Segundo dados, a parcela do financiamento leva cerca de 20 anos, em média, para ficar mais barata do que o aluguel – Exame

Você pode gostar...

Comments
  • Lucas 2 de agosto de 2017 at 18:19

    20 anos,
    Onde vc estava em 1997 ???

    E pode ser pior, pode levar mais que 20 anos
    vamos a matematica
    SE a TR > inflação, como no caso atual TR maior que zero com deflação (negativo), o que acontece:
    1) Deflação derruba o aluguel
    2) TR reajusta o saldo devedor (juros composto) que calcula a parcela
    = Aluguel cai de valor enquanto parcela segue, ou subindo, ou caindo mais devagar.

    Resultado:
    Após 30 anos, quem alugou terá o dinheiro da diferença rendido juros REAL maior do planeta um bom patrimonio para fazer op que quiser inclusive comprar na baixa
    Quem comprou teve todos os custos da propriedade e ficará com um imóvel velho nas mãos cuja reforma poderá ser um passivo violento.

    Claro que se a pessoa comprar por preço justo ela conseguirá economizar os aluguéis e aos poucos aportar e investir nesses mesmos juros.

    TUDO É UMA QUESTÃO DE PREÇO.

    61+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 2 de agosto de 2017 at 18:30

      pra quem tem matematica financeira avançada e compreender uma compra a preço justo:
      usei a ferramenta VPL do excell, inseri bons fatores de Selic, inflação e etc. e calculei para zerar em 25 anos (quando meu imovel terá 35 de idade) usando a ferramenta atingir meta, simulei o fluxo e calculei o valor atual (2015). REvi agora minhas contas 2 ANOS DEPOIS e estou bem próximo do valor justo negociado com 45% de desconto frente a tabela oficial, ou até mais frente a outros anuncios de vizinhos. Ou seja estou praticamente empatado com o aluguel pela questão financeira, com a vantagem de ter comprado na periferia isento de IPtU num bairro que se não for valorizar pelo menos vai cair menos, dado a migração de pessoas de área nobre para cá, meus novos vizinhos são todos eles gente nobre procurando se acostumar com a periferia.

      Isso é só uma amostra das minhas simulações, fiz a conta de várias outras maneiras, incluindo renda e dinamica populacional, ou por claculo pragmatica de valor dos bolhudomoveis X a casa, e incluindo milhar de imoveis visitados, incluindo vários relatos CVR de vizinhos bebados em festas nas beira da píscina. Tudo deu mais ou menos a mesma coisa.

      repito: É O PREÇO
      a matemática pra chegar no preço certo é pesadíssima
      Tbm não inclui a possibilidade de comprar abaixo do preço-justo como pretendo (re)fazer no fundo do poço em 2027, mas sabem como é, sou velho, quero ter minhas manias na casa, comprei. Não pela financça, mas pelo gosto pessoal de fazer coisas minhas mais a vontade.

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Knolan 2 de agosto de 2017 at 18:38

        Compartilha essa planilha com a gente Lucas. Ajudaria todos nós

        4+
        • avatar
      • Lucas 2 de agosto de 2017 at 18:53

        Knolan, minha planilha tem nada de mais
        o x é saber por inputs, saber usar as ferramentas e saber interpretar os resultados
        vá no F1 do excell com os termos que passei vc fará a sua própria planilha sem nenhum esforço, a planilha é o de menos.

        5+
        • avatar
        • Senhor Bolha 2 de agosto de 2017 at 22:26

          Lucas no mercado financeiro a gente usa muito TIR, VPL e Fluxo de caixa futuro, qualquer pessoa com conhecimento básico em matemática financeira consegue constatar que comprar imóvel atualmente é furada.

          Rende 0,20% ou 0,30% a.m líquido de imposto se tiver 100% locado .

          Ai você coloca taxa de desconto ,Inflação,Vacância,Depreciação,IPTU,Corretagens, Reformas = Fluxo de caixa negativo

          Muita gente não contabiliza : Reformas, Condomínio como saída de caixa , uma estratégia bastante usando pela corvolaria para omitir o real valor econômico do imóvel.

          Para um compra de imóvel fazer sentido nos dias atuais, tem de se comprar com grande deságio ! infelizmente não é possível pelo efeito bolha de sabão, parte do crédito direcionado vem inflando preço dos imóveis artificialmente até que se chega um nível que o calculo econômico perde completamente sentido prático.

          Ademais se fizer calculo econômico e comparar com a renda do cidadão médio assalariada temos ainda mais distorções KKKK

          Outro meio do governo roubar boa parte do povo é por meio do imposto oculto, sobre consumo.

          EX: Poucas pessoas ganham 10 mil reais bruto na banania.concorda?

          Supondo que você ganhe 10 mil bruto
          – Adiante você Paga diretamente na fonte imposto de renda, entre outros encargos trabalhista = 2.500
          – Te sobra líquido 7.500
          – Supondo que você tenha uma taxa de poupança de aproximadamente 40% deste valor = 3.000
          – 3.500 restante você usa para consumo, carros, comida , roupas etc
          – Levando em conta que a média de imposto incidente sobre consumo é de 50% o governo lhe rouba + 1.750 em impostos.

          Até o momento governo lhe surrupiou 4.250 em imposto direitos e indiretos.

          Supondo que você compre um bolhudinho com a taxa de poupança remanescente. Pergunto: quanto sobraria líquido após pagar juros + financiamento, corretagens, IPTU ETc? Lembrando que o governo lhe surrupia mais um pouco aqui também.

          No final da contas você enriqueceu apenas governo , dono corvolaria e o Banco.

          Quanto de sobrou líquido ao final do período base?
          Quantas pessoas ganham mais de 10 mil no Brasil?
          A solução passa por mais tributos?
          Bolhudinho é bom investimento?

          Fica reflexão!

          Abraço

          35+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Zé Carioca 3 de agosto de 2017 at 13:34

            Senhor Bolha, você tem toda a razão, só corrigindo que se o cara paga 2,5k de impostos direto na fonte sobra 7,5k que ele poderia gastar uns 3 ou 4k no financiamento do bolhudo. Mesmo assim isso é troco de pinga ante os preços do mercado atual.
            A única inverdade que li é quando você fala que infelizmente é impossível comprar imóveis por preço justo hoje. Eu mesmo conheço duas pessoas que pagaram o preço justo nos últimos anos, o Lulu e o Chuck Norris.

            1+
            • Lucas 3 de agosto de 2017 at 13:40

              na prática dizer que é impossível é uma boa proxy valida pra 99% do mercado
              só vende pelo preço correto quem precisa
              todos aqueles envolvidos na ciranda especulativa cometeram baleia azul financeira, o fato de tomar decisões erradas no preço não altera o valor, apenas a pessoa vai arder, banco vai arder, cosntrutora vai arder, alguem paga o pato, enqaunto pelo lado PMJ a pessoa pode ir assando o pato que vai desfrutar lá na frente.
              A rosinha tbm comprou por preço com TiR bem menor que 25 anos, nos primeiros calculso dela era 10 anos, mesmo comprando colchão no leilão, depois ela viu que nem tudo era flores, mas ainda se manteve dentro do 25. O mais facil hoje na verdade é vender com lucro estratosferico alias foi oq ue fiz antes de comprar vendi um terreno esquecido, e ontem soube que construíram lá e está tudo encalhado.

              3+
              • avatar
        • Lucas 3 de agosto de 2017 at 12:43

          Senhor Bolha
          o nível dos seus comentários é elevadíssimo, grato por nos prestigiar
          sim, perfeito seus comentários

          incluso usei tbm a ferramenta TIR que só ela é coisa simples de usar, a grande questão é avaliar e intepretar os resultados
          tbm fiz análise de sensibilidade, projetei diversos cenários, do pessimista, realista, otimista (a realidade foi pior que o pessimista em termos de crise)
          entre outras ferramentas de avaliação
          Tenho certeza que fiz uma compra bem pensada, ainda assim no fio da navalha entre o valer e não valer a pena, errei em uns detalhes, subestimei outras vantagenes que no fim acabaram se anulando.

          Pra vc ter uma idéia, entre milhar de imóveis pesquisados, vistiados, calculados avaliados nesses 5 anos diria que menos de meia duzia fez realmente sentido financeiro, somente 3 realmente me interessaram e continuei as negociações, destes apenas 2 passaram pelo filtro “documentação em ordem”, um eu deixei passar, mas era um apartamento, o outro eu peguei, a casa.

          boas oportunidades existem
          É 1 em mil. mas existe

          1+
      • Paulo Avelar 8 de agosto de 2017 at 02:21

        “Dependendo do custo da manutenção, o valor que recai sobre quem aluga chega a ser bem menor do que para quem tem a casa própria.”
        O custo de manutenção do imóvel para quem aluga pode ser maior comparado com quem já tem imóvel fixo, pois a tendência é que os locatários fiquem mudando de locação, para barganhar o aluguel .Quando sai do imóvel o locatário tem que pintar, consertar tudo que se quebrou, tapar os furos do ar condicionado etc.

        0
      • Paulo Avelar 8 de agosto de 2017 at 02:44

        Nunca encontrei jeito fácil de barganhar com os locadores, aqui no meu condomínio, aqui tem taxa extra para tudo, tenho que pagar seguros do locador, que surgem do nada todo ano, inventados pelos proprietários nas assembléias condominiais ou exigidos por lei, outros gastos incluem reforma de antena coletiva, e o reajuste do aluguel do contrato é automático.
        Entrei no apartamento e não aguentei as tomadas de 2 pontas . Troquei tudo. Tive que colocar antena digital nos quartos.O problema não é o aluguel, e sim a taxa de condomínio que varia muito, varia dez por cento ao mês, a 50% fácil.
        Mesmo que o condomínio por milagre fique fixo em um ano, e isso nunca aconteceu, o IPTU varia.
        Em um gasto de alguel deve-se somar tudo de eventual, pois gasto extra eventual aqui no Brasil é frequente: IPTU, reformas do condomínio frequentes, seguros, tx extras por férias dos empregados, nem o aluguel eu consigo barganhar muito pois o locador sabe que eu terei que gastar para fazer a mudança.
        Duvido que se vc ganha só 10k brutos e vive de aluguel, junte grana suficiente, pos pagando 3 k em média de um alguel que se imaginava 2k, outros 3 k são de impostos e 4 k se gasta só de comida, educação e plano de saúde. Acho complicado um cara que ganha 10k brutos sem sofrimento nenhum financiar um imóvel de 400 k ou juntar dinheiro para pagar o aluguel com os ganhos da renda fixa.

        0
  • Alemon Fritz 2 de agosto de 2017 at 18:31

    então pode-se mudar o calculo das prestação, já que nem da poupança sabemos …

    “Nem técnicos entendem renda da poupança, diz matemático que propõe mudanças…”

    https://economia.uol.com.br/financas-pessoais/noticias/redacao/2017/08/01/sabe-quanto-rende-a-poupanca-economista-quer-deixar-essa-conta-mais-facil.htm

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Lucas 2 de agosto de 2017 at 18:35

    REVENDO AGORA o link
    o calculo foi feito em bases Fernando, juros CET de 9,7%
    esqueceram a TR.

    (imagino que o custo de oportunidade entrou na conta desse especialista)

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Lucas 2 de agosto de 2017 at 18:39

    DEstaco
    “Segundo os profissionais da área, ainda há outros fatores que favorecem o aluguel, por exemplo, os custos de manutenção reduzidos em relação ao imóvel próprio. Dependendo do custo da manutenção, o valor que recai sobre quem aluga chega a ser bem menor do que para quem tem a casa própria”.

    não tem memória de calculo mas parece que esse especialista foi conservador nas contas, segundo ele mesmo, existem outras questões pertinentes não colocadas no calculo dele que pdoem pender ainda mais para o aluguel, assim como (aí digo eu) haveriam outras que pendem para a compra.

    O diabo das contas mora nos detalhes.
    É O PREÇO, mas Não esqueçam também dos muitos detalhes para refinar a conta.

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 2 de agosto de 2017 at 20:55

      Tem outros fatores além do custo de oportunidade:
      – Depreciação do imóvel não afeta o alugado
      – Imobilização forçada reduz as opções para mudança de emprego
      – Favelização, crackolização, vizinhos barulhentos, e outras inconveniências
      – Mudança de perfil familiar: novo filho ou filho que sai de casa
      – Divórcio: probabilidade acima de 30% em 20 anos de casamento
      – Na alugada facilidade de fazer downgrade no caso de queda na renda familiar

      22+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Lucas 2 de agosto de 2017 at 18:55

      operação Sodoma
      é o Estado sodomizando o cidadão

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Lucas 2 de agosto de 2017 at 18:51

    Senhor Bolha

    Qualquer investidor no mercado financeiro sabe que existe diversas bolhas ao redor do mundo, mas todos são mantidas por injeções de capital ( Credito estatal) via banco centrais.

    O que este pessoal esta fazendo é surfar na especulação , (Keynesianismo causa concentração de renda e destruição de capital), sendo assim apenas uma minoria sabe usar dos artifícios contra o próprio sistema.

    Grandes fundos vem especulando em mercado bolhados, realizando lucro parcialmente e direcionando para ativos reais ou outros mercado (Sem bolha), Uma das anomalias presentes em Mercados bolhados é a perda da racionalidade no calculo econômico, enquanto banco central manter a festa vai ser comum este pessoal se manter no jogo.

    Ademais estes mercados se mantém em alta porque existe programas de injeção de crédito no mercado de capitais vai programas de Q3. Não da para saber quem vai implodir primeiro EUA ou China.

    O mercado financeiro atualmente é uma grande mentira ! KKK

    1+
    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Lucas 2 de agosto de 2017 at 19:06

    off ADMIRÁVEL MUNDO NOVO

    eu fico aqui falando que a humanidade ira alterar a propria espécie,
    Que a diferença entre o rico e o pobre se dará a nívle genético
    vcs pensam: esse velho louco viaja na maionese

    pois bem
    Scientific America (uma revista mediana apenas, anos luz melhor que “épocas” da vida, muito abaixo das revistas técnicas)
    http://www2.uol.com.br/sciam/noticias/sucesso_de_edicao_de_genes_em_embrioes_humanos_reacende_debate_etico.html

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 2 de agosto de 2017 at 19:54

      Véio, um offinho que pode te interessar.
      Ando notando que está sobrando médico e profissionais de saúde, ou pelo menos foi a sensação que tive lendo algumas notícias e conversando com alguns conhecidos.
      Mercado de saúde se ajustando?
      Vai poder ter aquelas fisio bonitonas te fazendo taponagem bem baratinho e doutor te atendendo em casa por preço razoável.
      Avua crise, avua turma dos líquidos 😁😁😁

      11+
      • avatar
      • Lucas 2 de agosto de 2017 at 20:10

        mANDA denovo, passei esses dia enrolado com médico

        3+
        • avatar
    • Carlos 2 de agosto de 2017 at 19:57

      Assistiu o vídeo que postei no tópico passado?
      Atenção sobre os chinas e que eles cagam e andam para a chamada “ética” ocidental e para o coitadismo.
      Repare bem no trecho com o mapa de QI médio.

      3+
      • Lucas 2 de agosto de 2017 at 20:17

        pessoas ricas serão mais fortes, bonitas, inteligentes, melhor visão, audição, imunes a doenças desde o nascimento
        o céu é o limite
        coisas assim o governo não consegue taxar, bloquear, impedir
        isso é o fenomeno de especificação artificial, vai culminar numa nova espécie humana superhumana
        Quem ficar pra trás será escravo desses.

        quem leu Aldous Hxuley não se espanta
        eu mesmo migrando de espécie, olha nunca tive tanto retorno, ô dinheiro bem gasto viu.
        um dos problemas que eu tinha me fazia sentir dor o tempo quase inteiro, só sei agora. Estou outra pessoa.

        15+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • perdido no rio 3 de agosto de 2017 at 20:44

          Tem um filme de ficção científica bem legal sobre este tema, Gataca

          0
      • Lucas 2 de agosto de 2017 at 20:26

        sobre IQ médio por país acompanho as estimativas pelo xadrez
        não achei os links mas nesse vc pode fazer uma proxy pensando mentalmente nas populações de cada bandeirinha
        é muito limitado mas dá uma idéia de povos e regiões
        https://en.wikipedia.org/wiki/Chess_World_Cup

        4+
        • avatar
        • avatar
        • Carlos 2 de agosto de 2017 at 21:12

          É difícil encontrar links, andaram removendo muita coisa. A tal polícia do politicamente correto.

          4+
          • avatar
        • Alemon Fritz 2 de agosto de 2017 at 23:47

          viva a Ucrania e Georgia!

          4+
          • avatar
      • Lucas 2 de agosto de 2017 at 20:33

        neste link a mesma conta dum jeito totalmente diferente
        dá erros grotescos pois subdimensiona por exemplo a dificuldade dos israelenses, nórdicos e africanos com clima e recursos, os do leste europeu por causa da opressão soviética entre outros detalhes, mas no geral o resultado até que serve.
        https://es.wikipedia.org/wiki/IQ_and_the_Wealth_of_Nations

        3+
        • avatar
    • Margarida 2 de agosto de 2017 at 20:54

      Vi só no TED sobre uma tecnologia chamada CRISPR. Nem procurei saber mais porque já deu um tremendo susto.

      Já viu, Véio? https://www.ted.com/talks/jennifer_doudna_we_can_now_edit_our_dna_but_let_s_do_it_wisely

      3+
      • avatar
      • Carlos 2 de agosto de 2017 at 21:14

        O artigo da Nature que linkei acima é sobre CRISPR.

        2+
        • avatar
        • Margarida 2 de agosto de 2017 at 22:34

          Ah, legal! Eu estava no trabalho, não consegui tempo de ver.

          2+
          • avatar
  • Leonardo M. 2 de agosto de 2017 at 19:40

    CVR
    Grande colega financiou bolhudinho 2014

    48 X R$620 + entrada de R$6.000,00
    Ficou todo feliz que conseguiu essa taxa no Itaú, disse que vendedor da concessionária queria empurrar um financiamento de BV por R$740 a parcela.

    Yes
    Mais um PMJ

    26+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 2 de agosto de 2017 at 20:03

      No dia em que 25% da população aprender a fazer contas muitos bancos estarão em mal lençóis. 😁

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Leonardo M. 2 de agosto de 2017 at 19:43

    Mercado….o senhor da razão!!!!

    Pelo segundo mês seguido, cai o preço médio do aluguel no Rio
    Ancelmo Gois

    Efeito crise econômica

    Pelo segundo mês seguido, o preço médio do aluguel teve queda no Rio: 5,7% em julho, na comparação com o mesmo mês de 2016. O metro quadrado ficou em R$ 31,43, redução de 1,18% na comparação com junho.

    Na Zona Sul, Lagoa e Leme lideraram a queda, com 3,4% e 3,2%. Já em Catete, Botafogo e Ipanema, o aluguel… subiu: 10,8%, 2% e 1,3%, respectivamente.

    O tamanho da crise econômica do Rio
    Ernesto Neves

    O mercado de condomínios industriais do Rio registrou em junho o sexto mês consecutivo sem nenhuma entrega. como resultado, os preços pedidos médios para locação registraram queda de 1,6% no semestre.

    “Os proprietários continuam postergando novos projetos e aguardando sinais da recuperação econômica”, diz Gustavo Garcia, consultor da Cushman & Wakefield.

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 2 de agosto de 2017 at 20:01

      Continua muito, muito caro.
      Se me pagaram muito bem pra morar no hell talvez eu pense sobre o assunto.

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Leonardo M. 2 de agosto de 2017 at 21:57

        Cada eu só moraria no Hell de janeiro em condomínio fechado, carro blindado,38 no carro e ganhando uns 50mil por mês. Aí vale o risco…

        Mais vale ganhar menos no fim de SC do que morar no RJ ganhando o dobro que ganho aqui.

        21+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Rico 3 de agosto de 2017 at 08:52

          Uma vez recebi uma oferta de trabalho para ir para Angola nesses moldes… Ainda tinha segurança. Não fui.
          Um conhecido que foi o único dia que dispensou o segurança foi assaltado no quarteirão do hotel em Luanda por um cara de metralhadora, a poucos dias de vir embora, achava que estava seguro e que era exagero do pessoal.

          10+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
    • jodorowsky 2 de agosto de 2017 at 21:03

      Continua muito caro, com o agravante que os imóveis para alugar estão em péssimo estado, os que estão em bom estado, e são poucos, ficam nas alturas. Quanto a essa subida nos bairros da zona sul, me causa estranhamento, pois a oferta continua subindo, mais lentamente, mas subindo. Pode se justificar pelo fato de muita gente estar se mudando para zona sul em busca de “mais segurança”, o burburinho existe e já ouvi algumas vezes.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Leonardo M. 2 de agosto de 2017 at 22:00

    Celulares tudo caindo de preço nos sites das grandes lojas.
    Alguns com até 20% de desconto

    Isso pq o dia dos pais está próximo em…

    Ex
    Moto G5 até uns dias atrás estava R$999
    Agora está R$899 e se pagar avista cai para R$791

    Eh acabou a farra do fgts

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Duas Barras 3 de agosto de 2017 at 01:07

      Está perdendo pernada… moto G 5ª geração sai direto por R$ 659,00 na americanas e submarino… um site Bolhista mais acho que muitos aqui se esqueceram >>> Gatry.com

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • chigo 2 de agosto de 2017 at 22:17

    Amigos do BI, preciso da opinião de vocês: tem um leilão de um apartamento na região. 231m2 util, cobertura, construído em 1998. Bairro bom. Foi avaliado em 600k. Agora vai por no mínimo 300k. Não tem fotos internas. Ainda não sei se ta ocupado. Será que é negocio? Compensa o risco? Quanto tempo leva para tirar o cara? E se o cara quebrar tudo?

    6+
    • avatar
    • Cesar_DF 3 de agosto de 2017 at 08:26

      Quanto estaria o aluguel deste imóvel ?

      4+
      • avatar
      • chigo 3 de agosto de 2017 at 11:34

        entre 1500 e 1800 se quiser alugar rapido

        1+
        • Cesar_DF 3 de agosto de 2017 at 13:54

          Então considerando um FatorX = 200, este seria o limite financeiro que compensaria adquirir, na minha opinião valeria a pena se:
          – Previsão de baixa depreciação do imóvel em virtude de boa qualidade da construção
          – Você ter baixa probabilidade de mudança de emprego
          – Baixa probabilidade de no local ocorrer uma favelização, crackolização, vizinhos barulhentos, e outras inconveniências
          – Baixa probabilidade de divórcio
          – Baixa probabilidade de queda na renda familiar (no caso de um financiamento em valor superior ao aluguel)

          4+
          • avatar
          • avatar
          • chigo 3 de agosto de 2017 at 15:56

            Obrigado pelo check-list Cesar_DF.
            Não passei em um dos itens:
            ok – FatorX = 200
            ok – Previsão de baixa depreciação do imóvel em virtude de boa qualidade da construção
            NOK – Você ter baixa probabilidade de mudança de emprego
            ok – Baixa probabilidade de no local ocorrer uma favelização, crackolização, vizinhos barulhentos, e outras inconveniências
            ok – Baixa probabilidade de divórcio
            ok – Baixa probabilidade de queda na renda familiar (no caso de um financiamento em valor superior ao aluguel)

            0
            • Cesar_DF 3 de agosto de 2017 at 16:14

              chigo

              Neste caso, numa eventual mudança de trabalho, onde você precisará colocar para alugar este imóvel que você compraria para alugar outro imóvel para onde for trabalhar.

              1-No caso de comprar este a vista, o valor que você conseguir alugar este imóvel, menos (taxa de administração + vacância + IR) precisará ser maior do que o gasto que você teria para alugar um imóvel no novo trabalho.

              2-No caso de comprar financiado, o valor que você conseguir alugar este imóvel, menos (taxa de administração + vacância + IR) precisará ser maior do que o gasto que a SOMA da PRESTAÇÃO, MAIS o custo de alugar um imóvel no novo trabalho.

              No primeiro caso, se comprar a vista por 300K e conseguir aluga-lo por 1.5K, significa que sobrará liquido para você R$ 774 para alugar na cidade que estará morando no novo emprego.
              No segundo caso, onde você compraria financiado, se a prestação estiver R$ 774, significa que o imóvel iria se pagando sozinho, até um dia estar quitado. No novo emprego, o aluguel sairia totalmente do bolso. Para ficar dentro deste limite de uma prestação de R$ 774, dando um chute, você precisaria dar uma entrada de 200K e financiar os 100K em cerca de 15 anos.

              Se os números acima estão fora da realidade, então significa que, para você, seu target não pode ser 200X, mais bem menos, talvez menos de 150X

              2+
              • avatar
    • Rico 3 de agosto de 2017 at 09:27

      Como investimento propriamente dito não… Esse mercado vai sangrar por anos. Eu não estou comprando nada que não tenha liquidez ou seja de uso.
      Outros fatores como morar aí pode ser um fator. Veja a melhorias que será feita no bairro, se o bairro está em processo de degradação, etc…
      Por exemplo, quem comprou no miolo da Vila Madalela está tendo dificuldade de venda devido a vida noturna, que até pouco tempo atrás era motivo de valorização.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Rico 3 de agosto de 2017 at 10:03

        Só complementando… Parto sempre do princípio de que você deve mexer com aquilo que entende… Tenho um pouco de educação financeira e entendo de computadores e carros… Nunca mexeria com imóveis.
        Se é o seu caso entender de imóveis é outra coisa totalmente diferente.

        7+
        • avatar
        • avatar
  • calango_df 2 de agosto de 2017 at 22:55

    CVR

    Há duas semanas estive em um leilão, de várias coisas, carros, móveis, sucata e etc. Fui para arrematar alguns bens e tirar um temperatura. Para mim, é nesses nichos de sucata e reaproveitamento que gira boa parte da economia, de quem tá fora do sistema (“offliner” – o sem estudo, mas com garra; o informal por opção, já que a fiscalização só bate em quem tá formalizado e por aí). Dinheiro na mão e sem conversa. Se o sucateiro tá sem vender nada, é pq o bicho tá pegando. Não deu outra, todo mundo sem grana, reclamando pra caralho. Já montei uns dois galpões usando sucata (sai uns 50% off, coisa boa, só pintar) e volta e meia compro peças para caminhão (rolamentos, eixos e etc). É o primeiro lugar que o pequeno empresário, apertado de grana, tenta conseguir as coisas. Só classe média gourmet vai em home center, concessionária e etc. O fudido tenta se virar com o sucateiro.

    Tem até um camarada conhecido que arrematou (não sei se todos ou parte) de uns ônibus queimados¹. Tá cortando a longarina para servir como pilar ou tesoura para construção de galpão. Se fosse em 2008-2010, eu diria que ele iria bamburrar fácil. Agora, vai arder.

    Vejo mto galpão vazio, brasília-goiania mesmo tem a rodo, na beira da rodovia, tudo com aquela faixa da maior franquia em expansão (“vende-se ou aluga-se”). O galpão dentro da cidade é fria…IPTU alto, normas urbanísticas pra te atrapalhar, vizinhança enche o saco e a fiscalização acostuma-se a ir toda hora quando precisa fazer meta. Esquema é montar na área rural…custos menores, mão de obra sem vício trabalhista, maior liberdade, porte de arma facilitado. De resto, na parte criminal, área rural e urbana tem os mesmo problemas, se bem que acho q na área rural tem uma maior cooperação de todo mundo pra resolver as pendengas (bandido não se cria tão fácil).

    Não sei qto a vcs, mas na área rural, afastado desse tanto de regras que uma cidade impõe e te suga energia psíquica, sinto que o homem retorna a origem. Vida no campo é a vida normal ao ser-humano. Vida na cidade é a artificialidade, um mundo imposto de regras e códigos que só ocupa a capacidade de processamento do seu HD.

    Isso aí, de resto a Bnn indo rápido pro saco. Uma crise econômica mundial em gestação, que é/será alimentada por uma democracia de massa em que todos tentam obter privilégios a custa da massa difusa (no limite, com “n->00”, dá com uma mão para tirar com a outra). Políticos se elegem com projetos de bombar a economia. Depois que passa o efeito do anabolizante, só o motumbo tem força viril para fazer o seu serviço. A sardinhada arde e, como solução, planejam um novo voo de galinha. O ciclo se repete, a bola de neve ganha momentum e uma hora dará merda. Vou rir de todos os que acreditam na marcha para o progresso e na justiça social estatal.

    ¹http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2016/10/incendio-que-atingiu-garagem-de-onibus-no-df-foi-intencional-diz-laudo.html

    51+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • antifragile 3 de agosto de 2017 at 01:29

      Excelente CVR! Depois vê pra gente umas dicas do que procurar em leilão (bom custo-benefício).

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • calango_df 3 de agosto de 2017 at 13:47

        te respondi abaixo.

        1+
        • avatar
    • Leonardo M. 3 de agosto de 2017 at 01:30

      Freitas leilões para carros, caminhões,motos, etc
      Dá pra dar o lance online se quiser tb

      7+
      • avatar
      • avatar
  • Libertario 3 de agosto de 2017 at 00:56

    E aí pessoal?
    Essa votação da denuncia do Temer reflete sobre como será a votação da previdência?

    11+
    • avatar
  • Cesar_DF 3 de agosto de 2017 at 08:20

    Preços de imóveis têm queda real de 14% frente a 2015
    Crise e arrefecimento natural após forte subida dos preços até 2014 estão por trás desse movimento

    O preço médio de venda de imóveis residenciais no País recuou 14% em julho, descontada a inflação, se comparado ao nível de janeiro de 2015. É o que aponta a última divulgação do índice FipeZap, que acompanha o preço do metro quadrado em 20 cidades brasileiras. A pesquisa é feita pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) a partir dos anúncios de venda no site Zap Imóveis.

    Bruno Oliva, economista da Fipe, explica que a forte recessão econômica reforçou o movimento natural de arrefecimento dos preços de imóveis após o expressivo aumento observado entre 2011 e meados de 2014. Em sua avaliação, essa tendência não deve se alterar tão cedo. “É difícil imaginar uma reversão da queda dos preços em 2018”, afirma. Entre os fatores negativos a influenciar a demanda por imóveis, Oliva destaca as incertezas geradas pelo cenário político, que têm afetado fortemente o ambiente econômico, e o mercado de trabalho ainda fraco, que leva as famílias a postergar a decisão de adquirir um imóvel.

    http://economia.estadao.com.br/noticias/seu-imovel,precos-de-imoveis-tem-queda-real-de-14-frente-a-2015,70001921806

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 3 de agosto de 2017 at 12:46

      ERRATA:
      QUEDA no VALOR anunciado pelos proprietários em publicidade PAGA de um único site de internet que faz propaganda de imóveis encalhados

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • perdido no rio 4 de agosto de 2017 at 11:44

      Excelente, obrigado por publicar!

      0
  • Cesar_DF 3 de agosto de 2017 at 08:23

    Unidades do ‘Minha Casa Minha Vida’ representam 55% das vendas de imóveis do 2º trimestre, no AM
    Das 524 unidades vendidas no período, 288 fazem parte do Programa.

    Imóveis do Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) lideraram as vendas no segundo trimestre deste ano, no Amazonas. De acordo com o Censo Imobiliário Trimestral, das 524 unidades comercializadas entre abril e junho, 288 são desse modelo. O número representa 55% das vendas.
    No levantamento do Censo Imobiliário, as unidades do Minha Casa Minha Vida são classificadas como “Padrão Econômico”, cujos valores não ultrapassam os R$ 235 mil. As vendas desse tipo de unidade movimentaram R$ 49 milhões no segundo trimestre do ano.

    No total, o setor imobiliário do Amazonas movimentou R$ 144 milhões no período, com a venda de 524 imóveis. Do total de unidades comercializadas, 444 são residenciais, 63 horizontais e 17 são comerciais. Em relação à quantidade de imóveis residenciais, as unidades do Minha Casa Minha Vida representam 64,9% das vendas.

    http://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/unidades-do-minha-casa-minha-vida-representam-55-das-vendas-de-imoveis-do-2-trimestre-no-am.ghtml

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 3 de agosto de 2017 at 08:30

      Preço médio de 280k no Amazonas?
      Entendem quando digo que o MCMV é apenas uma ferramenta de desvio de dinheiro público?

      19+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • rafa_fv 3 de agosto de 2017 at 08:54

        Pelas minhas contas o MCMD ficou na média de 170k, 49 milhões/(524*0,55). O que na minha opinião é um valor elevado para a região, mas ai entra a questão do subsidio(tanto em dinheiro, quanto na taxa de juros) que pode tornar a operação ‘viável'(relação compra/aluguel).

        6+
        • avatar
        • avatar
        • Zé do Brejo 3 de agosto de 2017 at 08:59

          Problema dos subsidios é que eles disfarçam/maquiam a realidade, gerando grandes distorções.

          12+
          • avatar
          • avatar
  • Seguidor do Bolha BH 3 de agosto de 2017 at 08:59

    “Vende-se ou aluga-se”

    Tradicionais pontos comerciais sucumbem à crise e dão adeus a BH
    http://hojeemdia.com.br/primeiro-plano/tradicionais-pontos-comerciais-sucumbem-%C3%A0-crise-e-d%C3%A3o-adeus-a-bh-1.548547

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Zé do Brejo 3 de agosto de 2017 at 09:05

    Por favor me ajudem
    Por que todo bandido ao “querer” se defender diz que apoia o “estado democratico de direito”?
    Isso quer dizer que democracia = cleptocracia? Seria isso?

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • rpoa 3 de agosto de 2017 at 09:11

    CVR – Revolução do AirBNB

    Já passei dos 50, mas sempre fui muito de viajar por conta própria, então já fucei muito em tudo que é aplicativo de hospedagem.
    Acompanho o bolha imobiliária faz anos, já se falava em bolha em 2010, 2011, 2012, mas a verdade é que só por 2014 a coisa ficou preta… desde que a conversa da bolha iniciou os imóveis ainda tiveram espasmo.

    Me separei faz 1,5 anos… fui morar de aluguel uns 6 meses (nunca tinha passado pela experiência) e concluí que não poder furar uma parede não é pra mim. Faz um ano que comprei um bolhudinho…… acho que paguei bom preço, mas sob o ponto de vista financeiro é ridículo, mas fez bem para a alma (se você fosse racionalizar tudo a nível financeiro, não casava nem tinha filhos…)

    Mas o CVR é da praia. Sempre passo final de ano no litoral, vários amigos, festas, etc… Casa na beira-mar ficou para a ex-esposa, e a permuta de um terreno, também na beira mar, anda com a obra empacada… acho que vai para 2019. A construtora é séria e vai sobreviver, mas está sangrando.

    Cansado de passar final de semana em mansão de um amigo e outro (fala sério, casas de veraneio de mais 3/4 milhões) comecei a usar o airBNB. para final do ano ano (virada), reservei os 5 melhores dias em uma imóvel inacreditável, por um preço que é 1/6 do meu gasto anual de IPTU, condomínio, internet, tv a cabo que banco na casa da EX.

    Sempre fui adorador de tijolo, mas nunca me endividei por causa disso. Mas estou chegando a conclusão que quando o outro imóvel ficar pronto vou passar nos trocos. Nada mais barato que o AirBNB e a facilidade de locação me impressionou. Creio que isso está mudando e vai mudar ainda mais o conceito de residência de veraneio…

    43+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Money_Addicted 3 de agosto de 2017 at 09:20

      primeiramente parabens pela separacao (serio)

      segundo, parabens por comecar a entender q alugar eh melhor do q comprar (q isso sirva d licao antes de arrumar outra mulher)

      e sobre furos na parede, eu furo o qto quiser onde alugo, simplesmente terei q consertar antes de entregar, simples e barato!

      enfim, boa sorte 🙂

      26+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • job 3 de agosto de 2017 at 11:34

        Exatamente Money, tb furo tudo que é parede dos aps q alugo, dpois tapo com gesso em pó e jáera.
        Rpoa, sem querer te criticar, mas essa questão de gostar de tijolos pra poder furar onde bem entender é muito mais uma questão psicológica que qualquer outra coisa. Mas vejo que você já está mudando de opinião e logo vai se libertar da PRISONBRICK.

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Zé do Brejo 3 de agosto de 2017 at 09:20

      As relações de propriedade x usufruto estão mudando, o mesmo acontece com os automóveis.
      As pessoas financeiramente educadas estão se dando conta de que a “propriedade” é demasiadamente onerosa.

      21+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 3 de agosto de 2017 at 10:09

        bingo

        a percepção está mudando
        temos a velha geração (geração hiperinflação) que ainda acredita nos tijolos próprios e carro como patrimônio
        e alguns da nova geração fazendo conta e percebendo as vantagens e o dinamismo do usufruto

        25+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Bolhudo 3 de agosto de 2017 at 10:35

          Minhas filhas perceberam isso ao deixar o carro na garagem e ir de Uber as festas e baladas, já estão olhando para o veiculo com outros olhos. Eu sempre falei para elas que carro é um monte de ferro, que é ilusão se apegar a tijolos e lata.

          34+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • desplein 3 de agosto de 2017 at 12:15

            A minha vontade de ter automovel depois do Uber é ZERO. Infelizmente tenho algumas necessidades que o Uber nao resolve. Entre elas,
            – mecanico
            – IPVA
            – seguro
            – multa
            – posto
            – lava rapido
            – pneus
            – agua/oleo
            – higienização
            – “projeções” de salario e renda por parte das meninas, familia e “coleguinhas” (ou diga-me o que diriges e te direi quem és)

            todas coisas que eu poderia viver absolutamente SEM.

            16+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • desplein 3 de agosto de 2017 at 12:17

              * Ter carro próprio tem desvantagens, entre elas:

              8+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
          • to bolhado 3 de agosto de 2017 at 12:20

            há muito tempo eu e a patroa temos um carro só, e boa parte do tempo ele fica na garagem. Nos viramos muito bem a pé, de transporte público e uber. Agora, não cogito vender e ficar sem nenhum; tem certas situações que ter o carro ainda traz um conforto para mim. Em certas situações que estou de uber acontece alguma coisa (tipo vc chama e o cara cancela, fala que vai demorar 3 minutos para chegar demora 12, o cara erra o caminho, vc tem que ficar prestando atenção pro cara não errar de novo…) que eu penso que estaria mais confortável se estivesse de carro. Enfim, acho que o equilíbrio de ter um carro só pro casal tá bom…

            22+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • desplein 3 de agosto de 2017 at 13:19

              Sem duvida Bolhado. Tem a “segurança” de, em qualquer necessidade, ter a prontidão de pegar o carro e ir. Se vc tem família, colocar todo mundo no carro. Se vc é solteiro, como vai pro motel de Uber? Tem sempre os detalhes…
              No meu caso, alem de solteiro, tenho a questão de ir frequentemente para o interior.
              Uber simplesmente nao existe. Alias fico me perguntando nas cidades menores do Brasil, como seria desbravar com o Uber. Se existe mafia de taxistas nos grandes centros, o que dirá em cidades de 250.000 habitantes pra baixo! Acredito que seja pedir pra apanhar… e nao vai ter midia!
              E pra completar, onibus intermunicipais e sistemas de transporte publico locais usualmente sao terriveis (pouca disponibilidade de horarios, mal cuidados, preço alto…)

              10+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • to bolhado 3 de agosto de 2017 at 13:25

                verdade…se eu fosse solteiro com certeza experimentaria um tempo sem carro, eventualmente alugando um no final de semana para viajar etc.

                6+
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • Money_Addicted 3 de agosto de 2017 at 14:08

                  solteiro q nao da pra ficar sem carro rs a nao ser q vc va direto a fonte, do contrario vc tem q ter um belo carro…..ou soh andara a peh ….literalemente rs

                  4+
                  • avatar
                  • desplein 3 de agosto de 2017 at 14:26

                    Fato!
                    Estou a anos apurando uma tecnica de nao deixar o “valor nominal” do meu carro atrapalhar nessas coisas.
                    Obviamente se a menina manja muito de carro eu me desinteresso e ela idem hahaha.

                    4+
                    • avatar
                    • avatar
                    • EngenheiroDF 3 de agosto de 2017 at 14:57

                      Fale mais da técnica, fiquei curioso!!

                      2+
            • Lucas 3 de agosto de 2017 at 13:34
    • tmarabo 3 de agosto de 2017 at 10:29

      se tu não passas pelo menos três meses por ano na residência de veraneio, não há como ser mais barato comprar o imóvel.
      tirando as questões de “ter as suas coisas” na casa (como o rpoa disse, nem sempre a decisão é econômica), é furada.
      basta ver que essas mansões de praia de 4/5 milhões estão pra alugar por 15 mil por mês (já teve CVR a respeito).
      aí tem que dispor dos 4/5kk tem que mobiliar, tem que ter empregado para manter, tem que pagar condomínio (muitas das boas casas de praia estão em condomínio) tem água, luz, telefone, alarme, iptu etc. etc. etc.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 3 de agosto de 2017 at 11:21

        a minha ex-casa faturava na média 17k bruto por ano (locações de temporada)
        entre 2009 e 2013
        mas eu gastava de 6k a 7k por ano de manutenção
        só sobrava 10k por ano

        vendi em 2014 e coloquei no PMJ

        25+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Brazil mode OFF 3 de agosto de 2017 at 11:25

          Boa sacada From…
          Fico imaginando os “conselhos” que vc teve para nao vender prq imóvel ia valorizar eternamente.
          Indo totalmente contra o fluxo da mentalidade bananense.

          10+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • Lucas 3 de agosto de 2017 at 13:20

          faltou colocar na conta os alugueis que vc deverá pagar para passar o mesmo tempo viajando, percebe que por conta duma maior entrada, a saída tbm aumentou, seu nível de exigencia subiu, e isso demanda passaporte e passagem aérea, calro que por outro lado um beneficio muito maior, ao invés duma prai que vc já estava enjoada, mas por um terceiro lado, nada de reunião familair e de amigos, que aí va de caso a caso como a familia é, enfim, existem outros muitos detalhes nessas contas, tanto que pendem pra alugar como pra comprar, alguns são muito pessoais, por exemplo na minha familai todos tem simancol e trazem muitoa comida e bebida quando são convidados pro sítio do cunhado, incluso eu, que faz na verdade o custo do dono diminuir, não dixamos ele por a mão no bolso e ainda leva pra casa tudo o que sobrar, passa a semana comendo as vezes.

          4+
          • avatar
          • avatar
    • Lucas 3 de agosto de 2017 at 13:03

      rpoa

      existem sitauções e situações, uma pessoa com nível de renda o qual possuir uma casa deste patamar de 5 milhos, se isso nem lhe faz cócegas, o cara na verdade vai se incomodar de sublocar, vai se incomodar se não tiver seus brinquedinhos próprios na garagem, ter suas roupas no armário pra não precisar ficar carregando mala pra lá é pra cá, ainda mais em voo de helicpotero que é super apertado mesmo os melhores, o cara quer chegar ter suas cuecas, seu jet sky, seu veleiro, seu porsche conversível , sua cozinheira que já lhe conhece as preferencias, seus funcionários de confiança, seu cristal hungaro para apreciar sua adega climatizada, ainda mais no BR onde o alto luxo tem muitas lacunas, não se acha fácil um bom vinho, uma boa comida, uma boa moto pra alugar, só se a pessoa não se incomodar em usufruir de alugar no mercado popular ou ter que esperar.

      Neste patamar, a pessoa só vai alugar se for pra longe de casa, pro exterior, aí sim concordo.

      Eu entendi que o furo na parede foi uma figura de linguagem, cá na minha periferia eu uso pasta de dente marca sorriso com calcio, aquilo endurece, fica branco e liso, custa 0,50 centavos. Vc certamente está falando de customizações mais elaboradas e pessoais. Certamente numa casa casa estas questões são maiores, num apartamento nem tanto, mais facil mudar pro vizinho que já é como vc gostaria.

      Eu entendo que o abismo soçial no BR é gigante e continuará imenso ou até maior, na renda até houve um achatamento, mas no patrimonio, nos ativos, certamente a coisa piorou e muito, então haverá necessidades classe média como eu que uberização do mercado caem como uma luva o tal pret-a-porter, mas continuará havendo este mercado de ponta de grife onde não vejo muita alteração, pelo contrário. Mas esta é a foto do momento.

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Luladranus 3 de agosto de 2017 at 10:04

    Devagarinho vão aceitando a realidade:

    http://www.istoedinheiro.com.br/preco-anunciado-dos-imoveis-residenciais-recua-015-em-julho-afirma-fipezap/

    “O preço dos imóveis residenciais no País caiu 0,15% em julho na comparação com junho. Esse foi o quinto mês consecutivo com redução nominal de preços neste ano, de acordo com pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) feita com base nos anúncios de 20 cidades no site Zap Imóveis.”

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cadeludo 3 de agosto de 2017 at 10:57

      é 0,15% por mês ou por dia?

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • tmarabo 3 de agosto de 2017 at 10:24

    “a parcela do financiamento leva cerca de 20 anos, em média, para ficar mais barata do que o aluguel”

    isto no financiamento de 20 anos: termina de pagar, fica mais barato do que o aluguel.

    se o financiamento for em 30 anos, aí a parcela leva “cerca de” 30 anos “em média” pra ficar mais barato do que o aluguel rsrsrsrsrsrsrsrsrs

    se não tiver subsídio do governo, em qualquer lugar do Brasil, se o financiamento fosse de 100% do valor do imóvel, NUNCA a parcela ficaria menor do que o aluguel em 20 anos. o que eles não falam é que MESMO DANDO UMA ENTRADA de pelo menos 20%, ainda assim leva 20 anos para TALVEZ (“em média”) ficar mais barato do que o aluguel.

    é muita comédia!!!!

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 3 de agosto de 2017 at 12:21

      Para fins de INVESTIMENTO, na época do FatorX = 100

      Tirando os 15% de vacância, 10% de taxa de administração e 27,5% de IR
      100 x (1 – 0,15) = 85
      85,0 x (1 – 0,10) = 76,5
      76,5 x (1 – 0,275) = 55,56

      100 / 0,5556 = 179,98

      Ou seja, quando a pessoa comprava um imóvel e alugava por 1% do valor de compra, a partir de 180 meses, ou seja, em 15 anos, obteria um retorno de 100% do capital investido e a partir disso que começaria a dar lucro esta operação.

      Notem que na conta não está entrando a depreciação do imóvel, por suposição que a valorização no bairro compensaria a desvalorização natural do imóvel.

      Atualmente, com FatorX > 200, é provável que NUNCA IRÁ DAR LUCRO, pois o tempo que demoraria para começar a dar lucro excede a expectativa de vida do imóvel.

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 3 de agosto de 2017 at 13:47

        ou excede a expectativa ou a propria idade do imóvel gera passivos significativos que tendem a consumir 100% do valor do imóvel, ou até mais, sendo a opção abandonar uma das alternativas racionais, caso o bairro se degrade por exemplo.

        5+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Lucas 3 de agosto de 2017 at 13:11

      tmarabo
      o PMJ chegou a render 4x mais que o aluguel no auge da derivada negativa do estouro (posso falar assim com vc né?)
      agora imagina o contrário, um mercado distorcido tal que o aluguel rendesse 4x mais que o PMJ ?!?!?!?!

      isso JÁ ACONTENCEU antes no BR
      se a gente fizer hoje as contas veremos o tamano do absurdo,
      no próximo tópico vou detalhar isso nos primeiros comentes

      uma prévia:
      auge do estouro
      venda 1kk – aluguel 2,5k (0,25%am de rentabildiade contra 1% do PMJ, delta de 4x)
      auge do fundo do poço seria
      o mesmo aluguel de 2,5k com PMJ de 1% e delta de 4x só que ao contrario o valor do imóvel deveria ser de 62.500 reais ao invés de 1 milho

      62,500 a 1% rende 625 mensais de PMJ que é os mesmos 4x menor q

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 3 de agosto de 2017 at 13:12

        que os 2.500 de alguel deste mesmo im´voel

        Fazendo a mesma distorção ao contrário fica mais claro quãoa bsurda é a distorção, não estou dizendo que imóvel voltará a cair de 1 milho pra 62,5mil, apenas ilustrando a monstruosidade da distorçao que é isso da rentabildiade 4x menor.

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • to bolhado 3 de agosto de 2017 at 13:19

          eu não uso o break even financeiro como referência final para o que deveria ser o novo median line, pq acho (só acho) que não retornará a esse nível. As condições de crédito estruturais não voltarão a ser o que eram antes dos anos 2000, e no geral (não é essa a minha opinião, mas a opinião da maioria) as pessoas preferem morar no seu imóvel próprio, de modo que mesmo plenamente informadas da situação financeira (o que é uma premissa equivocada, por sua vez) ainda assim aceitarão pagar mais para “morar no que é seu”. Eu mesmo, talvez daqui a uns 3/4 anos, se as condições reverterem, aceiterei um pequeno (desde que seja pequeno mesmo) prejuízo financeiro para comprar algo que eu possa deixar exatamente do jeito que quero para morar por pelo menos 7 anos. É uma derivada do seu outro comentário sobre mercado de luxo, guardadas as proporções: para cada nível de renda você tem algumas concessões que você se permite fazer (isso é, tá pouco preocupado que é mais caro / menos vantajoso financeiramente) pq o retorno em termos de conforto / prazer vale a pena.

          6+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • Lucas 3 de agosto de 2017 at 13:31

          to bolhado
          percebi que vc leu todos os meus comentários, captei perfeitamente
          o BE em 25 anos como calculei quando meu imovel jpa terá 35 ele em si já é um prazo máximo, ouseja comprei num preço teto, por nem tão coincidencia dentro da regra do x200, o que não significa que um BE de prazo de 10 anos como se faz na industria possa ocorrer, aí estamos falando em pisos.
          Voltar a pisos históricos como vc falou realmente é difícil, tem o lado pessoal, mas é marginal, eu colocaria um motivão, que foi os QEs americanos e depois o europeu e mesmo o japonês e quiça o chinês. Esta enxurrada de moedas mexeu com os pilares dos calculos financeiros mundiais e ninguem tem bola de crystal pra dizer se vai ou se fica ou se volta, mas aí já fazendo outra ponte com vão-livre recorde (vc vai me acompanhar nessa) essa porra toda está gerando as criptomoedas todas, é o próprio sistema antigo em espasmo, dando lugar ao novo. Decifra-me ou te devoro.

          6+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
  • Brazil mode OFF 3 de agosto de 2017 at 11:23

    Lamentável… creio que isso vai acopntecer muito ainda

    Empresario-reage-a-apreensao-de-carro-atira-em-2-pms-e-acaba-baleado

    http://www.diariodoscampos.com.br/regiao/2017/08/empresario-reage-a-apreensao-de-carro-atira-em-2-pms-e-acaba-baleado/2396237/

    6+
    • avatar
    • avatar
  • job 3 de agosto de 2017 at 11:35

    PRISONBRICK (Matrix dos tijolos) by Job
    kkkkkk

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • calango_df 3 de agosto de 2017 at 13:53

    Comentário feito acima:
    “antifragile 3 de agosto de 2017 at 01:29
    Excelente CVR! Depois vê pra gente umas dicas do que procurar em leilão (bom custo-benefício).”

    Vou passar as minhas impressões sobre leilões, coisa mais intuitiva, fruto da observação não sistematizada:

    1) Em bsb, tem dois tipos de leilões: de órgãos públicos (para se livrar de coisas antigas ou em excesso) e extrajudiciais (camarada não pagou algo, teve o bem penhorado e foi a leilão para quitar/mitigar a dívida). Os extrajudiciais, eu não acompanho com frequência, pq, no geral, são de imóveis e veículos. Além disso, para os demais bens, não raro, ficam penhorados sob custódia do próprio devedor, dai não sei que rolo pode dar (o camarada quebrar o equipamento de raiva, retirar uma peça para desvalorizar propositadamente e etc);

    2) Acompanho mais leilão de órgão público. No geral, leiloam móveis, equipamentos eletrônicos e veículos. Móveis e eletrônicos aparecem muitos interessados, pessoas da área mesmo, que compram pra revender no varejo. Os lotes são enormes, com 30 impressoras, 15 armários, por exemplo; daí fica difícil para um interessado esporádico entrar, pq, depois, terá que arrumar lugar para armazenar, cuidar e essas coisas. No caso de veículos, no geral, creio que não vale a pena. Entra muito marreteiro (compra pra retalhar ou recuperar), mas tb entra camarada humilde que quer comprar um carro mais barato (dá para saber antemão quem são: estão em família, aparência de barnabé, não participam de lances em outros lotes e sentam na frente. O sucateiro é diferente, já chega conversando com o leiloeiro, é chamado pelo nome, senta no fundão e tá disputando tudo) . Os preços não saem com uma vantagem tremenda em relação à tabela fipe, já que considero que vc não andou no carro, ele tá encostado e vc não sabe que tipo de problema ele tem. Enfim, aposta alta, roleta russa. Só pra quem é da área;

    3) no caso de eletrônicos, o arremate sai bem acima do lance mínimo (2000 x 20.000). Até já sondei vários para me dizerem qual é a jogada, pq não se sabe se os equipamentos funcionam e a desvalorização é exponencial com o tempo. No geral, dizem que vendem para certos contatos e etc, que rapidamente se livram de tudo (explicação genérica, não elucida nada). Tiro por mim que devem adquirir esses equipamentos, repassar a terceiros para derreter e obter prata e outros metais nobres. Só pode. Até pq, como estoque para reposição de peças, é algo inviável, já que dificilmente vale a pena hj em dia a substituição de peças (custoxbenefício é baixo);

    4) O que eu faço qdo preciso de algo (uma mesa ou peça de motor, px exemplo) , já que conheço algumas pessoas que trabalham adquirindo em leilão, eu ligo (ou visito) e vejo se dá negócio. Tudo depende do preço. No geral, vale a pena. Coisa boa a preço bom;

    5) Enfim, acho q leilão é pra quem já trabalha no varejo, tem uma estrutura de armazenagem e contatos comerciais para desaguar tudo. O lance mínimo de edital é baixo, mas, no geral, são arrematados por preços bem superiores. Já vejo hj sucateiro reclamando que muita coisa não sai e estão ficando sem oxigênio financeiro (que já não era grande). Se eles não vendem, não compram em leilão e o ciclo se interrompe. Possibilidade do mercado dar uma travada já já é muito grande.

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 3 de agosto de 2017 at 14:07

      5) aqui em SP dos poucos setores, senão o unico, que ainda crescem quase todo mês (fonte SEADE) é justamente mecanico de autos.
      a lei de desmanches arrebentou com o mercado paralelo em SP, até os seguros caíram muito, éramos os mais caros do BR de longe, hoje estamos abaixo da média
      então o desmancheiro sabendo fazer pra ele o carro vale mais desmontado que inteiro para prover peças de reposição para o setor acima mencionado.

      Se vc não sabe mexer com mecanica recomendo ficar longe dos leilões, pra eles a maodeobra é como que “gratis” é o ofício deles. e isso é uns 50% dum custo de reparação. Não tem como a pessoa normal competir, salvo como sempre digo com a bolsa, se vc tem infos insiders privilegiadas, tal qual rolou em blogs a gente sabia praticamente semana do que iria rolar o operação policial, lendo nas entrelinhas, OU por pura sorte.

      7+
      • avatar
      • avatar
    • Lucas 3 de agosto de 2017 at 14:11

      Podemos extrapolar as conclusões???

      A crise tem toda uma dinamica, assim como as pessoas correm para veiculos usados, correm para imóveis na periferia, tanto um como outro podem ter uma queda de valor menor pelo efeito de deslocamento da demanda, do superfluo pro básico.

      Sinto isso pessoalmente aqui na perifa de SP, muitos vizinhso chic chegando a ocupar casinahs modestas

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 3 de agosto de 2017 at 14:13

        tem gente que corre para a carne de pescoço, miojo e salsicha.
        Faz parte .

        6+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Cesar_DF 3 de agosto de 2017 at 14:05
    • EngenheiroDF 3 de agosto de 2017 at 15:21

      Hotel no brasil sofre a tempestade perfeita. Menos turismo, mais oferta, menos dinheiro, e de quebra cada vez mais gente usando o airbnb.

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 3 de agosto de 2017 at 14:16

    “OFF GATACA + ADMIRÁVEL MUNDO NOVO

    Se o século 19 foi da mecânica, o 20 da eletrônica, o 21 será o da genética

    Se uma mulher tiver uma opção entre “rezar” pedindo um filho perfeito ou usar a ciência para poder escolher qual embrião irá gestar, não tenho dúvidas de qual será a opção de 99% delas.
    A partir de agora, também é possível não apenas selecionar o embrião, evitando 10.000 doenças genéticas conhecidas, como também fazer “customizações” nele.

    Cientistas conseguem ‘apagar’ doença cardíaca genética com edição de DNA
    http://www.bbc.com/portuguese/geral-40808728

    Eugenia chinesa: empresa cria tecnologia que permite aos pais escolher o embrião mais inteligente
    http://meiobit.com/276761/eugenia-chinesa-empresa-cria-tecnologia-que-permite-aos-pais-escolher-o-embriao-mais-inteligente/

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 3 de agosto de 2017 at 14:20

      😎

      1+
  • Lucas 3 de agosto de 2017 at 14:19

    Leonardo M.

    Mercado….o senhor da razão!!!!

    Pelo segundo mês seguido, cai o preço médio do aluguel no Rio
    Ancelmo Gois

    Efeito crise econômica

    Pelo segundo mês seguido, o preço médio do aluguel teve queda no Rio: 5,7% em julho, na comparação com o mesmo mês de 2016. O metro quadrado ficou em R$ 31,43, redução de 1,18% na comparação com junho.

    Na Zona Sul, Lagoa e Leme lideraram a queda, com 3,4% e 3,2%. Já em Catete, Botafogo e Ipanema, o aluguel… subiu: 10,8%, 2% e 1,3%, respectivamente.

    apesar de ser valor de anuncio de encalhe em site pago, dá uma idéia geral da dinamica
    os nobres AAA caindo, os arredores dos nobres subindo pela migração de demanda .
    o cara do AAA que põe preço e banca ele nunca terá de volta o retorno seria melhor aceitar, muitos não vão, a espera dum miulagre
    os bairros piorzinhos adjacentes vão recebendo e mantendo alguma euforai, ams lá na frente vão arder
    A Bolha estoura em ondas
    mas no fim serão todos cobertos pela inundação, os de cara pra praia pior, outros menos pior.

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 3 de agosto de 2017 at 14:27

      e o timing né
      quem começa a correr antes melhor as chances
      preferível aceitar rapidamente uma perda , realiazr um peqeuno preju e se posicionar melhor rapidamente do que ficar segurando posição e ver a crise arder.

      A grande diferença dessa nossa crise imob para todas as outras é que realmente ela talvez não terá mais volta, é o que a matemática diz, ou se voltar vai levar muito mais tempo que as outras.

      5+
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 3 de agosto de 2017 at 14:31

        bingo, o apego irracional é apenas um protelamento .
        milhares já perderam ….. e muitos irão morrer no apego.

        5+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Cesar_DF 3 de agosto de 2017 at 14:46

    LEILÃO DA CEF TOMANDO NO RABO
    http://www.parquedosleiloes.com.br/dados/docs/leiloes//editcaixa04082017.pdf

    Os Lotes 9,10, 12, 13, 14, 17, 19, 26, 28, 33, 37, 38, 41, 42, 44, 49, 50, 52 e 53 em Águas Lindas estão com o valor de avaliação MENOR do que o valor de lance inicial.

    Notar o lote 52, com valor de avaliação de R$ 382.000 e o lance inicial de R$ 1.101.532,20

    Conforme previsto em lei, no leilão de primeira praça do imóvel o valor do lance inicial será o de AVALIAÇÃO DO IMÓVEL, já no de segunda praça, ele deverá ser pelo valor da DIVIDA BANCÁRIA.

    Significa que só neste lote 52 a CEF terá um PREJUÍZO de R$ 719.532,2

    Cadê o Fernando???

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 3 de agosto de 2017 at 14:47

      Isso não quer dizer nada para o Fernando.
      ele está tranquilo com o imóvel quitado.
      😉

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 3 de agosto de 2017 at 14:49

        É verdade, confundi, esta é para o thiago_fm

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Paulo Avelar 8 de agosto de 2017 at 02:53

      Leilão da CEF é roubada geral. Comprar apartamento com doido enjaulado lá dentro.

      0
  • fanfarraum 3 de agosto de 2017 at 14:46

    Com dívida de R$ 20 mil e sem salário, professora da Uerj compartilha extrato bancário zerado

    “Stela Guedes Caputo diz que está devendo R$ 20 mil, além de prestações de seu apartamento”

    3+
    • avatar
    • fanfarraum 3 de agosto de 2017 at 14:47

      Hoje, ela diz que deve quatro parcelas – R$ 2.7 mil cada – do financiamento do apartamento que comprou em 2012. “O que eu faço se a Caixa Econômica resolver tomar minha casa por falta de pagamento?”, questiona. O banco público já enviou cartas cobrando as prestações.

      http://www.bbc.com/portuguese/salasocial-40795640

      4+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • fanfarraum 3 de agosto de 2017 at 14:48

        Também desligou o telefone para não receber mais ligações de cobrança – sua luz já foi cortada.

        (quanto mais leio, mais piora)

        3+
        • avatar
        • avatar
      • Cesar_DF 3 de agosto de 2017 at 14:51

        Em 4 meses sem receber + 13º salário de 2016
        10.8K em prestações da casa própria
        20.0K em empréstimos com amigos e parentes
        10.0K chutando em cartão de crédito e cheque especial
        São 40.8K em 4 meses, significa que o salário dela é de mais de 10K

        6+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • From_The_Tower 3 de agosto de 2017 at 14:55

          o tabu da estabilidade / previsibilidade cai por terra

          p.s. nunca existiu como algo infalível
          a percepção da sociedade e dos interessados é que era essa (ou é essa , ainda na cabeça de alguns)

          8+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Lucas 3 de agosto de 2017 at 15:12

            bingo
            a reforma praticamente amarrou no PIB que é uma conta que desconta inflação, ou seja nunca mais terão ganhos reais futuros significativos acima da média e Os ganhos passados se veem ameaçados pois a foto ficou congelada exatamente no pior momento, não temos folego pra sustentar a maquina sem aumento de déficit
            Mas sempre existem muitas brechas.

            8+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
    • From_The_Tower 3 de agosto de 2017 at 14:49

      retrato da Banânia
      ganhava 20k … tinha uma série de gastos mensais supérfluos .. fora os compromissos mensais.
      é apoiadora do Estado Grande e Inchado e quando o Estado falha , ela sugere mais Estado
      na dúvida faz um mimimimi e vitimismo

      não guenta 10 minutos na iniciativa privada.

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 3 de agosto de 2017 at 15:04

        professora da uerj
        acho que seria uns 15k no max. o que é muito frente o que produzem nessas madraças
        não sei o caso pessoal dela

        9+
        • avatar
        • avatar
        • From_The_Tower 3 de agosto de 2017 at 15:12

          levantaram a capivara dela no outro lado da rua

          5+
          • avatar
      • Cesar_DF 3 de agosto de 2017 at 15:20

        A maioria é de esquerda até o dia que começa a pagar sua própria contas

        A explicação é simples, os pais pagavam as contas e ele acha que o estado deve continuar sustentando-o

        https://www.youtube.com/watch?v=3q3NZXL3Rw4
        https://www.youtube.com/watch?v=ECdsHPA6F2s

        8+
        • avatar
        • avatar
  • SP 3 de agosto de 2017 at 15:09

    Cesar_DF, como anda a delação, houve retorno?

    4+
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 3 de agosto de 2017 at 15:16

      Ainda não, O Raphael do Ideias Radicais e o Adolfo Sachsida falaram a a análise estava boa e iriam se aprofundar na questão e uma assessora do Samy Dana também entrou em contato também.

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • SP 3 de agosto de 2017 at 15:13

    OFF o Intermedium liberou o resultado do segundo trimestre, basileia em 17,5%… o que acham destes números?

    https://bancointer.com.br/arquivos/pdf/resultados-trimestrais/release-de-resultados-2T17.pdf

    3+
  • Cesar_DF 3 de agosto de 2017 at 15:35

    BRASIL FALINDO AMANHÃ

    De acordo com o Raphael do Idéias Radicais o Brasil irá falir:
    Cenário otimista: 2025 a 2027 – sem crise internacional e passando a reforma da previdência
    Cenário médio: 2022 a 2023 – reforma meia-boca da previdência
    Cenário pessimista: 2019 a 2020

    https://www.youtube.com/watch?v=Gtsj8ZpzkJ0

    8+
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 3 de agosto de 2017 at 16:25

      Desculpa, mas o tempo verbal está errado.
      Se não, não estariam planejando aumentar ainda mais o deficit primário.
      Não há renda, não temos receita para as enormes despesas promovidas pelo governo nefasto (PT/PMDB).

      1+