Nº de inadimplentes no ‘Minha Casa, Minha Vida’ é de 40% em Araraquara – G1

Você pode gostar...

Comments
  • Sem Nome 22 de setembro de 2016 at 20:15

    CA, uma dúvida sobre a quantidade de vendas e valores de venda: você comenta sobre os dados das pesquisas do CRECI, pois são confiáveis na medida em que mostram valore negociados, não anunciados.

    Estes dados são apenas de imóveis usados? Onde buscar informações de preço negociado de imóvel novo, das construtoras? Te pergunto porque as tabelas que eu vejo por lá (pesquisei apenas alguns relatórios) não falam de imóveis novos ou na planta.

    7+
    • avatar
    • CA 22 de setembro de 2016 at 21:49

      Sem Nome,

      As pesquisas do CRECI SP São exclusivamente com imóveis usados.

      Sobre novos, Geoimovel e EMBRAESP faziam pesquisas até alguns anos atrás, mas agora não interessa mais para o mercado imobiliario publicar estes dados.

      O SECOVI SP, sindicato das construtoras, tem uma pesquisa de preços, mas com várias distorções relevantes. Exemplos: quando um imóvel novo tem mais que 36 meses, ele simplesmente sai da base de dados. Ocorre que os distratos ocorrem no ato da entrega dos imóveis, normalmente após os 36 meses, sendo que os maiores descontos são dados na revenda destes imóveis distratados. Outros imóveis que tem grandes descontos, são aqueles já entregues há um bom tempo que estão encalhados, neste caso o grande motivo para reduzirem preços são os custos elevados de manutenção e via de regra eles tem mais de 36 meses do lançamento. Por fim, outra distorção relevante, é que as vendas FALSAS na planta também entram no cálculo, ou seja, se fazem uma venda de papel com preço total elevado, mas que não vai se concretizar na entrega, mesmo assim entra na média de preços.

      Infelizmente não temos pesquisas confiáveis de novos, apenas algumas informações que vem dos relatórios oficiais ou promoções das construtoras que em alguns casos tem apontado quedas relevantes nos preços.

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Zé do Brejo 23 de setembro de 2016 at 10:08

        CA,
        Por que o Michel Temer não acaba logo com essa aberração?
        Minha teoria é que as construtoras que financiaram LULA e DILMA também financiaram ele, assim sendo, ele precisa continuar pedalando.
        Faz sentido? Concorda com isso?

        8+
        • avatar
        • Zé do Brejo 23 de setembro de 2016 at 10:09

          Desculpa, estou me referindo ao MCMV.

          5+
          • avatar
          • Boruto 23 de setembro de 2016 at 10:19

            Você acha que as destrutoras financiam só um partido? Procure o Listão da Odebrecht:

            http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/lista-da-odebrecht-os-politicos-e-seus-respectivos-partidos/

            8+
            • avatar
            • avatar
            • Zé do Brejo 23 de setembro de 2016 at 10:31

              Claro que não e é exatamente esse o ponto.

              6+
              • avatar
              • Boruto 23 de setembro de 2016 at 10:46

                Construtoras financiaram partidos certo? Alguma alma desses partidos vai acabar com o MCMV (Minha Casa Minha Dívida) que hoje joga dinheiro na mão delas? Nessa crise?
                Ligue os pontos.

                9+
                • avatar
                • avatar
                • Zé do Brejo 23 de setembro de 2016 at 10:51

                  Por isso acredito que essa crise levará décadas.
                  País vai ficar sangrando por muito tempo ainda.

                  8+
                  • avatar
                  • avatar
                  • Boruto 23 de setembro de 2016 at 10:54

                    O pior ainda está por vir quando a maioria dos bananenses forem velhos (taxa de natalidade abaixo de 2), pobres e com aposentadoria abaixo do salário mínimo (aqui é que você vai ver o que é terra arrasada).

                    10+
                    • avatar
                    • avatar
                    • avatar
                    • Lucas 23 de setembro de 2016 at 12:27

                      As Construtoras fazem doações legais às Campanhas de políticos pontuais, óbvio que em troca de benefícios lá na frente
                      isto é legal, pode ser anit-ético mas está dentro das leis, e é coisa muito antiga.

                      O que temos hoje é um esquema quadrilheiro de doações ao caixa 2 de partidos políticos num rolo de interesses que quem acompanha a lava-jato está começando a entender.

                      Não, não é tudo igual.
                      E sim, eu vou votar no Doria, não sou cabo eleitoral, faço Campanha de grátis mesmo porque acredito que um empresário privatizador no poder é melhor que Martaxa, Erundina e Haddad.
                      (tem tbem o Major Olimpio que prometeu acabar com a cracolandia e o esquerdismo nas escolas)

                      5+
                      • avatar
                      • avatar
                      • avatar
                    • joselito 23 de setembro de 2016 at 13:28

                      A meu ver, a única forma (pensamento utópico) de fugir desse ciclo é no voto, quero dizer, um presidente sem voto (com isso me refiro a apoio popular) não terá força, não fará nem cosquinha, no poder econômico. Como ele iria alterar o “esquema” se não tem apoio do povo (que, em última análise, é composto pelos que não são do esquema)? Não dá!

                      5+
                      • avatar
                      • avatar
                      • avatar
          • Death 23 de setembro de 2016 at 17:00

            Ilustres, olhem só o que o colega resimob(se não me engano) postou…
            Título: A hora de comprar é agora

            http://www.resimob.com.br/a-hora-de-comprar-e-ham?agora/

            O que acham?

            3+
            • avatar
        • CA 23 de setembro de 2016 at 11:14

          Zé do Brejo,

          O Temer ainda não adotou nenhuma ação que fosse impopular, não é só o caso do MCMV, tem o bolsa-família, a reforma da CLT e da Previdência, etc, etc, etc…

          Por que? Porque temos as eleições municipais e o PMDB não quer ter um forte desgaste. Porque o impeachment acabou de ser aprovado, os movimentos sociais estão a pleno vapor contra ele, que não quer dar mais combustível para isto. Porque em alguns casos, como o do MCMV, existe sim claramente o famoso “rabo preso”. Porque ele quer o apoio de tudo e todos e com isto, está virando cada vez mais o presidento Dilmo…

          TALVEZ o máximo que ele venha a fazer é promover um reajuste na remuneração do FGTS, como ele havia prometido antes, mas mesmo neste caso, daria um jeito de continuar subsidiando de forma especial o MCMV para não ter tanto impacto na parcelinha, afetaria mais diretamente as outras linhas de financiamento baseadas no FGTS. Na prática, o que ele está fazendo e a Dilma já vinha fazendo antes, é ir FALANDO na manutenção, aumento e melhoria do programa, mas na PRÁTICA, reduzindo o programa, gerando problemas, dificuldades e atrasos nos repasses, diminuindo as novas adesões e assim por diante. A famosa estratégia POLITIQUEIRA, em que diz uma coisa e faz outra, mas mesmo no fazer, ainda sem convicção, da forma mais discreta possível, para não chamar a atenção e assim, não gerar todas as reações negativas que ele não deseja ter.

          O programa MCMV vai morrer quando não conseguirem mais dinheiro para ele de jeito nenhum e ainda assim, vão inventar um “pseudo” substituto, em escala muito menor, só para “tapear”. Independente do MCMV, a bolha está explodindo, não há volta para isto…

          11+
          • avatar
          • avatar
          • Zé do Brejo 23 de setembro de 2016 at 11:24

            Aguardo que ele faça o que precisa ser feito, Apesar de duvidar que ele vá conseguir ou tenha interesse nisso.
            Mesmo por que ele tem o cenário perfeito para fazer os ajustes impopulares. Se chegar eleições de 2018 e os ajustes não tiverem sido feitos, um presidente eleito é que de fato não o fará, por que no Brasil o discurso de austeridade fiscal não elege niguém (infelizmente).

            6+
            • avatar
            • Lucas 23 de setembro de 2016 at 12:50

              a prioridade é a culpa da crise não cair no colo de quem não a criou
              outra é cabar com a quadrilha, desidratar suas fontes de financiamento
              dentro disto esta a Caixa economica e as construtoras.
              acho que o Temer, não votei nele, está fazendo exatamente o que dá pra fazer nesse momento
              e pelo andar da carruagem teremos um misto de estouro Americano com japonês, 5 anos hard + 15 anos soft, que na soma dá um crash em escala inigualável, se vc pegar 2010 a 2015 vc vai ver quanto dinheiro desviaram do petroleo e dos bancos pra pedalar dinheiro e distribuir.
              Isso se chama ajuste de liquidez, serão décadas de inflação e juros alto, nesse panorama imóvel vai viarar mingal, tivemos isso na passagem dos anos 80/90, vamos ter replay piorado

              12+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • Zé do Brejo 23 de setembro de 2016 at 13:02

                Acho que entendo sua posição.

                5+
                • avatar
                • avatar
                • Lucas 23 de setembro de 2016 at 16:25

                  a sua também é muito sensata
                  a gente se complementa, mesmo com alguma divergencia pontual, no geral acho que estamos falando a mesma coisa

                  5+
                  • avatar
                  • avatar
  • FabianoSJC 22 de setembro de 2016 at 20:22

    Acompanhando o mercado imobiliário aqui da minha cidade São José dos Campos o sangue não para de jorrar , corretores e proprietarios desesperados , vou postar 3 reportagens do jornal local da globo.
    A ultima reportagem da para se ter uma idéia de como a coisa esta feia 8000 mil imoveis disponiveis para alugue já tem proprietario reduzindo o valor do aluguel antes mesmo de renovar o contrato e ai vai ?
    Vejam as 3 reportagens e tirem suas próprias conclusões.

    03/05/2016
    http://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/jornal-vanguarda/videos/t/edicoes/v/tem-dono-de-imovel-reduzindo-o-aluguel-para-nao-ficar-no-prejuizo/4999010/

    03/08/2016

    http://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/jornal-vanguarda/videos/t/edicoes/v/donos-de-imoveis-estao-com-dificuldade-de-receber-aluguel-de-inquilinos/5209848/

    22/09/2016

    http://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/bom-dia-vanguarda/videos/v/locatarios-reduzem-valor-do-aluguel-para-fechar-negocios/5323228/

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Gawaiin 22 de setembro de 2016 at 20:29

    Primeiramente este post foi o último do tópico anterior, então o repostei.
    Segundo, essa é minha segunda interação no fórum, então se o assunto que estou abordando não for apropriado, por favor me informem que não o farei novamente.
    Segue:
    Senhores boa noite,
    Sempre que se fala em retomada do crescimento, se tem como foco no motivo dessa retomada o índice de confiança. Já ouvi alguns conhecidos que tem um conhecimento profundo da economia usar esse argumento, entretanto não consigo ver a confiança como um efeito gerador de retomada e sim uma consequência da mesma.
    Ou seja, quando os fatores estruturais e conjunturais que criaram a crise se modificarem (seja passivamente ou ativamente), aí sim teremos como consequência o aumento da atividade econômica e como resultado o aumento dos índices de confiança. Esta é minha visão.

    Mas TODOS os comentários no momento colocam a responsabilidade na confiança e não nos fatores que geraram a crise.

    Qual é a visão de vocês sobre isso?

    11+
    • avatar
    • avatar
    • CA 22 de setembro de 2016 at 22:23

      Gawaiin,

      Tenho visto presidentes e diretores de empresas falando sobre esta recuperação da confiança, no entanto, nenhum deles fazendo apostas elevadas.

      Ainda neste ano, as empresas que se arriscaram a serem mais otimistas, acreditando na opinião dos “especialistas”, conseguiram como resultado um aumento relevante nos estoques, nas dívidas e na sua complicação financeira, o que as OBRIGOU a voltarem para a realidade.

      Sim, a confiança é importante para a retomada, mas com as famílias super-endividadas, índice de inadimplência recorde tanto de pessoas físicas quanto jurídicas, problemas de liquidez afetando bancos de formas generalizada, não só em função do aumento de inadimplência, como em função do recorde de quebra de empresas, problemas de liquidez para investidores em imóveis de forma generalizada, tudo isso combinado com a pior crise fiscal da história do país, de onde vai sair o dinheiro para a recuperação da economia, mesmo com todo o otimismo que venha a ser plantado na mídia?

      Outro dia o Zé Carioca falou sobre o Tsumoney, a “teoria” que a EmpiriCUs inventou para atrair sardinhas para a BOVESPA: existem trilhões de dólares no mundo que não encontram bons rendimentos, que virão para o Brasil assim que Temer assumir em definitivo. Isto não vai acontecer, por uma infinidade de motivos, mas dizem isto para faturar em cima.

      O Governo fala em mais de R$ 170 bi de déficit fiscal em 2016 e R$ 139 bi de déficit em 2017, daí acham algo “fantástico” ele prometer um programa de concessões ousado que tem a finalidade de trazer R$ 55 bi em receitas não recorrentes, só para garantir que o déficit não vai passar de R$ 139 bi no ano que vem!

      De resto, cadê o plano para fazer com que a questão fiscal seja resolvida? Vamos esperar que no 2S17 talvez tenhamos as propostas da reforma trabalhista? E a reforma da previdência? A única coisa concreta são as ações no sentido contrário, como socorro a Estados e Municípios, reajustes especiais para algumas categorias, etc.

      Seriam as exportações a tábua da salvação? Claro que não, estamos entre os 6 países do mundo que tem a menor participação das exportações em relação ao PIB, sem contar uma infinidade de entraves que prejudicam nossa competitividade.

      Ah, se o governo insistir em manter os subsídios para crédito imobiliário e construtoras, elas vão ajudar no crescimento… Ao contrário, pedalando elas vão cavar um buraco cada vez mais fundo e já no curto prazo vão se enterrar nele, pois manter lançamentos não trará equilíbrio entre oferta e procura, só vai aumentar a distorção e a necessidade de quedas mais radicais em lançamentos e ainda mais quebras de construtoras, uma vez que ações do governo serão limitadas e problemas são muito mais graves, é só ver inadimplência, dívidas, etc., que mencionei acima.

      Ah, mas inflação e juros vão cair em breve…Assim que o mercado acordar para o que consta acima, a percepção do risco Brasil vai subir muito, junto com isto, o dólar pode disparar, alavancando novamente inflação e juros, pode acontecer antes mesmo de inflação e juros terem começado a cair ou depois disso, mas no contexto acima, será um duro choque de REALIDADE…

      19+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • odorico 23 de setembro de 2016 at 16:27

        CA, aproveito para pedir para opinar, se souber e quiser, sobre a estrutura da dívida publica brasileira. Não sei como está a distribuição da dívida. Mas se hoje 2016 já estamos emitindo títulos 2035 e 2050 com taxas de ipca+6 ou ipca+5. Como os juros(selic) podem convergir no longo prazo para valores de primeiro mundo? Na minha opinião: Nunca. Mesmo que a parcela da dívida em longo prazo seja pequena, sabemos que há necessidade de rolagem. Logo, um fundo que adquiriu titulos 2035 a ipca+6 não vai trocar esses títulos por valores menores, mas em algum momento no curto ou médio prazo haverá necessidade de contratar/rolar dívida que terá que ser em juros atrativos. Se estivermos em períodos de baixa de juros a valorização desses títulos já estará precificada no mercado secundário o que dificultará a rolagem. Enfim, não consigo ver o Brasil com taxas de juros menores que 10% no médio prazo (5 – 10 anos) e menos que 8% no longo prazo (20 anos ou mais) (pensando que a inflação fique na meta ou abaixo dela por grandes períodos). Viajei?

        2+
        • CA 23 de setembro de 2016 at 16:37

          odorico,

          Não tenho profundos conhecimentos no assunto, a melhor pessoa para responder isto seria o PXdPF (“Pai Xicão de Passo Fundo”), mas você só irá encontrá-lo, lá do outro lado da rua. No curto prazo é impossível, no médio prazo será muito difícil chegarmos a um nível de inflação e juros de primeiro mundo. Talvez no longo prazo seja possível, mas requer alguém que promova uma revisão na constituição de 1988, entre outros grandes desafios…

          3+
          • avatar
        • Pantaneiro_cba 23 de setembro de 2016 at 17:26

          Procura alguns artigos ou vídeos de palestra do Sr. Amauri Perusso, Auditor do TCE/RS. Verá o tamanho do rombo que os Estados e o Governo Federal tem. Resumindo tudo, não há solução com nossas taxas de juros.

          3+
    • joselito 23 de setembro de 2016 at 09:40

      NMHO, quando se fala em “retorno da confiança”, é porque não tem demanda e, portanto, é só uma jogada de marketing para não falar:
      – Estamos Fud&¨%

      6+
      • avatar
  • dpolouro 22 de setembro de 2016 at 20:33

    CA como especialista pode esclarecer, mas, de acordo com os relatórios mensais da CRECI, a cidade que eu moro (São Caetano do Sul) teve apenas 6 imóveis vendidos entre janeiro e junho. Foram 2 casas e 4 apartamentos, ainda sob valores bolhísticos. No Olx há 1900 anúncios. Gostaria de comprar para morar mas os propriotários não baixam o preço suficientemente. O AP que eu quero é de um prédio médio e o dono está há 5 anos com ele desocupado, pagando cerca de 10000 ano de condomínio e 2000 de IPTU… algum estudioso sabe se nas bolhas documentadas houve tantos anos de resistência à queda? Não me refiro à inflação.

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • tfox 23 de setembro de 2016 at 18:55

      cara, tb sou de São caetano do Sul ! Isto aqui parece um pais a parte, ninguem baixa o valor mesmo sem vender nada. Estou para alugar por R$ 2500,00 um apartamento que estão tentando vender por R$ 900.00,00 !! Finalmente consegui convencer a Sra. Tfox a ficar no aluguel, ao menos enquanto ninguem aceitar vender por um valor justo. Hoje eu tive uma discussão com uma corretora que achava “normal” uma apartamento de 120 m2 custar R$ 960.000,00 , mesmo estando para neder há mais de 2 anos sem sucesso.

      3+
      • dpolouro 23 de setembro de 2016 at 20:43

        Estou pensando em fazer o curso de corvo, chegar em todos os prédios e anúncios e avaliar direito…. esses putos não entendem que eles ganham dinheiro vendendo alto ou baixo….

        0
    • Cesar_DF 25 de setembro de 2016 at 08:12

      No Japão os imóveis estão em queda desde 1990, em função dos proprietários não reduzirem o valor nominal dos imóveis , é a inflação que está reduzindo o valor real deles

      1+
      • avatar
    • Lucas 23 de setembro de 2016 at 12:28

      bolha boss
      queria que vc restaurasse o topico de 25-06-2012 ou 1 dia depois não lembro, quando o esquemão do Eike explodiu

      4+
      • avatar
      • Bolha BOSS 23 de setembro de 2016 at 20:24

        Já procurei, encontrei dois tópicos, mas nenhuma evidencia. No fds irei restaura-los

        1+
    • Lucas 23 de setembro de 2016 at 12:34

      Bolha Boss
      estou lendo o post de ontem, um sujeito vem me perseguindo com ofensas e me acusando de ser ligado ao tráfico de drogas e ao crime organizado
      não respondi uma unica dessas acusações, no entanto outros colegas tomaram minhas dores e isso acaba flodando o blog, agradeço aos que me defenderam mnas acho que no caso esse caminho é outro, e vc sabe qual Bolha Boss

      5+
      • avatar
      • avatar
  • claudio 22 de setembro de 2016 at 21:35

    http://construcaomercado.pini.com.br/negocios-incorporacao-construcao/construcao/preco-de-venda-e-locacao-de-imoveis-comerciais-tem-novo-372828-1.aspx

    Cidade mais cara segue sendo o Rio de Janeiro, com metro quadrado a R$ 11.899 (venda) e R$ 50 (locação)

    6+
    • avatar
    • avatar
  • Libertario 22 de setembro de 2016 at 21:42

    Oliveira
    Vi seu post no tópico passado.
    Se sua bateria realmente caiu para 2V sugiro planejar a troca mesmo.
    Baterias não podem despencar para menos de 10.5V.
    Se cair abaixo disso é porque ela já está com problema em alguns vasos internos.
    Além disso se durou 3 anos, ela já se pagou.

    4+
    • avatar
    • Oliveira 23 de setembro de 2016 at 11:02

      Obrigado pela orientação,

      Eu já estava me preparando para trocar mesmo – pesquisando um bom preço de uma bateria de 60A -, e estava em dúvida se uma carga poderia resolver por mais um tempo. Hoje ele funcionou normal, desliguei o fusível do rádio que esta em ligação direta (sem necessidade de ligar a chave), mas até pela sua orientação, não deve durar muito mais tempo mesmo.
      Além da bateria nova estou pensando em comprar um auxiliar de partida portátil – Mesmo sabendo que vou pagar uns R$ 300 pois não tenho paciência para esperar serviço de seguro e nem para lidar com pessoal que trás mais problemas não só porque não queria a marca da bateria, pelo risco da procedência e pela enganação.

      2+
      • Lucas 23 de setembro de 2016 at 12:42

        o que vc falou ontem de eu defender a nivel nacional se vc pegar meu hisórico de comentários sou restrito apenas a SP, inclusive pega a questão da dita crise hídrica, que na verdade foi uma Seca em todo interior do sudeste, suas desconfianças vão se dissipar se vc se atentar exclusivamente ao que eu escrevo, sem preconceitos ou falsas acusações.

        Dito isto, não seria vergonha nenhuma defender o psdb a nível nacional, qual o crime nisso??? eu não o faço por total desinteresse nesse assunto, se o Moro prender o Aécio Neves vou comemorar como qualquer brasileiro que quer ver corruptos presos (caso se comprove) Se vc pegar direitinho o que eu falei vc vai ver que eu defendo o povo PAULIS|TA, lembra que foi na avenida paulista que iniciou o movimento de impichar o PT, por isso o interesse deles em desmoralizar o povo paulista nos rotulando de coxinha-capitalista-opressor-reacionario-golpista.

        Meu objetivo aqui é mostrar como a política alimentou a bolha imobiliária, e como o povo Paulista que é a locomotiva do BRasil é o grande adversário do PT exatamente porque aqui é onde o capitalismo é mais evoluído e é justo o que eles não gostam.

        Então vamos nos prender ao assunto da Bolha e suas questões satélites, não quero mesmo discutir isso de partidos politicos

        7+
        • avatar
        • avatar
        • Cesar_DF 25 de setembro de 2016 at 08:21

          Lucas, concordo que o PSDB era a melhor akternativa das décadas de 1990 e 2000, em parte devido a qualidade do currículo dos seus integrantes, em parte pela visão ortodoxa da economia e em parte pelos programas sociais visarem a independência futura dos indivíduos e não a eterna dependência.
          Por outro lado, durante o governo do PSDB PSDB o estado tornou-se maior, sendo comprovado pelo aumento da carga tributária, e isto sou contra.

          2+
          • avatar
          • avatar
      • calango_df 26 de setembro de 2016 at 11:31

        comprei 2 pares de 4m de fio 4mm (+/- $8-10 temeres). Ficam no porta mala. Qq emergência, faço a chupetinha

        0
  • Alemon Fritz 22 de setembro de 2016 at 22:46

    Em ‘pechincha’, casa de campo de John Kennedy está à venda
    agora, imóvel pode ser arrematado por 5,95 milhões de dólares
    A casa tem 15 cômodos, piscina, quadra de tênis e estábulo, distribuídos em uma área de 650.000 metros quadrados. Com a aquisição de áreas vizinhas, o terreno é hoje maior do que na época da construção da residência.

    (menos que 9,3k $ o m2)…
    http://veja.abril.com.br/economia/em-pechincha-casa-de-campo-de-john-kennedy-esta-a-venda/

    6+
    • avatar
    • avatar
    • Fernando 22 de setembro de 2016 at 23:07

      A area é do terreno, a menos que seja um shopping…

      6+
      • avatar
      • John Horse 22 de setembro de 2016 at 23:21

        Tá bem claro que são 650.000 metros de terreno… O que não está claro é a area construida, e de onde Herr Deutsche tirou a informação dos 9.3K.

        Mas não se preocupe, seu apartamento deve estar valendo mais que isso já.

        9+
        • avatar
        • Herr Deutsch 23 de setembro de 2016 at 10:03

          Opa, Herr Deutsch sou eu!

          4+
          • avatar
          • John Horse 23 de setembro de 2016 at 11:20

            KKKKKK! Não sabia!

            4+
        • Fernando 23 de setembro de 2016 at 11:35

          Não estou preocupado, eu já consegui o meu.

          É que não faz nenhum sentido a divisão, nenhum mesmo.

          Agora só falta compararem com o CUB no Brasil, daí é o êxtase!

          2+
  • Alemon Fritz 22 de setembro de 2016 at 23:34

    sim
    6 milhoes por 650k m2 = 9,2308 US$

    3+
  • John Horse 22 de setembro de 2016 at 23:36

    A parcela da casa é de R$36??? Qual o valor do principal para ter uma parcela tão baixa?

    4+
    • EngenheiroSP 23 de setembro de 2016 at 07:50

      MCMV nas faixas mais baixas tem subsídio de 90% (salvo engano)

      5+
      • avatar
      • Sergio Soares 23 de setembro de 2016 at 09:20

        O sujeito praticamente “ganhou” o imóvel, e mesmo assim não consegue nem pagar a parceirinha de R$ 36,00?!
        Sem comentários……

        7+
        • avatar
        • bolha real 23 de setembro de 2016 at 09:24

          Reflexo de politica esquerdista, onde a pessoa não tem que conquistar e sim o governo tem que dar, tirando de quem conquista pra roubar pra ele e enganar os militontos dando a impressão de que ajuda os pobres.

          Se não produz não tem que ter e acabou, é tão simples , só deixar de criar vagabundos.

          13+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • John Horse 23 de setembro de 2016 at 11:25

            São US$10 por mês! Cara, isso é muito sinistro. Dá logo então, porra. Custa mais caro cobrar.

            4+
    • Mr.Brightside 23 de setembro de 2016 at 09:28

      É baixa por que eu e você pagamos indiretamente o restante para ela meu caro. Através de impostos. Onde já se viu tratar pessoas de formas desiguais. Vai perguntar quanto uma diarista cobra por dia. Um pedreiro. Um. Pintor ou qualquer autônomo. Talvez pode tirar até mais grana limpa que você ou eu. Mas comprovaram que sao miseráveis. Sendo miserável para o governo ganha benefícios. Onde já se viu isso. Eu acho que existe miseraceis sim . porem existe formas de trabalhar, pensar, viver. Deixar de atrasar 36 reais é para acabar. Até pedinte ganha bem mais que isto ao mês. Isto se chama relaxo, anafabetismo financeiro, malícia, coitadismo midialistico. Vamos parar de ter dó disso pois é por isso que o Brasil nao vai para frente. Se eu tivesse uma para prestaçao tão baixa assim para viver estaria verificando e tentando quitar ela o mais rápido possivel. Mas nao ocorre isso deixar de atrasar algo tão baixo é uma irresponsabilidade sem como mensurar. E nao estou nem aí pela a justificativa da pessoa que deixa isso ocorrer. O mais horrível disso que isto é algo normal aqui.

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • John Horse 23 de setembro de 2016 at 11:24

        Mas o celular pré-pago dela deve ter crédito.

        Se então 90% é subsidiado e estamos pagando R$324 por mes em 30 anos em uma taxa de juros também subsidiada só pra essa aí, qual o total do subsídio dado para o MCMV até hoje?

        4+
  • Alemon Fritz 22 de setembro de 2016 at 23:47

    até eles inadimplentes
    Creci-PB vai suspender inscrição de corretores de imóveis e imobiliárias inadimplentes
    Na Paraíba há 8.005 inscritos, sendo 5.250 ativos. Destes, 1.018 inativos e 2.018 ativos encontram-se em débito….
    kkk
    http://www.paraibatotal.com.br/noticias/2016/09/22/98931-creci-pb-vai-suspender-inscricao-de-corretores-de-imoveis-e-imobiliarias-inadimplentes

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • ravoc 23 de setembro de 2016 at 00:06

    CVR

    Falando com minha mãe, que sempre apostou que imóvel é investimento seguro (possui 3 imóveis) me contou hoje que está assustada com a quantidade de casas para alugar e vender na cidade (lembrando, cidade do interior de SP, 100k habitantes)
    Também comentou que os corvos e imobiliárias estão reclamando que não conseguem vender nada e que as casas que estão alugadas, ao invés de reajustarem o aluguel pelo índice, estão baixando para manter os bons inquilinos (como todos relatos que aparecem aqui)
    As casas/ap na cidade estão sendo vendidas por 350k+, algumas por até 600k, sendo que a cidade é composta por sua maioria por operários e renda familiar em torno de 2k no máximo…

    Se a situação chegou ao interior, é porque a coisa tá feia! kkkkkkkkkkkkkkk

    22+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 23 de setembro de 2016 at 10:18

      E tem muita gente que ainda não acordou do sonho no mundo de Alice.
      Muita gente será atropelada e nem vai conseguir anotar a placa do caminhão.

      9+
      • avatar
      • avatar
    • macca 23 de setembro de 2016 at 11:07

      Ravoc,

      Chegou e chegou feio. Moro há 10 anos no interior (cidade de 200.000 habitantes). O povo aqui é avesso a novidades também em matéria financeira, portanto investimento é “quem compra terra não erra”. Vou fazer alguns relatos verdadeiros que vão ao encontro do que você falou:

      a) Foram construídos muitos prédios nos últimos anos (não é novidade). A maioria para investidores. Herdeiros trocaram casas recebidas por alguns apartamentos. Como alguns ganharam muito dinheiro no início da bolha um monte de gente de todos os perfis se enveredou para comprar na planta, construir para vender ou alugar, etc.

      b) Muitos prédios ainda em construção, embora com ritmo menor. Pasmen! 2 grandes empreendimentos comerciais levantados ao mesmo tempo sendo que a cidade tem um perfil voltado ao agronegócio mais especificamente para a monocultura canavieira. Poucas indústrias. Saúde deficitária. Inúmeras salas vazias para advogados mesmo em frente ao Forum. Se em SP as salas comerciais estão às moscas, gostaria de saber quem são os corajosos investidores destas salas.

      c) Colega “brick lover” em uma discussão sobre o mercado me disse que não acreditaria na queda de preços porque quem investe em imóvel aqui são os milionários da cidade, assim podem esperar a recuperação do mercado.

      d) Mas, não é o que está ocorrendo. A vontade dos proprietários não pode revogar a lei da oferta e da procura. Exemplos: Apartamento em prédio de alto padrão, construído antes do boom anunciado à venda ou locação há mais de ano. Ano passado o aluguel era R$ 3.500,00, semana passada já anunciaram por R$ 2.500,00. Outro empreendimento também de padrão elevado há 5 anos o aluguel era em torno de R$ 4500,00. Há dois anos baixou para R$ 3.000,00. Semana passada anunciaram por R$ 2.200,00. Este o condomínio é em torno de R$ 800,00.

      e) A mentalidade do povo ainda é no sentido de que se você mora de aluguel é fracassado, mas se eu estivesse financiado o apartamento que eu moro estaria pagando 4 vezes mais por 30 anos o que eu pago de aluguel. Viveria somente para isso, não viajaria, não comeria bem, filhos não estudariam em boas escolas e por ai vai.

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Money_Addicted 23 de setembro de 2016 at 12:07

        no ponto “e” eu concordo plenamente….nao q eu concordo q sejamos fracassados mas sim q essa eh mentalidade do pessoal.
        fazendo a pintura do AP q entrego hj, passei la e me despedi do senhor q faz a manutencao do predio e conversamos um pouco e ele perguntou se eu tinha comprado a casa q me mudei, eu falei q nao ele fez uma cara d desanimado e disse temos q continuar trabalhando rsrs

        foi totalmente amigavel, eh um senhor humilde, mas isso demonstra exatamente isso, do ponto de vista dele a minha situacao financeira nao eh favoravel pois moro de aluguel.

        enfim, dxem eles pensando assim e financiando bastante imoveis para termos nossas LCIs 😉

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • macca 23 de setembro de 2016 at 12:15

          Porteiros do prédio (inchiridos) sempre questionam: “Ué Dr. o Sr. não comprou o apartamento ainda?”

          5+
          • avatar
        • John Horse 23 de setembro de 2016 at 14:35

          Eu só alugo com pintura usada. Pinto quando entro, fica do jeito que eu quero e no final entrego como estiver.

          4+
    • Fernando 23 de setembro de 2016 at 18:34

      Diria o contrário, que chega antes ao interior.

      4+
  • Mr.Brightside 23 de setembro de 2016 at 01:02

    Nao fiquem com do. Atrasar prestaçao. De R$36,00. E ter tv de plasma. Carro financiado. Moveis novos. Onde ja se viu 36 nao paga hoje nem conta de água ou luz um botijao de gás. Tomara que perda a casa

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • bolha real 23 de setembro de 2016 at 09:27

      Se o PT e a esquerda não tivesse quebrado o país (esse caso é um dos reflexos disso), SE isso que aconteceu não tivesse ajudado a criar essa bolha, talvez até desse dó dessa pessoa.

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Money_Addicted 23 de setembro de 2016 at 11:27

      doh?? quem pensou em ter doh …

      4+
  • Alemon Fritz 23 de setembro de 2016 at 07:28

    Feirões de imóveis representam oportunidades para sair do aluguel
    além das vantagens …. “E ainda temos o diferencial do empreendimento já estar pronto para morar”, kkkkkkk
    tá sobrando..
    http://odia.ig.com.br/economia/2016-09-21/feiroes-de-imoveis-representam-oportunidades-para-sair-do-aluguel.html

    6+
    • avatar
  • gabi 23 de setembro de 2016 at 09:16

    CVR1

    Ontem minha sogra me contou que resolveu escutar a amiguinha dela e vai fazer um curso de corva.

    Disse que a amiga sempre insistiu pra ela fazer e que nunca teve iniciativa pois achava que não tinha o perfil , mas agora se convenceu pois avaliou as vantagens; segundo ela a amiga era toda endividada e conseguiu pagar tudo e que inclusive nesses dias ela e o filho ganharam cada um 25k.

    Me contou isso meio que pedindo a minha opinião. Eu cheia de dedos pra falar e pra incentivá-la a fazer algo, disse que se fosse de graça ou baratinho até valia, mas que o mercado está parado, e que ela não tem um perfil de “corva”

    Percebi que está muito convencida já: diz que não precisa ficar muito tempo no escritório, e era um dinheiro fácil e que o curso é só uns 3 meses e nem precisa ir às aulas.

    Procurei no site: 800 temers o curso.

    Perfil da sogra:
    Nem nem véia…
    Começou a trabalhar aos trinta e poucos anos depois que marido arranjou outra e fugiu pra não pagar pensão mas sempre morou na casa dos pais e sempre cuidaram dos filhos dela.
    Hoje graças a Deus está aposentada ganhando uns 2k , mas mora na casa dos pais. Tem um dinheiro em LCA ( mas pensa em gastar com plano de saude no futuro e outras coisas tipo agora: deu 6k agora pra filha reduzir o busto porque o marido merda ganha bem mas é endividado).
    Pretensões futuras: morar comigo e com o filho(meu marido) pois não se dá com a filha e o genro.
    Já falei pro marido, se ela ficar eu saio.

    CVR2
    Outra amiga da sogra tinha separado do marido e estava morando num apto que “comprou pra investir” em Jacarepaguá (uma cobertura). Fez as pazes com o marido, devolveu o apê pois não conseguiu pagar e está morando no apto que já tinham. E viveram felizes para sempre…

    CVR3

    Recentemente a senhora que faz a faxina em casa, que de praxe sustenta filha e netos me contou ter perdido seu terreno dos sonhos da aposentadoria que “comprara” na serra do rj.
    Parcelou a entrada, pagou as primeiras parcelas e desistiu. Ela perdeu uns 10K, na verdade mais por ter se enrolado com cartão pra outras coisas. O que me impressionou foi a resignação. Disse que mora numa casa no terreno da sogra, ou seja, casa própria e que está tudo bem,vão-se os anéis e ficam os dedos. Lembrou até do caso do cara do Recreio que entrou em apoptose. Ou seja, acho que esse fato serviu pra anestesiar a galera: do tipo, “Se liguem povo, aceitem os fatos”.

    20+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Money_Addicted 23 de setembro de 2016 at 10:26

      realmente trazer a sogra pra morar nao da!!
      agora imagina se a veia demora pra morrer e fica numa cama, o q fazer? essas casas de idosos tem custo acessivel?

      4+
      • avatar
      • avatar
      • gabi 23 de setembro de 2016 at 11:09

        Um conhecido meu tinha uma mãe com Alzheimer que quebrava tudo dentro de casa e mãe da esposa teve um AVC. Se separaram e foi cada um cuidar das suas mães; Ele eu sei que pagava 6k na região da Tijuca zona norte do RJ. Casas de repouso custam uma fortuna mesmo, em especial nos grandes centros. Tem umas baratas, mas o tratamento vai piorando bastante, ou tem ir pra longe. Umas chegam a ser deplorável, contou que tinha uma que a dona do casarão parecia ex prostituta e o lugar era fedorento e desumano.

        10+
        • avatar
        • avatar
        • Money_Addicted 23 de setembro de 2016 at 11:37

          realmente eh um valor alto, e dxar a sogra em um lugar deploravel nao teria problemas, o problema eh q provavelmente (e com razao) o seu marido nao vai querer dxar a mae em lugar assim ….rs

          6+
          • avatar
          • avatar
  • Cajuzinha 23 de setembro de 2016 at 10:16

    “— É claro que o momento econômico não é muito favorável. Então, o consumidor, vendo essa instabilidade política e econômica, em vez de exercer seu direito de compra logo após a contemplação, está avaliando melhor o momento de aquisição desse bem — disse.”

    Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/economia/crise-economica-deixa-consorciados-contemplados-com-carta-de-credito-mais-cautelosos-antes-de-usa-la-20164099.html#ixzz4L5J55MC5

    3+
  • Cajuzinha 23 de setembro de 2016 at 10:17

    http://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2016/09/governo-alega-crise-e-diz-que-nao-ira-pagar-100-dos-servidores-no-dia-30.html

    O estado ainda publicou decretos que determinam a redução do custeio e que alteram o expediente nos órgão estaduais a afirmou ter adotado ações para aumentar a arrecadação em R$ 275 milhões até o fim do ano e ter revisado os incentivos fiscais no estado, resultando na arrecadação de mais de R$ 300 milhões ao longo do ano.

    6+
    • avatar
    • MINEIRO SPY 23 de setembro de 2016 at 10:25

      Algo comum em 1999/2000 pode voltar a acontecer no setor público…licença não remunerada estimulada.
      Hoje, pelo menos no âmbito federal, a liberação de servidor sem remuneração, nos casos previstos na lei 8112, é algo dificultado. Muitas pessoas querem pausar o trabalho público e ficar 1, 2 ou 3 anos sem receber, e voltar ao privado/estudar.
      Com a corda apertando, é provável que algum estímulo surja já no ano que vem. A ver

      6+
      • avatar
  • Money_Addicted 23 de setembro de 2016 at 10:29

    OFF –

    como contei em uns dias atras eu mudei para uma outra casa e nessa agora tem aquecimento solar para banho e tem a opcao de aquecer a agua na eletricidade nos dias frios.

    Minha pergunta eh se vcs tem base de qto consome esse aquecimento eletrico pois nos dias nao mto quentes e/ou mais a noite soh o sol nao da conta.

    tenho varios CVRs dessa minha mudanca, mas estou super na correria esses dias, assim q possivel posto alguns

    [ ]s

    5+
    • avatar
    • John Horse 23 de setembro de 2016 at 14:41

      Cara, assunto complexo. Vai depender de como foi instalado, quantas placas, sol no local, o quanto voce gasta de agua, modelo do boiler, etc… Vai no empirico. Testa por uns meses.

      4+
    • Cesar_DF 25 de setembro de 2016 at 08:35

      Instale chuveiros elétricos com regulagem eletrônica de temperatura e desligue a resistência do boiler, nos dias que a água não aqueceu o suficiente é só complementar com o do chuveiro. O gasto com energia elétrica ficará bem menor assim

      1+
      • avatar
  • Chapolin 23 de setembro de 2016 at 10:33

    CVR

    Contexto: Conversa de mesa de bar de amigos sobre a vista de um deles a terra natal.

    O amigo que chegou de férias comenta sobre o apt de temporada que está alugando neste período. Outro amigo, que mora na cidade e trabalha com imóveis, aproveita a deixa e diz para ele comprar um, usar quando vier e alugar quando estiver fora, que é a maneira de viabilizar financeiramente este “investimento” (pelo menos não falou mais que, “vai valorizar”). Diz que eles tem uma taxa de ocupação de 60% e a diária em torno de R$ X. Fazendo uma conta básica e descontando o condomínio ele está dizendo que este investimento rende cerca de 1,5% a.m., lógico que desconsiderando os custos de administração, manutenção…. Outro, que também trabalha com imóveis, dá uma perspectiva um pouco mais realista: Possibilidade de rendimento anual alugando por temporada de cerca de 6% ao ano. Mas mesmo esta estimativa é otimista. Uma busca rápida na internet é o suficiente para ver dezenas de imóveis neste lugar oferecidos por diária até 40% menor do que ele citou, e mesmo assim, às moscas! A premissa do valor e da taxa de ocupação são totalmente furadas. Todo mundo teve a mesma brilhante ideia, é o que parece….

    Um quarto amigo, que estava ouvindo tudo bem caladinho, se interessa na conversa. Quer comprar para “investir”?! De forma alguma! Mas se o negócio é tão bom assim, ele quer só administrar o patrimônio dos investidores por uma comissão: “Falem com seus clientes para quem vocês venderam estes imóveis. Eu administro e cobro uma comissão sobre o lucro do aluguel por temporada e nós rachamos este valor. Os proprietários não vão ter trabalho nenhum e vão ganhar uma boa grana, enquanto eu não vou investir nada e ganhar uns trocadinhos com o “investimento” deles, e vocês também. Que tal?”.

    E qual foi a recepção a esta proposta? Hehehehe, bem tímida. Parece que a empolgação é só para oferecer aos outros a “oportunidade”, mas ninguém quer aproveitá-la, mesmo não tendo que investir nem ter trabalho!

    Mais uma cerveja e vamos falar de outra coisa!

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Melekento 23 de setembro de 2016 at 10:52

    Muiiiii amigo em!!!!!! hahahahahahhahaha
    Odeio quando isso acontece. Mando pra fora de casa na hora. Quer tomar uma birita, falar de mulher e futebol. Chega ai!!!
    Agora ficar no meu ouvido dizendo o que e bom para investir, isso e aquilo. Puts…
    O que a pessoa esta fazendo e vendendo o seu produto, sendo que, utilizando da amizade para te enfiar um coisa que vc nao quer.
    E ainda faz joguinho de sena, dizendo que, ta fudido, mulher desempregada, filhos tendo que sair da escola particular.
    Va Pra PQP!!!!
    Lugar de negocio e no escritorio.
    Bom dia a Todos!!!

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Labar 23 de setembro de 2016 at 12:04

    CVR na contramão da crise: Coisas típicas de Brasília.

    https://www.vivareal.com.br/imovel/apartamento-3-quartos-asa-norte-bairros-brasilia-com-garagem-115m2-venda-RS990000-id-63642714/

    Esse apartamento acima era um que eu estava namorando há 6 meses. Localizado numa quadra de muito interesse pra mim e com uma série de características que me atraem, estava disposto a pagar “um pouco a mais” que o preço teoricamente justo. Nos tempos áureos, esse tipo de apartamento era vendido a 10k o m². Tendo em vista o cenário que todos conhecemos, acredito que o preço justo dele hoje gire em torno de 6,5k a 7k o m², tendo em vista que é um apto ORIGINAL. Cheguei inclusive a oferecer à dona, no meio do ano, 7,2k o m². Ela de pronto recusou e disse que, por esse valor, preferia ficar anunciando por 2 anos até vender pelo valor que ela imaginava, que era de 950.000 (8,4k o m²).

    Aí que vem a bomba! No início do mês ela botou na imobiliária (em uma por 1.050.000, que já saiu do ar, e em outra por 990.000) e em 3 semanas, repito, 3 semanas, conseguiu vender o apto por 990.000, ou 8,8k o m². Valor maior do que até ela imaginava que valia!

    Já visualizava o apto fazendo aniversário de 6 meses, depois 1 ano, pois como ele existem muitos que estão há muito tempo a venda por esse preço e não encontram comprador. Não sei o que fez com que esse saísse tão rápido, talvez os atrativos que me chamavam atenção foram os mesmos que fizeram alguém pagar quase 1 barão e, detalhe, à vista.

    No fim das contas, fiquei triste por ter perdido um apartamento que muito me interessava, mas ao mesmo tempo feliz em saber que meu dinheiro ainda rende e os preços (gerais) ainda caem. Também achei bom que é menos um comprador desavisado no mercado pra pagar 8,8k no m². Não estou atrás de galinha morta, estou buscando um apto definitivo e que preencha uma série de pré requisitos, difíceis de achar numa galinha morta, que geralmente só tem preço. Enfim, fica aí a reflexão

    13+
    • avatar
    • avatar
    • Herr Deutsch 23 de setembro de 2016 at 15:37

      Que baita muquifo.

      Vais achar coisa melhor.

      2+
      • MINEIRO SPY 23 de setembro de 2016 at 15:40

        Você não conhece brasília. Lixo é o que mais se vê

        1+
        • Herr Deutsch 23 de setembro de 2016 at 16:01

          Pior que conheço bem…rs. Só 38 anos aqui.

          Mas ainda me assusto com apartamentos de vovós serem vendidos a 1 enorme milho.

          2+
          • MINEIRO SPY 23 de setembro de 2016 at 16:05

            Fiquei menos de 5 anos em bsb e me assustei com a variedade de porcaria. Só aí conseguir aprender os diversos graus de lixo, os diversos graus de imóvel (legalizado sem escritura, legalizado com escritura, em processo de legalização, invasão de área pública, sem processo de legalização, invasão de área ambiental).

            4+
            • avatar
            • odorico 23 de setembro de 2016 at 16:13

              Brasília é o topo da pirâmide de fluxo de capital no brasil. Toda a arrecadação do país concentrada o que gera distorções. Por isso é possível ver esse tipo de coisa. Como diz o ditado: “dinheiro que vem fácil, vai fácil” FP ganhando acima de 10, 15 20k líquidos, às vezes o casal tem renda de 50k mensais pois ambos concursados a anos em órgãos top. Aí 1kk é fichinha. Mas isso não quer dizer que fazem um bom negócio ou administram bem o dinheiro. Em brasília o que mais tem é FP ostentação. Estudam muito para passar num concurso, mas continuam burros em termos financeiros, não conseguem fazer a leitura para fora da caixa que prega o consumo no limite ou mesmo acima das capacidades. O que mais vejo aqui é carro importado de 200k estacionado do lado de fora do park shopping para não pagar estacionamento. Enfim, 90% do povo de brasília são aqueles ratinhos de correndo dentro daquela roda que nunca sai do lugar.

              14+
              • avatar
              • avatar
              • avatar
              • MINEIRO SPY 23 de setembro de 2016 at 16:32

                Excelente análise.
                Um dos maiores salários…câmara/senado. Onde circulam mais agiotas…justamente lá.

                7+
                • avatar
    • Hunter 23 de setembro de 2016 at 17:26

      Comprar esse ap é ganhar uma viagem no tempo…Uma mistura de anos 80 e 60. Que pia é aquela no banheiro.

      3+
    • Fernando 23 de setembro de 2016 at 18:43

      Como já dito, tem gente que tem dinheiro para pagar. Afinal, são apenas 300 mil dólares em um museu bem localizado!

      4+
      • Labar 23 de setembro de 2016 at 20:15

        Continuação do CVR:

        Concordo com tudo que vocês estão falando. É que em Brasilia, mais especificamente no plano piloto, você não paga pelo apê em sim, você paga LOCALIZAÇÃO. O Plano Piloto é todo velho, 90% dele pelo menos. Inclusive uma das quadras mais valorizadas aqui é a 308 sul, que nada mais é que uma das primeiras a serem construídas, lá na década de 60.

        E confie em mim, as plantas desses antigões são bem melhores que as plantas dos novinhos. Os antigos são na sua maioria vazados, com metragem entre 110 e 160m pra 3 quartos, enquanto que um apto novo (anos 90 pra cá do Sudoeste/Noroeste) geralmente não é vazado e possuem metragens menores, como 85 ou 90m pra 3 quartos.

        Sim, são predios velhos, muitos com encanamento de ferro ainda, sem varanda, sem cobertura, alguns nem salão de festa tem, mas não é a toa que são valorizados, é a localização. Pergunte pra qualquer pessoa em brasília se ela prefere um apto conservado no plano ou um novinho em aguas claras, 90% dirá que prefere no plano. Todos os meus amigos que foram pra águas claras, ou já voltaram pro plano (pra aptos bem piores) ou estão tentando fazer o caminho de volta.

        3+
        • avatar
        • Fernando 24 de setembro de 2016 at 07:56

          Concordo
          100%, embora ache que são museus. Mas um retrofit resolve. O valor é a localizacao… e repito, enquanto tiver gente pagando por carros de 100-120 mil, vai ter gente pagando por apartamentos de 1 milhão. Brasilia é a quarta maior cidade do brasil, sempre vai ter um que paga em locais bem localizados, digo, no melhor lugar de Brasilia. O mesmo raciocínio se aplica a Sao Paulo, e Rio. Aliás, esses dias estava assistindo um documentário sobre nova york. Sei que não tem como comparar, mas os preços lá são proibitivos hein… um ape antigo de 100 m2 por 1 milhão de dólares… é a localização!

          1+
    • Cesar_DF 25 de setembro de 2016 at 08:42

      Labar, para mim a coisa é simples, se em BSB o FatorX nunca cair abaixo de 150, então NUNCA irei imobilizar meu dinheiro num imóvel, irei sempre preferir aluga-lo

      2+
      • avatar
      • avatar
  • Boruto 23 de setembro de 2016 at 12:12

    Da Série: ” Economia da Banânia Vai Avuar”

    Capítulo 04: (“Se não vende peça dinheiro pro governo”)

    “Ministro promete programa de renovação da frota de veículos para 2017”
    http://www.valor.com.br/empresas/4674367/ministro-promete-programa-de-renovacao-da-frota-de-veiculos-para-2017

    5+
  • Big Frogger 23 de setembro de 2016 at 12:36

    dpolouro

    CA como especialista pode esclarecer, mas, de acordo com os relatórios mensais da CRECI, a cidade que eu moro (São Caetano do Sul) teve apenas 6 imóveis vendidos entre janeiro e junho. Foram 2 casas e 4 apartamentos, ainda sob valores bolhísticos. No Olx há 1900 anúncios. Gostaria de comprar para morar mas os propriotários não baixam o preço suficientemente. O AP que eu quero é de um prédio médio e o dono está há 5 anos com ele desocupado, pagando cerca de 10000 ano de condomínio e 2000 de IPTU… algum estudioso sabe se nas bolhas documentadas houve tantos anos de resistência à queda? Não me refiro à inflação.

    12+

    Também gostaria de saber. Na região onde moro a queda nominal ainda está MT tímida.

    3+
    • CA 23 de setembro de 2016 at 13:39

      Big Frogger e dpolouro,

      Uma explosão de bolha imobiliária nunca é linear. Isto significa que a intensidade da explosão e seu momento variam muito entre as localidades dentro de um país.

      Sobre São Caetano do Sul e a pesquisa do CRECI SP, você tem que considerar que enquanto na pesquisa de São Paulo Capital você tem um grande volume de dados, segmentações das mais diversas e o mais importante, você tem a evolução do preço do M2, nas pesquisas do CRECI SP referentes ao Estado de São Paulo, não tem estas informações.

      Sobre as 6 vendas, creio que este é o total das vendas das imobiliárias que responderam a pesquisa e não o total de vendas da cidade. No caso da pesquisa do CRECI SP para São Paulo Capital, eles fazem a projeção do total de vendas da cidade com base na amostragem (a projeção respeita a participação das imobiliárias que responderam a pesquisa em relação ao total), já no caso da pesquisa do Estado de SP, até onde me recordo, não faz esta projeção.

      Há ainda, dois outros fatores importantes a serem considerados:

      1) Vendas mínimas: são típicas de todas as bolhas imobiliárias, parte do impulso final para queda de preços;

      2) Quedas de preços estão sendo ESCONDIDAS há anos. Isto também é algo típico em toda bolha imobiliária. Exemplos recentes: promoção PDG em set/16 publicada em tópicos anteriores, com reduções de preços de mais de 20%, em alguns casos acima de 40%, relatório da Viver do 2T16 dando conta de várias reduções de preço unitário por segmento (no segmento médio, em 2 anos acumula queda de mais de 50%), relatório anterior da Tecnisa também com queda acima de 50% apresentado por aqui ano passado, etc. Não é mera coincidência que sejam as construtoras que tiveram a maior participação no esquema de vendas FALSAS e que agora estão entre as mais endividadas. Exemplos anteriores a estes: http://defendaseudinheiro.com.br/a-bolha-imobiliaria-e-os-precos-dos-imoveis

      5+
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 25 de setembro de 2016 at 08:49

        Exatamente, o estouro de uma bolha imobiliária se comporta como a implosão de uma pirâmide com cargas não sincronizadas, algumas partes caem primeiro, outras demoram a cair, mas com certeza a base da pirâmide (os últimos a entrar) certamente irão perder dinheiro. A velocidade da queda é um efeito psicosocial, o estouro da manada, e não uma fórmula matemática de rentabilidade negativa

        2+
        • avatar
    • Lucas 23 de setembro de 2016 at 16:32

      complementando
      vale a pena ler a metodologia do CRECI na sua região

      sei de SP, eles pegam por amostra de vendas de imobs afiliadas e calcula estimativas gerais com base nas amostras dadas.

      Percebam quanta manipulação pode haver dentro dessa metodologia, ainda mais em numeros pequenos onde o efeito manipulatório acaba sendo muito maior.

      Em SP capital o que eu vejo com quedas reais acumuladas ultrapassando os 25% desde a ultima contagem que eu fiz ano passado e´ que a situação ficou tão ruim que a corvaiada prefere admitir a queda pra ganhar espaço de negociação junto aos proprietários dislumbrados.

      Efetivamente falando nunca saberemos o valor exato da queda, podem estar adiando a queda, podem estar controlando a queda, podem estar deixando a coisa chegar a conta gota pra não causar alarde. Tenho cá minhas convicções baseadas em centenas de condos onde negociei e hoje vejo cada dia mais unidades vazias é que nenhum numero oficial reflete o verdadeiro çangui, mas como disse é convicção pessoal, eu não sou Instituto.

      4+
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 25 de setembro de 2016 at 08:53

        A queda provavelmente se tornará mais rápida quando as grandes incorporadoras falirem. O efeito psicológico da falta de segurança provocará uma onda de desconfiança – efeito Encol

        1+
        • avatar
  • cesarkebrado 23 de setembro de 2016 at 13:36

    Moro na mesma casa a 5 anos, pago 1.600 k de aluguel, mas, já cansamos e queremos mudar de “ares”. Casa pra alugar aqui não falta (Presidente Prudente) e desde o começo deste ano tá brotando placa de vende e aluga, o que ainda falta é (como dizia meu Pai) a realidade quebrar a indolência e a soberba dos proprietários. Até faxineira que recebe bolsa família pode dar uma de soberba de vez em quando e dizer que não aceita menos de 100 ou 120 por faxina, tudo depende da lei oferta e da procura (e do tempo), lei essa que até 2014 foi detupada no mercado imobiliario brasileiro pelo crédito subsidiado e relativamente barato que foi despejado de forma irresponsavel e descontrolada causando um aumento no valor de terrenos que estavam encalhados a 10 k a anos, subirem e serem vendidos a 100, 150 k. Ofereci outro dia numa corvobilharia aqui, 1600 k numa casona bacana e nova que esta alugando ou vendendo a 1 ano, vende por 500k ou aluga por 2.000. O propriótario aceitou na hora os 1600, levei docs pessoais e levantaram minha “capivara” e não acharam nada kkkk. Na hora de apresentar fiador optei pelo depósito caução que segundo eles era de 5 a 10 aluguéis, mandei 5 e o propriótario achando que “tá podendo trucar” exigiu 8, eu simplesmente passei lá pedi meus “xerox” de volta e falei pra mocinha muito obrigado.

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Rampion 23 de setembro de 2016 at 16:41

      Olá, cesarkebrado!
      Morei seis anos em Presidente Prudente, enquanto estudava na Unesp, pelo menos aos redores da faculdade a região era muito valorizada, mas, em outras regiões o descaso era grande. A típica diferença gritante entre pobres e ricos que é comum no nosso país. Lembro que há 10 anos atrás o aluguel de uma casa de responsa no Jardim das Rosas custava em torno de 500 contos, isto é, casa com piscina e garagem. É lógico que a gigantesca valorização ocorreu pela especulação imobiliária e que em cidades como Prudente os propriOtários irão em breve cair na real de que os tijolos enfileirados com cimento e argamassa não vale o que eles supõem, pois, cidades como essa onde não há atrativos como trabalhos bem remunerados, indústrias e até mesmo oferta de empregos a queda nos valores pedidos será muito grande. Se não houver queda nos preços pelo menos a desvalorização devido a inflação e a impossibilidade de aumentar os valores pela falta de compradores e financiamentos já por si mesma jogara o valor lá embaixo antes que eles percebam que o boom já passou há muito tempo.

      6+
      • avatar
      • avatar
  • cesarkebrado 23 de setembro de 2016 at 13:43

    Meu contrato de aluguel faz aniversario em abril, e todo ano o proprietario liga para negociar o aumento do IPCA, esse ano nem ligou, ficou na miuda kkkkkk, foi ligeiro, vai que liga e eu truco ele e ele acaba tendo que REDUZIR o aluguel né.

    4+
  • Boruto 23 de setembro de 2016 at 13:49

    Lucas

    As Construtoras fazem doações legais às Campanhas de políticos pontuais, óbvio que em troca de benefícios lá na frente
    isto é legal, pode ser anit-ético mas está dentro das leis, e é coisa muito antiga.

    Não, não é tudo igual.

    2+

    Claro que não Lucas é tudo pela ideologia e pelo “melhor para o Brasil” que elas dão dinheiro para eles, claro que não tem mutreta nenhuma aí.

    3+
    • avatar
    • Lucas 23 de setembro de 2016 at 16:35

      vc leu o que eu escrevi?
      “óbvio que em troca de benefícios lá na frente”.

      não é tudo igual pq antigamente eram benefícios pontuais, hoje é uma quadrilha com objetivo de se eternizar no poder e implantar a ditadura do proletariado, vide venezuela ou cuba, onde as pessoas estão comendo os pets pra não morrer de fome

      2+
    • Lucas 23 de setembro de 2016 at 16:36

      e te digo mais
      a hora que pegarem firme mesmo na lava-jato muita “empresa” viciada em corrupção vai falir

      Preciso repetir o caso da Viver???
      trouxe links provando.

      2+
  • cesarkebrado 23 de setembro de 2016 at 13:51

    Quanto ao mercado imobiliário já é fato IRREFUTÁVEL a queda nos proximos 6 anos (no minimo) ao preço de 2009-2010 nesses anos o m2 aqui em bairro media-alta era de 1.300 k casa de otimo acabamento e 2.000 k em condominio fechado. Com a bolha inflando chegou a 2.500 k no primeiro caso e 3.500 no segundo. Eu acho que vai chegar em 2 anos a 1.600 e 2.300k respectivamente.

    4+
  • cesarkebrado 23 de setembro de 2016 at 13:59

    CA.
    A pergunta que vale OURO hoje é pra onde vai a economia do País? Eu pergunto para todos os bolhistas, a inadimplencia GERAL da sociedade brasileira hoje que esta em 70% vai acabar como? As ações de busca e apreensão de veiculos e monitoria em contratos bancarios EXPLODIU de janeiro pra cá, basta entrar no site do esaj e pesquisar pelo “bradesco” ou “Aymoré”.

    6+
    • avatar
    • CA 23 de setembro de 2016 at 16:20

      cesarkebrado,

      Dei minha opinião a este respeito mais acima e complementei mais abaixo, em outro questionamento complementar ao assunto que você fez.

      2+
      • cesarkebrado 23 de setembro de 2016 at 16:43

        Sim, vi lá em cima seu texto, tenebroso o cenário heim!

        2+
  • geofisico 23 de setembro de 2016 at 14:07

    Vi muitos aqui dizerem que a quebra seria maior em cidades grandes, como Rio e SP.
    Moro no Rio e acompanho o mercado desde sempre. Redução de preços? Significante apenas pontualmente ou de forma geral, reduçao bem pequena.
    Tenho parentes vendendo terreno por 1.4 milhos no Recreio (bairro nobre) porem em pessima localizacao e há muitas ofertas…achei que ia demorar bastante…
    Vejo muitos anuncios de aluguel na rua parados há mais de 6 meses mas quem disse que os propriotarios abaixam o preço? Desconfio que essa galera que se da o luxo de ter um imovel no Rio pra alugar (ou seja ja tem lugar pra morar) nao depende muito dessa renda e ai deixa rolar, mesmo pagando IPTU e condominio. Obvio que deve ser muito possivel conseguir bons descontos com os proprietarios com corda no pescoço, só acho que aqui eles nao existam muito…

    8+
    • avatar
    • avatar
  • cesarkebrado 23 de setembro de 2016 at 14:12

    CA.
    Obrigado pelo link, não conhecia tal reportagem, li agora e posso te dizer uma coisa: Ali se fala do Centro da cidade (miolo central) que é composta por casas com 50 anos ou mais praticamente inabitavel, comodos pequenos, garagem ridicula, forro de estuque. Ali hoje só serve para pequenos comercios e idosos que estão lá a 30 anos, fora os travestis e putaiadas à noite. Por isso não existe informação mais quentinha e que REALMENTE representa a realidade do que a trazida pelos bolhistas aqui nesse blogue, essa sim trás a VISÃO do mercado pelos olhos de alguem que vive e mora a realidade do que fala aqui.

    2+
    • CA 23 de setembro de 2016 at 16:19

      cesarkebrado,

      Considere o seguinte: estes péssimos imóveis do centro (*), chegaram a serem vendidos pelo DOBRO do que estão sendo ofertados hoje. Querendo ou não, a bolha explodiu primeiro por lá. Não é uma questão do “quanto realmente vale”, provavelmente apesar da queda de 50% ainda estejam longe do “preço justo”, no entanto, não se pode desprezar uma queda destas, que demonstra claramente um caminho de volta à REALIDADE. Lembrando que os preços não são “estanques”, se o preço do imóvel no centro subiu de forma absurda, foi graças a uma influência dos demais preços da cidade, agora é o caminho contrário…

      (*) Segundo sua informação.

      2+
      • avatar
  • alexny 23 de setembro de 2016 at 14:26

    Se a ela esta com 12 parcelas atrasadas e ainda nao tomaram o sonho dela isso significa que a conta vai ficar para a sociedade brasileira , ao contrario daqui nos USA que quando o inadimplente acordava no ultimo dia do terceiro mes , seus moveis e malas ja estavam na calcada e o “sonho” ja tinha ido a leilao.

    ou seja , podem se preparar para pagar esta conta..

    5+
  • cesarkebrado 23 de setembro de 2016 at 14:34

    geofisico.
    O valor de um bem necessita a meu ver de 2 coisas para se consolidar: 1 – realidade economica = oferta e procura. 2 – percepção dessa realidade pelo vendedor e comprador = certeza de que essa realidade economica é certa e sem volta. Um exemplo disso é se eu lhe oferecer um imovel hoje que estava sendo oferecido por 500 k por 250 k você compra? Você provavelmente não compra, pois, ninguem sabe ainda onde essa merda vai parar, apesar de você ser bolhista e por isso provavelmente ser bem informado. Imagina as pessoas comuns 666 que têm preguiça de ler ate titulo de materia. Por isso que se diz que o verdadeiro Economista acerta onde aplicar no futuro enquanto o resto discute qual teria sido a melhor aplicação “no passado”, ou seja, ai é facil até o mendigo da esquina sabe.

    3+
    • avatar
  • cesarkebrado 23 de setembro de 2016 at 15:03

    Eu fico pensando o seguinte: Sei que nos EUA e especialmente Europa, o dinheiro esta saindo pelo ladrão, os investidores lá brigam pra conseguir 2% ao ano e só não emprestam pra nós aqui por conta dos entraves legais e de garantia mantidos pelo Estado para garantir aos bancos brasileiros o monopolio do curral de escravos (nós). Ai eu penso, SERÁ que o Temer abrindo um pouquinho a porteira não poderia criar novamente uma grande demanda financiada ? Estou falando apenas na industria (venda de usinas de cana todas quebradas etc) comercio (venda de shoppings e etc) e agricultura e pecuaria (terra aqui é barato para eles), o mercado imobiliario pode esquecer, que esse não tem volta. A base do que digo é que quando quebramos ficamos baratos e aí ficamos atrativos, basta ter estabilidade politica (que ja chegou) e jurídica. Eu “creio” e “sonho” que isso aconteça, pois caso contrário não vejo saida para crise e para o Estado gigantesco que temos que carregar nas costas.

    4+
    • avatar
    • CA 23 de setembro de 2016 at 16:12

      cesarkebrado,

      Este é o sonho do Temer também.

      Alguma coisa sempre acontece. Hoje foi noticiado que a Brookfield comprou 90% de um Ativo que era da Petrobrás por US$ 5 bilhões, o que ajuda no plano de desinvestimento da Petrobrás, que mira obter algo entre US$ 15 e US$ 19 bilhões.

      O número acima ainda é muito pouco relevante em relação a nossos rombos. Precisaríamos de centenas de bilhões de reais, pelo menos R$ 55 bilhões em concessões para que em 2017 tenhamos “apenas” R$ 139 bilhões de déficit sem que o governo aumente impostos (o que também não vai resolver = Laffer), mais algumas centenas de bilhões de Reais para grandes obras de infraestrutura em todo o país para se buscar uma recuperação.

      O desejo que empresas do Exterior venham para cá em larga escala, despejando centenas de bilhões de Reais ou até mesmo trilhões, graças ao excesso de liquidez internacional e falta de oportunidades de boa rentabilidade no Exterior, é o que a EmpiriCUs chamou de “Tsumoney”. Não acredito que vá acontecer, pelos seguintes motivos:

      1) BOVESPA já subiu bastante em 2015, ao mesmo tempo que a cotação do US$ caiu de forma relevante. Em outras palavras, nossos Ativos ficaram mais caros em US$, menos atrativos ;

      2) A solução da crise fiscal, ou pelo menos um plano de ações exequível e minimamente confiável, é “conditio sine qua non” para que os investidores estrangeiros possam vir para cá EM LARGA ESCALA. Como confiar nesta solução fiscal, se as mudanças nas leis trabalhistas ficaram para o 2S17, a reforma da previdência não está andando e o Governo continua concedendo reajustes para funcionários públicos, auxílio para Estados em suas dívidas e não demonstra NENHUMA firmeza em suas ações para reequilíbrio fiscal? ;

      3) De onde sairá o dinheiro para os investimentos de centenas de bilhões de Reais, que tem um retorno somente no longo prazo e ainda com altíssimo risco em um país como o Brasil, onde até o passado é incerto? Aqui se mudaram regras básicas depois que o jogo já havia começado, uma coisa é uma empresa aproveitar a péssima situação da Petrobrás e comprar um Ativo dela que é estratégico, como aconteceu com a Brookfield e mencionei mais acima, outra coisa, completamente diferente, é o que consta neste parágrafo e diz respeito a investimentos de longo prazo em um cenário bem mais incerto. A questão do risco x retorno não fecha para estes casos;

      4) Nenhum país que enfrentou forte crise fiscal recentemente acabou passando por um Tsumoney, apesar de já termos esta super-liquidez internacional combinada com falta de investimentos atrativos no Exterior nos últimos anos. Veja situação atual da Argentina (terceiro trimestre de queda seguida no PIB), Grécia, Rússia, etc., todos eles tiveram forte crise e em nenhum caso isto gerou uma “invasão estrangeira”;

      Existem muito mais motivos além dos que constam acima, desde novos desdobramentos da Lava-Jato, até a continuidade dos efeitos da bolha imobiliária, resistência da “nova oposição”, fraqueza de intenções do novo governo ficando cada vez mais visível, etc…

      5+
      • avatar
      • avatar
      • JJJ_brasilia 23 de setembro de 2016 at 16:51

        CA,

        Os 55 bilhões que virão das concessões, são via BNDES, ou seja, é dinheiro do governo saindo de um banco público, passando por empresas e voltando para o governo.

        Ou será que o setor privado brasileiro vai por a mão no bolso e entregar 55 bi para o governo? Acho muito difícil!!!

        5+
        • avatar
        • CA 23 de setembro de 2016 at 17:31

          JJJ_brasilia,

          O BNDES teria “cacife” para isto? Acho muito difícil.

          O BNDES tem centenas de bilhões de Reais do que ele já subsidiou com juros bem baixos vindos das manobras “expansionistas” da época do Mantega, isto já roubou muito da liquidez dele. O Tesouro também tem outras centenas de bilhões de Reais para repassar ao BNDES referentes ao mesmo assunto. Não vejo espaço para o BNDES bancar isto. Não esquecendo o nível de calote que o BNDES vai ter, com devedores como Odebrecht e outros com dívidas de dezenas de bilhões de Reais e que não conseguirão pagar. Aliás, creio que se o BNDES bancasse, não teria nenhum efeito prático quanto a melhorar as “expectativas do mercado”, todos desaprovariam a manobra. Ponderar: mesmo com juro subsidiado, quem se aventuraria nestes projetos? Os riscos são tão elevados, que mesmo com juros menores não valeria a pena.

          No fundo o sonho do governo Temer é este mesmo, que tenhamos o tal do “Tsumoney” de dinheiro vindo do Exterior.

          3+
          • avatar
          • JJJ_brasilia 23 de setembro de 2016 at 17:44

            CA,

            Obrigado,

            Do exterior dificilmente está grana vem, quem confia nos contratos da banania, só se assinarem em Londres e olhe lá.

            3+
          • rogerio 23 de setembro de 2016 at 17:53

            Esse Tsumoney não deixaria tudo mais caro para nós mortais? tudo que se produzísse ou construísse seria direcionado ao investidor de fora, criando uma inflação artificial nas coisas, parecido com a bolha imobiliaria?

            2+
      • Cesar_DF 25 de setembro de 2016 at 09:02

        Se eu fosse um empresário no exterior e tivesse 1 Bi de doletas na mão, só colocaria dinheiro no Brasil após eleição ptesidencial de 2018.
        Se a Marina Silva ganhar, não colocaria dinheiro aqui nem a pau.Já se o Bolsonaro ganhasse …

        0
  • O Cramulhao de FHCigienopolis45 23 de setembro de 2016 at 15:10

    Tenho como cliente mais de 3 das incorporadoras que vocês citam aqui como prestes a pedir recuperação judicial. Todavia, posso ganarantir que ainda assim elas vão fazer mais lançamentos em 2017. Não tenho acesso à parte financeira delas, mas sim aos 666, e posso garantir que onde se lê distratos na ordem de 40%, podem colocar 50% e por aí vai.

    Off: ao eleitor do Doria PSDB-PCC, sugiro que não cite o nome do povo Paulista em vão. Nos para paulistas honestos jamais votaremos na corja estatólatra que deixou a criminalidade tomar conta do nosso estado. Precisamos de um partido Liberal, não dos estatólatras do PSDB-PCC.

    Doria do PSDB-PCC é um empresário que se apóia no estado de São Paulo, e qualquer Paulista honesto e bem informado sabe disse. Esse Blog não é de política, assim sendo, creio que cabos eleitorais assim deveriam se redimir e se a ter aos seus pombais eleitorais.

    5+
    • avatar
    • avatar
    • CA 23 de setembro de 2016 at 15:49

      Para as construtoras que mais participaram do esquema de vendas FALSAS na planta e que em função disto estão em péssima situação financeira, algumas em situação de “Reestruturação de Dívidas” (Recuperação Judicial Branca), como a PDG e a Rossi, apesar de já estarem com super-estoques, equivalentes a ANOS de vendas (a PDG tem estoque para aproximadamente 9 ANOS de vendas), é importante que elas continuem a fazer lançamentos. Por que?

      Os lançamentos são parte essencial do esquema de vendas FALSAS na planta:

      1) No ato do lançamento, pode pegar a entrada que é paga para construtora e parcelar em até 36 meses, que é o prazo que normalmente demora até lançar, construir, obter o habite-se, etc. Esta diluição da entrada em 36 meses é fundamental para o GOLPE, porque assim o preço a ser pago mensalmente pelo “comprador” durante a construção é o menor possível, ou seja, a “parcelinha” durante a construção fica baixa, cabe no orçamento e atrai muitos incautos que no ato da entrega do imóvel não terão renda para adquirir o crédito imobiliário ;

      2) Com o aumento das vendas FALSAS constantes no item 1, a construtora SIMULA que a situação não está tão ruim: primeiro porque as novas vendas FALSAS na planta fazem com que não apareça o número real de ANOS de vendas que eles tem em estoque, segundo porque os lançamentos passam a compor o patrimônio liquido e a relação PL/DL também fica mascarada, parecendo não estar tão ruim como realmente está.

      O PEDALAR que consta acima é que garante que teremos uma distorção entre estoque e vendas CRESCENTE, que forçará reduções de preços cada vez mais relevantes no futuro próximo…

      5+
      • avatar
      • avatar
      • Cajuzinha 23 de setembro de 2016 at 16:31

        CA, tenho percebido que a Rossi tá querendo pegar dinheiro não só com as vendas falsas na planta, mas também com os imóveis já prontos. Sugerem que o cliente dê um sinal com valor quase irrisório do montante do imóvel. Gostaria que, se possível, vc comentasse. Veja isso:

        Vista Beira Mar 106 m² – Sinal 39.000 R$528.000
        http://se.olx.com.br/sergipe/imoveis/vista-beira-mar-106-m-sinal-39-000-246649467?last=1&xtmc=prime+sinal&xtnp=1&xtcr=1

        Esse é apenas um exemplo dentre vários, inclusive em imóveis de alto padrão com preço pedido acima de 1kk

        3+
        • CA 23 de setembro de 2016 at 17:14

          Cajuzinha,

          Este que você colocou o endereço especificamente, parece ser usado e não a construtora Rossi vendendo (só o corretor tem o sobrenome Rossi). Teria algum outro exemplo?

          Sobre este link que você colocou, falam sobre “sinal”, que não é o mesmo que “entrada”. Eles podem estar parcelando a entrada diretamente com o proprietário, aceitando veículos ou outros bens como parte da ENTRADA ou até mesmo fazendo um “financiamento próprio” com o proprietário antes do financiamento com o banco e deixando de 80% a 90% do valor do imóvel para o financiamento com o banco.

          Mesmo no caso da Rossi, se ela estiver fazendo isso, pode estar seguindo o mesmo “script”.

          Existem alguns casos, ainda mais absurdos, em que o “comprador” não consegue o valor da entrada e aceita pagar para construtora, “em suaves prestações”, em paralelo ao pagamento do financiamento junto ao banco. É a receita certa para a inadimplência DUPLA, junto ao banco e junto a construtora…

          3+
          • Cajuzinha 23 de setembro de 2016 at 19:19

            CA, “Norcon Rossi” é a junção de uma construtora local que quebrou, NORCON, com a ROSSI. O Corretor, segundo geralmente anunciam, é empregado desta e o cliente não pagaria o custo de corretagem. O imóvel já está pronto, se ainda não foi entregue, está bem próximo da entrega. É da NORCON ROSSI e esse é só um exemplo de como eles estão anunciando.

            3+
        • Cesar_DF 25 de setembro de 2016 at 09:06

          Ta parecendo até o Banco Comind, que oferecia as maiores taxas de overnight, até o dia que fechou as portas e embolsou todo o dinheiro dos investidores

          2+
          • avatar
    • bolha real 23 de setembro de 2016 at 18:51

      Tenho vergonha alheia quando leio “PSDB-PCC”.

      Típico de esquerdista: é vítima da elite, não gosta da polícia, o PSDB é o problema do mundo e assim vai.

      3+
      • avatar
      • O Cramulhao de FHCigienopolis45 23 de setembro de 2016 at 21:49

        Desculpe colega Tucano, mas esquerdista é quem vota no PSDB-PCC. Nos Libertários gostamos de dinheiro e nao temos partido.

        Tenha vergonha sim, mas de votar nesse partido. Aqui em SP, o típico dono de bolhudinho é eleitor do PSDB-PCC, fez dívidas e agora como bom estatólatra bananense espera que a solução venha do governo.

        Excelente para nós do mercado, que suríamos nas LCAs e LCIs…

        4+
        • avatar
        • Cesar_DF 25 de setembro de 2016 at 09:10

          PSDB é a favor de estado gigante, basta ver que a carga tributária sempre aumenta no governo deles, a única diferença é que eles não criam uma horda de dependentes e não estimulam o ódio via divisão de classes

          2+
  • Melekento 23 de setembro de 2016 at 15:57

    E o fim a gente ja sabe, todas elas, sem excecao, recuperacao judicial.
    Ai o bicho comeca a pegar realmente, pois a massa dos ativos (terrenos, apartamentos, casas etc), vao comecar a ser vendidos via leilao judicial para pagar os credores (bancos).
    Vao ser anos e anos de vida nesta situacao.
    E ai CA, como fica o investiotario que comrpou para vender o ap, num senario deste? Como fazer se em leilao judicial estao vendendo por 50% do valor de mercado anunciado?
    Abs.

    6+
    • avatar
    • joselito 23 de setembro de 2016 at 16:28

      Simples. Para de pagar, e seu “investimento” vai a leilão também.
      Quiçá, este investidor vai lá no leilão, comprar um para investir e outro para morar.

      6+
      • avatar
      • avatar
    • CA 23 de setembro de 2016 at 16:32

      Melekento,

      Muitos compradores de imóveis já estão tendo prejuízo elevado faz tempo. Isto que você mencionou é mais um AGRAVANTE, ainda não percebido tão fortemente pelos investidores em imóveis porque muita gente não compra em leilões no Brasil.

      Alguns exemplos de prejuízos já sentidos na pele pelos compradores de imóveis nos últimos anos:

      Depoimentos de investidores na planta que já tem prejuízo desde 2013:

      http://defendaseudinheiro.com.br/comprar-imovel-em-tempos-de-bolha-imobiliaria

      CVR:

      Cerca de 3 anos atrás, um profissional que trabalhava prestando serviços na empresa em que eu atuava, comentou que havia comprado um imóvel da Viver na planta que estava demorando exageradamente para entregar. Na época, expliquei para ele o que estava acontecendo, que os preços iriam cair (no caso da Viver os relatórios mostram fortes quedas nos últimos anos) e que ela era fortíssima candidata a quebrar. Ele pediu distrato e depois entrou na justiça por não conseguir um acordo amigável. A construtora não queria devolver o dinheiro, apesar do GRANDE atraso na entrega, na péssima qualidade do empreendimento (que foi o principal motivo para ele pedir distrato), de já estar praticando preços bem menores em novas vendas, etc., etc.,etc. Agora a Viver, como todos sabem, entrou em Recuperação Judicial…

      Outros:

      Da mesma forma que no caso acima, temos milhares ou dezenas de milhares de pessoas.

      Olhando no ReclameAqui, temos mais de 1.000 reclamações se você procurar por “PDG Distratos”. Você verá que muitas delas tem o pedido de distrato “pendente de análise” há mais de 120 dias, alguns pendentes há mais de 1 ano. A PDG está pedalando com o dinheiro dos clientes, ao adiar os distratos, maquia que a situação dos estoques, vendas e endividamento estão ainda pior do que eles informam nos relatórios oficiais.

      Conclusão:

      Temos vários e vários casos como os que constam acima, ou ainda piores. Como já disse antes, esqueçam aquele papo de SPE salvador que garante a tranquilidade de quem comprou imóvel na planta, isto é uma grande TAPEAÇÃO. Reforço: o que aconteceu com a Encol mais de 20 anos atrás será fichinha perto do saldo que será deixado pela nossa bolha imobiliária…

      9+
      • avatar
      • avatar
    • Lucas 23 de setembro de 2016 at 16:40

      melekento
      talvez décadas
      desembaralhar tudo que fizeram, fazer o ajuste, voltar a criar confiança no mercado leva muuito tempo

      é aquela coisa, ganhar confiança leva uma vida, perder leva 1 minuto

      4+
  • Boruto 23 de setembro de 2016 at 16:12

    AVOA!!!!
    “Emprego na construção cai pelo 22º mês; demissões somam 469 mil em um ano”

    http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2016/09/23/emprego-na-construcao-cai-pelo-22-mes-demissoes-somam-469-mil-em-um-ano.htm

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 23 de setembro de 2016 at 16:24

      Na parcial dos oito primeiros meses deste ano, as demissões superaram as contratações em 651.288 vagas formais. Foi o pior resultado para este período desde o início da série histórica do Ministério do Trabalho, que, neste caso, começa em 2002.

      4+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Boruto 23 de setembro de 2016 at 16:29

        Só digo uma coisa: ARDAM!
        PMJ, PNJ

        3+
        • avatar
  • Cajuzinha 23 de setembro de 2016 at 16:48

    Só rindo mesmo, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    “O ano de 2016 não terminou, no entanto mudanças no financiamento imobiliário do país prometem movimentar o mercado nos próximos quatro meses. A Caixa Econômica Federal vai liberar R$ 54 bilhões para financiamento até o final do ano. E com a redução do número de lançamentos dos últimos anos, o estoque do segmento começa a diminuir. Os lançamentos previstos para 2017 sofrerão reajustes do mercado corroborados às transformações econômicas do país pós-impeachment.”

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    “A consultora Meyre Higuti, da CRM Assessoria Imobiliária, atua há oito anos no mercado imobiliário e considera esse um excelente momento para aquisição de imóveis. “Com a crise econômica as Incorporadoras estão investindo em campanhas promocionais, e isso contribuiu para a redução do valor do metro quadrado de maneira significativa em todo país”. Para quem tem dinheiro em aplicações financeiras, que não vem apresentando altas significativas no rendimento, retirar esses recursos e aplicar em imóveis é uma excelente oportunidade de negócio. “Os preços estão baixos e em longo prazo é o investimento mais rentável e seguro que existe”, avalia.”

    http://g1.globo.com/pr/parana/especial-publicitario/tha/noticia/2016/09/novos-modelos-de-financiamento-aquecem-vendas-do-setor-imobiliario.html

    4+
    • avatar
    • cesarkebrado 23 de setembro de 2016 at 17:02

      Ai que tá, as oportunidades de ganhar dinheiro na vida são justamente essas! O termo “sardinha” não deve ser visto somente como aquele que conhecemos para o mercado de ações, ele serve para tudo na vida ligado a negocios. Se todo mundo resolve abrir carrinho de cachorro quente na cidade o que acontece ?? Somente os fortes sobrevivem (se dão bem) e ser forte nesse mundo é ter estudo e informação, e aqui estamos, colhendo e compartilhando informações, enquanto isso os 666 que passam o dia vendo video e corrente no zap zap continuam ODIANDO ler um texto kkkk. Deixa a sardinhada se FODER, burro tem que pastar. Ouvi uma vez que: “podre é pobre porque merece” e infelizmente (me perdoem os politicamente corretos) é uma grande verdade, eu fui pobre até que resolvi fazer calo na bunda estudando. (to longe de ser rico, mas vivo bem).

      9+
      • avatar
      • avatar
      • odorico 23 de setembro de 2016 at 18:02

        Também penso assim. Todo mundo tem oportunidades. O drogado tem chance de sair. O que mora na palafita tem chance de ir para uma comunidade melhor. O pobre tem chance de melhorar um pouco, o sem estudo de estudar, o desempregado de fazer um concurso. Enfim, alguns tem mais ou melhores oportunidades, mas todos tem oportunidades dentro de seu ambiente ou estilo de vida. Alguns abraçam as oportunidades que aparecem, outros reclamam das que aparecem. Antigamente, tinha uma visão que o “sistema” massacrava, mas vi que esse mesmo “sistema” é que premia aqueles que resolvem se sobressair. Enfim, por isso hoje vejo que a melhor maneira do governo ajudar as pessoas é melhorar o ambiente de competição em tudo e mostrar que os melhores são premiados e os piores são penalizados. Seleção natural.

        4+
        • avatar
        • bolha real 23 de setembro de 2016 at 18:55

          Exato, pra isso precisamos de menos estado e economia mais aberta.

          2+
          • avatar
          • O Cramulhao de FHCigienopolis45 23 de setembro de 2016 at 21:55

            Sim menos estado, menos PSDB-PCC, PT e PMDB. É isso que tento explicar pra tucanalhada tonta aqui de SP , mas até aqui no Blog vemos defensores do partido-escória que se sentem incomodados quando crítico o partidinão do coração deles…

            O Brasil vai continuar afundando enquanto tivermos gente ignorante fazendo dívidas e defendendo partidos. A Bolha foi só o início dos problemas.

            1+
        • gmlinux 23 de setembro de 2016 at 20:56

          Estou 100% com você

          2+
    • CA 23 de setembro de 2016 at 17:22

      Cajuzinha,

      Mais um exemplo de como funciona a DESINFORMAÇÃO:

      Segue um trecho do link acima:

      “E com a redução do número de lançamentos dos últimos anos, o estoque do segmento começa a diminuir.”

      Na verdade, os lançamentos caíram muito, no entanto, os DISTRATOS cresceram demais. No computo geral, é fato que o estoque caiu UM POUCO, só que as vendas liquidas de distratos DESPENCARAM. Na prática, a distorção entre oferta e procura não para de crescer. Basta ver o exemplo da Viver que acabou de pedir recuperação judicial quando estava com estoque equivalente a 6 ANOS de vendas ou o caso da PDG, que ao final do 2T16 tinha estoque equivalente a 9 ANOS de vendas.

      As distorções acima são claríssimas e típicas de bolha imobiliária, sendo que estão em patamares recorde e crescentes. Sem contar que estão escondendo uma grande parte da super-oferta, quando por exemplo, adiam Às vezes por mais de 1 ano o reconhecimento dos distratos. Isto significa que a verdade é exatamente o OPOSTO do que eles colocaram: esta distorção absurda entre oferta e procura, sendo crescente, é mais um dos fortes indicadores da tendência de novas quedas de preços.

      Em outras palavras, o que colocaram nesta campanha publicitária disfarçada de “artigo” é um autêntico CRIME, o famoso estelionato (171)…

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • rogerio 23 de setembro de 2016 at 18:02

    Não adianta a bolha só vai estourar depois que o willian bonner anunciar uma manchete bombástica na chamada do jornal nacional….enquanto isto, ela vai apenas murchar, nesse ritmo vai levar 10 anos corroída pela inflação.

    6+
  • CA 23 de setembro de 2016 at 19:30

    O nickname death colocou um link bem pra cima, vale repetir:

    http://www.resimob.com.br/a-hora-de-comprar-e-agora/

    O desespero do segmento imobiliário não vai se resolver com a DESINFORMAÇÃO. O “agora é o melhor momento para comprar um imóvel”, já está manjado demais por aqui. Uma das características da má-fé do segmento imobiliário é a de se utilizar de lógicas INCOMPLETAS, SIMPLISTAS, ou em outras palavras, SOFISMAS. “Ah, o preço já caiu 40%, então significa que é um bom momento comprar e quem comprar agora com certeza vai ganhar”. Onde consta a análise que demonstra que este preço com 40% de desconto voltou a acompanhar os fundamentos, está compatível com renda, está compatível com o real VALOR do que está sendo ofertado, voltou a guardar uma proporção similar a que tinha uma década atrás com relação a outros Ativos?

    Para quem fez tantos trabalhos com pesquisas bem embasadas em FATOS e DADOS, o SOFISMA acima, completamente SEM EMBASAMENTO, só traduz uma coisa: o bolso exige que se esqueça o orgulho, a dignidade ou o que quer que seja. As favas a verdade, as favas a honestidade, o negócio é partilhar do mesmo jogo sujo de mais de uma década que é praticado intensamente pelo mercado imobiliário, tentando SOBREVIVER às custas da mentira e enganação.

    Dizer que os preços de imóveis caíram como de qualquer coisa em momento de crise, para alguém que já frequentou este blog e cansou de ver uma infinidade de gráficos, inclusive aqueles que demonstram que o preço dos imóveis ao longo dos últimos 11 anos ficaram completamente fora dos fundamentos, tendo subido MUITO MAIS do que a inflação, a renda, o custo de construção, os aluguéis, os investimentos financeiros ou qualquer outra variável, é no mínimo, uma atitude de desespero de quem precisa vender “à qualquer custo”, inclusive com o custo de sua reputação…

    Outro ponto interessante é FAZER DE CONTA que a tal “crise do segmento imobiliário” é consequência da crise que começou em 2015, quando por aqui, infinitas vezes demonstramos que o ano de 2012 foi o pior ano para o segmento imobiliário em todos os tempos. Foi o ano em que o faturamento das construtoras com Ações na BOVESPA caiu mais de 30%, os estoques em unidades DOBRARAM, os distratos DOBRARAM e passaram de R$ 5 BILHÕES no total, o prejuízo consolidado das construtoras passou de R$ 1 BILHÃO, a dívida liquida em relação ao patrimônio liquido passou de 100% para várias delas e foi a partir daí que começaram as quedas de preços, apontadas por diferentes pesquisas baseadas em preços negociados. Associar esta “crise imobiliária” como cíclica e normal, novamente dizendo que é ocasionada só pela indisponibilidade de crédito imobiliário barato e farto, juros mais altos, etc., é esquecer que naquele mesmo ano de 2012 tivemos a menor SELIC de todos os tempos, com o governo dando todos os incentivos para que os bancos públicos praticassem os menores juros de todos os tempos no crédito imobiliário.

    O resultado prático do artigo do link acima: jogou fora a reputação para tentar sobreviver, no melhor estilo Amorinha…

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Minions 23 de setembro de 2016 at 20:56

      Pois é! O sujeito aparece aqui de vez em quando, concorda com algumas colocações pra “se integrar ao grupo”, propõe alguns tópicos mas com o tempo mostra que a sobrevivência fala mais alto.
      Não adianta mais “desinformar”. Sobraram pouquíssimas sardinhas.

      2+
  • zedabolha 23 de setembro de 2016 at 20:26

    odorico

    Também penso assim. Todo mundo tem oportunidades. O drogado tem chance de sair. O que mora na palafita tem chance de ir para uma comunidade melhor. O pobre tem chance de melhorar um pouco, o sem estudo de estudar, o desempregado de fazer um concurso. Enfim, alguns tem mais ou melhores oportunidades, mas todos tem oportunidades dentro de seu ambiente ou estilo de vida. Alguns abraçam as oportunidades que aparecem, outros reclamam das que aparecem. Antigamente, tinha uma visão que o “sistema” massacrava, mas vi que esse mesmo “sistema” é que premia aqueles que resolvem se sobressair. Enfim, por isso hoje vejo que a melhor maneira do governo ajudar as pessoas é melhorar o ambiente de competição em tudo e mostrar que os melhores são premiados e os piores são penalizados. Seleção natural.

    1+

    Menos Estado, é muito bonito nos EEUA. Menos estado é povo com fome, sem moradia, aumentando o numero de favelas, falta de escolas, hospitais, medicamentos essenciais. Essa fórmula. O empresario só investe no que da lucro imediato.

    4+
    • Cadeludo 23 de setembro de 2016 at 20:43

      isso mesmo quanto mais estado babá melhor tem que lacrar 13 e afins até o grande cataclisma
      celso roth para presidente do Brasil!!!

      1+
    • gmlinux 23 de setembro de 2016 at 21:06

      onde este nosso estado esta oferecendo isto ai que você disse?
      Nem o basicão: segurança, saúde e educação

      0
    • Cesar_DF 25 de setembro de 2016 at 09:19

      No EUA os democratas resolveram investir em programas sociais para auxiliar mães, o resultado: em 8 anos ocorreu um aumento de casos de mães solteiras. Atualmente 80% das mães adolescentes negras são solteiras. O pteguiçoso sempre procura uma forma de se encostar no estado provedor do bem estar

      2+
      • avatar
  • gmlinux 23 de setembro de 2016 at 20:51

    joselito

    A meu ver, a única forma (pensamento utópico) de fugir desse ciclo é no voto, quero dizer, um presidente sem voto (com isso me refiro a apoio popular) não terá força, não fará nem cosquinha, no poder econômico. Como ele iria alterar o “esquema” se não tem apoio do povo (que, em última análise, é composto pelos que não são do esquema)? Não dá!

    3+

    Apoio popular… Maduro tinha e deu no que deu.
    Um presidente não pode governar apenas para a maioria, principalmente se a minoria possui o $$$ (classe alta) para investir ou paga os impostos (classe média de verdade, não a do PT) que sustentam os empregos e benefícios da classe média do PT.

    2+
    • avatar
  • cesarkebrado 23 de setembro de 2016 at 22:58

    A petralhada agora quer espalhar a ideia de que TODOS os partidos politicos são ruins, é uma bandidagem intelectual bem ao nivel PT. Eu sou PSDB aqui em São Paulo de carteirinha e FHC, Alquimin , Ronaldo Caiado e Petro Taques são meus herois na classe politica, infelizmente o brasileiro deixa a inveja que tem de caras estudados e bem sucedidos falar mais alto na hora de votar e por isso temos tão poucos politicos inteligentes e estudados, a esmagadora maioria acaba sendo de Lulas. Brasileiro medio se sente melhor em acreditar na estoria do “Pedreiro que sabe mais que Engenheiro” ou do “Farmaceutico que sabe mais que o Médico”, assim os 666 se sente bem, orgulhosos de sua ignorância. Como dizia um amigo meu de repartição: “tudo é melhor que estudar, até morrer queimado” kkkkkkkkkkkk.

    0
    • O Cramulhao de FHCigienopolis45 24 de setembro de 2016 at 00:01

      Se vc apóia, defende e ainda se assume pro-PSDB-PCC, deve ser do tipo que compra apartamento na planta também, não?

      Quem diria, aos poucos estamos vendo os militontos socialistas do blogue. Essa coisa de criticar PSDB-PCC fazer alguem ser petistas não cola mais, meu caro tucanalha. Vocês são iguais ou piores que os petistas e só enganam os desavisados.

      São como os corvos, que só vivem de um marketing ferrenho que convence apenas a parcela ignorante da população.

      Nunca foi minha intenção falar de política no Blog, mas cada vez mais tenho visto os socialistas estatólatras penacho botando as asinhas de fora, e como bom libertário, não posso deixar quieto.

      Votar nosim socialistas do PSDB-PCC e comprar ap. da PDG é o tipo de erro que um sujeito normal só faz um vez…

      1+
  • cesarkebrado 23 de setembro de 2016 at 23:10

    Socialismo!? Nós já vivemos em um socialismo de dar inveja ao Fidel fazendeirão de Cuba. Quem trabalha aqui no Brasil. Paga imposto em tudo deixando metade do que ganha pro governo para ter segurança, saúde, educação e no fim tem que pagar com a metade que sobra do salario por segurança, saúde e educação. E tem coitado que ainda tem medo de isso aqui virar socialismo.. tá de brincadeira, isso aqui só não tem o nome SOCIALISMO, acordem.

    5+
    • O Cramulhao de FHCigienopolis45 24 de setembro de 2016 at 00:13

      Você sabia que o PSDB-PCC que você acabou de assumir que defende tem “Social-Democracia” no nome? Sabe o que isso significa? Sabe que famosos tucanalhas como Aluísio Nunes foram terroristas assim como a Dilma? Sabe que Serra foi esquerdista da UNE? Só nessa já te desmascarei como socialista tucano infiltrado.

      A petralhada já era. Ninguém se preocupa com cachorro-morto. Precisamos agora continuar a expurgar as laranjas podres , sobretudo aqui em São Paulo, e pra isso, nada melhor do que começar pelo PSDB-PCC.

      Nao sou partidário, mas se fosse me filiar, seria ao Partido NOVO, o único que tem mais a ver com Liberdade Econômica.

      E por fim, não posso citar nomes, mas se eu trabalho diretamente com os cabeças de algumas incorporadoras, e crítico tanto o PSDB-PCC aqui em SP, pode apostar que estou mais por dentro da sujeira do setor que vc sequer pode imaginar…

      5+
      • avatar
  • Longa Manus 24 de setembro de 2016 at 01:10

    É BOLSONARO, cacete!!!!!

    2+
    • avatar
  • Cajuzinha 24 de setembro de 2016 at 08:41


    23 de setembro de 2016 17:30
    Caixa faz feirão para renegociar dívidas de financiamento habitacional”

    1+