Mercado imobiliário vive pior fase desde 2004, aponta estudo – O Globo

Você pode gostar...

Comments
  • Luke Bolha 26 de julho de 2016 at 19:17

    O mercado irá reaquecer pois na Venezuela as pessoas estão passando fome, logo estão gastando menos com comida pois estão juntando para comprar imóveis no Brasil!

    61+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 27 de julho de 2016 at 07:28

      O mercado vai aquecer, porque Londrês deixou de ser interessante aos árabes, por causa do BREXIT, e dai o Rio de Janeiro, Balneário Camboriu e Santos se tornarão foco dos investimentos deles.

      31+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • job 27 de julho de 2016 at 14:08

      BREXIT lá, e BRSHIT aqui.

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • rogerio 26 de julho de 2016 at 19:22

    mas não valoriza 30% ao ano até a explosão da galaxia?

    24+
    • avatar
    • avatar
    • job 27 de julho de 2016 at 14:20

      Óbvio que sim, valoriza 30% todo ano. Até a hora de vender, aí tem q dar um desconto de 80%…

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • BOLHA JOKER 26 de julho de 2016 at 19:22

    Olhem esse imóvel, vendido ano passado por R$440k, 666 financiou R$320K, 6 meses depois (DATA da PRENOTAÇÂO) o banco já retormou imóvel.
    O referido imóvel está sendo leiloado por R$195 k , que tal 60% OFF em 1 ano?

    http://www.zukerman.com.br/ns/detalhe_online.php?IDLeilao=8987&IDLeilaoLote=103779&telaCat=1

    52+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • carioca_real 26 de julho de 2016 at 19:59

      A ala çofiti do blog pira

      21+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Minions 26 de julho de 2016 at 20:56

      Está sendo leiloado, mas ainda não foi arrematado, certo? Ainda vai cair mais 50% na segunda praça

      23+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • wing 27 de julho de 2016 at 00:08

      O prob está na hora de tirar o morador, senão já teria comprado

      13+
      • avatar
    • Cesar_DF 27 de julho de 2016 at 07:35

      São 65 m2 por 195K = 3k/m2
      Tá errado!!! No FIPEZAP está R$8.630, tem que processar este leiloeiro por avaliação incorreta !

      http://downloads.fipe.org.br/content/downloads/indices/fipezap/releases/fipezap-release-201606.pdf

      27+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • RC 27 de julho de 2016 at 09:21

      BOLHA JOKER

      Olhem esse imóvel, vendido ano passado por R$440k, 666 financiou R$320K, 6 meses depois (DATA da PRENOTAÇÂO) o banco já retormou imóvel.
      O referido imóvel está sendo leiloado por R$195 k , que tal 60% OFF em 1 ano?

      http://www.zukerman.com.br/ns/detalhe_online.php?IDLeilao=8987&IDLeilaoLote=103779&telaCat=1

      28+

      O Banco financiou R$ 320K, o mutuário pagou apenas 6 meses de prestação, imóvel foi retomado e no leilão em primeira praça estão pedindo R$ 195K?

      Que prejú que esse banco vai tomar? Não seria caso de demissão por justa causa de quem fez a avaliação do imóvel e das condições de renda do mutuário?

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • joselito 27 de julho de 2016 at 13:22

        A meu ver o problema é mais embaixo.
        O funcionário seguia uma padrão. Quem estabeleceu esse padrão, por sua vez, cometeu crime contra o sistema financeiro (que seria escancarado quando se demonstrasse que, em que pese o banco ter transferido alguns bilhoes às construtoras, o ativo em garantia vale 80% menos, QUEBRANDO O SISTEMA FINANCEIRO – e enriquecendo os banuelos)

        4+
    • Rampion 27 de julho de 2016 at 09:54

      Então o cara queimou 120k em 6 meses? Procede Arnaldo?

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • BOLHA JOKER 27 de julho de 2016 at 10:02

        Era melhor ter comprado 2 Land Rover Evoque, uma pra andar e outra financiada pra investir!

        14+
    • Mr.Brightside 27 de julho de 2016 at 11:52

      Legal!!! O cara financiou e viveu no que é seu em 6 meses, 20 mil para cada mês, tendo a experiencia da sua casa própria, um tipo aluguel de 20 mil temers mensais, tomara que tenha vivido dentro da casa pelo menos, para contar a experiencia a seus futuros netos.

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • joselito 27 de julho de 2016 at 13:23

        Errado também. Ele tá lá até hoje, e a propriedade plena nunca foi dele, havia somente uma expectativa de sê-lo.

        6+
        • avatar
        • avatar
    • tmarabo 27 de julho de 2016 at 16:52

      CVR

      1+
  • carioca_real 26 de julho de 2016 at 20:01

    “Qued assustadora da demanda” Seráque existe um certo desequilíbrio entre renda e preço dos imóveis?
    Será que descobriram que não há tantos milionários no país?
    O Apocalipse zumbi pós olímpico se aproxima….

    31+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 26 de julho de 2016 at 22:44

      Olimprivadas do Rio, 666 assistindo no espaço Gome gourmet

      12+
      • avatar
      • avatar
  • W.K. 26 de julho de 2016 at 20:27

    Mas… Mas… mas…

    O mesmo O Globo hoje falou que a CEF vai liberar 16 bi e isso vai reaquecer o mercado.

    Enquanto isso, o Brazil çãngra.

    ÇVR. (Çãngui Vertendo nas Ruas)

    -E eis que semana passada um corvo ligou para o meu celular ofertando imóveis. Justo eu, que nunca havia recebido ligação das aves agourentas, recebi uma ligação.
    Devem estar desesperados, afinal, desde 2010 eu tenho meu telefone cadastrado no “Não Perturbe” do Procon, e desde então NUNCA mais havia recebido qualquer tipo de telemarketing. Nem mesmo dos bancos que me amolavam de 15 em 15 dias e me levaram a tomar tal atitude.

    -Encomendei um produto 6ª passada. Me informaram que o fabricante só poderia entregar, com sorte, na 5ª feira. Me ligaram hoje a tarde informando que o produto já estava na loja e eu poderia buscar ele.

    15+
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 26 de julho de 2016 at 21:05

    Samy Dana no CONTA CORRENTE: “O PROBLEMA É O PREÇO”

    33+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 26 de julho de 2016 at 21:07

      “PREÇOS VÃO CONTINUAR CAINDO” “ESTOQUE PRA 03 ANOS”

      KKKKK ” CORRETOR SEMPRE FALA: A HORA É AGORA”

      31+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Luke Bolha 26 de julho de 2016 at 21:29

      Eu também vi! Falou que nunca viu corretor falar que o preço iria cair kkkk

      11+
  • Jean Cherem 26 de julho de 2016 at 22:38

    Eu não entendo nada de bolsa, mas vocês não acham estranho tanta gente do comércio falar que está mal e a bolsa subir este tanto?

    8+
    • avatar
    • Cesar_DF 27 de julho de 2016 at 07:46

      A bolsa sobe com as expectativas e cai com a realidade.
      O otimismo do mercado melhorou bastante com a entrada do Temer.

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Alemon Fritz 26 de julho de 2016 at 23:03

    1,7 %, o esperado seria menos que 0,6%

    Aumento da inadimplência no crédito imobiliário foi ‘pouco dramático’, diz Abecip
    ….
    A entidade espera queda de 34% no volume de crédito com recursos da poupança (SBPE) neste ano, para R$ 50 bilhões. A expectativa publicada no início do ano era de queda de 20,6%, para um patamar de R$ 60 bilhões.

    http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2016/07/26/internas_economia,787707/aumento-da-inadimplencia-no-credito-imobiliario-foi-pouco-dramatico.shtml

    6+
  • Alemon Fritz 26 de julho de 2016 at 23:05

    baita calotada.
    Núbia Óliiver leva calote de imobiliária e tem prejuízo de R$ 1 milhão
    ‘Comprei cinco apartamentos em Uberaba, MG, na planta há quase seis anos e ainda não recebi as chaves’, contou a modelo. ( kkkk)
    http://ego.globo.com/famosos/noticia/2016/07/nubia-olliver-leva-calote-de-imobiliaria-e-tem-prejuizo-de-r-1-milhao.html

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Rampion 27 de julho de 2016 at 09:56

      E os corvos vão deixar de receber os 6%? Que injustiça!

      10+
      • avatar
  • Leonardo M. 27 de julho de 2016 at 01:41

    CVR

    Trabalhei com um cara super honesto e gente boa 4 anos atrás.
    Na época ele tinha um gol 1.6 ano 98/99 completo e quitado,coisa mais linda.
    Me encontrei com ele esses dias e trocou o gol bola dele completo e deu de entrada em um audiA3. Óbvio que perguntar tem quanto custou a brincadeira.

    “Dei meu gol e agora pago R$650 por mes”
    Perguntei quantas faltam
    “33 prestações…”
    Dei os parabéns e disse que tem que ser assim mesmo, se não nunca conseguimos o que desejamos.
    Mas por dentro eu todo feliz “mais um pagador de juros”

    Que se lasque os 666, mesmo sendo gente boa não tenho dó

    30+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • alemonbnu 27 de julho de 2016 at 05:24

      Tem que estimular mesmo. Os bancos precisam de lastro! Enquanto isso, quem poupa e recebe juros consegue viver melhor.

      11+
      • Awulll 27 de julho de 2016 at 10:01

        Minhas LCIs vão vencer em breve…
        Quanto mais lastro melhor, precisamos e queremos sempre mais!
        Go 666s!!!!! Make it happen!

        10+
        • avatar
  • CA 27 de julho de 2016 at 06:14

    Sobre o tópico e o trecho “Queda assustadora na demanda”:

    Eles ainda não viram nada.

    Por enquanto ainda existem pessoas que conseguem acreditar no FINGE Zap, nas eternas mentiras e promessas do mercado imobiliario e de seus asseclas, como Amorinha e Mara Maluquete da Globo News, aquelas que compram imóveis na planta, dente outros alienados, como os que estão otimistas com o novo governo e suas ações de “responsabilidade fiscal” (com novas notícias de aumento de gastos públicos toda semana!), crédito “responsável” adicional fornecido pelo governo (com aumento de oferta de crédito quando há recorde de inadimplência e endividamento = apagar incêndio com gasolina), etc.

    Imaginem depois que tivermos a volta a realidade, com uma construtora de grande porte quebrando e tendo como repercussão milhares de famílias perdendo seus imóveis, levando os lançamentos e as correspondentes vendas FALSAS na planta a despencarem, com uma volta a realidade quanto a economia com números de inadimplência piorando ainda mais, novas quedas na renda real, contínuo aumento no desemprego, novos aumentos nas oferta de imóveis via leilão com cada vez mais urgência dos bancos em se livrarem destes pepinos, novos aumentos nos distratos e no desespero das construtoras para venderem a qualquer preço para pagarem suas dívidas e tudo isto junto com um efeito manada dos vendedores tentando vender seus imóveis antes que os preços caiam ainda mais…

    31+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • alemonbnu 27 de julho de 2016 at 08:05

      Cara, acho que ta faltando isso…a quebra de uma ou duas grandes construtoras, pra espalhar noticias e catalizar o despair.

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cajuzinha 27 de julho de 2016 at 09:40

        “Há pessimistas com o Brasil

        Investimentos 26/07/2016 16:08:57

        A consultoria norte-americana BBH (Brown Brothers Harriman) não embarcou no recente rali da Bolsa brasileira. Para eles, após um início de ano excessivamente pessimista, os investidores têm se comportado agora de forma muito otimista. Nos cálculos da BBH, os ativos brasileiros estão em níveis elevados, a tal ponto que o seu modelo para ações emergentes coloca o Brasil em posição “very underweight” (expectativa de desempenho bem abaixo do mercado). O Ibovespa acumula ganhos de mais de 31% em 2016.
        Em relatório, a consultoria aponta riscos de piora nas projeções para o PIB, de aumento da inflação e desapontamento com as metas fiscais. “Os indicadores econômicos continuam ruins, e o aprofundamento da recessão tem deixado o ajuste fiscal ainda mais difícil.””

        http://www.financista.com.br/noticias/insider/ha-pessimistas-com-o-brasil

        8+
        • avatar
    • joselito 27 de julho de 2016 at 13:30

      Faltou a parte da venda dos imóveis dados em garantia aos bancos pelas construtoras falidas não cobrir o empréstimo realizado e os bancos “quebrarem” (aliás, PROER2, tesouro bancando a farra que endividou milhões de brasileiros e enriqueceu uma porção donos das construtoras)

      5+
  • Loucodf 27 de julho de 2016 at 07:42

    Bancos cobiçam recursos do FGTS
    Santander e Bradesco têm interesse no fim do monopólio da Caixa na gestão do Fundo.
    http://oglobo.globo.com/economia/bancos-cobicam-recursos-do-fgts-19791667

    Eita vontade de tentar não perder pra inflação.

    8+
    • Loucodf 27 de julho de 2016 at 07:43

      “O que o FGTS faz hoje é um roubo. Ele obriga o trabalhador a fazer uma poupança, recolhendo 8% do salário a cada mês, e a remunera a uma taxa que é menos da metade da inflação. E não é dada ao trabalhador a chance de escolher em que projeto o seu dinheiro será investido. Por que eu ou você temos que perder dinheiro para que outra pessoa seja beneficiada com juros baixos quando comprar uma casa? Fazer política com chapéu do outro é fácil”

      Esse é um fato.
      Se der certo num futuro próximo, coloco tudo no satã com o resto das aplicações.

      22+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • fanfarraum 27 de julho de 2016 at 07:43

    Queda livre desde julho/2013 no indicador geral da reportagem
    Fonte:http://services.fipe.org.br/RadarImobiliario/radar_imobiliario.aspx

    07-13 | 7,61 |
    08-13 | 7,56 | -0,05
    09-13 | 7,48 | -0,09
    10-13 | 7,36 | -0,11
    11-13 | 7,22 | -0,14
    12-13 | 7,05 | -0,17
    01-14 | 6,88 | -0,17
    02-14 | 6,73 | -0,15
    03-14 | 6,60 | -0,13
    04-14 | 6,49 | -0,11
    05-14 | 6,39 | -0,10
    06-14 | 6,30 | -0,09
    07-14 | 6,26 | -0,04
    08-14 | 6,26 | -0,01
    09-14 | 6,25 | -0,01
    10-14 | 6,22 | -0,03
    11-14 | 6,14 | -0,08
    12-14 | 5,99 | -0,15
    01-15 | 5,73 | -0,26
    02-15 | 5,38 | -0,35
    03-15 | 4,98 | -0,41
    04-15 | 4,57 | -0,41
    05-15 | 4,17 | -0,40
    06-15 | 3,84 | -0,34
    07-15 | 3,55 | -0,28
    08-15 | 3,33 | -0,22
    09-15 | 3,16 | -0,17
    10-15 | 3,02 | -0,14
    11-15 | 2,90 | -0,12
    12-15 | 2,79 | -0,11
    01-16 | 2,69 | -0,11
    02-16 | 2,57 | -0,11
    03-16 | 2,45 | -0,12
    04-16 | 2,34 | -0,11
    05-16 | 2,23 | -0,10

    5+
    • avatar
    • avatar
  • Babuíno 27 de julho de 2016 at 08:02

    Teoria da conspiração:
    Esses incêndios são iniciados para dar lugar à lotes para especulação?

    http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2016/07/sao-paulo-registra-100-incendios-em-favelas-este-ano-dizem-bombeiros.html

    6+
  • Seguidor do Bolha BH 27 de julho de 2016 at 08:23

    Pessoal,
    Vejam o que eu descobri:
    “Comercialização da Vila Olímpica
    Os apartamentos da Vila, que normalmente servem de moradias populares, não poderão ter este uso no Rio após o término dos Jogos. Isso porque o “dono da Barra”, empresário Carlos Carvalho, será o responsável por comercializar os prédios após os Jogos. E cada um deles pode ser vendido por até R$ 1 milhão.”

    Fonte: https://esportes.yahoo.com/fotos/problemas-do-rio-janeiro-e-dos-jogos-ol%C3%ADmpicos-slideshow/vila-ol%C3%ADmpica-rio-2016-photo-1469475043841.html

    Agora deixo a pergunta: quem em sua sã consciência e 1 milhão de reais no bolso pagaria um valor desses em um apartamento com a reputação que vem sendo mostrada na mídia? Alguém aí se habilita?

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • SampaBoy 27 de julho de 2016 at 08:32

      ja imagino as manchetes daqui a alguns anos : “Cortição olimpico sofre com o trafico e bala perdida, prefeitura alega que não ha dinheiro para terminar a rede de esgoto no local e acusa governo de abandono”

      27+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Louro José 27 de julho de 2016 at 08:45

      A propaganda negativa destes apartamentos da vila olímpica fará o trabalho de tornar indesejável morar ali.
      E a memória da Vila do Pan, empreendimento construído para abrigar os atletas que disputaram o pan americano de 2007 ainda é muito forte. Foi construído em terreno que cede. Até hoje há problemas estruturais ali.

      A vila olímpica será o pior empreendimento da Barra por décadas. Ninguém que comprou vai conseguir vender.

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 27 de julho de 2016 at 09:35

        esses prédios agora já são “usados”, devem ficar mais baratos, ainda mais que vai faltar a limpeza, as lampadas, tampas de privada e interruptores, imagina a sujeira qdo essa galera toda ir embora
        receberam sujos, entregarão sujos (pelo menos alguns paisecos). além do condominio, conta de luz e água… alguem vai pagar.

        9+
        • avatar
        • avatar
    • LZ 27 de julho de 2016 at 09:01

      2,5% ao MES !!!
      30% ao ano de JUROS caramba que juro caro rapaiz.

      Talvez esse fosse a única linha de financiamento que eu poderia pensar em fazer, uma vez que poderia construir minha casa com alto padrão e custo abaixo destes APs lixos ai.
      Mas com esse juros ai, esquece vai mofar esse cartão.

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • fanfarraum 27 de julho de 2016 at 09:13

        Na verdade 34,5% ao ano 😛

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • fanfarraum 27 de julho de 2016 at 09:14

        E considerando 3,1% ao mês, chegamos aos 44,2% ao ano. A cada 23 meses o valor dobra (101,8%).

        7+
        • avatar
        • avatar
        • LZ 27 de julho de 2016 at 09:43

          Peguei o valor menos e nem o médio rs

          4+
        • LZ 27 de julho de 2016 at 09:44

          Na moral até em financeira deve ter juros menores kkk

          7+
    • SampaBoy 27 de julho de 2016 at 09:03

      Gostei do trecho : “As medidas atendem à orientação do presidente em exercício Michel Temer de liberar as torneiras do crédito para impulsionar a atividade econômica”. O cara quer ver a coisa explodir mesmo.

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Luke Bolha 27 de julho de 2016 at 09:19

        Não é pq o Temer assumiu que magicamente a linha de pensamento da maioria dos economistas brasileiros mudaram, são poucos os economistas brasileiros que seguem uma linha de raciocionio mais liberal estilo mises, quando se pensa em escola sem partido o pessoal foca muito na educação básica quando o maior problema é o ensino superior que quando não ensina marx ensina que o estado deve ser grande “pois na escandinavia blablabla”.

        10+
        • avatar
        • avatar
      • Rampion 27 de julho de 2016 at 10:00

        O presidente em exorcismo. Só se for! Achei que com a saída da Dilma iriamos ver mudanças, mudanças positivas, mas, estou apenas vendo mais do mesmo. Trocou-se 6 por meia dúzia. Esperando o rufar das panelas.

        23+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • joselito 27 de julho de 2016 at 13:35

          Para fins de comparação, saiu o PCC e entrou o CV em Brasilia, só isso.

          14+
          • avatar
          • avatar
          • Rampion 27 de julho de 2016 at 15:35

            Sim, e o rufar das panelas nunca mais! E teve quem acreditação que toda aquela movimentação era contra a corrupção. Estava mais para a escolha do bandido favorito.

            11+
            • avatar
            • avatar
            • Zé do Brejo 28 de julho de 2016 at 13:29

              Ainda assim a saída da ANTA foi positiva. Assim como a saída do Collor também foi necessária.
              Tomara que após toda ess turbulência um novo FHC apareça novamente para colocar o país nos trilhos novamente

              3+
  • Zé Carioca 27 de julho de 2016 at 09:26

    CA, quando você acredita que será o melhor momento para comprar? Provavelmente a economia seguirá piorando até meados de 2017, e depois melhorará aos poucos. Economicamente falando, o auge da crise talvez venha a ser no primeiro trimestre de 2017, então é possível que no segundo semestre de 2017 tenhamos uma boa janela para adquirir imóveis?

    11+
    • avatar
    • avatar
    • yanborges 27 de julho de 2016 at 09:31

      Saber esse limiar entre o fim da crise e a ascensao vai ser foda…ainda mais aqui no Rio…por enquanto ainda vejo neguinho de imobiliaria vencer a crise no grito. Acho que piora muito depois das olimpiadas.
      To começando a ler um artigo que parece legal sobre a Bolha, ainda nao fui ate o final. É de 2013, entao deve ser interessante pra ver se o que o cara diz acabou se tornando realidade de la pra ca.

      Artigo vencedor do Prêmio Brasil de Economia 2013 – Bolha imobiliária
      Luciano D’Agostini
      http://www.tnc-online.net/pic/20130711035510384.pdf

      8+
      • avatar
      • avatar
    • CA 27 de julho de 2016 at 13:14

      Ze Carioca,

      O Governo Temer tem feito o possível e o impossível para ATRASAR o início da recuperação na economia. Primeiro ao repetir o estilo Mantega, aumentando a meta do DEFICIT público para 2016 e em seguida, encaixando gastos adicionais e prometendo que em 2017 o déficit será menor que 2016 após o aumento de gastos que ele mesmo acabou de executar, em segundo lugar, abrindo novamente a torneira do crédito e por fim, tentando FORÇAR uma queda de juros e FAZENDO DE CONTA que a situação está melhorando, tudo na base do OTIMISMO INFUNDADO e promessas, sempre postergadas, de que um dia, talvez comecem a fazer algo EFETIVO para combater o déficit fiscal.

      Neste contexto, se não tiver nenhuma guinada radical, entendo que emprego e renda real continuarão em queda até 2018, com um início tímido de recuperação economica TALVEZ logo após isto.

      Acredito que a maior queda percentual nos preços ocorrerá até junho/2017, mas continuarão caindo até início de 2019 no mínimo, podendo se estender um pouco mais. Se for decisão EXCLUSIVAMENTE financeira, o melhor momento seria no início de 2019, mas já a partir de 2017 devem surgir oportunidades boas.

      19+
      • avatar
      • avatar
  • Zé Carioca 27 de julho de 2016 at 09:28

    Nubia Oliver foi motumbada com gosto. Comprou cinco aps na planta há cinco anos e até hoje não recebeu, ela fala em 1 milhão de prejuízo. Assim como ela devem ter vários nessa situação.

    http://ego.globo.com/famosos/noticia/2016/07/nubia-olliver-leva-calote-de-imobiliaria-e-tem-prejuizo-de-r-1-milhao.html

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Louro José 27 de julho de 2016 at 10:10

      Tem falado com o Nelsinho Carvalho? rs

      6+
      • avatar
      • Zé Carioca 27 de julho de 2016 at 10:53

        Bem lembrado, tem tempo que não falo com ele. Sempre que mandava alguma coisa ele me xingava, depois de um tempo passou a ignorar. Acho que já deve ter largado a profissão e virado animador de piscina.

        3+
  • Marcio 27 de julho de 2016 at 09:34

    http://www.infomoney.com.br/mercados/acoes-e-indices/noticia/5366554/lucro-telefonica-cai-trimestre-previa-imobiliaria-mais-noticias-radar

    EzTec teve lançamentos de R$ 143 milhões e vendas de 53 milhões no primeiro semestre de 2016, aumentando ainda mais o estoque (CA pira).
    Mas o interessante é a queda nas vendas: 83% de queda em relação ao 1° semestre de 2015, que já não foi lá essas coisas.
    Eu pergunto: que tipo de mercado as vendas caem 83%, senão o doente mercado imobiliário brasileiro? E olha que a empresa era a “queridinha” do mercado.

    14+
    • avatar
    • avatar
    • LZ 27 de julho de 2016 at 09:45

      Imagina os esqueletos da PDG e Rossi.

      7+
      • avatar
      • avatar
      • Cajuzinha 27 de julho de 2016 at 10:00

        “O último empreendimento inacabado e com obras paradas da Magazine Incorporações, pertencente aos acionistas do M.Grupo, no Rio Grande do Sul, passou nesta terça-feira (26) às mãos dos compradores. A imissão de posse das três torres do Jardins do Shopping, situado ao lado do Shopping Gravataí, na cidade da Região Metropolitana de Porto Alegre, foi feita no começo da tarde sob chuva, com a entrega do documento pelo oficial de Justiça do Fórum local.

        O primeiro empreendimento que foi transferido a adquirentes foi um flat existente na avenida 24 de Outubro, em Porto Alegre, em abril deste ano. Em maio, a segunda obra foi passada a compradores e investidores. Trata-se do complexo de duas torres comerciais Unique, em Gravataí. Todos os projetos tiveram boa parte das unidades comercializadas pela empresa do M.Grupo, mas estão com execução paralisada desde 2014. ”

        http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2016/07/economia/512217-compradores-tomam-posse-da-ultima-obra-inacabada-do-m-grupo-no-estado.html

        7+
        • avatar
        • Alemon Fritz 27 de julho de 2016 at 10:16

          M. grupo, deve ser abreviação de Motumbo´s group

          14+
          • avatar
          • avatar
    • fanfarraum 27 de julho de 2016 at 17:10

      “No relatório, a empresa informou que, no semestre, 41% dos distratos foram referentes a lançamentos até 2012, 37% foram da safra de 2013, 19% são projetos apresentados em 2014 e 3% dizem respeito a produtos lançados no ano passado.”

      Essas estatísticas ridiculas. Não diz porra nenhuma. Não diz se teve 1000 ou 10 distratos. E não diz percentualmente quantos distratos ocorrem.

      A forma como eles divulgam esses dados faz parecer que os dados estão melhorando (41% em 2012, 37% em 2013, 19% em 2014 e 3% em 2015).
      Mas é óbvio que a tendência é esse número ser decrescente, pois poucos são os contratos realizados em 2015 que estão sendo distratados agora, pois o prédio não está nem perto de entregar (estão na fase das parcelinhas da entrada que cabem no bolso, que o CA tanto fala)

      2+
      • joselito 27 de julho de 2016 at 17:40

        Nestes casos, as vendas falsas na planta ainda estão na caverna! (Alegoria da Caverna INDEX)

        2+
        • avatar
  • bolha real 27 de julho de 2016 at 09:56

    JORNAL VALOR ECONÔMICO

    27/07/2016 às 05h00
    Banco privado toma espaço da Caixa em habitação

    A queda de quase 50% nos desembolsos de financiamento habitacional nos primeiros seis meses deste ano poderia ter sido ainda maior. Embora os bancos de uma forma geral tenham reduzido o volume de operações no segmento, as instituições financeiras privadas mostraram percentuais de queda em seus desembolsos inferiores ao tombo da Caixa Econômica Federal, principal agente da modalidade.

    Dados obtidos com exclusividade pelo Valor mostram que, no acumulado do ano até maio, a Caixa havia desembolsado R$ 4,53 bilhões em financiamentos habitacionais com recursos da poupança, considerando tanto crédito para aquisição quanto construção de imóveis. A cifra é 72% menor que a concedida em igual período do ano passado (R$ 16,2 bilhões). Com esse desempenho, a Caixa passou de uma fatia de 43,8% do mercado, nos cinco primeiros meses de 2015, para 25,7% neste ano.

    Os bancos privados também reduziram seus desembolsos de financiamento habitacional, mas em menor medida que a Caixa. Portanto, ganharam espaço de mercado. O Bradesco foi o que menos caiu. O banco da Cidade de Deus emprestou R$ 4,7 bilhões neste ano, até maio, em comparação a R$ 5,3 bilhões no ano passado, queda de 10,5%.Com o desempenho, a fatia de mercado do banco cresceu de 14,2% para 26,7%. No crédito para compra de imóveis, o banco conseguiu cair apenas 2,2%.

    No Itaú Unibanco, os desembolsos encolheram 37,8% no período, para R$ 3,5 bilhões. O banco saiu de 15,1% de “market share” para 19,7%. Já no Santander, a queda foi mais pronunciada, de 49,4%, para R$ 4,86 bilhões. Mesmo assim, o banco ganhou algum mercado, indo de 13,1% para 13,9%.

    O Banco do Brasil teve uma queda mais expressiva em seu desempenho, mas ainda assim menor que a da Caixa. O volume financiado pelo banco caiu 59%, para R$ 3,77 bilhões, o que reduziu sua participação de mercado de 10,2% para 8,8%. O BB reduziu sua atuação principalmente no financiamento à construção de novos imóveis, segmento em que sua fatia de mercado caiu de 30,4% no ano passado para 19,5% em 2016.

    Os números de market share são da Abecip, associação das empresas do setor, mas não são públicos. Os dados dizem respeito aos financiamentos com recursos da poupança e de instrumentos de mercado (o universo do SBPE), o que exclui as operações com funding do FGTS, como as do Minha Casa, Minha Vida e de linhas pró-cotista.

    Ontem, a Abecip apresentou um balanço das operações de crédito imobiliário no primeiro semestre. Os desembolsos de financiamento habitacional com recursos da poupança caíram 49,5% no primeiro semestre, para R$ 22,6 bilhões. Apenas em junho, foram desembolsados R$ 4,3 bilhões, com queda de 27,3%. A associação espera que o segmento encerre o ano com desembolsos da ordem de R$ 50 bilhões, o que representa redução de 34% ante o resultado de 2015. Em janeiro, a Abecip trabalhava com um cenário um pouco mais otimista e esperava concessões da ordem de R$ 60 bilhões.

    Já os desembolsos de crédito imobiliário com recursos do FGTS, voltados para habitação popular, somaram R$ 27,6 bilhões no semestre, um crescimento de 1,3% na comparação com igual período de 2015. Caixa e BB dominam esse segmento.

    “O mercado imobiliário atingiu o fundo do poço e deve ressurgir. Não deve ressurgir forte em 2016, mas, se houver queda de juros, 2017 pode ter uma recuperação de volumes em relação a 2016″, afirma o presidente da Abecip, Gilberto Abreu, a jornalistas.”O mercado está mudando o mix, produzindo muito mais habitações populares do que de classe média.”

    Boa parte da explicação para a queda no financiamento imobiliário está na poupança. Com saída recorde de recursos, a aplicação acaba limitando o quanto os bancos podem emprestar. Ao longo do último ano e meio, foram sacados R$ 84,8 bilhões da caderneta. A queda na confiança de consumidores e empresas também influi nesse desempenho, assim como custos de captação elevados, que levaram a maiores taxas de juros.

    Há, porém, alguns sinais de retomada. A própria Caixa, desde segunda-feira, adotou condições melhores para financiamentos de alta renda. “A Caixa deve voltar a ser mais atuante no segundo semestre, fazendo com que o setor gire mais no período”, disse Abreu. “Com as taxas de juros futuros em queda, cresce a disponibilidade de recursos para financiar imóveis.”

    10+
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 27 de julho de 2016 at 10:00

    Aluguéis comerciais mantém trajetória de queda
    o tombo é de 20%
    vai até 2018. muitos perderera o locatário porque não quiseram baixar os preços..
    http://www.ohoje.com.br/noticia/economia/n/121469/t/alugueis-comerciais-mantem-trajetoria-de-queda

    6+
    • avatar
    • Cajuzinha 27 de julho de 2016 at 10:13

      “Assim como os imóveis residenciais,…”

      “A projeção é de pessimismo até 2018.”

      “Para o presidente da Marcelo Lara Negócios Imobiliários, Marcelo Lara, um dos impactos da queda da rentabilidade é o desinteresse de investidores. Por outro lado, ele acredita que a queda da rentabilidade tem feito com que proprietários queiram vender seus imóveis de forma mais rápida e por um menor preço. “Aconselhamos eles a vender e aplicar o dinheiro. Em alguns casos o retorno é maior”, cita.” kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      “Outra situação encontrada na imobiliária neste cenário é a busca por imóveis mais baratos para locação. “Muitas companhias têm saído de locais mais caros e ido para o centro, por exemplo”, diz. Apesar de ter sido uma tendência forte com a crise, o especialista da Fipe, Bruno Oliva, comenta que não deverá ser tão frequente a medida que os preços comecem a cair.”

      “Outro fator que deve ajudar o mercado é o pacto que e regulamentará os distratos, que segundo ele, aumentaram consideravelmente entre imóveis comerciais. “Muitas empresas têm achado que compensa mais para gerar caixa.” A inadimplência também é outro gargalo do setor. “Isso pressiona o proprietário para baixar o preço”, finaliza. (Com informações do DCI) “

      7+
  • Louro José 27 de julho de 2016 at 10:09

    CA,

    Seria interessante na próxima temporada de balanços trimestrais dar uma analisada nos números das principais construtoras do país. MRV, Gafisa, EzTec, Cyrella, PDG, Rossi, Tecnisa, Viver…

    6+
    • avatar
  • LZ 27 de julho de 2016 at 10:25

    CVR: Passando em uma via em Campinas
    Recebi folhetos de dois empreendimentos da PDG já prontos, um fica na Av das Amoreiras, 52 m2 com um dizer gigante no folheto.
    A partir de 160 Mil reais.
    Já passei na frente dos prédios algumas vezes e não vejo quase ngm morando lá, tudo encalhado.
    Comecei a receber emails de tudo quanto é lado destes empreendimentos.
    Eu olho para estes folhetos e penso, é só o começo rs.

    Onde vou alugar para morar o aluguel está na faixa dos 1000 a 1300 reais, fazendo aquele calculo dos 150x o preço era pra ficar entre 160 a 180K
    Os donos pedem 280 a 320K pra venda huehu.

    Basicamente estes PDG ai não deveriam valer nem 90K e tão pedido 160K, e a VAI ?….

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • CarlosL 27 de julho de 2016 at 10:44

    A Vila Olimpica (Ilha “”Pura””) será o despertar dos poucos investidores de imóveis que ainda restaram no mercado. Com preços de 828k a 3kk, estará bem escancarado o superfaturamento em cima dos incautos…

    A conferir se isso acarretará em algum novo escândalo..

    11+
    • avatar
    • avatar
  • RC 27 de julho de 2016 at 10:48

    Terracap realiza quinta licitação de imóveis do ano

    “Nesta edição, a Terracap ofertará 50 terrenos residenciais no Guará com valor mínimo de R$ 182.000,00. O evento acontece, a partir das 9h, na sede da empresa, localizada no Bloco “F”, do Setor de Administração Municipal (SAM). São lotes comerciais, residenciais e também voltados para a indústria.

    Além dos terrenos no Guará, o Edital n° 05/2016 também traz áreas no Lago Sul que possuem grande metragem e são destinados a grandes investidores. Um desses terrenos possui 5.180,30 m2, área de construção de 10.874,64 m2, e valor mínimo de R$ 16.266.000,00. O segundo é ainda maior com 8.527,93 m2, área de construção de 15.350,28 m2, e valor mínimo de R$ 19.939.000,00. ​O​utro destaque são os terrenos da Sociedade de Abastecimento de Brasília – SAB (antiga rede de supermercados) com 10 lotes espalhados pelo Guará, Sobradinho, Gama e Lago Sul.”

    http://www.jornaldebrasilia.com.br/cidades/terracap-realiza-quinta-licitacao-de-imoveis-do-ano/

    Fica difícil baixar o preço de Brasília com a Terracap deixando esses preços “inchados”.

    Terrenos Residenciais no Guará (na melhor das hipóteses acredito que no padrão 18 m x 46 m, 828 m² ) a R$ 182.000,00. Uns R$ 220/m².

    Terrenos no Lago Sul por R$ 3.140/m² ou R$ 2.338/m². Isso se não for Jardim Botânico/Santa Maria disfarçado de Lago Sul.

    6+
    • avatar
  • deuruim 27 de julho de 2016 at 11:08

    CVR
    Geranta do banco da banania ligou pro meu marido: observei q v c n está mais aplicado na lci, gostaria de ofertar outros investimentos: Consorcio e previdência privada c taxa adm de 1,8% . Em q mundo consorcio é investimento? Arda querida, vc não verá meu dinheiro novamente tão cedo

    21+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Rampion 27 de julho de 2016 at 13:23

      Não sei como não ofereceram títulos de capitalização, pois, lá eles acham até telesena investimento. kkk

      12+
      • avatar
      • avatar
  • Lucas 27 de julho de 2016 at 12:16

    CVR – amigo parça do Poker às quintas.
    cara milhonário

    Comprou uma bela casa no auge da bolha, lá por fim de 2012 ou 2013, preço 850k
    gastou 150k numa reforma dessas estilo clean pra deixar a casa estilo “americana”, + de 1 ano de obras
    Enquanto isso morou num apezinho em moema com a piriguete e as crianças

    se mudou lá por início de 2014, não gostou da casa, nem do bairro, sentiu falta de Moema, pôs pra vender ainda em 2015.

    Pediu 1 milhão …. nada
    pediu 850k …..nada
    pediu 800
    pediu 750k e prometeu comissão extra
    …. aí começaram as visitas e as ofertas
    6 meses tentando fechar a venda, o Banco travava

    finalmente conseguiu um trouxa rico que queria uma segunda casinha longe do centro, apertou, apertou, saiu o finame

    Preço de venda 630k (menos comissão, taxas e etc)

    Daí um dia bêbado feliz de ter elvado a mesa no poker ele me solta que ganha 120 mil mensais, que tá nem aí pra dinheiro.
    A esposa dele diretorar duma multi tbm deve ganhar bem, uns 50% disso daí, provavelmente.

    Aí o que ele fez com quase 600 paus liquidos no bolso e renda de mais de 100 mil???
    Que tal um novo finame da Caixa que o Temer liberou???
    Ele consegue financiar até 3kk

    Vcs pensam que gente rica é burra?
    ele foi é morar de aluguel, uma mansão no jardim europa quase vizinho do Suplicy cornuto
    só o juros da venda já paga o aluguel.

    moral da história: perdeu mais de 400 mil reais em coisa de nem 5 anos, fora juros, custo de oportunidade, inflaçao e o escambau,
    40%off nominais no rabo
    a valores presentes, chuto aí uns 60%.

    Mas é isso, ele pode, o cara já perdeu 100 mil dolares numa unica mesa de poker algumas vezes, mas tbm já ganhou uma milha num dia de sorte.
    Em tempo, eu jogo com ele valendo feijãozinho, os 100 reais que “perco” mal paga o wisky que ele oferece.
    aliás, jogava, agora ele é da elite paulistana, ou não, o cara é meio rústico demais, falador demais, não sei se vai ser aceito, é muito “novo-rico” até pro meu gosto.

    E assim se enxuga a liquidez do mercado imobiliário.

    35+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Manoel Joaquim 27 de julho de 2016 at 17:35

      Curiosidade: O que o cara trabalha com o que?

      2+
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 27 de julho de 2016 at 18:03

        isso é um grande mistério
        eu sei o que ele diz, mas sei que é bem menos de metade da verdade.

        o que posso te falar é que ele tem um background familiar violento, poliglota, já rodou o mundo, todos os continentes, falador pra cacete, e diz-se empreendedor, mas desconfio de 90% ali ser heranças

        4+
        • avatar
  • yanborges 27 de julho de 2016 at 12:23

    Alguem tem historias pra contar sobre comprar imoveis em leilao? o que acham?

    4+
    • From_The_Tower 27 de julho de 2016 at 16:19

      Tenho pesquisado todos os leilões.
      Não vi vantagem até agora.
      A incerteza de tirar a pessoa lá de dentro não compensa o risco.

      Sim, aparecem imóveis com muito potencial. Mas quando esses aparecem os brick lovers de leilão caem matando.
      Vi um caso que a briga foi tão intensa na segunda praça que o preço superou o patamar da primeira praça.

      8+
    • wing 27 de julho de 2016 at 19:01

      tem ate uns com preço legal, mas como disse…ocupado fica ruim…gasta com tempo, estresse e adv e vai saber qd vai entrar no imovel…eai nesse tempo com certeza ele nao vai pagar as contas de condominio,e etc…complicado

      1+
  • Luladranus 27 de julho de 2016 at 12:24
    • Lucas 27 de julho de 2016 at 12:38

      a fonte original disto é o SAEDE
      olha lá
      http://www.seade.gov.br/

      PIB continua em queda, apesar de ser maio, acho estranho desemprego não ter aumentado, será o empresário prendendo a respiração?
      Espérança não paga conta

      6+
      • avatar
      • avatar
      • Luke Bolha 27 de julho de 2016 at 12:44

        O que aconteceu com o padeiro que vendeu a padaria? Se a pessoa sabe administrar bem o patrimonio dá pra ir levando de boa.

        5+
        • From_The_Tower 27 de julho de 2016 at 16:20

          Eu não vendi a padaria.
          eu deixei a padaria.

          Minha família continua lá trabalhando.
          P.S. Meu tio que me substituiu infartou ontem. Está na UTI.

          5+
          • avatar
          • Luke Bolha 27 de julho de 2016 at 17:20

            Valeu padeiro, sou seu fã! Força pro seu tio!

            3+
            • From_The_Tower 27 de julho de 2016 at 17:30

              Valeu !
              Vamo que vamo !
              PNJ !
              😉

              2+
      • Rampion 27 de julho de 2016 at 13:30

        Nada disso, é apenas a rede globo e as demais mídias considerando isso notícia requentada. Aqui no Brasil informação é para alguns como sempre foi. Fora isso, temos apenas conhecimento do que querem que saibamos. Tem muita gente acreditando que as coisas irão melhorar, tem gente até soltando rojão porque a queda no PIB vai ser menor. kkkkk.

        7+
  • Lucas 27 de julho de 2016 at 12:32

    CA

    Sobre o tópico e o trecho “Queda assustadora na demanda”:

    Eles ainda não viram nada.

    Por enquanto ainda existem pessoas que conseguem acreditar no FINGE Zap, nas eternas mentiras e promessas do mercado imobiliario e de seus asseclas, como Amorinha e Mara Maluquete da Globo News, aquelas que compram imóveis na planta, dente outros alienados, como os que estão otimistas com o novo governo e suas ações de “responsabilidade fiscal”, crédito “responsável” adicional fornecido pelo governo, etc.

    EXATO CA
    ainda paira a mensagem do “a hora de comprar é agora”
    o eterno agora
    Tenho lido aqui gente falando em fundo do poço agora ou daqui alguns meses (2017)
    Na minha modesta, bem balisade e calculada opinião, não se pode prever o fundo do poço, talvez ele já até tenha ocorrido em 2016.

    Mas o que os números dizem?

    Os fatos, os números, as notícias apontam para um superestoque de:
    – num cenário MíNIMO de +3 anos (só aí joga pra 2018), 5 anos de çangui, um estouro à americana,
    – num cenário realista, +uma década, joga o fundo do poço pra algum lugar na década de 2020, um estouro à espanhola.
    – num cenário mais extremo, os superestoques das grandes capitais jamais serão consumidos, a queda drástica de fecundidade, queda de renda, crise, vai nos jogar numa situação de décadas e décadas, um estouro à japonse

    Podemos até fazer uma enquete disto, nosso estouro sera estilo:
    americano,
    espanhol ou
    japones
    deem seus argumentos, com quem mais o BR se parece?

    10+
    • avatar
    • avatar
    • CarlosL 27 de julho de 2016 at 12:39

      Nenhum deles… Essa será a primeira em um país sub-desenvolvido portanto diante das causas que levaram a isso, pode se esperar qualquer coisa inédita, com talvez uma pequena dose de Espanha no meio….

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Cesar_DF 27 de julho de 2016 at 12:49

      Lucas
      Acho que cada local vai ter um perfil diferente de retorno à realidade.

      Com um estoque de mais de 100.000 imóveis em Brasília, desemprego de 18%, fechamento dos concursos, FP aposentados voltando para suas cidades de origem, está com uma cara de Japão, altíssima vacância e quedas contínuas por muitos e muitos anos.

      Já no caso do Rio de Janeiro, parece que segue para um cenário de queda mais abrupta, e a não ser que o barril de petróleo volte a US100, seguirá o mesmo caminho de Detroit. Lembrando que hoje o déficit já é de 2 BI por mês e ano que vêm a cidade do Rio de Janeiro começará a pagar pelo empréstimo das obras da olimpíada.

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • carioca_real 27 de julho de 2016 at 13:28

        Espanhol

        12+
        • avatar
    • carioca_real 27 de julho de 2016 at 13:26

      Japonês

      6+
      • avatar
    • carioca_real 27 de julho de 2016 at 13:27

      Americana

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Lucas 27 de julho de 2016 at 14:34

      respondendo minha propria pergunta

      o BR não é um EUA, que reage rapido, a coisa será lente
      o BR não é uma espanha que consegue sufocar uma crise tendo a zona do Euro por trás
      o BR não é um japão com decrécimo forte de população a ampliar os estoques eternamente

      eu fico com algo entre EUA e Espanha: chuto 2019.
      mas como o Cesar lembrou, cada lugar sera de um jeito, talvez as grandes capitais tenham um quê de japão sim.

      14+
      • avatar
      • avatar
    • Zé Carioca 27 de julho de 2016 at 15:45

      Eu acreditava em fundo do poço imobiliário lá por 2020 a la Espanha. Hoje já acredito que o momento ideal para comprar talvez seja entre 2018 e 2019, pois a crise está mais forte do que imaginava. Vou de uma mistura de Espanha com EUA.

      O que estava perguntando é se já será possível no fim de 2017 vermos o mercado ainda mais travado e gente tão endividada e desesperada que torne possível abrir uma janela de oportunidades para compra. Não acredito que teremos preços justos em 2017, mas talvez alguns dos desesperados possam se desfazer dos seus imóveis por valores mais realistas.

      5+
      • Lucas 27 de julho de 2016 at 17:59

        vc confunde anuncios e suicídios financeiros com realidade concreta, factível e sustentável

        não é porque o zé pulou da ponte que a humanidade toda é zé
        muito menos em se falando de meros anuncios.

        A quantidade de realizações bem sucedidas de compra verdadeira com transferencia do título de posse e registro em nome do morador/coprador é infinitamente pequena frente ao jogo de faz-de-conta de vendas falsas, vendas a crédito via alienação a perder de vista, ou na planta, ou quotas, e demais bizarrices; que dirá frente aos anuncios de sites financiados pelo setor vendedor.

        Vc pode fazer um bom negócio a qualquer momento, como eu fiz, algo bem razoável, e não fico me achando nenhum genio só porque os anuncios no bairro dobraram de valor. Logicamente que as chances e facilidades pro comprador vão aumentando, dará menos trabalho no futuro, mas basta que se saiba calcular o preço bem fundamentado e achar alguém disposto a vender pelo preço correto. Vendas muito abaixo do valor “real” normalmente incluem riscos jurídicos maiores que foi o caso de alguns propostas que recebi aé 60% off do fingezap. E nada te impede de nesse meio tempo ir realizando compras e vendas lucrativas, não precisa esperar 2017, basta saber meter os cravos da bota na nuca dos que precisam vender mas ainda não queimaram seus subterfúgios legais que geram insegurança jurídica e potencial dor de cabeça, inclusive rpa vc poder repassar lá na frente.

        4+
        • avatar
        • avatar
  • Luladranus 27 de julho de 2016 at 12:41

    “Crédito imobiliário muda de perfil, e FGTS financia 3 de cada 4 imóveis”

    http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/07/1795739-credito-imobiliario-muda-de-perfil-e-fgts-financia-3-de-cada-4-imoveis.shtml

    4+
    • avatar
  • Alemon Fritz 27 de julho de 2016 at 12:43

    eu sempre aposto espanha portugal com referencia proxima
    os corvos diziam que 2014 era o pior momento, depois 2015 e agora 2016,2017
    estão tentando sincronizar com alguma pequena “volta” do ãnimo pra gritar agora vai!!.. em portugal deu uma subidinha e em dois anos caiu mais do que tinha caido antes… por aí. só falta mostrar destacar os bairros e prédios-fantasma abandonados nos locais de “investimento”

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • carioca_real 27 de julho de 2016 at 13:26

    Espanhol

    5+
  • Seguidor do Bolha BH 27 de julho de 2016 at 13:41
    • Cesar_DF 27 de julho de 2016 at 13:47

      Hoje, em Águas Claras, leilões saindo por:
      Imobiliárias: 5K a 5.5K/m2
      Cartazes de rua: 3.5K a 4K/m2
      Leilões: 2.4K a 2.7K/m2

      7+
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 27 de julho de 2016 at 13:48

        *leilões saindo por: >>> apartamentos saindo por:

        4+
        • avatar
  • CarlosL 27 de julho de 2016 at 14:21

    https://www.youtube.com/watch?v=IboXNqtiuaQ

    “(A Vila Olímpica) vai virar uma referência e os próximos países vão ter o desafio de manter esse padrão”

    6+
    • avatar
  • Cajuzinha 27 de julho de 2016 at 15:03

    postado em 27/07/2016 13:31
    Agência Estado
    Brasília, 27 – O chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Tulio Maciel, salientou nesta quarta-feira, 27, que a queda de 5,8% para 5,6% da inadimplência de maio para junho ainda não é suficiente para avaliar que há uma reversão da tendência de alta, paulatina mas constante, vista nos últimos meses. “Ainda é prematuro dizer que houve uma mudança no comportamento da inadimplência”, afirmou.

    4+
  • Cajuzinha 27 de julho de 2016 at 15:07

    “Os juros cobrados no cartão de crédito caíram pela primeira vez desde o ano passado, mas a redução das taxas cobradas ao consumidor deve ser mais significativa somente a partir de 2017. A avaliação é do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), que considera um cenário em que a queda taxa de inadimplência ocorrida nesse mês se repita e que o Copom reduza o juro básico, a Selic, até o final de 2016.

    “O risco de inadimplência é um dos fatores que mais potencializam o aumento dos juros nas operações de crédito. Se os atrasos derem sinais mais consistentes de melhora, os juros para o consumidor final podem começar a cair, o que será bastante positivo para reaquecer a economia”, diz o presidente da instituição, Roque Pellizzaro Junior.

    As taxas médias do cartão de crédito para pessoa física, na modalidade rotativa, caíram para 470,87% ao ano em junho, após registrarem recorde histórico em maio, de 471,53%, segundo dados do Banco Central divulgados nesta quarta-feira. Esta é a primeira baixa desde outubro de 2015, na série iniciada em 2011.

    Já a inadimplência nesse segmento baixou de 37,5% para 36,8% entre maio e junho deste ano. Em relação a todas as modalidades crédito às pessoas físicas, o atraso nos pagamentos também caiu, de 4,3% para 4% no mesmo período, também segundo o BC.”

    http://veja.abril.com.br/economia/juros-do-cartao-de-credito-devem-baixar-mais-so-em-2017-diz-spc/

    3+
  • Luladranus 27 de julho de 2016 at 15:20

    “Estamos mal, no quinto ano de desaceleração econômica da América Latina, o segundo ano de recessão e o ano que vem também poderá ser de recessão”, disse Augusto de la Torre, economista-chefe do Banco Mundial (BM) para América Latina e Caribe em um seminário em Montevidéu.

    http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/economia/20160727/banco-mundial-pede-mecanismos-poupanca-paises-america-latina/397293

    6+
    • avatar
  • Cajuzinha 27 de julho de 2016 at 16:03

    Acabei de receber no meu email:

    “Olá

    Notícia boa !!!

    Caixa realoca recursos e agora conta com R$ 3,8 bi do FGTS para casa própria de até R$ 750 mil

    A Caixa tem R$ 3,8 bilhões para financiar a compra da casa própria pela linha Pró-Cotista FGTS, uma das mais vantajosas do mercado. O banco conseguiu autorização do conselho curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para realocar recursos entre as faixas da linha e passou a contar com R$ 1,5 bilhão para aprovar novos contratos para moradias entre R$ 225 mil e R$ 500 mil.

    >> Clique Aqui para Continuar Lendo< << Abraço, Fred Lima bcimobiliaria.com.br"

    4+
    • From_The_Tower 27 de julho de 2016 at 16:23

      Credit Lovers.
      Percebeu que quase ninguém quer ou pode comprar á vista?

      7+
      • avatar
  • From_The_Tower 27 de julho de 2016 at 16:27

    CVR
    Olhem a briga de 02 BRICK LOVERS de Leilão

    +http://www.freitasleiloesonline.com.br/homesite/lotesdetalhes.asp?codleilao=1915&lote=039&f=

    8+
    • avatar
    • Lucas 27 de julho de 2016 at 17:49

      : O Vendedor providenciará, sem prazo determinado, as baixas da Penhora e dos Arrestos, constantes nos Rs. 5, 6 e 9 da citada matrícula.
      Ocupado.

      é muito amor

      8+
  • Zé Carioca 27 de julho de 2016 at 16:28

    Bolha Boss, parabéns por manter esse espaço. Leio diariamente e o nível dos comentários está cada vez melhor, o que mostra que sua decisão do final do ano se mostrou acertada. Antes estava muito difícil ler todos os comentários, que chegavam a mais de mil por dia, e quem não tem tanto tempo acabava por deixar de ler muita coisa boa. Nem sempre quantidade é sinônimo de qualidade, a queda no número de comentários fez com que o pessoal focasse no assunto do blog (bolha imobiliária e economia) e deixou para o outro lado os temas de boteco.

    23+
    • avatar
  • Cajuzinha 27 de julho de 2016 at 16:57

    “No texto ele diz que a Vila Olímpica foi substituída por uma “Favela Olímpica” e que os atletas poderão experimentar as condições de vida da maioria dos brasileiros.
    “Nossos amigos australianos não apreciaram a tentativa do Comitê Organizador Local de substituir a tradicional Vila Olímpica por uma Favela Olímpica, estilo Rio. Isso vai dar aos atletas a chance de experimentar as condições de vida de boa parte dos brasileiros, para quem água encanada, esgoto e paredes são opcionais extras – e assim será até que a conta de R$ 100 bilhões da Copa do Mundo e da Olimpíada seja paga”, escreveu o colunista.”

    Leia mais: http://extra.globo.com/esporte/rio-2016/jornalista-australiano-chama-vila-do-rio-de-favela-olimpica-19793972.html#ixzz4FdncSooT

    5+
  • Scaravelhoo 27 de julho de 2016 at 17:08

    CVR…

    La vem eu de novo com minhas ofertas pelo meu pequeno bolhudinho….

    Minha esposa comprou na planta em Betim-MG (antes de me conhecer…rs) em 2011 por R$ 135k…
    Apartamento tá quitado… estilo caixote MRV… não tem nem 50m².

    Camarada acaba de me oferecer 50 mil no dinheiro mais um carro no valor de 40 mil….
    sei que vocês falariam para eu aceitar o motumbo e gozar…

    Mas recusei… vou deixar ele fechado e dormir com essa angustia….rs… quem sabe um dia aparece alguém e me oferece pelo menos uns 115k.

    Será que fiz mal?

    9+
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 27 de julho de 2016 at 17:29

      Ah não. Carro é bucha.
      Daqui algum dia aparece um brick lover com financiamento aprovado.

      Está mobiliado?
      Está ajeitado?

      10+
      • avatar
      • avatar
      • Scaravelhoo 27 de julho de 2016 at 17:33

        Está novo… fechado. Nunca foi habitado. Acabamento melhorado da MRV.
        Minha esperança é aparecer um destes planos do governo para este tipo de faixa…

        5+
        • avatar
        • Lucas 27 de julho de 2016 at 17:46

          se vc vender por 50 mil e fritasr o carro por 20, tu vai cposneguir quase 700 reais por mês investindo razoavelmente vem
          e ainda vai se livar do custo, vamos arredondar pra 300?

          ficar parado te custa fácil fácil mil reais, 12 mil por ano, fora os juros sobre juros, digamos daria uns 15 mil no fim do ano
          Esperar 1 ano vc vai perder 100% do que vc espera obter a mais.

          além do mais se vc vender financiado vc coopera com o PMJ

          8+
          • avatar
          • avatar
    • CarlosL 27 de julho de 2016 at 20:53

      Tenta liquidar por 110k … Não é dificil aprovar financ nesse valor e a pessoa ter pelo menos uns 20% na mão de entrada

      3+
  • Cajuzinha 27 de julho de 2016 at 17:32
  • Lucas 27 de julho de 2016 at 17:42

    CVR

    Acabo de dar uma olhada num site famoso os preços do bairro onde comprei por 45%off
    2 coisas:
    1- logo de cara se destaca a explosão de anuncio, olhei só os primeiros 250 anuncios dum total de 750, quando comprei não tinha nem metade disso
    2- preços: tudo na mesma, dos 250 que vi, 249 muito acima do que eu paguei, apenas 1 no valor próximo do que eu fechei

    muito provavelmente esse unico em 250 é o que pode vender
    1 em 250 é 0,4% dos anuncios
    outro vizinho que soube que vendeu tbm muito abaixo do que se anuncia

    A mentira e a fantasia continua lá na net, isso num unico site, imagina em outros sites mais corvoados.

    6+
  • Luladranus 27 de julho de 2016 at 18:18

    Demanda deprimida.

    “As demissões superaram as contratações em 531.765 vagas formais no primeiro semestre deste ano, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quarta-feira (27) pelo Ministério do Trabalho.”

    http://g1.globo.com/economia/noticia/2016/07/brasil-fecha-91-mil-vagas-de-emprego-formais-em-junho.html

    2+