Setor de construção foi o que teve o maior prejuízo em 2018 – O Tempo

Você pode gostar...

Comments
  • Cesar_DF 8 de abril de 2019 at 11:59

    Especial Mercado Imobiliário: setor apresenta crescimento e perspectiva otimista

    A expectativa é positiva para o mercado em 2019. No ano passado houve aumento no volume de vendas nos empreendimentos residenciais e comerciais

    Diretamente impactado pela crise econômica, o mercado imobiliário capixaba, concentrado principalmente na Grande Vitória, sofre, desde 2013, uma estabilização dos preços devido à baixa velocidade de venda e também à diminuição de lançamentos. Entretanto, o segmento prevê grandes oportunidades de retomada para o mercado nos próximos anos.

    https://www.folhavitoria.com.br/economia/noticia/04/2019/especial-mercado-imobiliario-setor-apresenta-crescimento-e-perspectiva-otimista

    12+
    • avatar
    • avatar
    • bolhista cearense 8 de abril de 2019 at 19:50

      Existe na nossa querida língua portuguesa um determinado tipo chamado de: figuras de linguagem. Dentre estas, existe uma denominada eufemismo. A qual significa o ato de “suavizarmos” determinadas palavras e/ou pensamento por meio de vocábulos mais brandos.
      Analisemos o texto: “Diretamente impactado pela crise econômica” ; traduzindo, levando pau na crise. “Estabilização dos preços ” , é queda mesmo. “Entretanto, o segmento prevê grandes oportunidades de retomada para o mercado nos próximos anos” ; ou seja, não tem a menor ideia de quando os preços subirão.
      Os textos do mercado imobiliário estão repletos desta figura de linguagem. É só ler um pouquinho. 😀

      31+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 8 de abril de 2019 at 12:01

    Prefeitura prepara leilão de imóveis por inadimplência em Guarujá
    Primeiro lote, com mais de 100 imóveis, deve ir a leilão em até quatro meses

    Um primeiro lote com mais de 100 imóveis irá a leilão por inadimplência de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), além de outros tributos, em até quatro meses em Guarujá. Tratam-se de propriedades com débitos não regularizados nos últimos anos, e por isso inscritos na Dívida Ativa e cobrados judicialmente.

    A prefeitura realiza esse tipo de ação rotineiramente e intensificada neste momento, principalmente, pelo alto índice de inadimplência, especialmente do tributo de IPTU – que é a principal fonte de arrecadação do município.

    Somente no primeiro trimestre deste ano, dos R$ 192,5 milhões de lançamento de IPTU, R$ 36,1 milhões não foram pagos – inadimplência que chega a quase 20% do total. Esse débito é maior na região da Enseada, Pernambuco, Perequê e Rabo do Dragão, onde alcança R$ 19,9 milhões.

    http://d.costanorte.com.br/geral/30488/prefeitura-prepara-leilao-de-imoveis-por-inadimplencia-em-guaruja

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • socrates 8 de abril de 2019 at 13:19

      ainda acho que o IPTU será declarado inconstitucional
      Mesmo em áreas absurdamente grandes, a cobrança pelo adequado uso do espaço resolve o problema
      Isso, lógico, após uma reforma tributária

      A tendeência é que o IPVA também acabe, neste sentido.
      mas isso, lógico, também depende de uma nova forma de pacto federativo.

      8+
      • avatar
      • Cesar_DF 9 de abril de 2019 at 20:42

        Acho muito difícil que o IPTU acabe, pois impostos sobre propriedade imóveis existem em praticamente todo o mundo

        7+
        • socrates 10 de abril de 2019 at 09:07

          Concordo quanto ao presente, Cesar. Mas , acredito, como vc sabe, que existe uma melhor forma de gestao do estado, acima de ideologias. O parto dela sera absurdo mas vai ser dificil manter toda populacao muito burra por muito mais tempo. Sem contar que bastaria um promotor bem intencionado que tudo iria fluir bem.mais rapido. Ate mesmo um ministro do stf poderia ser o catalisador; o joaquim barbosa chegou perto mas preferiu sair ao inves de começar a julgar colocando o interesse publico a frente do privado.

          0
  • CA 8 de abril de 2019 at 12:03

    Sobre o tópico:

    A MRV PEDALANDO a milhão com o esquema de vendas FALSAS na planta, mais a liderança inconteste em mão-de-obra escrava / baixa qualidade de construção / escalabilidade e em “adiar o reconhecimento” dos distratos, aproveitando-se de seus relacionamentos “privilegiados” para que ela também seja a líder absoluta na transferência de crédito PODRE para a CEF, quando conseguem aprovar o maior volume de contratos imobiliários que depois irão virar inadimplência, assim como o maior volume de vendas aprovadas pelo MCMV, contando com os super-subsídios do governo / FGTS.

    Em outras palavras, o “resultado” da MRV é completamente ARTIFICIAL, FALSO, baseado em uma mistura de PRIVILÉGIOS junto ao governo, levando a maior fatia de SUPER-SUBSÍDIOS anormais do setor, com práticas anti-éticas e criminosas e daí para pior.

    Todas as construtoras que foram OBRIGADAS a pararem de PEDALAR com lançamentos e vendas FALSAS na planta, QUEBRARAM, o que só demonstra o quanto este setor está PODRE e dependente de “estratégias” como as que constam acima.

    “Detalhe”: Governo QUEBRADO, FGTS cada vez mais DILAPIDADO, como manter um crescimento do setor, que depende tanto de SUBSÍDIOS e de “FACILIDADES” vindas de CEF / Governo / FGTS? E foram aumentando cada vez mais a participação do MCMV no total, mesmo neste contexto, ou seja, os carros de corrida acelerando e passando dos 300 km/h enquanto o muro mais a frente fica cada vez mais próximo e resistente…

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 8 de abril de 2019 at 12:09

      CA
      Sinceramente, mesmo que ocorra uma aprovação da reforma da previdência, reforma fiscal e tributária, não vejo como ocorrer uma disparada na demanda por imóveis, pois com a melhoria da qualidade de vida poderão ocorrer upgrades, mas isso não altera a quantidade de imóveis vagos no mercado.
      Nada impede que existam alguns setores específicos como a de adaptação ou demolição de hotéis e comércio em imóveis residenciais, a construção de galpões logísticos ou mesma uma maior demanda originada daquelas empresas que estão fugindo de estados falidos, como de RS para SC ou de RJ para SP

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • socrates 8 de abril de 2019 at 16:02

        concordo, Cesar.
        Para haver disparada no preço dos imóveis a ponto de ficar inabitável aos próprios cidadãos, tem que haver conivência do poder público. Basta vermos que algumas cidades resolveram agir para derrubar o preço de imoveis . Algumas com ações interessantes, outras, com populismo – que vai gerar outros problemas mais a frente (Ex: “valor máximo de aluguel”)
        Para haver valorização absurda desacompanhada da renda, tem que ser algo como um “teatro”, só para quem é de fora cair. Tipo: entre nós um preço. Para quem é de fora, outro.
        Tudo isso vai contra a ideia de transparencia e até parece que por aqui, onde “homem é o lobo do homem” é uma regra, isso acabaria valendo para todos…
        Já dizia o bordão da rádio “Lobo come lobo”

        7+
        • avatar
      • Paulo Avelar 10 de abril de 2019 at 03:19

        Fiz uma simulação do Banco Santander, para pegar 200 mil em dez anos, deu parcelas fixas 4 mil reais. 200 mil é grana suficiente para comprar um apartamento num pombal.

        4+
        • Cesar_DF 10 de abril de 2019 at 09:16

          E quanto está o aluguel de um apartamento em um pombal? R$ 1.000 ?

          1+
  • CA 8 de abril de 2019 at 12:48

    https://economia.uol.com.br/noticias/estadao-conteudo/2019/04/08/fabricante-ve-ano-mais-dificil-que-o-esperado.htm

    Trechos do link acima:

    “Com retração de 2,2% em janeiro e fevereiro, as empresas ainda esperam um resultado positivo para 2019. ”

    “Não existe capacidade de consumo da população. O varejo não movimenta, e o resultado é ruim na indústria também”, acrescenta o executivo”

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • socrates 8 de abril de 2019 at 16:04

      há mudança também nos hábitos de consumo, provavelmente
      E isso já era de se esperar. Alguém com visão deve ter feito uma pesquisa qualitiativa antes da boshta emergir

      7+
      • avatar
  • CA 8 de abril de 2019 at 14:15

    Ser um campeão em EUFEMISMOS e otimismo UFANISTA, os requisitos para se tornar presidente de Banco Central…

    https://www.terra.com.br/economia/em-relacao-ao-exterior-cenario-parece-desafiador-diz-presidente-do-bc,0eb2723177d10d73f93a30c935815113ozhlve0t.html

    Trechos do link acima, entre “aspas”:

    “De acordo com Campos Neto, os riscos ligados à desaceleração da economia global se intensificaram”

    “O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, voltou a avaliar há pouco, durante discurso em evento em Porto Alegre, que “o cenário parece desafiador” em relação à economia internacional.”

    “Embora as perspectivas mais favoráveis para as resoluções de disputas comerciais possam oferecer algum suporte para a retomada do crescimento, a desaceleração da economia global tem-se mostrado mais evidente, com indicadores recentes confirmando a moderação da atividade econômica e a redução dos níveis de confiança dos agentes”, pontuou em discurso.

    “Por outro lado, o presidente do BC afirmou que os riscos ligados ao aperto das condições financeiras globais arrefeceram. “Com o balanço de riscos para a atividade alterado substancialmente para baixo, os principais bancos centrais reavaliaram suas intenções de ajustes nas taxas de juros em 2019, alongando o processo de normalização monetária”, disse.”

    “Campos Neto retomou ainda, em sua fala, uma ideia presente em discursos e comunicados mais recentes: a de que o País tem capacidade para absorver um revés no cenário internacional. Segundo ele, isso se deve “ao seu balanço de pagamentos robusto, à ancoragem das expectativas de inflação e à perspectiva de recuperação econômica”.”

    9+
    • avatar
  • CA 8 de abril de 2019 at 14:26

    Outra galera que torce contra o governo e por isto manipula estatísticas, ou MAIS UMA evidência da REALIDADE?

    https://www.terra.com.br/economia/otimismo-do-mercado-com-bolsonaro-cai-e-adia-projecao-de-reforma-para-2-semestre,61e1426c117d7f0cc1a9b1ffa4fcc22ewz8bqu6h.html

    Trechos do link acima, entre “aspas”:

    “Otimismo do mercado com Bolsonaro cai e adia projeção de reforma para 2º semestre
    Aprovação (ótimo e bom) caiu de 70% em fevereiro para 28% neste mês; avaliação negativa (ruim e péssimo) subiu de 3% para 24%”

    “Otimismo do mercado financeiro com o governo do presidente Jair Bolsonaro caiu entre fevereiro e abril e fez com que os agentes adiassem para o segundo semestre a projeção de votação da reforma da Previdência no plenário da Câmara, mostra levantamento da XP Investidores com gestores de recursos, economistas e consultores financeiros.”

    “O porcentual dos que consideram o Parlamento ruim ou péssimo subiu de 21% para 40%, enquanto o dos que veem como ótimo e bom caiu de 30% para 15%.”

    “Apesar do aumento no pessimismo, o mercado majoritariamente ainda espera que as mudanças no sistema de aposentadoria sejam aprovadas pelos parlamentares. Essa é a expectativa de 80% dos entrevistados, o mesmo porcentual da última pesquisa. Os agentes consideram, no entanto, que haverá uma desidratação de 40% no ajuste pretendido pelo Ministério da Economia com a proposta. “

    11+
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 8 de abril de 2019 at 14:37

    -Bandes leva 64 imóveis a leilão no ES com lances a partir de R$ 16 mil.
    G1-4 horas atrás
    e 1 mansão por 2,8 milhões… só hoje estamos com 164 imóveis em leilão por causa de bancos e iptu…

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 8 de abril de 2019 at 16:39

    Temporada de balanços dos EUA deve ser a pior em
    anos, diz analista
    NOVA YORK – A temporada de resultados do primeiro trimestre começa nesta semana, mas a fraqueza
    dos números pode resultar em correção do mercado de ações, aponta o analista Nicholas Colas, da
    DataTrek Research.

    9+
    • avatar
  • Moreira 8 de abril de 2019 at 17:14

    Enquanto a realidade vai se apresentando,

    um CVR do FDS:

    em uma festinha de criança de um amigo, conheço um amigo do meu amigo que disse ir 2x ao ano a MIAMI, incluso para fazer compras e revender no Brasil. Sujeito ganha cerca de 11 mil líquidos como FP. Tem dois filhos, mulher retornou ao trabalho (fisioterapeuta), na iniciativa privada. Conversa vai, conversa vem, disse que 60% do salário é pra custear escola das crianças e plano de saúde de todos. Em cada viagem disse que a média de gasto, com as compras para revender, é em torno de 35 a 40 mil reais.
    A passagem disse que compra em 10 ou 12 parcelinhas e vai pagando com a venda da muamba. Pelo jeito, a hospedagem deve ser dessa maneira também. Eu falei que tinha vontade de ir, mas que a hospedagem estava cara. Ele fez uma pequisa na minha frente e viu hoteis 2 ou 3 estrelas com diárias acima de 450 (sem café da manhã e sem direito a estacionamento) e disse que estava com um bom o preço.

    Dei um leve sorriso e concordei com ele.

    No retorno da festa, contei a patroa o CVR. Ela se espantou com tudo e soltou: “essa galera não é normal!”.

    43+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 8 de abril de 2019 at 17:23

      450 Trump’s de diária?

      13+
      • avatar
    • indiobolhista 8 de abril de 2019 at 19:05

      típico fp concursado liquido 11k, na realidade esses parasitas não merecem nem salario mínimo

      18+
      • avatar
      • avatar
      • odorico 8 de abril de 2019 at 20:19

        Como sempre digo, foi o sistema que levou o FP até lá. Eu fui da iniciativa privada, abri empresa, tive 3 empregos (mais que o julius), para ganhar metade do que ganho hoje no “sistema”. Fui desonesto? Não, vi como o sistema funcionava e usei ele a meu favor e não contra. É como o empresário que oferece suborno para pegar um serviço, a alternativa, se houver, é não pegar o serviço…..

        32+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Rico 9 de abril de 2019 at 11:43

          O grande problema que esse sistema está colapsando. Se continuar assim em breve o Brasil inteiro virará um grande RJ, com FP’s recebendo o 13° de 2020 em 2027…
          Outra forma que vejo a solução é ligando a impressora de dinheiro e congelando o salário dos FP’s até que quando receber seja mais vantagem queimar as notas para se aquecer…

          15+
          • avatar
      • Ogami 10 de abril de 2019 at 14:46

        11k em Dólares dá quanto? Não são os FP que ganham muito, nós que ganhamos pouco mesmo. E continuaremos a nos virar com cada vez menos.

        0
    • Money_Addicted 8 de abril de 2019 at 21:59

      nao sei se nao entendi mto bem, mas acho q ele esta se virando como pode

      1 – FP errado eh o governo atraves de nossos impostos q paga “bem” e exige pouco desempenho
      2 – os custos, 2 filhos (no minimo 1.5k vezes 2) mais plano de saude (chutando 500 vezes 4) soh nessa conta por alto ja foi 5 k, vcs cortariam em algo? estudo?
      3 – Ir a miami, se ele vai e compra 35/40k deve revender por aqui por no minimo uns 80k , lucrando menos despesas uns 30k

      enfim, acho q ele ta fazendo o que “pode” pra ganhar um dinheiro

      [ ]s

      32+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Paulo Avelar 10 de abril de 2019 at 03:02

      Levei 5 segundos para perceber que essa conta dele não fecha.Só de dizer que gosta de Miami(viagem internacional ou turismo internacional), já sei que não entende o valor do dinheiro.
      Se ele ganha liquido 11k e sobra 40% para comida, diarista, cachorro, condomínio, lazer, gastos com manutenção, seguros, remédios e transporte, ele somente teria 40% , ou seja, R$ 4,4 mil para isso tudo.
      Aqui em casa em casa são 3 pessoas, só de comida meus gastos mensais giram em torno de 3 mil reais.Cada self service, eh de 40 a 50 reais, os 3, por dia, fora o jantar e lanches.
      Esse cara aí, só economiza 40 mil reais por ano se receber ajuda dos pais.

      4+
      • avatar
      • odorico 10 de abril de 2019 at 14:34

        Caracas, aqui em casa são 4, moro em BSB e meu supermercado é na faixa de 1000 e 500 vai nas carnes e hortaliças (1500 por m~es). Detalhe, não tem self service, não jantamos fora, lanche 2 vez por mês . Achei seu gasto meio alto. Marmita no trabalho e lancheira para crianças, além de mais barato é mais saudável.

        7+
  • indiobolhista 8 de abril de 2019 at 19:34

    MRV construtora procurando sonhadores com mcvm agora mesmo no segundo andar do unico shopping de jaraguá do sul, um unico corvo procurando vitimas com o slogan mais barato que aluguel.

    10+
    • avatar
    • Carlos 8 de abril de 2019 at 21:59

      Tudo fake news 😆

      12+
    • CA 9 de abril de 2019 at 08:15

      bolhista cearense,

      Por que o super endividamento não para de piorar?

      Ações dos Governos (anteriores e atual) para colaborar com o crescimento do super-endividamento:

      – BC reduziu compulsórios em periodicidade e volume recorde, para FORÇAR bancos a emprestarem mais;
      – BC se fez de CEGO perante uma SÉRIE de irregularidades quanto ao crédito imobiliário concedido pelos bancos, inclusive as apontadas em relatório do CGU e sobre as quais falamos e demonstramos por aqui VÁRIAS vezes;
      – BC interferindo no relacionamento entre administradoras de cartões e bancos novamente para forçar mais empréstimos e facilitar “renegociações” de dívidas;
      – BC mantendo a SELIC em seu menor patamar histórico, mesmo com o déficit público crescendo mais de R$ 100 BILHÕES por ano ao longo de ANOS, mesmo com o Brasil vendo o CDS que mede o risco crescer muito, assim como outros indicadores de risco, mesmo consciente do nível REAL de inadimplência na economia e de que aquilo era apagar incêndio com gasolina e ainda, sabendo das bolhas no Exterior e no país e que a SELIC em seu menor patamar não colaborou e nem vai colaborar para recuperação da economia, ao contrário, vai incentivar sua degradação, ainda assim, jogaram contra tudo que deveriam defender quanto à segurança do sistema financeiro em seu mandato e prometem “DOBRAR A META” e reduzir ainda mais a SELIC;
      – BC criando uma série de “facilidades” para MAQUIAGENS quanto à REALIDADE relacionada à inadimplência e perda de liquidez, como permitir uso de FGTS para pagamentos atrasados em até 12 meses no crédito imobiliário, incentivando que imóveis não fossem retomados após 3 meses de inadimplência nem fiscalizando se e quando são retomados, não cobrando prazo de 1 ano para vender imóvel retomado por inadimplência, adulterando regra de cálculo de preço médio de imóveis (IVG-R) e de resiliência contra queda de preços dos imóveis, dentre outras ações na mesma linha;
      – Promessas UFANISTAS do novo governo, de que a simples eleição de Bolsonaro operaria milagres e de que tudo melhoraria da noite para o dia, estimulando o gasto irresponsável na “fé” de que aquilo aconteceria e que depois as pessoas conseguiriam pagar suas contas graças a estas “melhorias instantâneas”;
      – Promessa de novo presidente da CEF de DOBRAR o financiamento imobiliário com verba da poupança (SBPE), para isto, dizendo que venderá R$ 100 BILHÕES em títulos do crédito imobiliário para depois pegar este dinheiro e continuar PEDALANDO com o crédito PODRE.

      Ações dos Bancos:

      – Aumento em financiamentos concedidos, às vezes via cartão de crédito para quem tem o nome sujo, em outras, criando novas modalidades de financiamento, ou simplesmente afrouxando os critérios;
      – MAQUIAGENS contábeis e PEDALADAS em volumes como nunca antes na história do país, incluindo reduções FRAUDULENTAS em provisões, classificações ERRADAS de rating de títulos em larguíssima escala para SIMULAR que a situação não está tão ruim e liberar mais capital para empréstimos, FINGINDO acreditar em recuperação de empresas que estão visivelmente QUEBRADAS e dando novos empréstimos para pagamento de dívidas de curto prazo mesmo sem nenhum embasamento de que existe a menor chance de serem pagos, só para postergar o reconhecimento do prejuízo contábil, dentre outras ações similares;

      Ações das Lojas:

      – Estimularam DEMAIS o crediário feito na própria loja, que teve crescimento relevante nos últimos 2 anos, emprestando para quem não tinha condição de adquirir um cartão de crédito ou já estava inadimplente com cartão de crédito e outros mecanismos para financiamento de consumo;
      – Intensificaram BLACK FRAUDE e outras “promoções” muitas vezes falsas e mantendo preços fora da capacidade de consumo, baseadas principalmente em capturar o quanto antes os ganhos extras da população (exemplo: décimo terceiro) e também aumentando parcelamento, dando carência para pagamento da primeira parcela e outras ações APELATIVAS;

      Perdões de dívidas de forma generalizada e facilitada, de diversos agentes:

      – “Feirões dos endividados”, refinanciamentos com juros menores, sem multas e por prazos super-alongados, REFIS, “tolerância” absurda em relação à inadimplência SUPER ANORMAL como no caso dos 36% do MCMV faixa 1, do FIES, dentre diversas ações similares, servindo de forte ESTÍMULO à inadimplência, fazendo com que aqueles que estavam “na corda bamba” não exitassem em se endividar ainda mais, afinal, no final se ficarem inadimplentes poderão pagar sem multa nem juros e por prazos mais alongados, então, por que se preocupar?

      RESUMINDO:

      Todos os agentes deram o máximo de estímulo para que o super-endividamento cresça de forma IRRACIONAL, como o resultado poderia ser diferente?

      10+
  • indiobolhista 9 de abril de 2019 at 03:44

    Milei explicando o modelo empobrecedor e destruindo as mentiras dum deputado peronista.
    Milei le enseña de economia a disputado peronista
    https://www.youtube.com/watch?v=4FN809xErYI

    4+
  • Cajuzinha 9 de abril de 2019 at 08:11

    Desinvestir para voltar a crescer
    Casos como o da Ford, CVS, Roche e Takeda mostram que, mais do que nunca, é momento de realinhar portfólio e expectativas de crescimento, o que inclui passar parte das operações adiante

    Todos os negócios descritos acima parecem confirmar o que apontou pesquisa divulgada recentemente pela consultoria EY. Segundo o “Global Corporate Divestment Study 2019”, que entrevistou profissionais das áreas financeira (37%), consumo (32%), telecomunicações (10%), óleo e gás e energia (5% cada uma), 99% dos executivos pretendem desinvestir nos próximos anos. No ano passado, esse número chegou a 80%.

    O estudo foi feito com cerca de 900 executivos das principais economias do mundo, com a coleta de dados entre novembro e dezembro de 2018. Desse total, 84% das empresas esperam fazer algum desinvestimento até 2021 — abaixo da expectativa brasileira. Para 74% dos entrevistados, a incerteza do cenário político global é preocupante e essas mudanças geopolíticas deverão aumentar os custos operacionais.

    Para o sócio da EY, o índice tão elevado de intenção de desinvestir não deve ser encarado como uma ameaça aos empregos do país. Quem assumir as operações vai ter como objetivo crescer com aquele negócio. “Encontrar um comprador é muito diferente de fechar as portas. Certamente, nesses casos, os empreendimentos vão lucrar mais do que lucrariam antes. Já o vendedor, por sua vez, vai investir em inovação, em novas tecnologias e em novos mercados.”

    https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2019/04/09/internas_economia,748293/desinvestir-para-voltar-a-crescer.shtml

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • socrates 9 de abril de 2019 at 08:30

      Minha reserva de mercado, minha vida
      Interessante que o governo se mete em um monte de polemicas mas fazer o obvio, que é simplificar as obrigaçoes tributarias/trabalhistas, ele nao faz. Poderia fazer até por medida provisoria e isso desde o dia 01/01. O Paulo Guedes nem nenhuma outra cabeça do governo foi capaz de pensar nisso? Facilitar o ambiente de negocios faria o preço dos produtos e serviços cair , sobrando mais renda à populacao que tambem teria mais qualidade em ambos… Funciona la fora, nao iria funcionar aqui? Em todos paises decentes do mundo ha incentivos para aumento da eficiencia e produtividade, aqui ha para a inercia. O que se quer proteger?

      12+
      • avatar
    • CA 9 de abril de 2019 at 08:39

      Cajuzinha,

      Uma visão completamente DISTORCIDA da realidade.

      Para começar, o que de fato aconteceu?

      Com juros muito baixos em todo mundo, foram alimentadas inúmeras BOLHAS. O dinheiro barato demais acabou direcionando investimentos inconsistentes, em novas unidades fabris, produtos, etc, que não tinham porque se manter em patamares razoáveis de demanda depois das bolhas explodirem. Agora é a volta à REALIDADE, as empresas precisam se livrar daquilo que não tem mais chance de dar retorno financeiro.

      A fábrica da FORD em São Bernardo do Campo se tornou INVIÁVEL quanto ao retorno financeiro, idem para demais casos citados acima.

      Talvez de fato a CAOA compre as instalações da FORD, mas seria pensando em resolver um imbróglio com a Hyundai e abrir espaço para produzir caminhões desta marca por lá, provavelmente transferindo parte de outra operação que já possuem também, não é algo “novo”, que sai “do zero” e apostando no crescimento do país e dos negócios, ao contrário, visam também reduzir seus custos em outra localidade, resolver uma pendência com parceiro e para isto, se utilizando de um momento de comoção pública para ganhar o máximo possível de benefícios fiscais.

      Já do lado da FORD, o dinheiro que ela eventualmente receber se fechar o negócio com a CAOA, ela não vai utilizar para reinvestir no país, isto não foi dito em nenhum momento. Estão só estancando uma sangria, eliminando um custo desnecessário.

      Vi de perto uma empresa que no auge da bolha trabalhava com 6 famílias de produtos distintos, com a explosão da bolha, se livraram de 4 delas e focaram em 2. Tentaram vender as outras 4 famílias de produtos SEM SUCESSO, tendo que se desfazer dos estoques residuais A PREÇO DE BANANA, com PREJUÍZO relevante. Para um dos galpões logísticos que ficava no Nordeste, durante 2 ANOS tentaram vender, junto com a marca que tinha um volume relevante de créditos fiscais e NÃO CONSEGUIRAM, recentemente fizeram jogada contábil para incorporar esta unidade e tentar recuperar este crédito fiscal, enquanto o galpão continuou ABANDONADO. Mesmo para uma das 2 famílias de produtos SOBREVIVENTES, estão com a demanda abaixo do que é necessário para o breakeven (empatar, sem ganhos), com isto, tentaram sublocar uma parte da fábrica e ficaram procurando outra indústria por mais de 1,5 anos sem sucesso, agora desistiram e estão devolvendo quase metade da área total para o proprietário, que ainda não tem ninguém para fechar negócio e assumir este espaço.

      Interessante como os “especialistas economistas” se preocupam apenas em DESINFORMAR, com um nível absurdo de DISTORÇÃO da REALIDADE. Eles pegam o que está acontecendo e simplesmente viram de cabeça para baixo e a imprensa, como sempre, sem NENHUM espírito crítico, replica todas as MENTIRAS e ENGANAÇÕES. Isto só colabora para o ILUSIONISMO sobre a “recuperação fácil e sem nenhum esforço”, que no final, só aumenta o buraco onde estamos sendo enterrados…

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • socrates 9 de abril de 2019 at 10:06

        Economistas trabalhando em uma mistura de advocacia+publicidade… quem inventa a melhor verdade?

        5+
    • Rico 9 de abril de 2019 at 09:22

      No caso da Takeda, eu acompanhei os depoimentos de funcionários. Vai embora mais de 80% do pessoal de vendas. Só vai ficar áreas de oncologia, que praticamente tem público cativo e não depende de marketing.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • CA 9 de abril de 2019 at 09:08

    Alguém lembra da “comemoração” dos Bolsominions com o CAGED de fevereiro/2019, o que falamos por aqui e o que mostrou a pesquisa PNAD do IBGE sobre o trimestre terminado em fevereiro/2019?

    https://www.istoedinheiro.com.br/indicador-antecedente-de-emprego-cai-58-pontos-em-marco-ante-fevereiro-diz-fgv/

    Trechos do link acima, entre “aspas”:

    ” “O resultado negativo do IAEmp em março reforça a leitura feita no mês anterior de que os empresários estavam se tornando mais cautelosos após um período de aumento do otimismo. O ajuste expressivo das expectativas, devolvendo cerca de três quartos da melhora observada ao final de 2018, sugere que o ritmo esperado de contratações continuará lento e gradual”, avaliou Rodolpho Tobler, economista do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre/FGV), em nota oficial.

    O Indicador Coincidente de Desemprego (ICD) subiu 2,0 pontos em março, para 94,1 pontos. “O aumento do Índice Coincidente do Desemprego (ICD), mantendo-se em patamar elevado, retrata a situação ainda difícil do mercado de trabalho”, completou Rodolpho Tobler.

    O ICD é um indicador com sinal semelhante ao da taxa de desemprego, ou seja, quanto maior o número, pior o resultado. Já o IAEmp sugere expectativa de geração de vagas adiante, quanto menor o patamar, menos satisfatório o resultado.”

    E agora, o que o governo e os Bolsominions tem a dizer sobre o que consta acima, seria mais uma estatística falsa, como todas que vão contra o interesse insano de DESINFORMAR mais do que nunca deste governo?

    PIOR: perderam tempo “comemorando” algo que era um “falso positivo” quanto aos empregos, da mesma maneira que já haviam feito com as demais promessas UFANISTAS daquilo que “aconteceria” pela simples eleição do Bolsonaro e a volta do otimismo para empresários e consumidores, como no caso da recuperação do comércio em novembro/2018, os investimentos diretos que iam disparar de imediato via investidores estrangeiros e nacionais, o PIB que já ia se acelerar como consequência disto e em 2019 ser mais que o dobro de 2018 e por aí vai.

    PIOR 2: agora estão perdendo tempo para tentarem convencer a população que o IBGE tem uma estatística de desemprego distorcida, que o emprego está melhorando e esta estatística não revela isto, ao invés de observarem que os DESALENTADOS (que DESISTIRAM de procurar emprego) bateram novo RECORDE, o que junto com o crescimento do DESEMPREGO (que não considera os desalentados!) e novos recordes de SUBemprego, INFORMALIDADE e empreendedorismo por NECESSIDADE, deixam MUITO CLARO que a PROFUNDA DEGRADAÇÃO DOS EMPREGOS continua, sem dar tréguas!

    E a consequência de FUGIREM tanto da REALIDADE e tentarem mudar de assunto e plantarem ILUSIONISMO a todo custo, é que deixam de tomar ações IMPRESCINDÍVEIS para combater toda esta PIORA na economia…

    10+
    • avatar
    • avatar
    • Rico 9 de abril de 2019 at 09:33

      É interessante ver o país indo para o brejo em câmera lenta…
      A notícia colocada pela Cajuzinha mostra o real cenário de desinvestimentos que está acontecendo no país.
      Só não vê e se prepara quem não quer. O tempo é suficiente.

      14+
      • avatar
  • Cajuzinha 9 de abril de 2019 at 09:08

    https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/04/09/vendas-do-comercio-ficam-estaveis-em-fevereiro-diz-ibge.ghtml

    A recuperação do setor, assim como a do restante da economia brasileira, segue em ritmo lento, com um nível de consumo ainda bem abaixo do período pré-recessão.

    9+
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 9 de abril de 2019 at 09:22

      kkkkkkkkkkkkk

      Gostei do título: Em fevereiro, vendas no varejo ficam estáveis (0,0%)

      Vendas do comércio caem em 15 das 27 Unidades da Federação

      De janeiro para fevereiro de 2019, na série com ajuste sazonal, as vendas do comércio varejista mostraram estabilidade (0,0%) com predomínio de resultados negativos em 15 das 27 Unidades da Federação. Os destaques foram Paraná (-1,5%), Distrito Federal (-1,1%) e Piaui (-1,1%). As pressões negativas vieram de 12 das 27 Unidades da Federação, com destaque para: Tocantins (8,9%), Espírito Santo (5,0%) e Sergipe (2,6%).

      https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/24171-em-fevereiro-vendas-no-varejo-ficam-estaveis-0-0

      8+
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 9 de abril de 2019 at 09:10

    Indicador de tendência de emprego da FGV atinge menor nível desde outubro
    Empresários mantêm cautela e e ritmo esperado para contratações deve continuar lento.

    O IAEmp, que antecipa os rumos do mercado de trabalho no Brasil, caiu 5,8 pontos e chegou a 93,5 pontos no mês, menor nível desde outubro de 2018.

    Em médias móveis trimestrais o indicador recuou em 1,1 ponto, para 98 pontos, após avançar por quatro meses consecutivos.

    “O resultado negativo do IAEmp em março reforça a leitura feita no mês anterior de que os empresários estavam se tornando mais cautelosos após um período de aumento do otimismo”, disse o economista da FGV Rodolpho Tobler, em nota.

    “O ajuste expressivo das expectativas, devolvendo cerca de três quartos da melhora observada ao final de 2018, sugere que o ritmo esperado de contratações continuará lento e gradual”, completou.

    7+
    • avatar
    • avatar
    • CA 9 de abril de 2019 at 09:17

      Cajuzinha,

      Tinha acabado de colocar esta notícia e comentar logo acima. O resumo, é que o governo FUGIU da realidade quando da divulgação do CAGED de fevereiro/2019, comemorando isto como se fosse parte do resultado pelo otimismo dos agentes, quando todo o restante dos indicadores demonstrava o contrário. Perderam tempo, deixaram de fazer o que era imprescindível e pior, depois, ao invés de reconhecerem isto, passaram a discutir a metodologia do IBGE, como se ela fosse o problema, isto porque o RECORDE DE DESALENTADOS (DESISTENTES) ajudava o governo, ao reduzir a base de cálculo e o índice de desemprego e mesmo assim o desemprego ter crescido, junto com INFORMALIDADE, SUBemprego e empreendedorismo por NECESSIDADE, ou seja, fogem a todo custo da REALIDADE e deixam de combater a PIORA nos empregos e na economia, que continua a pleno vapor…

      9+
      • avatar
  • CA 9 de abril de 2019 at 09:24

    https://www.terra.com.br/economia/bolsas-asiaticas-fecham-majoritariamente-em-alta-com-novos-estimulos-de-pequim,25ed64a62486948ce6c907cba2bf37d6id8pgns7.html

    Confirmando o que comentei ontem:

    Na China o governo adota nova leva de ações APELATIVAS, no DESESPERO de tentar salvar a economia que está “desacelerando”.

    Qual a leitura nas bolsas de valores ao redor do globo? Uhu, o governo chinês está desesperado e apelando, que ótimo sinal, está tudo bem!

    Pois é, as bolsas de valores, em todo o mundo, trabalham sempre com uma profunda dose de ILUSIONISMO, por isto que a volta à REALIDADE das mesmas sempre provocou profundos ESTRAGOS para a economia mundial ao longo de toda a sua história, a FRUSTRAÇÃO com o mundo REAL sempre é muito INTENSA…

    11+
    • Cajuzinha 9 de abril de 2019 at 09:29

      “FRUSTRAÇÃO com o mundo REAL sempre é muito INTENSA” e é por isso que a NEGAÇÃO é tão usada.

      14+
      • avatar
      • avatar
  • CA 9 de abril de 2019 at 09:57

    https://www.istoedinheiro.com.br/avanco-do-e-commerce-leva-shoppings-a-criar-lojas-virtuais-e-centrais-de-retirada/

    Trechos do link acima, entre “aspas”:

    “Além de oferecer cada vez mais serviços, espaço para lazer e conveniência, muitos shoppings estão assumindo uma nova função: começam a virar também uma espécie de minicentros de distribuição de mercadorias adquiridas nas lojas online e no marketplace, que é o shopping virtual, inclusive dos próprios shoppings.”

    “Em dois anos, 27 milhões de brasileiros farão sua primeira compra online, aponta uma pesquisa do Google. “É muita gente e se todo ano esse número aumenta, temos que reagir de alguma forma”, diz Laureane Cavalcanti, diretora executiva de marketing do Grupo Sonae Sierra Brasil. A reação, segundo ela, é trazer o mundo digital para dentro do shopping.”

    “Em maio, a companhia vai colocar em operação o marketplace de um dos dez shoppings do grupo, o Parque Dom Pedro, em Campinas (SP). A intenção é ter um shopping virtual que atue regionalmente, mas na área de influência do shopping, que abrange as cidades paulistas de Americana, Paulínia, Indaiatuba e Jundiaí.

    Distribuição

    O projeto piloto conta com adesão inicial de 30 das 400 lojas e reúne vários sistemas de entrega. Ele prevê que o consumidor poderá receber a compra em casa, retirar a mercadoria no shopping numa área reservada ou até sem sair do carro, num drive-thru. O grupo negocia com uma empresa de entregas a montagem de um centro de distribuição dentro do shopping.

    No prazo de um ano, quando o projeto estiver a todo vapor, a intenção é entregar as compras em duas horas. “O meu ‘last mile'(última milha) vai ser muito curto. Isso me garante uma posição no ranking super boa quando o cliente procurar onde comprar pelo prazo de entrega mais curto”, diz ela.”

    Sobre o artigo acima:

    O primeiro trecho que destaquei é curioso: colocam os “serviços, espaços para lazer e conveniência” que dispararam nos shoppings recentemente, como se fosse uma forma de “atrair clientes” para depois realizarem suas compras, quando na realidade, a principal função é MASCARAR a vacância absurda, inclusive nas estatísticas.

    Sobre o segundo trecho, que fala da entrada de 27 milhões de brasileiros nas compras on line nos próximos 2 anos, ajudarão a esvaziar não só as lojas dos shoppings, como as de rua também, algo mais do que previsível, afinal, já aconteceu assim nos EUA e como sempre, estamos apenas atrasados quanto a esta tendência, mas ela é INEVITÁVEL.

    Já sobre o tema principal, que é o do Shopping agregar a função de centro de distribuições, por um lado vai cobrir parte da vacância e melhorar ARTIFICIALMENTE as estatísticas sobre ocupação dos shoppings e por outro, poderá se aproveitar de uma profunda deficiência logística que temos no país: as entregas de produtos em geral são demoradas, isto desestimula parte das compras on line para os mais impacientes. Ao atuarem na vizinhança do shopping com entrega mais rápida, de fato poderão gerar um volume de negócios que se tornará relevante, SE os demais concorrentes das vendas on line não se movimentarem e não acelerarem o prazo de entrega (o que poderá acontecer e é até provável).

    No final, o consumidor poderá ser beneficiado por estas iniciativas, com aumento de concorrência nas vendas on line forçando menores preços e mais rapidez na entrega dos produtos. Já do lado dos shoppings, servirá apenas para dar uma SOBREVIDA, pois os custos dele de manutenção são muito elevados, o investimento foi muito grande, para simplesmente pegar uma parte e virar um “centro de distribuição”, o fato é que será difícil de fechar esta conta. E para os empregos e demais lojas físicas? Os empregos nos shoppings tendem a se reduzir, pois o quanto você aumenta de pessoas no centro de distribuição é menos do que o quanto você perde por novas lojas que fatalmente irão fechar, mais aquelas que vão reduzir o número de funcionários. Vamos continuar acompanhando…

    13+
    • avatar
  • Alemon Fritz 9 de abril de 2019 at 10:02

    Pra não se frustrar a galera foi no Mulapaloosa, metade dos meus estagiários foram, voltaram segunda, com cara de zumbi: entrada 800reais!!, fora a roupa pra se aparecer, viagem, comida e estadia…

    24+
    • avatar
    • avatar
  • CA 9 de abril de 2019 at 10:03

    A Queiroz Galvão está pedindo recuperação judicial de suas unidades da forma mais gradual possível, sempre adiando este movimento ao máximo. Ocorre que, quanto mais tempo passa adiando o INEVITÁVEL, pior ficará a situação…

    https://www.terra.com.br/economia/queiroz-galvao-pede-recuperacao-judicial-de-duas-subsidiarias-hidreletricas,497d0604d0e3c21e3a37c58870794b837hdh7dfy.html

    5+
  • CA 9 de abril de 2019 at 10:07

    https://www.infomoney.com.br/minhas-financas/credito/noticia/8111801/novo-cadastro-positivo-entra-em-vigor

    Trecho da notícia acima:

    “Cadastro positivo pode injetar R$ 1 trilhão na economia, estima governo”

    Comento:

    Pois é, o problema não é o super-endividamento que não para de crescer, a inadimplência absurdamente ANORMAL, a PROFUNDA DEGRADAÇÃO nos empregos, o que faltava para dispararmos no consumo, era só uma dose CAVALAR de otimismo UFANISTA!

    12+
    • avatar
    • avatar
  • Adriana_SP_Capital 9 de abril de 2019 at 10:19

    Guedes: Bancos terão que ‘despedalar’ e devolver recursos à União
    https://www.valor.com.br/brasil/6202839/guedes-bancos-terao-que-despedalar-e-devolver-recursos-uniao

    O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que os bancos públicos vão ter que “despedalar” e devolver os recursos que obtiveram da União. Em evento “E agora, Brasil?”, realizado pelos jornais “O Globo” e Valor Econômico, Guedes afirmou que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai devolver R$ 126 bilhões para a União.

    Segundo o ministro, os bancos públicos – citando não só o BNDES como também Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal – ainda terão que devolver mais R$ 80 bilhões referente aos chamados recursos híbridos. O governo, segundo o ministro, espera ainda que a União receba mais R$ 80 bilhões com privatizações. “Vamos gerar um caixa forte esse ano”, afirmou.

    12+
    • avatar
    • avatar
    • CA 9 de abril de 2019 at 10:52

      Adriana_SP_Capital,

      Para a CEF devolver os BILHÕES que usou em PEDALADAS, principalmente quanto ao crédito imobiliário PODRE que ela promoveu como nunca durante uma década, ela precisará fazer IPO (abertura de capital na BOVESPA) de 4 operações “filhas”.

      Para fazer o IPO das 4 operações filhas, a CEF terá que continuar MAQUIANDO e PEDALANDO com o crédito PODRE, SIMULANDO lucro recorde, para FAZER DE CONTA que a CEF e suas subsidiárias são bem administradas, de forma que estes IPO´s capturem o máximo possível de dinheiro, que será necessário para restituir ao Tesouro Nacional.

      Este é um dos motivos para o presidente da CEF, apesar de ter tomado conhecimento do relatório da CGU apontando IRREGULARIDADES graves na CEF quanto ao crédito imobiliário, não tenha adotado as ações EXIGIDAS de revisão de procedimentos, apuração e contabilização de prejuízos REAIS, dentre outros.Se fizesse isto e reconhecesse os PODRES da CEF, como poderia fazer o IPO de empresas filhas da CEF, quem se arriscaria?

      Este é um dos motivos pelos quais o presidente da CEF anunciou que pretende vender R$ 100 BILHÕES do crédito imobiliário via DERIVATIVOS (mesmo esquema que ampliou a DESTRUIÇÃO do subprime na bolha imobiliária americana), para pegar o dinheiro e PEDALAR com a oferta de crédito imobiliário pela CEF, DOBRANDO esta oferta de crédito imobiliário através de um banco PÚBLICO nos próximos anos, como ele prometeu. Desta forma, atrai ainda mais SARDINHAS, empolgados com esta visão “moderna” do banco, que entrou no esquema dos DERIVATIVOS prestes a explodirem mundo afora, bem no fim da festa…

      Só que este, como eu disse antes, é um GROTESCO erro estratégico deste governo: ao não auditar os bancos públicos, ignorar auditoria anterior e se tornar CÚMPLICE dos CRIMES cometidos por gestões anteriores e ainda, manter práticas contábeis INADEQUADAS e ampliar os esquemas de PEDALADAS, tudo isto para SIMULAR melhoria e valorizar o IPO das empresas da CEF, este governo está assumindo TODA a culpa por estas situações, ou seja, quando aparecer a REALIDADE, ele será apontado como o único culpado!

      12+
      • avatar
      • avatar
      • Adriana_SP_Capital 9 de abril de 2019 at 11:00

        CA,

        Sou funci do Banco do Brasil e está tendo uma auditoria na área de crédito do banco. Trabalho com análise de crédito imobiliário para pessoas físicas, kkk. Para aprender mais sobre o submundo desse assunto, caí nesse blog e no Observador do Mercado.

        27+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Adriana_SP_Capital 9 de abril de 2019 at 11:04

          PS: estamos liberando operações que comprometem bem mais que os famosos 30% da renda. Alguns, chegam a 55% da renda líquida.

          27+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • socrates 9 de abril de 2019 at 11:14

            o MP sabe disso?

            10+
            • avatar
            • avatar
            • CA 9 de abril de 2019 at 11:44

              socrates,

              O trâmite é que primeiro ocorra uma auditoria, como foi a do CGU, para DEPOIS disto, com um conjunto de evidências FARTAS, possam ser apresentados os resultados para os executivos dos bancos públicos.

              A partir do recebimento destas EVIDÊNCIAS, os atuais executivos deveriam fazer uma denúncia quanto aos CRIMES financeiros realizados junto ao MP.

              Na sequência, ocorreriam investigações que se aprofundariam nas PROVAS e seriam arrolados no processo aqueles que foram os mentores intelectuais dos crimes (o que no caso de banco público pode incluir até ministros), buscando estabelecer quais os relacionamentos e interesses dos mesmos, que em algum momento, neste caso, certamente esbarrariam nas relações ESPÚRIAS entre construtoras e políticos do alto escalão do governo.

              Ocorre que, como vimos no caso da auditoria do CGU que foi discutida no blog, não fizeram o que consta acima. Deram umas desculpas ESFARRAPADAS para as ANOMALIAS, prometeram mexer em um detalhe ou outro, reduziram UM POUCO as provisões FRAUDULENTAS e com este conjunto de ações para Inglês ver, deixaram o assunto morrer.

              Por que o novo governo não aproveitou a oportunidade para fazer as denúncias?

              Porque ele também tem o RABO PRESO com os agentes que perpetraram os crimes!

              Repito: Guedes fundou a BTG e foi presidente da PDG e estas duas tem relações espúrias entre si e com a CEF, seria ele ou algum indicado dele quem dispararia as denúncias acima? NUNCA!

              Outra: como disse acima, eles querem fazer IPO de empresas filhas de CEF e BB, como vão fazer isto se os PODRES aparecerem antes?

              A verdade não interessa aos políticos no comando, seja do presente ou do passado, o interesse é em PEDALAR e MAQUIAR o quanto puderem. Quanto a funcionários de menor escalão, dificilmente teriam credibilidade para fazerem uma denúncia e isto virar uma investigação com a profundidade requerida, para tal teriam que ter uma SUPER-EXPOSIÇÃO e até arriscarem sua VIDA para coletarem evidências e aparecerem como denunciantes, porque este esquema SUJO movimenta MUITO DINHEIRO e INÚMEROS INTERESSES ESCUSOS.

              9+
          • CA 9 de abril de 2019 at 11:24

            Adriana_SP_Capital,

            Sim, emprestar mais que o limite de 30% da renda INFELIZMENTE é uma praxe nos bancos públicos.

            Não sei quanto ao BB, mas na CEF, para aprovarem um percentual muito maior que os 30%, eles se utilizam de transferências entre conta correntes, às vezes de uma mesma pessoa que tem conta em dois bancos diferentes, para FAZER DE CONTA que aquilo é “renda informal”.

            Além disto, entram aqueles que viraram MEI e conseguem comprovantes falsos com contador, ou ainda, aqueles que falsificam hollerits.

            Na mesma linha, temos a situação em que colocam mais parentes para comprovar a renda do que aqueles que efetivamente vão ajudar a pagar o financiamento.

            Acima, apenas AMOSTRAS, tem muito mais TRUQUES SUJOS praticados para crescer a qualquer custo no crédito imobiliário.

            Isto atende às construtoras, que são sempre “amigas” do governo, não importa qual seja o governo. Ver relação ESPÚRIA de BTG, PDG e CEF, por exemplo, o Guedes foi presidente do Conselho da PDG, fundou a BTG e as duas fizeram “N” falcatruas entre si e com a CEF! Agora, o presidente da CEF é um ex-BTG!

            Isto atende ao governo, que precisa SIMULAR uma recuperação da economia “a qualquer preço”, de forma POPULISTA e IRRESPONSÁVEL.

            Isto atende aos executivos dos bancos, que ganham bônus maiores e até os funcionários com seus PLR´s.

            E quais as consequências da “festa do caqui” que consta acima?

            A inadimplência GERAL dispara! Para não perder o imóvel, a pessoa deixa de pagar a conta de luz, gás, IPVA, licenciamento de veículo, multa, boleto de loja, cartão de crédito, etc, etc, etc…

            Vários negócios veem reduções constantes e sensíveis: para não perderem o imóvel, a pessoa deixa de ter TV a cabo, deixa de fazer viagens, reduz seu consumo de “superfluos”, vai menos ao cinema e assim por diante.

            Como consequência do que consta acima, o consumo de forma geral cai, as empresas são obrigadas a demitir mais e isto retroalimenta o círculo vicioso destrutivo para economia.

            E como os bancos MAQUIAM a INEVITÁVEL disparada na inadimplência do crédito imobiliário, que acontece quando os CALOTES e redução de consumo acima não são o suficiente para pagar as “parcelinhas” do imóvel?

            Eles ignoram problemas GRAVÍSSIMOS, FAZENDO DE CONTA que nem existem, como ocorre com a CEF e a inadimplência de 36% no MCMV faixa 1, INVENTAM negociações MIRABOLANTES para FAZEREM DE CONTA que o cliente conseguirá pagar se trouxerem o juros mais baixo do futuro para o presente e levando o juros mais alto do presente para o futuro, parcelam pagamento de dívidas inadimplentes em vários meses ou anos sem juros, ou com “desconto” de 80% se pagar à vista, revendem parte do crédito PODRE com descontos de até 90% para empresas ABUTRES, dão “descontos” de até 80% nos leilões, INVENTAM aluguel de imóvel retomado para que ele não conste como pendente de leilão, etc, etc, etc…

            De novo, quando mais PEDALAM e MAQUIAM, piores serão as consequências.

            Gostaria de acreditar que a auditoria no BB a que você se refere ajudaria a coibir o que consta acima, no entanto, INFELIZMENTE este governo já deixou claro que vai fazer VISTA GROSSA, no mínimo até fazerem os IPO´s de empresas filhas de CEF e BB. A conferir…

            10+
            • avatar
            • avatar
      • socrates 9 de abril de 2019 at 11:13

        seria eese um “empairment” com nossos primos da North Banania?
        Tipo: afundemos todos unidos?

        8+
        • avatar
  • Cajuzinha 9 de abril de 2019 at 10:34

    Indicadores apontam ritmo de crescimento abaixo do esperado, diz BC
    Roberto Campos Neto, presidente do banco, afirmou precisar de tempo para analisar atividade econômica antes de mudanças na taxa básica de juros
    Por Reuters access_time 9 abr 2019, 09h26 – Publicado em 8 abr 2019, 15h16 more_horiz

    “É importante observar o comportamento da economia brasileira ao longo do tempo, com menor grau de incerteza e livre dos efeitos dos diversos choques a que foi submetida no ano passado”, disse Campos Neto.

    “Esta avaliação demanda tempo e não deverá ser concluída a curto prazo”, completou ele.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 9 de abril de 2019 at 11:10

      Cajuzinha,

      Outro dia disseram que agora em 2019 ainda estávamos sofrendo com os efeitos da greve dos caminhoneiros de maio/2018, quase 1 ano atrás!

      Agora, o presidente do BC reforça esta leitura e junta na conta, os efeitos das eleições, que levaram a crescimento mais relevante do dólar e estes fatores da greve e das eleições teriam sido, segundo ele, os “choques na economia” que seriam a causa para termos até hoje uma atividade econômica que não corresponde às “expectativas”.

      Antes disto, nos últimos ANOS (desde 2015, pelo menos), já utilizam a desculpa que o fato de ainda não termos votado a reforma da previdência é que “trava” a economia.

      De novo, é tudo FUGA DA REALIDADE. Estas desculpas ESFARRAPADAS já ficaram velhas, mas enquanto todos estiverem “engolindo” estas estorinhas para boi dormir, eles vão continuar DESINFORMANDO…

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • socrates 9 de abril de 2019 at 11:15

        tenso…
        já diziam os pais da Sandy e Junior:

        “…Vou negando as aparências
        Disfarçando as evidências…”

        16+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Cajuzinha 9 de abril de 2019 at 11:21

          …Chega de mentiras

          kkkkkkkkkkkk

          11+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • DouglasteR 9 de abril de 2019 at 14:58

            A bolha é sempre igual
            O crédito explode no final
            E a economia vai pro pau……………

            Esse é o meu BiB.

            9+
            • avatar
  • Cajuzinha 9 de abril de 2019 at 10:36

    FMI reduz projeção de crescimento do Brasil para 2019 e cita necessidade de reformas

    Em seu relatório Perspectiva Econômica Global divulgado nesta terça-feira, o FMI cortou a projeção de crescimento do PIB em 2019 para 2,1 por cento, contra taxa de 2,5 por cento prevista em janeiro.

    Quanto ao déficit em transações correntes, o FMI estima que ele será de 1,7 por cento do PIB em 2019, ligeiramente pior que a estimativa de rombo de 1,6 por cento dada em outubro passado. Para 2020, a previsão é de déficit de 1,6 por cento.

    Já para a taxa de desemprego no Brasil, a perspectiva é de que alcance 11,4 por cento em 2019 (10,7 por cento na previsão anterior), caindo para 10,2 por cento em 2020.

    https://extra.globo.com/noticias/economia/fmi-reduz-projecao-de-crescimento-do-brasil-para-2019-cita-necessidade-de-reformas-23584367.html

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 9 de abril de 2019 at 10:37

      FMI mais pessimista desce previsão de crescimento mundial para 3,3% em 2019
      Lisboa, 09 abr 2019 (Lusa) — O FMI reviu hoje em baixa a sua estimativa para o crescimento da economia mundial para 3,3% em 2019, menos 0,2 pontos percentuais face à estimativa de janeiro, mantendo a previsão de uma expansão de 3,6% para 2020.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 9 de abril de 2019 at 11:01

    Reforma da Previdência: “impossível” no 1º semestre
    Maia afirmou que “é impossível” a reforma ser promulgada ainda no 1º semestre, ou seja, ser aprovada pela Câmara e pelo Senado.

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Paulo Avelar 10 de abril de 2019 at 03:17

      O Cunha, digo o Maia, digo, o Severino, digo o Aécio Neves, O Arruda, todos que foram corruptos e assumiram esse honroso cargo de distribuidor de propina e de acionador de motor de estagnação do país.
      É como o Modesto Carvalhosa diz, a democracia só seleciona os piores picaretas. Por mim fechava todos cargos políticos, toda justiça superior e colocava para substituir um soft, um APP, um programa de computador para decidir.

      3+
  • Rico 9 de abril de 2019 at 11:52

    As pérolas do Amorinha:

    https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6521391971087589376

    Com o crescimento da renda e do consumo em países emergentes, em 16 anos, haverá 9 vezes mais gente voando de avião neles do que na União Europeia e EUA somados. Este mesmo fenômeno vai gerar grandes oportunidades em todos os setores da economia de países como o Brasil.

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 9 de abril de 2019 at 11:57

      Rico,

      O Amorinha já perdeu o senso de ridículo faz tempo! Pior que ele ainda tem uma leva de seguidores e é considerado uma “referência” entre os “especialistas economistas”, para você ver como estamos mal na foto…

      19+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cadeludo 9 de abril de 2019 at 12:43

        chega a ser humilhante

        9+
        • avatar
    • Paulo Avelar 10 de abril de 2019 at 03:12

      Seria o mesmo fenômeno que aconteceu com máquinas de lavar, fogão microondas que quase toda casa tem hoje, mas que era luxo de classe média alta nos anos 70.
      Eu não curto viajar de avião, não curto viajar na verdade, não é por causa do preço.
      Eu não estou sozinho nessa.

      3+
  • CA 9 de abril de 2019 at 14:42

    https://www.infomoney.com.br/blogs/economia-e-politica/jogo-das-regras/post/8112865/a-reforma-tributaria-da-camara-dos-deputados-virou-pauta-bomba

    O que está nas “entrelinhas” da notícia acima, é preocupante.

    Ao que tudo indica, “da noite para o dia”, a câmara, por iniciativa de Maia, ressuscitou uma PEC para reforma tributária e a impressão que tenho, é que isto se relaciona a uma disputa entre câmara e governo, quanto a uma dentre duas possibilidades:

    1) A câmara quer o protagonismo da reforma tributária, mesmo sem ter o corpo técnico nem as informações para fazer uma boa proposta, só para “chantagear” o governo em nome da velha política, para nos bastidores receber cargos ou liberação de verbas ou outras benesses em troca de abdicar desta versão e substituir por uma versão feita pelo governo ;

    OU

    2) Maia quer o protagonismo porque é tema central e ele quer ter uma visibilidade positiva junto à empresários e a população, pensando talvez em alguma candidatura à presidência no futuro.

    O fato é que, como colocado na reportagem, quem sai perdendo mais uma vez é a população. Como disse acima, a câmara não é o órgão mais correto para elaborar esta proposta.

    De uma certa forma, creio que tal movimento tem alguma relação com a outra medida aprovada recentemente na câmara que prejudicou o governo com um engessamento ainda maior no orçamento, algo no mínimo estranho e que demonstra uma PROFUNDA falta de alinhamento entre câmara e executivo, PREOCUPANTE, principalmente porque terão a reforma da previdência e depois “N” outros assuntos críticos para o país que precisarão passar pela câmara…

    9+
    • avatar
    • avatar
  • Scaravelhoo 9 de abril de 2019 at 15:35

    Pessoal… Estou de mudança para os states.
    Pergunto aos universitários, deixo investimentos aqui em terras tupiniquins… Esperando o governo aumentar a taxas e o câmbio inverter…
    Ou toco o fdas e transfiro tudo pra lá.. E dolarizo tudo de uma vez e vida que segue… .????

    10+
    • avatar
    • Rico 9 de abril de 2019 at 16:23

      Não há nenhum fator para elevar a taxa de juros por aqui. Economia fraca, pouco consumo, governo endividado… Tudo são fatores para baixar ainda mais a taxa de juros.

      11+
      • avatar
      • CA 9 de abril de 2019 at 17:38

        Rico,

        Isto enquanto continuarmos tendo apenas “amostras grátis” da explosão da bolha das bolhas americana.

        No primeiro semestre do ano passado, o Brasil esteve no top 3 de maior desvalorização cambial dentre as economias emergentes, atrás apenas de Argentina e Turquia, graças às ameaças quanto a nossa eleição e mais o fato de termos uma relação divida / PIB 50% acima da média dos emergentes, junto com as “AMOSTRAS GRÁTIS” da bolha das bolhas americana.

        Já naquela época, se cogitou aumentar os juros para combater uma fuga ainda maior de investidores e correspondente escalada do dólar em patamar ainda maior. Lembrando que nos casos de Argentina e Turquia, que estavam logo acima do Brasil neste ranking de risco, eles foram OBRIGADOS a aumentarem o juros básico da economia deles.

        Para 2019, se não tivermos a reforma da previdência, é certo que teremos nova fuga em massa de investidores do país, fazendo com que aquilo que aconteceu no primeiro semestre de 2018 pareça “brincadeira de criança” e OBRIGANDO o Brasil a aumentar seus juros, de forma análoga ao que fizeram Argentina e Turquia no ano passado.

        Da mesma forma, se a explosão da bolha das bolhas americana ocorrer de forma mais visível ANTES de aprovarem a reforma da previdência, é provável que a fuga de dólares seja tão intensa e rápida que também force o aumento dos juros.

        Sem contar que se tivermos uma combinação de não aprovação da reforma da previdência com explosão mais visível da bolha das bolhas americana, não só teremos um aumento da SELIC, como ele também será bem mais relevante que nos cenários acima.

        Alguém poderia dizer: ah, mas é certo que vão aprovar a reforma da previdência e vão empurrar a explosão da bolha das bolhas americana para não se tornar mais visível nunca. Pois é, o mesmo que diziam sobre a Dilma empurrar o déficit fiscal para sempre, que o Brasil não ia entrar em crise porque o governo não queria e era só imprimir dinheiro gerando inflação sem se preocupar com o amanhã, que o “novo modelo econômico global não entraria em declínio” e uma INFINIDADE de outras previsões SIMPLISTAS e FURADAS baseadas no wishful thinking, apenas o DESEJO das pessoas de que não acontecesse…

        7+
        • avatar
        • Rico 11 de abril de 2019 at 16:17

          Isso não vai acontecer antes da eleição presidencial dos EUA.

          0
    • Money_Addicted 9 de abril de 2019 at 16:46

      va e nao olhe pra tras

      boa sorte

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Paulo Avelar 10 de abril de 2019 at 03:08

      Por quanto tempo? O resto da vida, ou somente enquanto dura o mestrado?

      3+
    • Senhor Bolha 11 de abril de 2019 at 11:15

      Dolariza o que poder, como aumento déficits a moeda vai depreciar.

      1+
  • Cajuzinha 9 de abril de 2019 at 15:47

    https://www.em.com.br/app/noticia/economia/2019/04/09/internas_economia,1045051/atividades-varejistas-que-dependem-de-renda-mais-folgada-nao-mostram-c.shtml

    “A taxa de desocupação cresceu nesse mês de fevereiro, um milhão de desocupados a mais. A massa (salarial) está estável, por conta de uma reposição do salário mínimo. Se você não tem geração de empregos virtuosa, nem em quantidade nem em qualidade, o comércio reage. A inflação está mais comportada do que no ano anterior, tem vários grupamentos com menor inflação, mas ainda assim a massa de salários que circula na economia não cresce”, ressaltou Isabella Nunes.

    9+
    • avatar
    • avatar
    • CA 9 de abril de 2019 at 18:12

      Cajuzinha,

      “Engraçada” a forma como eles colocam o assunto:

      Varejistas que dependem de renda mais “folgada” não estão demonstrando retomada…

      Será que esta é a abordagem mais REALISTA e ESCLARECEDORA?

      E sobre a causa para a renda não ter “folga”, será que é exclusivamente “um mercado de trabalho com geração modesta de empregos”? Onde fica a geração de vagas formais do CAGED para um mês de fevereiro, que em 2019 bateu o recorde desde 2014 (rs)?

      Sem contar que geração de empregos é CONSEQUÊNCIA e não causa!

      O que é o principal OFENSOR quanto à renda disponível das famílias? BOLHA!

      Quando você tem um crédito imobiliário concedido que se multiplica por mais de 40 VEZES no prazo de uma década, saindo de menos de R$ 2 bilhões por ano em 2004 para mais de R$ 100 bilhões por ano em 2014, você tem um GIGANTESCO volume de pessoas que aumentou muito o seu endividamento e com comprometimento fixo da renda ao longo de DÉCADAS!

      Em todas as economias do mundo que tiveram crescimento muito rápido do crédito imobiliário concedido, a renda disponível para o consumo diminuiu muito e com isto, veio uma crise, onde a recuperação só começou de forma EFETIVA e CONFIÁVEL, quando reconheceram o erro e deixaram de estimular o crescimento ANORMALMENTE rápido e intenso na concessão do crédito imobiliário.

      Agora, imagine um país como o Brasil, que além de ser emergente, bateu todos os recordes mundiais não só no crescimento do crédito imobiliário concedido, como também, no percentual dos preços dos imóveis e na sua DESPROPORÇÃO em relação à renda, a tal ponto que o endividamento das famílias com o crédito imobiliário em relação à sua renda dos últimos 12 meses simplesmente SEXTUPLICOU no período de 10 anos?

      Quer PIORAR? Veja acima a declaração de Adriana_SP_Capital, em que o BB faz empréstimo imobiliário comprometendo mais de 50% da renda líquida das famílias e lembre-se que na CEF foi BEM PIOR que isto, sendo que tal situação com bancos públicos ocorreu ao longo de mais de UMA DÉCADA, com a CEF respondendo sozinha por quase 70% de todo o crédito imobiliário concedido e ainda, é algo que CONTINUA OCORRENDO até hoje!

      Como vai sobrar dinheiro para as famílias consumirem, se este gigantesco volume de pessoas foi DIRECIONADO via crédito imobiliário SUBSIDIADO e “facilidades” para obter o crédito do imóvel mesmo quando a pessoa claramente não terá condição de pagar por isto ao longo dos anos?

      Não é a toa que foi exatamente neste período que vimos o super-endividamento e a INADIMPLÊNCIA crescendo de forma EXPONENCIAL! Para continuar pagando pelo seu imóvel, as pessoas foram OBRIGADAS a reduzirem todos os outros gastos o quanto podiam! Por isto que o consumo entrou em franco declínio e ficou em patamar baixo de forma constante, levando a diversos outros efeitos colaterais, como fechamento de empresas em larga escala, redução de negócios e outras situações que alimentaram a PROFUNDA DEGRADAÇÃO dos empregos que temos tido ao longo dos últimos anos!

      Esta é a causa RAIZ dos problemas, repito, a PROFUNDA DEGRADAÇÃO dos empregos, é uma das CONSEQUÊNCIAS da bolha e não a causa RAIZ dos problemas mais graves que vemos hoje!

      Tem ainda uma outra questão relevante nesta “análise” feita no artigo acima que também é falha:

      Falam sobre massa de renda estagnada como uma das causas para o problema da queda em setores não essenciais do varejo.

      De novo, estão falando sobre uma CONSEQUÊNCIA, conforme demonstrado acima e não uma causa. Mas o erro é ainda mais grave:

      Na realidade, a renda líquida das famílias CAIU e o IBGE não consegue demonstrar isto em suas estatísticas, ou seja, a situação é ainda PIOR.

      Lembremos que com o recorde de INFORMALIDADE e empreendedores por NECESSIDADE, as pessoas que se enquadram nestas categorias deixaram de ter alguns benefícios dos quais dispunham antes como CLT, como convênio médico, vale refeição, vale transporte e outros, com os quais eles tiveram que arcar e isto não foi abatido para considerarem como ficou a renda LÍQUIDA destas famílias.

      Outro ponto não considerado, foi que no salário CLT as pessoas tinham INSS, adicional de férias, décimo terceiro, às vezes prêmios, etc, sendo que não tem NADA disto enquanto INFORMAIS ou empreendedorismo por NECESSIDADE e com isto, tem também um rendimento LÍQUIDO bem menor.

      Para finalizar quanto às distorções, tem que se considerar que às vezes, para exercer a função, os gastos são muito maiores, como no exemplo do Uber e afins, onde gastam com gasolina, manutenção do veículo e uma série de itens, de forma INTENSA, REPRESENTATIVA e isto também abate da receita líquida disponível para o consumo.

      Então, a tal “massa de renda estável” que todos consideram na análise acima, está DETURPADA, temos uma massa de renda LÍQUIDA e DISPONÍVEL para o consumo que está cada vez mais reduzida conforme a INFORMALIZAÇÃO e o empreendedorismo por NECESSIDADE vão batendo recorde atrás de recorde, enquanto em contra-partida, as vagas formais para profissionais qualificados diminuem mês após mês ao longo dos últimos anos.

      Como sempre, os “especialistas economistas”, do alto de suas torres de marfim e longe de nós que somos pobres mortais, estão MUITO LONGE da REALIDADE, por isto que continuam e continuarão sendo surpreendidos pelos resultados REAIS da economia e também por isto que eles não fazem a menor ideia do que deve ser feito para estancar a SANGRIA e acreditam CEGAMENTE nas promessas do governo de que a reforma da previdência é o Santo Graal que garantirá a vida eterna do crescimento de nossa economia, dos empregos e de tudo de bom que se relaciona a eles, um MONSTRUOSO ENGANO que cobrará um preço bem alto quando finalmente descobrirem que não é verdade, até porque, a previdência não tem NADA A VER com a causa raiz dos problemas acima, logo sua reforma não poderia de forma alguma resolver estes problemas em definitivo, vai ajudar apenas a darmos alguns “pulinhos no fundo do poço”, para depois, termos novas e intensas FRUSTRAÇÕES…

      9+
      • avatar
  • Carlos 9 de abril de 2019 at 18:05

    Da série: Bolhas, bolhas por toda parte ..

    10 cities in danger of a housing crash this year

    With Manhattan real estate reporting its longest losing streak in 30 years, and its worst first quarter since the financial crisis, according to Douglas Elliman, it’s no surprise that many cities around the country are in danger of a housing crash this year.

    According to a new report released Monday, more than 40 U.S. cities are nipping at the heels of a potential housing crisis especially in “old” Northeast and Midwest cities.

    Researchers then used key factors, including the percentage of homes with mortgages with negative equity (also known as “underwater”), meaning the home is currently worth less than the total cost of the mortgage, along with city’s mortgage delinquency rate from Zillow’s February 2019 index.

    Additionally, the personal finance website calculated each area’s homeowner vacancy rate and rental rate using data from the Census Bureau’s 2017 American Community Survey combined with foreclosure rates from RealtyTrac.

    1. Newark, New Jersey
    2. Detroit, Michigan
    3. Bridgeport, Connecticut
    4. Baltimore, Maryland
    5. Hartford, Connecticut
    6. Paterson, New Jersey
    7. Cleveland, Ohio
    8. Fayetteville, North Carolina
    9. Dayton, Ohio
    10. Montgomery, Alabama

    Nada colossal ainda, mas somente porque muita gente ainda tem a ilusão de que que “New Yok” é o melhor lugar do universo e pagam fortunas pra morar em velhos apartamentos mofados.

    5+
    • avatar
  • Dr. Estranho 9 de abril de 2019 at 19:37

    E, no Rio de Janeiro, afogado até o talo em chuvas, violência, drogas e bolha, é só chororo. PQP!!!!! Vivemos num chiqueiro e é só reclamação que está sujo. LIMPEM [email protected]&.

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • CA 9 de abril de 2019 at 19:49

    Um raciocínio “singelo”:

    De quanto é o PIB brasileiro?

    https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/23886-pib-cresce-1-1-em-2018-e-fecha-ano-em-r-6-8-trilhoes

    Em 2018, fechamos com um PIB de R$ 6,8 TRILHÕES.

    Quais as PROMESSAS do Guedes, parafraseando o Ciro, só para falar daquelas que “dão TRILHÃO”?

    https://www.infomoney.com.br/negocios/grandes-empresas/noticia/8113317/vai-para-mais-de-r-1-tri-o-valor-de-estatais-a-serem-privatizadas-diz-guedes

    http://rexperts.com.br/governo-tem-r-1-trilhao-em-imoveis-hora-de-vender-ativos-e-quitar-a-divida/

    https://www.infomoney.com.br/minhas-financas/credito/noticia/8111801/novo-cadastro-positivo-entra-em-vigor
    Sub-título da notícia acima: “Cadastro positivo pode injetar R$ 1 trilhão na economia, estima governo”

    https://www.valor.com.br/politica/6062625/governo-quer-r-1-trilhao-com-reforma

    Só nas 4 PROMESSAS acima, temos mais de R$ 4 TRILHÕES que serão gerados por este governo!!!

    Estamos falando que em apenas um mandato, serão adotadas ações que vão gerar o equivalente a aproximadamente 59% do nosso PIB em resultado financeiro para o país!!!

    Isto nunca aconteceu na história mundial! Somos FANTÁSTICOS, INSUPERÁVEIS!

    Não há com duvidar dos números acima, afinal:

    1) 1TRILHÃO em venda de imóveis do governo federal: quase não temos vacância de imóveis comerciais, não existe uma PROFUNDA DISTORÇÃO entre oferta e procura, os preços dos imóveis não estão MUITO longe dos fundamentos e da REALIDADE da economia, o Apocalipse do Varejo não está se aprofundando no Mundo todo e no Brasil, estamos falando de imóveis “maravilhosos”, que muitas vezes estão mal conservados, destruídos, ocupados por sem-teto, dentre outras “N” situações que “valorizam” estes imóveis, a liquidez global está se expandindo como nunca, junto com a evolução do PIB mundial e com isto, teremos fila de empresas multinacionais para comprarem estes imóveis, fora a enormidade de empresas no país ávidas para expandirem rapidamente os seus negócios e com uma enorme sobra de caixa e sem dívidas, com toda a vontade de comprar imóveis por preços milionários, ou porque não dizer, bilionários. Se um dia já disseram que o palácio imperial japonês valia mais que todos os imóveis da Califórnia juntos, ou que quitinetes em áreas nobres de São Paulo “valiam” mais de R$ 1 milhão, por que não acreditar nesta “avaliação” sobre o quanto vamos obter com a venda de imóveis do governo federal?

    2) 1 TRILHÃO com estatizações de empresas federais: mesmo sem privatizarmos Petrobrás, CEF e BB, graças a mais de 100 empresas privatizáveis, muitas delas sem NENHUMA utilidade para a iniciativa privada (aka cabides de empregos), mais aquelas com profundas MAQUIAGENS e PEDALADAS, como as empresas filhas da CEF e BB, por exemplo, o que só “valoriza” estes Ativos, teremos ainda um efeito multiplicador graças a um Tsumoney, uma entrada de dinheiro vindo do Exterior em uma proporção como NUNCA antes aconteceu na história da humanidade, tudo graças ao nosso Santo Graal, a reforma da previdência, que fará com que tenhamos vida eterna para o crescimento da economia, dos empregos e de tudo de bom que existe no país, quem poderia duvidar disto? Isto sem contar o que já mencionei antes, sobre a “crescente” liquidez global, o pessoal cada vez mais animado com o PIB mundial, cada vez mais as empresas ao redor do globo ampliando seus negócios ao invés de fecharem suas unidades, a clara sobra de dinheiro e falta de endividamento para muitas empresas nacionais comprarem empresas públicas e por aí vai;

    3) 1 TRILHÃO via novo cadastro positivo: para um país que tem mais de 62 MILHÕES de inadimplentes, o equivalente a mais de 60% da PEC (População Economicamente Ativa) e onde o cadastro positivo será aplicável para aqueles que são a MINORIA das pessoas, em especial aquelas que não querem nem planejam de forma alguma se tornarem super-endividados, em meio a uma PROFUNDA DEGRADAÇÃO dos empregos e perda na renda média LÍQUIDA e REAL, nada mais fácil do que gerarmos “um trilhãozinho” A MAIS no consumo, não é mesmo? Alcançaremos mais uma vez um crescimento em proporção ao consumo atual que não possui paralelo na história do Universo, da noite para o dia e através de uma singela ação de identificar quem é bom pagador e oferecer juros menor para ele aumentar o consumo, que ideia GENIAL e que estimativas PRECISAS!

    4) 1 TRILHÃO em redução de despesas da previdência, ao longo de 10 anos, após a aprovação da reforma: não teremos pessoas ANTECIPANDO sua aposentadoria para não se submeterem às novas regras, não teremos servidores públicos mudando o regime de previdência em função do aumento compulsório de suas contribuições, não teremos uma desidratação profunda dos valores a serem economizados pelo congresso, não teremos mais pessoas optando por previdência privada e deixando de contribuir com a previdência pública, não continuaremos tendo uma escalada sem precedentes na INFORMALIDADE e no empreendedorismo por NECESSIDADE onde as pessoas reduzirão fortemente ou simplesmente não farão contribuições ao INSS, não continuaremos tendo uma perda de empregos formais mais qualificados como ocorre mês após mês ao longo de ANOS e que também colabora para reduzir as contribuições ao INSS, tudo será PERFEITO e MÁGICO, alcançando mais este “trilhãozinho” de resultado.

    Que governo FANTÁSTICO!

    Quando achávamos que as promessas de Lula e Dilma sobre Copa do Mundo, Olimpíadas, Pré-Sal, Trem-bala, etc, eram o máximo que alguém poderia VIAJAR NA MAIONESE, vem o novo governo e DOBRA A META!

    15+
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 9 de abril de 2019 at 21:02

      CA
      Existe uma grande possibilidade do Brasil entrar no foco dos investidores internacionais
      Não porque o governo + congresso estariam trabalhando bem para um aumento da produtividade global, mas por conta de fundos de investimento internacional utilizaram as vendas, privatizações e concessões para realizarem uma diversificação da carteira, em virtude das fragilidades do Yuan, Euro e Dolar.
      Falo isso pelo ágio que o governo está conseguindo com as concessões feitas até agora, dos aeroportos e energia elétrica.
      Nos governo Lula e Dilma, o foco era arrecadar o máximo valor com muita regulação e pouca liberdade tarifária, nas do governo Bolsonaro o foco está sendo os investimentos, e com grande liberdade tarifária e baixa regulação.
      http://www2.planalto.gov.br/acompanhe-o-planalto/noticias/2019/03/novos-contratos-de-energia-eletrica-geram-r-13-bilhoes-em-investimentos-para-o-pais

      7+
      • Carlos 9 de abril de 2019 at 22:10

        Só quem estava “entrando” no Brasil ou prometendo eram os chineses, agora eles tem seus próprios problemas para resolver.
        Qual o motivo do interesse estrangeiro? Jesuis? o messias? Os novos liberais?
        Existe qualquer fator or fatores que motivem tal interesse?

        5+
      • CA 10 de abril de 2019 at 05:56

        Cesar_DF,

        Não disse que os investimentos não vao aumentar, eu comentei que não vai dar TRILHÃO em privatizações porque as empresas a privatizar, concessões, etc, nunca valeram isto, nem de perto e além disto, existem “N” fatores que são obstáculos relevantes e detalhei acima.

        Agora, se você acha que dá TRILHÃO e é um número realista, vamos observar se é verdade, ou apenas um repeteco da disparada de investimentos diretos pos eleição porque empresários estavam com a grana engatilhada (que NÃO aconteceu), da recuperação do consumo em função do resultado de novembro/18 (que NÃO aconteceu), da recuperação dos empregos em função do CAGED de fevereiro /19 (que NÃO aconteceu), dentre outros “FALSOS positivos”.

        Se você acha que a liquidez global está crescente, que o otimismo com emergentes está crescente, que o PIB global está crescente, que as empresas a privatizar valem isto, que não há uma enormidade de pedaladas e maquiagens em empresas da CEF e do BB e que os empresários nacionais também estão cheio da grana e sem dividas, traga para nós as evidências quanto a isto, porque tudo que temos visto SEMANALMENTE é exatamente o CONTRÁRIO disto…

        4+
        • avatar
    • Paulo Avelar 10 de abril de 2019 at 03:06

      Eh um trilhão em 20 anos ou 10 anos, não é em um ano. Quem é contra a reforma da previdência deveria sofrer mais que um grego ou venezuelano na minha opinião, seria merecido esse sofrimento.

      0
      • CA 10 de abril de 2019 at 05:42

        Paulo Avelar,

        Veja o que eu escrevi acima:

        “1 TRILHÃO em redução de despesas da previdência, ao longo de 10 anos, após a aprovação da reforma: ”

        Você consegue entender o trecho acima? Percebeu que falei 10 anos e não 1 ano? Precisa que alguém traduza o que consta acima para você?

        Outro ponto: NÃO escrevi em lugar nenhum que sou contra a reforma da previdência, ao contrário, já disse INÚMERAS vezes que sou a favor.

        O que sou contra é FAZER DE CONTA que ela é o Santo Graal e vai resolver em definitivo todos os problemas do país da noite para o dia gerando R$ 1 TRILHÃO de economia em 10 anos, gerando 8 milhões de empregos a mais em 4 anos, reduzindo a SELIC para 2%, garantindo o crescimento da economia ao longo dos próximos 10 ANOS e ainda um crescimento do PIB de 6% nos 12 meses após sua aprovação, como prometido por Guedes, Sachsida e Maia, autênticos PEGA-TROUXAS que fazem com que o governo não combata a causa RAIZ dos principais problemas, gera otimismo UFANISTA levando todos a projeções erradas que trazem mais prejuízos do que resultados positivos e que assim intensifique a crise que já vivemos.

        Caso seja analfabeto funcional ou tenha preguiça de ler abstenha-se de comentar, pelo menos não passará vergonha…

        13+
        • avatar
      • Cesar_DF 10 de abril de 2019 at 09:38

        Paulo Avelar

        Um deputado do PT fez uma proposta ao Paulo Guedes que considerei excelente: “Se você propor uma aposentadoria de CAPITALIZAÇÃO para os militares, nós assinaremos em baixo a proposta da nova previdência.”

        Kim Kataguiri irá propor emenda neste sentido
        https://mblnews.org/noticia/video-pt-caiu-na-armadilha-entenda/
        https://www.youtube.com/watch?v=5C-VnZdDudo

        6+
  • Dr. Estranho 9 de abril de 2019 at 19:53

    CA.
    Deixe de ser pessimista. Com o cadastro positivo as taxas de juros cairão cerca de 0.000001%. Sendo assim haverá uma hiper-valorização imobiliária, subindo cerca de 30% ao ano. Agora é a hora. Comprem!

    21+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Dr. Estranho 9 de abril de 2019 at 19:55

    Visitar imóvel para alugar é curioso. Sempre me deixa a dúvida de quem morava naquela coisa deprimente. Irão continuar vazios até a próxima bolha.

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Hard Core 9 de abril de 2019 at 21:29

      Tem razão Dr. Estranho. Quero me mudar de AP para casa por razões pessoais (cidade até 300 mil hab.). Fui visitar uma hoje ( nas fotos da corvolária) parecia boa. Cheguei lá e era uma “baiuca” . Perdi 1 hora do meu tempo… Entreguei a chave, sorri e acenei…

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 9 de abril de 2019 at 20:46

    Agora que o Hell de Janeiro vai valorizar mais ainda

    O Rio de Janeiro é um enorme buraco financeiro, moral, político, logístico, até emocional. É terrivelmente triste viver na cidade hoje. O clichê “não há saída” é sentido concretamente. Como pensar numa “refundação” (outro clichê) se o buraco é tão fundo e tão largo? E é um buraco que cresce há muito tempo — bem antes de Cabral, diga-se, embora ele seja o representante maior da casta de governantes que se empenhou para destruir o Estado e a capital.

    https://epoca.globo.com/o-rio-de-janeiro-um-grande-buraco-artigo-23585623

    ===============================================================

    Datafolha: 73% dos moradores do Rio querem deixar a cidade por medo da violência

    Pesquisa ainda mostra que um terço dos cariocas já esteve em meio a um tiroteio e que 92% temem morrer por bala perdida, em um fogo cruzado ou em um assalto

    https://www.destakjornal.com.br/cidades/rio-de-janeiro/detalhe/datafolha-73-dos-moradores-do-rio-querem-deixar-a-cidade-por-medo-da-violencia

    13+
    • avatar
    • CA 9 de abril de 2019 at 21:04

      Cesar_DF,

      92% temer morte por bala perdida, creio que é pior do que em zona de guerra. A situação realmente está insuportável para grande parte da população e creio que a tendência é do êxodo do RJ se intensificar, quando CONSEGUIREM.

      Acho que só não se acelerou até agora, porque faltam empregos em outras cidades para o Carioca se sustentar, tanto quanto falta no próprio RJ e se ele tem imóvel por lá, não consegue vender pelo preço SONHADO nem depois de meses ou ANOS, daí fica sem a grana desejada para mudar de cidade e eventualmente comprar outro imóvel ou ter uma segurança financeira maior pela mudança de cidade.

      Já para os milionários, tem aqueles que se acostumaram com carros blindados, seguranças, prédios super protegidos e que apesar de tudo amam a cidade, porque ainda conseguem ter um grau de proteção que pouquíssimos tem e aqueles que já se mudaram ou estão prestes a fazer isto, fora uma exceção daqueles que “na fé” não contam com estes aparatos e apostam na “sorte” para salva-los…

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Rico 10 de abril de 2019 at 11:45

      Nossa! quem são os 27% que querem continuar no RJ?

      6+
      • avatar
  • Alemon Fritz 9 de abril de 2019 at 23:27

    só pra lembrar que é um sintoma também de demanda:

    -Rio de Janeiro é o estado com maior parcela de população idosa.
    São mais de três milhões acima dos 60 anos, ou um quase um quinto do total.
    No rj com 18,7% do total dos moradores em 2016. Em todo o país, a taxa é de 14,4%.
    24/11/2017 – 13:06 / Atualizado em 24/11/201 globo

    Os idosos não conseguem mais levar a família nas costas, a família por sua vez espera herdar e ou construiu milhares de imóveis e puxadinhos na bolha… ou não querem vender pois se pagarem as dívidas ficam sem patrimônio…

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 10 de abril de 2019 at 00:11

      e pro brasil
      Cada vez mais velha, população brasileira chega a 208 milhões –
      A população brasileira em 2018 teve aumento de 0,38% (ou 800 mil ), …
      ….calculei que se contar a queda de crianças chega a 0,45% ao ano. (não há PIB que acompanhe).

      9+
      • avatar
      • avatar
      • amongyou 10 de abril de 2019 at 05:41

        Ué, pensei que a taxa de crescimento populacional havia diminuído?

        5+
        • avatar
        • Alemon Fritz 10 de abril de 2019 at 09:02

          sim, perdemos quase 2 milhoes de pessoas, mas os velhinhos estão sobrevivendo mais, a pop brasileira vai crescer um pouquinho até 2037, mas terá mais velhos que jovens em 2028… e a pop vai cair após 2045…

          11+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • socrates 10 de abril de 2019 at 09:09

            Amem

            3+
            • avatar
    • Cesar_DF 10 de abril de 2019 at 09:43

      Rio ainda tem mais servidores federais que Brasília

      Brasília – Passados quase 52 anos da transferência da capital federal para Brasília, o Rio de Janeiro abriga até hoje o maior número de servidores públicos federais. Mesmo sem incluir na contabilidade poderosas estatais, como a Petrobras e o BNDES, o Rio detém cerca de 20% de todo o funcionalismo público federal da ativa ante pouco mais de 11% dos servidores lotados em Brasília.

      https://exame.abril.com.br/mundo/rio-ainda-tem-mais-servidores-federais-que-brasilia/

      8+
      • avatar
  • Cajuzinha 10 de abril de 2019 at 08:04

    Ricardo Piscitelli:
    “Só este ano foram oito estimativas para baixo. Eu vejo realmente com preocupação”, afirmou Piscitelli. Para ele a falta de otimismo e resultados econômicos podem desencadear movimentos de convulsão social ou reações violentas no país. “A situação é grave e séria. Há uma insensibilidade social e pelo andar da carruagem das pessoas que fazem parte do governo, a minha sensação é de que vai piorar”, disse.

    https://www.revistaforum.com.br/expectativas-frustradas-e-economia-em-ritmo-lento-o-que-dizem-economistas-sobre-os-100-dias-do-governo-bolsonaro/

    7+
    • avatar
    • CA 10 de abril de 2019 at 09:18

      Cajuzinha,

      A revistaforum é um blog de esquerda com forte viés e geralmente forçam a barra, o outro lado da moeda em relação aos Bolsominions.

      Acho que a declaração acima é exagerada e há algo que é exatamente o contrário do que ocorre, só que curiosamente, poderá levar ao resultado que eles ameaçam, só que em um prazo mais longo.

      O tal de Ricardo Piscitelli diz que a falta de otimismo pode levar à convulsão social, quando em conjunto com indicadores econômicos ruins.

      Na realidade, o que temos é EXCESSO de otimismo e SEM EMBASAMENTO, só com uso de PROMESSAS MIRABOLANTES, como a geração de 4 TRILHÕES de reais em caixa através de 4 iniciativas do governo.

      Quando cair a ficha que as PROMESSAS acima são uma MONSTRUOSA VIAGEM NA MAIONESE, ao mesmo tempo que descobrirem que a reforma da previdência NÃO É O SANTO GRAAL e que não resolverá todos os problemas da noite para o dia, com a continuidade de indicadores ruins na economia (simplesmente porque ao invés de atacar a causa RAIZ dos problemas, alimentaram incêndio com gasolina) e isto combinado com os efeitos da bolha das bolhas americana, que o governo atual FINGE que não existe, daí sim teremos um fortalecimento do sentimento de revolta pela população, o mesmo observado quando do estelionato eleitoral da Dilma, talvez até amplificado, porque o governo atual planta UTOPIAS “como nunca antes na história do país”, nem Lula ou Dilma conseguiram prometer tantas coisas impossíveis ao mesmo tempo.

      Com todo o adiamento quanto a previsões de votação da reforma da previdência, que inicialmente seria no primeiro trimestre, depois passou para o segundo e agora o mais realista é que se finalize no terceiro trimestre, mais a persistência em PEDALADAS insanas tanto quanto às maquiagens do sistema financeiro brasileiro, quanto para o segmento imobiliário no país e mais as PEDALADAS APELATIVAS no Exterior quanto à bolha das bolhas americana e bolha imobiliária chinesa, é possível que todas estas catástrofes explodam de forma “sincronizada” no início do próximo ano. Vão adiando o INEVITÁVEL, mas ao mesmo tempo, tornando as consequências cada vez piores.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • macca 10 de abril de 2019 at 08:33

    https://www1.folha.uol.com.br/colunas/rodrigo-zeidan/2019/04/se-seus-filhos-sao-inteligentes-eles-nao-precisam-de-heranca.shtml

    Nada é mais inútil que deixar casa própria como herança. Hoje, a preocupação deveria ser flexibilidade e mobilidade, e não doação de tijolo.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • socrates 10 de abril de 2019 at 09:12

      Isso faz sentido em uma sociedade ideal. Acho que,devido as circunstancias, um imovel estaria de bom tamanho por aqui. Mas tem que bater tambem nos cnpjs que sao criados para burlar a lei. Adevogados

      3+
      • avatar
      • socrates 10 de abril de 2019 at 09:16

        Sem contar na transferencia entre vivos,ne? Muito mais facil e inteligente limitar imoveis em cidades a um unico cpf. E cada cpf, detentor de um unico imovel. A regra pode ser abrandada em regioes remotas, cedendo por.periodos de tempo longos capazes de atrair investimento. Agora, por que uma pessoa pode ter mais de um.imovel em sp ou na parte habitavel do hell? Como isso ajuda a economia?

        2+
        • socrates 10 de abril de 2019 at 09:19

          Se a resposta for “e onde ela ira investir?” , a questao esta na concentracao de renda desproporcional e mais uma vez, como sempre, voltamos ao tema da necessidade de uma reforma tributaria. Agora vejam quantos juizes e promotores do mp, fora congressistas, tem mais de um imovel em regioes densas. Nao tem como falar de bolha e nao falar de.politica e economia

          3+
        • tmarabo 10 de abril de 2019 at 16:48

          não concordo com limitar o número de propriedades que uma pessoa pode ter./ sei que em alguns casos isto é desastroso, em Rio Grande-RS dizem que há duas ou três pessoas que possuem centenas de imóveis cada um, e um deles é dono de boa parte dos imóveis comerciais da cidade, fazendo com que possa ditar preços.
          porém, o fato é que depois de eu ter me casado, morei em um apartamento de 1q de uma pessoa que construiu para alugar; depois, de mudei para outro de 2q em um prédio construído para alugar. não fossem esses empreendedores, certamente o valor do aluguel seria muito mais caro, pois haveria escassez de imóveis. ou seja, se for limitar o número de imóveis para possuir, não poderá mais construir para alugar??? quem perde com isso??? quem vai alugar imóveis se não se pode ter mais de um em nome próprio?
          se uma pessoa tem dinheiro sobrando, quer comprar imóveis em leilão e acumula patrimônio, isto também é saudável (não com os preços atuais, mas em tese ajuda a economia).
          o que tem que ser feito é tornar caro manter imóvel parado, aí só com IPTU mais caro, e especialmente progressivo para imóveis abandonados.
          qualquer outra forma de controle acaba piorando o cenário da habitação ao invés de melhorar.

          4+
          • avatar
          • avatar
  • Cajuzinha 10 de abril de 2019 at 08:48

    Altos custos dos centros comerciais preocupam lojistas – Jornal do Comércio (https://www.jornaldocomercio.com/_conteudo/opiniao/2019/04/678633-altos-custos-dos-centros-comerciais-preocupam-lojistas.html)

    Não há dúvida que, salvo exceções, nos dias atuais, os aluguéis das lojas novas são menores que
    os valores pagos pelos inquilinos que estão funcionando nos empreendimentos desde antes da
    crise.

    O fato é que alguns centros de compras têm alta vacância, baixo fluxo de consumidores e
    inadimplência elevada. Soma-se a esse cenário o fato de que muitos lojistas estão insatisfeitos
    com a gestão dos centros de compras no que tange aos valores cobrados a título de custo de
    ocupação: aluguel mínimo e percentual, aluguel em dobro em dezembro, condomínio/encargos
    comuns, fundo de promoção e despesas específicas.

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 10 de abril de 2019 at 09:44

      Cajuzinha,

      Estamos observando alguns movimentos de “guerra civil” em shoppings, centros comerciais, etc.

      Os lojistas de forma geral estão se rebelando.

      No caso dos shoppings, acabaram de criar uma associação de lojistas à parte, só com aqueles que são de pequeno porte. Por que? Porque são eles que pagam o maior percentual do aluguel em relação ao faturamento, bancam as promoções do shopping e assim, tem custos proporcionalmente muito maiores do que das lojas “ancoras” do shopping, então, como a situação está CRÍTICA e com MUITOS deles operando no prejuízo ou no MÁXIMO empatando, não consideram esta situação justa e estão se mobilizando para enfrentar o shopping em conjunto.

      O caso acima dos lojistas de centros comerciais passa pela mesma situação.

      Enquanto havia a euforia IRRACIONAL e INSUSTENTÁVEL do inflar da bolha, mesmo quando a rentabilidade do aluguel comercial praticamente TRIPLICOU de 2007 a 2011, não víamos os lojistas tão “revoltados”, mas o consumo DESPENCOU com a volta à REALIDADE via explosão das bolhas imobiliária e de consumo e agora é um “salve-se quem puder”, todos tentando SOBREVIVER e agora, parece que “caiu a ficha” de que o preço do aluguel ainda é ABUSIVO e totalmente INCOMPATÍVEL com a REALIDADE.

      Embora tenha caído a ficha para boa parte dos lojistas, até porque não conseguem SOBREVIVER então não sobra outra alternativa, a não ser encarar a REALIDADE, no caso de shoppings e administradores de centros comerciais eles ainda estão tentando PEDALAR com os preços dos aluguéis FORA DOS FUNDAMENTOS. Esta IRRACIONALIDADE de FUGIR DA REALIDADE, só está causando um efeito prático: a VACÂNCIA REAL sobe sem parar, ao mesmo tempo que são OBRIGADOS a reduzirem o preço PELO MENOS para as novas negociações, assim aumentando ainda mais a revolta de quem já estava lá antes e continua pagando mais.

      As “soluções mágicas” dos shoppings, como aumentarem áreas de serviços, conveniência e “artísticos” para MASCARAR a vacância, ou tentarem se transformar em um centro de distribuição, dentre outras, obviamente não vão resolver o problema deles. Se persistirem na IRRACIONALIDADE, estes conflitos só vão aumentar, com cada vez mais lojas fechando, até que o número de shoppings vai acabar se reduzindo naturalmente, ou possivelmente teremos alguns shoppings desérticos.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • socrates 10 de abril de 2019 at 10:43

        é um caso a ser estudado, mas os hábitos de consumo também tendem a mudar
        antes de 90, existiam pouquissimos shoppings e o Brasil era tao fechado que podia ser comparado em muitos termos a uma Coreia do Norte gigante ou, melhor, a uma India ocidental (antes da globalização dessa, inclusive no aspecto da miseria – muito maior que a atual).
        O Brasil era tao fechado, mas tao fechado, que mesmo em 94, os jogadores que ganharam a Copa do Mundo aproveitaram a estadia no EUA para comprar eletrônicos que sequer existiam por aqui para a população em geral (e deu uma treta grande).
        Não tinha internet e o que a Globo e outros falavam era a VERDADE. Eles decidiam quem seriamos e o “bullying” era absurdo contra qualquer um que fugisse o esteriotipo esperado.
        Ora, moldaram uma sociedade burra e ignorante, que com pequenas esmolas se satisfaz pois nem mesmo sabe onde quer chegar…
        Os países com melhores indices de qualidade de vida do mundo quase nao tem shoppings. Eles sao infelizes assim?

        De qualquer jeito é fácil testar esta hipótese: basta ver o que acontecerá com a África nas próximas décadas.
        “A descoberta” de petróleo já é o primeiro passo.

        5+
    • socrates 10 de abril de 2019 at 10:25

      parece até a NET.
      preços altos para planos antigo e outros bem mais em conta para clientes novos.
      Aí criam uma regra esdruxula que “se você sair, tem que ficar 6 meses sem o plano para pode pedir outro”
      Detalhe: isso em um lugar onde só há um concorrente, que é a OI, metida em todas as tretas imagináveis…

      Nenhum promotor publico ou o Procon sabem disso?

      4+
      • avatar
      • Carlos 10 de abril de 2019 at 10:40

        Se tiver paciência pode conseguir o preço novo
        Diga que vai cancelar, eles preferem um cliente pagando menos do que perder um. Fiz isso várias vezes com vários serviços, só diga que se sente muito descepicionado por ser um antigo e fiel cliente e os novos pagarem menos.
        Normalmente o operador vai falar que tem que falar com o superior pra “autorizar” mas a função já existe no sistema deles e em muitos casos nem precisa da dita autorização.

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • socrates 10 de abril de 2019 at 10:45

          Mas isso só funciona para quem eles querem, Carlos.
          Se tiverem birra com alguém, podem, descricionariamente, ligar um f$$# e abrir mão de poucas centenas de reais.
          Fora que a birra pode ser do próprio funcionario que nao esta em um bom dia

          2+
          • Carlos 10 de abril de 2019 at 10:51

            Não, é sobre dinheiro, puro business, ninguém se importa com quem você é, se isto ocorre tem algo muito errado com esta empresa, ligue de novo até pegar outro operador.

            6+
            • avatar
            • avatar
            • socrates 10 de abril de 2019 at 12:37

              esse é o plano, Carlos
              Mas a impessoalidade ainda é só um sonho aqui no Hell

              3+
              • avatar
        • Carlos 10 de abril de 2019 at 10:49

          Muitas vezes eles se baseiam no fato de que bananence adora se exibir mesmo sendo feito de trouxa.
          Nem sei quantas vezes ouvi gente retardada esnobando para outros retardados o quanto gastam com tv a cabo, escola prós pirralhos ou qualquer outra merda. Mesmo bando de idiotas que sustenta os restaurantes da moda e outros negócios metidos a besta com produtos medíocres e preços absurdos de nossas metrópoles.

          3+
          • avatar
          • socrates 10 de abril de 2019 at 13:57

            Carlos, acho isso tão bizarro que penso, ás vezes, que é só propaganda.
            Tipo: convidar alguém famoso para o meu restaurante e não cobrar nada, contanto que ele fale bem publicamente dele.
            Acontece com jogadores famosos que , de uma hora para outra, “compraram imoveis” para morar na Vila do Pan kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk x 666

            3+
            • avatar
            • avatar
  • Cajuzinha 10 de abril de 2019 at 09:27

    10/04/2019 às 05h00
    Ford abre PDV na fábrica de Camaçari
    Depois de anunciar o fechamento da fábrica em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, a Ford abriu
    um programa de demissão voluntária (PDV) para a unidade de Camaçari, na Bahia.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • CA 10 de abril de 2019 at 10:01

      Cajuzinha,

      Este movimento ainda tende a se espalhar e intensificar.

      No caso da indústria automobilística, cresceram em parte em função da disparada do PcD, graças ao governo que ampliou o número de problemas elegíveis, incluindo alguns que tem número muito elevado de pessoas e também à super-procura por parte de Ubers e afins junto à locadoras ou diretamente com montadoras, em virtude da profunda degradação dos empregos que forçou as pessoas a irem para esta alternativa.

      O que consta acima não é nada “promissor” para a indústria automobilística.

      Com a Argentina em crise, temos exportações de veículos diminuindo, mais o governo que cedo ou tarde vai ter que efetivamente fiscalizar as concessões do PcD porque está QUEBRADO e não pode se dar ao luxo de perder receitas representativas, mais a super oferta de Ubers que vai acabar inviabilizando novos entrantes, só isto já levará a uma nova volta à REALIDADE, com estes efeitos ARTIFICIAIS e temporários que geraram mais demanda deixando de colaborar nos resultados, com a Argentina se mantendo em situação que não alimenta demanda relevante e ainda, com outros efeitos colaterais destas distorções prejudicando os negócios (exemplo: concessionárias enfraquecidas, algumas fechando) , fora é claro, a tendência dos mais jovens de optarem pelo uso de serviços no lugar de comprar carros e a contínua degradação de empregos, inadimplência e super-endividamento.

      As montadoras sabem melhor do que ninguém do que consta acima. Sabem também que as matrizes já CANSARAM de alocar BILHÕES a fundo perdido no Brasil e na América Latina e que mesmo no restante do mundo, os negócios não tem sido promissores para este segmento, logo, elas são OBRIGADAS a racionalizarem suas operações, deixarem de apostar de forma persistente e sem retorno em veículos que não tem a saída mínima requerida para gerar lucro, reduzirem volumes de produção, capacidade instalada e profissionais, dentre outras ações para adequarem seus custos às expectativas mais realistas.

      O movimento acima é INEVITÁVEL.

      Nos últimos 2 anos, TAPEARAM com os efeitos ARTIFICIAIS e INSUSTENTÁVEIS que constam acima, agora teremos uma nova rodada de volta á REALIDADE. A não ser que encontrem alguma GAMBIARRA NOVA que dê uma sobrevida, mas mesmo isto, todos sabem que depois cobra um preço ainda mais alto, o ajuste na sequência será ainda pior. A conferir…

      6+
      • avatar
      • avatar
      • Carlos 10 de abril de 2019 at 10:22

        Ford e GM com rumos completamente diferentes, Ford se resumindo a produzir linha F que não é vendida no Brasil, Mustangs e produtos mais caros. GM por outro lado produzindo lixo barato para competir com os chineses, o Brasil perde importância nos dois casos, completamente para a Ford e como produtor no caso da GM.

        4+
        • Carlos 10 de abril de 2019 at 10:32

          Esqueci da Ecosport, carro para emergentes da Ford que pode e provavelmente será feito na China também.

          3+
        • Rico 10 de abril de 2019 at 11:36

          A linha F é vendida no Brasil.
          https://www.fordcaminhoes.com.br/content/ford-brazil-trucks/pt-br/serie-f.html
          Essa série que a CAOA quer continuar vendendo.

          5+
          • Carlos 10 de abril de 2019 at 17:47

            Sim, falei em volume, vendem quanto? Uma centena por ano?
            Nada que justifique produção local, é um nicho como Mustangs e Camaros.

            2+
            • Rico 11 de abril de 2019 at 16:15

              Talvez não para nova política de mercado da Ford.
              Mas interessante para CAOA.

              0
  • Carlos 10 de abril de 2019 at 10:17

    OFF – Alguns detalhes sobre o “naipe” das criaturas do circo Bozo. Bananistão R.I.P

    Apex: a casa dos horrores sob os bolsonetes e olavistas, com a conivencia do chanceler acidental

    http://diplomatizzando.blogspot.com/2019/04/apex-casa-dos-horrores-sob-os.html?m=1

    5+
    • avatar
  • Cajuzinha 10 de abril de 2019 at 10:41

    Excesso de estoques e queda nos preços deixam mercado do café ‘truncado’, aponta CCCMG
    Café arábica, o mais consumido no mundo, chegou ao menor valor em mais de 5 anos no Brasil.
    Por Lucas Soares — Varginha, MG

    “O mercado está no momento muito desencontrado, os preços que eles estão querendo pagar lá fora, no exterior, não bate com o que o produtor quer internamente. Existe ainda um estoque bastante grande com relação a essa safra, a próxima já está iniciando, já começam a aparecer alguns cafés novos da safra 2019/2020”, afirma o presidente da CCCMG.

    E é imóvel, é? kkkkkkkkkk

    9+
    • avatar
    • avatar
  • Dr. Estranho 10 de abril de 2019 at 11:05

    Cesar_DF

    Agora que o Hell de Janeiro vai valorizar mais ainda

    O Rio de Janeiro é um enorme buraco financeiro, moral, político, logístico, até emocional. É terrivelmente triste viver na cidade hoje. O clichê “não há saída” é sentido concretamente. Como pensar numa “refundação” (outro clichê) se o buraco é tão fundo e tão largo? E é um buraco que cresce há muito tempo — bem antes de Cabral, diga-se, embora ele seja o representante maior da casta de governantes que se empenhou para destruir o Estado e a capital.

    https://epoca.globo.com/o-rio-de-janeiro-um-grande-buraco-artigo-23585623

    ===============================================================

    Datafolha: 73% dos moradores do Rio querem deixar a cidade por medo da violência

    Pesquisa ainda mostra que um terço dos cariocas já esteve em meio a um tiroteio e que 92% temem morrer por bala perdida, em um fogo cruzado ou em um assalto

    https://www.destakjornal.com.br/cidades/rio-de-janeiro/detalhe/datafolha-73-dos-moradores-do-rio-querem-deixar-a-cidade-por-medo-da-violencia

    9+
    • avatar

    Caro Cesar_DF.
    Sou carioca, suburbano. Estou naquele grupo que acostumou com a violência e sempre vigilante. Quem vem de fora deve ter muito cuidado. Vejo um monte de motoristas de Uber dirigindo pelo waze e pondo os outros em risco entrando em vielas como se estivesse na Europa. Há comportamentos inevitáveis como, diante de uma blitz, de marginal ou de polícia, apagar os faróis e acender a luz do salão. Isso não é pensado. Tem que ser vapt-vupt. Demorei convencer minha filha disso e só agora ela entendeu. Mas precisou de muita briga. Aconselho, para quem é de fora, andar de táxi. Não é só a violência que afeta. Somos sujismundos. Emporcalhamos as vias, elegemos inúteis e reelegemos vagabundos. Tentamos convencer aos outros que funk é cultura (essa [email protected] nunca foi). Piriguetes e jovens adoram traficantes. E no final achamos que o poder público deve resolver tudo, inclusive educar jovens e fazer contenção de encostas em lugares que jamais alguém deveria ter construído e “proibir” por decreto eventos climáticos extremos(KKKKK). Não é só a violência. É o conjunto de ignorantes que compõe o quadro trágico. Essa lista de atrocidades seria interminável, mas há de convir que somos resilientes. Agora só me resta tentar ir embora também. Mas depois dos 50 e infartado as coisas são mais difíceis. Enfim: vai piorar. Não venha para o Rio. Nem a passeio. Se puder pagar o Copacabana Palace, OK. Mas entre e lá fique. É outro mundo.

    29+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • socrates 10 de abril de 2019 at 12:46

      “fazer contenção de encostas em lugares que jamais alguém deveria ter construído e “proibir” por decreto eventos climáticos extremos(KKKKK).”
      O prefeito tem que responder pessoalmente pois hoje há meios tecnologicos para evitar a expansão das favelas

      5+
      • avatar
    • Cesar_DF 10 de abril de 2019 at 19:52

      Dr. Estranho

      Da mesma forma que, pelo mundo, piadas sobre burrice é com portugueses, piadas de avareza é com turcos, de pinto pequeno com japoneses, etc, piadas de desonestidade é com brasileiros, afinal a imagem que o mundo tem do Brasil é a imagem do Hell de Janeiro.

      Eu não conheço outro lugar do mundo onde policiais e militares precisam deixar suas identidades no quartel ou delegacia.

      Não conheço um lugar onde os eleitores votem tanto em bandidos, que 80% dos ex-governadores e 100% dos ex-presidentes de assembleia legislativa estão presos

      Também não conheço outro lugar do mundo onde o adjetivo MALANDRO é utilizado como uma qualidade e não como um defeito.

      5+
      • avatar
  • Dr. Estranho 10 de abril de 2019 at 11:13

    E, no meu shopping de estimação, resolvi contar os quadros ou murais aqui reportado. Quando cheguei a 10 em um único andar, parei. Na praça de alimentação 3 murais. Duas lojas de porte médio, uma com “vazinhos” de plantas e outra com mesas e cadeiras para bater papo e usar WI-FI 0800. Ficarei atento aos outros shoppings. Mas, tá bombando. hahahahaha.

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 10 de abril de 2019 at 11:18

    Após 2013, Construção Civil perdeu quase 3 milhões de empregos, revela Fiesp

    A retração acumulada de 21,6% entre 2013 e o ano passado reverteu, parcialmente, a expansão do emprego no setor registrada entre os anos de 2007 e 2013, quando acumulou 37,5% de crescimento e atingiu o pico de 12,855 milhões de profissionais. Este período correspondeu ao momento de maior expansão da economia brasileira no passado recente, com a maior variação tendo ocorrido em 2010, com um PIB de 7,5%.

    “De 2014 em diante, contudo, houve perdas médias de produtividade de 3% ao ano, fazendo com que a produtividade da mão de obra registrasse em 2016 o pior nível em onze anos de análise”, destaca o Departamento da Indústria da Construção da Fiesp.

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 10 de abril de 2019 at 12:09

      Cajuzinha,

      No gráfico do link abaixo, a explicação do que aconteceu com a geração dos empregos da construção civil:

      http://defendaseudinheiro.com.br/wp-content/uploads/2015/10/Post-45-imagem-10-desemprego-at%C3%A9-2015.png

      Explicando em texto o que consta no gráfico acima:

      De 2006 a 2009, com início a todo vapor das vendas FALSAS na planta, construção civil era o motor de arranque na geração de empregos formais
      De 2010 a 2013, em virtude dos preços FORA DOS FUNDAMENTOS e dos DISTRATOS consequentes das vendas FALSAS na planta, o crescimento da geração de vagas da construção civil já era menor que a média do Brasil, virou a marcha reduzida dos empregos.
      De 2014 em diante, em virtude da continuidade das distorções quanto a preços versus renda, oferta versus procura, distratos e outras anomalias do setor leve, mais a Lava Jato para o setor pesado, o setor de construção civil tem sido a marcha ré dos empregos.

      O que consta acima é típico de toda bolha imobiliária ao redor do mundo: a super-geração de empregos ao redor do setor imobiliário em função do volume super elevado de lançamentos de imóveis, empolga a todos, dizem que este setor é o herói, o novo paradigma de geração eterna de empregos. Dura até as distorções de preços ficarem absurdas, aparecerem os podres do setor e ele começar a desacelerar. Depois, com a volta à REALIDADE se acentuando, ele vira a âncora que empurra os empregos e a economia como um todo para baixo.

      E como sempre ocorre, o que o setor imobiliário deseja e o governo já sinalizou que vai fazer?

      DOBRAR A META!

      Se o setor imobiliário está com PROFUNDAS DISTORÇÕES graças a excesso de “apoio” do governo, por que não o presidente da CEF prometer que vai DOBRAR a oferta de crédito imobiliário via banco PÚBLICO com verba da poupança?!

      Daí as distorções vão se ampliar mais ainda e poderemos multiplicar os prejuízos para economia e sociedade!

      Nem a Dilma e economistas da Unicamp tiveram coragem de fazer algo tão destrutivo, vamos ver se o novo governo conseguirá gerar R$ 100 BILHÕES em derivativos (aka multiplicar o subprime, como fizeram nos EUA) e usar isto para PEDALAREM com este esquema PODRE, disparando nos estragos correspondentes.

      OBS: acho que não vão conseguir, mas o que vale é a intenção de serem “liberais” no estilo “escola de CARACAS”, via bancos PÚBLICOS para financiarem setor de amigos do rei com “facilidades”, é por aí que vemos quem são os socialistas de verdade…

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 10 de abril de 2019 at 11:19

    ECEstadão Conteúdo
    postado em 10/04/2019 10:28
    As vendas de papelão ondulado utilizado em embalagens – caixas, acessórios e chapas – recuaram 5,8% em março ante igual mês do ano passado, de acordo com dados prévios da Associação Brasileira de Papelão Ondulado (ABPO), para 287.038 toneladas. Na comparação com fevereiro, o dado representa um acréscimo de 2,89%.

    Com um dia útil a menos em março do que no ano anterior, a produção por dia útil também recuou, em 2,0%.

    Em termos dessazonalizados, a expedição de papelão ondulado recuou 0,8% sobre fevereiro. Essa é a quinta queda consecutiva.

    Com isso, acrescente a ABPO em seu boletim mensal, “a expedição retorna a patamares de outubro de 2017”.

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 10 de abril de 2019 at 12:11

      Cajuzinha,

      Lembrando que é um dos indicadores antecedentes sobre evolução da economia, pois embalagens são necessárias para indústria despachar produtos para lojas, se caiu a quantidade, significa que a produção e entrega para lojas também deve ter caído, o que se confirma pelo próximo comentário que você colocou abaixo.

      8+
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 10 de abril de 2019 at 11:25

    “As vendas do varejo têm inegavelmente esfriado nos últimos meses”, afirma a equipe da Guide Economics em relatório. Com os números divulgados nesta terça-feira (09/04), a corretora calcula que o Índice de Atividade do Banco Central (IBC-Br) deve apresentar queda de 0,4% na comparação com janeiro. O indicador será divulgado na semana que vem.

    Os “resultados recentes decepcionantes” e as dificuldades enfrentadas pelo setor fizeram a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) diminuir a sua projeção para o crescimento do varejo ampliado em 2019, de 5,4% para 5,2%. Assim, a entidade calcula que o setor só voltará em 2021 ao nível pré-crise.

    Já a consultoria Parallaxis deve revisar para baixo nesta semana a sua projeção para o crescimento do PIB deste ano, dos 1,9% calculados atualmente para algo mais próximo de 1,6%. Christian Thorgaard, economista da consultoria, coloca como o principal destaque negativo a composição da retomada do mercado de trabalho, lenta e baseada fortemente em vagas informais.
    Ele afirma que há espaço para novas quedas da taxa básica de juros, atualmente em 6,5%. Mas diz que isso teria pouco impacto sobre o consumo, já que a maior parte dos novos trabalhadores, por serem informais, não tem acesso a crédito.

    http://www.paranacooperativo.coop.br/ppc/index.php/sistema-ocepar/comunicacao/2011-12-07-11-06-29/ultimas-noticias/121912-economia-i-varejo-estavel-mantem-sinal-de-recuperacao-lenta

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 10 de abril de 2019 at 12:27

      Cajuzinha,

      Tem um monte de conclusão errada aí:

      A questão da SELIC não funcionar não guarda nenhuma relação com a disparada na INFORMALIDADE, hoje em dia os bancos estão “facilitando” cartões de crédito para todos, idem para crediários de lojas e as “N” modalidades de financiamentos que estão inventando, o problema não é esse, mas sim, a combinação de mais de 62 milhões de INADIMPLENTES com super-endividamento em patamar ANORMAL e a PROFUNDA DEGRADAÇÃO dos empregos, que por sua vez são causados pelas bolhas e pelo apagar de incêndio via gasolina através de governo e outros agentes (inclusive as próprias lojas).

      Já a redução de estimativa deles de crescimento, de 5,4% para 5,2%, não parece nada proporcional à REALIDADE que eles mesmos estão constatando, é mais provável que tal crescimento seja ainda menor, até porque veremos crescimento gradual dos problemas mencionados acima na medida em que todas as ações são para PIORAR a situação de crédito e capacidade de consumo das famílias. Claro que pode existir o famoso “pulinho no fundo do poço”, quando aumentam um pouco as vendas porque reduziram ainda mais os critérios para aprovação de crédito e vão entubar cada vez mais inadimplência, mas isto não é tão efetivo assim, uma vez que o estrago está aparecendo cada vez mais rápido e de forma intensa, o PEDALAR mais cansa do que faz andar a bicicleta.

      Quanto a recuperarem o volume pré-crise, seria melhor ESQUECEREM isto e se conformarem com o mundo REAL. O pré-crise tinha a FANTASIA do inflar das bolhas imobiliária e de consumo, isto vai demorar mais de uma DÉCADA até se recuperar e possivelmente só com novas BOLHAS. Não esquecer que neste meio tempo o Apocalipse do Varejo vai ter seus efeitos, que acabam reduzindo o consumo porque muitas lojas físicas FECHAM e o que gera de empregos nas lojas virtuais não cobre a diferença nem de longe, alimentando o desemprego, ao mesmo tempo que teremos explosões mais visíveis de bolha das bolhas americana e demais bolhas ao redor do globo, inclusive com os estragos ampliados da bolha imobiliária brasileira.

      Sobre o que dizem quanto à “retomada do mercado de trabalho”, como já amplamente DEMONSTRADO por aqui, simplesmente NÃO EXISTE, o que estamos observando é uma PROFUNDA DEGRADAÇÃO nos empregos, usar estes eufemismos exagerados é só mais uma forma de se ILUDIR.

      Já quanto à INFORMALIDADE, que está em patamar recorde, não é o único problema como eles dão a entender, os DESALENTADOS também estão em patamar recorde, idem para o SUBemprego e para o empreendedorismo formal por NECESSIDADE, sem contar a perda de vagas qualificadas todos os meses há ANOS, dentre DIVERSOS outros indicadores que eles também FINGIRAM IGNORAR.

      Em resumo, os diagnósticos e “análises” continuam extremamente POBRES e cheios de FALHAS, por isto que as surpresas negativas inevitavelmente continuarão acontecendo…

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 10 de abril de 2019 at 14:17

    Sete gráficos que mostram como a economia vai mal. E três que dão algum alento

    Isto é, embora alguns segmentos estejam se saindo bem, no conjunto a atividade continua apática.

    https://www.gazetadopovo.com.br/blogs/fernando-jasper/2019/04/10/resultados-projecoes-confianca-pib-economia-2019/

    4+
    • avatar
  • Cajuzinha 10 de abril de 2019 at 14:22

    Na avaliação de Campos Neto, o grande problema são os spreads elevados, e isso se deve,
    principalmente, à dificuldade de recuperar empréstimos quando há inadimplência. Segundo ele, a taxa
    média de recuperação no Brasil é de apenas 50% e leva-se, em média, 4 anos para que isso aconteça.
    Em alguns casos, os custos do processo são maiores que o valor recuperado.

    https://www.infomoney.com.br/mercados/noticia/8126812/resolver-imperfeicoes-no-mercado-de-credito-e-uma-das-metas-de-campos-neto-no-bc

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • JJJ_brasilia 10 de abril de 2019 at 14:54

      Claro que a recuperação de crédito é baixa, empresta-se dinheiro no Brasil sem análise de crédito frouxa, se para imóvel as norma de concessão de crédito são burlada, imagina em um empréstimo que a taxa de juros é muito alta e mesmo uma inadimplência grande não gera prejuízo para a carteira de crédito.

      Não é meu, eu li no UOL, mas dá para considerar um CVR:

      A matéria foi sobre 10 diferenças de morar no exterior, se não me engano, este ponto falava sobre Portugal: a jornalista falou que para comprar algo fiado em Portugal, era uma investigação maior do que para entrar na NASA, segundo ele, os amigos dela não conseguiram ser aprovados para comprar parcelado nas lojas portuguesas, ele disse que nunca tentou comprar fiado porque acha que não passa na avaliação de crédito.

      Agora aqui o sujeito vai nas Casas Bahia, compra em 12 vezes, tudo é parcelinha, para isto dar certo tem os juros tem que ser altos, muito altos, pois a juros de 10% ao ano, o qualquer inadimplência quebra quem financia, pois além do spreed, tem os custo da operação. Para viver na “PARCELOLÂNCIA” só com juros muito altos mesmos, senão não funciona.

      Quer reduzir as taxas de juros, aumenta o rigor na concessão de crédito, não há MÁGICA.
      Quer viver na “PARCELOLÂNCIA” este é o custo, ou com juros civilizados, só com análise de crédito muito rigorosa.

      19+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CA 10 de abril de 2019 at 15:08

        JJJ_brasilia,

        O ponto que o governo almeja é exatamente o contrário. Eles querem que os bancos tenham mais “garantias”, para facilitarem ao máximo o crédito e ainda, reduzir os juros.

        Em outras palavras, estão DOBRANDO a meta do Lula, quando ele e Meirelles foram dando mais garantias para bancos quanto a crédito imobiliário, crédito para compra de veículos, consignados, etc. gerando este resultado “maravilhoso” que vemos hoje, de 63 MILHÕES de inadimplentes, INÚMERAS destruições causadas pela bolha imobiliária, empregos em profunda degradação, etc.

        Lamentável, mas ao que tudo indica, este governo só sabe fazer isto mesmo, DOBRAR A META do PT!

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • JJJ_brasilia 10 de abril de 2019 at 15:45

          Concordo CA,

          Mas juros baixos com análise de crédito frouxa não funciona em nenhum lugar do mundo.

          O que o governo quer é diferente da realidade, ou os juros são baixos ou a análise de crédito é rigorosa, de preferência com garantia real, o banco quebra com juros baixos e análise de crédito frouxa, o governo vai ficar querendo, ainda mais com o Roberto Campos Neto do Santander no Banco Central.

          8+
          • avatar
          • CA 10 de abril de 2019 at 15:59

            JJJ_brasilia,

            Mas quando disse governo, me referia ao próprio Campos Neto, que é quem deu a declaração acima! A preocupação dele com o spread reduzido é para tentar ajudar a fazer com que a SELIC baixa tenha efetividade, via redução no Spread e consequentemente nos juros finais que levem a um aumento de consumo, exatamente o que Lula e Dilma fizeram ao longo de mais de 10 anos e por isto chegamos nesta situação!

            O Santander tem sido um dos campeões em “facilitar” o crédito para pessoas com nome sujo, tem sites apontando para o do Santander e convidando pessoas com nome sujo para terem o cartão free do Santander e eles nunca se manifestaram contra isto.

            E “estranhamente”, no resultado de 2018 o Santander viu crescer o percentual de inadimplência, mesmo tendo aumentado muito a oferta de crédito, o que é uma anomalia, porque o “crédito novo”, se for bom, deveria diminuir o percentual de inadimplência, afinal a pessoa se foi bem avaliada, não deveria ficar inadimplente tão rápido.

            Outro ponto estranho são as estratégias do Santander para lidar com os imóveis inadimplentes, desde alugar imóvel passando por leilões com mais de 60% de desconto, não fazer o inpairment (redução de valores de garantia) quando está vendo na prática o preço dos imóveis despencarem nos leilões e não cobrirem o saldo devedor, dentre outros estragos para a liquidez e saúde financeira do banco.

            Pelo conjunto acima, o atual presidente do BC, que foi diretor do Santander, deveria saber melhor que ninguém o quanto aquilo que ele está propondo é DESTRUTIVO para economia, mas ao final, como demais colegas dele no governo, ele está apenas repetindo em um cargo maior e com uma influência maior, aquilo que beneficia aos amigos dele e prejudica à economia e sociedade como um todo (vide o ex-BTG e atual presidente da CEF com esquema de DERIVATIVOS do crédito imobiliário no mesmo esquema do subprime americano para poder DOBRAR empréstimo imobiliário via CEF)…

            7+
            • avatar
            • avatar
            • JJJ_brasilia 10 de abril de 2019 at 17:21

              CA,

              novamente concordo com você, o Presidente do Banco Central Roberto Campos Neto tá falando o que o povo quer ouvir, tá jogando para a galera, mas por mais que ele queira e por mais que o governo queira, baixar o spreed dos bancos sem uma análise rigorosa de crédito é utopia, com uma taxa de juros para as pessoas como na Europa, na faixa de 10% ao ano (para capitação de dinheiro a ZERO porcento), no máximo, no nosso caos teria que ser SELIC mais 10%, uma taxa baixa, 16,5% ao anos, mas só funciona com uma severa análise de crédito.

              Neste caso tem um novo CVR, foi ao Santander outro dia pegar informe para a declaração de Imposto de Renda, na mesa do funcionário tinha uns 12 contratos de empréstimo consignado com juros de 1,6% ou 1,9% ao mês (acho que era 1,6%), não me lembro agora, uma agência pequena e só os empregados falavam era sobre empréstimos consignados para clientes, mas 1,6% ao mês, dá um pouco mais de 20% ao anos, mas como era consignado, o risco é muito baixo, descontado no contra cheque de Funcionário Público, ou seja, a taxa mínima de empréstimo livre no Brasil, com garantia é de 20% ao ano, pré-fixado (para os pagadores de juros, parcela fixa), com a SELIC custando 6,5% ao ano, não tem margem para milagre, o banco poderia baixar uns 5% no máximo, mas com um rigor de crédito grande, com ocorre no consignado, mas neste caso o limite é 30% da renda, senão a Repartição pública barra, e nesta agência, barra mesmo, eles sabem disto, então não emprestam mais de 30 da renda do sujeito.

              Agora no crédito estilo Casa Bahia, não dá para baixar de 5 ou 6% ao mês, senão a inadimplência come todo o lucro da empresa e ela quebra.

              6+
              • avatar
    • CA 10 de abril de 2019 at 14:58

      Cajuzinha,

      Segundo a visão do presidente do BC, a solução para os problemas acima quanto ao prazo e o quanto recuperam da inadimplência, é melhorar as garantias, para que a recuperação seja mais rápida e com percentual maior. O exemplo utilizado por ele de empréstimo com garantias, foi o consignado.

      A partir daí, o Spread dos bancos poderia se reduzir, o juros final ficaria menor e mais próximo da SELIC (como já acontece com os consignados) e isto seria um estímulo para que a SELIC mais baixa se refletisse em aumento de consumo / crescimento na economia.

      Pronto, mais um problema resolvido!

      Fantástica a visão além do alcance do novo governo!

      Ensinaram para mim aqui no blog, que pela TACE (Teoria Austríaca dos Ciclos Econômicos), no atual estágio em que estamos, seria o momento de POUPAR e não de incentivar a tomada de crédito e o consumo!

      Mas, devemos lembrar que o novo governo é composto por pessoas que acreditam na escola de Chicago, dentro da versão VENEZUELANA, onde os bancos PÚBLICOS é que vão subsidiar o crescimento e não a iniciativa privada, como no exemplo da CEF dobrar a oferta do crédito imobiliário.

      E como funciona a escola de Chicago by VENEZUELA?

      Estamos com mais de 62 MILHÕES de inadimplentes, equivalente a mais de 60% da População Economicamente Ativa (PEC), qual a solução do governo: ampliar a oferta de crédito! Assim, quem sabe não possamos alcançar 100 MILHÕES de inadimplentes?

      E os bancos, tudo que faltava para eles eram “garantias”?

      A disparada do crédito imobiliário que se multiplicou por mais de 40 VEZES em 10 anos (uma verdadeira ABERRAÇÃO, recorde mundial), teve como um dos principais motivos, o fato de terem aumentado as garantias, esta foi a condição básica, segundo os próprios bancos.

      Ficou mais fácil e rápido retomar os imóveis e por isto, os bancos poderiam conceder empréstimos com maior facilidade, em maior volume, por maior prazo, com menor entrada e assim por diante.

      Se é assim tudo tão perfeito no exemplo dos imóveis, por que os bancos não conseguem recuperar o valor emprestado quando fazem os leilões e o CGU em função disto recomendou que eles fizessem revisão nos valores de garantia? A garantia física está lá, já haviam elogiado antes, por que não funcionou?

      Aliás, por que o BC liberou o prazo para retomar imóvel em caso de inadimplência, que antes era de 3 meses, se o problema era o prazo para recuperar o dinheiro perdido com inadimplência, como colocado pelo atual presidente do BC?

      Mais uma na mesma linha: por que o BC liberou o prazo para revender o imóvel recuperado, que antes era de 1 ano, se o problema era o prazo para recuperar o dinheiro perdido com a inadimplência?

      E agora, se o atual presidente do BC concluiu que o prazo elevado para recuperar o dinheiro perdido com inadimplência é parte do problema, vão voltar aos prazos de 3 meses para retomar o imóvel e 1 ano para revender, para serem minimamente coerentes com o que dizem, ou vão FINGIR que não sabem de nada?

      E falando sobre o caso dos automóveis, outra experiência interessante quanto a “garantias”:

      Os bancos em determinado momento passaram a contar com maiores garantias para conceder o empréstimo para aquisição de automóveis, eles teriam menos burocracia e prazo para retomarem os imóveis inadimplentes.

      A partir daí, ampliaram o prazo de financiamento para carros em até 100 meses, liberaram a entrada, reduziram o juros e o que aconteceu?

      Prejuízo de mais de R$ 20 BILHÕES para os bancos e eles desistiram de todas as “facilidades” acima!

      Como poderia ter acontecido algo assim no caso do financiamento para carros, não faltavam só as garantias?

      E no caso dos consignados, que ele citou como exemplo a ser seguido, o que aconteceu?

      https://www.metropoles.com/distrito-federal/servidores-publicos-superendividados-vao-a-justica-contra-bancos-no-df

      Pela notícia acima, servidores chegam a ter 100% do salário comprometido com consignados e estão indo a justiça contra os bancos! Este é o modelo de “sucesso” pretendido pelo novo presidente do BC, ele espera que todo mundo tenha 100% da renda comprometida com empréstimos? Como vai pagar conta de luz, água, condomínio, etc, vamos bater novos recordes para estes itens que já tem INADIMPLÊNCIA ABSURDA?

      Os idosos já são dos que mais sofrem com o SUPERENDIVIDAMENTO, também graças aos consignados, conforme abaixo:

      https://oglobo.globo.com/economia/defesa-do-consumidor/idosos-sofrem-mais-com-superendividamento-22853164

      Então, a “brilhante” solução do novo presidente do BC é replicar este “modelo de sucesso” para demais empréstimos?!

      Onde esteve o atual presidente do BC nos últimos 15 ANOS, que não viu os resultados DESASTROSOS da “brilhante” estratégia de “aumento de garantias”, que serviu única e exclusivamente para alimentar BOLHAS e INADIMPLÊNCIA ANORMAL, com péssimos resultados para economia e sociedade? Ele não viu isto?

      Ele também não soube que os preços dos imóveis subiram de forma desproporcional graças aos inúmeros “incentivos” em função destas FALSAS garantias? Não soube das distorções entre oferta e procura para imóveis e de quantas construtoras já não quebraram em função disto? Não viu uma infinidade de lojas quebrarem por não conseguirem pagar aluguel e até hoje este ser um grande problema para sobrevivência delas?

      Não viu que as montadoras ampliaram de forma rápida e intensa a capacidade de produção durante a euforia do crédito fácil e barato, mas quando apareceu a inadimplência ANORMAL e os bancos foram obrigados a RETRAIR a oferta de crédito elas ficarem com excesso de capacidade e começarem a descontinuar modelos, demitir a rodo e fecharem unidades?

      Também não enxergou a desgraça proporcionada pelo consignado à economia e sociedade, como as ABERRAÇÕES que mencionei acima?

      Mais um ALIENADO em sua torre de marfim, vivia em outro universo de 15 anos para cá, não acompanhou NADA do que consta acima, não sabe de NADA das consequências catastróficas e agora está prometendo DOBRAR A META do Lula!

      Sim, foi o Lula com o Meirelles quem aumentaram as garantias mais de uma vez com a estorinha de que era para nos tornar uma economia mais moderna, ampliando a oferta de crédito, reduzindo os juros e tudo mais que o atual presidente do BC está prometendo REPETIR.

      Impressionante como estes ditos “capitalistas da escola de Chicago” ficam repetindo as ações de Lula, Dilma e cia ltda. Não é a toa que o Guedes elogiou abertamente o Lula outro dia, a única coisa que este governo sabe fazer é DOBRAR A META!

      7+
      • avatar
    • socrates 10 de abril de 2019 at 15:12

      “Em alguns casos, os custos do processo são maiores que o valor recuperado.”
      Cajuzinha, essa frase resume o Brasil.
      É um culto à improdutividade sem igual.
      A mesma empresa, fazendo a mesma atividade, no Brasil precisa ter um corpo burocratico (advogados, contadores,etc…) absurdamente grande, tornando impossivel realizar qualquer tipo de concorrencia com empresas externas.
      Para “resolver” o problema, o governo cria regulações esdruxulas (trabalhistas/tributarias) , impedindo a entrada dos concorrentes externos.
      Resultado?
      Quem mora na pocilga e não tem acesso direto ao mercado externo acaba pagando mais caro e por produtos piores.
      E quem faz parte da elite dessa burocracia desnecessária?
      Justamente aqueles que ganham bem mais do que quem produz, e gastam grande parte da renda justamente fora do país, desvalorizando ainda mais a moeda e, CONSEQUENTEMENTE, o trabalho de quem produz.
      A PUC, federais ou Unicamp abordam isso em economia?

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 10 de abril de 2019 at 16:23

    Maior produtor de café do Brasil pede recuperação judicial
    A companhia Terra Forte, do empresário João Faria, tem dívidas que ultrapassam 1 bilhão de reais. Maiores credores são o Bradesco e o Banco do Brasil

    Segundo os advogados Alexandre Faro e Gabriel Freire, sócios do escritório Freire, Assis, Sakamoto e Violante Advogados, o empresário se alavancou imaginando que o valor da saca do café estaria em 550 reais. Atualmente, o preço não chega nem a 350 reais.

    EXAME apurou que a decisão pela recuperação judicial foi por conta da pressão dos credores pelo recebimento. “O nível de pressão que ele sofreu dos bancos foi alto”, diz uma fonte com conhecimento das negociações. Os advogados não quiseram comentar.

    https://exame.abril.com.br/negocios/maior-produtor-de-cafe-do-brasil-pede-recuperacao-judicial/

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • DouglasteR 10 de abril de 2019 at 16:49

      Eitcha.
      Nosso PRINCIPAL produto, referencia pelo mundo.

      É, a situação está feia. Imagina com o crédito caro.

      5+
      • avatar
    • CA 10 de abril de 2019 at 17:03

      Cajuzinha,

      Como SEMPRE dissemos e já foi demonstrado INÚMERAS VEZES, otimismo sem NENHUM fundamento, quebra empresas.

      Situação similar á relatada acima aconteceu com a Sadia, que acabou comprada pela Perdigão, sendo que até poucos anos antes, todos apostavam que aconteceria o contrário, mas aí a Sadia “brincou” de dar um all-in no câmbio…

      Só como exemplos adicionais, a “persistência” de Saraiva e Cultura na “fé” de que as coisas iam melhorar por si só, sem nenhum fundamento, as arrastaram para a QUEBRA. Idem para Avianca, Rede de Hotéis Othon, etc.

      Presenciei de perto empresa que caiu no otimismo UFANISTA no final de 2016 e apostou todas as fichas em 2017, quebrou a cara, um monte de demissão, super-estoque, endividamento aumentou, apostaram de novo no final de 2017, novamente com novos cortes e aumento em prejuízos em dívida em 2018, não contentes, apostaram, só que menos, baseados no otimismo do final de 2018 e já quebraram a cara no início de 2019, fizeram novos cortes, pioraram ainda mais o endividamento e agora estão na corda bamba.

      Se levar isto ao nível de governos, quebra Estados e Países.

      Rio de Janeiro, o campeão nacional do otimismo UFANISTA, via Copa do Mundo + Olimpíadas + horda de imigrantes do exterior, trem-bala, pré-sal, obras da Petrobrás a rodo, os maiores reajustes do funcionalismo público no país, o maior aumento de preços de imóveis do país e assim vai. E a consequência? O maior e mais devastador cenário de CAOS do país.

      Quem não lembra de Lula e Dilma com promessas de Pré-Sal, Trem-Bala, Copa do Mundo, Olimpíada, etc? E o resultado? A super-crise que vivemos!

      Agora, o novo governo DOBROU a meta com promessas TRILIONÁRIAS! Imagine o quanto de empresas que acreditarão CEGAMENTE neles e vão para o vinagre, assim como consumidores ficando ainda mais endividados, aumento em inadimplência e assim vai.

      E ainda tem gente que não conseguiu entender até hoje, porque o otimismo UFANISTA é tão destrutivo para economia e sociedade!

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • socrates 10 de abril de 2019 at 22:58

        Ca, a empresa quebra mas os executivos e socios, de todos os tipos, ficam ricos.
        e isso sempre se repetira enquanto houver reserva de mercado

        2+
  • Godinez 10 de abril de 2019 at 16:52

    Vi nesse material um certo otimismo por parte do time da McKinsey (não tão grande quanto o dos agentes públicos):

    https://www.brazilatsiliconvalley.com/brazil-digital-report

    Recomendo a leitura para os entusiastas da discussão econômica (o Capítulo 1 é sobre a situação macroeconômica).

    6+
    • avatar
  • Cajuzinha 10 de abril de 2019 at 17:27

    Conselho da Gafisa aprova aumento de capital com emissão de novas ações ordinárias

    5+
    • avatar
    • CA 10 de abril de 2019 at 18:28

      Cajuzinha,

      Ontem, durante o dia e antes de anunciarem o aumento de capital, a ação despencou mais de 4% (na verdade, todos já sabiam que ela faria isto, vinha sendo especulado há tempos).

      Hoje, após o anúncio, a Ação da Gafisa “recuperou” 0,66%.

      Esta é mais uma JOGADA para SIMULAREM que vão recuperar a empresa, de novo sem NENHUMA base no negócio dela!

      Análogo ao que aconteceu quando o antigo gestor da GWI, o sul coreano que estava no comando da GAFISA, comprou pela Gafisa Ações dela mesma deixando em Tesouraria, SIMULANDO que ele saberia de algo super-positivo sobre os resultados da empresa, a tal ponto que comprar ações da própria empresa e deixar na Tesouraria seria melhor do que qualquer aplicação financeira.

      O golpe de comprar as próprias Ações para valorizá-las, é SUPER-ANTIGO, apesar disto, por incrível que pareça os SARDINHAS caíram nesta e a Ação deu uma boa valorizada logo em seguida, para logo depois DESPENCAR muito mais quando foram divulgados os resultados da Gafisa.

      Daí fizeram a jogada de boletos pelos quais eles já haviam recebido de um credor e enviavam para o cliente em nome da Gafisa (para receber duas vezes pelo mesmo título), um CRIME FINANCEIRO. Ação despencou ainda mais.

      Um fundo de investimentos comprou o controle da Gafisa, tirou a GWI e assumiu o controle, ação subiu de novo. Ficaram um tempo com indefinições, Ação caiu. Entrou investidor com especialidade em “recuperar” empresa quebrada, às custas de distribuir prejuízos para credores, Ação subiu.

      E assim, a Ação da Gafisa continua nesta montanha russa quanto a sua cotação. Ontem despencou, hoje subiu.

      Sobre esta última JOGADA, de aumentarem Capital.

      Estão vendendo para os SARDINHAS, que o problema da Gafisa é recente e se deve exclusivamente à gestão ruim da GWI e as trapalhadas / golpes que eles aplicaram em nome da Gafisa e que com este aumento de capital social a Gafisa vai conseguir pagar suas dívidas, ter condições de voltar a fazer lançamentos e vendas de imóveis em bom volume graças à “recuperação dos empregos, da economia e do setor imobiliário” e fora isto, que ela poderá finalmente usufruir das benesses da nova lei de distratos, da SELIC baixa e dos resultados TRILIONÁRIOS que o novo governo promoverá com reforma da previdência, privatizações, vendas de imóveis federais e cadastro positivo, de tal forma que com tudo isto, ao final a Gafisa será como uma Fenix que renasceu das próprias cinzas rumo à Glória!

      ÓBVIO que TUDO que consta no parágrafo anterior é uma enorme VIAGEM NA MAIONESE! Desde 2013 já alertava por aqui que a Gafisa tinha sido uma das líderes das vendas FALSAS na planta e que por mais que PEDALASSE, fatalmente quebraria, assim como já aconteceu com Viver, PDG, Rossi e uma infinidade de outras sem Ações na BOVESPA. Ao longo de anos ela já fez vendas com esquemas mais do que suspeitos de parte de seus negócios, tudo para continuar PEDALANDO com as vendas FALSAS na planta. A capitalização pode até ajudar a cobrir as dívidas TEMPORARIAMENTE, mas não será o suficiente para disparar nas PEDALADAS via novo volume relevante de lançamentos e vendas FALSAS na planta, com isto, a bicicleta cai de novo e isto aparece nos próximos resultados trimestrais que serão igualmente PÉSSIMOS, fazendo com que novamente o preço da Ação volte a DESABAR, quando novamente descobrirem que a operação não se sustenta.

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 10 de abril de 2019 at 23:21

        basta o valor 0,66 % cabalístico de recuperação da gafezes kkk… tudo dá 666! (por coincidência minha tia disse que recebeu 63.666 reais de herança… kkk e eu vou receber 66k pela venda da casa do meu pai… ahhhhh!!! ‘isso non ecziste’!!!

        5+
        • avatar
        • avatar
  • Cajuzinha 10 de abril de 2019 at 17:37

    Washington, 10 Abr 2019 (AFP) – O Fundo Monetário Internacional (FMI) alertou
    nesta quarta-feira que o aumento dos níveis de endividamento das empresas e
    dos Estados e o forte aumento de empréstimos arriscados pode tornar a
    economia global mais vulnerável a outra recessão severa.

    “Nos Estados Unidos, a proporção de dívida corporativa em relação ao PIB se
    encontra em níveis recorde. Em vários países europeus, os bancos estão
    sobrecarregados com títulos do governo”, disse Adrian em coletiva de imprensa.
    A vulnerabilidade do setor empresarial “parece forte em aproximadamente 70%
    dos países de importância sistêmica”, detalhou.
    As ações dos títulos de menos classificação (BBB) se quadriplicaram desde o
    último relatório de outubro, enquanto a quantidade de dívida mais arriscada, ou
    de “grau especulativo”, duplicou, segundo o Fundo.
    – Solvência degradada -Uma desaceleração econômica mais forte ou condições
    financeiras muito menos flexíveis poderiam “afetar a capacidade das empresas
    endividadas de quitar suas dívidas”, especialmente porque a solvência dos
    prestamistas piorou significativamente, acrescentou Fabio Natalucci, diretor
    adjunto do departamento de mercados financeiros.

    https://economia.uol.com.br/noticias/afp/2019/04/10/fmi-alerta-que-aumento-da-divida-torna-economia-global-mais-vulneravel.htm

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 10 de abril de 2019 at 18:40

      Cajuzinha,

      Sobre este trecho:

      “As ações dos títulos de menos classificação (BBB) se quadriplicaram desde o
      último relatório de outubro, enquanto a quantidade de dívida mais arriscada, ou
      de “grau especulativo”, duplicou, segundo o Fundo.”

      Por incrível que pareça, no mundo REAL, a situação é MIL VEZES PIOR!

      Para lembrar, temos centenas de TRILHÕES de DERIVATIVOS espalhados pelo globo, onde uma parte relevante, não tem NENHUMA checagem para verificar se a classificação atribuída tem o mínimo de confiabilidade e fortíssimas desconfianças de que existe uma parcela RELEVANTE de títulos PODRES classificados como se fossem “bons”, em escala muito MAIOR e PIOR do que aquilo que aconteceu até 2008 quando espalhavam o subprime americano como títulos AAA em alto volume e para diversos países, também através de derivativos.

      Vamos lembrar do que o Cesar_DF já apresentou por aqui também quanto ao MILAGRE de reclassificação dos títulos da CEF, que em meio ao período de AGRAVAMENTO da crise, tiveram uma melhoria de rating que não existiu para nenhum banco, em qualquer lugar do planeta! Depois ainda tivemos o relatório da CGU que foi apresentado por aqui e que demonstrou a mesma “estranheza” quanto aos “critérios” adotados pelos bancos para melhorar a classificação, apontando especificamente que havia conflito de interesses e falta de critério. Temos sim uma ENORME BOMBA na CEF e não só nela, sabemos que o volume de crédito imobiliário PODRE espalhada pelos bancos é MUITO MAIOR do que aquela reconhecida de forma “oficial”, assim como os valores de garantia dos imóveis estão adulterados e daí para pior.

      O mais “engraçado” de tudo isto é que a esta altura do campeonato, já no final da festa, vem o novo presidente da CEF, um ex-BTG, e promete vender R$ 100 BILHÕES em títulos da CEF via derivativos para poder PEDALAR e DOBRAR o crédito imobiliário via banco PÚBLICO, ou seja, o nosso capitalista de CARACAS querendo replicar o esquema acima aos 48 minutos do segundo tempo!

      A GEELE (Global Economic Extinction Level Event – by PXdPF) vai ser feia, enquanto isto, no governo de todos os países continuam fazendo o papel da banda do Titanic, com musiquinhas leves enquanto o barco afunda…

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 10 de abril de 2019 at 20:04

        Pelo que acompanho nos leilões da CEF, só quando o imóvel está sendo vendido por um valor inferior a 50% do valor de avaliação que aparece algum comprador, mas para ter certeza que o imóvel vai sair, só quando ele atinge 70% de “desconto”.

        Uma das tentativas de realizar o primeiro leilão de imóveis por atacado no Brasil acabou fracassando no último final de semana. Nesta sexta-feira (21), após o leilão encerrar sem lances, a Caixa Econômica Federal informou que irá revisar a ideia de leiloar vários imóveis ao mesmo tempo, contrariando as expectativas que a instituição financeira tinha no meio deste ano.

        Em julho, a CEF havia anunciado de que iria realizar a venda de 6 mil imóveis, por atacado, em apenas dois lotes. A grande esperança era de que a instituição financeira pudesse levantar uma quantidade expressiva de dinheiro com os leiloes, principalmente porque, hoje, muitos imóveis estão “encalhados” e o estoque do banco passa de 40 mil unidades anunciadas em leilões virtuais.

        O banco alegou que o principal motivo do baixo interesse foi o preço. Os imóveis anunciados no leilão por atacado estavam, em média, 30% mais baratos do que o preço comum de avaliação, o que desagradou os possíveis arrematantes.

        http://www.anzoategui.com.br/artigo-anzoategui/51/Anzoategui+Advogados+Associados

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Alemon Fritz 10 de abril de 2019 at 20:39

    CVR
    – Cara indignado ao telefone gritando aqui no lado da minha janela, falando com contador:
    Vou perder 6mil reais por causa do imposto de renda pelo aluguel que recebo. Já estou no limite aqui na empresa e pelo recebimento aluguel eu caio novamente… Vai ficar cerca de 40% do valor que recebo de aluguel pro imposto de renda! # & #!!! mais de 6k. Já falei na imobiliaria hoje pra refazer o contrato com a inquilina (kkkk) e mudar. E ainda eles recebem 10%.. e Já paguei chamada de capital, e melhorias em 2017, agora vou me lascar novamente.. kkk

    21+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 10 de abril de 2019 at 20:52

    enxurrada:
    -FGTS: entenda mais sobre a chance de aquirir imóvel para pais e filhos, com os depósitos na Caixa Econômica Federal. (kkkkk)
    a Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal (CAE) fez discussão sobre a PLS 337/2015, que trata da possibilidade de saque do FGTS, para que o trabalhador compre imóveis para filhos e pais.

    -Feirão’ imobiliário oferece 15 mil imóveis em S. Gonçalo, Niterói e …
    O São Gonçalo-há 20 minutos Os imóveis Caixa estarão disponíveis para o público em geral, sendo uma ótima oportunidade de adquirir a casa própria a preços e condições …

    -Santa Catarina apoia regularização de imóveis rurais.
    O Presente Rural (liberação de imprensa) (Blogue)-há 10 horas
    Nessa etapa serão 1.740 imóveis regularizados. está em andamento a licitação para regularização de mais 7.040 propriedades…

    -Bombeiros passam a fiscalizar e a poder multar e interditar imóveis …
    Metro Jornal-há 11 horas

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 11 de abril de 2019 at 06:50

      Pensei que eles sempre fizeram ou deveria estar fazendo isso.
      Claro que sempre tem a “taxinha” pra liberar possilgas perigosas.

      2+
  • Cesar_DF 10 de abril de 2019 at 22:20

    Para os que pensavam que a situação da Venezuela estava feia, ocorreu uma queda de 50% na produção de petróleo, uma commodite que responde por 90% do PIB

    https://www.gazetadopovo.com.br/mundo/apagoes-fizeram-producao-de-petroleo-na-venezuela-cair-pela-metade/

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • tmarabo 11 de abril de 2019 at 10:33

      Estes 50% devem ser da cota de cuba e das empresas russas.

      2+
    • Senhor Bolha 11 de abril de 2019 at 10:43

      Que mantém o lixo venezuelano funcionando é a russia &China, estes países exploram as reservas da estatal venezuelana comprando petroleo a preço de banana.

      Na mídia estatista vai sair que EUA que é o maior comprador, sendo que apenas 11% do petroleo no EUA é de origem venezuelana, mais de 40% vem do Canadá.

      Ademais esta questão do preço do petroleo pode ser usada para mascarar outras questões heterodoxas no que tange socialismo.

      Basicamente criam um bode expiatório para tirar a discussão do foco.
      A realidade é a mesma de sempre: socialismo no rabo dos outros é refresco KKKKk

      Porque a Venezuela não contrata o pessoal da MME para resolver a questão da dívida pública?

      4+
      • avatar
  • socrates 11 de abril de 2019 at 08:05

    Bndes empresta 50 milhoes de reais ao parque Beto Carrero.
    Por que o emprestimo nao foi concedido por um banco “privado”, como itau ou bradesco? Mas com o bolsonaro nao ia ser diferente? Com o “ultra liberal” paulo guedes o bndes nao deixaria de bancar a festa alheia? Nao faz reformas estruturais tributaria/trabalhista e depois ajuda alguns? E aquela historia de “o governo nao existira onde a atividade privada pode existir”?
    https://www.terra.com.br/amp/economia/bndes-vai-emprestar-r-50-milhoes-para-parque-beto-carrero-world,f4249cdc6f88ea16ebd573882a8bb6e96d8iej9g.html

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 11 de abril de 2019 at 08:57

      Os novos campeões nacionais.

      Governo quer dar incentivo fiscal a empresas de turismo, diz ministro
      O governo Jair Bolsonaro planeja dar incentivos fiscais a empresas ligadas à cadeia do turismo para instalação de hotéis e atrações, como parques temáticos, nos 26 Estados e no Distrito Federal

      https://www.jb.com.br/economia/2019/01/972881-governo-quer-dar-incentivo-fiscal-a-empresas-de-turismo–diz-ministro.html

      6+
      • Alemon Fritz 11 de abril de 2019 at 09:02

        Podemos ficar que nem que Portugal, Dubhai, espanha

        3+
        • avatar
        • Carlos 11 de abril de 2019 at 09:05

          De preferência com dinheiro público e sem riscos 😉
          Não se faz mais liberais como antigamente

          9+
          • avatar
          • Alemon Fritz 11 de abril de 2019 at 09:10

            A madonna pode vir pra cá e comprar uma villa, junto com U2, e Cristiano Ronaldo…..kkkk vai valorizar.

            5+
            • avatar
            • Carlos 11 de abril de 2019 at 09:15

              Que nada, traz logo a doida da Angelina Jolie e ela adora metade dos órfãos do país 😃😆😄

              6+
              • avatar
            • socrates 11 de abril de 2019 at 09:50

              o Beckham não havia comprado um barracão na favela do Vidigal?
              E o Ronaldinho na vila do Pan?

              Os invejosos não veem que os imoveis estão desvalorizados por aqui. É no minimo 30% ao ano de valorização até 2066.

              9+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
      • Senhor Bolha 11 de abril de 2019 at 10:57

        Falta de aviso não foi, inclusive alertei que todo liberal quando entra no governo faz justamente o contrário da cartilha liberal.

        Quem um exemplo: Macri continua monetizando a dívida argentina com impressora! Ademais não tem como jogar uma agenda liberal no mundo moderno devido ao mind set pobre da massa; principalmente quando sindicatos , empresários e bolseiros dão as rédeas do debate público.Ou seja, toda patota beneficiados pelo esquema querem manter sua boquinhas.No fundo tudo se trata de conveniência política, as pessoas não querem ouvir a realidade !

        Vide os conservadores norte americanos que defendem abertamente aumento de déficits públicos e monetização da dívida.
        Enquanto os liberais americanos defendem socialismo escancarado hahaha

        Não tem saída, o povo adora uma pedalada!
        Para este pessoal ufanista eu digo: A realidade não respeita ideologia.

        Se você gasta mais do que arrecada uma hora a bomba estoura !
        Moeda podre inflacionada não gera crescimento!
        Dinheiro estatal não pode salvar a economia no longo prazo.
        O déficits do governo vão aumentar cada vez mais , e isso vai vir acompanhado de uma rodada massiva de aumento nos impostos.

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Cajuzinha 11 de abril de 2019 at 08:05

    Os juros cobrados nas operações de crédito para pessoas físicas tiveram uma leve alta em março, após 12 meses consecutivos de redução, segundo levantamento da Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac) divulgado nesta quinta-feira (11).

    6+
  • Cajuzinha 11 de abril de 2019 at 08:11

    Bolsas asiáticas caem majoritariamente com preocupação sobre economia global
    Estadão Conteúdo

    11/04/19 – 06h39

    Já o presidente do BCE, Mario Draghi, manteve tom “dovish” (favorável à manutenção de estímulos) ontem e previu que a desaceleração da zona do euro vai continuar este ano.

    6+
  • Cajuzinha 11 de abril de 2019 at 08:13

    IPTU: inadimplência gera prejuízo de mais de R$100 milhões

    Ao todo, as prefeituras de Serra, Cariacica, Vila Velha e Vitória deixaram de arrecadar R$ 102,1 milhões em 2018

    https://www.gazetaonline.com.br/noticias/cidades/2019/04/iptu-inadimplencia-gera-prejuizo-de-mais-de-r-100-milhoes-1014176002.html

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 11 de abril de 2019 at 09:07

    Ana maria dizendo que se a galera fizesse feirinha de produtos parados da casa (usados pouco usados) circularia mais de 50 milhoes de reais na economia.. (móveis, fogão, lavar, ar, etc..) bora galera.

    12+
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 11 de abril de 2019 at 09:20

      Ana Maria brega pegou a febre do tchutchuca?
      Ainda que o Paulo Guedes lembra mais a Oprah Winfrey, 100 bilhões pra você, mais 100 pra vc também, um trilhão pra você aí atrás, mais um trilhão pra moça da frente 😆😆😆😆

      6+
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 11 de abril de 2019 at 09:24

    estável:
    -Fiscalização aponta que 59 mil imóveis não pagam impostos em Petrópolis, incluindo Condomínios de Luxo …
    G1-há 12 horas

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 11 de abril de 2019 at 09:29

      Lembra das mansões construídas ilegalmente em áreas de preservação ambiental de Brasília?
      Que fim levaram? E isto bem debaixo dos narizes da justiça e governo, nada me surpreende no bananistão.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • socrates 11 de abril de 2019 at 09:46

        bem lembrado.
        O “novo governo” do DF já mexeu com as mansões em torno do Lago Paranoa?

        5+
        • avatar
        • avatar
  • Alemon Fritz 11 de abril de 2019 at 09:34

    -Solicitações contra imóveis abandonados em Limeira crescem 61% …
    G1-04/04/2019
    O número de solicitações contra imóveis abandonados em Limeira (SP) subiu 61,2% no primeiro trimestre deste ano.A prefeitura recebeu 139 solicitações sobre as casas abandonadas.
    (se cada cidade tiver apenas 100 casas abandonadas teremos 720.000 casas abandonadas na bananazuela)

    7+
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 11 de abril de 2019 at 09:36

      ops 565.000 mil casas abandonadas

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 11 de abril de 2019 at 09:35

    Realidade do mercado imobiliário:
    Preço: R$ 844.000R$ 1.533.000
    Tenho a tabela de lançamento com esse preço de R$ 1.533,00 e teve gente que pagou.

    https://se.olx.com.br/sergipe/imoveis/torres-do-garcia-556785265

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • tmarabo 11 de abril de 2019 at 10:08

      ou seja, está anunciado por 55% do valor, afora a inflação.

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Senhor Bolha 11 de abril de 2019 at 10:14

    IPCA de março supera projeção do Copom

    Com a surpresa de março, a inflação acumulada em 12 meses chega a 4,58% e fica acima da trajetória para a meta anual, de 4,25%

    O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de março, que ficou em 0,75%, superou o percentual projetado pelo Banco Central (0,55%).

    Mas não deverá ter maiores implicações para a estratégia de política monetária, caso não afete negativamente as expectativas de inflação de prazos mais longos.

    7+
    • avatar
    • avatar
    • Senhor Bolha 11 de abril de 2019 at 10:36

      Pedala , pedala.

      Lembrando que tivemos efeito climáticos em 2019 acabando por derrubar a produtividade no campo. Isso não ocorreu nos anos anteriores ( O que acabou gerando safra agrícola recorde 2017 e 2018),consequentemente sem esta mão amiga do clima, aguarde uma inflação mais elevada na cesta de alimentos nos próximos meses.

      OBS: Tem economista querendo jogar Selic para 5% a.a

      O preço do tomate aqui onde moro subiu 100%, e todos outros legumes e frutas com aumento de mais de 40%, ademais alguns itens como papel e celulose estão sofrendo com a depreciação do real. A desvalorização é feita por meio da impressora estatal tupiniquim, principalmente quando o governo assume déficits cada vez maiores sem contrapartida tem uma arrecadação que de conta de manter a maquina funcionando.

      E como expliquei anteriormente, intervenções no cambio só servem para torrar reservas e dar saída para especuladores, política cambial se faz com moeda forte e fiscal robusto.

      No mercado de capitais estou bem dolarizado e cogito aumentar ainda mais exposição a moeda, na parte de pós fixados continuo processo de aumentar liquidez da carteira aguardando estouro do fiscal nos próximos 3 anos.

      No congresso a palhaçada continua a todo vapor! políticos analfabetos defendendo teses de impressora estatal e mulas com doutorados perdidos em planilhas de econometria , este pessoal vive tentando explicar o porque não retomamos padrão de consumo pré 2012.

      Até o momento ninguém fala de bolha e pedaladas heterodoxas pré e pós 2008.

      No ambiente corporativo: Comerciantes quebrados, rolando dívidas e esperando uma luz no fim do túnel, academias vazias, mercados vendendo itens de baixa qualidade, feirantes no prejuizo e varejistas com estoques parados.

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Falido.com 11 de abril de 2019 at 11:16

    Sr Bolha,
    .
    Peço sua análise sobre 2 coisas ditas aqui:

    1- Vc disse sobre a atuação do BC o controle artificial do câmbio ser danoso e ineficiente… sobre “moeda forte”…. mas, como moeda forte com a cotação do dólar a 3,84 ?? Se 1 real vale menos 3,84x o dólar e toda a economia brasileira é dolarizada, não existe essa saída sobre moeda forte….
    Sei que seria a melhor saída mas não é apenas uma solução inalcançável, irrealista?

    2- Sobre o caso GAFISA, quem ainda pode comprar ações dela sem saber um mínimo sobre as cabeçadas que a empresa tem dado pelo menos nos últimos 5 anos? Existe sardinha nível hard?

    1+
    • Alemon Fritz 11 de abril de 2019 at 11:22

      pra comprar lixo tem fundos kabalísticos pra falir depois..
      .Fundos têm US$ 6 bi travados, à espera da reforma da Previdência
      Correio Braziliense-31/03/2019 Os fundos de private equity, que compram participações em empresas, estão com apetite reforçado para o Brasil. Eles captaram US$ 6 bilhões

      5+
      • avatar
      • avatar
      • Falido.com 11 de abril de 2019 at 11:29

        Como lixo? Esses fundos só tem ricos, pobre nem sabe que existe isso…
        Vão “doar” o dinheiro pra tomar prejuízo?

        1+
        • CA 11 de abril de 2019 at 12:12

          Falido.com,

          Veja o exemplo da própria Gafisa que você mencionou acima e teve a entrada do mega investidor Sam Zell, fizeram o esquema das vendas FALSAS na planta e antes de aparecerem os distratos ele vendeu a participação dele com lucro bilionário, que virou super-prejuízo para SARDINHAS que compraram as Ações e viram elas despencarem, poucos anos depois, com a empresa ameaçada de quebrar, venderam 70% do segmento Alphaville para um fundo de investimentos americano, onde os administradores do fundo certamente ficaram no lucro, para os investidores do fundo terem enorme prejuízo e não contentes, poucos anos depois venderam 30% da Tenda para outro fundo de investimentos americano exatamente com os mesmos resultados!

          O que não falta são fundos com administrações que cometem todos os tipos de crimes para lucrarem e deixarem os prejuízos para quem depende deles. No Brasil, tivemos o caso dos fundos de pensão de empresas públicas administrados por corruptos indicados por PT e MDB, onde os administradores tiveram lucros bilionários e desviaram o dinheiro para os caciques destes partidos e outros “parceiros” (inclusive o IPiraNaGrana), enquanto temos ainda um grande número de fundos de pensão no Exterior que tem uma boa grana aplicada em DERIVATIVOS que embutem alto volume de títulos PODRES, ou seja, nova leva de pessoas que vai ficar sem sua aposentadoria ao redor do globo, o que aliás não é inédito, ver casos de Worldcomm e Enron nos EUA no início do século onde aconteceu exatamente isto, vários fundos de pensão apostando alto nestas empresas e quando apareceram os crimes financeiros e elas foram para o vinagre, milhares de americanos perderam suas aposentadorias (por isto que surgiu a Sarbanes Oaxley).

          Aproveitando, quanto aos SARDINHAS, por DEFINIÇÃO eles são DESINFORMADOS, não buscam referências e acreditam CEGAMENTE no que dizem os “especialistas economistas”, vide que aplicaram o golpe mais antigo do mundo que foi o da empresa comprar as próprias Ações e deixar em Tesouraria e caíram nesta achando que ela valia demais, só para virem os resultados e a Ação despencar de novo, então, sim, é provável que muito caiam neste novo golpe.

          7+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • socrates 11 de abril de 2019 at 12:26

            CA, há possibilidade do crescimento momentaneo das ações ser somente artificial, para transferir $$$?
            A CVM não vai em cima de quem tem muito prejuízo, né? Só de quem tem muito lucro

            1+
            • CA 11 de abril de 2019 at 13:42

              socrates,

              Isto de criarem BOATOS para transferirem $$$ de SARDINHAS para TUBARÕES e depois quando aparecem os FATOS o prejuízo ficar só com os sardinhas é o princípio de todas as bolsas de valores ao redor do globo.

              Vou lembrar um caso “curioso” que “passou batido” na grande mídia:

              O IPiraNaGrana em uma bela sexta-feira à tarde falou que faltavam só 49 votos para aprovarem a reforma da previdência. A BOVESPA imediatamente deu uma disparada. Alguns “parças” do IPiraNaGrana faturaram alto naquele dia. À noite, poucas horas depois, depoimentos de diferentes líderes do governo dando conta que não havia nenhum mapa de quem votaria a favor ou contra e uma pesquisa divulgada uma semana depois dizia que faltavam mais de 150 votos, uma diferença GRITANTE. Não foi nada “inocente” nem “sem querer”, uma galera faturou alto no day trade graças a isto.

              Sobre a CVM, ela não vai em cima de NINGUÉM!

              Sabe quem aprovou que um ADIANTAMENTO de valores que é pago no momento em que o empreendimento é lançado fosse considerado como uma “venda”, no caso dos imóveis? A CVM. Foi a partir daí que as construtoras dispararam como NUNCA nos lançamentos e vendas FALSAS na planta! E depois, como a CVM ia voltar atrás e reconhecer um erro tão grave como este? Mesmo com evidências ABSURDAS, como os DISTRATOS BILIONÁRIOS a partir de 2011, MUITO ANTES de qualquer crise na economia, a CVM não fez absolutamente NADA, porque afinal de contas, ela quem deu a aprovação final para que o GOLPE fosse aplicado, não poderia voltar atrás e se expor MAIS UMA VEZ (inúmeros casos de problemas antes, ver escândalo da OGX, por exemplo).

              7+
              • avatar
              • avatar
              • socrates 11 de abril de 2019 at 14:37

                obrigado, CA.
                realmente , está tudo dominado.
                Eu citei a questão da transferência porque o $$$ nao precisa sair necessariamente das sardinhas(suponho).
                Por exemplo: se muita gente tiver mamando do governo (laranjas) ou, de qualquer outra forma ilegal/imoral, o $$$ tem que chegar ao dono da feira de algum modo. E com a conivencia da CVM, como voce bem indicou, isso nao deve ser dificil pela bolsa de valores.

                0
          • Falido.com 11 de abril de 2019 at 12:58

            então não passa de uma pirâmide? quem compra por último sempre perde?

            3+
            • CA 11 de abril de 2019 at 13:53

              Falido.com,

              Todo golpe tem seu “timing” próprio, quem entra e sai do esquema no momento certo, fatura, quem chega tarde na festa, paga a conta sem usufruir.

              Por que Sam Zell entrou na Gafisa em 2005 e saiu em 2010 com lucro BILIONÁRIO e Enrique Bañuelos entrou na PDG em 2007 e saiu no meio de 2011, igualmente com lucro bilionário? Porque a partir de 2008, tanto a Gafisa quanto a PDG DISPARARAM nos lançamentos e nas vendas FALSAS na planta. Sam Zell e Enrique Bañuelos sabiam que o prazo entre lançamento, entrega, tentativa de obter o crédito imobiliário, rejeição e oficialização do distrato, era de 3 anos, logo, como o esquema começou em 2008, teriam que sair até 2011 para usufruírem do lucro, simples assim!

              O caso da PDG teve ainda outras curiosidades e virou um exemplo de que até um tubarão pode engolir o outro. Adivinhe quem assumiu a participação do Enrique Bañuelos a preço de ouro em 2011? A galera que era da BTG! Sim, eles caíram no golpe direitinho! Claro que depois disto, eles também perpetraram “N” golpes pela PDG em conjunto com a BTG e com a CEF, para transferir o prejuízo deles para os SARDINHAS, tudo sempre baseado no timing certo para entrada e saída.

              Agora, o atual presidente da CEF quer vender para o mercado R$ 100 BILHÕES em DERIVATIVOS do crédito imobiliário da CEF, repetindo o esquema do subprime americano, para pegar o dinheiro que receber e continuar PEDALANDO com o crédito PODRE da CEF. Aqui ele é o exemplo típico de quem chegou ATRASADO NA FESTA: estamos com CENTENAS DE TRILHÕES DE DÓLARES em derivativos ao redor do globo, muitos deles embutindo crédito PODRE, sendo que isto tem ganho cada vez mais visibilidade na mídia (ontem mesmo mais uma notícia colocada pela Cajuzinha aqui no blog) e só agora que eles vão poder TENTAR aplicar este GOLPE. Quantos vão embarcar nessa? Claro, a BTG vai comprar UMA PARTE e talvez com dinheiro de fundos de investimentos geridos por ela, para repassar o prejuízo para SARDINHAS, mas a esta altura, será que vão achar tantas outras empresas para comprar todo este volume e tantos SARDINHAS com o mínimo de dinheiro para caírem nesta ROUBADA?

              5+
              • Cesar_DF 11 de abril de 2019 at 16:34

                CA

                A CEF estaria numa sinuca de bico: se ela criar um CDO e o mercado só aceitar comprar um título com 60-70% abaixo do valor de face, que seria a soma do valor de avaliação dos imóveis neste CDO, então a CEF não terá mais como negar que sua carteira está sobrevalorizada e que a dívida imobiliária está maior que as garantias imobiliárias (LTV – Loan to Value Ratio > 100%) , indicando uma situação de insolvência da carteira.
                https://www.bcb.gov.br/content/publicacoes/ref/201904/RELESTAB201904-refPub.pdf

                Veja que gráfico “LINDO”, dos imóveis encalhados que não conseguem leiloar.

                5+
                • avatar
                • avatar
    • Senhor Bolha 11 de abril de 2019 at 12:19

      Você confunde cambio que nada mais é que desvalorização de uma moeda perante outra cesta de moedas com controle de preços, que nada mais que manter uma moeda artificialmente depreciada ou sobre avaliada por meio do banco central.

      Por exemplo: O guido mantega praticou controle de preços durante todo seu mandato.
      E pessoalmente apostou contra a própria medida , ou seja: comprou dólares apostando numa desvalorização do real.

      A moeda é como um bem escasso : Quanto mais tem no mercado menos a moeda tende a valer perante outra cestas de moedas, principalmente quando o maior volume de moedas é feito via emissão de dívida e concessão de crédito, ou seja: Não foi criação de riqueza, apenas multiplicação de dígitos.

      Vou dar um exemplo real da economia argentina ” dolarizada”, isso acontece devido ao agentes saberem que o governo monetiza dívida com impressora estatal.

      Quando o banco vende parte da reserva cambial na maior parte das vezes da saída para especulação ao custo de manter o dólar congelado durante um breve período, mas caso este governo continue incorrendo em déficits o tesouro nacional vai ter que monetizar a dívida pública via impressora estatal .

      Volta no ex: O governo imprimi dinheiro e desvaloriza a moeda para manter seus déficits. Ao perceber este mecanismo agentes do mercado, comerciantes e credores do governo com medo de tomar um calote branco dolarizam a economia aumentando a demanda por dólares! Este processo de desvalorização continua da moeda nacional faz com que o governo venda reservas para manter o cambio durante um curto período , mas a longo prazo quanto menores as reservas mais suscetível o país fica e maior tende a ser desvalorização da moeda nacional.

      Basicamente o que diferencia o Brasil do argentina é que as reservas são um escudo,uma vez que governo deprecia moeda as reservas tendem aumentar ( Hedge cambial).

      Quando governo vende reservas para controlar preço via derivativos do mercado financeiro, caso dólar suba muito existe perdas com swaps, isso faz com banco central fique descapitalizado.Moeda forte significa gastar menos que arrecada = menores déficits = menor necessidade de monetizar dívida pública com impressora = fortalecimento da moeda. Moeda fraca é justamente quando você faz ao contrário:

      Logo o governo tem que atacar a causa e não o sintoma da gripe, mas isso exige um mind set da sociedade, coisa que inexiste atualmente.

      Logo governo controla o cambio no curto prazo , mas com perdas gigantescas no futuro. Por isso controle de preços é idiotice, não funciona e nunca funcionou. Os especuladores sabendo que o governo controla o preço da divisa artificialmente por meio do BC, compram cada vez mais dólares, afinal se eu sei que o preço de um produto é 3,70 pela inflação vigente porque diabos não compraria esta moeda por 3 ou 2,50? Logo quando governo intervém eles basicamente troca estabilização da taxa no curto prazo para uma perda cambial a longo prazo. O que continua não resolvendo o x da questão que girar em torno dos déficits do governo e pouco tem haver com política cambial.

      A mais economiza brasileira é dolarizada? Na verdade apenas uma parte dela é dolarizada . O que esta posto na mesa é que controle de preço não funciona porque não ataca a causa raiz que é depreciação da moeda mediante endividamento .

      Por isso tratar de cambio com aspecto isolado é como dizer que uma pessoa expostas a radioatividade precisa apenas tomar o remedinho que vai ficar tudo bem.

      No fundo prevenir é melhor que remediar, e prevenção se faz por meio do fiscal e não com política cambial.
      EX: Porque o cambio dispara toda vez que governo aumentar os déficits públicos?
      Porque a taxa de juros futuros aumenta com qualquer noticiar desidratação das reformas?
      Respondo adiante porque os agente sabem que se governo continuar gastando mais que arrecada , muito provavelmente vai monetizar a dívida por meio de emissão de títulos e impressora estatal.

      Se o governo anda servindo festa por controle de preço o melhor a se fazer neste cenário é se servir enquanto o cambio não dispara. Pergunte ao pessoal que comprou dólar quando este estava 2,30 foi servido pelo BC brasileiro durante muito tempo, e dada continuidade da depreciação da moeda podemos ter mais rodadas de serviço.

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • socrates 11 de abril de 2019 at 12:28

        “Por exemplo: O guido mantega praticou controle de preços durante todo seu mandato.
        E pessoalmente apostou contra a própria medida , ou seja: comprou dólares apostando numa desvalorização do real.”

        sério isso?
        O que falta para ele ser preso?
        Ele sabe demais ou alguns tucanos fizeram a mesma coisa?

        4+
        • avatar
        • avatar
        • Senhor Bolha 11 de abril de 2019 at 12:34

          Em 2011 quando Mantega controlava a moeda.

          Depois de um ano e oito meses, o Banco Central (BC) voltará a comprar dólares no mercado futuro. No início da noite de quinta-feira (13), a instituição anunciou a retomada das operações de swap cambial reverso.

          A última operação do tipo havia ocorrido no dia 5 de maio de 2009. De acordo com comunicado do BC, o leilão será realizado entre as 12h e 12h30 desta sexta-feira (14). Serão oferecidos 20 mil contratos de US$ 50 mil, o que totaliza US$ 1 bilhão.

          Equivalente à compra de dólares no mercado futuro, o swap cambial reverso ajuda a conter a queda do dólar. O Banco Central aposta que os juros subirão mais que a moeda norte-americana. Os investidores apostam o contrário. No fim do contrato, as duas partes trocam os rendimentos das operações. Caso o dólar caia, os investidores terão lucro e o Banco Central fica com o prejuízo, assumindo o risco das oscilações do câmbio.

          O ministro da Fazenda, Guido Mantega, havia afirmado no início da semana que o governo poderia atuar no mercado futuro. Na segunda-feira (10), ele disse que uma eventual oferta de swap cambial reverso não traria prejuízo para o governo porque as autoridades têm “certeza” de que não haverá valorização do real (queda do dólar).

          Resolução publicada na segunda-feira (10), no Diário Oficial da União (DOU), autoriza o fundo a operar no mercado futuro de câmbio. Nos últimos anos, o Banco Central tem comprado dólares para aumentar as reservas internacionais em leilões à vista, sem atuar no mercado futuro.

          2+
          • avatar
          • avatar
          • Senhor Bolha 11 de abril de 2019 at 12:35

            Matéria antiga 2007
            Lula faz pressão para segurar dólar.
            https://www1.folha.uol.com.br/fsp/dinheiro/fi0602200702.htm

            2+
            • avatar
            • Senhor Bolha 11 de abril de 2019 at 12:37

              Inusitada revelação”

              Em trecho do despacho, Moro chama de “inusitada revelação” a informação trazida pela denúncia de que Guido Mantega, então ministro da Fazenda, é titular ao menos duas contas no exterior.

              “Tem-se, portanto, que o ocupante do cargo de Ministro da Fazenda no Brasil, entre 27/03/2006 a 01/01/2015, matinha ativos de quase dois milhões de dólares no exterior não declarados às autoridades brasileiras, nem mesmo a Receita Federal”, diz a decisão.

              Segundo o MPF, as contas estão provisoriamente bloqueadas pelas autoridades suíças e, somados os valores, teriam saldo total de US$ 1.920.821,00

              (Com informações da Agência Brasil).

              4+
              • avatar
              • avatar
                • Senhor Bolha 11 de abril de 2019 at 12:48
                  • Falido.com 11 de abril de 2019 at 13:21

                    Ok, mas isso não passa de manipulação do mercado. no final quem perde são os mais pobres…. Não passa de uma ciranda financeira, onde quem tem pouco sempre perde…
                    Não há e nem haverá mínimo equilibrio financeiro simplesmente porque é uma utopia…

                    Swap cambial, controle de preços, desvalorização cambial tudo maniqueismos artificiais para vender bond’s e favorecer grupo a ou b….
                    Sempre vemos bancos, politicos e alguns ramos empresariais protegidos ganhando e a maioria perdendo….

                    Pobres, classe mérdia, pequenos comerciantes, profissionais liberais todos atolados em dividas, financiamentos e impostos….
                    Não é uma briga justa…

                    2+
                    • Senhor Bolha 11 de abril de 2019 at 13:31

                      E quem disse que é briga justa, eu coloquei fatos de que tudo começa pelo fiscal e termina no cambio.

                      E sim existe fatos comprovados de compra dólares nos anos anteriores.
                      São 2 milhões em uma conta na suíça já reconhecidos ao fisco.

                      7+
                      • avatar
                      • avatar
                    • socrates 11 de abril de 2019 at 14:27

                      é justamente o problema da “legalidade”, nos moldes que é “entendida” no Brasil.
                      Aqui, aprende-se nos cursos de Direito e também nos “cursinhos” para concurso, que o privado “pode tudo o que a lei não veda” e que o público “pode tudo o que a lei permite”.
                      Eis aí o dna de nossa corrupção.
                      Como a lei é interpretativa e nada é absoluto, basta um juíz mal intencionado para abrir uma brecha “em um processo sigiloso” e lá se foi a competitividade e meritocracia…
                      Óbvio que isso tem solução: a prevalencia do bom senso sobre a lei.E , em uma democracia onde todos são iguais, não é difícil imaginar que bom senso não inclui lucro que interfira na economia realmente produtiva (não financeira).
                      Para voce ver como o negócio é forte:
                      https://www.gazetadopovo.com.br/economia/trump-defende-desregulamentacao-financeira-e-preocupa-wall-street-3choimjyydh3tocy82qs85hqt/

                      Gerentes de banco empurrando emprestimos absurdos a velhinhas?
                      Negociatas que acabam com o valor da propria moeda e geram inflação?

                      Vale tudo! O que a lei proibe, uma interpretação nova (as vezes baseada em analogia/ e LIMINAR) , abre espaço

                      4+
                      • avatar
                      • avatar
                      • avatar
  • Cajuzinha 11 de abril de 2019 at 11:38

    O Governo do Tocantins tem 66 prédios alugados como delegacias de Polícia Civil em todo o estado e todos eles estão com os alugueis atrasados. A informação foi confirmada pelo próprio Secretário de Segurança Pública, Cristiano Sampaio, durante entrevista ao Bom Dia Tocantins. Na capital, o prédio que abriga o complexo de delegacias especializadas vai ser desocupado após uma ordem judicial.

    Sampaio informou que o governo encontrou outro imóvel, mais barato, que será utilizado como nova sede. Ele afirma que o local é na mesma avenida e tem dimensões semelhantes às da atual sede, mas o custo de aluguel é 44% menor.

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Falido.com 11 de abril de 2019 at 11:41

    Pra quem já viveu, vai lembrar COMO somos manipulados,,, tem muita metira, ufanismo e hipocrisia nesse país….
    .
    “No dia primeiro de julho de 1994, como por um passe de mágica, o Brasil passou a ter uma moeda temporariamente forte. Ela passou a valer mais do que o dólar, de repente. Um dia antes valia muito, muito menos. Em 24 horas sofreu uma enorme valorização. Como o governo conseguiu essa proeza? Simples: parou de comprar dólares e o preço da moeda norte-americana despencou.

    Naquele dia, o Banco Central deixou de cumprir a rotina que se estabeleceu em dezembro de 1991. Desde então, o BC comprava todo dólar a que tinha acesso: aqueles que os exportadores brasileiros e os investidores traziam para o Brasil. Mas naquele primeiro de julho não comprou nada. Simples assim. O preço do dólar, que estava em 2 750 cruzeiros reais, despencou para 0,93 centavos de real e continuou caindo: foi para 0,89 em agosto, em setembro desceu até 0,85 e bateu nos 0,83 no mês de outubro.”
    .
    https://super.abril.com.br/comportamento/alo-alo-cambio-entenda-a-politica-cambial/
    .

    4+
    • avatar
    • avatar
    • Senhor Bolha 11 de abril de 2019 at 13:19

      Coloquei acima.

      Em 2010 2013 o Bc fez uma intervenção quando real estava apreciado perante ao dólar.Mantega é reu confesso, possui ao amenos 2 milhões dólares em uma conta na suíça. Durante os vários processos que sofreu teve um que foi acusado de ter comprado dólares enquanto falou a celebre frase! Vai quebrar a cara quem apostar na alta do dólar.

      O que se tem comprovado até o momento ? Uma conta na suíça no valor de 2 milhões e que não havia sido declarada para o fisco.A priori se o Mantega acreditava tanto na queda do dólar, porque diabos tinha uma conta com 2 milhões de dólares na suíça?

      E se o dólar barato é bom para gente, porque diabos o BC queria tanto desvalorizar a moeda local perante ao real no passado ?

      Resumo: Não adianta, o governo brinca de manipular o cambio e o mercado finge que acredita. Na época era questão elementar saber que a moeda local estava muito fortalecido. Isso pela taxa corrente de inflação ser ainda maior que a atual.

      Uma boa parte da apreciação do real foi promovida pela bolha imobiliária e pela injeção de capital estrangeiro no Brasil , venderam no pós crise que o Brasil seria primeiro mundo, e que aqui seria um bom lugar para investimento.

      Os gringos injetaram dinheiro aqui como nunca, afinal o FED estava com taxa de juros baixas e o Brasil pagava uma ótima taxa de juros real.Ademais o dinheiro entrou para obras faraônicas e muitas maracutaias no mercado imobiliario,

      Gringos tomaram no rabiola
      Governo usou política cambial para represar inflação e aumentar déficits ( gastos públicos)

      No final das contas : O real se desvalorizou bastante , isso porque passou anos a fio represado pelo BC .
      Na outra ponta o FED voltou aumentar juros o que afetou a moeda podre depreciada dos emergentes.

      Agora quem comprou dólar quando este estava na casa dos 2 reais viu seu poder de compra dobrar em menos de 8 anos.

      Política cambial sempre vai ser usada para promover populismo, quem quer resolver tudo vai logo par ao âmbito fiscal.

      5+
      • avatar
      • avatar
  • Senhor Bolha 11 de abril de 2019 at 13:23
  • Falido.com 11 de abril de 2019 at 13:43

    Senhor Bolha 11 de abril de 2019 at 13:31
    E quem disse que é briga justa, eu coloquei fatos de que tudo começa pelo fiscal e termina no cambio.
    ………..
    Apenas constatei(tenho pouco conhecimento) que não é uma briga justa…
    Sobre ser uma manipulacão do mercado a favor de alguns, vc concorda?
    Nos EUA e na Europa tbem acontecem? quais as diferenças?

    1+
    • Senhor Bolha 11 de abril de 2019 at 14:09

      Diferença nenhuma , mas você pode tomar isso como antídoto. Ou pode esperar algum político decidir sua vida.
      E nesse meio não existe vítima ,mas cúmplices. Ou você acha que um político resolve estourar o fiscal de um país por mero capricho? O povo da aval para isso acontecer mediante aos votos e o sistema eleitoral, cada um quer receber uma fatia do bolo.

      EX: Enquanto a Grécia não estourou as aposentadorias dos servidores e foi correndo congelar bancos , não tinha um grego sair para rua para pedir explicação sobre contas públicas?

      No fundo todos queriam receber seu salário e foda-se o fiscal.

      Então basicamente os pobres, ricos, classe merdia, liberais, querem ser beneficiados a custa de outros. Basicamente isso é democracia. O mais forte decidi pelo mais fraco.

      E o que você pode fazer sobre isso? Reclamar ou ser objetivo.

      A moeda vai depreciar? Tem outras moedas? Tem poupança ? Ta imobilizado , tudo isso conta. O acesso informação e livros de investimento no mundo atual é amplamente difundido: Ou seja, se o cara sabe que o barco vai afundar e não esta preparado para isso , me perdoe; mas teve o que merece. Na comunidade bolha cansamos debater sobre objetivos dos nos moldarmos ao cenários.

      Eu já dei 3 saídas para ti: Comprar um pouco de dólar, renda fixa e liquidez. Agora você pode esperar alguém fazer a coisa certa , ou pode você mesmo fazer a coisa certa. No meu caso prefiro sempre estar no controle indiretamente a depende de eleições e políticos.

      O povo vai pagar? Sim vai pagar! mas ele também teve o que plantou. Não existe vítimas absolutas, todo mundo contribui para podridão do mundo em maior ou menor escala.

      E antes que fale eu não nasci rico, não sou rico e tão pouco fui favorecido. Basicamente eu sentei lá atrás e vi que o barco ia para o buraco , então resolvi não depender mais de empresa, empregos , governo ou qualquer entidade abstrata do sistema.

      Fiz por onde e aqui estou: Atualmente estudo formas de ganhar até com venezuelização da economia, não há nada que se possa fazer .

      Se você continuar pensando assim vai ficar depressivo e triste. Prefiro estudar formas de como sobreviver ao caos do que tentar evitar o inevitável. Estou tranquilos por hora, mas as cartas estão dadas é para juntar dinheiro e esperar pelo pior sempre.

      20+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • DouglasteR 11 de abril de 2019 at 14:36

        É isso aí.

        A inocência é amiga da esperança, mas arquirrival da providência.

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Falido.com 11 de abril de 2019 at 14:40

        Confesso que nasci e vivi até agora numa monstruosa mentira contada e recontada mil vezes…
        Meu pai já falecido vivia numa economia bravateira ufanista…. só no boteco mais próximo deixou mais de 10k de dividas…
        Minha mãe, com 70 anos, viveu esse ufanismo brasileiro e essas crises continuas a vida inteira.. ela é que se chama massa de manobra…

        Esses dias perguntei a ela porque não me ensinou que dinheiro era tão dificil para se ter e importante se manter…. ela apenas não respondeu….
        Acho que alguém, na história, ensinou que era melhor uma boa mentira do que uma verdade mais ou menos…
        .
        Não acho que a maioria da população quer ferrar alguém pra ter vantagens, acho que o sistema(matrix) é assim e muitos não se dão conta….
        É como o Ipiranagrana, banqueiro roubar o país(nós) e falar em justiça social com a reforma da previdencia…
        O lobo em pele de cordeiro….
        .
        https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/09/paulo-guedes-se-beneficiou-com-fraude-de-corretora-afirma-juiz.shtml
        .

        10+
        • avatar
        • avatar
        • Cesar_DF 11 de abril de 2019 at 16:18

          Sobre a questão UFANISTA, as revistas sabem que 60% das pessoas só leem o título da reportagem, então neste link que você colocou

          TITULO: “Paulo Guedes se beneficiou com fraude de corretora, afirma juiz ”

          CONTEÚDO: “Guedes não é réu no processo, divulgado pela revista Crusoé e confirmado pela Folha. Em sua decisão, o juiz Pereira condenou três executivos da Dimarco por gestão fraudulenta de instituição financeira.”

          2+
          • Falido.com 11 de abril de 2019 at 17:25

            O mais engraçado mão é ler só o titulo…. é NÃO saber interpretar….
            Quando se diz beneficiou-se não quer dizer que NÃO favoreceu OU foi favorecido… O que em Direito traduz se na figura do réu oculto ou indireto….
            Nesse processo ele não figura como réu o que em outro, a depender da denúncia poderá ocorrer, basta as provas serem robustas…

            O que causa estranheza é sua vontade descomunal em defender as laranjas podres desse governo… Sei que há muita vontade que dê certo mas, abstração cognitiva por conveniência já acho demais…

            Guedes lucrou 600 milhões em 17 operações em apenas 2 dias ! e isso é normal? (vide operação JBS antes de soltar a gravação bomba(foram condenados por manipulação do mercado)…

            Se quiser fatos mais relevantes esse trecho esclarece “O esquema usava o dinheiro da Fapes para realizar operações e, se desse lucro, a ordem era redirecionada para os beneficiados da corretora, explica a revista. Por outro lado, se desse prejuízo, as perdas ficavam com o fundo. Isso só era possível de ser feito porque os registros da corretora eram feitos à mão e ficavam uma bagunça, com poucas informações, que muitas vezes eram trocadas na hora de registrar a ordem oficialmente”.
            .
            https://www.infomoney.com.br/mercados/politica/noticia/7618507/posto-ipiranga-de-bolsonaro-paulo-guedes-lucrou-r-600-mil-com-fraude-na-bolsa-diz-revista

            Quando for acusar alguem de postar algo sem ler ou ser leviano, tenha provas o apenas cavalheirismo de primeiro questionar..

            9+
            • avatar
            • Carlos 11 de abril de 2019 at 18:15

              Ou abusar da nossa inteligência postando notícias ufanistas de site “isento” criado e mantido por político do PSL.
              Quer apostar que vão “descobrir” daqui a algum tempo que o dinheiro que alimenta estes “meios independentes” veio das arcas dos governos exatamente como nos governos passados e que eram criticados pelos palhaços que agora estão no pode e por seus adoradores acéfalos?

              5+
              • avatar
              • Falido.com 11 de abril de 2019 at 18:24

                duvidar? jamais… São 100 dias de tanta tosquice que só 1000 mil anos pra esquecer..

                5+
                • avatar
        • Senhor Bolha 11 de abril de 2019 at 18:31

          Não estou falando que todos são bandidos potencias, mas na humanidade sempre existiu mais pessoas criando problemas do que efetivamente criando soluções. E isso não se resume apenas o roubo e prática ilícita, muitas vezes o legalismo esconde armadilhas irremediáveis. Um juiz que ganha muita acima de determinado patamar pode usar leis para obter ganhos surrais a custas dos outros, empresas que recebem benefícios fiscais em troca de financiar partidos.O joão da esquina que torra tudo em boteco e bate na mulher logo após reclamar de falta de dinheiro. A fulano que não aguenta nem com as pernas e joga 3 filhos no mundo para que posteriormente se tornam pedintes ou miseráveis.O zé droguinha que vive batendo no peito falando que não deve nada a ninguém , porém o mesmo mora em albergues e clinicas da prefeitura, e pior de tudo: Rouba para sustentar o vicio.O guarda que faz vista grossa para receber um graninha ao mais no final do mês,funcionários que faltam ao serviço apresentando atestados falsos, empresas que roubam benefícios dos funcionários,diretores e executivos que tratam trabalhadores como lixo, trabalhadores que tratam empresa como casa da mãe joana.

          Assim por diante: Existe pessoas justa e boas na sociedade? sem sombra de dúvida! mas mesmo aqueles que nada fazem podem pertencer ao sistema indiretamente, bastaria que o número de pessoas criando uma miríade de problemas na sociedade seja maior do que o de produtivas .

          Quer um exemplo: O fulano tomou pinga atropelou um funcionário a empresa X. O acidentando fica encostado pelo INSS.
          A empresa fica sem o funcionário = Prejuízo
          O INSS fica com o passivo
          A pessoa acidentada fica com a vida destruída , consequentemente não pode auferir mais renda por meio de trabalho.
          O alcoólatra foi solto em 9 dias depois de pagar uma multa X, e caso foste preso seria bancado pelos impostos dos contribuintes em tempo integral.

          Outro exemplo: O zé revolta vai numa praça pública protestar e depreda todos os bancos, a prefeitura faz uma licitação super faturada para reformar os bancos, no final as contas você paga duplamente por meio de impostos.

          EX: Um caminhoneiro zé ruela soca carga acima do eixo detonando a estrada, um terceiro motorista se acidenta no local. O estado gasta ainda mais grana para tapar os buracos, posteriormente o estado super fatura a licitação para empresa do fulano, que paga um valor a sicrano com objetivos bem delineados de sobre faturar no material de construção.

          Dei exemplos de todas esferas, basta um número maior de idiotas para coisa desandar! E acredite eles são numerosos, muito numerosos.Ademais o sistema como conhecemos é centralizado, mesmo que 90% da população foste santa, coisa que não é! Ainda teríamos a chance de um idiota assumir o poder e cagar tudo.O mesmo acontece no ambiente corporativo quando empresas assumem posturas anti consumidores e por ai vai. Neste contexto lhe garanto, as pessoas vivem cagando e andando para conclusão deste pensamento, no final do dia você acabou pagando a conta de todas estas pessoas acima.

          A famosa terceirização de custos, você não roubou, mas paga por quem esta preso.
          Você não detonou praças , mas paga por quem detonou.
          Você não praticou atos ilícitos na sua empresa, mas paga pelas empresas que o fizeram.
          Você é justo com seus funcionários, mas paga pelos maus funcionários.
          Você não é inadimplente, mas paga juros maiores por causa dos inadimplentes.

          Não tem saída, importante aqui é saber dar valor ao que realmente interessa
          : Saúde , bem estar e tempo.

          10+
          • avatar
          • avatar
          • Falido.com 11 de abril de 2019 at 18:42

            profundo e real….

            1+
  • Cajuzinha 11 de abril de 2019 at 14:02

    Banco Central afirmou nesta quinta-feira, 11, por meio do Relatório de Estabilidade Financeira (REF), que os indicadores da atividade econômica seguiram evidenciando a recuperação gradual da economia no segundo semestre de 2018. “No entanto, o ritmo de crescimento está abaixo do esperado, os índices de utilização da capacidade de produção da indústria ainda são baixos, e o desemprego permanece elevado”, ponderou o BC.

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Senhor Bolha 11 de abril de 2019 at 14:20

      cajuzinha e vai continuar por um bom tempo.
      As empresas que tive acesso estão enxugando pessoal, não estão investindo em projetos de longo prazo.

      A maior parte nem lucro esta tendo, com exceção do setor financeiro e serviços essenciais.

      Varejo, comercio, indústria estão todos na pindaíba.
      Não tenho posse de um estudo com exatidão de números, mas estimo que boa parte do lucro também seja de origem financeira, crédito fiscal de prejuízos acumulado em anos anteriores.

      Agora nas empresas que tive acesso só se fala em três coisas: Demissões, downsizing e refinanciamento.
      Tenho conversado muito com comerciantes, os mesmo relatam que só faturam para trabalhar, ou seja. O cara não tem lucro no negocio, basicamente vai tocando com a barriga.

      hoje de manhã conversei com um professor da academia ao qual me relatou que academia onde frequento vai ser vendida novamente. Resumo da obra, nos últimos 5 anos foi vendida duas vezes !

      Outro amigo meu comerciante teve prejuizo durante 2 anos consecutivos, agora que esta saindo do vermelho.
      Na minha família só dívida e quebradeira. Agora consultado indicadores de crédito a coisa anda bizarra!

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Falido.com 11 de abril de 2019 at 15:26

        trágico… aqui em SP interior mesma coisa…. Tudo muito caro e muita plaquinha de aluga-se e vende-se…
        Os corretores sempre com sorrisinho amarelo e aquele papinho aranha…

        8+
        • avatar
  • Cajuzinha 11 de abril de 2019 at 14:08

    11/04 às 09h31min
    Endividamento e inadimplência das famílias gaúchas sobem em março – Jornal do Comércio http://www.jornaldocomercio.com/_conteudo/economia/2019/04/679026-endividamento-e-inadimplencia-das-familias-gauchas-sobem-em-marco.html)

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 11 de abril de 2019 at 14:24

    De acordo com o CEO da Blu365, Alexandre Lara, apesar das sinalizações de melhora da economia, o ano de 2018 foi aquém do esperado em relação à renegociação de dívidas. “Foi um ano muito duro e de inadimplência recorrente, o que evidenciou ainda mais a falta de liquidez provocada pelo desemprego e pela queda de renda. Há uma busca pelo alongamento da dívida, mas ainda existe certa restrição bancária. Para 2019, a única coisa que mudou é que há um otimismo maior. Mas ainda são apenas expectativas”, afirma

    Professor de economia e pesquisador do Centro de Liberdade Econômica da Universidade Presbiteriana Mackenzie Ulisses Ruiz de Gamboa:
    “Estamos em um ciclo vicioso. O desemprego alto não gera consumo e, sem ter para quem vender, o empresário não toma dinheiro emprestado e nem contrata novas pessoas. É papel do governo também se preocupar com a economia no curto prazo”, diz o acadêmico.

    https://www.dci.com.br/economia/alto-endividamento-e-baixa-retomada-economica-limitar-o-renegociac-o-1.793652

    6+
    • avatar
    • avatar
  • SampaBoy 11 de abril de 2019 at 15:54

    O ciclo vicioso se mantem :
    – nao ha consumo porque nao ha emprego
    – nao ha investimento em emprego porque não ha consumo
    se ao menos houvesse dinheiro guardado , o consumo poderia melhorar, afinal :
    – nao ha juros altos : deveria haver consumo
    – e tambem nao ha inflacao : deveria haver consumo
    mas não ha dinheiro mais……
    – ou seja, nao ha como quebrar o ciclo…

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • DouglasteR 11 de abril de 2019 at 15:57

      Até que keynes cai de barriga do teto e diz “Podemos imprimir + $$ e fazer injecao direto na economia” !!!

      O que pode dar errado….. ?

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 11 de abril de 2019 at 16:13

      Do ponto de vista da TACE, o foco precisaria ser: poupança e produtividade

      Quanto mais as pessoas poupam, menor o custo para o investidor implantar um negócio, pois a taxa de juros, ou seja, o aluguel do dinheiro, obedece a lógica da lei da oferta e da procura, quanto maior a oferta, menor o valor do aluguel do dinheiro e mais fácil para empreendedores criarem novos negócios.

      Quanto maior a produtividade, maior a renda das pessoas e do país
      Um exemplo, uma carreta levando soja na BR-163 demora 1 semana para fazer ida e volta de Alta Floresta – MT para Santarém – PA.
      Se esta estrada estivesse asfaltada, ele poderia fazer 7 viagens por semana, então temos o mesmo motorista, com a mesma carreta, produzindo 7X mais.

      https://pt.wikipedia.org/wiki/Teoria_austr%C3%ADaca_do_ciclo_econ%C3%B3mico

      5+
      • avatar
      • avatar
      • SampaBoy 11 de abril de 2019 at 16:24

        Certo, ..poupança parece que não ha muito mais…(senao teriamos uma expansao da economia com a queda dos juros),..a duvida que sobra é se o governo vai conseguir cortar gastos suficiente para juntar dinheiro e investir em produtividade sem recorrer a financiamento (que aumentaria o juro novamente) ou impressão de $$ (inflação e juro)

        3+
        • avatar
        • CA 11 de abril de 2019 at 18:23

          SampaBoy,

          Existem alguns “pequenos obstáculos” a mais:

          O prazo para financiamento imobiliário mais que triplicou, saindo de uma década antes da bolha e chegando a 35 anos, tivemos MUITAS “facilidades” para contratar o crédito imobiliário, muitos SUBSÍDIOS, com isto, o financiamento imobiliário se multiplicou por mais de 40 VEZES em 10 anos, ou seja, um ENORME CONTINGENTE de pessoas adquiriu dívidas MUITO ELEVADAS por DÉCADAS, porque o preço do imóvel também cresceu o TRIPLO da renda neste período e com isto, a proporção da dívida imobiliária em relação à renda dos últimos 12 meses SEXTUPLICOU.

          Para PIORAR o cenário acima, graças às “facilidades” dos bancos, MUITAS famílias contrataram financiamento imobiliário tendo comprometido mais de 30% de sua renda líquida, às vezes, mais de 50% da renda líquida, em especial em bancos públicos, onde a CEF sozinha representou quase 70% de todo o crédito imobiliário concedido neste período de euforia.

          De novo, para dificultar ainda mais o cenário, com a volta à REALIDADE da explosão das bolhas, a renda líquida das famílias vem caindo via INFORMALIDADE, empreendedorismo por NECESSIDADE, SUBemprego, DESALENTO, com todos estes indicadores em patamar recorde, junto com um desemprego MUITO ELEVADO.

          Graças à combinação de fatores acima, temos mais de 62 MILHÕES de INADIMPLENTES e um contingente absurdo de SUPER-ENDIVIDADOS, o que retroalimente o círculo vicioso de empresas QUEBRANDO, aumentando a DEGRADAÇÃO DOS EMPREGOS e por aí vai.

          Como as famílias poderiam aumentar sua poupança, dentro do contexto acima?

          Elas já estão dando CALOTE em “N” contas como IPTU, condomínio, IPVA, licenciamento, etc, só para conseguirem continuar pagando pelas parcelinhas do crédito imobiliário e vão demorar DÉCADAS para quitar isto, sendo que viram a renda diminuir, parte das pessoas que ajudavam a pagar as contas ficarem desempregadas ou irem para INFORMALIDADE, SUBemprego e por aí vai. De onde vai sair o dinheiro para elas pouparem?

          Ah, mas o governo reduzindo seu déficit com a reforma da previdência, vai poder retomar seus investimentos e os empresários do Brasil e do Exterior ficarão otimistas com a sustentabilidade das contas públicas e vão investir mais.

          Pergunta 1: graças ao ciclo acima, grande volume de empresas nacionais estão super endividadas, inadimplentes ou já QUEBRADAS e assim, sem condições de capturar mais dinheiro para voltarem a investir, ninguém mais empresta para elas. Como poderiam retomar os investimentos?

          Pergunta 2: supondo que temos ainda um volume de empresas que poderiam retomar os investimentos, de onde sairia o RETORNO destes investimentos, se a população que consome os produtos e serviços está QUEBRADA e presa a um círculo vicioso onde tem dívidas relevantes por DÉCADAS junto ao sistema financeiro?

          Pergunta 3: no mundo inteiro fala-se em DESACELERAÇÃO. Isto significa que aumentar exportações não é a solução para empresas nacionais e pior que isto, será que investidores estrangeiros neste contexto viriam fazer apostas pesadas no Brasil? O que vemos quando a multinacionais do setor automobilístico é o contrário.

          Perguntas 4 e 5: supondo-se que venham os investidores estrangeiros, dado o circulo vicioso acima quanto aos consumidores, como obterão retorno financeiro e garantirão sua perenidade? Vale lembrar o que aconteceu com Vira-Copos e as promessas UFANISTAS dos ex-presidentes petistas sobre a disparada nos vôos nacionais graças ao crescimento exponencial da “classe média” que faria muito mais voos, compraria mais produtos e serviços e assim por diante, mas na hora que apareceu a REALIDADE, o negócio ficou INVIÁVEL e está sendo passado para terceiros. Se as promessas quanto à reforma da previdência são UFANISTAS e ela não tem relação com a causa RAIZ dos problemas do consumo e assim não vai resolvê-los, como garantir que tal tipo de problema não vai apenas se multiplicar?

          Enfim, tenho muito mais DÚVIDAS do que aquelas que constam acima, mas certamente, aqueles que acham que já está sendo feito o suficiente e que é só o governo fazer de conta que não existe bolha imobiliária nem outras bolhas no Exterior, fazer uma reforma da previdência e que tudo vai se resolver, devem ter todas estas respostas e várias outras, certo?

          5+
          • avatar
          • avatar
  • Falido.com 11 de abril de 2019 at 17:55
  • Falido.com 11 de abril de 2019 at 18:33

    Olha como a Lei pode ser relativizada ao bel prazer…
    Após 7 anos de asilo na embaixada, o asilo foi “revogado” e ele foi preso…..
    Então a Lei depende de quem está no poder?
    .
    https://nacoesunidas.org/relatores-especiais-alertam-que-prisao-de-assange-cria-risco-de-violacoes-de-direitos-humanos/

    2+
    • Carlos 11 de abril de 2019 at 18:39

      Se você está hospedado na casa de outros que tem seus interesses, é um risco que corre 😆

      2+
      • Falido.com 11 de abril de 2019 at 18:50

        Não deveria né? Já que é uma embaixada “isenta”… Entrou outro cara no comando(governador?) e revogou a Lei…. simples assim…

        “Relatores de direitos humanos das Nações Unidas afirmaram nesta quinta-feira (11) que a prisão de Julian Assange, cofundador do Wikileaks, o expõe ao risco de sérias violações de direitos humanos se houver extradição aos Estados Unidos. Assange foi preso pela polícia do Reino Unido após o governo do Equador decidir interromper o asilo em sua embaixada em Londres.”

        3+
        • avatar
  • Carlos 11 de abril de 2019 at 18:38

    OFF – Só um lembrete para quando o cesar_df sentir aquela vontade de abusar da nossa inteligência.

    Quem são os adolescentes que alimentam um dos sites mais citados pelos Bolsonaros
    · Alexandre Knoploch, assessorado por Davy Albuquerque, aparece ao lado de Flávio ..
    https://epoca.globo.com/opiniao-como-nasce-um-embuste-23397102

    Davy AlbuquerqueColunista político e editor-chefe do Conexão Política; Fundador do Movimento Brasil Conservador. Brasileiro com orgulho, cristão por convicção, política por vocação.
    https://conexaopolitica.com.br/author/davy/

    3+
    • avatar
  • Carlos 11 de abril de 2019 at 19:05

    Sobre a excelente observação do Sr Bolha mais acima:
    “Na humanidade existem muito mais pessoas criando problemas do que outras os resolvendo”
    Uma curiosidade para quem não é da área, Linus Torvalds além de ter criado o sistema operacional Linux também crio o controle de versão Git.
    Duas coisas fundamentais na evolução da tecnologia de informação atuais e de valor praticamente incalculável.

    https://www.quora.com/How-much-is-Linux-worth
    https://www.cbronline.com/news/github-sold

    7+
    • avatar
    • Falido.com 11 de abril de 2019 at 19:19

      Pode traduzir??? eu buguei….. o Linux tá de qual lado?

      1+
      • Carlos 11 de abril de 2019 at 19:24

        Linus criou soluções para problemas que economizam bilhões para empresas com ganhos de eficiência assim como criou várias indústrias e tornou possível que milhões de desenvolvedores aprenderam e prosperem sem as bençãos de uma Microsoft ou IBM da vida.
        Mas como bem disse o. Mr Bolha, para cada Linus, Einstein, tesla ou Newton existem 10 milhões de Olavos de carvalho….

        8+
        • avatar
        • avatar
        • Falido.com 11 de abril de 2019 at 19:37

          Agora sim… eu entendi.. concordo…..

          5+
          • avatar
        • Carlos 11 de abril de 2019 at 19:39

          Pessoas como Olavo de Carvalho além de não resolverem problemas transformam pessoas aparentemente normais em viciados nas piores drogas conhecidas pela humanidade: fanatismo, ignorância, extremismo e religião.
          Assim segue a humanidade.

          11+
          • avatar
          • avatar
    • Senhor Bolha 11 de abril de 2019 at 19:26

      Só fiquei meio triste pela mão suja da Microsoft no GITHUB, as práticas da microlixo são as piores possíveis no que tange concorrência desleal. O tio bill é picareta de primeira linha , todo aquele papo sobre humanidade não resiste uma segundo quando analisamos as práticas de mercado da Microsoft.

      Sobre o linux,usei bastante na minha adolescência, hoje ainda uso alguns aplicativos open source e dou um banana para os lixos da Microsoft.

      Se é open source estou dentro ! Agora quem garante que a porra da microlixo vai cagar na comunidade de desenvolvedores. O tempo dirá ! Empresas muito grandes tem medo da concorrência como diabo foge da cruz.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Carlos 11 de abril de 2019 at 19:37

        Microsoft não é mais a mesma, me parece que desistiu de destruir e resolveu abraçar os inimigos.
        Lentamente uma parte da influência ruim de Bill Gates está desaparecendo, e olha que eu admiro ele por muitas coisas.
        De qualquer maneira Git é um padrão aberto e quem quiser pode mudar facilmente para qualquer outro concorrente.

        4+
        • avatar
      • Carlos 11 de abril de 2019 at 19:41

        Linux é o motor da infraestrutura da internet e da cloud, mesmo a Microsoft usa a muito tempo e agora até promove.

        5+
        • avatar
      • Carlos 11 de abril de 2019 at 19:45

        Especificamente em relação ao Github não estou notando nada de ruim, pelo contrário, a compra pela Microsoft fortaleceu os concorrentes e baixou os preços, fui premiado com redução de mensalidade mais repositórios privados ilimitados e outras funcionalidades, em parte por ser um cliente antigo TB 😛
        10 anos

        3+
      • desplein 11 de abril de 2019 at 21:02

        Vive la resistance!

        4+
        • avatar
        • avatar
  • Cesar_DF 11 de abril de 2019 at 20:59

    CA
    Observe as diferenças entre os Relatórios de Estabilidade Financeira de outubro de 2018 X abril de 2019

    Antes, só com uma queda no valor de 35% no valor dos imóveis que quebraria a CEF, agora é de 30%.
    Antes, só com uma queda no valor de 50% no valor dos imóveis que quebraria a todo o mercado, agora é de 40%.
    E o mais impressionante, mesmo quase não fazendo financiamentos, o LTV aumentou de 61,6% para 62,2%. A medida que as prestações vão sendo pagas e é exigido um maior valor de entrada, o LTV deveria cair.
    Pelos meus cálculos para que o LTV do mercado ultrapasse 100%, que tornaria insolvente a carteira, seria necessária uma queda de 37,8%, mas devido a alavancagem da CEF chuto que isso já seria atingido com uma queda de 20-25%.

    =================================================
    Relatório outubro de 2018 – https://www.bcb.gov.br/publicacoes/ref/201810

    A simulação de reduções sequenciais nos preços de imóveis residenciais demonstra que não há desenquadramentos e/ou restrição à distribuição de lucros para quedas nominais de até 35%. Somente uma queda de 50% ou mais nos preços provocaria situação de insolvência, caracterizada por capital principal negativo (Gráfico 1.5.2.2).

    Em junho de 2018, o estoque da carteira de crédito imobiliário residencial apresentou loan-to-value (LTV) médio de 61,6%, considerando tanto a atualização do valor das garantias pelo Índice de Valores de Garantias de Imóveis Residenciais (IVG-R)49 e do saldo devedor por juros e amortizações. Critérios de concessão com baixos LTVs e utilização do Sistema de Amortização Constante (SAC), que reduz o LTV ao longo do prazo de financiamento, são características saudáveis para o crédito imobiliário e contribuem para a capacidade do sistema de absorver choques de preços em cenários extremos.

    ==========================================
    Relatório abril de 2019 – https://www.bcb.gov.br/publicacoes/ref/201904

    A simulação de reduções sequenciais nos preços de imóveis residenciais demonstra que não há desenquadramentos e/ou restrição à distribuição de lucros para quedas nominais de até 30%, percentual similar ao da queda acumulada do S&P Case-Shiller durante a crise do subprime americano. Somente uma queda de 40% ou mais nos preços provocaria situação de insolvência, caracterizada por capital principal negativo (Gráfico 1.5.2.2).

    Em dezembro de 2018, o estoque da carteira de crédito imobiliário residencial apresentou loan-to-value (LTV) médio de 62,2%, considerando a atualização do valor das garantias pelo Índice de Valores de Garantias de Imóveis Residenciais (IVG-R)45 e do saldo devedor por juros e amortizações. Critérios de concessão com baixos LTVs e utilização do Sistema de Amortização Constante (SAC), que reduz o LTV ao longo do prazo de financiamento, são características saudáveis para o crédito imobiliário e contribuem para a capacidade do sistema de absorver choques de preços em cenários extremos.

    4+
    • avatar
    • CA 12 de abril de 2019 at 05:35

      Cesar_DF

      Sim, a situação está ficando pior e o pessoal faz discurso como se estivesse melhorando e 100% sob controle, como no caso do relatório de 2019.

      E sabemos que tirando as maquiagens, a verdade é que estão bem mais próximos de uma crise sistêmica do que dizem.

      É por isto que insistem em PEDALAR aumentando os empréstimos e contando que nos primeiros meses clientes não darão calote, reduzindo assim o percentual de inadimplência temporariamente só para ele subir ainda mais depois.

      7+
      • avatar
  • Dr. Estranho 11 de abril de 2019 at 21:13

    http://multiplan.com.br/pt-br/shopping-centers/rio-de-janeiro/parkjacarepagua
    Quem disse que não está bombando? Reservarei três lojas. Uma para revender e com o lucro pagar as outras duas, outra para alugar e viver de rendas e a última para colocar um grande mural ou quadro que eu pintarei. Será o desenho de um asno conversando com uma anta e falando que funk é cultura.

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 11 de abril de 2019 at 21:24

      Assim vai acabar sendo eleito senador 😀

      7+
      • avatar
      • avatar
    • Falido.com 11 de abril de 2019 at 22:50

      Parabéns… Eu rí até chorar… kkkkkkkkkkkkkk

      3+
      • avatar
  • Adriana_SP_Capital 11 de abril de 2019 at 21:47

    Minha Casa, Minha Vida… o mundo obscuro dessas análises em banco público.

    To com um pouco de medo de escrever isso aqui mas vamos lá.

    Quando o cara é registrado:
    “Se no mês da apuração, o comprovante de renda apresentado pelo proponente constar itens como adicionais de
    periculosidade, insalubridade e adicional noturno, comissões e gratificações, descanso semanal remunerado, horas extras e verba
    alimentação, SOB NENHUMA hipótese esses itens podem ser deduzidos.”

    Então, já viu, né. Os 30% ficam inflados e o proponente pode ser enquadrado em faixas superiores do MCMV.

    Autônomos e outros
    Declaração de renda informal. Você pode preencher até 1.903,98 e falar que é vendedora, manicure, cabeleireira, o que for. Foi uma farra do boi e foi aqui que a inadimplência explodiu. Por quê? Porque NINGUÉM preenche essa declaração e fala que ganha R$ 500, R$ 800 reais. TODAS vem com o valor máximo preenchido.

    Antes, era só essa declaração de próprio punho e só. Agora, não. Tem que ter o recolhimento de INSS junto para dar mais segurança. Porém, a farra do boi já foi feita e a inadimplência está aí como o CA sempre fala.

    21+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 11 de abril de 2019 at 22:10

      Uma sugestão, não use seu nome no nick, pode criar outra conta com um pseudônimo e pedir pro Boss deletar suas mensagens se quiser,
      em se tratando de Brasil todo cuidado é pouco.
      Se estiver preocupada fale com o bolha Boss.

      6+
      • avatar
      • Adriana_SP_Capital 11 de abril de 2019 at 22:27

        Valeu pela dica.

        6+
        • avatar
    • Carlos 11 de abril de 2019 at 22:15

      Quando fui financiar um bolhudo em uma galáxia distante com um banco público alienígena o gerente me disse que eu podia pedir para algum amigo ou parente “fazer um depósito na conta por uns 3 meses” e o problema de comprovação de renda esta resolvido….

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Carlos 11 de abril de 2019 at 22:04

    OFF – Sou eu é que sou doido mas isto me pareçe mais aquelas propagandas feitas para gente idiota…

    Vai revogar 250 decretos, mas não dizem nem sabem quais, vai ser na base do sorteio? 😀

    1. Decreto – ‘Revogaço’

    Medida revoga 250 decretos editados por governos anteriores. A gestão de Bolsonaro ainda não especificou quais são eles. Apenas disse que será eliminado “tudo que for considerado desnecessário”.

    https://g1.globo.com/politica/noticia/2019/04/11/saiba-quais-sao-os-decretos-e-projetos-anunciados-por-bolsonaro-em-cerimonia-dos-100-dias-de-governo.ghtml

    5+
    • avatar
    • Carlos 11 de abril de 2019 at 22:06

      Bravo messias 😀 É ou não é um circo?

      11. Decreto – Política Nacional de Drogas

      Ainda não foram divulgados detalhes da nova política.

      4+
      • avatar
    • Carlos 11 de abril de 2019 at 22:07

      Agora imaginem se fosse um governo populista…

      18. Projeto de Lei ordinária – Bolsa Atleta

      O Planalto diz que está aprimorando a Bolsa Atleta, para expandir seu alcance. Não foram divulgados detalhes da iniciativa.

      8+
      • avatar
      • avatar
  • Adriana_SP_Capital 11 de abril de 2019 at 22:14

    Meu dia de trabalho típico:

    Acho os brasileiros loucos. As pessoas levam a sério essa ideia de “sonho” da casa própria e como é um sonho, não medem esforços para comprar a casa mais cara que suas rendas comportam. Muitos querem saber qual é o valor máximo que podem pegar, sim, máximo, e aí começam a ir atrás de imóveis assim.

    Vejo gente bem empregada, com boa renda que compram casas sem luxo.

    Por outro lado, nossa classe média é irracional, irracional, IRRACIONAL. É gente compondo renda com sogra, com cunhado, com primo, com mãe. A maioria dos casais compõem renda e compram imóveis caríssimos. Aí, fica 30% das duas rendas somadas. Ninguém quer escolher o que ganha menos e fazer o financiamento em cima dos 30% desse que ganha menos. Não. Soma as duas rendas e se afunda. Se um deles perder a renda, já era.

    Muitos servidores dão entrada fazendo consignação em folha pois não tem dinheiro guardado para dar entrada. O próprio formulário pergunta se a entrada é com recursos próprios ou com outra operação de crédito. E, sim, muitos dão entrada com outra operação de crédito. Além de incluir no financiamento as despesas cartorárias pois não tem o valor para quitar à vista o registro do contrato em cartório.

    Está se tornando comum fazer o financiamento em 420 meses e usando a tabela price pois a prestação fica menor. Pessoal não está conseguindo fazer na tabela SAC pois a prestação fica maior no início. Do ano passado pra cá, virou um novo padrão: 35 anos e tabela Price. Muitas análises só dão capacidade de pagamento se vierem assim.

    30+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 11 de abril de 2019 at 22:23

      O principal fator limitante na vida das pessoas são elas mesmas.
      Eu costumava ter dó mas aprendí com o tempo e ouvindo isto de várias pessoas bem sucedidas e inteligentes que algumas pessoas ou grupos estão e não saem da m. por conta de algum comportamento ou atitude delas mesmas e que é inútil tentar ajudar esta gente.
      Nem esquento mais a cachola, mas dou umas bordoadas quando um idiota destes insiste em me provar sua superioridade e que eles é que estão certos e vc errado.

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Adriana_SP_Capital 11 de abril de 2019 at 22:35

        Pois é… agora estou desencanando mas já me senti inadequada inúmeras vezes achando que todos eles estavam certos mesmo e eu era a única errada. Mas, hoje, consigo seguir em paz com minha vida, vivendo meus valores, sem dar o passo maior que a perna.

        É difícil… no banco, um monte de petista. Em família, vejo tudo o que é falado aqui, inclusive que foi falado hoje pelo Senhor bolha, se não me engano. É um casa-separa, tem prima que tem 4 filhos, sendo 3 de pais diferentes. Tudo construindo puxadinho em casa de sogra, mãe. Roupas caras, perfumes caros sem ter condições para isso. Celebra-se a chegada de mais um neto dentro de uma união estável que dali a seis meses vai estar cada um pra um lado. Um querendo ser mais esperto que o outro. Primos que quando casaram, me pediram presentes caros de casamento.

        23+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Carlos 11 de abril de 2019 at 22:44

          Só temos que evitar que estas pessoas nos arrastem para o fundo junto com elas.
          Uma lição que eu acho importante, talvez a mais importante, é que você tem que ser o centro do seu universo, ng é mais importante ou tem mais prioridade do que vc mesmo incluido pais, amigos e pessoas que vc adora ou venera.
          Só podemos ajudar quando queremos ou precisamos se cuidamos primeiro de nós mesmos e nos colocamos em uma situação confortável que nos permite fazer isso.
          Uma das piores coisas da vida é ter que ajudar uma pessoa querida e não ter as condições para tal.

          11+
          • avatar
          • Falido.com 11 de abril de 2019 at 22:46

            Pode até achar exagero mas só de olhar a cara dos meus vizinhos tenho náuseas.. tento disfarçar mas até o menor contato me dá urticária.. são 666 com força…..

            13+
            • avatar
            • avatar
    • Tagore 12 de abril de 2019 at 09:23

      Entendo completamente o que você sente. Acho que todos que acessam aqui têm a mesma sensação. ( CVR ) Amigo trabalha no setor de pagamentos de órgão público. Diz que quando tiveram o último aumento várias pessoas ligavam desesperadas para saber quando o valor do consignado ia mudar no sistema de pagamentos para eles poderem ir ao banco e, com a margem consignável maior, pegar novos empréstimos. Um outro conhecido tem um predinho com 4 andares, 4 apartamentos por andar. Está endividado porque a renda diminuiu, mas ele não consegue diminuir o padrão de vida porque a mulher não aceita e nem conseguiu falar para os filhos que está vivendo no cheque especial. Então eles gastam como se não houvesse amanhã. Não vende nenhum dos apartamentos do predinho para pagar as dívidas porque eles “valem” 400 mil, mas pessoas aproveitadoras estão se valendo da crise para oferecer 250 mil. Seria difícil explicar para a pessoa que numa economia de mercado um bem vale tanto quanto alguém estiver disposto a pagar por ele, independente de você achar que “vale” mais. Deve ter empréstimos de uns 500 mil e já deve ter pago o mesmo valor, uns 500 mil, em juros. Fiquei sabendo que estava pagando juros de 2 mil por mês por um cheque especial de 20 mil, 10% ao mês. Vai entender. Tem renda de aposentadoria e aluguéis. Bastava levar uma vida mais simples, mas as pessoas se recusam a viver de acordo com os seus rendimentos.

      17+
      • avatar
      • avatar
      • Money_Addicted 12 de abril de 2019 at 11:27

        sao essas amaveis pessoas que pagam nossos juros 🙂
        como sempre digo, os juros sao a unica coisa boa q tem na banania

        [ ]s

        PMJ

        10+
        • avatar
        • avatar
  • Alemon Fritz 11 de abril de 2019 at 23:07

    O pior da banânia é o sistema que impede qualquer reação:
    – exemplos:
    -zapis e ivgr que não baixam
    – vendemos uma casa por 330k, na hora de pagar a retirada de usufruto a prefeitura diz que a casa vale 615mil reais pra cobrar a taxa, enquanto o venal do iptu está 185k!. Ao inves de pagar 7k teremos de pagar 15k!! sobre 615k… Resultado: minha irmã está brigando com todos achando que a casa foi vendida barato… mas a casa não aceita financiamento e estava fechada ha quase 2 anos… Ela acha que nenhuma casa de floripa pode ser vendida barato… esquece que teriámos da mesma maneira impostos depois. Contudo Vc não consegue baixar o preço, pois fica de otário. além de se incomodar um monte indo em prefeitura, engenheiro e corvo pra avaliar com base em 10 casas do local com laudo…
    – minha mae mora em apto na beira mar que dizem valer quase um milhão… não vai vender pois se pagar as dívidas os filhos perdem… e não conseguem comprar outro imóvel pra ela parecido pra ela… kkkk mais negócio esperar morrer…(olhem o absurdo que chega na lógica 666)…enquanto isso pedala..

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • DouglasteR 12 de abril de 2019 at 09:42

      Quem disse que não existe ardência após a morte ?

      3+
  • Alemon Fritz 11 de abril de 2019 at 23:15

    – meu carro tem 12 anos e na tabela fipe está em 22k, comprei por 38k e tenho de declarar sempre isso…kkk
    sendo que não venderei por mais de 18k ou menos se der de entrada.

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 11 de abril de 2019 at 23:18

    chegamos assim ao absurdo de vender um imóvel pra pagar o outro… queimando patrimônio em taxas mais negócio usar eles como garantia em empréstimo kkkk

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Carlos 11 de abril de 2019 at 23:34

    Isto me lembra o governo de quem mesmo?
    Avoa governo liberal…..

    Bolsonaro determina, e Petrobras desiste de aumento do preço do diesel nas refinarias
    Estatal chegou a anunciar que o valor médio do litro do combustível iria subir 5,74% a partir de sexta-feira

    Depois do anúncio do aumento, Bolsonaro determinou que a companhia revisasse a alta no preço do combustível. O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse que o diesel é importante para os caminhoneiros e para o transporte de cargas. Também afirmou que um reajuste maior seria um solavanco na economia.

    https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/04/11/bolsonaro-determina-e-petrobras-desiste-de-aumento-do-preco-do-diesel-nas-refinarias.ghtml

    16+
    • avatar
    • Cajuzinha 12 de abril de 2019 at 09:12

      SEXTA, 12/04/2019, 07:39
      Linha Aberta – Carlos Alberto Sardenberg
      ‘O risco é a Petrobras quebrar de novo’
      Carlos Alberto Sardenberg avalia que, no governo Dilma, a Petrobras foi quebrada exatamente desse modo. “Houve um prejuízo tremendo e foi a uma situação desastrosa em termos econômicos”. A estatal desistiu que reajustar o preço do diesel após uma determinação do presidente Jair Bolsonaro, por causa da pressão de caminhoneiros.

      5+
      • avatar
      • rogerio 13 de abril de 2019 at 17:22

        Petrobras quebrar é uma utopia igual ao governo Bolsonaro ser liberal.

        2+
    • Falido.com 12 de abril de 2019 at 09:32

      Olha aí o que falo sobre manipulação do mercado….
      De novo e de novo e,,, ad eternum o governo posto(colocado no poder) trata o câncer com dipirona…
      Interfere de maneira intrusiva, incorreta e artificial na sociedade e no mercado….
      Solução rasa e simplória para problema grave e crônico e o pior com efeito e cascata…
      Nossas vidas, familias e renda sendo manipulados….

      Vc não é aquilo que deseja, vc é aquilo que deixam vc ser….

      2+
      • avatar
  • Cesar_DF 12 de abril de 2019 at 07:39

    Se vocês acham que hoje tem muita choradeira esquerdista, até o final do ano serão rios de lágrimas

    1)Redução de 27.000 para 5.000 decretos
    2) Redução de 700 para 50 conselhos
    3) Extinção de 40.000 cargos
    4) Substituição dos reitores esquerdistas
    5) Ensino em casa
    6) Fim do exame de ordem (matar a OAB)
    7) Aplicativo para substituir carteira de estudante (matar a UNE)
    8) Redução do limite da lei Rouanet de 60 para 1 milhão e determinação que empresas públicas só ajudem artistas em início de carreira

    https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2019/04/11/interna_politica,748933/bolsonaro-assina-revogaco-e-decreto-para-extinguir-conselhos-federais.shtml

    https://brasil.elpais.com/brasil/2019/04/11/politica/1554995711_562905.html

    17+
    • avatar
    • avatar
    • Money_Addicted 12 de abril de 2019 at 08:28

      foi pra isso que eu votei no Mito #pas

      8+
    • socrates 12 de abril de 2019 at 09:07

      “6) Fim do exame de ordem (matar a OAB)”
      acabar com o segredo de justiça. ESSENCIAL a transparencia na justiça; casos sigilosos deveriam ser uma exceção absurda. TAO EXCEÇÃO que fica até difícil pensar um caso. De qualquer jeito, EXCEÇÃO (casos tributarios NUNCA devreriam ser sigilosos)

      3+
      • tmarabo 12 de abril de 2019 at 13:57

        o segredo de justiça já é aplicado excepcionalmente.
        causas tributárias são em segredo de justiça porque há sigilo fiscal envolvido. ou tu gostarias de em uma ação tua contra o Fisco, que qualquer curioso pudesse ter acesso aos autos e ver tuas declarações do imposto de renda? porque é disto que se trata.
        não é porque vem sendo mal utilizada em alguns processos criminais envolvendo figurões que o sistema todo seja ruim
        não há por que mudar as regras de segredo de justiça atuais.

        4+
        • socrates 12 de abril de 2019 at 17:42

          Ora, por que raios uma acao contra o fisco ou que envolve alguma especie de substituicao/negociacao tributaria tem que ser sigilosa? Qual o motivo para isso???? Quem esconde, esta querendo esconder o que?

          3+
          • avatar
          • Carlos 12 de abril de 2019 at 19:18

            Inclusive sigilo fiscal só promove corrupção e sonegação.
            Estes são os dois principais motivos que levam muitos países a ter informações fiscais públicas.

            1+
  • Cesar_DF 12 de abril de 2019 at 07:54

    Dois prédios desabam no Hell de Janeiro.
    Agora não são somente casebres que são construídos ilegalmente de forma precária, mas prédios de 6 andares

    https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2019/04/12/imovel-desaba-na-zona-oeste-do-rio.ghtml

    9+
    • avatar
    • avatar
    • socrates 12 de abril de 2019 at 09:03

      1-na “cidade” mais afetada pela bolha imobiliaria, os imoveis alcançaram preços inacessiveis para trabalhadores comuns;
      2-a prefeitura apoia abertamente a expansão de favelas; o $$$ arrecadado pro privados amigos é mais útil que o $$$ que poderia ir para os serviços públicos (inclusive, o prefeito mora em um condominio fechado “longe” de favelas)
      3 – as construções irregulares, lógico, tem falhas estruturais e começam a cair
      4 – fora isso, a falta de saneamento básico torna os custos da saúde público absurdamente altos, com tratamento de doenças que nem sequer deveriam existir e agravamento de condições que não deveriam ser tão danosas
      5 – A bolha mata diretamente!
      Nem vou citar os sucidios e tanto de pessoal que esta ou morreu depressivo…

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 12 de abril de 2019 at 07:59

    Rodrigues Alves, nomeado com o título de “conselheiro do Império” pela princesa Isabel, não poderia imaginar que seu decreto nº 5.039, publicado em 16 de novembro de 1903, seria apagado da história mais de 115 anos depo

    O texto de Rodrigues Alves aprovava “as novas instrucções para o exame dos candidatos aos logares de segundo secretário de Legação”. No Brasil pós-monarquia, em seu 15º ano de República, Rodrigues Alves atendia, com o decreto, um pedido feito diretamente pelo Barão do Rio Branco, então ministro das Relações Exteriores.

    4+
    • rogerio 13 de abril de 2019 at 17:25

      sabe que a revogação desses decretos não tem nenhuma serventia prática né?

      0
  • Alemon Fritz 12 de abril de 2019 at 08:02

    um sucesso
    -Shoppings são os investimentos preferidos entre os ativos do FII..
    No ano de 2018, foram listados 18 Fundos de Investimento Imobiliário que investem em shoppings e atendem aos critérios de liquidez. Juntos, os FII possuem R$ 7,5 bilhões de capitalização de mercado, uma média diária de 2.452 negócios e uma taxa de ocupação média de 92,1%.
    esses fundos tiveram 7,4% de rentabilidade…. kkk

    7+
    • avatar
    • avatar
    • CA 12 de abril de 2019 at 09:09

      Alemon Fritz,

      Fantásticos estes 92% de ocupação nos shoppings, não é mesmo?

      Pena que a taxa de ocupação em Shopping dá o percentual que quiserem, é como o FINGE Zap.

      Vagou uma loja? Coloca um tapume com propaganda de outra loja do shopping e considera aquele espaço ocupado para “fins publicitários”

      Vagou outra loja? Cria uma área de conveniência para os clientes, com acesso WiFi, mesas, cadeiras e considera ocupada como “serviços adicionais ao público”

      Vagou mais uma? Por que não criar uma área de convivência para os pets? Idem a anterior, espaços ocupados por “serviços adicionais aos clientes”

      Vagou outra, outra e mais outra? Crie Art Walls e coloque umas pinturas em cada um dos tapumes. Quando tiver um andar inteiro assim, chame de “Galeria de arte …” dando o nome de algum artista e classifique o espaço ocupado como “incentivo à cultura”.

      Ficou com espaço de várias e várias lojas? Monte um centro de distribuição para entregar produtos das próprias lojas do shopping ou de terceiros, vá expandindo conforme as lojas físicas continuarem fechando. Classifique o espaço ocupado como “diversificação de atividades expandindo o core business”.

      Sempre com nomes “bonitos”, você vai ocupar 100% ou até mais da área do shopping! Deixaram em 92% para não dar bandeira…

      Nos shoppings, fora o número de lojas físicas que continuam fechando sem parar, se observarmos os corredores, antes apinhados de quiosques, estão ficando cada vez mais livres também e sendo preenchidos com tapetes, sofás e novas “áreas de conveniência” para os clientes.

      E qual o impacto de tudo que consta acima no mundo REAL?

      O condomínio do shopping é rateado entre um número cada vez menor de lojas e com isto, fica cada vez mais caro para os lojistas. Idem para promoções, benfeitorias e outros custos. E isto, combinado com a queda de demanda, fez com que os lojistas de pequeno porte, que são os mais prejudicados, tenham criado uma nova associação para brigar com os shoppings, ao mesmo tempo que força cada vez mais lojas a fecharem, alimentando o círculo vicioso de auto-destruição do shopping.

      Shoppings são obrigados a darem descontos para conseguirem novas lojas e tentarem ocupar os espaços vazios, mas os lojistas antigos ficam ainda mais revoltados, ou seja, mais motivos para brigas entre lojas e shoppings e também para antigos lojistas que já penam para sobreviver desistirem do negócio.

      Ah, o shopping está usando parte do espaço como centro de distribuição? Pra que ter a loja física naquele shopping então? Se o shopping estiver concorrendo e prejudicando o negócio das lojas físicas, outro motivo de briga entre eles, ou então, frente a tantos problemas que só crescem sem parar, outro motivo para a loja física desistir de vez.

      E a situação acima, tende a PIORAR muito mais e rapidamente. Pela pesquisa do Google, 27 milhões de brasileiros fariam sua primeira compra virtual nos próximos 2 anos e se boa parte deles ficar satisfeito com o resultado, novas quedas RELEVANTES nas vendas de lojas de shoppings, que tem os produtos mais caros para ajudar a cobrir os altos custos de estarem lá (custos estes que, como demonstrado acima, não param de crescer).

      Enquanto isto, a Info171Money e outros sites de DESINFORMAÇÃO lançam estas matérias pagas falando sobre como são “maravilhosos” estes FII, que investimento fantástico, que lucro “garantido” e perene que ele fornece e ainda, baseado em um negócio de shoppings que vai “tão bem”, com uma vacância “tão baixa” e com futuro “tão promissor”, não é mesmo?

      6+
      • avatar
  • Alemon Fritz 12 de abril de 2019 at 08:05

    são 70 prédios irregulares na região, não podem ser fiscalizados ( haja demanda)… ou seja moram, mas ainda são considerados demanda.

    2+
  • Cajuzinha 12 de abril de 2019 at 08:31

    Ampliando as preocupações, as importações da China caíram mais do que o esperado, sugerindo que a demanda doméstica permanece fraca.

    As importações recuaram 7,6% sobre o ano anterior, pior do que a expectativa de queda de 1,3% e acima do recuo de 5,2% em fevereiro.

    No primeiro trimestre, as exportações subiram 1,4% sobre o ano anterior, enquanto as importações caíram 4,8%.

    https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/04/12/exportacoes-da-china-se-recuperam-mas-importacoes-caem-mais-do-que-o-esperado.ghtml

    4+
    • avatar
    • Cajuzinha 12 de abril de 2019 at 08:34

      Vendas de carros na China recuam pelo 9º mês consecutivo em março
      Estadão Conteúdo

      12/04/19 – 04h20

      No primeiro trimestre, as vendas sofreram redução anual de 11,3%, a 6,37 milhões de unidades. Entre janeiro e março, as vendas de carros diminuíram 13,7%, mas as de veículos comerciais aumentaram 2,2%. Fonte: Dow Jones Newswires.

      4+
      • avatar
      • Cajuzinha 12 de abril de 2019 at 08:35

        postado em 12/04/2019 05:58
        Os bancos chineses liberaram 1,69 trilhão de yuans (US$ 251,5 bilhões) em novos empréstimos em março, segundo dados publicados hoje pelo Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês).

        O montante ficou bem acima do valor de 885,8 bilhões de yuans registrado em fevereiro e superou também a previsão de 16 analistas consultados pelo The Wall Street Journal, de 1,25 trilhão de yuans em novos empréstimos.

        O financiamento social total, uma medida mais ampla do crédito na economia chinesa, saltou de 703 bilhões de yuans em fevereiro para 2,86 trilhões de yuans em março.

        6+
        • avatar
        • avatar
        • Brazil mode OFF 12 de abril de 2019 at 09:17

          Caramba… só estao dando injeção de adrenalina em um corpo com parada cardíaca. Medo disso….

          4+
        • CA 12 de abril de 2019 at 09:25

          Cajuzinha,

          Pelo conjunto de notícias acima e outras anteriores, passa a impressão de que o consumo e investimento estão caindo e que o aumento relevante nos financiamentos é para cobrir dívidas anteriores.

          Se for isto mesmo, estas PEDALADAS são das piores, pois você aumenta o endividamento sem ter nenhuma oportunidade de aumentar os ganhos, sejam das empresas ou das pessoas, em outras palavras, as dívidas se tornam cada vez mais IMPAGÁVEIS, criando um buraco sem fundo.

          4+
          • avatar
          • Cajuzinha 12 de abril de 2019 at 10:09

            Pensei isso também, por isso coloquei as notícias na sequência. Mesmo com crédito “a rodo” o consumo não está aumentando (“sugerindo que a demanda doméstica permanece fraca”), então onde estaria sendo usado este dinheiro?

            6+
            • avatar
  • Rico 12 de abril de 2019 at 09:14
  • Cajuzinha 12 de abril de 2019 at 09:22

    Quase a metade das vendas – 44,16% do total – foi de residências com preço final de até R$ 400 mil, sendo a maioria (75,32%) de padrão construtivo médio.

    Entre os financiamentos bancários, a participação da Caixa Econômica Federal (CEF) com 16,88% foi superada pela dos demais bancos, com 18,18%, resultado que levou o presidente do CreciSP a defender uma revisão urgente da política que vem sendo adotada pelo banco estatal.

    Segundo a pesquisa CreciSP, quem alugou em fevereiro conseguiu obter descontos sobre os aluguéis inicialmente pedidos de 8,75% para os imóveis situados em bairros da Zona A, como os Jardins; de 9,09% para os da Zona B, que agrupa bairros como Aclimação e Broolin; de 8% para os da Zona C, onde estão Jabaquara e Mooca entre outros; de 10,46% para os da Zona D, que reúne bairros como Vila Alpina e Casa Verde; e de 11,85% na Zona E, caso de Lauzane Paulista e São Mateus, entre outros bairros.

    https://moneytimes.com.br/venda-de-imoveis-usados-em-sp-cresce-268-em-fevereiro-diz-creci/

    5+
    • avatar
    • CA 12 de abril de 2019 at 10:14

      Cajuzinha,

      O “crescimento nas vendas de mais de 26%”, é apenas um truque de DESINFORMAÇÃO que sempre é praticado pelo CRECI SP. Estão comparando fevereiro/2019 com janeiro/2019, quando a comparação mais correta, respeitando a sazonalidade, é comparar com fevereiro/2018.

      Em fevereiro/2018, foram vendidas 1.546 unidades, em fevereiro/2019, foram vendidas 1.754 unidades. Se considerarmos friamente estes números, o crescimento foi de 13%, menos da metade do percentual que eles informaram.

      Se considerar que o Carnaval em 2018 foi em fevereiro e em 2019 em março, o “crescimento” foi menor ainda (mais dias úteis em 2019, naturalmente deveria ter mais vendas).

      Se avaliar a mudança / degradação do mix de 2018 para 2019, na realidade foi só uma “estabilização” em cima de números que já estavam no fundo do poço no ano passado.

      E é porque os resultados estão muito RUINS, que eles estão reclamando da CEF.

      Não é que a CEF não queira PEDALAR, mas sim, que ela está dando preferência para imóveis NOVOS e tem restrições de valores a emprestar devido a problemas de liquidez e SUPER ROMBOS, dentre eles, a necessidade de devolver dezenas de bilhões de reais para o governo e a própria super-inadimplência que ela MAQUIA.

      Por que a CEF e outros bancos dão preferência para imóveis NOVOS no financiamento?

      Porque se as vendas das construtoras desabarem ainda mais, veremos outras quebrando e elas tem dívidas vultuosas junto aos bancos, além disto iria forçar uma queda no preço dos novos que chamaria mais a atenção e forçaria revisão de valores das garantias dos bancos, o que seria catastrófico para eles, fora o fato da quebra de mais construtoras assustarem clientes e poder gerar efeito manada de redução drástica até em vendas FALSAS na planta, levando à derrocada das FARSAS quanto aos esquemas do segmento imobiliário e as MAQUIAGENS do sistema financeiro. NENHUM banco quer esta volta à REALIDADE, eles preferem PEDALAR para manterem as FANTASIAS, até acharem algum bode expiatório para justificarem estes péssimos resultados que virão à tona.

      Sobre os dados da pesquisa acima, ainda temos alguns pontos interessantes a analisar:

      Vejamos o que está anunciado para venda em São Paulo:

      https://www.imovelweb.com.br/apartamentos-venda-sao-paulo-sp.html

      Só de apartamentos, temos 666.628 imóveis anunciados, com preço MÉDIO de R$ 943.483,00. Nem os imóveis de 1 QUARTO tem preço médio menor ou igual a R$ 400 mil em São Paulo.

      Outro “detalhe”:

      https://www.imovelweb.com.br/apartamentos-venda-sao-paulo-sp-menos-400000-reales.html

      Os imóveis anunciados até R$ 400 mil representam 163.484 ofertas, ou 17,33% do total de anúncios.

      Em outras palavras, há uma desproporção clara entre o PODER DE COMPRA dos clientes, onde quase metade só consegue comprar um imóvel de até R$ 400 mil e aquilo que é DESEJADO pelos vendedores, onde mais de 80% deles anuncia por preços acima de R$ 400 mil.

      A conclusão ÓBVIA, é que além de termos uma distorção ABSURDA entre oferta e procura, onde os anúncios equivalem a DÉCADAS de vendas, temos um absurdo ainda maior conforme o valor do imóvel for aumentando, até chegar no topo da pirâmide onde o prazo para vender com base nas ofertas versus vendas realizadas, passa de um século. Esta ABERRAÇÃO, que só ocorre durante bolhas, tem tudo para piorar, conforme a PROFUNDA DEGRADAÇÃO dos empregos cresce sem parar, derrubando a renda LÍQUIDA e REAL das famílias.

      Pois é, estão PEDALANDO, DESINFORMANDO, MAQUIANDO, mas não resolve nada, fica fácil de ver que o buraco em que estão se enterrando está cada vez mais fundo…

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CA 12 de abril de 2019 at 10:18

        Ah sim, quem quiser ver os relatórios de fevereiro/2019 e fevereiro/2018 do CRECI SP sobre São Paulo Capital, eles podem ser baixados neste endereço:

        https://www.crecisp.gov.br/comunicacao/pesquisasmercado/capital

        5+
        • avatar
        • socrates 12 de abril de 2019 at 17:52

          Ca, com o carnaval em março, os numeros desse mes devem vir bem bizarros. Ao contrario de fevereiro, porem, nao devem ter muito destaque…

          0
      • Jonny Deep Blue 14 de abril de 2019 at 09:44

        E olha que essa turma que compra abaixo dos R$400 mil, muitos compram sem poder…. é o tal do suicídio financeiro.

        0
    • Jonny Deep Blue 14 de abril de 2019 at 09:39

      Em 2011 metade dos imóveis eram vendidos a até R$200 mil. A outra metade era acima desse valor. Parece que após 8 anos, esses R$200 mil virou R$400 mil.

      0
  • Cajuzinha 12 de abril de 2019 at 09:50

    Setor de serviços encerra fevereiro em -0,4% e acumula segunda queda seguida

    “Junto com a queda em janeiro, essa baixa elimina por completo o avanço que havia ocorrido em dezembro (0,8%). Com isso, o setor permanece oscilando nesse patamar de volume 11,4% abaixo do pico da série, que aconteceu em janeiro e novembro de 2014”, explica o gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo. “O fato é que não conseguimos observar nenhum tipo de recuperação mais consistente para o setor de serviços”, complementa.

    https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/24216-setor-de-servicos-encerra-fevereiro-em-0-4-e-acumula-segunda-queda-seguida

    4+
    • avatar
    • avatar
    • CA 12 de abril de 2019 at 10:37

      Cajuzinha,

      Eles não conseguem ver nenhuma recuperação mais consistente nem para serviços, nem para qualquer outra atividade! E também não existe para empregos, renda, PIB de forma geral, etc, etc, etc…

      4+
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 12 de abril de 2019 at 09:54

    Mais duas!

    Usina de SP entra com pedido de recuperação judicial
    Empresa tem dívidas de R$ 230 milhões

    Ao Valor, o advogado responsável pela recuperação judicial, Julio Mandel, do escritório Mandel Associados, explica que a maior parte da dívida é com os bancos Santander (R$ 50 milhões), BBM (R$ 26 milhões) e BTG Pactual (R$ 23 milhões).

    “O que antecipou o pedido [de recuperação] foi a postura do banco BTG, que não quis alongar a dívida e parou de negociar”, afirmou Mandel ao Valor.

    O pedido de recuperação inclui, além dos negócios da Usina Itajobi Açúcar e Álcool, os da Pastoril São Pedro, da AMSV Administração e Participações e da FCA Administração e Participações – encarregadas da gestão do patrimônio imobiliário do grupo.

    O pedido de recuperação, conta o advogado do caso, vem como forma de reestruturação financeira. Contudo, a venda da usina sucoralcooleira não está descartada.

    https://jornalcana.com.br/usina-de-sp-entra-com-pedido-de-recuperacao-judicial/

    5+
    • avatar
    • Rico 12 de abril de 2019 at 10:11

      Tinha um cara que escrevia aqui que trabalhava em uma usina de cana ele dizia que o setor estava quebrado desde a pedalada da Dilma com o petróleo. Se bem que esse setor está quebrado desde a época colonial.

      5+
      • avatar
      • avatar
      • Falido.com 12 de abril de 2019 at 10:25

        Eu lembro dele.. ele contou até um CVR de um cara que comprou uma leva e caminhões acreditando na pujança do crescimento da industria sucroalcooleira e em pouco tempo perdeu o investimento e os caminhões por conta do blefe do governo….

        3+
        • Senhor Bolha 12 de abril de 2019 at 10:37

          E o pior isso acontece o tempo todo em diversos setores da economia.

          Não é exclusividade do Brasil. Quando você investe em uma indústria você precisa imobilizar bastante capital em imóvel, equipamentos, mão de obra etc.Este tipo de investimento precisa se feito pensando a longo prazo, coisa de 20 anos ou mais, qualquer mudança na dinâmica do setor pode fazer a indústria quebrar da noite para o dia.

          Quando governo da uma sinalização para um setor por meio de incentivos fiscais e crédito direcionado , acaba por criar uma demanda artificial. O pior de tudo é que este esquema foi repetido na bolha de caminhões, etanol etc.

          A demanda falsa sustenta pelo consumo aumenta vertiginosamente em curto espaço de tempo, as empresas acreditam piamente que esta demanda veio para ficar, consequentemente expandem o parque industrial via financiamento bancário. ( Alavancagem).

          Basicamente eu pego juros subsidiado do governo a 2 % a 3% a.a visando lucrar 4% a 8% a.a em cima do dinheiro emprestado. Isso dura até o custo de capital subir ou a demanda pelos produtos cair.

          E como empresa cresceu via alavancagem, ou seja: pegando dinheiro barato com governo e comprando maquinas equipamentos, consequentemente a empresa fica imobilizada.Aquele mesmo questão que venho alertando aqui. A liquidez conta muito, não é só pensar em quanto investimento rende X ou y, mas estar liquido pode te salvar de vários buracos.

          11+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Cajuzinha 12 de abril de 2019 at 11:28

            ” A liquidez conta muito, não é só pensar em quanto investimento rende X ou y, mas estar liquido pode te salvar de vários buracos.”

            Pura verdade!

            10+
            • avatar
            • avatar
  • Senhor Bolha 12 de abril de 2019 at 10:07

    Imposto para vagabundo ver.
    E continua a onda liberal de armário do Brasil.

    Cintra confirma imposto que lembra a CPMF

    O secretário especial da Receita, Marcos Cintra, afirmou ao Valor que a reforma tributária em elaboração no Ministério da Economia poderá contemplar a redução de dois a três pontos percentuais da contribuição previdenciária do trabalhador, que hoje varia de 8% a 11% sobre o salário.

    A contribuição patronal, por sua vez, deve ser extinta.

    Tributação: Especialistas fazem críticas a imposto sobre transações

    A redução de carga tributária sobre a folha é bem-vinda e algo necessário, mas a compensação por meio de uma tributação sobre meios de pagamento, que incidirá não só sobre operações financeiras (como a antiga CPMF), mas também sobre qualquer transação econômica, pode causar desintermediação bancária, segundo analistas.

    Temor é que medida provoque desintermediação financeira

    11+
    • avatar
    • avatar
    • rogerio 13 de abril de 2019 at 17:28

      o melhor imposto pra evitar sonegação…

      1+
    • Falido.com 12 de abril de 2019 at 10:21

      E então? É ou não uma intromissão artificial e fadada ao fracasso do des(governo)??
      Foi feito pra agradar quem? Pago com dinheiro de quem? É sustentável?
      Acho que o passado, nesse caso,poderia servir de exemplo, não?

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Senhor Bolha 12 de abril de 2019 at 11:02

        Pode voltar anos 80, 90 , 2000. Esta estratégia já foi usado muitas e muitas vezes.
        Tanto que cansei de tentar debater com quem defende controle de preço, já aposto contra no mercado de capitais e bola para frente. A empresa não consegue repassar custos, então pedala com juros , folha de pagamento , insumos ETc, Gastos que crescem ano a ano.

        Vamos dizer que tenho um negocio que todo ano o custo do negocio aumenta :
        Reajuste de salário, insumos , inflação , impostos etc

        Caso não repasse estes custos ao consumidor hipoteticamente minha empresa vai absorver este custo na DRE por meio de prejuízos ou redução de margens, e sabendo disso o governo repassa dinheiro do tesouro ( Nós) para manter empresa operacional.

        E o que isso tem haver? Primeiro que é uma política populista .
        Muitos caminhoneiros não conseguem ver impacto real destas medidas para economia a longo prazo, embora no curto prazo a categoria seja favorecida.

        Porém como a massa sempre foi direcionada só olhar o preço final, e nunca a cadeia produtiva. O pessoal acabar por acreditar que o controle é efetivo de fato, porém como sabemos : O governo tira dinheiro de outras áreas para manter empresa operacional.

        Outra questão é que ao se praticar controle de preço você pode represar inflação criando uma mola compressora , até que você não consiga manter os preços artificialmente congelados e tenha que liberar tudo de uma vez . Já foi usado tantas e tantas vezes: No fundo o governo sabe que isso vai dar errado, mas o faz para não perder popularidade.

        Entra novamente naquilo que lhe falei ontem, não adianta bater de frente com o sistema. Todo mundo contribui indiretamente para as políticas de controle de preços continuarem firme e fortes.

        No fundo se trata de conveniência política: Ex se consigo represar o preço eu poço agradar uma categoria especifica a custa de todas as outras.

        Outra questão particular é que embora acredite que este governo uma merda como qualquer outro, esperava que eles reconheceriam que o Brasil esta quebrado e jogariam no meio campo, mas nem isso estão fazendo.

        O pior de tudo é congresso jogando sujo e queimando todas propostas de ajuste fiscal para angariar popularidade e derrubar o governo atual.E mais ainda as propostas de substituição tributaria por impostos que incidem em cadeia, além da famigerado crianção de impostos cumulativos que são de difícil mensuração.

        O amadorismo na política brasileira é tanto que chego dar risada !

        12+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Falido.com 12 de abril de 2019 at 11:50

          exatamente…… nem precisa comentar…

          2+
          • avatar
    • socrates 12 de abril de 2019 at 10:56

      esse é o problema, foi feito com as razões erradas.
      Mas que o preço praticado aqui poderia e DEVERIA sim ser diferente do internacional, isso não há dúvida.
      Qual a vantagem de praticarmos preços absurdos que os gringos lá fora cobram por forma de oligopolio para serviços essenciais? Tornar o transporte publico mais caro (incluindo aviação)?
      Se os gringos resolverem que a eletricidade passará a ser cobrada a 100 dolares o kilowatt , nós deveremos seguir o exemplo? E a água? e alimentos? Se somos auto-suficientes, ao menos para os serviços essenciais (transportes públicos e outros), porque devemos pagar com inflação pelo oligopolio alheio?

      5+
      • socrates 12 de abril de 2019 at 10:59

        ou será que estou na Noruega tropical e não me avisaram?
        Todo lucro da Petrobras é revertido em um fundo que será utilizado para investimentos em prol de TODOS brasileiros (sobretudo a obvia infraestrutura)?
        E . para isso, a Petrobras virou um exemplo de empresa,produzindo o máximo e custando o mínimo?

        3+
        • Bellerian 12 de abril de 2019 at 11:11

          Desculpe, amigo, mas você está completamente errado!
          O petróleo é uma commodity, de modo que o seu preço deveria ser o mesmo em qualquer lugar, com eventuais pequenas variações corrigidas pela própria arbitragem do mercado. Se o preço subiu, mais gente vai entrar no negócio, aumentando a oferta, e outras pessoas vão procurar alternativas ao produto, reduzindo a demanda, até se encontrar novo ponto de equilíbrio. No caso em questão, foi a alta do preço da gasolina que levou a uma onda de desenvolvimento de carros elétricos. Essas pesquisas jamais aconteceriam em países árabes ou na Venezuela, onde seus orgulhosos cidadãos se orgulhavam da gasolina a centavos, porque afinal de contas quem vai perder tempo para desenvolver produtos que não terão demanda, visto já existir uma alternativa farta e (artificialmente) barata?

          7+
          • avatar
          • avatar
          • socrates 12 de abril de 2019 at 14:06

            pois bem:
            se a energia eletrica aumentar internacionalmente (ou agua ou qualquer outro item, preferencialmente explorado por mono/oligopolios defendidos pelo estado – mesmo que mediante concessão) , o preço aqui também tem que aumentar, independente de não dependermos de nada para produzir tal item?
            Qual o sentido disso?
            A agua é muito mais cara em outros países. Temos que “adequar ” nosso preços tambem?
            Se lá fora decidem que o ar deve ser taxado, devemos taxar aqui tambem?

            6+
            • Jonny Deep Blue 14 de abril de 2019 at 09:03

              Provavelmente seremos obrigados a taxar sim o ar. Pois, com o ar barato teremos mais imigrantes buscando menores custos. Essa taxa seria uma barreira a esses imigrantes. Claro que a questão é muito mais complexa que isso.

              0
          • Dr. Estranho 12 de abril de 2019 at 18:46

            Excelente análise.

            0
        • Bellerian 12 de abril de 2019 at 11:21

          Quanto à questão da autossuficiência ou não, isso e meramente uma questão de segurança estratégica,e não tem nada a ver com obrigatoriedade ou não de subsídios.
          Se o preço do petróleo é 100, porque os acionistas da empresa deveriam vender mais barato? De duas uma: ou estatiza a empresa, comprando as ações dos minoritários (e tenha certeza que neste caminho a empresa vai definhar que nem a PDVSA), ou o governo que pague a diferença. A empresa deve buscar o lucro, qualquer outra coisa é o caminho para a ineficiência.
          Mude a situação para uma prédiobrás e, se você achar que o setor de construção precisa de subsídios, sugiro procurar outro blog.

          7+
          • avatar
      • Rico 12 de abril de 2019 at 11:10

        Só se comprar todas as ações dos investidores de volta e fechar o capital e transformar em uma autarquia. O Diesel já fui subsidiado e o resultado não foi bom. Até hoje não te tem veículos leves a díesel no Brasil por causa desse subsídio. Suves de shopping que tem reduzida tem. O cidadão que camela o dia inteiro como representante comercial tem que se ferrar pagando 5 reais na gasolina.
        E assim vamo que vamo…

        6+
        • avatar
        • avatar
      • Senhor Bolha 12 de abril de 2019 at 11:10

        O Brasil não é auto suficiente em produção de petroleo como muita gente pensa, ademais é uma questão contabil.

        O custos na maior parte são dolarizados, inclusive o juros da dívida, ao não repassar os preços você incorre em prejuízos que são subsidiados pelo tesouro.

        A constatação que você fez é errada, muito disso porque boa parte dos gastos é indexadas ao dólar e não a moeda brasileira.

        Você paga caro no diesel porque a Petrobras tem monopólio do refino, porque governo tora impostos na cadeia de produção e porque petroleo brasileiro de baixa qualidade ( break even caro).

        O árabe fura o quintal e encontra um petroleo de maior qualidade! Logo os custos da Petrobras são bem maiores, tanto em equipamento quanto em mão de obra especializada .Tem alguém achou que este pré sal é negocio da China?

        Três motivos: Refino, impostos e custos de extração. Não tem como comparar o preço do petroleo brasileiro com árabe !

        12+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Falido.com 12 de abril de 2019 at 11:31

          E mais: Me arrisco a dizer que, hipoteticamente, SE tivessem meios de equiparar qualidade e preço, criariam empecilhos pra dificultar e fazer reserva de mercado, privilégios de castas e/ou superfaturamento de impostos e taxas encima do consumidor final(ex.: sobretaxas para importações de produtos com finalidade da proteção do mercado nacional)…

          2+
          • avatar
        • socrates 12 de abril de 2019 at 14:12

          mas, Senhor Bolha: os arabes extraem a x , o Brasil extrai a 3 ou 4x e … vende a 20x
          Por quê?

          Antes o preço fosse todo de impostos.
          Ao menos assim poderia haver isenções para serviços públicos.

          Repito: a água é mais cara em outros países. Temos que nos adequar e colocar a agua cara aqui tambem?

          3+
          • Senhor Bolha 12 de abril de 2019 at 16:17

            O breakeven do setor no brasil é uma merda!
            O barril tem que estar sempre acima de 80 para dar lucro constante, antigamente era até maior , somando a dívida de 75% em moeda estrangeira + custos com refino e maquinário a conta não fecha. A tua conta ai não bate mas nem ferrando.

            Vou resumir para ti: o petroleo brasileiro é uma tranqueira !!!! bem mais caro que os demais países.
            breake even do setor esta por ai 75 a 80 o barril, isso levando ganhos de eficiência auferidos nos últimos anos.

            Somada a dívida bilionária da petrolixo o circo esta armado.
            Melhor fechar esta porra e estatizar logo tudo

            Outra coisa que tu esta ignorando na sua analise é: Mão de obra , insumos e maquinário são reajustados ano a ano.
            O custo sempre vai crescer ao longo do tempo! Não tente comparar os custos de extração de 2000 com atualmente.

            Os ganhos de produtividade apenas conseguem retardar o aumento de custos. A Petrobras vem num processo desalavancagem ou seja,ela estava repassando preços para abater dívida.

            Jair mijaneira é nada mais que macri piorado, peida para qualquer sindicato e máfia.
            E com qualidade dos ” Liberais” que temos hoje é melhor estatizar logo a porra toda e transformar este lixo numa venezuela.

            8+
            • avatar
            • avatar
            • rogerio 13 de abril de 2019 at 17:46

              Senhor Bolha acho que a fonte está equivocada, hoje o custo de extração do barril de petróleo é cerca de 10 dólares, então acima disso já é lucro.

              Vou resumir para ti: o petroleo brasileiro é uma tranqueira !!!! bem mais caro que os demais países.
              breake even do setor esta por ai 75 a 80 o barril, isso levando ganhos de eficiência auferidos nos últimos anos.
              Eu: Errado, tão errado que chinesas, americanas, espanhola, norueguesa fazem fila, só precisam de um ambiente seguro pra investir.

              Somada a dívida bilionária da petrolixo o circo esta armado.
              Melhor fechar esta porra e estatizar logo tudo.
              Eu: A divida da Petrobras está controlada, passou pela fase de investimento pesado, mas que terão e vem tendo retorno. E ainda que dê tudo errado, ainda assim tem muito ativo pra vender, o que eu acho errado do ponto de vista da empresa, pro investidor de bolsa sim é bom.

              Outra coisa que tu esta ignorando na sua analise é: Mão de obra , insumos e maquinário são reajustados ano a ano.
              O custo sempre vai crescer ao longo do tempo! Não tente comparar os custos de extração de 2000 com atualmente.
              Eu: Errado, custos de extração cairam…e muito.

              Os ganhos de produtividade apenas conseguem retardar o aumento de custos. A Petrobras vem num processo desalavancagem ou seja,ela estava repassando preços para abater dívida.
              Eu: Não entendi.

              Jair mijaneira é nada mais que macri piorado, peida para qualquer sindicato e máfia.
              Eu: sim

              Só tem um liberal no governo que é o Guedes, e ele não pode com os militares, o resto não é liberal e isso foi avisado por todos os lados do país. O Bolsonaro nem sabe o que é liberalismo.

              1+
              • avatar
        • rogerio 13 de abril de 2019 at 17:32

          sim o Brasil é autossuficiente em PETRÓLEO.

          0
      • Falido.com 12 de abril de 2019 at 11:12

        “Qual a vantagem de praticarmos preços absurdos que os gringos lá fora cobram por forma de oligopolio para serviços essenciais? Tornar o transporte publico mais caro (incluindo aviação)?”

        As vezes te acho muito ingênuo….
        .
        Simples amigo: Manter o privilégio e o lucro de pequenos feudos….
        Aprendi aqui que se tem preço alto é porque tem quem pague (vide essa bolha que imobiliária há mais de 10 anos)
        .
        Essa estória de melhorar os preços e aproximar o Brasil do exterior, pra mim, é utopia… nunca acontecerá….
        .
        Pra vc viver bem tem, primeiro que pagar o preço do mercado, o imposto, o desencargo, o atravessador, o cartório, o flanelinha, o custo ambiental, etc…
        O governo sabe que esse país não passa de um caos completo….

        4+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • socrates 12 de abril de 2019 at 14:03

          “Simples amigo: Manter o privilégio e o lucro de pequenos feudos….
          Aprendi aqui que se tem preço alto é porque tem quem pague (vide essa bolha que imobiliária há mais de 10 anos)”

          Infelizmente, a verdade…
          E como se trata de um oligopólio, não há para onde correr SE O PROPRIO ESTADO sabota a própria população

          Teoria da conspiração do dia:
          Isso tem alguma relação com o “milagre” da época petista?
          Tipo: eles se venderam e, de repente, ficamos ricos?

          8+
          • avatar
          • avatar
          • Falido.com 12 de abril de 2019 at 17:44

            Se tem algo a ver com o Pute? Os melhores pra opinar são o CA e o Sr. Bolha, um pela questão politica e o outro pela econômica…
            De minha parte, acho que andam de mãos dadas e o Pute se não começou, ampliou a negociata espúria no setor de petroleo e gás..

            Acho que ficou dificil com o prejuizo acumulado da petro e a politica de preços com gasosa a 5 mitos não se sustenta….

            São 2 senhores:os acionistas e os consumidores(entre eles os caminhoneiros)
            Como o Sr, Bolha falou abaixo: ou rompe de vez com subsidios ou entrega logo o ouro…..

            Mas sempre tem algum feudo sendo protegido alguem sendo privilegiado… ex.: o dólar subiu bem hoje 3,89 e a petr4 caiu -7,75%….. alguem chorou pra alguem sorrir….

            3+
            • avatar
      • rogerio 13 de abril de 2019 at 17:31

        somo autossuficiente em petróleo, não em combustíveis. Explica isso de baixar preço pros acionistas…

        1+
  • Cajuzinha 12 de abril de 2019 at 10:14

    Por que a classe média está ficando muito endividada em vários lugares do mundo, segundo a OCDE
    Relatório da organização mostra que um em cada cinco lares de classe média gasta mais do que ganha nos países que fazem parte da instituição. No Brasil, índice chega 27%.

    6+
    • avatar
    • avatar
    • CA 12 de abril de 2019 at 10:48

      Cajuzinha,

      A resposta para esta questão está em uma palavra só: BOLHAS!

      5+
      • avatar
  • Camisa 7 12 de abril de 2019 at 10:28

    Tô querendo investir uns trocos que apareceram pelo período de um ano mais ou menos. Hoje tem uma LCI do Banco Original a 96% do CDI. Tá pagando bem, mas será que dá pra confiar?

    1+
    • Senhor Bolha 12 de abril de 2019 at 10:39

      Olha o risco destes banco pequeno não é de se desprezar.
      Se for investir o ideal é uma fatia pequena, sabendo dos riscos do negocio e avaliando tomadores de crédito.

      6+
      • avatar
      • avatar
      • Camisa 7 12 de abril de 2019 at 11:30

        Ainda mais esse Original que é bando da J&F… Vi agora

        4+
        • anabolhista 12 de abril de 2019 at 11:35

          Tenho um troco lá. 🙁

          2+
          • Camisa 7 12 de abril de 2019 at 13:32

            Acabei de comprar, não resisti. Pouca grana, dá pra arriscar.

            3+
    • rogerio 13 de abril de 2019 at 17:47

      Pra curto prazo vale.
      Longo prazo 96% é pouco, sem falar o risco de banco pequeno.

      0
  • CA 12 de abril de 2019 at 10:58

    “indiobolhista 11 de abril de 2019 at 23:57
    lado errado da rua aqui é o BIB247 shuashuashuashua”

    Vejamos quem é o “Fantástico Mundo de BoB 247″…

    https://www.infomoney.com.br/petrobras/noticia/8156292/reajuste-suspenso-da-petrobras-faz-bolsonaro-remeter-a-dilma-e-assusta-mercado-acoes-caem-6
    Resumo: Bolsonaro imitando a Dilma!

    https://www.valor.com.br/politica/6196345/guedes-elogia-lula-com-pouco-dinheiro-melhorou-vida-dos-brasileiros
    Resumo: Guedes elogiando Lula!

    Na lista de 20 FAKE NEWS que o indiobolhista trouxe como “realizações” do governo, parte delas eram CÓPIA do que a Dilma fazia FAZ TEMPO!

    O presidente da CEF está prometendo DOBRAR o crédito imobiliário com verba da poupança com uso de banco PÚBLICO, ou seja, DOBRAR A META de Lula e Dilma!

    Estão analisando o “cartão caminhoneiro” para garantir preço fixo e tabelado pelo governo, a la Dilma e também seguindo o esquema VENEZUELANO!

    TODA SEMANA este governo faz algo para copiar ou elogiar o PT e não é que o DEMENTE do indiobolhista vem dizer que quem defende o PT é aqui??? kkkk Completamente SEM-NOÇÃO, não sabe nem o que os ídolos dele fazem e dizem. Até onde vai a estupidez dos Bolsominions???

    16+
    • avatar
    • avatar
  • Falido.com 12 de abril de 2019 at 11:04

    Mourão acredita no “bom senso” do presidente Bolsonaro (sic)
    .
    Mourão: Bolsonaro não fará a política de preço de combustível de Dilma
    .
    BRASÍLIA – (Atualizada às 10h53) O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou nesta sexta-feira, em entrevista à rádio CBN, que tem “absoluta certeza” de que o presidente Jair Bolsonaro não vai repetir comportamentos de interferência na política de preços da Petrobras. “Julgo que é um fato isolado, justamente pelo momento que estamos vivendo. Acredito que o presidente está buscando a melhor solução para equacionar o problema”, afirmou Mourão, ressaltando que não teve acesso aos dados que o presidente teve para “tomar essa decisão” de intervir na estatal.

    Após anunciar reajuste do preço do diesel no início da tarde desta quinta-feira (11), a Petrobras recuou à noite. O aumento médio seria de 5,7% a partir desta sexta-feira (12). O recuo na decisão da companhia ocorreu após uma determinação do presidente Jair Bolsonaro, segundo noticiaram o jornal O Globo e o portal G1.

    Mourão disse ainda que não sabe a pressão que o presidente sofreu para tomar a decisão, mas ressaltou que tem “absoluta certeza que ele não vai praticar a mesma política da ex-presidente Dilma no tocante a preços de combustível e energia”. “Toda decisão tem seus fatores positivos e negativos”, disse. “Eu não tenho domínio dos fatos todos que levaram o presidente tomar essa decisão. Eu não sei a pressão que ele estava sofrendo ou a visão que ele tinha do que poderia acontecer nesse exato momento com aumento um pouco maior do diesel”, completou.

    Segundo Mourão, já há algum tempo o Palácio do Planalto é alertado sobre a possibilidade de uma nova greve dos caminhoneiros. “Já faz algum tempo que esses dados vêm chegando, são dados, não há confirmação. Tem que tratar com cuidado”, disse.

    Questionado se a interferência do governo na Petrobras não era uma contradição para um governo liberal, Mourão disse que “em tese é”. “Agora, os fatos que chegaram a conhecimento do presidente não são do meu domínio”, disse, ressaltando acreditar no “bom-senso” de Bolsonaro.
    .
    E vcs? Acreditam também?

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Senhor Bolha 12 de abril de 2019 at 11:32

      O fato é que as decisões são tomadas pensando na sustentabilidade dos índices de aprovação.

      Se você aumenta o preço certeza que os caminhoneiros vão gritar aqui acolá, nada mais que decisão política. Que o governo ficaria refém da classe dos caminhoneiros é mais do que conhecido.

      Acontece que ao fazer isso você vai repassar o custo para terceiros, ou seja: A questão continua existindo.
      Ao meu ver deveriam fechar logo capital da Petrobras e meter logo um subsidio violento: Não é isso que o povo quer?

      O mais engraçado é que o cara diz que todo mundo tem que arcar com o ônus do governo, mas ele mesmo quer pular fora. Imposto no rabo dos outro é refresco!

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • CA 12 de abril de 2019 at 11:39

      Falido.com,

      Este governo é “super-liberal”, afinal, ele tabela preço de combustível, promete usar banco PÚBLICO para DOBRAR a oferta de crédito imobiliário, elogia o governo Lula publicamente, prometeu o “cartão caminhoneiro”, prometeu manter o “MCMV” e por aí vai.

      E se nós criticamos por aqui que estas ações NÃO SÃO NADA LIBERAIS, ainda vem um Bolsominion ACÉFALO (desculpem a redundância) e diz que nós é que estamos defendendo o PT! kkkk

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Zé Carioca 12 de abril de 2019 at 11:27

    A crise imobiliária se amplia, é impressionante a quantidade de imóveis que estão a venda há 2 ou 3 anos e simplesmente não recebem oferta. A verdade é que os preços se mantém muito acima do aceitável e em desacordo com a renda média do brasileiro, mas não vimos um ploc intergaláctico como muitos previam. Qualquer pessoa de bom senso há de convir que os preços estão caindo aos poucos, sendo corroídos pela inflação. Espero que entre 2022 e 2025 os preços já estejam mais compatíveis com nossa realidade (estejam no momento de comprar), mas continuo sem acreditar num ploc com quedas significativas.

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 12 de abril de 2019 at 11:32

      Em qualquer lugar do mundo, a bolha imobiliária tem preços DERRETENDO via leilões, onde aqui no Brasil encontramos QUEDAS de 60% a 80%, assim como encontramos quedas bem maiores do que as do IVG-R e outros índices em construtoras QUEBRADAS e algumas que estão neste caminho (vide ReclameAqui e o número de reclamações sobre construtora vendendo na entrega até 30% mais barato que na compra na planta ANOS depois), assim como temos até referências pessoais de quem presenciou vendas com descontos maiores, mas no paraíso do Zé Carioca, naquela “cidade maravilhosa”, só vale o PEGA-TROUXA do FINGE ZAP e se sair no jornal Nacional…

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Cajuzinha 12 de abril de 2019 at 11:33

      CVR: colega de trabalho está tentando vender um ap, desde agosto de 2018, recebeu só uma proposta (pequena parte em dinheiro e um ap), não aceitou. Estava pedindo inicialmente 850k e agora já fala que aceita 690K (acho que e ele acha que vai conseguir 650k). Comprou em 2010 por cerca de 400k. Ou seja, QUEM PRECISA VENDER só vai conseguir se baixar o preço ou aceitar escambo. Imóvel tem muito, mas gente com dinheiro está em falta.

      24+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CA 12 de abril de 2019 at 11:46

        Cajuzinha,

        Sim, assim como no prédio em que minha família fica em Jundiaí tem imóveis anunciados por R$ 500 mil e o único que vendeu foi um que anunciou por R$ 300 mil dizendo que era urgente. Já falei também de outro caso aqui no serviço que a mãe de um funcionário começou anunciando a casa dela por R$ 1,2 milhão 2 anos atrás e vendeu recentemente por R$ 700 mil e da mesma forma, diversos outros depoimentos por aqui, como o do Alemon Fritz que mencionou a situação da venda do imóvel da família, inclusive mencionado logo acima, sem contar as outras evidências de diversas fontes que foram apresentadas ao longo de ANOS sobre quedas mais significativas nos preços NEGOCIADOS.

        Mas nada disto vale para o Zé Carioca, ele defendia a “tese” de que os amigos dele que eram funcionários públicos no RJ, ganhavam e continuariam ganhando muito bem, que isto sustentava os preços “fora da casinha” e que por serem funcionários públicos, nunca mudaria, mesmo com a gente por aqui dizendo com ANOS de antecedência o tamanho da crise e o impacto em finanças públicas, inclusive para o RJ, daí ele justificava, junto com a galera UFANISTA dele (Thiago FM e cia ltda) que o governo era todo-poderoso, não ia “querer” que a coisa piorasse muito (querer é poder) e por aí vai. Para ele não existe bolha das bolhas americana, bolha imobiliária chinesa, profunda degradação dos empregos, recorde de inadimplência, super endividamento ANORMAL, etc, na visão dele, só existem papai noel, coelhinho da páscoa e um MARAVILHOSO Rio de Janeiro…

        14+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Festa Ploc 12 de abril de 2019 at 12:18

        O mercado imobiliário brasileiro tornou-se um contrassenso em circuito fechado. O sujeito quer vender um muquifo por 1 milhão. Depois de alguns anos pagando IPTU e condomínio, consegue a proeza de efetuar o negócio, ou seja em pagamento recebe duas bibocas de 500 mil cada, pra ele pagar IPTU e condomínio de cada uma delas.
        Agora, quem aqui do blog vai pegar suas aplicações pra negociar com malucos desse naipe?

        8+
        • avatar
        • avatar
      • tmarabo 12 de abril de 2019 at 14:10

        Só pra deixar um pouco mais claro a grandeza do que se falou nos CVRs:
        CVR da cajuzinha:
        400k em 2010 equivalem a 702k em 2019
        690k é 81% e 650k é 76% de 850k
        CVR do CA:
        300k é 60% de 500k
        700k é 58% de 1,2kk
        Tudo isto AFORA A INFLAÇÃO do período. Se isto não é ploc, então não sei o que é.

        10+
        • avatar
        • Cajuzinha 12 de abril de 2019 at 14:33

          E no meu CVR o imóvel ainda não foi vendido…

          6+
          • avatar
          • avatar
    • Money_Addicted 12 de abril de 2019 at 11:46

      tava sentido falta mesmo dos cariocas q vinham ao blog se gabar de morarem na cidade maravilhosa

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Brazil mode OFF 12 de abril de 2019 at 11:51

        Morar em uma cidade em que vc convive com o medo…. na moral, nao tenho vontade nenhuma de conhecer esse lugar. Me desculpem os cariocas. Ver morro e mar eu fico por aqui no Sul mesmo

        6+
        • avatar
        • avatar
      • Falido.com 12 de abril de 2019 at 11:51

        O RJ continua lindo?

        6+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Brazil mode OFF 12 de abril de 2019 at 11:53

          Lindo de morrer kkkkkkkk

          13+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Falido.com 12 de abril de 2019 at 12:00

            Mas… e o mar, e o samba e a carioca da gema?
            Esqueçamos morros, dengue, tráfico, enchente, milícia, ……

            4+
            • socrates 12 de abril de 2019 at 14:20

              voces tem inveja…

              o rio tem alma

              Fazemos M e defendemos isso até o final. Não tentem mudar a natureza do carioca…

              (sério, às vezes acho que a generosidade do Rio está no fato de servir para outros lugares perceberem como não são tão ruins…)

              Está depressivo, venha para cá! Mas fique um BOM tempo.
              Não vai faltar emoção e você vai dar graças a Zeus por voltar para sua cidade

              6+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • Falido.com 12 de abril de 2019 at 14:57

                concordo, inclusive com a ironia ….(tenho parentes no RJ e tbem lamento o que acontece mas o Sr. Bolha disse que não há virgens nesse puteiro) 🙂

                6+
                • avatar
                • avatar
    • socrates 12 de abril de 2019 at 14:16

      os preços praticados, sem trocas, já cairam
      mas não tem como sabermos se o que aparece é o preço dos anuncios
      é o que o CA sempre fala do Fingezap

      NMHO, a saída é provarmos que isso afeta a economia como um todo, inclusive indices de inflação e outros
      Assim o MP não poderá tirar o seu da reta

      1+
    • Jonny Deep Blue 14 de abril de 2019 at 08:44

      Mesmo que não ocorra um Ploc, o mercado imobiliário perdeu o significado. Entrou no modo zumbi ON. O objetivo é minimizar perdas agora.

      1+
  • Cadeludo 12 de abril de 2019 at 12:00

    Ah, mas muita gente ainda tem muito dinheiro…. claro que tem….
    mas não pra meter em tijolos bolhudos e deprimentes.
    a demora pra esmerdalhar toda essa bolha é que o bananense é muito chinelão mesmo, cheio de orgulho e esperança mas com pouco tempo
    vamos indo pra cucuias em slow motion, segue o féretro

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Senhor Bolha 12 de abril de 2019 at 12:13

    Dados da Petrobomba.

    Alavancagem

    OBS: A Petrobras vinha usando repasse de preços para reduzir o endividamento.

    Dívida bruta:326.876.000.000
    Dív. Líquida: 268.824.000.000

    Puta que pariu: o site do ri da Petrobras é tão ruim que nem o endividamento por especie os cara colocam no relatórios.

    Acho que este pessoal quer omitir a origem da dívida, porque não tem endividamento por especie nos relatórios.

    Encontrei finalmente a porra da dívida por especie depois de fuçar na apresentação do resultado:
    Conferir aqui:

    Dólar = 241 bilhões
    Reais: 62 bilhões
    Euro: 13, 5 bilhões
    Outras moedas: 8,3 bilhões

    Quase 75% da dívida é em outra divisas, ou seja boa parte do custo da dívida dolarizado.
    Agora imagina um cenário onde dólar dispara e o preço do petróleo cai, pode juntar tudo isso com represamento de preços e aumento de custos .

    20+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Senhor Bolha 12 de abril de 2019 at 12:14

      Os dados aqui são oficiais, peguei do relatórios da CVM e no próprio site de relações com investidores da petrobomba.

      8+
      • avatar
    • Falido.com 12 de abril de 2019 at 12:21

      Divida dolarizada….
      Mas quem, nesse país de 3o mundo não em dívida em dólar, mesmo que indiretamente?
      Até o plantador de tomate do interior de Mogi das Cruzes tem, ou ele não paga o custo do transporte de sementes, herbicidas e depois da colheita?
      Se usa veículo automotor tem dólar….
      Toda vez que o dólar sobe nós nos funicamos mais um pouco…

      3+
      • Senhor Bolha 12 de abril de 2019 at 12:36

        Boa parte do exportadores tem receita também dolarizada: Hedge natural.

        O bomba é quando você tem receita em reais e custos em dólar. Outra questão é que boa parte do maquinário é importado, ou seja, não é produzido em mercado nacional.

        Por isso estas empresas vivem indexando a receita ao dólar, caso contrária quebrariam na primeira disparada da moeda, isso tem um custo elevado que tende a ser repassado ao consumidor.

        No mundo ideal tudo seria produzido em mercado nacional , sem a necessidade de dívida e equipamentos , mas isso e só mundo ideal.No mundo real você depende da economia de outros países que infelizmente ainda usam dólar , ademais volta naquilo que escrevi ontem.

        Ao perceber que governo monetiza dívida com impressora as empresas dolarizam a economia para se proteger de calotes brancos e custos dolarizados.Por exemplo: O peso argentino sempre foi usado para limpar a bunda , toda economia da argentina é dolarizada. Quase ninguém confia na divisa do governo, muitos comércios trabalham com as duas moedas.

        9+
        • avatar
        • avatar
    • socrates 12 de abril de 2019 at 14:23

      pergunta ao Bolsonaro:
      Contrato feito por bandidos tem validade??????????????????????????

      Alias: quando vão licitar novamente a Linha Amarela?

      8+
      • avatar
      • avatar
  • Senhor Bolha 12 de abril de 2019 at 12:43

    Uber admite que talvez nunca seja lucrativa.
    Porque estão abrindo capital na bolsa? Exato para captar dinheiro barato e monetizarem a dívida.

    https://www.infomoney.com.br/negocios/grandes-empresas/noticia/8158341/uber-admite-que-talvez-nunca-seja-lucrativa

    9+
    • avatar
    • avatar
    • Falido.com 12 de abril de 2019 at 14:54

      Já ouvi em lucro de 900 milhões, depois em faturamento de 1,6 bilhão…. Onde está a GAFISA na tumba? ou a FORJA taurus da tumba Sr. BOLHA?????

      1+
  • Senhor Bolha 12 de abril de 2019 at 12:46
  • Falido.com 12 de abril de 2019 at 13:18

    Qual será o próximo passo???
    .
    Do outro lado da rua….
    .
    Qual será o próximo passo? Baixar a conta de luz na canetada?

    O Paulo Guedes é um herói! Resta saber quanto tempo vai aguentar antes de ser substituído pelo Delfim Netto. 🙂

    11+
    • avatar
    • avatar
    • CA 12 de abril de 2019 at 14:05

      Falido.com,

      Lembrando que o Guedes é fã do Lula e adorou as sementes da destruição plantadas pela dupla Lula / Meirelles, dentre elas, bolhas imobiliária e de consumo em inúmeras vertentes (juros subsidiados para caminhoneiros que está na causa raiz da greve do ano passado, financiamento facilitado e ampliado para veículos que deu prejuízo de mais de R$ 20 bi para bancos e depois gerou grande capacidade ociosa no setor automobilístico, INÚMEROS e RELEVANTES estragos da nossa bolha imobiliária, etc, etc, etc)…

      https://www.valor.com.br/politica/6196345/guedes-elogia-lula-com-pouco-dinheiro-melhorou-vida-dos-brasileiros

      Para falar de ações do governo atual, o pupilo do Guedes, que foi indicado por ele e é um ex-BTG (empresa fundada pelo Guedes) está DOBRANDO A META da Dilma no crédito imobiliário com verba da poupança via CEF (banco PÚBLICO! Liberais? kkkk) e de quebra, usando um esquema de DERIVATIVOS (“securitização”) no padrão do subprime americano, coisas que nem Lula nem Dilma tiveram coragem de fazer, mas que os deixaria orgulhosos, assim como o Maduro!

      https://www.abrainc.org.br/abrainc/2019/04/02/oferta-de-credito-imobiliario-pode-dobrar-com-securitizacao-diz-presidente-da-caixa/

      Trechos do link acima:

      “O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou nesta terça-feira (2) que o volume de oferta do crédito imobiliário pode dobrar com a securitização da carteira do banco, anunciada por ele em janeiro, ao tomar posse. A afirmação foi feita durante evento da Abrainc (Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias) em São Paulo.”

      Então, lamento informar, mas se os Bolsominions consideram o Guedes um ídolo, eles não entendem NADA sobre capitalismo liberal e no fundo tem um socialista enrustido dentro deles…

      10+
      • avatar
      • avatar
  • tmarabo 12 de abril de 2019 at 14:28

    A prefeitura de Porto Alegre avisou que vai protestar 26 mil contribuintes que devem e não pagam R$ 65 milhões em IPTU.

    7+
    • avatar
    • avatar
    • Porto-alegrense 12 de abril de 2019 at 14:30

      Demorô!
      A única capital no Brasil que fecha as contas no vermelho a 20 anos.

      6+
      • avatar
    • chigo 12 de abril de 2019 at 18:38

      15mil funcionários aposentados e 14mil na ativa. Nem que esses da ativa pagassem 100% do salário para a previdência cobriria os custos dos aposentados. O cobertor é curto: se pagar o funcionalismo falta nos postos de saude, se pagar os postos falta na escola. Mas as pessoas não querem remédios amargos. Assim o cara promete, se elege, e vai “tocando em frente”. O Brasil para melhorar só se trocar o povo.

      7+
      • avatar