#BolaDeCristal – Construtoras apontam cenário melhor no segundo semestre – Estado de Minas

Você pode gostar...

Comments
  • RosinhA 4 de fevereiro de 2016 at 12:55

    Fala seus LIXOS ! será o pior primeiro trimestre da década ou talvez de décadas, cabou-se, travou tudo.

    CVB: casa de 450k não vende ofereci 180k a divida do cara, ele ficou de pensar, disse que se tivesse 250k estava vendida na hora e pelo quanto eu penso em revender se comprar rsrs.

    57+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 4 de fevereiro de 2016 at 12:58

      Vai comprar mais tijolos?
      Tô achando que você é Brick-Lover !!! 😉

      19+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • RosinhA 4 de fevereiro de 2016 at 13:05

        Sim vou revender o mais rapido possivel rsrs

        15+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Death 4 de fevereiro de 2016 at 16:47

        As afirmações do indivíduo da reportagem são ilógicas e tendenciosas.
        E mesmo que ele pensasse assim, o que fundamentaria tal percepção?

        9+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • MINEIRO SPY 4 de fevereiro de 2016 at 12:55

    “Facilitando a evolução no patrimônio dos clientes”. Reclame Aqui não concorda com isso.

    9+
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 4 de fevereiro de 2016 at 12:59

      kkkkk. Que comédia !!!
      O pessoal não tem dinheiro nem para a entrada. kkkk

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • MINEIRO SPY 4 de fevereiro de 2016 at 13:11

    Rosinha
    Como tá o ásssuuu aí? Jorrando çangui?
    Em MG já sabemos que travou geral…azufre adiantou. Usiminas travou. Arcelor há muito tempo.

    Azufre inclusive vai comprar casas no Barreiro, região da Mannesmann, por uma jujuba e um chiclete mascado.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • Azufre 4 de fevereiro de 2016 at 13:31

      Na verdade, são é só a jujuba. O chiclete é para o corvo que intermediar.

      Eu ACHO, só ACHO, que MG não vai ter siderúrgica grande por volta de 2030.

      Se o blog durar até lá, me cobrem!

      timestamp

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Pao de queijo com cafe 4 de fevereiro de 2016 at 16:05

        14 anos and counting down ???????

        5+
        • avatar
        • Mephistopheles 4 de fevereiro de 2016 at 19:10

          14 anos?
          Então é soft.

          3+
  • Galvão 4 de fevereiro de 2016 at 13:18

    Discípulos do Mantega!!!!

    5+
    • avatar
    • avatar
  • Cadeludo 4 de fevereiro de 2016 at 13:19

    Bicalho, para um corvo é um nome bem sugestivo

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • homelessbubbles 4 de fevereiro de 2016 at 13:19

    Ibov engatando rally de alta e dolar caindo. A Gilma renunciou?

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 4 de fevereiro de 2016 at 13:24

      Movimento pega-sardinha ! Bem natural.
      Alguns dias após o novo anúncio da SELIC volta aos 4,10.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Chapolin 4 de fevereiro de 2016 at 13:20

    CVR

    CA, dá uma olhada nos números aqui.

    Este é um CVR que engloba um período de 5 anos, relatando minha experiência de aluguel na zona sul do Rio. Descrevo primeiro os imóveis, fazendo comparativos entre eles, depois o relato.

    APT 1 – alugado no final de 2010. Bem localizado, silencioso, mas mal-conservado (padrão RJ…). O proprietário estava endividado e consegui alugar um pouco abaixo do valor de mercado (mas ainda assim valor irreal, padrão RJ…) .
    APT 2 – alugado no final de 2011. Bom prédio, melhor que do APT 1, localização próxima, mas um pouco pior que o APT 1, mas o apartamento em si estava em pior estado de conservação do que o primeiro (!!) .
    APT 3 – alugado no começo de 2013. Localizado próximo dos dois primeiros. Muito bom estado de conservação para o padrão RJ (um ou outro detalhe a melhorar). Certamente o melhor imóvel que visitei até a época. Maior que os dois anteriores. Aluguel bolhudo (padrão RJ…..), mas abaixo do valor de outros de padrão inferior que visitei.

    Aluguei o APT 1 pagando adiantado um ano de aluguel para o proprietário quitar suas dívidas. O locatário anterior não pagava o aluguel e o IPTU e demorou anos para a justiça tirá-lo de lá. A situação era tão grave que ele estava perto de perder o APT, que iria para leilão. Perto de fazer um ano do contrato, perguntei quanto ele cobraria de aluguel para o ano seguinte. “Vou reajustar pelo índice”, ele respondeu. Faltando 20 dias ele me disse qual era o “índice”, 85%. Eu falei que não dava, e ele baixou “só” para 60% de reajuste. Tive que procurar outro imóvel na pressa e encontrei o APT 2, custando ainda assim 30% a mais do que o valor original do APT 1 (antes do reajuste) em contrato convencional, sem adiantar o dinheiro. Mudei para ele já querendo sair. Continuei olhando imóveis próximos e no início de 2013 encontrei o APT 3, apenas um pouco mais caro, mas em outro patamar de conforto. Se fosse classificar, consideraria APT 1 como 2 estrelas, APT 2, como 1 estrela e APT 3 como 4 estrelas (dentro do meu padrão lógico), e ainda tinha um quarto a mais que os outros dois. Quebrei o contrato com o APT 2 e mudei para o APT 3.

    O tempo passou e venceu o contrato. Decidi que pediria não somente que não reajustasse, mas que baixasse o valor. Mas, gato escaldado, já estava olhando outros imóveis se recebesse uma negativa. Na minha busca não encontrei nada melhor do que o APT 3 dentro do meu patamar. Alguns melhores, mas muito mais caros, muitos piores, um pouco mais baratos, ou até mais caros. Conversei com o locatário e coloquei a situação de forma clara, “Preciso baixar meus custos e se não houver redução do aluguel eu vou sair, mesmo para um apt pior”. O apartamento tem um condomínio alto, e isso conta a meu favor, pois se eu sair além de perder o aluguel recai sobre o proprietário este custo, fora a maior dificuldade em alugar o apt. Pedi mais de 20% de redução. Me ofereceram apenas 3%, e somente a partir de maio. Recusei e disse que iria sair assim que fechasse com outro. Tinha uns em vista, mas todos piores que o APT 3. O locatário recuou e me deu quase tudo que eu pedi de redução. Vou pagar em 2016 menos do que pagava em 2013, quando entrei no apt.

    Cheguei a encontrar nos últimos dias um apt (5 estrelas para meu padrão!) que estava no mesmo preço do APT 3 antes da redução. Mas como consegui uma boa redução preferi priorizar a economia, além de evitar os custos e trabalho com mudança. O bom é que não estou mais preso por multas de contrato. Ou seja, se ao longo do tempo aparecer outros semelhantes a este que vi recentemente com um valor que compense, eu faço as contas e repenso.

    Para finalizar, um comparativo. Atualizei os valores de aluguel pelo IGP-M para um comparativo de custo. Desconsiderando a enorme diferença de conservação entre estes dois apartamentos e contabilizando apenas o valor atualizado para hoje do APT 1, estou pagando, depois da redução, apenas 4% mais caro no APT 3 do que estaria pagando no APT 1. E isso considerando que o APT 1 reajustaria somente pelo IGP-M, o que certamente não teria acontecido! E se eu fizer a conta considerando o aluguel por m² ( o APT 3 é maior que o APT 1), na verdade estou pagando 18% a menos.

    Considerando custo por m² atualizado pelo IGP-M, segue a comparação dos três, tendo como base o APT 1.
    APT 1 – 1
    APT 2 – 1,1
    APT 3 – 1 (antes da redução)
    APT 3 – 0,82 (depois da redução)

    53+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • mestre dos magos 4 de fevereiro de 2016 at 15:00

      Fizesse uma boa negociação. Eu tentei deixar o meu aluguel sem reajuste. Mandei email, vários links de imóveis semelhantes a preços iguais, e alguns mais baixos. O proprietário ofereceu 50% do reajuste do igpm, mas eu queria manter o valor. Resultado, ele repassou o aumento integral, e agora terei que ir procurar outro imóvel. Problema que aqui em Blumenau tem que avisar com 60 dias de antecedência, ai complica. Tenho que avisar que vou sair, mas só procurar imóvel 30 dias depois, pois se achar algo ainda estarei amarrado para não gerar tanto custo na mudança (custos da mudança, mais aluguel de outro apartamento). E se não achar nada igual com preço inferior, vou ter que me mudar e ter toda a incomodação, custos e pagar o valor próximo do que pago hoje. Acho que depois que você avisa, não tem mais como voltar atrás. Depois do carnaval vou iniciar nesta maratona.

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cajuzinha 4 de fevereiro de 2016 at 17:19

        Exatamente hoje recebi a resposta de que o valor do meu aluguel seria mantido sem qualquer reajuste. Não tive coragem para pedir para baixar, afinal esse vai ser o terceiro ano que pago o mesmo valor, 1,9K, não é pouco, mas se comparado a tudo de bom que é o imóvel, especialmente pra mim a localização, está até barato. Estou muito satisfeita. Detalhe, no boleto do IPTU o imóvel está avaliado por 550k, moro no terceiro andar, na melhor posição e no segundo andar, na segunda melhor posição do prédio, há um AP à venda por 720K, já faz um bom tempo que está sendo ofertado. Será que vai?

        8+
        • avatar
        • avatar
        • carlosctm 4 de fevereiro de 2016 at 18:24

          O IPTU do meu aqui em João Pessoa considera como valor venal R$43k. O apartamento do vizinho está anunciado por 350k.
          Pelo que li, os valores de referência são os mesmos de 1970, atualizados apenas pelo IPCA.

          3+
          • avatar
          • Cajuzinha 4 de fevereiro de 2016 at 19:47

            Ano passado teve uma atualização de valor dos imóveis aqui em Aracaju. Até acho q esse que eu moro vale mesmo 550K

            1+
      • chigo 5 de fevereiro de 2016 at 00:15

        Pessoal
        Aproveitando o assunto. Meu contrato de 4 anos venceu em dezembro. Como bom pagador e seguindo dicas dos bolhistas, pedi redução do valor do IGPM. Para minha surpresa, ao retornar hoje das férias, encontrei o boleto com 20% de aumento. Botaram o IGPM e mais uns 10%. Não tava querendo me mudar ainda. Mas tenho como exigir que fique apenas no IGPM, pois não houve novo contrato nem negociação? Se a imobiliaria/proprietario não cederem, posso ficar procurando outro por uns 3 meses ou mais e pagando o valor atualizado pelo IGPM? Certamente vão entrar com uma ação de despejo. Qual o risco e custos do despejo para mim, supondo que eu saia antes da 1a audiência?

        0
      • Chapolin 5 de fevereiro de 2016 at 09:35

        Você tem razão, mas se me permite uma sugestão, eu acho que você já deveria começar a procurar. Não procure apenas um, mas vários imóveis para ficar como opção. Faça propostas e deixe o tempo passar. Deixe claro que você irá alugar um imóvel daqui 60 dias. Isso colocará pressão no locatário. Ele quer alugar o imóvel e tem em você uma opção, e esta opção tem prazo de validade. Quando chegar a época de sair do imóvel atual pode ser que um ou dois imóveis já tenham sido alugados, mas pelo menos um estará disponível.

        Eu comecei a olhar com meses de antecedência! Mandava propostas dizendo quando meu contrato ia acabar. As vezes já fazia a proposta sem nem visitar o imóvel Alguns nem respondiam, outros baixavam um pouco. Deixo todos os imóveis salvos na minha lista do ZAP. Tem imóveis que estão há pelo menos 6 meses anunciados! O pessoal é cabeça dura e perde muito dinheiro por causa disso.

        1+
        • avatar
    • CA 4 de fevereiro de 2016 at 15:02

      Chapolin,

      Excelente relato do Mundo REAL. Se você só olhar preços ANUNCIADOS, verá sempre o Mundo da ILUSÃO, no seu caso, ficou claro que procurando e negociando, as coisas acontecem e você consegue bons resultados e reduções relevantes, algo completamente diferente das miragens vendidas pelos meios de comunicação.

      Ao contrário do que tentam induzir, os aluguéis tendem a cair, não somente porque subiram mais que a renda real (descontada a inflação), ou porque a renda real também está caindo, mas também porque com o agravamento da crise e a distorção cada vez maior entre oferta e procura no caso de vendas de imóveis, temos cada vez mais proprietários anunciando na base do “Aluga-se ou Vende-se”, o que entope o mercado de imóveis disponíveis para locação e ainda, MUITAS famílias mudando para imóveis com locação mais barata, fazendo com que os mais caros fiquem por tempos cada vez maiores sem ocupação e com redução liquida relevante de contratos de aluguéis (mais cancelamentos que novos contratos, muitos voltando a morar com familiares ou amigos).

      Em outras palavras, o Mundo REAL está bem condizente com o que você relatou e inclusive quanto a questão do condomínio mais caro, que pesa muito na decisão do proprietário para ceder, porque observando o mercado sabe que poderá contar com vacância e alto custo sem receita por um bom tempo.

      Parabéns pelas negociações e resultados!

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Chapolin 5 de fevereiro de 2016 at 10:41

        CA, eu adotei a seguinte técnica. Primeiro comecei mapeando imóveis que poderiam me interessar nas redondezas e ia salvando na lista de favoritos do ZAP. Para ter uma ideia, na minha lista hoje tem 32 imóveis. Tem anúncio que está na minha lista há mais de 6 meses! Outros 85 deles já saíram porque foram alugados e o anúncio expirou.

        Para cada um destes eu fazia a seguinte análise: Quanto custam as taxas (que o proprietário está pagando enquanto o imóvel não está alugado) e quanto ele quer de aluguel. Dividia o aluguel pelas taxas. Quanto menor este número, maior deveria ser a pressa dele em alugar. Depois eu calculava quanto cada um tinha que baixar no aluguel para chegar no valor que eu queria pagar. Calculava também em quanto tempo o proprietário começaria a perder dinheiro, considerando o valor que ele pede e o valor que eu aceito pagar. Por exemplo, se o proprietário colocar hoje o apt para alugar com o aluguel pedido de R$ 1000 e as taxas R$ 500, e a minha proposta fosse R$ 750 de aluguel. Considerando um contrato de 30 meses, se ele alugasse hoje pelo valor que ele quer, no final do período ele teria R$ 30000 (100*30), mas na verdade ele deixou de gastar com as taxas, portanto ele “ganhou” R$ 45000 (1000*30 + 500*30). Mas se ele ficar 4 meses com o apt vago, ele terá que pagar R$ 2000 de taxas (500*4), e mesmo que após este período ele alugue pelo valor que pediu, no final dos 30 meses (contando da data que ele colocou para alugar) ele terá apenas R$ 37000 (1000*26 + 500*26 – 500*4). Se tivesse alugado no primeiro mês pelo valor que eu aceitaria pagar, teria no final do mesmo período R$ 37500 (750*30 + 500*30). Ou seja, uma proposta de redução de 25% do aluguel é vantajosa para ele também, caso ele ache que vai passar 4 meses para alugar pelo valor que pediu originalmente! No meu caso, a relação aluguel/taxas é próximo de 2. Bastavam uns 3 meses com o apt que moro vago para o dono perder dinheiro.

        Durante minha busca eu focava nos imóveis que tinham uma relação aluguel/taxas mais baixa, e nos que estavam a mais tempo anunciados, mas o problema é que eles não fazem estas contas! Penei muito porque eles não entendiam que minha proposta poderia parecer que faria com que eles perdessem dinheiro, mas era o contrário! Que sangrem!

        2+
  • Azufre 4 de fevereiro de 2016 at 13:24

    Construtoras apontam cenário melhor no segundo semestre

    Não disse de que ano

    30+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Kurtrover 4 de fevereiro de 2016 at 13:33

      Se esta horrível e ficar péssimo, melhorou…se parar de piorar, já ta melhor….mas mesmo assim continua muito ruim!

      5+
      • avatar
      • avatar
  • Azufre 4 de fevereiro de 2016 at 13:32

    Para Otimar

    Não confundir com OTOMAR

    6+
    • avatar
    • avatar
  • Underground 4 de fevereiro de 2016 at 13:37

    CVR
    Entrei em contato com a Even só para confirmar o que todos nós já sabemos:
    Descontos de uma tabela que eles mesmo produzem, ou seja, fictícia.
    Qualquer apartamento saindo por no mínimo 9000/m2. Fora que a corva virtual (chat) me disse o seguinte quando informei que outras construtoras estão com preços até 6000/m2.
    Disse que apartamentos são diferentes como carros, uns Audi e outros GM. kkkkk
    Valeu então, fica com seu Chery que eu fico com meu $$.
    Surreal a cara de pau dos corvos.

    32+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Duas Barras 4 de fevereiro de 2016 at 13:44

      Se soubesse da mecânica da Chery, não a compararia nem de longe com GM… kkkkkkkkkkkkkkkkkkk Custo/beneficio se comprar um Cielo usado é muuuito boom… mecanica, qualidade, seguro…. e por ai vai! Pra quem é bolhista…

      3+
      • avatar
      • avatar
  • deuruim 4 de fevereiro de 2016 at 13:40

    http://economia.uol.com.br/financas-pessoais/noticias/redacao/2016/02/04/da-para-comprar-imovel-no-meio-dessa-crise-como-se-preparar.htm#comentarios
    A matéria é bem superficial, mas os comentários são hilários… o corvo nem sabe escrever e se julga especialista hahaha

    7+
    • avatar
    • avatar
    • Kurtrover 4 de fevereiro de 2016 at 14:01

      CORVO:

      Moisés 1 hora atrás
      Sou lógico que vai depender da entrada mas é mais preferivel correto de imóveis e discordo completamente deste modo de pensar desta gente metida a saber de tudo e explico porque: hoje em porto alegre alugar uma peça ta em torno de R$400,00 a R$600,00 reais dependendo do local e no programa minha casa minha vida tem apartamento de dois dormitórios com prestações equivalentes a um aluguel é mais preferivel pagar uma prestação para um bem que vai ser do que pagar aluguel. Mais uma coisa quem tem dinheiro sobrando ta comprando imóveis pois é o que da maior rendimento hoje.

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • tmarabo 4 de fevereiro de 2016 at 16:20

        o cálculo do corretor já foi correto no caso do MCMV, hoje já nem sei. mas daí a concluir que imóveis são um bom investimento….

        3+
        • avatar
  • SampaBoy 4 de fevereiro de 2016 at 13:59

    Boss,
    So para resumir : simulei a operacao no site do BB para o BB americas da seguinte forma :
    cambio –> emissao de ordem para o exterior –> tipo de ordem : swift , forma de pagamento : debito em conta , nesta data –> Pais : estados Unidos, Cidade : Miami –> Pesquisar : seleciono Banco do Brasil –> aparece um formulario : onde escolho : moeda : dolar americano, coloco o valor , despesas externas : seleciono remetente , natureza da operação : 67500 : despositos e disponibilidades , preencho detalhes : “para uso pessoal”, nome do beneficiario : eu mesmo : conta : coloco o numero da minha conta , o codigo swift ja esta preenchido e numero do registro BACEN eu nao coloco nada
    (coloquei US$1000)
    aparece o item Acessorios :
    ENVIO DE ORPAG PARA O EXTERIOR VIA SWIFT : 100,00
    FIN- TRANS.FINANCP/EXT-DESP EXTERNAS : 388,76 (IR ???)

    3+
    • avatar
    • Bolha BOSS 4 de fevereiro de 2016 at 14:03

      De acordo com o ORPAG 2014, manual enviado pelo BBAmericas, você está fazendo errado.

      No campo Despesas Externas, você deve selecionar “Beneficiário”. Não terá a cobrança do Swift

      3+
      • avatar
      • avatar
      • SampaBoy 4 de fevereiro de 2016 at 14:08

        ok ! , e no campo natureza da operacao ?

        2+
        • avatar
        • Bolha BOSS 4 de fevereiro de 2016 at 14:11

          67500

          Irei te mandar este manual. Acredito que na abertura da sua conta você recebeu

          2+
          • avatar
          • SampaBoy 4 de fevereiro de 2016 at 14:41

            Boss, obrigado ! vou dar uma lida

            1+
            • avatar
  • Bernar 4 de fevereiro de 2016 at 14:55

    Vai subir tanto que o Governo Federal já está comprando casas para depois revender e pagar a dívida pública com o lucro…Francamente…

    9+
    • avatar
    • avatar
  • CA 4 de fevereiro de 2016 at 15:09

    Sobre o tópico (ficou no final do tópico anterior):

    Quanto ao que consta no tópico, só para destacar um ponto: desde 2012 estão com super estoques, a desproporção entre o estoque e a venda não para de subir, apesar dos lançamentos estarem diminuindo a cada ano, no entanto, a verdade é a menor preocupação deles e continuam distribuindo DESINFORMAÇÃO “à rodo”.

    Por que apesar da queda de lançamentos o estoque fica cada vez mais desproporcional em relação à renda?

    É nos lançamentos que ocorre o maior volume de vendas FALSAS na planta. Motivo: o INCAUTO terá 36 meses antes da entrega, diluindo a entrada neste período, a parcelinha fica “bem baixa”, mais barata que um aluguel, como diz o pessoal do segmento imobiliário. Conseguem pagar durante a entrada, mas não o crédito imobiliário na entrega.

    Fora a diminuição nas vendas FALSAS pela diminuição dos lançamentos, caem também as vendas verdadeiras.

    A relação que ele fez com a venda de usados então, ficou pior ainda. Só em 2015 o crédito imobiliário concedido para imóveis usados caiu 50% na comparação com 2014 e quanto ao SBPE. Motivo: a CEF só financiava 50% do preço do usado. Isto é que trava as vendas. Tendência para 2016? Piorar muito, porque o que aconteceu em 2015 se deveu a uma sangria da poupança de R$ 50 bilhões, que obrigou a CEF a restringir financiamento para usados, aumentar juros, restringir financiamento a imóvel de até R$ 400 mil, etc, só que em janeiro/2016 até o dia 27 a captação liquida da poupança já está negativa em mais de R$ 12 BILHÕES, ou seja, pode ser que neste ano “dobremos a meta” e com isto o financiamento imobiliário de usados fique quase impossível, porque só se sustentava com o crédito barato e fácil da CEF, sendo que os R$ 10 bi do Governo via FGTS vão cobrir “mal e mal” o mês de janeiro e o resto do ano, como vai ficar?

    Repito, o que mais impressiona é a cara-de-pau desse pessoal: desde 2012 prometendo a mesma coisa e agora que está MUITO mais difícil de alcançar, insistem na promessa 100% sem fundamento…

    8+
    • avatar
  • Bruno.12 4 de fevereiro de 2016 at 15:13

    Meus caros, uma pergunta em off, bem direta: o que acham da Empiricus? O que eles dizem parece ser confiável, só não assinei pq esse site opressor bolhista já me dá ótimas dicas for free.

    5+
    • avatar
    • avatar
    • Pao de queijo com cafe 4 de fevereiro de 2016 at 16:02

      Eu assino.
      As vezes vale a pena, as vezes não.

      3+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • L.A. 5 de fevereiro de 2016 at 08:17

        PdQ, qual delas tu assina?

        0
        • Pao de queijo com cafe 5 de fevereiro de 2016 at 11:02

          assino o M5M, chega todo dia uma analise por email

          e de quebra vem a analise de Portugal

          e o tal Empiricus Daily, uma analise geral

          0
    • TIC-TAC SP 4 de fevereiro de 2016 at 16:06

      Usei dicas deles sobre dólar e me dei bem.
      Sobre imóveis o blog é muito melhor que o analista deles, que por sinal é bem alienado.
      Sobre ações não tenho condições de opinar.
      Também vão bem na analise política e seus desdobramentos.

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Bruno.12 4 de fevereiro de 2016 at 16:22

        Também acho isso. Percebi que eles insistem bastante em TD-Selic…estou quase entrando nessa onda também, quem sabe.

        2+
        • avatar
        • Bruna 4 de fevereiro de 2016 at 17:55

          TD-Selic é bom pra curto prazo, depois que o Bacen começou a sinalizar que não vai voltar a subir juros. Pra proteção de capital, aposentadoria e longo prazo, gosto de IPCA+. As LFTs funcionam bem como uma aplicação de rendimento decente e com liquidez interessante, para o caso de precisar vender antes do vencimento.

          1+
          • avatar
  • Bolha BOSS 4 de fevereiro de 2016 at 15:13

    As 6 ideias mais estúpidas defendidas por Dilma Rousseff

    http://spotniks.com/as-6-ideias-mais-estupidas-defendidas-por-dilma-rousseff/

    1. A VOLTA DA CPMF
    2. O RETORNO DA NOVA MATRIZ ECONÔMICA
    3. BAIXAR OS JUROS VIA DECRETO
    4. MANIPULAR A INFLAÇÃO
    5. MANTER GUIDO MANTEGA NA FAZENDA
    6. IMPROVISAR SEUS DISCURSOS

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Crocs 4 de fevereiro de 2016 at 15:17

      7. DOBRAR A META INEXISTENTE

      20+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Soy Bananes 5 de fevereiro de 2016 at 09:24

        8. ESTOCAR VENTO

        4+
        • avatar
    • navlig00 4 de fevereiro de 2016 at 15:33

      BOSS, referente ao item 1:
      *http://oi65.tinypic.com/i5ul4w.jpg

      1+
      • avatar
  • CA 4 de fevereiro de 2016 at 15:23

    Em tempo: o BACEN fechou a atualização de dados da poupança referente ao mês de janeiro/2016. Como eu já havia comentado antes, normalmente no última dia útil do mês temos mais depósitos do que retiradas, de forma relevante. Mesmo assim, a poupança fechou o mês de janeiro/2016 com uma captação liquida negativa de R$ 9,5 bilhões, especificamente daquilo destinável ao SBPE (empréstimo imobiliário).

    Segue o link do BC, para quem quiser conferir acesse a pasta SBPE: https://www.bcb.gov.br/pre/SalaImprensa/port/Poupança%20Diária.xls

    Consultei também a ABECIP que contém o histórico da captação liquida da poupança extraída dos dados do BACEN, desde 1995 (últimos 20 anos). Conclusão:

    A captação liquida da poupança em janeiro/2016 foi a pior dos últimos 20 anos, nunca tivemos um volume de retiradas tão maior que os depósitos em apenas um mês, independente de qual mês, não apenas na comparação com meses de janeiro de outros anos.

    Quem quiser confirmar o histórico acima, segue o link, abram o arquivo no ícone “.pdf” (que na realidade é uma planilha do Excel): https://www.abecip.org.br/credito-imobiliario/indicadores/caderneta-de-poupanca

    Creio que em breve estarão divulgando esta notícia e o mínimo que deveriam fazer é alertar para o tamanho do impacto que isto representa para o segmento imobiliário. Se omitirem uma informação como esta, é sinal que o segmento imobiliário deve estar pagando bem caro para esconder o tamanho do problema.

    Lembrando que o pacote do Governo é de R$ 10 bi adicionais do FGTS para uso no crédito imobiliário, ou seja, como previsto, mal cobre o buraco de janeiro, talvez dure até o Carnaval ou um pouco mais e depois disto até o final do ano, como vai ser?

    Prevejo que o segmento imobiliário vai intensificar o mimimi pedindo mais verbas, forçando o governo a não conceder parte do FGTS como garantia de consignado e desviar este valor para o crédito imobiliário (como Merin da MRV já solicitou) e ameaçando com aumento de desemprego no setor, dentre outras chantagens. Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos…

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 4 de fevereiro de 2016 at 15:29

      Ah, a notícia sobre a poupança já foi publicada, mas não mencionaram o prejuízo específico para o setor imobiliário.

      Na notícia abaixo a referência é a captação liquida negativa TOTAL da poupança em -R$ 12 bilhões, o número que considerei acima (-R$ 9,5 bilhões) se refere ao quanto ocorreu de captação liquida negativa exclusivamente relacionada ao SBPE, que é o funding para crédito imobiliário.

      http://g1.globo.com/economia/seu-dinheiro/noticia/2016/02/caderneta-de-poupanca-tem-saida-recorde-de-recursos-em-janeiro.html

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cajuzinha 4 de fevereiro de 2016 at 20:43

        Está falando do baque no setor imobiliário agora no JN

        2+
        • avatar
  • Bolha RJ 4 de fevereiro de 2016 at 15:24

    Aqui no escritório o assunto foi o susto da conta de luz aqui no Hell.. Colegas casados com família pagando 800 reais.. colegas que moram sozinhos ou casal sem filhos pagando 350 reais..

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • NOMADE 4 de fevereiro de 2016 at 16:30

      tão colocando é fddo na energia aqui eu pagava 80 há um ano atrás paguei 190 esse mês

      7+
      • avatar
      • avatar
    • Money_Addicted 4 de fevereiro de 2016 at 17:55

      justo, afinal vcs precisam subsidiar a energia das comunidades – ironic

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Soy Bananes 5 de fevereiro de 2016 at 09:23

        1 ano atrás minha conta era de 40 dilmas, este mês deu 110 dilmas… nestas horas agradeço o chuveiro ser a gás encanado…

        0
  • O Taliu 4 de fevereiro de 2016 at 15:39

    CVR

    Montador de móveis em casa hoje preparando o quarto da Nenê.

    Conversa vai, conversa vem, disse que comprou há alguns anos um lote em um condomínio fechado em Vespasiano, grande BH, e que agora está querendo vender por 170 k. Disse que está barato, pois o pessoal lá “pede” é 270 k kkkk… (não me contive) em um belo terrenão de 500 m2. Sendo que na época que efetuou a compra pagou 40 k e que por esse preço nem em favela encontra-se lote por esse valor. Porém, estava disposto a vender mesmo porque já havia pagado duas capinas, cada uma de 600 reaus, em menos de um ano e que agora com a chuva, o mato já cresceu tudo de novo.

    O povo tá delirando mesmo, 170 k como se fosse algo banal, e isso pq é em um terreno em uma cidade da RMBH que é os bixu, credo. Confesso que mesmo já conhecendo há anos a loucura frenético, não deixo de me assustar.

    É, não vai não!

    38+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • SampaBoy 4 de fevereiro de 2016 at 15:51

    Boss, aquele arquivo eu não conhecia, excelente, obrigado ..aproveitando, voce sabe o valor limite que eu posso transferir para o exterior mensalmente ?

    1+
    • avatar
    • MINEIRO SPY 4 de fevereiro de 2016 at 16:13

      Salvo engano, se remessa eletrônica, são 3 ou 4 por mês, com limite de 3 mil dólares cada.
      Se for presencial, não há esse limite…já mandei 25 mil em uma tacada só. Mas atenção para buscar uma agência que processe o câmbio diretamente, pq se vc fizer na sua agência, poderá haver delay de até 3 dias, pois eles enviarão para a agência que faz o processo, portanto sem garantia de câmbio

      3+
      • avatar
      • SampaBoy 4 de fevereiro de 2016 at 18:02

        ok Mineiro, obg ! estou na verdade fazendo via Banco do Brasil –> BB Americas. É muito bom, transferencia via internet com cambio comercial e posso gastar com cartao de debito aqui no Brasil ou qualquer lugar

        1+
        • avatar
        • carlosctm 5 de fevereiro de 2016 at 08:41

          Paga alguma taxa na transação com cartão de débito?
          Estou ganhando uns trocados em dólar no Paypal, eles cobram 4,5% para converter para Real.
          Por enquanto, estou acumulando lá mesmo.
          Quando você quiser resgatar os dólares vai precisar pagar alguma taxa/imposto?

          0
          • SampaBoy 6 de fevereiro de 2016 at 17:51

            Nenhuma taxa na transação
            A ideia é nunca mandar de volta para conta corrente no brasil (para nao pagar imposto) , somente consumir o dinheiro em despesas correntes ou em viagens, ou sacando em caixas eletronicos (tambem sem taxas)

            0
  • Pao de queijo com cafe 4 de fevereiro de 2016 at 16:04

    E aí, essa bagaça de nome Banânia, vai ou não vai ?????

    6+
    • avatar
    • avatar
    • Money_Addicted 4 de fevereiro de 2016 at 17:54

      vai….pro carnaval rs

      3+
      • avatar
  • Eric Cartman 4 de fevereiro de 2016 at 16:10

    só para descontrair…
    O UBER fala agora em crescer 30% ao mês… ( será ? )
    Gerente para o Brasil prevê aumento em 2016
    Empresa está crescendo 30% ao mês no país
    Pagamentos com Amex agora já estão em reai
    “””http://fernandorodrigues.blogosfera.uol.com.br/2016/02/04/uber-anuncia-que-vai-adicionar-mais-50-mil-motoristas-no-brasil/

    0
  • Ilusionista 4 de fevereiro de 2016 at 18:42

    adquirir na planta hoje, sem saber se haverá financiamento e em que condições, é dar um tiro no escuro……

    ….”O saque de recursos tem consequências para o financiamento imobiliário, porque as regras do Sistema Financeiro da Habitação (SFH) determinam que parte dos depósitos da poupança seja direcionada ao crédito habitacional.

    No acumulado de 2015, os resgates superaram os depósitos na poupança em R$ 53,568 bilhões, valor recorde, refletindo a pressão para a retirada de recursos em meio à derrocada da economia, que deve persistir em 2016……”

    http://economia.uol.com.br/noticias/reuters/2016/02/04/poupanca-tem-perda-liquida-de-r-12032-bi-em-janeiro-pior-dado-mensal-registrado-pelo-bc.htm

    3+
    • avatar
  • Crocs 4 de fevereiro de 2016 at 18:50

    Vejam isso! Será que vai?

    DEPUTADO APRESENTA PROJETO PARA ZERAR IR DE REMESSSAS AO EXTERIOR. MENDONÇA FILHO DIZ QUE IDEIA É CORRIGIR DISTORÇÕES DA “POLÍTICA EQUIVOCADA” DE DILMA

    -http://diariodopoder.com.br/noticia.php?i=48729852000

    4+
    • avatar
    • avatar
  • Mephistopheles 4 de fevereiro de 2016 at 19:31

    CVR – colega de trabalho da Súcubus.

    Ex-marido vivendo como nababo. Festas de aniversário dos filhos em buffets caros de Sampa com bebida cara à vontade (para ELE aparecer) , Evoques e Hylux, trocados todo ano (mesmo), roupas e relógios de grife etc etc etc.

    Modus operandi confessado: vive mandando ver em financiamento e cartão de crédito. Como conhece factoring, recuperação de crédito e funcionamento bancário, não tem a menor intenção de pagar coisa alguma. Daqui a algum tempo o banco vai oferecer descontaço nos créditos de liquidação duvidosa, e ele ainda negocia um parcelamento.

    Até lá, vai aproveitando, como dizia…

    Detalhe: sujeito não paga escola dos filhos, nem comprava as roupas para eles ou para a ex-mulher, tudo era para ele mesmo.
    Detalhe 2: agora a coisa vai mal, mesmo, e desconta na família. Diz que a mulher (trabalhadora) não ajuda nesse “momento difícil”.
    Detalhe 3: virou ex, claro.

    34+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • BOLHA JOKER 4 de fevereiro de 2016 at 19:47

    Poupança sangrando para todos os lados, brasileiro como e muito esperto desempregado comprando carro zero, outros mais bobos investindo em tijolos por que está barato, os menos bobos migrando para renda fixa, CDB, LCI, Fundos, e tem os burros sacando para deixar em casa com medo de confisco, e ai vai?

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Bruno Vlk 5 de fevereiro de 2016 at 06:43

      Não sei se há dados disponíveis neste sentido, mas penso que boa parte do esvaziamento da poupança advém de retiradas para pagamentos de contas do dia a dia. Se estivessem sacando para consumo de automóveis ou outros produtos, as indústrias não estariam sangrando como estão. O primeiro estágio de uma crise é sempre consumir as reservas. Veja que esse saque recorde na poupança ocorreu justamento no mês de pagamento do IPTU, IPVA, matrícula de escola, anuidade de conselhos de classe e afins. A capacidade de pagamento das famílias vem sendo reduzidas há anos e, tudo indica, seguirá ladeira abaixo.

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • W.K. 4 de fevereiro de 2016 at 20:33

    ÇVR. Çãngui Vertendo nas Ruas.

    A cada dia que passa, vejo mais e mais hordas de 171 e 666 desesperados para conseguir uma vitima. A cada dia que passa, vejo mais e mais hordas de mendigos, pedintes e vendedores ambulantes invadindo as ruas. A cada dia que passa, vejo mais e mais pessoas perdendo seus empregos e nada encontrando. A cada dia que passa, noto as pessoas mais ásperas, mais vazias, mais cansadas, frustradas e rudes…

    E, em meio a este mar de çãngui, ainda vejo tolos e incautos se aventurando, se envolvendo com compromissos que não poderão honrar, e que muita dor de cabeça ira lhes custar. O barco esta afundando e ainda tem gente querendo jogar no cassino, o barco esta indo a pique e tem gente achando que tudo é uma brincadeira, dão gargalhadas enquanto pegam o seu bote salva-vidas e jogam ele vazio ao mar infestado de tubarões. Pessoal, a água já invadiu todos os deques desta nau, e tem gente achando que não precisa de colete salva-vidas. E enquanto o barco afunda, os ratos tentam a todo custo se salvar roubando o colete dos passageiros.

    Projetam-se, e se puderem protejam aqueles que voces amam, protejam aqueles que voces podem. Na situação em que estamos agora, vejo a cada dia mais e mais hordas de 666 estúpidos e desesperados, que não tem nenhum pudor em roubar todas as economias de idosos, deixando os mesmos a merce do destino, só para sustentar seu padrão de vida 666. Protejam-se e protejam aqueles que voces amam de todo e qualquer 666, mesmo e principalmente os 666 mais próximos de voces, mesmo o 666 que voces achavam que podiam confiar, mesmo que o 666 seja seu irmão.

    O apocalipse zumbi esta apenas começando…

    26+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 4 de fevereiro de 2016 at 20:51

    No JN, por causa dos 11 assaltos por dia a carteiros no RJ, correio passará a utilizar escolta armada.
    O Hell de Janeiro é LINDO, o problema são estes cariocas que alimentam a bandidagem com seu vício por drogas.

    8+
    • avatar
  • CA 4 de fevereiro de 2016 at 21:48

    No JN também, novas ações para enganarem INCAUTOS: “sem a verba da poupança, que subsidia crédito imobiliario barato, as construtoras vão lançar menos e diminuirá a oferta…”

    Onde ficou a reportagem do próprio JN que falava sobre 41% de cancelamento de vendas, eles esqueceram que era porque muitas pessoas não conseguiam financiamento e que agora isto vai ficar muito pior o estoque das construtoras ficará bem maior?

    Esqueceram dos investidores em imóveis que não conseguiam revender com ágio e também faziam distrato e que agora, com construtoras com mais estoques ainda e tendo que reduzir ainda mais os preços, isso só vai piorar?

    Esqueceram que as construtoras já estão com mega estoques e vai ser ainda mais difícil desovar?

    Esqueceram daqueles que tem imóveis usados e não vão conseguir vender imóvel por falta de crédito imobiliário para pretensos compradores e com isto não vão poder comprar o imóvel novo como planejavam?

    Não sabem que desde 2012 os lançamentos estão em queda e apesar disto o estoque em relação a venda fica cada vez mais anormal, graças ao volume absurdo de distratos e queda nas vendas FALSAS na planta que dependem destes lançamentos?

    Não esqueceram de nada do que consta acima, apenas lembraram que a verba dos anunciantes do segmento imobiliário é mais importante do que tudo isto…

    9+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • marcosbolha 4 de fevereiro de 2016 at 21:54

    Transações mensais maiores que R$ 2 mil deverão ser informadas ao Fisco – InfoMoney

    2+
  • Carlos 4 de fevereiro de 2016 at 22:23

    OFF – CA e outros tarados por números, gráficos e análise de dados 😀

    A Tableau está disponibilizando uma conta gratuíta da sua plataforma de análise, ainda não tive tempo de brincar com ela mas vou me divertir um pouco no final de semana.

    https://public.tableau.com/s/

    Bolha !!!!
    https://public.tableau.com/s/gallery/housing-recovery-watch

    0
  • Leandro zn sp 4 de fevereiro de 2016 at 22:25

    Receita federal querendo aumentar a arrecadação multando sonegadores, recebedores de aluguel, renda informal e etc..vai dar ruim pra muita gente..

    2+
    • Carlos 4 de fevereiro de 2016 at 22:27

      Como sempre pegando os “peixes pequenos”, me admira como tanta gente envolvida nos escândalos recentes nunca foi incomodada pela dona receita.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • Mcd 5 de fevereiro de 2016 at 09:13

        Alguns detalhes:

        2014 a receita aplicou multas que somadas chegaram a 150 bilhões, 2015 caiu bastante, principalmente no segundo semestre por causa da mobilização da categoria. A grande maioria para os peixes grandes (Petro, Vale, pessoas física com grandes fortunas, etc).
        Lembrando que na Zelotes e na Lava Jata tem uma grande quantidade de auditores trablhando nas investigações. Infelizmente, o setor de comunicação da RFB não é tão eficiente como da PF, MP no “propaganda institucional” até por interpretações “sui generis” do sigilo fiscal feita pela adm do órgão.
        Outra coisa, como já publicado pelo sistema sindical dos auditores, há uma certa proteção as pessoas “politicamente expostas”. Nesses casos, para um auditor ter acesso aos dados, deve pedir autorização para alta cúpula da RFB, que por sua vez, é indicada politicamente….por isso a necessidade de autonomia dos fiscais… lembrando que organizações criminosas criam aparência fiscal de contribuintes honestos, declaram renda, etc, aí o papel mais importante deveria ser do TCU, PF e MP.
        Quanto aos “peixes pequenos” a maioria cai pelos parâmetros dos sistemas de cruzamento, por não declarar renda informada por outro, por colocar gastos incompatíveis com a renda, por “esquecer” de declarar vendas de grandes montantes, etc. Não fica um auditor monitorando peixes pequenos, estes que caem na malha por erro, “esquecimentos”…

        2+
  • Giqqs 4 de fevereiro de 2016 at 22:29

    CVR

    Uma amiga que trabalha na Petros acabou de dizer que o clima lá tava péssimo. Demitiram 30%. Imagino que seriam terceirizados. O mais engraçado é que nesse meu grupo de amigos, quase não falamos de assuntos mais sérios. Sei que hoje, dessa notícia da demissão, engrenamos em política e emigração! Estão quase todas meio que se programando para emigrar. Galera já tá procurando emprego e tudo! Éééé chegou no povo minha gente!

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Azufre 5 de fevereiro de 2016 at 06:34

      É o tal do karma, que nada tem de religioso! Efeito bumerangue

      1+
  • Pennywise 4 de fevereiro de 2016 at 22:34

    Desvalorização do m2 no Recife beneficia negócios

    A oportunidade é para quem deseja comprar ou trocar de imóvel. No entanto, ainda não é o momento para investidores

    compartilhar: Facebook Google+ Twitter
    postado em 21/01/2016 11:46 / atualizado em 21/01/2016 12:58
    Bairro do Pina lidera o ranking dos locais mais caros para compra em Recife – Arthur de Souza/Esp.DP
    Bairro do Pina lidera o ranking dos locais mais caros para compra em Recife
    De acordo com o índice da VivaReal, levantamento baseado em mais de 3 milhões de classificados, o metro quadrado do Recife desvalorizou 0,7% para venda durante 2015. O índice também mostra as cinco regiões mais caras da cidade para compra de imóveis novos. O bairro do Pina lidera o ranking (R$ 7.269/ m2), seguido por Jaqueira (R$ 7.164/m2), Boa Viagem (R$ 6.604/m2), Rosarinho (R$ 6.512/m2) e Casa Forte (R$ 6.446/m2). Os mais procurados são Boa Viagem, Madalena, Iputinga, Casa Amarela e Torre.

    Segundo o vice-presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis, Petrus Mendonça, a queda do valor do m2 é um fenômeno nacional. “Devido às crises econômica e política, o setor imobiliário sofreu algumas baixas nos últimos meses. Em Pernambuco, a desaceleração de Suape e o aumento do número de empreendimentos no estado contribuíram para essa baixa”, diz.

    Entre os entrevistados, 51% apostam que os preços dos imóveis devem cair em 2016, enquanto 63% acham que vão conseguir melhor margem de negociação. “Dificilmente veremos quedas bruscas de preços em um curto período de tempo, pois as mudanças no mercado imobiliário são de longo prazo”, explica Lucas Vargas, vice-presidente do VivaReal.

    Para Mendonça, o momento é bom para quem deseja trocar de moradia. “O mercado está propício para quem pensa em comprar para morar. No entanto, não é hora para quem deseja investir em busca de retorno financeiro”, alerta. Ele conta que alguns donos estão alugando seus imóveis, enquanto o mercado não se estabiliza. “Imóvel parado só dá prejuízo. Desse modo, quem não deseja vender abaixo do valor, é melhor alugar”, orienta.

    Ao analisar a oferta e a demanda de imóveis para venda, o índice mostrou desequilíbrio para preço e metragem. Enquanto 39% buscam por imóveis de até R$ 350 mil, a oferta não passa de 22%. Quando falamos em tamanho, 50% dos consumidores estão interessados em imóveis de até 100m2, mas apenas 46% dos imóveis disponíveis apresentam essa metragem.

    Litoral Sul em alta
    Mesmo com a crise, o Litoral Sul de Pernambuco não para de receber investimentos de alto padrão, sobretudo Porto de Galinhas. Forte no turismo, a região se destaca no setor imobiliário. Não querendo ficar de fora, a Ara Empreendimentos está erguendo o La Fleur Polinésia Residence e Resort, localizado em Muro Alto. Segundo o diretor de incorporação da empresa, Ricardo Lucena, o empreendimento chega para atender uma demanda que não está sofrendo com a crise econômica do país. “A alta do turismo nacional faz com que Porto de Galinhas se valorize cada vez mais. Investir no lugar está cada vez mais concorrido”, comenta.

    O médico Antonio Rygaard Júnior comprou recentemente um flat em Porto de Galinhas e garante que não sentiu a crise porque se programou antes. “Antes de comprar qualquer coisa, é importante fazer uma pesquisa de mercado. Foi o que fiz para adquirir este imóvel”, conta o médico, que investiu no empreendimento não só para o lazer, mas também pensando a longo prazo em caso de revenda.

    Matéria completa: “http://diariodepernambuco.lugarcerto.com.br/app/noticia/noticias/2016/01/21/interna_noticias,45773/desvalorizacao-do-m2-no-recife-beneficia-negocios.shtml”

    2+
  • O Bancário 4 de fevereiro de 2016 at 23:21

    ÇVR

    Alguns tópicos atrás eu escrevi outro CVR sobre presenciar uma bolha pessoalmente.
    Hoje descobri que uma “bolhinha” estourou na minha mão.
    Cliente que fiz crédito imobiliário uns 2 anos atrás não aguenta mais pagar as parcelinhas de 2k. Parcelas atrasadas desde Out/2015. Banco já deu entrada no cartório pra transferir o bem. Me falaram que pode levar mais uns 3 meses até tomar o bem, porém, o cliente ainda tem “chances” de pagar.
    Parece que desse vez não vai.

    Vou reforçar o que a Rosinha disse, tá tudo parado. É só choradeira de cliente kkkkk. “Nunca antes na história da minha empresa eu faturei tão pouco”.

    Esse ano os bancos vão trabalhar pra apagar incêndio. Tenso.

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cadeludo 5 de fevereiro de 2016 at 02:03

      pagou 24 mil e já não aguenta mais? quanto era o imovel? o cliente não questionou se valorizou 30%?

      2+
    • Azufre 5 de fevereiro de 2016 at 06:32

      Tinha financiado em qnts meses +-?

      Na república o país não teve 20 anos de estabilidade e o pessoal financiando em 35!

      6+
      • avatar
      • avatar
      • Azufre 5 de fevereiro de 2016 at 06:33

        Começa a pagar com 28… Vai parar com 63… E não pode acontecer nada que o faça parar de pagar as parcelinhas.

        Para quem leu Taleb, a pessoa fica frágil. Qualquer variação que ocorrer (e vai ocorrer) no meio, a pessoa pode se lascar

        3+
      • Soy Bananes 5 de fevereiro de 2016 at 08:52

        Se as pessoas soubessem fazer matemática financeira básica não se enfiariam num troço desse…

        na verdade se enfiariam sim, conheço gente supostamente inteligente e que SABE fazer essas contas, que achei que fosse controlado financeiramente, pois anota até o café que toma na padaria, e que se enterrou num bolhudo de OITOCENTOS MIL, pq teve filho então “preciso de um teto meu” … ganha o mesmo que eu, mas a esposa ganha no minimo o mesmo que ele (é médica), enquanto a minha ganha metade do que eu ganho… ou seja… a renda composta dele é só 50-60% maior que a minha mas eu não tenho coragem de pagar nem 250k que dirá 800k

        Bem, o dinheiro é dele e ele faz o que quiser, eu como amigo fiz a minha parte e alertei, outro colega nosso tbm se enterrou num de 560k apesar de tudo que eu disse, “pq a noiva queria de qualquer jeito”… pensar com a cabeça de baixo é foda…

        Agora aqui eu nem toco nesse assunto, só fico no sorria e acene, as vezes é complicado pois sou Asperger diagnosticado, e tendo a ter opiniões fortes em certos assuntos e a discordar veementemente de outrem nestes (pra quem não sabe como é um Asperger, pense no Sheldon do The Big Bang Theory, dá pra ter uma ideia). Tenho me policiado muito para não entrar em treta com ninguém conhecido ainda mais no trabalho.

        OFF
        Também tenho um problema desses dentro de casa, pois eu sou totalmente favorável à liberação do Uber, aliás, estou louco pra usar o serviço deles, porém sou genro de um taxista (mas ele é muito tranquilo, não tem nada a ver com aqueles bandidos que aparecem na mídia) e como eu não consigo ficar calado ao ouvir notícias destes bandidos principalmente quando agridem motoristas ou depredam carros uber (a última de SP foi um bando de taxistas agredindo e depredando na frente da festa da Vogue, depredaram um carro preto que encostou na festa.. só que NÃO ERA UBER, era só um carro comum), acabei arrumando uma ou duas brigas em casa… agora vou ter que fazer a política do sorria e acene em casa tbm… Ainda bem que ela não me faz comprar um bolhudo…

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • ACG 5 de fevereiro de 2016 at 02:41

    “Construtoras apontam cenário melhor no segundo semestre”
    Ó lá! O cenário melhor. Ó lá! Ali ó! Ali!
    Ih… foi embora…

    3+
    • avatar
  • Cajuzinha 5 de fevereiro de 2016 at 07:46

    DESESPERADAS

    “Uma fonte bem informada disse à coluna que as construtoras que promoveram o verdadeiro “boom” do setor de imóveis em Porto Velho estão desesperadas. Já receberam de volta pelo menos 38% das unidades vendidas em lançamentos. Novas incorporações nem existem mais. Isso significa baubau para empregos de pedreiros, mestre de obras e ajudantes de construção.”

    “http://www.tudorondonia.com/noticias/em-linhas-gerais-desaquecimento-da-construcao-civil-ameaca-deixar-a-mingua-dezenas-de-trabalhadores-e-frustrar-jovens-desejosos-de-ingressar-no-mercado,57940.shtml”

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Soy Bananes 5 de fevereiro de 2016 at 08:38

      E esses desempregados geram um efeito cascata na cadeia de consumo, reduzindo demanda pra tudo e provocando… mais desemprego.

      3+
      • avatar
  • Julio 5 de fevereiro de 2016 at 07:59

    Só faltou dizer que vai valorizar 30%.

    Com o PT no poder, acho seremos mais uma Venezuela do que uma Alemanha. Com cada vez menos empresas e empregos e mais inflação e carga tributária, tudo vai piorar.

    2+
  • Julio 5 de fevereiro de 2016 at 08:01

    Construtoras apontam cenário melhor no segundo semestre?

    Já sei, é fantasia de Carnaval.

    4+
    • avatar
    • avatar
  • Soy Bananes 5 de fevereiro de 2016 at 08:37

    “Por sua vez, o aumento no valor dos apartamentos usados é um vetor de impulso na venda de unidades novas”

    Sim… pq o mercado tá bombando e todo mundo tá correndo pra comprar o seu, afinal, imóvel sempre valoriza, vendas na pRanta esgotam em horas e todas as destrutoras estão super saudáveis financeiramente.

    1+