Será que é hora de vender seu imóvel? – Exame.com

Você pode gostar...

Comments
  • Guilherme SC 26 de maio de 2012 at 22:01

    Acho que já já é hora de comprar hehehe

    0
    • Rui 27 de maio de 2012 at 11:26

      Esses malandros da midia bananeira, sempre com pegadinhas, vendendo gato por lebre, com contos de vigario, para dar golpe imobiliario no zuca pagodinho, hahahaha. Os picaretas vendem a alma ao diabo e estao pouco se lixando, em enganar sem do’
      nem piedade, os incautos. Todos formados, junto com corretores, na academia brasileira de tretas, ahahahaha.Precos baixos, e’ a tia dele. Esse cara que escreveu o artigo, e’ um bom ator. deveria fazer o papel de Gabriela, ahahahah.E’ por isso que esses malandros sao ricos, a’ custa dos otarios pobres. A bolha bomba, esta explodindo. E daqui a uns anos, a bolha vai estar mais murcha que…..deixa pra la, ahahahah. Portanto nao caiam no canto do vigario “ai se eu te pego”.Dpois nao chorem. E nao adianta querer sentar no colo do papai, para se consolar. falei!

      0
  • AF 26 de maio de 2012 at 22:13

    Entre tantos pontos que podem ser debatidos, destaco o seguinte:

    “Se o sujeito pensa em realizar o lucro e encontrar um bom negócio, provavelmente não vai.”

    Aqui a mensagem é diretamente relacionada a queda dos preços.

    0
    • Leno 26 de maio de 2012 at 22:27

      Depende, não acho que os grandes investidores tenham comprado pelo mesmo preço de saida nos stands. Com certeza foi por valores bem menores. Neste caso, devem ter uma boa margem para reduzir os valores e ainda realizar lucros. Quanto os sardinhas, esses vão se f…

      0
      • AF 26 de maio de 2012 at 22:32

        Digo com relação à uma queda orquestrada evitando que os flipadores vendam na alta e na sequencia recomprem por um preço mais barato, voltando especular.

        0
  • Pedro 26 de maio de 2012 at 22:21

    Estabilização nos preços? Faz-me rir!!!
    Se até São Paulo e Rio (cidade que se acha o centro do universo) estão registrando queda de preços… Não sei que matemática é essa que diz que os preços vão se estabilizar…

    Lembrou do noticiário de hoje à noite falando que as concessionárias estavam realizando várias vendas e mostrando nas imagens os feirões de carros às moscas, poderiam pelo menos contratar um pessoal para fazer figuração no local, para tentar convencer…

    Parece que a a internet e a mídia retratam uma realidade diferente da nossa, será que eles estão se comunicando de outra dimensão???

    0
  • Miguel Jacó 26 de maio de 2012 at 22:51

    Carros e imóveis são produtos concorrentes no médio prazo. Quem compra um, exclui o outro.
    O governo, reduzindo o IPI, sem se dar conta deu o tiro de misericórdia na bolha imobiliária.

    E se mesmo assim vender pouco carro, aí o buraco será muito mais embaixo…

    0
    • mauricio 26 de maio de 2012 at 23:29

      o governo tira dum lado, e bota no outro. tenta cobrir a cabeça e deixa os pés fora

      essa redução do IPI está f..dendo com todos os outros comerciantes de carros usados

      agora alguém saberia se tem mais gente ganhando dinheiro revendendo carros usados, ou vendendo novos?

      0
      • Leno 27 de maio de 2012 at 00:03

        Quer saber? vendedores de carros usados(lojistas) tem mais é que se ferrar mesmo. A maioria não tem escrúpulo, alem de não ter critério nenhum(exceto a ganancia) para precificar o carro quando o cliente está vendendo ou incluindo na troca, ainda vendem veiculos em péssimas condições, recuperados de sinistros graves e com KM adulterada. Chegou a hora deles terem a punição que merecem.

        0
        • Rico 27 de maio de 2012 at 00:59

          Fato. Conheço bem o meio (foi meu primeiro emprego aos 17 anos).

          0
        • FRK 27 de maio de 2012 at 02:33

          Fato mesmo.

          Aliás.. ficaadica… NUNCA levem seu carro para manutenção em concessionárias. Utilizem centros de serviços automotivos. Conselho. Ouve quem quer.

          abs

          0
          • Sergio Figueiredo 27 de maio de 2012 at 11:42

            Até mesmo porque é onde eles acabam levando o seu carro. Conhecço uma oficina que recebe carros de uma concessionária para consertar. Ou seja, o cliente paga caro para deixar seu carro na concessionária que repassa o serviço para uma oficina de esquina.
            Manutenção em concessionária FIAT no Rio de Janeiro, nunca mais.

            0
            • Oliveira 29 de maio de 2012 at 11:58

              Se vcs quiserem um exemplo, eu tenho.

              Há alguns meses deixei o meu carro fazendo câmbio automático (arghhh) numa boa oficina na Zona Norte aqui do RJ. Logo na entrada eu vi um Jetta novinho. Perguntei pro mecânico sobre o carro. Ele disse que veio de uma concessionária na Barra que manda todos os serviços de automático pra ele, pois não tem pessoal para fazer isso por lá.

              Ele cobrou 5k no serviço, os caras cobraram 22k do cliente.

              Ai………

              0
        • Fabio 28 de maio de 2012 at 08:39

          Leno, só para corroborar seu comentário.

          Eu sempre incluo meu usado ao comprar um carro novo. Na última vez, estava tentando trocar meu Peugeot 307 automático (uma bomba aliás – cuidado com o câmbio automático destes franceses) e ofereciam cerca de 35k num carro que eu havia pago 62k (o carro tinha 2 anos – e duas trocas de câmbio…), acho que era isso, não me lembro ao certo dos valores.
          Até que em um determinado momento, minha esposa (que é muito melhor negociante que eu) pegou alguns folhetos de carros, escreveu avaliações que variavam entre 40 e 41,5k e “esqueceu-os” no banco do carro.
          E não é que a partir daí passei a receber avaliações de 41k pelo meu carro-bomba??? Mágico, não?

          0
        • DrGil 2 de junho de 2012 at 19:47

          na verdade nenhuma concessionaria ou loja quer ficar com o seu carro usado,eles querem e vender o novo e lucrar mais com o retorno de financiamento,por isso que eles depreciam tanto o usado,o publico em geral hoje pega um carro zero km se endivida ate o zoio,esquece dos outros gastos atrelado a compra do carro novo(ipva,seguro,licenciamento)e acaba se enforcando e perdendo o carro.
          Quanto aos imoveis eu acho que vai ocorrer uma bolha sim igual ou pior que os EUA,a inadimplencia no CDHU ja esta chegando a 25%,isso em imoveis baratos,e prestações baixas,imagina para prestações de alto valor,o cara compra um imovel ou carro caro,com prestação alta porque o salario dele e bom(e muitos são comissionados,sem salario fixo)para pagar em 30 anos.
          Ai tem um corte na empresa,e como ele tem um salario alto,e um dos primeiros na linha do facão,ai a m…. ta feita,vai procurar outro emprego com o mesmo salario,não encontra.
          Quando encontra o salario e bem abaixo ,porque ele ja esta desempregado e entra em promoção ,com salario pela metade do que ganhava começa a atrasar as prestações e ai vai ate perder tudo.
          Eu acho melhor e comprar imovel usado mais barato na periferia a vista e poupar,para depois comprar outro de maior valor a vista.
          Para automovel a mesma coisa ,usado ate aonde suas finanças podem comprar a vista,para depois pegar outro novo,preferencia semi novo com 1 ou 2 anos de uso,pois ja teve a sua depreciação e se encontra varios carros com baixa km com 2 anos de uso,muita gente compra carro 0 km mas não precisa dele e não usa,e ou troca todo ano.
          Esta e minha ideia,e e como eu fiz,
          Casei e fui morar na periferia (9 Anos)e hoje moro perto do metro ipiranga (a 10 anos) com uma casa ainda precisando de reforma,mas com terreno de quase 600 mts e sem divida ,que ja esta valendo uma graninha,a minha ideia e a troca por duas menores.

          0
      • Andre da Bolha de Plastico (Para evitar Homonimos) 27 de maio de 2012 at 15:48

        Imovel esta seguindo exatamente o mesmo caminho dos carros encalhados….milhares de imoveis vazios esperando 1 comprador. Adivinha o que vai acontecer em breve? Só que neste caso tem 1 agravanete, não estamos falando de 25k para dar desconto de 2k mas sim de 250/300 k para dar desconto de 100k – Os estoques de imoveis estão la em cima…as venda paradas, agora é so aguardar os fornecedores pedirem agua

        0
        • DrGil 2 de junho de 2012 at 19:55

          Eu acho que vai dar isso mesmo,apartamentos sobrando,compram 4 casas e fazem predio,com area 4 vezes maior para cima.
          terreno de 1000 mts vira 4000 mts.

          0
      • Marcia B. 28 de maio de 2012 at 14:55

        Mauricio, governo nao deve se meter em negocios privados!!!!!! Quando o governo se mete em negocios privados NUNCA DA CERTO AS COISAS.

        0
        • Piuas 5 de junho de 2012 at 14:48

          Perfeito!! Aliás, pra ser bom, o gverno nem precisava existir. E SE for existir,m que administre apenas judiciário e defesa (exército, marinha e aeronáutica), no resto, saúde, educação, segurança, habitação, saneamento, etc etc… sempre teremos um serviço caro, ruim e que dá prejuízo, sendo que na iniciativa provada seria mais barato, muuuuuuuuuuuuuuuito melhor e ainda daria lucroi (a despeito do custo menor)

          0
          • Cleyton 5 de junho de 2012 at 14:55

            Sei que isso já faz parte do senso comum, mas existe algum estudo que demostre isso?

            Pergunto porque ontem assisti o vídeo que postaram aqui, catrastroika (ah, um valeu pra quem postou!) onde eles questionam justamente isso, mostra alguns casos bizarros na França, Alemanha e Eua e elogia as iniciativas latino americanas (Venezuela, Argentina e cia) pelas recentes estatizações.

            0
  • Glaucio 26 de maio de 2012 at 23:52

    Apesar de alguns acertos, ainda está cheio dos clichês antigos como dizer que imóveis brasileiros são baratos para padrões internacionais. Mas dá pra ver como todos parecem perdidos sobre o que está acontecendo e sobre como proprietários e investidores devem agir.

    0
    • Guibro 27 de maio de 2012 at 00:39

      Agora a Exame tem seção de piadas? Só pode ser isso! “Embora, para padrões internacionais, os preços dos imóveis brasileiros ainda sejam baixos”.

      0
      • Rico 27 de maio de 2012 at 00:58

        Faça a comparação Salário X Preço Imóvel e verá que o preço aliás é excessivamente alto.

        Sem falar que o crédito imobiliário na gringolândia tem juros de 2% ao ano.

        0
        • Revoltado 27 de maio de 2012 at 11:55

          Sempre aponto este fator.
          Querem comparar com RJ x Londres e dizer que está barato.
          Só não comparam o rendimento do ingles ao do brasileiro.

          0
          • Piuas 5 de junho de 2012 at 14:49

            nem a traxa de juros do financiamento

            0
      • Francisco Quiumento 27 de maio de 2012 at 13:50

        Oi! A paridade do poder de compra mandou lembranças!

        😉

        0
      • Marcia B. 28 de maio de 2012 at 15:12

        Comparar precos de imoveis no Brasil com os precos dos imoveis aqui no EUA e piada mesmo. AQUI se ganha no minimo 2x mais que no Brasil.

        0
    • anamirandabh 27 de maio de 2012 at 06:55

      Barato para níveis internacionais?

      http://www.zillow.com neles!

      0
      • Marcia B. 28 de maio de 2012 at 15:13

        Nos EUA as propriedades sao mais baratas que no Brasil.

        0
        • BELARMINO 28 de maio de 2012 at 17:17

          Financiamento imobiliário de 30 anos é coisa de louco e escravo!

          Alguém consegue ser produtivo por 30 anos sem interrupções ?

          Deixem-me viver. Eu quero arrrrrrrrrrr.

          0
  • Guilherme Eduardo 27 de maio de 2012 at 00:30

    Nao se esquecam que o governo ainda tem algumas armas para ir empurrando o estouro. A principal delas, creio eu, seria o alongamento do prazo. Eh rapido e nao precisa ficar mexendo com taxas e no lucro das montadoras/construtoras. Carro em 72, 84, 96 meses. Imovel em 35, 40 anos. Nao resolve, mas da um refresco.

    0
    • Ana Cris 6 de junho de 2012 at 22:19

      Ou é vidente ou tinha informação privilegiada. Não é que aconteceu 10 dias depois do aviso do colega: “Caixa amplia prazo do crédito habitacional para 35 anos”.

      0
  • RMJ 27 de maio de 2012 at 01:02

    Bolhistas,

    Não sei já foi mencionado aqui, mas apenas para registro ressalto que no site do Jornal O Estado de São Paulo foi publicada matéria com o título “Carro de consumidor inadimplente sai por menos que uma bicicleta em leilão”. A Matéria faz menção expressa à bolha dos automóveis. Sinistro! Acho que o Miguel Jacó vai acertar novamente!

    0
    • RMJ 27 de maio de 2012 at 01:39

      Senhores,

      Como já foi falado no blog ínúmeras vezes, o desespero e o açodamento do governo federal é sinal de que a situação é muito pior do que o tem sido divulgado pela mídia. A inadimplência com o financiamento de automóveis deve ser apenas a ponta do iceberg. Ao contrário do que muita gente pensa, a análise de crédito feita pelos bancos é de péssima qualidade. Um grande problema é que a instituição financeira não consegue detectar todos os empréstimos feitos pelo mutuário, o que compromete sobremaneira a análise de risco na concessão do crédito. Portanto, tudo indica que a alta inadimplência não ficará restrita aos financiamentos de veículos. Faltalmente atingirá os financiamentos imobiliários.

      0
      • Anonymous 27 de maio de 2012 at 02:01

        Também acredito que a inadimplência com automóveis é a ponta do iceberg. Aliás, sabendo que os bancos PERDERAM 10 bilhões com finaciamento de automóveis podemos concluir o seguinte:

        (1) Essa conversa de que bancos na Banânia são rigorosos com o crédito era uma piada. Já argumentei nesse sentido, mostrando que a Banânia nunca teve “credit score”, coisa que os EUA tem desde os anos 70.

        (2) Como um imóvel custa 10 vezes mais caro, podemos ESTIMAR que a PERDA com financiamento imobiliário será da ordem de 100 bilhões de Reais. Essa estimativa é coerente com os 20 bilhões de Reais que as construtoras levantaram na bolsa de valores em 2007. As construtoras NUNCA havia buscado dinheiro em bolsa de valores.

        A conclusão mais importante é que, dado a qualidade da nossa classe dirigente, incluindo os empresários que costumam dizer “eu me fiz por SI mesmo”, nada do que está acontecendo é surpresa. O próximo capítulo vai envolver ou alta exagerada da inflação ou alta exagerada do USD, ou ainda ambas as coisas.

        0
        • Sol de Sampa 27 de maio de 2012 at 10:48

          Anonymous, temos qu cnsiderar que a inflaçao pode (e vai) ser mascarada, senão inventam um jeito novo de calcular..
          Subida do dólar, pelo menos até as eleições acho que gastam toda a reserva só pra manter o dólar no patamar próximo a R$2,00… Então, acho que vamos ter que amargar om outras situações…

          Tem uma noticia que saiu essa semana que me chamou a atenção, dese outubro de 2011 mudaram a Lei no que se refere a aviso prévio… Não é mais 30 dias, é 90 dias … Então acho que eles já´estavam de olho nas eleições e nas negociaçõess de segurarem o emprego este ano… Se o acordo para redução do IPI for até agosto… Só vão começar a demitir forte
          a partir daí … e esse período dá … magicamente – novembro….

          Podemos dizer muita coisa da banania, mas dizer que os caras são burros… ah isso não dá nã….

          0
          • Curioso 27 de maio de 2012 at 11:45

            Olá,
            Só um observação sobre o aviso prévio. Para atingir os 90 dias o candidato a demissão deveria ter mais de 20 anos de serviço na empresa. Isso porque, são 3 dias de aviso prévio para cada ano trabalhado.
            Ou seja, se as demissões começarem agora não dará pra segurar até as eleições… rss!

            0
            • Sol de Sampa 27 de maio de 2012 at 17:36

              Curioso,

              boa complementação….eu ouvi num dos telefojornais (acho que foi no Bandnews ) ….

              de qq forma o governo fez um monte de acordo pra cortar IPI das empresas que não demitirem – foram alguns setores, inclusive automoveis, linha branca, luminárias e etc… a principio vence em junho… mas pelo andar da carruagem devem levar isso até agosto… por isso que falei do vencimento em novembro.

              0
              • Rico 28 de maio de 2012 at 09:26

                Nossa, quanta asneira…

                1. Anonymous, trabalho como analista de sistemas a 10 anos, muitos deles em instituições financeiras e hoje estou em um banco de atacado. Existe sim credit score, pois já fiz vários projetos a respeito. Inclusive o credit score serve para definir a taxa de juros e o risco da instituição financeira. Banco é que nem Indústria Automobilística, chora para não ter que parar de mamar segundo as regras do mercado. Os bancos que estão em pior situação são os internacionais europeus, devido as crises em seus respectivos países. A radio peão dentro dos bancos anuncia direto a compra da carteira pessoa física do HSBC pelo Itaú e o Santander pelo BB.

                0
                • Rico 28 de maio de 2012 at 09:30

                  2. Os 90 dias após a demissão é indenização, não aviso prévio. O funcionário continua precisando cumprir os 30 dias normais, recebendo os 90 dias.
                  Consequência disso? Redução de salário para novos contratados.

                  0
                  • Curioso 28 de maio de 2012 at 13:21

                    Ouso discordar.
                    Quando o prévio aviso é dado pelo empregador, a depender do número de anos trabalhados pelo empregado, ele estará sujeito ao prazo de até 90 dias, sim, caso não seja dispensado pelo empregador. Tal regra não se aplica quando o aviso prévio é dado pelo empregado, ou seja, quando ele pede demissão (Interpretação dada pele Nota técnica 184 do MTE). Neste caso cumprirá 30 dias caso o empregador não o dispense.
                    Em nenhum dos casos tem natureza indenizatória, mas de salário mesmo. Quando a legislação usa o termo aviso prévio indenizado não significa que aquele valor tem natureza de indenização. Não há como confundir os termos no âmbito jurídico por ter repercussões distintas. Ou seja, é errado dizer que os 90 dias depois da demissão é indenização.

                    0
                • Anonymous 28 de maio de 2012 at 12:46

                  Eu estou falando do “credit score” de pessoas e empresas, coisa que reafirmo não existe na Banânia, como alías fica claro pelo sua resposta. É com o “credit score” da pessoa ou da empresa que um banco avalia o risco de emprestar dinheiro para essa pessoa ou empresa.

                  0
                  • Rico 28 de maio de 2012 at 21:39

                    Continuo não entendendo. Para mim “credit score’ tem uma séries de fatores, entre os quais faixa etária, renda, estado civil, quantidade de dependentes, histórico de relacionamento do cliente na instituição financeira, negativação do nome entre outros.

                    Fiz vários sistemas de instituições financeiras com credit score e repito: Existe sim, inclusive para empresas.

                    Um dos que mais lembro foi um de cŕédito vinculado para empresas, onde a garantia era o crédito a receber da empresa (isso compunha uma carteira do banco).

                    Quando vai fazer uma simulação pela internet, sua taxa sobe ou desce dependendo do seu perfil na instituição financeira.

                    Não sei de onde tirou essa informação que não existe, mas ela é inverídica.

                    0
                    • Anonymous 28 de maio de 2012 at 23:57

                      Não existe porque não existem os dados e muito menos uma infraestrutura. Os tais sistemas que voce e outros implementaram não está relacionado com o que estou falando.

                      O credit score é uma avaliação contínua, desde que a pessoa ou empresa começa a comprar e pagar serviços ou bens À PRAZO. Todos os pagamentos de todas as pessoas e todas as empresas são coletados e avaliados para estimar o risco de uma pessoa ou empresa deixar de pagar. É um processo de DÉCADAS e é feito para cada pessoa e cada empresa. Nos EUA começou nos anos 70. A Banânia não tem, e nunca terá, nem mesmo a tecnologia para tanto. Está muito acima da capacidade bananense de coleta e análise de dados que nem mesmo sequer foi capaz de implementar a coleta de impressões digítais dos turistas numa retaliação ao governo Americano, típico de países do third world.

                      Basta pensar um pouco: A Banânia não foi capaz de coletar a impressão digital dos turistas. Vai coletar milhares de pagamentos para cada pessoa e cada empresa? É claro que não. Deixe de ser tolo.

                      0
                  • rubens 29 de maio de 2012 at 13:18

                    Trabalho em banco. Posso assegurar que há sim credit score. É por ele que se estabelece o limite de crédito dos clientes.

                    0
              • Piuas 5 de junho de 2012 at 14:53

                como se precisasse de acordo para as empresas não demitirem… não tem nada mais difícil do que se livrar de um funcionário picareta

                0
        • Leonardo 28 de maio de 2012 at 00:14

          1) Banco brasileiro tem credit score sim pra uso interno e liberam crédito baseados nisso. Isso desde a implantação do SPB, em 2003.

          2) O cadastro é atualizado sim e todas as operações são informadas ao Banco central, que sabe exatamente quantos são os financiamentos. Sistema bancário é uma das poucas coisas que funcionam aqui (meio óbvio, sabendo do poder dos bancos no Brasil)

          0
          • Anonymous 28 de maio de 2012 at 12:49

            Leonando,

            Eu estou falando do “credit score” de pessoas e empresas, coisa que reafirmo não existe na Banânia, como alías fica claro pelo sua resposta. É com o “credit score” da pessoa ou da empresa que um banco avalia o risco de emprestar dinheiro para essa pessoa ou empresa.

            O “credit score” para uso interno é algo para “Ingles ver”. Os bancos estão apenas seguindo diretrizes que nunca entenderam, pois não tem nem mesmo a cultura necessária. Em resumo, os Argentinos diriam que são macaquitos – estão simplesmente copiando um procedimento sem ter a nemor noção de para que serve e como deve ser utilizado.

            0
        • BELARMINO 28 de maio de 2012 at 17:19

          Não amigão, não haverá perda pelos bancos pois o dinheiro dos bancos é ficção digital, dinheiro virtual. Só os cidadãos é que perderão seus bens….

          0
      • Leno 27 de maio de 2012 at 02:07

        “Um grande problema é que a instituição financeira não consegue detectar todos os empréstimos feitos pelo mutuário”

        Pelo que sei, conseguem sim colega. Existem um cadastro no Bacen mantido pelas instituições financeiras, que permite identificar todos os relacionamentos bancarios que um individuo tem, incluindo financiamentos. Este cadastro mostra o valor de cada divida, se está em atraso ou não, quanto falta para quitar, entre outros.

        0
        • Anonymous 27 de maio de 2012 at 02:21

          Esqueceu de dizer que o cadastro é ATUALIZADO pela sininho – aquela fada amiga do Peter Pan. Ela faz a atualização em tempo real com a sua varinha de condão. O que é muito apropriado já que a Banânia é a verdadeira Terra do Nunca.

          0
          • Rafael 27 de maio de 2012 at 03:00

            Ouvi dizer que a Sininho está tendo problemas de conexão e por isso alguns andam passando despecebidos … Mas só alguns, o grande montante é severamente avaliado para concessão do crédito!

            0
          • Leno 27 de maio de 2012 at 11:13

            O cadastro é atualizado sim, se usam ou não, são outros quinhentos.

            0
          • Fred 27 de maio de 2012 at 21:26

            🙂

            0
        • Cleyton 27 de maio de 2012 at 10:39

          Esse é um ponto importante Leno, não sei até onde o acesso a esse cadastro é liberado já que o Banco do Brasil me pediu autorização pra consultar (não autorizei porque não quero crédito nenhum) mas a Polícia Federal encontrou um colega meu pelo endereço cadastrado de um financiamento que ele tinha, afinal, é sigiloso ou não?

          O fato é que o governo tem instrumentos pra saber que o povo está com a corda no pescoço, mesmo que não apareça a corda toda, o que só prova que a irresponsabilidade está institucionalizada.

          0
          • Leno 27 de maio de 2012 at 11:24

            Cleyton,

            Funciona mais ou menos assim:

            Se voce tem um financiamento de veiculo no banco A, um emprestimo pessoal no banco B, o banco C consegue visualizar isso. Porem, se voce tem uma aplicação, poupança, ou saldo em conta corrente no banco A, os outros bancos não visualizam, entendeu?

            Minha esposa trabalha em banco, e me explicou isso algum tempo atrás. Ela tambem disse que raramente a area de credito consulta o Bacen para conceder financiamento de veiculos, principalmente se ainda estiverem longe de atingir as metas internas.

            0
            • Curioso 27 de maio de 2012 at 11:53

              Leno,
              Infelizmente não é assim! O cadastro entre os Bancos não é compartilhado. Ou seja, se você tem um empréstimo de CDC em um banco, não há como outro banco visualizar essa informação. As únicas exceções são empréstimos em que haja liberação de crédito diretamente do BNDS ou linhas de financiamento que envolvam recursos da União (estes podem ser consultados via BACEN)
              Já trabalhei com carteira de crédito de bancos e esse sempre foi o “calcanhar de aquiles”… Teoricamente a pessoa pode obter financiamentos consecutivos em bancos diversos até o limite de 30% da sua renda… Sem contar que esses 30% são calculados sobre a renda bruta, o que implica em aproximadamente 40% da renda líquida.

              0
              • Leno 27 de maio de 2012 at 12:18

                Retificando: È necessaria autorização do cliente para consulta no Bacen, inclusive, para financiamentos e emprestimos pessoais.

                Curioso, seria prepotencia de minha afirmar que voce está errado, pois não tenho experiencia pratica neste assunto. Mas acessando o link abaixo, pela minha interpretação, há sim um cadastro que é acessivel pelos bancos, porem com autorização previa do cliente conforme retificado acima. O que eu entendi errado ?

                http://www.bcb.gov.br/?FAQSCR

                0
                • Curioso 27 de maio de 2012 at 13:25

                  Leno,
                  Também não me proponho a fechar questão nesse assunto até porque as informações que tenho são limitadas a um tempo no passado, época em que trabalhava com carteiras de crédito de bancos em processo de fusão.
                  De qualquer forma, discutíamos se os cadastros do Banco são compartilhados: a resposta é não.
                  Quanto a existência de mecanismos de controle, sim, teoricamente ele existe por meio do Bacen, todavia, o chamado SCR não é um instrumento que se retroalimenta das informações dos cadastros dos Bancos. Depende de autorização expressa do cliente e, por incrível que pareça é muito bem utilizado pelos “bons pagadores”.
                  Fica a dúvida de como ele está sendo utilizado nos dias atuais…? Se está sendo feito uso da ferramenta…? enfim… Uma notícia interessante que vi pela link que você postou é que houve uma redução dos valores das operações que são incluídas… Agora a partir de mil reais.

                  0
                  • Leno 27 de maio de 2012 at 13:48

                    Mas essa autorização é facil de conseguir, alias, parece que na pratica é obrigatório. Qualquer proposta de credito pede autorização para consultar, incluir ou repassar informações sobre o cliente no Bacen. Veja um exemplo no link abaixo, no fim da pagina.

                    “http://www.ocepar.org.br/UPL/Outro/banco_brasil_ficha_proposta.pdf

                    0
                    • Curioso 27 de maio de 2012 at 14:09

                      Se na prática isso estiver ocorrendo, só há duas conclusões: os Bancos foram ou estão sendo arbitrários nas concessões de crédito, desrespeitando as regras do próprio Bacen ou há uma ROMBO de inadimplência mascarado pelo governo e omitido pelos Bancos…

                      0
                    • FRK 27 de maio de 2012 at 14:48

                      É preciso também considerar muitos gerentes e operadores que podem dar uma “forçadinha” na aprovação do crédito a fim de baterem suas metas, cada vez mais altas.

                      abs

                      0
                    • RMJ 27 de maio de 2012 at 18:58

                      Leno,

                      Seus comentários foram muito bons. As idéais devem ser debatidas para que se chegue à síntese. A exemplo do Curioso também já trabalhei com carteira de créditos de um grande banco. Acredite! A análise de crédito é ruim mesmo. Tradicionalmente, os bancos contornam esse problema exigindo juros elevados ao concederem empréstimos. Ao que já foi dito acima, acrescento duas outras variáveis que comprometem qualquer análise de crédito (ainda que se saiba se o interessado possui ou não outros empréstimo na ocasião em que análise do risco na concessão do crédito está sendo feita), quais sejam: 1) – No Brasil existe pouco rigor na concessão do crédito pré-aprovado das linhas de cheque especial, que possui juros elevadíssimos e em geral são mal utilizadas por parcela considerável dos clientes dos bancos. 2) Fenômeno similar ocorre com os cartões de crédito com generosos limites para compra a crédito, que também acabam sendo mal utilizados por boa parcela de cliente e redundam em inadimplência, e, por conseguinte, dívidas infladas com altas taxas de juros.

                      0
                  • Igor Eduardo 27 de maio de 2012 at 15:34

                    Curioso, complementando a sua informação:

                    A SCR, também conhecida como Central de Risco é processada mensalmente pelos bancos e informada ao Bacen, nessa ferramenta, os bancos devem informar dados dos tomadores de crédito no mercado financeiro, isso contempla toda a carteira de crédito da instituição financeira e Bacen faz cruzamento com as informações contábeis da instituição e possui controles que apontam qualquer divergência.

                    Contudo, essa informação é armazenada pelo Bacen e NÃO é disponibilizada aos bancos.

                    Somente um comentário adicional: Quando começou essa onda de redução de juros por parte dos bancos públicos, um dos pleitos da FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos) para que os bancos privados baixassem os juros era a aprovação do Cadastro Único, que seria uma espécie de base de dados compartilhada por todas as instituições, onde seria possível consultar o individamento total de um indivíduo no sistema financeiro.

                    0
              • Cleyton 27 de maio de 2012 at 16:49

                Que o cadastro não é totalmente compartilhado foi o que imaginei quando o BB pediu autorização pra consultar, isso na prática significa que a concessão de credito está muito longe de poder ser chamado de responsável!

                Isso explica como uma artista conseguiu consignar 110% do salário…

                0
    • Rico 28 de maio de 2012 at 09:34

      Ridícula a matéria. Fala de bicicleta de competição, de fibra de carbono. E outra, tem bicicleta de mais de R$ 12 mil e pesa menos de 1 kg.

      É mesma coisa que falar que tem apartamento custando menos que carro, colocando como exemplou uma Ferrari.

      0
  • Rafael 27 de maio de 2012 at 03:05

    Não sei se hoje é mais fácil passar no vestibular da Uninove, ou na avaliação de crédito imobiliária da CEF !

    0
  • Socorro!! 27 de maio de 2012 at 03:12

    Bradesco negocia compra do Santander no Brasil

    Operação levaria instituição ao primeiro lugar do ranking de bancos do Brasil

    Aguinaldo Novo

    Publicado:26/05/12 – 23h26

    Atualizado:27/05/12 – 1h22

    Comentários: 7
    Envios por mail: 64

    PRÉDIO DO Santander em São Paulo: uma das propostas é de troca de ações entre os bancos, o que elevaria a liquidez da instituição espanhola

    SÃO PAULO — O Bradesco está próximo de fechar a compra das operações do Santander no Brasil. O negócio para o banco espanhol, que já se desfez de operações no Chile e na Colômbia, passou a ser imperativo em razão do agravamento da crise bancária na Espanha, que tem exigido novos aportes de capital para fazer frente ao aumento da inadimplência. Procurado pelo GLOBO, o Bradesco não quis comentar a informação, e nenhum representante do Santander foi encontrado. Se confirmada, a operação catapultaria o Bradesco da terceira para a primeira posição no ranking dos maiores bancos de varejo do Brasil, ultrapassando de uma só vez o Itaú Unibanco e o Banco do Brasil (BB).

    Veja também
    Fundos de previdência se preparam para juros menores
    O desafio de economizar para o consumo
    Crise traz dificuldades para americanos e europeus
    Contribuição da previdência privada terá que subir
    Como a austeridade impactou cada país na Europa

    Pelos números de março, Bradesco e Santander, juntos, somariam R$ 1,2 trilhão em ativos e R$ 108,4 bilhões em patrimônio líquido, contra R$ 896,8 bilhões e R$ 72,5 bilhões, respectivamente, do Itaú Unibanco. Já o BB fechou seu balanço no primeiro trimestre com R$ 1 trilhão em ativos (por ora, é a única instituição latino-americana a atingir essa marca) e R$ 60 bilhões de patrimônio líquido.

    Negócio ajudaria a capitalizar matriz

    A princípio, os controladores do Santander dizem não ter a intenção de deixar completamente suas operações no Brasil, que hoje responde por mais de 30% do resultado global do grupo. A primeira informação que circulou no mercado dava conta do interesse do Santander de abrir mão de uma fatia entre 30% e 40% do seu capital no Brasil. Considerando as estimativas feitas por alguns executivos sobre o valor do banco (entre R$ 100 bilhões e R$ 160 bilhões, neste caso incluindo o ágio pago na aquisição do antigo ABN Amro/Real), a transação poderia chegar a R$ 64 bilhões.

    O Banco do Brasil estava entre os principais interessados e vinha negociando com a instituição espanhola. Mas as conversas esbarraram na falta de acordo sobre preço. Não se descarta no mercado a hipótese de o Bradesco, que é apontado até agora como a instituição com mais chances de fechar a negociação, abocanhar o controle total.

    — Não vejo o Bradesco como minoritário no negócio. Antes de ser vendido para o Itaú, o Unibanco chegou a negociar com o Bradesco e a proposta colocada na mesa era uma administração compartilhada. O Bradesco não aceitou na época — disse um desses executivos a par das conversas.

    Bradesco e Santander iniciaram negociações há pouco menos de oito meses, mas as conversas ganharam velocidade nos últimos dois meses. Uma das propostas é a troca de ações entre os bancos, que asseguraria ao Santander a liquidez almejada para capitalizar sua operação na matriz.

    Se confirmado, o negócio ainda terá que ser aprovado pelo governo. Comunicado sobre as negociações, o governo manifestou de início preocupação com o aumento de concentração de mercado. Mas o Banco Central já manifestou a alguns interlocutores o receio de que as dificuldades enfrentadas pelo Santander na Espanha possam contaminar as operações no Brasil. Por isso, não colocaria obstáculos a um eventual acordo.

    Esta semana, as ações do BB caíram após rumores de que o banco estaria interessado em adquirir a participação no Santander. O interesse pela aquisição de 49% do banco espanhol, no entanto, teria sido vetada pela presidente Dilma Rousseff, segundo o jornal “Estado de S.Paulo”. Segundo o jornal, Dilma teria determinado ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, que suspendesse as conversações. A presidente teria visto no negócio o aumento da concentração do setor, num momento em que o governo, em sua cruzada pela redução dos juros bancários, busca uma maior concorrência entre os bancos.

    Santander fez várias aquisições no país

    Desde sua entrada no mercado brasileiro, em 1957, o Santander fez aquisições de bancos de médio porte. Em 1997, o Grupo Santander comprou o Banco Geral do Comércio, mudando o nome da instituição para Banco Santander Brasil. No ano seguinte, adquiriu o Banco Noroeste e, em 2000, o Meridional, com a subsidiária Banco Bozano, Simonsen.

    Em 2007, o Santander Espanha participou de um consórcio com Royal Bank of Scotland e Fortis para comprar o controle do capital do ABN Amro, que controlava o Banco Real. A operação foi aprovada com ressalvas pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). No ano seguinte, um acordo com o Fortis deu ao Santander a administração do ABN Amro no Brasil. O Santander Espanha também assumiu o controle do Banco Real, quarto maior banco privado do país em ativos. E, em 2009, o Real foi incorporado ao Santander Brasil e extinto como pessoa jurídica. Segundo o site do Santander, a incorporação está pendente da aprovação do Banco Central do Brasil.

    0
    • Anonymous 27 de maio de 2012 at 04:00

      Bradesco negocia compra do Santander no Brasil? Deveríamos estar pensando POR QUE o Santander está pulando do barco?

      0
      • Davi 27 de maio de 2012 at 11:32

        Ele não está pulando o barco, está precisando de grana pois na espanha o barco está afundando (sério risco), aqui as operações do santander são lucrativas, como já foi repetido milhares de vezes 30% do lucro mundial do santander é brasil! Certeza que vender aqui não é o que eles tinham em mente, mas a necessidade parece que está batendo forte.

        Viu as notícias na espanha? Um banco lá teve problema de corrida bancária, o governo precisou intervir para acalmar os ânimos dizendo que o banco na verdade está bem, mas o medo, causa sérios problemas. Qualquer banco saudável pode quebrar por causa de corrida bancária por puro pavor.

        Acho ruim a ideia concentração bancária no brasil tb, pois pessoal fala, mas se um banco grande aqui quebrar, leva muitos outros bancos junto e empresas, é merda generalizada.

        0
        • Sol de Sampa 27 de maio de 2012 at 11:41

          Davi, tb não gosto dessa concentração, mas acho que é uma grande tendencia e com apoiio dos governantes, pois nos ultimos anos as fusões vem ditando a tônica ….

          0
      • Rico 28 de maio de 2012 at 09:39

        Porque está precisando capitalizar suas operações na espanha.

        0
    • Sergio Figueiredo 27 de maio de 2012 at 11:46

      Tenho a sensação que o Bradesco está se metendo numa furada.

      0
  • Anonymous 27 de maio de 2012 at 04:09

    Sempre achei que o “José Roberto Mendonça de Barros” só perdia para o Sarderberg. Aqui está a prova.

    * HOJE
    “http://economia.estadao.com.br/noticias/economia,14-milhoes-de-familias-comprometem-um-terco-da-renda-mensal-com-dividas,113940,0.htm”

    Um estudo da consultoria MB Associados, com base na Pesquisa de Orçamento das Famílias (POF), do IBGE, mostra que 14,1 milhões de famílias comprometeram mais de 30% da renda mensal com dívidas.

    * ONTEM
    “http://www.gmanfroi.com.br/web/Inteligencia_Imobiliaria/economista-enumera-fatores-que-eliminam-hipotese-de-bolha-imobiliaria-no-brasil/”

    O economista José Roberto Mendonça de Barros, sócio da consultoria MB Associados, descartou a possibilidade de haver uma bolha no mercado imobiliário brasileiro. “Nossos preços aumentaram porque a demanda foi liberada”, afirmou ele durante sua apresentação no seminário “Ampliando o funding para o mercado imobiliário”, promovido pela Abecip (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança) em 2 de junho.

    De acordo com estudo desenvolvido em 2010 pela MB Associados, a pedido da Abecip, “a economia brasileira hoje segue em trajetória sustentável, sem riscos macroeconômicos de curto prazo relevantes. (…) a perspectiva é de continuidade de crescimento da economia para os próximos anos, com taxa média de expansão do PIB entre 4,5% e 5% até 2015.

    * Sardenberg afirma que não haverá bolha no mercado imobiliário Brasileiro
    “www.youtube.com/watch?v=re2mwZ2g-JI”

    Aos 0:44 minutos: A situação nossa é muito diferente da Espanha. A Espanha tem uma bolha imobiliária porque lá pelas tantas sobraram na Espanha 1 milhão de apartamentos. Não é que construiram 1 milhão de apartamentos e não tem comprador para isso porque o pessoal não tem dinheiro. Não; não tem comprador de verdade – é excesso de apartamentos. FIZERAM UM MILHÃO DE APARTAMENTOS A MAIS DO QUE SERIA NECESSÁRIO PARA O TAMANHO DA POPULAÇÃO.

    0
    • Carlão_RJ 27 de maio de 2012 at 10:21

      Anonymous

      Acho que esse seu post é bastante revelador, pois agora que eu tô entendendo o silêncio atual desses economistas midiáticos. Provavelmente todos eles falaram da inexistência de bolha em suas palestras naquela época e agora tem o rabo preso e precisam se calar. Isso só confirma a importância desse Blog.
      Mais uma vez meus parabéns ao Bolha. Se ele não tivesse tido essa iniciativa a gente tava fu!!

      0
      • Bolha Imobiliária 27 de maio de 2012 at 11:21

        Valeu cara, tenho aprendido muito com o pessoal por aqui. E vejo que não era somente eu o errado

        0
    • jibs 28 de maio de 2012 at 13:20

      eu acho que o comentario desmereçe tuda credibilidade , porem esclareço:

      1) um mantra bullish na epoca bolhista era a necessidade de imoveis pelo aumento da populaçao e da demanda “latente” por imoveis (espanha pulo de 700.000 imigrantes até inicios deste seculo para 5 milhoes “legais” em 2008. Alem disso espanha é a “florida” de europa. Tem mlhoes de imoveis no litoral que sao segundas residencias de turistas europeus ou primeira residencia para aposentados europeus (em palma mais do 15% da populaçao é da alemanha, os britanicos tem 1.000.000 de segundas residencias na espanha, tem arabes na costa do sol, russos na costa blanca, gays de tudo mundo na costa brava, italianos em menorca….)

      Qual tem sido o problema demografico?
      Ao cair a atividade economica na espanha, o fluxo de imigraçao parou , tornandose negativo apos 2009
      Ao detonar a bolha e cair a atividade economica na europa, o fluxo de compradores estrangeiros tambem freou
      Ao detonar a bolha centenares de milhares de jovens deixaram de emancipar (isso num pais onde os jovens moravam com os pais até os 50 anos por causa dos elevadisimos preços imobiliarios da epoca bolhista)

      Hoje sobram imoveis, mas por que ninguem pode ou quer pagar aos preços atuais. Se os preços cairem um 50-60% adicional haveria cosnequencias imediatas:
      – os bancos faliriam, possivelmente espanha teria que sair do euro e dar calote e possivlemente os europeus limpariam o estoque imobiliario do litoral em um piscar de olhos

      0
  • GB 27 de maio de 2012 at 07:48

    “http://economia.estadao.com.br/noticias/economia,renegociacao-de-divida-cresce-mais-rapido-que-calote-,113941,0.htm

    “Os bancos querem fazer dinheiro e se livrar dos problemas. Eles não querem os carros de volta.”

    “Contratos com prazo de 12 meses podem ser alongados para 24 meses”

    “Agora a regra é dar desconto”

    “Além do calote de veículos ter aumentado, o índice de sucesso das renegociações piorou.”

    0
    • GB 27 de maio de 2012 at 07:58

      Esse texto é muito interessante, diz que a inadimplência cresce há 1 ano, bancos fazem de tudo para facilitar as coisas, se capitalizarem e se livrarem do problema, acho que assim como nunca mais o pessoal vai investir em telefones fixos, nunca mais vão cair nessa de 70 vezes sem entrada.

      Fico imaginando como não estão as coisas com imóveis, se por um lado o pessoal tende a ficar inadimplente com carros primeiro, por outro o imóvel é 10 x mais caro, quando chegar a esse ponto a casa caiu de verdade.

      Quem só tiver uma casa vai acabar notando que não tinha condições e vai voltar para a casa da mãe, quem comprou outras para especular vai acabar devolvendo por falta de interessados, no final as construtoras e bancos vão ficar lotadas de imóveis parados, se é que já não estão, kkkkkkkkkkkkkkkk.

      E não tiveram nem a capacidade de segurar o oba-oba até a Copa, o qu emostra que esses setores não são tão poderosos como eles se acham, que feio.

      0
  • Eskeleto 27 de maio de 2012 at 08:17

    Embora a maioria quer que a bolha tanto de crédito, quanto de imóvel, automóvel entre outros estoure, mas vale lembrar que quanto mais adiar mais preparados estaremos para tal situação e vale lembrar para não esbanjarem oque ganham e guardar o máximo possível, pois além de vocês conseguirem comprar um imóvel mais barato cairá em uma situação entre comprar um imóvel ou carro novo mesmo a preço de banana ou então segurar e guardar pois o futuro se torna incerto sobre a perspectiva de emprego e um monte de cimento e ferragens não trará comida para dentro da mesa.
    Vale lembrar então que por mais que guardem agora terão de ter uma grana para segurar as pontas por pelo menos 2 anos dependendo da situação que o país ficar.

    0
    • Sérgio 27 de maio de 2012 at 09:44

      Nada mais acertado, meu caro Eskeleto.
      Mas, não podendo deixar de fazer (uma brincadeira, só para quebrar o gelo), você não terá muito problema, pois, que bastará saquear o “Castelo de Grayskull”, dar umas porradas no He-man e dar uns pega na She-ra, depois que ela ficar pobre….. he he he he

      Não leve a sério, heim… é brincadeira… É MUITO PERTINENTE SUA CONCLUSÃO, segundo o que também creio.
      Abraços,

      0
      • Eskeleto 27 de maio de 2012 at 11:15

        Fica tranquilo eu não ligo das brincadeiras 🙂

        0
    • GB 27 de maio de 2012 at 10:37

      Essa da bolha ir desinflando aos poucos e ter mais tempo para guardar é a melhor parte, você ganha 4 vezes:

      1) mais tempo para guardar o que economiza da diferença do aluguel e um pouco mais que conseguir
      2) o que está poupado rende PARA VOCÊ e não para consórcios ou bancos
      3) os preços caem simplesmente pelo fato dos donos estarem fartos daquilo estar encalhados e dando algum tipo de prejuízo a eles todo mês
      4) se não bastasse isso, como não podem subir os preços, a inflação ainda come um pedaço.

      Então temos 2 variáveis que aumentam o capital do comprador e 2 que reduzem o capital do vendedor e as 4 são potencializadas pela passagem do tempo, quanto mais tempo maior o lucro do comprador e o prejuízo do vendedor.

      Lembrando sempre que a cada R$ 1,00 pêgo lá no banco, a pessoa acaba devolvendo R$ 3,00 ou mais, então mesmo que não dê para comprar à vista, quanto mais economizar melhor.

      0
      • Eskeleto 27 de maio de 2012 at 11:21

        Ótima análise, e só para acrescentar vale lembrar que você terá um poder de barganha maior ainda neste mercado com grana na mão, pois mesmo baixando os preços você pode puxar mais para baixo oque você optar em comprar.

        0
  • Socorro!! 27 de maio de 2012 at 08:24

    sobre a reportamge li que alguns economistas falam que nosso imovel e mais barato que na india e na Russia…ja havia escutado isto outras vezes tambem..

    Pergunto pro pessoal d,…isto e verdade?? qual a renda media destes paises??

    abços

    0
    • Sérgio 27 de maio de 2012 at 09:37

      A ìndia, assim como a Banânia em um patamar um pouco maior, é um país paupérrimo que passou a receber indústrias no mundo inteiro, a partir dos anos 90. Existe, certamente, mais ricos que na Banânia; por outro lado, existem mais miseráveis. Dharavi é o nome de, senão maior, uma das maiores favelas do mundo, localizada em Munbai. Nessa cidade, mais da metade da população, que conta com mais de 12 MILHÕES de habitantes vivem em favelas.
      Interessante notar, que a favelização cresce a taxas bem superiores ao próprio crescimento populacional, muito disso em virtude da bolha imobiliária local.
      Lá a coisa, aos nossos olhos, ainda é pior em virtude da cultura indiana, milenarmente dividida em castas imodificáveis.
      Sei disso em virtude amigo que foi trabalhar lá, pela Siemens daqui.

      Na Rússia, o nível de pobreza, acredito, é bem menor que aqui, mais em virtude do nível educacional deles, que pela dinâmica da economia. Os imóveis lá, por algumas poucas pesquisas feitas, são ligeiramente inferiores ao daqui, apesar de a renda deles ser superior à media bananense.

      Logo, essas comparações, assim como outras quaisquer com outros países, carecem de parâmetros semelhantes. Cada caso é um caso: no nosso caso são muitas casas e muitos, muitos inadimplentes com baixa renda.

      0
    • F. Paes 27 de maio de 2012 at 20:30

      Amigo, pesquise sobre imóveis em Luanda. Isso mesmo: Luanda – capital de Angola, na paupérrima África! Vc vai ver o valor do m2 lá. E já é assim há anos, ou seja, a “bolha” já deveria ter estourado por lá. US$ 10 mil dólares vc aluga aptos muito meia-boca.

      0
      • Frank 27 de maio de 2012 at 21:57

        “E já é assim há anos, ou seja, a “bolha” já deveria ter estourado por lá. US$ 10 mil dólares vc aluga aptos muito meia-boca.”

        essa bolha angolana tem uma explicação: petróleo.

        de certo modo, talvez – eu disse TALVEZ – a “over”-bolha do RJ tenha a ver com esse aspecto, o aquecimento do setor de petróleo nos últimos 5 anos.

        mas em Angola/Luanda fica fácil perceber q a “culpa” é do petróleo, pois o país é paupérrimo e qq surto econômico gera efeitos drásticos.

        no Brasil, com uma economia um pouquinho melhor 🙂 , atribuir uma bolha à moda econômica A ou B é complicado.

        0
        • F. Paes 27 de maio de 2012 at 22:46

          Eu sou um dos que não crêem na bolha. acredito na estabilização a partir desse ano. Só acho que países em situações muito piores que o Brasil, tem locais com imóveis mais caros que os nossos, e ainda sim se sustentam. Querendo ou não, gostando ou não, somo a 5ª economia do mundo. Minha visão.

          0
          • F. Paes 27 de maio de 2012 at 22:47

            somos***

            0
          • Valdir 28 de maio de 2012 at 09:02

            5° do mundo??
            Da uma googlada paes….eu recomendo…

            0
            • F. Paes 28 de maio de 2012 at 09:37

              Tem razão, amigo. 6ª economia.

              0
            • Paulo 28 de maio de 2012 at 09:39

              Angola tem essa situação pois vive de dinheiro externo. Conhecidos meus que trabalham lá mostram que a maioria que mora lá é expatriado, ou seja, a empresa banca eles estarem lá, a pessoa não ganharia para viver lá nunca…. por isso que a bolha não estoura, as empresas petrolíferas e de construção arcam com a bolha pois ganham mais $$ que gastam….

              0
              • Frank 28 de maio de 2012 at 11:47

                isso.

                a bolha lá é: bolha para aptos minimamente decentes q possam ser habitados por gringos (incluindo muitos brasileiros) q trabalham no setor de petróleo,

                0
    • F. Paes 27 de maio de 2012 at 20:42
  • Sérgio 27 de maio de 2012 at 09:07

    Justiça seja feita, apesar de ser uma coisa boba, quem “garimpou” essa notícia do tópico foi o companheiro TS.

    Enfim, a(s) notícia(s) que utilizamos em nossos tópicos só vêm confirmar todas as “previsões” matemáticas da bolha.
    Antes SEQUER tocavam no assunto, afirmando que os imóveis NUNCA iriam desvalorizar…. meses se passaram e, de forma lenta e gradual, já falam ou em queda moderada ou, como preferem, um rearranjo (para baixo) nos preços dos imóveis.

    Independente do nome que se dê, é certo que, quem comprou para lucrar ou ainda pensa em fazê-lo mudou de ideia; e são tantos imóveis que na realidade nem eles sabem ao certo o número, tanto dos que ainda não foram adquiridos diretamente nas construtoras, quanto os que foram adquiridos por investidores/corretores.

    Ninguém quer ficar com pepino na mão; logo, o brasileiro comum, segundo Sérgio Buarque, o MAZOMBO, imediatista e folgado, que adora levar vantagem em tudo, DESPEJARÁ no mercado uma quantidade absurda.
    Não há o que se fazer; nem mesmo a proposta de nosso brilhante Ministro da Fazenda, que mais tem parecido um xamã-cabalista-mago-bobo-da-corte ao propor alguma “espécie” de ajuda aos inadimplentes bananenses.
    Não existe mágica para isso, a não ser que ele adote o modelo econômico de Zimbabue, coisa que nem é muito difícil, haja vista nossa história recente de hiperinflação.
    Eu, como um péssimo protótipo de pseudo economista, sei que a única solução para um endividado ou é declarar-se insolvente, ou quebrar todos os plásticos disponíveis, passar o recebimento de vencimentos para conta-salário e começar a pagar diligentemente as dívidas junto às instituições (ou agiotas) que se dispuseram a renegociar para receberem. Apenas.

    Logo, o governo pode alongar prazos, reduzir juros, fazer pipocas ou outros: nada vai adiantar, pois, que é um problema de consumo (descontrolado) de um povo que antes não consumia; ou seja, a velha máxima de que “quem nunca comeu melado, quando come se lambuza”.

    Pior ainda, é que a coisa não se resume só a imóveis: existe uma contaminação generalizada em diversos outros setores, senão todos, incluindo os SALÁRIOS pagos na Banânia e valores de faculdades, passando pelo valor cobrado pelo pipoqueiro, pelo flanelinha, até os mais altos e graduados profissionais.

    O que isso vai dar é fácil de se concluir, mas o alcance dessa hecatombe financeira criada pelo nosso (des)governo, com a ajuda e subserviência de esmagadora porcentagem da população, de nossa “elite” e de nossa mídia.

    Vamos festejar a estupidez humana… já dizia o filósofo, e que venha um fogo então.

    0
  • AF 27 de maio de 2012 at 09:52

    O conteúdo podería ser até duvidoso, mas os títulos alertavam. Relembrando, entre tantos outros, seguem alguns títulos de notícias da Exame:

    Imóveis | 26/05/2012 08:00
    Será que é hora de vender seu imóvel?

    Problemas | 23/05/2012 07:04
    Os imóveis que podem ser ciladas

    Opinião | 17/04/2012 07:06
    Imóvel como investimento é uma ilusão, diz Shiller

    Boom | 04/04/2012 08:56
    Preço dos imóveis sobe acima da inflação 50 meses seguidos

    Opinião | 24/03/2012 09:00
    Brasil vive bolha imobiliária, dizem professores

    Fim de semana | 16/03/2012 15:44
    Construtoras oferecem descontos em imóveis em SP

    Imóveis | 22/02/2012 08:00
    O mercado imobiliário sob suspeita

    Investimento | 17/02/2012 16:16
    Os cuidados para investir em imóveis

    Mercado imobiliário | 06/02/2012 14:00
    Os preços dos imóveis já atingiram o topo?

    0
    • Virginia 27 de maio de 2012 at 11:18

      adorei sua timeline! 😀

      0
  • GB 27 de maio de 2012 at 10:05

    Mais placas de Vende-se e Aluga-se pela cidade.

    Se bem que uma boa parcela não coloca placa, só deixa na mão da imobiliária, para não ter que ficar atendendo curiosos, então o número é bem grande, como pode-se verificar em qualquer site de imóveis da web, se bem que eu acredito que até os curiosos estejam em falta.

    0
  • Ane 27 de maio de 2012 at 10:26

    Sobre os bancos serem criteriosos para dar crédito, vejam esse caso:
    minha conhecida ganha R$ 1.000,00. Pegou um empréstimo no Itaú. N conseguiu pagar. Mas tb n conseguiu pagar o cartão de crédito e pegou mais um empréstimo no caixa eletrônico mesmo para pagar a fatura. Mas tb n conseguiu pagar e sacou mais um desses empréstimos porque estava sem dinheiro. Todos os 3
    no Itaú. Tb n pagou o último e resolveu pedir ajuda a familiares. Neste ponto descobriu-se que ela já tinha pago 8 mil, mas ainda devia 17 mil. E o que mais impressionou foi o fato de ela ter pegado 2 empréstimos depois de não ter pago o 1º. Tudo ganhando 1.000,00 e sem ter bens.

    0
    • self 27 de maio de 2012 at 11:09

      E depois alguém vem com papinho de que os bancos brasileiros são bem criteriosos para liberar empréstimos etc…

      0
      • Sol de Sampa 27 de maio de 2012 at 11:50

        Self, dou a mão a palmatória… apesar de tudo que conheço do sistema bancário estou ficando assustada com os fatos… A única coisa que posso afirmar é que os bcos tem todo o mecanismo e dados para que isso não aconteça, se está acontecendo eu diria que estamos num risco de soberania … Pra quem isso está servindo? Qual a expectativa de se deixar um mundo miserável? Todas as desgraças que temos visto pelo mundo vão acontecer aqui tb… A grande pergunta é por que? São bilhões de pessoas na linha da pobreza… vc acha que isso dará coisa boa? Vc acha que todos vão aceitar essa condição sem fazer nada?
        Ainda bem que temos esse blog pra trocarmos idéias e informações, mas pense comigo, nosso povo está engrossando a ala dos novos miseráveis… nova forma de escravidão … Podemos até pensar que alguns se darão bem, mas não no sistema que conhecemos… O que está porvir eu não consigo enxergar …

        0
        • Cleyton 27 de maio de 2012 at 16:58

          Sol, eu penso assim, um sistema estável não dá muita margem e espaço pra malandro, então a jogada é sacudir o barco pra derrubar os da ponta, os do meio nunca caem!

          Nessa manobra o barco não fica menos “rico”, fica com menos gente apenas, a capacidade do combustível e mantimentos a bordo parecem maiores por cabeça mas não aumentam.

          Há mar pra todo mundo, mas é muito mais fácil sacudir o barco do que comprar outro.

          Não sei se me fiz entender.

          0
          • Sol de Sampa 27 de maio de 2012 at 17:55

            Cleyton,

            entendo sim, só nao sei se a reação de quem foi expulso do barco vai ser do tipo carneirinho.. . pra quem tá na m**** tanto faz.
            Dá pra entender porque está aumentando o numero de quadrilhas especializadas, de assaltos a condominios e homicidios…

            0
            • MRCG 28 de maio de 2012 at 13:38

              O povo está acordando… dispertando… para a realidade do sistema, a realidade é: o capitalismo é uma escravidão disfarçada. Esses quadrilheiros já acordaram.

              0
        • Frank 27 de maio de 2012 at 22:02

          “Pra quem isso está servindo? Qual a expectativa de se deixar um mundo miserável? ”

          acho q a aposta oculta dos bcos é: o governo não vai deixar dar “M”.

          convenhamos, é uma possibilidade bem plausível, ocorreu em diversos outros países, e aqui mesmo já vimos acenos do Mantega para ajudar os devedores e tal.

          0
          • Sol de Sampa 28 de maio de 2012 at 01:53

            Frank, a minha visão é de médio -longo prazos… nem os governos aguentam…

            0
  • MrK 27 de maio de 2012 at 10:52

    É meu povo, ontem andando pelo Rio vi uma quantidade enorme de placas de vende-se, principalmente em imoveis ruins em bairros bons (deve ser aquele proprietário de classe média, que de repente viu a chance de por R$1milhao no bolso, algo antes nunca sonhado), provavelmente ele segurou enquanto subia e agora decidiu vender porque acha que chegou no topo, infelizmente pra ele, chegou com atraso.

    Mudando de assunto, esse papo de estabilização de preços é outra coisa curiosa, o preço se estabiliza onde o mercado tem LIQUIDEZ, nao existe estabilização de preços em patamares que ninguem compra e ninguem vende, isso é desconhecimento do basico do basico de economia, o preço vai estabilizar quando as pessoas puderem comprar novamente, ou seja, após uma razoável queda.

    Vamos aguardando e vendo…

    0
    • GB 27 de maio de 2012 at 11:04

      É verdade, até porque não dá para falar em estabilização falando que vai cair, mesmo que timidamente.

      Quando o imóvel couber novamente no bolso do consumidor final ele vai se estabilizar de verdade (isso se ele não estiver endividado com outras coisas).

      0
    • Sol de Sampa 27 de maio de 2012 at 11:04

      MrK, o que vc disse de tem gente que quer embolsar 1kk, despertou um questionamento… temos que nos preocupar com a quantidade desses vendedores no mercado? Pois uma das coisas muito boas é ter uma imensa oferta não só dos novos, mas tb dos usados… Pelo que vc tem visto por aí, dÊ uma idéia de quantos realmente precisam vender e quantos apenas querrem vender….

      0
    • Benjamin 27 de maio de 2012 at 11:14

      O que eu acho deprimente é que esse papo de estabilização não se limita só aos preços. Eu comprei a revista Exame e ele CONTINUAM dizendo que “No Brasil, o crédito para imóveis representa apenas 5% do PIB, mas pode dobrar de patamar nos próximos anos”.
      Desde 2008 que eu escuto esse mesmo papo de que o crédito imobiliário fica nos 5% do PIB. E o mais interessante é que a reportagem está cheia de gráficos falando como o financiamento ficou mais barato, mas não mostram a evolução do crédito imobiliário no Brasil. É rir para não chorar.

      0
      • anamirandabh 27 de maio de 2012 at 12:11

        O que ninguém conta que crédito bom é aquele que é farto, mas cuja disponibilidade sobe aos poucos.

        Crédito pouco, mas que sobe rápido, tipo no Brasil, é estatisticamente associado a crise.

        0
        • Cleyton 27 de maio de 2012 at 17:03

          “Somente quando for cortada a última árvore, pescado o último peixe, poluído o último rio, que as pessoas vão perceber que não podem comer dinheiro.”

          Crédito só faz sentido aplicado à produção porque é dela que sairá a quitação, consumo não deveria receber nenhum tipo de aporte.

          Na plantação de subsistência tendo feijão come-se, não tendo não come, se a natureza não fornece crédito quem pensam que são esses piolhos em cima pra agir diferente.

          0
          • Sol de Sampa 27 de maio de 2012 at 17:58

            e o pior é que a manada não percebe….

            0
    • self 27 de maio de 2012 at 12:50

      Pois é. Uma coisa que sempre me pergunto: quem EM SÃ CONSCIÊNCIA acharia certo gastar UM MILHÃO para morar mal e apertado?…

      O mundo, de fato, tá de pernas pro ar.

      0
    • simone 27 de maio de 2012 at 13:16

      domingo, 27 de maio de 2012
      Governo do PT usa o Banco Central para incendiar o consumismo que endividou as famílias
      O governo federal abandona a boa política das metas de inflação, superávit primário e câmbio flutuante.
      Tudo em favor da campanha eleitoral.
      Para captar votos promove a demanda (consumo).
      Deveria promover o investimento na deficiente infraestrutura.
      Para manter o apoio ao seu sindicalismo promove a redução da jornada de trabalho (anunciada pelo seu ministro do trabalho).
      Deveria promover a produtividade.
      Como essas políticas darão maus resultados, continuará a escolher culpados.
      Sejam eles os americanos, os europeus, os alemães, os banqueiros, os industriais ou os comerciantes.
      Recomendo a leitura do link abaixo, do jornal O Estado de S. Paulo.
      Hélio Mazzolli

      Causa espanto o fato de o Banco Central (BC), afastando-se de seu papel de guardião da moeda, ter elaborado uma medida para beneficiar exclusivamente um segmento da economia, a indústria automobilística, com a liberação de R$ 18 bilhões dos depósitos compulsórios para que os bancos aumentem a oferta de financiamentos a quem quiser comprar automóveis. Mais espantoso, ainda, é o modo como essa liberação foi feita, às pressas, deixando nítida a disposição da diretoria da instituição de aceitar sem resistência as pressões do Palácio do Planalto por medidas que estimulem o consumo e comprovando, na prática, o abandono dos objetivos de um verdadeiro banco central.
      Desde meados do segundo semestre do ano passado, quando a crise europeia passou a afetar mais fortemente a economia brasileira, decisões consideradas precipitadas ou inconsistentes com os dados conjunturais – sobretudo a evolução dos preços, que deveria ser sua preocupação central – vêm mostrando a propensão da diretoria do BC a, abrindo mão de sua autonomia e afastando a instituição de sua missão principal, “colaborar” com o governo.
      CLIQUE AQUI para ler todo o texto.

      0
  • MrK 27 de maio de 2012 at 11:05

    Essa compra do santander pelo bradesco é no minimo curiosa

    se o Brasil é a menina dos olhos, a vaca-leiteira, etc dos bancos, porque iriam vender? vão vender sua unidade mais lucrativa pra mandar dinheiro pra europa quebrada? estranho

    lembro quando o Citibank esteve a beira da falencia e eles avisavam lá fora (EUA) que iriam tomar medidas severas, mas jamais vender o Citi no Brasil, em função do belo lucro que fazem aqui com tarifas e o spread (juros), mesma coisa fizeram as empresas de automoveis americanas, sendo sustentadas em grande parte por suas filiais Brasileiras, estranho demais o Santander pensar diferente

    Será que o Santander tem esqueletos no armário que não conhecemos e não valem “tanto assim”? Será uma nova “tenda” do setor bancário??? o tempo dira

    0
    • Davi 27 de maio de 2012 at 12:11

      Se não vender aqui, o que então eles poderiam vender para levantar recursos e aumentar a basiléia deles? Acho que neste momento os bancos não iriam querer comprar outros com sérios problemas, isso não seria bem visto no mercado.

      Vocês estão partindo da ótica que se querem vender aqui, então é por que o problema é local (santander brasil) e não lá, mas não creio nisso.

      Esqueletos no armário colossais tem o santander na espanha, assim como todos os outros bancos de lá por conta da Bolha Imob. mas isso todo mundo sabe, ainda mais vc.

      Bom sei-lá, veremos …

      0
    • Murdoch 27 de maio de 2012 at 18:57

      MRK, tenho certeza de que tem m… aí!
      O BB ia comprar, mas, segundo nossa mídia, a Dilma teria vetado por não querer concentração no mercado. Duvido!
      Pra mim o Santander é o símbolo dessa bolha de crédito. Já contei aqui a experiência com um parente para quem deram R$ 8ok de crédito sem que ele tivesse sequer uma Juquinha de patrimônio…

      0
  • thiago fm 27 de maio de 2012 at 11:11

    Guilherme,

    Dificilmente o governo optaria por esticar o prazo do financiamento de imóveis além dos absurdos 30 anos, por dois motivos:

    Dentro da parcela existe um seguro por morte do mutuário, que quita o saldo devedor em caso de falecimento do mesmo. Uma pessoa que, portanto, financiasse um imóvel aos 35 anos com prazo de 40 anos, teoricamente terminaria seu financiamento com 75, além da média de expectativa de vida do brasileiro. Isso significa um risco muito grande para o banco cobrir, sem contar que aumentando o risco aumenta o seguro e logo a parcela.

    Não se esqueça que estamos tratando de juros compostos. A capacidade de financiamento em termos de valores não cresce na mesma proporção do prazo. Só para se ter uma idéia, utilizando o simulador da CEF, que tem a menor taxa de juros do mercado:

    Uma pessoa com renda de R$ 4000,00, comprometendo o limite de R$ 1200,00 de prestação mensal em 20 anos precisa de R$ 114000,00 para financiar um imóvel de R$ 200000,00

    A mesma pessoa, nas mesmas condições para financiar em 30 anos necessita de uma entrada de 100.000,00 com taxa de juros pouco menor de 9% aa.

    Resumindo de 20 para 30 anos o cara só consegue financiar 14000 a mais pagando a mesma parcela. Agora é fácil imaginar que de 30 para 40 anos essa diferença na capacidade de financiamento é bem menor.

    Sendo assim é muito mais fácil o governo autorizar o aumento do comprometimento da renda de 30 para 40% do que esticar o prazo ainda mais. Ou ainda cortar a taxa de juros. Cada 1% cortado num prazo de 360 meses pode ser mais efetivo que um esticamento de prazo de 10 anos ou mais.

    0
  • EduLon 27 de maio de 2012 at 11:11

    APENAS 4,2% DO ENDIVIDAMENTO DA CLASSE C É DE FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO.

    Vejam que interessante a notícia, Diz que no geral, endividamento da classe C, 27,6% é devido a aquisição de automóvel e apenas 4,2% é devido a aquisição de imóvel, e saliente ” Para esses brasileiros, a casa própria ainda é um sonho.” Duas perguntas que não querem calar:

    – Quem anda comprando imóvel destinado para a classe C?
    – Se foi investidor para revender, vão revender para quem?

    link para a noticia:

    h ttp://economia.estadao.com.br/noticias/economia+geral,veiculo-e-a-principal-razao-do-endividamento-da-classe-c,113947,0.htm

    0
    • thiago fm 27 de maio de 2012 at 11:36

      Uma coisa é certa. Se a bolha não existe o déficit habitacional vai explodir de médio à longo prazo. Mais de 90% do déficit se concentra nas classe mais baixas e, se essas não compraram nos últimos anos, com esse preços é que não comprarão tão cedo.

      O estouro da bolha é mais do um desejo de uma grupo, virou questão de justiça social

      0
      • Andre da Bolha de Plastico (Para evitar Homonimos) 27 de maio de 2012 at 15:44

        “Justiça Social” – Bela palavra – com uma bolsa miseria ja esta realizada a tão aclamada justiça social….de fome não se morre mais e os “albergues” resolvem o problema da moradia. O que realmente me deixa puto da vida são os BNHs, as Coabs, Singapuras todos esses projetos ate hoje só foram usados e muito mal construidos para superfaturamento e beneficios de poucos politicos. thiago fm, vc não sabe como essas politicas assistencialistas fazem mal ao pais especialmente nesta, onde essas politicas são as maiores portas de saida de dinheiro da corrupção.

        0
    • BolhaBH 27 de maio de 2012 at 13:11

      Mas isso é algo que é escandolosamente na cara:

      A especulação fez aumentar tanto o preço que apto para Classe C não dá para própria Classe C comprar e aí entram os especuladores sardinhas que resolveram “investir” no bom negócio do MCMV.

      Gente se alguém foi em um feirão da caixa e pode comprovar assim como eu que tinha muita gente endinheirada comprando apto’s para investir.

      E os mais humildes que vi nos feirões estavam olhando um panfleto e outro e assustados com os preços e desdém dos vendedores que tratavam mal mesmo.

      0
    • Ane 27 de maio de 2012 at 14:48

      Mas como pode um investidor se encaixar nas regras para receber subsídio do governo?

      0
  • EduLon 27 de maio de 2012 at 11:20

    rEPORTAGEM DA GAZETA DO POVO COM GRÁFICOS E DADOS BEM INTERESSANTES:

    Indústria em baixa e calote em alta travaram economia

    Queda na atividade econômica põe em dúvida a capacidade do país de retomar o crescimento e resistir aos efeitos da crise europeia

    h ttp://w ww.gazetadopovo.com.br/economia/conteudo.phtml?tl=1&id=1259204&tit=Industria-em-baixa-e-calote-em-alta-travaram-economia

    0
  • Ghaspar 27 de maio de 2012 at 11:28

    Tenho imóvel proprio há mais de 30 anos, e estou satisfeito com ele….Não quero nem pretendo comprar outro……..No maximo uma pequena reforma….
    Agora, quem estiver a fim de comprar, que tenha um pouco mais de paciencia….Toda a onda que sobe, desce…….
    E as paquinhas de VENDE-se estão de volta…É só observar……e aguardar…kkk

    0
    • GB 27 de maio de 2012 at 12:33

      O engraçado é que deve estar faltando $$$$ até para comprar as plaquinhas, ultimamente, nesses terrenos encalhados, qualquer toco de madeira serve desde que dê para fincar no chão e escrever o “Vende” e o telefone do camarada.
      .
      Já postei aqui que tem uma que ficou muito feia, de longe parece um cruz, tipo enterraram alguem ali, muito esquisito mesmo, é um cruz mesmo, o cara escreveu o “vende-se” na madeira da vertical e o telefone na madeira da horizontal.

      0
  • Anonymous 27 de maio de 2012 at 11:36

    O Peterson vai ter muitas oportunidades de apostar contra bancos na Banânia e montadoras no exterior, pois a ações de ambos vão cair inexoravelmente.

    Para quem lembra do Sarney caçando boi no pasto, fica impossível não ver a Dilma caçando banco no pasto e agora caçando montadora no pasto.

    Dilma quer abrir ‘caixa-preta’ de montadoras e cortar lucros
    “http://www1.folha.uol.com.br/poder/1096261-dilma-quer-abrir-caixa-preta-de-montadoras-e-cortar-lucros.shtml”

    Após a batalha da presidente Dilma Rousseff contra os juros dos bancos, o governo abrirá em breve outro front: quer que as montadoras de veículos no país abram as contas e margens de lucro.

    Trata-se de uma investida semelhante à do Planalto junto aos bancos, ação que teria rendido, conforme pesquisas extraoficiais de opinião, alguns pontos percentuais a mais na aprovação de Dilma.

    Integrantes da cúpula do governo estão convencidos de que o carro brasileiro é caro não só pelo elevado nível de imposto (cerca de 30%, conforme Anfavea). Afirmam que, se os custos nacionais são altos, a margem de lucro das fabricantes também é. Em 2009, sob o impacto da crise externa, houve prejuízo das montadoras em suas sedes, mas não no Brasil.

    0
    • Curioso 27 de maio de 2012 at 12:25

      Duas boas notícias em uma só!!!

      1) A Dilmanta abriu os olhos para o “Custo Brasil” ou “Lucro Brasil”;

      2) As vendas com certeza não vão bem para eles estarem abrindo os olhos para essa variável.

      Tudo isso só faz as vendas retrairem… Quem vai comprar sabendo que pode vir por aí uma diminuição nas margens de lucros das montadoras?!!?!?!?!? Xiiiiiiiiiiii…. rs!

      0
    • GB 27 de maio de 2012 at 12:37

      Não dá para essas empresas irem lá no governo chorar benefícios se elas mesmas não fazem nada.

      Outra mudança grande, mas nos imóveis, é esse cadastro que o BC vai fazer de imóveis ficanciados, assim dá para acabar de vez com essa dependência do FipZap que só serve para os corretores justificaraem na mídia os preços altos cobrados.

      Alguém no governo anda lendo este Blog.

      0
      • anamirandabh 27 de maio de 2012 at 12:52

        “Alguém no governo anda lendo este Blog.”

        Tenho essa impressão tb

        0
    • Davi 27 de maio de 2012 at 13:08

      Pois é o que venho falando:

      É certa esta briga com os bancos e montadores …

      Porém vem sendo feita de modo oportunista, se NÃO HOUVESSE CRISE, não seria feito JAMAIS! Só estão mexendo nisso pq a coisa chegou a um ponto que são eles ou nós (imagem do governo).

      E falar da caixa PRETA DO GOVERNO? Falar em caixa preta de ditadura que falar, mas todo mês leio no BroadCast recorde atrás de recorde de arracadação de impostos (RECEITA DO GOVERNO BATE NOVO RECORDE) pqp!

      É como o Jabor falou no audio que um amigo postou no outro tópico: COMISSÃO DA VERDADE deveria ser o governo explicar por que pagamos tanto em impostos e nada de investir de modo que a economia cresça de modo sustentável ao invés de ficar botando gasolina na fogueira do consumo. O povo precisa de mais carros ou transporte coletivo decente como tem na europa? Vai uma saúde PUBLICA decente ai? educação ? segurança? Enfia os carros no [censurado] para dar trabalho ao bolha hehehe.

      Tudo errado, estas medidas desesperadas estão me deixando muito preocupado com o nosso futuro isso sim, tenho medo deste governo botar e perder a nossa estabilidade economica que por pior que seja era muito melhor que a época antes do REAL.

      0
      • peterson 27 de maio de 2012 at 15:44

        brasileiro é impresionante reclama ate das medidas corretas.

        0
        • Charles 27 de maio de 2012 at 16:30

          “brasileiro é impresionante reclama ate das medidas corretas.”

          O espirito da questão é outra, acho que voce não pescou!

          Fazendo uma analogia, poderiamos dizer que as medidas corretas do governo, hoje, seriam para remediar erros do passado. Vejam o caso de um homicida, que cometeu o erro de matar uma pessoa. Porem, para evitar sua ruina, tomar medidas corretas e eficientes para se livrar do cadaver.

          Entende?

          0
          • peterson 27 de maio de 2012 at 17:35

            medidas corretas são medidas corretas em qualquer tempo colega…
            a questão é se vamos continuar com as outras n importa os erros passados.

            essa é a lógica, não a vontade politica sentimental ou seja lá o que for….

            0
            • Igor Eduardo 27 de maio de 2012 at 19:00

              Analfabetismo é a principal virtude de quem apóia o “governo” petralha.

              Onde ele está reclamando da tal medida correta?

              Ele somente escreveu que outras caixas pretas deveriam ser abertas.

              0
              • Davi 27 de maio de 2012 at 19:33

                O que falei é de oportunismo com as medidas, fui eleitor do PT, como fui eleitor do PSDB. Se todo hora que criticamos algo for parar e dizer q tem razões politicas por trás, ai ficamos de boca fechada.

                Acho que botar gasolina no consumo é adiar um problemão. Quem ainda precisa de carro??? Quero é transporte coletivo decente! Investimento nisso, gera crescimento sustentado.

                Sim as medidas são boas, mas repito, se não fossem as circunstancias, jamais teriam sido tomadas.

                0
                • Davi 27 de maio de 2012 at 19:35

                  Quando falei caixa preta fo governo não falo PT, são todos os governos que já tiveram, todos sempre arrecadaram muito, retorno para a população zero, é MAIOR EMPRESA COM ESQUELETOS NO ARMARIO DO PAIS, Brasilia.

                  0
                  • Igor Eduardo 27 de maio de 2012 at 19:42

                    Concordo.

                    Na verdade, me referi ao comentário do Peterson.

                    No final o governo senta em cima do rabo e fica se metendo na casa alheia, ao invés de arrumar a sua cozinha.

                    0
                    • peterson 27 de maio de 2012 at 20:58

                      mais um topico que caiu no fundamentalismo politico… n escapa um..impressionante…

                      0
                    • Davi 28 de maio de 2012 at 08:41

                      O blog é bom por isso, pela diversidade de assuntos que de um modo ou de outro estão interligados e só não percebe isso que tem cabeça amendoim: economia em geral, politica, mercado financeiro … sempre há alguma relação. Fundamentalismo político? kkkk fico puto com quem assume bandeira de partido politico como se fosse time de futebol, beira o ridiculo. Quero é os FDP que estão lá, independente se votei ou não neles, vejam o lado do povo, mas DO MODO CORRETO, plaebo e medidas populistas são fogo de palha, que façam o que de fato deve ser feito e parem de fazer perfumaria!

                      Na boa brasileiro reclama, e RECLAMA POUCO por que é CEGO, por isso estamos e vamos ficar na merda muito tempo ainda. =] Paga muito e recebe migalhas … “o eleitor não é burro, hoje ele sabe votar kkkkk”. essa é uma das melhores falácias … (eu estou entre os burros tb)

                      0
                    • peterson 28 de maio de 2012 at 09:29

                      eu sou simplista, medida correta não tem prazo de validade…
                      o resto que foi comentado, na minha opinião é fundamentalismo politico. simples para quem é neutro e complexo para quem não é.

                      0
                    • Troll 28 de maio de 2012 at 23:18

                      certo, certo todos já perceberam que vc não pe petralha…kkkk

                      0
      • Igor Eduardo 27 de maio de 2012 at 19:08

        Bom comentário!

        Som contra qualquer tipo de intervencionismo do governo… O problema é de quem se aperta pra pagar em um Fit o mesmo preço de um Mustang nos EUA! Ninguém é obrigado a comprar carros o que é diferente em relação aos impostos, onde não temos escolhas e retorno zero! Vamos abrir a caixa preta da máquina pública também, que bate recorde de arrecadação ano após ano e a contrapartida continua a mesma porcaria de anos atrás!

        0
        • peterson 27 de maio de 2012 at 21:02

          o problema é que se ela tiver coragem de fazer isso ainda vão reclamar porque ela não abre a caixa preta do judiciario e por ai vai…. mas eu tb n gosto dessa politica forçada não, só que infelizmente jegue só anda no tranco assim como as coisas justas no Brasil… o Brasil deveria construir uma bomba atomica e se auto suicidar… seriamos recolonizados e teriamos uma chance de dar certo…

          0
          • Ze 28 de maio de 2012 at 15:08

            “…e se auto suicidar…”

            E o português continua impecável.

            0
            • peterson 28 de maio de 2012 at 17:14

              quando a argumento acaba…. verificar-se acentos, virgulas, hifens, xis e ypisulons… estou chateado com este blog, esperava mais do pessoal que é em tese o mais “informado”

              0
              • Igor Eduardo 28 de maio de 2012 at 17:31

                Impressionante a sua capacidade de distorcer as coisas, você não deu um argumento que sustente as “ações corretas” da presidAnta e inverte o jogo, escrevendo que argumentos faltam aos demais.

                0
  • Benjamin 27 de maio de 2012 at 11:38

    “http://www1.folha.uol.com.br/poder/1096261-dilma-quer-abrir-caixa-preta-de-montadoras-e-cortar-lucros.shtml”

    Dilmona já “comprou” briga com bancos, agora vem falar de caixa preta de montadoras. Sei não, profeta Miguel Jacó, o diabo veste Petralha… O marketing petista tá muito forte, é só ler qualquer reportagem desse naipe pra ver o tanto de gente que tá batendo palma.

    0
    • anamirandabh 27 de maio de 2012 at 12:06

      A Dilma só parece estar se importando com o consumidor.

      Se ela quisesse aumentar a qualidade dos carros vendidos aqui e ao mesmo tempo diminuir o preço, era só eliminar imposto de importação, igualar o IPI e demais impostos dos importados.

      Os governantes preferem manter os salários de um punhado de operários que ganham relativamente bem (a maioria está no sudeste) e prejudicar os consumidores de veículo e serviços de transporte.

      Assim, a caminhonete do sertanejo do Ceará custa mais caro porque é preciso manter a PLR do pessoal do ABC paulista.

      0
      • Leno 27 de maio de 2012 at 12:51

        Para melhorar a qualidade, sómente se o povo ficar mais exigente, ou seja, utopia!

        Veja o exemplo do Renault Clio. Em 2001 ele tinha airbag de série e um acabamento muito superior em relação a seus concorrentes. Quando a Renault percebeu que brasileiro não liga para isso, retirou o airbag e piorou o acabamento, e lógico aumentou seus lucros.

        As montadoras que estão chegando farão a mesma coisa, pode apostar!

        0
  • Anonymous 27 de maio de 2012 at 11:47

    Banânia, nenhuma surpresa aqui. Mais um indicativo da defasagem do Reaisl em relação às outras moedas do mundo.

    * Castelos europeus viram salão de casório brasileiro
    “http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidiano/45284-castelos-europeus-viram-salao-de-casorio-brasileiro.shtml”

    Renata faz as contas e exemplifica: o aluguel do Castello Di Vincigliata ficou em € 3.300 (cerca de R$ 8.500). “Um bom salão em São Paulo hoje custa uns R$ 35 mil”, afirma. Uma garrafa de vinho, que no Brasil vale R$ 195, na Itália sairá pelo equivalente a R$ 28.

    0
    • Lady M. 27 de maio de 2012 at 18:50

      Tem uma bolha de casamentos no Brasil. No Rio vc não consegue fazer um casamento DECENTE por menos de 60 mil.

      0
    • Troll 28 de maio de 2012 at 21:04

      E como existe, viu!!!

      0
  • Sergio Figueiredo 27 de maio de 2012 at 12:02

    Hoje passei na Rua Dias da Cruz, Méier, Rio de Janeiro/RJ que fecha aos domingos ao trânsito e vira área de lazer. Reparei uma van toda adesivada com os logos da PêDêGê parada com uns 4 corretores. Fiquei lá um bom tempo e não vi ninguém chegando perto deles para perguntar nada. Também não vi eles abordando as muitas pessoas que frequentavam a rua. Eles não mostravam entusiasmo nenhum.

    Será que eles estavam lá só para curtir um tempo de lazer? Acho que até os corretores perderam a esperança de vender alguma coisa com esses preços. Ou, ao invés de correr atrás do cliente, eles estão preferindo que algum cliente desinformado procure eles.

    Quando fui embora, não resisti: passei perto da van e disse para minha esposa em um tom suficientemente alto para eles escutarem:
    “Olha uma van da PDG. Pena que imóvel está muito caro.”

    0
    • GB 27 de maio de 2012 at 12:44

      kkkkkkkkkkk, aposto que isso até magoou eles, e eles sabem que é verdade.

      Uma coisa que eu tenho notado em bancas de jornais é que do lado do local onde ficam expostos os jornais, também tem um “trequinho” menor onde ficam expostos folhetos com propagandas de “lançamentos” de imóveis, e o engraçado é que estavam lotados de material, ninguém pega ou se interessa em saber do que se trata.

      Acho que descobriram que fica mais barato dar um troco pro jornaleiro e esquecer o material ali que manter um corretor nas ruas.

      0
    • Lucas 27 de maio de 2012 at 13:49

      Essa semana um corretor da PDG ligou aqui pra casa, eles estão oferecendo um empreendimento em Del Castilho, um ap de 250K com menos de 60m².
      Pra quem não é do Rio Del Castilho é um bairro cercado de favelas pra todos os lados, um bairro que só tem um shopping e mais nada, não tem uma área de lazer, neste bairro ta cheio de condomínio novos quase todos prontos.
      Com todo respeito a quem mora neste bairro, alí não vale nem 80K.
      Esses dias eu vi no site boadica um ap para vender num conjunto horrível deste bairro, eu nunca parei nele, até achava que era favela tipo os conjuntos da Maré, elevador nem pensar, o cara ta pedindo 200K.
      Vi também esses dias um ap num daqueles conjuntos lá de Iraja, o cara tava pedindo 220K.
      A coisa tá feia, não sei como de uma hora pra outra tá todo mundo com grana.

      0
      • Nilton 27 de maio de 2012 at 19:32

        Del Castilho é muito violento. cercando por favelas.

        0
      • Carlos rj 28 de maio de 2012 at 03:00

        Meio louco esse mercado do rio… Um ap em Del castilho( bairro a tem como atrativos-linha amarela, shopping nova america, sede da LBV, complexo do jacarezinho, catedral da fé, metrô lotado) custa 250k!! Agora um ap no pechincha custa o msm preço ( sendo q diferença de del castilho e pechincha são 15 minutos de linha amarela e 10 minutos de trânsito por dentro de JPA)!! Na boa… Ou eu estou maluco ou pessoal está avaliando imóvel que nem…!!
        Agora quero ver quando ficar pronto aqueles empreendimentos em vicente de carvalho (q dizem q é vila da Penha)… Acho q o pessoal vai desistir de morar ali pra morar em del castilho… Ou pior… vai todo mundo pra pechincha!!!

        0
  • GB 27 de maio de 2012 at 12:52

    Vocês viram isso aqui ? É meio antigo (jun/2011) mas mostra que já havia sinais de crise ali e é um texto super atual:

    “Desespero leva imobiliárias mineiras a iniciar campanha contra corretores independentes ”

    “http://observadordomercado.blogspot.com.br/2011/06/desespero-leva-imobiliarias-mineiras.html

    0
  • mauricio 27 de maio de 2012 at 12:55

    GENTE!

    depois de fazer fortuna em imóveis, agora estou saindo!

    estou indo para o ramo de AVESTRUZES

    “http://ofogareu.blogspot.com.br/2012/05/avestruz-master-um-produto.html

    0
    • GB 27 de maio de 2012 at 13:11

      Qualquer semelhança com imóveis é mera coincidência.

      Gostei da parte, por que AVESTRUZES, por que não BOIS ? Por que BOIS já tinham dado encrenca antes e eram mal vistos, kkkkkkkkkk (a..a. Boi Gordo).

      Eu ainda acho que esse pessoal que conseguiu lucrar com imóveis (os poucos que conseguiram), ainda vão migrar para telefone fixo, fiquei sabendo que vai dar a maior grana até a Copa. (IRONIC MODE ON)

      0
      • Charles 27 de maio de 2012 at 16:40

        E vou investir nas ações de uma empresa inovadora que vai colocar no mercado uma tecnologia impar que vai revolucionar o modo como as pessoas escrevem cartas. Segundo a AFPO – (Associação de Fabricantes de Produtos Obsoletos) esta nova maquina vai se chamar: Máquina de Escrever Elétrica.

        0
        • Leno 27 de maio de 2012 at 20:56

          E eu vou abrir uma franquia de escolas técnicas que vão ministrar aulas de datilografia. Alguém quer ser meu sócio?

          0
  • Vitor - CWB 27 de maio de 2012 at 13:02

    Números de Curitiba:

    Segundo dados do http://www.imoveiscuritiba.com.br

    Em 02 de Abril de 2012 tinhamos: 12.711 Apartamentos
    5.543 Sobrados
    3.539 Casas

    Passado o feirão que comercializou ou (foram assinados) 8.991 imóveis ainda temos…

    Hoje, 27 de Maio de 2012 :

    13.643 Apartamentos
    5.688 Sobrados
    3.694 Casas

    Ou seja, nada mudou e poior tá inflando mais a bolha
    Mussun forevis em: Corre Negadis

    0
    • Bolha Imobiliária 27 de maio de 2012 at 21:32

      Realmente, a conta não bate. Pensei em publicar os meus gráficos, mas vou aguardar o desenrolar do tempo…Os contratos foram “encaminhados”, nao foram aceitos, por isso vou aguardar…

      0
  • RT 27 de maio de 2012 at 13:12

    “Não é porque falta comida no mundo que eu posso cobrar R$ 1000,00 num sanduíche”.

    Essa frase foi dita pelo Samy Dana, naquele debate sobre a bolha promovido pela IstoÉ Dinheiro.

    Considero-a óbvia, mas muita gente (instruída) parece que não entende isso. Um colega de trabalho meu me disse outro dia: “li no jornal que um especialista disse que não tem bolha, porque tem muita demanda”.

    Ninguém precisa ser economista pra entender que isso não existe. A demanda não é “estática”. Ela é função do preço, e é menor para preços maiores. O primeiro capítulo de qualquer apostila vagabunda de Microeconomia explica isso.

    Não que seja necessário apelar para livros para perceber que trata-se de falácia… só sendo muito tapado mesmo para achar que quarto e sala no Rio pode custar R$ 400 mil porque “tem muita demanda”.

    Quem pode pagar isso não faz parte da demanda por quarto e sala. E quem quer um quarto e sala não pode pagar isso.

    Optei por não entrar em debate com meu colega (que tem o dobro do meu tempo de empresa). Por educação, me esforcei muito pra não deixar transparecer minha impaciência com tamanha ingenuidade.

    0
    • Lucas 27 de maio de 2012 at 13:31

      RT, onde eu assino!!

      0
    • Mrk 27 de maio de 2012 at 15:38

      Esse cara nao entende bem o conceito de demanda, ele esta confundindo demanda com vontade, se fosse por ai a demanda de ferraris seria enorme no brasil, conheco varias pessoas que adorariam comprar uma ferrari

      0
      • Sol de Sampa 27 de maio de 2012 at 18:44

        Mrk,
        Ferrari não… mas uma Maserati… aí eu babo…

        0
        • SF 28 de maio de 2012 at 15:13

          Ferrari…Masserati q nada, Lamborguini El Diablo…essa sim é da hora!!!

          0
    • Ghaspar 27 de maio de 2012 at 21:11

      Tambem assino em baixo…E vou além…Há uma tremenda demanda reprimida por Mercedez( inclusive minha..kkk) …….mas o que se compra é 1.0………..E se o 1.0 ficar inalcansável vai-se de bicicleta…ou construção na lajinha….kkkkkk

      0
  • Orozimbo 27 de maio de 2012 at 13:44

    Fui jantar na casa de um casal de amigos no final de semana passado. Ele é arquiteto e voltou dos EUA após 4 anos por causa do estouro da bolha imobiliária. Agora, está surfando na bolha daqui.
    Ele disse não entender por que um empreendimento na Vila Mascote, aqui em São Paulo, vendeu apenas 50% das unidades um ano após o lançamento, se o projeto é bom e tem piscina e área de lazer. Preço do m2: R$ 7.000,00. Então eu lhe perguntei se ele não achava que talvez a explicação estivesse no preço impraticável; ele respondeu com uma cara de espanto. Esse meu amigo nunca teve dinheiro, sempre foi extremamente sovina, e agora acha normal imóvel na Vila Mascote estar nesse valor.
    Um dia a realidade se impõe e as pessoas acordam desse delírio que a bolha criou.

    0
    • RT 27 de maio de 2012 at 14:02

      É como se alguém abrisse uma loja do Outback na África – onde falta comida, ou seja, “tem demanda” – e depois perguntasse: “por que a loja vive vazia se a comida é boa”?

      Aí, quando você explica: “é porque aqui, ninguém tem dinheiro pra pagar isso”, a pessoa reage com espanto: “como não pensei nisso?”…

      0
    • Leno 27 de maio de 2012 at 14:11

      Orozimbo,

      Eu moro ao lado da Vila Mascote, e tem no minimo uns três empreendimentos aí, entregue a meses, e que estão com poucos moradores.

      E pelo que pesquisei, o preço do m2 nesta região já ultrapassou 7k. É um bairro bacana, tem predios bonitos, mas é cercado de favelas.

      0
      • Anonymous 27 de maio de 2012 at 14:41

        Orozimbo,

        Se seu amigo morou nos EUA, como foi possível não perceber que o preço de venda está em cerca de 2000 Reais/m2 para suburbio de praticamente qualquer grande cidade, onde a qualidade de vida é muitas vezes superior? Será que mesmo trabalhando como Arquiteto, nunca se preocupou em perguntar o preço de moradia?

        0
        • Orozimbo 27 de maio de 2012 at 15:54

          Anonymous,
          Ele voltou para o Brasil porque depois da crise de 2008 ficou sem emprego. Aí, não importa o valor do imóvel, desempregado não tem condição de comprar nada e fica mesmo é na m…
          O que me impressiona é ele não se dar conta de que o fenômeno que está acontecendo aqui é o mesmo que acabou de explodir por lá.
          Abraços.

          0
  • Annibal 27 de maio de 2012 at 14:10

    AGORA FU$%&*$DEU…

    Governo pode reduzir controle de gastos para ajudar economia
    Equipe econômica discute afrouxamento das contas como um “plano B” para o caso de a crise internacional se intensificar

    O governo pode reduzir o esforço fiscal previsto para este ano para estimular um crescimento maior da economia. Segundo apurou a reportagem, essa possibilidade está em discussão na equipe econômica e é considerada uma espécie de plano B, caso a crise internacional se intensifique e as medidas já anunciadas de estímulo ao crédito e ao consumo sejam insuficientes para atingir o novo objetivo: crescer mais do que os 2,7% de 2011.

    Tema tabu – e definido como “coisa do demônio” por alguns economistas do governo -, a hipótese de fechar as contas com saldo menor para pagamento de juros da dívida, o chamado superávit primário, ganhou espaço nas discussões. A mudança daria mais fôlego para o governo adotar medidas de estímulo, como o aumento das despesas totais (não apenas os gastos com investimentos, mas também de custeio), mesmo num cenário de desaceleração da arrecadação.

    O governo também quer abrir espaço para novas desonerações tributárias, medida que a presidente Dilma Rousseff considera fundamental para ajudar as empresas. O problema é que a arrecadação está fraca e o governo acaba tendo de recorrer, cada vez mais, às receitas extraordinárias para fechar as contas.

    A equipe econômica também já aceita a hipótese de dar algum tipo de compensação aos Estados e municípios pela perda de arrecadação com as desonerações feitas com o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), tributo federal cuja arrecadação é compartilhada com governadores e prefeitos.

    O ministro da Fazenda, Guido Mantega, que antes era refratário à flexibilização da política fiscal, agora reconhece internamente que a medida poderá ser necessária. Ele tem insistido que, em momentos de crise, a austeridade fiscal a todo custo, como tem sido a opção na Europa, acaba sendo um entrave. A avaliação é que o Brasil está com uma política fiscal sólida e uma flexibilização não comprometerá a sua credibilidade. As informações são do jornal “O Estado de S. Paulo”.

    “http :// economia. ig . com . br/2012-05-26/governo-pode-reduzir-controle-de-gastos-para-ajudar-economia .html”

    0
    • Francisco Quiumento 27 de maio de 2012 at 14:22

      Sinais claros de insanidade:

      1) Rasgar dinheiro.
      1) Cheirar fogo.
      2) Comer fezes.

      Toda medida econômica que foque-se em pegar a austeridade e rigidez das finanças do estado e as mandar para as cucuias em momento de crise encaixa-se em (1), normalmente em medidas executadas por quem comete (2) e / ou (3).

      PS: BOLHA! POR FAVOR, NÃO ME DETETIZA! []s

      0
    • anamirandabh 27 de maio de 2012 at 15:35

      Ceteris paribus, um aumento de gastos significa juros mais altos, o que é ruim para os endividados.

      0
  • Annibal 27 de maio de 2012 at 14:14

    AI AI … MEU BRASIL

    Contribuição da previdência privada terá que subir

    Com a taxa básica de juros no Brasil se aproximando do menor nível histórico, o brasileiro vai ter que dobrar seu esforço de poupança para garantir a mesma renda na aposentadoria. Estimativa feita pela professora da Fundação Getulio Vargas (FGV) e planejadora financeira Myrian Lund mostra que, com os juros de 8% ao ano — a taxa básica, a Selic, é hoje de 9% e a previsão é que alcance este nível ao fim de 2012 —, uma pessoa que começa a poupar a partir dos 30 anos terá que aplicar R$ 976,18 por mês para ter uma aposentadoria de R$ 5 mil ao mês a partir dos 60 anos. Com uma taxa de 12% — mais comum no país há alguns anos —, essa poupança mensal teria que ser menos do que a metade, de R$ 462,85.

    Quem começa mais tarde, aos 40 anos, precisa de uma economia maior: a mensalidade necessária seria de R$ 1.280,13 com juros de 12% e de R$ 2.027,91 com taxa de 8%. Mas adiar a data da aposentadoria em cinco anos pode ajudar bastante a reduzir o peso das contribuições. Quem começa a poupar aos 30 para se aposentar aos 65 anos tem que contribuir com R$ 182,20 num cenário de juros de 12% e com R$ 448,30 na taxa de 8% ao ano. As simulações foram feitas considerando fundos de previdência com taxa de administração de 2,5%.
    A nova realidade exigirá uma mudança de cultura: antigas gerações conviveram por anos com os juros altos, que permitiam ganhos elevados nas aplicações financeiras de baixo risco, como a renda fixa. Juros que ajudavam — e muito — na acumulação de recursos para a aposentadoria. Agora, com economistas prevendo que o país passará a conviver com juros mais baixos, os brasileiros terão que se adaptar. Com um detalhe importante: estamos vivendo cada vez mais. A expectativa de vida do brasileiro ao nascer era de 73 anos, 5 meses e 24 dias em 2010, três anos e dez dias a mais do que em 2000.
    — É bom para o país ter uma taxa de juros baixa, mas isso muda completamente o cenário para quem se prepara financeiramente para a aposentadoria. A realidade dos juros baixos já está instalada e é um processo grave. Temos que nos preparar para isso — afirma a sócia da Moneyplan e planejadora financeira Angela Nunes

    http : //oglobo.globo . com / economia/contribuicao-da-previdencia-privada-tera-que-subir-5034283#ixzz1w5iPzs6z

    0
    • peterson 27 de maio de 2012 at 15:34

      imagino só o garoto de 18 anos olhando que terá 35 anos para contribuir ou chegar aos 65 anos daqui até lá a previdencia tera mudado umas 5 vezes e ele vai morrer sem se aposentar… hoje quem tem ate 35 anos e acha que vai chegar a se aposentar por idade vive de ilusão e cegueira cronica.

      0
  • Francisco Quiumento 27 de maio de 2012 at 14:15

    Mais um de meus momentos “Cassandra, a Princesa Amaldiçoada”

    O mais lindo de tudo é que não caiu a ficha ainda, pelo que tenho lido dos nossos economistas, jornalistas especializados e palpiteiros de plantão, que esta situação dos automóveis, que repito, é correlata com a questão de imóveis, dá uma mostra que muito do maravilhoso desempenho de nossos bancos e financeiras nos últimos anos baseou-se em entupir-se de carteiras de créditos irrecuperáveis, e tanto são irrecuperáveis que agora os automóveis (em caso destacado) estão sendo recuperados em valores vis.

    Não se construiu uma sólida carteira de ativos, e sim, entupiu-se uma gaveta de papel assinado, para todos o lados.

    Alavancagem é algo economicamente bom, mas alguém em algum momento tem de fornecer o firme ponto de apoio.

    Novamente: CABÔ-SE! (sic)

    0
  • Francisco Quiumento 27 de maio de 2012 at 14:25

    Margárina e a poderosa ENTA se esqueceram de “pequenos detalhes”, como os fundos de pensão das estatais e seus rendimentos.

    JÊNIO! (sic)

    Certas coisas são como determinadas matérias orgânicas, que quanto mais se mexe, pior fica.

    0
  • Vasconcellos 27 de maio de 2012 at 14:40

    Pessoal,

    falando especificamente de aluguéis e da região da Grande Tijuca, me parece que estão fazendo a última chamada de esfolamento:

    – Nunca tinha observado tantos anúncios no ZAP
    – Não se acha nenhum qt+sala por menos de 1,9k (aluguel + cond+iptu) e nenhum 2 qts por menos de 2,5k
    – Apartamentos toscos e com aluguel caro que perambulam pelo zap há meses, tipo um poltergeist

    0
    • Revoltado 27 de maio de 2012 at 15:17

      eu ja acharia caro pagar 2.5k na ZS que dirá na tijuca…

      0
      • RT 27 de maio de 2012 at 16:00

        “eu ja acharia caro pagar 2.5k na ZS que dirá na tijuca…” (2)

        0
        • self 27 de maio de 2012 at 17:54

          “eu ja acharia caro pagar 2.5k na ZS que dirá na tijuca…” (3)

          Para poder alugar algo por 2.5k, este valor tem que ser no máx 30% da renda da pessoa. Ou seja, é imóvel para público que ganha acima de 8 mil reais ao mês. Na boa, qual é a proporção de pessoas no Rio que ganham isso? Isso é um salário MUITO BOM, mesmo, e quem ganha isso não vai querer ficar apertado num 2qts.

          O preço não justifica.

          0
          • Vasconcellos 27 de maio de 2012 at 18:39

            Self,

            8k brutos são ~ 6k líquidos. Ou seja, um casal com essa renda comprometeria quase 50% da renda somente para morar.

            Mata o potencial de consumo.

            0
            • self 27 de maio de 2012 at 19:15

              Exato. Por isso mesmo que acho que, se o governo quer fazer algo pelo bem da população no quesito da moradia, deveria baixar uma norma/lei/sei lá estipulando que aluguéis e prestações de financiamento habitacional devam comprometer no máximo 20% da renda – e não 30%, como é hoje. E olha que conheço quem pague mais de 30% com aluguel…

              Moradia não pode ser questão de preocupação excessiva por parte das famílias, né. Não é certo que se viva com a corda no pescoço apenas para poder morar. Uma medida dessas mataria qualquer bolha imobiliária.

              0
              • Socorro!! 27 de maio de 2012 at 20:26

                fala SELF

                tu e da tijuca,ne..to procufando AP ai..me falaram que perto da afonso pena e a melhor da regiao..a mais valorizada e isto mesmo??

                meu irmao tem 2 anos que comprou um AP de 82 M2 2/4 , suite , dependecias e vaga na escritura..por 211K num predio novo perto do baixo tijuca..polo gastrnomico..rua tranquila e apartamento novo…hj ta valendo mais de 415K…

                0
                • Ze 28 de maio de 2012 at 15:22

                  Só quando o lucro se realiza…não se esqueça.

                  0
                • SF 28 de maio de 2012 at 15:25

                  Tb sou da Tijuca e moro muito próximo a Pça Afonso Pena, e posso te dizer que ali tudo é muito caro, sempre foi assim imagina agora com os preços bolhudos.

                  Meu AP em 2007 valia 90K e hj em dia com essa insanidade bolhuda ele tá valendo 450k. Detalhe, 70m²,2/4, SEM suíte, SEM varanda, SEM dependência de empregada.
                  Ele tem: vaga na garagem, sauna, piscina, salão de festas, churrasqueira, quadra de esportes, academia.

                  0
  • Anonymous 27 de maio de 2012 at 15:14

    Veja a maneira que é utilizada para controlar a opinião pública.

    A corrupção acadêmica e a crise financeira

    “http://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/1095897-a-corrupcao-academica-e-a-crise-financeira.shtml”

    Boa parte de seu trabalho acadêmico é dedicado à política fiscal. Num resumo justo de suas posições intelectuais, pode-se dizer que ele jamais viu um imposto que tenha gostado de ver aprovado e em vigor. Em novembro de 2004, ele escreveu um artigo espantoso em coautoria com William C. Dudley, então economista-chefe do banco de investimentos Goldman Sachs.

    O artigo em questão, “Como os Mercados de Capitais Elevam a Performance Econômica e Facilitam a Geração de Empregos”, merece ser citado. Vale lembrar que estamos em novembro de 2004, com a bolha já bem encaminhada:

    “Os mercados de capital têm ajudado a tornar o mercado imobiliário menos volátil. ‘Arrochos de crédito’ do tipo que, periodicamente, fecharam a oferta de recursos aos compradores da casa própria […] são coisas do passado.”

    Hubbard se negou a dizer se foi pago ou não para escrever o artigo. E se negou a me fornecer sua declaração mais recente de conflitos de interesse financeiros com o governo, documento que não pudemos obter de outra forma porque a Casa Branca o destruiu.

    0
    • Sérgio 27 de maio de 2012 at 16:33

      Essa é uma daquelas notícias que DEVERIA repercutir muito, mas…
      Me faz pensar nos Mendonça de Barros da vida e, inclusive, em um ou outro economista favorável à ideia da existência da bolha, mas que afirma que peremptoriamente que os preços estão levemente deslocados da realidade.
      .
      Do que adianta os doutorados, os MBAs se a MORAL e o CARÁTER não se adquirem na escola, além de os que a possuem estão sujeitos às graças do dinheiro?

      Bela matéria!

      0
  • peterson 27 de maio de 2012 at 15:30

    sem novidades não é galera?
    gostaria de dizer para quem deseja que o governo corte os seus gastos que isso é impossivel, pois teremos copa e olimpiadas e os gastos tendem a aumentar… o Brasil vive uma situação parecida com quem financiou carro em 60x em 2010, tem que torcer que tudo de certo até 2016… senão perdeu playboy…

    0
    • GB 27 de maio de 2012 at 15:42

      Muito pelo contrário, uma novidade a cada hora e nenhuma boa para o Mercado.

      Não compre imóvel com ágio.

      0
    • GB 27 de maio de 2012 at 15:47

      Do jeito que as coisas vão nenhum corretor vai aguentar ir levando até 2016, eu já achava que não iam aguentar até a Copa de 2014, mas esta semana comecei a notar que só vão aguentar um ano de baixas vendas e já se passaram 7 meses, mais 5 e vão ter que mudar de ramo.

      Não é na Holanda que 1 em cada 6 famílias não consegue pagar a conta do supermercado ? HOLANDA, país muito mais desenvolvido que o nosso.

      0
  • Leno 27 de maio de 2012 at 15:41

    Saiu uma nota do Bradesco desmentindo a compra do Santander.

    “http://oglobo.globo.com/economia/bradesco-diz-que-nao-negocia-compra-do-santander-no-brasil-5036752

    Mas onde há fumaça, há fogo.

    0
    • MrJaime 28 de maio de 2012 at 00:13

      Não acredite em um boato até que ele seja oficialmente negado. (-:

      0
  • GB 27 de maio de 2012 at 15:52

    Fico imaginando os corretores nesses Stands vazios em pleno domingão ou nesses em que nitidamente o pessoal está lá mais pela pipoca e pelo algodão-doce, aí vem aquela lembrança nostálgica do período de oba-oba (2008-2011), de chegar ao Stand já com fila de interessados, vendendo tudo em uma semana, comprando carro novo, achando que aquilo ia durar eternamente e que ia mandar os filhos pra faculdade . . .

    0
    • GB 27 de maio de 2012 at 15:54

      E quando eles contam isso para os novos corretores, estes até duvidam de que já tenha sido assim.

      Os bons tempos nunca voltam. kkkkkkkkkkk

      0
    • Johnny Real State 28 de maio de 2012 at 10:18

      Essa raiva sua dos corretores é intrínseca?
      Ou foi adquirida ao longo dos anos?

      0
  • Sérgio 27 de maio de 2012 at 15:59

    Não sei por que motivo, mas lendo a enchurrada de notícias sobre os atos desconexos dos governo, mídia e grupo de empresas e financeiras, mais os comentários esclarecedores de todos aqui no blog, me veio essa música na cabeça a qual não paro de pensar; será que tem a ver com a situação atual?

    Depois do Começo (O que vier vai começar a ser o fim) Legião

    “”Vamos deixar as janelas abertas
    E deixar o equilíbrio ir embora
    Cair como um saxofone na calçada
    Amarrar um fio de cobre no pescoço
    Acender o intervalo pelo filtro
    Usar um extintor como lençol
    Jogar pólo-aquático na cama
    Ficar deslizando pelo teto

    Da nossa casa cega e medieval
    Cantar canções em línguas estranhas
    Retalhar as cortinas desarmadas
    Com a faca surda que a fé sujou
    Desarmar os brinquedos indecentes
    E a indecência pura dos retratos no salão
    Vamos beber livros e mastigar tapetes
    Catar pontas de cigarros nas paredes

    Abrir a geladeira e deixar o vento sair
    Cuspir um dia qualquer no futuro
    De quem já desapareceu
    Deus, Deus, somos todos ateus
    Vamos cortar os cabelos do príncipe
    E entregá-los a um deus plebeu

    E depois do começo
    O que vier vai começar a ser o fim [3x]””””

    0
    • Sérgio 27 de maio de 2012 at 16:00

      Só a arte para explicar a vida em momentos assim.

      0
  • Miguel Jacó 27 de maio de 2012 at 16:30

    Acabei de passar em frente a uma concessionária Fiat.

    Muitos balões, muitos cartazes e em torno de 5 clientes lá dentro…

    0
    • mauricio 27 de maio de 2012 at 16:43

      como sabe que eram clientes, e não familiares dos vendedores se passando por interessados?

      0
      • GB 27 de maio de 2012 at 16:59

        Ou vendedores a paisana.

        0
    • RosinhA 27 de maio de 2012 at 17:19

      Nada vai adiantar essas medidas, é igual dar dinheiro para viciado, só que o brasileiro, desde pequeno fica viciado por cheiro de combustível e ronco de motor, difícil vai ser reverter essa doença, mas para outros vícios existem internação, o governo vai pagar a conta para curar os doentes futuramente, ao invés de controlar a disseminação da doença, medida mais cara e mais dolorida com certeza, e que sempre acarreta em danos aos mais próximos que somos nós mesmos.

      0
  • RosinhA 27 de maio de 2012 at 16:58

    Uma pergunta aos experts: Se o banco é a alma do sistema capitalista, alguém já parou para pensar qual será o tamanho da crise que vem por aí?, pois a situação dos bancos mundiais estão…….

    0
    • RosinhA 27 de maio de 2012 at 17:05

      Alguém sabe a quantidade de títulos hipotecários que ainda estão vagando pelo mundo afora e não tem condições de serem pagos?

      Pois responderia vários boatos de fusões, prejuízos, e fraudes financeiras e imobiliárias.

      0
    • Sol de Sampa 27 de maio de 2012 at 22:14

      RosinhA, é o que tenho questionado ….lembra aquela estória doida de um pessoal que preconizou toda essa derrocada das economias? Não é nem questão de acreditarr em bruxas, mas tô vendo o modelo capitalista ir pro saco e não consigo ver saida para os próximos anos nas atuais bases da economia… Acho que independente de ter estudo, ou até perspicácia, ser safo, não vai resolver … Estão colocando regras novas nesse mundinho globalizado e não estamos percebendo, ou entendendo … não dá pra se proteger pois não sabemos absolutamente nada … Os bancos caem, desapareecem … e aí voltamos ao mercado de trocas… O que temos pra trocar? Diplomas de Administrador, Analstade Sistemas???
      Que futuro voce percebe para seus filho(as)?

      0
      • RosinhA 28 de maio de 2012 at 08:55

        Sol exatamente ficamos discutindo bolha imobiliaria so que a situação mundial é preocupante, os Eua, pegam dinheiro a zero do FED, e aplicam aonde?.

        0
        • Sol de Sampa 28 de maio de 2012 at 11:01

          RosinhA, sgui a indicação do FRK, o blog do kleber, o cara é muito doido, mas com certeza ele esclareceu bem o que ocorre…
          em resumo – é o problema com a verticalizção do risco, pra ser mais exata é a partir de uma carteira de financiamento devidamente lastreada pelo financiamento ser securatizada e/ou com emissão de CDS, ou seja estão duplicando, triplicando, quadruplicando valores sem lastro nenhum… esse é um poblema com derivativos … até 2006 – e com Basileia II não dava pra fazer essa brincadeira de criar $$$ do nada, pois se o financiamento ou alguem da cadeia quebra, leva todo mundo… o pior é ue criam um subprime… ãumentam o vlr original a cada negociação … tinhamos feito uma amarração de segurança aqui em BR que o Bacen havia aceitado, ou seja cada carteira de financiamento era carimbada (numerada) e poderia haver apenas uma securitização… Não sei se houv mudança nisso … nos EUA e Europa até onde sei nunca houve nenhum controle, entretanto não é dificil de se identificar e os bancos tem como saber, principalmente os bacens…
          a unica coisa que posso te garantir é que, se entrarmos em financiamentos altos ou de longo prazo, caimos na rede e não há jeito de sair, pois é só $$$ virtual mesmo, mas a divida essa eles cobram na realidade … precisamos educar nossos filhos contra o consumo sem $$$, (isso eu já faço)….
          A coisa ficará insustentável, é uma época de nova escravidão em função da divida…

          0
    • FRK 27 de maio de 2012 at 23:26

      Rosinha, um excelente blog, que trata principalmente de macroeconomia, e vêm acertando consistentemente suas avaliações, é o blog do KleberS.

      h ttp ://blogdoklebers.blogspot.com.br/

      Ele já explorou bastante as questões dos bancos e o impacto na economia mundial. Recomendo.

      abs

      frk

      0
      • Charles 28 de maio de 2012 at 00:17

        Assino e endosso fortemente sua recomendação.

        0
      • Sol de Sampa 28 de maio de 2012 at 11:07

        FRK, vi e aprovei – mucho dojdjo mas muito esclarecedor… agora pelo menos entendo que da crise debelada em 2008 não houve nenhuma correção, na veredade tão jogando gasolina na fogueira…

        0
    • MrJaime 28 de maio de 2012 at 00:09

      Rosinha,

      Faça uma busca por “derivativos 600 trilhões”. Tente também em inglês.

      Você se assustará ao perceber que o tamanho da encrenca é de 10 vezes o PIB mundial, totalizando algo estimado em 600 trilhões de dólares.

      0
      • RosinhA 28 de maio de 2012 at 08:58

        Mr JAime 600 trilhões estão estamos todos quebrados, a impressão de dinheiro chegou ao limite então?.

        Se for desta forma, não adianta nem comprar imóvel adianta estocar comida e fazer bunkers mesmo, caramba não entendo nada de economia, mas fiquei ociosa final de semana pensando o que esta por vir, certamente o Dilmanic já está afundando.

        Quem deve mais Mr JAime tem como distinguir estas cifras de quem e para onde?

        0
        • Sol de Sampa 28 de maio de 2012 at 11:15

          RosinhA…. começo a acreditar nas predições do amargedon ui que medda… tivemos nosso apocalipse (revelação).
          mais algum tempo e será salve-se quem puder… acho que a revolta na Grécia é fichinha… os problemas do oriente médio é café com leite, e os da economia da europa é só resto de mesa posta… ferrou… não adianta ter grana guardada, imoveis, aquilo que te disse, vamos trocar o que por comida? Diplomas?

          0
          • RosinhA 28 de maio de 2012 at 18:40

            Sol não sou tãaaaaaoooo pessimista assim, relaxa mulher, vai ficar encucando e vai ficar maluca, se metade das pessoas que conheço tivessem seus conhecimentos ficaria muito feliz, procure tirar proveito das notícias ruins, pois são nas grandes crises que surgem as melhores idéias e os maiores impérios, falando assim pareçe fácil, mas é porque sou cética total, tem que enfrentar seus medos 😉 🙂 brincadeira hein amiga não leve a mal por favor.

            0
            • Sol de Sampa 28 de maio de 2012 at 19:20

              RosinhA, escrevendo eu desencuco… ahahahahah… mas de qq forma estou estudando os caminhos possíveis pra gente se precaver, afinal canja de galinha não faz mal a ninguém… E acho que pelos proximos 5 – 9 anos teremos tempo e terreno pra nos virar… Mas a europa preocupa muito, apesar de particularmente não apostar nem em melhora nem em piora do quadro no curto prazo… acho que vão cozinhar .. E fia fria, não sou cheia de dedos não … mas como mulher preciso pelo menos desabafar … hehehehe…

              0
              • RosinhA 28 de maio de 2012 at 19:25

                Sol, ((((((Fala que eu te escuto))))))), só não vale ficar postando de madrugada hein. 😉

                Esse tb é um dos lemas da igreja da Bolha.

                0
                • Sol de Sampa 28 de maio de 2012 at 20:09

                  RosinhA, ……. acho que vc dom pra ir pra Record (ou é Rede Vida) e levar a Bubble Church pra galera ahahahahah…

                  Mas vai ter que fazer exceção quanto a horário …. nas ultimas semanas só pude entrar no blog de madrugada e olhe lá …. esta e a proxima semana tão + tranquilas…
                  …. tô até o pescoço com calculo, cheguei a trocar meu note por um ultrabook – quadricore – mas o desgraçado não dá conta… é muito calculo e não tenho saco de ficar em laboratório .. não quero investir e fazer um cluster em casa … tenho 2 pc além de um net e um ultra book, mas a coisa anda devagarinho …. provavelmente daqui há 12 dias fico em recesso no blog de novo … e aí cansaço, saco cheio de esperar uma definição de caminho pra essa loucura de poticia economia…., marido .e filho que não entendem necas de pitibiribas de economia, matematica, e muito menos politica… aí chega hora que tenho que desabafar… ahahahah mas não leva muito a sério não, o personagem apocaliptico é só pra dar força pro lado incosciente liberar energia e achar soluções…
                  Valeu amiga, gosto muito das suas observações, pesquisas e comentários, só não concordo que vc não entenda de economia… ter diploma no assunto não quer dizer nada … vc tem comércio e resultados no sangue … vale muito mais do que ter que aprender as regras … Afinal as regras foram construídas por pessoas com esse timbre … e essa quallidade não é a universidade que dá não…

                  0
                  • RosinhA 28 de maio de 2012 at 20:28

                    Obrigada, to vendo sociedade de sucesso em algum investimento maluco antes e pós bolha, o GB já é o tesoureiro da igreja, como vamos receber muito dinheiro e como você adora fazer contas já tem seu lugar ao SOL 🙂

                    0
                    • Sol de Sampa 29 de maio de 2012 at 00:23

                      Ótimo, gosto muito do GB… então por enquanto somos um trio pós apocalipse… ahahahah

                      0
        • MrJaime 28 de maio de 2012 at 15:14

          É difícil encontrar essa informação, Rosinha, mas uma coisa importante é que quando ocorreu a crise de 2008, os governos mundo afora compraram pesadamente parte dos títulos podres que estavam nas mãos dos bancos. É a socialização da dívida.

          Então, embora não seja fácil encontrar essa informação, sabe-se que parte do pepino já está na mão do povo. :-/

          0
    • Johnny Real State 28 de maio de 2012 at 10:20

      A situação dos banco mundias está bem ruim, porém a dos bancos brasileiros está ótima. É só pegar o lucro dos últimos 06 anos, eles tem muita lenha pra queimar, com ano após ano batendo recorde de lucros.

      0
      • Sol de Sampa 28 de maio de 2012 at 12:44

        Johnny … independente da situação dos bcos nacionais, o problema está na economia globalizada … não dá pra fazer uma blindagem pro resto dos tempos … haverá contaminação, não só via banco diretamente…

        0
        • RosinhA 28 de maio de 2012 at 13:02

          To com você Sol, podem existir vários barcos, mas navegam no mesmo Oceano.

          0
          • MrJaime 28 de maio de 2012 at 15:16

            Na minha opinião o principal problema da economia globalizada é a falta de diversidade. Ou seja, se um falha todos sentem.

            Enquanto a blogalização estava sendo implantada, o crescimento foi espantoso, mas depois de estabilizado, o problema do ponto único de falha passa a prevalecer sobre as questões anteriores. O problema, é claro, é multipĺicado com o uso desiquilibrado de alavancagem.

            0
            • Sol de Sampa 28 de maio de 2012 at 17:33

              Mr. Jaime, me lembra um ditado visto com mais amplitude….

              o poder corrompe …. o poder absoluto corrompe absolutamente…..

              0
  • veigalex 27 de maio de 2012 at 17:28

    É pessoal.. acompanho o blog desde o inicio.
    Sou um bolhista de carterinha.. e como muitos aqui.. sempre defendi os ideais discutidos aqui.

    Mas.. estou em uma sinuca de bico.
    Desde o ano passado venho acompanhando os imoveis em São Paulo, mais especificamente na Zona Leste. Bairros Penha, Vila Matilde, Vila Esperança, Vila Ré, Ponte Rasa, etc..

    Diferente da grande maioria aqui.. procuro um imovel de aproximadamente R$ 200.000. Pode ser apartamento.. ou sobrado em condominio horizontal.. que não seja o famoso bolsão.

    Tenho que neste momento curvar-me a lei de oferta e procura.
    Os preços por aqui não estão abaixando de forma nenhuma.
    Existe os descontos.. mas os famosos 5 mil..10 mil.. que ja foram embutidos. no preço inicial.

    Com esse valor, nesses bairros, você consegue no maximo algo de 50m2. sem medir.. com a trena.rss

    Me caso esse ano.. e mesmo seguindo a linha o aluguel.. para minha situação não vale a pena.
    Aluguel e o Financiamento sai elas por elas.. e optei pelo financiamento, pois ja que estarei na merda.. que seja pagando aquilo que ja é meu.. e não ficar na mão de propietarios.

    Vou ficar na mão da CEF.. mas pobre é assim mesmo..

    Esta dificil.. nesses bairros não tenho muitos lançamentos e não da para pegar repasses.. temos muitos construtores pequenos e esses caras são sanguinarios.. e não abaixam nada.

    Meu problema e acredito que o de muitos é que tem muitos casais comprando.
    Estão comprando mesmo.. dando uma pequena parcela de entrada e ganhando o carnê eterno.

    Leio o blog todos os dias. e não deixo passar um comentario, mas fico triste em dizer.. a lei de procura esta sendo mais forte.

    Sabemos que as construtoras entortaram os joelhos e que a saude financeira das maiores esta sendo alvejada pela especulação e tambem pelo que eles propias criaram.

    Vamos ver o que o mercado nos reserva.

    Estou vendo que vou levar no furevis!!

    0
    • Eduardo Pena 27 de maio de 2012 at 17:42

      Olha a mulher já dando prejuizo antes do casamento… Aluguel ainda compensa, então se eu fosse você não comprava nada ainda.

      0
    • GB 27 de maio de 2012 at 17:52

      Veigalex, cara, é você mesmo ?

      O cara das imagens ?

      Foi abduzido pelos Cirilos e fizeram lavagem cerebral ?

      0
      • GB 27 de maio de 2012 at 17:55

        Persiste o mistério: o que dura mais, o casamento ou o financiamento de 30 anos?

        0
        • RosinhA 27 de maio de 2012 at 18:05

          Otima oportunidade pro Veigales pechinchar seu imóvel separação de casais, onde os dois tem o único vínculo ap de 29 anos e 2 meses, dito que ficaram 10 meses juntos, e repasse pois não conseguiram pagar o imóvel pois o fotográfo vai cobrar 15K pelos seus serviços, fora os outros itens da Bolha Casamenteira, Cuidado Veigalex. 🙂

          0
        • jibs 27 de maio de 2012 at 19:38

          o problema é a escravidao para o banco/imovel

          Em espanha o numero de separaçoes/divorcios tem desabado de um jeito incrivel, nem nos melhores sonhos do vaticano.

          Tambem tem se multiplicado os casos de abuso judicial contra o sexo masculino, o que esta motivando criaçao de associaçoes e milhares de indigentes de sexo masculino. O esquema funciona muito facil: sou mulher, vou a uma delegacia e denuncio maltrato assim o homem automaticamente é afastado e tem que sair do imovel ao mesmo tempo que repassar pensao em muitos casos, este deixa de pagar pensao pois nao pode manter duas casas, e a mulher entra na justiça para embargar seus bens, o homem nao tem outra que ir viver com seus pais ou simplesmente vagar pela cidade com um brik de vinho barato na mao.

          0
      • veigalex 27 de maio de 2012 at 18:11

        Fui nada.. estou vendo um monte deles ultimamente.. o ultimo parecia o Sidney Magal.. Sou bolhista e vou morrer assim.. mas esses Cirilos.. parecem gremlins!!

        0
        • GB 27 de maio de 2012 at 18:22

          Estou sentindo um distúrbio na força.

          0
        • Seu Madruga 27 de maio de 2012 at 20:49

          Veigalex, espere mais um pouco, o mercado está travado. A única coisa que faz ele rodar AINDA são as esposas e futuras esposas. Tente um usado, preferencialmente negociando direto com o proprietário. Estou na fase final de negociação, o dono já aceitou um desconto bom, mas estou tentando baixar mais ainda. Aqui você tem uma verdadeira enciclopédia de argumentos para obter desconto, pois todos proprietários tem noção que os preços já estão no topo, é uma questão de convencer que a partir de agora é só ladeira abaixo. Os orgulhosos e sem noção descartei de primeira, e agora tem um monte de corretor me ligando. Tem um hiperbolhudo, que anunciavam no zapt por 1.150.000,00 e já estão aceitando 900.000,00, após ser bem mal educado na negociação ( isso mesmo, quem está fazendo favor é você).
          Muié é foda.
          Calma, força e boa sorte.

          0
          • veigalex 27 de maio de 2012 at 21:04

            Minha noiva é tranquila.. e esta entendendo o momento.. ainda bem.
            A frustação é minha tambem.. mas nesse periodo o dinheiro esta indo para a caderneta.. rss

            o problema é que a hora esta chegando.. e ja estou pensando no plano B.. Sogra….

            ou no Plano C.. fazer um puxadinho no no meu quarto..

            Preço bolhudo.. só para os cirilos..

            Abraço!

            0
            • Seu Madruga 28 de maio de 2012 at 00:44

              Os flanelinhas imobiliários dão desconto de 250k como se fosse bala juquinha. O imóvel não vale mais que 750k. Mas esse aí só estou trolando de maldade mesmo…

              0
          • CTO81 27 de maio de 2012 at 21:18

            Gostei do relato desse desconto na negociação, Seu Madruga.
            Me animou a continuar zapeando….

            0
            • Seu Madruga 28 de maio de 2012 at 00:29

              Tá muito bolhudo ainda, mas pelo menos dá para tirar NO MÍNIMO 20% dos preços anunciados no ZOPT, fechando negócio fácil. A maioria dos imóveis estão sendo anunciados há mais de seis meses. Estou começando com ofertas com o preço do início de 2010, aqui na vila mariana, aí o povo faz a contra proposta com 15/20% de desconto, de cara. Só estou comprando por pressão da patroa, mas só depois de brigar muito e com dó no coração.

              0
              • CTO81 28 de maio de 2012 at 11:04

                Eu ainda não tenho coragem ou cara de pau de pegar um imovel de 1 milhao e oferecer 700k. Sei que não tenho nada a perder, mas ainda não acho que vai dar em alguma coisa fazer uma oferta “tão abaixo”… ou talvez eu ainda não tenha encontrado algo anunciado a 1 milhao que eu ache que vale pagar 700k que seja…

                De qq forma, cheguei a conclusão que também não está mais tão vantajoso deixar meu dinheiro rendendo. Com taxa Selic a 8% e previsao de inflação de 5,5% não sobra tanta coisa para pagar o aluguel com o rendimento.

                Acho que está chegando a hora de procurar algo para comprar sim.

                0
                • Andre da Bolha de Plastico (Para evitar Homonimos) 28 de maio de 2012 at 16:08

                  CTO81 e Seu Madruga

                  Também estou na mesma situação mas penso diferente: Se vc paga um aluguel de 1,5k Meu caso) mas pretende comprar um imovel bolhudo a 250k que na verdade vale 150k – a diferença entre o valor real e bolhudo são 100K – com 100k pago meu aluguel por Cinco anos e meio e ainda assim vou terminar com os 150k que o apto vale, ou seja mesmo usando um pouco do meu capital ainda assim vou poder comprar meu imovel, supondo que nao houvesse inflação. Agora, vc realmente acreditra que esses preços vão permanecer por mais 5,5 anos? Eu sinceramente, acredito que em janeiro do ano que vem ja vai haver uma grande mudança no mercado haja vista a crise, valorização de dolar, endividamento geral, desemprego etc. etc. etc. Vou continuar firme e forte na minha convicção e ainda acho que nem sera preciso de 5,5 anos de aluguel pra vero mercado imobiliario com preços no chão. Além do que com os 250K na minha mão sempre dá para ganhar um dinheiro extra comprando ou vendendo alguma coisa, ou seja fica um bom capital de giro na mão para qualquer emergencia ou até mesmo para comprar alguma galinha morta que valha realmente a pena.

                  0
                  • CTO81 29 de maio de 2012 at 11:15

                    Gostei do raciocínio, Andre.
                    É muito válido.

                    0
    • mauricio 27 de maio de 2012 at 18:00

      no vídeo do peter shiff que ele postou sexta, ele, no finalzinho, faz uma analogia sobre a expatriação por causa dos impostos e o divórcio:

      why is the divorce so expensive? because it’s worth it

      0
    • Mrk 27 de maio de 2012 at 18:15

      Velgalex,

      Sempre pensei nesse blog como uma fonte de informacao, no fim a decisao eh de cada um, eh muito pessoal mesmo, a minha seria diferente, mas compreendo perfeitamente seus pontos e a compra de um apartamento vai muito alem da racionalidade e da questao financeira, na maioria dos casos, existem fortes emocoes envolvidas, de ter um lar, de seguranca, emocoes primarias no ser humano desde que procuravam cavernas pra se abrigar, acredite! O que eh o melhor pra um, nao necessariamente eh para o outro!

      Algumas pessoas sao mais logicas, frias, outras mais emotivas na hora de uma decisao como essa, portanto nao existe regra, os limites de paciencia tambem variam de pessoa pra pessoa, o nivel de risco que se aceita tomar (pois esperar pra comprar mais barato eh uma forma de risco, pois nao ha garantias)… E por ai vai

      Desejo boa sorte e felicidades

      0
    • Eskeleto 27 de maio de 2012 at 18:15

      “Aluguel e o Financiamento sai elas por elas.. e optei pelo financiamento, pois ja que estarei na merda.. que seja pagando aquilo que ja é meu.. e não ficar na mão de propietarios.”

      Só descordo desta parte onde você vai pagar oque é seu, na verdade é no banco só quando pagar a última prestação que será seu e no mais não sei se são 30 anos que vai financiar, mas é realmente difícil conseguir cumprir uma agenda longa.

      No restante boa sorte se conseguir algo não bolhudo, mas realmente o planejamento começa desde antes do casamento.

      0
    • GB 27 de maio de 2012 at 18:49

      veigalex: BAZINGA ??????

      0
    • Sol de Sampa 27 de maio de 2012 at 19:35

      Veigalex,

      acho que vc e sua companheira tem que conversar mais, deem um prazo no aluguel… please … não façam nada no emocional…
      guardem o que vcs tem…
      e desejo, de qq forma que tudo de certo

      0
      • Muca CG Muita Treta 27 de maio de 2012 at 21:43

        Vou dizer que meu casamento está no fio da navalha porque eu me recuso a comprar algo. Estou procurando na mesma região do Veiga Alex, mas está bem complicado. Aluguel de imóvel independente no mínimo a 1,5 mil. O preço de sobrados bate a casa dos 250 mil. Tá complicado. Minha mulher me enche o saco todo dia e eu já não suporto mais a situação. O foda é que nem comprar eu consigo, já que nossa renda é de R$ 5 mil e, com isso, não conseguimos absolutamente nada.

        0
        • veigalex 27 de maio de 2012 at 21:51

          Muca.. vai na calma.. não adianta brigar nessa hora.
          Tenta mostrar para a Patroa.. através de exemplos para ver se ela entende.

          As vezes as pessoas nao entendem a nossa visão.. ai o correto é exemplificar.

          Não sei se você ja fez, mas mostra para ele uma planilha de calculo… com o dinheiro que vc´s teriam guardando.. ou aplicando..

          vou postar uma planilha que me ajudou muito..

          0
          • veigalex 27 de maio de 2012 at 21:56

            Segue a planilha ai..

            Ela abriu meus olhos.. com relação a financiamento vs aluguel

            “http://www.investpedia.com.br/artigo/Comprar+a+vista+financiar+ou+alugar+um+imovel.aspx

            0
        • Sol de Sampa 27 de maio de 2012 at 22:28

          Muca,

          ela já viu o blog? Meu marido não entende de pitibiribas de economia, essa parte sempre ficou comigo. Vendemos nosso unico imovel no inicio deste ano e quando começamos a procurar outro levamos um susto…

          a idéia de entrar num financiamento com nossa idade era insuportável, depois que um corretor que ficou injuriado por eu não aceitar um apto de 90 m2 por 500k, dizendo que eu estava perdendo $$$ que ele venderia os proximos por 550k e 580k e assim por diante, e depois de eu ter visto um na planta a 7k o m2 e o outro corretor veio com o mesmo papo acendeu a luz amarela e comecei a verificar esse setor …

          PÔ temos uma boa renda – uma grana razoavel na mão e ainda ter que financiar 400k a 500 k pra um apto mais descente???? não deu outra achei que tinha endoidado ou que tinha bolha e encontrei esse blog que me trouxe paz de espirito e todos os argumentos que tinha falado pro meu marido mostrei pra ele no blog… Aí ele tb passou a entender melhor e até companhar alguma coisa…. Hoje estamos em paz e no aluguel…
          Seja o que Deus quiser mas não o que os corretores querem…
          Então tenta mostrar e explicar uma coisa de cada vez ….

          0
          • Sol de Sampa 27 de maio de 2012 at 22:31

            descente = decente … não revi o portugues desculpa aí…

            0
          • Carlos rj 28 de maio de 2012 at 02:20

            Fatoooo!!!!!

            0
        • FRK 27 de maio de 2012 at 23:40

          Srs, eu estou na mesma situação, e na mesma região (ZL de SP)

          Minha namorada tinha a visão de que não pagaria nem um centavo em algo que não fosse dela. Expliquei timtim por timtim a questão da bolha. Mostrei os números. Ela é bancária, então entende perfeitamente. Mesmo assim ela quis dar uma forçada, e insistiu na compra. Fui taxativo: se quiser comprar, pode comprar sozinha ou procurar outro marido. Porque alguém que quer me forçar a assumir um compromisso de 30 anos, contra a minha vontade, e sabendo que não é a melhor escolha, na boa, mas não serve pra estar ao meu lado pro (esperado) resto da vida.

          Ela pensou melhor e abortamos a idéia de compra para o casório. 😀
          Vamos inicialmente morar de aluguel, segurar as despesas pra poupar alguma coisa, e esperar uma abaixada nos preços.

          A oferta de crédito amplo e irrestrito leva a uma demanda artificial. Quando o crédito e o dinheiro cessam, os preços voltam à curva normal, mas a quantidade ofertada já estava programada para a demanda inflada. Resultado: os preços do ponto de equilíbrio serão menores do que os preços anteriores à bolha.

          Segura a onda meu amigo, não faz nada na pressão não, pra não se arrepender depois. Comparar 1,5k de aluguel com 1,5k de prestação não está correto, pois do 1,5k, apenas uma pequena parte é realmente para pagar o seu bem. A maior parte fica com o banco. Pense nisso.

          abs

          0
          • Muca CG Muita Treta 28 de maio de 2012 at 09:02

            Agradeço as dicas e sugestões. O pior é que eu já exemplifiquei para a minha esposa como as coisas são. Ela compreendeu, afinal é contadora. Mas ela é uma pessoa que age muito mais de forma emocional do que racional. Fora que é perdulária pra cacete. Eu até entendo. Ela é proveniente de uma família muito pobre e agora pode comprar o que sempre teve vontade em relação a roupas, eletrodomésticos e outros supérfluos. Tento não perder a calma, mas convenhamos que é complicado. às vezes tenho a impressão que a única coisa que ela quer é ostentar para os parentes e amigos que pode ter uma casa própria. Aliás, é esse comportamento que infla a bolha.

            0
    • Johnny Real State 28 de maio de 2012 at 10:21

      Eu estou vendendo meu ap. há 01 mês por 300 k.
      Ao lado do metro mooca-bresser, 65 m2, 02 quartos.

      0
      • Muca CG Muita Treta 28 de maio de 2012 at 11:14

        Ao lado do Metrô Bresser Mooca, só por 150 mil ou menos.

        0
        • Johnny Real State 28 de maio de 2012 at 11:19

          Entendo o seu trauma de lá, a minha esperança é que a região melhore e muito.

          0
          • Muca CG Muita Treta 28 de maio de 2012 at 17:42

            Johnny, não é trauma. Você sabe que uma região cercada por cortiços não merece ter apartamentos com esse preço. Se ainda fosse próximo da Paes de Barros, até valeria a pena. Mas te desejo sorte na negociação. E mais sorte ainda a quem comprar, pois vai ser difícil sair de casa após o sol se pôr.

            0
        • MRCG 28 de maio de 2012 at 15:09

          Pago R$100.000,00 em 10 X no cheque pré, mas não vale depositar antes da data.

          0
      • Ze 28 de maio de 2012 at 15:42

        Pago 130k a vista com ITBI e despesas de cartório por sua conta.
        Proposta válida por 03 (três) dias úteis.

        0
  • RosinhA 27 de maio de 2012 at 17:58

    Veigalex, lembro-me de um dos meus primeiros posts, e dizia que a ordem seria carros, status, supérfulos e o último seria o imóvel, pelo menos acertamos nos autos e já aparecem índices de quedas nos status e supérfulos, as medidas são desesperadas, não sabemos a quantidade de sonegação de informações das construtoras, ainda acredito em grande quantidade de relevantes omitidas, podendo facilmente contaminar o mercado. Vide últimas quedas.

    Acredito que os resultados do segundo trimestre serão reveladores, pois pelas conversas de amigos de diferentes ramos a situação vinha boa até março, de abril para frente que complicou, espero muito este resultado, pois pode apontar situações que ainda não esperamos.

    A pressão mental é a pior que se pode ter, se já arrumou uma boa esposa, o resto será bem mais fácil com certeza, pois hoje o difícil não é casar, comprar ap, fazer festa e sim arrumar esta pessoa onde nos momento mais difíceis possa confiar e ser consolado, tendo isso more até de aluguel feliz, pois saberá que sua companheira lhe ajudará dai para frente a construir seus sonhos, e dessa maneira até uma casa de 50K terá um valor muito especial, pois foi adquirida em luta conjunta.

    0
    • veigalex 27 de maio de 2012 at 18:17

      Concordo..

      A minha noiva ja nao quer mais nem ouvir falar em bolha.. mas eu estou resistindo firme e forte.

      Sou de exatas.

      Com relação a números não existe argumentos.

      Aluguel no meu bairro esta na faixa de R$ 1300.
      O financiamento da CEF .. fica na parcela de R$ 1300 no meu caso..
      A amortização é 800 pilas.. aluguel na minha situação não é viavel.

      A ideia seria pegar um imovel com um belo desconto.., financiar.. e fazer um aperto nas contas para quitar em 5 a 7 anos.

      O pobrema (como disse um cirilo), é achar o bendito imovél.

      Mas vamos lá.. vou postar as situaçoes que venho encontrando. aqui na ZL.

      0
      • GB 27 de maio de 2012 at 18:53

        Tem certeza que de R$ 1300 amortiza R$ 800 logo de cara ?

        Isso dá 2/3 só de amortização, se forsse assim eu já estaria dentro, tem que ver direito esse cálculo, a amortização no começo é mais baixa que isso.

        0
        • GB 27 de maio de 2012 at 18:56

          Vai dar R$ 150k de entrada e financiar os R$ 50k ?

          0
          • veigalex 27 de maio de 2012 at 19:04

            GB.. Desculpe.. não é amortização.. e sim o juros do financimaneto..
            A amortização é pequena no começo. vc esta certo.

            O raciocinio seria para o aluguel ser interessante.. é ele ser menor ou pouca coisa maior que a o juros embutido na parcela…

            Se vc consegue um aluguel menor que o juros da parcela do financiamento.. seria muita burrice comprar.. mas em algumas situaçoes essa equação não vale a pena..

            Eu pagaria um aluguel mais caro que o juros.. ai melhor o financiamento.

            valeu e abraço!

            0
            • Sol de Sampa 27 de maio de 2012 at 19:39

              Veigalex,

              perdoe o piteco… mas eu arriscaria 30 meses de aluguel, pois acho que nesse prazo os preços vão cair e daí vc nem precisa financiar…

              0
              • Ze Bom Dirolo 27 de maio de 2012 at 20:08

                Quem te convenceu a fazer isso?
                Resolveu agora, de repente?
                Foi o gerente do banco ou seus pais?
                Não é melhor esperar um pouco?

                Estou falando do casamento….

                0
                • Leno 27 de maio de 2012 at 21:22

                  Sensacional!!!!! Kkkkk

                  0
                  • Ze Bom Dirolo 27 de maio de 2012 at 21:48

                    Leno, andei leno seus comentários e queria saber sua opinião sobre o melhor investimento atualmente.

                    0
            • Ane 27 de maio de 2012 at 22:28

              MAs vc n tá considerando a entrada aí. Vc vai perder o rendimento que a entrada de dá.

              0
      • Leno 27 de maio de 2012 at 23:38

        Colega Veigalex!!

        Tenho o mesmo problema que voce, minha esposa vive colocando pilha para gente comprar algo e sair do aluguel. Sofremos pressão de amigos e parentes, porque eles sabem que temos condições de comprar, e nunca perdem a oportunidade de dizer: “pagar aluguel e jodar dinheiro fora”. Isso me deixa puto da vida.

        Mas aqui em casa quem decide sou. Machismo? não, coerência. Minha esposa só abre jornal no caderno de fofocas, sou eu que bem ou mau se informa sobre economia, politica, mercado e tiro minhas conclusões para tomar a melhor decisão. E está decidido! comprar por enquanto, nem pensar! Já desafiei ela a me provar que é comprar hoje é um bom negocio, se ela conseguir, eu assino o cheque.

        Desculpem as meninas do blog, mas mulher é movida a emoções e sentimentalismo, por isso as vezes é necessario esquecer esse negocio de igualdade de sexos e tomar as rédeas da casa, la na frente elas vão agradecer.

        0
        • Curioso 28 de maio de 2012 at 00:10

          Ri muito com seu comentário! rsss

          0
        • Tomaz 29 de maio de 2012 at 09:42

          “Pagar aluguel é jogar dinheiro fora”
          E pagar aluguel de dinheiro (juros) não é jogar dinheiro fora???

          0
    • FRK 27 de maio de 2012 at 23:42

      Falou tudo Rosinha!!

      0
  • Cleyton 27 de maio de 2012 at 18:42

    Nada a ver com o assunto, mas olha o que a globo fez com a transmissão “ao vivo” do UFC ontem:

    “http://esportes.r7.com/mais-esportes/noticias/globo-nao-transmite-ufc-como-anunciado-e-revolta-fas-20120527.html

    Eu percebi algo parecido na morte do Bin laden, a Bandnews passando o discurso do Obaba e 40 min depois a globo entra reprisando no plantão “ao vivo”, isso foi uma segunda feira às 1:20!!

    E vocês ainda esperam que a situação do setor imobiliário seja “ao vivo”! Por favor.

    0
  • RosinhA 27 de maio de 2012 at 19:20

    Tinha postado no começo do Mês e tenho informações iguais paraScania tb, isso é notícia ruim, sem emprego sem renda e a bola crescerá rapidamente, mas o Molusco vai subir no caminhão e arrumar tudo com certeza, pois está em sua cidade, é só esperar.

    “http://www.dgabc.com.br/News/5959921/sindicato-negocia-contra-demissoes-na-mercedes.aspx”

    0
    • Eskeleto 27 de maio de 2012 at 20:03

      É isso que vai acontecer e vai se tornar a coisa mais normal do mundo, vamos dizer que 1500 ainda é muito pouco perto do que vai vir e vão dar graças a Deus se for somente 1500 pois provavelmente isso vai aumentar e muito nos próximos anos.

      0
  • Benjamin 27 de maio de 2012 at 19:59

    Veigalex,

    Realmente há outros fatores a ponderar na compra de um imóvel além da questão financeira. Agora se você me permitir um adendo, veja se consegue financiar algo por 20 ou quem sabe 10 anos. Digo isto porque, tirando a questão dos preços estarem bolhudos ou não, o valor da amortização é muito maior quando você pega um financiamento em menos anos.

    Façam algumas simulações na caixa com um financiamento de 10, 20 e 30 anos. Em 10 anos, 2/3 vão para amortização. Em 30 anos, 1/3 para a amortização.

    Se você amortiza 2/3, digamos, R$ 1.000,00 mas a TR do mês reajusta o saldo devedor em R$ 200,00, você tem uma perda de só 20% na sua amortização.

    Se você amortiza 1/3, R$ 500,00, mas a TR reajusta os mesmos R$ 200,00, você tem uma perda de 40% na sua amortização. Agora pense no efeito cascata de cada mês e aí você terá a dimensão do perigo.

    A TR hoje está muito baixa, mas lembrem-se que economia é difícil prever taxa pra daqui 3 meses, o que se dirá para 30 anos.

    0
    • veigalex 27 de maio de 2012 at 20:13

      Verdade.. vou simular alguns cenários.

      Estou vendo alguns repasses de investidores, mas não tive a sensação de desespero ainda por parte deles.

      Vejam, bem.. não estou dizendo que esta tudo uma maravilha para o lado de quem esta vendendo.
      Acho que a minha situação é de estar no meio do mercado travado.

      Eu de um lado querendo comprar.. mas querendo pagar um preço justo.. e do outro lado o proprietários querendo vender por um preço bolhudo..

      Vamos as contas..

      Abraço a todos!

      0
      • Socorro!! 27 de maio de 2012 at 20:39

        CAMARADA

        paga um ano de aluguel….isto nao mata ninguem…se depois disto nao cair o preço do imovel ..vc cai para um imovel proprio….

        0
      • Seu Madruga 28 de maio de 2012 at 00:59

        Pode chutar a canela sem dó, ainda mais se for investidor. Está no começo, mas os otários já estão com o elefante atrás da orelha…
        Dica boa para enfartar o investidor e o flanelinha imobiliário, ofereça 30% de desconto, o nego vai ficar meio ofendidinho, daí diga que a construtora já negociou com 30% de desconto, mas a unidade dele é melhor localizada… Já teve investiotário puto falando que ia reclamar com a construtora… Não compro, mas pelo menos me divirto muito às custas destes vermes…

        0
    • GB 27 de maio de 2012 at 20:32

      Quando eu fui no banco conversar, mesmo podendo financiar em 15 anos, o gerente queria que eu pegasse por 30 anos, aí ele disse que as parcelas ficariam menores e eu poderia assim antecipar uma grande quantidade delas.

      Chegando em casa eu peguei o contrato de financiamento pela internet e aí veio a surpresa: tinha taxa administrativa e 2 seguros aí no meio (ia dar uns R$ 90,00 somando os 3), e não importava se a prestação ia ser antecipada, o contrato dizia que eles teriam que ser pago de qualquer jeito.

      É por isso que a amortização é maior em 10 anos que eu 30, pois você não vai pagar esses R$ 90,00 durante os outros 20 anos, e pior, eles podem reajustar a taxa ano a ano e os seguros podem aumentar se assim for o desejo da seguradoras.

      Financiamento é um porre: tem que ser do jeito que o banco quer, você acaba virando refém deles e das condições do mercado e da economia.

      É por isso que vou fazer o que for preciso para comprar a vista ou financiar o mínimo possível.

      0
      • self 27 de maio de 2012 at 20:53

        Que banco foi este?

        0
        • GB 27 de maio de 2012 at 21:03

          Banco do Brasil

          0
          • self 27 de maio de 2012 at 22:04

            Bom mesmo que essa palhaçada seja divulgada. Tem que ver, também, se a Caixa não aplica esse golpe.

            0
            • Benjamin 28 de maio de 2012 at 09:02

              Cara, já financiei e vendi apto pela caixa e não tem essa de ter que pagar seguro ou taxas administrativas antecipadas não. Não posso falar pelo BB, mas financiamento de imóveis não é igual contrato de leasing, comum em financiamento de carros. Eu vendi tendo que quitar exatamente o valor do meu saldo devedor e não com todas as taxas administrativas e seguros vincendas.

              Coloca aí o artigo do contrato que fala isso em relação ao BB pro pessoal aqui se informar melhor porque isso é muito grave.

              0
              • Johnny Real State 28 de maio de 2012 at 10:37

                O ideal é pegar uma taxa de 7,9 % a.a.
                E não descapitalizar, investir o seu rico dinheiro em uma aplicação que dê mais que 7.9% a.a., aí você estará usando o dinheiro do banco com critério, estará na frente do banco.
                Outra coisa é sempre fazer proposta agressiva para compra do imóvel, mesmo que não tenha 2k a vista, o banco vai dar o dinheiro a vista pro proprietário e você fica devendo para o banco.

                0
  • Profeta dos Pampas 27 de maio de 2012 at 20:11

    Troll noturno:
    Corretor me enviou proposta num bairro nobre de Porto Alegre por somente R$ 5600/m²
    Frase final do email
    “Existem três coisas que não voltam: a palavra proferida, a flecha disparada e a oportunidade perdida” (Provérbio Chinês)

    Profeta:
    Vocês corretores chegam a ser cômicos.
    “Primeiro te ignoram, depois te ridicularizam, depois te combatem e por fim você ganha” Gandhi.
    http://www.bolhaimobiliaria.com

    Corretor:
    rsrsrsrsrsrs … bolha no Brasil? E nós é que somos cômicos???

    rsrsrsrsrsrs …

    Ótima semana de vendas Rafael.

    Será que ele estava me ridicularizando ou combatendo..

    0
    • GB 27 de maio de 2012 at 21:33

      Teve uma vez que eu fiz uma proposta 40% abaixo e o corretor me respondeu: “Você deve estar de brincadeira”.

      Aí eu respondi: “Sim, mas note que foi você quem começou com isso me propondo esse preço absurdo”.

      Ele não me respondeu.

      0
      • Leno 27 de maio de 2012 at 23:54

        GB,

        Voce poderia fazer um livro de piadas com suas historias envolvendo corretor. rss

        0
        • Paulo 28 de maio de 2012 at 09:56

          Já falei que entrei num chat da Lopes para falar com um corretor para ver o preço de um apto que havia visto 1 ano antes, só para ver o que aconteceu com o preço. Era 370 a um ano e agora vendiam por 300 a vista…
          pois bem, tinha que preencher e-mail e telefone, coloquei um e-mail claramente falso e telefone eu fui burro pois coloquei o telefone faltando o último dígito……
          não é que sábado o corretor me ligou? olha que o último dígito é 9, será que ele ligou pro 0,1,2,3,4,5,6,7,8 antes de acertar o número do meu telefone?????
          isso que o fim da conversa foi falando sobre a demanda que ele falava aquecida, dei uma do tipo “ah, se vc realmente vai mentir pra mim assim, não vamos mais conversar agora, em alguns meses voltamos a falar….”
          e mesmo assim o cara liga pra vários telefones até me achar…haha

          0
    • Laranja 28 de maio de 2012 at 08:16

      Acontece, Profeta, que o trouxa pensa assim:
      Se no “Novo Humaíta” o preço é R$ 4000, R$ 5600/m² em zonas nobres é uma baita oportunidade!!!
      Até quando?

      0
  • Justiceiro 27 de maio de 2012 at 20:15

    Pago R$ 400,00 pilas de aluguel + R$ 100,00 de condomínio, em ape quebra galho com 2 quartos, no centro de uma cidade no interior do RS, mas em região metropolitana.
    Cara, tenta arranjar um aluguel mais barato aí… caro pra caralho esses imóveis acima de 1k.
    Tua mulher tem que te dar apoio, po!!

    0
  • RosinhA 27 de maio de 2012 at 20:25

    Bom para quem ainda nunca fez transação imobiliária:

    – exija sempre que o corretor de imóveis apresente a carteira do CRECI e ligue no Conselho para conferir a autenticidade do documento; 🙂

    – exija do corretor um contrato de prestação de serviços por escrito, estabelecendo as responsabilidades dele no negócio;

    – o corretor de imóvel só poderá receber sinal de compra caso esteja expressamente autorizado, através de procuração do comprador ou contrato específico dizendo isto. Atenção, quem paga mal paga duas vezes! 😉

    – jamais faça o negócio por procuração ou contrato de gaveta. Se for necessário passar uma procuração, coloque cláusula de prazo máximo para efetivação do negócio, além do dever de prestação de contas. Isto amarra o profissional ao objeto do seu contrato e evita desvios de conduta;

    – o corretor tem a obrigação de pesquisar e apresentar todas as certidões referentes à transação, inclusive sobre dívidas de condomínio, dívidas com concessionárias de serviços públicos, parcelas de financiamento em aberto perante a construtora ou banco, taxas de mobiliário de áreas comuns e de entrega do imóvel, além de dívidas de IPTU e processos contra o vendedor;

    – cabe o pagamento da corretagem somente a parte que encarregou o corretor de procurar o negócio determinado, porém, o pagamento pode ser dividido entre o comprador e o vendedor, desde que isto conste expressamente no contrato;

    – se existir cláusula de exclusividade no contrato de corretagem, o contratante deve estipular um prazo determinado;

    – o artigo 726 do Código Civil dispõe que o corretor que tiver exclusividade não terá direito à comissão se provada a sua inércia ou ociosidade;

    – o contratante deve fazer constar em cláusula no contrato que o pagamento da corretagem só se efetuará com a escritura pública devidamente registrada;

    – o contrato de corretagem não impõe uma simples obrigação de meio, mas sim um obrigação de resultado; O STJ, no julgamento do Resp 753.566 decidiu que quem contrata corretores só deve pagar comissão de corretagem se o negócio for efetivado. No caso julgado pelo STJ, os consumidores que contrataram corretor ingressaram na justiça pedindo a devolução do valor pago a título de comissão porque o banco não liberou o financiamento e com isso a aquisição foi frustrada. Segundo a ministra Nancy Andrighi, “a comissão de corretagem só é devida se houver conclusão efetiva do negócio, sem desistência por parte dos contratantes.”

    – o consumidor deve declarar no contrato de compra e venda o valor da corretagem, quem pagará o corretor ou os corretores e deve exigir Nota Fiscal se for uma imobiliária ou um RPA – Recibo de Pagamento à Autônomo em caso de corretor pessoa física. Caso o corretor se negue a dar o recibo ou nota fiscal, o consumidor pode recusar o pagamento ou registrar um BO na delegacia por sonegação fiscal. 🙂 😉 essa é boa.

    ATENÇÃO REDOBRADA

    Entre tantas ilegalidades que as construtoras praticam contra o consumidor, uma prática abusiva tem se destacado, que é fazer com que o consumidor pague a comissão de corretagem na venda do imóvel, de forma dissimulada como sinal do negócio.

    O IBEDEC tem combatido este tipo de prática, eis que a informação clara e precisa do que se está comprando, do preço que se está pagando e ao que se refere cada pagamento, é condição essencial do negócio e, se não respeitada, pode ser desfeita

    0
    • GB 27 de maio de 2012 at 20:51

      Eu vou evitar todos esses problemas: vou comprar sem ter corretor no meio.

      Para alguém que faz tão pouco, eles podem dar trabalho demais.

      0
      • RT 27 de maio de 2012 at 21:03

        Não entendo porque ninguém (exceto milionários, é claro) gastam seu suado dinheiro com corretor.

        Corretores não fazem nada que qualquer mero mortal não possa fazer. Sei disso porque já acompanhei inúmeros casos de pessoas que compraram apartamento sem fazer nada com corretor.

        Se é pra ter um aconselhamento jurídico, ou algo do tipo, o ideal é contratar um ADVOGADO.

        ============= +++++ =================================

        Um relato verídico.

        Um colega meu pôs seu apartamento na Barra à venda faz uns dois anos.

        Certa vez, um interessado foi visitar o imóvel, acompanhado de um corretor que havia recrutado para garimpar anúncios.

        Pois o corretor ficou insistindo para que meu colega assinasse um papel atestando que a visita de fato ocorreu, para ele mostrar na imobiliária (o que meu colega SABIAMENTE recusou).

        Essa visita acabou não dando em nada (o cara não comprou o apartamento).

        Semanas depois, meu colega vendeu o apartamento para outra pessoa, e se mudou.

        Passados uns dois meses, a imobiliária daquele corretor passou a telefonar para meu colega, querendo detalhes das circunstâncias da venda.

        A ideia era confirmar se alguém havia “furado o olho” de algum corretor deles (ou seja, visitado o apartamento com ajuda deles e depois, fito a compra às escondidas) para entrar na Justiça caso eles tivessem algum “direito” sobre o valor da transação.

        Onde já se viu? Uma imobiliária que nunca prestou serviço para VOCÊ cobrando detalhes sobre a venda do SEU imóvel??

        Eu, pessoalmente, nunca poria corretor no meio da transação. Os caras cobram muito caro pra fazer coisas que eu mesmo posso fazer sozinho.

        0
        • GB 27 de maio de 2012 at 21:43

          Gerentes de banco e corretores de imóvel, não da para confiar em nenhum deles.

          Quando eu quiser eu vou até o bairro que eu quiser e vou garimpar as oportunidades, falar com porteiros, síndicos, mesmo que tenha placa de imobiliária ou contrato de exclusividade eu não vou nem querer saber, se reclamarem eu nem conheço esses senhores, não foram eles que intermediaram o negócio e o proprietário vai estar tão cheio dessa demora deles em vender que não vai nem reclamar.

          Se for um conhecido ele nem vai encher, se for um corretor que eu ainda não conheça eu “dou uma carterirada” neles, é tiro e queda, ficam pianinho na deles.

          0
    • So observando... 27 de maio de 2012 at 22:21

      muito bom!
      o blog deveria ter uma secao de arquivos com posts uteis para todos.
      esse certamente seria um deles!

      Uma duvida que tenho. li aqui neste mesmo blog que quando se visita um imovel, eh direito de quem quer comprar fazer uma proposta por escrito e “exigir” que o corretor entregue ao proprietario e que este responda por escrito se aceita a proposta.
      se o corretor nao fizesse isso ou se negasse a enviar a proposta, seria possivel representar no creci contra ele.
      essa informacao procede?
      isso seria importante para fazer chegar aos ouvidos dos vendedores o que os compradores pensam que os imoveis deles realmente “valem”!

      0
      • RosinhA 28 de maio de 2012 at 12:24

        So obsevando respondendo sua pergunta sim o corretor é obrigado a enviar a proposta, mas o Creci é tipo a mamãe deles, eles pagam anuidade a ele, então não fique achando que a coisa vai ficar feia pra eles não, no máximo sentarão tomarão um café juntos e concordariam em dizer. “Caramba o mercado já era, o que vou fazer daqui pra frente”. Famosa máfia corporativista

        0
    • Paulo 28 de maio de 2012 at 10:00

      Rosinha,
      não estou questionando em nada suas informações, sei que são verdaderias.
      Mas vc tem a legislação que diz isso? peço para poder ter base, jogar na cara do nego “olha, a lei tal, parágrafo tal” senão fica minha palavra contra a dele…..

      se só der uma idéia de onde encontrar já está valendo!

      0
      • Charles 28 de maio de 2012 at 12:09

        Paulo

        Para esse apontamentos que a Rosinha fez, não é necessario haver legislação especifica. Basta o comprador exigir que sejam feitos tais contratos para que lhe seja assegurada a garantia do negocio.

        Mas como brasileiro compra bens como se comprasse laranja, não é raro encontrar gente chorando no judiciario e movendo ações que poderiam ter sido evitadas com um pouco mais de cautela na hora da negociação.

        0
      • RosinhA 28 de maio de 2012 at 12:19

        Paulo minha prima trabalha no Creci de SP, e me passou esta pequena cartilha feita por uma imobiliária, mas ligando para qualquer Creci eles são obrigados a repassar a informação correta.

        Mas Paulo, não tem segredo não, use dos recursos acima e veja que o corretor lhe tratará de modo diferente, outro conselho no sinal use cheque calção, escrito e especificado tudinho no verso, quem paga comissão é quem vende, quero ver eles receberem só quando sair o financiamento, ou vendem coxinhas ou esperam 😉

        0
        • Paulo 28 de maio de 2012 at 13:36

          valeu 🙂

          0
        • Ze 28 de maio de 2012 at 16:00

          Só não se esqueça que o CRECI é administrado por corretores…

          0
        • angel 28 de maio de 2012 at 17:44

          Já tive dúvida sobre a corretagem, se é o vendedor que paga (pois os corretores afirmam isto), e fui pesquisar na lei. Vi que quem paga a corretagem é quem contrata os serviços de intermediação para venda, compra, permuta ou locação de imóveis. É uma questão de lógica até. Mas os corretores fazem de tudo pra ganhar dos dois lados. Com esta informação, eu e meu marido vendemos nosso apto sem contratar corretor e nem pagar corretagem pro corretor do comprador.

          0
    • MRCG 28 de maio de 2012 at 15:32

      Concordo, somente a parte do BO está equivocada.
      Polícia resolve crimes, boletim de ocorrência noticia um crime e pede providência por parte da autoridade policial.
      Se o corretor se negar a fornecer o RPA – Recibo de Pagamento à Autônomo não PAGUE a comissão e efetue o depósito judicial da importância devidas.

      0
      • RosinhA 28 de maio de 2012 at 18:46

        MRCG, mas essa seria a parte mais legal.

        Se gritar pega ladrão não fica um meu irmão.

        😉 😉 😉

        0
  • Ze Bom Dirolo 27 de maio de 2012 at 21:39

    Afinal, qual a melhor aplicação hoje?

    0
    • Ze Bom Dirolo 27 de maio de 2012 at 21:56

      Olha o Samy aí…tá ficando famoso…

      ttp://noticias.r7.com/economia/noticias/mesmo-com-rendimento-menor-nova-poupanca-ainda-vence-cdb-e-tesouro-direto-no-curto-prazo-20120525.html

      0
  • veigalex 27 de maio de 2012 at 21:57

    Galera.. segue uma planilha que me ajudou muito.. a ver a relação aluguel.. finananciamento e poupança ou aplicação..

    Ela é muito facil de usar…

    “http://www.investpedia.com.br/artigo/Comprar+a+vista+financiar+ou+alugar+um+imovel.aspx

    0
    • FRK 27 de maio de 2012 at 23:57

      Muuito bom!!!

      E Bolha, compartilho a sugestão do Só Observando..
      Uma seção com arquivos e referências úteis seria muito boa!

      abs

      0
      • RosinhA 28 de maio de 2012 at 12:26

        Bolha seria legal sim, poderia cair na pesquisa de outros assuntos de sem querer começar a frequentar as idéias do blog

        0
        • Luiz 28 de maio de 2012 at 18:39

          VEIGALEX,
          Me mande seu contato
          Te ajudo a revisar e interpretar suas simulações, se quiser

          0
  • Cirilo 27 de maio de 2012 at 22:00

    Fiquei ausente alguns meses pois estou trabalhando muito. Mas ao ver essa matéria tive que comentar!

    A valorizaçao continua?

    “http://www.folhavitoria.com.br/economia/noticia/2012/05/e-hora-de-investir-em-imoveis.html”

    Quem planeja adquirir aquele apartamento na praia, a casa nas montanhas ou o tão sonhado primeiro imóvel está no momento ideal, a oportunidade chegou. “O melhor momento é agora, tanto pelas facilidades, quanto pelo número de ofertas, pois, o aumento da competitividade beneficia ainda mais o comprador”. Com essa valorização, Francis Rocha acredita que até o final deste ano, as unidades terão uma valorização de mais de 20%. “Uma boa opção é comprar agora para ter rentabilidade garantida e para não pagar mais caro”, alerta o diretor da FRI.

    Acho que eles ainda nao pararam de anunciar essa historia de valorizaçao.

    0
    • FRK 27 de maio de 2012 at 23:57

      Mentira! Não é o Cirilo!!

      0
    • Carlos rj 28 de maio de 2012 at 02:09

      Ahammm…folha vitória.. Dá uma olhada no vitória Bay e depois vem falar sobre os preços de vitória?? Vitória e vila velha tem imóveis sobrando…Na boa…Acho q nessas cidades vai ser q nem a China msm( cidades fantasmas)!! Vc anda por Itaparica e praia da costa e vê além de vários empreendimentos vazios, varias placas de vende-se nos ap prontos!!! E te falar muitos empreendimentos ali foram construídos única e exclusivamente por expecu
      Adores( ninha namorada tentou comprar vários ap na planta nessa região e os corretores falavam q eram empreendimentos de especuladores…na maior cara de pau)!!! Essa reportagem é a mais comprada q vi nesse blog…desculpa Cirilo mas nem a Maria joaquina acredita nessa

      0
      • Carlos rj 28 de maio de 2012 at 02:16

        Especuladores… Corrigindo!!!

        0
    • MrK 28 de maio de 2012 at 09:01

      francis rocha?

      folha de vitoria?

      hahaha…

      0
    • Revoltado 28 de maio de 2012 at 11:52

      Esse cara só está uns 2 anos atrasado. A fase de valorização já acabou.

      0
    • RosinhA 28 de maio de 2012 at 12:27

      Eleeeeeeeeeeeee voltou 🙂

      0
    • Troll 28 de maio de 2012 at 18:52

      Náááááácreditoooooo!!!!

      É você mesmo cara??????

      0
  • roberto 27 de maio de 2012 at 22:03

    Modelo econômico da cigarra X formiga…
    Onde a Cigarra é a politica econômica da Dilmanta e do PT . Neste modelo o importante é o presente e se baseia no incentivo ao consumo irresponsável visando um crescimento imediato sem nenhuma preocupação com o futuro. Este modelo em um primeiro momento gera crescimento (gordura) é o verão da cigarra. O modelo econômico da formiga poderia ser o Alemão de austeridade, onde se corta gastos e se prioriza a poupança. O verão da formiga não gera um crescimento grande e também não é tão deslumbrante como o da formiga pois a formiga não consome tudo de uma vez. Mas chega o outono e os recursos ficam escassos (população endividada) mas como a cigarra acumulou gordura no verão ainda não sente tanto o problema (situação atual da Banania) e a formiga continua poupando e não consumindo irresponsavelmente. Chega o inverno (grande depressão, crise generalizada) quem você acha que vai morrer a formiga ou a cigarra ?
    E via o Brasil do PT, pois o Brasil dos brasileiros esta indo para o buraco…

    0
    • xyz 28 de maio de 2012 at 08:38

      O modelo cigarra é sustentado com dinheiro “novo”, criado do “nada” como um passe de mágica. (o governo tem muitos mecanismos para fazer isto e está fazendo).

      A formiga (Alemanha) cresceu no último trimestre mais que a cigarra (Brasil).
      Será algum sinal que o modelo cigarra está exaurindo???

      Acho que ainda não. O governo ainda tem muita lenha para queimar e não vai ter NENHUM pudor de queimá-la toda. Já deu sinais claros disso.

      No final vão obrigar as formigas a socorrerem as cigarras.

      0
    • Troll 28 de maio de 2012 at 18:53

      Brasil do PT:

      Endivide-se ou deixe-o.

      0
  • shazan 27 de maio de 2012 at 22:42

    Infelizmente parece que se estamos numa bolha, esta longe de estourar. Fui no feirão da Caixa em Niterói esse fds, lotadasso. O foco eram imóveis MCMV em São Gonçalo, estandes lotados, filas e filas. Eu que procuro um imóvel por volta de 400k achei um lançamento por 380k para 82m2, um pouco abaixo da media que tenho visto de 450k em Santa Rosa. Antes de lançar já estava 60% vendido, só não comprei pq não gostei da planta com paredes diagonais. Acho que tem muita gente na minha situação, eu conheço alguns, que assim que aparecer um imóvel com boa planta e preços só um pouco abaixo dos atuais vai acabar fechando negócio, segurando uma queda maior dos preços. O que mata é a demora…

    0
  • Bolha Imobiliária 27 de maio de 2012 at 22:46
    • Sol de Sampa 27 de maio de 2012 at 23:06

      eheheheh o lado Jeckyl é ultra alimentado e cultuado pelos cirilinhos….

      0
    • Annibal 27 de maio de 2012 at 23:29

      Boa reportagem, prestem atencao aos exemplos… tai a classe c desse pais maravilhoso… mas com um povo mto ganancioso…

      0
    • Ze Bom Dirolo 28 de maio de 2012 at 00:02

      O difícil é ver minha empregada que já deu para boa noite ao William Bonner, escutar do Gianechinni que gastar é bom para todos…

      0
    • self 28 de maio de 2012 at 07:48

      Devo ser o único que acha que essas pessoas MERECEM ficar com a corda no pescoço, viu..

      0
  • Sol de Sampa 27 de maio de 2012 at 22:58

    Anonymous,

    vc teria como dizer como estão os fundos de pensão e respectivos pensionistas??

    0
    • Anonymous 28 de maio de 2012 at 03:34

      Os “baby boomers”, geração imediatamente após a Segunda Guerra Mundial estão começando a se aposentar. Algumas pessoas estão preocupadas com o deficit crescente do sistema que prove as aposentadorias. Parece que vai chegar um momento que não vai dar.

      0
      • Revoltado 28 de maio de 2012 at 09:34

        Um fato interessante que vi no jornal ontem falava que a redução na taxa de juros no Brasil vai prejudicar os fundos de aposentadoria porque os tornará menos rentáveis, obrigando as pessoas a ter que contribuir com um valor maior ou por mais tempo para alcançar seus objetivos.

        0
        • Sol de Sampa 28 de maio de 2012 at 11:29

          Revoltado,

          eu já estou aposentada … a minha reserva matematica já foi definida… até o momento estão cumprindo as metas e há superavit … mas é muito preocupante sim … pois da mesma forma que não sabemos onde colocar nosso $$$ com segurança a longuissimo prazo, os fundos estão com o mesmo dilema… e quem vai se aposentar nem se fale…
          por isso perguntei ao Anonymous como estão as coisas por lá … quem se aposentou como está a situação…
          o pior é que depois de aposentado vc não tem como sacar seu montante e se virar sozinho, fica na mão do sistema… é muito complicado…

          0
        • Sol de Sampa 28 de maio de 2012 at 11:33

          Anonymous,
          vc pode verificar onde estão investindo…
          Quando estourou a crise em 2008 cheguei a acompanhar e até,então, os fundos de preevidencia do Brasil tinham um alinhamento diferente, mas com a morte e enterro do capitalismo acho que a coisa vai sobrar… então não custa nada sapear como estão as coisas por aí

          0
  • F. Paes 27 de maio de 2012 at 23:09

    Um novo Leblon a caminho?

    Revista Exame, 25/mai

    A escassez de terrenos na badalada zona sul do Rio de Janeiro tem feito com que algumas construtoras escolham Niterói para tentar criar uma versão local do Leblon, o bairro mais caro do Rio. Em Icaraí, na zona sul da cidade, o preço médio do metro quadrado subiu 50% nos últimos dois anos, em grande parte graças a empreendimentos como o Murano, da construtora Odebrecht, em que cada apartamento não sai por menos de 3,5 milhões de reais. Em Nova Iguaçu, a realidade é bem outra. Ali, as incorporadoras têm oferecido descontos de até 20% para vender os apartamentos que encalharam no último ano. “Hoje, quem melhora de vida em Nova Iguaçu vai morar na Barra da Tijuca ou no Recreio”, diz Ariovaldo Rocha Filho, diretor-geral da imobiliária BR Brokers no Rio.

    0
    • F. Paes 27 de maio de 2012 at 23:11

      Uma Xangai brasileira?

      Revista Exame, 25/mai

      A exemplo do que aconteceu nos anos anteriores, o Rio de Janeiro segue como a segunda capital mais cara do país, atrás apenas de Brasília. Só nos últimos 12 meses, o metro quadrado na cidade valorizou 28,8%, chegando a 7.800 reais em média. Além da Copa do Mundo e da Olimpíada, que devem atrair novas obras de hotelaria e infraestrutura, a razão para essa alta é a instalação de Unidades de Polícia Pacificadora nos morros cariocas. Na Tijuca, zona norte da cidade, por exemplo, o valor do metro quadrado dobrou após a instalação das UPPs em 2010. Nada se compara, no entanto, ao frenesi gerado em torno do eixo formado pelos bairros Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes e Jacarepaguá, na zona oeste da cidade. Ali foram lançados no ano passado 14 700 unidades – ou 60% dos novos empreendimentos do Rio de Janeiro. “Essa região é atualmente o grande canteiro de obras do Rio de Janeiro, uma espécie de Xangai brasileira”, diz Marcos Saceanu, diretor de incorporações da PDG na cidade. No ranking dos preços, Leblon e Ipanema continuam isolados na liderança, os dois bairros mais caros do Brasil. Nesse sentido, também há semelhanças com a China. Os 50000 reais cobrados pelo metro quadrado do caríssimo Wave, em Ipanema, são compatíveis com os imóveis na zona mais cara de Xangai.

      0
      • Fernandão Bolhudo 28 de maio de 2012 at 00:46

        Mas acontece que não dá pra confiar num diretor da PDG, pois é difícil a notícia desse pessoal não ter nada de tendencioso.

        Não bastasse isso, o cara se chama “Marcos Sacaneanu”! Kkkkkkkkk

        0
        • F. Paes 28 de maio de 2012 at 09:30

          kkkkkkk. Eu só tô adotando os parâmetros do blog. Eu não gosto de informações de jornais e revistas. São altamente tendenciosos. Mas aqui tem gente até questionando dados do IBGE. Como o tópico é sobre um artigo da revista Exame, resolvi citar mais esses dois artigos.

          0
    • Carlos rj 28 de maio de 2012 at 02:00

      Ohhh isso em nova iguaçú é MENTIRA!!! Acho muito difícil alguém q cresça na vida e q more em nova iguaçú vá morar na barra… Até pq em nova iguaçú temos o acqua que custou na média R$200.000,00( em 2007 e foi td vendido, coisa q achei um absurdo) e agora tem apartamento sendo vendido por R$400.000,00( no msm lugar) agora faço a pergunta… Quem compra um ap por R$ 200.000,00 em nova iguaçú e vai morar na Barra? Deixa que eu respondo… Poucas pessoas.. Pq são poucas pessoas q tem R$200.000,00 em nova iguaçú para dar num apartamento no acqua ou outro empreendimento similar….E quem em 2012 tem R$400.000,00 para dar num ap na barra( barra olimpica) e mora em nova iguaçú… Agora eu te respondo!!! NINGUÉM!!! As sobras em nova iguaçú são esses empreendimentos bolhudos q as construtoras ficaram com essas sobras e agora querem repassar… Mas me desculpe os que tem dinheiro na baixada(q não são poucos) mas ninguém no mundo paga R$ 300.000,00 para morar em nova iguaçú num ap de 60 m² !!! O NOME DESSA AFIRMAÇÃO DO SENHOR ARIOVALDO É MENTIRA!!! Meu filho venda os encalhes de nova iguaçú pros filhos dos fazendeiros a fazem UNIG… Talvez eles comprem achando q nova iguaçú é a nova barra!!! Safadeza desse cara… Rapaz quando eu comecei a procurar imóvel no rio pra morar achei estranho isso ( um ap em nova iguaçú custar R$ 200.000,00) Agora a resposta veio…NUNCA vai custar R$200.000,00!! Se depender do mercado vai fazer mais descontos até chegar ao saldão de 80% … Ai pode ser q apareça alguém pra comprar…

      0
      • Socorro!! 28 de maio de 2012 at 08:59

        Fala Carlos

        Ja viu uns imoveis ali na entrada de Belford Roxo..acho que a metade ta vazio..pior que estao fazendo mais predios la pro centro..

        Acho que o olho grande ta em todo o lugar…nao sei como alguem pode dar 200 K num AP de 60 metros quadrados em Nova Iguaçu…

        0
      • Revoltado 28 de maio de 2012 at 09:49

        Vc fala como se não houvesse lugares nobres em Nova Iguaçu. No centro próximo a Clinica São Paulo, há prédios de alto Padrao, cujos imóveis estao sendo anunciados a até 700k ( se alguem paga já é outra história). E essa região realmente cresceu, vide a instalação do Pólo Gastronomico, e a quantidade de serviços oferecidos ali. Vc tem ao alcance: bons médicos, bons colégios, muito comércio, além de opções para sair a noite. E para compensar o fato de nao ter praia, há alguns sitios onde se pode tomar banho de cachoeira, sem contar as piscinas no proprio centro urbano.
        O problema é que sempre enxergamos o cidadao médio, mas existem aqueles que ganham bem também! Afinal sempre que vc ve um negócio, pensa nos funcionários, mas esquece que todos tem um patrao ( o verdadeiro dono) por trás.

        0
        • Carlos rj 28 de maio de 2012 at 10:53

          Revoltado concordo plenamente com vc q existem bairros nobres em nova iguaçu e tem toda a infraestrutura para se viver. Agora minha revolta(desculpe o trocadilho) é com o sr. Ariosvaldo (da Br. Brokres), Num momento ele diz q quem mora em nova iguaçú e melhora de vida vai morar na barra ou no recreio!! Isso para justificar o encalhe em nova iguaçú é mentira!!!! Por isso que disse aquilo acima!! E tem mais, o acqua foi o primeiro empreendimento que vi pra morar e lembro como se fosse hj, stand cheio, faixas de 100% vendido, e o preço de R$ 230.000,00. E vi que aquilo estava meio absurdo !! Agora me vem um dono de imobiliaria me falar a a sobra de ap em nova iguaçú é pq o cidadão quer mudar de bairro é muita cara de pau… A culpa não é o preço não.. Se abaixar o preço vende rapidinho!!

          0
          • Revoltado 28 de maio de 2012 at 12:03

            Com certeza. Eu compreendo a sua revolta, rs, afinal também estou revoltado.
            Acompanho o mercado desde meados de 2008, e minha revolta é contra toda a manipulação de dados e de preços, mantidos artificialmente pelo Governo. E infelizmente tenho que ouvir alguns amigos que compraram em 2009/2010 fazendo piada com relação a bolha e que eu perdi a oportunidade de comprar. Não tenho muito como dizer que estão errados pois eles já ocupam seus imoveis desde essa época (imóveis usados) e eu ainda estou na espera do estouro. Como compraram para morar nao vai fazer diferença se o mercado variar de preço pois eles nao vao vender. Compreendo bem a situação do Veigalex e do Muca CG.
            O pior é que o maldito indice Flipt Zipt (que é usado como referencia) continua registrando alta, mesmo com todas as noticias que temos de quedas de preço.

            0
        • Socorro!! 28 de maio de 2012 at 11:48

          tem muita gente com grana em Nova Iguaçu…ali tem um comercio muito forte…fuscao preto entao e imbativel para carro..rs ….alem de areas valorizadas…( acho que o K11 e o centro os melhores locais)…

          0
          • Nilton 28 de maio de 2012 at 12:09

            Aqueles prédios comerciais, perto do TOP. Eu to achando enormes demais para Nova Iguaçu

            0
    • Carlos rj 28 de maio de 2012 at 03:10

      Ahammm Niterói… Q a cada UPP a se instala no rio cresce o número de bandidos na cidade… A valorização de niteroi está com os dias contados… Roberto Silveira fez um governo razoável mas a dupla cabal/paes f… Com a cidade dele!!

      0
  • Danilo 27 de maio de 2012 at 23:16

    Tenho notado algo interessante em bsb. Dirolo talvez confirme. O pessoal espeta no chão anuncio de imóveis. Eu passo a noite e vejo. No dia seguinte a mesma faixa Ta cortada ao
    Meio e outra e espetada ao lado. Acho cômico.

    0
    • Ze Bom Dirolo 27 de maio de 2012 at 23:51

      Nos últimos dias tenho visto um aumento no número de anúncios desta forma. Diversas faixas com o “vende-se ….”. Concordo com você. Direto vejo a faixa em um dia e no outro ela tem um buraco no meio ou está rasgada. Vários corretores acham melhor fazer anúncio por elas pelo que fiquei sabendo.
      Resta saber quem realmente está tão preocupado com a retirada dessas placas.

      0
      • Bananildo 28 de maio de 2012 at 00:07

        Vocês nunca ouviram falar do “Justiceiro das faixas” ? Na Asa Norte, pelo menos, essas faixas de corretores que aparecem fincadas amanhecem todas rasgadas…

        0
        • Ze Bom Dirolo 28 de maio de 2012 at 00:14

          Esse sim faz justiça com as próprias mãos….

          0
        • Ze Bom Dirolo 28 de maio de 2012 at 00:20

          Dá uma lida aí…

          ttp://www.jt.com.br/editorias/2006/05/01/ger63504.xml

          0
          • danilo 28 de maio de 2012 at 10:27

            Outro ponto curioso. Trabalho na Esplanada. Na parte de classificados do Ministério o tal de Repasso Ágio começa a pipocar

            0
          • Bananildo 28 de maio de 2012 at 11:55

            Aqui onde trabalho também, Danilo. Tá cheio de “ótimas oportunidades”. Noroeste e Águas Claras então…

            0
        • Guibro 29 de maio de 2012 at 19:03

          Háháhá! Que legal! No sudoeste também não sobra uma faixa sequer, no começo eu pensei que fosse algum órgão do GDF, mas percebi que elas são rasgadas rápido demais, e que eficiência não combina com serviço público, rs.

          0
  • simone 28 de maio de 2012 at 00:18

    Esse negócio de bolha imobiliária é um negócio meio que óbvio.
    .
    As pessoas vão comprando suas casas. Com o tempo a maioria terá casas e obviamente as vendas cessarão (serão drasticamente reduzidas). Então a indústria imobiliária cessa. Materiais de construção são menos procurados, tranasporte desses materiais é afetado, etc..
    .
    Alguém poderia especular que as pessoas comprarão novas e melhores casas. Pra isso a economia tem que acompanhar aumentando a renda, mas não o faz. Assim, a possibilidade de a pessoa comprar uma casa e ir reformando são muito e muito maiores do que trocar de casa. Também tem aqueles que nunca ganharão o suficiente pra comprar sua casa.
    .
    Também tem os filhos que nascem. Mas tem os pais que morrerm.
    .
    A coisa tende a se estabilizar a algum tempo quando a maioria tiver sua casa. Isso é óbvio.

    O problema nao eh esse, o problema eh q 70% dos imoveis vendidos a uns 2 anos foram para “investidores” , q no momento estao deseperados para achar um bobao que se endivide por 30 anos pra tirar da mao deles a bosta

    0
  • simone 28 de maio de 2012 at 00:19

    O governo esta abaixando o juros desesperadamento pq

    A) , esta vendo que o pais teve um crescimento ZERO desde o meio de 2011 e esta indo pro buraco

    B) puro populismo pra se manter no poder , dando credito para uma populacao ja super endividada e segurar a ida pro buraco por mais alguns meses

    C) querem o bem do brasil

    0
    • Ze Bom Dirolo 28 de maio de 2012 at 00:34

      Simone…
      Se minha mãe me empresta dinheiro hoje, a presunção é absoluta de que ela quer meu bem.
      Se meu pai ou meu irmão me empresta dinheiro hoje, a presunção é relativa….

      Agora se o governo me empresta dinheiro…….

      0
      • Guibro 29 de maio de 2012 at 19:04

        Muita sabedoria em poucas linhas…

        0
  • Guilherme Eduardo 28 de maio de 2012 at 00:37

    O combate pelo $$$ do brasieiro “crasse C”:

    carro zero em 60x VERSUS imóvel bolhudo em 360 meses

    E a luta continua…..

    0
  • Guilherme Eduardo 28 de maio de 2012 at 00:43

    Estava eu fazendo uns calculos:

    O financiamento imobiliario (e maioria das outras linhas) trabalham com a margem de 30% da renda, mas isso não é 100% verdade. Vejamos:

    Renda Bruta: R$ 3.600
    Prestação: R$ 1.200 (seja carrp, apto, TV, etc)
    A prestação corresponde a 30%, o que seria “saudável”.
    Renda líquida: R$ 3.000 (tirando inss, IR, gastos básicos, etc)
    A ´restação corresponde, na verdade, a 40% da renda que a pessoa pode dispor, o que não seria saudável.

    Acho que esse detalhe do comprometimento da renda bruta/líquida é interesssante de ser discutida.

    0
    • GB 28 de maio de 2012 at 08:00

      Na verdade a culpa é sempre do comprador, se ele não tem renda ele deveria estudar e trocar por uma área mais remunerada, ou conseguir um segundo emprego, afinal o que ele faz de madrugada ?

      Essa é a visão de todo o mercado, é a idéia do lucro fácil a qualquer custo, basta comprar algo caro e achar um otário que compre ainda mais caro.

      Alguém tem que sofrer uma redução de 30% em seus vencimentos por longos 30 anos para pagar o Jonnie Walker e mandar os filhos deles pra faculdade.

      GB: SARCASTIC & IRONIC MODE ON

      0
  • Marvin 28 de maio de 2012 at 08:34

    Será que é hora de vender o seu imóvel??? KKKK, só se você achar alguém para comprar… no meu bairro acho que tem mais casas com placas de vende-se/aluga-se do que casas com gente morando kkkk… esses dias entrei em um sobrado novo (que eu sempre achei bonito), o qual está a venda ha uns dois anos; muito bonitinho, apesar do terreno minúsculo (5X29), e o preço? 680K!!! tá expllicado porque tá encalhado, mas o construtor jura que vale 750K segundo avaliações de algumas imobiliárias… ah, tá… quando falei que moro numa casa com terreno de 10X50 numa rua muito melhor que a dele, o cara soltou essa: “se você quiser a gente pode ver um negócio aí…”. claro que eu não falei, mas pensei: VAI SE FODER, OTÁRIO… KKKK… é muito legal trollar com esses corretores/construtores de merda… para referência em relação aos preços, sou de Santo André-SP

    0
    • RosinhA 28 de maio de 2012 at 12:30

      Marvin 680K é aquele da rua Japão, pois tb fiu ver e com a metade da pra fazer melhor e mais luxuoso

      0
      • RosinhA 28 de maio de 2012 at 12:32

        Analisei pelo tamanhos dos terrenos, pois vila helena, parque das naçoes e curuça ainda tem bastante numeros desses imoveis.

        0
      • Marvin 29 de maio de 2012 at 08:24

        é esse mesmo… pra mim, o preço real não poderia passar de 200K… eu acho que a bolha começou um pouco antes do que falam aí, por volta de 2004/2005 (coincidentemente, início do mandato do molusco…), e, nessa época, um sobrado na r. frança, muito maior que esse, era vendido por 230, 270K, no máximo… a partir dessa época, os preços foram multiplicados por 3 ou até 4X… na minha humilde opinião, foi nessa época que os preços se descolaram da realidade…

        0
    • Ze 28 de maio de 2012 at 16:08

      Pô, veja os terrenos em Santos-SP, pra você ver o que é realmente minúsculo.

      0
  • Raposão 28 de maio de 2012 at 08:42

    Bom dia,

    No desespero do mercado Real State, mais uma da mídia bananense… Em especial, essa é da capital nacional da bananada e da marmelada (Brasília):
    http://www.clicabrasilia.com.br/site/noticia.php?id=405236

    Creio que o fracasso desses mal afamados “leilões da caixa” tem deixado os marketeiros em pé de guerra… Reparem na linguagem utilizada ao começarem o texto da matéria. Faz dó!

    Quem quiser trollar, “bombardeiem” por lá, hehe…

    Att.
    Raposão, no “sugar free” em meio a capital bananense.

    0
  • Socorro!! 28 de maio de 2012 at 09:04

    Alguem da região de Jacarepagua ??

    Passei a uns 15/20 dias atras na região de Sulacap..taquara freguesia …. e vi muita.. mas muita placa de vende- se …foi quando comecei a ver esta região no ZAP e vi que Jacarepagua e Barra Olimpica ta lotado de Apartamentos entregues ( 1º Locação)..vazios..

    Acho que a baixa vai vir da Zona Oeste… quero muito ver o indice ZAP imoveis de maio desta região..

    0
    • Carlos rj 28 de maio de 2012 at 11:49

      Opa… Estou vendo imóvel naquela região! Estão construindo muita coisa por ali msm!! E a cada vez a passo por aquela região tenho a certeza q a bolha vai estourar por ali… Apesar q aquela área vai ter a pseudo valorização causa das olimpíadas entretanto, com a quantidade de imóveis novos, acho que vai sobrar ap pra morar quando aquilo td ficar pronto!!

      0
      • lion 28 de maio de 2012 at 13:43

        já estão sobrando, um amigo comprou ali pra “investir” e pagou mais do que estão oferecendo no e-mail que recebi recentemente… está preocupado se vai conseguir vender..
        Para a região (autodromo) ainda vao ser erguidas mais nao sei quantas unidades como vila olimpica, de jornalistas etc..
        Em jacarepagua perto do Anil vao ser feitas 3000 casas para serem vendidas a servidores do municipio e serão “reserva estrategica” para os eventos do RJ antes da entrega aos novos donos…

        0
    • ray 28 de maio de 2012 at 19:14

      Opa!

      E uma das áreas que acompanho!

      Quase peguei um imóvel ano passado… mas com as notícias de bolha e o excesso de empreendimentos sendo entregues(vão entregar 4 condomínios enormes esse ano nesta área), desisti de fechar.

      O mesmo ainda está anunciado, e 28% mais caro…

      esquisito né?

      0
    • alex 29 de maio de 2012 at 00:13

      Moro na Freguesia e posso te afirmar que nunca vi tantos prédios sendo construídos por aqui. Contudo, todos que foram entregues estão parecendo prédios fantasmas, com muitos apartamentos vazios. Aqui na Bananal tem um que foi entregue há uns 2 meses e não tem nem 50% ocupados, mas o preço mais bolhudo que nunca. Um 3 quartos com suíte começa em 350k.

      0
  • Socorro!! 28 de maio de 2012 at 09:08

    quem comprou o jornal o GLOBO de ontem ?

    Viram a pagina inteira de anuncios da Patrimovel ??

    Pq o muquirana ja nao começa a baixar os preços dos imoveis exclusivos dele??

    tinha AP na TIJUCA por R$1.100K…ta de sacanagem…

    tudo bem que tinha un 3 quartos na Lagoa por R$1.500K..este ate tava barato…rs

    0
  • Marvin 28 de maio de 2012 at 09:23

    Direto da cova dos leões: ouvi dizer (através de uma funcionária de uma construtora em SP) que para financiar um ap de 83m2 diretamente com a contrutora, o comprador precisa comprovar renda de 20K… bom, acho que eu passei os últimos anos hibernando, e perdi a promoção dos “pés de dinheiro”, pois acho que muita gente está colhendo dinheiro em árvores… ou talvez seja a nova classe C (balconistas, faxineiros, garis, domésticas) que estão comprando estes imóveis…

    PS. não tenho nada contra a nova classe C, só usei as profissões acima como exemplo, afinal de contas, com 14 anos eu era auxiliar de serviços gerais e limpava até banheiro… então, por favor, não me atirem pedras…
    (obs: naquela época, um imóvel popular não passava muito de 24K, na grande são paulo….)

    0
    • Revoltado 28 de maio de 2012 at 10:29

      O seu próprio comentário evidencia que o imóvel em questao nao é direcionado para a classe C.

      0
      • Charles 28 de maio de 2012 at 11:54

        Pelo tamanho, evidencia que é sim…

        Ah, mas e o padrão de acabamento? Tudo bem, pode ser um diferencial entre padrões de construção e construtoras. Mas pela metragem, o publico alvo é esse, pelo menos deveria ser.

        0
        • Revoltado 28 de maio de 2012 at 14:07

          “o comprador precisa comprovar renda de 20K… ”

          Se essa for a renda da classe C, ferrou tudo!

          0
          • Charles 28 de maio de 2012 at 14:37

            Revoltado

            Perceba que essa não é a renda da classe a que esses imoveis se destinam. Podemos perceber que os preços dos imoveis estão descolados das classes sociais a que se destinam.

            Isso, em outras palavras, pode ser considerado uma anomalia de mercado. Bolha? Sim, quem sabe neh…hehe

            0
            • Revoltado 28 de maio de 2012 at 17:02

              É verdade. Mas o fato também é que ele nao disse onde o imóvel se localiza.
              Se me falasse que isso se passa em Ipanema é uma coisa, agora se falar que é em Campo Grande já é outra totalmente diferente.

              0
          • Troll 28 de maio de 2012 at 21:01

            To na merda então.
            Só ganho metade disso, não poderei comprar…

            0
      • Igor Eduardo 28 de maio de 2012 at 13:47

        Realmente, se fosse no Japão não seria para classe C…

        Uma pessoa que ganha 20K, não tem a menor ambição em morar em um vasto aprartamento de 83m2, a não ser que essa seja a renda da classe C no BR!

        O ponto é que quem tem condições para comprar um imóvel desse, não quer comprar e quem quer comprar, não tem condições.

        0
        • Revoltado 28 de maio de 2012 at 14:12

          Concordo. Mas os imóveis da classe C atualmente nao tem 83m2, são aqueles com 40~50 m2 da MRV, Tenda, etc da vida

          0
          • Igor Eduardo 28 de maio de 2012 at 15:50

            Aí que extá o centro da discussão: a classe C nunca deixo de ser F.

            Inventaram esse papo de classe C somente no nome, pois a atual classe C possui poder de compra e qualidade de vida da antiga classe D ou E.

            Resumindo, pintaram um bigode no jacaré e começaram a chamar de “gatinho”… Agora, querem fazer esse “gatinho” miar e aí que está o problema, pq o bigode não transformou o jacaré num gato de verdade!

            0
            • jacob 28 de maio de 2012 at 17:29

              Cara, muito boa esta!!!

              hahahahaha

              0
    • Marvin 29 de maio de 2012 at 08:31

      É claro que a classe não não pode comprar, só mencionei a classe c, porque hoje no brasil, sempre que se fala em economia, é impossível não ouvir estas palavras: “CLASSE C”… a venda disso subiu por causa da classe C, a renda da classe C aumentou, milhares de pessoas migraram para a classe C, a classe C está ajudando a empurrar o PIB para cima, a classe C está comprando como nunca…. etc, etc, e tal… não sei até onde vão perpetuar essa mentira…. a única coisa que a classe C fez foi botar o molusco no poder e se endividar, o que a longo prazo, vai foder com o brasil, e no fim, em quem vão botar a culpa???? NAS ZELITE…

      0
      • Igor Eduardo 29 de maio de 2012 at 09:40

        Exatamente! No final das contas, a tal nova classe C não existe, acho que a metáfora do jacaré de bigode que postei acima descreve bem isso que você escreveu.

        0
        • Guibro 29 de maio de 2012 at 19:13

          Muito espirituosa a metáfora, perfeita!

          0
  • Socorro!! 28 de maio de 2012 at 09:27

    Acho que meu post sumiu…

    alguem comprou o jornal o O GLOBO de ontem ? Viram o anuncio de pagina exclusiva da Patrimovel….varios apartamentos..

    Achei que ele deveria aproveitar e começar a baixar os Ap que ele anuncia com exclusividade

    tinha AP na Tijuca por R$ 1.100K..

    0
  • Socorro!! 28 de maio de 2012 at 09:40

    Mercado vê pela 1ª vez variação do PIB abaixo de 3% para este ano
    Publicidade
    DE SÃO PAULO

    O mercado reduziu pela terceira semana a estimativa para o PIB (Produto Interno Bruto), de acordo com divulgação do boletim Focus desta segunda-feira (28).

    Esta é a primeira vez que o mercado indica um crescimento menor do que 3% neste ano e acompanha o movimento do governo que já fala em crescimento menor do que os 4,5% estimados no início do ano. O otimismo com relação a economia tem perdido força com indicadores industriais em queda e o IBC-Br (prévia do PIB divulgado mensalmente pelo BC) que aponta para uma alta de apenas 0,15% na atividade econômica no primeiro trimestre em comparação com o quatro trimestre de 2011.

    Consumo sustenta economia no início do ano, dizem analistas

    A projeção para o PIB (a soma de todas as riquezas produzidas por um país) de 2012 foi reduzida de 3,09%, na semana passada, para 2,99% hoje. Para 2013, a estimativa foi mantida em 4,50%.

    A projeção deste ano para inflação oficial (medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA) caiu de 5,21%, na semana passada, para 5,17%. Para 2013, a previsão ficou em 5,60%. O centro da meta do governo para este ano é de 4,5% e o teto, 6,5%.

    Já a previsão para a taxa básica de juros, a Selic, neste ano, foi mantida em 8% (a mínima histórica foi de 8,75% em 2009), pela segunda semana seguida. Para 2013, foi mantida em 9,5%.

    A projeção para o valor do dólar em 2012 voltou a subir, passando de R$ 1,85, na semana passada, para R$ 1,90 hoje. Para 2013, ficou inalteradas em R$ 1,85.

    O boletim Focus é elaborado pelo BC a partir de consultas feitas a instituições financeiras e expressa, semanalmente, como o mercado percebe o comportamento da economia.

    ANTICRISE

    No começo do mês, o governo anunciou mais uma série de medidas para estimular o consumo, principalmente de veículos, e a aquisição de bens de capital (máquinas e equipamentos), que incluem a redução de impostos, aumento de prazos de financiamentos e corte de juros.

    Entre as medidas, o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) cobrado em todos os financiamentos para consumo caiu de 2,5% para 1,5%.

    Outra medida foi a redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) até 31 de agosto em até sete pontos percentuais, de acordo com o modelo e a cilindrada do veículo. A renúncia fiscal é estimada em R$ 2,1 bilhões.

    0
    • Charles 28 de maio de 2012 at 11:49

      Interessante é que não estamos nem no meio do ano ainda e já enxergam PIB compativel ao do ano anterior.

      Muita agua vai rolar e arrisco dizer que: FECHAREMOS O ANO COM UM PIB MUITO INFERIOR AO DO ANO PASSADO.

      E ai amigo Miguel Jacó, confere? hehe

      0
      • Miguel Jacó 28 de maio de 2012 at 11:58

        Não sei se será muito inferior, mas vejo PIB de 3% para menos (incluindo todas as maquiagens já conhecidas).

        0
        • AF 28 de maio de 2012 at 19:47

          Boletim Focus já baixou para 2,99.

          MB planeja 2,5

          0
      • Fabiano Gomes 28 de maio de 2012 at 12:41

        Não sou o “PROFETA”, mas as coisas estão indo conforme meus prognósticos do post anterior:

        Próximos capítulos da economia brasileira:

        – Retirada de recursos por parte dos investidores estrangeiros devido a diminuição dos juros e alta do câmbio. Resultado: IBOVESPA caindo em 2012 e dificuldade da rolagem da dívida brasileira.

        – Sucessivas reduções para a previsão de crescimento do PIB em 2012. Minha aposta é que o PIB de 2012 será menor que o do ano passado (abaixo de 2,5%). ===BINGO! ===

        – O aumento do dólar, aliada à injeção de dinheiro na economia à base de crédito fará a inflação subir vigorosamente no 4º trimestre desse ano e em 2013 atingir ou ultrapassar o centro da meta.

        – Com a inflação dando às caras, o governo será obrigado a rever sua política econômica e iniciará o processo de subida da SELIC. Nessa situação, o estouro da bolha imobiliária estará iminente.

        – A inadimplência alta não permitirá que a fórmula do CRÉDITO FÁCIL (ainda que com os juros historicamente baixos) estimule o consumo e assim salve a nossa indústria. O governo continuará fazendo acordos com a indústria de isenção fiscal em troca da proibição de demissões. No entanto, no final desse ano ou no início de 2013, o setor de serviços e o comércio em geral irá sentir o baque da inadimplência e começará a demitir. Ainda no 2º semestre começaremos a ver um aumento progressivo (ainda que não alarmante) do desemprego. Quando o desemprego for superior a 10% (seja isso em 2012, 2013, 2014, 202…) o estouro da bolha imobiliária será iminente.

        – Um possível estouro da crise na Europa poderá ser um catalisador para todos esses eventos descritos acima. E caso isso aconteça, será bastante explorado pela mídia e pelo governo para justificar a nossa própria crise. Creio que é para isso que o governo está torcendo: “Vamos segurar, adiar a nossa crise até o estouro da crise na Europa, assim podemos pôr a culpa na “elite perversa” dos países desenvolvidos e nos eximir de qualquer responsabilidade por ela”.

        0
      • Igor Eduardo 28 de maio de 2012 at 13:50

        Isso é fato… Porém, a probabilidade do governo alterar o método de cálculo do PIB não pode ser descartada…

        0
  • Booker 28 de maio de 2012 at 09:47

    Esse fds fui levar meu carro num lava-jato em jacarepaguá/RJ. Para meu espanto, havia um corretor lá, se dizendo da patrimóvel, anunciando um lançamento no bairro. estava um senhor calor e ele, naquele conjunto de mesa e cadeiras de plástico, com um ombrelone que não bloqueava nadinha do calor. quase senti pena dele…

    0
  • peterson 28 de maio de 2012 at 09:50

    andei avaliando algumas regiões com problemas de sustentação e segue a lista dos top 10 : (avaliação com combinações do DIEESE,IBGE,FIPE, FGV,IPEA e noticias da reuters, blog, uol, folha, o globo e comentários )

    1- Rio de janeiro-capital
    2-Belo horizonte
    3-Curitiba
    4-São paulo capital- algumas regiões no segmento residencial
    5-Santos-sp
    6-Salvador
    7-porto alegre
    8-Recife
    9-Campinas-SP
    10-S jose dos campos-SP

    movimento esperado nestas regiões, A) aumento na oferta, B) redução pontual nos preços, C) aumento no sentimento de bolha, D) aumento em oferta de aluguel, E) queda acentuada em preços na oferta direta, F) aumento em propaganda, G) aumento de noticias desfavoráveis ao setor CC; dentre outros… evidencia futura: manchetes em jornais locais.

    ações locais de contenção da queda dependem mais de fatores locais que de fatores nacionais.

    vamos ver se eu acerto mais uma…

    0
    • Paulo 28 de maio de 2012 at 18:50

      pra acertar mais uma tinha que acertar uma antes…..
      previsão genérica da porra…

      0
    • Troll 28 de maio de 2012 at 20:58

      pra acertar mais uma tinha que acertar uma antes…..
      previsão genérica da porra…[+1]

      Não dê uma de Miguel Jacó.

      0
      • peterson 31 de maio de 2012 at 13:11

        o profeta de vcs é uma farsa… TODAS as minhas previsões se confirmaram… reis e peões…. simples e complexo…

        0
  • Riodetudo 28 de maio de 2012 at 10:07

    Acho que isso explica o desespero de alguns aposentados que passam aqui pelo blog defendendo a “valorização eterna dos imóveis” (e o índice IMOB)…
    http:// oglobo.globo.com/economia/idosos-sao-maioria-dos-investidores-pessoas-fisicas-da-bovespa-5041612

    0
  • GB 28 de maio de 2012 at 10:58

    Lembram-se de um imóvel em um loteamento de terrenos encalhados que eu postei que a pessoa tinha deixado ele às pressas pois foi assaltada 2 vezes em menos de 40 dias ?

    Pelo que eu vi na internet ela estava pedindo R$ 590k na casa, ou seja, meio milhão para você morar num bairro afastado, deserto e ainda virar “cliente” da bandidagem.

    Agora eu soube que ela está pedindo R$ 500k “para vender rápido”, segundo ela, que não baixa mais nenhum centavo, o problema é que na Vila Rami, um bairro próximo e triilhões de vezes melhor já há casas por R$ 350k e não conseguem vender, quem vai comprar dela por esse preço se tem coisa muito melhor por perto ?

    E fiquei sabendo que ela fugiu do enrosco e alugou um apartamento no centro por R$ 1.500, que esse dinheiro está saindo da aposentadoria do casal e já está fazendo falta, acho que esse discurso de “não abaixo mais nenhum centavo” é conversa, deixa só passar mas uns 3 meses e o discurso vai ser outro, o temp é sábio, temos visto essa mudança de discurso no mercado em geral.

    Brasileiro é um povo burro, ignorante e orgulhoso disso.

    0
    • Leandro 28 de maio de 2012 at 12:28

      GB, fui na festa italiana, lá na Colônia, e até lá estava um festival de stands e panfletagem imobiliária, com vários lançamentos “imperdíveis”. Tentar empurrar apartamento na planta para um público que vai comer espaguete e polenta, é MUITO desespero!

      0
      • Paulo 28 de maio de 2012 at 14:17

        a cerca de um ano atras um vizinho dos meus pais vendeu o apto dele por cerca de meio milhão (apto no centro de jundiai com área acima de 150m2 – não sei ao certo) um vizinho se empolgou, arrumou as coisas alugou um outro apto e se mudou para vender……
        bem, esse fds tava na portaria conversando com o porteiro e ele disse que o cara da imobiliaria já foi várias vezes no apto, junto com o proprietário, mas nenhum comprador apareceu….hehe

        jundiaí não pode ter imóvel acima de R$ 4.000 m2, isso não existe

        0
  • CTO81 28 de maio de 2012 at 11:21

    Falaram em bolha no artigo!!! Estamos avançando!

    http: // oglobo.globo.com/imoveis/bc-vai-criar-novo-indice-de-precos-para-imoveis-5029695

    0
    • Riodetudo 28 de maio de 2012 at 11:45

      Está bem claro no texto, ” B O L H A “…..

      0
  • Davi 28 de maio de 2012 at 11:52

    08:04 ESTADO: GAFISA: CONSELHO NOVO, VELHO DILEMA

    São Paulo, 28 – Se os novos conselheiros da Gafisa tinham alguma
    esperança de que a vida seria fácil à frente de uma das construtoras mais enroscadas do setor, ela se esvaiu na última sexta-feira. Na primeira reunião do conselho de administração da empresa desde a eleição do dia 11 de maio (que substituiu três membros e reelegeu outros seis), o grupo se deparou com um nó que precisa ser desatado com urgência: a compra dos 20% restantes da empresa de loteamento AlphaVille – a unidade de negócios mais rentável da holding.

    O contrato assinado com o fundador de AlphaVille, Renato Albuquerque, previa a aquisição em três etapas. A primeira delas ocorreu em 2006: a Gafisa comprou 60% da empresa, avaliada na época em R$ 335 milhões. A última fatia, de 20%, seria comprada pela construtora entre o fim de 2011 e o início de 2012.

    O que não se imaginava lá atrás é que, ao vencer o prazo, a empresa estaria passando pela maior crise de sua história. Com um prejuízo de R$ 1 bilhão no ano passado, a Gafisa precisa se endividar para cumprir o acordo. O antigo conselho estava disposto a fazer isso. Mas quem acabou de assumir é contra.

    Alguns conselheiros falam em abdicar dos 20% e ainda vender outros 20% para fazer caixa. Mas o tempo é curto. AlphaVille já passou pela avaliação de três bancos, que estimaram que a empresa vale entre R$1,1 bilhão e R$ 2,2 bilhões. Segundo um conselheiro, o negócio precisa ser definido até o fim de junho. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. (Equipe)

    0
    • Carlos rj 28 de maio de 2012 at 12:16

      Ahh entaummmm alphaville vale o Prejuízo do quarto trimestre da GAFISA…O a será q o conselho vai fazer para pagar alphaville?? Aguardo as cenas do próximo cápitulo!!!

      0
    • RosinhA 28 de maio de 2012 at 12:36

      Ate junho tem tempo de sobra 35 dias, quem saiu ganhou, quem ficou que apague a luz.

      0
  • Davi 28 de maio de 2012 at 11:55

    08:25 FGV: INCC-M TEM ALTA DE 1,30% EM MAIO, ACIMA DE 0,83% ABRIL

    São Paulo, 28 – O Índice Nacional da Construção Civil – Mercado (INCC-M) teve elevação de 1,30% em maio, variação acima do mês anterior, de 0,83%. A informação foi divulgada há pouco pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). No ano, o índice acumula variação de 3,63% e em 12 meses, de 7,16%.

    No quesito materiais, equipamentos e serviços a variação em maio foi de 0,35%, menor que a de 0,58% no mês anterior.
    Dentro desse grupo, materiais e equipamentos ficou em 0,35%, ante 0,65% em abril. Também houve decréscimo em materiais para estrutura (0,68% para 0,40%), materiais para instalação (1,00% para 0,35%), materiais para acabamento (0,48% para 0,37%) e equipamentos para transporte de pessoas (0,40% para 0,04%).

    Por sua vez, serviços responderam por 0,37% em maio, na comparação com 0,32% em abril, puxado por serviços pessoais, que passou de 0,38% para 0,73%.

    Já em mão de obra a taxa foi de 2,22%, ante 1,08% em abril. O maior índice veio do Rio de Janeiro, com 4,75%, seguido por São Paulo, com variação de 3,97% devido a reajustes salariais por data base. A FGV cita ainda que em Porto Alegre o impacto foi decrescente, tendo a taxa passado de 1,13% para 0,52%.

    O período de coleta dos dados sobre preços ocorre entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência. (Equipe)

    0
  • MG 28 de maio de 2012 at 12:00

    PDG subindo novamente.. hoje a 9,44%

    As outras estão subindo também…

    Qual será o novo pacote que vem por aí?

    0
    • Sérgio 28 de maio de 2012 at 15:38

      Não há pacote.
      Na bolsa, tirando fora os estruturalistas (que são esmagadora minoria), a sua composição básica é de traders que jogam, como nós jogamos, por exemplo, o poker. Eles estão lá para ganhar dinheiro através de especulações, intrigas, jogos de informação, fofocas e outros.
      Na prática, o que ocorre é o mesmo artifício utilizado na exploração de petróleo em campos esgotados: injetam água, gás carbônico ou outro “indutor” para causar pressão suficiente para poder SUGAR o restante do óleo.
      É basicamente isso que tem ocorrido em nosa bolsa: estão limpando o restinho de riqueza de uns e outros.

      0
  • NINJA SP 28 de maio de 2012 at 12:11

    Afinal , qual a melhor aplicação hoje?sou conservadora.
    Tenho F.R.Fixa taxa adm 0.85% e um CDB 97% do CDI , estou pensando em por tudo na nova poupança, li em algum post que ela tá rendendo + que CDB ou T Direto. Esperando melhor condição para comprar um imóvel.

    0
    • Davi 28 de maio de 2012 at 12:22

      Santander paga 101% CDI para cdb com prazo mínimo de 10 anos, valor de aplicação 10K.

      0
      • Davi 28 de maio de 2012 at 12:23

        Prazo minimo de 2 ANOS, desculpe o erro de digitação grotesco.

        0
        • RosinhA 28 de maio de 2012 at 12:45

          Davi o Santander tá capengando lá fora e pretende vender uma parte brasileira, acha que pode ser seguro um investimento mais longo neste banco, lembre-se está no Brasil e aqui sabe como é……..

          0
          • Davi 28 de maio de 2012 at 14:23

            Acho seguro, dos bancos brasileiros é o que está com maior nível de proteção contra perdas (Indice de Basiléia).

            0
          • Davi 28 de maio de 2012 at 14:29

            Ah e outra, se vender, vendeu, não tem problema nenhum com isso do ponto de vista prático, ficará em boas mãos se vender ao bradesco.

            0
        • Raposão 28 de maio de 2012 at 13:32

          Santander… CUIDADO!

          Numa corda-bamba dessas, nunca deixe mais do que 60k (teto do FGC – Fundo Garantidor de Crédito). Fiquei sabendo de uma gerente do HSBC q muitos correntistas extinguiram seus fundos de previdência no Santander para migrarem para outros bancos. Os bancos espanhóis tiveram seus ratings rebaixados e uma das causas seriam os investimentos ligados ao mercado imobiliário espanhol, que descambou em uma terrível bolha imobiliária.

          http://economia.estadao.com.br/noticias/economia,agencia-sp-rebaixa-nota-de-16-bancos-da-espanha,110757,0.htm

          Há quem analise a situação e diga que a Espanha de hoje poderá ser o Brasil de amanhã.

          Sugestão: pesquise margens de CDB-CDI em diversos bancos e pense em um plano de previdência com perfil de investimento em instituições sólidas.

          Att.
          Raposão, o conservador.

          0
  • MrCitan 28 de maio de 2012 at 12:12

    Alguém mais viu o
    Bom dia Brasil de hoje?
    É sobre os feirões de carros que teve no final de semana.
    No link, reparem na cara do corretor de imóveis, que foi ver alguns carros, e mesmo assim vai esperar…
    É ou não é pra desconfiar?

    0
    • Sergio Figueiredo 28 de maio de 2012 at 17:58

      Eu vi essa entrevista também. O corretor de imóveis foi lá conferir o carro e não comprou. Eu pensei em 2 hipóteses:
      1) Ele acha que o preço do automóvel vai baixar ainda mais…
      2) Ele não está seguro com a própria renda dele… ou seja, se a coisa ficar mais feia na venda dos imóveis ele não terá como pagar o carro.

      0
  • Rafael 28 de maio de 2012 at 12:13

    PDG REALT (PDGR3) com valorização de 9,8% antes do meio dia, com volume de negociação que barram os 29.000.000 significa o que?

    0
    • João Miguel 28 de maio de 2012 at 12:41

      Significa apenas que os peixes grandes estão aproveitando algumas boas notícias do exterior (diga-se de passagem, bem maquiadas) para realizar um lucro em cima da sardinhada..

      Escuta o que eu to falando, essas subidas não tem nenhum fundamento técnico e nem sequer especulação em cima de futuras notícias. No fim dessa semana ela perde esse valor e ainda vai mais pra baixo do que começou esta…

      []s

      0
      • Curioso 28 de maio de 2012 at 12:44

        Concordo, mas acho que as altas não seguram até o fim dessa semana.

        0
    • RosinhA 28 de maio de 2012 at 12:43

      Proposta de uma associação societária, Vinci Partners, por isso a subida desvairada, mas o que se deve perguntar é até onde elas conseguirão levantar capital para cobrir rombos, ou todos são burros ou elas são muito espertas ou o principal (((( Oferecem algo mais que ainda não sabemos o que é )))))))

      0
      • Rafael 28 de maio de 2012 at 13:04

        Esta ação societária como você mencionou é mais ou menos o que a Petrobrás fez em 2009 arrecadando fundos para o pré-sal?

        0
        • RosinhA 28 de maio de 2012 at 13:13

          Rafael não sou expert na área econômica pelo contrário sou uma anta econômica, mas não me engano com tubarões e sardinhas, ou ninguém sabia que poderia ter alguém interessado quando as sardinhas estavam detonando seu prejuízo semanas passadas, volto a bater na tecla, tem gente enchendo bolsos com esta situação, e não é construindo moradias não ahhhh isso não.

          Os experts podem analisar:

          “http://epocanegocios.globo.com/Informacao/Acao/noticia/2012/05/vinci-partners-propoe-aporte-de-r-7999-mi-na-pdg.html”

          0
          • RosinhA 28 de maio de 2012 at 13:14

            A Próxima qual será um sheik árabe de dubai comprando a Gardenalfisa, não duvide não, bolsos cheios só para tubarões as sardinhas estão magrinhas ultimamente

            0
        • Pablo 28 de maio de 2012 at 14:22

          “http://www.vincipartners.com/site/index.php

          Pena que no meu acesso a página fica em branco.

          Será que algum de seus 60 colaboradores já passou por aqui?????

          “A Vinci Partners, criada em janeiro de 2010, é uma plataforma de investimentos que surge a partir da vasta experiência de mercado de seus profissionais, que se uniram com um único objetivo: gerar e proteger riquezas em quaisquer que sejam os cenários. Localizada no Rio de Janeiro e em São Paulo, a Vinci Partners conta com cerca de 60 colaboradores e oferece toda a estrutura necessária para que seus clientes sintam-se verdadeiramente como parceiros na administração de recursos, sejam eles de curto, médio ou longo prazos. Mais do que atrair capital, os sócios da Vinci querem atrair gente que traga novas oportunidades de negócios para os fundos.”

          0
      • Igor Eduardo 28 de maio de 2012 at 15:15

        Isso está cheirando trambicagem, pois a Vinci Partners já é uma das maiores acionistas da PDG… Pode ser que tenham anunciado a intenção de investir milhões, a sardinhada sai comprando ações da PDG e a Vinci aproveita pra vender e repassar a bucha pros sardinhas!

        0
    • LG 28 de maio de 2012 at 12:56

      Na verdade tem significado sim… apesar de ainda não consegui mensurar o significado desta notícia ou mesmo saber se é algo real ou apenas mais uma cortina de fumaça….

      http:// http://www.infomoney.com.br/pdgrealty/noticia/2448605-pdg+recebe+proposta+799+milhoes+vinci+partners+acoes+disparam

      0
    • mauricio 28 de maio de 2012 at 13:01

      hoje a matriz tá fechada

      é bom deixar subir bastante, porque amanhã eles vão tar com boa vontade pra vender, assim vai mais dinheiro pra matriz

      (antes que perguntem: matriz = dow jones. filial = bovespa)

      0
    • AF 28 de maio de 2012 at 20:18

      Os noticiários já divulgaram o motivo da alta de hoje. E é a mais banal possível.

      0
  • Johnny Real State 28 de maio de 2012 at 13:17

    Carros ano 2013 à preço de 2007.
    Daqui a pouco serão apartamentos e casa por preço de 2006.

    0
    • self 28 de maio de 2012 at 14:02

      E terrenos, espero.

      0
    • Revoltado 28 de maio de 2012 at 14:14

      Onde vc viu isso?
      Qual o modelo?

      0
      • Johnny Real State 28 de maio de 2012 at 14:30

        Está passando na TV, propaganda da ford e chevrolet.

        0
  • Ana 28 de maio de 2012 at 13:36

    Que dó! Que dó! Que dó!
    Acho que esse povo do SECOVI é adepto daquela máxima que diz que uma mentira, muitas vezes repetida, passa a ser tomada como verdade.

    Secovi espera alta de 10% em venda residencial em 2012

    Agência Estado
    Publicação: 08/05/2012 12:55 Atualização:
    As vendas de imóveis residenciais na cidade de São Paulo projetadas para o ano de 2012 devem atingir 31,1 mil unidades, segundo a Pesquisa sobre Mercado Imobiliário realizada pelo Departamento de Economia e Estatística do Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP). Se alcançado, este número representará um crescimento de 10% em relação as 28,3 mil unidades vendidas no ano passado, e movimentará cerca de R$ 14,8 bilhões, R$ 1,3 bilhão a mais que em 2011.

    O economista-chefe do Sindicato da Habitação, Celso Petrucci, afirmou nesta terça-feira que o mercado caminha para um equilíbrio: “Os números da pesquisa nos permitem supor que há um processo de redução na diferença entre as unidades lançadas e as comercializadas”, afirmou.

    A projeção de lançamentos para 2012, na capital, totaliza 36,2 mil unidades, o que representa uma redução de 5%. De acordo com Petrucci, o mercado imobiliário passa agora por um processo natural de acomodação, mas que crescerá de modo sustentável ao longo do ano.
    Saiba mais…
    Juros caem, mas falta renda para financiar imóveis
    Caixa espera vender mais de 9 mil imóveis no Rio durante o Feirão da Casa Própria
    Financiamentos para compra e construção de imóveis crescem 9,4% em março, diz Abecip

    O presidente do Secovi-SP, Claudio Bernardes, salientou que as novas regras da poupança devem ser positivas para o mercado: “Existe uma tendência de queda de juros para os financiamentos imobiliários. Isso impactará positivamente o mercado”. Ele afirmou ainda que a manutenção de alta nas vendas de imóveis neste ano será relevante para que o País atravesse mais uma onda anticíclica, sem se contaminar com a crise que atinge os países desenvolvidos.

    Petrucci ponderou que o setor ainda não sentiu “efetivamente” o impacto da redução dos juros. Mas as perspectivas do mercado paulista de imóveis para este ano são favoráveis, por fatores como a reurbanização de áreas e criação de bairros dotados de lazer, comércio, serviços e residência para todos os padrões. Ele citou ainda fatores macroeconômicos, como baixas taxas de desemprego e aumento da renda média e da massa salarial, para as expectativas positivas.

    0
    • Anonymous 28 de maio de 2012 at 14:23

      O Celso Petrucci já é conhecido do BLOG. As vezes, imagino que ele é o pai do Cirilo.

      0
    • Seu Madruga 28 de maio de 2012 at 14:42

      Após recolher os cogumelos que estavam sendo criados nos imóveis vazios e fazer um chá, o economista-chefe do Sindicato da Habitação, Celso Petrucci, afirmou nesta terça-feira que as vendas de imóveis residenciais na cidade de São Paulo projetadas para o ano de 2012 devem um crescimento de 10% em relação as 28,3 mil unidades vendidas no ano passado. O presidente do Secovi-SP, Claudio Bernardes, salientou que essas vendas serão realizadas principalmente para alienígenas que serão contratados para explorar o pré-sal com seus discos voadores, assim como para os duendes que estão refinanciando o pote de ouro do final do arco-íris para investir nas empresas XXX do Eike Batista.
      Francamente, haja saco!

      0
      • Guibro 29 de maio de 2012 at 19:20

        Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!

        0
  • Henrique Zucatelli 28 de maio de 2012 at 13:37

    Sabe, acompanho pelo menos uma vez por semana o site, e gostaria de compartilhar algumas idéias…

    – Essa bolha nunca deveria ter acontecido, primeiramente PELA DIFICULDADE de se comprar um imóvel nesse país.
    Vejamos o caso dos EUA: Lá, antes da crise, se aprovava a compra de um imóvel como um carro, as vezes por telefone. 120% do valor do imóvel, já para comprar os móveis, com facilidade total.

    É óbvio que ia dar em m… pelo excesso de CRÉDITO.

    Já aqui, a burocracia impera. Você precisa de 1000 garantias para adquirir um imóvel, algo que não sai do lugar propriamente dito, que se não pagar, eles tomam e repassam.

    Teriam motivos que levassem a duplicar ou triplicar os preços?

    Excesso de demanda não justifica. É só abrir o jornal, hoje, ou há 5 anos atrás. Sempre teve casa e apto. pra vender, onde você quiser… desde a periferia até os bairros de luxo. O problema sempre foi o mesmo: falta de oferta de crédito.

    Aluguel então nem se fala… há um tempo atrás, antes da crise, realmente era difícil de se encontrar galpões industriais, mas agora… onde se vai, estão para alugar aos montes…

    De fato, mais pessoas nos últimos anos entraram no mercado formal graças ao aumento da renda. Porém, esse aumento não foi substancial o bastante para gerar uma febre por compra de imóveis.

    Copa do Mundo, Olimpíadas e etc., nem de longe poderiam justificar aumento na demanda por imóveis a mais de 5 km dos estádios, pelo simples fato de não haver benefício algum nisso. Quem, daqui 3 anos, vai falar orgulhoso que mora do lado do Itaquerão?

    Ou seja, fico triste (de verdade, pois isso é nocivo para quem realmente deseja comprar um imóvel) pelo fato de que essa bolha foi INVENTADA de uma maneira que em nenhum lugar do mundo já se viu.

    As construtoras, corretores e proprietários de imóveis usados aumentaram os preços deliberadamente, sem embasamento macroeconômico algum.

    Utilizaram-se de alguns argumentos fajutos… de meia dúzia de especuladores que compraram imóveis na planta, entre os estrangeiros que resolveram gastar as sobras de seus milhões pra ver no que dá.

    E o povo, a mídia (comprada), zé e joão acreditaram, como se fosse verdade. Que era certíssimo os preços aumentarem, pois o brasileiro estava ficando rico, e rico que é rico, paga caro (até essa inventaram, pois rico compra na baixa e vende na alta).

    Agora, 2012. Estamos rumo ao segundo semestre. Essa “bolha”, que nem bolha é, deixou de existir de uma hora para outra… pois entupiram os brasileiros até a guela com dívidas impagáveis, imóveis com preços fora da realidade, e, sem compradores a vista, alegam uma “polarização” do mercado.

    Desconto de 50% é tudo, menos polarização. Isso se chama crise.

    Um mercado promissor, que poderia empregar milhões de pessoas por 20, 30 anos, pois o país é uma roça e precisa se urbanizar, está começando a cair aos pedaços, por um único motivo: Ganância.

    E esta ganância, que levou milhares de pessoas a acreditarem nesse “sonho brasileiro” de sucesso, vão agora se deparar com uma realidade que, eu, na minha humilde opinião, não gostaria de desejar nem para o meu maior inimigo.

    Vem aí um desinchaço no emprego. As demissões estão a caminho. Muitos daqueles que se endividaram, saíram do aluguel ou de seus imóveis quitados e foram para financiamento de 30 anos vão ficar sem renda.

    Tudo mudou no mercado de imóveis nos últimos anos:

    1- Os preços subiram

    2- A qualidade caiu

    3- O tamanho dos imóveis encolheu

    4- O trânsito piorou, envolta desses “pombais”

    Só uma coisa não mudou: A chamada RESERVA DE DOMÍNIO.

    Se atrasar o pagamento dos imóveis por mais de 90 dias, o credor pode reaver a posse, sem choro nem vela.

    Concluindo: A maioria do povo foi enganada a acreditar numa promessa que jamais poderia ser cumprida. Crescimento e inchaço são coisas distintas. O Brasil não cresceu, ele inchou. Agora vai começar a queimar os excessos de custos para sobreviver. E, como sempre, vai sobrar para o povo.

    0
    • Seu Madruga 28 de maio de 2012 at 17:17

      Concordo plenamente, hoje em dia pedem 1.000.000,00 em apartamentos que há três anos atrás não valiam 500.000,00… Quantas famílias têm 500.000,00 líquidos para comprar imóvel hoje em dia, e/ou renda para financiar mais de 300.000,00? A conta não fecha e quem está vendendo ainda não caiu na real. A questão é ainda por quanto tempo?

      0
    • Igor Eduardo 28 de maio de 2012 at 17:40

      Muito bom seu comentário!

      Eu entendo que essa bagunça deve ser dividida com o governo também, pois foi ele o responsável pela explosão da oferta monetária no mercado e pelo “crescimento” baseado em consumo financiado pelo crédito abundante.

      0
    • Guibro 29 de maio de 2012 at 19:27

      Eu concordo, mas preciso fazer uma ressalva: a culpa é mesmo da ganância? Ganância de quem? As pessoas sempre vão tentar o menor preço possível, quando compradoras, e o maior preço possível, quando vendedoras. No livre mercado, as coisas se ajustam. O que ocorreu, ocorre e ainda vai ocorrer no Brasil é que não existe livre mercado, pois o governo está sempre interferindo, afinal, o “Minha Casa, Minha Dívida” é coisa de quem? O desincentivo à poupança é coisa de quem?

      Acho bom deixar sempre os pingos nos i’s. Os especuladores e as construtoras não devem ser apedrejados pela ganância, afinal, são eles que constroem e, assim, ao aumentar a oferta, abaixam o preço. Se o aumento da oferta não conduziu à redução dos preços, como estamos vendo por aqui, certamento isso não foi coisa do mercado… Se foi ganância, foi ganância do governo, que adora fidelizar a clientela com aparência de bonança.

      0
  • Bolha Paraná 28 de maio de 2012 at 13:46

    Ola

    Leio este blog há 1 ano, é a primeira vez que me manifesto. Excelentes comentários! Acho que os preços de imóveis estao completamente irreais (isso todos aqui já sabem)…mas recebi este email de uma construtora de Curitiba e resolvi publicar:

    ” Olá, 

    Meu nome….sou Consultor de investimentos imobiliários.

    Esta é uma oportunidade Fantástica para quem quer investir no mercado imobiliário.

    É uma tabela de pagamento diferenciada, que após a entrega das chaves a unidade tem um “aluguel” de 0,8% (sobre o valor corrigido do imóvel) pagos ao proprietário pela TECNISA por um período de até 18 meses.

    Favor entrar em contato via fone…..”

    Ou seja, compro o imóvel, pois ninguém mais compra e recebo um aluguel de 18 meses pós entrega…tou emprestando dinheiro para a Construtora?

    0
  • Bolhado 28 de maio de 2012 at 14:14

    Cadê o cara que falou que ia arriscar na Gafisa? 10% mais rico em um final de semana! Boa parceiro! Faz teu lucro! O repique já veio!

    0
    • Francisco Quiumento 28 de maio de 2012 at 19:14

      Há três maneiras de se ganhar dinheiro fácil: ser o primeiro, o mais esperto ou trapacear. – Do filme ‘O Dia Antes do Fim’

      Há três maneiras de se perder dinheiro facilmente: ser o último, ser o mais burro ou otário. – euzinho.

      0
  • Socorro!! 28 de maio de 2012 at 14:23

    PERGUNTA PARA AQUELES QUE JA ESTÃO NESTE MERCADO DE IMOVEIS A MAIS TEMPO OU ENTENDEM UM POUCO MAIS….

    Quanto vcs acham que um imovel deve valorizar num ano ?? Esquecem os preços bolhudos de hj e imaginem um cenário ideal onde os preços praticados são justos…

    0
    • Johnny Real State 28 de maio de 2012 at 14:32

      Daqui em diante é só ladeira abaixo.
      Imóvel comprado na planta vai ter a valorização normal de algo (produto) que você compra a matéria prima e sai com o bem fabricado.

      0
    • RAL 28 de maio de 2012 at 15:00

      15%

      0
    • Ze Bom Dirolo 28 de maio de 2012 at 15:22

      ttp://economia.ig.com.br/2012-05-28/desvalorizacao-do-real-pode-derrubar-brasil-em-ranking-de-economias.html

      0
      • thiago fm 28 de maio de 2012 at 16:01

        Se o dólar chegar a 2,20 e mantendo-se as projeções de crescimento o Brasil pode cair para 9 a economia mundial.

        HAHAHA

        QUEM DIRIA…BOLHA ATÉ NO RANKING DOS PIB!

        0
    • Sérgio 28 de maio de 2012 at 15:29

      Um valor ligeiramente superior à inflação verificada num respectivo ano. Essa constatação pode ser por você verificada no site do Banco Central, no SFN, depois SFH, depois Estatística do SFH; após verifique ano a ano a quantidade de imóveis financiados na Banânia e os valores totais desses financiamentos: o resultado da divisão te dará uma média aritmética (apenas) do valor de cada imóvel financiado. Ano a ano, por comparação, verificar-se-á um acréscimo de 2 a 5 pontos percentuais sobre a inflação daquele ano.
      A média só deixa de se comportar dessa forma de 2009 para cá, com um ligeiro acréscimo mais perceptível a partir de 2006.
      A partir de 2009 os valores “reais” perdem o sentido “mais ou menos cinentífico” em virtude do financiamento do MCMD.
      Espero ter ajudado.

      0
      • Socorro!! 28 de maio de 2012 at 15:39

        Valeu Sergio

        bateu um pouco com aquilo que eu tinha de sentimento …numa inflação de 5 % os imoveis podem subir de 8 a 10 %…e o que eu acharia justo..

        0
        • Paulo 28 de maio de 2012 at 16:30

          no curto prazo isso que vc disse é verdadeiro, mas no longo prazo a valorização de imóveis é igual a inflação, nem mais nem menos…. o que muitas vezes ocorre é que o bairro valorizada por algum motivo e daí isso está fora dessa minha afirmação que a valorização é igual a inflação.

          por que isso de valorizar com a inflação, pegue seu exemplo, inflação de 5% e valorização de imóvel de 8%

          em 20 anos, seu salário será corrigido pela inflação e aumentará 2,6x enquanto a “valorização” do imóvel seria de 4,6x, ou seja, seria muito menos acessível o imóvel….

          isso demonstra que o imóvel só pode valorizar igual a inflação no longo prazo senão em algum tempo ele seria inviável de ser comprado pra todo mundo. Claro que no curto prazo pode haver alguma pequena variação, sendo valorizado a mais ou a menos que a inflação.

          0
    • JPM 28 de maio de 2012 at 17:10

      Tomando por base o índice case-shiller americano, nos últimos 100 anos os imóveis lá apenas acompanharam a inflação, salvo os períodos de crises graves, as grandes guerras e as bolhas.
      No Brasil, não temos nada parecido. Mas chuto (e qualquer opinião que emitirem aqui será chute) que acompanhar a inflação é o mais justo.
      Claro, uma valorização (ou desvalorização) maior pode acontecer por forças externas, como alguma mudança drástica no bairro, como por exemplo um novo shopping center ou uma nova universidade (ou ainda uma favela).

      0
      • Igor Eduardo 28 de maio de 2012 at 17:50

        Não sei se a correção por inflação é a mais indicada, pois além dos eventos de valorização ou desvalorização citados, os imóveis estão sujeitos a depreciação…

        0
  • Ze Bom Dirolo 28 de maio de 2012 at 14:23

    *

    As construtoras que trabalham para o governo não podem falir, pois se falirem, ensejam a rescisão unilateral do contrato.
    Então, a ocorrência dessa falência é material, mas não formal.

    0
    • Sérgio 28 de maio de 2012 at 15:19

      Zé Bom Dirolo, permita-me discordar dessa sua observação.
      Qualquer empresa que trabalha para o governo, ou não, podem quebrar, salvo se empresa pública ou sociedade de economia mista.
      Nos casos de uma empresa privada que trabalha para o governo ou presta serviço de interesse público ocorrerá sua emcampação pela administração direta (execução dos serviços, inclusive com utilização de materiais, equipamentos e recursos humanos dessa empresa), ou seja, o ente público assume a execução per si, podendo haver, num segundo momento, o repasse da execução (dos serviços, obras ou fornecimento) à empresa segunda colocada na licitação que originou o vínculo.
      .
      Mas é certo que a empresa em questão pode falir, mas os serviços deverão ter continuidade, seja com base diretamente no princípio da supremacia do interesse público, ou mediatamente com base no princípio da continuidade dos serviços públicos, conforme o caso.
      .
      O que seria de mim se outros aqui não tivessem me socorrido em momentos como esse.
      .
      Abraços,

      Sérgio

      0
      • Ze Bom Dirolo 28 de maio de 2012 at 15:35

        Concordo plenamente. Esse é o ponto de vista jurídico.

        O problema que levantei é do ponto de vista político.

        O direito administrativo, notadamente a matéria contratos é muito bonita na teoria.

        Mas concordo com você, a solução seria a encampação, princípio da continuidade, álea econômica, teoria da imprevisão, caso fortuito, força maior, inexecução sem culpa ou sei lá o quê….

        0
        • Sérgio 28 de maio de 2012 at 15:46

          É isso aí.
          Às vezes também não consigo me fazer entendido: mais uma coisa boa do site, confirmar como somos “entendidos” pelo grupo.
          Abraços

          0
          • Ze Bom Dirolo 28 de maio de 2012 at 16:11

            Mas isso é muito bom.
            Aprendi muito.
            Só o encampação que ficou “emcampação” no seu texto.

            Abç….

            0
            • Sérgio 28 de maio de 2012 at 18:32

              bem lembrado.

              0
  • Socorro!! 28 de maio de 2012 at 14:46

    Setor de construção lidera altas do Ibovespa
    Por Daniela Meibak | ValorSÃO PAULO – As ações do setor de construção lideraram as altas na primeira parte do pregão da BM&FBovespa, com o Índice Imobiliário (IMOB) subindo 3,03% por volta das 12h, a 779 pontos. O Ibovespa avançava 1,84%, a 55.465 pontos, no mesmo horário.

    Entre os papéis do setor, o destaque estava com as ações da PDG Realty que valorizavam 10,28%, a R$ 3,97. Hoje, a companhia informou que recebeu proposta de aporte de R$ 799,98 milhões, feita pela Vinci Partners, mediante emissão privada de 199 milhões de bônus de subscrição.

    A proposta será submetida à análise do conselho de administração da PDG Realty e posterior aprovação por parte dos acionistas da companhia, em assembleia geral.

    Para Adriano Moreno, estrategista da Futura Investimentos, o anúncio é bom e está influenciando todo o setor. “O aporte é uma sinalização de que a Vinci Partners está vendo valor na PDG, além de mostrar que está avaliando [a companhia] como uma empresa descontada, o que influencia o setor”, disse.

    Seguindo a PDG Realty estavam as ações da Brookfield, que subiam 5,43%, a R$ 4,27, as ordinárias da Gafisa, que valorizavam 3,96%, a R$ 2,89, e os ativos da MRV, com avanço de 3,89%, a R$ 9,89.

    O analista de construção da Omar Camargo, Felipe Rocha, ao considerar todo o setor, avalia que os papéis registraram forte queda nos últimos 30 dias e que estão recuperando as perdas. “Muitos investidores estavam vendidos, apostando na queda do papel. Com a melhora do cenário externo e a notícia positiva da PDG, o pessoal desfez a operação e correu para comprar”, explica.

    Wesley Bernabe, do BB Investimentos, comenta que “o setor está volátil, sem seguir uma tendência fixa, influenciado pelo humor do mercado”. Para ele, o segmento tem uma boa entrada e saída de capital estrangeiro e que a melhora no cenário externo beneficia a negociação das ações da área

    © 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.

    Leia mais em:

    http://www.valor.com.br/empresas/2679504/setor-de-construcao-lidera-altas-do-ibovespa#ixzz1wBh4ZtLC

    0
  • Azario 28 de maio de 2012 at 14:52

    A colunista Miriam Leitão, explicando mais uma vez aquilo que já dissemos exaustivamente aqui neste fórum: o comprometimento mensal da renda familiar com dívidas é maior do que muitos alardeiam.

    A comparação com a situação dos EUA pode ajudar a esclarecer aqueles que acreditam que o brasileiro ainda é pouco endividado.

    Com essa farra de crédito aliada aos preços irreais(inclusive dos imóveis) e à pouca educação financeira do brasileiro, não dá pra imaginar outro resultado que não seja o desastre para muitas famílias.

    0
    • Azario 28 de maio de 2012 at 14:54

      Eis o Link:

      “http://oglobo.globo.com/economia/miriam/posts/2012/05/28/divida-calculos-distintos-mesma-conclusao-tenha-cuidado-447655.asp”

      0
      • Ze Bom Dirolo 28 de maio de 2012 at 15:07

        É bom os jornalistas começarem a se preocupar com a bolha. Afinal, possilvemente serão os primeiros a perderem o emprego. Essa bolha tem que murchar e não estourar.

        0
    • Francisco Quiumento 28 de maio de 2012 at 19:39

      Novamente: paridade do poder de compra manda lembranças!

      Uma família estadunidense, com renda per capita de US$ 47k por ano, endivída-se em US$ 27k ao ano, para pagar em N anos, com uma das taxas de juros mais baixas do mundo. Restam, com uns jurinhos de troco, uns US$ 20k para sua “sobrevivência”.

      Lindo! Continuam quase o dobro mais ricos que os brasileiros e um tanto acima do Chile ou Argentina, que nos batem.

      Família brasileira de renda per capita de US$ 11k deve 3K mil para pagar ao ano, mesmo com juros baixando para 20%, coloquem aí mais 600 dólares “a grosso” de aperto, restando uns 7 mil e poucos. Maravilha, acabaram de voltar para o desgraçado do Brasil do período Sarney.

      Neste cenário já desgraçado e incomparável com o dos EUA, uma parcela significativa de uma classe média de renda, digamos de US$ 8k mensais assinou em baixo de imóveis de 50 m² sendo vendidos a mais de US$ 4k/m², o que significa durante 30 anos mordida em sua renda de uns US$ 600 durante 30 anos, fora os juros, que se aplicados na sua previdência, renderiam US$ 1k para dormir na rede na sua velhice.

      Repito: CABÔ-SE! Só uma pessoa cega por um dogmatismo de pura ilusão não enxerga o tamanho do buraco em que o Brasil se meteu.

      😉

      0
  • Elias 28 de maio de 2012 at 15:11

    Olá pessoal.
    Estou meio ausente porque fui promovido e sai de ferias, depois que voltei esta difícil arrumar tempo. Mas continuo bolhista com firmeza.

    Preciso comentar algo que vi na França – o preço dos imóveis em cidades como marseille e nice, pelo menos numa imobiliária que vi, estão parecidos com o do Brasil em euros. Exemplo, com 200 mil euros, você compra um 50m2. Há imóveis de 150m2 por 700 mil euros ou mais.

    Pensei o seguinte: o euro vale 2,5 vezes nossa moeda, mas o francês ganha cerca de 4 vezes mais que o brasileiro, de forma que concluí que nossos imóveis estão bem mais inacessíveis do que lá.

    Se comparar com USA então, é covardia

    Por isso sigo mais bolhista do que nunca.

    0
  • Ze Bom Dirolo 28 de maio de 2012 at 15:22

    Desvalorização do real pode derrubar Brasil em ranking de economias
    Para Marcos Troyjo, diretor do BRICLab, da Universidade de Columbia, nos EUA, um dos principais símbolos da recente ascensão do Brasil no cenário econômico mundial pode estar ameaçado pela crise europeia

    ttp://economia.ig.com.br/2012-05-28/desvalorizacao-do-real-pode-derrubar-brasil-em-ranking-de-economias.html

    0
  • Socorro!! 28 de maio de 2012 at 16:25

    Brasil tem mais de 14 milhões de famílias superendividadas
    Jornal do BrasilTamanho do Texto:+A-AImprimirPublicidadeQuase um quarto das famílias brasileiras se endividou mais do que deveria e foi obrigado a reduzir o padrão de vida ou a ficar inadimplente. É o que mostra um estudo com base na Pesquisa de Orçamento das Famílias (POF) do IBGE. Segundo o levantamento, 14,1 milhões de famílias comprometeram mais de 30% da renda mensal com dívidas. As informações foram publicadas no jornal O Estado de S. Paulo.

    A marca ultrapassa o limite considerado saudável para o endividamento, pois 70% do orçamento vai para despesas básicas, como comida, habitação ou saúde. A maior parte das famílias superendividadas está na fatia menos favorecida da população: 5,8 milhões na classe C e 6,6 milhões nas classes D e E. Apesar disso, o estudo mostra que, na média, o brasileiro comprometeu 26,2% da renda mensal com dívidas. Resultado ainda superior à média de 22% estimada pelo Banco Central, porque inclui despesas como crediário de loja sem parceria com banco e gasto à vista no cartão de crédito.

    Spread Bancário

    0
  • peterson 28 de maio de 2012 at 17:02

    estou saindo do blog em definitivo, abraços a todos!

    0
    • Miguel Jacó 28 de maio de 2012 at 17:33

      Qual das duas faces está saindo? Seja mais claro.

      0
      • Ane 28 de maio de 2012 at 19:20

        Não acredito que vc caiu nessa Miguel Jacó! O Peterson já ultrapassou todos os limites. Quanto mais rápido ele parar de postar melhor. Ele não fala nada demais e só faz se elogiar agora.

        0
    • peterson 28 de maio de 2012 at 17:35

      O meu objetivo neste blog era considerar os aspectos sentimentais da bolha no lado mais inteligente, esperava que já que aqui se constitui de nata sensitiva dos problemas, obteria indicativos preliminares do que estava por vir, eis que ultimamente aumentaram a quantidade de profetizações descabidas, de vontades alienadas e de sentimentalismo politico, tudo que eu falo é baseado em analise, tomo cuidado antes de relatar, aliás nada do que disse foi por sentimento e sim por fatos.. Eu sei que tenho dificuldades em passar facilmente, pois subentendo que haja certo nivel de compreenção, que nem sempre todos possuem, Podia ajudar muitos aqui a verem os caminhos, as etapas, estava contribuindo com a lógica, análises sensatas e não baseadas no emotivo, acertei mais coisas que estavam por vir que a soma de todos os profetas do blog e continuarei acertando pois há sentido naquilo que se vislumbra claramente,, quis contribuir com a aprendizagem dos que se interessavam e dos que conseguiam ver além da propria janela, eu olhava o horizonte amplo, esperava encontrar neste blog pessoas com mais captação, afinal aqui temos os que captaram o sinal de algo errado antes de uma massa, equivocadamente comecei a participar, mas agora percebo que foi um erro, conto nos dedos aqueles que argumentam convincentemente e embasado em constatações gerais, não só achismo e desejo, seguindo isso configura-se perda de tempo, assim peço desculpas à estes que me seguem, que conseguem enxergar as premissas que disserto, agradeço aos coerentes que me forneceram parametros antecipados, foram poucos, prometo acompanhar o blog, mas não vou comentá-lo assiduamente mais, desanimei. Assim segue minha despedida, quem sabe, em um amadurecimento de constatações eu não retorne. Por enquanto ficarei em silencio. sem mais!

      0
      • RosinhA 28 de maio de 2012 at 17:42

        hehehe peterson, um nível de compreenção que nem todos possuem, mas vezes e meia vai dar uma passada sem comentar, nem todo mundo sabe de tudo né, as vezes um bobalhão pode dar uma dica muito valiosa, te entendo Peterson, mas saber o futuro agora é para loucos e videntes, igual a roleta se acertar bingo!!!!!! se errar ferrou!!!!!!.

        Não se esqueça do seguinte, para você ganhar alguém tem que perder, e nem todos gostam disso.

        0
        • peterson 28 de maio de 2012 at 17:54

          aprendi que informação é dinheiro RosinhA, enquanto pessoal procura manchetes de quedas e rupturas eu quero mais é saber das fraudes, essas valem muito, fazem parte desta fase e estão ocorrendo e preciso descobri-las, no topico anterior me contaram uma, estou aguandando informações detalhadas, assim respondendo a sua resposta, como ultima gentileza, não vou negar que os profetas me fornecem parametros do tipo brainstorm de catastrofes, a que cria lógica no caminho se realiza, eu apenas armazeno-a em um banco de dados, sigo em frente, se a conjuntura caminhar ali eu aposto na profecia, sempre deu certo, mas o sucesso dessa empreitada é ter profecias dos dois lados e aqui só tem de um…. mas n vou negar. funciona. Ah uma coisa que aprendi foi que muitos perdem para poucos ganhar, quando muitos ganham, todos perdem… simples e complexo.

          0
          • RosinhA 28 de maio de 2012 at 18:03

            Particulamente sentirei falta desse jeitão maluco e ganancioso, pois em muitas coisas penso igual a você principlamente nas fraudes.

            hahahaha complexo e simples, para mim pedra é pedra e mato é mato e como diz um expert pessoas não mudam, apenas fingem que ficaram boazinhas com intenções pré definidas.

            0
          • casal20 28 de maio de 2012 at 18:13

            peterson, me desculpe se estou enganada, mas foi você que há 2 posts atrás disse que inexoravelemente os preços mudam e os imóveis vão mudando junto, que existe muita gente com renda p/ comprar apartamentos de R$ 1 milhão?

            se sim, gostaria de saber quanto você acha que um casal deve ganhar p/ poder ter acesso “tranquilo” à um apartamento nesta faixa

            também relatei o que considero não uma fraude, mas uma tremenda irresponsabilidade na venda dos apartamentos desta faixa, porém acho que o post ficou “perdido” entre vários outros

            acreditamos na bolha e acho muito saudável e interessante acompanhar as discussões e relatos, que mesmo podendo ser “casos isolados” parece que estão cada vez mais frequentes e semelhantes

            não somos da área econômica, temos amigos em várias áreas , inclusive nesta e as informações que nos chegam parecem que estão corroborando o quebra-cabeça que quase todos aqui estão tentando montar

            att

            0
          • Sol de Sampa 28 de maio de 2012 at 18:39

            Pet, a lógica não vem respondendo a Fisica Quantica …. tem hora que por mais que se conheça não dá pra saber existe um limite …. e isso é fato!!!! … nem por isso deixamos de compartilhar e buscar novos caminhos e soluções…
            Se omitir ou se aborrecer porque as coisas não tomam o rumo que planejamos não faz as coisas acontecerem …
            Seja mais eclético, vc ganha, todos ganham … e isso não te minoriza… não tem nada a ver com ganhos materiais, mas com abrangência … reinventar o velho e modificar a realidade…Think about this…

            0
            • peterson 31 de maio de 2012 at 13:14

              a fisica assim como a economia é mutável, até nos seus principios básicos… mas por euqnato valem as leis atuais. assim, este blog não produz mais o efeito que esperava, pois existem outros melhores fundamentados… abraços!

              0
      • Fernandão Bolhudo 28 de maio de 2012 at 18:00

        Para cada frase, um ponto final. Facilita a leitura.
        Fica a dica.

        0
    • RosinhA 28 de maio de 2012 at 17:45

      Deveria chamar blog Marijuana Imobiliária pois é muito viciativo. 🙂

      0
      • Francisco Quiumento 28 de maio de 2012 at 19:08

        Qualquer associação de “Crack da Bolsa”, por exemplo, com a droga crack é apenas coincidência.

        Expressões como “fumaram o mercado” e “preços que são na verdade alucinações ou delírios”, por exemplo, também são apenas coincidências.

        😛

        PS: Juro, tentei resistir!

        0
        • RosinhA 28 de maio de 2012 at 19:19

          To vendo ficou pouco animado. 😉

          0
    • Ze Bom Dirolo 28 de maio de 2012 at 19:41

      “O maior líder é aquele que reconhece sua pequenez, extrai força de sua humildade e experiência da sua fragilidade.”

      Augusto Cury

      0
      • peterson 31 de maio de 2012 at 13:15

        esta é a frase mais besta do universo gerencial pratico.

        0
  • thiago fm 28 de maio de 2012 at 17:30

    “http://www1.folha.uol.com.br/mercado/1096820-feirao-da-caixa-movimenta-r-112-bi-e-supera-resultado-de-2011.shtml”

    Feirão da Caixa movimenta R$ 11,2 bi e supera resultado de 2011

    Restando ainda um final de semana para o fechamento da oitava edição do Feirão da Casa Própria, a Caixa Econômica Federal anunciou nesta segunda-feira que já contabiliza R$ 11,2 bilhões em negócios no evento.

    Esse resultado já supera o número geral do ano passado, pouco mais de R$ 10 bilhões.

    A última etapa do Feirão aconteceu nas cidades de Porto Alegre (RS), Campinas (SP) e Uberlândia (MG) no último final de semana.

    Entre os dias 8 e 10 de junho, as cidades de Belém (PA) e Florianópolis (SC) receberão o evento, onde serão oferecidos mais de 430 mil imóveis.

    A capital gaúcha contabilizou R$ 966 milhões em negócios, Campinas registrou R$ 330 milhões e Uberlândia atingiu a marca de R$ 300 milhões, totalizando R$ 1,6 bilhão em um único fim de semana.

    O Feirão já passou também pelas cidades de Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), Recife (PE), Salvador (BA), Rio de Janeiro, São Paulo, Fortaleza (CE) e Curitiba (PR), onde foram movimentados R$ 9,6 bilhões.

    O IMPORTANTE É SABER O NÚMERO DE UNIDADES NEGOCIADAS. SE O VALOR É BOLHUDO, O VOLUME SERÁ MAIOR COM CERTEZA

    0
  • Laranja 28 de maio de 2012 at 17:38

    Um colega disse que iria publicar comparativo dos anos anteriores do Feirão da Caixa em Porto Alegre. Já consegui alguma coisa…

    IMÓVEIS OFERTADOS
    2006: 10400 unidades
    2007:
    2008: 17700
    2009:
    2010: 39000
    2011: 32000
    2012: 30000

    VISITANTES
    2006: 31000 pessoas
    2007:
    2008: 27100
    2009:
    2010:
    2011: 23000
    2012: 18000

    O público caiu bastante não é? Engraçado é que o número de contratos encaminhados subiu. Quase metade dos visitantes compraram, podemos dizer que praticamente todos os casais sairam com um contrato encaminhado!!! Ala pucha, que gauderiada decidida!

    CONTRATOS ENCAMINHADOS
    2006: 5800 contratos
    2007:
    2008: 5807
    2009: 6100
    2010: 9123
    2011: 7619
    2012: 8000

    Se não fosse “a queda nos juros”, a edição 2012 teria sido um fracasso…

    VALOR MÉDIO POR UNIDADE
    2006: R$ 43.000,00
    2007:
    2008: R$ 52.213,11
    2009: R$ 57.213,11
    2010: R$ 78.000,00
    2011: R$ 105.788,16
    2012: R$ 121.000,00

    O valor TRIPLICOU em 6 anos!!!! E a parcela ainda cabe na renda do peão? It’s a kind of magic?

    Para ler sobre a última edição:
    h t t p://jcrs.uol.com.br/site/noticia.php?codn=94468

    0
    • Laranja 28 de maio de 2012 at 17:43

      Desculpem:
      Valor médio em 2008 = R$ 52.230,07

      Alguém consegue fazer o comparativo de outras cidades para verificarmos se os movimentos são iguais?

      0
      • Paulo 28 de maio de 2012 at 18:59

        sei não, fico com o pé atrás, quem divulga esses números? será que contratos encaminhados são contrados assinados? ou é proposta? ou é se o corretor conseguir um cadastro seu que tem interesse em um imóvel?

        sei não…… acho praticamente impossível 18000 visitantes e 8000 vendas, é o que disse, sao 9000 casais, ou seja, se considerar que cada casal levou um filho, todos casais compraram imóveis…. muito suspeito…

        0
        • andersonvt 28 de maio de 2012 at 22:50

          Pessoal, esse número de vendas divulgado é totalmente manipulado. Quando comprei meu apartamento no stand de vendas da construtora, a assinatura de contrato foi realizada no feirão da CAIXA em 2008. Acredito que elesutilizam deste artifício para manipular estes números. No feirão mesmo não deve ter vendido nem 1/5 do que foi divulgado.

          0
    • Sergio Figueiredo 28 de maio de 2012 at 17:45

      Este comparativo que você dos feirões é inquietante…

      De um lado: Mais imóveis disponíveis a preço médio maior.
      Do outro: menos visitantes a cada ano.

      Resultado estranho: Número de vendas contratadas aumentado.

      0
      • Andre da Bolha de Plastico (Para evitar Homonimos) 28 de maio de 2012 at 18:02

        Sergio figueiredo e Laranja: Antes de Mais nada precisa ver direitinho o que significa “CONTRATOS ENCAMINHADOS” – esses contratos NÃO SÃO VENDAS EFETIVAS – apenas a intenção de comprar financiados mas não significa necessáriamente venda. Agora e exatamente ai que reside o X da questão – QUANTO DE TUDO ISSO FOI APROVADO E QUANTOS IMOVEIS FORAM VENDIDOS para saber o valor médio?

        0
      • jacob 28 de maio de 2012 at 18:05

        Concordo

        Laranja, sera que este numero de contratos nao esta maquiado? Independente de serem vendas realmente efetivadas ou nao (como provavelmente nao sao), nao faz sentido numero de visitantes despencar e contratos aumentar.

        0
        • Laranja 29 de maio de 2012 at 07:53

          Ficou evidente que os números divulgados não estão corretos. Nos primeiros feirões separavam contratos efetivamente assinados (+/- 10%) e os contratos encaminhados, que devem resultar em quantas vendas? Uns 20%?

          0
    • AF 28 de maio de 2012 at 20:05

      Eu mesmo.

      A maioria das das informações já constou. Vou apenas acrescentar:

      VOLUME DE NEGÓCIOS (EM MILHÕES):
      2008 R$ 303,5
      2009 R$ 349,2
      2010 R$ 716,5
      2011 R$ 806
      2012 R$ 966

      Os CONTRATOS ENCAMINHADOS tenho aqui como sendo IMÓVEIS NEGOCIADOS. Apenas uma diferenção no ano de 2009: 6.211.

      Todos os imóveis e negociações deste ano são para a Grande Porto Alegre, que inclui outros municípios lindeiros.

      0
      • Laranja 29 de maio de 2012 at 07:58

        Valeu AF!
        Acho que o feirão sempre incluiu a região metropolitana. Outra coisa interessante de ler são as histórinhas reais do tipo: Fulano e Cicrana, renda de 1,4 mil, deram 11 mil de entrada e financiaram o resto… quero ver é pagarem este… resto.

        0
  • Ane 28 de maio de 2012 at 17:42

    Por mim a bolha pode até não estourar ou murchar, pode até aumentar o desemprego… mas inflação NÃO!

    0
    • mauricio 28 de maio de 2012 at 18:32

      ane, com todos as aliviadas em diversos impostos que o governo está fazendo, baixando portanto a receita, e todas as obras da copa e olimpíadas por fazer, você acha que vão pagar como? se não é via imposto, é via inflação

      0
    • Francisco Quiumento 28 de maio de 2012 at 19:19

      Com desaquecimento da economia, o governo obrigatoriamente arrecadará menos, com o agravante no caso do Brasil que situa-se em posição perigosa na curva de Laffer. Portanto, terá de se financiar com títulos (o que já faz, pois é deficitário) ou lançar meio circulante, e estes dois processos são inflacionários.

      0
      • FRK 28 de maio de 2012 at 22:49

        Muito obrigado por me ensinar o que é curva de Laffer.
        Sempre tive isso intuitivamente, a pesquisa me ensinou bastante.

        abs

        0
  • Joao Bolha 28 de maio de 2012 at 19:02

    Cara… nunca teve tanto corretor me ligando, imobiliária correndo atrás… as coisas aqui no Rio estão beeeem diferentes!

    0
  • Cirilo 28 de maio de 2012 at 19:25

    bolha sugestao de tópico:

    “http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2012/03/brasil-lidera-lista-de-paises-com-maior-valorizacao-de-imoveis.html”

    Brasil lidera lista de países com maior valorização de imóveis

    De acordo com a pesquisa, o que fez os preços dispararem no Brasil foram o crescimento da população, aumento da renda das famílias e o crédito fácil.

    ” Tem, mas 90% a 95% é gente que compra o imóvel para morar”.

    0
    • Leno 28 de maio de 2012 at 21:15

      hahahahahahahaha

      0
    • Revoltado 29 de maio de 2012 at 11:46

      Cirilo, o senhor é um fanfarrão!
      Pede pra sair!

      0
  • Cirilo 28 de maio de 2012 at 19:31

    O pessoal daqui me ama, tanto que eu to vendo meu nome nos comentários que nao tem nada a ver comigo.
    Sentiram saudade de mim né

    0
    • Sol de Sampa 29 de maio de 2012 at 00:41

      1/2 verdade… costumo lembrar de qundo tive catapora, caxumba, sarampo… quando o ônibus quebrou e perdi o dia, quando o pneu furou e não tinha step… ou seja, nem sempre nos lembramos do que foi bom…. mas de como é bom ter passado a fase ruim…

      0
  • J W Cavallaro 28 de maio de 2012 at 19:37

    Que pena que muitos poucos entendem o sistema de geracao de creditos, se entendessem entenderiam muito mais claramente o que esta’ acontecendo.

    Que pena que a atual ditadura da midia brasileira e do sistema de ensino brasileiro nao permite que as pessoas consigam entender como funciona o sistema que gera toda essa falcatrua.

    Voces pensam que bancos obedecem ao governo? Agem dentro da lei? Huuuhhhmmmm. Eu tambem pensava que a piramide que representa a estrutura de poder de qualquer pais era assim:

    1 – Governo 1
    2 – Elite Nacional 222
    3 – Bancos nacionais 33333
    4 – Grandes Empresas/midia 4444444
    5 – Povo 555555555

    Mas a piramide de poder de cada pais DE FATO e” assim:

    1 – Familias Rotschild/Morgan/Rockfellers 1
    2 – Bank For Int. Settlements 222
    3 – FMI 33333
    4 – Multinacionais/midia 4444444
    5 – Bancos nacionais 555555555
    6 – Governo 666666666666
    7 – Empresas 7777777777777
    7 – Elite nacional 888888888888888
    8 – Ze’ do povo 999999999999999999

    Por isso que votamos e nossos votam nunca contam! Por isso que os politicos prometem e nunca cumprem!

    O governo trabalha para os bancos e nao o contrario!

    Por isso que o Brasil nao e’ um pais soberano e nunca sera’. Mas nao se sintam mal, quase todos os paises estao agora sob o mesmo dominio desse poder mundial.

    Os que nao acreditarem, antes de ficarem tirando chacota, pesquisem sobre isso e entendam que nao se trata de teoria da conspiracao mas algo muitissimo real que esta’ aqui bulindo em nossas vidas o tempo todo. Eu desafio quem quiser provar-me o contrario.

    Acordem!

    0
    • Mineiro BH 28 de maio de 2012 at 23:14

      Ai que preguiça, comprou um dos livros de conspirações que povoam as livrarias (não que conspirações não existam)… sugiro a vc comprar um livro – se for o caso pesquiso pra vc – que explica os motivos de nossa cisma com a idéia da conspiração…

      0
  • Cirilo 28 de maio de 2012 at 19:39

    Outra matéria interessante:

    “http://globotv.globo.com/eptv-sp/jornal-regional-sao-carlosararaquara/v/nova-classe-media-comeca-a-investir-nos-imoveis-de-lazer/1928257/”

    Nova Classe Média começa a investir nos imóveis de lazer

    Olha a nova classe média ai!

    0
    • Bolha Imobiliária 28 de maio de 2012 at 20:07

      Cirilo, se você é quem diz ser, pq não usa o seu e-mail original para postar, só para garantir que é você mesmo ?

      0
      • Ze Bom Dirolo 28 de maio de 2012 at 20:29

        A forma de escrever é muito diferente.
        Cirilo é peculiar.

        0
        • RosinhA 28 de maio de 2012 at 20:38

          Também acho Ze Dirolo, o Cirilo Original, ficava argumentando contra tudo e contra todos, ou ele está drogado, ou é outro cara mesmo.

          Coitado começou a usar outros meios para suportar a pressão.

          Marijuana Imobiliaria

          0
          • Ze Bom Dirolo 28 de maio de 2012 at 21:51

            Agora se pode falar em Marijuana, né?
            Logo logo tá legalizada…….
            Os preços das passagens para Amsterdâ vão cair.

            Já tô vendo deputado fumando maconha em plenário….

            Oh! que saudades que tenho
            Da aurora da minha vida,
            Da minha infância querida
            Que os anos não trazem mais!
            Que amor, que sonhos, que flores,
            Naquelas tardes fagueiras
            À sombra das bananeiras,
            Debaixo dos laranjais, ao invés de bambuzais….

            0
            • Ze Bom Dirolo 28 de maio de 2012 at 21:55

              COMISSÃO DE JURISTAS APROVA DESCRIMINALIZAÇÃO DO USO DE DROGAS
              28/mai/2012 . 19:35 | Autor: Redação Notícias de Ipiaú
              A comissão de juristas que discute a reforma do Código Penal no Senado aprovou nesta segunda-feira

              Agora eles vão ficar bem próximo de você……e você não poderá nem dar uma bolacha, pois geralmente eles não sentem fome….

              0
              • Ze Bom Dirolo 28 de maio de 2012 at 22:06

                Quer dizer, depende da droga.
                Imaginei o crack….

                0
            • Seu Madruga 28 de maio de 2012 at 23:07

              Gabeira? Bem, o Suplicy já é lesado por natureza mesmo….

              0
      • Leno 28 de maio de 2012 at 21:14

        Poderiamos fazer uma pequena enquente: Quem estaria se passando pelo Cirilo ?

        1) Silas
        2) Coretor
        3) F.Paes
        4) Crixus
        5) …..

        0
        • F. Paes 28 de maio de 2012 at 22:42

          Não precisa fazer enquete, não! Sou eu! Eu perdi um tempão, criei novo email pra me passar pelo Cirlo! Não é engraçado?! uahuahuahuahuha

          Vamos fazer outra enquete: quem passou a trollagem mais maneira com os corretores? Olha só que engraçado!!!!! uahuahuahhahauhauhuauahau Sou a favor de pararmos de apresentar pontos de vista e contar só as nossas “armações” com os corretores! Ia ser divertido. O blog ia ficar mais inteligente!

          0
          • F. Paes 28 de maio de 2012 at 22:44

            Cirilo***

            0
          • Leno 28 de maio de 2012 at 23:03

            Eu não duvido mesmo!

            0
        • Revoltado 29 de maio de 2012 at 09:52

          5) J W Cavallaro
          6) Troll

          0
  • J W Cavallaro 28 de maio de 2012 at 19:40

    Que pena que muitos poucos entendem o sistema de geracao de creditos, se entendessem entenderiam muito mais claramente o que esta’ acontecendo.

    Que pena que a atual ditadura da midia brasileira e do sistema de ensino brasileiro nao permite que as pessoas consigam entender como funciona o sistema que gera toda essa falcatrua.

    Voces pensam que bancos obedecem ao governo? Agem dentro da lei? Huuuhhhmmmm. Eu tambem pensava que a piramide que representa a estrutura de poder de qualquer pais era assim:

    1 – Governo
    2 – Elite Nacional
    3 – Bancos nacionais
    4 – Grandes Empresas/midia
    5 – Povo

    Mas a piramide de poder de cada pais DE FATO e” assim:

    1 – Familias Rotschild/Morgan/Rockfellers
    2 – Bank For Int. Settlements
    3 – FMI
    4 – Multinacionais/midia
    5 – Bancos nacionais
    6 – Governo
    7 – Empresas
    7 – Elite nacional
    8 – Ze’ do povo

    Por isso que votamos e nossos votam nunca contam! Por isso que os politicos prometem e nunca cumprem!

    O governo trabalha para os bancos e nao o contrario!

    Por isso que o Brasil nao e’ um pais soberano e nunca sera’. Mas nao se sintam mal, quase todos os paises estao agora sob o mesmo dominio desse poder mundial.

    Os que nao acreditarem, antes de ficarem tirando chacota, pesquisem sobre isso e entendam que nao se trata de teoria da conspiracao mas algo muitissimo real que esta’ aqui bulindo em nossas vidas o tempo todo. Eu desafio quem quiser provar-me o contrario.

    Acordem!

    0
    • xyz 28 de maio de 2012 at 19:50

      Essas bobagens de teorias da conspiração do sistema financeiro já foram exaustivamente postadas aqui, inclusive em forma de vídeos muito bem produzidos.

      0
      • J W Cavallaro 28 de maio de 2012 at 20:00

        Entao so senhor assista de novo, porque certamente o senhor nao entendeu! A falta de tato nas suas palavras ja’ indica o tamanho da sua mente e isso so’ torna ainda mais evidente que o senhor nao teve capacidade para entender. Se o tivesse entendido nao estaria chamando isso de teoria da conspiracao e muito menos de bobagens! O senhor nao entende o sistema financeiro mundial e por isso deveria ficar quieto. Mas saio desse blog porque debater com pessoas como o senhor e’ como jogar perolas aos porcos! Minhas ultimas palavras.

        0
        • Leno 28 de maio de 2012 at 21:10

          Poxa, que pena que saiu do blog. Eu ia fazer uma pergunta sobre o que escreveu, que pena!

          0
    • Sérgio 28 de maio de 2012 at 19:53

      Bem, meu caro Cavallaro, é bem certo que desde as guildas do final da idade média, passando pela formação dos primeiros Estados modernos e pelo excelente “A Riqueza das Nações”, que foi mal interpretado, diga-se, os governos estatais sempre representaram os interesses da elite industrial, comercial e financeira.
      Disso afirmar que, de fato, é da forma mencionada há uma certa distância: pode ser verdade ou não.
      No entanto, concordo com você que somos meros detalhes do processo, enquanto ignorantes que somos.
      Mas esse é só mais um processo já previsto por Marx, quando afirmou em seu postfácio de uma das edições de O Capital, que o maior (e na verdade único) problema do capitalismo é que ele (o capitalismo) não se vê como um processo – que é – mas como um fim em si mesmo, e que fará de tudo que for possível para não capitular diante da roda, que gira.
      .
      Mas o assunto aqui no blog, não que as pessoas não estejam suficientemente informadas, mas que se limitam – acertadamente – a se manterem mais nos níveis práticos da coisa, até porque, ir além disso, na altura no campeonato, é mero devaneio.
      Mas, mesmo assim, muito boa sua informação.

      0
    • Francisco Quiumento 28 de maio de 2012 at 20:25

      A questão da “empresa de uma libra” mata de vez estas ideias de conspiração. Multinacionais de peso, como a Exxon, hoje tem suas ações detidas pelas famílias fundadoras em faixas de 2%, quanto muito.

      Quem conduz o mundo são fundos de pensão de países ricos, com um corpo de executivos a administrar tais montantes, e nisto, volta e meia, a fazer bobagens, pois o humano erra, por mais competente que seja julgado.

      Como Lenin bem percebeu sobre esta questão, a capacidade de exercer poder por parte de um país capitalista não advém propriamente de suas elites, e sim de um povo tomado de vontade.

      😉

      0
    • Eskeleto 28 de maio de 2012 at 20:29

      Olha o Irmão Rubens ae, no tema da bolha imobiliária que o trouxe aqui provavelmente de fato já vi os videos dele e alguns são bem interessantes.

      0
  • Rafael 28 de maio de 2012 at 20:18

    Olha vou dizer uma coisa hoje entrei em contato com a Lopes, pois comprei um apartamento com eles na planta em 2009 e ficou pronto este mês. Minha intenção era morar, mas estou pensando em vender para daqui a 1 ano e 4 meses comprar algo melhor com esse dinheiro + ágio. Mas enfim, entrei em contato com a Lopes, e ao ser atendido por uma corretora muito simpática, quando expliquei que queria vender, eu juro, quase chorei junto com ela. Ela me explicou que as vendas estagnaram, que estava muito dificil vender alguma coisa, mesmo com os juros baixos praticados no mercado. Perguntei a ela quanto estava o valor do apartamento pela tabela vigente e disse que estaria disposto a negociar por até 15% abaixo da tabela. A partir dae, eu quase chorei. Ela me disse olha senhor vou ser muito honesta, pra que o senhor torne seu imóvel atrativo, sugiro que trabalhe num valor 30% abaixo da tabela … Sério, tinha convicta certeza do que iria fazer, mas agora me perdi na minha linha de raciocinio … Pergunto aos senhores, o que eu deveria fazer?

    0
    • AF 28 de maio de 2012 at 20:23

      Esses 30% a menos te dá algum prejuízo?

      0
    • Carlos rj 28 de maio de 2012 at 20:54

      Desculpe a intromissão mas em q cidade isso aconteceu???

      0
    • Seu Madruga 28 de maio de 2012 at 21:32

      Eu não te disse?

      0
      • Seu Madruga 28 de maio de 2012 at 21:39

        Pode chutar a canela sem dó, ainda mais se for investidor. Está no começo, mas os otários já estão com o elefante atrás da orelha…
        Dica boa para enfartar o investidor e o flanelinha imobiliário, ofereça 30% de desconto, o nego vai ficar meio ofendidinho, daí diga que a construtora já negociou com 30% de desconto, mas a unidade dele é melhor localizada… Já teve investiotário puto falando que ia reclamar com a construtora… Não compro, mas pelo menos me divirto muito…(copiado de um comentário anterior meu).
        Dependendo da valorização, com 30% ainda dá para realizar um bom lucro, se alguém oferecer, venda rápido!

        0
      • Seu Madruga 28 de maio de 2012 at 21:57

        Bem, pela minha experiência procurando um apartamento, eu estou pedindo uns 40% de desconto nos bolhudos, e os que não ficam putos já oferecem uma contra proposta de 15% de cara, sem pestanejar.
        Estou procurando na vila Mariana e imóveis anunciados no zupt por 1.150.000,00 já baixaram para 900.000,00 sem muito esforço (esse foi só trolagem, ofereci 750.000,00 na planta estava 500.000,00 em 2006/7, jã foi entregue a uns 18 meses). Outro anunciado por 900.000,00 jã baixou para 750,000,00 (preço de umano atrás – ainda tá caro).
        Desculpe pelo tom na mensagem ainda, mas tem muito investidor que entrou na ilusão e está esquecendo de tirar um lucro honesto e não 200%. Esses aí vão morrer com o mico na mão.
        Saudações fraternas!

        0
        • Seu Madruga 28 de maio de 2012 at 22:00

          Auto corretor do I pad – uma gosta, não aparelho do demônio, bosta!

          0
        • Fernandão Bolhudo 28 de maio de 2012 at 22:22

          Seu madruga, você é [email protected]! Mandou bem com essa expressão “flanelinha imobiliário”. LOL total!

          Estou na mesma que você. Pretendo Vila Mariana também. Mas minha prioridade é Paraíso e Jardins.

          Mas “só vou entrar na festa, quando ela estiver boa para quem soube esperar a melhor música da noite tocar”, se é que me entende.

          Planejo sair às compras somente depois da Copa. Enquanto isso vou levando com um aluguelzinho num belo apê aqui nos Jardins, cujo valor não passa de 0,02 do valor bolhudo que o dono disse que vale, hehehe.

          0
          • Seu Madruga 28 de maio de 2012 at 23:00

            Você precisa de um flanelinha para estacionar o seu carro? E de um corretor para comprar apartamento? Bem, do jeito que os corretores estão trabalhando para inflar a bolha, não obrigado.
            Todavia estou procurando uma casa/ apartamento para morar perto do trabalho/ escola da filha/ pais. Em fevereiro vendi meu apartamento de 80 m² na saúde por 545.000,00 à vista. Detalhe 1 anunciei por 560.000,00. Detalhe 2 o outro apartamento mais barato que estava a venda era anunciado por 640.000,00!!!!!! Detalhe 3, paguei 160.000,00 pronto, em 2005.
            Voltei para casa enorme da mamãe e do papai, com um pesar profundo em gastar parte de uma grana que, se deixar ali, rendendo na poupança velha da Dilma, já rende um bom dinheirinho.
            Bem, mas como quem com ferro fere, com ferro será ferido e já estou velho demais para perturbar meus pais, estou a busca de um novo lar. Aos poucos estou encontrando algumas oportunidades. Quando terminar a minha negociação eu posto o meu relato aqui. Boa noite a todos bolhistas! Que os investidores tenham pesadelos com corretores zumbis!

            0
  • Mateus 28 de maio de 2012 at 20:30

    Qual a cidade, bairro e tipo de imovel que voce comprou? Dependendo voce mesmo pode anunciar. Tem imoveis que são mais faceis de sair como 2 e 3 quartos. Dependende muito da regiao onde voce esta

    0
  • rolab 28 de maio de 2012 at 21:11

    Um excelente artigo do Cristovam Buarque, por sinal um dos poucos políticos sérios deste pais, que tem tudo a ver com o que constantemente discutimos aqui no blog. Vale a pena cada minuto gasto na sua leitura! h t t p : / / monteirolobatobh.com.br/downloads/economiaestabem.pdf

    0
    • Ze Bom Dirolo 28 de maio de 2012 at 21:42

      Com todo respeito, tenho aversão a esse nome.
      Afinal, ele foi governador de Brasília e nem quando era reitor da unb, na minha opinião, fez algo que prestasse.

      0
      • Bananildo 28 de maio de 2012 at 22:10

        Tem razão, Zé. Compartilho do sentimento. Governo totalmente sem sal o do Cristovam. Mas o do Agnelo está conseguindo a proeza de ser bem pior…

        0
        • Ze Bom Dirolo 28 de maio de 2012 at 23:28

          Um colega meu disse que ia votar no Agnelo. Eu falei: Vai ser pior do que o do Cristovam. Então compartilhamos mais ainda a ideia….

          0
      • Cicero Silva 28 de maio de 2012 at 23:27

        Estudei na UnB na época em que ele foi Reitor.

        Nada a reclamar. Muito pelo contrário.

        Mas cada um ver com sua ótica. Respeito opiniões contrárias.

        0
  • rolab 28 de maio de 2012 at 21:16

    “A dinâmica da economia brasileira exige que nos debruçemos sobre os aspectos da Psicologia atual, das pessoas e do conjuto da sociedade no Brasil. Porque o otimismo que tomou conta do país faz com que soframos uma dificuldade adicional para enfrentar os problemas adiante.
    Nada dificulta mais a solução de um problema do que o otimismo que impede de vê-lo. Esse é o problema central que dificultou a Espanha, Portugal e Grécia de verem as dificuldades que já viviam. O otimismo com excesso de fluxo de moedas fortes, com a baixa taxa de juros, com um consumo novo e vigoroso e com a inusitada posição de potência investidora no exterior fez com que a população e os dirigentes ficassem impedidos de verem a totalidade da realidade em sua marcha rumo ao futuro crítico.” – Cristovam Buarque

    0
    • Francisco Quiumento 28 de maio de 2012 at 21:41

      Perfeito!

      Cegueira pelo ufanismo é caminhar para o abismo.

      0
  • Ed_Bolha 28 de maio de 2012 at 21:44

    diz o Lula que esta se sentindo “indignado” com seu mais novo escadalo. Desde quando essa patetica criatura aprendeu o significado da palavra dignidade… ? A Dilma deve estar la furiosa pensando “eu ja nao mandei voces manterem essa besta quieta e calada” …?

    0
    • Ed_Bolha 28 de maio de 2012 at 23:14

      ate errei a palavra escandalo, porque no casa dessa mula sem cabeca, o certo seria “asneira cotidiana” . Mais uma pra colecao.

      0
  • Benjamin 28 de maio de 2012 at 21:51

    Rafael, se a sua intenção era morar eu não entendo a sua preocupação. Por que diabos você vai vender o apto 30% mais barato que você esperava para se arriscar a comprar outro? Se a intenção era morar e você deu conta ou consegue pagar eu ficava quieto. Mas enfim, é a minha opinião.

    0
  • Mobi 28 de maio de 2012 at 22:38

    Mensagem que acabei de receber no meu celular:

    “BB Informa: o seu imóvel eh garantia de crédito para usar como quiser. Taxa a partir de 1.52% a.m. e até 180 meses para pagar. Fale com o seu gerente.”

    Dá-lhe hipoteca neles!

    Abraço,

    0
    • Fernandão Bolhudo 28 de maio de 2012 at 22:49

      Eu também acabei de receber essa bobagem. Mas, para a infelicidade deles – e do Mantrega -, sou carta fora do baralho. Nem tenho imóvel próprio…

      Isso é coisa de gerente sendo pressionado a cumprir metas de concessão de crédito. É coisa que Governo obrigou o BB a fazer. Eles querem que nos endividemos mais e mais.

      MAS, se eles deixarem aceitar a sogra como garantia, eu penso em pegar um creditozinho – que farei questão de não pagar.

      0
      • augusto 29 de maio de 2012 at 04:23

        Só não tente usar o molusco como garantia, pois alem da doença que sempre volta, foi pego com as calças na mão graças a coragem de um ministro do STF, e agora não vale mais nada

        0
    • Annibal 29 de maio de 2012 at 00:45

      Tbm recebi essa msgm…. desespero???

      0
      • Fernandão Bolhudo 29 de maio de 2012 at 01:17

        Muito desespero.
        Meu irmão é gerente no Itaú e a pressão por metas para a venda de produtos (leia-se crédito) aumentou bastante. Mas isso é para tentar impedir os bancos públicos de roubar as carteiras de clientes deles. Pois vontade de emprestar mesmo não haveria. Segundo ele atualmente só tá aparecendo tranqueira para tomar emprestado. Calote na certa.

        0
    • Paulo Rocha 29 de maio de 2012 at 08:25

      Alguem aqui sabe qual é o prazo máximo para se cobrar uma dívida se o devedor se recusa/não tem condicão de pagar? Quando é que essa dívida caduca?

      Eu não sei como isso funciona no Brasil. Na Noruega a dívida caduca depois de tres anos se ambas as partes não negociarem nada e credor não entrar na justica a cada 3 anos.

      0
  • MarceloSK 28 de maio de 2012 at 22:45

    “Enquanto os protestos contra o poder financeiro corriam o mundo esta semana, a ciência pode ter confirmado os piores temores dos manifestantes. Uma análise das relações entre as 43.000 empresas transnacionais identificou um grupo relativamente pequeno de empresas, principalmente bancos, com poder desproporcional sobre a economia global.

    As premissas do estudo têm atraído algumas críticas, mas os analistas de sistemas complexos contatados pelo New Scientist dizem que se trata de um esforço único para desembaraçar o controle da economia global. Empurrando a análise mais além, dizem eles, poderia ajudar a identificar formas de tornar o capitalismo global mais estável.

    A idéia de que alguns banqueiros controlam uma grande fatia da economia global pode não parecer novidade para os participantes do movimento Occupy Wall Street e manifestantes em outros lugares (ver foto). Mas, o estudo feito por um trio de teóricos sobre sistemas complexos no Instituto Federal de Tecnologia da Suíça, em Zurique, é o primeiro a ir além da ideologia para identificar, empiricamente, essa tal rede do poder. Eles combinaram uma matemática muito utilizada para modelar sistemas naturais com os compreensivos dados corporativos, para mapear a titularidade do domínio entre as corporações transnacionais do mundo (TNCs).

    “A realidade é tão complexa, que devemos se isentar de dogmas, pois se pode tratar de teorias de conspiração ou de livre mercado”, diz James Glattfelder. “Nossa análise é baseada na realidade”.
    Estudos anteriores descobriram que algumas TNCs dominam grandes fatias da economia mundial, mas esses estudos incluíram apenas um número limitado de empresas e omitiram suas posses indiretas, portanto, não poderiam dizer como isso afetava a economia global – por exemplo, se isso a tornava mais ou menos estável.

    A equipe de Zurique pôde. De Orbis 2007, um banco de dados que lista 37 milhões de empresas e investidores de todo o mundo, a equipe obteve as 43.060 empresas transnacionais e a participação que as interligavam. Então eles construíram um modelo no qual as empresas controlam outras através das redes de ações (shareholding networks), e usaram também as receitas operacionais de cada empresa, para mapear a estrutura do poder econômico.

    O trabalho, a ser publicado no PLoS One, revelou um núcleo de 1.318 empresas cujos proprietários se misturam (veja imagem). Cada uma das 1318 tinha ligações com outras duas ou mais empresas, e na média elas eram conectadas a 20. Mais ainda, embora elas representem por si só 20 por cento da receita operacional global, as 1318 aparecem por possuírem, coletivamente, através de suas ações das maiores “blue chip” (ações de maior liquidez) e das maiores empresas industriais do mundo – a economia “real” – o que representa mais de 60 por cento das receitas globais.

    Quando a equipe desembaraçou ainda mais essa rede das titularidades, descobriu que as pistas levavam a uma “super-entidade” de 147 empresas ainda mais fortemente entrelaçadas – cujo patrimônio de cada empresa era controlado por outros membros da ‘super entidade’ – que controlavam 40 por cento da riqueza total na rede. “Na verdade, menos de 1 por cento das empresas eram capazes de controlar 40 por cento de toda a rede”, diz Glattfelder. A maioria era de instituições financeiras. Nas vinte maiores se incluíam Barclays Bank, JPMorgan Chase & Co, e The Goldman Sachs Group.

    John Driffill, da Universidade de Londres, um especialista em macroeconomia, diz que o valor da análise não é somente para mostrar que um pequeno grupo de pessoas controla a economia global, mas sim a sua participação sobre a estabilidade econômica.
    A concentração do poder não é bom ou mau em si mesmo, diz a equipe de Zurique, mas as interconexões arrochadas do núcleo poderia ser. Como o mundo testemunhou em 2008, tais redes são instáveis. “Se uma [empresa] sofre revés”, diz Glattfelder “, isso se propaga.”

    “É desconcertante ver como as coisas realmente estão ligadas”, concorda George Sugihara da Scripps Institution of Oceanography em La Jolla, Califórnia, especialista em sistemas complexos que assessorou a Deutsche Bank.

    Yaneer Bar-Yam, chefe do New England Complex Systems Institute (NECSI), adverte que a análise assume que propriedade equivale a controle, o que nem sempre é verdade. A maioria das ações das empresas é possuída por gestores de fundos que podem ou não controlar o que as empresas, que eles possuem parte, realmente fazem. O impacto disso sobre o comportamento do sistema, diz ele, requer mais análise.

    Decisivamente, identificando a arquitetura do poder econômico global, a análise pode ajudar a torná-lo mais estável. Ao encontrar os aspectos vulneráveis ​​do sistema, os economistas podem sugerir medidas para evitar que colapsos futuros se espalham por toda a economia. Glattfelder diz que podemos necessitar de regras antitrustes globais, que por enquanto só existem a nível nacional, para limitar o excesso de conexão entre as empresas transnacionais. Bar-Yam, diz que a análise sugere uma possível solução: as empresas deveriam ser tributadas por inter conectividade em excesso para desencorajar esse risco.

    Uma coisa não vai entoar com algumas das reivindicações dos manifestantes: uma super entidade é improvável que seja o resultado intencional de uma conspiração para dominar o mundo. “Tais estruturas são comuns na natureza”, diz Sugihara.

    Recém chegados a qualquer rede se ligam preferencialmente aos membros já altamente conectados. TNCs compram ações uns dos outros puramente por negócios, não para dominar o mundo. Se o ato de conectar concentra, assim faz a riqueza, diz Dan Braha de NECSI: em modelos semelhantes, o dinheiro flui para os membros mais altamente conectados. O estudo de Zurique, diz Sugihara, “é uma forte evidência de que as regras simples que regem as empresas transnacionais, espontaneamente, premia os grupos altamente conectados”. Ou como Braha coloca: “A reivindicação do Occupy Wall Street, que um por cento das pessoas têm a maioria da riqueza, reflete uma fase lógica da economia que se auto-organiza”.

    Assim, a super-entidade pode não resultar de conspiração. A questão real, diz a equipe de Zurique, é se ela pode exercer um poder político combinado. Driffill sente que 147 seja um numero muito grande para sustentar o conluio. Braha suspeita que elas vão competir no mercado, mas agirão em conjunto nos interesses comuns. Resistir a qualquer alteração da estrutura da rede pode ser um interesse comum.

    O top 50 das 147 empresas super-conectadas:

    1. Barclays plc
    2. Capital Group Companies Inc
    3. FMR Corporation
    4. AXA
    5. State Street Corporation
    6. JP Morgan Chase & Co
    7. Legal & General Group plc
    8. Vanguard Group Inc
    9. UBS AG
    10. Merrill Lynch & Co Inc
    11. Wellington Management Co LLP
    12. Deutsche Bank AG
    13. Franklin Resources Inc
    14. Credit Suisse Group
    15. Walton Enterprises LLC
    16. Bank of New York Mellon Corp
    17. Natixis
    18. Goldman Sachs Group Inc
    19. T Rowe Price Group Inc
    20. Legg Mason Inc
    21. Morgan Stanley
    22. Mitsubishi UFJ Financial Group Inc
    23. Northern Trust Corporation
    24. Société Générale
    25. Bank of America Corporation
    26. Lloyds TSB Group plc
    27. Invesco plc
    28. Allianz SE 29. TIAA
    30. Old Mutual Public Limited Company
    31. Aviva plc
    32. Schroders plc
    33. Dodge & Cox
    34. Lehman Brothers Holdings Inc*
    35. Sun Life Financial Inc
    36. Standard Life plc
    37. CNCE
    38. Nomura Holdings Inc
    39. The Depository Trust Company
    40. Massachusetts Mutual Life Insurance
    41. ING Groep NV
    42. Brandes Investment Partners LP
    43. Unicredito Italiano SPA
    44. Deposit Insurance Corporation of Japan
    45. Vereniging Aegon
    46. BNP Paribas
    47. Affiliated Managers Group Inc
    48. Resona Holdings Inc
    49. Capital Group International Inc
    50. China Petrochemical Group Company

    * Lehman still existed in the 2007 dataset used”

    Texto original:
    http://www.newscientist.com/article/mg21228354.500-revealed–the-capitalist-network-that-runs-the-world.html

    Artigo citado:
    http://arxiv.org/pdf/1107.5728v2.pdf

    0
  • Eumesmo 28 de maio de 2012 at 23:56

    Fizeram dos imóveis ativos de especulação, como se fossem ações no mercado de capitais.

    Quem ganha dinheiro com compra e venda de imóveis são as construtoras e imobiliárias. Quem se acha “o investidor” por comprar um cubículo de 50 m2 na periferia terá grande chance de perder muito dinheiro. Vai perder não por causa de uma bolha, mas simplesmente porque não entende do negócio.

    Alguém acha que a construtora que vendeu um apartamento há dois anos por 60% do valor de hoje fez um mal negócio? Claro que não, podem ter certeza q o lucro dela foi grande. Caso fosse mais lucrativo ela mesma ficaria com imóvel.

    O problema é o esquema de pirâmide que o mercado se transformou, prejudicado por ações governamentais desastrosas. Querer q quem nunca teve condições de comprar carro/imóvel agora compre através de “decreto” não vai dar certo. Quem nunca teve condições de ter tais bens continuará sem ter condições, a não ser q a renda suba (subiu quase nada) ou o valor do bem diminua (ocorreu o inverso).

    Aí o governo retira imposto q todos nós recebíamos, para mais uma vez forçar artificialmente o consumo de carros, não vai dar certo. Depois virá mais um pacote para imóveis, não vai dar certo. O povo é burro e já tá atolado em dívidas dos carnês da geladeira, da chapinha de cabelo, da roupa brega que usam, do carro q teve incentivo primeiro…

    A conta não fecha e quem ficará com o prejuízo seremos todos nós. Caso estoure a bolha, azar o nosso. Se os preços continuassem subindo, seria azar maior ainda o nosso.

    Sinceramente, torço por uma pequena queda no preço dos imóveis e depois que se sustentem até q a inflação (baixa) nivele os preços a níveis aceitáveis ao longo dos anos, este seria o melhor fim que eu vejo para a situação.

    Pena que por ganância de empresários burros e por imperícia de um governo desastrado o estouro esteja cada dia mais evidente. Soma-se a isso o perfil dos “investidores”, coitados desesperados com semestrais, anuais, chaves, taxas e outras bizarrices que não têm condições de pagar. O carro não vale mais nada e não vende pra pagar a semestral, o salário não aumentou, a prestação da TV 3D tá vencendo… ihhh será q vai dar pra desfazer o “negoção” e devolver o apê torto e cheio de vazamento que também não vende? ihhh…

    0
    • augusto 29 de maio de 2012 at 04:20

      Os carros novos abaixaram no máximo 10% e os usados entregues como entrada na compra de novo cairam muito mais que 10%.
      Mas um povo em grande parte babaca não percebe isto.
      E o marketing dos interessados funcionando a todo vapor despeja toneladas de informações para continuar o oba-oba

      0
    • Marvin 29 de maio de 2012 at 08:46

      Mandou bem… mas eu acho que o preço não vai cair um pouco não, vai cair muito… espera só o desemprego aparecer (não podemos esquecer que estamos em uma fase de quase pleno emprego)… o que as pessoas não entendem, é que, infelizmente (ou felizmente, depende do seu momento), a economia é cíclica: tenho apenas 30 anos, e nesse período, eu vi meu pai subir na vida, cair, subir e cair de novo para depois subir… tudo isso em trinta anos. até aí normal, o problema, é que o brasileiro quando sobe um pouquinho, ele não faz um pé de meia para os tempos difíceis (que sempre chegam, parece o desenho do pica-pau, que fica só zoando no verão, e no inverno não tem nada para comer – a velha e boa fábula da cigarra e da formiguinha…), e, obviamente, quanto mais ele se esbalda na bonança, mais se fode depois, porque só sobram dívidas, e aquele dinheirinho que podia ter virado um pezinho de meia, virou um kia soul, um hyundai ixwyz, uma viagem de compras em miami, etc, etc….
      E aí eu fico pensando: “30 ANOS”… trinta anos é uma vida, a maioria dos que embarcaram num financiamento desse nem imaginam o que vão passar nesse período… vão comer merda, e olha que vai faltar merda para alguns…

      0
  • Anonymous 29 de maio de 2012 at 02:30

    Colegas,

    Descobri que o Cirilo mudou-se para os EUA e está oferecendo investimento no MCMV, garantindo rendimento de 75% em 2 anos.

    “http://minhacasaminhavidainvestment.com/investment.php”

    Our Brazilian property investment model offers high returns, security and a ready-made exit strategy. Investors in Minha Casa Minha Vida with Obelisk International receive 100% capital back after 12 months and 75% profit after 24 months within one of the safest investments in Brazilian real estate.

    0
    • Anonymous 29 de maio de 2012 at 02:36

      Embora o servidor esteja localizado no Texas e a página escrita no idioma Ingles, esqueci de mencionar que o telefone para contato é da ESPANHA.

      Tel: 0034 952 820 319

      Esse Cirilo está cada vez mais esperto. Vai vender as propriedades na Espanha para aplicar na Banânia. O esquema é tão sofisticado que o Petrucci deve estar envolvido.

      0
  • Fernandão Bolhudo 29 de maio de 2012 at 02:39

    “CHEGOU A HORA DE REALIZAR O SONHO DA CASA PRÓPRIA, diz SEFODI

    O economista chefe do Sindicato Nacional dos Flanelinhas Imobolhários-SEFODI, John Petrucci, após mastigar uma espécie de selo, disse nesta tarde que os imóveis vão valorizar 45% acima da inflação ainda neste ano.
    Ele acrescentou que esta será a última chance de compra para aqueles que ainda podem tomar financiamento e se enforcar por 30 anos junto ao banco.
    Além disso, ele prevê que será impossível pagar o preço pedido pelos imóveis de acordo com os reajustes e valorizações do próximo ano.
    Nas palavras do representante imobolhário “estamos num período de ajuste, de acomodação do mercado, para, se continuarmos nesse virtuosismo, proporcionado pelo crédito farto, alcançarmos nossa posição de destaque no Guinness Book de imóveis mais incompráveis e ridiculamente caros do mundo”.
    Por fim, ele aproveitou o ensejo para esclarecer que bolha imobiliária é coisa de gringo, americano, espanhol. Aqui é Brasil, terra de IDH invejável, de renda alta e muito bem distribuída.”

    FONTE: http://oglobo.globo.com/imoveis/pega/trouxas-4948960

    0
    • Sol de Sampa 29 de maio de 2012 at 11:26

      Bem, então se eu entendi é pra comprar agora pois o ano que vem não vai ter mais mercado imobiliario pois os preços não vão permitir qualquer compra…
      Será que entendi bem????

      0
  • Felipe Nobre 29 de maio de 2012 at 07:30

    Oportunidade…

    Campanha “90 horas para fechar o negócio da sua vida” oferecerá empreendimentos com até 40% de desconto na Vila Nova São José

    A Gafisa, uma das principais construtoras e incorporadoras do país, promoverá, entre os dias 31/05 e 03/06, um feirão de imóveis exclusivos da marca em seu estande de vendas, localizado na Avenida Cassiano Ricardo, 1303, no bairro Jardim Aquarius, em São José dos Campos. Trata-se da campanha “90 horas para fechar o negócio da sua vida”, ocasião em que os presentes terão a chance de adquirir apartamentos com até 40% de desconto (de acordo com a disponibilidade de estoque).

    Os empreendimentos oferecidos no evento fazem parte do primeiro bairro planejado da cidade, denominado pela Gafisa como Vila Nova São José, uma área que oferece conforto e tranquilidade, servido por completa infraestrutura e localizado próximo a escolas, shoppings e grandes avenidas. “Esta é a primeira vez que oferecemos descontos tão oportunos como este em São José dos Campos. É uma grande oportunidade para aqueles que quiserem adquirir excelentes apartamentos por preços bastante acessíveis”, explica Erika Fugiwara, Gerente de Marketing da Gafisa.

    A marca disponibilizará para venda os empreendimentos Royal (148m2/ 4 dormitórios – obras iniciadas), Portal da Vila (63m2 e 77m2/ 2 ou 3 dormitórios – obras aceleradas) e Pátio Condomínio Clube (90 m2 e 125m2/ 2 a 4 dormitórios – pronto para morar), ambos localizados na Avenida Cassiano Ricardo. Além disso, eles são equipados com a mais completa área de lazer: Ateliê, Brinquedoteca, Child Care, Churrasqueira com forno de pizza, Dog Walk, Espaço gourmet, Espaço mulher, Espaço para fitness, Forno de Pizza, Lounge, Pet Care, Pet Play, Piscina Adulto, Piscina Infantil, Playground, Quadras poliesportivas, Salão de Festas Adulto, Salão de Festas Infantil, Salão de Jogos Adulto, Salão de Jogos Juvenil, Sauna com Descanso e Trilha para Caminhada.

    Serviço – Feirão de imóveis Gafisa SJC – “90 horas para fechar o negócio da sua vida”
    Data: De 31/05 a 03/06
    Local: Avenida Cassiano Ricardo, 1303 – bairro Jardim Aquarius – São José dos Campos
    Horário: 10h às 20h
    Entrada gratuita
    h t t p : / / refrescante.com.br/feirao-de-imoveis-da-gafisa-proporciona-grandes-oportunidades-de-empreendimentos-em-sao-jose-dos-campos.html

    0
  • Pablo 29 de maio de 2012 at 08:28

    Pra quem confia na BOVESPA;

    “Barraco na Bovespa”
    Autor(es): VICTOR MARTINS
    Correio Braziliense – 29/05/2012

    Uma desavença pessoal entre Edemir Pinto, presidente da Bolsa de Valores de São Paulo (BM&FBovespa), e Fernando Heller, sócio-diretor da TOV Corretora, transformou o mercado financeiro em palco de um bate-boca e de disputas judiciais raramente vistos no meio empresarial. A briga tornou a bolsa alvo de desconfiança dos investidores, que acompanham atentamente a confusão. Ontem, a disputa ganhou mais um capítulo, quando a Associação de Acionistas da BM&FBovespa, um grupo aliado de Heller, protagonizou uma marcha movida a samba em frente à sede da companhia, em São Paulo.

    O desafeto de Edemir o acusa de “promiscuidade com os órgãos reguladores”, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e a BSM, a entidade de autossupervisão da BM&FBovespa. Eles afirmam que a bolsa repassou à BSM irregularmente R$ 92 milhões no ano passado. Mas, segundo um técnico da instituição, o dinheiro já pertencia à BSM e integra um fundo com o qual são ressarcidos investidores que tiveram perdas com falhas de corretoras.

    Outra acusação diz respeito a uma sentença judicial em primeira instância que condena a BM&FBovespa, o ex-banqueiro Salvatore Cacciola, o Banco do Brasil e ex-diretores do Banco Central a restituir R$ 24 bilhões aos cofres públicos. O processo é referente à operação de salvamento dos bancos Marka e FonteCidam, em 1999, que teria
    beneficiado os citados na sentença. O grupo de Heller acusa a bolsa de ter escondido a informação dos acionistas antes da assembleia geral de março. A BM&FBovespa garante que a informação já constava do prospecto da abertura de capital da bolsa, ocorrido em 2007.

    A disputa entre Edemir e Heller é antiga e começou antes da fusão da Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F) com a Bovespa. As duas entidades funcionavam como condomínios e, para ter direito a operar no mercado, era necessário possuir um título de sócio. O dono da TOV afirma que, na época, já operava pela Bovespa, mas queria entrar na BM&F. Ele conta que Edemir, após intermediar a venda de um título, negou a autorização, alegando que a TOV não era qualificada. A briga foi parar na Justiça. Com a fusão, as questões de qualificação foram ignoradas e a corretora, como outras que também não atendiam às condições, puderam entrar no mercado.

    “Isso foi um crime, eles não poderiam ter negado a autorização”, disse Heller ao Correio. “É preciso passar tudo a limpo”, afirmou Antônio Rago, vice-presidente da Associação de Acionistas. A TOV tenta ainda, com essas queixas, reverter decisões da CVM e da BSM contra a corretora, que segundo dados das duas entidades, está entre as 10 que mais sofrem reclamações de investidores.

    “É preciso passar tudo a limpo”

    Antônio Rago,
    vice-presidente da Associação de Acionistas da BM&FBovespa

    0
    • Leonardo 30 de maio de 2012 at 11:58

      Pior que vi essa “marcha”. Barulheira imensa aqui.

      0
  • PBR 29 de maio de 2012 at 19:14

    Snhores bolhudos,

    Conforme exaustivamente adiantado aqui neste blog, os fatos econômicos seguem refratários às medidades de estímulo adotadas por margarina e cia. A inadimplência dos compradores de carros em 60x sem entrada já é uma realidade, porém mais importante do que este fato em si, é a implicação do mesmo no nível de emprego. O aumento do desemprego, este sim, pode acelerar o processo de ruptura da bolha imobiliária através do aumento da inadimplência nos empréstimos imobiliários. Pelo visto, este próximo passo da sequência de eventos já bate a nossa porta.

    “http://economia.estadao.com.br/noticias/economia,mercedes-suspende-contrato-de-1500-empregados,114237,0.htm

    Daqui para diante, tenho certeza que tudo ocorrerá de forma mais rápida.

    0
  • Ane 29 de maio de 2012 at 22:44

    A idéia de que aluguel é dinheiro jogado fora é muuuuito forte.
    As pessoas acham que é isso é lógico, não precisa nem fazer conta.

    Outra idéia comum é a de que a pessoa que tá na 1º prestação dos 30 anos tem casa própria e a que tem metade do valor na poupança não tem.

    0
    • xyz 30 de maio de 2012 at 14:10

      Pagar juros também é jogar dinheiro fora.
      Mas mesmo se considerarmos que os juros estão muito “camaradas”, pagar um preço fora da realidade (bolhudo) também é jogar dinheiro fora.

      0
  • vitor 30 de maio de 2012 at 10:45

    Bom dia.
    Hoje a Miriam Leitao simplesmente jogou no ventilador.
    Disse que a bolha imobiliaria na Espanha esta para estourar, disse que foi da mesma forma que estourou nos EUA e explicou, de maneira resumida, como foi: Excesso de credito imobiliario, com taxas baixas, porem com valor dos imoveis acima da media e sem explicacao aparente. Quando estourou, os valores cairam e as pessoas nao comecaram a nao pagar…

    Deixou evidente que no Brasil esta acontecendo a mesma coisa…otima reportagem, simples e direta.

    0
    • Moacir 31 de maio de 2012 at 08:27

      Eu até concordaria com o exposto, mas vindo da Miriam Leitão… Parece que esta comentarista tem o dom da dar bolas-foras em assuntos econômicos, porém acredito que desta vez ela está correta.

      0
  • Chilli 31 de maio de 2012 at 10:23

    Bom dia,

    Estou sempre acompanhando o mercado e acesso o site constantemente, parabens pela iniciativa.

    Bom, recentemente fui em um empreedimento pronto da Even em SP, padrao medio, proximo do metro Butanta, Butanta Club Park. O mesmo já foi entregue em Fev.2012 e ainda haviam unidades a venda, de 184m2.
    Unidades menores de 105m2 e 149,2, ja haviam sido vendidas.

    Estava buscando unidades de 149m2, estas apenas revenda por R$ 700K, no meu entender muito caro ainda. Porem o corretor da Even, com aquele papos de que o m2 custaria pelo menos 6K, que custaria por volta de 900K, po quase 1 MILHAO ! um apezinho.. enfim… nao da ne…

    Mas ai vem o corretor, querendo desovar as 3 unidades de 184m2, que estavam a venda, andar alto e tals, preço de tabela, R$1,1 MILHAO, isso mesmo, ele disse que por 840K, 820K, daria para negociar, disse que era dinheiro facil, aqueles papos, descontinho bom nao, de 260 paus. m2 por cerca de 4,500 ! Porem nao cabe no meu bolso, mas pensei, ja começando a ficar um negocio mais atrativo.

    Entao amigos, 5 dias depois, recebo um email, de um mailing list de outro corretor da Even, com esses mesmos apes de 1,1 milhao, por … adivinhem, R$ 785 K !!! desconto de 30% ! m2 a 4,270 !

    Resumao, o corretor sempre é um cara sacana, ele ja sabia que poderia chegar a 785, porem jogou mais uma margem entre 35 e 50 mil reais.

    Galera, querem uma dica, se forem comprar, na hora de fazer a proposta, se tiverem gostado mesmo do imovel, sem emocao, com razao, chutem o pau da barraca, pq esses caras sao uns sacanas gananciosos.

    Corretor é um cara que quer tirar a barriga da miseria com o seu suor.

    Eu ja comprei e vendi alguns imoveis, e vou dizer as melhores compras foram sem intermediacao, VENDA DIRETA e preço justo.

    Abcs

    Chilli

    0
  • Salles 31 de maio de 2012 at 11:44

    Será que até amanha a GFSA3 chega a 1,99?

    0
  • APRENDIZ 4 de junho de 2012 at 00:08

    Caros colegas especialistas,

    Gostaria de saber o seguinte: quais as implicações financeiras de um eventual estouro de bolha para aqueles que estão pagando seu imóvel devidamente?

    No caso, por exemplo, de inadimplência alta, num cenário onde bancos e construtoras deixam de receber de um grande número de clientes, o o que ocorre com aquele que está pagando suas prestações em dia? Ele é afetado de alguma forma, para melhor ou pior?

    O que ocorreu com os bons pagadores/adimplentes do subprime americano?

    0
    • Cleyton 4 de junho de 2012 at 10:19

      Para os bons pagadores, depois do estouro da bolha percebeu-se que os imóveis não valiam aquilo tudo e o saldo devedor (quer dizer, tirando o que já tinha sido pago) em alguns casos ficou maior do que comprar outro similar, então das duas uma, ou o cara pagava o resto assim mesmo ou deixava de pagar porque não valia mais a pena.

      Subprime seria outro segmento, o camarada não ia mesmo vencer pagar e quando o banco foi tomar não valia aquilo tudo, é outra situação.

      0
  • Cleyton 4 de junho de 2012 at 11:03

    ADVFN: Quebrou: Banco Cruzeiro do Sul sofrerá intervenção hoje

    “O Banco Central deve decretar hoje uma intervenção no Banco Cruzeiro do Sul (CZRS4), segundo reportagem da Agência Estado. O banco ficará sob o Regime de Administração Especial Temporária e o Fundo Garantidor de Crédito cuidará da gestão. Ainda segundo a reportagem os auditores do Banco Central encontraram um rombo de R$1,3 bilhão, criado em condições similares à do banco PanAmericano (BPNM4). Mesmo após rumores de que o banco BTG Pactual, atual controlador do PanAmericano, estaria interessado na compra do Cruzeiro do Sul, as ações da instituição registraram perdas de mais de 40% na semana passada, mostrando que havia algo de errado. As ações preferenciais da instituição também mostraram uma movimentação atípica no dia 18 de maio, registrando um volume de negociação 182 vezes superior à média dos últimos trinta dias. O Banco Cruzeiro do Sul não emitiu nenhuma nota de esclarecimento em relação a este volume atípico de negociação, e emitiu uma nota apenas após solicitação da BM&FBOVESPA sobre a notícia de uma possível venda da instituição veiculada no jornal Valor Econômico, na qual afirmava que analisava permanentemente alternativas estratégicas para seus negócios”

    0
  • Pedro 18 de junho de 2012 at 23:09

    Prezados, conheci esse blog hoje e achei bem interessante. Considerando a experiência de vocês no mercado imobiliários gostaria de saber a opinião de vocês a respeito do meu apartamento. Gostaria de montar uma estratégia para troca do imóvel. O seguinte, comprei ele em 2010 naquela história dos 20% paguei 20 mil durante a construção e hoje possuo um saldo devedor de 100k, sendo que o “valor de mercado” dele hoje é de 220k. Gostaria de saber qual estratégia vocês me indicam para efetuar uma troca futura, considerando qua a bolha estoure em 2 ou 3 anos.

    1. Guardar o dinheiro para amortização em um investimento conservador e daqui 3/4 anos usar esse valor para comprar um outro imóvel apostando em uma queda dos valores. Alugar meu apartamento atual e usar o aluguel para pagar o financiamento do mesmo. (hoje o aluguel está em R$ 1.000 e a prestação no mesmo valor). Pode ser que o aluguel caia, mas daria pra cobrir quase toda a prestação.

    2. Quitar o apartamento o mais rápido possível e usá-lo na troca quando a bolha estourar.

    3. Vender o apartamento hoje por 220k, guardar a diferença de 120K + algumas economias em um investimento e pagar aluguel do próprio AP ou outro semelhante, esperando a bolha estourar para poder comprar outro.

    4.

    0