Preço do imóvel residencial em SP recua 5,2% em janeiro, aponta Creci-SP – Estadão

Você pode gostar...

Comments
  • Amadeos de Sampa 23 de abril de 2012 at 21:55

    Primeiro … a ler essa noticia e rir de novo com os comentarios ridiculos do Creci.

    “Apesar do recuo no começo do ano, o mercado não deve ter uma sequência de baixas ao longo de 2012”.

    Vai sonhando!

    0
    • Sol de Sampa 24 de abril de 2012 at 02:20

      Amadeos é exatamente isso o que esta acontecendo…. os caras estão sonhando… quando acordarem o sonho virô pesadelo….

      0
      • BELARMINO 26 de abril de 2012 at 16:07

        As artimanhas desse povo que vive de corretagem é tão grotesca que dá até vontade de chorar.

        Os corretores acham que todos são manés.

        Vamos aguentar que o preço vai voltar ao patamar real

        0
  • Miguel Jacó 23 de abril de 2012 at 21:59

    Se eles dizem que caiu 5,2%, é porque deve ter caído pelo menos 20%.

    Ninguém compra mais nada, vendedores de placas estão enriquecendo.

    Dia 12/06/2012 está chegando, entraremos então na fase do “salve-se quem pude”, e neste dia, quem tiver dinheiro no colchão, será chamado de rei…

    0
    • Bolha Imobiliária 23 de abril de 2012 at 22:05

      Agora fiquei com medo…Qual a o trecho da bíblia que transcreve esta citação ? Ou qual quadra de Nostradamus define esta profecia ?

      0
      • Amadeos de Sampa 23 de abril de 2012 at 22:08

        Biblia do Bom Senso. Aquela pouco ou quase nunca lida pela maioria da populacao Bananense.

        0
        • Bolha Imobiliária 23 de abril de 2012 at 22:11

          Estou apenas tirando uma casquinha..hehe

          0
    • Anonymous 23 de abril de 2012 at 23:50

      Para ter uma perspectiva anual da queda. Uma queda de 5.2% ao mes é equivalente a uma queda de 83.7% ao ano.

      0
      • eu 24 de abril de 2012 at 00:03

        só não olhe o indice dos meses anteriores…

        0
        • eu 24 de abril de 2012 at 03:33

          sem contar que o calculo tá incorreto:

          0,948 ^ 12 = 0,53 (queda de 47%)

          0
          • Anonymous 24 de abril de 2012 at 04:19

            Sim, de fato seu cálculo está correto.

            0
          • FRK 24 de abril de 2012 at 19:48

            Eu não entendi o cálculo. Se pudesse explicar eu ficaria grato.. =)

            abs

            0
      • Felipe 24 de abril de 2012 at 00:11

        Não, é igual a uma queda de 49,97%, ao menos, aqui no reino banana o cálculo dá esse resultado. Pode que a matemática daí seja diferente. rs

        0
      • Vinicius 24 de abril de 2012 at 19:17

        Mega promoções com porcentos de desconto para mascarar índices ao máximo

        0
    • Mineiro BH 24 de abril de 2012 at 00:07

      Grande Miguel,

      Sugiro adiar a data de 12/06 para 13/06 ou para a segunda-feira subsequente…

      12/06 é Dia dos Namorados, a mídia e grande parte das pessoas foca bastante no assunto…

      0
    • Philis 24 de abril de 2012 at 01:45

      O que vai acontecer dia 12/06??? Qual o post do Miguel Jacó que eu deixei de ler?? Me informem!

      0
      • Sol de Sampa 24 de abril de 2012 at 02:26

        Philis, a dois posts atras Profeta Miguel Jacó vaticinou que até 12/06/2012 os preços começam a despencar e ploc ploc ploc….

        0
      • JPM 24 de abril de 2012 at 08:36

        É que no dia 12/06 a mídia deve começar com as matérias “Faltam2 anos para a Copa!” e logo em seguida “Faltam MENOS de 2 anos para a Copa!”.
        E isso deve começar a mudar a percepção das pessoas, tanto sobre o andamento das obras, quanto sobre os possíveis resultados do evento…
        Isso se a FIFA não mudar a Copa de lugar (se não me engano, é a data limite para fazer isso sem multa é 01/06, conforme o Host Agreement)

        0
        • CapEnt 24 de abril de 2012 at 11:10

          Merecemos perder a copa. Por tudo que aconteceu até agora em nome dessa copa, merecemos profundamente perder ela.

          Em nome dessa copa foi colocada em pratica o maior esquartejamento das contas publicas de toda história desse país, sem resultado prático algum. Está sendo o verdadeiro supermercado da corrupção.

          0
    • Engenheiro-SJC 24 de abril de 2012 at 10:34

      “… e neste dia, quem tiver dinheiro no colchão, será chamado de rei…”

      Mas ô Miguel Jacó… esse dinheiro deve ser dólar então?? Porque nosso real tá caminhando para a maxidesvalorização…

      0

      • Sol de Sampa 24 de abril de 2012 at 13:34

        Engenheiro… nao necessariamente….se compararmos somente mercado interno quem tiver $$$ ainda terá $$$…o que eu tenho mais medo é do dolar ir pro espaço… isso sim preocupa pois vamos acabar fazendo o que a grécia tem feito mercado de trocas embora eu ainda não consiga focar o que poderiamos trocar… serviços por abobrinhas … lavar pratos por arroz????
        De qq forma o que vem pela frente não me parece ser bom ….

        0
  • Shakespeare 23 de abril de 2012 at 22:02

    Só não contaram para o Fipe – ZAP

    0
    • Shakespeare 24 de abril de 2012 at 08:55

      e demorou para eles soltarem os dados de janeiro, vocês não acham?

      0
  • Vitor - CWB 23 de abril de 2012 at 22:07

    Da série: Corre Negadis

    Tenho acompanhado os preços de algumas regiões de Curitiba e hoje vi pelo http://www.imoveiscuritiba.com.br que apartamentos na vila Hauer no Cond. Compostela (MRV) e no Cond. Vida Bella (ROSSI) no Atuba, do final de 2011 até e hoje baixaram R$ 20 mil em média e que mais empressiona é o aumento considerável de unidades pra vender e alugar, inclusive em condomínio que estava 100% Vendido.

    tenho que soltar um CORRE NEGADIS!!!

    0
  • washington gutierrez 23 de abril de 2012 at 22:38

    Esse povo do Creci eh uma piada, vai cair o preco pelo menos em 30%, aqui em porto alegre jah tah uma correria pra ver quem fica com o mico na mao o pior eh que tem gente que ainda ta comprando inacreditavel, os caras ainda conseguem achar gente pra comprar, mas eh a raspa da panela……..kkkkk,
    ate quando….CYRELA caiu 4 % PDG caiu 5% PLOC PLOCj

    0
  • jonas 23 de abril de 2012 at 22:48
    • RosinhA 23 de abril de 2012 at 23:12

      Bem a cara do socialismo que está por vir

      0
      • XXXX 24 de abril de 2012 at 10:01

        socialismo que está por vir?
        essa não entendi, e não é zoação..

        0
  • Sem Nome 23 de abril de 2012 at 23:05

    “As 1.441 imobiliárias pesquisadas pelo Creci-SP também registraram aumento de 16,48% no número de inquilinos com pagamento do aluguel atrasado. ”

    Com os atuais preços dos novos contratos de aluguel até que o aumento da inadimplência foi baixo (segundo os dados oficiais, óbvio). Na prática a inadimplência deve ter aumentado muito mais.

    0
  • Seu Madruga 23 de abril de 2012 at 23:12

    Pô, o CRECI- Conselho Regional dos Carrapatos Imobiliários, poderia contratar o porta voz do Saddam Hussein, vocês se lembram do figura? Os americanos entrando em Bagdá, aquele bando de iraquianos Saqueando tudo e o cara de pau falando: Saddam sairá vitorioso, os imóveis valorizarão eternamente…

    0
    • Amadeos de Sampa 24 de abril de 2012 at 00:14

      Muito boa!

      Muhammed Saeed al-Sahaf eh o nome do figuraca!

      Pode ter certeza que checar que ele tbem pertence ao Creci-Bagdad

      relembrando…. www. welovetheiraqiinformationminister.com/

      0
      • Amadeos de Sampa 24 de abril de 2012 at 00:17

        alguns quotes bem ao estilo CRECI:

        “There are no American infidels in Baghdad. Never!”

        “My feelings – as usual – we will slaughter them all”

        “Our initial assessment is that they will all die”

        “I blame Al-Jazeera – they are marketing for the Americans!”

        “God will roast their stomachs in hell at the hands of Iraqis.”

        “They’re coming to surrender or be burned in their tanks.”

        “No I am not scared, and neither should you be!”

        “Be assured. Baghdad is safe, protected”

        “Who are in control, they are not in control of anything – they don’t even control themselves!”

        “We are not afraid of the Americans. Allah has condemned them. They are stupid. They are stupid” (dramatic pause) “and they are condemned.”

        “The Americans, they always depend on a method what I call … stupid, silly. All I ask is check yourself. Do not in fact repeat their lies.”

        “I can say, and I am responsible for what I am saying, that they have
        started to commit suicide under the walls of Baghdad. We
        will encourage them to commit more suicides quickly.”

        “I can assure you that those villains will recognize, will discover in appropriate time in the future how stupid they are and how they are pretending things which have never taken place.”

        “We have destroyed 2 tanks, fighter planes, 2 helicopters and their shovels – We have driven them back.”

        “The authority of the civil defense … issued a warning to the civilian population not to pick up any of those pencils because they are booby traps,” he said, adding that the British and American forces were “immoral mercenaries” and “war criminals” for such behavior.
        “I am not talking about the American people and the British people,” he said. “I am talking about those mercenaries. … They have started throwing those pencils, but they are not pencils, they are booby traps to kill the children.”

        “We have them surrounded in their tanks”

        “The American press is all about lies! All they tell is lies, lies and more lies!”

        “I have detailed information about the situation…which completely proves that what they allege are illusions . . . They lie every day.”

        “Lying is forbidden in Iraq. President Saddam Hussein will tolerate nothing but truthfulness as he is a man of great honor and integrity. Everyone is encouraged to speak freely of the truths evidenced in their eyes and hearts.”

        “Now even the American command is under siege. We are hitting it from the north, east, south and west. We chase them here and they chase us there. But at the end we are the people who are laying siege to them. And it is not them who are besieging us.”

        0
  • Júlio Cesar 23 de abril de 2012 at 23:34

    Tenho acompanhado os pronunciamentos das “autoridades” do setor imobiliário. No início do ano passado eles insistiam que a valorização iria continuar. Os corretores juravam pela vida da própria sogra. No fim do ano ja diziam que os preços iriam se manter estabilizados. Agora eles dizem que caiu só desta vez, e que não vai cair mais. Da proxima vez que vierem a público vai ser o famosos ” corre negadis” mas correr pra onde?

    0
  • Alvaro Queiros 23 de abril de 2012 at 23:41

    A melhor coisa que pode acontecer para os corretores é uma queda constante no preço dos imóveis.

    Eu tenho alguns clientes com dinheiro na mão, para comprar apartamentos simples, 2/4, 60m², e não encontro.

    A entrada na AGRE, da Cyrela, aqui em Salvador desestabilizou o mercado, eles tentam vender apartamentos de 48m² por 200k e os proprietários dos usados não querem vender seus apartamentos por valores menores que estes também.

    0
    • Júlio Cesar 24 de abril de 2012 at 00:12

      Concordo que a queda nos preços será bom para os corretores. Quando os preços chegarem aos patamares justos, muita gente vai poder comprar imóvel novamente. Bombando as vendas, eles vão ganhar muita comissão $$$$.

      0
      • Shakespeare 24 de abril de 2012 at 07:47

        é isso mesmo!

        eles precisam perceber que é melhor ganhar comissões menores, mas constantes do que uma grande comissão de vez em quando…

        0
        • CapEnt 24 de abril de 2012 at 11:17

          Eles sabem matemática?

          0
          • BELARMINO 26 de abril de 2012 at 16:22

            Se começar a bombar vão subir os preços porque são gananciosos né…

            0
    • Charles 24 de abril de 2012 at 11:06

      Foi exatamente isso que respondi a um corretor que me enviou e-mail oferecendo uma oportunidade imperdivel.

      Os corretores que se anteciparem ao momento e conscientizarem seus clientes que os preços atuais são impraticaveis vão sair na frente.

      Com a baixa no preço os negocios vão voltar a acontecer.

      Aqueles que insistirem no erro vão ficar pra trás e vão sair atrasados, enquanto os primeiros ganham suas comissões e realizam negocios.

      0
      • FRK 24 de abril de 2012 at 20:17

        Acho que não tem dessa. Tem um bull trap ae, com o mercado até se reaquecendo após uma queda inicial acentuada, mas depois é abismo. As devoluções, junto com o elevado número de entregas, vão lotar o mercado. O desaquecimento da economia vai agravar ainda mais o quadro. Se eu fosse corretor, hoje, tava pensando em meios alternativos para ganhar a vida.

        abs

        0
    • Revoltado 24 de abril de 2012 at 23:54

      Eu entendi o q vc quer dizer!
      Acho q as pessoas nao compreenderam muito bem,
      mas o ponto chave da questão é que ao cobrar um preço absurdo
      por um apto minusculo, num lugar não valorizado, na planta, a construtora nivela o valor do mercado!
      Entao se est!ao vendendo um apto de 40m2 na patria q partiu por 200k,
      o meu de 50m2 melhor localizado vale 300k.
      E daí pra frente!

      0
  • Júlio Cesar 23 de abril de 2012 at 23:41

    Fiquei com uma dúvida aqui: se “o número de imóveis usados alugados em janeiro cresceu 24,11%”. Considerando uma grande quantidade de pessoas que teve de sair do imóvel que estava para alugar um menor/ mais barato. Então ela deixa o anterior vazio e aluga um novo, o mercado ficou na mesma, mas será que eles contam como locação nova, ou não contam? Aí vai bombar mesmo!

    0
    • Alvaro Queiros 23 de abril de 2012 at 23:54

      Não é só por isso, o atraso na entrega das obras também está contribuindo para esse aumento da procura pelo aluguel. Tem gente que não pôde esperar a entrega do apartamento, casou, teve filho e está saindo da casa dos pais.

      0
  • RPL 23 de abril de 2012 at 23:56

    – 5,2 x 12 = 62,4%.

    E depois falam em soft landing???

    Até o final do ano a casa cai…

    0
  • Marcus 24 de abril de 2012 at 00:03

    Coloca o link pra curtir do facebook em cada POST!!!

    vlww

    0
  • lion 24 de abril de 2012 at 00:31

    Pesquisando o site do Flip Zep, constatei VARIAS cidades do RJ (excluindo capital e Niteroi) já com queda nos preços anunciados. Pesquisei pelas cidades e por referencia seus centros. Em adicional, leblon, jacarepagua e alguns poucos na capital ja constam uma quedinha hehe

    0
    • Revoltado 25 de abril de 2012 at 00:02

      Esse site a q vc fez referencia é surreal.
      Mas assim como vários outros aqui,
      arrisque uma proposta com 70~80% do valor do anuncio
      e vc será contactado com uma contra proposta real de negócio.
      Eu mesmo já fiz isso para uns 3 imóveis, alegando que conhecia fulano que comprou por menos e que a tendencia era os preços cairem, e tal. Ai o proprio proprietario falou q nao pensava em vender, mas como tentou reajustar o aluguel para o preço “praticado no mercado” e ficou sem inquilino por 5 meses, colocou a venda.
      Sinal que eles não são tão bobos assim.

      0
  • simone 24 de abril de 2012 at 01:02

    Redução de até 77,84%
    O Cartão Azul CAIXA1 é o novo cartão de crédito com a bandeira MasterCard, destinado aos clientes que optarem receber o salário em uma conta da CAIXA, que possui uma das melhores taxas de crédito rotativo: 2,85% ao mês.
    Quando você paga parte do valor da sua fatura do cartão de crédito CAIXA MasterCard ou VISA, o restante do valor entra no crédito rotativo. Agora, a taxa mensal que você paga sobre esse restante começa em 2,85%2 e vai até 9,47%. Isso significa uma redução de até 77,84% sobre o valor cobrado anteriormente.

    0
  • simone 24 de abril de 2012 at 01:05

    Crédito Pessoal Conta-Salário (CDC Conta-Salário)
    A partir de 1,80% ao mês
    Esse é o crédito pessoal para quem recebe salário em uma conta corrente da CAIXA e que pode ser usado como você quiser, com taxa de 1,80% ao mês.
    Fácil e rápido, o seu limite é pré-aprovado e pode ser feito nas agências CAIXA, terminais de autoatendimento ou Internet Banking. E você não precisa se preocupar: as prestações são debitadas diretamente na sua conta, no dia em que você recebe o seu salário.
    Confira as simulações e compare com os outros

    0
  • simone 24 de abril de 2012 at 01:08

    GARANTIA IMÓVEL²

    GARANTIA AUTOMÓVEL²

    EMPRESTIMO COMO GARANTIA SUA CASA OU SEU CARRO …..

    Taxa variável de acordo com o convênio/relacionamento do cliente com a CAIXA.
    ² Taxa variável de acordo com o nível de relacionamento do cliente com a CAIXA.

    0
    • CapEnt 24 de abril de 2012 at 11:34

      A boa e velha HIPOTECA voltando com tudo.

      0
  • simone 24 de abril de 2012 at 01:10

    Redução de até 57%*
    Alguns bancos oferecem cheque-especial com juros de até 10%. Na CAIXA, essa taxa é menos da metade da que é cobrada pelo mercado.
    O crédito que está sempre disponível quando você precisa, agora está com uma das melhores taxas: 4,27% ao mês, ou seja, esse será o valor máximo da taxa que você irá pagar quando usar o seu Cheque-Especial.
    Se você trouxer o seu salário para uma conta corrente da CAIXA, essa taxa fica ainda menor: 3,5% ao mês.
    E não para por aí. Dependendo do seu relacionamento com a CAIXA, esse valor pode cair ainda mais e chegar ao mínimo de 1,35% ao mês.
    Compare e aproveite.

    0
    • Sol de Sampa 24 de abril de 2012 at 01:23

      Simone…. acho que esqueceram de combinar com os russos … quero dizer… não sei por quanto tempo os empregados da CAIXA dão conta de atender com horário extendido… não sei por quanto tempo não vai haver reclamação de demora na análise …. apesar de ser ótimo a baixa de juros, que nesse país é uma vergonha, o problema é que toda a linha de financiamento tem um lastro limitado… se os bancos não entrarem pra valer a coisa vai complicar, demorar e acabar por fazer água…

      Mas, de verdade, torço pra que a coisa funcione… que caiam os juros, o spreead e que melhorem o atendimento…

      0
  • simone 24 de abril de 2012 at 01:25

    SOU DE PORTO ALEGRE ESTOU ESPERANDO OS PREÇOS BAIXAREMMMMM

    0
  • simone 24 de abril de 2012 at 01:27

    QUERO INFO DOS IMÓVEIS DE PORTO ALEGRE ,…

    0
    • Laranja 24 de abril de 2012 at 08:42

      Cristal Tower, seis meses depois de entregue, menos de 20% de ocupação. Quer dizer que mais de 80% é investidor (comprou para vender ou alugar). é…………PLOC!

      0
    • Laranja 24 de abril de 2012 at 08:48

      Depois da Meunique, recebi um e-mail da Rosse dando até 193k de desconto, tipo de 6,4k/m² por 5,8k/m²; 5,9k/m² por 5,3k/m². Tá desesperada? Te joga!

      0
  • GB 24 de abril de 2012 at 02:15

    Apareceu mais um anúncio de apto a venda no prédio em que eu ia comprar em dezembro por R$ 185k.

    Tá meio estranho e a gente tende a desconfiar quando a esmola é muita, mas os outros já estavam pedindo R$ 160k desde janeiro, todos os 3 ainda estão sendo anunciados e agora apareceu um por R$ 120k, se esse for o novo padrão de preços logo estarão todos pedindo isso aí.

    Pode ser desespero de um dos proprietários, de qualquer forma, se não venderem esse de R$ 120k rapidinho, vai ser prova de que o povo está ferrado, endividado mesmo e não há esperanças para o setor, que está tudo encalhado mesmo.

    0
    • Douglas 24 de abril de 2012 at 07:27

      GB se esse de 120 nao vender “rápido”, vai ter gente cortando os pulsos…. Se a tendencia da qda continuar em ritmo acelerado, oq particularmente nao acredito, o caos e panico sera geral e comico, claro….

      0
  • Sol de Sampa 24 de abril de 2012 at 03:51

    Pessoal, resolvi fazer uma prospecção com um lançamento (ASTRE) em sampa que informaram que havia sido vendido em um final de semana, referente a construtora Paulo Mauro, que atua na região de Perdizes/Pompeia…. olhem só a lábia do corretor, que por sinal se mostrou com altissimo nivel…

    CORRETOR
    Olá XXXXXX,
    Esse empreendimento foi totalmente vendido, o Astre, valor médio
    R$8.750,ºº, agora teremos um outro na rua Coriolano, que já estamos
    montando pasta, pois venderá tudo antes do lançamento e só poderão ter direito a escolha as pessôas que tem pastas montadas. Você tem
    interesse nos dados deste imóvel?, pra eu te mandar a pasta?.

    Eu….após receber a planta do futuro imóvel a ser lançado somente em junho 2012:
    SR XXXX
    a planta de 3 dorms é bem atrativa, embora o prazo de entrega nao seja
    muito do meu agrado.
    teria um vlr médio, pra eu poder fazer uma primeira avaliação?

    CORRETOR:
    Prezada xxxxx,
    Não não tenho essa informação para lhe passar como disse antes, mas tenha a certeza que será o valor mais juste em termo de mercado e qualidade de construção, como profissional lhe garanto isso, portanto, entre dúvidas envie seu cadastro que você estara facilitando para eu lhe dar um suporte a altura, e facilitando para sua escolha futura, sorry, xxxxx, mas é
    desta forma que acontece, no útimo lançamento pessôas que ficaram
    esperando pra ver valor, ficaram de fora do lançamento, mesmo querendo
    ficaram sem unidades, a Paulo Mauro, tem o melhor acabamento da região, e não eleva seus preços, por isso que vende muito rápido, e você tem essa
    oportunidade nas mãos, quanto antes eu tiver os dados, melhor para nós,
    pois a escolha de unidades são feitas atrávés de numeração dos cadastro, me ajude a te ajudar.

    EU :
    SR XXXXX
    Agradeço sua atenção, mas sem um indicativo de vlr que possibilite uma
    avaliação prévia declino da oportunidade. Meu analista financeiro informou
    que não há garantias de estar fazendo realmente um bom investimento, mesmo com o nome Paulo Mauro envolvido… por sim ou por não, ele inclusive me aconselhou a esperar até o 2º semestre, pois ele tem levantado informações de indicios de formação de bolha imobiliaria e de crédito nas principais capitais, e já tive alguns problemas com alguns investimentos devido ao subprime dos EUA. De qualquer forma, caso vc venha a ter tal informação, e puder repassá-la, deixe meu email registrado em seus contatos.

    CORRETOR:
    Prezada XXXX,
    Respeito o ponto de vista do seu analista finaceiro, mas a bolha
    existente no passado nos EUA, não tem nada a ver com a situação do
    Brasil, se você observar, nosso pais foi um dos paises que não sofreu
    essa crise, tanto é que nosso pais é seguro em termos de investimentos
    nessa área, você pode notar que enquato falamos de bolhas que aqui esta
    longe desse fato os orientais estão comprando imóveis em grande
    quantidade, é lamentavel que profissionais na área de economia não
    enchergam isso ou fecham os olhos pra realidade, atual, a China é um
    dos paises que estão comprando e investindo no Brasil não nos EUA, se
    você acompanhar como acredito que esta, uns dos povos que estão mais
    investindos em imóveis nos EUA, são os brasileiros com um investimento
    acima de 21% após o ocorrido, agora porque isso ocorreu nos EUA ?, não
    é nossa realidade, nosso mercado esta abaixo muito abaixo do que
    ocorreu lá, analise bem sua posição, pois é seu dinheiro que esta em
    jogo, passamos por muitas turbulencias no passado, mas nossa realidade
    no mercado internacional hoje é outra, somos vistos e respeitado, e
    pessôas que nem você tem a oportunidade de fazerem ótimos
    investimentos, mas não se pode se prender no passado, seria o mesmo
    que eu te falar da crise da bolsa nos anos 70, estamos em franco
    desenvolvimento e você sabe disso, posso te provar de diversas
    maneiras essa nossa realidade, nossos maiores investidores são
    estrangeiros e inclusive investidores da bolsa de valores. reflita e
    estarei a sua disposição pra maiores informações.

    É isso aí pessoal, MrK constatou como funciona o profissional corretor em relação aos vendedores e muitos outros que estão testando esse mercado está provando o profissional corretor do lado dos compradores…

    A única coisa que me preocupa, realmente foi a alusão a que estrangeiros Rosinha, será que nosso temor tem um fundamento mesmoo ou foi mera coincidência que essa informação caiu no meio da conversa???!!!!

    0
    • Anonymous 24 de abril de 2012 at 04:16

      Existem cidades na China completamente VAZIAS. Numa delas caberia TODA a população da grande São Paulo. Por que os Chineses viriam comprar imóveis na Banânia quando os preços lá estão DESPENCANDO? Veja que o mesmo acontece na Espanha. O Espanhois estão aqui comprando imóveis? Nem Chineses e nem Espanhóis estão comprando coisa alguma na Banânia.

      House Prices Plunge in Chinese Ghost Town, Dec 5, 2011
      “http://www.youtube.com/watch?v=5Vm7DRQ6tPU”

      China’s Ghost Cities and Malls
      “http://www.youtube.com/watch?v=ylcax3efw0I”

      Ghost Town 2: Spain
      “http://www.youtube.com/watch?v=t0rjAfzoHeI”

      0
      • GB 24 de abril de 2012 at 07:16

        Do 1ª video: “as pessoas (moradores locais) investiram todo seu dinherio em imóveis, agora ninguém consegue vender e o dinheiro foi embora”.

        É mais ou menos o que já acontece por aqui, ontem tinha um novo anúncio de apto, o especulador pedia R$ 20k á vista e transferia outros R$ 112k de financiamento, apto com entrega prometida para julho, se vão entregar mesmo não dá para saber, mas a proximidade de ter que gastar com as chaves e com condomínio faz muito especulador ter pesadelos.

        Eu adoro ver esse tipo de anúncio e estão aparecendo aos montes de janeiro para cá, eu não sei se esse cara pagou mesmo R$ 20k mas se estão mesmo prometendo a entrega para daqui a 3 meses, o que dá para desconfiar, é possível que já esteja pagando ha 1 ano e meio e tenha pago até mais que isso.

        Sei lá, o mercado está louco, em tempos assim temos que poupar mais e deixar o $$$$ protegido.

        0
      • GB 24 de abril de 2012 at 07:33

        Vocês viram que engraçado os corretores do 2º vídeo ?

        Você nem entra na cidade e eles já chegam correndo perguntando se tem interesse em imóveis, kkkkk.

        É a versão chinesa dos nossos “homens placas e mulheres setas”.

        Isso pode até não ocorrer agora, graças ao $$$ gasto pelo Governo e investido em mídia pelas construtoras e associações, mas se eles só tomarem “porrada” elas não vão aguentar mesmo que só foquem os esforços na mídia do Rio, Brasília e São Paulo.

        Isso já tem a data marcada para depois da Copa, com certeza e como o Miguel Jacó disse, quanto mais próximo dela maiores terão sidos os prejuízos e maiores serão os esforços para se livrar dos micos encalhados.

        0
      • RosinhA 24 de abril de 2012 at 07:59

        Anonymous puro engano seu os chineses estão investindo pesado na compra de fazendas, no MS, MG, GO, etc, como eu disse e a SOL tb, eles fazem coisas pensando em 10/20 anos, somos muitos ingênuos em desprezar sua capacidade produtiva e seus investimentos, os dois passam de bilhões, tomemos muito cuidado, uma vez dada a chance é igual invasão de terra, para que seja passada novamente a seu devido dono, tem um enorme impecilho pela frente. Não só os chineses os amarelos todos.

        Seria muito bom montarmos um painel com todas as informações que temos até agora, vou pensar no que já temos de concreto e postarei em breve.

        0
        • Valdir 24 de abril de 2012 at 08:36

          Rosinha,

          O governo ja abriu os olhos com relação a compra de terra pelos chineses.
          Segue link interessante sobre o assunto:

          http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2011/05/110527_china_terras_nyt_press_rw.shtml

          0
        • renato 24 de abril de 2012 at 10:11

          mas fazenda não tem nada a ver com imóveis urbanos, até por que vão servir para uma atividade agropecuária gerando capital pela atividade, não pela especulação.

          0
          • RosinhA 24 de abril de 2012 at 11:43

            Renato está pensando só em presente, pense na bolha não só como maneira de comprar seu imóvel daqui a 2/3 anos como a maioria faz, eles pensam para 10/20 anos, já parou para pensar como estará nosso país nesta época, áreas rurais seriam as mais valorizadas em descentralização, pense nisso

            0
            • renato 24 de abril de 2012 at 13:17

              acho difícil, pois trabalho no ramo de agricola e o que se vê é muito investidor oriental investindo nisso, não acredito que eles estão pensando que daqui 100 anos o interior do TO será requisitado resindencialmente…..
              e eu acredito que não será….

              0
        • Anonymous 24 de abril de 2012 at 12:31

          Os Chineses também não estão comprando fazendas coisa nenhuma. Aliás, nenhum estrangeiro está pois o governo bananense LIMITOU o tamanho da propriedade que um estrangeiro pode comprar em 3 mil hectares. Assim como outros estarngeiros, também não estão comprando imóveis para lazer pois absolutamente tudo é muito mais caro na Banânia.

          0
          • RosinhA 24 de abril de 2012 at 12:42

            Acho que vc não tem noção do que é 3mil hec, isso é para Amazônia principalmente e áreas de extração de produtos naturais, fazendas você pode comprar uma do lado da outra com população de 1 bi de chineses 1 para cada 1, faça a conta, não seja ingênuo, está longe para dizer o que aconteçe aqui, foi só o MrK voltar e teve a percepção do que acontece por aqui. Você querendo ou não sabe que nosso país tem capacidade de crescimento enorme, todo mundo tem interesses pessoais, se você estivesse em uma situação confortável como vive dizendo não estaria preocupado com a situação de nosso país, ou ainda tem laços, ou tem algum amor incondicional enrrustido, tudo aqui é ruim e aí tudo é bom, ninguém quer investir na banânia, aqui tudo sempre será ruim menos Anonymous.

            Conheçe Araraquara, Rio Claro, Marília, Indaiatuba, Paulínia, Hortolândia, Americana, Jaguriúna, só falei algumas cidades e de SP ainda, use sua capacidade Macro para enxegar o nosso futuro, estamos ainda atrasados em várias coisas sim, mas temos o que o mundo precisa ou vai beber querosene aí quando a água acabar?

            0
            • Anonymous 24 de abril de 2012 at 14:27

              RosinhA,

              É muita ingênuidade acreditar que o Chineses, ou qualquer outros estrangeiros, vão comprar milhares de propriedades pequenas, juntá-las para assim podem produzir alimentos em larga escala. A Lei que LIMITOU a compra de propriedades rurais por estrangeiros tem a função de proteger os DONOS do Brasil. Já escrevi aqui várias vezes e parece que ninguém percebeu – terreno residencial nos EUA custa VINTE VEZES MENOS. Por que será? Oh, dúvida cruel. Até mesmo banana está custando MAIS BARATO nos EUA. Por que será? Oh, dúvida cruel.

              Concordo que a Banânia tem grande potencial. Aliás, a Banânia é o país do futuro E SEMPRE SERÁ 😉

              0
              • RosinhA 24 de abril de 2012 at 15:57

                Anonymous chega com esse papo aqui custa x e aí 400x, ajude em informações para uso geral debate, 99,999999999999999% daqui não querem comprar nada nos EUA, não é nada contra nem ofensivo, mas brasileiro tem complexo de vira lata natural, alguns podem se contaminar e não é bem desse jeito.

                0
                • Anonymous 24 de abril de 2012 at 16:13

                  RosinhA,

                  Enquanto os bananenses não souberem que pagam muitas vezes mais para morar num país (se é que a banânia é um país, pois está mais para uma fazenda particular com seus trabalhadores escravos) muitas vezes pior, vão continuar achando que tudo o que acontece nessa parte do planeta é normal. Voce pode estar contente com as favelas e a falta de segurança, mas outros aqui podem não estar.

                  0
                • MRCG 25 de abril de 2012 at 13:21

                  O que o Anonymous quer dizer é que o custo de vida no Brasil está muito alto. Tão alto que chega a ser injustificável pois os produtos e serviços são de péssima qualidade.
                  Acredito que a explicação para esse elevado custo venha da baixa eficiência do trabalhador brasileiro (incluindo os servidores públicos) o que reflete no custo dos produtos e nos impostos.
                  É fato incontestável que é melhor morar na Europa, Japão, EUA e países nordicos.
                  Querer morar não é poder morar, existe uma série de limitações, culturais, profissionais, etc.

                  0
        • Paty 25 de abril de 2012 at 17:14

          Rosinha eu li esse seu comentario hj de manha, achei estranho, pois eu trabalhei entre 2010 e 2011 em uma empresa grande de engenheiros no MS cujo a clientela é 100 porcento proprietarios rurais, essa empresa desenvolve plano de queimada, plano de pastagem, curva de nivel, atualiza as propriedades junto ao ibama, faz plano de recuperaçao de area degradada, possui sondagem e mapeamento cartografico, licenciamento ambiental, plano de reflorestamento etc… ao todo eramos 25 engenheiros de campo (meu antigo cargo) e 5 engenheiros na area de projeto. Eu conheço de perto as muitas propriedades e nunca vi uma que o dono era Chines. Para nao ser injusta falei agora pouco com uns amigos meus da empresa e perguntei se eles ja viram isso, eles disseram que os unicos estrangeiros que possui terras no MS são paraguaios e portugueses.. Eu estou tentando falar com um amigo do ministerio da agricultura do MS para ver qual a opinao dele sobre isso.. No MS tem duas empresas que faz o que a empresa que eu trabalhava faz, essa outra é bem menor e nao acredito que exista chineses na clientela deles tbm uma vez que eles trabalham so com Campo Grande e em Campo Grande eu conheço quase todas as propriedades rurais por ser filha da terra e porque essas propriedades sao de familias tradicionais.. Sei la rosinha eu nao conheço o que acontece em GO e em MG, mais conheço o que acontece no MS…

          0
          • Sol de Sampa 26 de abril de 2012 at 02:14

            Paty, o que vc puder levantar de dados reais é importante sim… pois tanto eu como a Rosinha achamos estranho o que ocorreu com a GAFISA, e discutimos isso em varios posts atrás, e mediante o que um corretor informou, que eles estão investindo em imoveis em sampa e MT, MS e etc referencias que muitos já ouviram, mas não temos comprovação, a unica coisa que sabemos é que o governo resolveu limitar o tamanho de áreas rurais para estrangeiros… Se vc tiver tempo de uma lida nos posts passados e o que vc conseguir de dados poderá nos tirar muitas duvidas.

            0
    • GB 24 de abril de 2012 at 06:59

      Que raios de constutora “Paulo Mauro” é essa, foi criada há pouco tempo para se aproveitar do oba-oba como tantas outras que agora vão falir ?

      Se é na “rua Coriolano” então devo supor que é na Lapa, São Paulo, eu nasci naquele bairro, ainda tenho muito contato com ali por gostar de lá e por conta de parentes e nunca ouvi falar nesa construtora.

      E podem aguardar, dentro de algum tempo começarão a aparecer imóveis a venda pela construtora nesse suposto “empreendimento 100% vendido”, eles fazem isso para “bombar” o lançamento do novo empreendimento, tentando mostrar a “grande” aceitação de seus produtos pelo mercado e pegar os desavisados.

      Esse corretor já deve ter ouvido tanto provável cliente falar em bolha aqui no Btasil que já tem esse discurso pronto voltado aos EUA mas que não foge da frágil argumentação que temos visto por aqui graças ao Cirilo e seus clones, muito legal.

      Eu conheço a corretora que está vendendo aquele apartamento dos R$ 120K, era de se esperar que ao tentar comprar por R$ 185k eu corresse para comprar esse, mas hoje estou grato por não ter feito essa bobagem, estou mais tranquilo e no aguardo, esse novo valor vai mexer com os proprietários dos outros 3 encalhes, de todo modo eu ganho: se ele vender rápido eles vão ver que (óbvio) reduzir o preço é o caminho, se não vender será sinal de que mesmo a esse preço o negócio está complicado e precisará reduzir mais.

      Eu aposto na baixa e há indícios claros e contundentes de que não me arrependerei, mesmo que tenha que ficar no aluguel guardando a diferença e deixando render para mim até o fim da Copa, Olimpiadas é só perfumaria, ninguém liga para ela.

      0
      • Terra 24 de abril de 2012 at 07:48

        Fui no stand de vendas para ver o decorado, fica perto de casa valor médio de 1 milhão, lembro-me que fui no domingo e a inauguração foi sábado. Fiquei abismado como um apê de 1 milhão é vendido tão rápido. A corretora falou q tinha até fila…parece fila que as casa Bahia faz com o saldão de produtos e q o cara madruga na fila para comprar, não estamos falando em comprar tv mas sim um apê de 1 milhão!!! Tb empurrou esse apê da coriolano….

        0
        • GB 24 de abril de 2012 at 08:10

          A região lá é boa, mas já é muito cheia de empreendimentos, o negócio é deixar o tempo passar, ele mostrará se isso tudo o que estão dizendo sobre a demanda é verdade ou não.

          Quanto ao apê de R$ 120k, ele até poderia ser comprado facilmente de 2008-2011 por um especulador, visando vender pelos R$ 185k de seus colegas, mas se esses 3 estão com os imóveis encalhados hoje a R$ 160k, o risco de comprar para colocar para vender imediatamente por esse valor de encalhe é alto.

          Pior ainda é se o especulador for algum sardinha e tiver que financiar esse valor, aí os juros bancários vão comer pela perna, fora o condominio, a inflação, a perspectiva de não poder aumentar o preço, é complicado.

          Não vou trolar essa corretora conhecida por enquanto, vou marcar a data de ontem no calendário e daqui a um mês vou conversar com ela para saber se vendeu esse apto, se não vendeu isso vai mostrar que a coisa na região está complicada.

          Ela sabe que eu estou a procura de algo naquele prédio mas está me evitando, eles queriam que eu comprasse a R$ 185k, por sorte algo me dizia que não ia dar certo e consegui desistir, a queda de R$ 25k no preço mostrou que estavam errados e iam me ferrar.

          Há algumas semanas eu estava a trabalho e vi um deles na frente de um prédio, fiz questão de me aproximar, ele se virou e fez que atendia o telefone, eu fiquei ali, esperando e cumprimentei ele, foi muito engraçado, não dá para confiar em corretores mas eu sei que vou precisar deles algum dia, é só ficar com um pé atrás e manter o controle da stuação, não se levar pelo que eles dizem.

          0
        • BELARMINO 26 de abril de 2012 at 17:07

          Fácil, eram atores a serviço da construtora para fazer fumaça, igual aqueles palhaços contratado para ficar em porta de lojas.

          0
      • corretor antigo 24 de abril de 2012 at 10:48

        Vc está equivocado a Paulo Mauro é construtora muito antiga e de renome e não vai no oba das grandes, ela fica nas Perdizes na Av. Pompéia.

        0
    • A espera de um estouro 24 de abril de 2012 at 07:25

      PAra gente…só Brasileiro é esperto para investir nos EUA…Se alguém da China fosse investir em imóveis em outro país faria isso nos EUA que tem preço menor e estrutura muito melhor.

      0
      • Hertel 24 de abril de 2012 at 11:47

        Infelizmente creio que os Chineses tenham motivos para investir em imoveis no Brasil.

        Os Juros na China, descontados a inflação, são Negativos. Não é de se estranhar que os chineses busquem investir em imoveis, sobretudo porque os preços dos mesmo até pouco tempo estavam subindo acima da inflação.

        No entanto o mercado de imoveis na China esta perdendo atratividade, vide o possível estouro da bolha chinesa impretado pelo próprio governo. Neste cenário é possível que os chineses estejam comprando muito no Brasil. Dificil saber a real quantidade, mas dado ao número de novos ricos chineses, este volume pode ser elevado e significativo para influir nos preços dos imoveis no Brasil.

        Os EUA por outro lado ainda apresentam redução no preço dos imoveis. Há quem diga que já estão baratos e que seria um bom momento para comprar. No entanto os imoveis nos EUA ainda precisam cair mais para voltarem a apresentar um equilibrio relativo a inflação antes do inicio da bolha que acometeu o país. É fato todavia que os Brasileiros compram muitos imoveis nos EUA e que os chineses também devem comprar, mas acredito que o Brasil ainda seja mais atrativo que os EUA para “investimetos” em imoveis. A propaganda da forte valoriação dos imoveis no Brasil deve atrair mais investidores chinese (e de outras nacionalidades) do que os preços “baixos” das casas americanas que ainda devem continuar a cair por mais algum tempo.

        0
        • RosinhA 24 de abril de 2012 at 12:15

          Hertel tb concordo com tudo só discordo no seguinte, acho que eles vem para controlar mercado e não para ter somente lucro, lógico poderá demorar até décadas para isso, mas com certeza já começou pelas fazendas, quero ver sojeiro competindo com os amarelos coitados, aja dinheiro do governo ou exército para barrar.

          0
      • RosinhA 24 de abril de 2012 at 11:47

        “Os chineses se tornaram tão importantes para a economia brasileira que ela não pode mais ficar sem eles – e isso é precisamente o que está deixando o Brasil cada vez mais incomodado”, complementa a reportagem. Texto acima colocado.

        Nós temos o que eles precisam comodites, grãos, água, terra, fartura etc, como se alimentam mais de 1 bilhão de pessoas? Não temos neve, tsunamis, guerras, etc, somos autosuficientes em quase tudo, temos que pensar na bolha de maneira global, não na cidade que moramos apenas.

        0
        • Luciano 24 de abril de 2012 at 16:44

          Venho acompanhando esse e outros blogs similares e também sou da opinião de que os preços de imóveis no Brasil estão absurdamente altos, porém existe um fator desestabilizador nessa história, a China. Os chineses estão comprando todo tipo de “recurso natural” (vejam link abaixo), em todas as partes do mundo, não só no Brasil (apesar das restrições à compra de terras por estrangeiros), mas também na África, e até em países “ricos” como o Canadá, e essa enorme entrada de recursos (para aquisição e posterior expansão dos investimentos, por ex. em óleo e gás), coloca uma pressão enorme sobre outros ativos, inclusive imóveis residenciais. Não dá para subestimar isso. A questão é por quanto tempo a China se manterá nessa situação favorável. Fala-se em estouro da bolha imobiliária, e há sim cidades-fantasmas na China, e também na diminuição do comércio exterior da China, mas lá não é uma economia capitalista pura, o governo manipula tudo e tem muitas reservas para sustentar/estimular a economia; além do mais, apesar da queda na importação de matérias-primas, o volume ainda é muito alto, mesmo porque tem bem mais de 1 bilhão de bocas pra alimentar. Enquanto a economia da China se mantiver forte, penso que a pressão sobre os ativos continuará forte, até porque muitas empresas estão vindo e muita gente está imigrando para o Brasil. Agora, quando a China PLOC, todo mundo PLOC…
          http://www.independent.co.uk/news/world/asia/fears-of-chinese-land-grab-as-beijings-billions-buy-up-resources-2095451.html

          0
          • Sol de Sampa 24 de abril de 2012 at 17:25

            A China só ploc se houver alguma eminencia parda por traz do mercado mundial que queira tirá-la da jogada….

            Se não tem ninguém, o mundo faz ploc antes da China….

            0
    • Charles 24 de abril de 2012 at 11:19

      Eu queria ver ele responder qual a razão dos orientais estarem pagando preços bolhudos no Brasil enquanto brasileiros pagam preços infinitamente menores nos EUA?

      Será que ele saberia responder? Será que os orientais são tão burros assim? Fica a dúvida!

      0
      • RosinhA 24 de abril de 2012 at 12:04

        Charles de burros eles não tem nada, eles analisam mercado, infiltram pessoas para saberem informações previlegiadas, e até tomam prejuízo por longos períodos com intenção de monopólio de mercado. Aconteceu com o aço a pouco tempo atrás, só que nós esquecemos das coisas, cimento a mesma coisa no passado, agora acho que entrarão em comodites e civil principlamente onde eles dominam as técnicas são criativos, e detém tecnologia copiada ou não mas tem.

        No ponto de vista de inovações de mercado, e principalmente custo baixo, é isso que me preocupa, não dá para concorrer com as margens que eles trabalham, sem esquecer que tem o apoio total do governo, desestabilizando qualquer mercado já consolidado.

        0
        • BELARMINO 26 de abril de 2012 at 17:23

          É verdade…

          Os chineses querem comprar o planeta pois tem um acordo secreto com os alienigenas, os quais por sua vez estão por trás dos chineses.

          É tudo uma conspiração secreta….etc e tal..

          0
      • Fred 24 de abril de 2012 at 13:29

        Não tenho informações atualizadas, mas o que soube por volta de dois anos atrás é que eles andavam comprando andares inteiros de apartamentos na planta aqui em São Paulo.

        0
      • Sol de Sampa 24 de abril de 2012 at 17:27

        Charles, vc já jgou WAR I ou WAR II e jogo imobiliario… Dá pra te dar uma idéia???

        0
        • Sol de Sampa 24 de abril de 2012 at 17:28

          ops a pontuação saiu no lugar errado;;;;

          vc já jogou WAR i e II e jogo imobiliario????

          0
          • RosinhA 24 de abril de 2012 at 19:24

            Bom exemplo war gostei.

            0
  • Sérgio 24 de abril de 2012 at 07:32

    ============ ENTRESSAFRA (de compra de imóveis) ============

    Essa é a mais nova desculpa do Bostana ou de quem lhe faz a vez: entressafra no mercado imobiliário; já tinha ouvido falar da chuva, da greve dos correios, do inverno, da greve dos catadores de latinha, etc,etc, etc. Mas entressafra eles pegaram pesado,
    Tenho que dar a mão à palmatória: 12 de junho é um data muito plausível.

    0
    • GB 24 de abril de 2012 at 07:50

      Segundo eles janeiro é mais complicadinho, tem muitos gastos, mas já estamos quase em maio, vão atrasar as análises de fevereiro e março também ?

      Do jeito que as coisas estão caminhando, fevereiro vão dizer que tem menos dias, março vão dizer que a culpa é do gasto com ovos de páscoa, kkkkk.

      Uma desculpa para cada mês, pelo menos estão com vergonha/medo de postar os valores nos anúncios, o que mostra que algo incrível aconteceu em setembro de 2011, tirando o sorriso da cara desse pessoal e ninguém quer tocar no assunto..

      Ontem eu fui convidado via Facebook para um evento criado por um corretor que quer mostrar uma bela casa para o pessoal, até agora só uma pessoa, de mais de 380 convidadas, disse que vai comparecer (deve ser a mulher dele, kkkkkkk), eu perguntei quanto custa, alegando que preço hoje é fundamental, 80% da decisão depende disso, não obtive resposta até o momento, não vou perder meu tempo com isso.

      0
      • Sol de Sampa 24 de abril de 2012 at 14:00

        GB se buffet do evento for bom eu reconsideraria ahahahah

        0
  • Muca CG Muita Treta 24 de abril de 2012 at 08:19

    Ontem, cheguei do trabalho e fui assistir um pouco de TV. Estava na hora do Jornal Nacional. Durante os intervalos, comecei a ficar meio confuso. Parecia que eu estava vendo aos mesmo comerciais infinitamente. A cada 10 propagandas, pelo menos cinco utilizavam os termos crédito fácil e parcela que cabe no seu bolso. Já notaram isso?

    0
    • marcelo CPS - SP 24 de abril de 2012 at 10:18

      SIm, eu também notei isso, normalmente não assisto ao jornal, e ontem fui alinhar os pneus do carro pra viajar agora no feriado..

      Outra coisa que notei, foi uma reportagem no próprio Jornal Nacional, falando sobre os juros baixos do crédito, e disse que crédito só é bom pra investimentos (daí eu pensei poxa, a raporter vai falar em abrir um negócio próprio, ou investir nele) mas NÃO, adivinhem em qual investimento ela falou: INVESTIMENTO EM IMÓVEIS, realmente fiquei assustado, investimento em imóveis, e eu só querendo comprar um para morar, pois tenho 25 anos, sou formado e com salário razoável, estou vendo que vou morar mais um tempinho com a minha mãe, ou seja, mais uns 3 meses.. de acordo com o nosso profeta Miguel Jacó..o/

      Corre negadis, o desespero já está batendo, percebi isso na matéria publicada no JN e nos comerciais do JN..

      0
      • Charles 24 de abril de 2012 at 11:31

        Tambem vi isso e fiquei assustado com a fala da reporter.

        Ela disse que dividas só são boas quando contraidas para investimento, por ex: comprar um imovel!

        Essa midia empenhada na desinformação coletiva está passando dos limites. Ao mesmo em que repudiam a censura, trabalham para o caos da nação.

        0
    • CapEnt 24 de abril de 2012 at 11:47

      Vai voltar aqueles anúncios na TV para investir e penhorar ouro do inicio dos anos 90…

      Vamos mesmo nos condenar a mais uns 30 anos de subdesenvolvimento? Enfiar no rabo o que foi nossa melhor chance desde a fundação da publica, 20 anos de trabalho?

      Se depender desse governo ai, acho que vai acabar acontecendo.

      0
  • Marvin 24 de abril de 2012 at 08:26

    Sinceramente, a melhor coisa que pode acontecer para o cidadão comum é o estouro da bolha… antes, com algum esforço, na região onde moro, uma pessoa podia comprar um apartamento por 40K (ou até menos, dependendo das condições e do local)… hoje, este mesmo imóvel custa 130/150K… a renda aumentou na mesma proporção??? É CLARO QUE NÃO.
    Alguns podem me taxar de maluco, mas, não vejo a hora do imóvel onde moro despencar de valor… explico: embora alguns façam um contorcionismo mental para culpar a classa média pela alta dos preços e pela segregação nas cidades grandes, eu nunca tive intenção de ganhar dinheiro especulando em imóveis (como a maioria das pessoas que conheço), e não vejo lógica em preços tão abusivos que não permitam ao meu filho poder comprar um imóvel similar ao dos pais quando chegar na vida adulta… outro dia, meu diretor confessou também que espera que o valor de seu imóvel despenque, pois tem filhas em idade adulta com muito mais estudo do que ele, empregada na área que estudou, e não tem a menor condição de comprar um imóvel (aliás, nem ele conseguiria comprar novamente o próprio imóvel onde mora e que foi comprado à vista em 2005)

    0
    • GB 24 de abril de 2012 at 09:18

      O mercado imobiliário está doente, os especuladores vieram, se aproveitaram e acabaram com ele, depois que viram que não iam mais ter lucros, caíram/estão tentando cair fora, como fazem com qualquer lugar em que coloquem seu $$$$$.

      Essa situação só serviu para encher os bolsos de diretores com seus bônus milionários, eles sabiam de tudo isso, não dá para imaginar o contrário, depois quando a situação estivesse insustentável eles deixam falir e abrem outra, funcionários, governo, credores e investidores que briguem entre si pelo que sobrar.

      Compradores finais não fariam isso.

      0
    • Carlos_ 24 de abril de 2012 at 10:01

      Pois é Mrvin, para alguns a ficha começa a cair. Essa aumento absurdo só é bom para quem tem vários imóveis. Mesmo para quem tem apenas um não é bom, como no caso do seu amigo acima.

      0
  • Enquanto isso no radio – eu particularmente só acredito em 10% das noticias e olha lá – Noticia 1) Emissora ESPN Estadão – receberam um 100 números de reclamações de clientes que correram aos bancos atras de $$$$ (credito facil) e voltaram decepcionados com o sem fim de exigencias – disseram que é quase impossivel obter os emprestismos nas taxas anunciadas.
    Noticia 2) Aluguel de imoveis comerciais dobra em 6 mesmes – adivinhem quem foi o especialista ouvido propagador da notícia – UM DOS DIRETORES DA CYRELLA – querendo empurrar algumas salas comercicais com preços bolhudos.
    Noticia 3) Jovens Querem montar negocio Próprio sem $$$$ ??? – Adivinhem quem foi o especialista ouvido propagador da noticia – Um Zé mané diretor de uma assossiação de “franchiseng” – oferecendo franquias do tipo inicie seu negocio hoje em sua propria casa sem gastar dinheiro.
    E como dizem – antes ouvir isso do que ser surdo….

    0
    • GB 24 de abril de 2012 at 09:21

      Esse aí da notícia 3 não é o mesmo que dizia na TV para o pessoal ficar rico comprando máquina e montando em casa o seu próprio negócio de estampar camisetas ou fazer fraldas descartáveis ?

      0
      • Thiago A. 24 de abril de 2012 at 09:32

        Se você pegar essas revistas pra micro-empresas (aquela do programa de TV e aquela outra) é isso que tem mesmo

        – máquina de fazer fraldas
        – máquina de camisetas
        – terceirização de cosméticos
        – estampa de canecas
        – máquina de saco de lixo

        0
        • marcelo 24 de abril de 2012 at 10:19

          Isso que e’ negocio de quarto mundo! Alem de exportar basicamente materia prima sem nenhum valor agregado, ainda temos essa pulsante industria caseira! Tecnologia que e’ bom so’ comprando caro dos gringos.
          O pais ta’ na moda? Que eu saiba, toda moda passa!

          0
      • Ploc 24 de abril de 2012 at 11:43

        O que acontece se todo mundo resolver estampar camisetas ao mesmo tempo?
        O que acontece com o preço da maquina de estampar? e com as camisetas?

        0
  • Davi 24 de abril de 2012 at 08:35

    Notícias antigas, mas a Rosinha tem razão, aliás se nao me engano postei sobre isso ha um bom tempo atras.

    Isso foi uma pesquisa rápida, de certo deve ter algum material mais recente.

    h t t p://www.istoe.com.br/reportagens/paginar/80063_TERRAS+BRASILEIRAS+EM+MAOS+ESTRANGEIRAS/2

    h t t p://www.defesabr.com/blog/index.php/08/06/2010/lula-defende-inibir-venda-de-terras-a-estrangeiros/

    0
    • RosinhA 24 de abril de 2012 at 12:32

      A bolha Davi não é só nossa não com certeza, todo mundo que vc encontra na rua e pergunta os preços é unânime “Tá caro demais”, o pior que os outros de fora estão se aproveitando para ganhar mais só vai sobrar para gente pagar.

      A uns 3 post atrás conversei com o Luiz do cara da Brrokfielda, ele me disse que 3 andares eram de canadenses sem o prédio ter ainda a licença da construção. A negadis tá jogando dinheiro forte aqui sim, resta saber quando este for repatriado o que vai acontecer aos tupiniquins.

      Lógico não sou insana de não ver que nosso povo consome por impulso aquilo que não precisa e melhor ainda aquilo que não tem condições para pagar, vide devoluções nas chaves, ajudantes infladores de balões, quando perderem o ar aja oxigênio do governo.

      0
  • Shakespeare 24 de abril de 2012 at 08:51

    Olhando no Facebook de uma amiga ontem, ela estava reclamando que demorou 20 minutos para sair do prédio devido a um congestionamento de veículos no estacionamento de onde trabalha ou mora. Não sei ao certo os detalhes ou a região, mas isso demonstra bem a qualidade pela qual está se pagando preços tão abusivos… paga-se caro (preços de Primeiro Mundo) para ter péssimos serviços (de Terceiro Mundo)!

    0
  • MrK 24 de abril de 2012 at 09:03

    E para os que gostam de economia, a inadimplencia atingiu novo recorde no balanco do banco itau, vejam, esse banco que é privado e conservador já amarga mais de 5% de calotes em tendência de alta, imaginem agora as financeiras, os bancos publicos, as lojas, que são muito mais agressivas?

    No mercado de automoveis a coisa tá preta também, pessoal segurando crédito porque o calote ta alto, no mercado imobiliário a tenda diz tudo, parece que a realidade comeca a bater a porta, crédito é divida, renda é renda, não confundam!

    0
    • Engenheiro-SJC 24 de abril de 2012 at 10:56

      Tudo anda “bem”por aqui… 🙂

      Calote com cheque sem fundos cresce em março, diz Serasa Experian
      h t t p://economia.uol.com.br/ultimas-noticias/valor/2012/04/13/devolucao-de-cheque-sem-fundos-cresce-em-marco-diz-serasa-experian.jhtm

      Carros: metade dos pedidos de financiamento já é recusada
      h t t p://www.destakjornal.com.br/readContent.aspx?id=15,135456

      0
      • Engenheiro-SJC 24 de abril de 2012 at 10:57

        Bolha,
        Por que em meus comentários começou a aparecer “Wrong usage of print_flagging_link()”???

        0
        • Bolha Imobiliária 24 de abril de 2012 at 11:05

          é uma inconsistência entre o sistema de comentários e o sistema de report. Nada demais

          0
        • Shakespeare 24 de abril de 2012 at 11:19

          hit F5

          0
    • Davi 24 de abril de 2012 at 20:34

      Eu postei 2 links onde um deles falava sobre isso só que nocaso sobre o bradesco, mas apagaram não entendi por que. O bradesco também aumentou bastante sua PDD “provisão para devedores duvidosos”, para R$ 20 bilhoes … tá certo que este valor falando de brasdesco é pequeno comparado com sua carteira de emprestimos mas AUMENTOU e isso vem sendo destacado … e incentivo ao consumo continua.

      0
  • Pablo 24 de abril de 2012 at 09:03

    Vale a pena visitar http://trumphollywood.com/landing/pt/ e pensem se vale a pena pagar R$ 1.000.000,00 num ape no Brasil, mais especificamente no RJ com bala perdida, engarrafamento e favelados como vizinhos.

    0
  • MrK 24 de abril de 2012 at 09:07

    Ontem estive com um conhecido que trabalha com compra de terrenos para uma empresa de média pra pequena (construtora), ele disse: “Meu amigo, Brasileiro quer ser milionario de qualquer jeito, fui avaliar um terreno que, para nós, teria valor just de R$12milhões e o sujeito pediu R$40milhões sem negociação”

    Esse é o problema, o que passa pela cabeça de um proprietário de imoveis quando ele abre o jornal e lê que falta imovel, que tem deficit, que precisa hospedar gringo pra rio+20, que copa, que olimpiadas etc etc…que o Brasil é o maior país do mundo…. ele pira… igual esse dono de terreno, ele sai da realidade!

    0
    • Ronald 24 de abril de 2012 at 09:41

      Por isso que insisto que devemos mover alguma coisa com o CQC, criar adesivos para carros “bolhaimobiliária.com”, etc.

      As pessoas sabem que há algo de errado nesses tempos de mudança. Sabem pois estão pagando o dobro do que pagavam antes para se viver.

      Donos de lotes e investidores amadores sabem também mas como são sonhadores não admitem que o sonho é insustentável.

      0
      • Engenheiro-SJC 24 de abril de 2012 at 10:41

        Apoiado!

        0
        • Fura 24 de abril de 2012 at 14:47

          Caros,

          Eu tinha algumas idéias neste sentido de divulgação.

          Se o interesse for oficial, peço que me mandem e-mail.

          Em tempo: Quase não comento, mas acompanho o blog desde o meio de 2011.

          Abs

          0
    • Igor Eduardo 24 de abril de 2012 at 11:33

      O engraçado é que essa construtora que acha os R$ 40 MM abusivos é a mesma que vai vender apartamentos por R$ 500 Mil, enquanto o valor justo seria R$ 100 Mil…

      0
    • RosinhA 24 de abril de 2012 at 12:26

      MrK me diga uma coisa, sei que é um cara vivido e conheçe vários mercados ao redor do mundo, Como a Gardenalfisa pode ter prejuízo de 1 bi, em épocas de espetáculo de crescimento? Para mim ainda cheira muito mal e não consegui entender a forma dos fatos. E as outras? Como podem ter prejuízo tb, não fizeram fusões.Como disse a SOL, para a Cyruela, o custo do ap é de 1,3k e venda por 8k, já descontados inadimplênica, devoluções etc, consultoria deles própria.

      O rei a rainha e seus súditos estavam todos de cueca rasgada debaixo de suas vestes?

      0
      • MrK 24 de abril de 2012 at 13:15

        O prejuizo vem do seguinte:

        No passado a gafisa “vendeu” , digamos, R$1 bilhao em apartamentos, essa “venda” virou lucro em anos anteriores, mas essa venda não é receber a GRANA pelos imoveis, essa venda contabil é apenas assinar o contrato com o cliente do ap na planta.

        Hoje, na hora de receber o dinheiro pela venda, o cliente não tem pra pagar porque teve o crédito cortado, ou porque é caloteiro ou porque não quer mais o imóvel, ou seja, o contrato já foi assinado e a venda reconhecida, então a gafisa precisa fazer a “volta” dessa venda, e dizer que o lucro de 1bilhao no passado nunca existiu, pra isso ela faz um prejuizo pra “zerar” o problema, entendeu?

        não se engane: TODAS as outras construtoras vão ter que fazer a mesma coisa e admitir que parte dos seus lucros passados foram fictícios

        0
        • RosinhA 24 de abril de 2012 at 13:22

          MrK ainda não acho que seja por aí vou analisar e postar mais tarde meu entender. Tem algo estranho continuo dizendo, e porque o ZELLLLL queria comprar? abriram o jogo e disseram beleza compre mais ninguém tá pagando, estranho ainda.

          0
        • Sol de Sampa 24 de abril de 2012 at 14:19

          MrK concordo com a Rosinha, pois as empresas que estão apresentando problemas não são novas no mercado… o que estou abismada é o por que construiram tanto, sem ter população suficiente para os empreendimentos??? não consigo visualizar uma estratégia furada por parte dessas empresas…

          Acho que realmente precisamos tentar apurar o por que de tantas construções e ver se realmente atenderia a população Brasil de hoje… se for confirmado que a ideia é construir para outros tem mais coisa no mercado mundial que não estamos notando… E talvez a quebra geral seja parte do jogo…
          Saliento ainda que os desdobros dentro do nosso mercado, a bolha, é uma consequencia sim, mas momentanea… e aí acho que temos que avaliar …
          a bolha é de que tamanho? Pelos posts do blog constatamos que estão construindo em regiões que não ha população suficente para ocupar… O que me leva a questionar é como isso pode acontecer??? Estamos falando de empresas antigas, não de voyers ….
          Perdoem minha preocupação, mas prefiro compartilhar com vcs … a minha lógica não consegue alinhar os fatos e a analise de cada um pode aumentar a abrangencia do assunto e talvez solucionar a questão.

          0
          • xangai 24 de abril de 2012 at 14:33

            O Lehman Brothers era bem “antigo” , experiente , etc..etc ..

            A GM corp nos US tambem … estavam com pateos cheios e ainda construindo Hummers ( que vendiam que nem agua )

            Eles “dancaram” ate o finalzinhoooo da musicaaa !! ( se nao assistiu ainda… veja : margin call ou mesmo Inside Job )

            Depois deu no que deu !!

            0
            • Sol de Sampa 24 de abril de 2012 at 15:51

              Xangai, e foi bem orquestrado… a globaização facilita a manipulação de mercados.. Eu não acho que a coisa só está acontcendo ao DEus ´dará….Estão manipulando conhecendo as fraquesas???
              Só não consigo enxergar pra onde todos vão!!!!

              0
          • RosinhA 24 de abril de 2012 at 16:02

            Sol estou cega igual a você, difícil acreditar que porque todo mundo devolveu o imóvel se deu prejuízo, não temos estes dados concretos.

            Xangai os Eua, não tinham nossa estrutura, não tem nosso povo, acho que a comparação procede somente no exemplo de tentar adiar até o fim, mas as nossas margens não se comparam com as deles, é muita diferença por isso não entendo.

            0
  • Sérgio 24 de abril de 2012 at 10:03

    Uma coisa é algumas pessoas quererem levar a vida embasadas numa filosofia hedonista; outra coisa é todo mundo quere-la ao mesmo tempo:
    Os recursos são escassos, os imóveis são escassos (contexto), as pessoas aquinhonhadas são escassas e o limite de endividamento também é escasso.
    Não dá para todo mundo levar vantagem.
    O hedonismo, palavra bonita para egoismo e amoralidade (material) está mostrando sua outra face, a perversa… que cobra pelos prazeres “cometidos”.

    0
  • renato 24 de abril de 2012 at 10:17

    Alguém percebeu a contradição no texto?
    vejam essas duas frases:
    “O preço do imóveis novos estão ficando inibidores, incentivando o mercado dos usados” (representante do CRECI)
    O número de imóveis residenciais usados vendidos no Estado de São Paulo caiu 18,37% em janeiro,

    ou seja, se não incentivasse caia quanto????

    0
    • Sol de Sampa 24 de abril de 2012 at 14:24

      Renato, eles podem escrevere o que quiserem … somos um país de analfabetos funcionais … bem poucos fazem uma análise do que é dito ou escrito…

      Agora que esse povo não tem nada de burro, ah isso não tem não, eles contam direitinho com a ignorancia que é fato neste país…

      A mídia manipula a população com a maior facilidade… e brasileiro adora ser papagaio, repete e repete o que ouve, mesmo sem ter idéia do conteudo…

      0
    • Luciano 24 de abril de 2012 at 16:56

      Penso que o que ocorreu é que, como os preços dos novos subiu muito, os proprietários dos usados acharam que os seus imóveis também valorizaram e aumentaram o preço dos seus também, e consequentemente, caiu a venda de ambos, novos e usados, tanto que aumentou a quantidade de alugados.

      0
  • Rafael 24 de abril de 2012 at 10:20

    É um crime o que as construtores estão fazendo na busca por lucros rápidos e vultuosos. Estou vivendo isso no momento. O apartamento onde moro está infestado de baratas e não há nada mais a fazer: elas estão instaladas na rede elétrica e nas paredes de drywall (recurso fajuto que usam para economizar na obra). Numa inspeção realizada recentemente, descobriu-se que não existe vedação adequada na rede elétrica, permitindo com que os insetos transitem livremente do esgoto para o interior dos apartamentos.
    Um técnico em hidráulica que faz serviços para o condomínio me contou que até ratos e pombos ele encontra nos vãos das paredes de drywall, em outros blocos e em outros condomínios construídos pela mesma empresa.
    Bando de FDPs, nada define melhor essa corja!

    0
    • Eder 24 de abril de 2012 at 23:20

      Que empresa é essa? Meu Deus!

      0
  • Ronald 24 de abril de 2012 at 10:52

    EXAME (SARDENBERG):

    Com a redução de juros, as instituições preveem aumento do calote e perda de rentabilidade.

    http://cbn.globoradio.globo.com/comentaristas/carlos-alberto-sardenberg/CARLOS-ALBERTO-SARDENBERG.htm

    Os bancos estavam prontos para colocar o freio no início do ano!!!

    O governo força a barra com os juros mas eles não “aceitaram”realmente: É só ir no banco e ver que juros baixos ‘pegadinha do malandro.

    0
    • Anonymous 24 de abril de 2012 at 12:40

      Para quem duvida de que o Sardenberg é um simples idiota, basta assistir o seguinte video no YouTube, onde ele explica o motivo da situação no Brasil ser diferente da situação na Espanha.

      Sardenberg afirma que não haverá bolha no mercado imobiliário Brasileiro, Sardenberg
      “www.youtube.com/watch?v=re2mwZ2g-JI”

      Aos 0:44 minutos: A situação nossa é muito diferente da Espanha. A Espanha tem uma bolha imobiliária porque lá pelas tantas sobraram na Espanha 1 milhão de apartamentos. Não é que construiram 1 milhão de apartamentos e não tem comprador para isso porque o pessoal não tem dinheiro. Não; não tem comprador de verdade – é excesso de apartamentos. FIZERAM UM MILHÃO DE APARTAMENTOS A MAIS DO QUE SERIA NECESSÁRIO PARA O TAMANHO DA POPULAÇÃO.

      A conclusão de tamanha bobagem é: Ninguém mais quer nem ao menos trocar de moradia. Todo mundo está contente em residir na atual moradia. Além disso, não existe nenhum estrangeiro interessado em ter uma moradia para passar as férias na Espanha.

      0
  • Spina 24 de abril de 2012 at 10:53

    GAFISA ON GFSA3 3,650 -0,020 -0,55 594.300 10:14

    Plano do Cérebro pra dominar o mundo

    Conversando ontem com meu hamster de estimação ele me deu a ideia de esperar a Gafisa cair abaixo de 1 real, comprar 200k em ações e depois que a bolha estourar, tentar negociar com a GAFISA um apartamento de 90m2 em troca das acoes.
    Pelo menos ele sabe mais truques do que corretores.

    PS: Mas tb estou tentado com a ideia do nosso amigo de comprar a caixa de BIS

    0
    • John 24 de abril de 2012 at 11:02

      Esse papel da Gafisa só serve para quem quer arriscar e aposta em um repique. Virou papel de especulação. As ações dessa empresa não têm mais nada a ver com investimento.

      0
      • Spina 24 de abril de 2012 at 11:08

        Tenho um amigo que adora operar mico. Ele deve estar se acabando em gafissa a descoberto.
        Todo dia ele lançava 1k de mico a descoberto pra operar em day trade.
        Lembro de quando ele operava com a Brasken a 1 centavo R$0,01

        0
        • John 24 de abril de 2012 at 11:22

          Acho que quem faz essas “apostas” tem que saber a hora de parar. É como em um Cassino. Por exemplo, a B2w, empresa grande de vendas na Internet (que engola a Submarino)…há dois anos atrás lembro do preço dela a 45 reais, hoje está abaixo de 9 reais. O problema é justamente esse, às vezes o sujeito não imagina que possa cair tanto, por causa do tamanho da empresa ou porque já caiu muito, mas cai.

          0
          • Luiz 24 de abril de 2012 at 12:46

            parar?
            está só começando

            0
    • CapEnt 24 de abril de 2012 at 11:56

      A caixa de BIS é mais rentável, ao menos vira fezes no final. Ação da GFSA nem isso quando estourar (pode é dar despesa com advogado, isso sim).

      0
    • GB 24 de abril de 2012 at 12:10

      Comprar ação da GAFISA ou Caixa de BIS, ó dúvida curel.

      Pelo menos a CAIXA de BIS rtem algum propósito.

      0
      • Luiz 24 de abril de 2012 at 12:46

        pelo menos a caixa de bis é solida e para em pé

        0
      • Júlio Cesar 24 de abril de 2012 at 13:05

        Se eu me calar até as pedras gritarão. Sou obrigado a me posicionar a favor da Caixa de Bis. E pra acabar com esta celeuma, trouxe um link das americanas, onde a caixa de bis está cotada a 3,99 mais o frete. Onde já se viu, comparar uma coisa tão bacana como uma caixa de bis com uma ação de GAFISA e sei lá mais o que.
        w w w.americanas.com.br/produto/5442024/caixa-bis-20-unidades-140g-lacta

        0
        • Luiz 24 de abril de 2012 at 13:19

          achei 1 caixa por 2,99 num atacadista e era de limão
          se comprar 40, cai pra 2,59

          0
  • JPM 24 de abril de 2012 at 10:58

    Comentário de uma amiga, que trabalha em um despachante (que faz os documentos para diversas concessionárias grandes) aqui em Ribeirão Preto:
    O movimento caiu 60% nos emplacamentos.

    0
    • Spina 24 de abril de 2012 at 11:04

      Depois de comprar o carro zero e a casa nova, a SUPER classe média vai agora mobiliar ela antes de comprar o segundo carro da família.

      😛

      0
    • augusto 24 de abril de 2012 at 11:17

      O filho de um amigo que trabalha em multinacional de peças, já não faz mais horas extras, e ainda deu graças a Deus pois colegas de um dos turnos foram dispensados

      0
  • Kabess Rhaxard 24 de abril de 2012 at 11:05

    Em São José dos Campos mais de 8500 imóveis estão vazios e o preço/m2 está em queda livre. De 5k o m2 já se encontra imóveis por 2,5k m2 com tendência a queda.

    0
    • Engenheiro-SJC 24 de abril de 2012 at 12:23

      Opa! Mais um de SJC por aqui… seja bem vindo!

      Kabess, este imóvel de 2,5k/m2 é novo? Em que bairro?

      Achei interessante, pois nas redondezas do Aquarius, está bem mais que isso…. o tal do Aquarius Evolution (leia-se “Apertamento anunciado como a-m-p-l-o”) está mais de 4k/m2… tem tudo para se tornar mais um mico no bairro e se juntar à grande desocupação da cidade.

      0
      • Kabess Rhaxard 24 de abril de 2012 at 17:37

        Vi vários usados com essa média na 9 de julho, vila ema e vila industrial.

        Tá aparecendo muita galinha morta…

        0
  • Carlos_ 24 de abril de 2012 at 11:34

    Sobre os carros, não tem milagre. Não é possível bater recorde em cima de recorde de crescimento para sempre. Acho que apenas 0.5% dos brasileiros entende o conceito de progressão geométrica, apesar de ser matéria do ensino básico.

    Outra questão é que nunca foi tão caro trocar de carro.

    A maioria desses carros foram para pessoas que compraram o primeiro carro. Se os preços dos carros novos não aumentou ou até diminuiu um pouco, o preços dos carros usados despencou . Todos que compraram o carro financiado a longo prazo tem a dívida, mesmo depois de 2, 3 anos pagando, maior que o valor de revenda do carro. Essas pessoas não tem como trocar de carro, pois hoje estão em uma situação pior do que quando compraram o primeiro carro. Antes deviam zero e agora devem a diferença entre o financiamento e o valor de mercado do carro. Como vão fazer uma nova dívida para pegar um carro zero?

    Trouxeram todo o consumo do futuro para presente via crédito. O futuro chegou e não há dinheiro. Bem que sempre diziam que o Brasil é o país do futuro.

    0
    • Engenheiro-SJC 24 de abril de 2012 at 12:46

      Carlos_,
      Aqui em SJC, há algumas semanas, tem ocorrido um Feira de Automóveis aos domingos. Às vezes, dou uma passada por lá… é incrível como tem “propriotário” teimando a vender acima da tabela FIPE.

      Com SP tão próximo é absurdo achar que alguém vá comprar um usado por aqui a preços destoantes de um mercado bem maior… e assim caminham tb os imóveis…

      Não se preocupem, dentro em breve, além de imóveis baratos vamos ter carros pouco rodados por uma pechincha em nossas garagens… ou então devolvam para os bancos…

      Consumidor dá carro de graça para se livrar de dívida
      h t t p://economia.estadao.com.br/noticias/economia+geral,consumidor-da-carro-de-graca-para-se-livrar-de-divida,109277,0.htm

      0

  • Carlos_ 24 de abril de 2012 at 11:41

    E sobre os juros, é impressionante como as pessoas são incapazes de refletir sobre o que escutam. Está todo mundo em transe, achando que os juros agora são baixos, mas basta conferirem as tabelas. Os juros atuais, mesmos com essas novas taxas, em todas as modalidades, não são apenas maiores que os juros de qualquer país civilizado individualmente, mas é maior que os juros de todos os países civilizados somados .

    Não estou falando de selic, mas sim dos juros para o consumidor final. Taxas de no mínimo 20% ao ano, no BB e na Caixa.

    0
  • pmoraesm 24 de abril de 2012 at 11:57

    Eu quero é ver o oco

    0
    • Leo 24 de abril de 2012 at 12:04

      A pouco tempo eu falava que apesar de acreditar na bolha esperava um final tranquilo… mas hj, depois de pensar muito sobre essa nossa realidade, eu espero que o pior aconteca.

      Só assim teremos chance de algum dia evoluir.. caso contrario, ficaremos sempre nessa lenga lenga eterna.

      0
  • Patricia Engª 24 de abril de 2012 at 12:06

    Acabei de receber um email do Fip3 [email protected] com imóveis em promoção da ESSER. Descontos de até 25%, e quem comprar um apertamento bolhudo, ganha cupom de 5mil reais em vale compras.

    Eles estão mandando mailing de apartamentos como se fosse de eletrodomésticos. Acho absurdo, pois pegaram meu email na lista da [email protected], nunca fiz cadastro no [email protected]

    0
  • Johnny Real State 24 de abril de 2012 at 12:09

    Acompanho a Gafisa de perto e sempre que comento que as ações estão em queda livre, o pessoal rebate que isso não tem nada a ver com queda nas vendas e situação financeira da empresa (o que discordo).
    Porém disseram que vai lançar um novo empreendimento no Alto de Pinheiros a R$ 12 k o m2, e esse vai ser o termômetro da crise, pois a região é excelente e seria um lugar totalmente “vendável” em condições de preço justo.

    Abaixo o link do empreendimento.

    http://www.gafisa.com.br/imoveis/sp/sao-paulo/palm-d'or

    Vamos esperar pra ver.

    0
  • GB 24 de abril de 2012 at 12:29

    Já tá na hora de comprar apê ?

    Já achei apê onde eu mais quero por R$ 140k e no lugar que eu quero em 2º lugar por R% 120k, mas vou esperar um pouco mais só por maldade mesmo, só para dar um pouco de gastrite para esses especuladores.

    E se baixar um pouco mais, que mal há ?

    0
    • pedro 24 de abril de 2012 at 13:32

      GB, tb sou de jundiaí, apesar de ter me mudado para o sul, aonde e quais características de aptos tem essa faixa de valor? sempre pensei em valores bem mais altos….

      0
      • Johnny Real State 24 de abril de 2012 at 14:49

        GB, qual a metragem e características deste ap. de 140 k?

        0
  • Luiz 24 de abril de 2012 at 12:38

    INADIMPLENCIA EXPLODIU

    A parte da noticia que destaco é essa:
    “As 1.441 imobiliárias registraram aumento de 16,48% no… pagamento do aluguel atrasado”

    Com toda a burocracia que a imobiliaria exige a inadimplencia explodiu.

    A CHAVE de tudo é o aumento da inadimplencia devido ao esgotamento do poder de consumo, a estagnação da renda. É essa informação que não temos.

    0
    • GB 24 de abril de 2012 at 12:45

      Tô vendo que meu serviço vai explodir, haja mandado para cumprir.

      0
      • Luiz 24 de abril de 2012 at 13:16

        vc tem alguma estatistica pra gente acompanhar

        0
  • GB 24 de abril de 2012 at 12:39

    Lembram-se do evento criado pelo correTrouxa no Facebook, acho que ele desistiu, o evento sumiu.

    Ninguém se interessou em participar e ir lá conhecer o imóvel (só uma pessoa marcou que ia, deve ser a mulher dele), creio que ele não vai inventar mais essas bobagens por um tempo.

    E ele vive enchendo o Facebook com mensagens dos imóveis que ele tem a venda no site dele, hoje postei um comentário em um deles perguntando se baixou o preço e falando que preço hoje é fundamental e que as construtoras estao dando 30% OFF sem nem precisarmos pedir, creio que em uma semana ele me exclui da lista de “amigos” dele”, kkkkkkk.

    E o cara deve estar sem dinheiro, já é a segunda semana que ele não colola aquele anúncio grande da imobiliária dele no jornal de domingo que tanto gostam mas que sai caro pra caramba.

    0
  • Luiz 24 de abril de 2012 at 12:41

    Depois das quedas monstruosas de ontem era de se esperar repique não?

    GFSA3 3,65 -0,54%
    PDGR3 4,49 -0,22%

    pois nem o repique veio

    0
    • GB 24 de abril de 2012 at 12:49

      Para ter repique, alguém com muita $$$$$ tem que chegar comprando tudo e pagando mais ara incentivar um BOOM e os outros fazerem o mesmo.

      Os interessados nisso até fizeram isso no começo (vimos vários repiques da GAFESA deixando tudo sempre em R$ 4,11), mas se a coisa estiver muito feia, como está, não tem jeito, acho que nem os diretores dessas empresas estão fazendo isso hoje em dia, nem as mães deles estão comprando essas ações para ajudarem os filhos, kkkkkkk.

      0
    • RosinhA 24 de abril de 2012 at 12:49

      Luiz não entendo a Gardenalfisa, explane sua opinião sincera sem tendências Bolhísticas do que aconteçe

      0
      • Luiz 24 de abril de 2012 at 13:16

        na minha modesta opinião

        os numeros apontam pra possiblidade das grandes PJs estarem saindo com intuito de voltar mais embaixo e fazer PM mais leve, acontece que elas saíram mais ainda não voltaram, mesmo com essa quedas fortes.

        ou seja, concordo com vcs, tem algo por trás que a gente não tá sabendo.
        vem bear longo poraí

        0
        • Sol de Sampa 24 de abril de 2012 at 16:00

          Isso está me lembrando a compra da Mateleão pela Coca Cola … primeiro subirarm e depois afundaram a Mate, aumentaram e diminuiram dolar… e no final a Mate foi comprada na baixa com dolar baixo…. Tem coelho nessa cartola?

          0
          • RosinhA 24 de abril de 2012 at 19:27

            Coelho Amarelo com certeza.

            0
  • Ricardo 24 de abril de 2012 at 12:43

    Tenho uma pequena incorporadora. Gostaria apenas de acrescentar algumas informações sobre o tema, vindas de quem conhece e atua do “outro lado”.
    Antes de mais nada, gostaria de acrescentar outro conceito economico a nossa discussão: Preço de venda = custo + margem de lucro.
    Na cidade em que minha empresa atua, não se compra terreno hoje por menos de R$ 1.500 o m2. Antes dos grandes “players” chegarem, encontravam-se terrenos – ótimos – por R$ 200 a R$ 300. O terreno representa, em média, 15% do total dos custos de uma obra.
    Mão de obra, que é responsável por 30% do custo total da construção, era contratada por R$ 230 o m2. Atualmente não se contrata empreiteiro por menos de R$ 450 o m2.
    Concreto, ferro e material elétrico/hidráulico tiveram alta de, respectivamente, 40%, 15% e 25%. Juntos, estes materiais respondem por 15% do custo total da obra. Não há dúvida: os custos subiram, e muito.
    Ao mesmo tempo, fazem anos que a margem de lucro da construção civil esta estagnada na casa dos 20%. Convenhamos, trata-se de um negócio com margem tão boa, ou tão ruim, quanto outro negócio qualquer.
    Estes “players” que aterrissaram na cidade em que resido, estão saindo do mercado tão rápido quanto chegaram.
    Temos, os construtores locais de menor porte, condições de construir com um custo 20% a 30% menor que o deles, respeitando a margem de lucro do mercado. Bem resumido, quando as grandes empresas forem embora, o preço se estabilizará. Então elas voltarão novamente seus esforços para São Paulo, Rio de Janeiro e outros mercados mais “maduros” e nós, na cidade em que atuamos, trabalharemos com preços mais baixos e “justos”.
    Acredito que podemos falar em “estagnação”, “correção” de preços. Mas bolha…bolha imobiliária, no mercado brasileiro, desculpe a honestidade, ainda soa como piada. O Brasil tem 4,8% do PIB em empréstimos imobiliários, incluindo hipotecas. Chile? 11%. México? 18%. Estados Unidos? Quando a bolha estourou, 75%.
    Os mercados são “bull”. A indústria é “bull”. Os serviços são “bulll”. Os preços de venda da construção civil também são “bull”. Quando vão parar de subir? Nunca. E espero que não parem mesmo. Isto é sinal de economia desenvolvida. E país próspero.

    0
    • Luiz 24 de abril de 2012 at 12:57

      preazdo Ricardo, mta gente aqui no blog atua no ramo da cosntrução

      gostaria que vc me informasse que cidade pequena é essa que o terreno vale 1.500 o m2

      tbm sempre acompanho o preço de material de cosntrução e realment em 2011 os preços haviam subido muito, mas todos eles já devolveram a subida. As casas de material amargam forte queda nas vendas.

      Mdeobra nas obras que acompanho realmente houve problemas localizados em SP e SJC por exemplo. Teve cosntrutora que chegou a a alugar hotel para alocar mdeobra, mas isso tbm é coisa do passado.

      Não acho graça nenhuma da bolha imobiliaria, nem acho que seja piada.
      O assunto é mto sério, e denovo nisto sua informação está atrasada, estamos ja discutindo os efeitos da bolha, ninguem com o minimo de sanidade consegue negar.

      Os seus comentários todos parecem ter ao menos 1 ano de atraso, o que me faz suspeitar se vc é realmente construtor, me diga qual é a sua cidade pra gente verificar seus argumentos, porfavor.

      0
      • Ricardo 24 de abril de 2012 at 13:13

        Luiz

        A cidade em que atuo não é tão pequena assim. Se quiser consultoria para investir aqui, posso te passar meus valores.
        Optei por construir imóveis que os grandes players não constroem ou seja, estudios, quitinetes e aptos de 1 quarto na zona central da cidade, visto que eles optaram por 2 e 3 quartos na zona periférica. Por sinal meu último lançamento 45 dias atrás – das 29 unidades, vendi 17 no mesmo dia. Detalhe: nem limpo o terreno esta!! Esta é minha realidade. Como posso pensar em bolha?
        Então já que o assunto é sério, por favor me atualize sobre os efeitos da bolha. Espero que não, mas posso passar por isto um dia, quem sabe.

        0
        • RosinhA 24 de abril de 2012 at 13:17

          Se realmente fosse sua realidade, nem estaria perdendo um minuto lendo nada aqui, estaria planejando a construção, e margem de 20 % em estúdio, quitnet, 1 quarto, boa sorte e sucesso, cada um sabe o que faz.

          0
          • Ricardo 24 de abril de 2012 at 13:31

            Rosinha

            Se eu tivesse tanta certeza das coisas, realmente não estaria aqui. Tenho meu planejamento de obras fechado até 2016. Entretanto, como diz um amigo, cada lançamento imobiliário é uma mão de poker: você pode dobrar ou….
            Ainda acho que participar de discussões como esta, neste blog, não é perda de tempo. Estou apenas tentando extrair o máximo de inforamação possível.

            0
            • Shakespeare 24 de abril de 2012 at 14:33

              Ricardo,

              Então mais uma informação para você:

              Eu tenho dinheiro guardado para comprar imóvel, mas nesses preços que temos hoje em dia eu simplesmente me RECUSO a comprar.

              Enquanto os imóveis não voltarem para patamares próximos daquilo que considero adequado para o benefício que eles oferecem eu vou continuar no aluguel.

              Abs

              0
            • RosinhA 24 de abril de 2012 at 16:05

              Bom Ricardo se realmente pensa desta forma e puder agregrar algo seja bem vindo por todos.

              0
        • GB 24 de abril de 2012 at 13:20

          Não sei que alucinógeno ele está tomando, mas é dos bons e eu também quero.

          0
          • Luiz 24 de abril de 2012 at 13:26

            qual cidade?

            0
            • Ricardo 24 de abril de 2012 at 13:46

              Luiz…. cara eu falei o que construo, onde construo, falei que vendo, você disse que o pessoal aqui do blog constrói… só me faltava eu ter que dizer a cidade!! Vai todo mundo vir pra cá!!!! Quer meus serviços???

              0
              • Luiz 24 de abril de 2012 at 14:29

                papinho pra boi dormir ricardo

                a qualidade desee blog é isso
                nada escapa o controle de qualidade

                0
                • Ricardo 24 de abril de 2012 at 14:35

                  percebi que aqui não tem ninguém bobo meu amigo… posso pensar diferente de vcs, mais não sou bobo também não!!

                  0
        • Anonymous 24 de abril de 2012 at 13:31

          Ricardo,

          Voce vender AR e os compradores pagaram com uma PROMESSA. Venda é quando ocorre a transferência de uma PROPRIEDADE REAL em troca de DINHEIRO. Nem voce, nem os compradores tem coisa alguma. Estão vivendo num mundo VIRTUAL. Voce FINGE que vende e eles FINGEM que compram.

          Por sinal meu último lançamento 45 dias atrás – das 29 unidades, vendi 17 no mesmo dia. Detalhe: nem limpo o terreno esta.

          0
          • Ricardo 24 de abril de 2012 at 13:51

            Anonymous falando deste jeito, parece até que a gente passa a perna em todo mundo!! Sob a minha ótica empreendimento com Registro de incorporação não é virtual. A empresa que faz a incorporação, as vezes, pode ser.

            0
        • Shakespeare 24 de abril de 2012 at 14:36

          e qual o preço do m2 pedido?

          0
    • Orozimbo 24 de abril de 2012 at 12:58

      Se preços bolhudos são sinal de prosperidade, a Angola é o país mais próspero do mundo. É cada uma!

      0
      • Luiz 24 de abril de 2012 at 13:11

        exato
        excelente comentário

        prosperidade é fazer cada vez mais com cada vez menos

        a bolha americana pelo menos deixou um legado de milhares de mansões, aqui vai deixar esses caixotes

        0
        • Sandro 25 de abril de 2012 at 14:27

          Caixotes não….rs…gaiolas

          a MRV só faz gaiola, consegue fazer um 2/4, suíte dentro de 40 m² e cobra R$ 195k

          é pra rir, né???

          Que venha a bolha

          0
      • Ricardo 24 de abril de 2012 at 13:20

        Orozimbo

        Como mostrei através da evolução dos custos, os preços não estão bolhudos, ao menos na minha cidade. E evidente que pagam preços altos, quem tem renda alta. E para que se tenha renda alta, pobre é que o país não deve ser. Aliás, o último país antes do Brasil a atingir U$ 10.000 de renda percapta foi a Coréia do Sul que, 15 anos depois, simplesmente dobrou a sua renda. Será que preço não tem relação com renda?

        0
        • Ricardo 24 de abril de 2012 at 13:23

          Digo será que preço não tem relação com prosperidade?

          0
          • Luiz 24 de abril de 2012 at 14:43

            preço é formado pela relação:
            oferta x demanda
            +
            situação atual X perspectiva futura

            nada a ver com propseridade,
            se fosse assim pq uma Ferrari na china custa 1/3 da mesma ferrari no BR

            0
            • Ricardo 24 de abril de 2012 at 15:02

              Como eu disse neste blog não tem bobo. Me parece ser uma questão de semantica: não disse que renda e prosperidade são a mesma coisa, mas afirmo que são proporcionais. Logo pela sua equação, quanto maior a renda (prosperidade) evidentemente maior será o preço.

              0
              • Luiz 24 de abril de 2012 at 15:27

                nem eu falei q renda e prosperidade é a mesma coisa
                citei a china pq cresce 10% ao ano, o pais mais prospero do mundo

                podia ter citado os EUA com uma das maiores renda, mas ia dar na mesma, uma ferrari lá custa 1/3 da mesma Ferrari aqui

                preço não tem correlação nem compropseridade, nem com renda
                isso é aula de primeiro ano de conomia, preço é um um numero de equilibrio

                0
                • Ricardo 24 de abril de 2012 at 16:04

                  Não sei, mas me parece que renda tem relação com demanda… ou será que perdi esta aula… aiai. Cara você esta perdendo seu tempo: não vou te falar a cidade na qual atuo por uma simples razão. Explico. Para algumas pessoas o mercado de ações é dividido entre bulls e bears. Para mim o MUNDO é dividido entre bulls e bears. Como empreendedor me considero um bull. Aposto sempre no crescimento, no desenvolvimento, na prosperidade, na riqueza enfim, sou otimista por natureza. Meu negócio é construir e vender imóveis. Já as pessoas neste blog me parecem bears. Vou dizer minha cidade para que? Para ter que ver todo o tipo de teorias apocalipticas que vocês tem sobre o mercado de imóveis? E que não passam disto, teorias. Minha teoria baseia-se em um simples fato: tudo o que construo vendo. Ponto. Bolha imobiliária pra cima de mim… não da né. Acredito que trouxe diversos fatos para vocês, alguns vocês conhecem e outros não. De minha parte digo que li coisas muito boas por aqui também, que me fizeram e estão fazendo com que reflita. Você tem todo o direito de duvidar das informações que trouxe, mas cara a internet ta ai, basta utiliza-la.

                  0
                  • RosinhA 24 de abril de 2012 at 16:21

                    Agora sim fiquei sabendo que Santo Antônio da Posse tem um BULL que domina todo o mercado, se fosse uma cidade com mais de 20 mil hab, com certeza ele falaria qual é, mais internet é assim mesmo cada um escreve o que quer e quem e acreditar fica por conta de cada um né Ricardo.

                    Legal aprendo muito aqui tb, ninguém ainda sabe o preço dos imóveis por lá e ele faz o que quer, o que pode significar que ele é o único da cidade com acesso a internet, ahhhhhhhhhhhhhh já sei pode ser Tuiuti, passei por lá é vi uns 3 prédios contruídos no centro, e tem somente 1 torre de celular da Vivo, pode ser que tenha acesso 3G.

                    0
                    • Luiz 24 de abril de 2012 at 16:29

                      é rosinha, de minha aprte gostaria q fosse verdade, que ele construisse mto, ficasse rico, e deixasse seus clientes felizes.

                      mas os argumentos deles estão todos atrasados em 1 ano

                      Em SP no jonral do campo belo comecei a ver queda de preços. Essa semana mesmo vi um imovel mto bom, mobiliado, 2 vagas por 340k.

                      0
                    • Ricardo 24 de abril de 2012 at 16:30

                      Rosinha onde é Santo Antonio da Posse?

                      0
                    • Ricardo 24 de abril de 2012 at 16:31

                      E Tuiuti?

                      0
                    • RosinhA 24 de abril de 2012 at 16:35

                      Estamos chegando perto já me diverti agora vou ler coisa séria t +. Como dizem por aí “Tarde SR”.

                      0
    • GB 24 de abril de 2012 at 13:01

      O pessoal aqui sabe bem o que acontece, em 2008 especuladores começaram a comprar tudo, construtoras começaram a entupir o mercado com seus imóveis, começaram a vender só para especuladores, sempre por valores mais altos pois eles sempre pagavam, material, mão-de-obra e terrenos tornaram-se escassos e os custos subiram, mas não era problema, os especuladores pagavam qualquer coisa.
      Ponto, a situação era assim até setembro de 2011.

      Situação após setembro de 2011:
      A bolha existe sim e está desinflando, ela foi causada por essa valorização monstro irreal, devido a esse dinheiro de faz-de-conta de pessoas que queriam comprar na planta e vender antes das chaves com lucro, agora elas caíram ou estão tentando cair fora, as construtoras ficaram com os micos, mas não estão preocupadas, seus diretores ganharam muito $$$$ e o governo pode acabar ajudando.

      Quando a renda equipara-se ao preços, aí poderemos falar que o mercado se normalizou, enquanto for mais barato comprar um imóvel em qualquer um desses países que você citou, isso não é normalidade.

      No meu entender o mercado foi ganacioso e deu um tiro no próprio pé, os clientes de verdade são os compradores finais, eles compram e o imóvel sai do mercado, não gera shadow inventory, ele para de pressionar a venda dos outros para baixo pela grande oferta, mataram o ganso dos ovos de ouro.

      Para normalizar tudo basta reduzir os preços para valores reais, mas não querem fazer isso pois construíram/compraram por preços muito altos, pelo menos a inflação vai acabar comendo tudo e um dia esses valores vão se normalizar.

      0
      • Ricardo 24 de abril de 2012 at 13:39

        Este é um ponto interessante. A revenda em alguns casos chega a 40%, 50%…. acho isto um péssimo sinal; esta especulação realmente me faz ter medo de bolha.

        0
        • xangai 24 de abril de 2012 at 14:28

          Olha ai pessoal … mais um “fato” especulacao 40 ou 50% !!

          Ricardo … esse eh um dos sintomas de uma “bolha” .. alguem comprar porque acha que vai “revender” pelo dobro … ou “comprar para revender” porque “todo mundo ta comprando para revender” !!!

          Isso nao pode ser “prosperidade” ou “renda” … se vc nao fica confortavel em falar qual a sua cidade, veja por vc mesmo no Censo de 2010 ::

          IBGE Cidades … eh facil , vai clicando :: “www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?1

          1 – qtd de domicilios da cidade
          2 – qtd de domicilios proprios/pagos/financiados/alugados/emprestados/
          3 – renda familiar dos domicilios por salario minimo
          4 – qtd de enderecos vagos
          5 – qtd de enderecos em construcao

          Se tiver mais paciencia e gostar da brincadeira … compare estes da dos (2010 ) com o censo de 2001 !!!!

          Sua cidade nao vai ser diferente da media do Brasil …
          1 – domicilios sem renda nenhuma diminuiram
          2 – domicilios com renda ate R$5k aumentaram bemmmm
          3 – domicilios com renda maior de R$10k diminuirammmm

          4 – a qtd de domicilios deve ter crescido entre 10 a 20% !!!
          5 – enquanto a populacao efetiva so cresceu 5% !!

          etc..
          etc

          0
          • Ricardo 24 de abril de 2012 at 14:45

            Xangai confesso que nada do que li aqui fez crescer ou brotar meu medo de uma bolha imobiliária. O meu receio mesmo é este que falei, pois meu raciocínio é igual ao teu. E o pior de tudo é que não se trata de estudo, cara é meu dia a dia!!! Ouvi isto no final do ano passado, da boca de corretores, de imobiliárias parceiras, com os quais converso toda a semana. Esta revenda sim me da muito medo!!! E o pior é que este ano vai ter uma enchurrada de entregas, que foram vendidas 2 ou 3 anos atrás. Como será a revenda agora??? Mas não da para tirar conclusão nenhuma só com isto, é apenas mais uma informação.

            0
            • Luiz 24 de abril de 2012 at 15:07

              a cidade misteriosa será passagarda?
              rzrzrzrzrz

              0
              • Paty 24 de abril de 2012 at 15:58

                kkkk

                0
              • Sol de Sampa 24 de abril de 2012 at 16:06

                não vou m’embora pra passagarda ahahahahah

                0
          • Luiz 24 de abril de 2012 at 15:12

            xangai vc achou um troço interessante:

            em diversas cidades a população cresce 5%/década mas os domicilios crescem numa velocidade 2x até 4x maior. Seria aí a origem de toda a demanda reprimida?

            E em cidades onde tem decréscimo de população?

            Sou meio cético em relação a isso pq a pop/dom está em baixissimos 3 pessoas/casa na média.

            0
            • xangai 24 de abril de 2012 at 17:33

              Eh Luiz … vc conhece bem esse indice .. morador por domicilio :
              Brasil 1991=4,2 2000=3.7 2010=3.3
              SP(city) 1991=3.7 2000=3.4 2010=3.1
              RJ (city) 1991=3.4 2000=3.2 2010=2.9
              Socorro 1991=3.8 2000=3.6 2010=3.3
              Sto Andre 1991=3.7 2000=3.4 2010=3.1

              O problema eh pegar um crescimento negativo de populacao numa cidade grande e sem caracteristicas peculiares. A primeira que achei “top down” foi Nova Iguacu – RJ !!!!! Mesmo assim populacao reduziu 38% e houses 25%.

              Acho que , no minimo , a demanda para “sair da casa da mae” ou de divorcio foi saciada.

              Temos tambem Santos que nao cresceu em populacao mais tem 10% de housing. Mas tem muito “veraneio”/”uso ocasional”

              Welll …temos Santo Andre ( vc conhece um pouco e a Rosinha sabe tudo ) ::

              ( Da ate pra saber que pelo menos 8.000 familias entraram num Financiamento na decada )

              ——————————————————————-2000—-2010—-
              population————————————————–649331 649331 04,01 %
              private housing – total —————————— 185460 215617 16.26%
              private housing – owned – already paid———-119565 136608 14.25%
              private housing – owned – being paid———— 10942 18050 64.96%
              private housing – rented —————————– 33353 40304 20.84%
              private housing – lent———————————-16737 17373 3.80%
              domicilios desocupados—————————–23766 24770 4.22%
              edificacoes em construcao ( nao ha dados 2000 ) 3786 ?????

              Qtd de Domicilios por minimum wage ( salary min )
              ————————————————————-
              Salarios Minimos ——- 02 25 510 1020 > 20

              renda familiar 2000—– 48719 54119 49846 21933 10844
              renda familiar 2010—– 52085 76822 53279 24630 8753
              —————————————————————
              santo andre 6.91 % 41.95% 6.89% 12.30% (-19.28)%

              0
              • xangai 24 de abril de 2012 at 17:46

                ops … esqueci da “oferta” .

                apenas no flipzep ( acho que deve ser apenas uns 20% da oferta ) temos para santo andre entre casas e aptos ::

                <R$400k 2680
                <R$600k 935
                <R$800k 384
                R$1000k 156

                0
                • Luiz 24 de abril de 2012 at 18:50

                  demanda em SA acima de 170k = 1.100 imoveis novos por ano

                  0
                  • xangai 24 de abril de 2012 at 19:28

                    nao entendi Luiz ?!? demanda por ano !?!?

                    0
              • Luiz 24 de abril de 2012 at 18:04

                excelente xangai, apesar de ter aí uns erros de digitação de dados

                SA. processo tipico de gentrificação, expulsa o pobre, mas tbm o rico está sumindo, o que mais cresece é na faixa de 2 a 5 sm. Estes todos entram nos programas MCMV do governo, mas daí pra um imovel de maior valor os custos ficam altissimos. É mal negocio, é péssimo, é matar o pdoer de consumod a população. quem poderia consumir imoveis a niveis bolhudos esta reduzindo a demanda fortemente -13%, acredtio que parte seja mortalidade natural portanto não está jogando muito imovel no mercado, apenas matendo o numero de ocupações

                Vê-se claramente que a demanda repirmida inicialmente cirada já foi atendida. Agora os preços vivem a base de expextativas meramente, o que pode durar muitos anos.

                0
                • RosinhA 24 de abril de 2012 at 20:24

                  Luiz e Xangai, Santo André virou uma cidade prestadora de serviços em geral, e de comércio forte em áreas de atuação bem definidas, vemos pela nossa empresa que vende e presta serviços, que nosso público não se restringe a SA somente, atendemos muito São Caetano do Sul, que pela fama de IDH alto tudo custa o dobro daqui, vide o novo Shopping, em mesma loja de mesma dona amiga minha a diferença é de 50% descontando todos os custos igualmente, até o Carrefour que estão a pelo menos 5Km a diferença pode ser notada. Atendemos tb a região de divisa com SP e Mauá, aí está o interessante da coisa estes moradores sonham em morar aqui, quando tem o mínimo de mobilização social, eles correm para cá.

                  Mas atualmente vejo um movimento diferente, o pessoal de SP (Ipiranga, Mooca, e zona leste em especial),expulso pelos altos valores cobrados estão comprando o que para nós é considerado alto padrão 600 a 800k, e para eles é ap de 60m2, estão se sacrificando, com trânsito, mas relatando que gostaram da cidade pois nada falta aqui somente oportunidades de empregos melhores.

                  Como citou Socorro em seu estudo, outra particularidade, moramos no BJardim, mas efetuamos muito serviço em sta terezinha e pq das nações, curuça e afins, quase todos posso dizer que tem sua casa ou parente com veraneio em Socorro, muitos que se aposentam vivem meio a meio, é muito peculiar isso tb, depositam muita renda na cidade que cresce por tabela, e retiram daqui, pois a tendência é de aposentadoria futura no interior.

                  Xangai quanto a quantidade do zlactpst não se impressione, o mesmo ap que aqui vale 400/600k em SP é o dobro, não gostaria de ter este crescimento tão rápido mas acho inevitável, devido aos preços de lá, parei de construir pelos valores cobrados de mão de obra e terrenos principalmente pois nossa construção sempre foi diferenciada no ponto estético e de design, nunca tivemos problemas em vendas, mas não queremos arriscar, está tudo muito estranho pela nossa visão, e posso te confirmar o maior mico será os sem condomínio valerão nada do nada daqui a 10 anos por isso aposto sempre no que foi a vocação da cidade que são casas, livres de condomínio e de problemas futuros.

                  Xangai coloque o link dos dados se tiver por favor para poder analisar outros itens que podem ter interferência em nosso assunto. Quantos mais dados pudermos manipular melhor será a fundamentação dos pontos.

                  0
                  • xangai 25 de abril de 2012 at 10:41

                    Rosinha.
                    Essa estoria de migracao de SP para SA eh bem papinho de corretor hemm..
                    parece a criacao de algum polo tecnologico em SA que venha gerar milhares de empregos.!

                    De qq forma se tem gente vindo para SA … tem gente saindo de SA para SP , esses eu conheco centenas por nome !! jovens nas boas faculdades e empregos de SP ( como meus filhos e toda a turma deles ) que alugam ( eu comprei anos atras ) ou compram pequenos/velhos apts para evitar 3,4 ou 5 horas de transito diarios … com seu inerente stress, consumo de combustivel, risco de acidentes/roubos/arrastoes, etc,etc … so economia paupavel de combustivel/desgaste pneus ja ajudam a pagar boa parte de um aluguel.

                    Os dados sao todos do IBGE eh so ter paciencia de jo para achar …
                    nos censos de 1991,2000 e 2010 … entre 1991 a 2000 e 2000 a 2010 :
                    SA pop cresceu : 5,4% e 4.0 %
                    SP pop cresceu : 8,7% e 8.0%
                    SCS pop 0,1% e 4.0%
                    SBC pop 24% e 8,6%
                    Maua pop 23% e 14%

                    Brasil 15% e 12%

                    Pelos dados o movimento maior eh saindo de SA,SCS — indo para SP, maua, SBC,etc
                    Alem de acreditar/ver sim “aposentados” mudando para interior ou litoral .

                    Vou tentar analisar a natalidade dessas cidades… aposto que SA eh crescimento basico de criancas.

                    0
                  • xangai 26 de abril de 2012 at 09:02

                    Rosinha… esquece Socorro …nem conheco ( infelizmente )

                    apenas pesquisei/falei de Socorro, porque acho que o Ricardo( construtor ) eh o Bertz … e o Bertz eh o Etmso … e o Etmso talvez seja o Cirilo ..

                    e um desses escreveu meses atras que iria ficar rico construindo em Socorro.

                    0
    • Spina 24 de abril de 2012 at 13:04

      Sério mesmo? vc é empresário e acha que uma valorização de 20% ano de qq coisa é para sempre? Só se a inflação for maior ou igual a 20% se ficar na casa dos 6%, é inviável.

      “Os mercados são “bull”. A indústria é “bull”. Os serviços são “bulll”. Os preços de venda da construção civil também são “bull”” eu acho que não moramos no mesmo país. No país onde moro o mercado é regado a crédito rotativo de mais de 80% ao ano. A industria é estrangulada por uma cascata de impostos absurda. Os serviços são realizados por “aventureiros do ramo”. e os preços de venda da construção civil, meu amigo, são uma piada! è mais barato eu comprar um ap na Flórida do que aqui. Mas claro a Flórida não tem nenhum dos fator deu vc falou. Mercado, Indústria e Serviços.

      0
      • Anonymous 24 de abril de 2012 at 13:33

        na verdade é tudo BULL-SHIT 😉

        0
    • RosinhA 24 de abril de 2012 at 13:11

      Só deve estar maluco, margem de lucro de 20%, já chegou a 200/300/500% fácil, só se começou a construir o ano passado, eu sou da época que vendia 2 e dava para construir 4 vendendo 4 fazia-se 8 e assim por diante.

      Margem de 20% só depois do estouro da bolha e olha lá, em vendas de varejo tem margens muito maiores, até atravessador de qualquer ramo atua com margem maior que esta e riscos muito menores, prefiro vender bóias para piscina de condomínio.

      0
    • FoxBravo 24 de abril de 2012 at 13:21

      De novo a conversa da relação empréstimo/PIB?
      Essa relação serve só para dizer que o impacto na economia em caso de quedas de preços dos imóveis não será tanto quanto foi em outros países (pelo menos para o sistema financeiro).
      Então, para se ter uma bolha, essa relação precisa chegar a 48%? 10 vezes mais que hoje? Alguém consegue imaginar o preço dos imóveis para se atingir essa condição?

      Esqueçam esse argumento. Usem outro para justificar a sustentabilidade dos preços atuais. Principalmente como justificar a diferença entre os preços e a renda real das pessoas que querem comprar para morar.

      0
    • Adriano 24 de abril de 2012 at 13:33

      Vc justifica a não existência de Bolha comparando o % de empréstimo imobiliários com o PIB. Isso só pode ser piada, é o que todos os interessados na manutenção da Bolha dizem e isso já foi discutido amplamente por aqui. Por que você não compara as taxas de juros desses mesmos países? Vai ver que a do Brasil é a maior de todas de LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOONNNNGEEEEEE. Se o Brasil tivesse 75% (como os EUA) em crédito imobiliário, com a nossa taxa de juros, já tériamos todos voltados às senzalas e vendidos nossos filhos como escravos.

      0
      • Ricardo 24 de abril de 2012 at 14:03

        Adriano para cada argumento favorável a bolha, existe outro contrário. Estamos fazendo um exercício de “adivinhação”, ou será que todos temos certeza de tudo? Por exemplo, existem estudos que dizem que para cada R$ 1 de aumento do salário mínimo, o preço do m2 pode subir R$ 5, em números de maio de 2010. Como a relação esta agora, 2 anos depois?

        0
        • Shakespeare 24 de abril de 2012 at 14:31

          Ricardo,

          Você tem como nos passar o link desses estudos?

          Obrigado

          0
        • Luiz 24 de abril de 2012 at 14:38

          para de chutar ricardo, que estudo é esse?
          cadê o link?
          cadê o autor?

          aliás cadê a cidade pequena que o terreno custa 1.500 o metro?

          só papinho de vendedor,
          Antes eram os seus corretores que vinham aqui, agora vem vc que se diz patrão deles, será mesmo?

          0
          • Ricardo 24 de abril de 2012 at 16:20

            Não disse nada disso, quem esta falando é você. Afirmei que tenho uma pequena incorporadora em uma cidade não tão pequena assim. Quer o estudo faça como eu: pesquise!! De graça nada na vida meu irmãozinho!! Talvez depois da bolha…

            0
            • Luiz 24 de abril de 2012 at 16:31

              conta outra

              cidade fantasma
              estudo fantasma

              to começando a pensar q seu nome verdadeiro é Gaspar

              0
            • Shakespeare 24 de abril de 2012 at 16:44

              Ricardo,

              Se você está disposto a argumentar e discutir em bom tom, o mínimo que tem a fazer, ao citar algum “estudo” ou dado pesquisado é mostrar a fonte e não cobrar por ela.

              É isso que fazemos aqui no blog e se você quiser ter um mínimo de reconhecimento lhe pediria para enviar o link ou citar o nome do autor do estudo.

              Se o dado foi pesquisado por você mesmo, exponha então o seu argumento e não somente a conclusão para que ele possa ser verificado e confirmado pelos demais membros do blog.

              Grato

              0
              • Shakespeare 24 de abril de 2012 at 16:53

                Exemplo:

                Aumento Do Salário Mínimo Vai Impulsionar Economia Que Deverá Crescer Entre 4% A 5% Em 2012, Prevê Barbosa
                POSTED BY REDAÇÃO ON FRIDAY, JANUARY 13, 2012 09:33 AM. UNDER IMÓVEIS SJC

                O aumento do salário mínimo que entrou em vigor no início deste ano vai ajudar a garantir que a economia cresça ao menos 4% em 2012, disse hoje (12) o secretário executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa. O salário mínimo subiu de R$ 545 para R$ 622.
                Ele citou ainda os cortes na taxa básica de juros promovidos pelo Banco Central (BC), no segundo semestre de 2011, e a desoneração da folha de pagamento, como fatores que estimularão a expansão do Produto Interno Bruto (PIB).

                “No seu todo, são medidas que entram em efeito gradualmente e promovem uma recuperação do crescimento que nós achamos que ficará na faixa de 4% a 5%”, declarou após participar de seminário na Fundação Getulio Vargas, na capital paulista.

                Sobre a inflação este ano, Barbosa disse que a previsão do ministério é que ela não deverá sofrer, como ocorreu em 2011, a influência de fatores que puxaram os preços para cima, como o preço do etanol. “Não deve se repetir este ano, pelo menos na mesma intensidade do ano passado, por exemplo, o aumento de preços do etanol”.

                O secretário estimou que a inflação fechará o ano em aproximadamente 5%, “como tem sido também indicado nos relatórios de inflação do Banco Central”. Em 2011 o Índice de Preços ao Consumidor Amplo ficou em 6,5%.

                Fonte: Agência Brasil

                ht tp://www.imoveisesjc.com.br/imoveissjc/index.php/2012/01/13/aumento-do-salario-minimo-vai-impulsionar-economia-que-devera-crescer-entre-4-a-5-em-2012-preve-barbosa/

                0
              • Ricardo 24 de abril de 2012 at 17:33

                Shakespeare o estudo não é meu, não mandei fazer e não tenho ele em mãos. Não vendo estudos para sobreviver. É público e disponível para qualquer um que queira ter acesso a ele através do http://www.google.com.br.
                Digo que não vivo em São Paulo, capital ou interior. Caso vocês estejam discutindo sobre bolha imobiliária em São Paulo, o estudo não serve para nada. São Paulo não é o Brasil. Preço ta alto, m2 ta caro, valores absurdos é uma coisa. Bolha no mercado brasileiro, convenhamos, é outra.

                0
        • Carlos_ 24 de abril de 2012 at 15:41

          Se formos levar esse estudo a sério, a unica conclusão é que as pessoas de baixo poder aquisitivo NUNCA vão comprar um apartamento. Os preços vão subir em uma proporção 5 vezes maior do que o rendimento delas.

          Vai ter gente então fazendo protesto contra o aumento do mínimo no congresso, pedindo pelo amor de Deus para não aumentarem o salário dele porque ele precisa de um lugar para morar.

          0
          • Ricardo 24 de abril de 2012 at 16:11

            Carlos o mercado de imóveis é movido a crédito, não dinheiro.

            0
            • xangai 24 de abril de 2012 at 16:17

              Curiosidade …. os 50% que compram de vc para revender ( especs ) comprar com dinheiro ou “credito” !?!?!

              Conceito basico / primario de Economia : Credito eh antecipar a producao !!!!

              Well…outro mais basico ainda : Economia eh Ciclica … e temos varios ciclos se cumprindo este ano.

              Ricardo … vou ter que “adivinhar” a sua cidade ?!?

              Luiz … alem de passargada … qual outra ?!? Socorro ?!? ( you know ) Santo Andre ?!?

              0
              • RosinhA 24 de abril de 2012 at 16:27

                Xangai em Socorro o povo não é tão burro, é a cidade que conheço que tem o maior número de agiotas, além de ser linda, tem que ser uma cidade muito pequena, tipo Uru, Dirce dos Reis, mas tem que ver se tem internet.

                0
                • Luiz 24 de abril de 2012 at 16:36

                  a cidade imaginaria pode ser
                  gotham city
                  chico ville

                  onde fazm estudos imaginários e qualquer terreno não sai por menos de 1.500 o metroquadrado

                  calcula aí 500 m2 daria 750 mil reais, uma cidade pequena hein. Só alphavile zero onde moram celebridades tá esse preço

                  0
                  • Ricardo 24 de abril de 2012 at 16:55

                    Puxa… começo a me questionar a respeito da qualidade do blog. Até agora não vi nada de concreto sobre bolha imobiliária. Tem muitas outras bolhas, mas imobiliária… tsc tsc.

                    0
              • Ricardo 24 de abril de 2012 at 16:45

                Curioso isto… não lembro de ter dito que este indice de revenda que você falou Xangai, era dos imóveis que construo, mesmo por que a revenda deles esta em 5%. De qualquer forma, isto talvez explique porque a “bolha imaginária” exista.

                0
                • xangai 24 de abril de 2012 at 17:54

                  Luizz … ja sei !! certeza !! eh o Bertz / ETMSO !!!!!

                  Bertz/ ETMSO … vc escreveu que 40ou50% eh para “revenderem” nao eh isso ?!
                  nao vc revendendo .. vc vendendo para um especulador revender ( nao morar ) !!

                  ————-
                  Ricardo disse:
                  abril 24th, 2012 at 13:39

                  Denunciar abuso
                  Este é um ponto interessante. A revenda em alguns casos chega a 40%, 50%…. acho isto um péssimo sinal; esta especulação realmente me faz ter medo de bolha.

                  ———————————————————————————————————–

                  0
                  • Ricardo 24 de abril de 2012 at 18:59

                    Xangai nao moro em SP. Volto a dizer q bolha onde moro nao existe. Vejo as grandes indo embora uma atras da outra. Vejo tabelas d venda sendo atualizadas pelo incc ha meses, talvez ano. Aumento real do m2 nao vejo mais. Sao Paulo nao e o brasil. Bolha em sao paulo nao e bolha no brasil. Este indice d revenda q falei refere-se a um empreendimento Rossi.

                    0
    • Júlio Cesar 24 de abril de 2012 at 13:45

      Um problema: Todo mundo quer lucrar de forma absurda, mão de obra, terrenos, materias de construção. E de certa forma todos estes elementos dependem uns dos outros para venderem. Agora está tudo travado. O povo já não aguentava mais as constantes subidas do mercado imobiliário. A renda média da familia brasileira é de 1600 reais. Só investidores com muito dinheiro e algumas poucas pessoas podem ter imóveis. E não podemos chamar de pobres pessoas que ganham 10, 20 mil reais e não conseguem ter imóveis( há pessoas que frequentam o blog e tem este problema, é só perguntar) Outra coisa, não torço contra o novo empreendimento, mas todas estas pessoas que compraram, compraram à vista? pois se não deve-se comemorar mais lá pro final, pois no início, dar entrada, etc, é algo mais fácil, o difícil é o momento da entrega das chaves. Ps. Confio nas pequenas construtoras e vejo nelas, após a queda dos preços dos terrenos, mão de obra, materias etc, uma esperança para as pessoas que realmente precisam de imóveis, para poder morar.

      0
    • Shakespeare 24 de abril de 2012 at 15:07

      Ricardo,

      a variação do custo médio da construção é apurada pelo INCC e este subiu menos de 40% no período em que os valores dos imóveis aumentaram mais de 130% (só para comparar, lembro que em 2004 o saco de cimento 50kg era R$ 18,00 e basta você ver o quanto está hoje, td bem que aço e outros insumos aumentaram mais, mas o INCC mede isso)

      Então, vamos falar com base em números e índices comprováveis para termos como comparar e argumentar.

      0
      • Shakespeare 24 de abril de 2012 at 15:22

        Preço do metro quadrado do imóvel sobe 50% em Araçatuba
        Segundo o Sinduscon, valorização dos terrenos e mão de obra são apontados como principais fatores

        DA REDAÇÃO, DIOGO ROCHA – ARAÇATUBA

        Mão de obra é um dos fatores que contribuíram para o aumento no valor do metro quadrado
        O preço de venda do metro quadrado do imóvel de padrão econômico em Araçatuba teve um reajuste entre 40% e 50% nos últimos cinco anos, conforme levantamento do Sinduscon (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo). Hoje, o metro quadrado de um imóvel residencial de até 60 metros custa em média R$ 1,5 mil. Há cinco anos, essa mesma metragem não custava mais do que R$ 900. Já o metro quadrado de venda de um imóvel maior, de até 70 metros quadrados, custa hoje aproximadamente R$ 2,3 mil. No início da expansão imobiliária da cidade era encontrado por cerca de R$ 1,3 mil.

        A alta no metro quadrado em Araçatuba segue uma tendência sentida pelo Sinduscon em outros municípios do Estado de São Paulo. Para o presidente do Sinduscon local, Aurélio Luiz de Oliveira Júnior, para o ano de 2012, a expectativa para o setor da construção civil ainda é de mercado aquecido, com previsão de novos lançamentos, mas em um ritmo de crescimento um pouco menor, quando comparado com anos anteriores. “Ainda é o momento de investir em imóveis”, afirmou Júnior, em entrevista ao O LIBERAL. A metragem entre 50 e 70 metros quadrados representa a maior parte das unidades habitacionais financiadas pela Caixa Econômica Federal no município. “São unidades que se enquadram no programa Minha Casa, Minha Vida para famílias com renda mensal de até seis salários mínimos”, completou o presidente do Sinduscon de Araçatuba.

        EXPLICAÇÕES
        De acordo com o Sinduscon, são duas as explicações para o aumento do metro quadrado na cidade. A primeira é que a procura por novos terrenos inflacionou o preço de mercado das áreas disponíveis. “O aumento no valor do imóvel acompanha a valorização do terreno”, completou. Outro ponto que contribuiu foi a mão de obra. Segundo Aurélio, no ano passado, por exemplo, o custo da mão de obra registrou um aumento de aproximadamente 11%, contra 10% no ano anterior. O preço do material de construção, apesar de ter registrado um aumento acima da inflação de 5,10% no ano passado, em 5 dos 41 insumos da construção não teve contribuição direta para o aumento no valor final do metro quadrado, segundo o presidente do Sinduscon.

        ESPECULAÇÃO
        O empresário da construção civil de Araçatuba, Rodrigo Andolfato, que tem diversas obras em andamento e outras para serem lançadas, tem uma visão diferente, mas que também pode colaborar para a valorização do metro quadrado. Para ele, hoje há muita especulação na cidade. “É a lei do mercado, oferta e procura”, explicou Andolfato. Ainda, segundo Andolfato, o momento é bom para investimentos. Porém, Andolfato acredita que a tendência é, a partir deste ano, o mercado da construção civil ficar mais estável.

        Fonte: ht tp://www.lr1.com.br/index.php?pagina=noticia&categoria=cidade&noticia=28305

        0
      • Luiz 24 de abril de 2012 at 15:23

        boa bardo

        no longo prazo todos os indices de inflaçao convergem, inclusive o INCC

        é lorota isso dos preços de cosntrução terem disparado
        não existe cidade pequena com terreno bruto a 1.500 o metro, só em loteamento fechado tipo-clube ou centro da cidade e olha lá.

        0
  • Luiz 24 de abril de 2012 at 12:45

    Resumo da situação dos Imoveis:

    Queda no valor dos novos anulaizado em 50%
    Queda do valor dos velhos anualizado em 50%
    Inadimplencia nos aluguéis explodindo
    Construtoras falindo ou com prejuizos bilionarios
    Baixa de juros e Selic ineficar

    Sobrou mais oquê?
    E eu que esperava só ver isso em 2015, errei, 2015 será o fundo do poço

    0
  • Bolha Imobiliária 24 de abril de 2012 at 12:49

    Conversando com meu colega de empresa, ele me contou uma situação interessante. Ele comprou um carro novo, e colocou o antigo para venda. De ontem para hoje, ele recebeu pelo menos 3 propostas, de compradores oferecendo imóveis na planta…

    0
    • RosinhA 24 de abril de 2012 at 13:04

      É bolha sinal dos tempos, acho que crtb, será a primeira a ser afetada pela bolha,pela ociosidade e quantidade de estoques, e não se espante se começarem a oferecer os começados pelos iiiiiiiiiis, já ditos aqui anteriormente

      0
      • G.V. 25 de abril de 2012 at 00:20

        Exato… Em Curitiba a bolha começou antes e acho que vai terminar antes tb.

        0
    • GB 24 de abril de 2012 at 13:17

      Nossa, olha a situação em que chegamos: hoje é muito mais negócio ter um carro (todo mundo sabe que é só gasto, ninguém especula com carros), que ter um apartamento na planta, estou bege.

      E, pelo visto, isso é só o começo, deixa o pessoal notar que as taxas a 2% a.m. ainda são taxas altíssimas.

      0
      • Sol de Sampa 24 de abril de 2012 at 16:17

        GB do jeito que bananense é só vão perceber que 2 é muito alto quando a grobooo comentar….

        E vc viu… não param de anunciar que o lucro do Itau encolheu??? 3,4 bi e olha que foi no 1T2012 … antes de o governo mandar baixar juros… spread…. hahahahah

        acho que vai sobrar só pó….

        0
    • Júlio Cesar 24 de abril de 2012 at 14:11

      Bolha, em minha cidade é comum em anuncios de venda de imóveis: ” aceito carro”, ou ” aceita-se imovel de menor valor”. Pra mim é sinal claro de perda da liquidez. O camarada é livre para pedir o quanto quiser, agora se há dinheiro disponível para compra, aí é outra estória.

      0
    • Sol de Sampa 24 de abril de 2012 at 16:13

      Pena que os imoveis não estão prontos… senão seria um bom negocio tb ahahahahahah…

      0
  • TR 24 de abril de 2012 at 12:50

    Estranho é demorarem quase três meses para consolidar e divulgar os dados de janeiro. Será que os meses posteriores também foram de queda?

    0
    • GB 24 de abril de 2012 at 13:06

      Claro. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Notícia que interessa eles divulgam rápido.

      A coisa está tão feia que nem manipulando eles conseguem numeros positivos.

      0
  • Fausto Luiz 24 de abril de 2012 at 12:58

    Então!
    Recente, extraído do site TERRA – 24 abr 12 – ” Holandeses vendem sobras de comida para driblar crise – Durante o auge da crise financeira internacional, a Holanda parecia estar lidando relativamente bem com as ondas de problemas econômicos. Mas, agora, depois da queda do governo do primeiro-ministro Mark Rutte por discordâncias sobre cortes no orçamento, os sinais dos efeitos da crise ficam cada vez mais claros no país. Muitos holandeses vêm usando soluções criativas para driblar a crise, como vender o que sobra da comida feita em casa ou frequentar bares onde se pode levar a própria refeição.
    Outros recorrem a doações de alimentos. Fome não é um conceito geralmente associado a países ricos europeus, mas a economia holandesa está em recessão e o índice de desemprego chegou a 6%, o índice mais alto em seis anos. Uma em cada seis famílias tem dificuldades em pagar a conta do supermercado. Em Amsterdã, uma das soluções é se juntar às filas em frente a um dos cinco “bancos de alimentos” da cidade, onde voluntários organizam doações para quem precisa.
    “Recebemos cerca de 1,3 mil famílias por semana aqui. A demanda vinha crescendo já havia algum tempo, mas agora vemos um aumento mais acentuado”, disse Piet van Diepen, do Banco de Alimentos de Amsterdã. “Estamos vendo os efeitos da crise. Essas pessoas estão sem emprego, têm pouco dinheiro e muitas dívidas. O governo está diminuindo os benefícios também, então as pessoas precisam vir aqui”, diz ele, acrescentando que, hoje, 60 mil pessoas em toda a Holanda dependem dessas doações.
    Uma das primeiras da fila é Petra, que diz que os 40 euros (R$ 100) por semana que recebe do governo não são suficientes para alimentar a família. Segundo ela, sem as doações, ela seria forçada a roubar. “Há muita pobreza na Holanda, mas ela está escondida, ninguém sabe.”
    Microondas no bar
    Não muito longe dali, o badalado Basis Bar está lotado de pessoas determinadas a não deixar a crise atrapalhar sua vida social. No bar, os clientes trazem sua própria comida, que é aquecida pelos funcionários de graça. Só é preciso pagar pelas bebidas. “É muito caro sair e comer fora, mas aqui é ótimo porque você não precisa gastar muito. Essa salada custa cinco euros (R$ 12) do outro lado da rua, mas em um restaurante normal, seria algo entre 10 e 15 euros (R$ 25 e R$ 37)”, diz Sophie, que além da salada, levou também uma pizza de muçarela e rúcula, que está no microondas do Basis Bar.
    O dono do Basis (que quer dizer Básico, em holandês) diz que não pensou em se beneficiar da crise quando criou o local, mas admite que vem notando um aumento no movimento recentemente. “Temos pessoas que trazem sopa de casa. Basta colocar umas baguetes no forno e você pode ter uma noite agradável sem gastar muito”, diz Michiel Zwart. E os funcionários ainda lavam sua louça e reciclam as embalagens.
    Culinária contra a crise
    Do outro lado da cidade, Denise Dulcic, de 32 anos, nem cogita a possibilidade de comer fora. Quando o governo cortou os gastos com educação para crianças com necessidades especiais, ela perdeu seu emprego como psicóloga infantil e ainda não conseguiu achar outro trabalho na área. “Agora, cozinho para sobreviver. Eu tenho qualificações, mas não há mais empregos”, diz ela, que decidiu fazer parte de um programa chamado “Mesa para Dois”, em que as pessoas preparam sua própria comida e vendem as sobras.
    Além disso, ela criou um negócio que combina culinária e terapia. “É difícil conseguir pagar meu aluguel, que é muito alto. Cozinhar é minha paixão, mas eu estou fazendo isso porque é a única maneira de sobreviver.” Com os políticos holandeses em uma difícil negociação para cortar mais 9 bilhões de euros (RS 22 bilhões) do orçamento, cada vez mais pessoas no país vão ter de lutar para evitar ter suas vidas completamente transformadas pela crise.”

    Isso é na Holanda, reitero, na Holanda, por que não no Brasil? Devemos atentar para as movimentações governamentais – “Os fatos encobertos que o olho humano não encherga”
    Até!

    0
  • TR 24 de abril de 2012 at 12:59

    Que tal criarmos um site de classificados de imóveis com um viés diferente? Veríamos anúncios assim:

    “COMPRO apartamento de 2 quartos em Jacarepaguá com garagem e piscina, condomínio inferior a R$ 300,00. Pago muito bem: R$ 120.000,00 financiados pelo FGTS”.

    Com isso, montaríamos uma base de dados e passaríamos a divulgar o índice ZUP (baseado apenas nas intenções de compra!).

    Tendencioso por tendencioso…

    0
    • GB 24 de abril de 2012 at 13:13

      Eu pensei em fazer isso, tipo colocar um anúncio nesse caderno de imóveis de domingo aqui na cidade, ia ser o único na seção de compras, kkkkk, deixando bem claro que quero pagar o preço real, não o especulativo, mas colegas do rabalho me disseram para não fazer isso pois poderia gerar pânico nos proprietários.

      Devemos nos lembrar que o que pode ser explicado por ignorância não deve ser tomado por ma fé, todos esses proprietários passam o domingo ansiosos aguardando que alguém ligue e pague o que querem.

      Mas que dá vontade, isso dá.

      0
      • GB 24 de abril de 2012 at 13:14

        ops, “colegas de trabalho”

        0
        • TR 24 de abril de 2012 at 13:20

          É verdade GB! Na verdade corremos dois riscos. O primeiro é o que você disse, pânico nos proprietários. O segundo é virar matéria no fantástico, ser preso sob a acusação de “terrorismo imobiliário”. kkkkkkk

          0
          • GB 24 de abril de 2012 at 13:25

            Na verdade eu tenho medo é de apanhar na rua. kkkkkkkkkkkk

            E só vai da velho teimoso correndo atrás de mim, ô praga teimosa, morre mas não baixa o preço, aí vira herança e os herdeiros vendem barato para se livrar daquilo.

            0
            • Shakespeare 24 de abril de 2012 at 14:08

              ainda bem que a Natureza faz a parte dela, pode demorar um pouco mas faz!

              0
            • TR 24 de abril de 2012 at 22:29

              KKKKKKKKK rindo muito…

              0
  • MrK 24 de abril de 2012 at 13:23

    é engraçado porque sempre que a gafisa afunda, vem um ou outro dizer que vai comprar e vai ganhar uma grana em cima do repique, mas cada hora a ação cai mais e mais… e os comprados sumiram!

    desde que a ação tava a R$9.00 eu dei o valor de poço pra ela na casa de R$2.50, muita gente riu, mas está quase lá!!!

    0
    • GB 24 de abril de 2012 at 13:28

      É o Frajola, só pode ser ele, a coisa está tão feia que nem minha cartomante está dizendo para comprar GAFISA ou qualquer IMOB.

      0
    • CapEnt 24 de abril de 2012 at 13:44

      Eles vão é perder a listagem da bolsa no final de tudo isso. Se tiver fraude na, a CVM vai cortar até a alma deles.

      0
      • CapEnt 24 de abril de 2012 at 13:44

        *na contabilidade

        0
    • Luiz 24 de abril de 2012 at 14:57

      Mrk,
      2,50 é o preço da caixa de bis no atacadão, caixa com 40 unidades.

      frequentei alguns dias o forum oficial da GFA pra senitr o clima

      com toda a certeza, os sócios da GFa tem os mesmos papos e os mesmo argumentos dos corretores que vem aqui encher o saco, mesmo nível, mesmas idéias

      coincidência?
      claro que não.
      São as mesmas pessoas tentando manipular o mercado, auferir os bonus e pular fora enqto ainda está bom.

      0
    • Spina 24 de abril de 2012 at 15:05

      Falando sério, vc teria coragem de entrar na Gafisa quando ele bater os R$2,50?
      Digo isso não é por sacanagem não, é que realmente não sei qual vai ser o fundo dessa ação.
      Como já comentaram aqui tb acho que a Gsafisa viro ação pra aposta em Day trade.
      Se ela vai estar cara ou barata é outra coisa, mas que vai ter um efeito manada de venda quando cair a ficha da galera que “imóvel pode desvalorizar” a isso vai.

      0
  • Vinicius 24 de abril de 2012 at 13:27

    Onde tem o estudo que mostra que todos os imóveis se depreciam após eventos como copa ou olimpíada ? Quero utilizar esse argumento

    0
    • GB 24 de abril de 2012 at 13:48

      Na verdade os imóveis tendem a valorizar antes desses eventos, pois todo mundo acha que vai ganhar $$$ com a vinda desses turistas e por conat de melhorias em iinfraestrutura feitas pelo governo com $$$ público,

      O problema vem depois, se virem que não é bem assim, que a valorização foi de faz-de-conta (bolha), pura enganação de discurso pronto de corretor, aí cai mesmo.

      0
    • Luiz 24 de abril de 2012 at 15:18

      Vinicius, imovel deprecia o tempo todo. o mesmo imovel com 15 anos de uso pode perder mais de 40% do valor comaprado a um similar novo. A depreciação é mais lenta que a de veiculos, mas ocorre e chega a reduzir ao valor do kilo da sucata, ou do metro quadrado do terreno

      0
    • Sergio Figueiredo 24 de abril de 2012 at 15:23

      O link abaixo é um artigo alertando a China sobre as bolhas olímpicas. Cita o exemplo de Sydney (2000).

      h t t p : //www.brianrealestate.com/articles/Will%20Olympic%20Economy%20Lead%20to%20Real%20Estate%20Bubbles.html

      0
  • GB 24 de abril de 2012 at 13:54

    Eu não sei se estou errado, mas a impressão que tenho é que a Copa até pode tirar o foco do problema principal e ajudar a manter a bolha, mas as construtoras não podem fazer como corretores e viver de 1 venda por mês, elas têm grandes gastos, não vão aguentar assim por mais 2 anos, muito menos abandonando novos projetos.

    As construtoras sérias já devem estar discutindo o que fazer para normalizar o mercado, trazer de volta os verdadeiros compradores, os compradores finais, esse é o ganha pão delas, caso contrário é falência e GAME OVER.

    0
    • Rico 24 de abril de 2012 at 15:44

      Não tenha dúvida quanto a isso. Muitos já baixaram preços e e estão concorrendo com os imóveis dos investidores (aquele que comprou na planta pensando em ficar rico).

      0
    • Sol de Sampa 24 de abril de 2012 at 16:23

      GB pela denuncia que fizeram contra a Gafisa e a Lopes corretor só deve reeber nas chaves então não vai ser tão otimista né…. Até lá os corretores vão aprender a viver de luz… isso se não chover muito…

      0
      • GB 24 de abril de 2012 at 16:38

        Essas construtoras devem estar desesperadamente atrás de recursos, não repassar a comissão agora e só passar no futuro é um modo de fazer isso.

        Interessante a saída encontrada por elas, quero ver que corretor vai querer trabalhar assim, só recebendo daqui a 2, 3, anos.

        O lado bom é que aí eles vão torcer para que os empreendimentos não atrasem. kkkkk
        .

        0
  • Carlos_ 24 de abril de 2012 at 14:29

    Da série Mas quem está pagando esses preços?

    RN: Casal desviava dinheiro para presidentes do tribunal
    Casal, que diz ter recebido 30% de desvios de precatórios, afirma que maior parte do dinheiro foi para ex-presidentes do TJ. Dois desembargadores foram afastados pelo STJ; esquema bancou construção de pousada e R$ 1,2 mi em diárias

    Felipe Luchete, Folha de S. Paulo

    Um esquema de desvios organizado dentro do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte bancou diárias de até 11 mil euros em hotéis de luxo em Paris, a compra de seis carros avaliados em R$ 1 milhão e a construção de uma pousada à beira-mar.

    É o que disse em depoimento o casal que confessou operar fraudes em pagamentos de precatórios, investigadas pelo Ministério Público.

    Na última semana, o STJ (Superior Tribunal de Justiça) afastou dois ex-presidentes do tribunal apontados como participantes do esquema.

    Carla Ubarana, 41, chefiou durante cinco anos a divisão responsável pelos pagamentos. Ela e o marido, George Leal, 45, disseram que os desembargadores Osvaldo Cruz e Rafael Godeiro ficavam com a maior parte dos desvios.

    Com os cerca de 30% que afirmam ter recebido, Ubarana e Leal compraram imóveis, trocavam carros constantemente e fizeram quatro viagens à França só em 2011.

    Os gastos com diárias ultrapassaram R$ 1,2 milhão. “Nas últimas viagens principalmente, porque os hotéis eram muito luxuosos”, disse Leal em depoimento.

    Ele também comprou cinco terrenos avaliados em R$ 3 milhões em Baía Formosa (97 km de Natal), onde construiu uma pousada.

    Enquanto a pousada não abria, os dois iam à casa de praia aos finais de semana, com os dois filhos e a babá. O casal também tinha uma governanta que dava aulas de reforço aos filhos, levava-os à escola e pagava contas.

    O casal confessou após negociar delação premiada, em busca de benefícios com a colaboração. A defesa diz que eles só falam em juízo.

    0
  • Luiz 24 de abril de 2012 at 15:02

    EUA atingem fundo do poço?
    fonte: estadao.com.br

    Vendas de novas moradias caem nos Estados Unidos
    No fim de março, país atingiu o menor nível de novas casas à venda da história, com 144 mil imóveis

    As vendas de moradias novas nos EUA caíram em março, mas o dado de fevereiro foi bem melhor do que o calculado inicialmente, de acordo com números divulgados pelo Departamento do Comércio. A queda em março foi de 7,1%, para a taxa anual sazonalmente ajustada de 328 mil, e o resultado de fevereiro foi revisado para vendas de 353 mil moradias novas – a taxa mais alta desde novembro de 2009 – em vez de 313 mil.

    Com isso, o dado de março superou as expectativas, já que os analistas consultados pela Dow Jones previam queda de 2,2% sobre o número inicial de fevereiro, para 320 mil. Em comparação com março do ano passado, as vendas de moradias novas aumentaram 7,5%.

    Os preços dos imóveis também mostraram sinais de estabilização em março, com alta de 6,3% em relação ao mesmo mês do ano passado.

    Havia 144 mil moradias novas à venda nos EUA no fim de março, o menor nível da história. A oferta levaria 5,3 meses para ser vendida no ritmo atual. A quantidade de casas novas concluídas em março foi de 48 mil.

    0
  • Allan Harper 24 de abril de 2012 at 15:09

    Caixa vai baixar os juros para o Minha Casa, Minha Vida
    Depois de reduzir os juros para o crédito ao consumidor e em outras linhas de empréstimos, a Caixa Econômica Federal (CEF) disse, nesta terça-feira, que o próximo passo é oferecer juro menor para o Minha Casa, Minha Vida. O anúncio, disse Hereda, poderá ser feito nesta quarta-feira, durante entrevista coletiva com a imprensa, quando o banco divulgará o calendário dos tradicionais Feirões da Caixa, que neste ano tem início previsto para o dia 4 de maio.

    “Teremos novidades em relação a juros também”, disse o presidente da Caixa, Jorge Hereda, após participar da cerimônia do lançamento PAC 2 Mobilidade, no Palácio do Planalto, sem, no entanto, dar pistas do tamanho do corte. “É o Feirão da casa própria que a Caixa faz todo ano. Vamos oferecer nossa linha de crédito a juros mais baixos para móveis, também para eletrodomésticos e para o Minha Casa, Minha Vida”.

    A Caixa e o Banco do Brasil reduziram, no início do mês, os juros cobrados em várias linhas de empréstimo. A atuação dos bancos públicos começou a ser seguida pelos bancos privados. Para o presidente da CEF, a reação dos bancos privados era “esperada”. E disparou: “Existe uma grande confusão nessa coisa de baixar juros. Muita gente baixou juro para nichos, mas a Caixa baixou os juros para todo mundo”. Ele contou que desde a segunda-feira as agências da Caixa está abrindo suas agências todos os dias uma hora antes do início do expediente bancário regular para atender correntistas e futuros clientes. Essa ação permanecerá até 11 de maio.

    0
    • Allan Harper 24 de abril de 2012 at 15:10

      fonte: *http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2012/04/24/internas_economia,290682/caixa-vai-baixar-os-juros-para-o-minha-casa-minha-vida.shtml

      0
    • Shakespeare 24 de abril de 2012 at 15:39

      ht tp://economia.uol.com.br/ultimas-noticias/redacao/2012/04/24/caixa-vai-cortar-juros-de-financiamento-de-imoveis.jhtm

      0
    • xyz 24 de abril de 2012 at 15:42

      Essa é para quem acha que a bolha não tem mais fôlego.
      O governo tudo vai fazer para manter a bolha inflando.
      Vai cometer as maiores irresponsabilidades.
      A bolha só estoura quando o governo quebrar.

      0
      • simone 24 de abril de 2012 at 16:31

        A bolha só estoura quando o governo quebrar.

        mas aí sera que devemos comprar dolar ?

        0
        • xyz 24 de abril de 2012 at 16:37

          Comprar dolar como forma de investimento é ilegal.
          O brasileiro só pode comprar dolar para viajar para o exterior.
          O que pode fazer é abrir uma conta no exterior e transferir o dinheiro, como o Anonymous já recomendou aqui.

          0
          • Sol de Sampa 24 de abril de 2012 at 16:40

            Aplicar em fundos cambiais USD não é ilegal…. e muito mais fácil, unico perigo é se resolverem taxar mais a aplicação, mas dá tempo de ganhar…

            0
          • simone 24 de abril de 2012 at 17:22

            como eu posso em porto alegre abrir uma conta no exterior ?

            0
          • Rafael 25 de abril de 2012 at 01:05

            Pode investir em fundo cambial. Bem melhor que arriscar manter dólar em caixa, sem contar o ágio e deságio das casas de cambio e ilegalidade. E bem mais prático que ter conta fora e arcar com custos de transferência. Tenho conta no BB e já vi que tem fundo cambial lá. Vi que o melhor é com aplicação de R$100.000, devido a taxa de adm de 0,8%. O de R$20.000 fica bem perto, com taxa de 1% e vale a pena também. O de menor valor, R$1000 a taxa é bem mais alta, 3%, e não compensa, a não ser que vc tenha bem pouquinho de $$, mas então, talvez seja melhor o fundo em Euro com taxa de 1,5%, mas com a crise forte lá eu não recomendo.

            Pelos meus estudos, o ganho do fundo ocorre mesmo com o dólar estável: se o dólar sobe, a valorização é maior que a oscilação do dólar. Se o dólar cai, a perda é menor que a oscilação do dólar.

            h tt p:// ww w.bb.com.br/portalbb/page3,116,2139,1,1,1,1.bb?codigoMenu=1092&codigoNoticia=8103&codigoRet=1434&bread=1

            Mais adiante minhas fichas vão p/ lá. Por enquanto estou na BOVESPA (não faço DT, e uso somente análise fundamentalista), no aguardo do desenrolar macroeconomico.

            Tenho um terreno à venda, mas só porque uma parente que é advogada e tem uma imobiliária, entre outros negócios, perguntou se eu queria vender, já que tinha comprado o terreno p/ construir e no final tive que me mudar p/ 540km – já estou no final da minha obra, onde resido – de distancia e não pretendo voltar. Logo veremos o resultado. Ela quer vender por R$166/m2. Eu paguei R$50/m2 em 2007, mas foi de graça, na época. Terreno no bairro mais nobre de uma cidade de 60.000 habitantes. Era o mesmo preço pedido em bairros da periferia, próximo à “comunidades”. IPTU é R$180/ano, uma pechincha. Nenhum gasto extra. Pena que não é na cidade do Ricardo!

            0
      • Etmso 24 de abril de 2012 at 16:39

        Estava meio sumido daqui, mas as vezes eu entro eu dou uma olhada para ver se existe alguma novidade.

        Foi o que eu sempre falei, enquanto o governo tiver lenha, ele vai queimar, eu já havia falado das reservas bilhonárias, da importância da manuntenção da imagem de país sede dos eventos 14 – 16, imagem partidária, etc.

        Um amigo do JP Morgan a um ano atrás, já havia me alertado que o Brasil passaria por um processo de drástica redução de juros este ano.

        O setor de construção é vital para o Brasil, 30% dos empregos formais vem da construção, o governo não vai deixar a roda parar, vai queimar todas suas fichas (diga-se de passagem, nossas) para manter o setor no minimo morno. Pq quem está pagando esta redução de spread somos nós, não tenham dúvidas.

        Não creio que a redução dos juros, aumentará os preços dos imóveis, a não ser que venham juros abaixo de 6 % a.a., mas os juros baixos fazem com que o consumidor acostume com os valores altos, pela ilusão da parcela menor. O governo ainda tem mais uma carta na manga que é a utilização do FGTS para imóveis acima de 500k, nos subestimamos a capacidade dos nosso dirigentes em organização, mas tenham certeza que construtora/governante/banco é a mesma pessoa e nós somos outra, a que paga IR.

        0
        • RosinhA 24 de abril de 2012 at 16:58

          Etmso, difícil falar hein, o governo pode jogar o que quiser o tamanho do ralo é grande, a conta que ainda não fizemos nos imóveis é se a demanda brasileira é mesmo necessária na quantidade ofertada a poucos anos, o que seria a sobreoferta. Frequento aqui a alguns poucos meses e não vi este número concreto, sem isso não poderíamos ser a Mãe Diná e prever nosso próprio futuro, se alguém conseguir ajudar em dados seria muito bom.

          Mas tb concordo na parte de 14/16 e desfile do governo, mas seguram até lá esta que é a principal pergunta.

          0
          • Luiz 24 de abril de 2012 at 17:55

            rosinha já fiz esta conta em tempos passados
            a demanda por imoveis acima de 170k, acima do MCMV está em 0,5% da pop por ano, dividido pro 3 para saber o numero de domicilios

            total do BR 300 mil/ano
            SP = 20 mil novas casas/ano
            RMSP = 15 mil novas casas/ano

            A sobreoferta é dificil de calcular exato pq não consigo desagregar os dados, mas gira em 50% a 100% a mais.

            0
            • RosinhA 24 de abril de 2012 at 19:35

              Não acho que pode ser esta quantidade 50 a 100% Luiz senão teríamos tido resultados muitos piores de vendas a mais tempo, é muita sobreoferta, acho que só chegaríamos a estes números com bolha criada mesmo. Isso ainda descontando o MCMV se entendi direito né.

              0
        • Sol de Sampa 24 de abril de 2012 at 17:42

          Etmso, sem chance de financiarem imoveis acima de 500 k na situação atual.. tem muita encrenca pra mexer nisso e o conselho curador do FGTS tem muitas razões pra impedir… acho que a Dilma não tem saida nesse sentido… acho que até já foi convencida, senão teria liberado pras obras da copa…

          0
          • Etmso 25 de abril de 2012 at 00:46

            Eu também acho que este aumento da utilização do FGTS deva demorar mais um pouco, pois a idéia do governo é trabalhar na escala (volume), ou seja é melhor consumir o fundo por muitos imóveis abaixo de 500k, atingindo um público maior.

            Mas talvez saia algo estratificado, pois SP, BSB, RIO, os imóveis classe média acima de 75m2 estão acima de 500k. Mas olhando o todo, e o governo sempre toma suas decisões olhando o todo, os imóveis acima de 500k atingim uma parcela da população reduzida. Mas em contrapartida tem a pressão das construtoras, que como eu já havia falado, é a mesma pessoa governo-construtora.

            Eu também concordo, que estamos vivendo um desajuste entre entregas-oferta e demanda, e em contrapartida diminuição de lançamentos, então devemos viver um período de sobre oferta. Mas será esta suficiente para derrubar os preços? Acho que haverá um descolamento entre os preços dos imóveis novos e usados ainda maior.

            Sem efeito estatístico, sábado eu fui dar umas voltas por lançamentos, na região da vila mariana – sp, alguns prédios já foram totalmentes vendidos, achei muito estranho, e fui investigar…descobri que os imóveis novos onde a construtora flexibiliza a entrada, são rápidamente vendidos, entretanto, os imóveis que precisam de uma entrada maior, demoram mais a vender. Isto pq os “investidores” preferem dar o menor valor possível até as chaves, alto risco, mas é o que acontece. E digo, eles estão voltando silenciosamente em alguns lugares estratégicos.

            0
  • Rico 24 de abril de 2012 at 15:42

    h t t p : / / w w w 1 . f olha.uol.com.br/mercado/1080718-caixa-anuncia-que-fara-reducao-da-taxa-do-credito-imobiliario.shtml

    Não vejo com maus olhos essa ação da Caixa e do governo. Porque os desesperados já compraram imóveis. Outra o estoque está muito alto. Para quem vai comprar no futuro, com valores realistas, espero, é uma boa notícia.

    0
    • Carlos_ 24 de abril de 2012 at 15:59

      Essa notícia é pela metade. Em outros sites dá a entender que isso é restrito ao mcmv. Vamos ver.

      0
    • Johnny Real State 24 de abril de 2012 at 16:04

      Como será que vai ficar os financiamentos já em andamento?

      0
    • Dan 24 de abril de 2012 at 16:19

      Não vejo nenhuma medida econômica tomada na surdina por esse governo com bons olhos! Nesse mato tem coelho! Alguém se habilita a destrinchar o significado dessa medida?

      0
      • John 24 de abril de 2012 at 16:25

        Empurrar o problema para frente, de preferência para depois das eleições. O Brasil parecia o top dos tops mas a indústria já demonstrou estar ratiando. Então o governo está forçando as pessoas a gastarem para dar uma ilusão de pujança. Até vão remunerar menos a poupança, prejudicando ainda mais quem não quer gastar agora.

        0
      • Sol de Sampa 24 de abril de 2012 at 16:29

        Tentar aquecere vendas no MCMD e com isso tentar contaminar o mercado para regular preços (um pouquinho pelo menos) … acho que o governo agora está sinalizando para as construtoras, depois dos bancos é a vez de vcs… ahahahah

        0
        • Sol de Sampa 24 de abril de 2012 at 16:38

          O mais importante pessoal é ver realmente o resultado de todas essas ações… acho que estão dançando o samba do criolo doido e nada, efetivamente nada está dando resultado… somente na midia é claro parece que o país está ótimo e cheio de oportunidades e soluções…

          é um porre mas repito eu finjo que abaixo, vcs que fingem que creditem…
          não é tão facíl mudar patamares de ganho financeiro entre os bancos… se fosse vcs não acham que governantes anteriores já teriam feito isso????

          vamos ver se serev de lição …

          o Itau já teve um tombo de 3,4 bi no lucro só no 1º trimestre e isso sem mexeer em juros e spread… Vc acha que vão querer amargar mais até o final do ano.. Itau é bco de elite, muito bem estruturado …..esperem pra ver Bradesco… pior ainda quero ver Santander e HSBC.

          A economia entrou em recessão e a plenitude disso deve ser realmente percebida em uns 2 meses… Mais uma vez Profeta Miguel Jacó vai acertar na mosca…(ou na bolha)..

          0
          • RosinhA 24 de abril de 2012 at 16:47

            Fora os “ativos” dos bancos que seriam devolvidos carros, casas, calotes etc, o buraco está aumentando, se der sempre cenoura para o cavalo para que ele trabalhe, esse irá se acostumar, e sempre exigirá troca, ou seriam jumentos ou seriam burros sei lá dá pra entender né.

            0
          • Rico 25 de abril de 2012 at 11:35

            O povo já está no limite do endividamento. Acredito que o governo devia focar em renegociação de dívidas, intervenção nas empresas com problemas (sim, garantir a entrega de imóveis) e liquidá-las ou recuperá-las depois, vendendo-as com lucro.
            Um governo deve cuidar da população, não de interesses próprios (leia-se reeleger).

            0
        • RosinhA 24 de abril de 2012 at 16:38

          Tentando estruturar a base da pirâmide, mas não podem esquecer que o alicerce é a parte que sustenta a construção, e onde se obtém o maior número de votos tb.

          0
    • Galvão 24 de abril de 2012 at 16:38

      O que se tem visto até agora é que todo incentivo ou facilidade provocada para aquisição do imóvel faz o preço subir. Portanto, acredito que essa ação poderá provocar um repique nos preços sim, pois na hora de comprar as pessoas não avaliam o preço, mas sim se a prestação cabe no orçamento.

      Se a taxa abaixa, pra manter o mesmo valor da parcela, que é o que as pessoas levam em conta, o valor do imóvel fica maior.

      0
      • GB 24 de abril de 2012 at 16:57

        Eu tenho visto um monte de incentivos de dezembro para cá e só tenho visto o valor cair.

        O problema e que essas medidas não criam renda, o brasileiro precisa de $$$$, não de mais dívida, de dívida ele já tem bastante.

        Essas medidas podem atrair sardinhas, mas a maioria delas já está na rede, já estão com seus micos encalhados, há poucas livres ainda nadando nesse oceano.

        0
        • Luiz 24 de abril de 2012 at 17:49

          GB, sabe o que acontece qdo aumenta o crédito… imediatamente aumenta o preço das coisas… tv, carro, todos tiveram ajustes esta semana.

          aumento de renda precisa vir acompanhado de aumento de produção, aumento de PIB. A diferença chama-se inflação.

          0
  • Leno 24 de abril de 2012 at 16:16

    Acho que é novo tópico.

    *http://www1.folha.uol.com.br/mercado/1080718-caixa-anuncia-que-fara-reducao-da-taxa-do-credito-imobiliario.shtml

    0
  • Sergio Figueiredo 24 de abril de 2012 at 16:29

    Olha só que link bacana: Parece a versão “canadense” deste blog. Os comentários são do mesmo estilo que o daqui. Vejam o exemplo abaixo:

    Comentário do Cirilo que está no Canada (talvez junto com a Luiza):
    “There is no housing bubble in Canada. You Americans just don’t understand what is happening up here.”
    Ele justifica dizendo que faltam terrenos e que há muitos chineses ricos.

    Respostas:
    “Your post sounds exactly like arguments I used to hear that there was no housing bubble in Orange County, California…the “their not making any more land” argument (ocean on one side, mountains on the other), the “wealthy immigrants” argument (e aí vai…)”

    Outra resposta
    “Every kind of bubble is manipulated. The media contributes to the boom and the bust. If you look back on Vancouver’s real estate, history repeats itself and similar things were said.”

    0
    • Sergio Figueiredo 24 de abril de 2012 at 16:30

      opa! o link:

      h t t p ://www.doctorhousingbubble.com/canada-housing-bubble-ripe-for-popping-vancouver-housing-bubble-2012-pop-real-estate-canada/

      Clicando no meu nome, vai direto para lá.

      0
      • Luiz 24 de abril de 2012 at 16:43

        Vancouver Island Prices Down 8% Sales Plummeting
        I love the title. Slightly? 8% is Slightly? If you put 5% down you are stuck. If you put 10% down you still can’t cover transaction costs and need to bring a big check to closing. Housing prices fall slightly on the Island

        The drop was in all six zones, with Nanaimo, Comox Valley and Port Alberni reporting the least drop in property values, at -5% compared to a year ago, while Campbell River reported the greatest change at -11%. Sales volumes also dipped, with Port Alberni volumes down -20% in Port Alberni, up to -38% in Cowichan Valley. Sales fell 22% in Nanaimo.

        They don’t report total inventory so there is no way to calculate Months of Inventory (MOI)

        0
      • Sergio Figueiredo 24 de abril de 2012 at 17:21

        Também me identifiquei muito com o comentário a seguir. Eu destaquei em negrito os trechos mais parecidos:
        ——
        Saint Patrick
        January 20, 2012 at 4:12 pm

        I’ve lived in Vancouver my entire 47 years. I’ve owned 4 properties. I’ve traveled extensively around the globe. So what.
        Let’s be honest Vancouverites. The weather in Van is some of the worst weather anywhere. It has been minus 3 or so for the last week. Now it’s freezing rain. It will continue to rain fairly steadily until May or even June or July as it did last summer. The weather sucks. Please don’t retort with “the best weather in the world” because it’s actually some of the worst.
        What do we do in Vancouver? What do we manufacture? Where is the industry? The sad truth is that other than a couple of small companies we don’t manufacture anything.
        Vancouver has quickly become a service industry town.
        We buy and sell stuff to each other like houses and this does not create long term sustainable employment.
        Our children will graduate from university and if they aren’t selling real estate then they will have to work at Earle’s singing happy birthday to customers. // Adorei essa!!
        The city is crawling with gang activity.
        We are forced to compete with Chinese money to buy a home. I had to earn my money through hard word and being competitive. I wasn’t able to manufacture using slave labor paying little to no taxes.
        Soon your local Starbucks will close, the won’t be able to keep employees around because where is someone who earns minimum wage going to live in Vancouver and if they have to cross a toll bridge to get to work forget it. // Lembro que alguém já disse aqui que o comércio de menor valor agregado começa a desaparecer em regiões supervalorizadas.
        I have lived and owned in Kitsilano since 1993. It was a vibrant busy place back then but now on a Saturday or Sunday evening west Broadway is a ghost town.
        I counted 21 lease signs on various commercial buildings on one street in Kitsilano. I actually spoke with an owner who was packing the last of her things into her car from one of these closed businesses and I asked her why she thought business is so slow? She didn’t hesitate and said “no one has any disposable income because they have spent it all on their house”.

        A bolha por lá parece já estar estourando. As atividades econômicas já estão diminuindo.

        0
        • Luiz 24 de abril de 2012 at 18:13

          incirvel semelhança

          0
        • Vailton 2 de maio de 2012 at 20:13

          Fala Sérgio, Beleza cara?
          Eu conheço bem Vancouver, tenho ido lá algumas vezes, antes e depois do estouro da bolha. Apesar de Vancouver seja uma cidade fantástica e posso assinar embaixo da matéria que você postou.
          O mercado imobiliário de Vancouver estava bombando terrivelmente nos anos que antecederam o Vancouver Winter Games 2010. O valor dos imóveis subia 100-200 mil dolares em média todo ano.
          E apesar de ser linda, a cidade realmente não tem mais atividade manufatureira, indústrias, etc… é só comércio de mercadorias. A população de Vancouver é mais da metade de Chineses ! Isso mesmo mais da metade de Chineses que ganharam dinheiro na China, compram uma casa em Van e trazem a familia inteira.
          A província de British Columbia (famosa BC) tem muito dinheiro, graças à pesca, madeira e petróleo. Então a população idosa acaba recebendo bastante $, os Chineses também trazem muito $$ para Van. Acontece, que isso acaba tornando a economia da cidade muito baseada no consumo e não na produção…
          Enfim, não havia recursos de longo prazo para sustentar a alta nos preços dos imóveis… Então a bolha estourou antes mesmo de os jogos iniciarem..
          Agora pensa comigo, se Vancouver que tem uma estrutura show de bola (se vc conhecer Kitsilano Beach irá concordar) passou por isso, imagina o Rio de Janeiro e São Paulo, que são cidades caras, sujas e feias (com todo respeito aos colegas dessas cidades, até porque eu também sou de SP) !
          Resumindo, não temos nenhum mínimo de infra-estrutura…. aliás somente isso, mais empregos de alto nível somado a boas linhas de crédito poderiam dar sustentabilidade à bolha…
          Então amigo… pode esperar que se em Van está assim.. aqui vai ficar pior! Abraços

          0
  • GB 24 de abril de 2012 at 16:39

    Essas construtoras devem estar desesperadamente atrás de recursos, não repassar a comissão agora e só passar no futuro é um modo de fazer isso.

    Interessante a saída encontrada por elas, quero ver que corretor vai querer trabalhar assim, só recebendo daqui a 2, 3, anos.

    O lado bom é que aí eles vão torcer para que os empreendimentos não atrasem. kkkkk

    0
  • GB 24 de abril de 2012 at 16:49

    O melhor de tudo é que é a mesma corretora que está vendendo esses aptos (os de R$ 185k que viraram 160k, esse agora de 120k que eu ainda não sei se era um dos de 160k), então das 2 uma: ou houve uma briga e o proprietário obrigou que vendesse a R$ 120k ou é ela quem já está incentivando o pessoal a vender por isso.

    De qualquer forma isso vai ser muito interessante, os outros proprietários vão se perguntar por que não conseguem vender e se seria o caso de reduzirem também como o outro fez, esse é o 1º ponto.

    Mas pode acontecer de mesmo a 120k ele não ser vendido, aí a casa cai, vai mostrar que o valor que o pessoal quer pagar é ainda mais baixo.

    Eu particularmente tenho esse valor na poupança, mas acho que logo os outros vão baixar também, sendo ou não esse de 120k vendido.

    Eu sei, eu sou um garoto muito mau.

    0
    • GB 24 de abril de 2012 at 17:03

      Eu poderia chegar com meu cavalo branco, meu helmo, meu escudo e minha espada reluzente e salvar um proprieTrouxa desse destino triste de ficar com esse mico encalhado, mas não vou por óleo nessa indústria doente, só vou comprar quando os preços estiverem lá embaixo, não tenho dó, tentaram abusar do mercado então eles merecem isso.

      0
      • Fred 24 de abril de 2012 at 17:51

        GB, esse apê de 120 tá ficando famoso e vai acabar subindo de preço. Figura!!! 🙂

        0
  • Pessimista 24 de abril de 2012 at 16:50

    Caros participantes

    Acompanho há bastante tempo este espaço e não costumo opinar. Todavia, vejo que meu depoimento poderá servir de base para aclarar o cenário para aqueles que não acreditam que o país está à beira de um colapso financeiro de grande monta, especialmente no que pertine ao mercado imobiliário. Pois bem, sendo sócio administrador de uma banca de advogados posso afirmar que a inadimplência em geral está alcançando níveis nunca dantes vistos (nunca antes nesse país – não é assim que alguém falava?). Condomínios estão tendo que reduzir serviços porque a nova geração de condôminos não pode pagar o valor da cota necessária (antigos moradores com maior renda migraram para novos empreendimentos com valor de condomínio mais caro causando uma inadimplência de “alto nível”, enquanto suas unidades foram vendidas à base de crédito para a nova e sofrida classe emergente que não está conseguindo arcar com o financiamento e demais obrigações); locadores estão negociando a devolução de imóveis (a primeira orientação é pegar as chaves o quanto antes por acordo, distratar a locação e discutir o débito mais à frente na morosa e difícil via judicial). Vejo empreendimentos prontos vazios porque a grande massa de compradores não pode pagar a prestação relativa às chaves. O condomínio onde resido há mais de 13 anos nunca sofreu por tamanha inadimplência e nunca vi tantas placas de venda espalhadas em todos os cantos por onde ando.
    Sou advogado de Condomínios, construtoras, imobiliárias, empresas em geral e pessoas físicas e a minha impressão é a de que os brasileiros se endividaram grosseiramente em uma farra de crédito, embeberam-se da doce ilusão patrocinada pelo grande capital e pelos nossos digníssimos governantes e agora estão no mesmo barco de portugueses, espanhóis, gregos, italianos e outros, e que por sinal está fazendo água.
    Há quinze anos, visitando um certo país europeu minha digníssima esposa (que é europeia) disse: “esse povo está vivendo muito melhor do que nós do Brasil pois todo mundo está aumentando a casa, comprando móveis italianos e viajando para todos os cantos do mundo pagando juros baixos nos bancos, no que retruquei: ninguém pode viver tomando empréstimo para embelezar casa, viajar e gastar sem sentido e essa atitude seria devastadora em um futuro próximo”. Não preciso dizer que a minha senhora ficou brava e disse que eu era pessimista. Pode ser verdade que eu seja pessimista, pois que realmente não vejo muita sapiência no ser humano nem mesmo senso de justiça, mas que eu estava certo, estava!.
    P.S. pelo menos o país europeu utilizou boa parte da farra do crédito internacional em boa infraestrutura e de dar inveja ao nosso terrível transporte urbano e à lama que nossos governantes tem coragem de chamar de asfalto.

    0
    • Carlos_ 24 de abril de 2012 at 17:15

      Obrigado pelo depoimento.

      0
    • GB 24 de abril de 2012 at 17:15

      Tudo isso hoje está muito às escondidas, a coisa vai ficar muito feia quando o governo não puder mais segurar as pontas e deixar cair esse manto com o qual ele encobre todos esses problmas.

      Eu acho que a bolha vai estourar de vez com a valorização do dólar, os produtos importados vão ficar mais caros e isso vai fazer a inflação subir em todos os ramos, principalmente supermercados, aí não vai ter jeito, a SELIC sobe novamente e a recessão e o desemprego estão oficialmente estabelecidos.

      0
      • Mecia 24 de abril de 2012 at 17:39

        Disse tudo GB.
        O Foda é que se isso acontecer ferra com todo mundo..
        Tu nao tem medo de que isso aconteça e tu perca teu emprego ou passe anos sem um aumento?
        Ai é que danosse, ninguem compra mais imoveis..
        ploc

        0
        • GB 24 de abril de 2012 at 22:06

          Eu tenho meu cargo público e são nesses momentos de instabilidade que ele é mais necessário, portanto estou blindado.

          Eu estou disposto a correr o esse risco se puder compra rum imóvel por preço justo.

          0
          • Rico 25 de abril de 2012 at 11:58

            Ou seja, “que o mundo exploda. Vou assistir de camarote. ”

            Lamento essa forma de ver o mundo. Para mim não difere em nada o pensamento dos investitrouxas. Só é o outro polo.

            0
            • MRCG 25 de abril de 2012 at 14:22

              Comprem um arma. Também sou servidor público e até uns anos atrás tinha até simpatia pelo movimento desarmamentista. Em outubro do ano passado comprei uma arma.

              0
              • Rico 25 de abril de 2012 at 16:47

                Levante muros e blinde o carro. A segurança pública que se ferre, vou proteger o meu

                Depois reclamam que a criminalidade está aumentando.

                Quem aqui foi em uma comunidade carente dar aula de alguma porcaria lá?

                0
          • Ricardo 25 de abril de 2012 at 14:27

            Os servidores públicos e aposentados foram os primeiros a terem salários congelados na Espanha… Você não é uma ilha, cara.

            0
            • Rico 25 de abril de 2012 at 16:44

              Isso é uma verdade. Se voltar a inflação prepare-se para comprar 1 litro de leite por 5.000 reais, sendo que seu salário vai estar congelado em 10.000.

              O que muitos acreditam aqui é que são imunes a uma crise porque são concursados. Ledo engano. Todo mundo vai se ferrar de um jeito ou de outro.

              Mas tem aquela velha história que o fazendeiro ao perder a metade da propriedade em uma tempestade pergunta:
              – E meu vizinho?
              – Perdeu tudo.
              E o mesmo responde:
              – Então não foi tão ruim assim…

              0
              • Charles 25 de abril de 2012 at 17:49

                O Cirilo contou essa historia em um de seus posts.

                Que coincidencia…

                0
                • Rico 26 de abril de 2012 at 10:01

                  O problema que qualquer opinião que divirja do que se deseja vira motivo para ser esculachado.

                  Isso é patológico e se chama sociopatia.

                  Coincidência é vários aqui ter essa patologia.

                  0
    • Anonymous 24 de abril de 2012 at 17:36

      Voce não é pessimista, mas sim REALISTA. O que voce está constatando, voce mesmo deduziu quando visitou o pais europeu.

      0
      • Luiz 24 de abril de 2012 at 18:11

        tbm acho

        0
    • Júlio Cesar 24 de abril de 2012 at 19:06

      Pessimista, parabéns pelo relato. Como dizia o colega, voce não é pessimista, é realista. Otimismo desvinculado da realidade é conto de fadas.

      0
    • Roc 25 de abril de 2012 at 12:30

      Excelente comentário. Sempre é bom ouvir pessoas que estão no meio disso tudo. Entre ficar com a palavra do Presidente do SECOVI ou com a palavra da turma que trabalha nesse ramo, adivinhem qual a minha escolha? 🙂

      0
  • Luiz 24 de abril de 2012 at 16:53

    Publiquei o MANUAL DO TROLL um bom tempo atrás, então vou relembrar pros novos algumas estratégias:

    Nunca responde as perguntas
    Nunca entra em detalhes
    Sempre desvia a conversa
    Sempre mantem um ar misterioso
    Sempre idealista e desinteressado
    Sempre se coloca como um rico vencedor e feliz
    Só conta a verdade que interessa,
    Omite os detalhes que prejudicam
    Tenta te desmoralizar impingindo frases que vc não falou
    Tenta se elevar combatendo inimigos imaginários

    E se tudo falhar eles entram no lado pessoal

    0
    • Adriano 24 de abril de 2012 at 18:17

      KKKKKKKKK. Isso aconteceu agora pouco aqui em cima com o único comentário que fiz. Já ia entrar com a chuteira levantada dizendo que era troll, mas respondi na boa só pra ver o que o mulambo falava. Não deu outra, não respondeu nada do que argumentei, TROLL NA VEIA. Nunca mais comento nada do que esse TROLL postar.

      0
    • RosinhA 24 de abril de 2012 at 19:40

      Sabendo disso usarei mais a tecla pg down.

      0
  • Carlos_ 24 de abril de 2012 at 17:14

    Vamos esperar a Caixa se posicionar oficialmente. Os sites estão pipocando de notícias superficiais, mantendo o baixo padrão jornalístico que estamos acustumados a ver, mas pelo o que eu entendi a queda será apenas para o MCMV.

    0
    • GB 24 de abril de 2012 at 17:24

      Sempre que aparece uma notícia qualquer dessas há um repique na bolsa, previsível.

      Mas como o colega disse, são notícias superficiais, a CAIXA não disse quanto vai baixar de juros, espero que seja quase nada, aí volta a cair de novo e mais forte, essas sardinhas.

      0
      • Júlio Cesar 24 de abril de 2012 at 19:12

        Pra trazer as prestações da casa própria à realidade dos brasileiros, os juros vão ter que ser negativos, senão vai ficar praticamente na mesma.

        0
  • Carlos_ 24 de abril de 2012 at 17:44

    Pessoal, venho acompanhando um empreendiendo da Rossi no Rio, o Pier Residência, na Barra.

    Esse era um dos empreendimentos 100% vendidos e derretidos no lançamento, como estamos acustumados a ouvir falar. Conheço varios moradores da região, chamada de Barrinha, e todo mundo sempre comentava que tinha sido tudo vendido.

    Pois bem, se hoje tem 5 apartamentos ocupados, é muito. O local está deserto, quase de dar medo. Pior que isso, a Rossi ressuscitou a venda, apesar do 100% vendido. E colocou corretor de plantão e stand de vendas e até faz publicidade na internet.

    Lembrando que não tem como ser barato lá. Demoliram vários moteis para construir e os prédios só tem 3 andares por causa do gabarito da região. Então o terreno foi caro, pois os caras toparem vender o motel deles a proposta deve ter sido boa. Fora o custo da demolição.

    Outro fato importante é lembrar que isso foi um pouco antes da bolha. Então o que foi caro na época vai parecer barato hoje.

    Fico fazendo um exercício de especulação para tentar entender o que aconteceu.

    Se está na mãos de investidores, eles compraram e a Rossi saiu do jogo. Não parece ser o caso, porque a Rossi tem volume suficiente de estoque lá para valer a pena recriar o stand, colocar corretor e até fazer anúncios.

    Se estava esgotada na planta, como apareceu esse estoque todo com a construtora? Se foi devolução, acho mais estranho ainda, pois o cara comprou na planta em tempos pré-bolha e não é possível que o saldo devedor dele na entrega das chaves seja maior que o ‘preço de mercado’ do imóvel. Dever ser metade do que dizem que vale. Putz, o cara não consegui repassar nem pelo preço de custo e ainda perdeu a entrada?

    Ou será que a Rossi mentiu com seu 100% vendido e agora, que o bicho está pegando, não está mais segurando para especular e colocou o estoque a venda.

    Vale lembrar que em Laranjeiras a Rossi também me apareceu com diversos apartamentos de um empreendimento que estava 100% vendido e esse nem teve ainda as entrega das chaves para justificar possíveis devoluções.

    O ministério público poderia se coçar e investigar isso, pois está me cheirando a estelionato. O cara que comprou para revender, é um direito dele, agora se vê concorrendo com a construtora que dizia para ele que não tinha mais nada de estoque, que tinha vendido tudo.

    0
    • Adriano 24 de abril de 2012 at 18:48

      Na maioria dos casos, funciona assim: quando o cara quer devolver por falta de capacidade ou simplesmente por não querer entrar no financiamento, a construtora se prontifica a devolver normalmente de 50% ou 70% do valor pago reajustado pela inflação, APENAS QUANDO CONSEGUIR REVENDER. Se o cara fez o negócio sem preço bolhudo e ele hj agredita nos preços com bolha, pode realmente querer devolver para construtora revender. Isto demonstra o FATO JÁ INCONTESTÁVEL que a maioria desses empreendimentos foi “derretido” por especuladores.

      0
    • Ricardo 24 de abril de 2012 at 22:28

      Podem haver varias explicacoes, a mais provavel e q quem comprou pagou a poupanca, mais nao consegue financiamento para o saldo. Neztes casos deolve o imovel e recebe$ ou troca por outro ainda na planta, ganhando tempo para se organisar e pagar o q deve. Ja o construtor aumenta o estoque, vende ou hipoteca e faz $ + rapido.

      0
    • Carlos_ 25 de abril de 2012 at 08:27

      Adriano, Ricardo, entendo a dinâmica de compra e devolução na planta. O que não entendo é a devolução antes da entrega das chaves, o que supostamente aconteceu aos montes no empreendimento da Rossi em Laranjeiras, e a devolução em massa de um empreendimento de 2008, com preços pré-bolha, como esse da Barra.

      Fica a impressão que nunca foram vendidos de verdade. No caso da Barra, preço de 2008 mais INCC seria uma pechincha. Mesmo assim não conseguiram repassar nem por 10 mil a mais, tiveram que perder uma grana e devolver para a construtora?

      O interessante é ver que nos dois cenários, a Rossi mentindo ou os compradores devolvendo, alguma coisa muito errada está acontecendo com esse mercado.

      0
      • xangai 25 de abril de 2012 at 09:00

        Carlos_
        Dificil entender , mas acredito que todos do Blog ja passaram por tal dilema.
        No ABC, “olhando” ( nao exatamente procurando ) apto ha 1 ano … foi sempre a mesma coisa ::: 100% vendido ou so falta 2 unidade ou sei la…. as vesperas de entregar aparece um monte vendendo … ouuuu pior , depois da entrega metade ou mais do treco todo apagado .

        Existia uma teoria no Blog que fazia sentido : na venda a propria encorporadora reserva unidades futuras ( esperando que vai conseguir aumentar os precos ) ou no minimo ( um fato ) reserva melhores unidades ( altura, sol , barulho ,etc ) e tenta desovar as piores primeiro.

        Como erraram nas contas ou no otimismo … nao venderam nem antes nem depois.

        Bolha …
        acho que ta na hora de medir algumas “percepcoes” … que tal recomecar os pools ?!?

        Que tal criar um para esse topico: ” voce ja viu/ouviu “100% vendido” e depois viu/ouviu depois de x meses/anos :: “pronto para morar varias unidades diponiveis” …

        Well .. nao exatemente assim … you know !

        Alias… quantos acessos e leitores atuais no Blog ?!?!

        0
      • Ricardo 25 de abril de 2012 at 12:02

        A construtora não ia dar tiro no próprio pé. Isto é revenda. Conforme disse anteriormente, a revenda é a única característica de bolha que exista atualmente no mercado brasileiro. O resto é teoria apocaliptica.

        0
        • danilo 25 de abril de 2012 at 22:54

          Ricardo.
          Uma pergunta.
          Vc poderia listar as 3 principais características de uma bolha imobiliária na sua concepçao?

          0
  • Anonymous 24 de abril de 2012 at 17:48

    * Aqui a variação do Dolar no último mes.
    “http://finance.yahoo.com/echarts?s=USDBRL%3DX+Interactive#symbol=;range=1m;compare=;indicator=volume;charttype=area;crosshair=on;ohlcvalues=0;logscale=off;source=undefined;”

    * Aqui o que voce pode fazer, tudo dentro da Lei, POR ENQUANTO.

    Passagens pela American Airlines, cerca de 2000 Reais ida e volta. Hoteis perto do aeroporto (os hoteis oferecem transporte gratis – shuttle)

    Sleep Inn Miami Airport, $ 120 USD/night
    “www.sleepinn.com/hotel-miami_springs-florida-FL817”

    Comfort Inn & Suites Miami Airport, $ 116 USD/night
    “www.comfortinn.com/hotel-miami_springs-florida-FL818”

    * Banco perto dos hoteis (dá para ir a pé)
    “https://www.wellsfargo.com/”
    4299 NW 36th St, Miami Springs, FL 33166
    Phone: +1 (305) 351-9818

    1 – Levar extrato mostrando o endereço na Banânia e o passaporte.

    2 – Preencher o W8-BEN (receita Americana para caracterizar estrangeiro não residente). Fazer o download no seguinte link “www.irs.gov/pub/irs-pdf/fw8ben.pdf”

    3 – Abrir uma savings account com pouco dinheiro (300 USD já é suficiente).

    4 – Na volta, enviar o dinheiro pelo sistema bancário bananense.

    5 – Esperar tanto pela alta da inflação quanto pela alta do dolar.

    0
    • Leo 24 de abril de 2012 at 18:40

      Anonymous, como falei em outro topico, estou prestes a mandar parte do meu dinheiro para os US. Mas , no entanto, fiquei um tanto preocupado depois que vi o video do Peter Schiff. Onde ele diz que o Dolar vai se desvalorizar no curto prazo…

      Qual a sua opiniao sobre isso ?

      0
      • Anonymous 24 de abril de 2012 at 19:49

        De fato, está sendo impressos uma quantidade muito grande de dólares. Isso já está fazendo o Real valorizar, trazendo benefícios para quem converte Real da Banânia para Dolar nos EUA. Por isso venho insistindo que é hora de abrir conta em banco dos EUA.

        Entretanto, dificilmente ocorrerá inflação nos EUA. A razão é que o dolar, ao contrário do que muitos dizem, é a única moeda lastreada em alguma coisa. O dolar é lastreado em PETRÓLEO pois quando o Nixon acabou com o lastreamento em OURO, ao mesmo tempo fez acordos com a Arábia Saudita para que o petróleo fosse vendido somente em dólares. Em troca disso, os EUA protegem a familia Saudita com bases militares. É muito difícil um Americano aceitar que é o lastro em PETRÓLEO, inclusive o Peter Schiff, que é a causa principal do enriquecimento dos EUA. Aceitar nisso, equivale também a parar de acreditar que os EUA invadem os países do Oriente Médio para levar a democracia até eles. Com a impressão de dólares, o que já está acontecendo é a subida do preço do PETRÓLEO.

        O verdadeiro risco é a Europa unir-se do ponto de vista político e com a ajuda da China e Russia, forçar a venda do PETRÓLEO em grandes quantidades em Euros. Se isso acontece, os EUA empobrecem da noite para o dia seguinte. É por esse motivo que a imprensa nos EUA vive falando em quebra do Euro, quebra da União Européia (e a imprensa bananense repete). Que viveu os tempos da guerra fria, percebe claramente que isso é o mesmo tipo de propaganda.

        Por último, convém deixar o dinheiro num banco Americano pois daqui o dinheiro pode ir para qualquer país sem voce ter que pedir favor, mostrar o imposto de renda, como acontece na Banânia. Se o mundo caminhar para o Euro, será muito mais fácil passar de Dolar estando num banco Americano para um banco Europeu.

        0
        • RosinhA 24 de abril de 2012 at 22:24

          Os chineses são muitos espertos, nunca duvide deles, acho que como disse seriam capazes de se unir com o produtores do oriente médio, tirando o atrelamento em dólar, e os americanos iriam aceitar na boa ficarem pobres tenho certeza que não, aí mexer com China, Rússia, Coréia do Norte e Irã reforçando aja bombas americanas para terceira guerra mundial.

          Já pensou o Brasil e emergentes não precisariam de reservas em dólar e poderiam sair queimando por aí, a maxi desvalorização seria ao contrário e coitados dos americanos.

          0
          • Charles 24 de abril de 2012 at 22:49

            Nãao é bem assim. Se o dolar afundar vai levar ao colapso todas as moedas nele lastreadas, e são muita, inclusive o real.

            Acontece que com o mundo afundando, um novo lastro deverá ser encontrado e quem pensou no ouro acertou.

            Quem possui as maiores reservas de ouro do mundo? Isso mesmo, EUA!

            Portanto, uma nova moeda forte poderia ser criada pelos EUA, lastreando-a em ouro, ao mesmo tempo em que suas dividas em dolar evaporem e eles voltem a ser a grande potencia dos tempos gloriosos.

            Li uma teoria de um economista que não me lembro quem é agora e achei bem plausivel.

            Segundo ele o colapso do dolar pode esatr sendo orquestrado para que os EUA se livrem de toda sua divida mundial.

            0
            • Sol de Sampa 25 de abril de 2012 at 00:59

              Charles…..Isso faz muito sentido… E pelo oportunismo próprio dos americanos tb é muito factível….

              só tenho duvidas quanto a quantidade de ouro nos EUA…
              quanto de ouro tem na China???? a Europa e a Russia ??? juntas dá quanto???

              0
        • simone 24 de abril de 2012 at 23:21

          qual banco americano tem em porto alegre

          0
          • Anonymous 25 de abril de 2012 at 03:03

            Não é possível abrir conta estando na Banânia. Voce tem que ir pessoalmente numa agência nos EUA. Aproveite as férias em MIAMI (ou qualquer outro lugar) e abra uma savings account conforme descrevi acima. Na volta voce começa a enviar dinheiro para a sua conta nos EUA, legalmente e pelo banco. Pode enviar até 3 mil dólares por mes, sem dar explicação alguma. Se for enviar uma grande quantidade, terá de mostrar sua declaração do IR para provar para o banco que o dinheiro é legal.

            0
            • Carlos_ 25 de abril de 2012 at 08:32

              Possível é, mas não legalmente. Já vi algumas pessoas usarem o citibank daqui para abrirem uma conta lá. Preenchem toda a papelada aqui. Depois o próprio citi manda a grana e a papelada para lá. Não sei se é legal, mas vi acontecendo com alguns conhecidos da família. Claro que as somas eram razoáveis, em torno de 100 mil dólares. Não devem querer fazer isso para pouca grana. E essas pessoas eram clientes antigas, com bom relacionamento com o gerente. Não acho que se alguem chegar no balcão do citibank do nada vai conseguir esse serviço.

              0
              • MRCG 25 de abril de 2012 at 15:00

                É legal sim, o cliente deve passar uma procuração para algum funcionário do banco que trabalha nos EUA, Suiça ou onde se deseja abrir a conta.

                0
              • Anonymous 25 de abril de 2012 at 22:37

                Carlos_,

                Depois de 11/Set/2001, houve uma mudança na Lei. Um funcionário do banco Americano tem que entrevistar pessoalmente o novo correntista. Quando o depósito for superior a 500 mil USD, alguns bancos enviam um funcionário até a Banânia para que ele entreviste o novo correntista pessoalmente. Essa conversa de procuração ou abertura de conta com um valor menor é enganação, pois nenhum funcionário de banco Americano vai correr o risco de ser preso por descumprir a Lei. Portanto, se voce tem MENOS de 500 mil USD, voce vai até o banco nos EUA. Entretanto, se voce tem mais de 500 mil US, o banco vai até voce onde voce estiver, inclusive na Banânia.

                0
  • Ploc Monsters 24 de abril de 2012 at 17:49

    Inadimplência limita queda de juros, diz diretor do Itaú

    Com a discussão de redução de juros nos empréstimos, o Itaú está preocupado com o super endividamento da população e aponta o nível de inadimplência como barreira a uma queda maior dos juros. “Gostaríamos de poder reduzir mais as taxas de juros, mas identificamos um cenário de inadimplência maior que o normal”, afirmou o diretor Corporativo de Controladoria do Itaú Unibanco, Rogério Calderón. “A inadimplência é o ponto de maior atenção para o banco agora”, destacou. “A queda de juros tem que ser feita com racionalidade.”

    Resultado: Lucro líquido do Itaú Unibanco cai para R$ 3,426 bi no 1º tri

    O banco já teve aumento das taxas de calotes no primeiro trimestre, tanto para períodos mais curtos (15 a 90 dias) como para longos (acima de 90 dias). “A inadimplência está subindo, mas já esteve em níveis piores no passado”, disse. Em alguns segmentos, como veículos e cartões, o Itaú reduziu o ritmo de aprovação de propostas de crédito que recebe. Em veículos, por exemplo, a taxa de propostas com sinal verde caiu de 35% para 20%.

    Segundo Calderón, a taxa de inadimplência do Itaú Unibanco deve seguir em alta nos próximos trimestres e se estabilizar mais para o final do ano. Ele destaca que a inadimplência para período mais curto (15 a 90 dias) aumentou muito no primeiro trimestre. Na pessoa física, houve alta de 100 pontos base, passando de 6,9% em dezembro para 7,9% no final de março. No total, o índice geral para esse período subiu de 4,4% para 4,8%. O executivo destaca que esse é um indício de que a taxa de calotes mais longo (atrasos acima de 90 dias) pode continuar em alta.

    0
  • Charles 24 de abril de 2012 at 18:09

    O grande problema é que o governo começou errado e vai continuar errado até o fim.

    Para eles, economia sustentavel é baseada no consumo, que por sua vez geram empregos, que por sua vez geram investimentos dos empresarios e tudo se torna um ciclo virtuoso maravilhoso e infinito.

    Não se deram conta que a poupança interna é o motor que reduz o custo do dinheiro, que por sua vez dá condições aos empresarios em investir em bens de capital e meios mais eficientes de produção, o que reduz o preço do produto final, ao mesmo tempo que não obriga a população a tomar credito e antecipar o consumo.

    Esse esquema armado é finito e estamos presenciando o seu esgotamento.

    As medidas de redução de juros, impostos, incentivos subsidiados via BNDES, protecionismo etc… são medidas desesperadas com o intuito de dar sobrevida à finitude do sistema e consequente estagnação da economia.

    A situação atual não é complicada de se entender, é necessário apenas lançar um olhar critico sobre os acontecimentos.

    Todos esses eventos que estamos presenciando é sinal claro de que a ECONOMIA VAI MAL DAS PERNAS. Ou será tudo isso um grande delirio nosso?

    0
    • Carlos_ 24 de abril de 2012 at 18:16

      Perfeita colocação.

      0
    • Miguel Jacó 24 de abril de 2012 at 20:40

      A economia vai mal das pernas.
      Os bancos brasileiros tem os maiores lucros do mundo.
      Indústria automobilística idem.
      Construtoras idem.

      Como secou a fonte, a única saída para tentar manter o consumo é reduzir os impostos e juros, que só existem neste patamar em um único lugar do Universo, o Planeta Banânia, para algo parecido com o praticado no Planeta Terra.

      Isto gera popularidade recorde, aplausos, e a idéia é essa mesmo, retardar ao máximo a manutenção da popularidade até outubro, quando haverá a Grande Oportunidade do Sistema Atual se enraizar nos diversos confins deste Planeta, e dominar a Banânia por muitas e muitas décadas.

      Não temos saídas, outros Sistemas Concorrentes são similares em objetivos, e o povo Bananáqueo se nega até a morte (devido à Grande Lavagem Cerebral imposta pela forte Matrix deste Planeta) a tomar a Pílula Vermelha da Verdade.

      Após o Outubro Vermelho, os Bananáqueos terão um choque de realidade muito grande, mas já se sabe de antemão que os culpados serão o Planeta Terra e seus subdesenvolvidos (e mergulhados em crise) integrantes:
      EUA, Alemanha, China e o resto da Europa.

      Basta saber se, finalmente, os bananáqueos seguirão as cartilhas gregas e espanholas de cura, ou migrarão para a Terra para entender como é o mundo real.

      0
      • RosinhA 24 de abril de 2012 at 21:56

        Miguel Jacó enraizado é muito ameno substituiria por “praga ” igual as de pasto, só acho que se a Alemanha, Eua e China, estiverem mergulhadas em crise em outubro, o mundo acaba em dezembro de 2012 mesmo com certeza, não vejo este panorama para estes países, estes detém quase metade das riquesas do planeta TERRA, estou acreditando mais em AVATAR, aqueles que roubam riquesa dos menos desenvolvidos pela força e tecnologia, poderia explicar melhor o porque.

        0
  • Zé Rodolfo 24 de abril de 2012 at 19:37

    Olá Pessoal!

    Moro em Curitiba a quase 10 anos, mas fui criado numa pequena cidade, 250km da capital, onde meus pais ainda residem.

    Apesar de acompanhar o site diariamente, participo muito pouco dos debates. Hoje porém tive que deixar o meu comentário. Cheguei em casa do trabalho e recebi o e-mail abaixo.

    Bom dia José Rodolfo

    Meu nome é XXX, sou Consultor Imobiliário da Rossi Incorporadora e Construtora, aqui na cidade de Curitiba .
    Estive na cidade de XXX (comentário: cidade dos meus pais) na semana passada para apresentar novidades do mercado imobiliário aos potenciais investidores da cidade. Conversei com algumas pessoas, como: XXX (Engenheiro), o Doutor YYY (médico), o Vice-Prefeito ZZZ, O gerente do banco KKK, a sra WWW, dentre outros. Nestes contatos realizados o seu nome foi indicado como potencial investidor no mercado imobiliário. Como Curitiba está crescendo muito neste setor, o rendimento previsto gira em torno de 15 a 35% ao ano, dependendo da localização e da qualidade do imóvel.
    As pessoas acima relacionadas ficaram muito interessadas na oportunidade de investimento oferecida e algumas delas já marcaram visita à Curitiba para fechar negócio.
    A Rossi Incorporadora é uma empresa sediada em São Paulo, opera no mercado há 30 anos e está presente em mais de 90 cidades brasileiras. Em Curitiba ela opera em parceria com construtoras renomadas como Irmãos Thá e Invespark. Oferecemos imóveis novos e na planta. Quando estive em Arapoti ofereci aos clientes três empreendimentos na planta, por se tratarem de novidades no mercado imobiliário de Curitiba: O Universe Open Square, que está sendo construído no centro da cidade, no cruzamento das ruas Vicente Machado, Comendador Araújo e Visconde do Rio Branco. Este será o maior edifício do sul do Brasil, com 44 andares e 152 metros de altura. Alia salas comercias, escritório e residencial nos últimos andares. O outro empreendimento é o Life Space, que fica em frente ao Shopping Curitiba. Com uma localização privilegiada entre o Centro e o Batel, é o único empreendimento com este conceito no sul do Brasil, pois alia moradia com serviços de hotelaria, um serviço inteligente que oferece comodidade e privacidade aos moradores. Este tipo de empreendimento só existe em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, sendo que é um conceito que já existe em cidades como Nova York e Tóquio. E o terceiro empreendimento é o Rossi 145, que fica a 200 metros do Jardim Botânico. Localização que dispensa comentários. E ainda, com um enorme potencial de valorização no próximos anos, por isso um sucesso de vendas desde o lançamento em Dez/2011, tendo mais da metade das unidades vendidas.
    Estou lhe enviando em anexo a apresentação destes três produtos para que você dê uma analisada, e caso tenha interesse em investir em um imóvel de qualidade em Curitiba, por favor, me retorne em um dos contatos abaixo descritos.
    A Rossi tem condições de pagamento especiais. Por exemplo, nos imóveis adquiridos na planta você paga de 25 a 30% do valor durante o período de obras e o saldo final, na entrega das chaves, você pode optar por quitar ou buscar financiamento junto a um banco de sua preferência. Lembrando que a Rossi firmou uma parceria com Santander e Bradesco, que oferecem uma taxa de 8 a 9% ao ano para financiamento aos clientes que optarem por uma destas instituições. A entrada pode ser dividida em 4 parcelas iguais, a partir de 4x de R$ 4.000,00, e mensais a partir de R$ 550,00, e balões anuais a partir de R$ 4.000,00. É muito facilitado mesmo, por isto os investidores estão aproveitando o momento para investir bem o dinheiro no mercado imobiliário.

    Bons negócios.

    Att.

    Bom, o que me chamou a atenção é que os nomes das pessoas são reais! As empresas citadas e a ocupação das pessoas são verdadeiras, sendo que eu sou amigo de alguns deles.

    Moral da história, as vendas estão tão ruins que já estão oferecendo negócios para quem nem mora na cidade. Estão viajando, e viajando muito, para tentar vender alguma coisa.

    Nem parece os mesmos corretores arrogantes de alguns anos atrás.

    0
  • Ed_Bolha 24 de abril de 2012 at 20:19

    Gente, acompanho o site ja ha algum tempo e ate porque passei raiva tanto com a bolha nos USA quanto com a daqui, nao so me divirto quanto sinto aquela sensacao de: ( nao estou so ) quando leio alguns comentarios.

    Indubitavelmente, ( palavra grande e chique pra rasgar um pouco do meu portugues bolhudo ) hehe…
    a situacao de negacao das chamadas autoridades ou representatividades da area imobiliaria esta prestes a chegar a um ponto insustentavel.

    Nunca comentei aqui antes e so o faco agora porque quero camaradamente alertar a quem pensa em
    migrar para o USD dollar como porto seguro ou + seguro ou um pouco + seguro pra guardar suas economias que pesquise muito antes de faze-lo.

    Dicas: dollarcollapse.com, financialcollapse.com ou simplesmente da um google com essas palavras targets…
    Um abracao a todos.

    0
    • Marcus 25 de abril de 2012 at 07:35

      Não adianta … o anônimo do tio Sam continuará pregando no deserto e eventualmente arrebanhará alguns beduínos.

      O Nosso Chael Sonnen vai seguir com seus preconceitos e utilizando argumentos bizarros como o do lastro em Petróleo … confunde interesse comercial com lastro.

      Se quer realmente se proteger do armagedon … a resposta é ouro.

      0
      • Ed_Bolha 25 de abril de 2012 at 12:35

        Sim, ouro… Assim dizem os inumeros especialistas, dentre os quais, o proprio Peter Schiff que foi ate materia aqui. A divida do US é simplesmente impagavel. O dolar vai sucumbir. Definitivamente nao seria boa ideia migrar pro dolar. A preocupacao hoje é que o ouro esta se tornando um refugio tao óbvio que ate isso tem gente questionando la… Ja foi pedida uma auditoria na reserva de ouro dos USA. Negado! Portanto, ate que se prove ao contrario, ouro sim! Ja o dolar = “thanks, but no thanks

        0
        • Rico 25 de abril de 2012 at 16:53

          Aposto um apartamento bolhudo que a economia dos EUA não quebra.

          Vai ter umas 3 guerras antes para financiar o deficit americano.

          Irã e Coréia do Norte, se cuidem e rezem para os EUA terem prosperidade.

          0
  • Renatao 24 de abril de 2012 at 21:00

    Acabei de ver no Redetv News que amanha a CEF vai anunciar uma reducao na taxa de juros dos financiamentos imobiliarios. Realmente o desespero tomou conta do governo. Alguem sabe detalhes dessa reducao?

    0
    • mark 24 de abril de 2012 at 22:31

      Ao que parece esse corte nos juros do financiamento imobiliário restringe-se ao “minha casa minha vida”.

      http :// economia. estadao.com.br/noticias /economia+geral,cef -vai- baixar -os-juros- para-o- minha-casa -minha -vida,110 228,0.htm

      0
    • Leno 24 de abril de 2012 at 22:38

      Se a redução for apenas para o MCMD não vai adiantar nada, se for para todos talvez tenha uma sobrevida da bolha.

      0
  • Spina 24 de abril de 2012 at 21:03

    Momento do riso

    Mais 1 e-mail de corretor me dando dicas de investimento:

    8 fortes motivos para investir no setor imobiliário

    1- Estabilidade e crescimento da economia – Com o controle da inflação e o crescimento econômico, os investidores e consumidores sentem-se mais seguros para aplicar em imóveis.

    2- Aumento da demanda – Depois de 30 anos sem acesso a crédito de longo prazo para compra de imóveis, os consumidores vão às compras com entusiasmo.

    3- Aumento da renda – Com o crescimento da classe média, um novo contingente de consumidores ganhou fôlego para comprar a casa própria.

    4- Oferta de crédito – Além da retomada dos financiamentos pelos bancos, os prazos se alongaram para até 30 anos, os juros caíram e a entrada diminuiu para 20% do total. Os consórcios de imóveis também se popularizaram.

    5- Capitalização das empresas – Além do financiamento farto dos bancos, as grandes empresas do setor reforçaram o caixa com bilhões de reais, por meio da abertura de capital da Bolsa.

    6- Investimento externo – Atraídos pelas perspectivas econômicas positivas e baixo preço dos imóveis para os padrões internacionais, os investidores estrangeiros estão comprando como nunca.

    7- Nova legislação – Com a mudança na lei, os bancos agora podem retornar os imóveis dos mutuários inadimplentes.

    8- Subsídios do governo – Com o lançamento do programa Minha Casa Minha Vida, a população de menor poder aquisitivo foi incorporada ao mercado, estimulando o lançamento de empreendimentos populares.

    0
    • GB 24 de abril de 2012 at 21:27

      Tem alguma dessas aí que seja realmente verdade ?

      0
      • Ricardo 24 de abril de 2012 at 21:51

        A principio me parece tudo verdadeiro.

        0
        • GB 24 de abril de 2012 at 21:58

          Só a parte do “Momento do riso” me parece verdadeiro.

          0
        • RosinhA 24 de abril de 2012 at 22:03

          Engraçado tive a mesma impressão sobre você

          0
          • GB 24 de abril de 2012 at 22:17

            Esse Ricardo deve ser um dos fakes do Cirilo.

            Baygon nele.

            0
        • Charles 24 de abril de 2012 at 22:39

          Ricardo

          Pra um micro empresario, voce estar com pouco trabalho ai heim… Afinal, passou o dia inteiro no blog.

          Isso me lembra um tal de Cirilo!

          Cá entre nós, voce nao tem perfil de micro empresario que tem uma incorporadora. Você é muito desinformado da situação financeira do país. Se caso for mesmo, acho que voce deu muita sorte até agora, mas o ventos podem mudar. Cuidado;

          0
          • Ricardo 25 de abril de 2012 at 00:45

            Antes d mais nada c for praga, q pegue!! Pra vc ver como ta facil ganhar dinheiro nadando a favor da mare. Posso me dar ao luxo d passar o dia, e a noite blogando. Acredito ser mesmo desinformado, e chego a agradecer por isto. E a unica forma d aprender algo nov e util. Mais como diz o poetatem gente q chora e tem gente q vende lenco.

            0
      • Leno 24 de abril de 2012 at 23:35

        Tem sim GB, o item 3 é pura verdade. Essa estória da renda média da classe C ser apenas 1,6k é intriga da oposição.

        0
    • thiago fm 24 de abril de 2012 at 22:32

      OK VAMOS LÁ

      1- Estabilidade e crescimento da economia – Com o controle da inflação e o crescimento econômico, os investidores e consumidores sentem-se mais seguros para aplicar em imóveis.

      O país nunca conseguiu uma série muito grande de crescimento, mesmo após o plano real. Esse “controle” é extremamente artificial, pois é feito à altos custos, sem investimento produtivo e com a maior taxa de juros do planeta.

      2- Aumento da demanda – Depois de 30 anos sem acesso a crédito de longo prazo para compra de imóveis, OS CONSUMIDORES VÃO ÀS COMPRAS COM ENTUSIASMO

      É verdade! Especialmente a parte final

      3- Aumento da renda – Com o crescimento da classe média, um novo contingente de consumidores ganhou fôlego para comprar a casa própria.

      -A renda familiar cresceu por volta de 20% nos últimos 5 anos, enquanto os preços subiram 150%.

      – O custo de vida real subiu muito mais do que 20% com certeza

      – Menos de 5% das famílias possuem rendimentos acima de 10 salários mínimos no Brasil.

      4- Oferta de crédito – Além da retomada dos financiamentos pelos bancos, os prazos se alongaram para até 30 anos, os juros caíram e a entrada diminuiu para 20% do total. Os consórcios de imóveis também se popularizaram.

      Pura verdade! Complementando o crédito imobiliário subiu só 1600% nos últimos 8 anos

      5- Capitalização das empresas – Além do financiamento farto dos bancos, as grandes empresas do setor reforçaram o caixa com bilhões de reais, por meio da abertura de capital da Bolsa.

      Aparentemente o caixa não está batendo, com o derretimento das ações das construtoras na bolsa e construção de imóveis além da demanda real

      6- Investimento externo – Atraídos pelas perspectivas econômicas positivas e baixo preço dos imóveis para os padrões internacionais, os investidores estrangeiros estão comprando como nunca.

      Investimento externo em construção está tipicamente voltado à especulação

      Só ocorre nas grandes metrópoles

      Debandada com data marcada para o fim dos ebentos esportivos – Copa e Olimpíadas

      7- Nova legislação – Com a mudança na lei, os bancos agora podem retornar os imóveis dos mutuários inadimplentes.

      Já podiam retomar imóveis antes disso. Só demorava um pouco mais

      8- Subsídios do governo – Com o lançamento do programa Minha Casa Minha Vida, a população de menor poder aquisitivo foi incorporada ao mercado, estimulando o lançamento de empreendimentos populares.

      Não só a população de menor poder aquisitivo foi temporariamente incorporada ao crédito imobiliário, mas o valor do subsídio foi automaticamente incorporado ao valor de mercado dos imóveis de menor padrão e consequentemente aos demais em forma de reajuste em cascata.

      Não existem imóveis que se possa chamar assim nas grandes cidades que ainda se enquadrem no limite de R$ 170.000,00 do programa

      Depois de quase 4 anos do programa nem metade dos imóveis foram entregues. isso sem contar a burocracia e a corrupção implícitos

      PERCEBEMOS QUE AS ASSERTIVAS INCONTESTÁVEIS SÃO AS QUE TRATAM DO AUMENTO DO CRÉDITO E DO ENTUSIASMO DO CONSUMIDOR. NÃO POR ACASO AS DUAS PRINCIPAIS FORÇAS MOTRIZES DAS BOLHAS ECONÔMICAS

      Meus agradecimentos ao corretor pelo gancho.

      0
    • Fred 24 de abril de 2012 at 22:39

      “Corre, negadis!”

      0
    • Paulo - RJ 25 de abril de 2012 at 02:57

      Concordo com o item 4. O resto é balela.

      0
  • FM82 24 de abril de 2012 at 21:38

    Acompanho o site há algum tempo, pois quero comprar uma casa (pós-bolha, claro), e vejo que, dentre as pessoas que comentam os posts, há pessoas bem instruídas.

    Como eu e meus pais estamos passando por uma situação complicada na negociação de um apartamento, gostaríamos de saber se alguém pode nos orientar. Eis o resumo da história:

    Morávamos no apartamento dos meus avós, na zona norte do Rio de Janeiro, mas como eles já estavam bem idosos e o local onde moravam dispunha de infraestrutura muito aquém da encontrada aqui, procuramos um imóvel para compra, para que eles viessem o mais rápido possível pra cá. Isso no final de 2009. Meus avós venderam a casinha que eles tinham por 20 mil e ficaram aguardando nossa saída do apartamento deles.

    Em abril de 2010, encontramos um apartamento de 2 quartos, também na zona norte, por um preço que consideramos justo pra época: 65 mil.

    Em maio de 2010, meus pais obtiveram carta de crédito da CEF no valor de 60 mil, pois meu pai já havia dado 5 mil de sinal.

    A vendedora ainda não acabou de pagar o imóvel, mas a CEF cobriria o valor a ser pago, quitando o imóvel e repassando esse custo no financiamento.

    Havia pendência na documentação da vendedora, que estava em processo de divórcio litigioso e precisava emancipar um dos filhos.

    Em agosto de 2010, como ainda não havia resolvido suas pendências, a vendedora nos autorizou a residir no imóvel.

    Só em abril de 2012 é que a vendedora disse ter resolvido suas pendências. Ela disse que aceita manter o valor inicial do imóvel, 65 mil, mas que precisa urgentemente de 10 mil.

    O ideal seria fazer um recibo, um contrato ou ambos? Como houve essa hipervalorização dos imóveis a nível nacional, tememos que ela não aceite manter o valor do imóvel ou que queira cobrar um valor que não possamos pagar, visto que hoje, aqui no condomínio, cobram entre 100 e 130 mil por apartamentos como esse onde moramos.

    Como não posso pagar um advogado, eu mesmo estou trabalhando num modelo de contrato para tentar garantir que a proprietária feche negócio conosco pelo valor inicial, mas nem sei direito se há limitações legais em relação ao que posso escrever nesse documento, e se é possível garantir que a venda seja feita pros meus pais.

    0
    • Benjamin 24 de abril de 2012 at 23:20

      Cara, se você não pode pagar um advogado, o ideal seria ao menos procurar algum conhecido que já tenha um pouco de “traquejo” com a compra e venda de imóveis.
      Eu li muito rápido o seu post, mas pelo que eu entendi, vamos lá:
      Primeiro, se vocês já estão morando no apto, eu entendo que isso foi uma ação de boa fé da vendedora, já que ela aceitou que vocês fossem morando enquanto ela resolvia as pendências;
      Segundo, o ideal seria você fazer um contrato chamado “Promessa de Compra e Venda de Imóvel” para se resguardar mais no caso de dar novo sinal. Com ele você já estipularia o preço que a compra e venda se daria e o tempo necessário para obtenção de documentos e liberação de financiamento. No google você pode olhar alguns modelos para servir de base;
      Terceiro, se a vendedora já resolveu as suas pendências, por que você não dá entrada no processo de financiamento agora? Converse amigavelmente com ela, se até agora a vendedora aguardou, é melhor tentar convencê-la a aguardar uns dois meses até ser liberado o financiamento.
      Espero ter ajudado. Boa sorte!

      0
    • Bom a coisa e simples – mas complicada – No seu caso vc tem que dar uma olhada na certidão atual do imovel (No registro de imoveis da Região) – ver em nome de quem esta e, em caso de haver hipoteca, (financiamento) saber se ainda ha divida pendente ou parcelas em atraso. Descobrindo isso se realmente estiver em nome dessa mulher – caso ela seja casada, vc precisa da assinatura do marido, se for viuva com filhos menores – o Ministerio Público deverá fazer parte da compra e venda representando os filhos. Mas como vc ja esta na posse do imovel por 2 anos mesmo que vc adiante 10000,00 e no futuro isso de rolo, vc. não pode se quixar de ter tido prejuizo – no meu entender ate agora quem ganhou foi só vc. Alem de manter o valor original – vc deve urgentemente formalizar isso atravez de um compromisso de compra e venda ou se não for possivel – uma cessão de direitos (imoveis enrrolados) – mas tenha certeza que a vendedora é ralmente a proprietaria – pois caso contrario nada disso tem valor

      0
    • Marvin 25 de abril de 2012 at 08:05

      Sem querer te dasanimar muito, já desanimando, eu tenho PAVOR desses negócios enrolados com imóveis… o que pode parecer um bom negócio, muitas vezes acaba virando uma tremenda furada… lembre-se: “quem paga mal, paga duas vezes”… divórcio, filho menor, financiamento pendente, e a fulana tá exigindo 10 conto na mão (ainda aceitando vender por metade do que estão pedindo por apês similares??? Sei não… se tá precisando urgente de 10K, precisa ver se ela não tem mais dívidas rolando por aí… e se você não pode pagar um advogado agora, corre o risco de ter que pagar depois… esse é um dos males do brasileiro, só recorre ao advogado quando a merda já fedeu, aí pode ser tarde… já vi caso de gente que estava com a escritura no nome há alguns anos, e um juiz anulou a transferência do bem porque o vendedor havia sido fiador em um contrato de aluguel, e a venda foi considerada fraudulenta: aí você pensa, “ok, eu comprei de boa fé, fiz a transferência, então não tenho com o que me preocupar…”, só que vai ter uma baita dor de cabeça, e ainda gastar com advogado, e, dependendo da situação, acabar tendo que arcar com dívida dos outros para depois entrar com uma ação regressiva. neste caso, sabe quando você vai retomar o dinheiro perdido? NUNCA!

      0
  • thiago fm 24 de abril de 2012 at 21:55

    O Brasil cresceu pouco em 2011 e cresceu nada até agora em 2012. Sabemos que o que matém um governo firme é o crescimento da economia. Acontece que existe um delay entre a identificação de um cenário ruim e a tomada de decisão na iniciativa privada e ele está se esgotando.

    Não tem jeito, logo os números vão aparecer, a menos que sejam maquiados. Sem crescimento, o desemprego é certo e o ponto que ainda segura a confiança do consumidor e das empresas é esse. Uma crise não é inteiramente financeira, mas tem seu lado psicológico e uma depressão tem que ter um gatilho importante.

    O governo está espremendo “caldo” de dinheiro cortando juros na marra, mas sem emprego o crédito que gera dinheiro virtual à longo prazo desaparece, pois ninguém vira santo a ponto de dar crédito pra quem não tem renda, da mesma forma que ninguém assume uma dívida de trinta anos, com chance de perder o imóvel em 90 dias se não tiver segurança no emprego.

    A população é tão ignorante que vai utilizar a folga criada pelo crédito barateado não para
    abrir espaço no orçamento, mas para terminar de preenchê-lo com novas dívidas, num rápido repique. Quando o gargalo chegar sobrevirá uma crise que estará mais para tsunami do que marola, trazendo com ela anos de crescimento zero ou recessão.

    O país buscou nos últimos anos o crescimento a qualquer custo, para escapar do estigma do vôo de galinha tão criticado no governo anterior. O problema é que o crescimento a qualquer custo vai custar anos de depressão. O capital não surge do nada, só com produção, criação. A bolha comprimiu e deslocou capital já existente e capital futuro ( dívidas à prazo) para o setor da construção civil de forma muito rápida, à base do crédito em avalanche. Num cenário macro isso deve causar um desequilíbrio econômico que será sentido em outros setores da economia. Ou vcs acham que uma parte da inadimplência dos autos não tem nada com a prestação da casa própria da classe C emancipada? Lembrem-se que entre a prestação da casa e do carro, atrasa-se primeiro a do carro.

    Pra ser simples e direto e abarcar a situação atual do governo e da classe trabalhadora:

    Quando a saia é curta, se puxar de um lado o outro aparece. Não tem jeito!

    0
    • GB 24 de abril de 2012 at 22:02

      Pelo menos estão publicando os dados de janeiro, mesmo com 2 meses de atraso, mas pelo menos estão publicando.

      O fenômeno da queda do setor imobiliário ainda é recente, tem muita gente que acha que ainda vai se recuperar, imagine quando chegar setembro, outubro, tudo vai estar uma loucura, aí abriremos uma champagne.

      0
  • GB 24 de abril de 2012 at 22:16

    Às 12:39 eu postei aqui que estava incomodado com os posts de um corretor que estava na minha lista de “amigos” do Facebook e comecei a questionar em seus anúncios se algum já estava reduzindo o preço, pois as construtoras estavam dando descontos de 30% e por aí vai.

    Aì eu me perguntava se fazendo isso quanto tempo ele levaria para me excluir do grupo dele.

    Bingo, os anúncios dele lá sumiram e ele também, se eu soubesse teria feito isso antes, corretores não gostam de ser questionados em público, kkkkkk, isso pode acordar o pessoal.

    0
    • Bolha Imobiliária 24 de abril de 2012 at 22:19

      Em uma página de anúncios de imoveis, de Ctba, bati de frente com um corretor, joguei contra argumentos, e estou esperando a uma semana a resposta por parte dele…hehe

      0
      • RosinhA 24 de abril de 2012 at 22:42

        Baygon please

        0
  • RosinhA 24 de abril de 2012 at 22:44

    O anonymous tocou em ponto interessante, nosso lastro é o dolar, já pensaram em um domínio dos amarelos como ficariam Eua, e Brasil?

    0
    • Charles 24 de abril de 2012 at 22:52

      Leia o comentario que fiz ali emcima onde vc discutia esse assunto com anonymous e dê sua opiniao.

      0
    • Anonymous 24 de abril de 2012 at 23:07

      O lastro da moeda dos EUA que é PETRÓLEO. Essa moeda também tem uma outra GARANTIA, no caso de algum país querer desafiar a posição da moeda no mundo – um certo metal pesado chamado PLUTONIO. Como disse, o grande risco para os EUA é a UE passar a ter unidade POLITICA, pois assim conseguirá caminhar num única direção. Hoje, cada membro da UE quer caminhar para um lado diferente – o resultado é tem pouca força.

      0
      • Marcus 25 de abril de 2012 at 08:25

        Diz aí Chael sonnen …

        O dólar era 0,0483876 onças de ouro. Qual é a relação de conversão entre dolar e o oil ?

        Se alguem estiver interessado em entender como funciona o lastro, pq o dólar é um investimento furado … e pq ouro e prata são os portos seguros.

        http://drunkeynesian.blogspot.com.br/
        htthttp://www.zerohedge.com/news/gold-volatility-cheapest-event-risk-hedge
        p://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1285

        O troll hamburguento vai acabar levando alguns a falência …

        0
      • Marcus 25 de abril de 2012 at 09:03

        Diz aí Chael sonnen …

        O dólar era 0,0483876 onças de ouro. Qual é a relação de conversão entre dolar e o oil ?

        Se alguem estiver interessado em entender como funciona o lastro, pq o dólar é um investimento furado … e pq ouro e prata são os portos seguros.

        “http://drunkeynesian.blogspot.com.br/
        “http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1285
        “http://www.zerohedge.com/news/gold-volatility-cheapest-event-risk-hedge

        O troll hamburguento vai acabar levando alguns a falência … Como se fosse o supra sumo da inteligência dar conselhos de investimentos nos EUA onde é necessário investir 500 mil doláres onde o governo quer pra ganhar um visto … expertise é besteira né …

        O cara podia pelo menos botar um disclaimer né … ou postar sem ser anônimo … pelo menos o maluco que seguir as “dicas” tinha um email que não é falso pra reclamar … rs

        Pode isso Arnaldo ???

        0
        • Anonymous 25 de abril de 2012 at 10:50

          Já escrevi várias vezes. Nem todo mundo consegue adaptar-se aos EUA. Alguns como voce irão pagar 2.5 vezes pelo mesmo carro, 3 vezes pela mesma casa, pagar impostos sem nenhum retorno, sem tratamento médico de qualidade, sem educação de qualidade e sem segurança A VIDA TODA.

          0
          • Marcus 25 de abril de 2012 at 11:19

            Nenhuma informação contradizendo o que postei ?

            Talvez vc tenha ficado muito tempo nos EUA e tenha perdido a intimidade com a língua pátria … acho que vc não sabe o que significa LASTRO na moeda.

            0
            • MRCG 25 de abril de 2012 at 15:59

              Não existe mais lastro em moeda nenhuma.

              0
              • MRCG 25 de abril de 2012 at 16:02

                Por isso que o mundo está vivendo esse momento turbulento.
                E será cada vez pior.
                Conselho, comprem uma arma (não vendo armas).

                0
          • pedro 25 de abril de 2012 at 11:49

            opa, opa, opa….
            assistencia médica de qualidade nos EUA???? quanto vc paga por isso mesmo???
            (me fala q é barato que eu dou risada da sua cara pois morei nos EUA e sei qto custa isso)

            0
            • Rico 25 de abril de 2012 at 16:57

              Pedro, vc sabe né, não tem nem SUS lá.

              Pessoal viaja na maionese aqui.

              “Mas os americanos são muito melhores” hehehe…

              Agora Canadá, Reino Unido tem Sistema de saúde de primeira…

              0
    • Leandro 25 de abril de 2012 at 12:17

      “Investimento” em dólar é furada. Economistas sérios e bem embasados também preveem uma maxi-desvalorização do dólar com os sucessivos QEs do FED.
      Quem quer proteger patrimônio, corra para ativos sólidos, e não financeiro (incluindo moeda).

      0
      • Rico 25 de abril de 2012 at 17:01

        Meu, hoje a galera bebeu varsol aqui… Jesus…

        Vocês foram descongelados depois de 30 anos? Parece que voltaram aos anos 80.

        Não duvido que muitos tem saudades de ganhar dinheiro com inflação. empregada morta de fome trabalhando de graça e vender carro com um ano de uso a preço de 0 km.

        Mudem para Zimbábue, continua assim lá.

        0
  • Fernando 24 de abril de 2012 at 23:19

    Acompanho o site e concordo com muitos comentarios aqui postados. Tinha a impressão que o mercado iria se ajustar começando com uma queda ou manutenção dos preços, deixando a inflação alta (BC leniente) comer pouco a pouco o preço absoluto dos imoveis. Mas me parece que o governo não deixara de forma alguma o mercado imobiliario se desaquecer, jogando o problema bem para a frente. Digo isto porque amanha a CEF vai reduzir os juros imobiliarios e demais bancos com certeza vão atras. Acho que a bolha, com previsto anteriormente neste site, deve estourar lá por 2015 ou pos olimpiada…

    0
  • Shakespeare 24 de abril de 2012 at 23:29

    estava conversando com uma amiga que tem um salão de beleza em BH e ela me disse que está super preocupada, porque não teve movimento nenhum neste mês e a irmã dela, que tem uma loja de roupas, também está sofrendo com a falta de clientes.

    o que será que os próximos meses nos reservam?

    0
    • Guilherme SC 25 de abril de 2012 at 00:53

      A grande onda de mega-empresários-emergentes de sucesso do atual governo se deu justamente no ramo de salões de beleza e venda de quentinhas.

      0
    • Shakespeare 25 de abril de 2012 at 13:07

      Falando com outra, que vende seguro de saúde e ela me falou que este está sendo o pior mês de todos os tempos.

      0
      • Rico 25 de abril de 2012 at 17:02

        Será que está tão difícil de entender que a capacidade de endividamento da população saturou?

        0
  • Marcelo 25 de abril de 2012 at 00:02

    Caros senhores. Manifesto minha perplexidade com relação às declarações da Sra (ou Sr.) “Rosinha” de natureza racista em relação a que ela denomina “amarelos”. Sem querer me amparar no indesejável “politicamente correto”, expresso minha preocupação com esse fato, pois as poucas manifestações dessa Sra (sr) já seriam por si só suficientes para a abertura de uma investigação criminal, com reflexos negativos para o bom funcionamento do fórum.
    Desse modo, longe de se caracterizar censura, sugiro que sejam impedidas quaisquer expressões (“amarelo”, “negro”, “judeu”, “árabe”) que incitem o ódio racial e que fujam do objetivo do fórum, que é o mercado imobiliário.

    0
    • pedro 25 de abril de 2012 at 11:52

      Relaxa, depois olha comentários dela em post anteriores e vc vai ver ela falando que o “DNA Nativo” do brasil é de selvagens… que só temos internet e tecnologia por causa da influencia européia…. chamar de amarelo é fichinha.

      0
    • RosinhA 25 de abril de 2012 at 12:46

      Marcelo natureza racista dizer como em todas as frases quase ditas por mim que são excelentes em tecnologia, planejamento e dedicação.

      Não precisa de invetigação criminal alguma, quando digo amarelos me refiro a Japones, Chinês, Coreano etc, não é para generalizar é para facilitar na hora de falar, e de forma nenhuma tem algum conteúdo racista, por trás.

      Quanto aos reflexos negativos gostaria de saber se o Sr deixará expor minhas opiniões senão será meu último post, de maneira alguma quero prejudicar ninguém aqui, se se ofendeu com alguma frase dita por mim me desculpe mas acho que é mais pessoal do que outra coisa, gostaria que copiasse a minha frase onde digo que os “amarelos”, foram insultados por mim, pelo contrário se ler bem meus post em 99,99999999% dou razão pelas suas habilidades e competência.

      Respondendo abaixo quando digo DNA nativo me refiro a jeitinho brasileiro, melhor eu parar de postar mesmo, já que nenhuma de minhas opiniões foram bem vindas, agradeço pela atenção de todos enquanto puderam me suportar, imaginava que a censura havia terminado neste país mas parece que alguns interesses andam mais fortes do que poder colocar opiniões. Conversando a gente se entenderia de uma melhor forma, tipo dizendo não use os termos x,y ou z, vamos colocar de forma diferente, mas como entendi como uma ameaça de sua parte e não o conheço, não comprarei nenhuma briga a toa, ainda mais se tratando de um blog.

      PS: SE ALGUÉM MOSTRAR ALGUMA FRASE ONDE FICOU CLARO RACISMO AOS AMARELOS EU ME RESPONSABILIZO E ISENTO O BLOG, PELO CONTRÁRIO MAIS UMA VEZ ADMIRO O PAÍS JAPÃO DESTRUÍDO 2 VEZES ESTAR NA SITUAÇÃO QUE ESTÁ DEVIDO AO SEU POVO.

      Obrigada a todos e obrigada Bolha e boa sorte a vocês na compra de suas casas, e no estudo da nossa provável bolha imobiliária.

      0
      • Paulo Rocha 25 de abril de 2012 at 14:31

        Rosinha,

        Não se deixe ser censurada por este Marcelo. Acho que você traz contribuições interessantes ao blog. Não vi nada de racismo no que você tem escrito. Abraços!

        0
      • Paulo 25 de abril de 2012 at 14:52

        Chorou, parou.
        agora falar que não é racista, olha seu comentário, esse é o problema:
        ————————————————
        RosinhA disse:
        abril 19th, 2012 at 17:53

        Ainda bem que sou descendente de segundo grau de Italianos e tb de segundo grau de Espanhóis, graças a estes povos juntando-se os Alemães, Portugueses, Japoneses etc,etc, etc é que você tem condições de ter acesso a um blog e a internet, se fosse pelo DNA nativo, seria escravo de alguma nação dominadora até hoje
        ————————————————-

        0
        • RosinhA 25 de abril de 2012 at 16:58

          SIm Paulo veja qual tecnologia brasileira nós temos use argumentos, por favor. etc, etc, etc, etc quer dizer outros e mais povos, acrescente algo de útil em uma discussão, com argumentos para podermos debater.

          PS mais uma vez: Vou falar a raça agora português, escandinavo, frances, gardelandês, etc podem ficar tranquilos e obrigada a maioria pelo apoio, estou sem tempo esta semana a noite responderei Luiz, Xangai as perguntas e argumentos, mais uma vez obrigada

          0
          • RosinhA 25 de abril de 2012 at 17:01

            A frase foi perfeita PAulo releia umas 30 vezes capaz que você entenda, fomos colonizados se ainda não sabe.

            A não ser que seja filho de índio em grau próximo, e com sangue puríssimo, mas duvido que esteja postando de alguma tribo. Senão não cabe seu argumento.

            Pois estes são os nativos, nativos e não tem culpa por terem sido usados por outras nações explorados.

            0
            • paulo 26 de abril de 2012 at 12:32

              vai, esconde teu preconceito..
              somos todos humanos, independente se temos ancestrais brasileiros, americanos, africanos, europeus ou asiáticos. só isso.
              falar que americano, europeu ou qq um é melhor que outro é racismo de princípio.
              quer dizer que todo italiano ou espanhol é melhor que qq brasileiro? se não por que dizer “Ainda bem que sou descendente de segundo grau de Italianos e tb de segundo grau de Espanhóis”
              ou vc prova que isso não é preconceito ou para de falar bobagem…. aceita…
              (não vou nem entrar em detalhes de invenções brasileiras pois vc vai dizer que quem inventou era descendente de europeu…… daí vc quer comparar invenções de hoje em dia com invenções dos índios de 1500….. )

              0
      • Sol de Sampa 26 de abril de 2012 at 02:02

        Rosinha, acho que o nível de debate, a preocupação e seriedade de fatos, observações e conclusões que vc traz ao blog beneficia a todos… por isso vc se tornou uma pessoa respeitada e bem quista…. então deixe de lado posts que não contribuem com nada para o grupo. .. faz parte….

        0
        • RosinhA 26 de abril de 2012 at 07:02

          Obrigada Sol e a todos, vou usar mais pg down e controlar melhor termos complexos, tenho 35 anos e muuuuuuuuuuuuito a aprender ainda, principalmente de economia.

          0
    • Adriano 25 de abril de 2012 at 14:06

      falar “negro, branco, amarelo, índio, judeu, árabe” não pooode…ops, falei. euem, é cada uma que aparece….e ainda diz: “sem querer entrar no politicamente correto”. Vamos ter que acabar com todos os jornais do mundo, porque são esses termos que eles usam. É muita falta de coisa séria pra pensar…

      0
    • Sergio Figueiredo 25 de abril de 2012 at 14:22

      Marcelo, você está falando sério mesmo?

      Aqui não tem leitor criança ou adolescente. O próprio assunto do blog e o nível dos comentários postados são voltados para o público adulto e que tem senso crítico. O que eu quero dizer é que ninguém vai sair daqui para rua gritando ‘amarelo!!’ quando olhar a primeira pastelaria de esquina.

      Ops! desculpe! Acho que fui preconceituoso ao relacionar pastelaria com os ‘amarelos’. Ops! Chineses, japoneses, orientais em geral.

      Brincadeiras à parte, não tenho ódio de chinês… de jeito nenhum. Respeito o seu povo e a sua cultura. Mas, se ele fosse taxista ou corretor… sei não.

      0
    • Andre da Bolha de Plastico (para evitar homonimos) 25 de abril de 2012 at 16:28

      Só tenho a dizer…de forma clara e direta…- Va bundar com o Frederico. – Chamar alguem de judeu, negro, amarelo, branco, alemão, indio por si só, sem outras ofensas em razão dessa condição não configura racismo, alem do que também não ha racismo por religião – ja que isso não é uma raça mas sim um credo. – para mim um (cruz credo). Não vou nem perder meu tempo explicando isso pra vc pois vc. ja demonstrou radicalismo na sua colocação.

      0
  • Guilherme Eduardo 25 de abril de 2012 at 00:59

    Pessoal, o que acham que sobre as vendas no Dia das Mães? Pela lógica as vendas não serão fracas, pois mesmo o povão estando enforcado com dívidas, muitos tentarão pegar mais algum trocado nos bancos para comprar presentes. Mas e se as vendas forem abaixo do esperado? Entenderam onde quero chegar? Se com queda de juros (mesmo que na maioria dos casos deve-se cumprir várias exigências para conseguir taxa menor) as vendas forem desanimadoras, o que acontecerá?

    0
    • GB 25 de abril de 2012 at 08:06

      Todo mundo sabe que alguma coisa ruim está por vir por aí, isso é instintivo, é muita noticia ruim na TV.

      Eu mesmo vou visitar mes pais e passar o feriado com eles, mas decidi que não vou comprar nada.

      Esse ano eu vou dar um CD para minh mãe (“CD = Cê Deixa o presente para o ano que vêm ?”)

      Não estou muito animado para o consumo nesses últimos 3 meses e estou prorrogando tudo o que não é essencial.

      0
      • Rico 25 de abril de 2012 at 09:39

        Vamos entrar em guerra? Não sabia…

        0
        • Amadeos de Sampa 25 de abril de 2012 at 17:02

          a primeira batalha eh aquela contra a ignorancia.

          0
          • Rico 26 de abril de 2012 at 10:06

            Quais suas armas? Estupidez e arrogância? Vai bombardiar com veja e com “neutralismo” do Reinaldo Azevedo. Talvez respondam com a mente “esclarecida” do Luis Nassif

            Porque nenhuma discussão aqui termina sem ser politizado?

            Eu acho que os dois partidos (PT e PSDB) são apenas os dois lados da mesma moeda, brigando pelo poder da Brazil Corporation,obtendo o direito a roubar…

            0
  • Guilherme Eduardo 25 de abril de 2012 at 01:02

    Interessante a notícia e que CEF vai reduzir taxa do MCMV. Vocês viram que as ações das IMOB não caíram (maioria) ontem, 24/04? Com o anúncio oficial marcado para hoje,25, talvez subam mais um pouco pela manhã. Aí depois que anunciar que é só MCMV vão despencar pela tarde.

    0
    • GB 25 de abril de 2012 at 08:17

      Qualquer notícia afeta a bolsa, se alguém disser que um corretor bateu o récord mensal e vendeu 2 imóveis no mês ela vai subir também.

      O engraçado é que a CEF não falou nada, não falou de quanto é essa redução (não vai ser ser muita coisa, os juos vão continuar altos), sabemos que é só do MCMDívida, mas o pessoal deve estar achando que logo vão fazer isso para os outros também e isso poderia vender tudo o que está encalhado.

      Os especuladorew já tomaram um susto, seu $$ está preso em imóveis que só desvalorizam (seja pelo mercado caindo, seja pela inflação), querem vender e não vão voltar tão cedo.

      É como esse corretor que não aceita comentários sobre baixar os preços, mas também ele não vende nada, ele teve que parar com os anúncios grandes no jornal e fica enchendo o saco na internet.

      Enquanto o mercado não admitir que o que está atrapalhando é o preço alto, vão amargar um período bem complicado.

      0
      • Rico 25 de abril de 2012 at 09:38

        Acho que é isso mesmo. Vejo a notícia com bons olhos. O mercado imobiliário não vive sem financiamento.
        Agora pagar 8% em cima de preço supervalorizado não dá. É impossível continuar assim (preços irreais e juros altos).

        0
  • Motolo 25 de abril de 2012 at 01:03

    Gente, não sei não, mas acho que tem coisa no ar com essa PDG, serão que está mal das pernas. Veja essa reclamação no reclame aqui. O q acham??

    “http://www.reclameaqui.com.br/2819036/pdg-incorporacoes-goldfarb-agre-chl-e-pdg-realty-asa-incorpo/resolvam-meu-problema/

    0
  • Sol de Sampa 25 de abril de 2012 at 01:14

    Pessoal assistndo ao BAND NEWS Tv a cabo ….. eis que aparece numa entrevista que deve se repetir durante toda a semana o Diretor Comercial da Cyrela falando exatamente o que todos os corretores falam sobre imoveis e ainda finalizando com os argumentos de sempree que não existe perigo de bolha… Eu não sei se rio ou choro pela petulância … Realmente, acho que estão dando as ultimas cartadas… Mas infelizmente tem muita gente que ainda vai acreditar no céu de brigadeiro….

    0
  • Sol de Sampa 25 de abril de 2012 at 01:46

    Complementando o programa é o Giro Business – da Band News e o Diretor é Ubirajara Spessoto – é o Diretor Geral da Cyrela …. e acredito que repita a cada 45 minutos ou 1 hora…

    Ah sim ele falou que o numero de investidores/é da ordem de 13% e que a demanda é reprimida. e ainda que liquidez é muito alta…
    Pessoal … concordo com ele … só sobraram 13% de investidores pois os espertos já cairam fora… a demanda é reprimida principalmente por conta dos precos e há liquidez mesmo… as construtoras estão derretendo… ahahahah

    0
    • Carlos_ 25 de abril de 2012 at 08:20

      Se repete toda hora é publicidade paga.

      0
    • GB 25 de abril de 2012 at 08:35

      Como um professor disse, coisa boa acaba vendendo-se sozinha, quando há muita propaganda é que a coisa está feia.

      Antes de falir o presidente da GURGEL não saia da TV, ficava lá fazendo propaganda das maravilhas do carro brasileiro” e pedindo pro pessoal comprar ações deles, a CYRELA vai gastar uma boa grana com isso, será que vão conseguir pegar algum desavisado ?

      O Capitalismo é mesmo uma coisa maravilhosa, assistam o filme “Capitalismo, uma história de amor e ódio”, é dublado e é excelente, procurem na internet, o documentarista fala da crise imobiliária dos EUA e como o pessoal de Wall Street agia para encher seus bolsos mesmo enganando o povo.

      0
  • Carlos_ 25 de abril de 2012 at 08:33

    Inadimplência dispara acima dos níveis da crise de 2009

    Desempenho fraco da economia neste início de ano deve empurrar melhora dos índices de calote dos consumidores para o segundo semestre
    LUCIANNE CARNEIRO
    BRUNO ROSA
    Publicado:
    24/04/12 – 23h33
    Atualizado:
    24/04/12 – 23h33

    RIO — Influenciada pelo boom do crédito em 2010 e pela desaceleração da atividade econômica no ano passado, a inadimplência entre os consumidores disparou e, em alguns casos, como no de automóveis, ultrapassa os níveis de 2009, quando a crise econômica afetou os mercados em todo o mundo. O desempenho ainda fraco da economia neste início de 2012 deve empurrar uma melhora dos índices de calote apenas para o segundo semestre, auxiliado pela redução da taxa básica de juros e dos spreads bancários (diferença entre a taxa de captação e a cobrada dos clientes).
    — A inadimplência ainda não chegou em seu ponto máximo, é um indicador defasado. E a economia teve um primeiro trimestre tímido, com expansão de, no máximo, 0,5%. O crescimento fraco deve prolongar um pouco mais a inadimplência, provavelmente até o segundo semestre — diz Carlos Thadeu de Freitas, ex-diretor do Banco Central e chefe da Divisão Econômica da Confederação Nacional do Comércio.
    O BC — que divulga hoje os dados para o mês de março — estima que os atrasos com mais de 90 dias já representavam 5,61% do crédito pessoal em fevereiro, ante 5,82% em fevereiro de 2009. A inadimplência de pessoas físicas, por sua vez, marcava 7,59% em fevereiro, ante 8,54% em maio de 2009 — o maior nível no período pós-crise. Mas a situação mais crítica aparece no financiamento de veículos: os atrasos somavam 5,5% em fevereiro, quase o dobro de igual mês de 2011 (2,8%). Em 2009, endossa a Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras (Anef), as parcelas em atraso representavam 4,4% do total concedido.
    — Houve muito crédito na praça, e o consumidor se endividou. Depois, a inflação consumiu parte de sua renda. Com isso, o carro, que não é essencial, deixou de ser prioridade. A única alternativa para esse cenário é uma negociação entre bancos e clientes — atesta Sérgio Bessa, economista da Fundação Getulio Vargas (FGV).
    Cheque sem fundo sobe 11% em março
    A inadimplência já limita os ganhos dos bancos. Itaú Unibanco e Bradesco elevaram suas provisões para devedores duvidosos (para cerca de R$ 26 bilhões, ao todo)no primeiro trimestre.
    —Vejo a inadimplência se estabilizando em algum momento no segundo trimestre, em função dos estímulos à economia e da redução dos juros — diz o economista-chefe da Prosper Corretora, Eduardo Velho.
    José Antonio Praxedes, presidente da TeleCheque, ressalta que o calote vai subir nos próximos meses. Em março, houve alta de 10,94% no volume de cheques devolvidos em relação ao mesmo mês do ano anterior, no maior patamar desde 2010. Para abril, o avanço continua, mas em ritmo um pouco menor:
    — Estamos em uma tendência de alta do calote. Em junho e agosto haverá avanço por causa das compras do Dia das Mães. E o patamar vai continuar alto, mas de forma moderada nos próximos 18 meses devido à inclusão social.
    Ao comprar itens para sua casa, a auxiliar administrativa Marcia do Nascimento se enrolou nas prestações e recorreu ao cheque especial:
    — A parcela é alta e usei o cheque especial para quitar a dívida , mesmo sabendo que os juros são maiores.
    Para o economista da Tendências Márcio Nakane, a política do governo de reduzir os juros cobrados pelos bancos não deve ter efeito a curto prazo devido à inadimplência:
    — Os eventuais efeitos da política do governo, seja em aumento do volume do crédito ou em redução do spread, não serão sentidos porque a inadimplência é um componente importante para os spreads. Só depois da reversão das expectativas de inadimplência é que deve haver impacto. Vimos um pico nos últimos meses, mas estamos próximos de observar reversão da tendência da inadimplência.
    Segundo a Serasa, a inadimplência registrou em março a primeira alta do ano, de 4,9%. O índice é o maior desde 2010, quando foi de 13,9%.
    — A inadimplência não subiu este ano em janeiro e em fevereiro. Quando a economia não cresceu no terceiro trimestre de 2011, o consumidor pôs o pé no freio — aponta o assessor econômico da Serasa Experian, Carlos Henrique de Almeida.

    0
    • Rico 25 de abril de 2012 at 09:36

      Desempenho fraco o escambau. Não tem ninguém desempregado. O problema que a capacidade de adquirir crédito da população saturou. Vai ter que renegociar tudo.
      Isso é óbvio, imóveis e automóveis são bens duráveis, que você troca de 3 ou 5 anos, no caso dos automóveis.

      0
      • CapEnt 25 de abril de 2012 at 10:53

        O desemprego vem depois de sucessivos “desempenhos fracos”.

        0
        • Rico 25 de abril de 2012 at 14:25

          Sim, mas não é a realidade agora. Apenas temos uma saturação da capacidade de endividamento.

          0
          • CapEnt 25 de abril de 2012 at 15:12

            Não é isso que eu quis dizer, o que quero dizer é: não existe relação entre desempenho de curto prazo e desemprego. Você pode ter sim desempenho fraco sem aumento de desemprego por um certo tempo.

            O desempenho da economia realmente está fraco.

            0
            • Rico 26 de abril de 2012 at 10:07

              Sim, entendi e concordo.

              0
  • GB 25 de abril de 2012 at 08:39

    Uma colega perguntou bem lá pra cima se eu não estou preocupado em perder o emprego ou não ter mais aumentos salariais se tivermos uma crise brava, eu particulamente acho que a crise já chegou, basta assistir um pouco de TV, o governo a está escondendo.

    Eu sou um Oficial de Justiça e infelizmente são nesses momentos de crise que somos mais requisitados, os bancos e credores de todo tipo correm para lá para que os devedores sejam obrigados pelo poder público a pagar suas dívidas, sempre foi assim.

    Estou é preocupado com o aumento de serviço e com a pressão dos bancos para fazermos tudo rapidamente, mesmo assim eu estou disposto a correr esse risco se for para todos termos um mercado imobiliário saudável.

    0
  • xyz 25 de abril de 2012 at 08:42

    ht tp://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2012/04/empresa-aproveita-sobras-de-incorporadoras-e-faz-outlet-de-imoveis.html

    “A previsão da entrega é para abril de 2014 – o que, para investimento, para mim, é ótimo, porque é antes da Copa do Mundo e fica muito perto do novo estádio do Palmeiras”

    0
    • Carlos_ 25 de abril de 2012 at 08:55

      Realmente o infeliz acredita que 2 meses depois da data de previsão de entrega o imóvel vai estar na mão dele e já em condições de ser alugado.

      0
      • Rico 25 de abril de 2012 at 09:34

        Vai ter jogo da copa no Palmeiras? Não sabia…

        Mesmo se tivesse, quem ia fazer contrato para assistir 1 jogo da janela?

        Se fosse assim aquele Cingapura do lado do Autódromo de Interlagos valeria milhões.

        0
  • Thiago A. 25 de abril de 2012 at 08:54

    Ah mas esse é o melhor caso

    A construtora atrasa a entrega e o investiTrouxa fica com cara de otário.

    (e mesmo que o Ap estivesse pronto em abril não estaria em condições para a copa)

    0
  • "O" Nova 25 de abril de 2012 at 09:07

    AI TE COISA!!!! VAI CONTRA A GRANDE POLITICA DOS PETRALHAS!

    Senado aprova projeto que acaba com guerra dos portos
    PUBLICIDAD
    DE SÃO PAULO
    O Senado aprovou nesta terça-feira o projeto de resolução que unifica as alíquotas de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) para produtos importados e, assim, põe fim à chamada “guerra dos portos”.
    O texto aprovado unifica para 4% as alíquotas interestaduais do imposto sobre importados, reduzindo a receita dos Estados que oferecem os incentivos.
    Apoiado pelo governo Dilma Rousseff e pelas entidades representativas da indústria nacional, a proposta sofreu oposição veemente dos governadores e das bancadas de Goiás, Espírito Santo e Santa Catarina, inclusive com ameaças de retaliação ao Planalto no Congresso.
    Na “guerra dos portos”, Estados de menor expressão econômica oferecem incentivos fiscais para a entrada de produtos estrangeiros e depois se beneficiam da arrecadação do ICMS quando as mercadorias são revendidas para outros locais.
    Como a prerrogativa de definir as alíquotas de ICMS é do Senado, o texto vai à promulgação, não sendo, portanto, objeto de análise da Câmara ou da Presidência da República.

    “http://www1.folha.uol.com.br/poder/1080978-senado-aprova-projeto-que-acaba-com-guerra-dos-portos.shtml

    0
    • Guilherme SC 25 de abril de 2012 at 11:23

      Isso aí vai acabar com SC e o ES.

      0
  • Ploc 25 de abril de 2012 at 09:22

    Relato:
    Minha esposa trabalha prestando serviço para condomínios (qualquer serviço hidraulica, eletrica, reformas em geral, pintura,…) ela analisa e contrata a pessoa certa para fazer o serviço.
    Até inicio de 2011 ela não conseguia contratar ninguem para prestar serviços de imediato. Todo mundo estava atolado de serviço. Todos estavam envolvidos com vários outros clientes.
    Hoje ele teve que consultar algums prestadores de serviço e todos (sem exceção) estão livres para pegar serviço. Chega a ter briga para oferecer o melhor orçamento. Voce pede para dar uma passadinha no local para que verifiquem a dimensao do trabalho e eles todos estão disponiveis para ir no mesmo dia.
    Agora imagina se esse povo está atolado em financiamento. como fica?

    Alguem mais está percebendo essa nova cara do mercado de serviços?

    0
    • GB 25 de abril de 2012 at 10:40

      Aqui em Jundiaí já tem pedreiro oferecendo seus serviços, eles estão colocando placas em postes, maior estranho isso, sinal dos novos tempos.

      0
  • interior 25 de abril de 2012 at 09:35

    REUÇÃO DE JUROS FREIA VENDAS DE CARROS USADOS NO PAÍS.
    UAI ECONOMIA.

    0
  • interior 25 de abril de 2012 at 09:36

    *REDUÇÃO DE JUROS

    0
  • RAL 25 de abril de 2012 at 09:38

    Parece que ao site vai ficar no ar muito tempo , visto que o governo esta fazendo o possivel e o impossivel também para manter o setor imobiliario de pé !!!

    ***Hoje vai ser anunciado a redução de juros dos financiamentos imobiliarios da CEF.

    0
    • Leo 25 de abril de 2012 at 10:08

      Isso foi divulgado ontem , nao ? E pelo o que foi discutido por aqui, esse juros se aplica SOMENTE ao MCMV ( minha casa, minha vida ).

      0
    • CapEnt 25 de abril de 2012 at 10:49

      É só para o MCMV. Igual os últimos meses do infame SFH…

      0
  • Ronald 25 de abril de 2012 at 09:55

    O que os clientes do JP Morgan pensam sobre o Brasil e a bolsa

    Investidores torcem o nariz para interferência do governo em diversos setores da economia

    “O setor doméstico continua na preferência, principalmente os ligados ao crescimento da classe média. Com isso, a procura está por papéis que tragam proteção contra a inflação, como a AmBev … O setor imobiliário está deixado de lado, mas quem aposta tem buscado as ações da PDG (PDGR3).”

    http://exame.abril.com.br/mercados/noticias/o-que-os-clientes-do-jp-morgan-pensam-sobre-o-brasil-e-a-bolsa?page=2&slug_name=o-que-os-clientes-do-jp-morgan-pensam-sobre-o-brasil-e-a-bolsa

    O setor imobiliário sendo deixado de lado por investidores internacionais mas alguns apostam na PDG (PDGR3) ???

    0
    • GB 25 de abril de 2012 at 11:19

      “Preferência pela PDG” ? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, ai meu Deus, a dentadura voou longe.

      0
    • Sergio Figueiredo 25 de abril de 2012 at 14:26

      O termo ‘aposta’ foi bem colocado pois não há fundamento algum. Eu ainda prefiro a Mega-Sena.

      0
  • Renato 25 de abril de 2012 at 09:58

    Isso acompanho de perto, deve existir muitos outros interesses que desconheço, mas a parte que estou por dentro se resume a isso.
    Primeiro , Governo quer aumentar a arrecadação a qualquer custo, somado a isso quer tornar a indústria nacional competitiva com base no protecionismo, pois investir em infraestrura nada! Mas sabemos que as importações não são responsaveis pela desindustrialização e sim elavada carga tributária, falta investimentos e folha de pagamento beirando ao absurdo.
    Mas porque esse a ataque as importações? Simples o Governo tem que culpar alguém, câmbio, importação etc…
    Agora real situação! Sou do ramo dos metais, e no meio rola que um dos grandes prejudicados pelas importações são os produtores de aço, diz a lenda e não vou citar o nome da empresa comprou o senador responsável pelo projeto que por sinal é um bandido no minímo.
    Minhas ponderações:
    -Hoje as importações criam empregos lá fora e prejudicam a indústria nacional? Sim mas em esse é o menor dos problemas.
    Barrando os incentivos mudaremos essa situação? Não ,pois 80% das importações são matéria primas , maquinas e insumos e nao produtos acabados, esse materiais vão para industria justamente tornando elas competitivas, sem as importações pagaremos o produtos mais caros e consequentemente o valor para o consumidor subirá pois sabemos que produzir aqui dentro não compensa pelos mesmos fatores ja citados e mais a enregia elétrica mais cara no mundo todo. Isso podemos observar no próprio governo que está dando prioridade em quase tudo que compra para empresas nacionais mesmo estas estando às vezes o dobro em custo, claro quem paga a conta final somos nós. ( em outra oportunidade posso dar vários exemplos de como poderemos sair perdendo neste extremo protecionismo).
    – Os estados prejudicados estavam errados em dar incentivos? Sim e Não.
    Os estados concederam os incentivos sem aprovaçao do confaz errado.
    Mas sem esse incentivos os estados estariam numa situação bem pior, Sou de São paulo o estado mais prejudicado, mas olho o brasil como todo e não só o lado do estado onde resido, pense bem essas regiões sul e nordeste são extremos do brasil, como é que vão desenvolver suas indústrias para vender no maior mercado consumidor (São Paulo) sem incentivos, pois os custos de transportes são proibitivos, pela falta de investimentos em estradas e transporte justamento pelo governo.
    Bom concluindo, acho um erro barrar as importações pois essa conta pagaremos caro exemplo informática na decada 90, o governo deveria primeiro atacar outras frentes, necessitamos de alguns produtos estrangeiros fato, tornando-os mais caro , não nos torna mais competitivos, gera emprego , mas a renda não acompanhará a elevação dos custos, como acontece nos imóveis, agora vê se a Petobras quando importar a gasolina terá as mesma condições de impostos, não pois já subsidiamos e torna-la mais cara só prejudicará nossos governantes.
    essa é minha humilde explicação!

    0
  • Douglas 25 de abril de 2012 at 10:09

    Com esse tipo de noticia, perguntas caem sobre mim!
    Financiamento de imóveis cairam? Pq?
    Pq A grande leva de compradores, foram investidores? </strong
    E agora estao enfrentado grandes dificuldades para venderem?
    E se isso gerar precos ainda maiores?
    O que vai acontecer com o grande estoque de imoveis novos?
    Uma coisa é certam etse tipo de noticia dificulta a negociação, para quem quer comprar, como o GB diz, deixa que o tempo mostrará o quão maldito esse mercado se tornou. Fiquem avisados essa será a primeira argumentação utilizada pelos corretores, afinal eles agem iguais a ovelhas

    0
    • GB 25 de abril de 2012 at 10:59

      Eu tive Econômia no 1º ano da faculdade, claro que fo ibem superficial, voltada a conceitos, mas foi muito interessante.

      Meu professor disse que há sempre uma luta entre vendedores e compradores: um quer vender pelo maior valor possível e o outro quer comprar pelo menor valor possível, aí a coisa não anda, mas o mercado acaba influenciando nisso e eles acabam chegando a um valor mais adequado para ambos.

      Do meu ponto de vista, o crédito fácil puxa a sardinha pro lado do vendedor, ele pode vender mais caro pois o comprador está recebendo uma “ajuda” do banco, ele não se importa em pagar por 30 anos se a parcela couber, HOJE, em seu orçamento, mas ele não sabe como estarão as coisas daqui a 30 anos.

      E se esse comprador for especulador, pior ainda, é o shadow inventory, o imóvel vai retornar ao mercado, vai pressionar aumentando a oferta.

      As coisas estão andando muito rapidamente, mas ainda é cedo para grandes mudanças, ainda estamos na fase da negação, mas essas empresas não vão durar muito tempo deixando lançamentos na gaveta e vendendo só para desinformados, existe demanda reprimida por causa dos preços altos e da renda baixa, caso contrário não haveria tantos encalhes.

      0
  • Johnny Real State 25 de abril de 2012 at 10:17

    Pessoal, bom dia

    Preciso de uma opinião de vocês quanto realmente valem os imóveis abaixo na cidade de São Paulo:

    Av. Eng. Heitor Antonio Eiras Garcia, 587 (Butantã) – Ap 77 m2 (entrega Set/13)
    Rua do Hipodromo, 680 – Ap 65 m2 (Brás ao lado do metrô mooca-bresser) (entregue Abril/12)

    Obrigado

    0
    • Douglas 25 de abril de 2012 at 10:22

      250 mil dilmas chutando alto

      0
  • Douglas 25 de abril de 2012 at 10:21

    Bolha isso ficou(ria) legal!!!!

    0
  • Douglas 25 de abril de 2012 at 10:30

    Douglas



    O aumento de crédito for apenas para o MCMV?

    0
  • Douglas 25 de abril de 2012 at 10:32

    Douglas


    Teste HTML

    0
  • Douglas 25 de abril de 2012 at 10:34

    Douglas


    TEST

    0
  • Fernando 25 de abril de 2012 at 10:49

    Oi Bolha, postei um comentario ontem por volta as 23hs. Ele sumiu…. O que aconteceu? Abs, Fernando.

    0
    • Bolha Imobiliária 25 de abril de 2012 at 11:03

      Depois das 23 não entrei no blog, deve ter caído na moderação

      0
  • Irene 25 de abril de 2012 at 10:59

    Olha sou de Santos sp,e por aqui está uma loucura, prédios gigantes o mercado está louco mesmo,apt de 1 milhão sendo vendido como se fosse bolsas .Só que aqui não sei como será ,pra piorar ainda tem o pre sal,que dizem vai gerar milhões de empregos .Por favor me digam o que vcs acham?

    0
    • FQ 25 de abril de 2012 at 11:38

      O que eu acho? Ploc!

      Em todo lugar é sempre a mesma estória para tentar justificar os preços: “aqui é diferente”! “Aqui teremos isso”, “estamos no meio disso”…
      Em Campinas, Nordeste, Volta Redonda, Rio ou Santos, todos os lugares têm seu suposto motivo especial!

      Outro dia, um sujeito disse que Cascavel (???) no Paraná era diferente, pois estava no meio do caminho entre outras cidades!

      0
      • Irene 25 de abril de 2012 at 11:57

        uffffaaa KKK Muito bom obrigada,mesmo a opinião de vcs e muito importante para mim.

        0
    • Valdir 25 de abril de 2012 at 12:39

      Irene,

      A algum tempo atras eu pesquisei muito o mercado de Santos, inclusive visitei imobiliárias em Santos.
      O que o pessoal não entendeu é que as plataformas de petroleo ficaram a mais de 100 km da costa, ou seja, não ficarão na didade dm Santos, mas na costa de Santos, o que é bem diferente.
      Outro ponto legal, quem ira operar essas plataformas serão os cariocas, não pense que a Petrobras ira recrutar os caiçaras dos mercados ai de Santos (pão de açucar da vida) para operar as plataformas.
      Possivelmente o unico que se beneficiara desse Pré Sal é a prefeitura de Santos, com os royalties do petroleo, eu disse isso para um corretor ai de Santos, o coitado quase teve um AVC.

      0
      • Irene 25 de abril de 2012 at 12:53

        kkkkk obrigada ,eu posso imaginar os corretores aqui,estão vendendo Santos como a 8 maravilha,nasci aqui e está osso de viver tudo fora da realidade.

        0
      • Luiz 25 de abril de 2012 at 13:01

        eu acho q Santos é exceção.
        a ilha já está saturada e os investimentos serão imensos, a bolha aí vai expandir para as cidades vizinhas
        será a ultima a explodir a bolha, se explodir, acho mesmo que Santos vai entrar num novo patamar

        0
  • Keyser(CE) 25 de abril de 2012 at 11:02

    Pra quem acha que estamos em pleno emprego.

    ht tp://w ww1.folha.uol.com.br/poder/1081163-desemprego-sobe-para-108-em-marco-diz-seadedieese.shtml

    0
    • xyz 25 de abril de 2012 at 11:24

      Hoje no brasil só não trabalha quem não quer.
      Com a oferta de “bolsas” muitas pessoas estão desistindo de trabalhar.
      A criação de vagas no primeiro trimestre, apesar de ter sido bem menor que os dois anos anteriores, ainda foi muito forte.

      Na semana passada a presidenta abriu a torneira dos cofres públicos, e só para os estados e municípios liberou 30 bilhões para obras de mobilidade.

      O desespero ainda não bateu à porta do governo.
      O governo vai desesperar só quando o mercado começar a “enguiar” os títulos do governo. Por enquanto o governo pensa que a dívida pública é uma fonte infinita.

      0
      • GB 25 de abril de 2012 at 11:41

        Pelo menos serviços e comércio estão contratando, mas sem o $$$ das pessoas que trabalhavam na indústria, construção civil e serviços domésticos as coisas podem ficar complicadas para eles também.

        “Todos querem aumentar o lucro eliminando funcionários, mas todos torcem para que os empregadores de seus clientes NÃO façam o mesmo.” GB

        0
    • GB 25 de abril de 2012 at 11:34

      Depois de ler esse artigo, publicado por Órgão de responsabilidade, que não é comprado pelo mercado imobiliário:

      Tem certeza que não estamos em crise ? Não sei não, mas 11,1% da PEA de São Paulo desempregada para mim já é uma crise das boas e no mês anterior eram 10,4%, quase 1%, um aumento muito grande..

      Só no mês passado a construção civil fechou 35 mil vagas (deve ter pedreiro pra caramba aí no meio, não vão conseguir pagar seus carros novos).
      Indústrias: -53k vagas
      Outros (inclui serviços domésticos): -47k vagas.

      E se pensar que essas pessoas vão ter problemas para achar outro emprego e vão ter dificuldade para honrar suas dívidas, isso vira uma bola de neve.

      O Brazil é muito exagerado: aqui a bolha chegou ao máximo em 3 anos, nos outros países o oba-oba levou 7 anos e agora está caindo aos poucos, aqui parece que vai desabar de vez.

      0
      • Sergio Figueiredo 25 de abril de 2012 at 14:32

        Também reparei isso. Em Vancouver/CA, o pessoal hoje fala da bolha imobiliária por conta do aumento em 142% de 2002 até 2012. Na rua onde eu moro, comprei um apê por 90k em 2006 e hoje você não vê ofertas menores que 300k. Ou seja, se forem vendidos por 270k, são 300% de aumento em apenas 6 anos.

        A correção será grande.

        link sobre o que disse de Vancouver/CA:

        “http://vreaa.wordpress.com/2012/01/16/dr-housing-bubble-on-vancouver-the-median-household-income-in-vancouver-is-67550-yet-the-average-detached-home-price-is-above-1-million-that-is-simply-madness-and-even-makes-the-california-h/

        0
  • Luiz 25 de abril de 2012 at 11:06

    Desemprego sobe para 10,8% em março, diz Seade/Dieese

    fomnte: ESTADAO.COM.BR

    A taxa de desemprego NAS 7 regiões metropolitanas do país subiu para 10,8% em março, ante 10,1% em fevereiro

    A região onde o desemprego mais subiu foi a de Salvador, a taxa passou de 15,8% para 17,3%
    Na Região Metropolitana de São Paulo, a taxa de desemprego subiu para 11,1%, ante 10,4%

    foram fechadas 92 mil vagas
    a indústria cortou 53 mil vagas e a
    construção civil reduziu outras 35 mil.

    a massa de rendimentos dos assalariados CAIU 0,60% ante o mês anterior.

    CONFORME PROFETIZADO NESTE BLOG

    0
  • Rodrigo 25 de abril de 2012 at 11:22

    Casa própria também vai ter corte de taxas de juros
    O Dia, 25/abr
    Caixa anuncia hoje melhoria nas condições para cliente conseguir financiar imóvel

    Mais um setor terá redução de juros ao consumidor. Desta vez será o segmento de crédito imobiliário. Hoje, a Caixa Econômica Federal anunciará queda das taxas do financiamento de imóveis. Atualmente, o banco oferecido percentuais que variam de 5% – para empreendimentos do ‘Minha casa, Minha Vida’ – a 12% ao ano para mutuários em geral.
    O banco é um dos principais instrumentos do governo para fomentar financiamentos habitacionais no País. O anúncio de corte ocorrerá em coletiva de lançamento do 8º Feirão da Casa Própria, quando será informado o calendário dos eventos.
    Sem antecipar detalhes, a Caixa não informou se a redução dos juros será válida para contratos de financiamentos já fechados ou se as novas regras vão ser usadas somente para quem pegar empréstimo a partir de agora. O banco também confirmará hoje se o corte atingirá todas as modalidades de crédito imobiliário ou apenas os contratos do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’.
    A Caixa mexerá nos juros do crédito imobiliário dois dias dia depois de anunciar financiamento de móveis e eletrodomésticos da linha banca (fogão, geladeira e tanquinhos eletrônicos) com taxas de 1% a 2% ao mês. A iniciativa beneficia inscritos no programa habitacional voltado a famílias de baixa renda.
    Caixa e Banco do Brasil seguem na trajetória de oferecer mais crédito a juros baixo, forçando a concorrência a fazer o mesmo. Apesar da resistência inicial, os bancos privados também anunciaram reduções.
    Para o cliente conseguir se beneficiar das taxas de juros mais baixas anunciadas pelos bancos é preciso ter paciência na hora de negociar uma dívida ou tentar um novo empréstimo. Devido a informações desencontradas em algumas nas agências, os clientes ficam na dúvida se os números apresentados são realmente mais em conta.
    O servidor municipal Ronaldo Cruz, 50 anos, por exemplo, teve dificuldades ao pedir informações sobre a redução dos juros do cheque especial. “Precisava de benefício que reduzisse os juros de quase 10%. Fui mal informado e me empurram alternativa que não constava do programa de redução”, conta.
    A funcionária dos Correios Almerinda Dias, 50, ouviu reclamações de amigos que esbarram em exigências dos bancos para conseguir juros mais baixo. Já o aposentado do INSS Miguel Azevedo, 72, afirmou que pesquisará entre os bancos a melhor opção de consignado antes de pegar um empréstimo.
    Apesar das instituições bancárias públicas e privadas alardearem reduções nas taxas de juros, os percentuais mínimos não estão acessíveis a todos os clientes.
    Na hora de conceder empréstimo, o banco avalia o histórico de relacionamento do cliente com a instituição para determinar a taxa de juros.
    Quem é cliente antigo, possui outros produtos do banco, nunca emitiu cheque sem fundos ou ficou inadimplente, certamente terá mais chances de se beneficiar de taxas menores.

    0
    • GB 25 de abril de 2012 at 11:50

      Os bancos estão morrendo de medo da inadimplência, por outro lado construtoras, associações, corretores e governo saem alardeando que os juros “baixos” são para todos e isso acaba influenciando positivamente nas bolsas de valores, hoje está subindo, mas bem menos que o repique loco de ontem.

      Fico imaginando daqui a 1 semana, quando descobrirem que isso não ajudou em nada as construtoras, mas sardinha é sempre sardinha mesmo, o Frajola gosta muito de sardinhas (“Eu acho que eu vi um gatinho.”).

      0
      • GB 25 de abril de 2012 at 11:54

        Ops, “e ISTO acaba influenciando”.

        É o blá-blá-blá desse grupo todo que influencia, não a prudência dos bancos.

        “COMA FRANGO !!!”, diz a placa carregada pela vaquinha no meio da avenida.

        0
  • Raul 25 de abril de 2012 at 11:25

    Oi pessoal eu leio o blog todos os dias e venho esperando o estouro da bolha desde 2010…minha mulher estava me pressionando para comprar um imóvel desde então e eu firme nos ensinamentos deste blog falei para ela que os preços iriam despencar 50% no mínimo. Mas o problema é que os preços ainda não começaram a cair, eu sei que estamos na fase da negação ainda, mas não estou mais conseguindo aguentar a pressão da minha mulher, ela diz que os preços estão subindo diariamente…somos de Santos / SP, e aqui ainda não começou o estouro. Espero que me ajudem, pois o dinheiro que eu tinha para dar a entrada em um 2 quartos em 2010 agora não dá nem para pegar uma de 1 quarto, eu teria quetentar uma kitinet mesmo. Mas continuo firme e forte esperando o estouro pois pelas minhas contas, com o estouro da bolha, com o dinheiro que tenho (que hoje da para pegaruma kit) poderei pegar um de 3 quartos ou até 4 quartos perto da praia!!!!! Mas preciso saber quando a bolha vai estourar!!!??? Estou ficando impaciente de ter que esperar o estouro, preciso de uma previsão mais precisa da data do estouro. Obrigado a todos.

    0
    • FQ 25 de abril de 2012 at 12:28

      Raul,

      Tudo tem um preço na vida! A sua situação reflete perfeitamente a motivação das pessoas que tem comprado imóveis nos preços atuais: Desespero, medo, insegurança, pressão feminina… Tudo, menos razão, planejamento, estudo financeiro ou viabilidade de longo prazo.

      Seu caso é prova cabal da quebradeira que vai ser quando o aumento do custo de vida ou algum gasto extra surgir e fizer com que as prestações não caibam no orçamento. A compra de um imóvel é talvez um dos eventos financeiros mais importante ao longo da vida e deve ser feito com planejamento, análise de todos os cenários e um estudo financeiro coerente com seus recursos e não devem ser feitos por desespero, chororô, ameças ou chantagem de corretores ou achismo de internet.

      Estude sua condição presente futura, as possibilidades do mercado ,sua renda, o retorno e tome suas decisões com os cenários e recursos disponíveis.

      Uma decisão importante na vida deve ser feita com planejamento e análise de todas possibilidades.

      De fato, devido as grandes altas dos preços nos últimos anos, todos que não compraram imóveis em 2008 estão hoje, obviamente, arrependidos. Mas, isso não significa que a alta vai se repetir infinitamente, pelo contrário, justamente pela alta que se passou, a tendência agora é de queda para os pessimistas e de acomodação para os mais otimistas.

      0
    • Eder 25 de abril de 2012 at 17:22

      Lendo esse blog, já percebi quem inflou a bolha: foram as esposas e noivas. kkkk

      0
  • Hévin 25 de abril de 2012 at 11:35

    Pessoal, acompanho o blog já faz algumas semanas e é incrível a dificuldade que estou tendo para conseguir um bom imóvel na ZS do Rio, mas específicamente no Leblon e em Ipanema.

    Sou médico e atendo tanto no Rio como em SP, resido no Leblon e estou procurando um imóvel para o meu filho que vai se casar daqui alguns meses.Estou impressionado como hoje em dia não se encontra praticamente mais nenhum imóvel novo nesses bairros, existe sim uma oferta razoável de imóveis antigos, mas pouquíssima de imóveis com boas condições para habitação, mesmo que usados.

    J. Hévin

    0
    • Rodrigo 25 de abril de 2012 at 12:14

      Esse é um dos poucos lançamentos no Leblon.

      “http://www.cyrela.com.br/rj/pagina-imoveis/wave-ipanema?utm_source=google&utm_medium=cpc&utm_term=apartamento%20ipanema&utm_content=Cyrela.Brasil.RioDeJaneiro_Wave%20Ipanema_Ipanema_Apartamento&utm_campaign=Plano.Mensal.Cyrela&gclid=CKmZyrGk0K8CFQqc7QodpUoKFw

      0
      • Rodrigo 25 de abril de 2012 at 12:16

        Tem outros aqui:

        “http://lancamentosrj.com/busca-imoveis-bairro/leblon/

        0
    • Charles 25 de abril de 2012 at 15:07

      Você esqueceu de mencionar a relação do Preço com as condições precarias dos imoveis que tem encontrado neh.

      Imoveis péssimos com preços milhonarios.

      Pode isso Arnaldo?

      0
  • Jack Imóveis 25 de abril de 2012 at 11:42

    Caros,

    Não vejo grande impacto, mas segue:

    “http://economia.uol.com.br/ultimas-noticias/redacao/2012/04/25/caixa-reduz-em-ate-21-juros-para-financiar-casa-propria.jhtm”

    Abraços

    Jack – Lendo

    0
  • seeder 25 de abril de 2012 at 11:44

    FINANCIAMENTO DE IMÓVEIS COM RECURSOS DA POUPANÇA CRESCE 10%

    Link: h t t p ://www1.folha.uol.com.br/mercado/1081159-financiamento-de-imoveis-com-recursos-da-poupanca-cresce-10.shtml

    Os bancos concederam R$ 17,6 bilhões em empréstimos com recursos da caderneta de poupança para a construção e compra de imóveis no primeiro trimestre. O valor representa um aumento de 9,9% na comparação com igual intervalo de 2011.

    Considerando apenas março, foram R$ 6,8 bilhões, com variação de 9,4% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com os dados divulgados nesta quarta-feira pela Abecip (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança).

    De acordo com avaliação da entidade, o ritmo de crescimento no trimestre foi “moderado”.

    O levantamento aponta ainda que os financiamentos atingiram R$ 81,5 bilhões no acumulado dos últimos 12 meses, com acréscimo de 31%.
    Em quantidade, foram financiados 491,9 mil imóveis entre abril de 2011 e o mês passado, com aumento de 9% em relação aos 12 meses anteriores. No mês de março, foram 40 mil unidades, com aumento de 7%.

    JUROS
    Os financiamentos podem ser impulsionados nos próximos meses pela redução das taxas de juros. A Caixa Econômica Federal anuncia hoje corte nas taxas do crédito imobiliário.

    A instituição é a primeira a anunciar corte no financiamento de imóveis. O banco público tem 74% desse mercado. O movimento deve induzir cortes também no setor privado.

    0
    • Renato 25 de abril de 2012 at 13:52

      e ainda querem taxar a poupança ano que vem!

      0
  • Zoom 25 de abril de 2012 at 11:45

    Segura peãoooo…
    Cai ou não?

    Caixa reduz juros para financiamento imobiliário

    Em sequência à redução de juros iniciadas no começo do mês, a Caixa diminuiu de 10% para 9% os juros do financiamento para a compra da casa própria de até R$ 500 mil. Para imóveis acima desse valor, a taxa cairá de 11% para 10% no banco.

    O benefício poderá ser ainda maior para os clientes que tiverem conta salário e histórico de relacionamento com a Caixa.

    As novas taxas foram anunciadas nesta quarta-feira e passam a valer a partir do dia 4 de maio, data de início do próximo feirão de imóveis promovido pelo banco em 13 cidades.

    -ttp://www1.folha.uol.com.br/mercado/1081198-caixa-reduz-juros-para-financiamento-imobiliario.shtml

    0
    • seeder 25 de abril de 2012 at 11:53

      Hummm então quer dizer que vão baixar a taxa de juros? Bom, então os proprietários de imóveis vão poder aumentar ainda mais o preço?

      0
    • Luiz 25 de abril de 2012 at 11:56

      calcula aí algum matematico, juros sobre juros o quanto 1% reflete em economia de dinheiro ao final de 360 meses para o valor maximo de 500 mil

      creio que 100% deste valor será repassado automaticamente para o preço

      não resolve o problema, pq o problema é a renda, não a dívida
      A medida apenas dá mais folego para as construtoras

      0
    • Zoom 25 de abril de 2012 at 12:06

      Esqueci de mencionar as ações no chão. O chão é o limite.

      0
      • Ader 25 de abril de 2012 at 13:03

        Penso que o magma é o limite…

        0
      • MRCG 25 de abril de 2012 at 16:57

        Parece até funk… chão chão chão

        0
  • Luiz 25 de abril de 2012 at 11:46

    RosinhA disse:
    abril 24th, 2012 at 19:35

    Não acho que pode ser esta quantidade 50 a 100% Luiz senão teríamos tido resultados muitos piores de vendas a mais tempo, é muita sobreoferta, acho que só chegaríamos a estes números com bolha criada mesmo. Isso ainda descontando o MCMV se entendi direito né.

    Responder
    Rosinha, 3 coisas:
    1. Havia mesmo demanda reprimida anos atrás, porisso a sobreoferta não foi sentida de imediato
    2. Aqueles dentro do perfil do MCMV que tentaram entrar no mercado acima do perfil-MCMV constituem o nosso subprime, a principio eles tbm formaram demanda, mas por estar deslocada da renda vai gerar problemas
    3. A sobreoferta é fato recente existe um delay entre o projeto/aprovação/cosntrução/entrega de até 5 anos. Esse delay gera elasticidade entre a sobreoferta e o ajuste do preço

    Fazendo as contas e considerando questoes como so eventos e as eleições, calculei o estouro para o perído 2015/17 Errei.

    0
  • Miguel Jacó 25 de abril de 2012 at 11:55

    Reino Unido entra em recessão com queda do PIB no 1º trimestre

    Economia encolheu 0,2% nos três meses encerrados em março, após contração de 0,3% no trimestre final de 2011
    25 de abril de 2012 | 6h 46

    http: / / economia.estadao.com.br/noticias/economia%20geral,reino-unido-entra-em-recessao-com-queda-do-pib-no-1-trimestre,110299,0.htm

    0
  • Zoom 25 de abril de 2012 at 11:57

    21% ??????

    Caixa reduz em até 21% juros para financiar casa própria

    A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quarta-feira (25) a redução das taxas de juros voltadas a financiamento imobiliário em até 21% pelo (SFH) Sistema Financeiro de Habitação. Ontem, o banco já havia antecipado que diminuiria os juros. As novas taxas passam a valer a partir do dia 4 de maio, data de abertura do 8º Feirão da Caixa.

    Uma das medidas anunciadas é de que os imóveis de até R$ 500 mil, dentro do SFH (Sistema Financeiro de Habitação), terão os juros reduzidos de 10% para 9% ao ano. Os clientes da Caixa pagam juros menores, de 7,9% ao ano. Já para os imoveis que estão fora do SFH , os juros caem de 11% para 10%.

    -http://economia.uol.com.br/ultimas-noticias/redacao/2012/04/25/caixa-reduz-em-ate-21-juros-para-financiar-casa-propria.jhtm

    0
    • Ploc 25 de abril de 2012 at 12:14

      Agora é só aguardar. Uma coisa é anunciar, outra coisa é dar.

      Prá mim, quanto mais credito no mercado melhor. Quando arrebentar, arrebenta mesmo.

      0
      • GB 25 de abril de 2012 at 12:18

        Não tenho a menor dúvida disso que você falou: crédito mais barato só para quem comprovar que vai poder pagar por ele.

        Quanto mais gente se “enforcar” melhor, deixa as sardinhas se arrebentarem, isso depois dificulta um possível repique, a maior parte vai ter perdido $$$$ e nunca mais vai pensar em investir em imóveis, como já aconteceu com telefones, por exemplo.

        0
    • JP 25 de abril de 2012 at 12:30

      Está certo Zoom. 7,9% é 79% dos 10% que eram cobrados anteriormente. 21% de desconto.
      Eu já estou ficando cada vez mais desanimado com esses incentivos ao consumo do governo. Nesse modelo de economia, nós poupadores somos sempre prejudicados. Ando de carro velho e moro com meus pais tentando construir riqueza, enquanto a maioria dos amigos ostenta carro zero, casa própria e viajam pelo mundo, muitas vezes ganhando bem menos do que eu… acho que o melhor mesmo é desistir de poupar e deixar a conta de tudo que o governo está fazendo para nossos filhos e netos…

      0
    • Carlos_ 25 de abril de 2012 at 12:39

      De 10% para 7,9%, redução de 21% nos juros totais. É isso.

      0
    • Sol de Sampa 26 de abril de 2012 at 03:16

      Zoom, eu tinha financiamento SFH até fevereiro deste ano, e aí tá uma grande tirada…
      juros nominais 12%aa. mas pra valer eu estava pagando 10,5% aa efetivos. pois tenho aplicação….

      para rendas menores o juros eram – nominais entre 10 e 11% aa. efetivos ficam entre 8,3 a 9,7% aa. dependendo do “relacionamento”….

      conclusão, se houver diferença estará por volta de 0,4% a.m ou no maximo 4,8% aa …. mas aí entre o jogo entre juros nominais e efetivos….

      vc acha que isso impacta no que???? sugiro entrarem no site da CAIXA faazerem um simulação imprimirem e guardarem…. e depois da data anunciada reepetirem a simulação para comparação…..

      0
      • Cleyton 26 de abril de 2012 at 10:14

        Sol, poderia fazer a gentileza de verificar se é pelo SFH mesmo?

        Até onde eu sei o SFH é modelo apenas para o MCMD e tem limite de juros, valor de imóvel, renda, etc… além de ser subsidiado.

        No site da CEF eles não dizem isso mas perguntam a renda e uns tarará e fazem a simulação pelo SFI que não tem limites nem subsídios, pela taxa que vc informou aí imagino que é o outro sistema:

        SFH: “http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8004.htm

        SFI: “http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9514.htm

        0
        • Sol de Sampa 26 de abril de 2012 at 12:38

          Cleyton vou ver se consigo uma simulação numa agencia pois o sistema para o publico tem algumas variações,

          mas no geral eu tinha uma paninha de acompanhamento de juros mensais pois meu contrato tinha os juros + TR … na TR o sistema cortava na 5a. casa e os juros ao mes flutuavam ….

          na simulação eles levam em conta a renda, obrigatoriamente… para o MCMV ter subsidio de $23 K tem que ter a renda familiar enquadrada em até 5SM e ter conta há + de 3 anos no FGTS.

          para as outras modalidades – tem 2 :
          SBPE – sistema brasileirio de poupança e empréstimo – para imoveis até $500 K

          carta crédito – para imoveis acima de 500 K ou para rendas maiores e não usa FGTS…

          mas acho interessante fazerem a simulação hoje e imprimirem os valores – pois tem 3 casos de enquadramento de prestação – dependendo do relacionamento com o cef…. eu acho que eles estão jogando entre juros nominais e efetivos e relacionamento…e não vão mudar muita coisa… em 2008 depois de eu ter tirado o financiamento houve um ajuste de 3% em média nos juros (para baixo) o meu contrato era ainda maior dos que tiraram depois de novembro de 2008 …

          vou vere se cnsigo a simualçao, e ai coloco no blog

          0
  • Marcus 25 de abril de 2012 at 12:02

    Estão acompanhando o desempenho dos bancos hoje na bolsa ? … especial o Itaú ???

    ________________________

    São Paulo, 25 de abril de 2012 – O presidente do Itaú Unibanco, Alfredo
    Egydio Setubal, afirmou, há pouco, que a instituição financeira deve
    apresentar crescimento na despesa com provisão para crédito duvidoso nos
    próximos trimestre, podendo atingir R$ 6,4 bilhões no segundo trimestre e R$
    7,1 bilhões no terceiro trimestre de 2012. O primeiro trimestre encerrou com
    montante de R$ 6,031 bilhões, forte crescimento de 37,7% em relação ao mesmo
    período do ano anterior.

    “Os números mostram que o crescimento deve continuar, tendo em vista a
    nossa previsão de aumento da inadimplência”, explicou o executivo, durante
    teleconferência com analistas para divulgar os resultados financeiros do
    primeiro trimestre do ano.

    Para chegar à previsão, o banco levou em consideração o aumento da
    inadimplência para pessoa física nas operações com atraso entre 15 e 90
    dias, que passou de 6,9% em dezembro do ano passado para 7,9% em março deste
    ano. “O aumento deve impactar na inadimplência medida acima de 90 dias, que é
    o parâmetro do mercado”, avaliou Setubal.

    Eduardo Puccioni / Agência Leia

    Edição: Andréa Rodrigues

    Copyright 2012 – Agência Leia

    0
    • Sol de Sampa 26 de abril de 2012 at 03:28

      menos $$$$ pra financiar…. pois vão ter que provisionar em balanço conforme regulamento do BC de acordo com Basileia….
      e isso é itau – elite …. quero ver bradesco, santander e hsbc

      inflaçao a vista… segura peão… que vai ser forte

      0
  • GB 25 de abril de 2012 at 12:04

    Eu acho que ainda é pouco, quem quer comprar espera uma medida mais forte, não nos juros, mas na queda para preços reais.

    As medidas anterores não ajudaram, já baixaram juros 3 vezes e não ajudou, o problema é a falta de renda, não estão fazendo nada para melhorar isso, muito pelo contrário, só aumentam as dívidas, vamos deixar o tempo passar para ver se muda alguma coisa.

    GB: ainda cético e com o $$$ guardado na poupança.

    0
    • GB 25 de abril de 2012 at 12:10

      Mesmo que digam que os preços vão cair só em 2017, após os eventos, o que não acredito pois vai cair bem antes, com minha renda atual qualquer financiamento que eu faça vai levar 15 anos, então prefiro ficar mais 5 anos no aluguel, poupando a diferença e deixando render para mim, que comprar algo caro hoje e me arrepender daqui a 5 anos ainda tendo 10 para pagar.

      E nesses financiamentos eles cobram taxas e seguros escondidos que são só um meio de tirar mais $$$ da pessoa, pois são taxas administrativas e seguros que a pessoa paga para manter o patrimônio do banco seguro, kkkkk.

      E o engraçado é que mesmo que vc antecipe as parcelas, vc vai pagá-las obrigatoriamente, nunca vi isso.

      0
      • Sol de Sampa 26 de abril de 2012 at 03:35

        GB, na antecipação vc pag cheio…. melhor abater saldo devedor, aí sim vc tem redução de juros se com isso diminuir prazo… mas tem contrto atual que não permite….

        0
    • Paulo 25 de abril de 2012 at 15:01

      Bancos baixam juros, mais gente pega empréstimo, mais gente fica indimplente, banco perde mais dinheiro (até por q para baixar juros diminuiu sua margem), banqueiro fica triste.

      Bancos baixam juros, mais gente procura, banco aumenta exigências (renda, propriedade, etc), tem menos financiamento, menos inadimplentes, banqueiro fica feliz.

      O que vcs acham que vai acontecer? vão aumentar as exigências e acabar com o “crédito fácil”… menor procura…
      “in Miguel Jacó we trust’

      0
  • rodrigo 25 de abril de 2012 at 12:04

    Sei que todos aqui torcem para uma queda nos precos dos imoveis, mas recentemente dois fatores chamam atencao para uma manutencao nos precos dos imoveis ou ate mesmo um aumento.:

    o primeiro seria a ja comentada reducao de juros por parte da CEF, (ate 7,9% ano ano para clientes com bom relacionamento), o que poderia ocasionar uma corrida ao financiamento de imoveis, partindo da ideia “agora ‘e a hora”

    o segundo ‘e a constante queda da taxa selic, que ocasiona uma fuga de investimentos em fundos e titulos do governo ( ja que a rentabilidade vem despencando), levando investidores a buscar os ja valorizados imoveis. Alem disso, a queda da taxa de juros leva a um direcionamento maior de recursos para a poupanca, que obrigatoriamente destina a captacao para financiamento de imoveis, girando a roda do financiamento imobiliario e impulsionando os precos para cima.

    abracos a todos.

    0
    • GB 25 de abril de 2012 at 12:51

      Cirilo, é você meu filho, ainda tomando Gardenal de litro ?

      0
      • Eder 25 de abril de 2012 at 17:29

        N, esse n é o cirilo. N é uma opinião descabida.

        0
        • Cleyton 25 de abril de 2012 at 18:27

          Claro que não, mim não ser mais rodrigo, ser Eder!!

          Vê se cresce moleque.

          0
    • Ploc 25 de abril de 2012 at 14:25

      Já disse e repito. Que demore mais 1 mes ou 1 anos. O final já sabemos qual é.
      KABUMMMMMMMMMMMMMMMMMM!

      0
    • Eduardo 25 de abril de 2012 at 14:33

      Como aquele tio da TV, ele sempre fala:

      COMPRA, COMPRA, COMPRA, COMPRA, COMPRA, COMPRA….

      KKKKKKKKKKK

      Manda bala, compra, paga caro e procura um outro trouxa para bancar a festa. Talvez alguém da nova classe média, com renda de R$1.600,00.

      0
      • RosinhA 25 de abril de 2012 at 19:48

        Me lembrou A Rommer Multimarcas quem é de SP, com certeza vai dar risada.

        0
  • Jack Imóveis 25 de abril de 2012 at 12:08

    Caros,

    Quem tiver acesso hoje leia o Valor Economico. Saiu uma matéria de capa sobre o custo que as construtoras terão de arcar devido aos recorrentes atrasos nas Obras.

    Abraços

    Jack – Recomendando

    0
  • AJW 25 de abril de 2012 at 12:20

    Amigos acho que vou financiar um imovel,pois com financiamento de R$200mil vou economizar R150 por mês de simples prestação de R$ 2138 passa para cerca de R$2.000. Ou seja em 30 vou economizar 18mil. Isto é uma piada. Não vai adiar o ploc….

    Simulação
    De acordo com a Caixa, todo o cliente, independente ter conta no banco, em um financiamento de R$ 200 mil, economizará cerca de R$ 1.800 nas prestações do primeiro ano. No período de 20 anos do contrato, a economia chega a R$ 18 mil.

    No caso de um financiamento de R$ 100 mil, dentro das regras do FGTS, a economia no primeiro ano será de R$ 450 e, ao longo de 30 anos de contrato, de R$ 7 mil.

    Se o financiamento for de R$ 600 mil, fora do SFH, a economia no período de vigor do contrato pode chegar a R$ 54 mil, segundo o banco

    0
    • Renatao 25 de abril de 2012 at 12:32

      Realmente parece piada! Como dizem sempre aqui, o problema é arrumar renda para pagar 2.000 reais de parcela em um pais que a media salarial é de 1.600.

      Quem paga 2mil, paga 2.100. E tem mais, duvido que nao vao repassar isso para o valor do imovel.

      0
      • Luiz 25 de abril de 2012 at 12:58

        Renato 100 reais por meses a fio, juro sobre juro, vezes milhares de credores significa bilhões injetados na economia, dinheiro criado do nada

        0
      • Atribulado 25 de abril de 2012 at 13:08

        “Quem paga 2mil, paga 2.100”

        Tem alguns milhoes de pessoas que pagam 2k mas não pagam 2,1k, é só ver a diferença do numero de familias que ganham 6k e que ganham 6,3k.

        Pode não parecer, mas cada pequena queda numa prestação aumenta um monte o publico alvo. Ainda mais no brasil, onde a desigualdade é grande.

        0
  • Zoom 25 de abril de 2012 at 12:21

    Jack, tá aí.

    Ações por atraso de obras pesam nas construtoras

    Além de estourarem os orçamentos e apresentarem margens em queda, as incorporadoras imobiliárias se deparam com outro problema que ainda não se refletiu em seus balanços: entre 2010 e 2011, mais que dobrou o valor das ações judiciais cíveis contra elas. Boa parte dos processos é relacionada à cobrança de multas por atraso na entrega das obras.

    Em um grupo de 15 empresas de capital aberto analisadas pelo Valor, o montante das contingências cíveis fora do balanço saltou de R$ 364 milhões para R$ 757 milhões, com alta de 107% em um ano. Como as empresas dizem que a chance de perda nesses processos é apenas “possível”, e não “provável”, esses valores não foram registrados como despesa com provisão no balanço – aparecem apenas nas notas explicativas.
    Assuntos relacionados

    Novas entregas podem elevar total de processos

    Isso significa que, se o diagnóstico das companhias estiver errado e o risco de perda das disputas na Justiça se tornar provável, elas terão de registrar despesas milionárias em suas demonstrações de resultados. Do total de processos cíveis tratados como de perda possível ao fim de 2011, 85% se referem a cinco incorporadoras: Gafisa, PDG, Viver, Cyrela e Even. As quatro últimas citam os atrasos em obras entre as principais razões para justificar os valores. Outros casos em disputa envolvem índices de correção das parcelas, rescisão de contratos com devolução de valores e vícios de construção.

    A Gafisa, que tem o maior montan-te em contingências cíveis sem provisão no balanço, de R$ 346 milhões, não descreve a origem das causas e, procurada, preferiu não se manifestar.

    Com as ações judiciais e multas por atrasos se avolumando nos tribunais, o Secovi (sindicato que representa as construtoras de São Paulo) assinou, no fim de setembro, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com Ministério Público para criar regras para os casos de atraso de entrega de obras além dos 180 dias de tolerância de praxe. Ficou acertado que os contratos assinados a partir de 120 dias da assinatura do TAC passam a incluir dois tipos de multa: 2% sobre o valor pago até então pelo comprador, uma única vez, e mais 0,5% incidente sobre a mesma base, a cada mês de atraso. Mas o TAC não resolve os contratos antigos. Muitos não preveem multas, embora exista prazo para conclusão da obra.

    Mais informações na página B7

    Fonte: Valor Econômico 25/04

    0
    • GB 25 de abril de 2012 at 12:29

      “Si ferraram”, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

      Experiência própria: se conseguirem se erguer dessa crise que dizem que não existe, o que só conteceria se voltassem a produzir e vender normalmente, a maior parte vai virar, pelo menos, acordo na base dos 50% do valor da causa, só para acabar logo com o processo.

      Eu já acredito que não há para onde correr, vão falir e esse pessoal vai ter que brigar pelo que sobrar, depois que ex-funcionários, governo e credores privilegiados já tiverem pego sua parte.

      0
    • FoxBravo 25 de abril de 2012 at 13:46

      Tem pessoas aproveitando a “chance” e entrando com ação para cancelar a compra devido ao atraso. Mas o motivo real é que perceberam que não vão conseguir pagar as “chaves” e obter um financiamento.

      0
  • Luiz 25 de abril de 2012 at 12:28

    Bolsa hj
    Maiores QUEDAS: bancos
    Maiores altas: construtoras

    Se a Bolsa é o oraculo do mercado ela está dizendo o seguinte:

    A CONTA da bolha imobiliária não ficará só pAra as construtoras mas será divida com os bancos. VEM AÍ O SUBPRIME

    0
    • AJW 25 de abril de 2012 at 12:36

      Não querendo corrigir mas :

      MRV -0,60%
      Gafisa 0,00%

      Já estão dividindo o preju

      0
      • Curioso 25 de abril de 2012 at 12:45

        Só pra atualizar… rss!

        Gafisa ON (GFSA3) 3.83 (-0.26%)

        Diante dessa resposta, agora é ladeira abaixoooooo…..

        0
        • GB 25 de abril de 2012 at 12:54

          Como dizem: alegria de pobre dura pouco.

          No caso das construtoras, do Frajola e de seus sardinhas, só dura 1 dia e meio. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

          O mercado já viu que a medida é quase nada, só conversa.

          Como o colega disse, quem tem R$ 2.000 tem R$ 2.100, falo por experiência própria.

          0
        • Luiz 25 de abril de 2012 at 12:57

          caramba nem assim?
          o repique durou poucas horas

          0
  • Curioso 25 de abril de 2012 at 12:42

    Querem inflar ainda mais essa bolha… pqp!

    Caixa reduz juros do crédito imobiliário em até 21%

    A Caixa Econômica Federal reduziu as taxas de juros do financiamento imobiliário para todos os clientes, dentro do Programa Caixa Melhor Crédito. A redução pode chegar a até 21%, sobre a taxa de juro efetiva, nas condições do Sistema Financeiro de Habitação (SFH). As novas taxas valerão para os novos financiamentos, contratados a partir do início do 8º Feirão.

    As taxas caem para todos os clientes, independentemente do relacionamento, e caem ainda mais para aqueles que optarem por ser clientes da CAIXA.

    Para imóveis de até R$ 500 mil, dentro do SFH, os juros passam de 10% a. a. para 9% a. a. para todos os clientes. Com relacionamento e conta salário a taxa cai ainda mais, para 7,9% a.a.

    Todo cliente, independentemente de relacionamento com o banco, em um financiamento de R$ 200 mil reais, por exemplo, economizará cerca de R$ 1800 na prestação no primeiro ano, e um total de mais de R$ 18 mil em um contrato de 20 anos, por exemplo.

    Se o cliente for financiar o imóvel de até R$ 170 mil, nas regras do FGTS, e possuir relacionamento e conta salário na Caixa, a taxa máxima cai dos atuais 8,4% a.a. para 7,9% a.a. E cairá para 7,4% a.a. se o cliente for também cotista do FGTS, inclusive para os financiamentos enquadrados no Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV), na faixa de renda acima de R$ 3.100.

    A economia para um financiamento de R$ 100 mil, por exemplo, dentro das regras do FGTS, será de R$ 450 no primeiro ano e de cerca de R$ 7 mil, em 30 anos.

    Para imóveis fora do SFH (valor superior a R$ 500 mil), as taxas também caem, de 11% a.a. para 10% a.a. para todos os clientes. Com relacionamento e conta salário, o juro cai ainda mais, para 9% a.a.Em um financiamento de R$ 600 mil, feito fora do SFH, o cliente economizará em 20 anos, mais de R$ 5.600 no primeiro ano e mais de R$ 54 mil no total.

    Para o vice-presidente de Governo e Habitação da Caixa, José Urbano Duarte, “o lançamento do Programa Caixa Melhor Crédito e a considerável redução da taxa de juros nos produtos comerciais, geraram forte expectativa do mercado sobre novas taxas também no crédito imobiliário, que não poderia ficar à margem. A redução veio e permitirá que as famílias comprem imóveis ainda melhores e em condições mais vantajosas”, analisou.

    As novas condições para financiamento habitacional vigorarão em todas as agências também para os contratos celebrados a partir do dia 4 de maio de 2012.

    0
    • Vinicius 25 de abril de 2012 at 13:04

      Nessa reportagem tem um corretor que fez o seguinte comentário:

      Sou corretor de imóveis desde novembro passado. Até agora não ganhei nenhum centavo. Só gastei nessa nova profissão. Os poucos detentores de imóveis em Cuiabá-Mt, na verdade os que se acham donos da cidade, não vendem nada se não for pelo preço que eles querem. Preços extremente altos! Os corretores não mandam mesmo nos preços dos imóveis. Pelo que aprendi até agora, é que os corretores quase sempre sugerem um preço menor para facilitar a venda. Nós corretores pensamos o seguinte: é melhor uma comissão pequena do que nada! Isso para imóveis de terceiro que é minha área, o que não acontece com os lançamentos, porque as construtoras realmente arrebentam nos preços! Tem um montão de corretor indo pro buraco mesmo!!!

      0
    • Mr. D 25 de abril de 2012 at 13:24

      Infelizmente o governo atira no próprio pé.

      Acho que a profecia do Miguel Jacó não se concretizará, visto que o governo ainda tem muitas armas para queimar e evitar o estouro da bolha.

      Os políticos perceberam que a situação começou a feder, e resolveram “facilitar” o crédito até para imóveis, ao invés de um crescimento sustentável, temos essa farra de crédito…

      Uma tristeza ver isso acontecendo de maneira tão ostensiva.
      Acho que vão conseguir empurrar o estouro para depois de 2014…

      0
      • Carlos Eduardo 25 de abril de 2012 at 14:24

        Amem!

        prefiro que fosse assim, mais não estou muito certo sobre as armas do governo! pois o próprio já está metendo as mãos nos lucros dos bancos, como nunca antes da história desse pais e ainda estão pensando em meter a mão nos poupadores!

        Qual vai ser o próximo?? Pelomenos os brasileiros aprenderam a explodir caixa eletronico!

        Assim se pegarem o teu dinheiro você pode ir lá e pegar de volta, já que a banania tá virando um faroeste de leis!

        0
        • MRCG 25 de abril de 2012 at 18:09

          Onde compra dinamite? Será que tem alguma construra disposta a vender?

          0
      • Sol de Sampa 26 de abril de 2012 at 03:53

        Mr. D eu não seria tão otimista com o efeito dessa pseudo redução de juros … aguarde e verá…

        quem até agora não comprou, vc pode ter certeza de que se puder esperar não vai financiar com esses vls….

        0
  • Carcará 25 de abril de 2012 at 12:49

    Luiz,
    acho que a queda dos bancos tem a ver com a “queda” dos juros para os inadimplentes. Há nessa informação dois dados negativos para quem detém ações de banco: 1. Deve aumentar a PDD; 2. Reduzindo o juros, reduz-se a margem de lucro.

    Em relação às altas das construtoras, desde o final de 2010, que elas viraram apenas ações de especulação. Ninguém sério (falo alguém que quer ter retorno lucro/ação) compra essas porcarias mais. Assim, sobe hoje, despenca amanhã, sem nenhum fato plausível que indique um movimento ou outro. É pura jogatina. Aliás, como em bolsa, o conhecimento é sempre assimétrico, esse troço é um grande cassino.

    O SUBPRIME haverá se os bancos estiverem avaliando os aps pelo preço de mercado. Quando o mundo enxugar a dinheirama que está circulando por aí (se o canditadfo republicano ganhar, é possível que o processo se antecipe), ou a política macroeconômica doidivanas do nosso governo colapsar, os juros que hoje são baratos, tornar-se-ão estratosféricos. Nesse caso, o banco vai retomar o imóvel. Se superavaliou, aí teremos SUBPRIME.

    0
    • Luiz 25 de abril de 2012 at 12:56

      CARCARÁ, A SUBPRIME BRASILEIRA é a população que não tem renda e assinou contrato de promessa de compra na expectativa de no futuro ou conseguir pagar ou vender com ágio.

      até agora essa bucha tava caindo na mão só das cosntrutoras, mas agora com redução do juros, reduz o lucro do banco, ele tbm passa a participar do custo do risco disso aí. A Caixa é do governo, então em ultima instancia somos todos nós que vamos pagar a conta.

      Vem aí repique forte de preços e de vendas, que esperava a continuação da queda vai assistir uma bela bull trap

      Tbm prefetizo a inundação do blog por corretores amargurados

      0
      • Carcará 25 de abril de 2012 at 13:08

        Luiz,
        acho que não dá pra dizer que é subprime se o banco ficar com os imóveis a preço do custo da obra. Se os especuladores de 20% devolverem o imóvel, o banco pode vendê-lo um pouco acima do preço de custo, sem maiores prejuízos. Agora, se você tá pensando: ” E quem vai comprar tanto imóvel mesmo a preço não bolhudo?” Aí, eu concordo com você. A insanidade foi tão grande que mesmo quando os preços cairem, será dificil encontrar gente para comprar tanto imóvel.

        Ah, a profecia dos corretores amargurados é uma certeza…rs

        0
        • Luiz 25 de abril de 2012 at 15:18

          as construtoras e seus corretores prometeram financiamento a quem não pode por preços que não valem, estimulando a competição entre a demanda.

          uma vez negado o financiamento, volta pra construtora, auemnta oe stoque eos custos de ficar matendo o estoque

          se aprovado o financiamento, pior, pq em muitos dos casos a aprovação ocorreu mediante fraude, não haverá renda pra pagar, ou s ehouver vai consumir toda a renda da família.

          0
  • MAR 25 de abril de 2012 at 12:53

    Acompanho o blog já há bastente tempo. Concordo que estamos vivenciando uma bolha imobiliária. O cenário futuro aponta para um problema de maior gravidade: a estagflação. Esdrúxulo fenômeno econômico já verificado por aqui.

    0
  • GB 25 de abril de 2012 at 13:02

    Credo gente, “corretores amargurados” inundando esse fórum, haja Baygon para dar conta disso.

    A bolsa já notou que essas novas medidas são BULLSHIT, já caiu de +0,80 para +0,60%, muitas que estavam valoriando nos +0,80 já estão inverteram a tendência e estão desvalorizando (GAFISA -0,52%).

    A bolsa é isso aí mesmo nos dias de hoje: vive de boatos e de ações do governo que só trazem mais endividamento, nunca mais renda.

    0
    • TR 25 de abril de 2012 at 13:28

      No fórum da minha corretora tá cheio de gente indignada. Acham um absurdo o Dow Jones subir e o Ibovespa cair, uma verdadeira sacanagem. “- É manipulação do book de ofertas”, disse um deles. “-São os tubarões desovando o papel”, disse outro. Daí eu penso, nossa, esses investidores estão por dentro dos jargões do mercado, são de wallstreet.

      Ouvi um dizer que iria às ruas protestar por uma ação da Gafisa mais digna: “- 6 pilas tá bom.”

      Isso diverte e explica o boom imobiliário tupiniquim.

      0
  • augusto 25 de abril de 2012 at 13:03

    Contradições de hoje entre noticias da midia:
    Banco Central e Serasa informam redução no indice de inadimplencia, mas ações dos bancos caem fortememte devido ao aumento da inadimplencia.
    Vá entender as coisas, pelo menso os redatores deveriam ter um minimo de vergonha na cara e perceberem tais fatos

    0
    • Ader 25 de abril de 2012 at 13:16

      Isso é feito propositadamente, chama-se “informação” e “contra-informação”. Tática para manter alienado um povo inculto que não sabe criticar aquilo que se fala na mídia…

      0
    • TR 25 de abril de 2012 at 13:34

      Pelo que eu entendi de uma notícia que li hoje, a Caixa vai rever juros de contratos existentes. Até bacalhau vai ficar com dor de cabeça porque se a caixa baixa os juros para contratos em vigência e os outros bancos não acompanham entra em cena a portabilidade.

      É possível que eu tenha entendido tudo errado, mas a princípio, os bancos estão com a carteira de crédito em risco.

      0
      • Charles 25 de abril de 2012 at 13:55

        Um fator que estão esquecendo ao estimular a portabilidade da divida é que a CAIXA e BB, hoje, são bancos com atendimento extremamente ruins. É um verdadeiro caos ser atendidos nessas instituições e com a portabilidade e consequente aumento do numero de clientes essas instituições vão entrar em colapso.

        Quero só ver no que vai dar. Sou cliente caixa por ser Func. Publico e sei bem do que estou falando. A CAIXA é, de longe, o pior banco do país.

        0
      • Sol de Sampa 26 de abril de 2012 at 04:06

        TR devagar com o andor que esses santos são de barro….

        a) a queda de juros nos financiamentos dependerá do relacionamento do cliente com o banco…. e vc pode ter certeza que não será maior que 4,8%aa.

        b) novos financiamentos devem ter regras de capacidade de renda muito bem avaliadas… e isso já ocorre na CEF e BB, e com a alta da inadimplencia duvido muito que Itau e bradesco usem de analises furadas… do santander e hsbc não sei… tenho duvidas.

        c) quanto a portabilidade existe um grande porém no meio… vc tem que gastar novamente com a averbação no registro de imoveis, e isso já era praticado há muito tempo, mesmo sem a Lei de 2006, pois não havia nenhum impecilho, desde que não fosse financiamento SFH – ou seja carteira hipotecária… Mas mesmo assim há custos para a portabilidade e relacionamento com o novo banco, fora o que vc passa por uma analise como se fosse financiar novamente … então não pense que vai haver desova de inadimplentes para os bancos publicos ou que vai ter gente mudando de banco a toa, mesmo por que bom cliente o proprio bco renegocia … mas não vai haver nenhum estouro… o maior murmurio será da midia…

        0
    • aiwww 25 de abril de 2012 at 13:55

      Aumento do desemprego

      g1.globo.com/economia/noticia/2012/04/taxa-de-desemprego-sobe-nas-sete-regioes-pesquisadas-aponta-dieese.html

      0
  • Guilherme 25 de abril de 2012 at 13:26
    • Bolha Imobiliária 25 de abril de 2012 at 15:50

      Será que é hora de colocar o site de volta no ar ?

      0
  • Patricia Engª 25 de abril de 2012 at 13:35

    Sei que a reportagem do DCI é um pouco longa, mas acho que vale dar uma olha…

    Sistema financeiro saudável?

    A pergunta que abre o artigo parece fora do contexto no momento em que se discute a redução do spread bancário e se acusam os bancos de insensibilidade financeira mantendo elevados os juros comerciais. Para apoiar esta indagação vamos transcrever um parágrafo do artigo que publicamos aqui no DCI em 11 de abril de 2008, quando apontamos os riscos de financiamentos de veículos em prazos que chegavam a até 72 meses, sem qualquer entrada, incluindo financiamento de impostos e taxas de licenciamento, fato que na época preocupou o ministro da Fazenda.

    “O produto da venda e garantia do financiamento – o carro – perde 20% de seu valor assim que é emplacado e começa a rodar. Sai da categoria de zero, objeto de desejo das classes A, B, C e D para entrar na categoria de usado, desdenhado por todas as classes. Daqui a 30 meses, quando o financiado ou locador José da Silva perceber que o carro que usa nem é seu e que o saldo devedor ficou muito superior ao valor do veículo que utiliza simplesmente irá deixá-lo na porta do banco proprietário do carro e devolver-lhe as chaves… e os bancos estarão na mesma situação em que se encontram hoje as empresas de seguro de saúde, que, de cada dez ações que respondem na Justiça, perdem 11.”

    No domingo, 15 de abril, 48 meses após a publicação do artigo, com 18 meses de atraso nossa previsão começou a se realizar. O jornal O Estado de S. Paulo divulgou a seguinte manchete no caderno dedicado a economia: “Inadimplência bate recorde e consumidor dá carro de graça para se livrar da dívida.” Fontes do Banco Central divulgaram que os atrasos iguais e superiores a 15 dias no pagamento dos empréstimos para compra de veículos atingiram 14% da carteira, representando ativos de 73 bilhões de reais. Em fevereiro os atrasos superiores a 90 dias atingiram 5,5%. Portanto, por exigência do Banco Central, os bancos estarão obrigados a provisionar em média 5,5% do volume da carteira de financiamento a veículos. Será um forte soco na rentabilidade.

    A euforia bancária para financiar carros em 2008 está se transformando no pesadelo de 2012. Já existem sites em que mais de 1.000 pessoas tentam passar o veículo pelo saldo devedor. Brevemente descobrirão que isto não será necessário e que um bom advogado poderá ajudá-los a devolver o veículo ao credor com maior rapidez. Os abundantes recursos secaram, e a Anfavea reclama de que até as instituições financeiras ligadas às montadoras estão fechando as torneiras. O famoso conto infantil inverteu-se. O príncipe encantado recebeu o beijo da bruxa Ganância e se transformou em um sapo que os bancos deverão digerir em doses cada vez maiores.

    Por que isto está ocorrendo? A causa é a mesma que provocou o terremoto das hipotecas imobiliárias nos Estados Unidos. Ganância. Aqui, tal como lá, o executivo financeiro passou a ser remunerado pelo resultado da rentabilidade anual de sua área através de bônus que superam em muito a remuneração mensal. Procurando rentabilidade imediata para o próprio bolso e depois para a instituição, o executivo fecha os olhos para o risco de longo prazo.

    Para que o leitor não pense que estou exagerando, cito caso real que ocorreu com o Banco Votorantim. É sabido que a instituição por enfrentar problemas na área cambial foi parcialmente absorvida pelo Banco do Brasil. Notícia recente informa que o BB estará negociando a aquisição total da instituição. É publico que alto-executivo do Banco Votorantim recebeu em um exercício bonificação de 11 milhões de reais. Em fevereiro de 2008 a BV Leasing emitiu 10 bilhões de reais para financiamento de veículos enquanto o Bradesco Leasing emitira 5 bilhões, e o Citibank, 1 bilhão de reais. Fez sentido uma instituição de porte menor captar tantos recursos e pagar bônus tão elevados? Os fatos demonstraram que não.

    Atualmente as instituições financeiras brasileiras pagam elevados bônus a seus executivos e correm o mesmo risco de focar o presente e se descuidar do futuro apesar das fortes provisões que anualmente registram nos balanços. Se os grandes banqueiros brasileiros -que em homenagem passo a citar, como Olavo Setubal, Amador Aguiar e Walter Moreira Salles- ressuscitassem, teriam ataques de nervos ao tomar conhecimento das bonificações que atualmente as instituições financeiras pagam aos executivos sob o pretexto de contribuição ao lucro. Em nossa opinião o governo não precisa se preocupar com os altos spreads das operações bancárias.

    Os novos banqueiros é que precisam acreditar que juros elevados, altos spreads representam altos riscos e que bônus, prêmios e mordomias para executivos baseados em rentabilidade imediata são mortais para qualquer instituição financeira ou industrial. Um executivo que fica rico em dois anos de atividade profissional está pouco se lixando para a corporação. É da natureza humana. Rico não gosta de ser empregado. E tomem muito cuidado com os financiamentos imobiliários.

    0
    • Ploc 25 de abril de 2012 at 14:13

      Muito boa.

      0
    • Ricardo 25 de abril de 2012 at 14:23

      Vejam só: fazem semanas bancos brasileiro eram tachados de gananciosos por manterem o maior spread bancário do mundo – alguns afirmam que nossos bancos são saudáveis justamente por isto; agora são gananciosos por baixarem as taxas, reduzir o spread e aumentar a base de clientes. Não sei os números, mais talvez vocês saibam: será que a carteira de financiamento de veículos é deficitária para os bancos no curto, médio ou longo prazo? Melhor parar de financiar ou manter mesmo com o aumento da inadimplência? Casos isolados? Tendência? Quanto esta a dívida das famílias brasileiras? 20%? 22%? Qual o índice ideal de dívida das famílias? 30%? 35%? Respostas apocalipticas, please.

      0
      • GB 25 de abril de 2012 at 14:44

        O fato é que no financiamento você vai acabar dando 2 carros para o banco, isso ninguém duvida.

        Quando o cara vê que já pagou bastante e tem muito a mais a pagar, mais que o valor do carro, ele desanima.

        Financiamento de mais 5 anos para carros é um absurdo, você nem quer mais o carro e ainda tem que pagar por ele.

        Fora que no 1º problema financeiro que ele tenha, é o financiamento do carro que ele 1º deixa de pagar.

        0
    • GB 25 de abril de 2012 at 14:40

      Eu sempre digo isso, chega a ser óbvio e agora foi apontado pela reportagem, tipo “dane-se o mercado e a construtora, vou é incentivar os preços altos, ganhar bônus bolhudos, ficar rico e acabou”.

      Depois quem vai falir é a construtora, quem vai ter que correr atrás de direitos são os ex-funcionários, governo e credoires privilegiados, depois, se sobrar alguma coisa o resto do pessoal briga pelo resto.

      0
  • FoxBravo 25 de abril de 2012 at 14:07

    Até corretores e CRECI da vida concordam que não deve haver alta de preços.
    Nós aqui do blog acreditamos em quedas de 30% a 50%.

    Quem está pensando comprar um imóvel agora vai levar em consideração qual risco? De manutenção dos preços? Ou de queda?

    Outro ponto é que a maioria dos compradores de imóveis para moradia está adquirindo um menor e em uma localização pior em comparação com a realmente desejado ou ainda em compração com o tipo de imóvel que estão acostumados (seja com os pais, seja no aluguel).

    Esses compradores estão adquirindo com base em dois argumentos:
    – melhor comprar agora e se livrar do aluguel afinal pagar aluguel é jogar dinheiro fora.
    – depois de um tempo vendemos esse e compramos um maior/melhor. Com certeza teremos uma grande valorização no nosso imóvel conforme as promessas do mercado.

    Se o comprador está pagando a vista sem problemas. Se houver manutenção ou queda dos preços o imóvel em vista também irá acompanhar, mais ou menos, o mesmo preço.

    Mas se comprar financiado temos uma armadilha. Supondo uma entrada de 25% do valor do imóvel e o resto financiado em 30 anos e uma simulação daqui 5 anos.
    – se os preços ficarem estáveis a troca de imóvel será tranquila (alguém acredita que os preços ficaração estáveis???)
    – se os preços cairem 30% o valor do imóvel irá quitar somente o saldo devedor. Perde-se a entrada e todas as prestações pagas nos 60 meses. Não será tão trágico mas a pessoa terá que começar do zero. Como consolo os preços estarão 30% mais baratos.
    – se os preços cairem 50%. Aí a pessoa terá que vender o imóvel e ainda desembolsar uma grana para o banco para cobrir o saldo devedor. Ou ela pode comprar um novo imóvel a partir do zero e alugar o antigo para tentar amenizar o problema. Se a pessoa simplesmente devolver ao banco ela corre o risco de ficar com o nome sujo e aí nem aluguel vai conseguir.

    A conclusão dessa análise é que comprar um imóvel financiado no atual momento é extremamente arriscado. A menos que você pretenda morar nele nos próximos 20 anos.

    0
  • Sir Income 25 de abril de 2012 at 14:08

    Itaú caindo quase 5,5%. Corri negadis

    0
  • MAR 25 de abril de 2012 at 14:25

    Uma coisa a se analisar detidamente é o fenômeno que J.M. Keynes chamou de “armadilha de liquidez” (fenômeno em que a contínua queda da taxa de juros já não é mais suficiente para alavancar a economia) – percepção sentida nos EUA e Europa. Investimentos dependem das taxas de juros e ciclos de negócios (keynesianos e schumpeterianos) mas também da poupança interna (clássicos). O Brasil já perdeu o “time” de estancar as políticas anticíclicas há 2 anos atrás. E agora está-se comprometendo a poupança . Acho que alguém já disse por aqui, que a visão do problema saiu da esfera econômica e pauta no jogo político. Um país que tem algo em torno de 18 a 20% de FBKf (investimento/PIB) querer crescer à base de consumo movido a crédito, é uma piada de mau gosto. Vão dizer, mas os EUA cresceram assim. Ok! Mas, qual a relação investimento/PIB? O resultado dessa lambança política econômica é tão séria que não caiu a “ficha” de muita gente. Não há segredos em economia, um pouco de bom senso já ajuda.

    Uma observação: em macroeconomia (contabilidade nacional/social) os imóveis novos são lançados/contabilizados como investimentos (Lógico, totalmente diferente da concepção do mercado financeiro).Apenas para esclarecer. Se esse conceito mudou, alguém mais atualizado favor me corrigir.

    Parabéns ao blog pelos debates. Penso que os problemas porvir são bem maiores que a bolha imobiliária (ela é apenas a ponta do iceberg). Indadimplênciaxrecessãoxdesempregoxinflaçãoxmaxidesvalorização.
    Não há política que sustente tamanha exuberância irracional. A História é um bom ensinamento que os “pseudos-sábios” desconhecem.

    “Quem viver (ou sobreviver) verá”.

    0
    • Ronald 25 de abril de 2012 at 14:54

      Falou muito bem.

      O PIB deveria crescer com a renda e não dívida.

      O mundo está para viver uma das maiores crises financeiras da história que começa com um simples fato:

      O dinheiro dos países é papel sem lastro e pura especulação. Estão imprimindo papel igual do Banco Imobiliário.

      Junte esse fato a ganância é temos uma bomba de destruição em massa!

      0
  • GB 25 de abril de 2012 at 14:28

    Achei isso o máximo o que o colega postou acima, vale a pena repetir:

    “Sou corretor de imóveis desde novembro passado. Até agora não ganhei nenhum centavo. Só gastei nessa nova profissão. Os poucos detentores de imóveis em Cuiabá-Mt, na verdade os que se acham donos da cidade, não vendem nada se não for pelo preço que eles querem. Preços extremente altos! Os corretores não mandam mesmo nos preços dos imóveis. Pelo que aprendi até agora, é que os corretores quase sempre sugerem um preço menor para facilitar a venda. Nós corretores pensamos o seguinte: é melhor uma comissão pequena do que nada! Isso para imóveis de terceiro que é minha área, o que não acontece com os lançamentos, porque as construtoras realmente arrebentam nos preços! Tem um montão de corretor indo pro buraco mesmo!!!”

    Os próprios corretores são culpados por isso, ficaram de 2008 a 2011 falando pra proprietário que eles podiam enfiar a faca que os trouxas dos especuladores compram de tudo e pagam o que pedirem, agora que estes acordaram e caíram fora eles reclamam que a culpa é dos proprietários que não querem baixar opreço, deram um tiro no próprio pé.

    Mas também o que dizer de um povo sem escolaridade e um mínimo de análise de futuro ? Agora fica aí chorando e reclamando que vai ter que voltar a vender salgados com a mãe.

    0
    • Douglas 25 de abril de 2012 at 14:41

      huahuahuahuauha

      0
  • Elio 25 de abril de 2012 at 14:35

    Alguem viu o “Jornal Hoje” da GROBO hoje?

    Estavam falando de financiamento imobiliário mas eu não consegui prestar atenção… será que era da queda dos juros da CAIXA?

    0
  • alexNY68 25 de abril de 2012 at 14:39

    Entre o real moeda do brasil , que obviamente perdeu 50% d seu valor neste governo ,(nao precisa ser economista pra ver isso , eh soh ir no supermercado pra sentir que o gov safado esta imprimindo sem parar )

    e o dolar que tem liquides mundial e vem de pais serio onde corruptos vao pra cadeia pelo resto da vida , eu fico com o dolar..

    quanto a ouro investimento seguro , eh verdade se vcs entraram no mercado a 10 anos atraz , no momento eh bolha como qualquer outra comprar em alta brusca como a do ouro e tao burro quanto comprar imoveis no brasil

    o real vai despencar muito antes q qualquer outra moeda do mundo , carry trade e governo podre com impressora na mao vao ser os primeiros responsaveis por isso

    aguardem que esta ano promete no brasil

    0
    • Marcus 25 de abril de 2012 at 15:28

      Quem entrou a 3 anos atrás (não precisa ir longe) lavou a égua.

      Mas o importante aqui não é o que passou … e sim o que virá. Se acha que o dólar vai valer a pena, cai dentro. Compra contrato futuro de dólar na bovespa.

      Obviamente não vou me expor totalmente em um único tipo de investimento … mas no percdentual de “proteção e hedge” entre dólar e ouro, na atual conjuntura, fico com o ouro.

      0
  • Ricardo 25 de abril de 2012 at 14:53

    Crise já afeta mercado imobiliário do Brasil

    Os primeiros efeitos da crise financeira mundial já começam a ser sentidos no Brasil. Um dos afetados é o mercado da construção civil: as vendas de imóveis usados já caíram quase 20% e os bancos estão mais exigentes para conceder o crédito imobiliário.

    As empresas de construção, por sua vez, procuram alternativas para fugir dos gastos excessivos com a compra de terrenos. Muitas delas têm ações negociadas em bolsa de valores e, com as recentes quedas, têm bem menos dinheiro em caixa.

    “O mercado financeiro ora está otimista demais, ora pessimista demais. Isso decorre exatamente de uma falta de visão do futuro. Como o futuro está turvo, na bola de cristal do mercado financeiro também não se enxerga nada”, comenta o economista da Global Financial Advisor, Miguel Daoud.

    As ações de empresas do setor de construção na Bovespa oscilaram novamente diante da insegurança dos investidores. No cálculo feito por uma empresa de informação financeira, o valor de mercado de 28 empresas de construção com ações na Bolsa caiu mais de R$ 29 milhões este ano.

    Juro e inadimplência

    Trata-se de um desaquecimento inspirado nas altas na taxa de juros determinada pelo Banco Central e no nível de inadimplência, que subiu a 7,5% em agosto, o maior índice desde fevereiro de 2007. “Não é momento de tomar grandes decisões. Olhar para o futuro hoje é uma atividade de alto risco. Portanto, cautela é a melhor palavra”, orienta o economista Roberto Padovani.

    “Antes da crise americana, se pediam muitos documentos, alguns deles que se sobrepunham uns aos outros. Nós até dizíamos que era um pouco de burocracia excessiva. Hoje nós dizemos o seguinte: num momento como hoje, estas duplicidades de garantia são boas. Acho que isso evita compra por impulso e evita que sejam emitidos créditos ruins”, acredita João Crestana, presidente do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo (Secovi-SP).

    O maior banco a conceder financiamento imobiliário, a Caixa Econômica, diz que ainda não sentiu redução no ritmo dos negócios. Este ano foram comprados 330 mil imóveis com verbas da Caixa. o total liberado passa de R$ 15 bilhões. Grande parte desse dinheiro vem da velha caderneta de poupança, que hoje virou um investimento bastante seguro.

    Notícia publicada em 08/10 de …. 2008!!!

    Muito parecida com algumas publicadas em …. 2012!!!

    E até agora… nada de bolha!!!

    0
    • Jack Imóveis 25 de abril de 2012 at 14:58

      Caro Ricardo,

      Acho que o que você quis dizer na sua conclusão foi que até agora…nada da bolha estourar.

      Não se preocupe. Estamos próximos do estouro.

      Abraços

      Jack – Exercitando a Vidência

      0
    • GB 25 de abril de 2012 at 15:02

      Cirilo ? É você filho ? Não corra, somos amigos (me passa a lata de Baygon) !!!

      Você ainda está empregado como estagiário naquela carteira de imobiliários naquele banco chique ? Caiu a casa, né ?

      0
      • Luiz 25 de abril de 2012 at 15:28

        o cara é um cirilo mesmo
        comparar a maior crise financeira do mundo desde 1929 com a crise estritamente brasileira e [email protected] de 2012

        ele já msotrou a que veio, provocação barata, o botão de denunciar abuso taí
        as vezes quase desconfio que é o próprio bolha que vem aqui animar a piscina

        0
    • Tomaz 25 de abril de 2012 at 15:24

      Sim. Foi a partir daí que a bolha avançou, graças a ajuda do Molusco em criar a marolinha. Logo, seu comentário foi desmedido e fora de contexto.

      0
    • Ricardo 25 de abril de 2012 at 15:25

      Opa, sou o Ricardo (mais antigo) e defensor da iminência da bolha.

      Entretanto, como disseram, essa redução nos juros da Caixa e BB, dará uma inflada na bolha, mas fica um porém: será que o brasileiro ainda tem capacidade de financiamento?

      0
  • GB 25 de abril de 2012 at 14:57

    Depois que eu conheci vocês, me tornei assinante da News Letter da “http://www.moneyweek.com eles descrevem bem o que acontece hoje nas bolsas:

    “Our philosophy is simple. We believe that most of the financial information you are bombarded with is either contradictory, unnecessarily complex or just plain wrong. Our mission is to filter and refine all this information and give you all the day’s most important news, views and advice – in one enjoyable, five-minute daily read.”

    ou

    “A nossa filosofia é simples. Acreditamos que a maioria das informações financeiras com as quais você é bombardeados ou são contraditórias, desnecessariamente complexos ou simplesmente erradas. Nossa missão é a de filtrar e refinar toda essa informação e dar-lhe todas as notícias mais importantes do dia, as opiniões e conselhos – em cinco minutos agradáveis de leitura.”

    “Informações contraditórias ou simplesmente erradas”, matou a pau.

    0
  • simone 25 de abril de 2012 at 15:04

    Disse tudo

    e o dolar que tem liquides mundial e vem de pais serio onde corruptos vao pra cadeia pelo resto da vida , eu fico com o dolar.

    0
  • Mecia 25 de abril de 2012 at 15:05

    Que tristeza hoje nesse blog.
    vamo la galera, alto astral..
    uhuuuuuuuuuu

    0
  • leo 25 de abril de 2012 at 15:11

    Pessoal, o negócio está feio, eu postei aqui faz algumas semanas e muita gente não deu atenção!!!

    Juros na Caixa em 7.9% a.a, ou seja, praticamente 0.6% a.m! Só podem estar de brincadeira, estão inflando demais essa bolha, jesus!!!

    Estão literalmente fazendo os preços bolhudos caberem no bolso do brasileiro e quem tem cultura de poupar está tomando uma bela nabada na bunda! Assim fica muito complicado, se o pessoal já financiava pagando juros de 1.0% a.m mais correção pelo IGPM, imaginem agora?

    Eu por exemplo, pago hoje 0.48% do valor do imóvel de aluguel, considerando o valor do ultimo apto. vendido no predio, vou perder dinheiro mas bao vou financiar nada, mas podem ter certeza que muitos vão!

    0
    • GB 25 de abril de 2012 at 15:21

      Legal, quanto mais gente cair nessa, maior o tombo depois.

      Não tem jeito, precisa ser muito cego para não notar que em todos os países em que houve especulação imobiliária depois veio a queda vertiginosa.

      O Brasil não é diferente nem melhor que eles, só tem um governo que vai investir na idéia enquanto for possível, pois o setor gera (gerava ?) muitos empregos para a população pouco instruída, qualquer coisa deixa o problema para o próximo presidente.

      Vocês viram lá na China ? Cidades inteiras desertas e eles não param de construir mais, só para dar algo para o povo fazer, não é estranho ?

      Quando pararem de vez o Brasil vai se ferrar pois ele vende parte desse material da construção.

      0
      • Curioso 25 de abril de 2012 at 15:41

        Começo a acreditar que é melhor que venha logo a crise e até torço por ela…
        Por acaso vocês não estão se sentindo da mesma forma?
        É como um caminho sem volta…
        Se temos que enfrentá-lo, que seja logo.

        0
        • GB 25 de abril de 2012 at 17:00

          Eu também, eu sei que tem gente que vai se ferrar perdendo emprego na auto proclamada e “divina” indústria da construção, mas estou disposto a correr esse risco.

          0
        • Cleyton 25 de abril de 2012 at 18:34

          Concordo, pela monstruosidade do descolamento dos preços já vai ser uma tragédia, quanto mais ar pôr no bolhão pior vai ser o estouro.

          Estão fazendo de tudo pra empurrar pra depois da copa e pôr a culpa na imensa roubalheira, vai ter escândalos toda a semana, só que não vão conseguir, a situação já passou de insustentável faz tempo!

          0
    • Tomaz 25 de abril de 2012 at 15:34

      A coisa anda brava.

      Na Europa, recessão na Inglaterra e Espanha. Grécia e Itália também moribundando.

      Dilminha reclama de tsunami monetário lá fora, mas faz a mesma coisa aqui: afrouxa crédito e baixa Selic. Bancos públicos e privados (na onda ou na marra) forçados a andar na prancha.

      Impostos continuam altos, enquanto investimentos governamentais vão na banguela de sempre.

      Petrobrás já era, e Vale foi privatizada, ma-non-troppo.
      Ao invés do governo pagar a conta baixando os impostos, são as empresas elétricas que estão sendo obrigadas a sacrificar os lucros.

      Inadimplência em níveis maiores que 2009, em alguns casos.

      É a Venezuelazação do Brasil. Parodiando o macaco Simão, vai indo que eu não vou (bem que gostaria! Mas vou ter que ir…). Que eu to buscando o meu colírio alucinógeno. Pra beber.

      0
      • Tomaz 25 de abril de 2012 at 15:49

        Ops! O contexto da última frase foi roubado na edição da mensagem: Leia-se.
        (…)

        Inadimplência em níveis maiores que 2009, em alguns casos.

        Não sei onde vamos chegar. Mas abre-se alas para governos PeTulantes. Quem sabe, quiça, populares e populantes.

        É a Venezuelazação do Brasil. Parodiando o macaco Simão, vai indo que eu não vou (bem que gostaria! Mas vou ter que ir…). Que eu to buscando o meu colírio alucinógeno. Pra beber.

        0
  • Tati 25 de abril de 2012 at 15:21

    Juros caindo, bolsa desabando, tesouro pagando 5% a.m. A coisa ta ficando preta!!

    0
  • Luiz 25 de abril de 2012 at 15:25

    todos os bancos no vermelho hj, chegou a vez deles darem uma contribuição pra bolha

    BBAS3 23.02 -2.5%
    BBDC4 29.79 -2.8%
    BMIN4 0.36 -5.3%
    PRBC4 13.35 -0.2%
    PINE4 13.37 -1.0%
    SFSA4 3.57 -0.8%
    BICB4 6.12 -3.8%
    BPNM4 6.17 -2.2%
    ABCB4 12.43 -1.0%
    ITUB4 29.66 -5.7%
    SANB11 15.74 -0.6%

    0
    • Luiz 25 de abril de 2012 at 15:32

      eu me lembrei agora de um comenta´rio do MRK.

      Ele afirmava que os recursos monetáriso de um país são finitos.

      Para que um mercado ganhe acima do seu nível de sustentabilidade ele precisa necessariamente drenar recursos de outras áreas.

      Mas não é exatamente o que tá acontecendo?
      Mrk é mtos Mais sábio que a gente imaginava

      0
      • Hévin 25 de abril de 2012 at 15:54

        Não é bem assim, os recursos monetários de um país é infinito sim, o problema é que chega um ponto em que colocar mais dinheiro na economia só vai piorar as coisas.

        E também não está havendo drenagem nenhuma de recursos do setor bancário, apenas uma redução das gigantescas margens praticadas, pensando bem, podem sim estar drenando recursos dos gordos impostos pagos pelos contribuintes.

        0
        • Luiz