Compradores tentam recuperar dinheiro investido na casa própria – Jornal Hoje

Você pode gostar...

Comments
  • Babuíno 13 de janeiro de 2016 at 11:22

    Tenho visto notícias de queda no setor imobiliário em todos os portais e canais de TV.
    Até meu pai que sempre defendeu “Melhor investimento é em imóvel”, já se convenceu que as coisas se inverteram. Caiu na boca do povo.

    53+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Mn 13 de janeiro de 2016 at 20:02

      Espere o povo assistir o novo filme do christian bale e brad pitt: -http://omelete.uol.com.br/filmes/noticia/the-big-short-brad-pitt-christian-bale-e-ryan-gosling-antecipam-crise-no-primeiro-trailer/

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • henriquekravitz 13 de janeiro de 2016 at 11:28

    Imagine que o pior ainda está por vir! Com 100k faremos excelentes negócios.

    38+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Azufre 13 de janeiro de 2016 at 11:29

    “Quem comprou imóvel na planta a anos atrás”…

    muito provavelmente ignorou o amigo bolhista
    chamou de invejoso
    de fracassado
    disse que imóvel nunca cai
    se achou o próprio Warren Buffet

    111+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • CA 13 de janeiro de 2016 at 11:33

    IMPORTANTE:

    Temos uma grande encenação, isto não acontece desde hoje. Temos relatos de quem comprou na planta entre 2010 e 2012 e no ato da entrega, a partir de 2013, já constatava esta situação, vejam abaixo:

    “http://www.reclameaqui.com.br/6798190/pdg-incorporacoes/xag/
    Trecho do link acima, de 2013: “…e no fim de tudo acompanhar a enchurradas de unidades oferecidas por eles tres anos depois mais barato do que juntando meu fluxo e saldo devedor”

    “http://www.reclameaqui.com.br/4575633/gafisa/imoveis-com-a-gafisa-nunca-mais/
    Trecho do link acima, de 2013: ” …a Gafisa lançou o Mistral com 2 metros quadrados a mais que o nosso e ainda por cima mais barato que o nosso, como é que agora vou vender um ap com 2 metros a menos e ainda por cima mais caro, pode me explicar Gafisa?”

    “http://www.reclameaqui.com.br/6792650/pdg-incorporacoes/pdg-prejudica-os-clientes-investidores/
    Trecho do link acima, de 2013: “…e ficarei no prejuízo devido exclusivamente à ação da empresa que vende abaixo do preço que cobrou 2 anos atrás.”

    “http://www.reclameaqui.com.br/5362312/joao-fortes-engenharia-s-a/distrato/
    Trecho do link acima, de 2013: “Hoje depois de um ano e nove meses precisei vendê-lo, para minha surpresa, os próprios corretores que me venderam não conseguem vender o meu apartamento. Não era um bom negócio?!

    Paguei até hoje entre prestações, intermediárias e entrada um total de R$ 100.533,81. Em extrato consta R$ 82.403,12 por que uma parte do sinal que foi R$ 45.000,00 não consta no extrato, somente em recibo.

    Venho anunciando o apartamento a mais de 6 meses, no começo estava pedindo o valor que paguei, sem levar em consideração a valorização do m². A única oferta que recebi , depois de 6 meses foi de R$ 45.000,00”

    “http://www.reclameaqui.com.br/6948247/alphaville-urbanismo/alphaville-sao-jose-dos-campos/
    Trecho do link acima, de 2013: “O alphaville Sao Jose dos Campos me vendeu lotes por 720,00 o metro. Mas “queima”lotes ate hoje por 650,00 o metro.”

    “http://www.reclameaqui.com.br/5271592/alphaville-urbanismo/descaso-na-rescisao-de-contrato-alphaville-sao-jose-dos-camp/
    Trecho do link acima, de 2013: “…na hora da compra foi prometido uma super valorização do loteamento em dois anos, valorização esta que não aconteceu…”

    “http://www.reclameaqui.com.br/6767862/joao-fortes-engenharia-s-a/distrato/
    Trecho do link acima, de 2013: “Hoje depois de dois anos e quatro meses, quero vende-lo e para minha surpresa, os próprios corretores que me venderam não querem pegar o imóvel pois não conseguem vender o meu apartamento. Não é um bom negócio?! A própria João Fortes lançou um novo empreendimento do mesmo porte que o meu 30% mais barato.”

    “http://www.reclameaqui.com.br/7169577/brookfield-incorporacoes/descaso-total-com-seus-clientes/
    Trecho do link acima, de 2013: “Adquiri em 30/09/2011, 2 unidades no empreendimento Spot Jacarandá, meu investimento seria para venda futura do ágil, porem passados os 3 anos tive uma imensa decepção no que diz respeito a valoração de mercado, o empreendimento desvalorizou, o imóvel que esta saindo para mim por quase 230 mil reais sendo que hoje o mesmo empreendimento no mesmo andar esta saindo por quase 80 mil a menos…”

    “http://www.reclameaqui.com.br/4820490/mrv-engenharia/estou-deixando-o-milionario-mais-rico-dinheiro-indo-para-o-b/
    Trecho do link acima, de 2013: “MRV única construtora do país que vc compra um imóvel por R$ 90 mil, valoriza para R$ 140 mil depois de 3 anos e vc já pagou com o juros uns R$ 160 mil. MRV nunca mais! Maior furada.”

    “http://www.reclameaqui.com.br/4873949/momentum-empreendimentos-imobiliarios-ltda/ninho-verde-ii/
    Trecho do link acima, de 2013: “pois passados quase 20 anos, não houve valorização nenhuma, não consigo vendê-los de jeito nenhum e as taxas de manutenção são caríssimas”

    “http://www.reclameaqui.com.br/6282962/construtora-calper/pos-venda-de-pessima-qualidade/
    Trecho do link acima, de 2013: “Pois bem comprei uma sala no empreendimento A5 e quando tentei vender a sala , descobri que minha sala não havia valorizado nada, na verdade a própria calper estava vendendo salas por um preço muito mais barato.”

    “http://www.reclameaqui.com.br/6695928/pdg-incorporacoes/desorganizacao-e-falta-de-comprometimento-com-o-cliente/
    Trecho do link acima, de 2013: “Promoverem feirões de queima de estoque vendendo unidades á preços com desconto maiores, dificultando á rentabilidade dos investidores, em meu caso, estou tentando vendar á unidade adquirida com prejuízo de 10 á 15 %, sem sucesso.”

    “http://www.reclameaqui.com.br/6228471/even-construtora-e-incorporadora-s-a/nao-compre-imovel-com-a-even-construtora-villagio-nova-carr/
    Trecho do link acima, de 2013: “Preço de Tabela de acordo com a valorização do imóvel R$ 345.500,00
    Atualização de Preço do Imóvel para Revenda segundo Extrato que de Pagtos fornecidos pelo site da Even R$ 324.000,00
    Preço atual praticado por seus corretores em tabela promocional R$ 295.200,00.”

    Detalhe: tem muito mais reclamações que estas já a partir de 2013, parte foi apagada do ReclameAqui após intervenção e pedido da construtora, muita gente tinha vergonha de reclamar, só busquei uma pequena amostragem, etc…

    74+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • CA 13 de janeiro de 2016 at 11:49

      Evidências adicionais sobre quedas de preços de imóveis novos por parte das construtoras, inviabilizando o ágio do investidor, que também já ocorrem desde 2013, pelo menos (observem que parte destes casos são de mesmas cidades onde vimos a declaração dos investidores acima). Exemplos de 2013:

      “http://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/noticia/2013/05/preco-dos-imoveis-cai-25-em-sao-jose-em-dois-anos-revela-creci.html
      Trecho do link acima, de 2013: “Preço dos imóveis cai 25% em São José em dois anos, revela Creci”

      “http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/12/1391790-especulacao-leva-a-queda-de-preco-nos-lancamentos-de-imoveis-em-brasilia.shtml
      Trecho do link acima, de 2013: “…imóveis lançados em Brasília apresentaram uma forte queda neste ano, com redução de 35,5% na comparação com preços cobrados em 2012…”

      “http://msn.revistaimoveis.zap.com.br/155982-precos-dos-imoveis-novos-caem-em-sao-paulo.html
      Trechos do link acima, de 2013: “Segundo levantamento da Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio), obtido com exclusividade pelo ZAP Imóveis, os preços dos lançamentos no primeiro bimestre de 2013 tiveram queda de 9,4% em relação ao mesmo período do ano passado.”
      “A tipologia de três dormitórios foi a que mais contribuiu para esta redução geral dos valores, com queda de 17,6% nos valores cobrados.”

      “http://www.bahiatodahora.com.br/destaques-esquerda/noticia_destaque2/queda-nas-vendas-leva-construtoras-a-reduzir-o-ritmo-em-salvador-situacao-e-preocupante
      Trecho do link acima, de 2013: “As unidades que não foram vendidas no prazo esperado pela construtora acabaram repassadas a uma imobiliária, que agora oferece os apartamentos com uma baixa no preço. O desconto pode chegar em alguns casos, em apartamento de alto padrão até 40%.”

      “http://www.opopular.com.br/editorias/economia/queda-nas-vendas-faz-pre%C3%A7os-de-im%C3%B3veis-recuarem-1.307413
      São vários trechos desta reportagem de 2013 que mencionam reduções de preços de imóveis novos, vale a pena acessar e ler.

      De novo, tem muito mais que isto, o que consta acima é só uma amostra, parte das reportagens já não está disponível, muita omissão porque segmento imobiliário não permite divulgação, etc. No endereço abaixo, estes e outros casos mais recentes, com outras informações a respeito, gráficos, tabelas, etc:

      “http://defendaseudinheiro.com.br/a-bolha-imobiliaria-e-os-precos-dos-imoveis

      39+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • AndersonSilva 13 de janeiro de 2016 at 11:58

        Recordo me bem que em 2013 já era comum o sujeito ver prédios sendo entregues com as unidades sendo comercializadas por preço menor do que ele havia pago. Agora será uma fase de grandes distratos. Como vimos a 2 posts atras, um mesmo imóvel pode sofrer distratos inúmeras vezes.

        21+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • joselito 13 de janeiro de 2016 at 15:43

          Próxima fase:
          – Para aliviar estoque, o cara pedirá o Distrato. Sabendo que a justiça mandará devolver 85/90% do valor pago, o pedido de Distrato vira quitação do imóvel, que já terá caído 60% HARD

          15+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • Number0101 13 de janeiro de 2016 at 17:37

            Não tem como. Se fizerem isso estaremos oficializando o comunismo

            5+
            • avatar
      • Annoying Brick in The Wall 13 de janeiro de 2016 at 12:51

        Caramba CA. vc é mesmo a enciclopédia da bolha!!!

        30+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Louro José 13 de janeiro de 2016 at 16:02

          Tô falando que os dados históricos que ele guarda são otimos pra ajudar a prever o futuro não é de hoje…

          12+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
      • Rhaxard 13 de janeiro de 2016 at 13:12

        CA,

        Só precisamos ter cuidado com as informações. Em SJC, apesar das reportagens, não houve uma queda expressiva ainda. Falam que apartamentos de luxo caíram de 530 para 400 mil. Desafio qualquer um acham um apartamento de 100-120 m em bairros bons em SJC por 530. Eu sei disso pq estou procurando desde 2013.
        A realidade do mercado é outra. Os preços vem subindo mesmo sem realizar vendas. De uns dois meses pra cá que os proprietários começaram a enxergar a realidade e/ou a “água chegou no pescoço”.
        As construtoras já estavam negociando os apartamentos de altissimo padrão desde o inicio de 2014 ,vide os apartamento no Belvedere que foram vendidos na planta por, pasmem, 1,4 mil e agora cairam pra 700-800 (50%) de desconto.
        O alerta é só pq essas reportagens citadas não correspondem a verdade (ainda)

        De qualquer forma, admiro seu trabalho e seus comentários.
        Abraço

        15+
        • avatar
        • CA 13 de janeiro de 2016 at 14:54

          Rhaxard,

          Não são meras “reportagens” sobre São José dos Campos, são depoimentos de quem teve PREJUÍZO porque pagou mais caro na planta ou no lançamento do empreendimento do que as construtoras estavam vendendo na entrega e a reportagem é só para relatar uma PESQUISA feita pelo CRECI SP junto às imobiliárias com base em preços NEGOCIADOS, de vendas REALIZADAS.

          Esqueça a Matrix em que o segmento imobiliário doutrinou você, preços de VENDAS, só podem ser mensurados através de V-E-N-D-A-S R-E-A-L-I-Z-A-D-A-S, prove que os preços das vendas REALIZADAS estão subindo através de pesquisas com base em preços de vendas negociadas e considerando uma amostragem razoável, como no caso da pesquisa do CRECI SP, daí podemos conversar.

          Também conheço vários imóveis em que o preço ANUNCIADO não para de subir e estão há anos sem vender. Isto é só um índice para medir o grau de LOUCURA de quem acredita nele, não tem nenhuma relação com preço de venda, porque a venda não foi REALIZADA! (Incrível a carência de lógica do ser humano, acreditar que preço de venda se faz por venda não realizada!?)

          Como já expliquei VÁRIAS vezes, o FIPE Zap foi feito para o preço médio SEMPRE subir:

          Temos vários imóveis anunciados, dentre os similares, só o mais barato é vendido (o que é o normal e esperado), o que acontece? Aquele imóvel anunciado mais barato que os outros, que foi vendido, sai do total de imóveis anunciados que é usado para cálculo do FIPE Zap. O que acontece com o preço médio? Sobe. Daí os anunciantes se empolgam e sobem os preços deles (kkkk)!!! Em outras palavras, quando você vender o imóvel mais BARATO, o preço médio SOBE!? Depois sobe mais ainda pela empolgação e por aí vai… Para piorar, menos de 1% do que se anuncia é vendido e qualquer um pode aumentar o preço, basta gastar um tempo mínimo na Internet e você já se torna um “milionário dos imóveis”, da noite para o dia (Telexfree mode on) !!! Sim, tem muitas pessoas que pensam que preço anunciado gera dinheiro no bolso do vendedor e comissão para corretor, daí estas pessoas, INSANAMENTE, continuam aumentando os preços ANUNCIADOS por prazo indefinido, da mesma forma que tem muita gente que acredita em pirâmides financeiras e as defendem até a morte, da mesma forma que tem gente que acha que é Napoleão Bonaparte, outras que são a reencarnação de Cleópatra e assim por diante…

          Ah, mas se o cara não baixou o preço anunciado, nem aceitou negociar comigo, logo o preço não baixou! Hummm, quer dizer que quando preços explodiram nos EUA, se eu tinha pessoas que não baixaram o preço nem negociaram, então isto significa que os preços não baixaram, certo? Foi tudo um “complô”, uma invenção da mídia golpista, correto? Responda o seguinte então: o que o CRECI (Conselho Regional dos Corretores de Imóveis) tem a ganhar apresentando uma queda de preços, se isto desmotiva a compra de imóveis por investidores que representam em média 40% do total e assim os próprios corretores só tem a perder quanto a volume de vendas e preços por venda??? Para você assumir que eles mentem, pelo menos tem que haver um motivo minimamente lógico.

          No caso do FIPE Zap, os motivos lógicos para eles mentirem são tão claros quanto os mecanismos que constam acima: de um lado do FIPE Zap a Zap Imóveis ganha com anúncios, porque os vendedores achando que estão cada vez mais milionários persistem e ampliam os anúncios, do outro lado, da parte do NRE da Poli USP que atua na FIPE, os representantes do segmento imobiliário continuam vendendo a ideia que os preços nunca baixam e garantindo os salários deles, que como disse, são 100% vinculados a este segmento.

          Por que você acha que é só o FIPE Zap que tem repercussão na mídia, você realmente acredita que preços ANUNCIADOS são mais confiáveis que NEGOCIADOS? A turma do FIPE Zap fez pesquisa com EMBRAESP no início de 2013, o link está logo acima, enquanto por esta pesquisa da EMBRAESP tivemos queda de mais de 17% nos preços de imóveis novos de 3 dormitórios em 1 ano na cidade de São Paulo, pela pesquisa do FIPE Zap subiu mais de 16% no mesmo período. Como foi ruim este choque de realidade, nunca mais encomendaram pesquisas baseadas em preços negociados, reais, de vendas concretizadas… No caso da Geoimovel e da cidade de Brasília, também é a mesma coisa.

          Você sabia que as empresas EMBRAESP, CRECI SP e Geoimovel, todas elas fazem pesquisas de preços de imóveis há MUITO mais tempo que o FIPE Zap, com uma metodologia muito melhor e sempre baseado em preço REAL, NEGOCIADO? De fato você acha que todas elas estão mentindo e só o FIPE Zap falando a verdade? Baseado em qual pesquisa ou qual análise que você realizou quanto a estas pesquisas e empresas você se sente confortável para dizer isto?

          Reitero:

          Sobre as bravatas “a la Zé Carioca”, desafiando alguém para encontrar um imóvel pelo preço que você quer, ao invés de trabalhar neste “micro cosmo”, traga além dos depoimentos, as devidas PESQUISAS, com amostragens condizentes, exatamente como fiz acima, daí podemos conversar. Dizer que os investidores em imóveis na planta estão mentindo simultaneamente e sobre o mesmo empreendimento acima, que a pesquisa do CRECI SP está mentindo, ou seja, que a maioria das imobiliárias que participou da pesquisa mentiu embora não fosse ganhar nada com a mentira e só perdesse com a divulgação deste fato, etc., não leva a nada, onde estão suas EVIDÊNCIAS (PESQUISAS baseadas em preços de vendas REALIZADAS + Depoimentos) que provam o que você está dizendo ?

          30+
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • avatar
          • CA 13 de janeiro de 2016 at 15:22

            Rhaxard,

            Para complementar, dê uma olhada nas informações abaixo, será que elas também estão faltando com a verdade?

            Observe como elas “combinam” com a PESQUISA do CRECI SP que apontou a redução de preços em São José dos Campos em 2013: os preços de vendas REALIZADAS caíram muito em 2013, o que os investidores fizeram? Colocaram seus imóveis para alugar, para não ter prejuízo tão relevante e imediato. Qual a consequência? A OFERTA de imóveis para alugar (anúncios) cresceu 300% (TREZENTOS POR CENTO) sobre uma base de aluguéis que já tinha décadas. Qual a consequência desta SUPER OFERTA? Os preços dos aluguéis caíram. Qual a consequência desta derrocada geral dos imóveis em São José dos Campos? Os lançamentos despencaram e aumentou o desemprego na construção civil de forma anormal. Tudo seguindo exatamente o script de todas as bolhas imobiliárias ao redor do Mundo. Será que todas as informações abaixo também seriam falsas? Por que? Beneficiaria a quem tantas informações falsas?

            “http://www.digitalflip.com.br/ovale/flip/Classificados/01024%3D07-07-2013/44.PDF

            Trecho do link acima, de julho/2013:“São José tem aumento de 300% na locação”

            “http://www.ovale.com.br/crise-amplia-o-estoque-de-imoveis-para-locac-o-1.556050

            “http://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/noticia/2014/09/valor-do-aluguel-de-imoveis-cai-em-sao-jose-dos-campos-sp.html

            Trecho do link acima, de setembro/2014:

            “Levantamento aponta queda entre 8 e 10% no valor do aluguel.”

            “http://www.ovale.com.br/construc-o-civil-de-s-o-jose-tem-pior-indice-de-desemprego-1.554367

            Trecho do link acima, de agosto/2014:

            “Levantamento feito pelo SindusCon ((Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) aponta que São José dos Campos e região tiveram o segundo pior desempenho do interior na geração de empregos no setor em julho, com retração de 377 vagas.”

            15+
            • avatar
            • avatar
    • Palmeirense 13 de janeiro de 2016 at 11:57

      É verdade, mas acho que a situação em 2013, 2014 era em menor escala, acelerou em 2015 e agora explodiu de vez em 2016.

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CA 13 de janeiro de 2016 at 12:12

        Palmeirense,

        Sim, é verdade.

        Acrescento que agora existem claros interesses das construtoras para que estas informações cheguem aos meios de comunicação como se tudo fosse “culpa da crise iniciada em 2015”, pois de um lado eles DESINFORMAM e fazem de conta que não há uma bolha imobiliária e de outro, serve de argumento para pedirem algum apoio setorial para o Governo, se fazendo de VÍTIMA, quando na realidade, a própria bolha estimulou demais a crise na economia.

        Por isto que é importante sempre destacarmos a estratégia de DESINFORMAÇÃO que eles praticam, deixar claro que o volume de mentiras, enganações, etc., é sempre muito elevado e tentando manipular a manada.

        Veja como noticiaram as vendas de imóveis novos em São Paulo em nov/2015, com algumas manchetes dizendo que estas vendas mais que dobraram sobre outubro, quando a melhor comparação, respeitando sazonalidade, que era com nov/2014, indicava queda de mais de 17%, além de que no acumulado de janeiro a novembro de 2015 tivemos as piores vendas desde 2014 e nunca a velocidade de vendas esteve tão ruim, sem contar que um grande volume de imóveis com mais de 36 meses (em especial os distratados), sequer entra no estoque apurado pelo SECOVI SP…

        29+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • CA 13 de janeiro de 2016 at 12:34

          Corrigindo: as piores vendas desde 2004 e não desde 2014…

          6+
          • avatar
          • Novato SP 13 de janeiro de 2016 at 12:47

            Muito bom CA, só importante também destacarmos que a bolha não é só imobiliária não.
            Com os subsídios do governo, também ocorre hoje uma bolha no preço das mensalidades das faculdades e por consequência nos colégios particulares também (onde já se viu uma mensalidade de faculdade meia-boca custa 6 mil?).

            Praticamente em qq lugar onde o governo interviu com alguma forma de “crédito fácil”, ele acabou causando uma bolha de preços.

            25+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
            • avatar
        • joselito 13 de janeiro de 2016 at 15:50

          Não há, nunca houve e nem haverá bolha imobiliária.
          No entanto, o segmento ta ruim das pernas por causa da bolha, criada pela crise 2015.

          Esse o roteiro dos últimos 5anos (no início negavam a existência. Agora, alegam existir por causa da crise).

          2+
          • avatar
  • MINEIRO SPY 13 de janeiro de 2016 at 11:42

    O interessante na fala da compradora que diz ter buscado o sonho da casa própria, não foi exatamente a inexistência do bem. Ela se martiriza especificamente por não poder bradar aos 4 cantos que fez um bom negócio. Se o tijolo tivesse dobrado de valor ela estaria rindo mas, como caiu, diz q o sonho foi frustrado.
    Errado..ela tem o bolhudo. Só paga alto por isso.

    41+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Dutra 13 de janeiro de 2016 at 11:55

    Eu comprei uma alcatra por 33 reais na semana passada, hoje estava 29 reais a mesma carne, alguém sabe como posso recuperar na justiça esse prejuízo?

    131+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • joselito 13 de janeiro de 2016 at 15:54

      Começa indo no reclameaqui, finalizando sua verborragia com:
      E ai _____ (insira o nome do comércio), vou ficar com esse prejú? Não tava escrito no anúncio ‘IMPERDÍVEL”?

      Esse é um bom começo.

      Outra coisa é você colocar a peça da alcatra a temperatura aproximada de 2ºC, umidade 80%, devidamente enrolada numa flanela limpa, por vários dias (e longe de moscas).
      Depois dessa maturação à seco você perderá uns bons kilos nessa carne ai (perda de água), mas poderá vender mais caro – maturação à seco – dry aged!

      5+
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 13 de janeiro de 2016 at 12:01

    Não diga! kkkk

    “De acordo com o presidente da ACP Fernando Sabino, o Feirão tem como objetivo escoar o alto número de imóveis que permanece no mercado e é oportunidade para quem deseja adquirir um teto para chamar de seu em condições especiais.

    “Em função da crise econômica, a vendagem de imóveis caiu muito, então tivemos a ideia de organizar o feirão com certas facilidades e recuperar parte do faturamento”, comenta.”

    “http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/economia/pernambuco/noticia/2016/01/12/feirao-da-casa-pronta-oferece-imoveis-a-preco-popular-216488.php”

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 13 de janeiro de 2016 at 12:08

    ” postado em 13/01/2016 09:49
    Agência Estado
    Brasília, 13 – O ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, tem discutido medidas de estímulo ao crédito por meio dos bancos públicos, mas descarta fazê-las com o aumento dos subsídios, asseguraram fontes do governo.”

    Um recado nessa direção foi dado em nota divulgada pelo ministro após encontro com o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Moan. Mesmo depois de o presidente da entidade afirmar que o programa de renovação de frota proposto pelo setor e em discussão com o governo contava, entre outras possibilidades, com recursos públicos, Barbosa rejeitou na nota qualquer tipo de projeto que implique em dispêndio com subsídios ou equalizações de taxas de juros pelo Tesouro Nacional.”

    Será?

    5+
    • avatar
    • avatar
    • mestre dos magos 13 de janeiro de 2016 at 12:42

      In Barbosa we don’t trust.

      12+
      • avatar
      • avatar
  • Cajuzinha 13 de janeiro de 2016 at 12:21

    Ainda bem!

    “13/01/2016 às 05h00 9
    Copom não tem dúvida sobre a eficácia das altas de juros

    Os membros do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central já estiveram mais divididos
    sobre a necessidade de subir os juros, mas a eficácia deste instrumento nunca esteve sob questão entre
    eles. Essa visão parece ser compartilhada pela maioria dos economistas do setor privado, já que as
    expectativas para a taxa Selic, coletadas pelo boletim Focus, dão o aperto monetário como provável e
    sustentável.”

    10+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • GustavoFLP 13 de janeiro de 2016 at 12:37

      Se continuarem com aumentos de 0,25.. 0,50 não vão resolver é nada.

      5+
      • avatar
  • Cajuzinha 13 de janeiro de 2016 at 12:22

    Oba!

    “http://www.valor.com.br/financas/4388864/credito-tera-nova-piora-em-2016”

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • CA 13 de janeiro de 2016 at 12:26

    Respondendo a uma postagem do Barnabezinho que ficou no tópico anterior e só vi depois que este foi lançado, diz respeito ao pedido de falência contra o Hopi Hari (quem quiser saber mais, ver tópico anterior):

    Barnabezinho 13 de janeiro de 2016 at 10:52
    Mas CA, com o dollar chegando aos píncaros das alturas não seria um momento de o Hopi Hari (O Terra Encantada de SP) ressurgir das cinzas, movimentado pelo pessoal que está quebrado e que NO MORE NEVER irá a disney novamente?

    Resposta:

    Barnabezinho, acho que a nossa realidade é pior, muitos daqueles que iam para Disney “no limite de suas condições” e que só conseguiam porque o dólar estava com baixa cotação, agora sequer irão nos parques nacionais e já vemos inclusive o tamanho relevante da migração de crianças e jovens de escolas particulares para públicas, ou seja, “o buraco é mais embaixo”.

    Para piorar, como eu havia comentado no tópico anterior, a grande maioria das peças de reposição de um parque são importadas, eles tem que contar com um grande e variado estoque de peças para não deixar os equipamentos parados e principalmente para não ocasionar acidentes que tem fortíssimo impacto na redução de visitantes, a manutenção é o item de maior custo e risco em um parque de diversões, eles tem manutenção preventiva e preditiva dependendo do item (a preditiva é mais cara ainda), nada pode falhar, com uma subida do US$ de mais de 45% em 1 ano e visitantes que já vinham em queda (mesmo com a quebra anterior do Playcenter), daí não tinha mais como eles segurarem mesmo.

    O pessoal às vezes se ilude com os altos preços de bilheteria e os preços astronômicos dos lanches dentro destes parques, mas no Brasil e mais especificamente em São Paulo, mais de 80% das vendas são para “grupos” (empresas, escolas e agências de turismo), sendo que estas vendas contam com grandes “descontos”. Já no caso de lanches, MUITOS frequentadores levam o lanche de casa porque sabem que no Hopi Hari é muito caro, isto deve ter se intensificado ainda mais com a crise.

    Não tem milagre, entre outras coisas, o estudo de viabilidade econômica deste parque foi muito mal feito e contando com uma série de utopias, alguns gestores do passado não tinham nenhum know-how quanto ao negócio (principalmente os primeiros, que nem eram deste segmento), fizeram treinamento na Disney e acharam que poderiam fazer o mesmo por aqui, grande engano…

    (mais detalhes em comentário do tópico anterior).

    19+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • windville 13 de janeiro de 2016 at 12:37

      CA fico pensando no parque localizado aqui no estado. Praticamente será o único grande.

      3+
      • avatar
      • avatar
      • CA 13 de janeiro de 2016 at 15:11

        windville,

        Na prática, excluindo-se os parques aquáticos que são outra categoria e nem são tão grandes, creio eu, acho que só sobrará ele mesmo.

        Isto porque na época de início do projeto Hopi Hari se falava sobre uma “explosão” neste segmento e haviam até “boatos” de que a Disney viria para o Brasil, ia “comprar uma cidade da periferia de São Paulo” para montar a sua versão brasileira e por aí vai…

        3+
        • avatar
    • joselito 13 de janeiro de 2016 at 15:57

      Haverá festas have no Hopi Hari então? eheheheheheh (ironic mode: 1)

      1+
      • avatar
  • Nixwolf 13 de janeiro de 2016 at 12:35

    tenho uma dúvida para estes 666..
    se o imovel tivesse valorizado, eles iriam devolver o lucro para as construtoras??

    30+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 13 de janeiro de 2016 at 12:38

      Bananense quer capitalismo sem riscos.
      O mesmo acontece com as pirâmides financeiras . No oba-oba , na euforia eles brandam aos ventos que são gênios. Quando rui a pirâmide eles ficam de mimimi.

      47+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • joselito 13 de janeiro de 2016 at 15:58

        Sim.
        O único problema é aproveitar-se da imbecilidade alheia para ganhar dinheiro, (bom, de alguma perspectiva isso não seria errado, seria inclusive o motor do negócio), com a famosa ladainha já conhecida cujos 30% são mágicos.

        6+
        • avatar
    • edson 13 de janeiro de 2016 at 13:20

      pensei a mesma coisa

      2+
      • avatar
  • Curioso 13 de janeiro de 2016 at 12:38

    Fato é que o mercado vem se escorando nas últimas estacas….
    Na caça aos últimos trouxas!!!

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • edson 13 de janeiro de 2016 at 13:18

      Trouxa tá cheio, com dinheiro tá impossível !!!

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • From_The_Tower 13 de janeiro de 2016 at 12:41

    CVR
    Encerrei as contas do HSBC e Itaú da minha mother e migramos tudo para o Santander. 89% na LCI , 362 dias, sem liquidez.
    Gerente ofereceu Letra Financeira da instituição por 16,4% pré-fixado. 720 dias. 15% de IR. Sem Liquidez. Não quis.

    7+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • JeceValadao 13 de janeiro de 2016 at 12:42

      Qual valor para essa LCI? Quanto cobram de manutenção de conta?

      3+
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 13 de janeiro de 2016 at 12:48

        Começa em 50k eu acredito.
        Manutenção de conta no Select eu acho que é 98,00 por mês.

        5+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • Seifer_POA 13 de janeiro de 2016 at 13:53

          From, tu paga 100 pilAS por mes pra ser select ? ^^

          3+
          • avatar
          • avatar
          • From_The_Tower 13 de janeiro de 2016 at 14:01

            Nunca paguei taxa alguma no Santander. Nem de conta corrente e nem de cartão de crédito.

            6+
            • avatar
            • Seifer_POA 13 de janeiro de 2016 at 14:08

              Ah ta, entendi que tava arcando com esses 98 todo mes. aí a mascada tem que ser realmente elevada pro juros pagar essa peqna mensalidade.

              😉

              2+
              • avatar
              • Vinicius OB 13 de janeiro de 2016 at 22:56

                Normalmente existem isenções progressivas dependendo da grana investida. Para Personalitté e Select acho que já está em 150k, HSBC Premier e Bradesco Prime não sei, mas era 100k para ter 100% de isenção.

                0
        • fungo 13 de janeiro de 2016 at 22:47

          Não recomendo o satander select, muito burocratico e amador.

          1+
    • Curioso 13 de janeiro de 2016 at 12:45

      Ex-padeiro!
      A história dos 90% na LCI realmente existiu. Confirmei ontem com minha gerente. No dia do BlackFriday eles abriram esse lote especial.
      Fiz questão de dizer que não aplicamos nas opressoras por incompetência DELA (GerAnta)!!! porque não avisou?!

      huAuhahuahuauhauhauh

      7+
      • avatar
      • From_The_Tower 13 de janeiro de 2016 at 12:50

        Legal. Bom saber. PNJ !!!

        1+
        • avatar
    • Leo 13 de janeiro de 2016 at 14:34

      Aí você só vai poder resgatar no 362º dia?

      2+
      • avatar
      • Curioso 13 de janeiro de 2016 at 15:10

        Pode resgatar quando quiser, mas perde a rentabilidade.

        2+
        • avatar
  • claudio 13 de janeiro de 2016 at 12:42

    Obrigado Boss pela liberaçao do cadastro, Bom Ano para todos !!!

    Conselho, Tenham plano de saúde, pois só ela te dá condições de trabalho e vida dignos !!!

    3+
    • avatar
    • avatar
  • From_The_Tower 13 de janeiro de 2016 at 12:42

    CA, só para te elogiar por esse trabalho majestoso.
    Estamos sempre defendendo o nosso dinheiro. 😉
    P.S. Tem um dato correto de quanto fechou o crédito imobiliário em 2015. Foi 75 bilhões mesmo?
    Grato.

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Alemon Fritz 13 de janeiro de 2016 at 12:52

      trazendo mais uma analise do tópico anterior, pro pessoal apreciar

      CA 13 de janeiro de 2016 at 09:37

      Repito um comentário do Alemón Fritz de ontem, simulando um “Quote”:
      Trecho do link mais abaixo:

      “Crise com vista para o mar
      Basta uma caminhada pelas ruas de bairros icônicos na badalada Zona Sul do Rio de Janeiro, como Copacabana e Ipanema, para identificar incontáveis placas de “vende-se” ou “aluga-se” penduradas nas janelas.

      Economistas divergem sobre o uso do termo “bolha” para definir a supervalorização no mercado imobiliário brasileiro. Ao contrário do ocorrido nos Estados Unidos em meados de 2008, no Brasil, houve uma “bolha” de preços – e não de crédito”

      -http://noticias.terra.com.br/brasil/crise-com-vista-para-o-mar,3c880c6ca63859d19242976e7b26d835xc4k0bql.html

      Comento:
      É verdade que para termos uma bolha de preços, o crédito em si não é pré-requisito e de fato não existiu nenhuma explosão de crédito na bolha das tulipas de séculos atrás, ou na bolha dos flats de São Paulo de uma década atrás.

      O mecanismo de vendas FALSAS na planta, que é um esquema de pirâmide financeira, o nosso “subprime I”, também não depende do crédito imobiliário em si, afinal as construtoras SABEM que, no momento da venda na planta e quando não há nenhuma aprovação de crédito pelo banco ainda, aquelas famílias que estão caindo neste golpe não terão condições de adquirir o crédito imobiliário na entrega. Neste caso, o crédito imobiliário barato, farto e por longo prazo oferecido pelos bancos, ajuda apenas a enganar os incautos com promessas de que vai ser fácil conseguir o financiamento imobiliário, quando as construtoras e corretores sabem que isto não vai acontecer (foram gerados mais de R$ 20 bilhões de distratos às custas disto, só de janeiro/2011 a junho/2015). Esta pirâmide sempre foi útil para o segmento imobiliário, porque além de gerar uma SIMULAÇÃO de demanda super-aquecida, levou a aumento de preços dos imóveis que foi ARTIFICIAL (baseado em uma FALSA super demanda) e comissões e bônus cada vez maiores e REAIS para os membros do segmento imobiliário que perpetraram este golpe, sendo que estes valores recebidos por eles NÃO são devolvidos quando as vendas se cancelam. Este nosso subprime I já está explodindo desde 2012, embora só agora esteja aparecendo um pouco mais para o grande público (ver tópico anterior sobre 40% de vendas canceladas).

      No entanto, pelo tamanho e abrangência de nossa bolha imobiliária, fica claro que ela não teria alcançado esta dimensão se não existisse TAMBÉM uma bolha de crédito, o que nos leva ao nosso subprime II. Vamos a alguns números interessantes a este respeito:

      A principal fonte para o financiamento imobiliário no Brasil sempre foi a poupança, inserida no SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos), que oferece os menores juros para aqueles que adquirem o crédito imobiliário, graças ao baixo rendimento da Poupança. Segue uma referência interessante: em 2011 o crédito imobiliário concedido para aquisição de imóveis com verbas do SBPE foi de mais de VINTE E DUAS VEZES o crédito imobiliário que era concedido em 2005. Nos últimos 3 meses apurados de 2015, a queda do crédito imobiliário concedido tem sido de aproximadamente 50%. Pergunta: se em 6 anos o crédito imobiliário oferecido se multiplicou por 22 e nos 3 últimos meses teve queda de 50%, isto não é bolha de crédito que inflou e está explodindo de forma ANORMAL? Dados fornecidos pelo BACEN (Banco Central) e compilados pela ABECIP, que podem ser conferidos acessando o arquivo do Excel que consta no link “PDF” (?) do endereço abaixo:

      “https://www.abecip.org.br/credito-imobiliario/indicadores/financiamento

      Outra fonte interessante de referência, é quando comparamos a evolução das dívidas relacionadas ao crédito imobiliário em proporção à renda das famílias dos últimos 12 meses. No período de 2005 a 2015, esta proporção SEXTUPLICOU, novamente com base em dados do BACEN.

      Para apurar esta situação, utilize o sistema de consultas do BACEN, que consta no link abaixo.Digite no campo “Pesquisa textual” o texto “Endividamento das Famílias”, clique nos botões ao lado dos códigos 19882 e 20400 (códigos das consultas) e depois no botão “Consultar Séries” e na sequência “Visualizar Valores”. Observe que a dívida TOTAL das famílias em janeiro/2005 em proporção a renda de 12 meses era de 18,42% e destes, a dívida com EXCEÇÃO do crédito imobiliário era de 15,31%, ou seja, a dívida das famílias com o crédito imobiliário em proporção à renda de 12 meses era de 3,11% (18,42%-15,31%). Avance para a última página da pesquisa e observe que em janeiro/2015 o endividamento das famílias em proporção à renda dos últimos 12 meses era de 46,18% e destes, a dívida com EXCEÇÃO do crédito imobiliário era de 27,91%, ou seja, a dívida das famílias com o crédito imobiliário em proporção à renda de 12 meses era de 18,27% (46,18%-27,91%). Segue o link para consulta:

      “https://www3.bcb.gov.br/sgspub/localizarseries/localizarSeries.do?method=prepararTelaLocalizarSeries

      É óbvio para todo Mundo neste momento, que as famílias estão super-endividadas, o desemprego está aumentando rapidamente, a renda real está caindo, a inflação e os juros estão muito altos, etc. e este conjunto de fatores significa que o modelo do subprime II acima é insustentável. Junte-se a isto que a CEF concedeu cerca de 70% de todo o crédito imobiliário e por ordem do Governo, foi bastante “flexível” neste crédito, aceitando comprovantes de renda informal (exemplo: depósitos entre contas), mais pessoas para participarem da comprovação de renda do que aqueles que efetivamente irão pagar as parcelas e assim por diante, sendo que, como consta no artigo do tópico, já temos anomalias como o MCMV faixa 1 onde temos inadimplência de mais de 20% e além disto, MCMV faixas 2 e 3 possuem inadimplência que cresceu muito e já está bem acima da média de mercado. Temos ainda a informação de tópico anterior de que a tomada de imóveis por bancos em virtude de inadimplência já dobrou, sem que tivesse ocorrido um aumento de vendas/financiamentos. Os primeiros sinais da explosão do subprime II estão aparecendo aos poucos, até por isto que tentam fazer de conta que não existiu uma bolha de crédito, para que não seja gerado nenhum pânico quanto a saúde financeira dos bancos, em especial da CEF.

      É claro que os fatos acima, juntamente com um preço de venda (IVG-R BACEN) que cresceu mais de 3 vezes o que a renda cresceu (PME IBGE) e mais de 2 vezes o que os custos de construção (INCC FGV) e os aluguéis (SECOVI SP) cresceram, também é uma claríssima evidência de que tivemos uma bolha de preços, que não se sustenta por ter sido um crescimento de preços baseado nos subprimes I e II que estão evidenciados acima e que são comprovadamente insustentáveis. Como são muitas fontes e links, neste caso sugiro utilizar este endereço, que já traz o gráfico pronto, aliás, também inclui gráficos com dados mais acima:

      “http://defendaseudinheiro.com.br/a-bolha-imobiliaria-no-brasil-e-a-economia
      6+

      13+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • CA 13 de janeiro de 2016 at 15:13

      From_The_Tower,

      Costumo acompanhar pelo site da ABECIP (ver mais abaixo) e por lá pelo menos ainda não foi divulgado o mês de dezembro/2015. Pelo BACEN já deve estar disponível, creio que quem sabia pesquisar pelo BACEN era o Pablo, em falar nisso, ele sumiu!?

      4+
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 13 de janeiro de 2016 at 15:46

        Valeu !
        Eu andei lendo muitas notícias mas eu gostaria da informação precisa. Sim, o Pablo sumiu. Mas vai voltar.

        O mercado está projetando um teto de 60 bilhões de crédito imobiliário em 2016. Eu penso que não passará dos 50 bilhões.

        5+
        • avatar
        • avatar
  • Boba Alegre 13 de janeiro de 2016 at 12:53

    OFF

    Tem algum bolhista indo pra russia que possa trazer pra mim o calendario que fizeram do putin?
    ou me indicar um site pra comprar ?
    é pra presente hehe

    6+
  • edson 13 de janeiro de 2016 at 13:16

    Quando o imóvel estava valorizando 30% ao ano os compradores não reclamavam, nem as construtoras pediam a diferença, agora que o jogo inverteu os compradores ficam com esse mimimi, precisam avisar a eles que aqui é um país capitalista, não tá contente vai pra Cuba ou Venezuela.

    18+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Poucas Trancas 13 de janeiro de 2016 at 13:25

    No Google Trends, se pesquisar o termo “bolha imobiliária”, tem-se que o auge de buscas foi em Janeiro/2014:

    https://google.com/trends/explore#q=bolha%20imobili%C3%A1ria

    Se pesquisar o termo “housing bubble”, tem-se que o auge de buscas foi em Agosto/2005:

    https://google.com/trends/explore#q=housing%20bubble

    A bolha nos EUA estourou pelos idos de Novembro/2008, ou seja 3 anos depois do auge de buscas pelo termo.

    Ai você me pergunta: E daí?

    Ai eu te digo o que pode significar: De fato, em 2005, as pessoas buscaram pelo termo “housing bubble”, muito mais do que buscaram em 2008. Isso acontece porque, grosso modo, as pessoas só procuram por algo no Google quando desconhecem aquilo, ou seja, a partir do momento que você já conhece ou já leu sobre algo, não é necessário a você buscar no Google sobre a mesma coisa, você já sabe o que é. Quando a bolha americana estourou, “todo mundo” (ao menos todos os que se importam) já sabia o que isso significava há uns 3 anos, pelo menos. Tanto que a busca pelo termo no auge do estouro da bolha e da crise mundial não chega nem perto do que foi 3 anos antes.

    Para a nossa bolha à moda da casa, temos que as pesquisas em Dezembro/2015 e Janeiro/2016, apesar de expressivas, não conseguem chegar perto do que foi o auge de pesquisa pelo termo em Janeiro/2014.

    Óbvio que não dá para dizer que em Março/2017 teremos um “estouro de bolha”, não dá para comparar períodos, tampouco contar que alguém na mídia falará em “estouro” com essa expressão. O máximo que vamos ver e ouvir nos jornais é “Acomodação de preços de imóveis já dura 10 anos” ou coisas do tipo.

    Mas uma coisa é fato: em 2005, a partir do momento em que as pessoas sabiam o que estava acontecendo, pararam de investir em imóveis. Isso fez com que a oferta superasse em muito a demanda, e por tabela os preços dos imóveis caíram. Ou seja, os preços dos imóveis nos EUA não caíram por causa do estouro da bolha. Foi a bolha que estourou por causa dos preços que já vinham caindo há pelo menos 3 anos.

    Bolhistas, qual é a opinião de vocês a respeito?

    28+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Vinicius OB 13 de janeiro de 2016 at 23:14

      Em janeiro/14 não teve o “efeito papagaio”?

      0
  • carioca_real 13 de janeiro de 2016 at 13:26

    Quanto a Bolha Imobiliaria ainda há divergencias aqui, se é Hard, Soft, etc. Mas uma coisa é certa. Em 2016 a bolha de tópicos do Boss vai explodir!!!!
    Crise com vista para o mar

    http://flip.it/sj_q_

    3+
    • avatar
    • Poucas Trancas 13 de janeiro de 2016 at 13:28

      Leia meu comentário logo acima desse seu. Na sua opinião, aquilo indica algo Hard ou Soft?

      3+
      • avatar
      • carioca_real 13 de janeiro de 2016 at 14:56

        Não acho que a quantidade de pesquisas em si sobre o tema indique se vai ser Hard ou Soft. Há outras variáveis mais relevantes. Acho que a estratégia apontada pelo CA de desinformação criada pelo setor e pela mídia tem um limite.
        E pelas minhas contas, aqui no RJ, cabe uma queda nominal de uns 50% pelo menos dos preços de hoje.

        3+
        • avatar
  • Veigalex 13 de janeiro de 2016 at 14:00

    CA / CAJUZINHA, tenho que parabenizar vocês!!!
    O tempo que vocês dispensam para nos encher com informações e a qualidade delas é show!

    Continue assim!!

    Como a maioria sabe, não posto muito, mas não deixo passar um comentário!

    13+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 13 de janeiro de 2016 at 15:32

      Valeu, Veigalex, mas o elogio deve ser muito mais para o CA com suas análises de altíssima qualidade. Eu apenas procuro facilitar o repasse das informações que entendo mais relevantes para “nossa causa”, rs.

      5+
      • avatar
      • Margarida 13 de janeiro de 2016 at 18:39

        E facilita. Ajuda muito! Já fiquei até mal acostumada , provavelmente não só eu.

        2+
        • avatar
        • avatar
    • Bolha BOSS 13 de janeiro de 2016 at 15:43

      Pois é, que coisa…

      E tinha um pessoal que ainda preferia um blog que pudesse falar de tudo sem o minimo de boa educação e valorização do espaço e dos leitores. Melhor assim um blog com poucos comentários e de boa qualidade, do que bagunçado.

      47+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Bolha RJ 13 de janeiro de 2016 at 14:27

    Fantástico esse artigo.. Isso porque ele não explorou o outro lado sombrio da crise no Rj que é a Barra da Tijuca. Mais de 60% do empreendimento Ilha Pura ficará vazio após as olimpíadas.. E tem gente querendo 7-8k o m2 na Tijuca..

    6+
    • avatar
    • avatar
  • Leo 13 de janeiro de 2016 at 14:34

    Aí você só vai poder resgatar no 362º dia?

    3+
    • avatar
  • Veigalex 13 de janeiro de 2016 at 14:34

    Baixei o video do post e mandei geral no whats.. kkk

    1+
    • avatar
  • Veigalex 13 de janeiro de 2016 at 14:36

    se alguém quiser.. eu mando ai.. pede no veigalexarrobagmail.com 10mb só!

    3+
    • avatar
    • avatar
  • CarlosL 13 de janeiro de 2016 at 15:01

    Sobre o tópico:

    Eu cheguei a dizer isso em outro tópico, mas vale reiterar já que agora o tópico e dessa reportagem:

    A tabela que a motumbada, ops, compradora mostra, é da campanha de descontos da EVEN; Eu recebi essa tabela no meu email varias vezes durante 2015, sempre com a mesma conversa que era a última oportunidade de aproveitar e blablabla… Ainda entre essas havia algumas variações de descontos que foram aumentando…

    O curioso é que quando vi achei que era blackfraude na parte que mostrava o valor original sem desconto para comparativo pois achava os preços acima do absurdo que vem sendo praticado por ai (quase 10k o m2 em areas quase de periferia em SP por exemplo)…
    Pois bem; Para meu espanto, a reportagem acabou mostrando que os preços sem “desconto” eram aqueles mesmo…

    5+
    • avatar
  • carioca_real 13 de janeiro de 2016 at 15:12

    Enquanto isso, PETR4 R$ 5,44…
    Agora vai?????

    5+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Azufre 13 de janeiro de 2016 at 15:36

      Temos que começar a pensar em um país sem Petro, ou com uma Petro bem mais enxuta, basicamente refino e distribuição.

      Com diversas empresas teríamos:
      Combustível de melhor qualidade (menos enxofre e particulados)
      Mais barato
      Menos corrupção

      Mas sem dúvida o governo vai nos proteger desse cenário terrível

      30+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Paulo Pedregulho 13 de janeiro de 2016 at 15:47

      Sai mais caro tomar uma dose de pinga e comer um torresmo do que comprar uma ação da PETRO!

      9+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • From_The_Tower 13 de janeiro de 2016 at 15:49

        Eu prefiro uma média com leite e 03 pastéizinhos da ex-padoca do Pandeiro. 🙂

        5+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
      • Azufre 13 de janeiro de 2016 at 15:55

        Sou mais o TORRESMO

        1+
        • avatar
        • L.A. 13 de janeiro de 2016 at 15:57

          Prefiro panceta, menos “gorduroso”

          1+
          • avatar
          • Jovem Estudante 13 de janeiro de 2016 at 22:10

            Acho que Bolovo fará menos mal que PETR4

            0
  • Pensativo 13 de janeiro de 2016 at 15:20

    http://oglobo.globo.com/rio/cofres-vazios-restaurantes-populares-tiram-carne-do-menu-18453317

    “A Secretaria estadual de Assistência Social admitiu o atraso nos repasses, mas não informou há quantos meses os subsídios não são pagos, nem quando quitará essa dívida. Os valores variam de R$ 3,85 a R$ 8,39 por refeição, dependendo do contrato. Por mês, a despesa chega a R$ 3,3 milhões. O órgão disse que já notificou todas as empresas que descumpriram as normas para que os problemas sejam resolvidos. Em acordo com o Bradesco, o governo concedeu uma linha de crédito para que os empresários captem o correspondente a até 40% da dívida. O valor será pago posteriormente ao banco pelo estado, porém os juros do empréstimo ficarão por conta dos concessionários.”‘

    Não é a toa que muita empresa quebrou em 2015 devido aos calotes do governo.

    6+
    • avatar
    • avatar
  • Pensativo 13 de janeiro de 2016 at 15:29

    Essa história de compra na planta é muito esquisita. Salvo melhor juízo uma construtora vende imóveis, não valorização deles.

    11+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Azufre 13 de janeiro de 2016 at 15:36

      O Anonymous disse bem:

      você empresta $ para a construtora, deveria receber juros, e não pagar.

      30+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • CarlosL 13 de janeiro de 2016 at 15:40

        Provavelmente no futuro será catalogado como o maior golpe “mosca branca” da década…

        13+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
  • Azufre 13 de janeiro de 2016 at 15:39

    Achei que o Brent fosse dar uma pulada hoje

    Pulou só se foi no buraco

    4+
    • avatar
    • Azufre 13 de janeiro de 2016 at 15:41

      – Brent abaixo do WTI

      A última vez que custou tão pouco foi em 2002 (ajustando pela inflação).

      Durante muito tempo esse foi o valor normal. Será o ploc da bolha de petróleo? Venezuela chola mais

      9+
      • avatar
      • avatar
  • Dr.Who 13 de janeiro de 2016 at 15:43

    Valeu Boss por liberar o acesso.

    Só tenho a agradecer o blog pelos ensinamentos financeiros e muitos outros do dia a dia.

    Hoje estou no aluguel, recebendo os meus juros e vendo o circo pegar fogo.

    Hoje eu e a patroa temos uma boa grana no FGTS e estou com 2 cenários em discussão.

    Cenário 1
    – Deixar a grana lá e torcer para o Governo não meter a mão. Tem esse risco?

    Cenário 2
    – Com a queda dos preços dos imóveis, provavelmente consiga pegar um imóvel direto com o valor do FGTS ou alguma diferença bem pequena.

    Penso muito no cenário 2, pois é uma grana que não controlo, que não posso usar em nada e é um cenário a longo prazo ainda, pois a queda ainda não chegou como gostaria.

    Mesmo realizando o cenário 2, não sairia do aluguel e colocaria esse para alugar sem me preocupar com o retorno pois foi dinheiro do FGTS que não teria acesso para aplicar de forma melhor.

    O que acham?

    5+
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 13 de janeiro de 2016 at 15:49

      1) O governo já está metendo a mão no FGTS de todos os participantes. Ao remunerar com 3% + TR. Dá uma perda de 5% ao ano no mínimo. (confisco)
      2) Além disso , usa o dinheiro de forma irracional. (projetos hiper ou mega estruturados, aham vai nessa!)

      3) Se achar alguém çangrando e que precise muito vender, use os dois FGTS . Depois venda para um brick-lover deslumbrado ou alugue para um bolhista rentista. 😉

      14+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Dr.Who 13 de janeiro de 2016 at 16:11

        É isso que estou pensando e já estou de olho no mercado, mas to sem pressa, vou dar o bote no momento mais propício.

        2+
        • avatar
  • Bolha BOSS 13 de janeiro de 2016 at 15:49

    CVR

    Amanhã começa minha luta atrás de um imóvel para alugar. Já separei alguns preferidos.
    Hora de bater de frente com os proprietários.

    Nesta busca encontrei “ótimos investimentos” em apartamentos no mesmo prédio:

    Venda R$ 215.000,00
    Aluguel R$ 800,00

    0,37% do valor do imóvel…
    Agora se o cara tivesse esta grana aplicada em algum 0,9% a.m:
    R$ 1935,00

    32+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • Azufre 13 de janeiro de 2016 at 15:54

      Dizem que o retorno de longo prazo de um imóvel no BR é de 0,7%. Não sei de onde tiraram esse número, mas vamos supor que sim. Alerto que essa premissa tende a superestimar o valor dos imóveis.

      Nesse caso, o preço “””justo””” desse imóvel seria +- 115 mil. Teria que cair +-45% para chegar ao preço justo.

      8+
      • avatar
      • Louro José 13 de janeiro de 2016 at 16:18

        Nemly nemlerey este retorno aí

        4+
        • avatar
    • Money_Addicted 13 de janeiro de 2016 at 16:50

      Boss,

      Se permite, eu comecaria bem “agressivo” fazendo propostas serias de 50% do valor fantasia ou ate mais, creio q a corda esteja bem apertada no pescoco, quem sabe vc nao sera o primeiro a alugar em troco de pagar o condominio?

      Boa sorte

      4+
      • avatar
      • avatar
    • Habiba 13 de janeiro de 2016 at 19:48

      Boss, também estou procurando um lugar para alugar. Esses valores são de qual cidade? São Paulo?
      Você acha que o preço do aluguel cairá mais depois do carnaval e será melhor esperar até lá? Ou a variação será pequena?
      Tem muitas ofertas, mas percebi que deve ter muita gente tentando alugar, porque os lugares mais arrumados com valores mais em conta não ficam muito rs…
      Boa sorte na sua busca!

      1+
    • Annoying Brick in The Wall 13 de janeiro de 2016 at 20:25

      É Boss. Não é fácil pros propriotários. Acabei de renovar o aluguel aqui em Brasília. .. Asa Norte.

      3 anos no mesmo preço. Isso porque sou bonzinho e não peço pra abaixar ainda mais o valor do aluguel.

      MAS quer saber… que paguem meus juros.

      Sucesso Boss.

      4+
      • avatar
      • avatar
  • joselito 13 de janeiro de 2016 at 16:02

    OFF – LCI/LCA – Ignorância minha

    Quanto contrato LCI/LCA, em x% do CDI com liquidez no vencimento, só terei o valor investido com os rendimentos disponível ao fim do prazo pactuado, ok.
    Mas o rendimento (fictício, no caso) é diário? Tipo, o CDI hoje ta 14,14% e ele é a base de cálculo usada no rendimento diário da LCX ou trata-se de uma estimativa e, se no dia do vencimento, o CDI cair para 10% aquela estimativa é refeita para baixo?

    Grato pela compreensão

    2+
    • avatar
    • Louro José 13 de janeiro de 2016 at 16:05

      O rendimento é diário.

      5+
      • avatar
      • Louro José 13 de janeiro de 2016 at 16:07

        Se o CDI hoje é 14,14 a correção vai ser esta até que o CDI diário mude. Neste caso a correção passa a ser o novo CDI, a partir da data da mudança e até uma outra mudança. O que era no passado você ganha. Não há correção retroativa.

        6+
        • avatar
        • avatar
        • joselito 13 de janeiro de 2016 at 16:13

          Maravilha. Obrigado pela resposta!

          2+
          • avatar
          • joselito 13 de janeiro de 2016 at 16:15

            Entendi minha imbecilidade, confusão entre:
            Liquidez e Rentabilidade.

            Vendo copo meio cheio, pelo menos não fiz confusão entre:
            Preço e Anúncio, rsrsrs

            Obrigado senhores!

            7+
            • avatar
            • avatar
    • Crocs 13 de janeiro de 2016 at 16:06

      O rendimento é diário com base no CDI do dia e oscila conforme a variação do CDI. Lembrando que são juros compostos!

      2+
      • avatar
      • avatar
  • Louro José 13 de janeiro de 2016 at 16:10

    ‘http://www.infomoney.com.br/negocios/grandes-empresas/noticia/4517612/ted-nao-tera-mais-valor-minimo-partir-dia

    4+
    • avatar
    • avatar
  • Dr.Who 13 de janeiro de 2016 at 16:15

    Corretora Rico oferecendo LCI com 100% CDI com 720 Dias ou 98% com 360 Dias do Banco Pine.

    Em relação ao que tem sido ofertado, tá bom?

    4+
    • avatar
    • avatar
    • Louro José 13 de janeiro de 2016 at 16:21

      Esses prazos são muito longos, não vale a pena

      6+
      • avatar
      • avatar
      • Azufre 13 de janeiro de 2016 at 16:23

        TERRA: Lava Jato investiga 13 bancos por crime de lavagem

        Pine no meio

        8+
        • avatar
        • avatar
        • avatar
        • avatar
    • Crocs 13 de janeiro de 2016 at 16:22

      Só lembrando que o Banco Pine apareceu numa operação da PF com suspeita de lavagem de dinheiro! Esses 98% aí têm seu risco!

      8+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Nixwolf 13 de janeiro de 2016 at 16:43

        Mas em tese se der um piripaque no banco e este falir, até 250mil é garantido pelo FGC

        3+
        • avatar
        • Pensativo 13 de janeiro de 2016 at 19:41

          FGC garante apenas o principal, não os juros.

          3+
          • RecebendoJuros 13 de janeiro de 2016 at 19:44

            FGC garante os juros sim, até o limite (principal + juros) de 250 mil.

            7+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
  • Vai pela Sombra 13 de janeiro de 2016 at 16:18

    Pessoal, o que chega primeiro a 3,80?

    1+
    • avatar
    • Vai pela Sombra 13 de janeiro de 2016 at 16:20

      Ações da Petrobrás PETR4 R$ 3,80 (hoje está a R$ 5,42)
      LIKE

      25+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Vai pela Sombra 13 de janeiro de 2016 at 16:21

      Dólar R$ 3,80 (hoje está R$ 3,99)

      5+
      • avatar
      • avatar
      • Just A Simple Bubble Man 13 de janeiro de 2016 at 16:31

        Você está apostando na baixa d dólar? Só se a Enta cair. Com ela e o Nelson Babosa na fazenda se mostrando o Mantega 2.0 o dólar está longe de entrar nessa disputa NMHO. A China também não está ajudando nada.

        6+
        • avatar
    • Vai pela Sombra 13 de janeiro de 2016 at 16:22

      Gasolina em São Paulo R$ 3,80 (hoje está em 3,39 em média)
      LIKE

      7+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Vai pela Sombra 13 de janeiro de 2016 at 16:42

        Just A Simple Bubble Man,
        Eu não aposto na queda do dólar, mas acredito que vá beliscar os 3,90 sim, principalmente para fisgar sardinhas e investidores que estão operando com dólar futuro com garantia em corretoras. Como o Brasil perdeu o selo de investimentos agora é especulação pura e agressiva.
        É só uma enquete, vote e depois veremos se estamos todos (maioria) com um bom palpite.

        Eu, como um bom bolhista, estou posicionado totalmente conservador, LCI, LCA e Fundos DI. Já realizei meus fundos cambiais dois meses atrás por acreditar que o dólar iria andar de lado até as olimPIADAS… Em quanto isso PMJ.

        4+
        • avatar
        • avatar
        • edson 13 de janeiro de 2016 at 16:59

          Quem tem dolar , acho que a hora de vender até passou, com lci, lca, pagando 1.20% liquido, 14% a.a. a hora agora é de aplicar , não vejo o dolar valorizando isso ate o fim do ano, no maximo uns 5%

          5+
          • avatar
          • avatar
          • Just A Simple Bubble Man 14 de janeiro de 2016 at 08:28

            Não acredito numa alta expressiva, mas vai ficar rondando os 4 reais principalmente devido a China. Meu maior medo, apesar disso, de uma subida abrupta é o governo voltar forte com o Desenvolvimentismo.Aumentar dívida e desconfiança. Já vão que os bancos públicos emprestem mais. A questão da previdência está mal resolvida e sem prazo o Brasil está no top 10 das economias que oferecem mais risco esse ano. Qualquer espirro e o primeiro a ser afetado é o dólar. Ele e o termômetro da nossa febre. 4 reais já são 40 graus, já começam a causar alucinação no governo que só consegue tomar tilenol e ter ideias loucas. No curto prazo podem tentar dar um banho gelado, mas estruturalmente o Brasil está doente e a moeda é uma representação disso. Por isso sem eliminar o mal pela raiz e com medidas parcamente paleativas a febre continua. Por isso minha posição.

            6+
            • avatar
            • avatar
            • avatar
  • Cajuzinha 13 de janeiro de 2016 at 16:18

    “Além de o custo de vida não dar trégua, o BC sequer sabe se poderá contar com a ajuda do Ministério da Fazenda no que se refere ao ajuste fiscal. A meta de superavit primário de 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB) ainda é uma miragem. Olhando para a situação das contas públicas hoje, pode-se garantir que o Tesouro Nacional terá, em 2016, o terceiro ano seguido de deficit. Contas em desajustes significam mais pressão sobre a carestia.

    Enfim, vamos assistir, nos próximos dias, a um ataque em massa ao Banco Central. O PT já está pregando abertamente a substituição de Alexandre Tombini caso os juros subam na próxima semana. O partido da presidente Dilma deveria, porém, deixar os assuntos econômicos de lado e prestar contas ao país da corrupção, sobretudo na Petrobras. Onde o PT bota o dedo é sinal de que o desastre é iminente.”

    “http://blogs.correiobraziliense.com.br/vicente/batalha-dos-juros/”

    4+
    • avatar
  • windville 13 de janeiro de 2016 at 16:27

    Pessoal não sei já leram isso aqui, mas vale a leitura. Explica o que acontece quando se tem dinheiro em uma corretora e ela é liquidada pelo BC. É bom ficar atento ainda mais nesses tempos que vivemos.

    Fonte: “http://www.infomoney.com.br/onde-investir/acoes/noticia/4517074/corretora-quebrou-com-seu-dinheiro-conta-cuidado-mrp-nao-cobre”

    4+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • carlosctm 13 de janeiro de 2016 at 17:55

      Sempre me perguntei qual era a garantia contra a quebra da corretora. Pelo visto, para a renda fixa, não tem…
      Para minimizar o risco, o dinheiro não pode passar nem um dia parado.

      Quando der, também é melhor aplicar diretamente nos bancos.

      4+
      • avatar
    • W.K. 13 de janeiro de 2016 at 18:36

      Alguém lembra que uma vez eu falei para cuidar com aplicações de CBD em bancos e corretoras que pagavam mais de 100% do CDI?

      3+
      • avatar
  • Cajuzinha 13 de janeiro de 2016 at 16:43

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    “postado em 13/01/2016 15:31
    Agência Estado
    Genebra, 13 – A Operação Lava Jato da Polícia federal, que investiga um bilionário esquema de corrupção na etrobras, se transformou em uma saia-justa para o Fórum Econômico Mundial. A entidade, que se reúne a partir do dia 20 de janeiro na estação de esqui de Davos, tinha o ex-presidente da Odebrecht, Marcelo Bahia Odebrecht, como seu “co-presidente para a América Latina”.

    O empresário, hoje preso, foi ainda escolhido em 2006 como uma das jovens lideranças mundiais, no projeto do Fórum conhecido como “Jovens Líderes Mundiais”.

    Ao explicar a iniciativa, o Fórum destaca que os selecionados fazem parte das pessoas “mais brilhantes do mundo, a próxima geração de líderes”. “Ambiciosos, corajosos, orientados à ação e empreendedores, essas pessoas dedicam parte de seu tempo para, juntos, moldar um futuro melhor e melhorar a situação do mundo”.”

    22+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • rogerio 13 de janeiro de 2016 at 17:10

      Como são bem intencionados…..só pessoas boas pensando no bem da humanidade….#SQN

      11+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Vai pela Sombra 13 de janeiro de 2016 at 18:53

      Não dá pra fazer a Convenção em Curitiba no horário de visitas?

      12+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Annoying Brick in The Wall 13 de janeiro de 2016 at 20:29

      De boa intenção, como diz o ditado, o inferno tá cheio!!!

      3+
      • avatar
  • Duas Barras 13 de janeiro de 2016 at 16:56

    Setor imobiliário amarga queda de quase 70% nas vendas em Uberaba

    Compartilhar:
    Facebook TwitterEmail

    Não é novidade dizer que o setor imobiliário enfrenta com dificuldade as consequências da crise que assola o país. De acordo com o Sindicato da Habitação de São Paulo, a comercialização de imóveis residenciais novos na capital paulista caiu 17% em novembro, se comparada ao mesmo mês do ano anterior (2014). A Câmara do Mercado Imobiliário (CMI) de Minas Gerais divulgou uma redução média de 13,4% nos negócios da capital mineira.

    Em Uberaba, o delegado do Conselho Regional de Cor….

    “http://jmonline.com.br/novo/?noticias,1,GERAL,120228

    ————–

    5+
    • avatar
    • avatar
  • Duas Barras 13 de janeiro de 2016 at 16:57

    Pagamentos do Minha Casa a construtoras estão atrasados

    Compartilhar:
    Facebook TwitterEmail

    Construtoras uberabenses que aderiram ao programa habitacional Minha Casa Minha Vida estão com pagamentos atrasados. A dívida do Governo Federal é referente a serviços já realizados e faturados pelas empresas. De acordo com o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon Uberaba), Roberto Veludo, a situação se arrasta desde o início de 2015…..

    “http://jmonline.com.br/novo/?noticias,2,CIDADE,120170

    4+
    • avatar
    • avatar
  • pastor arnaldo 13 de janeiro de 2016 at 17:13

    Bolha ,primeiramente quero dar os parabéns pelo novo formato, ficou muito mais focado no assunto.
    Bom, tenho uma dúvida, eu sei que poderia conseguir essa informação no banco , mas como o pessoal aqui é rápido no gatilho vou pedir ajuda da turma bolhista.
    Tenho uma grana investida em LCI , com vencimento em junho de 2016. Gostaria de fazer um aporte agora de um montante que juntei na poupança.
    A pergunta é : Esse valor que estou pensando em passar da poupança para a LCI vai ter o vencimento em junho/16 ou vou ter que deixar aplicado durante 360 dias para poder resgatá-lo?

    3+
    • avatar
    • avatar
    • carlosctm 13 de janeiro de 2016 at 17:58

      Pelo menos as que eu conheço são independentes. Cada aplicação tem suas próprias condições (data de vencimento, por exemplo).

      2+
      • avatar
    • W.K. 13 de janeiro de 2016 at 18:48

      Pelo menos no meu banco, as minhas LCA’s estão separadas por aplicação. Aplicação A tem vencimento X, aplicação B bem tem vencimento Y, aplicação C tem vencimento Z.

      2+
      • avatar
      • avatar
  • pastor arnaldo 13 de janeiro de 2016 at 17:29

    CVR.
    Só para revoltadazinha nos FP de MG, eu também sou um deles.
    Aqui me Minas o governo começou a atrasar os pagamentos e ainda há uma conversa de parcelamento dos salários a partir de março.
    Bom, hoje aqui na minha sala estava parecendo um galinheiro, todo mundo reclamando e coisa e tal. Um dos que reclamava era o gerente, falando que não sabe o que fazer se isso acontecer .
    Detalhe, esse gerente está com cargo comissionado desde que pisou na repartição, isso deve fazer quase 30 anos, ganha mais de 25 paus por mês, suas funções principais são: consertar ventilador, ver se acabou a água mineral, trocar lâmpada queimada entre outras coisas que qualquer funcionário terceirizado poderia fazer. Isso em plena Sec. Fazenda, o trabalho dele não tem nada a ver com a finalidade da secretaria.
    Todo mundo reclamando que o governo pode em breve começar a parcelar salários mas ninguém fala da verdadeiro farra do boi que é a distribuição de cargos comissionados em todas as secretarias. Uma verdadeira promiscuidade e que acontece independente do partido no poder. Chega ao ponto de em uma sala com 8 funcionários, 7 terem cargo.

    51+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • W.K. 13 de janeiro de 2016 at 18:24

      O sujeito ganha 25k e entra em pânico se o salário dele atrasar?

      Em que planeta estas pessoas vivem?

      Se eu ganhasse 25k por mês, eu já tinha até me aposentado…

      28+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • fungo 13 de janeiro de 2016 at 22:19

        Isso é a coisa mais natural no mundo do funcionalismo público.

        3+
    • Azufre 13 de janeiro de 2016 at 20:29

      Caro Pastor,

      Com exceção de vc e mais meia dúzia, quase só tem ser humano terrível na Sefaz. São arrogantes, se acham os donos do estado, tanto que não podem se misturar aos demais servidores, são o peão que monta o “sujeito passivo”, sempre certos e impacientes, e nem comecemos a falar dos sindicalistas.

      7+
  • Cajuzinha 13 de janeiro de 2016 at 17:47

    “13/01/2016 “Mais que nunca, Dilma é a ministra da Fazenda de si mesma”, diz Rio Bravo ­ InfoMoney
    “http://www.infomoney.com.br/mercados/politica/noticia/4514310/mais­que­nunca­dilma­ministra­fazenda­mesma­diz­rio­bravo 1/1”

    “Mais que nunca, Dilma é a ministra da Fazenda de si mesma”, diz Rio Bravo

    Em relatório de dezembro, gestores afirmam que 2015 terminou “incompleto, incerto e absolutamente insatisfatório e que há
    tempos não se via tamanho desalento e desencanto com as possibilidades do país”

    9+
    • avatar
    • avatar
    • Cajuzinha 13 de janeiro de 2016 at 17:52

      “E há tempos nem os santos têm ao certo
      A medida da maldade
      Há tempos são os jovens que adoecem
      Há tempos o encanto está ausente
      E há ferrugem nos sorrisos
      E só o acaso estende os braços
      A quem procura abrigo e proteção”

      15+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
  • Crocs 13 de janeiro de 2016 at 19:17

    O TD murchou:

    Tesouro IPCA+ 2019 (NTNB Princ) 15/05/2019 6,76%

    E pensar que peguei esses títulos por 8% ano passado!

    2+
    • RecebendoJuros 13 de janeiro de 2016 at 19:48

      Tb estou inconformado. É só noticia ruim (classificação de risco, troca de ministro, juros dos EUA, etc), nenhuma “luz no fim do tunel”. E mesmo assim o TD IPCA está caindo.

      5+
      • avatar
      • avatar
      • Azufre 13 de janeiro de 2016 at 20:13

        Tem a IPCA + 7,6 no Sofisa

        4+
        • SPSPJULIANO 14 de janeiro de 2016 at 14:54

          Vou repetir uma coisa que eu disse alguns meses atrás qd a taxa da NTN-B caiu do pico de 8% para algo como 7,5% (agora está em 6,89%):

          Acho que o que está acontecendo é que o mercado está se dando conta que a SELIC NÃO VAI SUBIR MUITO MAIS DO QUE JÁ ESTÁ, muito em razão da recessão (e desemprego) que vai, naturalmente, segurar um pouco a inflação. Então é melhor comprar já e garantir 6,89% + 8% de inflação (no mínimo) do que ficar esperando a ANTA deixar a SELIC subir.

          Pelo menos para aqueles que não querem levar o dinheiro para fora.

          A longo prazo, contudo, em razão da recessão (que vai manter a inflação relativamente domada) e do aumento da dívida pública (de 65% do PIB para 75%) o dólar deve subir (mesmo com a balança comercial “equilibradada” e o dólar “apanhando” na sua característica de reserva de valor). O problema é quando o dólar vai embicar para cima e se vai ser por saltos (fuga da moeda) ou se vai ser aos poucos (estado febril).

          0
  • BOLHUDO_MINEIRO 13 de janeiro de 2016 at 19:42

    Conhecido que consegui doutrinar viu ap que ele estava de olho em BH há dois anos atrás sair de 270k pra 190k….Imóvel não desvaloriza!!!!

    16+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 13 de janeiro de 2016 at 20:07

      Fora o custo de oportunidade do capital. Que no minimo é de 13% ao ano. 😉

      3+
      • avatar
  • From_The_Tower 13 de janeiro de 2016 at 20:07

    Cadê o DRN?

    3+
    • avatar
  • The End 13 de janeiro de 2016 at 20:09

    Jornal da Band de hoje à noite:
    1 – De novo mais uma matéria focando nos distratos e nos números do tópico de 11/01.
    2 – Em outra matéria a repórter frisou que a corva não estava vendendo nada, segundo informações da mesma. Ela vai ter que tirar a filha pequena da escola particular e colocar na escola pública, mas está difícil encontrar vagas na rede pública.

    7+
    • avatar
  • Annoying Brick in The Wall 13 de janeiro de 2016 at 20:44

    Amigos bolhistas, gostaria de uma avaliação de vocês. Sou cliente da corretor Spinelli desde 2009, e acho uma boa corretora. O custo não é zero mas acho bem justo para TD.

    Mas quando vi a reportagem do InfoMoney de hoje me assustei com o risco de quebra, depois do que ocorreu com a TOV, pois teve prejuízo de quase 1/3 de seu patrimônio líquido. Sei que TD, ações etc não são um grande problema pois a custódia é minha e não da corretora. De todo modo, o que vocês acham?

    “http://www.infomoney.com.br/blogs/infomoney-recomenda/post/4514154/como-escolher-uma-corretora-que-aprender-com-quebra-tov?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=nlmercados”

    3+
    • Zek Ariok 13 de janeiro de 2016 at 21:21

      Cara, também invisto em TD pela Spinelli, não me preocupo com esse tipo de coisa. Primeiro, como você mesmo falou, a custódia é nossa, em caso de quebra da corretora basta transferir a custódia pra outra corretora.
      A Spinelli está registrada na CVM desde 09/06/1967, a TOV era bem mais recente que isso (tentei acessar o cadastro dela no site da CVM e apareceu uma mensagem de erro esquisita, certamente por causa da intervenção do Bacen nela…).
      E a intervenção do Bacen na TOV não foi por causa da situação financeira da corretora, como a reportagem dá a entender, mas porque ela fez muitas operações irregulares, usando até dados de pessoas já falecidas, operações claramente de lavagem de dinheiro. Essa reportagem é claramente uma propaganda da XP Investimentos! A Infomoney é cheia de conteúdo patrocinado.

      6+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
    • Crocs 13 de janeiro de 2016 at 21:34

      Annoying,

      Ratifico tudo o que o Zek falou aí em cima. Também sou cliente Spinelli há anos, invisto no TD e estou bem satisfeito. É uma empresa que está há muito tempo na praça e nunca vi ou li nada que desabonasse sua conduta e atendimento. A TOV estava fazendo treta, entre elas usando o nome de gente falecida! Isso aí já mostra a idoneidade da corretora. Se vc acessar o CEI Bovespa, verá que a custódia dos títulos não está com a Spinelli, mas sim no seu nome. Enfim, até agora não há motivo para preocupações, mas vc tem uma lista de outras corretoras e pode migrar a qualquer momento. STAND IN RELAX!

      5+
      • avatar
      • avatar
      • Annoying Brick in The Wall 13 de janeiro de 2016 at 21:52

        Obrigado Zec e Crocs.

        Fico mais tranquilo assim. Também tenho esse sentimento de que a Spinelli é honesta.

        Vlw

        1+
        • avatar
  • Jean Cherem 13 de janeiro de 2016 at 21:05

    Não entende de bolsa. Gostaria de saber de vocês se estas quedas atuais são mesmo em virtude da China ou se o fato de falarem cada vez mais abertamente em bolha imobiliária ou outro fator tem contribuído para a situação.

    2+
    • avatar
  • Azufre 13 de janeiro de 2016 at 21:10

    Cofres vazios: restaurantes populares tiram carne do menu
    Com atraso nos subsídios pagos pelo estado, eles servem apenas água como bebida

    — Há quase um ano tem salsicha todo dia. Antes, serviam um frango de que eu gostava, chegava a pagar dobrado para comer dois pratos. Com essa comida que tem sido servida, não faço mais isso — disse Marcelo Ferreira, corretor de imóveis desempregado.

    ‘http://oglobo.globo.com/rio/cofres-vazios-restaurantes-populares-tiram-carne-do-menu-18453317

    Folha: Em vez de carne todo dia, pobre às vezes só terá arroz, diz Lula sobre crise

    8+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Zek Ariok 13 de janeiro de 2016 at 21:28

    Eu “si divirtu” com as caras de crianças coitadinhas que os investiotários fazem no vídeo! Escandalizaram-se porque a construtora vilipendiou seu bem mais sagrado, o sonho da casa própria, vendendo os apartamentos prontos mais baratos do que quando compraram na “pranta”! Como se a construtora tivesse alguma obrigação de sustentar os preços bolhudos pra assegurar o retorno do investimento deles! Os apartamentos são dela, ela os vende por quanto quiser.
    Agora ardam, revoltadinhos!

    15+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Braveheart 13 de janeiro de 2016 at 21:35

    CVR
    Todos da empresa que me chamaram de pessimista e maluco me procurando pra pegar dicas de investimento. To respondendo que o melhor investimento é imóvel!
    PMJ

    41+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 14 de janeiro de 2016 at 08:07

      TROLL !!!!
      kkkkk
      Fala assim: Agora que os imóveis estão DESPENCANDO de preço , acho que vale a pena começar a procurar. A oferta é enorme e as construtoras vendem mais barato que 2012, dão cozinha, etc.
      as 666 pira com a realidade !!!!

      7+
      • avatar
  • Braveheart 13 de janeiro de 2016 at 21:41

    “Vendam tudo”, diz Royal Bank of Scotland alertando para apocalipse no mercado – InfoMoney
    “http://www.infomoney.com.br/mercados/acoes-e-indices/noticia/4517520/vendam-tudo-diz-royal-bank-scotland-alertando-para-apocalipse-mercado

    3+
    • avatar
    • avatar
  • Cajuzinha 13 de janeiro de 2016 at 21:51

    “Se a estimativa desta semana do Morgan Stanley de que o barril do petróleo pode chegar a US$ 20 impressionou, duas outras instituições preveem cenário ainda pior. Para o Royal Bank of Scotland, ele pode atingir os US$ 16, enquanto o banco britânico Standard Chartered aposta em US$ 10 o barril, nível que não é visto desde novembro de 2001.”

    “http://m.oglobo.globo.com/economia/previsoes-para-preco-do-petroleo-chegam-us-10-18466241”

    8+
    • avatar
    • avatar
  • Henrique 13 de janeiro de 2016 at 21:58

    CA,
    Podemos esperar uma queda geral de pelo menos 35% nos valores dos imóveis ou você acha que cada região sofrerá uma redução?

    0
    • CA 13 de janeiro de 2016 at 23:17

      Henrique,

      Acho que no MÍNIMO a queda total vai ser aquela prevista pela Fitch como MÁXIMO. Lembrando que a Fitch é a mesma agência de análise de riscos que fez a análise dos distratos publicada pelo Estadão e que foi tópico aqui:

      Link: “http://www.infomoney.com.br/imoveis/noticia/4081599/fitch-queda-preco-dos-imoveis-por-evasao-poupanca

      Trecho do link acima:

      “Segundo a Fitch, os imóveis no Rio de Janeiro terão quedas de preços reais de 20 a 55%. Em outras regiões, o índice é mais baixo, de 15 a 50%.”

      ATENÇÃO: observe que a Fitch considerou quedas de preços REAIS, ou seja, considerando a inflação. Repito, o que a Fitch considera máximo, é o que considero MÍNIMO.

      Observe que no caso de imóveis usados em São Paulo, nos últimos 2 anos, a queda foi de 45% em termos reais, ou seja, já está muito próximo do limite máximo da Fitch e sequer tivemos uma visibilidade maior sobre a bolha e um efeito manada.

      Links sobre a queda de 45% em termos reais nos preços médios do M2 de imóveis em São Paulo, com base em preços negociados. Ver página 26 do primeiro link e 27 do segundo, some as quedas nominais com inflação do período:

      “http://www.crecisp.gov.br/arquivos/pesquisas/capital/2014/pesquisa_capital_novembro_2014.pdf

      “http://www.crecisp.gov.br/arquivos/pesquisas/capital/2015/pesquisa_capital_novembro_2015.pdf

      Agora falando sobre MÁXIMO, arriscaria uma queda de 80% em termos reais (considerando inflação), para algumas regiões mais críticas, como Rio de Janeiro e São Paulo.

      Outra observação é que números acima são MÉDIAS, ou seja, poderemos e tenderão a existir quedas que em termos nominais (sem considerar inflação) poderão chegar a estes percentuais estimados para o máximo, mas não serão a regra a ponto de influenciar tanto a média.

      Qual o racional para esta previsão?

      O crescimento de preços do Brasil foi o maior do Mundo em percentuais, existe uma combinação exclusiva de subprime I mais subprime II, assim como a bolha de corrupção da Petrobrás, a crise política e o cenário externo muito desfavorável (China, FED EUA, etc) são inéditos quanto a ocorrerem de forma simultânea à explosão da bolha, junto com isto tivemos uma diferença entre índice de preços e de custos que foi algumas vezes o que os EUA teve no auge da bolha deles, somos um país “em desenvolvimento” com questões estruturais ainda deficientes, etc.,etc., etc…

      10+
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • avatar
      • Curioso 13 de janeiro de 2016 at 23:24

        É soft….

        Só que não!

        0
      • Henrique 14 de janeiro de 2016 at 00:00

        Obrigado CA!!!!!

        0
  • Abestado abc 13 de janeiro de 2016 at 22:42

    CA
    Na sua opinião, a queda dos preços será igual para casas e apartamentos ? Pergunto, pois no caso das regiões metropolitanas existe uma enormeeeee oferta de apartamentos(novos e usados), enquanto geralmente existe um número menor de casas a venda. Acredito que são poucas as pessoas que trocam casa por apartamento.

    Obrigado desde já e parabéns pelas análises.

    1+
    • CA 13 de janeiro de 2016 at 23:29

      Abestado abc,

      Quanto maior a distorção entre oferta e procura, quanto mais o imóvel for um “mico” quanto a localização, qualidade, finalidade e uso efetivo, etc., quanto maiores tiverem sido as promessas não cumpridas que inflacionaram os preços de forma insana, maiores serão as quedas de preços.

      Exemplos de maiores quedas de preços por distorções ainda mais anormais ou apostas erradas: Noroeste de Brasília e as promessas de que seria o melhor bairro de Brasília, versus o fato de se tornar um “Chaparral” (consulte no Google, é antigo – rs) ; Jardim das “Perdizes” e as promessas mirabolantes de trem-bala; imóveis de 1 dormitório em São Paulo e o super-mega crescimento dos lançamentos (o triplo do recorde de 10 anos no 1S13) e vendas de 80% para investidores; cidades do Interior, como Jundiaí e apartamentos acima de R$ 400 mil em quantidade completamente incompatível com renda local e sem sentido de ser “tomado” por Paulistanos que prefeririam casas do que apartamentos nestas localidades; chácaras, casas de praia e outros que tiveram os preços crescendo de forma absurda em localidades sem boa infraestrutura e sem muito racional e onde serão os primeiros para que as pessoas se desfaçam deles em momentos de agravamento de crise e aqueles que ninguém gostaria de adquirir neste momento, etc., etc., etc…

      Sim, aparentemente a distorção entre oferta e procura no caso de apartamentos é maior, mas não fiz nenhum estudo específico quanto a isto.

      4+
      • avatar
      • avatar
      • Curioso 13 de janeiro de 2016 at 23:35

        Falando em Jardim dos Alagados, a Tecnisa entregou o primeiro apartamento do bairro micado ontem….
        Fonte: publicação patrocinada invadindo o meu facebook.

        3+
        • avatar
        • CarlosL 13 de janeiro de 2016 at 23:44

          Bem lembrado, fizeram uma queima de fogos inclusive afinal, não eh todo dia que aparecem espertalhões para pagar 2,5kk em um imóvel tao bem localizado ….

          1+
        • O Bancário 14 de janeiro de 2016 at 00:13

          Tenho dois clientes que compraram lá.
          Pagaram tudo de 1 milho pra cima.

          2+
          • avatar
      • Abestado abc 14 de janeiro de 2016 at 10:58

        Obrigado CA !

        0
  • Anonymous 13 de janeiro de 2016 at 23:41

    Azufre

    O Anonymous disse bem:

    você empresta $ para a construtora, deveria receber juros, e não pagar.

    22+

    Finalmente consegui entrar.

    10+
    • avatar
    • O Bancário 14 de janeiro de 2016 at 00:11

      Anonymous, boa noite.
      Deixei um post lá no tópico de investimentos. Tenho uma dúvida sobre abrir conta lá no Euro Pacific Bank. Pode me dar uma força?
      Abraços.

      0
  • Zé Carioca 14 de janeiro de 2016 at 00:10

    As evidências dele estão putadas na realidade. Os preços não caíram significativamente como as próprias postagens do Reclame Aqui mostram. Quando você e a RosinhA falam em quedas de 50% mostram números de construtoras mas não conseguem dar um exemplo real. Também quero muito que os preços caiam, pois só compro se houverem quedas significativas de valores (pelo menos 50%), mas falar em quedas de 50% do preço hoje não corresponde à realidade.

    Esse trecho do seu texto mostra que as quedas ainda são bem pequenas: “Preço de Tabela de acordo com a valorização do imóvel R$ 345.500,00. Atualização de Preço do Imóvel para Revenda segundo Extrato que de Pagtos fornecidos pelo site da Even R$ 324.000,00. Preço atual praticado por seus corretores em tabela promocional R$ 295.200,00.” O que seria preço de tabela segundo a valorização do imóvel? Isso claramente não existe então ignoremos esse número. O cara pagou 324k e o preço pedido hoje é de 295k, queda nominal de aproximadamente 10%, longe da queda nominal de 50% que vocês tanto propalam. Por enquanto as quedas estão sendo suaves e a inflação está fazendo a maior parte do trabalho, ou seja, estamos vivendo um softland.

    Em resumo, os preços ainda estão nominalmente muito próximos do pico e as vendas são escassas, mas repito ainda não caiu 50%, se tivesse caído alguém já teria achado o imóvel no preço que apostei com a RosinhA e ela teria o prazer de esfregá-lo na minha cara. Oxalá que os preços despenquem, vamos torcer juntos.

    “Sobre as bravatas “a la Zé Carioca”, desafiando alguém para encontrar um imóvel pelo preço que você quer, ao invés de trabalhar neste “micro cosmo”, traga além dos depoimentos, as devidas PESQUISAS, com amostragens condizentes, exatamente como fiz acima, daí podemos conversar. Dizer que os investidores em imóveis na planta estão mentindo simultaneamente e sobre o mesmo empreendimento acima, que a pesquisa do CRECI SP está mentindo, ou seja, que a maioria das imobiliárias que participou da pesquisa mentiu embora não fosse ganhar nada com a mentira e só perdesse com a divulgação deste fato, etc., não leva a nada, onde estão suas EVIDÊNCIAS (PESQUISAS baseadas em preços de vendas REALIZADAS + Depoimentos) que provam o que você está dizendo?”

    13+
    • avatar
    • avatar
    • Zé Carioca 14 de janeiro de 2016 at 00:13

      * pautadas na realidade. Digitar no iPad é triste.

      1+
    • CA 14 de janeiro de 2016 at 07:40

      Distorcendo tudo o que eu disse, só para variar:

      Nunca disse que já havia caído 50% em 2013, as evidências do ReclameAqui foram para mostrar que aquilo que consta no tópico, de queda de preços na entrega do imóvel, já ocorre desde 2013 e não desde 2015. Aliás, sequer quanto a 2015 disse que já havia caído 50%, esta é só mais uma das muitas distorções em relação ao que eu falo que você sempre faz. Veja mais acima, coloquei sobre o quanto que previ que cairia, porque foi perguntado, mas não disse que já caiu isto em todos os lugares do Brasil, só mostrei o exemplo de São Paulo onde já caiu 45% em termos reais para imóveis usados em 2 anos e mostrei as evidências disto.

      Apesar do que consta acima, temos um depoimento do ReclameAqui em 2013 sobre imóvel de Brasília mencionando queda de 30%, sendo que pesquisa da Geoimovel no comentário seguinte fala sobre redução de 35,5% de preços COBRADOS (realizados, negociados) em Brasília em 2013 na comparação com 2012. O que é isto, a combinação de um depoimento mentiroso sem motivo com uma pesquisa que tem muito mais tempo de vida que o FIPE Zap e que também estaria mentindo sem ter nenhum motivo para isto???

      Só como referência, no auge da bolha imobiliária americana a maior queda em um ano foi de 18% e lá é um exemplo de Hard landing…

      Sobre SJC coloquei muito mais evidências que constam acima, no início dos comentários do tópico, por que finge ignorar?

      Vende-se menos de 1% do que se anuncia, não vou procurar agulha no palheiro e achar o imóvel que você quer só porque você tem preguiça de fazer isto, é um problema exclusivamente seu…

      3+
      • avatar
      • Zé Carioca 14 de janeiro de 2016 at 09:44

        A questão do hardland vs softland é meramente discordância de opiniões. Tome como exemplo os EUA, você fala em hardland com quedas de 18%, sim realmente as quedas médias foram de 18%, porém isso foi uma média nacional. Para mim nos EUA houve um hardland por causa de cidades como Las Vegas onde caiu mais de 62% em seis anos, ou Miami onde os preços caíram 54% em cinco anos, ou ainda Riverside com 53% de queda em cinco anos. Mas se você levar em conta outras cidades como Houston as quedas de preços foram de menos de 9% do pico para o vale, quedas essas que na minha opinião não configuram hardland. Apesar de a média ter sido de 18% em algumas cidades a bolha realmente estourou forte e em outras os preços se mantiveram bem próximo ao pico.

        Você não pode querer comparar o caso americano com o brasileiro, pois aqui subiu muito mais do que por lá, por aqui quedas de 18% são meras acomodações de mercado. No Brasil os preços quadruplicaram e o valor do m² continua muito distante da renda do comprador, é muito mais fácil para um americano médio comprar um imóvel do que um brasileiro médio. Os preços aqui precisam cair muito para voltar a um patamar aceitável e sinceramente não vejo quedas acentuadas, pelo menos no RJ.

        “http://www.economist.com/blogs/graphicdetail/2015/11/daily-chart-0 – dados que utilizei para falar nos percentuais de queda.

        4+
  • Rodrigo ABCDM-SP 14 de janeiro de 2016 at 00:59

    CA, há algum relatório sobre a região do ABCDM, em especial São Caetano no CRECI-SP?

    Em SCS os imóveis que pesquisei desde 2013 estão um pouco acima dos valores da época ou o “mesmo valor pedido”.

    Meu aluguel vence dez/2016 e pretendo comprar lá para 2017 ou 2018.Há estimativa em alguma fonte para esta região? Não quero deixar nada no FGTS a 3%, mas só compro se cair bem o preço.

    1+
  • Margarida 14 de janeiro de 2016 at 07:57

    Achei graça: a construtora está dando 200 mil de desconto num apartamento de 43m2 ? Imagina o valor do negócio!

    6+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • From_The_Tower 14 de janeiro de 2016 at 08:00

      hahahaha. Tb pensei nisso.
      O meu teto seria 120k para caixote de 43 metros. kkkkk

      4+
      • avatar
  • Seguidor do Bolha BH 14 de janeiro de 2016 at 08:49

    A Grande Aposta
    http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2016/01/1729091-christian-bale-encarna-analista-que-previu-colapso-da-economia-dos-eua.shtml

    Parece ser um bom filme, que trata da crise econômica norte americana e o estouro da bolha imobiliária por lá, aquele negócio que aqui na banânia é só um site de internet cheio de malucos que, assim como eu, não dizem nada com nada.

    3+
    • avatar
    • avatar
  • Fernando de Rio Preto 14 de janeiro de 2016 at 08:59

    Bom Dia Pessoal.
    Eu vi ontem o From falando de LCI a 89% no Satander, 1 ano. Eu to com as LCA do BB a 84%, 90 dias, só que agora eles diminuiram para 81%. É pouco. Vocês conhecem outra opção em banco grande, com liquidez rápida, de 3 a 6 meses?
    PS: não vou nas LCA e LCI de corretora / banco pequeno pq a esposa não concorda, e se der pau depois, vcs sabem pra quem vai sobrar né kkk

    0
    • Seguidor do Bolha BH 14 de janeiro de 2016 at 09:09

      Ouvi dizerem que LCA no BB baixou para 80%.

      1+
      • avatar
      • Fernando de Rio Preto 14 de janeiro de 2016 at 09:16

        Piorou então… é q, quando contratei, peguei a 84% e depois peguei mais um pouquinho a 83,5%. Eu sei que essas taxas são baixas, mas eu preciso do curto prazo pra poder pagar o aluguel.

        0
    • Zé Carioca 14 de janeiro de 2016 at 09:51

      O banco que paga as melhores taxas na LCI é o Santander, pelo que o padeiro e outros relatam no Select você consegue de 87 a 89% dependendo do montante total da sua carteira. O Santander não tem LCI com liquidez diárias, as opções são para 6 meses de vencimento ou 1 ano. Nos bancos públicos as taxas estão em queda, na Caixa para você conseguir percentual de 88% precisa ter aplicações de milhões.

      2+
      • Fernando de Rio Preto 14 de janeiro de 2016 at 10:50

        Qual é o montante aplicado para ser Select? Paga tarifa se tiver aplicações?

        1+
        • Vinicius OB 14 de janeiro de 2016 at 16:13

          Se não me engano os requisitos são renda de 10k ou incestimentos acima de 100k. Eles dão isenções conforme o montante aplicado, mas não chega a 100% de desconto.

          O valor do pacote é R$ 95, mas conforme os investimentos ele reduz.
          De 100.000 a 199.999 R$ 71,25
          De 200.000 a 299.999 R$ 47,50
          Acima de 300.000 R$ 23,75

          1+
  • Marc 14 de janeiro de 2016 at 09:08

    OFF
    Brasil complica ainda mais para o empreendedor. Agora pagar o ICMS ficou impossível para o e-commerce.
    “https://medium.com/@igorgaelzer/como-a-mudan%C3%A7a-do-icms-afetou-profundamente-nosso-neg%C3%B3cio-de-e-commerce-9cf05282b33a#.ckr9uvqff”

    2+
    • avatar
    • LZ 14 de janeiro de 2016 at 09:22

      Ou seja SONEGUE que é mais simples 😀

      2+
      • avatar
  • L.A. 14 de janeiro de 2016 at 09:09

    CVR 01
    Porto-Alegrenses estão caindo na realidade e baixando preço de imóveis.
    Sempre faço uma pesquisa para saber “o quanto vale” meu apartamento. Fui no Zap e comecei a ver preços muito baratos para a minha região (não bairro). Até colhi alguns números para demonstrar. Seguem os valores do metro quadrado dos imóveis. O metro quadrado do Fingezap é 6,338K.
    6,4k –4,6k – 4,9k – 5,1k – 4,5k – 5,1k – 4,6k – 5k – 5,6k – 6,3k – 5,2k – 6,4k – 5k – 5,7k – 6,3k – 6k – 5,9k.
    Exceto os apartamentos muito velhos ou muito pequenos, todos eram acima do Fingezap, agora a maioria fica abaixo. Todos os anúncios mais baratos eram os mais recentes. A coisa começou a sangrar.

    CVR 02
    Todo corvo que liga para a minha progenitora ela dá meu telefone. Sou sádico, adoro conversar com eles e dar corda.
    O último me ligou todo entusiasmado, falando sobre o mercado blá blá blá, wiskas sachê. Eu só emendei um “estou procurando uma oportunidade e não um apartamento, já tenho o meu e não tenho pressa”. Falei que o meu teria que entrar em dação (antes ele perguntou se eu queria vender, quando prontamente “vender para quem, o mercado está parado), ficou aquele segundo de silencia e o corvo falou então que teria que verificar, pois não são todos que aceitam imóveis. Perguntou quanto vale o meu, foi a deixa para eu falar “quanto eu acho que vale ou quanto o mercado acha que vale”. Antes que ele pudesse pensar que estava valorizando o meu imóvel eu já disse que 7k o metro quadrado que nem eu já vi é irreal, que nenhum apartamento vale isso. Já comentei que pago no máximo 5k o metro quadrado e que eu entrego o meu por 5k o metro quadrado se o vendedor fizer o preço de 5k o metro quadrado. Já avisei que o valor do metro quadrado do meu terá que ser igual ao metro quadrado do imóvel do vendedor.
    Minha progenitora diz para eu não ficar dando corda para os corvos que uma hora eu ouvirei um monte de desaforo. Só que eu já tenho uma resposta pronta: “a primeira coisa que eu te falei foi que procurava uma oportunidade e não um apartamento. Enquanto a oportunidade não chegar, não compro”.

    14+
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
    • avatar
  • Underground 14 de janeiro de 2016 at 13:41

    Eu acho que a grande massa bananense só irá se dar conta que o mercado imobiliário já foi para o brejo quando o Selton Melo ou algum ator queridinho da massa fizer um filme explicando.
    Qtas pessoas vocês já tentaram explicar que pagar juros pro banco durante anos é bem pior que “jogar dinheiro fora com aluguel”?
    As vezes acho que preciso desenhar colorido para alguns…

    4+
    • avatar
    • avatar
  • Just A Simple Bubble Man 14 de janeiro de 2016 at 14:40

    Ainda bem que nem gastei meu tempo lendo a entrevista do Presidente do Ipea
    “http://www1.folha.uol.com.br/colunas/sergiomalbergier/2016/01/1729427-ipea-culpa-capitalismo-pela-corrupcao.shtml

    1+
    • avatar