Minha Casa passa a incluir famílias com renda de até R$ 9 mil – Exame

Você pode gostar...

Comments
  • Manoel Joaquim 7 de fevereiro de 2017 at 06:35

    Renda de R$ 9.000 no programa SOCIAL de BAIXA RENDA?!

    É o ápice do absurdo que esse país e o setor está passando.

    Boa sorte a quem comprar.

    114+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • antifragile 7 de fevereiro de 2017 at 07:49

      Se eu tivesse essa renda mensal (um dia hei de tê-la), a última coisa que eu faria seria comprar um bolhudo. Eu continuaria a economizar 60% da renda anual para me aposentar rapidinho, isso sim!

      54+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • MauricioSP 7 de fevereiro de 2017 at 18:03

        Só se você for jovem, tímido e sem filhos… Normalmente uma pessoa com esse tipo de renda (só o homem ou casal), casado e com dois filhos gasta:
        1,5k – moradia
        1k – plano saúde família
        1,5k – escola crianças
        1k – transporte
        1k – alimentação
        1k – serviços (celular, tv a cabo, faxina, cabelo)
        0,5k – diversão

        Só no “básico” já deu 7,5k sem esforço e sem ostentação…

        44+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Intendente 7 de fevereiro de 2017 at 06:41

    Agora vai !

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 7 de fevereiro de 2017 at 07:55

      Tá fondo !!!
      kkk

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 08:43

        Quando a gente pensa que chegou no fundo do poço, descobre que ele ainda tinha subsolo. Tá que nem ‘Viagem ao centro da Terra’ de Julio Verne.
        Quanto mais vai descendo, mais coisas bizarras vai vendo…

        36+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Ilusionista 7 de fevereiro de 2017 at 06:49

    repetindo um comentário no G1, deve ser algum bolhista infiltrado..

    ““Quem comprou através de financiamento durante a farsa do mercado imobiliário não está conseguindo pagar. Milhares de imóveis estão sendo repossuídos pelo bancos. O povo não vai cair nessa lorota uma segunda vez. Os preços devem abaixar muito pro mercado voltar a aquecer novamente”.

    67+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • NOMADE 7 de fevereiro de 2017 at 07:21

    agora vai( pro fundo do poço, mas vai)

    7+
  • CA 7 de fevereiro de 2017 at 07:23

    Sobre o tópico, este comentário ficou muito ao final do anterior (ajustei seguindo sugestão do RC):

    Tivemos recentemente uma notícia mencionada no tópico anterior, de que os “especialistas” consideram as mais recentes medidas semanais, desesperadas e ridículas do governo, como de impacto limitado. Reforço: é mais do que isso, estas medidas são completamente inócuas quanto ao seu objetivo de “salvar” o segmento imobiliário, não terão efeito, ao contrário, irão ajudar este setor a se afundar ainda mais.

    Na reportagem que mencionei, o segmento imobiliário reclama que não temos um juros de primeiro mundo, mas na verdade, isto também não faria grande diferença para eles neste momento: como sempre lembro, o ano de 2012 teve a menor SELIC de todos os tempos e foi uma enorme catástrofe para o segmento imobiliário, na prática o pior resultado até hoje.

    É impressionante a completa alienação dos “especialistas”: em um país onde renda média é por volta de R$ 2 mil, temos menos de 4% das pessoas com renda a partir de R$ 9.000 00, lançam um programa “popular”, com uso de dinheiro SUBSIDIADO do FGTS, que é destinado a habitações “populares” para bancar venda de imóveis para renda familiar de até R$ 9.000,00 e incluem em outra linha de financiamento com juros menores do que o padrão do mercado a imóveis com preço de até R$ 1,5 milhão, como se este subsídio fosse para algo também “popular” e todo mundo na imprensa faz de conta que isto é “normal”? Por que não lançam o “Meu Carro Minha Vida” e passam a financiar “Ferraris” (*) com o dinheiro do FGTS?

    (*) Estas “Ferraris” seriam Unos 1.0 “turbinados” só nos preços por ações conjuntas do governo e do segmento que o produz.

    Como fizeram de conta que quitinete por preço acima de R$ 1 milhão era algo normal alguns anos atrás.

    Como fazem de conta que é normal a distorção entre estoque e vendas de imóveis, que é a mais absurda de todas. Dentre todos os segmentos da economia aquela distorção em que os números mais se afastam do que seria o máximo aceitável para o segmento, sendo que este segmento da construção civil é quem tem o uso mais intensivo de capital e também o maior custo para manter estes estoques e portanto, o maior prejuízo com esta distorção. Para piorar, eles aumentaram os lançamentos em 2016, apesar de toda esta situação obviamente insustentável e de eles terem estoques mais do que suficiente para não lançarem nada e venderem imóveis por anos. Óbvio que fizeram isto às custas de mais otimismo ufanista, promessas falsas e “apoio do governo”. Isto depois que o próprio governo, ainda no início de 2016, reduziu em “um milhãozinho” de unidades a meta do Minha Casa Minha Vida fase 3 e só para se ter uma ideia de a que ponto chega a alienação dos envolvidos, a imprensa sequer noticia estes profundos sinais de loucura…

    Ah, mas o fato é que aquelas construtoras que não lançaram, ficaram com vendas NEGATIVAS (mais cancelamentos do que vendas), 6 delas passaram por esta situação no 3T16, então se todas fizessem o que deveriam fazer, a pirâmide ficaria escancarada demais, como continuariam disfarçando todo o golpe aplicado, que leva a esta anomalia absurda?

    Daí o governo cria estímulos falsos, como o que consta no tópico de hoje, que levam apenas a novas pedaladas das construtoras de aumentarem lançamentos com queda de vendas, como ocorreu em 2016 ou seja, aumentando cada vez mais a distorção, os problemas e as consequências negativas que podemos esperar de tudo isto.

    Como em toda bolha imobiliária ao redor do mundo, as famílias estão super-endividadas, a inadimplência está anormal, o desemprego está muito elevado e crescente, os preços dos imóveis e aluguéis caem, fica cada vez mais difícil disfarçar todas estas situações, mas governo, imprensa e demais asseclas de toda esta sujeira que destrói a economia e a sociedade, continuam fingindo que é tudo normal e ainda apagando incêndio com gasolina, só para piorar cada vez mais a situação…

    78+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CarlosL 7 de fevereiro de 2017 at 09:12

      Todos seus comentários referentes a tópico são mto bons mas confesso que esse aqui de uma maneira relativamente simples se destacou bastante em relação aos demais =)

      9+
      • avatar
      • avatar
  • O Cramulhao de FHCigienopolis45 7 de fevereiro de 2017 at 07:51

    Alguém arriscaria dizer até quando LCIs serão consideradas um bom investimento no Brasil? Logo deve vir a tona a farsa que é o lastro de tais títulos…
    É aí, o que acontece?

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • antifragile 7 de fevereiro de 2017 at 07:57

      Repito a sua pergunta, mas com relação aos FIIs. Por enquanto, a bolha imobiliária não tem afetado de maneira significativa o preço das cotas ou o valor dos aluguéis dos FIIs. Mas tenho o pressentimento de que isso pode mudar de uma hora pra outra. Seria essa a hora de fechar posições em fundos, ou dá pra segurar eles durante a crise?

      10+
      • avatar
    • From_The_Tower 7 de fevereiro de 2017 at 07:57

      As LCI´s em tese não estão atreladas a recebíveis imobiliários. Elas permitem um “funding” da instituição … e vai de acordo com a demanda de tomadores de empréstimos. Por isso que em algumas semanas… elas não tem lastro.
      Se a demanda cair muito por empréstimos… simplesmente os bancos não terão motivos para emiti-las. Mas o gobierno é tão próximo do mercado imobiliário que a Dilma pensou …. eu disse pensou em tributar as LCI´s e teve que desistir… pois sabia que os investidores dos papéis iriam aportar em outros produtos financeiros e enxugaria os recursos para o setor.

      29+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • tfox 7 de fevereiro de 2017 at 08:14

        tem uma pequena inconsistência no seu texto : como assim a Dilma “pensou” ? e desde quando petista pensa ?

        24+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • reznor 7 de fevereiro de 2017 at 09:29

          @tfox, quando a Dilma “pensava” ela produzia os melhores memes da história recentes do HUEBR. Até que era divertido.
          @From: Senão me engano o “parlamentar” (sic) que apresentou o projeto de tributação das LCIs foi o Romero Jucá. O Lavy também era outro a favor da ideia.

          Claro que não vai passar nunca, pois é o setor que mais sofre de inanição nos últimos anos.

          4+
          • avatar
        • From_The_Tower 7 de fevereiro de 2017 at 11:29

          cogitou.
          kkkkk

          4+
  • CA 7 de fevereiro de 2017 at 08:12

    Complementando comentário anterior e ainda falando sobre o tópico:

    Por que o conjunto de medidas do governo para tentar, no DESESPERO, salvar o segmento imobiliário, não vai resolver em NADA a situação deles?

    1) MCMV para famílias com renda até R$ 9.000,00. A grande maioria nesta nova faixa de renda prevista no MCMV já tem imóvel, quem não tem, costuma ter um pouquinho mais de conhecimento do que os incautos usuais que caem nos golpes do governo, segmento imobiliário e asseclas. Aqueles que não tem este mínimo de conhecimento e bom-senso, mas possuem esta renda, são uma parcela mínima deste “público-alvo” (conseguir alguma evolução profissional / financeira não combina com ignorância / estupidez), sendo que dentro desta parcela mínima, a maioria ficará muito incomodada em morar em um Minha Casa Minha Vida, um programa de “habitação popular” que não combinará com o “status” que esta parcela mínima poderia se julgar “merecedora”. Isto sem contar que daqueles pouquíssimos que poderiam ser uma demanda potencial adicional, uma boa parte pode estar com medo de perder o emprego, afinal muitas empresas estão trocando cargos e salários maiores por menores e eles sabem disto, basta olhar ao redor. Se pensarmos que é um pessoal que apesar de ter conseguido uma renda um pouco melhor não tem o menor bom-senso, a ponto de ponderarem a compra de um MCMV dentro da faixa de renda deles, a probabilidade de estarem super-endividados é muito alta. Como se não bastasse tudo isto, é possível ainda que a medida gere efeitos de canibalização: aquelas famílias que tinham uma renda maior que a média e viam que estava apertado um financiamento que “namoravam” podem vir a se interessar por esta nova linha de financiamento e se ocorrer esta nova venda via MCMV, com menor valor agregado para as construtoras, acaba roubando vendas que trariam mais lucros para este segmento (claro que, considerando tudo que consta aqui, seria a exceção da exceção). Resumindo: muito pouco provável que tenha qualquer efeito e se tiver, ainda será um tiro no pé!;

    2) Uso do FGTS para imóveis até R$ 1,5 milhão: na prática, uma aberração ainda maior do que aquela que consta no item anterior. É fácil prever que não vai ter efeito nenhum, não é a toa que o governo destinou só R$ 500 milhões para esta linha, foi só uma medida estética, para Inglês ver, iludir os sardinhas da BOVESPA e fazer de conta que o governo está fazendo o máximo possível para salvar este segmento;

    3) Queda de juros salvadora? já explicada no comentário acima com o exemplo do que ocorreu em 2012.

    4) “Ajuste fiscal”: outra manobra de otimismo ufanista. Receita do governo: bata o recorde histórico de despesas e déficit em 2016, prometa que vai manter isto reajustado para os próximos anos, faça uma “estimativa” de déficit para 2017 que seria já a segunda pior da história e que tem tendência de bater o recorde porque considera um crescimento do PIB quatro vezes acima do que deverá ocorrer e “pimba”, temos um ajuste fiscal que vai estimular empresas e consumidores a confiarem cada vez mais no governo e suas ações!!! Junte a isto que, se de fato conseguirem reformas na previdência e trabalhista juntamente com corte de gastos do governo, sem dúvida tudo isto terá um efeito recessivo no mínimo no curto prazo! Quer mais motivos do que isto para confiarmos no ajuste fiscal e seus efeitos salvadores para economia no curto prazo? É só lembrar que todos os países que de fato tiveram ajuste fiscal sempre tiveram efeito recessivo para economia no curto prazo. A “cereja do bolo”: Henrique Meirelles, frente a todo este cenário e sabendo que no melhor dos mundos só voltaremos a ter superávit lá para 2020, disse em Davos que espera que as agencias de avaliação de risco melhorem o rating do Brasil antes de 2018, ou seja, ainda agora em 2017!!! O que consta aqui é outro exemplo de até onde vai a profunda loucura que está tomando conta das pessoas, simplesmente por não terem espirito crítico e serem desinformadas o tempo inteiro via governo e imprensa…

    5) “Novas regras para distratos”: se der certo o que as construtoras querem, de manter o valor total do imóvel como base para reter o máximo possível de dinheiro que foi extraído dos “compradores” antes, vai se espalhar aos quatro cantos que os distratos serão altamente prejudiciais para quem desistir. Como convencer os investidores de imóveis a entrarem nessa, se os corretores não poderão aplicar o tradicional golpe de enganação e dizer que “se o preço baixar eles poderão devolver para construtoras sem maiores prejuízos”? Parte dos incautos que caem no golpe das vendas falsas na planta e não são investidores também ouvirão a este respeito e alguma parcela deles também vai desistir de comprar pelo medo quanto ao tamanho do prejuízo se por qualquer motivo precisarem desistir, principalmente ao juntarem isto com o risco de perderem o emprego no cenário atual. Conclusão desta hipótese? Vendas na planta caem ainda mais, o que inviabiliza a continuidade da pirâmide financeira das vendas falsas na planta e pode ser mais um fator a estimular o efeito manada. Bem, se não der certo o que as construtoras querem e mantiverem altos volumes de restituições para “compradores” em caso de distratos, temos a volta à realidade mais rápida no caso da BOVESPA quanto às construtoras e uma volta à realidade talvez até mais lenta no mundo real do que se as construtoras conseguissem mais esta vitória de Pirro.

    49+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 08:23

      Tá inspirado hoje CA!!

      Diante de tanta baboseira do governo é bom ler textos assim…

      Acho que a inefetividade dessas medidas vai ficar clara para todos em breve

      Até os mais simples estão percebendo, até os corvos estão falando a verdade…

      A situação insustentável não está se sustentando mais

      21+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Intendente 7 de fevereiro de 2017 at 08:37

      Pois é.

      Onde que uma família com renda de 9mil vai morar num conjunto habitacional desses do MCMD ?

      Favela para os favelados, por gentileza.

      #paz

      36+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • reznor 7 de fevereiro de 2017 at 09:38

        Post magistral, CA.
        Quanto ao item 4, o Meirelles vai ter que de fato iniciar seu trabalho na pasta e acompanhar as agências classificadoras, pois grau de investimento no HUEBR “somente daqui a muitos anos”:

        “Vai demorar para Brasil retomar grau de investimento, afirma S&P”
        Responsável pela avaliação da economia brasileira na agência de classificação de riscos Standard & Poor’s (S&P), Lisa Schineller afirmou, durante debate na
        Universidade de Columbia, que vai levar tempo para o país retomar o grau de investimento perdido em setembro de 2015. “Vai demorar vários anos e o país terá múltiplas tarefas”, avaliou Lisa, diretora de ratings soberanos da agência.
        fonte: http://www.valor.com.br/financas/4860402/vai-demorar-para-brasil-retomar-grau-de-investimento-afirma-sp

        3+
    • Poucas Trancas 7 de fevereiro de 2017 at 09:36

      CA, discordo desse ponto no item 1:

      “Aqueles que não tem este mínimo de conhecimento e bom-senso, mas possuem esta renda, são uma parcela mínima deste “público-alvo” (conseguir alguma evolução profissional / financeira não combina com ignorância / estupidez).”

      Combina! E como combina!

      Onde trabalho tem muitas pessoas com renda igual a essa e até maior, estão todos procurando apê para comprar e financiar em 30 anos, porque “agora É A HORA, os descontos estão ALTÍSSIMOS, e se não comprar AGORA, não compra mais, pq em 2017 vai cair os juros, e ai os preços vão disparar!”

      É isso o que eu tenho ouvido nesse ano, da maioria das pessoas do trabalho que conheço (e não uma parcela mínima) com renda superior a 9 mil mensais, mas que ainda não tem apartamento pq estavam esperando “baixar”…

      Agora assim, eu sei que essas pessoas existem, mas não sei como conseguiram chegar nesse nível de renda com esse tipo de pensamento financeiro… Isso eu realmente não sei como explicar… Alguém tem alguma idéia?

      31+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • reznor 7 de fevereiro de 2017 at 09:53

        Amigo, eu participo de um grupo de investimento e o camarada que organizou a captação conseguiu selecionar pessoal e levantar 1kk em menos de 2 semanas, ou seja, não é um amador em finanças. Já deu testemunhos de investir em TD há quase dez anos e por aí vai. Os posts dele são sempre didáticos, etc etc. Não é um energúmeno, entende? Mas foi alguém comentar sobre imóveis no grupo que o bicho soltou altas pérolas como “fortaleza”, porto seguro” e outros sofismas como 500% de valorização, etc. A moral da história é que a pressão social e julgamento de valores sobre ‘sucesso x fracasso’ pessoal está intimamente ligada a possuir uma casa/apto como “ativo”. Sem isso, você não é bem sucedido perante os demais. E tem gente que sofre em não ser aceito pelo grupo social inserido. Et voilà! “minha hora de comprar finalmente chegou, agora neguinho vai me respeitar”.

        29+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • CA 7 de fevereiro de 2017 at 10:22

          Poucas Trancas e reznor,

          Pois é, combinando seus comentários:

          O pessoal é apaixonado por ter imóveis e está dentro da renda maior, para ostentar vai comprar Minha Casa Minha Vida? Com esta mentalidade, não estão super-endividados? OK, vamos dizer que aceitem o MCMV apesar da quebra de status, que não estejam super-endividados apesar do non-sense financeiro e ainda se enquadrem nos candidatos, mesmo assim, ainda temos o tiro no pé: eles poderiam comprar imóvel mais caro, de maior valor agregado e dando maior margem para as construtoras e pela canibalização via MCMV as construtoras faturam menos. Não tem solução milagrosa, o fato é que quanto mais anormal vai ficando a situação e mais apelativas são as ações do governo e do segmento imobiliário, menos sustentável se torna todo este esquema…

          12+
          • avatar
          • avatar
          • CA 7 de fevereiro de 2017 at 10:41

            Complemento:

            Cuidado com observação pessoal de colegas próximos, nem sempre isto representa a maioria. Lembre-se do que o Cesar_DF publicou sobre as pessoas que tem salário maior do que R$ 9 mil e representam menos de 4% da população. Outro ponto: às vezes você está em uma área de atuação onde existe uma combinação de pessoas mais jovens que chegaram a esta faixa de renda e ao mesmo tempo possuem este perfil brick-lover (by Pandeiro) por toda a lavagem cerebral feita há décadas, no entanto, considerar que dentro desta faixa de renda o normal é que tenhamos profissionais com mais tempo de experiência e incluídos neste grupo, aqueles que conseguiram comprar seus imóveis mais de dez anos atrás (antes da bolha) e não seriam candidatos a este financiamento.

            O que não se pode subestimar, é que o conjunto de condições combinadas tem que ser muito elevada para que as vendas desta nova faixa se concretizem, conforme abaixo:

            Se tem renda de R$ 9 K ou próximo disto (menos de 4% da população);

            Se ainda não tem imóvel (grande parte já deve ter pelo tempo até ter alcançado este salário)

            Se é apaixonado por ter imóvel e não se informa melhor a respeito

            Se não está muito endividado exatamente por ter uma visão financeira muito limitada

            Se aceita a condição de ter um imóvel popular que depõe contra o “status” dele e ainda, em localidade normalmente muito desfavorável e muito pequeno

            É uma combinação muito grande de “Se” que já começa com uma participação muito deprimida daqueles que teriam o mínimo de condições financeiras. Sem contar que ao final, conforme reforcei acima, ainda assim seria um tiro no pé para o segmento imobiliário, ao vender um imóvel muito mais barato do que aquele que poderia ser adquirido pelos compradores com perfil acima (transferem venda do imóvel mais caro para o mais barato, sobram cada vez mais imóveis mais caros, que é onde existem as maiores distorções entre oferta e procura).

            11+
            • avatar
            • avatar
            • Zebolheu 7 de fevereiro de 2017 at 15:47

              Pois é, eu não acreditava, mas existe um monte de gente com renda super alta e está super endividado!

              Como CVR, uma história que ouvi neste fds…
              Médica pomposa morando em condomínio de alto padrão… Adora ostentar uma babá bilíngue, mas………. não paga o condomínio!!!!! Essa vai!

              23+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • MauricioSP 7 de fevereiro de 2017 at 18:09

                O caminho normal é o orçamento se expandir até tomar toda a renda, não importa a renda. Seja quem ganhe 3 mil, 6 mil, 20 mil ou 30 mil, o que eles chamam de “básico” – educação, transporte, moradia, diversão se adequa ao orçamento. Um juiz que ganha 20k aluga um apartamento de 200 m2 por 4k, financia um carro por parcelas de 3k e coloca o filho em uma escola bilíngue com mensalidade de 4k, por exemplo…

                14+
                • avatar
                • avatar
            • Leandro sp 7 de fevereiro de 2017 at 18:20

              CA, mas essas regras do MCMV não contemplam somente na compra do primeiro imóvel? Quem tem renda de 9k já deve ter um outro imóvel o que reduz ainda mais os compradores potenciais. Falei besteira??? Ou é isso mesmo que pensei?

              2+
          • Poucas Trancas 7 de fevereiro de 2017 at 10:46

            Sim tem razão… as pessoas que eu conheço de fato não estão procurando MCMV, mas, o que estão vendo são apartamentos ALTO PADRÃO de intermináveis 65 metros quadrados rsrs…

            Quando eu paro para analisar, por mim mesmo, as vezes penso que estamos sentados sobre uma bolha imobiliária por vezes maior do que a americana… Porque tipo, nem que a taxa SELIC caia a 1%, ainda assim a oferta é muito superior à demanda, pelo menos para minha cidade (SP)… E sinceramente não vejo mais muita margem de manobra para essas pedaladas… acompanho o blog desde o fim de 2012, então já vi muitas discussões sobre o fatídico “QUANDO”, mas acho que esse estouro declarado (pq já estourou faz tempo, só falta cair na real) não passa desse ano… em outras palavras, acho que haverá desespero no quesito imóveis até o final do ano… e isso dá um certo medo de como as coisas vão se desenrolar… Tenho a impressão de que o buraco econômico é muito maior do que podemos imaginar.

            19+
            • avatar
            • avatar
            • MauricioSP 7 de fevereiro de 2017 at 18:19

              Eu já acho que a bolha não vai estourar, mas desinflar. Num país com a inflação alta como a nossa, a estagnação do preço fará o serviço. As estatísticas enganam bastante, por exemplo dizem que a renda média do brasileiro é 2k, mas entre os seis milhões de moradores de SP, o 1%, ou 60 mil pessoas, devem ganhar mais de 20k por mês. São os empresários, diretores, consultores de ponta. As vendas de imóveis novos em SP são de 15k unidades por ano, ou seja o foco é nessa faixa de 1% a 5% da população. Se o marido e esposa trabalham, cada um com salário de 4k, chega em 8k que consegue realizar o sonho (normalmente da esposa) da casa própria.

              5+
              • avatar
              • avatar
        • Poucas Trancas 7 de fevereiro de 2017 at 10:32

          Grato pela explicação… agora faz mais sentido hehe, principalmente no que tange ao indivíduo sofrer por não ser aceito no grupo inserido.

          É que pensar assim é mais coisa de adolescente não? Não entendo como pessoas adultas “precisam ser aceitas” pela sociedade ou mesmo por algum grupo… Chega uma hora que a gente cresce, né? Chega uma hora que o respeito/admiração precisa ser pela pessoa que você é, e não pelo que você tem… e se determinado grupo não te respeita pelo que você é, mas pelo que você tem, ai simplesmente não faz sentido pertencer a esse grupo…

          19+
          • avatar
          • avatar
      • vigilante 7 de fevereiro de 2017 at 13:16

        Repartição pública?

        2+
        • avatar
        • Poucas Trancas 7 de fevereiro de 2017 at 13:45

          Não… empresa privada. Mas eu entendo o seu ponto… rsrs

          5+
          • avatar
  • fanfarraum 7 de fevereiro de 2017 at 08:25

    O valor máximo dos imóveis que podem ser financiados pelo Minha Casa, Minha Vida também subiu, e varia de acordo com a localidade.

    No Distrito Federal, em São Paulo e no Rio de Janeiro, o teto passará de R$ 225 mil para 240 mil. Nas capitais do Norte e do Nordeste, o limite subirá de R$ 170 mil para R$ 180 mil. O último reajuste tinha ocorrido em 2015, no lançamento da terceira etapa do programa.

    Imagine você ganhando 9 mil reais e indo comprar um apê de 240 mil reais em alguma das capitais dos 3 estados mencionados (SP, RJ e DF).
    Nem em Porto Alegre tem apê decente nesse valor.

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 08:31

      Corroboro.
      No DF um apartamento desse valor é completamente incompatível com essa faixa de renda de 9 mil por mês.

      Mais um dos absurdos dessa medida. Sem contar que com 9 mil mensal a família mora confortavelmente pagando cerca de 2000 mil de aluguel em qualquer lugar do país, em um apartamento com preço de venda de 700 mil reais.

      25+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 7 de fevereiro de 2017 at 08:31

    propaganda descarada

    Crise aumenta número de permutas no mercado imobiliário
    aumentou 2,5x o número de permutas.
    corvos animados pois ganham comissão duplicada (2 vendas)…
    se vc perceber um comprador faz “upgrade” e o outro não ganha muito pelo “valor” de mercado pois recebe imóvel… kkk
    se envolver carro, TD, etc o corvo perderia parte da comissão..

    http://economia.estadao.com.br/blogs/radar-imobiliario/crise-aumenta-numero-de-permutas-no-mercado-imobiliario/

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 08:37

      Já é a terceira vez que escrevo isso nos comentários, mas acho que continua atual:
      Com a falta de dinheiro, as pessoas voltam para formas mais primitivas de comércio, como o escambo.

      Em breve 100% das transações imobiliárias vão envolver bens físicos. Já pensou corvo recebendo Honda Biz de comissão? É a nova realidade.

      28+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Intendente 7 de fevereiro de 2017 at 08:40

        Regressão social para muitos, ascensão para poucos.

        Banânia não é para amadores !

        12+
        • avatar
        • avatar
      • Leonardo M. 7 de fevereiro de 2017 at 10:40

        Concordo

        O que mais vejo na minha cidade nas vendas de carro é escambo.
        Quando alguém aparece nos grupos do FB e diz “pago R$20.000,00 avista em um carro” tem mais de 200 comentários e ofertas.

        7+
  • Loucodf 7 de fevereiro de 2017 at 08:36

    Crise aumenta número de permutas no mercado imobiliário

    Os proprietários estão mais flexíveis, porque sabem que se não aceitarem um imóvel menor como parte do pagamento, podem ficar muito tempo esperando pelo comprador perfeito”,

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 08:45

      Sammy Dana arranjou um companheiro de Mitagem pelo visto.

      Olha aí outro sinal de insustentabilidade das mentiras, quando vários analistas começam a repetir o que já é dito aqui há meia década.

      24+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • LZ 7 de fevereiro de 2017 at 09:32

      Acabou o dinheiro, os caras começam a falar a verdade rs

      9+
      • avatar
      • avatar
      • reznor 7 de fevereiro de 2017 at 09:57

        nahhh, não se enganem, esse mauro halfeld é um grande amante de tijolos.
        temos inúmeras evidências aqui no histórico do blog, é só cavar que vc acha.

        6+
        • Zé do Brejo 7 de fevereiro de 2017 at 10:02

          Sim, é verdade, mas se até ele está dizendo a verdade, isto significa que o dinheiro que financiava a mentira acabou… kkkkkk

          12+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
    • CA 7 de fevereiro de 2017 at 08:45

      Alemon Fritz e Loucodf,

      Qual o significado prático do que consta acima? Os preços dos imóveis nas pesquisas apuradas com base nas vendas realizadas sobem! Por que?

      Vamos fazer uma analogia:

      Uma pessoa tem uma Brasília 1970 e coloca para vender. Um outro interessado tem um Fusca 1966. O primeiro ANUNCIA o seu carro (Brasília) pelo preço de R$ 1 milhão. O segundo decide “comprar” e oferece o carro dele (Fusca) pelo preço de R$ 999 mil, pagando a diferença de R$ 1 mil em dinheiro.

      Quando olharmos a estatística do negócio acima, supondo que fossem as únicas vendas de Brasília e Fusca da cidade, o que elas apontariam? Brasília com preço de venda de R$ 1 milhão e Fusca valendo R$ 999 mil !!!

      A permuta permite não somente termos preços “fantásticos” como os que constam acima, como ainda, manter o ILUSIONISMO dos proprietários “milionários” que ao dizerem que venderam uma Brasília, o fizeram por R$ 1 milhão, ou aqueles que podem dizer que ficaram ainda mais milionários para ostentarem com os amigos, afinal venderam o Fusca por R$ 999 mil e agora tem uma Brasília que “vale” R$ 1 milhão!

      No mundo real, o fato de precisarem fazer permuta e voltarem alguns séculos nas práticas comerciais, indicaria um nível absurdo de dificuldade em vender um imóvel, o que é um forte fator de pressão pela redução de preços. Já no Mundo de faz de conta, ao contrário, é motivo para as pessoas ficarem ainda mais eufóricas.

      Euforias, delírios, alienações profundas da realidade, deem o nome que quiser, mas isto é o que há de mais típico em toda bolha imobiliária do Mundo, basta lembrar o palácio imperial japonês que no auge da bolha deles “valia” mais do que todos os imóveis da Califórnia juntos…

      45+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 7 de fevereiro de 2017 at 09:06

        então como sintoma o mercado de usados “valoriza” mais do que o de novos nessa nova etapa. a propaganda diz que aumentou 2,5x.. mas e o mercado na “planta” como fica…

        então é de se esperar que mais carros e motos entrem na compra de um novo na planta, mas só como isca que o corvo coloca. è uma “venda” e depois um distrato.

        Filmes:
        eu estava lendo sobre um filme que concorre ao leão de Ouro. Nos EUA o número de assaltos a banco aumentou. Quem seria louco de roubar um banco. Só muito depois perceberam que as terras que eram dos comanches passaram pros pioneiros e desses agora pros bancos, e virou terra de ninguém!!.. Até quando vamos ver isso acontecendo diz o diretor, para sustentar um esquema.
        “A Qualquer Custo” o nome sugestivo do Filme:
        Esse declínio de um modo de vida é marcado por propriedades que foram tomadas pelos bancos, na grande crise imobiliária e financeira iniciada em 2008. “Todo o mundo pensa: só um louco para roubar um banco”, disse Foster. “Mas nosso país enlouqueceu.

        6+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Lucas 7 de fevereiro de 2017 at 12:12

        CA, no caso o govenro tem o poder de fazer um imóvel anunciado por 1 milhão ser trocado por 1 milhão em dígitos virtuais dalgum banco, o dinheiro não vale o dinheiro.

        Quem ajusta isso?
        cambio e PMJ

        Quem paga a conta?
        impostos e inflaçao

        O ajuste podemos usar ele a nosso favor,
        já a conta, podemos minimizar os impostos pagos de mil maneiras
        e podemos nos desviar da inflação por mil e 1 estratagemas.

        no BR viver é uma eterna guerra.

        12+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Leandro sp 7 de fevereiro de 2017 at 18:47

        CA sua teoria eu já vi na prática. Meu camarada queria comprar um Fusca Itamar 94 por 22k e ele tava com um golf roxo se não me engano 96 encalhado que pedia 20k mas não valia 12k. Aí ele chamou no rolo pau a pau e ambos saíram contentes mas na minha avaliação nenhum valia o que pediam. A única diferença é que nesse caso que precensiei não teve 1 real na troca, só os preços extratosfericos que os 666 pediam.

        6+
        • avatar
  • Alemon Fritz 7 de fevereiro de 2017 at 08:48

    kkk, mercado saudável :

    Meirelles diz que Fazenda ainda não tem definição sobre distratos

    os corvos e construtoras num beco sem saida..
    se permitir o “mercado desaba”, se não permitir o “mercado desaba”..
    vai ver estão esperando a “recuperação” e vislumbre do Frutinha amorinha

    9+
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 08:53

      Mercado estável com leve queda.

      Já que voltamos alguns séculos nas práticas comerciais, que tal voltarmos a acreditar que a terra é plana?
      Olha só a queda que o mercado imobiliário vai ter. Muito parecida com a queda infinita da ‘beirada do mundo’:

      28+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Felipe 7 de fevereiro de 2017 at 08:56

        da hora essa pintura!
        Remem remem —- continuem remando!!

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • by pass 7 de fevereiro de 2017 at 08:51

    CVR
    Contei do meu irmão emprestando casa para os outros morarem.
    Irmã me fala que vai comprar um apto e está pesquisando águas claras. Isso há 2 anos atrás.
    Eu: – Não compre. E expliquei, até cansar.
    Ela insistiu, e achou um condomínio bacana, tudo quanto é xoxoteca, piscina aquecida e tudo. Ficou animada.
    Ela: Comprei! lembra daquele que te falei, comprei um no primeiro andar com um super desconto de 15%.
    Eu: Parabéns então! Que bacana que está feliz e que este te atende e pode comprar.

    Sabem o duto de ventilação? aquele que tem nos banheiros? Vizinho realiza reforma e pedreiro instala o encanamento que sai da privada errado…
    Então, ela havia transformado o banheiro DCE em um escritório bem legal, e a entrada o apto dela no duto ficou escondida por armários.

    Chegam de viagem, com um cheiro estranho no apto… paro por aqui, estou rindo sozinho no trabalho e está estranho!

    Sim, é minha irmã, mas acabou minha dó com nego que você explica, mostra e nada entende.

    81+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • by pass 7 de fevereiro de 2017 at 08:54

      Primeiro andar… existe uma parede por onde toda a M**** do prédio passa! É sério isso!

      19+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 08:55

      Já ouvi falar de esqueletos do armário, mas tubulação de esgoto é novidade.
      Muito bom, excelente. Bem projetado.

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • by pass 7 de fevereiro de 2017 at 08:59

        Pois é, meu cunhado tentou me explicar o ocorrido. Mas a verdade é que o pedreiro da reforma do vizinho conseguiu a proeza. Não me perguntem, até hoje não sei como foi isso direito.

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 09:24

          Pois é. Pior que nem dá para culpar tanto a construtora que fez a obra, foi jumentice do pedreiro mesmo.

          Mas morar em apartamento tem dessas, é a vida.

          9+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • reznor 7 de fevereiro de 2017 at 10:08

            pra quem está alugando uma bomba dessas, o inquilino pula fora e a “vida” segue. pro proprietário é a hora da “morte”.
            lamento que tenha acontecido com sua irmã, by pass, mas que sirva de aprendizado pra ela.

            eu mesmo já fui um “sardinha sortudo”: comprei financiado no auge e consegui vender (passar a bomba) ainda no topo dos preços.
            anunciei por meses. ninguém aparecia ou telefonava. até que do nada surgiu um casal em vias de se divorciar. acredito que a mulher vacilou com o cara (se é que me entende) e o sujeito queria mais é distância da senhora. minha sorte é que ela gostou do meu imóvel, dos itens de decoração e tudo mais. consegui vender e me livrar das prestações, que me deixavam de joelhos. depois disso, nunca mais. aprendi a lição.

            36+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • by pass 7 de fevereiro de 2017 at 10:37

              Tranquilo, quanto ao ocorrido o responsável pela reforma limpou e mandou trocar o armário inteiro pelo qual a M**** passou. O sujeito era bacana e conhecido, ficou muito sem graça mesmo e providenciou tudo em menos de uma semana. Não tenho nada para chamar de meu, mas questiono o momento, e pior ainda o andar que compraram. Esse foi acidente/incopetência, mas cabe o que disse, se fosse aluguel poderia sair no outro dia.

              4+
              • Lucas 7 de fevereiro de 2017 at 12:18

                compre CASA
                eu esotu “germinado” em uma das paredes e às vezes é chato, mas loooooonge muito longe de ter em cima ou embaixo, ainda que isto me exija certa manutenção do encanamento, a energia potencial é mais baixa, pode entupir +facil, ainda assim prefiro por a mão na minha propria merda que na dos outros

                10+
                • avatar
                • avatar
                • Baby Boy 7 de fevereiro de 2017 at 12:41

                  Lucas.
                  Morar em casa ou apartamento, vai muito de cada um.
                  Hoje morar em apartamento, é mais econômico, pois os custos de manutenção são rateados.
                  Mas no futuro, penso em morar em casa. quando era criança, via colegas que moravam em apartamentos
                  meio “tapadão”, empinava pipa no ventilador, andava de skate em uma espaço 15m2, fazia piadas idiotas.
                  e quando cresce acaba virando “analista da tesouria’.

                  7+
                  • avatar
                  • avatar
                  • avatar
                  • Lucas 7 de fevereiro de 2017 at 13:04

                    depende da casa e do condomínio
                    eu moro numa casa onde os baixos custos são rateados e tenho um altíssimo retorno em termos de benefício, basta abrir a porta já estou no jardim, 3 passos na garagem, 4 passos na piscina
                    viver sem elevador é outra vida
                    viver com poucos funcionarios seguindo sua vida, com sistemas de segurança adaptados pro estilo de vida eu tenho o melhor dos 2mundos

                    8+
                    • avatar
                    • avatar
                    • Intendente 7 de fevereiro de 2017 at 14:27

                      Casa > apartamento.

                      Eu faço o meu churras no quintal, lavo o meu carro e foda-se, a conta de água é minha, fugir dos vizinhos fofoqueiros é impossível, mas em casa a gente sofre pouco ou nada disso, entre outros benefícios.

                      Dona Maria recebeu um terreno ( herança) em Paty do Alferes – RJ, área boa, rua asfaltada, bairro caracterizado por loteamentos espaçados.
                      Já imagino a casa dos contos de fadas quando estiver aposentado, na tranquilidade, com renda boa, só descansando.

                      Sim, povo, existe vida fora dos centros urbanos, vida mais barata e com IDH maior.

                      17+
                      • avatar
                      • avatar
                      • avatar
                      • avatar
                    • Baby Boy 8 de fevereiro de 2017 at 13:05

                      Se eu for morar no interior, viraria um Sultão e iria virar a cidade do avesso,…A mulherada de lá sabendo eu moro lá, tornaria alvo!…
                      Minha mulher acharia uma péssima idéia.
                      Estou sendo modésto.

                      1+
                • Hunter 7 de fevereiro de 2017 at 21:06

                  Casa é melhor. De rua, então, nem se fala.
                  Têm mais vida do que os apartamentos.
                  Mas o problema é a exposição à violência. Cada saída e chegada é uma tensão.
                  E se precisar/quiser viajar, sempre tem que arrumar alguém pra cuidar.

                  5+
    • From_The_Tower 7 de fevereiro de 2017 at 10:06

      huahuahuauhahuaua!
      Rindo litros.
      Brick LOVERS só tomam na cabeça.

      8+
      • avatar
      • avatar
    • anti_corvo 7 de fevereiro de 2017 at 10:36

      Quando alguém me fala que está comprando ap ou casa, eu já faço diferente, eu tento tocar no assunto bolha mas sem dizer bolha, eu começo perguntando se a pessoa costuma pesquisar outros investimentos além de casa própria, algo do tipo ‘vc já pensou em investir esse dinheiro que vc tem em algo que renda mais que a poupança e que renda no mínimo a inflação?’, geralmente a resposta é que outros investimentos tem que pagar imposto de renda, e que casa própria é o sonho a ser realizado, aquela ladainha, então nesse momento eu largo um, isso mesmo, vc tem razão, aproveita e realiza o seu sonho, tenho certeza que você vai ser muito feliz, um dia quem sabe eu também chego lá e eu conseguirei comprar o meu também, e não se esqueça de me convidar pra aquele churras quando já estiver morando…

      22+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • by pass 7 de fevereiro de 2017 at 10:45

        Sim anti_corvo, é verdade! Rola um sonho na cabeça da pessoa. Tenho casos de amigos que estavam juntando e aplicando, ACUMULANDO literalmente e abriram mão de ficarem ricos em mais alguns anos pra comprar um puta apto aqui em BSB. Ou seja, de certa forma, você não tem muito mais o que mostrar para pessoa que está indo muito bem mas quer morrer em prestações!
        Se a pessoa fala que vai pular da ponte, eu tento argumentar, se ela já encosta e fica em pé na mureta de contenção ai eu já não tento segurar porque vai que vou junto!. kkkkk

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Bsbguy 7 de fevereiro de 2017 at 12:41

          É, sou de Brasilia e vejo muita gente fazendo essa cagada. Amigo meu comprou uma cobertura pegando 800k de empréstimo e entrando com 650k. Faz mais de 2 anos, imóvel dele vale o mesmo valor. Será que ele já “perdeu” um bom valor? Só de custo de oportunidade dos 650k foi uns 130k por baixo. Em relação à dívida de 800k, pagou uns 200k de juros….zero valorização. De bom, ele tem o prazer de motar em uma cobertura no Noroeste (se bem que lá fora não é esse prazer todo né, muita poeira etc.).

          8+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • by pass 8 de fevereiro de 2017 at 06:38

            Pois é Bsbbuy, aquela velha do resumo de vida do bananense do quadradinho. O cara nasce, cresce, estuda, passa no concurso… (aí aqui vem a separação de joio e trigo), alguns economizam e ficam ricos, outros compram um apto, (e aqui se encontram outra vez) e morrem.

            4+
            • avatar
  • Alemon Fritz 7 de fevereiro de 2017 at 10:07

    olhem os cretinos doentes:

    “Mercado reage em Salvador e imóveis têm valorização”
    (mas)
    34 mil imóveis usados que estão colocados à venda em Salvador, somam-se outros 4,2 mil de novos lançamentos, e 10.898 imóveis para alugar vem toda a cidade.!!!

    O presidente da Ademi-BA… diz que a tendência é uma valorização ainda maior do metro quadrado para imóveis às vendas em Salvador, principalmente com as recentes medidas anunciadas pelo Governo Federal,
    já se começa a observar uma reação favorável do mercado …“É a lei da oferta e da procura”

    http://www.tribunadabahia.com.br/2017/02/07/mercado-reage-em-salvador-imoveis-tem-valorizacao

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • LucianaSilva 7 de fevereiro de 2017 at 20:29

      São doentes mesmo!! Se não tá vendendo, eles aumentam o preço.
      Eu venho acompanhando os preços de APs em Salvador (não que eu vá comprar). Quem é de Salvador sabe sobre o Greenville no bairro de Patamares da famigerada construtora PDGesso. Até o final de 2014 estavam 520mil por um 3/4 de 110m2. Ano passado “baixaram” o preço para 476mil. E este ano, pasmem, subiram o preço para 540 mil. O pior é que tem um monte de AP sem vender e o que os corvos fazem? Aumentam o preço!!!

      7+
      • avatar
  • CarlosL 7 de fevereiro de 2017 at 10:11

    Sobre o trópico em pauta:

    Já disse isso antes, mas no Bréziu as coisas explodem somente quando as pessoas se dão conta que elas existem. Seria como a árvore que na floresta deserta se cair não faz nenhum barulho porque não tem ninguém para ouvir e presenciar o momento da queda.

    Um exemplo disso foi um empreendimento Odebréshit lançado perto daonde eu moro, que só 5 MESES depois que o Marcelinho já estava preso mesmo com todas notícias veiculadas na mídia e habemus corpus negados, parou de receber visitas no stand de vendas de interessados em pagar o risco…. E atualmente é um terreno baldio usado como estacionamento, ou seja, o projeto no fim das contas não saiu do papel mesmo.

    Enfim, uma notícia como essas, se fizer a população em massa parar pra refletir na questão do teto máximo de 9k e se quem ganha isso precisa de ajuda do governo pra comprar imóvel e se precisa, porque precisa, pode finalmente implodir esse mercado da maneira que muitos aqui esperam….

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • reznor 7 de fevereiro de 2017 at 10:19

      pro brasileiro se dar conta de alguma coisa, só se o bonner comunicar a notícia em termos coloquiais e o depto. gráfico da globo literalmente desenhar.
      mas eu estou acreditando numa mudança de paradigma. observe só os artigos sobre mercado imobiliário no G1 e o nível dos posts. melhorou muito, e olha que é no G1, hein! onde só tem troll profissional.

      por outro lado, quando vou cortar cabelo ou deixo o carro pra lavar ou simplesmente vou tomar uma cerveja o que mais escuto dos presentes é que compraram a MALDITA carta de consórcio. resumindo: leia a minha primeira frase.

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CarlosL 7 de fevereiro de 2017 at 12:21

        As pessoas atualmente estão discutindo na mesa de bar até sobre ministro ….. Seguindo essa linha de raciocínio……..

        3+
  • Davy Jones 7 de fevereiro de 2017 at 10:45

    O homem que calculava: como fazer 600.000,00 = 3.000.000,00?

    Imagine você. Imagine que todo mês cai na minha conta 5 mil reais. Agora imagine que esse valor é fruto de um aluguel de um suposto apto que tenho. Imagine esse valor como líquido (imposto, imobiliária etc). Quanto seria o valor desse apto? Aqui pedem 3 milhões de reais. Mas esses mesmos 3 milhões (pelo menos é o que acreditam valer) gera a mesma riqueza que 600 mil reais em uma renda fixa preguiçosa. Agora me digam como — por favor — como um cidadão com inteligência média, com esses 600 mil da história, vai sair para comprar um apto que dizem valer 600 mil? De longe, o que tem 600 mil e o que diz ter 3 milhões são igualmente afortunados, ricos. Logo, 600.000,00 = 3.000.000,00.

    36+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • by pass 7 de fevereiro de 2017 at 10:49

      Sim, um cálculo MUITO VÁLIDO partindo da definição de riqueza! Curti Davy Jones, bacana mesmo.

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Lucas 7 de fevereiro de 2017 at 11:22

      isso mesmo
      um Delta de x5

      agora apenas suponha que a pessoa tenha financiado esse imóvel de 3 milho
      para dar de entrada o banco exige nessa faixa pelo menos 20% = 600 mil (+ impostos, cartório, corvo e custos de reforma que no aluguel já vem quase tudo pronto, [outros 300 paus?!?!]), olha só que coincidência, se o cara não pagar um centavo pro banco, mesmo assim ele empata a perda
      E ainda ficarará devendo de saldo a quantia irrisória de 7 milhos em 360 suaves parcelas “deCREScentes) de 20 paus ao mês.

      DISCALCULIA AGUDA E CRONICA
      deculpa o caps é que essa merece

      23+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 7 de fevereiro de 2017 at 11:35

        Isso que os contratos possuem um indexador (TR) que pode simplesmente explodir.
        anos 80 feelings

        8+
        • avatar
        • avatar
        • Lucas 7 de fevereiro de 2017 at 11:39

          7 milhos x pi% x 35 anos e a dívida se torna impagável
          mesmo que seja 1% a juros compostos, aumenta quase 50% o SD em 35 anos

          5+
          • avatar
          • avatar
          • From_The_Tower 7 de fevereiro de 2017 at 11:42

            Com esses juros atuais e uma TR média de 1% a.a. o saldo nominal geralmente alcança os 300% do financiamento inicial.
            Mas tem o efeito da TR. Realmente é uma loucura.
            Faz sentido quando se está na euforia da bolha…. mas depois é só choro e lamentação.

            12+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • Lucas 7 de fevereiro de 2017 at 11:50

              o +LEGAL, não sei se vc percebeu a TR é quenem o fingezap, ela sempre atualiza o SD atual, ou seja sempre sobe
              por exemplo se num ano deu 3% aí atualiza o SD (dobra), mas se no ano seguinte deu só 1%, eles pegam aquele valor (o dobro) e atualiza em +50%
              não tenho certeza se é assim, mas aprece que é mesmo
              suponha uma divida de 7 milho, com TR de 3% vai pra 14% o cara paga 40k mes pela conta, ou seja rebaixa menos de meio milho dos 7 que aumentou, daí no outro que suba 1% o 13,5 vira 20 milho a parcela vai pra 80, abate só 1 milho, seilá se estou errando em algum lugar, o fato é que a partirde certo o ponto a dívida fica praticamente eterna, nem precisa subir muito pra dar esse efeito, teria que fazer umas simulações, fazendo de cabeça dá um resultado grotescamente alto, acho que errei nalguma coisa, a trolha n pode ser assim tão grande, ou é???

              6+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • From_The_Tower 7 de fevereiro de 2017 at 11:52

                Depende o banco.
                a CEF por exemplo faz uma média : entuba correção na parcela + uma parte no SD.
                Alguns entubam só SD para daí calcularem uma nova parcela atualizada.
                O GordoNerd era fera nisso.

                4+
                • avatar
                • Lucas 7 de fevereiro de 2017 at 11:55

                  de todo jeito
                  a TR é um belo alargador de anus
                  uma vez abriu nunca mais volta, esse parece que é o ponto

                  10+
                  • avatar
                  • avatar
                  • avatar
                  • avatar
                  • From_The_Tower 7 de fevereiro de 2017 at 12:21

                    Financiamento de longo prazo com indexador em país instável é complicado.
                    Mas eu acredito que o pior fator é a COMPRA pelo PREÇO BOLHUDO.
                    Aí não tem escapatória.
                    Porque se você comprar com preço antes da decolagem ou antes do fenômeno bolha… a pessoa se vira e consegue quitar rapidamente.
                    Mas se comprar no preço INFLADO… só lamento.

                    11+
                    • avatar
                    • avatar
                    • avatar
                    • avatar
              • Lucas 7 de fevereiro de 2017 at 11:52

                corrigindo
                divida de 7 milho, com TR de 3% vai pra 14milho e não(%)

                (contas arredondadas e de cabeça pros chatos de plantão segue
                http://fazaconta.com/juros-compostos.htm

                1+
              • CarlosL 7 de fevereiro de 2017 at 12:00

                SE a dívida é de mais de 25 anos, ela já é eterna….

                1+
  • Ilusionista 7 de fevereiro de 2017 at 10:52

    famílias que tem renda média de 9 mil X 12 = 108 mil anual. Dá, na média, uma renda líquida anual de 85 mil, morando razoavelmente alugando um imóvel com custo anual de 24 mil.
    Sobra uma renda de 61 mil para demais despesas e, sabendo economizar por um período e aplicando o restante, certeza que em poucos anos poderá comprar um imóvel à vista, além de se beneficiar de um bom desconto na hora da compra, por estar comprando com dinheiro vivo.
    Só mesmo maluco para se endividar por 3 décadas triplicando o valor pago pelo imóvel pelas altas taxas de juros + TR…

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Leonardo M. 7 de fevereiro de 2017 at 10:56

    CVR

    Olhei um AP pra comprar aqui no interior de SC (apenas olhei) e mês passado tava R$100.000,00.
    Não gostei porque era térreo, não tinha garagem e a criançada brinca em frente a cozinha tirando toda a privacidade de um casal + barulho.

    Hoje vejo de novo o anúncio e por R$120mil… Ou alguém comprou e quer ganhar R$20mil fácil ou o corvo aumentou pra valorizar. Creio que foi a primeira opção, pois o email agora ora contato é de outra pessoa, pode ser outro corvo mas não tô com saco pra investigar.

    Eu teria comprado o AP, mas se fosse R$41.000,00 pois vi aluguel no mesmo prédio e andar alto por R$550 mensais.

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • by pass 7 de fevereiro de 2017 at 11:04

      Fator x = 75
      Hehe. Chegaremos lá, chegaremos lá…

      6+
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 7 de fevereiro de 2017 at 11:21

    Caixa Econômica Federal anuncia plano para cortar 10 mil funcionários
    Prazo de adesão ao plano começa nesta terça-feira (7), funcionários foram avisados do PDV por email. Banco estima economia de R$ 1,8 bilhão em 2018.

    http://g1.globo.com/economia/noticia/caixa-anuncia-plano-para-cortar-10-mil-funcionarios.ghtml

    5+
    • avatar
    • From_The_Tower 7 de fevereiro de 2017 at 11:34

      O ajuste é uma realidade.
      É inútil resistir.
      Pouco a pouco as bolhas financeiras na Banânia eclodirão.

      Viram a do FIES hoje?
      Saiu de 200 mil inscritos para 1,9kk.
      Agora limitaram o valor da mensalidade a ser financiada em 5k por mês. Os estudantes de medicina estão chiando pois a mensalidade geralmente passa dos 6k. Olhem a trolha !
      Família com renda até 03 SM são elegíveis…. o estudante que fizer medicina e pegasse o FIES na integralidade da mensalidade… sairia com dívida de mais de 01 milhão de reais. Para pagar em 30 anos.

      P.S. Inadimplência saltou de 10% para 30%. o número mágico.

      40+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 7 de fevereiro de 2017 at 11:39

        P.S 2
        O gobierno não consegue fazer os repasses para as universidades… e por consequência milhares de alunos não conseguem aditar os contratos.
        Realmente eu nunca vi o povo tão viciado e dependente do crédito para viver. TUDO, simplesmente TUDO o bananense precisa de crédito:
        Compra dos tijolos mágicos
        Compra do carro novo ou usado
        Compra de roupas (crediário de loja)
        Compra de comida (parcelar supermercado em 3x)
        Compras de consumo (10x no cartão)
        Crédito de celular
        Crédito estudantil
        Crédito rural
        Compra máquinas e equipamentos
        etc…. e etc….

        48+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • CarlosL 7 de fevereiro de 2017 at 12:05

          É isso que garante que esses jovens após formados ficarão acorrentados ao país de origem durante a vida toda alimentando mensalmente o simpático monstro……
          A estratégia no caso dos imóveis é bem similar, até pq imóvel como o próprio nome já diz, não consegue criar perninhas e sair andando por ai….

          28+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • Felipe 7 de fevereiro de 2017 at 12:09

          From, infelizmente no Brasil o endividado (melhor ainda se for o inadimplente ou o negativado) sempre leva vantagem.
          Com certeza vai ter socialização disso aí no futuro.

          28+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • Minino do TI 7 de fevereiro de 2017 at 13:09

          Essa do supermercado… Quando comecei a trampar (4 anos atrás), comecei a ajudar a fazer as compras de casa. Comprava no cartão de crédito somente “a vista” por causa das milhas e pagava no fim do mês (na época valia a pena). Lembro que não entendia por que a caixa do supermercado sempre perguntava “de quantas X era”. Mesmo não sendo bolhista naquele tempo, já sabia que não fazia sentido parcelar compras mensais. Depois aprendi a somar, subtrair, multiplicar, dividir, e entender a cultura do mercado bananense.

          18+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • antifragile 7 de fevereiro de 2017 at 14:09

            Isso que você falou me deu uma ideia. Próxima vez que for ao supermercado vou conversar com a caixa que geralmente me atende e perguntar com que frequência as pessoas pedem para parcelar.

            5+
            • avatar
            • avatar
            • Money_Addicted 7 de fevereiro de 2017 at 14:24

              bom, eu sempre peco para parcelar 😉 sem juros se parcelarem em 100 vezes as compra do supermercado eu aceito

              15+
              • avatar
              • avatar
        • sapiano 7 de fevereiro de 2017 at 13:10

          Nos eua se compra tudo na base do crédito também , mas não a juros extorsivos .

          2+
          • From_The_Tower 7 de fevereiro de 2017 at 13:21

            Sim. Eles possuem a moeda mundial.
            Podem fazer isso.

            8+
            • avatar
            • avatar
            • by pass 7 de fevereiro de 2017 at 15:07

              Acho lindo esse discurso de juros altos no bananil.

              3+
        • antifragile 7 de fevereiro de 2017 at 14:05

          Isso que você escreveu me fez lembrar de um CVR.

          Casal jovem, vinte e poucos anos.
          Na minha frente na fila do supermercado.
          Brancos, olhos azuis, bem vestidos.
          Inicialmente achei que fossem gringos.
          Chega a hora de pagar a conta.
          Total: R$ 116.
          Ele tenta passar o cartão dele.
          Nada.
          Uma segunda tentativa.
          Sem chance.
          Eles começam a procurar uma solução.
          A fila começa a ficar impaciente.
          A moça encontra o cartão dela.
          E consegue fazer o pagamento.
          Mas só depois da observação:
          “Em três vezes, por favor”.

          E assim o bananense se enforca pouco a pouco.

          36+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 14:10

            KKK

            Seus CVR são os melhores.

            Jovens e empobrecidos

            7+
            • avatar
          • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 14:12

            Lembrei daquela carta de Yu-gi-oh:
            Pobretão Branco de Olhos Azuis

            9+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
  • Cajuzinha 7 de fevereiro de 2017 at 11:32

    postado em 07/02/2017 10:49
    Agência Estado
    São Paulo, 07 – As vendas da indústria de materiais de construção no País em janeiro caíram 8,9% em relação ao mesmo mês do ano passado. Já em comparação com dezembro, houve alta de 1,5%. Nos últimos 12 meses encerrados em janeiro, o faturamento foi 10,9% menor ante os 12 meses anteriores.

    3+
    • avatar
  • Lucas 7 de fevereiro de 2017 at 11:34

    O Cramulhao de FHCigienopolis45

    Alguém arriscaria dizer até quando LCIs serão consideradas um bom investimento no Brasil? Logo deve vir a tona a farsa que é o lastro de tais títulos…
    É aí, o que acontece?

    eu arriscaria dizer eternamente haja visto um país de CF eminentemente soçialista precisa de dinheiro pra fazer suas bondades, eu mesmo refiz posição semana passada.

    agora mudando de assunto: o pcc cehgou no stf?
    favor não fique com raiva do carteiro por causa da mensagem

    já andei me mexendo e descobri donde vem aquela teoria, realmente tem fumaça, houve negociação com o crime sim, principalmente após o massacre do pedágio, quando houve declaração de guerra. Bem, no lugar deles, não havia outra saída amigo. Não sou eu que vai te convencer a ter +fé na boa vontade das pessoas, ams quem sabe uma pulga atrás da orelha eu te crio. Ainda mais pensando nas opções em vista. No ES tá faltando gaveta no IML. Era aquilo ou isso, o que vc escolheria?

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CarlosL 7 de fevereiro de 2017 at 12:08

      Sim, chegou….

      Tira o terninho Gucci, coloca uma regata branca e umas duas tatuagens bem bacanas, sendo uma no canto da careca lustrada e vê como fica….

      4+
      • avatar
    • Alemon Fritz 7 de fevereiro de 2017 at 12:52

      pois é:
      68 pessoas foram assassinadas no ES, 40 só ontem!!
      4,5milhoes em prejuízos pelos saques…
      (como fica a demanda demografica… hehehe)

      chegamos no ponto igual ao filme ” A qualquer custo” que falei lá acima.
      O povo fica desnorteado e sai até assaltando banco, e qualquer coisa é motivo de briga e “saque”..
      Hoje passou uma noticia que uma galera de porto belo tava pegando paralelepípedos que a prefeitura tava usando como aterro. Um disse que pediu pro cara do caminhão e que ele “deixou”… a conta chegou e a galera tá se “virando ” achando que é crise.
      Corvo invade mansão e usa usocapião e a justiça deixa… invasões legalizadas depois…
      Bananense é “ixperto” qdo convém, e se faz de vítima qdo convém

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 7 de fevereiro de 2017 at 21:57

        agora… 75 homicidios..

        1+
  • Lucas 7 de fevereiro de 2017 at 11:43

    CA ainda num deu empo de te elr com calma
    mas fazendo as contas direitinho será possívle ver como a medida na verdade é inócua
    mas saiu bem na foto
    é o machiavelismo de transformar um saco de maldades em bondades, aliás nem maquiavel soube criar tal estratagema, lendo da fonte ele falava pra enfiar o nabo duma vez antes que alguém percebesse a trolha já teria entrado, Temer é pós-machiavel, ele enfia o nabo com amor e carinho e a pop. agradece.
    o mais legal:
    Neste exato momento fernandos, amorinhas e fms estão criando contas, dados e estatíticas pra comprovar o sucesso da medida.
    eu falo pra vcs, só mudou de nome, antes se chamava selic, depois TD/cambio, agora lci
    PMJ forever

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 7 de fevereiro de 2017 at 11:45

      huahuahuahuahu!
      Os corvos ficam felizes com as notícias.
      Mas não precisa mais de 60 dias… para a deprê bater novamente.
      kkkk

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Fernando 7 de fevereiro de 2017 at 19:34

      Prometi que não iria escrever mais nenhuma vírgula aqui (estou sumido mesmo), mas sinceramente, ler alguns posts como esse e o do tópico passado me fazem refletir sobre a credibilidade …

      … principalmente quando parte de uma pessoa que comprou o seu imóvel (como se não tivesse tido nenhuma vantagem nisso), e vem aqui repetir incessantemente a mesma coisa (PMJ PMJ PMJ……..), para receber os seus gloriosos likes…

      5+
      • avatar
      • Antigo 8 de fevereiro de 2017 at 21:33

        Opa!! Saudades de você!
        Apareça mais!

        1+
  • Lucas 7 de fevereiro de 2017 at 11:44

    Prezado Samy Dana
    liguei a tv só pra assistir: smile and wave
    adoro quando vc exagera no wave
    na prox faz com as 2 mãos
    kkkkk

    28+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 7 de fevereiro de 2017 at 11:53

    ““Teve um boom muito forte até 2013. Os preços dos imóveis subiram muito, houve uma procura muita grande. O mercado está digerindo um pouco também esse efeito do boom de antes”, diz Castelli, da Go Associados.”

    http://g1.globo.com/economia/noticia/minha-casa-atingira-mais-familias-mas-impacto-de-medidas-e-limitado-dizem-analistas.ghtml

    4+
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 7 de fevereiro de 2017 at 11:55

    São 39.570 à venda na capital
    A meta é diminuir ao máximo o estoque de imóveis à venda, possibilitando que as construtoras iniciem a construção de novas unidades e reaqueçam o mercado de trabalho. Aos 34 mil imóveis usados que estão colocados à venda em Salvador, somam-se outros 4,2 mil de novos lançamentos, e 10.898 imóveis para alugar vem toda a cidade.

    http://www.tribunadabahia.com.br/2017/02/07/mercado-reage-em-salvador-imoveis-tem-valorizacao

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • LZ 7 de fevereiro de 2017 at 12:08

      10 anos ai de venda fácil.

      6+
      • avatar
      • avatar
  • From_The_Tower 7 de fevereiro de 2017 at 12:18

    Gentem: Um bloco de Rua para os Bolhistas de SP:
    AGORA VAI
    http://pt-br.facebook.com/blocoagoravai

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • fanfarraum 7 de fevereiro de 2017 at 12:41
    • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 12:44

      Nossa…

      O aluguel tá grátis praticamente
      Que condomínio absurdo, meu deus…

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 7 de fevereiro de 2017 at 12:50

      Motumbos esgarçando num DPA

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • From_The_Tower 7 de fevereiro de 2017 at 13:20

      kuaáááááá!

      Ops… caiu a dentadura.
      Continuando……
      kuááaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

      10+
      • avatar
      • avatar
    • reznor 7 de fevereiro de 2017 at 13:21

      fanfarraum, teu post me fez lembrar do site do Estamos Ricos… esse pessoal fuma uma?

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Lucas 7 de fevereiro de 2017 at 13:32

      rentabilidade bruta de 0,045%
      rentabilidade liquida negativa em –0,10% ou pior (fingindo que conseguiu alugar hoje, sem considerar vacancia, ou IR, ou IPTU, ou taxa de adm.)

      E ainda assim não há interessados em alugar tendo em vista o alto valor do condomínio.

      A melhor opção neste caso é demolir e fazer um prédio novo no lugar.
      Em NY uma amiga esteve lá ela me disse que está cheio disto por manhatan. Basta saber fazer as contas certas que vc entende o porquê

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 7 de fevereiro de 2017 at 12:49

    Da glória às ruínas
    Cidade brasileira que mais recebe turistas, o Rio de Janeiro convive com hotéis icônicos em completo estado de abandono. Um deles aguarda os primeiros hóspedes há 64 anos
    http://istoe.com.br/da-gloria-as-ruinas/

    7+
    • avatar
  • Alemon Fritz 7 de fevereiro de 2017 at 13:08

    mercado fedendo

    Indústria da construção civil pressiona governo por ajuda para se reerguer
    ncorporadoras querem reter dinheiro em caso de distrato

    Também pedem que o governo limite o saque do FGTS
    Planalto aceitaria sugestões, mas teme repercussão negativa
    O setor não saiu de mãos vazias ontem.
    http://www.poder360.com.br/economia/industria-da-construcao-civil-pressiona-governo-por-ajuda-para-se-reerguer/

    distrato: ué, é só vender de novo, que vai valorizar em 2017. kkkk

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Felipe 7 de fevereiro de 2017 at 13:14

      governo está entrelaçado demais com esses caras. Deve sair um acordo “bom” pra eles sim

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • From_The_Tower 7 de fevereiro de 2017 at 13:19

      Olha o nível do desespero.
      Impedir que as pessoas saquem o FGTS.
      pqp !!!
      É muita dependência do gobierno.
      ARDAM destrutoras !!!

      20+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • LZ 8 de fevereiro de 2017 at 12:38

        Governo fazer isso ele mata de vez a economia.
        Imagina os caras que são demitidos não poderem sacar……
        Falamos anteriormente que ia faltar faria para tanto pirão.
        Tá ai, não dá para salvar todo mundo, se salvar as construtoras, mata a economia, se dar uma sobrevida na economia empurrando com a barriga liberando FGTS, mata as construtoras.

        Entre o governo se matar e salvar as construtoras, advinha quem vai rodar ?
        Bloquear o resgate da grana de distrato só dá para fazer nos novos contratos, antigos assinados tem que pagar, não há clásulas falando que o cara perderia tudo.

        Bloquear o distrato, mata os APs na planta e as construtoras não conseguem pedalar.

        Gente não tem mágica, alguém vai perder ai kkkk

        4+
        • BolhistaBR 8 de fevereiro de 2017 at 14:39

          mesmo com distrato não devolvendo nada vai ter muiito tijoleiro comprando ainda..
          vocês não contam com a alienação do bananense médio.

          1+
          • LZ 9 de fevereiro de 2017 at 08:20

            OK teriam malucos para isso.
            Se houvessem malucos com dinheiro…..
            Essa leva de malucos com dinheiro ja acabou.

            0
  • Lucas 7 de fevereiro de 2017 at 13:19

    Analisando o Tópico em poesia,
    mais tarde eu procuro números
    CA, talvez te interesse aprofundar estes pontos

    com essa novidade velha o MCMV agora chegou na classe B, arranhando a classe A

    1) ZERO novidade, pois era possível fraudar o sistema, assim como vc cria renda, vc pode esconder renda.

    2) A tal demanda potencial fica majoritariamente nas classes C pra baixo que estão em situação de sub-moradia e geram uma casa nova. Nas classes A e B não existe demanda nova, são pessoas que já moram em algum lugar, se elas compram uma casa elas automaticamente devolvem outra pro estoque, não resolve o problema a menos que o usado antigo fique mais acessível pra crasseC pela correção do preço, causando aí enforcamento de mais famílias1 da B e 1 da C. Por esta lógica o MCMD deveria chegar até a classeA e gerar aí um efeito reverso.

    3) O funding pra todas essas bondades tem de vir de algum lugar, o dinheiro do FGTS e poupança anda curto e diminuindo, o governo tá criando outro ralo mas com a torneira fechando, algo não bate nessa conta, pensando assim por alto, essa medida é inócua, pois se há linha de crédito falta o dinheiro real e o interesse real pra rodar este pedal na velocidade necessária. Então, ou se eleva o juros pra captaçao de +dinheiro, ou se corrige no preço.

    4) o saco de maldades fantasiadas de bondades do governo é infinito, eles lá equilibram os pratos numa situação de superavit comercial somente possível com moeda fraca e juros real alto, ou seja teremos ainda o PMJ real em patamar elevado por digamos até o fim deste ano pelo menos, afujentando investidores, talvez em ano eleitoral este xadrez se modifique

    Dito isto, concluo que a medida é inócua tanto pelo lado da demanda, haverá numero insignificante de novos compradores, quanto pelo lado de enxugar a oferta, num resultado de soma praticamente zero. Ainda que do ponto de vista psicológico se dê a aparência de que o governo está fazendo alguma coisa, para o bolhista comum ainda é vantagem a estratégia de sempre: PMJ, downsizing de imóvel, cravar faca na nuca de quem precisa vender ou o aluguel, ou algum nicho esquecido (como o de algumas casas em alguns bairros onde me parece que a especulação esqueceu que elas existem)

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 7 de fevereiro de 2017 at 13:50

      Lucas,

      É por aí. Complementando suas colocações:

      Como dizem, “nada dura para sempre”. Antes quando a CEF detinha 35% de toda a poupança e concedia 70% de todo o crédito imobiliário, alimentando uma bolha imobiliária que sempre leva a uma crise na economia, já era claro que chegariam em um estágio onde esta verba do SBPE para o crédito imobiliário barato e farto iria escassear, apesar de todos os discursos ufanistas de corretores e do pessoal da própria CEF, era óbvio o quanto isto seria insustentável.

      Quanto ao Minha Casa Minha Vida, uso o mesmo exemplo de sempre: reduziram em 1 MILHÃO de unidades a meta da fase 3 no início de 2016, quando havia uma expectativa de déficit naquele ano de R$ 95 bilhões e o governo não teria como entrar com a parcela dele. Agora que tivemos um déficit bem maior em 2016, temos um orçamento quanto ao déficit para 2017 que está completamente furado, qual a tendência? Ou vão ter que reduzir o MCMV e talvez até voltarem atrás em parte destas promessas de expansão, com efeito direto e destrutivo para segmento imobiliário, ou então vão sacrificar outros investimentos e despesas do governo, agravando o efeito recessivo de curto prazo e com isto, indiretamente prejudicando ao segmento imobiliário também.

      Do lado da demanda, ficar incentivando a população a se endividar em meio a um aumento significativo no desemprego, à exemplo dos brilhantes “administradores” Dilma e Mantega, é só outra forma de aumentar e muito os problemas e suas consequências, sabemos muito bem que isto é tentar apagar incêndio com gasolina.

      Sabemos que não existe nenhuma fórmula mirabolante que vai salvá-los, eles vão apenas trocando o nome do remédio que eles dizem ser a “panaceia”. Deixa eles fingirem que estão enganando a gente, de vez em quando fingimos que acreditamos também, só para ver até onde vai a cara-de-pau desta galera…

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 7 de fevereiro de 2017 at 14:08

        e assim vão reciclando soluções velhas que pioram a situação
        estou contando os dias pra virem com a velhidade de aumentar impostos e nóis aqui a lembrar de um tal de Lafer, quem é ele mesmo, é piloto de F1???

        5+
  • Lucas 7 de fevereiro de 2017 at 13:33

    rentabilidade bruta de 0,045%
    rentabilidade liquida negativa em –0,10% ou pior (fingindo que conseguiu alugar hoje, sem considerar vacancia, ou IR, ou IPTU, ou taxa de adm.)

    E ainda assim não há interessados em alugar tendo em vista o alto valor do condomínio.

    A melhor opção neste caso é demolir e fazer um prédio novo no lugar.
    Em NY uma amiga esteve lá ela me disse que está cheio disto por manhatan. Basta saber fazer as contas certas que vc entende o porquê

    ops agora que vi apê ce cobertura vc engole todos os custos de ultimo andar que seriam do condo e engole tbm o elevador barulhento de prédio velho chacoalhando a casa até tarde da noite

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • CA 7 de fevereiro de 2017 at 13:36

    De novo sobre o tópico, agora falando um pouco sobre as “motivações” ($$$$) envolvidas:

    Utilizar dinheiro do FGTS para vender imóveis para famílias com renda de até R$ 9 mil? Esta verba não deveria ser para financiar mais imóveis populares para as famílias realmente carentes que é onde se concentra a grande maioria do “déficit habitacional” sobre o qual tanto falam? Onde está o pessoal dos “movimentos sociais”, entubaram esta de graça, ou será que já rolou um “faz-me rir”? De fato, nada é inédito no governo Dilmo…

    Que outros motivos o governo e a CEF teriam para fazer isto?

    Bem, conforme comentado acima, esta medida tem uma tendência a gerar canibalismo, tirando vendas daqueles imóveis mais caros que visavam este público alvo e desviando para um MCMV.

    Curioso que dizem que esta medida é para “salvar” as construtoras e seus super-estoques, mas aquelas que tem os maiores estoques em anos de vendas e que estão na pior situação financeira, que são a PDG e a Rossi, são as que mais tendem a perder, porque seus imóveis ganharam novos “concorrentes” com condições desleais e se beneficiando de juros muito menores, ou seja, a ação do governo / CEF só ajuda a afundar ainda mais estas construtoras…

    Um dia CEF e BB já deram ajuda “de pai para filho” para PDG e Rossi, como empréstimos em que o principal só começaria a ser pago em 2 anos, juros muito abaixo do que a péssima situação financeira deles exigia, dentre outras benesses, mas parece que à beira do fim, não há mais como o governo ajudá-los e sem querer está acelerando a morte delas, que é outro efeito colateral da medida que provavelmente não foi sequer aventado.

    Quem “ganharia” mais (*) com esta medida do MCMV para famílias com renda até R$ 9 mil? Construtoras que tem maior enfoque no MCMV, como a do Merin (MRV), que por sinal, é do grupo de “amigos do rei”. Como alguns dizem por aqui, deve ser só mera coincidência…

    (*) Lembrando que o “ganharia” é só especulativo, para atrair sardinhas na BOVESPA, uma vez que no mundo real temos todos os motivos do mundo para que esta ação tenha resultado pífio e/ou canibalização que seria um tiro no pé (detalhes em comentário anterior). Claro que vai levar a MRV a aumentar seus lançamentos e construções e portanto, agravar cada vez mais o desequilíbrio entre oferta e procura, exatamente o que já tem acontecido desde 2012.

    Isto porque não precisa nem mencionar os mais de 300 processos relacionados a falcatruas do MCMV em todo o Brasil, outro pequeno detalhe que explica porque estão fazendo isto e quantos outros interesses ($$$) não rolam por fora…

    Apesar dos motivos acima já serem mais do que o suficiente, é possível que tenhamos ainda mais um fator motivacional para tal medida:

    Onde está a maior inadimplência da CEF? Exatamente na faixa 1 do MCMV, que são os imóveis destinados para a população de renda mais baixa, onde a inadimplência já está próxima de 30%.

    As faixas 2 e 3 do MCMV ou os empréstimos imobiliários com verba da poupança (SBPE), antes podiam ter um pedaço da inadimplência sendo coberto pela transferência para empresas abutres (a inadimplência dos títulos podres revendidos sumiam dos balanços da CEF), só que o TCU já se manifestou contrário e isto pode dar dor de cabeça para o governo se a CEF insistir, para outra parte, a CEF já está fazendo renegociações com condições de “pai para filho” para tentar evitar que virem inadimplência, só que isto, pela intensidade e condições superiores ao normal, poderá chamar a atenção do BACEN que já está tendo que fazer vista grossa para outros assuntos, sem contar que, por mais mirabolantes que sejam as renegociações da CEF, ela sabe que quando chegou no estágio da pessoa deixar de pagar pelo imóvel “próprio”, é porque não há como reverter a inadimplência, pois antes disto ele já ficou super-endividado com várias outras contas.

    Temos ainda outros pontos:

    Quanto maior fica a base de empréstimos imobiliários concedidos e quanto mais vai crescendo de forma acelerada a cada ano, menor deveria ser a inadimplência percentual, pois o normal seria que no começo a inadimplência fosse muito baixa. Ocorre que até para isto já começamos a ver indícios de que não é bem assim, como um leiloeiro deu a entender que muitos leilões estão ocorrendo com imóveis que estão no início do seu financiamento e por isto ao tentarem vender em segunda praça pelo preço correspondente ao saldo da dívida, não conseguiam vender no leilão por estar precificado muito próximo do que o mercado oferecia com descontos (provavelmente mais caro). Outro “probleminha”, é que a verba da poupança não para de ser “drenada”, como os mais de R$ 10 bilhões de saques superiores a depósito em jan/17 demonstraram, depois de mais algumas dezenas de bilhões de sangrias entre 2015 e 2016. A fonte do crédito imobiliário barato e farto via poupança (SBPE) continua secando, como aumentar o volume de novos financiamentos e assim mascarar o crescimento da inadimplência?

    Por que não criar uma nova faixa do MCMV, onde os potenciais compradores teriam uma “folga” maior no seu orçamento para comprarem, com juros subsidiados e assim reduzir o risco de inadimplência? Se der certo e gerar volume, os novos entrantes ajudam a omitir o crescimento da inadimplência, pois a base fica maior e não ocorre aumento percentual na inadimplência, ou seja, o mesmo esquema que a CEF já vem praticando há mais de uma década, com variantes quanto a forma como executa o truque.

    Pois é, a situação vai ficando cada vez mais “enrolada”: é a gambiarra da gambiarra da gambiarra até a “enésima” potência, uma para cobrir a outra que já tinha sido feita para cobrir outra e por aí vai. Obviamente, nada disto sustentável no longo prazo, uma vez que cada nova gambiarra acaba tendo um efeito menor do que a anterior, até que elas irão explodir em cascata e todos vão ficar “surpresos” porque afinal, não haviam indícios (**) de problemas….

    (**) Claro que todos vão esquecer o que o Fraga já havia dito à Temer sobre os rombos da CEF, vão esquecer as centenas de casos de corrupção no MCMV em todo o país, vão esquecer as investigações conduzidas pela PF na CEF, vão esquecer os rombos da CEF que a obrigam a PDV mirando redução de 10.000 funcionários, o rombo da FUNCEF que é vinculado a ela, as gambiarras de antecipação de receitas do FGTS, as gambiarras de transferência de créditos podres para empresas abutres e mais uma infinidade de “probleminhas”, alguns que ainda nem apareceram. Vão ter que “esquecer” tudo isto para justificar porque ninguém nunca alertou sobre o que iria acontecer e porque não perceberam isto antes…

    10+
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 7 de fevereiro de 2017 at 15:35

      Outras propostas de gambiarras pro fim do ano:
      1- LIG. As letras garantidas serão vendidas para planos de Previdência Privada. Vc investe na sua previdência e surpresa… ela vai pro imobiliário “garantido” (eu que não confio na previdência nem no Imob)… 5,3 bilhoes de potencial no seu começo.
      2- Redução dos valores do Indice de Basileia pra instituições menores… 3 de 5 instituições financeiras ficam com mais folga e lucro pra emprestar e se arriscar.
      3. aumento da securitização (seguro aluguel, seguro fiador, seguro desemprego, seguro de vida, etc)
      4. compra e venda de créditos podres por alguns fundos que já estão se mexendo (abutres), ou alguma folga pra caxão novamente.
      5. Regras de distratos resolvida, com alguma pegadinha.
      6. lembrando que ainda tem mais uma entrada de dólares para voltar (legalizar) e pagamentos precatórios que agora podem servir para pagar até 50% do imóvel (ou precatórios como imóveis).
      7. bancos grandes fazendo estilo Deutsch e banco Italiano, desculpas que “erramos”.
      8.Criar Bancos malos como em Portugal e espanha.

      5+
      • avatar
  • Lord of All 7 de fevereiro de 2017 at 13:44

    Nesse blog só tem profeta, e modéstia à parte vou me colocar entre eles: ano passado escrevi em algum tópico que em breve teríamos que manter uma arma (devidamente registrada, claro) em nossas residências para defesa pessoal e patrimonial.
    Olha aí os últimos acontecimentos.

    20+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 13:49

      Esse é um blog de observadores e pensadores.
      Entre piadas e bordões, tudo que é dito aqui é a pura realidade.
      Às vezes prematura, às vezes incompreendida, mas sempre a realidade…

      Só que muitas vezes fico infeliz de estar certo. Nosso Brasil tá no buraco, e a gente já sabia.

      24+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • antifragile 7 de fevereiro de 2017 at 14:27

      Nos últimos 15 anos eu passei de defensor do desarmamento para cidadão precavido que só anda com spray de pimenta. Também dei outro de presente pra minha namorada.

      Ultimamente tenho avaliado a possibilidade de adquirir uma arma de fogo.

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 7 de fevereiro de 2017 at 13:49

    Será que ele tem algum parente brasileiro ?

    Uma rifa ao custo de 2 libras esterlinas (cerca de 7,70 reais) dará como prêmio uma mansão de seis quartos no condado de Lancashire, Reino Unido. O sortudo se tornará proprietário de uma casa construída em 1797, completamente reformada, no interior britânico.

    O sorteio é a forma que o designer Dunstan Low, de 37 anos, encontrou para vender sua propriedade, que conta com amplos jardins, sala de cinema e espaço para seis carros na garagem. Com dificuldade para pagar a hipoteca, Low decidiu colocar a casa no mercado em dezembro do ano passado, mas não encontrou um comprador disposto a bancar o custo de 845.000 libras (3,2 milhões de reais).

    Depois de baixar o valor e, ainda assim, não encontrar um novo dono, Low optou por um caminho criativo. A mansão ainda está no mercado, porém, se não tiver um comprador até o dia 1º de agosto será oferecida livre de custos adicionais a um dos compradores da rifa. Basta ter ao menos 18 anos e comprar um ticket no site winacountryhouse.com (brasileiros também podem participar).

    De acordo com o jornal Daily Mail, o objetivo de Low é vender 500.000 rifas, para que compense seu investimento na casa, além de cobrir reformas de última hora e a papelada necessária para a transferência. Se a propriedade for vendida neste meio tempo, o prêmio do sorteio será o valor arrecadado com os tickets, que pode chegar a 800.000 libras (cerca de 3 milhões de reais).

    http://veja.abril.com.br/blog/headlines/por-menos-de-r-8-uma-mansao-no-reino-unido-pode-ser-sua/

    6+
    • avatar
    • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 13:58

      Boa.
      Imóvel sendo rifado, dado como prêmio de bingo da terceira idade, já pensou?

      Imóvel como prenda da pescaria da festa junina!

      Imóvel como troco, já que troco em bala ninguém aceita mais.

      Imóvel como brinde de evento institucional.

      É piada, mas será profecia. Aguardem.

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 7 de fevereiro de 2017 at 13:53

    A Viver Incorporadora apresentou, ontem, em São Paulo, 17 planos de recuperação judicial, no valor total de aproximadamente R$ 1,2 bilhão, incluindo passivos com bancos e fornecedores e dívidas trabalhistas. A recuperação abrange plano principal – para a holding e 48 projetos sem patrimônio afetado – e 16 planos individuais para as Sociedades de Propósito Específico (SPEs) com patrimônio de afetação.

    http://www.valor.com.br/empresas/4860818/viver-apresenta-17-planos-de-recuperacao-judicial

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 13:56

      Só 17 planos infalíveis para se recuperar.
      Cebolinha morreria de inveja.

      Eu tenho um plano,proponho mudar o nome para Morrer. Aí sim ficaria coerente com a situação da empresa.

      27+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Felipe 7 de fevereiro de 2017 at 14:20

    família com uma renda de 8-9 mil financiar uma casa de R$ 240000? Difícil hein.
    Em SP não vai adianta nada, a não ser que aceitem morar em alguma cidade da região metropolitana mas ainda assim fora do centro dela.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 14:26

      Nem na cidadezinha da minha mãe, que tem 30 mil habitantes, 240 mil são suficientes para comprar uma casa para uma família. Há imóveis nesse preço, mas destruídos ou irregulares.

      Ah, e a renda média lá é menos de mil reais.

      5+
      • Felipe 7 de fevereiro de 2017 at 14:41

        isso que eu quis demonstrar. Difícil ter essa renda numa cidade que não numa capital -> possibilidade de encontrar casa nesse valor somente em perifas ou lugares afastados em cidade satélite.
        é uma burrice dupla

        6+
        • avatar
    • Zé Carioca 7 de fevereiro de 2017 at 14:54

      Uma família com renda de 8 a 9k por mês é classe média média. No Rio de Janeiro com 240k não compra nada próximo ao centro, zona sul ou Barra, no máximo consegue um apartamento de 3 quartos na Penha próximo ao Alemão.

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • BolhistaBR 8 de fevereiro de 2017 at 15:03

        a questao é:
        acho q nem em Madureira tu compra algo minimamente decente nesse valor.

        1+
    • CA 7 de fevereiro de 2017 at 16:53

      Felipe,

      Para refletir: se estoque atual é monstruoso e não cabe no preço proposto, quais as alternativas?

      1) Reduções drásticas de preços para caberem no limite do MCMV e conseguirem desovar os estoques;

      2) Novos lançamentos em grande quantidade de imóveis com “padrão de qualidade” horrível, péssima localização e o menor tamanho que seja aceitável pelo MCMV e que “caiba” neste preço proposto.

      Conhecendo as construtoras, vão optar pela opção 2, o que levará, tanto do lado da oferta quanto da demanda, a um aumento nas distorções absurdas entre oferta e procura de imóveis que já observamos há anos, ou seja, só agravando o problema e suas consequências.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Felipe 8 de fevereiro de 2017 at 08:01

        Com certeza CA. E isso serve de compensação às construtoras pelos estragos causados ultimamente

        1+
  • Lucas 7 de fevereiro de 2017 at 14:25

    off
    Achei que o Morais no sTF traria mais gritaria da tropa
    entrei aí com uns contatos me parece que a negociação foi pacífica: a previdencia pra acalmar o tenentismo, a eletronuclear fora de mira e outros tantos acertos me parece que tudo dantes como no quartel dabrantes, e o mais engraçado, a extrema esquerda tbm não achou ruim. Ficamos aí só com algum ESperneio daqui e dali, nada fora do controle
    Olha, Temer é um genio político e a gente não sabia.

    6+
    • avatar
  • Cajuzinha 7 de fevereiro de 2017 at 14:40

    07/02/2017 às 15h19 Economia brasileira não deve crescer mais que 0,5% neste ano, diz CNC

    4+
  • chigo 7 de fevereiro de 2017 at 14:47

    ola Pessoal.
    Passei as ferias dias atrás em Vitoria- ES. Fiquei uns dias em Vila Velha. Me espantei com a quantidade ABSURDA de predios em construção, proximos à praia. Sem mentira, acho que era uma construção em cada quadra. E não predinho. Prédios enormes com mais de 15 andares. È local de temporada, mas mesmo assim fico me perguntando quem é que vai comprar tudo isso. Muitos em fase inicial, o que significa que: 1. as construturas estão vendendo e assim iniciando novas obras ou 2. que as construturas ainda estão muito capitalizadas de modo que ainda continuam construindo achando que uma hora vai vender. Acho que somente trazendo um navio cheio de chineses para ocupar todos os predios, pois brasileiros não vai ter o suficiente. Acho que não vai não …

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • SampaBoy 7 de fevereiro de 2017 at 15:37

      So precisa checar direito se sao varios predios em construção ou se são varios predios que pararam na construção. Alias, as coisas andam meio paradas por la…

      7+
      • avatar
      • avatar
    • Ilusionista 7 de fevereiro de 2017 at 16:06

      Tenho um amigo em Vitória- ES disse que, entre 2011 a 2014 promoveram um verdadeiro “festival de crédito fácil” para todo funcionalismo, tinha até salas e quiosques dentro das repartições públicas e quartéis,empurravam todo tipo de crédito, desde consignado a financiamentos de imóveis, por isto, da grande quantidade de prédios em construção por todo Estado.
      Quase todo mundo entrou nesta, endividaram-se até o pescoço e foram pedalando a bola de neve até este ano.
      Ocorre que, estão a mais de 3 anos sem reajustes com perda de 1/4 % da renda desde lá, consignado BB levando 40%, somado as prestações MCMV caindo para cima, etc. , muitos FP com as contas bancárias bloqueadas não podendo sacar os salários enquanto não zerar o saldo e por ai vai….
      Para ajudar, a Samarco que contribuía com grande arrecadação de impostos, depois do acidente de Mariana, juntamente com outras empresas que faliram quebraram ainda mais o Estado.
      Disse também que a população em geral está apavorada, muitos nem saíram de casa, ele reside em uma região com muitos prédios, durante a noite, gritos e barulho de tiros ecoam por vários quarteirões, lojas com os donos e seguranças dando tiros para inibir saques , outros perdendo toda mercadoria, falta gás, mercados fechados, clima de guerra.
      Parece que a violência está se espalhando, começou dentro dos presídios , hoje pelas ruas de diversas cidades. Força Nacional e Armadas indo cada vez mais de um lado para outro do Brasil…
      Muito tenso quanto ao futuro.

      Brasília promete nos próximos dias…

      http://www.metropoles.com/distrito-federal/seguranca-df/reforma-da-previdencia-assusta-e-aposentadorias-na-pmdf-sobem-1-000

      http://www.sinpolgo.org.br/?go=leiamaisnot&alias=06022017071011policiais-civis–atencao-para-as-orientacoes-sobre-a-mobilizacao-

      8+
      • avatar
      • avatar
      • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 17:09

        Dia 08/02 na esplanada. Valeu o aviso…

        2+
        • avatar
    • CA 7 de fevereiro de 2017 at 16:42

      chigo,

      Vendendo muito? Capitalizadas? Duvido, o cenário atual é exatamente o contrário deste. O que acontece é que temos:

      1) Em alguns casos, altíssimos atrasos em obras, algumas com forte atraso para iniciar, o que se dá principalmente pela falta de vendas na planta que sejam suficientes para iniciar misturado com problemas de caixa que dificultam os financiamentos junto aos bancos. Neste caso você não veria nem a obra iniciada, não deve ser isso;

      2) Algumas obras iniciadas, mas em que a construtora já está com dificuldades para manter o ritmo e aí o número de obras inacabadas em paralelo impressiona. Possível que estejam transferindo verbas de um projeto para o outro, com isto, a obra “cedente” vai atrasando. Pode ocorrer existindo ou não o SPE / Patrimônio de Afetação, uma vez que o mesmo é fácil de ser burlado, como explicado por aqui anteriormente;

      3) Em outros casos, temos construtoras que ainda conseguem obter crédito em volume e que estão “pedalando”: aumentam lançamentos para em função disto, aumentarem as vendas falsas na planta, assim a proporção dos distratos em relação às vendas realizadas não chama tanto a atenção. Em 2016, tivemos levantamento da Abrainc informando que ocorreu um aumento de lançamentos concomitante com nova queda de vendas (vendas já caem há anos). Além disto, no 3T16, 6 construtoras que reduziram lançamentos em função de super-estoques tiveram vendas liquidas NEGATIVAS. É por isto que as construtoras aumentam lançamentos, para não caírem nestas vendas negativas, para SIMULAR melhoria via vendas FALSAS na planta, etc.

      Sobre os itens 2 e 3 acima, dê uma olhada na história da Encol mais de 20 anos atrás e observe as semelhanças. Claro que os métodos e a dimensão do problema mudaram, assim como os beneficiados (não é o “dono” que promove estas ações e sim os Executivos das Construtoras), mas na essência, ainda percebemos muitas semelhanças…

      6+
      • avatar
      • avatar
  • Bruno.12 7 de fevereiro de 2017 at 15:50

    Boa tarde bolhistas, ando meio sumido, mas retorno com algumas duvidas me ajudem , por favor:
    Minha noiva e eu temos 100 mil para dar de entrada em um AP aqui em BH (eu não quero fazer isso, mas ela insiste). Procuramos AP até 170 mil – sim, podem acreditar, estamos encontrando! Até 6 meses atrás não achávamos UM SEQUER! Nesse caso, acham que compensa? daríamos quase 60% de entrada e financiar os outro 40%. A média da parcela mensal, fiz umas contas básicas, seria de R$750,00 – ou seja, o preço de um AP para alugar em uma boa região de Belo Horizonte. Por favor, me ajudem: compramos, alugamos, o que fazer? Qual argumento utilizar para convencer minha noiva de que entrar em um financiamento longo é maluquice??

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • SampaBoy 7 de fevereiro de 2017 at 16:02

      Conselho ? Estao ai duas coisas te consumindo a mente , 2 coisas que vale MUITO a pena desistir antes de bater o martelo.

      22+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • O Cramulhao de FHCigienopolis45 8 de fevereiro de 2017 at 00:33

        Triste realidade : casamento e comprar e casa…

        7+
        • avatar
        • avatar
        • to bolhado 8 de fevereiro de 2017 at 15:10

          fale por você, casado há 7 anos e muito feliz. Casamento é algo que dá para escolher bem, já casa concordo que é mais difícil ehehe

          6+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
    • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 16:05

      100 mil te dá uns 900 por mês, suficiente para pagar seu aluguel

      Não vale a pena perder esses 100 mil e ainda gastar 750 por mês para ter o mesmo resultado

      Apesar disso, se amar muito sua esposa, pode comprar sim
      Apartamento “barato” assim é menos difícil passar adiante

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Rene Fraçoá 7 de fevereiro de 2017 at 18:08

      Bruno, fico imaginando (perdão o comentário intrometido, mas já passei por isso há 7 anos atrás), quanto dos 100 você juntou e quanto ela juntou? Eu quando passei por isso entrei com 70% e sai na separação com 50%.

      21+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Exterminador de Corvos 8 de fevereiro de 2017 at 16:44

        Com o perdão da palavra, isso é uma filhadaputice sem tamanho. Longe de julgar as companhias dos colegas bolhistas, mas eu vivi uma situação complicada nesse campo. Seis anos de relacionamento, a partir do terceiro eu comecei a policiar meus gastos pra fazer o pé de meia e a dona da época vivia como se não tivesse amanhã. Consegui ter alguma ascendência nesse campo apenas já no fim do relacionamento….deu um certo orgulho ver que até que enfim ela entendia o que eu falava….mas nessa hora a grama do vizinha já estava reluzindo mais e eu abandonei o barco…..
        Hoje ela é casada e tem um financiamento de 33 anos pra pagar (já pagou dois anos)….

        4+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Felipe 7 de fevereiro de 2017 at 16:01

    recebi agora pouco. vamos todos rir juntos. Notem que ele não cita o preço do condomínio que deve ser em torno de R$ 2000

    Excelente para morar ou investir!
    1º Residencial Hotel Boutique do Brasil!!
    36m² c/ vaga De R$ 648.000 Por R$ 450.000
    São apartamentos em construção (conclusão da obra em 07/2017) de 36m² a 209m² (1, 2 e 3 dorms) com vaga de garagem, localizado na esquina da Av. Eusebio Matoso com a Av. Brig. Faria Lima, ao lado da Estação de metrô Faria Lima e 500 metros do Shopping Iguatemi. Vista eterna para o “mar verde” dos Jardins.
    Empreendimento long stay, um novo conceito em investimento imobiliário que une serviço, luxo e sofisticação de um hotel boutique (padrão internacional 5 estrelas), conforto de uma residência com rentabilidade e valorização; um ícone no mercado imobiliário.Tem gestão pratimonial com know-how e expertise da Related Rentals e Designed by United Partners (administra mais de 18mil unidades boutique residences para locação tendo as mais altas taxas de ocupação/locação) permite antever uma rentabilidade de 1% ao mês. É o primeiro projeto no Brasil (solução pioneira e incomparável em SP) de um modelo de administração com sucesso comprovado nos EUA

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Intendente 7 de fevereiro de 2017 at 16:06

      36m²…

      Valeu aí -_-

      4+
    • SampaBoy 7 de fevereiro de 2017 at 16:10

      No caso do de 36m2, a vaga de garagem deve ser um pouco maior que o ap.

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 16:23

      Pergunta para o corvo se ele topa estabelecer em contrato a rentabilidade mínima de 1% ao mês.

      Se liguem no meu detector de papo furado, vou lendo as palavras e ele apita:
      Boutique -> Pi Pi
      36m2 -> PI PI PI PI
      Vista Eterna -> Pi Pi Pi
      Ao lado da estação -> Pi Pi Pi PI
      long stay -> Pi Pi PI?
      investimento imobiliário -> PI PI PI PI
      serviço, luxo e sofisticação de um hotel boutique (padrão internacional 5 estrelas) -> PI PI PI PI PI
      conforto de uma residência com rentabilidade e valorização -> PI PI PI PI PI PI
      know-how e expertise -> PIPIPIPI
      as mais altas taxas de ocupação/locação -> PIPIPIPIPIPIPIPI
      permite antever uma rentabilidade de 1% ao mês -> PIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPIPI – EXPLODE-

      24+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Felipe 8 de fevereiro de 2017 at 07:19

        é engraçado ler “ao lado do metro Faria Lima”
        Deve ter uns 600 metros de distância, no mínimo

        2+
  • thiaggoo 7 de fevereiro de 2017 at 16:19

    Vai demorar para Brasil retomar grau de investimento, afirma S&P
    “Vai demorar vários anos e o país terá múltiplas tarefas”, avaliou Lisa, diretora de ratings soberanos da agência.

    Mas num era pra 2017?!

    http://www.valor.com.br/financas/4860402/vai-demorar-para-brasil-retomar-grau-de-investimento-afirma-sp

    7+
    • avatar
    • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 17:02

      Será que retoma?

      Acho que já é consenso mundial que esse país é uma zona, e que investir aqui tem risco alto sim. É investimento especulativo sim. O país ter ganhado grau de investimento no passado já foi uma temeridade, pensar em retomá-lo me parece meio demais.

      Na prática isso é ruim porque o governo acaba tendo que manter juros altos para tentar atrair investimentos. Um país menos zoado poderia ter um patamar de juros menor. Embora juros baixos não façam milagre, juros altos consomem grande parte do orçamento e só aumentam a dívida pública.

      9+
      • avatar
      • avatar
      • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 17:03

        Mas para nós, que recebemos juros, é ótimo
        #PMJ!!

        5+
        • avatar
        • Bsbguy 8 de fevereiro de 2017 at 17:33

          o que é PMJ? hehe

          0
          • Lucas Garcia 9 de fevereiro de 2017 at 11:17

            pague meus juros!

            0
  • homelessbubbles 7 de fevereiro de 2017 at 16:28

    Não resisti, tive que perder um tempinho pra dar uma trolada de leve. Cara anuncia terreno de 452m2 por 580k, (o que já é um absurdo) dizendo que preço de mercado é 950k.
    http://sc.olx.com.br/florianopolis-e-regiao/terrenos/l5-imperdivel-terreno-no-novo-campeche-com-452m-florianopolis-sc-301667426
    Escrevi perguntando em quanto tempo devo conseguir vender pelo preço de mercado. Aguardando resposta.

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 16:42

      É que Florianópolis é uma ilha, não tem para onde crescer, entende? Por estar cercada de água, a terra vale muito mais.
      Além disso, segundo o anúncio, a área é de grande valorização.

      Não conheço bem a cidade, mas pelo google maps pareceu perto do aeroporto. Ou seja, possui fácil acesso ao transporte público.
      Um baita negocião. Deu mole postando o link aqui, vou comprar primeiro que você.

      30+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • homelessbubbles 7 de fevereiro de 2017 at 16:44

        Putz, deixei de ganhar 370k fácil kkkk

        11+
        • avatar
        • avatar
    • Cambura-SC 8 de fevereiro de 2017 at 01:55

      É cilada bino!!!

      4+
      • avatar
  • Moreira 7 de fevereiro de 2017 at 16:59

    Compra! Quem casa quer casa!

    SQN!

    3+
  • Moreira 7 de fevereiro de 2017 at 17:18

    http://novo.gazetaonline.com.br/noticias/cidades/2017/02/sem-policiamento-comercio-acumula-r-90-milhoes-em-prejuizos-1014021928.html

    “As lojas mais visadas pelos bandidos são as que comercializam eletrodomésticos, roupas no estilo surf wear e, mais recentemente, os supermercados também passaram a estar entre os mais atingidos.”

    E aí, será que vai? Os caras furtam roupa ESTILO SURF WEAR,,,

    pqp!!!! Sem comentários! Que país é esse! è muito triste tudo que está acontecendo, mas também muito cômico.

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 17:23

      Primeiro rouba a geladeira, para garantir a cerveja de domingo!
      Depois rouba as roupas surf wear, para aproveitar na praia!
      Por último, e somente por último, rouba o mercado da semana, para alimentar as crianças!

      Prioridades!! Até os bandidos são 666 aqui! Malandragem coisa nenhuma.

      O que acho mais curioso é o aspecto psicológico disso tudo. Se você olhar os vídeos, vai ver que quem quebra a porta são os bandidos de bermuda e camiseta cobrindo o rosto. Mas depois de derrubada, entra jovem, criança, velho, pai de filha, cachorro e papagaio, todo mundo saqueando juntos. Seriam bandidos de ocasião ou de nascença?

      PS. Imóvel ninguém roubou

      27+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Knolan 7 de fevereiro de 2017 at 17:30

        Investimento seguro!

        6+
        • avatar
    • Coelho da pascoa 7 de fevereiro de 2017 at 17:49

      90 milhões em prejuízos… há lojas que eu visito e percebo que não somam nem R$10 mil de estoque e o lojista vende mês a mês pra sobreviver, numa estimativa bem otimista de perdas médias de 90 mil em 1000 lojas podemos estar falando em 1000 lojas baixando a porta a longo prazo e 10 mil empregos a menos.O Espírito Santo é um estado pequeno, 10 mil empregos a menos é um golpe duro.

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 18:31

        Pois é… pelos vídeos, apesar de terem saqueado várias casas Bahia, Ricardo Eletro, também destruíram várias lojas de comerciantes pequenos. No meio dessa crise, esse prejuízo pode ser a punhalada final no empreendimento dessas pessoas, e no emprego de quem trabalha com elas.

        Assim como falei ontem com o Aedes, repito hoje com a greve dos policiais: Esse movimento só está começando… ainda teremos muito sangue rolando… Greves de policiais, agentes penitenciários, bombeiros, médicos do SUS etc… com salário atrasando, será um caos.

        Não gosto de falar de política aqui (acho que nem pode), mas espero que o brasileiro, coberto pelo próprio sangue, nunca mais vote em esquerda. Regimes assim só levam a miséria absoluta e ao caos social. Venezuela é o que podemos ainda ser.

        28+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Ilusionista 7 de fevereiro de 2017 at 18:51

          Tenho notado que algumas cidades estão se tornando caóticas, serviços públicos cada vez mais precários, violência explodindo . Nestes momentos leva vantagem quem paga aluguel.
          Devolve o imóvel para o proprietário, chama a Granero, enfia a mobilia, cachorro, papagaio e se manda para outro canto com melhores condições de sobrevivência….
          donos dos tijolos já não tem esta opção…..

          24+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 19:04

            É, liberdade de ir e vir. Liquidez na habitação.

            #CVR
            A cidade da minha mãe, que comentei ali em cima mesmo, tá passando por isso. Mesmo sendo pequena, foi tomada pelo tráfico e tem vendedor de crack na rua que ela mora. A vizinhança sempre foi tranquila, durante mais de 20 anos, e agora aparecem esses maus elementos. Polícia bate lá na rua duas vezes por semana, sem contar as alegrias incríveis que ter vizinhos assim proporcionam. Outro dia teve briga e um saiu baleado. Só para deixar claro, não é bairro ruim, não é favela nem nada. Era um bairro normal de cidade pequena, perto do centro. Totalmente imprevisível. Concluo que Isso pode acontecer com qualquer um… Qualquer lugar pode favelizar.

            A casa é própria, e aí? Como faz numa situação dessas?
            Infelizmente nada, mãe vai continuar lá pois gosta da casa onde passou a vida inteira dela.

            30+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • perdido no rio 7 de fevereiro de 2017 at 19:09

              Tenho parentes passando por situação parecida. Cidade de interior, mas a região onde moram foi tomada pelo tráfico. Já idosos, não pensam em mudar no curto prazo por mil motivos, incluindo o medo de vender o imóvel e não conseguir comprar outro (ou ter o dinheiro confiscado). Mas também não se sentem seguros lá. O pior dos mundos.

              15+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
      • Ilusionista 7 de fevereiro de 2017 at 18:31

        para ajudar, na quinta feira, Polícia Civil entra em greve também…..

        http://veja.abril.com.br/brasil/greve-da-policia-civil-pode-amplir-caos-no-espirito-santo/

        7+
        • avatar
        • avatar
    • CarlosL 7 de fevereiro de 2017 at 21:10

      Fez lembrar quando houve uma tragédia no sul que deixou muita gente desabrigada, um reporter flagrou nos saques um “cidadão” levando carvão e caixa de cerveja e ainda chegou a alcançar ele e indagou: “Meu amigo, está todo mundo desesperado porque perdeu a casa, pertences e enquanto isso você vai fazer um churrasco ?”

      8+
      • avatar
      • avatar
  • Moreira 7 de fevereiro de 2017 at 19:13

    Qual o clima nessa cidade para vendas de imóveis?

    4+
    • avatar
    • Antigo 7 de fevereiro de 2017 at 19:20

      Acredito que seja tão ruim quanto no resto do Brasil: totalmente parado. Cidade pequena ainda tem o agravante de circular pouco dinheiro, então é mais difícil ainda achar gente capitalizada para dar a entrada no imóvel, ainda que vá financiar 80% em 35 anos…

      A cidade tinha alguns comerciantes com mais dinheiro há alguns anos atrás, mas da última vez que visitei, 3 lojas que passei, duas estavam fechadas e uma reduziu de tamanho.

      É assustador o estado das coisas no Brasil, sério.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • From_The_Tower 7 de fevereiro de 2017 at 20:19

    A mineradora que eu investi na bolsa americana…. confirmou hoje quase 28% de ROI.
    http://finance.yahoo.com/quote/GSS?ltr=1

    Realizando em 3….2…..1.

    Quando a merda explodir no mundo todo fiquem de olho nas mineradoras de ouro:

    GSS, VGZ, HMY, ALIAF, GORO (essas são as penny stocks)
    tem as grandonas tb.

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CarlosL 7 de fevereiro de 2017 at 21:15

      E quanto em um caso desses a ideia de adquirir ouro fisicamente? Melhor esse tipo de papel msm?

      2+
      • From_The_Tower 8 de fevereiro de 2017 at 07:45

        CarlosL, eu não tenho conhecimento de causa em relação a ouro físico.
        Sei que alguns bolhistas já aportaram recursos. Comprar na Ouro Minas e não violam a embalagem… para a devida revenda sem a necessidade do teste de pureza…. e quando viajam para o Canadá e Hong Kong compram lingotes e não declaram a RFB.

        1+
        • From_The_Tower 8 de fevereiro de 2017 at 12:33

          OuroMinas na mira da PF.
          Joguem no google.

          2+
          • avatar
  • thiago fm 7 de fevereiro de 2017 at 20:42

    http://g1.globo.com/economia/noticia/minha-casa-atingira-mais-familias-mas-impacto-de-medidas-e-limitado-dizem-analistas.ghtml

    Sobre o alargamento das faixas de renda do MCMV, tendo a concordar com a posição geral da matéria do G1 citada acima, de que o impacto da medida deve ser pequeno, mas também não trataria como algo desprezível ou completamente inócuo, já que dado o apelo que a casa própria exerce sobre os brasileiros de uma forma geral, muitas famílias que auferem renda entre 6,5 a 9k podem de alguma forma se sentirem tentadas em trocar o “constrangimento” maior de pagar aluguel e jogar dinheiro fora pelo constrangimento menor de morar num apartamento pequeno e mais afastado do centro, só para terem o prazer de dizer que pelo menos assim pagarão pelo que é deles.

    O que fica para reflexão no fim das contas é que o deslocamento de um programa pensado à priori para a população de renda mais baixa para uma faixa de renda típica de classe média reforça a impressão até certo ponto lamentável de que há por parte de alguns agentes uma tentativa mais forte de adequação da demanda aos preços do que dos preços à demanda e isso pode de certa maneira ser confirmado através das safras mais recentes de lançamentos, já que a maior dificuldade de financiamento no SBPE acaba induzindo à construção de empreendimentos voltados aos limites do FGTS e de preferência do MCMV, o que tende a diminuir ainda mais a qualidade da moradia nas grandes cidades. Nesse sentido ressalto alguns trechos da matéria:

    “Passa a ser um programa até para a média renda…”

    “Para ele, as incorporadoras deverão adequar seu quadro de lançamentos ao novo perfil atendido pelo programa. ”

    Segue uma gráfico da evolução recente dos tíquetes médios de venda e lançamentos obtidos através dos dados de 20 empresas da pesquisa FIPE – ABRAINC, que confirmam a tendência de redução dos tíquetes de lançamentos em 2015-2016:

    TÍQUETE MÉDIO DE VENDA X LANÇAMENTO ABRAINC

    https://s30.postimg.org/igkaqq6y9/T_quetes_M_dios_de_Venda_e_Lan_amento_ABRAINC.png

    —————————————————————————

    Ainda sobre a matéria seguem mais alguns trechos que julgo pertinentes e que de certa ajudam a entender o porquê de medidas como essa terem pouca efetividade no contexto atual:

    “Teve um boom muito forte até 2013. Os preços dos imóveis subiram muito, houve uma procura muita grande. O mercado está digerindo um pouco também esse efeito do boom de antes”

    ” O mercado imobiliário vive um ciclo de queda. Com a corrosão da renda da população e o aumento do desemprego, muitos potenciais compradores não têm confiança ou condições de comprar um imóvel”

    “A avaliação geral é que o mercado imobiliário dificilmente será um componente indutor da retomada da economia, tendendo muito mais a reagir com algum atraso em relação ao comportamento geral da economia.”

    6+
    • avatar
  • Leonardo M. 7 de fevereiro de 2017 at 22:03

    Galera se a PM começar a fazer greve por todo Brasil se preparem pra um apocalíptico zumbi no Brasil.

    Eu recomendo do ter R$10.000,00 fácil de sacar para:

    1) R$2.000,00 pra estocar comida
    2) R$4.000,00 pra comprar 2 armas e munição
    3) R$500,00 remédios
    4) R$1.000,00 pra pequenos subornos
    5)R$2.500,00 pra outros gastos necessários

    Mais alguém pensa que podemos chegar nesse ponto igual do ES em nível nacional?

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CarlosL 7 de fevereiro de 2017 at 22:11

      Não sei porque, mas acho que os recentes eventos (Rebeliao Manaus, rebeliao Natal, etc, essa greve…) estão interligados de alguma forma….

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Carlos 7 de fevereiro de 2017 at 22:40

    OFF – Empregos de TI
    Creio que possa ajudar o pessoal de TI que precisa de um trampo, ótimo lugar de trabalho.

    https://sciensa.recruitee.com/

    7+
    • avatar
    • avatar
    • Minino do TI 7 de fevereiro de 2017 at 23:35

      Aproveitando, tb tem vagas boas de TI nesse local de trabalho bao tb (porém é no Hell)
      https://globocom.recruiterbox.com

      3+
    • LZ 8 de fevereiro de 2017 at 12:51

      Carlos tu trampa ai man ?
      To precisando de um desenvolvimento de um App em IONIC 2.0 os caras fazem ai ?

      1+
      • Carlos 8 de fevereiro de 2017 at 18:24

        Não, mas conheço o pessoal, tente entrar em contato com eles.

        0
  • Anonymous 8 de fevereiro de 2017 at 05:48

    * Valor mediano de residências nos EUA

    $ 193,800 USD = 604,474 BRL

    * GDP per capita (purchasing power parity)

    Banânia = $ 15,200 USD
    EUA = $ 57,300 USD

    * Supondo que preço mediano de residência é proporcional à renda per capita, METADE das residências na Banânia deveriam custar até

    15,200 / 57,300 * 604,474 = 160 mil Reais

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Anonymous 8 de fevereiro de 2017 at 05:54

      No Distrito Federal, em São Paulo e no Rio de Janeiro, o teto passará de R$ 225 mil para 240 mil. Nas capitais do Norte e do Nordeste, o limite subirá de R$ 170 mil para R$ 180 mil.

      Significa que um MCMV custa MAIS CARO para o Bananense do que o valor de uma das casas de METADE das residências nos EUA. Estamos no caminho certo. O que está acontecendo no ES é só o começo.

      23+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 8 de fevereiro de 2017 at 06:53

        A desculpa dos corvos é que muiiiitas pessoas estão apenas ajuntadas e a renda permite investir apenas em outra faixa, outras tem filhos e despesas e o tamanho da família mudou (kkk) de modo que estão se mudando pra apartamentos diferentes fora (acima ou abaixo) da faixa normal dela… kkkk desculpa de corvo narigudo. Mais mulheres morando juntas ou sozinhas etc..

        5+
        • avatar
        • avatar
      • CA 8 de fevereiro de 2017 at 07:05

        Anonymous,

        Perfeito, é isto mesmo.

        A diferença é que neste momento, estamos sob os efeitos da bolha imobiliária, com o governo e o segmento imobiliário pedalando desesperadamente com medidas cada vez mais ridículas, como aumentar o limite do MCMV para renda familiar de até R$ 9.000,00 ou usar o FGTS para subsidiar compras de imóveis “populares” de até R$ 1,5 milhão, FAZENDO DE CONTA que o Brasil é um país MUITO MAIS rico que os EUA, o Japão, ou qualquer outro na face da Terra.

        Outra alienação sem precedentes é o fazer de conta que a simples extensão do prazo de financiamento imobiliário junto com os juros subsidiados para o crédito imobiliário são uma “solução genial” e inédita que permite a “riqueza” mencionada acima, como se EUA, Espanha e todos os outros países que tiveram bolha imobiliária não tivessem feito exatamente a mesma coisa e todos eles não tivessem sido OBRIGADOS a desfazer isto em virtude do estrago colossal gerado na economia.

        Para “justificarem” o completo non-sense que consta acima, usam aquela teoria defendida pelo Amorinha de que o percentual do crédito imobiliário em relação ao PIB ainda é abaixo do que foi visto em outros países que tiveram explosão de bolha, propositalmente “esquecendo” que o que interessa de verdade é o quanto AUMENTOU esta participação durante a bolha e que deveríamos equalizar os números considerando os pesos relativos dos juros, inflação poder de compra, dentre outros, de forma a fazer uma comparação correta e não aquela SIMPLISTA com o propósito de induzir ao erro que o Amorinha sempre faz (ver índice de cimento).

        Por fim, o mais interessante neste mundo de faz de conta é termos pessoas que “acreditam” que um claríssimo conjunto de medidas DESESPERADAS, que é o que o governo tem feito semanalmente para TENTAR salvar o segmento imobiliário, representariam um novo paradigma, onde os preços poderiam se manter graças a prazos mais estendidos e juros subsidiados. É como ver alguém se debatendo no mar, engolindo água e gritando “SOCORRO” e dizer: “Tá vendo, não disse que ele era um excelente nadador não duvido que ganhe as Olimpíadas deste ano”.

        13+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • thiago fm 8 de fevereiro de 2017 at 07:40

          O que mais me surpreende na diferença entre EUA e Brazil é que tendo a bolha explodido há quase cinco anos atrás como defendem alguns, praticamente nada ter mudado na defasagem entre a razão preço médio/poder de compra entre os dois países desde então. Como se tivéssemos que acreditar que os preços das coisas no Brazil devessem cair pela mera constatação de que são/estão caras.

          Ainda que a dinâmica de valorização tenha sido diferente nos mercados, muita gente acreditou por exemplo que os preços dos novos automóveis fossem cair pelo fato de a demanda ter recuado dez anos e vimos que isso não aconteceu.

          Como disse o corvo mito na matéria do JN o preço é o que o mercado está disposto a pagar e a primeira coisa que o brasileiro faz hoje em dia quando vai comprar imóvel é entrar no site da CEF e simular quanto consegue de financiamento dentro da parcela que ele pode sustentar. Diante disso, me espanta alguém ainda ignorar que a mudança das condições de financiamento (algumas definitivas) não interferem nos preços de mercado. Uma pequena amostra disso foi o impacto que se abateu sobre o mercado de imóveis usados logo que a CEF diminuiu o percentual máximo de financiamento para 50%, revertendo parcialmente a medida tempos depois.

          Não vai dar tempo agora, mas pretendo postar em breve uma análise sobre como as mudanças nas condições de financiamento e subsídios influenciaram na valorização dos imóveis durante o boom imobiliário

          4+
          • avatar
          • CA 8 de fevereiro de 2017 at 08:08

            Sim, a fartura do SBPE era definitiva…

            O FGTS é a nova panaceia. O governo teve que reduzir só “um milhãozinho” de unidadeS do MCMV fase 3 no início de 2016? Sinal da “pujança” desta verba e do quanto ela resolve tudo sozinha…

            Mudanças “definitivas” nas condições de financiamento??? Já analisou daqui até o final do Universo??? Tão definitivo quanto a disponibilidade do SBPE? tão definitivo quanto a expansão da fase 3 do MCMV com a redução acima? tão definitivo quanto ao eterno crescimento do saldo do FGTS e do déficit fiscal do governo? Não há nada de “definitivo” em medidas DESESPERADAS e RIDÍCULAS como utilizar crédito SUBSIDIADO para imóveis caríssimos para o padrão de renda das famílias e ficar estendendo os limites de renda de forma completamente incompatível com os programas de habitação populares, a renda e sua distribuição no país. Foram estas soluções “definitivas” de crédito que ao serem adotadas nos outros países impulsionaram a crise nos mesmos. Ah, mas o Brasil é muito mais “poderoso”, que os EUA, o Japão e qualquer outro país do Mundo, nós vamos conseguir o que nenhum deles conseguiu, não é mesmo? Quanta ALIENAÇÃO…

            Qual a explosão de bolha imobiliária no mundo que teve o mesmo timing entre 2 países diferentes??? NENHUMA? Então por que é base de comparação? Ah, só para iludir, certo…

            Então vai acontecer como os automóveis, onde a indústria automobilística aumentou em mais de 50% as exportações para sobreviver? Onde ela reduziu radicalmente a produção de veículos e fecharam centenas de concessionárias? Como evoluiu o preço do automóvel nos últimos 10 anos? Na média, comparando modelos equivalentes, o preço evoluiu abaixo da inflação e os imóveis? Como é que o segmento imobiliário, dentro da sua genial visão, pretende exportar mais de 50% do que construir, como fizeram com o setor automotivo??? Como é que eles vão repetir o que faz o setor automotivo quanto a redução de produção, se a própria Abrainc que você utiliza como referência observou crescimento de lançamentos e queda de vendas de imóveis em 2016? Isto ocorreu enquanto as montadoras de veículos reduziam radicalmente sua produção por estarem com estoques equivalentes a 45 dias, que é o limite auto-imposto do segmento, enquanto no caso do segmento imobiliário, eles possuem estoques equivalentes a ANOS, ou seja, algumas vezes o que seria o máximo aceitável segundo o próprio segmento. Ah, mas eles podem reduzir os lançamentos e resolverem os problemas. Já fizeram antes e o que aconteceu? 6 construtoras que fizeram isto no 3T16 ficaram com vendas liquidas de distratos NEGATIVAS! Aliás, como são mesmo os distratos e suas consequências para o setor automotivo mesmo? Por fim quanto a este tema: como você vê as matrizes das construtoras no Exterior socorrendo suas subsidiárias e/ou aceitando uma redução de suas operações no Brasil e mudando sua grade de comércio exterior quanto a seus produtos, como é feito pelas montadoras??? Ah, nada disto existe no caso do segmento de construção civil… Como é fácil fazer comparações sem nenhum sentido e sem comparar nada com nada, só jogando palavras ao vento, não é mesmo???

            23+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
          • Cesar_DF 8 de fevereiro de 2017 at 08:39

            Thiago fm
            O “price to income ratio de Brasília” estava em queda desde o pico de 2012
            A renda per capita brasileira atingiu seu pico de US$ 12576 em 2011 e está em queda desde então.
            Seria esperado que o valor do imóvel continuasse caindo para acompanhar a queda na renda per capita, mas sabemos que existe uma inércia nisso, até que o mercado estabeleça novos valores justos, enquanto isso a vacância vai aumentando.
            Então, em discrepância com sua afirmação que o valor do imóvel não cai em relação à renda, os números demonstram que caem sim, porém existe uma inércia entre a queda na renda per capita e o valor dos imóveis, devido a questão cultural e ao tempo que um imóvel está demorando para ser vendido, somente após diversas reduções no valor.
            2017 = 16.05
            2016 = 14.75
            2015 = 11.93
            2014 = 14.43
            2013 = 23.45
            2012 = 25.04
            https://www.numbeo.com/property-investment/gmaps_rankings.jsp?indexToShow=getHousePriceToIncomeRatio&title=2017

            No próprio FIPEZAP indica que os imóveis tiveram uma desvalorização real (valorização nominal – IGPM)
            De agosto/2010 a janeiro/2017 o IGP-M foi de 54,26% ou CDI foi de 95,50% já os apartamentos “valorizaram”
            _____Nominal_Real
            Geral 29,09% -16,3%
            __1Q 45,84% -5,4%
            __2Q 37,72% -10,7%
            __3Q 23,68% -19,8%
            __4Q 02,61% -33,5%
            http://fipezap.zapimoveis.com.br/

            24+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • Antigo 8 de fevereiro de 2017 at 08:54

              Um salve pro Minino do TI que ensinou a galera a botar imagens. Valeu!

              22+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • by pass 8 de fevereiro de 2017 at 10:18

                Boss pira! Coitado do BOSS, mal consegue ver o movimentos do Meninu da TI… kkkkk

                7+
                • avatar
                • avatar
                • avatar
              • Minino do TI 8 de fevereiro de 2017 at 10:56

                Valeu! sempre queremos ibagens!

                12+
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • Minino do TI 8 de fevereiro de 2017 at 11:00

                  e tudo que eu fizer para retribuir o conhecimento adquirido nessa plataforma será pouco. Eu sou muito grato pelas lições aprendidas e idéias discutidas aqui.

                  23+
                  • avatar
                  • avatar
                  • avatar
                  • avatar
                  • avatar
                  • avatar
                  • avatar
            • Cesar_DF 8 de fevereiro de 2017 at 08:59

              Quem comprou um 4 quartos em 2011 por 1 milhão, esperava que ele ao menos acompanhasse a inflação (54,26%), e hoje valesse R$ 1.542.600, mas, hoje valeria R$ 1.026.100, ou seja, ele perdeu R$ 516.500.
              Pior mesmo, se ele tivesse aplicado este 1 milhão numa LCI que rendesse 93% de 95,50% , ele teria ganhado R$ 888.150 nestes pouco mais de 6 anos.
              Então, o tamanho real do prejuízo seria o custo de oportunidade mais a desvalorização = R$ 1.404.650
              Se ele tivesse alugado durante este período, teria diminuído o prejuízo, considerando uma rentabilidade bruta de 0,30% AM, durante 78 meses,. (1.026.100 X 78 X 0,30) = R$ 240.107 brutos
              Deduzindo 10% de taxa de administração, 27,5% de IR e não tendo nenhuma vacância neste período, o rendimento seria de R$ 156.669
              Se formos então considerar a depreciação do bem, tipicamente de 2% AA, então teríamos que deduzir R$ 133.393, o que sobraria R$ 23.276
              Se houve alguma vacância nestes 6,5 anos, até mesmo estes 23K iriam para o ralo, por conta de condomínio e iptu.

              21+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • avatar
            • thiago fm 9 de fevereiro de 2017 at 07:13

              César,
              Eu não sou contra a comparação entre preço e PIB per capita, apesar de achar que não é a ideal. O que eu acho temerário é comparar defasagem de poder de compra entre países e ainda por cima projetá-la, como se isso garantisse a queda. No mínimo deve-se ter os dados de antes da bolha nos dois países para manter a validade da comparação.

              Se quiserem fazer isso que façam pelo menos entre países de porte e renda per capita historicamente semelhante. Aliás, aquele site que lhe indiquei, faz esse filtro aponta que o Brasil não fica distante dos principais países da América Latina no quesito preço do metro quadrado x PIB per capita.

              Sobre Brasília já disse que é uma das únicas capitais que poderia admitir com algumas ressalvas, um processo semelhante a uma típica bolha especulativa, visto que claramente é a cidade como ajuste mais claro dos preços até o momento. Ainda assim apesar do nome sugestivo, Brasília não é Brasil e aqui discutimos bolha enquanto um processo macroeconômico e não local.

              0
              • Cesar_DF 9 de fevereiro de 2017 at 11:09

                Thiago fm

                Veja os gráficos de renda per capita e valor dos imóveis, num horizonte de 140 anos, como eles se mantem juntos
                Existem produtos, como os de alimentação, vestuário e veículos, que caíram muito de valor ao longo do século 20, por causa da economia de escala e melhoria dos processos produtivos. Ocorreram também melhoria nos processos de construção de imóveis, mas acabou se equilibrando com a diminuição de um recurso escasso (terreno) e aumento da área construída das residências. Mas o percentual que as famílias destinam à moradias não mudou ao longo do tempo, por isso o gasto com moradia tende a acompanhar a renda per capita.
                _______________

                _______________

                2+
                • avatar
      • Alemon Fritz 8 de fevereiro de 2017 at 07:10

        custos do crédito:
        a decomposição do spread no Brasil: 53,5% são justificados pela inadimplência; 5,1% pelo custo administrativo; 23,8% por lucros e outros; 15,8% por impostos diretos; e 1,8% por compulsórios, encargos fiscais e Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

        O consignado é muito alto e poderia ser menor por ex, pois é “garantido”

        8+
        • avatar
        • avatar
        • Antigo 8 de fevereiro de 2017 at 09:11

          Sério que são só 23% de lucro?
          E a gente aqui, investidor de renda fixa, passou mais de ano tirando quase 15% sem fazer esforço algum.
          Tem algo errado nesse país.

          8+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
    • Alemon Fritz 8 de fevereiro de 2017 at 07:31

      O curioso é que o corvo fca com maior valor de tudo…
      num ap de 500mil o cara pagou 50mil.. 30mil do corvo… kkkk

      7+
      • avatar
      • avatar
  • Felipe 8 de fevereiro de 2017 at 07:17

    engraçado né… vamos trilhar o caminho
    PCC e CV entram em guerra declarada. Certos políticos do Rio (olho nesses caras nos próximos dias) são presos e lacrados pela PF. Aí começam a pipocar várias coisas, rebelião em Manaus, no norte e no RN. Mandaram Guarda Nacional, Exército e etc… Oportunamente transferiram os chamados “número 2 e 3” do PCC aqui em SP e parece que pararam as notícias sobre essas zonas lá de cima. Enquanto isso, no mundo maravilhoso dos sites e emissoras, o estado do ES era mostrado como exemplo de presídio e segurança… Inclusive vi nesse site gente chamando o ES de “estado pujante”. Em outra linha ocorre um acidente de avião com um cara que era responsável pela maior investigação envolvendo gente rica da história e, justamente no lugar dele, colocaram um cara que conseguiu “apaziguar” as coisas em SP, aliás, que ascensão meteórica hein!

    27+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Felipe 8 de fevereiro de 2017 at 07:28

      Logo após a certeza de nomeação, que aconteceu na sexta, coincidentemente explode greve no ES e manda Guarda Nacional e exército pra resolver. O que vem logo a seguir, ou melhor, qual estado que vai ter zona daqui a pouco e vai de joelho pro governo federal?
      Eu já tenho meu palpite e é o território da principal oposição a quem está no poder. Quem lê entenda, porque pensar é perigoso!

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 11:27

        vou nesse trilho
        procure também pelo amssacre no pedágio aqui em SP
        e pelas revoltas que tivemos aqui, a 8 anos atrás, com ataques a DPs
        depois disto, a coisa aqui em SP apazigou
        meu pensamento é que o crime tem medo da brava gente paulistana
        que toda a mídia vermelha tem foco numero 1 desmoralizar tudo que esse povo faz, pq aqui quando eles põem pra fazer, acontece!

        3+
        • avatar
    • Ilusionista 8 de fevereiro de 2017 at 11:05
  • Carlos 8 de fevereiro de 2017 at 07:42

    Bolha down under

    Maior banco australiano vai parar de aceitar novos empréstimos de refinanciamento.
    Sera que estão tomando medidas para diminuir a exposição no caso de um estouro de bolha?

    The Commonwealth Bank is freezing new lending to property investors looking to switch banks and refinance their mortgage, a move designed to slow strong growth in its lending to landlords.
    The country’s biggest bank on Wednesday cited “regulatory commitments” as one factor when explaining the decision, which follows a recent patch of fast growth in lending to housing investors.

    http://www.brisbanetimes.com.au/business/banking-and-finance/cba-puts-brakes-on-housing-investor-lending-20170208-gu8gpl.html

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Seguidor do Bolha BH 8 de fevereiro de 2017 at 07:47

    Não sei se alguém publicou de outra fonte esta notícia de 02/02/2017.

    Limite de imóvel para financiamento no SFH pode chegar a R$ 1,5 milhão
    http://oglobo.globo.com/economia/limite-de-imovel-para-financiamento-no-sfh-pode-chegar-r-15-milhao-20867465

    6+
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 8 de fevereiro de 2017 at 08:52

      Isso mesmo. A pessoa tem que ter 300k para a entrada e 40k de renda comprovada para financiar o bolhudão !
      Agora VAI !

      21+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Antigo 8 de fevereiro de 2017 at 08:56

        Isso aí. Implacável essa matemática. Absurdo total esse limite.

        Tem que ter o cérebro tomado por cisticercos para ganhar 40k mensais e comprar imóvel financiado.
        Fungo de controle mental do resident evil 7.

        19+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Money_Addicted 8 de fevereiro de 2017 at 09:20

      acredito q isso seja para dar a impressao de valorizacao e tambem para passar a impressao q o bolhudo de 300k eh “barato” pois o limite eh 1.5kk

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • perdido no rio 9 de fevereiro de 2017 at 11:08

        Concordo, é o famoso preço âncora.

        Uma explicação breve do site da superinteressante:

        http://super.abril.com.br/comportamento/a-ciencia-dos-precos/

        Preço âncora: é tudo relativo

        A ancoragem foi descoberta em 1974 pelos psicólogos Amos Tversky e Daniel Kahneman – que chegaria a ganhar o Nobel de economia. “Kahneman contestou a teoria do Homo economicus, ser racional que sempre pensa em como maximizar seus interesses”, diz Alcides Leite, professor de economia da Trevisan Escola de Negócios. “Pessoas não são tão racionais assim ao comprar.”

        A ancoragem é comum em lojas chiques e restaurantes caros. O Serendipity 3, de Nova York, tem no cardápio um sundae que custa R$ 1 580 bem perto de um cheese cake oferecido a R$ 35. Bela estratégia para convencer a clientela, enquanto espera uma celebridade aparecer no restaurante, a pagar pela sobremesa quase o preço de um prato principal.

        Mas não é só lugar badalado que usa e abusa da psicologia dos preços. O prato-feito da esquina também. Muitas vezes ele o induz a escolher exatamente aquilo que quer que você escolha. Pense em um filé com fritas. Pequeno, R$ 15; médio, R$ 20; grande, R$ 22. Se a fome for grande, você tenderá a escolher o maior prato porque proporcionalmente ele é mais barato. O restaurante pode cobrar menos, pois a quantidade de comida no prato não interfere tanto assim no custo (há outras partes envolvidas, como mão de obra, energia elétrica, gás, água etc.). Cobrando menos, o restaurante o leva a pedir logo o maior prato. É o chamado “menu induzidor”, que faz parte de um conceito largamente usado para conquistar o consumidor: o preço não linear.

        1+
    • BolhistaBR 8 de fevereiro de 2017 at 17:36

      “Também averiguou-se que os valores dos imóveis nessas capitais ainda estavam defasados em relação ao mercado e com a possibilidade de retomada da economia, os valores precisariam de um novo reajuste.”

      Ainda falam em aumento de preço.

      Será que vai?
      Claro! VSF!

      1+
  • From_The_Tower 8 de fevereiro de 2017 at 08:51

    ìndice de Preços ao Consumidor – Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial do país, ficou em 0,38% no primeiro mês de 2017 – o mais baixo para janeiro desde 1994, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No mesmo mês de 2016, o IPCA havia atingido 1,27%.
    Em 12 meses, o índice também desacelerou para 5,35%, abaixo dos 6,29% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores.

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 8 de fevereiro de 2017 at 09:07

      Bom que nossos juros rendem mais!
      Essa queda na inflação é resultado da penúria absoluta das famílias, que estão sem grana para gastar. Aí os preços ficam congelados e quem vende, acaba tendo que dar desconto.

      CVR Pessoal Supérfluo:
      Gosto de comprar uns jogos no Mercado Livre de vez em quando, como hobby mesmo. Sempre pechinchei muito, mas nos últimos meses tenho conseguido descontos facilmente. Não é só imóvel que tá tendo desconto. Qualquer lugar que você consiga negociar direto com o proprietário, tá fácil pegar barbada, povo tá sem grana de tudo. Tá valendo mais a pena comprar na quitanda no Zé, que aceita negociar, do que no supermercado, se tiver possibilidade.

      Apesar da inutilidade do CVR, fica a dica. PECHINCHEM, negociem em tudo que forem comprar, porque A HORA É AGORA!!

      34+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 8 de fevereiro de 2017 at 11:04

        Hoje tinha até pão pela metade do preço num supermercado grande aqui de Itajaí.
        Nunca vi oferecer pão assim. o preço era de 9 a 11 o kg e paguei 4 pilas. geladeira nele.
        super Ofertas de produtos que estão pra vencer… eles querem pegar qualquer migalha…

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • antifragile 8 de fevereiro de 2017 at 13:15

        Hoje é meu aniversário e o meu presente foi encontrar diversos descontos quando fui fazer as compras no supermercado.

        Quilo do peito de frango por 8, normalmente está acima de 11 (desconto de +25%).
        Detergente por 85 centavos, normalmente encontro por 1,30 (desconto de +30%).
        Sabonete por 95 centavos, normalmente está por mais de 1,15 (desconto de +15%).
        Nescau 800g por 9,99, normalmente está por 13+ (desconto de +20%).

        Entre vários outros produtos.

        Daí que fiz estoque pra mais de três meses.

        Foi assim que eu consegui que minha inflação pessoal, para 2016, ficasse praticamente zerada.

        Enquanto isso, os investimentos renderam 30%.

        P M J !

        10+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • MARK 8 de fevereiro de 2017 at 19:26

          antifragile, também estão aparecendo várias promoções em mercados aqui da Baixada Santista, esta semana que passou comprei até filé mignon que fazia muito tempo que evitava, devido ao abuso nos preços. Se os mercados não estão conseguindo vender é por que estão todos na lona, pois sem comida não se vive né. Mas tem muito a baixar ainda…

          2+
          • avatar
          • avatar
        • Alemon Fritz 8 de fevereiro de 2017 at 21:39

          Parabéns! muitas felicidades e Juro$$, um brinde

          0
    • SampaBoy 8 de fevereiro de 2017 at 09:32

      Porem o CDI de janeiro ficou acima de 1% ! e a ttaxa anual do CDI esta em 12,88 , enquanto o IPCA 12 meses esta 6,3 !….. .É impressao minha ou o ganho REAL dos #nossosjuros esta maior ??

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 8 de fevereiro de 2017 at 10:16

        Com certeza.
        Quanto mais o gobierno levar o IPCA pro centro da meta.. melhor para nós.
        o saldo do TD fica cada dia mais bonitão.

        12+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • From_The_Tower 8 de fevereiro de 2017 at 10:24

          Maior comprado do dia : Santander com 11.600 papéis.
          Mas eu achei pouca liquidez.
          Pode ser que no momento que começarem a realizar isso aí… caia forte.
          Mas eu não entendo muito de Swing Trade. Muito menos de Buy and Hold.
          Valeu !

          2+
          • From_The_Tower 8 de fevereiro de 2017 at 10:26

            Falando do Magazine Luiza.
            Para o cadeludo.

            2+
            • JJJ_brasilia 8 de fevereiro de 2017 at 14:47

              Padeiro,

              By and Hold é estudar empresas que dão lucro, comprar e encarteirar a ação, o básico é isto, mas é quase tudo.

              0
  • Cajuzinha 8 de fevereiro de 2017 at 10:02

    Já garanti uns.

    “postado em 08/02/2017 08:01
    Agência Estado
    São Paulo, 08 – Nesta quarta-feira, 8, o Tesouro Direto fará uma alteração na sua prateleira de títulos públicos ofertados, deixando de vender alguns e oferecendo novos no mercado, com datas de vencimento diferentes. Títulos públicos são ativos de renda fixa emitidos pelo Tesouro Nacional para financiar a dívida pública do País. Ao comprar um título público, é como se o investidor estivesse emprestando dinheiro ao governo – e recebendo juros por isso.”

    6+
    • avatar
    • avatar
  • Cadeludo 8 de fevereiro de 2017 at 10:03

    Padeiro
    MGLU3 tá 140,00
    o VPA é 32,00
    subiu mais de 900%
    que tal entrar vendido nessa naba?

    2+
    • From_The_Tower 8 de fevereiro de 2017 at 10:15

      Graficamente tá forte ainda.
      Tem que esperar umas duas pernas de correção.
      E verificar a liquidez do papel.

      3+
      • avatar
      • From_The_Tower 8 de fevereiro de 2017 at 10:22

        Depois eu vou conferir o número de negócios diário do papel.
        Mas olha que força em Janeiro… corrigiu um pouco e bateu nova máxima.

        3+
        • avatar
        • Cadeludo 8 de fevereiro de 2017 at 10:26

          penso só nos fundamentos
          bolsa tá sem pé nem cabeça vai ter que corrigir isso
          vender por agora luiza, pdg e rossi parece ser o fino do lance

          2+
          • SampaBoy 8 de fevereiro de 2017 at 10:49

            Compra normal de ação – agora , alguma indicação ??

            2+
          • From_The_Tower 8 de fevereiro de 2017 at 11:35

            Cadeludo…. quando a bolsa corrigir forte nós teremos os sinais.
            Eu por enquanto não estou vendendo nada.
            Na verdade só faço Day Trade de Dólar Futuro.
            Ações – só nos EUA.

            3+
            • Cadeludo 8 de fevereiro de 2017 at 11:58

              fiquemos na espreita
              valeu, abraço!

              1+
            • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 12:02

              falta de sinais é um sinal???
              caranguejo parado a maré leva
              se nada está acontecendo é pq vc não tá vendo, olho aí
              eu tbm tenho uns trocadinhos na variável, pensei em esperar uns meses agora já não sei.

              3+
              • avatar
  • mestre dos magos 8 de fevereiro de 2017 at 10:08

    Bolha de galpões no Bom dia Brasil de Hoje. Aqui na região norte de SC estão construindo galpões pra caramba. Tem uns enormes que logo após ficarem prontos, já é colocado a placa de aluga-se. É galpão que não acaba mais, alguns são construídos longe de centros urbanos, no meio do nada, óbvio que iria dar ruim.

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 8 de fevereiro de 2017 at 10:15

      Nós avisamos.
      Os salinhas LOVERS e Galpão LOVERS só tomando prejuízo.
      O pessoal fez a pior cagada possível….. ficaram com o medo da Dilma…. e correram para os imóveis.
      Tinha que ser o contrário…. juros altos.
      PNJ !

      20+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • SampaBoy 8 de fevereiro de 2017 at 10:58

    VGBL sempre me pareceu uma grande bobagem, pela falta de liquidez, rendimento mediano e taxas de administração e carregamento inviaveis
    O Itau-P esta oferecendo VGBL (excellence e kinea multimercado) com historico muito bom : 14 a 18% ao ano em 2016, em janeiro agora batendo 1,2. SEM taxa de carregamento conversando com o gerente.
    Me pareceu um bom negocio se for pra deixar o dinheiro 10 anos (IR de 10%) , considerando que o IR incide so na retirada , sem come cotas ….

    alguem dos outros bancos sabe me dizer se estao oferecendo VGBL mais atraente tambem ??

    2+
    • Antigo 8 de fevereiro de 2017 at 11:39

      PGBL e VGBL não são investimentos.
      Não faça contas, só acredite.
      Nenhum produto de banco grande presta.

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • SampaBoy 8 de fevereiro de 2017 at 12:29

        Concordo parcialmente …no seguimento pra quem tem mais de 500k no banco eles estao oferecendo vantagens (aplicações com taxa de adm menores e cortando taxas de carregamento), justamente porque estao perdendo clientes pras corretoras. Ainda estao muito longe de ter excelentes fundos ou aplicações, mas vem melhorando nos ultimos anos…

        5+
  • Renard 8 de fevereiro de 2017 at 11:12

    “http://oglobo.globo.com/economia/avanco-de-distratos-de-imoveis-pressiona-regulamentacao-do-governo-20890523”

    “O avanço do número de distratos nas operações de compra de imóveis novos em todo o país fez aumentar a pressão do setor da construção para que o governo regulamente direitos e obrigações (penalidades) para os casos de desistência do comprador antes da entrega das chaves. O índice de cancelamentos, que não chegava a 20% até o início de 2014, começou a crescer de forma expressiva desde então e chegou a 43,4% no ano passado, concentrado principalmente nas compras de imóveis com valores entre R$ 300 mil e R$ 800 mil. A justificativa das incorporadoras para a urgência da regulação é que, com os cancelamentos em níveis elevados e as vendas fracas, as empresas ficam sem garantias suficientes para tomar crédito, o que acarreta atrasos em obras de novos empreendimentos.”

    “…a ideia é fixar um percentual entre 20% e 25% do total pago pelo comprador, que poderá ser retido pela construtora, mais a taxa da corretagem…”

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 8 de fevereiro de 2017 at 11:14

      “cancelamentos em níveis elevados e as vendas fracas,” ADOOOOROOOO

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Alemon Fritz 8 de fevereiro de 2017 at 12:10

      ai tem uma pegadinha era pra reter 15% do pago, agora eles vão reter até mais do
      70%. por causa do corvo… vejam a pegadinha!
      500 mil= 50mil pago, multa seria de 5k a 7k
      500mil= 50k pago, 30 pro corvo, 5k de multa =35k ou 70%…. fiquem ligados.

      6+
      • avatar
      • avatar
    • Zé do Brejo 9 de fevereiro de 2017 at 09:47

      DISTRATE AGORA ANTES QUE SEJA TARDE!!!
      Muito bom, esse povo da construção civil são “JENIOS”..

      1+
  • Alemon Fritz 8 de fevereiro de 2017 at 11:19

    Exclusivo: Multa para desistência da compra de imóvel pode chegar a 25% sobre valor pago

    na maior parte dos casos, as incorporadoras estabelecem multas contratuais de 50% a 60% do valor já pago pelo comprador, diz Marcelo Tapai.

    Agora num contrato de R$ 500 mil, por exemplo, e taxa de corretagem de 6%, se o cliente pagou R$ 50 mil e desistiu da compra, ele terá de deixar nas mãos da empresa R$ 30 mil só de comissão para o vendedor; sobre os R$ 20 mil restantes, seria aplicado o percentual fixado. Desse forma, a empresa poderá ficar com R$ 35 mil, e o comprador receberá de volta R$ 15 mil.
    (kkkkk pegadinha, eles ficam com 70% do valor, corvo com mais)… antigamente a empresa retinha até 15%..uízes de primeira instância geralmente estabelecem multas menores, entre 10% e 15% do valor já pago.
    kkkkk.. essa história ae tem nariz de corvo… tem alguma coisa errada. Quem paga o corvo é a construtora e nem aparece nos custos na hora da compra… corvos se explodam..

    http://correiodopovo-al.com.br/index.php/noticia/2017/02/08/exclusivo-multa-para-desistencia-da-compra-de-imovel-pode-chegar-a-25-sobre-valor-pago

    9+
    • avatar
    • avatar
    • CarlosL 8 de fevereiro de 2017 at 13:50

      Sim Sr.

      Apenas para constar, pro corvo desses 6% chega em suas asas 1,5% ou até menos….

      2+
  • cesarkebrado 8 de fevereiro de 2017 at 11:20

    Bom dia pessoal, estou com carro anunciado para venda na webmotors e olha o que apareceu ontem:
    Muito bom dia, interessa estudar troca por apartamento.s ou sala comercial? Tenho e.mpreendimentos l.ançamentos, em c.onstrução e prontos nas Zonas: Sul, Oeste, Leste, Centro, ABC e interior. Aceito automóvel, moto, veículos náuticos e imóvel pelo valor real como parte de pagamento, e como muitas pessoas vendem seus carros com essa finalidade ofereço esse diferencial na negociação. Me retorne aqui ou no WhatsApp que sem compromisso envio todos projetos e valores. Os veículos que entram aqui nessa negociação eu os repasso, se tiver interesse também entre em contato.
    O negócio tá feio kkkkkkkk.

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 11:22

      responde assim:
      dependendo eu topo trocar sim,
      vc me volta mais quanto em dinheiro?

      39+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 11:21

    SampaBoy

    Porem o CDI de janeiro ficou acima de 1% ! e a ttaxa anual do CDI esta em 12,88 , enquanto o IPCA 12 meses esta 6,3 !….. .É impressao minha ou o ganho REAL dos #nossosjuros esta maior ??

    EXATAMENTE
    tivemos a menor inflação em janeiro de todos os tempos do plano real em 94, ou desde 1979, 36 anos
    http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,ipca-de-janeiro-e-o-mais-baixo-para-o-mes-desde-1979,70001657487
    até a poupança está ganhando da inflação

    PMJR
    paguem meus juros reais

    já as contas do fernando: qua-qua-quá
    arbitrar juros de c é r

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 8 de fevereiro de 2017 at 11:36

      Tá bom demais.
      Obrigado a todos pelas dicas , reflexões e ensinamentos.
      Eu mudei a minha vida. Obrigado mesmo !

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 11:48

        tá pra sair um manula do lance casa x apartamento
        percebi um troço doido, apartamento pra morar quase sempre vale a pena alugar,e xceto quando foir um apê muito bom e raro, aí o csuto do aluguel sobre (ou rentabilidade vendo pelo lado de lá)
        já com casa o efeito é o exato oposto, quanto mais cara, mais vantajoso é alugar, quanto mais simples mais interessante comprar pra morar.

        dá uma luz aí pra eu fechar o artigo

        4+
        • avatar
        • avatar
        • From_The_Tower 8 de fevereiro de 2017 at 12:37

          Você sabe a resposta. kkkk
          Comprar é só na base da decolagem….(nunca na euforia) e evitando financiamento de longo prazo.
          Alugar é o melhor negócio. Mas a pessoa precisa ter uma boa base financeira e convicção do que está fazendo. Pois os ruídos de amigos e família são muito fortes. Percebam que os véios brick lovers (pai, mãe , sogro e sogra) dão até dinheiro para que a turma “compre” algo.
          kkkk

          14+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 16:26

            ok
            mas e numa situação +normal?
            quero escrever um anual pra posteridade, que valha mais que pra esse momento raro

            2+
      • to bolhado 8 de fevereiro de 2017 at 14:22

        From, deixei passar do outro tópico, mas obrigado pela resposta dos investimentos nos EUA, interactive brokers etc. Quando e se você puder postar sobre as opções de investimentos uma vez com conta aberta / grana na conta, eu agradeceria!

        1+
        • From_The_Tower 8 de fevereiro de 2017 at 15:59

          Compro ações e vendo. Nada além disso.
          Do outro lado da rua.. o médico investidor discorreu sobre um assunto interessante. Atravesse a rua e procure o tópico:

          Vti- código de negociação na bolsa do etf do fundo Vanguard total market. Basicamente é um fundo que possui ação de todas as empresas americanas negociadas na bolsa (cerca de 3600 na última vez que olhei).
          Vanguard- eh uma companhia americana que iniciou o processo de fornecer etf de custo baixo acompanhando os índices de mercado para a população em geral. Fundada por Jack boogle.
          Ishares- uma companhia americana que fornece fundos de investimento. Eles possuem hoje alguns fundos com custo menor do que os dá Vanguard.
          Ivv- eh um etf americano dá ishares (acho) que segue o índice sp500 dá bolsa americana.
          Ivvb11- código de negociação de um fundo sediado no Brasil que compra cotas do ivv nos EUA. Simplificadamente ele pega dinheiro aqui no Brasil e compra cotas do ivv no exterior. Como eh negociado aqui ganhou o “b” no final do código e o numero.

          3+
          • avatar
    • to bolhado 8 de fevereiro de 2017 at 14:21

      os juros reais nessa virada 2016/2017 foram estratosféricos. A inflação anualizada do período out16-jan17 (mesmo considerando sazonalidade) foi por volta de 3%, com Selic ainda em 13%, um juros real anualizado de 10%.

      5+
      • avatar
      • avatar
    • Fernando 8 de fevereiro de 2017 at 19:27

      Só idiota acredita mesmo…
      Que eu me lembre, este ano:
      A escola da minha filha passou de R$ 1.350,00 para R$ 1.890,00.
      O banho do cachorro subiu de 30 para 40 reais.
      O IPTU e o IPVA subiram, no mínimo, 10%.
      Os restaurantes por quilo no centro de São Paulo subiram, no mínimo, 15%.
      A gasolina aditivada que era R$ 2,83 no início do ano passado, hoje é R$ 3,70 em São Paulo.
      A conta de luz mais do que dobrou em um ano (esqueceram?). A de água também. O gás, nem se fale…
      As passagens aéreas subiram.
      Os planos de saúde foram reajustados em mais de 13%.
      O mercado continua com os preços sem dar trégua.
      Os carros sofreram reajuste de mais de 20% no ano…
      A única coisa que não subiu foi a prestação do meu bolhudo: cai mês a mês. E também o saldo devedor.
      Vem cantar de galo que está ganhando fortunas aplicando dinheiro…
      Sabe quando vou acreditar em uma palavra do que você escreve? NUNCA. LOSER.

      5+
      • avatar
      • na_cloaca_do_fernando 8 de fevereiro de 2017 at 22:28

        A inflação também corroeu o valor do seu bolhudo.

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Fernando 9 de fevereiro de 2017 at 07:50

          ?????

          0
      • Zé do Brejo 9 de fevereiro de 2017 at 09:53

        Engraçado, minhas despesas diminuiram, aquilo que aumentou eu simplesmente subsituí ou cortei de vez.
        Meu patrimonio líquido não para de aumentar. Quanto mais os preços sobem, mais cortes eu faço, simples assim.

        5+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • cesarkebrado 8 de fevereiro de 2017 at 11:33

    Se tá doido Lucas kkkkk
    Vai que o cara topa kkkkkk
    Acabei de vender o último imóvel que eu tinha, graças a Deus a mulher do comprador (bem mais nova) insistiu na compra e eu consegui me desfazer daquela bomba. Nem acreditei guando eu vi a mulher do cara doida pra garantir o dela, sabe como é né ? Nada como fazer o coitado meter o dinheiro em imóveis pra garantir uma boa meação na separação mais pra frente.

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 8 de fevereiro de 2017 at 11:44

      Faz ela bem mesmo. Imóvel não vale muita coisa mas não tem liquidez. É um dinheiro que o cara não vai gastar, e fica metade para ela.
      Bem jogado!

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 11:49

        imóvel não é seguro-chifre meu amigo
        se pensa assim melhro nem casar

        4+
        • avatar
        • avatar
        • Antigo 8 de fevereiro de 2017 at 11:56

          Melhor nem casar e nem ter imóvel

          Já chifre pode acontecer com qualquer um.

          13+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • João Adamastor 8 de fevereiro de 2017 at 12:29

            Prefiro a novinha aos imovéis que têm de sobra. Rá!

            6+
            • avatar
            • avatar
            • Exterminador de Corvos 9 de fevereiro de 2017 at 11:08

              Mas imóvel é o golpe favorito…
              Que o diga um amigo que depois de quatro anos de relacionamento, o último já frio, resolveu se tornar pai. Foi o rebento nascer e dois anos depois tcharam……..divórcio…..
              E pra ele sobrou um pedido de pensão de R$5.000,00 mais a ocupação do apto que era dele (sim, era dele antes de ele se enrolar com a moça e casar – ou morrer) ……..a moça ficou 14 meses sem pagar o condomínio e ele agora está com uma ação de cobrança nas costas…..
              Detalhe: perdeu o emprego….

              2+
    • mestre dos magos 8 de fevereiro de 2017 at 12:05

      Mas tem pessoas que acreditam que a mulher busca por estabilidade……. Santa inocência batman.

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Carlos 8 de fevereiro de 2017 at 23:12

        Sim, mulheres buscam estabilidade o tempo todo, estabilidade delas bem entendido, é um característica evolutiva das mulheres, elas procuram sempre esta em segurança e evitar riscos ao máximo.
        Uma mulher procura sempre estar em situação segura e sempre tem um plano B engatilhado para o caso da situação atual mudar.
        Homens são produtores de recursos e mulheres são consumidoras, é basicamente a mesma economia do tempo das cavernas.
        Isto explica em parte a razão de existirem tão poucas mulhereres que são entrepreneurs.

        Sobre mulheres e como negociam (Lei de Briffault)

        ” Even though a woman has accrued past benefits from her relationship with a man, this is no guarantee of her continuing the relationship with him. (Translation: What have you done for me lately?)
        If a woman promises a man to continue her relationship with him in the future in exchange for a benefit received from him today, her promise becomes null and void as soon as the benefit is rendered. (“I will gladly pay you Tuesday for a hamburger today.“)
        A man’s promise of a future benefit has limited ability to secure a continuing relationship with a woman, and his promise carries weight with her only to the extent that the woman’s wait for the benefit is short and to the extent that she trusts him to keep his promise.

        https://www.psychologytoday.com/blog/machiavellians-gulling-the-rubes/201610/briffaults-law-women-rule

        4+
        • avatar
  • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 11:44

    Cesar_DF

    Quem comprou um 4 quartos em 2011 por 1 milhão, esperava que ele ao menos acompanhasse a inflação (54,26%), e hoje valesse R$ 1.542.600, mas, hoje valeria R$ 1.026.100, ou seja, ele perdeu R$ 516.500.
    Pior mesmo, se ele tivesse aplicado este 1 milhão numa LCI que rendesse 93% de 95,50% , ele teria ganhado R$ 888.150 nestes pouco mais de 6 anos.
    Então, o tamanho real do prejuízo seria o custo de oportunidade mais a desvalorização = R$ 1.404.650
    Se ele tivesse alugado durante este período, teria diminuído o prejuízo, considerando uma rentabilidade bruta de 0,30% AM, durante 78 meses,. (1.026.100 X 78 X 0,30) = R$ 240.107 brutos
    Deduzindo 10% de taxa de administração, 27,5% de IR e não tendo nenhuma vacância neste período, o rendimento seria de R$ 156.669
    Se formos então considerar a depreciação do bem, tipicamente de 2% AA, então teríamos que deduzir R$ 133.393, o que sobraria R$ 23.276
    Se houve alguma vacância nestes 6,5 anos, até mesmo estes 23K iriam para o ralo, por conta de condomínio e iptu.

    … apenas faltou considerar o rendimento em juros dos aluguéis, colocaria mais 50% do total, mas é peanuts
    a depreciação do bem vc já contou quando mediu que não valorizou, então vc contou 2x.
    renderia portanto cerca de 225 mil reais, a vacancia na média costuma impactar em 30% (conta condo e iptu) mas vamos colocar 10% pra ser otimista e arredondar as contas, renderia a valor presente 200 mil.

    o cara tinha 1kk em 2011
    se comprou: hoje ele tem 1,2kk (só 200 em cash)
    se não tivesse comprado: ele teria 1,8kk (TUDO em cash)
    Delta de 600k + liquidez (para por exemplo comprar aquele mesmo imóvel com 20% de desconto, ou para aplicar num TD matador)

    Veja que são contas conservadoríssimas, vc poderia ter considerado aportes em TD, cambial, ou uma rampa em ações.
    Vou dar eu mesmo de exemplo, sou perfil conservador antenado
    Peguei meu resultado de 2011 pra cá: deu 133%
    33% a mais que simplesmente seguir o CDI
    pessoas com o perfil do From padeiro que são mais agressivas podem facilmente conseguir CDI+100%

    6+
    • avatar
    • Cesar_DF 8 de fevereiro de 2017 at 13:22

      Lucas
      A depreciação do imóvel acaba refletindo nas “taxas extras” destinadas à reformas prediais, isto independente de quanto foi a desvalorização dele.

      2+
      • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 14:15

        estas taxas extras giram em torno de 8% do condo, e são apenas 1 dos 3 elementos do fator tempo
        – manutenção (remediável)
        – obsolecencia do projeto (muito +difícil)
        – velhice (neste caso entramos no esgotamento das estruturas)

        as taxas extras entram em 1, ás vezes em 2 por algum projeto de modernização/revitalização, mas para 3 estamos falando em ciclo do produto, as casinhas populares medievais eram de madeira e palha, já não existem faz anos, os castelos de pedra sobraram muitos, mas estes eram da classe AAA+.
        Então avaliemos se os MRVs da vida estão mais perto das molocas ou dos castelos.
        Os BNHs da década de 70/80 que eu conheço a maioria está entrando no fim de sua vida útil, eles vão se favelizando, ou salvo exceções os moradores se juntam pra revitalizar.

        Nas suas contas, o fator tempo foi contado 2x no meu entender e assumindo uma postura +conservadora, porém em certos casos não descarto que o seu modo seria o mais correto.

        Faltou o fator localização.
        Por exemplo, meu primeiro apê comprado em sociedade na periferia de SP, na frente de uma pequena favela (já extirpada) ele hoje se localiza num bairro nobre de SP. Isso pode ir pra bem ou pro mal. Já a champs elysee paulistana hoje se chama cracolandia. exuiste um ciclo do produto e outro ciclo do bairro: nasce, cresce, atinge o auge, procria e morre.

        6+
        • avatar
        • CarlosL 8 de fevereiro de 2017 at 14:35

          No mínimo perfeito!!

          Por essas e outras que ao invés de comprar algum apto (a não ser que seja o ovo preto da galinha morta) prefiro ficar pulando de galho em galho assim que as despesas inevitáveis como condomínio começam a decolar…..

          5+
          • avatar
    • Coelho da pascoa 8 de fevereiro de 2017 at 11:53

      Legal, é tópico mesmo.
      Véio, me diverti muito ao ver que agora o Zukerman leilões tá dando desconto a vista e parcelando compra em até 48x, daqui a pouco os sites de leilão devem esticar pra 72x na prestação, leilão permitir parcelamento é o fim do mundo.

      19+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 12:00

        até no Sams um clube de compra a atacado aqui de SP famoso pro só aceitar a vista, começaram esse mês com isso de parcelar alguns produtos (roupas) aluiás justo os que não vale a pena comprar. Segue a máxima, se eles parcelam vc não compre

        3+
        • avatar
      • Antigo 8 de fevereiro de 2017 at 12:02

        Legal!
        Daqui a pouco tá que nem a Caixa financiando em 35 anos… Só assim para arranjar 666

        3+
        • avatar
        • avatar
    • Cesar_DF 8 de fevereiro de 2017 at 11:59

      Excelente, esta medida deve matar este negócio de COMPRAR NA PLANTA, ou será que alguém terá a CONFIANÇA para fazer este negócio?

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 11:58

    Leonardo M.

    Galera se a PM começar a fazer greve por todo Brasil se preparem pra um apocalíptico zumbi no Brasil.

    Eu recomendo do ter R$10.000,00 fácil de sacar para:

    1) R$2.000,00 pra estocar comida
    2) R$4.000,00 pra comprar 2 armas e munição
    3) R$500,00 remédios
    4) R$1.000,00 pra pequenos subornos
    5)R$2.500,00 pra outros gastos necessários

    Mais alguém pensa que podemos chegar nesse ponto igual do ES em nível nacional?

    acompanho sites militares, essa estratégia era do ano passado, meter a faca na garganta do temer pra salvar eles das reformas da previdencia.
    os acordos já foram feitos
    o pior já passou, foi quando a PM de pernambuco entrou em greve e invadiram o congresso
    ES é apenas rebotalho, saiu um pouco do controle, principalmente por causa dos royalties do petroleo, empresas X, mas quem tá cagando praquele estadinho anexo do RJ.
    E quem vai pagar a contas destes acordos são vcs…
    a outra opção é o apocalipse zumbi que os caras são profissional em agitação politica-soçial

    aliás ando acompanhando deles uma discussão sobre geopolitica e china, não tinha me ligado pras novas rotas polares da seda.

    5+
    • Cesar_DF 8 de fevereiro de 2017 at 12:25

      Comparando o salário de um soldado da PM com a renda per capita por mês, o RS é o que está em pior situação.
      UF SALÁRIO / RENDA PC / RATIO
      MG R$ 4.205 / R$ 1.049,00 / 4,01
      MS R$ 3.576 / R$ 1.053,00 / 3,40
      SC R$ 4.143 / R$ 1.245,00 / 3,33
      PR R$ 3.768 / R$ 1.210,00 / 3,11
      ES R$ 2.859 / R$ 1.052,00 / 2,72
      RJ R$ 3.146 / R$ 1.193,00 / 2,64
      DF R$ 5.150 / R$ 2.055,00 / 2,51
      SP R$ 3.383 / R$ 1.432,00 / 2,36
      RS R$ 2.909 / R$ 1.318,00 / 2,21

      https://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_unidades_federativas_do_Brasil_por_renda_per_capita

      6+
      • avatar
      • avatar
      • Antigo 8 de fevereiro de 2017 at 12:28

        Daí vemos que o salário do ES está realmente defasado

        1+
    • Leonardo M. 8 de fevereiro de 2017 at 13:46

      Agora entendo o porque dos esquerdistas quererem tanto o fim da PM + forças armadas.
      Eles sabem que 1 dia sem eles e pronto, Eles podem derrubar qualquer governo.

      9+
      • avatar
      • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 14:00

        na verdade um alimenta o outro

        1+
  • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 12:11

    kkkkkkkkk,
    CA, povo
    leiam essa NOTICIA:

    “”Há pouco mais de dois meses, o governo já tinha revisado os limites para o SFH. Em novembro, o teto para o uso de FGTS subiria de R$ 650 mil para R$ 800 mil. Nas quatro maiores capitais, o valor passou de R$ 750 mil para R$ 950 mil”
    “””No entanto, a avaliação dentro da equipe econômica é que a medida foi insuficiente para estimular o setor “””

    QUE pérola,
    eles admitem que adiantou NADA
    medida inócua como o CA previu

    mas agora subindo o teto pra 1,5 milhão
    AGORA VAI
    kkkkkk
    http://oglobo.globo.com/economia/limite-de-imovel-para-financiamento-no-sfh-pode-chegar-r-15-milhao-20867465

    22+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 8 de fevereiro de 2017 at 12:25

      Bota 10 milho grande logo.
      Todo brasileiro tem direito a uma cobertura na melhor avenida da cidade. Tá na Constituição.

      Não tem dinheiro? Só um detalhe, assine aqui na última página e rubrique todas as outras.

      Valorização? 30% ao ano
      Vizinhança? A melhor possível
      Construtora? Renomada, há 50 anos no mercado
      Varanda? Gourmet
      Documentação? Cristalina
      Entrega das chaves? Na data prevista
      INCC? Pequeno reajuste pela inflação
      Financiamento Caixa? Consegue, tenho um esquema
      TR? Zero virgula alguma coisa

      A HORA É AGORA. COMPRE DJÁ.

      31+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Intendente 8 de fevereiro de 2017 at 13:05

        Se financiarem para mim em 100 anos, pagando 100 reais ao mês eu penso nesse caso.

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Cesar_DF 8 de fevereiro de 2017 at 12:39

    Um “sensor” que indica como será o faturamento da indústria a médio prazo é o faturamento dos fabricantes de máquinas e equipamentos.

    Faturamento da indústria de máquinas e equipamentos cai 24,3% em 2016, diz Abimaq

    http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2017/01/26/internas_economia,842647/faturamento-da-industria-de-maquinas-e-equipamentos-cai-24-3-em-2016.shtml

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Antigo 8 de fevereiro de 2017 at 12:41

      Tamos lascados

      4+
      • avatar
      • avatar
    • Intendente 8 de fevereiro de 2017 at 13:08

      Tem o indicador da produção das fábricas de papelão, que está em queda desde 2015.

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 13:58

      é o tal do pib bom x pib ruim
      não basta dar positivo, tem que ver o qualitativo

      4+
      • avatar
  • Cesar_DF 8 de fevereiro de 2017 at 12:42

    Greve da PM do RJ marcada para o dia 10
    Sugestões do apresentador
    – Saquem dinheiro
    – Saiam da cidade
    – Façam estoque de alimentos
    https://www.youtube.com/watch?v=fgrOBrhQI6o

    7+
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 14:05

      imagina +6 meses de Dilma ????
      nós teríamos um golpe militar e ainda agradeceríamos porisso.
      quando falo em TD dando 8% reais + IPCA é nível que somente genios tipo warren buffet conseguem a longo prazo
      é porque passamos muito muito perto da beira do abismo.

      5+
      • CarlosL 8 de fevereiro de 2017 at 14:13

        Eu acho que ainda estamos um pouco nessa beirada…. Há apenas um melhor articulador, mas veja com quem ele articula…..

        2+
        • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 14:19

          não sei se vc é de SP, capital ou estado???
          falo o que a maioria falaria, estamos muito bem remediados, tendo em vista as condições e as outras opções, mas satisfeitos não estamos.
          ou seja continuaremos insistindo em votar naqueles que a mídia escracha estados afora.
          pega a ultima entrevista do Doria na CBN, uma verdadeira aula de marretadas na mídia.
          digo isso não por ser tbm minha opinião pessoal, mas por ser a melhor percepção que a grande maioria por aqui tem, vide os votos

          4+
          • CarlosL 8 de fevereiro de 2017 at 14:22

            Capital….

            No entanto, tenho minhas dúvidas se teremos realmente a “normalidade” de volta este ano até as eleições…. Sim, o Dória é ponto fora da curva na atual política e já deu para perceber que ninguém dos que devem pegar seu banquinho e se retirar vai sair de lá amigavelmente.

            2+
            • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 14:27

              aí te falo a coisa aop contrário
              pega as notícias que entram em estados fora do circuito SP, SC e PR
              pro resto do país nós somos os demônios
              e não era assim, há apenas 13 anos atrás a imagem do paulsita era de um povo simpático, apesar de rico

              5+
              • CarlosL 8 de fevereiro de 2017 at 14:31

                Entendi, mas nesse caso eu me referi a uma possibilidade de convulsão social meio apartidária…..

                2+
                • avatar
        • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 14:25

          não sei se vc é de SP, capital ou estado???
          falo o que a maioria falaria, estamos muito bem remediados, tendo em vista as condições e as outras opções, mas satisfeitos não estamos.
          ou seja continuaremos insistindo em votar naqueles que a mídia escracha estados afora.
          pega a ultima entrevista do Doria na CBN, uma verdadeira aula de marretadas na mídia.
          digo isso não por ser tbm minha opinião pessoal, mas por ser a melhor percepção que a grande maioria por aqui tem, vide os votos

          From_The_Tower

          Você sabe a resposta. kkkk
          Comprar é só na base da decolagem….(nunca na euforia) e evitando financiamento de longo prazo.
          Alugar é o melhor negócio. Mas a pessoa precisa ter uma boa base financeira e convicção do que está fazendo. Pois os ruídos de amigos e família são muito fortes. Percebam que os véios brick lovers (pai, mãe , sogro e sogra) dão até dinheiro para que a turma “compre” algo.
          kkkk

          sim OK
          e num mercado mais equilibrado???
          queria escrever algo que fosse além deste momento, mas que também pudesse servir para amenizar a bolha em momentos eufóricos.
          mas tbm nada tãao longo prazo assim, segue a velha maxima, no LP estaremos todos mortos.
          me contentaria com algo que durasse até o fim da década

          1+
          • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 14:29

            from, embananou a resposta

            1+
  • Cesar_DF 8 de fevereiro de 2017 at 13:19

    Policiais desenvolvem resposta hormonal bizarra ao estresse
    Ranking de trauma
    1-Criança agredida ou sem vida
    2-Matar em serviço
    3-Ver colega ser morto em serviço
    4-Ter que usar a força contra alguém
    5-Ser atacado por alguém
    http://super.abril.com.br/saude/policiais-desenvolvem-resposta-hormonal-bizarra-ao-estresse/

    4+
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 14:03

      poisé tenho amigos que mesmo anos e anos após aposentadoria ainda não se reequlibraram
      muitos, senão todos, recorrem a drogas lícitas e/ou ilícitas
      o cara se aposenta cedo, 40 e poucos anos, mas vai outra década pra aposentar a mente.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • BReakfast 8 de fevereiro de 2017 at 13:41

    Acho que o mercado de imoveis esta finalmente implodindo no Rio de Janeiro. Não tem mais como segurar. Estou ouvindo vários relatos de pessoas gritando no telefone desesperados, principalmente com o condomínio dos vários apartamentos deles vazios. A água esta batendo na bunda da classe media alta Carioca. Daqui ha 6 meses vai fazer KABUM.

    21+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • md_bh 8 de fevereiro de 2017 at 13:50

    Alguém utiliza o site Quinto Andar para locação? Não vejo a hora desse site chegar a BH, pois não tenho fiador aqui e não aceito pagar seguro fiança.

    3+
    • avatar
    • Gute 8 de fevereiro de 2017 at 13:58

      Boa tarde, você pode tentar uma negociação diretamente com proprietário. Tem muitos anúncios no OLX.

      3+
      • avatar
      • md_bh 8 de fevereiro de 2017 at 14:11

        Oi Gute, excelente estratégia, vou pesquisar.

        2+
        • Gute 8 de fevereiro de 2017 at 14:31

          Uma pessoa próxima achou um imóvel por R$1.250 no anúncio. Visitou e se interessou.
          Propôs R$1.100 de aluguel e R$3.300 de caução. Para talvez fechar em R$1.150. O proprietário nem fez contraproposta, aceitou R$1.100 de cara.
          Isso foi ano passado. Esse ano o cenário está ao seu favor.

          É preciso tomar cuidado para tudo ficar dentro da formalidade. A simpatia e boa vontade do início podem mudar depois.

          13+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
    • CarlosL 8 de fevereiro de 2017 at 14:14

      É caro os valores por enquanto os poucos que ali estão… OLX é melhor, imovelweb tb…..

      2+
    • Libertario 8 de fevereiro de 2017 at 16:26

      Existe tambem o titulo de capitalização.
      Voce recebe o valor do titulo ao final do período, com a correção da TR.
      Essa é a melhor alternativa.

      Ou sem fiador mesmo, pois hoje em dia pela nova lei do inquilinato é mais rapido na hora de desocupar os imoveis que não possuem fiador/outro tipo de garantia.

      Em menos de 30 dias ocorre o despejo.

      3+
  • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 14:43

    Lacrada do dia

    João Doria
    1 h ·
    Pessoal, depois de estudar as melhorias necessárias no transporte público, concluímos que a privatização do Bilhete Único vai oferecer um serviço mais eficiente para a população, evitando as fraudes e gerando uma economia de mais de 400 milhões de reais por ano. Esta é uma das medidas do Plano Municipal de Desestatização, que inclui privatizações e concessões. Vamos melhorar os serviços, gerando economia para os cofres públicos e investir mais na saúde, educação, segurança, habitação e outras melhorias no transporte. Isso é gestão eficiente! #AceleraSP

    19+
    • avatar
    • Leonardo M. 8 de fevereiro de 2017 at 14:44

      Esse cara em 2022 vai virar presidente do Brasil. Pode apostar aí j

      13+
      • avatar
  • to bolhado 8 de fevereiro de 2017 at 15:13

    mini CVR:
    planejo mudar (locação para locação) esse ano, mas comecei a procurar no segundo semestre 2016. Tenho notado algo interessante esse ano: aumento intenso de valores de condomínio + IPTU, pouco refletido nos anúncios dos grandes sites. Quase nenhum site informa IPTU, mas na maioria dos aptos de perfil que procuro (mais de 100m em bairro nobre de SP) o IPTU mensal é de pelo menos 300, quando não quase 400. O conjunto condo + IPTU chega com facilidade a casa dos 1,6 / 1,7, e muitas vezes isso é subinformado nos anúncios. Pode ser só torcida minha, mas não vejo muito como o aluguel não continuar em queda se os proprietários não quiserem amargar esse preju por muito tempo.

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 15:41

      fica esperto
      tem muito condo com as contas embaixo d’água, fazendo dívida
      mesmo que vc escolha um condo com valor baixo, ele pode te surpreender em poucos meses
      desconsidere aqueles com valor abaixo da média do perfil, ou os considere mas com o valor médio

      4+
      • avatar
      • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 15:44

        melhor mesmo é fechar no esquema pacote,
        tudo incluso vc paga o valor fechado pro dono, se as taxas subirem azar dele
        mas atenção, não coloque seu nome no condo, mantenha em nome do proprietário, caso contrário se o dono der calote é o seu nome que suja.

        9+
        • avatar
        • avatar
        • to bolhado 8 de fevereiro de 2017 at 15:48

          boas considerações. Sempre prefiro, considerando pacote total parecido, aluguel menor e condo / iptu maior. Primeiro por isso que vc falou, a chance de ter gato escondido com rabo de fora é menor. A segunda é que o nível de “gratidão” do proprietário por ter o imóvel alugado / inquilino pagando em dia é sempre mais alto assim…

          8+
          • avatar
          • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 18:19

            interessante isso
            num pacote de mesmo valor sempre vale mais a pena para quem aluga aquele de condo/iptu maior em rel. ao aluguel, a pessoa compra mais produto pelo mesmo valor, desde que não seja pelo fato de ser imóvel velho, feio, mal administrado, claro!!!

            já pro proprietário vale o raciocinio inverso.

            pensando agora é bem óbvio

            Tenho visto que a relação está indo pro meio a meio

            1+
            • to bolhado 8 de fevereiro de 2017 at 18:52

              pois é. Imaginando que pro inquilino o que vale é o custo total, a cada real a mais de condo / iptu a ser gasto significa menos de disponibilidade da grana pro aluguel. Pro proprietário, então é menos receita, e dado um fator x constante menor valor do imóvel. Condomínio / iptu literalmente comem patrimônio do cara.

              1+
              • avatar
              • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 19:39

                a principio quanto maior o valor do condo melhor ele seria, mais serviços, mas não é sempre assim
                e quanto maior o iptu, a princípio, mais bem localizado, mas nem sempre é assim

                pra v ter uma idéia a casa de frente pra mim menor que a minha em 5 ou 10 m2 ele paga iptu e eu sou isento.
                boca fechada lá na rua, vai que a inveja ataca

                3+
                • avatar
  • Baby Boy 8 de fevereiro de 2017 at 15:34

    Paguem meus Juros meus escravos.

    Ass. Baby Boy
    Sultão da Banania

    5+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • vigilante 8 de fevereiro de 2017 at 15:48

    “Brasileiro exige bitcoin como pagamento por apartamento”
    https://www.youtube.com/watch?v=tMMh6FF_uXY
    Interessantes os argumentos dele.

    3+
    • avatar
  • Alemon Fritz 8 de fevereiro de 2017 at 15:52

    BTG (kkkk, pra variar) avaliou os distratos:

    Veja quanto custa o distrato em outros países
    Levantamento mostra que compradores perdem todo o valor em caso de desistência

    poucos paises cobram menos que 50% de multa… (kkkk)
    em vários paises vc pode perder mais que 50% até 100% e ficar devendo (não é assim não)

    Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/economia/veja-quanto-custa-distrato-em-outros-paises-20890695#ixzz4Y7ZhaQ48

    a culpa é da comissão.

    2+
    • avatar
    • Zé do Brejo 8 de fevereiro de 2017 at 16:35

      A pergunta que fica é: Nesses outros países, o imóvel vendido é uma maquete muquifenta ou o imóvel existe?
      Eu quero que essas construtoras queimem até a última ponta.

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • CA 8 de fevereiro de 2017 at 17:31

      Alemon Fritz,

      Para lembrar:

      Quem é a BTG que fez o “levantamento” acima?

      Ex-sócios BTG entraram na PDG em 2011. A PDG, após a saída de Enrique Bañuelos (pai da bolha imobiliária espanhola) e depois da entrada dos novos sócios ex-BTG, foi a precursora a partir de 2011 no volume absurdo de distratos (mais de R$ 1 bilhão naquele ano, deve ter sido a “crise de 2011” – rs) e líder das vendas FALSAS na planta por mais alguns anos. A BTG também é dona de uma rede de imobiliárias, além de ter fundos de investimentos que adquiriram imóveis da PDG para revender e ainda possuem Fundos de Investimentos Imobiliários, ou seja, ela tem um forte relacionamento com este segmento e principalmente com todo o esquema de vendas falsas na planta e distratos. Claro que ela também tem forte relacionamento com o governo (procure por CEF, BTG e Banco Panamericano), além de ter tido seu ex-presidente preso durante investigações da Lava-Jato, dentre outros aspectos “curiosos”…

      O que a BTG “esqueceu” de perguntar?

      A pergunta chave era: qual o percentual de distratos nos outros países???

      Por que eles se “esqueceram” de perguntar isto?

      Porque eles já sabem a resposta e ela não é nada boa, acabaria escancarando que há algo muito errado no Brasil, que vai MUITO além de uma crise na economia que segundo o segmento imobiliário, teria gerado toda esta lambança que enfrentam hoje.

      Não há nenhum país nem segmento de negócios que tenha os percentuais de cancelamento de vendas que existem no Brasil para as vendas na planta.

      Ah, nenhum país teve crise? Todos tiveram, mas nunca afetou desta forma o segmento imobiliário, nem qualquer outro segmento. Acabariam constatando que a anomalia das nossas vendas falsas na planta é MUITO grande e se constatassem isto na pesquisa, ia ficar muito mal, então preferiram nem perguntar.

      Mais do que isto: empresas como Gafisa que tem 60 anos de vida, Rossi com mais de 40 anos de vida, praticam venda na planta há DÉCADAS, já passaram por outras crises aqui no Brasil e nunca tiveram índices de distratos sequer próximos do que tiveram, a primeira a partir de 2011 e a segunda a partir de 2012. De novo: será que a “crise de 2011-2012” foi a causadora de algo que nunca tinha acontecido durante décadas para estas construtoras (rs)???

      O que mais eles deveriam ter perguntado na pesquisa?

      Em quantos países, ao fazer venda na planta, os corretores “esquecem” de fazer o cálculo para saber se o cliente vai ter o crédito imobiliário aprovado na entrega?

      Em quantos países os corretores até lembram de fazer o cálculo acima, mas esquecem de incluir o reajuste durante a construção no cálculo?

      Em quantos países os corretores fazem o cálculo, incluem o reajuste, mas no final dizem que “conhecem um jeitinho no banco” e vão fazer o financiamento ser aprovado, ou dizem que o reajuste é só “zero virgula alguma coisa” e a pessoa não precisa nem se preocupar?

      Em quantos países, a construtora faz o cliente assinar o contrato de compra e venda e fica enrolando este cliente por meses sem fazer a simulação, até o cliente cancelar ou até chegar na entrega e descobrir que não vai conseguir o financiamento?

      Em quantos países os corretores prometem para os investidores na planta que eles vão ter um ganho de 30% ao ano, que se tiver qualquer problema poderão fazer o cancelamento sem qualquer ônus, e ainda diversas outras promessas relacionadas a novas infraestruturas que vão valorizar o imóvel, etc?

      Em quantos países a comissão do corretor é paga integral e diretamente pelo comprador e não pela construtora que está fazendo a venda, com cláusula no contrato que garante que se o negócio for desfeito, o corretor não perde nada e portanto, ele tem todo interesse do mundo em fazer o máximo possível de vendas falsas na planta, porque virando ou não distrato, ele não perde nada da bolada que recebeu com a venda???

      Em quantos dos países pesquisados temos algumas construtoras que estão vendendo imóveis em que as pessoas podem comprá-los como se compra um pãozinho na padaria, onde não precisam de nenhuma comprovação de renda, apesar de estarem em local que bateu o recorde mundial de distorção entre preço do imóvel e renda das famílias? Em quantos destes países, temos faixas, publicidade na Internet e até na televisão anunciando que pode-se comprar o imóvel sem necessidade de comprovação de renda?

      Em quantos destes países pesquisados, temos um índice de analfabetismo funcional equivalente ao brasileiro, que permite se aplicar todos os golpes acima contando que o “cliente” não vai sequer entender o que está escrito no contrato, se é que vai se dar ao trabalho de ler?

      Qual dos países acima bateu o recorde mundial de aumento de preços de imóveis, distorção entre oferta e procura para imóveis e crescimento de prazo e volume do financiamento imobiliário concedido?

      Tem muito mais perguntas que eles poderiam ter feito. Nós sabemos a resposta para estas perguntas e mais do que isto, a relação entre estas respostas e as CONSEQUÊNCIAS dos golpes aplicados que hoje estão sendo sentidas pelos golpistas.

      Deixem eles chorarem à vontade quanto a restituição dos distratos. Se conseguiram 85% ou 100% do valor pago para ser restituído, ótimo, pois como este assunto não sai da mídia, a repercussão no mínimo entre os investidores na planta vai ser enorme, vai reduzir ainda mais as vendas na planta e inviabilizar de vez as vendas falsas. Sem volumes, vão se espalhar as vendas negativas, os efeitos da pirâmide financeira vão ficar escancarados e possivelmente até colaborem, junto com outros fatores de volta à realidade, com o famoso efeito manada. Sabemos também que eles merecem isto… e muito mais!

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 8 de fevereiro de 2017 at 17:58

        BTG é o braço financeiro da PDG
        a OGX e a PBR tbm entram nesse rolo aí
        a lava-jato que vai amarrar direitinho um no outro
        só sinto falta da OAS, da familia sá e do delfin neto, todos eles estão escapando, denovo, de serem presos.
        A OAS é muito mais carnal com o PT apesar de ser bem menor que a odebrecht, dali viria a prisão dos que faltam, mas o jogo político mudou muito

        1+
      • Alemon Fritz 8 de fevereiro de 2017 at 22:01

        e imaginem o impacto nessas famílias que vão perder uma boa soma… podem demorar a “voltar” ao “mercado”, fica a lição.. é claro que algumas não aprendem.

        Outra questão é se o mercado está aquecendo qual o problema de fazer distrato, é só vender novamente…
        o valor a ser confiscado por eles é de aproximadamente R$. 780.000.000
        (10% de entrada de 45.000 imóveis a 250.000 cada, e retendo 70% da entrada)

        2+
      • Alemon Fritz 8 de fevereiro de 2017 at 22:18

        perfeito,
        e imaginem o impacto nessas famílias que vão perder uma boa soma… podem demorar muito para “voltar” ao “mercado”, fica a lição.. é claro que algumas não aprendem.

        Outra questão é se o mercado está aquecendo qual o problema de fazer distrato, é só vender novamente…

        o valor a ser confiscado por eles é de aproximadamente R$. 780.000.000
        (10% de entrada de 45.000 imóveis a 250.000 cada, e retendo 70% da entrada)