1 a cada 4 inquilinos que desocuparam imóvel em SP alegam dificuldades financeiras – Terra

Você pode gostar...

Comments
  • chigo 19 de junho de 2018 at 15:15

    Ola Pessoal. Passei longe do BIB um tempo, mas sempre retorno com saudades desse pessoal esperto. Qual a dica de bons investimentos? TD ou ações?

    16+
    • avatar
    • avatar
    • Libertario 19 de junho de 2018 at 15:32

      Um pouco de cada.

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • chigo 19 de junho de 2018 at 15:48

      Comprei a pouco TD, IPCA+5,93%. So peguei taxa maior que isso em 2013. Nas crises estão as oportunidades. PMJ. E feliz por ter sido o primeiro post, depois de anos.

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Porto-alegrense 19 de junho de 2018 at 16:33

      TD, Dólar, CDBs, alguma coisa de Multimercado.
      Ações está bastante turbulento, se for investir não coloca muitas moedas.

      Pra falar verdade, nesse Brasil de juros baixos tá dificil investir! 🙁

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • chigo 19 de junho de 2018 at 17:21

        So compro ações em momentos de turbulencia. E é otimo. Lucros gigantescos.

        10+
        • avatar
        • avatar
    • O Cramulhao de FHCigienopolis45 20 de junho de 2018 at 11:46

      Crypto.
      Fugir de TD e Ações foi a melhor coisa que fiz na vida nos últimos anos. Quem sabe agora, com o Brasil indo ladeira abaixo, TD volte a valer a pena.
      Mas nesse mundo Keynesiano, Crypto é a única salvação.
      Fique de olho nos inocentes saindo agora , no “panic selling” vendendo após aquisições no último trimestre de 2017 (Só ignorantes compraram crypto no final de 2017) e vc vai ter ótimas chances de proteger seu patrimônio e ainda ter ganhos. Quanto mais as cryptos caem de valor, melhor para nós que entendemos do assunto.

      8+
      • avatar
      • daime 21 de junho de 2018 at 07:12

        Voce recomenda cryptos como investimento pro cara e depois fala que quanto mais elas cairem de valor melhor…consegue explicar melhor sua linha de raciocinio?

        11+
        • avatar
        • avatar
  • Antigo 19 de junho de 2018 at 15:23

    Só lembrando que quem não consegue pagar aluguel, também não consegue comprar imóvel.
    A parcelinha não cabe no bolso. Nem no aluguelzinho. O jeito é morar na casinha de mainha.

    Ardam todos com essa maldita bolha. Mercado imobiliário tem que desintegrar para ver se aprender andar no mesmo plano de existência que a realidade.

    46+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 19 de junho de 2018 at 15:23

      ver se aprende a andar*

      8+
      • avatar
      • avatar
    • Margarida 19 de junho de 2018 at 17:50

      Tá, mas quem não consegue pagar o aluguel muda pra um menor / mais afastado / menos luxuoso / mais barato.

      Quem não consegue pagar a parcelinha perde o imóvel e provavelmente tudo que pagou. Depois muda pra um menor / mais afastado / menos luxuoso / mais barato.

      47+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 20 de junho de 2018 at 07:08

      Faz alguns meses que vi uma entrevista com uma mulher, que dizia não estar conseguindo alugar um imóvel por causa de exigências (fiador, seguro-fiança, calção, etc) dai ela foi lá e comprou um MCMV pois a CEF fazia menos exigências.

      26+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Joe banana 20 de junho de 2018 at 12:59

      Isso não vai acontecer da forma como vcs imaginam.
      Veja o caso do Japão
      Os donos dos imóveis preferem manter e mamar privilégios como financiamentos malucos e isenções de iptu e outros bichos, benesses essas vindas dos governos que ajudam a eleger, e ver o governo apodrecer sentado em cima.
      Capitalismo uma ova. Fiat money pra esses caras é luz

      4+
      • avatar
  • Lord of All 19 de junho de 2018 at 15:47

    “A crise econômica fez com que parte dos inquilinos não conseguisse mais arcar com o valor do aluguel, mas o mercado de novas locações está relativamente aquecido”
    Os caras conseguem chegar no máximo da antítese numa mesma frase, desconsiderando os números da pesquisa deles mesmo.

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • andrezinho 19 de junho de 2018 at 15:48

    “A crise econômica fez com que parte dos inquilinos não conseguisse mais arcar com o valor do aluguel, mas o mercado de novas locações está relativamente aquecido. Há muita oferta, mas a procura também aumentou”

    Como diabos o mercado está aquecido se as pessoas não conseguem pagar o valor do aluguel? Alguém me explica? Significa que tem muita gente procurando, mas não fecha negócio por conta do valor?

    PS: Se as pessoas não conseguem arcar com aluguel, imagina comprar um imóvel…

    28+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Melekento 19 de junho de 2018 at 15:53

    Boa tarde!
    Em qualquer angulo que vc ve, hoje, em um ano ou num futuro, nao e um bom momento para investir em imovel, pois seus valores estao fora da realidade e seu preco caindo. Diferente dos juros, que vao comecar a subir!!
    Para morar, qualquer boco sabe que alugar e bem melhor, vc fica liquido (poupanca; Td etc) e nao paga um absurdo no preco, mesmo hoje com desconto ofertado, e cada dia mais desconto.
    Na minha opiniao, pra ser colocar $$$$$$ suado em imovel, somente com uma queda gigantesca, onde vc compra esse imovel e o aluga, ganhando uns 12% ou mais do valor no aluguel recebido, pois existem aplicacoes, que no futuro proximo vao ultrapassar esses valores.
    Triste fim dos imoveis, seus valores vao derreter ano a ano…
    Quem estiver afim de comprar para morar, 2019 em diante, o colapso vai comercar a ficar evidente, mais ainda!
    Abs!

    26+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Bsbguy 19 de junho de 2018 at 16:01

      não sei se vai colapsar. Unica forma do imóvel ceder é via inflação mesmo. Nominalmente acho muito tímido ainda a “queda”. Mas ok, se aqui a 10 anos, o imóvel que é pedido 1mi hoje em dia, estiver 1mi ainda, para mim já ter sido o “estouro”.

      35+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Margarida 19 de junho de 2018 at 20:00

        Também não acho que vai colapsar. Isso pela completa falta de noção de finanças das pessoas. Pelo mesmo motivo que acharam normal comprar imóveis por meio milhão, agora vão achar normal esparar cinco anos por um comprador pra aí vender com só 20% de desconto e jurar que levou vantagem. Essa gente não sabe fazer contas. Isso, claro, quando o feliz proprietário puder esperar pra vender. Quando puder esperar, ele perde dinheiro, mas não vende “pra não ter prejuízo”. Não me espanto com essa genialidade na hora da venda, pois foram igualmente geniais na hora da compra.

        35+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • indiobolhista 19 de junho de 2018 at 20:24

        bsbguy voce acha que em breve vai ter aplicações acima de 12% limpos ao ano??

        5+
        • avatar
        • Bsbguy 20 de junho de 2018 at 14:16

          já tem hoje. a avistafinanceira tem prés de 6 anos de 15,7% hoje por exemplo. 140% bruto em 6anos. dá mais que 12% limpo ao ano….

          3+
    • Cesar_DF 20 de junho de 2018 at 07:35

      Melekento

      Acho que estamos próximos ao momento que iniciará o DESPAIR

      No último leilão da CEF mais da metade dos imóveis estava com o valor de avaliação inferior ao valor da dívida imobiliária.

      No leilão de segunda praça permitirá que o imóvel seja vendido por um valor cerca de 60%-70% abaixo do valor da dívida, e considerando que, a CEF financia apenas 60% a 80% do valor nominal do imóvel, significa quedas maiores que 80% do valor original de venda do imóvel.

      Queda de 80% é ÇOFT

      https://www.bolhaimobiliariabrasil.com/2018/06/11/valor-do-imovel-na-planta-deve-recuar-apos-aprovacao-de-regras-para-distratos-dci/#comment-182611

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cajuzinha 20 de junho de 2018 at 08:14

        Na torcida, rs

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • indiobolhista 20 de junho de 2018 at 08:27

        estamos todos os bolhistas juntos nessa torcida, todos somos uma só seleção da bib, se acontecer pronto, muitos daqui viraram felizes proprietários dum ex-bolhudinho

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Cesar_DF 20 de junho de 2018 at 11:34

        Melekento

        Neste leilão da CEF, a queda média dos imóveis que apurei foi de 66% (valor da 2ª praça dividido pelo valor da dívida)
        Coincidentemente, no FIPEZAP é exatamente de 66% o que precisaria cair os imóveis para reequilibrar com o IGP-M

        6+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • CA 19 de junho de 2018 at 16:33

    Sobre o tópico:

    É o famoso efeito Tostines: foi a crise que tornou o valor do aluguel inviável, ou teria sido a bolha imobiliária que gerou a crise?

    Este é um looping, com várias versões análogas quanto a causa e efeito.

    Enquanto a bolha imobiliária continuar roubando uma parcela muito mais elevada da renda das famílias do que era no passado, como no caso dos alugueis, é óbvio que elas terão cada vez menos dinheiro para consumir e isto continuará alimentando a crise, levando a desemprego, fazendo com que a renda caia e assim, cada vez menos pessoas podendo pagar pelos valores muito elevados dos aluguéis e aqueles que se sacrificam para pagar, abdicando do consumo e assim retroalimentando a crise de qualquer forma.

    O mesmo tipo de looping se aplica no caso do crédito imobiliário: em 10 anos a dívida com o crédito imobiliário em proporção à renda das famílias dos últimos 12 meses simplesmente SEXTUPLICOU. Isto se deu porque o preço dos imóveis cresceu ALGUMAS VEZES a renda. Quem continuou pagando, abdicou de consumo, se super endividou e/ou se tornou inadimplente em “N” outras contas. De novo, isto alimenta a crise, o desemprego / subemprego / desalentados, o que reduz a renda e torna cada vez mais inviável o próprio pagamento das parcelinhas do crédito imobiliário e a CEF em especial, MAQUIANDO esta realidade com suas renegociações MIRABOLANTES.

    Outra forma de looping, é no caso dos imóveis comerciais: de 2008 a 2011 a rentabilidade dos aluguéis simplesmente TRIPLICOU. Uma infinidade de negócios se tornou INVIÁVEL alguns anos depois, conforme a euforia típica de toda bolha se esvaia e tínhamos a volta à realidade. Com recorde de lojas fechando por se tornarem inviáveis, sem conseguir pagar o aluguel, mais uma infinidade de novas lojas deixando de abrir pelo mesmo motivo, isto alimentou mais uma vez o desemprego, o subemprego e desalentados, fazendo com que a queda da renda ganhasse impulso, junto com a queda do consumo e com isto, tornando inviáveis mais e mais negócios.

    Mais um caso é o do desemprego no segmento de construção civil leve (imóveis residenciais e comerciais): na medida em que os preços são surreais levando a distorção absurda entre oferta e procura, lançamentos ficam muito baixos e a construção civil vai ao longo de ANOS liderando o desemprego no país. Com cada vez mais desempregados deste segmento, este é mais um canal para alimentar a redução do consumo / crise, com cada vez menos pessoas aptas a comprarem imóveis, retroalimentando o círculo vicioso.

    Temos ainda um looping mais “sutil”, só que um dos mais impactante de todos, que diz respeito à liquidez: muitos dos que compram ou alugam imóvel comercial ou residencial, ficam sem reservas financeiras para qualquer emergência e muitas vezes para o próprio dia-a-dia. Da mesma forma, dadas as enormes distorções existentes neste segmento quanto aos preços, temos uma desproporção ABSURDA entre oferta e procura, tanto para venda quanto aluguel. Os proprietários de imóveis nestes casos de vacância em patamar de recorde absoluto, deixam de receber os valores de aluguel e passam a ter que pagar condomínio, IPTU, reformas, etc, sem nenhuma renda, só aumento de gastos. Quando não dão conta destes gastos sem receber nada, deixam de pagar algumas contas e com isto, batemos todos os recordes de CALOTE quanto à condomínio, IPTU e relacionados. Os prédios com altíssimos índices de inadimplência assim como as prefeituras, sofrem também com a elevada perda de liquidez. Muitas empresas sofrem demais com a continuidade dos loopings acima e ficam completamente sem liquidez, batemos ano após ano o recorde de recuperações judiciais e tanto no caso de pessoas físicas como empresas, os recordes de inadimplência também são batidos de forma contínua. Tudo isto e mais a inadimplência elevada do crédito imobiliário, levam os bancos a também terem problema de liquidez. No caso dos bancos, a falta de liquidez os OBRIGA a reduzirem empréstimos e manterem juros anormalmente anormais quando comparados à grande queda da SELIC. Isto tira dinheiro de circulação e faz com que aqueles que já estão com sérios problemas financeiros vejam os seus rombos de falta de capital aumentarem, por falta de verba para se refinanciarem ou pela própria queda decorrente na economia em função da redução de investimentos das empresas que não conseguem capital no volume e/ou custo financeiro compatíveis com o que é necessário para tentarem promover uma recuperação, retroalimentando o ciclo.

    A questão central continua a mesma: ou ocorre a explosão mais visível e impactante da bolha imobiliária, ou ela continuará destruindo a economia da forma mais perniciosa possível…

    35+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • indiobolhista 19 de junho de 2018 at 16:44

    oportunidade de negocio para ta explicado no centro da cidade de navegantes uma pechincha, uma barbada ….. ta explicado “é o centro da cidade” https://sc.olx.com.br/norte-de-santa-catarina/imoveis/casa-mobiliada-com-3-4-no-centro-de-navegantes-477033930?xtmc=centro&xtnp=10&xtcr=3

    8+
    • avatar
    • avatar
  • indiobolhista 19 de junho de 2018 at 16:45

    “ta explicado” outro imóvel que o preço garante bom retorno dentro de 500 anos, centro da cidade grande futuro https://sc.olx.com.br/norte-de-santa-catarina/imoveis/casa-5-quartos-centro-campo-alegre-investimento-475821064?xtmc=centro&xtnp=10&xtcr=19

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Santista de Santos 19 de junho de 2018 at 17:09

    Voltando ao BIB com CVR fresquinho:

    Cliente ofereceu bolhudo de 142m2 por módicos 1,3mi de temers.
    Esposa 666 com olhos brilhantes pois o cliente deixa eu pagar em servico e picado direto com ele dando o meu bolhudinho quitado e comprado pré-bolha.
    Perguntei o pq de tanta bondade. Disse-me: prefiro vender de qualquer jeito pra quem sei q vai me pagar (ele sabe a estou no PMJ a 2 anos já) do que vender pra qualquer um e gastar dinheiro contigo pra tirar o inadimplente do imóvel.
    Resultado prático: 50 aps no predio, só 7 vendidos.
    Arda tijolinho, arda.
    Digo-lhe, com ganas: PMJ!

    41+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Joe banana 20 de junho de 2018 at 13:26

      se vc conseguiu um mega valuation do antigo no escambo, vá lá, mas achar que algo assim vale tudo isso e outros 500…. de toda forma, o que nao se faz para as caras metade virarem os olhinhos….

      2+
      • Santista de Santos 20 de junho de 2018 at 14:19

        Ele ergueu o prédio contra todos os conselhos recebidos de família, parceiros e advogado. Pagou muito caro na área, teve que fazer aps muito caros q não cabem no mercado falido de Santos.
        Micou com força e vai ter q fazer qualquer negócio pra recompor o capital dispendido. O Ap é ótimo, da até pra ver o mar da varanda, mas não vale 1,3 mi.
        Nada feito de tijolo na banania vale 1,3 mi, nem com boa vontade.

        16+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Gute 19 de junho de 2018 at 18:10

    O que acham da Blastter?

    6+
    • Gute 19 de junho de 2018 at 18:11
      • Cadeludo 20 de junho de 2018 at 00:48

        acho enfadonho

        13+
        • avatar
        • avatar
      • Antigo 20 de junho de 2018 at 11:48

        Pensei três vezes antes de escrever isso, mas resolvi pensar uma quarta.

        Só digo uma coisa: o fato da sua pergunta ter ficado 24 horas aqui sem ninguém comentar nada já é um forte sinal.

        16+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Poeteiro Bolhista 20 de junho de 2018 at 12:14

        Tive uma treta sinistra com o Bastter ano passado.
        Acho que ele tem bons pontos de vista, mas é um completo idiota como pessoa.
        Assiste os vídeos dele no youtube pra ter noção da filosofia dele entra na parte gratuita do site pra ver os dados abertos que já tá de excelente tamanho.
        Minha treta com ele foi a seguinte: postei lá no mural da Cielo perguntando uma coisa que ele achou estúpida.
        Meio que ignorei a falta de educação dele e tentei continuar a conversa com outro usuário que respondeu o que perguntei,
        Daí ele veio de novo me chamando de sardinha, que eu não deveria investir em ações, que eu devia sair do mercado e ir estudar e blá blá blá.
        Um monte de seguidor fanático dele veio atrás fazendo coro e me chamando de sardinha também.
        Falei pra ele que respeitava o ponto de vista dele, mas que seu eu tinha pagado o site, ele teria que respeitar o meu também. Não importa quão idiota fosse minha pergunta, ele teria que aceitar minhas postagens.
        Ele não concordou, me devolveu meu dinheiro e tirou meu acesso ao site!
        Vejo um monte de defeito nas colocações dele mas o cara é um completo idiota. Não aceita qualquer ponto de vista contrário, se acha o tubarão e todo o resto é sardinha e manada.
        Ignora a estupidez dele e pega o que ele tiver de gratuito que dá pra aprender um pouco.
        Mas dar dinheiro prum cara que destrata os clientes, só por aqui na banânia mesmo.
        O cara trata a galera igual porco e tem um monte de baba ovo dele fazendo volume lá nos fóruns,

        33+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Senhor Bolha 20 de junho de 2018 at 13:12

          Você deve ser iniciante em renda variável.Após um certo nível de conhecimento você vai excluir todo tipo de serviço de terceiros e fazer suas próprias analises.

          O bastter : Ensina o básico , mas o básico não é nem a ponta do iceberg.

          Porque analisar empresa vai muito além de balanços, é preciso buscar indicadores que não estão no balanços.
          Precisa estudar contabilidade e valuation.

          Por exemplo a cielo opera num setor aonde a barreira de entrada e concorrência estão baixando continuamente as margens da empresa. Antigamente a empresa era quase um monopólio do setor portanto mercado atribuía em seu preço uma taxa de crescimento futuro.

          A primeira lição é aprender diferenciar uma empresa de crescimento de uma empresa de proventos.

          A empresa de crescimento negocia por múltiplos proibitivos porque o mercado embute crescimento no preço da ação, consequentemente ação fica cara.

          E o que acontece quando este crescimento não vem? Ferro
          Logo empresa de crescimento embutem maior risco que empresa de dividendos.

          Hoje a cielo é negociada como sendo uma empresa normal de dividendos . E por isso essa filosofia do bastter de comprar a qualquer preço é loucura, isso esta fazendo muita gente perder dinheiro.

          25+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
      • andrezinho 20 de junho de 2018 at 16:50

        Gosto bastante. Acho que pra um iniciante (como eu) é um bom lugar pra começar. Sou mais sortudo por ter começado com a Bastter do que com a Empiricus, por exemplo. Lá te ensina a se virar sozinho, a não seguir recomendação de especialista, e a investir em boas empresas e par ao longo prazo. Não sei como isso pode ser ruim.

        9+
        • avatar
        • avatar
  • Duas Barras 19 de junho de 2018 at 18:24

    Iai polvo..
    CVR s variados

    Sogrinha tem casa de aluguel em região ruim da cidade ( ganhou o terreno nos anos 90, construiu e tal, mas o bairro se marginalizou). Aluga por módicos R$ 400,00, casa de uns 65m² com suite, garagem etc… nunca ouviu a srta. duas barras em fazer um contrato simples e tal, sempre foi na onde do cunhado que diz que ta “alugado de graça”. Pois bem, ex inquilina mudou sem nem deixar recado, deixou apenas 4 contas de luz (cortada), 5 contas de água (cortada) e mais uma “religação” clandestina… resumindo: 2k de contas a pagar, corroendo metade do lucro do ano passada, fora vacância que ja vai pra 4 meses…. situação complicada pois o bairro não oferece suporte para imobiliaria ( quem tem os requisitos de imobiliaria não mora nesse lugar nem morto), ou seja, é alugar particular mesmo. Convencemos ela a cobrar 1 aluguel adiantado e um contratinho básico pra por medo no inquilino, o anuncio bomba, mas quando percebem o caução, dizem que não tem dinheiro…. Não pode vender a casa por estar sem inventário do falecido sogro e, mesmo se pudesse não seria prudente pois a mesma vale 35k na avaliação do IPTU e não daria pra sogra fazer nada com o dinheiro (666 mor). Cunhado vive enchendo a cabeça dela pra vender e dar de entrada em outra, porém conseguimos faze-la entender que CEF não financia pra maiores de 50 anos e que seria bobeira ter uma prestação pra pagar a essa altura da vida, ela aceita mais fica aquela briguinha do diabinho e do anjinho na orelha. kkkkkkkkkkkkk o que salva é o inventario que nao ta pronto e fica uns 6k pra fazer, ou seja, a casa vai ficar lá pra sempre e, mais pra frente a sogra vai morar lá.

    CVR 2 – Diaristas brigando no facebook pois tem diarista fazendo serviço de faxina por 50$+onibus e as outras dizendo que a pessoa está denegrindo as mesmas, que uma faxina custa 180$ (beberam só pode)… curiosamente, uma moça que posta esse preço só responde o anúncio depois das 20h, e as concorrentes ficam o dia todo atacando a moça. Postando em rede social às 14h, 15h, 9h?? sinal que não tem serviço né? o povão ta começando a sentir o nabo!

    CVR 3 – Meu pai comprou um carro batido de uma moça na rua dele, corsa 99 4 portas, 1.6 completo menos vidro elétrico por módicos 2500$ com o doc 2018 pago. Meu pai é Do it yorself HARD. Moça falou que ficava 3,5k pro carro andar. Detalhe, mecanicamente não aconteceu nada na batida, apenas furou a mangueira do radiador ( consertada por 12 reais). amassou apenas o lado direito quebrando farol direito, parachoque e capô, meu pai comprou um farol (100$) e um capô (180$), trocou o oleo, deu partida, o ar gelou, ta rodando perfeito! DEtalhe: R$ 2500,00, R$ 1000 em dinheiro e um “serviço de pedreiro” de R$ 1500,00, uma calçada apenas para cimentar. Vendeu o fusca por 2500$ ainda ficou com 1000$ no bolso. Considero meu pai bem ruim de negócio, mas nesse ele acertou em cheio!!

    A coisa ta ficando feia nos rincões do Brasil!

    71+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Intendente 19 de junho de 2018 at 19:20

    Quando não aumentam a oferta, reduzem a demanda. Show de bola esse mercado imobiliário.

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Paulo BolhaBH 19 de junho de 2018 at 20:11

    Tô me segurando pra não entrar mais no TD, IPCA +5,93 tá bão! Agora, TD tá derretendo. Seria pra levar até o final. Isso que arrebenta!

    11+
    • avatar
  • br.meister 19 de junho de 2018 at 20:16

    Boa noite,
    estou pensando em me mudar para Chapecó/SC. Alguém poderia me informar se o bairro Pinheirinho é bom ou se tem algum tipo de problema com violência.
    Também gostaria de receber sugestões de bons bairros
    obrigado

    8+
    • avatar
    • Leonardo M. 20 de junho de 2018 at 00:37

      Vai para um bar, bebe uma cachaça, depois beba duas, na terceira você já começa a pedir a quarta cachaça e quando não se lembrar + de nada tb vai esquecer de Chapecó
      Salário em média aqui é R$1200 e no máximo que você vai tirar é uns R$1500
      Já fiz umas 10 entrevistas aqui e recusei todos os serviços.

      Se quiser uma boa dica
      Litoral(BC ou Floripa)
      Eu e esposa só crescemos financeiramente e profissionalmente graças a floripa.

      25+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Rico 20 de junho de 2018 at 08:43

      Prepara o nariz.

      5+
      • avatar
    • From_The_Tower 20 de junho de 2018 at 13:59

      Eu depois de muita luta consegui vazar de Chapecó e nunca mais voltar. Não cometa esse erro.
      Leo M. sabe a dureza que é.

      10+
      • avatar
  • Carlos 19 de junho de 2018 at 22:05

    Coisa tá ficando complicada…

    We’re seeing the greatest asset inflation bubble in 20 years, fund manager warns
    https://www.cnbc.com/2018/06/18/were-seeing-the-greatest-asset-inflation-bubble-in-20-years.html

    5+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Tem Mas Acabou 19 de junho de 2018 at 22:48

    Fazendo uma pesquisa rápida sobre investimentos durante a crise de 2008, encontrei o estudo a seguir:

    http://www.acionista.com.br/mercado/artigos_mercado/020414_aplicacoes_financeiras.pdf

    Impressionante como os imóveis, nos seis anos anteriores e nos seis seguintes à crise, valorizaram tão pouco, comparado aos demais (exceto poupança, que nem investimento é, e o dólar, que depreciou). Somando o período de 12 anos, não atingiu os tais 30%, hehe!

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • indiobolhista 20 de junho de 2018 at 01:30

    combatendo-a-crise-imobiliaria https://www.redebomdia.com.br/blog/combatendo-a-crise-imobiliaria/ Atualmente vivemos em um cenário de crise econômica. O dólar lá em cima, aumento dos produtos de consumo, desempregos, inadimplências, quebras de contrato, negativação de nomes e entre outras situações que geram incertezas financeiras.

    No cenário imobiliário não poderia ser diferente. O medo de financiar um imóvel e não conseguir quitá-lo, o atraso ou a não entrega de um apartamento comprado na planta, os juros bancários altíssimos, tudo isso abalou o mercado imobiliário.

    Muitas pessoas, pensando no sonho da casa própria, deixaram de lado essa incerteza e deram entrada em um imóvel, na maioria dos casos com a ajuda do auxilio do governo e com o financiamento bancário.

    Porém o que deve ser feito em caso de algum imprevisto financeiro, o qual impossibilite o pagamento das parcelas mensais do financiamento ou qualquer outro tipo de empréstimo?

    Primeiramente é sempre de extrema importância a orientação de um profissional especializado na área. A função dele é tentar solucionar o problema de modo mais benéfico possível.

    Existem soluções que aparentemente podem resolver a questão, mas na verdade só estão gerando um problema ainda maior, um exemplo é o famoso “contrato de gaveta”, o que vem causando milhares de processos nos tribunais, embora não tenha respaldo legal.

    Para quem não sabe o “contrato de gaveta” nada mais é do que uma prática muito utilizada de compra e venda particular de imóveis, na qual consiste em uma negociação entre comprador e vendedor do imóvel, sem reconhecimento de firma e nenhum tipo de registro no cartório. Ou seja, uma pessoa que financiou um imóvel com alguma instituição financeira, que não conseguiu arcar com as parcelas do financiamento, celebra um contrato com um terceiro comprador o qual irá assumir os encargos dessa negociação.

    Realmente essa situação parece simples e aparentemente resolve o problema imediato, todavia o que muitos não sabem é que esse único problema acaba virando uma grande “bola de neve” para ambas as partes.

    O vendedor, ora atual proprietário, irá se sujeitar a qualquer inadimplência do comprador, uma vez que seu nome irá sofrer as consequências de uma negativação. Já por outro lado, o comprovador após quitar todo o imóvel, corre o risco de não ter o imóvel no seu nome por recusa do vendedor. Ademais, em caso de morte do vendedor, o imóvel irá passar pelo processo de inventário e só após sua conclusão poderá ser liberado para o comprador.

    Esses são somente alguns dos problemas que o contrato de gaveta pode gerar. É claro que embora não amparado pela legislação, é possível que esses problemas sejam solucionados pelo poder judiciário, porém é inevitável que as suas consequências não serão fáceis.

    Mas então o que deve ser feito em caso de impossibilidade de quitação das parcelas referente à compra de um imóvel? Uma das mais usadas soluções é a propositura de uma ação de rescisão contratual cumulada com a restituição dos valores já pagos.

    Essa ação, devidamente amparada pelo Código de Defesa do Consumidor, irá rescindir o contrato de compra e venda e consequentemente o financiamento bancário e irá devolver os valores já pagos, à título de entrada e de demais parcelas. Entretanto, para evitar que a construtora também sofra qualquer prejuízo, a legislação civil assim como a jurisprudência disciplinam que cabe as construtoras à título de indenização, a retenção do montante de 20% do valor pago.

    Assim, antes de se desesperar ou optar por uma solução falsa, informe-se sempre, busque ajuda e escolha a ideal solução para os seus problemas.

    Por Vanessa Braga, advogada especialista nas áreas cível, consumidor, família e contratos.

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Knolan 20 de junho de 2018 at 05:57

    CVR do topico.
    Eu entendi o “as pessoas não conseguem pagar mas o mercado está aquecido”. Se 100 pessoas não podem pagar o aluguel e desocupam um imóvel, e dessas, 90 buscam novos imóveis para alugar, o número total de novos contratos tende a subir. Claro que o saldo líquido é negativo, mas em terra de IVGR, vocês acham mesmo que alguém calcula isso?

    Como mencionei, estou pra mudar. E vi algo que não era comum 3 anos atras, na minha última mudança: uma enorme variância nos alugueis. Coisa de 1.000 reais para imóveis semelhantes, variando o aluguel + condominio de 2 a 4k. Apartamentos de 2-3 quartos, 70-80m, de 2,5 a 3,5k. E meu target, apartamentos velhos, 3d, sem xoxotecas, 80+m,, de 1600 a 2600.
    O imóvel que escolhi tem 103m2, 3dorm + quarto de empregada, aluguel + condo = 1800

    23+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • daime 20 de junho de 2018 at 06:34

    Qual a opiniao do pessoal do pessoal em relacao a essas suspensoes se tornarem um problema recorrente?

    https://economia.estadao.com.br/noticias/seu-dinheiro,tesouro-direto-volta-a-suspender-negociacao-devido-a-turbulencia-do-mercado,70002355955.amp

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • perdido no rio 20 de junho de 2018 at 16:01

      Não vejo problema. Os contratos DI são negociados o dia todo e o TD é atualizado só 3 vezes ao dia Se houver muita volatilidade, é necessário reajustar as taxas. Só é um ponto de atenção para quem mantém toda a reserva de emergência no TD, pode ficar um dia sem conseguir resgatar para pagar uma conta.

      3+
      • avatar
      • daime 21 de junho de 2018 at 07:16

        Minha preocupacao eh se isso comeca a se estender quando chegar mais perto das eleicoes e ficar fechado por mais dias consecutivos…espero q nao…

        2+
        • avatar
  • Cajuzinha 20 de junho de 2018 at 08:10

    http://www.valor.com.br/financas/5606665/desistencia-de-ofertas-de-acoes-e-maior-em-uma-decada

    Conforme dados disponíveis na CVM e informações de bancos coordenadores, o maior volume de desistências
    havia sido em 2008, no auge da crise financeira global. Naquele ano, foram 32 empresas com desistências
    oficiais. Outras 10 companhias que não tinham chegado a protocolar seus pedidos também mudaram os planos,
    somando 42 empresas suspendendo operações de captação naquele ano.
    Bancos e empresas já tinham uma expectativa de que o volume de
    ofertas seria concentrado no primeiro semestre, devido às eleições em
    outubro. Mas a piora do cenário macroeconômico e na percepção de
    riscos em mercados emergentes, especificamente na América Latina,
    agravaram o cenário. “Tem mais desistências que no mesmo semestre do
    ano passado, mas a perspectiva econômica mudou bastante”, diz o
    diretor de um banco de investimento. “Nas últimas quatro semanas, o
    Brasil teve greve de caminhoneiros, o Fed [banco central americano]
    subiu mais a taxa de juros e o retorno ponderado pelo risco relativo de investir aqui ou nos EUA, por exemplo,
    aumentou muito.”

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 20 de junho de 2018 at 09:22

      Acho ótimo, podiam colocar 100%, dai acabaria de uma vez com este negócio de imóvel na planta

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Zé do Brejo 20 de junho de 2018 at 09:31

        É o famoso tiro que sairá pela culatra.
        Mas os “ixpecialistas” são tão tapados que não conseguem prever os resultados desse movimento.
        Eles são os pombos que jogam xadrez.

        14+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Antigo 20 de junho de 2018 at 09:38

          Será? Acho que mesmo se tiver cláusula fazendo alienação fiduciária do toba do bricklover no contrato, ele vai assinar sem ler…
          Papo de vendedor funciona, por isso que ele existe.

          21+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Zé do Brejo 20 de junho de 2018 at 09:43

            É verdade, mas imagino que com o tempo e pelas próprias experiências um 666 vai ensinando sua família as cagadas que não devem ser feitas.
            Exemplo, ainda são vendidos títulos de capitalização, mas certamente em volume muito menor que no começo.
            Imagino que venda de promessas na “planta” devem seguir o mesmo caminho.

            18+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • Margarida 20 de junho de 2018 at 10:30

              Zé do brejo, todo mundo pensou isso sobre o episódio Encol. Não foi o que aconteceu.

              15+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • Zé do Brejo 20 de junho de 2018 at 10:40

                Tem razão. Mas desconfio que a maioria da geração Encol (X) não entrou na onda da bolha em 2008-2011, grande parte dos que entraram foram da geração (Y,Z)
                Na minha família tivemos exemplo de 666 (tios) que cairam no golpe da Encol e por isso nem eu nem meus irmãos entramos nessa cilada financeira.
                O que quero dizer é que algumas lições são tiradas, mas inevitavelmente novos 666’s nascem todos os dias.

                19+
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
              • Cesar_DF 20 de junho de 2018 at 10:56

                25+
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
  • indiobolhista 20 de junho de 2018 at 08:45

    contratos leoninos? tem algums países capitalistas onde a multa é 100% do valor pago, mais aqui é quase comunista

    9+
    • avatar
    • avatar
  • Antigo 20 de junho de 2018 at 08:48

    https://g1.globo.com/sp/bauru-marilia/noticia/copa-do-mundo-menino-usa-a-criatividade-e-faz-a-mao-album-de-figurinhas.ghtml

    Próxima: “Sem dinheiro para comprar imóvel, bricklover desenha sua casa própria”

    21+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Dr. Estranho 20 de junho de 2018 at 09:00

    O número de ações contra condôminos inadimplentes no Tribunal de Justiça de São Paulo entre os meses de janeiro e abril ultrapassou 13 mil em 2018. A quantia é quase o dobro dos 7.014 casos registrados no mesmo período de 2016.
    O novo Código de Processo Civil reduziu o prazo médio para a execução do devedor na Justiça de cerca de quatro para um ano.
    ME AJUDA 
    O advogado Rodrigo Karpat, especialista em direito condominial, afirma que os inadimplentes estão assustados “porque podem perder o imóvel de forma muito mais rápida”.

    Folha de Sao Paulo – coluna da Monica Bergamo.

    Somente os membros do BIB sabiam que isso iria acontecer. A culpa eh nossa por nao avisarmos aos mutuarios. RA RA RA RA.

    26+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 20 de junho de 2018 at 09:05

      Está aí mais um alfinete para espetar a bolha imobiliária.
      Além dos imóveis retomados de financiamentos inadimplentes, dos distratos, das quebras das construtoras liberando milhares de imóveis em estoque; temos também agora as ações judiciais envolvendo condomínios, que explodiram em preço nos últimos anos devido à “periferização” dos imóveis novos, exigindo xoxotecas para compensar o isolacionismo e falta de infra-estrutura…

      Todo mundo aqui já sabia.

      19+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • From_The_Tower 20 de junho de 2018 at 09:51

    Bom dia bolhistas !

    Pegaram TD semana passada?
    Tá lindo abrir o extrato hoje.

    Indexados ao IPCA
    — Tesouro IPCA+ 2024: 5,4
    — Tesouro IPCA+ 2035: 5,76
    — Tesouro IPCA+ 2045: 5,76
    — Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2026: 5,51
    — Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2035: 5,67
    — Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2050: 5,73
    Prefixados
    — Tesouro Prefixado 2021: 9,4
    — Tesouro Prefixado 2025: 11,45
    — Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 2029: 11,69

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Carlos 20 de junho de 2018 at 09:54

    OFF – Pais conseguem ordem de restrição de 5 anos contra filho que os aporrinhava por dinheiro 😀
    Mais alguma coisitas interessantes no artigo Cesar: Inheritances expected to double for millennials

    Pestering son banned from contacting parents for five years
    https://www.ntnews.com.au/news/pestering-son-banned-from-contacting-parents-for-five-years/news-story/7220bc86e525931b9d08ed93d064bbb6

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • pedrovinix 20 de junho de 2018 at 10:06

    Peguei 20 k pra aposentadoria.
    10 k pra especular. Tem ate a eleição pra superar os 6 %.
    Vou observar os inqueritos dos portos.
    Hj sai a reunião do copom.
    Dia 26 tem novo recurso sobre o Lula.

    12+
    • avatar
    • avatar
  • Zé do Brejo 20 de junho de 2018 at 10:15
    • DouglasteR 20 de junho de 2018 at 11:09

      E agora ? Quem vai ser o amiguinho ?

      10+
      • avatar
      • Zé do Brejo 20 de junho de 2018 at 11:30

        Pois é, aqui as máfias eliminam a concorrência.
        Por isso acho que o Bananil está muito longe do Livre Mercado

        9+
  • Cesar_DF 20 de junho de 2018 at 10:37

    Pelo que sei, este tabelamento do frete afeta somente os autônomos, bastará o agricultor ou cooperativa de agricultores comprarem caminhões e contratarem motoristas para evitar esta queda na lucratividade.

    Frete tabelado pode tirar R$ 53 bi da economia, dizem entidades
    https://economia.uol.com.br/noticias/estadao-conteudo/2018/06/19/frete-tabelado-pode-tirar-r-53-bi-da-economia.htm

    9+
    • avatar
  • Alemon Fritz 20 de junho de 2018 at 10:42

    kkkk, só aumenta
    -Câmara aprova projeto que legaliza ‘puxadinhos’ mediante taxa.
    Jornal O Globo-17 horas atrás

    -Mulheres lideram as buscas por imóveis em Salvador
    A Tarde On Line-2 horas atrás

    -Prefeitura revê valor venal dos imóveis e reajusta IPTU em Nazaré Paulista
    Globo.com-18 de jun de 2018

    10+
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 20 de junho de 2018 at 10:46

    Leilão de agências bancárias desativadas do Banco do Brasil
    Até o momento ZERO LANCES, amanhã será o presencial
    https://www.lancenoleilao.com.br/leilao.php?idLeilao=129

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • fanfarraum 20 de junho de 2018 at 10:52

      Todos os bancos diminuíram o número de agências.
      Com o aumento das soluções digitais para banco e cartão de crédito, não vejo esse número voltando a aumentar. Pelo contrário, quando essa geração idosa atual (que em boa parte ainda não faz nada online) se for, vai começar a cair drasticamente o número de agências.

      22+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Joe banana 20 de junho de 2018 at 13:02

        Imagina a quantidade de agencias que tem para fechar…
        Vai tudo virar outlet da lojas americanas…
        Vai vendo…

        10+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Cesar_DF 20 de junho de 2018 at 13:09

        É uma tendência tanto no EUA como na Europa a conversão de imóveis comerciais em residenciais.
        Vacância residencial aumentando mais ainda.

        12+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Alemon Fritz 20 de junho de 2018 at 10:48

    vem aí a bolha da bolha:

    -Housers: Portugueses investiram 1,5 milhões de euros em imóveis através do crowdfunding..
    Com investimentos mínimos de 50 euros, os interessados podem financiar a construção de vários imóveis, obtendo retornos Quando estes forem vendidos ou arrendados.
    a plataforma online arrecadou 1,5 milhões de euros provenientes de investidores de nacionalidade portuguesa. Ao todo são mais de 4.300 portugueses registados, que participaram em cinco projetos imobiliários concluídos com sucesso em Portugal. Em termos de investimento, o valor médio por investidor varia entre os 350 e os 650 euros.
    https://eco.pt/2018/06/20/housers-portugueses-investiram-15-milhoes-de-euros-em-imoveis-atraves-do-crowdfunding/

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 20 de junho de 2018 at 10:52

      Não vejo problema a pessoa perder seu próprio dinheiro em um investimento de risco, em geral ela aprende rápido a não cometer o mesmo erro, o problema é quando acontecem investimentos fracassados utilizando o dinheiro dos pagadores de impostos, pois nesta caso as pessoas nunca aprendem com os erros.

      24+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Libertario 20 de junho de 2018 at 11:19

    OFF
    E-Bike Cripto”, a primeiro do mundo que dá para os ciclistas $26 por cada 1600 quilômetros

    A 50cycles, sediada em Londres, começará a oferecer sua linha de veículos TOBA em agosto, por meio de uma parceria com a LoyalCoin, “voltada para a fidelidade do cliente”.

    https://br.cointelegraph.com/news/world-s-first-cryptocurrency-e-bike-earns-riders-26-per-1600-kilometers

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 20 de junho de 2018 at 11:25

    666 se especializa:

    -Brasileiro passa a se endividar mais com carro, cartão, consignado e emprestimos. UOL-10 de jun de 2018

    -Consignado é vetor de alta de carteira de crédito de bancos
    DCI-6 horas atrás .O consignado será um dos principais vetores de alta do crédito bancário.

    -‘Pegadinha’ do consignado faz cliente pagar mais parcelas..
    Economia & Negócios Estadão-11 de jun de 2018

    -Câmara aprova consignado para servidores comissionados
    Diário do Grande ABC-14 de jun de 2018.

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 20 de junho de 2018 at 11:38

      Consignado para comissionado…
      Praticamente declarando que o cabide de emprego é permanente…

      25+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 20 de junho de 2018 at 11:40

    Floripa – Será que está ruim…
    Prédios!! (falei ano passado)

    -MP notifica donos de prédios abandonados.
    cerca de 20 notificações e denúncias foram emitidas por invasões e usuários de drogas.
    http://cbndiario.clicrbs.com.br/sc/noticia-aberta/mpsc-notifica-proprietarios-de-predios-abandonados-em-florianopolis-211427.html

    9+
    • avatar
    • avatar
  • Seguidor do Bolha BH 20 de junho de 2018 at 11:49

    Construtora que atrasou entrega de imóvel em 17 meses é condenada em R$ 5 mil
    http://economia.ig.com.br/2018-06-19/imovel-atraso-indenizacao.html

    7+
    • avatar
  • Cesar_DF 20 de junho de 2018 at 12:19

    SP volta para lista dos 10 mercados imobiliários mais fracos do mundo

    Os preços de moradia na cidade caíram 1,1% no primeiro trimestre do ano em relação ao mesmo período de 2017, quando ajustados pela inflação.

    O mercados mais fracos do planeta na mesma medida são Catar (queda anual de 9,66%), Kiev na Ucrânia (-7,55%), Dubai (-6,44%), Nova Zelândia (-3,37%) e Noruega (-3,01%).

    https://exame.abril.com.br/economia/sao-paulo-volta-para-lista-dos-mercados-imobiliarios-mais-fracos-do-mundo/

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • pantera 20 de junho de 2018 at 12:23

    Bom dia caros amigos! durante 23 meses pagando aluguel a 1000R$ com cond+iptu aqui no sul de minas em um apt de 2 quartos
    a proprietaria me liga dizendo o seguinte olha voce esta esse tempo todo sem reajuste tenho que aumentar o aluguel ou senao
    devolva o imovel!
    me senti um inadimplente pagando em dia, mas tudo bem! no mesmo edificio peguei um outro ap por 700 com tudo, isso foi em fevereiro deste ano ou seja 5 meses depois a proprietaria nao conseguiu alugar passa diariamente recado aos porteiros do edificio fazendo a seguinte proposta eu poderia voltar pagando 800 com tudo!!!!!! para meu espanto ela tocou hoje na campahinha querendo falar comigo nao atendi!!
    alguem aqui pode me dar um palpite?????????????????????

    101+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • JJJ_brasilia 20 de junho de 2018 at 12:56

      pantera,
      Isto é um ótimo CVR!!!!! Parabéns!!!!

      20+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Joe banana 20 de junho de 2018 at 13:00

      Shupa…. kkkkk….
      Sentou em cima e rodou….

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Master Yi 20 de junho de 2018 at 14:03

      Fala assim: Eu volto, mas só pago R$500. Além disso, você vai ter que arcar com os custos da mudança. Ou é isso ou pare de me incomodar.

      37+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Cajuzinha 20 de junho de 2018 at 14:07

      “Destá
      Eu hei de ver você bater em minha porta
      Toc toc toc
      Destá
      É sempre assim quem rir por último ri melhor
      Destá
      A vida é isso e o mundo véio dá muitas tantas voltas
      Talvez em muito breve a gente vi se encontrar ”

      https://www.youtube.com/watch?v=-r1z158Quqk

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 20 de junho de 2018 at 12:43

    Aluguel de sala comercial classe A tem queda ÇOFT de 50% em São Paulo

    2011 R$ 92,38 (hoje R$ 135,72 pelo IGP-M)
    2012 R$ 123,70 (hoje R$ 175,33 pelo IGP-M)
    2013 R$ 150,00 (hoje R$ 198,15 pelo IGP-M)
    2017 R$ 95,00 (hoje R$ 98,14 pelo IGP-M)

    Fontes de pesquisa:
    https://www.brasil247.com/pt/247/seudinheiro/60286/O-aluguel-comercial-mais-caro-do-Pa%C3%ADs.htm
    https://exame.abril.com.br/economia/oferta-elevada-de-imoveis-comerciais-pressiona-alugueis-no-brasil/
    https://www1.folha.uol.com.br/fsp/mercado/me2703201103.htm
    http://www.investimentosenoticias.com.br/financas-pessoais/imoveis/cresce-absorcao-liquida-no-mercado-de-escritorios-de-sao-paulo

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cadeludo 20 de junho de 2018 at 12:44

    o mula vai voltar pra banânia ser feliz
    merecemos venezuelar
    é muita pretensão e inocência cogitarmos um país diferente
    aqui é um lugar de selvagens e de ladrões

    26+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 20 de junho de 2018 at 12:49

      Se pudessem, 62% dos jovens brasileiros iriam embora do país
      Datafolha mostra ainda que 56% dos adultos com nível superior gostariam de deixar o Brasil

      Num piscar de olhos, a população dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná desapareceria do Brasil. Cerca de 70 milhões de brasileiros com 16 anos ou mais deixariam o Brasil se pudessem, mostra o Datafolha.

      Os pedidos de cidadania portuguesa aceleraram. Só no consulado de São Paulo, houve 50 mil concessões desde 2016. No mesmo período, dobrou o número de vistos para estudantes, empreendedores e aposentados que pretendem fixar residência em Portugal.

      “As pessoas se sentem vítimas do sistema, à parte dele. Com isso, perdem a capacidade de se sentir cidadãs, seja nos direitos, seja nos deveres.”

      Para Araújo, é preocupante que os mais escolarizados não se sintam parte da solução, e as instituições precisam se aproximar das pessoas, conhecê-las e ganhar a confiança delas.

      “Afinal, o que é ser brasileiro hoje? Não pode ser ‘sou um desiludido, um desesperançado’. Cair nisso é muito perigoso para todos nós.”

      Há de fato um clima de desesperança. Levantamento feito no começo deste mês pelo Datafolha mostrou que, para 32% dos brasileiros, a economia vai piorar; 46% acreditam em alta do desemprego.

      https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2018/06/se-pudessem-62-dos-jovens-brasileiros-iriam-embora-do-pais.shtml

      24+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 20 de junho de 2018 at 13:13

        Aí o cara foge da bananzuela pra Portugal, e fica rodeado de bananense universitário soçialista. conheço 2 aposentados de Universidade que estão indo pra lá… coincidência ambos são coração valente…

        25+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Cadeludo 20 de junho de 2018 at 13:14

        esse percentual é por causa do temer kkkk se voltar o cramulhão o país fica paradisíaco e ninguém vai embora by subliminar datafolha/uol
        ” é preocupante que os mais escolarizados não se sintam parte da solução”
        preocupante mesmo é os mais escolarizados serem uma ínfima fatia da população
        digo e repito, democraticamente a maioria é selvagem
        62% dos jovens iriam embora…..
        40% de todos eles não tem renda nem emprego
        os outros recebem pouco mais de 200 dolar

        25+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Ilusionista 20 de junho de 2018 at 13:19

        Brasileiros que já vivem na Europa alertando sobre o grande número de jovens daqui indo neste ano na cara e coragem….

        https://www.youtube.com/watch?v=9TyJB078pKo

        10+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Senhor Bolha 20 de junho de 2018 at 13:22

          Brasileiro tem síndrome de vira lata , se estes analisarem friamente os números da zona do euro se manteriam a distanciam de países como : Portugal, Espanha, franca e Inglaterra.

          15+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Senhor Bolha 20 de junho de 2018 at 13:24

            Países que tem suas dificuldades , mas estão ainda economicamente sustentáveis.

            Alemanha
            Suíça
            Nova Zelândia

            19+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
        • Rico 20 de junho de 2018 at 13:44

          Vi com restrições:
          Faculdades melhores que as Brasileiras: depende. Na parte de línguas concordo. Todo mundo é bilíngue. Quanto a parte de cálculos, as faculdades brasileiras de exatas são muito mais exigentes, devido a base vinda da educação francesa sobretudo dos métodos de Hippolyte Rivail. Outra coisa é a capacidade de improviso do brasileiro, sobretudo em países anglo-saxônicos e em comparação a profissionais indianos, que tem dificuldade de sair e pensar fora da rotina.
          Salários. É isso mesmo. Se você for profissional de TI chega a 2500 euros. Mas falta muita gente. Qualquer pessoa com experiência em TI é bem vinda.
          De resto ele falou a verdade. Falo isso para meus colegas.

          22+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Antigo 20 de junho de 2018 at 14:56

            Interessante isso que você disse.
            Realmente eu não vi moleza nenhuma na faculdade de exatas. Foi difícil passar em Cálculo, e não me considero um imbecil. Sempre soube fazer contas.
            Realidade totalmente diferente da que eu via meus colegas dos institutos vizinhos de humanas: bebida e bilhar o dia todo, e com diploma saindo no prazo esperado do curso…
            Com relação a TI em específico, já conheci inúmeros profissionais brasileiros que eram qualidade nível mundial, tem muita gente boa aqui. E mais ainda que saiu daqui.

            17+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • Rico 20 de junho de 2018 at 15:48

              Nosso sistema bancário e tributário é uma total bagunça. Já participei de inúmeras implantações de SAP e nunca vi ele conseguir fazer calculo tributário a contento. Sempre recorríamos a exportar os dados e calcular em sistemas satélites.
              Isso faz os profissionais daqui ser altamente adaptaveis a mudanças.

              9+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
            • desplein 20 de junho de 2018 at 16:48

              Caramba Antigo, vivi as mesmas coisas fazendo um curso de exatas

              5+
              • avatar
              • avatar
            • Cesar_DF 21 de junho de 2018 at 07:10

              Antigo
              Mesma coisa comigo
              Quando fui fazer análise de sistemas pensei que iria fazer com uma mão nas costas, devido a 20 anos de experiência como programador
              Tive que penar, não tive fins de semana por 4 anos, repeti Cálculo 1 e no último ano quando tem as optativas peguei uma da área de humanas, putz, dei risada de tão fácil

              8+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • Antigo 21 de junho de 2018 at 09:23

                No fim do curso eu também puxei umas optativas. Idiomas e outras de humanas.
                Foi até divertido de tão fácil… kkk
                É outra realidade totalmente.

                5+
                • avatar
                • avatar
                • Rico 21 de junho de 2018 at 09:27

                  Eu me ferrei no técnico. Mecanica dos Fluídos, Resistência dos Materiais e Eletrônica, que foi até números complexos já me calejou no técnico. Foi tão bom que nós do curso fomos para a mesma faculdade e dávamos aula de cálculo para os professores.

                  5+
                  • avatar
    • Senhor Bolha 20 de junho de 2018 at 13:32

      Brasileiro merece tudo de pior ! Raça esquizofrênica , basta ver os comentário das mulas nos portais de finanças.

      Os caras se propõem dizer que são especialistas, porém não conseguem concatenar um exercício de lógica econômica básica.

      – Imprimir dinheiro não gera riqueza
      – Arrecadação tributária gorda é insuficiente para manter as mamatas dos apaniguados.
      – Não existe almoço grátis
      – Dívida não é riqueza
      – Não existe riscos suficientes para bancar socialismo de primeiro mundo.
      – Somo pobres
      – Inflação monetária gera pobreza
      – Boom irresponsável é prescindido de crash

      A lista é longa. A burrice impera por aqui ! A maior parte das pessoas são analfabetas econômicas, caem facilmente em qualquer lorota que mídia esfrega na cara.

      Eu vivo esfregando orçamento público na cara de vários metidos sabichões e suas soluções simplista, este por sua vez mal sabem para onde vai os impostos que pagam. Porém não adianta, isso é como um seita religiosa uma vez iniciado na arte da burrice não existe argumento lógico que prove ao contrario.

      32+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Senhor Bolha 20 de junho de 2018 at 13:56

      Também estou torcendo para o brasileiro médio levar no botão.
      A esquizofrenia é muito grande!

      8+
      • avatar
      • Alemon Fritz 20 de junho de 2018 at 14:05

        Minha funcionária dizendo que na creche do municipio só chega mãe “de carrão” pra levar os filhos, ‘as vezes de outros bairros…
        eu olhei franzido e aí ela emendou rápido: “Ah, sim A minha filha também leva, mas ela trabalha” pois não tem onde deixar a pequena..
        A canalhice da justificativa…

        16+
        • avatar
        • Rico 21 de junho de 2018 at 09:35

          Devo ter um dos carros mais zoados da escola do meu filho. Isso quando não levo em uma Van velha, a opressora a gnv. Meu filho não liga. Ele adora aliás. Quer ter um fusca. Felizmente meu filho tem as melhores notas da escola. Segredo? Dar os valores corretos. Meu filho não consegue diferenciar negro de branco. Para ele é uma pessoa. Sempre passamos esses valores. Respeito a todos. Não forçar, deixá-lo escolher o que quer fazer e ter prazer em estudar. Não proíbo absolutamente nada do meu filho, pois suas obrigações ele cumpre. Não tenho como proibir ele de jogar videogame ou brincar.

          13+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
  • Senhor Bolha 20 de junho de 2018 at 13:55

    Empresas e demografia da maioria dos países da zona do euro não comporta uma massiva migração, apesar deles intensificarem este processo por estarem morrendo em termo demográficos. A Europa precisa criar mais escravos tributários para manter aposentaria e LOA dos beneficiários ativos.

    Porém o sistema tende colapsar quando número de beneficiários é inferior ao número de contribuintes. O que vejo é que europeu médio no campos TI e construção civil são deficitários, logo mão de obra qualificada do Brasil leva vantagem neste quesito.

    Porém a solvência do broco e a fragilidade econômica da região vai expulsar muito destes imigrantes de ultima hora após criar bolsões de miséria.

    Procura sobre favelas na europa no google: Vai sair uma lista imensa.

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 20 de junho de 2018 at 14:00

      O wellfare state é incompatível com o parasitismo social provocada pela imigração de baixa qualificação
      Por isso para imigrar para o Canadá existe um sistema que pontua todas as características e qualificações da pessoa

      http://www.evisaimmigration.com/como-saber-se-voce-e-elegivel-para-imigrar-ao-canada/
      https://www.immi-canada.com/express-entry-aplicar-formularios/

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Senhor Bolha 20 de junho de 2018 at 14:34

        O sistema canadense é seletivo:
        Eles abrem vagas para áreas deficitárias de acordo com as demandas locais.
        Seria como entrevista para emprego com vaga limitadas. E porque o fazem assim? para não criar bolsões de miséria e desequilibrar o mercado de trabalho.

        O sistema europeu embora alguns países sejam até certo ponto seletivos esta mais associado a crise dos refugiados humanitária, este fenômeno esta criando bolsões de miséria pela europa. O sistema empurra pessoas com baixa qualificação e que não conseguem emprego para guetos aonde vivem de sub- empregos, comercio informal e até mesmo algumas atividade ilícitas como contrabando e tráfico e drogas.

        Outro dado aterrados: A maioria que esta mudando de país ainda investe na economia brasileira, acho este fenômeno até engraçado uma vez que o mercado de capitais de certos países europeus esta sobre dimensionado e excessivamente burocratizado . Ademais existe uma bolha imensa criado pelos estímulos artificiais do banco central europeu.

        Não vejo como este sistema baseado em déficits e LOA infindáveis ser sustentável a médio longo prazo. Não se cria mais riqueza do que se distribui atualmente. Logo estão queimando riqueza para manter o sistema moribundo da zona do euro intacto. Apenas alguns países tem políticas ortodoxas nas contas públicas, todo resto estão pedalando com medida heterodoxas e comprazo de validade curto.

        Quando EUA puxar liquidez dos mercados emergentes e europeu muito países vão entrar em recessão por falta de investimento.

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Cesar_DF 21 de junho de 2018 at 08:56

          Senhor bolha
          Estes guetos de migrantes com todos os seus problemas associados está transformando Londres numa fonte de problemas enorme, que provavelmente não terá solução nos próximos 50 anos.

          4+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
    • Rico 20 de junho de 2018 at 14:11

      Sim, vi algumas casas de latas por la´, como são chamadas as favelas em portugal. A maioria são de imigrantes da áfrica.
      Estranhamente Sirios, Indianos e Chineses trabalham no comércio popular e tem uma vida razoável.

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Knolan 21 de junho de 2018 at 21:51

        Não estranhe.
        Os Chinese e Indians são empreendedores, não refugiados. Vão em busca de trabalho e melhores condições, mas vão “na pegada”. Os sirios que vão para a Europa, normalmente, também possuem melhor qualificação e condições financeiras que o sirio médio. A maioria dos refugiados sirios (da áfrica tb) nem vai para a Europa, migra para países vizinhos

        2+
        • Leonardo M. 23 de junho de 2018 at 02:34

          Tem um casal de sírios que abriu um restaurante em Floripa e é o maior sucesso.
          Fica do lado do Angeloni da Beira mar
          Os próprios donos servem o cliente e não tem vergonha disso

          Também fiquei sabendo de outros 3 sírios que abriram um restaurante em Floripa na Agronômica mas não cheguei a conhecer.

          Enfim, os caras são bons em comida.
          Adoro cômoda Síria

          4+
          • avatar
          • avatar
          • indiobolhista 23 de junho de 2018 at 13:24

            como sei chama o restaurante sirio leonardo para ir comer?

            1+
            • Leonardo M. 30 de junho de 2018 at 00:36

              Cara fica na Av Gama D’eca
              Agora não lembro mais pq me mudei de Floripa já tem quase 2 anos

              0
  • Cajuzinha 20 de junho de 2018 at 14:02

    Não bastassem os diversos problemas econômicos que enfrenta, o Brasil ainda deve sofrer impactos negativos com a guerra comercial entre os Estados Unidos (EUA) e a China.

    A expectativa de analistas é de que a briga gere perdas de até dois pontos percentuais no Produto Interno Bruto (PIB) mundial em 2018, prejudicando, principalmente, países de economia mais frágil, como o Brasil.

    “A guerra comercial afeta o Brasil, porque diminui a demanda e a competitividade de nossos produtos”, explicou. A economia brasileira enfrenta grandes problemas estruturais. Além de conviver com um cenário desastroso nas contas públicas, com risco de descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal, o país ainda não engatou a retomada da economia esperada por analistas.

    https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2018/06/20/internas_economia,689645/como-a-disputa-entre-eua-e-china-ameaca-a-economia-brasileira.shtml

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 20 de junho de 2018 at 14:22

      Cajuzinha,

      Quanto ao trecho:

      “Não bastassem os diversos problemas econômicos que enfrenta, o Brasil ainda deve sofrer impactos negativos com a guerra comercial entre os Estados Unidos (EUA) e a China.”

      Guerra comercial (EUA) entre os EUA e a China gerou problema para Brasil;
      FED fazer normalização monetária gera problema para Brasil;
      Bolha dos caminhões / greve dos caminhoneiros, gera problema para Brasil;
      Resultados do primeiro trimestre “frustaram especialistas”, gera problema para Brasil;
      Dúvidas sobre posicionamento de presidenciáveis quanto à reforma da previdência, gera problema para Brasil;

      Neymar bateu recorde de faltas sofridas na primeira fase do mundial, gera problema para o Brasil;
      Não deram penalti no Gabriel Jesus, gera problema para o Brasil;
      O suiço empurrou o Miranda na área para fazer o gol, gera problema para o Brasil…

      Sobre esta parte: “…o país ainda não engatou a retomada da economia esperada por analistas.”

      O que pode ser dito?

      Estes analistas não previram absolutamente NADA:

      Eles nunca tinham visto que os efeitos das bolhas imobiliária e de consumo impediam a recuperação que eles “esperavam”;

      Eles NUNCA viram que existia a bolha das bolhas nos EUA, inflada desde 2009 e com término dos QE desde 2014 (NADA recente);

      Eles também não sabiam da bolha dos caminhões e dos riscos;

      Não viram que a reforma da previdência não foi votada e que não tinham feito mais NADA para resolver o problema fiscal;

      Etc, etc, etc…

      Isto sem contar o que eles AINDA NÃO VIRAM, como os INÚMEROS ROMBOS na CEF, as MAQUIAGENS quanto a empresas QUEBRADAS que os bancos FINGEM que estão vivas, não viram que o crescimento de vendas na planta em grande parte foi FALSO, como os distratos ANORMAIS já DEMONSTRAM desde 2011, etc.

      O que dizer do que consta acima, que é uma cegueira misturada com surdez misturada com acefalia, como nunca antes na história do país? KKKKKK

      19+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cajuzinha 20 de junho de 2018 at 14:42

        Grande verdade, CA!

        Sinto que fui abençoada em ter encontrado este Blog e pessoas como você e tantos outros. Sofria pressão por todos os lados para que eu comprasse um bolhudo. Da família eu até entendo e perdoo, pq realmente acreditam que todo mudo precisa ter sua casa (meus pais até hoje ainda sentem pena de mim porque não tenho minha casa própria, mesmo vendo o padrão de vida que levo e sabendo que tenho uma boa quantia guardada), mas de outras pessoas, tipos colegas de trabalho, hoje eu faço questão de comentar como “as pessoas estão endividadas” (no caso eles) e que nem são donos do imóvel ainda. Não é vingança, não gosto disso, mas uma sensação de que “quem ri por último ri melhor”.

        40+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Antigo 20 de junho de 2018 at 17:36

          Pois é. Com esse estilo ‘econômico’ nosso, se for do nosso interesse podemos comprar um imóvel à vista qualquer hora dessas.
          Enquanto isso, o resto da população, está pagando parcelinha. 30 anos de parcelinha… Sofrendo para pagar para não ‘perder’ a casa.
          Somos praticamente alienígenas.

          17+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • Cesar_DF 20 de junho de 2018 at 18:10

          Cajuzinha

          Nosso objetivo é ser feliz

          A famosa frase “Quem casa quer casa” foi um verdade absoluta durante mmmmuito tempo, mas os ricos já tinham percebido que podiam morar bem sem que fossem os proprietários do imóvel.

          Imaginem se o Bill Gates ou o Steve Jobs tivessem utilizado seus 10K dolares para dar a entrada numa casa, e não para investir na abertura de suas respectivas empresas.

          Na tenra idade dos seus 20-30 anos, a pessoa pode escolher empreender ou se prender a uma bigorna que poderá demorar 35 anos para ser quitada.

          O motor da sociedade é o empreendedorismo, e não tem nada melhor para acabar com isso do que se meter numa dívida de longo prazo e que ao mesmo tempo provocará uma imobilização geográfica.

          17+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Cajuzinha 21 de junho de 2018 at 08:02

            O que sempre soube é que pagar juros é a pior coisa que existe no mundo. E no nosso país receber juros é a melhor coisa do mundo. Inicialmente graças a esse pensamento não entrei em uma roubada de comprar um bolhudo. E passados 10 anos, hoje posso comprar à vista ap que eu só imagina em sonho, mas mesmo assim ainda não chegou a hora. Acho que depois das eleições será o melhor momento. O que acham sobre o melhor momento para comprar?

            11+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • Cesar_DF 21 de junho de 2018 at 08:20

              Cajuzinha
              Eu acho que vai mudar de cidade para cidade e também de quem será presidente.
              Por exemplo, se o Ciro Gomes vencer, a massa salarial de Brasília e do Rio de Janeiro irá aumentar, já se o Jair Bolsonaro vencer a massa salarial destas duas cidades irá cair, levando a longas e profundas quedas no valor dos imóveis (eu chutaria 60% em 5 anos)
              Já São Paulo, eu acho que não haverá uma queda tão grande, pois se o Ciro Gomes ganhar então haverá ações de desenvolvimentismo, que a curto prazo beneficiam todos e no caso do Bolsonaro ou de qualquer outro não-desenvolvimentista, é provável uma migração de empresas e profissionais do Rio de Janeiro para São Paulo.

              8+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
  • Senhor Bolha 20 de junho de 2018 at 14:19

    A obsessão com o consumo, o desprezo pela poupança e a indiferença ao investimento = atraso
    Poupadores e inventores são essenciais, mas de nada adiantam se não houver empreendedores

    Na academia e no meio econômico, muito pouca atenção é dada ao papel da poupança no progresso da sociedade. Ao mesmo tempo, uma enorme importância é direcionada ao papel do consumo.

    Essa é uma situação curiosa.

    Embora seja verdade que o objetivo supremo de toda atividade humana é o consumo — você trabalha e produz visando a uma renda que então irá lhe permitir pagar por produtos e serviços —, o fato é que não é possível haver consumo sem que antes tenha havido produção. E não é possível haver produção sem antes ter havido poupança.

    Explico.

    A natureza, por si só, nos agraciou com pouquíssimos bens de consumo, como maçãs em árvores ou frutas silvestres em arbustos. Se quisermos obter qualquer coisa além deste nível de consumo ofertado pela natureza, temos de antes produzir os bens que posteriormente iremos consumir.

    Ou seja, primeiro temos de criar e construir ferramentas, instrumentos ou máquinas — em termos econômicos: bens de capital ou bens de produção —, os quais irão então nos ajudar a elevar a quantidade de bens de consumo fornecidos pela natureza (como maçãs e frutas silvestres) para um nível acima de sua quantidade natural ou que, melhor ainda, irão nos ajudar a criar bens de consumo totalmente novos, isto é, bens que não existem na natureza (como casas e carros).

    No entanto, inventar, desenvolver e construir esses bens de capital (como facas, baldes, redes, martelos, tijolos, placas de aço etc.) são atividades que demandam tempo. E para sobreviver ao tempo necessário para a construção destes bens — isto é, ter o que comer e beber enquanto trabalha nestas atividades —, uma poupança prévia de alimentos e bebidas é necessária. Sem essa poupança prévia, e sem o “investimento” desta poupança na produção e na acumulação de bens de capital, nenhum aumento do consumo futuro será possível.

    Indo para um arranjo mais moderno, uma sociedade que consumisse todos os recursos escassos disponíveis, sem poupar nada, não teria como transformar este recursos escassos em bens de capital. Não haveria cimento, aço, vergalhões, tijolos, azulejos, plástico, alumínio e vários outros recursos escassos para serem usados como insumos na produção. Consequentemente, nada conseguiriam produzir para o futuro. Assim, em uma sociedade puramente consumista não haveria um único bem de capital existente: não haveria moradias, não haveria fábricas, não haveria infraestruturas, não haveria meios de transporte, não haveria maquinários, não haveria escritórios e imóveis comerciais, não haveria laboratórios. Também não haveria cientistas, não haveria arquitetos, não haveria universidades.

    Todos os indivíduos estariam permanentemente ocupados produzindo bens de consumo básicos — comidas e vestes — para serem imediatamente consumidos, e não dedicariam nem um segundo para a produção de bens de capital, que são investimentos de longo prazo que geram bens futuros. Por definição, se uma sociedade consome 100% da sua renda, ela não produz nenhum outro bem que não seja de consumo imediato.

    O fato de economistas darem pouca ou nenhuma atenção e importância à questão da poupança, não obstante sua enorme importância, é uma questão relacionada à psicologia ou à sociologia da profissão econômica. Naturalmente, a explicação terá de ser um tanto especulativa.

    O mais aparente motivo é a dominante influência adquirida por John Maynard Keynes e sua “economia keynesiana” desde o final da década de 1930, primeiro na Grã-Bretanha, depois nos EUA (capitaneada pelo influente Paul Samuelson), e dali ao redor de todo o mundo ocidental. Caracteristicamente, o livro Economics, de Samuelson, se tornou o mais influente livro-texto de economia do mundo pós-guerra, com pelo menos 3 milhões de cópias vendidas em 31 idiomas distintos. (A título de curiosidade, na edição de 1989, Samuelson escreveu: “A economia soviética é a prova cabal de que, contrariamente àquilo em que muitos céticos haviam prematuramente acreditado, uma economia planificada socialista pode não apenas funcionar, como também prosperar”. Dois anos depois, a URSS acabou.)

    Entretanto, a razão mais fundamental para esta predominância keynesiana é outra, e envolve a imediata pergunta que se segue à explicação acima: por que e como a economia keynesiana alcançou tamanho e extraordinário sucesso?

    A resposta: porque o keynesianismo ensina exatamente tudo aquilo que políticos e governos querem ouvir. E dizer e propagar aquilo que governos gostam de ouvir com o intuito de legitimar “cientificamente” tudo o que eles sempre querem fazer é algo que traz fartas recompensas para quem atua no ramo da “educação”, isto é, dentro de um sistema escolar e universitário que é todo financiado e controlado (via Ministério da Educação) pelo governo.

    Os “alto sacerdotes” do keynesianismo, com suas sinecuras nas mais prestigiosas e bem-remuneradas universidades do mundo, ensinam e pregam aquilo que é música para os ouvidos de todo e qualquer político: todos os problemas econômicos (estagnação, recessão, depressão ou qualquer outra coisa) são causados por uma escassez de consumo. E nunca, jamais são causados — como um simples bom senso guiado pela lógica diria — por uma falta de poupança ou por uma escassez de produção.

    E como corrigir os problemas do baixo consumo e estimular o consumismo? Tributando os mais ricos (porque eles supostamente gastam muito pouco de sua renda no consumo e poupam muito) e repassando o esbulho aos pobres (que gastam praticamente toda a sua renda no consumo); colocando o Banco Central para imprimir mais dinheiro e repassá-lo ao Tesouro, que então irá gastá-lo (em literalmente qualquer coisa, até mesmo cavando buracos para depois preenchê-los); e colocando o Tesouro para pegar mais empréstimos, aumentando a dívida do governo.

    O keynesianismo, em suma, é a teoria econômica favorita dos políticos simplesmente porque ela lhes concede um arcabouço supostamente científico para fazer aquilo que eles mais gostam: gastar dinheiro.

    A teoria keynesiana diz que os gastos do governo impulsionam a economia; que expandir o crédito (melhor ainda se for subsidiado) gera crescimento econômico; que os déficits do governo são a cura para uma economia em recessão; que inchar a máquina estatal, dando emprego para burocratas, é uma medida válida contra o desemprego (quem irá pagar?); que regulamentações, se feitas por keynesianos, são propícias a estimular o espírito animal dos empreendedores. E, obviamente, que austeridade é péssimo.

    Qual político resiste a isso?

    Corretamente, Ludwig von Mises ridicularizou essa “programa de estímulo” econômico como sendo a vã tentativa de efetuar o milagre bíblico de transformar pedras em pães.

    Os efeitos da poupança sobre o progresso e a cultura

    Com tudo o que foi dito acima, está implícito o efeito benéfico que a poupança traz não só para o progresso como também para a cultura.

    Em todos os locais do mundo, a maioria das pessoas se esforça e batalha para conseguir mais e melhores ofertas de alimentos, de roupas, de moradias, de automóveis, de aparelhos de televisão, de computadores, de smartphones etc., e é impossível alcançar este objetivo sem a poupança e a acumulação de capital.

    E, embora algumas pessoas ridicularizem essas conquistas como sendo “apenas” progresso material ou mesmo “afetações de materialismo”, vale a pena enfatizar que é somente quando há uma melhora nas condições materiais da vida humana que a cultura humana também poderá evoluir, progredir e prosperar.

    É impossível haver escritores, compositores, músicos, pintores, escultores, atores etc. se não houver papel, tinta, impressoras, instrumentos musicais, cores, aquarelas instrumentos para esculpir, teatros, museus, galerias, sala de cinema etc sem poupança e acumulação de capital. Acima de tudo, não existiria nada disso se a riqueza e a prosperidade material permitidas pela poupança e acumulação de capital não tivesse permitido tempo livre para tais atividades.

    Mas só a poupança não basta – é necessário haver inventores e empreendedores

    Por mais importante e indispensável que seja a poupança para a prosperidade econômica e para o aumento do padrão de vida, ela por si só não basta.

    Podemos poupar o máximo que conseguirmos e acumular enormes quantidades de bens de consumo intactos (não consumidos); porém, se não tivermos a menor ideia de como investir essa poupança, isto é, de como convertê-la ou em bens de capital que aumentem a produtividade ou em novos e melhores bens de consumo, não haverá nenhum grande progresso gerado pela poupança.

    Ou seja, além de poupar e acumular, é necessário ter a ideia de uma rede, de um barco, de um martelo, de uma casa, de um carro, de uma calculadora, de um computador, de um telefone celular etc., e é necessário ter o conhecimento de como projetar e fabricar estes itens. E isso requer imaginação, inteligência, criatividade, engenho e habilidades, todas elas características humanas.

    A diferença entre nós e o homem das cavernas é que nós, hoje, temos mais conhecimento do que eles. Biologicamente, somos os mesmos. Os neurônios em nossos cérebros são os mesmos. O mundo físico à nossa volta é o mesmo (todos os recursos físicos necessários para se fazer celulares, tablets, computadores, carros e aviões já existiam naquela época). Mas a nossa vida hoje é infinitamente melhor e mais confortável por causa do nosso conhecimento acumulado, o qual permitiu o surgimento de várias invenções que nos trouxeram enormes melhorias materiais (e também culturais).

    Consequentemente, qualquer sociedade que tenha a intenção de melhorar suas próprias condições materiais deverá reconhecer a importância destes talentos e qualidades humanas, e honrar aqueles indivíduos que demonstrarem tê-las.

    E a maneira de fazer isso não é concedendo a estes inventores e inovadores privilégios garantidos pelo estado, como monopólios intelectuais (conhecidos como “patentes”), uma vez que isso irá retardar e distorcer a difusão do conhecimento humano. A maneira certa é dando-lhes louvores e reconhecimento público.

    Mais ainda: reconhecimento e louvor devem também ser direcionados a empreendedores e aos talentos empreendedoriais, e não apenas aos inventores. Afinal, não basta apenas ter poupadores e criadores engenhosos ou mesmo fabricantes de novos e melhores bens de capital e de consumo. Para melhor satisfazer as demandas dos consumidores e aumentar o padrão de vida material, também é necessário que todos os produtos sejam produzidos da maneira mais racional, mais econômica e menos custosa possível, de modo que a produção de um bem específico não se dê em detrimento da produção de outro bem mais demandado e mais valioso.

    É neste ponto que o empreendedor e o talento empreendedorial — em busca do lucro e tentando evitar prejuízos — entram em cena. O empreendedor poupa ou pega emprestado dinheiro de poupadores (com a promessa de que irá pagar o principal mais juros), contrata e paga inventores, técnicos e outros trabalhadores, compra ou aluga terreno, matérias-primas e bens de capita para então, finalmente, produzir o produto final que ele tenha optado por produzir.

    Ele faz tudo isso na esperança de que irá obter um lucro monetário, isto é, receberá mais dinheiro com a venda do seu produto final do que gastou em sua produção.

    Colocando de maneira simples, o empreendedor adquiriu materiais que, em seu estado bruto e inalterado, valiam $100 e então alterou essa matéria-prima e adicionou criatividade e mão-de-obra, gerando um produto final que as pessoas irão voluntariamente adquirir por $150. Seu lucro é uma indicação de que ele foi bem-sucedido em transformar um insumo até então menos valioso para a sociedade em um produto final mais valioso. Ao fazer isso, ele gerou valor para a sociedade e auferiu um lucro por causa disso. Ele aumentou não apenas o seu próprio bem-estar como também o bem-estar social dos consumidores.

    No entanto, ser um empreendedor em busca do lucro é uma atividade extremamente arriscada. O empreendedor não tem nenhum controle sobre os potenciais consumidores do seu produto. Eles podem não estar dispostos a pagar o preço pedido — ou então, a este preço pedido, podem querer comprar apenas uma quantidade menor do que a que foi produzida.

    Assim, tambem há a constante ameaça de um prejuízo financeiro, com ele gastando mais dinheiro na produção do que recebendo com as vendas — o que traria não apenas um prejuízo monetário e pessoal para ele, como também e ao mesmo tempo representaria uma perda de bem-estar em decorrência de um desperdício econômico.

    Voltando ao exemplo acima, ele adquiriu materiais que, em seu estado bruto e inalterado, valiam $100 e então alterou essa matéria-prima e adicionou criatividade e mão-de-obra, gerando um produto final valorado em apenas $50 pelas pessoas. Ele não apenas teve um prejuízo financeiro, como também subtraiu riqueza da sociedade, imobilizando recursos escassos em produtos pouco valorados.

    São pouco os que conseguem

    O sucesso e o fracasso empreendedorial não são uma mera questão de boa ou má sorte, como em uma loteria. O sucesso depende da capacidade do empreendedor de fazer uma correta estimativa das demandas futuras dos consumidores em relação a um produto ou serviço específicos.

    E o talento humano necessário para identificar corretamente consumidores em potencial, bem como futura disposição deles em pagar por esse bem ou serviço específico, é um talento que não está distribuído igualmente entre todas as pessoas.

    A maioria das pessoas ao redor do mundo possui pouco ou mesmo nenhum talento nesta área, e consequentemente nem sequer tentam se aventurar no empreendedorismo. E, mesmo entre aqueles que se aventuram, a maioria fracasse e rapidamente desaparece da área. Somente um pequeno número de pessoas possui o necessário talento empreendedorial para, de maneira contínua, se mostrar bem-sucedido e, com isso, se manter no ramo por muito tempo em um mercado concorrencial e não protegido pelo governo.

    Estes, acima de tudo, devem ser publicamente reconhecidos e louvados (e jamais serem invejados), se o objetivo for a melhoria das condições materiais da humanidade.

    26+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Santista de Santos 20 de junho de 2018 at 14:32

    CVR continuação
    A 666 da minha vida está fissurada no bolhudo de 1,3mi.
    Tento explicar q não pretendo empatar 600k num bolhudo – já que o meu entra no rolo. Que 600k no PMJ vai bancar a ida a Disney e as compras nos outlets de Miami, mas ela está irredutível.

    Moral da história: brasileiro quando vê bolhudo como xoxotecas abre mão do mundo pra se agarrar no tijolo.
    Vou chamar o McGyver pra bolar uma saída com um chiclete, clipes e uma moeda.

    54+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 20 de junho de 2018 at 14:40

      Vontade é um negócio que dá e passa.
      Vai enrolando ela… Mudando de assunto, conduzindo outros projetos…Até esquecer.

      27+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 20 de junho de 2018 at 14:43

        Vai nessa.
        Primeira coisa que irá fazer é fazer beiço. Dar um tempo no rala e rola por 14 dias.
        kkkk

        30+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Antigo 20 de junho de 2018 at 14:44

          14 dias é um pequeno preço a se pagar para não ter que entrar numa roubada dessas.

          31+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • Cajuzinha 20 de junho de 2018 at 14:44

          Oia kkkkkkkk. Os tempos mudaram mesmo, agora é o homem que ameça deixar a mulher sem sexo kkkkkkkk

          25+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Antigo 20 de junho de 2018 at 15:01

            Esse tipo de ameaça é perigosa kkkk
            Eu não arriscaria

            17+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • Rico 20 de junho de 2018 at 15:43

              Eu arriscaria. Se fizer isso já dá um pé nela. Se não é capaz de segurar um pouco é porque o casamento é conveniência já. Para mim não serve.

              33+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • Buck 25 de junho de 2018 at 13:14

                Juro, que pensei que: era só eu que tinha essa conclusão…
                Mas putz o que existe de casamento por conveniência não tá no papel…kkkkk

                4+
                • avatar
          • desplein 20 de junho de 2018 at 16:41

            Acho que o FTT previu foi a reação dela a nao conseguir o que quer…
            Mas a ideia é boa Cajuzinha. Quem sabe se ele fizer beiço ela nao cede 😀

            13+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
    • From_The_Tower 20 de junho de 2018 at 14:43

      ué … manda ela comprar.
      Mas com o dinheiro DELA.
      Mulher é doida para se enrolar em tijolos …. é uma fascinação.
      500k em Curitiba já é caro.

      45+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • pedrovinix 20 de junho de 2018 at 15:56

      Aluga e fala pra ela que comprou. Que foi uma supresa pra ela kkkk vai te dar uns anos. Se o proprietario pedir diz que quebrou e não tem como pagar as parcelinhas.

      22+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Alemon Fritz 20 de junho de 2018 at 16:10

      quanto vai ser o condominio e IPTU, ITBI… e pseudocorvo… só pra assustar ela, daria pra dar um anel, viagem, etc pra ela carro, por 1% disso.

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Joe banana 20 de junho de 2018 at 16:47

      Se não tá assinado, chuta que é macumba. Mulher que não sabe fazer conta tá cheio por ai e bem barato…
      Falando sério, se ja tá assinado com ela, faz um financiamento ai de 10 conto e manda para zoropa passear. Sai mais barato…. aproveita e leva ela em alguma casa do estilo estamos ricos para ela entender a burrada

      https://www.facebook.com/estamosricos.blogspot
      https://www.telegraph.co.uk/travel/destinations/europe/france/articles/best-vineyards-france/

      11+
      • avatar
      • avatar
      • Antigo 20 de junho de 2018 at 17:29

        kkk não seja radical também.
        Somos bolhistas e sovinas, mas temos sentimentos.
        Se o casamento é saudável em todos os outros aspectos, não há porque terminar só por esse detalhe de ser bricklover.
        É possível contornar, embora seja difícil. Até comprar imóvel é válido, desde que tenham sido feitas as contas certas e não seja uma roubada financeira.
        Esse de um ponto três milhos é roubada, mas quem sabe um menor de 500 mil já não atende e resolve o problema?

        17+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Cajuzinha 20 de junho de 2018 at 15:47

    Nunca antes…

    Confiança do empresariado tem em junho maior queda desde 2010, revela CNI

    “A perda de confiança deve-se à forte piora do sentimento dos empresários com relação à situação atual da economia e de suas expectativas para os próximos seis meses”, destaca a pesquisa.

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Melekento 20 de junho de 2018 at 16:54
    • CA 20 de junho de 2018 at 18:02

      Melekento,

      Estão assumindo uma premissa nesta aposta de que o caos fiscal virá em 2022, quando seremos OBRIGADOS a adotar soluções no padrão de Grécia e Portugal.

      Premissa do artigo acima: a disparada do risco Brasil / CDS, levando a uma debandada geral de dólares, uma crise cambial que não poderia ser contida nem com mais de US$ 380 bilhões de dólares em reservas e um caos no sistema financeiro “por tabela”, formando a famosa “tempestade perfeita”, só aconteceria quando chegarmos em uma dívida equivalente a 100% do PIB, momento em que não teremos NENHUMA margem de manobra para mantermos a máquina pública funcionando MINIMAMENTE sem que sejam feitos ajustes RADICAIS que por sua vez, exigem uma revisão completamente IMPOPULAR quanto à Constituição de 1988. Dúvidas quanto a esta premissa que assumiram no artigo acima:

      1) O que vai acontecer com o risco Brasil, quando inevitavelmente “descobrirem” (aka não conseguirem mais ESCONDER) os ROMBOS de dezenas de bilhões de Reais na CEF, que incluem CRIMES FINANCEIROS, PEDALADAS, MAQUIAGENS, etc.? Fatalmente “descobrirão” que é insustentável a CEF manter todo o seu “subsídio” e suas “facilidades”, seja para o crédito imobiliário ou para consumo. Como ficará a economia? Como ficará a confiança no BC que “não viu” situações tão ABSURDAS que estavam na frente do nariz dele? Como ficará a confiança nos bancos de forma geral? Como ficarão os preços dos imóveis, o setor imobiliário, a confiança nas demais empresas públicas? E os investidores internacionais, neste contexto, manterão investimentos por aqui?

      2) O que vai acontecer com o risco Brasil, quando inevitavelmente “aparecerem” os “erros e enganos” quanto a provisão de devedores duvidosos, processos na justiça e outros que foram feitos MUITO A MENOR do que o necessário e vão ESTOURAR com prejuízos RELEVANTES para bancos? Vão continuar confiando nos bancos e no sistema financeiro? Vão confiar no BC? E os investidores, neste contexto, manterão investimentos por aqui?

      3) O que vai acontecer com o risco Brasil, quando inevitavelmente “verem” que os efeitos da bolha das bolhas americana é MUITO MAIOR do que “esperam” os especialistas e que inclusive forçará explosão mais visível da bolha imobiliária chinesa, da brasileira e de mais alguns outros países que criaram suas próprias “bolhas de estimação”? Os investidores, neste contexto, manterão investimentos por aqui?

      Acima como sempre, apenas amostras. É claro que o artigo acima dá um alerta claro sobre o CAOS FISCAL que tende a acontecer frente a total falta de interesse dos agentes quanto a resolução DESTE problema, ocorre que ele se faz de cego, surdo e mudo para VÁRIOS outros problemas GRAVÍSSIMOS e fica a questão: vão conseguir equilibrar todos os pratinhos acima e garantirem que nada disto vai aparecer por mais 4 anos?

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 21 de junho de 2018 at 08:12

        Lembrando que, tanto Grécia como Portugal tiveram que baixar o valor das aposentadorias.
        Esta medida impactaria fortemente Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, pois são os dois estados onde existem mais funcionários públicos aposentados do que na ativa.

        16+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Zé do Brejo 21 de junho de 2018 at 10:22

          Aposto que nas terras tupiniquins, grande parte são funcionários fantasmas, tanto ativos quanto inativos.

          6+
          • avatar
          • avatar
    • Cesar_DF 20 de junho de 2018 at 18:12

      Excelente diagnóstico

      Essencialmente, a Constituição brasileira ignora um princípio fundamental da Economia: por mais que as demandas sejam ilimitadas, os recursos são sempre escassos. Ou seja, o Brasil entrou no rumo do caos das finanças públicas quando, em 1988, colocou dezenas de direitos ilimitados na Constituição.

      23+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Knolan 21 de junho de 2018 at 09:12

      Muito bom! Tb acho que o caos se aproxima.
      Essa questão de direitos inegociáveis me lembrou um cientista americano, falando sobre mudança climática e lideranças políticas que se recusam a ver o óbvio
      “um líder político disse que nosso estilo de vida é inegociável. Quando você não negocia com as circunstâncias que aparecem em sua vida, em breve um novo negociador tomará o seu lugar. Seu nome é Realidade, e ele vai negociar por você. Você não precisará nem mesmo estar na sala”

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • andrezinho 20 de junho de 2018 at 18:23

    Copom mantém taxa Selic em 6,50% ao ano (http://www.valor.com.br/financas/5609501/copom-mantem-taxa-selic-em-650-ao-ano)

    Eu não entendo muito de economia, mas não seria a hora dos juros subirem?

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Marcio 20 de junho de 2018 at 19:58

      Já passou da hora de subirem. Aliás, nem deveriam ter caído, foi tudo na canetada mesmo.

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 20 de junho de 2018 at 20:05

      Não faz a diferença baixar o juros, pois quem iria querer este “dinheiro barato”?
      1) Famílias endividadas
      2) Indústrias ociosas
      3) Construtoras com estoques enormes de imóveis
      4) Grandes empresas aguardando definição de quem será o próximo presidente.

      23+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CA 20 de junho de 2018 at 21:17

        Cesar_DF,

        Complemento:

        5) e no final temos um recorde na diferença entre os juros finais e a SELIC, exatamente porque ela foi baixada na canetada, então continuar baixando não ia adiantar absolutamente nada, como não adiantou até aqui…

        19+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Zé do Brejo 20 de junho de 2018 at 21:22

          CA,
          Adianta sim, aumento muuuuuuito o spread bancário 😛
          Eles tomam o dinheiro barato e emprestam excessivamente caro.

          23+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
  • Zé do Brejo 20 de junho de 2018 at 21:17

    Samy Dana apresentando as más notícias no Conta Corrente (GNews)
    Sou seu fã Samy 🙂

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 20 de junho de 2018 at 21:48

    signo da besta

    -Caixa Econômica inclui informação de signo do zodíaco em cadastro de clientes.

    “a informação é somente para uso interno e utilizada para auxiliar na identificação do cliente em caso de eventuais fraudes.”
    https://extra.globo.com/noticias/economia/caixa-economica-inclui-informacao-de-signo-do-zodiaco-em-cadastro-de-clientes-22802960.html

    caixa lixo

    21+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cadeludo 20 de junho de 2018 at 22:33

    8k por mês
    ela disse que achar isso um investimento é cruel
    cruel é calcular custo total e taxa de retorno
    https://brasil.estadao.com.br/blogs/inconsciente-coletivo/uma-nova-escola-na-avenida/

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Margarida 20 de junho de 2018 at 22:45

    Cadê o Lucas?

    26+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Abomineve Homem das Naves 20 de junho de 2018 at 23:01

    OFF – IXPERTU que tem arma ILEGAL nos EUA foi preso kkk
    O cara tinha uma arma tatuada na testa kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    https://extra.globo.com/noticias/page-not-found/americano-com-pistola-tatuada-na-testa-preso-por-posse-ilegal-de-arma-22800697.html

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Abomineve Homem das Naves 20 de junho de 2018 at 23:03

    OFF – Representante do governo russo na Copa kkkkkkkkkkkkk

    https://extra.globo.com/noticias/page-not-found/torcedora-simbolo-da-russia-atriz-porno-22801468.html

    😉

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 21 de junho de 2018 at 07:14

      Russas e húngaras dão um show de bola neste campo rsrsrs

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Antigo 21 de junho de 2018 at 09:44

        Lembrei daquela outra da copa passada que inventou um novo estilo de capa de silicone para celular

        6+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Alemon Fritz 21 de junho de 2018 at 09:06

    As iranianas tbm… ontem foi a primeira vez que dei uma parada pra olhar futebol desde começou essa babação vaineimarística.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 21 de junho de 2018 at 09:32

      Falando nisso viajei pra floripa durante o jogo dos Bananas no domingo… a estrada estava cheia, eu achando que ia viajar direto… tinha até fila em pedágio.. a estrada tava cheia… todo mundo teve a mesma ideia.. e não parou pra ver Nemar & Gayzao S.A

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 21 de junho de 2018 at 10:01

    -Índice de ‘crash’ aponta mais baixas na B3
    http://www.valor.com.br/financas/5610225/indice-de-crash-aponta-mais-baixas-na-b3 .

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • indiobolhista 21 de junho de 2018 at 10:06

    Amoêdo: Banco Mundial disse que Brasil economizaria 7% do PIB só cortando privilégios?https://piaui.folha.uol.com.br/lupa/2018/06/20/amoedo-economia-pib/
    cvr: conheço brasileira que cobra pensão de orfandade porque o pai policial morreu quando ela tinha 10 anos de idade, ela tem agora 45 anos de idade profissional, nunca cassou para não perder privilegio de ser orfana, disse que cobra só disso 5 mil reais ao mês daquele direito , ela tem salario duns 5 mil reais ao mês, não é descapacitada tem por marido um estrangeiro que também trabalha, Brasil é o pais dos privilégios estúpidos, trata órfãos como se fossem descapacitados mentais. Que acha que médicos são mal pagos, isso fosse verdade se fossemos Dubai … banania não é Noruega.

    28+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 21 de junho de 2018 at 10:19

      Precisamos reescrever a constituição. Precisamos de uma que tenha princípios republicanos.

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • perdido no rio 21 de junho de 2018 at 11:07

        Acredito que o primeiro candidato que prometesse rever os privilégios do judiciário, especialmente salários acima dos 6 dígitos, levaria o caneco. É um gasto em % do PIB surreal se comparado com qualquer país desenvolvido.

        18+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Cesar_DF 21 de junho de 2018 at 11:43

        A constituição de 1824 aliada a emenda de 1834 era mais republicana no conceito socrático do que a constituição de 1988.
        As províncias tinham suas próprias leis, forças policiais, seu próprio presidente, dentre outros conceitos federalistas minárquicos.

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Alemon Fritz 21 de junho de 2018 at 10:25

    descoberta:

    -“Estamos numa bolha e o retorno não compensa o risco”, diz gestor e colunista do InfoMoney
    http://www.infomoney.com.br/onde-investir/acoes/noticia/7483754/estamos-numa-bolha-retorno-nao-compensa-risco-diz-gestor-colunista

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Melekento 21 de junho de 2018 at 10:46

    Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come!
    hahahhahaha….
    Neste momento de turbulencia, me corrijam se eu estiver errado, e ficar estacionado em carteiras com 99,99% de liquidez, pois oportunidades apareceram e vc fara enormes negocios a medio e longo prazo.
    Estejam Liquidos gurizada!!!!
    Abs!

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • CA 21 de junho de 2018 at 10:55

    O despertar para a REALIDADE é extremamente LENTO, insistem em colocar o gato no telhado para “não assustar” ninguém, daí vão soltando notícias como as que constam abaixo aos poucos…

    http://www.infomoney.com.br/mercados/acoes-e-indices/noticia/7484978/apos-euforia-bancos-reduzem-drasticamente-projecoes-para-ibovespa-neste-ano

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Knolan 21 de junho de 2018 at 11:09

      Esses analistas sâo mesmo jeniais…
      Estimaram em 97.000 pontos! Me assusta que alguém seja pago pra fazer uma análise dessas…

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • perdido no rio 21 de junho de 2018 at 11:09

    TD suspenso e juros futuros +2,4%. Dedo no gatilho.

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • perdido no rio 21 de junho de 2018 at 11:11

      Foi só postar que abriu a 5,91. Decepcionante.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • Porto-alegrense 21 de junho de 2018 at 11:19

        Bah, teve a 5,98 e eu perdi.
        Essa espera pelo 6% está angustiante!

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Leonardo M. 23 de junho de 2018 at 02:41

          Nossa 0,02% vai te fazer muito rico mesmo.
          Ao menos que você invista R$250k de uma vez aí dá pra entender.

          1+
  • pedrovinix 21 de junho de 2018 at 11:26

    Ta bronca pra romper os 6%.
    IPCA 15 1.11%

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • perdido no rio 21 de junho de 2018 at 11:51

      Acabou de romper! Peguei um pouco. Deixa lá.

      Tesouro IPCA+ 2035 15/05/2035 6,00

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • perdido no rio 21 de junho de 2018 at 11:52

        DESCONSIDEREM! É PREÇO DE VENDA. Acabei de ver que comprei a 5,88%. Muita emoção atrapalha o raciocínio.

        Tesouro IPCA+ 2035 15/05/2035 5,88

        12+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • perdido no rio 21 de junho de 2018 at 21:57

          Voltei para comentar que isso me lembrou um dia que enviei uma ordem errada no home broker. Queria deixar uma ordem de compra na pedra, uns 5% abaixo do preço de negociação do momento, mas mandei vender. Perdi uma parcela da minha carteira naquele dia, acabei recomprando alguns centavos mais caras. Por isso [e bom ir aos poucos, mas não recomendo a ninguém fazer investimento saindo do escritório para ir almoçar! kkk

          1+
  • Cesar_DF 21 de junho de 2018 at 12:15

    SECOVI-DF ALERTA QUE O ESTOQUE DE IMÓVEIS IRÁ ACABAR
    http://secovidf.com.br/wp-content/uploads/2018/06/Boletim-da-Conjuntura-Imobiliaria-Junho-Amostras-de-maio.pdf

    De acordo com o último relatório os estoque estão baixando
    Fiz a conta pela média móvel de 4 mêses ao longo de 12 mêses, e ele está baixando 0,35% ao mês
    Neste rítmo em menos 28 anos e 10 meses o estoque irá acabar. OOOOHHHHHH
    Estas estatísticas são apenas das empresas associadas a SECOVI, que representa cerca de 30-40% do mercado total do DF.

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 21 de junho de 2018 at 12:53

      O pessoal dos corvos é muito legal e bonzinho em alertar…vai valorizar daqui a 29 anos

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Libertario 21 de junho de 2018 at 15:49

        Financia em 30 anos, daí quando terminar de pagar já começa a valorizar.

        16+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • indiobolhista 21 de junho de 2018 at 12:58

    novo lema da zukerman “Imóveis em todo o Brasil com valores até 50% abaixo do valor de avaliação!!! ” casa com bichinho incluso começando leilao em 15900 reais https://www.vivareal.com.br/imovel/casa-3-quartos-campos-verdes-130m2-venda-RS15900-id-1037697195/?__vt=ranking:candidate

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Rico 21 de junho de 2018 at 13:16

    Chegou minha vez… vou ter que mudar. O proprietário pediu meu Apto de volta no final de contrato.
    Vou ter que procurar outros… Detesto mudança.

    23+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 21 de junho de 2018 at 13:18

      Esse é aquele momento que a família e amigos vem te atazanar dizendo que seria melhor você ser proprietário.

      Pergunta para o proprietário qual apartamento ele desocupou, e se muda para ele. Provavelmente ele teve que se mudar por não aguentar pagar.

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Rico 21 de junho de 2018 at 13:33

        Quando eu mudei as contas estava atrasadas, quase fui negativado porque quando mudou as contas para meu nome as cobranças vieram. Imagino que seja para morar ou vender para pagar as contas.

        7+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Cesar_DF 21 de junho de 2018 at 13:35

      Mudei faz 1 mês
      Considerando area do apartamento dividida pela somatória de: aluguel, energia, agua, gas, condominio, academia, estacionamento, tv a cabo, internet e iptu meus gastos cairam de R$47/m2 para R$39/m2

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 21 de junho de 2018 at 13:36

        Ops, ao contrário, somatória dos gastos DIVIDIDA pela área

        6+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • desplein 21 de junho de 2018 at 13:46

        Pelo indicador. Vou começar a usar!

        7+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Rico 21 de junho de 2018 at 13:51

        Calculei aqui meu custo por m/3 é 32,00

        7+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Antigo 21 de junho de 2018 at 14:07

          Bom indicador, mas acho prudente colocar também os custos com locomoção na conta.

          6+
          • avatar
          • avatar
          • Rico 21 de junho de 2018 at 14:11

            Inclusive isso estou pensando na mudança.

            3+
          • Cesar_DF 21 de junho de 2018 at 14:18

            Este é um componente fundamental no cálculo
            No meu caso não foi significativo, pois fiquei no mesmo bairro

            4+
            • avatar
            • Rico 21 de junho de 2018 at 14:28

              Eu trabalho em outra cidade, mas vou de moto.

              5+
              • avatar
              • Cesar_DF 21 de junho de 2018 at 14:34

                Eu também vou de moto
                Acrescentando os gastos com transporte, onde eu estava me custava R$ 51/m2 e neste agora me custa R$ 42/m2, uma economia de quase 18%

                7+
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • Antigo 21 de junho de 2018 at 15:54

                  Moto é bom demais. Econômico e ágil.
                  Mas tenho medo. Eu ia gostar bastante se lançassem um carrinho super compacto unipessoal e econômico.

                  15+
                  • avatar
                  • avatar
                  • avatar
                  • avatar
                  • avatar
                  • avatar
                  • Abomineve Homem das Naves 21 de junho de 2018 at 16:54

                    Alguém tem mais infos sobre o uso de quadriciclos?
                    Acham que serão viáveis algum dia?

                    3+
                    • socrates 21 de junho de 2018 at 20:01

                      Será que é caro montar um com um.bom mecanico?

                      1+
                    • Rico 21 de junho de 2018 at 21:39

                      Totalmente inviável. Consegue agregar o que tem pior nos dois veículos: Estar exposto a intempéries e acidentes como em uma moto e ocupar um espaço de um carro, tanto para andar como para estacionar. Fora que é mais perigoso que uma moto em asfalto, por causa da pior estabilidade. Na terra é outro papo, é bem divertido.

                      6+
                      • avatar
                      • avatar
                      • avatar
                  • Rico 21 de junho de 2018 at 21:44

                    Eu andei na Europa no Renault Twizy, achei bem divertido. Uma coisa que vocẽ pode procurar mas é dificílimo achar no Brasil é a scooter BMW C1, que possuia uma cobertura e cinto de segurança. Até hoje só vi uma nessas bandas, mas na Europa não deu certo também, apesar de achar o conceito bem interessante.
                    Outra opção é comprar um Tuk-Tuk, tem uma empresa chamada Motocar que está vendendo:
                    http://www.triciclosmotocar.com.br/
                    Em algumas cidades do interior tem feito muito sucesos substituindo os mototáxis e competindo e ganhando em preferência de Taxis e Ubers.

                    6+
                    • avatar
                    • avatar
                    • avatar
                    • avatar
  • Alemon Fritz 21 de junho de 2018 at 13:24

    -Milhares de imóveis da União estão vagos para uso
    Agência Pública-55 minutos atrás
    Parte dos mais de 10 mil imóveis vazios em todo o país

    …outras 16 mil propriedades não possuem informação se estão ou não ocupadas. Procurada, a assessoria da SPU respondeu que pode haver mais imóveis vagos entre esses 16 mil e que essas propriedades “estão passando por um processo de recadastramento;

    Leia mais: https://apublica.org/2018/06/milhares-de-imoveis-da-uniao-estao-vagos-para-uso/
    como algumas são predios dá pra estimar mais de 100mil imóveis..

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Rico 21 de junho de 2018 at 13:51

    metro quadrado m2

    5+
    • avatar
  • antifragile 21 de junho de 2018 at 15:14

    Não entendo os que estão ansiosos para entrar no Tesouro IPCA+ a menos de 6%.

    O cenário local e internacional indica que as coisas vão piorar. Ou seja, juros vão subir.

    No meu caso, eu fiz foi terminar de vender os títulos que comprei no início de 2016. Comecei a vender em SET/2017 e vendi o último ontem.

    Lucro médio anual de 18% com a estratégia boca de jacaré.

    Vou voltar pro Tesouro Selic e só volto pro IPCA+ quando tiver +6,20%.

    21+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 21 de junho de 2018 at 15:33

      só volto pro IPCA+ quando tiver +6,20%.

      Eu também!

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • antifragile 21 de junho de 2018 at 15:41

        Sem contar que semana que vem vai ter outro julgamento do Molusco.

        Não duvido nada que o STF alivie a barra pra ele.

        Se isso acontecer, os juros vão às alturas!

        Quero estar líquido nesse momento.

        15+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Porto-alegrense 21 de junho de 2018 at 15:40

      6% é apenas o ponto de entrada. A idéia é fazer outros aportes conforme a taxa vai aumentando.

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • perdido no rio 22 de junho de 2018 at 09:46

      Eu estou comprando um pouco acima de 5,93% porque simplesmente não sei o que pode acontecer. O país está claramente em uma recessão que só vai se aprofundar nos próximos anos. Não há emprego, não há renda, endividamento recorde, como o Cesar postou. Vou deixar uns 20% do que tinha em IPCA (realizei no ano passado, quando estava por volta dos 4,xx%, não esperava que caísse mais) nos 5,9x% ou 6%+. O resto, vou esperar com SELIC mesmo.

      4+
      • avatar
    • indiobolhista 26 de junho de 2018 at 11:45

      parabens antifragile …. você tem os nervos de aço, e não se deixa levar pela corrente, nem as modas por isso é antifragile 🙂

      2+
      • avatar
  • Libertario 21 de junho de 2018 at 15:31

    OFF

    Excelente artigo de hoje no Mises

    O Pró-Álcool, os carros “flex” e as trágicas consequências da intervenção estatal na nossa gasolina

    https://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2907

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • DouglasteR 21 de junho de 2018 at 17:14

      Lembro na minha infancia de ter que dormir o fim de semana inteiro numa cidadezinha prq nosso combustivel tinha acabado.

      Pra mim foi só festa haha

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • JJJ_brasilia 21 de junho de 2018 at 18:55

        Os postos fechavam porque tinha um racionamento de combustível, o país não tinha dólar para comprar petróleo, os juros nos Estados Unidos estavam em 20% ao ano, quando o presidente do FED era Paul Volcker para combater a inflação americana, todos os países que deviam dólares quebraram, inclusive o Brasil.

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Cesar_DF 21 de junho de 2018 at 17:08

    A GERAÇÃO FLOCO DE NEVE

    https://www.youtube.com/watch?v=M4uBSq_I9YE

    7+
    • avatar
    • avatar
  • Cavalcante 21 de junho de 2018 at 17:15

    pessoal, boa tarde. queria um auxílio de vocês, vira e mexe dou uma lida aqui e nunca comento, meu pai foi dispensado depois de 18 anos em uma empresa, ficou doente, voltou depois da internação e ganhou um pé na bunda, acredito que em fgts e rescisão irá pegar mais de 100K, onde seria bom colocar essa grana para render algum trocado para ajudar o velho a pagar o aluguel dele?

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 21 de junho de 2018 at 17:27

      Cavalcante
      Acho que neste momento fica difícil de fazer previsões de médio prazo, em virtude do cenário eleitoral
      Então tem que ser conservador, do tipo TD pós-fixado

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Libertario 21 de junho de 2018 at 18:07

      Ainda estamos na fase boca de jacaré (esperando o momento de entrar nas pré acima de 6%).
      Então tesouro SELIC ou um CDB com liquidez diaria pagando 100% penso que seria o ideal.

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • MauricioSP 21 de junho de 2018 at 18:58

      O importante é controlar a vontade louca de comprar algo (carro, moto, casa) ou empreender (abrir comércio, etc).
      Amigos e familiares já estarão de olho na grana, sempre trazendo pedidos de ajuda e ideias de investimentos.
      Então nesse momento o ideal é colocar em TD mesmo, e usa como desculpa que está investido e não pode retirar por três anos.
      Outro ponto é ajudar na diminuição drástica das despesas e tentar uma rápida recolocação mesmo que o salário seja menor. Trabalhar com a possibilidade de ficar de um a dois anos desempregado, dependendo da área de atuação.
      O pessimista nunca se decepciona.
      Sucesso e força ao seu pai nessa hora!

      29+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • perdido no rio 21 de junho de 2018 at 22:05

        Perfeitas colocações, concordo 100% e adiciono que além de controlar a vontade de consumo, deve ajudá-lo a controlar a “ganância” de achar um investimento mágico que vai render muito. TD Selic + CDB liquidez diária + pequena parcela em Fundo de Crédito Privado antigos e com boa diversificação podem compor uma carteira bem conservadora. Nesses momentos, mais que nunca a segurança vem em primeiro lugar. Força aí!

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • desplein 21 de junho de 2018 at 23:08

        Muito bem colocado. Além de controlar a “angustia” de gastar, tem que lidar muito sobriamente com o possivel “beija mão” que vai acontecer se tiver familia grande/amigos numerosos.

        Eles vão surgir como mariposas em torno da luz, todos com ideias geniais de investimentos, diviadas ocultas cobradas por agiotas sanguinarios ou filhos “quase passando fome”, crianças lindas e inocentes que terão seus futuros brilhantes destruidos se nao forem ajudadas. Alguma tragedia sempre se anuncia.
        O problema não acaba enquanto todo mundo nao ficar “informado” de onde a grana foi parar. Nao basta dizer nao, eles tem que ter a curiosidade saciada.
        O argumento pra eles deve ser algo de inquestionavel justiça, de maneira que nao tenham “motivo” pra ficarem com raiva ou contrariar o investimento (dirão que investiu errado, que vai perder dinheiro, etc.etc.etc.).

        A solução com os parentes da minha mãe foi “inventar” um plano de saúde. Uma modalidade de plano que é muito complexa de se explicar, em que a quantia fica inacessivel garantindo exames para o bem dela caso precise, e com uma linda cobertura. Coisa de rico. O fato dela ser idosa e ja ter tido alguns problemas de saude fez com que a sanha diminuisse. Só essa historia ja afastou 95% das pessoas.
        Outras 5% mais “entendidas” a explicação foi que foi para um investimento especial bancario sem liquidez pelos proximos anos…

        15+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • chigo 21 de junho de 2018 at 22:14

      50% em tesouro direto e 50% em ações:
      25% TD Selic e 25% Tesouro IPCA Juros
      20% Ações CMIG3, 20% Ações CPLE6, 10% ações RNEW11

      7+
      • avatar
      • avatar
    • antifragile 21 de junho de 2018 at 23:11

      Como já escreveram: Td selic.

      Mas se você está pensando em fazer esse dinheiro render um valor mensal para pagar o aluguel do seu pai, então recomendo fundos imobiliários (FIIs).

      Mas um detalhe: o mercado de FIIs está com tendência baixista. Uma possível solução, então, seriam os fundos de papéis, que são mais defensivos.

      Exemplos: FEXC11, KNCR11, KNIP11 e VRTA11.

      Essas sugestões estão pagando rendimentos na faixa de 0,60% a 0,80% por mês.

      Não deve ser o suficiente para pagar o aluguel do seu pai, mas já dá um pingado bom todo mês.

      4+
      • avatar
      • perdido no rio 22 de junho de 2018 at 12:40

        Desculpe discordar, mas eu não recomendo nada que tenha risco de redução do principal. FIIs podem levar outra paulada quando a SELIC começar a subir de verdade, o que pode ser já no início de 2019. Ou mesmo que não caiam, são RV, não RF. Ao que tudo indica, ele vai corroer parte do principal com as contas mensais enquanto não se recolocar, então eu protegeria tudo na RF.

        6+
        • avatar
        • avatar
        • antifragile 22 de junho de 2018 at 14:32

          Se você verificar essas sugestões que indiquei, verá que esses papéis estão atrelados principalmente ao CDI.

          Ou seja, se a SELIC subir, o rendimento também subirá.

          4+
          • avatar
          • avatar
  • Abomineve Homem das Naves 21 de junho de 2018 at 17:46

    OFF – VAMPIRA CARA-DE-PAU kkk

    A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, disse que os cidadãos podem continuar confiando na Corte

    https://www.poder360.com.br/justica/carmen-arquiva-investigacao-sobre-ministros-do-supremo-e-jbs/

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • indiobolhista 21 de junho de 2018 at 17:50

    peço ajuda aos bolhistas se alguém souber dum imóvel de ocasião em rua com muito fluxo de veículos ou pessoas no minimo 1000 metros quadrados planos, com ums 30 metros de frente para rua, com dono desesperado por vender….. no máximo 500 mil reais, ele pode alucinar que vale milhões, mais é só se conformar com 500 se em verdade precisa desesperadamente dindin, grana, money, guita, me passa o link da propriedade fico no aguardo e obrigado para quem achar a mosca branca que procuro, o enforcado ou galinha morta

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Abomineve Homem das Naves 21 de junho de 2018 at 18:07

    CVR – AliExpress

    Normalmente usando-se a forma de envio “China Post Air Mail”, em média e em qualquer época do ano, um objeto chega no interior do RN entre 93 – 98 dias CORRIDOS .
    Hoje chegou uma encomenda (não foi cobrado imposto); demorou 30 dias corridos. Mesma forma de envio: “grátis” e, consequentemente, uma entrega mais lenta.

    Ocorreu alguma mudança no sistema dos Correios e não estou sabendo? Seria a crise? Ninguém está importando nada?
    Receita trabalhando?
    Enfim, várias questões kkkkk

    PS: Contando-se os dias corridos a partir da realização do PEDIDO, não da confirmação do pagamento.
    PS2: Ao chegarem na BNN, minhas encomendas sempre passam por Curitiba.

    23+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • indiobolhista 21 de junho de 2018 at 18:38

      cvr abomineve, faz 6 meses aluguei a casa onde moro, na celesc empresa elétrica nós disseram que são 7 dias util para instalação, isso foi um segunda feira ás 17 horas, ao outro dia 8,15 da manha foi o primeiro que fizeram …. uma maravilha, ou crise na área, o mesmo é com instalação de internet … mesmo velozes e furiosos … a atendente outro dia confessou que é baixa procura que faz o serviço ser rápido … crise naturalmente

      24+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Carlos 21 de junho de 2018 at 19:42

      Ou os palhaços da receita resolveram fazer o seu trabalho corretamente, coisa que eu duvido.
      Esperemos para ver se a façanha se repete ou se foi um ocaso.

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Rico 22 de junho de 2018 at 08:41

        A receita é o governo trabalhando como uma empresa.. .Altamente eficiente sendo um departamento que dá muito dinheiro.

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Abomineve Homem das Naves 21 de junho de 2018 at 18:33

    Hoje os bancos caíram com força.
    Palocci na área?

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Carlos 21 de junho de 2018 at 19:39

    OFF – Dinheiro não suporta desaforo. Não importa o quanto de dinheiro.
    .
    Lisa Marie Presley says her share of dad Elvis’ $135 million fortune is gone
    https://www.news.com.au/entertainment/celebrity-life/lisa-marie-presley-says-her-share-of-dad-elvis-135-million-fortune-is-gone/news-story/b8aa5a543fdbe517bec5abf032f5dbe2

    20+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Abomineve Homem das Naves 21 de junho de 2018 at 19:56

      Se ela destinasse uns 15% dessa suposta herança aos títulos brasileiros nos governos de FHC, estaria rica.
      😉
      Masssssssss….

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Abomineve Homem das Naves 21 de junho de 2018 at 20:04

    OFF – O que vocês acham?

    Brazil’s Geography Problem

    https://www.youtube.com/watch?v=FQ2jmrz_xgU

    4+
    • avatar
    • Abomineve Homem das Naves 21 de junho de 2018 at 20:06

      Não liguem para o erro de escrita de São Paulo (São Paolo, no vídeo) kkk

      2+
  • Abomineve Homem das Naves 21 de junho de 2018 at 20:15

    AO VIVO – Tribunal Pleno : assista à sessão do dia 21/06/2018

    https://www.youtube.com/watch?v=t0gMktx8avc

    4+
    • avatar
    • avatar
  • Abomineve Homem das Naves 21 de junho de 2018 at 20:38

    OFF – Bolsa:
    O pessoal não tem mais “firmeza” nas TAEE4 e TAEE11, enquanto a TAEE3 está “estável”?
    rsrsrs

    5+
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 21 de junho de 2018 at 21:02

    IPCA-15 sobe 1,11% e tem maior taxa para junho em mais de 20 anos

    http://www.valor.com.br/brasil/5610893/ipca-15-sobe-111-e-tem-maior-taxa-para-junho-em-mais-de-20-anos

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • antifragile 21 de junho de 2018 at 23:20

      Olha a inflaçãozinha voltando a galope.

      Pessoal tá dizendo que veio alta assim só por causa da greve dos caminhoneiros.

      Mas aposto minhas fichas que ela vai continuar alta.

      Tenho notado que minha cesta de compras tem sofrido aumento desde antes dessa greve.

      Então agora nós temos: 1) Dólar alto; 2) FED aumentando juros nos EUA; 3) volta da inflação no BR.

      O repique dos juros vai ser forte.

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 22 de junho de 2018 at 07:55

        antifragile
        Fora esta questão da greve, a única coisa que estava subido eram tarifas controladas pelo governo
        Então, se o Ciro entrar, pode ter certeza que vai ter inflação.

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Abomineve Homem das Naves 21 de junho de 2018 at 21:43
  • Abomineve Homem das Naves