiros negativados, totalizando aproximadamente 17,3 milhões.
    Já na faixa entre 40 e 49 anos, 48% está com o nome sujo, totalizando 13,2 milhões de consumidores com contas em atraso. Entre os mais jovens, com idade entre 25 e 29 anos, o percentual é de 47%.”

    http://g1.globo.com/economia/seu-dinheiro/noticia/numero-de-brasileiros-com-o-nome-sujo-rompe-marca-de-60-milhoes-diz-pesquisa.ghtml

    7+
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 11 de junho de 2017 at 10:09

      se em média 45% dos adultos estão inadimplentes isso se estende para o imobiliario.
      5 milhoes de imoveis vendidos representa que 2,2 milhoes estão em atraso.. e a caxão diz que é só 2,5% de inadimplencia…kkk “impossibiru”
      sem falar em iptu, condominio, etc..

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Antigo 11 de junho de 2017 at 10:17

        Segundo fontes nefastas, as pessoas deixam a dívida imobiliária por último, já que ninguém quer perder o imóvel.
        Atrasam cartão, compram fiado, pedem favor, mas sempre pagam a parcelinha.
        Eu desconfio fortemente dessa tese, porque para pagar a parcelinha tem que ter renda, e o brasileiro anda sem nenhuma.

        7+
        • avatar
        • avatar
        • Carlos 11 de junho de 2017 at 19:54

          Tem até gente que para de comprar comida e tenta comer os tijolos.

          6+
  • Carlos 11 de junho de 2017 at 06:57

    OFF – Brasil mostra sua cara – Este é para você véio
    Caminhoneiros provavelmente querendo dar uma de ixpertos compravam Arla 32 adulterado e se ferraram, quanto aos falsificadores paga se a multa, pela segunda vez, ng é preso, o crime realmente compensa. Via a justiça bananence.

    Operação fecha empresa por produção e venda de aditivo antipoluente adulterado
    Dono foi multado pelo Ibama em quase R$ 120 mil, em Motuca, SP. Segundo a polícia, o Arla 32 da fábrica não reduz a emissão de poluentes gerados pela queima do diesel dos caminhões.

    http://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/noticia/prf-faz-operacao-contra-producao-de-aditivo-adulterado-em-motuca-sp.ghtml

    5+
    • avatar
  • Carlos 11 de junho de 2017 at 07:11

    OFF – Reflexos da crise e da lambança da petrobostha, governos e empresários bananences.

    IESA (grupo Inepar) está praticamente falida, não tem mais contratos, este local onde eles operam em Araraquara é a antiga Villares, coisa de dar dó,
    infraestrutura gigante, pontes rolantes, equipamentos pesados, muito aço e concreto, tudo sendo sucateado lentamente.
    http://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/noticia/cerca-de-500-funcionarios-da-metalurgica-iesa-entram-em-greve-por-salario-atrasado.ghtml

    http://vfco.brazilia.jor.br/locomotivas-diesel/Villares/VIllares-fabrica-locomotivas.shtml
    https://www.google.com.au/maps/@-21.7526055,-48.1258734,600m/data=!3m1!1e3?hl=en

    2+
    • avatar
    • Carlos 11 de junho de 2017 at 07:16

      Um adendum para quem não conheçe a história da fábrica de locomotivas da Villares

      ” Um caso específico, entre os muitos ocorridos, ilustra bem essa postura. Em 1974, durante a inauguração de uma linha do metrô de São Paulo, o então presidente da República, Ernesto Geisel, chamou Paulo para uma conversa. Na época, o governo perseguia a auto-suficiência do país na indústria de base.
      “Quanto você vai investir em bens de capital?”, perguntou-lhe Geisel. Resposta de Paulo : “Cerca de 10 milhões de dólares.” Geisel retrucou: “Só? Quero que você assuma o compromisso de investir muito mais.” A partir daquela conversa, os planos da Villares assumiram outra dimensão . Confiante em promessas de encomendas do governo, o grupo, que concentrava o grosso de suas atividades na produção de elevadores entrou com tudo na produção de bens de capital e também no fornecimento de matéria-prima para esse setor.
      São dessa época, por exemplo, a Vibasa e uma fábrica de locomotivas. Os investimentos nesses projeto chegaram ao equivalente a 700 milhões de reais. “A conversa com Geisel ficou caríssima”, diz Villares.
      A maior parte dos recursos, é certo, foi fornecida pelo BNDES com vastos subsídios- a criação de linhas de financiamento com juros de 3% ao ano e um teto de 20% para a correção monetária, foi criada para atender especialmente à expansão da Villares. A despeito dos incentivos, deu tudo errado. As encomendas prometidas pelo governo não saíram do papel.”

      http://exame.abril.com.br/revista-exame/parente-voce-herda-socio-voce-escolhe-m0053072/

      7+
      • avatar
  • Carlos 11 de junho de 2017 at 07:44

    OFF – Um pouco de diversão neste domingo frio 😀
    https://www.youtube.com/watch?v=W-oyJLB56k0

    1+
  • Alemon Fritz 11 de junho de 2017 at 10:11

    referencias bolhograficas
    na Espanha, portugal e Irlanda.. e os bancos…
    Tentar perceber
    A banca e o imobiliário
    http://rr.sapo.pt/artigo/85929/a_banca_e_o_imobiliario

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 11 de junho de 2017 at 10:35

    olhem esse texto :
    “Em Lisboa está tudo à espera de arrendar a casa à Madonna”
    Madonna tirou uma foto com as filhas com o camisa do Benfica e andou procurando uma casa para alugar. O preço dos arredores disparou e os inquilinos estão sendo avisados para sair. Ao mesmo tempo muitos estão procurando imóveis pra investir pra alugar pros turistas franceses, brasileiros e ingleses. Chega a ter 6 pessoas numa casa para 1 devido aos preços. isso não aparece no mercado real pois as casas estão sendo negociadas , mas para estrangeiros…
    http://observador.pt/especiais/em-lisboa-esta-tudo-a-espera-de-arrendar-a-casa-a-madonna/

    5+
    • avatar
    • desplein 11 de junho de 2017 at 14:01

      Substitua Lisboa por Rio de Janeiro no trecho abaixo, e teremos o argumento da bolha olímpica no RJ…

      “Não há nem se prevê a médio prazo uma queda dos preços. O Rio de Janeiro é uma cidade que está em todos os guias turísticos do mundo, com história e bairros antigos e pitorescos, mas ao mesmo tempo com bons colégios, hospitais, estradas, transportes: um cenário ideal para qualquer estrangeiro com algum dinheiro e há muitos nesta categoria. Além disso, O Rio de Janeiro é uma cidade onde as casas são baratas para um francês, um suíço ou um americano com algum poder compra. Muito mais barata que Paris ou Londres”, diz um agente imobiliário da Century 21 ao Observador.

      9+
      • avatar
    • From_The_Tower 11 de junho de 2017 at 19:45

      Banheiro do Papa feelings…..

      9+
      • avatar
      • Carlos 11 de junho de 2017 at 19:49

        O banheiro do papa não chega aos pés da sofisticação dos do hell com seus bidês rosa e azulejos azul calcinha…..

        4+
        • avatar
    • Rico 12 de junho de 2017 at 00:12

      Chiado é uma espécie de Vila Madalena, cheia de balada, e onde fica o consulado do Brasil. Arroios é mesma coisa que Morar no Ibirapuera, onde fica a sede do Banco do Brasil, do lado da Parque Eduardo IV. Campolide é do lado, considero a parte mais moderna de Lisboa, assim como o Parque das Nações.
      Fala de Belém também, uma espécie de Móoca deles, mais pra frente fica Estoril, onde os chineses estão lavando dinheiro e conseguindo o Gold Visa. Mais pra frente ainda fica Cascais, que já que é para pagar caro, é onde moraria. Custo de vida menor e a cidade é perfeita, pouco mais de 20 km do centro de lisboa, dá para ir de Comboio (CPTM deles) e depois pegar o metro no Cais do Porto, aí você vai para os centros comerciais. Tá com muito estrangeiro lá, chineses para todo lado que nem falam português, assim como indianos de Goa, que pegaram a cidadania da ex-colônia.
      Esse negócio da Madonna é igual a Copa aqui, sem necessidade de maiores explcações.

      7+
      • avatar
      • avatar
  • CA 11 de junho de 2017 at 14:15

    Replico aqui, mais uma evidência das estratégias de mentira e DESINFORMAÇÃO do Nefasto. Esta é de hoje, mas quem quiser ver mais evidências de mentiras e DESINFORMAÇõES do Nefasto na penúltima edição é só procurar por “Dossiê dos Aloprados” que consta mais acima. Inclusive encontrarão novas ENCENAÇÕES do Nefasto FINGINDO que não viu respostas, tudo seguindo o mesmo script de antes…

    “CA 11 de junho de 2017 at 14:08
    Sobre o trecho em que o Thiago FM mais uma vez tentou enganar as pessoas:

    Trecho que eu havia escrito:

    “Ah, ainda não temos super-estoques, segundo a mesma ABRAINC, fechamos 2016 com estoque de imoveis novos em poder das construtoras equivalente a mais de 3 ANOS de vendas”

    A resposta de Thiago FM para o trecho acima:

    “O mesmo vale para a conclusão precipitada acima, que partiu de uma estimativa de duração do estoque baseada no resultado de venda de um mês de vendas fracas no fim de 2016. ”

    A referência que PROVA, MAIS UMA VEZ, que Thiago FM estava mentindo DESCARADAMENTE, como das diversas vezes que já mentiu antes e foi desmascarado durante o dossiê dos aloprados parte 2 (quem quiser cer as evidências das mentiras anteriores, coloquei algumas ANOSTRAS acima, tem muito mais que isto):

    https://www.google.com.br/amp/s/oglobo.globo.com/economia/reducao-nos-juros-pode-estimular-apetite-por-imoveis-21185551%3Fversao%3Damp

    Trecho do link acima que prova que a referência da ABRAINC para estimar que o estoque era superior a 3 anos de vendas, foram as vendas dos últimos 12 meses e não apenas de 1 mês ao final de 2016:

    “O relatório mostra que, segundo dados da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), havia em 2016 cerca de 122 mil unidades no estoque das construtoras, o equivalente a 40 meses de venda, considerando o ritmo médio de transações nos 12 meses anteriores.”

    Segue abaixo uma evidência adicional de que foi mais uma mentira a afirmação de Thiago FM de que as vendas fracas de apenas 1 mês ao final de 2016 é que levaram a uma estimativa de duração de estoques superior a 3 anos por parte da ABRAINC:

    Link:

    http://istoe.com.br/vendas-de-imoveis-crescem-98-em-novembro-revelam-abrainc-e-fipe/

    Trecho do link acima:

    “As vendas de imóveis em novembro de 2016 totalizaram 10,1 mil unidades, alta de 9,8% na comparação com o mesmo mês do ano anterior. ”

    Conforme consta acima, foi demonstrado MAIS UMA VEZ com o uso das próprias fontes de dados e critérios do Nefasto que ele estava mentindo DESCARADAMENTE, assim como já haviam sido demonstradas outras vezes, com exemplos que constam mais acima…

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 11 de junho de 2017 at 20:08

      O Titanic está emborcando mas a orquestra nefasta insiste em continuar tocando como tudo estivesse normal.

      4+
  • Cebola 11 de junho de 2017 at 20:03

    O Globo de hoje publicou uma entrevista com o prefeito Crivella, na qual informa que “prefeito prepara plano urbanístico e de turismo para o Rio” – https://oglobo.globo.com/rio/precisei-cortar-despesas-diz-crivella-em-entrevista-ao-globo-21463226. Sugiro usá-lo como título para o próximo tópico.
    Como os últimos prefeitos ignoraram a crítica questão urbanística do “Hell”, é difícil acreditar em qualquer coisa vinda de um prefeito que passou o primeiro semestre de governo totalmente desapercebido, sem nenhuma realização para ser reconhecida até o momento, como destaca a própria entrevista.
    Enquanto isso, a favelização avança e os aluguéis médios de apartamentos de dois e três quartos em Ipanema e Leblon estão perto de R$ 8 mil.

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 11 de junho de 2017 at 20:11

      Muito fácil, só derrubar tudo e reconstruir de acordo com o tal plano.
      Muito simples 😜😜😜😜
      Agora vai 💩💩💩💩💩

      7+
      • avatar
      • avatar
    • Alemon Fritz 11 de junho de 2017 at 22:22

      saiu um projeto propondo que o Rio de NOjeira seja a segunda capital (como alemanha, russia, chile, africa do sul e países baixos)… kkkkk tranferindo um dos poderes pra lá, a sheetdade ganharia verbas e muitos orgãos já se concentram lá… kkkk boxta… a crise começou em 1960 segundo a proposta..

      3+
      • avatar
      • Carlos 12 de junho de 2017 at 06:33

        Mas uma parte representativa desta bostha toda foi simplesmente gerada pelo fato do hell não ter aceitado a transferência do poder para brazólia e como sempre acontece no Brasil com fps quem não quis ir ficou coçando o saco e recebendo o pagamento. Afinal Brasília não tem praia.

        5+
    • Cesar_DF 12 de junho de 2017 at 10:49

      Se quando tinha dinheiro o Hell de Janeiro não conseguiu resolver seus problemas, agora que está quebrado que não irá mesmo!

      5+
      • avatar
  • Jean Cherem 11 de junho de 2017 at 20:26

    Pelo que vejo, mesmo que a crise seja superada, o nível de emprego não volta a ser como antes. Se em BH existe praticamente um carro para cada 2,8 habitantes e uma porção de imóveis vazios, não teremos construção ou setor automotivo como antes e isto já basta para impedir que seja atingido o mesmo nível de emprego de 2012/2013. Se não venderam os estoques ainda, não deve vender depois. Até quando podem segurar o colapso?

    13+
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 11 de junho de 2017 at 20:56

      Eu tenho impressão de que as montadoras vão aproveitar a crise para dispensar o quanto puderem sem ter que agradar $$$ muito os sindicatos e depois mesmo que a produção volte a valores dos anos anteriores a automação será muito maior.
      Metalurgico de montadora hoje em dia com raras excessões não passa de um apertador de parafusos muito bem remunerado.

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Leonardo M. 12 de junho de 2017 at 00:34

        Até atendendo de MacDonald’s seda trocado por um touch screen

        7+
        • avatar
        • avatar
        • Rico 12 de junho de 2017 at 07:33

          Esses serviços servem mais para agilizar o movimento e evitar filas, assim como os caixas automáticos dos supermercados. Bananense médio não tá servindo . nem mais para ser mendigo na europa, pois lá todos falam inglês

          8+
  • Alemon Fritz 12 de junho de 2017 at 08:46

    samy:
    — Mais do que o IGP-M, cenário econômico dita o reajuste do aluguel
    Balizar os preços de aluguel com base nesse índice não faz muito sentido uma vez que não reflete muito a inflação sofrida pelo locatário ou locador.

    Por fim, a lei de mercado influencia muito mais o poder de decisão do que o que fica estabelecido no contrato com o IGP-M, que nem deveria ser usado para ajustar aluguéis por sua concepção.

    http://g1.globo.com/economia/blog/samy-dana/post/mais-do-que-o-igp-m-cenario-economico-dita-o-reajuste-do-aluguel.html

    8+
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 12 de junho de 2017 at 08:50

      O IPGP-M 12 meses está em 1,5%, irrisório. Acredito que mais alguns meses e bate zero ou negativo…
      Nem vale a pena reajustar. Só vai causar desconforto e conflito entre proprietário e inquilino.
      Seria bom se todos entendessem isso.

      4+
      • avatar
      • Cesar_DF 12 de junho de 2017 at 09:22

        Lembrando que na composição do IGP-M entra o INCC

        A FGV faz um balanço de diversos indicadores de mercado. O IGP-M é o resultado de um cálculo feito a partir de uma média aritmética ponderada de três índices:

        IPA-M (Índice de Preços por Atacado – Mercado)
        IPC-M (Índice de Preços ao Consumidor – Mercado)
        INCC-M (Índice Nacional do Custo da Construção – Mercado).
        Cada um deles possui um peso: 60%, 30% e 10%, respectivamente.

        Para você entender melhor, vamos por partes. O IPA-M é o índice que monitora os movimentos da indústria atacadista, para se ter uma ideia de como está o setor que antecede (e impacta) as vendas do varejo.

        Já o IPC-M mede o comportamento dos preços nas principais áreas que impactam no poder de compra do consumidor. Isso inclui setores como alimentação, habitação, vestuário, saúde, educação, leitura, recreação, transportes e diversas outras despesas.

        Por fim, o INCC-M (coletado em sete capitais brasileiras), tem por objetivo avaliar a movimentação do custo para construir uma moradia no país, incluindo valores de mão de obra especializada.

        Em resumo, o levantamento do IGP-M realiza um balanço em âmbito nacional de toda a economia do país, já que engloba seus principais setores. É uma espécie de raio-x da situação financeira do Brasil.

        4+
  • Antigo 12 de junho de 2017 at 08:55

    Dados bem nefastos:

    Dobra número de imóveis retomados por falta de pagamento
    Entre 2015 e 2016, o número de unidades retomadas pela Caixa, maior financiadora do Brasil, quase dobrou

    http://veja.abril.com.br/economia/dobra-numero-de-imoveis-retomados-por-falta-de-pagamento/

    Dados da Caixa Econômica Federal, maior financiadora do país no setor, mostram que a retomada de imóveis pelo banco cresceu nos últimos anos. Entre 2015 e 2016, o número de unidades retomadas quase dobrou. Em 2016, 15.881 unidades foram retomadas pela Caixa, ou 0,35% da carteira. Um ano antes, foram 8.775 unidades.

    5+
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 12 de junho de 2017 at 09:12

      nota-se que esses números são papo de ave de banco: desemprego de 15%+, inadimplência de 60%.
      mais da metade da população (51%) entre 30 e 39 anos tem contas em atraso, somando 17,3 milhões de inadimplentes. Quase metade das pessoas (48%) com idade entre 40 e 49 anos está negativada, totalizando 13,2 milhões . Entre os mais jovens, entre 25 e 29 anos, o percentual também é elevado: 47% deste grupo estão inadimplentes, somando mais de 8 milhões de devedores.
      A população com idade mais avançada, de 50 a 64 anos, tem 39% de inadimplentes,

      Ate parece que menos de 1% dos 4 mihoes de imóveis da caixa estao devedores

      8+
      • avatar
  • Antigo 12 de junho de 2017 at 09:00

    Quem não tem $$ para aluguel, também não tem para parcelinha:

    Aumenta o número de ações por falta de pagamento do aluguel

    http://www.investimentosenoticias.com.br/financas-pessoais/imoveis/aumenta-o-numero-de-acoes-por-falta-de-pagamento-do-aluguel

    Levantamento realizado pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação) no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo mostra que houve aumento no número de ações relacionadas ao mercado de locação na cidade de São Paulo. Em maio, foram protocoladas no município 1.917 ações locatícias, uma alta de 33,7% em comparação com o mês de abril (1.434 ações). Em relação ao mesmo mês do ano anterior, houve aumento de 8,4%, com 1.768 ações.

    6+
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 12 de junho de 2017 at 09:18

    O MELHOR MOMENTO DE COMPRAR É AGORA!

    http://www.burbuja.info/inmobiliaria/burbuja-inmobiliaria/126719-buen-momento-comprar.html

    Me resulta curioso las veces que se puede repetir esta frase , si la seguimos al pie de la letra y las explicaciones que se suelen dar ante este planteamiento , efectivamente , parece que por lo general siempre es buen momento para comprar . Repaso al respecto en forma de links , cada uno que saque sus propias conclusiones lo que significa :

    Abril 2006 – ¿es un buen momento para comprar o es mejor esperar?

    Diciembre 2006 – ¿Es un buen momento para comprar casa?

    Octubre 2007 – Ahora es un buen momento para comprar una vivienda

    Diciembre 2007 – Buen momento para comprar piso

    Marzo 2008 – ¿Buen momento para comprar una vivienda?

    Junio 2008 – Corredor dice que es un buen momento para comprar un piso quien lo necesite

    Noviembre 2008 – Ahora es el momento de comprar , los pisos no bajarán más

    Enero 2009 – ¿Es buen momento para comprar piso ahora que están bajando?

    Enero 2009 – ¿Es buen momento para comprar piso?

    Febrero 2009 : El mejor momento para comprar es ahora

    Abril 2009 – ¿Es buen momento para comprar un piso ?

    Mayo 2009 – ¿Es buen momento para comprar vivienda nueva?

    Junio 2009 – es buen momento para comprar un piso??

    Julio 2009 – Buen momento para comprar piso

    Septiembre 2009 – Corredor : La vivienda se estabiliza y hay mejores condiciones de compra

    Octubre 2009 – Los empresarios del sector inmobiliario dicen que «es un buen momento para comprar»

    Octubre 2009 : Ministerio: Es un buen momento para comprar

    Noviembre 2009 – Llega 2010, el mejor año para plantearse comprar un piso

    Noviembre 2009 – La recuperación de la vivienda ya se está produciendo y los precios ya tocaron fondo . Dentro de 3 años nos tiraremos de los pelos por no haber invertido ahora.

    Noviembre 2009 – El 60% de los españoles cree que es buen momento para comprar inmuebles

    Diciembre de 2009 : Comprar una vivienda en plena crisis sigue siendo una buena inversión

    Diciembre de 2009 : Jose Antonio Galdeano: ‘Ahora es el mejor momento para comprar casa de los últimos 15 años’

    Diciembre de 2009 : Es momento de hipotecarse… si puede
    Promotores inmobiliarios coruñeses reconocen que esta es la mejor época para comprar una casa porque el ajuste de precios “ya se ha hecho”

    Enero de 2010 : El gobierno dice que el primer semestre de 2010 es buen momento para comprar piso

    Enero de 2010 : Sociedad de Tasación : es un buen momento para comprar una vivienda, negociando un buen precio y una buena hipoteca

    Febrero de 2010 : Ahora puede ser un gran momento para comprar una vivienda

    Febrero de 2010 : Es un momento extraordinario para comprar

    Febrero de 2010 : Los síntomas señalan que ya es buen momento para comprar casa

    Febrero de 2010 : Si quieres comprar piso, ahora es el momento

    Febrero de 2010 : Corredor, como hace casi dos años: es un buen momento para comprar vivienda

    Marzo de 2010 : es buen momento para comprar

    Marzo de 2010 : Objetivamente, las actuales condiciones para comprar vivienda son buenas

    Abril de 2010 : Agentes de la propiedad creen que las circunstancias actuales son “ideales” para comprar una vivienda.

    Abril de 2010 : Corredor asegura que 2010 es uno de los mejores años para comprar vivienda

    Abril de 2010 : Los promotores afirman que “no va a haber un momento mejor” para comprar una casa

    Mayo de 2010 : es buen momento para comprar, los precios no caerán más

    Mayo de 2010 : Está claro que es el mejor momento para comprar una vivienda

    Mayo de 2010 : ahora mismo las condiciones son óptimas para comprar desde el punto de vista financiero

    Junio de 2010 : Beatriz Corredor : este año es “objetivamente bueno” para comprar una vivienda

    Julio de 2010 : es ya un buen momento para comprar , no hay que esperar más .

    Septiembre de 2010 : Los agentes de la propiedad inmobiliaria (API) tienen claro que este es un buen momento para comprar.

    Octubre 2010 – Los agentes inmobiliarios insisten : ahora es un buen momento para comprar

    Octubre de 2010 : Es el mejor momento para comprar de la historia

    Diciembre de 2010 : Ahora es un buen momento para comprar vivienda

    Diciembre de 2010 : Es buen momento para comprar inmuebles

    Enero de 2011 : Este es un buen momento para comprar y no tan fácil para vender

    Enero de 2011 : Fernando Baena, PDTE. DE LOS AGENTES DE LA PROPIEDAD: “Es un buen momento para comprar un piso”

    Enero de 2011 : Blanco anima a comprar una vivienda porque es un momento óptimo

    Febrero de 2011 : es un buen momento para comprar y un mal momento para vender

    Febrero de 2011 : sigue siendo un buen momento para comprar

    Marzo de 2011 : La percepción de los extranjeros es que los precios han tocado fondo y que es buen momento para comprar casa

    Marzo de 2011 : Banca y promotores insisten: “es momento de comprar, los precios están ya en el suelo”

    Marzo de 2011 : Las necesidades de vivienda son altas, el hecho de que estemos en una demanda baja no significa que no siga habiendo fuertes necesidades, es un buen momento para comprar

    Abril de 2011 : Es un buen momento para comprar, ya que los precios se han reducido un 25%

    Mayo de 2011 : Blanco : Nos encontramos en un momento idóneo para invertir en el sector inmobiliario de España

    Mayo de 2011 : Van-Halen : cuando se necesita una vivienda siempre es buen momento para comprar

    Mayo de 2011 : Es un “buen momento” para comprar, porque los precios “se han estabilizado”

    Junio de 2011 : Según los expertos , es el mejor momento para comprar vivienda .

    Bonus : Junio de 2011 : El momento de comprar casa ya ha pasado

    Julio de 2011 : ¿es ahora el momento de comprar vivienda? sin duda sí

    Agosto de 2011 : 2012 será un buen momento para comprar paquetes inmobiliarios a las cajas

    Mega Bonus : 30 de septiembre de 2011 : cebras y leones, o por qué es momento de comprar piso

    Octubre de 2011 : Es “un buen momento” para comprar una vivienda si se tienen medios

    Noviembre de 2011 : es un buen momento para comprar un piso

    Diciembre de 2011 : Es buen momento para comprar una vivienda

    Enero de 2012 : En general, se trata de un buen momento para comprar

    Marzo de 2012 : Es un buen momento para comprar si uno quiere una vivienda para vivir

    Abril de 2012 : es el momento de comprar porque el mercado apenas va a sufrir cambios

    Mayo de 2012 : Diario de Alcalá: “Es la hora de comprar un piso”

    Junio de 2012 : El stock se pone a dieta: aproveche 2012 para comprar una vivienda

    Septiembre de 2012 : El mejor momento para comprar

    Noviembre de 2012 : Los expertos creen que este es un buen momento para comprar vivienda

    Diciembre de 2012 : El mejor momento para comprar una vivienda es HOY

    Diciembre de 2012 : 2013 será un gran año para comprar piso

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 12 de junho de 2017 at 09:33

    Além do IBGE e do BCB, o SECOVI-DF também mudou a forma de calcular os imóveis em estoque, com isso “desapareceram” 4 mil imóveis.
    Os valores abaixo apenas refletem o estoque dos ASSOCIADOS DO SECOVI e não contempla os imóveis nas mãos de pessoas físicas ou de pessoas jurídicas não associadas.
    http://www.secovidf.com.br/novoportal/images/arquivos/pdf/boletins/2017/Boletim-Imobiliario-Maio-2017.pdf

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 12 de junho de 2017 at 09:39

    Em Brasília, de acordo com o FIPEZAP, o IGP-M subiu 1,57% e os alugueis cairam nominalmente 1,59%, o que resulta numa queda real de 3,16%

    Quanto a rentabilidade do aluguel, podemos observar uma queda contínua, em todas as categorias

    3+
    • avatar
  • Cesar_DF 12 de junho de 2017 at 10:14

    NOTICIAS DA TERRACAP + NOROESTE-DF

    Para quem não conhece, a TERRACAP é o maior latifundiário urbano do Brasil, quando foi criado o DF as terras foram desapropriadas pelo JK e entregues ao GDF, que as entregou para a Terracap, era tão rica que ela sozinha tirou do bolso 1.8 bilhão de reais para construir o estádio Mané Garrincha.

    Já o Noroeste é a terra dos contos de fadas, compraram imóveis por 14k/m2 em 2011 (20K/m2 hoje pelo IGPM) e atualmente são comercializados por 8-9K/m2
    http://www.brasil247.com/pt/247/brasilia247/73308/Setor-Noroeste-a-bolha-se-desfaz.htm (desculpem o link ai viu rsrs)

    Em 27/04/2017 ela tentou vender 190 lotes, sendo mais caros os de 01 a 11.
    http://www.terracap.df.gov.br/uploads/edicts/58dac8bbd7d7e.pdf
    Foram vendidos 73 lotes, sendo abaixo os mais caros
    01 – 13KK, 04 – 13KK, 05 – 19KK, 08 – 6.7KK, 09 – 6.7KK, 10 – 7.8KK, 11 – 197KK
    Nos lotes de 01 a 04 em Águas Claras, nenhum recebeu lance
    Os lotes de 08 a 11 são no Noroeste, sendo que o lote 11 é destinado a um Shopping, e novamente não recebeu lance.
    http://www.terracap.df.gov.br/comercializacao-de-imoveis/resultados

    Em 2013 tentaram vender o terreno para o shopping por 257 milhões (317 milhões hoje pelo IGP-M) e agora tentaram vender por 197 milhões
    http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2013/12/04/interna_cidadesdf,401587/terreno-para-shopping-no-noroeste-nao-recebe-nenhuma-proposta-em-licitacao.shtml

    Com prejuízo milionário, Terracap corre risco de não pagar salários
    Após terminar o ano de 2015 com lucro de apenas R$ 19 milhões — resultado que já representava redução de 97,5% em relação ao ano anterior –, a empresa chegou ao final de 2016 com um desempenho exponencialmente pior: em vez de lucro, a Terracap teve prejuízo de R$ 255 milhões.
    Os números colocam a estatal em colapso, visto que sua geração de caixa não é suficiente para os quase R$ 600 milhões de gastos no ano. Além disso, a empresa está com obras pendentes, como a infraestrutura do Noroeste, e sem dinheiro para realizar outros projetos de sua responsabilidade, já que é a agência de desenvolvimento do Distrito Federal.
    http://www.metropoles.com/distrito-federal/com-prejuizo-milionario-terracap-corre-risco-de-nao-pagar-salarios

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 12 de junho de 2017 at 10:22

      Acho que o maior latifundiário urbano do Brasil, na eminência de quebrar, seria um bom tema para o próximo TÓPICO

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 12 de junho de 2017 at 10:25

        César, a única fonte de recursos são os negócios!?
        existe aporte de recursos públicos para alguma despesa!?
        desculpe a ignorância é que não entendo muito do orçamento do governo do DF

        3+
        • avatar
        • avatar
        • Cesar_DF 12 de junho de 2017 at 10:31

          From_The_Tower

          Sim, a única fonte de recursos é a venda de lotes pertencentes ao GDF
          Até 2012 isto dava um lucro de 2-3 bilhões por ano.
          Tanto que é uma das poucas empresas que faz distribuição de lucros.
          Até uns 3 anos atrás, um motorista recebia um bônus anual de aproximadamente 100K pelos lucros.

          https://pt.wikipedia.org/wiki/Terracap

          13+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • From_The_Tower 12 de junho de 2017 at 10:36

            valeu, obrigado !

            4+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
    • Cesar_DF 12 de junho de 2017 at 10:27

      No prejuízo, Terracap conclui que Mané foi feito sem garantia de retorno financeiro
      Empresa responsável por terras do DF declarou ter tido prejuízo de R$ 1,3 bilhão em 2016. Governo desembolsou R$ 1,5 bilhão para financiar obra, a mais cara da Copa.
      http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/no-prejuizo-terracap-conclui-que-mane-foi-feito-sem-garantia-de-retorno-financeiro.ghtml

      Consultoria internacional diz que Mané Garrincha é o segundo estádio mais caro do mundo
      A consultoria internacional KPMG aponta o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha como o segundo mais caro do mundo, entre os construídos recentemente. Ele só perde para a Arena Wembley, na Inglaterra.
      Uma auditoria do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) revela que o custo do estádio, previsto inicialmente para ser menor que R$ 700 milhões, quase triplicou após 19 aditivos no contrato e pode chegar a quase R$ 2 bilhões.
      http://radioagencianacional.ebc.com.br/geral/audio/2017-04/consultoria-internacional-diz-que-mane-garrincha-e-o-segundo-estadio-mais-caro

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 12 de junho de 2017 at 10:18

    Segunda-feira, 12/06/2017, às 08:30, por Samy Dana
    Mais do que o IGP-M, cenário econômico dita o reajuste do aluguel
    De 2015 em diante, em contrapartida, a oferta de imóveis no mercado cresceu expressivamente, mas a demanda retraiu em função da crise econômica.

    Se naquele momento os locadores tinham mais espaço para jogarem seus preços para cima nas negociações e renegociações, em tempos de crise o inquilino pode trocar um imóvel caro por outro com aluguel mais barato com muito mais facilidade. Por fim, a lei de mercado influencia muito mais o poder de decisão do que o que fica estabelecido no contrato com o IGP-M, que nem deveria ser usado para ajustar aluguéis por sua concepção.

    http://g1.globo.com/economia/blog/samy-dana/post/mais-do-que-o-igp-m-cenario-economico-dita-o-reajuste-do-aluguel.html

    7+
    • avatar
    • avatar