Balanço das construtoras

Você pode gostar...

Comments
  • fanfarraum 11 de novembro de 2016 at 12:17

    Ctrl-c ctrl-v de títulos de notícias
    Só muda o nome e o valor.

    16+
    • avatar
    • avatar
  • fanfarraum 11 de novembro de 2016 at 12:20

    Também interessante… Inadimplência dos bancos:

    BB – De 2,06% para 3,51%
    Bradesco – De 3,8% para 5,2% (sem considerar o HSBC)
    Itau – De 3,0% para 3,9%
    Santander – De 3,2% para 3,5%

    Bônus:
    Perspectiva (Banco do Brasil): “A estimativa de crescimento para a carteira de crédito no país foi do intervalo de queda de 2 a alta de 1% para a faixa de queda de 9 a 6%.”

    Fontes:
    http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2016/11/lucro-do-banco-do-brasil-fica-em-r-225-bilhoes-no-3-trimestre.html
    http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2016/11/lucro-do-bradesco-fica-em-r-3236-bilhoes-no-3-trimestre.html
    http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2016/10/lucro-do-itau-unibanco-cai-para-r-5394-bilhoes-no-3-trimestre-de-2016.html
    http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2016/10/lucro-do-santander-brasil-chega-r-1884-bilhao-no-3-trimestre.html

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • fanfarraum 11 de novembro de 2016 at 12:29

    Ações da CYRELA caindo cerca de 8% hoje…

    Cyrela tem queda de quase 90% no lucro do 3o tri, para R$14 mi (http://br.reuters.com/article/idBRKBN1352MC)

    A Cyrela informou nesta quinta-feira que teve lucro líquido de 14 milhões de reais no terceiro trimestre, queda de quase 90 por cento em relação ao resultado obtido no mesmo período de 2015.

    De acordo com a construtora e incorporadora, o resultado foi pressionado pelo recuo nas vendas líquidas, afetadas pelo alto volume de distratos. De julho a setembro, a receita líquida da empresa recuou 27,5 por cento na comparação anual, para 825 milhões de reais.
    A dívida líquida da empresa atingiu 1,85 bilhão de reais, alta de 13,5 por cento sobre o segundo trimestre.

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • PFernando 11 de novembro de 2016 at 14:21

      Será a construtora B?

      4+
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 11 de novembro de 2016 at 12:36

    Quem não estuda história acaba cometendo os mesmos erros.

    A quebra da bolsa de valores em outubro de 2009, teria provocado em impacto entre 2% a 3% do PIB

    Como queriam proteger a economia, ao mesmo tempo que desejavam recapitalizar o FED, o que fizeram ?

    Criaram o Smoot–Hawley Tariff Act, uma lei protecionista, que taxou a tal ponto as importações que elas cairam 66%

    O problema é que o mundo fez o mesmo, e dai as exportações do EUA cairam de forma semelhante, na agricultura a queda foi de 75%.

    O resultado foi que em 1933 o desemprego estava em 25% e outros 30% tiveram redução nos salários.

    O PIB caiu de $103.1 bilhões em 1929 para $55.6 bilhões in 1933

    Em 1934 o congresso removeu o Smoot–Hawley Tariff Act,

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Grande_Depress%C3%A3o
    https://en.wikipedia.org/wiki/Smoot%E2%80%93Hawley_Tariff_Act

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 11 de novembro de 2016 at 12:36

      Correção, outubro de 1929

      9+
      • avatar
      • avatar
  • MINEIRO SPY 11 de novembro de 2016 at 12:47

    Estive em reunião de trabalho com o dono de uma das maiores construtoras de MG. Em determinado momento ele falou a palavra DISTRATO. Ponto de vista dele….a realidade de distrato no Brasil está levando à bancarrota boa parte das empresas do país. Vejam os argumentos dele

    1 – O distrato deveria ser proibido, pois a construtora tem que arcar com os custos inerentes e recorrer ao mercado para buscar mais grana para construir.
    2 – A venda náprânta só poderia ser feita para quem fosse morar, uma vez que a grande parte dos distratos é de investidor.
    3 – A cobrança de juros durante a construção deveria ser maior, afinal ele deve recorrer ao mercado (altos juros) para financiar o empreendimento.
    4 – Hoje o lucro é praticamente inexistente.

    Vejamos como o assunto foi encerrado. Eu disse

    1 – O Brasil é o único país do mundo em que a construtora cobra juros para usar o dinheiro do cidadão para viabilizar o empreendimento. Em outros países, pagam-se juros ao consumidor.
    2 – Vc acha que as vendas para investidor deveriam ser proibidas desde o início da década passada ou só agora?
    3 – Se a construtora não tem lucro, para que ela entra no negócio?

    Fim de papo. Ele se despediu rs.

    128+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • joselito 11 de novembro de 2016 at 13:52

      Como você é invejoso. Aposto que mora de aluguel, kkkkkkkkkkk

      O dono da construtora está pensando somente em formas de acabar com o déficity abitaçionau, procurando solussaum para dar casa ao povo!

      40+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • MINEIRO SPY 11 de novembro de 2016 at 13:55

        Ele disse: “vcs que são formadores de opinião precisam saber que a realidade está difícil” rs.
        Quer que governo derrame mais dinheiro para ele faturar às custas do pagador de imposto.

        37+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Thiaguinho 11 de novembro de 2016 at 14:04

          E a dinheirama toda que ele ganhou entre 2005 e 2014, vendendo pra investidores (que agora ele quer que seja proibido), famílias que se endividaram por 35 anos, e afins? Será que ele se arrependeu?

          31+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • MINEIRO SPY 11 de novembro de 2016 at 14:19

            Foi essa minha pergunta. Ele silenciou. Interessante notar que a essência da galera é parecida.
            Fui hoje ao Shopping Cidade no almoço…20 aves tentando empurrar lotes na saída da escada rolante…sem escapatória.

            29+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • Thiaguinho 11 de novembro de 2016 at 14:30

              Tipo corredor polonês né…kkkkkkk q merda cara

              13+
              • avatar
            • Lucas 11 de novembro de 2016 at 16:49

              vc merece 2 oscars
              (caso roubem um)

              22+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
    • Joe banana 11 de novembro de 2016 at 14:51

      Pode dar like 2x?

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • From_The_Tower 11 de novembro de 2016 at 14:55

      Matou a cobra e mostrou o pau !!!
      Parabéns !!!

      19+
      • avatar
      • avatar
    • Labar 11 de novembro de 2016 at 15:03

      Belo CVR!

      14+
      • avatar
      • avatar
    • bolha real 11 de novembro de 2016 at 21:13

      Bem estranho isso, uma reunião de trabalho com o dono da construtora?? Porque teve essa reunião? Se era trabalho você falou isso e perdeu o emprego ou o negócio?

      15+
    • job 12 de novembro de 2016 at 11:26

      Fantástico.

      3+
    • Azufre 16 de novembro de 2016 at 05:19

      CVR SHOW!

      1+
  • Zé do Brejo 11 de novembro de 2016 at 12:56

    Importante é que o Braaaaaasil sil sil ganhou da Argentina e se redimiu do 7×1
    Como o brasileiro médio me dá vergonha. É como digo: essa crise levará décadas.

    27+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Thiaguinho 11 de novembro de 2016 at 15:41

      O brasileiro médio é uma coisa pra ser estudada cara. O negócio é tão feio que me dá tristeza só de pensar.

      17+
      • avatar
      • avatar
  • Falido.com 11 de novembro de 2016 at 13:53
  • reznor 11 de novembro de 2016 at 14:15

    Cyrela manterá foco em vendas de estoques no próximo ano
    11/11/2016 às 14h55
    http://www.valor.com.br/empresas/4774215/cyrela-mantera-foco-em-vendas-de-estoques-no-proximo-ano

    O foco da Cyrela para 2017 continuará a ser a venda de estoques, segundo o copresidente Raphael Horn. “Não há razão para crescer muito”, disse Horn. O executivo ressaltou que a retomada do setor é lenta. “Tomara que [o setor] cresça em 2017”, afirmou.
    O estoque de unidades prontas da Cyrela somava R$ 2,142 bilhões no encerramento do terceiro trimestre, valor 1,6% superior ao do fim de junho.
    O Rio de Janeiro e a região Nordeste respondem por 11% das unidades prontas.
    Em teleconferência, o copresidente da Cyrela afirmou que a legislação brasileira é “frágil” no que se refere a distratos e “precisa ser modificada com
    urgência”. A companhia teve volumes de distratos elevados no segundo e terceiro trimestres. “O mercado continua duro para a venda de estoque pronto”, disse Horn, acrescentando que a comercialização de unidades concluídas tem sido mais
    fácil do que a de imóveis semiprontos.
    Questionado sobre a possibilidade de descontos para acelerar a venda de unidades, o copresidente disse que não. “Mas somos pragmáticos”, acrescentou.
    Horn ressaltou também que a queda mais acentuada da taxa de juros e a retomada da confiança são pontos fundamentais para a retomada do setor.

    “Mas somos pragmáticos”, CA pira nessa kkkkkk

    6+
    • Cajuzinha 12 de novembro de 2016 at 06:44

      E os distratos continuam aumentando


      As vendas brutas e a queda dos distratos devem contribuir para a geração de caixa no ano que vem. No terceiro trimestre, os distratos resultaram também no consumo de caixa de R$ 225 milhões. De janeiro a setembro, a queima de recuso”

      3+
      • Cajuzinha 12 de novembro de 2016 at 06:45

        No terceiro trimestre, os distratos resultaram também no consumo de caixa de R$ 225 milhões. De janeiro a setembro, a queima de recursos chega a R$ 267 milhões.

        6+
  • Falido.com 11 de novembro de 2016 at 14:17

    Isso é um absurdo!!! Cadê os Direitos Humanos??Logo,logo vão ter que trabalhar abrindo estradas para o Nordeste e limpar acostamentos de rodovia igual aos presos americanos… (ironia mode on)…http://jovempan.uol.com.br/programas/jornal-da-manha/presos-no-rj-poderao-comprar-suas-proprias-tornozeleiras-eletronicas.html

    4+
  • tfox 11 de novembro de 2016 at 14:38

    TD fechado pela segunda vez no dia, IPCA+35 com queda de quase 9%… Para mim blz, vou dobrar a aposta assim que minha LCI liberar, dinheiro de longo prazo e vai dar para ganhar uma graninha.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • bolha real 11 de novembro de 2016 at 21:15

      Esperando oportunidade de entrar novamente na 2035 também.

      Tomara que volte a ficar acima de 6,8%

      3+
  • Bolhudo 11 de novembro de 2016 at 14:40

    PESSOAL !!!!!! o Brasil entrando no caos total, abram o portal G1 e confiram o Çangui rolando, tudo pode acontecer agora pois a “Grande Bolha” acaba de estourar.

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • reznor 11 de novembro de 2016 at 15:07

      Achei que era zoeira… Mas parece o fim dos tempos mesmo!

      11+
      • avatar
      • avatar
    • Alemon Fritz 11 de novembro de 2016 at 15:43

      imagina o investidor ixperto que está esperando a entrega da vila olimpicka só no ano que vem e 2018…

      10+
      • avatar
      • avatar
    • Ilusionista 11 de novembro de 2016 at 16:29

      estão querendo paralisar serviços essenciais para sobrevivência de uma sociedade e de manter a ordem pública ( policiais, pessoal da saúde, professores, agentes penitenciários,etc) não pagando ou atrasando salários deles, muitos já cruzando os braços de vez, não dá nem para imaginar o caos que poderá ficar.. …

      6+
  • Cajuzinha 11 de novembro de 2016 at 14:45

    A agência de classificação de risco Fitch reafirmou a nota de crédito do Brasil em “BB” – dois degraus abaixo do grau de investimento ou selo de país bom pagador na escala. A Fitch também manteve a perspectiva negativa, o que indica que novos rebaixamentos não estão descartados e podem ser feitos.

    5+
    • avatar
  • From_The_Tower 11 de novembro de 2016 at 14:56

    Na Banânia é crise por 07 anos.
    2013-2020.
    Só esperando a janela no TD.

    15+
    • avatar
    • avatar
    • Alves 11 de novembro de 2016 at 20:14

      Tô acompanhando o TD também, mas na dúvida em qual momento comprar… Quais os seus palpites?

      3+
    • 12 de novembro de 2016 at 11:01

      Olá boa tarde, semana passa comprei meu primeiro TD, e dei tanta falta de sorte pq as taxas subiram e eu perdir 100 temers, quando vc fica esperando uma boa janela, vc fica em qual investimento, quem mais puder colaborar ? vlw galera do BIB.

      3+
      • Leonardo M. 12 de novembro de 2016 at 11:02

        Você só perde se vender antes do vencimento querido…
        Se esperar até o vencimento vai ser a taxa que você pegou + IPCA

        7+
        • avatar
  • From_The_Tower 11 de novembro de 2016 at 14:58

    Pessoal vejam isso das urubulárias em relação ao distratos:
    “Imobiliárias fazem ofensiva contra devolução de imóveis.

    Depois da explosão de imóveis devolvidos, com 41 em cada 100 compras desfeitas, as construtoras preparam uma ofensiva contra o problema.

    A Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) tem feito seminários para explicar a juízes, desembargadores e advogados o impacto que o distrato tem sobre o setor. O próximo será em Campinas, e terá a participação de 300 magistrados. A entidade também publica explicações no Linkedin de membros do judiciário.

    A ideia é mostrar a diferença entre o consumidor que realmente não pode pagar para aquele que apenas desejava ter lucro com a revenda. Com a queda dos preços, esse grupo já não consegue mais repassar o imóvel adiante, e acaba desistindo do negócio.

    O setor se considera injustiçado com a avalanche de decisões judiciais favoráveis aos desistentes. Só em 2015, as incorporadoras amargaram perdas de 5 bilhões de reais causadas por distratos.

    +http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/economia/imobiliarias-fazem-ofensiva-contra-devolucao-de-imoveis/

    30+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • fanfarraum 11 de novembro de 2016 at 15:05

      “O setor se considera injustiçado”
      Google translate: “Só eu posso ganhar dinheiro com venda na planta. O resto que se foda.”

      44+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 11 de novembro de 2016 at 16:54

        google translate 2:
        “Senhores juízes, entendam no BR vigora o capitalismo sem risco, o lucro é sempre nosso, o prejuízo é sempre o povo que paga”

        39+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Seguidor do Bolha BH 11 de novembro de 2016 at 15:22

      É só continuar dizendo que imóvel valoriza. hahahahahahahaha

      11+
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 11 de novembro de 2016 at 16:12

        Tentaram fazer as novas regras de distratos (cortina de fumaça) enquanto esperavam o impitima e a “retomada” que viria logo depois (“este é o momento de investir”), sqn…
        veio a greve, os feriados, o Trump, a olimpiada, a copa, etc…
        se lascaram…

        estratégia: os corvos vão inventar desculpas pra baixar os preços (descontos) das “Torres”, só não foi bolha!!
        em janeiro eles eliminam os usados do estoque e relincham: agora é a hora pois vai aumentar e o estoque baixou…pedala..
        Já notaram que as estimativas de créditos podres de 40 a 50 bi ao ano… esses números não batem com a realidade… pois um estoque de imóveis e os distratados ($14.350.000.000) 41kimóveis a 350k cada..

        8+
        • avatar
    • Carlos 11 de novembro de 2016 at 20:38

      Vão montar uma barricada e impedir os motubados de entrarem?
      Como vão prevenir este pessoal que tem que escolher entre comer e pagar o bolhudo de tentar devolver a bomba?

      5+
      • avatar
      • avatar
  • Seguidor do Bolha BH 11 de novembro de 2016 at 15:20

    Emprego na construção civil recua pelo 24º mês seguido
    Em setembro, redução foi de 1,14%, o que representou o corte de 30.823 trabalhadores; No acumulado do ano até setembro, foram suprimidas 225.069 vagas e, em 12 meses, 460.014

    http://www.otempo.com.br/capa/brasil/emprego-na-constru%C3%A7%C3%A3o-civil-recua-pelo-24%C2%BA-m%C3%AAs-seguido-1.1398279

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • odorico 11 de novembro de 2016 at 15:25

    Viram o novo “relatório” da empiricismus…..? Eles estão muito confiante nas reformas….Sei não… acho que vai ter muita resistência….

    5+
  • AndersonRS 11 de novembro de 2016 at 15:46

    CVR
    Ontem peguei o trem na Vila Leopoldina para a Barra funda eis que aparece uma ave fazendo o que dentro do metrô? Oferecendo apartamentos! Igual a galera que vende balas, salgadinhos etc. A galera já perdeu a noção faz tempo, mas no trem eu nunca tinha visto, já vi na porta de mercados padarias, agora dentro do trem junto com a galera vendendo balas fini e chocolate eu nunca tinha visto! kkkkkk

    32+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Joe banana 11 de novembro de 2016 at 15:53

      Não fale mal das balas Fini, são boas d+

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Rico 13 de novembro de 2016 at 11:05

        Muito doce. Meu filho adora.

        2+
  • Cajuzinha 11 de novembro de 2016 at 16:14

    Temor do governo é de que BC seja obrigado a suspender a queda dos juros por causa do dólar
    Publicado em 11/11/2016 – 15:20 Vicente NunesEconomia

    Se o movimento de valorização da moeda norte-americana se prolongar, haverá pressões sobre a inflação.

    O consenso no mercado é de que o BC reduzirá os juros em 0,25 ponto percentual no fim de novembro, para 13,75% ao ano. Mas, diante das incertezas provocadas pela eleição de Donald Trump para a presidência dos Estados Unidos e dos ruídos políticos internos, a política monetária ganhou mergulhou em um clima de incerteza.

    10+
    • avatar
    • Money_Addicted 11 de novembro de 2016 at 17:05

      bem que podia era ir pra pelo menos uns 14.5 🙂

      10+
      • avatar
    • bolha real 11 de novembro de 2016 at 21:21

      Tanto faz a taxa de juros! O que importa são o seu juros reais, se o BC não baixar é porque a inflação não cairá (a subida do dólar pode gerar inflação). Ficará na casa dos 6% de juros reais seja com selic de 14 ou de 10

      11+
  • Alemon Fritz 11 de novembro de 2016 at 16:35

    Para fugir do aluguel, homem constrói casa própria com estrutura de isopor

    eu vi que dá para fazer um bom reaproveitamento. Hoje moro em uma casa que, ao meu ver, é ecologicamente correta. Estou impressionada”, afirmou.
    Gastei R$ 2,5 mil”, 10% de uma do mesmo tamanho…
    caixa pira.
    http://g1.globo.com/to/tocantins/noticia/2016/11/para-fugir-do-aluguel-homem-constroi-casa-com-estrutura-de-isopor.html

    7+
    • avatar
  • Marc 11 de novembro de 2016 at 16:35

    “http://www.infomoney.com.br/onde-investir/fundos-de-investimento/noticia/5828160/alarme-tocou-especialista-explica-momento-para-mercado-imobiliario-alto-padrao”

    O ALARME TOCOU

    Faz tempo amigo. E por sinal, não é o fundo do poço ainda.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • fanfarraum 11 de novembro de 2016 at 16:40

      “Os proprietários que tinham que dar desconto já chegaram no limite do que têm”

      Wishful thinking

      17+
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 11 de novembro de 2016 at 16:46

        que cara legal, bonzinho, avisando 2 anos antes da valorização.. e que os preços só estão “ligeiramente” acima.. (desde 2009)

        11+
        • avatar
        • avatar
  • Lucas 11 de novembro de 2016 at 16:51

    Lopes tendo prejuízo!!!!!!!!!
    Boa bolha bosss

    lopes é imobiliaria

    eles não investem 1 palito e´só intermediação
    é só comissão, não importa se vendeu caro ou barato

    PORRA, se nem eles tão ganhando, kkkk
    o mercado tá mais congelado que a antartica, tá mais congelado que o rabo da rilari

    36+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Zizu 11 de novembro de 2016 at 16:57

    E a Rossi? Alguma notícia ? Essa da Lopes foi boa. Kkkk

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • JJJ_brasilia 11 de novembro de 2016 at 21:10

      Zizu,

      Rossi prejuízo de 169 milhões no trimestre.

      9+
      • avatar
      • avatar
      • Cajuzinha 11 de novembro de 2016 at 22:27

        Pior do que todas citadas no Tópico?!!!

        6+
        • avatar
        • avatar
  • Joe banana 11 de novembro de 2016 at 18:06

    precisa acrescentar no cabeçalho do topico as que foram positivas também e quanto elas erraram na projeçao.
    como já colocado, e uma boa dar uma olhada nas imobiliarias também

    4+
    • avatar
  • bolha real 11 de novembro de 2016 at 21:22

    Tanto faz a taxa de juros! O que importa são o seu juros reais, se o BC não baixar é porque a inflação não cairá (a subida do dólar pode gerar inflação). Ficará na casa dos 6% de juros reais seja com selic de 14 ou de 10

    3+
  • bolha real 11 de novembro de 2016 at 21:24

    Tanto faz a taxa de juros! O que importa são o seu juros reais, se o BC não baixar é porque a inflação não cairá (a subida do dólar pode gerar inflação). Ficará na casa dos 6% de juros reais seja com selic de 14% ou de 10%

    3+
    • bolha real 11 de novembro de 2016 at 21:25

      Travou duas vezes e não foi no lugar certo. Era no comentário da cajuzinha

      1+
  • CA 11 de novembro de 2016 at 22:55

    Juros real pode cair ou subir muito e ainda, rapidamente. Não há nenhuma garantia que fique no patamar atual. Esta “ideia” não faz NENHUM sentido, em especial em um país como o Brasil onde os juros reais às vezes mudam de forma relevante de um mês para outro.

    Se tivermos grande fuga de capitais do Brasil, pelos efeitos esperados da eleição de Trump, é possível que os juros subam antes da inflação vir a subir e ainda, é possível que os juros cresçam muito acima do que vai subir a inflação, ou seja, juros reais muito MAIORES e rapidamente.

    Um exemplo interessante é o que consta no artigo abaixo:

    http://www.oparana.com.br/noticia/brasil-tem-a-maior-taxa-de-juro-real-do-mundo/19061/

    “Por um breve período, em dezembro de 2014, a Rússia ocupou o primeiro lugar depois de elevar os juros de 10,5% ao ano para 17%, numa manobra para evitar fuga de capitais. Mas, logo em seguida, o BC russo baixou a taxa e o Brasil voltou a ser o país com o maior juro real.”

    O que aconteceu acima, a fuga de capitais, levou o juros REAL a subir muito e rapidamente, sendo que o temor pelo cenário previsto é exatamente que possa ocorrer uma grande fuga de capitais do Brasil daqui a pouco tempo. Pode durar pouco como consta acima no caso da Russia, ou muito mais como aconteceu no Brasil em 2002, pelo medo da eleição de Lula.

    14+
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 12 de novembro de 2016 at 14:29

      Veja quem tem os maiores juros reais:
      Brasil: 6,78%
      Rússia: 2,78%
      China: 2,61%
      Indonésia: 2,29%
      Filipinas: 1,27%

      Na outra ponta, os menores juros reais são:
      Venezuela: -58,59%
      Argentina: -8,87%
      Dinamarca: -2,02%
      Estados Unidos: -1,99%
      Hong Kong: -1,76%

      http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2016/01/20/brasil-e-disparado-o-maior-pagador-de-juros-entre-40-paises.htm

      4+
    • bolha real 13 de novembro de 2016 at 17:06

      Não se analisa juros reais em período curto, se fizéssemos isso no começo de 2016 o Brasil teria juros reais negativos, agora nos últimos meses juros reais de aprox. 12% porque a inflação está bem baixa.

      Se pegar períodos de 12 meses ou mais a tendência é sempre de ficar em torno de 6%, pouco maior em casos de stress e menor com melhoria de perspectiva. O TD atrelado a inflação é quase que um espelho disso.

      4+
      • avatar
  • FabianoSJC 11 de novembro de 2016 at 23:45
  • Alemon Fritz 12 de novembro de 2016 at 00:07

    Recuperação lenta do mercado imobiliário segundo o índice de preços Properati-Hiperdados
    s preços dos imóveis de Porto Alegre continuam em queda livre…
    Em BH, os preços também mantêm tendência de queda.
    Os imóveis da capital do Espírito Santo se desvalorizaram em 0,87% em outubro,
    os preços dos imóveis colocados à venda em Goiânia mudaram de rumo: em setembro, caíram em 2,50%
    João Pessoa teve uma piora na tendência de desvalorização.. (o que é isso)…
    observa que a teoria da bolha imobiliária alardeada algum tempo atrás já se provou falsa. ….
    Logo os preços voltarão a subir. …
    Por isso, a hora de fazer um bom negócio é agora” (kuaaaaaaáaa)…

    https://noticias.terra.com.br/dino/recuperacao-lenta-do-mercado-imobiliario-segundo-o-indice-de-precos-properati-hiperdados,f1dd117d9e34706db19e804b49164a669ocfj0lf.html
    (corvos a coisa piorou, se explodam)

    9+
    • avatar
    • avatar
  • CA 12 de novembro de 2016 at 09:07

    Prejuízos de construtoras e imobiliárias, desproporção entre oferta e procura subindo, dívidas impagáveis para algumas construtoras, crise na economia sem um horizonte confiável de recuperação, onde vemos desemprego, inativos e sub-emprego em patamares recorde e crescente, idem para endividamento e inadimplência das famílias e empresas, mais juros finais em patamar recorde graças a perda de liquidez generalizada na economia, dentre uma infinidade de outros fatores adversos.

    Frente ao cenário acima, o que ocorreu em setembro/2016?

    Os lançamentos de imóveis em São Paulo cresceram 67% !!!

    Como explicado no tópico anterior, fizeram isto para aumentarem e muito as vendas FALSAS na planta, para aquelas familias que não terão renda para adquirir o crédito imobiliário no ato da entrega do imóvel.

    Desta forma, SIMULAM uma recuperação no último mês do trimestre. Mesmo com esta SIMULAÇÃO, o prejuízo de muitas e a queda relevante no lucro das demais, não escondem o quão ANOMALA e ABSURDA é esta situação.

    Agora, qual a grande campanha que as construtoras estão fazendo em todo o país?

    Tentando convencer os juízes de que elas são vítimas dos distratos e que os compradores devem ficar sem nada se desistirem do negócio. Isto é como legalizar uma pirâmide financeira buscando reduzir os prejuízos de quem aplicou o golpe e extrair o máximo possível de quem muitas vezes foi enganado. A esperança das construtoras é de que se conseguirem mais este apoio para seu golpe, poderiam fazer a pirâmide durar para sempre, mas na verdade, mesmo que consigam este resultado junto aos juízes, na prática, só vão fazer com que o tamanho do buraco onde estão enfiadas aumente ainda mais, explico:

    De um lado, a ação acima vai ser um grande estímulo para as construtoras, de imediato, não diminuírem tanto quanto deviam os seus lançamentos e de vez em quando até aumentarem de forma absurda os lançamentos, como fizeram em São Paulo em set/16, com a finalidade de SIMULAR recuperação, por outro lado, apos isto, na medida que a informação acima sobre o prejuízo total dos distratos para compradores se espalhar, juntamente com a da quebra de algumas construtoras, ambas com muitos efeitos danosos para os compradores na planta destes empreendimentos, mostrando dramas enfrentados pelas famílias tanto as que viram o imóvel não ser entregue e terão forte prejuízo, como daquelas que perderam tudo porque não conseguiram adquirir o crédito imobiliário, ou investidor que ficou com forte prejuízo ao fazer distrato, teremos uma diminuição substancial nas vendas na planta, que são o combustível para MAQUIAR os resultados das construtoras via vendas FALSAS.

    Qual a consequência do que consta acima? A distorção ABSURDA entre oferta e procura, juntamente com as dívidas das construtoras, irão aumentar muito mais e dai a única “solução” será o famoso “efeito manada”, ou mais popularmente, o “salve-se quem puder”, com as maiores reduções de preços já vistas até hoje

    Repito: a destruição da bolha é inevitável, por princípio, toda grave anomalia na economia traz em seu bojo um mecanismo de auto-destruição, sendo que quanto maior a anomalia gerada, maiores os efeitos destrutivos. Basta lembrar que o recorde histórico de pedaladas, maquiagens e gambiarras geradas por Dilma e seus asseclas levou a uma crise na economia que bateu todos os recordes também.

    Outro exemplo típico e GRITANTE foi o do Rio de Janeiro: bolha imobiliária em patamar recorde do país, juntamente com mega corrupção do petróleo com mais efeitos no RJ, mais copa do mundo e Olimpíadas, que combinadas só existiram no RJ e ainda, com o maior aumento salarial do funcionalismo público em todo o país levaram o RJ a maior calamidade pública de todo o país também.

    Será que os exemplos acima não são o suficiente para explicar a questão do tamanho da explosão versus o tamanho da anomalia? Se não for, vejam o caso da Venezuela, como mais um exemplo…

    No caso da bolha imobiliária brasileira, já tivemos o recorde MUNDIAL na distorção entre o crescimento dos preços dos imóveis e a renda, já batemos o recorde MUNDIAL na distorção entre oferta e procura, ja temos situações INÉDITAS quanto ao volume de construtoras quebrando, dentre outras ANOMALIAS ABSURDAS para as quais tanto as construtoras quanto o governo estão fazendo o possível e impossivel para piorarem ainda mais. Não ha outro resultado possível, a não ser, a maior queda de preços de imóveis já vista, junto com uma enorme “crise imobiliária “…

    31+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 12 de novembro de 2016 at 17:35

      “Não ha outro resultado possível, a não ser, a maior queda de preços de imóveis já vista, junto com uma enorme “crise imobiliária “…”

      CA, o que vc quer dizer? “essa MAIOR queda de preço”

      4+
      • CA 12 de novembro de 2016 at 19:10

        Cajuzinha,

        A maior queda de preço já vista é a EXPECTATIVA natural frente a situação que consta acima. Significa que a tendência para que tenhamos em breve uma queda de preços que será a maior de todas esta apenas se fortalecendo, conforme as ações apelativas se intensificam. Não significa que chegara ao vale de preços de uma vez só, apenas que deveremos ter a maior queda de preços, o maior “choque”, sendo que depois os preços deverão ter quedas menores até chegarem ao vale.

        8+
        • avatar
        • avatar
        • Cajuzinha 13 de novembro de 2016 at 06:47

          Essa publicação é de 2015:


          Não há consenso para o ano que vem, mas a pequena baixa dos últimos meses poderia culminar em uma enorme queda de valor no segmento ou, como brasileiros, poderíamos simplesmente assistir a uma estagnação de anos nesses valores. O segundo cenário é mais provável, uma vez que a inflação segue subindo e acelerando, ao passo que imóveis seguem relativamente com preços inalterados.

          Qualquer que seja, alguns números do setor já começam a preocupar até mesmo aos mais otimistas dentre os investidores do segmento imobiliário, e a queda já está ocorrendo – a questão é por quanto tempo ela irá se prolongar e quanto o valor dos imóveis será realmente afetado no médio prazo.”
          https://imoveis.expert/tendencias-de-mercado-imobiliario/para-onde-vao-os-precos-de-imoveis

          5+
          • avatar
  • Alemon Fritz 12 de novembro de 2016 at 11:07

    O programa HAMP do Obama “beneficiou” quem tem situação acima de 115X LTV
    para reduzir as dívidas, (o desejável na maioria dos paises seria 65x). O programa acaba agora em 2016
    -If you owe significantly more than your home is worth (>115 Loan-To-Value), you’re automatically evaluated for principal reduction.
    No caso do brasil, cada desconto de 10% e aumento de estoque deve aumentar bastante esse LTV, … 150x

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 12 de novembro de 2016 at 19:59

    Produban, banco oficial de Alagoas, deve ser vendido à Caixa

    Ele tem …A folha de servidores ativos e inativos de Alagoas é de cerca de R$ 240 milhões mensais.
    Em 2002, depois de Alagoas assumir dívidas do Produban de R$ 467 milhões, em valores de 1998.

    o projeto de resolução aprovado pelo Senado em 2000 previa apenas a extinção do banco, o que nunca ocorreu.
    Há poucos dias, Renan Filho disse esperar receber mais de R$ 350 milhões (pelo banco)..
    O Banco havia sido colocado em leilão por 76milhoes, e ninguem apareceu….

    http://oglobo.globo.com/economia/produban-banco-oficial-de-alagoas-deve-ser-vendido-caixa-20458855#ixzz4Pq1AT48D

    7+
    • avatar
    • avatar
  • Zizu 12 de novembro de 2016 at 20:01

    Indo para o Show do Guns And Roses. Abraços a todos!!

    6+
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 13 de novembro de 2016 at 09:51

    Distratos da Tecnisa correspondem a 52% das vendas desde 2013
    2,1 bilhoes em distratos
    1,2bilhoes em estoque..
    distratos são 52% das vendas de 3 anos= + 2,7 anos para tentar se livrar disso tudo..
    http://www.ww.portalvalor.com.br/empresas/4774277/distratos-da-tecnisa-correspondem-52-das-vendas-desde-2013

    já estamos em 4 anos de mercado parado..
    “Em 2011, no auge do boom, as construtoras lançaram quase três vezes mais imóveis em todo o país do que agora.”
    “Na realidade, é um acerto de contas com o passado: 2009 a 2011 e 2012, onde houve uma irracionalidade no mercado imobiliário. (e as pedaladas pelo mesmo tempo)
    http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2015/12/vendas-imobiliarias-de-r-3-bi-foram-canceladas-no-1-semestre-de-2015.html

    7+
    • avatar
    • avatar
    • CA 13 de novembro de 2016 at 10:11

      Alemon Fritz,

      Só como referência, durante alguns anos a Tecnisa dizia em seus relatórios trimestrais que o distrato era bom, porque eles revendiam os móveis por um preço maior do que o original, aumentando ainda mais o seu lucro…

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 14 de novembro de 2016 at 07:29

      Interessante o trecho “perdas com vendas de terrenos”, significa que estão vendendo o LANDBANK por um valor inferior ao que compraram.

      1+
      • avatar
  • Alemon Fritz 13 de novembro de 2016 at 17:37

    e ainda tem tsunami, ciclone e taxa de marinha..

    Não vale a pena comprar casa de praia
    e seria necessário manter o imóvel alugado por 5 anos – considerando a mesma média de R$ 500 por dia – para recuperar o que foi gasto.
    http://g1.globo.com/economia/blog/samy-dana/post/nao-vale-pena-comprar-casa-de-praia.html
    e os corvos nos comentários, sem plantão no ninho

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 13 de novembro de 2016 at 18:07

    Black Friday é chance para consumidor e impulso para o setor

    Incorporadoras e imobiliárias fazem promoções para movimentar o mercado; em uma das ofertas, imóvel tem desconto de R$ 210 mil
    a Lello Imóveis apresenta descontos no máximo, 30%…
    “O estoque da MRV está em torno de 40 mil unidades e, diante do perfil do nosso público na Black Week, vamos oferecer um desconto equivalente ao valor do 13º do cliente,… (kkkkkkkkkkkk, que bonzinhos, 3k de desconto..) pra todo estoque..
    Na Rossi Resid os descontos variam de 15% a 50% para imóveis comerciais e residenciais. …
    Não se sabe os efeitos do Trump (compre dja)…
    “Imóvel não se compra só pelo preço” (kkkkk)

    http://economia.estadao.com.br/blogs/radar-imobiliario/black-friday-e-chance-para-consumidor-e-impulso-para-o-setor/
    black week= semana do Motumbo, e é só a metade

    5+
    • avatar
    • Zé do Brejo 14 de novembro de 2016 at 09:07

      Bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla bla A HORA É AGORA (pelo amor de Zeus, me ajudem)…
      Queimem!!!

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Oliveira 13 de novembro de 2016 at 18:45

    NMHO: Noto aumento de auncios com o valor pretendido alto. No entanto, totalidade das pessoas para quem faço e insisto na seguinte pergunta : “Ha propostas atualmente me dinheiro a vista no imovel? ” totalidade não tem nenhuma proposta de sequer 50% do valor que estão pedindo, se não tem propostas proximo de au menos 60% do valor não vale o que estão pedindo, ninguem deu proposta pois os valores iniciais pretendidos estão em patamares muito altos e ou os proprietarios não estão de fato interessados/dispostos a vender. Especulação: se algum louco topar pagar o que estou pendido seria tão bom negocio que compensaria vender.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 14 de novembro de 2016 at 07:19

      Proposta:
      Compro seu apartamento de 50m2 e 100m2, usando meu carro como 50% do pagamento, meu fusca 1995, porque ele é coisa de colecionador !

      4+
      • avatar
  • Falido.com 13 de novembro de 2016 at 22:00

    Segundo a /fobes black fraude desde 2015 ,,,http://economia.uol.com.br/noticias/infomoney/2013/11/29/forbes-ironiza-black-friday-brasileiro-e-diz-que-ele-e-o-dia-da-fraude.htm
    ;
    sogre as mentiras históricas desde país de ladrões, ixpertos e preguiçosos… com referencia para pesquisa de fontes…http://mundoestranho.abril.com.br/historia/mais-9-fatos-sobre-o-brasil-que-voce-aprendeu-errado-na-escola/

    4+
    • avatar
    • avatar
  • Mike Victor 14 de novembro de 2016 at 06:36

    Bom dia
    Bolha no Bom Dia Brasil.
    Reclamações contra construtoras aumentam. Principal motivo: atraso na entrega.

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Money_Addicted 14 de novembro de 2016 at 08:46

      eu vi isso….e o besta eh tao besta q comeca comprar geladeira d inox antes da efetiva entrega….mesmo q fosse “certeza” entregar na data tal, q nao esperar? e ja pedir para a entregar ser feita no destino final?? um carreto a menos, mao d obra etc

      [ ]s

      4+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Zé do Brejo 14 de novembro de 2016 at 09:00

        Por isso que não tenho pena e não ajudo gente burra.
        Se ajudar, estou tirando dela uma ótima oportunidade de aprendizado.
        Se mesmo depois da experiência ruim, ainda assim a criatura insistir no erro, então a seleção natural explica.

        6+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
          • Margarida 14 de novembro de 2016 at 09:47

            Na matéria: “O casal não pensou duas vezes e assinou o contrato”.

            Bom, ninguém que pense (mesmo que só uma vez, nem precisa ser duas) assina um contrato pra pagar por um apartamento, antecipadamente, um preço absurdo, por prazos longos, a juros altos.

            Existem enormes riscos e desvantagens, contra uma única vantagem que o comprador trouxa olha: a parcela cabe no bolso (naquele momento da vida dele).

            Eu sempre me pergunto se o consumidor é tão inocente assim, ou se, a partir do momento que resolveu ignorar a realidade, é tão responsável quanto a incorporadora.

            2+
            • avatar
  • CA 14 de novembro de 2016 at 07:22

    Temer fez balanço dos seus primeiros seis meses no Governo. Em resumo, do lado da economia, exalta a queda da inflação, a PEC 241, a liberação da Petrobrás de participar em projetos do Pré-Sal, o bom relacionamento com o congresso, a aprovação do orçamento, mudanças para Estatais e as “expectativas positivas” para a economia. Vejamos:

    Na prática, a inflação caiu em função do agravamento da crise, como já era esperado. Agora voltamos a ter o risco de em função do “efeito Trump”, termos um repique da inflação e até o risco de uma crise cambial. Nada mudou em relação à época em que Dilma estava no poder, continuamos sendo vistos como uma economia frágil, não confiável, onde qualquer espirro lá fora pode se transformar em uma pneumonia por aqui, com grande fuga de capital.

    A PEC 241 garante reajuste só pela inflação para as despesas, depois de fazer com que as despesas tivessem um crescimento muito elevado e com a expectativa de termos um déficit público que será o recorde histórico em 2016 (garante reajuste “só” pela inflação em cima de despesa que bate recorde, algo a comemorar?). Ainda sobre o equilíbrio fiscal, teríamos uma suposta melhoria para 2017 quanto ao déficit público que na prática será o segundo pior déficit fiscal de toda a história (só perderá para 2016), isto se conseguirem não bater o recorde, pois estão contando com crescimento do PIB de 1,6% que é UTÓPICO, estão FINGINDO que não existem problemas fiscais gravíssimos em muitos Estados e Municípios, estão fazendo de conta que o desemprego não vai continuar piorando, apesar do recorde de inativos e sub-empregos que não param de crescer, estão fazendo de conta que não temos sérios problemas de liquidez na economia, dentre uma infinidade de previsões errôneas só para fechar uma conta que transmita “otimismo”.

    A Petrobrás de qualquer forma esta quebrada e em termos práticos não conseguiria participar de nenhum grande projeto de investimento, ao contrário, seus grandes projetos nos últimos anos tem sido de desinvestimentos, sendo que o pré-sal, em função do preço do petróleo e expectativas para os próximos anos, continua muito pouco atrativo.

    Bom relacionamento com o congresso não é nenhuma conquista em termos práticos, afinal este tal “bom relacionamento” não foi o suficiente para submeter à aprovação as medidas mais importantes, relacionadas a previdência privada e reforma da CLT, que ficaram “travadas” para não prejudicarem as Olimpiadas, adiadas em seguida para não colocarem em risco as eleições e depois para não dar trabalho ao congresso quando já está para chegar o Natal e o Ano-Novo (depois vão adiar para depois do Carnaval, depois do dia de São João e dai por diante).

    Aprovar o orçamento, é uma coisa que nunca deixou de acontecer, nem quando a Dilma estava “estressada” com o Congresso, qual a “conquista” por trás disto?

    Mudanças para Estatais, foram pouco significativas, não trouxeram nada que fosse realmente impactante no sentido positivo, aliás, quais as mudanças para as “práticas heterodoxas”, como por exemplo, os R$ 15 bilhões de antecipações do FGTS para a CEF, que continuaram durante o governo Temer, ou a prática de “turbinar” ainda mais o crédito imobiliário via juros subsidiados aumentando as transferências do FGTS para CEF, quando já temos 50% de todo o crédito concedido que é direcionado / subsidiado, o que é algo absolutamente anormal e prejudicial para a economia como um todo?

    Temos ainda, no sentido contrário ao das boas práticas, o governo aprovando reajustes salariais para alguns setores e para outros não, “doando dinheiro” para reformas de imóveis (a título de empréstimo, mas que também não será cobrado, uma reedição do “Minha Casa Melhor”), o governo tentando trabalhar nos bastidores em conjunto com setores relevantes da economia para que a Lava-Jato não se expanda, usando de desculpas esfarrapadas para justificar o “efeito Trump”, mesmo sabendo que o efeito foi maior no Brasil que no resto do Mundo, o que traduz a nossa fragilidade, dentre uma série de outras ações para mascarar a realidade e/ou remar em sentido contrário ao que deveria fazer.

    Em outras palavras, o conjunto de “conquistas” deste governo nos últimos 6 meses não traz nenhuma conquista, foram apenas mais notícias vazias, mais ações contraditórias, mais erros, mais desinformação, seguindo assim o que aprenderam com Dilma. Não houve de fato nenhuma melhoria a ser comemorada, lamentavelmente. Como já ocorreu de outras vezes, a imprensa só vai chegar a uma conclusão PARCIAL sobre o que consta acima, quando for impossível maquiar a realidade, até lá continuarão entrando no jogo de FAZ DE CONTA deste governo, o que significa que nem isto mudou…

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 14 de novembro de 2016 at 08:08

      Presidento Temer é a versão de saias da Presidanta. Só está usando uma pá menor, mas continua cavando o buraco.

      10+
      • avatar
    • REGINALDO RUIZ 14 de novembro de 2016 at 12:24

      CA concordo contigo e acrescento que na verdade a politica macroeconomica dos governos de Dilma e Temer é muito semelhante pois ambos atendem aos principios neoliberais que regem a economia global. Abertura dos mercados, diminuição do estado, garantia completa aos investidores( maior taxa de juros reais do mundo). E ainda por cima a anistia para “repatriação” deveria ser chamada de legalização de divisas enviadas irregularmente ao exterior. Ninguem fala em reforma tributaria pois o Brasil tributa essencialmente o consumo e o IR na fonte dos assalariados . Não está na agenda elevar o imposto sobre o patrimonio e sobre as grandes fortunas! Isto na visao dos grandes investidores é comunismo!

      0
  • Alemon Fritz 14 de novembro de 2016 at 09:09

    eu estava lendo sobre o mercado após o Brexit e antes e após a Bolha nos eua.. sobre as casas “fora” do mercado

    Na inglaterra foram feitos muito puxadinhos, e casas maiores ou mais caras e elas estão no limbo pois o dono está “esperando” e isso afetará o mercado..
    . Mesmo caindo o retorno do aluguel ele acha que o governo vai ajudar… Nos eua a Taxa é de 10% (fora casas de praia, ou em reforma pra alugar e vender). recomendo a leitura

    onde estão as casas
    Where America’s Vacant Homes Are
    In the third quarter of 2013, 10.2% of housing units were vacant, excluding vacant homes that the Census classifies as “seasonal,” such as beach homes. Vacant homes include those for sale or for rent, as well as homes “held off market” for various reasons. This vacancy rate of 10.2% – the share of homes that are empty – was unchanged from 2012 Q3 and well above the pre-bubble level.
    http://www.forbes.com/sites/trulia/2013/11/06/vacant-homes/#6e076ee99bdf

    brexit
    Has Brexit burst the British housing bubble? a queda nos valores.
    http://www.newstatesman.com/politics/uk/2016/10/has-brexit-burst-british-housing-bubble

    3+
    • avatar
    • avatar
  • Lucas 24 de novembro de 2016 at 12:30

    Aqui minions?

    0