Para onde foram os “investidores” do mercado imobiliário? – Resimob

Você pode gostar...

Comments
  • claudio 13 de julho de 2016 at 20:13

    http://www.infomoney.com.br/minhas-financas/gadgets/noticia/5288566/aplicativo-paga-usuarios-que-indicarem-apartamentos-para-locacao
    nos comentarios, corretor reclamando que ira passar fome !

    os investidores estão sendo motumbados! afinal compraram na planta !

    26+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • wade 13 de julho de 2016 at 22:18

      Quem quer fazer bolão pra quando que o governo proibe?

      7+
      • avatar
    • LZ 14 de julho de 2016 at 08:58

      Dei uma olhada nos anúncios do Quinto Andar aqui para Campinas.
      Os preços são maiores que a média local.
      Um mesmo condomínio que achei apartamentos para aluguel por 1200, no Quinto Andar estavam por 1500 a 1600 reais.
      Assim eles não vão pra lugar nenhum nem pagando o seguro.
      No meu caso eu não preciso de seguro já que tenho fiador na cidade no caso, meu pai.
      OLX continua sendo uma boa ferramenta de medição do mercado ainda.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Lucas 14 de julho de 2016 at 12:57

        Isso aí de aparecer novos sites e plataformas já era previsto,
        na verdade estão explodindo sistemas e FBs e aplicativos novos prometendo negócios fechados
        não se promete mais nem valorização, hoje o grande lance é conseguir fechar negócio, qualquer negócio.

        quando um site de anuncios perde a credibilidade pela falta de liquidez, pela falta de negócios realmente efetivados…. os clientes migram pra outro site, pra outra plataforma, na tentativa de repetir na nova o que foi feito nas antigas.

        Como se o problema fosse o site, como se a enormidade de ofertas fosse culpa de algum erro de marketing.

        Não vai adiantar…
        Podem pegar um ou outro trouxa nessa história, lhes cobrar mais uns caraminguás no anuncio
        Obviamente que tais jogadas nem arranham a questão do superestoque.

        7+
        • avatar
  • gmlinux 13 de julho de 2016 at 21:06

    uai, olx e afins não mataram eles ainda não vai ser este ai

    5+
    • avatar
  • Unreal_Estate 13 de julho de 2016 at 21:44

    Foram pra casa do caralh, ops, quer dizer, do Motumbo.

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 13 de julho de 2016 at 22:15


    Juíza manda despejar igreja evangélica em Cuiabá por calote em alugueis

    Débito referente a aluguel é superior a R$ 18 mil

    GILSON NASSER

    Da Redação”

    http://www.folhamax.com.br/cidades/por-calote-em-aluguel-justica-manda-despejar-igreja-mundial-em-cuiaba/92286

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • carioca_real 13 de julho de 2016 at 23:28

      É cajuzinha…. Táruim pra todo mundo.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Labar 13 de julho de 2016 at 23:40

    http://g1.globo.com/politica/noticia/2016/07/senado-aprova-uso-do-saldo-do-fgts-para-credito-consignado.html

    “Senado aprova uso do saldo do FGTS para crédito consignado”

    Bora tomar empréstimo, moçada! Movimentar a economia!
    Tem Renegade e HRV sobrando no pátio… o bom é que consignado o juro é baratinho, é zero-qualquer-coisa… rsrsrs

    21+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Ilusionista 14 de julho de 2016 at 08:50

      Deixo de pagar o financiamento do veículo, perco, volto a andar de buzão
      Deixo de pagar o financiamento do imóvel, perco, vou morar de aluguel, na casa de um parente ou debaixo da ponte.
      Consignado não, vem retido na fonte.

      Vendem a ideia que consignado é bom, é a solução para quitar outras dívidas com juros mais altos, alguns até acreditam que faz parte da renda ou do patrimônio……é facinho, basta um click no aplicativo ou caixa eletrônico.
      Mas é um verdadeiro suicídio financeiro a médio a longo prazo.
      Se a renda mensal não está sendo suficiente para manter o orçamento, será quase impossível manter com 60% da renda depois de alguns meses pois o comprometimento da parcelas poderá ser de 40 % e, o pior, por um prazo que poderá chegar a 96 meses. O “tiro de misericórdia” ocorre quando grande parte dos devedores não tendo como pagar, acabam renegociando o empréstimo na ilusão de receber um fôlego, ou seja, “um troco”, alongando o montante por mais outros longos anos, com juros cada vez maiores.
      Isto sem falar que o devedor terá uma grande redução do consumo de outros bens, até gêneros de primeira necessidade, por não ter como atrasar esta dívida, pois o valor das parcelas já vem retido na fonte.

      como compromete até 40% da renda não tem como sobreviver com apenas por um longo prazo, podendo chegar a 96 meses.

      26+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Labar 13 de julho de 2016 at 23:43

    Academia me mandando spam dizendo assim:
    “ÚLTIMA CHANCE: aproveite pra fazer sua adesão na EspertoFit antes do aumento da mensalidade!”
    kkkkkk
    Eles só esqueceram que são do setor de serviços, se aumentar neguim vaza… Se fossem alimentação/automobilístico ainda ia

    23+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • wade 14 de julho de 2016 at 15:08

      No dia que descobrirem como é fácil manter a forma física tendo como único equipamento uma barra de porta (supondo que ela não more perto de uma praça com uma)…

      1+
  • Alemon Fritz 13 de julho de 2016 at 23:52

    Investidores
    cerca de 4milhoes de pessoas investiram na Telequixfree, que movimentou
    cerca de R$4bilhoes de reais, já na BBoom 300milhoes estão congelados em processos,podemos imaginar números parecidos pros investidores em imóveis, se não forem os mesmos ixpertos.
    “Eu havia acabado de comprar um apartamento e precisava do dinheiro para quitá-lo. Mas fui convencida por esse líder a aceitar os bônus da Telexfree, com a promessa de alto rendimento. ” diz maria
    “Telexfree: 2 milhões de pessoas esperam há três anos pelo dinheiro”
    http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2016/06/telexfree-2-milhoes-de-pessoas-esperam-ha-tres-anos-pelo-dinheiro.html
    http://g1.globo.com/goias/noticia/2016/07/pericia-confirma-que-bbom-praticava-piramide-financeira-diz-mpf-go.html

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Leonardo M. 14 de julho de 2016 at 02:11

      Cara um em cada 100 brasileiros investiram nessa pirâmide.
      Levanto em conta recém nascidos e menores de 18 anos que não podem participar entao 1 em cada 70 brasileiros participaram disso.

      Pensando em nossa universo entao cada um aqui conhece pelo menos 1-3 pessoas.

      Eh muita gente burra por m2 no Brasil não?

      21+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 14 de julho de 2016 at 07:51

        sim, eu conheço 3 jovens que investiram em Telex ou bboom, 2 que investiram em imóveis (troca de terreno por sala), 3 ex corvos que agora estão desempregados (na época andavam de xoxoster), 4 ex fabricantes de móveis de cozinha e sala, 1 que instalava vidros em fachadas… o mercado era uma pirâmide e um dominó derrubou muita gente.

        21+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • joselito 14 de julho de 2016 at 09:38

          E mesmo com o desemprego forçando os salários para baixo, querem me convencer que o CUB só sobe?

          4+
      • Lawkovyst 16 de julho de 2016 at 18:52

        Conheço pelo menos 5 e até familiares. Teve um. Que conseguiu perder duas vezes. Na telexfree e na 3G kkk

        0
    • Rampion 14 de julho de 2016 at 09:52

      Os tios da minha ex entraram na Telexfree e como todo 666 nato angariaram todos que puderam para essa fria. E como é de praxe o pessoal pegou empréstimos venderam o que tinham para “investir” na Telexfree. kkkkk. Quando ocorreu o bloqueio em 2013 ficaram tão queimados com familiares e colegas de trabalho que trocaram de emprego e deixaram de frequentar festas e reuniões de família. Detalhe: são policiais e tiveram de mudar de batalhão, pois, lá a coisa tava mais feia para eles que estupradores em dias de rebelião.

      21+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • bolha real 14 de julho de 2016 at 09:55

      Telexfree foi sensacional!! Me passei de burro na época quando estavam querendo me convencer de que um bom negócio. Conheço uns três que foram motumbados, um deles pegou empréstimo no banco pra colocar no negócio.

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Awulll 14 de julho de 2016 at 10:12

        Empréstimo em banco pra investimento só dá certo pra quem é agiota mesmo.

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Azufre 15 de julho de 2016 at 06:17

      Falta de aviso não foi!

      Chamavam de invejosos, fracassados, “perderam a esposa para o pessoal da Telex”

      Agora curtam

      🙂

      2+
  • Cadeludo 14 de julho de 2016 at 00:53

    o texto fecha com chave de ouro ” os investidores nunca existiram ” kkkkkkkk
    era tudo gerson bananense sem renda e sem estudo

    26+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 14 de julho de 2016 at 05:56

    Kkkkkk

    “SEU CARROS = SUA CASA
    Aceitamos seu carro como forma de pagamento

    MBIGUCCI”

    9+
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 14 de julho de 2016 at 07:55

    OLHA AI OS “INVESTIDORES” GENTE !

    Construtora desvaloriza imóveis de clientes/ Propaganda enganosa/ Muitos prejuízos

    Estou em processo de rescisão de contrato devido a atitudes tomadas pela Construtora Terra Simão.Tendo como motivo principal, a absurda desvalorização dos apartamentos no empreendimento Splendor Garden – Jardim das Industrias.em São José dos Campos. Em quase 4 anos de construção até a conclusão da obra, o empreendimento não valorizou nada, ou seja,(ZERO) só perdemos dinheiro!

    Nenhum proprietário consegue vender seus imóveis, pois o saldo devedor mais os valores pagos, ultrapassam o que está sendo comercializado hoje no plantão de vendas. Para que todos tenham noção do estrago que a Construtora esta causando, hoje um apartamento exatamente igual ao meu, é oferecido por 480 mil com tendencia de queda. Eu paguei no meu 530 mil, ou seja, cai num [editado pelo Reclame Aqui] Passaram-se os anos todos da obra e hoje meu imóvel pronto vale menos do que quando comprei!

    Foram mais de 250 pedidos de rescisão de contrato com a Terra Simão, insatisfação total! Eu, assim como a maioria dos proprietários nos sentimos [editado pelo Reclame Aqui] enganados e [editado pelo Reclame Aqui] Acredito que todos estamos brigando na justiça contra a Construtora, com eles não tem negociação, muitos menos uma conversa decente! Em reunião marcada com funcionários para tratar da devolução do dinheiro, sendo um direito do consumidor desistir da compra a qualquer momento, nos foi oferecido 50% dos valores pagos em 36 parcelas iguais, inaceitável, conheço meus direitos e por isso a justiça irá nos ajudar. A lei diz que o mínimo que a construtora pode reter como multa em rescisão de contrato é 10% a 15%.

    Os corretores da época prometiam um mundo inteiro de vantagens ao adquirir uma unidade no empreendimento em questão, algumas delas eram essas:
    -Condomínio baixo, perto de 200 reais. Hoje com o imóvel pronto, o condomínio esta na casa de 600 reais!
    – Falavam em valorização de no mínimo 50%. A realidade foi (zero) só desvalorizou!
    -Prometiam obras de melhoria na infraestrutura do bairro e arredores. Nunca saíram do papel, nem iluminação pública tinha na rua do Condomínio quando entregaram!
    -Vantagens de pagar mensais razoáveis durante a obra. A Realidade foi que poucos meses depois estávamos quase o dobro!
    -Foi falado também na segurança e confiabilidade do empreendimento e da Construtora. Hoje se contabilizam os danos e os prejuízos!

    Para finalizar, aí vão alguns outros problemas com essa Construtora Terra Simão. Taxas ilegais de corretagem, cobrança indevida de condomínio mesmo com ação judicial, e a questão de brindes prometidos quando compramos o apartamento e nunca ganhamos!

    48+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 14 de julho de 2016 at 08:03

      os corvos
      Falavam em valorização de no mínimo 50% e condomínio baixo… kkkk

      24+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cajuzinha 14 de julho de 2016 at 08:08

        Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        ” absurda desvalorização”

        18+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Alemon Fritz 14 de julho de 2016 at 08:15

          foi “pouquinho”: Foram mais de 250 pedidos de rescisão de contrato com a Terra Simão

          14+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
  • Cesar_DF 14 de julho de 2016 at 07:57

    aceite de distrato extorsivo
    Even Construtora e Incorporadora S-A.

    Compramos eu e meu filho apartamento no Condomínio Verdi Spazio, sito avenida Cupecê, 1708, unidade 01B e 5A respectivamente. Com a alta dos juros e situação do País resolvemos vendê-los, visto que a própria construtora desvalorizou os imóveis com feirões 20 a 30% mais baratos.Logo a venda se mostrou tarefa impossível, visto que a construtora está vendendo abaixo do preço que pagamos. Já anunciei sem lucro, perdendo dinheiro e nada. Como meu filho pretende se casar em breve resolvemos então fazer o distrato. Enviamos e-mail para o SAC foi gerado um protocolo para ele e outro para mim. Para nossa surpresa hoje nos ligaram e disseram que o que devolveriam era apenas 20% do que foi pago, o que achei extorsivo. Pedi que me colocassem isso por escrito, quer seja e-mail ou outra forma de comunicação. O rapaz que me atendeu disse textualmente que eles não fazem isso por escrito, para o meu filho também e mais que se ele sentisse prejudicado entrasse com uma ação. Total desrespeito.

    26+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • joselito 14 de julho de 2016 at 09:57

      Se ele não pode dizer por escrito, como teria dito “textualmente”, kkkkkkk

      Faz parte da bolha, quando o bixo começa a pegar, as construtoras transformam o judiciário em CallCenter .

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 14 de julho de 2016 at 07:58

    Área Verde vira Mina de Esgoto à Céu Aberto

    Comprei um lote no Alphaville de Campina Grande (PB) e escolhi um ao lado de uma área verde, pois queria o privilégio de não ter vizinhos ao lado. Apesar do contrato, descrição do lote e escritura constarem a área verde, sem qualquer aviso prévio, o Alphaville construiu nesta área verde uma fossa para abrigar o esgoto de todo o loteamento sob o argumento de que a estação de tratamento construída do outro lado do loteamento foi feita com erro de projeto. Isso por si só desvalorizou o meu imóvel e desrespeitou o contrato firmado comigo. Para piorar, durante os 10 meses de construção de minha casa, em 9 deles a fossa de esgoto transborda fezes para todos os lados, trazendo um mau cheiro insuportável, ratos, baratas, mosquitos e toda sorte de vetores transmissores de doença. Agora, como se não pudesse ficar pior, a terra do meu quintal começou a minar esgoto que, certamente, está acumulado em todo o subsolo. Além disso, este vazamento provavelmente está transpassando os muros do loteamento, invadindo a área de proteção ambiental vizinha e, quiçá, contaminando uma nascente de água próxima.

    27+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • joselito 14 de julho de 2016 at 09:59

      Dos mesmos criadores de LIXOS, vem ai os ESGOTOS!

      14+
      • avatar
      • avatar
      • Labar 14 de julho de 2016 at 13:09

        kkkkkkkkkkkkkkkkk
        Recebam

        5+
        • avatar
    • Leonardo M. 14 de julho de 2016 at 11:52

      Esse aí comprou o esgoto mais caro do Brasil pra morar! Kkkkk
      Se tivesse pago R$40 mil em um barraco n favela estaria melhor kkkkk

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 14 de julho de 2016 at 12:08

        não é esgoto, é espaço Gome Gourmet brown plus.

        24+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Cesar_DF 14 de julho de 2016 at 08:00

    AUC esta com 4 anos de atraso na entrega do CHIMAY
    Santo André – 13/07/2016

    Em 2010 comprei um apartamento no edificio CHIMAY na AUC , com data de entrega para DEZEMBRO DE 2012,conforme segue foto confirmando o cronograma pela construtora, ate agora a obra esta parada e nao esta nem na metade.
    Investi todas as minhas economias e agora moro de favor no fundo da casa da minha sogra, provavelmente os donos da construtora nunca passaram por isso , eles devem ter casa para morar com sua familia.
    Tentei inumeras vezes reaver meu dinheiro de volta e nunca tive sussesso, a construtora so da desculpa fugindo de suas obrigaçoes.
    Jamais indicarei a Construtora AUC para alguem, nao comprem na AUC, eles nao entregam,cuidado….

    20+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Seguidor do Bolha BH 14 de julho de 2016 at 08:30
    • Cajuzinha 14 de julho de 2016 at 10:52

      “Pautas | Secovi-SP | 14/07/2016 09:21:35 | 89 Acessos
      Pesquisa do Secovi-SP mostra a retração do mercado imobiliário em maio”

      ” “Atualmente, o Brasil atravessa uma das piores crises políticas e econômicas da história e, consequentemente, o mercado imobiliário sentiu os seus efeitos danosos. Este ano, registrando os níveis mais baixos de vendas e lançamentos na cidade de São Paulo”, explica Celso Petrucci, economista-chefe do Secovi-SP.”

      http://www.maxpressnet.com.br/Conteudo/1,852262,Pesquisa_do_Secovi-SP_mostra_a_retracao_do_mercado_imobiliario_em_maio,852262,5.htm

      6+
      • avatar
      • Cesar_DF 14 de julho de 2016 at 10:58

        Ué, mas o mercado imobiliário já não estava em crise antes de 2015, onde durante a campanha para presidência o Brasil da Dilma era um lugar lindo e maravilhoso???

        5+
        • avatar
        • avatar
        • Awulll 14 de julho de 2016 at 11:04

          Na verdade mercado imobiliário nunca passa por crise, os preços sempre sobem, o que acontece às vezes é um período de acomodação.

          19+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
      • CarlosL 14 de julho de 2016 at 11:34

        Petruccio e suas cascatarias………

        2+
  • Awulll 14 de julho de 2016 at 09:55

    “onde estão os caras que desenhavam novas cidades
    em guardanapos na mesa de um bar?”

    5+
    • avatar
  • Rampion 14 de julho de 2016 at 09:59

    Nunca acredite em vendedores! Eles querem e precisam vender. São poucos que são honestos e claros na hora de explicar os tin tins do negócio. Por exemplo, quando comecei a procurar aptos me informei antes sobre INCC, nenhum deles citava isso. Quando eu abordava o assunto eles quase caiam da cadeira, pois, era algo que eles não contavam e a resposta era sempre a mesma “aumenta micharia por mês”. kkkk. E quanto a urgência em receber logo a “entrada” não estavam nem ai com os tramites do financiamento. Era sempre a necessidade de receber aquele tanto para poder segurar o imóvel. kkkk. Sempre fica por conta do comprador se informar bem antes de entrar em qualquer compra, principalmente quando envolve grandes somas e anos a fio de “parcelinhas que cabem no bolso.”

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Money_Addicted 14 de julho de 2016 at 10:42

      sim, sao questoes obvias (para nos) mas q a grande maioria bananense nao pensa.

      2+
      • avatar
  • Minions 14 de julho de 2016 at 10:08
    • CarlosL 14 de julho de 2016 at 11:52

      Agreed !

      1+
  • Krusty 14 de julho de 2016 at 10:09

    Lembro que o Espiriquidiuberto ou coisa assim explicou isso de servidor concursado poder ser demitido.

    Economia
    Servidor: Rio pode ser 1º a demitir funcionário estável para cumprir LRF
    Se for aplicada, medida atinge quem tem menos tempo no cargo. Ficam de fora militares e magistrados

    Rio – Sob o forte risco de desenquadramento das contas frente à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o Estado do Rio pode ter um ineditismo no corte de servidores para reduzir despesas. Nunca antes usada no país, a demissão de funcionário público estável para cumprir a LRF é a medida mais ousada e, se for aplicada, atingirá aqueles com menor tempo no cargo, além de idade. Ficam fora da mira militares, magistrados e promotores e também carreiras exclusivas de Estado, como delegados e defensores públicos.
    Entre os servidores, depois dos comissionados — que são os primeiros a serem cortados —, o temor ronda os que estão em estágio probatório, como prevê a lei, e os de carreiras recém-criadas.
    Professor de Direito Administrativo da UFF, Luiz Jungstedt acredita que o Rio caminha para ser o primeiro estado a adotar essas medidas drásticas: “A crise é tão grande que acho que será o primeiro ente da federação a exonerar servidor estável”
    http://odia.ig.com.br/economia/2016-07-10/servidor-rio-pode-ser-1-a-demitir-funcionario-estavel-para-cumprir-lrf.html

    5+
    • avatar
    • dk_bh 14 de julho de 2016 at 10:56

      “Entre os servidores, depois dos comissionados — que são os primeiros a serem cortados” – Essa é a grande questão… tem que demitir todos os comissionados antes dos estáveis… alguém realmente acha que isso pode acontecer? se cortarem os comissionados já desinfla muito a folha e não precisaria cortar estáveis…

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • rogerio 14 de julho de 2016 at 11:42

        Isso mesmo, os CCs são os primeiros a serem cortados, depois se não me engano os terceirizados…………DEPOISSSSSSSS vem os funcionarios concursados… isto é claro na legislação.

        5+
        • avatar
        • avatar
      • Labar 14 de julho de 2016 at 13:16

        Exato. Isso é o que deveria acontecer sem nem mesmo a exigencia da LRF. Se o Br um dia quiser ser alguma coisa, tem que começar cortando essa farra que é cargo comissionado… Aqui em Brasília mesmo boa parte da bolha imobiliária é causada por eles!

        5+
      • lamense 14 de julho de 2016 at 16:26

        Segundo a notícia, tem que cortar 20% dos comissionados apenas. Depois já poderia começar a demitir os servidores não estáveis e depois os estáveis. A pergunta é: teria que demitir todos os não estáveis antes de chegar nos estáveis? Ou barreira seria 20% também?

        3+
        • avatar
    • Cesar_DF 14 de julho de 2016 at 11:01

      Com mais chefes e comissionados do que funcionários de carreira, secretarias estaduais do Rio de Janeiro tornaram-se uma espécie de cabide de empregos, onde ser efetivo ou um subordinado comum é quase uma exceção. O Ministério Público ajuizou neste ano ações contra o Estado do RJ após apurar casos como a Secretaria de Estado de Trabalho e Renda (Setrab), em que para 140 indicados existem 18 efetivos.

      Outra secretaria do RJ, a de Estado de Governo (Segov), não tem nenhum servidor próprio. São 620 ocupantes de cargos de comissão, dentre os quais apenas 10 são funcionários concursados, cedidos de outros órgãos. Em planilha encaminhada pela Segov, verifica-se que, em 2006, o total de comissionados era 233. No atual governo, esse número triplicou.

      http://jota.uol.com.br/dominadas-por-cargos-de-confianca-secretarias-do-rj-sao-alvo-de-acoes-do-mp

      16+
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 14 de julho de 2016 at 10:54

    “Economia brasileira encolhe 0,51% em maio, diz BC, pior que o esperado”

    Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/economia/economia-brasileira-encolhe-051-em-maio-diz-bc-pior-que-esperado-19710568.html#ixzz4EOJKUluu

    4+
    • Cajuzinha 14 de julho de 2016 at 10:57

      Na comparação com um ano antes, o Índice de Atividade Econômica do BC (IBC-Br), espécie de sinalizador do Produto Interno Bruto (PIB), mostrou queda de 5,32 por cento, segundo dados dessazonalizados.

      4+
      • avatar
  • Cajuzinha 14 de julho de 2016 at 10:59

    “Recentemente, a agência internacional de risco Moody’s divulgou nota apontando que a meta fiscal para 2017 apresentada pelo governo “reforça a visão de que o ajuste fiscal no Brasil vai avançar a um ritmo muito lento durante esta administração”.
    Cinco anos de contas no vermelho
    Se esse cenário previsto pelo governo e pelo mercado se concretizar, serão pelo menos cinco anos consecutivos com as contas públicas no vermelho.
    O governo vem registrando déficits fiscais desde 2014. Em 2015, o rombo, de R$ 114,9 bilhões, foi recorde e gerado, em parte, pelo pagamento das chamadas “pedaladas fiscais” – repasses a bancos oficiais que estavam atrasados.”

    http://g1.globo.com/economia/noticia/2016/07/mercado-eleva-para-r-129-bilhoes-previsao-de-rombo-fiscal-em-2017.html

    6+
    • avatar
    • avatar
  • Burbuja 14 de julho de 2016 at 10:59

    Dúvida:

    Pessoal, vou acompanhando dia sim dia não meus rendimentos no TD. Comparei o valor líquido do dia 14/06 com o de hoje, 14/07, e calculei um rendimento LÍQUIDO de 1,11% no Tesouro SELIC 2017. Tá correto esse cálculo? Se for o caso, está melhor do que eu imaginava!

    1+
    • bolha real 14 de julho de 2016 at 11:40

      parece certo sim, tem 22 dias úteis entre as duas datas. Em relação ao % de rendimento, liquido ou bruto seria a mesma coisa caso não tenha mudado a faixa de alíquota do IR.

      2+
      • avatar
      • Burbuja 14 de julho de 2016 at 12:10

        Valeu! 22 dias úteis é o que costuma ter quase todos os meses, né? Não houve mudança no IR, então poderíamos assumir que o Tesouro Selic tá dando pelo menos 1% limpos?

        1+
        • Awulll 14 de julho de 2016 at 12:44

          yes!!!!!!!!!

          1+
          • rogerio 14 de julho de 2016 at 13:06

            desculpe a ignorância, mas já descontando a inflação?

            1+
            • Awulll 14 de julho de 2016 at 13:13

              ao mês não

              1+
            • Awulll 14 de julho de 2016 at 13:15

              Teoricamente, nos TDs IPCA + xx% você perderia o IPCA e ganharia o xx%. Isso assumindo que a inflação é igual ao IPCA.
              Desse aí você tira o IR.
              Esse é o líquido líquido bem fluido mesmo.

              1+
              • fanfarraum 14 de julho de 2016 at 17:19

                Awull, nem tanto, uma vez que o IR também é descontado do “IPCA”.

                Se o IPCA é 10% e o contrato é IPCA + 5%, tu “lucrou” 15%.
                IR de 15% nisso é 2,25% do lucro.
                O liquído “mais fluído” seria 15% – 2,25% do IR – 10% do IPCA = 2,75%

                Se fosse tirar os 15% de IR apenas dos 5%, seria apenas 0,75%.
                Quanto maior o IPCA, menor o lucro líquido da operação.

                Chega um ponto, que tu perde dinheiro pra inflação se o IPCA for muito alto.

                4+
                • fanfarraum 14 de julho de 2016 at 17:19

                  Escrevi errado.
                  Errado: IR de 15% nisso é 2,25% do lucro.
                  Certo: IR de 15% nisso é 2,25% do total.

                  2+
                • RC 14 de julho de 2016 at 18:36

                  fanfarraum

                  Se o IPCA é 10% e o contrato é IPCA + 5%, tu “lucrou” 15%.

                  0

                  Na verdade o “lucro”” é de 15,50%. O Tesouro direto tem como fórmula: Taxa nominal = (1+inflação) x (1+juros real) – 1

                  http://www.tesouro.fazenda.gov.br/documents/10180/391338/Precifica%C3%A7%C3%A3o+dos+t%C3%ADtulos+p%C3%BAblicos/3f1e409b-bfd9-45a0-aa9d-eefa5ed98468

                  fanfarraum

                  Chega um ponto, que tu perde dinheiro pra inflação se o IPCA for muito alto.

                  0

                  Cuidado que essa afirmação que já foi colocada pelo Blog do Dr. Money, que após uma enxurrada de comentários teve de se retratar.

                  O que acontece com o IPC-A se mantendo muito alto é que nos primeiros anos tendem a ter taxa real negativa, mas como você pode (e deve) deixar o investimento para resgatar no vencimento; a taxa real ao ano, próxima ao vencimento, tende a taxa contratada. Essa lógica é válida para os títulos sem resgates semestrais, não fiz o cálculo para essa modalidade (na verdade sou colega de um Agente Autônomo de Investimentos da XP que me ajudou a montar uma planilha).

                  3+
                  • avatar
                • Awulll 18 de julho de 2016 at 10:34

                  Eu pensei uma coisa, escrevi outra e nem me liguei.
                  Grato pela correção.

                  0
        • fanfarraum 14 de julho de 2016 at 17:15

          Diversos meses tem entre 20 e 21 dias úteis.

          1+
  • bolha real 14 de julho de 2016 at 11:34

    http://www.valor.com.br/empresas/4634593/lancamento-de-imoveis-mais-do-que-triplica-em-maio

    Lançamento de imóveis mais do que triplica em maio

    SÃO PAULO – Os lançamentos de imóveis cresceram 218,5% em maio ante o mesmo mês do ano passado, para 5.654 unidades, segundo o índice Abrainc-Fipe. O indicador foi desenvolvido pela Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).
    O levantamento inclui dados de 20 empresas associadas à Abrainc. No acumulado de janeiro a maio, houve expansão de 24,7% nos lançamentos na comparação anual, para 21.406 unidades. Em 12 meses, o aumento foi de 5,5%, para 68.270 unidades.

    Vendas, entregas e distratos Em maio, as vendas caíram 4,1%, para 8.496 unidades. Nos cinco primeiros meses do ano, a comercialização recuou 14,7%, para 39.472 unidades. A baixa nos 12 meses encerrados em maio foi de 13,6%, para 105.408 unidades. O indicador Abrainc-Fipe apontou que as entregas aumentaram 20% no mês, para 11.529 unidades, mas que, no acumulado até maio, tiveram queda de 5,2%, para 49.548 unidades. Em 12 meses, a redução foi de 22%, para 123.747 unidades.

    No fim de maio, o volume de unidades disponíveis para compra era de 114.795 unidades. Se considerado o ritmo de vendas atual, o estoque é suficiente para 14 meses de comercialização.

    O volume de distratos cresceu 1% em maio, para 3.667 unidades. O aumento foi de 3,1% no acumulado de janeiro a maio e de 4,4% em 12 meses. Nesse indicador, foram registrados dados de 14 empresas.

    Considerando-se os distratos como proporção das vendas por safra de lançamento, as unidades comercializadas no primeiro trimestre de 2014 têm a taxa mais elevada da série histórica, de 18,5%.

    3+
    • avatar
    • Alemon Fritz 14 de julho de 2016 at 12:51

      os distratos já estão a 43,2% em relação as vendas. (3.667por 8.496)
      estavam a 41% em 2015.

      4+
  • Cajuzinha 14 de julho de 2016 at 11:55

    Para reforçar o que postei ontem:

    “A proposta apresentada ontem pelo presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Gilberto Occhi, de uma possível redução dos juros da casa própria para quem pode dar uma entrada maior e financiar o imóvel em menos tempo surpreendeu entidades do setor preocupadas com desaquecimento imobiliário. Para o Sindicato da Habitação (Secovi-Rio), o banco deverá adotar a segmentação das faixas de financiamento, conforme os limites de obtenção de crédito, os prazos de pagamento e os perfis dos clientes.
    — Um dos pilares da expansão do mercado foi o financiamento. Fiquei surpreso porque, este ano, a Caixa aumentou os juros para segurar linhas baseadas nas receitas da poupança e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Não vai ser fácil implementar esta proposta. Para baixar os juros, só se houver divisão por faixas — observou o vice presidente do Secovi-Rio, Leonardo Schneider.
    O presidente da Caixa disse que o banco estuda flexibilizar critérios de concessão de crédito, com a redução das taxas de juros para os clientes que dependem de financiamentos menores, como forma de movimentar o mercado:
    — Hoje, você tem a mesma coisa para todos: a taxa de juros, a cota e o prazo. Acho que, ainda este ano, a gente consegue lançar uma coisa nova.
    A Caixa também reavalia a retomada de imóveis de clientes inadimplentes da faixa 1 do programa “Minha casa, minha vida”. As moradias recebem 95% de subsídio do governo.”

    Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/economia/proposta-da-caixa-de-reducao-dos-juros-da-casa-propria-surpreende-mercado-19707406.html#ixzz4EOYX2IBI

    4+
  • CA 14 de julho de 2016 at 12:21

    Sobre o tópico:

    Seguem AMOSTRAS de como comprar imóvel na planta já tem sido prejuízo para “investidores” HÁ ANOS, tendo casos comprovados PELO MENOS desde 2013, referentes a compras na planta feitas a partir de 2010:

    Reclamação registrada em 22/10/2013:

    Link: http://www.reclameaqui.com.br/6798190/pdg-incorporacoes/xag/

    Trecho do link acima:

    “Boa noite estou procurando o reclameaqui para manifestar minha indguinaçao referente ao investimento que fis a tres anos atras e aconpanhei o meu dinheiro desvalorizar e os altos juros pdg encolherem meu dinheiro e no fim de tudo acompanhar a enchurradas de unidades oferecidas por eles tres anos depois mais barato do que juntando meu fluxo e saldo devedor tremenda falta de respeito com nos proprietarios e investidores que confiaram na PDG e investimos contando com lucro certo e ao contrario nos deparamos com prejuizos e desgosto”

    10+
    • avatar
    • avatar
    • CA 14 de julho de 2016 at 12:23

      Segue abaixo reclamação de quem comprou na planta em 2012:

      Link (desativada no site do ReclameAqui): http://www.reclameaqui.com.br/4575633/gafisa/imoveis-com-a-gafisa-nunca-mais/

      “Em março de 2012 fui visitar o stand do Fantastique na Vl. Formosa, onde eu e mais quatro amigos procuravamos imóvies para investimeto, somente para investimento, o corretor que nos atendeu fez aquela apresentação e tal como todos fazem, falou que iria ter metrô perto e que o valor do metro quadrado iria disparar, e usou toda aquela conversa de vendedor, só não disse que ele ficaria pronto só lá para 2020, bom até ai tudo ok, porém um dos argumentos usados para nos convencer a adquirir 2 aps foi que a Gafisa tinha um terreno logo ao lado e que iria levantar outro predio de alto padrão e os aps teriam mais de 100 metros quadrados isso iria ajudar a valorizar e vender nossos aps mais rápido, porém para nossa surpresa a Gafisa lançou o Mistral com 2 metros quadrados a mais que o nosso e ainda por cima mais barato que o nosso, como é que agora vou vender um ap com 2 metros a menos e ainda por cima mais caro, pode me explicar Gafisa? “

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • joselito 14 de julho de 2016 at 13:44

        Então o corvo FALOU que iria ser construído outros aptos na vizinhança e que isso iria AUMENTAR os preços? E o 666 acreditou?

        Seguindo essa lógica:
        No meu bairro tem 2 restaurantes. Vou abrir mais 3, então, que o preço subirá? Não deveria ser AO CONTRÁRIO?
        Todoido

        11+
    • Cesar_DF 14 de julho de 2016 at 12:24

      Ontem, lendo no Reclame Aqui sobre construtoras, dei mais rizada do que vendo filme de comédia kakakakakaka

      11+
      • avatar
    • CA 14 de julho de 2016 at 12:25

      Reclamação registrada em outubro/2013:

      Link: http://www.reclameaqui.com.br/6792650/pdg-incorporacoes/pdg-prejudica-os-clientes-investidores/

      “2 anos atrás comprei um apartamento na planta da PDG (Torres do Jardim I – Piracicaba), para investir e vender.
      Para minha surpresa, 2 anos após, estou tentando vende-lo e descubro que a propria PDG está vendendo os mesmos apartamentos cerca de 20 mil abaixo do que paguei, me impossibilitando de fazer negócio.”

      12+
      • avatar
    • CA 14 de julho de 2016 at 12:27

      Mais um caso relatado em 2013:

      Link: http://www.reclameaqui.com.br/6948247/alphaville-urbanismo/alphaville-sao-jose-dos-campos/

      “O alphaville Sao Jose dos Campos me vendeu lotes por 720,00 o metro. Mas “queima”lotes ate hoje por 650,00 o metro. O Lancamento foi em Outubro de 2011 …se colocamos a inflacao deveria estar no minimo a 740 o metro. Como pode isso? “

      10+
      • avatar
    • CA 14 de julho de 2016 at 12:28

      Mais um de 2013…

      Link: http://www.reclameaqui.com.br/6767862/joao-fortes-engenharia-s-a/distrato/

      “Hoje depois de dois anos e quatro meses, quero vende-lo e para minha surpresa, os próprios corretores que me venderam não querem pegar o imóvel pois não conseguem vender o meu apartamento. Não é um bom negócio?! A própria João Fortes lançou um novo empreendimento do mesmo porte que o meu 30% mais barato.”

      11+
      • avatar
  • CA 14 de julho de 2016 at 12:30

    Mais um que teve prejuízo e registrou em 2013 a reclamação:

    http://www.reclameaqui.com.br/7169577/brookfield-incorporacoes/descaso-total-com-seus-clientes/

    “Adquiri em 30/09/2011, 2 unidades no empreendimento Spot Jacarandá, meu investimento seria para venda futura do ágil, porem passados os 3 anos tive uma imensa decepção no que diz respeito a valoração de mercado, o empreendimento desvalorizou, o imóvel que esta saindo para mim por quase 230 mil reais sendo que hoje o mesmo empreendimento no mesmo andar esta saindo por quase 80 mil a menos…”

    10+
    • avatar
    • avatar
    • CA 14 de julho de 2016 at 12:32

      Outro postado em 2013:

      Link (desativado no ReclameAqui): http://www.reclameaqui.com.br/7003019/pdg-incorporacoes/distrato-village-parana-unidade-1003/

      “Em 12/07/2013 solicitei distrato com a PDG conforme email abaixo devido a PDV na época estar ofertando o mesmo apartamento por R$ 179.000,00, enquanto estaria pagando em torno R$ 206.067,92.mes fizeram um feirão oferecendo um desconto de R$ 50.000,00 e oferecendo outras benefícios.”

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • CA 14 de julho de 2016 at 12:33

      Este exemplo é com salinha comercial, reclamação postada em agosto/2013:

      Link: http://www.reclameaqui.com.br/6282962/construtora-calper/pos-venda-de-pessima-qualidade/

      “Na hora de vender, eles passam para você que é um ótimo negócio, que no hora de repassar você terá feito um investimento maravilhoso. Pois bem comprei uma sala no empreendimento A5 e quando tentei vender a sala , descobri que minha sala não havia valorizado nada, na verdade a própria calper estava vendendo salas por um preço muito mais barato.”

      9+
      • avatar
    • CA 14 de julho de 2016 at 12:34

      Mais um…

      Link: http://www.reclameaqui.com.br/6695928/pdg-incorporacoes/desorganizacao-e-falta-de-comprometimento-com-o-cliente/

      “Promoverem feirões de queima de estoque vendendo unidades á preços com desconto maiores, dificultando á rentabilidade dos investidores, em meu caso, estou tentando vendar á unidade adquirida com prejuízo de 10 á 15 %, sem sucesso.”

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • CA 14 de julho de 2016 at 12:36

      Outro “feliz” investidor mostrando seus brilhantes resultados em 2013:

      Link: http://www.reclameaqui.com.br/6228471/even-construtora-e-incorporadora-s-a/nao-compre-imovel-com-a-even-construtora-villagio-nova-carr/

      “Preço de Tabela de acordo com a valorização do imóvel R$ 345.500,00
      Atualização de Preço do Imóvel para Revenda segundo Extrato que de Pagtos fornecidos pelo site da Even R$ 324.000,00

      Preço atual praticado por seus corretores em tabela promocional R$ 295.200,00.”

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • CA 14 de julho de 2016 at 12:38

      Última AMOSTRA de 2013:

      Link: http://www.reclameaqui.com.br/2968382/rossi-residencial-s-a/impossivel-rescindir-contrato/

      “Comprei um imóvel na planta da Toctao Rossi (Ambient Park Residencial) no intuito de fazer um excelente investimento, tendo em vista a construção de um parque em frente ao empreendimento. O corretor que me vendeu o apartamento garantiu a sua valorização. Com o término da obra, confiante na valorização do apartamento, tentei vender meu imóvel mas fui surpreendido com a seguinte notícia: a Toctao Rossi estava vendendo hoje apartamento idêntico ao que eu comprei há 02 (dois) anos atrás aproximadamente R$ 40.000,00 (quarenta mil reais) mais barato!!!!!!!!!!!!!”

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Cadeludo 14 de julho de 2016 at 12:55

      o guri queria vender ágil rápido kkkkkkkkk descobriu que o príncipe de ébano africano é muuuito mais ágil e quando se atraca nem bombinha separa

      10+
      • avatar
      • joselito 14 de julho de 2016 at 13:48

        Motumbo foi ágil em eliminar qualquer ágio do cara

        8+
        • avatar
        • avatar
        • Cadeludo 14 de julho de 2016 at 14:22

          a comissão é o Motumbo kkkkkkkk

          6+
          • avatar
    • Money_Addicted 14 de julho de 2016 at 13:27

      soh perolas!!!

      5+
      • avatar
  • CA 14 de julho de 2016 at 12:43

    Ainda sobre o tópico:

    Os investidores foram fundamentais na construção da pirâmide financeira das vendas FALSAS na planta.

    Eram estes investidores que faziam com que um prédio inteiro fosse vendido em 24 horas e no ato da entrega do imóvel, todos ou a grande maioria dos imóveis sendo revendidos por estes investidores, ou seja, eles ajudaram a SIMULAR uma super-demanda que INFLOU ARTIFICIALMENTE os preços, quando na realidade, não era a demanda final, mas sim uma TRANSFERÊNCIA de estoque que saia de um vendedor para um REVENDEDOR.

    Claro que eles agora e nos últimos anos também tem colaborado para uma das consequências nefastas desta pirâmide financeira, pois eles ajudam a engrossar o volume absolutamente ANORMAL e crescente de DISTRATOS, levando algumas construtoras a péssima situação financeira, além de obrigar reduções em lançamentos que levam a aumento do desemprego na construção civil, dentre outros prejuízos para nossa economia…

    14+
    • avatar
    • Lucas 14 de julho de 2016 at 14:37

      Sim CA
      era uma relação promiscua entre os diretores das construtorasr, os cambistas, vulgo corvos e bancos estatais (PT)

      Por um lado enganaram os proprietários das construtoras, os acionistas, em busca de bonu$$
      Por outro lado enganaram os consumidores e investidores sardinhas
      E o governo via tesouro vai pagar a conta desses esqueletos financeiros ou empurrar pro povo via inflação (que deu no impeachment)

      É a velha regra do aqui se faz aqui se paga
      CMJ

      8+
      • avatar
    • Azufre 14 de julho de 2016 at 20:52

      Oi, CA!

      Depois faz um comentário atualizado para a gente sobre a série histórica do Secovi

      http://g1.globo.com/economia/noticia/2016/07/venda-de-imovel-no-acumulado-do-ano-atinge-menor-patamar-desde-2004.html

      1+
  • Lucas 14 de julho de 2016 at 13:00

    “Muitos corretores e imobiliárias ainda sonham com o retorno dos “investidores”, mas tenham ciência de apenas uma coisa:
    Eles nunca existiram…”

    SIMPLES ASSIM

    tragam um mito pra esse trófeu

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Lucas 14 de julho de 2016 at 13:25

    … CONTINUANDO

    “”Burbuja 13 de julho de 2016 at 20:52
    Véio, acredito que ela pode alugar, pois pra o padrão da região é um bom preço pra um 2 quartos. O problema é que ela não tem muito que baixar já que o condomínio é caríssimo. Como ela não é brick lover, acredito que vai acabar emprestando (pra não dizer alugando de graça) pra algum amigo morar. Lembro que ela colocou à venda por R$ 285 mil, ou seja, menos de 0,2% (preguiça de fazer as contas).
    Não acredito que ela volte a morar aqui na cidade. Se tivesse alguém que a orientasse, seria conveniente pra ela vender por uns 100 mil. Um preço muito abaixo do que se pede na região e que daria um bom rendimento pra ela. Até pensei em aconselhá-la pra que eu mesmo viesse a comprar, mas quando penso no que estaria perdendo em renda fixa (R$ 850) + os custos fixos que eu teria (R$ 870), lembrei o quão vantajoso é estar no aluguel!””

    bURBUJA
    percebe que ela tem é um mico na mão?
    o custo do condo maior que o valor do aluguel????
    isso é raro, desde a década de 90 não via isso e agora tenho visto mais e mais vezes

    num valor de 285k o piso de aluguel dela seria 300 reais
    se já está em 500 não falta muito.
    no caso dela, vender rápido por 100k seria um ótimo negócio
    ganharia 1k ao mês num renda fixa
    e ainda economizaria ouitro 1k de custos

    Se 500 for realmente o valor de mercado do aluguel
    Pela regra do x100 / x200
    100 mil é preço de topo
    50 mil preço mínimo

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Labar 14 de julho de 2016 at 13:40

    Como que funciona a regra do aluguel x preço?

    O preço tem que ser 150x o aluguel + cond + iptu ou só 150x o aluguel?

    3+
    • Lucas 14 de julho de 2016 at 13:44

      sem os custos, lógico

      colocamos x100/x200 como uma faixa enorme. mas segue um histórico global, dificilmente se acha fora disso, somente em bolhas ou crises
      Especialistas americanos falam em x180 exatamente pro mercado americano cujo juros é 5%aa. Aqui deveria ser uns 120x com esse juros pornô

      10+
      • avatar
    • Lucas 14 de julho de 2016 at 13:53

      logicamente que condos micos de custos altos e poucos benefícios, essa faixa do 100/200 forçao preço tender ainda mais pra baixo
      então a conta é sem, mas há que se considerar a importancia disso

      6+
    • Cesar_DF 14 de julho de 2016 at 14:48

      150X é uma média histórica no Brasil, considerando que seria para uso residencial.
      90X para uma empresa, afinal o aluguel entra como despesa, que abate os impostos sobre o lucro
      80X para o investidor que deseja ganhar sobre aluguel, pois precisará abater 27.5% IR + 10% de tx adm + 2% AA de depreciação + vacância
      65X para uma agência bancária, pois ela imobiliza um capital que poderia estar utilizando para conceder empréstimos

      9+
      • avatar
      • Lucas 14 de julho de 2016 at 15:37

        ótemo cesar
        eu não explicitei mas te garanto que pesquisei pela net imóveis no mundo inteiro, da tailandia ao méxico, incluindo EUA, boa parte da europa, américa do sul
        Essa faixa que disse abrange a relação entreo o valor da função morar e o valor do imóvel,
        o aluguel por sua vez está amarrado na renda

        5+
        • avatar
  • Lucas 14 de julho de 2016 at 13:51

    Prezados bibstas

    Venho lendo recentemente cada vez mais artigos reafirmando uma hipótse antiga, há muito esquecida.
    De que a bolha economica/imobiliária brasileira não estourou em 2012/13, que na verdade ela estourou antes, em 2010/11, sendo 12/13 uma bull trap uma grande maquiagem dum governo desesperado.

    Eles tem argumentos, eles tem números, eles tem fatos.
    Sendo assim quem comprou a partir de 2010 correu aí um risco batata-quente enorme, exceto se tenha achado um trouxa-maior pra passaar a piromba e ficar no zero-a-zero.

    Por coincidência foi o meu caso, comprei pelo mesmo valor de 2010 que o antigo proprietário pagou, somente reajustado pela inflação, sem contar uma reforma que ele fez diria que gastou uns 10% a 20%. Hoje eu teria dificuldades em vender por quanto eu paguei, mesmo com os 45%off, mas se o zézé cisticerco quiser passo pra frente pra ele pelo valor do fingezap.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • Andradez 14 de julho de 2016 at 14:38

      É uma teoria interessante, mas não sei se vale pra todos os lugares. Eu comprei em BH um apto em 2009 que me foi entregue em 2011 (incrivelmente me entregaram 2 meses antes do previsto). Como eu acabei por resolver outras coisas na vida, coloquei o apto pra vender em Agosto de 2011 e consegui vendê-lo em 2 semanas abaixando em 10 mil o preço.
      Na época paguei 160 (lembro todos os 28 aptos foram vendidos no final de semana do lançamento) em 2009 e vendi por 230 em 2011 (tinha anunciado por 240). E me lembro bem que ainda nessa época em 2011 rolava a farra dos investidores e via muito lançamento e muita gente comprando na planta pra revender depois (eu mesmo quase caí nessa depois da venda do apto). Pelo menos na minha visão pra época, acho que o castelo começou a ruir, pelo menos em BH em meados de 2013. Hoje, por curiosidade fui sondar os preços lá no condomínio e vi alguns anúncios por 290 e 300. Se considerarmos o IPCA de ago/2011 a jul/2016 que foi aprox. 41%, o apto deveria estar sendo vendido por 325 pra recuperar somente a inflação. Ou seja, imóvel sempre valoriza 30% a.a SQN!

      8+
      • avatar
      • Lucas 14 de julho de 2016 at 15:40

        anunciar é uma coisa, vender é outra
        e mesmo que se consiga vender financiado, envolvendo aí bancos estatais, subsídios, facilidades no fgts etc…
        isso não significa que a pessoa pagou o que vale, pelo contrário, ela vai receber a motumbada em suaves parcelas de 35 anos, 420x, mas não deixa de arder

        4+
        • avatar
        • Andradez 14 de julho de 2016 at 15:51

          Hehehe…esse é um fato inafastável! O comprador do meu apto na época me deu 50 mil em cash e financiou o resto em suaves prestações no itaú. Lembro que a grana demorou quase 60 dias pra cair na minha conta. Mas pensa pelo lado bom: ele está pagando pelo que é dele e vai deixar pra filha o apto quitado!!
          Naquela época 2009-2011 quem tinha apto de até 250 mil na praça vendia rápido. Eu mesmo em 2009 quando comprei o apto fiquei espantado pois a construtora havia vendido todas as 26 unidades num único sábado, sendo que teve um investidor que comprou 5 e outro que comprou 3. Como eu conhecia a vendedora, puxei papo na época sobre isso e ela me disse: “ahh..tá assim mesmo, nenhum deles pagou a vista, eles pagam as prestações e depois repassam com o ganho deles”.

          10+
          • avatar
          • avatar
    • wade 14 de julho de 2016 at 15:18

      “Eles tem argumentos, eles tem números, eles tem fatos.”

      Uma fonte interessante, de 2010, para quem se interessar: http://mises.org.br/Article.aspx?id=611

      “(…)No final de 2008 e início de 2009, houve uma forte contração do crédito no Brasil, como foi demonstrado nesse artigo (a oferta monetária parou de crescer). Logo, pela teoria, tal evento deveria ter debelado a nossa bolha imobiliária; porém, como sabemos, a valorização dos imóveis passou incólume. Por quê?

      A resposta está na intervenção do governo, que além de criar o programa Minha Casa, Minha Vida, também colocou em ação seus bancos estatais para manter o crédito farto para o setor.(…)”

      6+
  • phantom 14 de julho de 2016 at 13:53

    Não sei se todos leem os artigos do Mises, e se há algum problema em publicar isso, peço desculpas de antemão, mas o de hoje é extremamente relevante. Passo a parte sobre imóveis:
    “…
    Não adiante re-estimular

    Vale enfatizar que a economia entra em recessão exatamente porque os fatores de produção foram mal direcionados e os investimentos foram errados. Capital foi imobilizado em investimentos para os quais nunca houve uma demanda genuína (apenas artificial, impulsionada pela expansão do crédito).

    Na prática, capital e riqueza foram destruídos. Cimentos, vergalhões, tijolos, britas, areia, azulejos e vários outros recursos escassos foram imobilizados em algo para o qual nunca houve demanda genuína. A sociedade está mais pobre em decorrência desse investimento errôneo. Recursos escassos foram desperdiçados.

    O governo querer estimular o consumo de algo para o qual nunca houve demanda natural irá apenas prolongar o processo de destruição de riqueza. Querer voltar a expandir o crédito e tentar criar demanda para estes investimentos errôneos irá apenas prolongar esse cenário de desarranjo, destruindo capital e tornando a recessão ainda mais profunda no futuro.

    (Com o agravante de que consumidores e empresários estarão agora bem mais endividados, em um cenário de inflação alta — por causa da expansão do crédito —, e sem perspectiva de renda)…”

    link: http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2466

    23+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • BolhistaBR 14 de julho de 2016 at 14:10

      Destaco o trecho que comprova o que muitos já sabiam! A farra de crédito dos governos petistas afundou o país!

      “Apresentada ao mundo em 1912 por Ludwig von Mises, a teoria austríaca dos ciclos econômicos mostra que as crises econômicas são o resultado da intervenção estatal no mercado, principalmente no mercado de dinheiro e crédito.”

      11+
      • avatar
      • avatar
    • wade 14 de julho de 2016 at 15:22

      Phantom, a ideologia deles podem encher o saco pra alguns, mas eles tem artigos bastante técnicos, como esse que você mandou. Esses imagino que seja quase-unanimidade por aqui.

      6+
      • avatar
  • Resimob 14 de julho de 2016 at 14:14

    Esse artigo demonstra a seguinte tese: INVESTIR EM IMÓVEL NA PLANTA PARA REPASSE É PURA ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA.

    O verdadeiro investimento em imóvel traz resultados plausíveis somente em longo prazo. Um comprador típico de imóveis conhece essa regra e não se assusta com eventuais desníveis mercadológicos.

    Quem compra imóvel para ganhar um “ágil” em curto prazo está agindo de forma equivocada, e irá perder dinheiro.

    Sinceramente, quem escreve no “reclame aqui” informando que não conseguiu repassar o imóvel durante a obra, é um investidor aventureiro que não tem noção do comportamento imobiliário.

    27+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Loucodf 14 de julho de 2016 at 14:49

      Recordo-me há uns 6 anos atrás em uma reunião na casa de amigos, as pessoas viviam comentando sobre como ganhar dinheiro com investimento em apartamentos na planta.Eles diziam: “Não tem como não ganhar dinheiro investindo em Aguas Claras – DF.” Eu tinha mais dinheiro que a maiorias das pessoas que ali faziam investimentos. Como não sabia como funcionava esse “mercado”, ainda era muito novo, não curtia ficar assinando contrato e me comprometendo com nada, fiquei no CDB do Santander.

      Hoje, esses mesmos amigos, nenhum tem 1 real no bolso, não tem apartamento próprio. Apenas díividas e mais dívidas.
      Já até recebi mensagem perguntando se não queria emprestar dinheiro a 1% de juros (Resposta: já emprestei para minah mãe, mentira, claro.).

      Essa época, REALMENTE, já passou.

      24+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • CarlosL 14 de julho de 2016 at 15:05

      Resumindo bem resumidamente: É quem contou com o ôvo antes da galinha

      5+
  • Resimob 14 de julho de 2016 at 14:21

    Publiquei hoje também um artigo sobre o mercado imobiliário venezuelano…

    http://www.resimob.com.br/as-bizarrices-do-mercado-imobiliario-venezuelano/

    Sugiro leitura como cultura imobiliária.

    UM PAÍS BIZARRO!

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Labar 14 de julho de 2016 at 14:52

    Força Nacional ocupando os MCMV no Hell. Não tem água, gás, cortinas ou camas.

    Comentário do Fachel: “que eles entregam assim pro cidadão, todo mundo sabe, mas entregaram assim até pros poliça!”
    kkkkkkkk

    https://globoplay.globo.com/v/5162869/
    O bom foi ver o capitão nascimento falando: “eu vou me tornar coronel em novembro, então vocês segurem a pemba aí e se f0dam”
    kkkkkkk

    Esse país é uma piada mesmo

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Ilusionista 14 de julho de 2016 at 19:07

      mais uma “belíssima” imagem da decadência do Hell que está rodando o mundo através da imprensa internacional.

      4+
  • Alemon Fritz 14 de julho de 2016 at 15:09

    perguntas
    imagina depois o estado que vai ficar esses aps,
    será que vai ser considerado usado, vai ter faxineira pra limpar tudo isso, e a conta de luz, etc, condomínio, já foram vendidos ou só depois.. as lampadas e chuveiros vao ficar.
    a construtora vai receber 2x (do gov e do otário).. que coisa estranha

    6+
    • avatar
  • FelipeG 14 de julho de 2016 at 15:52

    Prezado CA, peço que me ajude numa questão prática. Sei bem da bolha imobiliária, já acompanho este blog há anos, porém não sei como fazer para comprar um imóvel, neste momento com preços que não sejam os praticados pelos vendedores. Onde eu posso encontrar imóveis mais baratos, nas regiões que desejo comprar? Tem algum site, alguma forma de encontrar imóveis mais baratos? Porquê o que eu vejo são anúncios e mais anúncios, um mais caro que o outro, com preços absurdos…

    Minha procura até hoje abrangeu sites como imovelweb, vivareal e SPimóveis. Também entrei em contato com algumas corretoras de imóveis nas regiões que me interessam.

    Um abraço a todos

    5+
    • avatar
    • Thiaguinho 14 de julho de 2016 at 16:05

      Faça propostas quase que ofensivas. Um desses está com a corda no pescoço e vai aceitar.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Lucas 14 de julho de 2016 at 16:54

      vá a pé

      3+
      • avatar
    • Cesar_DF 14 de julho de 2016 at 16:58

      BARATO –>> MENOR QUE 150X
      ONDE –>> DE QUEM PRECISA VENDER E NÃO DE QUEM QUER VENDER
      Estratégia –>> Propor para diversos proprietários um valor <150X, aquele que estiver PRECISANDO irá vender.

      5+
      • avatar
    • CA 14 de julho de 2016 at 21:24

      FelipeG,

      Os melhores negócios que tem sido feitos até aqui, envolvem pesquisas e contatos pessoalmente, em linha com o que o Lucas mencionou acima.

      Como exemplos, conheço diretor de empresa que comprou imóvel em Jundiaí, já pronto, pelo preço de R$ 440 mil de um proprietário que havia recebido este imóvel como parte do pagamento pela permuta que havia feito com a construtora. No mesmo prédio, quem comprou na planta está pagando, entre desembolso durante a construção mais o valor a ser financiado junto ao banco, R$ 650 mil, isso para apartamento em andar bem abaixo do dele e com vista menos privilegiada. Como ele conseguiu esta “pechincha”? Diversos contatos com porteiros de prédios, pesquisas pessoalmente nos prédios em que tinha interesse, etc.

      IMPORTANTE: embora você consiga grandes “descontos” se procurar desta forma, ainda assim os preços continuam abusivos e vão cair muito mais, vale a pena esperar, a expectativa é que em até 1 ano a queda não do tenha se acentuado, como também se espalhado mais. Esqueça os preços anunciados nos sites, eles não tem NENHUMA relação com os preços dos negócios fechados, são apenas vãs tentativas de encontrar um tolo maior que é rafa vez mais raro…

      5+
      • avatar
      • avatar
    • JJJ_brasilia 14 de julho de 2016 at 22:00

      FelipeG,

      Não compre enquanto não achar algo que valha, você não precisa comprar para ter aonde morar, pode alugar e esperar o mercado cair, não tenha pressa nem vergonha de fazer ofertas baixas.

      Sempre pergunte se o vendedor esta em dificuldades financeiras, ele pode mentir, mas os bons negócios saem com pessoas apertadas financeiramentes.

      5+
      • avatar
  • CarlosL 14 de julho de 2016 at 16:00

    Semi-Semi-OFF

    http://globoplay.globo.com/v/5160974/
    Mais partir dos 6:30

    Mas, o que interessa: 7:45 … A reação do Trali quando se falou em evolução da dívida brasileira……

    4+
  • chigo 14 de julho de 2016 at 16:53

    Se tivesse subido não iriam reclamar. Todo negocio envolve risco, que significa que alem de ganhar pode também perder. Se não quiser arriscar não entre no negócio.

    6+
    • avatar
  • claudio 14 de julho de 2016 at 17:42

    http://www.infomoney.com.br/imoveis/noticia/5311758/sites-apps-permitem-compra-imovel-sem-intermediacao-mas-tome-cuidado

    manual da Rosinha fazendo sucesso !! kkkk escolher a casa pelo celular !! ai sim, motumbo adora !!!

    4+
    • avatar
  • RC 14 de julho de 2016 at 19:04

    dk_bh

    tem que demitir todos os comissionados antes dos estáveis

    13+

    Não. Não tem.

    rogerio

    Isso mesmo, os CCs são os primeiros a serem cortados, depois se não me engano os terceirizados…………DEPOISSSSSSSS vem os funcionarios concursados… isto é claro na legislação.

    4+

    Você diz “se não me engano” e depois “é claro na legislação”. E erra nas duas afirmações.

    Leia:

    http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm#art169§3i

    http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/LCP/Lcp101.htm

    lamense

    Segundo a notícia, tem que cortar 20% dos comissionados apenas. Depois já poderia começar a demitir os servidores não estáveis e depois os estáveis. A pergunta é: teria que demitir todos os não estáveis antes de chegar nos estáveis? Ou barreira seria 20% também?

    2+

    Não fica claro na constituição. Como há ineditismo, deve rolar discussão no STF.

    4+
    • rogerio 15 de julho de 2016 at 01:28

      RC

      dk_bh

      tem que demitir todos os comissionados antes dos estáveis

      13+

      Não. Não tem.

      rogerio

      Isso mesmo, os CCs são os primeiros a serem cortados, depois se não me engano os terceirizados…………DEPOISSSSSSSS vem os funcionarios concursados… isto é claro na legislação.

      4+

      Você diz “se não me engano” e depois “é claro na legislação”. E erra nas duas afirmações.

      Leia:

      http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm#art169§3i

      http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/LCP/Lcp101.htm

      lamense

      Segundo a notícia, tem que cortar 20% dos comissionados apenas. Depois já poderia começar a demitir os servidores não estáveis e depois os estáveis. A pergunta é: teria que demitir todos os não estáveis antes de chegar nos estáveis? Ou barreira seria 20% também?

      2+

      Não fica claro na constituição. Como há ineditismo, deve rolar discussão no STF.

      1+

      LC, sinceramente o intendimento de alguns especialistas é o seguinte, vou colocar apenas de uma fonte aqui:
      Conforme estabelecido pela Constituição Federal, seria possível sim demitir funcionário publico estável. Porém estas mesmas legislações asseguram uma escala de prioridades a ser respeitada, protegendo a estabilidade do servidor. Os ocupantes de cargos ou funções comissionadas seriam os primeiros desta lista de demissões. Na sequência, estariam os não-estáveis, ou seja, aqueles que ainda não se tornaram efetivos, conforme o artigo 41 da Constituição. Após estes, precisariam ser dispensados do trabalho os empregados terceirizados na atividade fim de empresas públicas e sociedade de economia mista, seguidos ainda pelos contratados temporariamente.

      6+
      • avatar
      • rogerio 15 de julho de 2016 at 01:30

        Além do mais o meu “se nao me angano” era com relaçao a ordem….CCs, terceirizados….não tinha dúvida sobre a legislaçao.

        4+
        • avatar
      • rogerio 15 de julho de 2016 at 09:34

        *entendimento

        1+
  • Luladranus 14 de julho de 2016 at 20:15

    http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/negocios/20160714/vendas-liquidas-mrv-sobem-trimestre-para-1043/393281

    “A companhia vem mantendo a estratégia de lançamento com foco em abastecer as regiões metropolitanas, onde identificamos alta demanda e renda disponível, com foco 100% no FGTS”

    2+
  • Alemon Fritz 14 de julho de 2016 at 21:08

    Crise muda perfil de quem toma crédito com casa de garantia
    Os juros do home equity são bem menores, 19% ao ano mais inflação, o que equivale a cerca de 26% a 27% ao ano hoje, considerando as projeções de IPCA entre 7% e 8% para os próximos 12 meses.
    desse total de empréstimos imobiliários, 99% são para compra, o home equity deve ficar com 1%, ou R$ 5 bilhões talvez
    http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/noticias/crise-muda-perfil-de-tomador-de-emprestimo-home-equity

    2+
  • Alemon Fritz 14 de julho de 2016 at 21:16

    Pesquisa do Secovi-SP mostra a retração do mercado imobiliário em maio
    em maio foram vendidas 1.059 unidades residenciais novas na cidade de São Paulo. O volume é 10,4% inferior ao total vendido em abril (1.182 unidades) e 50,7% abaixo do volume de vendas de maio de 2015 (2.149 unidades).
    http://www.maxpressnet.com.br/Conteudo/1,852262,Pesquisa_do_Secovi-SP_mostra_a_retracao_do_mercado_imobiliario_em_maio,852262,5.htm

    2+
  • Cesar_DF 15 de julho de 2016 at 08:07

    SIMULAÇÃO DO FATOR X (VENDA/ALUGUEL)

    Fiz algumas simulações numa planilha, para tentar descobrir o ponto de inflexão brasileiro no fator X na relação entre compra e aluguel, vão ai algumas conclusões.
    LUCAS, isto corrobora com o que temos falado.

    Cenário 1 (100X)
    É feita uma aplicação de 150K, isto renderá um juros, e será feito mensalmente um saque de R$ 1500 (100X) para pagar o aluguel.
    Pegando estes 150K e colocando numa aplicação que renda 1,0% ao mês, o saldo da aplicação nunca decairá.
    Numa aplicação com juros reais de 0,967%, o saldo desta aplicação estará zerado em 30 anos.

    Cenário 2 (150X)
    É feita uma aplicação de 150K, isto renderá um juros, e será feito mensalmente um saque de 1K (150X) para pagar o aluguel.
    Pegando estes 150K e colocando numa aplicação que renda 0,667% ao mês, o saldo da aplicação nunca decairá.
    Numa aplicação com juros reais de 0,58%, o saldo desta aplicação estará zerado em 30 anos.

    Cenário 3 (200X)
    É feita uma aplicação de 150K, isto renderá um juros, e será feito mensalmente um saque de R$ 750 (200X) para pagar o aluguel.
    Pegando estes 150K e colocando numa aplicação que renda 0,5% ao mês, o saldo da aplicação nunca decairá.
    Numa aplicação com juros reais de 0,36%, o saldo desta aplicação estará zerado em 30 anos.

    Nos cenários acima foram desconsiderados os seguintes fatores depreciadores do patrimônio:
    – Depreciação em função do tempo de uso
    – Custos de reparos
    – Taxas e impostos na compra
    – Custo de oportunidade
    – Baixa liquidez
    – Falta de flexibilidade em função de mudanças de trabalho ou de tamanho da família
    – Desvalorização do imóvel em virtude de queda na procura.
    – Problemas de partilha num eventual divórcio

    Conclusão
    Do ponto de vista exclusivamente financeiros, desconsiderando os fatores depreciadores, somente seria interessante a compra com um fator abaixo de 150X.
    Se formos considerar os fatores depreciadores, a compra somente se tornaria interessante próximo a 100X

    3+
    • avatar

  • Fernando 15 de julho de 2016 at 18:53

    Aos poucos o mercado vai voltando ao normal, seja com amor, seja pela dor.

    0