Valor médio do aluguel no Rio está mais barato – Extra

Você pode gostar...

Comments
  • o paínha dos CAmaradas 30 de julho de 2019 at 11:27

    A OAB transformada em um Sindicato petista de luxo
    30/07/2019 às 10:14

    É absurda a especulação do que quer que tenha ocorrido com o pai do Felipe Santa Cruz, o atual Presidente da OAB, lá no longínquo ano de 1974.

    Contudo, mesmo assim, nesse fato eu estou com o Presidente da República. Todas as pessoas sensatas sabem que o método de ação dos terroristas era com justiçamento mesmo. Na ausência de dados oficiais sobre alguma ação do Exército no exato dia e local onde o pai de Santa Cruz desapareceu, fico mesmo com a dúvida (até mesmo como contraponto ao discurso hegemônico da Esquerda).

    Dou-me sim o direito de duvidar de um relatório produzido pela Comissão da Verdade, criada pelo governo do PT para investigar o que aconteceu com os desaparecidos políticos, visando à concessão de indenizações às vítimas ou a seus parentes pela União, sem a necessidade de passar pelo Judiciário (aliás, se tem pessoas que duvidam do cabedal de provas que foram produzidas no processo criminal que condenou Lula à prisão, e não são criticadas, por que eu não posso duvidar de um relatório produzido por uma Comissão que não tem poder jurisdicional, sem o crivo do contraditório, com a versão de apenas um dos lados?)

    E digo que a especulação é absurda porque é o tipo de assunto que não acrescenta nada de bom para o debate, além de ser extremamente arriscado para o Governo e o Presidente da República, pois é um prato cheio para a mídia canhota e a militância esquerdista o reverberarem e o distorcerem.

    Mas, mais absurdo do que isso, ainda, é o Presidente da OAB utilizar a entidade de classe que preside, que possui a inscrição obrigatória de mais de 1.100.000 de profissionais, que pagam coativamente a anuidade de aproximados R$ 1.000,00 para poderem exercer a profissão, como palanque político para fazer oposição sistemática ao Governo, ofendendo criminosamente autoridades, quando chama o Presidente da República de fascista e o Ministro da Justiça de chefe de quadrilha.

    E para dar aparente sustentação a suas posições, o Presidente da OAB diz que fala em nome dos advogados, e que os seus pronunciamentos são a posição oficial da advocacia brasileira, o que soa quase como uma falsidade ideológica, ou uma usurpação dos poderes que recebeu quando foi eleito para o cargo, já que, ideologicamente, ele representa apenas uma pequena minoria, que aparelhou a OAB e transformou-a em um “bunker” de resistência ao Governo e de ataques sistemáticos ao Presidente de República, indo Felipe Santa Cruz muito além das funções que possui (cometendo, o que se chama em Direito, de atos “ultra vires”).

    Então, deixemos o Santa Cruz morto em 1974 para trás e tratemos do Santa Cruz do presente, o amigo das eminências do PT, cujo escritório recebeu mais de R$ 1 milhão em contratos sem licitação com a Petrobras na época petista no Poder, contratos esses que atualmente estão sob suspeita.

    Arrumemos, rápido, uma maneira de removê-lo do cargo e de devolver a nós, advogados, a dignidade na profissão e de não sentirmos, mais, vergonha de sermos obrigados a nos filiar a uma entidade que se transformou em um sindicato petista de luxo, no qual o discurso “Lula livre” e a mortadela da militância barata foram substituídos por “defesa intransigente da democracia contra o fascismo e o autoritarismo” e anuidades de R$ 1.000,00 de todos os filiados.

    Esse sim, deve ser o nosso foco.

    36+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 30 de julho de 2019 at 20:49

      É muita canalhice. O pai dele foi morto por bandidos de esquerda e agora ele defende bandidos de esquerda.
      https://www.youtube.com/watch?v=ob7sKiuo7dU

      23+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • tmarabo 31 de julho de 2019 at 11:48

        é só entrar no site da “omissão” da verdade, colocar na pesquisa o nome do Santa Cruz e vai aparecer o relatório da “omissão”, que eu vou resumir: os militares estavam vigiando o Santa Cruz, ele sumiu, logo, foi o regime militar. É só isso que consta no documento da comissão que “reconheceu” a morte do Santa Cruz pai, é um presunção pra lá de elástica.
        não precisam acreditar em mim, é só seguir os passos, bem simples.

        9+
  • o paínha dos CAmaradas 30 de julho de 2019 at 11:29

    Impasse
    Estado quer repassar imóveis para abater dívida com os municípios na Saúde
    Estudo realizado encontra resistência entre prefeitos, que precisam do dinheiro em mãos para custeio

    Devendo cerca de R$ 13,7 milhões para a Saúde dos municípios da região de abrangência do Jornal VS, o governo do Estado cogita repassar imóveis às prefeituras para quitar parte do passivo acumulado entre 2014 e 2018. Essa intenção foi formalizada pelo governo Eduardo Leite junto à Associação dos Municípios do Vale do Rio dos Sinos (Amvars), como uma alternativa para pagar aquilo que o Estado não conseguiu empenhar. No mês de maio, o governador anunciou o pagamento, em 16 parcelas, de parte do passivo total, calculado em R$ 1,1 bilhão. Foram empenhados R$ 488 milhões e outros R$ 216 milhões parcelados em 16 vezes. O restante, que soma cerca de R$ 480 milhões, seria abatido por meio da troca de imóveis.

    Foto por: Priscila Carvalho/GES-Especial
    Descrição da foto: Antigo Fórum, na Av. João Corrêa, está desocupado
    Imóveis

    A proposta de troca de imóveis pelas dívidas não empenhadas ocorreu no início do mês, durante a posse do novo presidente da Famurs, Eduardo Freire. De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde, o governo já fez o levantamento dos débitos individuais com as prefeituras e dos imóveis disponíveis nas cidades. O próximo passo será elaborar um projeto de lei estadual que contemple esse encontro de contas e submetê-lo à apreciação dos deputados, o que deve ocorrer nos próximos meses.

    O acordo foi debatido pela Famurs durante assembleia geral na última quarta-feira. Sobre o montante da dívida não empenhada, Freire foi incisivo no prazo. O presidente da Famurs afirmou que o governo do Estado terá 60 dias para apresentar à Assembleia Legislativa um projeto de lei autorizando o acordo de dação imobiliária.

    A estimativa, ainda segundo a Famurs, é que em até 90 dias o Piratini tenha o aval para a utilização de imóveis do Estado no abatimento da dívida com os municípios. “Isso não resolve o problema da maioria dos municípios, mas pode diminuir significativamente os valores, já que de 40 a 60 municípios no Estado demonstraram interesse na proposta”, observa Freire. A Famurs orientou as associações regionais para que organizem uma lista de propriedades de interesse das administrações municipais a serem negociadas em troca das dívidas e informem à federação. Em São Leopoldo, um dos prédios que pertencem ao Estado e poderia ser repassado é o do antigo Fórum, na Avenida João Corrêa.

    Vanazzi, Link e Fátima não mostram otimismo
    Prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi elogia o parcelamento de parte do passivo do Estado com a Saúde do Município, mas lembra que o maior gargalo, para São Leopoldo, está na sub-orçamentação do Hospital Centenário, cujo repasse mensal de R$ 255 mil é considerado insuficiente. Sobre a intenção de repassar imóveis, ele é pessimista. “Isso pode levar muito tempo para transferência e os municípios efetivamente venderem. E geralmente um bem público tu não consegue colocar em custeio, para compra de equipamentos ou pagamento de exames, tu tem que colocar em patrimônio. O segundo problema é que em uma crise financeira, os imóveis são pouco valorizados pelo mercado. Vai resolver problema do Estado, mas o Município, pra receber esses valores, vai levar muito tempo”, avalia.

    Por meio da assessoria de comunicação, o prefeito de Sapucaia, Luis Rogério Link, emitiu opinião parecida com a de Vanazzi, já que o recurso seria imobilizado, enquanto o município precisa de dinheiro no momento.

    Esse também é o entendimento da prefeita de Novo Hamburgo, Fatima Daudt, que preside a Amvars. “Pagar esses atrasados por meio de imóveis como está sendo sugerido e estudado não vai resolver o problema de caixa dos municípios. Eles já desembolsaram o dinheiro e precisam de caixa, e não de imóveis. Não se pode pagar a manutenção das unidades de saúde, hospitais, tratamento oncológico, gesso e medicamentos com imóveis. Prédios próprios, a maioria dos municípios possui”, afirma.

    11+
    • avatar
  • o paínha dos CAmaradas 30 de julho de 2019 at 11:30

    Metade dos imóveis urbanos no país não tem escritura
    São nada menos que 30 milhões de propriedades nessa situação. Em Minas, 3 milhões não têm registro
    Luiz Ribeiro
    postado em 28/07/2019 06:00 / atualizado em 28/07/2019 07:40
    Bairro Jatobá, no Barreiro, em Belo Horizonte, também está em processo de regularização de registro, uma demanda que atinge todos os bairros, independentemente do poder aquisitivo dos proprietários (foto: ALEXANDRE GUZANSHE/EM/D.A PRESS)
    Bairro Jatobá, no Barreiro, em Belo Horizonte, também está em processo de regularização de registro, uma demanda que atinge todos os bairros, independentemente do poder aquisitivo dos proprietários
    (foto: ALEXANDRE GUZANSHE/EM/D.A PRESS)
    Moradora de Virginópolis, de 10 mil habitantes, no Vale do Rio Doce, a técnica em enfermagem Suely Alves do Perpétuo Silva diz que realizou um verdadeiro sonho ao receber a escritura do imóvel onde a família mora há mais de 10 anos. No Norte do estado, em Mirabela, o comerciante Elias Soares da Fonseca ainda aguarda ansiosamente para ter em mãos a documentação do seu estabelecimento na chamada “terra do santo”, área que tem São Sebastião como “dono”, desde que fazendeiros doaram uma gleba para o santo no fim século 19.

    SAIBA MAIS
    20:35 – 27/07/2019
    Veja detalhes de depoimentos de suspeitos de hackear autoridades brasileiras
    20:29 – 27/07/2019
    Líder indígena é morto a facadas no Amapá; políticos veem ação de garimpeiros
    17:40 – 27/07/2019
    Em jogo do Palmeiras, Bolsonaro vai ao gramado e posa para fotos com crianças
    A situação da técnica em enfermagem e do comerciante está relacionada a um problema histórico, que atinge milhões de brasileiros – maciçamente, a população de baixa renda –, afetando duramente a economia e que está sendo amenizado por uma lei promulgada recentemente: a falta de legalização dos imóveis urbanos. De acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento Regional (que incorporou o antigo Ministério das Cidades), cerca de 50% dos imóveis no Brasil têm algum tipo de irregularidade. São 60 milhões de domicílios urbanos, sendo 30 milhões irregulares – ou seja: os seus ocupantes nunca foram a um cartório para providenciar a escritura. Em Minas, levantamento aponta que 3 milhões de imóveis são irregulares, segundo o Colégio Registral Imobiliário de Minas Gerais (Cori-MG).
    Continua depois da publicidade

    PUBLICIDADE

    Loteamento à revelia da lei

    A “informalidade” dos imóveis não distingue classes sociais: vai de favelas a condomínios de luxo. As causas da situação irregular também são diversas, indo desde as invasões a loteamentos que foram criados à revelia da lei – ou que não foram aprovados e não registrados – passando também pela venda ilegal de imóveis e por outros motivos, como a “doação para o santo”, que ocorre em outros municípios brasileiros, além de Mirabela. Além de acentuar o crescimento desordenado e a infraestrutura precária das cidades, ela acarreta enormes prejuízos econômicos para o país ao abrir caminho para a sonegação fiscal, fazendo com que a União, estados e municípios deixem de arrecadar bilhões em tributos como o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) e o Imposto de Renda (IR). Também provoca perdas para o comércio e para o sistema financeiro, já que, sem o documento legalizado, os proprietários não podem oferecer os imóveis em garantia de financiamentos, com dificuldades até para fazer cadastros e ter acesso a empréstimos e crediários, por exemplo.

    As perdas com a irregularidade imobiliária são ressaltadas pelo advogado Renato Góes, presidente da Comissão de Regularização Fundiária da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de São Paulo. Ele é um dos autores da Lei Federal 13.465/17, a chamada “Reurb” (Regularização Fundiária Urbana) e que também abrange a questão de interesse social (“Reurb-S”), destinada à população de baixa renda e que tem o objetivo de legalizar a situação dos milhões de proprietários urbanos “sem escritura”. Foi iniciado em Minas um projeto de legalização desses imóveis, com base na Reurb-S, que beneficia moradores de Belo Horizonte e várias outras cidades mineiras. A iniciativa é do Cori-MG, que oferece apoio técnico às prefeituras, capacitando servidores sobre os procedimentos previstos na nova legislação para a regularização dos imóveis das pessoas de baixa renda.

    O advogado afirma que o percentual elevado de imóveis irregulares é um problema que se arrasta desde o descobrimento do Brasil. “Deve-se ressaltar que a irregularidade fundiária é um problema complexo que surgiu em 22 de abril de 1500 e vem se agravando a cada dia”, diz. “O problema começou em 1500, pois a legislação aplicada por Portugal não foi capaz de regrar o uso do solo brasileiro em face de sua dimensão e peculiaridade. Durante três séculos o Brasil insistiu no sistema de sesmarias, criado em Portugal em 1375 para outra realidade fundiária bem diversa da brasileira”.

    CAUSAS MÚLTIPLAS

    Entre as várias causas do quadro irregular, Góes aponta “a equivocada e antiga máxima de que o direito de propriedade é absoluto, irrestrito e ilimitado, o excesso de normas e conflito de competências entre os entes federativos, a ausência de política pública específica, confusão de regularização fundiária com política habitacional; ausência ou ineficiência do controle do uso do solo, crescimento populacional desenfreado e ausência de planejamento urbano”, além da crise econômica e da especulação imobiliária.

    O diretor do Departamento de Regularização Fundiária do Cori -MG, José Celso Ribeiro Vilela de Oliveira, salienta que uma das razões da falta de documentação dos terrenos é que “o processo de urbanização massiva enfrentado em nosso país nas últimas décadas do século 20 se deu sem organização ou controle”. Ele lembra que, “ao parcelar uma gleba, o loteador tem deveres para com a municipalidade e a coletividade”, devendo transferir um percentual de áreas públicas para que a prefeitura possa instalar serviços como postos de saúde, escolas e áreas verdes.

    “É do loteador o ônus de custear as obras de infraestrutura e todo esse plano de loteamento deve ser previamente aprovado pelo município. Em seguida, a documentação deve ser apresentada ao registro de imóveis, como condição para que se possa legalmente vender os lotes, pois há necessidade de proteger os consumidores dessa oferta pública. Contudo, em regra, nada disso vinha sendo observado e os municípios, salvo poucas exceções, não exerceram satisfatoriamente seu papel fiscalizador. Por outro lado, diversas áreas públicas, dos municípios, do estado ou da União foram objeto de ocupação irregular”, relata o diretor do Cori-MG.

    Continua depois da publicidade

    Quanto ao fato de o problema da irregularidade fundiária urbana atingir mais as áreas carentes, José Celso Oliveira explica: “A propriedade imobiliária é um ativo econômico. Como tal, as áreas com melhor localização e vocação do uso urbano são mais valorizadas. Portanto, o valor de venda de lotes nessas áreas é suficiente para o loteador arcar com o alto custo de parcelar regularmente um terreno. O inverso ocorre nas áreas menos valorizadas, ao que se normalmente agrega o alto custo de obras de infraestrutura, pois, na maioria das vezes, também a topografia é desfavorável”.

    Vantagens econômicas da regularização fundiária

    O advogado Renato Góes destaca que a regularização fundiária urbana, facilitada pela Lei da Reurb, da qual ele foi um dos autores, apresenta vantagens com bons resultados para a economia. “A regularização fundiária gera vantagens de diversas searas (jurídicas, urbanísticas, ambientais e sociais) e a melhoria dessas searas gera ganho econômico às pessoas que residem no núcleo regularizado, às pessoas que moram na cidade, ao poder público (municípios, estados e União)”, afirma Góes.

    “A primeira vantagem econômica é a valorização imobiliária de quem passa a ter um título de propriedade, que permite não só dar segurança jurídica ao ocupante, mas também ao eventual adquirente, além de permitir e facilitar o uso do sistema financeiro, valorizando os imóveis então irregulares. Um imóvel fundiariamente regularizado será dotado de infraestrutura e gerará ganhos diversos, impactando na economia local”, acrescenta.

    O diretor do Cori, José Celso Oliveira, também destaca as vantagens da regularização. “A Reurb permite valorização dos imóveis, possibilitando mais investimentos públicos para as áreas, até mesmo com recursos federais e internacionais. Além disso, os proprietários podem obter financiamentos para melhoria das moradias ou para abrir empreendimentos a juros mais baixos”, enfatiza. Ele ressalta que os municípios também são beneficiados. “As administrações públicas passam a arrecadar tributos, como IPTU e ITBI, possibilitando que o município se desenvolva com qualidade e aprimore a prestação de serviços para a população. Em diversos casos, a Reurb é acompanhada da melhoria dos equipamentos públicos e de infraestrutura urbana, que passam a ser oferecidos à população”, observa.

    De acordo com o Cori-MG, vários municípios já iniciaram a regularização de imóveis pela Reurb-S, englobando os núcleos urbanos informais ocupados predominantemente por população de baixa renda. Entre os municípios que desenvolvem a ação estão Belo Horizonte (bairros Jatobá, São Lucas, Itaipu, Urucuia e Jardim Leblon, entre outros), Brumadinho e Vespasiano (região metropolitana), Inhapim (Leste), Nova Porteirinha e Janaúba (Norte), Novo Cruzeiro e Catuji (Vale do Jequitinhonha) e Virginópolis (Vale do Rio Doce). Segundo dados do Cori-MG, os números de imóveis regularizados no estado por meio do projeto subiram de 3.761 em 2017 para 5.245 em 2018. Em 2019, já foram 4.498 terrenos e construções “legalizados” em Minas.

    O diretor do órgão ressalta que a regularização dos núcleos urbanos exige ação coletiva, envolvendo o poder público e a comunidade. “As palavras de ordem para a regularização ir adiante em um município são coordenação de esforços e escala. Os municípios são os grandes atores responsáveis por realizá-las, mas a população deve se organizar para solicitar a demanda. E não adianta tentar a regularização individual ou de poucas casas. Quanto maior a escala de contratação, mais baixo fica o custo individual”, assegura José Celso.

    INSERÇÃO NA ECONOMIA

    O professor Pedro Seixas, coordenador do MBA em gestão de negócios de incorporação e construção imobiliária da Fundação Getulio Vargas, salienta que o índice de 50% de imóveis é um problema que precisa ser enfrentado. “Mas é preciso entender como esse percentual de imóveis irregulares está distribuído entre as classes sociais e em quais regiões ele se encontra. Temos a questão das favelas e das construções irregulares, mas a informalidade não é exclusividade dos imóveis mais baratos e mais precários”, informa Seixas.

    Ele ressalta que a falta dos títulos de posse dos terrenos e das construções “cria uma barreira” para os proprietários, por não terem como dar o patrimônio como garantia em empréstimos. O especialista enfatiza a importância da regularização para a inclusão das pessoas na economia. “A formalização dos imóveis vai trazer vantagens econômicas para uma população que fica à margem do sistema financeiro. A partir da regularização, teremos a inserção econômica de muitas famílias”, afirma.

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • o paínha dos CAmaradas 30 de julho de 2019 at 11:31

    Feirão de imóveis tem entradas a partir de R$ 100
    O evento contará com aproximadamente 200 unidades disponíveis para negociações e as respostas com a análise de crédito dos interessados sairá no mesmo dia, segundo os organizadores

    Da Redação / [email protected]
    Publicado em 30 de julho de 2019 às 06:00
    Manaus – Nos próximos dias 2, 3 e 4 de agosto, a partir das 9h, a City Imobiliária, em parceria com a RD Engenharia, realiza a primeira edição do Feirão da Casa Própria. Com oportunidades de entrada a partir de R$ 100, o evento contará com cerca de 200 unidades disponíveis para negociações, além do mais, a resposta com a análise de crédito sairá na hora.

    O evento vai ocorrer na sede da City Imobiliária, no Vieiralves (Foto: Perspectiva de projeto/City Imobiliária)

    De acordo o corretor e proprietário da City imobiliária, Alexandre Moreira da Silva Júnior, o evento vai ocorrer na sede da City Imobiliária, localizada na Rua Rio Jutaí, nº 1025, Vieiralves. Segundo ele, o Feirão será uma mega oportunidade para quem deseja sair do aluguel. “A importância do evento é tentar passar a mensagem de que por participarem grandes empresas, o evento vai tomar uma proporção muito grande, o que será muito positivo para quem deseja ter a casa própria de forma fácil sem dor de cabeça”, diz.

    Uma das facilidades listadas por Alexandre é a entrada com apenas R$ 100. “No Feirão, esse valor poderá ser lançado como entrada na casa própria. Teremos ainda as menores taxas de juro do mercado, a oportunidade de utilização do FGTS, apartamentos com ITBI e registro gratuitos, subsídios de até R$ 23,2 mil, ou seja, é a oportunidade de o cliente ganhar esse valor pago pelo governo federal por meio do programa Minha Casa, Minha Vida, entre outras facilidades”, completou.

    Para comparecer ao Feirão, será necessário obter em mãos alguns documentos específicos, sendo eles: RG, CPF ou CNH, comprovante de estado civil (certidão de nascimento, certidão de casamento, certidão de casamento com averbação caso seja separado ou divorciado ou certidão de casamento e de óbito caso seja viúvo). Será ainda necessário levar comprovante de endereço no próprio nome ou em nome dos pais, contracheques dos últimos três meses, declaração de imposto de renda de pessoa física completa, com recibo de entrega referente ao último exercício e o extrato analítico do FGTS.

    Desde que a empresa City Imobiliária foi inaugurada em 2015 em Manaus, aproximadamente 1,1 mil famílias adquiriram sua casa.

    De acordo com o proprietário da City Imobiliária, Alexandre Moreira Júnior, a empresa nasceu de um resultado de mais de 7 anos de trabalho desenvolvido no mercado imobiliário. Trabalho iniciado dentro da Global Brasil Brokers em Manaus.

    Outra informação que a empresa destaca é o seu Valor Geral de Vendas (VGV) que ao longo desses quatro anos, já está na marca dos R$ 300 milhões.

    7+
  • bolha_dos_pampas 30 de julho de 2019 at 11:42

    Está cada vez mais difícil pinçar as informações úteis do blog em meio ao chorume. Se não pararem de alimentar os trolls ou o boss não intervir vou deixar de visitar estas paragens por uns tempos

    55+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • socrates 30 de julho de 2019 at 11:55

      É justamente esse o plano

      22+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • tmarabo 31 de julho de 2019 at 11:52

        plano de quem? do CA, do Charles???

        5+
    • Coelho da pascoa 30 de julho de 2019 at 18:45

      O máximo que estes trolls podem fazer é vomitar suas teorias fracassadas, são minha maior motivação em ler o blog, saber que uma améba vem aqui, lê e não entende, imagine quem não lê! Trolls sempre vieram aqui, foi triste o fim da Tia KY, menino do Rio, etc.
      Mas respeito pontos de vista que embora sejam contrários tem fundamento, acho que quem mais perde de parar de ver o blog é quem sai.

      21+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • chainsling 31 de julho de 2019 at 11:37

      Concordo plenamente. O conteúdo desse fórum é muito melhor que o outro lado que também frequento. Mas cada dia me dá mais preguiça de ficar passando por centenas de mensagens aqui com brigas de ego entre ilustres anônimos pra poder achar a parte boa.

      13+
      • avatar
      • Exterminador de Corvos 7 de agosto de 2019 at 13:17

        Amigo, por acaso vc poderia indicar o endereço “do outro lado”? Tem um colega que postava aqui que sumiu, eu creio que ele frequenta lá. Mas independentemente do conteúdo aqui e lá (que não sei qual é) eu gostaria de verificar.

        At.te

        0
    • tmarabo 31 de julho de 2019 at 11:51

      chorume e trolls são sempre os outros….
      o boss vai intervir pra quê??? pra expulsar o CA, que é o maior xingador do blog??? que trata quem discorda dele como mau caráter, um mentiroso, um malicioso???

      6+
  • Alemon Fritz 30 de julho de 2019 at 12:50

    tipo queda estável de 30 a 50%, hahaha
    “os preços para locação no Rio vêm caindo desde 2015 (estima-se que entre 30% e 50%).”
    e

    Prejuízo a longo prazo: esticar financiamento de imóvel para baratear prestação sai caro:
    Com preços em queda, momento é bom para comprar. (kkkk)
    O mercado de imóveis em Belo Horizonte passa por um período de queda de preços, por isso pode ser um bom momento para comprar. Nos últimos quatro anos, a redução foi de 21,2%. O percentual, já descontada a inflação do período, foi calculado pelo Instituto Data Secovi, … (CMI/Secovi).

    Por sua vez, na mesma base de comparação, o total de imóveis vendidos recuou 10,6%. Portanto, bom período para quem deseja comprar um imóvel, segundo o diretor da CMI/Secvi, Leonardo de Bessas Matos, que também é sócio-diretor da Hypólito Corretora de Imóveis e da Ello Urbanismo e Construções.(kkkk óbvio)

    Segundo ele, os preços caíram devido à baixa procura, “consequência da recessão mais severa da história do Brasil”. O cenário, acredita o especialista, não deverá mudar em curto prazo….

    Daniele fez uma simulação de um imóvel em São Paulo, onde a média do metro quadrado é mais cara que o de BH.., para ilustrar sua fala com números. …, considerou um empréstimo bancário de R$ 400 mil para a compra de um apartamento de R$ 700 mil. A cada cinco anos, neste caso, o gasto a mais seria de R$ 92 mil.

    “Se o crédito de R$ 400 mil for pago em 15 anos, esse montante chegaria a R$ 680 mil ao fim do período. Porém, se aumentássemos o prazo para 20 e 25 anos, o comprador teria de arcar, com R$ 772 mil e R$ 865 mil. Reparem que, a cada 5 anos, a diferença do valor total financiado vai aumentando em R$ 92 mil”.

    dedução: se comprar pra alugar não consegue: em 15 anos o aluguel seria de quase 4k, em 25 anos seria de 3k ao mês… kkk prum ap de 400k..

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • socrates 30 de julho de 2019 at 13:25

      considerando que o custo de construção não chega a 1,5k o m2, na prática ela está enriquecendo o possuidor do imovel/terreno.

      O pior de tudo é o estado aportar seu escasso $$$ nisso. Quem não se lembra do fgts financiando bolhudos de 1,5 mi?

      $$$ público, se para moradias, deveria ser só em projetos habitacionais. Imóveis pouco mais caros que o real preço de custo (sem corrupção) , pois há garantia de pagamento e lucro pode ser planejado de antemão. Basta construir os imoveis em terrenos com farto acesso a transporte publico, preferencialmente metro, nas grandes cidades.

      13+
      • avatar
  • Alemon Fritz 30 de julho de 2019 at 13:02

    kkk

    -Mirabela: Santo é dono de metade das terras de cidade mineira.

    Metade dos imóveis do município do Norte do estado não tem escritura porque grande parte das terras foi “doada” para São Sebastião no século 19 e é administrada pela Igreja Católica. kkkk
    onde a estimativa é de que metade dos cerca de 9 mil imóveis não é regularizada.

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • socrates 30 de julho de 2019 at 13:27

      Centro do Rio de Janeiro, é você????

      “imunidade no IPTU” e falta de um registro público transparente

      Não tem jeito. Mesmo quando não queremos fazer gol, eles sempre fazem contra…
      Arriba, Banania!

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • CA 30 de julho de 2019 at 13:12

    Sobre o tópico:

    Temos uma “corrida” relacionada a queda de preços dos imóveis, seja para aluguel ou venda:

    Cenário 1: quando um proprietário resolve alugar seu imóvel e não encontra inquilino após um longo período, é obrigado a reduzir o preço. Se o proprietário fica “revoltado” e acha “injusta” a redução de preço, desiste e coloca para vender o imóvel, entrando automaticamente no cenário 2 logo abaixo;

    Cenário 2: quando um proprietário não consegue vender seu imóvel após um longo período, baixa o preço. Se o proprietário fica “revoltado” e acha “injusta” a redução de preço, desiste e coloca para alugar o imóvel, entrando automaticamente no cenário 1 logo acima;

    Conclusão:

    Pela relação entre cenários 1 e 2 acima, temos super-oferta crescente de imóveis tanto para vender quanto alugar, o que intensifica este círculo vicioso.

    Outro ponto que intensifica o círculo vicioso acima:

    Os preços dos imóveis tanto para aluguel quanto venda, continuam FORA DOS FUNDAMENTOS, ou seja, completamente incompatíveis com a renda das famílias e com a condição real que elas tem de pagar por estes imóveis. Isto se traduz de diversas formas, desde o aumento que tivemos nos últimos anos quanto ao “déficit habitacional” que tem como causa o custo do aluguel acima de 30% da renda familiar, até pesquisa do CRECI SP de fevereiro/2014 (depois piorou com crise e queda na renda líquida e real) que mostrou um gigantesco número de imóveis vazios esperando por inquilinos onde quitinetes custavam mais de R$ 1.000 por mês só de aluguel (fora o condomínio), fora os mais de 40 mil flats para alugar em São Paulo que aguardam inquilinos HÁ ANOS.

    E quanto mais adiarem o inevitável e continuarem PEDALANDO e MAQUIANDO, pior vai ficar a situação acima, que tira renda de proprietários de imóveis, rouba liquidez da economia, dentre INÚMEROS outros prejuízos que afetam a todos…

    36+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • socrates 30 de julho de 2019 at 13:29

      “Os preços dos imóveis tanto para aluguel quanto venda, continuam FORA DOS FUNDAMENTOS, ou seja, completamente incompatíveis com a renda das famílias e com a condição real que elas tem de pagar por estes imóveis”

      E a função social da propriedade ó ….

      15+
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 30 de julho de 2019 at 13:47

      É a lei da oferta X procura agindo, apesar das distorções, como

      – Financiamentos imobiliários inadimplentes que não foram executados
      – Leilões imobiliários sem lances
      – Idosos que preferem morrer abraçados aos seus castelos de tijolos do que baixar o preço
      – Imóveis fechados ou abandonados
      – Imóveis para a baixa renda com preço subsidiados pelos pagadores de impostos
      – Etc

      34+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 30 de julho de 2019 at 13:18

    fora que não temos dados corretos de usados

    -Financiamento escasso derruba vendas de imóveis usados em maio …
    Jornal Dia a Dia-30 de jun de 19
    Os bancos financiaram pouco mais de um terço dos imóveis usados vendidos na cidade de São Paulo em maio (34,21% do total),
    (somando: queda de 10% nas vendas, e queda de 60% nos usados..)- GO aluguel..

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • o paínha dos CAmaradas 30 de julho de 2019 at 13:31

    Trump elogia Bolsonaro e diz que deseja acordo de livre-comércio com Brasil
    Trump elogia Bolsonaro e diz que deseja acordo de livre-comércio com Brasil
    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na Casa Branca – AFP

    AFP

    30/07/19 – 11h32 – Atualizado em 30/07/19 – 13h28
    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta terça-feira que deseja negociar um acordo de livre-comércio com o Brasil, em meio a elogios a seu colega brasileiro, Jair Bolsonaro, “um grande cavalheiro”, com quem disse ter um “relacionamento fantástico”.

    “Tenho um ótimo relacionamento com o Brasil. Tenho um relacionamento fantástico com o presidente. Ele é um grande cavalheiro. Acho que ele está fazendo um ótimo trabalho”, disse Trump aos jornalistas na Casa Branca.

    “Vamos trabalhar em um acordo de livre-comércio com o Brasil. O Brasil é um grande parceiro comercial”, insistiu.

    O secretário de Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, está nesta semana no Brasil para promover o intercâmbio bilateral.

    A visita de Wilbur, a primeira de um secretário de Comércio dos Estados Unidos ao país desde 2011, busca fortalecer o compromisso do governo Trump “com um forte relacionamento comercial e econômico com o Brasil”, segundo um comunicado oficial.

    Wilbur participará nesta terça-feira da comemoração dos 100 anos da Câmara de Comércio dos Estados Unidos no Brasil (Amcham Brasil) em São Paulo e na quarta viajará a Brasília para se encontrar com Bolsonaro, com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e com o da Infraestrutura, Tarcísio Freitas.

    10+
    • avatar
  • o paínha dos CAmaradas 30 de julho de 2019 at 13:32

    Trump diz que vai trabalhar em acordo comercial com Brasil
    Presidente americano disse que o Brasil ‘cobra um monte de tarifas’, mas ‘ama o relacionamento’ com o país

    30.jul.2019 às 12h15
    Atualizado: 30.jul.2019 às 12h26
    Ouvir o texto
    Diminuir fonte Aumentar fonte
    WASHINGTON | REUTERS
    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta terça-feira (30) que sua administração vai buscar um acordo comercial com o Brasil. A aproximação dos países pode abrir portas para uma possível solução de disputas comerciais anteriores.

    Bolsonaro cumprimenta o presidente americano, Donald Trump, durante reunião bilateral entre os dois – Brendan Smialowski-28.jun.2019/AFP
    “Vamos trabalhar em um acordo de livre comércio com o Brasil”, disse Trump a repórteres na Casa Branca sem dar mais detalhes.

    O governo Trump impôs tarifas sobre o aço e o alumínio ao Brasil e a outros países no ano passado, ao tentar fortalecer a indústria de metais dos Estados Unidos em meio à sua agenda “América Primeiro”.

    Desde então, o presidente Jair Bolsonaro venceu as eleições presidenciais com uma vitória muitas vezes comparada a de Trump, com sua política conservadora e populista, e já visitou a Casa Branca.

    “O Brasil é um grande parceiro comercial. Eles nos cobram um monte de tarifas, mas, fora isso, nós amamos o relacionamento”, disse Trump a repórteres, quando também elogiou Bolsonaro.

    7+
  • o paínha dos CAmaradas 30 de julho de 2019 at 13:34

    Trump quer acordo comercial do Brasil e diz que Bolsonaro é “grande cavalheiro”
    SALVAR
    Economia 30.07.19 12:49
      
    Em conversa com jornalistas, Donald Trump disse o seguinte:

    “Tenho um ótimo relacionamento com o Brasil. Tenho um relacionamento fantástico com o presidente (Bolsonaro). Ele é um grande cavalheiro… Acho que ele está fazendo um ótimo trabalho. Vamos trabalhar em um acordo de livre comércio com o Brasil. O Brasil é um grande parceiro comercial.”

    Um gentleman.

    7+
  • CA 30 de julho de 2019 at 14:10

    Sobre o tópico: por que o RJ é o local em situação mais CAÓTICA, onde a CEF oferece 30% de desconto nos financiamentos, onde vemos notícias mais constantes sobre quedas de preços, aumento em violência, etc?

    Porque foi no RJ que ocorreram os maiores ABUSOS!

    A combinação de euforia com o crescimento de preços do Petróleo internacionalmente, causada por efeitos em cascata de QE americano => juros menores globalmente => aumento de consumo de commodities => aumento de consumo de combustíveis, mais euforia irracional com copa do mundo combinada com olimpíadas poucos anos depois e ambos tendo o RJ como um dos palcos (promessas UFANISTAS sobre super-melhorias viárias em toda a cidade do Rio de Janeiro e também promessa de uma “invasão de turistas” a partir dali, alimentando a bolha imobiliária com preços de imóveis ainda mais distantes dos fundamentos do que em outras localidades) e mais a DISPARADA no aumento do salário do funcionalismo público, já como consequência das demais euforias mencionadas aqui, fez com que os preços de imóveis no Rio de Janeiro ficassem os mais distantes do patamar razoável em todo o país, principalmente a partir do momento em que a volta à REALIDADE aconteceu e todas estas FANTASIAS se dissolveram, trazendo INÚMEROS outros problemas à tona.

    “Moral da história”: quanto mais se PEDALA, quanto mais se plantam expectativas UTÓPICAS, maiores serão as DISTORÇÕES, em especial para aqueles produtos e serviços que forem de renda variável, como no caso de bolsa de valores e imóveis, que verão os preços dispararem completamente fora dos FUNDAMENTOS, gerando INÚMEROS problemas depois, como vemos no caso do RJ.

    Em outras palavras, no nosso cenário atual, se voltarmos a baixar a SELIC de forma intensa, combinando com disparadas em crédito, bolsa calote e outras ações APELATIVAS como tem sido prometido, a esta altura do campeonato será como aquele cara que encheu a cara, está com um começo de ressaca forte e vem um colega e fala para ele tomar mais algumas doses que a ressaca “passa”, na realidade, ele vai adiar a ressaca e garantir que ela será MUITO MAIOR depois e dependendo do quanto repetir este esquema e da intensidade do mesmo, poderá parar em uma UTI por overdose…

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 30 de julho de 2019 at 20:58

      1º No Hell de Janeiro, quem comprou em 01/2008 ainda está com uma valorização de 71.9% em relação ao IGP-M e um ganho de 11.7% em relação ao CDI
      2º Quem comprou no Hell de Janeiro no pico de 11/2014, já teve uma desvalorização real de 30.6% e uma perda de 40.5% referente ao custo de oportunidade.
      3º Para o Hell de Janeiro voltar aos valores praticados em 01/2008, ainda precisará cair 30.6%
      4º Para o Hell de Janeiro voltar aos valores praticados em 2005, precisará ter uma queda de aproximadamente 45% dos valores atuais.

      MES/ANO FZAP IGP-M CDI
      01/2008 100K 100k 100K (INÍCIO)
      11/2014 362k 146k 193k (INFLEXÃO)
      10/2018 325k 189k 291k (ATUAL)
      VALORIZOU 136K (325K – 189K) = +71.9%
      CUSTO DE OPORTUNIDADE = valorizou acima do CDI 34K (325K – 291K) = +11.7%

      Se comprou no pico em 12/2014
      MES/ANO FZAP IGP-M CDI
      12/2014 362K 362K 362K
      DIFERN -10.2% 29.4% 50.8%
      10/2018 325K 468K 546K
      DESVALORIZOU -143K (325K – 468K) = -30.6%
      CUSTO DE OPORTUNIDADE DE -221K (325K – 546K) = -40.5%

      19+
      • avatar
  • Cajuzinha 30 de julho de 2019 at 14:40

    Corte nos juros será insuficiente para impulsionar economia em 2019, avaliam economistas
    Mercado aposta em corte da taxa para 6,25%. Retomada dependerá de investimento em infraestrutura e tecnologia
    Renata Vieira
    30/07/2019 – 13:58 / Atualizado em 30/07/2019 – 14:11

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 30 de julho de 2019 at 16:17

      Cajuzinha,

      A teoria sobre a “chupeta”, feita pelo super-ministro da economia, não tem fundamento, serve apenas para FAZER DE CONTA que a BOVESPA tem motivos para disparar, beneficiando aos TUBARÕES. A “chupeta” a que ele se referiu, em breve será identificada como MAIS UM pulinho no fundo do poço, que aumenta o PIB, mas não gera efeitos positivos duradouros para a economia. Depois que “descobrirem” isto, vão contar outra estorinha, dizendo que os cabos usados para fazer a chupeta entre os carros estavam com defeito, mas que não é para se preocupar, porque trarão novos cabos (novas promessas de que o próximo Santo Graal será a reforma tributária, depois dela o “tempo necessário para as medidas liberalizantes fazerem efeito” e daí por diante).

      Qual a teoria do super-ministro?

      Reduzir mais drasticamente a SELIC, combinado com a liberação do FGTS / PIS/PASEP, redução dos compulsórios dos bancos de forma mais intensa (R$ 100 BILHÕES) para forcá-los a emprestarem mais, fora a maior BOLSA CALOTE da história do país, novas doses de promessas UTÓPICAS e repetição de outras ações também já executadas no passado sem sucesso, agora dariam certo no conjunto para reaquecer a economia de forma SUSTENTÁVEL, porque como tivemos a aprovação da reforma da previdência, o “espírito animal” dos empresários e consumidores será retomado e agora vai ser diferente.

      Qual o furo da teoria acima, porque não irá gerar uma recuperação SUSTENTÁVEL, mas sim, pulinho no fundo do poço?

      É muito simples, o mesmo de sempre: NÃO ataca a causa RAIZ dos problemas, ao contrário, PEDALA intensamente com a causa, AMPLIANDO os estragos em troca dos pulinhos no fundo do poço.

      Estão a procura de soluções SALVADORAS e INDOLORES, o que por princípio, não existe no caso de bolhas imobiliárias.

      Quais os mecanismos e situações que vão estragar a “UTOPIA da chupeta” do super-ministro?

      1) Frustrações com a REALIDADE versus as promessas UFANISTAS: desde 2015 que a Dilma já prometia a reforma da previdência. Continuou prometendo em 2016 até ser deposta, daí veio o Temer e prometeu o mesmo até meados de 2018. Foi prometida para o primeiro trimestre deste ano de 2019, depois para o segundo trimestre de 2019 e vai acontecer, ao que tudo indica, no terceiro trimestre de 2019, FINALMENTE. Só que este não é o maior problema, nem a maior frustração. Como demoraram demais agora em 2019 sob o novo governo, deu tempo da REALIDADE aparecer mais fortemente, com queda no PIB no primeiro trimestre deste ano e queda ou estagnação no segundo trimestre, fora a contínua DEGRADAÇÃO dos empregos e novos recordes de inadimplência das famílias, com mais quebras emblemáticas de empresas, dentre outros problemas graves e visíveis. Mais do que nunca, as pessoas e os empresários foram obrigados a confrontarem a REALIDADE, não dava para ficarem presos aos delírios vendidos e como se não bastasse, os DELÍRIOS começaram a se evaporar: quem não lembra dos R$ 4 TRILHÕES entre reforma da previdência, privatizações, cadastro positivo e venda de imóveis públicos, 8 milhões de empregos em 4 anos pós reforma da previdência, crescimento do PIB de 6% nos 12 meses após aprovação da reforma da previdência, etc, etc, etc? Por que não falam mais sobre isto com intensidade? Porque sabem que ninguém mais acreditaria e como a reforma da previdência já está passando, não precisam mais forçar a barra com UTOPIAS. Só que tem um “pequeno detalhe”: todo esta UTOPIA ao não se concretizar, vira DESCRÉDITO para o governo. Um exemplo banal: começam o ano com promessa de crescimento do PIB de 2,9% se aprovarem reforma da previdência e depois mudam a previsão para 0,8% mesmo com reforma aprovada! Quem lembrou da dupla Dilma / Mantega quanto à “assertividade” de previsões do PIB? Pois é, o crescimento do PIB é parâmetro para investimentos de empresas, contratações, etc, na medida em que governo perde muita credibilidade, empresários reduzirão suas projeções já descontando o UFANISMO do governo, contratarão menos e o espírito animal não irá “decolar” como o esperado;

      2) “Tsumoney”: com a crise internacional ficando mais visível dia após dia, sem mais espaços para super-disparadas via QE´s, com queda de juros e redução de compulsórios com efeitos NULOS no Brasil e no Exterior e mais todo o choque de REALIDADE descrito no item 1, não teremos um “Tsumoney” como o desejado pelo governo. Sim, teremos privatizações, como sempre tivemos ao longo dos últimos anos, talvez até em volume maior no primeiro momento de euforia pós aprovação da reforma da previdência, mas os investidores estrangeiros estarão muito mais ressabiados com a crise global que se avizinha e com nossa realidade do que empolgados com PROMESSAS;

      3) Apesar da maior BOLSA CALOTE da história promovida pela CEF e que alguns bancos seguirão, existem MUITOS PODRES debaixo do tapete do setor financeiro, que impedem novas disparadas em empréstimos com juros baixos, mesmo com todos os outros “incentivos” do governo na “tática chupeta” do super-ministro que mencionei acima. Fora que para mais de 63 MILHÕES de inadimplentes, os mais de 3 MILHÕES que a CEF está buscando renegociar em diferentes linhas de crédito, não serão alcançados na íntegra e incentivarão a MILHÕES de outros que estão na corda-bamba para pagarem as dívidas, a darem o calote e esperarem a próxima BOLSA CALOTE. NENHUM país se tornou desenvolvido incentivando o CALOTE, ao CONTRÁRIO, só aqui no Brasil que a galera acredita que a Lei de Gerson é a “salvação”. Soma-se a isto empresas grandes já QUEBRADAS, com dívidas impagáveis e que estão brincando no mundo de FAZ DE CONTA das recuperações judiciais no Brasil, com efeitos REAIS e NEFASTOS para a liquidez dos credores, em especial, bancos e mais alguns governos estaduais na mesma situação.

      Enfim, tem muito mais do que isto, acima só AMOSTRAS. Como previsto por aqui, os efeitos MÁGICOS da reforma da previdência já viraram fumaça antes mesmo dela ser aprovada e estão elencando novas soluções MIRABOLANTES, a próxima, é a “chupeta” descrita mais acima e depois virão outras, até que um dia, lá no futuro, descubram que não existem soluções INDOLORES e IMEDIATAS quando falamos sobre BOLHAS, o que será uma lição e tanto aqui no Brasil e no Exterior (se bem que INVENTARÃO outras JUSTIFICATIVAS até lá para tapear a galera sobre a origem REAL dos problemas, como de praxe).

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 30 de julho de 2019 at 15:33

    Índices europeus recuam com Trump endurecendo posição sobre China
    POR SUSAN MATHEW E MEDHA SINGH / REUTERS • Publicado em 30/07/19

    (Reuters) – O principal índice acionário europeus, o STOXX 600, registrou nesta terça-feira seu pior encerramento desde um pregão de vendas generalizadas em maio, depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, intensificou sua retórica comercial contra a China, aprofundando as feridas deixadas por dados econômicos fracos e balanços corporativos.

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 30 de julho de 2019 at 16:23

      Cajuzinha,

      O mesmo de sempre:

      Se a China deixar de PIRATEAR os produtos, parar de beneficiar com juros SUBSIDIADOS pelo banco de desenvolvimento chinês às empresas chinesas, deixar de MANIPULAR o câmbio e “N” outras ações de teor MERCANTILISTA, ela automaticamente perderá TODOS os motivos pelos quais teve um crescimento “exuberante” até agora, ou seja, se atenderem a Trump, entrarão em declínio.

      Já se não atenderem a Trump, a aposta chinesa é de que ele não se reeleja e de que o sucessor do presidente americano voltará a um tom mais ameno, como os antecessores dele, de forma a manter tudo que consta no parágrafo anterior, no máximo, com algumas concessões PERIFÉRICAS, de menor relevância por parte da China, nada que seja CENTRAL, como o que mencionei no parágrafo anterior. Os chineses querem ENROLAR ao MÁXIMO as negociações, torcendo para que não haja nenhum grande impacto até o final de 2020 e Trump quer o contrário, forçar a barra para usar isto como parte de sua campanha.

      E em meio a este contexto, a economia global vai desacelerando e o “mercado” continua “feliz”, porque pelo menos o FED não vai subir os juros e assim conseguem adiar o INEVITÁVEL, tudo parte do “mundo de cabeça para baixo” que é típico de BOLHAS…

      23+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Strike 30 de julho de 2019 at 18:54

        Sem chance! Trump está reeleito. Ele é muito esperto! Ele está puxando o discurso para aquela imigrante esquerdista radical que usa um negócio na cabeça.

        12+
        • avatar
  • Cajuzinha 30 de julho de 2019 at 15:54

    Inadimplência das empresas volta a acelerar e cresce 4,02% em junho, diz CNDL
    Publicado em 30/07/2019 – 11:38 Vicente NunesEconomia
    HAMILTON FERRARI
    Dados apurados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em parceria com o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostrou que a inadimplência das empresas voltou a acelerar e cresceu 4,02% em junho, em comparação com o mesmo mês de 2018.

    Em comparação com maio, houve alta de 1,55% no volume de empresas com conta em atraso. É a maior variação mensal desde novembro do ano passado, quando o crescimento observado foi de 2,17%

    “Para os próximos meses, o movimento da inadimplência de pessoas jurídicas irá depender da evolução do crédito e da atividade econômica, que ainda avança de maneira lenta”, avalia Costa. Das empresas, 70% estão inadimplentes com o setor de serviços, que engloba bancos e financeiras.

    http://blogs.correiobraziliense.com.br/vicente/inadimplencia-das-empresas-volta-a-acelerar-e-cresce-402-em-junho-diz-cndl/

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 30 de julho de 2019 at 16:25

      Cajuzinha,

      Parte da REALIDADE que dificulta e muito a “estratégia chupeta” do super-ministro da economia, sobre a qual comentei acima.

      8+
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 30 de julho de 2019 at 16:44

    https://noticias.r7.com/minas-gerais/mg-record/videos/crise-no-pais-desvaloriza-setor-de-diaristas-e-diminui-oportunidades-29072019

    Crise no país desvaloriza setor de diaristas e diminui oportunidades
    MG RECORD 29/07/2019

    Diante de uma renda cada vez mais apertada, muitas famílias brasileiras estão se virando na hora de deixar a casa em ordem. As consequências desse comportamento são sentidas por um setor, que até pouco tempo estava em alta: o das diaristas. As oportunidades de trabalho diminuíram e o setor está desvalorizado.

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 30 de julho de 2019 at 17:20

      Cajuzinha,

      Como sempre dissemos, na medida que um governo atrás do outro vai empurrando um contingente cada vez maior de pessoas para o crédito imobiliário e para veiculos, a renda disponivel REAL vai caindo cada vez mais e com isto, as famílias começam a cortar serviços de diaristas, gastos em supermercados, lazer, etc., o que realimenta a crise com queda de renda nestes setores, se espalhando para os outros. Todos os produtos e serviços deveriam ter condições iguais de competirem entre si, mas como competir, por exemplo, com a “tentação” da casa própria via MCMV com SUBSIDIO via FGTS com os juros mais baixos do mercado, o governo pagando dezenas de milhares de Reais em cada imóvel para construtoras, a CEF distribuindo crédito PODRE à rodo por um lado e do outro, um PcD super ampliado com descontos relevantes de impostos, sem fiscalização e a realização do carro zero mais barato que o semi-novo?

      A situação das diaristas no artigo acima também acaba sendo efeito da lei petista que deu direitos de funcionário CLT de forma integral para mensalistas: muitas famílias sem condições de arcar com os custos elevados e riscos maiores do regime CLT, passaram a dispensar suas mensalistas e contratarem diaristas uma vez por semana. Redução de oferta de serviços por um lado, combinado com aumento de demanda pelas mensalistas que se tornaram diaristas.

      Você não.melhora emprego e renda por força de lei, a Dilma não sabia disto, nem o Temer que veio depois e fez uma reforma trabalhista que foi o Santo Graal dos empregos, mas que já caiu no esquecimento sem ter surtido nem ima parte dos efeitos “esperados”…

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Murilo 2 de agosto de 2019 at 08:09

        Todos os trabalhadores merecem ter direitos trabalhistas, que pensamento neoescravocrata. Fui usando essas lógica deturpada que bolsonaro precarizou as relações trabalhistas, e Temer também,
        por essa então tira de outros de engenheiros, médicos direitos para ficar mais barato construir casa e plano de saúde….. Na Espanha a precarização de trabalho não melhorou o desemprego e gerou uma geração dependente de pais e frustrada.

        5+
    • Strike 30 de julho de 2019 at 18:50

      Cajuzinha, então o que explica o fato de que a maioria das ações das empresas da construção civil está batendo nas máximas e até mesmo rompendo topos históricos???
      Já considerou que talvez possa ser o fato de que o país não esteja numa crise tão aguda quanto você imagina???

      5+
      • Cajuzinha 30 de julho de 2019 at 19:25

        “São Paulo – Com menos gente à procura de trabalho – o que pode indicar desalento –, a taxa de desemprego na região metropolitana de São Paulo atingiu 16,6% em junho, ante 16,8% no mês anterior. Mas não houve criação de vagas no mês passado: a taxa recuou ligeiramente porque o número de pessoas que saiu do mercado (48 mil) foi maior que o de fechamento de postos de trabalho (17 mil). Com isso, o total de desempregados caiu em 31 mil, para estimados 1,890 milhão. Os dados são da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), da Fundação Seade e do Dieese, divulgada nesta terça-feira (30).”

        DESALENTADOS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

        18+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • CA 30 de julho de 2019 at 19:27

        Strike,

        Em janeiro/2017 as construtoras bateram todos os recordes quanto à valorização das ações da Bovespa.

        Qual foi a causa para isto?

        A promessa de que uma SELIC em baixa, combinada com uma nova lei de distratos que foi prometida desde o final de 2016, mais uma reforma da Previdência que também já era uma promessa que vinha há anos, quando combinadas, fariam com que disparassem as vendas de imóveis e por consequência, a valorização das construtoras na Bovespa.

        Dentre todas as ações da Bovespa, naquele período, a que mais valorizou foi a da PDG, a primeira a DOBRAR de valor em 2017.

        O que aconteceu em fevereiro/2017?

        A PDG entrou em recuperação judicial!

        E logo depois disto, as ações das construtoras começaram a despencar.

        No início de 2018, replicaram o mesmo que consta acima, tanto nas promessas, quanto na subida dos preços das Ações das construtoras, para cairem depois novamente.

        No início de 2019, disparada no preço da Ação da Gafisa por ter sido adquirida por grupo coreano, vieram resultados, preço da Ação despencou, a Gafisa recomprou Ações, preço subiu de novo, novos resultados divulgados, queda mais acentuada, novo investidor que “recupera” empresas, subiu de novo e por aí vai em esquema de montanha-russa.

        Em paralelo, lembra as promessas que já eram feitas sobre as construtoras desde o inicio de 2017?

        Pois é, finalmente aprovaram a lei de distratos, a SELIC vai cair mais.ainda e a reforma da previdência está saindo, logo, nova disparada nos preços das Ações das construtoras, novamente pelas expectativas MIRABOLANTES PROMETIDAS.

        E os resultados das construtoras?

        Continuam deficientes e MUITO AQUÉM da valorização das Ações, sendo que as construtoras estão tão desesperadas que aumentaram o volume de imóveis para aluguel porque não conseguem vender, pressionaram o governo ao máximo para garantir o MCMV que é o salvador da pátria para eles, estão contando com outras ações APELATIVAS dos bancos como as vistas de Santander e CEF e daí para PIOR, ou seja, estão APELANDO de todas as formas, mas no.mundo de cabeça para baixo da BOVESPA, APELAÇÃO por DESESPERO quanto à péssima situação atual é algo “bom” e justifica valorização das Ações!

        O descolamento da realidade não é exclusivo das construtoras.

        Em 2016 a BOVESPA subiu mais de 36% enquanto o PIB caiu mais de 3%.

        Pibinho em 2017 e 2018 e de novo, a BOVESPA entre os investimentos com maior valorização no ano.

        PIB caiu no primeiro trimestre de 2019 e caiu ou ficounestagnado no segundo trimestre de 2019? Nova disparada na BOVESPA,.

        A pergunta certa é: qual o sentido desta disparada na BOVESPA desde 2016, sendo exatamente o CONTRÁRIO da economia REAL?

        E a resposta é a mesma de sempre: disparada no otimismo UFANISTA combinada com a menor SELIC de todos os tempos, mais uma fuga de investidores estrangeiros compensada com folga por SARDINHAS nacionais, tem causado resultados na BOVESPA completamente dissociado da REALIDADE!

        Agora, enquanto no mundo REAL estão começando a descobrir que a reforma da previdência não será o Santo Graal, ainda não descobriram isto na BOVESPA.

        Mas não se preocupe, o próximo Santo Graal será a “estratégia da chupeta” do super-ministro, depois a reforma tributária e por aí vai, sempre teremos um novo PEGA-TROUXA que vai resolver todos os problemas do país da noite para o dia e com isto, a especulação IRRACIONAL vai continuando, até que a completa ALIENAÇÃO encontre um choque tão agudo da REALIDADE, que a queda brusca e relevante será inevitável…

        16+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Strike 30 de julho de 2019 at 22:39

          Ok, CA então vamos acompanhando para ver no que vai dar tudo isso.

          11+
          • avatar
          • avatar
      • odorico 30 de julho de 2019 at 19:56

        Strike, como assim a crise pode não ser tão aguda? Até concordo que pode não ser a catástrofe do CA, ou que até está reagindo de alguma forma. Mas para qualquer um que sai às ruas é nítida que a crise é aguda e longa. A perspectiva de melhorar existe, mas não será o “espetáculo” do crescimento como cantam alguns, que a bolsa não é termômetro para se medir uma economia, nem tão pouco câmbio ou qualquer outro indicador isolado. A crise é nítida. Até aqueles mais céticos ou os mais entusiastas estão com o olhar perplexo, na maior e mais profunda crise brasileira. É desalento, depressão, falta de perspectiva. A mobilidade social está baixíssima. Todos, de uma forma ou outra, readequaram seu padrão de vida e consumo, até os mais ricos tiveram queda no padrão de renda e gastos (claro que não deixaram de ser ricos). Obviamente, para poucos, a crise foi uma oportunidade, mas para poucos. Eu mesmo, não esperava um inverno tão longo, e olha que estou no time dos privilegiados FPs que ganham 20k líquido e com uma ótima reserva líquida….sem dívidas e mesmo assim reajustei alguns padrões de consumo e perspectiva futura…viagem para disney, intercâmbio dos filhos, resorts no nordeste, foram postergados ou cancelados….

        32+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Cajuzinha 31 de julho de 2019 at 08:19

          Perfeito! Essa é a minha realidade também e enxergo da mesma forma o que você relatou.

          15+
          • avatar
          • Godinez 31 de julho de 2019 at 14:13

            odorico,

            você que é FP sentiu, imagina quem é da iniciativa privada. Tenho um amigo empresário e ele me disse que está há três anos sem dar aumento para os funicionários dele. No começo, um ou outro ainda perguntava quando ia ter aumento…hoje ele diz que ninguém reclama mais, seus funcionários já perceberam a situação do mercado e se satisfazem pelo fato de, na empresa dele, estarem recebendo o salário em dia.

            14+
            • avatar
  • Cajuzinha 30 de julho de 2019 at 17:03

    Furnas deve reduzir quadro de 4 mil para 2.751 funcionários
    Número de demissões foi definido pela Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest)

    https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2019/07/30/internas_economia,774604/furnas-deve-reduzir-quadro-de-4-mil-para-2-751-funcionarios.shtml

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Money_Addicted 31 de julho de 2019 at 09:05

      ponto pro mito 🙂

      6+
  • Poucas Trancas 30 de julho de 2019 at 19:18

    É robô esse o paínha dos CAmaradas?

    Na primeira frase do primeiro comentário eu já descartei a leitura toda… mas ai vi que tem um monte de comentário enorme né?

    Deve ser esses robozinho da internet…

    18+
    • avatar
    • avatar
    • o paínha dos CAmaradas 30 de julho de 2019 at 21:31

      O robô respondendo o poucas ………. shuashuashuashuashua

      12+
      • avatar
      • avatar
      • Poucas Trancas 31 de julho de 2019 at 09:51

        Ok… é um robozinho bem programado hahahahaha

        Amigo eu não consigo entender muito bem os seus textos, não consigo ver um objetivo.

        11+
  • Coelho da pascoa 30 de julho de 2019 at 19:24

    Super oportunidade! Recomendo ações PDG, recomendo Viver, recomendo Brookshit, não acreditem no que estes malucos da bolha estão dizendo, quem manja de investimento de verdade é o corvo que ganhou o Creci no bingo. Pode comprar, aliás, faz um credito consignado no banco pra comprar mais ações porque vai subir ainda mais, daí depois pega o lucro, paga o banco e com o resto compra um apartamento no Leblon Rio de Janeiro, mas compra com vista pro mar e deixa valorizar enquanto você ostenta fotos no facebook, daqui uns anos esta crise no Rio passa e vai valer milhões, não se iludam aquecimento global não existe, isso é só mais um malucos que criaram uma teoria da conspiração. Acreditem, Coelho da páscoa existe!

    20+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Coelho da pascoa 30 de julho de 2019 at 19:29

      Mas se lembre! Tem que ser de frente pro mar, daqui uns anos dá até pra pular do segundo andar direto pro mar, aquecimento global e elevação dos oceanos é uma oportunidade imperdível, você investe num imóvel DE FRENTE pro mar e ele se transforma num imóvel DENTRO do mar, você pode usar sua varanda gourmet para fazer um salto ornamental, não sabe nadar? Não se preocupe! Pode pular sem medo! Bosta não afunda!
      Rio de janeiro e Baia de Guanabara, qualquer semelhança entre o mapa e a boca de uma privada é mera coincidência.

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Abomineve Homem das Naves 30 de julho de 2019 at 22:38

      Pegando um gancho no post do Coelho da Páscoa…
      Por falar em DEStrutoras, temos mais uma MERMAID NEWS 😀

      >
      NOTÍCIAS
      COMUNICADO AO MERCADO

      A TECNISA S.A. (“Companhia”), uma das maiores incorporadoras de empreendimentos residenciais do Brasil, que trabalha de forma integrada (incorporação, construção e intermediação de vendas), com suas ações negociadas em bolsa de valores sob o código TCSA3, vem a público comunicar que a Standard & Poor’s Ratings Services elevou o rating corporativo da Companhia de ‘brA’ para ‘brAA-’, atribuído na Escala Nacional Brasil à Companhia, com perspectiva positiva, após o aumento de capital. A agência também elevou a nota atribuída às dívidas Senior Secured de ‘brA+’ para ‘brAA‘.

      De acordo com a agência, “a elevação do rating reflete a forte posição de caixa da TECNISA após concluir o aumento de capital no valor de R$ 445 milhões, que lhe permitirá acelerar os lançamentos e a aquisição de terrenos para voltar a um nível de vendas mais adequado à sua estrutura operacional”.

      Clique aqui para acessar o Comunicado ao Mercado.

      Para informações adicionais, entre em contato com a área de Relações com Investidores da TECNISA:

      Tel: +55 (11) 3708-1162
      [email protected]
      < https://ri.tecnisa.com.br/conteudo_pt.asp?idioma=0&tipo=4235&conta=28&id=257966

      6+
      • avatar
      • avatar
      • Strike 30 de julho de 2019 at 22:44

        Lua!

        4+
        • CA 30 de julho de 2019 at 23:32

          Strike, você é uma figuraça (sic)!

          A empresa fez aporte de capital e.comprou terrenos, não tem NADA a ver com resultados!

          E essa daí é da categoria de mega pedaladoras de vendas FALSAS na planta, se não fossem os aportes / SOCORROS externos, já teria tido o mesmo destino que PDG, Viver e outras, MUITAS outras que não tem Ações na BOVESPA e já QUEBRARAM, mas confesso que é divertido ver teu ânimo com elas.

          😁😁😁

          10+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Strike 31 de julho de 2019 at 20:32

            Na verdade eu só vou monitorando, com exceção da Gafisa, que você sabe eu entrei nela na subscrição. Mas essa acho que vai subir muito na bolsa, pois que está por trás dela agora é o Tanure.

            1+
      • Coelho da pascoa 30 de julho de 2019 at 23:20

        Isso me lembra aqueles cachorros que a gente acaba de lavar e o encardido resolve rolar na terra, a companhia acabou de subir de nota no rating e oque ela faz -> “aquisição de terrenos para voltar a um nível de vendas mais adequado à sua estrutura operacional”
        Comprar terreno? Lembra muito aquele típico cidadão da classe média que tá enforcado e pra negar sua própria pobreza compra um carro zero em 60x
        Acho que o problema de muitas pessoas é bancar a Cartomante com Alzheimer, sabe tudo sobre os próximos 4 anos mas esqueceu tudo oque aconteceu nos últimos 16.

        14+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Murilo 2 de agosto de 2019 at 08:17

      Esqueceu de dizer que com um apto no Leblon você pode virar digital influencer igual a filha da fazedora de bolo inverossímil da novela (a que não assisto)ou coach de investimento e ganhar mais ainda.

      0
  • Cajuzinha 30 de julho de 2019 at 19:28

    Intenção de consumo das famílias cai 6,3% no Paraná

    Redação

    30 de julho de 2019

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 30 de julho de 2019 at 20:41

    Itaú: Aumento da inadimplência de varejo foi uma decepção, diz Bradesco

    Valter Outeiro da Silveira

    8+
    • avatar
  • Abomineve Homem das Naves 30 de julho de 2019 at 21:06

    OFF – CVR de primeira compra nos EUA (com boleto) do AbominANTO 😀

    Boa noite, pessoal!

    Foi só eu realizar a minha primeira compra nos EUA (com boleto bancário) e me aparece esta notícia abaixo.

    https://epocanegocios.globo.com/Empresa/noticia/2019/07/funcionarios-dos-correios-anunciam-greve-partir-desta-quarta-feira.html

    FUN FACT: A mercadoria tinha acabado de partir (departed) do “George Bush Intercontinental Airport” em Houston, TX kkk

    Aqui estão as capturas da tela com o código de rastreamento omitido:

    Tela 1:

    https://i.imgur.com/OqMyvG1.jpg

    Tela 2:

    https://i.imgur.com/ej4y2z3.jpg

    🙁

    6+
    • avatar
    • Abomineve Homem das Naves 30 de julho de 2019 at 21:09

      PS: O horário é o GMT -8 (horário de verão da Califórnia em vigor)
      PS2: O da BNN é GMT -3 (Brasília)

      1+
      • Abomineve Homem das Naves 30 de julho de 2019 at 21:20

        Ops, o horário da Califórnia (hora do Pacífico) é GMT -7 durante o horário de verão, e não GMT -8 dito antes.

        2+
    • rpoa 31 de julho de 2019 at 17:07

      correio é a menor de suas preocupações….. o tempo de liberação na alfandega é que as vezes demora 5, 15, 20, 40 dias….

      1+
  • Cesar_DF 30 de julho de 2019 at 21:12

    Hoje saiu o vídeo do Roda Viva | Bernard Appy | 29/07/2019
    Assisti esta entrevista e achei surpreendente que esta proposta de PEC que quer deixará o sistema tributário similar ao da Nova Zelândia.
    https://www.youtube.com/watch?v=84_RVw02fzc

    Juntando com a MP da Liberdade Econômica, irá fazer com que o Brasil salta para o topo dos países onde é mais fácil empreender.
    https://www.youtube.com/watch?v=0Yqfpra7b6k

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Flyn 30 de julho de 2019 at 21:15

    Dica de livro: “O Novo Iluminismo” de Steve Pinker.

    7+
    • avatar
    • Flyn 30 de julho de 2019 at 21:16

      Correção: Steven

      5+
      • avatar
  • Scaravelhoo 30 de julho de 2019 at 22:24

    Prezados colegas do bolha… Estou saindo de Brasil em definitivo neste sábado para os Estados Unidos.
    Alguém entende sobre mudança de residência fiscal?
    Manhã tenho reuniões com Santander e Itaú para decidir como expatriar parte do patrimônio e como manter parte investida aqui no Brasil. Mas tenho muita dúvida e estou com pouco tempo para decidir….
    Alguém passou por essa situação e tem alguma recomendação?
    Agradeço.

    21+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • odorico 30 de julho de 2019 at 23:13

      Não posso ajudar com as dúvidas, mas posso resumir meu sentimento em duas palavras: para bens …kkk
      Brincadeiras a parte, sua família agradecerá, a d agora e as gerações futuras… Me arrependo até hoje de ter voltado da Áustralia há 13 anos, devia ter persistido na migração…

      27+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • o paínha dos CAmaradas 31 de julho de 2019 at 00:56

      patrimonio líquido leva em criptomoedas ……… um amigo gerente me confirmou que o metodo do itaú e o santander, é falar que vai te vender a cotação do dólar ao melhor preço possível e logo cobram sobrepreço de 10 a 15%, assalto combinado entre todos os bancos brasileiros. Entrar nos yunaites com dinheiro em vivo é perigoso de verdade Se voce tiver dólares no Paraguai e manda a grana evita o assalto dos bancos brasileiros …… mandar a quantia que for só são 100 dólares do serviço nós países com liberdade de uso dos dólares

      8+
      • avatar
    • Carpinteiro 31 de julho de 2019 at 22:49

      Como há acordo entre USA-BR não tenho certeza se precisa dar saída definitiva. No meu caso, não fiz saída definitiva e fui enviando dinheiro por SWIFT code, TranferWise e gastando um pouco no cartão internacional Brasileiro. Antes era tranquilo quando tinha o HSBC. Só que este virou Bradescão, uma merda e caro. O Santander para pequenas quantias e pelo aplicativo é até razoável mas nunca bate o TransferWise.
      Se for mandar muito $, negocie bastante na sua agencia.
      Boa Sorte

      0
  • Alemon Fritz 30 de julho de 2019 at 23:05

    quase dobrou, A dívida.

    -Número de imóveis financiados que foram notificados ou a leilão cresceu 81% no
    Paraná, diz associação.

    https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2019/07/30/numero-de-imoveis-financiados-que-foram-notificados-ou-a-leilao-cresceu-81percent-no-parana-diz-associacao.ghtml
    (esse é o melhor momento de comprar, só vai haver mais 9 desses até o fim do ano, corram)

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • odorico 30 de julho de 2019 at 23:41

      O pior é ver os especialistas dizendo que o emprego só volta com estímulo a construção civil. Tudo bem que mp da liberdade econômica deve ajudar, as concessões de infra também, mas estimular a construção civil não devia estar sendo.falada, os especialistas insistem em negar uma bolha, podem até estimular, se os preços vierem na faixa de 2k M2 pois o M2 básico está 800, logo 2k dá uma margem boa para qualquer projeto classe b, c , d.

      20+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 31 de julho de 2019 at 08:34

    Negociações comerciais EUA-China terminam sem sinal de progresso
    Terminada a última ronda de conversações entre as duas maiores economias do mundo, não existem sinais de avanços substanciais em direção a um acordo. Aguardam-se ainda as comunicações oficiais.

    Trump admite cancelar acordo caso China espere até às eleições de 2020

    HONG KONG (Reuters) – Os índices acionários da China fecharam em queda nesta quarta-feira depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez novas ameaças comerciais ao país.

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Money_Addicted 31 de julho de 2019 at 09:02

    Cesar_DF

    É muita canalhice. O pai dele foi morto por bandidos de esquerda e agora ele defende bandidos de esquerda.
    https://www.youtube.com/watch?v=ob7sKiuo7dU

    7+

    seria algo semelhante a sindrome de estocolmo?

    6+
    • ravoc 31 de julho de 2019 at 09:06

      E como é possível afirmar que “o pai dele foi morto por bandidos de esquerda”? Com base em quê?

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Money_Addicted 31 de julho de 2019 at 10:30

        o presidente falou 🙂 #pas

        12+
        • avatar
        • avatar
        • ravoc 31 de julho de 2019 at 11:10

          Ah tá, então é verdade…

          19+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
      • tmarabo 31 de julho de 2019 at 12:00

        na verdade ninguém sabe, postei no início do tópico sobre o “achismo” da “omissão’ da verdade.
        mas quem está “errado” é o presidente em puxar esta assunto quando nem ele pode provar nada, só dar o “achismo” dele.
        na guerra de narrativas é óbvio que ele perdeu essa, ainda que possa ter razão.

        10+
        • socrates 31 de julho de 2019 at 13:12

          “Não acho que quem ganhar ou quem perder, nem quem ganhar nem perder, vai ganhar ou perder. Vai todo mundo perder.”

          Presidanta ou profeta?

          17+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • ravoc 31 de julho de 2019 at 13:50

          Exatamente, ele simplesmente não deveria ter falado nd… verdade ou não, como sempre disse, o Bolsonaro é sua própria oposição.

          8+
          • Money_Addicted 31 de julho de 2019 at 13:55

            a real, acho q ele ta certo de falar…..nao sabemos quem matou, mas acho q todos aqui concordam q eles eram *** (coloquem o termo que preferirem) o ponto q eles sequestravam, matavam, explodiam.

            enfim, nao eram gente boa e de gt ruim o mundo ta cheio

            9+
            • avatar
            • avatar
            • ravoc 31 de julho de 2019 at 13:58

              Não estou dizendo o contrário… Provavelmente você deve estar certo.
              Mas vivemos a era do politicamente correto e da agenda esquerdista… Então o quanto ele puder evitar para não ficar tomando chumbo de graça, é bom…

              6+
              • avatar
              • avatar
              • tmarabo 31 de julho de 2019 at 14:33

                “vivemos a era do politicamente correto e da agenda esquerdista”
                o bolsonaro faz isso pra marcar território, pra combater isso, mas claro que naõ dá pra comprar esta guerra o tempo todo.

                7+
                • avatar
                • avatar
      • Cesar_DF 31 de julho de 2019 at 17:48
  • socrates 31 de julho de 2019 at 09:31

    Considerando que se tivesse tido transparência REAL durante as últimas décadas, não teríamos nos metido na bolha de tudo atual e a GEELE seria mais próxima de uma marolinha, finalmente uma EXCELENTE ideia vinda dos States.

    Tudo bem que ela ainda é bem incipiente no sentido que cobrar transparência com a DEMONSTRAÇÃO DA DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA só do governador e presidente ainda é muito pouco. Na Noruega, por exemplo, TODA POPULAÇÃO tem a renda aberta e todos, se queiserem, podem verificar a renda de todos. Como evadir impostos? Como fugir do IR e outros impostos? Todas IXPERTEZAS que não existem em lugares realmente decentes ficam mais difíceis de serem realizadas com a transparência.

    Imaginem só se a medida que os californianos aprovaram fosse aplicada no Brasil e estendida a senadores, deputados e todos sócios e dependentes desses, incluindo esposas/maridos e sócios propriamente ditos por CNPJ (inclusive overseas #panamafeelings).

    Saberíamos como os nobres congressistas evadem impostos e, de quebra, os grandes midas do mercado imobiliário, como nosso nobre senador fluminense, poderiam compartilhar todo o seu grande “know how” como empreendedores e homens de negócios..

    Quem é contra a transparência? Quem pode ser contra a transparência querendo assumir uma função pública?

    https://www.nytimes.com/2019/07/30/us/politics/california-trump-tax-returns.html

    9+
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 31 de julho de 2019 at 09:33

    Desempenho da economia decepciona metade dos consumidores, mostra pesquisa
    Mais da metade dos entrevistados cortaram gastos com refeições fora de casa, roupas, calçados e viagens. Pesquisa foi antecipada pela CNDL/SPC ao G1.

    Segundo levantamento antecipado ao G1, 44% dos brasileiros iniciaram 2019 com estimativas positivas. Seis meses depois, no entanto, só 13% avaliaram o desempenho como acima do esperado – outros 49% consideraram pior em relação à expectativa inicial. A pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) ouviu 800 pessoas em todas as capitais do país, entre os dias 10 e 17 de junho.

    Os dados mostram que três em cada dez consumidores sentiram uma piora na sua situação financeira este ano, atrelada principalmente à alta dos preços e à redução da renda familiar. Mas a proporção dos que precisaram fazer cortes no orçamento foi maior: sete em cada dez ‘apertaram os cintos’, e 53% recorreram a bicos e trabalhos adicionais para complementar a renda.

    Três em cada dez também tiveram que recorrer a um empréstimo para organizar o orçamento; e quase a mesma proporção teve que vender bens para conseguir dinheiro.

    https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/07/31/desempenho-da-economia-decepciona-metade-dos-consumidores-mostra-pesquisa.ghtml

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 31 de julho de 2019 at 10:03

    FGTS: Caixa poderá abrir conta de poupança para liberar recursos do FGTS…
    Jornal O Globo-4 h
    — A medida Provisória (MP) 889, que autoriza o saque de recursos das contas do FGTS, permitirá à Caixa Econômica Federal abri contas de poupança.
    (mesmo que vc não peça)
    -Especialista revela o que muda no setor imobiliário com o corte de juros prometido pela Caixa Econômica.
    Como os bancos cobram um adicional que costuma variar de 8,5% a 9,5%, o que ainda está em discussão na Caixa é que esse valor poderá ser alterado e variar de 2% a 3%. Na prática, .. o juro total sofrerá cortes entre 28% e 31,5% em relação ao modelo atual, o que favorecerá quem procura por crédito imobiliário. com a taxa adicional dos bancos, o percentual total de juros pode ficar em 6%”,

    9+
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 31 de julho de 2019 at 10:05

    Gustavo Cerbasi na Ana Bregas falando de minimalismo,e imóveis menores e simples. meio irritante pois ele diz pras pessoas sairem pra imóvel menor.. putz

    20+
    • avatar
    • Pedro de Lara 31 de julho de 2019 at 13:20

      Esses caras são bem sem noção. E irritam mesmo, Alemon. Antes vendiam espaço, luxo, suntuosidade, blablablá (pro começo dos anos 2000)… Aí ganharam muito com isso até saturar e a crise abreviar tudo. Hoje vendem minimalismo, simplicidade e certamente estão lucrando com isso também. A mesma coisa essas tendências gourmet que tínhamos há algum tempo atrás. E de pensar que tudo isso foi evaporando de uma hora pra outra… kkkkkk

      Aí a gente faz um paralelo e vê filosofias bem parecidas:

      1 – Quero montar uma academia mas acho os equipamentos muito caros e quero ter investimento baixo: CROSSFIT!
      2 – Carne, leite, ovos… Tá tudo tão caro pra comprar… Mas posso substituir por saladinha: VEGANISMO!
      3 – Sou expert em consertar a vida dos outros, mesmo que a minha esteja uma m*rda: COACH!
      4 – Não posso ter um apartamento de 100m². Mas pra quê teria um mesmo, tá caro e não ia usar mesmo: MINIMALISMO.

      Aí, trocando em miúdos, tudo fica ainda MAIS caro do que se fosse algo convencional.
      Acho que tudo isso aí vai ter o mesmo destino que tiveram as paletas mexicanas e muitos foodtrucks por aí. E o público-alvo é cativo e sempre o mesmo, mas que não aprende nunca: são “xóvens” dinâmicos, “pra frentex”, antenados… Fazem esse tipo de profissional que propaga essas baboseiras aparecerem na TV, lucrarem muito com canalzinho de Youtube e ganhar credibilidade como o Ricardo Amorinha. 😀

      33+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 31 de julho de 2019 at 10:12

    se os juros cairem muito não sei se a galera vai se conformar..imaginem queda para 6% e os outros pagando mais de 9%…qual o efeito?..subir o preço pra compensar a economia e a perda. se todos os imóveis fossem regularizados será que o iptu caíria? kkk

    13+
    • avatar
    • avatar
    • socrates 31 de julho de 2019 at 10:33

      o IPTU só deveria existir excepcionalmente, em caso de excessos. Não faze sentido nenhum tributar a propriedade quando se pode tributar a renda (inclui IPVA). A única explicação plausível para isso é conseguir vantagens com corrupção, seja na cara dura ou travestidas de legalidade (imunidade para igrejas, decisões obscuras em decisões administrativas não estensíveis a todos, etc…).

      Por exemplo: não quero que meus amigos paguem IR. Para fingir uma “justiça tributaria”, crio impostos sobre a propriedade. MESMO SE ELES PAGAREM TUDO, ainda será uma fração perto do que seria se fosse sobre a renda (e não falo em números absolutos, mas proporcionais – moeda se valoriza/desvaloriza). E , claro, ainda tem a opção de simplesmente não pagar ou pagar com vantagens absurdas oriundas de decisões judiciais/administrativas sigilosas ou “contabilidade criativa”.

      Vejamos se algum congressista tocará no tema. Eles estão em campos opostos, não?

      8+
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 31 de julho de 2019 at 10:22

    Desemprego cai para 12% em junho
    Mas população subocupada (que gostaria de trabalhar mais horas) bateu recorde, atingindo 7,4 milhões de pessoas.

    Segundo o IBGE, 8,3 milhões de pessoas poderiam trabalhar, mas não trabalham (força de trabalho potencial): o grupo inclui 4,9 milhões de desalentados (que desistiram de procurar emprego; em janeiro eram 4,7 milhões)

    https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/07/31/desemprego-fica-em-12percent-em-junho.ghtml

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • chainsling 31 de julho de 2019 at 11:35

    Concordo plenamente. O conteúdo desse fórum é muito melhor que o outro lado que também frequento. Mas cada dia me dá mais preguiça de ficar passando por centenas de mensagens aqui com brigas de ego entre ilustres anônimos pra poder achar a parte boa.

    12+
    • avatar
    • avatar
    • tmarabo 31 de julho de 2019 at 12:02

      li o tópico inteiro e desta vez até que estamos todos calmos rsrsrsrsrsrs
      o nível está bom até agora.

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • ravoc 31 de julho de 2019 at 13:49

      O outro lado da rua, que se originou a partir deste, era uma babação de ovo pelo Bolsonaro que dava nojo… Agora está quase morto, pouco frequentado/comentado… Era nítido a interferência de pessoas que faziam parte de diretórios do partido.
      Já o outro, outro lado da rua, que se originou a partir desse outro lado da rua, após a treta que deu lá pela moderação, está melhor, pois apesar de ainda ter muitos fãs do Bolsonaro, tem um pessoal mais light que conversa sobre tudo… É mais gostoso de ler as coisas lá

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 31 de julho de 2019 at 17:49

        Outro além do BIB?

        2+
        • avatar
      • chainsling 1 de agosto de 2019 at 07:51

        Acho que estou falando do outro outro então. Muquiranas, que parece que bate com site descrição.
        Qual é o outro?

        2+
        • avatar
        • Minino do TI 1 de agosto de 2019 at 10:13

          acho que é o o carcara dot org
          (não consigo ler, é uma babação lulística, com replace do lula pelo bonoriro)

          2+
          • avatar
          • chainsling 1 de agosto de 2019 at 10:33

            Ah nem sabia que esse era o outro lado. Já li alguma coisa lá por acaso mas de fato é muito ruim

            2+
  • Cajuzinha 31 de julho de 2019 at 11:49

    em 31/07/19 às 05:00
    O ano começou animado. Para muitos empresários, a expectativa era de que haveria expansão dos negócios. No decorrer dos meses, contudo, a economia deu sinais de estagnação, e até o momento os indicadores ainda não sinalizaram de que possa ocorrer reversão desse quadro.
    https://www.dci.com.br/especiais/economia-fraca-impulsiona-busca-por-credito-1.820011

    11+
    • avatar
    • avatar
    • CA 31 de julho de 2019 at 14:16

      Cajuzinha,

      UM dos inúmeros DESAFIOS é: quantos e quem serão aqueles que irão puxar a recuperação, sendo os “early adopters” que confiam mais nas EXPECTATIVAS de recuperação e portanto, assumem este risco maior, antes que os demais?

      Outro DESAFIO: como confiar nas PROMESSAS depois de furos gigantescos quanto às mesmas e mais a visibilidade da situação REAL no dia-a-dia?

      De onde sairá o dinheiro para empresas e famílias darem o pontapé inicial da retomada, se em grande quantidade estão super-endividados e com o índice de inadimplência ANORMAL?

      Tolos aqueles que acreditam que tudo é cíclico e recomeça do nada, ou que é como um motor de carro que tem que fazer uma “chupeta” para a bateria pegar.

      Não tem NADA de “cíclico” em uma BOLHA em proporções homéricas e NUNCA enfrentada antes, que causou crescimento exponencial em endividamento e inadimplência dos agentes, degradação dis empregos e renda, etc, etc, etc.

      Não falta apenas dar um empurrão no carro velho ou fazer uma “chupeta” na bateria, isto não elimina a causa, aliás, ela só está piorando graças a cegueira SELETIVA dos agentes.

      E enquanto isto, continuaremos vendo discursinhos sobre a “lentidão da retomada” e outras estorinhas para boi dormir…

      10+
      • avatar
  • Alemon Fritz 31 de julho de 2019 at 12:36

    P Q P, bancalho, lixo

    -Cartão da Caixa oferece descontos em produtos e serviços para negativados.
    Notícias Concursos -18 h
    A Caixa Econômica Federal (CEF) lançou o Cartão de Crédito Caixa Simples. A opção, conforme o banco, é destinado para aposentado ou negativado. Sem consulta ao SPC serasa…

    -Novo Cartão Caixa: Sem consulta SPC/Serasa e zero anuidade
    Edital Concursos Brasil -2 h

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 31 de julho de 2019 at 14:48

      Alemon Fritz,

      Se isto não é apagar incêndio com gasolina, o que seria?

      20+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • socrates 31 de julho de 2019 at 14:51

      em caso de calote do usuário, quero dizer, cidadão, quem banca a festa alheia?

      8+
      • avatar
      • avatar
      • ravoc 31 de julho de 2019 at 14:53

        Gerações futuras…

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • ravoc 31 de julho de 2019 at 14:53

          Dilma deve estar feliz sabendo que fez escola kkkkkkkkkkkkkkkkkk

          12+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • socrates 31 de julho de 2019 at 15:42

          sim, eles também pagarão até porque sequer saberão que existe outra opção

          mas um passarinho me contou que no presente também pagaremos.
          Com juros maiores que os que deveriam ser cobrados, inflação e desvalorização da nossa moeda.

          Governo “patriota”?

          3+
    • Cesar_DF 31 de julho de 2019 at 20:50

      “Cartão de crédito” com limite de R$ 100 (5% de 2K que é a média das aposentadorias) kkkkkk

      Vale destacar que o contratante poderá comprometer até 5% do valor do benefício, margem consignável que não concorre com o limite de 30% do empréstimo consignado.

      https://seucreditodigital.com.br/cartao-caixa-simples-sem-consulta-ao-spc-serasa/

      3+
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 31 de julho de 2019 at 20:53

        Com os 20.3 milhões de aposentados brasileiros, será possível injetar na economia até 2 bilhões
        Isso será um verdadeiro TSUMONEI do CA kkkkkkkk

        3+
        • avatar
        • avatar
    • tmarabo 9 de agosto de 2019 at 13:54

      A lei passou a permitir e os concorrentes estão fazendo. É cartão consignado no benefício. O que a CEF iria fazer, ficar de fora????

      0
  • Alemon Fritz 31 de julho de 2019 at 13:02

    martela o martelão
    -Tribunal de Minas confirma bloqueio de R$ 778 milhões de Thor Batista

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 31 de julho de 2019 at 14:54

    CEPAL: economia latino-americana deve crescer 0,5% em 2019
    Publicado em 31/07/2019

    A conclusão é do relatório anual “Estudo Econômico da América Latina e do Caribe 2019”, divulgado nesta quarta-feira (31) pela secretária-executiva do organismo das Nações Unidas, Alicia Bárcena, em coletiva de imprensa em Santiago, no Chile.

    Segundo o documento, a região crescerá este ano apenas 0,5%, cifra inferior ao 0,9% registrado em 2018. Para o Brasil, a previsão é de avanço de 0,8% este ano.

    Diferentemente de anos anteriores, em 2019, a desaceleração será generalizada e afetará 21 dos 33 países da América Latina e do Caribe. Em média, a expectativa é de que a América do Sul cresça 0,2%, a América Central, 2,9%, e o Caribe, 2,1%.

    “A região enfrenta um contexto externo com maiores incertezas e complexidades crescentes: menor dinamismo da atividade econômica mundial e do comércio global; maior volatilidade e fragilidade financeira; questionamentos ao sistema multilateral e um aumento das tensões geopolíticas”, disse Bárcena.

    De acordo com o “Estudo Econômico 2019”, o espaço fiscal foi restringido por níveis de arrecadação insuficientes para cobrir o gasto, o que deriva em déficits e em um aumento do endividamento nos últimos anos.

    https://nacoesunidas.org/cepal-economia-latino-americana-deve-crescer-05-em-2019/

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 31 de julho de 2019 at 15:01

    ” A GENTE ESTÁ LONGE DE UMA VIRADA”

    Para IBGE, falar em desemprego limitado a 12 milhões é minimizar o problema

    Estadão Conteúdo
    postado em 31/07/2019 14:18
    Embora o mercado de trabalho dê os primeiros sinais de melhora, ainda há o grande desafio de solucionar o patamar recorde de subocupados e de informais, segundo Cimar Azeredo, coordenador de Trabalho e Rendimento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    “Falar em desemprego, dizer que está limitado a 12 milhões, é minimizar o problema. Apesar dos avanços no mercado de trabalho, o problema é que há 28,405 milhões de subutilizados. O problema é muito maior do que isso. A gente tem um mercado de trabalho ainda com bastante subutilização”, avaliou Azeredo.

    O Brasil tem hoje uma população recorde de pessoas atuando por conta própria (24,141 milhões) e trabalhando sem carteira assinada no setor privado (11,500 milhões).

    O rendimento médio dos trabalhadores ocupados recuou 1,3% no segundo trimestre em relação ao primeiro trimestre do ano.

    “O porcentual de pessoas ocupadas contribuindo para a Previdência cai porque o que está crescendo é o mercado informal”, justificou o coordenador do IBGE. “A gente está longe de uma virada, porque a gente está com muita informalidade e muita subutilização da força de trabalho”, concluiu.

    https://www.em.com.br/app/noticia/economia/2019/07/31/internas_economia,1073775/para-ibge-falar-em-desemprego-limitado-a-12-milhoes-e-minimizar-o-pro.shtml

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 31 de julho de 2019 at 15:22

      Cajuzinha,

      Sobre a distância da virada, sem dúvida!

      O que estão relatando acima é sobre o que já falamos aqui no blog HÁ ANOS, não tem NENHUMA relação com “recuperação”, ao contrário, retrata a continuidade da DEGRADAÇÃO dos empregos.

      Fico feliz que o IBGE finalmente “coloque o dedo na ferida” e fale de todos estes assuntos de forma reunida, para dar uma visão mais clara e abrangente da REALIDADE.

      Na maioria das vezes, eles não foram tão enfáticos na análise dos resultados da pesquisa, ou quando eram enfáticos, não eram abrangentes, falavam só sobre uma parte do problema, agora a abordagem foi mais adequada.

      Talvez um dia façam um artigo ainda mais completo, em que expliquem junto com o que consta acima, o que é o empreendedorismo por NECESSIDADE, a relação dele com o RECORDE de MEs sendo abertas, com o RECORDE de MEs quebrando, com as distorções profundas entre oferta e procura para atividades “empreendedoras” sem NENHUMA especialização (Uber, vendedor de docinho, salão de cabeleireira, etc,etc, etc) e a relação entre tudo isto e as BOLHAS / “incentivos governamentais setoriais” que até hoje geram benefícios para poucos setores destruindo vários outros e no final, a economia como um todo.

      Se chegarem a expor em.apenas um artigo tudo que consta acima junto, pela “velocidade” que estão tendo para reconhecer o ÓBVIO, vai ser só daqui a ALGUNS ANOS, ou quem sabe, para constar nos livros de história, cheio de eufemismos e sem admitir 100% do que REALMENTE aconteceu…

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • From_The_Tower 31 de julho de 2019 at 15:10

    FED reduziu juros de 2,50% a.a. para 2,25% a.a.

    4+
    • From_The_Tower 31 de julho de 2019 at 15:13
      • From_The_Tower 31 de julho de 2019 at 15:16

        DI1F21 em 5,41%
        -0,37%

        3+
        • avatar
        • Money_Addicted 31 de julho de 2019 at 16:25

          enqto a inflacao se mantiver baixa, ta bom 🙂

          como eh interessante a liquidez, ganhamos com juros altos e juros baixos, alguns mais q outros (quem comprou pre) mas d qquer forma a liquidez eh uma blza.

          e mudando um pouco d assunto, mas ainda dentro da questao de rentabilidade, bolsonaro liberou 100% do lucro do fgts…..obvio q o ideal seria liberar o fgts, mas remunerando melhor ja ajuda

          7+
          • avatar
          • avatar
  • Abomineve Homem das Naves 31 de julho de 2019 at 16:40

    FED CUTS RATE BY A QUARTER POINT, CITES ‘GLOBAL DEVELOPMENTS,’ ‘MUTED INFLATION’

    https://www.cnbc.com/2019/07/31/fed-cuts-rates-by-a-quarter-point.html

    3+
    • avatar
    • avatar
  • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 31 de julho de 2019 at 16:40

    Pedala, pedala, pedala
    Bônus: Governo “liberal” continua usando as mesmas medidas usadas durante o governo Lula para pedalar e fazer populismo.

    Caixa anuncia redução de até 40% nas taxas de juros de parte das linhas de crédito

    Entre as linhas em que haverá queda de juros estão cheque especial, capital de giro e empréstimos pessoais. Banco anunciou ainda desenvolvimento de app para baixa renda.
    Para o cheque especial, o banco público afirma que haverá um corte de até 40% nos juros, válido para clientes que contratarem um pacote de serviços.

    https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/07/31/caixa-anuncia-reducao-de-ate-40percent-nas-taxas-de-juros-de-parte-das-linhas-de-credito.ghtml

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 31 de julho de 2019 at 16:43

      Crédito pessoal e capital de giro

      O banco anunciou ainda redução de até 21% nos juros do crédito pessoal. A taxa mínima era de 4,99% ao mês e agora será a partir de 2,29% ao mês.
      Para capital de giro, a Caixa anunciou corte nas taxas que variam de 11% a 13%. As taxas serão a partir de 0,95% ao mês.

      O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, informou que o banco terá perdas no curto prazo com a redução das taxas anunciadas nesta quarta-feira. Entretanto, a expectativa da instituição pública é de que essas perdas sejam recuperadas no médio prazo, com o aumento no número de clientes e de operações.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CA 31 de julho de 2019 at 17:24

        Carlos,

        O novo manual liberal diz que os bancos PÚBLICOS devem reduzir os juros para poderem roubar mercado dos bancos privados.

        Foi este manual que orientou a CEF, um banco PUBLICO, a retomar agora em 2019 a liderança do crédito imobiliário que havia sido perdida em 2018, sob os auspícios de um governo SOCIALISTA que não permitia a predominância do banco público sobre os privados, que absurdo!

        O novo manual liberal diz ainda que lucro é irrelevante e o que interessa é a “finalidade social” do banco de prover fartos empréstimos com baixos juros, independente da pessoa ter condições ou não de pagar pelos empréstimos, isto é IRRELEVANTE!

        Neste novo manual, será permitido se replicar o esquema de DERIVATIVOS dos EUA que foi usado para ampliar a destruição da bolha imobiliária.

        Outra prática defendida no novo manual liberal: a ANTI-MERITOCRACIA. Se você foi trouxa de pagar em dia, azar o seu, depois o banco público vai dar descontos relevantes para MILHÕES de clientes para motivar ao máximo possível o CALOTE.

        E ninguém precisará se preocupar com auditorias, melhores praticas, etc: o npvo manual liberal, como não podia deixar de ser, “liberou geral”! Um banco público pode FRAUDAR a redução em provisões contra devedores duvidosos, pode ignorar auditoria da CGU e o que for desejado, não há limites!

        Estou aprendendo aos poucos estes novos conceitos liberais, nunca pensei que tudo que consta acima era ser liberal, impressionante este novo mundo de conceitos liberais que estou aprendendo.

        16+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Abomineve Homem das Naves 31 de julho de 2019 at 16:42
    • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 31 de julho de 2019 at 16:46

      Gastadores premiados e precavidos penalizados, parabéns aos envolvidos.
      Avua sociedade de escravos por vontade.

      Lá como cá só se pedala.

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • odorico 31 de julho de 2019 at 16:53

        Impressionante que só 50 por cento pagam a fatura cheia do cartão e como refinanciam casas e como o “crédito educacional” é a nova escravidão americana….. Enfim, americano está ferrado como o brasileiro, mas como é ferrado em dólar é melhor que a gente. Como diziam os titãs “Um idiota em inglês é melhor que eu e vocês”…..

        22+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Cajuzinha 31 de julho de 2019 at 17:05

    Fed atua com “pressa” ante incertezas da economia, avalia Wells Fargo
    Gustavo Kahil – 31/07/2019

    “Em nossa opinião, outro corte de 25 bps seria um “seguro” adicional contra uma desaceleração
    mais pronunciada da economia”, indica Jay H. Bryson, economista-chefe do banco.

    https://moneytimes.com.br/fast/fed-atua-com-pressa-ante-incertezas-da-economia-avalia-wells-fargo/

    8+
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 31 de julho de 2019 at 17:10

      Trump vai pressionar o que pode… quer a reeleição….
      para o FED é ótimo no curto prazo…. consegue valorizar o estoque de títulos públicos….

      7+
      • avatar
      • From_The_Tower 31 de julho de 2019 at 17:16

        Bancos privados com função pública. Consegue uma boa remuneração justamente no Long x Short dos títulos de curto prazo e longo prazo.
        EU SI ADIVIRTU !
        Irão brincar com os poupadores novamente …. as 666 tão nem aí… só gastando e fazendo dívida.
        Quando der a quebra…. contem as semanas para o novo plano de recuperação.

        8+
        • avatar
      • Abomineve Homem das Naves 31 de julho de 2019 at 17:16

        E o Serginho Groisman de lá fica por alguns meses sendo “O CARA” da economia.
        😀

        5+
        • From_The_Tower 31 de julho de 2019 at 17:18

          hehe
          quem esse?

          2+
          • Abomineve Homem das Naves 31 de julho de 2019 at 17:19

            O Jerome Powell.
            😀

            5+
            • From_The_Tower 31 de julho de 2019 at 17:20

              kkkkk
              é parecido mesmo !
              Fala garoto ! Fala garota !

              6+
              • avatar
              • Abomineve Homem das Naves 31 de julho de 2019 at 17:29

                Serginho Groisman:

                Jerome Powell:

                13+
                • avatar
  • Cesar_DF 31 de julho de 2019 at 17:54

    Leilões com até 81% de desconto têm de imóveis de luxo a apartamentos financiados pelo FGTS
    A Frazão Leilões irá leiloar 84 imóveis da Caixa Econômica e a Raicher Leilões tem casas e apartamentos de alto padrão

    https://valorinveste.globo.com/objetivo/gastar-bem/noticia/2019/07/31/leiloes-com-ate-81percent-de-desconto-tem-de-imoveis-de-luxo-a-apartamentos-financiados-pelo-fgts.ghtml

    5+
    • avatar
  • Cesar_DF 31 de julho de 2019 at 17:56

    Número de imóveis financiados que foram notificados ou a leilão cresceu 81% no Paraná, diz associação

    O número de imóveis e terrenos financiados que foram notificados ou a leilão no Paraná cresceu 81% no primeiro semestre de 2019, no comparativo com o mesmo período do ano passado, de acordo com a Associação Nacional dos Mutuários (ANM).

    De janeiro a junho deste ano, 458 imóveis financiados pela Caixa Econômica Federal – um dos principais bancos financiadores – foram a leilão, segundo a associação. No mesmo período de 2018, 252 imóveis foram leiloados.

    https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2019/07/30/numero-de-imoveis-financiados-que-foram-notificados-ou-a-leilao-cresceu-81percent-no-parana-diz-associacao.ghtml

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • From_The_Tower 31 de julho de 2019 at 18:14

    COPOM cortou 0,5% da SELIC

    😉

    6+
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 31 de julho de 2019 at 18:20

      15:42:00 T. IPCA+ 2024 15/08/2024 2.90 3.02 2800.74 2784.39
      15:42:00 T. IPCA+ 2035 15/05/2035 3.59 3.71 1856.23 1822.72
      15:42:00 T. IPCA+ 2045 15/05/2045 3.59 3.71 1305.81 1267.51
      15:42:00 T. IPCA+ c/ Juros Sem. 2026 15/08/2026 3.06 3.18 3907.70 3881.31
      15:42:00 T. IPCA+ c/ Juros Sem. 2035 15/05/2035 3.47 3.59 4246.17 4192.20
      15:42:00 T. IPCA+ c/ Juros Sem. 2050 15/08/2050 3.63 3.75 4722.17 4631.69
      15:42:00 T. Prefixado 2022 01/01/2022 5.85 5.97 871.62 869.24
      15:42:00 T. Prefixado 2025 01/01/2025 6.83 6.95 699.52 695.29
      15:42:00 T. Pre. c/ Juros Sem. 2029 01/01/2029 7.14 7.26 1196.34 1187.57
      15:42:00 T. Selic 2025 01/03/2025 0.02 0.03 10233.15 10227.46

      6+
      • avatar
      • avatar
      • Strike 31 de julho de 2019 at 20:29

        Pandeiro, você acha que ainda tá compensa pegar? Qual você indicaria?

        2+
        • Strike 31 de julho de 2019 at 21:43

          Nas corretoras ainda tem letras ainda boas considerando o cdi atual.

          1+
        • From_The_Tower 1 de agosto de 2019 at 08:23

          Não sei.
          Dei minha opinião em 2018 baseado no Risco Volta PT com Haddad.
          Hoje eu não recomendo nada. Apenas focar no trabalho.

          8+
          • avatar
  • o paínha dos CAmaradas 31 de julho de 2019 at 18:24
    • From_The_Tower 31 de julho de 2019 at 18:27

      Janela maravilhosa de entrada no Tesouro Direto em 2018
      Segurar 731 dias e começar a realizar de pouquinho em pouquinho…

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 31 de julho de 2019 at 20:12

    Bolsonaro concede Ferrovia Norte-Sul e anuncia Ferrogrão de Sinop a Miritituba.

    “A [Ferrovia Norte-Sul] é a espinha dorsal de transporte no Brasil. [Com a entrada em operação] vai baratear o frete e como consequência a mercadoria na ponta da linha chega na ponta mais barata para o consumidor, a gente vai consumir menos óleo diesel, menos acidente nas estradas”, disse o presidente durante a cerimônia de assinatura do contrato, em Anápolis (GO).

    Com um total de 1.537 quilômetros, o trecho concedido da Norte-Sul é dividido em dois tramos. O primeiro, central, entre Porto Nacional (TO) e Anápolis (GO) com extensão de 855 km; e o tramo sul, abrangendo o trecho Ouro Verde de Goiás (GO) e Estrela D’Oeste (SP), com extensão de 682 quilômetros. A previsão é que este segundo entre em operação em 2021.

    Ontem (30), o secretário de Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, disse na capital paulista que os Estados Unidos têm interesse em fechar um acordo de livre comércio com o Brasil. Ele ressaltou, no entanto, que muitas etapas de negociação comercial ainda precisam ser cumpridas, e não quis estimar o tempo necessário para que o acordo possa ser fechado. Hoje, o secretário norte-americano tem reunião marcada em Basília com o presidente Bolsonaro.

    3+
  • Strike 31 de julho de 2019 at 20:26

    Boa noite, amigos! O pessoal aqui fica falando de crise mas como tem gente que gasta o que não tem heim? Falando sério, eu fico espantado com o que vejo! Tem uma secretária na imob que, pasmem, o sonho na vida dela era pôr silicone! Isso é sonho de vida? Agora conseguiu e vai tirar férias para colocar. Caras, eu não entendo. Uma vez eu estava num barzinho e depois saí com uma moça de Bauru, só fui levar ela embora. Ela tava toda bem arrumada, nada de vulgaridade, de blusinha e tal, não dava pra ver nada, mas mesmo assim eu já tinha sacado que era silicone. Daí quando cheguei na casa dela, começamos a conversar e elogiei a beleza dela e blablabla e daí dei uma tremenda boa fora pois do nada eu resolvi perguntei se fazia tempo que tinha colocado silicone (sei lá o que meu deu na hora de perguntar isso). Caras, ela ficou transtornada e indignada e queria saber como eu tinha conseguido saber que ela tinha colocado silicone sem nem ver nada, falou um monte pra mim e depois disso nunca mais quis conversar comigo de novo.
    Agora tem gente que vai para a festa de Barretos de caravana! Puta merda! Vão ficar lá em barracas, caras, que coisa mais ridícula, o pior que é tudo gente que não tem onde cair morto. Gastam tudo o que ganham e depois ficam quebrados pedindo vale. Fazem isso direto, outro dia foram de van para Rio Preto assistir um show lá numa casa de show de lá de um cantor sertanejo, acho que era o Luan Santana, o povo gasta uma grana com tolices. Olha, esse ramo de van dá dinheiro pra caramba heim!

    12+
    • avatar
    • Cesar_DF 31 de julho de 2019 at 20:35

      Strike
      “Somos livres para fazer nossas escolhas mas escravos das consequências”
      Imagine que fosse criado um paraíso socialista, onde todo mundo tivesse o mesmo nível de escolaridade, a mesma renda e o mesmo patrimônio.
      Daqui 10 anos já existiriam pobres e ricos
      Iria ter a pessoa que gastou tudo em ostentação, luxos, drogas, comidas, viagens, empréstimos bancários, etc
      Iria ter a pessoa que poupou dinheiro, adquiriu ativos, investiu, emprestou a juros para os que queriam ostentar.
      Acho estranho os esquerdistas lutarem tanto pela liberdade moral e cultural, mas serem contra a liberdade econômica.

      19+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Strike 31 de julho de 2019 at 20:41

        Ok. Eu entendo. Cada um faz o que quiser, mas eu fico pensando em vez de se precaver torram tudo.

        14+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Cesar_DF 31 de julho de 2019 at 20:43

        Entenda por que é impossível acabar com a pobreza por meio da redistribuição de renda e riqueza. E por que desigualdade não é pobreza
        https://www.mises.org.br/Article.aspx?id=3038

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Murilo 2 de agosto de 2019 at 08:54

          Achei sofismo puro, desigualdade de renda se reflete em acumulação desproporcional de renda, de oportunidades, em falta de ganho de produtividade. Isso aí é escrito para ricos aliviarem suas consciências.

          Quando você paga um milhão para Ivete Sangalo fazer propaganda do supermercado Guanabara, eles diluem esse custo nos produtos, e nós todos que já ganhamos pouco transferimos renda para quem já está lá no alto, esse é uma exemplo simples de uma entre varias formas de concentramos cada vez mais riqueza pelo mundo. Então essa falácia de economia não é uma conta de soma zero não cola. Achei bem desonestos e rasos os argumentos apresentados lá

          6+
  • Strike 31 de julho de 2019 at 20:35

    Seguir analisa é maior furada. O EM disse num relatório que eu recebi que não compensava comprar o Inter depois da units, que estava muito caro, etc.
    Esses caras não sabem de nada.

    3+
    • avatar
  • odorico 31 de julho de 2019 at 20:58

    Selic a 6%, agora vai!….. Ou não…..

    5+
    • avatar
  • Cesar_DF 31 de julho de 2019 at 21:30

    Desemprego cai pelo 3º mês seguido

    A taxa de desocupação (12,0%) recuou 0,7 % no segundo trimestre de 2019 em relação ao trimestre de janeiro a março de 2019 (12,7%) e caiu 0,4 % na comparação cA taxa de desocupação no Brasil ficou em 12% no trimestre encerrado em junho, de acordo com os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados na manhã desta quarta-feira, 31, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    A população ocupada (93,3 milhões de pessoas) cresceu em ambas as comparações: 1,6% (mais 1.479 mil pessoas) em relação ao trimestre anterior e 2,6% (mais 2.401 mil pessoas) na comparação como o mesmo período de 2018. A massa de renda real habitual paga aos ocupados somou R$ 208,435 bilhões no trimestre até junho, alta de 2,4% ante igual período do ano anterior.

    4+
    • avatar
    • CA 31 de julho de 2019 at 21:37

      É, se agirmos como o VP MC da CEF costumava FAZER por aqui, de usar estatísticas enviesadas, mesmo quando já sabe faz tempo disto, até que daria para TENTAR enganar os outros, mas como sempre dizemos, aqui é um péssimo lugar para se fazer isto…

      “Para IBGE, falar em desemprego limitado a 12 milhões é minimizar o problema

      Estadão Conteúdo
      postado em 31/07/2019 14:18
      Embora o mercado de trabalho dê os primeiros sinais de melhora, ainda há o grande desafio de solucionar o patamar recorde de subocupados e de informais, segundo Cimar Azeredo, coordenador de Trabalho e Rendimento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

      “Falar em desemprego, dizer que está limitado a 12 milhões, é minimizar o problema. Apesar dos avanços no mercado de trabalho, o problema é que há 28,405 milhões de subutilizados. O problema é muito maior do que isso. A gente tem um mercado de trabalho ainda com bastante subutilização”, avaliou Azeredo.

      O Brasil tem hoje uma população recorde de pessoas atuando por conta própria (24,141 milhões) e trabalhando sem carteira assinada no setor privado (11,500 milhões).

      O rendimento médio dos trabalhadores ocupados recuou 1,3% no segundo trimestre em relação ao primeiro trimestre do ano.

      “O porcentual de pessoas ocupadas contribuindo para a Previdência cai porque o que está crescendo é o mercado informal”, justificou o coordenador do IBGE. “A gente está longe de uma virada, porque a gente está com muita informalidade e muita subutilização da força de trabalho”, concluiu.”

      https://www.em.com.br/app/noticia/economia/2019/07/31/internas_economia,1073775/para-ibge-falar-em-desemprego-limitado-a-12-milhoes-e-minimizar-o-pro.shtml

      10+
      • avatar
      • avatar
      • CA 31 de julho de 2019 at 21:53

        RECORDE de desalentados mais SUBempregados e desempregados, ou seja, recorde de falta de trabalho, que passou de 28 MILHÕES de pessoas.

        Quanto mais pessoas DESISTEM de procurar emprego, mais se reduz a taxa de desemprego, devemos comemorar que as pessoas estejam DESISTINDO, por não encontrarem oportunidade minimamente decente, sério mesmo?

        Sobre SUBemprego, também.em patamar RECORDE, PARTE da explicação tem relação com mudança da lei trabalhista em nov/17 pelo Temer:

        Com a implementação do emprego intermitente, antes as empresas contratavam TEMPORÁRIOS por 3 meses agora contratam por períodos menores, não contínuos e MAIS PESSOAS. Só que trabalhar algumas vezes por semana e em períodos não contínuos, não resolve a situacao das familias, o que é UM dos fatores que ajudam a aumentar o super endividamento e a inadimplência.

        Isto sem contar que uma parcela destes intermitentes assina contrato com empresa, mas não começa a trabalhar nela, mesmo assim, ele acaba entrando na conta dos “empregados” para CAGED (NESTE caso aparentemente distorce só o CAGED e não o IBGE).

        Some -se a isto o RECORDE dos mais de 20 MILHÕES de pessoas na INFORMALIDADE, assim como o RECORDE de MEs abertas que no total equivalem a mais dezenas de milhões de pessoas e veremos que o empreendedorismo por NECESSIDADE continua crescente, como estratégia de SOBREVIVÊNCIA.

        Ubers e afins, cabeleireiros, vendedores de roupas e de docinhos e outras funções sem NENHUMA especialização e que sofrem com distorções cada vez maiores entre oferta e procura para estas atividades, reduzindo a renda de TODOS que praticam estas atividades.

        Pior: a estatística do IBGE captura queda na renda, mas não integralmente. Exemplo: O quanto um motorista de Uber gasta com a manutenção e consumo do carro para TRABALHAR não entra no cálculo abatendo da renda líquida e real das pessoas, mas de fato, são valores gastos que reduzem e MUITO A capacidade de consumo.

        É bom ver que até o IBGE começa a dar um cenário mais completo, mesmo faltando os pontos que mencionei acima, pelo menos ELES não estão preocupados em divulgarem só estatísticas enviesadas, pena que outros continuem insistindo nesta tática…

        13+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 31 de julho de 2019 at 22:12

          Tá muito pessimista CA, logo logo o caixão vai lançar o MUMV – Meu Uber Minha Vida e os brasileiros finalmente poderão realizar seu sonho de dirigir seu próprio negócio, literalmente. E tem que ter liberdadade econômica pois agora está na lei e todos os brasilinos estão obrigados a ter liberdade.

          7+
          • avatar
        • Cesar_DF 31 de julho de 2019 at 22:27

          CA
          Endividamento, inadimplência, desemprego, subemprego são todos uma HERANÇA de quem pensou que era rico mas na verdade era só um ENDIVIDADO.

          Não importa se as pessoas estão trabalhando 4 ou 8 horas por dia, o principal indicador que irá demonstrar como anda o mercado de trabalho é a MASSA SALARIAL, afinal de contas, o que compra bens e serviços, especialmente imóveis, é a soma de todos os salários e rendas.

          Por exemplo, no Hell de Janeiro a massa salarial aumentou artificialmente e agora está retornando a realidade, a consequência natural é que tudo que foi criado para atender a uma renda irreal, agora irá voltar a realidade, o que significará, a longo prazo, que ainda tem muita coisa para quebrar no Hell de Janeiro.

          Desde 1995 vivendo numa SIMIOCRACIA gramsciana – https://www.youtube.com/watch?v=TfRSfF296js

          13+
          • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 31 de julho de 2019 at 22:51

            Tem que ser muito canalha e muito cara de pau pra culpar as vítimas pelos crimes dos governos passados, inclusive crimes que continuam acontecendo no governo atual, parece coisa de “comunistas”.

            Cesar_DF
            “Endividamento, inadimplência, desemprego, subemprego são todos uma HERANÇA de quem pensou que era rico mas na verdade era só um ENDIVIDADO.”

            7+
          • CA 1 de agosto de 2019 at 07:35

            Cesar _DF,

            Sem dúvida que a DESTRUIÇÃO na economia foi plantada pelo PT e em especial pelo Lula e as INÚMERAS bolhas que ele inflou, as quais a Dilma PEDALOU e ampliou, acelerando ainda os gastos públicos e todo o desequilíbrio fiscal para pedalar e maquiar ainda mais quando estas bolhas já estavam explodindo, mas o ponto central aqui é o seguinte:

            Se olharmos estatísticas enviesadas, pegando dados de uma região que tem mais distorções via PcD do automobilístico, intermitentes e outras situações que NÃO representam algo sustentável e positivo, FAZENDO DE CONTA que o recorde de falta de trabalho (desalentados + Subemprego + desempregados) e recorde de INFORMALIDADE do empreendedorismo por NECESSIDADE são “positivos”, tendo assim um diagnóstico completamente DISTORCIDO da situação atual e sem NENHUMA visibilidade quanto à causa RAIZ dos problemas (BOLHAS), como poderemos adotar as ações CORRETAS?

            É graças a completa CEGUEIRA descrita no parágrafo anterior que os governos se sentem completamente à vontade para AUMENTAREM os problemas, visando postergar a visibilidade das consequências e assim aumentando os ESTRAGOS que serão colhidos quando não conseguirem mais PEDALAR e MAQUIAR!

            É por isto que se sentem à vontade em FORÇAR reduções relevantes nos juros da CEF e impulsionar novas levas gigantes de crédito PODRE oferecendo linhas de crédito “especiais” via consignado para aposentados e também mirando quem já está com nome sujo.

            É por isto que se sentem à vontade para gerar “N” estímulos para a construção civil leve, seja financiamento bilionário de capital de giro das construtoras, retomada da CEF como líder do crédito imobiliário, esquema de DERIVATIVOS e de redução relevante nos juros do crédito imobiliário, etc, etc, etc…

            Enquanto insistirem em DISTORCER o diagnóstico para FORÇAR esquemas que beneficiem aos amigos do rei da construção civil leve, colocando aqueles que ajudaram e MUITO a nos arrastar para a crise atual como se fossem “heróis” e nossa “tábua de salvação”, é ÓBVIO que os problemas e suas consequências só vão se agravar…

            9+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
    • Cesar_DF 31 de julho de 2019 at 21:39

      De acordo com o gerente da pesquisa, Cimar Azeredo, a indústria foi a principal responsável pelo aumento na ocupação. Na comparação com março, aumentou em 2,7% o número de trabalhadores neste segmento. Em relação a junho do ano passado, a alta foi de 1%.

      O gerente da pesquisa chamou de “inédito” o aumento de 2,6% da população ocupada na comparação com o primeiro trimestre.

      “É um movimento bastante expressivo. Para se ter ideia, o crescimento da população foi de apenas 1%. Este é um movimento inédito e mostra que o mercado de trabalho está com força na geração de postos de trabalho”, disse.

      Azeredo destacou o aumento da carteira de trabalho assinada. “Essa foi a primeira vez nos últimos cinco anos que ela subiu de forma expressiva na comparação trimestral. Esse crescimento não se deu de forma espalhada pelo país, mas concentrado principalmente em São Paulo e Minas Gerais”, adiantou. Os dados regionalizados do mercado de trabalho serão divulgados pelo IBGE no dia 15 de agosto.

      Azeredo ressaltou ser positivo que São Paulo se destaque na geração de empregos. “São Paulo funciona como efeito farol, indicando o que a gente vai ver lá na frente”.

      6+
      • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 31 de julho de 2019 at 22:14

        Cadê a fonte?

        Não seria um destes portaizinhos mequetrefes de propaganda do gobierno, seria?

        6+
        • avatar
      • CA 31 de julho de 2019 at 22:17

        Vejo em diferentes indústrias e no comércio, empresas contratando mais INTERMITENTES. A equação aqui é a seguinte: antes tinha temporário por prazo mínimo de 3 meses, mas o pico de produção e/ou vendas era em período inferior, agora, ao invés de ter só 1 temporário por 3 meses, pode ter 2 TEMPORÁRIOS trabalhando 1,5 meses cada um e ainda, com menos horas trabalhadas por mês. Por isto o RECORDE de SUBempregados e de pessoas para as quais falta trabalho.

        Lembrando que no passado, por não existir intermitente CLT, estas oportunidades eram informais, agora entram como mercado formal.

        Outra coisa que tem crescido, são as pessoas que estão trabalhando de forma autônoma e também TEMPORARIA, seja por NF de consultoria de terceiros (“quarteirizados”), ou prestando serviço com empresa própria, também em projetos TEMPORÁRIOS.

        As empresas estão ficando mais “à vontade” com a nova legislação trabalhista de 2017 e passando a contar que ocorrerão menos processos trabalhistas, se arriscando mais. Em primeiro momento, isto é bom para as empresas e a economia, mesmo gerando Subemprego e INFORMALIDADE em maior escala, mas para ser algo mais consistente e duradouro, tem que começar a gerar funções mais NOBRES e DURADOURAS.

        Tenho conversado com profissionais que atuam com consultoria de TI que estão buscando recolocação em CLT porque FALTAM PROJETOS, ou seja, mesmo com algum crescimento nos trabalhos temporários e projetos, isto não é linear e garantido.

        Sobre a recuperação das indústrias em SP:

        https://www.sunoresearch.com.br/noticias/industria-sao-paulo-maior-fechamento/

        Trecho do link acima, notícia de 21/jul/19:

        “A indústria de São Paulo fechou 2,325 unidades industriais nos cinco primeiros meses de 2019. O número de fábricas fechadas na cidade é o maior em uma década. Os dados foram publicados pelo jornal “Estado de São Paulo.” “

        10+
        • avatar
        • avatar
        • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 31 de julho de 2019 at 22:20

          Nem perca seu tempo CA, a dita “notícia” só aparece em meios confiáveis tipo caneta retardadora, MBL fake news e outros.
          O cidadão não citou a fonte por óbvias razões, nem ele acredita, mas é tão cara de pau e mal caráter que ainda tenta enganar os mais incaltos.

          5+
          • avatar
          • o paínha dos CAmaradas 31 de julho de 2019 at 22:21

            shuashuashuashuashuashua

            3+
          • tmarabo 1 de agosto de 2019 at 11:08

            “mal caráter” “incaltos.” rsrsrsrsrs
            de resto, falou o charles que posta e se baseia nos blogs sujos de esquerda…

            4+
  • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 31 de julho de 2019 at 22:09

    Bolha canadence fazendo ploc.

    Canada Is Set For A Big Drop In Home Prices, According To New Reports
    The bubble’s gotta burst sometime!

    Bloomberg Economics has released data suggesting that the Canada housing bubble will eventually pop, leading to a big drop in home prices. Along with New Zealand, Canada is highly susceptible to a housing price correction in the near, but unknown future. This is due to the high price-income ratio and abnormal price-rent ratios having been a hard reality for some time now.

    Policymakers may already be considering changes after the Government of Canada finally introduced a tax on foreign buyers. Foreign investors have proven to stand as major competitors to Canadian residents in need of decent, affordable housing. Many people simply can’t outbid investors from overseas. While sold condos across the country sit empty, Canadians struggle to get a grip on property in their own cities.

    https://www.narcity.com/news/ca/canada-housing-bubble-set-to-burst-leading-to-a-big-drop-in-home-prices

    Canada due for drop in home prices, according to housing bubble index

    According to data from Bloomberg’s Housing Bubble Dashboard, both Canada and New Zealand top the list of countries due for a correction because of high house price-to-rent and house price-to-income ratios.

    According to the financial data and news firm’s recently launched Housing Bubble Dashboard, both Canada and New Zealand top the list of countries due for a correction because of high house price-to-rent and house price-to-income ratios.

    Both ratios are indicative of a bubble that could burst, said Bloomberg economist Niraj Shah, who crunched the numbers from the Organization for Economic Cooperation and Development and the Bank for International Settlement.

    Recent moves by federal and provincial governments to keep house prices in check — including the mortgage stress test and B.C.’s tax on foreign buyers — haven’t been enough to relieve the pressure, Shah added.

    “While this all should help contain the housing bubble, the dashboard suggests house prices still remain substantially elevated,” said Shah in an email interview.

    Shah created the Bubble Dashboard earlier this year in response to a series of rate cuts from central banks around the world. Those cuts, designed to stimulate economies, could also have the effect of further boosting housing prices, Shah added.

    “We decided to put together the Housing Bubble Dashboard in light of the new round of global interest rate cuts. That risks exacerbating existing housing bubbles,” said Shah.
    https://www.thestar.com/business/2019/07/30/canada-due-for-big-drop-in-home-prices-according-to-housing-bubble-index.html

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • socrates 1 de agosto de 2019 at 08:17

      Encarar os problemas de frente. Inveja verde dos canadenses e australianos. Uma populaçao menos alienada nao engole tanta mentira do governo e midia. Duvido que nesses paises tenha se propagado por tanto tempo ideias como “moeda desvalorizada é boa para o país”, “precisamos de um pouco de inflaçao”, “cada um tem o que merece”, etc…

      4+
      • avatar
      • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 1 de agosto de 2019 at 09:42

        Aqui ainda não tomaram medidas socrates, não é por falta de avisos.

        2+
        • avatar
        • avatar
  • Alemon Fritz 31 de julho de 2019 at 22:54

    eita cada semana é um #:
    -Índice de ações do setor imobiliário lidera os investimentos em julho
    O Imob, ações do setor imobiliário na bolsa, liderou os investimentos em julho com avanço de 8,61%, seguido pelo Índice Small Caps, -empresas de menor capitalização na bolsa, que valorizou 6,75%. valor

    6+
    • avatar
    • avatar
  • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 31 de julho de 2019 at 23:26

    Especialistas

    Manda ver, Copom!
    As condições para uma redução mais agressiva dos juros básicos estão aí

    Fábio Alves*, O Estado de S.Paulo

    O mercado chega à decisão do Copom hoje com baixa visibilidade: o Banco Central apenas deixou a porta aberta para um corte de juros, mas não deu nenhuma pista sobre o ritmo dessa redução, se 0,25 ponto ou 0,50 ponto porcentual, tampouco sobre o tamanho total do iminente ciclo de afrouxamento monetário.
    Como há razões técnicas para justificar qualquer decisão, o Copom tem a liberdade de ser mais agressivo ou mais comedido ao iniciar o ciclo de corte de juros sem colocar em xeque sua credibilidade.
    Isso porque, mesmo depois da votação em primeiro turno na Câmara dos Deputados da reforma da Previdência, cuja aprovação é tida como essencial para o início do afrouxamento monetário, o BC nem sequer endossou as expectativas de que uma redução da taxa Selic era dada como garantida nesta semana.
    É, contudo, inegável que são cada vez maiores as condições para o Copom fazer um primeiro corte de 0,50 ponto. A inflação segue surpreendendo para baixo; as expectativas inflacionárias estão bem ancoradas, até pelo menos 2022; e a atividade econômica está bem aquém do esperado.

    O IPCA-15 de agosto, por exemplo, subiu 0,09% em julho, abaixo da mediana das expectativas dos analistas, que previam uma alta de 0,13%. Em 12 meses, o índice acumulou alta de 3,27%, bem abaixo da meta de inflação do BC para 2019, de 4,25%. Mais importante ainda é que todos os núcleos desse índice de preços – que sinalizam a tendência da inflação nos próximos meses – desaceleraram significativamente. Alguns deles estão até abaixo de 3,0%.

    As expectativas inflacionárias refletem esse comportamento benigno. Para 2020, as projeções contidas na mais recente pesquisa Focus, do BC, apontam para uma inflação de 3,90%, enquanto a meta é de 4,0%. Para 2021, as estimativas do IPCA se encontram na meta, de 3,75%. E, em 2022, essa previsão está agora em 3,50%.
    Por outro lado, a estimativa para o PIB ainda aponta uma recuperação muito tímida da economia brasileira, com crescimento de 0,82% neste ano e de 2,10% em 2020.
    Se o Copom baixar os juros em 0,50 ponto nesta semana, levando a Selic a 6,0%, é bastante provável que o tamanho do ciclo seja superior a 0,75 ponto, como é a projeção de algumas instituições financeiras. E se cortar 0,50 ponto e não sinalizar inequivocamente no comunicado que acompanhará a decisão de que está antecipando o ciclo, os analistas que hoje preveem um orçamento total de redução em 1 ponto porcentual vão provavelmente refazer as contas e projetar um afrouxamento mais profundo.
    Por enquanto, o consenso das estimativas na pesquisa Focus aponta para juros em 5,50% no fim deste ano, permanecendo nesse patamar até o fim de 2020. Mas vem crescendo a aposta de que o Copom vai reduzir a Selic até 5,0% no fim deste ano. É possível que o BC saia de cima do muro e dê uma sinalização mais clara sobre qual o tamanho do ciclo de afrouxamento monetário no comunicado e na ata desta reunião.
    Se o Copom considerar que o seu orçamento do ciclo de corte de juros é, de fato, maior do que mostra hoje o consenso das estimativas na pesquisa Focus até o fim deste ano (de 1 ponto), então o BC estaria um pouco atrás da curva, jargão financeiro para dizer que a autoridade monetária tem de acelerar os cortes em razão de uma inflação e de uma atividade econômica que perdem o fôlego mais intensamente do que o desejável.
    Nesse caso, é provável o BC iniciar o ciclo com um corte de 0,50 ponto e indicar, por meio até das suas projeções de inflação no comunicado e na ata, que o ciclo de corte será mais profundo do que o consenso do mercado prevê, especialmente porque a incerteza fiscal – avanço na aprovação da reforma da Previdência – foi reduzida drasticamente.
    Já o cenário externo – outro fator importante para o balanço de riscos do Copom – aponta inflação para baixo no Brasil, diante de uma desaceleração da economia global e da redução de juros pelos principais bancos centrais mundiais. O Copom pode até ser mais cauteloso no primeiro corte de juros e sinalizar que seguirá baixando a taxa básica, mas as condições para uma redução mais agressiva estão aí.

    https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,manda-ver-copom,70002948145

    4+
    • avatar
    • Strike 1 de agosto de 2019 at 00:33

      Você viu que o Caxão já reduziu os juros também???

      5+
  • Alemon Fritz 31 de julho de 2019 at 23:53

    Informalidade entre empregados domésticos é recorde no Ceará

    (contudo o IBGE se atrapalha em algumas coisas):

    Com a PEC das Domésticas em 2015, que assegurou mais direitos à categoria, o número de empregadas com carteira assinada cresceu quase 33%, passando de 1,19 milhão no Brasil todo em agosto de 2015 para 1,58 milhão em abril deste ano.
    A legislação ajudou na formalização, mas como tratamos as empregadas e diaristas de forma conjunta, a taxa de informalidade sobe”, aponta Avelino.

    Diferenciação
    O presidente do Instituto Doméstica Legal, Mario Avelino, admite que ainda há uma alta informalidade, mas CRITICA a metodologia utilizada pelo IBGE. “Tem-se que entender que só possui ou deveria possuir carteira assinada os empregados domésticos. A diarista é autônoma. Ela tem trabalho, mas não emprego. As duas não poderiam ser colocadas na mesma panela”, defende o presidente.

    os empregados domésticos não se restringem à figura da conhecida “secretária do lar”, mas qualquer trabalhador que preste serviço por mais de dois dias na semana no âmbito residencial, a exemplo de cozinheiro, babá, vigia, motorista, e até piloto particular de avião, entre outros. (jardineiro, piscineiro)

    https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/editorias/negocios/informalidade-entre-empregados-domesticos-e-recorde-no-ceara-1.2125754

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Strike 1 de agosto de 2019 at 00:32

    O Caxão vai cortar os juros para pessoas físicas e jurídicas em até 40%. Cheque especial cai para no máximo 9,99% am. Crédito pessoal 2,29%.
    Eu estava aqui pensando, essa queda dos juros do Caxão não poderá forçar a rede bancária a fazer o mesmo???? Pode ser que o crédito comece a se normalizar no Brasil. O que vocês acham?

    9+
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 1 de agosto de 2019 at 00:44

      sim, mas nem foi muito. acho que a Galera vai comprar carro.
      -BB e Itaú anunciam redução de juros após queda da Selic.
      VEJA.com-3 h

      e eu ainda insisto na correria agro bolha:
      -Negociação de dívidas rurais deverá ser facilitada.
      Globo Rural-12 de jul
      -Banco do Nordeste quadruplica financiamento para Agroecologia em 2019.
      Século-8 h
      -BeefPoint-30 de jul A Embrapa pretende estimular o avanço da agricultura digital com o objetivo de … Trata-se de um banco de dados..
      -Nova taxa de juros colocará Brasil no patamar de pais “civilizado”, …
      Notícias Agrícolas-30 de jul Outro impacto positivo será para a agricultura, pois as taxas … o dobro da oferecida pelo CDI (taxas oficiais do Banco Central brasileiro..
      -Sicoob ES libera R$ 570 milhões para produtores rurais.
      Agrolink -9 h

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 1 de agosto de 2019 at 07:14

      Strike
      O crédito é como uma arma, o que importa é o uso que fazem dele
      Se este crédito resulta em aumento da produtividade, ou seja, em um ativo, então é uma “boa dívida”
      Porém, se for utilizado num passivo, então será uma dívida ruim.

      9+
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 1 de agosto de 2019 at 07:28

    Na era Dilma estávamos num caminho que a Venezuela já passou, como uma economia baseada em planejamento central, onde o motor é o governo e os seu amiguinhos, tocados a base de juros subsidiados tirados do bolso dos pagadores de impostos e do endividamento público e agora claramente estou vendo uma mudança na direção do barco, rumando a uma economia de livre mercado, baseada em aumento da produtividade.

    CA, todos estamos vendo que você tem uma NECESSIDADE de “complementar” TODA notícia ruim, especialidade da Cajuzinha, e também de “rebater” as notícias boas.

    Tudo indica que seja um processo de RACIONALIZAÇÃO, que ocorre quando o DOGMA entra em conflito com as EVIDÊNCIAS.

    https://psicoativo.com/2016/01/racionalizacao-mecanismo-de-defesa-exemplos.html

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 1 de agosto de 2019 at 07:54

      Cesar_DF,

      Sim, vamos falar sobre DOGMAS, VIES IDEOLÓGICO e EVIDÊNCIAS. Vou repetir o que já havia DEMONSTRADO para você antes a este respeito, uma vez que você insiste em DESINFORMAR e INVERTER o que está acontecendo:

      CA 30 de julho de 2019 at 11:17
      Cesar_DF,

      Excelente exemplo!

      O viés ideológico levou alguns do blog a “esquecerem” tudo que defenderam aqui por ANOS, única e exclusivamente porque entrou um novo governo que repete e amplifica os erros, mas que é IDOLATRADO por estas pessoas!

      Antes se a CEF prometesse reduzir em 30% os juros do crédito imobiliário pela possível entrada do IPCA como indexador no lugar da TR, estas pessoas iriam alertar a todos que era uma imensa ARMADILHA, para PEDALAR com a bolha, arrastar mais milhões de pessoas para a inadimplência e gerar um novo BNH. Hoje estas mesmas pessoas acham isto normal e sem problemas.

      Antes quando a CEF dava empréstimos BILIONÁRIOS para o capital de giro das construtoras para que elas PEDALASSEM com as vendas FALSAS na planta e também pudessem empurrar cada vez mais crédito PODRE para o sistema financeiro, estas pessoas esbravejavam , hoje quando a CEF dá R$ 4 BILHÕES para o capital de giro das construtoras, mesmo com amplo histórico de CALOTES das construtoras para a CEF, estas mesmas pessoas acham normal e natural.

      Antes, se a CEF prometesse DOBRAR o crédito imobiliário com a verba da poupança para se tornar novamente a líder inconteste do crédito imobiliário e ainda, com um esquema de DERIVATIVOS e embutindo enorme quantidade de crédito PODRE, diriam que era um absurdo completo, que estavam replicando uma parte do subprime americano, que seria amplificar a destruição da bolha imobiliária na certa, hoje, estas mesmas pessoas FAZEM DE CONTA que o que consta aqui é “vaporware” , mesmo com estas pessoas sabendo que a CEF, mesmo sendo um banco público e estando em um governo “liberal”, já retomou a liderança no crédito imobiliário que havia perdido em 2018 sob o governo Temer e mesmo sabendo que o esquema do IPCA descrito acima é parte do mecanismo que utilizarão para os DERIVATIVOS e que isto já se encontra em fase de aprovação pelo Banco Central, ou seja, FINGEM que não é nada sério, mesmo tendo todas as evidências em sentido contrário.

      Antes, se a CEF reduzisse as provisões contra devedores duvidosos em BILHÕES DE REAIS em meio a maior BOLSA CALOTE de todos os tempos, depois que a maior dívida corporativa do país virou recuperação judicial e ainda, em meio a uma infinidade de MAQUIAGENS, ROMBOS e CRIMES FINANCEIROS, só para SIMULAR lucro recorde e recuperação da liquidez, estariam esbravejando e xingando o governo pelo ABSURDO de estarem PEDALANDO e aumentando o tamanho do ROMBO e o risco de crise sistêmica, hoje FINGEM que nem sabiam disto e quando “descobrem”, dão de ombros, com indiferença.

      Antes, quando houvesse uma auditoria como a da CGU, recente e que foi recebida pelo “novo” governo e vissem a mesma ser solenemente IGNORADA ,apesar de ter itens críticos, relevantes, abordando péssimas práticas adotadas pelos bancos, inclusive algumas das que mencionei acima, eles ficariam revoltados, hoje, reagem com indiferença.

      Pelas AMOSTRAS acima, repletas de FATOS E DADOS, fica mais do que claro que mantive minha COERÊNCIA e continuei defendendo tudo que SEMPRE defendi antes, enquanto isto, alguns APAGARAM de sua mente tudo que defendiam e passaram a FAZER DE CONTA que nada daquilo que defendiam com unhas e dentes antes teria importância, o que é uma profunda INCOERÊNCIA e uma gigantesca DESONESTIDADE INTELECTUAL, sem contar a CARA-DE PAU de dizer que o viés ideológico é daquele que manteve a COERÊNCIA na análise de fatos e dados e não daqueles que mudaram do vinho para o vinagre só porque mudou o governo, mas este continuou repetindo e ampliando os erros…

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CA 1 de agosto de 2019 at 08:20

        Cesar_DF,

        Vou traduzir o que consta acima, caso você ainda finja não ter entendido:

        Tenho DOGMAS e VIES IDEOLOGICO porque defendo pontos de vista com FATOS, DADOS e critérios COERENTES ao longo do tempo, sem mudar de opinião da noite para o dia sem que exista um motivo RAZOÁVEL e baseado em FATOS e DADOS para isto e principalmente, mantenho tudo isto INDEPENDENTE do governo de momento.

        Já o Cesar_DF não tem dogmas nem viés ideológico porque ele FINGE NÃO VER tudo que ele criticava antes e que está sendo ampliado pelo governo novo.

        Sério que você acha que as pessoas daqui são tão burras que não enxergam o que consta acima?

        Repito:

        – A tática de seus colegas de sugerirem fechar o blog não funcionou;
        – Suas inúmeras tentativas de INTIMIDAR os comentários da Cajuzinha para que ela não trouxesse mais dados sobre o mundo REAL não funcionou;
        – Sua estratégia de sugerir que o blog, chamado BOLHA IMOBILIÁRIA, deixe de falar sobre BOLHA IMOBILIÁRIA e passe a falar só sobre investimentos, “porque a bolha já está explodindo”, só porque você dentro do seu FANATISMO não suporta ver críticas ao seu governo IDOLATRADO e mesmo sabendo que é na explosão que é mais importante observarmos a reação de governos, agentes e consequências para TODOS, não funcionou;
        – A estratégia de tentar SIMULAR um mundo maravilhoso baseado nos gráficos da BOVESPA, o cassino brasileiro com resultados INVERSOS ao da economia real, não funcionou;
        – A estratégia de invasão em massa de Trolls para detonar o blog, não funcionou;
        – O esquema de colocar “N” “notícias” de propaganda política do governo para tumultuar o blog com politicagem barata (ver postagens de indiobolhista no início do blog) não funcionou;
        – A estratégia de trazer os seus colegas mais desequilibradas para xingarem famílias, trazendo referências de abusos sexuais e tudo de mais baixo que vocês conseguem, não funcionou;
        – O intenso esquema de FAKE NEWS praticado, replicando aquilo que mais fazem no Whatsapp, não funcionou.

        Sim, vocês continuarão tentando todos os esquemas acima e diversos outros, porque como Einstein dizia, é “insanidade repetir as mesmas ações esperando resultados diferentes” e INSANIDADE é uma das características intrínsecas dos fanáticos religiosos, mas como sempre digo, vão apenas perder seu tempo, porque está ficando cada vez mais ÓBVIO para aqueles que não são fanáticos religiosos, o que consta acima…

        17+
        • avatar
        • avatar
  • Cesar_DF 1 de agosto de 2019 at 08:19

    PARQUE NACIONAL DO IGUAÇU RECEBE MAIS ESTRANGEIROS APÓS DISPENSA DE VISTO
    Número de canadenses, por exemplo, aumentou mais de 90%
    https://www.clickfozdoiguacu.com.br/parque-nacional-do-iguacu-recebe-mais-estrangeiros-apos-dispensa-de-visto/

    Turismo de negócios cresce 14,7% no Brasil no 1º semestre
    As vendas de passagens aéreas e rodoviárias, diárias de hotéis, locação de veículos e eventos de turismo corporativo somaram R$ 5,57 bilhões, diz associaçao.
    https://g1.globo.com/turismo-e-viagem/noticia/2019/07/23/turismo-de-negocios-cresce-147-no-brasil-no-1o-semestre.ghtml

    Isenção de visto aumenta em 36% buscas pelo Brasil nos EUA, Canadá, Japão e Austrália
    https://www.infomoney.com.br/minhas-financas/turismo/noticia/8039366/isencao-de-visto-aumenta-em-36-buscas-pelo-brasil-nos-eua-canada-japao-e-australia

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 1 de agosto de 2019 at 08:27

    https://www.nexojornal.com.br/expresso/2019/07/31/Como-est%C3%A1-a-economia-dos-EUA-no-ano-que-antecede-as-elei%C3%A7%C3%B5es

    ANTONIO CARLOS ALVES DOS SANTOS: Mas é um crescimento que, em termos de mercado de trabalho, não é tão bom assim. É verdade que está aumentando a oferta de emprego, mas é um emprego de qualidade muito ruim. Ou seja, o salário não está tão alto quanto se esperava, as condições de trabalho deixam muito a desejar. É uma economia que gera emprego, mas em termos do “sonho americano”, em que o neto estaria melhor que o avô, isso não se realiza mais.

    O atual ritmo de crescimento da economia americana é sustentável?

    FRANCISCO PIRES DE SOUZA É uma situação insustentável. Ao esticar muito a corda do ciclo econômico, você cria condições para uma reversão mais severa do ciclo expansivo. O endividamento, por exemplo, está crescendo muito nos EUA, tanto público como privado. As empresas americanas hoje têm uma dívida maior do que às vésperas da crise financeira de 2008. Quando os lucros começarem a cair — o que já está acontecendo —, essas dívidas podem se revelar insustentáveis. Esse pode ser um dos gatilhos da reversão deste ciclo de expansão. É normal que a economia tenha fases de expansão e fases de recessão, mas como essa fase [de expansão] está sendo estendida de uma forma excessiva, estão sendo criados desequilíbrios que podem depois tornar a reversão do ciclo mais acentuada do que o normal. A situação é totalmente inédita: a economia ainda está crescendo bastante e, provavelmente, o Banco Central (Federal Reserve) reduziu [nesta quarta-feira] a taxa de juros. Em fases em que a economia está se expandindo muito, a taxa de juros tende a subir para evitar sobreaquecimentos. O que está acontecendo agora é o contrário — o Banco Central deve reduzir preventivamente o nível da taxa de juros, que já está muito baixo pelos padrões históricos. Isso pode dar uma sobrevida ao ciclo expansivo, mas, ao fazer isso, você dá corda para que os desequilíbrios aumentem. Acho difícil que a situação atual se estenda por todo o ano que vem, e sabe-se que um dos fatores que podem contribuir para uma eventual reeleição de Trump é o andamento economia. Mas deve-se fazer uma ressalva: os Estados Unidos estão em uma situação excepcional, em que continuam praticando políticas expansionistas apesar de a economia ainda estar crescendo.

    https://www.nexojornal.com.br/expresso/2019/07/31/Como-est%C3%A1-a-economia-dos-EUA-no-ano-que-antecede-as-elei%C3%A7%C3%B5es

    10+
    • avatar
    • avatar
    • socrates 1 de agosto de 2019 at 09:47

      “Mas deve-se fazer uma ressalva: os Estados Unidos estão em uma situação excepcional, em que continuam praticando políticas expansionistas apesar de a economia ainda estar crescendo.”

      a palavra excepcional normalmente está associada a algo positivo aqui no Brasil. “O jantar foi excepcional”.
      Interessante ver como acabamos associando mal essa palavra. Uma má apropriação nossa? (a ponto de gerar confusão ou nos fazer esquecer do sentido original da palavra)

      Sobre a questão, vi em alguns foruns americanos a denúncia de que por lá parece que há o mesmo problema que tanto relata o CA por aqui. A taxa de desemprego que o governo estampa não inclui o subemprego. Eles até separam em classificaçções os indices : u3, u6 , etc… Alguns desses inclui desalentados, subempregados, etc…

      Em suma: quem vive de ilusão tem que fazer malabarismo com os números e com as notícias para a narrativa se sustentar, né?

      8+
      • avatar
      • avatar
      • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 1 de agosto de 2019 at 09:52

        A U-6 é a mais realista, talvez por isto o nome dela seja ” real unemployment rate” 😀

        The real unemployment rate (U-6) is a broader definition of unemployment than the official unemployment rate (U-3). In June 2019, it was 7.2%.
        The U-3 is the rate most often reported in the media. In the U-3 rate, the Bureau of Labor Statistics only counts people without jobs who are in the labor force. To remain in the labor force, they must have looked for a job in the last four weeks.
        The U-6, or real unemployment rate, includes the underemployed, the marginally attached, and discouraged workers. For that reason, it is around double the U-3 report.
        The following chart illustrates the discrepancy between the unemployment rate (U-3) and the real unemployment rate (U-6), covering data from 1994 to 2019.

        https://www.thebalance.com/what-is-the-real-unemployment-rate-3306198

        4+
        • avatar
        • avatar
      • tmarabo 1 de agosto de 2019 at 10:13

        “A taxa de desemprego que o governo estampa não inclui o subemprego.”
        Pois é, quando a esquerda está no poder, seja no Brasil, seja nos EUA, aí ninguém questiona qualidade de emprego ou subemprego. É só propaganda, lá e cá, de que há “pleno emprego” por parte da imprensa puxa-saco de PTs e Democratas de lá.
        Agora, vai alguém não esquerdista assumir o poder (Temer, Trump, Bolso) aí surge a lupa para ver a qualidade dos empregos.
        Isto já foi debatido aqui no fórum algumas vezes.

        7+
        • socrates 1 de agosto de 2019 at 11:17

          o erro no passado não justifica o erro no presente, né tmrabo? Eles podiam alegar burrice (e o fazem!!!!!), dá para dobrar a meta agora?

          Para balizar isso e saber se as críticas são direcionadas unicamente a determinado lado, é só ver como são tratados os gestores do executivo que sobraram da “esquerda'” ou populistas propriamente ditos , como o Crivela.

          Convenhamos, todos estão apanhando quando não agem em prol da sociedade (normalmente defendendo interesses de grupos especificos/corporativos)

          5+
          • avatar
          • Alemon Fritz 1 de agosto de 2019 at 11:26

            o cretino do IB Gé diz numa entrevista que mudaram as analises de informalidade:
            agora eles incluiram as diaristas junto com as doméstica e fizeram pesquisa nas regiões rurais (onde sempre teve informalidade alta). Eles usaram proxy para análises e disseram que a informalidade aumentou… Tudo bem que ocorre mas forçaram a barra. o próprio presidente das empregadas questionou a salada do IBGEca. Detalhe o cara é analista há anos no IBGEca e só agora aplicou os critérios da “OIT” segundo ele.
            entrevista do panaca
            https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/25066-pesquisa-revela-retrato-inedito-do-mercado-de-trabalho-do-interior-do-pais

            6+
            • avatar
            • avatar
            • Cesar_DF 1 de agosto de 2019 at 12:21

              O Bolsonaro sempre criticou o IBGE por ele não utilizar os critérios da OIT
              Agora eles passaram a utilizar, mas deveriam fazer uma ressalva de que não é possível fazer uma comparação histórica, por conta da MUDANÇA DE METODOLOGIA.
              http://blogs.correiobraziliense.com.br/vicente/bolsonaro-diz-que-e-farsa-metodologia-do-ibge-para-calcular-desemprego/

              Da mesma forma o INPE divulgou uma notícia de que o desmatamento aumentou, mas eles não fazem a ressalva de que não sabem se este desmatamento foi legal ou ilegal, dai todo mundo “subentende” que foi um desmatamento ilegal.
              Os compromissos internacionais do Brasil referem-se ao DESMATAMENTO ILEGAL e não ao desmatamento.
              https://www.mma.gov.br/informma/item/15112-governo-diferenciar%C3%A1-desmatamento-legal-do-ilegal.html

              5+
              • avatar
              • socrates 1 de agosto de 2019 at 13:32

                está certo no caso do IBGE, parece. Se for comparar, tem que colocar os números antigos na base atual.

                Temos que lembrar que o contrário também é feito às vezes para enganar os 666 (ou os que “ainda acreditam”), como exposto naquele post que deveria ter sido emoldurado em algum canto do blog, em que um bolhista dedurou a mudança da metodologia de um indicador importante utilizado pelo estado para medir a queda do mercado imobiliário (Governo Temer ou final do Dilma, não me lembro agora)

                Em relação ao desmatamento, não dá nem para conversar quando há desmatamento com tanta terra improdutiva e bem localizada em todo país.
                Não há motivo para derrubar uma árvore.
                Basta viajar pelo Brasil.
                Dados, neste sentido, são blá blá blá. A questão essencial é mudar as prioridades.

                Sem contar as terras produtivas que podem ser MUITO melhor aproveitadas se nosso sistema tributário não fosse tão esdrúxulo e permitisse importações mais fáceis visando os ganhos de produtividade. Citei as universidades públicas que poderiam compartilhar as suas pesquisas com todos?

                8+
                • avatar
                • Cesar_DF 1 de agosto de 2019 at 18:28

                  O estudo da NASA demonstra que o Brasil protege e preserva a vegetação nativa em mais de 66% de seu território e cultiva apenas 7,6% das terras. A Dinamarca cultiva 76,8%, dez vezes mais que o Brasil; a Irlanda, 74,7%; os Países Baixos, 66,2%; o Reino Unido 63,9%; a Alemanha 56,9%.

                  “Os europeus desmataram e exploraram intensamente o seu território. A Europa, sem a Rússia, detinha mais de 7% das florestas originais do planeta. Hoje tem apenas 0,1%. A soma da área cultivada da França (31.795.512 hectares) com a da Espanha (31.786.945 hectares) equivale à cultivada no Brasil (63.994.709 hectares)”, explica o especialista da Embrapa.

                  A maior parte dos países utiliza entre 20% e 30% do território com agricultura. Os da União Europeia usam entre 45% e 65%. Os Estados Unidos, 18,3%; a China, 17,7%; e a Índia, 60,5%.

                  https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/30972114/nasa-confirma-dados-da-embrapa-sobre-area-plantada-no-brasil

                  4+
    • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 1 de agosto de 2019 at 09:48

      Coisa tá complicada, veja o gráfico “Year-over-year wage growth”

      https://www.nytimes.com/2019/06/07/business/economy/may-jobs-report-economy.html

      3+
  • Cesar_DF 1 de agosto de 2019 at 08:43

    Sempre falamos neste forum que a falta de infraestrutura brasileira é um dos maiores responsáveis pelo CUSTO-BRASIL

    Rodovia Manaus a Porto Velho (BR-319) será asfaltada, conectando o norte com o resto da malha viária brasileira.
    https://www.youtube.com/watch?v=sUyCFOEqh90

    Linhão de 230 Kv de Rio Branco a Cruzeiro do Sul
    https://www.ac24horas.com/2019/05/21/linhao-de-rio-branco-a-cruzeiro-do-sul-655-km-e-r-510-milhoes-em-investimentos/

    Sistema de Transmissão Xingu-Rio de 800 Kv com 2.539 Km
    https://www.youtube.com/watch?v=RhSetRLvVEo

    Depois de dezenas de anos agora irá sair o linhão Manaus a Boa Vista
    http://www.defesanet.com.br/ven/noticia/33481/Roraima—Waimari-Atroari-receberao-indenizacao-por-linhao/

    Governo quer concluir pavimentação da BR-163 este ano
    https://blogs.canalrural.uol.com.br/ultimasdebrasilia/2019/07/09/governo-quer-concluir-pavimentacao-da-br-163-este-ano/

    Asfaltamento da rodovia BR-174 (Manaus a Boa Vista)
    http://www.jnanoticias.com.br/noticia/1372/liderancas-indigenas-sao-ouvidas-sobre-pavimentacao-da-br-174-trecho-entre-castanheira-e-colniza.html

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 1 de agosto de 2019 at 09:44

      Tá batendo o desespero? 😉

      5+
    • tmarabo 1 de agosto de 2019 at 10:08

      os eco-comunistas piram com estas obras. só mesmo um presidente como o nosso para tocar estas obras, o choro comuno-ambientalista é livre.

      13+
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 1 de agosto de 2019 at 09:40

    PEQUIM (Reuters) – A pressão sobre as indústrias da China diminuiu um pouco em julho graças a medidas de estímulo do governo, mas a atividade manufatureira em geral permaneceu em contração com a guerra comercial com os Estados Unidos afetando as encomendas, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês).

    As novas encomendas de exportação encolheram de novo em julho devido à deterioração da demanda global.

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 1 de agosto de 2019 at 09:41

    ou comprar imóvel:

    -Dólar cai para R$ 3,75. Mas ainda não é hora de comprar
    EXAME.com- mas…
    -Com Selic menor, quem pode subir é o dólar.
    Seu Dinheiro-13 h
    -Real deve se valorizar sobre o dólar, que pode chegar a R$ 3,50
    Canal Rural-27 de jul mas..
    -Dólar sobe e fecha acima de R$ 3,80
    Metro Jornal-3 h

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 1 de agosto de 2019 at 10:07

    Produção industrial cai 0,6% em junho, no segundo mês negativo seguido
    Houve piora em 17 das 26 atividades e em todas as categorias econômicas de bens intermediários, de consumo e de capital.

    Por Daniel Silveira, G1 — Rio de Janeiro

    01/08/2019

    Nos dois meses seguidos de perdas na produção, a indústria acumula queda de 0,7%. “Em comum para esses dois meses, além do resultado negativo, é o próprio perfil disseminado de quedas. Temos 17 dos 26 ramos industriais com quedas na produção. Por categorias econômicas, todas elas também acumulam queda na passagem de maio para junho”, enfatizou o gerente da pesquisa, André Macedo.
    A indústria fechou o primeiro semestre deste ano com queda de 1,6% em sua produção. No primeiro semestre do ano passado, o saldo havia sido de um crescimento de 2,2%, seguido por uma estabilidade (0,0%) no segundo semestre.

    “Especialmente a partir do segundo semestre do ano passado, a gente vê claramente que a produção industrial vem perdendo fôlego. Está claramente em um momento de desaceleração, e isso a gente percebe também quando observa os resultados trimestrais”, apontou o gerente da pesquisa, André Macedo.

    https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/08/01/producao-industrial-cai-06percent-em-junho-diz-ibge.ghtml

    8+
    • avatar
  • Minino do TI 1 de agosto de 2019 at 10:13

    E essa aqui:
    Operações com criptomoedas feitas a partir desta quinta terão que ser informadas à Receita
    Compra e venda de criptoativos como Bitcoin terão que ser comunicadas; objetivo é combater sonegação, segundo o fisco.

    As operações com criptomoedas (como o Bitcoin) feitas a partir desta quinta-feira (1º) por pessoas físicas, jurídicas e corretoras terão que ser informadas à Receita Federal. O fisco quer saber quem está usando essas moedas, quanto está pagando por elas e como. A determinação está em uma instrução normativa publicada em maio no Diário Oficial.
    https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/08/01/operacoes-com-criptomoedas-feitas-a-partir-desta-quinta-terao-que-ser-informadas-a-receita.ghtml

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 1 de agosto de 2019 at 10:32

    Trabalhador brasileiro está ficando R$ 10,00 mais pobre a cada mês que passa

    O rendimento do salário do trabalhador brasileiro apresentou queda de 1,3% no último trimestre, caindo de R$ 2.321 no primeiro trimestre do ano para R$ 2.290 na última medição. Isso significa que o trabalhador está ficando R$ 10,00 mais pobre a cada mês que passa.

    Isso é um problema para o comércio se a massa salarial continuar caindo neste ritmo até o final do ano

    https://cartacampinas.com.br/2019/07/trabalhador-brasileiro-esta-ficando-r-1000-mais-pobre-a-cada-mes-que-passa/

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 1 de agosto de 2019 at 10:48

      -a galera só esquece de baixar os preços ancorados.

      -Campanhas de liquidação e Dia dos Pais têm largada nesta segunda .
      Folha do Mate-27 de jul
      -Liquidação em lojas de fábrica de porcelanas oferece até 60% de desconto.
      Gazeta do Povo – Haus -4 de jul de 2019

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 1 de agosto de 2019 at 10:43

    só falta um coach-decorador e um mini cachorro:

    -Brutalismo e minimalismo dão o tom neste apê na Austrália.
    Casa Vogue -21 de jul
    -McDonald´s usa minimalismo com batatas fritas para chamar atenção consumidores.
    AdNews-30 de jul de 2019
    -Cafeteria minimalista inspirada em Tokyo revoluciona com …
    Na Paula Online-11 h
    -Adepto do minimalismo extremo, japonês vive com apenas 200 itens
    Gazeta do Povo – Haus-16 de jul

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 1 de agosto de 2019 at 10:47

      Logo vão vender cavernas, não tem nada mais minimalista, ou talvez um buraco no chão 😆

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 1 de agosto de 2019 at 10:52

        os Flintstones e os jetsons

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • DouglasteR 1 de agosto de 2019 at 11:06

        Negócio é vender uma cova com lápide na planta. começa a pagar agora e usa em 30? anos.

        13+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Pedro de Lara 1 de agosto de 2019 at 11:12

      E antes eram as coisas rústicas:
      – Arquitetura rústica: espalhavam serragem nas coisas, móveis sujos e rasgados, madeira desbotada e piso de taco de madeira nua. Deixavam parede sem reboco e com fiação externa para dizer que era “arquitetura rústica”.
      – Hambúrguer rústico: espalhar o pão e o recheio de qualquer jeito num prato e entregar assim mesmo. 🙂

      Depois retrô: Pegaram aquela geladeira Prosdócimo comprada em 1983, um fogão Continental 2001 e tava aí uma “cozinha retrô”

      E tudo pelo dobro do que vale kkkkkkkkkkkkkkkkkk

      26+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • FabianoSJC 1 de agosto de 2019 at 12:21

        kkkk chorei de rir aqui , outro dia fui num restaurante e lá estava porção de fritas 25,00 , porção de batatas rusticas 40,00 , batatas rusticas igual = batatas fritas cortadas pela metade com casca kkkk

        28+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Pedro de Lara 1 de agosto de 2019 at 12:51

          HAUAHUAHA
          Essas batatinhas ahuahua

          Aí o gerente defendendo o preço de 40 mangos, dizendo que a batata rústica do restaurante, sei lá, veio duma roça bem no meio do deserto do Atacama, são colhidas por um monge chileno que faz um mantra pra cada batata colhida “curando a terra do filho que ela perdeu”… Aí é lavada em água que caiu dos andes peruanos a uma temperatura de 8°C e pH de algum valor qualquer…
          Nisso o povo q vai comprar só despejando rios de dinheiro.

          O fogo de design é bem isso. Envolve qualquer miçanga num conceito qualquer pra “agregar valor” a coisas que, em tese, tem valor convencional ou nulo. 😀 😀 😀

          24+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
      • Cesar_DF 1 de agosto de 2019 at 12:34
  • Abomineve Homem das Naves 1 de agosto de 2019 at 12:33
  • Um dois 1 de agosto de 2019 at 14:59

    Não falei que isentões concordavam com tudo o que o governo está fazendo e só achavam ruim o que o Bolsonaro fala?
    https://www.oantagonista.com/brasil/qualquer-uma-dessas-duas-alternativas-e-muito-ruim/
    Para de ler uol que isso passa…

    4+
    • avatar
    • DouglasteR 1 de agosto de 2019 at 17:24

      honk honk

      1+
  • Cajuzinha 1 de agosto de 2019 at 15:00

    Bernardini: sem investimento público e recuperação do emprego, o Brasil não cresce

    Na coletiva de imprensa que divulgou resultados devastadores sobre a indústria de bens de capitais, o diretor da Abimaq (Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos), Mario Bernardini, afirmou que sem a retomada do investimento público e recuperação do emprego, o Brasil não crescerá. Na ocasião, a entidade apresentou um balanço que aponta queda de -12,1% nas vendas de máquinas e equipamentos em junho ante o mesmo período do ano passado, e de -6,1% apenas na passagem de maio para junho.

    “O crescimento econômico e retomada do crescimento é prioridade número um desse país, mais do que as reformas. O que tem que fazer a curto prazo é recuperar os investimentos”, disse Bernardini, retorquindo as afirmações do governo de que o Brasil retomaria o crescimento com a aprovação de reformas, como a da Previdência, ou flexibilizando regras trabalhistas.

    https://horadopovo.org.br/bernardini-sem-investimento-publico-e-recuperacao-do-emprego-o-brasil-nao-cresce/

    7+
    • avatar
  • Cajuzinha 1 de agosto de 2019 at 15:03

    Caminhões continuam em alta
    Ainda como reflexo da base baixa e da greve dos caminhoneiros, o segmento permanece em alta. O número de unidades vendidas passou de 6.666 (julho de 2018) para 9.001 no mês passado, representando crescimento de 35%.

    No acumulado do ano o número foi ainda maior: subiu 43%, de 39.003 para 55.867.

    https://g1.globo.com/carros/noticia/2019/08/01/vendas-de-veiculos-sobem-em-julho-diz-fenabrave.ghtml

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Abomineve Homem das Naves 1 de agosto de 2019 at 15:37

      Falou em caminhões? 😀

      Not The Nine O’Clock News – I Like Trucking

      https://youtu.be/w9lmCpIzhFo

      4+
      • avatar
      • avatar
    • CA 1 de agosto de 2019 at 19:02

      Cajuzinha,

      Pois é, falam em “base baixa”, mas curiosamente, temos um contingente enorme de caminhoneiros autônomos com volume insuficiente de fretes e por isto, sem condições de se manter.

      Aliás, a situação acima foi criada pela super-turbinada no crédito para caminhões ainda na época do Lula, que levou a esta distorção entre oferta e procura que foi a causa RAIZ da greve dos caminhoneiros do ano passado, o preço do diesel foi só o “gatilho” para explodir a bomba e o tabelamento do frete, a solução hedionda para tentar “driblar” a lei de oferta e procura.

      É ainda dizem que o incentivo ao crédito para compra de caminhão é só “vaporware”, imagine se não fosse!

      E o pessoal se empolga, com a CEF oferecendo 100% de financiamento para caminhões BNDES com crédito subsidiado para manutenção de caminhões e assim vai, ou seja, estão pouco se lixando para as consequências naturais de distorções profundas entre oferta e procura se agravando e assim plantando uma nova leva de DESTRUIÇÃO, só para adiar o inevitavel.

      7+
      • avatar
      • avatar
    • Alemon Fritz 1 de agosto de 2019 at 21:17

      cabalisticos 6666

      4+
      • avatar
  • Cajuzinha 1 de agosto de 2019 at 15:43

    O jornalista Dony de Nuccio, um dos âncoras do Jornal Hoje, da Rede Globo, pediu demissão nesta quinta-feira, após ser denunciado por envolvimento em negócios milionários com o banco Bradesco.

    Outro envolvido na polêmica foi o economista Samy Dana, que era contratado do grupo desde 2013 e, além de ser ouvido em vários programas da TV, tinha coluna nos jornais O Globo, Valor Econômico, no portal G1 e na Rádio Globo.

    Juntos, Samy e Dony tinham produtora que prestava serviços a instituições financeiras, entre elas, o banco Bradesco. Só com este último a produtora faturou cerca de R$ 7 milhões neste ano.

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 1 de agosto de 2019 at 17:10

      Intere$$es, todos tem interesses.

      11+
      • avatar
  • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 1 de agosto de 2019 at 17:13

    OFF – Nova série: Toma seus trouxas parte 1.
    Vem aí mais crédito farto e irresponsável.

    Bolsonaro cumprimenta empresários com palavrões e abraços de tirar do chão
    Presidente se encontrou com executivos de Tecnisa, Havan e Riachuelo

    Foi uma recepção calorosa, com direito a abraços de tirar do chão os pés de seus visitantes. Ao ver Meyer Nigri (Tecnisa), Flávio Rocha (Riachuelo) e Luciano Hang (Havan), Bolsonaro os levantou no ar com abraços fortes.
    “Rapaz, puta merda, puta merda”, disse Bolsonaro ao abraçar Nigri. “Fala, Flavio, porra”, disse enquanto abraçava Rocha.

    O encontro foi registrado na agenda oficial do presidente nesta quarta, que marcava às 19h40 uma reunião com a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), o secretário de privatizações Salim Mattar, além dos empresários Hang, Nigri, Sebastião Bomfim (da rede varejista Centauro), Rocha e Winston Ling.

    https://www1.folha.uol.com.br/colunas/painelsa/2019/08/bolsonaro-cumprimenta-empresarios-com-palavroes-e-abracos-de-tirar-do-chao.shtml

    7+
    • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 1 de agosto de 2019 at 17:18

      Controladora da Riachuelo vai transformar braço financeiro em banco

      A Guararapes, controladora da varejista de moda Riachuelo, vai transformar o seu braço financeiro, a Midway S.A. – Crédito, Financiamento e Investimento, em banco. A decisão foi aprovada pelo conselho de administração da companhia, em reunião realizada nesta quinta-feira (22). A nova instituição será um banco múltiplo, com carteiras comercial e de crédito, financiamento e investimento.

      A Midway Financeira é a área de negócios da Guararapes responsável pela gestão dos cartões Riachuelo e de outros serviços financeiros concedidos aos clientes da rede de varejo.

      De acordo com fato relevante divulgado pela Guararapes, a Midway vai requerer ao Banco Central autorização para organização e funcionamento do Banco Midway.

      O objetivo da iniciativa, segundo a companhia, é atender melhor os clientes, “através de uma ampla plataforma digital”.

      Em junho do ano passado, a concorrente Renner obteve do Banco Central autorização para funcionamento da Realize Crédito, Financiamento e Investimento S.A. (“Realize”), instituição financeira responsável pela gestão da parte de cartões de crédito e crédito pessoal da varejista.

      https://www.valor.com.br/financas/5995139/controladora-da-riachuelo-vai-transformar-braco-financeiro-em-banco

      4+
      • tmarabo 2 de agosto de 2019 at 09:42

        ótimo, mais concorrência.

        1+
    • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 1 de agosto de 2019 at 17:22

      Conheça Meyer Nigri, o homem que levou Bolsonaro à elite de SP
      Empreiteiro abraçou a candidatura do presidente eleito e o aproximou da comunidade judaica de São Paulo

      SÃO PAULO — Há pouco mais de dois anos, quando a eleição de Jair Bolsonaro para a Presidência da República era aposta de poucos, o empresário Meyer Nigri, dono da construtora Tecnisa, abraçou a causa. Por mais de uma vez, abriu seu apartamento em São Paulo para apresentar o ex-capitão e permitir que ele falasse de seu projeto à elite paulistana. Defendeu a escolha em diversos debates da influente comunidade judaica paulistana, do qual faz parte.

      Agora, na transição de governo, o canal exclusivo construído por ele com o presidente eleito segue ativo. E Nigri serve de consultor de Bolsonaro para temas que vão da política externa a questões empresariais, segundo divulga entre seus pares. “É a história de quem investiu na bolsa na baixa e agora colhe os frutos na alta”, diz um colega na comunidade judaica.

      https://oglobo.globo.com/brasil/conheca-meyer-nigri-homem-que-levou-bolsonaro-elite-de-sp-23292428

      9+
      • avatar
      • avatar
      • tmarabo 2 de agosto de 2019 at 09:47

        ué, e o papinho de que bolsonaro estaria isolado, ninguém mais queria aparecer perto dele????

        10+
        • avatar
    • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 1 de agosto de 2019 at 17:36

      Em 1999, uma ação de busca e apreensão, determinada pela Procuradoria da República em Blumenau, resultou na autuação da Havan em R$ 117 milhões pela Receita Federal e em R$ 10 milhões pelo INSS.

      Mesmo sendo a maior autuação da Receita na ocasião, a empresa fez um Refis (programa de refinanciamento de dívida) para pagar a dívida em suaves prestações.

      A Procuradoria protestou e, em 2004, fez um cálculo que mostrava que caso fosse mantido o refinanciamento, o débito de R$ 168 milhões só seria quitado após 115 anos.

      Em 2013 Hang tentou, sem sucesso, que a Justiça determinasse ao Google que fossem removidas do sistema de busca as expressões “Luciano Hang preso”, “Luciano Hang condenado” e “Luciano Hang condenado 2010”. As pesquisas direcionavam para reportagens sobre a condenação de Hang por crimes financeiros.

      Apesar das críticas, foi nos governos petistas que o empresário construiu o seu império. A rede saltou de meia dúzia de lojas que possuía no Paraná e em Santa Catarina para cerca de cem no último ano do governo Dilma Rousseff.

      Foram especialmente produtivos os anos de 2011, quando a Havan inaugurou 15 lojas, 2012, ao alcançar a marca das 50, e 2013, momento em que expandiu suas fronteiras para São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás. Só em 2014, a empresa abriu 24 megalojas em Minas, Rondônia e Pará.

      https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/10/dono-da-havan-cresceu-sob-governos-petistas-e-acumula-processos.shtml

      13+
      • avatar
      • avatar
      • tmarabo 2 de agosto de 2019 at 09:46

        isso só mostra que não tem diferença entre folha e blog sujo quanto a fake news.
        mas, bem, pra falar do hang é sempre uma história de 20 anos atrás. isto é atestado de boa conduta, apesar de o hater charles querer fazer parecer o contrário.

        6+
    • tmarabo 2 de agosto de 2019 at 09:48

      faltou postar o “Toma seus trouxas”. o que é, charles???

      1+
  • rogerio 1 de agosto de 2019 at 17:23

    Ações de energia renderam muito hoje.

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Abomineve Homem das Naves 1 de agosto de 2019 at 17:33

      Veja a da minha querida CIEL3, rogerio.
      😉

      6+
      • avatar
      • Abomineve Homem das Naves 1 de agosto de 2019 at 17:34

        Short squeeze?

        4+
        • Abomineve Homem das Naves 1 de agosto de 2019 at 20:02

          Hum… agora sei.
          Rumor de venda de participação estatal (BB), o que pode ter levado a um fechamento de posições vendidas ao final do pregão.
          😀

          4+
    • Alemon Fritz 1 de agosto de 2019 at 21:31

      da polêmica itapu? Crise sobre acordo de Itaipu está superada, diz diretor
      O Antagonista (Blogue)-4 horas atrás

      2+
  • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 2 de agosto de 2019 at 00:13

    OFF – República de bananas africana aí vamos nós.

    SHARE THIS ARTICLE
    Share Tweet Post Email
    In this article
    TWTR
    TWITTER INC
    42.08USD-0.23-0.54%
    The son of Brazilian President Jair Bolsonaro, appointed by his father to become U.S. ambassador, just got indirectly involved in a clash between tycoons over the ownership of one of Brazil’s largest makers of pulp.

    Eduardo Bolsonaro, also a federal lawmaker, published Tuesday on his Twitter account a picture in which he appears receiving a symbolic 31-billion-real ($8.2 billion) check from Jackson Widjaja, the owner of pulp and paper producer Paper Excellence and grandson of Indonesian mogul Eka Widjaja, after a dinner in Jakarta.

    In 2017, Paper Excellence agreed to buy Eldorado Brasil Celulose SA from the billionaire Batista brothers. But the deal collapsed amid a dispute over collateral. In the tweet, Bolsonaro made reference to an arbitration process that Paper Excellence opened against the Batistas’ holding company J&F Investimentos SA.

    https://www.bloomberg.com/news/articles/2019-07-31/bolsonaro-s-son-weighs-into-dispute-over-brazil-pulp-producer

    3+
    • tmarabo 2 de agosto de 2019 at 09:37

      nossa, um deputado posando ao lado de alguém que quer investir 32kkk no brasil, que inusitado!!!!
      quem diria, né???

      9+
      • avatar
  • Alemon Fritz 2 de agosto de 2019 at 00:27

    como diz o From: kuuuuuáaá!!
    -Por causa de baixa adesão, Caixa prorroga até dezembro renegociação de dívidas
    Brasil 01.08.19 20:11
    O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, decidiu prorrogar até dezembro a campanha de renegociação de dívidas de clientes com atrasos superiores a 360 dias. O motivo é a baixa adesão dos credores do banco…

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 2 de agosto de 2019 at 08:06

      Alemon Fritz,

      A cultura da impunidade quanto ao CALOTE está incrustada na cabeça de MUITOS e isto já tem DÉCADAS, bem antes da entrada do governo do PT.

      Ocorre que o PT, dentro do contexto acima, promoveu um crescimento exponencial na oferta de crédito, tanto via bancos públicos, quanto através de ações para motivarem ou FORÇAREM bancos privados a emprestarem mais.

      Para atingir objetivo acima, os empréstimos deixaram de ser criteriosos, não havia todo aquele cuidado quanto ao limite, as pessoas começaram a receber limites de crédito MUITO SUPERIORES às suas capacidades de pagamento, empréstimos que antes tinham prazo médio de uma DÉCADA para pagamento no crédito imobiliário tiveram o prazo ampliado para 3 DÉCADAS, FIES que podia começar a ser pago quando o curso se concluísse, empréstimo para compra de caminhões com juros SUBSIDIADO e menor que a inflação, também sem critério se o caminhoneiro autônomo teria condições de pagar depois ou não, empréstimos para veículos particulares com financiamentos em 100 meses, Minha Casa Melhor com juros super SUBSIDIADO, dezenas de milhares de Reais dados pelo governo para construtoras a cada apartamento para “ajudar a pagar”, com “facilidade” extrema via CEF para aprovar o financiamento (crédito PODRE descaradamente), tudo isto em volume nunca antes praticado para o financiamento imobiliário, onde até os empréstimos imobiliários com verba da poupança anualmente cresceram mais de 40 VEZES em 10 anos, etc, etc, etc…

      Para PIORAR, a IMPUNIDADE quanto aos devedores também foi aumentando ao longo do tempo:

      No MCMV faixa 1, o mais SUBSIDIADO, se o cliente não pagava pelo imóvel, a CEF não retomava. Graças a isto, em 2014 a inadimplência do MCMV faixa 1 alcançou 21%, algo muito ABSURDO. Como a CEF continuou sem retomar os imóveis, MUITOS OUTROS que antes pagavam viram que não tinha problema e também decidiram deixar de pagar, com isto em 2018 a inadimplência do MCMV faixa 1 passou dos 35%!

      No caso dos veículos, bancos amargaram mais de R$ 20 BILHÕES em prejuízos, graças a GAMBIARRAS feitas por devedores que trocavam carros com amigos sem fazerem isto no papel e depois banco não localizava veículo, dentre outros golpes.

      O FIES não tinha cobrança efetiva nem “convencimento” para FORÇAR o estudante a pagar, afinal ele já tinha concluído o curso e recebido o diploma, que era o que interessava para ele, por que se preocupar em pagar?

      O Minha Casa Melhor foi considerado um “presente” da Dilma e não uma dívida, pra que pagar então? E como o governo não ia lá e retomava os eletrodomésticos e móveis, não tinha problema, na prática virava doação mesmo! Com isto, a inadimplência do MCM atingiu 50%!

      E o incentivo ao CALOTE não foi apenas para pessoas físicas!

      Para pessoas jurídicas, a criação da Recuperação Judicial em 2007 permitiu uma “ferramenta” para que controladores deixassem de pagar GRANDE PARTE de suas dividas, obtendo perdões praticamente compulsórios dos credores quanto à grande parte dos juros das dívidas e às vezes do principal, renegociando prazos de DECADAS para pagar, entregando ativos super-avaliados e daí por diante, tudo em troca de promessas UFANISTAS, onde menos de 10% das empresas se “recuperam”.

      Tivemos ainda o REFIS, que é o calote dos impostos com super-descontos para quem nao pagava no prazo, que aumentava no número de beneficiados e nos montantes, ano após ano.

      Idem para o “perdão” de parte relevante da divida dos agricultores.

      Idem para dívidas de governos.

      Idem para “N” outras situações.

      O resultado do que consta acima, foi um aumento sem precedentes nos inadimplentes e um contingente GIGANTESCO deles que já não tem a menor preocupação em pagarem suas dívidas, já se acostumaram a viver com dívidas sem pagar e se recebem qualquer dinheiro extra, preferem curtir fazendo uma viagem ou comprando algo, do que pagar pelas dívidas! Estas pessoas SABEM que se um dia realmente precisarem pagar as dívidas, encontrarão fartos descontos nos pagamentos, então adiam isto para o dia que, TALVEZ, por algum motivo se vejam OBRIGADAS a pagarem por estas dívidas.

      Os bancos por sua vez, MAQUIAM e PEDALAM de todas as formas, com apoio do BC / governo, para esconderem o tamanho do ROMBO acima.

      Inventam renegociações pra lá de MIRABOLANTES e tiram o cliente da lista de inadimplência, vendem títulos PODRES com desconto de até 90% para empresas ABUTRES, fazem reduções FRAUDULENTAS em provisões contra devedores, etc, etc, etc…

      E é o contexto acima que destruiu o consumo, o investimento e garantiu que os juros finais continuassem estratosféricos.

      E o que o “novo” governo, frente à este contexto, está fazendo? DISPARANDO o máximo possível nos empréstimos, no BOLSA CALOTE, nas MAQUIAGENS e no otimismo UFANISTA!

      Complementando aquela analogia que sempre falo, estamos no estágio de recorde de ocupação na UTI em função de overdose com bebidas e drogas e chega um novo traficante no pedaço achando que vai vender drogas pra caramba porque o pessoal está viciado. Só que o cara na UTI está respirando por aparelhos e sendo alimentado por soro, não está nem mais acordado para comprar as drogas.

      O governo atual é o novo traficante da analogia acima, ele acha que está “abafando” na sua estratégia e o resultado, vemos pela notícia que você colocou acima…

      12+
      • avatar
      • avatar
      • socrates 2 de agosto de 2019 at 09:32

        o mito é parlamentar ha 30 anos. Nunca fez nada para evitar tais problemas e sempre fi , no minimo, complacente com tais ações.
        Por que alguem acha que ele faria diferente agora?
        Sobretudo com o filho envolvido em tantas suspeitas?
        Ele disse que iria “proteger a familia”, nao?
        Qualquer coisa, ele envia todos para fora do Brasil e continuará mamamndo lá de fora.
        Está excelente como lobista.

        10+
        • avatar
    • DouglasteR 2 de agosto de 2019 at 08:54

      1º regra da renegociação das dívidas:
      -PAGUE AS
      *sai todo mundo correndo*

      6+
  • From_The_Tower 2 de agosto de 2019 at 07:33

    Bom dia !

    As dores do parto começaram e ninguém quer embalar o “monstro”
    mais uma pirâmide ruindo
    Bananenses não aprendem

    https://www.reclameaqui.com.br/empresa/unick-forex/lista-reclamacoes/?pagina=3

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 2 de agosto de 2019 at 08:16

      Unick Forex recebe 150 reclamações, durante um dia, por problemas de saque

      A pirâmide financeira é um modelo que atrai pessoas interessadas em “dinheiro fácil”, com pouco esforço e resultados a curto prazo. Essa atividade tem uma duração limitada, já que o próprio modelo não se sustenta e apenas os primeiros investidores conseguem o retorno financeiro. “Tenho 11 contas em atraso e desde o dia 22/6 venho pedindo saque e até agora não caiu nenhum real na minha conta bancária. Já fiz pedidos pelo suporte 17 vezes e até agora não caiu nenhum resultado a “o Nick” (Unick) não está pagando e não dar (sic) suporte”, diz um dos usuários que reivindicou no Reclame Aqui contra a Unick Forex.

      Fonte: https://www.sunoresearch.com.br/noticias/unick-forex-150-reclamacoes-24h-problemas-saque/

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Dr. Brown 2 de agosto de 2019 at 08:17

      Se eu fosse da área que estuda doenças mentais eu iria estudar o fenômeno que faz as pessoas a entrarem em pirâmides. Tem que ser algum tipo de delírio esquizofrênico que faz o cidadão acreditar que “dessa vez a coisa vai”, apesar de todos os sinais claros que a coisa é muito boa para ser verdade.

      14+
      • avatar
      • avatar
      • EngenheiroSP 2 de agosto de 2019 at 08:45

        Ontem no HH o cara tava se gabando de ganhar 1% ao dia com bitcoin e que ia comprar o pacote com maior rentabilidade.

        Vou anotar os dias até reclamar que perdeu tudo (menos mal que entrou com pouco $$)

        10+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • From_The_Tower 2 de agosto de 2019 at 08:53

        É o desprezo pelo acúmulo de patrimônio ao longo da vida … pois enriquecer de verdade é chato e demorado …
        então embarcam nessas pirâmides… pois tem emoção …. tem orgulho …. tem ego inflado… resultados de curto prazo…. noção de pertencimento, etc.
        Em breve novas pirâmides … 2020 é logo ali.

        14+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Rico 2 de agosto de 2019 at 08:57

        Ganância… veja a história do Marcelo Nascimento da Rocha , o maior picareta do Brasil que se travestiu em uma festa de filho do dono da Gol linhas aéreas. Ele disse que só conseguiu fazer tudo que fez por causa da ganância das pessoas.

        18+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Cesar_DF 2 de agosto de 2019 at 10:31

          Exatamente
          Já vi entrevista de bandido que ganhou dinheiro com os “contos do vigário”
          Ele disse que pessoa honesta não cai nessa, a pessoa precisa ser gananciosa, achar que vai levar vantagem em cima do outro, para que caia no golpe

          11+
          • avatar
          • avatar
          • Alemon Fritz 2 de agosto de 2019 at 10:50

            por outro lado no “cisne negro” ele explica que alterações de dopamina e serotonina (por remédios) levam as pessoas a verem padrões exagerados e correm mais riscos. Também acredito que os velhinhos caindo em golpes manjados possa ser um pouco disso. A pessoa quer ajudar e se lasca. ganância também em algumas.

            10+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
          • Alemon Fritz 2 de agosto de 2019 at 11:03

            Brasileiro acredita parcelas de 10x “sem juros” no cartão.

            9+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • Rico 2 de agosto de 2019 at 12:11

              Eu acredito. Pergunto se tem desconto a vista. Se não, meto nos 10x e aplico.
              Tenho mais de 3000 reais em parcelas investido.

              14+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
  • Cajuzinha 2 de agosto de 2019 at 09:31

    Estagnação no Brasil faz disparar pedidos de visto para os EUA
    A apatia da economia nos últimos anos multiplicou os pedidos de permissão para brasileiros trabalharem em empresas americanas. Nos últimos 5 anos, solicitações cresceram 200%

    “Só nos primeiros cinco meses deste ano, já atendemos mais clientes do que nos primeiros sete meses de 2018, e a expectativa para 2019 é bater novo recorde”, afirma Leonardo Freitas, sócio-diretor da HW e especialista em imigração. Em números absolutos, o escritório participou do processo de emissão de 4.300 mil vistos no ano passado, uma alta de 152,3% sobre os 1.704 vistos de 2013 e de 27,7% na comparação com os 3.366 pedidos de 2017. “Até dezembro, com certeza, teremos um volume ainda maior de pedidos, superando a marca de 6 mil processos no acumulado do ano.”

    https://www.em.com.br/app/noticia/economia/2019/08/02/internas_economia,1074241/estagnacao-no-brasil-faz-disparar-pedidos-de-visto-para-os-eua.shtml

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 2 de agosto de 2019 at 10:02

      Esses são os vistos de trabalho. Existe ainda a demanda para o Visto de Estudante, Visto de Estudante com permissão de trabalho, de Investidor , Habilidades Especiais e o de Turismo e Negócios.
      Fora os países da Europa e Oceania atraindo muita gente competente do Brasil. Como eu comentei no primeiro semestre… tenho meses que vendo mais para a galera VAZAR do que PASSEAR.

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 2 de agosto de 2019 at 10:14

        já sairam mais de 10mil bananenses, ou seja está sobrando 3 a 4mil imóveis a mais.
        -Por que tantos brasileiros têm procurado imóveis no exterior?
        G1-1 hora atrás

        14+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Alemon Fritz 2 de agosto de 2019 at 10:15

          efeito orloff
          -Venezuelanos ganham dinheiro cuidando de imóveis de quem deixou o país.
          EXAME.com-31 de jul de 2019

          12+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
  • Cajuzinha 2 de agosto de 2019 at 10:08

    A dívida mundial, estimada em US$ 246 trilhões (R$ 944 trilhões), atingiu seu recorde absoluto. Esse valor representa mais de três vezes o PIB global, ou seja, o preço de todos os produtos e serviços do planeta.

    Os economistas alertam que, quando a bomba de vários trilhões de dólares plantada sob a economia mundial explodir, a crise será pior do que em 2008, opina a colunista da Sputnik Natalia Dembinskaya.

    De acordo com o Departamento do Tesouro dos EUA, os créditos contraídos excederão um trilhão de dólares pelo segundo ano consecutivo.

    https://br.sputniknews.com/economia/2019080214325292-situacao-critica-bomba-de-us-246-trilhoes-plantada-sob-economia-global-esta-prestes-a-explodir/

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 2 de agosto de 2019 at 10:12

    https://www.em.com.br/app/noticia/economia/2019/08/02/internas_economia,1074293/havera-reducao-de-consumo-e-investimento.shtml

    Estadão Conteúdo
    postado em 02/08/2019

    O acirramento da guerra comercial surpreendeu o mercado, que esperava um avanço na rodada de negociações em Pequim. O resultado da medida anunciada por Donald Trump deve ser uma nova retaliação da China, ainda que não no mesmo patamar da adotada por Washington, e mais desaceleração na economia global, diz o economista João Scandiuzzi, estrategista-chefe do BTG Pactual Wealth Management. Para o Brasil, a escalada significará uma redução nas exportações para seus três principais mercados – EUA, China e Europa. Apesar da possibilidade de um novo aumento de venda de soja para a China – que no ano passado já substituiu a compra do produto americano pelo brasileiro -, a tendência não deve ser suficiente para movimentar a economia brasileira. “Seria algo muito setorial.”

    O aumento da incerteza pega o mundo em um momento de desaceleração, crescendo abaixo do potencial, e isso deve se agravar. Haverá um impacto indireto forte na confiança, reduzindo intenção de investimento e consumo.

    9+
    • avatar
    • avatar
  • Money_Addicted 2 de agosto de 2019 at 10:35

    Alemon Fritz

    da polêmica itapu? Crise sobre acordo de Itaipu está superada, diz diretor
    O Antagonista (Blogue)-4 horas atrás

    2+

    nesse FLA X FLU q virou a politica nacional eu cito esse caso:

    enqto o Lula abriu as pernas para o presidente paraguaio na epoca, o Mito tentou enfiar nos paraguaios.

    [ ]s

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 2 de agosto de 2019 at 10:35

    O porcentual de famílias com dívidas ou contas em atraso ficou em 23,9% em julho, ante 23,6% em junho. Também houve alta na comparação com julho de 2018, quando o indicador registrou 23,7%.

    A proporção de famílias que declararam não ter condições de pagar suas contas ou dívidas em atraso – que tendem, portanto, a seguirem inadimplentes – passou de 9,5% em junho de 2019 para 9,6% em julho. Houve alta também em relação aos 9,4% verificados em julho de 2018.

    Entre as famílias com contas ou dívidas em atraso, o tempo médio de atraso foi de 64,0 dias em julho de 2019 – superior aos 62,9 dias de julho de 2018.

    O tempo médio de comprometimento com dívidas entre as famílias endividadas, inadimplentes ou não, foi de sete meses, sendo que 32,0% delas estão comprometidas com dívidas por mais de um ano.

    A parcela média da renda comprometida com dívidas aumentou de 29,5%, em julho de 2018, para 29,9%, em julho de 2019, e 21,1% delas afirmaram ter mais da metade de sua renda mensal comprometida com pagamento de dívidas.

    https://www.em.com.br/app/noticia/economia/2019/08/01/internas_economia,1074048/64-1-das-familias-tinham-dividas-em-julho-ante-64-0-em-junho-diz-cn.shtml

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • tmarabo 2 de agosto de 2019 at 11:34

    Ives Gandra da Silva Martins:
    Aspectos positivos não têm repercussão na mídia, como o da maior safra de grãos, o da entrada do capital estrangeiro na casa de quase US$ 100 bilhões, a existência de saldos altos na balança comercial, a inflação abaixo da média estabelecida, a possibilidade de queda dos juros, o fato de as reservas serem superiores a US$ 380 bilhões, o relatório favorável do FMI sobre o estado das contas públicas, o sucesso nas programações de infraestrutura, a assinatura de um acordo emperrado há 20 anos entre Mercosul e União Europeia, o avanço e a liderança entre as nações na defesa dos valores familiares, a manutenção do combate à corrupção,(…)

    Reconheço que a equipe presidencial, sem o traquejo político da anterior, está aprendendo a “andar de bicicleta andando”, mas a busca, da imprensa, por desacertos em cada um dos menores incidentes, que ganham, assim, proporções descomunais, parecem torná-los mais importantes do que alguns dos aspectos relevantíssimos da evolução do país
    https://www.conjur.com.br/2019-jul-24/ives-gandra-intolerancia-quem-alegra-fracasso-pais

    7+
    • avatar
  • Money_Addicted 2 de agosto de 2019 at 12:16

    tmarabo

    isso só mostra que não tem diferença entre folha e blog sujo quanto a fake news.
    mas, bem, pra falar do hang é sempre uma história de 20 anos atrás. isto é atestado de boa conduta, apesar de o hater charles querer fazer parecer o contrário.

    2+

    concordo, e digo mais, se ele tivesse pago essa divida, sabemos mto bem nos bolsos de quem estaria a grana.

    e sobre ele ter tido o crescimento na epoca do 9F, ta parecendo um tio meu que diz q eu deveria apoiar o presidiario pois eu melhorei divida na epoca q ele foi presidente …

    6+
    • avatar
    • avatar
  • tmarabo 2 de agosto de 2019 at 12:19

    Ideias radicais mencionando a bolha imobiliária:
    https://youtu.be/XaSDo0d6TVI?t=284

    6+
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 2 de agosto de 2019 at 12:44

      é impossível pra mim assistir esse cara: ele não olha pra câmera, muito agitado, muitos parênteses e comentários, dispara a fala, revira os olhos, fecha,.. parece que tomou 2 litros de café…e improvisou o tema. Essa nova geração é muito agitada, abana braços.. não consigo..

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 2 de agosto de 2019 at 12:20

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Money_Addicted 2 de agosto de 2019 at 13:20

      realmente, me arrependi de ter votado 17, volta manu, volta rada…o brasil quer ser feliz d novo

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 2 de agosto de 2019 at 15:00

        kakakaka

        7+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Cesar_DF 2 de agosto de 2019 at 12:58

    Bolsonaro viabiliza interligação dos portos do Itaqui e Santos com a concessão da Norte-Sul

    Com a assinatura do contrato de concessão à Rumo da Ferrovia Norte-Sul, nesta quarta-feira (31), no trecho entre Porto Nacional (TO) e Estrela D’Oeste (SP), o presidente Jair Bolsonaro deu um significativo passo para a interligação, em breve, de dois dos maiores portos do Brasil, Itaqui (no Maranhão) e Santos (em São Paulo) pela via ferroviária. A estrada de ferro é um dos principais canais para escoamento da produção agrícola do país e a previsão é que as operações no tramo central tenham início até o final deste ano.

    “A Ferrovia Norte-Sul é a espinha dorsal de transporte no Brasil. Com a entrada em operação vai baratear o frete e como consequência a mercadoria na ponta da linha chega na ponta mais barata para o consumidor, a gente vai consumir menos óleo diesel, menos acidente nas estradas”, disse o presidente durante a cerimônia de assinatura do contrato, em Anápolis (GO).

    Com um total de 1.537 KM, o trecho concedido da Norte-Sul é dividido em dois tramos. O primeiro, central, entre Porto Nacional (TO) e Anápolis (SP) com extensão de 855 km; e o tramo sul, abrangendo o trecho Ouro Verde de Goiás (GO) e Estrela D’Oeste (SP), com extensão de 682 km. A previsão é que este segundo entre em operação em 2021. Com a interligação com o trecho Norte, vai ser possível a interligação de São Luís com Santos, numa conexão com a Estrada de Ferro Carajás.

    http://maranhaohoje.com/bolsonaro-viabiliza-interligacao-dos-portos-do-itaqui-e-santos-ao-assinar-concessao-da-norte-sul/

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Ilusionista 2 de agosto de 2019 at 13:43

    para quem pretende ir para Portugal

    https://youtu.be/fZsn7p8pYPk

    5+
    • avatar
  • Julius 2 de agosto de 2019 at 14:56

    Despedalando:

    Publicado em 02 de agosto de 2019, 08h40
    Paulo Guedes quer vender todas as estatais do Brasil

    Paulo Guedes quer vender todas as estatais do Brasil
    “Caso vendêssemos tudo poderíamos chegar a reduzir a dívida [pública] em quase R$ 1 trilhão”, afirmou Guedes.

    O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que, se dependesse dele, todas as empresas estatais brasileiras seriam vendidas.
    Em palestra “Perspectivas do cenário econômico do Brasil”, realizada pelo Grupo Sinos em Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, Guedes declarou:
    “Por mim, eu disse na campanha, todas [seriam vendidas]. Acho que não vou conseguir. Eu queria R$ 1,2 trilhão na Previdência e não consegui.”
    E, segundo o site Poder360, acrescentou:
    “Caso vendêssemos tudo poderíamos chegar a reduzir a dívida [pública] em quase R$ 1 trilhão em participação em todas as estatais e quase R$ 1 trilhão em participação em imóveis.”
    Guedes citou como exemplo os Correios, cuja privatização já foi determinada pelo presidente Bolsonaro. Ainda no evento, ele declarou:
    “Entregar carta? Alguém escreve carta aí hoje em dia? Não serve pra ninguém esse modelo econômico que está aí.”

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 2 de agosto de 2019 at 15:31

      Julius,

      Não entendi porque você utilizou o termo “Despedalando”.

      As Estatais no volume existente, seja para o número e finalidade que atendem, ou para o excesso de funcionalismo público e principalmente de comissionados e cabides de empregos, é uma aberração e algo a ser combatido, até aí está compatível com o ideal “Liberal” e o que de fato é melhor para o país.

      Já “despedalar” não tem a ver com esta notícia e muito menos com as práticas do governo, ao CONTRÁRIO.

      Disparar no crédito, no BOLSA CALOTE, no otimismo UFANISTA, nas MAQUIAGENS, etc, é PEDALAR.

      E mais acima, também não entendi a comemoração pela queda de juros, que foi causada pela intensificação da crise, como ação APELATIVA, nem o “sucesso” da redução do desemprego porque batemos o recorde de pessoas que DESISTIRAM de procurar emprego, das que estão SUBempregadas e ainda, da informalidade do empreendedorismo por NECESSIDADE, dentre outras evidências do aprofundamento da DEGRADAÇÃO dos empregos.

      Mas estamos no tempo que as NARRATIVAS e as ESTORINHAS são repetidas indefinidamente, na esperança de que uma mentira contada 1.000 vezes pareça verdade, parte do esquema do mundo de cabeça para baixo, como nestes outros exemplos:

      China tem que lançar novas medidas APELATIVAS no DESESPERO para não deixar a economia desacelerar mais fortemente? Aumentam as cotações das empresas na China, na Ásia e no resto do globo, tudo na “empolgação”, afinal, se estão DESESPERADOS, é algo bom!?

      FED não vai subir os juros porque acha que a economia pode desacelerar muito e assim prefere reduzir os juros por lá, para tentar manter a economia aquecida no FÓRCEPS? Que legal, vamos comemorar o medo da desaceleração, a bolsa merece subir, se o risco do lucro das empresas cair é cada vez mais visível e exige medidas APELATIVAS do FED, certo?!

      Idem para índice BOVESPA com resultado que é o INVERSO da economia REAL desde 2016, ou para as FAANG nos EUA com seu valor TRILIONÁRIO e sem sentido dentre “N” outras PROFUNDAS INCOERÊNCIAS que vemos por aí

      Durante a bolha imobiliária japonesa, acharam “natural” que o palácio imperial japonês “custasse” mais que todos os imóveis da Califórnia juntos e alguns achavam que o problema era o preço dos imóveis na Califórnia!? Recentemente aqui no blog, disseram que a prova da BOVESPA não estar com cotação tão elevada, é porque a Apple sozinha chegou a “valer” mais que todas as empresas brasileiras juntas! Em nenhum momento pensaram que o problema “talvez” fosse uma empresa que tem a receita principal vinda da venda de celulares (COMMODITIES) pudesse “valer” mais de US$ 1 TRILHÃO!?

      E a maior dívida pública global de todos os tempos, CENTENAS DE TRILHÕES DE DÓLARES EM DERIVATIVOS, que passam do PIB somado de TODOS os países do globo (e aqui vão dizer que o problema é que o PIB está baixo – kkkk), os preços dos imóveis completamente incompatíveis com a renda (e dizem que o problema é dos salários que são baixos – kkkk), dentre INÚMERAS outras ANOMALIAS, simplesmente “passando batido” pelo “senso-comum”.

      Lá no futuro vamos achar engraçado muito do que consta acima, por enquanto a grande maioria ainda leva a sério estes devaneios…

      19+
      • avatar
      • avatar
      • Godinez 2 de agosto de 2019 at 16:27

        CA,

        saiu essa notícia em junho no contexto de “despedalar”:

        https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2019/06/12/governo-caixa-paulo-guedes.htm

        Não sei se a diretriz do ministro está sendo seguida conforme anunciado em junho, se sim, vejo com bons olhos essa iniciativa.

        6+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • CA 2 de agosto de 2019 at 19:43

          Godinez,

          Sem querer respondi sem manter o reply ao seu comentário e ficou mais para baixo.

          Em resumo, a finalidade é diminuir o déficit público do governo federal usando uma combinação de redução FRAUDULENTA de provisões da CEF e dinheiro vindo do IPO de empresas filhas da CEF, enquanto a CEF continuará PEDALANDO, tanto pela liderança do crédito imobiliário que ela já recuperou, quanto por DIVERSAS outras ações em andamento ou planejadas, que detalho em comentário abaixo.

          8+
          • avatar
          • avatar
  • Cajuzinha 2 de agosto de 2019 at 15:11

    Pequim está pronta para tomar medidas retaliatórias caso os Estados Unidos introduzam mais tarifas sobre produtos chineses, disse a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, em uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira (2).

    Na quinta-feira (1), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que Washington vai impor tarifas de 10% sobre US$ 300 bilhões em importações chinesas a partir de 1º de setembro.

    O governo chinês advertiu que não terá outra alternativa a não ser adotar medidas de represália se o presidente Donald Trump concretizar sua ameaça, mas não detalhou a natureza das eventuais medidas.

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 2 de agosto de 2019 at 15:23

      A China opera subsidiando suas exportações, a única opção deles é ceder ao EUA ou procurarem outros compradores de seus produtos.

      9+
      • avatar
      • avatar
    • CA 2 de agosto de 2019 at 15:38

      Cajuzinha,

      Pelo jeito vai se arrastar até as eleições americana.

      A GIGANTESCA diferença para tentativas de presidentes anteriores dos EUA de desbancar a super-mercantilização da China e o que Trump está fazendo agora, é que Trump não vai desistir tão fácil e ele exige que a China desfaça PIRATARIA, SUBSÍDIO via banco chinês e outras GAMBIARRAS que foram a causa do “sucesso” dela e que não vão DESISTIR…

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Strike 2 de agosto de 2019 at 20:09

        Acho que a China vai perder essa aposta!

        6+
        • avatar
  • Cajuzinha 2 de agosto de 2019 at 16:57

    https://economia.uol.com.br/noticias/efe/2019/08/02/deficit-dos-eua-sobe-8-no-1-semestre-de-2019-apesar-de-promessas-de-trump.htm

    A redução do enorme déficit americano foi uma das principais promessas de Trump na
    campanha eleitoral de 2016, mas, após dois anos no cargo, o presidente não conseguiu
    reduzir o desequilíbrio na balança comercial do país.

    Trump diz que o déficit é causado pelo tratamento injusto que outros países reservam aos
    americanos. E, apesar das promessas, os EUA fecharam 2018 com o maior desequilíbrio
    na balança comercial desde 2008, ano da última grande crise econômica mundial.

    8+
    • avatar
  • Cesar_DF 2 de agosto de 2019 at 17:33

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 2 de agosto de 2019 at 19:43

      Batendo o desespero? 😉

      4+
    • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 2 de agosto de 2019 at 19:49

      Desonestidade típica.
      Aquela porcaria de laptop da positivo made in brazil feito na china vai continuar caro pois tem “produção nacional”.
      Gostaria de saber quais são os bens de informática…

      Governo zera imposto de importação de 281 itens sem produção nacional

      Portarias das Secretaria de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, publicadas nesta sexta-feira (2) no “Diário Oficial da União”, reduziram de 16% a 14% para zero a alíquota do imposto de importação para 240 máquinas e equipamentos industriais sem produção no Brasil, e de 20 bens de informática e telecomunicações.
      https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/08/02/governo-zera-imposto-de-importacao-de-281-itens-sem-producao-nacional.ghtml

      4+
      • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 2 de agosto de 2019 at 19:55

        Hora de ir as compras?

        http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-510-de-26-de-julho-de-2019-208542262

        Seus bens de informática:

        NCM

        DESCRIÇÃO
        8443.99.29
        Ex 006 – Dispositivos reservatórios de tinta com capacidade máxima compreendida entre 70 e 140ml, por compartimento, para uso em impressoras jato de tinta, construídos em resina termoplástica, podendo conter autoencaixe(s), válvulas, trava(s) e/ou tampa(s) de vedação.

        8443.99.39
        Ex 001 – Unidades fusoras de uso exclusivo em impressoras a Laser, comercialmente conhecido como “Fusor”, para aquecimento e pressão do toner no papel para temperaturas de até 230ºC, podendo conter, cilindro de pressão, cilindro fusão, termostato, roletes para passagem de papel, engrenagens, cabos, conectores, partes plásticas de proteção, lâmpada de aquecimento ou sistema de aquecimento.

        8443.99.60
        Ex 003 – Dispositivos do mecanismo de impressão para impressoras jato de tinta, com função de sensor de “encoder” óptico rotativo ou linear, convertendo movimento mecânico angular ou linear em pulsos elétricos, utilizados no controle do movimento do carro de impressão, controle de avanço do papel e/ou processo de alimentação de tinta.

        8443.99.90
        Ex 004 – Cartuchos ou bandejas de limpeza para cabeças de impressão por jato de tinta, para impressoras de grande e médio porte digitais, podendo conter borrachas flexíveis, filtros, funil, coletor de tinta, tecidos para limpeza por contato direto com a cabeça de impressão, com temperatura de operação e de armazenamento entre -35 a 65°C.

        8471.41.90
        Ex 006 – Dispositivos funcionais móveis para coleta de dados via código de barras, sem teclado e com microprocessador de 2GHz “Octa-core”, tela de 5 polegadas sensível ao toque e resistente a choques com índice de proteção IP65, memória RAM de 3GB, disco de memória “flash” de 32GB com sistema de carregamento sem fio e sistema operacional.

        8471.41.90
        Ex 007 – Terminais “touchscreen” para antecipação de chamada, tela de 7 ou 12 polegadas, com botão cadeirante, utilizados para gerenciamento do tráfego dos elevadores.

        8471.49.00
        Ex 017 – Máquinas automáticas para processamento de dados utilizadas como servidor, com unidade de memória, destinadas ao armazenamento de dados e pronta para ser conectada à rede de energia elétrica e à rede de dados do sistema do “datacenter” dotadas de “switch(es)”, módulos transceptores ópticos, cabos de comunicação, réguas de energia (PDU = power distribution unit), servidores e unidades para interconexão de periféricos.

        8471.80.00
        Ex 025 – Adaptadores replicadores de porta de acesso para uso com unidades de máquinas automáticas para processamento de dados, converte porta HDMI para conexões VGA e/ou DVI.

        8471.90.90
        Ex 010 – Sistemas biométricos multimodais capazes de realizar processos de registro e verificação biométricos totalmente automatizados (suporta biometria multimodal), dotados de módulo de leitura de documentos, módulo de captura facial em conformidade com ICAO, e módulo de impressora.

        8517.62.72
        Ex 003 – Módulos transceptores digitais sem fio operando em padrão “ZIGBEE” em frequência de 2.4GHz com taxa de transmissão de dados de 250kbps, com funções de comunicação e controle do sistema de segurança contra vento e corrigindo a função dos seguidores solares com base em localização GPS (analema solar), montados em painel metálico próprio para uso externo e constituídos por placa de adaptação de rede, disjuntores, conectores e cabos, utilizados em equipamentos denominados seguidores solares para módulos fotovoltaicos.

        8517.70.99
        Ex 037 – Blindagens metálicas com corpo de aço inox, para guia, suporte e proteção mecânica, contendo dispositivo de detecção da inserção dos cartões SIM ou SD e ejetor do guia de conexão tipo bandeja, em formato e dimensão específicos para integração em terminais portáteis de telefonia celular.

        8517.70.99
        Ex 038 – Tampas traseiras próprias para terminal portátil de telefonia celular, podendo conter visores, protetores, fitas, adesivos, etiquetas, calços, vedações, teclas, botões, sensores, contatos elétricos, antenas, ímãs ou dispositivos magnéticos, peça de acabamento e/ou proteção das câmeras e/ou flashes.

        8536.90.40
        Ex 020 – Conectores elétricos, receptáculo nas versões USB (Universal Serial Bus) dos tipos A, B ou C, próprios para montagem em circuito impresso por inserção (PTH) e/ou montagem em superfície (SMD), para operações em baixas tensões.

        8537.10.20
        Ex 034 – Controladores programáveis de dados industriais para gerenciamento e controle de processos, com tensão de operação de entre 85 e 240VAC ou 20 e 28VDC, velocidade de processamento de até 0.60us/passo para instruções básicas, capacidade de programa de até 200k passos, de 4 a 60 terminais de entradas e saídas (Input/Output), com conectores tipo “header” com trava ou terminal parafuso, com os canais de saída acionados por reles ou transistores, podendo conter um ou mais canais de comunicação tipo RS232C, RS485, RS422, “Ethernet” e USB.

        8543.70.99
        Ex 186 – Aparelhos de reconhecimento de padrões de voz, para comunicação com assistente virtual inteligente em redes sem fio, reprodução de música, reprodução de imagens em vídeo remoto ou em tela própria sensível ao toque, comando de dispositivos domésticos inteligentes, difusão de mensagens e de respostas recebidas em comunicação, conectividade “Wi-Fi” de banda dupla em redes 802.11a/b/g/n/ac de 2,4 e 5GHz; conectividade “Bluetooth” A2DP para transmissão de áudio e AVRCP para áudio e vídeo por comando de voz; alto-falantes de neodímio; microfones analógicos ou em rede matriz planar; processador de 4 núcleos, 64bits, 1,3 ou 1,44GHz; memória de 4Gb LPDDR3 + 4GB flash eMCP ou 8GB eMMC; 2GB LPDDR3; ou 8Gb LPDDR3+8GB flash eMCP, com ou sem câmera de 5MP e sensor de luz ambiente ALS.

        8543.70.99
        Ex 187 – Equipamentos de magnetização permanente, tensão de carregamento máxima de 3kV, corrente máxima de saída 20kA, impedância de saída de 3mH/3mH (dependendo da corrente de saída), potência de carregamento 3.6kW, tempo de recarga de no máximo 9.5s, alimentado por tensão de 380VAC, frequência de 60Hz, e corrente máxima de 48A, dotados de: bobina magnetizadora com diâmetro aberto de 130mm e um comprimento ativo de 120mm, com intensidade de campo de 2.700kA/m; fluxímetro para medição de campo magnético; banco com 4 capacitores, com capacitância total de 11.2mF, e potência máxima de 50.400J; máquina automática para processamento de dados, para controle do magnetizador e armazenamento de dados do processo, montada no corpo do equipamento; e circuito fechado de resfriamento das bobinas, capacidade de magnetizar ímãs acima de 1kg e de grandes dimensões.

        8543.70.99
        Ex 188 – Sensores de proximidade com princípio de funcionamento magnético responsável por detectar a abertura e fechamento da tampa da lavadora, tendo o acionamento com a aproximação do imã do sensor a uma distância mínima de 19mm e a interrupção do funcionamento com o afastamento do imã a uma distância máxima de 60mm, possuindo vida elétrica de 10 milhões de operações, capacidade máxima de contato de 10W, com a temperatura de operação de 0 a +80oC, tensão de chaveamento máximo de 100VCC e corrente de chaveamento máximo de 0,05A CC, com grau de proteção IP67.

        9032.89.82
        Ex 011 – Controladores de fluxo de ar entre os compartimentos do freezer/refrigerador, contendo termostato para leitura de temperatura e dispositivo mecânico para abertura/fechamento do compartimento de fluxo de ar, tendo a temperatura de aplicação de -20 a 60oC, com vida útil de 300.000 ciclos de abertura e fechamento, com torque máximo de abertura e fechamento da tampa de 10kgf/cm.

        9032.89.89

        Ex 044 – Aparelhos eletrônicos automáticos para medição óptica do fluxo de vazão de vidro, formado por 3 câmeras de monitoramento, com medição de vazão de 0 a 25t de vidro/dia e por câmera, densidade do vidro na medição de 2.500kg/m3 e temperatura do vidro de 1.100oC, utilizados na fabricação de lã de vidro.

        9032.89.89
        Ex 045 – Sistemas de automação para controle de infusão durante fabricação de pás eólicas; contém sensores de temperatura com capacidade de acoplamento em ambos os lados do molde de pá (Upwind e Downwind) integrados ao painel elétrico principal; contém conjunto de componentes elétricos para comunicação com máquina de infusão através de caixas de conversão integradas ao painel elétrico principal; o sistema contempla módulos para conexão de potes de vácuo automáticos ao painel elétrico principal para monitoramento e regulagem de vácuo durante processo de infusão de pá eólica; contém alarmes para detecção de problemas no vácuo; painel elétrico principal possui lógica atrelada para integração e controle do sistema de monitoramento de vácuo, injeção de resina e controle de temperatura; contém caixa de controle de temperatura para leitura de temperatura do laminado e da manta de aquecimento
        .
        http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-511-de-26-de-julho-de-2019-208542286

        1+
        • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 2 de agosto de 2019 at 20:00

          Notem a demência burocrática brasileira, boa sorte tentando bater o produto que você precisa com a descrição feita por um burrocrata sentado em uma cadeira em Brasília.

          PARA QUE CRIAR ESTAS LISTAS ESTÚPIDAS?
          SE É PRA LIBERAR LIBERA LOGO.

          Mais feno pro gado bolsomímion ruminar e pra dizer que o governo está fazendo algo.
          Ponto positivo, agora você bolsomínion já pode comprar seus “Aparelhos eletrônicos automáticos para medição óptica do fluxo de vazão de vidro, formado por 3 câmeras de monitoramento, com medição de vazão de 0 a 25t de vidro/dia e por câmera, densidade do vidro na medição de 2.500kg/m3 e temperatura do vidro de 1.100oC, utilizados na fabricação de lã de vidro.” sem impostos ;-D

          9+
          • avatar
          • avatar
    • Strike 2 de agosto de 2019 at 20:06

      Grande Tacada!!

      5+
      • avatar
      • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 2 de agosto de 2019 at 20:10

        Vai comprar seu:

        Ex 129 – Equipamentos para desinfecção de água ou efluentes com capacidade igual ou superior a 50m3/h por tecnologia de radiação ultravioleta por meio de lâmpadas 250 ou 1.000W, do tipo baixa pressão e alta intensidade, de modulação variável por meio de reatores eletrônicos, dotados de sistema de limpeza automático duplo (químico e mecânico), com acionamento hidráulico, controlados por microprocessador ou PLC.

        Sem impostos 😀
        Só tome cuidade que ele seja “apacidade igual ou superior a 50m3/h por tecnologia de radiação ultravioleta por meio de lâmpadas 250 ou 1.000W, do tipo baixa pressão e alta intensidade, de modulação variável por meio de reatores eletrônicos, dotados de sistema de limpeza automático duplo (químico e mecânico), com acionamento hidráulico, controlados por microprocessador ou PLC”

        Se não for vai continuar pagando impostinho pra financiar as plásticas do Dona Micheque 😀

        6+
  • CA 2 de agosto de 2019 at 19:20

    Godinez,

    Devolvidos R$ 3 bilhões da CEF para o governo, vindos de reduções FRAUDULENTAS de provisões que geraram lucro e liquidez FICTICIOS para a CEF no ano passado e no primeiro trimestre de 2019, o restante só será devolvido quando tivermos o IPO de empresas filhas da CEF.

    Devolver dinheiro de PEDALADAS via fraude de redução de provisões mais IPO é algo que farão com a única e exclusiva finalidade de ajudarem a recuperar as contas públicas, diminuir o déficit fiscal do governo, esta é a finalidade da medida, uma vez que sem isto, o déficit de 2019 seria excessivamente elevado e graças a redução no PIB, com risco de não cumprir a meta, mesmo com contingenciamentos adicionais no orçamento.

    O que foram as PEDALADAS? Os governos anteriores injetadas dezenas de bilhões de Reais na CEF, ela multiplicou por 20 e saiu emprestando se critério (crédito PODRE), alimentando BOLHAS, em especial a imobiliária.

    O que seria DESPEDALAR DE VERDADE?

    Auditoria da CEF expondo PODRES e obrigatoriamente reduzindo os empréstimos em função disto.

    E o que a CEF está fazendo?

    Em 2019, já recuperou a liderança no crédito imobiliário, que havia perdido em 2018 sob o governo Temer;

    A CEF prometeu DOBRAR a oferta de crédito imobiliário via DERIVATIVOS, o mesmo esquema do subprime americano, para isto, mudando indexador do crédito imobiliário de TR para IPCA e reduzindo juros do crédito imobiliário em 30%, que já se encontra em análise do BC para aprovação.

    Empréstimo de R$ 4 BILHÕES para capital de giro das construtoras.

    Novo cartão de crédito consignado para idosos e inadimplentes.

    Empréstimos de 100% dos valores de caminhões pela CEFZ, que por sinal, tem tido crescimento expressivo nos financiamentos em 2019.

    A maior BOLSA CALOTE da história para aliviar um pouco os balanços e poder voltar a emprestar mais.

    FRAUDES que continuam, seja para reduzir provisões, renegociações MIRABOLANTES, adiamento de retomada e leilão de imóveis, e ajudando rating de crédito, deixando de fazer impairment dos imóveis em garantia no estoque da CEF, mantendo “facilidades” no crédito e tudo isto com a mesma finalidade, gerar lucros e liquidez elevados para poder continuar emprestando cada vez mais.

    Agora eu pergunto, o que consta acima é DESPEDALAR ou intensificar as PEDALADAS?

    7+
    • avatar
    • avatar
    • CA 2 de agosto de 2019 at 19:34

      Ops, o comentário acima era em resposta a um artigo que foi colocado pelo Godinez, mencionando uma fala do super Ministro da Economia sobre as “despedaladas” na Caixa Econômica Federal com base em devoluções que ela fez e fará para o Tesouro Nacional.

      3+
      • avatar
  • Cesar_DF 2 de agosto de 2019 at 20:09
    • Strike 2 de agosto de 2019 at 20:13

      Bacana pra caramba!

      6+
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 2 de agosto de 2019 at 20:30

        Terra + cimento + prensa = tijolo que se cura sem precisar ir ao forno

        10+
        • avatar
        • avatar
        • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 2 de agosto de 2019 at 20:35

          Que novidade, como não pensaram nisto antes?

          As primeiras pesquisas registradas sobre a utilização desse material são datadas de 1935, feitas junto a PCA (Portland Cement Association), entretanto, nos Estados Unidos, desde o início do século XX, o solo-cimento apresenta grande utilização no ramo de construção civil, sem uma pesquisa mais detalhada sobre a utilização deste material, até então.
          No Brasil, a partir de 1960, o solo-cimento passa a ser estudado com mais abrangência, iniciando uma grande quantidade de pesquisas e estudos científicos. Como principais instituições responsáveis pelo incentivo e divulgação dessas pesquisas, podemos citar: IPT – Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo e a ABCP – Associação Brasileira de Cimento Portland.’
          No passado muitas obras foram levantadas com métodos iguais ou parecido aos usados para fabricação deste tipo de material nos tempos atuais.

          Ele surgiu através de um processo evolutivo ao longo dos milhares de anos, sendo a construção mais velha que se conhece, a da pirâmide Queops, no Egito, construída à cerca de 2.600 anos a.C.. Esta técnica usada foi adotada a partir de recursos naturais, onde eles pegavam conchas de mariscos e trituravam. Em seguida, pegavam óleo de baleia e terra e juntavam às conchas de mariscos trituradas. Quando estes três materiais estavam juntos, jogavam água por cima formando uma grande masseira. Após todo esse processo, estando a massa homogênea, eles faziam formas de 2 metros por 1 metro e transformavam em milhares de blocos.

          http://biobloctijolosecologicos.blogspot.com/p/blog-page.html

          6+
          • avatar
  • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 2 de agosto de 2019 at 20:23

    Olha aí caro socrates:

    Call for rules shake-up to avoid ‘Enron style’ collapses in Australia

    The former chief of the corporate watchdog Greg Medcraft has warned of Enron-style corporate collapses without radical reform to the way banks are audited, saying an independent body should set fees and select auditors to avoid conflicts of interest.
    The revelations, which included evidence of a very close “no surprises” relationship between NAB and EY, sparked an immediate parliamentary inquiry into the management of conflicts of interest between consulting companies and their clients.

    https://www.brisbanetimes.com.au/business/banking-and-finance/call-for-rules-shake-up-to-avoid-enron-style-collapses-in-australia-20190802-p52db7.html

    3+
    • avatar
    • socrates 3 de agosto de 2019 at 10:51

      Rio de Janeiro com “grau de investimento” mesmo com receitas NAO PERMANENTES oriundas de um combustivel fossil e poluente que estava em sua maxima historica a mais de 100 u$ o barril. E ainda gastava essa RECEITA NAO PERMANENTE em DESPESA PERMANENTE, disparando o salario dos altos funcionarios publicos que justamente teriam que denunciar os esquemas de corrupçao e julgar/defender o interesse da coletividade/publico.
      Mesmo “nas entranhas ” do poder, eles fizeram isso por aqui. E tambem fazem la fora. Parece que a Australia encara o problema de frente ao contrario de outros.
      Sera que quando os pioneiros do bib alertavam para a G.E.E.L.E , eles estavam indicando a questao da falta de lastro das bolhas imobiliarias, de combustivel e outras ou eles ja anteviam o colapso do mundo corporativo em geral?
      O ideal de sociedade e politico deve influir no alcance da visão

      4+
      • avatar
  • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 2 de agosto de 2019 at 20:32

    Cajuzinha mode on 😀

    Pagar contas do mês é a maior preocupação financeira do brasileiro, aponta pesquisa

    Dos 1,1 mil brasileiros consultados, apenas 34% apontaram que poupança para aposentadoria é prioridade; ‘É muito difícil pensar no futuro quando seu presente não está garantido’, diz executivo da seguradora Zurich do Brasil

    O levantamento mostra que a atenção com a aposentadoria aumenta com a idade. No Brasil, só 23% na faixa entre 20 e 29 anos afirmaram que ter dinheiro na velhice é a maior preocupação. Essa proporção é de 30% entre 30 e 39 anos, de 42% entre 40 e 54 anos e de 44% entre quem tinha 55 anos ou mais. A coleta de dados online aconteceu de fevereiro a março deste ano.

    O quadro global, no entanto, é outro. A mesma pesquisa, feita com 16,9 mil pessoas de 15 países, mostra que ter uma poupança adequada para a aposentadoria é a maior preocupação para 44% dos entrevistados. Apenas 27% mencionaram em primeiro lugar o pagamento de contas.

    Um fator que pode explicar a diferença entre o resultado brasileiro e o global é a menor capacidade ou possibilidade de guardar dinheiro. No mundo, três em cada cinco pessoas responderam que conseguiram poupar no ano anterior. No Brasil, apenas dois em cada cinco conseguiram fazer o mesmo, o que corresponde a uma diferença de 20 pontos porcentuais.

    “É muito difícil você pensar no futuro quando o seu presente não está garantido. Mas isso pode se tornar um hábito nocivo, quando mesmo tendo uma reserva a pessoa não poupa pelo hábito de não pensar no futuro. Há uma questão de formação de cultura de poupança, mas também uma questão de capacidade de poupança”, afirma Franco. Veja a seguir os principais trechos da entrevista com o executivo.

    https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,pagar-contas-do-mes-e-a-maior-preocupacao-financeira-do-brasileiro-aponta-pesquisa,70002952128

    10+
    • avatar
    • avatar
  • Cadeludo 2 de agosto de 2019 at 22:53

    muitos tentarão vender ou revender seu bolhudinho a vida toda
    talvez nem os herdeiros consigam desovar pelo preço “ideal”
    e todos terão a CEF e os bancos como principais concorrentes

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Abomineve Homem das Naves 3 de agosto de 2019 at 01:26

    OFF – QUÊ?!

    Transferwise vai parar na Justiça no Rio por problemas da fintech europeia LeoPay

    https://www.infomoney.com.br/negocios/grandes-empresas/noticia/8640748/transferwise-vai-parar-na-justica-no-rio-por-problemas-da-fintech-europeia-leopay

    3+
    • avatar
  • o paínha dos CAmaradas 3 de agosto de 2019 at 01:41

    Mesmo que as provabilidades sejam de 1 em 1 milhão ……… algum bolhista ficaria em contra de ter uma união total com os yanquis? ser um estado livre asociado no mesmo status de Porto Rico, com direito automático a cidadania dos United State of America? esquerdopatas de plantão podem começar o mimimí …. 3,2,1 ………

    5+
    • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 3 de agosto de 2019 at 04:02

      O pessoa de Porto Rico vivia de vender sangue para os EUA seu idiota retardado, vá estudar história, quem sabe escreve menos besteiras.
      Da minha parte não faço conta de voces mínion venderam sangue ou os bogas para Trump, boa sorte.

      7+
      • avatar
      • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 3 de agosto de 2019 at 04:09

        Pensando bem o bananistão tem algo em comum com Porto Rico e poderia incrementar os negócios com os primos ricos: assassinatos.
        Os porto-riquenhos estão construindo todo um sistema de transpante de orgãos baseados nas mortes por violência, é só pedir pros milicianos pararem de queimar os corpos e passar a vender para alguma empresa do grupo tchutchuca 😉

        Puerto Rico looks to organ transplants to help cure ailing economy

        Puerto Rico’s potential as a transplant center is partly based on a macabre statistic – the Caribbean island had a murder and non-negligent manslaughter rate of 19.2 per 100,000 people in 2014 compared to 4.5 per 100,000 in the United States, according to Federal Bureau of Investigation data.

        That translates into a pool of donors in the 18-30 age range unmatched in the mainland, Gonzalez-Cancel said. “The donors (are) victims of car accidents or gunshot wounds to the head, because Puerto Rico, sadly, we have a very high crime rate.”

        High-crime areas certainly exist among the U.S. states, but Puerto Rico has recently also had organ donation rates higher than expected by the Scientific Registry of Transplant Recipients (SRTR), which analyses data on donated organs.

        https://www.reuters.com/article/us-usa-puertorico-transplants/puerto-rico-looks-to-organ-transplants-to-help-cure-ailing-economy-idUSKCN0SG2HT20151022

        3+
  • o paínha dos CAmaradas 3 de agosto de 2019 at 01:42

    O namoro ficou sério
    Donald Trump diz que deseja um tratado comercial entre Brasil e Estados Unidos, mas o caminho para o casamento ainda está cheio de obstáculos
    Crédito: Chris Kleponis / Polaris
    Juntos para sempre?: só o Mercosul pode impedir o enlace entre Jair Bolsonaro e Donald Trump (Crédito: Chris Kleponis / Polaris)

    Leonardo Motta

    02/08/19 – 11h00 – Atualizado em 02/08/19 – 17h40
    Citando uma expressão cara ao presidente Jair Bolsonaro, o “namoro hétero” entre ele e o presidente americano, Donald Trump, está ficando sério. O affair começou em março, durante visita do brasileiro a Washington D.C. (EUA), quando os dois se conheceram, apresentaram as respectivas famílias e declararam suas intenções. O flerte continuou em junho, na Cúpula do G20, no Japão. Agora, os americanos querem casamento. “Vamos trabalhar em um acordo de livre comércio com o Brasil”, disse Trump a jornalistas na terça-feira 30. “É um grande parceiro comercial. Eles nos cobram muitas tarifas, mas nós amamos essa relação”, desamanchou-se o mandatário americano.

    O pedido de matrimônio foi reforçado pela visita do secretário comercial dos Estados Unidos, Wilbur Ross ao Brasil, onde se encontrou com o ministro da Economia, Paulo Guedes. As dificuldades para que os dois subam ao altar, porém, vão muito além das tarifas citadas por Trump. O recente acordo de livre comércio fechado entre o Mercosul e União Europeia despertou ciúme nos americanos. “É importante que nada nesse tratado [com europeus] seja contraditório a um acordo com os EUA”, disse Ross a empresários brasileiros na Câmara Americana de Comércio no Brasil (Amcham). “Tomem cuidado antes de acertar o entendimento para ter certeza que não há nenhuma ‘pílula com veneno’ nele.”

    Essas “pílulas com veneno” seriam, por exemplo, as diferenças de padrões europeus e americanos nos setores automotivo, farmacêutico e alimentício. Há outro problema: desde março não houve consenso sobre um acordo bilateral de investimentos entre Brasil e Estados Unidos, pré-requisito para um tratado mais abrangente. Ainda assim, empresas brasileiras torcem pelo sucesso do enlace devido à importância do cônjuge. Os EUA são a maior economia do mundo e têm o maior mercado consumidor do planeta. Além disso, são o segundo parceiro comercial do Brasil, atrás apenas da China.

    Wilbur Ross, Secretário de Comércio dos EUA: “É importante que nada nesse tratado [com europeus] seja contraditório a um acordo com os EUA” (Crédito:Nelson Almeida / AFP)
    No ano passado, os brasileiros exportaram US$ 28,8 bilhões para lá e o saldo total desse comércio é de US$ 57,8 bilhões.
    A multinacional Cargill, de processamento de alimentos, é uma das empresas que esperam um acordo bem sucedido, em especial porque é a maior companhia americana com presença no País. Luiz Pretti, CEO da Cargill Brasil, acredita que um acordo só traria benefícios. “O próprio Ross usou a Cargill como exemplo de uma aliança entre os dois países. Estamos muito otimistas com a possibilidade”, diz Pretti. No encontro em Guedes e Ross, as conversas já até definiram quais produtos seriam comercializados: etanol americano e açúcar brasileiro.
    NOVAS REGRAS Wilbur Ross, no entanto, desconversou quando o tema é prazo. Ele prevê “algo entre dois ou três anos.” O problema é que o Mercosul pode atrapalhar esse cronograma. Países do bloco sul-americano não podem, em tese, negociar tratados bilaterais com outras nações. Para que o casamento com os Estados Unidos possa ser consumado, será seria preciso, antes, mudar as regras atuais. “Desde o início do governo Bolsonaro parece que há disposição para flexibilizar o Mercosul e permitir isso”, diz Tomaz Paoliello, professor de relações internacionais da PUC-SP. “Na Argentina, o Macri também já acenou nesse sentido. Mas depende da força dos interessados de influenciar o governo”.

    Após a reunião, o romance só evoluiu. O Brasil foi anunciado oficialmente, na quarta-feira 31, como um aliado não-membro da Otan, a aliança militar entre América do Norte e Europa. Na prática, o País poderá comprar tecnologia militar americana, status que só a Argentina possuia na região. A inclusão do Brasil nesse rol foi obra do “noivo” Trump. Portanto, a hora chegou: se alguém se opõe a esse matrimônio, que fale agora — ou cale-se para sempre.

    7+
    • avatar
    • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 3 de agosto de 2019 at 03:08

      Sim, Trump entra com o dick e os brasileiros com o boga 😀

      8+
  • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 3 de agosto de 2019 at 03:07

    OFF – Lista dos arrependidos continua crescendo.

    “Estou me arrependendo”, afirma Frota sobre voto em Bolsonaro
    https://www.youtube.com/watch?v=0_YA13frC20

    7+
    • avatar
  • Cesar_DF 3 de agosto de 2019 at 07:39

    Os resultados obtidos até julho de 2019 com as desestatizações, desinvestimentos e concessões na área de infraestrutura já somam US$ 19 bilhões. A informação foi dada na segunda-feira (29/7) pelo secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia, Salim Mattar, em palestra na cerimônia de posse da nova diretoria do Espírito Santo em Ação.

    Segundo Mattar, a meta até 2022 é de R$ 990 bilhões, valor semelhante ao que deve ser economizado com a reforma da Previdência. O secretário informou que a meta de US$ 20 bilhões deve ser alcançada ainda em agosto. “Vamos entregar os US$ 20 bilhões dentro de 15 dias”, afirmou.

    O secretário disse ainda que o Estado deve fazer uma melhor alocação dos recursos públicos, para que os impostos pagos pelos cidadãos sejam revertidos para necessidades básicas, como saúde, educação, moradia e segurança.

    “Nos últimos dez anos, as 18 estatais dependentes do Tesouro Nacional custaram R$ 160 bilhões. Isso é suficiente para dar casa para todos os brasileiros. Estamos tentando mostrar que uma boa alocação de recursos reverte em um bem maior para a sociedade”, afirmou.

    11+
    • avatar
    • avatar
    • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 3 de agosto de 2019 at 07:55

      O palhaço resolveu citar o site do governo agora???

      http://www.economia.gov.br/noticias/2019/07/privatizacoes-ja-somam-us-19-bilhoes-ate-julho

      Tá melhorando as fontes, mas ainda não passa de propaganda oficial.
      Dá uma googlada antes para não passar mais vergonha, isso se tem alguma 😉

      3+
      • avatar
      • tmarabo 5 de agosto de 2019 at 14:37

        qual o problema de citar uma fonte do governo?? kkkkkkkkkkkkkk esses, isentominions….

        2+
  • Cesar_DF 3 de agosto de 2019 at 08:33

    10+
    • avatar
    • avatar
    • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 3 de agosto de 2019 at 09:02

      Batendo o desespero? 😉

      11+
    • CA 3 de agosto de 2019 at 10:41

      Campanha política por FANATICOS, insistindo na DESINFORMAÇÃO a qualquer preço, impressionante o quanto são DOENTES pelo governo.

      Desemprego em baixa, graças a novo recorde de DESALENTADOS, aqueles que DESISTIRAM de procurar emprego porque a situação estava muito crítica, misturado com SUBempregados em patamar RECORDE também, ou seja, onde um trabalhava período integral, agora dois trabalham meio período, isto mais o recorde de INFORMALIDADE e empreendedorismo por NECESSIDADE, onde este conjunto leva a QUEDA na renda REAL e LÍQUIDA.

      Retomada da QUEDA no PIB, logo no primeiro trimestre do ano, como mostra dos empresários que estavam com o dedo no gatilho esperando para dispararem com os investimentos.

      Novos RECOEDES de super-endividamento e INADIMPLÊNCIA levando o governo a fazer a maior BOLSA CALOTE da história, junto com super-pedaladas e maquiagens como nunca antes para os 7 primeiros meses de governo.

      RECORDE absoluto de ALIENAÇÃO da realidade, seja por um otimismo UFANISTA em patamar SURREAL, seja por FAKE NEWS via WhatsApp e blogs através de um grupo de fanáticos religiosos doentios.

      18+
      • avatar
      • Cesar_DF 3 de agosto de 2019 at 22:21

        CA
        Não sei se você reparou mas nos últimos 12 meses os comentários que você fez sobre o governo Bolsonaro foram negativas em 100% dos casos.

        Não importa qual seja a notícia, se uma negativa by Cajuzinho você tem a necessidade de “enfatizar” e quando é positiva tem a necessidade de rebater.
        Parece até um crente sempre querendo dar a última palavra que a sua religião é a verdadeira e todas as outras são falsas, gritando para todas as pessoas que se não seguirem sua crença irão arder no fogo do inferno.

        Pior que isso, parece até um intelectualoide de esquerda dizendo que todas as pessoas são estúpidas quando não concordam contigo.

        Não sei mais se você ainda está tentando fazer campanha para o Geraldo Alckmin ou se é meramente por um DOGMA IDEOLÓGICO.

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • CA 3 de agosto de 2019 at 22:59

          CA 1 de agosto de 2019 at 07:54

          Cesar_DF,

          Sim, vamos falar sobre DOGMAS, VIES IDEOLÓGICO e EVIDÊNCIAS. Vou repetir o que já havia DEMONSTRADO para você antes a este respeito, uma vez que você insiste em DESINFORMAR e INVERTER o que está acontecendo:

          CA 30 de julho de 2019 at 11:17
          Cesar_DF,

          Excelente exemplo!

          O viés ideológico levou alguns do blog a “esquecerem” tudo que defenderam aqui por ANOS, única e exclusivamente porque entrou um novo governo que repete e amplifica os erros, mas que é IDOLATRADO por estas pessoas!

          Antes se a CEF prometesse reduzir em 30% os juros do crédito imobiliário pela possível entrada do IPCA como indexador no lugar da TR, estas pessoas iriam alertar a todos que era uma imensa ARMADILHA, para PEDALAR com a bolha, arrastar mais milhões de pessoas para a inadimplência e gerar um novo BNH. Hoje estas mesmas pessoas acham isto normal e sem problemas.

          Antes quando a CEF dava empréstimos BILIONÁRIOS para o capital de giro das construtoras para que elas PEDALASSEM com as vendas FALSAS na planta e também pudessem empurrar cada vez mais crédito PODRE para o sistema financeiro, estas pessoas esbravejavam , hoje quando a CEF dá R$ 4 BILHÕES para o capital de giro das construtoras, mesmo com amplo histórico de CALOTES das construtoras para a CEF, estas mesmas pessoas acham normal e natural.

          Antes, se a CEF prometesse DOBRAR o crédito imobiliário com a verba da poupança para se tornar novamente a líder inconteste do crédito imobiliário e ainda, com um esquema de DERIVATIVOS e embutindo enorme quantidade de crédito PODRE, diriam que era um absurdo completo, que estavam replicando uma parte do subprime americano, que seria amplificar a destruição da bolha imobiliária na certa, hoje, estas mesmas pessoas FAZEM DE CONTA que o que consta aqui é “vaporware” , mesmo com estas pessoas sabendo que a CEF, mesmo sendo um banco público e estando em um governo “liberal”, já retomou a liderança no crédito imobiliário que havia perdido em 2018 sob o governo Temer e mesmo sabendo que o esquema do IPCA descrito acima é parte do mecanismo que utilizarão para os DERIVATIVOS e que isto já se encontra em fase de aprovação pelo Banco Central, ou seja, FINGEM que não é nada sério, mesmo tendo todas as evidências em sentido contrário.

          Antes, se a CEF reduzisse as provisões contra devedores duvidosos em BILHÕES DE REAIS em meio a maior BOLSA CALOTE de todos os tempos, depois que a maior dívida corporativa do país virou recuperação judicial e ainda, em meio a uma infinidade de MAQUIAGENS, ROMBOS e CRIMES FINANCEIROS, só para SIMULAR lucro recorde e recuperação da liquidez, estariam esbravejando e xingando o governo pelo ABSURDO de estarem PEDALANDO e aumentando o tamanho do ROMBO e o risco de crise sistêmica, hoje FINGEM que nem sabiam disto e quando “descobrem”, dão de ombros, com indiferença.

          Antes, quando houvesse uma auditoria como a da CGU, recente e que foi recebida pelo “novo” governo e vissem a mesma ser solenemente IGNORADA ,apesar de ter itens críticos, relevantes, abordando péssimas práticas adotadas pelos bancos, inclusive algumas das que mencionei acima, eles ficariam revoltados, hoje, reagem com indiferença.

          Pelas AMOSTRAS acima, repletas de FATOS E DADOS, fica mais do que claro que mantive minha COERÊNCIA e continuei defendendo tudo que SEMPRE defendi antes, enquanto isto, alguns APAGARAM de sua mente tudo que defendiam e passaram a FAZER DE CONTA que nada daquilo que defendiam com unhas e dentes antes teria importância, o que é uma profunda INCOERÊNCIA e uma gigantesca DESONESTIDADE INTELECTUAL, sem contar a CARA-DE PAU de dizer que o viés ideológico é daquele que manteve a COERÊNCIA na análise de fatos e dados e não daqueles que mudaram do vinho para o vinagre só porque mudou o governo, mas este continuou repetindo e ampliando os erros…

          12+

           

          ReplyLinkQuote

          CA 1 de agosto de 2019 at 08:20

          Cesar_DF,

          Vou traduzir o que consta acima, caso você ainda finja não ter entendido:

          Tenho DOGMAS e VIES IDEOLOGICO porque defendo pontos de vista com FATOS, DADOS e critérios COERENTES ao longo do tempo, sem mudar de opinião da noite para o dia sem que exista um motivo RAZOÁVEL e baseado em FATOS e DADOS para isto e principalmente, mantenho tudo isto INDEPENDENTE do governo de momento.

          Já o Cesar_DF não tem dogmas nem viés ideológico porque ele FINGE NÃO VER tudo que ele criticava antes e que está sendo ampliado pelo governo novo.

          Sério que você acha que as pessoas daqui são tão burras que não enxergam o que consta acima?

          Repito:

          – A tática de seus colegas de sugerirem fechar o blog não funcionou;
          – Suas inúmeras tentativas de INTIMIDAR os comentários da Cajuzinha para que ela não trouxesse mais dados sobre o mundo REAL não funcionou;
          – Sua estratégia de sugerir que o blog, chamado BOLHA IMOBILIÁRIA, deixe de falar sobre BOLHA IMOBILIÁRIA e passe a falar só sobre investimentos, “porque a bolha já está explodindo”, só porque você dentro do seu FANATISMO não suporta ver críticas ao seu governo IDOLATRADO e mesmo sabendo que é na explosão que é mais importante observarmos a reação de governos, agentes e consequências para TODOS, não funcionou;
          – A estratégia de tentar SIMULAR um mundo maravilhoso baseado nos gráficos da BOVESPA, o cassino brasileiro com resultados INVERSOS ao da economia real, não funcionou;
          – A estratégia de invasão em massa de Trolls para detonar o blog, não funcionou;
          – O esquema de colocar “N” “notícias” de propaganda política do governo para tumultuar o blog com politicagem barata (ver postagens de indiobolhista no início do blog) não funcionou;
          – A estratégia de trazer os seus colegas mais desequilibradas para xingarem famílias, trazendo referências de abusos sexuais e tudo de mais baixo que vocês conseguem, não funcionou;
          – O intenso esquema de FAKE NEWS praticado, replicando aquilo que mais fazem no Whatsapp, não funcionou.

          Sim, vocês continuarão tentando todos os esquemas acima e diversos outros, porque como Einstein dizia, é “insanidade repetir as mesmas ações esperando resultados diferentes” e INSANIDADE é uma das características intrínsecas dos fanáticos religiosos, mas como sempre digo, vão apenas perder seu tempo, porque está ficando cada vez mais ÓBVIO para aqueles que não são fanáticos religiosos, o que consta acima…

          13+

           

          Reply

          4+
          • avatar
          • avatar
        • tmarabo 5 de agosto de 2019 at 14:36

          césar, boa essa, todo o isentominion é um crente!!! kkkkkkkkkk

          2+
  • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 3 de agosto de 2019 at 09:21

    OFF – Para quem quiser ler as fake news oficiais sem ter que esperar algum tonto postar.
    Quem sabe agora os idiotas parem de poluir o blog com seu feno para ruminantes bolsomínicos 😉

    http://www.folhapolitica.org/

    5+
    • avatar
  • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 3 de agosto de 2019 at 09:33

    OFF – Quem diria, as destrutoras em conluio com os governos são a turminha mais corrupta da atualidade.
    Bônus: Os autores são pesquisadores chineses.

    Corruption in the Public Construction Sector

    This book is committed to provide a holistic view of corruption in the public construction sector, a sector that has been perceived as the most corrupt in the world. Relying on the new findings achieved from a series of qualitative and quantitative studies, this book unveils the specific forms of corruption, the principal causes of corruption, and the prevailing anti-corruption strategies that are used by the current practice. Furthermore, this book provides two metrics that can assess the potential of corruption and the risk of collusion in given public construction projects, respectively. This book will enhance industry and research communities’ understandings of corruption in the public construction sector. It is also informative to policy-makers and can help them come up with some more effective strategies to eliminate corruption in the public construction sector. ‘

    https://www.springer.com/gp/book/9789811395499

    3+
    • avatar
    • socrates 3 de agosto de 2019 at 10:28

      Corrupcao travestida de legalidade. Isso praticamente em todas americas e tambem em grande parte da europa. Ponzi que eleva os custos de vida absurdamente sem a contrapartida de um enriquecimento com lastro real.
      Nenhum economista viu isso na banania ate 2015? E os mesmos economistas que aparecem na tv , nao percebem que o mesmo acontece com o eua e acabou repercutindo em imoveis , la e ca, totalmente inalcançaveis salvo por endividamento massivo? A ” cegueira” impede a mesma midia de cobrar açoes do governo… Quantos cursos universitarios de economia temos? Quantos partidos politicos? Quantos representantes do mp? Quantas açoes ja nao foram parar na justiça com o tema como concausa???? Ate quando?

      6+
      • avatar
  • CA 3 de agosto de 2019 at 11:17

    https://www.techtudo.com.br/noticias/2019/08/apple-leva-tombo-vendas-de-iphone-caem-119percent-enquanto-rivais-crescem.ghtml

    Trecho do link acima, entre “aspas”:

    “As vendas de iPhones levaram um tombo de 11,9% no segundo trimestre de 2019, de acordo com números da consultoria Counterpoint Research. A situação da Apple se agrava tendo em vista que rivais diretas tiveram bom desempenho: Samsung, Huawei e Xiaomi registraram crescimento no período. O caso da Huawei chega a surpreender, dado o impasse da gigante chinesa com o governo norte-americano.”

    Tradução:

    Nem mesmo a MEGA APELAÇÃO de Trump contra a Huawei salvou a Apple!

    Com preços SURREAIS e oferecendo MENOS que os concorrentes quanto à alguns dos componentes mais relevantes dos celulares, mantendo como único “diferencial” o Status para seus usuários, até que a derrocada da Apple está sendo muito lenta, pois já faz ANOS que os IPhones NÃO valem o quanto custam.

    Precisou um COMEÇO de desaceleração global para aparecer a ponta do iceberg quanto ao que consta acima.

    E dizer que até outro dia diziam aqui no blog que o fato da Apple ter chegado a ter um valor de mercado maior do que de qualquer empresa do mundo e maior que a somatória do valor de mercado de todas as empresas listadas na BOVESPA era evidência de que o preço das nossas Ações é que estava baixo!

    A principal fonte de receitas da Apple, disparada na frente de outros produtos e serviços, são os IPhones, ou seja, COMMODITIES e quando a Apple foi a primeira empresa do MUNDO a alcançar o valor de mercado de U$ 1 TRILHÃO, ninguém achou isto surreal!

    O que destrói o mundo de cabeça para baixo e FORÇA a volta à REALIDADE são desacelerações, crises, etc, estamos apenas no começo.

    Imaginem conforme aparecer cada vez mais a REALIDADE quanto à demais FAANG, como vão sustentar o valor de mercado SURREAL delas? Só em 2018 em determinado momento elas chegaram a ter perda de valor de mercado de U$ 1 TRILHÃO no total da cotação delas e para período de 12 meses. Elas ainda tem MUITO A cair e a QUEDA será INEVITÁVEL.

    Talvez a QUEDA acima independa do FED subir os juros, pois está cada vez mais dificil manter o MUNDO DE FAZ DE CONTA, se isto acontecer, demais dominós cairão, passando por derrubar os TRILHÕES DE DÓLARES em derivativos PODRES ao redor do globo e por tabela, muitos idosos ficando sem aposentadoria por fundos de pensão explodindo, além de explosões mais visíveis no segmento imobiliário e bolsas de valores ao redor do globo, fazendo com que apareçam uma INFINIDADE de PEDALADAS E MAQUIAGENS no sistema financeiro, inclusive no Brasil (onde o governo está só aumentando o tamanho do BURACO…)

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • socrates 3 de agosto de 2019 at 18:47

      Eu nao duvido nada que muitos dos reais investidores da apple estejam por tras tambem da ascençao de algum dos rivais? Se voces nao fossem da familia Jobs, voces nao estariam? Parem para pensar: eles sao bons, muito bons, mas nao a ponto de serem insuperaveis ou justificarem os preços absurdos. E eles sabem disso. Logo, como apostar que a alienaçao coletiva vai durar para sempre? Ja que tem o knowhow e nao podem baixar os preços de verdade, melhor apostar em nova marca.

      6+
      • avatar
      • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 3 de agosto de 2019 at 19:28

        Apple não pode baixar os preços, vivem de vender status.

        12+
        • avatar
        • avatar
  • Alemon Fritz 3 de agosto de 2019 at 12:23

    corvo news
    -Falso corretor oferece casas; recebe adiantado e “some”
    NX1 ()-31 de jul .
    -Dupla matou corretor de imóveis para roubar cervejas e litros de corretor.
    Campo Grande News-13 h

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 3 de agosto de 2019 at 12:27

    pouca oferta:
    -Governo quer vender 3.751 imóveis e arrecadar R$ 30 bilhões até 2022
    Jornal O Globo-4 h
    -Imóveis na área central de Joinville recebem notificação sobre IPTU progressivo.
    os donos de um conjunto em torno de 50 imóveis na área central de Joinville começam a ser notificados sobre o IPTU progressivo. Na prática, começam a correr os prazos para que os terrenos sejam utilizados.
    (se 50 terrenos em cada cidade com mais de 200k habitantes, teremos mais de +de 30.000 imóveis disponíveis dando sopa agora)

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • socrates 3 de agosto de 2019 at 18:42

      Nao é a toa que dentro do lixo que é a Banania, o sul é bem menos pior. Tivessem liberdade para legislar mais e acabar com ipva e iptu nao progressivo , impostos sobre consumo e serviços (nao de forma temporaria como fizeram o pt e agora o “mito”)…. Certamente poderiam dar ainda mais exemplos ao brasil. Nao fosse o trf4, estariamos ainda no seculo passado em varios quesitos

      7+
      • avatar
      • Strike 3 de agosto de 2019 at 19:39

        Por que você acha que sempre procuram concentrar tanto poder na União? Hoje os estados praticamente só podem legislar sobre seus próprios funcionários públicos. Engraçado, não? Nos EUA os demoniocratas querem cada vez mais concentrar poder na União retirando as competências dos estados, um processo de bananização que está ocorrendo por lá.

        11+
        • avatar
        • avatar
        • socrates 4 de agosto de 2019 at 01:29

          a pergunta que não quer calar:

          há uma verdade ?

          premissas: democracia, liberdade, respeito ao próximo…

          1+
  • o paínha dos CAmaradas 3 de agosto de 2019 at 19:10

    o cara explicando o que a galera sabe faz décadas, https://www.youtube.com/watch?v=OHd9UdVYCWg

    1+
  • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 3 de agosto de 2019 at 19:56

    OFF – Tchutchuca lindo, leve e solto.

    Guedes vai trocar comando do Coaf com aval de Bolsonaro

    O Antagonista apurou que Jair Bolsonaro e Paulo Guedes concordaram em trocar o comando do Coaf nomeado por Sergio Moro.
    O argumento é de que o ministro da Economia precisa ter “gente de confiança” no órgão, que saiu do Ministério da Justiça após decisão do Congresso.

    https://www.oantagonista.com/brasil/guedes-vai-trocar-comando-do-coaf-com-aval-de-bolsonaro

    6+
    • avatar
    • avatar
    • socrates 4 de agosto de 2019 at 01:27

      O que o Moro foi fazer no meio dessas ratazanas?
      Será que ninguem avisou para ele que o inimigo do inimigo dele não é amigo dele?

      10+
      • avatar
    • Strike 4 de agosto de 2019 at 01:42

      Entregou o governo na mão do Tchutchuca? Bozo vai entrar pelo cano! Mourão no aquecimento…
      E o BNDES heim? Até agora nada de o novo presidente abrir a caixa-preta né?
      Anotem aí: Tchutchuca não vai deixar abrir nada.

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 3 de agosto de 2019 at 19:56

    Empreendedorismo de necessidade, haja compradores de bolo de pote e peixe cru peruano.

    Cresce busca por cursos de gastronomia online e presenciais
    Formações podem durar um dia, uma semana ou meses e incluem temas específicos, como ceviche e cozinha tailandesa

    SÃO PAULO – O desemprego na família e a primeira gravidez fez com que Carla Beatriz Damasceno, de 32 anos, mergulhasse em cursos online de confeitaria. Muitas horas na frente do computador depois, abriu o próprio negócio para vender bolos de pote. “Comecei do zero, mas hoje vivo do que aprendi pela internet. Claro, precisa de disciplina e organização. Mas é possível aprender online, sim.”

    Essa história não tem sido tão incomum. Entre as atividades mais buscadas pelos mais de 8 milhões de microempreendedores individuais no País está a de produção para confeitaria e padaria. Segundo o Sebrae, esse tipo de negócio caseiro aumentou 22% nos últimos 4 anos – e é um dos que têm maior potencial de crescimento.
    Rápida pesquisa no YouTube por “cursos de gastronomia” traz uma infinidade de vídeos sobre o tema. Há material gratuito e outros mais estruturados, com apostilas e possibilidade de conversar com os chefs por meio de chats pagos.

    Universidade

    Há 20 anos, o País ganhava o primeiro curso superior em Gastronomia, na Anhembi Morumbi. No início, eram só duas cozinhas de aulas práticas. Agora são 17 cozinhas pedagógicas, para chocolataria e panificação e outras aulas. “Hoje a procura por formação mais sólida aumentou muito porque os próprios proprietários de restaurante querem profissionais com mais qualificação e exigem diploma”, diz a responsável por criar o curso, Rosa Moraes.
    O Senac também tem graduação e pós em várias áreas desse mercado – com parcerias com empregadores. A Universidade São Judas Tadeu está prestes a iniciar uma pós em Gastronomia Brasileira e Cozinha Autoral.

    9+
    • avatar
    • avatar
    • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 3 de agosto de 2019 at 19:58

      istoedinheiro – cresce-busca-por-cursos-de-gastronomia-online-e-presenciais

      6+
      • avatar
      • CA 3 de agosto de 2019 at 21:04

        Carlos,

        Graças à continua e PROFUNDA degradação dos empregos, com a economia sem sinais de recuperação HÁ ANOS, só na base do PIBinho e de promessas UFANISTAS mais FAKE NEWS a rodo (ver infestação vinda de fanáticos do governo, inclusive neste blog), as pessoas que vivem no mundo REAL tem que se virar como podem, abaixo, mais uma notícia na mesma linha.

        Observar na notícia abaixo o RECORDE de crescimento do BICO 2.0 de 1 ano para cá, sinal do aumento da NECESSIDADE das familias na falta de oportunidades melhores, ou na interpretação enviesada e doentia dos fanáticos pelo governo e dentro do mundo de cabeça para baixo que virou moda, se aumentou o desespero, é sinal.de sucesso, vamos comemorar!

        https://www.terra.com.br/economia/brasileiros-recorrem-ao-bico-virtual-e-criam-lojas-online-para-reforcar-renda,8f4c0dc74e8d5725557514af60d41678qz59nyew.html

        Trechos do link acima, entre “aspas”:

        “Brasileiros recorrem ao ‘bico virtual’ e criam lojas online para reforçar renda

        Das 930 mil lojas virtuais do País, quase 45% são de empreendedores individuais”

        O movimento rumo à sobrevivência via plataformas online é recente. Entre junho de 2018 e junho deste ano, a abertura de lojas virtuais cresceu quase 40%, segundo pesquisa da empresa de pagamentos online PayPal Brasil. Para se ter ideia do avanço, no período entre 2017 e 2018, o crescimento havia sido de apenas 12,5%.”

        “Alternativas. Uma das explicações para o crescimento acelerado nos últimos 12 meses é o persistente nível de desemprego, que atingia 12,8 milhões de brasileiros em junho.”

        “Recorde. O fenômeno do “bico 2.0″ está em linha com o esforço de trabalhadores que atuam por conta própria e que, de acordo com os dados mais recentes da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), do IBGE, chegaram ao recorde de 24,1 milhões de brasileiros em junho. Por definição, essa atividade se refere a quem trabalha explorando o próprio empreendimento, sozinho ou com sócio, sem ter empregado.”

        “Dias, da câmara-e.net, afirma que, da mesma forma, que o número de lojas virtuais tem crescido, a mortalidade, evidentemente, também é grande. De cada 10 mil lojas abertas, 8 mil não sobrevivem.”

        7+
        • avatar
    • Alemon Fritz 3 de agosto de 2019 at 20:52

      Percebam, o vilão da parada é o Sistema “Éss”. Aqui onde trabalho temos que fazer cursos com eles, mas na verdade são brainstorms pra oferecer novas ideias pra esses pilantras.. tudo passa por eles hoje em dia (hotéiis, comida, cursos, startups, agronegócio, oficinas…) Num dos cursos que eu vi o cara tem um curriculo gigantesco (asponagem, smart office, science day,) e vc deve oferecer idéias pra ele durante o curso… kkk.

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 3 de agosto de 2019 at 21:00

    quem está incentivando são eles (na esperança de um unicornio deles)
    -Há incubadoras do Sebrae e de universidades como UEPA e UFPA, além …. para construtechs, esporte e saúde, legal hackers e smart agro.
    -exemplo Diretor de Mídia da Contramestre “ISmart Gro wth”,
    -Associação ensina para Smart Cabine (para fotos)
    -a Darwin Startups é um dos principais programas de smart money…
    – A iSmart Censing Brasil utiliza o sistema WE EDit..
    – smart Empreendedor para conectar investidores a empresas inovadoras na cidade (pelo sistema).
    -Sebrae/PR vai conectar startups com produtores na Digital Agro, em…
    – sistema Agile Smart Cities para o municipio..

    4+
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 3 de agosto de 2019 at 21:08

    -Inovação aberta para todos. Folha de Londrina -9 de jan
    O gestor ressalta que o Sebrae atua criando conexões e gerando (conexões kkkk) … já que também envolveu o Sebrae, BrasilNet, Smart Value Investment, …

    -Startup desenvolve robô para trabalhar em restaurante self-service
    Revista PEGN-30 de mai de 2018 Paralelamente, os empresários procuraram o Sebrae/PR para fazer o registro de patente. O caminho indicado foi a contratação do
    Sebraetec …

    5+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Strike 4 de agosto de 2019 at 01:31

    “Vai chover investimento externo no Brasil.
    É a bola da vez a nível mundial!
    A choradeira da esquerda é grande: eles sabem que não tem mais volta! A hora do Brasil chegou!”
    [Winston Ling]
    —–
    Desta vez não sou eu quem está falando. Por favor, não briguem comigo, ok?
    “Bola da vez…” Esses dias, alta madrugada, eu estava assistindo um canal de ocultismo que eu gosto quando, de repente, o cara vai e me fala que o Brasil é a bola da vez. Está em todos os lugares.

    6+
    • avatar
    • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 4 de agosto de 2019 at 02:35

      Vai chover investimento do além 😁😆😁😃😂

      13+
      • avatar
    • CA 4 de agosto de 2019 at 08:47

      Strike,

      Fantástico, nesta você se superou!

      Na falta de fatos mundanos, o negócio é ir ALÉM…

      😂😂😂😂😂😂

      16+
      • avatar
      • avatar
  • socrates 4 de agosto de 2019 at 01:43

    BR Malls vende 7 shoppings por R$ 700 mi

    https://www.infomoney.com.br/brmalls/noticia/8694413/br-malls-vende-7-shoppings-por-r-700-mi

    Em meio à “crise”, a BTG Pactual está enchendo o carrinho.
    -Comprou partes da editora Abril;
    -Comprou agora sete shoppings que pertenciam a BrMalls;
    -Comprou em julho a distribuidora do banco Ourinvest (especialista na distribuição de produtos estruturados e de base imobiliária.)
    -Comprou em junho 65% de uma startup Resale, que mantém uma plataforma de venda de imóveis retomados em garantias de empréstimos imobiliários

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 4 de agosto de 2019 at 02:10

    04/08/2019 – 00:00:00.
    A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) realizou uma análise sobre a reforma da Previdência feita por professores e pesquisadores. Por meio do estudo foi concluído que, a curto prazo, a reforma pode ter um efeito negativo ou nulo na economia brasileira. De acordo com a pesquisa, poderá haver prejuízos no crescimento da economia e também um aumento das desigualdades.

    No entanto, um dos coordenadores da pesquisa, Edson Domingues, destaca que a reforma vai cortar uma série de benefícios e que no curto prazo haverá uma redução na renda das aposentadorias.

    De acordo com Domingues, a reforma da Previdência sozinha não melhora a economia, “porque, na verdade, ela é uma redução de renda”. Ele explica que em um cenário de longo prazo, até existe a expectativa de retomada econômica e de equalização do déficit das contas públicas com relação à Previdência. No entanto, “é totalmente dissociada dos mecanismos intrínseco (inerente) à reforma da Previdência que corta benefícios e rendas na economia”.

    18+
    • avatar
    • avatar
    • CA 4 de agosto de 2019 at 08:58

      Cajuzinha,

      Fico impressionado de professores universitários demorarem tanto para descobrirem algo que é, foi e sempre será assim no mundo todo e sobre o que já falamos HÁ ANOS!

      Reforma da previdência nos moldes que estamos executando, adia receitas para famílias, as pessoas ficam nos empregos por mais tempo e deixam de liberar vagas para entrantes naquelas funções, alguns passam a pagar maiores alíquotas para se aposentarem, enquanto outros fazem previdência privada ou outra forma de investimento para o futuro e de imediato, todo este conjunto leva a novas reduções no consumo no curto prazo.

      É MUITO PIOR quando estamos em meio a explosão de bolha imobiliária, onde já estamos com recorde de super dependência de idosos, recorde de endividamento e inadimplência de idosos, que continua sendo a faixa etária onde mais cresce a inadimplência e assim por diante.

      Sim, a reforma da previdência era necessária para as contas públicas mas foi um gigantesco ESTELIONATO ELEITORAL prometerem resultados mágicos e imediatos em montantes gigantescos apenas em virtude desta reforma.

      O que consta mais acima quanto à efeitos recessivos da reforma da previdência é líquido e certo, já as promessas de Tsumoney e outros efeitos MÁGICOS, é pura papagaiada, por isto que o governo está fazendo um.monte de GAMBIARRAS junto com a aprovação da reforma da previdência, para que os resultados compensem a queda e ainda gerem um pulinho no fundo do poço para o PIB.

      14+
    • o paínha dos CAmaradas 4 de agosto de 2019 at 13:31

      De acordo com a pesquisa, poderá haver prejuízos no crescimento da economia e também um aumento das desigualdades.???????????????? aumento das desigualdades.aumento das desigualdades.aumento das desigualdades.???????? shuashuashuashuashua ……

      7+
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 4 de agosto de 2019 at 14:03

      O argumento “porque, na verdade, ela é uma redução de renda”só é válido se o dinheiro nascesse em árvores, na verdade o que acontecerá é uma redução nas transferências de riqueza do setor produtivo para o setor produtivo, ou seja, quem produz ficará com mais dinheiro.

      8+
      • avatar
      • avatar
    • o paínha dos CAmaradas 4 de agosto de 2019 at 21:58

      filha voce acredita nessas besteiras de esquerdopatas, saiu igual que seus irmãos, os outros CAmaradas, ………

      1+
  • Cajuzinha 4 de agosto de 2019 at 02:17

    Falta de demanda e crise fecham as portas de loja da Comercial Ramos em Salvador
    Local já foi a maior rede de lojas de material de construção no estado
    Júlia Vigné
    [email protected]
    03.08.2019

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 4 de agosto de 2019 at 02:23

      Há 20 anos, o carreteiro Cleiton Matos, 38 anos, aproveitava o movimento da loja para conseguir clientes. Ele ficava sentado na porta e oferecia seus serviços a quem precisava transportar uma boa quantidade de material de construção. Há dois meses, após o fechamento da loja, o orçamento de Cleiton reduziu em 80%.

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • CA 4 de agosto de 2019 at 08:43

      Cajuzinha,

      Explosões em bolhas imobiliárias são assim. Chega uma hora que mesmo com todos os incentivos do governo, as empresas do setor imobiliário e diretamente relacionadas/ dependentes, mesmo aquelas com décadas de existência, que foram líderes por um bom tempo, etc, começam a quebrar em grande quantidade, o caso da reportagem acima é só uma gota no oceano neste contexto.

      No inicio do inflar da bolha imobiliária, uma onda de euforia gigantesca que atinge diretamente ao setor beneficiado e vai se espalhando para outras áreas e negócios. Crescem empregos na construção civil e setores diretamente relacionados, as pessoas destes setores aumentam seu consumo de outros produtos e servicos e tudo vira euforia na economia como um todo.

      Daí passa o período de pico, os preços SURREAIS dos imóveis forçam a desaceleração do segmento imobiliário, junto com os empregos deste setor, não tem mais aquele dinheiro crescente para o consumo, com isto, os outros negócios que não são ligados diretamente ao setor imobiliário começam a se destruir, em virtude do excesso de foco nas áreas que foram infladas artificialmente pelas bolhas, afinal os gastos das famílias / dívidas de longo prazo ficam fortemente concentradas nos setores para os quais foram direcionadas (imobiliario e diretamente relacionados) e não sobra o suficiente para sustentar a demais setores.

      Com a redução de consumo espalhada em toda a economia, o que era forte desaceleração do setor imobiliário se torna queda acentuada, inclusive gerando fechamento de muitas empresas e perda de muitos empregos no setor imobiliário e relacionados.

      A situação acima estimula novas quedas no consumo de produtos e serviços não vinculados ao setor imobiliário e o círculo vicioso continua.

      Na medida em que o governo continua mantendo SUBSÍDIOS, incentivos e direcionamento para o crédito imobiliário, mais e mais os efeitos destrutivos acima vão se intensificando.

      Como o crescimento das famílias super endividadas com imóveis foi exponencial, a continuidade de aumentos em financiamentos via MCMV poupança, etc, agregam mais dezenas de milhares de famílias por mês a uma situação de serem FORÇADAS a reduzirem seu consumo para pagarem por estas imóveis e com isto, com muito menos verba disponível para outros setores mês após mês, volta a gerar degradação de empregos e renda que derrubam o próprio setor imobiliário novamente.

      Por isto que estando já neste estágio avançado, mesmo com todas as INÚMERAS PEDALADAS E MAQUIAGENS do governo para tentar salvar o segmento imobiliário, os resultados são PÍFIOS mas os efeitos colaterais de destruição para economia, estes sim são cada vez mais imediatos e relevantes, como sempre acontece quando a fórmula mágica das PEDALADAS está próxima do completo esgotamento…

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cajuzinha 4 de agosto de 2019 at 09:16

        Essa notícia reflete exatamente essa realidade que você fala aqui há tempos. E a queda da renda do autônomo, que fazia o transporte do material, mostra o quanto está difícil a situação do brasileiro.

        12+
        • avatar
        • avatar
        • Alemon Fritz 4 de agosto de 2019 at 11:22

          um outro efeito é a manutenção de funcionários já aposentados nas empresas gerando conflito: eles sonham em ser demitidos e ganharem a multa de 40%, a empresa não demite!! e cozinha o funcionário.. produtividade lá embaixo. enquanto jovens pulam pra empregos ganhando menos (mas eles não se importam se estiverem felizes kkk)
          em 1960 a pessoa tinha um emprego, hoje chega a 7. (isso aumenta a chance de não cumprir os requisitos de aposentadoria).

          16+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
  • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 4 de agosto de 2019 at 10:42

    OFF – Um homem de família, realmente…

    Em 28 anos, clã Bolsonaro nomeou 102 pessoas com laços familiares
    Levantamento inédito do GLOBO aponta que, dos 286 assessores nomeados por Jair, Carlos, Flávio e Eduardo, 35% têm algum parentesco

    RIO – Desde 1991, quando Jair Bolsonaro assumiu seu primeiro mandato como deputado e deu início à trajetória da família na política, o presidente e seus três filhos (Flávio, Carlos e Eduardo) empregaram mais de uma centena de funcionários com parentesco ou relação familiar entre si, vários deles com indícios de que não trabalharam de fato nos cargos.

    Mapeamento feito pelo GLOBO durante três meses em diários oficiais e com uso da Lei de Acesso à Informação sobre todos os assessores parlamentares da família Bolsonaro identificou 286 pessoas nomeadas nos gabinetes desde 1991. Dessas, após um cruzamento de informações de bancos de dados públicos e redes sociais, a reportagem identificou que ao menos 102 têm algum parentesco ou relação familiar entre si, fazendo parte de 32 famílias diferentes. O número representa 35% do total dos funcionários indicados no período. Confira o infográfico interativo com todos os dados.

    O primeiro caso que veio à tona é o da família do policial militar da reserva Fabrício Queiroz, ex-assessor que emplacou sete parentes em três gabinetes da família Bolsonaro (Flávio, Carlos e Jair) desde 2006. Uma que não era conhecida até agora é Angela Melo Fernandes Cerqueira, ex-cunhada de Queiroz. Em abril, os oito tiveram o sigilo quebrado em investigação do Ministério Público do Rio (MP-RJ) sobre a prática, na Assembleia Legislativa (Alerj), de “rachadinha” — apropriação de parte do salário dos funcionários.
    Outro policial militar de confiança do presidente, o atual ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Antonio Francisco de Oliveira, também teve familiares empregados nos gabinetes dos Bolsonaro. Foram três — pai, mãe e tia — em períodos distintos entre 2001 e 2015.

    Tia do ministro, Márcia Salgado de Oliveira apareceu nos registros da Alerj como funcionária de Flávio de 2003 até fevereiro deste ano. Em 2014, porém, num processo que tramitou no Juizado Especial da Comarca de Mesquita, na Baixada Fluminense, quando acionou uma empresa de telefonia, Márcia apresentou uma procuração escrita de próprio punho, na qual informou que sua ocupação era “do lar”. Além disso, em 16 anos, ela jamais teve crachá emitido pela Alerj, procedimento que a Casa sempre recomendou a todos os seus funcionários.

    https://oglobo.globo.com/brasil/em-28-anos-cla-bolsonaro-nomeou-102-pessoas-com-lacos-familiares-23837445

    13+
    • avatar
    • tmarabo 5 de agosto de 2019 at 13:28

      1) em 28 anos ??
      2) clã Bolsonaro???
      3) 102 pessoas com “laços familiares”
      sério, charles, tu tá trollando ao postar este lixo!!!!

      3+
  • Alemon Fritz 4 de agosto de 2019 at 12:06

    -Com FGTS, PIB pode crescer além do esperado.

    A LCA Consultores prevê um impacto aproximado de 0,55 ponto percentual, acima da estimativa de 0,35 feita pelo governo.
    Em relação ao saque aniversário, o exercício da LCA sugere que podem ser injetados na economia em 2020 R$ 24 bilhões, mas com efeito menor sobre o consumo que o do saque imediato, dado o perfil de adesão e também do valor médio dos saques.”Com menos pessoas sendo beneficiadas, elas podem quitar uma dívida, por exemplo, consumir algo e guardar o resto. Mas essa medida nos dá convicção sobre a nossa projeção de alta de 2,5% do PIB em 2020, acima da mediana do mercado, de 2,1%.” Para 2019, a LCA projeta expansão de 1%, também acima da média atual do Boletim Focus, de 0,82%.
    https://epocanegocios.globo.com/Brasil/noticia/2019/08/epoca-negocios-com-fgts-pib-pode-crescer-alem-do-esperado.html

    5+
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 4 de agosto de 2019 at 12:37

    um terço:

    -Os 10 SUVs mais vendidos de julho.
    A Jeep é dona dos dois modelos mais vendidos no mês: Compass e Renegade.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 4 de agosto de 2019 at 19:45

      Pra ver que brasileiro compra carro com a mesma inteligência que votam. Daqui a cinco anos vai ter um monte destes trecos usados valendo uma mixaria por conta a da famosa qualidade da jeep, do custo de manutenção e outros fatores locais
      Não quero estes trecos nem de graça

      9+
      • avatar
      • avatar
      • Rico 4 de agosto de 2019 at 21:24

        Só lembrando que de Jeep só tem o emblema mesmo… Plataforma e powertrain da Fiat e no caso do Diesel motor da Iveco.

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • o paínha dos CAmaradas 4 de agosto de 2019 at 13:40

    Luziania GO, uma cidade tão pobre nível africa, tem clínica odontológica tão cara????
    PROGRAMA TUABOCATUAVIDA
    Tratamento dentário de Feliciano custa R$ 157 mil para Câmara
    “Sou político e pregador. Minha boca é minha ferramenta”, argumentou o deputado
    CB Correio Braziliense
    postado em 03/08/2019 19:12 / atualizado em 03/08/2019 19:21
    Embora tenha afirmado que %u201Cnão há crime%u201D, o deputado reconheceu que o valor do tratamento ficou
    Embora tenha afirmado que %u201Cnão há crime%u201D, o deputado reconheceu que o valor do tratamento ficou “caro”
    (foto: Alexandra Martins/Câmara dos Deputados)

    Um tratamento dentário realizado pelo pastor Marco Feliciano (Podemos-SP) causou assombro pelo custo. O gasto foi de R$ 157 mil e o valor, no entanto, saiu dos cofres públicos. A quantia foi reembolsada ao parlamentar pela Câmara dos Deputados.
    Continua depois da publicidade

    Segundo o pastor, por sofrer de bruxismo, precisou fazer uma correção na mandíbula e implante de coroas. As informações são do jornal Estado de S.Paulo.

    Feliciano ressaltou que o tratamento era necessário: “Não desejo para ninguém. Sou político e pregador. Minha boca é minha ferramenta”.
    O plano médico dos deputados é ligado à Caixa Econômica Federal. Logo, despesas com serviços médicos e odontológicos podem ser reembolsadas.

    O deputado apontou ainda que “não há crime”, mas reconheceu que o valor do tratamento ficou “caro”. “É um tratamento caro, mas foi para saúde, e não para estética. Foi para poder trabalhar. Como sou empregado, e onde trabalho há esta alternativa, eu precisava do tratamento”, concluiu. O tratamento odontológico foi realizado em uma clínica em Luziânia (GO).

    6+
    • avatar
    • Charles, O Isentão sem um pingo de bom senso 4 de agosto de 2019 at 19:49

      Não esqueça de pagar seus impostos em dia, Feliciano precisa cuidar da boca, dona Micheque de manter as plásticas em dia e a família do presidente não pode andar de carro 😄👋

      10+
      • avatar