Caixa volta a ter crédito mais barato para financiar imóvel – Exame

Você pode gostar...

Comments
  • Ilusionista 3 de setembro de 2016 at 19:02

    diversão preferida dos corretores de imóveis durante o “boom imobiliário” agora sofre com a crise….
    em 2010 eram 20 navios, neste verão serão apenas 7 cruzeiros na costa brasileira.

    http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,brasil-sai-da-rota-dos-navios-de-cruzeiro,10000073901

    15+
    • avatar
    • avatar
  • Seguidor do Bolha BH 3 de setembro de 2016 at 19:06

    Um colega meu conseguiu estas taxas na negociação de um ap de 530 mil temers.

    15+
    • avatar
    • anti_corvo 3 de setembro de 2016 at 21:07

      Isso não é difícil, acima de 500 mil ainda havia crédito, o problema era de 220 a 500 que havia acabado faz tempo.

      15+
      • avatar
      • avatar
      • JJJ_brasilia 4 de setembro de 2016 at 12:18

        Para conseguir acima de 500k, o imóvel foi avaliado pela Caixa por 500k e oa 30k restantes ele pagou por fora.

        Tática comum no mercado.

        16+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Ribs 3 de setembro de 2016 at 19:07

    Caixa maldita

    18+
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 4 de setembro de 2016 at 19:53

      Dá-le pedaladas

      10+
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 3 de setembro de 2016 at 20:19

    Vislumbrando otimismo:
    -a Caixa não permite mais realizar a simulação do financiamento imobiliário pela pró-cotista em seu site.
    um mutuário que tem 40 anos e quer comprar um imóvel de 400 mil reais financiando 80% desse valor… a diferença de dois pontos porcentuais dos juros pode ser representativa em 30 anos.:
    Pegando 400 k, .. o mutuário irá pagar cerca de 1,06 milhão ao final desse prazo na linha com juros de 8% ao ano, terá de pagar cerca 1,24 milhão ao optar por um financiamento com uma taxa de 11% ao ano, uma diferença de 173 mil reais.

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • bolhista cearense 4 de setembro de 2016 at 13:58

      Acho que não é bem “vislumbrando otimismo” mas sim: escondendo o pouco que tem. Vejamos: de acordo com a matéria; só se o cliente for pessoalmente à agência saberá se pode fazer o financiaumento. E se fizer, nas condições que ele poderá pagar.

      8+
  • Cadeludo 3 de setembro de 2016 at 20:22

    vejam nos comments o povo vibrando loucos pelo crédito.
    bananistão não vai pra frente pq o povo é muito burro e ignorante
    chinelagem não tem um real guardado mas a caixa paga pra eles
    pra tentar se popularizar esse governo vai tocar os pés pela mãos
    com a impressora ligada querem reduzir inflação e juros.
    isso non ecxiste
    só aqui…

    47+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • wing 3 de setembro de 2016 at 21:33

    Enquanto puderem fazer a economia sangrar, o farão.
    O pior é gente comemorando nos comentários.

    22+
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 4 de setembro de 2016 at 19:56

      Tudo corvo

      7+
  • Cesar_DF 3 de setembro de 2016 at 21:38

    Com um valor médio de 362k e um crédito disponível de 1,7 bilhão, dará para financiar a incrível quantidade de 4.696 imóveis, com certeza isto salvará todo o mercado imobiliário

    45+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • bolhista cearense 4 de setembro de 2016 at 13:39

      Só queria saber quantos meses durará este crédito.

      11+
      • avatar
  • SampaBoy 3 de setembro de 2016 at 22:05

    Medidas como essa so dao uma pequena alimentada na bolha e atrasam o estouro e a recuperacao do pais. No meu ver, este tipo de medida é igual imprimir dinheiro, pressiona a inflacao, e a consequencia obvia é que nao vao conseguir descer a Selic,….juros a salvo!

    42+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • bolhista cearense 4 de setembro de 2016 at 13:40

      E olha que redução da selic é meta do atual governo…

      9+
  • Mentor 4 de setembro de 2016 at 00:06

    Medida tomada apenas para arrefecer os ânimos de poucos. É como usar o limite do cheque especial para pagar a fatura do cartão, dá a falsa impressão que está tudo bem mas depois vem o acerto de contas. 58% do país está com contas atrasadas e o que “eles”fazem?, abrem mais crédito! Quero só ver quanto vão aumentar os impostos para financiar mais essa cagad…

    28+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • bolhista cearense 4 de setembro de 2016 at 13:43

      O pessoal da FIESP vai “adorar” este aumento de imposto…

      11+
  • job 4 de setembro de 2016 at 00:22

    CVR proprietário burro tem mais é q se f****
    Colega de trabalho alugava um ap por 900 reais + 500 de condomínio. 3 meses atrás o proprietário cresceu o olho e pediu 1200 na virada do contrato.
    Meu colega mandou pastar e conseguiu outro ap na mesma faixa.
    Faz 3 meses que a placa de aluga-se não sai desse ap, e meu colega continua visitando os ex vizinhos, e continua dando risada do proprietário tb.
    Cálculo do prejuízo do dono: 3×400 + 3×900 = aproximadamente 4k, por causa de 200 pilas por mês.

    55+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Awulll 5 de setembro de 2016 at 09:53

      3*500, não?
      1500 + 2700 = 4200. Passou de 4k já.
      Um salve a esse proprietário!

      9+
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 4 de setembro de 2016 at 09:48

    na Classe A plus,
    Construtoras têm oferecido descontos que chegam a até 15%
    Existe, inclusive, um estoque de imóveis lançados em 2011 que ainda não foi vendido.
    “É melhor vender hoje a preços mais baixos do que pagar a manutenção dos apartamentos parados e sem garantia de que venderemos mais caro no futuro”

    carros da marca BMW apresentaram sozinhos uma queda de vendas da ordem de 45,35% entre janeiro e julho de 2016 e o mesmo período de 2015, saindo de 3.510 para 1.918. A Land Rover também teve um desempenho bem negativo no país, com retração de 13,66%
    Empreendedores mudam estratégias para tentar segurar clientela seleta
    http://hojeemdia.com.br/primeiro-plano/economia/empreendedores-mudam-estrat%C3%A9gias-para-tentar-segurar-clientela-seleta-1.411648
    e os corvos vislumbram melhoras .
    pelo jeito corvos não sabem o que é “vislumbrar”.

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • rodrigosp 5 de setembro de 2016 at 11:48

      Ainda sobre a classe A+++, plus, gold…

      Nunca entendi como esse mercado funciona, está fora dos meus parâmetros, mas a quantidade de apartamento de “luxo” em SP são muitos, muitos apartamentos com metragens acima de 200 m2, em regiões ditas nobres como Chácara Klabin, Vila Mariana, Moema, Brooklin, Paraíso, Campo Belo e etc…

      São muitos apartamentos vagos além de muitos em obras, fora os lançamentos!

      Outro dia fui deixar minha esposa no trabalho, vi um prédio bonito, enorme, na frente dele uma praça com chafariz meia dúzia de corvos velhos fumando um cigarrinho por volta das 09 da manhã…

      Fiquei curioso, trata-se do Ibirapuera Boulevard, apartamentos de 246m2, entregues há pouco mais de dois anos e pensei:

      “Quantos apartamentos já foram vendidos?”

      Pesquisei e os preços variam em anúncios de 2KK a 2.8kk…

      Depois de alguns dias fui cortar o trânsito novamente para deixar minha esposa e dei uma encostada rápida onde tinha vista das janelas da área de serviço (algumas construtoras não colocam janelas na área de serviço, não é obrigatório) e nesse caso mesmo sendo apartamento de luxo, percebi que não tinham janelas em 80% dos apartamentos, ou seja, desocupados após dois anos de entrega, condomínio amargado pela construtora com certeza mais de 2k/mês, além do IPTU e manutenções!

      Não tenho a menor ideia do que deva acontecer com tanto apartamento de “luxo” em SP, não acredito que hoje pessoas que tenham 2 milhões livres para adquirir um novo imóvel estejam comprando, como disseram aqui, rico gosta de dinheiro e não de imóvel!

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cadeludo 4 de setembro de 2016 at 10:59

    http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/china-quer-importar-1-milhao-de-jegues-ao-ano-diz-ministra
    em 20 anos todos os nosso problemas estarão resolvidos
    tô quase indo junto…

    28+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 4 de setembro de 2016 at 19:59

      Em 200 anos vai acabar os brasileiros no Brasil

      24+
      • avatar
      • avatar
      • Thiaguinho 5 de setembro de 2016 at 10:17

        Mitou hein Zé 🙂

        5+
        • avatar
  • Cadeludo 4 de setembro de 2016 at 11:01

    para os 666 as “soluções” estão pipocando
    Alguns projetos nunca param de crescer. Para você não ficar para trás, faça um Crédito Imóvel Próprio Caixa. Você usa seu imóvel como garantia e consegue o dinheiro que precisa, com taxas e prazos especiais. Veja mais: http://goo.gl/kQdS2W

    8+
    • avatar
  • Palmeirense Bolhudo 4 de setembro de 2016 at 11:08

    A cada quatro imóveis, três são vendidos com desconto

    A cada cem pessoas que compraram imóveis nos últimos dois semestres, 77 conseguiram desconto em relação àquilo que o vendedor pedia. E, pelo 16º mês consecutivo, o percentual de compras com desconto aumentou. É o que aponta pesquisa divulgada este mês pelo portal FipeZap.

    http://zh.clicrbs.com.br/rs/vida-e-estilo/imoveis/noticia/2016/09/a-cada-quatro-imoveis-tres-sao-vendidos-com-desconto-7375416.html#

    8+
    • avatar
    • avatar
  • O Cramulhao de FHCigienopolis45 4 de setembro de 2016 at 12:33

    Vocês todos aqui também estão vendo os anúncios da EVEN dando 50% de desconto na compra de apartamentos aqui em São Paulo? É só o começo…as machine-learning no Pandas-Python, R e Cia mostram a forte tendência vindoura de queda nas compras.

    15+
    • avatar
    • Ogami 5 de setembro de 2016 at 20:32

      Não liga se perder este feirão. Este ano já é o terceiro Even day…kkkkkk

      2+
      • avatar
  • Ilusionista 4 de setembro de 2016 at 13:07

    “Quando o consumidor se dirige a um ponto de vendas de um imóvel na planta, por livre e espontânea vontade, sem a intervenção de qualquer pessoa, tampouco algum corretor de imóveis, e nem ao menos tem a opção (e ciência) de escolher quem lhe atenderá, é questionável o desvirtuamento da atividade do corretor de imóvel, que não aproximou as partes e não teve utilidade prática de sua ‘atuação”

    http://www.conjur.com.br/2016-set-04/tese-abuso-taxa-sati-serve-comissao-corretagem?utm_source=dlvr.it&utm_medium=facebook

    20+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • bolhista cearense 4 de setembro de 2016 at 14:01

    Muito bem, aplausos, financiem, vendam, vendam para depois tomarem de volta e levarem os imóveis a leilão.

    12+
    • avatar
    • avatar
  • alemonbnu 4 de setembro de 2016 at 14:49

    Na minha opinião o efeito disso aí é proteger a bolha. Bananense nao vê preço. Banananense vê parcela. Se a parcela cabe no bolso,”fiz um bom negocio!”.
    Bah, esses juros da CEF deveriam ir pra uns 15%a.a. pra ter um çangui num nivel legal

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • SampaBoy 4 de setembro de 2016 at 20:54

      Concordo, Deveriam ter feito o contrario. E é evidente que a cultura de consumo brasileira, pelo modo que é, necessariamente dividira sempre o pais entre aqueles que querem ostentar e ter, e pra isso vao pagar sempre o valor que for e o juro que couber no bolso para ter o que querem, e aqueles que simplesmente vao receber esses juros. Se o governo criar facilidades ira alimentar uma bolha de consumo que sempre ira corroer a economia com inflacao , especulacao de preços e deterioração do endividamento do governo (pelos gastos e pela inadimplencia do consumo desmedido). Somos diferente do japao, um pais como o nosso deve funcionar necessariamente com “bloqueio” de “consumo financiado” utilizando juro alto e baixa intervenção governamental para estimulos de consumo. O investimento do governo deveria ser totalmente em infraestrutura para facilitar os negocios e reduzir custos ao empreendedor , o que indiretamente beneficiaria o pais com mais empregos (alem reducao de custos e preco final ) e competicao de mercado. Criar facilidades de consumo para realização de “sonhos de consumidor” é destruir o pais.

      20+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Sergio Soares 5 de setembro de 2016 at 09:12

      Concordo plenamente!

      4+
  • EngenheiroSP 4 de setembro de 2016 at 15:15

    Truque pra acalmar os ânimos no pós-impeachment. Claro que qualquer número com “bilhão” salta aos olhos, mas não financia nem o que tem disponível em São Paulo.

    E imagina a cara do feliz propriotário quando a TR aumentar essa taxa em 30% (olha ela ai de novo!)

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Skidwasted 4 de setembro de 2016 at 19:28

    Enquanto isso, em BH/MG o preço dos imóveis está subindo!
    Compra agora porque depois vai estar mais caro.
    (reportagem paga de corvos) http://estadodeminas.lugarcerto.com.br/app/noticia/noticias/2016/09/04/interna_noticias,49557/preco-de-imoveis-sobe-7-02-no-1c-trimestre-de-2016-em-bh.shtml

    7+
  • Cadeludo 4 de setembro de 2016 at 19:46
    • Zé do Brejo 4 de setembro de 2016 at 20:06

      Não tinha dinheiro pra pagar seguro e provavelmente deve estar com IPVA atrasado tb.
      Bananense e suas bananisses

      14+
      • avatar
      • avatar
  • Festa_no_Ap 4 de setembro de 2016 at 21:38

    É assustador a quantidade de gente comemorando esse crédito e indicando a noticia para sair correndo e aproveitar, o povo não olha o montante de juros e preços absurdos dos imóveis. Tem até gente falando que é o Temer já dando jeito na economia. Fui rolando os comentários é acho que a cada 1000 só 5 era mais realista sobre a noticia.

    11+
    • avatar
    • wing 4 de setembro de 2016 at 21:55

      A culpa dos preços estarem assim tb é desses 666

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Festa_no_Ap 5 de setembro de 2016 at 00:26

    e nos comentários um monte de esposa ou futura esposa pressionando o parceiro a comprar, rs

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 5 de setembro de 2016 at 10:46

      Esses caras são CCE (Começou Casando Errado) 😛

      11+
      • avatar
  • gmlinux 5 de setembro de 2016 at 07:06

    Não fiz contas, mas pode ser uma boa notícia para quem quer trocar receber apenas ~3% aa (ao ano) de juros do FGTS e pagar uns ~9% aa de financiamento, se o sujeito tiver bastante saldo e financiar bem pouco, pode compensar em relação ao aluguel.
    Supondo que o sujeito vai morar e economizar aluguel, talvez exista um ponto onde o valor de um aluguel menos 3% aa do FGTS se equivale aos das parcelas de financiamento a 9% aa.
    Suponha o caso extremo, ter 100% do valor do imóvel no seu FGTS, economiza-se o aluguel, que se for 0,3% mensais do imóvel, corresponderia a mais de 3% aa.
    Acho que este seria o único motivador…

    10+
    • avatar
    • LZ 5 de setembro de 2016 at 16:27

      Só vale a pena se for para sugar o FGTS e pagar em até 5 anos.
      A inflação come o FGTS pelo menos 7% ao ano, em 5 anos 35% foi pro saco.
      Em 10 anos, 70% virou farelo.
      Se eu tivesse uns 100K lá eu meteria o pé, zerava essa porcaria + economias e ficava devendo uns 50K ou menos.
      Paga em até 5 anos sai no lucro pois a parcela vai lá embaixo.
      Agora se você tem como eu 10K mais ou menos naquela porcaria não compensa.

      4+
      • gmlinux 5 de setembro de 2016 at 16:34

        Esta é a ideia, trocar rendimento.
        Não é meu caso também, além de ter merreca, curto alugar.
        É para abrir a mente.

        2+
  • Cesar_DF 5 de setembro de 2016 at 08:12

    Para os explerts do blog
    Tenho um Renault Megane Dynamique 2008 que já está com 120.000 km
    Levei na oficina por conta de vários pequenos problemas elétricos
    Ele me disseram que isto é comum com os carros franceses, quando envelhecem começa a pipocar problema e só vai aumentando.
    Vou vende-lo em breve
    Quando comprei, no valor de tabela estava 27K, paguei 22K, mas depois fui ver no histórico que a revendedora havia comprado em leilão de financeiras por 17K.
    Estou pensando em comprar carro em leilão de financeiras.
    Vocês teriam algumas dicas ?

    9+
    • bolzantomas 5 de setembro de 2016 at 08:47

      Já comprei vários, além de pagar nossos juros, ainda pego o carro do cara com baixa Km e mais inteiro que muitos por aí…
      Bom, as dicas são
      – Compre somente carros recuperados de financiamento. Os sinistrados é fria. Além de pagar o carro, tem que pagar pra fazer tudo, e todo mundo cobra bem, porque acha que você ganhou dinheiro….
      – Compre somente carros seminovos, pois os usados são fria, pois se o cara não pagou as parcelas, imagina se fez a manutenção…
      – Para valer a pena, tem que ter, no mínimo 10 a 12K mais baixo que a fipe ou pelo menos 20% abaixo desta, o idela é 30% abaixo, pois você não liga nem entra no carro, e se tiver algum problema grave é por sua conta…
      – Além de que, a transferência é paga no arremate, e o valor do carro tem que ser à vista.
      – Fique de olho na hora de retirar do pátio, pois é comum os guinchos já darem uma depenada no carro se você não prestar atenção.

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 5 de setembro de 2016 at 08:27

    Bom dia Brasil
    Crise nos comerciais, queda de mais de 30%
    o dono se mudou pra ocupar imóvel que estava vazio, taxa agora de 14%
    20% das salas vazias…
    O valor caiu 30 a 40% pelo m2… sem vazão pra gome..
    prédio comercial completo: “investidor” nem cobra aluguel…
    já nos EUA o mercado está crescendo e imóveis ficando pequenos para jovens kkkk

    11+
    • avatar
    • Money_Addicted 5 de setembro de 2016 at 09:25

      jorge schumacher -> um Jenio

      6+
      • avatar
      • avatar
  • Thiaguinho 5 de setembro de 2016 at 08:54

    OFF

    Ana Maria falando agora do sonho do imóvel que virou pesadelo…

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 5 de setembro de 2016 at 08:55

    Ana Maria Alertando sobre os contratos
    novas regras… vc pode perder o imovel
    a Caxão aumentou 53% os leilões
    e 93% em 1 ano…
    entrevista com família despejada…
    bolha espumando

    25+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 5 de setembro de 2016 at 09:29

      matéria pesada na manha toda, logo na segunda feira, deve ter “demanda” e audiência.
      corvos vislumbram que o povo vai ficar “assustado”.
      .

      7+
      • avatar
      • Thiaguinho 5 de setembro de 2016 at 09:37

        Sobrou até pra Dilma. O desembargador disse que promessas feitas não foram cumpridas, se referindo ao fechamento das contas públicas.

        Resumo da matéria: deixe de pagar 3 parcelinhas que cabem no bolso e seu bolhudo será tomado, nem que seja a força.

        10+
        • avatar
      • Palmeirense Bolhudo 5 de setembro de 2016 at 10:11

        E não e a primeira matéria alertando sobre imóveis, quem será o bolhista do programa?!?

        7+
        • avatar
        • Thiaguinho 5 de setembro de 2016 at 10:19

          Não é não, semana passada e retrasada se não me engano também teve.

          4+
    • Ilusionista 5 de setembro de 2016 at 11:42

      bela matéria, bem didática mostrando exemplos de pessoas que entraram numa fria ao querer abraçar um carnezinho de 35 anos para compra de um imóvel para chamar de “seu”.
      Como se o país historicamente já oferecesse garantias de que nada muda na política como na economia.

      7+
      • avatar
      • Ilusionista 5 de setembro de 2016 at 11:50

        seu, digo “Meu”

        2+
  • RC 5 de setembro de 2016 at 09:40

    “Imóveis do “Minha Casa” têm varanda gourmet, piscina, academia e espaço pet”

    “Construtoras têm buscado oferecer mais conforto e opções de lazer e serviços em imóveis do programa “Minha Casa, Minha Vida”. Na ilustração, apartamento de 27 m² e um dormitório em construção no Brás, região central de São Paulo, que terá piscina, bicicletário e área para pets, entre outros.”

    “O “Minha Casa, Minha Vida” é o programa habitacional do governo federal que oferece financiamento da casa própria com juros menores que os de mercado e com subsídios para as famílias de baixa renda.”

    “Podem participar famílias com renda mensal bruta de até R$ 6.500 nas áreas urbanas e com renda anual bruta de até R$ 78 mil nas áreas rurais.”

    http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2016/09/04/imoveis-do-minha-casa-tem-varanda-gourmet-piscina-academia-e-espaco-pet.htm
    .

    R$ 6.500,00 mensal é baixa renda? Na pirâmide salarial identificada pelo IBGE isso deve compor, sei lá, até uns 80% das famílias brasileiras?

    Realmente, o que a baixa renda precisa além de pagar prestação de apartamento com preço inflado é ter despesas contínuas com piscina, academia, espaço pet e por ai vai.

    12+
    • avatar
    • Awulll 5 de setembro de 2016 at 09:46

      Uma renda per capita seria melhor.
      Uma família com 3 pessoas nestas condições daria uma renda superior a 2000 o que classificaria todos como ricos, segundo critérios bananenses. Já uma de 10 pessoas não.

      3+
    • Thiaguinho 5 de setembro de 2016 at 10:20

      Essa Bel Pesce é a maior 171 que tem. É a famosa “empreendedora de palco”

      7+
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 5 de setembro de 2016 at 11:11

        deve ser da Escola Amorinha de palestras e “empreendedores”

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Jose Ferreira 5 de setembro de 2016 at 11:57

        Essa cultura de exagerar o currículo é ridícula. Para entrar nas Ivy league hoje em dia, não importa se o cara é bom, tem que saber mentir compulsivamente. O vagabundo faz uma viagem pra qualquer lugar, coloca que fez uma imersão cultural.. Eles preferem mentirosos compulsivos do que pessoas competentes e modestas. Claro que há exceções de pessoas geniais que entram em qualquer faculdade sem precisar de artimanhas.

        12+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Thiaguinho 5 de setembro de 2016 at 12:05

          Aquela “supervalorizada” básica…

          5+
          • avatar
          • avatar
  • job 5 de setembro de 2016 at 10:00

    http://dc.clicrbs.com.br/sc/noticias/noticia/2016/09/florianopolis-tem-maior-alta-no-valor-de-imoveis-para-venda-no-pais-7369394.html

    Tá serto, país numa crise que parece não ter fim próximo, todo mundo que tem emprego com o c* na mão, ninguem têm crédito, e os preços dos imóveis tão aumentando sim, e vão aumentar pra toda a eternidade, pelo menos a inflação.
    Meu conselho pra quem tem dinheiro é que compre logo, pq ano que vem vai aumentar mais ainda.

    12+
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 5 de setembro de 2016 at 10:05

      Minha dica pra quem tem dinheiro: Cuide bem do seu e não entregue facilmente para qualquer um.
      E nunca se esqueça do poder recompensador dos juros compostos.

      19+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • vitera 5 de setembro de 2016 at 10:44

      Floripa é complicado mesmo. Tento convencer minha família a vender um AP, mas esbarro nos mesmos argumentos: “se vender agora não compra mais”; “Floripa é uma ilha, daqui a pouco não tem mais onde construir, por isso vai sempre valoriza”; “Esse inquilino nunca deu problema”… Os 15% de IR são desanimadores também. Pelo menos compramos a vista na baixa, sem motumbo a incomodar. Só quero proteger o dinheiro da minha família. :/

      5+
      • avatar
      • From_The_Tower 5 de setembro de 2016 at 10:57

        Melhor não vender.
        Brick LOVER não está preparado para lidar com os recursos financeiros no mercado.
        Pode ver … que a maioria quando vende…. não se aguenta…. e pouco tempo depois acabam comprando outros TIJOLOS.

        10+
        • avatar
  • Alemon Fritz 5 de setembro de 2016 at 11:43

    RJ e SP têm mais de 1,5 milhão de salas comerciais para alugar ou vender

    kk quase 40% do deficit de moradia só em 2 estados.
    http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/

    5+
    • avatar
    • Thiaguinho 5 de setembro de 2016 at 12:07

      É sala hein…

      Se não alugar comercialmente, o jeito é alugar pra morar, adaptando como “Studio”. Imaginem a mer…

      5+
      • avatar
    • Cesar_DF 5 de setembro de 2016 at 12:26

      Link correto
      http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/edicoes/2016/09/05.html#!v/5282522

      “Tem gente deixando de cobrar o aluguel para se livrar do condomínio e do iptu” – O Lucas previu isso!

      9+
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 5 de setembro de 2016 at 11:46

    imaginem o qto de preju nos condominios home officce (escritórios, lojas & aps)

    5+
    • avatar
  • Cesar_DF 5 de setembro de 2016 at 12:11

    ‘Tenho medo que me tirem daqui’: Crise leva famílias para baixo de viaduto
    Ela diz estar entre as vítimas da crise econômica que atingiu o país nos últimos tempos. Até três meses atrás, era inquilina de uma casa na rua do Hipódromo, perto dali, mas não conseguiu arcar mais com os R$ 600 reais mensais de aluguel.
    Desempregada, a mãe de Derik Augusto, de 1 ano e 2 meses, viu como única solução voltar às ruas da maior cidade do país.
    http://www.bbc.com/portuguese/brasil-37138079

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Thiaguinho 5 de setembro de 2016 at 15:30

      É por essas matérias que espero que as construtoras e “investidores” recebam cada vez mais.

      4+
  • Cesar_DF 5 de setembro de 2016 at 12:14

    Tim Vickery: Por que questão da moradia está cada vez mais explosiva no Rio
    A dificuldade em vender os apartamentos pode ter motivos específicos, como a sua localização e a crise na economia local. Mas existe um fator universal, pelo menos no mundo ocidental: o preço de imóveis criou uma bolha enorme, desproporcional à capacidade de pagá-los.
    Esse triste processo aconteceu primeiro no meu país de nascença. Lembro-me das palavras de um amigo meu em Londres alguns anos atrás. “Ralei o ano inteiro”, ele me contou, “e ganhei uma grana… Mas a minha casa subiu em valor ainda maior. Quer dizer, a minha casa ganha mais do que eu!”
    http://www.bbc.com/portuguese/blog-tim-vickery-37202988

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Jose Ferreira 5 de setembro de 2016 at 12:27

    Minha família, principalmente meu pai, sempre investiu em imóveis. Tem um PhD, é uma pessoa com ampla cultura geral, não segue o comportamento normal de bananenses, mas tem uma aversão ao risco gigantesca, talvez pela história de vida dele e por ter tido filhos na década de 80, quando a vida era muito difícil… O que ele diz é que a banânia nunca é confiável e muito instável para confiar somente em ativos financeiros num longo prazo. O governo vai achar uma maneira de te roubar o dinheiro no longo prazo para cobrir rombos, seja por meio de taxação, fraudando índice de inflação, confisco, etc.. Então, se der uma merda grande de o país quebrar, ele prefere perder pouco com imóveis do que perder muito com ativos financeiros. Me parece um comportamento racional de risco!! Eu diria que ele é um “brick lover esclarecido”.
    Digo a ele que antigamente não havia tanto acesso a informação como hoje. Que hoje em dia é possível mover o dinheiro com maior facilidade, com menores custos de transação e antecipar eventuais catástrofes, até mesmo para o exterior. Assim, mostrei a ele o blog aqui e as instruções de abertura de conta no exterior e ele ficou muito animado… Tomara que tenha o convencido. A preocupação dele foi em relação à taxação de heranças nos EUA. Alguem sabe se é só abrir uma PJ lá para diminuir o imposto sobre herança? Os custos são altos?

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 5 de setembro de 2016 at 13:14

      Acho curioso isso, como se proteger com imóvel num sistema quebrado/falido? Se o país quebrar me diga, como o imóvel estará protegido?
      Vai vender o imóvel pra quem num país quebrado? Já existe receita de muqueca de tijolo, escondinho de cimento?
      Na boa, isso não faz o menor sentido.

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Awulll 5 de setembro de 2016 at 13:28

        É que ninguém te rouba né.
        Agora a questão de resgatar caso precise da grana aí é outra história.

        9+
        • avatar
        • Zé do Brejo 5 de setembro de 2016 at 13:31

          Ainda bem que em paises em crise/quebrados os vandalos e criminosos respeitam o direito a propriedade e não invadem/roubam as casas, roubam apenas as pessoas que vivem dentro delas.

          13+
          • avatar
          • avatar
          • Jose Ferreira 5 de setembro de 2016 at 14:02

            Não existe histórico no Brasil de não cumprimento de direitos de propriedade. O Brasil já quebrou várias vezes, mas nunca houve uma ruptura forte de regimes que colocasse em risco direitos reais.

            9+
            • avatar
            • Zé do Brejo 5 de setembro de 2016 at 14:53

              Pergunta para algum feliz proprietário de imóvel que teve indenização da prefeitura ou do governo do estado ao desapropriá-los por obras de infra-estrutura.
              Como dizem por aqui, Brasil não é para amadores. Aqui até o passado é incerto.
              Confiar em imóveis é tão insano quanto confiar em fundo previdenciário. Aqui nada é garantido.

              14+
              • avatar
              • Jose Ferreira 5 de setembro de 2016 at 15:17

                Ser desapropriado é o melhor negócio para quem tem realmente título de proprietário. Indenização prévia em dinheiro pelo valor de “mercado”. Ou seja, se o cara não consegue vender, o melhor negócio é ser desapropriado.. Pergunta você se tem algum proprietário de verdade infeliz com desapropriação! Eu conheço proprietário bastante felizes que foram desapropriados para reforma agrária.

                3+
                • Zé do Brejo 5 de setembro de 2016 at 16:07

                  Paga valor de mercado? Onde isso?

                  6+
                  • avatar
                  • Jose Ferreira 5 de setembro de 2016 at 18:49

                    Art. 26 do Decreto 3341/1941.

                    0
      • Jose Ferreira 5 de setembro de 2016 at 14:06

        Se o pais quebrar, o imóvel existe. Não tem liquidez, mas existe! Como disse, eu não concordo com essa posição. Mas é o raciocínio de aversão ao risco de pessoas que passaram por diversas crises e instabilidades que não passamos.

        9+
        • avatar
        • avatar
        • SampaBoy 5 de setembro de 2016 at 14:38

          Esse pensamento mais antigo sempre existiu porque o imovel historicamente sempre seguiu o IPCA no Brasil. Isso é importante porque estamos falando de valores altos, mesmo que o imovel fosse pra moradia, ou mesmo que o imovel fosse pra alugar e não alugasse, a manutenção do patrimonio era certa devido a esse “acompanhamento” pelo IPCA. Ha 3 anos vivemos uma situação inedita e que promete se arrastar por muitos anos. Isso vai demorar pra ser assimilado principalmente pelos mais velhos que acreditam que se houver uma desvalorizacao, ela sera transitoria. O que acontece agora e que muito ainda vao se recusar a ver por um bom tempo é que o imovel se desvalorizara perante o IPCA e ao mesmo tempo os ativos financeiros vao superar o IPCA por muito tempo, a culpa disso foi a especulação inedita que houve e que discutimos aqui ha muito tempo, ou seja, nao estamos falando de uma simples crise economica que ira se reverter nos proximos meses , estamos falando da perdas de enormes de patrimonio, principalmente em familias possuidoras de imoveis. A segurança de possuir a escritura em cartorio levara a perda de milhões provavelmente…..

          8+
          • avatar
          • Jose Ferreira 5 de setembro de 2016 at 15:00

            Na teoria microeconômica, no modelo concorrencial básico, o preço do produto no longo prazo é seu custo marginal de longo prazo. Assim, teoricamente o equilíbrio para preço de imóveis é CUB + custo do terreno e o imóvel sempre valoriza de acordo com o índices que acompanham esses custos, ou seja, INCC. O problema é que distorções de mercado fazem o preço descolar para cima ou para baixo no curto prazo. Estamos no momento que está muito acima do preço de equilíbrio, por isso, atualmente desvaloriza. E tem muito espaço ainda para desvalorização, principalmente aqui no Hell…

            5+
            • Cadeludo 5 de setembro de 2016 at 15:20

              Na teoria econômica o preço do produto no longo pau é a quantidade de dinheiro que alguém estiver propenso e apto a pagar. Tem gente tentando vender omega fitipaldi por 10 mil e não consegue, o equilibrio e a quantidade demandada pelo mercado depende do preço, da renda, dos juros, gostos e expectativas dos consumidores, bem como dos preços dos bens relacionados.

              3+
              • avatar
              • avatar
              • Jose Ferreira 5 de setembro de 2016 at 15:51

                Estudei isso há muito tempo, mas revi agora rapidamente e é o seguinte: no LP, o preço é igual ao mínimo da curva de custo médio de curto prazo (que é o ponto onde essa curva é interceptada pela curva de custo marginal de LP). Assim, no LP a demanda determina a quantidade e o custo médio determina o preço. As minhas conclusões não mudam! Isto decorre da própria definição de longo prazo.

                2+
          • Rico 5 de setembro de 2016 at 23:34

            Anos? Diria gerações… Tem gente que até hoje compra carro como forma de investimento, típico de épocas de hiperinflação.

            1+
        • SampaBoy 5 de setembro de 2016 at 14:57

          Fazendo um calculo simples, um imovel de um milhao, que permanecer sem valorizacao nos proximos 5 anos, se nao convertido em $$$ tera perdido um valor aproximado de 900.000 em uma aplicação simples , ou seja, ela tera se reduzido a metade do valor original. Patrimonio reduzido a metade em 5 anos. Claro, isso sao so possibilidades , mas quando falamos em perda de 1/2 do patrimonio, estamos falando em algo muito serio…e quem nao fizer nada estara correndo riscos. As apostas estao abertas , o que é mais provavel : o pais quebrar ou os imoveis nao conseguirem subir de preço nos proximos anos ?

          6+
          • avatar
          • avatar
          • Rico 5 de setembro de 2016 at 23:36

            Eu optaria pela primeira opção. A dúvida é: Quando?

            0
        • Zé do Brejo 5 de setembro de 2016 at 14:58

          Os imóveis de DETROIT também existem. Não valem nada, mas existem. Que diferença isso faz?

          16+
          • avatar
          • avatar
          • Jose Ferreira 5 de setembro de 2016 at 15:07

            Utilidade! O sujeito pode morar em um imóvel, ter outro para levar putas, o outro para jogatina! Se tem utilidade, vale alguma coisa…
            Se você acredita que o Brasil será uma grande Detroit, não existe nenhum investimento seguro aqui! Tem que mandar tudo pra fora..

            7+
            • avatar
            • Jose Ferreira 5 de setembro de 2016 at 15:11

              E é exatamente isso que quero!!! Se você ler o meu primeiro post com atenção, verá que eu quero mandar tudo para fora!!! Você ficou muito preocupado em rebater o meu argumento de que imóvel é uma reserva de valor!

              3+
              • avatar
              • Zé do Brejo 5 de setembro de 2016 at 16:18

                Sim, eu concordo com você que mandar pra fora é a melhor estratégia.
                Só não concordei que imóvel é proteção. Se não daqui a pouco vai ter gente dizendo que comprar carro de 120mil é proteção também.

                5+
                • avatar
                • avatar
        • Thiaguinho 5 de setembro de 2016 at 15:56

          Bem, pensando por esse lado, se o país quebra, eu ficaria menos chateado em ficar com meu imóvel, mesmo sem ter pra quem vender, do que perder 1 milhão que eu tinha em títulos públicos ou outra aplicação. Faz sentido.

          9+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Zé do Brejo 5 de setembro de 2016 at 16:13

            Todo mundo conhece o manual do Anony, não vou nem entrar nessa discussão.

            5+
            • avatar
          • alemonbnu 5 de setembro de 2016 at 19:17

            CVR década de 80
            Cara, eu vivi esse problema.
            Década de 80. Meu pai tinha dois imóveis, fora o apto onde morávamos. Minha mãe sempre teve sonho de morar em uma casa. Uma casa com espaço para os filhos (eu e meu irmão). Meu pai vende os dois imoveis e fica líquido. Dinheiro na poupança, iria comprar a tão sonhada casa, ano de 1990. PÉSSIMO TIMING. O senhor da capitania feudal de alagoas, um certo senhor Colorido chega ao poder. Confisca e rouba o dinheiro de todo mundo. No dia da notícia minha mãe desmaiou. Lembro que estávamos no meu quarto, com ar condicionado ligado. Eu era criança e achei que minha mãe tinha morrido. Até hoje me pergunto “nossa, será q meu velho nao lia notícia? porque nao comprou dólar, ouro, ações?” Enfim, perdemos o $$ e os dois imóveis. Lembro até hoje meu irmão falando “Pai, quero uma casa com terrinha pra brincar”
            Vocês conseguem imaginar o medo que meu pai (sabe-se lá quantas outras pessoas) tem de deixar “dinheiro parado”?? Ele e minha mãe são traumatizado até hoje.

            12+
            • avatar
            • avatar
            • JJJ_brasilia 5 de setembro de 2016 at 20:20

              Alemonbnu,

              Por pior que ainda esteja o Brasil é outro, tá no G20, não pode fazer uma coisa destas, tanto no mercado interno quanto esterno, o nome disto é CALOTE, mas você deu a solução para quem tem medo, diversificação, lembre-se, só a diversifica salva.

              Não caia no conto da sereia do mercado imobiliário, você será motumbado.

              Este é um papo de coRvo, se eles quisessem vende a preços economicamente viáveis, Ok, mas querem a Bolha, morram abraçados com seus tijolos, não seremos ESCRAVOS desta gente.

              7+
              • avatar
              • avatar
              • alemonbnu 5 de setembro de 2016 at 21:01

                Sábias palavras, triplo J Brasília!
                SE…. “SE eles quisessem vender a preços economicamente viáveis OK”.
                Meu pai nunca teve cargo de diretor nem era gerente disso ou daquilo. Chegou a ter dois imóveis quitados. Os corvos e os brick lovers querem a bolha.
                Paguem nossos juros!

                1+
            • O Cramulhao de FHCigienopolis45 6 de setembro de 2016 at 00:15

              Lembro disso exatamente, sua história aliás me trouxe flashbacks da infância.

              Eu tinha 7 anos na época, e lembro de entrar no quarto dos meus pais e ver minha mãe chorando porque a então ministra Zelia Cardoso de Melo havia congelado a poupança, bem na semana que meus país iriam comprar uma casala. Aliás, na mesma semana, haviam roubado o carro do meu pai, uma Brasília.

              Até hoje meu pai, já aposentado, só vive de aluguel de imóveis pra compresentar a aposentadoria.

              3+
              • avatar
    • SampaBoy 5 de setembro de 2016 at 14:09

      Existem hoje em dia produtos mais seguros que o tesouro e a poupanca , e mais rentaveis que os imoveis provavelmente, como seguros de vida que te devolvem o dinheiro corrigido pelo ipca depois de 10 anos (prudential), alem da impossibilidade de bloqueio na justica e da transferencia imediata para herdeiros (nao vai para espolio e nao paga imposto) no caso de morte. É claro que a rentabilidade nao é tao boa (somente ipca) e a carencia é longa (10 anos), porem sao alternativas para os que acham ativos financeiros de risco.

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • MINEIRO SPY 5 de setembro de 2016 at 14:16

        sampaboy

        Para diversificar, eu entrei na Prudential também. IPCA + 3% em caso de resgate. Um de 20 outro de 30 anos.
        Essa semana vi um fazendeiro colocar ovos em um cesto só…entregou gado para um cara que já vinha honrando compromisso por 5 meses. Resultado? Cano de 800k. Diversificar é importante demais

        7+
        • avatar
        • SampaBoy 5 de setembro de 2016 at 14:23

          Sim, no meu plano sáo 10 anos de aportes anuais, corrigidos pelo IPCA e no final existe um juro atuarial de 7% (juro so sobre o valor total final). Concordo com voce, nada como diversificar. Neste plano náo existe bloqueio em hipotese alguma. A empresa é internacional, no caso de quebra do pais e calote geral eles podem me depositar a grana em Miami e ela esta a salvo de qualquer tipo de justiça.

          6+
          • avatar
  • rodrigosp 5 de setembro de 2016 at 13:32

    Não se preocupem com taxas pessoal, a EZTEC, por exemplo, está fazendo financiamento direto com a construtora a partir de 10% e quase todas as construtoras abriram financiamento direto para aquecer as vendas!

    Assistindo um programa de anúncios de imóveis (Gazeta ou MegaTV, não me lembro), no final do anuncio de uma pequena construtora a corva diz:

    “Venha sair do aluguel, não há motivos para continuar pagando o que não é SEU! Aqui aprovamos seu financiamento sem comprovação de renda, traga RG, CPF e comprovante de endereço e já pegue as chaves…”

    Isso vai longe ainda, ou não!?

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 5 de setembro de 2016 at 13:41

      As empresas que tem ações na bolsa não deveriam fornecer relatórios/balanços precisos e fidedignos?
      Minha dúvida, como auditória da Bovespa ainda não deu corte nessas empresas picaretas?

      8+
      • avatar
      • avatar
  • Cadeludo 5 de setembro de 2016 at 13:48

    Agora nesse exato momento na globonews especialista instruindo o povo que não consegue pagar as prestações da CEF para não perder o imóvel…
    e a dica de ouro foi….: Põe na justiça! kkkkkkkkk
    só faltou ele falar que a jurisprudeência manda o experto falido pagar todas as custas do processo, enfiar a viola no saco e seguir seu rumo sub ponte.

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Awulll 5 de setembro de 2016 at 13:54

      Marta Suplicy e Maluf dariam um conselho melhor

      4+
  • Baby Boy 5 de setembro de 2016 at 15:36

    PMJ!

    3+
    • avatar
  • SampaBoy 5 de setembro de 2016 at 15:43

    Jose Ferreira

    E é exatamente isso que quero!!! Se você ler o meu primeiro post com atenção, verá que eu quero mandar tudo para fora!!! Você ficou muito preocupado em rebater o meu argumento de que imóvel é uma reserva de valor!

    0

    Em relação as heranças nao sei como é nos EUA. Aqui estamos em 8% mas com promessa de aumentar mais. Aqui a unica alternativa para evitar essa taxação é ele ja ir transferido anualmemnte o valor maximo permitido (+- 50.000) para cada filho. Porem isso serve so para esse valor limite de 50.000 e ja convertidos em $$$. Outra alternativa sao esses planos de previdencia como o da prudential que devolvem todo o $$$ corrigido depois de 10 anos ou em caso de morte vai para os herdeiros sem imposto.

    3+
    • Zé do Brejo 5 de setembro de 2016 at 17:25

      Noticia de maio

      5+
      • avatar
      • avatar
      • claudio 5 de setembro de 2016 at 19:45

        a nova e que decretou o fim do 13 salario, e o folego do consignado, kkkk

        1+
        • claudio 5 de setembro de 2016 at 20:02

          será, ou so vai mexer no fgts?

          1+
  • Lucas 5 de setembro de 2016 at 17:06

    FAZENDO AS CONTAS

    3 bi pra financiar imoveis de (vou tirar a média do valor max/min) de 300 mil reais
    da aí numa conta grosseira 10 mil imóveis

    só um unico site fingezap tem mais de 100 mil anuncios em uma unica cidade
    na época da euforia meia duzia de construtora lançava isso por mês
    só de encalhe das 3 grandes já supera esse número

    fora as milhares de outras consturoras/empreiteiras e mesmo os consturtores formigas
    Não dá nem pro cheiro
    é medida pra salvar os amigos do Rei
    é Machiavel Temer empurrando a crise com a barriga

    Imagina a coisa em 2018!?!?

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • JJJ_brasilia 6 de setembro de 2016 at 00:39

      Veio,

      Nunca vi uma crise tão fácil de resolver, fala a palavra mágica: temos uma BOLHA IMOBILIÁRIA, voltem os preços para o normal que a economia volta a funcionar, aquele que foi motumbado, assuma sua burrice, o seu prejuízo.

      Fácil assim!

      10+
      • avatar