Debate sobre a bolha imobiliária – O pequeno investidor

Você pode gostar...

Comments
  • gambati 19 de abril de 2012 at 20:33

    Com a crise financeira de 2008, muita gente saiu da bolsa de valores e de outros ativos de risco e com medo de uma quebradeira geral procurou se refugiar em ativos de menor risco (ouro, prata, imóveis, etc.).

    A partir de meados de 2009 os preços de imóveis começaram a subir fortemente (com a entrada desses investidores, inclusive estrangeiros). Houve, portanto, um rápido desiquilíbrio entre demanda e oferta. A demanda aumentou e a oferta não conseguiu acompanhar (levantar prédio leva tempo). Com os preços subindo a altas taxas (20-25% ao ano), mais investidores se interessaram pelo mercado e entraram na compra, aumentando ainda mais a demanda e desequilibrando os preços.

    Isso aconteceu até julho-setembro/2011, quando as vendas do mercado travaram, ou pelo menos voltaram à velocidade de antes de 2009 (apesar de o zap ainda registrar aumento dos preços pedidos). As vendas travaram porque muitos compradores pessoa física desistiram de comprar em face dos altos preços. Muitos investidores que compraram na planta em 2009 estão recebendo agora os seus imóveis e não estão conseguindo financiar o saldo ou vender o imóvel pelo valor que pedem. Por isso novos investidores estão sendo mais cautelosos em entrar no mercado.

    Dessa forma já se percebe uma redução da demanda e um leve aumento da oferta (mais apartamentos entregues). Mas não acredito em desabamento de preços, acho que a correção vai se dar aos poucos: ao mesmo tempo que menos gente vai querer investir já que não vai ser esperada nova alta de preços, muita gente também quer comprar e a oferta não está crescendo muito (não há novos lançamentos em quantidade suficiente).

    Por isso, acho que os preços vão ir se estabilizando aos poucos e isso vai variar de região para região. Ao mesmo tempo a inflação vai ir correndo os preços, de modo que em um determinado prazo os preços vão estar justos para todo mundo possa voltar a comprar. Não tenho ideia de quado vai ser isso, talvez uns 2-3 anos (o tempo que levou para subir?).

    0
    • Shakespeare 19 de abril de 2012 at 21:21

      Gambati,

      A sua análise do que ocorreu está muito boa, mas sua previsão do que irá ocorrer está equivocada. Os preços não podem estabilizar, ou ter uma queda lenta (também conhecido como ‘soft landind’ da bolha) porque subiram muito e se descolaram da realidade das pessoas. Com isso o efeito manada de debanda dos investitolos vai fazer com que a queda seja abrupta, com alguns repiques, nos próximos meses, até os preços atingirem os valores médios históricos, conforme as leis de mercado preconizam.

      Existe muito material sobre isso aqui no blog e você poderá ver toda a argumentação técnica para entender melhor.

      Abs

      0
      • Shakespeare 19 de abril de 2012 at 21:24

        Em tempo: a única possibilidade de existir o ‘soft-landing’, ao meu ver, seria que continuasse constante o “estoque” de investitolos entrando no mercado e suportando os preços, mas isso eu vejo que já se esgotou, com exceção de pequenos repiques que podem ocorrer. (MrK, você pode me ajudar com esse assunto?)

        0
      • Rui 19 de abril de 2012 at 22:33

        Ha uma gigantesca bolha imobiliaria global. Umas ja em correcao, outras em eminente estouro . Somente uns poucos paises, como Cuba e Egipto por exemplo, tem seus precos imobiliarios ainda no chao, mas prestes a decolar.
        Brasil vai ter uma correcao nos proximos anos, de ate 80%. Imovel daqui a 5-8 anos, nao vai valer nadegas.

        0
      • Bolhado 19 de abril de 2012 at 22:39

        Muito boa a análise e melhor ainda o contraponto! Também não acredito em queda gradual! Aqui no interior no Ceará, numa cidade de menos de 150mil habitantes, estão pipocando placa de vende-se!

        0
      • Johnny Real State 20 de abril de 2012 at 10:50

        Pessoal, na opinião de vocês essa queda anual no valor dos imóveis vai ser de + ou – quantos % ao ano? Para todos os imóveis? ou para os de alto valor tende a ter queda maior?

        0
        • Even 20 de abril de 2012 at 11:56

          Comprei um apto em 2009 em Sao Paulo – Granja Julieta.
          Paguei na epoca 3.700 o metro, corrigindo pelo INCC está 4.400 o metro.

          Porém a construtora está vendendo a 6.000.

          Uma correção de ~30% seria o justo. Voltando ao patamar de 2009.
          Não acredito que caia menos que isso.

          0
          • Johnny Real State 20 de abril de 2012 at 12:03

            Na minha opinião a queda vai ser maior nos imóveis ainda na planta ou em construção, os já prontos devem ter uma queda mais lenta, já que é só entrar e morar, não fazendo nenhum sentido o m2 estar mais caro do prédio que ainda será construído.

            0
          • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 14:04

            Even,

            Em 2009 você já pagou um preço acima do valor médio histórico. Reveja seus cálculos considerando isso e você chegará ao percentual correto aproximado da queda.

            Abs

            0
          • Spina 20 de abril de 2012 at 21:07

            Even quantos m2 o apartamento?, a metragem dele tb influencia no calculo do valor do m2

            0
        • Paulo Franc 20 de abril de 2012 at 16:33

          também fico nos 30%, tem gente ainda sonhando com patamares de 2006 e 2007, isso com crédito na praça, NUNCA MAIS!

          0
    • augusto 20 de abril de 2012 at 08:04

      havendo uma desaceleração nos lançamentos, haverá menos obras e consequentemente desemprego na construção civil. Muitos ainda continuarão empregados nas obras faraônica e inúteis da copa 2014, mas a partir de 2013 será um caos.
      Juntando o desemprego que certamente ocorrerá na cadeia e na industria automobilistia, coemeçará uma inadimplencia alta e menor consumo.
      O circulo apertará mais e mais, apesar dos esforços desesperados deste governozinho. Afinal de contas os EUA, e outros paises muito mais ricos tb tentaram

      0
      • gambati 20 de abril de 2012 at 10:17

        Gostaria de acreditar numa queda brusca, mas acho que na verdade não temos métodos científicos de se determinar como será a queda (soft landing ou queda brusca), apenas opiniões influenciadas pelos dados que temos disponíveis.
        Na dúvida, me preparo para a pior hipótese: soft landing. Sofrerei menos assim (não ficar esperando mês a mês a queda esperada).

        0
        • gambati 20 de abril de 2012 at 10:19

          Até porque no atual cenário de queda de juros, o governo pode querer taxar poupança e reduzir o empréstimo imobiliário pela caixa e o BB, o que daria algum folego à bolha.

          0
        • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 15:27

          é a resposta da pergunta do milhão, quem acertar leva uma moedinha 🙂

          0
      • Johnny Real State 20 de abril de 2012 at 10:52

        O que é queda brusca para vocês, 20% ao ano?

        0
        • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 14:06

          Brother,

          O que você acha de 36% de desconto em um final de semana?

          Tudo bem que você pode dizer, mas isso foi uma promoção pontual para desovar apartamentos menos vendáveis e que estavam encalhados, mas eu digo que isso vai ser a tônica nos próximos meses, quando os investidores perceberam que compraram micos a preço de ouro e ninguém tem nem prata para comprá-los…

          0
          • Johnny Real State 21 de abril de 2012 at 01:58

            Quem viu jornal nacional, dia 19/04 sabe que realmente algo está acontecendo. A propaganda da Rossi, desesperada no intervalo, ligue agora que temos uma promoção relâmpago, isso não existe. Na minha opinião vai ter queda no preço do m2 nos lançamentos, os prontos deve manter o valor por já estar habitável.

            0
    • Rafael 20 de abril de 2012 at 16:35

      http://youtu.be/XaofuVkOzv4
      Vídeo com o resumo histórico dos últimos 8 anos

      0
      • xangai 20 de abril de 2012 at 17:22

        Bem legal Rafael !!!

        Acho que vc pode continuar atualizando !!!!!!!!!!!!!!!!!..

        Nao sei se vc participa do Blog faz tempo … mas … se pegar os headlines aqui vc vai ter mais e tambem otimos materiais !!!

        Ahh… como no Inside Job … nao se esqueca ( daqui pra frente ) de incluir ai varias frases na midia do pessoal do Secovi , Sinduscon , etcccc… !!! vai ser bem divertido.

        0
      • EduLon 22 de abril de 2012 at 11:01

        parabens pelo video. simples, porem fala dos pontos essenciais do que esta acontecendo. seria legal se vc achasse a opiniao de economistas famosos, desses que bolha eh algo que acontesse qm qq outro pais, exceto no brasil, e colocasse junto. abs

        0
      • Ronald 23 de abril de 2012 at 10:59

        Parabéns pela iniciativa!

        Finalmente um material legal para distribuir e divulgar.

        Se me permite a sugestão sincera, um video informações mais sucintas vai atrair mais pessoas. A música foi uma idéia criativa mais me incomodou coloca um HIT de um drama…rs… fica minha sugestão.

        Novamente parabéns!

        0
    • Miguel Jacó 21 de abril de 2012 at 22:08

      A queda brusca, que todos vocês aqui esperam, começará ATÉ dia 12/06/2012.
      Ou não me chamo Miguel Jacó.

      0
      • Capital H 22 de abril de 2012 at 12:42

        Caraca!!!!!

        0
  • Laranja 19 de abril de 2012 at 20:52

    Enquete na capa do Terra:

    Para você, os imóveis no Brasil estão: Muito caros, caros, normal, baratos…

    Votem…

    0
    • Shakespeare 19 de abril de 2012 at 21:17

      Já votei e minha noiva também… está mais de 81,5% para o “Muito Caro”

      0
      • Shakespeare 19 de abril de 2012 at 21:26

        e mais de 19.000 votos até o momento

        0
        • Será... 20 de abril de 2012 at 11:03

          RESULTADO DA ENQUETE

          Obrigado pela sua participação.
          Para você, os imóveis no Brasil estão:

          81.64% – 18351 votos Muito caros

          12.89% – 2897 votos Caros

          3.24% – 728 votos Com preço normal

          0.47% – 105 votos Baratos

          1.76% – 396 votos Muito baratos

          Total: 22.477 votos

          0
          • mané 20 de abril de 2012 at 16:03

            muito baratos é sacanagem…. presidente do secovi e a família dele…haha

            0
          • Miguel Jacó 21 de abril de 2012 at 22:10

            94,53% acham caro ou muito caro. Alguém ainda duvida que a bolha já explodiu?

            0
  • RPL 19 de abril de 2012 at 20:57

    Off-Topic mas é interessante….

    Ouvindo a CBN hoje de manhã e a tarde, escutei o Mario Halfeld (ou algo do gênero) respondendo a uma questão de forma trivial.

    Porém, o interessante era a pergunta:

    – Vendi um apartamento e pretendo comprar um apartamento de 440K, fora isso, quero trocar meu carro de 30K por um carro de 60K.

    Tenho 208K. Vale a pena eu comprar o carro a vista e financiar o imóvel ou vale a pena eu financiar os 2?

    ______________________________-

    O Mario Halfeld respondeu que ele tinha que pagar o carro a vista e financiar o imóvel se os juros fossem mais baixos.

    _________________________________

    Na vida real, provavelmente o cara não tem renda pra financiar 270K no imóvel… Provavelmente vai dar os 208K + carro de 30K, vai ficar devendo 200K no imóvel (quanto dá isso de prestação?) e vai comprar o carro financiado em 60 x sem entrada.

    0
    • Alvaro Queiros 19 de abril de 2012 at 21:36

      200k da uma prestação de 2,3k.

      0
      • RPL 19 de abril de 2012 at 23:10

        Mais 1,5K do carro…

        Quando vc vai ver, a renda do casal é de 10K brutos…

        0
    • RAL 20 de abril de 2012 at 10:26

      Meu amigo , você acha que estas perguntas que supostamente Mauro recebe são verdadeiras ??? você acredita no papo deste caramara ???? logo logo a CBN vai tirar ele do ar pela falta de imparcialidade deste idiota

      0
      • Thiago A. 20 de abril de 2012 at 10:35

        Alguém acredita!? Só os ouvintes dele.

        Melhor acreditar em Papai Noel, Coelhinho da Páscoa do que no Mauro Halfeld

        Mas a CBN não vai tirar do ar não, tem que manter ‘a população bem informada’

        0
    • Júlio Cesar 20 de abril de 2012 at 13:14

      Vou então lançar uma linda campanha aqui no blog, inspirada naquela ” Cala a Boca Galvão”. “CALA A BOCA MAURO HALFELD!!!” Este cara é igual ao Romário jogador de futebol: quando fica quieto é um poeta.

      0
  • Miguel Jacó 19 de abril de 2012 at 20:58

    Fiz um estudo sobre a quantidade de veículos novos vendidos (os 50 mais vendidos) do primeiros trimestres dos anos de 2009, 2010, 2011 e 2012.

    Eis o resultado
    2009: 559027 veículos
    2010: 656657 veículos (+17%)
    2011: 652137 veículos (-0,68%)
    2012: 627648 veículos (-3,76%)

    Observem o boom em 2010, a estagnação em 2011, e a queda em 2012 (mesmo com todos os incentivos do governo).

    “Qualquer semelhança com outro tipo de mercado pode ser mera coincidência…”

    0
    • CapEnt 20 de abril de 2012 at 09:42

      Carro ao menos tem o mercado de reposição para arrastar as montadoras numa espécie de suporte de vida em caso de queda brusca.

      Já imóveis, o cliente casou com uma dívida de 30 anos com baixa chance de repasse… queda em mercado superaquecido aqui é quebradeira geral.

      0
      • Miguel Jacó 21 de abril de 2012 at 22:00

        Exatamente, está sendo criada uma geração inteira de endividados, pelos próximos 30 anos pelo menos.

        0
  • Shakespeare 19 de abril de 2012 at 21:14

    13 de maio de 2011, às 15h36min
    Como subir o preço e ainda assim aumentar as vendas: O caso da Vodka Askov
    Veja algumas táticas usadas pela empresa Asteca para conseguir subir as vendas de sua Vodka Askov.

    Era uma vez uma Vodka….

    Bem, alguns a chamavam de Vodka, outros de água-ardente ou coisa pior. Sua garrafa era feia, seu rótulo era grande demais, seu preço incrivelmente baixo acabava comprometendo sua percepção de valor junto ao consumidor e seu gosto… ah o seu gosto… esse era a principal reclamação dos clientes, nunca ouviu-se falar bem dele… muito ruim, muito forte!

    Para quem não é do interior de São Paulo, talvez ainda não consiga identificá-la, mas estou falando da vodka Askov, fabricada pela empresa Asteca.

    Porém a algum tempo atrás esse cenário começou a mudar, as vendas começaram a subir, e no ano novo de 2010 o produto encontrava-se esgotado nos Supermercados. Mas o que foi que aconteceu afinal?

    Vamos analisar algumas variáveis que fizeram a empresa Asteca usou para alavancar as vendas do seu produto.
    O design da Garrafa
    Diante de todo o quadro de problemas exposto, estava na cara que algumas mudanças precisariam ser feitas, aliás, talvez eu esteja exagerando, mas era preciso começar praticamente do zero.

    E para dar uma nova cara para algum produto, nada melhor do que começar por sua embalagem. O formato da garrafa foi então aperfeiçoado, ficou mais fina, com mais curvas, completamente mais moderna. Seu rótulo, agora pequeno e com um vermelho expressivo, lembra bem as marcas mais conceituadas como a da vodka Smirnoff. O primeiro passo então foi dado.
    O Preço do Produto
    Vamos imaginar a seguinte cena: Imagine que você precise comprar um vinho para uma ocasião especial, um jantar por exemplo. Você então resolve ir ao Supermercado dar uma passadinha na sessão de vinhos. Acontece que você não entende nada de vinhos e diante de uma imensidão de produtos, você acaba por resumir que quanto mais caro o vinho, melhor será o seu gosto, estou certo?

    Moral da história: o valor do produto (nesse caso, o da bebida alcoólica) está intimamente ligada ao seu preço, você aceita pagar mais caro por ele porque acredita que está levando algo de uma qualidade superior.

    E ao que tudo indica, a empresa resolveu levar em conta este pequeno exemplo e resolveu que para aumentar o conceito que a vodka Askov tinha entre os consumidores, era preciso primeiro aumentar o seu preço, não muito a ponto de prejudicar o seu posicionamento entre as vodkas de segunda linha, mas algo precisava ser feito em relação a esse problema.

    Com a garrafa nova entrando em cena o impacto que o aumento causou foi amenizado, afinal, para o consumidor não só a “embalagem” do produto estava melhor, seu gosto também deveria acompanhar as mudanças e estar melhor também! Mas será mesmo?
    Tudo pronto, e agora?
    Produto novo, vida nova, chegou a hora de divulgá-lo certo? Errado! Se me perguntarem o por que eu não sei mas, nenhuma divulgação da marca, nenhuma campanha promocional, nenhum aviso ao cliente foi feito.Simplesmente colocaram o produto nos pontos de vendas e pronto, deixa que ele mesmo faz o resto. Isso sim que é confiança!

    E não é que deu certo?

    O mais curioso é que, não sei se vocês repararam mas em nenhum momento eu mencionei que o sabor da vodka foi alterado! Pois é, ele não foi (ou se foi, em nenhum momento isso foi divulgado pela empresa). Ela continua tendo o mesmo sabor forte característico dos seus antigos tempos.

    Uma grande sacada da empresa Asteca, simples, rápida e eficaz.

    ht tp://www.administradores.com.br/informe-se/artigos/como-subir-o-preco-e-ainda-assim-aumentar-as-vendas-o-caso-da-vodka-askov/55051/

    0
    • Shakespeare 19 de abril de 2012 at 21:15

      Qualquer semelhança com o que aconteceu no mercado imobiliário será mera coincidência… ou não?!! 😮

      0
      • RosinhA 19 de abril de 2012 at 21:43

        A Hyundai fez a mesma coisa.

        0
        • pmoraesm 19 de abril de 2012 at 23:49

          A hyundai ainda usa outra técnica: a de insinuar que você não é bom ou tem dinheiro o suficiente pra ter um carro deles.

          Fui com um colega do trabalho na hora do almoço em uma concessionária da Hyundai pois ele queria ver o i30-CW.

          O vendedor agia como se estivesse fazendo um favor em nos atender:

          1. Disse que o carro que meu colega queria dar de entrada não valeria muita coisa na troca (nem quis fazer avaliação).

          2. Falou que não iria simular um financiamento pois as taxas do parceiro da Hyundai eram caras, que era melhor ele tentar ver financiamento direto com o banco.

          3. Quando questionado se conseguia melhorar o valor passado disse que o preço do carro era aquele, e que se estivesse fora das possibilidades do meu amigo ele podia mostrar uma versão mais barata.

          Depois de um tempo esse meu amigo perguntei o que eu achei do carro, eu disse que tinha gostado mas que, se fosse eu, só compraria com outro vendedor. O cara (que estava ao lado) quis me fuzilar com os olhos…

          Meu amigo acabou comprando outro carro e disse que enviou uma reclamação para o SAC hyundai, informando que deixou de comprar um carro deles pelo péssimo atendimento que recebeu. A resposta foi um “lamentamos e faremos o possível para melhorar” padrão

          0
          • CapEnt 20 de abril de 2012 at 09:55

            Pelo preço que a Hyundai cobra no Brasil, vendendo golzinho Coreano como carro de luxo, ela deveria disponibilizar garotas de programa (ou love boys…) for free para qualquer cliente que fechar a compra…

            Mas acho que nesse caso, foi só uma agencia porcaria mesmo, não a Hyundai. Elas não são da montadora, então ela pode fazer muita pouca coisa além de repassar a reclamação.

            Tem empresa que não se pode dar ao luxo de atender mal.

            0
          • doido 20 de abril de 2012 at 11:20

            Que engraçado aconteceu a mesma coisa comigo há um ano atrás!

            Eu estava pra escolher entre dois modelos de marcas diferentes.

            Ele me falou o seguinte: quando você tiver certeza que não vai querer comprar o carro da outra marca você volta aqui e a gente conversa.

            uhaeuhaehuae. Que piada este vendedor. Deve ser o mesmo cara.

            Ainda bem que comprei do concorrente pois no mês seguinte já haviam anunciado o novo i30.

            0
        • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 14:55

          20/04/2012 – 03h25
          Presos empresários suspeitos de vender carros roubados
          PUBLICIDADE
          DE SÃO PAULO

          Policiais civis prenderam três empresários suspeitos de pertencer a uma quadrilha responsável pela venda interestadual de carros roubados, em Bragança Paulista (85 km de São Paulo), na tarde de quinta-feira (19).

          Segundo a polícia, após o roubo os veículos recebiam nova numeração e documentos antes de serem vendidos.

          Os empresários compravam os carros adulterados e depois revendiam para outros estados, principalmente Minas Gerais. Eles são suspeitos de negociar ao menos 70 veículos de procedência ilícita, de acordo com a polícia.

          Três carros roubados –Hyundai i30, Volkswagen Golf e Nissan Frontier– foram localizados ontem no posto de combustíveis de um dos suspeitos, no bairro Taboão, em Bragança Paulista. Os veículos recuperados estão avaliados em R$ 230 mil, segundo a polícia.

          A ação foi realizada por policiais da 3ª Divecar (Delegacia de Polícia de Investigações sobre Desmanches Delituosos), do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), que investigava os suspeitos desde janeiro.

          ht tp://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1078835-presos-empresarios-suspeitos-de-vender-carros-roubados.shtml

          0
    • Rafael 20 de abril de 2012 at 20:57

      Neste quesito ninguém vence o mercado de cosméticos. Estão há anos luz na frente de qualquer setor.

      Exemplo mais básico: xampu sem sal.

      Óbvio que ninguém quer passar sal no cabelo, logo, melhor comprar xampu sem sal, bem mais caro que o comum, feito com sal…

      O sal nada mais é que o tipo de liga ou algo parecido utilizado na composição do xampu. Não faz diferença nenhuma se tem ou não tem o tal do sal. Por exemplo, o cloro presente na água tratada que é usada no banho é muito mais prejudicial ao cabelo que o tipo de sal presente nos xampus com sal. Mesmo assim as mulheres pagam mais caro pela mesma coisa.

      Isto sem falar nos preços bolhudos dos cosméticos top de linha. Tudo falcatrua. Funcionar até que funcionam, mas nada que um bem mais barato não faça igual.

      Acredito que o ganho deles é muito superior inclusive às marcas famosas de roupas e acessórios.

      0
  • RosinhA 19 de abril de 2012 at 22:30

    Programa de venda de imóveis local do ABC de SP, prestem muita atençao no vídeo dos 1:15min aos 1:40min, e dos 2:00min aos 2:15min, os diferenciais, este produto estava totalmente vendido em 10 dias. E se tiverem um pouco de saco para verem desespero dos outros da Tvimóvel, divirtam-se, mas este é muito bom.

    h tt p://www.youtube.com/watch?v=egmJcMQ4fJY&feature=relmfu

    0
    • Leonardo 20 de abril de 2012 at 00:26

      SEIS APARELHOS DA MARCA BRASTEMP.

      E, meu Deus, JANELA NA COZINHA agora é diferencial.

      0
      • CapEnt 20 de abril de 2012 at 09:59

        Logo vão dizer que o encanamento e a instalação elétrica é diferencial também, e até dar um jeito de cobrar a parte.

        0
        • Thiago A. 20 de abril de 2012 at 10:09

          Daqui a pouco inventam a “EcoHousing” um novo conceito de moradia integrada ao meio ambiente

          (uma casa sem paredes pra não gastar com acabamento)

          Lógico que é apenas de R$800k pra cima

          0
  • RosinhA 19 de abril de 2012 at 22:34

    Aí xangai, aí Gb, do seu amigo preste atenção dos 0.15 Min aos 0.25 min

    h tt p://www.youtube.com/watch?f eature=endscreen&NR=1&v=uAeoQ3OokW4

    0
    • Guilherme SC 19 de abril de 2012 at 23:52

      Será que o pessoal não aprende que toda esses badulaques apenas fazem o preço do condomínio ir para o espaço. Assim você acaba sustentando a boa vida dos vizinhos.

      0
    • GB 20 de abril de 2012 at 06:40

      “. . . muita gente aproveitando essa oportunidade . . .”, mas não vi ninguém com talão de cheques na mão, “corre negadis que é fria !!!!”.

      0
    • xangai 20 de abril de 2012 at 09:33

      Nossa RosinhA … vc tambem assiste esse treco !?!?

      Meuuu… eu me divirto eh muito “trash” eh quase Cult !!
      eh mais ou menos como parar ( uns minutinhos ) para ver os programas “religiosos” ou os “policiais” !! eh trash/brega/magnetico … nao da para nao ver !!!

      alias… repeti muito , como vc mencionou, do 0:15 ao 0:30 .. acho que os pseudo-compradores eram pseudo-artistas / corretores !! nao eh nao !??

      nao tinha comprador … entao pegaram os “coretores” pra encenar !!

      olha a cara dos maness e das maness !! tudo corretor/artista !!!

      0
      • RosinhA 20 de abril de 2012 at 12:33

        Nossa Xangai é uma comédia e para a Japa que apresenta, um é sempre melhor do que o outro OHHHHH dúvida cruel.

        0
  • RosinhA 19 de abril de 2012 at 22:41

    Desculpe poluir mas não aguento veja a cara do palhaço do Cirque de Soleil, ele é o palhaço e não pára de rir, o GB vai subir pelas paredes, vejam o resto no canal deles é muito cômico, mais uma vez desculpem a poluição inútil

    h tt p://www.youtube.com/watch?v=Ru2xO3xzpvc

    0
    • veigalex 20 de abril de 2012 at 00:17

      Pior é que os palhaços caem nessa.. só tem animador de piscina ai..

      0
    • GB 20 de abril de 2012 at 06:35

      Mas o lazer é todo na cobertura, vale a pena os R$ 260k, kkkkkkkkkkkk.

      “De noite você quer ver estrelas, de dia você quer ver o sol, vá pra cobertura.”

      0
      • xangai 20 de abril de 2012 at 09:52

        acho que o “artista” nao falou … mas deve ter ( max ) dois elevadores !!
        vamos para a cobertura !!!!

        0
  • simone 20 de abril de 2012 at 05:20

    “Na Caixa, além de taxas menores, o atendimento será ampliado para que a instituição possa emprestar mais. A partir de segunda-feira, e até 11 de maio, todas as agências abrirão uma hora mais cedo. Além disso, no dia 12 de maio, o sábado que antecede o Dia das Mães, o banco abrirá as portas para oferecer financiamentos e empréstimos a clientes e não clientes. O Dia das Mães, vale lembrar, é a segunda data mais importante do comércio. ”

    http://economia.estadao.com.br/noticias/economia,na-guerra-dos-centesimos-bb-volta-a-reduzir-juro-e-caixa-faz-o-mesmo-nesta-sexta,109857,0.htm

    0
    • Charles 20 de abril de 2012 at 11:48

      Sou cliente caixa por ser func publico federal e receber por lá. Afirmo com todas as letras e certezas do mundo: A CAIXA É, DE LONGE, O PIOR BANCO DA VIA LACTEA!

      Burocracia que beira o absurdo, má vontade dos funcionários, gerentes desinteressados em ajudar, etc…

      Sinto me orfão de banco. Não tenho um contato com quem resolver questões cotidianas no banco por isso optei por fazer tudo via internet bancking e rezo para que nada de anormal aconteça, pois não quero precisar da intervenção humana daquele banco nem em meus piores pesadelos.

      É simplesmente horrivel ser cliente caixa.

      Quando se vai pedir financiamento imobiliario, mesmo sendo cliente, eles cobram uma taxa de 300 paus para analisar seu credito. Como se já nao soubessem o meu risco institucional por ser correntista e receber meus proventos por lá.

      Se puderem, fujam!!!

      0
      • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 14:10

        sigam o sábio conselho:

        – Corre, negadis!

        0
  • GB 20 de abril de 2012 at 07:03

    Esse esquema da Hyundai é velho, eles sempre vão insinuar que o produto deles é “areia demais pro seu caminhãozinho”, ainda mais se você for lá com algum familiar ou amigo junto, você não vai querer fazer feio na frente deles, né ?.

    Corretores também são uma raça arrogante, a maioria não tem escolaridade alguma, não produzem nada, vendem o que é dos outros, são desnecessários, ninguém dá a mínima para eles, mas se acham o máximo, vai entender.

    Uma vez um colega corretor me disse que o trabalho dele era super criativo, nem tive coragem de perguntar o que seria isso, imaginei que um dia ele vai e mostra o imóvel vestido de palhaço, outro dia de galinha, outro de cowboy, ou tem dia que ele entra no imóvel pela porta da frente, outro dia ele faz questão que todos entrem pela janela, não dá para imaginar maior criatividade numa profissão.

    0
    • Douglas 20 de abril de 2012 at 07:39

      Kkkkkkkm mandou mto bem, kkkkkkkkkk

      0
    • Fred 20 de abril de 2012 at 08:14

      kkkkkkkkkk

      0
    • xyz 20 de abril de 2012 at 09:48

      Respeito sua posição, mas discordo totalmente.

      Corretor é um profisional necessário e que merece respeito.

      Todas as profissões estão infestadas por bandidos, assim como nossa sociedade como um todo.

      Como as construtoras venderiam seus lançamentos senão pelas mãos e bocas dos corretares?

      Amigo, acho que o seu inimigo é outro.

      0
      • Charles 20 de abril de 2012 at 11:51

        “Corretor é um profisional necessário e que merece respeito.”

        Pra mim, profissional de respeito e necessario é medico, bombeiro, professor etc…

        Melhor rever seus conceitos.

        0
      • RosinhA 20 de abril de 2012 at 12:17

        KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

        Esta é a maior piada de todos os tempos que já ouvi, profissional necessário, pergunte a ele onde é a viga do apartamento, e se pode retirar um pedaço da parede e veja a cara que ele irá fazer.

        Corretor deveria ganhar 1k por qualquer venda e seria muito, as pessoas vão até ele a documentação quem vê são os cartórios, e o resto é só ler o blog para saber se a compra é boa ou ruim ou o lugar tb. O pedreiro ou marceneiro de obra deveriam ganhar 10X mais, são muito mais profissionais do que eles.

        Agora como as construtoras venderiam seus apartamentos simples: Leilão, Feirão, Saldão, Pacotão, Sacolão, Mochilão, entre outros ãos disponíveis, corretor é para aquele cara que leva carro em concessionária depois da garantia, que gosta de jogar dinheiro fora, isso porque já levei com revisão agendada, e o pobre menino não sabia diagnosticar o defeito e abriu a apostila de dúvidas, ele não tem culpa coitado mais é assim que funciona igual aos imóveis pegue uma corretora mulher e pergunte qual a capacidade da Caixa de água é hilário testem, ela nem sabe o que vende.

        0
        • walyson amaral 20 de abril de 2012 at 21:59

          Falou tudo rosinha, e hoje em dia para vender um imóvel pode até ser feita pelo submarino, assim já afunda de vez kkk

          0
      • Luiz 20 de abril de 2012 at 12:23

        até cachorro merece respeito, desde que não tente morder a gente
        caso contrário chicotadas são muito bem vindas e devidas

        vai num stand e ouvê lá a quantidade de mentiras que eles contam
        pra ganahr uma comissaozinah dividida pro 30 eles não tem dó d efuder sua família pelos proximos 30 anos.

        respeito verdadeiro é uma coisa
        cordialidade superficial é outra

        0
      • Jonathas 20 de abril de 2012 at 14:17

        Como deveria ser: Diretamente, sem inflar o preço do produto com a remuneração de um profissional essencialmente desnecessário para a transação. Que está ali para mentir, ocultar, enganar e fantasiar, abusando do sonhos das pessoas….

        0
    • MRCG 20 de abril de 2012 at 10:07

      As pessoas pensam que comprar imóvel com corretores é mais seguro, mas não sabem que, além de não terem escolaridade, legalmente não tem responsabilidade alguma.
      Para quem quiser posso passar um roteiro para dispensar também o advogado na hora da transação imobiliária.

      0
      • Lucas Mendes 20 de abril de 2012 at 11:09

        Seria de grande valia poderia me passa-ló , aguardo o seu e-mail
        Desde já agradeço

        Abraços do Lucas Mendes

        0
        • Luiz 20 de abril de 2012 at 12:24

          tbm quero

          0
      • Patricia Engª 20 de abril de 2012 at 13:41

        Também quero! Obrigada

        Não vou colocar meu apartamento bolhudo nas mãos de corretores.

        0
      • Leconet 22 de abril de 2012 at 12:07

        Tambem quero!

        0
    • Júlio Cesar 20 de abril de 2012 at 13:21

      Arrebentei de rir, kkkkkk

      0
      • Júlio Cesar 20 de abril de 2012 at 13:26

        Ri do comentário do GB sobre a trabalho criativo dos corretores. Vestidos de palhaço, vaqueiro e sei lá mais .kkkkkkkk

        0
        • Leandro Assis 20 de abril de 2012 at 15:17

          Eu gosto muito do site, mas vocês levam muito para o lado emocional das coisas, isso atrapalha e muito o debate inteligente.

          Não acho necessario esse monte de mensagem depreciando o corretor. Como em toda área, existem profissionais bons e ruins. O calor da situação de cada um, faz vocês generalizarem muito as coisas.

          0
          • Toma-lhe Jhones 20 de abril de 2012 at 17:57

            COncordo contigo Leandro.

            0
          • RosinhA 20 de abril de 2012 at 22:04

            Quantas casas já comprou ou vendeu? quando chegar na terceira irá mudar sua opinião com certeza.

            0
  • GB 20 de abril de 2012 at 07:16

    GAFISA fechou em R$ 4,00 cravados mesmo.
    PDG a R$ 4,90 e se aproximando da amiguinha dela.
    MRV caiu 3,09%

    E tem gente que diz que o mercado está forte, vamos ver quanto tempo aguentam viver de vento, o correTrouxa que eu gosto de trollar não colocou o anúncio dele no jornal de domingo, acho que já está sem $$$$ pois aquilo ali é caro pra caramba.

    0
    • CapEnt 20 de abril de 2012 at 10:03

      Xiiii… se pararem de anunciar aí que a imprensa vai começar chutar a bolha de vez, com prego no pé.

      0
  • Mr. D 20 de abril de 2012 at 07:38

    Bom dia colegas bolhudos,

    Piada do dia, recebi e-mail de uma “consultora” imobiliária, de uma oferta imperdível aqui no rj, mais especificamente na mariz e barros na tijuca, auto intitulada por ela como melhor ponto do bairro. Só rindo falar q esse é o melhor ponto.kkkk mesma corretora do famoso e “esgotado” atrium, precisa falar mais kkk.

    0
  • Apocalipse now 20 de abril de 2012 at 07:59

    Ontem nos intervalos do JN contei 4 comerciais de construtoras, a Habitare, Direcional, Rossi e MRV, esta última dando uma TV de 40 polegadas que nem deve caber na sala de seus minúsculos apartamenetos.
    Não sei em outras cidades como está a situação, mas aqui em BH tenho notado que o desespero já se estabeleceu entre as construtoras.

    0
    • GB 20 de abril de 2012 at 08:03

      Hoje recebi mais um e-Mail da MRV, dizendo que a “promoção” das TV’s vai até o dia 22, respondi dizendo que eu prefiro preço justo e que não compraria mesmo que ela estivesse dando 6 aparelhos da Brastemp como as concorrentes dela estão fazendo, kkkkkkk.

      Também escrevi que estou torcendo pela falência da GAFISA e PDG e que isso vai acabar com esse sonho deles de manter os preços sempre altos e inacessíveis para compradores finais.

      Espero não ter irritado eles com minha resposta.

      0
      • Mr. D 20 de abril de 2012 at 09:07

        Boa resposta,

        Estava pensando em dar uma provocada na corretora que me passou a oferta imperdível.kkkkk

        Vamos ver, se tiver tempo hoje vou provocar……..

        0
        • GB 20 de abril de 2012 at 10:08

          Trollar esse pessoalzinho é tão divertido que logo o governo vai proibir isso sob alegação de que estamos “complexando” esse pessoal, como se a baixa escolaridade já não o fizesse.

          0
          • CapEnt 20 de abril de 2012 at 10:49

            Eles oferecem apartamento como doceiro oferece biscoitinho.

            0
          • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 14:13

            é o bulling contra corretores passará a ser considerado crime, mas não o billing ilegal que eles fazem

            0
  • lion 20 de abril de 2012 at 08:25

    Analise técnica da PDG pela corretora ATIVA

    PDGR3
    O diário continua com uma sugestão de fundo, mas o ativo não consegue o cruzamento das médias para
    possíveis altas, o que preocupa já que perdendo os 4,90 a tendência de baixa deveria continuar. O
    semanal perde a região de suporte e se perder a mínima do candle anterior a realização vai continuar já
    que a tendência de longo prazo é de baixa.

    0
    • Coretor 20 de abril de 2012 at 10:08

      Que beleza.

      Criticam os “bolhudos” que fazem análise técnica no FipeZap.

      Mas fazem a mesma análise para tentar jogar as construtoras na lama.

      0
      • Luiz 20 de abril de 2012 at 12:00

        isso não é verdade.

        ninguem aqui quer jogar as construtoras na lama, apenas nos informamos de milhares de reclamações nos sites tipo reclame aqui, PROCON e ministério público sobre atraso d eobras e quebra de contrato.

        A análise téncia da contabilidade demonstra o porquê dos atrasos.

        O indice fipezap por si só naõ permite analise. Os responsáveis pelo indice sabem disto, tanot que na analise dos próprios comparam renda X preço do m2 e mostram que a casa própria está cada dia menos acessível ao brasileiro, e se comparar com outros países temos uma indicação claríssima de Bolha, mas aí vai da féde cada um, achar que uma casa no BR vale mais que uma casa nos EUA ou europa só por causa da “natureza”.

        0
      • GB 20 de abril de 2012 at 12:04

        Ninguém aqui jogou ninguém na lama, a gente só aponta os erros, elas próprias foram para lá com seus atos, kkkkkkkkkkkkk.

        0
  • Ze Bom Dirolo 20 de abril de 2012 at 10:22

    Estrutura tributária destruirá indústria brasileira, diz Barros, na FIESC Fonte: Fiesc

    Florianópolis – “A estrutura tributária da indústria, com a economia aberta, vai destruir a indústria brasileira”. A afirmação foi feita pelo economista Luiz Carlos Mendonça de Barros, na Federação das Indústrias (FIESC), nesta quinta-feira. “Posso falar isso de peito aberto. Meu filho tem uma indústria em São Paulo, com 350 funcionários, e vai fechar porque não tem condições de competir”, completou ele, que participou de seminário sobre desindustrialização.

    O único caminho é de discutir essa questão mais a fundo. A reforma tributária que se discutia era uma abstração, disse o economista referindo-se ao passado. “Hoje é uma questão de sobrevivência. Discutiu-se inflação no Brasil durante 25 anos. Só se resolveu quando chegou a hiperinflação e era questão de sobrevivência. Aí, a sociedade resolveu se mexer. Agora, é uma questão de sobrevivência da indústria a reforma tributaria”, enfatizou, destacando que esse deve ser o foco central da cobrança das lideranças empresariais.

    Mendonça de Barros, que já presidiu o BNDES e foi ministro das Comunicações, disse que as condições de competitividade da economia brasileira pioraram muito com a abertura comercial no início dos anos 1990. “A indústria foi o setor que mais sofreu porque o segmento mais protegido da economia sempre foi a parte industrial. Com a abertura, diminuiu esse poder de competição”, afirmou. Barros acrescentou que, embora a economia esteja aberta, a estrutura tributária segue a dos tempos da economia fechada. Quando o Brasil começou a concorrer com outros países, percebeu que os custos eram maiores. Como exemplo ele citou a energia elétrica que chega a custar quatro vezes mais que nos países concorrentes. Num cenário de economia fechada, o consumidor paga o produto mais caro, mas hoje não. “Então não pode ter a estrutura tributária que nós temos em uma série de insumos da indústria”, disse ele.

    Para Barros, o câmbio é uma questão relevante, mas que vai se manter mais forte que no passado por causa das commodities. “Não teremos mais real fraco”, afirmou. Para ele, a taxa de câmbio é apenas parte do problema da competitividade da indústria.

    Na mesma linha, o presidente da FIESC, Glauco José Côrte, disse que o câmbio é mais uma gota num copo de água que já estava cheio. “Encheram o copo com carga tributária muito elevada, juros elevados, custos de logística exagerados que nos temos no País e que, portanto, dificultam a nossa competitividade em ralação aos nossos principais concorrentes que não tem os mesmos custos”, declarou. “Hoje, produzir no Brasil ficou muito caro. E um dos fatores que encarem a produção é a carga tributária cada vez mais elevada”, completou.

    O economista e professor da UFSC, Silvio Ferraz Cário, que ministrou o primeiro painel, falou sobre a questão da desindustrialização, que para ele é a perda de participação relativa da indústria na formação do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. “Em nível nacional, há uma trajetória descendente dessa participação da indústria. No ano passado, o setor chegou em torno de 18% do PIB. Isso significa voltar a 1958, quando era esse o percentual de participação. Nos anos 1980, o setor chegou a 38%. Há um processo cadente da participação da indústria no PIB. Mas é preciso considerar que é uma desindustrialização relativa e não absoluta, ou seja, nem todos os segmentos estão caindo”, afirmou ele.

    Cário, que coordena um grupo de pesquisa sobre economia industrial, afirma que muitos setores estão “desadensando” economicamente, com a substituição de peças nacionais pelas importadas na fabricação do produto. Então há uma desindustrialização relativa, mas a indústria está perdendo participação na construção da riqueza nacional. Para o professor isso é um problema porque nos países em desenvolvimento a indústria tem um papel muito importante. Diferentemente dos países desenvolvidos onde o setor de serviços é o grande responsável pela geração de renda. Ainda que a indústria caia, a renda cresce por causa do setor terciário. “Aqui, a indústria cai e o serviço não responde no mesmo sentido. Falar em desindustrialização na Europa é fácil porque lá a renda per capta é de US$ 25 mil. Agora, falar em desindustrialização no Brasil, com renda per capta de US$ 4,5 mil é muito problemático. Então, nós temos que caminhar na defesa da indústria”, declarou ele, lembrando que o Brasil não está num estágio de desenvolvimento como os países europeus, ainda que em crise neste momento

    0
    • Ze Bom Dirolo 20 de abril de 2012 at 10:23

      portogente.com.br/texto.php?cod=64241

      0
  • Elio 20 de abril de 2012 at 11:08

    Olha o desespero…

    #######################################################.

    Estou com um oportunidade incrível, tabela promocional somente para o mês de abril.
    Temos uma unidade de 71m², 3 dormitórios, 2 vagas, área de lazer completo, condomínio excelente, R$260mil, com condições facilitadíssimas de pagamento, onde o senhor pagaria 13% do valor total na entrada e financiaria o resto.

    Temos algumas outras unidade também, com outras metragens, na faixa de preço em que o senhor procura.

    Vamos agendar uma visita para conhecer melhor o empreendimento.
    Fico a disposição

    0
    • Charles 20 de abril de 2012 at 12:04

      Diga-lhe que na promoção o preço é esse. E quando passar abril e cabar a promoção o preço vai baixar ainda mais.

      Conclusão: Comprar fora da promoção é sempre mais lucrativo em tempos de guerra.

      0
    • RosinhA 20 de abril de 2012 at 12:24

      Pergunte se tem janela na cozinha, 6 aparelhos Brastemp, Tv de 40 polegadas, lazer na cobertura, se não tiver nenhum destes itens diga que a concorrência já os oferece e que não lhe interessa.

      0
      • Elio 20 de abril de 2012 at 12:26

        E detalhe: É num beco chamado Vila Prudente que só porque tem Metrô acham que o bairro é melhor que Londres…

        0
        • Luiz 20 de abril de 2012 at 12:48

          quando rodoanel leste ficar pronto e probiriem caminhões na Salim FArah, quando a linha branca e a extensão da verde ficar pronta, vila prudente será um dos bairros mais bem localizados da zona leste, quiçá da cidade

          longe de mim justificar a bolha por causa disto

          0
          • pmoraesm 20 de abril de 2012 at 13:13

            Os caminhões já estão proibidos durante os horários de pico:

            ht tp:// http://www.folhavp.com.br/acontece-na-regiao/820-prefeitura-restringe-a-circulacao-de-caminhoes-em-grandes-avenidas-da-cidade-.html

            Eu não sou tão otimista assim com a Vila Prudente… Nem colocar um terminal de ônibus de verdade perto do metro puderam (continua aquele terminalzinho sem vergonha) pois a Anhaia Mello, que é a única avenida com condições de receber linhas de ônibus, já está engargalada faz tempo.

            0
            • Luiz 20 de abril de 2012 at 13:24

              a anhaia melo só trava no começo, depois ela até fica subtilizada
              o legal do sistema monotrilho é que ele não para no farol
              sobre o terminal eu vi o projeto definitivo e é bem melhor que esse provisório

              tbm existe a idéia de transformar o expresso tiradentes em monotrilho e usar aquele ultimo viaduto que tbm tá subtilizado

              0
        • Era disso que eu discuti “argumentei’ com minha esposa – basta ter metro ao lado e tudo vira bairro de 1º – não interessa a zona, tem metro é valorizado…SERA??? – Sera que Itaquera que tem é melhore que Pompeioa, Perdizes e Higenopolis que não tem? – O que venho observando – e me deixa PUTO – e saber que todos os bons bairros de outrora – Perdizes – Pinheiros – Pompeia – foram tomados por predios e transformaram os bairros em verdadeiros aglomerados caoticos – com isso a qualidade de vida caiu muito e o custo aumentou – hoje sinceceramente mesmo podendo, não moraria em nenhum desses bairros – estão superpovoados, com lazer escasso, locomoção dificil, transito caotico, barulho, poluição, falta de vagas para parar o carro nas ruas enfim, um inferninho..o sujeito que mora ali só pode por o carro na garagem e ir dormir, para isso q.q lugar serve. Conclusão, a Bolha além de superfaturar os imoveis, superconstruir imoveis, degrada e desvaloriza os bons bairros que vão se tornando insuportaveis para se morar. Hj, pra quem quer morar bem restam poucos refugios – City lapa, city America, Morumbi (parte Residencial Jd europa, Parte de Pinheiros, e todos os demais bairros “estritamente residencias e tombados” onde a furia das construtoras não consegue entrar. Essa é minha opinião.

          0
          • Thiago A. 20 de abril de 2012 at 21:14

            Pois é

            Sugiro verificar aos redores do metrô Praça da Árvore e Saúde, como é um bairro valorizado, bem desenvolvido, etc devido ao metrô

            Quanto a Perdizes, sugiro uma visita ao prédio bolhudo ali na Monte Alegre quase esquina com a Homem de Melo

            0
    • self 20 de abril de 2012 at 13:51

      Pergunta para ele qual é a mágica que fizeram para 3 quartos bons caberem em meros 71m²… Pergunta também se você vai poder ficar sossegado sem ouvir a conversa do vizinho e se vai poder tocar sua bateria.

      0
      • Revoltado 21 de abril de 2012 at 10:56

        Eu quero ver vc colocar uma bateria pra dentro dessa caixa de fósforos!
        Algum cômodo vai ter espaço?
        Só se vc transformar um dos quartos na sua Sala de Música.
        rsrs

        0
  • D9 20 de abril de 2012 at 11:08

    Srs,

    Se alguem com conhecimentos de matemática financeira puder
    ajudar, estou avaliando a venda do ap, fugindo da tempestade.
    Acredito fortemente que o preço está bolhudo.

    O cenário:
    Entrada de 85k + 60k de prestações + 65k de saldo devedor
    A operação ocorreu entre fev/08 até agora (prest. 1,2k +/-).

    Proposta recebida (uhuuu!!!):
    Vendendo por 275k, (285k – 10k de corretagem…), seria um
    bom negócio, comparado com outras aplicações como CDB ?

    Agradeço a ajuda desde já.

    0
    • Toma-lhe Jhones 20 de abril de 2012 at 14:03

      O CDI nos ultimos 36 meses foi de 34% dá perto de 0,83% am. Extrapolando as conntas para 48 meses o rendimento aplicado no CDI seria de 48%. O correto seria você fazer uma conta mes a mes mas para simplificar vou considerar que você tenha pago 85+60k como sendo de uma única vez. Seriam 145 k em 48meses de CDI algo perto de 215k hoje (veja que não pagou a vista então é uma simplificação. Neste caso você receberia 275k – 65k do saldo devedor o valor que você receberá será de 210k bem próximo ao CDI no período. O IR é de 15% nos dois casos então pode comparar o valor bruto mesmo. Se eu não errei as contas tanto IGPM quanto IPCA deram 24% no acumulado desde 2008. Fazendo uma conta rápida você estária muito próximo do CDI neste período.

      0
      • D9 20 de abril de 2012 at 14:33

        Excelente, pelas minhas contas tbm é algo próximo ao CDI.
        Obrigado pela ajuda!

        0
        • Luiz 20 de abril de 2012 at 18:35

          percebe que comprando na baixa e vendendo na maior alta historica de todos os tempos, vc rendeu praticamente o CDI.

          imovel não é investimento amigo, parabéns pela sorte q vc deu, mas desconfie em quem promte isso para sempre

          0
          • Johnny Real State 21 de abril de 2012 at 10:39

            Descordo Luís, se você pegar a valorização dos últimos 10 anos vai ver que o investimento foi melhor que poupança, CDI/CDB, tesouro direto e muito melhor que algumas ações. Não digo só dos últimos 10 por que a valorização foi extraordinária, pode pegar a relação dos últimos 20 anos. Imóvel sempre valoriza a longo prazo. Pode cair um ano ou outro por bolha, catástrofe natural ou alguma coisa fora do normal. Mas se estiver disposto a esperar a longo prazo, sempre vai ser o melhor investimento, em último caso você pode morar nele.

            0
            • Cleyton 21 de abril de 2012 at 23:47

              Em último caso? Então se eu compro um 147 a perspectiva é que no pior caso eu acabe dirigindo ele?

              O pessoal que comprou bois e avestruzes nessa empolgação não conseguiram comer a carne, quem comprou o segundo imóvel, em último caso pode “ceder” pro cunhado né.

              Agora, a aula sobre a diferença entre estar custando e estar valendo você matou né!

              Vai estudar rapaz!!!

              0
              • Johnny Real State 22 de abril de 2012 at 12:59

                Amigo não compare um apartamento com uma avestruz e com um fiat 147, você sabe que tem um pequena diferença. Disse em último caso, no sentido que todos precisam de uma moradia, você aluga um fiat? e um avestruz? E com certeza o apartamento vai sempre se valorizar a longo prazo, diferente do carro que é um passivo. Se você não sabe a diferença entre um ativo e um passivo a culpa não é minha. Ninguém precisa de uma avestruz ou de fiat., diferente de um ap. Quanto a agressão gratuita, eu deixo apenas pra você. Pois uso esse espaço para aprender e debater idéias e não pra ofender.

                0
                • Cleyton 22 de abril de 2012 at 22:54

                  Se imóvel pra você é ativo (e pior, sempre valoriza) então quem está precisando estudar mais não sou eu.

                  Se ficou ofendido ou não gostou da minha opinião tem um link aí pra você clicar.

                  Passar bem.

                  0
                  • Johnny Real State 23 de abril de 2012 at 12:06

                    Pegue um longo prazo meu amigo mínimo de 10 anos, ele não vai se valorizar? diferente de ações e outros investimentos que estão sujeitos a outro tipos de risco, que o imóvel é isento.
                    Se você não considera imóvel um ativo não vou mais discutir com você, pois eu parto de uma premissa mínima básica exigida.
                    Atenciosamente,

                    0
  • Elio 20 de abril de 2012 at 11:18

    Acabou de me ligar uma corretora da ASSER implorando para eu ir no lançamento de um imóvel…Eu disse que não irira pois estou esperando os preços baixarem e que eu tenho que acreditar que vão baixar….Ela me disse “Acredite no que você quiser menos nisso”. Eu respondi: “Acredito em tudo menos em corretor desesperado” e desliguei…uhauhhuahua

    0
    • GB 20 de abril de 2012 at 12:09

      Boa, esses corretores são muito arrogantes, eles merecem.

      Um deles sempre me diz “então fique no aluguel”, como se isso fosse uma sentença de morte.

      Com esses preços é muito mais barato alugar e guardar a diferença e deixar rendendo na poupança para depois dar uma entrada ainda maior num imóvel com preço cada vez menor.

      0
  • Bolha Imobiliária 20 de abril de 2012 at 11:29

    Pessoal, para quem não conhece, o famoso prédio “rotatório” de Curitiba

    http://www.gazetadopovo.com.br/economia/conteudo.phtml?tl=1&id=1246086&tit=O-moco-mais-caro-do-mundo

    0
    • roberto 20 de abril de 2012 at 13:54

      Outros Edifícios em Curitiba estão indo para ao mesmo destino. Chega em um ponto que o custo de se manter um imóvel fechado fica absurdo e o mesmo é deixado a própria sorte. O pichadores em breve terão inúmeras telas para pintar…..

      0
    • Amadeos de Sampa 20 de abril de 2012 at 14:41

      Fizeram muito alarde no lancamento. “Inedito”, “primeiro”, etc.
      http:// veja.abril.com.br/170500/p_143.html

      “Cinco pessoas já concordaram em dar 400.000 reais à construtora Moro, do Paraná, que está erguendo o edifício mais estranho do Brasil.”

      Será que a mencao as “5 pessoas” na epoca era so uma manobra de marketing?

      0
  • Laranja 20 de abril de 2012 at 11:35

    20/04/12 – Cerca de 80% dos imóveis são vendidos na planta ou na fundação

    O consumidor pernambucano está cada vez mais confiante na saúde financeira das construtoras. Pelo menos essa é a conclusão de Eduardo Moura, presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Pernambuco (Ademi), com base nos últimos dados divulgados no Índice de Velocidade de Vendas (IVV) dos imóveis da Região Metropolitana do Recife.

    Segundo o IVV, cerca de 80% das unidades comercializadas na RMR em fevereiro foram negociadas na planta ou no estágio da fundação.

    “Isso mostra que o consumidor está ciente de que as empresas que operam no mercado vão entregar os imóveis. Não existe medo das construtoras falirem e pararem a obra no meio”, garante Moura. Segundo ele, hoje existem várias proteções legais que garantem que o consumidor não fique no prejuízo como o patrimônio de afetação que separa as contas de cada imóvel das contas gerais da empresa.

    Outra proteção é o financiamento dos bancos públicos e privados à produção. Funciona assim, o banco financia a construção do edifício e a construtora usa esses recursos para erguer o empreendimento. Mas antes de soltar o dinheiro para as empresas, os bancos passam um pente fino nas contas da construtora e exigem uma série de documentos que provem a legalidade da empresa e do imóvel a ser financiado. Quando o comprador adquire uma unidade desse empreendimento, ele já tem a segurança da avaliação bancária.

    Outro motivo que está fazendo com que cada vez mais imóveis sejam vendidos na planta ou na fundação é o bom momento que vive o mercado onde a oferta é bem menor do que a procura. Em muitos casos, quem não comprar na planta não terá mais a oportunidade de adquirir o imóvel diretamente da construtora. Ou seja, a chance de comprar o apartamento desejado só vai aparecer quando um investidor resolver vender o imóvel comprado na planta por um preço bem acima do que foi pago por ele.

    Eduardo Moura diz que, na média, nas construções que duram cerca de dois anos, o preço do imóvel sobe 30% entre a planta e a entrega. Em alguns casos específicos como os projetos únicos de construtoras renomadas em locais valorizados, esse aumento pode chegar a 100% ou até mais.

    “Muita gente aproveita para comprar na planta para pagar menos pelo imóvel. Hoje em dia, as pessoas confiam na estabilidade da economia, sobretudo em Pernambuco, que está recebendo vários investimentos. Ninguém pensa em crise”, completa.

    Fonte: Jornal do Commércio de Pernambuco – 19/04/2012
    j c online.ne10.uol.com.br/canal/imoveis/noticia/2012/04/19/cerca-de-80_porcento-dos-imoveis-sao-vendidos-na-planta-ou-na-fundacao-39691.php

    CONSUMIDOR MAIS CONFIANTE?
    OFERTA É BEM MENOR DO QUE A PROCURA?
    PREÇO DO IMÓVEL SOBE 30%?
    INVESTIDORES?

    ACHO QUE ESTA REPORTAGEM ESTÁ UNS 2 ANOS ATRASADA…

    0
    • GB 20 de abril de 2012 at 12:11

      Eu prefiro acredirar em duentes que em Presidentes de Associações das Empresas do Mercado Imobiliário ou SECOVIS ou coisas do tipo.

      Se bem que os duendes são mentirosos pra caramba.

      0
    • Charles 20 de abril de 2012 at 15:32

      Balela. Papo furado…

      Como este senhor pode garantir uma coisa que está, visivelmente, fora do seu alcance?

      Engraçado como o discurso está mudando, agora só se fala em construtoras não quebrarem e garantias de receber o imóvel. No minimo, muito estranha essa postura dos especialistas!

      Corram, é cilada!

      0
    • Antibolha 20 de abril de 2012 at 21:18

      O jornal do comercio em Pernambuco pertence ao mesmo grupo que esta construindo o Lê Parc, não precisa dizer mais nada.

      0
  • Luiz 20 de abril de 2012 at 11:52

    novidade do dia:
    Hoje tubarões atacando a PDG volume de 80 milhoes só de manhã, comparando com numero de negocios baixo, só movimento grande.
    Não dá pra saber se a especulação é pela alta ou pela baixa.

    PDGR3 4,87 -0,61 80.700.016

    GFA como sempre volume baixo, negocio, baixo e caindo pouco, abaixo de 4.

    Peterson tá nos devendo uma grana, salvamos vc do prejú, e mais um pouco tbm vai descobrir que apoiar [email protected] é a maior burrada

    0
    • peterson 20 de abril de 2012 at 14:33

      só vou entrar em BUY a 2,50, mas ja esteve a 3,50 a meses atraz…. não gosto de ações Luis…

      0
  • serpentarius 20 de abril de 2012 at 11:52

    Governos de diversas esferas combatendo a crise das bolhas (crédito e imobiliário):

    Parte 1:

    Negociação sobre inadimplencia em sampa:

    http://br.finance.yahoo.com/noticias/inadimplentes-sp-v%C3%A3o-poder-renegociar-132200007.html

    0
  • Fabiano 20 de abril de 2012 at 11:54

    Cada dia que passa pipocam novas bombas sobre as construtoras aqui em minha cidade São José dos Campos , a pouco tempo a PDG cancelou a construção de 4 pequenos condominios de casas aqui e deixou muita gente a ver navios isso depois de 3 anos enrolando e nada
    Hoje ao abrir o jornal aqui da minha região vejo mais esta noticia sobre a PDG :

    April 20, 2012 – 03:07

    Grupo reclama de atraso em imóveis

    Atraso em entrega de condomínio é alvo de reclamação; grupo questiona também cobrança de taxa antes de receber as chaves

    Natália Senóbio
    São José dos Campos

    Os proprietários do condomínio La Vie Residence, no Monte Castelo, região central de São José, planejam encaminhar uma ação à Justiça para pedir indenização devido ao atraso na entrega dos apartamentos, que estava prevista para novembro de 2010. O residencial tem 294 unidades.
    No contrato, a construtora PDG, responsável pelo empreendimento, poderia atrasar a entrega em até 180 dias.
    “Estou reunindo os documentos para entrar com a ação A PDG não fala nem de negociar uma multa pelo atraso”, disse o autônomo Everton de Melo Félix, 27 anos.

    Condomínio.Segundo o comprador, a construtora irá cobrar a partir do dia 15 de maio uma taxa de condomínio, mas os apartamentos ainda não foram entregues.
    A taxa varia de R$ 200 a R$ 230, para apartamentos de dois dormitórios (59 metros quadrados), e de R$ 230 a R$ 250 para apartamentos de três dormitórios (71 m²).
    Segundo Fátima Lemos, assistente técnica do Procon-SP, o condomínio só pode ser cobrado com a liberação do Habite-se pela prefeitura e a entrega oficial do apartamento.

    Gastos. O atraso na entrega gera gastos extras para alguns proprietários.
    “Casei em 2009 e comprei o apartamento pensando que pagaria apenas um ano de aluguel. O atraso tem me prejudicado, pois pago R$ 700 de aluguel”, disse o empresário Felipe da Silva Ramos, de 29 anos.
    Ramos comprou um apartamento de três dormitórios, no valor de R$ 146 mil.

    Outro lado. A PDG informou, por nota, que “instalou o condomínio hoje (ontem) e as chaves serão entregues aos clientes aptos após vistoria e aceite da área comum pelo síndico e corpo diretivo, que será realizada amanhã (hoje)”.

    SAIBA MAIS
    Ação
    Segundo Fátima Lemos, assistente técnica do Procon de São Paulo, os proprietários podem entrar com uma ação pedindo cancelamento da compra ou indenização por gastos extras, como pagamento de aluguel

    Processo
    A ação pode ser no Procon ou na Justiça. É necessário levar o contrato. Se o valor da causa for maior que 40 salários mínimos (R$ 24.880), o processo é na Justiça comum

    0
    • GB 20 de abril de 2012 at 12:18

      Tá parecendo aquele prédio PDG que apareceu no CQC, onde constava que a fundação estava 70% concluída, mas na verdade a área não estava nem capinada.

      0
  • Luiz 20 de abril de 2012 at 12:02

    Vcs já viram essas maquetes eletronicas fantasticas do monotrilho:

    economia.ig.com.br/empresas/infraestrutura/2012-04-19/saiba-como-o-monotrilho-vai-impactar-areas-importantes-de-sao-pa.html

    se for [email protected] não abra, vai morrer de inveja

    0
    • RosinhA 20 de abril de 2012 at 12:27

      Ja sei qual o jornal preferido do Luiz o (” METRO”). heheheehehe.

      0
      • Luiz 20 de abril de 2012 at 12:45

        Sou apaixonado por sistemas ferroviários de transporte mesmo
        meu favorito no Br é este:

        w ww.revistaferroviaria.com.br

        muita gente tem tesão por carros, meu negócio é bem maior, cuidado pra florzinha não se apaixonar hein.

        0
        • RosinhA 20 de abril de 2012 at 12:52

          Apaixonar-se em blog? cujo o assunto é construção civil, economia, etc, gosto de obter o máximo de conhecimento em todos os assuntos, e qualquer opinião é valida para ser absorvida ou descartada, como diz o GB me passa o nome do que está tomando que eu tb quero.

          0
          • Luiz 20 de abril de 2012 at 13:19

            [email protected] no espeto.
            tá interessada?
            em qual dos lados do espeto?

            0
          • GB 20 de abril de 2012 at 13:42

            Eu também quero o que vocês estão tomando !!!

            Eu adoro mesmo é correTrouxas: tenho 2 numa gaiolinha aqui em casa e no espeto eles ficam uma delícia.

            0
            • Luiz 20 de abril de 2012 at 14:09

              hahaha, corretor assado dá barato?

              0
        • Bolha Imobiliária 20 de abril de 2012 at 13:02

          Sério Luiz ??…Eu sou fotógrafo ferroviário, adoro tirar fotos de trens. Duas vezes por mês fazemos churrascos a beira da linha aqui no Paraná, fora os eventos como caminhadas em regioes montanhosas

          0
          • RosinhA 20 de abril de 2012 at 13:13

            Um dos passeios mais bonitos, Curitiba-Morretes-Paranaguá, paisagens maravilhosas e as pontes ainda mais, recomendo quem não conheçe não pode perder.

            PS: Mulheres são bem vindas pois não são trens de subúrbio, o DNA é altamente reciclado nestes passeios.

            0
            • Bolha Imobiliária 20 de abril de 2012 at 13:21

              Lá é show.

              0
              • Luiz 20 de abril de 2012 at 13:32

                curtir

                0
              • Júlio Cesar 20 de abril de 2012 at 13:48

                Fiz apenas um passeio de trem na vida( São João Del Rey) há um ano atras. Foi uma das melhores coisas que fiz. Agora penso em procurar um que eu possa viajar. Como moro no Sul de Minas, acho que o mais proximo é o que faz BH-VITÓRIA.

                0
                • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 14:19

                  Julio,

                  Próximo a você, aí mesmo no Sul de MG, tem um trem histórico, em Passa Quatro. Um passeio muito bonito para toda a família.

                  0
                  • Júlio Cesar 20 de abril de 2012 at 14:33

                    Shakespeare, agradeço pela indicação. Dei uma olhada e Passa Quatro fica a 230 Km daqui onde moro. Também dei uma olhada no passeio pela internet, e realmente é muito bonito, pena que é curto( 10 Km), mas estarei lá com certeza. Recentemente estive em São Loureço e perdi a oportunidade de andar de trem pela correria do passeio.

                    0
            • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 13:41

              gostei desse passeio tb, estive lá na década de 80!

              0
              • Júlio Cesar 20 de abril de 2012 at 14:13

                Shakespeare, tive a sorte de fazer o passeio num dia perfeito, e sem demagogia nenhuma, aquilo é demais!

                0
            • GB 20 de abril de 2012 at 13:44

              Mesmo sendo muito macho, alto, forte, bonito e inteligente, muito hetero e tendo como comprovar, uma vez me passaram a mão num metrô lotado da capital, fiquei muito bravo.

              0
              • Júlio Cesar 20 de abril de 2012 at 14:07

                GB , to achando que vc justificou demais aí sobre seu incidente eh. kkkkkkkkkkkkkkkkk deve ter sido muito traumatico.

                0
              • Luiz 20 de abril de 2012 at 14:08

                e eu que sou mais feio que o poodle do brad pit depois do financiamento
                tbm corro o risco

                e vc amigo, ficou bravo pq ele nem pra te ligar no dia seguinte?

                0
              • Charles 20 de abril de 2012 at 16:07

                Essa estoria de ficar bravo é coisa de quem gostou da coisa mas não admite tal fato.

                Um colega de trabalho que chegou aos 40 foi fazer exame de prostata e ficou em depressão profunda por alguns dias. Nem saia de casa…Não podia ver homem ahauhauhauha

                0
          • Luiz 20 de abril de 2012 at 13:14

            cara essa linha de Paranagua é linda
            certa vez sai daqui pra pegar o trem, passar o fds na ilha do mel, jantar naquela cidadezinha no pé da serra, infelizmente errei no planejamento e perdi o trem

            dá uma olhada nesse ferrorama o maior do mundo
            w ww.amantesdaferrovia.com.br/video/mundo-em-miniatura-de-hamburgo-video-oficial-2012-maior-maquete-f

            0
            • RosinhA 20 de abril de 2012 at 13:20

              Ilha do Mel tb é ótima :-), por do sol no farol é imperdível, aí que está, Nordeste, Pantanal, Serra da Mantiqueira, Chapada Diamantina, Foz do Iguaçu e nosso país ainda é pobre vai entender.

              0
            • Bolha Imobiliária 20 de abril de 2012 at 13:20

              Esta linha de Paranaguá nós fazemos todos os anos, um evento de dois dias. Nós percorremos toda a serra a pé, com devida autorização da ALL e Gersepa, que faz a segurança dos trens por ali. Esta maquete é fantástica, eu me consolo em ter apenas uma locomotiva na estante da sala.

              0
              • RosinhA 20 de abril de 2012 at 13:27

                Bolha tem número controlado, tem que avisar com antecedência? Temos um grupo de trilhas da Land Rover e sempre vamos a todos cantos do país seria ótimo, não de Jeep na trilha óbvio.

                0
                • Bolha Imobiliária 20 de abril de 2012 at 13:34

                  É que nós temos privilégios e moral com a ALL, por gostarmos de trens, daí eles liberam. Mas não é proibido, muitos alpinistas de fim de semana, fazem o tal caminho do itupava, e vão para o camping pelos trilhos, o problema é que se resolverem fazer a ronda nos trilhos, a segurança pode levar para a sala do fio desempacado…hehe

                  0
                  • RosinhA 20 de abril de 2012 at 13:39

                    Legal, hahahaha. Vamos levar tábuas para atravessar as pontes de 800m com o Jeep.

                    0
              • Luiz 20 de abril de 2012 at 13:30

                quem sabe ainda participo desta trilha em bolha
                de sp chego aí em 3 horas

                0
                • Luiz 20 de abril de 2012 at 13:32

                  essa maquete é animal
                  eu tenho um bondinho do porto no qaurto, alias os bondes resurgindo na europa, sob nome de VLT

                  0
          • danilo 20 de abril de 2012 at 14:02

            Pois é Bolha
            Ferrovia é fascimante, mas depois que trabalhei 4 anos no ramo e vi o que fazem com os trilhos do Brasil, desanimei. Esse papo de transporte ferroviário de pessoas no Brasil é simplesmente utópico. As linhas estao concedidas pois mais 15 anos e certamente haverá prorrogaçao por mais 30.
            Nao deixa de ser um mundo fantástico! Para quem gosta, sugiro uma visita a Paranapiacaba, início da descida da serra para Santos.

            0
            • Luiz 20 de abril de 2012 at 14:48

              tbm recomendo paranapiacaba

              0
            • RosinhA 20 de abril de 2012 at 18:45

              Danilo isso mesmo Paranapiacaba, estava em minha cidade e havia esquecido, como a gente não dá valor para aquilo que nos rodeia, se não chover domingo, lá vamos nós, os doces são excelentes.

              0
        • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 13:03

          Luiz,

          apesar de querer ser como o dramaturgista saxão, sou engenheiro civil e também me agrada muito ver notícias sobre assuntos relacionados a transportes ferroviários, só me chamou atenção a multiplicação de espaços públicos (em especial pistas de rolamento) que eles fizeram nas imagens

          😀

          0
          • Luiz 20 de abril de 2012 at 13:16

            shake vc é de SP?
            junto com o sistema vão reurbanizar o entorno, essa linha vai passr do lado de paraisopolis

            não vejo paradoxo, os sistemas precisam se conectar para funcionarem.
            vi um sistema fantástico na italai ligando trem, navio, rodovia e aeroporto

            0
            • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 13:47

              Luiz,

              Moro em SP mas sou de MG, vim para cá criança, como quase 40% da população da época e vi SP crescer muito nos últimos anos e estabilizar nessa última década, pelo menos onde eu conheço.

              Eu torço para que o transporte melhore muito aqui, pois estamos muito longe de chegar a padrões longínquos dos que os países adiantados possuem, mas a esperança não morre nunca!

              Eu vi as fotos e o que está sendo feito próximo a Paraisópolis é muito interessante, pois a Prefeitura está fazendo uma perimetral, mas comentei a respeito das outras fotos, principalmente próximo ao Porto Seguro e Morumbi, em que o pessoal esticou as ruas, mas não se falou ainda em desapropriações.

              De toda forma, se ficar parecido com o que vemos nas fotos será muito bom!

              0
              • Luiz 20 de abril de 2012 at 14:47

                o foda shake é que em qualquer capital do mundo o governo federal investe pesado em metro e trem

                menos no BRasil pq os [email protected] tem inveja do governo de SP

                Eles desejam ser os herdeiros de maluf e quercia, continuar o roubo de dinheiro publico.

                0
    • tr 20 de abril de 2012 at 12:36

      O monotrilho é um sistema de transporte de média capacidade, inadequado para São Paulo. Além disso, o desgaste dos pneus aumenta muito de acordo com o número de passageiros. Mas é mais rápido para construir, e vão chamá-lo de “metrô”….

      0
      • Luiz 20 de abril de 2012 at 13:27

        capacidade média é corredor de onibus
        esse aí é média/alta, mais que onibus, menso que trem

        é adequado para SP pq a densidade média da cidade é mto baixa se comaprada com outras capitais do mundo

        é adequado para antender regiões com até 500 mil habitantes, que é o caso da região Sudeste (linha 3) e Morumbi (linha 17)

        É como se o metro convencional fose a avenida e monotrilho a rua

        0
        • tr 20 de abril de 2012 at 22:54

          Fico imaginando como seria a estação Sé do monotrilho… Agora, sério, concordo que o monotrilho pode atender satisfatoriamente algumas regiões, mas não acho que será o caso do monotrilho da linha 2 verde, que vai até Cidade Tiradentes

          0
    • Carlos_ 20 de abril de 2012 at 13:01

      Interessante é que pelas fotos dá para ver uma grande quantidade de prédios em construção. Só na foto 11 tem oito prédios visíveis e dá para imaginar mais alguns encobertos. Na foto 2 dá para ver mais 3. Na foto 8 tem mais 1 construindo.

      E haja gente morando com a mãe para ocupar tudo isso. depois de pronto.

      0
    • Falando em Maquete eletronica eis mais um novo lançamento para embolhar ainda mais a super hiper ultra povoada Zona Oeste – FAça um tour virtual –
      (http://www.tieteplazashopping.com.br/tiete/#prettyPhoto/1/) – pois bem o dito shopping ainda é virtual aparentemente o canteiro de obras ja esta montado mas as construtoras não perderam tempo. Já que é para fantasiar que tal morar ao lado do inexistente shoping em um lindo e inexistente condominio – a coisa e surreal – verdadeiro papo de loucos???? 🙁 🙂 (http://www.duoresidencial.com.br/2011/08/16/tiete-plaza-shopping/)

      0
  • Luiz 20 de abril de 2012 at 12:18

    gente responsavel acredita que a bolha já estourou, só mta gente aind anão viu e ainda não entrou em desespero, questãod e tempo

    vejam este dialogo do observador do mercado

    NewtonApr 19, 2012 05:51 PM

    Dia 30 de janeiro as 5:16 da tarde eu disse: “Isso me lembra um tal de “Ramada Minascasa Hotel”. Tem gente que vai cair matando acreditando ser o melhor investimento do mundo…”

    Voce responde: “Fazer qualquer previsão seria um exercício de futurologia…”

    Então eu sou um vidente né?
    Vi colegas meu comprando e aconselhei fortemente a não fazerem isso pois os valores de retorno que vislumbram podem nunca acontecer, mesmo com as locações para a Copa do Mundo de 2014.

    Não fiz curso de vidente ou futurologia, apenas não sou inocente de acreditar que um hotel a ser construído ao lado de um já consolidado e próximo de mais 3 hotéis de mesmo padrão pelo preço que estavam pedindo e contando com o lucro que estavam anunciando não eram reais.

    Os dados da Líder já não eram bons à época do lançamento do Ramada, por isso investiram pessado em marketing e propagandas com pessoas famosas “bem sucedidas”.

    Eu não quero o mal de ninguém, nem da Líder, mas se continuar com os preços que pratica atualmente pode ter certeza que não haverá recuperação e sim a falência.
    Responder
    ObservadorApr 19, 2012 08:02 PM

    Caro Newton:

    Parabéns pelo comentário e pela memória privilegiada.

    Você realmente citou o empreendimento no comentário de janeiro (que continua registrado no blog).

    Mas nossa resposta ao seu comentário também trouxe, na época, a seguinte resposta: “Porém, considerando o cenário econômico atual, e mais especificamente o mercado imobiliário, qualquer tipo de investimento dessa natureza deve ser realizado com a máxima cautela.”

    Enfim, acho que ambos os comentários trouxeram a mesma alertiva, sendo que o seu foi mais contundente e preciso, pois citou até mesmo o empreendimento.

    Também compartilhamos do mesmo sentimento que você, e não somos contra as empresas de construção, mas sim contra a ganância, a especulação, a falta de regulação e, principalmente, contra “terrorismo psicológico” que se praticou durante o boom, onde a manipulação das informações sobre o mercado imobiliário levou milhares de pessoas, sem nenhuma condição ou perspectiva financeira, a se endividarem, temendo (ou querendo aproveitar)o propagandeado “aumento infinito dos preços dos imóveis”.

    Agora que a bolha estourou, devemos aguardar a repercussão.

    Continue nos acompanhando.

    Um abraço.

    Observador
    Responder

    0
  • Muca CG Muita Treta 20 de abril de 2012 at 12:33

    Acabei de receber no meu e-mail um link para essa página de investimentos imobiliários da Cyrela. Corre, negadis!

    http:// www. cyrelainvest. com. br/?utm_source=Virtual+Target&utm_medium=email&utm_content=&utm_campaign=20120419_Cyrela_000584&[email protected]

    0
    • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 12:59

      cacildis

      😀

      0
    • GB 20 de abril de 2012 at 13:48

      “Tira o forévis da frente negadis que tá chegando”

      0
  • serpentarius 20 de abril de 2012 at 12:38

    Governos de diversas esferas combatendo a crise das bolhas (crédito e imobiliário):

    Parte 1:

    Negociação sobre inadimplencia em sampa:

    http://br.finance.yahoo.com/noticias/inadimplentes-sp-vão-poder-renegociar-132200007.html

    0
  • Luiz 20 de abril de 2012 at 12:43

    Estou IMPRESSIONADO

    volume da PDG na bolsa passou dos 110 milhões e não é nem meiodia ainda
    passou petrobras, passou os bancos, passou ogX, ta quase na Vale
    e tá caindo muito

    Tá acontecendo com ela o mesmo que 1 ano atrás com GFA.
    Só MRK Explica, MRK cadê vc?

    0
    • RosinhA 20 de abril de 2012 at 12:45

      Fusão os amarelos estão vindo.

      0
    • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 12:59

      é o famoso “barata-voa” ou também conhecido por “corre negadis”

      0
    • Carlos_ 20 de abril de 2012 at 13:03

      Deve ter gente sabendo de coisas que você não sabe.

      E o imob é o único índice caindo até o momento.

      0
    • GB 20 de abril de 2012 at 13:50

      É o famoso “tiro no galinheiro” ou “dá logo o gardenal pro poodle”.

      Se estão sabendo de alguma coisa, não é copia boa pro mercado, kkkkkk

      0
      • GB 20 de abril de 2012 at 13:52

        ops, “não é coisa boa”.

        0
  • Laranja 20 de abril de 2012 at 13:24

    BOLHA CULTURAL ESPANHOLA: Para quem se interessa por bolha imobiliária + arquitetura um prato cheio, porém azedo. Prato este que está começando a ser servido aqui no Brasil com as recentes contratações de starchitects para projetar a cidade da música, museu do amanhã, etc.

    Santiago Calatrava + políticos brasileiros = TNT nas contas públicas.

    w w w.archdaily.com.br/41902/espanha-mega-estruturas-culturais-sem-cultura-em-seu-interior/

    w w w.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/12.142/4274

    0
  • Conde Drácula 20 de abril de 2012 at 13:34

    As vezes faço uma reflexão sobre tudo que esta acontecendo e é difícil acreditar que estamos passando por uma bolha imobiliária. Parece um pesadelo, parece até coisa de ficção cientifica. Nunca na historia do Brasil isto ocorreu, mas esta ocorrendo exatamente agora. Espero que o estrago não seja muito grande.

    0
    • GB 20 de abril de 2012 at 13:54

      Já aconteceu com os flats, já aconteceu com carros, telefones, bois, avestruzes, imóvel é só a bola especulativa da vez.

      A próxima bolha será o passe do Ronaldinho Gaucho.

      0
  • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 13:40

    17/04/2012 – 08h35
    O suicídio econômico da Europa
    DO “NEW YORK TIMES”

    O “New York Times” noticiou no sábado um fenômeno que parece ser crescente na Europa: suicídios “devidos à crise econômica” –pessoas que se matam por desespero devido ao desemprego e à falência comercial. Foi uma reportagem de partir o coração. Mas estou certo de que eu não fui o único leitor dela, especialmente entre economistas, a se indagar se o fenômeno mais amplo não dirá respeito não tanto a indivíduos quanto à aparente determinação dos líderes europeus em cometer o suicídio econômico da Europa como um todo.

    Poucos meses atrás, eu sentia alguma esperança em relação à Europa. Você talvez se recorde que no final do outono europeu passado a Europa parecia estar à beira do derretimento financeiro, mas que o Banco Central Europeu, o equivalente europeu ao Fed, veio socorrer o continente. Ele ofereceu aos bancos da Europa linhas de crédito sem prazo fixo para terminar, desde que dessem como garantia os títulos de dívida de governos europeus. Isto garantiu apoio direto aos bancos e apoio indireto aos governos, pondo fim ao pânico.

    A questão era, então, se essa ação corajosa e efetiva assinalaria o início de uma revisão mais ampla, se os líderes europeus aproveitariam a brecha criada pelo banco para reconsiderar as políticas que tinham levado as coisas àquela situação, em primeiro lugar.

    Mas eles não o fizeram. Ao invés disso, reafirmaram suas políticas e ideias falidas. E está ficando cada vez mais difícil acreditar que qualquer coisa os fará mudar de rumo.
    Considere a situação atual na Espanha, que hoje está no epicentro da crise. Ignore o discurso sobre recessão: a Espanha se encontra numa depressão plena, com o índice de desemprego geral em 23,6%, comparável ao dos EUA na pior fase da Grande Depressão, e o índice de desemprego entre os jovens passa dos 50%. As coisas não podem continuar assim, e a percepção de que não podem é o que está empurrando os custos de crédito da Espanha cada vez mais para cima.

    De certa maneira, não interessa realmente como a Espanha chegou a este ponto. Mas, já que estamos falando nisso, a história espanhola não guarda nenhuma semelhança com as histórias com moral tão apreciadas pelas autoridades europeias, especialmente as da Alemanha. A Espanha não era fiscalmente perdulária: na véspera da crise o país tinha dívida baixa e um superávit orçamentário. Infelizmente, também tinha uma enorme bolha imobiliária, bolha essa possibilitada em parte por enormes empréstimos feitos por bancos alemães a bancos espanhóis. Quando a bolha estourou, a economia espanhola ficou sem recursos. Os problemas fiscais da Espanha são consequência da depressão da Espanha, e não sua causa.

    Mesmo assim, a receita que emana de Berlim e Frankfurt é –sim, você adivinhou– ainda mais austeridade fiscal.

    Para falar francamente, isto não é apenas uma insanidade. A Europa já teve vários anos de experiência com programas de austeridade rígidos, e os resultados são exatamente o que os estudantes de história previam que aconteceria: esses programas empurraram economias deprimidas ainda mais para baixo, numa depressão ainda mais profunda. E, pelo fato de os investidores analisarem o estado da economia de um país quando avaliam sua capacidade de saldar dívidas, os programas de austeridade nem sequer têm funcionado para reduzir os custos do crédito.

    Qual é a alternativa? Bem, na década de 1930 –uma era que a Europa moderna está começando a reproduzir com fidelidade crescente–, a condição essencial para a recuperação foi o abandono do padrão ouro. A medida equivalente hoje seria o abandono do euro e a restauração das moedas nacionais. Você pode dizer que isso é inconcebível, e, de fato, seria um evento tremendamente perturbador, tanto econômica quanto politicamente. Mas continuar no rumo atual, impondo austeridade cada vez mais intransigente a países que já estão sofrendo desemprego típico da Grande Depressão –isso, sim, é o que é realmente inconcebível.

    Assim, se os líderes europeus quisessem realmente salvar o euro, estariam procurando uma saída alternativa. E, na realidade, a forma que tal alternativa assumiria está bastante clara. A Europa precisa de mais políticas monetárias de expansão, sob a forma de uma disposição anunciada da parte do Banco Central Europeu de aceitar uma inflação um pouco mais alta. Ela precisa de mais políticas fiscais de expansão, sob a forma de orçamentos na Alemanha que se contraponham à austeridade na Espanha e outros países em crise na periferia do continente, ao invés de reforçar a austeridade. Mesmo com essas políticas, os países periféricos enfrentariam anos de dificuldades. Mas pelo menos haveria alguma esperança de recuperação.

    Mas o que estamos testemunhando na realidade é a inflexibilidade completa. Em março, líderes europeus assinaram um pacto fiscal que, na prática, define a austeridade fiscal como resposta a todos e quaisquer problemas. Enquanto isso, autoridades chaves no banco central estão fazendo questão de destacar a disposição do banco em elevar os juros diante do menor sinal de alta na inflação.

    Assim, é difícil evitar um sentimento de desesperança. Ao invés de admitir que estavam errados, os líderes europeus parecem estar determinados a empurrar sua economia –e sociedade– penhasco abaixo. E o mundo inteiro pagará o preço.

    Tradução de CLARA ALLAIN

    Paul Krugman é prêmio Nobel de Economia (2008), colunista do jornal “The New York Times” e professor na Universidade Princeton (EUA). Um dos mais renomados economistas da atualidade, é autor ou editor de 20 livros e tem mais de 200 artigos científicos publicados. Escreve às segundas.

    ht tp://www1.folha.uol.com.br/colunas/paulkrugman/1077151-o-suicidio-economico-da-europa.shtml

    0
    • Gabriel 20 de abril de 2012 at 14:43

      Porque alguém ainda lê as coisas que esse cara escreve?

      O abanono do padrão-ouro é justamente uma das principais causas de todos os problemas econômicos atuais.
      Foi o abandono do padrão-ouro que permitiu os governos a criarem dinheiro do nada.

      Quando ele escreve

      “A Europa precisa de mais políticas monetárias de expansão,”

      Dá até um frio na espinha.

      Quer dizer, vamos jogar mais dinheiro criado do nada na economia e rezar…

      0
      • Revoltado 21 de abril de 2012 at 13:16

        o padrao ouro se tornou insustentável.
        Não há ouro suficiente para lastrear a quantidade de dinehiro em circulação nos dias de hoje.

        0
    • Ploc 20 de abril de 2012 at 14:43

      Já estou sabendo do caso recente de uma mulher que cortou os pulsos tentando se matar aqui no Brasil pois o marido perdeu o emprego e derrepente o padrão de vida da família foi para o ralo. Eles viviam no limite ostentando um padrão que não poderia existir sem a renda do marido. Tudo a base do crédito e sem nenhuma poupança.
      Ela continua sobre fortes sedativos no hospital pois a familia teme que ela tente outra vez se matar.
      Segundo o marido ela não aceitava voltar para uma realidade mais humilde e ser rejeitada pelos amigos que ela conquistou.
      É triste mas acontece. Provavelmenta já existam vários casos destes aqui no Brasil mas a maioria não aparece nas estatisticas.

      0
      • Ploc 20 de abril de 2012 at 15:53

        É assim que começa. Talvez já seja uma indicação de um suicídio econômico da Brasileiro.

        0
      • Fausto Luiz 20 de abril de 2012 at 16:07

        Nos grandes centros tais atitudes serão casos isolados, porém, nas cidades pequenas e de médio porte, como aqui, por exemplo, JARAGUÁ DO SUL- SC., cujo universo da classe média investiram maciçamente em imóveis, onde JÁ se constata perfeitamente a existencia de “bolha”, posto, o nº absurdo de prédios em construção, outros em fase de acabamento, além das unidades já oferecidas – mera questão de aritmética mais elementar. O que me chama atenção, é que ninguém observa tal fato, creio que estão “cegos” visualizando apenas o empreendimento em si, sem atentar para as questões de mercado, agravado pelo sentimento reinante cultural da cidade, onde o prazer está em ser mais que o próximo. Tal postura encontrará na região um ambiente propício para tal atitude desesperadora. Infelizmente!

        0
  • adelino 20 de abril de 2012 at 13:40

    Nos últimos 50 anos no Brasil quando foi que os imóveis ficaram mais baratos?

    Podem ter deixados de subir mas não cairam!

    Certo?

    0
    • vinicius 20 de abril de 2012 at 13:49

      A mais recente foi a bolha dos flats a uns 7 anos.

      0
    • vinicius 20 de abril de 2012 at 13:52

      Na década de 80 também houve uma queda boa…

      0
    • vinicius 20 de abril de 2012 at 13:55

      Poderia te responder também da seguinte forma: Nos últimos 50 anos vc viu os preços dos imóveis dispararem de preço como nos últimos 3 ou 4 anos ?

      0
    • Carlos_ 20 de abril de 2012 at 14:26

      No Brasil 3 anos sem subir é igual a queda de 20% no vlaor real.

      0
    • Ze Bom Dirolo 20 de abril de 2012 at 14:29

      Quantas Copas e Olimpíadas tiveram no Brasil?

      0
    • Luiz 20 de abril de 2012 at 14:37

      adelino, vc tá brincando, vive caindo prédio no Brasil
      a ultima vez caíram 3 predios inteiros no centro do Rio

      0
      • Paty 20 de abril de 2012 at 15:57

        verdade Luiz..kkk

        0
    • Jonathas 20 de abril de 2012 at 14:56

      O que você está dizendo, basicamente, é que há uma classe de ativos que não caem de preço?

      0
    • Curioso 20 de abril de 2012 at 15:10

      Recomendo uma leitura atenta das notícias publicadas neste blog…
      Se não te ajudar, é caso cirurgico!

      0
      • Ze Bom Dirolo 20 de abril de 2012 at 16:02

        Ou de custódia….

        0
    • mauricio 20 de abril de 2012 at 19:10

      errado, babaca, só olhar as PROMOÇÕES QUE AS CONSTRUTURAS ESTÃO FAZENDO DE ATÉ 36%

      então se você, esperto, comprou um ap NA PLANTA por X, há o mesmo apartamento no mesmo prédio sendo ofertado POR ATÉ 36% DE DESCONTO

      isso, obviamente, não é queda de preços, né?

      0
      • Paty 20 de abril de 2012 at 21:08

        Não há queda de preço as construtoras ficaram com dô das pessoas e num ato tipico de madre Tereza de Caucutá, resolveram fazer caridade.. é pura caridade…
        ps – nao sou louca.

        0
      • Revoltado 21 de abril de 2012 at 13:21

        Isso é uma falácia.
        Não há desconto real.
        É a mesma coisa feita por muitas lojas, coloca uma coisa em promoção
        de 200 por 100. Mas na verdade ela nunca custou 200.
        Mas para quem nao tem o costume de acompanhar os preços, vai achar que está fazendo um ótimo negocio. Mas quem esta sempre pesquisando vai ver que é apenas uma armadilha para os incautos.

        0
  • Jack Imóveis 20 de abril de 2012 at 13:53

    Caros,

    Falamos muito de PDG e Gafisa por aqui, mas alguém notou a volatilidade da ação da Cyrella. Quando varia é sempre em 3 pontos.

    Abraços

    Jack – Notando

    0
    • GB 20 de abril de 2012 at 14:02

      A MRV também está caindo bastante e vai ser a bola da vez depois que GAFISA e a PDG se emparelharem nos R$ 1,99 Dilmas.

      Já a Cyrella fica nesse estranho cai e sobe, acho que o pessoal lá ainda têm bastante recurso para investir e manter as ações no patamar que querem, coisa que já não está mais acontecendo com as outras.

      0
    • Luiz 20 de abril de 2012 at 14:43

      A Cyrela é tipo a lider em SP, imoveis de melhor padrão
      Se a lider quasefaliu pq a cyrela não vai?

      0
    • Alvaro Queiros 20 de abril de 2012 at 17:05

      A queda Cyrela deve ter haver com entrega da primeira etapa do Le Parc aqui em Salvador, nem sei se já tem gente morando por lá, mas sei que temos muitos anúncios de repasse, a preços abaixo dos praticados pela incorporadora, que tem um estoque alto em mãos e desde o ano passado eles estão testando mil e umas estratégias de vendas, montaram decorado no 11º, encheram a cidade de outdors, entre outras ações.

      E esta semana o que chamou atenção foi uma campanha da OAS, que aqui era associada a Gafisa, dando ITIV, IPTU, condomínio, box, piso e viajem a quem comprar agora no final de semana.

      0
  • POC 20 de abril de 2012 at 14:48

    Forum PDG em desespero total .. kkkk
    Ações indo para o chão…

    0
  • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 14:51

    20/04/2012 – 14h35
    Venda de material de construção fica aquém do previsto no 1º tri

    DA REUTERS

    As vendas domésticas de material de construção registraram crescimento de 7% em março na comparação com o mesmo mês no ano passado, informou nesta sexta-feira a associação que representa o setor no país, Abramat.

    Em relação a fevereiro, as vendas do setor também cresceram, em 13%, enquanto no primeiro trimestre o setor acumulou alta de 3,3% sobre igual etapa de 2011.

    O resultado de janeiro a março está abaixo da estimativa da entidade para o fechado do ano, de crescimento de 5% no faturamento.

    A Abramat informou também que, no mês passado, o nível de emprego na indústria de materiais aumentou 4,5% ante março de 2011, mas ficou estável sobre fevereiro.’

    ht tp://www1.folha.uol.com.br/mercado/1079012-venda-de-material-de-construcao-fica-aquem-do-previsto-no-1-tri.shtml

    0
    • peterson 20 de abril de 2012 at 21:26

      Isso indica que não há cenário para ruptura, ainda há demanda por obras, importante que isso é positivo para aumentar o estoque de oferta, favorecendo o decrescimo de preços futuros… por outro lado a bolha continua sendo inflada….

      0
  • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 15:04

    Resolvido o problema da bolha imobiliária:

    ht tp://noticias.uol.com.br/album/album-do-dia/2012/04/20/imagens-do-dia—20-de-abril-de-2012.htm?abrefoto=44#fotoNav=44

    Agora os apartamentos custam só uma moedinha!

    0
    • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 15:06

      Foto de quinta-feira (19) divulgada nesta sexta-feira (20) mostra um dos lados de moeda de 1792, arrematada em leilão por US$ 1 milhão. A moeda nunca foi colocada em circulação, e apenas 14 como essa foram cunhadas

      0
    • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 15:10

      segue o link correto:

      noticias.uol.com.br/album/album-do-dia/2012/04/20/imagens-do-dia—20-de-abril-de-2012.htm?abrefoto=44

      0
    • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 20:18

      ht tp://blogs.estadao.com.br/radar-economico/2012/04/20/moeda-de-1-cent-de-1792-e-leiloada-por-us-1-milhao/

      0
  • Leonardo 20 de abril de 2012 at 15:26

    VEJAM ISSO

    É tanto opcional nos apartamentos que agora DORMITÓRIO virou opcional também.
    Apartamentos de ZERO dormitórios agora:

    http:// twitpic.com/9c2b25

    0
    • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 15:35

      é flex:

      vc transforma o banheiro em cozinha e a sala em dormitório… evolução do quarto-e-sala

      0
  • Curioso 20 de abril de 2012 at 15:33

    Cyrela Realt ON (CYRE3) 16.68 (-5.01%)
    Abre o OLHO!!!

    0
  • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 15:34

    Esta é para aqueles que podem seguir os conselhos do anonymous e tem sobrando umas 5 moedinhas na carteira:

    Stallone quer vender mansão avaliada em US$ 4,5 milhões
    20 de abril de 2012 • 14h50 • atualizado às 15h00

    O astro Sylvester Stallone colocou sua mansão à venda pelos mesmos US$ 4,5 milhões que pagou em janeiro de 2010. A casa em estilo espanhol fica em Coachella Valley, localizada dentro do Clube Madison, um dos mais exclusivos campos de golfe privados dos Estados Unidos.
    A casa de 480 metros quadrados tem quatro quartos, cinco banheiros, cozinha industrial e uma suíte master com terraço ao ar livre. Na área externa, há duas piscinas, sendo que uma delas é aquecida a gás, além de spa privado e uma sala aberta com lareira e espetacular vista das montanhas e do campo de golfe.
    De acordo com a listagem no site http://www.realtor.com, a casa está situada em um condomínio fechado com um guarda e recebe manutenção de uma associação de paisagismo. Registros públicos mostram que a propriedade foi comprada em nome do agente imobiliário de Stallone, Lester J. Knispel, em janeiro de 2010, por US$ 4,5 milhões, sem nenhum financiamento.
    A residência principal do ator de 65 anos de idade é em uma comunidade fechada de Los Angeles.

    ht tp://diversao.terra.com.br/gente/noticias/0,,OI5730868-EI13419,00-Stallone+quer+vender+mansao+avaliada+em+US+milhoes.html

    0
  • Carlos_ 20 de abril de 2012 at 15:41

    Destaco o trecho:
    “O setor de construção de edifícios residenciais tem três representantes brasileiras, com a Gafisa, CCDI e Viver.”

    20/04/2012 – 15h35
    Empresas brasileiras dominam ranking de prejuízo na América Latina

    Entre as 30 empresas de capital aberto da América Latina que fecharam 2011 com os maiores prejuízos, 20 são brasileiras. Entre elas, MPX, de Eike Batista, além de Gol, TAM, Gafisa, CCDI e Viver. O ranking foi feito pela consultoria Economática.

    Segundo o levantamento, a empresa latino-americana que amargou o maior prejuízo no ano passado foi a mexicana Cemex, fabricante de cimento, com perdas de US$ 1,37 bilhão.

    Em segundo lugar ficou a Chile Vapores, chilena de transporte marítimo, com US$ 1,24 bilhão de prejuízo. A terceira colocada foi a brasileira Gafisa, de construção, com perdas de US$ 503,7 milhões, segundo a Economática.

    Por setor
    Entre as 30 empresas de capital aberto com maior prejuízo, há seis do setor de energia elétrica –sendo quatro brasileiras. Entre elas está a MPX Energia, do grupo do bilionário Eike Batista, que registrou perda de US$ 217,8 milhões.

    O setor de construção de edifícios residenciais tem três representantes brasileiras, com a Gafisa, CCDI e Viver.

    As empresas aéreas Gol e TAM também fazem parte da lista –a primeira, com prejuízo de US$ 400,6 milhões, na quinta colocação; e a TAM, com US$ 178,6 milhões, na 15ª colocação.

    Metodologia
    Para o calculo do prejuízo em dólares, a Economática considerou os valores publicados pelas empresas latinas nos respectivos órgãos de fiscalização locais –por exemplo, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), no Brasil.

    Os números foram convertidos pelo dólar do dia 31/12/2011 (no Brasil, o dólar Ptax Venda).

    0
  • Adebisi 20 de abril de 2012 at 15:50

    Não sei se vcs viram , mas isso é um dos apices da doença imobiliária: apartamentos sem dormitórios.

    http://www.iglooilive.com/blog/?cat=8

    0
  • Nasrú 20 de abril de 2012 at 16:08

    Pessoal. To já a maior tempão juntando dinheiro, a espera da bolha explodir, e guardando na poupança. Sempre fui isento, mas agora arranjei um emprego de carteira assinada que felizmente me confere uma boa renda mensal. Em suma, deixei de ser isento. Eu sei que aqui só tem pessoal TOP, que saca muito de economia. To com uns 70 mil na poupança, juntado ha mais de uns 10 anos, enquanto era isento – e exatamente por ser isento, chamais declarei. Agora q nao mais sou isento, como eu declaro isso? O que vcs fariam?

    Não queria que além da bolha, o IRPF também me roubasse todo o dinheiro suado.

    0
    • Charles 20 de abril de 2012 at 17:24

      A poupança não é tributada ainda.

      Fique tranquilo.

      0
    • Luiz 20 de abril de 2012 at 17:25

      vc deveria ter declarado qdo era isento de renda que juntou 10, 20, … até chegar no 70 mil

      realmente vc tem um problema, minha sugestão é consultar uma assessoria fiscal de confiança, pq vc aind acorre o risco da assessoria te puxar o tapete

      acho q tem jeito sim, talvez fazendo declaração subistitutiva dos ultimos 2 ou 3 anos e pagando as multas por atraso, não vai sair tão caro.
      O que vc não pode é aparecer com esse dinheiro agora todo de uma vez, pq aí a mordida é 25%

      não sou especialista, to chutando hein

      0
      • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 17:44

        Se ele tinha patrimônio de até 80 mil, em 2009, e até R$ 300 mil a partir de 2010 estava dispensado de declarar se não ganhasse mais do que o limite de isenção de declaração (hoje: R$ 1.638,11 por mês).

        Interessante notar que, se alguns meses do ano o cara ganhou mais do que o limite e teve IR descontado na fonte, mas ao final do ano ele ganhou menos do que 12×1638,11 ele pode fazer a declaração para obter de volta e corrigido aquilo que descontaram dele.

        0
        • Luiz 20 de abril de 2012 at 18:13

          tá mas e aí como faz?
          ele precisa declarar que já tinha 70 mil desde 2010

          0
          • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 18:31

            basta ele colocar o valor que ele tinha no campo Situação em 31/12/2010 e o quanto ficou no final do ano no campo Situação em 31/12/2011, isso na aba de Bens e Direitos. Na discriminação da caderneta de poupança basta ele citar o banco, a agencia, conta e data de abertura, podendo por o comentário de que ele não declarou antes por estar na categoria de isento. Além disso, os rendimentos de CP são isentos e devem ser citados na Aba `Rendimentos Isentos e Não Tributados’ no campo 08. Rendimentos de cadernetas de poupança e letras hipotecárias.

            0
            • Nasrú 21 de abril de 2012 at 10:53

              Caraca!!! Eu amo vocês.
              Eu amo esse site. Muito obrigado mesmo. Não sei nem como posso agradecer.

              0
    • mauricio 20 de abril de 2012 at 19:06

      relaxa que o valor é pequeno, tem gente com rombo bem maior que o seu

      0
    • lrp 20 de abril de 2012 at 21:02

      Faz o seguinte, vc tem q olhar tudo q ganhou no ano passado, essa soma não pode ser menos do q o aumento dos seus bens e direitos, ex. se ganhou 50 mil no ano passado e nao tinha nada declarado, nao pode aparecer q tem bens e direitos q somem mais do q 50 mil, sugiro olhar quanto vc ganhou e declarar um pouco menos nos bens e direitos e ir fazendo esse ajuste td ano ate sua declaração estar correta, nunca declare um aumento de bens e direitos maior q sua renda, se não é malha fina na certa. Se precisar de serviços contábeis em BH estamos a disposição.

      0
      • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 22:24

        VC tem razao que ele pode cair na malha fina no caso de mostrar um aumento de renda maior do que o ganho de capital do ano, mas, no caso dele, a renda é licita e comprovável, então é melhor mostrar tudo agora e, se for preciso explicar, do que omitir, para ir regularizando aos poucos.

        0
        • lrp 20 de abril de 2012 at 22:54

          sim, c a grana é lícita e ele provar q juntou ao longo dos anos não vai ter problema algum, somente vai ter q perder tempo em ver a cara feia dos funcionarios da receita.

          0
    • Marcio 20 de abril de 2012 at 21:09

      Problema nenhum, declara certinho, essa grana nao vai ser taxada

      0
      • Marcio 20 de abril de 2012 at 21:13

        Declara os R$70.000 como BENS e DIREITOS, nao precisa fazer nenhum “ajuste” . Quando fiz minha primeira declaracao tambem ja tinha dinheiro aplicado.

        0
        • Nasrú 21 de abril de 2012 at 10:55

          Caraca!!! Eu amo vocês.
          Eu amo esse site. Muito obrigado mesmo. Não sei nem como posso agradecer.

          0
  • O Corretor 20 de abril de 2012 at 16:11

    Vamos acabar com esse pessimismo.
    E começar a trabalhar.

    0
    • Jack Imóveis 20 de abril de 2012 at 16:41

      Caro Corretor,

      Acho que aqui não tem vagabundo. Explico. Todo mundo aqui valoriza o $$$ que recebe. Valoriza tanto que não coloca em ativos podres que o Sr. e a sua “Catiguria” empurram como se você o último pão de queijo de Minas Gerais.

      Jack – Passando a Régua

      0
      • Luiz 20 de abril de 2012 at 17:19

        eu já clico logo em denunciar abuso

        0
    • Charles 20 de abril de 2012 at 17:22

      ahuahuahuhahau…boa CORETOR

      Eu to trabalhando, falta voce começar…mãos a obra!!!

      0
      • Riodetudo 20 de abril de 2012 at 21:03

        Hahaha….Corretores podiam se juntar aos guardadores de carro para fazer um sindicato só. Presidente tem que ser guardador, que é mais digno que corretor.

        0
    • xyz 20 de abril de 2012 at 20:59

      Amigo,
      Neste espaço corretores são endemoniados, especialmente por simpatizantes deste governo, que querem negar que foi o governo que criou e tudo, tudo, tudo vai fazer para mantê-la, cometerá as maiores irresponsabilidades.

      0
  • Curioso 20 de abril de 2012 at 16:17

    Pros amantes da Gafisa…. perdeu mais um suporte….

    Gafisa ON (GFSA3) 3.91 (-2.25%)

    0
  • Apocalipse now 20 de abril de 2012 at 16:24

    Começaram as desculpas…

    Economista avalia suposta crise das construtoras
    Especialistas tentam explicar crise financeira das construtoras, mesmo com mercado super aquecido.

    Fonte: Rádio Itatiaia
    18 de Abril de 2012 por Débora Ferreira

    Várias construtoras brasileiras apresentam altas dívidas, mesmo com o mercado imobiliário super aquecido. É o caso da Gafisa, maior empresa do país no ramo residencial, que revelou prejuízo de R$ 1 bilhão, em 2011, depois de três anos de lucros.

    Atualmente, uma das maiores construtoras de Minas Gerais, a Líder, pede à Justiça prazo para pagar uma dívida de R$ 67 milhões com bancos e fornecedores de material de construção. Esta realidade das construtoras mostra uma contradição já que a procura por imóveis não pára de crescer em todo o país.

    O economista especializado no Mercado Imobiliário, Rafael Tello, afirma que as vendas de imóveis continuam aquecidas em todo o país. Em Belo Horizonte, são inaugurados 1.900 apartamentos por mês. Ainda segundo o economista, a crise financeira de várias construtoras, como da Gafis, pode ocorrer por falta de planejamento:

    Para o diretor da Caixa Imobiliária, Kênio Pereira, o problema pode ter sido uma falha no planejamento das construtoras:

    http :// http://www.itatiaia.com.br/site/noticias/noticia/7484

    0
    • GB 20 de abril de 2012 at 16:58

      Ai meu Deus, mais um pseudo-economista desconhecido falando que “o mercado está aquecido”, minha fé está sendo testada, por favor, tirem-me uma dúvida:
      .
      Quando esses supostos economistas dizem isso aí eles estão se referindo ao super aquecimento da oferta, não é mesmo ? Pois eu acho que na parte da demanda a coisa está um marasmo só há um bom tempo, diria que está quase tão frio quanto à última era glacial.

      Recebi outro panfleto do Maraville, essa maravilha cara da GAFISA aqui em Jundiaí, cujo projeto anterior, o Felicitá, do mesmo endereço e do mesmo Stand não decolou, se as coisas estão tão aquecidas já não era para ele e todos os outros imóveis publicados no jornal e na internet estarem vendidos ?

      “Uma mentira dita várias vezez torna-se uma verdade na mão dos sardinhas” GB – modo cético ON

      0
      • Carcará 20 de abril de 2012 at 17:44

        GB,
        veja que o sinal de mercado aquecido para o nobre economista é a inauguração de 1900 ap. Ou seja, ele está confundindo construir ap com vender ap.

        Abs

        0
        • Luiz 20 de abril de 2012 at 18:11

          mercado aquecido quenem batata-quente

          quem ficar com o legume na mão ganha outro legume em outro lugar quente

          0
  • Marcia B. 20 de abril de 2012 at 16:28

    Para ler e ver o que esta passando em Brasilia.
    China manipula a moeda pra fica mais barata e exportar mais,,,
    Brasil manipula a moeda pra fiaca mais cara e exportar menos E TAMBEM IMPORTAR MENOS COM A LEIS ABSURDAS DE IMPORTACAO.

    ESSE ANO O BRASIL volta a ser a 7 nao mais a 5 economia….

    vamos ver o que os fascistas de Brasilia estao fazendo?
    http://online.wsj.com/article/the_americas.html

    0
    • Amadeos de Sampa 21 de abril de 2012 at 16:16

      A opiniao no WSJ da MARY ANASTASIA O’GRADY eh muito interessante e mostra o direcionamento da economica nacional pelo Gov. Dilma indo na direcao errada ao progresso.

      Por que será que nao temos discussoes nesse nivel aqui na Banania? Nossos fantasticos e jornal nacionais sao muito, mas muito fracos.

      Estou de volta ao Brasil desde 2008/2009 e estou pensando seriamente em desistir daqui. Amo esse pais, mas pra quem quer produzir e trabalhar serio, esse nosso pais eh piada. e de mau gosto.

      0
  • Fred 20 de abril de 2012 at 16:56

    Pessoal, vale a pena assistir à parte desse vídeo que vai de 00:20 a 00:40. Novela das seis da Globo… Vi por acaso, “craro”.

    http : //tvg.globo.com/novelas/amor-eterno-amor/capitulo/rodrigo-descobre-que-valeria-esta-gravida.html#cenas/1911607

    0
    • Fred 20 de abril de 2012 at 17:02

      A história se passa no Rio.

      0
    • Sergio Figueiredo 20 de abril de 2012 at 23:43

      O link se refere ao capítulo do dia 19/04 da novela Eterno Amor e a cena é “Cap 19/4 – Cena: Deolinda revela os novos moradores do condomínio”.

      Esta cena retrata a mais pura verdade. Imóveis no Rio em bairros de classe média custando facilmente R$300.000,00. Na Tijuca, qualquer imóvel já custa meio milhão. É incrível como as pessoas acreditam nisso.

      0
      • Juca 21 de abril de 2012 at 01:00

        Nada surpreendente, as pessoas acreditam que uma tela do Lucio Fontana vale mais de USD 3.000.000,00.

        Você deve lembrar que o mercado não segue nenhuma lógica ou raciocínio fixo, então nem adianta tentar preconizar qualquer situação.

        0
  • GB 20 de abril de 2012 at 17:05

    Estava vindo de Itu e quando passava por Cabreúva resolvi entrar na cidade para ver o que aconteceu com aquele mega empreendimento comercial da cidade, um bairro só de terrenos comerciais em que seria construído um shopping, clinicas e tudo o mais que se imaginasse.

    Passei lá e nada, simplesmenta nada fo construído lá, de comércio não tem nem um abarraquinha de pipoca ou cachorro quente, nada mesmo.

    Dizem os boatos que todos os terrenos foram vendidos, não dá para acreditar mas se estão dizendo . . .

    Todos devem ter caído nas mãos de especuladores, todos aguardando que seus vizinhos ergam ali clínicas de neurocirurgia ou um escritório da NASA aqui no Brasil para que isso valorize seus terrenos.

    O problema é que se esqueceram de perguntar aos vizinhos se eles também não eram especuladores, agora estão todos com o mico na mão.

    A cidade não comporta um centro comercial daquele tamanho e o pessoal de Jundiaí não irá para lá por causa do pedágio, pode esquecer.

    0
    • Luiz 20 de abril de 2012 at 17:33

      GB,
      oq vc foi fazer em Itu?
      foi visitar o “amigo” do metro

      desculpa a brincadeira GB, juro que vou denunciar abuso de mim mesmo assim que eu publicar o comentário.

      0
      • RosinhA 20 de abril de 2012 at 18:51

        Depois vem alguém com coragem de dizer que sou preconceituosa.

        0
      • GB 20 de abril de 2012 at 21:47

        GB – Pressionada tecla ignorar comentário

        Modo ignorar comentário ON

        0
      • GB 20 de abril de 2012 at 21:56

        Modo ignorar comentário acima do Luis ON

        0
    • Leandro 20 de abril de 2012 at 18:17

      GB, vc tbm é de Jundiaí?
      Já percebeu a multiplicação das plaquinhas “vende/aluga” ?
      Só na Rua Carlos Gomes eu contei, ontem 12 plaquinhas. A Ponte São João, próximo ao Russi, também está infestado. Sem contar aqueles prédios da MRV tbm na Pte São João que já começaram a ser desovados, todos encalhados a preços de quase R$ 200 mil, sendo que na planta, há 3 anos, estavam cerca de R$ 80 mil.

      0
      • GB 20 de abril de 2012 at 21:33

        Eu sou mais da região da Vila Rami, Vila Comercial, todo dia por aqui eu vejo placa nova de “vende-se” ou até mesmo de “aluga-se”.

        Tem muita placa naqueles prédios da MRV que eles falam que é Vila do Retiro mas na verdade são Vila Alvorada, eles mesmos vivem me oferecendo mas aquele lugar é um CDHU caro.

        0
        • Gb o que vc acha do Swisse Park? – ali na Anahnguera – saida de Campinas – Será que vai pra frente? – O investimento la esta sendo alto, só não sei se vai dar retorno. Sempre que passo por lá tenho uma sensassão de que a coisa vai encalhar SERA?????

          0
  • Luiz 20 de abril de 2012 at 17:31

    Extra, Extra:

    VENDAS DE IMÓVEIS VOLTAM A TRAVAR EM ABRIL

    fonte: Databolha, baseado no numero crescente de corretorers vindo aqui encher o saco

    0
  • Leo 20 de abril de 2012 at 17:50

    Gafisa ta apanhando hj hein.. que pana.. coitada.

    0
  • Thiago A. 20 de abril de 2012 at 17:53

    Acho que GFSA3 rompeu o suporte heim. Ou seja, o limite agora é o chão!

    Ou ela fica nesse chove não molha e a PDGR3 ‘chega junto’

    0
    • Luiz 20 de abril de 2012 at 18:16

      essa linguagem de grafista:

      rompeu suporte,
      fez fundo duplo,
      alargou o candle
      fez triplo mortal carpado,

      sinceramente, é linguagem pra pegar sardinha, não vejo lógica nenhuma nisso, concorda?

      0
      • Thiago A. 20 de abril de 2012 at 18:31

        Olha, sou eu que falei do suporte, mas concordo com você.

        Não entendo muito de análise gráfica, e acho que parece muito ‘exotérico’.

        Mas é uma maneira fácil de explicar as coisas. Falar que ‘rompeu o suporte’ é mais fácil do que falar “está com um valor mais baixo do que os últimos valores mínimos”

        0
    • mauricio 20 de abril de 2012 at 18:42

      é absurdamente irônico ir no infomoney e ver os idiotas falando em suporte, tendência, repique, inverteu não sei o que… vai lá e olha

      aí os caras falam, todos “inteligentes”

      rompeu suporte de 4,90, o próximo é em 4,80 (SÉRIO ISSO?!), nossa galera, rompeu o de 4,80, o proximo é abaixo (SÉRIO ISSO, PENSEI QUE FOSSE ACIMA)

      e ainda por cima, eles ficam fazendo essas “análises” depois que a ação PERDEU MAIS DE 60% em um ano

      a vai tomar no………

      0
      • Thiago A. 20 de abril de 2012 at 18:52

        O problema dos “analistas gráficos” é achar que o movimento do gráfico não tem relação com a situação da empresa.

        Se a empresa está indo pro vinagre não tem suporte, resistência, o diabo a 4 que vá mudar isso e a ação vai pro saco mesmo.

        0
        • peterson 20 de abril de 2012 at 21:11

          a GAFISA não vai falir….. e análise gráfica é SIM uma ferramenta de análise fundamental, só que o grafico só existe devido ÀS INFORMAÇÕES da empresa e não o contrário, ou seja não serve para definir movimento futuro, serve apenas como referencia de estratégia. Não sou de ficar divulgando dicas porque gasto meu tempo calculando variáveis e enumerando premissas (pesos e fatores) para definir um EA, eu não sou de entrar em ações, mas no caso da Gafisa, estudo entrar em BUY a R$2,50 com stop a R$2,36 baseados nos fatores atuais, mas trata-se de um fator flexivel, este valor de entrada já esteve a R$3,49 e stop a R$3,22 para se ter idéia quando fiz esta previsão a ação estava R$5,92 e aqui neste blog o pessoal ainda comemorava por estar abaixo de R$6 ….

          0
          • Vinicius 20 de abril de 2012 at 21:56

            ui poderosa ! ele é ele faz análise gráfica

            0
            • peterson 21 de abril de 2012 at 02:12

              tenha fé, estude muito, que um dia vc aprende, enquanto isso procure ser humilde e tentar raciocinar…. não conheço nada de fisica quantica, mas vou usar com muito prazer um computador quantico antes de morrer, pois evoluir é preciso e poucos estão preparado para isso…

              0
          • mauricio 20 de abril de 2012 at 22:27

            “R$2,50 com stop a R$2,36 baseados nos fatores atuais, mas trata-se de um fator flexivel, este valor de entrada já esteve a R$3,49 e stop a R$3,22 para se ter idéia quando fiz esta previsão a ação estava R$5,92 e aqui neste blog o pessoal ainda comemorava por estar abaixo de R$6 ….”

            primeiro: muita gente aqui já falou que o limite pra gafisa é o 0.01, uma vez que o valor de ação (ainda) não pode ser negativa, talvez depois dessa a cvm possa estudar uma opção

            segundo: você parece aqueles idiotas do infomoney, vai lá no forum deles e veja o topico da PDG, tem um trouxa que tem PM na casa dos 6 reais, e tá estudando comprar mais pra baixar o preço médio, apesar da queda de ~30% nos últimos 2 meses, e no mesmo post que o trouxa se pergunta se deveria comprar mais pra baixar o PM, pergunta pros outros usuários qual seria o fundo da ação…

            vai lá garoto, faz teu nome!

            0
            • mauricio 20 de abril de 2012 at 22:33

              pra quem quiser rir (ou chorar, tanto faz):

              “http://forum.infomoney.com.br/viewtopic.php?t=10531&start=740

              botou dinheiro em construtura? vai lá garoto, faz teu nome!

              0
              • peterson 21 de abril de 2012 at 02:09

                não frequento infomoney, primeiro que não sou do mercado de ações, e caras como eu não perdem seu tempo com isso, não frequento cardumes….

                0
          • Anonymous 21 de abril de 2012 at 01:21

            Pare de usar o psicoativo que voce estiver usando, pois somente sob efeito de alguma droga a GAFISA é algo para ser levado à sério.

            0
            • peterson 21 de abril de 2012 at 02:05

              cara vcs perdem uma oportunidade de APRENDER, eu estou aqui para aprender com esta bolha imobiliária, ver sinais, movimentos, resistencias, aprender como se comportam as pessoas, os agentes , a midia, o governo, aprender,e o que vc está aprendendo aqui? agindo assim NADA!!! vcs somente torcem e perdem a carruagem do aprendizado, observem como distorcem as minhas informações pelo fanatismo, pelo sentimentalismo, não defendo a gafisa, nem sou do mercado de ações, joguei pérolas em um curral, já perdi mais de 40 mil dolares em uma noite por uma falha de análise, garanto que muitos ficariam malucos com isso, eu aprendo com meus erros, assim não desprezo a informação nem do mendigo que começou a receber esmola em dolar pq tem mais dolar no mundo que papel higiênico, nem vou contra o governo que pela primeira vez na história força uma baixa de juros ao consumidor, seja lá qual for a equação lógica, enquanto se olha o umbigo para baixar preços de casas e Apts deveriam perceber que a regra é a mesma para qualquer ativo, que aprendendo com essa, as outras serão parecidas, e comprar casa, carro, viagens, etc então você descobrirá que ficar milionário, pode ser uma questão de ter nascido rico, ou de ter uma brilhante iniciativa na hora certa… como sair denovo com a ex namorada, já sabe-se no que vai dar, as surpresas são poucas, os erros serão sempre os mesmos, mas com outros atores no palco…. se continuar assim eu paro de comentar aqui… tento colocar coisas lucidas no meio deste mar de vontade e desejo….

              0
              • RosinhA 21 de abril de 2012 at 09:13

                Concordo com seu comentário e reforço novamente, quando todos daqui conseguirem comprar suas casas acaba o blog. No post passado me chamaram de preconceituosa por não querem andar de trem, por motivos óbvios, mas por ter coragem de entrar em favela e conversar com as pessoas de lá, tb fui motivo de chacota.

                Tb penso que qualquer pessoa tem algo a acrescentar, e tenho certeza que 99% das pessoas que aqui lêem, não postam nada por vergonha de ter um pesamento ridicularizado, ou mesmo ser corrigida por “herros de potugueis”.

                Como diz o Dr House. People don´t change.

                0
                • Revoltado 21 de abril de 2012 at 13:34

                  Na verdade este fórum devia ser reorganizado.
                  Há muita coisa off-topic no meio de assuntos interessantes.
                  Essas palhaçadas de [email protected]@s, troll e etc, que reduzem a qualidade dos posts.
                  Antes havia mais material de qualidade, agora se vc prestar atenção a maioria dos comentários nada tem a ver com o assunto do tópico.

                  0
                • FRK 21 de abril de 2012 at 17:49

                  Eu concordo que tem radicalismo por aqui heim, lembro de ver post legal de corretor sendo aloprado porque era corretor.

                  Não acho que acaba não heim Rosinha, tem uma galera interessante, que gosta não só do assunto bolha, mas do fenômeno em si, e de racionalizar e aprender sobre o tema.

                  abs

                  0
              • ROSANGELA 21 de abril de 2012 at 09:45

                APOIADO

                0
      • Não entendo “nada” de ações – ou melhor – nunca atuei diretamente na BV – mas acho que esse cara apesar da narrativa um tanto quanto simplista tem certa razão no que diz – vcs que gostam ‘da coisa” acham que esse texto tem veracidade – se isso for verdade somente quem tem muito $$$ e muita informação e que pode participar desse jogo pois todos os demais são meros “provedores’ de riqueza. Depois de ler isso desanemei de vez – mesmo nas ‘febres’ de ações quando tudo e todos dizem que essa é a hora de investir – leia-se – essa é a hora de fugir. 🙂

        (http://www.lobo.com.br/palavra/menu/estudos/teoriadaruina.asp)

        0
  • Sérgio 20 de abril de 2012 at 18:27

    Gafisa R$3,87

    0
    • RosinhA 20 de abril de 2012 at 18:49

      Nem Bis não compra mais só meio amargo e ainda Arcor.

      h tt p://www.supermercadoescola.org.br/view/index.php?acao=verprod&prod=17513

      0
    • Anderson 20 de abril de 2012 at 19:29

      E PDGR3 a 4,75 ! Acabou o Brasil. Agora a bolha estoura! SLACK – Comprem dólares. E Reze a zóio.

      0
  • Money Addicted 20 de abril de 2012 at 19:51

    recebi agora a pouco um comunicado de assembleia de condominio onde moro e entre os assuntos a serem debatidos esta a aprovacao do gasto extra para reforma do salao de festas, como sou inquilino nao pagarei por essa reforma 😉

    ainda bem, pois moro aqui a mais de 3 anos e nunca entrei no salao, agora imaginem esses condominios “clubes” daqui uns 5 anos…..

    0
    • Guilherme Eduardo 20 de abril de 2012 at 21:16

      É novo? Se for teria como você passar como anda a inadimplência?

      0
      • Guilherme SC 21 de abril de 2012 at 00:20

        O cara enforcado em prestações e ainda vai ter que pagar caixinha para reforma da sala de ginástica, brinquedoteca e piscina.

        Na minha cidade muitos salões de festas no térreo que estavam dando sopa na parede virada para rua já viraram salinhas para alugar.

        0
        • Money Addicted 21 de abril de 2012 at 12:56

          aqui nao eh novo nao…..ja tem uns 15 anos, qto a inadimplencia eu nao acompanho muito d perto nao…..nao tenho paciencia, ja falei uma vez para o sindico q era para divulgar os caloteiros (mas nao pode, pois as leis do brasil os protege)…..vou ver se vejo como esta e publicou aqui

          0
  • Ed Luz 20 de abril de 2012 at 20:21

    Adivinhem qual empresa teve o 3 MAIOR PREJUÍZO na AMÉRICA LATINA em 2011
    Ganha um doce quem adivinhar , rs

    h t t p : / / economia.uol.com.br/ultimas-noticias/redacao/2012/04/20/empresas-brasileiras-dominam-ranking-de-prejuizo-na-america-latina.jhtm

    0
    • Anonymous 21 de abril de 2012 at 01:17

      Entre as 20 com os maiores prejuízos, 16 são da Banânia – mercado bombando – uma verdadeira bomba.

      0
  • Galvão 20 de abril de 2012 at 20:35

    Pessoal,
    Não percebi aqui se alguém comentou a questão da queda nas taxas de juros não ter incluido o financiamento imobiliário.

    Se o imóvel é a garantia do empréstimo, e todas as linhas estão as linhas estão com juros reduzidos, mesmo aquelas que não apresentam garantias tão boas, por que para o financiamento imobiliário não reduziu?

    Será que perceberam que não dá pra colocar mais gasolina na foqueira?

    0
    • Guilherme Eduardo 20 de abril de 2012 at 20:59

      Dizem que é por causa da fonte da grana, a poupança. O banco tem que pagar 6% + TR por ano, então não empresta menos que isso não. A caixa tem algumas taxas mais baixas por que ela usa o FGTS, que rende (se não estou errado) 3%+TR, e é é o maior banco do Brasil no quesito depósito em poupança.

      0
    • Guilherme Eduardo 20 de abril de 2012 at 21:02

      Não vi nenhum movimento nesse sentido, mas creio que antes de reduzirem a taxa, talvez diminuam a % de entrada e aumentem o prazo. Imaginem a festa que as construtoras iam fazer com só 10% de entrada!! daria mais um fôlego para os “na planta”.

      0
      • Charles 20 de abril de 2012 at 22:47

        O problema não é o valor da entrada e sim a renda que lhe dê capacidade de financiar o saldo devedor.

        Com renda de 10 mil voce tem capacidade de financiamento de 240 mil. Portanto, mesmo com 10% de entrada, quem ganha 10 mil não conseguem nem comprar um apto de 300 mil.

        O problema não é credito, não é redução da entrada, não é alongamento de tempo de financiamento. O problema é que os preços dos imóveis estão inatingiveis.

        Para dar folego ao mercado o governo tem que conceder credito irresponsavel e sem nenhum criterio ou distribuir dinheiro. A Dilma já está percebendo isso.

        A vaca já está no brejo!

        0
        • peterson 21 de abril de 2012 at 02:21

          pense, e qual será o proximo passo? parar não vai, se nao vai parar, o que vai manter andando… eu também não sei… mas o governo vai fazer algo, pois construção civil tem peso alto no PIB… e eles tem cartuchos…. o que será? se a construção civil parar o Brasil recua e já era, vai ser uma quebradeira geral, não acho que vai ser assim…. esqueçam a gafisa, pdg, cyrela, etc…. estas estão provavelmente em fase de fraudes e rearanjo financeiro, a bola da vez é o governo… credito não sera a salvação da CC… sera que vai rolar redução de impostos? duvido….alguma coisa vai acontecer….

          0
          • Charles 21 de abril de 2012 at 16:29

            Essa solução para essa questão está ficando cada vez mais delicada.

            Apesar do arsenal que o Mantega diz ter para controlar o cambio e manter a economia nos trilhos, espero por uma saida engenhosa para solucionar essa questão da CC e fazer com que o ovo possa continuar consumindo imoveis com os preços exorbitantes praticados atualmente.

            0
          • FRK 21 de abril de 2012 at 17:54

            Eu acho que o governo vai acelerar investimentos em obras de infra, mas isso não segura o mercado imobiliário.

            abs

            0
  • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 20:56

    é o Brazil:

    ht tp://economia.estadao.com.br/especiais/burocraciabr-a-cultura-do-atraso-de-vida,166132.htm

    0
  • Marcio 20 de abril de 2012 at 21:10

    Declara como BENS e DIREITOS

    0
  • Riodetudo 20 de abril de 2012 at 21:32

    FEAR OF THE DARK

    Iron Maiden mesmo… Tô fazendo um curso na Barra (Rio) e voltei a passar em frente aos prédios do condomínio Pier na Barrinha. Faz quase dois meses postei aqui sobre ele, inaugurado na metade do ano passado. Passei de noite e continua TUDO ESCURO. NINGUEM MORA LÁ!!! São 4 prédios baixos mas com vários aps por andar. Isso porque é bem localizado, tem pier, perto do “futuro” metrô, animador de piscina, demanda aquecida. Alô, MST, pode invadir lá porque é boa pra vcs!! Aliás, podem invadir quase todos os prédios inaugurados pq quase ninguém mora em todos eles, tá tudo vazio!

    Alguém derruba de vez pf os “Espaços Zens” dos prédios na Peninsula pq da última vez que passei ali o teto de um deles já tinha caído no chão com o prédio vazio e abandonado.

    0
    • RosinhA 20 de abril de 2012 at 21:36

      Riodetudo

      Run to the hills.

      0
  • simone 20 de abril de 2012 at 21:50

    Dilma Rousseff corre alto risco para evitar a recessão. Economia parou no primeiro bimestre.
    Nesta sexta-feira, o ex-prefeito do Rio, ex-secretário da Fazenda e ex-presidente do Banerj, Cesar Maia, advertiu que o governo de Dilma Rousseff tenta reverter a recessão de qualquer jeito. O editor recebeu o material produzido por Maia. A análise dele:
    1) O relatório do Banco Central divulgou esta semana que o PIB não cresceu no ionício do ano (avançou apenas 0,3% no bimestre sobre igual bimestre do ano passado).
    2) A inflação não é mais prioridade.
    3) O Banco Central ficou mais agressivo na política cambial e a cotação já está nos R$ 1,90.

    . Dilma Rousseff já considera 2012 perdido e aposta tudo em 2013.

    – Além dos problemas na economia, o governo do PT também enfrentará este ano o julgamento do Mensalão. Isto tudo terá reflexos ruins para o governo e afetará o resultado das eleições municipais.

    0
    • RosinhA 20 de abril de 2012 at 21:54

      “Dilma Rousseff já considera 2012 perdido e aposta tudo em 2013”

      PT = Perda Total

      0
      • Shakespeare 20 de abril de 2012 at 22:25

        espero que isso se reflita nas urnas contra os candidatos alinhados ao governo Dilma

        0
  • Muca CG Muita Treta 20 de abril de 2012 at 23:24

    Não sou petista. Mas vocês acreditam mesmo que a situação do país estaria muito melhor com um presidente de outro partido no poder. Discorra sobre…

    0
    • Sol de Sampa 20 de abril de 2012 at 23:46

      Tb quero saber, pois na minha avaliação não temos um unico partido que realmente faça diferença…
      Com sinceridade penso na revolução dos estados do sul que já tentaram e não foi possível mas acho que pra se ter um País vamos ter que construir um… Eu não tenho expectativa de vida além de 30 anos, portanto não devo paaticipar… mas aho que alguns do blog podem até ser atuantes…

      0
      • lion 20 de abril de 2012 at 23:59

        Acho que as coisas so vao melhorar quando os que se diziam revolucionarios da epoca do regime militar sairem do governo.. Todos partidos tem ao menos um..

        0
        • peterson 21 de abril de 2012 at 02:29

          eu tenho uma tese que é a seguite: o melhor voto é dado a quem sequer viu a ditadura, ou seja para os jovens da GERAÇÃO Y , tenho votado em jovens entre 25 e 32 anos e não tenho me arrependido…. penso que quem viveu na ditadura ou foi caçado, ou foi tirano, então não serve para democracia…

          0
    • RosinhA 20 de abril de 2012 at 23:54

      O problema não é o partido nem suas convicções políticas, e sim quem os financia, os acordos obscuros por trás dos interesses da população.

      Não sou de nenhum partido tb e sempre votei nulo, mas os [email protected] temos que dar a mão o torcer, todos ganham desde os que seguram as bandeiras, ou as afixam em suas casas em época de eleição, até os seus níveis mais elevados, começou arquitetada pelo ex morto prefeito Celso Daniel, 7 testemunhas já foram assasinadas, e o caso caiu no esquecimento, a ideologia de roubar para o partido e não para si próprio caiu em desuso, e os casos de corrupção não param de pipocar.

      Quanto a argumentação de que se seria diferente com outro partido, acho que um pouco sim, pois nos últimos 10 anos o Brasil foi o que menos cresceu dos em desenvolvimento desperdiçando o bonde da fartura, e poderá amargurar agora prejuízos por não ter aproveitado. A dona Mônica está recebendo a famosa Herança Maldita do seu antecessor pois não foi feita nenhuma reforma, nem planejamento para um crescimento de forma sustentável, atuar em áreas onde não refletem o espetáculo do crescimento não irão trazer os frutos desejados por este governo, nosso país enfrenta gargalos de infraestrutura, pessoal capacitado, carga tributária excessiva entre outros que nos impedem de competir com qualquer mercado do mundo, por sorte temos nossas comodites que podem nos salvar futuramente, mais barraria em problema de investimento novamente.

      Enfim governar requer sabedoria e capacidade, é escolher prioridades, coisa que não se encontra neste governo nem no anterior, são apenas apagadores de incêndio que tiveram muita sorte no cenário mundial da época, quero ver no cenário atual mundial com se sairão. Acho que ainda sofremos das consequências de atos impensados, como frases do tipo:

      “Não sei como está a economia hoje mas sei que o Timão tem o melhor ataque do campeonato” entre outras. Esse cara um dia governou o seu e o nosso país, pergunte a ele hoje qual seria sua preocupação, ainda bem que o ditado popular que a natureza é sábia pode se encaixar perfeitamente.

      0
      • RosinhA 21 de abril de 2012 at 00:02

        desculpe o braço não a mão kkkkk

        0
      • Sol de Sampa 21 de abril de 2012 at 00:11

        Rosinha, perdoe minha sinceridade, mas o Brasil não vai pra frente por que os que tem capacidade e sabedoria não se dispõe a entregar suas vidas particulares para o bem publico… Em suma, nós que temos cérebro não estamos dispostos a sacrificar a individualidade em bem do próximo, contudo ainda queremos que quem se dispõe a fazr isso seja capaz e honesto… ou seja nós queremos um PAI ou MÃE como governantes, mas não saimos da condição de filhos egoístas… Portanto, vale o ditado, cada povo tem o governante que merece… Infelizmente…. E quem entra hoje na política entra pra ressolver o próprio problema… A mudança politica, a carga tributária, a educação, a saude, a moradia e o transporte sempre serão as mesmas moedas eletivas… quem fizer a melhor propaganda politica vencerá… Só mudamos a nós mesmos, o restante da mudança vem por reação….

        0
        • Leonardo 21 de abril de 2012 at 00:54

          Eu nem ingressei na política partidária e já fui até ameaçado de morte por críticas sérias e provadas a políticos.

          Eu amo a política, mas a gente não entra nesse mundo por medo de morrer mesmo, tem um pessoal nesse meio que só quer o poder e mata quem for necessário pra manter seus esquemas.

          0
          • Sol de Sampa 21 de abril de 2012 at 01:52

            Leonardo, ninguem larga o osso facilmente, pra conseguir mudar algo tem que haver realmente a substituição dos politicos atuais no poder… isso só com o tempo e comendo o mingau pelas beiras… chegar anunciando é fatal em qualquer lugar… expereimente chegar numa empresa e meter a boca… vc não dura 24 hs …
            Se vc ama a politica, aprenda sobre como funciona o sistema, conhecendo os esquemas vc terá oportunidades de mudá-los… só que isso leva tempo … o brasileiro é imediatista…pra mudar algo da forma correta provavelmente se começarmos a sustituir a massa de corruptos atuais por pessoas com vontade e interesse social, em 2 gerações teremos um país diferente… eu se tivesse menos idade tentaria e lutaria pela estruturação do judiciario e reformulação da Carta Magna … menos leis e mais abrangentes …. a constituição parece uma colcha de retalhos … a partir disso estruturaria a parte executiva … com aplicação das leis … ou seja é malandro cana nele… só depois poderiamos reestruturar o restantee, pois aí teriamos a forma de punir corruptos e nos salvaguardar… é um caminho longo… 2 a 3 gerações antes disso… ahahh propaganda enganosa

            0
        • pmoraesm 21 de abril de 2012 at 10:37

          Os que tentaram e viram como são os bastidores da política no brasil, ou viraram “mais do mesmo” ou sairam jurando nunca mais voltar.

          Mais importante do que alguém para mudar a política, é alguém para mudar o povo. Todos ficaram resmungando quando a lei ficha limpa foi praticamente derrubada através de liminares dos candidatos que, a principio, estavam proibidos de concorrerem às eleições. Ora, não existe lei que proiba uma pessoa já condenada por abuso de crianças a se candidatar para uma vaga de babá ou motorista de van escolar… cabe a quem está contratando verificar o passado dessa pessoa antes de contrata-la.

          O voto é o que temos para tentar mudar qualquer coisa sem precisar de uma revolução ou coisa do tipo. Acho engraçado quando uma pessoa enche a boca para dizer que anulou o voto: isso não passa de preguiça e eximição de responsabilidade no mais puro estilo Pôncio Pilatos.

          0
    • mauricio 21 de abril de 2012 at 00:14

      muito melhor? não

      um pouco melhor? com certeza

      0
    • Guilherme SC 21 de abril de 2012 at 00:30

      Se você acha que essa ideologia de quinta categoria não influencia em nada dá uma passada na Argentina ou Venezuela.

      Aliás, governo populista, corrupto e que não tem coragem de fazer reformas impopulares. Aliás, sataniza o governo anterior que fez.

      Se vocês acham bolha imobiliária preocupante imaginem a da previdência em 30 anos com a população envelhecida.

      0
    • RPL 21 de abril de 2012 at 01:38

      Na minha opinião, temos a seguinte situação:

      – O governo anterior (do mesmo partido do atual) usou o pretexto da crise de 2008 para fazer uma farra de crédito nunca antes vista na história desse pais.

      – Graças a isso, o padrão de vida da população “nova classe C” melhorou (o padrão de vida, não a renda) e obviamente isso garantiu uma eleição ganha para o partido do governo.

      – A idéia do presidente era usar o pré-sal para pagar as contas e fazer desse país uma potência – O que ele não levou em conta é que a população dos paises exportadores de petróleo, tipo OPEP é pequena se comparada a nossa e que o nosso óleo está há uns 7.000 metros de profundidade.

      – O partido do governo ganhou as eleições em 2010 e agora tem de tentar consertar as coisas sem ter o dinheiro do petróleo.

      – Se o governo secar o crédito agora, teremos um mega-hard-lading na economia em geral e não apenas nos imóveis.

      – A idéia do governo atualmente é reduzir o custo dos empréstimos de forma a evitar uma recessão.

      – Falavamos aqui no blog quando o Bacen abaixou os juros recentemente e o Trombini alegou que apser da inflação, eles podiam baixar os juros por causa de um cenário de crise. Embora fosse algo totalmente louco, aparentemente deu certo. Em 2012, não estou vendo fortes reajustes de preço (ao contrãrio do que houve em 2011).

      Ou seja, na minha opinião, o governo 2002-2010 fez um monte de bobagens, trouxe eventos desnecessários e gastou o que não tinha. O governo de 2011 a 2014 aparentemente tenta resolver o problema.

      Todos torcemos por uma queda de preços nos imóveis (o que vai acontecer) porém, um Hard Landing na economia em geral, nos colocaria em péssimos lençois.

      Não citei nome de partidos políticos nem de políticos ou algo do gênero.

      0
      • peterson 21 de abril de 2012 at 02:44

        o farei pensar, se a petrobras fosse privatizada saiba que a gasolina seria o dobro , qualquer distribuidor pode importar gasolina, não importa pq comprar na petrobras é mais barato, isso ninguém fala, porque muitos acham que privatizar é solução de tudo, se BB e caixa fossem privatizados não teriamos juros sendo reduzidos, ou seja nenhuma ideologia é adequada, porque todo fanatismo é burro,eu era a favor de privatizar as telefonicas, não como foi, mas privatizar a embratel foi tiro no pé, hoje estamos atrazados com a internet pq n temos backbone empresa privada n investe em nada que não lhe traga retorno imediato, sou a favor da livre concorrencia, mas de que adianta privatizar algo e manter-se o povo em um monopolio privado?, a vale foi doada junto com as reservas, vendia a empresa, sem reserva nenhuma no seu portfolio, ela que entrasse em concorrencia, hoje só exportamos minério, grandes bosta, minério bruto já sai naturalmente, seria como se a petrobras n tivesse refinaria nenhuma, comparação obvia entre compromisso com o Brasil e compromisso com os lucros expatriados… qualquer outra informação é lavagem cerebral, esta é a realidade nua e crua….

        0
        • Sol de Sampa 21 de abril de 2012 at 03:19

          Peterson, vc é um dos poucos que mata a cobra e mostra o pau… tudo que vc colocou está corretissimo… a época do neoliberalismo do PSDB foi um tiro no pé… pois quando privatizaram estatizaram as dividas … a telefonica antiga foi pro saco em 1979 quando o ministro das comunicações cortou investimentos (que ja eram poucos) mas toda a infra estrutura da embratel e telefonica foram devidamente usurpados na privatização… o BB está privatizado desde a época do FHC quando o governo passou a ter controle somnte de 49% das ações… é majoritário mas não é mais o dono… muitas pessoas metem o pau nas estatais, mas nem tem idéia de que o pouco avanço que temos devemos a elas … toda a parte de informática foi e continua sendo desenvovida pelas estatais inclusive a parte bancária, a unica diferença é que as empresas privadas inclusive bancos se beneficiam diretamente das descobertas e por terem menor tamanho conseguem apressentar as soluções em primeira mão para o povo, e aí todo mundo pensa que as estatais são atrasadas…ledo engano… somente quem conhece os Elefantes Brancos (que horrivel dizer isso mas são as taxações do tipo como na época ds Marajás) sabem o peso que tem em tudo… Se hoje o crédito alcança pessoas que não comprovam renda, e os bancos quebraram o uso do credit score foi devido a estudo e desenvolvimento da CEF… que passou a simplificar a capacidade de pagamento na época do Proger… mas isso não veio a publico entretanto todos se beneficiaram e criamos uma solução para mercado informal poder ter acesso…. Estou de saco cheio de ouvir reclamação contra estatais… entretanto nada ouço do atendimento de concessionarias, que são estretamente demoradas no atendimento, ou de cias particulares que enfiam seus procedimentos guela abaixo da gente e se o problema foge do padrão não tem solução… estou com o sac cheio de falarem que os outros países são melhores… nós não somos não por culpa das estatais, mas por culpa dos representantees que nós escolhemos… Então… é facil falar, dificil é arregaçar as mangas…. Portanto Peterson… parabéns… o eu comentário além de oportuno põe um ponto a ser pelo menos avaliado no blog

          0
          • MyNameiscraudio 21 de abril de 2012 at 07:06

            Eu vejo o problema das privatizações das telecomunicações como benfeitoria para os próprios políticos que estavam no poder, pois privatizaram para grupos de amigos aonde os políticos viraram sócios das estatais privatizadas e mataram qualquer concorrência com esses monopólios, vide OI que é do irmão do Jereissati, que foi beneficiada pelo dinheiroro público para comprar brasil telecom e telemar e aumentar a concentração do mercado.

            O filho do lula estranhamente virou sócio dessa OI, coisa que faz pensar que é uma empresa de barganha política, empresa que não melhora qualidade dos serviços e não faz investimento em inovação. Ela reportou queda de 80% do lucro líquido no 4t de 2011.

            0
          • RosinhA 21 de abril de 2012 at 08:49

            Peterson o problemas das estatais são os cargos de confiança, que as vezes ficam em mãos de pessoas que não tem experiência nenhuma, até hoje servem como moeda de troca do governo, mas concordo com vc, os sojeiros do nosso país são arcaicos, jogam o grão cru dentro de um navio por 1 real a tonelada e compram o produto beneficiado por 10, e só se preocupam o seu próprio bolso e que se dane o mundo, colocam suas plantações em qualquer área, destroem tudo o que se refere ao natural, depois vem os (representantes do povo), e fazem um código florestal que claramente os favoreceu.

            Neste país que tudo tem seu preço, não importa do que se trata, parece nascer com o brasileiro, trocar favores, pedir emprestado, ter apadrinhados, o nosso famoso jeitinho brasileiro.

            Mas entendi seu ponto de vista, e concordo, mas não se engane quanto as estatais, verfiquei uma vez o preço de alguns insumos por elas usados na internet, nem preciso dizer quanto a mais elas pagam por produtos da mesma categoria, assim estamos em um ciclo difícil de ser rompido, que é seguinte: “se está bom para mim, dane-se o resto”.

            Só estamos discutindo em um blog por que nos leva a uma idéia comum, a partir do momento que todos consigam comprar suas casas, o blog acaba, o ser humano é assim mesmo, não só no Brasil mas em todo o mundo.

            0
            • Sergio Figueiredo 21 de abril de 2012 at 11:11

              …”O problema são os cargos de confiança”…

              Você acha que empresas grandes escolhem seu quadro de diretores apenas por caráter técnico? Está super-enganada! É pior do que empresa pública. Empresa pública, os funcionários são escolhidos por concurso público, exceto sim, a diretoria que é por indicação política. Nas empresas privadas grandes, os cargos de confiança existem em todas as hierarquias! É também uma politicagem danada! Um executivo tem duração média de 5 anos numa empresa privada e vai arrancar tudo o que é possível neste curto espaço de tempo compremetendo os projetos de longo prazo da companhia. Vide as construtoras que nem querem saber a “qualidade das vendas” e sim contabilizar como lucro as “vendas contratadas” (que nem receberam no caixa) e botar a mão na participação dos lucros.

              0
              • RosinhA 21 de abril de 2012 at 11:28

                Primeiro você já se contradiz quando disse:
                “Empresa pública, os funcionários são escolhidos por concurso público, exceto sim, a diretoria que é por indicação política”. foi exatamente o que eu escrevi e não fiz comparação alguma com privada conforme sua indagação. Não entendi?????????, depois escrevi:

                “Neste país que tudo tem seu preço, não importa do que se trata, parece nascer com o brasileiro, trocar favores, pedir emprestado, ter apadrinhados, o nosso famoso jeitinho brasileiro.”, tudo o que você disse tb não entendi???????.

                Não sei se tem uma empresa, mas na minha se não obter o resultado satifatório não fica 5 anos fica 5 dias, e todas as empresas em sua maioria tem um dono ou acionistas que cobram por resultados, portanto não entendi seu ponto de vista na parte privada, na área do governo todo mundo sabe como funciona.

                Quanto as construtoras sugiro a você levantar os números em sua totalidade brasileira, nessa parte o Peterson tem toda a razão, não vai acabar o ramo deixando de haver 2 ou 3, empresa quebra em qualquer ramo de atuação desde que seja mal administrada.

                0
          • pmoraesm 21 de abril de 2012 at 12:09

            O que acontece nas estatais é um baita desperdício, isso sim. Eu vi equipamentos sendo comprados por alguns milhões na Secretaria da Fazenda de um estado e, algum tempo depois, serem considerados lixo eletrônico sem nunca terem sido nem desembalados.

            Como essa é minha área de atuação (infraestrutura), foi o único caso que testemunhei de fato, agora não me faltam relatos de colegas que já vivenciaram coisa muito pior (some desperdício à corrupção). Também trabalho com a iniciativa privada e pode ter certeza que isso não ocorre por lá.

            Além dos sentimentos com relação à privatização, é preciso levar em conta números: me mostre uma empresa sequer que, depois de privatizada, gerou menos emprego ou pagou menos impostos para o país. Para ilustração do que estou dizendo, segue um estudo sobre a Vale do Rio Doce:

            http : // http://www.fecilcam.br/nupem/anais_iv_epct/PDF/ciencias_sociais/02_FARIA_HOMIAK_FERREIRA.pdf

            0
            • Thiago A. 21 de abril de 2012 at 12:36

              Sinceramente já desisti de discutir contra o delírios esquerdistas…

              Só lembrando que telefonia no Brasil era um lixo completo e que tinha fila de espera pra comprar celular antes da privatização.

              Mas o importante é ter mais empresas públicas, assim tem mais tetas para serem mamadas

              0
              • peterson 21 de abril de 2012 at 20:25

                não fale besteira, não foi a privatização que facilitou o acesso ao telefone e celular, foi a EVOLUÇÃO TECNOLOGICA, mas para explicar isso vc precisaria ter certo conhecimento técnico… o que era pra ter acabado era o MONOPOLIO das telefonias, ou seja quem quisesse vir bastava INSTALAR sua tecnologia e oferecer o serviço, NÃO FOI ISSO QUE ACONTECEU com a telefonia fixa, com os celulares sim, o governo fez errado e nenhum outro corrigiu esta distorção …

                0
              • Cleyton 21 de abril de 2012 at 23:57

                Thiago, boto minha mão no fogo, você nunca entrou em nenhuma estação de telecomunicações do sistema telebrás (com conhecimento de causa) e (pra vacalhar mesmo) sequer prestou atenção no cabeamento nos postes depois da privatização.

                Como a nova classe C agora tem celular então certamente você também não usa telefone público, normal, qualquer um hoje em dia dá palpite sobre o que não sabe.

                0
            • Sol de Sampa 21 de abril de 2012 at 23:24

              pmoraesm…. vc viu equipamento ser comprado por uma Secretaria de Fazenda de Estado… e haver disperdicio certo? Bem vamos deixar claro, órgão publico e bem diferente de uma empresa estatal…
              Mas não vamos, apesar do equivoco da natureza empresarial com serviço publico deixar de esclarecer que, as estatais são regidas por leis e normativos e que não é dado ao empregado …. aquele que é concursado, trabalha que nem um cão, que não pode reclamar ao chefe direto, pois este ultimo não tem autoridade de solução (quem tem são – Presidente da Republica – Ministros e toda a orbe politica)… então… todo e qualquer desperdicio possivel é devidamente originado pelos desmandos dos politicos com interesse em tal ou tal area ou assunto…. E os concursados, não tem pra quem reclamar… tem que aguardar as auditorias do MP e Tribunal de Contas (quando muito) e além disso tem que informar para o publico que não podem resolver e são taxados de incompetentes… Entendeu a questão??? Agora aproveitando, vamos levar numeros ao item que vc diz que precisamos levar em conta…. vc sabe quanto foi investido pelas empresas que foram privatizadas para melhoria do parque de atuação… (exceto a VAle que depois explico)… pois bem além das melhorias nesses setores vc pode me apresentar algum beneficio de “baixar contas” para o pubico???? – Veja que as cias de eletricidade deveriam estar devolvendo valores cobrados a maior depois de 30 anos de privatização qu ocorreu ano passado… vc viu algum crédito na sua conta???? …. O mesmo deveria ocorrer com as empresas de telefonia… grandes promoções heim???… A unica que está investindo é a Vale… e sabe por que? Por que o governo federal obrigou…. a vale tem que fazer o beneficiamento dos minérios… mas ela só vai começar a fazer por que o governo entrou de sola e houve troca de presidente em 2011… Lembra???

              Com isso, deixo claro que não sou corporativista, o que quero dizer é que precisamos enxergar bem os papéis e as limitações bem como o interesse de cada tipo de empresa… As estatais poderiam ser melhores… claro que sim, se dependesse apenas de planos diretores já pré aprovados para atuação e não da vontade politica momentanea… Entenda que a incompetencia que existe não é das empresas e sim de quem tem o poder sobre elas….

              0
              • pmoraesm 21 de abril de 2012 at 23:58

                Sol, sei que órgão público é diferente de estatal, porém exemplifiquei com a Secretaria da Fazenda pois também se trata de administração pública e foi um caso que presenciei. Quanto aos relatos, já ouvi tanto sobre órgão público quanto sobre estatal.

                Minha crítica não foi direcionada aos funcionários públicos, mas sim à estatização como um todo. Se quer exemplo de empresas que cresceram absurdamente (obviamente isso requer algum investimento) após a privatização, segue uma pequena lista (fora a Vale):

                USIMINAS
                CSN
                Embraer (estava quase falida quando foi privatizada)
                TELEBRÁS

                Quanto ao “baixar preço”, seria um argumento válido se não tivessemos a petrobras e a gasolina mais cara das Américas pra esfregar em nossas caras que estatal não é sinonimo de “preço baixo para o povo”, mas sim de “potencial não desenvolvido”.

                0
                • Sol de Sampa 22 de abril de 2012 at 12:49

                  Veja …. as empresas privadas só podem ter orientação para o lucro… se houver algum beneficio social é consequencia indireta não seu papel fundamental, afinal ninguem abre uma empresa privada para ter prejuízo, e a atuação dela no mercado é para autopreservação, não importando quantos ou a quem serão atingidos…. ok???

                  as empresas estatais tem como papel a garantia de alcance social… ou seja o lucrotem um papel secundário … o que importa as empresas estatais é terem peso de regulamentação de mercado e alcance social, os focos são diferentes… Entretanto, a pesquisa, o desenvolvimento é direcionado a todos, não somente a um segmento da sociedade com poder aquisitivo…

                  Então, quando se fala que as empresas estatais são inuteis não tem idéia do todo, apenas jogam suas expectativas frustadas de igualdade e falta de acesso ou falta de oportunidade ou qualquer coisa que o fruste nos “gastos” das empresas estatais… o que não é verdade… Se estivessemos somente a mercê do setor privado, provavelmente a qualidade de vida do brasileiro classe média B seria muito pior… exemplo disso vc vê com o que está acontecendo com a bolha imobiliaria … a especulação correria a solta em todos os segmentos da sociedade… Então, nem tanto ao mar nem tanto a terra… Tenho muito medo de privatizarem o setor da água… quem pode confiar no setor privado em relação a saude, correr solto, somente com a concorrencia de mercado??? Consegue entender a implicancia disso??

                  Mas, temos que melhorar sim todo o setor publico, não só qqualificando os empregados e funcionarios, mas principalmente exigindo qualificação dos politicos…

                  0
              • Jonathas 23 de abril de 2012 at 12:56

                Eu vi a Anatel reduzir tarifas de telefonia fixa:

                www. anatel.gov.br/Portal/exibirPortalNoticias.do?acao=carregaNoticia&codigo=24565

                0
        • Sergio Figueiredo 21 de abril de 2012 at 11:05

          Concordo com vc Jefferson. E acrescento que as privatizações não é a verdadeira solução para os problemas das empresas públicas. O que faz melhorar qualquer serviço é a quebra de monópolio. As empresas públicas poderiam continuar existindo, mas, deveriam apenas perder o monópolio. como ocorreu com a Petrobras.

          Se houvesse quebra do monopólio da telefonia, mas, sem a vendas das empresas públicas, aposto que o serviço poderia estar bem melhor do que é hoje. Aqui no Rio, a TELERJ celular foi vendida para a TELEFÒNICA (atual VIVO), mas, esta só baixou os preços quando a ATL (atual CLARO) entrou em operação. Ou seja, o monópolio que é danoso. Não é ser empresa pública ou não.

          Empresas públicas são úteis para ajudar a regular exageros do mercado como vemos agora no caso da baixa de juros do BB e da Caixa.

          No caso da Petrobras, que mantém o monopólio na prática, simplesmente porque é uma empresa com funcionários altamente capacitados e as empresas privadas não entram, pois, querem lucrar muito mais do que a Petrobras já lucra.

          Ou seja, a Petrobras poderia dar mais lucro se fosse privatizada? Claro que sim. Mas este lucro seria para os investidores e não para a população que pagaria o dobro pela gasolina.

          0
        • mauricio 21 de abril de 2012 at 11:45

          peterson, você é um babaca, simples assim

          se a PeTeroubrás não fosse estatal a gasolina seria mais CARA? fumas-te o quê o hoje?

          dê uma olhada no preço do galão de gasolina nos eua.

          vai de 3.49 até 3.90 dependendo da cidade/estado

          aí sabe quantos litros são em um galão?
          3.785

          então, faça uma conta de padaria:
          SE a gasolina está a 3,90 DÓLARES
          E usarmos o câmbio de 2:1, logo:
          1 GALÃO DE GASOLINA
          custa: 7,80 REAIS
          agora, 7;80 REAIS dividido por 3,785 LITROS dá:

          2,06 REAIS POR LITRO DE GASOLINA

          isso, sem falar no tal de CIDE, que o teu amado governo ladrão adora manter na faixa aí de 50% do preço final da gasolina

          sou a favor de PRIVATIZAR TUDO: vide EMBRAER, que só dava prejuízo e hoje é uma empresa mundialmente reconhecida que fecha contratos com diversos países

          acorda

          0
          • Felipe 21 de abril de 2012 at 14:17

            Filho, o peterson é um cara que pelo menos comenta sem xingar ninguém

            Privatizar é a solução??? olha a Bosta (com B maiúsculo) que foi a privatização da telefônica. Tiveram até que mudar o nome da empresa pq já tava tão mal falada que ninguém colocava mais fé.
            Privatizaram (com essa política PSDB) as estradas e os donos delas agora são sobrinhos de políticos que estiveram no comando do governo…
            Privatizaram o transporte público no Rio e olha o lixo que são os trens de lá.

            Esse modelo de colocar privatização + monopólio na mão de grupos privados só leva a mais exploração. Além da gasolina cara que vc acha que provou, pagamos contas telefônicas MUITO MAIS CARAS, contas de luz MUITO MAIS CARAS, contas de celular MUITO MAIS CARAS, tarifas de transporte MUITOS MAIS CARAS.

            0
            • Felipe 21 de abril de 2012 at 14:19

              * tarifas de transporte MUITO MAIS CARAS

              0
            • Thiago A. 21 de abril de 2012 at 14:41

              “Além da gasolina cara que vc acha que provou, ”

              Reaprendi matemática agora, 2,04 é maior que 2,50 complicada essa conta mesmo.

              Pra gasolina ser mais barata no Brasil só precisa o governo parar de chupinhar, pois metade do preço é imposto.

              Realmente o custo da comunicação telefônica aumentou muito, antes bastava o preço de um carro para se ter uma linha telefônica, coisa que qualquer um tira do bolso e não havia demanda reprimida não senhor… Lógico que se você fosse um político influente (de boa índole lógico) era facilitada a instalação do telefone na sua residência e na de suas “amigas”

              Mas se discorda das privatizações sugiro que vá morar na Argentina, certamente será mais feliz lá, com a internet de última geração estatal e a devolução da YPF “ao seu povo”

              0
              • mauricio 21 de abril de 2012 at 16:44

                2,50? que gasolina barata é essa? aqui tá beirando nos 3!

                0
              • Keyser(CE) 23 de abril de 2012 at 10:36

                Meu caro, não se pode afirmar que se ainda fosse público estaríamos naquele modelo. O que forçou a mudança foi a quebra do monopólio, que permitiu novas empresas com novas tecnologias entrarem no mercado, e não esse privatização entrega patrimônio que o PSDB fez.

                Agora você não compra mais a linha, você paga uma assinatura mensal de 70 reais (em 5 anos são 4200 reais). Então me diz qual a diferença? Pelo menos o cara comprava e era dele e meus pais venderam e receberam até uma boa grana depois. Nesse modelo é dinheiro perdido.

                Mas demorava muito pra instalar, sim demorava, mas não se pode garantir que hoje demoraria a mesma coisa, essa suposição não se aplica, só teria uma forma de saber, que era não tendo acontecido a privatização.

                Colocar o mérito da modernização de um setor inteiro como o de Telecomunicações na privatização de uma empresa é ser muito inocente. Durante anos a Oi mandou sozinha aqui no Ceará e só fez o que fez porque foi obrigado por lei, caso contrário só teria aumentado o preço da linha e diminuído a qualidade do serviço (esse último ela fez de qualquer forma). O absurdo era tão grande que quando a GVT chegou aqui, duma hora pra outra, o preço de 1M caiu de 120 reais para 39,90, além de aumentarem a velocidade cobrando bem menos que 100 reais. É a competição que gera os ganhos para a população, não a privatização.

                Se uma empresa pública é tão ruim assim, me diz porque as teles fazem um lob gigantesco para evitar a criação da internet pública? Deveriam estar felizes, pois os preços dessa concorrente seria inevitavelmente maior e permitiria que elas aumentassem os seus preços também.

                O que se deve cobrar é responsabilidade, empresas públicas saudáveis financeiramente, evitar cargos de livre nomeação (o problema não são os cargos comissionados, é o fato de poder entregá-los a qualquer pessoa, sem vinculo algum com a empresa) e não entregar nas mãos de meia dúzia de apadrinhado só para eles explorarem a população, como aconteceu durante anos com o monopólio das teles nos estados. Eu sei muito bem que mais ganhou aqui no Ceará com a privatização, e não foi o povo não.

                0
            • mauricio 21 de abril de 2012 at 16:42

              filho, falar que se a PeTeroubrás fosse privatizada a gasolina seria mais cara, é a mesma coisa de me chamar de otário e dizer que eu não tenho nenhum neurônio funcional, então da próxima vez, use um pouco o cérebro pra tentar separar um xingamento direto de outro indireto, certo?

              segundo, pra cada caso que você falar que é ruim a privatização, haverá muito mais outros casos onde se prova que a privatização é melhor:
              -preço de aquisição de telefones;
              -vale do rio doce.;
              -embraer;
              -CSN;

              talvez se privatizassem as elétricas também teríamos uma conta de luz mais baixa

              quem é contra privatização é porque é mais um que está em um cabide eleitoral, vide os CORREIOS

              agora, concordo com você, que de nada adianta privatizar e dar o monopólio, justamente por isso é ncessário privatizar TUDO, e não só parte, pelo menos aqui no fundo esquecido pelo governo, as estradas onde se paga pedágio são excelentes!

              por fim, como você acha que AS TARIFAS DE TRANSPORTE SÃO MUITO MAIS CARAS, uma vez que o combustível, pela conta feita por mim, custa no brasil 50% a mais do que o dos eua? é insumo básico

              ah, e os eua trazem do oriente médio, nós, brasileiros lulopetistas que somos, “samos auto suficientes nu petrólheo do pre-sal”

              mas isso é outra estória, né não?

              0
              • RosinhA 21 de abril de 2012 at 17:07

                Coitado o cara é químico, geólogo e inventou o biodiesel, e achou o pré sa, tinha tanta confiança que gostaria até de provar, e o pessoal tira o sarro.

                0
              • Sergio Figueiredo 21 de abril de 2012 at 18:06

                Já que todos temos neurônios, vamos pensar juntos. Segue as premissas:
                – A Petrobras não tem o monopólio da exploração, refino e nem distribuição de combustível.
                – A Petrobras paga os mesmos impostos das empresas privadas. E ainda tem as decisões políticas do maior acionista, o governo, para atrapalhar a gestão da empresa.
                – Conheço uma frase (acho que foi declamada por um antigo presidente americano) que dizia: “O negócio mais lucrativo do mundo é uma empresa de petróleo bem administrada, o 2o. negócio mais lucrativo, é uma empresa de petróleo mal administrada”. Então, entendo que o negócio de petróleo é de interesse de grandes empresas e até de governos.

                Dito isso, logo entendo que se a gasolina pudesse ser mais barata para o consumidor, uma empresa privada já teria entrado nesse negócio e colocado a Petrobras para escanteio. Se isso não aconteceu, é porque eu acredito que as empresas privadas entendem que não dá para fazer melhor que a Petrobras faz.

                Um contra-exemplo: Quando a TELERJ celular foi vendida para a espanhola Telefónica, os preços não baixaram. Lembro que o pessoal do Rio compravam celular da recém-privatizada TELEMIG. Isto é, era mais barato pagar o interurbano de Minas Gerais parao Rio de Janeiro em cada ligação do que ter um aparelho da Telefónica. Só quando a ATL começou a operar no Rio de Janeiro que a Telefónica baixou os preços. Diga-se de passagem que a ATL criou toda uma infraestrutura do zero! Não teve a moleza de comprar uma empresa pública para iniciar as operações. O que temos hoje? As tarifas mais caras do mundo e um quase monopólio (apenas 4 empresas no Brasil).

                Você ainda acredita que seria melhor se a Petrobras fosse privatizada?

                0
                • peterson 21 de abril de 2012 at 20:43

                  Dito isso, logo entendo que se a gasolina pudesse ser mais barata para o consumidor, uma empresa privada já teria entrado nesse negócio e colocado a Petrobras para escanteio. Se isso não aconteceu, é porque eu acredito que as empresas privadas entendem que não dá para fazer melhor que a Petrobras faz. EXATAMENTE como disse qualquer fanatismo é burro, o cara não analisa ele somente segue a manada, segue a cartilha, acredita no que dizem, é obvio, recentemente li que a gasolina sai da refinaria da Petrobras a R$1,10 o resto que se vê até chegar a R$3,00 (preço final) é imposto e lucro das distribuidoras, sou a favor do fim de qualquer monopolio, mas sou contra qualquer entrega de ativo para empresas extrangeiras, elas querem investir? então venham, montem suas extruturas e concorram com as “estatais ineficientes”, agora vir aqui e ROUBAR o patrimonio e ainda ter o monopolio é uma sacanagem sem tamanho… FHC deveria estar preso por isso… aliás, cá entre nós, a nação mais predadora são os espanhóis, não sei o caso da YPF (na argentina) mas por experiencia da Telefónica não duvido nada que é merecido (porém sou contra expropriações forçadas, ou estatizações depois que a merda ta feita… deve-se minar a fonte, ou seja limitar os lucros remetidos com auditorias sérias)

                  0
                • mauricio 21 de abril de 2012 at 21:01

                  “Você ainda acredita que seria melhor se a Petrobras fosse privatizada?”

                  olha, primeiro, que a petrobrás não recebe multas do tamanho das da chevron por vazamentos, quero dizer, dois pesos, duas medidas

                  segundo, que não me incomodaria o não-monopólio da petro, desde que ela não detesse mais de ~50% do market share, comprando as concorrentes, e fazendo a shell se mandar daqui

                  terceiro, eu ficaria INFINITAMENTE menos puto da vida, se fosse uma empresa PRIVADA, a sonegar impostos do que uma estatal:

                  “http://www.classecontabil.com.br/noticias/ver/16598
                  “http://oglobo.globo.com/economia/petrobras-deixou-de-recolher-43-bi-em-impostos-pelos-calculos-da-fazenda-3165473

                  assim ela consegue a façanha de roubar dos contribuintes em dobro

                  por fim, você chegou a notar que todos os que RECLAMARAM da privatização citaram SOMENTE o exemplo da telefônica?

                  0
                  • Sol de Sampa 22 de abril de 2012 at 13:03

                    Mauricio, em primeiro lugar o exemplo mais evidente é o da TELEFONICA, mas podemos falar de energia elétrica também…

                    Acho que vc precisa ver que não só o periodo de vida que temos (50 70 anos) IMPORTA ….

                    Uma estatal sempre terá o compromisso social…
                    Uma empresa do setor privado sempre terá compromisso com LUCRO…

                    Alguns setores são sensiveis a mudanças, e devem ter concorrente publico,
                    é o caso de energia, saude, financeiro… e educação…. senão, o bicho pega… se não pegar na nossa existência pegará na de nossos filhos e netos…

                    Veja que simpatia…. as geradoras e distribuidoras de eletricidade foram privatizadas… mas ainda temos déficit de energia… e precisamos de energia para garantia de desenvolvimento… Vc pode me dizer quanto foi aplicado nos ultimos 30 anos pra melhorarmos o parque que já tinhamos???? Entenda que nenuma empresa do setor privado vai investir pra manter o mesmo retorno que tem… por isso tem que existir estatal….Esse é um exemplo … não veja somente om olhos no presente… uma privatização é um escolha para o futuro com consequencias imensuráveis…

                    precisamos sim, melhorar e qualificar as estatais e não permitir que politicos inescropulosos usem seus recursos para interesses proprios… com isso garantiremos um futuro melhor PARA TODOS… e teremos oportunidades para TODOS…pense a respeito.

                    0
            • Cleyton 22 de abril de 2012 at 01:10

              ” o peterson é um cara que pelo menos comenta sem xingar ninguém”

              Podia tar roubando, podia tar matando, mas tô aqui comentando sem xingar ninguém…

              Um bom xingamento (merecido) vale muito mais que mil elogios. E tenho dito.

              0
              • Sergio Figueiredo 22 de abril de 2012 at 11:19

                Minha frase para esta situação é:

                “Quando os argumentos acabam, começam os xingamentos.”

                0
          • Anonymous 21 de abril de 2012 at 21:09

            peterson, você é um babaca, simples assim – Concordo plenamente. O sujeito viaja na maionese.

            0
            • peterson 21 de abril de 2012 at 22:03

              meu nome é Peterson e o seu é Anonymous dai ja tiramos o carater de cada um….

              0
  • Henrique 21 de abril de 2012 at 00:20

    Pessoal, uma ajuda por favor.

    Ano passado n declarei a minha poupança no IR, se colocar esse ano terei problema?

    Já agradeço!

    0
    • Sol de Sampa 21 de abril de 2012 at 00:25

      Faça uma retificação do IR do ano passado e inclua a declaração da poupança….
      E a deste ano declare normalmente…

      0
  • Maraca 21 de abril de 2012 at 00:33
  • Juca 21 de abril de 2012 at 01:14

    Pessoal, não pensem que a possível quebra de algumas construtoras vai ser bom para o estouro da bolha, porque, na realidade, o efeito será totalmente desfavorável a isso.

    Com a quebra de algumas construtoras haverá uma queda significativa no já baixo número de lançamentos e o pior, haverá um princípio de pânico e desconfiança sobre a compra de apartamentos off plan – na planta, ou seja, os prováveis compradores irão ser deslocados para o mercado de prontos.E vocês já sabem, diminuição da oferta com a manutenção da demanda é um fator que inevitavelmente leva a uma alta no preço de um ativo, ou alguém revogou as leis de mercado e não me avisou?

    Comento muito pouco aqui, mas segundo o que muitos dizem os compradores e, principalmente, investidores sumiram, certo? Isso me preocupa muito, porque como a EZTec anuncia um resultado desses com um cenário tão ruim? Alguma coisa está errada!

    EZTEC comercializa 88% dos lançamentos do 1T12 e programa atingir
    50% do Guidance de lançamentos no 1S12

    http://ri.eztec.com.br/eztec2009/web/conteudo_pt.asp?idioma=0&tipo=26897&conta=28&id=152127

    PS.: Acompanho bastante as discussões mas raramente comento, e já chega edsse negócio de “negadis” para lá e “negadis” para cá.

    0
    • Charles 21 de abril de 2012 at 16:51

      CIRILO

      Sua escrita é inconfundivel. Voce esta disfarçado por que?

      0
    • Riodetudo 21 de abril de 2012 at 18:57

      Prédio Novo = Prédio Fantasma

      0
  • JAA 21 de abril de 2012 at 02:49

    Assessoria fiscal. Acho saudavel a mudança de foco.
    Com tantos experts creio que a mudança de rumo é satisfatória.
    Os “grandes entendidos” que aqui frequentam não estão sabendo valorar adequadamente o momento que vivemos.
    A diminuição da selic acarretara, obviamente, a necessidade de adequação do rendimento da poupança (para baixo) sob pena de ruina de inumeras atividades financeiras.
    A baixa rentabilidade associada as incertezas mundiais que certamente se farão refletir nesta m*** em que vivemos…
    Os “grandes sabios” que aquí frequentam têm alguma idéia pra onde os recursos serão deslocados?
    AVISO:NÃO SOU CORRETOR

    0
    • Sol de Sampa 21 de abril de 2012 at 03:39

      JAA para este ano, duvideodo que mexam no rendimento da poupança… e para te dizer a verdade não acredito que mexam também em 2013 ou 2014… o fato é simples… baixxaram a SELIC ? simm, mas não acreedito que vão arriscar baixarem mais… Se por ventura o governo tiver que baixar novamente…. supondo que chegue a 8% não va segurar esta taxa por mais de 2 meses … fato! Por que? porque os investimentos de estrangeiros vão se mandar do Brasil e aí fica dificil reverter… mesmo com valores de juros mais atrativos…. é como sinalizar que aqui o risco está muito alto e o governo não sabe mais o que fazer…ok? Não pense que no exterior vão achar que os juros estão saudaveis por que a economica vai bem… olhe o caso dos EUA, Japão… Então, por outro lado internamente, se mexerem na poupança que é uma das base do tripé da economia, o mercado de crédito, vinculado ao sistema imobiliario e construtivo afunda de vez… pois o povo não vai nem poupar nem pagar…. e aí a vaca vai pro brejo. a cobra vai fumar… o Real vai pro espaço… os empregos vão secar … (alias já estão secando)… o GOVERNO está realmente desesperado pra manter a economia interna de pé… rodando, pra que não haja desemprego pois a recessão eles já saabiam desde o Natal… A Dilma aumentou os beneficios do salario minimo mas segurou os acima do salario minimo, teoricamente nao teria naquele momento razão pra isso, mas eles já tinham os indicativos… então não julgue que as providencias e pacotes que o governo está adotando são sem sentido, pois não são, estão seguindo os ditames da macro economia, a Dilma é estremamente técnica, e está lançando mão de tudo que poe pra amenizar a situação… se não faz mais é por que devem existir impeditivos que infelizmente nós,mortais comuns, não temos acesso…

      0
  • simone 21 de abril de 2012 at 03:23

    Home | Ver todas as Notícias

    20/04/12 – Câmara Brasileira da Indústria da Construção lança seguro para garantia de entrega da obra

    O Núcleo de Seguros da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) desenvolveu um seguro que garanta a entrega da obra no prazo, beneficiando diretamente o consumidor final. O seguro será adquirido pelas próprias construtoras.

    De acordo com Rossana Costa, coordenadora do Convênio Núcleo de Seguros da CBIC, a diferença entre o Seguro Garantia Imobiliário e o Seguro Garantia de Entrega da Obra, é que o primeiro existe como garantia financeira para o banco investidor, caso a obra não seja entregue. O seguro de entrega garante os direitos do consumidor final.

    A princípio, a Essor Seguros será a responsável por emitir o novo seguro, mas está nos planos do núcleo incorporar outras companhias ao longo do tempo. O Seguro Garantia de Entrega da Obra deve começar a ser emitido em julho deste ano.

    Fonte: PINIWeb – 19/04/2012
    http://www.piniweb.com.br//construcao/gestao/camara-brasileira-da-industria-da-construcao-lanca-seguro-para-garantia-256101-1.asp

    0
    • Charles 21 de abril de 2012 at 16:57

      Os riscos de comprar na planta estão ganhando a midia e ficando cada vez mais explicitos.

      Quando começam a tentar justificar demais um assunto é porque a vaca foi pro brejo…

      0
  • Sol de Sampa 21 de abril de 2012 at 04:05

    ops estremamente = extremamente

    0
  • GB 21 de abril de 2012 at 06:26

    A vaquinha já chegou no brejo !!!!

    GAFISA R$ 3,87 -3,25%
    PDG R$ 4,76 -2,86%
    MRV R$ 12,30 – 1,99%
    CYRELA R$ 16,70 -4,90%

    O impressionante foi a Cyrela, teve um repique na quinta e na sexta caiu pra caramba.

    Olha o ânimo das sardinhas da PVD: “A pergunta que fica: quem se importa com esses 0,148 cent por ação (dividendos), quando o ativo já perdeu nominalmente mais de 3,00 reais desde a maxima de março/12”

    “E pensar que já bateu/esteve acima de 11. rsss”

    “Se eu sair agora e subir, isso vai me asombrar o resto da vida;
    Se eu ficar, e levar todo ano ou anos pra devolver, não sei se aguento esperar”

    É se sentar e morrer de rir com esse pessoal.

    0
    • GB 21 de abril de 2012 at 06:28

      ops. sardinhas da PDG

      0
  • GB 21 de abril de 2012 at 07:04

    E tem gente ali achando que essas empresas têm status de divinas e são imunes a falência, kkkkkkk, ledo engano, são empresas normais como qualquer outra, essas pessoas devem ser as mesmas que achavam que os preços iam subir eternamentee compraram PDG a R$ 11,00.

    Eu não torço por isso, só torço para que o mercado volte aos preços reais para comrpadores finais, aí vou me sentir mais a vontade para comprar o imóvel que eu quiser.

    Nenhum mercado vive de vento e todas essas empresas têm seus altos gastos, já estão consumindo as gorduras dos anos dourados (2008-2011), portanto esse pessoal ou está tomando algum psicotrópico bem forte para aguentar as quedas ou cairam num cesto de cuecas sujas quando bebês e ficaram com o cérebro lesado desse jeito (opção mais provável).

    E os compradores, na sua maioria e tirando os desavisados, não são trouxas, já notaram que faz meses que os preços dos imóveis não sobem, já notaram a propaganda sobre descontos de imóveis novos, já notaram a proliferação de placas de vende-se, ninguém quer comprar algo que vai valer 30% menos daqui a poucos meses só para por óleo nessa indústria, pagar o Jack Daniels de algum especulador ou fazer a alegria de algum banco qualquer.

    0
  • Guilherme Eduardo 21 de abril de 2012 at 07:46

    Eu dei uma olhada lá no fórum da InfoMoney. Os pessoal das GAFEISA, CYNDERELA e PDGÊ estão loucos com a queda das ações nos últimos dias. Imagina se eles lembrarem quantos custavam em abril de 2011, 01 ano atrás? Vai ter suicídio……

    Quanto aos imóveis a coisa tá ficando feia mesmo. Quem lê bastante o Bolha pode perceber que até a Globo está colocando algo sobre o tema em seus programas: 1) Teve uma novela (acho que as da 21h) que o cara, rico, ia dar um apartamento para a namorada/esposa, ela falou que estava caro. Ao invés de ele falar que comprava para ela, falou que financiava. 2) Na Grade Família, 1º episódio de 2012, o Agostinho responde ao sogro que o apartamento que comprou na planta atrasou. 3) Agora na novela Amor Eterno Amor, no capítulo do dia 19/04, como foi apresentado em posts mais acima.

    0
    • Leo 21 de abril de 2012 at 08:27

      Acompanho o forum de la tbm… o engraçado é ver que eles continuam botando fé no ativo. A ideia dos caras é fazer preço medio.. só tem doido.

      0
  • Guilherme Eduardo 21 de abril de 2012 at 07:52

    Alguém aqui é jornalista ou conhece algum? Poderia serfeito um mapa dos empreendimentos recém construídos, em obra e em lançamento na cidade, região ou estado. Ficaria muito legal um desse no Rio, SP, BH, Brasília e em mais duas ou três capitais/regiões metropolitanas. Veríamos com mais clareza a quantidade de imóvel que choverá no mercado entre 2012/2013.

    Outra mapa interessante seria os com obra atrasada. Creio que esse segunda daria mutio pesadelo por aí….

    0
  • GB 21 de abril de 2012 at 08:21

    Vocês viram que os bancos vão participar das olim-Píadas aqui no Brazil ?

    O esporte vai ser “assalto a distância”, categoria “financiamento imobiliário em 30 anos”.

    0
    • Sol de Sampa 21 de abril de 2012 at 23:47

      GB esta foi brilhante ahahahahah…

      0
  • AF 21 de abril de 2012 at 08:21

    Duas questões qe me instigam nesta manhã, se alguém conseguir ajudar, fique a vontade:

    1 – Quando a taxa SELIC chegou no seu menor patamar, 8,75% ao ano, qual era a situação dos juros ao consumidor, em especial para imóveis;

    2 – Já estivemos em outras situações em que os rendimentos da poupança foram melhores que os fundos DI, também por conta de adequações na política econômica. Qual foi o passo seguinte do governo para inverter a situação?

    0
  • GB 21 de abril de 2012 at 08:34

    Vejam, falta de renda, endividaemnto excessivo e falta de compradores viraram “problemas estruturais”, kkkkkkkk:

    h tt p:/ /w ww.infomoney.com.br/acoes/noticia/2409955-barclays+problemas+estruturais+afetam+setor+construcao+civil

    Esses analistas não devem ser muito sérios, estão recomendando ações da GAFISA e PDG a R$ 11,00 depois que elas entregarem seus prédios “problemáticos” e sairem dessa crise em 2013 (crise que é geral, diga-se de passagem).

    E a sardinhada vibra.

    0
  • GB 21 de abril de 2012 at 08:52

    Engraçado, passei um tempo lá naquele fórum do InfoMoney lendo os posts e tentando ver como funciona a cabeça desses especuladores e só vi choradeira e mil argumentos fantasiosos mostrando que as empresas vão se reerguer rapidamente.

    Não vi um único post tratando dos maiores problemas do mercado: os preços exorbitantes, inadimplência, falta de renda do povo.

    Como eles podem achar que o mercado vai voltar aos anos dourados do oba-oba (2008-2011) se ninguém fala em atacar os reais problemas ?

    Esse pessoal que vive na esquina da rua do pirulito com a rua do algodão-doce é engraçado, deve ser o Gardenal® que tomam em excesso.

    Eu particularmente estou fora, tenho renda mas nunca vou comprar um imóvel com preço irreal, se as outras pessoas não se importam, eu prefiro continuar no aluguel, embora eu note que essa situação é insustentável, mercados muito mais poderosos tentaram fazer o mesmo, sucumbiram e hoje estão se normalizando, o Brasil não está acima desses países.

    0
    • Leo 21 de abril de 2012 at 11:09

      GB, sem querer defender ninguem mas o pessoal de la conhece bem. O grande problema, ao meu ver, esta em alguns moderadores. Como exemplo, podemos ver o tal do Frajola, que como dito pelo nosso Luiz, age feito cachorro.. da sempre uma mijadinha nos cantos do forum p/ marcar territorio.

      Acompanho o forum a algum tempo e sei que ele comprou imovel a pouco tempo, acho que 1 ou 2 anos no maximo. E a tendencia é que ele direcione tudo p/ o lado que ele acredita como correto. Ja passei por diversas discussoes com ele no forum. Da uma olhada no topico Imoveis, só tem post dele. Ele nao coloca as materias que acompanhamos por aqui … só coloca o que sai na midia mais forte, exatamente a midia que sabemos que nao merece credito.

      Ele chegou a apagar alguns posts que fiz e a manipular uma discussao nossa no forum… tirei um screenshot do post que fiz, aguardei ele deletar o post e manipular o rumo da conversa, tirei um novo screenshot e enviei pro pessoal de la ver.

      Eu parei de postar por la e ele nao mudou em nada a postura dele. Alias, pelos ultimos posts que vi por la, agora parece que ele acredita em uma acomodacao dos precos…

      Voltando ao papo do forum, acredito e sei que tem muita gente que saca por la… nem tudo esta perdido, vale acompanhar e tirar as proprias conclusoes. 😉

      0
  • Guilherme Eduardo 21 de abril de 2012 at 09:02

    Estava eu dando limpeza no e-mail nessa manhã de sábado e me deparei com uma piada:

    Recebi um e-mial e corretor em 04 de janeiro com os dizeres: “APROVEITE ANTES DO AUMENTO ULTIMAS 5 UNIDADES”. Preço do apto R$ 287.800.

    Recebi outro e-mail do mesmo corretor em 11 de abril com os dizeres: “A TABELA DE PREÇOS É DE SETEMBRO DE 2011 A QUALQUER MOMENTO A CONSTRUTORA IRA AUMENTAR OS PREÇOS “. Preço do apto R$ 287.800.

    KKKKKK em janeiro só faltavam 05 unidades e ospreços iam aumentar, três meses depois o preço está igual e o cara ainda fala que esse é o preço de setembro!!! Ou seja, o preço está igual desde set/2011!!!

    Apartamento 4ª andar
    Empreendimento Landmark
    Osasco – SP
    Entrega prevista para dez/2013

    0
    • Shakespeare 21 de abril de 2012 at 11:03

      enquanto não baixar não tem jogo

      0
  • Belisa 21 de abril de 2012 at 11:06

    Pesquisando no Web Casas apartamentos em Campinas/SP, encontrei o mesmo imóvel anunciado em duas imobiliárias diferentes. Na primeira, o valor é de R$920.000,00. Na segunda, de R$668.000,00. O lançamento ocorreu em 2008, quando as unidades eram vendidas entre 300.000,00 (para pagamento à vista, permuta) e R$400.000,00 (com uma entrada quase nula). Como se explica uma diferença tão grande nos preços atuais? Tenho certeza de que se trata do mesmo imóvel porque a descrição e as fotos são idênticas.

    0
    • RosinhA 21 de abril de 2012 at 11:37

      Existem aquelas famosas figuras conhecidas como corretor de imóveis, alguns aqui dizem que é uma pessoa necessária para negociação, mas vale aquela máxima que diz ” Cada cabeça uma sentença”, portanto nunca acreditei, nem nunca acreditarei em uma pessoa capaz de julgar o valor de seu bem sem ter estudado o suficiente para isso, logicamente deveria ser a cargo de um Engenheiro, más eles estão com tudo, mesmo aqui em um blog de bolha imobiliária são cultuados. Chame 200 e diga para cada um avaliar de seu ponto de vista e aí entenderá o que aconteçe.

      0
      • GB 21 de abril de 2012 at 12:37

        Esses corretores agem pelo achismo, se alguém no bairro pede X é isso o que ele vai pedir no do cliente dele.

        Um arquiteto ou um engenheiro conhecem o que fazem, entrariam em detalhes e chegariam a um valor correto, um corretor, coitado, jamais.

        É o caso daquelas 2 coberturas no mesmo empreendimento, uma estava 25k mais cara que a outra que notava-se pelas fotos que era melhor, churrasqueira melhor, bancada na frente par apreparar tudo, visão limpa de fora, a outra mais cara tinha uma churrasqueira dessas de LEGO, desmontáveis e não tinha mais nada ali, nem bancada e a visão dava de frente para outro prédio.

        No final das contas ele reduziu esses 25k para igualar ao preço do outro mais barato, que já estava encalhado assim mesmo, só par ater mais chances de vender, mas se alguém for comprar vai comprar o outro, que é bem melhor.

        0
      • xyz 21 de abril de 2012 at 14:01

        Amiga,
        Acho impressionante alguém achar que se engenheiros avaliassem os imóveis os preços seriam diferentes e não haveria bolha.

        Então contadores deveriam avaliar as ações da bolsa e o proprietário da ação só poderiam vender pelo preço avaliado.

        Quem tem um bem pede o preço que quiser (nós ainda somos capitalistas, não sei até quando).

        Quem tem um bem vai tentar vender pelo maior preço que o mercado comprar. A bolha passa longe, muito longe do profissional que avalia o imóvel.

        Quanto aos corretores: quem vai comprar ou vender um imóvel tem a OPÇÃO de contratar ou não um corretor. Uma grande construtora que vai vender 1000 imóveis não tem opção, obrigatoriamente terá que contratar corretores, pois o proprietário da construtora não vai vender todos os 1000 imóveis e o único profissional legalmente habilitado para esta venda é o corretor.

        Muitas vezes os profissionais são necessários por imposição legal.
        Se as pessoas pudessem se automedicar e se auto representar em juízo, os médicos e advogados teriam uma demanda muito menor.

        0
        • RosinhA 21 de abril de 2012 at 16:47

          “A bolha passa longe, muito longe do profissional que avalia o imóvel.”

          Somente por esta frase nem seria exigido resposta mas vamos lá, o Sr sabe quanto ganha um médico para fazer um transplante? Ele tira o seu coração joga na mesa pega o outro coloca em você, depois dá novamente a sua vida, fazendo este funcionar, portanto você deve ter algum problema em valorizar as coisas, quantos anos esta pessoa estudou? Quantos dias afins passou em plantões, noites a dentro, portanto deixa para lá, quer contratar não direi um profissional, pois não merece este termo, um cidadãozinho qualquer que acha que entende algo do mercado, fez um teste com alternativas e avalia seu bem do jeito que lhe é satifatório boa sorte a vc.

          Quando tiver negociado mais de 50 imóveis entre compra e venda como eu saberá qual a importância deste apanhador de oportunidades, nunca nenhum que foi por mim usado para vender meus imóveis se preocupou com fidelização, só se preocupa com sua comissão. Não sou eu quem digo está entre os profissionais menos confiáveis pela população, e para finallizar, faça pergunta técnica a algum de seus amigos quando for comprar sua moradia, irá se impressionar com a quantidade de conhecimento que irá lhe passar sobre o imóvel. Corretor é um profissional altamente desnecessário quem gosta que crie na gaiola como o GB.

          0
          • Leandro Assis 23 de abril de 2012 at 00:18

            Rosinha, desculpa mas você fala muita besteira!!!

            Como já disse antes, você achar que o culpado da bolha é o corretor de imóveis, mostra o quanto desinformada você está sobre o assunto. Ele é apenas um peão da história. O buraco é muuuuuito mais embaixo.

            Sou engenheiro e tenho contato direto com a construção civil aqui em São Paulo. O que tem de gente lucrando com a “bolha imobiliaria” não é brincadeira

            0
          • mané 23 de abril de 2012 at 10:27

            Concordo com o Leandro,
            rosinha, para de falar bobagem e querer falar que é a tal…
            quem define valor de imóvel não é engenherio porcaria nenhuma!
            Engenheiro pode falar valor de reprodução do imóvel ou algo do tipo, preço é o mercado quem dita. Se existissem milhares de cirurgiões de corações, por mais especializado que fosse, o preço cairia.
            Aprende: Preço é mercado!

            0
            • RosinhA 23 de abril de 2012 at 12:53

              Leandro Assis e Mané me desculpem mais o problema de vocês é falta de entendimento de texto, começa o texto dizendo por que temos o mesmo imóvel com preço 920k e por 668k, e disse que alguém realmente sem capacidade os avalia desta forma, ou acha que o vendedor põe seu imóvel cada um com um preço diferente em cada imobiliária.

              Agora, se lerem todos os meus comentários, sempre sou muito coerente, nunca deixei de acreditar em bolha, nunca precisei de corretor etc.

              Quanto a parte das besteiras,bobagens e mal informada, vamos lá:

              Vocês devem ter que estudar bastante interpretação de texto, não vi em nenhum momento eu dizer que corretor é responsável pela bolha pode ler todos meus comentário. Segundo mal informada? Sr engenheiro não sei qual sua área, mas te faço uma pergunta: Preciso de corretor para comprar ou vender um imóvel? Sr mané, quando um imóvel vai a leilão ou compra-se por financiamento quem o avalia, o corretor?

              Vamos discutir com nível com argumentos, sem ofenças e agressões, qual a necessidade do corretor para vocês? Porque pensam desta forma?, dizer falou bobagem ou falou besteira é argumento que nem dá para começar uma conversa, mas primeiro sugiro mais uma vez estudem interpretação de texto pois a de vocês é horrível.

              0
              • mané 23 de abril de 2012 at 15:08

                rosinha, sua mente é privilegiada. HAHAHA, brincadeirinha!

                quem define preço é mercado sim. não é corretor, não é engenheiro, não é nada.

                daí vem vc e me diz: “mas pra financiamento, pra leilão, quem define, é corretor?” – pra começar quem define o que? define o PREÇO DE MERCADO – ahhhh….. normalmente é um corretor contratado pelo banco, mas ele assegura o preço de mercado, não o define…. isso para financiamento, por que pra leilão é outra história, o preço de leilão, normalmente, é definido pela dívida.

                é tão difícil entender isso do meu texto? quem tá precisando aprender interpretação de texto acho que não sou eu. hehe

                0
                • RosinhA 23 de abril de 2012 at 18:21

                  Sua dificuldade de entendimento é maior do que eu imagina.

                  Bom só tenho a te dizer uma coisa pague contente seus corretores, e eu não preciso pagar MANÉ, simples e eu que sou burra né MANÉ.

                  0
          • MRCG 23 de abril de 2012 at 10:51

            Aproveitando este comentário da Rosinha sobre médico e transplante de coração.
            Assistam ao documentário do Paulo Pavesi postado no Youtube, esse documentário é interessante para mostrar como nós somos iludidos pela mídia o tempo todo. Documentário dividido em 6 partes.
            Entrem no site da UNIFESP e leiam os artigos do médico neurocirurgião Cícero Galli Coimbra.

            0
            • RosinhA 23 de abril de 2012 at 13:09

              Paisinho difícil né, já pensou passar por esta situação?

              0
  • Dudones 21 de abril de 2012 at 11:15

    Pessoal, falamos muito de um bolha nos imóveis prontos, mas os terrenos também estão pela hora da morte, tenho sonho em comprar um terreno em condomínio fechado e construir uma casa, porém não tenho coragem em paga mais de 100k em um terreno 10 x 30 (300m²), ou seja, será que teremos um ajuste para baixo nos terrenos? Ou eles “valorizam para sempre” como dizem alguns corretores ?

    Agradeço a opinião e ponto de vista dos colegas!

    0
    • mauricio 21 de abril de 2012 at 12:23

      100k num terreno de 300 metros?

      TÁ BARATO PRA CARAMBA!

      aqui tá na faixa de 1k por metro quadrado, então esse teu terreno aí seria “avaliado” aqui, numa cidade de interior com menos de 50 mil habitantes, que vive basicamente da agricultura, em 300 mil reais!!!!!

      mas acredito que a queda nos terrenos só depois da queda nos imóveis, aí todos vão perceber que o dinheiro não é tão fácil assim.

      vai ter que esperar um pouco mais

      0
    • GB 21 de abril de 2012 at 12:43

      As construtoras pararam de lançar imóveis, então não vão mais comprar terrenos e se começarem mesmo a vendê-los para ter $$$ para se manter nesse momento de crise, logo os preços vão baixar.

      É pura especulação, tem um empreendimento em Itu de terrenos com 1000 m² que começou com R$ 80 o m² e agora está por R$ 180, isso é um absurdo, que fiquem encalhados e que cobrem os condomínios deles.

      Em compensação tem terrenos bons a venda no Capital Ville e Serra dos Cristais por R$ 40k e mesmo assim não vende, o pessoal não aguenta mais ficar pagando condomínio por algo que não usam e só dá gastos.

      0
  • Motolo 21 de abril de 2012 at 12:04

    Pessoal, realmente a bolha estourou. Para perceber isso é só entrar no site do primeiramão e verificar os diversos anúncios de particulares com os preços mais baixos. Nada de Zept, lá nada baixa de preço e não há anúncios particulares, só aquelas imobiliárias bolhudas. Chegou a vez dos compradores.

    0
    • Charles 21 de abril de 2012 at 17:12

      Muita calma nessa hora.

      Ainda teremos os repiques para só depois a coisa degringolar de vez. Essa será a hora do comprador, por enquanto é hora dos desavisados.

      0
  • veigalex 21 de abril de 2012 at 12:19

    Pessoal,,

    Esses anúncios do ZEP são boi de Piranha.. o pessoal coloca para pegar os trouxas..

    Ai vc liga lá.. o corretor bolhudo diz que ja vendeu.. kkkk

    Vou visitar dois AP hoje aqui na Penha.. vamos ver o nível do desespero..

    0
    • GB 21 de abril de 2012 at 12:45

      Só entrei uma vez nesse site, achei os preços absurdos e nunca mais acessei, uma completa viagem ao mundo do Além da Imaginação.

      Esses caras pareciam poodles sem o gardenal, uma coisa de louco.

      Primeiramão já é mais povão, é bem melhor.

      0
  • Juca 21 de abril de 2012 at 12:31

    Pessoal, não pensem que a possível quebra de algumas construtoras vai ser bom para o estouro da bolha, porque, na realidade, o efeito será totalmente desfavorável a isso.

    Com a quebra de algumas construtoras haverá uma queda significativa no já baixo número de lançamentos e o pior, haverá um princípio de pânico e desconfiança sobre a compra de apartamentos off plan – na planta, ou seja, os prováveis compradores irão ser deslocados para o mercado de prontos.E vocês já sabem, diminuição da oferta com a manutenção da demanda é um fator que inevitavelmente leva a uma alta no preço de um ativo, ou alguém revogou as leis de mercado e não me avisou?

    Comento muito pouco aqui, mas segundo o que muitos dizem os compradores e, principalmente, investidores sumiram, certo? Isso me preocupa muito, porque como a EZTec anuncia um resultado desses com um cenário tão ruim? Alguma coisa está errada!

    EZTEC comercializa 88% dos lançamentos do 1T12 e programa atingir
    50% do Guidance de lançamentos no 1S12

    ri.eztec.com.br/eztec2009/web/conteudo_pt.asp?idioma=0&tipo=26897&conta=28&id=152127

    PS.: Acompanho bastante as discussões mas raramente comento, e já chega edsse negócio de “negadis” para lá e “negadis” para cá.

    0
    • raul 21 de abril de 2012 at 12:36

      NÃO VAI SER BOM NÃO… VAI SER ÓTIMO…..

      0
      • Cleyton 21 de abril de 2012 at 23:53

        Com toda a certeza!!!!

        o/

        0
    • DanielBG 21 de abril de 2012 at 12:49

      Juca, a quebra das construtoras converteria a demanda para os imóveis prontos, considerando a quantidade nula de investidores.

      O cenário real demonstra que se (quando) tal quebra ocorrer os investidores não irão continuar adquirindo imóveis. O que está fomentando a bolha é justamente a imensa quantidade de pequenos especuladores.

      Portanto, nós temos uma relação crescente de preço, considerando a atual finalidade especulativa. Quebra das construtoras resultará em prejuízo aos especuladores, tribulação ao mercado imobiliário e liquidação dos imóveis a fim de sanar eventuais prejuízos. Nessa fase de liquidação é que restará evidenciada a quantidade enorme de oferta (aliada à crise econômica: inadimplência, etc) e quantidade reduzida de compradores (fuga dos especuladores), derrubando o preço.

      0
    • GB 21 de abril de 2012 at 12:52

      Não vai ser bom não, vai ser mais que excelente !!!!

      Falindo eles vão vender tudo para pagar os pobres funcionários e o Governo, vão vender barato para não fica rencalhado, isso vai mexer com o mercado.

      Quando a falta de lançamentos, qual é a novidade ? Não estão lançando nada em 2012, já lançaram até demais, tem coisa encalhada demais por aí, não precisaremos de lançamentos por uns 5 anos.

      E com esse povo todo desempregado vai sobrar pedreiro e ajudante, vão trabalhar por valores bem menores, vai ser ótimo, aí eu compro um terreno baratinho e construo um aboa casa.

      Vocês viram que a empresa com maior prejuízo no mundo foi uma mexicana do ramo do cimento ? Sinal dos novos tempos, sem lançamentos esses materiais também vão baixar de preço.

      Eu sei que tem muita gente fofinha que vai perder o emprego, mas estou disposto a correr o risco se o mercado voltar ao normal.

      E culpem seus Diretores, eles sabiam que essa farra era insustentável mas continuaram incentivando para terem seus gordos bônus, depois funcionários, governo, clientes e investidores que briguem pelo que sobrar.

      0
      • Juca 21 de abril de 2012 at 13:27

        GB, não sei em que ramo você atua mas suas percepções do mercado estão totalmente equivocadas.

        Não existe promoção, digo descontos de 50% ou mais, de unidades de uma construtora que está falindo, cada empreendimento tem vida própria e não depende da construtora que realizou o lançamento para se concretizar.

        A queda nos lançamentos vai sim retardar a queda nos preços, basta ver os números da EZTec, em que 88% dos lançamentos desse trimestre e do anterior foram vendidos.

        Povo desempregado? Você acha que a construção no Brasil está restrito restrito ao setor civil?

        Não adianta você torcer e muito menos comentar a absurdos, como queda de 80%, a correção virá sim, mas não será agora e muito menos dessa magnitude, o governo ainda tem muitas cartas na manga, já pensou na SELIC em menos de 7.0% a.a?

        0
        • GB 21 de abril de 2012 at 13:40

          Você é um dos que dizia que iria aumentar 30% eternamente ?

          Eu conheço, por motivo profissional, muito mais do mercado imoBolhário do que eu gostaria, conheço toda essa parte “vendedora” e não gosto dela, são arrogantes e sei que não nutrem nenhum interesse além do lucro fácil a qualquer custo, não são eles que vão pagar mesmo.

          Pode anotar aí, se não acontecer antes, é certo que depois da Copa o Brazil volta a ser o país chato que sempre foi e os preços vão desabar como em todos os lugares do mundo.

          0
    • GB 21 de abril de 2012 at 13:00

      E vocês acreditam em “números das construtoras” ? “numeros dos SECOVIS” ? Ninguém sabe como chegaram a isso, qualquer coisa que venha daí é informação parcial.

      Eles podem colocar que venderam 90% num dia, e daí ? Alguém vai la auditar isso ? Se auditarem depois eles podem alegar que houveram devoluções ou que eram meros cadastros reservas, pura bobagem.

      Eu acredito no que vejo nos jornais e na internet, um BOOM de ofertas e não vejo nenhum saíndo dali, então estamos num BOOM de encalhes monstruosos.

      Mesmo que todos resolvessem comprar, eu continuo no aluguel, não vou jogar meu $$$ fora só para financiar uma indústria doente.

      Corre negadis, é fria, tira o forévis da reta que tá chegando.

      GB: sem dívidas, dorme tranquilo, na pior das hipóteses se o mercado continuar nessa teimosia depois da Copa comprará algo de qualidade por um preço muito inferior a hoje e à vista, pode chorar banco !!!!.

      0
      • GB 21 de abril de 2012 at 13:07

        ops, “eles podem alegar que HOUVE devoluções”.

        Pela gravidade do erro creio que o Cirilo deve estar passando por aqui hoje, kkkkkkk.

        0
      • Juca 21 de abril de 2012 at 13:29

        Sim, todos os resultados são auditados, no caso da EZTec os auditores são da Ernst & Young.

        0
        • GB 21 de abril de 2012 at 13:41

          kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, nessa minha dentadura voou longe.

          Logo ela não vai ter $$$$ nem para pagar essa auditoria cara.

          0
          • Juca 21 de abril de 2012 at 14:06

            Com novos recordes desde o IPO, Lucro Líquido da EZTEC atinge R$329,0 milhões em 2011.
            Margem Bruta de 50,5% e Margem Líquida de 44,2%.

            0
      • Júlio Cesar 21 de abril de 2012 at 14:09

        Tenho visto um raciocínio sendo desenvolvido, no sentido de que se as construtoras quebrarem, caem os lançamentos e isto elevaria o valor dos imóveis pela redução da oferta. O que vi ha poucos anos atras( 4 ou 5) era um cenário com uma quantidade bem menor que a atual de imóveis e preços lá em baixo, então não acho que a construção civil tenha de manter o mesmo ritmo para os preços cairem. Alem do mais, quem fez a festa foram os investidores, e acho que eles não veem em imovel a rentabilidade que procuravam. Acho que antes da bolha ja tínhamos investidores comprando imóvel, e isto não desregulava o mercado.

        0
        • Júlio Cesar 21 de abril de 2012 at 14:15

          Também acredito que existe no país um exército de pedreiros, engenheiros, e que de alguma forma vão continuar produzindo. Os preços dos insumos, mão de obra, terrenos, também estão inflados, e com a correção destes preços, novas empresas poderão surgir com preços adequados aos ganhos dos brasileiros.

          0
        • Júlio Cesar 21 de abril de 2012 at 14:23

          Complementando meu raciocínio, que ficou sem sentido no final. O que quis dizer é que antes da bolha, tínhamos uma quantidade de investidores, e isto não atrapalhava o mercado. Durante a bolha, a quantidade de investidores foi astronomica. Agora acredito que mesmo com uma quantidade razoável de investidores, o mercado segue regulado, como era antes.

          0
    • Guilherme Eduardo 21 de abril de 2012 at 13:01

      Cuidado, porque geralmente é divulgado as vendas em $$$. Acontece assim:

      venceu 100 por $100.000 = $10.000.000
      vendeu 60 por $200.000 = $12.000.000

      As vendas em quantidade caíram 40%, mas será anunciado que cresceram 20%.

      Matemágica!!!

      0
      • Juca 21 de abril de 2012 at 13:31

        Guilherme, as vendas são divulgadas em número de unidades, basta consultar o relatório.

        Isso foi o que justamente mais me intrigou, nesse cenário vender 88% dos lançamentos?

        0
        • Guilherme Eduardo 21 de abril de 2012 at 13:51

          Dei uma olhada no relatório e só vi VGV = Valor, e não quantidade. A única parte (posso ter olhado errado) que fala em quantidades é sobre 02 empreendimentos deles, um comercial e outro residencial, e não todos que possuem. O gráficos também só possuem “R$MM”.

          0
          • Juca 21 de abril de 2012 at 14:05

            Guilherme, não estou falando de VGV, estou falando justamente desses dois empreendimentos que foram lançados nos 1T2012, em que os dados estão em número de unidades, inclusive um tem 450 apartamentos e está com 86% vendido.

            Ou o brasileiro está com muito dinheiro ou os investidores não pularam fora nada!

            0
        • GB 21 de abril de 2012 at 13:57

          Juca (Cirilo) por que vc não vai embora e elabora um estudo aprofundado obre “A influência do asfalto na vida das minhocas ” ?

          0
          • Cleyton 22 de abril de 2012 at 01:04

            Sugestão! Bolha faz aí um denunciar cirilo!

            Ô bichinho xarope hein!!!

            Tem como moderar pelo email? Ele cria outro (como faz com o nick) e leva toco também, derrepente alguma hora ele cansa….

            0
    • Shakespeare 21 de abril de 2012 at 15:21

      cacildis, toma um mé que passa 🙂

      0
    • Charles 21 de abril de 2012 at 17:14

      Cirilo

      Por que voce está disfarçado? Sua escrita é inconfundivel…

      0
  • simone 21 de abril de 2012 at 13:01

    minha irma tentando vender uma cobertura em poa por 350 mil ………… e querendo morar em um apt no bairro petropoles ,,,,a mulher pediu 380 mil , mas em off sem o corretor ela vende 200 mil … por que ela comprou um imovel de 600 mil e precisa muito de dinheiro …de 380 mil pra 200 mil é 180 mil de diferença isso claro em off sem falar com o corretor ..

    ta batendo o desespero pra vender os usados

    0
    • Guilherme Eduardo 21 de abril de 2012 at 13:12

      Teve muita gente que comprou imóvel bolhudo na planta sem dinheiro. Tinham a certeza que conseguiriam um preço “valorizado” no usado para pagar o novo. O problema e que alguns deram o passo maior que a perna. Não tem renda para financiar o saldo devedor e sugurar um pouco e se veem obrigados a vender o antigo de qualquer jeito.

      0
    • Profeta dos Pampas 21 de abril de 2012 at 15:01

      E a tua irmã vende por quanto sem o corretor??
      Qual o bairro da cobertura??

      0
  • Todd 21 de abril de 2012 at 13:05

    Dilma admite mudar regras da poupança
    Presidente quer que a taxa Selic caia de 9% para 8% até julho. Para isso, vai bancar ônus de mexer na caderneta

    Vicente Nunes – Correio Braziliense
    Victor Martins –
    Cristiane Bonfanti
    Publicação: 20/04/2012 06:00 Atualização: 20/04/2012 06:45
    Brasília – A presidente da República, Dilma Rousseff, decidiu assumir o ônus político e vai mexer nas regras da caderneta de poupança. Para isso, convocou o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, para uma reunião que deve ocorrer na segunda-feira. No encontro, será batido o martelo sobre a proposta a ser encaminhada ao Congresso, para que a mais tradicional modalidade de investimento do país, com remuneração fixa de 6,17% ao ano mais a variação da TR (Taxa Referencial), seja atrelada à taxa básica de juros da economia (Selic). Dilma está decidida a levar a Selic a 8% ao ano, o que significa mais dois cortes de 0,5 ponto percentual, nas reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom) de maio e julho.

    O Palácio do Planalto já preparou o discurso. Como o governo venceu a guerra com os bancos e reduziu os custos dos empréstimos e o spread (diferença entre o que é pago aos investidores e o que é cobrado dos devedores), chegou a vez de os poupadores darem a sua cota de sacrifício no processo de  ter juros mais próximos do mundo civilizado. Segundo técnicos do governo, não se trata de confisco, mas de corrigir distorções. O modelo atual de poupança no Brasil, na visão deles, é uma herança do período de hiperinflação, quando se tentava, por decreto, preservar o mínimo de valor da moeda.

    Com o projeto que será enviado ao Congresso, Dilma pretende resolver um dilema que sempre impediu a queda dos juros no Brasil. Segundo economistas ouvidos pelo Estado de Minas, não dá para levar a Selic para 8% ao ano, como deseja a presidente, sem que ocorra uma fuga em massa de recursos aplicados em fundos de investimento, os principais credores do governo. “A partir dessa taxa, os ajustes na poupança são necessários”, observou Octávio de Barros, economista-chefe do Bradesco. A ideia do governo é colocar faixas de remuneração. Caso a Selic chegue a 8% ao ano, como quer Dilma, a caderneta pagaria 5,8% ao ano. Se a taxa básica da economia baixasse a um nível inferior a 4% ao ano, o Conselho Monetário Nacional (CMN) ficaria encarregado de decidir a correção da poupança. As novas regras, entretanto, valeriam apenas para novos investimentos.

    “Vamos nos antecipar a todas as distorções que possam ocorrer com a Selic mais baixa. Preservaremos os fundos de investimentos e evitaremos uma fuga de recursos para a poupança, que deixaria os bancos em situação difícil”, explicou um assessor do Planalto. “Por lei, as instituições financeiras são obrigadas a destinar, no mínimo, 65% dos depósitos para o financiamento da casa própria. Mas, diante de uma enxurrada de dinheiro, não teriam como fazê-lo, pois um empreendimento imobiliário pode levar até dois anos para ficar pronto. Estando desenquadrados, os bancos teriam de ser multados pelo BC”, acrescentou.

    Taxas

    A decisão de levar o projeto à frente foi tomada nos últimos dias pela presidente Dilma, que já tinha deixado os ministros de sobreaviso. Tanto que Tombini cancelou participação na reunião de primavera do Fundo Monetário Internacional (FMI), em Washington, onde teria encontros com economistas e agentes do mercado financeiro. Mantega, que está nos Estados Unidos, deve voltar ao Brasil no domingo. O nome dele ainda aparece na programação do 2012 Brazil Summit, organizado pela Câmara de Comércio Brasil–Estados Unidos. Ele falaria na segunda-feira. Na capital norte-americana, o ministro disse que “com os juros básicos de 9% não há necessidade de mudar a regra da poupança.” Mas a presidente quer a Selic a 8%.

    Além de mudar as regras da caderneta, o governo reforçará o discurso contra os bancos para que reduzam as de administração dos fundos de investimentos. Hoje, parte dos ganhos dessas modalidades de aplicação é comida pelos encargos, que chegam a 5% ao mês. Estima-se que, após as sucessivas quedas da Selic desde agosto, quase 40% dos fundos já registram rentabilidade inferior à da poupança. Segundo os analistas, quanto maior for a taxa de administração de um fundo e menor o período em que o dinheiro fica aplicado, mais vantajosa fica a caderneta. Isso porque há, também, sobre os rendimentos dos fundos, a cobrança de Imposto de Renda entre 15% e 22,5%. A caderneta de poupança não paga taxa de administração e é isenta de IR.

    Para alcançar o objetivo, a equipe econômica usará, mais uma vez, a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil a fim de pressionar o setor privado. Em entrevista ao EM, Carlos Massaru Takahashi, presidente da BB DTVM, administradora de recursos do BB, admitiu que o banco já avalia cortar as taxas de administração dos fundos. “Com a Selic a 9%, ficamos no limiar da competitividade”, disse. “Como sabemos que o Copom pode realizar novos cortes (nos juros), se isso acontecer, teremos que fazer ajustes”, afirmou.

    0
    • Guilherme Eduardo 21 de abril de 2012 at 13:19

      Aí ficou difícil para Dilma: Se reduzir os rendimentos da poupança grande parte do povão deixará de votar na turma dela. E o crédito imobiliário? Com queda nos rendimentos renderá menos que a inflação e muita gente colocará o $$$ em outro lugar, e a principal fonte de dinheiro são as poupanças.

      0
      • Juca 21 de abril de 2012 at 13:36

        Outro lugar, que outro lugar?

        Com a queda nos juros a menos 8.0% a.a, qualquer aplicação em fixed income vai se tornar um lixo completo.

        Como o povão não entende nada de investimentos vai deixar o dinheiro na renda fixa, ou você acha que eles vão migrar para renda variável?

        0
        • Thiago A. 21 de abril de 2012 at 13:41

          Parece que a Dilma quer que os bancos reduzam as taxas de adm dos fundos de renda fixa

          Assim pode diminuir o rendimento da poupança também sem haver muita pressão migratória entre os fundos e a poupança

          0
    • Cicero Silva 21 de abril de 2012 at 17:50

      Não sei o final.

      Mas se Dilma conseguir baixar a selic para 4%, como quer, vou começar a acreditar que ela quer realmente melhorar o país.

      E paradigma existe para ser quebrado.

      Com sua aprovação não vejo um cenário de catastrófe com mudança na remuneração da poupança.

      Vamos ver.

      0
  • João Miguel 21 de abril de 2012 at 13:12

    Um relato interessante.
    Quando foi aquele boom de imóveis em lançamento, tinhamos muitos planfletos na rua com os contatos dos corretores.
    Naquela época (quando ainda estava tentando comprar) eu costumava enviar e-mails para os corretores questionando a faixa de valor.
    Eles respondiam de boca cheia “está na faixa de 6 a 8k o m², muito abaixo do mercado” , “7k m², você não encontra nada mais barato na região”, isso em bairros bem medianos, e com grande quantidade de terrenos para expansão..

    Esses dias resolvi questionar por e-mail sobre os preços de um empreendimento que já lançou a mais de um ano e ainda está a venda.
    Troquei mais de 4 e-mails com a corretora questionando o preço e ela sempre se esquivando e me chamando para a visita, mas acabou que não me disse o preço e acabei agradecendo e encerrando a conversa.

    Isso mostra uma clara mudança no panorama das coisas, antes os corretores enchiam a boca para falar de preços absurdos, pois o mercado engolia, considero que estavamos na fase de “new paradigm” ..
    Hoje os próprios corretores já tem receio de dizer o valor do m², pois isso está assustando o cliente. Já entramos na fase onde os compradores perceberam a distroção de preços..

    0
    • Douglas 21 de abril de 2012 at 13:34

      João, tb passei por situação, igual a essa, corretores se vangloriavam sobre os preços, parecia q estávamos vivendo em outro pais, como se esse pais aq não fosse um sovaco velho, dava impressão q a renda média era 10K, agora a realidade começa a mudar, a maior parte da massa q comprou os imóveis, foram investidores, q hj estão sentido na pela a dificuldade q se tornou vender um imóvel, e disfarçadamente e aos poucos começam abaixar os preços

      0
    • Guilherme Eduardo 21 de abril de 2012 at 13:37

      É verdade. Antes falavam o valor do metro quadrado comparando com outros empreendimentos com valor mais caro. “aqui é R$ 5 mil, mas mês que vem a tabela vira e sobe mais. No empreendimento X lançou em R$ 4.000 e agora já está em R$ 6.500” Eles usavam o valor do metro quadrado para “comprovar” as valorizações.

      0
    • GB 21 de abril de 2012 at 13:54

      O grande problema do mercado foi venderem a 8 mil o m² prometendo para os investidores que eles venderiam facilmente antes das chaves por muito mais que isso, aí vendia mesmo, como água, a SELIC não estava dando nada mesmo e o investidor nem se importava com o imóvel, se era pequeno, longe, caro, mal feito.

      Eles nunca se importaram com a renda, pois era $$$ de investimento, pagaria pouco até a chaves e ganharia muito com isso passando o pepino para outro investidor, uma mera pirâmide, no começo as construtoras pagavam barato por terrenos, no final as menores pagavam muito caro por eles.

      Agora está mais que claro que essa pirâmide ruiu, não se acha mais gente interessada em jogar tanto $$$ fora e a valorização infinita não passou de discurso pronto de corretor ou construtora.

      0
    • chico bento 21 de abril de 2012 at 15:38

      Acompanho ha mais de anos os preços dos imóveis em Santos, onde desejo comprar para morar, pois trabalho aqui. Não sou funcionário do PRÉ-SAL ( Os super salários que inflacionam o mercado). Todo sábado acompanho os preços dos imóveis para comprar e residir, toda semana subiam sem parar influenciados pelo falso índice das cosntrutoras e imobiliarias” FALÇOZAP”. Hoje me deparo com um anúncio de página inteira da construtora ESTRUTURA onde o pricipal é mostrar o preço do M². Só para um exemplo, o magnífico prédio MACHADO DE ASSIS com preços a partir de 5.093,00,00 ( Jornal A TRIBUNA página 3 Imóveis). Um apartamento num dos melhores lugares de Santos com 204 M², ou seja 1.038,972,00. Tenho visto coisa MUITO péssíma por esse vamor de m²!. Essse mesmo empreendimento já me foi oferecido por 7.000,00 ou seja 1400.000,00.
      Quando a propaganda se foca em valor de M² e reduzindo é que algo não está CONJUMINANDO! A bolha está estourando! Vou continuar no aluguel até os preços ficarem COERENTES com o PAÍS EM QUE VIVEMOS!

      0
  • GB 21 de abril de 2012 at 13:46

    Eu sabia que o Cirilo estava rondando por aqui, mas agora com o nome de “Juca”.

    Cadê o moderador, tem baratas hoje por aqui e elas estão dizendo que imóveis são um bom negócio. kkkkkkkkkkkkk

    Vamos deixar o tempo passar peremptório e inexorável como sempre faz, ele é sábio e mostra que estava com a razão, vamos ver o que vai acontecer com os preços dos imóveis e com essas “valiosas” costrutoras dentro dos próximos meses.

    E eu posso adiantar, do jeito que estão indo as coisas, não vai ser bonito para elas, os funcioário sprecisam ir elaborando seus curriculuns, se só trabalharam nelas não vai ser lá um grande curriculum.

    0
    • Douglas 21 de abril de 2012 at 13:57

      GB qm eh esse Cirilo?

      0
      • Zoom 21 de abril de 2012 at 20:35

        Nosso animador de piscina.

        0
    • Juca 21 de abril de 2012 at 14:01

      Quem é esse tal de Cirilo?

      Só me faltava essa, esse GB só pode ser algum corretor ou investidor.

      0
      • Charles 21 de abril de 2012 at 17:25

        Cirilo é o Juca

        Escrita inconfundivel: estrangeirismos em excesso, fica o dia inteiro postando, contesta tudo e todos e sempre tenta explicar o raciocinio com o tipico “ou seja” como se fossemos um bando de idiotas.

        Cirilo, agora acredito que tenha 20 anos. Coisinha de moleque heim…

        0
  • leo 21 de abril de 2012 at 14:09

    Gente, estava pensando aqui, com uma possível queda nos juros para menos de 8.0% a.a, o valor da prestação de um financiamento pode ficar menor que o valor absurdos de aluguel que estão sendo praticados.

    Para mim isso é desesperador, já que muitas pessoas podem sair do aluguel e comprar alguma coisa fazendo os preços subirem ainda mais antes de começarem a cair, se é que vão cair mesmo.

    Cada dia estou ficando mais desanimado…

    0
    • xyz 21 de abril de 2012 at 15:09

      Amigo,
      Ninguém tem bola de cristal para saber como estará o mercado de venda ou aluguel daqui a 1 ou 2 anos.

      Mas contratos de aluguel são fáceis de desfazer, compra/venda/financiamento não.

      Se pagar aluguel é jogar dinheiro no lixo, pagar juros ou preços bolhudos também é.

      Os preços anunciados de aluguel na minha cidade subiram exorbitantemente este ano, mas tenho sérias dúvidas se esses preços estão de fato vigorando.

      O samba do crioulo doido do mercado de venda invadiu o mercado de locação. O mercado de locação está sendo invadido por uma enxurrada de imóveis novos, que tentam entrar no mercado com preços bolhudos pelos quais foram adquiridos, exercendo uma pressão muito forte nos preços. Como o mercado de trabalho ainda está vigoroso, parte dessa pressão acaba sendo absorvida.

      Mas se eu fosse apostar, diria que esta situação é muito mais insustentável que a própria bolha imobiliária. Apostaria também que o mercado de locação tem ótima chance de ter oferta muito aumentada nos próximos meses, primeiro pelas entregas previstas e segundo porque o esfriamento das vendas acaba colocando em prova a paciência dos proprietários que têm imóveis para vender e que podem migrar para a locação.

      Mas como você, a cada dia fico mais desanimado com a capacidade deste governo de cometer irresponsabilidades e comprometer nosso futuro.

      0
    • Pedro 21 de abril de 2012 at 15:34

      Amigo, não se preocupe. Caso os juros caiam e a prestação diminua os locadores que deixarão de alugar irão ter que abaixar o valor do aluguel para se ajustar à demanda.

      0
  • Sem Teto 21 de abril de 2012 at 14:41

    Achei legal
    Imóvel como investimento é uma ilusão, diz Shiller

    Para professor de Yale especialista no mercado imobiliário americano, não existe garantia alguma de que os preços dos imóveis vão sempre subir

    Shiller: Imóvel não é um bom investimento se o objetivo é ganhar dinheiro com a valorização

    São Paulo – Obcecado por gestão de riscos e especialista no mercado imobiliário americano, o professor da Universidade de Yale Robert Shiller considera que imóveis residenciais não são um bom investimento se o objetivo é ganhar dinheiro por meio de sua valorização. “Não existe garantia alguma de que os preços dos imóveis vão para cima”, disse o estudioso recentemente em entrevista ao site “The Motley Fool”.

    Na ocasião, Shiller chamou de ilusão a corrida dos americanos aos imóveis ao longo da década de 2000, que culminou com o estouro da bolha em 2007. Bolha, aliás, prevista pelo próprio Shiller ainda em 2003. “Imóveis são ativos que se depreciam, que ficam antiquados; vão acabar no lugar errado. As pessoas vão querer viver em outros lugares, o ganho de capital não é automático”, observou o professor na entrevista.

    Perguntado sobre por que os americanos caíram nessa ilusão, Robert Shiller disse não saber por onde começar. As razões listadas têm a ver com psicologia. E não poderia ser diferente, vindo de um dos pais das finanças comportamentais, ramo do estudo de finanças que considera que o lado emocional dos seres humanos que participam dos mercados tem um papel muito importante nas suas decisões de investimento.

    Uma dessas razões é a inflação. Segundo o professor, especialmente há cinco anos ouvia-se muito coisas do tipo: “Minha avó acabou de vender sua casa por 300.000 dólares, e sabe quanto ela pagou em 1952? Apenas 30.000 dólares”.

    “Então o preço aumentou dez vezes. Essas histórias estão no nosso repertório, mas quando você olha de perto, qual foi a alta de preços ao consumidor naquele período? Foi algo por aí também. Ela não fez dinheiro nesse negócio. E estava gastando dinheiro com o imóvel ano após ano com manutenção”, explicou Shiller. Um cálculo preciso da inflação americana no período do exemplo mostra que é isso mesmo: um imóvel de 30.000 dólares, corrigido pela inflação, custaria hoje uns 260.000 dólares.

    Está certo que no Brasil, com sua história de hiperinflação, o comportamento dos índices de preços sempre foi bem diferente. Aliás, a inflação galopante é uma das responsáveis pela cultura do investimento em imóveis do brasileiro, pois houve um tempo em que esta era uma das poucas maneiras de garantir algum valor para o patrimônio. Porém, com índices de inflação mais “normais” hoje em dia, quem quiser ter ganho de capital com a venda de um imóvel precisa sem dúvida descontar a inflação da diferença entre os preços de compra e de venda.

    Outra razão citada por Shiller é a influência exercida pelas noções de riqueza crescente no mundo e da finitude da terra. “Nós começamos a encarar propriedades urbanas como terra. E essa é uma mudança no nosso pensamento. Se você voltar centenas de anos, havia especulação com terra neste país, mas não havia especulação com imóveis urbanos. Era senso comum”, diz.

    Ele explica que, para George Washington – que era especulador de terras – especular no mercado imobiliário significava comprar milhares de acres por um xelim o acre, e não comprar uma casa na cidade. “Esse hábito se proliferou como sendo algo que todo mundo faz. Você compra uma casa e ela rende muito dinheiro”, conclui o professor.

    O terceiro motivo seria a bolha em si mesma. “O Fed [banco central americano] tinha uma política muito frouxa e isso encorajou a bolha e a subida rápida de preços. Isso acabou proliferando histórias sobre imóveis como investimento”, refletiu Shiller.

    A desconfiança de Shiller em relação ao mercado imobiliário tem a ver com sua aversão ao risco que não se pode gerir. O acadêmico foi um dos criadores do índice Case-Shiller, que acompanha o mercado imobiliário americano, e também de derivativos por meio dos quais é possível fazer hedge nesse mercado, operando vendido em um ambiente que não permite “naturalmente” a gestão de riscos.

    Mas então comprar um imóvel nunca pode ser considerado um investimento? Na mesma entrevista ao site “The Motley Fool”, Shiller explica: “Bem, um imóvel definitivamente é um investimento no sentido de que, para a maioria das pessoas, representa a maior parte de sua riqueza, e é algo com o qual elas podem contar em caso de emergência. Você pode vender a casa para pagar por algo mais importante. Mas a questão deve também levar em conta se um imóvel é um bom investimento no sentido de trazer retorno financeiro”, diz o professor.

    Para ele, poder morar no imóvel é certamente um benefício, mas no que se refere a ganhos de capital, Shiller considera a coisa superestimada. “Meus dados mostram que, de 1890 a 1990, 100 anos, não houve virtualmente valorização real (descontada a inflação) nos preços dos imóveis. E eu acho que as pessoas em 1990 deviam se considerar sortudas de ter ficado no zero a zero, porque os preços poderiam ter caído”, conclui.

    0
  • Philis 21 de abril de 2012 at 14:57

    Quem compra imóveis bolhudos no RJ?

    http : // odia. ig. com. br/portal/rio/mulher-acusada-de-praticar-golpe-de-r-700-mil-%C3%A9-presa-na-barra-da-tijuca-1.433077

    0
  • F. Paes 21 de abril de 2012 at 15:01

    Pessoal,

    Leio esse blog há um tempo, mas nunca comentei. Gostaria de colocar meu ponto de vista, já que fiquei muito tempo acompanhando o mercado antes de comprar um apartamento. Vamos lá: em 2008 eu comprei um apto no Ecolife Recreio. Na época, era oficial das FFAA e tinha um salário LÍQUIDO pouco acima de 4k. Comprei o apto por R$ 219 mil. Hj, devido a diversos atrasos, a entrega que estava programada para JAN/2010 ainda não ocorreu, mas o imóvel já está pronto , só falta a construtora receber o Habite-se. Hoje sou funcionario publico federal, tenho uma renda de 7k e optarei pelo financiamento da Caixa para servidores federais: juros na faixa de 8% a.a. Valor a financiar: 170 mil. Ainda estou na duvida se vendo meu carro e reduzo o valor (tenho um Kia Cerato automático). Na época um amigo que comprou um apto nesse msm prédio por R$ 200 mil, no 1º andar, tinha pressa em morar já que estava casado. Conclusão: vendeu o imóvel em novembro passado por R$ 420 mil. Não é história, é um amigo próximo e não tinha porque mentir. Eu não tenho pressa em morar: estou com 28 anos e não pretendo me casar ainda. Vou alugar o apto e continuar morando com meus pais (moro no Recreio tb). Tenho amigos que estão adquirindo imóveis: um deles promotor estadual adquiriu um em Botafogo (em 2010) e outro oficial das FFAA, casado com outra oficial, adquiriu no Sublime do Recreio por R$ 380 mil (2 qts). Onde quero chegar:os preços estão absurdos sim, concordo. Mas as pessoas estão pagando, infelizmente. Já havia lido um post aqui sobre o funcionalismo público ajudando a bolha e realmente tenho muitos amigos servidores – alguns inclusive casados com outro servidor(a) – que estão comprando, mesmo com esses preços. Meu tio-avô, que mora no DF, vendeu um apto que tinha e alugava em Brasília e comprou um 2 qts em Copacabana a preço absurdo (R$ 695 mil). Ele é funcionário aposentado do Bacen (ganha pouco mais de 20k) e ainda acha que fez um bom negócio, já que vem sempre ao Rio e agora não gastará mais com hotel. Vi um post sobre o condomínio Pier, na Barra: realmente parece um prédio fantasma. Mas outros lançamentos venderam (acreditem!). Moro no Recreio, e vejo muitos aptos com gente morando no Jardins do Recreio, entregue no início do ano. Inclusive nas COBERTURAS, que no lançamento foram vendidas a mais de 800k. Acho que depende muito do bairro e do empreendimento. Esse Pier da Barra está localizado na Barrinha. A entrada do condomínio é próxima a rua dos motéis e está longe de ser o melhor ponto do bairro. Onde quero chegar: acredito numa estagnação, até mesmo em uma queda de preço. Agora uma catástofre como muitos citaram, fico na dúvida. Se realmente fosse assim como falam eu e minha namorada, juntariamos a renda e moraríamos no Leblon! Dentro do meu ciclo de amizades estou longe de ser o que ganho mais… Exponham suas idéias e discutam. Favor não exponham ideias com deboches. Quero realmente discutir a situação. Abs a todos e parabéns pelo blog.

    0
    • Roger 21 de abril de 2012 at 18:51

      Paes, perfeita análise, penso o seguinte: assim como temos carros a preços absurdos e que são diariamente vendidos teremos os imóveis.

      É claro que os valores se descolaram um pouco da realidade e haverá sim uma correção, no geral, veja bem digo na média, os preços talvez abaixem coisa de 10%, sendo que em algumas cidades e bairros específicos poderá ocorrer quedas maiores e em alguns outros até alguma valorização.

      Só para terem uma ideia, uma BMW X6 custa hoje por volta de US$ 50.000, algo próximo de R$90.000 nos EUA ou Europa.Aqui no Brasil o mesmo carro é vendido por mais de R$300.000!!!

      Mas Roger, você está falando de carros para pessoas com muito dinheiro, que não se importam em pagar caro, como fica?

      Aí que está, até carros populares, custam menos de 1/3 lá fora do que aqui e nem por isso o brasileiro deixa de andar de carro, certo?

      Por fim, não são só os imóveis e muito menos só os carros, o Brasil sempre foi, é e será um país com um custo de vida extremamente alto quando comparado a renda média de sua população.

      Abandonem o barco enquanto a tempo ou enfrentem a realidade.

      Abs,

      Roger Prado

      0
      • F. Paes 22 de abril de 2012 at 19:55

        É mais ou menos por aí. Como exemplo, no anúncio do lançamento de chegada do Veloster, da Hyundai, todos esperavam um carro na faixa de R$ 60 mil no lançamento aqui no Brasil. Conclusão: foi lançado a R$ 80 mil e mesmo assim TINHA FILA DE ESPERA na concessionária… Se pensarmos que 0,5% da população brasileira tenha uma renda excelente, estamos falando de 0,5% de 190 milhões de pessoas, que tem condições de ter imóveis em diferentes cidades, mais de um imóvel na mesma cidade e todos em bairros bons. Meu pai que brinca; qdo soube que TODOS os terrenos do Alphaville, na Barra, foram vendidos (preço do TERRENO por R$ 1 milhão) ele diz: “Mas é lógico. Jogador de futebol tem pai, mãe, irmãos…” A casa que Ronaldinho Gaúcho ia comprar no Sta Mônica Jardins, pertence a um empresário de SP que só usa a casa nos fds. E o jogador ainda ia ter que comprar uma casa pra irmã e pro irmão no mesmo condomínio. Eu sei que é um exemplo esdrúxulo, fora da realidade, de um cara que ganha muito. Mas gera uma bola de neve. Quantos Ronaldinhos anônimos não tem no Brasil???? 0,5% de 190 milhões de brasileiros são quase 1 milhão de brasileiros. É gente pra cacete!!!! rssss

        0
    • Anonymous 21 de abril de 2012 at 19:37

      F. Paes,

      Voce está fazendo a confusão que levará muitas pessoas à falência em futuro próximo. Confunde VENDER com PROMESSA de pagar em 30 anos. Se eu fosse voce, venderia como o seu amigo e compraria um imóvel nos EUA.

      0
      • Rabbat 21 de abril de 2012 at 19:48

        Pessoal me desculpem, mas Anonymous ninguém aqui que morar nos EUA, na moral, você é o cara mais chato desse blog! Baralho, ninguém aguenta mais esse papo de EUA para todo lado.

        Do modo com que você fala parece que você consegue ser infeliz aí, porque é o tempo todo EUA, já cansou porra!

        Fica aí na sua, cada um mora onde quer então cale essa sua boca suja, porque já deu.

        0
      • Rabbat 21 de abril de 2012 at 19:49

        Pessoal me desculpem, mas Anonymous ninguém aqui que morar nos EUA, na moral, você é o cara mais chato desse blog! Baralho, ninguém aguenta mais esse papo de EUA para todo lado.

        Do modo com que você fala parece que você consegue ser infeliz aí, porque é o tempo todo EUA, já cansou porra!

        Fica aí na sua, cada um mora onde quer então cale essa sua boca suja, porque já deu

        0
        • Anonymous 21 de abril de 2012 at 21:14

          Rabbat,

          Algumas pessoas, como voce, não se acostumariam nos EUA. O seu tipo tem que pagar 2.5 vezes pelo mesmo carro, 3 vezes pela mesma casa e vários impostos sem nenhum retorno, pagando por educação, segurança e saúde em dobro.

          0
          • RosinhA 21 de abril de 2012 at 21:23

            Anonymous você pensa em voltar algum dia? Tem parentes, família aqui, sem gozação falando sério, não entendo porque ainda se preocupa com isto aqui, estando em uma situação bem melhor por aí, mais uma vez não é gozação é interesse mesmo, porque se preocupa com a nossa bolha?

            0
        • xyz 21 de abril de 2012 at 22:02

          Respeito sua opinião, mas aprecio muito os comentários do anônimo.

          0
        • Cicero Silva 22 de abril de 2012 at 08:51

          O Anonymous, realmente, é insistente.

          De fato, tem coisas que ele não alcança. Mas não está errado.

          Hoje não sairia de onde moro (dentro do próprio país) devido aos filhos.

          E não sei se eles querem se aventurar num local que seriam vistos como “diferentes”.

          E nem sei se conseguiria!!

          Só sei que, se tivesse 18 anos, lutaria para estudar fora. E talvez ficar por lá.

          Mas nasci brasileiro. E todos têm sua cruz.

          Quem sabe a minha não é ter nascido aqui?

          ps: gosto de música. E fico chateado por ter que pagar CINCO vezes mais aqui do que se estivesse nos EUA. E isso quando encontramos algo bom!!

          Mas já desisti de ver esse país melhor. As pessoas simplesmente não querem melhorar, se educar.

          0
          • Anonymous 22 de abril de 2012 at 13:53

            Pode dar tempo de voce enviar seus filhos para os EUA. Ao contrário do que a maioria pensa, tanto os bananeses quanto os Americanos, o custo total, incluindo moradia e alimentação, de estudar numa boa Universidade Americana (muitas vezes melhor que as particulares bananenses) é MAIS BARATO que que estudar numa boa Universidade particular na Banânia.

            0
      • F. Paes 22 de abril de 2012 at 20:06

        E faço o que nos EUA??? Limpar privada, tô fora! rsss Conforme já disseram aqui: infelizmente nasci brasileiro e carioca. Minha família e amigos estão aqui. EUA só à passeio, “only for fun!”

        0
    • RosinhA 21 de abril de 2012 at 20:59

      Amigo imóveis nunca deixarão de ser vendidos, o problema é o preço que estão pedindo vai muito além do que se gasta para construir, você já pensou em empresas de fora atracando aqui, e participando do mercado com a metade dos lucros seria para eles coisa de outro planeta.

      Já está começando com os carros e com certeza vai passar para os imóveis, o problema não é quem compra ali ou aqui, o problema é futuro, prédios ficam velhos, lugares pioram, pessoas novas mudam, entre outros fatores, 30 anos é muito tempo, pense nisto, veja seu carro daqui a 7 anos o que vai valer.

      0
    • Júlio Cesar 22 de abril de 2012 at 00:25

      F. Paes, querendo ou não acredito que seu circulo de amizades inclua pessoas com um maior poder aquisitivo, o que causa a impressão de que o Brasil todo está ficando rico. Já foram trazidos vários dados, inclusive a renda média da família brasileira, que se não me engano, fica em torno de 1600 reais. Moro em Minas Gerais, e aqui não vejo estes salário enormes de que falam. Ja citei meu exemplo, sou servidor do Judiciário aqui de Minas, e inicial aqui é 1900 reais, e olha que ainda estamos melhor que muitas outras categorias do serviço público. Na minha cidade, a maioria ganha menos de 1000 reais, e quem ganha 1500 já é ” bem de vida”. Acho que o pessoal da artilharia pesada por aqui se concentra mais no Distrito Fede

      0
      • F. Paes 22 de abril de 2012 at 20:02

        Mas vc é do judiciário estadual, certo? E de nível médio? Os salários no judiciário federal são outra história (nível medio ganha 4k). Eu sou analista (nivel superior) de uma autarquia federal, ingressei no final do ano passado e só no meu concurso foram chamados quase 900 analistas. Aqui no Rio meu salário nem chega perto dos salários pagos por órgãos como agências reguladoras, bacen, receita federal, bndes, mpu, cvm, susep, etc. Pelo fato do Rio ter sido capital do país, muito do funcionalismo público ainda se concentra aqui. Realmente Rio e DF são os tops.

        0
        • Júlio Cesar 23 de abril de 2012 at 00:10

          F. Paes, parabéns pela sua recente aprovação em concurso. Voce acertou, sou nivel médio e funcionário estadual. Mas justamente aí é que está o problema, governos estaduais e municipais pagam bem menos mas acredito que empregam bem mais. Acredito que a grande massa de servidores no país ganha mal. Meu salário é considerado bom em minha cidade, mas se fosse morar aí concordo que seria mais difícil. Outra coisa, aqui dá pra comprar uma casa bem acabada, bairro bom, nova, de uns 100m² por 160 mil, 200 mil reais( e estes são preços bollhudos). São dois mundos bem diferentes.

          0
  • Spina 21 de abril de 2012 at 15:04

    Para rir um pouco, acabei de receber mais 1 e-mail de um corretor sobre um apartamento de 6k o m2 em para entrega em 2014.
    Realmente oq eu mais preciso na vida é receber dicas de investimento de corretores, estes sim sabem onde investir o dinheiro

    Segue matéria abaixo ( clientes Investidores)

    E saibam com a Taxa SELIC hoje em 9% A.A e cada vez mais baixa e a inflação no país controlada guardar dinheiro no Banco em poupança ou aplicações em fundos de investimentos simples está cada vez menos rentável. Por isso a hora é de investir em imóveis.

    XXXXXXXo NXXXXXXX

    Corretor XXXXXXXXXXX VENDAS

    Cel. (XX)aaaa-aaaa / (XX) aaaa-ssss

    [email protected]

    Mercado Imobiliário continua aquecido.

    O setor imobiliário nacional segue atraente. De acordo com estudo da Colliers International Brasil,

    o estoque de recursos atraído pelo mercado de capitais destinados ao setor imobiliário atingiu, no ano de 2011,

    a marca de R$ 37 bilhões, cerca de R$ 12 bilhões a mais do que o registrado no ano anterior.

    Tais números comprovam que, aos olhos dos investidores, o setor imobiliário brasileiro continuará atrativo pelos próximos anos.

    Para alcançar esses números, os quatro principais instrumentos de captação de recursos do setor foram considerados:

    LCI – Letras de Câmbio Imobiliários, CRI – Certificados de Recebíveis Imobiliários, FIP – Fundo de Investimento em Participações,

    e FII – Fundo de Investimento Imobiliário. Este último foi o grande destaque do ano, já que foi responsável pela captação de R$ 6,7 bilhões

    – volume 134% maior do que o apresentado em 2010.

    Fonte:
    http://www.imobinews.com.br/index.php/2012/04/16/mercado-imobiliario-continua-aquecido-2/

    0
    • peterson 21 de abril de 2012 at 21:02

      olha esses fundos estão cada vez mais parecidos com sistemas de pirâmides financeiras… é cilada na certa isso aí…

      0
  • Jack Imóveis 21 de abril de 2012 at 15:22

    Caros,

    Quem puder favor olhar o anuncio de pagina dupla da PDG e da Lopes no Estadão.

    Abraços

    Jack – Lendo

    0
  • simone 21 de abril de 2012 at 16:00

    acho que a presidenta baixou os juros depois que a Angela aquela da Alemanha deu uns coice dizendo que no Brasil os juros era alto e na alemanha não ……………….. entao a presidenta quer imitar os bancos europeus com juros mais baixos

    0
    • peterson 21 de abril de 2012 at 21:04

      e ela tá certa… tem que baixar mesmo, na porrada, na força, na marra…. seja lá como for… tenho fé que um dia haverá uma luta contra o lucro Brasil, que é pior que imposto…

      0
      • RosinhA 21 de abril de 2012 at 21:28

        Quem tem uma empresa que fabrica algo sabe o que é isto, quem apenas repassa e não fabrica não sente tanto, a invasão dos outros países sim é muito preocupante, temos a maior riquesa do mundo a água, e os Amarelos não são bobos compram, compram e compram onde mais ela é farta.

        0
      • Leno 21 de abril de 2012 at 21:37

        Simples assim? então tomara que a presidente dê uma canetada para o salario minimo passar a ser 2k. Depois é só decretar que a educação e saúde são ótimas e pronto! viramos um país de 1° mundo.

        Agora entendi porque ter um presidente que nunca leu um livro não faz a menor diferença.

        0
      • mauricio 21 de abril de 2012 at 23:19

        é isso aí, peterson, governo bom é governo que tem o dedinho no mercado, certo?

        faz dilminha abaixar os juros

        no próximo mandato da bulgara tresloucada vai ser controlar PREÇOS, assim como ocorre na argentina, país que você adoraria viver:

        “http://oglobo.globo.com/pais/noblat/post.asp?cod_post=441235&ch=n

        0
    • AlexTorcedorDoPLOC 22 de abril de 2012 at 01:10

      Acredito que a presidenta não é uma boa gerenta… Ela não é pacienta e, como agenta pública, deveria ter esta característica… Presidenta, gerenta, pacienta, agenta, clienta afffffffffff rsrsrsrsrs kkkkkkkk essa foi foda! PLOC!!!

      0
  • GB 21 de abril de 2012 at 17:25

    Como o colega disse, aluguel você desfaz rápido, financiamento bancário você leva pra vida toda, 30 anos, mesmo com valor baixo, é muito tempo, dá para ter, pelo menos, uma 3 boa crises aí no meio, uma a cada 10 anos.

    E se hoje a SELIC cai, o que garante que ela não vá subir no curto prazo ? O pessoal vai parar de poupar, vai passar a comprar, é só ter inflação que o governo sobe com ela rapidinho.

    Eu não sou contra as empresas ou quem vive do mercado imoBolhário, eu só quero que os preços voltem à realidade, se algumas tiverem que falir e o pessoal tiver que vender salgados, eu estou disposto a correr esse risco.

    Ou a gente admite logo que o Brazil é a maior potêcia do mundo desenvolvido e seu povo pode pagar facilmente os maiores preços de imóveis do mundo, seria um grande orgulho, a Argentina ia morrer de inveja.

    0
  • GB 21 de abril de 2012 at 17:28

    Eu quero sim um imóvel, mas quero dormir sossegado nele, então decidi ficar por mais um tempo no aluguel, fugir de preços bolhudos e financiamentos a perder de vista.

    0
    • peterson 21 de abril de 2012 at 21:06

      não vale a pena mesmo….

      0
  • leo 21 de abril de 2012 at 17:39

    Então eu sei que pagar aluguel não é jogar dinheiro fora, pela facilidade de se desfazer, mas também você não ganha nada, já que no final de um longo prazo pagou e não leva o imóvel.Com os valores atuais, o problema é o seguinte, os juros estavam a 12% a.a, então uma dívida de R$200.000 cresceria R$24.000 por ano, desconsiderando qualquer amortização, o que daria R$2.000 por mês!

    Se o governo coloca os juros a 7.0% a.a a dívida irá crescer R$14.000, ou R$1.100 todo mês!

    Um aluguel de R$1.600 antes era vantajoso, no novo cenário deixa de ser, com você perdendo R$500 por mês e ainda a inflação corroendo seu já baixo rendimento já que os juros caíram.

    Meu deus, você acaba perdendo duas vezes!! Triste….

    Na prática eles estão fazendo o preço bolhudo caber no bolso do brasileiro, e vocês já sabem, se a prestação caber no bolso do brasileiro o negócio complica!!!

    0
    • GB 21 de abril de 2012 at 19:10

      Eu jamais pagaria R$ 1.600 de aluguel, essa é a diferença.

      0
      • leo 21 de abril de 2012 at 19:46

        Diferença? Que diferença?

        Usei um valor apenas como exemplo, o mecanismo funciona para qualquer número.

        0
        • GB 21 de abril de 2012 at 21:16

          Aluguel alto é jogar $$$ fora, aluguel justo não.

          0
          • Tentando Entender 22 de abril de 2012 at 00:35

            E quem disse que o aluguel de 1.600,00 eh alto eh nao eh justo? Tem uma serie de fatores que definem isso, e nao se vc acha q esta caro.

            0
    • Coretor 21 de abril de 2012 at 19:14

      Você está insinuando que o preço dos imóveis não está caro comparado ao aluguel?

      Rapaz, este tipo de opinião não é bem visto aqui,

      0
    • Eder 22 de abril de 2012 at 00:47

      Acontece que um apartamento de 200.000 não é alugado por 1.600. Aí ou vc coloca um valor de dívida bem maior ou abaixo esse aluguel do cálculo.
      Eu pago 1.300 de aluguel. E aqui no RJ tem que pagar, se quer morar bem. Mas ap pior que o meu aqui no bairro é 350.000 a 400.000, pois pensei em comprar um.

      0
    • Cleyton 22 de abril de 2012 at 01:17

      “no final de um longo prazo pagou e não leva o imóvel”

      Ah tá, só eu já expliquei isso detalhadamente 5 vezes aqui, leia o histórico (se quiser), ou continue seguindo o senso convencional que teu tio ou avô ensinou.

      0
    • No meu entender tem pouca gente que tem 200K na mão – livre – aplicadinho na poupança e já não tenha 1 imovel – mas vamos supor que alguem esteja nessa situação….mesmo “perdendo” rendimento pros juros x Aluguel – esse sujeito ia ter que dar seus 200K + 120K (em Sao Paulo) para comprar algo razoavel – ai esse sujeito entraria num financiamento eterno – 30 anos – Iria pagar uma parcela inicial de R$ 2462,00 e pelo que vi na simulação só a a partir da parcela 162 e que o valor ficaria abaixo dos 1K – ou seja, acho que mesmo perdendo o rendimento compensa ficar aguardando 1, 2, 3 anos a acomodação dos valores e ainda ficar com essa $$$ disponivel caso aparece algum bom negócio.

      0
      • mané 23 de abril de 2012 at 10:51

        perfeito, tenho cerca de 250k em aplicações, pago aluguel mas o rendimento do meu $$ é maior, ou seja, com o rendimento pago o alguel e aumento um pouquinho meu rico dinheirinho.
        Espero em 1 ou 2 anos comprar um apartamento praticamente pagando a vista…..

        0
  • simone 21 de abril de 2012 at 18:02

    E O CONSORCIO SERA QUE VALE A PENA TIPO SE A PESSOA TEM 100 MIL NA POUPANÇA E QUER DAR UM LANCE PARA UMA CARTA DE 200 MIL ..DIZEM QUE NO CONSÓRCIO SÓ SE TEM TAXA DE ADMINISTRAÇÃO

    0
    • Roger 21 de abril de 2012 at 18:40

      GENTE TAMBÉM QUERIA SABER, POR FAVOR ME AJUDEM!

      0
      • Coretor 21 de abril de 2012 at 19:06

        Vale a pena. Você teria que esperar alguns anos até que o lance de 50% (como é o seu caso) seja contemplado, e pagaria R$ 36.000 de taxa de administração (18% de 200.000), eu acho.

        0
      • peterson 21 de abril de 2012 at 21:14

        para quem quer adquirir credito imobiliário, seguem as melhores dicas:
        A) compre um consorcio contemplado, dê um ágio de 10% e ainda assim valerá a pena….
        B) tente entrar em um consorcio em andamento, com mais de 5 assembleias realizadas, aporte 50,01% de lance, as chances são de 90% de se conseguir…
        C) entre em um consorcio novo e aguarde 5 meses e faça a operação descrito em B.
        D) faça financimaneto direto com FGTS
        E) desista, não peque financiamento CDC em hipotese alguma e desista de adquirir neste momento, aguarde melhoras financeiras…

        0
    • GB 21 de abril de 2012 at 19:19

      O consórico é uma boa, mas tem muita taxa nele, você ja chega dando 2% do valor divididos em 3 meses a título de taxa e todo mundo chega nele já tendo os 40% (máximo) para dar de lance.

      O problema de ser contemplado é que vão fazer uma perícia no imóvel que vc quer comprar, as suas expensas é claro, se o perito achar que ele vale menos que o valor que vc quer receber do consórcio, eles vão liberar só esse valor, vc vai precisar completar o resto e só pegar o restante do $$$ do consórcio no final do plano.

      Outra coisa chata é ficar demonstrando todo ano que a casa está em boas condições, lembre-se que vc contina pagando o consórcio e o imóvel é da empresa até vc pagar tudo.

      Outra coisa chata é se o pessoal começar a desistir, vc precisa pagar por eles para manter a saúde do grupo.

      Se você conseguir um bom valor de aluguel e conseguir aplicar a diferença, aluguel é o melhor negócio, esse $$$ vai render par avc, os preços não estão mais subindo e a tendência de queda é forte, é bem menos burocrático que consórcio e financiamento.

      0
    • GB 21 de abril de 2012 at 19:27

      Exemplificando, vamos supor que vc queira um consórcio de R$ 300k, a preço bolhudo, claro.

      Logo de cara morrem R$ 6k, os 2% de taxa para entrar nisso.

      Parte do que vc pagar mensalmente é taxa de adminsitração, então ele some também.

      Para dar um lance máximo e ter chance de ser contemplado logo vc vai precisar de R$ 120k.

      Vamos supor que consiga ser sorteado logo de cara, vc paga para o perito ir lá ver a casa, se ele achar que ela vale R$ 250k é isso o que o consórcio vai liberar para você, os outros R$ 50k ficam para o final do plano.

      Aí fica por sua conta completar os R$ 50k ou torcer para o proprietário aceitar esse valor.

      A empresa não vai liberar todo o valor pedido se a casa não valer isso, ela vai ser a dona até o fim do contrato, assim eles liberam menos $$$ e reduzem o risco caso vc pare de pagar.

      0
    • xyz 21 de abril de 2012 at 22:36

      Consórcio é a pior opção. Fuja disso.
      Se está desesperada e quer comprar, a melhor opção é financiamento na caixa.
      Se a renda não é suficiente para financiar o imóvel que quer, achar que de outra forma conseguirá (planta ou consórcio) é pura ilusão. Hoje as condições do financiamento estão favoráveis.

      È só minha opinião.

      0
  • leo 21 de abril de 2012 at 18:54

    Pessoal, que brincadeira é essa que a Dilma que baixar a SELIC para 4.0% a.a???

    0
  • Pedro 21 de abril de 2012 at 18:58

    Este governo vai acabar com o país! Quem poupa está sendo punido. Inacreditável o rumo que estamos tomando. Salve-se quem puder!

    0
    • Coretor 21 de abril de 2012 at 19:04

      Esse “cidadão” é do grupo que diz: quanto pior, melhor.

      0
    • GB 21 de abril de 2012 at 19:38

      Não ia dar certo, o pessoal, principalmente os estrangeiros, iam tirar o $$$ daqui rapidinho, iam vender seus imóveis, ia ser uma loucura, o próprio dólar já está se valorizando com a saida dele.

      O Brasil é um país com risco elevado, se a rentabilidade for baixa o pessoal some.

      Dizem que isso vai elevar o preço dos imóveis, pois o pessoal ia sair da poupança, mas quem tinha $$$ de verdade já fez isso há muito tempo e com preços bolhudos, kkkkkk, tem muita gente com $$$ parado e em imóveis encalhados, abram os jornais de domingo, acessem sites de imóveis que não sejam esse Zip.

      Eu torço para que façam isso, inflação alta é tudo de bom, vai ser a chance de comprar um imóvel baratinho.

      0
      • Roger 21 de abril de 2012 at 19:44

        Tirar o dinheiro é por onde? Na Europa em crise? Nos EUA quase dando calote?

        O que tem a ver vender imóveis com taxa básica?

        Fora que mesmo os juros 4.0% a.a aqui são infinitamente maiores que os 0.25% e 0.50% praticados lá fora!!

        0
        • GB 21 de abril de 2012 at 19:59

          Eu compraria várias casas em Miami, ouvi falar que é tudo de bom lá, lugar civilizado, nada a ver com esse Brazil de 3º mundo e da Copa do Mundo, todo ferrado, comendo mortadela e arrotando perú, que vive de aparência.

          0
          • Roger 21 de abril de 2012 at 20:05

            Peraí, você está falando que Miami não vive de aparencias?

            Por a caso você já saiu do Brasil?

            0
            • GB 21 de abril de 2012 at 21:12

              Eu já fui pra Zona Leste de São Paulo, isso conta ?

              0
              • Pedro 22 de abril de 2012 at 09:47

                rsrsrsrs.. boa!!!

                0
    • SPSPJULIANO 21 de abril de 2012 at 19:45

      Calma… ainda temos juros reais de pelo menos 2% (já descontado o IR e 0,6 de taxas de adm e custódia do tesouro direto)….. mas se vc aplica em fundo de investimento é bom ficar de olho na taxa de administração que vc paga.

      0
      • SPSPJULIANO 21 de abril de 2012 at 19:49

        O pessoal aqui é nevoso… deixa eu explicar melhor

        (já descontado o IR e 0,3% de taxa de adm do meu banco (mas pode ser 0% depende do seu agente de custodia) e 0,3%de taxa de custódia da CBLC…. para quem aplica no tesouro direto).

        0
    • xyz 21 de abril de 2012 at 22:43

      Estamos perdidos.
      Hoje não tenho qualquer dúvida que este governo está nos levando ao caos.

      0
  • Jones 21 de abril de 2012 at 19:13

    Gente, o que está acontecendo com Brasília, tem faixa de vende-se prá todo lado na rua. A impressão que dá é que a cidade toda está a venda. Se isso não é bolha, eu não sei o que é. Conversei com meu gerente de banco que disse que deu uma entrada de 25K e com prestações de 2,5 K por mês e que comprou assim um apê de 2 quartos no caríssimo Noroeste de Brasília. Perguntei sobre as chaves e intermediárias e ele disse que não tinha. Daí perguntei, como não tem o apê de 1 milhão vai custar 75K, ele disse que não se preocupava pq tinha um apê para vender, mas parece q a cidade toda teve a mesma ideia!!!! Bummmmm!

    0
  • GB 21 de abril de 2012 at 19:51

    Ia ser legal.

    0
  • GB 21 de abril de 2012 at 19:54

    Leva, leva, leva o seu $$$$ embora . . .
    que aí eu compro uma casa da hora.

    0
  • Coretor 21 de abril de 2012 at 20:03

    Se o mercado é realmente eficiente, se os preços futuros realmente seguem um passeio aleatório, sinto muito.

    Só tenho a dizer para vocês: é impossível dizer se estamos passando por uma bolha ou não, apenas o futuro dirá.

    Temos as condições necessárias para uma bolha, mas não as suficientes. Vocês se apegam a exemplos do passado em que as condições foram necessárias e suficientes, mas ninguém aqui fala de casos que todo mundo achava que era bolha e acabaram não sendo.

    Só quero dizer que é imprevisível!

    0
    • Leno 22 de abril de 2012 at 14:49

      Coretor,

      Não há duvidas que estamos passando por uma bolha, as evidências disso já foram debatidas e provadas diversas vezes.

      Talvez o que vc queira dizer com: “Só tenho a dizer para vocês: é impossível dizer se estamos passando por uma bolha ou não, apenas o futuro dirá.” seja em relação ao estouro, e nisso até posso concordar com voce, pois se a bolha desinflar controladamente a sensação será de que não houve bolha mesmo.

      0
    • Charles 22 de abril de 2012 at 16:18

      Coretor

      Se há bolha ou não, não me importa! Eu acredito que haja, mas não compro imóvel, independentemente, de haver bolha ou não pelo péssimo investimento que é hoje.

      Moro num apto de medio/alto padrao que custava durante a construção em 2006 89 mil. Hoje, pedem 300 mil pelo imovel. Eu pago 900 reais de aluguel ou seja 0,3% do seu valor.

      Se eu compra-lo estaria perdendo dinheiro para o mais conservador dos investimentos do mercado, a poupança.

      Portanto, a decisão de não comprar imovel hoje é questão de inteligência e não de bolha.

      0
  • Ze Bom Dirolo 21 de abril de 2012 at 20:27

    Alguém aqui tem algum investimento na África?

    0
  • Bocó 21 de abril de 2012 at 20:30

    trecho de um e-mail de um corretor….

    Estou encaminhando este empreendimento com apresentação e tabela das unidades disponíveis, pois até o final do mês de abril, a Rossi esta com uma campanha de parcelas fixas ( sem reajuste de INCC), e desconto de 5% no saldo , além de se a pessoa for adimplente não paga as parcelas das chaves.
    Dependendo da proposta ainda se consegue excelentes descontos .

    0
  • GB 21 de abril de 2012 at 21:10

    Eu acho que brazilero é um povo inculto, mas criativo, logo vão arranjar outra coisa para investir, tipo telefones fixos, bois, avestruzes, passe do Ronaldinho Gaucho.

    Aí fica tudo certo de novo.

    0
    • mauricio 21 de abril de 2012 at 21:12

      a julgar pelo pessoal que adora um estatal, com certeza, até hoje telefones fixos seriam um investimento e tanto!

      0
      • mauricio 21 de abril de 2012 at 21:14

        em tempo: compramos nos idos de 1980 o nosso telefone, que por sua vez, havia sido comprado de outra pessoa, que “flipou” a linha – já que na época, telefone custava caríssimo, e somente era dado a oportunidade pra algumas pessoas o terem (quem tava disposto a pagar)

        parece com imóveis, não acha?

        0
        • GB 21 de abril de 2012 at 21:22

          Especuladores odeiam quando alguém fala sobre investir em telefone fixo, a maior parte deles tinha várias linhas alugadas e tomou na cabeça.

          Bois e avestruzes também não trazem boas lembranças para eles: Fazenda Boi Gordo, Fazenda Boi Gordo, Fazenda Boi Gordo, Fazenda Boi Gordo, . . .

          Falar em ações da Gurgel também são apelação, kkkkk.

          Logo vão descobrir que imóveis são gasto, não são investimento, podem até ter sido elevados ao patamar de investimento pelas construtoras e corretores, mas logo vão voltar a ser o que são de verdade, puro custo.

          A maioria já sabe disso, mas teimosia e esperança com a Copa são marca registrada de pessoas incultas e quanto mais demorar para cair a ficha, melhor para os compradores.

          0
          • mauricio 21 de abril de 2012 at 21:51

            bem lembrado, gb

            seria interessante ver esses idiotas que adoram uma empresinha estatal cujo objvetivo é cabides de emprego, o que fariam na época do collor, já que hoje, o supra-sumo da “causa estatal para o povo” está no poder, e decide, PROTEGER as empresas automotivas NACIONAIS, aumentando o IPI, e fazendo de tudo pra barrar carros importados

            se esse partido maldito estivesse no poder na época, ainda estaríamos dirigindo carros sem airbags, sem direção hidráulica, sem o menor conforto e com a mesma segurança de uma lata de sardinhas

            e tem gente que acha isso o melhor, o que faz minha cabeça doer

            uma pergunta aos petistas:
            se vocês adoram tanto o comunismo e marxismo, acham o socialismo o máximo, então porque andam de carros importados luxuosos, ao contrário do bom e velho LADA?

            0
            • GB 21 de abril de 2012 at 22:28

              Eu não tenho pressa, estou alugando uma casa grande num terreno de 300m² com várias vagas na garagem, cujos proprietários valorizam o pagamento feito em dia, eles sabem os problemas que podem trazer um inquilino desonesto, o valor está muito bom e inclusive teve ano em que nem reajustaram o valor.

              Mas sinto que é hora de pensar em ter algo que seja meu, mas não vou deixar outras pessoas se darem bem e se aproveitarem de meus desejos, meu dinheiro não vai ser desperdiçado, eu não tenho culpa se o mercado está doente e com preços irreais, quando voltar ao normal eu compro uma coisa legal.

              Simples assim.

              0
              • Tentando Entender 21 de abril de 2012 at 23:43

                GB, venho acompanhando o blog a mais de 1 mes, e no comeco ate gostava dos sues posts. Mas Agora percebo que vc eh igualzinho aos investidores que tanto ataca. So esta preocupado com o proprio umbigo. Quer que o mundo acabe pra voce poder comprar um imovel de graca de algum desafortunado desesperado( voce nao quer preco justo como muitos aqui). Igual vc esta fazendo com Esses velhinhos, levando uma grande vantagem no valor da locacao de uma ” Casa de 300m2 que cabem varios carros, pois eles valorizam quem paga aluguel em dia e nem reajustam o valor”. Como se voce estivesse fazendo um favor de pagar em dia e nao existisse multas e juros e nem contrato prevendo isso.
                Mais uma vez, agindo igualzinho aos que vc tanto ataca, mas dessa vez, em forma de corretor, enganando, deturpando valores, criando vantagens que nao existem ou que sao sua obrigacao.

                0
  • mauricio 21 de abril de 2012 at 21:17

    São Paulo – A construtora Rossi lançou uma campanha promocional para conceder descontos em imóveis localizados na cidade de São Paulo e arredores. Mais de dez empreendimentos vão participar da ação, cujos descontos chegam até 150.000 reais.

    0
  • mauricio 21 de abril de 2012 at 21:22

    Promoção dará desconto para imóveis em Serra
    Folha Vitória
    “http://www.folhavitoria.com.br/economia/noticia/2012/04/promocao-dara-desconto-para-imoveis-em-serra.html

    Descontos de até R$ 80 mil no Feirão de Imóvel Morar e Living
    “http://www.capixabao.com/noticia/11015/imoveis/descontos-de-ate-r-80-mil-no-feirao-de-imovel-morar-e-living/

    Primeiro portal de descontos em imóveis chega a Brasília
    18/04/2012 – PromoImóveis chega a Brasília
    “http://www.dfagora.com.br/LerNoticia/1008/primeiro-portal-de-descontos-em-imoveis-chega-a-brasilia

    Feirão Consórcio de Imóveis Embracon dá descontos
    Publicado em: 17/4/2012
    “http://www.consorciodeimoveis.com.br/noticias/feirao-consorcio-de-imoveis-embracon-da-descontos

    Caixa, BB e Banestes fazem feirão de imóveis
    Imóveis a partir de R$ 80 mil e com taxas de juro reduzidas
    “http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/04/noticias/a_gazeta/economia/1198625-caixa-bb-e-banestes-fazem-feirao-de-imoveis.html

    olha galera, acho que tem UMA BOLHA de desconto em imóveis.. hehehe

    0
  • simone 21 de abril de 2012 at 21:26

    BRABO HEIN

    DINHEIRO NA POUPANÇA …PODE TER AQUELE PERIGO IGUAL AO COLLOR
    RENDA FIXA NAO DÁ MUITO ..
    CONSÓRCIO TEM AQUELE LANCE CITADO ALI EM CIMA ..

    FINANCIAMENTO VC PAGA O TRIPLO EM 30 ANOS … O MELHOR SERIA FINANCIAR EM 15 ANOS DANDO UMA BOA ENTRADA ………………….

    0
    • mauricio 21 de abril de 2012 at 21:34

      hummmm… e se o pessoal decidir voltar pra bolsa de novo?!

      0
    • GB 21 de abril de 2012 at 22:18

      Confiscar poupança agora é proibido por lei, estamos evoluindo como povo.

      Logo os preços das casas caem, as empresas já estão cancelando lançamentos, estão com muita coisa encalhada e sendo devolvida, esses “descontos de 30%” não serão suficientes (só servem para deixar quem pagou 100% muito bravo), não vão viver de vento e de um ou outro desavisado.

      O engraçado foi saber que os novos contratos tentam barrar as devoluções tentando não devolver quase nada do que o trouxa pagou, só aqui mesmo.

      GB: sem dívidas, preparando-se para uma excelente noite de sono, amanhã é dia de comédia, tem o encarte de imóveis no jornal local, um verdadeiro “estacionamento” de encalhes caros.

      0
  • Miguel Jacó 21 de abril de 2012 at 22:14

    Já falei, e vou repetir: a queda brusca, que todos vocês aqui esperam, começará dia 12/06/2012. Ou não me chamo Miguel Jacó.

    0
    • Miguel Jacó 21 de abril de 2012 at 22:15

      Corrigindo: começará ATÉ dia 12/06. Talvez tenhamos surpresas antes.

      0
      • Ricardo 22 de abril de 2012 at 10:37

        12/06/2012: Dia dos Namorados………..

        12 /1 = 12
        12/2 =6
        12/1=12

        12 6 12 = Miguel Jacó

        Aguardemos

        0
    • Bananildo 21 de abril de 2012 at 23:02

      Esse Miguel Jacó é sinixtro.

      0
    • Leno 21 de abril de 2012 at 23:40

      Amém, mestre!

      0
    • Roger 22 de abril de 2012 at 00:40

      Hou Hou Hou!!!

      0
    • Leo 22 de abril de 2012 at 11:33

      eita… se Jacó falou, ta falado! 🙂

      0
  • Rafael 21 de abril de 2012 at 23:19

    Nova propaganda da GafeS.A. e PeDreGulho:
    ht tp :// ww w.youtube.com/watch?v=c01kaL7B4to

    0
  • mauricio 21 de abril de 2012 at 23:40

    TOPICO NOVO:

    “http://www.youtube.com/watch?v=DNBWba3JZvI

    0
    • mauricio 21 de abril de 2012 at 23:46

      “http://www.youtube.com/watch?v=XaofuVkOzv4

      0
      • veigalex 22 de abril de 2012 at 02:01

        Muito bom.. parabéns!

        Rua dos Bobos , numero zero!

        0
  • Marcia B. 21 de abril de 2012 at 23:46

    BRASIL RANKS EM NUMBERO 99 ENTRE OS PAISES DE ECONOMIA LIVRE….
    http://www.heritage.org/index/ranking

    OS PAISES COMO OS DA AFRICA SAO MELHORES PARA NEGOCIO QUE O BRASIL!!!!!!!!! CHILE E MELHOR PARA VIVER E GANHAR DINHEIRO QUE O BRASIL!!!!!

    0
  • veigalex 22 de abril de 2012 at 01:56

    Pessoal, permita-me um desabafo!

    Nossa mídia é muito comprada e pessoas que poderiam alertar um numero expressivo de pessoal, são compradas!

    No site ADVFN, em alguns forums, se vc demostrar sua opinião é imediatamente banido.
    Querem viver um mundo de Alice!
    No Infomoney, postou algo sobre o mercado imobiliario que não seja do gosto do Frajola.. já era.. Apagam suas mensagens, não postam.. esperam o assunto mudar e vc fica com cara de palhaço! Ainda se vangloriam que o fórum mantem um alto nível. Realmente tem pessoas boas, mas deixar uma pessoa daquelas moderar é o fim da liberdade! Mas enfim.. o fórum lá tem no máximo 30 participantes.

    Agora o que mais me decepcionou foi o Bastter.. não sei se conhecem, mas ele fala umas verdades sobre a bolsa.
    Entrei no forum deles e vi um anuncio enorme de um imóvel, sem opção de comentar..
    Coloquei uma mensagem satirizando o anuncio, pois não era uma propaganda automática.. era um Merchan.. e acreditem.. meu post.. foi apagado.

    Agora percebo o porque ele fica puto quando se fala de bolha.. ele deve ter investido o dinheiro dele em imoveis.. kkk

    E segue o enterro.

    0
    • Rafael 22 de abril de 2012 at 02:53
    • Rafael 22 de abril de 2012 at 02:54

      Mídia não comprada:
      h t tp: // w ww.moneyweek.com/blog/is-brazils-property-bubble-about-to-burst-58412

      0
      • Leo 22 de abril de 2012 at 11:25

        Olha que interessante esse comentario que colocaram por la:


        I live in the UK but I am currently in Brazil for work. In the city I am writing from, I would say part of the bubble has already burst. There are plenty of unfinished apartment towers. These blocks were built (mainly) for foreigners, but they appear to have vanished recently. In Rio and São Paulo the bubble is reaching madness level. I have a friend from a borough next to Rio who bought a 2 bed flat in 2002 and today it is worth more than triple of what she paid. They rent it and rental yield is 4.8% gross. They tell me half of this goes on tax. For a country where you can get 8-10% in the bank, there is a massive mismatch between house prices and rental yield. Simply not worth it without capital growth. Needless to say, the economy is too dependent on the real estate market and when the bubble pops, the economy will be in trouble. When I look at it, in many ways it reminds me what happened in the UK. Even the fact that the bubble is under a labour government!

        0
    • GB 22 de abril de 2012 at 04:49

      Eu fico com vergonha dessa mídia comprada, ma o Capitalismo é assim mesmo, torço para que logo sequem as reservas desse pessoal e sem $$$$ é GAME OVER para eles.

      Pelo menos a Copa já está aí, daqui a 2 anos o Brazil volta a ser um país chato de 3º mundo exportador de banana, ninguém duvida que depois disso o mercado vai voltar a preços justos, seja por iniciativa do pessoal do ramo imobiliário que conseguir sobreviver até lá a base de Gardenal(r) , seja pela inflação que vai ter comido boa parte do valor dos imóveis, ou os 2 ao mesmo tempo, kkkkkk.

      Eu acho que acontece antes, construtoras e correTrouxas não têm moral para sobreviverem 2 anos sem as necessárias vendas, principalmente as construtoras, 2 anos sem lançamentos, só terminando prédios antigos e tentando vender os encalhes e devolvidos, com gastos altos em marketing, ia ser cruel.

      Pelo menos os correTrouxas podem vender salgados ou animar piscinas para conseguir uma $$$ extra.

      Eu já me decidi, vou comprar diretamente com o proprietário, muitos já devem estar pensando se o corretor é mesmo competente o necessário, visto que nã conseguem vender seus imóveis há muito encalhados, kkkkk.

      0
    • Leo 22 de abril de 2012 at 11:29

      Eu escrevi uma reclamacao sobre a postura do frajola, conforme dito em algum post desse topico, para a administracao do infomoney. Nao deu em nada.. mas acho que se mais gente continuar enviando reclamacao uma hr ou outra ele roda. Essa postura dele é ridicula.

      0
  • GB 22 de abril de 2012 at 05:14

    “De qualquer maneira, se você não comprou no Brasil há quatro anos, suspeito que agora pode não ser o momento para cair fundo nisso. É justo dizer que a Capital Economics (um pouco como nós) está propensa a desejar o final de bolhas um pouco cedo demais – Forbes avalia que a bolha “tem pernas” até 2017. Mas muito melhor mais cedo do que tarde demais.”

    Já pensou ficar nesse marasmo até 2017 ? Eu penso como a Capital Ecomics e a maioria do pessoal daqui, o mercado não está preparado para uma longa estiagem, o brasileiro nunca está, os corretores até podem viver de 1 venda salvadora por mês, tipo “obrigado por nascer um otário todo dia”, mas as construtoras têm altos gastos e já estão dando mostras de que não sobreviveriam a isso.

    Olha só o comentário de um dos leitores:
    “Eu vivo no Reino Unido, mas eu estou atualmente no Brasil a trabalho. Na cidade em que eu estou escrevendo, eu diria que parte da bolha já estourou. Há uma abundância de torres de apartamentos inacabados. Esses blocos foram construídos (principalmente) para os estrangeiros, mas eles parecem ter desaparecido recentemente. No Rio e em São Paulo a bolha está atingindo níveis loucos. Eu tenho um amigo em bairro próximo ao Rio que comprou um apartamento com 2 dormitórios em 2002 e hoje vale mais que o triplo do que ela pagou. Ele o aluga e o rendimento é de 4,8% anuais e ele me disse que metade são impostos. Para um país onde você pode obter de 8-10% no banco, há um descompasso enorme entre os preços dos imóveis e rendimento de aluguel. Simplesmente não vale a pena, sem crescimento de capital. A economia aqui é muito dependente do mercado imobiliário e quando a bolha estourar, a economia estará em apuros. Quando eu olho para ele, em muitos aspectos ele me lembra o que aconteceu no Reino Unido. Mesmo estando a bolha sob controle do governo!”

    0
    • GB 22 de abril de 2012 at 05:34

      ops, “Quando eu olho para ELA”, a bolha.

      0
  • Pedro 22 de abril de 2012 at 07:09

    Olha aí o que se fala no final! a bolha vai explodir!!! h tt p://noticias.r7.com/distrito-federal/noticias/pesquisa-coloca-a-capital-no-topo-do-ranking-entre-as-cidades-com-areas-mais-valiosas-20120420.html

    0
  • Mineiro quer bolha 22 de abril de 2012 at 08:15

    Projeto atingirá o crédito imobiliário e os depósitos FGTS

    Publicação: 22/04/2012 07:27 Atualização:
    Brasília – A determinação da presidente Dilma Rousseff de mexer nos rendimentos da caderneta de poupança para facilitar a queda da taxa básica de juros (Selic) dos atuais 9% para até 8% nas próximas reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom) implicará mudanças em outros pontos sensíveis: o financiamento da casa própria e o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). As razões são claras. O crédito imobiliário para a classe média é bancado exclusivamente pelos depósitos na caderneta. De cada R$ 100 aplicados na mais tradicional modalidade de investimentos do país, no mínimo, R$ 65 devem ser obrigatoriamente destinados à casa própria. Além disso, as prestações são atualizadas pela Taxa Referencial (TR), que também corrige os recursos da poupança.

    Pelos dois projetos preparados pelo Ministério da Fazenda, para alterar o ganho da caderneta, a TR será extinta. É aí que entra o FGTS. Por lei, o dinheiro dos trabalhadores é remunerado em 3% ao ano mais a TR. A tendência é de que os depósitos feitos pelas empresas passem a ter somente a taxa fixa, compatível, no entender de técnicos da equipe econômica, com a nova realidade de juros no país. “Todos terão de dar a sua cota de sacrifício, pois se ganhará de outro lado, com a diminuição dos juros dos empréstimos e financiamentos”, diz um assessor do Palácio do Planalto. “Não se pode esquecer que a possível diminuição do rendimento da caderneta e do FGTS será depois da vírgula. Já nos juros do crédito, o impacto é bem maior. Assim, a economia com as prestações cobrirá qualquer perda de rentabilidade”, acrescenta. Ele lembra que será esse o discurso difundido pelo governo para convencer a população de que está “fazendo o melhor para o país” e não um confisco da poupança, como houve em 1990, no governo Collor.

    O Palácio do Planalto acredita que terá boas notícias a dar à classe média, que tanto preserva o patrimônio na poupança e recorre aos financiamentos habitacionais. Se a remuneração da caderneta diminuir um pouco e a TR for extinta, os juros cobrados no crédito imobiliário também poderão cair. “É com essa realidade que estamos trabalhando”, afirma um técnico do Ministério da Fazenda. A seu ver, tudo está apontando para o governo pôr fim ao entulho que ainda resta no mercado financeiro, ou seja, a indexação decorrente dos tempos de hiperinflação. “A TR é um deles”, acrescenta.

    Distorção Para o economista Carlos Thadeu de Freitas Gomes, ex-diretor do Banco Central, as mudanças propostas pelo governo são bem-vindas. Mas para que realmente a população tire proveito delas é preciso que, efetivamente, a taxa básica caia e permaneça em um patamar baixo por um longo período. E isso exige um controle efetivo da inflação. “Se os ganhos da caderneta forem realmente atrelados à Selic, como estão dizendo, em um momento de elevação dessa taxa os ganhos da poupança vão aumentar assim como as prestações da casa própria”, ressalta.

    Na sua avaliação, o debate sobre mudanças na estrutura de um sistema financeiro criado para conviver com uma inflação alta é importantíssimo. Mas, a seu ver, o governo deveria propor as alterações somente a partir do segundo semestre, quando, efetivamente, os consumidores terão a exata noção se o prometido corte de juros pelos bancos públicos e privados é para valer.

    Trégua ao FMI

    O ministro da Fazenda, Guido Mantega, aplaudiu ontem o compromisso anunciado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) de fazer reformas para ampliar o peso político dos emergentes no organismo. “É do jeito que nós queremos”, disse. Mas ele disse que não revelará o tamanho da contribuição do Brasil em um futuro aporte de recursos ao Fundo. O FMI tinha informado que levantou mais de US$ 430 bilhões junto a seus membros, sendo US$ 362 bi garantidos pelo Japão e países europeus.

    Fonte: Estado de Minas

    0
    • GB 22 de abril de 2012 at 08:34

      Pelo que eu entendi isso vai prejudicar os poupadores e beneficiar os gastadores, é isso mesmo ? Se bem que ela já está dando bem pouco mesmo, grande novidade.

      Se eles vão reduzir os juros da poupança com a promessa de compensar isso com juros imobiliários mais baixos, quem poupa mas não tem financiamento imobiliário só fica com a parte ruim do negócio.

      Por outro lado os beneficiários, quem financia esse tipo de coisa, não tem $$$ poupado para dar a vista, pois mesmo que reduzam os juros do financiamento, eles ainda vão ser bem altos.

      Eu não vejo isso aumentando a renda do povo, a única coisa que poderia ajudar de verdade a longo prazo, só vejo uma tentativa de tentar endividar uma parcela da população que ter aversão a isso.

      Isso vai ser engraçado, vamos ver quanto tempo vai durar, se é que vão conseguir implementar isso aí, é o governo mantendo a bolha até a Copa, só isso.

      0
      • Júlio Cesar 22 de abril de 2012 at 13:52

        Vejo que este ajuste da poupança beneficiará mais aqueles que compram tudo a prazo. O que o governo quer fazer é estimular o consumo e acaba desestimulando a poupança. Mas eu vou continuar poupando. Agora quero ver se muita gente vai sair da poupança. Mas ir pra onde? Uma certeza eu já tenho: como apenas 1% dos poupadores tem mais de 50 mil aplicado, o único lugar que não podem correr é para os imóveis.

        0
    • GB 22 de abril de 2012 at 08:41

      Quem em sã consciência entra num financiamento bancário mantendo $$$ numa poupança ?

      Quando comprar o meu imóvel eu vou limpar ela, não faz o menor sentido financiar 100% com juros altos e manter valores numa aplicação que não dá nada.

      Isso aí prejudica poupadores e “beneficia” a gastança e os bancos, só isso, não vai durar muito, deve ser a última cartada desesperada para tentar manter a bolha por mais tempo.

      0
  • DanielBG 22 de abril de 2012 at 08:20

    Juca, a quebra das construtoras converteria a demanda para os imóveis prontos, considerando a quantidade nula de investidores.

    O cenário real demonstra que se (quando) tal quebra ocorrer os investidores não irão continuar adquirindo imóveis. O que está fomentando a bolha é justamente a imensa quantidade de pequenos especuladores.

    Portanto, nós temos uma relação crescente de preço, considerando a atual finalidade especulativa. Quebra das construtoras resultará em prejuízo aos especuladores, tribulação ao mercado imobiliário e liquidação dos imóveis a fim de sanar eventuais prejuízos. Nessa fase de liquidação é que restará evidenciada a quantidade enorme de oferta (aliada à crise econômica: inadimplência, etc) e quantidade reduzida de compradores (fuga dos especuladores), derrubando o preço.

    0
  • Menino do Rio 22 de abril de 2012 at 09:21

    Para os ingênuos que achavam que o cara tinha câncer e que o modelo econômico petista acabaria…

    http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI5732887-EI7896,00-Jornal+Dilma+tem+aprovacao+recorde+mas+Lula+e+favorito+para.html
    “Dilma tem aprovação recorde, mas Lula é favorito para 2014”

    Meu planejamento financeiro continua levando em conta que apenas no início do 4o. mandato do lula teremos o esperado estouro. Quem puder esperar até 2019-2020, deverá encontrar preços melhores dos imóveis.

    Brasil do PT, endivide-se ou deixe-o. ®

    0
  • GB 22 de abril de 2012 at 09:32

    Putz, só agora eu vi, kkkkkkkkkkkkk, pediram pro Bolha criar um link chamado “Denunciar Cirilo”, essa foi boa.

    Essa idéia é boa, mas eu prefiro do modo antigo, só na lata de Baygon.

    Êêêêêêêêêêêê, vou agora comprar o jornal com o encarte de imóveis, vamos ver como anda o Mercado ImoBolhário, só nos encalhes.

    0
  • GB 22 de abril de 2012 at 09:47

    No meu entender as próprias construtoras estão afugentando os investidores, tipo esse negócio de 30% de desconto para tentar desencalhar as coisas é um negócio complicado.

    Na prática até pode pegar mais alguns trouxas, mas quem comprou pelo preço bolhudo e pretendia vender com lucro vai ficar muito bravo com essa concorrência desleal da parte delas.

    Além de terem pago os 100% e não ter lucro nenhum ainda vão ter que dar desconto de 35% para competir com elas, se conseguirem vender por isso, muito cruel.

    0
    • GB 22 de abril de 2012 at 10:07

      E quem quer comprar para especular já fica meio ressabiado com isso, descontos demonstram que o outrora “imponente” e “divino” setor imoBolhário já não está mais impondo seus preços conforme fazia.

      Alguma coisa grave aconteceu em set/2011 e quem abre mão hoje de 30% das receitas via descontos pode dar mais daqui a algum tempo se devidamente “incentivado”. kkkkkkkk

      0
  • RosinhA 22 de abril de 2012 at 10:10

    Não sei se já foi comentado aqui, mas meu marido ontem, encontrou um amigo nosso agiota e ele está simplesmente desesperado!!!!!!.

    Com as novas taxas dos bancos a agiotagem está acabada segundo ele, a troca de cheques que girava em torno de 2%, nos bancos já se encontra por 0,9%, ele nos ofereceu a construção de 2 imóveis a troco de um terreno que temos com divisão de 60/40 para nós para administrarmos a obra. Dissemos que iríamos esperar para ver a poeira se assentar primeiro, o cara já está atirando para todos os lados.

    O oba oba de ganho fácil está se esgotando, estamos nos adequando para as verdades do mundo, aquelas margens de 200 a 3000% que muitos ainda tinham serão extintas com certeza. Vamos ter que trabalhar muito, esquecer nossas praias, finais de semana prolongados, férias coletivas em datas festivas, entre outros e começar a produzir mais e mais barato para ter competitividade perante ao mundo. As construtoras que se cuidem, arranjar mão de obra para fazer a coisa funcionar rápido, não será tarefa fácil, o brasileiro não está acostumado a trabalhar em regime como os tigres asiáticos por exemplo, vejo na maior das vertentes eles vindo para cá e dominando o nosso mercado, não agora depois de 2016, por exemplo onde a força já teria acabado.

    0
    • Fausto Luiz 22 de abril de 2012 at 12:52

      Exatamente! Concordo integralmente, acrescenta-se a margem do desemprego. Teremos uma geração perdida (principalmente os jovens) aqueles que não se aprefeiçoarem profissionalmente serão os mais afetados.Prevejo muita insatisfação coletiva, não se pode mensurar qual será a reação da população. Tal quadro em seus primordios se manifestará já na metade do 2º sem. 12 aqui em JARAGUÁ DO SUL – SC., tendo em vista suas características bem nítidas. Até!

      0
    • Guilherme SC 22 de abril de 2012 at 22:55

      Sério eu sou seu fã Rosinha, esse comentário para mim foi bíblico.

      0
      • RosinhA 23 de abril de 2012 at 12:32

        Guilherme todos temos que analisar do jeito que as coisas serão, viver o presente é fácil o difícil e prever o futuro, por isso estou com vcs, não sei nada de economia como bolsas e investimentos, estou aqui tb aprendendo, gosto de discussão em bom nível com argumentos, sem eles está acabado e ponto.

        0
    • Sol de Sampa 22 de abril de 2012 at 23:35

      Eh Rosinha, só não vÊ quem não quer …. Só gostaria que estivessemos melhor equipados pra nos defender da tchurma de amarelos… Não por mim, mas para meu filho e futuros netos… assim como para filhos e netos dos amigos e parentes e de muita gente que batalha honestamente… Espero que o Brasil seja grande o suficiente para todos e que os amarelos não nos expropriem … e tb que não esgotem nossos recursos e se mandem…

      0
      • RosinhA 23 de abril de 2012 at 13:04

        Olha Sol vai ser difícil sim, aqui ainda é o pais que tudo tem seu preço.

        O problema dos amarelos é que eles não fazem alarde nenhum, vem quietinhos vão se instalando aos poucos e quando se der conta já era.

        Infelizmente Sol não vejo futuro a longo prazo muito promissor tb, mas o brasileiro não é burro, mas ainda é muito teimoso, sempre quer da maneira mais fácil, e acha que sempre será assim, acho que em poucos anos isso vai mudar muito.

        0
        • Sol de Sampa 23 de abril de 2012 at 15:11

          Vou torcer tb….

          0
  • Ale 22 de abril de 2012 at 11:06

    Bolha

    Vou te dar uma sugestão, se vc alugar uma faixa desses aviões teco-tecos para passar com uma faixa com o nome do seu site, que é por volta de 5000R$ eu contribuirei com 500R$, mas tem que ser num Domingo de Sol aqui no Rio, te garanto que a repercussão desse ato será dantesca, se vocÊ quiser me responda hj que amanhã faço um depósito bancário não identificado em sua conta. Fique tranquilo que já conversei com a empresa e eles preservam a sua identidade não abrem o anunciante, o anonimato é garantido ou o dinheiro de volta, e te garanto que haverá mais gente aqui do site contribuindo.

    Abraços

    0
    • Sergio Figueiredo 22 de abril de 2012 at 15:55

      Eu contribuo com mais R$200,00.

      Será que esta thread chega aos R$5.000,00?

      (Divulguem o dia e horário para eu filmar lá na praia e postar no YouTube.)

      0
  • GB 22 de abril de 2012 at 11:11

    Pronto, comprei o jornal, o caderno de imóveis está grande e cheio, como sempre, lucro para o dono do jornal em tempos de crise na venda dos imóveis.

    Leandro e pessoal de Jundiaí: mais uma placa de “Vende-se” e desta vez numa casa que foi de meus pais e em que moramos assim que viemos de Sâo Paulo para cá, bem legal.

    Essa tráz boas recordações, mas não a compraria hoje, sempre achei meu quarto pequeno demais em comparação com o das minhas irmãs ou o do meus pais.

    0
    • Leandro 22 de abril de 2012 at 22:45

      Semana passada tbm comprei o jornal para dar uma folheada. Mas infelizmente os preços estão ainda estratosfericamente bolhudos, principalmente os terrenos, no mínimo R$ 150 mil um mais ou menos.

      0
  • Eduardo 22 de abril de 2012 at 11:15

    Caríssimos colegas bolhudos

    Tenho uma dúvida na qual acredito que vocês podem me ajudar…

    fui ver um sobrado outro dia, tem 70 metros quadrados mais ou menos, o preço não está ruim, no entanto, percebi que será inevitável alguma reforma. Meu problema é saber quanto vou gastar… em especial com o banheiro pois o teto está todo preto de umidade, bolor ou sabe se lá Deus o que mais… além disso, notei que existem três principios de rachaduras uniformes de ponta a ponta no mesmo teto deste banheiro… elas ainda não são grandes mas já dá a notar que a reforma será mais que necessária…

    Minha dúvida é… quanto vou gastar na reforma do banheiro?… não sei exatamente o quanto isso me custaria… o corretor disse que desconta parte do valor do móvel devido a reforma, pois o proprietário quer vender rápido…

    Outra coisa… na parede do lado de fora da casa existem algumas pequenas rachaduras, dentro do quarto elas nao existem e parece estar tudo em boas condições. Meu irmão, que não viu o imóvel foi quem notou as rachaduras nas imagens e disse que a parede parecia dry wall, a fachada tem algo estranho, como não somos engenheiros civis não sabemos bem o que é, mas a intuição as vezes não falha. Imaginamos que foi resultado de alguma reforma mal feita ou algum remendo para alguma rachadura por isso pensamos que foi feita às pressas… temos o receio de que a frente da casa esteja comprometida de alguma forma e que em futuro breve teríamos de fazer uma grane reforma…

    Alguém, por favor, pode nos dar uma luz???

    Saudações bolhudas

    0
    • Tentando Entender 22 de abril de 2012 at 12:09

      Siga seus instintos e caia fora desse negocio. Imagina como q estao a Fundacao, parte eletrica e hidraulica, que nao sao visiveis.

      0
    • veigalex 22 de abril de 2012 at 12:09

      Perguntou.. então posso opinar certo?

      Corre que é … Friaaa!
      Vai levar no Furevis!

      0
    • RosinhA 22 de abril de 2012 at 12:44

      Eduardo primeiramente aconselharia visitar pelo menos 50 imóveis, para que obtenha um parâmetro de comparação, cada um tem sua particularidade e preço, e lembre-se do principal não se vende e compra imóvel todo o ano, como no seu caso dá para perceber que não entende bem do ramo tome cuidado.

      Segundo sobre a reforma se o sobrado for geminado esqueça, pois dependerá da estrutura vizinha para reforma ou reconstrução, quanto as trincas até de 0,3cm ou menos podem ser causadas por reformas mal feitas, excesso de tráfego na rua, ou até mesmo de acomodações naturais da construção os famosos pés de galinha, onde aparecem principalmente em fachadas, e tetos locais de maiores acomodações, trincas maiores de fora a fora em uma parede ou que apareçam da parte de dentro e fora são muito difíceis de serem consertadas, outro fator é se a área foi aterrada ou está em uma parte baixa do bairro, perto de rios ou locais úmidos, geralmente estas áreas são mais sucestíveis a acomodações. Quanto ao banheiro, a reforma não é tão complicada: revestimentos e teto de gesso o deixam novo, e a vantagem do gesso e normalmente sumir com os pés de galinhas pois seus pontos de dilatação ficam nas extremidades onde não aparecem visualmente, o caro são os acabamentos, tocadores, box, metais etc, e a mão de obra, dependendo do tamanho o custo pode nem ser tão alto depende da qualidade dos materias.

      Poste fotos no instagram com valores, local etc e tenho certeza que muitos o ajudarão.

      0
    • Shakespeare 22 de abril de 2012 at 14:07

      seria melhor levar um técnico em edificações experiente ou um engenheiro ou arquiteto para lhe ajudar com a vistoria e sugerir ações de reforma, pode custar um pouco mas é melhor do que amargar um prejuízo maior depois

      0
  • Anonymous 22 de abril de 2012 at 11:48

    Merece um tópico: Até onde vai a idiotice do bananense?

    Prédio de luxo se transforma em “elefante branco”
    www1 . folha . uol . com.br/saopaulo/1079248-predio-de-luxo-se-transforma-em-elefante-branco . shtml

    Passados quase três anos, sete unidades foram vendidas, o que a própria construtora considera um resultado abaixo de qualquer expectativa. A falta de compradores ainda causa um prejuízo extra, já que a empresa paga a taxa de condomínio dos imóveis vazios, cujo valor não revela.

    Cada unidade do empreendimento –que, segundo o diretor, foi comercializada na planta por cerca de R$ 6 milhões– hoje é vendida por cerca de R$ 10,4 milhões. “Não diria que valorizou, apenas sofreu uma correção. Não acompanhou o que ocorreu no restante da cidade.”

    0
  • Tentando Entender 22 de abril de 2012 at 12:04

    Bom dia moderador. Gostaria de saber porque 2 comentarios meus ainda nao foram postados. Obrigado.

    0
    • Shakespeare 22 de abril de 2012 at 13:57

      Se vc colocar links da web automaticamente fica aguardando moderação e enquanto o dono do blog não liberar seu post não aparece. A solucão é colocar um espaço entre o ht tp ou w ww, assim aparece na hora, mas tem gente que reclama, principalmente os que acessam por tablets 🙂

      0
      • mauricio 22 de abril de 2012 at 15:28

        pelo amor de deus, parem de usar espaços

        é só colocar ” antes do link que funciona
        e daí ninguém precisa mais ficar apagando espaços

        “http://www.bolhaimobiliaria.com

        0
        • veigalex 22 de abril de 2012 at 15:44

          Mauricio, da na mesma.

          Tem que copiar e color o link..

          Bolha.. não da para habilitar o link nos comentários?

          0
  • Money Addicted 22 de abril de 2012 at 12:18

    algo “interessante” para pensarmos, o governo mexendo na poup podera tambem mexer na TR, ai vem a questao, a gde maioria dos financiamentos imobiliarios sao feitos a x% + tr, se o governo desatralar poup tr, como ficarao esses financiamentos? a tr podera subir beneficiando bancos sem beneficiar os poupadores.

    enfim, se eu tivesse um financiamento assim, estaria preocupado

    []s

    0
    • xyz 22 de abril de 2012 at 12:33

      O governo quer extinguir a TR.
      Num primeiro momento isso não causará nenhum grande impacto nos contratos já firmados, pois a TR no ano passado acumulou 1,2% e este ano será menos de 1%.

      Portanto os contratos ficariam sem TR e se o dragão acordasse isso poderia, indiretamente beneficiar os mutuários.

      0
      • Anonymous 22 de abril de 2012 at 12:55

        A “correção monetária” é uma invenção bananense que não existe em outros lugares. Os criadores dessa idiotice foram Roberto Campos e Octávio Gouveia de Bulhões, respectivamente, ministro do Planejamento e ministro da Fazenda do governo Castelo Branco. Com isso conseguiram instituir o Capitalismo sem risco na Banânia. Leia mais em:

        www . seade . gov . br/produtos/spp/v14n02/v14n02_13.pdf

        Campos e Bulhões adotaram a correção monetária com o objetivo de fazer os participantes do processo econômico pensarem em termos reais, mas infelizmente não foi isso o que aconteceu. Ao contrário, com a instituição da indexação, os participantes do processo econômico assaram a pensar como tirariam vantagens da diferença entre
        os créditos ajustados pela inflação e os débitos não corrigidos monetariamente. Além disso, com o tempo, a correção monetária passou a ser percebida como um empecilho à queda da inflação.

        0
      • Thiago A. 22 de abril de 2012 at 14:17

        Sinceramente não sei como ficam os contratos se o governo falar “cabô TR”. Provavelmente algum instituto “adota” ela, calculando da forma que é hoje (pelo rendimento de CDBs)

        Mas acho difícil isso acontecer, é mais fácil o governo desvincular coisas da TR (principalmente a poupança) e manter a TR para outras coisas.

        0
        • Money Addicted 22 de abril de 2012 at 19:35

          sim, sem duvida, nao acredito q o governo va extinguir algo em beneficio dos mutuarios prejudicando os bancos, inclusive pq o contrato diz um % + um variavel, seria uma quebra de contrato extinguir o variavel.

          alguem aqui saberia analisar como o mercado credor esta recebendo isso? Me refiro aos gdes investidores que emprestam dinheiro para o governo e bancos com rendimento baseado na selic.

          []s

          0
  • RosinhA 22 de abril de 2012 at 13:30

    Para quem gosta de construir ou pretende decorar sua casa, design é tudo, vamos sonhar um pouco, muito legal.

    h tt p://www.facebook.com/media/albums/?id=224132780955169

    Aqui está o metro onde o Bolha irá comandar.KKKKKKKK

    h tt p://www.facebook.com/photo.php?fbid=362978677070578&set=a.224265794275201.49217.224132780955169&type=3&theater

    Compensação Bolha parece paranaguá:

    h tt p://www.facebook.com/photo.php?fbid=363263733708739&set=a.224265794275201.49217.224132780955169&type=3&theater

    0
    • RosinhA 22 de abril de 2012 at 13:32

      Todos os albuns são bons mais o primeiro com 875 fotos é ótimo

      0
  • Anonymous 22 de abril de 2012 at 14:04

    E tem pessoas aqui que acham que sou insistente e exagerado quando falo que a Banânia deve ser abandonada o quanto antes, pois a situação tende a piorar e muito com o estouro da bolha imobiliária.

    Vai viajar ao exterior nas férias? Atenção às bagagens e aos impostos da alfândega
    economia . estadao . com . br/especiais/vai-viajar-ao-exterior-nas-ferias-atencao-as-bagagens-e-aos-impostos-da-alfandega,154445 . htm

    As noivas também estão sujeitas às regras da Receita. O vestido comprado no exterior só é isento de tributos se a viajante realizar o casamento durante a viagem. Caso contrário, a peça será taxada no retorno as País. Ela será igualmente tributada à alíquota única de 50%, aplicada sobre o valor que excede o limite da cota (US$ 500 para as vias aérea e marírima).

    0
    • Sol de Sampa 23 de abril de 2012 at 00:05

      Anonymous, sacanagem falar das noivas … mes que vem é o mes delas…
      mas falando sério, embora eu entenda sua aflição pra salvar o maior numero de conterrâneos que puder a realidade de cada um deve ser respeitada… eu disse a realidade … não a vontade.
      Existem implicações sócio emotivas pra que não abandonemos a Patria amada.
      Por exemplo, eu nunca me alinhei com o consumo exagerado que se promove nos EUA, a cultura é muito consumista e muito predadora, no meu ponto de vista… e com isso se todos se transformarem em consumistas Masters estaremos enfrentando um esgotamento de recursos naturais e com isso podemos dizer bye bye ao ser humano… isso nos levaria a uma guerra mundial sem precedentes… a própria idéia da globalização já está fazeendo isso…
      Talvez eu seja mais conservadora do que deveria, acho que devemos respeitar os ciclos da natureza e melhorar e qualificar nosso consumo… então precisamos de um upgrade para entendermos o todo e talvez consigamos superar difereenças de cultura, localização e principalmente passaremos a valorizar a vida como um todo… talvez em detrimento de muito do conforto que já usufruimos … mas de uma forma mais igual… a idéia de ser um looser tem que ser mudada… ou então todos seremos …
      Abração Anonymous… mas procure enxergar por olhos que veem em outro angulo.

      0
      • Anonymous 23 de abril de 2012 at 06:00

        Quando confrontado com o fato de que um dia voce vai morrer e abandonar todos os seus laços não só com a Banânia, mas com todo o planeta Terra, a pergunta que se impõe é: vale a pena gastar a vida somente na Banânia? É claro que não. Entretanto, voce nunca compreenderá isso enquanto acalentar idéias como “pátria amada”.

        0
        • Sol de Sampa 23 de abril de 2012 at 15:54

          Anonymous, a Patria amada não foi com essa conotação… hahahahah…
          Mas escrevi só pra puxar um pouco de papo, consigo entender o que vc quer dizer pois tenho um segmento muito importante da familia morando em Miami e Orlando, e mais 2 amigos numa cidade ao norte da Florida… Eu
          realmente não iria pros EUA, hoje por 3 motivos (3 tias com idades entre 90 e 96 que cuidamos) e por que meu herdeiro unico quer morar na Europa, então em setembro vou pra Italia (temos cidadania) e se realmente der certo ele vai na frente e nós quando pudermos (a dependencia das tias trava um pouco o processo e fica impossível levá-las)… Com isso fica praticamente impossível quebrar os laços… e tem outra coisa …. ja sou aposentada, e infelizmente vou continuar a ter vinculo economico, o que me torna uma interessada em querer melhorar o que puder.

          0
  • Sir Income 22 de abril de 2012 at 14:22

    Comprou um Uno, mas pagou o valor de um Tucson? Veja quanto custa parcelar
    Confira no infográfico como os juros encarecem as compras parceladas e os financiamentos e veja dicas de especialistas para não perder dinheiro e comente

    economia.ig.com.br/financas/meubolso/pagou-uma-tucson-mas-levou-um-uno-veja-quanto-custa-parcelar/n1597624327061.html

    Os bancos agradecem a todos que utilizam o serviço da divida!

    0
  • Johnny Real State 22 de abril de 2012 at 14:30

    Vendo apartamento 65m2, 02 dorms em São Paulo à 100 metros da estação mooca-bresser do metrô. Apartamento no último andar c/ piscina e academia. Entregaram em Abril/12. Tratar direto com o proprietário.

    0
    • Anonymous 22 de abril de 2012 at 14:58

      E tem animador de piscina? É o Cirilo?

      0
    • Sergio Figueiredo 22 de abril de 2012 at 16:37

      Anunciar que tem para vender é fácil. Só na minha rua tem 6 placas de “vende-se”. Como diz um slogan de um supermercado aqui no Rio de Janeiro: “Eu quero ó… preço!”

      0
  • gambati 22 de abril de 2012 at 14:57

    O governo está adotando diversas medidas econômicas expansionistas (redução de juros, aumento do gasto público, venda de dólares –> aumento da cotação – já beira R$ 1,90/ US$).
    Dessa forma, ao meu ver, o mercado interno se apresentará mais interessante para o investidor estrangeiro (real mais barato e maior consumo interno), o que poderá levantar o índice geral da bolsa brasileira.
    Se a bolsa voltar a subir, pode fazer com que muitas sardinhas deixem o mercado imobiliário e voltem ao risco das ações.
    Ao mesmo tempo que a compra de imóvel vai ser facilitada pela redução dos juros, uma parte da demanda pode deixar de existir (investidores) e começar a regular esse mercado para os preços justos.
    Ao analisar o mercado como um todo, acho que será mais ou menos por aí?
    Como os senhores visualizam esses movimentos econômicos?
    Saudações Bolhudas!!

    0
    • Júlio Cesar 22 de abril de 2012 at 15:24

      Gambati, eu concordo com sua análise. Só tenho a acrescentar que, na minha visão, a redução dos juros teria um impacto pequeno no caso da compra de imóveis. Isto porque existe um verdadeiro abismo entre renda do brasileiro/preço dos imóveis. O que viria realmente regular o mercado imobiliário seria a queda dos preços dos imóveis.
      Saudações Bolhudas!

      0
      • Rico 22 de abril de 2012 at 22:16

        Acho que o problema nem é isso. É o estoque de imóveis que está na mão de investidores e não tem para quem repassar.

        0
  • Elias 22 de abril de 2012 at 15:11

    MUDANÇA NA CADERNETA ATINGIRÁ CASA PRÓPRIA E FUNDO DE GARANTIA
    ALTERAÇÃO NO FGTS E NA CASA PRÓPRIA
    Autor(es): » VICENTE NUNES
    Correio Braziliense – 22/04/2012

    (..)

    O Palácio do Planalto acredita que terá boas notícias a dar à classe média, que tanto preserva o patrimônio na poupança e recorre aos financiamentos habitacionais. Se a remuneração da caderneta diminuir um pouco e a TR for extinta, os juros cobrados no crédito imobiliário também poderão cair. “É com essa realidade que estamos trabalhando” (…)

    0
  • Júlio Cesar 22 de abril de 2012 at 15:44

    Estou desnorteado e nem sei mais quem faz parte da classe média. Pelo que a Dilma disse a classe média é aquela que “preserva o patrimônio na poupança e recorre aos financiamentos habitacionais”. Pela pista que ela não ajudou muito.

    0
  • bolha33 22 de abril de 2012 at 15:53

    Desculpem, mas mais um fds e os imoveis no RIo continuam aumentando. Bolha, só se for em TAubaté…

    0
  • bolha33 22 de abril de 2012 at 15:55

    OU Melhor, estouro da Bollha, só se for em Taubaté, Jundiaí, Araputanga, ,,,

    0
    • GB 22 de abril de 2012 at 16:19

      Quer morar na “cidade maravilhosa”, ver os artistas de perto e sem maquiagem tem que pagar alto por isso, kkkkkk.

      Os defensores do setor imobiliário não tem $$$$ para investir em mídia comprada em todas as regiões do país, eles vão escolher as mais poderosas para que essas influenciem as outras gratuitamente, portanto nas cidades do Rio, Brasília e São Paulo a coisa vai ser mais feia, vai demorar mais para eles desistirem e baixarem os preços.

      Aqui, se eu quisesse, já daria para comprar, mas vou esperar mais um pouco que eu acho que vai valer a pena.

      0
    • Charles 22 de abril de 2012 at 17:18

      ahuahahauahuhauha…Você é engraçado! Deve ser comediante…

      Fica tranquilo, no Rio nao tem bolha não…Pode comprar de olhos fechados!

      Mas, independente de existir ou não uma bolha, seja inteligente, coloque na ponta do lápis se o aluguel do imovel que pretende adquirir seja 0,3% do seu preço. Nesse caso, mantenha o dinheiro na poupança e continue pagando aluguel.

      Se já comprou e está preocupado, fique tranquilo, a merda já está feita, resta sentar chorar.

      Que isto sirva lhe de experiencia de vida.

      0
  • Anonymous 22 de abril de 2012 at 16:07

    Lembro dos anos 70: Banânia, ame-a ou deixe-a.

    O Brasil que mais cresce
    “http://www1.folha.uol.com.br/fsp/mercado/38538-no-sul-cascavel-usa-riqueza-da-soja-e-vira-polo-de-servico.shtml”

    Cascavel usa riqueza da soja e vira polo de serviço

    Cidade se tornou centro regional de medicina, odontologia e educação

    A cidade se tornou um canteiro de obras, com guindastes e gruas por todos os lados. O preço dos imóveis disparou mais de 80% em cinco anos.

    Nas ruas largas, que começam a ter trânsito, circulam utilitários 4×4, BMW, Mercedes, Porsche e até uma Lamborghini amarela com barro vermelho nos pneus.

    0
    • RosinhA 22 de abril de 2012 at 16:18

      É Cascavel, meu feeling até que é bem apurado, a cidade de dois bares e de renda de 1k de 99% da população ficou para trás, parece que não é bem assim, já disse mil vezes o brasil está se descentralizando e as pessoas ainda não perceberam, as oportunidades estão onde as pessoas de visão enxergam, e essa enxerguei a 1000km de distância. Vou repetir, prestem atenção em novos lugares principalmente aqueles que estão bem localizados, tipo região em torno de Campinas, Centro Oeste, e Nordeste, a bolha demorará a desinflar em lugares bem localizados para descentralização.

      0
    • mauricio 22 de abril de 2012 at 16:47

      “e até uma Lamborghini amarela com barro vermelho nos pneus.”

      e viva a infra estrutura brasileira com sua malha viária em perfeitas condições

      ou então o cara tentou colocar a lambo na trilha? vai saber…

      0
  • RosinhA 22 de abril de 2012 at 16:08

    Questionada nesta sexta-feira sobre a possibilidade de mudanças nas regras da caderneta de poupança, a presidente Dilma Rousseff evitou falar sobre o assunto. “Essas discussões não devem ser feitas comigo. É da área do ministro da Fazenda, em consulta ao Banco Central. Essa não é uma área na qual me posiciono”. A presidente falou com jornalistas no encerramento das cerimônias de formatura da turma de 2010-2012 do Instituto Rio Branco e de Condecoração da Ordem de Rio Branco, no Palácio Itamaraty.

    Dilma falou também sobre a questão dos juros no Brasil. “Acredito que o Brasil tem de buscar patamares de juros similares aos praticados internacionalmente. Tecnicamente fica muito difícil o Brasil, diante do que ocorre no mundo, justificar spreads tão elevados”, disse. Questionada sobre qual seria o spread ideal a presidente respondeu: “Se alguém te der essa resposta, você me apresenta, que eu vou indicá-lo para o prêmio Nobel”.

    Para a presidente, juros e spreads mais baixos estão em processo de amadurecimento no País. “Vamos caminhar progressivamente para ter juros mais condizentes com a nossa realidade porque não somos um país qualquer”, disse. Ela destacou que o Brasil tem respeito aos princípios macroeconômicos de controle de inflação e apresenta robustez fiscal. “Temos uma situação muito especial em relação às economias emergentes”, reforçou.

    Ela disse que acompanha a situação econômica do País “todos os santos dias”. “Para ver se a inflação aumenta, se os preços estão sob controle, a situação das commodities, olhar a taxa de câmbio do nosso país e dos demais. Esse acompanhamento eu vou fazer sistematicamente. Vou olhar também os juros, aliás, tenho olhado”, disse.

    – Como já disse não tenho partido algum, voto nulo por opção pois para mim não vejo ninguem que mereça meu apoio, mas no caso da Dilma acho que ela é 6000000000000mil vezes melhor que seu pai molusco.

    0
  • Diego RJ 22 de abril de 2012 at 16:08

    Acho q a bolha vai demorar muito pra estourar, pelo menos pelo que tenho visto e ouvido aqui no Rio de Janeiro. Todo mundo querendo comprar ou trocar imóveis (virou moda isso, impressionante), e muitas pessoas ganhando bem- indústria do petróleo bombando, renascimento financeiro e cultural do rj.
    Rendimento no banco péssimo, crédito facilitado. E o pior, o governo incentivando essa bolha. Com essa mexida na poupanca, nosso argumento do “vale mais a pena alugar” porque na poupança tem maior rendimento vai por água abaixo.
    A única coisa em que eu me apego para acreditar ao contrário é a disparidade renda X valor dos imóveis, que por definição econômica configura bolha.
    2014, 2017, quando?
    Oremos.

    0
    • GB 22 de abril de 2012 at 16:24

      Eu continuo no aluguel, alguma coisa me diz que esse negócio de SELIC baixa é uma últia cartada desesperada e eleitoreira e não vai ter o efeito que o governo quer.

      Se isso criasse renda, mas vai trazer inflação, fuga de capital para o exterior, quem já está endividado já está ferrado.

      0
  • GB 22 de abril de 2012 at 16:30

    Baixar a SELIC e acabar com a TR não vai ser a 1ª atitude desesperada do governo visando aumentar o consumo, incentivar a economia e manter a bolha imobiliária, os bancos estão pouco caga*** pra ele, os juros imobiliários são muito altos, a inadimplência também é, isso não vai dar em nada, vejamos o que vai acontecer dentro de 2 meses.

    Eles já baixaram os juros e o pessoal continua perdendo os carros e não vemos muito movimento dentro das lojas, kkkkk, mudou muita coisa.

    0
  • Vostok123 22 de abril de 2012 at 16:35

    Leiam isto :

    “Pesquisa coloca a capital no topo do ranking entre as cidades com áreas mais valiosas”

    http:// midiacon .com.br/materia.asp?id_canal=12&id=45879

    0
  • GB 22 de abril de 2012 at 17:18

    Estou pensando em comprar uma moto, uma Honda de 300 cilindradas (XRE ou CBR), claro que ia pagar no cash, não dá para cair nesses financiamentos caros se o $$$ está na poupança não rendendo quase nada.

    Mas aí vi um OutDoor da Honda com uma promoção baixando o preço, se estão gastando com isso as vendas devem estar feias, vou esperar mais um mês para ver o que acontece, kkkkkkk.

    0
    • GB 22 de abril de 2012 at 17:21

      Semana retrasada nós pegamos uma Honda Falcon, parecida com essa XRE, mas a dívida com o banco era maior que o valor da moto usada, não valia a pena esperar pelo leilão dela.

      0
  • CSM! 22 de abril de 2012 at 19:00

    Aí, vcs só podem estar de brincadeira! Não vivemos bolha imóbiliária nenhuma! Quem quer comprar, compra logo, pois os preços vão subir ainda mais! e por um bom tempo! da tempo de comprar, morar, curtir o imóvel e depois vendê-lo, com um bom lucro, já que poupança e fundos não vão dar nada!! e o Brasil vai crescer ainda mais nos próximos anos, com a ajuda do governo atual! A ascenção do Brasil está só começando!!!! Podem cobrar!

    0
    • Leno 22 de abril de 2012 at 22:06

      Meu Deus!, melhor ler isso do que não saber ler.

      O Brasil a beira de uma recessão e nosso colega falando em ascenção, valorização enterna. Que jornais vc tem lido ultimamente CSM ?

      0
    • Ane 22 de abril de 2012 at 22:36

      Querer comprar n basta, tem que ter dinheiro para pagar tb. E com esses preços astronômicos, a maioria tá fora.

      0
    • Ploc 22 de abril de 2012 at 23:25

      Fala isso pro cara que comprou minha casa nos EUA em 2006 e agora vale metade do que ele financiou. Até hoje vejo o nome dele no site do governo atrelado a casa. Literalmente virou um escravo do banco. E vai ter que trabalhar muito para pagar o emprestimo
      Antes ele tivesse ficado 1 ou 2 anos no aluguel.
      Se ele vender hoje ainda vai ter que tirar dinheiro do bolso para quitar o emprestimo.
      Isso ninguem fala né?

      0
    • A espara de um estouro 23 de abril de 2012 at 07:13

      Pessoal, olha o nick do rapaz. CSM = Corretor sem money…

      Já tá na fase do desespero, tentando convencer até os inconvencíveis…

      0
    • Andre da Bolha de Plastico (para evitar homonimos) 23 de abril de 2012 at 07:47

      Ai vc. acordou e a carruagem virou abobora. No seu caso o imovel virou um pepino grosso e bolhudo, divirta-se bastante, curta e faça bom proveito e depois de bem usado venda-o com valorização e compre outro maior ainda afinal o Brazill ainda vai crescer bastante??? 😮 – 🙂 🙂 😉

      0
    • Cristiano 23 de abril de 2012 at 11:25

      Quero fumar o que esse cara ta fumando…. kkkkkkkkkkkk

      0
  • GB 22 de abril de 2012 at 20:28

    Com essa mudança os poupadores seriam prejudicados e os gastadores “beneficiados”, entre aspas pois ainda vão ter juros altos para pagar mesmo que caiam um pouco.

    Poupadores serem beneficiados por juros mais “baixos” é uma bobagem, quem tem $$$$ vai usá-lo, não vai deixá-lo numa aplicação que não está dando ainda menos e pagar juros altos “um pouco mais baixos” em financiamento, vão pagar a vista o que der.

    Só os bancos vão ser beneficiados, vão remunerar pouco a poupança de todos e vão continuar cobrando juros altos de alguns.

    Uma coisa dessas vai promover a saída de $$$ da poupança para outros tipos de renda fixa, pois com essas novas regras sempre vão dar mais que a poupança.

    Eu gostaria que fizessem isso, não vai ajudar muito, não vai criar renda e ainda vai incentivar o pesssoal a se endividar ainda mais.

    Depois eles caem na real e sobem a SELIC de novo para enfrentar a inflação, pura bobeira deles e pressão dos bancos.

    Também não vejo como isso poderia ajudar o mercado imoBolháro, o pessoal já sabe que investir nele é mal negócio, quem precisava/queria já comprou a preços altos e com um financiamento é pior ainda.

    0
  • Rfrt 22 de abril de 2012 at 20:43

    N é proibído opinar, mas é a chato ler posts que só pretendem desqualificar os participantes. JUCA, JAA, Roger, Gap, Rabbat só estão aqui para atrapalhar a discussão, confundir e desqualificar os outros. Ele n quer dar opinião de verdade.

    0
    • GB 23 de abril de 2012 at 10:54

      São todos fakes do Cirilo.

      0
  • walyson amaral 22 de abril de 2012 at 21:04

    http://www1.folha.uol.com.br/saopaulo/1079248-predio-de-luxo-se-transforma-em-elefante-branco.shtml

    Prédio de luxo se transforma em “elefante branco”

    Quem tem como missão comercializar as unidades encalhadas reclama. Uma corretora que pediu para não ser identificada afirma que atualmente quase não existe procura pelos apartamentos. “Houve uma época em que muitos curiosos nos ligavam. Agora, nem isso. Os interessados de porte compraram no lançamento”, diz.

    0
  • Miguel Jacó 22 de abril de 2012 at 21:34

    Eu já tinha postado antes, há algumas semanas atrás, que a única opção do governo, para não quebrar o Estado, seria baixar os impostos.

    E é o que está acontecendo, além da baixa da Selic. São providências tardias, que infelizmente não evitarão o inevitável.
    Onda de desemprego gigante após “reformas para copa”, e queda meteórica dos preços imobiliários após 12/06/2012.

    0