Governo anuncia R$ 83 bi de crédito; FGTS vira garantia de consignado – Folha.com

Você pode gostar...

Comments
    • Giqqs 29 de janeiro de 2016 at 10:53

      Segue o estudo publicado na Nature feito pelo ECLAMC (Estudio Colaborativo Latino Americano de Malformaciones Congénitas). Obs. Não sei se não assinantes têm acesso.

      “http://www.nature.com/polopoly_fs/7.33594!/file/NS-724-2015_ECLAMC-ZIKA%20VIRUS_V-FINAL_012516.pdf

      Vou ler o estudo com calma, mas do que já li até agora, segue minha opinião:

      É fato que: o número oficial de casos de microcefalia aumentou; o vírus zyka foi detectado no líquido amniótico de duas grávidas com fetos microcefálicos; o vírus zyka foi identificado em alguns (acho que 6) fetos abortados com microcefalia; a microcefalia pode ser causada por infecções virais como a rubéola; mas, também pode ser causada por exposição a produtos químicos, como agrotóxicos ou mesmo má nutrição severa; o Nordeste brasileiro tem historicamente índices acima da média mundial de microcefalia.

      É especulação que o zika é a causa única do aumento de casos de microcefalia.

      No final, pode ficar que provado que sim? Sim, pode. Com os dados que temos hoje, podemos afirmar isso com certeza? Não.

      Devemos ter em mente que correlação não se confunde com causa e efeito. O fato de dois eventos ocorrerem juntos não significa que um esteja causando o outro. Por exemplo, ambos podem ser causados por um terceiro evento ainda desconhecido. Os estudos de causa e efeito estão começando agora, com cientistas infectando camundongos fêmea prenhas e microcérebros feitos a partir de células tronco. Esses resultados vão demorar.

      Além da confusão entre correlação e causa e efeito, duas coisas são também graves na minha opinião. Em primeiro lugar, culpam o Zika sem descartarem as demais causas possíveis. Cadê os testes negativos para rubéola? Cadê os testes de nutrição? E de exposição a agrotóxicos? E em segundo lugar, o N. N é como os estatísticos chamam o tamanho da amostra. Um N de 2 (duas grávidas) é baixíssimo mesmo para a conclusão de correlação.

      Não existe teste diagnóstico imunológico para o vírus zika. Por ser parecido com o dengue, ele pode dar reação cruzada. Só é possível detectar molecularmente por meio do RNA que desaparece do corpo depois de alguns dias (ao contrário dos anticorpos que são detectados nos testes imunológicos).

      Existem pouquíssimos estudos sobre o zika justamente porque ele sempre foi visto uma infecção branda, se comparada a outras infecções como a dengue, por exemplo. Cerca de 80% das infecções por zika são assintomáticas. Por que? Não sabemos. Aparentemente, todas as grávidas que tiveram filhos com microcefalia tiveram a versão sintomática da doença. Por que? Também não sabemos. Os outros países onde há infecção por zika são pobres e/ou pequenos e não possuem dados estatísticos relevantes e/ou confiáveis.

      O Zika só é perigoso para gestantes? Não. Há relatos de que ele está correlacionado Síndrome de Guillain-Barré (SGB) que leva a paralisia. Mais uma vez, correlação, não necessariamente causa e efeito.

      Ou seja, estamos diante de uma grande incógnita científica. Em consequência, estamos tendo pânico. E o pânico está levando à conclusões precipitadas. O cerne do estudo é que o pânico está levando a um aumento ainda maior do número de notificações de microcefalia.

      Agora, se você me pergunta: “Giqqs, se você descobre amanhã que está grávida, o que você faria?” Eu te responderia: Sairia do Brasil, se possível, pelo menos até o meio do segundo trimestre. Se não fosse possível fugir, circularia o mínimo possível e sempre com o máximo de pele coberta e repelente forte (Exposis). A consequência é grave demais para apostas.

      Desculpe o relato longo e o off topic. Espero ser útil.

      95+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Libertario 29 de janeiro de 2016 at 12:24

        Não acredito que seja o Zika que está causado a microcefalia, embora eu nao entenda do assunto.

        Mas como o governo afirmou que é, então mantenho o meu velho palpite (que o PT sempre erra).

        6+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Diego F. 29 de janeiro de 2016 at 13:26

        Sensacional resumo, Giqqs. Agradeço (acredito que em nome de todos do blog).

        Se alguém não leu por ser grande, recomendo que leia, vale a pena.

        12+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Babuíno 29 de janeiro de 2016 at 13:38

        Obrigado. A ciência deve prevalecer sobre achismos

        3+
        • avatar
        • avatar
      • Dimattos_RJ 29 de janeiro de 2016 at 14:22

        Nossa, muito obrigado pelas informações, parabéns mesmo.

        6+
        • avatar
      • Mn 29 de janeiro de 2016 at 16:12

        Não é preciso nem sair do Braziu; basta subir para uma região elevada com baixa população; Campos de Jordão não tem um caso de dengue há mais de 10 anos (ou não reportam).

        6+
        • avatar
        • Giqqs 29 de janeiro de 2016 at 18:04

          Pessoal, acabei de receber de uma amiga virologista molecular. Excelente texto. Tá em inglês. Estou traduzindo aqui, já disponibilizo.

          http://www.virology.ws/2016/01/28/zika-virus/

          5+
          • avatar
          • avatar
        • Final Countdown 29 de janeiro de 2016 at 18:11

          Rezende, RJ teve o maior nº de casso de dengue do RJ.
          Fuja mesmo da BAnânia.

          4+
          • avatar
          • avatar
          • Giqqs 29 de janeiro de 2016 at 19:42

            Coloquei a tradução lá no face a quem interessar.

            2+
            • avatar
      • Final Countdown 29 de janeiro de 2016 at 18:10

        tenho relato de 4 casos de microcefalia, TODAS com PCR positivo, com amostra do liquido amniótico inclusive.
        SÃO DESASTROSAS, o suficiente pra se sentir saudade das outras causas de microcefalia. O cérebro MURCHA, literalmente.
        Eu VI as imagens, incluindo pós-natal.

        Adiciono ainda: e se a infecção for depois do 1º trimestre??? haverá lesão???? será tão intensa??? Muitas nem saberão que tiveram. Muitos fetos serão afetados sem saberem que a mãe foi infectada…

        O que fazer? Não engravidar, já dei esse recado há 2 dias. Será uma tragédia sem precedentes e , acreditem, teremos discussões sobre a legalização do aborto.
        Lembrem que a OPAS é braço vermelho da OMS, eles que levam os cubanos pro exterior. Não acreditem no gobierno, em NADA relacionado à Zika

        15+
        • avatar
        • avatar
      • maragato 29 de janeiro de 2016 at 20:46

        Apenas 4mil casos…
        “http://www.zerohedge.com/news/2016-01-29/zika-outbreak-epicenter-same-area-genetically-modified-mosquitoes-released-2015

        2+
        • avatar
        • MrQuim 29 de janeiro de 2016 at 23:46

          barbie zika virus =https://twitter.com/adios_diego/status/692741667934306304 (humor negro?)

          3+
          • avatar
  • NODEBTS 29 de janeiro de 2016 at 09:10

    Em quem vcs confiam, no gobierno ou na Nature??

    9+
    • avatar
    • avatar
  • Dutra 29 de janeiro de 2016 at 09:15

    Enquanto isso, imóvel financiado pela construtora em até 120 meses e a cada dia aumentando, antes era 80, ano passado 99 e agora 120 meses.
    Segue a reportagem.
    Construtoras do Espírito Santo financiam apartamentos em até 120 meses.
    Algumas chegam a parcelar 80% do valor total do imóvel
    Foto: Fernando Madeira
    Magno Bortolini e Érica Montebeller acham o financiamento direto com a construtora mais vantajoso na hora de comprar um imóvel
    O financiamento de imóveis direto com a construtora tem conquistado o público. Além de parcelar sem juros durante a obra, há empresas que financiam até 80% do valor da unidade. O prazo de pagamento pode chegar a 120 meses.
    O comprador pode optar por prestações suaves ou por intermediárias. “Na Morar o cliente pode pagar até 40% do valor da unidade neste período (de obras). O interessante é que é ele que decide como serão as parcelas, podendo dar valores mais altos anualmente ou semestralmente – as chamadas intermediárias”, diz Flávia Roncetti, gerente comercial da Morar.
    Para Magno Bortolini, gerente de tecnologia de informação, a maior vantagem do negócio é a praticidade. “Já tive experiências de financiamento com um banco e com uma construtora. A segunda opção é muito mais ágil. Além disso, foi mais fácil negociar valores, prazos e taxas”, conta.
    Quando a obra é entregue ou quando o imóvel já está pronto, algumas empresas oferecem o financiamento direto. Embora o prazo seja menor do que o dos bancos, a simplicidade do processo atrai os clientes. A Sá Cavalcante realiza a operação em até 120 meses e divide até 70% do valor do apartamento. “Com a construtora é possível dar 30% de entrada e parcelar o restante do valor. As taxas cobradas no financiamento são as do Índice Geral de Preços do Mercado (IGPM) mais 1% ao mês”, diz o gerente comercial da Sá Cavalcante, Rafael Barros.
    O diretor comercial da Argo, Fernando Vilela, informa que não é exigido comprovação de renda para o fechamento de negócio com a empresa. “Isso faz com que muitas pessoas procurem pelo financiamento direto”.
    A Grand Construtora aposta em uma campanha. “Dividimos o valor do imóvel em 99 parcelas. A entrada equivale a sete destas parcelas. Em seis anos, são pagas 72 prestações mensais e cinco anuais intermediárias. Até a entrega das chaves, o cliente precisa pagar 30% do imóvel”, afirma Gustavo Rezende, diretor comercial.
    “http://www.gazetaonline.com.br/_conteudo/2016/01/noticias/dinheiro/3925948-construtoras-do-espirito-santo-financiam-apartamentos-em-ate-120-meses.html”

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Ilusionista 29 de janeiro de 2016 at 10:34

      a certeza é tanta que poucos conseguirão pagar e terão que devolver o imóvel, perdendo grande parte do valor que já pagaram, que eles nem exigem comprovação de renda….
      é tão bom que o adquirente decide quanto quer pagar..
      rsss
      .

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Louro José 29 de janeiro de 2016 at 09:33

    Da última vez deu errado, mas desta vez vai dar certo sim, amiguinhos, podem confiar!

    28+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Azufre 29 de janeiro de 2016 at 10:09

      Se deu errado o remédio é pq a dose foi pouca! Pode dobrar a aposta sim

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • edson 29 de janeiro de 2016 at 09:34

    Com essa injeção, agora é que os preços dos imoveis não vão abaixar mesmo, vai ser um refresco por um bom tempo, enquanto o governo der ajuda vai continuar essa especulação, se não mudar o governo, mais 3 anos de euforia imobiliária, e no final podem quebrar o pais , literalmente

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Louro José 29 de janeiro de 2016 at 09:36

      Próximo…………………………….

      25+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • CA 29 de janeiro de 2016 at 09:45

      edson,

      kkkkk

      Excelente piada!

      Os R$ 10 bilhões do FGTS para o segmento imobiliário mal vão cobrir o rombo da poupança de janeiro/2016 e fevereiro/2016. Só até dia 22 de janeiro, o rombo da poupança está em mais de R$ 9 bilhões!!! Só para comparar, no ano INTEIRO de 2015 o rombo da poupança foi de R$ 50 bilhões. Você não deve saber, mas é a poupança que subsidia os empréstimos que estão entre os mais baratos e estes empréstimos baseados na poupança já tiveram queda de mais de 33% só em 2015, sendo que nos últimos 4 meses, queda próxima a 50% e crescente, ou seja, está ficando cada vez pior e nenhuma das medidas do Governo dá mais fôlego quanto a isto.

      Este R$ 10 bilhões que constam no pacotão do Governo foram o mesmo montante do FGTS concedido em 2015, a diferença é que agora só pode financiar imóveis de até R$ 235 mil, contra limite de R$ 400 mil no ano passado, mas o segmento imobiliário ainda briga para aumentar o limite.

      “Os preços dos imóveis não vão baixar mesmo”??? kkkk Já caiu 29% em termos nominais nos últimos 24 meses para usados em São Paulo, queda de 45% em termos reais.

      Você pelo menos leu a matéria a respeito dos novos subsídios do Governo? Você tem acompanhado as notícias, artigos, pesquisas e análises deste blog? Acho que você, como muitos, só lê os títulos das notícias publicadas na mídia, além de confiar cegamente no FIPE Zap. Neste caso, a ilusão sempre vai prevalecer…

      52+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CA 29 de janeiro de 2016 at 11:10

        Edson,

        Desculpe-me, dei uma informação desatualizada.

        Hoje pela manhã disponibilizaram a captação liquida da poupança em 25/jan/2015.

        Com isto, o acumulado do mês de janeiro/2016 que até o dia 22 estava negativo em mais de R$ 9 bilhões, agora está negativo em mais de R$ 11 bilhões, isto só para a parcela relacionada ao SBPE que é o que serve de fundos para o crédito imobiliário mais barato.

        Creio que deve ser um recorde histórico de retiradas da poupança, a confirmar. De qualquer forma, os R$ 10 bilhões salvadores do FGTS, que segundo você garantiriam preços mais elevados dos imóveis por 3 anos, não são o suficiente para cobrir sequer o rombo do SBPE de janeiro/2016…

        De qualquer forma, não desanime, no último dia útil do mês a poupança costuma dar uma recuperada e talvez esta verba do FGTS dê para cobrir até o Carnaval, daí vai faltar só o período de depois do Carnaval até o final do ano e mais os outros 2 anos que você mencionou (rs)…

        Segue o link para quem quiser conferir, acessar a segunda pasta com o título “SBPE”:

        “https://www.bcb.gov.br/pre/SalaImprensa/port/Poupança%20Diária.xls

        20+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • CA 29 de janeiro de 2016 at 11:12

          Correção: atualizaram com a captação liquida da poupança em 25/janeiro/2016 e não 25/janeiro/2015 como consta acima, erro de digitação.

          6+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
      • edson 29 de janeiro de 2016 at 13:08

        Li sim , não me referi a quedas anteriores, me referi a novas quedas, qq coisa que o governo anuncia cria uma nova expectativa, veja que só de a Petrobras anunciar alguns cortes que as ações subiram 9%. Vc não pode achar que todos pensem igual a vc, a grandessíssima maioria é desinformada, vai haver algumas quedas, sim vai , mas dai a achar que vai ser com nos EUA, é ser muito otimista . Só números não resolve, o governo é bem intervionista, tem dinheiro ( só de reservas cambiais tem 370 bilhões de dolares), e quem manda nesse dinheiro não é vc nem eu é o governo corrupto que ai esta.

        19+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • CA 29 de janeiro de 2016 at 13:45

          edson,

          “…qualquer coisa que o Governo anuncia…”. Observe o que coloquei mais acima: o Governo também anunciou no ano passado os mesmos R$ 10 bilhões com verba do FGTS e apesar disto, tivemos algumas quedas de preços registradas em pesquisas de diferentes empresas (CRECI SP, SECOVI SP), além de outras constantes em relatórios trimestrais de construtoras (Tecnisa e Viver), envolvendo preços tanto de novos quanto usados, fatos demonstrados neste site inúmeras vezes.

          As teorias de que o “Governo é todo-poderoso e é só ele fazer um discurso que tudo muda”, “Querer é poder, então como ninguém vai querer baixar o preço, nunca vai acontecer” e outras com o mesmo grau de “profundidade” já estão um tanto quanto ultrapassadas e já foram demonstradas inúmeras vezes que são 100% FURADAS, tanto com relação ao Governo, quanto com relação ao segmento imobiliário.

          Sobre 2015, por que estas teorias não funcionaram? Se funcionaram, do seu ponto de vista, como você demonstra que os preços de vendas REALIZADAS se mantiveram ou subiram? Não estou falando de FIPE Zap e outras pesquisas baseadas em preços ANUNCIADOS, onde também já foi explicado diversas vezes porque não fazem nenhum sentido e não guardam nenhuma conexão com a realidade (*), o que peço é algo extremamente simples, caso você tenha o mínimo de embasamento no que está dizendo deve ter isto à mão.

          (*) Pesquisa baseada em preços anunciados: se temos alguns imóveis similares e um deles está mais barato que os outros, qual a tendência? O natural é que aquele imóvel mais barato venda antes. Quando isto acontece, como fica o preço médio calculado pela pesquisa? Sobe, porque o imóvel mais barato que foi vendido deixa de ser anunciado, sobram só os mais caros. Em outras palavras, simplificando: na pesquisa de preços anunciados, vender o imóvel mais barato faz com que preços médios da pesquisa subam. Outro ponto exaustivamente explicado: menos de 1% do que é anunciado é vendido por mês, o que significa que mais de 99% do que NÃO vende determina o preço médio de venda, algo absolutamente ilógico, sem sentido. Para piorar, os que não vendem aumentam o preço ANUNCIADO ao longo de anos e ficam cada vez mais distantes de uma venda real, só para manter a imagem de que “os preços dos imóveis nunca baixam”. Para finalizar: em toda bolha imobiliária do Mundo, o que acontece é que as vendas despencam, se tornam mínimas, é isto que através da lei de oferta e procura faz com que os preços caiam, esperar que todos os imóveis anunciados caiam de preço e todos sejam vendidos para achar que só aí é que temos uma explosão de bolha imobiliária é novamente algo completamente sem sentido e que nunca aconteceu em nenhuma bolha imobiliária do Mundo…

          13+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • MARK 29 de janeiro de 2016 at 15:24

            CA, aqui em Santos já começo a perceber alguma mudança no comportamento dos preços de imóveis usados, alguns estão abaixando o preço, às vezes até 10%. Eu mesmo estou tentando dar uma mutumbada num 666 (kkkk) e vejo que não está fácil vender, mesmo com alguma redução nos preços. Apesar de alguns estarem baixando, outros ainda vivem no mundo de BOB, aumentam seus preços e acham que existirão muitos 666 para pagar 2 milhões numa casa velha qualquer. Vejo casas sendo anunciadas há mais de 5 anos e o sujeito continua aumentando, esse vai ficar querendo, lógico. Anunciei há uma semana e já baixei 10%, só apareceram tentativas de permuta, dinheiro vivo ou financiamento, nada ainda.

            6+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • CA 29 de janeiro de 2016 at 17:38

              Mark,

              Interessante seu depoimento sobre Santos, porque combina perfeitamente com o que consta abaixo, um artigo de quase 1 ano atrás:

              Link: “http://www.negociofechadousa.com/noticias_view.php?noticia=bolha-imobili-ria-pre-os-de-im-veis-come-am-a-cair-no-brasil

              Trecho do link acima:

              “Após uma pesquisa realizada nos últimos 15 dias, visitando imóveis em Santos para fazer um comparativo, foi possível notar que existem proprietários que já acordaram e pedem R$ 2.600 no metro quadrado, os que pedem R$ 3.500 e os que ainda estão no passado e tentam cobrar R$ 8.000 ou R$ 9.000, e até mesmos imóveis que estão pedindo R$ 12.000 o metro quadrado. Esses últimos ainda não caíram para a nova realidade que a oferta é enorme, e quem deseja realmente vender terá que adequar os preços a realidade atual, ou até aguardar para que os preços se acomodem.

              Ah, você pode estar achando que o mais caro, é pela qualidade ou bairro do imóvel. No entanto, isso não foi o que vimos. Pelo contrário, encontramos imóveis com preços mais atrativo (por m2) com melhor qualidade e até em melhores bairros de Santos. E preços absurdos, em imóveis localizados no mesmo bairro. ”

              Outro link, só para demonstrar que a queda de preços não é de hoje e que como para outras cidades, em Santos os especuladores com imóveis já tinham prejuízos na concorrência com construtoras há bastante tempo:

              “http://www.reclameaqui.com.br/6695928/pdg-incorporacoes/desorganizacao-e-falta-de-comprometimento-com-o-cliente

              Trecho do link acima, de outubro/13: “Promoverem feirões de queima de estoque vendendo unidades á preços com desconto maiores, dificultando á rentabilidade dos investidores, em meu caso, estou tentando vendar á unidade adquirida com prejuízo de 10 á 15 %, sem sucesso.”

              9+
              • avatar
              • avatar
              • MARK 30 de janeiro de 2016 at 00:01

                CA, é exatamente esse o retrato aqui de Santos. Ótima análise a sua. Vlw pelo link!

                3+
                • avatar
              • Jovem Estudante 31 de janeiro de 2016 at 06:12

                Taí um negócio que percebo é que não há muita estatística sobre as vendas aqui na região.

                2+
                • avatar
            • Ilusionista 30 de janeiro de 2016 at 10:37

              a diferença entre o “preço da ostentação”, para quem quer vender e o “preço da venda”, para quem precisa de dinheiro rápido para pagar uma dívida ou para se livrar do enrosco, aumentando a cada dia.

              3+
              • avatar
        • Libertario 29 de janeiro de 2016 at 14:42

          Não sei se prefiro acreditar no Godzila ou nesses 370 bilhoes do governo.

          A maior prova que ele nada pode fazer é o cambio.

          Voce acha que é mais facil o dolar baixar para R$ 3,00 ou subir para R$ 5,00 ?

          O ajuste se dará de um jeito ou de outro. Heyek mandou abraço.

          3+
          • avatar
    • Melekento 29 de janeiro de 2016 at 11:46

      Edson, aproveita e compra tres…
      um pra vc, outro pra sua mulher e outro pra vc empurrar num 666 que nem vc.
      Vai la, alimenta isso, vai subir 30% ao ano.
      Pega o seu FGTS, ou mesmo vai na Caixa e ou BB e pega um financiamento.
      Aproveita cara, daqui a 3 anos, se ta rico.
      hahahahahhahahahaahha

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • edson 29 de janeiro de 2016 at 12:37

        Não sei se vc tem discernimento do que lê, talvez devesse desenhar, mas vamos lá, não disse que vai valorizar, tampouco que é um bom negocio, disse que o governo vai alimentar a ilusão do credito fácil e os vendedores não abaixarão os preços com essa expectativa, vide tópico anterior aqui no BI , onde os bancos não socorreram as construtoras, Só pensamento positivo para baixar preços não vai adiantar. Ah ! , e educação parece não ser seu forte.

        41+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • zica_do_pantano 29 de janeiro de 2016 at 12:49

          na minha opinião Euforia Imobiliária já não existe mais.

          Mas queda de preços HARD como dizem aqui ainda não existe.

          Vamos ver até onde vão conseguir arrastar essa situação.

          24+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Zé do Brejo 29 de janeiro de 2016 at 13:03

            Quase 50% de devolução dos imóveis na planta não é HARD? Então não sei o que é.
            Sinceramente acho que hard ou soft não importa, o estrago já foi feito e somente os fortes sobreviverão.
            Quando as pessoas se derem conta da erupção do vulcão, toda a população de Herculano e Pompéia já terão sido asfixiados pelo poeira vulcânica.

            11+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • zica_do_pantano 29 de janeiro de 2016 at 14:35

              Se ja é Hard pq voce não compra ?

              eu sigo esperando o hard

              8+
              • avatar
              • avatar
              • Zé do Brejo 29 de janeiro de 2016 at 15:08

                O que quis dizer é que não tem, não existe dinheiro para comprar todos os imóveis a venda.
                Logo, isso significa que, mesmo que a queda seja de 50%, 60% ou 70%, mesmo assim não resolverá o problema.
                Isso aqui vai virar deserto. As empresas estão indo na frente. Quem vai querer comprar qualquer coisa nesse cenário pós-apocalipse?
                Não vou comprar nada aqui, nem agora, nem daqui décadas.

                9+
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
              • CA 29 de janeiro de 2016 at 18:04

                zica_do_pantano,

                Há uma diferença ENORME entre hard e crash. Até hoje, pelo que sei, não tivemos nenhuma explosão de bolha imobiliária que fosse crash.

                O que significa nenhuma bolha imobiliária do Mundo até hoje ter sido Crash? Significa que nenhuma teve explosão “quase instantânea” e no mesmo ano em que os preços começaram a cair ou estavam no auge da queda era o melhor momento para comprar, sempre se passaram anos até se alcançar o “vale de preços”.

                Para entendermos melhor sobre o tema:

                Hard landing é quando você tem uma aterrizagem a uma velocidade e força maiores que o normal . Crash é quando você tem uma descida descontrolada, colidindo com o solo de forma destrutiva.

                A analogia acima, naturalmente vem do segmento aéreo, segue abaixo:

                Link: “https://en.wikipedia.org/wiki/Hard_landing

                Trechos do link acima:

                “A hard landing occurs when an aircraft hits the ground with a greater vertical speed and force than in a normal landing.”

                “The term hard landing usually implies that the pilot still has total or partial control over the aircraft, as opposed to an uncontrolled descent into terrain (a crash)”

                Trazendo as definições acima para explosões de bolhas imobiliárias e lembrando o exemplo dos EUA, que foi considerado Hard Landing: os preços por lá começaram a cair entre 2 e 3 anos antes da queda mais visível no final de 2008 e continuaram caindo até pelo menos 2011. Em determinado momento foi considerado Hard Landing exatamente porque no ano de pico, tiveram 18% de queda nos preços, já considerando com a inflação de lá.

                Soft Landing, que é o “pouso suave”, na origem tem a ver com seguir a velocidade e força normais da aterrizagem. Trazendo para a nomenclatura de uma bolha imobiliária, significaria portanto uma queda de preços não impactante, que pudesse ser assimilada de forma relativamente natural a cada ano e de forma muito mais prolongada, como foi o caso do Japão, por exemplo. Alguns acham que cair só em termos reais (continuar com preço “congelado” e perder valor só pela deterioração da inflação) já seria uma característica de Soft Landing, no entanto, tudo depende do tamanho da sua inflação. Uma coisa é o Japão que sofre com DEFLAÇÃO, outra é o Brasil que tem mais de 10% de inflação anual, só a perda INTEGRAL da inflação ao longo de anos, no nosso caso, já não permite que chamemos de “Soft Landing”.

                Veja o caso de São Paulo e imóveis usados que coloquei por aqui: uma queda em termos nominais (sem considerar inflação) de 29% em 24 meses e em termos reais (considerando inflação) de 45% neste mesmo período, nem de longe é “Soft”. Nos EUA, demorou 3 anos para cair 33% os preços, em termos reais, considerando inflação.

                Outro ponto: a explosão da bolha imobiliária, de forma ainda mais intensa do que no seu inflar, é naturalmente DESORGANIZADA, ou seja, não ocorre com quedas de preços lineares e simultâneas em todas as localidades de um mesmo país, em especial quando este país é de porte continental e com profundas diferenças entre suas diferentes regiões. Os EUA foram um bom exemplo quanto a isto, mesmo na Espanha que é um país bem menor, o ritmo, intensidade, data de início e fim foram muito diferentes entre as regiões do país, enquanto víamos explosão mais intensa e rápida em pontos turísticos que tinham sofrido uma mega especulação ainda maior que em outras localidades, as demais regiões tinham explosões mais “comedidas” (o que muitos não perceberam porque olhavam exclusivamente a queda MÉDIA de preços, o que é como colocar a cabeça no refrigerador, os pés no fogão, medir as extremidades, tirar uma média e chegar a conclusão que o paciente está saudável…).

                O problema são as expectativas das pessoas: em São Paulo, apesar de quedas relevantes nos preços de usados, eles ainda estão sem dúvida muito caros e o preço ainda tem que cair muito para que possa ser considerada uma situação de volta à normalidade. Isto não significa que não é hard ou que caiu pouco, significa apenas que subiu ABSURDAMENTE.

                Tivemos o recorde do crescimento percentual de preços em todo Mundo, o lógico é esperar que tenhamos o recorde de QUEDA, sobre a velocidade e impacto desta queda, os dados que são trazidos, seja do Mundo Real (pesquisas baseadas em preços REALIZADOS), ou até mesmo do Mundo de ILUSÃO (FIPE Zap) indicam Hard Landing, porque nossa inflação, que muitos parecem desconhecer, não é equivalente à japonesa ou espanhola…

                12+
                • avatar
                • avatar
                • avatar
                • avatar
          • CA 29 de janeiro de 2016 at 14:00

            FATOS E DADOS:

            Pesquisa de Dez/13 a Nov/14 conduzida pelo CRECI SP (Conselho Regional dos Corretores de Imóveis) referente a preços de vendas REALIZADAS na cidade de São Paulo, levantada com base em informações de centenas de imobiliárias que intermediam transações de compra e venda, utilizando como referência os preços NEGOCIADOS, FINAIS:

            Link: “http://www.crecisp.gov.br/arquivos/pesquisas/capital/2014/pesquisa_capital_novembro_2014.pdf

            Consta na página 26 do link acima: queda acumulada no preço médio do M2 para venda de 23,47%, nominal (sem contar com inflação).

            A mesma pesquisa, só que para o período de dezembro/2014 a novembro/2015:

            Link: “http://www.crecisp.gov.br/arquivos/pesquisas/capital/2015/pesquisa_capital_novembro_2015.pdf

            Consta na página 27 do link acima: queda acumulada no preço médio do M2 para venda de 5,66%, nominal (sem contar inflação). Queda “pequena”, mas sobre uma base que já tinha passado por mais de 23% de redução do preço médio nos 12 meses anteriores.

            Temos, portanto, que nos últimos 24 meses na cidade de São Paulo a queda acumulada superou 29% em termos nominais, ou mais de 45% de queda em termos reais (considerando inflação), no caso de imóveis usados.

            No caso dos EUA, considerado o exemplo de queda “hard” ao redor do Mundo, no ano em que os preços tiveram a maior queda, foi de 18%, já considerando a inflação. Em 2014, se considerarmos a inflação e o caso de imóveis usados em São Paulo, a queda chegou a mais de 29%, ou seja, uma queda 50% superior a queda máxima da explosão de uma bolha imobiliária que foi considerada “hard”.

            Como sempre digo e repeti acima em resposta a Edson, preço anunciado não é nem nunca foi referência para nada, a não ser iludir as pessoas. O preço de vendas, como o próprio nome diz, se faz através de VENDAS REALIZADAS, qualquer coisa diferente disto é “papo para boi dormir”…

            9+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
        • Libertario 29 de janeiro de 2016 at 14:38

          E os corvetores vivem de que ?

          Nao precisam vender imoveis ? No desespero atual vc acha que a agua ainda nao bateu nas nadegas deles ?

          Tem uma piada inclusive que diz que a diferença entre um corvo e uma pizza grande, é que a pizza grande alimenta uma familia……

          Talvez voce deva procurar outros corvos, ou outras bases de informação para enxergar a REALIDADE (caps lock em homenagem ao CA).

          10+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • Melekento 29 de janeiro de 2016 at 16:54

          Relaxa Rapaz, os numeros estao ai, quem tem tijolo tem muita conta pra pagar (Iptu, condominio, parcela do financiamento) fora as parcela do car, parcelas do cartao mega ostentacao, e por ai vai. Sem falar se perder emprego.
          Vc esta certo, a gurizada 666 vai aguentar 3 anos sim, surfando na onda do governo, pagando juros pra gurizada daqui. Meu sorria e acene, toca a vida pra frente. Quanto mais o governo faz isso, alguns ganham dinheiro (juros) outros ficam de mimimimi na net. Se o bonde passou e vc nao pulou, reze para algum tapado pegar o seu acento. Abs.

          5+
          • avatar
    • edson 29 de janeiro de 2016 at 12:29

      Vcs só esqueceram de um detalhe : De que país estamos falando, cada um tem uma teoria , a minha é esta. O tempo vai dizer…

      4+
      • avatar
      • Mn 29 de janeiro de 2016 at 16:20

        Olha qualquer leilão, MAV, já tem queda de mais de 60% por aí.

        Está começando, entrando a cabecinha…

        5+
        • avatar
  • CA 29 de janeiro de 2016 at 09:35

    Sobre o tópico:

    O Governo persistindo no erro, pelo jeito nunca vai mudar.

    E os empresários agraciados, como sempre só tem a agradecer.

    Até quem disse que este aumento de crédito (Trabuco) não iria funcionar estava lá e fez discurso.

    Sobre o incentivo ao crédito imobiliário que faz parte deste pacote, pelo que li, ficou restrito a R$ 10 bilhões de verba do FGTS, que estaria vinculada a empréstimos de imóveis com preços totais de até R$ 235 mil (este foi o exemplo dado na matéria abaixo, o segmento imobiliário está tentando negociar com Governo para aumentar o limite).

    Link (dados sobre preço ao final da matéria): http://www.valor.com.br/politica/4414978/empresarios-elogiam-medidas-do-governo-para-estimular-credito

    Parece-me extremamente pouco, em função dos seguintes fatores:

    1) Em 2015 o acréscimo de verba do FGTS foi de R$ 10 bilhões, com limite de preço total do imóvel a ser financiado em R$ 400 mil, ou seja, para 2016 mantiveram o mesmo montante e diminuíram o valor total do imóvel para poder atender a mais clientes / processos. O que não combina em nada com a realidade do mercado, afinal nos grandes centros menos de 20% dos imóveis estão sendo ofertados com preços abaixo de R$ 300 mil, o que significa que mais de 80% dos imóveis não terão aquele financiamento com juros “baratinho”, principalmente quando combinado com informações abaixo;

    2) Neste mês de janeiro/2016, até o dia 22, já tivemos captação negativa da poupança superior a R$ 9 bilhões, o que é recorde. Só como referência, a captação negativa total de 2015 foi de cerca de R$ 50 bilhões. Se mantiver este ritmo, fecha o ano com algo próximo ao dobro da sangria que ocorreu em 2015. Até o final do mês tende a recuperar um pouco, normalmente no último dia tem mais depósitos que retiradas, mesmo assim, não me recordo de ver um resultado parcial tão ruim. Lembrando que é a verba da poupança que subsidia os empréstimos via SBPE do SFH, que são os mais baratos de todos, com exceção daqueles concedidos com verbas do FGTS (incluindo o MCMV que também é subsidiado pelo FGTS). Para se ter uma ideia do impacto disto, por ter ficado quase sem verba da poupança em maio/2015 a CEF teve que reduzir o valor financiável de usados para 50% ante os 80% anteriores e isto ajudou muito para uma queda de 50% nos financiamentos de usados em 2015 (no total do mercado, não só da CEF). Além disto, a CEF teve que aumentar o juros por 3 vezes só no primeiro semestre de 2015 e começar a ser mais rigorosa na concessão de crédito. Embora financiamento de novos em 2015 tenha caído “só” 10%, ainda assim a base de comparação (ano de 2014) tinha sido muito ruim (em 2014 queda de 27% de financiamento de novos na comparação com 2013) e ainda, no total do ano de 2015 tivemos uma queda de 33% nos financiamentos subsidiados por poupança (SBPE) no total (novos e usados), no entanto, esta queda veio se intensificando ao longo do ano, tendo tido redução próxima a 50% e com percentual de queda crescente nos meses de setembro a dezembro de 2015;

    3) Entre o lançamento, entrega, habite-se e financiamento imobiliário, temos cerca de 3 anos. Isto significa que agora em 2016, estão sendo entregues os imóveis lançados em 2013. O ano de 2013 bateu o recorde de especulação da década, só como exemplos, tivemos lançamentos e vendas de imóveis de 1 dormitório no primeiro semestre em São Paulo que foram o triplo do recorde de 10 anos, além de mega especulação no “Jardim das Perdizes” também em São Paulo e várias outras anomalias espalhadas pelo Brasil. O grande incentivador disto foi que no final de 2012 a SELIC foi colocada em seu menor percentual histórico, junto com o juros real (SELIC – IPCA), com isto ficou fácil atrair investidores para imóveis, que teriam retorno muito superior ao de qualquer aplicação financeira. Dentro do cenário atual, onde a distorção entre oferta e procura e entre preço versus renda batem todos os recordes, mais todos os efeitos da crise, certamente teremos novos recordes de distratos por parte dos investidores, que observarão as construtoras vendendo imóveis similares por preços menores do que eles pagaram na planta. Ao distratarem, aumentam ainda mais a distorção entre oferta e procura, forçando novas reduções de preços e alimentando o circulo vicioso;

    4) Já no segundo semestre de 2015 tínhamos PDG e Rossi em processo de reestruturação de dívidas (equivalente a uma “Recuperação Judicial Branca”), isto também exerce uma pressão muito forte para que estas empresas reduzam seus preços para conseguirem pagar as parcelinhas da dívida renegociada, porque se nem isto conseguirem, sabem que estão ameaçadas seriamente de que algum credor peça a falência delas. Algumas outras construtoras de grande porte também em péssima situação financeira e todas com super-estoques. Nestes casos, não resta sequer a opção da própria construtora tentar conceder o financiamento imobiliário por conta própria;

    5) Parte dos compradores de imóveis na planta contavam em vender seus imóveis usados com grande valorização no momento da entrega do imóvel novo, para quitar parcial ou totalmente o saldo pendente. Ocorre que a queda de preços dos imóveis usados, em virtude da redução drástica da parcela financiável e do fato de não poderem simular demanda com venda falsa na planta, tem sido muito mais intensa do que de novos, como vemos no caso de São Paulo (29% de queda nominal nos últimos 24 meses, 45% de queda real, considerando inflação). Isto significa que muitos deles chegarão em 2016 vendo que o negócio se tornou INVIÁVEL, pois ao mesmo tempo que o preço dos imóveis deles teve forte queda, os novos não pararam de subir via INCC durante a construção, ou seja, saldo muito maior a pagar e entrada de dinheiro por venda muito menor, sendo que mesmo com reduções sensíveis no preço pedido pelo usado, a venda tende a ser muito demorada em função da super-oferta e total falta de compradores com dinheiro suficiente para entrada. Esta combinação será outro forte impulsionador para o aumento de distratos, também aumentando muito os efeitos negativos mencionados no item 3 logo acima.

    É pelo que consta acima e muito mais que sempre tenho dito que o segundo semestre de 2016 e primeiro de 2017 prometem quanto a maiores reduções de preços de imóveis e até para que estas se tornem mais visíveis, podendo levar ao famoso “efeito manada”. O Governo e o segmento imobiliário vai intensificar ao máximo a DESINFORMAÇÃO e vão pedalar o quanto conseguirem, no entanto, a situação está cada vez mais próxima de um ponto crítico, porque aquilo que eles pedalaram e maquiaram no passado apenas intensifica os efeitos destrutivos no futuro e este futuro está cada vez mais próximo…

    30+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Zé do Brejo 29 de janeiro de 2016 at 13:23

      Esse governo está mais perdido que cego em tiroteio. O tamanho da M3RD4 é tão grande que eles já estão trucando qualquer coisa, quem sabe o alinhamento dos planetas faça a receita aumentar. Até parece desempregado que usa limite do cartão de crédito na composição do orçamento, não tem renda mas continua se enforcando ainda mais.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Zé do Brejo 29 de janeiro de 2016 at 13:25

        Sobre isso…
        ‘http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/01/1734911-divida-publica-fecha-2015-em-nivel-recorde-de-662-do-pib.shtml

        7+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Alemon Fritz 29 de janeiro de 2016 at 13:31

      Na Espanha o governo comprou os ativos tóxicos (cerca 30bilhoes de euros), via Banco Malo, Caixa.
      Os imóveis travaram no preço e estão saindo dos Bancos e virando crédito no mercado. A expectativa é de demorar 20 anos pra eliminar esses imóveis da carteira.
      Só 33% ttinham garantias, mas Os bancos vendem pro governo e ficam livres pra novos créditos, via securitização … (seria o nosso fgts-Cri, tipo um FROB).

      “De esta manera, deshaciéndose del suelo, las entidades habrían podido liberar las provisiones dotadas y destinar su capital a la concesión de crédito a la economía real.” El horizonte temporal para realizar las desinversiones habrían situado en 20 años ya que, según los expertos del sector, se trataría de un tiempo razonable para dar salida a todo el suelo que la banca española acumulaba en sus balances, unos 30 000 millones.”
      Ano passado estavam notando que estavam numa bolha de crédito.
      -https://es.wikipedia.org/wiki/Banco_malo

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 29 de janeiro de 2016 at 09:47

    Para os que ainda acham que “el precio de la vivienda NUNCA baja…”

    Valor mediano por m2 de apto 2 quartos (item “5.1.1. Imóveis residenciais à venda”)

    Aguas Claras
    ano 2015 2014 2013 2012 2011 2010
    R$ 5.086 5.088 5.000 5.000 4.749 4.133
    USD$ 1.288 1.913 2.119 2.439 2.539 2.475

    Brasilia
    ano 2015 2014 2013 2012 2011 2010
    R$ 9.174 9.055 9.050 8.658 8.542 7.667
    USD$ 2.323 3.404 3.835 4.223 4.568 4.591

    Dolar para venda em 31/12
    ano 2015 2014 2013 2012 2011 2010
    R$ 3,95 2,66 2,36 2,05 1,87 1,67

    ‘http://economia.uol.com.br/cotacoes/cambio/dolar-comercial-estados-unidos/?historico
    ‘http://www.secovidf.com.br/novoportal/attachments/article/568/Boletim_Imobiliario_Dezembro_2015.pdf
    ‘http://www.secovidf.com.br/novoportal/attachments/article/570/Boletim_Imobiliario_Dezembro_2014.pdf
    ‘http://www.secovidf.com.br/novoportal/attachments/article/678/Boletim_Imobiliario_Dezembro_2013.pdf
    ‘http://www.secovidf.com.br/novoportal/attachments/article/651/288_Boletim_Imobiliario_Dezembro_12.pdf
    ‘http://www.secovidf.com.br/novoportal/attachments/article/650/288_Boletim_Imobiliario_Dezembro_2011.pdf
    ‘http://www.secovidf.com.br/novoportal/attachments/article/649/288_Boletim_imobiliario_Dezembro_2010.pdf

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cesar_DF 29 de janeiro de 2016 at 09:50

      Melhorando a formatação

      Aguas Claras
      ano___2015____2014____2013___2012___2011____2010
      R$____5.086___5.088___5.000___5.000___4.749___4.133
      USD$__1.288___1.913___2.119___2.439___2.539___2.475

      Brasilia
      ano___2015____2014____2013___2012___2011_ __2010
      R$____9.174___9.055___9.050___8.658___8.542___7.667
      USD$__2.323___3.404___3.835___4.223___4.568___4.591

      Dolar para venda em 31/12
      ano___2015____2014___2013___2012___2011____2010
      R$____3,95____2,66____2,36____2,05____1,87____1,67

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cesar_DF 29 de janeiro de 2016 at 10:14

        Acrescentando o CUB DF

        Aguas Claras
        ano___2015____2014____2013___2012____2011___2010
        R$____5.086___5.088___5.000___5.000___4.749___4.133
        USD$__1.288___1.913___2.119___2.439___2.539___2.475
        CUB___4,400___4.760___4.907___5,247___5,360___4,968

        Brasilia
        ano___2015____2014____2013____2012____2011 __2010
        R$____9.174___9.055___9.050___8.658___8.542___7.667
        USD$__2.323___3.404___3.835___4.223___4.568___4.591
        CUB___7,936___8,471___8,881___9,085___9,641___9,215

        Dolar para venda em 31/12
        ano___2015____2014____2013___2012___2011___2010
        R$____3,95____2,66____2,36____2,05____1,87____1,67

        CUB DF em dezembro
        ano___2015____2014____2013___2012___2011____2010
        R$____1.156___1.069___1.019___953_____886_____832

        Quem tinha em 2010 um apartamento de 100m2 em Águas Claras, valia 413K e hoje vale 508K, em dolares valia 247K e hoje vale 129K.
        Quem tinha em 2010 um apartamento de 200m2 em Brasília, valia 1.533K e hoje vale 1.835K, em dolares valia 918K e hoje vale 468K.
        O interessante é observar a relação entre o CUB e o valor por m2. Em 2011 foi o maior lucro das construtoras e hoje caiu 18%.

        ‘http://www.sinduscondf.org.br/portal/cub

        11+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Annoying Brick in The Wall 29 de janeiro de 2016 at 13:07

          Cesar_DF

          Isso se agente acreditar que o preço de venda dos imóveis é esse, o que não é.

          Moro aqui no DF e já aparecem anúncios na Asa Norte mais baixos que esse. Isso porque olho bolhudos de 3/4 quartos.

          Mas é bom para ilustar o fato de que há a bolha por todos os pontos de vista. Só não ver quem não quer.

          10+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Cesar_DF 29 de janeiro de 2016 at 15:17

            Concordo contigo, apesar de Águas Claras estar indicando R$ 5k/m2, em faixas nas ruas nós vemos tipicamente por 4k/m2, e já vi alguns a 3k/m2.

            8+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
  • Leo 29 de janeiro de 2016 at 09:48

    Se o empréstimo consignado fosse em cima do saldo do FGTS, seria mais jogo pegar empréstimo e não pagar, pois a rentabilidade do FGTS é bizarra (3% de juros mais TR). Porém, o Governo definiu o máximo de 10% do saldo do FGTS mais a multa de 40% como garantia para o empréstimo. Como assim? Você vai dar de garantia a multa por demissão sem justa causa? Mas quem garante que você vai ser demitido sem justa causa? Isso é piada e vai forçar àqueles que pegaram este empréstimo a demissão sem justa causa.
    Aliás, novamente voltamos à ideia do Mantega, jogar crédito na praça, mas sem que os salários acompanhem isto. Pela primeira vez em dez anos, a remuneração média caiu.
    Até quem não entende nada de economia sabe que querer melhorar a economia por meio de disponibilidade de crédito (sem mais nada acompanhando) é loucura.

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Louro José 29 de janeiro de 2016 at 09:51

    Petróleo em baixa obriga Venezuela a vender ouro para pagar dívida
    ‘http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/01/1734769-petroleo-em-baixa-obriga-venezuela-a-vender-ouro-para-pagar-divida.shtml

    A galera vai fazer a festa na vuvuzuela

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Crocs 29 de janeiro de 2016 at 11:08

      O Otomar pirou nessa notícia!

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Alemon Fritz 29 de janeiro de 2016 at 22:03

        Ouro é o melhor investimento de janeiro, com alta de mais de 7%; confira – InfoMoney

        -http://www.infomoney.com.br/onde-investir/acoes/noticia/4554818/ouro-melhor-investimento-janeiro-com-alta-mais-confira

        2+
        • avatar
  • Pão Pedra 29 de janeiro de 2016 at 09:59

    Esse é corajoso! ‘http://www.infomoney.com.br/gerdau/noticia/4552493/trader-vende-apartamento-para-comprar-acoes-gerdau-prevendo-alta-200
    Será que deu all-in em Petro e Vale tbm? kkkkkkk

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Money_Addicted 29 de janeiro de 2016 at 10:04

      rs…por estrategia propria eu nao estou comprando nada no IBOV, mas q os precos atuais estao tentadores estao, a gerdau eh uma q esta no meu radar e a 3.x nao seria um mal negocio nao.

      [ ]s

      5+
      • avatar
      • avatar
    • Bolha BOSS 29 de janeiro de 2016 at 10:10

      As lições do investidor que perdeu um imóvel em ações da OGX

      http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/noticias/as-licoes-do-investidor-que-perdeu-um-imovel-em-acoes-da-ogx

      O aeroportuário Fernando Alves (nome fictício usado para preservar a fonte), 39 anos, vendeu seu apartamento em 2011 para investir nas então promissoras ações da OGX, de Eike Batista. Dois anos depois, após as contínuas quedas da empresa na Bolsa, ele viu seu investimento minguar e hoje tem apenas o equivalente a 10% do valor do imóvel, que, ironicamente, havia sido comprado com o rendimento obtido anteriormente com ações da Petrobras.

      29+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Davy Jones 29 de janeiro de 2016 at 11:09

        Que mulher…. Brilhante…

        “Quando eu falei para a minha esposa que queria usar todo o nosso dinheiro para comprar ações da empresa do Eike, ela disse: ‘Você devia comprar ações de empresa que vende cerveja, pois com crise ou sem crise o povo não para de tomar cerveja’”, conta Alves.

        42+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Bruna 29 de janeiro de 2016 at 12:14

          Por isso vejo a queda de ABEV3 como oportunidade aumentar a quantidade só! Poucas empresas brasileiras podem remarcar preço como os caras. Mas precisa de estômago, fato.

          8+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
        • Mente do Mal 30 de janeiro de 2016 at 11:59

          Brasil Kirin discorda.

          2+
          • avatar
  • Mephistopheles 29 de janeiro de 2016 at 10:05

    Informe (notícia não confirmada, oficiosa ou informal, no jargão militar)

    Dizem por aí que houve reuniões no BB e na CEF com ordem para que depósitos e garantias judiciais nas duas instituições devem ser contingenciadas para fins de inclusão contábil na conta do Tesouro.

    Brasil, rumo ao ouro olímpico em ciclismo em 2016, graças às vigorosas pedaladas.

    20+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Mephistopheles 29 de janeiro de 2016 at 10:07

      “devam” ser, desculpem.

      2+
      • avatar
  • Louro José 29 de janeiro de 2016 at 10:13

    ‘http://oglobo.globo.com/economia/banco-do-japao-surpreende-com-taxa-de-juros-negativa-1-18566364

    O Asno japonês também não aprende…

    10+
    • avatar
    • avatar
  • Inside 29 de janeiro de 2016 at 10:22

    Quem quer pegar empréstimo numa situação dessa?
    ‘http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2016/01/28/internas_economia,515576/desemprego-vai-a-6-9-em-dezembro-o-maior-para-o-mes-desde-2007.shtml

    4+
    • avatar
    • avatar
  • Espectador 29 de janeiro de 2016 at 10:30

    Estou tranquilo quanto a liberação de crédito do governo e aumento de preço dos imóveis pois tudo oque o PT faz tem efeito contrário ou dá errado!!!

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Bolha de Tudo 29 de janeiro de 2016 at 10:31

    ontem na Bobo News, programa conta Corrente, com Sami Dana e o estrategista da XP Investimentos, escutei uma frase lapidar:
    – Vc pega o consignado, com juros diferenciados, aplica do TD, para o consignado e fica com a diferença

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Davy Jones 29 de janeiro de 2016 at 12:14

      Estou por fora, mas juros de consignado está menor do que Selic ou IPCA+6/7%?

      2+
      • avatar
    • Libertario 29 de janeiro de 2016 at 12:29

      Eu tambem prestei atenção nisso, mas pelo que percebi ele usou a “hipótese” que os juros do consignado seriam os mesmos do FGTS (merreca).

      Nesse caso valeria a pena fazer um resgate pro TD. Mas ele explicou logo depois que era tudo suposição ainda, pois precisava ler/entender melhor essa MP.

      4+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Ilusionista 29 de janeiro de 2016 at 11:15

    resultado da crise…

    engenharia e outras profissões correlatas do setor imobiliário estão ficando sem emprego….
    e olhe que tem muitos estudantes prestes a se formar, uma boa parte com financiamento do FIES,

    “A gente sabe que 1,7 milhão de brasileiros perderam o emprego no ano passado. Foi o maior aumento em 14 anos. E atingiu todo mundo, até os profissionais antes disputados pelas empresas.
    Engenheiros recém-formados que, não faz muito tempo, podiam escolher onde iriam trabalhar, agora estão penando para conseguir emprego.

    Há três anos, a conversa era outra. Faltavam profissionais no mercado e muitos estudantes apostaram na carreira. Agora, os efeitos da recessão: no ano passado, o número de engenheiros demitidos foi maior que o de contratados…….

    http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2016/01/numero-de-engenheiros-demitidos-superou-o-de-contratados-em-2015.html

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • From_The_Tower 29 de janeiro de 2016 at 11:23

    Essa injeção de crédito vai ter pouco efeito na produção e consumo do país . A maioria pega empréstimo para pagar contas antigas e do dia a dia. Não dá para levar a sério um país que monta o tal do “Conselhão” . PNJ !

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Libertario 29 de janeiro de 2016 at 12:30

      Ja voltou ou ainda está no paraíso?

      2+
      • avatar
  • Bolha BOSS 29 de janeiro de 2016 at 11:26

    COMUNICADO

    Recebi algumas reclamações de pessoas que se cadastraram no blog, e que não receberam e-mail de confirmação com a senha.

    No início, tive problemas com meu servidor de e-mail que enviava, mas em vários casos o destino não recebia. Até descobrir o problema, muita gente já tinha realizado o cadastro, e eu já havia aprovado o cadastro. Pelo menos 95% dos leitores do antigo blog que tinham contribuição tiveram suas publicações analisadas, e foram aceitos, mas devido este problema técnico, muitos não receberam o e-mail de confirmação.

    Peço a gentileza, quem acha que se enquadra neste grupo de pessoas, por favor entrar em contato pelo formulário de contato lá em cima, para eu verificar caso a caso de forma manual.

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Diego F. 29 de janeiro de 2016 at 12:44

      BOSS, é só a pessoa marcar que esqueceu a senha. Se estiver liberada, o sistema envia nova senha.

      “http://www.bolhaimobiliariabrasil.com/wplogin?action=lostpassword

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Mike Victor 29 de janeiro de 2016 at 17:35

        Obrigado pela dica Diego. Bom estar de volta.

        1+
        • avatar
  • Mr.Brightside 29 de janeiro de 2016 at 11:29

    CVR
    amigo técnico em edificações
    ganhava bem era casado por mais de 10 anos e não tinha filhos
    seu salario era o piso salarial de técnico de edificações e mais um tipo PLR que ganhava pela empresa por fora assim evitava de ele pagar imposto de renda e assim conseguia ganhar uma boa grana em 2010
    se gabava de sua renda nesse período e deveria tirar mais q 7 k limpo os dois a mulher ganhava menos pois era professora dp estado
    morava em uma casa pequena na casa da ame dele ao qual tinha colocado muro e dividido o terreno.
    sempre viajava pelo brasizão
    mas se separou da mulher no começo 2011, por motivo de querer ter filho e a mulher não queria ter
    como ambos não tinha bens a não ser o dois carros e moveis de casa, cada um ficou com o carro e a mulher ficou com um pouco de grana a mais em relação aos moveis
    já no começo da separação o cara vai pros bailão da vida
    bebe bastante encontra uma mulher feia e desempregada
    que logo já a engravida a mulher tinha um filho de uns 10 anos de idade já que nem é registrado pelo o pai
    em 2012 nasce seu filho, a mulher já faz a cabeça dele pra comprar um sobrado bolhudo em condomínio fechado em Curitiba, trocar de caro e ter um carro novo grande espaçoso GM SPIN para sua nova família,
    em 2014 já nasce outro filho, uma filha agora.
    como o profissional a empresa pequena vai mal
    Diz que se arrepende de ter comprado o sobrado por que ele KNOW HOW em edificações e sabe que o preço de custo do sobrado não vale o preço que ele comprou e o mais ruim de tudo que agora tem 3 filhos ( 2 seus pequenos e mais um da moça que agora já é um pia q esta adolescente e é vagabundo) sendo que sua nova e adorável esposa não trabalha e o salario de meu amigo foi reduzido, devido a não fazer mais tanto extra e ganhando perto do piso salarial. pois como disse no começo ele ganhava grana não contabilizada pelo caixa da empresa assim evitava imposto de renda.

    53+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Boba Alegre 29 de janeiro de 2016 at 11:44

      kkkkkk
      sabe o que ele tem mais que a gente?
      tem mais que se f….

      Esses dias eu conheci uma garota (28 anos) super inteligente, engraçada, reaça, opressora, mas que abertamente diz que quer um homem bem de vida para alimentar ela e a prole deles (????)
      Pode ser bom, honesto, trabalhador bom de cama e tal mas se não for bem de vida ela não casa porque viver de amor é sonho bobo de pobre.
      Detalhe: ele tem que ser bem de vida e aceitar que ela é bissexual e vai dar uns passeios de vez em quando sem ele.

      Desde então eu só falo oi pistoleira bom dia pistoleira como vai pistoleira bonita selfie pistoleira tchau pistoleira

      64+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • EngenheiroMG 29 de janeiro de 2016 at 13:26

        O pior não é ela exigir isto. É ridículo, eu sei. Mas pior que isto, é saber que ela vai encontrar alguém que se sujeitará a isto.

        22+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Mr.Brightside 29 de janeiro de 2016 at 13:38

          Com uma palavra resume sua frase:
          “O pior não é ela exigir isto. É ridículo, eu sei. Mas pior que isto, é saber que ela vai encontrar alguém que se sujeitará a isto.”
          è a palavra francesa chamada:
          MENÁGE

          9+
          • avatar
          • avatar
          • EngenheiroMG 29 de janeiro de 2016 at 13:42

            Mr.,
            Menage seria o menor dos problemas. Imagina o cara sustentar isto tudo e nem mesmo participar?

            23+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
      • tmarabo 29 de janeiro de 2016 at 14:51

        “reaça, opressora” por quê? o que ela pensa ou faz pra ser classificada assim?
        por acaso ela foi recepcionar o Bolsonaro no aeroporto??

        1+
        • avatar
        • Boba Alegre 29 de janeiro de 2016 at 15:44

          reaça opressora porque a gente fica nas paginas das feminazi e dos lgbt mimizentos irritando elxs

          4+
          • avatar
          • tmarabo 29 de janeiro de 2016 at 16:38

            então é uma pessoa ponderadx rsrsrsrsrs

            2+
            • avatar
      • Money_Addicted 29 de janeiro de 2016 at 18:56

        eu passei o dia inteiro querendo responder mas nao queria ser do contra ou criar polemicas, mas acho q mulher esta certa em procurar homem rico pra casar.

        abcs e bom fds 🙂

        5+
        • avatar
        • avatar
      • MrQuim 29 de janeiro de 2016 at 23:50

        ‘super inteligente, engraçada, reaça, opressora’ só não disse se é bonita né 🙂

        2+
        • avatar
        • SPSPJULIANO 1 de fevereiro de 2016 at 15:29

          Claro que é bonita, se não fosse bonita estaria dando graças a Deus por qq homem na vida dela; não ficaria escolhendo.

          1+
    • Manoel Joaquim 29 de janeiro de 2016 at 11:45

      Cada dia que passa eu me convenço que filhos são só despesa (e uma bela de uma despesa). Sem contar a chance do pimpolho(a) crescer e engravidar, virar emo, fazer ciências sociais e entrar para o PT…

      45+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Boba Alegre 29 de janeiro de 2016 at 13:27

        Manoel

        A ideia dela é que a prole tem que falar varias linguas, estudar em escola boa, viajar, ter cultura…
        Ela mesma trabalhar pra dar isso pra prole aparentemente está fora de cogitação

        18+
        • avatar
        • avatar
    • DRN 29 de janeiro de 2016 at 12:02

      Pagar ISS sairia muito mais barato.
      Uma pena.

      3+
      • avatar
      • DRN 29 de janeiro de 2016 at 12:06

        Quem muito quer, nada tem.

        Lembrei de um tio da Sra. DRN, que deixou esposa porque ela não podia ter filhos. Levavam uma vida simples, mas a mulher era muito prendada. Cozinheira de mão cheia. Levava a casa impecavelmente arrumada. Fazia bordados para vender e até dava para os sobrinhos em aniversários, nascimentos de filhos etc.

        Bom, separou-se e arranjou uma mulher de segunda mão (já casada antes). Continua sem filho e, agora, largado porque a mulher é uma preguiça só.

        O UNIVERSO PUNE!!!

        43+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Boba Alegre 29 de janeiro de 2016 at 13:24

          ” Fazia bordados para vender e até DAVA para os sobrinhos em aniversários, nascimentos de filhos etc.”
          auhauahuah sexta feira minha mente entra em modo baile de favela

          O universo pune mesmo, por isso que eu só planto o que eu guento colher

          17+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
    • Pantaneiro_cba 29 de janeiro de 2016 at 16:15

      Ele podia pelo menos assumir a burrice, afinal a mulher não colocou um 38 na cabeça dele e obrigou ele a encher a cara, transar sem camisinha e comprar o bulhudo de qualidade duvidosa.

      4+
      • avatar
  • Veigalex 29 de janeiro de 2016 at 11:31

    Galera.. alguem pode me ajudar?

    * Abri uma conta em uma corretora em Londres – Grátis
    * Fiz um cartão NETELLER – Grátis
    * Transferi $100 – via cartão de crédito (Fui Motumbado – Taxa Neteller + IOF)
    * Fiz um trade e ganhei $100 no Forex
    * Atrelei meu Neteller ao Paypal
    Ai vem a duvida…
    Se eu comprar algo no Brasil, via Paypal, eu vou ser motumbado?
    No meu cartão Neteller vai vir algo de taxa do Brasil ou só taxa do Paypal?

    5+
    • avatar
    • avatar
    • Louro José 29 de janeiro de 2016 at 11:32

      Compre algo baratinho pra testar.

      8+
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 29 de janeiro de 2016 at 11:32

    O governo central (Tesouro, Banco Central e Previdência Social) registrou um rombo primário de 114,98 bilhões de reais em 2015, pior resultado da série histórica, iniciada em 1997. O resultado foi afetado pelo pagamento das chamadas “pedaladas fiscais” e pela expressiva queda das receitas com a economia em recessão.

    ‘http://veja.abril.com.br/noticia/economia/governo-central-tem-rombo-historico-em-2015-de-r-1149-bi

    6+
    • avatar
    • avatar
    • Mephistopheles 29 de janeiro de 2016 at 12:08

      A pedalada da vez é usar os depósitos e garantias judiciais sob custódia da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil para cômputo de saldo junto ao Tesouro. Dizem que dá uns R$40bi (meramente contábeis) de diminuição no rombo.

      7+
      • avatar
      • avatar
  • Cesar_DF 29 de janeiro de 2016 at 11:33

    Zika assusta imprensa mundial: ‘A Olimpíada sobrevive?’
    Depois do alerta da OMS, jornais internacionais destacam o pânico causado pelo vírus e pela microcefalia e os temores de que a Rio-2016 ajude a espalhar a doença pelo mundo
    ‘http://veja.abril.com.br/noticia/saude/zika-assusta-imprensa-estrageira-a-olimpiada-vai-sobreviver

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Azufre 29 de janeiro de 2016 at 11:40

    Eu digo para vcs que o Tombini Trombose não vale um real inflacionado e vcs não acreditam em mim (II):

    ‘http://blogs.correiobraziliense.com.br/vicente/tapas-e-beijos/

    6+
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 29 de janeiro de 2016 at 11:46

    “MÍRIAM LEITÃO

    buscar no blog

    COLUNA NO GLOBO

    A urgência da hora
    POR MÍRIAM LEITÃO29/01/2016 08:18
    O país vive uma crise avassaladora que justifica chamar representantes da sociedade, ouvir sugestões e propor medidas. Mas tudo só faria sentido se as propostas tivessem a dimensão da crise. O governo precisa ter noção de que estamos afundando e que as más notícias diárias podem ter entorpecido os seus sentidos, mas não domestica a crise. Ela está piorando.

    O ex-ministro Delfim Netto fez um chamado à ação em declarações nos últimos dias que repercutiram porque é isso que muita gente sente. Numa entrevista para Claudia Safatle, do “Valor Econômico”, disse que a presidente Dilma precisa governar. Ontem, estive com ele, no seu escritório em São Paulo, e gravei uma entrevista para a GloboNews. Em resumo, o que tem dito é que a presidente precisa ir ao Congresso e propor reformas fortes que sempre foram bloqueadas pelo seu partido. É uma emergência. “É para salvar o país”.

    Delfim traça o quadro. O país já está com 10 milhões de desempregados. A recessão deve destruir outros 4% do PIB este ano. Ontem, foram divulgadas as contas do governo central: um déficit de R$ 115 bilhões. Há empresas, segundo me contou esta semana o economista José Roberto Mendonça de Barros, que, apesar de sólidas e bem geridas, tiveram uma escalada de endividamento em poucos meses. Não porque tomaram mais crédito, mas porque o faturamento caiu drasticamente e a dívida/ebitda deu um salto. O que vários economistas estão dizendo, independentemente de diferenças de pensamento entre eles, é que a partir de um determinado ponto uma crise escala e o país despenca.

    O sinal de alerta de que estamos neste momento criando sequelas irreversíveis é a propagação do zika, esse inimigo do futuro. O vírus, ao destruir cérebros dos não nascidos, construiu a metáfora trágica deste momento de descuido, de descontrole, de desgoverno. ”

    “http://blogs.oglobo.globo.com/miriam-leitao/post/urgencia-da-hora.html”

    17+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 29 de janeiro de 2016 at 12:00

    “Dilma precisará de sorte para unir capital e trabalho em torno dessa agenda. Os empresários não querem ouvir falar em mais tributos, e os sindicalistas já prometeram greves se o governo mexer nas aposentadorias.

    Mesmo que o Planalto consiga o aval do Conselhão, quem tem poder para aprovar o pacote é o Congresso, onde o ambiente continua hostil. O comando do PMDB, por exemplo, fez questão de esvaziar a reunião e ignorar o apelo presidencial.

    Enquanto Dilma discursava em Brasília, o vice Michel Temer viajava em turnê partidária na região Sul. Em Curitiba, ele evitou a agenda do governo e indicou que seu partido está mais interessado em eleger novos prefeitos em outubro.”

    “http://m.folha.uol.com.br/colunas/bernardomellofranco/2016/01/1734806-o-apelo-de-dilma.shtml?mobile”

    5+
    • avatar
    • avatar
  • DRN 29 de janeiro de 2016 at 12:03

    Comprei doletas no Pedra Preta para TESTAR a incidência do IR.

    Vamos ver no que dá após a liquidação.

    Incidindo o IR maldito da comunista safada dilmalandra, avisarei.

    Paguei caro com FORÇA R$4,24, mas é para teste. Então, tive de encarar.

    Minha última remessa havia sido por R$2,50… Saudade.

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • navlig00 29 de janeiro de 2016 at 12:04

    Sobre o tópico.

    Analistas questionam demanda para crédito anunciado pelo governo

    *http://oglobo.globo.com/economia/analistas-questionam-demanda-para-credito-anunciado-pelo-governo-18566049

    6+
    • avatar
    • avatar
    • DRN 29 de janeiro de 2016 at 12:09

      O problema do Brasil é de OFERTA.

      Nisso o bost*o do DELFIM tem razão. Foi na Miriam Pig ontem.

      Só que a solução que ele deu é errada: “confiança”, dar confiança. Meu, como é que a presidente comunista safada dilmalandra vai passar confiança para alguém???

      O problema é criar condições para PRODUZIR. Parar de querer ROUBAR quem empreende. Reformar a legislação trabalhista e tributária. Diminuir custo com burocracia. Diminuir risco.

      Mas o povo acha que empresário é tudo ladrão. Então, vamos continuar na melda.

      28+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Mephistopheles 29 de janeiro de 2016 at 12:09

    PXdPF devem estar num daqueles transes profundos, para desespero de seus discípulos.

    10+
    • avatar
    • avatar
    • DRN 29 de janeiro de 2016 at 12:18

      Mephis, fale um pouco sobre o desemprego na construção civil pesada.

      O facão deve estar comendo em tudo, até no cafezinho, não?

      4+
      • avatar
      • Mephistopheles 29 de janeiro de 2016 at 12:29

        A construção civil pesada parou, isso já no início de 2015. Os governos federal, estaduais e municipais não têm grandes projetos, e o investidor privado está reticente em realizar grandes projetos.
        O setor está vivendo basicamente de projetos contratados até 2015, sem entrada de projetos novos relevantes desde então.
        As empresas reduziram muito seus quadros de funcionários, há economia em tudo (entrega de andares ocupados, devolução de celulares e notebooks, cortes de benefícios, aumento de compartilhamento de custos com funcionários nos planos de saúde corporativos, dentre outros, e o crédito está escasso.
        Não há perspectivas de melhoras para 2016. O Setor acredita que, talvez, a partir de meados de 2017 a coisa pare de piorar, para um período longo de lenta recuperação.

        15+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • DRN 29 de janeiro de 2016 at 12:45

          Obrigado pelas informações.

          O setor está é muito esperançoso. Até 2018 vamos definhar. 2019 começaremos a sair do buraco dependendo de quem for eleito e do discurso do cidadão.

          7+
          • avatar
          • avatar
          • Mephistopheles 29 de janeiro de 2016 at 12:47

            O setor também está à venda, do tipo “corra-que-o-patrão-está-louco”. Muitas empresas vendendo ativos interessantes por necessidade de caixa.

            8+
            • avatar
        • EngenheiroSP 31 de janeiro de 2016 at 17:45

          Complementando e exemplificando, a empresa que trabalho tinha 9 andares de um prédio, hoje opera em dois. Os engenheiros e projetistas que foram degolados, 90% não conseguem se realocar (alguns já a mais de um ano).

          Praticamente não surgiram novos projetos em 2015 na área, e pouquíssimos em 2014. Essa crise já foi eleita pelo pessoal antigo como a pior de todos os tempos para a engenharia (sim, superando os anos perdidos da década de 80, a hiperinflação do Collor e dos início desse século)

          0
      • mestre dos magos 29 de janeiro de 2016 at 12:30

        Saiu matéria no Bom dia Brasil sobre os engenheiros civis. Estão passando um perrengue. Estão sendo demitidos aos montes, e isso é reflexo da baixa na atividade de construção.

        15+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • navlig00 29 de janeiro de 2016 at 13:24

          Número de engenheiros demitidos superou o de contratados em 2015

          Engenheiros recém-formados que, não faz muito tempo, podiam escolher onde iriam trabalhar, agora estão penando para conseguir emprego.

          *http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2016/01/numero-de-engenheiros-demitidos-superou-o-de-contratados-em-2015.html

          6+
          • avatar
          • avatar
          • EngenheiroMG 29 de janeiro de 2016 at 13:28

            Tá osso mesmo…. :/

            9+
            • avatar
            • avatar
      • Mephistopheles 29 de janeiro de 2016 at 12:42

        Lembrando:
        Construção Civil ou Construção Civil “Leve” = edificações em geral, empreendimentos residenciais (“Alphavilles” e quetais, “pombais” e prédios residenciais do tipo “Houses of the Caragglio”) e comerciais (prédios de escritórios/consultórios).

        Construção Civil “Pesada” = Infraestura, como estradas de rodagem, ferrovias, portos, aeroportos, usinas hidrelétricas ou projetos complexos industriais (siderurgia, petróleo, mineração, grandes plantas industriais).

        7+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • mestre dos magos 29 de janeiro de 2016 at 12:28

    Ontem eu assisti o filme The Big Short. Depois que o filme terminou, eu fiquei pensando, e associei os CDOs deles com as nossas LCI’s. Será que tem alguma coisa em comum?

    Fiquei com receio, acho que só vou de LCA a partir de agora, mesmo tendo LCI com % maior. Problema que assim como empacotam essas LCI, deve ocorrer a mesma coisa com as LCA, ou seja, deve ter empréstimos ali dentro com garantias insuficientes.

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • mestre dos magos 29 de janeiro de 2016 at 14:14

      E alguém sabe se há um dispositivo para impedir o empacotamento sequencial dessas letras?

      Tipo, banco 1, rating C, demanda $$ para LCI, pagando 105% do DI. O banco 2, rating B, compra as LCI do banco 1, empacota novamente e demanda $$ para as novas LCI, pagando 100% do DI, tendo um spread de 5% (dinheiro free, pois ele não usa o dinheiro dele, ele simplesmente faz a intermediação, por isso $$ grátis). Banco 3, rating A, compra as LCI do banco 2, empacota novamente e demanda $$ para novas LCI, pagando 96% do DI e assim sucessivamente…… Quando o motumbado para de pagar o banco 1, o castelo de cartas vai para o chão.

      6+
      • avatar
      • Mn 29 de janeiro de 2016 at 18:26

        Desculpa, mas nada a ver CDO e LCI. LCI o risco é o banco quebrar… aí vc entra na fila p/ receber 250k no máximo.

        4+
        • avatar
        • avatar
      • O Bancário 29 de janeiro de 2016 at 19:35

        LCI é emitido por instituição financeira, lastreado em operações de financiamento imobiliário.
        O que mais se aproxima desses instrumentos utilizado pelos estadunidenses é o CRI.

        4+
        • avatar
  • Bruna 29 de janeiro de 2016 at 12:28

    Cara, deu M****. Não vejo solução pros próximos 10 anos. Retroagimos 20, no barato. Daqui a pouco Brasil vai voltar a ser um país de predadores e presas. Pior que muita gente acha que vai sair ileso disso, e ri de quem já tá na m****. Ninguém vai sair ileso. Nem o Itaú vai, quem dirá a burguesia “média”.

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • mestre dos magos 29 de janeiro de 2016 at 12:32

      Só vai sair ileso quem já fez as malas e partiu para outras nações.

      18+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • DRN 29 de janeiro de 2016 at 12:32

      Rir é o melhor remédio.

      O PT ainda não criminalizou a conduta de “rir”. Até lá, seguirei rindo.

      21+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Annoying Brick in The Wall 29 de janeiro de 2016 at 13:09

        hahahahahahaha

        kkkkkkkkkkkkkk

        666 666 666 666

        Enquanto o PT deixar!!!! Tô contigo DRN!!!!

        6+
        • avatar
        • avatar
    • Polaco 29 de janeiro de 2016 at 13:20

      Nem o Itaú vai…

      Aham… 🙂

      6+
      • avatar
      • avatar
      • Bruna 29 de janeiro de 2016 at 16:00

        Vai sair vivo e fortalecido, e por isso tou comprada nos caras também. Mas ileso não vai.

        4+
        • avatar
        • avatar
  • Annoying Brick in The Wall 29 de janeiro de 2016 at 13:13

    Interessante: “A grande novidade foi a autorização do uso da multa e de parte do saldo do FGTS como garantia de crédito consignado para trabalhadores do setor privado demitidos sem justa causa. A expectativa é de gerar R$ 17 bilhões de crédito com essa modalidade.”

    Como será isso? O Motumbo vai a um banco e pede um empréstimo. O banco pede uma garantia e o Motumbo dá a grana da multa do FGTS.

    Aí o cara não paga o banco e nem é demitido. O banco recebe o dinheiro como!?!?!? Há, pegadinha do Mallandro!!! É assim mesmo que vai funcionar??

    Assim eu também quero. Melhor forma de tirar o dinheiro que é roubado no FGTS com 3% + TR ao ano.

    Esse desgoverno não pensa mesmo! Todo dia me surpreendo com a mente brelante.

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Mephistopheles 29 de janeiro de 2016 at 13:21

      Posso estar enganado, mas em tese o banco tomaria o depósito do FGTS e os 10% virtuais da multa.

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • edson 29 de janeiro de 2016 at 13:24

      Não tem como não pagar é consignado .

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Alemon Fritz 29 de janeiro de 2016 at 13:47

      eu tbm não entendi assim e bugou aqui, não entendi a pegadinha. eles estão securitizando o fgts..

      4+
      • avatar
      • avatar
  • Mephistopheles 29 de janeiro de 2016 at 13:18

    Off total – uma paresentação na Itália
    “https://www.youtube.com/watch?v=CLuChc1aKzI”
    Isso é uma resposta a quem diz que Brazil é somente b*nda rebolando freneticamente, como que ligada em 220V.

    4+
    • avatar
  • Cajuzinha 29 de janeiro de 2016 at 13:35

    “O valor do aluguel para imóveis comerciais apresentou recuo médio de 20% na comparação deste ano com o início de 2014. A razão, segundo representantes de duas entidades consultadas pelo RD, é a baixa procura por locação em função da crise econômica. A situação pior é no segmento de salas comerciais por conta do volume alto de lançamentos nos últimos anos.

    A informação é confirmada pela subdelegada regional do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis (CreciABC), Magali Aparecida dos Santos, e por Nilson Aparecido Ferreira, vice-presidente da Associação das Construtoras e Imobiliárias do ABC (Acigabc) e do Sindicato da Habitação (Secovi), na região. De acordo com ambos, os proprietários são aconselhados a reduzir o valor para não deixar os seus imóveis parados.

    “É um reflexo da crise. As pessoas têm medo de locar ou comprar e também falta crédito no mercado. Por causa disso, orientamos a negociação de valores. Um imóvel cujo aluguel custa R$ 1.200 pode sair da fila de espera se o proprietário aceitar R$ 1.000”, explica Magali. Para a subdelegada, receber menos é melhor do que deixar o espaço fechado.”

    5+
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 29 de janeiro de 2016 at 13:36

      “http://www.reporterdiario.com.br/noticia/2134573/aluguel-de-imovel-comercial-recua-20-no-abc/”

      5+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • CA 29 de janeiro de 2016 at 14:08

      Cajuzinha,

      Este é um exemplo prático de como a vida REAL se impõe em relação a teoria do “Querer é poder”.

      Por acaso, algum dos proprietários “queria” reduzir o preço e receber menos? Em alguma bolha imobiliária do Mundo, houve uma explosão simplesmente porque as pessoas “queriam” perder dinheiro? Queda média de 20% no preço do aluguel comercial é “soft”?

      O mesmo se aplica quanto a preços de vendas e a construtoras super-endividadas e com mega estoques que precisam reduzir muito o preço dos imóveis para poderem pagar as parcelinhas de suas dívidas, os vendedores de usados que precisam vender seus imóveis, seja porque assumiram a dívida com um novo e precisam quitar ou reduzir saldo devedor, seja porque estão precisando de dinheiro para ajudar a pagar contas essenciais e não conseguem sequer alugar o imóvel (ou o valor do aluguel não será o suficiente para cobrir o rombo), também aplicável a bancos com estoques cada vez maiores de imóveis que não conseguem vender sequer na segunda praça do leilão, mas precisam fazer caixa para se manterem saudáveis, dentre diversos outros casos.

      O Mundo REAL apresenta suas evidências a todo o momento, por mais que as pessoas queiram continuar trancadas em uma MATRIX…

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Cajuzinha 29 de janeiro de 2016 at 17:24

        E a reportagem diz mais:


        Magali pondera que essa redução também faz parte de um ajuste de mercado já que, na visão dela, nos últimos anos houve avanço grande dos valores para novos contratos de aluguéis comerciais.

        O fenômeno atual, embora esteja diretamente ligado à crise, representaria uma revisão dos preços para níveis mais adequados à realidade brasileira. “

        4+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • CA 30 de janeiro de 2016 at 09:00

          Cajuzinha,

          Só agora eles entenderam que houve um grande avanço nos preços nos últimos anos? Na realidade foi uma exuberância irracional, vejamos no link abaixo, com gráfico:

          Link: “http://defendaseudinheiro.com.br/wp-content/uploads/2015/10/Post-45-imagem-5-rentabilidade-do-aluguel-at%C3%A9-2011.png

          Pelo que consta acima, segundo o IGMI-C da FGV, a lucratividade com imóveis comerciais quase TRIPLICOU no curto período de 2007 a 2011.

          Construtoras, imobiliárias, corretores veteranos, tubarões e mais diversos outros agentes já sabiam isto desde 2007, sobrou agora, como sempre, para os sardinhas e a sua infinidade de salinhas comerciais absolutamente inúteis, mais uma infinidade de galpões sem utilização. Talvez daqui a 10 anos exista a demanda que eles esperavam, ou quando a BOVESPA atingir os 200.000 pontos prometidos pelo Amorinha para atrair toda esta galera…

          2+
          • avatar
          • avatar
          • Cajuzinha 30 de janeiro de 2016 at 09:17

            Pra finalizar:

            ““Salões comerciais com valores de até R$ 5 mil tem levado 90 dias para serem alugados, desde que haja muita negociação. Os espaços maiores levam mais tempo. Já as salas comerciais apresentam situação atípica por causa do grande número de lançamentos em anos anteriores”, completa.”

            2+
            • avatar
      • MARK 30 de janeiro de 2016 at 00:41

        Verdade, CA! Já acompanhei diversos imóveis nesses sites de leilões. O preço da primeira praça é uma piada de mau gosto, uma tremenda motumbada estratosférica. O preço da segunda praça na verdade é o preço FIPE/ZAP, outra viagem a Júpiter. Quem sabe com tantos imóveis encalhados nos bancos eles caiam na REAL…

        2+
        • avatar
  • Conde Marcos 29 de janeiro de 2016 at 13:36

    Ehhh a vida não tá fácil não. Todo mundo sem dinheiro..

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Money_Addicted 29 de janeiro de 2016 at 14:06

      todo mundo?? 🙂

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Zé do Brejo 29 de janeiro de 2016 at 15:12

        Quem tem não gasta, empresta cobrando juros 🙂

        13+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Money_Addicted 29 de janeiro de 2016 at 14:08

    OFF – :@

    estava em uma reuniao e de olho no TD – ntnb principal a 7.62

    acabou a reuniao fui pegar algumas -> mercado suspenso

    vamos ver como vai abrir

    [ ]s

    5+
    • avatar
    • avatar
    • Manoel Joaquim 29 de janeiro de 2016 at 14:48

      Uma dúvida sobre o TD:

      É a primeira vez que compro esses títulos. Fiz a compra pleo site do tesouro direto e está escrito “em liquidação”. O valor da compra será debitada do saldo que possuo na corretora de valores?

      6+
      • avatar
      • avatar
      • Diego F. 29 de janeiro de 2016 at 14:51

        Sim, no próximo dia útil.

        6+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Libertario 29 de janeiro de 2016 at 14:51

        Simples assim. E demora uns 3 dias mais ou menos pra fazer a liquidação.

        6+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Money_Addicted 29 de janeiro de 2016 at 14:52

        exato!

        4+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Money_Addicted 29 de janeiro de 2016 at 17:51

      peguei um pouco a 7.61 na re abertura.

      To entrando devagar pq acho q a coisa vai melhorar mto ainda. Mas por outro lado alguns paises entrando em juros negativos, obviamente q a realidade eh outra, mas d uma certa forma impacta nossos juros

      [ ]s

      3+
      • avatar
  • Pão Pedra 29 de janeiro de 2016 at 15:36

    Quem tiver conta na Rico, LCA da Cargill dando 93% CDI. Bem melhor que o do BB!

    5+
    • avatar
    • avatar
  • deuruim 29 de janeiro de 2016 at 16:03

    Alguém tem conta na easyinvest? recomenda pra renda fixa? preciso fugir do banco da banania, mas sou noob 🙁

    6+
    • avatar
    • avatar
    • Bruna 29 de janeiro de 2016 at 16:09

      Tenho na rico e na easynvest, recomendo ambos pra renda fixa (por enquanto). Também tou querendo pedir transferência de toda minha custódia de renda fixa no BB pra outro buraco qualquer, mas ainda sequer descobri como. O hotsite dos caras nem fala na possibilidade.

      5+
      • avatar
      • avatar
      • Crocs 29 de janeiro de 2016 at 16:45

        Bruna, eu fiz isso! Basicamente vc terá que sacar tudo que tem em renda fixa no BB e reaplicar no novo banco/corretora. Dá trabalho, mas é assim que funciona! Se vc possuir ações e títulos públicos no BB, basta usar procedimento específico e transferir a custódia para outra instituição.

        4+
        • avatar
        • avatar
      • Avestruz que te seduz 29 de janeiro de 2016 at 18:52

        Estava nessa também e esse mês tirei meu dinheiro do banco da banânia.
        Já estava namorando a Sofisa faz tempo, mas achei taxas melhores na Daycoval e fui pra lá. Processo de abertura de conta toda online e rápida, fiz a transferencia e aplicação em LCI no mesmo dia.

        6+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • edson 29 de janeiro de 2016 at 17:00

    Os bancos com rating BBB- para cima ,já estão pagando menos % , eles vão na cola dos grandes, que cada vez mais estão abaixando as taxas de rendimento. No intermedium estavam pagando numa lci de 180 dias 96%, agora só pagam 92%.

    5+
    • avatar
    • avatar
  • Julio 29 de janeiro de 2016 at 18:09

    E tem trabalhador que considera o FGTS uma boa coisa. Mal sabe que trabalha para sustentar uma máquina corrupta.

    Se o empregador pagasse esses 8% direto na folha ou depositado numa conta poupança à parte, o país economizaria bilhões com a burocracia que administra o fundo, contadores, guias, sistemas bancários, fraudes. Além disso o trabalhador teria o dinheiro na mão para gastar e girar a economia, ou numa poupança com juros menos ruins.

    Isso que nem falamos em PIS, COFINS, INSS …

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • DRN 29 de janeiro de 2016 at 18:18

      A premissa do governo é de que o povo é BURRO e não sabe administrar o próprio dinheiro.

      Por isso, mete a mão na grana, corrige abaixo da inflação e soca o dinheiro nos amigos do rei em troca de EXCELENTES PIXULECOS.

      Ô, cumpanheiro, vc quer acabar com essa mamata??? Daqui a pouco vai propor acabar com CU-Ts, FORÇAS Sindicais, sindicatos em geral.

      Que que isso, cumpanheiro.

      Avante a revolução. Viva CHE-quer-vara.

      19+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • My name is James Bond 29 de janeiro de 2016 at 21:21

        Há séculos somos este país medíocre. O negocio e fazer igual o governo, explorar os 666 pois é isso que eles merecem. Larguei de mão.

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Julio 30 de janeiro de 2016 at 07:43

        Exatamente. Para o governo o trabalhador brasileiro é uma criancinha irresponsável e inconsequente, que não é capaz de guardar dinheiro nem usar um EPI (equipamento de proteção).

        4+
        • avatar
  • DRN 29 de janeiro de 2016 at 18:21

    Galera, o Pedra Preta executou minha ordem de cambio SEM COBRAR 25% de IR!!!

    Cobraram 4,24 cada doleta e 100 barbooosas de taxa, mais o IOF de 0,38%;.

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • selvagem 29 de janeiro de 2016 at 18:23

    CVR – meu dia de insider

    Aqui no meu trabalho tem um colega que foi cotista da Bancoop.

    Ele comprou um apartamento na vila mariana. Deu problema, como todos os outros. A construção foi concluída pela Tarjab. Me contou todo o drama que passou, inclusive de reuniões tensas que teve com cotistas e com o Vaccari. Disse o que todo mundo ja sabia, que eles lavavam dinheiro pesado para o PT. Que o imovel dele so foi transferido para a tarjab pq tinha muito petista no predio. Que para sair da bancooop e passar para a tarjab, cada cotista teve que pagar na epoca 90mil e mais uma taxa para se desligar da bancoop. Disse que mesmo depois de tudo ainda teve lucro com a venda do apartamento anos depois (2014). Que só no prédio dele o PT foram desviados cerca de 800.000,00

    Perguntei a ele sobre a fala do advogado do Lula ontem no JN

    Me respondeu que o advogado mentiu na cara dura. Quem compra cota na Bancoop compra um imóvel, com numero definido. Não é como um consorcio com carta de credito. Todo mundo sabe

    O advogado tambem mentiu sobre a possibilidade de ficar aguardando o desdobramento do caso. No caso dele, ou pedia o dinheiro de volta (pagos em 36 meses com perda de uma multa ou transferia para a nova construtora).;

    24+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Final Countdown 29 de janeiro de 2016 at 18:27

      o molusco já era. uma hora pegariam ele, como fizeram com Al Capone.

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Money_Addicted 29 de janeiro de 2016 at 18:52

        sera? tomara q sim, mas eu soh acredito vendo

        13+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • DRN 29 de janeiro de 2016 at 18:48

      PUC, segunda opção.

      4+
      • avatar
    • Alemon Fritz 30 de janeiro de 2016 at 16:26

      foi o que saiu na imprensa hoje, a gente ve primeiro aqui

      1+
  • Final Countdown 29 de janeiro de 2016 at 19:35

    ATENÇÃO BOLHISTAS
    Sobre ZIKA, meu relato:

    Faço esse post em resposta à Gibbs, que leu um artigo da Nature.

    Há 4-5 anos quando todos, o gobierno , o povo, a Economist, festejavam a Banânia, encontrei aqui um espaço que concordava com as minhas opiniões.Opiniões de quem viu um crise de crédito de perto. Agradeço, e já o fiz várias vezes, pois o blog salvou a vida financeira de minha família. Agora sinto-me na obrigação de relatar o que tenho visto, mesmo expondo minha identidade.

    Vi 4 casos de infecção fetal por ZIKA, confirmados por exames específicos para zika realizados no pré-natal e no bebê, após o parto. Logo não sou nenhum curioso, sou testemunha. por isso retribuo como posso aos bolhistas.

    A microcefalia da ZIKA é MUITO pior que a microcefalia tradicional. É catastrófica, destrutiva, impiedosa, indescritível…
    Os bebês se recuperarão??? a estimulação funcionará??? Duvido MUITO. São vegetativos e irritados. Ninguém sabe se sentem dores pela infecção cerebral. O resto é balela do Estado, bomba de fumaça pra distrair os leigos.

    A incidência cairá??? CLARO!!! o método de notificação é SOMENTE a medida da cabeça do bebê. Método tão eficiente como as decisões econômicas do gobierno. Logo, o número de casos confirmados será menor. MAS quantos são os infectados??? ninguém sabe ainda e não dá pra confiar em estatísticas da Saúde Bananenese. Será um alívio?? NÃO, a infecção é uma tragédia, mesmo que seja uma só. Serão poucos??? NÃO MESMO, se eu ja vi 4 é porque JÁ É uma catástrofe. E não discutam o método diagnóstico, o grupo não é de amadores nem de acadêmicos bananenses de 5ª categoria.

    Pode ser pior do que parece??? Pode, a maioria das mulheres não sabem se estão contaminadas pelo ZIKA e não saberão se forem contaminadas durante a gestação (80% são sem sintomas) Logo, ainda não se sabe daquelas que foram infectadas no meio da gestação, se outras malformações se mostrarão. as vezes poderão surgir infecções mais brandas, mas não menos nocivas e trágicas para as famílias…

    Em relação às informações do estado e das publicações internacionais: cuidado, há muitos vieses nesses papers. A OMS e a OPAS são órgãos corruptos e vermelhos, não confiem em quem anda de braços dados com o gobiernos latino-americanos.
    Mas o paper é da Nature!!!! Dá pra confiar!!! Lembrem que o cristo redentor decolando era da Economist…. e que os órgãos que o publicaram exportam trabalho escravo cubano.
    o único confiável é esse:
    Zika virus intrauterine infection causes fetal brain abnormality and microcephaly: tip of the iceberg?
    “http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/uog.15831/abstract
    a maioria dos autores são brasileiros, sem DEPENDÊNCIA DO ESTADO, gente MUITO competente, acreditem.

    O que recomendo? Se A bolhista estiver planejando um bolhistinha e tiver idade reprodutiva avançada (mais de 35 anos, por exemplo ) não tem saída senão Guarulhos e Galeão ou procure um especialista em infertilidade para ter idéia de alternativas. Se tiver menos, capitalize-se e espere os resultados da nova tragédia desse gobierno.

    Espero, de coração, que os confrades não sejam testemunhas de algum caso.

    Anticoncepção vigorosa, viu BOSS??

    47+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Mephistopheles 29 de janeiro de 2016 at 19:53

      Isso é uma tragédia para o futuro, Final.
      População sem recursos, às voltas com filhos que demandarão cuidados, causarão estresse emocional (por mais que sejam amados) e não terão condições de melhorar de vida.

      10+
      • avatar
      • avatar
    • Mephistopheles 29 de janeiro de 2016 at 19:59

      Qual é o risco para crianças pequenas e pré-adolescentes?
      Ninguém divulga, mas o Aedes Aegypta dá seus vôos pela região de Alphaville/SP.

      3+
      • avatar
      • Final Countdown 29 de janeiro de 2016 at 20:06

        ninguém sabe

        2+
        • avatar
        • Mephistopheles 29 de janeiro de 2016 at 20:11

          Guillain–Barré Syndrome (GBS) ?

          2+
          • avatar
        • Mephistopheles 29 de janeiro de 2016 at 20:13

          Medo… Temo por meus filhos.

          2+
          • avatar
    • Dgvl 29 de janeiro de 2016 at 20:16

      País definhando!!!!

      4+
      • avatar
      • avatar
      • Mephistopheles 29 de janeiro de 2016 at 20:22

        Parece um pouco com a Argentina de até pouco tempo e a Venezuela… As coisas vão degringolando, degringolando, mas o povo vai levando como se nada acontecesse…

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Alemon Fritz 29 de janeiro de 2016 at 21:34

      se apenas 20% das mulheres não tiverem filhos= serão 330.000 crianças a menos na população já no ano que vem… (com base na projeção de crescimento de 2017: + 1.660.000, ibge).
      -http://www.ibge.gov.br/apps/populacao/projecao/

      5+
      • avatar
      • avatar
    • CarlosL 29 de janeiro de 2016 at 22:04

      O fato na minha opiniao eh:

      -A situação ja esta caótica com epidemia mesmo
      -Ninguém, NINGUÉM sabe exatamente as formas que esse virus se transmite tampouco o que mais ele pode aprontar no organismo feminino e masculino inclusive alem do que vem sendo divulgado….

      7+
      • avatar
      • avatar
      • Manco_SP 30 de janeiro de 2016 at 11:14

        e tem outra, teve ministro falando que ia torcer para as mulheres pegarem zika antes da gravidez, mas se o vírus se instala no líquido aminiótico (não tenho certeza se é esse o nome), ele não pode se manter lá mesmo com as mulheres que já foram infectadas e portanto imunes?

        3+
        • avatar
        • avatar
      • Ilusionista 30 de janeiro de 2016 at 16:23

        depois das Olimpíadas também é totalmente incerto o resultado do que deve acontecer daqui uns anos quando esportistas, turistas e jornalistas vindos de todos os cantos, se forem infectados, irão disseminar o vírus pelo planeta inteiro quando retornarem aos seus países de origem.

        3+
        • avatar
        • avatar
  • Mephistopheles 29 de janeiro de 2016 at 19:50

    “http://viagem.uol.com.br/noticias/2016/01/29/saiba-como-o-novo-imposto-de-25-sobre-o-turismo-afeta-sua-viagem.htm”
    Achei interessante.

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Final Countdown 29 de janeiro de 2016 at 19:58

      grato, esclarecedor

      2+
      • avatar
    • CarlosL 29 de janeiro de 2016 at 22:34

      Legal, esclareceu e praticamente afirmou o encerramento de 60% das agencias de viagens ate Agosto ainda deste ano…… Vai ter muita gente que tem inglês bom oferecendo um serviço parecido com o que agencias fazem para o pessoal que quer viajar mas não tem todo manejo e knowhow para fazer as reservas e agendamentos em sites internacionais

      5+
      • avatar
      • avatar
  • BOLHA JOKER 29 de janeiro de 2016 at 20:38

    Salve galera! ultimamente to so lendo as noticias, em relação a CEF poupança sangrando, to vendo muita gente comprando imóvel, carro, brasileiro e tudo loko! LCI na CEF agora somente acima de 100k, pro-cotista imóvel usado sem dotação orcamentaria. E isso ai!

    4+
    • avatar
    • avatar
  • BOLHA JOKER 29 de janeiro de 2016 at 21:34

    Casos da vida de um bancário, começo do ano cliente tirou um milhão de poupança para aplicar na Petrobras, cliente antigo anos e anos com dinheiro na poupança, ou seja um cliente com perfil conservador influenciado por amigos e familiares entrou no mercado de ações devido a ter efetuado alguns day trade com sucesso e agora recebeu o pequeno toque do motumbo, alem de zoar nossa meta de poupança! Nunca coloque todos ovos nas mesmas galinhas já dizia os sábios!

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • MrQuim 30 de janeiro de 2016 at 00:12

      ALL IN em 6,60 +/-? já perdeu uns 30% então. começou bem 🙂

      5+
      • avatar
      • avatar
  • CarlosL 29 de janeiro de 2016 at 22:20

    *Duvida:

    Aquele dia que o IPCA 35 bateu 7,79 nao resisti e abracei 3995,00 nele…. Nunca tinha investido nesse tipo de titulo

    Pois bem:
    Hoje 7 dias depois , fui dar uma olhada em como ele estava e para minha supresa ja subiu para 4.080,00, ou seja, quase 100,00 !
    Agora a duvida: IPCA eh assim mesmo? Me surpreendeu muito a quantidade que subiu porque não apliquei muito…

    4+
    • avatar
    • RecebendoJuros 29 de janeiro de 2016 at 22:38

      O Tesouro IPCA é assim mesmo. Flutua bastante de acordo com a variação da expectativa de juros futuros. Se vc comprou títulos que pagam IPCA + 7,79% e o tesouro passou a pagar menos juros, seus títulos valorizarão. Se o tesouro passar a pagar juros maiores, seus títulos perderão valor.
      Sugiro uma leitura atenta ao seguinte blog:
      ‘http://www.clubedospoupadores.com/tesouro-direto/como-investir-tesouro-ipca.html
      Em especial ao tópico “NTN-B e Riscos dos juros”

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CarlosL 29 de janeiro de 2016 at 22:41

        Boaaa, faz sentido porque o pessoal aqui tava comentando que estava muito perto da maxima…

        4+
        • avatar
  • MrQuim 29 de janeiro de 2016 at 23:39

    impossivel nao lembrar aqui dos bolhistas 🙂
    =https://twitter.com/iahgos/status/692516764526198785

    1+
    • avatar
  • carioca_real 29 de janeiro de 2016 at 23:49

    Galera,
    Como o acesso ao Blog é autenticado, não precisa mais colocar ‘ ou ” antes dos links. A moderação do Boss é pelo conteúdo, não pelo fato de ter link.
    E mais uma vez, essa nova política do site trouxe de volta a qualidade do conteúdo.
    Valeu Boss.

    12+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • carioca_real 30 de janeiro de 2016 at 00:19

    Fui lá ver o Pateta.

    4+
    • avatar
    • avatar
    • Azufre 30 de janeiro de 2016 at 06:31

      Eu vejo no site do Banco Central

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Julio 30 de janeiro de 2016 at 07:48

    Consequências da Petebras, antiga Petrobras

    1 – Prefeituras estão com dificuldades até para tapar buracos nas ruas, pois a Petrobras, por problemas internos em Araucária, não consegue produzir massa asfáltica.

    2 – CVR – cartaz numa farmácia pertencente a uma grande rede informava que a venda para “clientes Petrobras” está suspensa. Ao perguntar o motivo, atendente achava que era por falta de pagamento.

    3 – Eike Batista provou ser um gênio ao prever que as ações da EBX teriam o mesmo valor que as ações da Petrobras.

    26+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 30 de janeiro de 2016 at 09:32


    Apesar de estar mais otimista com o real, o banco ainda mantém a sugestão de que clientes permaneçam “vendidos” na moeda brasileira porque a guinada não deve acontecer no primeiro semestre. Ou seja, a casa recomenda ficar longe dos ativos em moeda brasileira. Por enquanto, a recomendação é preferir ativos no México. “Ainda há riscos no Brasil que não estão completamente refletidos no preço do real”, cita o relatório, ao mencionar que, até que a guinada aconteça, o real seguirá os fundamentos da economia.”

    “http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2016/01/30/internas_economia,729858/morgan-stanley-ve-recuperacao-do-real.shtml”

    3+
    • avatar
  • Cajuzinha 30 de janeiro de 2016 at 09:37

    “Conselho Monetário Nacional (CMN) como os recursos para o financiamento imobiliário serão utilizados. Caso fossem investidos no Minha casa, minha vida, programa de subsídio à moradia s de baixa renda, seriam suficientes para pôr no mercado cerca de 70 mil unidades no valor de R$ 130 mil. Neste ano, a expectativa é de que em todo o Brasil sejam construídas perto de 200 mil unidades nesta faixa de preço, o que consumirá cerca de R$ 26 bilhões.

    “É possível que se o recurso for utilizado para o financiamento de imóveis atenda à faixa entre R$ 250 mil e R$ 750 mil”, diz Geraldo Linhares Junior,vice-presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil de Minas Gerais (Sinduscon-MG).”

    “http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2016/01/30/internas_economia,729808/sob-criticas-uso-do-fgts-sera-questionado-na-justica.shtml”

    3+
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 30 de janeiro de 2016 at 09:43

    ” Rodrigo Melo, economista-chefe do Icatu Vanguarda, prevê que a Formação Bruta de Capital Fixo deverá regredir perto de 13% neste ano e será determinante para uma queda de 4% do PIB em 2016. Ele estima que o crescimento trimestral só virá entre janeiro e março de 2017, com expansão de 0,3%, na margem.”

    3+
    • avatar
  • Alemon Fritz 30 de janeiro de 2016 at 10:39

    Samy
    Injeção de crédito na economia deixa o trabalhador mais vulnerável

    -http://g1.globo.com/economia/blog/samy-dana/post/injecao-de-credito-na-economia-deixa-o-trabalhador-mais-vulneravel.html

    5+
    • avatar
    • avatar
  • Alemon Fritz 30 de janeiro de 2016 at 11:16

    Descontos tentam tirar setor imobiliário da crise

    Segundo os dados da Ademi, o número de unidades ofertadas no mercado baiano, Salvador, Camaçari, Lauro de Freitas e Feira de Santana é de 7.728 imóveis, sendo que cerca de 20 % estão prontos para a venda (!!!!!!).

    Em Salvador a oferta é de 5.351 imóveis, sendo 25% prontos para morar(!!!!!). De janeiro a novembro foram vendidos 6.324 imóveis, em todo o Estado, dos quais 3.212 em Salvador. (estoque para quase 2 anos)…

    https://www.tribunadabahia.com.br/2016/01/26/descontos-tentam-tirar-setor-imobiliario-da-crise

    se entrar novo credito… vai 80% pra “ainda na planta”

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Mente do Mal 30 de janeiro de 2016 at 12:22

    Agora vai…

    “http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2016/01/1734995-em-visita-ao-brasil-chanceler-da-venezuela-pede-ajuda-para-economia.shtml”

    “Segundo a ministra, Maduro anunciará, nos próximos dias, medidas econômicas que, somadas ao apoio dos países aliados, transformarão a Venezuela numa “potência.””

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Mente do Mal 30 de janeiro de 2016 at 12:24

      Pode ser apenas uma piada de mau gosto, mas o problema é que o governo realmente pode querer injetar dinheiro na vuvuzela.

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • W.K. 30 de janeiro de 2016 at 22:53

      Potência? Potência? Potência e Venezuela na mesma frase?

      HUAHUHAUHUAHUHUAHAHUUAHUAHUAHUA!

      O mais divertido foi que os repórteres não puderam fazer perguntas a cucaracha para evitar constrangimentos…

      4+
      • avatar
      • avatar
  • edson 30 de janeiro de 2016 at 12:26

    Como queria ver isso acontecendo por aqui.
    “http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2016/01/30/milhares-protestam-na-argentina-contra-demissoes-macicas-do-estado.htm”

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Final Countdown 30 de janeiro de 2016 at 13:36

      pois tenho dito
      só no Hell são 100.000 cargos comissionados
      um exército que irá às ruas quando tomarem um pé na bunda
      vai parar o Hell

      16+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • OdeioTijolos 30 de janeiro de 2016 at 16:25

        Caramba, praticamente uma cidade ou 2 do interior só de vagabundos, sangue sigas, larápios da seita do Treze com Firma. Imagiana como iria aliviar a Economia com a demissão desses inúteis.

        15+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • OdeioTijolos 30 de janeiro de 2016 at 16:19

      Aqui na banania são centenas de milhares, recebendo sem produzir nada , cargos de confiança entre outros. Macri esta colocando ordem na casa, lde maneira rapida e eficiente logo a Argentina volta a ser uma potencia que era antes de 100 anos de esquerdismo crônico.

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • W.K. 30 de janeiro de 2016 at 18:56

        Mais de 600.000 CC’s no Brasil? Não, não vai…

        5+
        • avatar
    • Palmeirense Bolhudo 31 de janeiro de 2016 at 13:05

      Infelizmente esse governo 13 não vai fazer isso, a vizinha Argentina parece que esta no caminho e vai comecar a sair do buraco

      3+
  • OdeioTijolos 30 de janeiro de 2016 at 16:12

    PQP estão anabolizando a crise. E ainda conseguiram criar IR para turismo. Prevejo algumas agências de turismo fechando.

    9+
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 30 de janeiro de 2016 at 16:30


    Em nota enviada, a Caixa, que é responsável por 70% do mercado de financiamento imobiliário no País, informou que o Ministério das Cidades aplicou a totalidade do recurso disponível para contratação nessa linha de financiamento e que foi feito o pedido de suplementação e aguarda autorização. A Caixa afirmou ainda que todas as operações já aprovadas estão sendo honradas. Procurado pela reportagem do CORREIO de Uberlândia, o Ministério das Cidades não respondeu até o fechamento dessa edição.

    A suspensão não era esperada pelo mercado, mas vai afetar os negócios no mercado da construção. O presidente do Sindicato da Indústria de Construção Civil do Triangulo Mineiro e Alto Paranaíba (Sinduscon-TAP), Panayotes Tsatsakis, disse que essa contenção de crédito vai afetar boa parte das vendas dentro do maior grupo de imóveis hoje disponíveis, cujos valores ficam entre R$ 140 mil e R$ 250 mil. “Ainda não dá para mensurar a queda nas vendas, mas é uma notícia ruim para um ano em que necessitaríamos vender para recuperar o ano de 2015.”

    A reportagem do CORREIO consultou três corretores que informaram que a suspensão da linha de financiamento vai afetar, principalmente, compradores do segundo imóvel, sejam eles de classe baixa ou média.”


    Crédito aplicado em 2015 foi 23% menor

    A restrição de crédito dos bancos fez com que a regional de Uberlândia da Caixa Econômica Federal aplicasse 22,8% menos recursos em 2015 no setor imobiliário. Isso significou 1.684 contratos a menos no último ano.

    De acordo com dados do banco, em 2014, foram aplicados R$ 916,7 milhões no crédito imobiliário, incluídos os subsídios concedidos, em um total de 6.280 unidades habitacionais. No ano passado, a aplicação foi de R$ 707,4 milhões em 4.596 unidades habitacionais.”

    “http://www.correiodeuberlandia.com.br/cidade-e-regiao/caixa-suspende-financiamento-para-imovel-de-ate-r-400-mil/”

    5+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 30 de janeiro de 2016 at 17:02

      em 2014 cada unidade saiu a 146k.
      em 2015 saiu a 154k cada uma… e 1685 imóveis a menos.

      3+
      • avatar
    • CA 30 de janeiro de 2016 at 17:03

      Cajuzinha,

      Esta linha pró-cotista teve uma verba extra do FGTS de R$ 10 bilhões em 2015. Por que não foi suficiente? Porque tivemos uma captação liquida negativa de mais de R$ 50 bilhões na poupança, com isto, a falta de verba do SBPE (Poupança) forçou muito mais clientes a procurarem a opção pró-cotista, que por sinal é até mais barata que o SBPE quanto a juros e por isto ele já acabou.

      No pacote do Governo que é título deste tópico, falam sobre mais R$ 10 bilhões do FGTS, mas não no pró-cotista e sim vinculados a CRI e com
      limite de valor de imóvel de R$ 235 mil. Em 2016 a escassez de verba para o crédito imobiliário promete ser ainda pior do que em 2015, só até o dia 25/jan a captação liquida da poupança está negativa em R$ 11 bilhões, com isto, como já disse acima, estes R$ 10 bilhões repetidos em 2016 sequer cobrem o buraco de janeiro.

      O que fica claro, é a eterna tentativa do Governo de fazer uma “explosão controlada” de nossa bolha imobiliária: oferecendo limites financiáveis cada vez menores para os imóveis, o Governo tenta liberar o maior volume possível de crédito imobiliário em unidades, privilegiando os imóveis mais baratos e a grande parte de seus eleitores.

      Ficam de fora, 80% dos imóveis anunciados que estão acima do limite de financiamento e que não tem mais a opção do crédito imobiliário barato, mas estes, além de na maioria das vezes não serem eleitores do PT, na visão do Governo podem reduzir seus preços sem grande “impacto social”. Ledo engano, do mesmo jeito que tivemos “efeito em cascata” quando o Governo aumentava limites e dava subsídios para o MCMV se refletindo nos imóveis mais caros, agora teremos o efeito contrário, com a queda de preços dos imóveis mais caros forçando a redução de preços dos mais baratos, em especial quando até a verba de crédito dos imóveis mais baratos se tornar exígua, combinada com a intensificação da crise e cada vez menos famílias de baixa renda aptas a adquirirem este crédito.

      Sobre esta tentativa de explosão controlada da bolha imobiliária, vale a pena lembrar a analogia e complementar em função dos acontecimentos recentes, para dar uma dimensão melhor do grau de dificuldade:

      O Governo está em frente a uma bomba para tentar desarma-la, faltam 10 segundos para explodir, a bomba tem 20 fios de cores diferentes, só 1 deles pode ser cortado para desarmar a bomba, nos casos destes fios, temos ainda variações sutis da mesma cor. O Governo tem em mãos um Walkie Talkie da Barbie, sendo que do outro lado, passando instruções, tem um “economista da Unicamp” (sic). O Walkie Talkie da Barbie está no limite de seu alcance, o som sai com muito chiado e falha com frequência, o Governo tem sérios problemas de audição e está sem o seu aparelho auditivo, o “economista da Unicamp” (sic) tenta pedir ao Governo para cortar o fio vermelho, como uma medida heterodoxa (também conhecida como “chute”), no entanto, a ligação está muito falha e difícil de ouvir e além disto, o Governo é cego…

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Pao de queijo com cafe 31 de janeiro de 2016 at 11:42

        CA, só uma coisa me deixa intrigado nisso.

        “com a queda de preços dos imóveis mais caros forçando a redução de preços dos mais baratos, em especial quando até a verba de crédito dos imóveis mais baratos se tornar exígua, combinada com a intensificação da crise e cada vez menos famílias de baixa renda aptas a adquirirem este crédito.”

        Como você acredita que a queda nos estratos superiores influenciará os estratos inferiores? Sendo que eles estão “travados” pelos tais pisos estabelecidos pelo próprio governo, os quais foram subindo junto (ou fazendo subir, ou os dois) com a bolha toda?

        Abraços e parabéns pelas análises…

        1+
        • CA 31 de janeiro de 2016 at 21:07

          PdQ,

          O limite do Minha Casa Minha Vida desde outubro/2015 passou a ser de R$ 225.000,00 para região metropolitana de São Paulo, o que inclui a cidade de Jundiaí. Normalmente o que as construtoras fazem com o Minha Casa Minha Vida é construir o menor imóvel possível (50 M2 ou menos), em bairros que não são nobres e colocar alguma infraestrutura de lazer para atrair os clientes. Nestas condições, o preço por M2 acaba saindo em torno de R$ 4500 (R$ 225 mil dividido por 50 M2 = R$ 4.500).

          Observe os exemplos abaixo, que são de Jundiaí (que faz parte da região metropolitana de SP), são apenas AMOSTRAS, mas todos eles estão abaixo deste limite quanto ao preço por M2 e coloquei ainda como tamanho mínimo 75 M2 e no máximo R$ 200 mil de preço total:

          Link: http://imoveis.trovit.com.br/index.php/cod.search_homes/type.1/what_d.Apartamento%20jundia%C3%AD/orderby.relevance/price.-200000/area.75-/city.jundia%C3%AD/

          Lembrando que acima são os preços ANUNCIADOS…

          Agora, a última pesquisa publicada do CRECI SP referente ao mês de novembro de 2015, com base em vendas REALIZADAS de imóveis usados em São Paulo e informações recebidas de imobiliárias que intermediaram as vendas:

          Link: http://www.crecisp.gov.br/arquivos/pesquisas/capital/2015/pesquisa_capital_novembro_2015.pdf

          Consulte a página 14 do link acima, que tem valores relacionados a casas e observe:

          Casas acima de 15 anos com padrão LUXO (superior a padrão MÉDIO) na zona “D” e com preço médio do M2 inferior a R$ 4.000.

          Casas acima de 15 anos com padrão MÉDIO (superior a padrão SIMPLES). Nas zonas “C”, “D” e “E”, com preço médio do M2 saindo de um mínimo inferior a R$ 2.200 até um máximo que é menos de R$ 2.800. Mesmo na zona “B” o preço do M2 ficou em R$ 4.270,00, perfeitamente compatível com o preço do MCMV e em bairros onde será mais difícil de encontrar MCMV.

          Um pouco mais abaixo, você encontrará imóveis de padrão SIMPLES com preço por M2 de R$ 1.421,57, também acima de 15 anos, na região “E”.

          Na página seguinte, você encontrará apartamentos com mais de 15 anos padrão MÉDIO na zona “E” com preço por M2 de R$ 2604 e na zona “D” por R$ 4427.

          As “justificativas” para imóveis acima estarem abaixo dos preços do MCMV e não seguirem a “lógica” de que o MCMV é o “piso”, pode até ter relação com o fato de que estes imóveis não tem a mesma infraestrutura de lazer que o MCMV oferece (embora para apartamentos, muitos com mais de 15 anos já tinham esta infraestrutura) e ainda, são imóveis muito mais antigos. Na prática, reduziram demais de preço destes porque agora só pode financiar 50% do preço do imóvel usado, muitas vezes as metragens são maiores para estes imóveis mais antigos tendo portanto um preço total “salgado”, a crise está apertando, temos mega oferta, etc. e com tudo isto fica dificílimo de achar comprador habilitado.

          O que acontecerá com a intensificação da queda dos preços, que se dará pela escassez cada vez maior de crédito imobiliário, que ficará cada vez mais caro, agravamento da crise e da distorção entre oferta e procura, dentre tantos fatores que influenciarão esta redução de preços? Aqueles imóveis entre 8 e 15 anos padrão MÉDIO e SIMPLES, tanto casas como apartamentos, passarão a se enquadrar nestas faixas de preços menores. A justificativa “psicológica” poderá ser que além deles serem mais antigos do que os MCMV que estão lançando agora, mesmo que possuam a mesma infraestrutura ou até superior, não tem a mesma facilidade de financiamento, juros, etc.

          Depois o que consta acima irá se replicar para imóveis com menos de 7 anos. Se ainda for aplicável nesta época (se ainda existir o MCMV), inventarão outro conjunto de desculpas, ou a crise e o nível de explosão da bolha estará tão evidente, que nem serão mais necessárias as desculpas para justificar a queda dos preços.

          Os imóveis usados concorrem com os novos, logo os efeitos acima se refletirão nos novos também e claro, sempre estarão buscando alguma desculpa para “justificar”, na pior das hipóteses, usarão a questão do financiamento com juros menor do MCMV para dizer que é por isto que no total este sai mais caro, que apesar de mais caro, é mais “acessível”, com parcelinhas menores e mais subsídios.

          Colocando de outra forma, o que vai acontecer, é que as justificativas irão se ajustar ao longo do tempo, como o próprio discurso do segmento imobiliário sempre se ajustou (preço vai crescer 30% ao ano, vai crescer menos que 30%, mas acima da inflação, vai só recompor a inflação, vai crescer menos que a inflação, vamos ter queda nominal, mas pequena, etc., etc., etc…). O piso é “psicológico” e funciona melhor quanto mais euforia existir, como estamos em época de depressão, o piso vai ser cada vez mais “esquecido”, ou ainda, com justificativas psicológicas para não seguir o “piso” que serão cada vez mais pobres, até que deixem de existir. O MCMV tende a ser “enxugado” nos próximos anos e com isto perderá mais relevância quanto a seu papel “psicológico”. Pisos “psicológicos” são como os da BOVESPA, do US$, da Petrobrás, existem só como uma referência, mas certo dia as pessoas descobrem o quanto são frágeis e estes dias são sempre no período de depressão. No período de euforia, jamais alguém apostaria nas cotações de BOVESPA, US$ e Petrobrás que vemos hoje, é só você olhar os noticiários do ano de 2010, por exemplo, é exatamente nesta época que estes pisos exercem seu papel de forma efetiva, poderíamos dizer que são pisos especulativos.

          3+
  • Cajuzinha 30 de janeiro de 2016 at 16:45

    Com Certeza!

    “Alexandre Schwartsman e Luiz Gustavo Medina – Call de abertura
    Uma hora o governo terá de subir os juros”

    6+
    • avatar
    • avatar
  • Cesar_DF 30 de janeiro de 2016 at 16:56

    Ren: cerca de 700 milhões de metros quadrados de estoques de imóveis só pode explodir a indigesta bolha chinesa

    ‘pt.coourl.com/article/19173

    5+
    • avatar
  • Cajuzinha 31 de janeiro de 2016 at 00:18

    ““O governo não pode forçar os bancos a emprestarem mais porque eles precisam cumprir as regras de Basileia”, diz Carlos Thadeu de Freitas, economista-chefe da Confederação Nacional do Comércio (CNC) e ex-diretor do BC. “Estamos vivendo um ciclo negativo de crédito e a inadimplência tende a aumentar mais, o que vai exigir ainda mais provisões.”

    De acordo com Freitas, outra opção é o BC permitir que os bancos usem parte do dinheiro que são obrigados a deixar na instituição em linhas para renegociação de dívidas. Com isso, as instituições poderiam se livrar de dívidas ruins, alongando prazos, e não precisariam de mais provisões, dando fôlego ao capital. “A dosagem de capital seria melhor”, afirmou.

    Para outro executivo, uma forma de fazer volume de crédito um pouco acima do projetado sem esbarrar no problema de capital já neste ano seria reduzir o pagamento de dividendos dessas instituições ao Tesouro. Em 2015, os bancos praticamente assumiram sozinhos as receitas com dividendos para o Tesouro, já que Petrobrás e Eletrobrás não pagaram nada. Juntos, BB, BNDES e Caixa foram responsáveis por R$ 11,4 bilhões dos R$ 12 bilhões arrecadados.”

    “http://m.economia.estadao.com.br/noticias/geral,capital-limitado-restringe-novosfinanciamentos,10000014175”

    7+
    • avatar
  • Cajuzinha 31 de janeiro de 2016 at 00:23

    “Ele diz que houve fechamento de hotéis em cidades como Belo Horizonte e Salvador após a expansão da oferta para a Copa do Mundo de 2014.

    A ocupação dos hotéis cariocas recuou de 79,08% em 2011 para 72,40% em 2014, de acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio (ABIH-RJ). Os números de 2015 não estão fechados. Em novembro, a ocupação ficou em 67%, contra 78% em igual mês de 2014. Ainda que se considere o efeito do aumento da oferta, o total de hóspedes encolheu no período, caindo de 966,9 mil para 834 mil.”

    “http://m.oglobo.globo.com/economia/negocios/hotelaria-carioca-se-prepara-para-desafio-pos-olimpico-18578715”

    5+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 31 de janeiro de 2016 at 14:32

    “O mercado imobiliário já não é mais o mesmo. Com a super valorização dos imóveis há alguns anos e a baixa no setor no ano passado, casas de alto valor estão “encalhadas”. Especialistas afirmam que proprietários desses imóveis dificilmente negociam o preço, que pode passar dos R$ 3 milhões na venda.

    Este é o caso de um imóvel localizado na rua Euclides da Cunha, uma das ruas mais caras de Campo Grande. O proprietário pede R$ 3,7 milhões na venda da casa, mas a placa não sai de lá há dois anos.”

    “http://www.campograndenews.com.br/economia/com-mercado-imobiliario-em-baixa-casas-de-luxo-ficam-anos-encalhadas”

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 31 de janeiro de 2016 at 14:35

      Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      “Realmente vale”

      Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


      De acordo com Serra, tem casa que vale R$ 2,2 milhões na Chácara Cachoeira que o proprietário vende por R$ 1,6 milhão e que está há mais de dois anos a venda. “Neste caso, o dono do imóvel já baixou três vezes o preço e ainda não vendeu e a casa realmente vale mais de R$ 2 milhões”, conta.”

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Lawkovyst 31 de janeiro de 2016 at 14:37

    Hoje ao ver um papel deixado no caixa eletrônico , estava lá: Saque no cartão de crédito R$150,00 com juros de 16,99%. Chora!!!

    8+
    • avatar
    • MrQuim 31 de janeiro de 2016 at 19:51

      e geralmente tem uma tarifa de saque tb, uns 5 reais hehe

      1+
      • avatar
    • MrQuim 31 de janeiro de 2016 at 19:53

      No BB vc pode transferir o limite do cartao pro cheque especial, ou pagar contas no cartao. nos dois casos, a facada é menor. claro que o bnn medio nao sabe disso.

      2+
      • avatar
      • avatar
  • Abutre v. 2.0 - Agora mais opressor!!! 31 de janeiro de 2016 at 16:58

    CVR – O sangue esguicha no Judiciário Federal

    Chega a ser difícil relatar a quantidade de sangue que jorra, o esguicho molha a metros de distância. Vou apresentar aqui apenas alguns casos:

    1 – A maioria dos TRFs, TRTs e TREs mudou o horário de atendimento, em todo o país, apenas para economizar custos com energia. Tem Tribunal que agora funciona só das 7h às 14h, depois disso desliga tudo automaticamente, até elevadores. Quem não sair em tempo do prédio, corre o risco de ficar preso.
    2 – Pessoas nomeadas no fim de 2015/início de 2016 tiveram suas nomeações tornadas sem efeito. O motivo é que no momento da nomeação havia dotação orçamentária, depois veio o corte e o orçamento sumiu, simples assim.
    3 – Demissão de estagiários, menores-aprendizes e terceirizados de limpeza e segurança “a rodo”. Não sei o número, mas algo em torno de 50%!!!
    4 – Alguns tribunais, mesmo com economia de energia, estão cortando o auxílio-saúde dos servidores em 10%.
    5 – Decisão do CNJ determinando a suspensão do pagamento do auxílio-moradia e auxílio-alimentação aos magistrados, pois não há previsão legal, até porque a CF/88 determina que a remuneração seja por subsídio. Se os Tribunais vão acatar essa decisão, não sei, mas isso é fato.
    6 – Um Desembargador falou, em OFF, “preto no branco”: se não aprovarem a CPMF, não haverá dinheiro a partir de agosto. Palavras dele “não sei o que fazer, não quero ser pego de surpresa. Vou cancelar até uma viagem que eu iria fazer, prefiro pagar o que já tenho de compromisso”.

    MEEEEEDOOOOOOOOO!!!!!

    27+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • DRN 31 de janeiro de 2016 at 17:24

      Esses auxílios da magistratura são uma verdadeira farra do boi. 1/3 do que ganham é por fora, sem incidir contribuição previdenciária nem IR. Quem está na primeira instância ganha de 8 a 15 contos, dependendo do tribunal. Desembargadores ganham até mais. Dizem que fazem isso porque não há ajuste inflacionário. Então, eu achava que o primeiro a respeitar as leis tinha de ser o Judiciário, não??? Santa inocência, Batman.

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • DRN 31 de janeiro de 2016 at 17:30

        Essa matéria da Época foi a mais detalhada que vi em décadas.

        -http://epoca.globo.com/tempo/noticia/2015/06/juizes-estaduais-e-promotores-eles-ganham-23-vezes-mais-do-que-voce.html

        9+
    • Ricardo 31 de janeiro de 2016 at 18:10

      – 60 dias de férias mais recesso. Além disso, eles emendam tudo que é feriado. Podem vender 30 dias de férias.
      – Folgam no dia do servidor, dia do advogado, dia da justiça.
      – Auxílio Moradia é um tapa na cara do cidadão. O magistrador/promotor (quem diria, o promotor que é pago para defender as leis também ganha esse auxílio). O Auxílio é pago para todos, independente. Imagine um promotor que tenha casas para alugar. ele ganha esse auxílio.

      Esse país valoriza muito o judiciário. Até um magistrado (acho que é da Suécia) de outro país ficou impressionado com as benesses dos magistrados brasileiros.

      17+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Margarida 31 de janeiro de 2016 at 18:11

        E licença prêmio.

        3+
        • avatar
      • Krusty 1 de fevereiro de 2016 at 01:27

        Aqui em RR o judiciário estadual fez a mesma coisa

        No executivo a governadora Suely cortou 20% do próprio salário e secretários por seis meses, e todo tipo de corte, inclusive concursos

        2+
        • Krusty 1 de fevereiro de 2016 at 01:28

          O Estado de RR deve só de água e luz 300 KK

          e os servidores do judiciário querendo fazer greve por aumento

          2+
    • Polaco 31 de janeiro de 2016 at 20:48

      Saudades da Rosinha nesses posts…

      Mas eu estou aqui…

      ARDAM!

      2+
      • avatar
    • cyberpsi 31 de janeiro de 2016 at 21:57

      E ser chamado para assumir e depois dizerem que foi só uma pegadinha do malandro…
      CVR
      http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/cidade/nomeacao-de-79-juizes-e-suspensa-por-tribunal-1.1366981
      Conheço nego que largou o emprego e vendeu bens antes de receber a cartinha do tchau

      4+
      • avatar
    • Sport87 31 de janeiro de 2016 at 22:38

      Queimem!

      2+
      • avatar
    • Azufre 1 de fevereiro de 2016 at 08:31

      Judiciário, pior poder

      1+
  • L.A. 31 de janeiro de 2016 at 17:50

    Prédio novo, não faz nem um ano que foi entregue, após o temporal de sexta em Porto Alegre?
    “https://pbs.twimg.com/media/CZ_H2ThXEAIwgDw.jpg

    Isso é qualidade de construção??

    7+
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 31 de janeiro de 2016 at 18:21

    “João Borges – Prova dos 9 da CBN
    Não falta dinheiro para emprestar, falta interesse em empréstimos”

    4+
    • avatar
  • Awulll 31 de janeiro de 2016 at 18:26

    CVR

    Cidade do interior do Paraná.
    Caixa econômica é comum não ter dinheiro no caixa.
    Pessoal questiona: “mas se a prefeitura já pagou, se o dinheiro já entrou na conta, porque eu não posso sacar?”

    6+
    • avatar
    • avatar
    • MrQuim 31 de janeiro de 2016 at 19:48

      não rola usar o cartão de debito nas lojas?

      3+
      • avatar
      • Awulll 1 de fevereiro de 2016 at 09:50

        Rola, mas se alguém precisa sacar?
        Pedágio, por exemplo é só em cash pra quem não tem via fácil.
        E é uma cidade do interior, em algumas localidades não tem pagamento em cartão, só em dinheiro.

        0
  • Julio 31 de janeiro de 2016 at 21:52

    Olha só essa: sabendo que no Brasil todo mundo vai se f****, multinacional compra Jontex, Olla e Lovetex por 675 milhos grandes.

    Fonte: http://veja.abril.com.br/blog/mercados/varejistasempresas-de-consumo/hypermarcas-vende-jontex-olla-e-lovetex/

    4+
    • avatar
  • Polaco 31 de janeiro de 2016 at 22:43

    Qualquer semelhança…

    “http://www.zerohedge.com/news/2016-01-31/shining-light-sociopaths-politics

    1+
  • Cajuzinha 1 de fevereiro de 2016 at 06:37

    ” “O quadro para 2016, após 20 meses de recessão, é que o espaço (para conter a inadimplência) se torna mais difícil. Não é improvável que o sistema como um todo apresente inadimplência mais alta”, avaliou o executivo, que falou à imprensa pela primeira vez desde que assumiu o comando do terceiro maior banco privado do País.

    Com a deterioração na qualidade dos ativos, as provisões para devedores duvidosos, as chamadas PDDs, foram reforçadas. O Santander aproveitou créditos tributários não ativados para aumentar seu colchão, enquanto o Bradesco seguiu elevando suas reservas a dois dígitos. Embora defendam patamar adequado de provisionamento, ainda que pesem reflexos da Lava Jato e da desaceleração no País, ambos veem as PDDs crescendo em 2016. Bradesco, inclusive, criou um guidance para esta linha, que deve ficar, segundo o banco, no centro do intervalo de R$ 16,5 bilhões e R$ 18,5 bilhões.

    Diante do maior risco e do baixo apetite de indivíduos e empresas a tomarem novos créditos, os empréstimos devem crescer abaixo de 2015, que já teve a menor taxa de expansão em quase uma década, conforme o Banco Central”

    “http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2016/01/31/internas_economia,730176/bradesco-e-santander-encolhem-carteiras-e-esperam-calotes-maiores.shtml”

    1+
    • avatar
  • Cesar_DF 1 de fevereiro de 2016 at 08:28

    Imóvel com desconto e crise motivam ‘boom’ de pedidos de devolução 41% das vendas tiveram distratos nos 9 primeiros meses de 2015, diz Fitch.

    Nos primeiros nove meses de 2015, as construtoras receberam de volta 41% das unidades vendidas em lançamentos, um total de R$ 4,9 bilhões, apontou um relatório divulgado este mês pela agência Fitch. Em 2014, esse percentual foi de 29% e, em 2013, de 24%.

    O estudo abrange as nova incorporadoras avaliadas pela agência. “Em um cenário em que 35% das unidades vendidas programadas para serem entregues sejam canceladas, os distratos poderiam totalizar R$ 6 bilhões em 2016”, prevê o relatório.

    “http://g1.globo.com/economia/noticia/2016/02/imovel-com-desconto-e-crise-motivam-boom-de-pedidos-de-devolucao.html

    Boss TÓPICO?

    3+
    • avatar
    • avatar