Em três anos, número de pedidos de falência e recuperação judicial dobra na construção civil de SC – ClicRBS

O salto de 322 para 639 solicitações é encarado pelo setor como uma demonstração do agravamento da crise econômica, que afeta diretamente o poder de compra da população e, consequentemente, o caixa das empresas da construção civil.

— A crise tem levado empresas a atrasar o cronograma de obras e a entrega. Afeta o setor porque não há venda e precisa de recurso pra dar ritmo à obra, com regularidade. Sem comercialização, a construtora é obrigada a diminuir o ritmo pra ter equilíbrio no fluxo de caixa.

Matéria completa em http://dc.clicrbs.com.br/sc/noticias/noticia/2017/04/em-tres-anos-numero-de-pedidos-de-falencia-e-recuperacao-judicial-dobra-na-construcao-civil-de-sc-9782822.html

5+

Você pode gostar...

Comments
  • EngenheiroSP 29 de maio de 2017 at 11:47

    Mais uma matéria que tenta colocar os pobres coitados do ramo boboliário como cruéis vítimas de uma crise da qual eles não tem nenhuma responsabilidade.

    Agora me surpreende o seguinte:

    “— Já compramos todos os móveis, está tudo lá encostado, tem móveis pagos em lojas e não posso usar — diz Cavilha.”

    O que uma pessoa tem na cabeça pra comprar um móvel se não tem nem onde colocar? O planejamento do 666 é impressionante

    49+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • CA 29 de maio de 2017 at 11:49

    Sobre o tópico:

    Como sempre digo, uma inversão entre causa e consequência.

    Foi a bolha imobiliária que impulsionou a crise, de diversas formas, dentre elas:

    1) Aumento anormal de preços de imóveis residenciais para venda e aluguel, roubando parcela cada vez maior da renda das famílias e levando-as a super-endividamento e inadimplência anormais, causando quedas no consumo;

    2) Aumento anormal de preços de imóveis comerciais para venda e aluguel, levando diversos negócios a não abrirem por não serem viáveis e muitos outros a fecharem as portas;

    3) Recorde histórico de imóveis “nem-nem”, nem vende, nem aluga. Perda relevante de liquidez para proprietários, mais uma vez, roubando sua capacidade de gastos que ajudariam a economia a girar;

    4) Emprego da construção civil que já começou a desacelerar muitos anos antes da crise na economia aparecer e que se devia ao esquema das vendas FALSAS na planta levando a um volume absurdo de distratos, o que causava a distorção anormal entre oferta e procura e a queda anormal nos lançamentos;

    5) Com tudo que consta acima, como consta no tópico, cada vez mais construtoras quebrando e transferindo parte dos problemas para bancos, que ao mesmo tempo possuem um volume cada vez mais anormal de inadimplência do crédito imobiliário (segundo BACEN, 233.000 contratos de crédito imobiliário com inadimplência acima de 90 dias, quase o dobro do estoque com construtoras que ao final de 2016 era o suficiente para 3 anos de vendas). Esta situação, junto com inadimplência anormal para o consumo, sendo um dos motivos para os bancos manterem juros finais muito elevados, mesmo quando a SELIC já vinha em queda;

    6) Voltando um pouco mais no tempo, o aumento intenso no pedalar por Dilma a partir de 2012 ocorreu exatamente porque este foi o pior ano de todos os tempos para o segmento imobiliário, ou seja, nossas distorções sob o ponto de vista fiscal também foram fortemente intensificadas em função de nossa bolha imobiliária.

    Existem muito mais evidências do quanto foi a bolha imobiliária quem alimentou a crise na economia, mas as AMOSTRAS acima já são o suficiente para demonstrar esta relevância da bolha como CAUSA dos problemas e não consequência. Deixem eles continuarem a inverter a realidade, não muda em nada os problemas, o que está acontecendo agora é só uma “retribuição” da economia para o segmento imobiliário pela bolha que eles tanto ajudaram a fazer crescer de forma absolutamente anormal…

    59+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 29 de maio de 2017 at 12:41

      do TÓPICO PASSADO
      “novo velho governo dilmo”
      by CA

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • antifragile 29 de maio de 2017 at 11:51

    CVR Não existe bolha

    Amigos, eu fico impressionado com a NEGAÇÃO da existência da bolha imobiliária ao nosso redor.

    Não só da população de um modo geral, como também dos mais “esclarecidos”, aqueles supostos profissionais que lidam DIRETAMENTE com imóveis.

    Na minha família, eu tenho três tios engenheiros civis. Dois são donos de pequenas construtoras, e o terceiro é braço direito do dono de outra.

    Todos os três NEGAM a existência de uma bolha imobiliária. Dizem que é tudo causado pela crise econômica, que o pessoal “só não tem dinheiro pra comprar”, mas que não há bolha. Para eles, tudo retornará ao normal tão logo a crise acabe.

    Entretanto, apesar de não ser um insider como eles, eu tento fazer meu dever de casa. E quando eu mostro argumentos contrários, eles logo desconversam e mudam de assunto. Ficam visivelmente desconfortáveis. Parece que é um tema espinhoso para eles.

    Esse final de semana eu descobri que essa negação não acontece só com engenheiros civis.

    Aniversário de um amigo meu. Maioria dos convidados são jovens, na faixa dos 30 anos, médicos, advogados e outros profissionais ricos e bem sucedidos. Pelo menos na aparência.

    Um deles é o ex-gerente da minha agência do Bradesco.

    Muito competente e carismático, com MBA em gestão financeira, rapidamente ele subiu na carreira e hoje comanda uma agência Prime.

    Infelizmente (ou felizmente), a minha conta não obteve o mesmo “upgrade”. É que ela é a tal da DigiConta Bradesco, que não paga taxas. Como esse tipo de conta não dá lucro pro banco, continuo na agência de pobre. Pra mim, tanto faz. Só não quero pagar taxa toda vez que faço TED pra corretora.

    Conversa vai, conversa vem, o pessoal da mesa começa a falar sobre imóveis.

    Então pergunto pro gerente Prime: “Fulano, você acredita que houve uma bolha imobiliária?”

    “De jeito nenhum. É tudo reflexo da crise. Os preços estão caindo, mas é pouco. E ninguém está quebrando”.

    “Como assim?”, perguntei impressionado. “E a PDG, a Viver?”

    “Ah, mas é só construtora…”.

    “Que já foi a maior das Américas!”

    Nessa hora ele hesitou um pouco, mas prosseguiu com a sua tese:

    “Quando você diz bolha, eu entendo que se refere a uma quebra dos bancos. E as carteiras de crédito imobiliário dos bancos estão muito saudáveis. O sujeito deixa de pagar o cartão de crédito, o financiamento do carro, mas não deixa de pagar o imóvel em que ele mora”.

    (Nessa hora deu um A Grande Aposta feelings)

    “Como está a inadimplência dos seus clientes?”, perguntei.

    “Não sei te dizer números exatos, mas assim que completa três meses sem pagar a gente já manda pra execução”.

    “O seu banco Bradesco, creio que sim. Mas e quanto à Caixa? Você acredita que o banco que mais concede crédito imobiliário no país pode estar adiando ou maquiando o reconhecimento dos inadimplentes?”

    “Acho que não. Inclusive eles divulgaram recentemente que estão com uma carteira de crédito imobiliário muito saudável”, disse ele.

    Então eu mostrei pra ele uma foto que tirei ontem. É de um condomínio num bairro nobre de Fortaleza. Acho que o prédio não tem nem 14 andares. Com DEZ placas de vende-se.

    “Você não acha que isso aqui retrata bem a existência de uma bolha? Quantas famílias estão enforcadas financeiramente só na quadra desse condomínio?”

    “Pois é, mas faça uma oferta com desconto pelo imóvel dessas famílias. Elas não abaixam o preço”, disse ele.

    “Será mesmo?”, questionei.

    E então novos convidados chegaram à mesa e a conversa acabou tomando outros rumos.

    Abaixo, a foto que mostrei pra ele. Inicialmente eu tinha contado nove anúncios, mas depois dei um zoom e percebi outro menorzinho ali no meio.

    73+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 29 de maio de 2017 at 14:00

      antifragile,

      Muito curioso este trecho:

      “Quando você diz bolha, eu entendo que se refere a uma quebra dos bancos. E as carteiras de crédito imobiliário dos bancos estão muito saudáveis. O sujeito deixa de pagar o cartão de crédito, o financiamento do carro, mas não deixa de pagar o imóvel em que ele mora”.

      Primeiro: carteiras de crédito imobiliário muito saudáveis??? Segundo o BACEN, 233.000 contratos de crédito imobiliário inadimplentes há mais de 90 dias, quase o dobro de todo o estoque de imóveis em poder das construtoras ao final de 2016, que já era o suficiente para mais de 3 anos de vendas. Considerando-se que para vender em leilão demora mais que o dobro do tempo, estes imóveis inadimplentes são o suficiente para mais de 6 anos de vendas!

      Segundo: é exatamente pelo motivo da pessoa deixar de pagar várias outras despesas para manter o pagamento do imóvel, que você tem uma redução sensível e contínua no consumo, como temos observado, assim como aumento anormal da inadimplência. Mais uma vez, são os próprios dados do BACEN que demonstram isto: enquanto de 2010 a 2015 a proporção do crédito imobiliário em relação à renda das famílias dos últimos 12 meses TRIPLICOU, as dívidas para os outros fins em relação à renda teve queda contínua e a inadimplência geral do consumidor medida pelo SERASA cresceu 2,5 vezes mais rápido que no período anterior.

      Terceiro: o cara trabalha em banco e não faz nem ideia dos dados do BACEN que constam acima??? Este é um cara esclarecido, ou um ALIENADO???

      Sobre estes trechos:

      “O seu banco Bradesco, creio que sim. Mas e quanto à Caixa? Você acredita que o banco que mais concede crédito imobiliário no país pode estar adiando ou maquiando o reconhecimento dos inadimplentes?”

      “Acho que não. Inclusive eles divulgaram recentemente que estão com uma carteira de crédito imobiliário muito saudável”, disse ele.

      Então ele confia cegamente no que a CEF diz???

      Ele não sabe do VP da CEF preso por desviar dinheiro do FI FGTS? Não sabe da operação da polícia federal sobre os negócios escusos envolvendo a CEF e a BTG no esquema da compra do Panamericano? Não sabe dos mais de 300 processos na justiça sobre corrupção ligada ao Minha Casa Minha Vida, com vários deles envolvendo a CEF? Não sabe do caso do FII do RJ onde o dinheiro aplicado virou “vinagre” e nunca mais vai voltar para o FGTS? Não sabe da inadimplência acima de 30% do MCMV faixa 1? Não sabe do envolvimento e responsabilidade direta da CEF no rombo bilionário da FUNCEF? Não sabe dos empréstimos a fundo perdido feitos pela CEF para empresas quebradas como PDG e Sete Brasil, sem contar os empréstimos em condições de pai para filho que fizeram para JBS, dentre uma infinidade de outros escândalos e rombos bilionários relacionados à CEF?

      Bem, ele também não deve saber que a CEF faz empréstimos onde aceita simples depósitos na conta corrente como comprovante de renda informal. Não deve saber que a CEF também aceita pessoas para “comprovação de renda” que nunca ajudarão a pagar pelo financiamento imobiliário.

      Como ele também não sabe sobre a inadimplência de mais de 233.000 contratos de crédito imobiliário divulgada pelo BACEN, nem imagina que a CEF sozinha deve responder por 80% disto, ou seja, mais de 186.000 imóveis inadimplentes e que se ela fosse retomar todos eles para colocar em leilão, teria muito mais do que o estoque de todas as construtoras juntas, um absurdo tão grande que só existe em bolha imobiliária!

      Claro, assim como diversos profissionais que atuam em bancos e alguns deles que frequentam e comentam aqui no blog, o melhor mesmo é continuar acreditando cegamente no que a CEF, o BB e o Banco Central dizem, sem ter nenhum espírito crítico, sem buscar nenhuma referência para ver se o que estão dizendo faz sentido, isto é o que chamamos de wishful thinking e permeou todas as bolhas imobiliárias ao redor do mundo, sempre com intensa negação pelos bancos centrais e agentes mais envolvidos de cada país. É claro que a CEF vai divulgar outra mirabolante melhora em seu crédito imobiliário no primeiro trimestre de 2017, graças exclusivamente às suas “mágicas” renegociações, afinal eles precisam manter este UFANISMO a qualquer custo, só que os dados do BACEN quanto ao total de inadimplência do crédito imobiliário acima de 90 dias acabam revelando muito a este respeito, assim como o próprio desespero da CEF em encontrar “N” meios de desovar seu estoque ATUAL (*) e subestimado porque eles ainda não retomaram nem 1/7 de tudo que está inadimplente.

      (*) Desde abrirem empresa abutre própria, até contratar corretores diretamente e oferecer descontos de até 80% como preço inicial de leilão.

      34+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 29 de maio de 2017 at 14:14

        Existe uma corrente de ixpecialistas, que fala que só é bolha quando quebra o mercado financeiro.
        Então deveriam reclassificar a “bolha das ponto com”, pois nenhum banco quebrou com ela
        https://pt.wikipedia.org/wiki/Bolha_da_Internet

        21+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Lucas 29 de maio de 2017 at 17:47

        CA
        isso é irracional
        se a pessoa precisa escolher qual dívida dar calote o melhor é escolher a dívida mais barata, ou seja dar calote no financiamento de imóvel.
        o 666 é bricklover até na desgraça, escolher calotar o ccartão de crédtio fára ele afundar mais rápido, afunfa abraçado nos tijolos
        realmente um caso de amor e paixão pelo motumbo.

        18+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Money_Addicted 29 de maio de 2017 at 14:04

      eh que no caso esses dois personagens q vc relatou dependem disso pra viver 🙂 os eng diretamente e o gerentamente nao tao direto assim, mas eles precisam/tentam manter a aparencia.

      e ainda, aposto q o gerente deve ter um bolhudo com preco fantasia na casa do milhao, vc acha q ele vai dizer q nao vale??

      enfim, deixe-os com seus tijolos magicos e ficamos nos com os nossos juros reais

      [ ]s

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 29 de maio de 2017 at 14:11

      “Uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade”
      Joseph Goebbels
      https://pt.wikiquote.org/wiki/Joseph_Goebbels

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • socrates 29 de maio de 2017 at 20:05

      Muito igual o filme!

      3+
      • avatar
    • perdido no rio 29 de maio de 2017 at 20:25

      o pessoal “só não tem dinheiro pra comprar”
      falando assim, parece um problema simples, não é? 🙂
      kkkk isso foi muito bom!

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Lucas 29 de maio de 2017 at 11:56

    DELAY, olha o delei.

    no BR as correias de transmissão são demasiadamente longas, até falir é burocrático.
    Essas correias ligam os fatos concretos causadores às suas consequencias inescapáveis de forma complexa e longa de modo que pessoas leigas não consigam observar com clareza o que causou o quê.
    Para ter esta visão mais clara, sugiro os longos comentários do CA no post passado explicando a sequencia lógica do elefante na sala, que virou bode, que termina num Temer inviablizado.

    Quanto à essa questão específica de falencias, anos atrás fiz neste mesmo blog um estudo da falencia de 2 grandes construtoras: Encol e Bancoop, inclusive peguei relatos pessoais de pessoas envolvidas. A Bancoop deveria ser a Encol do lulla, mas agora entendemos num enredo de dar inveja à ficção como que a Bancoop se salvou às custas do contribuinte, eu e vcs.

    O gap entre o caixa das empresas se esgotar, se esgotarem todas as linhas de crédito, se esgotatem todas as ajudinhas do governo, todas as malandragens no mercado, todo o arsenal de artimanhas, quando tudo houver acabado, finalmente veremos as falências acontecerem feito pedras de dominós.

    Quem quiser prever mais a fundo o que vai acontecer recomendo também estudarem as quebras da Fanie Mae e FEd Mec da bolha americana e subsequentemente a quebra de outros bancos privados pendurados em papéis suspeitos, será que temos aqui alguma BTG candidata a Goldsachis???

    Enfim, ainda tem muita merda pra voar neste ventilador antes da crise acabar.

    21+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Lucas 29 de maio de 2017 at 12:10

    um pequeno Off, mas nem tanto
    recentemente encontrei um amigo de quase infancia que trabalha na área de cine-Tv e que tbm odeia os vermelhos, ele me fez uns comentários que fiquei assombrado. Sobre o efeito do vermelhismo no BR já imaginava, mas ao redor do mundo??? Ele me alertou sobre toda uma maquina por trás das câmeras desde américa à europa, destinada a influenciar em como vc vai pensar amanhã, onde todo profissional que quer trabalhar ou adere ou está morto, mas isso é assunto pra depois.

    Aqui segue um filme com um nome engraçado:
    “3000 dias NO BUNKER”
    com certeza é de alguém daqui, rsrs

    o filme esta sendo boicotado pelos vermelhinhos, assim como o Jardim das Aflições, não que eu recomende, ou não, esses filmes, NÃO VI NENHUM AINDA, MAS VOU, apenas para observar como se move as peças dessa guerra por trás das lentes, assim como na bolha imob, há a bolha do setor de cine no BR, uma bolha onde o próprio produto conduz para a procriação do esquema.
    Leiam mais se quiserem no link:
    https://spotniks.com/esquerda-esta-boicotando-este-filme-e-esses-sao-6-motivos-por-que-voce-deveria-assisti-lo-no-cinema/

    SE alguém assistiu comente.

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • SwineOne 29 de maio de 2017 at 13:56

      Li o livro (que tem o título que você colocou) e assisti o filme ontem (que na verdade chama Real – O Plano Por Trás Da História). Achei o livro excelente. O filme é uma adaptação, tomando liberdades para tornar a história mais cativante para o espectador. Senti falta de algumas discussões, presentes nos livros, dos temas mais interessantes, como por exemplo explorar mais a fundo a bagunça que eram as contas públicas no Brasil antes do real, e as peripécias que foram feitas para colocar as coisas nos trilhos. Apenas uma cena do filme foi efetivamente dedicada a isso, e por mim poderia ser 1/4 do filme, pois é a parte mais interessante do livro, na minha opinião. Também, o filme é extremamente centrado no Gustavo Franco, ele é o “herói” do filme, e é colocado como uma espécie de guardião do Real, que se torna algo até possessivo para ele. Pelo menos não saí do livro com essa impressão, mas novamente, é aquela história de tornar o filme mais cativante. E a grande omissão (imagino que por ser um assunto espinhoso no Brasil): o Lula é apenas mencionado, mas nunca aparece no filme. No geral, para o pessoal daqui, sem dúvida recomendaria a compra e leitura do livro ao invés do filme, mas acho que é legal para quem não tem paciência para ler.

      Um detalhe interessante: fui assistir ontem, o primeiro domingo após o lançamento do filme, no cinema mais barato da cidade (e o único que fica num shopping que não cobra estacionamento). Apesar disso, a sala estava literalmente vazia: não havia ninguém além de nós, literalmente nem mais uma única pessoa. Se não tivesse comprado os ingressos para aquela sessão, ela simplesmente não seria exibida. Mas aposto que os demais filmes que estavam passando não tinham esse problema.

      21+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Carlos 29 de maio de 2017 at 18:24

      Véio, os vermelhinhos do circuito das artes e principalmente da academia boicotam pessoas e projetos e destroem reputações desde os anos 50 pelo menos.
      Veja o que fizeram com Monteiro Lobato, Roberto Campos, Nelson Rodrigues, José Guilherme Merquior e tantos outros grandes pensadores brasileiros.
      Vivem de promover a mediocridade que são e daquilo que produzem se auto congratulando como uma corja de serviçais baratos. Como está gente adora dar premiozinho para os pares, tudo obviamente pago com dinheiro público.
      A babação de ovo para com escritores e intelectuais marxistas chega a ser vergonhosa. Vivem de incensar Suassuna, Caio Prado, Jorge Amado e aquele banco de franceses chatos e pegajosos nos cursos de jornalismo, pedagogia e outras humanidades.

      8+
      • avatar
      • avatar
    • Alemon Fritz 29 de maio de 2017 at 13:06

      animador de piscina

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 29 de maio de 2017 at 12:37

    dados de feirão
    aqui em SC foram ofertados 20000 imóveis e foram “fechados” 2.754 negócios (encaminhados)… isso dá 13,8% mais ou menos de estoque pra mais 7,7 desses feirões, ou 7 anos.
    vale a mesma proporção pra bananzuela toda..

    Se 40% distratarem teremos para 10anos… kkkk.

    23+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 29 de maio de 2017 at 13:12

      Feirão da Casa Própria de Campinas negocia R$ 691 milhões em imóveis

      com mais de 30 mil imóveis ofertados ( – três vezes mais que no ano passado. !!!)
      foram “negociados” 3.240 (10%) kkkkk…

      frases vislumbrantes:

      “A meta, que era de 20 mil pessoas, não foi batida, mas os negócios foram promissores. ” kkkk
      “Uma demonstração clara que o mercado busca uma recuperação”… kkk

      32+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 29 de maio de 2017 at 13:56

        só?
        clara tendência de que piorou frente o ano passado, sob qualquer calculo de vista, exceto para aqueles que não podem admitir por ofício

        11+
        • avatar
        • avatar
        • LZ 29 de maio de 2017 at 14:04

          3 vezes MAIS OFERTAS.
          Sim são 3x mais ofertas e subindo.
          Aqui em Campinas estamos um pouco atrasados diante as bolhas, mas só de saber que teve 30 mil imóveis em oferta já mostra bem o buraco que esta.
          Basicamente teve 20 mil imóveis a mais no mercado do ano passado até agora.
          Ou seja estão entregando tudo aquilo de obras contratadas lá atrás por aqui, fora as que estão ainda em construção.

          Tem imóvel pra porra e gente de menos heuheue
          Nesse ritmo de vendas vão levar 10 anos para limpar o estoque atual HAHAH

          15+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
  • Lucas 29 de maio de 2017 at 12:40

    QUEDA DE 70%
    do tópico passado
    e olha que é 70% sobre a avaliação atual, se a gente pesquisar o pico do preço anos atrás e contar inflação certamente podemos chegar em 80% ou até 90% de quedas
    http://odia.ig.com.br/economia/2017-05-27/valor-de-imovel-retomado-cai-70.html
    e vai cair mais…

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zé Carioca 29 de maio de 2017 at 14:36

      Daqui a pouco chega nas quedas de mais de 100%!!!

      6+
      • avatar
      • Zé do Brejo 29 de maio de 2017 at 15:11

        Pra quem não consegue vender a perda é muito maior que 100%

        9+
        • avatar
        • avatar
      • Lucas 29 de maio de 2017 at 16:32

        1005:

        Cesar_DF

        No Rio Maravilha, com VACÂNCIA DE 90%, vários proprietários estão oferecendo os imóveis gratuitamente, apenas para pagar condomínio e iptu, mas mesmo assim a maior parte permanece vazia
        http://vejario.abril.com.br/cidades/segundo-pesquisa-vacancia-no-porto-maravilha-e-maior-que-90/

        ALGO A DECLARAR ZÉ?
        bastaria fechar só pelo condo, arcando com IPTU já temos mais de 100% de queda.
        ser titular da posse é onus e não bonus

        19+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Lucas 29 de maio de 2017 at 16:38

        Cesar_DF

        No Rio Maravilha, com VACÂNCIA DE 90%, vários proprietários estão oferecendo os imóveis gratuitamente, apenas para pagar condomínio e iptu, mas mesmo assim a maior parte permanece vazia
        http://vejario.abril.com.br/cidades/segundo-pesquisa-vacancia-no-porto-maravilha-e-maior-que-90/

        é um CAGADO mesmo esse zezé
        meia duzia de comentários abaixo e já temos queda de 100%
        se acaso fecharem negócio por só valor do condo, ficando o iptu pro proprietário temos um legítimo caso de queda maior que 100% conforme profetizei anos atrás.

        MAS EU GOSTO da participação dele no blog, faz o perfeito papel de bobo, diferente do Nefasto que induz os outros ao erro, o Zezé induz ninguém a nada, pelo contrário, ele mostra que tipo de mente tacanha é a do bricklover e ainda ajuda que não deixa a gente esquecer as boas previsões que fazemos aqui.

        É a prova inconteste que em determinados nichos de mercado ser titular de posse dum imóvel é um ônus, sem qualquer bônus, o papel tem valor negativo, seria preciso pagar para se livrar do papel, seilá eu como, chuto: vende pra um laranja qualquer, os cunhados de vcs taí praisso não?

        12+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Carlos 29 de maio de 2017 at 18:29

          Minha oferta para o propriotários do hell é:
          Deixo o apartamento limpo e frito bife todo dia cedo para garantir o clima de luxo e sofisticação.
          Não, não pago a merda do condomínio bolhudo, se depreciar o imóvel o problema não é meu, me mudo para outro pois vai estar sobrando mesmo.

          7+
          • avatar
          • avatar
    • Bruno.12 6 de junho de 2017 at 17:03

      “Comprei a minha primeira casa, onde moro, desse jeito e agora estou aproveitando para investir. Vale muito a pena, pois o custo-benefício compensa. Mesmo tendo que pagar as despesas para tirar quem está no imóvel. Paguei R$ 229.740 e o valor de avaliação é de R$ 340 mil”, conta Ana Paula, que teve redução de 30% no preço.

      Essa não TEM IDEIA da merda que acabou de fazer xD

      0
  • Cesar_DF 29 de maio de 2017 at 13:04

    Do tópico passado
    Cadeludo 29 de maio de 2017 at 10:49
    Um amigo que está em maus lençóis me garantiu que a economia vai reagir pelo simples fato de estarmos numa “zona de Inflexão”
    Concordei, sorri e acenei….
    Não, não vai!

    A Grécia já passou por diversas “zonas de inflexão”

    23+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • socrates 29 de maio de 2017 at 20:20

      Outro dia estava lendo sobre a grecia e me parece que parte do problema deles é muito parecido com o do brasil. Eles gastam demais com poucos e ‘sortudos ‘inativos e a txa de investimento é ridicula

      8+
      • avatar
      • avatar
      • perdido no rio 29 de maio de 2017 at 20:32

        E outro problema parecido é que muitos sonegam impostos, especialmente profissionais liberais. Impunidade gera tragédias.

        http://www.spiegel.de/international/europe/wealthy-greeks-still-dodging-taxes-despite-crisis-a-864703.html

        Average Greeks are reeling under the strict austerity measures passed in order to balance the country’s budget. Top earners, on the other hand, continue to evade the tax man. Most of the self-employed in Greece significantly underreport their earnings, whereas shipping magnates enjoy generous exemptions.

        2+
        • avatar
        • Carlos 29 de maio de 2017 at 20:44

          A economia grega é muito pouco diversificada e bem primitiva. Como um país poderia ascender ao primeiro mundo dependendo somente de turismo e de vender azeitonas 😮

          5+
          • avatar
          • socrates 29 de maio de 2017 at 23:04

            Carlos, creio que o pior problema é a distribuição de renda com o consequente baixo valor do trabalho REAL e produtivo. O que os escandinavos fazem de tao diversificado (tirando a noruega e seu petroleo)? A questao da renda é agravada quanticamente considerando que quem realmente tem $$$ sonega. Certamente a Grecia tem $$$. Mas lá os empreendedores tb devem ser punidos e o valor do trabalho real deve ser muito baixo. Olhe o sistema tributario de todos paises decentes do mundo. Há muita coisa em comum, por mais que nossa “midia” queira nos passar outra coisa.

            3+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
    • perdido no rio 29 de maio de 2017 at 20:29

      Muito bom o gráfico. Os otimistas sempre acham que o poço tem fundo!

      4+
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 29 de maio de 2017 at 13:26

    Lucas, essa é para ti
    Apocalipse Now
    Disparo do bitcoin é o prenúncio de um big crash ou big crunch?
    https://www.youtube.com/watch?v=62aCPqLEgy8

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Felipe 29 de maio de 2017 at 13:45

      acho que é o melhor meio de transação para atividades criminosas.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 29 de maio de 2017 at 14:31

        Não é não, bitcoin é rastreável, tem outras como a DASH que não é possível rastrear

        7+
        • avatar
        • Felipe 29 de maio de 2017 at 14:46

          é possível então ligar diretamente uma carteira a uma pessoa?

          4+
          • OcaradoAcre 29 de maio de 2017 at 20:28

            Depende de como o BTC vai ser convertido em outro tipo de moeda, há sites que você pode vender e em alguns países até caias eletrônicos. O que é impossível é fazer uma transação sem ninguém ver, por exemplo a conta que recebia BTC do hack do WannaCry está sendo monitorada e está lá paradinha, dependendo dos recursos de quem observa dá para rastrear por onde ele vai tentar lavar o dinheiro.

            1+
            • Carlos 29 de maio de 2017 at 20:48

              Fora o fato de que as máquinas de venda tiram foto de quem as usa😜

              1+
    • Lucas 29 de maio de 2017 at 13:52

      na minha humilde opinião
      nem um nem outro,
      apenas que a mineração está abaixo da demanda, seja qual for o motivo da fuga de capital, legal ou ilegal, considerando ainda que o ilegal na china talvez seja legal em outras partes do mundo.
      Muito provavelmente outras criptomoedas irão cumprir melhor a função, sem esse viés por demais especulativo.

      a instabilidade exagerada do bitcoin contribui apenas para coisas ruins: tipo atrair especuladores, que por fim vão acabar por destruírem a si mesmos.
      já externei aqui meu ponto de vista a respeito de teorias da conspiração: algumas são mesmo reais, normalmente aquelas embaixo do nosso nariz aquelas aceitas soçialmente, as outras tantas teorias é do mesmo nível das vidências, se acertar foi mera coincidencia.

      7+
      • avatar
      • avatar
      • LZ 29 de maio de 2017 at 14:06

        Cara de bitcoin a única coisa que fico puto é quando estava por 829 reais cada uma e eu não comprei.
        Agora a cotação tá para lá de 10K, dois mil reais ali na brincadeira eu estaria hoje trocando de carro dando o meu usado e pegando outro usado com menos km e melhor.

        Como não comprei, vamos com o carro atual até ele cair as portas hauhau

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • From_The_Tower 29 de maio de 2017 at 14:31

          Quem te garante que você conseguiria segurar até a cotação máxima!? 😉

          11+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • LZ 29 de maio de 2017 at 14:52

            Só deus sabe euehuehuehue

            4+
            • avatar
  • Bruno.12 29 de maio de 2017 at 14:20
    • Cesar_DF 29 de maio de 2017 at 14:24

      No Rio Maravilha, com VACÂNCIA DE 90%, vários proprietários estão oferecendo os imóveis gratuitamente, apenas para pagar condomínio e iptu, mas mesmo assim a maior parte permanece vazia
      http://vejario.abril.com.br/cidades/segundo-pesquisa-vacancia-no-porto-maravilha-e-maior-que-90/

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • eam 29 de maio de 2017 at 15:20

      ‘”Os preços caíram relativamente pouco perto do tamanho da crise no mercado imobiliário”, diz Eduardo Zylberstajn, pesquisador da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).’

      É mesmo?!?!? Então a crise tá forte no mercado “imobolhiário” mas os preços não caíram e resistem em cair??? Que coisa, heim !!!

      Conheço esse papo….

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Bruno.12 29 de maio de 2017 at 16:49

        Eu mesmo adquiri um AP top 3q, suite, por 50% do “valor de mercado” aqui em BH

        7+
        • avatar
        • avatar
      • Lucas 29 de maio de 2017 at 17:00

        corrigindo: “o valor dos anuncios em um dos sites de internet caiu pouco”
        – devido ao congelamento de preços por força de contrato/distrato
        – devido a não computar os negócios em leilão, com quedas nominais da ordem de até 70% oficialmente admitidas (fora a valor real)

        6+
        • avatar
        • avatar
  • Lucas 29 de maio de 2017 at 14:22

    RECOMENDO essa análise que saiu no Antagonista
    aliás há muito tempo venho falando isso, a bolha imob brasileira foi além de a maior, também a mais nefasta do planeta porque ao antecipar uma renda futura que NUNCA vai acontecer, por outro lado aumentou os custos familiares ao se habitar pior que na situação da geração anterior, com menos espaço e mais gastos tanto de manutenção quanto pela questão locacional, levará familias interias a insanidade a uma baleia azul financeira

    segue:
    “Minha Casa, Minha Vida, Meu Fim de Mundo”
    (o antagonista, isso não siginifica uma recomendação do site
    )
    Leão Serva, na Folha, publica uma excelente coluna sobre o “Minha Casa, Minha Vida”. Leia um trecho:
    “Chamado ‘Minha Casa, Minha Vida, Meu Fim de Mundo’ pelo arquiteto Jaime Lerner, o programa habitacional que foi vitrine das administrações Lula e Dilma poderá ser alvejado de morte por um estudo minucioso a ser divulgado em julho: “Quanto Custa Morar Longe” é o nome dado pelo Instituto Escolhas, ligado ao Insper, para o levantamento que está computando todos os custos diretos e indiretos das moradias, para governos e moradores…

    Os primeiros números comprovam o que os críticos vêm dizendo há anos, mas que a sanha eleitoreira impediu os administradores de ouvir: os governos ditos de esquerda, a partir de 2009, geraram um programa habitacional que agravou os defeitos dos conjuntos populares da ditadura militar. Ao priorizar as metas de número de unidades habitacionais em curto prazo, o poder público reduziu o custo das unidades a um valor que só é possível atingir construindo em locais distantes dos centros urbanos.

    Em outras palavras, o país empenhou os maiores investimentos em habitação popular das últimas décadas para aumentar o apartheid social e deixar para as décadas futuras custos imensos, tanto para os governos quanto para moradores, seus filhos e netos.”

    25+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 29 de maio de 2017 at 18:38

      Deixa eu ver:
      Construíram lixos – check
      Em locais sem estrutura – check
      Sem o mínimo de planejamento – check
      Custando verdadeiras fortunas – check
      Baseando-se em perspectivas futuras fantasiosas e surreais – check
      Venderam boa parte para quem nunca teria condições de pagar – check
      Tudo a prazos pelo menos duas vezes maiores do que o maior período de estabilidade bananence 🍌 – check

      O quê poderia dar errado?
      Deixem de ser pessimistas 🍌

      30+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cadeludo 29 de maio de 2017 at 14:24
    • Diego F. 29 de maio de 2017 at 14:27

      Chamado “Minha Casa, Minha Vida, Meu Fim de Mundo” pelo arquiteto Jaime Lerner, o programa habitacional que foi vitrine das administrações Lula e Dilma poderá ser alvejado de morte por um estudo minucioso a ser divulgado em julho: “Quanto Custa Morar Longe” é o nome dado pelo Instituto Escolhas, ligado ao Insper, para o levantamento que está computando todos os custos diretos e indiretos das moradias, para governos e moradores.

      Os primeiros números comprovam o que os críticos vêm dizendo há anos, mas que a sanha eleitoreira impediu os administradores de ouvir: os governos ditos de esquerda, a partir de 2009, geraram um programa habitacional que agravou os defeitos dos conjuntos populares da ditadura militar. Ao priorizar as metas de número de unidades habitacionais em curto prazo, o poder público reduziu o custo das unidades a um valor que só é possível atingir construindo em locais distantes dos centros urbanos.

      Em outras palavras, o país empenhou os maiores investimentos em habitação popular das últimas décadas para aumentar o apartheid social e deixar para as décadas futuras custos imensos, tanto para os governos quanto para moradores, seus filhos e netos.

      Isso vale para São Paulo, onde só dá para fazer MCMV na extrema periferia, como também para pequenas cidades do resto do país. Se uma árvore se conhece pelo fruto, a característica comum de todos os empreendimentos é agravar a segregação dos moradores de baixa renda, levando-os para longe das cidades, em conjuntos habitacionais homogêneos.

      Minha Casa Minha Vida produz Cidades Tiradentes em todo o país: em áreas onde não há emprego, os trabalhadores têm que fazer diariamente longos deslocamentos para ir trabalhar. O bairro da zona leste de São Paulo tem 33 anos e até hoje esse defeito estrutural não foi resolvido, nem será tão logo, forçando gerações de moradores a sofrerem o suplício de um deslocamento correspondente a meia jornada formal de trabalho, todos os dias.

      Além do tempo de viagem e da falta de emprego, a opção por terrenos baratos resulta em áreas onde não há infraestrutura: sem hospitais, sem escolas, sem saneamento básico, arruamento e transportes públicos. A casa, financiada pelo Ministério das Cidades, fica dentro do orçamento previsto. Mas em seguida começa a demanda para os órgãos de Educação, Saúde, esgotos, ônibus, segurança…

      Não é só isso: o comércio e os serviços privados também demoram a se instalar. Em Cidade Tiradentes, a primeira agência bancária foi aberta depois de 20 anos.

      Em 2013, um estudo feito pela Secretaria Municipal de Habitação para meu livro “Como Viver em São Paulo Sem Carro” revelou a perversidade dos números. Quando foram construídas nos anos 1980, as unidades habitacionais de Cidade Tiradentes custaram cerca de R$ 80 mil (em valor de 2012), enquanto um apartamento idêntico na região da Avenida Paulista teria custado R$ 135 mil. A diferença é o custo do terreno.

      Nos anos posteriores, a cidade de São Paulo teve que construir na região dois hospitais e vários postos de saúde, dois CEUs e outras unidades educacionais, um terminal de ônibus e infraestrutura viária, além de um contínuo subsídio ao transporte público para o deslocamento diário dos trabalhadores. Em 2012, somando todos os investimentos feitos em 28 anos, dividindo pelo número de casas, o custo de uma unidade em Cidade Tiradentes subiu para R$ 145 mil. Era melhor ter construído os conjuntos ao lado do MASP.

      Alguém dirá: mas não existe terreno na Paulista. Eu vou desenhar: o mapa da região da Sé tem imensas áreas vazias, como ao longo dos trilhos dos trens Leste-Oeste (cruzando o Centro) e etc., que não estão no Conjunto Nacional mas têm toda a infraestrutura implantada desde o início do século 20: escolas ociosas, hospitais, postos de saúde, metrô, trem e ônibus.

      Havia opção para construir os conjuntos na área central. Podemos beneficiar os governos com uma crítica leve por não o terem feito: foi o imediatismo financeiro-eleitoral… Ou podemos ser mais duros: as administrações de esquerda padecem do mesmo defeito dos governos militares, de achar que lugar de pobre é longe do centro.

      O estudo do Escolhas é conduzido pelo fundador, Sérgio Leitão, e pelo professor Ciro Biderman, da FGV, que até recentemente trabalhava na administração do prefeito Fernando Haddad. Um dos dados mais chocantes que eles levantaram é o que mostra que os municípios que recebem empreendimentos do Minha Casa Minha Vida não recebem investimentos para o saneamento básico. Em outras palavras, além de todos os outros defeitos, os conjuntos se tornam geradores concentrados de poluição.

      Em outros países, os responsáveis por um programa catastrófico como o Minha Casa Minha Vida receberiam condenações públicas. Mas não é o nosso caso. Aqui, o país bestificado só tem olhos para a Lava Jato.

      38+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Coelho da pascoa 29 de maio de 2017 at 14:32

        Tópico!

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • From_The_Tower 29 de maio de 2017 at 14:36

          Véio Lucas, eles te leem.

          Você já tinha comentado sobre isso . Que a bolha imobiliária bananense tinha sido a mais perversa do mundo.
          Financiaram porcarias longe de tudo… .com insumos de baixa qualidade….. impactando na qualidade de vida dos mutuários….. (relações de trabalho e dia a dia)

          24+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Cesar_DF 29 de maio de 2017 at 14:38

            A qualidade de vida da população já dever estar comprometida por uns 20 anos
            A partir de 2040 começará a diminuir a população brasileira, talvez antes por causa do zica e da economia

            13+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • Coelho da pascoa 29 de maio de 2017 at 14:45

              :/ mais um ponto pro blog: favelização vertical

              16+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • Lucas 29 de maio de 2017 at 16:56

                comentei +abaixo pra não estuporar o blog
                esses pontos são metade do problema
                favor, leitores do blog, complementem

                8+
                • avatar
                • avatar
    • Cesar_DF 29 de maio de 2017 at 14:27

      Chamado “Minha Casa, Minha Vida, Meu Fim de Mundo” pelo arquiteto Jaime Lerner, o programa habitacional que foi vitrine das administrações Lula e Dilma poderá ser alvejado de morte por um estudo minucioso a ser divulgado em julho: “Quanto Custa Morar Longe” é o nome dado pelo Instituto Escolhas, ligado ao Insper, para o levantamento que está computando todos os custos diretos e indiretos das moradias, para governos e moradores.

      Os primeiros números comprovam o que os críticos vêm dizendo há anos, mas que a sanha eleitoreira impediu os administradores de ouvir: os governos ditos de esquerda, a partir de 2009, geraram um programa habitacional que agravou os defeitos dos conjuntos populares da ditadura militar. Ao priorizar as metas de número de unidades habitacionais em curto prazo, o poder público reduziu o custo das unidades a um valor que só é possível atingir construindo em locais distantes dos centros urbanos.

      Em outras palavras, o país empenhou os maiores investimentos em habitação popular das últimas décadas para aumentar o apartheid social e deixar para as décadas futuras custos imensos, tanto para os governos quanto para moradores, seus filhos e netos.

      Isso vale para São Paulo, onde só dá para fazer MCMV na extrema periferia, como também para pequenas cidades do resto do país. Se uma árvore se conhece pelo fruto, a característica comum de todos os empreendimentos é agravar a segregação dos moradores de baixa renda, levando-os para longe das cidades, em conjuntos habitacionais homogêneos.

      Minha Casa Minha Vida produz Cidades Tiradentes em todo o país: em áreas onde não há emprego, os trabalhadores têm que fazer diariamente longos deslocamentos para ir trabalhar. O bairro da zona leste de São Paulo tem 33 anos e até hoje esse defeito estrutural não foi resolvido, nem será tão logo, forçando gerações de moradores a sofrerem o suplício de um deslocamento correspondente a meia jornada formal de trabalho, todos os dias.

      Além do tempo de viagem e da falta de emprego, a opção por terrenos baratos resulta em áreas onde não há infraestrutura: sem hospitais, sem escolas, sem saneamento básico, arruamento e transportes públicos. A casa, financiada pelo Ministério das Cidades, fica dentro do orçamento previsto. Mas em seguida começa a demanda para os órgãos de Educação, Saúde, esgotos, ônibus, segurança…

      Não é só isso: o comércio e os serviços privados também demoram a se instalar. Em Cidade Tiradentes, a primeira agência bancária foi aberta depois de 20 anos.

      Em 2013, um estudo feito pela Secretaria Municipal de Habitação para meu livro “Como Viver em São Paulo Sem Carro” revelou a perversidade dos números. Quando foram construídas nos anos 1980, as unidades habitacionais de Cidade Tiradentes custaram cerca de R$ 80 mil (em valor de 2012), enquanto um apartamento idêntico na região da Avenida Paulista teria custado R$ 135 mil. A diferença é o custo do terreno.

      Nos anos posteriores, a cidade de São Paulo teve que construir na região dois hospitais e vários postos de saúde, dois CEUs e outras unidades educacionais, um terminal de ônibus e infraestrutura viária, além de um contínuo subsídio ao transporte público para o deslocamento diário dos trabalhadores. Em 2012, somando todos os investimentos feitos em 28 anos, dividindo pelo número de casas, o custo de uma unidade em Cidade Tiradentes subiu para R$ 145 mil. Era melhor ter construído os conjuntos ao lado do MASP.

      Alguém dirá: mas não existe terreno na Paulista. Eu vou desenhar: o mapa da região da Sé tem imensas áreas vazias, como ao longo dos trilhos dos trens Leste-Oeste (cruzando o Centro) e etc., que não estão no Conjunto Nacional mas têm toda a infraestrutura implantada desde o início do século 20: escolas ociosas, hospitais, postos de saúde, metrô, trem e ônibus.

      Havia opção para construir os conjuntos na área central. Podemos beneficiar os governos com uma crítica leve por não o terem feito: foi o imediatismo financeiro-eleitoral… Ou podemos ser mais duros: as administrações de esquerda padecem do mesmo defeito dos governos militares, de achar que lugar de pobre é longe do centro.

      O estudo do Escolhas é conduzido pelo fundador, Sérgio Leitão, e pelo professor Ciro Biderman, da FGV, que até recentemente trabalhava na administração do prefeito Fernando Haddad. Um dos dados mais chocantes que eles levantaram é o que mostra que os municípios que recebem empreendimentos do Minha Casa Minha Vida não recebem investimentos para o saneamento básico. Em outras palavras, além de todos os outros defeitos, os conjuntos se tornam geradores concentrados de poluição.

      Em outros países, os responsáveis por um programa catastrófico como o Minha Casa Minha Vida receberiam condenações públicas. Mas não é o nosso caso. Aqui, o país bestificado só tem olhos para a Lava Jato.

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 29 de maio de 2017 at 14:35

        Áreas sem estrutura, como hospitais, postos de saúde, escolas, supermercados, etc
        Estão falando do Noroeste – DF ??? O bairro de 25K/m2
        kkkkk
        http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2015/07/moradores-do-setor-noroeste-no-df-reclamam-da-falta-de-infraestrutura.html

        14+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Lucas 29 de maio de 2017 at 16:29

          snhores Cesar e diego F.
          uma lidinha no blog pra não postar repetido ajuda né?

          10+
          • avatar
          • Diego F. 29 de maio de 2017 at 16:37

            Dá a bronca no Cesar, eu postei antes. 🙂

            Vi que você postou a nota do Antagonista sobre a matéria, apenas postei na íntegra a pedido do Cadeludo.

            18+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
          • Cesar_DF 29 de maio de 2017 at 20:17

            Foi praticamente sincronizada nossas postagens

            5+
          • Cesar_DF 29 de maio de 2017 at 20:18

            As duas foram postadas simultaneamente as 14:27

            6+
            • avatar
      • Rico 29 de maio de 2017 at 14:57

        Sensacional seu estudo. Sempre comentei que os postos de saúde em area nobres são sub ocupados, assim como escola pública. Parabéns.

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Lucas 29 de maio de 2017 at 16:46

          sobre o artigo do Jaime lerner…
          é metade do problema, a metade coletiva que o poder publico vai arcar. Tem a outra metade, a metade pessoal.

          imagina vc morando longe de tudo, tendo que ter 1 ou 2 carros, ou gastar com locomoção para realizar suas necessidades de trabalho, saúde, educação, lazer e até mesmo as comprinhas do dia-a-dia. E ainda por cima num imóvel minusculo, beirando a insanidade familiar e tendo que custear mil xoxotecas inúteis.

          11+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • socrates 29 de maio de 2017 at 23:33

            é ou não é um neo-feudalismo? E os incautos ainda tem que rezar para ter empregos que pagam 1/30 do que ganham alguns funcionarios publicos (inclusive aposentados e otro “privados”, de areas oriundas de monopolios ou oligopolios ) e gastam sem perceber parte da sua renda com produtos e serviços que no Baninistao sao taxados ao ines da renda… GOL DA ALEMANHA

            2+
            • avatar
        • socrates 29 de maio de 2017 at 23:16

          no Hell tem escola publica (+ de uma) para gringo ver na avenida da praia em copacabana e faltam vagas perto das favelas… Vai vendo…

          2+
          • avatar
          • BolhistaBR 30 de maio de 2017 at 08:04

            Colega, Copacabana tem 3 favelas à beira mar.

            3+
            • avatar
      • socrates 29 de maio de 2017 at 23:29

        “esquerda”????

        Belo texto

        1+
  • Zé do Brejo 29 de maio de 2017 at 14:30
    • From_The_Tower 29 de maio de 2017 at 14:34

      Bolha do BNDES
      Bolha do FIES
      Bolha do MCMD
      Bolha do crédito imobiliário como um todo (Pessoas jurídicas e pessoas físicas)
      Bolha de crédito em geral

      Avante Banânia !!!
      Quero crédito para parcelar arroz , feijão e alho no supermercado.

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Jacob 29 de maio de 2017 at 14:43
    • Cesar_DF 29 de maio de 2017 at 14:49

      Quando sai na infomoney é porque os tubarões já se alimentaram e estão fartos

      35+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 29 de maio de 2017 at 14:52

        Basta pegarem 40 dias de tape reading …….
        e verão a putaria !!!

        10+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • perdido no rio 29 de maio de 2017 at 20:47

          From, pode resumir em uma frase o que dá para ver no tape reading? Nunca me aventurei nisso, mas imagino que dá para ver as chamadas “ordens ocultas”, é isso?

          2+
      • Jacob 29 de maio de 2017 at 15:18

        Isso é verdade… :/

        3+
        • avatar
  • From_The_Tower 29 de maio de 2017 at 14:49

    Da série AGORA VAI !!!

    13º edição do Feirão da Casa Própria da Caixa Econômica Federal (CEF) movimentou R$ 10,2 bilhões em negócios no evento realizado entre sexta-feira (26) e domingo (28), informou o banco nesta segunda (29). Nas onze cidades onde o evento foram realizados, foram recebidos 191 mil visitantes, ainda segundo a CEF.
    A cidade com o maior número de visitantes e volume em negócios foi São Paulo, com 36 mil pessoas e R$ 3,2 bilhões. O Feirão passou ainda por outras 10 cidades: Rio de Janeiro, Campinas (SP), Belém, Florianópolis, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, Salvador, Goiânia e Uberlândia (MG).

    http://g1.globo.com/economia/noticia/feirao-da-casa-propria-da-caixa-movimenta-r-102-bilhoes-no-fim-de-semana.ghtml

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • O Incrivel Homem-Bolha 29 de maio de 2017 at 14:58

    Um dia, UM DIA, esse blog deveria meter a mão no vespeiro e tocar no tema “esposa”.
    Sim, esposa, ou namorada, noiva (futura esposa), mulher em geral.
    Se tem um fator que mexe com a cabeça do homem na hora de analisar a compra ou não de um imóvel, esse é o “fator mulher”.
    Todo mundo aqui sabe o que eu estou falando.
    O que eu tenho de amigo que estava muito bem no seu apartamento/casa alugado e de tanto a mulher azucrinar noite e dia, teve que comprar tijolos não está escrito.
    O por que é assim seria um tema maravilhoso de discussão por aqui.
    Veja, não estou isentando o cara que é um 666 burro que não sabe fazer contas, mas que a mulher não para de encher o saco até ter um “canto que é dela”, isso não para mesmo.
    Tenho “n” CVR para contar aqui sobre isso.
    A Mulher-Bolha mesmo me encheu o saco durante anos, só recentemente que se convenceu que a “hora não é agora”, é melhor receber os juros de boas e esperar. Até convenci ela a ir guardando uma grana e já tá com mais de 100k aplicados. Está que nem eu: entra na internet todo dia pra ver quanto rendeu. Mas foi um trabalho de Hércules, viu.
    Isso me veio a cabeça esse fds que encontrei um casal de amigos. O cara tem uma renda parecida com a minha e o mesmo tipo de cabeça, tem pelo menos uns 300k aplicados. A única diferença é que eu convenci a Mulher Bolha a vender nosso pequeno apê e morar de aluguel num maior. A mulher dele azucrina TODO DIA que quer ir para um apê maior, mas quer um “que seja dela, não moro de aluguel”. O cara tentou provar por A+B com todos os argumentos que vocês aqui já estão carecas de saber. Não adianta, ela acha que “morar de aluguel é um retrocesso”. Ela faz o coitado visitar os famosos plantões de venda e corvolárias quase todo fds… vai acabar vencendo pelo cansaço.

    44+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 29 de maio de 2017 at 15:01

      Existem uma série de fatores…. que explicam o fenômeno:
      fator antropológico: as fêmeas querem o próprio canto desde o tempo das cavernas, elas escolhem o macho dotado dos melhores genes para poder procriar….. e depois criar na caverna…..
      Fatores sociais: 98% da população acreditam piamente que alugar é jogar dinheiro fora…. e que imóvel não desvaloriza… então para as mulheres em geral não faz sentido morar de aluguel… até porque elas não podem decorar do jeito que gostam e ou fazer os famosos móveis planejados….
      e outra… as amigas não podem saber que a família mora de aluguel ; seria um sinônimo de fracasso…..

      42+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 29 de maio de 2017 at 15:03

        Aqui em casa eu bati o pé……
        e mostro no dia a dia centenas de imóveis vazios … anunciados há anos… que não vendem……
        e tb consigo provar no dia a dia que os juros recebidos do aluguel do dinheiro são muito vantajosos… dão mobilidade e dinamismo para a vida….

        25+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • From_The_Tower 29 de maio de 2017 at 15:08

          Se seu amigo ceder… todo o esforço de juntar 300k pode ter sido em vão…..

          20+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • O Incrivel Homem-Bolha 29 de maio de 2017 at 15:18

            Ele estava até reclamando comigo outro dia… para comprar um apê de 100/120m com a varanda gourmet, vai ter que usar tudo que ele tem guardado, MAIS a venda do apê dele MAIS um financiamento de 300k em 20 e tantos anos. E ainda vai precisar se endividar todo pra decorar o apê novo. Vai vendo Inferno de Dante que vai ser a vida do cara.
            Hoje ele vive super bem, guarda grana, carro do ano e viaja pros EUA/Europa todo ano. Vai virar um pagador de juros sem grana pra comprar uma pizza no sábado a noite pra comer na varanda gourmet.
            O cara tem até pesadelos com isso.

            30+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • From_The_Tower 29 de maio de 2017 at 15:24

              Se ele vai viver um inferno todos os dias para agradar a esposa…. a esposa é uma insensível….. brick lover ….

              15+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
            • Rico 29 de maio de 2017 at 16:29

              Eu separaria e pedia um cartão VIP para o Oscar Marone.

              16+
              • avatar
              • avatar
              • Rico 29 de maio de 2017 at 16:29

                *pediria

                2+
        • Money_Addicted 29 de maio de 2017 at 18:17

          acho q tem mais uma questao ai, uma eventual separacao o imovel eh 1/2 a 1/2 o dinheiro no banco vc consegue dar um fim nele..

          5+
          • avatar
          • avatar
          • Exterminador de Corvos 29 de maio de 2017 at 19:10

            Espero que o amigo do “Incrivel homem-bolha” resista e não se deixe vencer pelo cansaço. Sobre a questão feminina abordada acima pelo Money_Addicted, eu me sinto no dever de contar um mini CVR, onde eu fui protagonista.
            Tive uma namorada que foi fantástica, achei mesmo que seria a Sra. Exterminadora…..mas vejam a vida como é……
            Nos idos de 2007, já graduado, relativa estabilidade, comecei a executar o plano de me tornar brick lover (como eu era burro). E a companheira embarcou direitinho…..vivíamos cada um na casa de sua família e o $$ pagava nossos luxos, o restante ia para o cofrinho…..vulgo poupança, porque ignorante só conhece isso (não me pertence mais). Esse sistema funcionou por praticamente 2 anos e nesse tempo eu juntei X. Infelizmente (pra ela) a aspirante a Sra. exterminadora havia juntado 0,25X….era uma informação que eu não tinha mas não vivia querendo saber o que ela fazia do $$ dela…..acordo é acordo.
            Ao saber que ela não seguia com o nosso combinado, dias depois estivemos na casa de um amigo meu, com o qual eu fui comentar a infeliz (pra ela) descoberta. E foi a ocasião em que eu soube que ele também sofria com isso….que a esposa dele não apenas não havia juntado nada quando foram morar juntos como ainda devia no C.crédito. Considerando que ambas eram quase melhores amigas, de imediato resolvi dificultar um pouco as coisas para a pretensa Sra. Exterminadora para testá-la….e não demorou muito pra eu ouvir a triste frase: “não vale a pena viver só guardando dinheiro pra pagar aluguel. Ademais, vivemos praticamente em união estável (onde, cara pálida ???), então não teremos problemas em comprar a nossa casa já que nós dividiremos….”
            Dois meses depois disso eu encerrei tudo……
            Hj vivo no PMJ, ainda tímido é verdade, mas analisando as várias propostas de outras moças para se tornarem Sra. Exterminadora.
            Nem um pingo de remorso…

            E PMJ

            41+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • socrates 30 de maio de 2017 at 09:43

              Palavras da salvaçao

              3+
      • O Incrivel Homem-Bolha 29 de maio de 2017 at 15:08

        Concordo. Quando saí do meu “próprio” pequeno e fui para um alugado maior, o impulso da Mulher Bolha de decorar, mexer, mudar, era insuportável. Perdi as contas das vezes que tive que conversar com ela de que não poderíamos mexer em muita coisa e nem comprar muitos móveis, pois poderiam não servir em outro lugar. Graças a Deus passou o “impulso decorador”.

        16+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Rico 29 de maio de 2017 at 16:27

        Só esqueceram que segundo a seleção natural sobrevive não quem é mais forte, mas quem melhor se adapta as adversidades… Por isso os dinossauros foram embora e os pássaros estão aí até hoje.

        21+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Bsbguy 29 de maio de 2017 at 18:36

        Cara, esse tema é deveras interessante.
        Eu e minha esposa tínhamos um valor de meio ap decente faz uns 2 anos.
        Eu a convenci por A + B que valia aluguel x comprar. Ela aceita? Sim, ela é inteligente, mas dai a ela gostar de morar de aluguel está longe. “eu quero uma sala grandeeee”” kkkkkkk…
        Moramos em um bom ap no Plano piloto, perto de tudo e do trabalho. Pagamos 0,28% do valor bolhudo do ap de 3q.
        Em 2 anos +- casados, nosso PL dobrou. Hoje poderíamos comprar um ap (se tivesse todo $ liberado) a vista ou quase a vista.
        Minha meta é segurar a fera por uns 8 anos +, e ai sim, comprar O ap da vida (torcer para bolha murchar à época), pq já teria, se tudo der certo, uns 3/4 aps de $. Ai seria uma possibilidade comprar tijolos kkkk

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Zé do Brejo 29 de maio de 2017 at 15:07

      Daí vem a frase: ANTES SÓ, QUE MAL ACOMPANHADO!

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • O Incrivel Homem-Bolha 29 de maio de 2017 at 15:10

        Muitas vezes a mulher é gente boa e legal em quase tudo… a coisa não é tão simples assim.

        15+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Zé do Brejo 29 de maio de 2017 at 15:16

          Entendo, mas vai por mim, se no começo ela já é assim, não tenha esperanças de que vá melhorar.
          E se ela fizer sua vida um inferno hoje por conta dos tijolos mágicos, dificilmente ela conseguirá enxergar o céu dos juros.
          Mais fácil trocar de mulher do que ajeitar uma vida financeira fracassada. Mulher ajuda o cara a fracassar e picam a mula quando o zé tá no fundo do poço.
          Eu digo: NÃO CAIA NO POÇO por mulher nenhuma, não vale o quanto custa.

          14+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Rico 29 de maio de 2017 at 21:36

            Mais ou menos que ia dizer… pular no poço só serve para o conjuge subir na sua cabeça e sair de lá.

            4+
            • avatar
        • BolhistaBR 30 de maio de 2017 at 08:23

          Tem q mandar a candidata a esposa fazer um teste de personalidade.

          Se for INTJ, agarre pois é 1:🌽 e essa é bolhista de carteirinha.

          Também tem outros tipos bons pra investir….

          Mas os tipos emocionais dão trabalho…. 😆

          4+
          • avatar
    • Master Yi 29 de maio de 2017 at 15:41

      Estou na iminência de casar, quanto a isso estou tranquilo. Já conversei várias vezes com minha noiva sobre isso, e ela sempre concorda com os meus cálculos. Na primeira vez que tratei do assunto com ela, tomei até um susto com a resposta ela. Foi mais ou menos assim:
      Master Yi: Comprar imóvel atualmente não é nada vantajoso, está tudo muito caro, se continuar do jeito que está provavelmente nunca compraremos um imóvel.
      Sra. Master Yi: Eu não faço questão de comprar um imóvel.
      Espero que ela não mude de ideia depois que casar kkk

      21+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Money_Addicted 29 de maio de 2017 at 18:16

        vai achando, kk dpois de uns 6 meses de casado nos conte se ela ja nao ta t aporrinando kk

        12+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Coelho da pascoa 29 de maio de 2017 at 16:09

      Questão difícil…

      4+
    • Money_Addicted 29 de maio de 2017 at 18:21

      ja comentamos bastante isso por aqui, e isso eh coisa de homem frouxo, a minha me atormenta (ava) mas se ela quiser largar d mim pq mora de aluguel eh um favor, qro ver achar um otario q compra um AP bolhudo e bote ela pra morar e ainda a sustenta…..otario tem um mte mas com dinheiro ta dificil kk

      agora se o cara eh apaixonadinho, incentive-o o comprar e financiar o maximo possivel, aproveita e financia um carro pra dxar na garagem de surpresa pra amada 🙂

      [ ]s

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • perdido no rio 29 de maio de 2017 at 20:53

        “otario tem um mte mas com dinheiro ta dificil ”
        Falou tudo!

        8+
        • avatar
    • Carlos 29 de maio de 2017 at 18:45

      Cara, depois que os publicitários descobriram que as mulheres são responsáveis direta ou indiretamente por mais de 80% do dinheiro gasto a coisa ficou realmente surreal, dá uma olhada na capa dos portalões de notícias, uma boa parte do conteúdo é isca para atrair consumidores do sexo feminino, mulher no geral detesta economia, política e finanças. É até patético como tentam empurrar algum conteúdo adulto que não seja sobre sentimentos, bichos, moda e outras fantasias femininas infantis.

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Bauru Bolhudo 29 de maio de 2017 at 21:10

      Tenho um primo bolhista, ótima renda, apartamento alugado, liquido em TDs, ações, CDBs e dólar, a esposa aborrecendo para comprar um imóvel e ele irredutível pelos motivos que sabemos. Lá pelas tantas ela sai da sala e outro amigo bolhista dos grandes do tipo que atravessa rio com sonrisal aconselha: compre uma casa pela falta de liquidez, você tem filho pequeno e se morrer são dois minutos para moer seus títulos, imóvel vai demorar mais e não vai afetar tanto sua renda. Ponto de vista interessante.

      6+
      • avatar
      • Rico 29 de maio de 2017 at 21:39

        O mercado vai moer do mesmo jeito… Infelizmente depois da morada definitiva fica impossível controlar o que acontece do lado de cá.

        5+
      • Master Yi 30 de maio de 2017 at 08:43

        Interessante mesmo. A depender do preço e das características do imóvel pode valer a pena. Mas ainda acho que o cenário ideal seria: educar a família financeiramente. Por que não passar os conhecimentos e a experiência para a esposa e os filhos? (Tá, tudo bem, não é nada fácil, admito)

        6+
        • avatar
        • avatar
    • socrates 29 de maio de 2017 at 23:42

      não é mais facil ele arrumar um amante para ela para de encher o saco?

      2+
    • Bruno.12 6 de junho de 2017 at 18:32

      Tive sorte de minha noiva apreciar a razão….mas ainda assim tive que explicar N vezes para ela todos os argumentos bolhistas….hoje ela ama LCI, TD, e toda semana, ao menos, entra na conta para ver o quanto rendeu de juros. Ainda assim….ela bateu na tecla de “quero meu próprio AP”…como conseguimos um com preço ridiculo (os vendedores estavam mais duros que pau de galinheiro, nem o IPTU estavam pagando há anos), compramos à vista, sem financiar por 36000 meses.

      0
  • Libertario 29 de maio de 2017 at 15:12

    Cadeludo

    http://www1.folha.uol.com.br/colunas/leaoserva/2017/05/1888238-minha-casa-minha-vida-agrava-o-apartheid-social.shtml
    alguem com acesso favor postar o texto inteiro

    4+
    • avatar
    • avatar
    • avatar

    Cesar_DF

    No Rio Maravilha, com VACÂNCIA DE 90%, vários proprietários estão oferecendo os imóveis gratuitamente, apenas para pagar condomínio e iptu, mas mesmo assim a maior parte permanece vazia
    http://vejario.abril.com.br/cidades/segundo-pesquisa-vacancia-no-porto-maravilha-e-maior-que-90/

    2+
    • avatar
    • avatar

    TOPICOS GARANTIDOS PRA SEMANA!!!!

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Libertario 29 de maio de 2017 at 15:14

      Mas não, não existe bolha.
      Apenas um movimento cíclico, provocado pelo Eduardo Cunha.
      Não, pela Dilma.
      Não, pelo Temer.
      Não, pelo(a)…………………………………………
      (preencha aqui)

      7+
      • avatar
      • avatar
      • Zé do Brejo 29 de maio de 2017 at 15:18

        G.O.M.E.

        6+
        • avatar
        • avatar
    • LZ 29 de maio de 2017 at 15:18

      Basicamente: “Só paga o IPTU e Condomínio por favor !!”
      Tá fácil rs

      5+
      • avatar
      • avatar
    • EngenheiroDF 29 de maio de 2017 at 15:23

      A noticia do Porto Maravilha é antiga.

      3+
      • avatar
  • odorico 29 de maio de 2017 at 15:38

    CDB BMG IPCA+7,2% 5 anos mínimo de 10 mil na easy.

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Seguidor do Bolha BH 29 de maio de 2017 at 15:45

    Feirão da casa própria realizado em BH e outras nove cidades termina com R$ 10,2 bi em negócios
    http://hojeemdia.com.br/primeiro-plano/economia/feir%C3%A3o-da-casa-pr%C3%B3pria-realizado-em-bh-e-outras-nove-cidades-termina-com-r-10-2-bi-em-neg%C3%B3cios-1.468155

    Em torno de 20% de contratos fechados ou encaminhados, em relação à quantidade de imóveis anunciados em todo o Brasil e levando-se em consideração as cidades listadas na reportagem.

    4+
    • avatar
    • avatar
  • Lord of All 29 de maio de 2017 at 15:55

    Comentários que os pecuaristas não querem mais entregar gado à prazo para o frigorífico delator cujo nome é composto por três letras, pq acreditam q não vão receber.
    Maior banco público da banânia, e o maior banco “amigo” dos empresário detêm, juntos, 26% das ações desse frigorífico.
    Tem q financiar muito imóvel mesmo pra cobrir o rombo.

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 29 de maio de 2017 at 16:49

      Lord of All,

      Na realidade a CEF tem que buscar crescimento nos financiamentos imobiliários pelos mesmos motivos que construtoras como Viver e PDG fizeram no passado, para adiar ao máximo as consequências que elas também vivenciaram.

      É o famoso PEDALAR: quanto mais financiamentos imobiliários novos, menor fica o percentual de inadimplência em relação ao total do crédito imobiliário concedido, que é a base de cálculo normal. Assim como quanto mais lançamentos e vendas FALSAS na planta as construtoras fazem, mais elas mascaram o total absurdo dos distratos referentes às vendas falsas do passado.

      No início dos pagamentos do financiamento imobiliário, a regra é que o cliente ainda consiga pagar, mesmo que esteja comprometendo muito mais que 30% do seu orçamento graças a comprovantes falsos de renda e/ou parentes que ajudam na aprovação do crédito, mas não no pagamento, porque estas pessoas se apertam e reduzem seus gastos com outros produtos e serviços, até onde aguentam, ou até acontecer o primeiro “imprevisto” (“imprevisto” mais que previsível, como por exemplo, queda de renda e/ou desemprego em meio a uma crise na economia causada em grande parte pela própria bolha). Com as construtoras e o esquema das vendas FALSAS na planta e seus distratos, funciona da mesma forma: entre o comprador assinar um papel de venda na planta e entregarem o imóvel, para ele descobrir que nunca teve renda suficiente para adquirir o crédito imobiliário correspondente, passam-se 3 anos e durante este período, esta pseudo venda SIMULA uma recuperação e faz com que não tenham “vendas negativas” (como já aconteceram ALGUMAS VEZES quando construtoras zeraram os lançamentos e não incrementaram suas vendas FALSAS na planta).

      Sendo assim, a busca incessante por aumento no crédito imobiliário pela CEF é só apenas MAIS UM dos inúmeros ROMBOS que ela tem. Coloquei uma relação com mais alguns exemplos logo acima e certamente, o que sabemos sobre estes rombos, é só a “ponta do iceberg”…

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • socrates 29 de maio de 2017 at 23:44

        relaxa CA. A CEF ta cheia de $$$. Ja viu os patrocinios dos times de futebol?

        1+
        • Carlos 29 de maio de 2017 at 23:49

          Mais uma prova de que o brasileiro médio é um trouxa, Caixa, BB e Petrobostha sempre financiaram os times de futebol com as maiores torcidas.

          1+
          • antifragile 29 de maio de 2017 at 23:55

            Até a bosta da MRV patrocina o Flamengo.

            3+
            • avatar
  • calango_df 29 de maio de 2017 at 16:38

    Longa Manus 26 de maio de 2017 at 16:50
    Aos amigos da Bolha, o que acham das Debêntures CEMIG 9,50 + IPCA ?
    ——-
    minha contribuição de 2cents…
    “A Cemig tem um grande volume de dívida para rolar nos próximos anos (R$ 4,3 bilhões em 2017, R$ 3,9 bilhões em 2018 e R$ 1,8 bilhão em 2019) e, depois de falhar na emissão de US$ 1 bilhão em bônus nos Estados Unidos e na Europa, os investidores estão questionando a habilidade da companhia de resolver sua situação de elevada alavancagem”

    http://www.valor.com.br/empresas/4980140/investidor-ainda-esta-temeroso-com-cemig

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Lucas 29 de maio de 2017 at 17:02

    eam

    ‘”Os preços caíram relativamente pouco perto do tamanho da crise no mercado imobiliário”, diz Eduardo Zylberstajn, pesquisador da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).’

    corrigindo o Dudud:
    “o valor dos anuncios em um dos sites de internet caiu pouco”

    – devido ao congelamento de preços por força de contrato/distrato
    – devido a não computar os negócios em leilão, com quedas nominais da ordem de até 70% oficialmente admitidas (fora a valor real)
    – outras artimanhas, sempre têm, This is bananiland

    3+
    • avatar
  • Cadeludo 29 de maio de 2017 at 17:03
    • Lucas 29 de maio de 2017 at 17:12

      “os maiores níveis de ociosidade do setor, registrados em 1980 (43%), serão facilmente ultrapassados neste ano”.

      BNH 2 – A Missão
      e diziam que eu tinha exagerado
      em tempo: a recuperação dos anos BNH levou muitos anos, somente com Plano 100 e Encol tiraram a cc. do coma.

      Aliás o Lenner no artigo dele tbm viu essa semelhança de erros cometida nos 70’s e recometida agora.
      Pra quem não acredita em coincidencia, o mesmo guru de ambos: Delfin Neto, keynesiano estatólatra envolvido em escãndalos financeiros.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Zé do Brejo 29 de maio de 2017 at 17:48

    https://economia.uol.com.br/noticias/estadao-conteudo/2017/05/29/para-atrair-cliente-incorporadora-paga-condominio-e-ate-conta-de-luz.htm
    VAI DAR SERTO ÇIN… Basta não planejar nada e DEIXA A VIDA ME LEVAR…
    “Com R$ 22 mil para sacar do FGTS, o casal Zesérgio Marques e Vionei Soares viu uma oportunidade para, enfim, sair do aluguel. Não nos planejamos, mas conseguimos fechar pagando prestações equivalentes ao valor do nosso aluguel atual”

    Os FDPs vão pagar aluguel por 30 anos e se atrasarem 90 dias perdem os tijolinhos mágicos, mas tudo bem porque estão pagando o que é deles, pera, não… é do Banco.

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 29 de maio de 2017 at 18:14

    Clientes com débitos na Caixa Econômica poderão quitar dívidas com até 90% de desconto

    Descontos serão ofertados até o próximo dia 30 de junho. Campanha não vale para dívidas habitacionais.
    kkkk
    a Caixa está oferecendo até 80% de descontos para dívidas que tenham de um a dois anos, e até 90% para débitos com mais de dois anos. (kkkk otario quem pagou)

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
      • Alemon Fritz 29 de maio de 2017 at 18:24

        nojeira
        “A pessoa pagando sua dívida ela poderá voltar normalmente a ser cliente da Caixa, basta esperar o prazo de cinco a dez dias para o sistema limpar o nome e o CPF, e ela poderá reaver a conta e até pedir novos empréstimos”,

        12+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • BOLHA JOKER 29 de maio de 2017 at 18:51

          Isso é uma mentira deslavada, caso o cliente pague o valor da divida menor do que pegou emprestado nunca mais conseguirá crédito na CEF, esses descontos de 90% são um exemplo disso, ficará com restritivo interno, não financia mais nada, crédito habitacional jamais.

          15+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
  • Alemon Fritz 29 de maio de 2017 at 18:20

    Os preços de venda dos imóveis nos leilões da Caixa em 20 cidades

    Levantamento mostra que preços têm desconto médio de 30% sobre o valor avaliado pelo banco.
    O maior desconto médio (37%) é observado nas cidades do Nordeste, seguidas pelas cidades do Norte (30,6%) do país. Já no Centro-Oeste o desconto médio dos imóveis na hora da venda em leilões é de 28,8%, enquanto no Sudeste é de 25,9% e, no Sul, 24,7%. No Distrito Federal, o desconto é de, em média, 24,4%. mais baixos do que o valor AVALIADO pelo banco.

    exame

    5+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 29 de maio de 2017 at 18:31

      olha lá o sbuliminar
      é desconto, NUNCA queda
      preço de imóvel não cai NUNCA
      as vezes dão desconto, corram comprar HOJE

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Lucas 29 de maio de 2017 at 18:35

      agora fazendo umas continhas:

      – avaliação do banco é praticamente o IVG-R que é um fingezap saneado que hoje está dando uns 10% de queda em relação à nave-mãe.
      – fingezap por sua vez nessses anos deu outros 10% de queda real frente o pico

      não erro muito dizendo que os leilões hoje estão dando uns 40% médios de queda nominal desde que a bolha estourou, ou uns 50% a 60% médios de queda real, ou ainda uns 80%-90% se fizermos a conta em moeda forte, dolar que seja.

      É Hard???
      ou é Crash???

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lord of All 29 de maio de 2017 at 18:40

        Jornal da rede Bobo de hj de manhã noticiando esse “Ferrão” da Caixa, mencionou q o próprio finge tá dando queda de preços. Ou seja, mais claro e mais direcionada a notícia para o povão impossível.
        E o povo é tão sem noção, q a âncora aplaudiu o casal q tinha conseguido aprovar financiamento. É a mesma coisa q aplaudir um cara q pegou uma doença incurável.

        18+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Zé do Brejo 30 de maio de 2017 at 10:39

          A doença é altamente lucrativa, a literal e a figurada também.

          2+
      • Cesar_DF 29 de maio de 2017 at 20:31

        Lucas
        As que estão conseguindo receber lances, estão de 60 a 80% abaixo do laudo de avaliação

        5+
        • avatar
        • avatar
        • Lucas 30 de maio de 2017 at 13:54

          muito pior que imaginei

          0
  • ABUTRE 29 de maio de 2017 at 18:44

    Mulher bolha

    1- Procura o homem ( ideal ), aquele com um emprego estável.

    2- Depois que o homem esta cego de amor, fala de casamento, que ele esta ficando velho, e a hora é agora de casar, que suas amigas e familia estão cobrando ela.

    3- Depois disso convence o noivo a parcelar uma grande festa de casamento,

    4- Ai vem o sonho do AP decorado, ou da construção de uma casa perfeita, parcelados é claro.

    5- Chega a hora dos filhos, o sonho é ter um casal bolha,

    6- Nas férias, precisa passar uns dias em uma praia bolhuda na banania, ou parcelar uma viagem para os EUA ou europa. Afinal de contas, precisa mostrar para as amigas que tem a família ideal.

    7- Ai vem a necessidade de ter um cross, ou uma SUV, parcelada é claro, tem TB o desejo de comprar aquele cachorro peludo de raça cara, pra ostentar.

    8- Em cada uma dessas etapas vem a greve de sexo, dr diárias, dores de cabeca e inferno na vida do marido.

    9- Quando consegue tudo oq quer, transformando o marido em um grande homem beta bolha, vem as dores de cabeca, a depre, a falta de vontade em fazer sexo, ai vem a vontade de fazer um curso, voltar para a facul ou contratar um personal na academia.

    10- Depois disso todos já sabem, aquele amante garotão, o pedido de separação, pensão, mesada, contas.

    11- Pra terminar de destruir a vida do cara, queima ele para todas as amigas, família e até para a mae dele. Na maioria dos casos diz q o ex era ruim de cama para justificar o amante garotão ( elas nunca são culpadas de nada )

    Projeto executado com sucesso, vida do homem bolha destruída. Calvície , barba e resto de cabelo branco, barriga de shop, dividas e depressão bolha

    Parece piada, mas conheço 3 casos parecidos com esse.

    Por isso eu digo, imovel somente alugado, carro somente usado, mulher somente com validade. Sem filhos, sem casar e sem imovel.

    52+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Money_Addicted 29 de maio de 2017 at 18:48

      perfeito 🙂

      6+
      • avatar
      • avatar
    • Carlos 29 de maio de 2017 at 18:56

      Os homens tem que entender que são partes daquele projeto que toda mulher tem na cabeça de ter um marido, filhos e casa perfeitos.
      São treinadas e preparadas para isto desde a infância pelos pais, pela cultura e obviamente pelo marketing já que estes planos envolvem normalmente gastos enormes e duradouros.
      Obviamente alguém tem que pagar por estes sonhos e este alguém é o príncipe encantado da ocasião.
      Sugiro que leiam sobre o conceito de starting husband, sim, agora as mulheres planejam uma vida com vários maridos iniciando com o cara bem dotado mas geralmente bandido, quebrado ou violento que vai lhes dar filhos bonitinhos, passando para o nerd que ganha bem que vai pagar pela criação deles e terminando com outro playboy rico novo ou velho porque vão ficar enjoadas do nerd em algum ponto de suas vidas de princesas da Disney.
      Os modelos de comportamento das Kardashians et caterva.

      21+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Carlos 29 de maio de 2017 at 19:07

        Acontece muito também do starting husband ser aquele cara bonzinho, namoradinho do tempo de colégio a quem a família conhece, aprova e vê algum futuro. Coisa típica de sociedades conservadoras como a brasileira.
        Este cara está fudido e muito antes mesmo de saber porque vai ser o responsável por transformar os sonhos da princesa e da família dela em realidade.
        Obviamente que muitos vão falhar e independente do sucesso raramente receberão qualquer reconhecimento, talvez um belo par de chifres é uma ou várias contas de pensão dos catarrentinhos para pagar.

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Alemon Fritz 29 de maio de 2017 at 22:23

          poderia ser chamado de monogamia seuqnecial, com a vantagem da variabilidade genetica dos filhos (uma doença poderia matar todos os filhos de um mesmo pai). As “fêmeas” avaliam muito bem qualidade e oportunidade. Vive com o sr X, mas o filho é do bombeiro…

          5+
          • avatar
          • avatar
      • Carlos 29 de maio de 2017 at 19:34

        Para quem duvida, dêem uma​ passada em shopping bolhudo lá pelas 10 da manhã de dias de semana…
        O desfile de dondocas exibindo seus SUVs, pets e a sua prole é interminável, e todo o show sendo feito para provocar e se impor sobre outras dondocas deslumbradas.
        Enquanto isso o príncipe encantado obviamente está trabalhando feito cachorro e engolindo sapos em alguma empresa ou repartição.

        17+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Margarida 29 de maio de 2017 at 19:56

        Até concordei com o Abutre, conheço muitos casos também assim. Mas, Carlos, “toda mulher” não. Nem todas. Não generaliza. 😛

        29+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • md_bh 29 de maio de 2017 at 19:57

          Ei Margarida, hahah

          6+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • Carlos 29 de maio de 2017 at 20:04

          Margarida minha cara, eu acredito sim que este sonho seja compartilhado pela grande maioria das mulheres, nem todas o perseguem da mesma maneira e uma minoria atualmente creio eu consegue pensar por conta própria na sua felicidade ou alguma coisa parecida.
          É só ver o número cada vez maior de mulheres frustrada, infelizes e que tomam alguma medicação para depressão. A culpa obviamente é sempre de algum ou vários homens.
          Isto em uma época onde as mulheres têm liberdade e facilidades nunca sonhadas pela mais otimista das feministas.

          12+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
    • md_bh 29 de maio de 2017 at 19:50

      Rapaz, já desfiz dois noivados, e estou solteiro novamente. Agora deu medo viu.

      8+
      • avatar
      • Carlos 29 de maio de 2017 at 20:06

        As mulheres ocidentais hoje são muito diferentes das nossas mães e avós, para o bem e para o mal.
        Muito homem vive com a cabeça num passado, que afinal é passado.

        4+
        • avatar
    • loucola 30 de maio de 2017 at 15:03

      Com certeza frequenta aqueles blogs saia da matrix. Cuidado que isso pode ser doença.

      0
      • Carlos 30 de maio de 2017 at 18:36

        Qual doença?

        0
  • OcaradoAcre 29 de maio de 2017 at 19:54

    Mansão do Aécio em Brasília: 7 milhos, aluguel de 25 mil. 280:1 ou 0,35% de retorno sobre o investimento.
    http://www.metropoles.com/brasil/conheca-o-bunker-luxuoso-onde-aecio-neves-se-refugia-no-lago-sul
    Sem parar pra imaginar o que se gasta em manutenção se ficar parada e IPTU.

    3+
    • avatar
    • avatar
    • socrates 29 de maio de 2017 at 23:51

      isso não pode ser verdade.
      Ele é do partido social democrata.
      Os politicos na Suecia , Dinamarca, Canada e Finlandia tambem sao assim?

      2+
      • avatar
  • j connors 29 de maio de 2017 at 20:21

    Meio off, mas relacionado a qualidade de vida na banania. a partir do minuto 17`30 se relaciona com o papo dos MCMV. um dos mais premiados arquitetos do bananil.
    https://www.youtube.com/watch?v=6AbK2zfMqIQ

    1+
  • ABUTRE 29 de maio de 2017 at 21:08

    Tenho muitos amigos e parentes na banania, sempre que falo com eles dizem que esta tudo normal, que o preço dos imoveis não caiu. Realmente em algumas cidades do interior o preço continua alto. No papel, essa crise da banania era pra ter destruído o mercado imobiliário e o cambio a muito tempo. As reformas não vão acontecer, todos os setores da economia tem problemas, mas a banania continua a mesma, pedalando, enganando, manipulando. Mas até quando o país aguenta? E quando não tiver mais gasolina pra queimar? Senhores, se esse ano não passarem as reformas, teremos um resident evil na banania, ou um Venezuela evil..

    4+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Rico 29 de maio de 2017 at 21:27

    Eu vejo o futuro repetir o passado:
    Editorial Rede Globo na voz de Cid Moreira, transmitido pelo Jornal Nacional em 1975, sobre os acontecimentos no país nos últimos 11 anos, desde a Intervenção Militar de 64.

    “https://www.youtube.com/watch?v=i7OTR9mfEQ0

    1+
    • avatar
  • Money_Addicted 29 de maio de 2017 at 21:36

    CVR –

    Estou no guaruja, e foi ao shoppingzinho que tem aqui para janta, e para minha “surpresa” vejo uma loja na praca de alimentacao para alugar.

    O shopping eh pequeno e sao poucas lojas na praca de alimenatacao, mas eu imagino q um ponto ali deveria ser concorrido, sangue -> literlamente!

    [ ]s

    3+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • antifragile 29 de maio de 2017 at 23:45

      Sim, também notei isso quando fui ao Shopping Iguatemi esse final de semana. Na praça de alimentação, praticamente só loja de sanduíche. Restaurantes tipo self-service, que têm um custo maior, todos fechando.

      1+
      • Money_Addicted 30 de maio de 2017 at 11:13

        aqui ainda pode se dizer q eh um shopping menor, em uma cidade litoranea decadente, mas iguatemi em teoria eh um dos melhores (entre porcarias bananenses)

        0
  • CA 29 de maio de 2017 at 21:46

    Ficou muito para cima, replico aqui:

    http://g1.globo.com/ro/cacoal-e-zona-da-mata/noticia/clientes-com-debitos-na-caixa-economica-poderao-quitar-dividas-com-ate-90-de-desconto.ghtml

    Para refletir sobre a notícia acima e os descontos de até 90% que a CEF está dando para quem está devedor há tempos, às vezes há anos:

    A CEF a partir do quarto trimestre de 2016 comunicou que havia operado um milagre em seus relatórios oficiais e todos os especialistas e até aqueles que trabalham em bancos dizem acreditar neste milagre:

    Em um contexto em que o desemprego crescia sem parar, a renda caia sem parar, o PIB tinha queda superior a 3% pelo segundo ano seguido, recorde de lojas fechando no Brasil, dentre diversos outros indicadores negativos e ainda com percentuais muito elevados de inadimplência inferior a 90 dias no trimesrre anterior, a CEF disse que só através de “renegociações” e sem precisar de empresas abutres, ela não só tinha feito com que NADA daquele grande volume de inadimplência inferior a 90 dias se transformasse em inadimplencia acima de 90 dias de um trimestre para o outro, como ainda ela reduziu a inadimplência acima de 90 dias que ela já tinha antes e ainda, ela conseguiu esta proeza para TODAS as suas linhas de crédito ao mesmo tempo!!!

    O mais impressionante da estória acima? Os especialistas e aqueles que trabalham em bancos ainda dizem acreditar nisto!!!

    Agora aparecem as notícias que começam a esclarecer como a CEF consegue operar estes milagres: descontos de até 90% nas dívidas, é o mesmo que vender para empresas abutres, como a CEF já fazia até o terceiro trimestre de 2016, que foi quando o TCU mandou interromper porque até nisto a CEF estava praticando um golpe, ao vender títulos que ainda não eram de difícil recuperação como se o fossem, com descontos de até 90% e só para variar, mais um conluio com a BTG, a mesma do escândalo com o Banco Panamericano e CEF que está em investigação pela polícia federal, a mesma já envolvida na lava-jato via seu ex-presidente, a mesma que tem forte relação com a PDG para quem a CEF também fez empréstimos a fundo perdido e em condições de pai para filho, dentre uma infinidade de outras maracutaias que envolvem estas empresas…

    Pois é, estas são as brilhantes “renegociações” da CEF? 90% de desconto?

    No crédito imobiliário, uma infinidade de outras ações APELATIVAS, tais como leilões com descontos de até 80% nos lances iniciais, procurar por corretores de imóveis para revenderem estes que foram tomados dos inadimplentes, pensar em criar uma empresa abutre própria, etc, etc, etc, tudo isto para desovar um estoque de imóveis retomados que segundo a CEF é consequência de uma inadimplência baixa, apesar do BC falar em mais de 230 mil contratos de crédito imobiliário com inadimplencia acima de 90 dias e a CEF pela sua participação de 70% no crédito imobiliário e ainda, em função de suas “facilidades” para conceder crédito imobiliario, certamente responder por mais de 80% de toda esta inadimplência, o que representaria mais de 180 mil inadimplentes acima de 90 dias, onde se todos tivessem os imóveis retomados, seria muito mais do que a SOMATÓRIA de todo o estoque de imóveis em poder das construtoras no Brasil!

    De novo, o mais impressionante da estória acima são os “especialistas: e aqueles que trabalham em bancos dizerem que acreditam que está tudo normal com a CEF e que ela até está reduzindo a inadimplência dela do crédito imobiliário!!!

    Para quem acha que esta estratégia da CEF é “jenial” (sic), vale lembrar que ela está destruindo por completo a liquidez dela, que é o coração de qualquer banco e junto com os vários ROMBOS de dezenas de bilhões de REAIS relacionados a uma infinidade de golpes e “investimentos ruins” (ver algumas referências em comentário que fiz anterior a este), no mundo do REAL ela está no caminho de pedir socorro ao governo (que está quebrado com uma seríssima crise fiscal) e ter que reduzir drasticamente todas estas PEDALADAS e MAQUIAGENS absurdas que praticou durante mais de uma década, expondo de forma escancarada as consequências tanto da bolha imobiliária quanto da bolha de crédito para consumo…

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 30 de maio de 2017 at 12:24

      e agora com mudanças “pró-mercado” diga-se pró-amigo-do-rei no BNDES
      após terem feito algum serviço sujo no Ibge que ainda não entendemos direito
      é inescapável: vai piorar.
      o governo dilmo esquerdou com força, e olha a ironia, por pressão das esquerdas e falta de apoio das ditas direitas
      pra completar descobrimos que GM é pecuarista fornecedor da J&F se alguém tinha alguma esperança???
      PMJ

      5+
      • avatar
      • avatar
  • Krusty 29 de maio de 2017 at 22:12

    Salve povo bolhista!

    Aqui no Extremo Norte o mesmo do mesmo: venezuelanos everywhere, coronelismo do Jucá, FPs, militares e índios.

    Alguém estima a quantas anda a proximidade do despair imobiliário?

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Burbuja 30 de maio de 2017 at 00:32

    CVR – As maravilhas dos contratos bananenses

    Fala, pessoal! Trago mais um CVR que representa não apenas o que já se discute aqui sobre comprar na planta como também reforça minha vontade de ficar no aluguel, além de esclarecer como o comportamento bananense funciona em todos os aspectos de nossas vidas, inclusive a nível profissional:

    Em 2014 mais ou menos vi o anúncio de um condomínio “inteligente” a ser construído em área nobre da cidade. Apartamento de 3 quartos com aproximadamente 70m² (kkkkk) custando por volta de R$ 300.000,00 (kkkkkk). Obviamente não tive o menor interesse. Contudo, me chamaram atenção algumas coisas que prometiam, possivelmente pensando em alugar uma unidade no futuro:

    – Condomínio com valor baixíssimo (essa eu não acredito, mas vamos pros próximos itens);
    – Água mineral encanada, sem necessidade de pedir por fora;
    – Água e gás individualizados;
    – Gerador de energia no prédio. Em caso de necessidade, uma tomada específica de cada cômodo seria acionada;
    – Energia solar;
    – Coleta seletiva de lixo;
    – Internet coletiva, rateada entre os condôminos interessados.

    O tempo passou e a obra foi concluída entre 2015 e 2016. Cheguei a ver algumas unidades para locação, mas nunca tive interesse devido ao preço e à metragem, mas estava sempre curioso com os itens diferenciais, quase inexistente aqui na cidade (capital nordestina), esperando ao menos que outros condomínios as adotassem.
    Por coincidência, conheci uma nova colega de trabalho que veio de SP e alugou uma unidade junto com o marido. Não falamos muito a respeito na primeira conversa, mas inicialmente eles disseram que rescindiram o contrato porque não gostaram da vizinhança (favelados metidos a ricos), sem entrar em detalhes. Em outro momento, tomando um cafezinho na casa deles, falei que o condomínio me passava uma ideia de ter sido muito bem planejado, aí eles me falaram a atual situação de lá e o que motivou a saída deles:

    – O condomínio tem um preço mediano, R$ 400,00, mas tudo, absolutamente TUDO é individualizado. Tudo que foi prometido precisa de cota extra pra ser introduzido:
    – A água mineral possui tubulação, mas está desativada e precisa de cota extra pra ser feita a ligação;
    – Água e gás são individualizados. Até aí tudo bem, mas a água e gás do condomínio vêm numa conta à parte a ser paga pelos condôminos. Em outras palavras: além de pagar os R$ 400,00 acima, é preciso se preocupar se o funcionário X está economizando na hora de escovar os dentes ou se o funcionário Y tá demorando no chuveiro. Detalhe: já chegaram a pagar R$ 200,00 de água em um só mês, sendo a conta do condomínio mais cara que a da casa deles;
    – Gerador de energia e painel solar: precisam ser comprados, mas como é mais uma cota extra os moradores ficam protelando e o serviço está inativo;
    – Coleta seletiva: ainda não foi implantada e também demanda despesas extras para que seja regularizada. Como ninguém liga pra esse quesito, fica por último na lista de prioridades;
    – Internet coletiva a custo baixo: nunca existiu.

    Em outras palavras, acontece nesse prédio o que acontece no Brasil de maneira geral: contratos e negócios sendo feitos à base de mentiras, enganações e cheios de pontos escusos, como o condomínio supostamente barato mas que não inclui nada. Mais uma vez vemos que não dá pra confiar nas destrutoras e muito menos na venda na planta. Além disso, vemos o quando pode ser inverídica a afirmação de que tijolos são investimentos, pois me falaram que o proprietário estava desesperado pra alugar porque tinha muita concorrência e zero interesse devido aos poucos serviços funcionando.

    Pra piorar tudo, o casal caiu numa arapuca: haviam acertado diretamente com o proprietário R$ 1.000,00 reais de aluguel + o boleto do condomínio. O proprietário se negava a pagar as taxas extras que vinham parceladas, dizendo que eram itens não essenciais que eles deveriam bancar caso desejassem usufruir e que eles se comprometeram no contrato em pagar o valor do aluguel + boleto do condomínio. No final das contas pagaram multa de 1 aluguel pra se livrar do pepino e saíram com 10 meses de contrato (contrato de 30 meses). Realmente fazer negócios no Brasil só com muito espírito aventureiro!

    42+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 30 de maio de 2017 at 00:42

      Este tipo de coisa não me surpreende mais, quase tudo é feito pela metade no Brasil, trabalhei em uma empresa que tinha coleta seletiva metida a besta, 5 tipos de lixeiras, um dia fiquei trabalhando até mais tarde e presenciei o cara da limpeza esvaziando as lixeiras todas no mesmo saco de lixo, pergutei o motivo e ele me disse que sempre foi daquela maneira pois não tinham local para estocar em separado e mais importante: não tinha quem coletasse só os metais por exemplo.
      Ou seja: tudo para inglês ver, ou para enganar os incautos.
      O bananistão não é mesmo para principiantes.

      26+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Leonardo M. 30 de maio de 2017 at 00:46

      Cara para mm prédio só alugo se não tiver porteiro, elevador, quadra , piscina, xoxotecas, fraldário,dog park, ecopark e outras tranqueiras.

      Adoro prédio com uma torre apenas até 3 andares e classe média alta.
      Menos funk,menos vizinhos, menos problema…ah e não pode ter outros prédios colados ao meu.

      Foi assim que aluguei um apartamento em Chapecó
      Condomínio de R$120

      19+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Carlos 30 de maio de 2017 at 00:57

        More em 49m2 e faça passeios de balão, coisa de retardado na minha modesta opinião 😀

        “O Home Design Pay-per-use Services inclui arrumação e limpeza básicas, lavanderia, passeio de cães, personal trainer, manutenção e pequenos reparos, entre outros. O pacote Home Design Life Experience Buyer permite ao morador programar suas horas de lazer, com opções como passeios de balão, saltos de paraquedas, mergulho, rafting, entre outras atividades. Finalmente, o pacote Home Design Smart Decor inclui serviços de decoração da unidade. Os apartamentos podem ter 49 metros quadrados, com uma suíte; 68 metros quadrados com dois quartos e 85 metros quadrados, sendo este último duplex, com uma suíte.”

        http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/15-condominios-que-oferecem-mordomias-de-hotel-aos-moradores/

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Carlos 30 de maio de 2017 at 00:59

          As duas coisas juntos bem entendido, pagar uma fortuna para morar em menos de 50m2 porque terá passeio de balão e rafting 😀

          9+
          • avatar
  • Alemon Fritz 30 de maio de 2017 at 01:01

    aqui na empresa tem lixo de reciclavel e não reciclavel… se vc parar pra ler o cartaz do que é cada um (pode e não pode) não joga nada certo e leva 1 hora. é impossível obedecer aí a galera mistura e fica impossivel reciclar.
    era mais facil produzir menos lixo (copinhos), colher de plastico, pratinho, garrafas dágua …

    7+
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 30 de maio de 2017 at 01:04

      Não sei a necessidade do cartaz até hoje já que praticamente tudo o que é reciclável tem o símbolo na embalagem, não seria mais fácil simplesmente dizer as pessoas para jogar comida em um lixo e tudo o que tem o triângulo desenhado no outro 😀

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 30 de maio de 2017 at 12:25

        é o unico sistema que fuincionaria
        lixo molhado num lixo seco no outro

        4+
        • avatar
  • Carlos 30 de maio de 2017 at 01:15

    OFF – O êxodo só aumenta

    Brasileiros deixam carreira aqui para começar do zero no exterior
    Em meio ao cenário de crise no país, cada vez mais pessoas decidem por deixar o Brasil definitivamente para trabalhar em outros países

    http://exame.abril.com.br/carreira/comecar-do-zero-no-exterior/

    6+
    • avatar
    • Zé do Brejo 30 de maio de 2017 at 11:09

      O Bananil vai dar serto çin, só vai ficar refugo.

      1+
  • Nuno Rj 30 de maio de 2017 at 08:22

    CVR Hell de Janeiro

    Mais um exemplo de aluguel em queda: acompanho esse anúncio de flat há um bom tempo (uns 6 meses, pelo menos). Acho que começou por volta dos R$ 3 mil (mas já vi outros no mesmo prédio por R$ 3,2 mil e R$ 3,5 mil).

    Da última vez que olhei, estava por R$ 2,4 mil. Hoje, olha a surpresa: baixou pra R$ 1,9 mil! Já tem mais de 30% de valorização negativa hahaha. E o proprietário ainda tem de pagar IR, imobiliária… E acho que ainda tem espaço pra queda.

    26+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Carlos 30 de maio de 2017 at 08:49

    OFF – Sovinas, eles estão em todos os lugares 😀

    “I’m dutch, I’ve do to do things cheaper ” (2:07)

    How I Built My Dream House When I Was 28
    https://www.youtube.com/watch?v=1fL2OZC_mfA

    3+
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 30 de maio de 2017 at 12:26

      dutchlanders

      1+
      • avatar
  • fanfarraum 30 de maio de 2017 at 09:21

    https://oglobo.globo.com/economia/2017/05/29/2270-inflacao-do-aluguel-tem-deflacao-pelo-segundo-mes-seguido
    Índice que reajusta aluguéis tem deflação pelo segundo mês seguido

    IGP-M de maio ficou negativo em 0,93%, segundo FGV, e em 12 meses acumula alta de apenas 1,57%

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • O Cramulhao de FHCigienopolis45 30 de maio de 2017 at 10:40

      ACHO QUE ISSO MERECE TÓPICO!
      “Inflação do Aluguel tem Deflação”
      AHAHAHAHAHA . Por que não chamam de Deflação do Aluguel ? Aí já assumiria-se (ou entenderia-se) que agora os preços devem ser reajustados para BAIXO!!!! HILÁRIO ISSO!

      30+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Coelho da pascoa 30 de maio de 2017 at 13:07

        Apoiado 😀

        1+
      • socrates 30 de maio de 2017 at 14:26

        Se a midia e os indices nao fossem braços do sistema podre brasileiro, certamente os numeros seriam ainda mais contudentes. Doria, crivela, kalil, pq nao liberar na internet todos dados registrados em cartorios de todos imoveis????

        2+
        • avatar
  • Alemon Fritz 30 de maio de 2017 at 10:30

    mimimi, choradeira, queda de 17%… lá vem bomba..

    Construtoras pedem a regulamentação de distratos

    http://www.valor.com.br/empresas/4985188/construtoras-pedem-regulamentacao-de-distratos

    8+
    • avatar
    • avatar
    • Brazil mode OFF 30 de maio de 2017 at 10:37

      Isso é bom, e ruim rsrs. Depende em que lado vc esta

      4+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • O Cramulhao de FHCigienopolis45 30 de maio de 2017 at 10:38

    [Off] Sobre esposas ainda. Tema pertinente mas…
    O cara que se diz “poupador” mas resolve comprar casa por causa da esposa não passa de 666. Sempre foi, pode ter tido seus momentos de investir , mas quando chegou a esposinha bolhudinha, foi lá e deixou o 666 aflorar.

    Outro tipos engraçados são os que dizem que nunca vão se casar, e fazem questão de enfatizar isso, contando aos 4 cantos como se fosse alguma “vantagem”. Isso na certa é algum tipo de problema mental /frustração.

    O fato é que para nós homens financeiramente independentes a abundância de seres femininos carentes é tanta que é preciso pensar muito e ver se vale a pena a pena estar com a mesma mulher para o resto da vida.

    A parte carnal se resolve contratando serviços como http://www.gpface.net , onde você seleciona idade, tamanho a bunda, localidade, etnia, e tem a mulher que vc quiser, pagando 300 reais a hora (o que sai mais barato do que pagar um dance clube ou pub com mulheres bonitas em Londres ou mesmo São Paulo, nas baladinhas da Vila Olimpia – tenho pena de homem que sai pra esses lugares e gasta pra tentar conseguir mulher) .

    E o melhor: sem correr risco de tomar golpe da barriga.

    Eu sinceramente não entendo a cabeça de quem gasta com mulheres que conhecem em Tinder ou sei lá app. e tentar agradar pra conseguir sabemos o que, sendo que há serviços como o supracitado que resolvem o problema de quem não tem mais paciência com conversas fúteis…

    Desdenhar casamento ? Eu não faço. Acho que no fundo muita gente ainda quer ter sim esposa e filhos, e esses aí que brandam aos 4 cantos que não, devem ter algum problema, como citei. A diferença é ser exigente , e modéstia parte, nessa parte quem atingiu certo patamar na vida tem que ser sim. No meu caso, a Senhora Cramulhona teria que ter renda pelo menos de 15k ,corpo com tudo em cima, inteligente, saber se portar em lugares de bom nível, saber diferenciar um Caubernet Sauvignon , Merlot, Malbec de um Syrah ou Carmeneré, ter uma familia estruturada, não ser mãe-solteira, e conhecer sobre o mínimo sobre investimentos (debêntures, fundos multi-mercado e saber porque Opções não são pra qualquer um ) e principalmente : não encher o saco pra comprar casa… Já tive uma noiva e uma ex-esposa que se encaixavam em quase todos quesitos, exceto nesse : queriam um casa, toda decorada, não importando se era financiada ou não !

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 30 de maio de 2017 at 11:14

      Concordo com quase tudo, só não acho que quem prefira o estado SINGLE tenha problemas.
      É apenas uma escolha e nessa questão não acho que exista certo ou errado, existem apenas ação e consequencia.
      Sou casado com a Zélia do Brejo à 20 anos.

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 30 de maio de 2017 at 11:19

        Sexo se acha em qualquer esquina, companheirismo não

        28+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Zé do Brejo 30 de maio de 2017 at 11:23

          Existem muitas pessoas que não precisam de companheirismo.
          Não sou uma delas, mas respeito quem não precisa.

          8+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Cesar_DF 30 de maio de 2017 at 11:25

            Companheirismo é ótimo, o problema que a relação mais comum é de parasitismo

            26+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
        • BolhistaBR 30 de maio de 2017 at 16:22

          xeque-mate, meu caro.

          Outro detalhe que vejo muitos negligenciando:

          você com 30 é 1.
          você com 40 ou 50 é outro.

          você com 30 se satisfaz com sexo.
          você com 40 ou 50 queria ter laços mais profundos.

          ou seja, cada idade uma cabeça, uma opção, uma decisão, uma necessidade.

          existem pessoas e pessoas, mas mesmo os de personalidade INTJ, que são os mais “independentes” do ponto de vista social, em algum momento querem laços mais profundos com alguém..

          vai por mim… if you´re single, it´s not gonna be forever.

          7+
          • avatar
          • avatar
    • socrates 30 de maio de 2017 at 14:30

      Putz…. se elas queriam tanto uma casa pq nao trabalharam para comprar uma? Qdo vissem o preco e o tempo de trabalho necssario, certamente desistiriam e te dariam razao, caramulhao

      2+
  • Luladranus 30 de maio de 2017 at 10:40

    http://www.istoedinheiro.com.br/venda-de-imoveis-volta-a-subir-apos-soluco-com-nova-crise-politica/

    “O economista-chefe do Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP), Celso Petrucci, corroborou a avaliação de que o mercado teve um soluço. “O País continua andando e se acostumando com essas crises. Parece um absurdo dizer isso, mas é o que estamos vendo”, acrescentou, citando normalização de mercado imobiliário, Bolsa, câmbio e juros depois da volatilidade apresentada nos primeiros dias após as denúncias contra Temer.

    Petrucci acrescentou que está mantida a projeção do sindicato de crescimento de 5% a 10% do mercado paulistano este ano.”

    5+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Ilusionista 30 de maio de 2017 at 10:45

      de soluço em soluço, vão empurrando com a barriga…

      3+
      • avatar
    • Cesar_DF 30 de maio de 2017 at 10:49

      Que “noticia” boa, assim o setor imobiliário não tem argumentos para solicitar auxílio ao governo
      kkkkkk

      7+
      • avatar
      • avatar
    • Master Yi 30 de maio de 2017 at 11:23

      Então beleza.

      2+
      • avatar
      • avatar
    • perdido no rio 30 de maio de 2017 at 11:23

      Não tenho conhecimento profundo de estatística, mas valeria perguntar sobre qual base fazem essas projeções. Dizer que de um fim de semana ao outro as vendas diárias caíram 50% (de 2 para 1?) e depois se normalizaram (qual é o normal?) é muita picaretagem.

      3+
      • avatar
    • CA 30 de maio de 2017 at 11:27

      Luladranus,

      Só para lembrar sobre o SECOVI SP e os resultados da cidade de São Paulo:

      1) Omitem o estoque de imóveis acima de 36 meses dos lançamentos. Como os distratos dispararam e na grande maioria se realizam depois de 36 meses do lançamentos, o quanto estes distratos acrescentam no estoque REAL e o quanto eles abatem das vendas REAIS simplesmente DESAPARECEM dos relatórios do SECOVI SP, daí com a maior desfaçatez do Mundo, eles fazem de conta que não sabem disto e noticiam aos quatro cantos que surpreendentemente o mercado imobiliário estaria se “recuperando”;

      2) No caso de março/2017, em São Paulo aumentaram em mais de 170% os lançamentos de imóveis, com a finalidade claríssima de SIMULAR uma recuperação via vendas FALSAS na planta (para aqueles que não tem renda para adquirir o crédito imobiliário no ato da entrega do imóvel e viram distrato). Apesar disto, o que conseguiram vender no total, incluindo todos os lançamentos de períodos anteriores, foi inferior ao total de lançamentos de março/2017, ou seja, conseguiram apenas aumentar a distorção entre oferta e procura que já era completamente absurda e crescente até então.

      De mentira em mentira, de pedalada em pedalada, de maquiagem em maquiagem, eles vão enganando à uma grande massa de DESINFORMADOS e INCAUTOS, no entanto, isto não impede que cavem um buraco cada vez mais fundo para se enterrarem, pois todas estas falsidades tem apenas um resultado certo: aumentar o número de construtoras que quebrarão, fazer crescer ainda mais o desemprego e a crise do setor, bem como forçar reduções cada vez maiores nos preços dos imóveis graças às distorções entre oferta e procura que não param de crescer…

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 30 de maio de 2017 at 11:29

        De mentira em mentira, é provável que exista uma vacância na região metropolitana de são paulo acima de 1.2 milhões de residências.
        Vacância comercial SDS

        7+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Lucas 30 de maio de 2017 at 12:33

        CA o laex fez um estudo do custo de oportunidade do bolsa-empresário só do BNDES
        =25 bi/ano
        levando em conta outras estatais, a gente consegue entender como pedalar ainda é um bom negócio para os executivos do setor, mas não para os sócios, muito menos para os clientes.

        2+
        • avatar
        • avatar
    • Coelho da pascoa 30 de maio de 2017 at 13:06

      De acordo com o site https://www.abcdasaude.com.br/gastroenterologia/solucos

      “O soluço resulta de um estímulo involuntário de músculos relacionados com a respiração, principalmente o diafragma (calota muscular que divide o tórax do abdômen), levando a uma inspiração rápida e curta, não sincronizada com o ciclo respiratório.”

      Tivemos um estímulo involuntário de crédito na economia, que destruiu totalmente a musculatura da economia brasileira, estimulado pelo excesso de diafragma de corvos de cérebro inoperante gritando até a rouquidão: Vai valorizar 30% ao ano. trazendo fôlego para um crescimento rápido e curto, não sincronizado com o ciclo de crescimento econômico…

      De início as pessoas que estavam na festa pensaram que o aniversariante estava com soluço, aí resolveram dar um copo de água e o aniversariante engasgou, tentaram acalmar as crianças dizendo que estava tudo bem e aquilo não passava de uma brincadeira, então viram que ele estava cada vez mais vermelho e tentaram maquiar com um pouco de pó, base, até que por fim ele caiu de cara sobre o bolo e alguém finalmente decidiu chamar a ambulância, quando o paramédico chegou e viu o cadáver ele logo ligou pro IML, que já chegou pedindo pras testemunhas assinarem um laudo de óbito cuja causa descrevia o falecimento como “Morte por soluço”

      5+
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 30 de maio de 2017 at 11:05

    “citando normalização de mercado imobiliário, Bolsa, câmbio e juros ”
    kkkk, narigudos. inacreditável como dizem que sempre está normal, estável…

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 30 de maio de 2017 at 15:16

      No meio desse caos político e econômico dizer que alguma coisa está estável é muito cinismo. Nariz do corvo vai longe, maior que o bico de tucano com esse papo furado.

      O mais legal é que sempre o mesmo discurso de estabilidade. Só existem dois movimentos possíveis para esse povo: 30% de valorização ao ano ou estabilidade.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 30 de maio de 2017 at 11:07

    Para quem quiser fazer uma análise
    Relatório imobiliário dos associados com a SECOVI-PE
    De janeiro de 2004 até setembro de 2016
    Índice de velocidade de vendas, ofertas, lançamentos e vendas
    http://www.ademi-pe.com.br/wp-content/uploads/2016/05/ivv-setembro.pdf

    Considerações
    Em maio de 2011 o IVV atingiu o pico de 27% e hoje está em torno de 4-5%
    Mesmo com uma enorme redução nos lançamento, com alguns meses = zero, o estoque não está abaixando

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Tiago 30 de maio de 2017 at 11:50

      Sou de Recife e acompanho esse relatório. E os meses de Abril, Maio e Junho foram alterados. Todos os três meses o ivv, estava abaixo de 3!!

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 30 de maio de 2017 at 12:33

        Achei interessante que o estoque não abaixa, mesmo reduzindo a quantidade média de lançamentos mensais de 671 em 2012 para 201 em 2016

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Bolhudo 30 de maio de 2017 at 11:32

    Tópico ?
    Eles chamam de deflação, nós de estouro da bolha.

    http://g1.globo.com/economia/seu-dinheiro/noticia/igp-m-registra-recuo-em-maio-diz-fgv.ghtml

    O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), usado para reajustar a maioria dos contratos imobiliários, perdeu força em maio e caiu 0,93%, segundo divulgado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta terça-feira (30). Foi a segunda queda mensal seguida – em abril, o índice recuou 1,1%. Em maio de 2016, a variação foi de 0,82%.

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 30 de maio de 2017 at 12:38

      calculando
      o IGPM tradicionalmente corrige a remuneração do imóvel (aluguel)
      a TR por outro lado corrige o financiamento do imóvel (compra)

      se vc tem a tentabilidade indo 1%am. pra baixo anualizando dá mais de 12%
      se vc tem TR indo mais de 2% pra cima

      Com isso concluimos que a distorção compra/aluguel esta se esgarçando em coisa de 15% ao ano, se consideradas as velocidades atuais.
      Isso sem contar o csuto de oportunidade real de outros 6%.

      o mercado vendo isso o que ele faz?
      ele precifica a situação futura, ele antecipa a queda.
      Por isso vemos leilões fritando o preço do imóvel em 40% médios, e ainda assim encalha.

      Até ontem éramos zoados por prever quedas médias de 90%, com tetos de queda acima de 100%
      Isso hoje já é realidade e ficará cada vez mais comu,
      Algo a declarar zezé carioca?

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • perdido no rio 30 de maio de 2017 at 12:39

      Seria legal os participantes que forem renovar aluguel a partir de agora publicarem aqui como foram as negociações. O meu vai ser reajustado só no fim do ano, mas estou acompanhando. Pelo dado anualizado de hoje, aluguéis com reajusta exclusivo pelo IGP-M deveriam ser reajustados pouco mais de 1% para cima! Se continuar a queda (junto com IPCA), será fácil manter os valores.

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • MINEIRO SPY 30 de maio de 2017 at 12:42

        Meu completou um ano em abril. Não falei nada, o proprietário também não falou nada. Sigo pagando.

        7+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • perdido no rio 30 de maio de 2017 at 13:08

          Ótimo (mini) CVR! 🙂
          Que mais bolhistas continuem pagando menos aluguel % e recebendo mais juros (pois são compostos)!

          2+
          • avatar
      • Avulso 30 de maio de 2017 at 15:50

        Renovei o mês passado, só falei que queria manter o valor pago, o prop aceitou de pronto, sem qq questionamento. Vou para o meu 4º ano no imóvel.

        3+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Lucas 30 de maio de 2017 at 12:21

    Carlos

    More em 49m2 e faça passeios de balão, coisa de retardado na minha modesta opinião 😀

    “O Home Design Pay-per-use Services inclui arrumação e limpeza básicas, lavanderia, passeio de cães, personal trainer, manutenção e pequenos reparos, entre outros. O pacote Home Design Life Experience Buyer permite ao morador programar suas horas de lazer, com opções como passeios de balão, saltos de paraquedas, mergulho, rafting, entre outras atividades. Finalmente, o pacote Home Design Smart Decor inclui serviços de decoração da unidade. Os apartamentos podem ter 49 metros quadrados, com uma suíte; 68 metros quadrados com dois quartos e 85 metros quadrados, sendo este último duplex, com uma suíte.”

    tasqueosparius Carlos
    se vc tivesse postado a dilma pelada não teria ficado tão horrorizado
    O cara que mora nesse 49 metroquadrado quando for usar o serviço de paraquedas capaz de preferir não puxar a cordinha.
    essas merdas de serviços todas é o que eu falo é a outra metade do problema apontado pelo Lerner, serviços inúteis que vão garfar ainda +renda do 666

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • From_The_Tower 30 de maio de 2017 at 14:13

    Quem viu no FB… apê de 300k….
    tonando pelo teto litros e mais litros de água ?

    vou tentar achar o link
    kkkkk

    1+
    • avatar
  • From_The_Tower 30 de maio de 2017 at 14:30

    Mercado financeiro bem indefinido…. (andando de lado)
    dólar leve subida
    TD no mesmo tom
    IBOV +0,37%

    4+
    • avatar
    • avatar
    • tfox 30 de maio de 2017 at 14:33

      TD deu uma subida nas ataxas, principalmente o NTNB 24, está com 5,55%

      0
      • From_The_Tower 30 de maio de 2017 at 14:35

        sim…. nos últimos dias teve mínima de 4,98 para 6,01 % de máxima

        que beleza !!!

        0
        • From_The_Tower 30 de maio de 2017 at 14:37

          esse site é muito didático de acompanhar
          http://tdireto.com/

          quem tem sistema Android … pode usar o App

          1+
          • avatar
  • Lucas 30 de maio de 2017 at 14:33

    Republica Federativa do Cinismo

    4+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 30 de maio de 2017 at 14:45

    e morcegos vampiros

    -Emha prepara retomada de 22 casas populares abandonadas
    Campo Grande

    – Sete imóveis abandonados serão desapropriados no Comércio.
    salvador
    -Casarões abandonados no centro da cidade abrigam morcegos (17 mordidos)
    salvador
    -Morador denuncia furtos em residências populares do ‘Minha Casa Minha Vida’ em MT (400 casas abandonadas não concluidas).. (MT)

    3+
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 30 de maio de 2017 at 14:49

      é todo dia um 7 x 1

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 30 de maio de 2017 at 14:54

    pergunta filosófica:
    – O feirão da caixa “ofereceu” 228.000 imóveis. só dela.
    O estoque ano passado era de 112mil imóveis!!!… kkk será que tem mais por aí..hahaha..

    http://g1.globo.com/economia/noticia/2016/04/estoque-de-imoveis-no-brasil-sobe-1113-mil-unidades-em-fevereiro.html
    .

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 30 de maio de 2017 at 15:10

      Estoque vai dobrando de ano em ano. Nada além do esperado.
      Vai conferir o oferecido nesses feirões e são imóveis pequenos, baixa qualidade e padrão e localizados longe do centros urbanos. Quem compra isso?
      Aliás, tem até quem compre, ainda bem que estão sem dinheiro…

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • From_The_Tower 30 de maio de 2017 at 15:15

      olhem só que interessante…..
      a medida que a atividade econômica foi caindo…. aconteceram mais lançamentos…..
      será que o bananense em geral é retardado mental!?
      ficaram com medo do governo Dilma e correram para os tijolos….
      só esqueceram que não tem para quem vender…..
      huahuahuahuahuahua

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Antigo 30 de maio de 2017 at 15:21

        Acho que o empreendedor brasileiro tem dificuldade de reestabelecer o curso diante de mudanças ambientais.
        Até percebe a crise, mas se nega a aceitar e continua apostando no que estava dando dinheiro.
        É um jeito conservador meio burro de ver o mundo, mas percebo isso em muita gente que converso. No fim, fica pior para ele e para todo mundo: quanto mais lançamento, menos vale o que ele construiu.

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • From_The_Tower 30 de maio de 2017 at 15:26

          Sim…. mas como um dos fatores do bananense é o auto-engano… ele pensa que está protegido com a segurança dos tijolos mágicos… que mais dia ou menos dia… alguém com um caminhão de dinheiro irá pagar aquele determinado valor.
          Não adianta… bananense não sabe o que fazer com o dinheiro…. ou torra tudo em besteiras… ou investe porcamente….

          4+
          • avatar
          • avatar
  • Alemon Fritz 30 de maio de 2017 at 14:58

    Feirão da Caixa vai oferecer cerca de 230 mil imóveis
    -http://www.brasil.gov.br/economia-e-emprego/2017/05/feirao-da-caixa-vai-oferecer-cerca-de-230-mil-imoveis

    3+
    • avatar
    • avatar
  • Lucas 30 de maio de 2017 at 15:08

    MAIORES PROPRIETÁRIOS DA CRACOLANDIA
    Reparem nas propriedades imobiliárias do guverno das 3 esferas: autarquias, estatais, ex-estatais e para-estatais
    (favor desconsideram o link esquerdoso, fiquem no conteúdo)
    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1311447518910582&set=a.156577087730970.37551.100001360408422&type=3&theater

    Perceberam onde estamos???

    2+
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 30 de maio de 2017 at 15:12

      Uma coisa que eu fiquei impressionado é que entrevistaram algumas ‘famílias’ que moravam naqueles cortiços sociais da região.
      Tem gente que mora lá há 15 anos!! Usando crack. Tem mulher, marido, filho, e até cachorro no apartamento.
      Eu nem sabia que um usuário de crack poderia viver tanto tempo… Corpo humano é um mistério mesmo…

      21+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 30 de maio de 2017 at 15:12

    só ai temos + de R$ 42.180.000.000 parados em estoque (a 186k cada unidade)

    2+
    • avatar
    • avatar
  • From_The_Tower 30 de maio de 2017 at 15:16

    CVR
    Vendendo 90% da mão de ITUB na NYSE (4% no bolso)
    10% eu seguro
    PMFI !

    5+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cadeludo 30 de maio de 2017 at 15:25

    corvo malandro quase me convenceu…
    “Casa charmosa cheia de charme, vai te encantar a primeira vista” kkkk encantador mesmo é um dos dois quartos…
    http://mg.olx.com.br/regiao-de-juiz-de-fora/imoveis/uma-casa-charmosa-343029670

    5+
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 30 de maio de 2017 at 16:22

      Grotesco

      0
  • Seguidor do Bolha BH 30 de maio de 2017 at 15:25

    Financiamento imobiliário cai 21,9% em abril – Jornal do Comércio
    http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/05/economia/564722-financiamento-imobiliario-cai-21-9-em-abril.html

    3+
    • avatar
    • From_The_Tower 30 de maio de 2017 at 15:27

      mas não é possível !!!!!?

      se continuar assim… não teremos lastro para as LCI`s.

      3+
      • avatar
      • From_The_Tower 30 de maio de 2017 at 15:28

        lastro hoje:
        ABC, PINE, ORIGINAL e MODAL

        1+
        • From_The_Tower 30 de maio de 2017 at 15:29

          barigui na Easynvest tb

          1+
      • Seguidor do Bolha BH 30 de maio de 2017 at 15:28

        Por falar em LCI, alguém sabe se este tipo de aplicação vai bem? Ou a coisa tá feia pra quem investiu?

        1+
        • From_The_Tower 30 de maio de 2017 at 15:32

          não tem muito segredo…..
          o valor do percentual do CDI é aplicado… todo o dia… cresce um pouco o bolo…..
          só em caso de quebra da instituição financeira é que a pessoa perde alguns dias de juros…. (até receber os valores do dia da intervenção)

          1+
          • From_The_Tower 30 de maio de 2017 at 15:33

            eu tenho de 97% do DI … os menores 92 e 93% do DI
            foi muito bom em 2015/2016 com a SELIC rechonchuda… alguns bancos pagavam 100% do DI… Original por exemplo

            4+
  • Lucas 30 de maio de 2017 at 15:44

    socrates

    Se a midia e os indices nao fossem braços do sistema podre brasileiro, certamente os numeros seriam ainda mais contudentes. … Pq nao liberar na internet todos dados registrados em cartorios de todos imoveis????

    Perfeito comentário

    agora, cartório digital???
    na banania??
    puxa aí uma cadeira amigo! uma bem confortável!

    (fiz um corte pq cartório é ente de concessão federal, se não me engano)

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 30 de maio de 2017 at 15:47

      mesmo liberando os dados e registro das operações não teríamos 100% de dados confiáveis
      seja pelo valor declarado ser menor em algumas operações para diminuir os encargos e ou incidência de impostos… e no outro lado temos valores maiores declarados para ajudar na lavanderia….

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 30 de maio de 2017 at 16:02

        poderiam cruzar dados bancários, fiscais com cartórios.
        não que eu esteja torcendo pela senha arrecadadora do governo
        mas como faço tudo certinho, seria de bom tom imaginar que todos fizessem igual a mim, caso contrário estaria como que pagando por eles,

        5+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Master Yi 30 de maio de 2017 at 16:22

    http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/presidente-do-tce-rj-da-parecer-contrario-as-contas-de-pezao.ghtml

    Antes tarde do que nunca!
    Também né, com 5 conselheiros afastados ficou fácil.

    2+
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 30 de maio de 2017 at 16:27

      ainda que bem que os tijolos cariocas irão salvar o estado…..

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 30 de maio de 2017 at 16:55

        bidets fantásticos
        os melhores e mais bonitos do mundo
        fora o perfume de bife

        2+
        • avatar
  • Lucas 30 de maio de 2017 at 16:54

    off mas nem tanto
    Brazil s.a.

    ou… Quanto custa bolsa empresário do Bndes
    ou… Porque é preciso pedalar sempre

    dá uma dica de como as bolhas brasileiras são, de forma oficial, tão resilientes.

    http://maovisivel.blogspot.com.br/2017/05/sinfonia-em-mimimi-menor.html

    2+
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 30 de maio de 2017 at 17:27

      E ainda tem vagabundo que defende o BNDS… antro de corrupção e desvios do erário público.

      2+
      • avatar