Preço de imóveis em Fortaleza recua 3,2% neste ano – Diário do Nordeste

Você pode gostar...

Comments
  • Jonny32 4 de maio de 2017 at 18:51

    Que vontade de aproveitar essa oportunidade e investir em tijolos antes que volte a valorizar.

    Já passou a vontade!

    44+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Lucas 4 de maio de 2017 at 19:20

    zero virgula qualquer coisa:
    advinhem a fonte???
    (em letrinhas cinza lá no cantinho da figura do link)

    13+
    • avatar
    • avatar
  • AGP 4 de maio de 2017 at 19:24

    Pessoal, eu tenho uma dúvida sobre o funcionamento do fingezap.
    Me corrijam se eu estiver errado, mas ele calcula o índice com base na oferta e não no fechamento de negócios, correto?
    Considerando isso:
    O fipe computa ofertas fora da curva? Exemplo: se eu chego lá e digo que minha casa vale 6 milhões, o FIPE vai ignorar minha oferta para efeito de cálculo ou eu posso, propositadamente, puxar o índice para cima?

    Assumindo que limite: o que impede individuos de calcular o limite de computação do fipe e ofertar na margem superior do limite para que esse valor suba?

    Por que alguém faria isso? não sei, só quero saber se é possivel.

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Money_Addicted 4 de maio de 2017 at 22:34

      O problema maior não é nem esse, pois do ponto de vista de estatística esses são descartados, o problema é ser com base em valores pedidos e não de fato negociados, e vou além, ao meu ver esse índice já nasceu para ser manipulado

      28+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • jodorowsky 4 de maio de 2017 at 23:23

        Eles podem descartar em um extremo e não no outro. Não acredito que eles sigam os padrões “internacionais” de estatística……

        13+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • socrates 5 de maio de 2017 at 08:42

          O CA ja demonstrou que inclusive os agentes que participaram da bolha espanhola vieram nos ‘ensinar’ e angariar socios aqui. Enquanto o $ que nao existia nao comprometia a inflacao e a renda com prestacoes cada vez mais insuportaveis, tudo ia bem. Eles precisavam de indices bem difundidos e aceitos pelo publico em geral para legitimar toda essa marmelada.Como cada um acredita no que quer acreditar e todo mundo gostava da ideia de que tinha ficado rico…

          16+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Money_Addicted 5 de maio de 2017 at 16:36

            milionarios sem dez reais no bolso 🙂

            9+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
  • mestre dos magos 4 de maio de 2017 at 19:36

    Já estão comemorando a desaceleração da queda, mal sabem que é apenas o bulltrap, logo chegará o despair…….

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • SampaBoy 4 de maio de 2017 at 20:01

    E vamos recuando…

    Custo da construção recuou 0,12% em abril
    No mês de abril, os custos com mão de obra e despesas administrativas ficaram estáveis frente a março, enquanto as despesas com materiais recuaram 0,34%.
    http://www.dcomercio.com.br/categoria/negocios/custo_da_construcao_recuou_0_12_em_abril

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Leonardo M. 4 de maio de 2017 at 20:06

    Já falei e repito

    Querem comprar por preço justo?
    Então esperem cair até os preços de 2008 antes dá bolha. Aí sim vai valer a pena comprar tijolos. Enquanto isso PNJ !!!!!

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • mestre dos magos 4 de maio de 2017 at 20:26

      Mas vc tem corrigir o valor da época pelo IPCA, caso contrário vai ficar esperando e nada.

      8+
      • avatar
      • Leonardo M. 4 de maio de 2017 at 20:40

        Isso se eu quiser esperar né? Kkkk
        Como disse, pra comprar um tijolo só se tiver esse desconto. Se não prefiro o PMJ.

        18+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Zé do Brejo 5 de maio de 2017 at 08:31

          Eu já perdi a vontade, hoje em dia quando vejo anuncio de imóveis, me sinto enjoado.
          Como já tenho meus tijolos mágicos desde 2000, estou sentado no banquinho tomando meu toddynho e assistindo o desmoronar dessa enorme pirâmide.
          Azar de quem entrou por último, ou que não saiu na hora certa.

          14+
          • avatar
          • avatar
  • Leonardo M. 4 de maio de 2017 at 20:23

    Retirado do grupo aluguel Floripa
    Dubai divirto kkkkkk

    Desabafo:
    Qual é a dificuldade das pessoas alugarem uma casa ou apartamento de 02 QUATROS, garagem, mobília básica (geladeira,pia de cozinha e fogão) que tenha uma internet???
    “Haaaaa…mas tem várias, é só você procurar”
    Pois eu digo que não tem!oque tem são imóveis com imenso descaso..sem ventilação…pintura caindo aos pedaços..e quando você encontra algo, não aceita gato, ou olha para a minha barriga (??) e aumenta o valor do nada e já pergunta quanto tempo querem ficar…ou não aceitamos criança…
    Ou ainda você acha Sim,R$1500..R$ 1400..R$ 1600+ água +luz+internet+condomínio+lixo, ou seja, põe na ponta do lápis, do jeito que a crise anda, você não come mais…você não veste mais…você não tem mais dinheiro para comprar um remédio se quer, só Aluguel, fora os 3 a 4 calções não negociáveis (como já me pediram)!!..”haaaaaaa mas porque voce não compra o seu”
    É oque estamos tentando!!!!!
    Por isso PROCURO uma casa/apartamento de 02 QUARTOS com GARAGEM e mobília básica (geladeira, pia e fogão) É para 01 casal+uma ? que ainda não nasceu, e uma ? castrada que nao tem acesso a rua, preciso de um aluguel que possamos ficar “bastante” tempo até pagarmos o nosso!!!!
    Locais: Ingleses ou Santinho (motivo de trabalho)
    Peço desculpas pelo desabafo, mas chega uma hora que cansa..ja olhei tantos lugares …desanima.
    Não me importo de pagar um pouquinho mais, mas que eu possa ficar bastante tempo.. que eu possa receber visitas..que eu possa ter a minha privacidade.
    E, está difícil…?

    34+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Libertario 4 de maio de 2017 at 21:10

      Pouco exigente a moça.

      10+
      • avatar
    • Fernando 5 de maio de 2017 at 23:08

      Difícil a situação da moça.
      Quem aluga já passou ou vai passar por isso um dia.
      Eu já passei.
      Caução, não aceita cachorrinho, nem crianças, etc…
      Sabe como eu contornei? Ignora e vai pro próximo.
      Só que não pode ser muito exigente.

      3+
      • avatar
    • xirulito 7 de maio de 2017 at 20:12

      Esse é um dos motivos das pessoas comprarem um imóvel e não viverem de aluguel.
      Conheço várias que compraram para não ter que passar mais por esse tipo de situação.

      1+
  • Intendente 4 de maio de 2017 at 21:16

    Os dados estão aí, só não percebe quem não quer.

    Ou melhor, quem acha que fez um bom negócio em 2015.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Lucas 4 de maio de 2017 at 22:02

    CVR periferia de SP

    1 litro de gasosa = $2,99 (em 2 postos seguidos).
    qualidade = fila de taxi pra abastecer.

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Leonardo M. 4 de maio de 2017 at 22:10

    Off
    Galera gostaria de uma ajuda com relação a estudos:

    Quando tinha 17 fiz um curso de HTML pra criação de sites na web nos EUA. Gostei muito na época e achava relativamente tranquilo, porem não dei continuidade.

    Gostaria de começar do 0 de novo e voltar a aprender linguagem de programação.

    Pergunta 1:
    Qual linguagem é melhor começar?
    PHp,Java,c++,phyton etc…

    Pergunta 2:
    Começar sempre por uma linguagem e dominar ela é depois partir para outra?

    Pergunta 3:
    Fazer uma universidade ou fazer cursos online?

    Respondam pra mim como se fosse um muleque de 15 anos sem saber o que fazer e por onde começar. Apesar de ter 30 anos creio que sou uma pessoa esforçada e que aprende rápido.
    Objetivo: estudar uns 3 ou 4 anos hardcore pra conseguir um emprego no exterior.

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Bolhudo BH 4 de maio de 2017 at 22:31

      My 2 cents Leonardo

      Pelo visto seu interesse é pela parte de DEV web, se esse for o caso recomendo mais ou menos o seguinte caminho:

      Primeiro faça uma reciclagem em HTML 5 + CSS3 e jQuery, revisado esse conteúdo pule para a parte server-side

      Posteriormente, atualize-se na parte server-side. Aí a escolha fica ao seu critério, phyton é bem simples para os passos iniciais contudo, hoje noto que o mercado está forte para Ruby, PHP, Perl e C#

      Não deixe de estudar também as plataformas de SGDB, NoSql e bigdata. Nessa parte o Cramulhao pode lhe dar maiores detalhes

      Plus: Estude alguns frameworks JS como Angular, React, etc. O mercado utiliza bastante essas tecnologias.

      Crie uma conta no github e vá armazenando tudo por lá, no futuro você poderá limpar a parte de aprendizado e deixá-lo como portifolio.

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Carlos 4 de maio de 2017 at 23:59

      Leonardo, nesta questão eu acredito que quanto mais melhor, PHP por exemplo não paga muito bem e eu particularmente detesto, mas é uma linguagem que vai sempre te garantir algum trabalho no ecosistema dela: Worpress, Joomla e muitos outras ferramentas.
      Python está virando necessidade, assim como aprender alguma mainstream como Java ou C#, se fosse você colocaria foco em uma delas e se possível tiraria uma certificação de alguma delas e ia aprendendo a outra aos poucos.
      Para programação web hoje em dia: HTML 5, CSS 2 e 3, Typescript e toneladas de javascript, o Typescript ainda não é compreendida pelos browsers mas é transpilada (transformada) em javascript antes do deploy.
      Precisa aprender pelo menos um “framework” de desenvolvimento web: Angular, React para falar de 2 conhecidos, mais as ferramentas usadas para se desenvolver com eles, hoje em dia o pessoal usa muitas ferramentas para te ajudar a controlar esta salada de coisas já que um website típico pode ter HTML, CSS, Sass, Less, XML, Json, Typescript, Javascript tudo junto.
      Tente aprender a desenvolver com testes automatizados, como fazer isto, quais são as ferramentas e como usa-las, isto é praticamente mandatório para se conseguir emprego ou participar de projetos atualmente.
      Um bom conhecimento de SQL é sempre bem-visto e necessário assim como conhecimento de bancos de dados NoSQL, dos tipos diferentes e como usá-los.
      Boa parte destas ferramentas são open-source ou tem versões community que poderá usar sem pagar nada embora tenham algumas limitações em alguns casos, das pagas uma assinatura do Adobe Cloud pode ter muita utilidade pois a Adobe está atualizando as ferramentas para se alinharem com o mercado de desenvolvimento atual e elas são bem diferentes das do passado, dê uma olhada no Adobe Experience Design por exemplo, ótima ferramenta para design de apps, ainda é beta para Windows e poderá instalar for free.
      Recomento uma assinatura do Lynda.com e outra do O’Reilly Safari Books pelo menos pois a coisa anda tão doida que você precisa ter acesso aos cursos e livros antes que eles estejam terminados ou publicados.
      Quanto a fazer universidade, se quiser mesmo pode tentar fazer uma pós quando já tiver alguma experiência, lembre-se que em muitos países você pode fazer pós sem ter graduação pois as universidades não são retardadas como no Brasil e aceitam seu conhecimento adquirido por meio próprio ou experiência de trabalho como pré-requisito.
      Poste suas dúvidas e eu ajudo com aquilo que sei ok.
      Boa sorte.

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • O Cramulhao de FHCigienopolis45 5 de maio de 2017 at 01:08

      Se estudar 3 ou 4 anos Hardcore, sua empregabilidade, pelo menos em São Paulo, será tão alta que em relaçao a remuneração, não fará sentido ir para o exterior. Mas como já discuti esse assunto aqui, respeito e entendo que outras pessoas moram fora do Brasil não só por dinheiro, mas por outros motivos, me abstenho desse assunto novamente….

      Cara, em termos de facilidade, Python e a (linguagem feita por um brasileiro e cujo uso tem crescido) LUA são as mais fáceis de aprender, e sintaxe bem parecida/fácil.

      Com um ano dessas, e interagindo com SQL ( vc pode automatizar queries em Python chamando um MySQL dentro do Python por exemplo) vc facilmente terá habilidade para aprender C, C++ , LISP e etc nos anos seguintes.

      Minha recomendação ( eu tenho um Blog e um Github repleto dessas dicas) é fazer algo que vc gosta e ligado a área do seu interesse.

      Você está sempre dando dicas de finanças aqui…entao:

      Já pensou em automatizar sua carteira de Renda Fixa e Variável, apenas extraindo dados do Yahoo ou Google Finance pelo Python, e fazer um gráfico de rendimento diário baseado no CDI, que também pode ser extraído via web scrapping das fontes oficiais???

      Vc pode plotar todas essas curvas, e ainda automatizar isso no crontab do Linux ou agendadoR do Windows.

      Parece complicado, mas não é. Só no ano passado, eu tive 2 estagiários que não sabiam nada e em poucos meses fizeram coisas bem similares.

      O segredo é esse: aprender programação fazendo algo do seu interesse, pois faz com que vc aprenda muito mais rápido do que de qualquer outra maneira!

      Comece assim, e com os cursos de On line de
      *code Academy
      *Coursera
      *EDX
      *Udacity
      *Udemy

      Vc estará no caminho certo!

      Não se preocupe com certificações, (Python, por exemplo, não tem certificação oficial). O que interessa é o seu Github, Gitlab e etc e experiência.

      Ps: se eu não me engano, alguém aqui do Blog criou um webscrapper pra trazer dados do FingeZap justamente pra plotar o trend dos preços.

      23+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • AGP 5 de maio de 2017 at 09:27

      Leonardo,

      Este é exatamente o meu plano. Já comecei a exatamente dois meses atrás através do khanacademy e aprendi um básico em HTML/CSS, SQL, Javascript e interação DOM entre html e javascript (finalizando Jquery agora). Acredito que estou com um bom começo. Planejando mover para um site mais especializado em breve.

      Se quiser, podemos trocar algumas figurinhas.

      4+
      • alemonbnu 5 de maio de 2017 at 21:54

        Eu também estou nessa aí. Nao sei como fazer para trocar info com voces, mas estou à disposição.

        0
    • Rico 5 de maio de 2017 at 16:33

      Pelas tecnologias que citou, bem vindo ao ano 2000.
      Esqueça tudo isso aí. Hoje tem HTML 5 e Javascript, foque em frameworks (Cordova, Google V8 node.js). Todas as tecnologias que citou estão moribundas. Prepare-se também para trabalhar em Cloud.
      Se gosta de dados vá para o big data (hadoop, mongodb), infra vai morrer em breve, a maioria está indo para nuvem (azera, aws, google cloud). Bancos estão tudo indo para BPM, com grande tendência de fusão com o BI e Big Data. Hadoop é a tecnologia utilizada pelo IBM Watson, utilizado para compilaçaõ de dados da Operação Lava Jato.

      Caso ainda se interesse por tecnologia antigas como as quais citou, pode ter algum mercado para legado, que varia entre ganhar mal e ganhar muito bem dependendo da necessidade do cliente.

      Um dos únicos mercados de trabalho que cresce na bananânia e o salário não é muito diferente da gringolândia.

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • O Cramulhao de FHCigienopolis45 5 de maio de 2017 at 23:41

        Map Reduce Hadoop já está bem ultrapassado também, pois é processamento em batch. Temos hj em dia o Spark2.0, que processa via streaming e chega a ser 100 vezes mais rápido que o MapReduce Hadoop, através de RDD.

        0
        • Rico 6 de maio de 2017 at 07:26

          São processos distintos, o Hadoop é batch por uma criação de bases tipo OLAP por exemplo. O Spark fornece a disponiblização dos dados para aplicação diretamente.

          Esqueci de citar Internet das Coisas, que vão substituir em breve os apps móveis.

          0
    • Anonymous 7 de maio de 2017 at 00:25

      > estudar uns 3 ou 4 anos hardcore pra conseguir um emprego no exterior

      Se o objetivo é trabalhar no exterior, a minha sugestão é estudar na Alemanha onde a maioria das faculdades é gratis para qualquer pessoa sem importar a cidadania. Voce faz um curso de engenharia ou computação em 3 anos e vai gastar no total, incluindo absolutamente tudo, cerca de 800 Euros/mes numa vida de república.

      https://www.study-in.de/en/

      2+
      • avatar
    • chainsling 7 de maio de 2017 at 16:47

      Leonardo, sobre a pergunta 1 e 2, eu acho q vc poderia comecar por Java, é uma linguagem simples e fácil de começar, alem de ter ferramentas consolidadas pra desenvolvimento.
      Como disseram outras pessoas, a linguagem não é tão importante, mas sim se vc entende qual estrutura de dados usar em determinado cenario, qual loop, etc. Entretanto, lembrando que é sempre bom vc ter pelo menos uma linguagem “preferida”, na qual vc consegue imaginar do começo ao fim uma solução utilizando esta linguagem, dado um problema. É muito bonito dizer que “nao importa a linguagem de programacao se vc entende logica” porém na vida real, se vc usou uma mesma linguagem por X anos, vc sabe sem pesquisar ou reinventar a roda, qual é a estrutura de dados e qual o melhor metodo possivel para atingir um certo objetivo, e na vida real, isso importa sim.

      Fazer universidade, como muitos disseram, não acho q vale a pena. Se vc fizer como sugeriram de pegar um projeto que te empolgue, e bota-lo em prática, vc vai aprender muito mais do q ficar em uma universidade estudando N coisas, das quais nem a metade vc vai usar no mercado. Em tempo: não sou dos que adoram glorificar dropouts, faculdade tem suas vantagens tb, mas para o seu cenário eu definitivamente nao acho q seria uma idéia legal.

      Sobre as tecnologias, eu recomendo tomar um pouco de cuidado com os buzzwords e tecnologias da moda. E tb que tipo de trabalho q vc quer. Eu particularmente não gosto nem vejo muito futuro a longo prazo com todas essas tecnologias web – angular, react, e demais techs da moda. Sei que muitas pessoas vão discordar. Porém, o que eu vejo é que isso é legal pra jovens que estao acabando de sair da faculdade, que estao antenados no que tem de mais moderno e querem fazer parte da turminha da vanguarda que ta sempre por dentro e etc , e honestamente, isso tem de tonelada. Pensando no longo prazo, eu sugeriria vc buscar coisas mais especializadas – sistemas de alto desempenho, transacionais, preferencialmente integrando com SQL. Big Data é legal, noSQL é legal, mas menos arriscado, pelo menos por eqto e no medio prazo, são sistemas menos modernos – Banco, Telecom, multinacionais – e nenhum desses vai te pagar uma grana alta pra desenvolver um site bonito com angular js e efeitos lindos em javascript. Pra isso eles contratam uma startup que tem 20 recem saidos da faculdade que fazem isso a preço de banana.
      Meu ponto (bastante enviesado, confesso) é, se vc tiver oportunidade de entrar em um projeto pra lidar com um sistema legado que usa tecnologias “obsoletas” como Java + Oracle DBMS, eu indicaria 100x ao inves de vc entrar em um projeto “desafiador com uma equipe multi disciplinar de pessoas versateis e modernas, com foco em resultados em busca de tecnologias disruptivas e buzzword buzzword buzzword”.

      Sim eu sou “velho”, porém não sou avesso a mudança – só estou pintando a realidade do que vejo em mais de uma década de mercado. Meus amigos que decidiram especializar em “sites” estao fazendo a mesma coisa ate hj, mas ja estao muito caros pra competir com a meninada q sai da faculdade. Eu fui pelo lado menos bonito e menos “moderno” mas eu tenho certeza q nenhum menino saindo de faculdade me substituiria.

      Boa sorte!

      3+
      • avatar
      • alexny 9 de maio de 2017 at 09:25

        Otimo conselho chainsling, eh exatamente isso , eu ja contratei programadores por muitos anos , quando vem curriculo com todas as buzzwords eu ignoro pq na grande maioria das vezes sao pessoas que sabem um pouquinho de tudo mas na pratica nao sabem nada.
        Fernando , como o chainsling esta sugerindo , C#/java, SQL, o resto vc vai aprendendo quando precisar .

        0
  • Alemon Fritz 4 de maio de 2017 at 22:33

    “Tenho um apartamento que hoje vale aproximadamente R$ 330 mil, que está alugado por R$ 1.080. Será que não seria mais interessante vender o imóvel e colocar o dinheiro numa aplicação que me desse 9%, 10%, 12% ao ano? Em 2 ou 4 anos o valor aplicado não seria superior ao valor do apartamento? ”

    samy dana responde..
    galera começando a calcular (e vendo que não vai dar)

    28+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Leonardo M. 4 de maio de 2017 at 22:49

      O problema que agora é muito tarde.
      Quem tem 300mil? Quem vai financiar? Com que dinheiro? FGTS? Poupança?
      Sendo que todos estão retirando dinheiro do FGTS e poupança como vai existir lastro pra isso?
      E a pergunta que vale 1 milhão; como vão comprovar renda em um país que a renda está estagnada e até diminuído?

      32+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Bauru Bolhudo 4 de maio de 2017 at 22:50

    CVR de modus vivendi bolhístico hard level.
    Agora há mais de dois meses vivendo em hotel posso dar minhas impressões. Do ponto de vista financeiro foi imbatível, viajo mais de quinze dias por mês, a economia foi ao redor de R$700/mês. Como o hotel tem café até estou alimentando melhor, pois mando ver pela manhã, como um menos no almoço e no máximo uma coxinha na janta, além da saúde mais alguma economia ai. Dispenso alguns aborrecimentos com apetrechos para casa como toalhas, lençol, diarista, reparos e outros inconvenientes, mais alguma economia. Como os pagamentos são no cartão somo alguns pontos, que reverto em diárias, mais um pouco de economia. Tento ficar num raio de 10 minutos do trabalho e também consigo ir andado a academia, supermercado, cinema, restaurantes e shopping. Os inconvenientes ficam por conta do planejamento que precisa ser bem feito. Tomei na cabeça três vezes por precisar desmarcar ou marcar em cima da hora e não ter mais vaga e ficar mais longe e gastar com uber ou táxi ou diária mais cara. Precisa se acostumar a ser um estóico porque abra mão de vários itens que dificultam deslocamento, sapatos ocupam espaço então de usar apenas um ele desgasta mais rápido, roupas idem por carregar menos acaba usando e lavando a mesma mais vezes, kindle não é mesma coisa que livro de papel, mas se acostuma. Fui motumbado pela Philips, para economizar espaço, tempo e dinheiro comprei um barbeador de R$300 que em tese me faria economizar de R$20 a 40 em gilete por mês e em um ano se pagava, mas naõ barbeia direito e ainda mastiga o rosto, já me livrei dessa bosta. Geladeira, fogão micro-ondas não me fazem falta, faço todas as refeição em restaurante, mas pode ser inconveniente para muita gente. Os quartos são pequenos, quase um confinamento mas se passar muito tempo fora de casa não se chateia tanto. Já estou ficando meio aborrecido de só viver em hotel, mas consigo aguentar mais uns 4 meses esperando que os alugueis baixem um pouco mais. Depois vou relatando mais.

    95+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • to bolhado 5 de maio de 2017 at 07:28

      Muito bom relato. Não acho que seja sustentável no longo prazo, mas nas suas circunstâncias e por uma fase pra deixar um pouco da tormenta dos preços baixarem parece bem razoável.

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Tem Mas Acabou 5 de maio de 2017 at 10:02

      Cara, lembrei que, não intencionalmente, fiz algo parecido uma época. Eu tinha que sair de um apartamento alugado em uma cidade do interior. Consegui outro para morar, mas só vagaria em 40 ou 45 dias. Acabou que meti uma mala com minhas tralhas no porta-malas do carro e dividi as noites entre os dias úteis entre um hotelzinho maroto e as casas de parentes em cidades vizinhas (em que eu precisava pagar gasolina e pedágio). Nos finais de semana (sexta, sábado e domingo) eu viajava para a casa dos meus pais em uma outra cidade. Acho que poupei dinheiro nessa história (não muito), mas era muita correria e sempre havia a tensão de faltar algo, como uma roupa, um livro, etc. Mas excepcionalmente e pra períodos não muito longos, solteiro, viajando a trabalho, é aceitável. Às vezes conto essa história como uma piada: “Uma vez fui um sem teto, que andava sem eira, nem beira”!, hehehe!

      22+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Lucas 5 de maio de 2017 at 14:25

      SENSACIONAL

      vc poderia por gentileza estimar a economia total em termos de Porcentagens antes/depois ???
      ou joga o snumeros que a gente calcula se vc não s eincomodar com a exposição

      3+
      • avatar
      • Bauru Bolhudo 6 de maio de 2017 at 17:16

        Oi Lucas, posso sim.
        Vou falar os números absolutos: aluguel + condomínio + água + luz + gás + internet pagava em média R$2700 pouco mais pouco menos. Em fevereiro paguei 6 diárias de R$260 no Hotel L’Opera e mais R$581 por 4 dias com Airbnb. Queria testá-lo, funciona bem, mas prefiro coisas mais impessoais, não gostei de ficar tratando com o proprietário. Em abril fiquei 3 diárias no Quality Faria Lima por R$ 290 mais 2 no Filadelfia por R$ 170 e mais 4 no Ibis Paulista por R$140 (na verdade três e mais uma que acabei tomando na cabeça por mudanças de agenda).
        Com isso deu um gasto total de R$2.141 em março e R$1.770 em abril. Em porcentagem colocaria como R$3911/R$5400 = 72%.
        Acabei gastando um pouco para aprender, mas depois de ter testado algumas opções consigo economizar ainda mais. Da para baixar as diárias para uma média de R$150 ficando em hotéis do porte do Íbis e ainda ter conforto no deslocamento gastando no máximo 15 minutos do hotel até o escritório.
        Vou relatando mais.

        10+
        • avatar
        • avatar
        • Bauru Bolhudo 7 de maio de 2017 at 10:51

          Deixei de fora alguns gastos como diarista, mais uns R$150 a cada dois meses e materiais de higiene e limpeza mais uns R$100 e outros custos que não consigo estimar como lavanderia de tolhas, roupas de cama e a depreciação de móveis e eletrônicos e outros gastos que uma casa sempre nos traz, prefiro não computar por ser difícil de estimar, mas posso dizer que a economia pode ser até um pouco maior da que relatei.
          A economia pode ser boa, mas não sei se recomendo a ninguém. Estou fazendo porque a situação de viajar bastante me permite e porque ainda acho que o aluguel pode baixar um pouco mais, principalmente depois que acabarem os saques do FGTS. Posso estar errado e perdido um pouco de conforto, mas mesmo assim não vou sair perdendo tanto, pois vou ter economizado algum troco.

          6+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • EngenheiroDF 7 de maio de 2017 at 17:13

            Muito legal seu depoimento!!!

            1+
        • MauricioSP 8 de maio de 2017 at 11:03

          2700 por mês em moradia está longe de ser bolhista. Mudar para hotel para pagar diárias parece loucura na minha opinião, tem que carregar sua vida toda em uma mala diariamente.
          Sugestões para economizar:
          – negociar um mês fechado no hotel, dependendo do hotel consegue por 1500, para o hotel é vantajoso pela receita garantida.
          – alugar uma kitnet por 1300, apto de menos de 40 m2 ou algo assim, se você está optando por quarto de hotel, 30 metros quadrados já é um luxo
          – dividir um apto três quartos tipo república com dois estudantes ou colegas de trabalho por 1200
          – alugar um quarto em uma casa de família por 1000, tem acesso à cozinha e é menos solitário
          Enfim em todas essas opções você terá um local para deixar parte das roupas, objetos de higiene e com bem mais conforto que viver de diárias de hotel. O café da manhã toma na melhor padaria que encontrar por perto de casa ou do trabalho.

          0
    • loucola 6 de maio de 2017 at 21:58

      Você come coxinha a noite e quer falar de saúde?

      3+
  • De-boa-na-bolha 5 de maio de 2017 at 07:27

    Crise segura reajuste dos aluguéis
    Redução de 40% no aluguel vigente imposta ao proprietário e defendida pelo mesmo diante da crise.
    40% é o novo 10%!
    É çófiti !
    https://www.facebook.com/radiocbn/posts/1439039366142437

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • na_cloaca_do_fernando 5 de maio de 2017 at 07:42

    Há alguns dias alguém postou cartazes de uma imobolhária que estava rasurando anúncios de imóveis. Com a crise o pessoal não queria bem gastar com uma folha de papel nova.
    Pois essa crise do papel também chegou aos condomínios. Segue um CVR:
    Meu condomínio mandou um aviso para todos os moradores pedindo que revisassem suas instalações de gás, pois alguém sentiu um cheiro de gás forte por lá. Pois o aviso que recebi foi impresso no verso de uma atividade escolar de algum garoto… A atividade tinha data de 2007!
    Estão raspando papel de todo lugar!!

    33+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 5 de maio de 2017 at 09:04

      É reciclagem, deixa de implicar com os caras por tentarem ser mais verdes 😀

      27+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Carlos 5 de maio de 2017 at 09:03

    OFF – Veículos – Coreanos acabam de espancar os japoneses sem dó. Ford, GM, e Fiat então nem se apresentaram.

    Novo i30 pelado tem mais opcionais do que carro “gourmet” bananence e embora eu não gostasse do design das gerações anteriores esta de 2017 é realmente um belo carro na minha opinião, pena que talvêz chegue custando uma nota no bananistão e depenado, oremos para o coreanos de Piracicaba.
    Deem uma olhada na lista de “acessórios” do modelo mais básico.

    Standard Features
    12V Socket(s) – Auxiliary
    6 Speaker Stereo
    ABS (Antilock Brakes)
    Adjustable Steering Col. – Tilt & Reach
    Air Conditioning
    Air Conditioning – Pollen Filter
    Airbag – Driver
    Airbag – Knee Driver
    Airbag – Passenger
    Airbags – Head for 1st Row Seats (Front)
    Airbags – Head for 2nd Row Seats
    Airbags – Side for 1st Row Occupants (Front)
    Alarm
    Armrest – Front Centre (Shared)
    Audio – Aux Input Socket (MP3/CD/Cassette)
    Audio – Aux Input USB Socket
    Audio – MP3 Decoder
    Bluetooth System
    Body Colour – Bumpers
    Body Colour – Door Handles
    Body Colour – Exterior Mirrors Partial
    Bottle Holders – 1st Row
    Bottle Holders – 2nd Row
    Brake Assist
    Camera – Rear Vision
    Central Locking – Once Mobile
    Central Locking – Remote/Keyless
    Clock – Digital
    Control – Electronic Stability
    Control – Park Distance Rear
    Control – Traction
    Cruise Control
    Cup Holders – 1st Row
    Disc Brakes Front Ventilated
    Disc Brakes Rear Solid
    Door Pockets – 1st row (Front)
    Door Pockets – 2nd row (rear)
    Drive By Wire (Electronic Throttle Control)
    EBD (Electronic Brake Force Distribution)
    Engine Immobiliser
    Fog Lamps – Front
    Glovebox – Cooled
    Headrests – Adjustable 1st Row (Front)
    Headrests – Adjustable 2nd Row x3
    Illuminated – Entry/Exit with Fade
    Illuminated – Key Ignition Barrel/Surround
    Map/Reading Lamps – for 1st Row
    Metallic Finish Air Vents (interior)
    Metallic Finish Dash Board
    Metallic Finish Door Handles – Interior
    Metallic Finish Door Inserts
    Metallic Finish Interior Inserts
    Multi-function Control Screen – Colour
    Multi-function Steering Wheel
    Power Door Mirrors – Heated
    Power Steering – Electric Assist – User Selectable
    Power Windows – Front & Rear
    Rear View Mirror – Manual Anti-Glare
    Rear Wiper/Washer
    Seat – Height Adjustable Driver
    Seatback Pocket – Front Passenger Seat
    Seatbelt – Adjustable Height 1st Row
    Seatbelt – Load Limiters 1st Row (Front)
    Seatbelt – Pretensioners 1st Row (Front)
    Seatbelts – Lap/Sash for 5 seats
    Seats – 2nd Row Split Fold
    Smart Device App Display/Control
    Smart Device Integration – Apple CarPlay
    Spare Wheel – Full Size Steel
    Spoiler – Rear Roof Mounted
    Storage Compartment – Centre Console 1st Row
    Sunglass Holder
    Sunvisor – Vanity Mirror for Driver
    Sunvisor – Vanity Mirror for Passenger
    Trim – Cloth
    Trip Computer
    Voice Recognition
    Wheel Covers – Full

    Warranty Years 5
    AU$19,990 ou 14,766.61 Trumps ou BRL 47,114.56 sem os “custos de rodagem”.

    http://www.drive.com.au/new-car-details/hyundai/i30/gd4-series-ii-active-hatchback-5dr-man-6sp-1.8i-%5Bmy17%5D/xULHA17NT

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 5 de maio de 2017 at 09:08

      Aqui a máfia coloca 100% em cima dos preços de fora, sem contar que os preços fora já estão com o lucro embutido.
      Carro bananense é uma vergonha, melhor bananense que compra zero que é.

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Carlos 5 de maio de 2017 at 09:16

        Se roda bastante pode optar pela versão diesel que segundo os coreanos faz 22Km por litro e tem 300Nm de torque 😛
        E no bananistão continuamos com uma lei estúpida que proíbe veículos com capacidade de carga menor de 1 tonelada de serem movidos a diesel, é ou não é uma das maiores idiotias do universo?

        13+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Zé do Brejo 5 de maio de 2017 at 09:22

          Esse cartel é poderosíssimo, estão atoalados até o rabo na lava-jato mas nada da mídia dar maiores detalhes.

          11+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Carlos 5 de maio de 2017 at 09:26

            Francamente não intendo a proibição de se usar diesel, quem ganha com isto?

            6+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • Zé do Brejo 5 de maio de 2017 at 09:35

              Teoricamente a frota diesel é muito mais poluente, mas economicamente tb não entendo.
              Petrobras controla esse monopolio, então não sei o que eles ganham com isso.

              4+
              • avatar
              • avatar
              • Carlos 5 de maio de 2017 at 09:40

                Carros atuais a diesel são até menos poluentes do que os equivalentes a gasolina, excluindo-se é claro os da volkswagen que trapaceava nos testes 😀

                15+
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • mestre dos magos 5 de maio de 2017 at 13:20

                  O

                  0
                • mestre dos magos 5 de maio de 2017 at 13:21

                  O que polui mais: Um motor diesel fazendo 22 km/l; ou um a gasolina/flex fazendo 11 km/l. Essa conversa de diesel ser mais poluente para carros não me engana.

                  4+
                  • avatar
                  • avatar
                  • avatar
                  • PFernando 5 de maio de 2017 at 16:42

                    O problema do Diesel é o Enxofre. Os novos já tem baixo teor mas a produção é pequena ainda é mais cara. A diferenciação entre carros de passeio à gasolina e carros de “trabalho” com Diesel também serve para uns subsidiarem outros.

                    4+
                    • avatar
                • Lucas 5 de maio de 2017 at 14:28

                  se posso ver uma coisa boa nisso
                  a diferença de qualidade do BR pra gringoland hoje é quase somente frescurites, ainda que algumas frescurites sejam bem importantes, como emissões e airbags extras

                  já foi a época que tinhamos carroças que eram verdadeiras arapucas mortais.

                  2+
                  • Carlos 5 de maio de 2017 at 18:09

                    Boa parte dos carros mais vendidos para brasileiros nem é vendida no primeiro mundo, acorda véio 😀
                    Nunca viram gol, uno, palio, prisma nem muito menos celta destes lados nem em outros países de 1o mundo.

                    5+
                    • avatar
                    • avatar
                    • Lucas 5 de maio de 2017 at 18:41

                      celta e uno saiu de linha
                      eu sei cara, porra, não me toma por ignorante
                      hoje a gente tem opção
                      dificilmente um motorista de corola vai morrer num acidente dentro do limite de velocidade.
                      grande parte de nossa defasagem que era estrutural, hoje são apenas alguns milhares de chips e algumas traquitanas a menos
                      lógico que não vamos vender pro primeiro mundo, pensei em chile argentina e méxico.
                      o setor automotivo do Br em termos de qualidade está na vanguarda do terceiro mundo, uma grande revolução tecnológica aconteceu.
                      vi uma listinha agora pouco, temos aí mais de 400 modelos a escolher, entenda por modelo, nome diferente, sem falar nos submodelos (nomesiguais) que variam da agua pro vinho.
                      E o preço a valores reais descontada a inflação estamos praticamente estáveis há mais de 10 anos, não sou desses porque odeia o PT (eu odeio) que deixa de ver coisas boas acontecendo, que obviamente iriam acontecer muito mais rapido sem o fator político, como na coréia do sul, 40 anos atrás eles ainda usavam tração animal, vc vai pro Peru e encontra lá todo o lixo deles de 20 anos atrás, alguns destes lixos a pouco tempo era compatíveis e alguns até melhores que o cardápio nacional.
                      Vc é novo aqui, preciso recontar o CVR de quando aluguei um carro popular no primeiro mundo, foi um schock de realidade tão grande que foi qause traumático, nunca mais tive coragem de comprar carro no BR, lixo por lixo vou com o meu até evaporar e tiver que entregar pro lixeiro

                      5+
                      • avatar
                      • avatar
                    • Lucas 5 de maio de 2017 at 18:48

                      um exemplo prático:
                      quando anos atrás falava que a BMW era uma marca popular gourmet os banenses me olhavam com cara “esse aí subiu na vida ficou arrogante”
                      pois bem se hoje eu falar isso ninguém vai fciar ofendido, no maximo reparar que exceto a serie X ou alguma outra especial, é verdade, 90% das vendas da bm é serie 1 a 3, é carro de dia-a-dia, um pop melhorado. E olha que pro serie 1 ainda falta muito em termos nacionais só um ou outro tem todos aqueles chips de controle de calibragem, de virar farol o satartstop, EBS, as 6 marchas e mil outras coisinhas que vc sabe que tem que é rotina, que nem se percebem deles.

                      2+
                      • avatar
                    • Carlos 5 de maio de 2017 at 19:33

                      Não viaja véio parte 2 😛

                      Os 50 mais vendidos em 2016
                      Veja abaixo a lista dos 50 modelos mais emplacados (automóveis e comerciais leves) no Brasil no acumulado de janeiro a dezembro de 2016, segundo dados da Fenabrave.

                      1 Chevrolet Onix 153.372
                      2 Hyundai HB20 121.616
                      3 Ford Ka (hatch) 76.616
                      4 Chevrolet Prisma 66.337
                      5 Toyota Corolla 64.740
                      6 Fiat Palio 63.996
                      7 Renault Sandero 63.228
                      8 Fiat Strada 59.449
                      9 Volkswagen Gol 57.390
                      10 Honda HR-V 55.758

                      Onix, outra jabuticaba, sucessor do Celta, Prisma – corsa velho disfarçado, Palio, Sandero, Ka e Gol tudo tranqueira para “emergentes”.

                      Onix, 3 e 2 estrelas em segurança.
                      http://www.latinncap.com/en/result/52/chevrolet-onix-2-airbag-from-aug-2014

                      Gol, 1 estrela sem airbags, mesma merda que o onix com airbags.
                      http://www.latinncap.com/en/result/7/volkswagen-gol-trend-16-no-airbag
                      http://www.latinncap.com/en/result/4/volkswagen-gol-trend-16-+-1-airbag

                      Sandero, 1 e 2
                      http://www.latinncap.com/es/resultado/20/renault-sandero-no-airbag

                      Palio 2 airbags depois de 2015, 4 e 3 estrelas
                      http://www.latinncap.com/es/resultado/58/fiat-new-palio-+-2-airbags-fabricados-a-partir-de-julio-de-2015

                      Ka depois de 2015, 4 e 3 estrelas
                      http://www.latinncap.com/es/resultado/68/ford-ka-+-2-airbag

                      Prisma nem testaram, não existem estrelas negativas….
                      Quando o bananence não troca os airbags por tela de “LSD” 😀

                      4+
                      • avatar
                      • avatar
                    • Carlos 5 de maio de 2017 at 19:36

                      Véio, hora de tomar os remédios, já está falando coisa que corvo fala 😀

                      “o setor automotivo do Br em termos de qualidade está na vanguarda do terceiro mundo,”

                      3+
                      • avatar
                      • avatar
                    • Lucas 5 de maio de 2017 at 20:53

                      10 anos atrás nem faziam testes de segurança
                      os primeiros testes davam 1 estrela pros melhores resultados, 2 no maximo, o fit pouparzeco que nos states é carro das dominicanas ir dar faxina rendeu 3 estrelas e olha quanto não vendeu
                      se agora vc me diz que o latincap está dando e estrelas até pros carros mais baratos muita coisa melhorou muita mesmo.

                      e a tese do corvo é justo o oposto que carro no BR aumenta de preço e só piora
                      uma grande mentira, pega o Ka original e o Ka atual, a unica coisa igual é o nome, o preço a valores reais caiu.
                      digo isso que aconteceu apesar do PT e seus esquemas que faz investimento em evolução nas empresas ser ato de pura fé

                      2+
                      • avatar
                      • avatar
                  • Carlos 5 de maio de 2017 at 22:50

                    Véio, a GM já vendeu Corsa e Astra muito parecidos com os da Opel e lançou o Kadett como carro mundial, Astra e Corsa ainda existem na Europa mas agora o Brasil só tem modelos para “emergentes”, ou seja: lixo caro.
                    Se falar de luxo, requinte e acabamento então só quem andou em Monza Classic e Del Rey Guia tem alguma idéia de como os carros hoje vendidos no bananistão são um lixo nestes aspectos, mesmos alguns populares antigos tinham muito mais requinte do que os atuais.
                    Sindicalismo, PT, coisa de latino de ser cabeça dura explicam muitas coisas, nego compra gol porque o fusca era confiável, veja o méxico, adoram fusca até hoje e mexicano nos states adora aquelas barcas americanas dos anos 50 e 60 😀

                    2+
                    • avatar
            • Nelson Schadenfreude 5 de maio de 2017 at 17:08

              Diesel é subsidiado. Não querem subsidiar combustíveis para carros de passeio, só para transporte de carga. A solução é penalizar os compradores dos carros de passeio a diesel.

              5+
              • avatar
              • avatar
            • Shadowflare 5 de maio de 2017 at 22:49

              A questão é tributária. O gobierno mete menos a mão no diesel e colocou esse limite uma tonelada pensando no transporte rodoviário, caminhões, ônibus e em alguma parte no agronegócio, indústria e etc. Já no álcool e na gasolina alcoólica metem a mão sem dó.

              1+
              • avatar
        • Rico 6 de maio de 2017 at 07:40

          Não faço questão de diesel no carro não… Na europa via na estrada aquelas Mercedes E “gasóleo” retomando velocidade e soltando aquele tufo de fumaça preta do escape. A manutenção é mais cara e só vale a pena para quem roda muito.
          Para isso aqui temos no GNV que é mais limpo.

          1+
  • Zé do Brejo 5 de maio de 2017 at 09:05

    Prevejo mamães ganhando caixas chocolate nesse ano de presente, isso as que ganharem.
    Almoço fora? Pra que, se podemos fazer tudo em casa e muito mais em conta?
    Eis o doce sabor do amargo.

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Davy Jones 5 de maio de 2017 at 09:08

    I love the smell of napalm in the morning… Burn!

    4+
    • avatar
  • Alemon Fritz 5 de maio de 2017 at 09:29

    Estoque de imóveis novos em Salvador encolheu 30%, diz Ademi-Ba (mas…)

    “Os produtos em estoque foram lançados no mercado há quatro ou cinco anos e estão em fase final de construção ou prontos.
    das unidades disponíveis para compra, cerca de 40% estão prontas para morar e o restante em fase final de obras, e devem ser entregues em até um ano.
    kkkk o estoque é de mais de 3 anos..
    as unidades que já estão prontas, representam prejuízos, por causa dos custos como condomínio e manutenção, por isso a intensificação de feiras e ofertas
    http://www.correio24horas.com.br/single-economia/noticia/estoque-de-imoveis-novos-em-salvador-encolheu-30-diz-ademi-ba/?cHash=73925ca4f7e3e5777a43719dc232bf7f

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 5 de maio de 2017 at 09:33

    haja estoque
    De acordo com o gerente de Vendas e Marketing da MRV, Luis Felipe Bandeira, a construtora vai ofertar 2.640 unidades durante o Feirão da Caixa. “Temos em nosso estoque 900 unidades e no dia do evento vamos lançar um empreendimento de mais 1.740. Seremos a maior incorporadora presente na feira..
    Feirão oferta 700 unidades com preços a partir de R$ 229 mil..

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 5 de maio de 2017 at 09:57

    vejam que o estoque de prontos novos já é de + 30% represados.. estão segurando o preço tentando sincronizar o bulltrap com a “melhora” da economia. e não falam dos 40000 já em distrato..

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 5 de maio de 2017 at 10:01

      É inútil resistir.
      Não há renda . Simples assim

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 5 de maio de 2017 at 14:29

        a “falsa” queda da selic lhes da espernças
        discalculia total
        pq o juros real subiu

        4+
        • avatar
        • avatar
  • Bsbguy 5 de maio de 2017 at 10:14

    CVR
    Placa aqui em Brasília com a expressão “Preço de Ocasião”
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    adorei a nova expressão dos corvos.

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 5 de maio de 2017 at 10:22

      Preço de ocasião FAZ O LADRÃO… bom slogan, curti.

      11+
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 5 de maio de 2017 at 10:29

    quem “investiu” ha 3 anos deve estar feliz…. “compre que é o melhor momento” dizia um “economista” de ocasião.

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Totonho 5 de maio de 2017 at 10:48

    O jornal O Dia está cada vez mais desprezível, colocando fofoca de subcelebridades na capa. Mas esta foi bem legal (pelo conteúdo e pela foto):
    “Núbia Óliiver leva calote de empresa de engenharia – Ela afirma que se envolveu em um golpe imobiliário.”
    _http://leodias.odia.ig.com.br/2017-05-05/nubia-oliver-leva-calote-de-empresa-de-engenharia.html

    Igual a muitos BRs, achou que ia ganhar $$ mole:
    “(…) A atriz contou à coluna que vendeu um apartamento nos Jardins, em São Paulo, para comprar cinco imóveis ainda na planta em Uberaba, cidade natal da ex-modelo. Os apartamentos seriam entregues no prazo de um ano. Mas isso nunca aconteceu (…).

    #PMJ

    35+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • LZ 5 de maio de 2017 at 10:58

      Hahahaha se fuuuuuu kkk

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Zé do Brejo 5 de maio de 2017 at 11:02

      Igual a ela existem milhares de sonhadores vislumbrados que não sabem nada de matemática financeira.
      O dinheiro acabou, ou melhor, nunca existiu, o crédito foi embora explorar o ciclo financeiro em outra parte do mundo.

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Zé do Brejo 5 de maio de 2017 at 11:04

        Viva a companhia dos Mares do Sul
        Devil take the hindmost

        3+
    • Rico 6 de maio de 2017 at 08:30

      Alguém tem foto dela vestida? Sempre tive curiosidade de ver…

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 5 de maio de 2017 at 11:42

    Caixa volta a suspender financiamento mais barato de imóvel
    Banco diz que deve receber novo aporte na linha Pró-Cotista nas próximas semanas. Para quem contribui ao FGTS e se enquadra nos requisitos, é melhor esperar

    http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/credito-para-imoveis-da-pro-cotista-volta-a-ser-suspenso-na-caixa/

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 5 de maio de 2017 at 11:42

      A Caixa já registrou falta de recursos para a linha em setembro e em março do ano passado. Contudo, o banco afirma que a suspensão é novamente temporária, já que devem ser liberados mais recursos para complementar os recursos da linha nas próximas semanas.

      O Ministério das Cidades confirma, em nota, que está em tramitação uma edição de ato normativo que permite o remanejamento de recursos para aporte de 2,54 bilhões de reais na linha Pró-Cotista. O ato deverá ser publicado ainda neste mês.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CA 5 de maio de 2017 at 12:22

        Cajuzinha,

        Só vendem se for com crédito subsidiado do FGTS e ainda assim com todas as gambiarras da CEF para produzir crédito podre, como aceitar depósito como comprovante de renda, agregar pessoa na aprovação da renda que não ajudará a pagar as parcelas, etc. Graças a isto que a inadimplência do MCMV é muito maior que a média.

        E assim continuam PEDALANDO, aumentando o buraco onde estão enterrados…

        13+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Dr. Estranho 5 de maio de 2017 at 12:20

    “Desaceleração do ritimo de queda”. Será que ainda pegam tolos com esse tipo de eufemismo, com o objetivo de dissimular o eminente desastre? Em idêntico raciocínio um foguete que desacelera o ritimo de subida, não sai da atmosfera, cai e mata quem estiver dentro.

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Dr. Estranho 5 de maio de 2017 at 12:21

    Tomaram um base da polícia no Hell. Valorizou os imóveis na região em 30%.

    9+
    • avatar
    • avatar
  • Dr. Estranho 5 de maio de 2017 at 12:42

    “Núbia Óliiver foi vítima de um golpe. A atriz contou à coluna que vendeu um apartamento nos Jardins, em São Paulo, para comprar cinco imóveis ainda na planta em Uberaba, cidade natal da ex-modelo. Os apartamentos seriam entregues no prazo de um ano. Mas isso nunca aconteceu. “Ano passado, a empresa de engenharia Borgam ( que é Borges e Andrade engenharia e construções ltda) pediu falência, deixando não só meu prejuízo, pois o prédio não está pronto como prometeram estar, mas também, inúmeras outras pessoas, as quais muitas vezes depositaram não só todo seu dinheiro, mas também seus sonhos! O pior é saber que essas pessoas não fizeram isso apenas uma vez e sim outras também! E eles passam andando por aí de carros importados!”.”
    “http://leodias.odia.ig.com.br/2017-05-05/nubia-oliver-leva-calote-de-empresa-de-engenharia.html”.
    O que em geral comentamos aqui? Não somos polímatas, mas ignorantes estamos bem distantes. Não tenho pena da “atriz”. Aliás Boss, essa matéria tem potencial para discussões econômicas, criminais, sociológicas e filosóficas.

    20+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • mestre dos magos 5 de maio de 2017 at 13:12

      Está certo que ela comprou somente papéis, que não tinha nada de concreto na celebração do contrato. O problema é a outra parte não cumprir o acordo, e continuar vivendo numa boa, com carros importados e mordomias. Infelizmente esse país não é para pessoas honestas e de bem, isso aqui é uma selva.

      26+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 5 de maio de 2017 at 13:14

    Quem disse que a Terracap não consegue vender mais nada no Noroeste e em Águas Claras
    Conseguiram vender um terreno de 15 m2 (lote 7) para se instalar uma banca de revistas – kkkkkkk
    http://www.terracap.df.gov.br/uploads/edicts/58dac8bbd7d7e.pdf
    http://www.terracap.df.gov.br/comercializacao-de-imoveis/resultados

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Brazil mode OFF 5 de maio de 2017 at 13:29

    Seria uma nova BOLHA?

    Empreendedor larga carreira no setor imobiliário para abrir microcervejaria

    “http://revistapegn.globo.com/Empreendedorismo/noticia/2017/03/empreendedor-larga-carreira-no-setor-imobiliario-para-abrir-microcervejaria.html?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_campaign=post”

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • CA 5 de maio de 2017 at 13:36

    Sobre o tópico, que usa como base o FINGE ZAP, só para lembrar:

    Se tivermos 5 apartamentos idênticos (mesmo prédio, andar, visada, conservação, etc), onde cada um deles tem 100 M2, com 4 deles anunciados no Zap Imóveis por R$ 500 mil e 1 deles anunciado por R$ 400 mil, qual o preço médio anunciado do FINGE ZAP? R$ 4,88 mil o M2.

    O que é o natural que aconteça na situação acima? Vender o imóvel que está anunciado pelo preço mais barato, o de R$ 400 mil. Ao vender este imóvel, o normal é que deem um desconto, por exemplo, de 20%. Com isto, na prática, o imóvel foi VENDIDO por R$ 320 mil

    Depois que foi vendido, o que acontece com o anúncio do imóvel que era ANUNCIADO por R$ 400 mil? Ele é retirado, afinal a pessoa não vai pagar por um anúncio de algo que já vendeu, correto?

    Sobraram 4 apartamentos no Zap Imóveis, cada um deles de 100 M2 e ANUNCIADOS por R$ 500 mil. Qual o novo preço médio ANUNCIADO? R$ 5 mil o M2.

    Em outras palavras, cada vez que você vender o imóvel que tem o menor preço de anúncio (o que é o normal e esperado), o preço médio do FINGE ZAP sobe! No exemplo acima, o preço de venda real foi de R$ 3,2 mil o M2, enquanto no FINGE ZAP a média do preço anunciado passou a ser de R$ 5 mil o M2.

    Na reportagem falam sobre a queda de preços estar se suavizando. Uma forma de se alcançar este resultado, é colocar um preço anunciado ainda menor que no exemplo acima, dando um desconto também maior para vender. Quanto mais baixo for o preço anunciado, ao vender, maior será o impacto para fazer subir percentualmente o preço médio do FINGE ZAP!

    Se no exemplo acima, o imóvel de R$ 400 mil estivesse sendo anunciado, por exemplo, por R$ 350 mil, o preço médio inicial do FINGE ZAP para os 5 imóveis do exemplo acima, seria de R$ 4,7 mil o M2. Se vendesse este imóvel anunciado de R$ 350 mil com um desconto de 30%, com preço final negociado de R$ 280 mil, por exemplo, como seria a distorção entre a REALIDADE do preço negociado e o FINGE ZAP do preço ANUNCIADO?

    Evolução do preço do M2 anunciado no FINGE ZAP: inicial = R$ 4,7 mil, final = R$ 5 mil, o preço ANUNCIADO cresceu 6,38% no caso de venda do imóvel anunciado por R$ 350 mil e vendido por R$ 280 mil.

    No exemplo anterior, a evolução do preço do M2 do FINGE ZAP foi de R$ 4,8 mil para R$ 5 mil, ou seja, cresceu 4,17%. No mundo REAL, o preço do imóvel na venda foi de R$ 320 mil.

    “Moral da história”: quanto mais diminuírem os preços de ALGUNS anúncios e venderem SÓ estes anúncios com preços mais reduzidos, mais vai subir o preço médio dos imóveis ANUNCIADOS no FINGE ZAP!!!

    Claro que mesmo com grandes reduções de preços, só conseguem vender uma parcela ínfima daquilo que está anunciado, assim, embora a venda do imóvel mais barato gere um aumento no preço dos imóveis, muitas vezes este aumento tem seu impacto diluído em relação a um altíssimo volume de imóveis não vendidos. Para ajudar na MAQUIAGEM e nos truques de ILUSIONISMO, basta aumentar o preço anunciado de alguns outros imóveis. Pronto, mesmo que uma parcela reduza significativamente seus preços, se uma parte destes conseguir vender, ajuda o preço a subir e se outros aumentam o preço de anúncio, ajuda mais ainda. Assim é fácil que, mesmo contra todas as evidências e completamente contra a lógica, o preço médio ANUNCIADO do FINGE ZAP continue subindo em termos nominais. Não é a toa que é o maior PEGA-TROUXA já inventado até hoje pelo segmento imobiliário em parceria com a Globo…

    28+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 5 de maio de 2017 at 14:08

      CA
      Além de criaram uma metodologia que tem viés de subida, tem as vezes que mudam a metodologia.
      Vejam no caso abaixo, que o SECOVI-DF mudou a metodologia, de forma que desapareceram 4-5 mil imóveis.
      E mesmo assim observem como está subindo rapidamente a quantidade de imóveis em estoque
      Esta quantidade está nos estoque das construtoras e imobiliárias associadas ao SECOVI, o mercado particular deve ser 2X, 3X maior.
      http://www.secovidf.com.br/novoportal/images/arquivos/pdf/boletins/2017/Boletim_Imobiliario_marco_2017.pdf

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 5 de maio de 2017 at 14:53

    Economia chinesa a beira do colapso
    https://www.youtube.com/watch?v=44gXs4ydE6s

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Leonardo M. 5 de maio de 2017 at 19:42

      E as exportações de carne, soja e mineiros vão aumentar 66,6% com isso!!!

      0
  • Luizera 5 de maio de 2017 at 14:58

    Respondendo como se fosse para um muleque de 15 anos sem saber o que fazer e por onde começar.

    Pergunta 1: Qual linguagem é melhor começar?PHp,Java,c++,phyton etc…

    A linguagem em si é o que menos importa, procure aprender os conceitos da Lógica de Programação e a Programação Orientada a Objetos. Depois que você dominou esses dois conceitos bastará aprender a sintaxe da linguagem que quer utilizar.
    Apenas salientando que com frameworks é outra história, ainda existe muitas pessoas que confundem linguagem (PHP, Java, C#, Ruby) com framework (Ruby on Rails, Angular, Spring). Existem frameworks que são muito mais difíceis de aprender a trabalhar do que a própria linguagem em que ele é baseado, em contrapartida eles prometem aumentar sua produtividade e organização. Mas existem tantas opções de frameworks que meu conselho é que aprenda conforme a necessidade.

    Pergunta 2: Começar sempre por uma linguagem e dominar ela é depois partir para outra?

    A resposta da primeira responde a segunda também.

    Pergunta 3: Fazer uma universidade ou fazer cursos online?

    Cursos online.

    No começo a gente bate tanto a cabeça que dá vontade de desistir, mas relaxa que aprender a programar não é uma corrida, é uma maratona.

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • SampaBoy 5 de maio de 2017 at 15:05

      Uma pergunta de alguem leigo no assunto :
      – Para alguem que gosta do assunto, gosta de programar, se diverte com isso, faz sentido aprender sozinho e tentar desenvolver sozinho (algo como aplicativos) ? ou nao, isso é uma ilusão,…para desenvolver algo decente e eventualmente ganhar dinheiro com isso é necessario sempre uma equipe, uma pequena empresa, sei la, algo maior…

      4+
      • Money_Addicted 5 de maio de 2017 at 15:53

        as vezes uns malucos criam qquer bobeira e “viraliza” e o cara fica milionario, mas isso eh pura sorte.
        sobre desenvoler sozinho, tdo depende de qual complexo eh a sua ideia, pois se um aplicativo vai demorar 1000 horas para ser desenvolvido, um desenvolvedor levaria 25 semanas, dois levariam 15 (?) e por ai vai.

        3+
      • Luizera 5 de maio de 2017 at 16:58

        Sozinho não somos ninguém e isto também vale para o desenvolvimento de software. Um exemplo legal é o mercado Indie dos Games, como um gênio como o Toby Fox que conseguiu criar quase que sozinho o Undertale e atingiu 2.5 milhões de vendas só na Steam. É fato que ele fez a maior parte do trabalho sozinho, mas ainda sim precisou do apoio de outras pessoas.

        3+
        • avatar
      • jodorowsky 5 de maio de 2017 at 21:17

        Faz, muitos aplicativos começam a ser desenvolvidos por uma pessoa e depois ganham escala. Um exemplo é o NGINX, servidor web utilizado neste site e que começou a ser desenvolvido em 2001 por um Russo, mas só ganhou popularidade nos últimos anos e hoje é o que mais cresce.

        1+
        • avatar
        • Carlos 5 de maio de 2017 at 23:05

          Já dei adeus ao apache e seus arquivos de configuração exdrúxulos 😀

          0
  • SampaBoy 5 de maio de 2017 at 14:59

    Olha so, industria automobilistica aprendeu e esta usando o mesmo vocabulario dos corvos !

    #otimismo #estabilização #menosdiasuteis #pegosdesurpresa #agoravai

    Venda de veículos cai em abril, mas Anfavea crê em “estabilização”

    Com menos dias úteis, abril foi um mês ruim para a indústria automobilística. Com volume de 156,9 mil veículos emplacados, as vendas do mês passado representaram uma queda de 3,7% na comparação com o mesmo mês do ano passado. Mesmo assim, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) mostrou otimismo. O presidente da entidade, Antonio Megale, destacou que abril teve o mesmo numero de dias uteis em fevereiro, um total de 18 dias.
    http://www.valor.com.br/empresas/4958866/venda-de-veiculos-cai-em-abril-mas-anfavea-cre-em-estabilizacao

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 5 de maio de 2017 at 15:15

      papinho furado

      muitas concessionarias abrem sábado e domingo
      além do mais como em qualquer ramo, se tem menos dias úteis vc trabalha mais pra compensar e bater a meta do mês,
      pq todo mês vem as contas, a empresa precisa pagar, independente se teve greve ou dia do anão

      inclusive caiu 17% em relação ao mês passado, quando iniciaram os “saques sonrisal” do FGTS
      saque sonrisal é aquele que cai na conta do 666 e faz frissssssssssssssss, em 5 minutos sumiu.

      detalhe: de lá pra cá, reajustaram preço de tabela, cancelaram descontos na euforia que o mercado estava recuperando.
      pega o resultado das montadoras subsidiárias brasileiras todas dando lucro próximo de zero, quem segura as pontas é a matriz, além do govenro pelas mil linhas de subsídio da classe metarlugica, do cambio, ou via impostos, empréstimos, contratos de frotistas e outras benesses.

      Brazil s/a.

      26+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • LZ 5 de maio de 2017 at 15:25

        Eu vou ficar com meu carro até ele se desintegrar e começar a dar mais prejuízo que ganhos.

        18+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Lucas 5 de maio de 2017 at 15:31

          tô no 150 mil km

          7+
          • avatar
        • Fernando 6 de maio de 2017 at 11:38

          Idem.
          Tirei zero, estou com 35 mil km, 3 anos.
          Até 200 mil km tem chão… acho que vou ficar 15 anos com o carro tb.
          Qdo usar, tudo até o talo, vendo para o pessoal que adora comprar um usado…

          2+
  • Money_Addicted 5 de maio de 2017 at 15:12

    CVR – off

    finalmente consegui sacar meu fgts inativo

    #partiuguaruja

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Brazil mode OFF 5 de maio de 2017 at 15:29

    OFF

    Interessante para explicar a quem não entende rsrs

    “”Lula roubou, mas fez”. Blz!
    Vou aí na sua casa roubar sua tv e deixar uma cesta básica. Ok!”

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Rico 6 de maio de 2017 at 08:37

      Maluf virou trombadinha.

      2+
  • Lucas 5 de maio de 2017 at 17:17

    AGP

    Pessoal, eu tenho uma dúvida sobre o funcionamento do fingezap.
    Me corrijam se eu estiver errado, mas ele calcula o índice com base na oferta e não no fechamento de negócios, correto?
    Considerando isso:
    O fipe computa ofertas fora da curva? Exemplo: se eu chego lá e digo que minha casa vale 6 milhões, o FIPE vai ignorar minha oferta para efeito de cálculo ou eu posso, propositadamente, puxar o índice para cima?

    Assumindo que limite: o que impede individuos de calcular o limite de computação do fipe e ofertar na margem superior do limite para que esse valor suba?

    Por que alguém faria isso? não sei, só quero saber se é possivel.

    em matematíca, ainda mais usando ferramentas de estatística TUDO É POSSÍVEL
    vc pode contar uma mentira em matematiques tão facilmente como se contaria em portugues ou inglês

    acontece que numa linguaguem, qualquer uma, existem ferramentas para vc apurar se há loops, erros, contradições, falseamentos.
    São as ferramentas lógicas que vc aplica nos numeros, ou nas palavras.

    em estatisca, bastaria que se divulgassem numeros simples além da média, tais como: mediana, med max, med min, desvio padrão, max e min, só esses o histórico deles já seriam para mim suficientes para eu encontrar onde está o gato, mas eles não divulgam, muito menso podemos saber o que eles fazem com outliners, ou até mesmo com liers, existem muitos anuncios errados no fingezap, a quase totalidade deles. Sei bem pelas centenas, talvez milhares de anuncios que fui verificar, era muito raro quem não tivesse mentido. Se peguei 10 inteiramente corretos em anos foi muito.

    Sem falar nos erros lógicos dentro da própria metodologia, ou mesmo o uso excessivo da média móvel para suavizar tudo e o numero parecer algo estável e suave.

    Diria que o fingezap serve para eles próprios dentro do sistema, distratam com base no fingezap, assinam papelada com base nele, avaliação e garantias bancárias com base nele, tudo, vive com base nele ou em algo que acompanha ele o IVG-r que é um fingezap saneado (que elimina porcarias mais óbvias).
    O resultado concreto deste descolamento da realidade é que eles “cavam cada vez mais o buraco onde estão enterrados” (by CA)

    a bem da técnica, a metodologia do CRECI-SP é a mais colada com a realidade, ainda que dependa de relatos de corvo e uma amostragem que eu acho um tanto quanto pequena pelo nível de extrapolação que eles pretendem, mas diria que esse é o unico que, com melhorais e auditorias, daria pra salvar. Eu uso ele como uma ref distante, os outros olho como quem olha uma paisagem feia.

    9+
    • avatar
    • avatar
    • O Cramulhao de FHCigienopolis45 6 de maio de 2017 at 12:22

      Lucas…vc sabe bem os Paranaues da estatística mágica dos imóveis. Essa da média móvel pra normalizar tudo eu vi na prática.

      Vc conseguiria fácil um cargo de executivo Sênior na área de finanças na construtora dos italianos do edifício Miami. Pelo menos enquanto não vem a recuperação judicial…

      2+
  • Luladranus 5 de maio de 2017 at 18:09

    http://www.istoedinheiro.com.br/o-desemprego-vai-piorar-antes-de-melhorar/

    “O Brasil tem 14,2 milhões de desocupados, um drama social. Nos últimos quatro anos, a taxa de desemprego saltou de 7,2% para 13,7%, recorde histórico. Má notícia: ainda vai piorar antes de melhorar. Infelizmente! Boa notícia: se não houver uma reviravolta política, a economia voltará a gerar empregos com mais intensidade entre o 3º trimestre e o 4º trimestre deste ano.”

    7+
    • avatar
    • avatar
  • Luladranus 5 de maio de 2017 at 18:10

    https://www.terra.com.br/economia/saques-da-poupanca-superam-depositos-pelo-quarto-mes-seguido,54bb7ea88587734154c754f83e3ddacb43e7x5ga.html

    “Os saques superaram os depósitos em poupança pelo quarto mês seguido. De acordo com dados do Banco Central (BC) divulgados hoje (5), a retirada líquida chegou a R$ 1,270 bilhão em abril, resultado menor do que o registrado em igual período de 2016 (R$ 8,246 bilhões).”

    6+
    • avatar
    • avatar
  • Lucas 5 de maio de 2017 at 18:31

    SETOR SUDOESTE DE BRASILIA
    será a nova casa do zeca diabo dirceu
    não parece muita coincidência ????
    o famoso barroeste onde houve uma das maiores especuções imobilarias do planeta será a casa dum dos chefes stalinistas mais poderesos do planeta

    – pessoal da 10-i ainda estão na ativa??? cambio??qap?

    3+
    • Loucodf 5 de maio de 2017 at 19:18

      Cuidado!
      Noroeste é diferente de sudoeste.

      4+
      • Lucas 5 de maio de 2017 at 19:21

        aé? confundi então
        o sudoeste é pro caminho de aguas claras???

        3+
        • Loucodf 5 de maio de 2017 at 19:23

          Rapaz…
          O sudoeste é ali coladinho no eixo monumental, cruzeiro.
          Mas o preço é absurdo por lá também.
          Mas o bairro já está consolidado.

          3+
          • avatar
          • Lucas 5 de maio de 2017 at 19:51

            atra´s do parque, antes das octogonais???

            3+
            • avatar
            • MINEIRO SPY 5 de maio de 2017 at 21:15

              E isso ai. Indo para Aguas Claras. Sendo sudoeste ou barroeste….nenhum vale o que pedem. Todos colegas de Brasilia que nao ganharam lote ou ap do pai, alugam. Comprar algo naquele lugar beira a insanidade ou perda de percepcao do valor do dinheiro.
              Mas o que dizer de um povo que tem como objetivo de vida um apartamento comprado, um carro e viagem todo ano? Sem esquecer dos restaurantes caros toda semana.
              Nao esqueco de um episodio no tal restaurante dudu em bsb, tido como point. Sentei e vi um file com gorgonzola, no ano de 2015, por 65 dilmas. Perguntei ….quantos grama de carne vem? Resposta….140 gramas. Levantei e fui embora. Povo la adora essas coisas.

              12+
              • avatar
              • avatar
  • Leonardo M. 5 de maio de 2017 at 21:12

    Desemprego

    Passei em frente de 2 bares aqui no meu bairro entre 16h e 17h
    Todos lotados de jovens bebendo…
    Enquanto o FGTS tiver pagando a cervejinha tá tudo bem….depois é outros quinhentos …

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Money_Addicted 5 de maio de 2017 at 21:45

      Eu peguei meu FGTS hj kk ? más pra bolhista a conta é outra, ré 0;5 agora vai render 1 ?

      2+
      • avatar
      • Money_Addicted 5 de maio de 2017 at 21:46

        Rendia*

        3+
        • avatar
  • Alemon Fritz 5 de maio de 2017 at 22:54

    falei que ia dar zika na demanda…

    o Brasil já tem passado por uma queda brusca da fecundidade nas últimas décadas, passando de 2,4 filho por mulher em 2000 para 1,9 em 2010. “Dependendo dos resultado de nascimentos para o resto do Brasil, essa queda pode acelerar ainda mais.
    São Paulo teve cerca de mil nascimentos a menos por MÊS em relação ao ano anterior.
    “Os resultados para o Brasil para 2016 devem sair no início de 2018 e serão com certeza ainda mais impactantes, principalmente no Nordeste.”

    http://g1.globo.com/bemestar/noticia/sp-tem-queda-de-nascimentos-em-2016-especialista-aponta-possivel-relacao-com-medo-de-zika.ghtml
    (minha previsão é de queda de 900mil nascimentos em 2016 e reflexos pra 2017)

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Leonardo M. 5 de maio de 2017 at 23:52

      Alemão

      Eu adicionaria um fator a mais ai:

      Casais que não querem ter filhos.
      Eu por exemplo com minha esposa não queremos ter filhos. Até teríamos um ou dois filhos se agente morasse no Canadá, suíça, Noruega,Islândia,Japão,Coréia do sul ou até EUA pois sabemos que eles teriam ótimas chances lá.
      Mas na banania? Nao dá!
      Não existe nem emprego, segurança, saúde ou perspectiva de melhora.
      Botar um muleque inocente pra sofrer nessa boshta???

      38+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Paulo Avelar 8 de maio de 2017 at 02:05

        Um dos motivos pelo qual os preços despecaram totalmente e ainda se consome tanto no Brasil é a renda das famílias e a concentração de renda.
        As famílias do Brasil Brasil partiram de um patamar de 20% do consumo das famílias japonesas nos anos 90, para em 2015 as despesas de consumo final das famílias, PPA ($ a preços internacionais correntes) equivalerem a 70% das famílias nipônicas.Tem a diferença de população, mas há que se considerar que muito do dispendio aqui não é mensurável.

        Gasto de consumo final de los hogares, PPA ($ a precios internacionales actuales)
        Banco Mundial, base de datos del Programa de Comparación Internacional.
        Country 1990 (million) 2015 (million)
        United States 3,825,630.00 12,283,683.00
        China 6,957,040.47
        India 735,659.89 4,097,786.51
        Japan 1,133,270.26 2,741,246.94
        Germany 857,771.05 1,954,001.41
        Brazil 286,428.69 1,875,221.92
        Russian Federation 1,817,213.47
        United Kingdom 539,996.57 1,527,881.27
        France 560,572.05 1,397,147.66
        Indonesia 125,663.04 1,350,134.92
        Mexico 327,206.47 1,288,520.07
        Italy 593,603.99 1,217,879.45
        Turkey 153,073.54 888,682.87
        Canada 298,711.85 852,166.00
        Spain 309,635.59 826,241.28
        http://datos.bancomundial.org/indicator/NE.CON.PRVT.PP.CD

        0
    • Master Yi 6 de maio de 2017 at 08:53

      Na minha visão, tem mais relação com o custo de se ter um filho do que com a Zika. Afinal, quem aguenta pagar escola, plano de saúde, lazer, segurança, transporte… ?

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • PFernando 8 de maio de 2017 at 08:29

        MInha filha nasceu na época da “moda” da zica. O vestibular dela vai ser mais fácil.

        2+
        • avatar
  • Rodrigo ABCDM-SP 6 de maio de 2017 at 00:25

    CVR – do meu ABCDM-SP

    Dia de pagamento e vejo colega de trabalhando pagando da mesa dele alguns boletos.

    Nada demais.

    Pediu para usar a impressora do meu setor para imprimir os comprovantes.

    Bom, tudo bem, nada demais.

    Aproveitei e saí para tomar um café.

    No que volto o cara não me esquece o boleto com o compra vante do lado da impressora?

    Peguei e fui à mesa dele.

    Meio sem graça, pediu desculpas e comentou: “Ah, o mais importante é que paguei o que é meu”.
    Eu nem tinha visto o boleto. Aí já que ele disse perguntei se era carro ou casa. Resposta: casa (financiada).

    Até aí nada demais certo… então… o carinha aí tem 2 semanas de empresa e já me solta: “pagar o que é seu dá gosto”.

    Sorri e quando ia voltar a minha mesa ouço: “fulano (eu), venha cá.

    Nem sabia o que era

    Cochichando o tal carinha me diz: “cara, eu me apertei esse mês com a casa e o vale só dia 20. Você viu né… até sabe quanto ganho. Me empresta R$200 reais?”

    Aleguei que não tinha. “pior que em espécie na hora não tinha mesmo”.

    Enfim…

    Poderia ter parado aqui o CVR… mas agora vem a melhor parte.

    Meu outro colega de mesa me viu falando com este novo funcionário.

    Eis que ele me solta: “Ô, ele te pediu dinheiro, né?”

    disse: “Como sabe?”

    “Ele me pediu também mostrando o boleto da casa”

    Eu “ah”?

    ele: “é, o boleto, você não devolveu?” disse sim, aí este colega explicou. “Ele esqueceu na minha mesa também o boleto”.

    Meu, que tática é essa???????

    84+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Leonardo M. 6 de maio de 2017 at 00:38

      Ele com certeza iria pegar os R$200,00 e gastar numa balada com a namorada ou esposa e depois colocar no FB pra vó e ver.
      Claro que dia 20 iria inventar uma desculpa e [email protected] você!

      24+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Rodrigo ABCDM-SP 6 de maio de 2017 at 11:43

        Sem dúvida faria uma bananice!

        4+
        • avatar
        • avatar
      • Intendente 7 de maio de 2017 at 20:06

        Que técnica ninja, kkkkkkk

        3+
        • avatar
    • Carlos 6 de maio de 2017 at 05:22

      Caraca, devo estar ficando velho, ainda sou do tempo onde as pessoas mostravam fotos ou carregavam seus filhos ou entes queridos e falavam que algum deles estava doente para te sensibilizar e lhes emprestar grana.
      Agora o 666 mostra o boleto do bolhudo 😀
      Sugiro imprimir algumas notas de dinheiro com a foto do motumbo e entregar para este cara.

      Dá até para escrever uma novela em 666 atos
      Onde:
      666, o próprio
      PC – Pacato Cidadão

      Cenário: Boteco, repartição ou reunião de família.

      666 – Poderia me emprestar uma grana pois tenho um problema? (Entra como um cachorro sem dono)
      PC – Qual seu problema? (Aparentando curiosidade)
      666 – Comprei um bolhudo e não posso pagar… (Faz cara de criança piduncha)
      PC – Isto é realmente muito grave (Faz cara de pena)
      666 – Eu sei, mas estou pagando o que é meu. (Firme e orgulhoso)

      24+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • to bolhado 6 de maio de 2017 at 07:47

      Teus cvrs são top kkkk. Esse ai é 666 com um game plan kk

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Rodrigo ABCDM-SP 6 de maio de 2017 at 11:45

        ahaahhaha valeu, ainda não digeri o dia de ontem @to bolhado! Agora dou risada mas foi meio sinistro. Fiquei com receio de olhar para ele o resto da tarde, mas na hora de ir embora o tal carinho se despediu como se nada tivesse acontecido.

        6+
        • avatar
        • avatar
    • Nelson Schadenfreude 6 de maio de 2017 at 10:58

      Cara, fica esperto com esse cara. É psicopata (picareta manipulador que vive de aplicar em cima dos outros). Já vi outros.
      Se imagina no lugar do cara. Você fez cagada de dar um passo maior que a perna e comprar um imóvel (supondo que a história do cara seja verídica). Ia sair pedindo 200 contos para neguinho que você mal conhece? Só sendo picaretão mesmo.

      25+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Rodrigo ABCDM-SP 6 de maio de 2017 at 11:48

        Então @Nelson Schadenfreude, fiquei com receio de olhar para ele o resto da tarde, mas na hora de ir embora o tal carinho se despediu como se nada tivesse acontecido. Isso dá medo. O cara parece ser gente boa, estava parado um tempo (5 meses) pelo que me explicou o outro colega de trabalho (área fiscal). A tática de deixar boleto na mesa se foi mesmo consciente foi foda, nunca ouvi e li nada parecido.
        Medo.

        14+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • SampaBoy 6 de maio de 2017 at 08:58

    Consumidor pode se preparar para voltar às compras de imóveis

    Em 12 meses, o preço de venda dos imóveis acumula alta de 0,69%, valor abaixo da inflação estimada de 4,1%. Ou seja, descontada a inflação, o preço médio apresenta queda real de 3,3% nos últimos 12 meses, segundo o índice FipeZap….Após sofrer uma correção nos preços nos últimos meses, a retomada da economia e do consumo deve dar novo fôlego o valor de venda dos imóveis. Não é preciso ter pressa, porém. Diante de muitas incertezas na economia, o mercado imobiliário ainda deve sentir a recessão de 2015 e 2016. No entanto, já é hora de o consumidor poder se preparar para voltar às compras. A era de queda nos preços pode estar ficando pra trás e uma nova dinâmica entrar em vigor…
    http://gesneroliveira.blogosfera.uol.com.br/2017/05/06/consumidor-pode-se-preparar-para-voltar-as-compras-de-imoveis/

    CHEGOU A HORA !

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cadeludo 6 de maio de 2017 at 10:23

      Sobre o autor
      Gesner Oliveira é ex-presidente da Sabesp (2006-10), ex-presidente do Cade (1996-2000) e ex-secretário de Acompanhamento Econômico no Ministério da Fazenda (1995) e ex-subsecretário de Política Econômica (1993-95). É doutor em Economia pela Universidade da Califórnia (Berkeley), sócio da GO Associados, professor de economia da FGV-SP e coordenador do grupo de Economia da Infraestrutura & Soluções Ambientais da FGV. Foi eleito o economista do ano de 2016 pela Ordem dos Economistas do Brasil (OEB).
      Sobre o blog
      Você entende o que está acontecendo agora na economia? E o impacto que a macroeconomia tem sobre sua vida? Quando o emprego voltará a crescer? Como a economia impacta sobre o meio ambiente? Vale a pena abrir uma franquia? Investir em ações da Petrobras? Este blog se propõe a responder a questões desse tipo de maneira didática, sem economês.

      6+
      • avatar
  • Alemon Fritz 6 de maio de 2017 at 10:33

    nos comentários a galera descendo o malho nele… kkk xingaram ele até de corretor.

    11+
    • avatar
    • avatar
  • ravoc 6 de maio de 2017 at 10:48

    CVR

    Passo todo dia pela Unicamp e aos arredores das casas/ap que são locadas para os estudantes.
    Em 2015 havia bastante placa de aluga-se, mas era algo aceitável
    Em 2016 a quantidade aumentou, fora do normal…
    Este ano de 2017 a situação está linda de ver, placa de aluga-se EM TODA MALDITA CASA/Condomínio de casas/ap/quartos… Todo canto que você passa, tem uma placa… Tinha até uma falando “Junte 15 amigos e pague 600 reais/mês nesta linda casa de 5 quartos” (ou algo assim, totalizando 9mil reais o aluguel).
    Ainda está lá para alugar…
    Lembrando que estamos em Maio, as aulas já começaram faz tempo… e as placas continuam…

    38+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Luladranus 6 de maio de 2017 at 12:49

    http://www.istoedinheiro.com.br/com-mudancas-minha-casa-avanca-em-ritmo-lento/

    “Mercado. Entre os empresários consultados, o entendimento é de que as contratações do MCMV estão evoluindo dentro do ritmo possível em meio aos contratempos. No entanto, esperam um passo mais forte nos próximos meses e levantam dúvidas sobre a disponibilidade de recursos do Tesouro.”

    http://www.istoedinheiro.com.br/apos-sete-anos-crise-na-grecia-vira-depressao/

    “Dentro do governo grego, economistas não disfarçam: o país pode ter de esperar até 2050 para voltar aos mesmos níveis de desenvolvimento social que estava em 2008. “Fala-se muito em outras regiões do mundo em década perdida. Na Grécia, o que temos são gerações perdidas”, disse ao Estado o economista Daniel Munevar, que trabalhou ao lado do ex-ministro de Finanças do país, Yanis Varufakis. “Estamos na parte mais complicada de toda a crise e o pior é que não existe uma resposta coerente”.”

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 6 de maio de 2017 at 13:15

      Luladranus,

      Sobre o trecho:

      “No entanto, esperam um passo mais forte nos próximos meses e levantam dúvidas sobre a disponibilidade de recursos do Tesouro.”

      O governo reduziu em 85% os gastos com o MCMV no primeiro trimestre de 2017, ANTES, de anunciarem redução de R$ 42 BILHÕES nos gastos governamentais, que foi ao final de março/17, alguma dúvida de que já faltou dinheiro do tesouro para o MCMV e de que vai faltar ainda mais a partir de agora?

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cadeludo 6 de maio de 2017 at 13:37
  • Alemon Fritz 6 de maio de 2017 at 17:14

    kkk Descubra se você está preparado para comprar seu imóvel:
    “joguinho” da brokefield pra vc comprar

    o meu deu
    “Porque ainda está vivendo de aluguel? Com as suas condições é possível comprar apartamentos novos, primeiro proprietário, em bairros privilegiados. O fundo de garantia, independente de ser de contas ativas ou inativas, pode ser usado no financiamento. ”

    http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/descubra-se-voce-esta-preparado-para-comprar-seu-imovel/

    5+
    • avatar
  • marchi 6 de maio de 2017 at 19:04

    Gafisa
    O tempo passa e a Gafisa continua piorando …….. Rumo a Recuperação Judicial ……
    Coitado dos investidores
    http://www.valor.com.br/empresas/4959354/moody%3Fs-rebaixa-ratings-da-gafisa-com-perspectiva-negativa
    05/05/2017 às 17h58 Moody’s rebaixa ratings da Gafisa, com perspectiva negativa

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 7 de maio de 2017 at 03:06

      marchi,

      Aqui vale aquela história do “certo por caminhos tortos”:

      Rebaixaram o rating da Gafisa, alegando que pela separação da Tenda, o que restou de imóveis de padrão médio e alto são exatamente aqueles que encontram a maior dificuldade para serem vendidos, ao mesmo tempo que a proporção da dívida em relação a indicadores de resultados da empresa ficou pior.

      O rebaixamento é merecido, sem dúvida, os motivos, como sempre, são no mínimo “nebulosos” e não traduzem nem 10% da realidade.

      A Gafisa foi pioneira no esquema das vendas FALSAS na planta junto com a PDG. Sam Zell, um dos mega investidores da bolha imobiliária americana, entrou nela em 2005, em 2007 compraram grande volume de terrenos e dispararam nos lançamentos e vendas FALSAS na planta a partir de 2008.

      Em 2010, após um crescimento estratosférico em lançamentos e “vendas” na planta, como nunca havia ocorrido antes na história de mais de 60 ANOS da Gafisa, Sam Zell vendeu 97% de sua participação acionária com um lucro bilionário.

      Já em 2011, a Gafisa, uma empresa com mais de 60 anos de história, passou a ter um percentual de distratos como nunca antes na sua história, apesar de já trabalhar com vendas na planta há DÉCADAS e de não termos nenhuma crise econômica em 2011. Este percentual anormal de distratos foi puxado pela Tenda, o segmento popular da Gafisa.

      A situação foi tão grave, que já ao final de 2012 a Gafisa tinha uma dívida líquida que era de mais de 120% em relação a seu patrimônio líquido, algo absolutamente anormal para este segmento e novamente, algo que NUNCA havia acontecido antes na história de mais de 60 anos desta empresa e mais uma vez, sem nenhuma relação com qualquer crise na economia.

      Em 2013, sem outra alternativa, a Gafisa foi obrigada a vender 70% do segmento Alphaville, a sua “galinha dos ovos de ouro”, só para pagar o mega endividamento gerado pela Tenda. Venderam para uma empresa multinacional, que não conhecia nosso esquema de vendas FALSAS na planta.

      Durante o ano de 2013, graças ao volume absurdo de distratos da Tenda e mega endividamento da empresa, suspenderam os lançamentos da Tenda durante todo o ano. Após venderem os 70% do segmento Alphaville e assim novamente capitalizados, voltaram com toda força a lançar e pedalar com as vendas FALSAS na planta pela Tenda a partir de 2014.

      Em 2016, como tinham suspendido lançamentos da Tenda em 2013 e leva 3 anos entre lançar e ocorrer o distrato, quando cliente descobre que não tem renda para o financiamento, o índice de distratos caiu e conseguiram vender 30% da Tenda para um outro investidor estrangeiro. Logo em seguida, anunciaram que em 2017 teriam aumento de distratos na Tenda, fruto do aumento de lançamentos e vendas FALSAS na planta da Tenda a partir de 2014 (óbvio que não disseram o motivo real, desta vez podiam jogar a culpa na “crise na economia”).

      Agora uma empresa de avaliação de risco rebaixa o rating da Gafisa por ela ter se separado da empresa que gerou os volumes mais absurdos de distratos e que quase a levou a quebrar, uma empresa que de tempos em tempos vê seu volume de distratos voltar a crescer de forma anormal.

      Pior, a Tenda não só foi a responsável pelas PEDALADAS e volume anormal de distratos como consequência, como ainda está sentada sobre uma grande bomba relógio: pela sua dependência do MCMV, que por sua vez depende de dinheiro cada vez mais escasso do governo e pelo seu crescimento novamente exagerado de lançamentos para este segmento, em conjunto com diversas outras construtoras que adotaram esta mesma estratégia (MRV, Cyrela/ Cury, Direcional, etc.), fica claro que faltará verba subsidiada do governo para este volume de construções e este segmento, que já conta com distorção anormal entre oferta e procura, verá a situação piorar muito e rapidamente.

      Curioso como as agências de avaliação de risco continuam FINGINDO que não veem nada do que consta acima, exatamente o que fizeram na bolha imobiliária americana e o que estão fazendo na bolha imobiliária de “N” outros países, o que é uma prova do quanto a impunidade dada a estas agências as estimula a continuar agindo de forma no mínimo irresponsável, se bem que o melhor aqui é dizermos que eles são cúmplices nos golpes financeiros aplicados, algo MUITO muito mais grave…

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Leonardo M. 6 de maio de 2017 at 19:35

    CVR

    Galera será que sou muito ruim?

    Um tempo atrás coloquei um CVR onde estava procurando um AP de até R$100mil para um “amigo” meu, claro imaginário.
    Tive várias propostas onde a pessoa baixava de R$170mil pra R$100mil ou de R$120mil pra R$100mil.

    Uma moça veio falar comigo sabendo se “meu amigo” iria querer ver o apartamento.
    Caramba não aguentei, falei que “meu amigo” tinha achado um AP por R$120mil(o mesmo valor da moça que estava falando comigo) e ele negociou e saiu por R$83.500,00.

    Silêncio no ZAP por um bom tempo e depois só vejo um “ok”.

    Fiquei pensando o que a moça ficou matutando do outro lado do ZAP.
    Kkkkkk KKK:

    1)”Nossa eu teria feito por este valor”
    2)”Por este preço eu não vendo”
    3)”O que é meu de direito jamais venderia por isso”
    4)”O mercado vai melhorar e ainda vendo meu AP”
    5)”Será que o mercado vai melhorar?”

    Quais alternativas vocês acham?

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Rodrigo ABCDM-SP 6 de maio de 2017 at 23:31

      Misto de 3 e 5!

      3+
  • Cebola 6 de maio de 2017 at 19:52

    Matéria de capa da Exame dessa semana insiste na ideia que a crise está perto do fim – assim como a Gafisa, a PDG, e outros…rsrs.
    Até algum tempo atrás essas publicações da Abril faziam matérias jornalísticas, hoje se dedicam a fazer previsões baseadas em qualquer dado torturado e desfigurado, sem uma análise adequada do contexto geral. Estão igual àqueles programas da Globo News que o tempo todo entoam o mantra que a economia do país está melhorando, indo na direção correta, etc.
    Assisti o primeiro minuto do vídeo disponível em //exame.abril.com.br/revista-exame/editores-analisam-especial-guia-de-imoveis-da-revista-exame/. A editora da matéria afirmou que, como a queda de valor do m2 foi menor nos últimos meses, concluiu que o pior já passou. Desisti de assistir o resto, sinceramente não creio que valha a pena.

    20+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 6 de maio de 2017 at 21:17

      Acontece que existe muitos intere$$es que nós meros mortais não conhecemos. ?

      7+
      • avatar
  • Anonymous 7 de maio de 2017 at 00:26

    Leonardo M.

    Off
    Galera gostaria de uma ajuda com relação a estudos:

    Quando tinha 17 fiz um curso de HTML pra criação de sites na web nos EUA. Gostei muito na época e achava relativamente tranquilo, porem não dei continuidade.

    Gostaria de começar do 0 de novo e voltar a aprender linguagem de programação.

    Pergunta 1:
    Qual linguagem é melhor começar?
    PHp,Java,c++,phyton etc…

    Pergunta 2:
    Começar sempre por uma linguagem e dominar ela é depois partir para outra?

    Pergunta 3:
    Fazer uma universidade ou fazer cursos online?

    Respondam pra mim como se fosse um muleque de 15 anos sem saber o que fazer e por onde começar. Apesar de ter 30 anos creio que sou uma pessoa esforçada e que aprende rápido.
    Objetivo: estudar uns 3 ou 4 anos hardcore pra conseguir um emprego no exterior.

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar

    A minha sugestão é estudar na Alemanha, onde a maioria das faculdades é gratis para qualquer pessoa, sem importar a cidadania. Voce faz um curso de engenharia ou computação em 3 anos e vai gastar no total, incluindo absolutamente tudo, cerca de 800 Euros/mes numa vida de república.

    https://www.study-in.de/en/

    6+
    • avatar
    • avatar
    • O Cramulhao de FHCigienopolis45 7 de maio de 2017 at 12:08

      Antes de tudo…

      Não é que é gratuita, o imposto que se paga na Alemanha é alto e cobre o custo das universidades.

      Ainda assim, pra alguém que trabalhe com tecnologia, no que faculdade ajuda? Basicamente nada, a não ser pra quem queira ser mais um na pletora de PHds trabalhando em funções totalmente diferente que estudaram. “College is the next Bubble” faz tanto sentido nos EUA quanto na Alemanha (e hoje em dia, em qualquer lugar do mundo), já que qualquer um pode aprender qualquer coisa mais rápido pela internet, por conta propria, usando ou não as plataformas de e-learning.

      Diria que em tecnologia, não só é inútil fazer graduação, como é inclusive perda de tempo e atraso na carreira. Há milhares de blogs tratando disso na internet, e quem já foi acadêmico, e depois experimentou um pouquinho da grana $$ que o mercado te paga (que é muito maior do que qualquer salário academico) está sempre escurraçando a academia, pelo atraso.

      Veja a equipe de desenvolvimento do Spark (substituto do MapReduce Hadoop pra maioria dos casos), que começou na Uni. de Berkeley, na incubadora DataBricks (que agora ficou enorme). Há varios alunos que nem terminaram a graduação, a abandonaram assim que a DataBricks cresceu e agora são Engenheiros de Softare senior, graças ao mérito de terem caído de cabeça no projeto por conta própria.

      Essa ideia de que se precisa ser “formado”, “ter graduação” pra empregabilidade, já mudou nas melhores empresas, mas ainda está enraizada na cabea de RHs principalmente de empresas brasileiras com gestores mais atrasados.

      Entre um cara com PhD em Ciências da Computação e está procurando emprego após terminar uma pesquisa, e um cara que tem 20 anos de experiência com Java, JavaScript, Lisp, C , trabalhou em inúmeros projetos , o segundo sempre terá prioridade nas melhores empresas. Eu por exemplo, nunca contratei gente no perfil acadêmico (talvez porque eu sei que perdi anos na academia), e se for precisar de um , é preferível contratar uma consultoria como Mckinsey ou Accenture .

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cadeludo 7 de maio de 2017 at 00:34

    CDM
    eles se proliferaram como ratos
    https://www.youtube.com/watch?v=mbuA7zAJW6o

    2+
    • avatar
    • Carlos 7 de maio de 2017 at 08:41

      Chico Anysio conhece bem este assunto 😀

      Rodolfo Konder: Amigos comuns até. Hoje, qual é exatamente a sua posição e qual foi a sua trajetória política?

      Chico Anysio: Bem, eu fui… eu fui comunista, fui… depois de ser comunista, eu fui simpatizante do Partido Comunista – eu até dava um dinheiro e tal -, depois eu passei a ser esquerdista e hoje sou realista [risos], porque a esquerda é muito festiva, a esquerda é uma… tem uma grande teoria. Eu hoje sou realista. Eu hoje voto muito mais em um amigo, voto muito mais em uma pessoa em quem eu acredite do que em um que, porque é de esquerda, tem que votar naquele cara. Não. De modo algum, por exemplo, eu votaria no Lula. Não é que eu… porque eu acho que o presidente da República… isso aí tinha que ser revisto. Um cara, para ser delegado de polícia, tem que ser advogado, e para ser presidente da República não precisa. Eu acho que [o presidente da República] tinha que ser advogado, economista e administrador de empresas. Ele tinha que ter três diplomas para ser presidente da República; um […]. Se o cara tem que prestar concurso para vender selo no Correio, porque não presta concurso para ir dirigir o país? E vinha uma comissão de alto nível.

      http://www.rodaviva.fapesp.br/materia/710/entrevistados/chico_anysio_1990.htm

      Aliás, a Globo garantiu o salário de muito “comunista”, estes equerdistas retardados que ficam gritando fora rede globo hoje em dia obviamente que são ignorantes da história da emissora.
      Francisco Milani, Dias Gomes, Paulo Silvino e outros.

      4+
    • Abomineve Homem das Naves 7 de maio de 2017 at 11:36

      kkk perfect!

      1+
  • Anonymous 7 de maio de 2017 at 00:41

    Para cair na Real

    Valor mediano de residências nos EUA = 623.795,00 Reais.
    GDP per capita (poder de paridade de compar) = 181.901,00 Reais
    Valor/GDP = 3.43

    Valor do MCMV = 240.000,00 Reais
    GDP per capita (poder de paridade de compar) = 48.252,90 Reais
    Valor/GDP = 4.97

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Leonardo M. 7 de maio de 2017 at 04:28

      Anonymous

      Se for comparar com qualidade MCMV brasileiro com casas e apartamentos baratos nos EUA então depende do da região, cidade e estado você acha muita coisa por U$40/50 mil
      Ou seja até muquifo por lá é bem mais em conta.

      4+
      • avatar
    • Leonardo M. 7 de maio de 2017 at 04:35

      http://www.homefinder.com/FL/Coconut-Creek/6800-Northwest-39th-Ave-Lot-407-146608475d

      Olha essa casa em um lugar classe C na Flórida
      Custa U$43.000,00 e é pra americano pobre.
      Porem esse muquifo americano da de 10 a 0 nos nossos.
      Seria considerado até classe B no Brasil

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • socrates 7 de maio de 2017 at 10:26

        Incrivel. É muito bizarra a diferenca. Com um salario baixo de 2k uss , um americano sem gastar nada compraria a decente casa em 2 anos. Nas mesmas condicoes, o brasileiro MEDIO, que ganha 2 k rs nao compra nem o barraco de favela mais peneirado por balas

        5+
        • avatar
        • Leonardo M. 7 de maio de 2017 at 13:44

          Este o cara for americano pode financiar por 10 anos com juros de 2% ou 3% ao ano.
          3% no Brasil é apenas a TR kkkkkkk

          5+
          • avatar
          • avatar
      • xirulito 7 de maio de 2017 at 17:18

        Você leu o anúncio?
        Está comprando só a casinha de madeira. O terreno é alugado.

        “Land Lease $650/mth”

        4+
  • Dr. Estranho 7 de maio de 2017 at 00:49

    Em que capítulo esta a novela PDG?

    1+
  • Dr. Estranho 7 de maio de 2017 at 00:56

    Hahahaha. Acabei de ler. PDG “pedalando” a recuperação
    Agita o plano é para o fim de maio. Enquanto isso nao paga ninguém. ImAgina o desespero dos “distratantes”.

    5+
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 7 de maio de 2017 at 10:36

    era bolha:
    Na Espanha os preços cairam até 40%, as vendas e os financiamentos pela metade e ainda não voltou…:
    ” Depois de quedas de até 40% e mais nos preços das casas, as empresas especializadas a Idealista, observa uma subida nas operações de compra e venda: no ano passado venderam-se em Espanha 457.689 casas, quase mais 14% do que ano anterior, ainda que estes números estejam abaixo das transações registradas em 2009 e 2010, em plena bolha.
    No ano passado, os bancos concederam em média 23.500 hipotecas por mês, muito longe das 50-55 mil mensais atribuídas em 2009/2010 e a anos-luz dos mais de 100 mil créditos hipotecários que se assinavam todos os meses em 2006.
    No primeiro trimestre deste ano os preços da habitação em segunda mão baixaram em média 2,2%, ”

    http://expresso.sapo.pt/economia/2017-05-07-Nova-bolha-imobiliaria-em-Espanha–Ainda-nao

    3+
    • avatar
    • Alemon Fritz 7 de maio de 2017 at 11:39

      House Price to Income Ratio – Brazil
      50.4x, pib em 5 anos: -34%, preço em 5 anos= + 45%
      Gdp pc= 8,200 $
      espanha: 24.5x, pib em 5 anos: -18%, preço em 5 anos= -23%
      GDP pc= 24,000$
      (global propperti guide)

      3+
      • avatar
  • Bauru Bolhudo 7 de maio de 2017 at 10:37

    Respondendo ao Loucola que me fez o questionamento:

    loucola 6 de maio de 2017 at 21:58
    Você come coxinha a noite e quer falar de saúde?

    1+
    • Carlos 7 de maio de 2017 at 19:33

      Patrulha dá coxinha agora? ?

      3+
      • avatar
  • Alemon Fritz 7 de maio de 2017 at 11:01

    Imóvel de residência familiar é impenhorável, decide TST
    uma reclamação trabalhista de um garçom de um dos restaurantes do empresário Francisco Recarey. Na execução da reclamação trabalhista, um apartamento avaliado em R$ 12 milhões foi penhorado e leiloado para liquidar dívidas com ex-funcionários.
    A decisão, porém, foi revertida pela Subseção I Especializada em Dissídios Individuais do TST, que anulou a penhora do apartamento onde mora o empresário, no Rio de Janeiro.
    https://jota.info/trabalho/imovel-de-residencia-familiar-e-impenhoravel-decide-tst-05052017

    5+
    • avatar
    • jodorowsky 7 de maio de 2017 at 12:27

      Se a questão é o artigo 6º então era só penhorar e dar uma parcela da grana para o devedor manter uma moradia digna, seja 500 mil reais e já pode comprar um bom apartamento na Tijuca. Chico Recarey “foi considerado o rei da noite nos anos 80 e chegou a receber o título de cidadão honorário da cidade do Rio de Janeiro”, segundo Wikipedia.

      3+
      • avatar
  • Alemon Fritz 7 de maio de 2017 at 12:18

    sqn
    “Novas regras do FGTS não ameaçam habitação, mas podem limitar subsídios, dizem especialistas”
    Economistas apontam que divisão do lucro com o trabalhador e queda da Selic devem ter efeito maior que os saques das contas inativas, que podem chegar a 40% do volume resgatado em 2016.
    grobo

    1+
  • Leonardo M. 7 de maio de 2017 at 13:52

    CVR

    Rapaz ofereceu muquifo em Chapecó R$119.000,00
    Ofereci R$90.000,00 e o cara aceitou na hora…
    Agora fugindo dele kkkkkk aluguel do local é de R$470/R$550

    Deveria ter oferecido R$70k logo
    To achando que os preços vão cair mais ainda nos próximos 2 anos já que o caixão não vai mais liberar bilhões de crédito no mercado.
    Nos próximos 2 anos quem realmente quiser comprar uns tijolos vão poder fazer bons negócios.

    Eu tô fora é claro, aluguel é liberdade. Mas se surgir algo de R$250mil por R$100mil pq não pensar ???kkkkkkkk

    26+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • EngenheiroSP 7 de maio de 2017 at 14:24

    E numa das cidades simbolo da bolha, o devaneio continua

    http://www.edkimoveis.com.br/imovel/apartamento-residencial-para-venda-e-locacao-parque-residencial-aquarius-sao-jose-dos-campos/AP0820-EDKA

    Que tal ai um rendimento bruto de 0,28%?

    6+
    • avatar
    • avatar
    • tfox 7 de maio de 2017 at 15:25

      Chega a ser uma piada… 1 milho grande para morar nisto ? 500K estaria muito bem pago, quero ver quem vai ter renda ( e coragem) para comprar isto nas atuais condições do país.

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 7 de maio de 2017 at 18:17

    Ardam (by Pandeiro)
    Prejuízos com incêndios em SC em 2016 passam de R$ 86 milhões
    e O montante salvo pela corporação, no entanto, somou quase o triplo do valor dos patrimônios consumidos pelas chamas: R$ 302.535.767
    https://ndonline.com.br/florianopolis/noticias/prejuizos-com-incendios-em-sc-em-2016-passam-de-r-86-milhoes

    3+
    • avatar
  • Alemon Fritz 7 de maio de 2017 at 18:22

    Projeto de ‘quase-Refis’ eleva benefícios para as empresas
    Como o projeto está criando dinheiro, a Receita Federal efetivamente terá perda de arrecadação.
    Para tentar evitar que o dinheiro acabe sendo distribuído a acionistas como lucro, há uma previsão para que esse recurso fique dentro da empresa, numa conta contábil chamada “reserva de capital”.
    será o mais generoso parcelamento já visto, o que não deixa de ser adequado neste momento de crise”
    a primeira parcela, em que se exigia pagamento em dinheiro, agora poderá ser paga com imóveis ou precatórios. Os contribuintes que pagarem seis parcelas em dia, terão bônus de 10% de desconto
    empresas que tiverem dívidas de processos no Banco Central ou na Comissão de Valores Mobiliários, por exemplo, poderão encerrar os processos pagamento em até 240 vezes e ainda com desconto de 50%.

    2+
    • avatar
  • gendarmeria nacional 7 de maio de 2017 at 19:43

    C/C ao Lucas

    Na Itália pelo menos, a migração não é pelo globalismo em si, e nem pela direita…é somente NEGÓCIOS

    Ongs ganham transportando clandestinos
    Italianos ganham sendo contratados como funcionários públicos
    Estrangeiros ganham como empregados de ongs
    Ricos ganham com mão de obra semi escrava.

    Sem direita nem esquerda só $$$$

    https://www.youtube.com/watch?v=iiMkAr4H8Kg

    4+
    • avatar
    • avatar
    • socrates 7 de maio de 2017 at 20:30

      “O homem € o lobo do homem”

      2+
  • O Poeta da Bolha 7 de maio de 2017 at 20:11

    Procurando ainda a alma
    deste belo ser desventrado
    digo em deseperada calma:
    Terei errado, terei errado?

    CVR, ou antes o ponto de vista, de uma francesa amiga minha, uma senhora de meia-idade, habitante da antiga região de Poitou-Charentes:

    “Certos migrantes vêm a trabalho para a França, ainda que sejam poucos; a maioria vem pelos nossos auxílios financeiros. Hoje, aqui, é possível ganhar o mesmo ficando em casa que uma pessoa que trabalha e ganha um salário mínimo. E a partir do momento que esses migrantes conseguem o dinheiro, enviam-no para seus países de origem e nossa economia morre. Mas para ganhar votos, os políticos procuram conquistá-los. Eis o problema central da França, e é por essa razão que estamos sendo invadidos. O governo parte do princípio de que somos um país acolhedor. Uma pessoa clandestina que aqui chega tem direito a cuidados, a habitação, a alimentação e aquecimento gratuitos etc., e tem ainda o benefício de 900 euros para suas despesas, sendo que o SMIC (salário mínimo francês) está em torno de 1200 euros. Se considerarmos esse benefício recebido em dinheiro mais os custos com aluguel, aquecimento, seguros e outros, é possível perceber que o valor atinge facilmente um SMIC, se não o ultrapassa. Nada mau para clandestinos que não pagam impostos e nada produzem para mover a economia. É preciso ser louco para não querer se aproveitar disso. E não esqueça de que existe, aqui, o direito ao solo. Estrangeiras chegam, têm filhos no território francês, e isso vira para eles uma fonte segura de grandes ganhos. Elas ganham entre 700 e 900 euros por cada criança, por mês, até que esta complete três anos de idade. Não lhe parece bonito? Quem paga por tudo isso? Todo estrangeiro que entra na França deve pagar 30 euros e provar ter os meios de se sustentar, além de possuir um seguro-saúde. Hollande suspendeu essas exigências para os clandestinos, enquanto todos os outros estrangeiros continuam pagando. Você se lembra de que foi obrigado a pagar 30 euros quando chegou em terras francesas? É para que você enriqueça nossa economia. País de idiotas.”

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • gendarmeria nacional 7 de maio de 2017 at 20:35

    Lucas 3 de maio de 2017 at 13:50
    off POLITIKA
    vcs leram no “o antagonista” a série sobre zeca diabo, ops zé dirceu???
    um verdadeiro main kampf
    de arrepiar.
    observando o movimentar das peças, sem tomar partidos, me parece que será necessário um rearranjo de forças, me parce que figuras arrogantes, das quais aqui no blog sentimos a sombra de seus arautos, eles terão que compreender melhor as diferentes situações. Nunca houve uma ínica revolução no mundo, onde as novas forças se mostraram mais generosas que a anterior. O 9 termidor e a história de Robespierre é uma boa lembrança, ainda que no fim daquela, a coroação dum brigadeiro de artilharia, não seja a mesma esperada para essa, ou que seja, só que pelo extremo oposto. Não perdi minha religion ainda, mas o jogo ficou mais interessante. Alea jacta est

    1+
    • gendarmeria nacional 7 de maio de 2017 at 22:22

      Lucas 3 de maio de 2017 at 13:58
      Como se constrói uma mentira
      pegando o relato do Fernando é exatamente o que ele fez, ou diz ter feito
      mesmo tendo dinheiro pra pagar a vista, pegou emprestado a juros subsidiados menores que o custo do aluguel e comprou
      ganha 2x: na arbitragem e na valorização.
      e olha que pinçando certos momentos, certas contas, certas situações, no inflar da bolha foi exatamente o que aconteceu.
      o Partido vermelho ao prometer casa pra todo mundo ele destrói a moeda, como se o habitar digno (linguagem deles) fosse adversário da Economia burguesa rentista opressora (marx language denovo)
      Por isso o PT pretende destruir a moeda como unico meio de fazer cumprir suas promessas.
      de instrumento, temos o Brazil S/A. e seus mil esquemas aptos para digitar dinheiro, mesmo um simples gerentezinho de banco tem esse poder.
      é a total desmoralização da economia.
      é a forma maquiavélica como esquerdistas transforma uma mentira numa verdade
      é por isso que a chata questão política nunca sai dos nossos comentários.
      é por isso que defendia um pensar mais estratégico. Defendia.

      1+
      • gendarmeria nacional 7 de maio de 2017 at 22:23

        Pragmatismo

        1+
      • Cesar_DF 8 de maio de 2017 at 08:40

        E o que acontece com esta conta se o imóvel ao invés de valorizar ele DESVALORIZE?
        O pressuposto para que esta conta feche é que ocorra uma valorização patrimonial acima do juros pago ao ano, por exemplo, valorizou 10% AA e pagou 10% de juros AA, de forma que os juros são compensados pela valorização do imóvel.
        Mas o que acontece se ele desvalorizar 7% AA durante 8 anos? (É a previsão)

        2+
        • avatar
  • gendarmeria nacional 7 de maio de 2017 at 22:25

    Lucas 3 de maio de 2017 at 16:05
    from_
    lembra uns dias atrás em respeito ao pessoal das trincheiras não ia tocar em assuntos sensíveis???
    bem, continuo não querendo, só pra vc ficar atento, desde aquele dia muita coisa aconteceu nos bastidores, muita mesma
    umas pro bem outras pro mal, realmente não sei digerir o resultado de tudo isto
    só pra te passar, que vem aí bastante instabilidade, aliás já veio né, recado um tanto atrasado, mas no fim vai tudo ficar bem e organizado, a depender deles.
    então é um recado pra fciar atento, mas manter o otimismo
    VVVVVVVVV
    Fala aí veio, obvio que os marxistas dos 2 lados vão ser limados ou limarão quem manda no sistema hoje.

    1+
  • gendarmeria nacional 7 de maio de 2017 at 22:40

    Lucas 3 de maio de 2017 at 19:28
    BRAZIL S/A E A CORRUPÇÃO
    meus caros bolhistas, sinto decepcionar
    A corrupção colocada por ambos os extremos marxistas como culpada pela crise simplesmente não é…
    apenas 4% gira na corrupção, números “insignificantes”
    portanto ter a lava-jato como SALVADOR DA PATRIA como querem o ramo destro do marxicismo ou como BODE EXPIATÓRIO DA CRISE como querem seus antipodas rubros é simplesmente BESTEIROL
    Porém contudo entretanto, existem efeitos indiretos muito mais danosos, estes que se dão embaixo do nosso nariz: a maioria DENTRO DA LEI, ou no maximo em apenas contravenção, e muitas destas beneficiam a nós mesmos em nosso dia-a-dia, seja func publicos, seja do setor privado, atividades essas que estão dentro de nossos usos e costumes diários
    mas vcs não precisam acreditar em mim, pois por coincidencia do brazil S/A alguém resolveu escrever sobre isso
    alguém, digamos, mais famoso e mais crível que esta figura anonima que vos fala
    segue:

    Veio…é OBVIO que não é a corrupção que nos enfiou nessa merda que estamos….ela é consequência….a merda toda é nosso COMPORTAMENTO e só uma nova visão de mundo é capaz de nos tirar dessa…..só que pra piorar alguns perceberam a desgraça do comportamento bananense e pioraram o nosso cenário….

    Daí o ódio todo pela esquerda, que queria acabar com o Real… e a adoração pela direita, pois essa tem valores que blinda os aplicantes dos trambiques do povo bananense em todos os cenários inclusive no econômico……mas os lideres e senhores do país preferem continuar dando trambique em cima de trambique….vão preferir aderir uma visão ideológica que ferra ainda mais com a nossa vida.

    0
    • Cesar_DF 8 de maio de 2017 at 08:35

      A questão não é a DIREITA X ESQUERDA, mas sim o TOTALITARISMO X LIBERTARIANISMO.
      Quanto mais regulação do estado, mais corrupção
      A suécia tem uma alta carga tributária sobre pessoa física, mas baixíssima sobre pessoa jurídica (menos que o EUA) e o mais importante, uma baixíssima quantidade de leis sobre regulação.

      3+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • CA 7 de maio de 2017 at 22:54

    Foi comentado bem mais acima vale a pena repetir:

    http://g1.globo.com/economia/noticia/novas-regras-do-fgts-nao-ameacam-habitacao-mas-podem-limitar-subsidios-dizem-especialistas.ghtml

    Na reportagem acima falam sobre o repasse de 50% dos lucros auferidos pelo FGTS para os trabalhadores e ainda, sobre a queda da SELIC, que afeta a rentabilidade das aplicações financeiras feitas com o dinheiro do FGTS, já que 50% do que aplicam é vinculado a SELIC.

    Dizem que isto não vai afetar a disponibilidade de recursos para habitação, mesmo quando combinado com o saque de contas inativas na ordem de R$ 42 BILHÕES.

    O curioso é um dos motivos pelos quais alegam que não vai faltar crédito imobiliário subsidiado pelo FGTS: eles estimam redução na demanda e no quanto o FGTS será utilizado para crédito imobiliário em 2017, em função da crise.

    Outro aspecto muito curioso: os especialistas acham que a falta de fundo do FGTS para manter os subsídios nos mesmos níveis de antes, poderia ser coberto pelo Tesouro!?

    O que como sempre eles “esquecem” de mencionar, é o quanto o dinheiro do FGTS corre riscos ao ser utilizado de forma absolutamente temeraria pela CEF e que com isto, a probabilidade de não verem este dinheiro retornar, para uma grande parte dele, é muito elevada.

    A CEF tem rombos de dezenas de bilhões de Reais, incluindo dinheiro do FI-FGTS dado para a Sete Brasil que nunca retornará porque a empresa quebrou, dinheiro do FGTS utilizado em FII (Fundo de Investimento Imobiliario) em empreendimento do RJ ligado a Olimpíadas, que também nunca dará retorno, um recorde de inadimplência, muito acima da média, no Minha Casa Minha Vida, que também se utiliza e muito da verba do FGTS e fora estes que tem os rombos vinculados a dinheiro utilizado do FGTS, vários outros que aparecem de tempos em tempos nas páginas policias.

    Outra piada de mau gosto foi dizerem que o Tesouro poderia cobrir o que faltasse do FGTS, sabendo do recorde de déficit fiscal em 2016, da expectativa de bater este recorde ou ficar muito próximo em 2017, do fato que já tiveram que reduzir em 85% os repasses do tesouro para o MCMV no primeiro trimestre de 2017, sabendo que com a nova redução de despesas do governo na ordem de mais de R$ 42 BILHÕES que ocorreu após a redução acima, força a reduções ainda maiores nos repasses do Tesouro para o MCMV, dentre tantas outras evidências de que o governo / Tesouro não tem a menor condição de cobrir falta de verba do FGTS para a habitação.

    Isto sem contar que a Tenda (Gafisa), MRV, Direcional, Cyrella / Cury e diversas outras construtoras não listadas na BOVESPA resolveram aumentar lançamentos para o MCMV faixas 2 e 3 nos últimos anos, para tentarem sobreviver e compensar a queda relevante de vendas de imóveis de padrão médio e alto.

    Quando os especialistas falaram que a redução de verbas do FGTS não trariam prejuízos para o crédito imobiliário, eles se lembraram destes “detalhes”? Será que se lembraram de “combinar com os Russos”?

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 8 de maio de 2017 at 08:31

      CA
      Fundo gerido pela Caixa dá nó financeiro na zona portuária do Rio

      Seis anos após comprar os 6,4 milhões de títulos imobiliários da região, o Fundo de Investimento Imobiliário Porto Maravilha, gerido pela Caixa Econômica Federal, reconheceu oficialmente que os papéis estão encalhados.

      Ao comprar os títulos em 2011, o fundo imobiliário se comprometeu a repassar todo o valor ao longo dos 15 anos. Para isso, usou inicialmente R$ 3,5 bilhões do FGTS.

      O “boom imobiliário” que a cidade vivia em 2011, porém, durou pouco. A crise econômica se abateu sobre o país justo quando as primeiras obras foram concluídas, momento em que a Caixa esperava atrair investidores. Com isso, menos de 10% dos Cepacs foram revendidos.

      http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2017/04/1877953-zona-portuaria-do-rio-vive-no-financeiro.shtml

      6+
      • avatar
      • avatar
  • cyberpsi 7 de maio de 2017 at 23:05

    JAC Motors com problemas no Brasil.
    http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2017/05/06/internas_economia,593359/jac-motors-do-brasil-fecha-devido-a-retracao-do-mercado-nacional.shtml
    Investimento pesado que foi feito por impulso. Agora é esperar a resposta das outras montadoras e da cadeia.

    4+
    • avatar
    • avatar
    • Carlos 8 de maio de 2017 at 00:42

      Não é só impulso, muitas vezes a indegurança jurídica e a FDPutisse bananence impera.
      Lembra quando as chinesas iniciaram as importações e estava indo tudo muito bem, tão bem que as montalixos fizeram lobby e o goverlixo tascou taxas nos caras inviabilizando os negócios?
      Mesma coisa fez a dona Fabber Castel que paga salário de fome e fez lobby para colocar 500% de taxa no lápiz chinêz.
      Mesma coisa fez a Votorantin, e muito trouxa adorava o Antônio Hermínio, sobretaxando o cimento russo que chegava no Brasil mais barato, ou seja, uma merda de um saco de cimento viajando meio mundo chegava mais barato do que aquele fabricado localmente.

      Brasil não é para principiantes
      Somos todos ricos

      24+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • socrates 8 de maio de 2017 at 08:28

        9999 likes para você, Carlos!

        3+
        • avatar
    • Master Yi 8 de maio de 2017 at 09:21

      A empresa se compromete a se instalar no estado da Bahia, a investir R$ 900 milhões, a gerar 3,5 mil empregos diretos, 10 mil empregos indiretos, ganha incentivos fiscais na esfera federal e estadual e depois decide que não vai instalar mais uma fábrica, e sim uma montadora com 20% da produção prometida. Ai fica fácil, né? Assim eu também quero eu ser empresário.

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Carlos 8 de maio de 2017 at 09:41

        Este tipo de projeto é obviamente roubo de dinheiro público e aconteceu muitas vezes no bananistão de maneira parecida.
        Projetos vultuosos em lugares sem a mínina infraestrutura, sem mão de obra qualificada e muito menos qualquer fundamento logístico.
        Além dos golpes temos as aberrações, quem se lembra da Honda na zona franca de manaus? Fabricavam quase tudo em SP e mandavam de caminhão para a montagem final na ZF só pelo incentivo fiscal, se me lembro bem eles tinham um acordo com o Matias Machline da Sharp que levavam as partes das motos de SP para Manaus.
        Bananistão tem de tudo, de picaretagem de projetos fajutos a mudança de regra no meio do segundo tempo, corrupção, incompetência, não tem como dar certo 😀

        7+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Master Yi 8 de maio de 2017 at 09:51

          Concordo totalmente. O grande problema é que tais políticas são fáceis de serem “vendidas”, aparentemente só há benefícios. O discurso já vem pronto: “estamos fomentando a economia e a geração de empregos”. Como se não houvesse externalidade negativa alguma. Como se não houvesse um benefício escancaradamente desproporcional a um agente econômico. Como se tais programas não incentivassem péssimos negócios. Ora, se incentivos fiscais é tão bom, por que não são concedidos a todos? Ou melhor, por que não diminui a tributação? Afinal, o próprio governo não admite que carga tributária é um limitador econômico quando insiste em tais políticas de desonerações fiscais?

          5+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Carlos 8 de maio de 2017 at 09:56

            Posso estar enganado mas capitalismo sem risco só existe mesmo no Brasil, para um certa casta de amigos do rei obviamente.

            5+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
        • Carlos 8 de maio de 2017 at 09:53

          Inclusive era até comum montadoras e outras empresas receberem terrenos do estado e de prefeituras para “montarem fábricas” e os terrenos ficarem abandonados até que a hurbanização chegasse perto e com a valorização acabavam virando loteamentos. Vejo isto acontecer desde a minha infância, ng foi punido até hoje que eu saiba.

          4+
          • avatar
          • avatar
        • Carlos 8 de maio de 2017 at 10:19

          O marketing da picaretagem, como tem petista no rolo quem duvida que tem rolo, será que teremos uma lava-jac?

          https://www.youtube.com/watch?v=–MTBZJmmVA

          1+
          • avatar
  • Carlos 8 de maio de 2017 at 01:09

    OFF – Spam recebido ontem da Impiricus:

    AND STAY
    (A Maior Oportunidade dos Últimos 36 Anos)
    Caro Leitor,
    Talvez você não saiba, mas diversos investidores estrangeiros estão adiando suas férias de junho e trazendo mais de 100 bilhões para a Bolsa.
    O motivo é tão forte, que eles estão agindo contra um dos principais ditados de Wall Street: ?Sell in May and Go Away?.

    E tem gente que confia nestes caras 😀

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Leonardo M. 8 de maio de 2017 at 02:35

      Segundo minhas fontes serão 100 bilhões de bolívares venezuelanos.
      Que na cotação oficial da R$1 para B$3,14
      Mas na não oficial R$1 da B$300,00

      Kkkkkk vai implodir a bolsa!

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 8 de maio de 2017 at 08:44

      TSUMONEY 2 – o império contra-ataca!

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CA 8 de maio de 2017 at 09:40

        Cesar_DF,

        Lembrando:

        http://www.jb.com.br/economia/noticias/2017/04/20/forbes-indice-de-confianca-de-investimentos-estrangeiros-rebaixa-brasil-em-quatro-posicoes/

        Trechos do link acima, “entre aspas”:

        “Segundo a reportagem a corrupção, uma economia estagnada e uma reviravolta política levaram o Brasil a cair quatro posições para o número 16 em uma lista de 25 países classificados em A.T. Índice de Confiança de Investimentos Estrangeiros Diretos da Kearney.

        Para um país desta dimensão, e com uma economia tão diversificada, o Brasil agora está atrás da Suécia (Suécia!) – uma economia que é pelo menos três vezes menor – Holanda e Itália, confrontados com as suas próprias incertezas políticas. O Brasil costumava ser melhor do que ambos, aponta Forbes.”

        “O Brasil caiu 10 pontos ao longo dos últimos dois anos.”

        Até parece que a EmpiriCUs está “secando” o Brasil, porque assim que eles INVENTARAM o Tsumoney, o índice de interesse dos investidores estrangeiros no Brasil só tem CAÍDO.

        Sobre a previsão otimista de crescimento nos investimentos estrangeiros diretos no Brasil, cabe lembrar que em 2016, no primeiro trimestre, eles cresceram sob a EXPECTATIVA de que teríamos reformas “rápidas e eficazes” para ajuste das contas públicas, no entanto, os investimentos estrangeiros diretos no ano de 2016 tiveram uma forte queda, superior a 20% na comparação com 2015.

        Agora em 2017 estão repetindo o mesmo script, sempre com aquela ideia do “sobe no boato e cai no fato”, que atrai um sem número de sardinhas da BOVESPA, como no exemplo recente da MRV ou um pouco antes da PDG, que mencionei em outro comentário deste tópico.

        5+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Cesar_DF 8 de maio de 2017 at 10:00

          Nós já havíamos previsto, que mesmo se tivesse dado certo as reformas do Temer, os investidores iriam aguardar 2018 para saber quem será o novo presidente.

          4+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • Carlos 8 de maio de 2017 at 10:06

          Rápido e eficaz são adjetivos normalmente relacionados com catástrofes e coisas ruins no Bananistão, nunca ví nada de bom acontecer rápida e eficazmente 😛
          A dengue é rápida e eficaz…
          O tráfico de drogas é rápido e eficaz…
          etc…

          4+
          • avatar
          • avatar
  • Carlos 8 de maio de 2017 at 07:21

    OFF – Velocidade da popularização de tecnologias.

    A velocidade com que as novas tecnologias se tornam ítems de uso comum atualmente é simplesmente extraordinária.
    Impressora 3D vendida em supermercado por preço bem acessível ( US$ 370,00 ), molecada e adultos já podem aprender, se divertir e desenvolver suas habilidades e possíveis novos produtos com facilidade nunca antes imaginada.
    Qualquer pessoa com um conhecimento mínimo de CAD pode fazer protótipos de invenções e novos produtos rapidamente e por preços módicos.

    https://www.aldi.com.au/en/special-buys/special-buys-sat-13-may/saturday-detail-wk19/ps/p/3d-printer-1/

    Os alemons do Aldi venderam um modelo mais simples no ano passado e foi um sucesso, esgotaram rapidamente, repetiram a dose neste ano.

    4+
    • avatar
  • Carlos 8 de maio de 2017 at 07:48

    OFF – Efeitos da bolha e do custo de vida down under – Aposentados se mudando para a Indonésia

    Já pensei nisto, e olha que estou longe de me aposentar 😀

    https://www.msn.com/en-au/video/news/retiring-in-bali-could-cost-as-little-as-dollar175-a-week-new-research-shows/vi-AAkgAv9

    4+
    • avatar
    • avatar
  • Seguidor do Bolha BH 8 de maio de 2017 at 08:10

    Duas empresas do Estado [MG] estão entre as cinco com maior rentabilidade na Bovespa neste ano
    http://hojeemdia.com.br/primeiro-plano/duas-empresas-do-estado-est%C3%A3o-entre-as-cinco-com-maior-rentabilidade-na-bovespa-neste-ano-1.462952

    Mais uma vez a MRV. Não seria manipulação de informações? Ainda mais sabendo-se que ela altera os seus balanços de vendas para incentivar os seus investidores a continuar investindo.

    1+
    • avatar
    • CA 8 de maio de 2017 at 09:09

      Seguidor do Bolha BH,

      Só como referência, a PDG teve o maior crescimento percentual no preço da Ações, entre todas as empresas listadas na BOVESPA, durante o mês de janeiro/2017, para em março/2017 dar entrada em seu pedido de recuperação judicial.

      Antes disto, entre meados de 2010 e até o final do primeiro semestre de 2011, a PDG era a maior empresa das Américas (sim, incluindo os EUA) em valor de mercado (valor total de suas Ações). Ao final de 2011 a PDG já acumulava distratos superiores a R$ 1 BILHÃO, que só foram comunicados em 2012, referentes ao 4T11. Em 2012 a PDG teve novamente distratos superiores a R$ 1 BILHÃO, além de ter visto sua dívida líquida sobre patrimônio líquido disparar e superar os 120% (dívida liquida passou de R$ 5 BILHÕES naquela época), ao mesmo tempo que seus estoques ficaram completamente desproporcionais em relação à vendas e ela amargou um prejuízo anual superior a R$ 1,7 BILHÃO, dentre outras evidências de seu desastre financeiro.

      Em outras palavras, o que o exemplo da PDG logo acima nos demonstrou, é que a “valorização” das Ações na BOVESPA no caso das construtoras, não é algo muito “confiável”, certo?

      Falando sobre a MRV, alguns pontos de atenção, que DISTORCEM os resultados, para atraírem SARDINHAS na BOVESPA:

      1) Vendas FALSAS na planta: durante vários anos, BILHÕES de Reais em distratos, como consequência de uma SIMULAÇÃO de vendas, incrementada por lançamentos crescentes que são um pré-requisito do esquema;

      2) Adiamento no reconhecimento de distratos (ver no ReclameAqui), por meses ou ANOS, desta forma maquiando tanto o estoque que fica parecendo menor do que é, quanto as vendas, que ficam parecendo maiores. Apesar disto, o estoque em proporção à vendas é anormal, superior a 1 ANO de vendas;

      3) Promessas não confiáveis da MRV de que vai fazer uma “aprovação” de crédito imobiliário com a CEF antes de considerar uma negociação na planta como venda e isto “garantirá” uma redução substancial dos distratos. Na verdade, no passado a MRV já fez uma “pré-aprovação” do crédito imobiliário no ato da venda na planta, pelo menos era o que ela dizia, mas ao consultarmos o ReclameAqui descobrimos vários casos de clientes ENGANADOS, onde o corretor disse que fez a tal “pré-avaliação” e no ato da avaliação oficial com a CEF descobrem que nunca havia sido feita e vira distrato. É apenas mais uma variação do golpe das vendas FALSAS na planta, para transmitir maior confiança para o mercado;

      4) Promessas UFANISTAS relacionadas a adquirir terrenos que tem VGV potencial para lançamentos que equivalem a 10 ANOS de vendas, dado o patamar de vendas apresentado no último ano e sem considerar o estoque de imóveis desproporcional em poder deles. Para os sardinhas, que não analisam nada, passa a impressão de que a MRV está super-otimista quanto ao seu crescimento de vendas, mas na prática, ela já tinha um super-estoque de terrenos antes, equivalente a vários anos de lançamentos e vendas de empreendimentos, ou seja, comprar terrenos não significa que vão lançar e vender tudo isto, como a própria experiência da MRV e demais construtoras demonstra claramente (no total das construtoras com Ações na BOVESPA, o banco de terrenos é o suficiente para mais de 10 ANOS de lançamentos e vendas);

      5) Promessas UFANISTAS quanto ao MCMV: a MRV fala sobre uma demanda reprimida de dezenas de milhões de imóveis populares para os próximos anos, com cálculos surreais, que não guardam nenhuma relação com a realidade. Como sabemos e de acordo com novas informações que surgem toda semana (ver meu comentário anterior a este respeito), o governo está sem caixa para turbinar o MCMV (redução de 85% nos repasses do Governo para o MCMV no primeiro trimestre de 2017) e o FGTS que está sendo cada vez mais SUGADO de todas as formas possíveis também já perdeu o fôlego para aumentar o impulso do MCMV. Sem contar que o recorde de inadimplência do crédito imobiliário no país é exatamente para o MCMV, sendo que a CEF tem rombos de dezenas de bilhões de Reais e a combinação destes fatores será mais um motivo para redução das verbas para o MCMV no futuro próximo. Para piorar a situação da MRV quanto ao MCMV, eles ainda enfrentarão uma grande concorrência de Direcional, Cyrella / Cury, Tenda, dentre diversas outras construtoras não listadas na BOVESPA, que também aumentaram seus lançamentos para o MCMV, pelo fato de não estarem conseguindo vender quase nada para o segmento de médio e alto padrão.

      Resumindo: a MRV, assim como a PDG e várias outras já fizeram antes, está impulsionando fortemente o preço de suas Ações na BOVESPA graças a um volume enorme de DESINFORMAÇÃO, acompanhado de uma série de pedaladas e maquiagens.

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 8 de maio de 2017 at 09:14

        Mas o Amorinha disse que só em função dos casamentos e divórcios, já gera uma demanda de 1 milhão de imóveis por ano.
        O estranho é que no Japão também casam e divorciam, mas todo ano a vacância só aumenta? Uéééé

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • CA 8 de maio de 2017 at 09:21

          Cesar_DF,

          A viagem na maionese da MRV é MUITO maior que a do Amorinha:

          http://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKBN1761Z5-OBRBS

          Trecho do link acima:

          “”Somos o quarto maior mercado do mundo em habitação e temos que construir casas para 35 milhões de famílias nos próximos anos”, afirmou Menin durante evento, em São Paulo.”

          4+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Cesar_DF 8 de maio de 2017 at 09:45

            Na conta deles entram apenas as pessoas que irão nascer, mas não entra na conta as que vão morrer
            35 milhões de famílias significa cerca de 115 milhões de pessoas (3,3 pessoas por família)
            Como atualmente nascem 1,6 milhão de pessoas por ano, então para nascer 115 milhões seriam necessários 72 anos, desde que a taxa de 0,8% ao ano nunca caísse
            kkkkkkkkkk

            4+
            • avatar
          • Cesar_DF 8 de maio de 2017 at 09:53

            CA
            Consegui achar o lugar de onde tiraram este número de 35 milhões
            https://blogrubensmenin.com.br/deficit-habitacional-2
            http://blogrubensmenin.com.br/bonus-demografico-3

            1+
            • Carlos 8 de maio de 2017 at 09:57

              Ô Cesar, o cara é otimista 😀

              1+
            • Carlos 8 de maio de 2017 at 10:01

              Como quase sempre o melhor são os comentários , como este do “Coretor” Johnson

              Coretor Johnson
              Coretor Johnson disse: 09 julho 2013
              Perfeita a análise, calcada em números e dados disponíveis publicamente. Sempre falo que os preços podem não subir 30% ao ano depois da Copa, mas como a vida útil do imóvel é 50 anos sempre haverá novos lançamentos, e as novas unidades seguem o preço do terreno (bem escasso) e dos custos (sempre crescentes), por isso imóvel nunca abaixa de preço!

              Claro, claro, terreno é muito escasso no Brasil, temos um território praticamente do tamanho do Japão 😀
              Quem vai dar “calcada” é o Mr Motumbo….

              6+
              • avatar
              • avatar
  • Cesar_DF 8 de maio de 2017 at 08:22

    Já em 2011
    “O professor João da Rocha Lima, do Núcleo de Real Estate da Poli-USP (Escola Politécnica da Universidade de São Paulo) usa o índice para análises macroeconômicas e microeconômicas e se valeu dos números apresentados pelo FipeZap para sustentar sua tese de que o bairro da Vila Mariana, em São Paulo, vive uma bolha imobiliária, com sobrepreço de aproximadamente 17%.”

    http://construcaomercado.pini.com.br/negocios-incorporacao-construcao/125/artigo283956-1.aspx

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 8 de maio de 2017 at 08:46

      Cesar_DF,

      Só para lembrar que o NRE da POLI USP, que só tem profissionais com ganhos 100% dependentes do setor imobiliário, foi um dos criadores do FINGE ZAP.

      Se até pelo FINGE ZAP já determinaram que o bairro onde o Fernando teria comprado um imóvel passa por uma bolha, com queda prevista de 17%, imagina no mundo REAL o quanto o preço ainda não teria que cair para voltar à normalidade…

      Outro ponto, especificamente sobre o caso da Vila Mariana, onde já tinha dado um exemplo claro da situação absurda que vivem: o que existe de oferta de imóveis à venda só neste bairro que é pequeno e em apenas 1 site, é muito mais do que toda a venda de imóveis novos na cidade de São Paulo em 1 ANO!

      Aos poucos eles vão revelando que “aqui e ali” tem uma bolha imobiliária, mas sempre vão dizer que são casos isolados, situações específicas, etc., etc., etc… É a forma de introduzir o assunto aos poucos para não assustar muita gente de uma vez só, adiando ao máximo o famoso “efeito manada”. Quanto mais adiarem, quanto mais fugirem da realidade, maior terá que ser o INEVITÁVEL ajuste.

      Lembrando que, segundo o Fernando, não há motivos para se preocupar, porque ele garante que faltam imóveis bons em São Paulo, ele tem certeza que o imóvel dele nunca vai se desvalorizar e assim por diante. Tais devaneios, típicos de wishful thinking, vão se espalhar cada vez mais daqui pra frente. Mais abaixo outro exemplo, no caso de imóveis comerciais: certamente como não poderão negar a queda muito relevante de preços dos aluguéis de imóveis comerciais, vão continuar com suas “estorinhas da carochinha”, dizendo que isto é temporário, que em seguida vai subir, que o preço de venda ainda não caiu tanto, que são situações localizadas e por aí vai. Novamente, quanto mais ficarem iludidos, maior será a dor depois…

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 8 de maio de 2017 at 08:51

        CA
        Aquela conta do Fernando onde a valorização real do imóvel quitaria os juros que ele está pagando é uma FANTASIA digna de um livro do Lewis Carroll

        5+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • CA 8 de maio de 2017 at 09:18

          Cesar_DF,

          Sem contar que a informação acima do NRE / FINGE ZAP sobre a Vila Mariana, como você destacou, é de 2011, o preço do FINGE ZAP continuou disparando por mais alguns anos naquele bairro (distorção ficando cada vez mais ABSURDA) e ainda assim, tem gente que acredita que o preço é “sustentável” (rs). O nível de ALIENAÇÃO é muito elevado!

          5+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
  • Cesar_DF 8 de maio de 2017 at 08:24

    Preços de imóveis comerciais têm queda forte em 2016
    Investidor desses ativos teve rendimento médio de 2,0% em 2016, bem inferior aos 14,0% do CDI
    http://fipezap.zapimoveis.com.br/wp-content/uploads/2017/01/FipeZap_201612_Comercial_jan.pdf

    Preço médio do aluguel residencial completa 18 meses de queda
    Levando-se em consideração a inflação medida pelo IPCA nos últimos 12 meses (+7,87%), o Índice FipeZap de Locação teve uma queda
    real de 10,82% no período.
    http://fipezap.zapimoveis.com.br/wp-content/uploads/2016/11/FipeZap-201610-Residencial-Loca%C3%A7%C3%A3o.pdf

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 8 de maio de 2017 at 09:28

    16ª Conferência Internacional da LARES – Latin American Real Estate Society
    São Paulo – Brasil 29 a 30 de Setembro de 2016
    Índices de preços de imóveis: quatro metodologias e três casos comparados – França, Espanha e EUA

    Dos casos investigados, o brasileiro FIPEZAP é o único que leva em consideração apenas o preço ofertado.

    T1 – Preço de oferta
    Os preços de anúncios apresentam o problema de que não são os preços finais das transações. Isto pode ser minorado no caso de vendas efetuadas por incorporadoras, que normalmente tem uma tabela de preços, e que, exceção às fases de queda do ciclo econômico, tem uma característica mais de adesão do que propriamente de negociação. De qualquer forma os preços de oferta são sujeitos a inúmeras forças ao longo do caminho que leva ao fechamento do negocio, seja as alterações que os vendedores possam fazer ao longo do tempo (com o agravante de que os dois, ou mais preços, sejam todos levados em conta), seja a apresentação do mesmo imóvel por vários corretores diferentes, inclusive sem que o proprietário saiba disso. E não se pode esquecer que a distância entre o preço inicial de oferta, e o preço de fechamento do negócio sofre variações que não são constantes ao longo do ciclo econômico, ainda por ser medida, se é que é isso é possível.
    Dentre as formas de melhoria da qualidade desses dados a inclusão de informações precisas sobre a exata localização do imóvel, seu endereço, poderia reduzir em maior parte as multiplicidades de oferta, e as alterações promovidas pelo vendedor.

    http://lares.org.br/16a-conferencia-internacional-lares/artigos/GAIARSA_INDICES_ARTIGO.pdf

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Bananense Top 8 de maio de 2017 at 10:20

    Sem recursos do FGTS, Caixa suspende financiamento imobiliário da linha pró-cotista… – Veja mais em https://economia.uol.com.br/noticias/reuters/2017/05/08/sem-recursos-do-fgts-caixa-suspende-financiamento-imobiliario-da-linha-pro-cotista.htm?cmpid=copiaecola

    2+
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 12 de maio de 2017 at 14:33

    e não tem cimento.
    7 sinais que você nunca notaria de que a economia está mal das pernas.

    http://hypescience.com/7-sinais-que-voce-nunca-notaria-de-que-economia-esta-mal-das-pernas/

    0