#BolaDeCristal – Chegou a hora de trocar o aluguel pela casa própria? – O Globo

Você pode gostar...

Comments
  • Lawkovyst 31 de agosto de 2016 at 21:38

    Os corvos falam que sempre é a hora. Estou aguardando um falar : espere um pouco que vc obterá melhores oportunidades daqui a um ou dois anos.

    23+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Lucas 1 de setembro de 2016 at 19:16

      A HORA DE COMPRAR É AGORA

      sempre

      2+
      • avatar
  • SampaBoy 31 de agosto de 2016 at 22:16

    O raciocinio é fantastico : incorporadoras “avisam” que talvez tennha lancamentos —> isso so ocorre quando aumenta a probabilidade de aumentar o preco (?) –> e isso quer dizer que aumentou a demanda (?) –> e isso quer dizer que vao subir preco de todos os imoveis!!??
    Vou fazer um raciocinio parecido pra mim : hoje tropecei e cai –> isso quer dizer que eu tive azar –> e isso significa que eu terei uma grande sorte logo mais pra compensar –> e uma grande sorte bem na quarta feira quer dizer que eu vou acertar a mega sena!

    31+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Sergio Soares 1 de setembro de 2016 at 08:27

      Logica de corvo. Totalmente razoável.

      5+
      • JJJ_brasilia 1 de setembro de 2016 at 09:28

        Sérgio,

        CoRvo não tem lógica, só querem passar os outros para trás, Kkkkk.

        7+
        • avatar
        • Boruto 1 de setembro de 2016 at 09:41

          Claro que tem lógica, eles seguem rigorosamente a Lei de Gerson (como a maioria dos bananenses) e buscam sempre “levar vantagem em tudo”. É aquele ditado: “enquanto existir otário malandro não morre de fome”.

          11+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
    • From_The_Tower 1 de setembro de 2016 at 10:35

      huahuahuahuahuahuahuahuahu
      Boa !

      2+
  • claudio 31 de agosto de 2016 at 22:33

    31.08.2016
    algo paira no ar! se é para o bem ou se para o mal, o tempo vai dizer !
    CRV
    Certo é que precisa de mudança, e ela veio, alem de Dilma cassada, com Temer muita incerteza, e agora acho que uns vão fechar o cofre para ver como fica, outros aproveitar que não deu tempo de haver mudanças, para se ariscar em algo…fui la Caixa ver se arriscaria…rsrs
    fui na caixa economica, a TR não motumba com força meu saldo devedor de 30k, prestaçao de 310 se mantem a algum tempo, financiei 45k em 2008, pela decrescente, nos 50m2 comprados a 1k5, tenho 22k no fgts e fui ver se abater vale a pena, a gerente me explica que posso abater o fgts no saldo devedor, via telefone no tel. 30041105 opçao 7, mas nao vi muita vantagem, cotei um emprestimo para compra da garagem, mais ou menos 30k, centro de sp, e ela falou para eu abater os fgts, e me faria um emprestimo de 38k em 240 meses começando dom 916,23 e terminando com 162,12, no qual pagava o restante do apto, uns 7k+22fgts e o restante compraria a garagem, juros 20% ao ano, e lembro do meu financiamento a taxa de 5,5%, a compra da garagem não é encarada como compra do segundo imovel, como pleiteiava, segundo noticias de liberaçao, apesar de conter matricula diferente do imovel…se tivesse comprado a garagem, mesmo que em separado do financiamento, na epoca era 11k…
    é uma fase que vai ser dificil retornar, acho que entrei no começo da piramide, por preocupaçao do pai em nao ver o filho pagar aluguel, coisa que li outros dia aqui pessoas totalmente contra a ideia de deixar algo a um filho e chamam “os veinhos teimosos” de loucos, ele so me ajudou na entrada, é foi um grande Homem, pensava em algo concreto e que hoje a maioria da populaçao ve como relativo, devido a insegurança instalada, a juridicamente, e “exemplificada” aqui exaustivamente pelo PNJ…
    ou seja deixa arder e vou pagar aluguel da garagem que ja caiu pra 200 mensais, se pesquisar, quem sabe chego a 150 mensal…
    Muita gente precisando alugar o imovel, e não abaixa o preço, não tem coragem de fazer o pacote com o condominio incluso…
    Que venha setembro, e entre a primavera….

    12+
    • avatar
    • JJJ_brasilia 1 de setembro de 2016 at 09:48

      Cláudio,

      Quando você comprou o apartamento ou casa, a realidade do mercado era outra, não havia a BOLHA, mas nós não seremos ESCRAVOS do mercado imobiliário.

      Todo o ativo tem um preço considerado normal, que para nós é 150 X o valor do aluguel para morar, para investimento 100. X o aluguel.

      Antes da Bolha era assim, agora que os coRvos e construtoras ardam ou admitam, temos uma Bolha, acho que admitir é mais fácil, mas eles escolheram. Agora escravidão de 35 anos pagando um imóvel uma prisão, aliás, o tempo máximo de prisão costuma ser de 30 anos, então é pior.

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • claudio 1 de setembro de 2016 at 16:00

        a gerente queria me fazer de escravo por 240 meses, 20 anos por uma garagem, tem cabimento?

        3+
        • Lucas 1 de setembro de 2016 at 19:29

          1. mata logo com esse FGTS antes que a TR dispare
          2. a crise tá começando s venda de autos desabando, vai sobrar carro no mercado, vai sobrar garagem, ainda mais no centro que depende do comercio, alias quem mora no centro dificilmente ter carro vale a pena, vc tem uber/taxi, vc pode alguar carro quando for viajar, vc tem transporte publico

          4+
  • CarlosL 31 de agosto de 2016 at 23:00

    Algo paira no ar…
    Tive que soltar esse comentário mesmo sabendo que os frequentadores daqui tem uma forma diferente de observar as coisas e já sabem bem o que estou falando…

    10+
  • SampaBoy 31 de agosto de 2016 at 23:50

    Eu duvido muito que o temeroso va fazer alguma coisa de muito diferente. Ele deu mostras que vai somente apagar os focos de incendio. Eles parecem realmente acreditar que vao comecar a investir no Brasil , ” ja que e as pessoas vao voltar a comprar carro de 100k e apartamentos de 1kk assim que as parcelinhas voltarem a caber no bolso ” . Ainda bem que tiveram o bom senso de nao mexer no juro ainda , para nao piorar ainda mais o cenario. Nao acredito em recuperação alguma antes de uma desvalorizacao explosiva de imoveis e mesmo automoveis e outros bens para os precos voltarem a uma realidade compativel com a renda do brasileiro…mas enquanto isso, PNJ.

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • alemonbnu 1 de setembro de 2016 at 06:02

      Automóveis?
      Cara, preço de automóvel zero km na Banânia NUNCA vai abaixar. O máximo que podem fazer é dar uma promoção mixuruca aí pra eles mesmo baterem alguma meta de semestre. Automóvel zero km na banânia não abaixa.

      14+
      • avatar
      • Zé do Brejo 1 de setembro de 2016 at 11:00

        Blz, deixa enferrujarem nos pátios.

        10+
        • reznor 1 de setembro de 2016 at 11:37

          Se ao menos fosse o caso, Zé.
          Entra na CarPlace e acompanhe o ranking de vendas e comentários dos locais.
          Pessoal xinga, sugere boicote e o escambau. Mas daí surge um modelo novo, com tela multimídia ou qualquer outra desculpa (motorização, ESP, etc.) e o antes revoltado se torna um novo cliente plenamente satisfeito.
          Eu não caio nessa. Sou bolhista com e imóveis E automóveis. 🙂

          6+
          • avatar
  • Cadeludo 1 de setembro de 2016 at 01:14

    galera abusando dos erros crassos nos comments esperneantes dilmistas da web
    se observa todos identificados com UFPE, UFSM, UFBA, UFABC…
    e a gente pagando há mais de uma década pra essa galera bando de burro semi analfa “estudar” luta de classes e mais valia?
    peão nunca gostou muito de patrão mas atualmente isso vem se transformando em ódio mortal
    será que vai?

    11+
    • EngenheiroSP 1 de setembro de 2016 at 07:53

      Ai que está: todos os intelectualóides extrema esquerda adoram dizer que estão em defesa do trabalhador contra o malvado patrão, colocando-se como os salvadores da pátria donos do conhecimento, mas a verdade é que NENHUM deles jamais pisou em um chão de fábrica ou canteiro de obras, o máximo de contato com trabalhador que tem são os servidores da universidade.

      Já dizia meu pai, chão de fábrica por 25 anos: fábrica era muito boa até entrar o sindicato, depois disso acabou

      22+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Sergio Soares 1 de setembro de 2016 at 08:40

      Essa galera gosta de Demonizar empresario (Patrão), mas o que esses “Jenios” esquecem é que se não existir o empresario, não existira a fabrica, o comércio, etc…. então onde vão trabalhar os ditos “trabalhadores”?

      14+
      • avatar
  • gmlinux 1 de setembro de 2016 at 06:36

    A reportagem é fantástica…
    No sentido de fantasiosa.
    Assumir que um possível aumento de lançamentos decorre de expectativa de aumento de preços… só o lobo engole, que existe indicações de melhoria da economia, só mesmo o caçador para achar… o que veremos é o vermelho do sangue 666, não o de um capuz…

    8+
    • avatar
  • gmlinux 1 de setembro de 2016 at 06:44

    Estes lançamentos estão mais para pedalada, isto se ocorrerão, e vale lembrar que expectativa do PIB é -3,3 este ano, desemprego em alta e inflação acima de 7%, e com SELIC neste patamar, esta mais para torcida pensar em 2017 com indicadores melhores, talvez menos piores, mas ainda com quadro recesivo.

    7+
    • avatar
    • avatar
  • Scaravelhoo 1 de setembro de 2016 at 08:24

    Pessoal, muito feliz com o início de setembro.
    Finalmente, acho que vou concretizar a venda do meu bolhudinho….Assino a papelada HOJE!!!

    Queria dicas de investimentos da galera daqui.
    Atualmente, toda minha carteira está dividida em: 50% Tesouro Selic Pós-fixado 2018 e 50% Tesouro IPCA Pós-Fixado 2018.

    Estou pensando em pegar o dinheiro que entrar e continuar no Tesouro.
    Estava pensando em 75% Tesouro Selic Pré Fixado e 25% Tesouro IPCA Pré Fixado.

    Alguma dica ou crítica?

    Um abraço e um bom setembro a todos nós !!!! PNJ

    10+
    • avatar
    • JJJ_brasilia 1 de setembro de 2016 at 09:53

      Eu gosto de TD IPCA para uma parte, mas a cotação diária pode variar para mais ou para mesmo, tem que estar pronto para isto, mas no dia do vencimento vale o combinado.

      Sempre título com mais de 2 anos para pagar só 15℅ de IR.

      4+
      • From_The_Tower 1 de setembro de 2016 at 10:37

        Eu tb.
        Deixe a grana em liquidez diária ou Tesouro Selic. Quando surgir uma boa janela de oportunidade nas NTNB´s peguem sem medo de ser feliz.

        4+
        • avatar
        • JJJ_brasilia 1 de setembro de 2016 at 13:38

          Boa padeiro.

          1+
    • reznor 1 de setembro de 2016 at 11:48

      Apostar em Pré-fixado é apostar na queda da inflação e baixa da taxa básica de juros.
      O primeiro vem ocorrendo, embora em velocidade glacial… Quanto à queda da Selic, deve ficar pro fim de 2016.
      Eu particularmente gosto mais dos títulos atrelados ao IPCA. E não estou sozinho nessa. Vários aqui do BIB também adotaram esse título como o principal.
      Pós-fixado não é de todo ruim… Esse mês de agosto – bastante comprido – rendeu pouco mais de 1% líquidos a.m. ‘Not bad at all’, mas quem comprou os NTNB Princ desde o ano passado está tendo ganhos bem mais significativos.

      1+
      • BolhistaBR 1 de setembro de 2016 at 17:45

        Tem gente que arrebentou pra lá de 40% de janeiro até agora. Eu mesmo peguei uns 17k a mais…

        Agora, com essa tendência de queda na SELIC não é melhor se preparar pra colocar em ntn-b princ. já que a taxa vai diminuir e o preço do título vai aumentar?

        1+
    • Lord of All 1 de setembro de 2016 at 13:23

      100% TD-Selic. Isso porque, se vc comprar as pré´s ou ipca´s agora, provavelmente o índice delas vai subir e, se vc precisar da grana nesse tempo, vai acabar tomando prejuízo.

      1+
    • Lord of All 1 de setembro de 2016 at 13:25

      Ah, outra coisa, a Rico Corretora (não é propraganda), tava com taxa zero pras LCI´s. Tinha uma 93% pra 365 dias, mínimo de 10k. Achei interessante.

      4+
      • avatar
  • Palmeirense Bolhudo 1 de setembro de 2016 at 08:26

    Mercado de imóveis atinge em junho pior condição de crédito em 12 anos

    Mercado de imóveis atinge em junho pior condição de crédito em 12 anos
    As condições de crédito imobiliário atingiram, em junho, o pior nível em 12 anos, de acordo com o Radar Abrainc-Fipe. A média geral do indicador foi de 2,2 pontos no mês, com queda de 0,1 ponto ante maio e de 1,6 ponto em relação a junho do ano passado.

    Em maio, quando o indicador foi divulgado pela primeira vez, também foi constatado que o setor vivia o pior momento desde 2004. O melhor mês da série histórica havia sido julho de 2013, com nota 7,6 pontos.

    http://www.valor.com.br/empresas/4694227/mercado-de-imoveis-atinge-em-junho-pior-condicao-de-credito-em-12-anos

    10+
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 1 de setembro de 2016 at 15:28

      As condições do mercado imobiliário atingiram em junho o pior nível do indicador da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) e da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). A pontuação média do Radar Abrainc-Fipe, em uma escala de zero (menos favorável) e dez (mais favorável), ficou em 2,2 pontos, registrando piso da série histórica, iniciada em 2004. O indicador lançado em julho deste ano tem dados que retroagem a janeiro de 2004.

      O estudo combina quatro dimensões – ambiente macro (confiança, atividade e juros), crédito imobiliário (condições de financiamento, concessões reais e atratividade do financiamento), demanda (emprego, massa salarial e atratividade do investimento imobiliário) e ambiente do setor (insumos, lançamentos e preços dos imóveis) – com indicadores de cada uma delas.

      Em relação a maio, houve queda de 0,1 ponto no indicador. Na comparação com junho de 2015, a retração chegou a 1,6 ponto.

      http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2016-09/mercado-imobiliario-tem-piores-condicoes-ja-registradas-pela-abrainc-e-fipe

      1+
  • Cajuzinha 1 de setembro de 2016 at 08:54
  • Alemon Fritz 1 de setembro de 2016 at 09:04

    dação em pagamento de bens imoveis agora regulamentada.
    oferecer o imóvel para quitar dívida com a União, menos dívidas do simples Nacional.

    http://maringa.odiario.com/politica/2016/08/dacao-em-pagamento-de-bens-imoveis-agora-regulamentada-analise-de-ricardo-tosto/2230082/

    5+
    • avatar
  • Alemon Fritz 1 de setembro de 2016 at 09:57

    ‘Lei dos puxadinhos’ é aprovada em comissão na Câmara do DF
    Projeto prevê taxação de forma progressiva ao longo de quatro anos.
    Cerca de mil estabelecimentos comerciais da Asa Sul estão irregulares, sujeitos a multas e até a demolição por equipes da Agefis.
    http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2016/08/lei-dos-puxadinhos-e-aprovado-em-comissao-na-camara-do-df.html

    4+
    • avatar
    • Rampion 1 de setembro de 2016 at 10:51

      Acredito piamente na “Lei dos puxadinhos” como a solução para o déficit habitacional. É só ir subindo igual a Torre de Babel. O céu é o limite!

      9+
      • avatar
      • avatar
  • Wagner 1 de setembro de 2016 at 10:06

    Pessoa, aqui é o Wagner do ESTAMOSRICOS.COM.BR

    Estou querendo fazer um post sobre as diferenças de preços de imóveis no mesmo prédio. Ou, a diferença dos anúncios ao longo do tempo. A ideia é desmistificar o que paira no ar de que os imóveis não baixaram de preço, já começaram a baixar…

    Então, se alguém tiver algum print de tela ou endereço de algum imóvel no mesmo prédio = ou até imóveis que baixaram o preço ao longo dos anúncios e tenha print ou endereço, manda pro estamosricos [email protected]

    Se puderem ajudar, desde já agradeço!

    42+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • From_The_Tower 1 de setembro de 2016 at 10:39

    Galera, vejam no Reclame Aqui o que tem de bananense reclamando da situação do interveniente quitante. Que seria a baixa que o banco credor da destrutora precisa dar para que o brick lover possa financiar. (baixa em unidade hipoteca durante a construção)

    Minha cunhada está sendo enrolada há mais de 80 dias pela Tossi (!) e ainda nem sabe que é isso.

    +http://www.reclameaqui.com.br/busca/?q=interveniente%20quitante

    Segundo uma bolhista que trabalha na CEF. A CEF não está mais fazendo.

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • reznor 1 de setembro de 2016 at 10:45

    CRV in family:

    Sou natural do RJ, portanto nada mais natural que conviver funcionários públicos. Meus pais, boa parte dos tios e alguns primos, todos servidores públicos. Minha irmã entrou para uma agência executiva há cerca de 5 anos. Pois bem, o facão começou a passar por lá e uma galera das antigas foi exonerada de cargos de gerência e diretoria, inclusive o marido dela, que já está lá por uns 20 anos. O cara é muito boa gente, mas é 666. Sempre viveu alavancado, mesmo ganhando na casa dos 5 dígitos. Depois da exoneração, vai passar a ganhar menos R$ 1,500. Pra bolhista nem é tanta grana assim, já que bolhista que é bolhista sabe se ajustar conforme as circunstâncias. Mas pra 666, é uma sentença de morte. O bichão está mal, somatizando a perda de prestígio e grana com febres diárias.

    Já minha irmã decidiu fazer doutorado pra garantir uma maior renda na agência. Completou o mestrado recentemente e se animou com o contra-cheque mais gordinho. Uma das colegas do setor foi vítima de golpe e postou os detalhes no grupo que formaram no Whatsapp. Ela me mostrou o relato e concluí que quase todos ali estão com consignados a perder de vista. Está preocupada com os preços dos imóveis, mas sair da Zona Sul não é opção (o marido 666 não deixa, hahaha). A conclusão que chegou é que terá que trabalhar a vida inteira para garantir uma aposentadoria decente. Eu inquiri sorrindo: “Que aposentadoria? Ainda conta com isso?” Ela replicou que existem poucas opções viáveis e ainda iria estudar sobre previdência privada, coisa que eu mesmo já havia lhe alertado sobre a grande furada que é. Tem 30% da grana investida num CDB no Itaú, o restante em poupança. Nem sabe quanto o CDB lhe rende em termos líquidos a.m., mesmo eu tendo lhe explicado sobre TD ao menos 3 vezes. Sorri e acenei.

    PMJ, maninha.

    23+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • reznor 1 de setembro de 2016 at 10:47

      CRV não, né. CVR!!!
      Perdão aí!!!

      6+
      • avatar
    • Cesar_DF 1 de setembro de 2016 at 14:57

      Dominadas por cargos de confiança, secretarias do RJ são alvo de ações do MP

      “Secretaria de Estado de Trabalho e Renda (Setrab), em que para 140 indicados existem 18 efetivos.”

      “Na metade do quadro da Setrab, dos 27 chefes de serviço, nenhum possui subordinado. O mesmo ocorre com três dos seis superintendentes, sete dos dez coordenadores, três dos quatro assessores-chefe e nove dentre 11 diretores de divisão.”

      “Outra secretaria do RJ, a de Estado de Governo (Segov), não tem nenhum servidor próprio. São 620 ocupantes de cargos de comissão, dentre os quais apenas 10 são funcionários concursados, cedidos de outros órgãos. ”

      http://jota.uol.com.br/dominadas-por-cargos-de-confianca-secretarias-do-rj-sao-alvo-de-acoes-do-mp

      5+
      • avatar
  • Baby Boy 1 de setembro de 2016 at 10:53

    PMJ!

    5+
  • Baby Boy 1 de setembro de 2016 at 11:06

    CVR.
    666 e Corvo nos EUA aplica suposto golpe prometendo trazer “bananense” para os EUA de forma “legalizada”
    O suposto esquema é:
    Abrir uma “Franquia” de negócios imobiliários para o bananense.
    Tirar o visto de empreendedor linkado ao negócio.
    Fornecer uma moradia de aluguel.

    O “Bananense” claro, entra com $.

    – No fim não consegue o visto e o corvo não devolve o dinheiro.

    Link do suposto golpista.
    Um Brasileiro na America.
    https://www.youtube.com/channel/UC01xzf56TG2iI-oy3XfVj0g
    Link do suposto prejudicado.
    Entrevistado diz que youtuber brasileiro nos EUA aplica golpe, oferecendo visto E2.
    https://www.youtube.com/watch?v=CSPFLkxwoOo

    13+
    • avatar
    • avatar
    • Jose Ferreira 1 de setembro de 2016 at 11:41

      E se denunciar, arrisca ser preso por fraude nos EUA!
      Pq não faz um plano de negócio decente de um negócio real para gerar emprego e renda nos EUA para ganhar o visto?! Esse é o objetivo desse tipo de visto.. Mas o bananense quer sempre ser malandro e fazer da forma mais fácil…

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Baby Boy 1 de setembro de 2016 at 11:47

        Correto seu ponto de vista.

        10+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • From_The_Tower 1 de setembro de 2016 at 12:34

      isso mesmo……
      PQP !
      Bananense fazendo bananice.

      7+
      • avatar
  • Melekento 1 de setembro de 2016 at 11:08

    Ai, crise e em outro lugar, na cidade dos milhonarios, show de liquidacao:

    “Imobiliária Balneário Camboriú
    03 suítes em Balneário Camboriú
    De R$ 1.680.000,00 Por R$ 950.000,00
    Alto Padrão e baixo custo de condomínio.
    Informações: 47 9608.0004”

    Ta bom demais, ja vi desconto de 50 ou 55%.

    Agora e agora, depois e depois, comprem agora, por que, depois vai subir!!!!
    hahahahahhahahahahahahhaha

    So se for a Jeba do Motumbo!
    Abs.

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • MINEIRO SPY 1 de setembro de 2016 at 11:18

      Cara…golpe basta o esperto e o ganancioso.
      Se ao lado da Torre Eiffel tem cara dando golpe do copinho embaralhado com bolinha dentro, imagina isso. Confesso q o estelionatário da frança escolheu bem o cara para “ganhar”…um japa com boné, mapa e mochila na mão.

      7+
      • avatar
    • From_The_Tower 1 de setembro de 2016 at 12:35

      Posta uns links aí Melekento. Conheço muita gente lá. E principalmente as obras.
      Valeu !

      2+
  • Jose Ferreira 1 de setembro de 2016 at 11:26

    Acompanho o mercado imobiliário do Rio de perto há alguns anos, desde que comecei a ver imóveis para comprar e nunca tive coragem de me alavancar. Tenho visto muitos preços nominais 20 a 30% menores do que o pico há alguns anos. Espero que nos proximos 1 a 2 anos caia mais 20% a 30%, o que já seria uma queda real muito expressiva. Mas estou vendo alguns negócios acontecerem como se não houvesse uma grande expectativa de queda. P. ex, nas ultimas duas semanas, vi um amigo comprando um ap de 120 m a vista por 1 MM no flamengo (ele achou que fez excelente negócio porque estava anunciado a 1,3MM) e uma senhora ex-vizinha me contou que vendeu um ap de 200m em botafogo por 1,4MM a vista (estava anunciado a 1,8MM, mas vendeu porque era inventario do marido e ela quis se “livrar” desse ap logo). Ou seja, tenho percebido que quando colocam 20 a 30% menor do que o preço supostamente de “mercado”, os imóveis de boa qualidade em áreas valorizadas são vendidos com facilidade. Agora: se o imóvel for ruim ou mal localizado, fica para sempre no Zap! Há imoveis que acompanho há anos que estão nessa situação!

    13+
    • avatar
  • Baby Boy 1 de setembro de 2016 at 11:35

    Hoje em dia não vale a pena discutir sobre a queda dos imoveis .
    É chutar cachorro morto…

    8+
    • avatar
    • avatar
    • Ilusionista 1 de setembro de 2016 at 12:15

      mercado imobiliário depende de crédito (poucos negócios são fechados a dinheiro), crédito depende uma renda mensal futura garantida (evento futuro e INCERTO, piorando por ser tratar do Brasil).
      Governo federal já sinalizou, alterações nas legislações trabalhistas e previdenciárias, ou seja, novos dissídios sem as garantias mínimas da CLT, com isto, poderá haver redução da renda de grande parte da população para honrar as prestações no futuro, em contrapartida, juros e TR subindo, haverá ainda aumento do seguro por mudança da faixa etária, etc.
      Além disto, terá alterações na idade mínima para aposentadoria ( quem tem mais de 50 anos terá enormes dificuldades de conseguir emprego, principalmente para atividades que necessitam de grande esforço físico ( trabalhos braçais) .
      Querer abraçar um carnezinho de 35 anos neste cenário de incertezas é só para os loucos..

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Baby Boy 1 de setembro de 2016 at 12:54

        Banania 2015/2025
        A Década perdida.

        10+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Jose Ferreira 1 de setembro de 2016 at 14:05

        Concordo com suas conclusões, mas discordo um pouco de alguns pontos que voce coloca. A renda individual futura pode ser incerta, mas a renda média não é. E o desemprego no Brasil não é tão alto estruturalmente, mesmo na pior crise da história, que ocorre atualmente. Assim, não creio que a renda seja incerta. O problema é que o país tem uma taxa de juros muito alta e não vejo nenhuma possibilidade de diminuição no médio ou até no longo prazo. Isso sim faz com que créditos de longo prazo, como o habitacional, diminuam, até porque não tem estado para subsidiar os juros mais!

        Acho que essas reformas na CLT farão, no médio a longo prazo, a renda futura média do trabalhador aumentar, ao inves de diminuir. A reforma da Previdência já é diferente. O Estado não terá grana para pagar aposentadoria, mas de outro lado, a demanda de compra de imóveis por aposentados é baixa.

        7+
  • Baby Boy 1 de setembro de 2016 at 11:43

    Dilma caiu. desemprego alto, inadimplência subindo. mimimi por todos os lados.
    E eu recebendo meus juros.
    Que Sussego!

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cadeludo 1 de setembro de 2016 at 12:53

    minha singela homenagem pros militontos
    “https://www.youtube.com/watch?v=eihfs2vZ4uE&feature=share

    5+
  • Alemon Fritz 1 de setembro de 2016 at 13:15

    Vislumbrando
    Jornal Hoje:
    Jovem perde emprego e volta pra morar na casa dos pais.
    alguma melhora só no ano que vem,

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Abestado abc 1 de setembro de 2016 at 13:54

      Detalhe que ela não era jovem…kkkkkk

      7+
      • avatar
  • Alemon Fritz 1 de setembro de 2016 at 13:37

    Casa própria sobrecarrega ciclo de crédito, mostra estudo do BCE
    mas agora há dados econômicos a respeito: a casa própria pode ser ruim para você.
    Quanto maior o nível de propriedades em um determinado país, mais longos e maiores são os ciclos de crédito. E isso pode fazer uma grande diferença.
    Atenção às bolhas
    em inglês: Home Owning Supercharges the Credit Cycle, and Not in a Good Way
    http://www.jornalfloripa.com.br/mundo/noticia.php?id=21009356

    9+
    • avatar
  • Baby Boy 1 de setembro de 2016 at 13:38

    QUE PIADA!!!

    Sobre o tema:

    “Partes sensatas da matéria:
    Mauro Calil, acredita que, do ponto de vista financeiro, a compra tem sempre desvantagens em relação ao aluguel, tendo em vista que uma aplicação pode, com segurança, render 1% ao mês, enquanto a locação gira em torno de 0,5% do valor do imóvel.”

    No passado
    Mauro Calil – Dica de Mauro Calil sobre Mercado Imobiliário – primeira parte.
    https://www.youtube.com/watch?v=lkh0mirplRA

    5+
    • Baby Boy 1 de setembro de 2016 at 13:47

      Se analista soubesse de alguma coisa, eles mesmo seriam milionários seguindo suas informações. Não precisava vender consultoria.

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Lord of All 1 de setembro de 2016 at 13:47

    CVR

    Amiga da minha mulher foi demitida há 3 meses atrás. Recebeu cerca de 50k de verbas rescisórias totais. Esses dias falou com minha esposa que só tem 5k na conta. Gastou a maioria comprando eletrônicos (2 celulares top´s pra jogar Pokemon, ela e o marido), roupas e presentes, e restaurantes bacanas. O marido é o típico 666 nível LordSit, não tem um real no bolso e chora quando pede alguma coisa de presente pra mulher e ela não dá (não, não estou exagerando). A única coisa mais ou menos sensata que fez com a rescisão foi pagar algumas dívidas. A sorte que possuem um financiamento imobiliário antigo, com parcela baixa de verdade e quase quitando. Segundo relato dela, está desesperada pq a rescisão e o seguro desemprego estão acabando, e as despesas mensais são em torno de 2k.

    Minha mulher sempre dá uma diretas do tipo, tem q apertar as despesas, etc. Mas pensa q adianta? Na última conversa, além de falar q estava desesperada, começou a perguntar como q tira o visto americano, pq ela e o marido querem ir para os USA ano q vem kkkkkk.

    Moral da história: 666 é 666 e pronto. Esse casal vive se oferecendo pra fazer social com a gente, mas a minha mulher, q modéstia a parte é bem sensata, apesar de gostar dessa amiga, nunca aceita fazer qualquer programa social com essa pessoa, pq sabe q não devemos nos misturar com esse tipo sub-espécie.

    28+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Money_Addicted 1 de setembro de 2016 at 15:23

      espero q nao se joguem da janela 🙂 afinal sao pagadores de juros

      9+
      • avatar
      • avatar
    • shell_script 1 de setembro de 2016 at 15:24

      Brasileiro quando vê dinheiro de rescisão quer logo gastar com coisas que não servem para nada. Brasileiro sempre pensa “o futuro é hoje”. Só começa a abrir os olhos quando consegue vaga de emprego pra ser estagiário de mendigo.

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • BolhistaBR 1 de setembro de 2016 at 18:00

        Essa do “futuro é hoje” eu costumo ouvir com bastante frequência.

        Não acho uma frase completamente errada, posto que tudo na vida é incerto.
        Adoro fazer projeções de longo prazo, me planejando pra conseguir uma aposentadoria antecipada com uns 50 e poucos em vez de 70 como quer o temer.

        Entendo que é preciso manter o equilíbrio!
        Não deixar tudo investido pra receber num futuro em q vc pode não estar e viver um pouco o hoje. Viagens por ex., pra quem gosta..

        Enfim, é preciso dosar muito bem essa questão.

        Como vocês lidam com isso?

        7+
        • Money_Addicted 1 de setembro de 2016 at 20:18

          Isso acho q eh bem particular, no meu caso especifico eu atingi um patamar q posso viver em um padrao confortavel, viajando, comendo bem, etc
          Obviamente que sem itens de ostentacao besta como carros, iPhones e por ai afora, mas nao me privo do q gosto e ainda consigo guardar uma boa grana pra aposentadoria, inclusive acho q guardo “muito” rsrs….soh nao aumento mais o meu nivel de gastos por tres motivos.

          1 – os itens de ostentacao “besta” realmente nao me atraem
          2 – os itens q me atraem estao muito longe do meu atual poder aquisitivo, como barcos, avioes e por ai vai, gostaria de te-los nao para ostentar e sim para curtir, quem nao gostaria de ter um yatch e/ou um jatinho particular a disposicao ? 🙂
          3 – devo ter filho(s) em breve e apesar de ja ter feito uma projecao d gastos, posso precisar/querer gastar mais do que o planejado

          Interessante sua pergunta, vamos ver a ideia dos demais colegas

          abcs

          10+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
    • JJJ_brasilia 1 de setembro de 2016 at 15:28

      666 e dinheiro são com água e óleo, sempre separados.

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 1 de setembro de 2016 at 14:00

    Aqui no trabalho uma colega diz que a filha comprou um celular novo pro marido (isso é todo ano ou menos segundo ela), e pretende comprar um altinho até fim do ano. Usa o cartão de crédito da mãe, pois o dela é menor. … detalhe: acabou de ter uma filhinha e não tem reserva nenhuma, nem o maridão, nem plano de saúde decente. pega carro emprestado… ontem a empresa que trabalha foi assaltada e aí ela ficou preocupada.., sqn.

    11+
    • avatar
    • avatar
    • BolhistaBR 1 de setembro de 2016 at 18:02

      A parte de pegar carro emprestado talvez seja melhor do que ter próprio.

      Ou vc está assumindo que como tem filho recém-nascido deveria ter carro próprio?

      5+
      • Alemon Fritz 1 de setembro de 2016 at 22:59

        é que o marido tem carro e ela quer outro..

        2+
        • BolhistaBR 1 de setembro de 2016 at 23:08

          posso estar errado mas às vezes me parece q a maior parte das mulheres são altamente ostentadoras.. Mas talvez seja só um padrão relacionado às mulheres que conheço e ouço falar.

          4+
  • Moreira 1 de setembro de 2016 at 14:26

    O melhor são os CVR’s kkkkkkkkkkkkkkkkk

    5+
    • avatar
  • Cajuzinha 1 de setembro de 2016 at 15:33

    CA, veja isso, kkkkkkk. “FOI UM ERRO”

    “Pergunte a qualquer analista ou empresário da construção sobre o mercado imobiliário brasileiro da última década. Fatalmente, o que se ouvirá será uma saga que começa com a corrida de duas dezenas de incorporadas à bolsa de valores a partir de 2006, o grande volume de capital levantado com isso e a aquisição, por parte delas, de terrenos que vão de Porto Alegre a Manaus para o lançamento de empreendimentos em ritmo recorde. Isso tudo até que um dia começou a faltar recursos para financiamento ao consumidor, a oferta ficou maior do que a demanda, os clientes começaram a devolver os imóveis adquiridos e os prejuízos começaram a chegar de maneira devastadora.

    A história é conhecida, mas não é a única. Por atingir as empresas que mais levantaram recursos e atraíram investidores, o roteiro da derrocada imobiliária sufoca outra versão, que se desenvolve de maneira paralela, com resultados diferentes. ”

    “O mercado imobiliário sempre foi muito pulverizado. Durante a explosão de abertura de capitais, as grande foram responsáveis por no máximo 30% dos lançamentos apenas”, diz o especialista, que também destaca a decisão dessas empresas em não saírem de seus mercados de origem como uma barreira de proteção. “Incorporação é um negócio regional, mas as grandes incorporadoras, depois de tanto dinheiro levantado durante a abertura de capital, foram construir em outros Estados, o que foi um erro. As pequenas não fizeram isso, até porque não tinham recursos, e sobrevivem”, conta Lima.

    Um exemplo típico sempre relembrado pelos especialistas de mercado é o caso da Rossi, uma das construtoras que resolveram pulverizar sua atuação, lançando projetos até na cidade de Manaus. “A distância de Manaus para São Paulo é mais ou menos de Paris à Atenas. Agora, imagina um francês indo construir prédios para gregos. Acho que não daria certo, né?”, questiona Rocha Lima

    http://pme.estadao.com.br/noticias/pme,crise-imobiliaria-cria-oportunidade-para-pequenos-dentro-do-setor,20000000155,0.htm

    7+
    • avatar
    • Cesar_DF 1 de setembro de 2016 at 15:52

      Escreveram um matéria para valorizar as construtoras pequenas e no meio disso acabam fazendo a confissão de que as grandes construtoras fabricaram uma bolha imobiliária, só faltou dizer que foi o crédito governamental que colocou gasolina nesta fogueira

      10+
      • avatar
      • avatar
    • Awulll 1 de setembro de 2016 at 16:37

      “O mercado imobiliário sempre foi muito pulverizado. Durante a explosão de abertura de capitais, as grande foram responsáveis por no máximo 30% dos lançamentos apenas”

      Sempre 30%

      5+
    • CA 1 de setembro de 2016 at 17:45

      Cajuzinha,

      Eles sempre vão dizer que foi um erro. É o mesmo caso do Petrolão, onde decidiram alocar uma parcela muito maior do prejuízo na conta da incompetência e minimizar o quanto puderam a conta do prejuízo causado pelo roubo.

      Detalhe que quem deu a declaração é o coordenador do NRE (Núcleo Real Estate) da Poli/USP, que também participou da criação do FINGE Zap. Será que algum dia ele também vai reconhecer este erro?

      7+
      • avatar
      • avatar
  • thiaggoo 1 de setembro de 2016 at 16:06

    CVR

    666 aqui do trabalho:
    “…faz um ano que me mudei pro meu apartamento e as parcelas não diminuíram nada”.

    Perguntei: – E o Saldo devedor vem diminuindo?
    “Rapaz… Tá a mesma coisa… Vai começar a diminuir daqui uns 5 anos”.

    Perguntei: – E valeu a pena?
    “Vale! Depois dessa crise vai valorizar muito!”

    Sorri e acenei.

    Detalhes do imóvel: MRV, 60m², 30 anos.

    31+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 1 de setembro de 2016 at 16:11

    “(Bloomberg) — Qualquer um que tenha sido pego pelo colapso imobiliário da última década nos EUA ou no Reino Unido provavelmente já saiba disso, mas agora há dados econômicos a respeito: a casa própria pode ser ruim para você.

    Para ser mais preciso, a posse de imóveis pode ser prejudicial para a estabilidade financeira das economias como um todo. Essa é a evidência encontrada por um novo estudo publicado nesta semana pelo economista e pesquisador do Banco Central Europeu Gerhard Ruenstler.

    Quanto maior o nível de propriedades em um determinado país, mais longos e maiores são os ciclos de crédito. E isso pode fazer uma grande diferença. Com uma taxa de 72 por cento, mais elevada até que a dos EUA, o Reino Unido viu nas últimas décadas três megaciclos equivalentes em volumes de crédito e preços de residências.

    Já na Alemanha, onde as pessoas normalmente têm mais propensão a gastar em carros grandes do que em mansões, os ciclos de crédito e os preços das residências acompanham a produção geral bem de perto. Poucos altos e baixos.”

    http://economia.uol.com.br/noticias/bloomberg/2016/09/01/casa-propria-sobrecarrega-ciclo-de-credito-mostra-estudo-do-bce.htm

    15+
    • avatar
    • avatar
  • Lucas 1 de setembro de 2016 at 19:17

    CVR
    Bomba bomba
    meu vizinho da casa imediatamente do lado, muito muito parecida com a minha colocou pra vender baratinho, colocou anuncio

    Tá vendendo por 16,66% (juro) mais caro do que eu paguei
    lembrando que consegui 45%off pelas contas do fingezap

    agora pergunto
    valorização em 1 ano e meio???
    nessa crise?
    ou seria melhor dizer que estão vendendo por só 25%off???

    detalha grande:
    1- Todo dia vejo corvo levando 666 pra visitar
    2- anuncio Mentiu descaradamente na metragem

    6+
    • avatar
    • Fernando 1 de setembro de 2016 at 19:33

      Qual o valor do m² que vc pagou e em qual região da cidade?

      1+
      • Lucas 1 de setembro de 2016 at 20:56

        região boa da periferia de cidade grande
        valor do metro quadrado abaixo da média da cidade
        SP cpaital

        1+
        • Fernando 1 de setembro de 2016 at 21:10

          Eu paguei 7k o m2 alto de santana, prox francisca e pedro doll. Apto mto bom, novo, 2 vagas, da pra ir a pe no metro. Paguei bem?

          2+
          • avatar
          • Lucas 1 de setembro de 2016 at 21:18

            acho que do aldo de fora do rio no max 5 mesmo nos melhores locais

            1+
            • Fernando 1 de setembro de 2016 at 21:22

              Entendi. É q lá eu tenho tudo perto, e o m2 gira em torno de 10-12 k, por isso q perguntei.

              2+
              • avatar
  • Cajuzinha 1 de setembro de 2016 at 20:48

    QUINTA, 01/09/2016, 07:00
    Rio impõe ao próximo prefeito o desafio de lidar com a questão habitacional
    Nos últimos oito anos, enquanto a inflação teve alta acumulada de 71%, a variação no preço de venda de imóveis na cidade chegou a 252%. A capital fluminense ainda vive os reflexos da especulação imobiliária iniciada em 2008.
    http://m.cbn.globoradio.globo.com/grandescoberturas/eleicoes-2016/2016/09/01/RIO-IMPOE-AO-PROXIMO-PREFEITO-O-DESAFIO-DE-LIDAR-COM-A-QUESTAO-HABITACIONAL.htm

    3+
    • Fernando 1 de setembro de 2016 at 21:20

      Basta cair aprox 50% q vc compra no valor de 2008. Em termos reais, isso não é muito difícil de acontecer, basta cair uns 20% em termos nominais e esperar uns 2 anos q a inflação se encarrega do resto!

      5+
      • avatar
  • pedrovinix 2 de setembro de 2016 at 00:21

    Lucas

    1. mata logo com esse FGTS antes que a TR dispare
    2. a crise tá começando s venda de autos desabando, vai sobrar carro no mercado, vai sobrar garagem, ainda mais no centro que depende do comercio, alias quem mora no centro dificilmente ter carro vale a pena, vc tem uber/taxi, vc pode alguar carro quando for viajar, vc tem transporte publico

    1+

    Em oito anos só diminuiu 15 k no financiamento ? deu quanto de entrada ? foi 45 o ap ou 45 o financiamento ?

    1+
    • pedrovinix 2 de setembro de 2016 at 00:24

      Em oito anos só diminuiu 15 k no financiamento ? deu quanto de entrada ? foi 45 o ap ou 45 o financiamento ?

      2+
  • pedrovinix 2 de setembro de 2016 at 00:24

    Fernando

    Basta cair aprox 50% q vc compra no valor de 2008. Em termos reais, isso não é muito difícil de acontecer, basta cair uns 20% em termos nominais e esperar uns 2 anos q a inflação se encarrega do resto!

    4+

    Em oito anos só diminuiu 15 k no financiamento ? deu quanto de entrada ? foi 45 o ap ou 45 o financiamento ?

    1+