Leilões de imóveis sobem quase 600% – Agora São Paulo

Você pode gostar...

Comments
  • Lucas 28 de setembro de 2017 at 13:32

    OPERAÇÃO ANEL DE GIGES
    1) Minhca CASA Minha Corrupção

    PF mira filhos de Jucá em operação que investiga desvios no Minha Casa Por Murillo Camarotto, André Guilherme Vieira e Fabio Murakawa | Valor BRASÍLIA – A Polícia Federal (PF) executa nesta quinta-feira operações de condução coercitiva e busca e apreensão em endereços ligados ao senador Romero Jucá (PMDB-RR) em Boa Vista, Brasília e Belo Horizonte

    http://www.valor.com.br/politica/5136844/pf-mira-filhos-de-juca-em-operacao-que-investiga-desvios-no-minha-casa

    2) O ‘Minha Fazenda Minha Vida’ de Jucá
    ANTAGONISTA

    Em 2015, a repórter Josie Jeronimo publicou na IstoÉ a pista do esquema de Romero Jucá, desbaratado hoje pela Operação Anel de Giges.
    Ela denunciou que a Caixa havia desembolsado R$ 4 milhões para adquirir parte do terreno da Fazenda Recreio, da família de Jucá. Quase três vezes o valor de mercado.

    A Caixa não soube explicar por que escolheu a propriedade para abrigar um empreendimento do Minha Casa Minha Vida.
    O imóvel fica em local ermo, sem transporte, escolas ou postos de saúde por perto. Pertencia a Jucá até 1997, quando ele transferiu a propriedade a um casal de filhos e a dois enteados.

    Matérias publicadas em sites locais indicaram que Jucá atuou junto a Dilma, à Caixa e ao Ministério das Cidades para bombar o projeto.
    A prefeita Teresa Surita, ex-mulher de Jucá, providenciou a implantação de iluminação pública, além do asfaltamento da rua principal e outros serviços.
    Quem construiu as casas, aliás, foi a empreiteira CMT Engenharia, doadora de Jucá, que recebeu quase R$ 180 milhões para a obra, segundo a reportagem.

    3) ANEL DE GIGES
    Desplein, aquele assunto de boteco
    http://www.cartaforense.com.br/conteudo/colunas/platao—o-mito-do-anel-de-giges/13766

    31+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Zé do Brejo 28 de setembro de 2017 at 13:52

    Passamos, faz tempo, a linha do não retorno.
    Não existe nenhuma recuperação possível para o setor imobiliário.

    41+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 28 de setembro de 2017 at 16:37

      EM 2010

      6+
      • avatar
      • avatar
  • EngenheiroDF 28 de setembro de 2017 at 14:05

    Prezados, recebi a seguinte mensagem em 2 grupos diferentes do whatsapp (grupos de construtores). Não sei a veracidade! Talvez o RESIMOB, o Bolha Joker, e outros do meio possam dar mais explicações. Segue:

    ————————————-**————————————-

    28/09/17 11:02:10: ‪+55 61 9288‑6493‬: 28/09/2017 10:04:19: Walisson Morais Corretor: *Reunião CAIXA – ACEG/FENAPEC Brasília – 27/09/17*

    Presentes:
    Nelson de Sousa – Vice Presidente
    Henrique Marra – GEHAQ
    André Marinho – SN Habitação

    A situação é a seguinte :
    O acordo internacional de Basileia limita as operações de todos os bancos mundiais e obriga que toda instituição bancária tenha um máximo de empréstimo baseado no seu capital social/patrimônio líquido, para que possa garantir o empréstimo em caso de inadimplência.
    A Caixa Econômica, utilizando esses R$ 9 bi que restam até o final do ano atinge esse limite, portanto, nem se o Min. das Cidades liberar mais R $ 15 ou 20 bi, ela não pode pegar, pois já atingiu o limite.
    Então, temos 4 opções, e todas elas dependemos de apoio político :
    1) Aumentar o capital social da CEF, injetando dinheiro na CEF (acionista) pra ela poder emprestar mais;
    2) O Banco Central, que é o órgão que fiscaliza o Acordo de Basileia, não compute os valores financiados pelo MCMV para fins do cumprimento deste Acordo, por ser de cunho social, assim o Min. Cidades disponibilizará o valor e a CEF poderá pegar.
    3) O mais fácil, porém acreditamos que não seria suficiente, o Min. Cidades proibiu que a CEF remaneje de um estado para outro, então precisarīamos que isso fosse revertido para dar autonomia à CEF para isso (até 30%).
    4) Como a CEF teve lucro no último trimestre, o governo deixaria os dividendos para fins de empréstimo para o MCMV, que também não seria suficiente.

    Conclusão : A situação não está nada fácil…
    A ACEG/FENAPEC já começou a manter contato com políticos (Senadores e Deputados Federais) para que nos ajudem nessa árdua tarefa, já temos reuniões marcados ainda essa semana para tratarmos dessa questão. Temos o Banco do Brasil para colocarmos processos, além da Caixa.
    As ações estão sendo tomadas para defendermos os interesses de vocês, vamos a luta…
    Abraço

    *Delermond Marques *
    Presidente ACEG

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • JJJ_brasilia 28 de setembro de 2017 at 14:17

      As opções de “solução” dos problemas são todas gambiarras ou que não darão o resultado que os coRvos querem.
      A solução é simples deixa de avaliar o imóvel por metro quadrado e avalia ele multiplicando o aluguel (conservador) por 150X que é o valor do imóvel, fora disto não empresta dinheiro.
      Eles não querem entender, o problema é o preço, é tão óbvio e os coRvos continuam se enganando.

      27+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Zé do Brejo 28 de setembro de 2017 at 15:38

        Mas ao abaixar o preço, o ativo fixo das construtoras não será suficiente para cobrir a operação de tomada de crédito, logo eles não tem caixa nem tão pouco condições de saudar suas dívidas. Os bancos credores por sua vez sabendo disso protelam o estouro da bolha por que tem boa parte de sua carteira e fundos de investimentos atrelados a papeis imobiliários. Sendo assim, eles tentam evitar o inevitável, solucionar o que não tem conserto, seguem pedalando e deixa sangrar.
        Não tem solução simples, se correr o bicho pega, se ficar, o MOTUMBO…

        19+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Cesar_DF 28 de setembro de 2017 at 17:16

          Exatamente
          As incorporadoras contraem empréstimos utilizando os imóveis como garantia
          Se o valor do imóvel cai, o empréstimo fica sem garantia
          Bancos e incorporadoras não tem interesse em baixar por causa disso

          13+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • Lucas 28 de setembro de 2017 at 17:22

          exato
          por isso o ivgmr é tão somente o fingezap com roupinha nova, ambos surfaram na especulaçao não pode parar de pedalar senão cai.

          13+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
  • From_The_Tower 28 de setembro de 2017 at 14:11

    É só o começo do NABO
    04 anos sem crescimento econômico.
    as parcelinhas estão pesando no orçamento.

    38+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Leonardo M. 28 de setembro de 2017 at 14:19

      Quando otimismo em?

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • EngenheiroDF 28 de setembro de 2017 at 14:18

    Sobre o tópico: os leilões de imóveis aumentaram 600% pq os bancos continuam fazendo negociações com os inadimplentes e diluindo as prestações atrasadas nas parcelas posteriores. Se os bancos fossem rigorosos e tomassem os imóveis que tem 3 meses de atraso nas prestações, e colocassem os imóveis em leilão em menos de 1 ano conforme a lei, os leilões já teriam aumentado 60.000%

    45+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • AGE DF 28 de setembro de 2017 at 15:49

      Entao ai ta sofity. pq aqui o pessoal quando anuncia um automovel no olx por exemplo, ja coloca na descrição: NAO ACEITO trocas em TERRENOS E IMOVEIS!!

      10+
      • avatar
      • avatar
      • AGE DF 28 de setembro de 2017 at 15:50

        Resposta ao Leonardo abaixo…rs

        4+
  • Leonardo M. 28 de setembro de 2017 at 14:20

    Quero ver quando a fonte do MCMV secar.
    Aí acabou tudo, vamos voltar aos anos 1980 quando a pessoas trocavam carros por casas, TVs por terrenos e promissória a perder de vista.

    25+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Duas Barras 28 de setembro de 2017 at 14:25

      Vamos voltar? Não sei ai na sua região, mais aqui o que tem de nego dando Amarok + 20 parcelas de 1000,00 a troco de casinhas em bairros afastados não ta escrito… Creio que o escambo ja começou, é só ficar alerta! Eu mesmo ofertei meu Uno mille + 50 parcelas de 500,00 num apartamento numa região de classe baixa daqui… mandei só pra ver a reação do cara, ja estava esperando um “VSF”, eis que o motumbado responde: Manda foto do carro…. : O tempos sombrios a caminho…

      69+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Leonardo M. 28 de setembro de 2017 at 14:45

        Duas barras

        Para voltarmos a ver isso generalizado na economia a caixa tem que acabar com o MCMV que faz caixotes que valem R$40/50/60 mil serem vendidos por R$100/110/120/140 mil sem ter vergonha na cara.

        38+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • O Taliu 28 de setembro de 2017 at 15:25

          140 k ainda é pouco, basta olhar os tetos praticados. Eles colocam a venda coisas até 240 que não deveriam valer mais que uns 60, 70 k no máximo. Esses que custam 140 k o adequado seria uns 35, 40 k não mais que isso pois estamos falando de famílias com baixíssima renda e imóveis localizados em regiões afastadas dos centros, violentas, desvalorizadas e com péssima urbanização.

          27+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • AGE DF 28 de setembro de 2017 at 15:52

          Valem 40 mil?????? Meu querido a CEFU semana retrasada tava leiloando varias dessas em aguas lindas GO (entorno do DF) por preços entre 12 e 14k. Nao sei se conseguiram vender.

          27+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • Lucas 28 de setembro de 2017 at 17:16

          ISSO MESMO

          esses valores que vcs citam são condizentes com a renda da classe média
          o IPEA divulgou estudo recente com base nas declarações e reconfirma isso, que outras fontes tbm trazem.
          postei o link já

          Estamos voltando ao normal finalmente, mas acho que será um mergulho pra baixo da média, construiram muita coisa na base da ganancia, vejam a corrupção como não eleveou a barra do mercado todo.

          18+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
      • Margarida 28 de setembro de 2017 at 15:04

        Se tivess um “CVR do mês”, seria esse.

        16+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Brazil mode OFF 28 de setembro de 2017 at 14:42

    Concreto cai do 50º andar do maior prédio em construção do país, o edifício Yachthouse, em Balneário Camboriú.
    https://www.facebook.com/EngenhariaHoje/videos/1469609496448401/

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 28 de setembro de 2017 at 15:10

      CARAMBA!!! Kkkkkkk

      3+
      • avatar
    • Alemon Fritz 28 de setembro de 2017 at 16:00

      A construtora disse que o concreto não caiu… ” ele desceu estavelmente e naturalmente” e nem matou ninguém, sem gravidade. só um ajuste momentâneo.

      38+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Antigo 28 de setembro de 2017 at 16:35

        HAHAHHAHAHAHAH
        Excelente!!

        Só um ajuste momentâneo. Em breve o concreto volta para o patamar anterior.

        18+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • homelessbubbles 28 de setembro de 2017 at 19:09

          Na verdade ele subiu negativo.

          18+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
      • perdido no rio 28 de setembro de 2017 at 17:01

        kkkkkkkkkkkk
        de acordo com mestre Lucas, o concreto estabilizou no ar até chegar ao chão

        14+
        • avatar
        • avatar
  • Leonardo M. 28 de setembro de 2017 at 14:48

    http://sc.olx.com.br/norte-de-santa-catarina/veiculos-e-acessorios/carros/aceito-proposta-kombi-74-reliquia-395724454

    O cara quer R$46mil em uma Kombi de 1974
    Alguém tem para doar um gardenal para esse Catarina doido?

    12+
    • avatar
    • avatar
    • Leonardo M. 28 de setembro de 2017 at 14:49

      Mandei uma mensagem
      “R$40mil e levo a Kombi”

      Não me aguentei

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Zé do Brejo 28 de setembro de 2017 at 15:12

        Erro de digitação, o correto seria R$4.600 e olhe lá…

        6+
        • Leonardo M. 28 de setembro de 2017 at 15:17

          Acho que não, pois ele colocou a Kombi na seção de BMW

          8+
          • avatar
    • Tem Mas Acabou 30 de setembro de 2017 at 16:42

      Pior que é o preço. Um amigo que trabalha com carros antigos me confirmou que uma Kombi tá entre 40000 e 50000. Alemães e americanos estão vindo ao Brasil comprar kombi pq lá estão tateando, Este mesmo amigo foi contatos por um americano está semana por um anúncio e um fusca que ele tá oferenda por 21000. Acompanhei esse mercado uma década atrás e tem carro que subiu 900%.

      2+
      • Tem Mas Acabou 30 de setembro de 2017 at 16:43

        Rareando, não tateando.

        2+
  • bolha_dos_pampas 28 de setembro de 2017 at 15:17

    OFF – Leilão – Tenha a sua própria universidade bananense

    http://codigofonte.uol.com.br/noticias/universidade-brasileira-vai-a-leilao-para-pagar-multa-de-pirataria

    “O prédio, localizado em Ipanema, Zona Sul do Rio de Janeiro, área nobre e valorizada da cidade, ficou avaliado em R$128 milhões. Contando com 36 salas de aula, um cinema com 64 lugares e um teatro com 103 lugares em suas instalações, além de uma galeria de arte no salão principal, essa é a segunda vez que a sede da Cândido Mendes vai a leilão nesse processo. Em Novembro do ano passado houve uma tentativa de leiloar o complexo, que não foi adiante por falta de interessados em pagar o valor avaliado. O novo leilão ainda não tem data marcada.

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 28 de setembro de 2017 at 15:46

      Mercado aquecido de leilões.
      Até escola dá para comprar.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • bolha_dos_pampas 28 de setembro de 2017 at 16:17

        Mais surreal que uma empresa que acha que pirataria de software não dá em nada é uma universidade praticamente a beira da praia.

        13+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Duas Barras 28 de setembro de 2017 at 16:40

      cara… minha pós graduação faço pela candido mendes! PQP.. sera que vai sujar pra mim?

      5+
      • Antigo 28 de setembro de 2017 at 16:42

        Não, depois é só comprar um dos diplomas que também será leiloado junto com o prédio.

        26+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • tmarabo 28 de setembro de 2017 at 17:00

      notas:
      a) as multas por pirataria realmente são escorchantes. maiores do que multa do Fisco.
      b) 128 kk pelo imóvel???? pela descrição não parece tão grande assim o “complexo”.

      5+
      • avatar
      • bolha_dos_pampas 29 de setembro de 2017 at 09:29

        Trabalho com TI em repartição pública e temos que lidar com isso mesmo se esforçando para legalizar tudo ou colocar algum Linux pelo menos nas escolas. A Microsoft intima a instalar uma ‘auditoria automática’ em todas as máquinas ligadas na rede. A cada nova gestão sempre há os CCs que exigem usar seu notebook com windows jack sparrow, ligam ele na rede, a auditoria pega e quem paga a multa é a “municipalidade”.

        5+
        • avatar
        • avatar
  • Duas Barras 28 de setembro de 2017 at 15:55

    CVR Economico

    Não sei se minha cidade é atrasada até pra entrar na crise ou se está lidando bem com ela.
    Inaugurou a primeira SmartFit. Região central, avenida de aluguel caaaro… Aparentemente está lotada.
    Caso curioso – Rapaz sagaz, trabalhou como gerente da SpertoFit em BH, aprendeu tudo que podia, veio pra cá abriu logo 2 academias nos mesmos moldes, porém sem pagar franquia. Uma no centro e outra em um Shopping do centro… Acabou de ampliar uma unidade se tornando a maior academia do triangulo mineiro…
    ——————————-
    Será que a cidade está nadando contra a crise? eu acho que faz parte de uma demanda reprimida da cidade (povo atrasaaaado, vcs não tem noção).
    bom, sorte ao empreendedor!

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Money_Addicted 28 de setembro de 2017 at 16:06

      esse smart fit cobra barato, ai o pessoal sai das “gourmet” e vao pra essa

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • job 28 de setembro de 2017 at 16:39

        E muitas vezes o barato sai caro, frequentava uma aqui na minha cidade, era entulhada de gente, totalmente impraticável. Lotada das 6 da manhã as 11 da noite (horário de fechar).

        6+
        • avatar
        • avatar
    • Avulso 28 de setembro de 2017 at 16:46

      CVR
      Tem uma academia “gourmet bolhuda” que fica em um shopping aqui perto de casa, sempre custou uma fortuna, mas não deve tá bem das pernas. Fui lá pra ver como tava o ambiente. Estava muito vazia, conversando com a atendente perguntei o valor, quase caí pra trás. Vendo meu espanto abaixou 100 reais da mensalidade e disse que ainda dá pra negociar, só que somente até sábado. Educadamente agradeci e me despedi. Vamos ver quanto tempo dura uma academia bolhuda dessas, enquanto isso faço minhas caminhadas ao ar livre, de graça.

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • JJJ_brasilia 28 de setembro de 2017 at 17:51

        Técnica de marketing, sensação de urgência para o consumidor, este preço é só até sábado, kkkk, pois senão quebramos!!!

        16+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Alemon Fritz 28 de setembro de 2017 at 16:06

    Com crise e mercado imobiliário em baixa, inquilinos têm maior poder de negociação
    abaixam até 33%
    a queda de preço é ainda maior se for um imóvel de alto padrão, com desvalorização de até 25% em um ano. Copacabana está sofrendo mais com o grande número de oferta de imóveis.

    compensa até pagar a multa e sair pois recupera em 2 meses…

    Leia mais: https://oglobo.globo.com/economia/com-crise-mercado-imobiliario-em-baixa-inquilinos-tem-maior-poder-de-negociacao-2188140

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Oliveira 28 de setembro de 2017 at 16:40

    “Temer anunciará cronograma do PIS/Pasep que injetará R$ 15,9 bi na economia” – http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/economia/2017/09/28/internas_economia,724416/temer-anunciara-cronograma-do-pis-pasep-que-injetara-r-15-9-bi-na-eco.shtml
    ” Publicado em: 28/09/2017 14:01 Atualizado em:

    Em busca de pautas positivas para economia em meio ao avanço da segunda denúncia na Câmara dos Deputados, o presidente Michel Temer anunciará nesta quinta-feira, 28, o calendário de saque dos benefícios de PIS/Pasep. Medida Provisória assinada por Temer em agosto deste ano permite o saque de PIS/Pasep por idosos acima de 65 anos (homens) e 62 anos (mulheres).

    Pela estimativa oficial, a injeção de recursos na economia com a medida será de R$ 15,9 bilhões. Os recursos serão liberados até dezembro. Antes da MP, só podiam sacar os saldos de PIS/Pasep pessoas acima de 70 anos. A ação vai beneficiar 8 milhões de pessoas.

    A divulgação do cronograma seria anunciada antes da viagem do presidente aos Estados Unidos, na semana passada, mas acabou sendo adiada.

    O cronograma estava sendo aguardado pelos beneficiários. Recebem primeiro os aposentados com mais de 70 anos.”

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 28 de setembro de 2017 at 16:44

      Dá-lhe Sonrisal para gerar eferverscência na economia.
      Depois volta a azia…

      22+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 28 de setembro de 2017 at 17:18

        outra conclusão, que essas letrinhas todas de garantia de direitos, só garante salario baixo, serve pra mais nada
        seria mais facil e mais produtivo extinguir logo

        20+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • odorico 28 de setembro de 2017 at 16:57

      B – I – C – I – C – L – E – T – A
      sou sua a – miga bici – cle – ta
      Sou eu que te levo pelos parques a cor – rer,
      te ajudo a crescer e em duas rodas desli – zar
      Em cima de mim o mundo fica a sua mer – cê
      Você roda em cima e o mundo embaixo de vo – cê
      Corpo ao vento, pensamento solto pelo ar
      pra isso aconte – cer basta vo – cê me peda – lar
      B – I – C – I – C – L – E – T – A
      sou sua a – miga bici – cle – ta
      B – I – C – I – C – L – E – T – A
      sou sua a – miga bici – cle – ta

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 28 de setembro de 2017 at 17:20

      Dai estas “bondades” creditícias aparecem nas estatísticas como “crescimento do PIB”
      Pega na mentira, corta o rabo, pisa em cima, bate nela

      10+
      • avatar
      • avatar
  • Brazil mode OFF 28 de setembro de 2017 at 16:49
    • Brazil mode OFF 28 de setembro de 2017 at 16:55

      J atem uma postagem dessa, foi mal galera. Boss, exclua por favor

      4+
      • rafa_fv 29 de setembro de 2017 at 09:25

        Pode ficar, pois o link anterior está quebrado.

        3+
    • rafa_fv 29 de setembro de 2017 at 09:30

      Por este trecho da noticia ‘ O tempo médio com imóvel vazio na cidade varia de 45 a 60 dias, mas, na prática, dependendo do bairro, pode ultrapassar os três meses.’, não há crise no Rio. Aqui em SP tem imóvel que está vazio a mais de 1 ano, informações totalmente confiáveis, kkk.

      4+
      • avatar
  • JJJ_brasilia 28 de setembro de 2017 at 16:56

    CVR

    Casal conhecido morava em Águas Claras e estava muito difícil e caro vir e voltar todos os dias para trabalhar e tinha ainda que cuidar da prole,
    então venderam o apartamento de H2Os Claras para comprar no Plano Piloto, conseguiram vender, não sei o preço. Lógico que com o dinheiro do apartamento de H2Os Claras não conseguiram comprar o que queriam no Plano, então surgiu a seguinte ideia que foi realizada, adquiriam uma cota de consórcio para realizar o sonho de morar perto do trabalho e da família.

    Com o valor do imóvel vendido tinha mais de 50% do valor do imóvel, agora com a caixa financiando apenas com a metade de entrada, eles estavam com a faca e o queijo na mão, mas preferiram arrumar um CONSÓRCIO para sustentar!!!!

    Pessoas que estudaram, mas o assunto dinheiro é outro tipo de conhecimento, o bananense sempre fazendo bananda

    36+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Libertario 28 de setembro de 2017 at 16:59

    OFF Tubarões
    Já tinha comentado aqui sobre o shark tank que acabei descobrindo por acaso devido a uma empresa que eu estava de olho no seu mercado de atuação.
    Achei tão bacana o capitulo que assisti, que praticamente já matei as duas temporadas vendo junto com a patroa.
    O programa não é legal somente pelas novidades que os participantes apresentam, mas principalmente pela forma como os tubarões analisam estes negocios.
    O Shiba é o cara da franquia e dos numeros. O japa é muito esperto e dificilmente deixa passar algo nos calculos.
    A Cris Arcanjeli é faca na bota. Fala na cara e sem meias palavras.
    Ela tambem entende bastante de $$$, então uma mulher que entende de $$$ e fala as verdades na lata, acaba chegando onde ela chegou.
    E o Apolinario (conhecido como Abilionario tambem) é o homem da visão.
    O cara é multi investidor, atua em varias areas, mas conhece todas elas com alto grau de detalhamento.
    Impressionante como ele sabe todos os produtos que tem pra vender na polishop, assim como entende o que é feito na sua rede de barbearias, ou de restaurantes.
    É de tirar o chapeu!
    Já os outros tubarões que participam são mais fraquinhos, mas nem por isso deixam de ser interessantes tambem.
    E tem o lado divertido do programa tambem!
    Que é ver como o bananense não entende nada de matemática financeira.
    Quase sempre focam apenas na ideia, ou no produto, mas esquecem de pensar nos numeros reais.
    Vira e mexe alguem chega pedindo 600 mil por uma empresa que ainda não fatura nada, ou menos de 5 mil por mes.
    Tipo a associação que fazem com imoveis, onde qualquer puleiro vale meio milhão.
    Não é a toa que esse blog é um ponto fora da curva, e o que é dito aqui não espelha a grande maioria da população.

    41+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 28 de setembro de 2017 at 19:24

      eu vi 2 e gostei do programa
      mas é bom lembrar
      é programa de TV, assim como “o sócio”, masterchef, são todos programs de TV, não é a vida real.
      dá pra tirar umas idéias dos doidos que aparecem lá, dá pra traçar o eprfil do estilo dos personagens, mas ainda é só TV
      vai um espaço grande rpa vida real

      12+
      • avatar
      • avatar
  • JJJ_brasilia 28 de setembro de 2017 at 17:07

    CRV,

    Estava na internet e apareceu uma propaganda de um consórcio do Itaú aí entrei no chat e o coRvo me disse que não tinha entrada, e tudo mais, aí eu escrevi, mas o carro de 40K em 70 X 701,54 dá mais de 49K, não vejo vantagem. Resposta chat encerrado, KKKKKK.

    Eu adoro o Itaú, paguem os meus dividendos e os meus Juros Sobre Capital Próprio.

    17+
  • fanfarraum 28 de setembro de 2017 at 17:16

    CVR:
    Colega meu, instruído, faculdade e pós. 10 anos de trabalho em TI, boa parte como Gerente de TI.

    Mandei pra ele esse link:
    https://www.guarida.com.br/alugueis/rs/porto-alegre/ipanema/casa-em-condominio/3-dormitorios/10050

    Eu: Bacana né? Por 2,2k só de aluguel.
    Ele: Muito caro o aluguel.
    Eu: Quanto tu acha que essa casa vale?
    Ele: 3 milhões.
    Eu: (ok. óbvio que essa casa não vale 3 milhões, mas deixa quieto. Vamos seguir no fluxo de pensamento dele) 3 milhões na poupança dá 15 mil por mês. Dá pra pagar o aluguel e sobra 13k.
    Ele: Mas isso se a pessoa tem dinheiro a vista.
    Eu: Se a pessoa fosse financiar seria mais caro ainda.
    Ele não falou mais nada, mas não está convencido da relação “preço imaginário/aluguel”.

    52+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • homelessbubbles 28 de setembro de 2017 at 19:15

      O mais engraçado é que você provou matematicamente que o cenário A é muito mais vantajoso que o cenário B, ele entendeu facilmente a prova e, ainda assim, saiu de lá defendendo o cenário B e provavelmente atacando a sua pessoa.

      30+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • job 29 de setembro de 2017 at 07:55

        Lógico que sim, falar mal de imóvel é uma ofensa, pra grande maioria das pessoas.

        11+
        • avatar
        • avatar
    • rafa_fv 29 de setembro de 2017 at 10:10

      O pior é isso a maioria das pessoas perdeu totalmente a noção de valor, 2,2 k no aluguel é carro 3 kk ‘pagando o que é meu’ ai é justo, sem noção total, kkkk. Só a titulo de informação o valor pedido nos imóveis neste condomínio está em 650 k.

      4+
      • avatar
    • sefazpiauidf 29 de setembro de 2017 at 10:45

      Bananense é assim, pensamento crítico é comparável com o de mula empacada.
      Por isso que sempre se fodem, e sempre estão sorrindo!

      6+
  • BOLHA JOKER 28 de setembro de 2017 at 17:53

    Boa tarde!
    Engenheiro, pelo que consta no seu link o Vice Presidente da caixa estava nessa reunião… Bom pelo que eu tava olhando dentre os maiores bancos, a CEF é a que possui o menor índice de basiléia (Qnto menos Pior atualmente 14,4% minimo 11%), o crescimento na carteira de crédito da CEF é constante, e o patrimônio liquido/LUCRO não acompanha esse crescimento da carteira de crédito, então eu acredito que sim que a CEF esteja no talo do indice da basiléia, e as soluções proposta são ridiculas, soluções políticas para um problema financeiro,
    Na minha opnião, as ações da CEF todas elas são com intuito de melhorar o indice de basileia, exemplo, aumentou a retomada de imóveis, isso refletiu na redução de taxa de inadimplência, pois a partir do momento que o banco retoma o bem, sai da inadimplencia, isso ajudou a reduzir o PDD também, por outro lado isso impacta a basiléia, por ser um bem de baixa liquidez isso reduz o patrimonio liquido(Não entendo direito essa parte), ou seja a CEF ta lascada de todo jeito.

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • BOLHA JOKER 28 de setembro de 2017 at 17:59

      Artigo que comecei a ler sobre o acordo de basileia, quem quiser conhecer mais sobre o assunto:
      http://www.scielo.br/pdf/rcf/2015nahead/1808-057x-rcf-201500720.pdf

      6+
      • avatar
      • avatar
      • BOLHA JOKER 28 de setembro de 2017 at 18:04

        Minha analise quanto a esse lucro recorde da CEF é a seguinte, a basileia está proximo do limite certo? vamos reduzir o PDD, aumentando assim o lucro liquido, realizamos o lucro aumentando o patrimonio liquido ou capital social(Não entendo bem), e melhoramos o nosso indice de basileia, qual o grande risco? Diminuindo PDD se aumentar inadimplencia, o banco não terá recursos, e terá que aumentar o PDD no ano seguinte, então não vejo saida rs

        5+
    • rafa_fv 29 de setembro de 2017 at 10:30

      Bolha Joker, não entendi completamente como funciona, mas aparentemente o problema maior é a implantação do Basileia III que aparentemente é uma adequação do Basileia II feita após a crise do subprime. O Basileia III tem um cronograma de implantação que fecha em 2019, e cujas exigências vão aumentando gradativamente ano a ano, com isto sem a devida captação de reservas é muito fácil sair do enquadramento de um ano para o outro. Pelo menos foi o que entendi. Segue o link.
      https://pt.wikipedia.org/wiki/Basileia_III

      1+
  • Lucas 28 de setembro de 2017 at 19:22

    sobre o tópico, agora que reparei, rsrs, uma sugestão antiga
    desde que a bolha estourou 5 anos atrás os leilões estouraram muito mais que 600% visíveis, o numero não é maior pq a burocracia leva tempo
    hoje mesmo aquele meu siute favoritto que tinha nem uma duzia no auge da bolha, hoje bateu o recorde, 191 leilões, quando até então ficava na casa dos 100, este site especifico cresceu mais de 1.000% e podem ter certeza existem muito mais sites hoje que a 5 anos.

    Mas sabe o que não encaixa???
    -se a CEF diz que a inadimplencia caiu
    – se el reclassificou todos os mutuarios em AAA+
    – se o lucro apresentado no semestre é recorde
    – se o imovel sempre valoriza, segundo os indices delas mesmas e quando não, é pq tá pegando impulso pro proximo ciclo
    – se estão cortando verba pra financiar

    Como é que o leilão disparou?

    a versão não encaixa com os fatos

    Sabe o que encaixa com o VOA leilão?
    – toda a desgraceira na economia, nos jornais, nas favelas, a crise, a corrupção essa bosta toda encaixa perfeitamente com os leilões
    e ainda vejo risco sistemico no sistema financeiro e governo tentando arcar com a conta puxando pra si e explodindo o deficit
    que tbm rima com juros real alto, com estagnação na economia.

    São estes os testes de consistencia que eu falo, os numeros, dados e estatisticas eles tem que combinar com os fatos reais
    se 1 diz uma coisa e o outro diz uma história totalmente diferente, ALGUEM ESTA MENTINDO. e mentindo muito.

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 28 de setembro de 2017 at 19:24

      Sim. Alguém está mentindo. No caso, a CEF.

      8+
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 29 de setembro de 2017 at 09:25

      Lembrando que no Rating AA não é preciso fazer qualquer Provisão para Devedores Duvidosos

      4T2013
      Dos 270 bilhões em financiamentos imobiliários, 4 bilhões eram rating AA (1,48%)
      Provisão para Devedores Duvidosos dos financiamentos imobiliários = 12.1 bilhões (4,48%)
      http://www.caixa.gov.br/Downloads/caixa-demonstrativo-financeiro/DC_BrGaap_Dez13_Final.pdf (página 39)

      1T2017
      Dos 412 bilhões em financiamentos imobiliários, 260 bilhões eram rating AA (63,1%)
      Provisão para Devedores Duvidosos dos financiamentos imobiliários = 9.8 bilhões (2,38%)
      http://www.caixa.gov.br/Downloads/caixa-demonstrativo-financeiro/1_T_2017_BrGaap.pdf (página 35)

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 29 de setembro de 2017 at 09:29

        Observem então que em apenas 3 anos, os contratos que não tem qualquer possibilidade de inadimplência passaram de 1,48% para 63,1%

        São os casos onde os titulares dos contratos não perdem o emprego, não ficam doentes ou sofrem acidentes, e se qualquer problema ocorrer podem resgatar uma aplicação que cobre 100% da dívida imobiliária

        IRONIC MODE ON

        12+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • perdido no rio 29 de setembro de 2017 at 10:50

          Genial, só esse número resolve qualquer dúvida sobre a maquiagem de números. Vejamos o que o gobierno fará quando a inadimplência desses AA aumentar a níveis insustentáveis para manter as aparências…

          7+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • rafa_fv 29 de setembro de 2017 at 13:16

          Na verdade de acordo com a classificação do BC, ser AA não significa que não há possibilidade de calote, significa somente que ele ainda não ocorreu, ou no caso especifico da CEF que ele já foi maquiado via negociações de pai para filho.Segue o trecho do item 6 – Operações de Crédito

          4 – A classificação da operação nos níveis de risco de que trata o item 1.6.2.1 deve ser revista: (Res 2682 art 4º I e II; Cta-Circ 2899 item 12 I e II)

          a) mensalmente, por ocasião dos balancetes e balanços, em função de atraso verificado no pagamento de parcela de principal ou de encargos, devendo ser observado, no mínimo:

          I – atraso entre 15 (quinze) e 30 (trinta) dias: risco nível B;

          II – atraso entre 31 (trinta e um) e 60 (sessenta) dias: risco nível C;

          III – atraso entre 61 (sessenta e um) e 90 (noventa) dias: risco nível D;

          IV – atraso entre 91 (noventa e um) e 120 (cento e vinte) dias: risco nível E;

          V – atraso entre 121 (cento e vinte e um) e 150 (cento e cinqüenta) dias: risco nível F;

          VI – atraso entre 151 (cento e cinqüenta e um) e 180 (cento e oitenta) dias: risco nível G;

          VII – atraso superior a 180 (cento e oitenta) dias: risco nível H;

          b) com base nos critérios estabelecidos nos itens 2 e 3;

          I – a cada 6 (seis) meses, para operações de um mesmo cliente ou grupo econômico cujo montante seja superior a 5% (cinco por cento) do patrimônio líquido ajustado;

          II – uma vez a cada 12 (doze) meses, em todas as situações, exceto na hipótese prevista no item 1.6.2.6;

          c) por ocasião da revisão mensal prevista na alínea “a”, a reclassificação da operação para categoria de menor risco, em função da redução do atraso, esta limitada ao nível estabelecido na classificação anterior;

          d) para efeito do disposto no inciso anterior, deve ser considerada classificação anterior a classificação mais recente efetuada com base nos critérios estabelecidos nos itens 1.6.2.2 e 3, observada a exigência prevista na alínea “b”.

          2+
          • avatar
  • Cesar_DF 28 de setembro de 2017 at 19:58

    Justiça obriga construtoras a devolverem em dobro valor cobrado indevidamente como comissão de corretagem
    Foto: Divulgação

    O juiz da 2ª Vara Cível de Palmas, Luís Otávio de Queiroz Fraz, condenou duas construtoras a restituírem, de forma solidária e em dobro, o valor de R$ 34,3 mil, a um comprador de uma unidade do “Condomínio Residencial Arte 21” no centro da capital. O valor foi cobrado indevidamente como comissão de corretagem e serviço de assistência técnico-imobiliária (SATI).

    O autor da ação alegou ter pago o valor de R$ 34.302,66 como entrada do preço estabelecido pelo imóvel adquirido em 2013 e apontou a inexistência, no contrato de compra do imóvel, de previsão para a cobrança dessa comissão. Ele pediu à justiça a devolução do valor e o pagamento de indenização por danos morais.

    http://conexaoto.com.br/2017/09/28/justica-obriga-construtoras-a-devolverem-em-dobro-valor-cobrado-indevidamente-como-comissao-de-corretagem

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 28 de setembro de 2017 at 20:01

    Com crise e mercado imobiliário em baixa, inquilinos têm maior poder de negociação
    Para proprietários, desafio é não perder locatário que seja bom pagador

    RIO – Com a prolongada crise econômica e o desemprego alto, muitos imóveis estão vagos. Por isso, o inquilinos estão com forte poder de negociação. Os proprietários estão abrindo mão de exigências para assinatura do contrato, como fiador. E aceitam redução de 30% a 33% em relação ao valor pedido inicialmente.

    Segundo o Sindicato da Habitação (Secovi-Rio), a queda de preço é ainda maior se for um imóvel de alto padrão, com desvalorização de até 25% em um ano. Copacabana está sofrendo mais com o grande número de oferta de imóveis.

    https://oglobo.globo.com/economia/com-crise-mercado-imobiliario-em-baixa-inquilinos-tem-maior-poder-de-negociacao-21881404

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • EngenheiroDF 28 de setembro de 2017 at 20:34

    Nada me tira da cabeça que o “Estudo do Cesar DF” tem relação com essas mudanças recentes na CEF. Lembrem se que o Mansueto leu o estudo, mas com minhas palavras.

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 28 de setembro de 2017 at 21:26

      Mansueto sabe que nós existimos.
      Ele já curtiu um post meu no Facebook.

      Sabe quem curtiu no mês passado um comentário meu?
      kkkkk

      Gustavo FRANCO !!!

      41+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 28 de setembro de 2017 at 21:28

        Um que tá morrendo de raiva dos meus comentários … é o Amorinha eu sempre solto o CIMENT INDEX e os 200K IBOVESPA INDEX na cara dele.

        38+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • From_The_Tower 28 de setembro de 2017 at 21:30

          É mó legal jogar indagações nas páginas do FB
          eu e o Barnabé batemos de frente com o Kanitz no primeiro semestre. Ele estava propagando o calote nos títulos do TD > e lógico puxando brasa para a BOVESPA.

          12+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
  • Alemon Fritz 28 de setembro de 2017 at 21:48

    quem ganhou e perdeu:
    -Correios encerram serviços de Banco Postal em 1.800 cidades
    http://veja.abril.com.br/economia/correios-encerra-servicos-de-banco-postal-em-1-800-cidades/

    7+
    • avatar
    • Buck 29 de setembro de 2017 at 11:28

      Demorou…como trabalho em escritório massivo que advoga para o BB, afirmo que a maior quantidade de fraudes ocorria nesse banco postal….

      4+
      • avatar
      • Antigo 29 de setembro de 2017 at 12:14

        É bom que reduz a fila do atendimento nos correios. Isso quando eles não estiverem de greve né.

        5+
        • avatar
        • avatar
    • Poucas Trancas 29 de setembro de 2017 at 09:16

      Nesse ponto, concordo com a decisão dos desembargadores.

      Já que o banco vai consolidar a propriedade e botar em leilão, o MÍNIMO que a instituição (que lucra bilhões) pode fazer é intimar e avisar formalmente os inadimplentes, e não iniciar o leilão antes de avisar.

      O gerentão fica todo feliz na hora de pegar um casal e fazer assinar um contrato de financiamento ruim só para bater metas, sem explicar nem minimamente o tamanho da merda onde o casal pode estar entrando…

      7+
      • avatar
      • avatar
      • tmarabo 29 de setembro de 2017 at 13:37

        A “culpa é do cartório”. Na realidade, antes de consolidar a propriedade, o Cartório tem que notificar pessoalmente e só depois consolida.
        De resto, já vi ações em que a pessoa não paga há anos, alega que não foi notificada e o juiz mesmo sem prova da notificação mantém o leilão, pois a pessoa SABE que está devendo e – como no caso da reportagem – não oferece nada de pagamento e nem menciona pagar.
        Isto é, entrar com uma ação para anular leilão porque não foi notificado, admitindo que está devendo há anos e sem mencionar como vai pagar a dívida? Se for isso mesmo eu daria razão ao banco.

        3+
        • tmarabo 29 de setembro de 2017 at 13:41

          “Alega ainda que o casal não está cumprindo com o pagamento do débito e não deposita em juízo os valores a vencer. ”
          Na decisão que eu vi o juiz disse + ou – assim “os devedores estão inadimplentes há anos, não pagam, não mencionam como vão pagar. ou seja, anular a execução extrajudicial neste contexto é só adiar por uma questão burocrática o que fatalmente vai voltar a acontecer”.
          É diferente de quando a inadimplência é de poucos meses, o devedor deposita as parcelas em Juízo e/ou faz uma proposta decente de como pagar os atrasados.

          3+
  • MARK 28 de setembro de 2017 at 23:18

    O preço nos leilões ainda é uma viagem, preços de FINGEZAP, com raras exceções. Estava pensando estes dias no que vão fazer com a quantidade de imóveis que vem sendo construídos. Vejo umas casas sobrepostas ridículas, com salas de 2m de largura com o rebaixo da escada (da outra casa) sobre a porta que dá acesso à cozinha, quartos minúsculos, . Quem vai comprar uma coisa dessas num bairro razoável? A classe média não vai, o pobre não vai, o renda baixa não se enquadra nesse perfil. Será que vão acabar tendo que ser demolidas para construir outras, como fazem em Portugal? Conheço uma que faz 5 anos que está a venda e… NADA!

    12+
    • avatar
    • avatar
  • JJJ_brasilia 28 de setembro de 2017 at 23:26

    Tava lendo no outro lado da rua e olhe o que apareceu:

    Hidden (aquele)
    Muito bom, parabéns !!!
    A esse respeito, coloco dinovo link prum artigo do valor… se algum bolhardarios tiver acesso completo peço disponibilizar o texto!!!
    Diz bem o que o dono do bolhudo paga, e na verdade o que leva, a dívida

    Segue o texto:
    Quando o sonho da casa própria virou um contrato
    derivativo
    Por Fernando Torres
    Fim de semana de sol. Família reunida no estande de vendas de um novo
    prédio no bairro. As crianças, inquietas pela demora, correm para lá e para cá.
    O casal, claramente ansioso – trata-se de uma das decisões mais importantes
    da vida -, acaba de assinar a papelada. É quando o corretor declara:
    “Parabéns! Vocês são os felizes proprietários de um derivativo imobiliário”.
    A cena é conhecida dos brasileiros, com exceção da parte final da frase do
    corretor.
    A maioria das pessoas nessa situação tem certeza de que acabou de negociar a compra de um imóvel e até sente que ele já é um pouco seu, embora ainda esteja na planta. Saem para comemorar, recebem os parabéns de amigos e familiares e já começam a planejar possíveis reformas e decoração.
    Mas um grupo de técnicos em contabilidade acaba de jogar água no chope dessa festa.
    A pedido do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC), eles se reuniram em Londres este mês, analisaram relatos sobre a realidade do mercado imobiliário brasileiro e concluíram que, quando assinam esses papéis no estande de vendas, as pessoas passam a ter controle apenas sobre esse contrato, e não sobre o apartamento escolhido.
    O entendimento deve provocar uma mudança relevante na contabilidade das incorporadoras imobiliárias brasileiras, que devem ter que adiar o reconhecimento da receita para o momento da entrega das chaves.
    Além de gerar opiniões contra e a favor, a manifestação do Ifric – comitê de interpretações das normas contábeis IFRS que chegou a essa conclusão – deveria levar a uma reflexão sobre as transformações ocorridas neste mercado nos últimos anos.
    Longe de ter a qualificação técnica dos integrantes do órgão, este colunista havia comparado, em janeiro de 2014, neste mesmo espaço, a compra de um imóvel na planta no Brasil com um contrato futuro de Ibovespa.
    Não fiz nada demais. Apenas descrevi um fato que era observável na prática. Naquela época e nos anos anteriores, quando os preços dos imóveis só subiam, muitas pessoas deixaram de tratar aqueles contratos como compra de imóveis e viam neles uma forma de ganhar rios de dinheiro se alavancando no mercado imobiliário. E tiveram muito sucesso por um bom tempo.
    O valor a ser pago até a entrega das chaves, normalmente de até 30%, se assemelha, em termos conceituais, à margem de garantia que se deposita para negociar na BM&F (embora não se exija ajuste diário).
    O comprador, ou melhor, investidor, não precisa ter todo o dinheiro disponível (e nem o desejo de comprar o imóvel) para ter direito a 100% da valorização sobre o preço do imóvel (ou o valor nocional no caso do derivativo).
    Em um exemplo: para participar da valorização de um imóvel de R$ 300 mil, a pessoa precisava ter R$ 90 mil. Se o preço do imóvel aumentasse 30% entre o lançamento e as chaves, o que era até uma previsão conservadora naquela época, se vendia o imóvel por R$ 390 mil.
    Do ponto de vista do comprador, o resultado era um lucro de 100% sobre os R$ 90 mil alocados, sem considerar os custos de transação, que apesar de serem bastante elevados nesse mercado, eram mais do que compensados.
    Quando escrevi isso em 2014, eu chamava atenção para os riscos, que não pareciam bem avaliados, sobre a hipótese contrária, de o comprador estar sujeito à desvalorização sobre 100% do preço do imóvel, que poderia mais do que destruir o valor desembolsado até a chave.
    A realidade veio então demonstrar que, como ensinaram Carmen Reinhart e Kenneth Rogoff, não é uma boa estratégia apostar que “dessa vez será diferente”, como fizeram empreendedores deste mercado, corretores e os bancos, que diziam que, após dispararem, os preços dos imóveis iam voltar a acompanhar a inflação.
    Sem entrar na polêmica discussão sobre o termo “bolha”, os preços de casas e apartamentos no Brasil acabaram seguindo um padrão semelhante ao que se observou em diversos outros países com séries históricas desses dados. Longos períodos de valorização de residências acima da inflação são seguidos de um ciclo de queda dos preços reais, com uma estabilização em um nível acima do observado antes.
    Conforme dados do índice FipeZap, os preços dos imóveis em São Paulo caíram 14% em termos reais desde o pico em agosto de 2014. O índice do Banco Central (BC), baseado no valor dos imóveis dados em garantia, mostra comportamento semelhante: queda de 22% em 36 meses. Essa baixa veio mostrar aos incorporadores imobiliários, muito antes de o Ifric dizer qualquer coisa, que muitos dos investidores que eles achavam que tinham comprado seus apartamentos na planta anos atrás viam aqueles instrumentos (ainda que sem total clareza) não como um contrato de compra tradicional e sequer como contrato futuro (pelo qual estariam sujeitos à desvalorização integral), mas sim como opções de compra – um outro tipo de derivativo.
    Quem compra uma opção desembolsa uma fração do valor do ativo de referência que pretende comprar, de valor conhecido antecipadamente, e tem o direito, mas não o dever, de comprar o tal ativo.
    Com os preços em queda, os investidores simplesmente desistiram das aquisições. Ao julgar os casos de distratos, em que obriga as incorporadoras a devolver aos compradores parte relevante dos valores pagos antes da entrega das chaves, a Justiça brasileira acabou referendando essa característica de opção – uma vez que a perda a que está sujeito o (candidato a) comprador é limitada.
    Aliás, a falta de poder da incorporadora imobiliária de exigir do comprador o pagamento referente ao percentual executado da obra, uma vez que ele pode desistir a qualquer momento e receber boa parte do dinheiro de volta, teve peso relevante na decisão do Ifric de dizer que as incorporadoras não podem mais reconhecer a receita da venda desses imóveis ao longo da obra, como é a prática histórica do setor.
    Apesar de não negarem a realidade descrita acima, as empresas e também a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) entendem que essa mudança na contabilidade vai levar à produção de balanços que não espelham a realidade do negócio dessas empresas.
    Mas será que a essência desse mercado não mudou nos últimos anos, após todos esses acontecimentos? Uma possibilidade é que existam situações diferentes para o mesmo contrato. Um para o investidor (disposto a distratar se não tiver lucro à vista) que o encara como opção, e outra para o comprador final que deseja morar e só vai distratar se realmente perder o emprego ou algo do tipo.
    Além das questões acima, o episódio talvez deixe outras duas lições para os agentes do mercado brasileiro: não terceirize decisões que considerar muito importantes; e não pergunte se não estiver disposto a ouvir a resposta.
    Fernando Torres é repórter de S.A.

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • perdido no rio 29 de setembro de 2017 at 01:38

      O texto está completo. O site é bem feito, não consegui copiar o texto nem olhando o código-fonte.

      5+
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 29 de setembro de 2017 at 08:55

      Concordo com os contabilistas

      Se é necessário declarar no IRPF o imóvel somente após o recebimento das chaves, do lado da incorporadora eles não deveriam incorporar o lucro da venda antes da entrega da chave.

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 29 de setembro de 2017 at 00:46

    Aprovada resolução que libera risco na previdência privada.
    Mudança permite que fundos invistam até 100% em ações e também cobrem taxa de performance…

    em multimercado, multifundos, cambio, ações etc….etc etc (tipo ligs, fundos imobiliarios, estrangeiros, COE, Bonds, etc)…
    Imobiliario
    http://www.diariodolitoral.com.br/sindical-e-previdencia/aprovada-resolucao-que-libera-risco-na-previdencia-privada/104193/
    (imaginem um fundo na caixa pra onde vai)

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 29 de setembro de 2017 at 09:07

      Sinistro…
      Se continuar assim, o negócio do futuro vão ser câmaras de eutanásia, porque chegar na terceira idade e morrer vai ser a mesma coisa.

      9+
      • avatar
      • Alemon Fritz 29 de setembro de 2017 at 09:16

        sim, o negócio é investir em Jazigos. Já faço a previsão que os Fundos de Previdencia vão mergulhar de cabeça e depois aparece o prejuizo. os 2 fundos de Previdencia do DF vão ser fundidos pois um está dando prejuizo. por ex. outro otário paga.

        5+
        • avatar
        • avatar
  • Alemon Fritz 29 de setembro de 2017 at 09:02

    demanda
    ONU considera aceitável 10 homicídios por 100 mil habitantes; Rio de Janeiro tem 40 e Pernambuco, 57 por 100 mil.
    valor econ

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 29 de setembro de 2017 at 09:15

      ou seja… menos demanda REAL por tijolos.

      o que temos demanda mesmo é para bocas de fumo, mócada para sequestrados, lajes e puxadinhos nos terrenos invadidos.

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Lucas 29 de setembro de 2017 at 12:33

      longe de mim defender organização esquerdista mas a ONU nunca diria uma barbaridade desta, aceitável é ZERO segundo qualquer especialista sério.

      o que se diz do tal 10 por mil é que é um marco, uma taxa onde estão os países mais civilizados com bom sistema de segurança, são lugares onde, vamos dizer assim, se pode andar +tranquilo.

      o problema disto é a pesquisa distorcida, na região norte mesmo, cadê o corpo da inglesa do caiaque???
      joga no rio e já era, os peixes comem, isto dito pra qualquer estado brasileiro acima do paralelo 23° incluindo Guarulhos-SP e uns outros cantos por aí
      mesmo no hell de janeiro, como vão computar o pessoal que some no microondas??? acidente?

      Em SP, na ZL, Guarulhos, em diadema, nas favelas da baixada santista a quantidade de desaparecidos é imensa, todos acidentados???
      Nem SP o unico Estado abaixo dos 10 por mil esse numero é confiável, imagina no farnordeste

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 29 de setembro de 2017 at 09:24

    Prefeitura de Taboão cria o maior programa de regularização de imóveis da cidade

    que consiste na regularização de edificações irregulares ou não licenciadas mesmo que não cumpram integralmente as disposições do Código de Obras e Edificações, kkkkk kkkk
    da a oportunidade das pessoas terem seu Habite-se…. (e pagar iptu etc..)

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • rafa_fv 29 de setembro de 2017 at 13:38

      Não sei como é em Taboão, mas as prefeituras não costumam perder dinheiro, se não for dentro de uma ‘comunidade'(favela) independente de estar regular ou não o IPTU é cobrado. Para isso servem os levantamentos que os técnicos fazem nos imóveis ou mesmo via satélite, tanto é assim que a Receita Federal emite a CND(regularização do ISS) para quem for lá com os últimos 5 anos de IPTU pago.

      2+
  • Alemon Fritz 29 de setembro de 2017 at 09:26

    Mais de 50% dos imóveis urbanos no Brasil estão com algum tipo de irregularidade.

    aproximadamente 100 milhões de pessoas que moram em imóveis irregulares……

    http://www.acritica.net/editorias/geral/mais-de-50-dos-imoveis-urbanos-no-brasil-estao-com-algum-tipo-de/242180/
    (e ainda dizem que a demanda seria de 6 milhoes…kkkk

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 29 de setembro de 2017 at 09:30

      Sim.
      Há demanda por imóveis? Claro.
      Mas por esse tipo de imóvel. Construído sem engenheiro, em terreno irregular, com ajuda dos vizinhos, sem saneamento básico, sem habite-se com gato-luz e gato-net.

      Não por pombais de 300 mil erguidos na casa do carvalho com materiais de quinta categoria e varanda gourmet.

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 29 de setembro de 2017 at 10:07

      No trimestre, houve aumento de 2,1% dos trabalhadores por conta própria, com mais 472 mil pessoas, totalizando 22,8 milhões de pessoas nessa categoria. E foi registrado crescimento de 286 mil pessoas sem carteira assinada, com um total de 10,8 milhões de ocupados sem carteira no país.

      5+
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 29 de setembro de 2017 at 10:10

      O mercado de trabalho deu sinais de melhora no segundo trimestre, mas puxado pelo aumento do subemprego. A taxa de subocupação cresceu 10,9% dos primeiros três meses do ano para o segundo trimestre, passando de 5,2 milhões para 5,8 milhões de trabalhadores, informou o IBGE.

      3+
      • avatar
      • Zé do Brejo 29 de setembro de 2017 at 10:21
        • rafa_fv 29 de setembro de 2017 at 13:45

          Por falar nisso no caminho para o trabalho passo em frente a uma delegacia e recentemente vi aqui na região uma onda de carros queimados, todos em datas diferentes(3 ou 4 dias de diferença), não sei se é coisa de ladrões ou golpe no seguro mesmo. Também não sei se é porque nossas carroças são uma joça ou se é coisa profissional mesmo, mas não sobra nada intacto.

          1+
          • avatar
          • Zé do Brejo 29 de setembro de 2017 at 14:13

            Em períodos de crise, os golpes contra seguradoras sobem assustadoramente.
            Maneira rápida/fácil de tentar dar liquidez ao seu passivo.
            Alguém aqui disse que teriamos queimadas de RAILUKS Brasil á fora? Estamos quase lá.

            4+
  • Zé do Brejo 29 de setembro de 2017 at 09:58

    É a economia dando sinais de recuperação… kkkkk
    https://economia.uol.com.br/empregos-e-carreiras/noticias/redacao/2017/09/29/desemprego-pnad-ibge-julho-a-agosto.htm
    E a bolsa entre 73k e 75k, claro, esse patamar é SUPER sustentável sim, PODE CONFIAR!!!

    6+
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 29 de setembro de 2017 at 10:36

      Segundo o balanço realizado pelo Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS), o ano de 2016 registrou uma perda de 1,37 milhão de beneficiários de plano de saúde. O Sudeste foi a região responsável pela retração e segundo o indicador, apontou queda de 79,9% das perdas na comparação com as demais regiões, ou seja, mais de um milhão de consumidores deixaram de pagar por convênios médico-hospitalares.

      http://economia.ig.com.br/2017-01-24/plano-de-saude.html

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • perdido no rio 29 de setembro de 2017 at 11:06

        Planos de saúde ão uma das maiores máfias do país (junto com transporte urbano, vide o caso do Hell).

        CVR OFF
        Com IPCA de 12 meses <3%, reajuste autorizado aos planos pela ANS foi de 13%. Conhecido que é microempresário teve plano reajustado em mais de 20%. Foi negociar com a operadora e descobriu que o reajuste para PJ é livre, não tem regulação. Resultado: mudou de operadora (não pode deixar equipe sem plano). Esses 13%+ de reajuste em um cenário onde salários estão congelados pode ter sido um dos fatores determinantes.

        É um ato de coragem abrir PME no BR, pqp. Já pensei muito em empreender aqui, mas isso me desanima completamente.

        14+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Zé do Brejo 29 de setembro de 2017 at 10:24
    • Lucas 29 de setembro de 2017 at 12:24

      desde o plano real, mesmo na merda nunca deixie de ter plano de saúde, meu gasto com planos subiu exatos 1.000%
      100x mais, se custava $10 itamars, hoje custa 1.000 mil temers
      – um aumento 5x maior que o salario-mínimo.

      va-lá dizer que o plano atual é muito melhor que a medicina evoluiu e hoje praticamente tudo tem ou curo ou tratamento, de lá pra cá, tenho 2 diagnosticos na familia que na época nem existiam, ninguem conhecia, o do talamo e um outro, esse outro acabo de descobrir me dá direito a comprar um auto sem IR.

      fica a dica pro povo bobo que acredita em idependencia financeira, a tal IF não existe, vamos ter que trabalhar até morrer, ou aceitar queda na qualidade de vida, ou ficar pra trás da sociedade que evolui

      (em tempo, toda semana tenho exame pra fazer, dinheiro bem gasto do meu ponto de vista pessoal, só não vou +no médico de preguiça, tenho n questões a resolver ainda, o phoda é que nem todos os procedimentos e exames são cobertos)

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • indiobolhista 29 de setembro de 2017 at 10:45

    Nosso Brasil brasileiro tem uma praga de noticias do tipo: Traficante se irrita com gerente e metralha rede de fast food no RJ, link da noticia
    http://www.meionorte.com/noticias/policia/traficante-se-irrita-com-gerente-e-metralha-rede-de-fast-food-no-rj-326776 ….. de jeito nemhum ajuda na supravalorizaçao acontecida nos ultimos anos, é o hell mesmo, até onde vai chegar cenas como essa, até parece um remake da cena um dia de furia, cena do filme que falei https://www.youtube.com/watch?v=VxBOOii8cXg

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 29 de setembro de 2017 at 11:02

      Igualzinho mesmo!
      Nosso país é fictício, sempre falo isso.
      Imita a ficção e ainda supera.

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • sefazpiauidf 29 de setembro de 2017 at 10:47

    Alemon Fritz

    quem ganhou e perdeu:
    -Correios encerram serviços de Banco Postal em 1.800 cidades
    http://veja.abril.com.br/economia/correios-encerra-servicos-de-banco-postal-em-1-800-cidades/

    3+

    Correios??? kkkkkkk Aquilo lá tá uma zona. Esses dias estavam ameaçando de não pagar o salário no dia.
    Não demora muito vai ser privatizado.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 29 de setembro de 2017 at 10:55

    Depois de uma leilão com 209 imóveis em Minas Gerais que não recebeu nenhum lance
    https://www.gpleiloes.com.br/index.php?home=1&pg=leilao&idleilao=1260

    a Caixa Econômica Federal lançou mais um leilão com 191 imóveis
    https://www.gpleiloes.com.br/index.php?home=1&pg=leilao&idleilao=1295

    AGORA VAI !!!

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 29 de setembro de 2017 at 11:03

      Acessos: EXCELENTE

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Zé do Brejo 29 de setembro de 2017 at 11:08

        Lances: HORRÍVEL

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • DouglasteR 29 de setembro de 2017 at 11:10

          Situação: OCUPADO POR MOTUMBO 666 Bricklover

          5+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Juros Lover BSB-BH 29 de setembro de 2017 at 11:24

            Esses imoveis ocupados ferram os leiloes…Ou os bancos descem muito o valor minimo ou tenham o trabalho de expulsar os bricklovers dos pombais…

            17+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • Knolan 29 de setembro de 2017 at 11:41

              Sim, preços estão ridiculos ainda.
              64m por 250k. Faz-me rir. Pago isso nem em negociação direta, que dirá num leilão com bichinho da goiaba

              21+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
  • Leonardo M. 29 de setembro de 2017 at 11:53

    CVR

    Chapecoense vendendo AP mobiliado por R$175mil
    Mandei R$120mil avista sem a mobília

    O cara me manda:
    “Você deve ser humorista, me arruma uns 10 apartamentos nesse preço que eu compro”

    Aí eu tive que responder né? Afinal o sangue subiu
    “Arrumo, mas você tem R$1.200.000,00 na sua conta para pagar pelos 10 aps?”
    “Eu quero comprar o AP, o que tem dentro dele não me interessa. Aliás não quero mais, arda”

    34+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 29 de setembro de 2017 at 11:59

      Não fica chafurdando na lama com esses lixos.
      Daqui a pouco está todo sujo.
      Fez oferta, rejeitou, esquece. Não vale a pena nem estender a conversa.

      22+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Leonardo M. 29 de setembro de 2017 at 12:12

        Sangue subiu

        Quero ver quem tem R$175k na mão
        Ninguém tem mais $$$$$
        O máximo que vai achar e gentr querendo financiar, mas se os bancos não tão soltando mais dinheiro então quem comprará?

        13+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Knolan 29 de setembro de 2017 at 13:24

      Eu costumo responder educando: “é que meu irmão comprou um ap de [maior e mais bem localizado] por 160, na crise atual me parece um bom negocio, se vc tivesse aplicado esses 120k na bolsa 1 ano atrás, hj teria xxx, xx”.
      Faz o 666 pensar, especialmente pq imóvel melhor foi vendido no preço que ele pede.
      Mas ja trollei tb. Imóvel aqui próximo, faixa de direto com o proprietario. Liguei, descreveu a casa e falou “1 milhão”
      Gargalhei alto alguns segundos e desliguei

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Oliveira 29 de setembro de 2017 at 12:02

    CVR
    Colega comentou que comprou – com a noiva – Casa (usada) na ZL-SP, 600k todo feliz, pela “oportunidade única”
    pois vai sair do aluguel com mãe (que paga outro aluguel) e vai ter uma verba da mãe para ajudar
    na compra. Ao notar que o processo de financiamento ainda está em avaliação na caixa e da possibilidade que ele
    ainda teria em se livrar em caso de uma recusa da caixa – pelas novar regras -, não pude me conter de tentar alertá-lo,
    sem sucesso, sobre o mercado, a distorção de preços e
    correção no mercado, risco da alienação fiduciária, risco da TR sabotar a simulação da parcelinha “decrescente”.
    foi em vão, perda de tempo…

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Brazil mode OFF 29 de setembro de 2017 at 12:09

      Situação complicada né…
      Eu fico pensando na hora: Ajudar o amigo com informação a respeito desse mercado e criar uma certa “inimizade” ou deixar arder?

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Antigo 29 de setembro de 2017 at 12:12

      Não precisa avisar, logo o gerente da Caixa responsável pelo financiamento liga dizendo que a Central não aprovou a proposta dele.

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Brazil mode OFF 29 de setembro de 2017 at 12:15

        O que seria uma sorte imensa dele… rs

        17+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Lucas 29 de setembro de 2017 at 12:16

    DELAÇÃO DO CESAR

    sabe o que explica o lucro recorde da CEF, olha essa noticia
    http://www.valor.com.br/brasil/5137478/governo-central-tem-deficit-primario-de-r-9599-bilhoes-em-agosto

    “Dividendos O governo federal teve uma receita de R$ 336,2 milhões em dividendos de empresas estatais em agosto, o que contribuiu para o resultado das contas do governo central. O maior pagador de dividendos foi o Banco do Brasil, com R$ 297 milhões. No mesmo mês do ano passado, foram pagos R$ 249,4 milhões em dividendos pelas estatais. No acumulado” … cresceu 300% em relaçao ao ano passado

    E pode esperar +dividendos da CEF, +leilões
    descobrir um santo pra cobrir outro

    E o resultado, conforme o CA previu, vem adiantando nada
    Déficit continua alto, mas estável, rumo aos 100% e além
    http://www.valor.com.br/brasil/5138824/setor-publico-registra-deficit-primario-de-r-9529-bilhoes-em-agosto

    SUA DELAÇÃO vai nesse sentido, vc viu esse movimento antes de todo mundo.
    eles lá no governo estão na maior queda de braço, inclusive hoje no mesmo jornal valor, publicam a noticia que encontraram audio do Joesley +deputado do PT +Procurador da Republica, com intuito de dar um golpe no vice corrupto que eles mesmos elegeram, longe de mim defender o vice, não votei nele, apenas observando os movimentos e seus efeitos no PMJ.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 29 de setembro de 2017 at 12:22

      obs: no jornal valor agora deram pra usar esse termo “governo Central”, que boxta seria essa….

      4+
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 29 de setembro de 2017 at 12:24

        governo central é o tesouro nacional
        tem os tesouros estaduais e municipais

        5+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Lucas 29 de setembro de 2017 at 13:38

      relendo agora não ficou claro o finalzinho
      estou dizendo é que o Vice precisa mostrar serviço pra se justificar no poder frente às denuncias, uma delas, apresentar contas saudáveis, daí sugar os dividendos de suas controladas, via maquiagens que o cesar delatou.

      3+
      • avatar
  • Alemon Fritz 29 de setembro de 2017 at 12:20

    kkk, ardeu
    Vereadores de Itajaí aprovam aumento de até 150% no IPTU.

    6+
    • avatar
    • avatar
    • Oliveira 29 de setembro de 2017 at 12:24

      poxa acho que seria bom uma compilação de noticias de aumento de iptu.

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 29 de setembro de 2017 at 12:28

        ontem coloquei num post … já foram mais de 10 cidades essa semana…

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Brazil mode OFF 29 de setembro de 2017 at 12:26

      eles estao “prevendo” uma queda grande nos precos, por isso correm para aprovar o aumento ja que é baseado no valor venal do imovel.
      Confere produção?

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Oliveira 29 de setembro de 2017 at 13:02

        O que acontece com o iptu se o imóvel for vendido abaixo do valor venal ?

        2+
        • avatar
        • Knolan 29 de setembro de 2017 at 13:25

          Para alterar o valor, Salvo engano, vc tem que entrar com requerimento na prefeitura para revisão do valor venal do imóvel

          2+
          • avatar
      • rafa_fv 29 de setembro de 2017 at 14:03

        Brazil é mais ou não é, na verdade de uma forma geral até onde eu saiba não estão aumentando o IPTU, aumentar o IPTU consistiria em aumentar a alíquota em X%, estão sim revisando a base dos valores venais para mais próximo do que os proprietários dizem que vale.
        Se vale 1 milhão então pague sobre o que vale, kkk

        7+
        • avatar
        • avatar
        • rafa_fv 29 de setembro de 2017 at 14:05

          Não concordo nem defendo os impostos, mas ficar com mimimi, pois aumentaram o valor venal eu acho uma piada.

          1+
        • Lucas 29 de setembro de 2017 at 14:16

          rafa, o problema é que a especulação atingiu só 5% do PIB, digamos assim, 5% dos imóveis

          e o velhinho que mora a 30 anos no bairro? paga com sacrificio suas contas
          e eu que comprei por valor justo metade do valor que dizem que vale???

          vamos nós pagar a conta de meia duzia de espertinho/otário???
          o aumento indiscriminado afeta todo mundo, o calculco do IPTU é por bairro/região, abre lá seu Iptu e veja.

          8+
          • avatar
          • avatar
          • rafa_fv 29 de setembro de 2017 at 16:39

            Lucas eu até concordo em parte com o que você fala, mas só em parte, pois a bolha atingiu a mentalidade da população como um todo, seja na periferia ou na região mais central. Até mesmos os velhinhos acreditam que vale de milhão para mais, como já disse ainda busco uma casa com preço justo no bairro que estou locando, nisto cruzei com vários neste perfil, imóvel caindo aos pedaços, alguns que não considero habitáveis, terrenos pequenos e com preços entre 800k e 1,2k.
            Não conheço nenhum proprietário que diga que vale valores próximos da realidade. Falei no sentido de uma volta forçada a realidade, by brute force.

            7+
            • avatar
            • avatar
  • Nelson Schadenfreude 29 de setembro de 2017 at 12:30

    Esse maldito blog me deu vontade de dar uma olhada nos balanços do FGTS. Resultado: perdi minutos preciosos da minha vida. Mas monte uma tabelinha com a participação de algumas categorias de ativos nos ativos totais do fundo, desde 2007. Resultado:

    2007 37.9% 26.4% 0.0% 43.6%
    2008 40.7% 27.8% 4.3% 43.0%
    2009 40.0% 28.4% 6.3% 43.6%
    2010 41.1% 30.9% 7.5% 42.3%
    2011 45.5% 36.7% 8.6% 36.5%
    2012 47.0% 39.3% 9.5% 34.0%
    2013 49.0% 42.2% 9.4% 31.2%
    2014 49.4% 42.6% 9.1% 30.9%
    2015 52.4% 45.7% 8.3% 33.7%
    2016 55.0% 48.0% 7.0% 30.5%

    1a coluna: Financiamentos do setor público (grosso é repasse para a Caixa)
    2a coluna: Financiamentos do setor público – habitacional. É a parte da 1a coluna direcionada a créditos habitacionais (Caixa)
    3a coluna: FI-FGTS e assemelhados. Dinheiro que o PT e PMDB desviaram do FGTS para financiar empreários amigos.
    4a coluna: títulos público federais.

    Já dá para ver um refluxo no FI-FGTS, que está na mira dos investigadores. Agora, reparem que a parcela de crédito imobiliário saiu de 26% em 2007 para quase 50% em 2016. E não quero nem imaginar qual foi a deterioração da qualidade desse crédito.
    Acho que daqui não sai muito mais crédito direcionado. Por um bom tempo.

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • fanfarraum 29 de setembro de 2017 at 14:17

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Nelson Schadenfreude 29 de setembro de 2017 at 12:31
  • EngenheiroDF 29 de setembro de 2017 at 12:32

    duplex de 115m2 no coração de Brasilia, hotel bonaparte! Só 500 reais de aluguel !!

    http://www.wimoveis.com.br/propriedades/cobertura-duplex-mobiliada-alto-padrao-2929947861.html

    Ai vc confere o condomínio e descobre mais 4.000 reais por mes!!!! Quer dizer, pra cada mês que esse feliz proprietário não consegue alugar esta jóia, ele precisa de 8 meses alugados apenas pra empatar com o prejuízo no condomínio (to deixando de lado iptu e outros custos). 3 meses de vacância significa 2 anos de condomínio rasgando o couro dele. Certamente esse proprietário aceitaria alugar por 1 real essa bomba e se livrar dos 4 mil por mês de condomínio, mas ele deve ter que fazer mais que isso: vai ter que fazer uma proposta de, por exemplo, dividir o condomínio com o sujeito que alugar, ele vai ter que pagar pra alguem morar no que é dele.

    E tem que chame esse investimento de ATIVO!!!

    27+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Nelson Schadenfreude 29 de setembro de 2017 at 12:36

      Bom, pode ser uma excelente maneira de lavar dinheiro. Se considerar que o dinheiro veio fácil…

      7+
      • avatar
      • avatar
      • Nelson Schadenfreude 29 de setembro de 2017 at 12:37

        O hotel onde o José Dirceu ia “trabalhar” depois de ser libertado da pena do mensalão era de uma offshore panamenha no nome de um laranja. Mas provavelmente era do próprio.
        Deve ser triste ser dono de hotel e passar os dias na Papuda…

        13+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Lucas 29 de setembro de 2017 at 12:59

      E tem quem acha que 100% é limite de alguma coisa

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Lucas 29 de setembro de 2017 at 13:07

      Umas das razões do superestoque de imóveis foi (ou é) a lavagem de dinheiro.

      Somente aceita ter prejuízo contábilmente falando quem precisa justificar renda auferida em atividade ilegal, põe aí contrabando, trafico, politica, pirataria, e tudo mais do qual o BR é “rico”.

      Esses ilegais vão abrir algo que lhes dê retorno rapido em dinheiro, uma boate/bar/restaurante, um posto de gasolina com LAVA JATO, imóveis/hoteis, jóias/ouro/prata, um mercadinho de bairro, … tem pra todos os gostos e bolsos.

      Posto isto, digo que é muito difícil ganhar dinheiro no mercado imob por prazo longo, ou uma casa noturna, me digam o nome de 1 com mais de 20 anos (são raras frente às milhares que se abrem), então, exceto nichos de mercado, situações de exceção tipo copa do mundo e inflagens de bolhas, não se ganha dinheiro bom nisso.

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • fanfarraum 29 de setembro de 2017 at 13:28

      O legal é o aviso:
      Valor do condomínio pode sofrer alteração sem prévio aviso pela administradora

      Do tipo, ir de 4 pra 6k?

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Nelson Schadenfreude 29 de setembro de 2017 at 12:34

    Quando tiver saco, vou fazer coisa parecida com os balanços da Caixa. Para sentir se ainda há fôlego para pedalar. E olhar também as maquiagens nas provisões que o Cesar DF andou reparando.

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Lucas 29 de setembro de 2017 at 13:48

    IMOVEL na harbeck brandão com 300% de valorização

    a quem interessa a bolha imob?
    quem paga?
    de onde veio, para onde vai?:
    do que se alimenta??

    Exclusivo: Imóvel que seria sede do Instituto Lula foi alienado ao Banco da JBS
    Depois que Lula mandou desfazer a compra do imóvel da Haberbeck Brandão, pelo qual a Odebrecht pagou pouco mais de R$ 12 milhões, a empreiteira revendeu a propriedade à Mix Empreendimentos, do empresário William Baida.

    Baida, por sua vez, alienou o prédio ao Banco Original, dos irmãos Joesley e Wesley Batista, levantando dois empréstimos (R$ 28 milhões e R$ 15 milhões) num total de R$ 43 milhões.
    O imóvel foi avaliado em quase R$ 38 milhões. Parece que Lula perdeu um excelente negócio.

    Esse pessoal do antagonista teve uma idéia simples e genial, foram no cartório levantar a papelada e cruzaram os nomes.
    tem tudo lá, banco, JBS, empreiteira, tudo enrolado

    E VC aí querendo comprar sua casinha pra morar com trabalho honesto e não consegue
    tá explicado o porquê???

    aliás festa no AP sumiu hoje né? poruqe será?

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Zé do Brejo 29 de setembro de 2017 at 13:57

    SÃO PAULO deveria seguir os passos da CATALUÑA 😛

    5+
    • Zé do Brejo 29 de setembro de 2017 at 15:43

      Putz, sou o único que acha que deveria dividir essa favela chamada Bananil?

      2+
    • Lucas 29 de setembro de 2017 at 14:13

      tá explicado porque demitiram aquela Gerente Satander que previu a crise ia aprofuindar com a dilma
      tá explicado o Alex ter sido demitido por fazer analises tecnicas no jornalzinho do banco
      tá explicado até aquela pedofilia/zoofilia no Museu no RS com dinheiro da lei ruanê

      tudo mancomunado zé
      Estamos numa Mafiocracia,
      a corrupção politica aparelhou até empresa privada, nesses 13 anos, ou antes…, ou sempre.

      11+
      • avatar
      • avatar
      • Zé do Brejo 29 de setembro de 2017 at 14:18

        Infelizmente TUDO, absolutamente TUDO funciona na base do jeitinho.
        Instituições sérias não conseguem sobreviver no Brasil. Temos um modelo de capitalismo parasital.

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Lucas 29 de setembro de 2017 at 14:56

          já dizia degoule

          7+
          • avatar
          • avatar
  • Lucas 29 de setembro de 2017 at 14:59

    CVR site da zukerman leilões quebra a barreira dos 200 hoje
    no auge da bolha mal passava de 10.

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 29 de setembro de 2017 at 15:00

      200 só em SP capitar

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Brazil mode OFF 29 de setembro de 2017 at 15:17

    CVR

    Sempre comentei com meus colegas de trabalho a respeito dos preços absurdos dos imóveis, mas eu sempre saia da historia como a pessoa que estava errada”, afinal, eram 5 contra 1 na discussão. Até ai tudo bem.

    Essa semana, o meu amigo “investidor” ja comentou que se arrependeu de começar a construir para vender. Nao entrei no assunto, estava de fone de ouvido e fingi que nao escutei.
    Detalhe: ele já comprou todo o material de ACABAMENTO das 2 casas que “começou” a construir.

    Confesso que me senti libertado rsrs

    23+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 29 de setembro de 2017 at 15:33

      HAHAHAHAHAHA nessa briga de 5 contra 1 sempre acaba em gozação… HAHAHAHAHA

      24+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Brazil mode OFF 29 de setembro de 2017 at 16:40

        kkkkkkkkkkk loke

        6+
        • avatar