Preços dos imóveis ainda têm espaço para subir – Jornal de Londrina

Você pode gostar...

Comments
  • MrK 6 de abril de 2012 at 17:27

    “Se houvesse uma bolha imobiliária no Brasil, o Bradesco, a Caixa, o Itaú estariam quebrando. Mas eles vão muito bem”

    primeiramente, os bancos não estão quebrando, porque ESPERTAMENTE os bancos estão NEGANDO os financiamentos, ou seja, devolvendo o pepino pra quem? Pras construtoras! E as construtoras sim estão quebrando! ou 1 bilhão da Gafisa pra ele foi pouco?

    e vou além, o spread no Brasil é tão alto que os bancos não quebrariam mesmo que dessem financiamentos ruins, tem muita gordura pra enfrentar inadimplencia, mas isso nada tem a ver com ter ou não bolha! Nada tem a ver com especulação, poder de compra, etc… esse tipo de raciocínio tão ruim só faz reforçar que ha bolha mesmo, pois se isso é o melhor que conseguem fazer….

    0
    • Roger 6 de abril de 2012 at 17:31

      Estão quebrando?

      Amigo, você não deve conhecer a JHSF, EZTec, Adolpho Lindenberg, Concal, Mozak, Caparaó e Agmar.

      A Gafisa só está nessa situação porque tem a pior gestão do setor, mesmo porque, mesmo antes quando os preços eram até 70% menores as construtoras eram bem lucrativas.

      0
      • MrK 6 de abril de 2012 at 17:46

        Conheco sim, veja bem, a Gafisa foi a 1a a tirar os esqueletos do armário, voce por acaso acha que o problema da Gafisa foi exclusivo dela?! Está enganado, sinto lhe dizer! O problema da Gafisa foi do setor, os corretores que vendem pra gafisa são os mesmos que vendem pra eztec, concal, cyrela etc… os bancos que rejeitaram os financiamentos são os mesmos que reijeitarão para eztec, concal, cyrela etc…

        A Gafisa de diferente das outras foi somente a coragem de vir a publico antes e assumir o problema, por que voce acha que no dia que a Gafisa publicou seu resultado de -1bilhao a MRV e a Rossi despencaram juntas??

        0
        • Roger 6 de abril de 2012 at 19:28

          MrK,

          A Gafisa é bem diferente das empresas que citei sim, já que essas construtoras normalmente constroem para classe média-alta.

          Agora quanto a MRV, PDG e Rossi, aí sim concordo contigo, essas realmente devem ter vendido uma boa parcela de seus imóveis para clientes que não possuem nenhuma condição de financiar hoje.

          0
      • Marcos de Paulo 6 de abril de 2012 at 19:37

        Essas construtoras que você cita como exemplo são focadas em imóveis comerciais e de alto luxo. Com exceção da EZtec, mas esta é limitada ao estado de São Paulo e sem muitos lançamentos.

        0
        • Roger 6 de abril de 2012 at 20:00

          Marcos, não podemos esquecer também das milhares de construtoras pequenas e médias, que normalmente possuem bons resultados.

          O problema nas grandes construtoras, MRV, Gafisa, PDG, Cyrela e Rossi está no custo logístico, até porque a maioria apresenta boa receita só que as margens acabam sendo corroídas pelos juros pagos e altos custos fixos de uma grande empresa.

          0
          • Marcos de Paulo 6 de abril de 2012 at 20:31

            O que tenho observado, na prática, é que essas construtoras estão com dificuldade pra vender. Tem 2 lançamentos que eu acompanho há anos e continuam com unidades à venda. Os 2 estão prontos desde 2009.
            Estas pequenas e médias construtoras, assim como as de luxo e de imóveis comerciais, geralmente fazem imóveis muito focados.
            A Mozak, que você citou, está com um lançamento no Leblon (lugar difícil de arranjar espaço para construir). Assim é fácil vender.
            No geral, fora destes nichos de mercado, minha experiência tem sido de imóveis encalhados e com preços muito altos.

            0
            • roger 6 de abril de 2012 at 21:09

              Sim, mas elas estão com dificuldade de vender nesses preços bolhudos, assim que a correção chegar as vendas vão voltar a aumentar.

              0
              • Marcos de Paulo 6 de abril de 2012 at 21:17

                Ou seja, você está confirmando a percepção geral de que os preços estão muito altos.

                0
              • Marcos de Paulo 6 de abril de 2012 at 21:49

                Penso que o aumento de vendas depende mais do crédito. O brasileiro já mostrou que não se importa de financiar preços elevados desde que a prestação caiba no bolso. Assim, acredito que o governo vai baixar juros e as vendas continuarão (a preços altos).

                Com relação a baixar os preços, não acredito que as construtoras façam isto rapidamente. Aposto que elas vão manter os imóveis prontos em “estoque” e dispensar os trabalhadores, diminuindo os novos lançamentos. Assim vão continuar vendendo por preços bolhudos (com pequenas reduções) sem grandes investimentos novos.

                Parece-me que a redução dos preços ocorrerá de forma lenta e dolorosa, custando empregos e deixando muita gente endividada.

                0
                • Piuas 10 de abril de 2012 at 14:12

                  Só que o “povo” não sabe fazer conta… a parcela que “cabe no bolso” quando começa a ser paga, mostra que cabe coisíssima nenhuma…
                  O que me assusta no relatório da Gafisa, que todos falam, não é o preju de 1 Bi. isso é reversível. Quer dizer, seria reversível, vendendo mais unidades e parando de começar novos empreendimentos par diminuir custos. O que me assusta no relatório é a devolução de 4 mil unidades com vistas para recuperação de mais 8 mil. 12 mil unidades voltando para o estoque é que preocupa. E, prejuízo da Gafisa é má administração ou passos equivocados como a incorporação da Tenda, mas inadimplência é do mercado. Não são só os consumidores da Gafisa estão com problemas para pagar…

                  0
        • Rico 7 de abril de 2012 at 23:13

          Faz sentido, no caso da EZTec talvez ela não queira ter entrado no oba oba…

          0
    • mauricio 6 de abril de 2012 at 17:34

      os bancos não quebrariam nem que eles quebrassem realmente, porque o governo vai absorver o preju, como foi no caso do silvio santos

      mas que belo JUMENTO esse cara que me diz que banco quebra…

      0
      • Davi 7 de abril de 2012 at 13:52

        Que eu saiba nao foi o Governo, foi o FGC … o FGC tem dinheiro de TODOS os bancos do pais, privados e publicos.

        0
        • Vinicius Mello Lima 9 de abril de 2012 at 16:26

          E quem pagou foi o pessoal que vende empréstimo consignado, na forma de menores comissões.
          Uma grande sacanagem.

          0
    • Douglas 6 de abril de 2012 at 17:49

      MrK, kkkkk essa foi boa, “Os Bancos estariam Qbrando” kkkkkkkkkkkkkk, eh claro q eles nunca vao qbrar pra vc financiar 200 mil vc tem q comprovar um renda acima de 8 mil, senao conseguir o Gerente simplesmente diz “Vai ver se eu estou na Esquina”

      0
      • CapEnt 6 de abril de 2012 at 18:17

        Você nunca financiou imóvel, né?

        O que o gerente da agencia vai fazer é te dar umas “dicas” de como você pode ser aprovado pelo sistema de crédito do banco. Essa negociação é um dos motivo do porque assinar um financiamento imobiliário pode levar 5 horas numa mesa com o gerente dando um “jeitinho” por você (na verdade, por ele, ele e a agencia tem metas).

        A mais comum é usar uma empresa de amigo para criar um emprego falso com renda falsa para sua parceira, onde você deposita um pouco por mês na conta dela, então soma as “rendas” no banco, e o financiamento é aprovado.

        0
        • Thiago 6 de abril de 2012 at 19:01

          Isso mesmo

          Daí você compromete mais do que o recomendável da sua renda no financiamento. Resultado: provável calote

          Mas tudo bem né, porque dá pra enrolar o banco e a ação de despejo demora pra sair…

          0
          • CapEnt 6 de abril de 2012 at 20:07

            E é exatamente isso que irá acontecer: devoluções e renegociações em massa no primeiro solavanco que a economia Brasileira der.

            Veja isso: http://economia.estadao.com.br/especiais/voce-pode-ser-mais-rico-do-que-imaginava,161035.htm

            Digite R$5000 e veja. São apenas 8% da população com rendimento Brasileira com essa renda. Curiosamente é a faixa de renda que menos precisa comprar imóveis, a maioria já são profissionais estabelecidos e possuem imóvel próprio faz anos, é um mercado estagnado exceto para as Sardinhas com pretensões de se tornar “rico fácil”.

            A vasta maioria dos lançamentos são para a tal “classe C”, que nem somando a renda familiar, dá mais de R$5000 ao mês. Como eles conseguem financiamento? Na base do “jeitinho” com o gerente.

            Não me espantaria saber que 1 a cada 3 financiamentos imobiliários da Caixa são podres. Eu pessoalmente acho que seja até mais, algo de metade.

            0
            • VCT 7 de abril de 2012 at 13:25

              Quem dera fosse só isso, só a Caixa tem 55% de inadimplentes. h t tp://veja.abril.com.br/noticia/economia/banco-publico-corta-juros-mas-tem-cliente-de-mais-risco

              0
        • Douglas 6 de abril de 2012 at 20:04

          Blz Espertalhão enrola o Banco e depois vai morar em 2 comodos, de aluguel.

          0
          • CapEnt 6 de abril de 2012 at 21:12

            Estou apenas lhe informando de uma safadeza comum no mercado, e que também é o motivo do porque você não deve ter essa fé cega que o estouro da bolha não irá respingar feio nos bancos.

            Você disse algo que não simplesmente não ocorre na realidade no Brasil, que é o banco mandar o cliente embora quando ele quer financiar seu pombal 50m² de 200 mil mesmo sem ter os “8 mil” de renda mensal.

            Entende? O fato é que isso não ocorre. Qualquer gerente de banco, assim como as construtoras, sabe perfeitamente que a “nova classe média” não tem grana para financiar esses imóveis vendidos a preços bolhudos seguindo estritamente as regras regulatórias do mercado financeiro.

            Você acha que apartamento de 50m² no meio do nada vendido por 200 mil é direcionado para qual mercado? Profissionais liberais ganhando 9 mil por mês? Não, são direcionados para pobres “turbinados” com financiamento de banco.

            Junte isso ao MCMV que jogou o preço minimo dos imóveis populares ao valor máximo do subsidio do governo (isso quando o imóvel não valoriza durante a construção, e sai da faixa do valor subsidiado, deixando os coitados dos compradores com um mico na mão e tem de devolver para a constutora… uhauhauhauh), que você tem a formula perfeita para um calote em massa.

            Essa bolha é forma mais perversa que existe de exclusão social no Brasil: aquela que destrói o poder de compra de gente que já não tem isso.

            0
            • Leonardo 7 de abril de 2012 at 10:53

              Desnecessário dizer o quanto eu concordo contigo. Essa bolha é um instrumento absurdo de exclusão mesmo. Quem já tem dinheiro e está estabelecido tá tranquilo, mas quem tá indo atrás agora com financiamentos forjados está muito mal.

              0
            • GPTFN 7 de abril de 2012 at 14:21

              Bolha por favor inclua o botão curtir!

              0
              • Bolha Imobiliária 7 de abril de 2012 at 14:24

                Não conseguir incluir, os que tem disponiveis sao extremamente pesados

                0
            • Virginia 7 de abril de 2012 at 20:02

              “Essa bolha é forma mais perversa que existe de exclusão social no Brasil: aquela que destrói o poder de compra de gente que já não tem isso.”

              Perfeita conclusão!

              0
  • Na espreita 6 de abril de 2012 at 17:44

    Há muito tempo que não acredito em nada que a imprensa diz. Eu acredito é naquilo que se constata nas ruas. E pelo menos aqui na minha cidade a conversa é que o mercado está ruim, quase travado, não é mais o mesmo, e as pessoas estão demorando bastante para vender.

    0
    • MrK 6 de abril de 2012 at 17:49

      eu estou vendo imoveis para alugar, sempre converso com os proprietários e corretores

      os corretores em sua áurea soberba, ao estilo policial militar em blitz, falam cheios de orgulho que o mercado está uma maravilha e os proprietários nem querem ouvir propostas

      já quando falo direto com os proprietários, vejo pessoas desiludidas, aceitando ouvir propostas, já com dificuldades de manterem a pose, que só um corretor profissional consegue, vários proprietários estão ou desistindo de vender, ou abaixando o preço ou devolvendo o imovel pra ser alugado, que alias, também está demorando a alugar, visitei imoveis ha MESES esperando inquilino.

      0
      • Na espreita 6 de abril de 2012 at 18:06

        Sim! O que tem acontecido muito também é que estão desistindo de vender e colocando para alugar. E aqui o aluguel sempre foi e ainda é um mercado muito aquecido, em razão de peculiaridades da cidade.
        Em ALGUNS bairros, ALGUNS imóveis já apresentaram queda de preços de até 20% (estou pesquisando há uns oito meses). Acho que dentro de uns seis meses a queda passará a ser geral.

        0
      • Riodetudo 6 de abril de 2012 at 19:09

        Os corretores passaram a ter metas muito altas com a bolha e agora estão em pânico para atingir, o que é impossível. O que você vê como soberba, me parece mais nervosismo e desespero. O ProCardíaco devia abrir um setor para corretores porque deve ter fila para quem está tendo enfarte de 2011 em diante com os imóveis encalhados.

        0
      • RT 6 de abril de 2012 at 21:19

        Aluguei o apartamento em que hoje moro em Dezembro de 2010.

        Já então, o apartamento estava sendo anunciado pelo quinto mês consecutivo, e permanecia vazio, mesmo após reduções no aluguel de R$1600 para R$ 1500, e depois para R$ 1400.

        Apesar disso, quando fui ver o apartamento, o corretor me passou informações de como o mercado estava aquecido, blá blá blá.

        Me disse que se e interessasse, tinha que levar uma lista de documentos para uma fulana na imobiliária.

        CAGUEI PARA O CORRETOR, fui nessa fulana na imobiliária e pedi a ela que negociasse com a proprietária uma redução de R$ 100,00 no aluguel.

        Dois dias depois, recebi a resposta que a proprietária tinha aceitado.

        Como se viu, nesse caso, O CORRETOR NÃO DECIDIU PORRA NENHUMA sobre negociação, desconto, etc. Só serviu mesmo para abrir e fechar a porta do apartamento.

        Cuidado para não perder tempo útil com corretores ao alugar, pois é possível que sequer sejam eles os responsáveis por fazer a “ponte” entre a imobiliária e o proprietário.

        E outra coisa: reitero que isso foi em DEZEMBRO de 2010… o cara me falando que o mercado estava aquecido enquanto me mostrava um apartamento que estava parado há meses, no qual ainda acabei arrumando desconto… imagina como deve estar hoje!

        0
        • Gaba 7 de abril de 2012 at 17:55

          Prezados, hj fui ver um apto de 90m2 no condominio Porto Seguro na Casa Verde em São Paulo, a 3 anos atras estava aprox 250K, agora estao vendendo o mesmo apto por aprox 400k…

          Conversei mais com o corretor e ele me disse que antes vendia 4 aptos por semana, mas agora esta bem dificil vender 1 ao mes…e ele mesmo esta aconselhando aos proprietários a abaixar o preço, pois ele esta com 6 aptos neste mesmo condominio tentando vender deste novembro/2011.

          0
    • Roger 6 de abril de 2012 at 17:52

      Qual sua cidade?

      0
      • Na espreita 6 de abril de 2012 at 18:13

        Não tenho a menor intenção de revelar a minha cidade, mas posso te dizer que ela tem mais de 200.000 habitantes.

        0
        • RPL 6 de abril de 2012 at 18:19

          O Roger já ia te vender um ap na planta da Gafisa!!!

          0
          • Na espreita 6 de abril de 2012 at 18:35

            kkkkkk…. Ele poderia até tentar, mas não teria sucesso. Eu já fechei o aluguel de um imóvel da forma que eu quero e decidi que, enquanto aguardo o mercado voltar ao normal, vou continuar no aluguel, guardando bastante dinheiro e aprendendo a investir, sem nenhuma dívida, graças a Deus!
            Aliás, o Peter Schiff recomendou o ouro né? Vou me inteirar sobre o assunto!

            0
  • Douglas 6 de abril de 2012 at 17:51

    E isso Bolha Imob Async Post and jQuery Parabéns, mas o captcha precisa sofrer refresh

    0
    • xangai 6 de abril de 2012 at 18:33

      ta ficando bom Bolha !!

      0
      • Bolha Imobiliária 6 de abril de 2012 at 19:38

        Não dava para ficar empurrando com a barriga mais…hehe
        O site está muito grande, e muito movimentando, tem que usar de artifícios para o servidor dar conta

        0
  • Ze Bom Dirolo 6 de abril de 2012 at 17:53

    Se estão quebrando ou não, isso é problema delas. tratam apenas de sinais muito evidentes. Mas uma coisa é certa e isso não se pode negar. Nos classificados pode se perceber uma infinidade de imóveis sem compradores. Eu compro o jornal toda quinta e todo domingo e vejo lá….há vários e vários meses…..os mesmos imóveis a venda aqui em Brasília. Eu já conversei com diversos corretores e eles dizem que o mercado travou. Simplemente isso.
    Não conseguiram me explicar até hoje o motivo dos preços terem subido tanto nos últimos 03 anos e poucos meses. Copa do Mundo, Olimpíadas, déficit habitacional do dia para noite não são argumentos sólidos que sustentem a alta, o que já foi bastante discutido por aqui. A questão chega a ser lógica. Hoje a maioria das pessoas não tem tanto medo de deixar o dinheiro no banco, tendo em vista que a medida adotada no Governo Collor gerou uma enorme repercussão social, cuja repetição envereda para o lado da insanidade. Para quem não se lembra, algumas decisões judiciais eram favoráveis ao desbloqueio e outras à continuidade do bloqueio. Na época, o Judiciário entrou em descrédito e quase houve um rompimento da ordem nacional. Dona Zélia fugiu do Brasil.
    Acredito que a única corda que ainda sustenta o piano de chumbo é a mídia. Tal fato é simplesmente perceptível nas notícias, como a que li hoje que dizia que o brasileiro está otimista com a situação do Brasil. P….todo mundo f….. endividado e todo mundo feliz?
    Nossas discussões atuais são em prever a data da queda e suas características.
    Se estamos errados ou não, conversaremos nos anos seguintes.

    0
  • Ze Bom Dirolo 6 de abril de 2012 at 18:02

    Acredito que acertei exatamente o momento certo de comprar e vender.
    Vamos esperar. Infelizmente creio que quando a onda chegar novamente, eu vou pegá-la, enquanto muita gente vai tá lá…….. tomando caixote…………………. com uma enorme Lula na boca……e eu vou falar, tá vendo, quis enfiar tudo na boca Dilma vez…dá isso….

    0
  • Carlão_RJ 6 de abril de 2012 at 18:08

    Parabéns, Bolha. O blog tá bem legal assim.

    0
  • Douglas 6 de abril de 2012 at 18:14

    Vejam uma típica situação a qual um Gerente de Banco me Contou.
    Qm Comprou um Apto a 3, 4 anos atras de 50 m2 e pagou no máximo 150 mil, hj com filho(s) esta qrendo se mdar para um maior acima de 80 m2, porem existe um grande problema, como a maioria comprou financiado hj precisa pedir no minimo 300 mil reais em um apto de 50 m2, pq alem desse comprador conseguir de lucro no maximo 50 mil reais, ou seja ficaria com 200 na mao e repassaria a divida pro outro comprador, ainda tera q financiar 250 ou mais para adquirir o apto q ele deseja, so q hj ele tem filho(s), ou seja, mto mais gastos, e isso trava mtas oportunidades ou faz com q a pessoa repense todo o seu desejo….

    0
  • Ze Bom Dirolo 6 de abril de 2012 at 18:20

    Pegar a onda é bem fácil, o difícil é sair na hora certa.

    0
    • Danilo 6 de abril de 2012 at 20:34

      Dirolo
      Ontem uma amiga de trabalho me pediu para conversar com o corretor
      Que está com um bom apartamento de 1q recém reformado na asa norte
      Perto do parque. Preço? 1500 mais taxas. Liguei e fiz uma oferta de
      1350. Ele me interrompeu e disse: senhor, nao perca seu tempo pois
      Nao vou reduzir um centavo. Ele se recusou a levar a proposta à
      Proprietária. Há 6 outros apartamentos na mesma quadra. Em 1 mês
      Ele retorna. É uma piada

      0
      • Cleyton 6 de abril de 2012 at 22:57

        Cara, não entendi, em um mês ele te ligou denovo pra negociar? Piada é a atitude do cara ou a história?

        Se alugou outra coisa mais em conta procure o corretor, mostre o novo valor, olhe bem nos olhos dele e diga: PLOC!

        É o que eu faria, hehe

        0
        • Danilo 6 de abril de 2012 at 23:01

          Isso foi ontem. Em um mês ele cai me retornar pq 1700
          Para morar em um quarto é muito. Realmente ele nao levar
          A proposta à proprietária é o fim. Por isso a proprietária
          Do imóvel onde moro nao deixa seus imóveis em
          Corretora há 10 anos

          0
          • Ze Bom Dirolo 7 de abril de 2012 at 11:59

            Você tem duas algumas opções.
            Aluga um apt de um quarto na 914 norte. Você consegue de 1.000 a 1.200.
            Ou..Você aluga um de 02 quartos que vai sair pelo mesmo preço.
            Analise sua situação.

            0
  • RPL 6 de abril de 2012 at 18:26

    Aproveitei o feriado e fui pedalar pelo ABC.

    De carro você não presta muita atenção nas coisas… De bicicleta, pelo fato da velocidade máxima ser menor (a média é maior) você consegue reparar em tudo.

    A situação é a seguinte, em cada quarteirão de 200 metros, você encontra pelo menos 3 imóveis para vender e 1 para alugar – não sei dizer quantos estão vazios porque é feriado e as pessoas podem estar viajando… Mas digamos que em 80% deles não há movimento aparente.

    Desses 3 imóveis, 1 deles tem uma faixa escrito: “Tratar direto com o proprietário”. Inclusive vi faixas de “tratar direto com o proprietário” e o valor do imóvel escrito.

    Isso falando apenas de casas e prédios baixos – (pedalar olhando para cima não é prudente).

    Conclusões que podemos tirar:

    – Tem imóvel pra c… a venda.
    – Tem imóvel pra c… para alugar.
    – Proprietários descobriram que imóveis não bolhudos têm de ser vendidos sem corretores….

    0
    • Douglas 6 de abril de 2012 at 19:27

      “Tratar direto com o proprietário”. Eis a Questão

      0
    • Riodetudo 6 de abril de 2012 at 20:03

      Corretor para mim é o mesmo que guardador de carro.

      0
      • Cleyton 6 de abril de 2012 at 22:59

        Pra mim tá mais pra agentes funerários, abutres girando em torno da carniça.

        Ficou dramático mas ainda acho que estou sendo gentil com eles.

        0
        • Carlão_RJ 7 de abril de 2012 at 10:07

          E os chamados “investidores” não passam de cambistas. Espero que percam todo o dinheiro que gastaram e ainda permaneçam com uma bela de uma dívida.

          0
  • Pablo Gallardo 6 de abril de 2012 at 18:39

    A queda brusca nos juros anunciada recentemente, com consequente aumento de crédito tende a dar algum fôlego a bolha, mas não por muito tempo.
    A essência de qualquer mercado é o binômio quanto cobram x quanto podem pagar, e nesse sentido o mercado imobiliário nacional está claramente fadado a queda.

    0
  • RPL 6 de abril de 2012 at 18:50

    O Bananense médio vê o valor da prestação e não o preço final, então, temos a seguinte situação na impossibilidade de pagar a vista:

    É preferível uma dívida de 100K com juros de 20% ao ano do que uma dívida de 200K com juros de 10% ao ano.

    Em ambos os casos o valor que o Bananense vai pagar de juros é igual…

    Só que se o Bananense além da dívida tiver capacidade de poupar, no primeiro caso, quando ele juntar 100K ele paga a dívida enquanto no outro caso, ele tem de juntar o dobro.

    Recursos do SFH vão acabar, os preços vão cair… Mas o valor da prestação vai ficar igual já que é isso que o Bananense olha mesmo…. Embora nesse caso, mesmo pagando juros maiores, ele pelo menos consegue quitar a dívida com menos $$$ caso consiga antecipar parcelas.

    0
  • Leno 6 de abril de 2012 at 19:08

    Hoje encontrei um parente que é corretor na região de São Jose dos Campos, e ao lhe perguntar como estavam as vendas ele foi enfático: Tudo Parado!

    0
  • Anonymous 6 de abril de 2012 at 19:19

    Se imóvel desse o lucro alardeardo pelos interessados na sua comercialização (construtoras, corretores, analistas vendidos), o famoso Nem do Rio de Janeiro não estaria vendendo cocaína e sim já teria aberto uma construtora.

    0
  • Carlos Wagner 6 de abril de 2012 at 19:28

    O povo continua gastando adoidado. Bacalhau virou pó aqui na região, segundo jornais regionais.

    Agora a tarde um vizinho, que havia me oferecido semana passada um new fiesta que seu cunhado estava entregando a quem assumisse 52 prestações de 1300 reais, me contou que o carro ja foi vendido.

    Ovos de páscoa estão uma fortuna e a galera tá pagando.

    Eu to quietinho no meu canto…

    0
    • Ploc 6 de abril de 2012 at 19:54

      Os ovos acabaram sim, acabei de ver um gerente de um supermercado recebendo uma ligação de outra unidade que pedia ovos de pascoa pois tinha acabado tudo. O gerente da unidade que eu estava informava que não havia mais nada.
      A questão é, será que os supermercados encomendaram o mesmo que o ano passado? claro que não. Acabou tudo não porque compraram muito mas sim porque não tinha estoque suficiente com medo de sobrar.
      De fato impressiona, sexta ‘a noite e sem ovos de páscoa…. UAU o povo consumiu sim. LUcro com preços bolhudos para compensar a fraca demanda.

      0
      • Philis 6 de abril de 2012 at 23:56

        Notei isso aqui também: o mercado aqui perto de casa comprou menos chocolates do que ano passado.

        0
      • Roberta 7 de abril de 2012 at 00:09

        Já ouviram falar do “Efeito Batom” da economia? Esse é o “Efeito Chocolate”…. rs

        0
    • Raposão 7 de abril de 2012 at 08:43

      Enquanto houver cartão de crédito pro povão se endividar ainda mais, estará tudo certo até chegar a fatura.
      Será que teremos inadimplência de Páscoa, tal qual a do Natal? As bolas de neve segue ladeira abaixo até provocar uma avalanche.

      Att.
      Raposão, “no snow”.

      0
      • Raposão 7 de abril de 2012 at 09:34

        OPS…

        considerem períodos verbais das orações no plural (sobretudo as “bolas de neve”…).

        Att.
        Raposão, que não é Cirilo, Coretor (sic) e Cia.

        0
    • VCT 7 de abril de 2012 at 13:46

      Sei não, sexta feira os supermercados de SP estavam retirando todos os ovos das prateleiras, e era ovo que não acabava mais. Assim todo mundo acha que está acabando e corre p comprar.

      0
  • Leo 6 de abril de 2012 at 19:37

    É pessoal, esses juros de 1.35% a.m da Caixa no cheque especial é só uma amostra do poder de fogo do governo.

    Estou começando achar que vai demorar muito para essa bolha começar a muchar realmente, mesmo porque para os preços voltarem a realidade deveríamos ter uma queda de no mínimo 60%.

    0
    • Douglas 6 de abril de 2012 at 19:56

      Relaxa Leo, Esse tipo de Giro Financerio apenas estimula mais o endividamento. qm esta afim de se endividar por 30 anos?

      0
    • xyz 6 de abril de 2012 at 21:48

      O governo vai cometer as maiores irresponsabilidades para manter a bolha.
      Hoje o governo tem muito fôlego.
      MAS às vezes o cenário muda muito rápido.

      0
      • Sol de Sampa 6 de abril de 2012 at 22:42

        xyz, avaliando as medidas do governo, fico a me perguntar se realmente o governo tem muito folego…. Acho que usar descaradamente os bancos estatais para forçar uma situação demonstra justamente que o governo perdeu o pé….Mas o governo tem o comando, e aí a história pode ser outra…
        como todos nós vimos acontecer – a inflação foi decretada, o não desemprego foi acordado, e agora os juros estipulados… Na economia de um país isso traduz muito, não há equilibrio de merecado, a intervenção do estado está além do que devia e essa situação para um País que sse diz a bola da vez não condiz… Pra quem entende um pouquinho de economia mundial percebe que tem algo de estranho no reino e, com certeza economistas estrangeiros vão começar a ligar os pontos… o risco Brasil vai subir e logo …. aí babau…. investidores mais sérios do exterior vão reavaliar e com certeza vão cair fora e babau reservas…. babau economia …. babau preços bolhudos PLOC PLOC PLOC….Acho que o cenário se desfaz no maximo em novembro…..

        0
        • Carlos Wagner 6 de abril de 2012 at 22:50

          Sol

          Concordo plenamente com voce.

          Sem mais!

          0
        • xyz 7 de abril de 2012 at 00:06

          Este é o governo mais corrupto, mais incompetente e mais irresponsável que já vi. Este governo interfere de forma despudorada nas grandes empresas (vide presidente da vale, tentativa de ajudar o Pão-de-açucar a dar o traça no sócio estrangeiro, as compras de empresas pelo bndes, etc etc etc).
          Mas o governo tem fôlego sim, não sei até quando.
          Quando o governo interfere no BB, que é SA, e manda baixar as taxas, isso é sinal que o governo não está nem aí para o mercado.
          O governo está nadando em dinheiro, pois a arrecadação é recorde e a selic é record (de baixa) e isto dá mais fôlego para o governo aumentar a dívida pública e repassar bilhões para o bndes emprestar para os amigos.
          Meu amigo, estamos perdidos. Este governo vai levar o país à bancarrota.

          0
          • Sol de Sampa 7 de abril de 2012 at 00:49

            xyz… concordo com muito do ue vc colocou, mas sinceramente nenhum governo que tivemos foi menos corrupto… só acho que o PT é incompetente pra sconder a sujeira toda, e ainda mais, os antigos politicos que sabiam fazer os enroscos bem feitos estão sendo substituidos por novos politicos sem experiencia… daí a casa da mãe joana no congresso… Mas tenha certeza de que nenhum partido, mas nenhum partido mesmo quer largar o osso… Nosso problema é cultural… quem entra pra politica não entra pra resolver… quer é resolvere o proprio problema… E quem tem vontade de ver o Brasil entrar no caminho certo ou não consegue apoio do povo, pois não apoia os BBB´s da globo ou coisa que o valha, ou não quer se meter no meio político… E nós não exercemos cidadania… não cobramos, não enchemos o saco de quem levou nosso voto… Sinceridade, a gente só muda a gente mesmo… não adianta querer mudar o próximo, temos que mudar a nós mesmos… só assim conseguiremos mudar o Brasil….
            Em relação ao governo nem estar aí pro mercado… tb não consigo ser tão pragmatica… na realidade o Mantega vir a publico e baixar na porrada juros… pra mim é uma medida totalmente desesperada para dizer ao mercado que está fazendo de tudo… e ainda prestando esclarecimentos e ganhando a opinião publica… Acho que a coisa não está nem um pouco boa, mesmo…
            O governo pode até estar nadando em dinheiro, mas está totalmente amarrado com o leilão de compromissos no Congresso e ele não tem muito pra se mexer, se tivesse teria liberado muito $$$ e nõ cortado 55 bi do orçamento, na reaelidade esse $$$ foi redirecionado para os partidos aliados..isso sim…
            A unica coisa que o governo pode(e com certeza) vai gastar é com a COPA (se não a perdermos para a Inglaterra) pois ela é vitrine pra o resto do mundo…
            Acho que realmente a governo tem o poder de mando, mas pouco comando… e acho que está no limiar de não poder fazer mais nada… talvez a SELIC continue baixando até as eleições mas acho que menos de 8% não se sustenta por 2 meses…
            E concordo estamos muito proximos da banca rota….

            0
            • Sol de Sampa 7 de abril de 2012 at 01:17

              xyz, desculpe os erros de dedilhografia, estou com notebook novo e o teclado é insano…
              banca rota = bancarrota…. ahahahah

              0
            • xyz 7 de abril de 2012 at 14:30

              Respeito mas acho sua avaliação equivocada.
              Todos os governos no Brasil foram e serão muito corruptos e ponto.

              MAS o FHC foi o governo que mais combateu a corrupção, simplesmente extinguindo órgãos que tinham a única função de desviar dinheiro público.

              O PT recriou todos.
              Corrupção se combate diminuindo o estado (não entenda tornar o estado fraco).

              0
              • peterson 10 de abril de 2012 at 00:13

                FHC deveria estar preso, mas isso gera discussões acaloradas… concordo com a SOL

                0
  • Sir Income 6 de abril de 2012 at 20:10

    ““Se houvesse uma bolha imobiliária no Brasil, o Bradesco, a Caixa, o Itaú estariam quebrando. Mas eles vão muito bem”, comentou.”

    Com os juros que o BB e a Caixa pretendem praticar, não duvido que estes bancos tenham problemas no futuro. O Banespa foi usado exaustivamente pelos governos de São Paulo até que foi privatizado. E para que não acredita que o PT privatize, vide os casos dos aeroportos.

    Abraços,
    Sir Income

    0
    • Cleyton 6 de abril de 2012 at 23:04

      Normalmente antes da privatização um “agente” politico do governo é posto no comando e derruba os lucros pra justificar a venda, não se assustem se o lucro desses bancos despencar vertiginosamente.

      O problema é que era justamente isso que o PT combatia e foi um dos motivos do lula ter ganho a eleição, será que vão se sujar com a mesma lama agora?

      0
      • Sol de Sampa 6 de abril de 2012 at 23:30

        Sir Income, sinceramente acho que nõ da pra privatizar o BB, pois ele já tem capital aberto e o governo só teem 49% das ações, isso se não me engano desde a época do FHC… então não dá pra privatizar o que já está privatizado… Agora, o governo ainda tem um peso muito grande e pode impor a tx de juros para chq especial… o que não quer dizer que o BB vai sair que nem louco soltando crédito.. a coisa não funciona assim… existe regulamentação do BC para cada linha de financiamento… e com certeza não vão pegar todo o patrimonio do BB para isso.

        Em relação aCAIXA, o FHC estava prontinho pra privatizar… quem iria assumir seria o BB e daí seria o formado o Banco Federal do Brasil… mas tem um probleminha aí… foi o que pegou no governo do FHC… o governo precisa de um banco (além do BNDeS que atende a linha de PJuridica), um que trabalhe na linha de Pfísica… fora isso quem iria controlar loterias, penhor (comércio de ouro)… ou seja a CAIXA é a galinha dos ovos de ouro… quem mata a galinha morre de fome, perde linhas de recursos extras… Então… esqueçam, enquanto existirem Prefeitos, Vereadores, Deputados, Senadores não dá pra fazer… a CAIXA inclusive é bode expiatório para quando querem $$$, ela pode dar prejuízo sim pois tem papel social… e aí?
        Outra coisa.. a CAIXA sofre a mesma regulamentação dos bancos para as linhas e financiamento… ela tem mais crédito imobiliario por que tem a maior poupança, mesmo por que $$$ na poupança da CAIXA independente de vlr é garntido 100%por Lei Federal (nos outros bancos é até R$ 60.000,00)… Então, não dá pra brincar muito com isso… Mas o mantga pode anunciar que fez… vamos só acompanhar o alcance do feito… ok?

        0
  • alsouza 6 de abril de 2012 at 20:22

    A cara do blog está diferente. Mudou de plataforma? Aliás, qual é a plataforma do blog, wordpress?

    Bolha, acho que você esqueceu de ajustar a língua para português pois todas as palavras que escrevi ficaram destacadas. Outra coisa: está dando erro no captcha code.

    0
  • Ploc 6 de abril de 2012 at 20:37

    Essa foi boa! Acabou de passar na novela das 7:00 (Aquele Beijo) na GLOBO.
    Atriz entra em um imóvel visitado que está a venda e diz – O mercado está maluco um apartamento deste valendo mais que um em Londres.
    Depois entra o ator e diz:
    – Gostou? voui comprar. Vou vender o meu e pegar um financiamento para pagar a diferença.

    Numa boa pessoal, nunca vi essas falas em novelas. Normalmente a atriz diz ” Tá caro” e o amado diz “Gostou, vou comprar prá voce”

    O pessoal de marketing que lê o blog poderia comentar qual é a intenção destas falas tão detalhadas?

    0
    • mauricio 6 de abril de 2012 at 21:43

      pois olhe e ria:

      “http://www.correio24horas.com.br/noticias/detalhes/detalhes-1/artigo/aquele-beijo-rubinho-perde-todo-o-dinheiro-da-familia-no-mercado-imobiliario/

      0
      • Anonymous 6 de abril de 2012 at 23:02

        A vida costuma imitar a arte. Com certeza veremos muitos “rubinhos” nos próximos meses.

        0
    • Leno 6 de abril de 2012 at 22:12

      acabei de ver na novela das noves, em uma discussão sobre empregadas domesticas, uma atriz solta a seguinte frase:

      “existem muitas empregadas domesticas que ganham mais que médicos no país”..

      depois dessa, saí da sala.

      0
      • Leno 6 de abril de 2012 at 22:20

        ops!!! —“nove”

        0
      • RT 7 de abril de 2012 at 09:15

        “existem muitas empregadas domesticas que ganham mais que médicos no país”.

        Estamos sendo bombardeados com essas pérolas de todos os lados de um tempo pra cá…

        – “nova classe média” que sustenta filhos, compra carro, casa própria, TV LED e viaja de avião com R$ 3000 de renda familiar;

        – Rocinha com filas de espera por aluguéis de R$ 2000;

        E por aí vai.

        0
    • Anonymous 6 de abril de 2012 at 23:04

      valendo NÃO, o termo correto é custando.

      0
      • Cleyton 6 de abril de 2012 at 23:21

        Muito bem observado!

        0
    • Raposão 7 de abril de 2012 at 10:12

      Falando nisso…
      Lembro-me de quando era adolescente e na banânia não se tinha muita opção em termos de TV. Hoje em dia há muita opção (poucas são produtivas), mas prefiro internet.

      VALE TUDO 1988 (BRASIL SIL SIL)

      Abertura
      http://www.youtube.com/watch?v=ludmAPiYRFU&feature=related
      (prédio caindo, placa de “compra-se ouro”… seria um vaticínio?)

      Conflito de gerações
      http://youtu.be/OmBI4ZQLnBc
      (o avô deveria ser referência moral)

      Coisas do Brasil
      http://youtu.be/xoTMLS7tryM
      (tragicômico, tirando o dólar… o resto é resto, mas acho que não demora)

      Passaram-se mais de 20 anos, mas nada muda em sua essência.

      Att.
      Raposão, vendo o futuro repetindo o passado.

      0
    • AF 7 de abril de 2012 at 10:32

      Tinha comentado no outro tópico, no programa “A Grande Família”, quinta-feira, o “Agostinho” comprou um imóvel na planta, há três anos que está pagando e nada de construirem o prédio…Ele já é motivo de piada entre os personagens. Me parece que nos próximos episódios o assunto ainda será abordado.

      0
      • AF 7 de abril de 2012 at 11:21

        E se examinarmos o perfil dele, malandro, com aversão ao trabalho e sempre querendo lucrar em tudo e com grana rápida, ou seja, flipador.

        0
  • Felipe33 6 de abril de 2012 at 20:42

    Caro MrK,
    Gosto muito dos seus comentários e gostaria de lhe fazer uma pergunta:
    Em um post de 31.03 vc disse que quando os imóveis de Botafogo ficarem prontos e os repasses fracassarem, vem tudo abaixo, pois vai contaminar os demais bairros da ZS.
    »Você tem alguma informação a respeito da dimensão destes lançamentos? O que quero dizer é que para influenciar o mercado, será necessário que o número de imóveis seja significativo. O que acha?

    PS: Acho que podemos estender esta discussão para Laranjeiras, depois de Botafogo, me parece o bairro da ZS com mais imovés em construção.

    Grande Abraço, Felipe.

    0
    • MrK 6 de abril de 2012 at 21:34

      Oi Felipe,

      Botafogo é um canteiro de obras, alguns prédios já prontos, outros em obras e outros ainda em lançamento ou recém-lancados, são na sua maioria prédios com muitas unidades, em quase todas ruas do bairro se vê obras! Você citou bem laranjeiras, podemos achar lancamentos em quase toda zona sul (gavea, humaitá, etc) mas botafogo realmente foi o auge.

      Acho que quando esses prédios forem entregues (o pesado deve ser 2013) e com o mercado bem travado, pode haver o efeito manada, não tenha dúvida, caindo botafogo arrasta a zona sul toda por comparação

      um exercicio interessante que voce pode fazer é ir no zap em botafogo e ver os imoveis a venda a partir de R$900mil, verá quantas fotos tem de prédios novos em folha, 1a locação e até mesmo predios ainda em obra e outros lancamentos, voce vai ver muitas unidades 0km e tudo repasse de investidor

      um abraco

      0
      • RT 7 de abril de 2012 at 09:12

        Mrk,

        Apesar de morar em Botafogo, só ando mesmo pelas ruas principais do bairro, de modo que talvez eu não esteja a par de outros prédios que estão subindo em ruas menos conhecidas de lá.

        Pensand rápido aqui, eu só lembro de um prédio que a PDG está construindo na São Clemente, esquina com a Nelson Mandela.

        Sabe me dizer onde mais estão construindo prédios em Botafogo?

        0
  • Leo 6 de abril de 2012 at 20:47

    Até entendo o governo adotar essas medidas para estimular o consumo, no último tópico postaram algo falando como que alguém não gostaria que os juros caíssem.

    Essa é fácil, quem tem dinheiro investido está vendo seu rendimento cair drasticamente, a queda na taxa básica para 9.75% com expectativa de chegar a meros 9.0% a.a.Considerando uma inflação oficial de 6.5%, que na prática todo mundo sabe que é muito superior, teríamos um ganho real de menos de pouco mais de 2% ao ano!!

    Na boa, o governo está falando de forma indireta pro brasileiro:

    “Ou você consone e se f*** ou poupa e se f*** muito mais!”

    0
    • Felipe33 6 de abril de 2012 at 20:54

      Leo
      concordo plenamente contigo. Essa inflação de 6,5% é brincadeira.
      O governo está manipulando MUITO este número. Aluguel, Transporte, Alimentação, Roupas, nada disso aumentou apenas 6,5% em um ano.

      A minha visão é que o poder de compra da classe média está caindo consideravelmente.

      Abraços

      0
    • Ploc 6 de abril de 2012 at 20:55

      É isso aí. Logo o futuro é que todos vão se f*****.
      Eu prefiro me fu**** poupando.

      0
      • Leo 6 de abril de 2012 at 21:04

        Exatamente, é isso que estou fazendo também, mas fica bem difícil ir contra as tendências assim, ainda mais com o nosso “querido” governo.

        0
    • Thiago 6 de abril de 2012 at 20:58

      Se f*** poupando?

      É isso que querem que pensem

      Mas não estou me tornando escravo voluntário de um banco por 30 anos.
      Perto disso ter o seu investimento desvalorizado não é um problema muito grande.

      0
      • Leo 6 de abril de 2012 at 21:05

        Thiago, eu tentei dizer que todo mundo saí perdendo, mas é claro, é melhor “perder” com dinheiro no bolso do que com uma dívida de 20 anos para o banco.

        0
        • Cleyton 6 de abril de 2012 at 23:08

          É melhor deixar de ganhar do que ver a dívida aumentar e, por consequência, perder, na verdade é só uma questão de ponto de vista, quem poupa pode não morrer de felicidade mas não vai precisar ir na praça do planalto e dar um tiro na cabeça como protesto.

          0
    • Carlos Wagner 6 de abril de 2012 at 22:58

      Será que o governo se esqueceu que é baseada nessa taxa de juros que ele consegue quem financie e role sua divida?

      Prefiro acreditar, ao inves de achar que o governo tem um “termo de referencia”, que tudo isso trata-se de incompetencia pura.

      Ou, numa hipotese ainda pior, esta tomando a medida menos pior, pois esta entre a cruz e a espada: Torna o financiamento da divida publica menos atrataiva por certo periodo de tempo ou deixa o ultimo pilar que segura a economia do desmoronamento ruir?

      0
  • Fernando 6 de abril de 2012 at 20:50

    minha mae comprou um apto. no Boulevard reboucas em Curitiba, 272 aptos. descobri hoje que 100 deles estao fechados, investidores que nao conseguiram revender, fiquei com medo por ela.

    0
    • Bolha Imobiliária 6 de abril de 2012 at 21:36

      Moro muito perto deste predio, e toda noite vejo tudo escuro. Minha esposa vive me falando do sonho dela em morar lá…heheeh

      0
      • Sol de Sampa 7 de abril de 2012 at 01:25

        Bolha, primeiro o blog está 10 funcionando direitinho….
        Segundo, se a mulher sonha em morar lá.. mulher tem poderes .. fala pra ela pedir pro Anjo da Bolha, que a coisa se resolva (ou comece e resolver) neste 1º semestre…. Quem sabe em outubro estejamos comemorando em conjunto a compra dos sonhos…

        ps – meu teclado tá uma droga, só consigo escrever direito catando milho, e leva uma eternidade.. ahahahahah

        0
        • Bolha Imobiliária 7 de abril de 2012 at 01:29

          Hahahaha. Até que enfim consegui combinar todas as ferramentas que eu queria para o blog, e uma solução para os problemas dos comentários. Acho que agora está bem melhor.

          0
  • Ploc 6 de abril de 2012 at 21:04

    Aqui vai a estatistica que faço com todos imóveis (imóvel tipo apartamento) no Estado do Rio de janeiro para o mes de Abril:
    # anuncios:45632
    # anuncios que existem em duas amostragens:29296 (está publicado desde Dez/2011 ou seja por tres meses com o mesmo código)
    # anuncios com algum tipo de queda no preço: :2867
    # anuncios com o mesmo valor:41351
    # anuncios que aumetaram de valor:6117

    obs: a data que utilizo não é a data da publicação e seim a data da amostragem feita por mim.

    0
    • Ploc 6 de abril de 2012 at 21:08

      Sendo mais preciso:
      # anuncios com o mesmo valor: 20312
      o resto são de imóveis novos ou sem referencia em meses anteriores.

      0
  • xangai 6 de abril de 2012 at 21:21

    0
  • G.V. 6 de abril de 2012 at 21:25

    Ontem alguem postou o link de um video do Ricardo Amorim defendendo que nao existe bolha. Achei estranho que os comentarios eram basicamente todos positivos. Postei um comentario contra os argumentos do Ricardo e incrivelmente meu comentario ficou postado por apenas um par de horas.
    Já não esta lá. Esse é o nível do cidadão.

    Abs,

    0
    • Paulo Rocha 7 de abril de 2012 at 03:46

      talvez de para comentar diretamente no video de no youtube.
      ww w. youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=56VsXj81Ywo

      0
  • MrK 6 de abril de 2012 at 21:36

    hoje fui dar uma volta no barrashopping notei algo curioso

    shopping lotado, saindo gente pelo ladrão, mas com sacola de compras na mão nem 20% das pessoas!!! a maioria só andando de um lado pro outro, nas lojas via-se poucas vendas pro volume de gente

    0
    • Carioca 6 de abril de 2012 at 22:07

      MrK, isso porque era no Barra Shopping, imagina no Norte Shopping como que não tá! Todas as vezes que fui lá vi pouquíssima gente comprando

      0
    • Pimp 7 de abril de 2012 at 03:35

      Mas aposto que a praça de alimentação estava lotada, principalmente o outback!

      0
  • Leno 6 de abril de 2012 at 21:57

    Essa redução de juros para consumo que a caixa vai oferecer tambem contempla financiamento imobiliario???

    0
    • Sol de Sampa 6 de abril de 2012 at 23:12

      Oi Leno, a txa de juros imposta pelo Mantega para seer cumprida pelos bancos estatais só abrange crédito pessoal…. inicialmente o chq especial, mas se baixareem esta modalidade obrigatoriamente serão baixados os consignados, CDC e a linha especifica de ´crédito pessoal… Financiamento imobiliario… esse ainda não e se baixarem com certeza é pra baixa renda, se houver acordo do conselho curador do FGTS e recursos disponiveis… o que realmente não acredito, pois o subsidio para essa modalidade é em torno de R$ 23.000,00 é um parametro muito bem dimensionado e duvideodó que consigam mudar… Mas em ano de eleição… na m*** que está a economia a pressão será bem gde.

      0
    • CapEnt 6 de abril de 2012 at 23:17

      Não.

      Parece por enquanto, até que eu consiga alguma informação nova, que é apenas uma medida de desespero para tentar ressuscitar o quase morto mercado interno desse ano despertando o “capetinha” dentro de nego com divida até o pescoço para se endividar um pouco mais com pequenas coisas (cartão e cheque especial), e assim tentar manter a economia mais ou menos andando.

      Quem não se endivida com 8%, não se endivida com 1,3%, e não vai mudar de banco, eles estão mais interessados é nas taxas de serviço e abrangência do internet banking. Tudo que isso vai fazer é trazer hordas de clientes de histórico duvidoso para a Caixa e BB.

      O governo ainda não entendeu, ou finge não entender, que a ancora que está segurando a economia no chão é ele mesmo (impostos e burocracia excessiva)…

      0
      • roger 6 de abril de 2012 at 23:50

        Descordo completamente, uma coisa é se endividar sob juros de 8.0% ao mês outra bem diferente é a juros de 1.3%, pode ter certeza absoluta que muita gente que não se endividaria a 8.0% vai se endividar a 1.3%!!!

        0
        • CapEnt 7 de abril de 2012 at 01:38

          Não vai.

          Cheque especial e cartão de crédito é curto prazo. A diferença final de valor de uma parcela em um juros de 8% para um de 1,3% é minima.

          O endividado só vê o valor da parcela. Isso só vai fazer diferença para aqueles que estão tão desesperados por crédito, que até 30 reais a mais sobrando no valor final faz diferença. Esses geralmente estão com os gastos descontrolados e entrando no especial todo mês.

          Quem tem uma renda alta o suficiente, e é organizado o suficiente, não se entuba com gastos do dia a dia para depender do especial. É algo que ele usa uma vez por ano (quando usa), e as vezes nem paga juros (quase todo banco dá juros zero no especial se você cobre o valor em 3 ou 4 dias).

          0
        • AF 7 de abril de 2012 at 10:27

          E muita gente vai refinanciar a sua divida, agora por 1.3%, voltando a consumir. Aqui é o pulo do gato do governo.

          0
        • Leno 7 de abril de 2012 at 13:25

          E eu discordo de você, que não gosta de se endividar geralmente são pessoas que não se submetem ao consumismo desenfreado e desnecessário. Quem tem uma vida financeira regrada, dificilmente vai se deixar levar por essas medidas, afinal, independente da taxa de juros, dívida é sempre dívida.

          0
  • Belisa 6 de abril de 2012 at 22:02

    E as Organizações Globo continuam colocando lenha na fogueira: http://revistaepoca.globo.com/vida/noticia/2012/04/os-bairros-mais-cobicados-trecho.html

    0
  • Ronald 6 de abril de 2012 at 22:11

    Mrk como vc analisa essa decisão da Caixa e dos outros bancos de baixarem drasticamente os juros?

    Quando q iriamos ver isso? De uma média de 8% para 1,5% no cheque especial.

    O que será que está por vir para que o governo convença os bancos disso?

    Em uma entrevista Mantega promete e garante q o país crescerá 4% – 4,5%, pois é ele que faz as politicas…

    As vezes eu penso q vem aí uma quebradeira geral e penso em comprar ouro, sei la… E vc’s?

    0
    • Sol de Sampa 6 de abril de 2012 at 22:27

      Ronald, os bancos estatais sempre foram usados como reguladores de juros no mercado… isso nao é novidade.
      A novidade está em que o Mantega ter decretado o vlr… e isso para o chq especial… que normalmente é o teto de juros bancarios, só perde para o cartão de crédito… Com isso, o governo está pretendendo baixar consignados tb… CDC e outras linhas de finnciamento de crédito pessoal..
      Daí, se mesmo a CAIXA e o BB conseguirem emplacar nesse patamar a pergunta é.. por quanto tempo? Acho que o governo está só ganhando tempo até as eleições e isso me aponta como ultima cartada.. e que só trará efeitos a partir de agosto… Antes disso se houver mais eventos do tipo GAFISA e encolhimento de produção, associados a desemprego… nem isso vai segurar a onda… o BB e a CAIXA com certeza não quebram, pois essas linhas de emprestimos são sempre muito bem dimensionadas, então o que vai aontecer é que não vai ter $$$ pra todo mundo… Itau Bradesco Santander võ ficar de olho e tirar o melhor do mercado…. Essa baixa de juros não abrange financiamento imobiliario (por enquanto)

      0
      • Ronald 6 de abril de 2012 at 22:53

        Obrigado pela excelente resposta. Muito esclarecedor!

        Parece que o Mantega deseja criar uma arma em escala de destruição em massa: “Crédito fácil” .

        Se o cheque especial representou 30% da tomada de crédito no mês passado que dirá agora!

        É dar droga para viciado!

        0
        • mauricio 6 de abril de 2012 at 23:08

          isso vai ser ótimo por 2 motivos
          1) os bancos privados se livram dos inadimplentes, o que maximiza o lucro dos bancos, eliminando qualquer risco de terem emprestado a juros exorbitantes para possíveis inadimplentes, então eles colherão os juros altos “causados pelo alto risco de inadimplência”, só que sem o risco de inadimplência, ponto pro PT, o partido que tá sempre do lado do pobre trabalhador;

          2) vai folgar momentaneamente a vida financeira do pobre trabalhador, permitindo que ele adquira mais alguma dívida futura, ou seja, irá subsidiar a pá para que o mesmo cave um buraco mais fundo, mais um ponto pro PT, o partido que tá sempre do lado do pobre trabalhador;

          isso será divertido de ver, porque durante esse tempo, os empresários que já sentiram que algo está começando a cherar mal, poderão usar um tempo a mais para ganhar uma graninha extra e conseguir se salvarem, deixando a trolha final para o governo e os contribuintes

          0
    • CapEnt 6 de abril de 2012 at 23:50

      Não sou o MrK. =P

      Mas posso responder uma das perguntas: O que será que está por vir para que o governo convença os bancos disso?

      A responsa está no ato em si. O governo não convenceu banco algum, ele só resolveu torcer o braço da Febraban usando seus dois bancos estatais. E o problema é economia dando sinais de recessão.

      Mas é fácil ver que tem angu nesse caroço. O mercado de bancos sempre responde rápido aos movimentos da concorrência dentro dele. Dessa vez, os bancos privados responderam com apatia, e pedidos para que o governo altere certas coisas no sistema de regulação. Coisas essas muito difíceis do governo alterar sem reforma tributária.

      A taxa de juros alta no Brasil é ancorada em muito mais que simples ganancia, ao contrário do que o povão costuma dizer. O governo pode acabar pagando caro por esse tipo de interferência politica no mercado.

      Veja isso: http://blogs.estadao.com.br/descomplicador/2010/09/01/por-que-a-taxa-de-juros-no-brasil-e-tao-alta/

      Resumindo: o que o governo quer, ao menos parece querer, é que os bancos privados compartilhem as dores e prejuízos de uma economia desaquecendo por excesso de endividamento familiar com eles, enquanto o próprio governo fica na boa sem mexer no vespeiro que é o assunto da reforma tributária e funcionalismo publico, e assim arrasta a economia até as eleições.

      Em vez de reativar o consumo interno, o governo pode ter é fundido o motor de vez, já que uma das respostas que os bancos privados podem dar, sem as alterações no sistema tributário e regulação, é baixar o juros a quase zero, mas restringir empréstimos e financiamentos a uma minuscula parcela da população.

      0
      • Sol de Sampa 7 de abril de 2012 at 01:03

        CapEnt é isso ……Exatamente…. não basta vir a publico e dizer que faz… vamos acompanhar o alcance do feito….
        Esse tipo de anuncio é pra dizer eu finjo que fiz e vcs que acreditam…
        Somente que a coisa não funciona tão simples assim…E isso sinaliza muito, mas muito desespero mesmo… Gostaria de ter informações mais críveis e detalhes do que está acontecendo para tantas medidas aparentemente pontuais, mas estou com pouco tempo pra garimpar dados…
        Acho que estão realmente impedindo a divulgação de desemprego, de produção, inflação e ainda estão apoiando quem puder distorcer com outras noticias a realidade….

        0
  • veigalex 6 de abril de 2012 at 23:07

    Pessoal

    Segue mais umas tiradas para rir..
    Chamo a atenção para o site de palhaçadas da MRV

    h ttp://veigalex.blogspot.com.br

    Abraço!

    0
  • veigalex 6 de abril de 2012 at 23:32

    Vai ser briga de peixe grande..

    Os bancos privados do País irão a Brasília na próxima terça-feira para apresentar ao governo um conjunto de sugestões para reduzir o custo do crédito no País. Eles ficaram sob pressão depois do anúncio da derrubada dos juros pelo Banco do Brasil (BB) e pela Caixa Econômica Federal. As instituições privadas querem mudanças no Cadastro Positivo (que permite aos bancos conhecer o histórico do cliente); medidas para facilitar a execução da dívidas de inadimplentes, e permissão para que os tomadores possam oferecer como garantia quotas de previdência privada, além de redução de impostos. As informações são do jornal O Globo.
    A partir da próxima segunda-feira, a Caixa vai oferecer pacotes inéditos para clientes vindos de outros bancos e taxas de cheque especial que começam em 1,35% ao mês – há duas semanas, a média era 8,01%. Os bancos privados avaliam que o spread (diferença entre o custo da captação e o valor cobrado do tomador final) somente cairá com a adoção de medidas de longo prazo, que melhorem as condições legais e tributárias e não apenas corte de juros “na canetada”. Eles acreditam ainda que, mesmo com os cortes significativos nas taxas cobradas pelos bancos públicos, não vão perder clientes, porque há uma resistência natural em trocar de banco.

    h ttp://not.economia.terra.com.br/noticias/noticia.aspx?idNoticia=201204061241_TRR_81065123

    0
    • Anonymous 6 de abril de 2012 at 23:52

      Acho que o PT chegou no ponto estabelecido por Vladimir Ilyich Lenin – o burguês sempre estará pronto a vender a corda com que será enforcado. Esse TABELAMENTO do preço do dinheiro (taxa de juros) pode significar um guinada da Banânia para o modelo de Hugo Chaves.

      0
    • Sol de Sampa 6 de abril de 2012 at 23:56

      Veigalex… excelente noticia… para quem tem cadastro positivo… o problema é que quem não deve vai temer o ASSEDIO dos bancos com linhas de crédito, cartões, seguros, previdencia e tudo que for possivel… A pressão para o uso do cadastro positivo é de longa data pois os bancos há muito tempo querem filtrar seus clientes, principalmente o Itau… o Bradesco gosta de ser banco popular, pois deita e rola nas tarifas de quem mal sabe escrever, quanto mais fazer contas… Esa eu quero acompanhar de muito perto, pois o cadastro positivo faz parte da privacidade do cidadão… e só pode ser usada e divugada com EXPRESSA concordância… Particularmente enquanto meeus dados sigilosos continuarem sigilosos eu declino de ter meu nome nesse cadastro…
      Essa será uma otima discussão… vamos ver quem vence…
      Em relação ao pacote de financiamento da CAIXA posso te garantir 2 coisas, empréstimos para novos clientes só com conta na instituição entre 3 e 6 meses ou depósito caucionando a operação… Para velhos clientes, com certeza farão abordagem pra quem não precisa de crédito… Ou seja, vamos fingir que emprestamos e aguardamos até as próximas eleições… Mas a midia sabe que estamos “emprestando conforme mantega mandou”…. So em agosto teremos como medir o alcance disso tudo….

      0
      • Cleyton 7 de abril de 2012 at 00:05

        Exatamente sol, o BB me enviou mensagem privativa (dentro do homebanking) pra autorização de verificação de cadastro, na hora imaginei uma porção de ligações oferecendo crédito, seguros, empréstimos, etc.

        Como não preciso de crédito (graças a deus!) não autorizei nada, sem isso já recebo propagandas demais.

        0
        • Sol de Sampa 7 de abril de 2012 at 00:24

          rsrsrsrsrs… e quem autorizar verá (se é que vão conseguir chegar a um consenso sobre como e quando utilizar)… e veja bem o cadastro positivo abaixa juros somente de quem não deve….ou seja de quem não é considerado risco e mercado, de quem é bom pagador…. talvez os bancos particulares consigam uma permissão especial para determinado tempo e com muito sigilo… who knows????!!!!!

          0
      • veigalex 7 de abril de 2012 at 00:29

        Vamos ver quem vai ganhar essa queda de braço!

        fiz um colagem ..

        h ttp://[email protected]

        Abraço!

        0
        • Dr. Estranho 7 de abril de 2012 at 10:59

          Isso é um e-mail?????

          0
          • veigalex 7 de abril de 2012 at 13:58

            foi mal..

            h ttp://veigalex.blogspot.com.br

            quebrei o pau com o provedor globo e fiquei com isso na cabeça..

            Abraço!

            0
  • Anonymous 6 de abril de 2012 at 23:40

    … Eles acreditam ainda que, mesmo com os cortes significativos nas taxas cobradas pelos bancos públicos, não vão perder clientes …

    CLARO, a menos que os clientes não gostem de PERDER DINHEIRO.

    0
    • roger 6 de abril de 2012 at 23:47

      Essa foi triste, o sujeito vai pagar 8.0% a.m ao invés de 1.0% por mera resistência em trocar de banco!

      CADA UMA!!!

      0
      • veigalex 7 de abril de 2012 at 00:01

        Ele(a) só não troca se tiver um caso com a(o) gerente.

        Imagina o zé povinho.. no Bradesco..

        “.. Fecha tudo ai sinhô.. que to indo para a caixa..”

        Lembram o pessoal da TAÍ ( Banco Itau), que ficava pegando vc pelo colarinho na rua.. vão votar tudo..
        Aqui o juros é mais baratooo.

        0
        • Thiago 7 de abril de 2012 at 08:32

          Se eu estivesse endividado com certeza trocaria de banco

          Mas a “qualidade” de atendimento da CEF não compensa, em sã consciencia eu NUNCA abriria uma conta lá.

          0
  • Sir Income 6 de abril de 2012 at 23:46

    www .facebook.com/photo.php?fbid=291457254256677&set=a.131560066913064.24090.100001772141274&type=1&theater

    kkkkkkk

    0
    • veigalex 6 de abril de 2012 at 23:53

      kkkk muito boa.

      0
    • veigalex 6 de abril de 2012 at 23:55

      Só para rebater.. off topic total..

      h ttp://static.imagensparafacebook.com/wp-content/uploads/2012/03/vem-pra-caixa-voce-laje-pobre.jpg

      0
      • veigalex 6 de abril de 2012 at 23:56

        Para mulherada não falar que somos machistas.. off topic..

        h ttp://1.bp.blogspot.com/-zyt7cA4-ITg/Tx28s3JSHKI/AAAAAAAAEqE/BrTfF3ced0Y/s1600/caixa%252Bengra%25C3%25A7ado%252Bhumor.jpg

        kkkk só rindo mesmo para aguentar esse pais…

        0
  • veigalex 6 de abril de 2012 at 23:49

    Classe D e E vão pegar empréstimo pessoal para virar Classe C.
    Classe C vai pegar empréstimo para comprar carrão e se sentir Classe B
    Classe B vai se acabar no cheque especial para comer em lugar de Classe A
    Classe A vai embora do Brasil e elegemos o Lula novamente em 2018!

    0
  • RGD 6 de abril de 2012 at 23:54

    Como já falei aqui, a minha namorada é corretora de imóveis em BH. A realidade dela é a seguinte: ela possui muitos clientes querendo vender e realmente muitos outros querendo comprar. O interessante é que existe uma diferença muito grande entre os valores que os vendedores querem pelos imóveis e os compradores podem pagar pelos mesmos. Não é difícil ver que há alguma coisa de errado no mercado e no futuro haverá uma correção para consertar esse balanço. Até ela concorda comigo e não vê a hora disso acontecer.

    Pelo que acompanho do trabalho dela, as vendas no ano passado foram muito ruins (40-50% a menos que 2010), mas ainda os preços não começaram a cair de forma significativa em BH. Há de fato muito mais ofertas agora, apartamentos estão demorando bastante tempo para vender, mas ninguém está desesperado ainda para vender e dar bons descontos. Até agora, só a construtora EVEN está oferecendo descontos (até 20%) nos empreendimentos em BH. No último final de semana, ela participou do lançamento de empreendimento residencial (entrega em 2015) de uma grande construtora e as vendas foram razoáveis, praticamente 50% (~75) dos apartamentos foram vendidos no primeiro dia. Ela inclusive vendeu um.

    Pela minha experiência na formação e estouro da bolha imobiliária nos EUA, enquanto a torneira do crédito estiver aberta, o emprego não for muito afetado e o desespero não tomar conta, vai ser difícil vermos os níveis de desconto (50-75%) que chegaram a existir por lá.

    E outra coisa: se um dos cenários pessimistas esperados para o Brasil nos próximos anos realmente acontecer, a última coisa que você vai querer é comprar um imóvel aqui, mesmo que o desconto seja de 75% ou mais. Vai contra a lógica, mas é verdade. Com desemprego em alta, salários em baixa, violência descontrolada, uma das únicas coisas que você vai pensar é mudar de país. Quando você chega a conclusão que a realidade que você estava vivendo era uma fantasia, depois é difícil definir o que é real do que não é. Para um exemplo recente, veja o histórico da BOVESPA nos últimos 4 anos. Em 2007/2008 só se falava em investir na bolsa, principalmente na Vale e Petrobras. Mas quando a bolsa chegou a mais de 60% “de desconto” aos 29.000 pontos, quantas pessoas realmente tiveram coragem de investir naquele ponto ?

    Quanto mais profunda for a próxima crise no Brasil, maiores serão os descontos. Mas infelizmente quanto mais profunda a crise, menor será a sua vontade (e possivelmente poder) de comprar um imóvel. Dura realidade.

    0
    • Anonymous 7 de abril de 2012 at 02:48

      No começo do BLOG cheguei a estimar que o valor do financiamento ficaria MAIOR do que o valor do imóvel por 12 anos, caso ocorresse uma desvalorização de apenas 10%, supondo juros anuais de 12%. Ficou fácil de lembrar pois o número de anos praticamente igualou a taxa de juros. Uma desvalorização de 10% é muito fácil ocorrer. Depois de ver o valor do financiamento superar o valor do imóvel poir alguns anos, o que é o cenário mais provável, o que voce acha que vai acontecer? Quem tem idade suficiente já viu esse filme e conhece o final.

      0
  • Sir Income 7 de abril de 2012 at 00:19

    Mensagem no anúncio que acabei de ver kkkkkkkk

    “atenção: não preciso de corretor”

    0
    • Sol de Sampa 7 de abril de 2012 at 02:00

      Ahahahah vai que a moda entre os proprietarios pega… aí …. vamos pra galera….

      0
  • Chapolin 7 de abril de 2012 at 00:31

    Acredito que ninguém viu ainda a última Época. Vem com uma reportagem sobre imóveis com o título “Os bairros mais cobiçados do Brasil”. Na capa uma foto da Zona Sul do Rio com um marcador na praça N. Sra. da Paz onde está escrito “36 mil reais é o valor do metro quadrado em Ipanema” (!!!).

    Comprei para ler e estou impressionado pelo descaramento. A principal fonte da reportagem é “Lopes Inteligência de Mercado”, que vem a ser da Imobiliária Lopes (preciso falar mais alguma coisa?). A reportagem é baseada somente nos dados passados por eles e alguma “poesia”: crônicas de quem ama os bairros mais cobiçados do país (Ipanema no Rio, Meireles em Fortaleza, Ibirapuera em SP, Campo Comprido em Curitiba, Asa Norte e Sul em BSB).

    O foco da reportagem são os objetos de desejo, tendo como base de dados os lançamentos de imóveis em 2011. Não se fala em bolha e a única passagem mais perto disso é essa: “Passada a fase mais espetacular da valorização generalizada de imóveis no país, as grandes tendências da economia deixam de ser suficientes para explicar o movimento dos preços. Entram em cena fatores sutis, como tradição do bairro, sua fama, suas expectativas e anseios dos moradores.”

    Tem um monte de dados. São quase 170 mil apartamentos lançados em 2011, com preço mediano de R$ 316 mil (quantos comercializados? Não diz). Só no Rio foram 13 mil lançamentos!

    Agora o que achei mais forçado foi o valor do m2. Eles divulgaram uma tabela com o valor mediano do m2 dos lançamentos em 2011 de diversos bairros. Em Ipanema é de R$ 36 mil, Leblon R$ 18 mil, Jardim Europa (SP) R$ 16 mil e aí por diante. Quantos lançamentos foram feitos no Leblon e em Ipanema no ano passado? Certamente bem poucos. Tirar uma mediada desta amostra tem alguma representatividade? Este não é um valor representativo, mas tem uma função, de tentar segurar os preços. Ele é o triplo do valor bolhudo do ZAP! Assim, mesmo o preço bolhudo parece uma pechincha!

    Chega a ser cômico!

    0
    • N_Silva 7 de abril de 2012 at 10:24

      Bolha Imobiliária = Mídia + Bancos

      Os tão odiados corretores são apenas instrumentos nessa grande bolha, são brasileiros medianos, funcionários poucos qualificados sem muito ética e como todos brasileiros só querem tirar o seu!

      Agora, quem está escravizando toda uma nação e ganhando o direito sobre nossas vidas nos próximos 30 anos em troca do direito básico da moradia, são os bancos! E a mídia é sua lança de ataque, seu folhetim publicitário, transparece ser algo democrático ou isento, mas é apenas uma empresa com clientes que não somos nós, são os bancos!

      0
  • Miguel Nunes 7 de abril de 2012 at 02:41

    Chapolim,

    O bairro de Ipanema é caríssimo. Conheço apartamento que tem valor maior do que esse aí que você postou. Um lançamento da Cyrela no terreno de um antigo colégio (chapeuzinho vermelho) na área foi a 50 mil o m2. O que impressiona é que venderam tudo, e não tinha nem vista pro mar.

    Também acredito que possa haver bolha, mas não vejo panorama para caída dos preços no curto prazo…

    abçs.

    0
  • Miguel Nunes 7 de abril de 2012 at 02:43

    Envio o link http://ademi.webtexto.com.br/article.php3?id_article=45144

    Rio de Janeiro tá ficando cada dia mais caro. Com esses preços, acho que a classe média não vai ter dinheiro para comprar, nem financiado. Só quem tiver muito dinheiro mesmo.

    0
  • wfa 7 de abril de 2012 at 02:48

    36.000R$ o m²?????!!! Só tem milhonario lá! Milhionário tem 1.000.000,00. 1.000.000,00R$/36.000,00R$/m²= 27,7m². Quem tem um pardieiro de 27 metros quadrados é milionário! As prostitutas(ou universitárias) estão banidas de ipanema.É isso que se vê nas ruas? É claro que não! Ou lá só vivem milionários?

    0
  • Zé Coxinha 7 de abril de 2012 at 03:16

    HAHAHA, LEIAM ISSO, PARECE BRINCADEIRA:

    Irmã não consegue vender casa de atirador de Realengo

    “Não apareceu nenhum interessado. Desde o dia do ocorrido que não vejo nenhuma movimentação nessa casa. Mas sabemos que tinha um corretor tentando vendê-la”, disse o vizinho Cléber Defante, que mora ao lado do imóvel.

    A residência é pequena e possui uma infraestrutura modesta em comparação com os imóveis vizinhos – a garagem foi depredada e hoje o espaço é fechado por um bloco de cimento. Vizinhos comentam que os atos de vandalismo continuaram por pelo menos dois meses após o crime que chocou o país.

    Mesmo com todas as circunstâncias negativas, Roselaine – que trabalhava em Realengo como vendedora de cosméticos – estabeleceu preço de R$ 180 mil, segundo uma placa fixada na frente do imóvel. De acordo com informações de vizinhos, a irmã de Wellington atualmente mora em Brasília.

    “Ninguém vai querer morar nesta casa. Ainda mais com este valor exorbitante que ela está pedindo. Se bobear, está até mal-assombrada”, comenta Mauro Duarte, de 62 anos, que mora há duas quadras do local.

    http:// jornale. com. br/portal/brasil/42-01-brasil/23767-irma-nao-consegue-vender-casa-de-atirador-de-realengo.html

    0
  • xangai 7 de abril de 2012 at 08:11

    .

    0
  • AJW 7 de abril de 2012 at 09:31

    “Metade dos ricos está endividada” Gazeta do Povo hoje

    Pesquisa mostra que curitibanos abastados estão se endividando mais rapidamente que os mais pobres, com cartão e prestações do carro e da casa.Quase 20% dos curitibanos atrasaram o pagamento de contas por mais de três meses no último ano, revela levantamento da Paraná Pesquisas. O endividamento está concentrado nas contas do cartão de crédito, prestação do carro e da casa própria e, ao contrário do que se esperava, não é apenas a classe média que se atrapalhou com o crédito farto e o acesso ao consumo.

    Vejam, isto vai da MMMMM… em Curitiba disem que há espaço para os imóveis subirem de preço, mas não gente com renda, ou melhor sem divida para comprar. Se com ricos tá assim imagina a hora que BB e lierar
    mais crédito mais “barato” para nova classe C.
    Repito isto vai da um M bem grande

    0
  • Eder 7 de abril de 2012 at 09:48

    Uma amiga de Vitória/ES me contou ontem que o primo dela comprou um ap na planta da MRV há um tempo atrás e que recentemente foi visitar a obra e viu que jamais iriam conseguir entregar o ap na época prometida. Aí parou de pagar e quer o dinheiro de volta. Ela já tinha me contado que lá tem construção demais, que é impressionante o que tem de obra na cidade de Serra,Grande Vitória. N sei se alguém aí conhece a cidade. Acho que num lugar desse é que o ploc vai ser grande.

    0
  • xangai 7 de abril de 2012 at 10:05

    Bolha … nao estou mais recebendo new comments por email .

    0
  • Miguel Bandeira 7 de abril de 2012 at 11:03

    Ola a todos,

    Novo post no blog do Samy (http://blogdosamy.blog.uol.com.br/).

    O post procura apresentar um esboço de idéias que visam explicar o comportamento dos preços nos mercados onde se formam bolhas especulativas. O foco do post é o mercado imobiliário brasileiro, mas o conjunto de idéias apresentado é geral e ajuda a compreender a formação de bolhas em qualquer mercado. Espero que gostem.

    Aproveito ainda para agradecer os vossos comentários, tanto aqui no bolha quanto no Blog do Samy. Eu e o professor Samy temos acompanhado os vossos comentários e eles tem nos ajudado muito na escolha de temas para os posts.

    Abraço,
    Miguel Bandeira.

    0
    • xangai 7 de abril de 2012 at 20:33

      Ola Miguel … eh um prazer ter esse contato com vc..

      Parabens … um grande, serio e corajoso trabalho o que vc esta fazendo com o Professor !!!

      Keep Walking !!!

      0
    • Sol de Sampa 7 de abril de 2012 at 21:54

      Miguel, a vc e ao Samy muito,mas muito obrigado mesmo, suas observações em reatos tem proporcionado um grande afinamento nas avaliações e alinhamento com a economia como um todo. Parabéns…..

      0
  • Dr. Estranho 7 de abril de 2012 at 11:12

    Tenho a leve impressão que a redução de juros da Caixa e do BB é jogo ensaiado pelos grandes bancos privados. Na iminência da inadimplência generalizada, os tolos consumistas trocarão suas dívidas privadas pelas pública. Está mais para uma PROER disfarçado.

    0
  • Mineiro BH 7 de abril de 2012 at 11:29

    Vejam como a bolha segue destruindo interessantes espaços comerciais pelo Brasil afora…

    —————————–

    Um ano depois de ter dado o pontapé inicial para a revitalização da Praça Diogo de Vasconcelos e prestes a encerrar-se o período de obras, a Savassi, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, passou por uma reviravolta na sua ocupação, com a entrada e saída de vários estabelecimentos do seu entorno. Ocupar as proximidades da septuagenária praça, com ares ainda mais cosmopolitas que o espaço da antiga padaria de italianos e de seus vizinhos, significa investir pesado: o valor do aluguel pode variar quase 300% em relação ao preço pago até o ano passado por antigos inquilinos, o que contribuiu para a saída de mais 50 estabelecimentos da região desde o início das obras.

    A mais recente perda da praça foi o Café da Travessa. Depois de 15 anos em um cantinho estratégico da Savassi, o estabelecimento fechou as portas no mês passado sob alegação dos proprietários de ser inviável arcar com o aluguel. À primeira vista, a notícia causou tristeza nos frequentadores da região, acostumados a saborear livros, chopes e boa música em um mesmo espaço. Mas, antes de passar o período de lamentação, teve início o ataque fervoroso das empresas que sonham conseguir substituir o antigo inquilino.

    Bancos, bares e restaurantes, lojas de roupas e também operadoras de telefonia estão na lista de possíveis ocupantes do imóvel. Por dia, pelo menos cinco contatos são feitos com a imobiliária Claro Imóveis para consultar as condições de aluguel daquele se tornou “o ponto mais cobiçado da cidade”, como o classifica a sócia-proprietária da empresa, Maria Auxiliadora Izidorio. Se a escolhida for a operadora, será formado o quadrilátero da telefonia na praça, que já possui três empresas do ramo. Essa alternativa é mais viável que a instalação de bares e restaurantes. Isso porque o proprietário do espaço e sócio da rede Centro Ótico, o empresário Francisco Horta, já se declarou contrário ao aluguel para o segmento devido à sujeira causada por esses empreendimentos.

    O novo valor do aluguel ainda não foi definido. A preocupação inicial da imobiliária é limpar o imóvel e depois da Páscoa é que devem ser ouvidas as primeiras propostas. A área tem cerca de 400 metros quadrados, duas entradas e a possibilidade de explorar o quarteirão fechado da Rua Pernambuco é considerada ótima oportunidade. “Qualquer comércio que se colocar ali vai para frente. O trânsito de pessoas é intenso e, por isso, não tem como não dar retorno”, afirma Maria Auxiliadora, que recebe insistentes ligações.

    Vazio

    Em cantos não tão nobres quanto o da antiga Travessa, a retirada de antigos estabelecimentos, por enquanto, cria um vazio. É o caso do bar Koyote e do restaurante chinês Mulan. Vizinhos na Rua Tomé de Souza, eles saíram de seus pontos nos primeiros dias de fevereiro e, desde então, os imóveis permanecem fechados. Mas as imobiliárias afirmam que também recebem consultas diariamente e estudam a melhor proposta.

    Nos dois casos, os antigos locatórios alegam que a saída foi motivada pela alta pedida nos aluguéis. No Mulan, o reajuste proposto foi de R$ 8 mil para
    R$ 30 mil, enquanto no Koyote a variação de 2010 para 2012 foi de R$ 4,7 mil para R$ 9,5 mil, o que obrigou o tradicional bar a seguir para São João del-Rei. O reajuste do valor do aluguel é classificado pelo empresário Vicente Resende, do Koyote, como “ambicioso demais”. Ele diz que, enquanto alguns empreendimentos conseguiram descontos no período de obras, outros tiveram que arcar com os contratos descabidos. “A região está cheia de loja para alugar”, diz ele, que considera preço justo para o espaço entre R$ 3 mil e R$ 3,5 mil, ou seja três vezes a menos do que é pedido. “Antes tinha a feira livre que atraía muita gente, mas a prefeitura a trocou de lugar e perdemos público muito grande”, completa Resende.

    Variação acima do mercado

    A variação de até três vezes no preço do aluguel pode ser resultado da defasagem dos preços dos contratos. Depois de firmar contratos longos com os proprietários, os inquilinos podem ter sido “surpreendidos” com os pedidos devido ao superaquecimento do mercado nos últimos três anos. O vice-presidente da Câmara do Mercado Imobiliário, Fernando Júnior, explica que certas situações demonstram “a incompatibilidade com a realidade do setor”.

    A explicação é que o IGP-M (índice usado na maioria dos contratos imobiliários) teve aumento muito inferior à média do segmento de imóveis. Para evitar surpresinhas desagradáveis, ele diz que uma boa solução pode ser combinar uma fórmula diferente no contrato, com valores superiores ao do IGP-M. “O melhor é fazer adaptação a cada dois anos para não cair uma bomba quando vencer o contrato”, explica.

    No caso da Savassi, além da alta variação dos preços, ele cita que ocorre também a insuficiência de espaços para locação, o que reflete na lógica de oferta e procura. Sem espaços para crescer, a demanda torna-se maior que a disponibilidade e, por consequência, os valores sofrem alta. “É uma região que não dá mais para crescer. Esgotaram os espaços”, atesta Fernando.

    Futuro

    A aguardada conclusão das obras da Praça Diogo de Vasconcelos promete dar ares mais imponentes a um espaço que caminhava para a decadência e o ostracismo depois de completar 70 anos. Faltando pouco para liberar o espaço preferido de Roberto Drummond e de muitos outros moradores de Belo Horizonte, espera-se que as mudanças no formato da praça impulsionem a região rumo a dias melhores.

    E é essa expectativa que pode ter contribuído para valores mais altos nos aluguéis. É dito que a praça pode ser transformada num imenso shopping a céu aberto, acolhendo um número maior de visitantes, principalmente à noite. Mas, se a prosperidade virá com os novos tijolos, somente daqui a uns meses poderá se confirmar. Nessa loteria, quem acertar na decisão pode se dar bem.

    0
  • bruno 7 de abril de 2012 at 12:23

    pra quem nao viu a grande familia na quinta feira o Lineu depois de ter voltado do coma de QUATRO ANOS perguntou para o Agostinho pq ele ainda nao tinha se mudado para o apartamento novo q ele tinha comprado na planta, ao que o Agostinho respondeu : – Lineu, ainda não me entregaram, as obras estão atrasadas………..kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    0
  • veigalex 7 de abril de 2012 at 13:01

    Cade o povo?
    todo mundo viajando?

    0
  • veigalex 7 de abril de 2012 at 13:07

    Bolha.. ta ai o nosso novo tópico!
    Meste Samy! again…

    h ttp://blogdosamy.blog.uol.com.br/arch2012-04-01_2012-04-15.html#2012_04-07_02_58_20-169990269-28

    0
  • veigalex 7 de abril de 2012 at 13:08

    ué.. tudo sera moderado agora?

    0
  • Paulo Rocha 7 de abril de 2012 at 13:16

    É impressão minha ou o feed do site não funciona mais?

    0
  • Eder 7 de abril de 2012 at 13:32

    Tem novo artigo sobre o mercado imobiliário no blog do Samy.
    blogdosamy.blog.uol. com. br/

    0
  • Douglas 7 de abril de 2012 at 13:43

    Alto na Padrão na Vila Carrão????? E ja Venderam Qse tudo????? Por 1 Milhão de Reais, Linha Vermelha Zona Leste????
    Só eu não acordei milionário, q coisa não.

    0
    • Sol de Sampa 7 de abril de 2012 at 21:59

      Naõ fique chateado não, todo mundo aqui no blog não acordou com $$$ no bolso… ahahahahah

      Eles tão de brincadeira…. 1 milhão… será que não é um espigão???!!!!!

      0
  • ajw 7 de abril de 2012 at 14:00

    Metade dos ricos está endividada- gazeta do povo hoje
    “esquisa mostra que curitibanos abastados estão se endividando mais rapidamente que os mais pobres, com cartão e prestações do carro e da casa”

    “Quase 20% dos curitibanos atrasaram o pagamento de contas por mais de três meses no último ano, revela levantamento da Paraná Pesquisas. O endividamento está concentrado nas contas do cartão de crédito, prestação do carro e da casa própria e, ao contrário do que se esperava, não é apenas a classe média que se atrapalhou com o crédito farto e o acesso ao consumo.”

    E o jornal de londrina falar em espaço para aumento de preço….

    “http://www.gazetadopovo.com.br/economia/conteudo.phtml?tl=1&id=1241881&tit=Metade-dos-ricos-esta-endividada”

    0
  • veigalex 7 de abril de 2012 at 14:28

    bolha.. pega esse aqui.. é leve..

    h ttp://www.toprated.com.br/como-adicionar-o-botao-curtir-do-facebook-ao-seu-site

    0
  • Carlão_RJ 7 de abril de 2012 at 18:27

    Acho que não estou recebendo as notificações por email. Esse post é prá testar isso.

    0
    • Cleyton 8 de abril de 2012 at 18:27

      Eu também percebi isso, a notificação está só para follow-ups.

      0
      • Bolha Imobiliária 8 de abril de 2012 at 21:41

        Já reativei o esquema dos e-mails, me contem se funcionou

        0
  • Renato 8 de abril de 2012 at 16:07

    Eu estive na EXPOMONEY.

    Esse pessoal ESQUECEU de assistir à Palestra do MAURO HALFELD, na verdade um talk-show.

    Engraçado que foi no mesmo evento: EXPOMONEY.

    ELE DISSE CLARAMENTE que não há espaço para novas altas, e que, sim, agora haverá um ajuste.

    Aliás, foi no mesmo dia em que ele fez o comentário na CBN, exatamente sobre isso.

    0
  • Marcelo 9 de abril de 2012 at 14:40

    O infeliz desse comentário é que a crise dos bancos vem depois do estouro da bolha e não antes. A bolha nos EUA estourou em 2006 e só em 2008 teve impacto nos bancos. Mas os “especialistas” costumam meio que se confundir com esses pequenos detalhes.

    0
    • douglas 11 de abril de 2012 at 16:42

      isso é verdade pq eu morei nos eua em 2007-meados de 2008 e um contractor (empreiteiro) nos deu uma carona e ele tinha uma casa de 900 mil dolares e ele estava pedindo 400 mil e ngm se interessava. Em agosto de 2008 começaram os grandes bancos a pedir arrego.
      Os bancos privados menos burros vao começar a negar financiamento, e a bomba vai sobrar pros bancos estatais…

      tenho 27 anos e queria construir… mas o valor dos terrenos está absurdamente alto… terrenos com o mínimo de infra-estrutura: agua, energia, esgoto… acho que vou ter q casar e morar de aluguel até chegar o ajuste.

      0