Venda de imóveis novos em SP cai 21% e é a menor desde 2005 – Folha.com

Você pode gostar...

Comments
  • rsmrsm 6 de março de 2012 at 13:08

    Os dados são de 2011, imagine como serão os de 2012.

    Vamos chamar o Ricardo Amorim para explicar isto.

    0
    • Ratinho 6 de março de 2012 at 13:46

      Somandos os construídos neste ano, os encalhados do ano passado e os desovados no mercado pelos especuladores, a coisa vai ficar mto, mto feia, ainda que vários compradores saiam do armário com uma leve baixa nos preços.

      0
  • Salles 6 de março de 2012 at 13:38

    Essa está sendo a NÓTICIA MAIS LIDA DA FOLHA HOJE!

    0
  • CHARLES 6 de março de 2012 at 13:44

    Querem ver quantos predios fantasmas há numa cidade do interior paulista com menos de 300 mil habitantes chamada Taubaté? Posso fazer um videozinho pra mostrar os predios mal assombrados apenas no centro da cidade e áreas nobres?

    Aguardem.

    0
    • Carlos_ 6 de março de 2012 at 14:00

      Faz sim.

      0
    • Pepper 6 de março de 2012 at 14:01

      Eu quero!
      Só no meu caminho de casa pro trabalho eu vejo um pequeno já em fase de acabamento mas que parece que ainda não conseguiu ser todo vendido, mais 3 que ainda pretendem começar a subir, sem falar no Ekobé.

      0
    • Pepper 6 de março de 2012 at 14:12

      Eu quero!
      Perto da minha casa eu vejo o Ekobé, já pronto, mas com stande de vendas até hoje no shopping, além de um pequeno na esquina da Rua Inglaterra com Mariano Moreira Cursino, que parece em fase final de construção, mas também ainda tem stand de vendas. Na Claro Gomes um prédio foi entregue no fim de 2011 (não sei o percentual de ocupação) e, se não me engano, serão lançados mais dois bem próximos. Na Emílio Winter a Araújo Simão já pôs tapumes em mais um terreno. Não dá um raio de um km! Haja demanda pra tudo isso!

      0
      • CHARLES 6 de março de 2012 at 14:27

        Pepper

        Onde voce mora em Taubaté? Trabalha em que aqui?

        0
        • Pepper 8 de março de 2012 at 01:20

          Moro na Avenida Inglaterra e sou advogada pública.

          0
  • Leno 6 de março de 2012 at 13:48

    O tiro de misericórdia será uma reportagem no Jornal Nacional.

    0
  • Rico 6 de março de 2012 at 13:49

    Miguel Jacó, o mundo acaba esse ano mesmo?

    Queria ter uma porsche, se vc dizer que acaba mesmo, vou financiar já.

    0
    • xangai 7 de março de 2012 at 08:38

      opa… tambem estou ansioso pela resposta !!

      0
    • Miguel Jacó 7 de março de 2012 at 18:44

      Jesus disse:
      “Quanto àquele dia e àquela hora, ninguém o sabe, nem mesmo os anjos do céu, mas somente o Pai”.

      0
      • Cai Cai Balão 7 de março de 2012 at 21:36

        Jacó, estou ansioso pela estimativa quanto à data da compra. Como vão seus cálculos?

        0
        • Miguel Jacó 9 de março de 2012 at 20:50

          Não comecei meus cálculos ainda, estou tentando entender os sinais do mercado, e os sinais do povo.
          Aguardemos o próximo mês, será fundamental a análise dos próximos acontecimentos.

          0
  • Rico 6 de março de 2012 at 13:52

    Há sim, sobre um condomínio localizado na Av. Escola Politécnica aqui em SP. Passei lá e há gente morando sim. Mas aqui vale um adendo: Aqueles prédios são da época pré-bolha, sendo começado a construir em 2005/2006. Não sei se vale como referência para a bolha.

    0
    • Luiz 6 de março de 2012 at 15:08

      lançaram em 2005, começaram a entrega em 2010 e das 6 torres de mais de 20 andares quase ninguem está morando lá.

      se quiser mando uma foto de noite da parte de trás, pq na frente andam deixando a luz da varanda acesa.

      tem outro da mesma cyrela de escritorios em situação ainda pior, ao lado da ponte do jaguaré

      0
      • Enteu 6 de março de 2012 at 16:18

        O que ocorre é que muita gente comprou para revender (investimentos), mas sempre ficava encafifado porque mesmo com a melhora de renda da população e aumento da classe média não haveria tantos endinheirados para comprar todos esses imóveis.

        0
        • walyson amaral 6 de março de 2012 at 20:55

          Se não me engano esse empreendimento se chamada Colina parque dos príncipes, minha tia quase comprou lá em 2008, mas por ficar em um lugar muito feio, ao lado de uma favela e perto da raposo tavares.. ela acabou não comprando.
          Eu dirai que 40% deste empreendimento foi vendido para investidores, e de acordo com um amigo que trabalha lá na PDG, existem muitas unidades voltando.

          0
          • Shakespeare 7 de março de 2012 at 17:37

            um retrato do mercado nos próximos meses… com um agravante: existem relatos de que a proporção de investitolos foi de até 70%

            0
  • Sir Income 6 de março de 2012 at 14:01

    Poupança: brasileiros retiram mais, mas não migram para outros investimentos

    br.noticias.yahoo.com/poupan%C3%A7a-brasileiros-retiram-mas-migram-outros-investimentos-162000647.html

    E cada vez menos dinheiro para financiar. Isto está ficando interessante. Cade os defensores dos 30% aa?

    0
    • Cleyton 6 de março de 2012 at 22:28

      Um bom sinal para quem poupa!

      0
  • realidade 6 de março de 2012 at 14:02

    Dilma culpa crise europeia por baixo crescimento e cobra solução de Merkel (UOL)

    Tava na cara. A cultura histórica do bananense é sempre culpar os outros pelas suas próprias cagadas. O bananense nunca admite seus erros…..sempre um terceiro é culpado, quando o ERRO e a CAGADA não são obras divinas/tragédias/desastres naturais!!!!
    ESSA É A GRANDE DIFERENÇA PARA OUTRAS NAÇÕES (Europeus-alguns casos-Americanos-Asiáticos(nem todos). Quem já morou em outros países sabe disso…
    Movimentos de convulsão social estão próximos (vide SP hoje) e se os PeTralhas não jogarem logo a penca de banana para o povão…..a merda começará a FEDERRRRRRR forte!
    Embarque imediato em Cumbica….que tá lotado!!!

    0
    • CHARLES 6 de março de 2012 at 14:20

      No pasquim da Folha, muitas noticias desencontradas remediando o desastre iminente:

      – “Mesmo desacelerando, PIB brasileiro fica acima de países ricos”

      – “Dilma culpa crise europeia por baixo crescimento do PIB”

      – “PIB menor foi motivado pela crise e medidas do governo; ouça”

      – “Economia brasileira deve crescer 4,5% em 2012, diz Mantega”

      Não cairam na real ainda que a queda do PIB tem como uma de suas causas principais a baixa capacidade de consumo do povo brasileiro devido ao seu alto nivel de endividamento?

      Nos ultimos anos conseguiram aumentar o PIB pela oferta desenfreada de credito e especialmente pelo aumento da carga tributaria, que hoje representa 48% do PIB.

      Agora nao tem mais jeito. Beberam a agua até o fim e a fonte secou! Resta a ressaca…

      0
      • Zoom 6 de março de 2012 at 16:10

        Procura algo sobre queda no preço de imóvel ou algo do gênero na folha no dia de ontem. Pelo que vi, a folha não noticiou nada, enquanto as outras mídias estavam falando sobre a queda a todo vapor.
        Sinceridade, desonfio e muito desse “jornal”.

        0
        • Piuas 7 de março de 2012 at 13:46

          Mas é por que esse é um jornal à serviço dos Petralhas, né? Eles nunca vão dizer que o governo está fazendo uma caca atrás da outra. Eles ajudam a espalhar a informação de que a culpa do crescimento baixo brasileiro é da Alemanha, do Papa, dos Ursinhos Gummies…
          Não há veículo de comunicação impressa mais mafioso que este… Aliás, pensando em veículos de todos os tipos, a Falha de São Paulo deve estar brigando na ponta pelo título de menos ético so país da dilma.

          0
    • Shakespeare 6 de março de 2012 at 17:07

      impressionante a cara de pau

      quando tem pibão o mérito é todo deles mas quando o PIB é uma merreca, a culpa é dos europeus!!

      0
    • realidade 6 de março de 2012 at 17:18

      Condutor e maquinista demitidos da CPTM devido ao acidente ocorrido culpam computador pela falha

      0
      • realidade 6 de março de 2012 at 17:20

        E o condutor, será que tinha bebido? Têm algum tipo de caixa preta esse sistema, ou é mais um bananense se eximindo do ERRO cometido???? Ou é culpa do Divino???? Acorda Brasil, País de Tolos…..ninguém nunca admite suas cagadas

        0
  • MrK 6 de março de 2012 at 14:09

    Ta ficando cada dia mais difícil tapar o sol com a peneira

    qualquer pessoa minimamente mais ligada já percebeu que com essa queda forte da demanda e uma quantidade absurda de imoveis sendo construídos, vai faltar morador aos preços atuais, a unica maneira da oferta reencontrar a demanda é pela baixa de preços, só!

    cada imóvel em construção vai acrescer no estoque, seja pela mudança do morador no imovel antigo, seja por ser de investidor pra revender, raras são as exceções (futuro morador vivendo com a mamãe)

    o problema é a fase de negação, as pessoas se recusam a aceitar o prejuízo, são teimosas, vão continuar mantendo preços inflados até a coisa ficar MUITO PRETA pra elas, até lá, vão viver de esperança, com fé que vão vender caro, quem se ligar antes vai se machucar menos!

    0
    • Andre 7 de março de 2012 at 11:23

      Exatamente. Estamos nos meses da negação…mais uns 2 meses a corda vai apertar numa reação em cadeia…q medo viu…

      0
  • FQ 6 de março de 2012 at 14:10

    Ótima a coluna do Renato Mauricio Prado hoje no Globo:

    COPA 2014 – Bom pra quem?

    OGlobo

    Um diz que o outro precisa levar chute na
    bunda; o outro diz que não fala mais com o
    um que, de quebra, é chamado de
    vagabundo pelo terceiro. É neste clima
    “cordial, educado e de fina sintonia” que o
    Brasil e a Fifa vem tratando da Copa do
    Mundo de 2014. Barraco internacional
    vergonhoso que nos leva a refletir sobre as
    reais vantagens de sediar tal competição.
    Não bastasse a colossal derrama de dinheiro
    público num Mundial anunciado a princípio como
    “da iniciativa privada” (lembra?), ainda se é
    obrigado a acompanhar tais baixarias, sabendo, de
    antemão (por tudo que vem acontecendo e tem
    sido fartamente noticiado), que o legado que de
    fato interessa (ou seja, melhorias efetivas nas
    cidades, nos seus aeroportos, ruas, estradas e
    redes hoteleiras) será pífio — na base dos
    “puxadinhos” e dos esquemas especiais de trânsito,
    de férias no calendário escolar etc, para tornar
    viável o que seria impossível com a estrutura atual.
    Um descalabro que, a cada dia que passa fica
    mais evidente, se limitará a plantar estádios de
    futebol até onde, eles não são necessários. E tome
    de elefante branco a preços estratosféricos.
    Haja aumento no fluxo turístico para compensar
    o monstruoso investimento — e aí, voltamos ao
    ponto crucial do legado: se a rede hoteleira não
    será aumentada, mas apenas artificialmente inflada
    (até com transatlânticos alugados servindo de
    hotéis, nos portos), os turistas pós-Copa se
    hospedarão aonde? Pois é..

    0
  • Andre Luiz 6 de março de 2012 at 14:10

    É que eu realmente quero muito me mudar, mas diante dos últimos quadros, estou pensando seriamente em aguardar mais um ano. Oh dúvida.

    0
  • GB 6 de março de 2012 at 15:08

    Eu queria sair do aluguel, mas, pasmem, cheguei a conclusão que é mais barato pagar aluguel que virar refém dos bancos por 15 ou 30 anos, pelo menos no aluguel você pode negociar o aumento ou mudar de local a sua própria vontade, já com os bancos eles sempre vão aplicar o maior aumento possível para te ferrar.

    O negócio é esperar um pouco, ir guardando mais $$$$, se está rendendo pouco, pelo menos está rendendo para você, aumentar é que os preços não vão mesmo, isso já é certo.

    0
    • Cleyton 6 de março de 2012 at 22:34

      Pasmem por quê? Faz alguns anos que a situação é essa em relação à poupança.

      De qualquer forma é muito positiva a sua conclusão, já que tem gente que teima até hoje e possivelmente vai continuar teimando mesmo depois do estouro da bolha, bem vindo ao clube!

      0
  • Luiz 6 de março de 2012 at 15:11

    Alguem sabe me dizer
    Quantos destes da tabela abaixo é pelo MCMV?
    e
    Quanto esta tabela representa em relação ao total de imoveis novos na cidade?

    Venda de imóveis novos residenciais na cidade de SP
    2005 – 23,8
    2006 – 28,3
    2007 – 36,6
    2008 – 32,8
    2009 – 35,8
    2010 – 35,9
    2011 – 28,3

    0
  • Carlos_ 6 de março de 2012 at 15:15

    Subsídios, isenção fiscal, alongamento do prazo de financiamento, tudo isso o governo fez para teoricamente permitir que mais pessoas possam ter acesso a casa própria.

    Resultado:
    – O número de pessoas que conseguiu comprar uma casa própria é igual ao de 5 anos atrás. Não ajudou em nada.

    -Essas pessoas pagaram 3 vezes mais do que em 2006. Além de não ajudar em nada, as ações do governo atrapalharam os poucos que resolveram comprar imóvel.

    -A reboque do absurdo dos preços, o aluguel disparou, prejudicando os milhões que moram de aluguel.

    Esse é o resultado das políticas ‘desenvolvementistas’ dos nossos ex-comunistas convertidos ao mercado.

    0
    • Marcelo 6 de março de 2012 at 15:24

      Concordo plenamente. Agora, tenta convecer os “novos ricos” pra ver o que vc vai escutar. Eu ja desisti de tocar nestes assuntos “desagradaveis”, estou fazendo voto de silencio…E poupando! Tradicao mineira.

      0
      • Piuas 7 de março de 2012 at 13:59

        Linda será a manhã em que esses malditos novos ricos acordarem e perceberem que não tem mais o dinheiro. Que as suas empresas precisarão de muito jogo de cintura, inteligência e criatividade para sobreviver (o que não significa dar bastante dinheiro, significa apenas não quebrar, operar no limite), que nas casas que eles compraram a preço de ouro vale o preço de “josta” (copiando o KléberS), para entenderem que eles não estão por cima do mercado, estão é por baixo, prestes a serem finalizados por eles, que os discursos dos poucos homens com esclarecimento não era baseado em inveja, mas em prudência. Aí olharão para seus palácios, que lhes mantém presos a uma dívida 3 vezes superior ao valor do imóvel.
        Na verdade eu quero é que o circo pegue fogo e rápido. Quero ver as pessoas acusando o Lula e o PT pela desgraça delas, quero ver a cara da Dilma na TV tentando aca,mar os ânimos da população, culpando Deus, a bancada do PMDB e as medidas unilaterais da Argentina… quero ver ela carregada nos braços do povo em direção à forca e quero ouvir os vivas do povo quando ela for varrida do país. Quero ver Cuba recebê-la de braços abertos, a fugitiva incompetente.

        0
    • CHARLES 6 de março de 2012 at 15:25

      Não é a toa que o regime socialista só espalhou miseria e caos social em todas as nações pelas quais passou.

      Vide coreia do norte, cuba, russia etc…

      Na minha humilde opiniao, o governo deveria se ater em prover apenas a paz nacional, promover a justiça, sistema publico de saude e educação e infraestrutura nacional. O livre mercado e a iniciativa empreendedora deveria ser regulada pelas leis de livre mercado.

      Tai o resultado.

      0
      • Luiz 6 de março de 2012 at 16:03

        “O vicio inierente do capitalismo é a distribuição desigual das riquezas.
        A virtude inerente do comunismo é a distribuição igualitária da miséria”

        Wiston Churchill

        (de novo ele)

        0
        • Frank 6 de março de 2012 at 20:21

          ah, boa ….. cê tá ficando bom nisso.

          mas eu, humildemente, discordo disso aqui:

          “O vicio inierente do capitalismo é a distribuição desigual das riquezas.”

          dado q as pesssoas são *diferentes* (e as competências, capacidades, sorte, heranças, relações sociais, as religiões, etc.), é natural q as riquezas se distribuam de modo *diferente* (não gosto do “desigual”, tem uma carga ideológica q atrapalha a comunicação).

          0
          • suelen 6 de março de 2012 at 20:52

            Não deixa de ser distribuição desigual e não venha me dizer que é sempre justa que não é!
            Afff! Aí já é demais!

            0
            • Luiz 7 de março de 2012 at 12:47

              no original
              “The inherent vice of capitalism is the unequal sharing of blessings; the inherent virtue of socialism
              is the equal sharing of miseries.”

              ao pé da letra: compartilhamento desigual das bençãos.
              creio que Sir Churchill não padecia de ideologismos, exceto o pelo puro malte.

              0
    • Shakespeare 7 de março de 2012 at 17:46

      o MrK já explicou brilhantemente o mecanismo que acontece quando o governo tenta “ajudar” atuando somente na ponta do consumo, sem mexer na produção, o efeito é exatamente ao contrário.

      Basta ver o MCMV que só fez um aumento nos preços… e se o governo intervir e der um aumento de mais 50K, os preços vão automaticamente aumentar em 50K! 😮

      Algo semelhante acontece no PROUNI que já teve denúncias de que existe uma tabela de preço cheio para os bolsistas e outra com “descontos” para os que não são beneficiados com o dinheiro dos nossos impostos, e quem paga a conta somos nós, quem enriquece são eles e quem fica feliz é o povão!

      0
  • João Paulo da Silva Simões (Contagem - MG) 6 de março de 2012 at 15:23
  • GB 6 de março de 2012 at 15:30

    “Navegando há vários meses sem que os marujos tomassem banho ou trocassem de roupas, o que não era novidade na Marinha Mercante britânica, o navio fedia.
    O Capitão chama seu Imediato:
    — Mr. Simpson, o navio fede. Mande os homens trocarem de roupa!
    — Yes, Sir!
    Simpson reune seus homens e diz:
    — Sailors, o Capitão está se queixando do fedor a bordo e manda todos trocarem de roupa. David troque a camisa com John. John troque a sua com Peter. Peter troque a sua com Alfred. Alfred troque a sua com Fred…
    E assim prosseguiu. Quando todos tinham feito as devidas trocas, ele retorna ao Capitao e diz:
    — Sir, todos ja trocaram de roupa.
    O Capitão, visivelmente aliviado, manda prosseguir a viagem.”

    Você acaba de entender exatamente o que é o Brasil no governo atual.

    0
  • Ghaspar 6 de março de 2012 at 15:35

    Eu já postei aqui, que estou vendo muita plaquinha de VENDE-SE…
    Isto significa que os imóveis estão encalhando, e fica caro manter anuncios…….

    Esta bolha imobiliária vai ser que nem Bolsa na alta… O cara não vende esperando subir mais, e aí ficar com dor de corno……Quando abre os olhos já despencou e o mico tá na mão…………E assim será. com os imóveis……….kkkkkkk

    0
    • Shakespeare 7 de março de 2012 at 17:49

      cm a diferença de que a liquidez do imóvel é beeeeeeeeeeeeeeeeem menor 😀

      0
  • Deathbolha 6 de março de 2012 at 15:39

    Detalhe que as unicas unidades que cresceram a venda foram as de 1 dormitorio. Que são na pratica as unidades mais compradas apenas para especular (comprar e alugar). Esse fato foi comprovado em algumas noticias/pesquisas.

    Com noticias desse tipo o panico começa a agir e as pessoas passam a querer vender seus imoveis mais ainda.

    Sou apenas eu, ou alguem ja reparou que nos bairros aqui de Sao Paulo (mais Jardins, Itaim, Paraiso, etc…) aumenta a cada dia o numero de imoveis com placa de vende/aluga ?

    Daqui a pouco esses “especuladores” (entre aspas mesmo, pois alguem que coloca dinheiro em um mercado como o de imoveis com seus spreads de 12-20% e corretagem altissima não sabe o que significa de fato especular) irão tirar seu dinheiro vendendo seus imoveis a desconto, provavelmente quando perceberem que o retorno que obtido não vale a pena, ou quando a curva de preços der sinal de queda.

    Esses “especuladores” provavelmente vão migrar para opções com menor volatilidade ou com maior liquidez (como Poupança, CDB, ou mesmo bolsa pela liquidez).

    Suas vendas vão apenas pressionar mais ainda o então mercado em queda e veremos os preços caindo cada vez mais.

    As construtoras ja em estado ruim mesmo com o então mercado aquecido vão se ver em piores lençois ainda. O risco aqui seria para os bancos que emprestaram dinheiro as mesmas captando LCI’s e se alavancando. O risco nesse caso seria vermos quebras de alguns bancos que se alavancaram demais nesse tipo de investimento.

    Com a queda crescente dos preços veremos tambem pessoas que se endividaram para comprar o imovel não conseguindo honrar os pagamenos, e isso ira tambem alimentar a queda … provavelmente

    Outra variavel que podemos observar seria que apos uma queda grande algumas pessoas entrariam no mercado, nessa ocasiao veriamos a midia dizendo que foi apenas uma correçào natural e que imovel é o melhor investimento do mundo com retorno certo e sem risco. Depois disso sim veriamos a queda verdadeira…

    Vamos aguardar e ver o que acontece… É besteira dizer que não temos bolha pois aqui o credito é caro etc… Não da para comparar a realidade e cultura de um pais com outro. Cada bolha imobiliaria se forma por questoes diferentes!

    0
  • Ronald 6 de março de 2012 at 15:44
    • CHARLES 6 de março de 2012 at 16:02

      Confesso que nao entendo o empenho dessa REVISTA EXAME em publicar matérias de apoio que distorcem estatisticas e confundem o publico em geral sobre mercado imobiliario enquanto há tantos outros assuntos mais atuais como por exemplo a COPA DO MUNDO DE 2014 e sua organização no Brasil, Crise Europeia e dos EUA, Aquecimento global, etc… Entendo que esse tipo de matéria seja mais condizente com o perfil da revista e não ficar publicando materias pagas relacionadas a ativos imobiliarios.

      Sinto que esses pasquim está perdendo o pouco de credibilidade que ainda tinha junto aos mais esclarecidos, pois o resto só quer ver figura mesmo…hehe

      Estamos vivendo tempos estranhos na terra de Cabral…

      0
    • Zoom 6 de março de 2012 at 16:22

      “As vendas de imóveis residenciais novos na cidade de São Paulo devem crescer de 3,5 a 5 por cento em 2012 em Valor Geral de Vendas (VGV) em relação ao ano passado, segundo estimativa feita pelo sindicato que representa o setor imobiliário na capital paulista, Secovi-SP, nesta terça-feira”.

      Tá tudo caindo, bolsa, PIBÃO, e eles vem falar essa lorota.

      Venda de imóveis novos residenciais na cidade de São Paulo, em mil unidades

      2005 – 23,8
      2006 – 28,3
      2007 – 36,6
      2008 – 32,8
      2009 – 35,8
      2010 – 35,9
      2011 – 28,3

      Sacanagem dessa “revista”.

      0
      • Zoom 6 de março de 2012 at 16:25

        Muita coincidência esses valores baterem com o de 2006.
        SECOVI, conta outra.

        0
    • FQ 6 de março de 2012 at 16:56

      É muita cara de pau!

      Eu teria nojo de ser jornalista e ser obrigado é publicar matéria dessa…

      Não existe mais imprensa livre e independente a muito tempo, são todos folhetins publicitários de conglomerados financeiros!

      Reparem na Chamada do jornal Nacional: “Oferecimento Banco Bradesco e Caixa Econômica Federal”

      0
  • Johnny 6 de março de 2012 at 15:50

    Update do meu log de imóveis curitibanos a partir do site imoveiscuritiba:

    02/09 A – 2955 V – 10950
    02/10 A – 2777 V – 10894
    02/13 A – 2992 V – 10945
    02/16 A – 3027 V – 11013
    02/17 A – 3016 V – 11085
    02/22 A – 3030 V – 11168
    02/23 A – 3002 V – 11076
    02/24 A – 3024 V – 10860
    02/27 A – 3018 V – 11240
    02/28 A – 3024 V – 11283
    02/29 A – 3034 V – 11218
    03/01 A – 3068 V – 11410
    03/02 A – 3057 V – 11463
    03/05 A – 3041 V – 11539
    03/06 A – 3083 V – 11488

    Legenda: A – Aluguel; V – Venda

    0
    • Gavidal 6 de março de 2012 at 22:22

      Excelente. Se puder nos dar um update de vez em quando seria otimo. Estou expatriado no Canada mas em algum momento volto a Curitiba… Muito bom saber a evolução por ai. Valeu.

      0
      • Bolha Imobiliária 7 de março de 2012 at 11:09

        Olha, fica no Canadá que é melhor…hehe. Tenho dois amigos, um que já voltou para o canadá, e outro que trabalha comigo que está indo em breve…

        0
        • Shakespeare 7 de março de 2012 at 11:38

          se eu pudesse voltava agora mesmo ao Canadá… God save the Queen!

          0
  • joka 6 de março de 2012 at 15:53

    Caros bolhudos,
    Hoje conversando com um corretor fiquei surpreso sobre um problema com uma das maiores construtoras de MG. Disse ele que a Habitare tem hoje todos os seus empreendimentos atrasados, alguns ha mais de dois anos. E que se anda falando no meio imobiliario que ela quebrou so que ainda nao pediu falencia ainda. Aqui em BH, especificamente no bairro Buritis, tem empreendimento que ja era para ter sido entregue ha 6 meses, mas ainda nao passou do segundo andar.
    Mesmo assim o corretor falou que as coisas estao “melhorando”, e me disse que mudou de lugar seu escritorio para um bairro mais pobre onde estava tendo sucesso com empreendimentos mais baratos. Ou seja, ja fisgou muito gente da turma do 3-4 quartos, como os peixes estao acabando, vai fisgar otario de 2 quartos.

    0
    • MrK 6 de março de 2012 at 16:01

      joka,

      a maioria das construtoras usam o dinheiro de um lançamento para financiar o outro, estão todas enroladas, por isso foram pro chão na bolsa, por isso a capa da exame, eu não conheco o caso especifico dessa empresa, mas posso afirmar sem medo de errar que nem todas as construtoras que existem hoje existirão ao final de 2013, vai ficar gente pelo caminho com CERTEZA

      0
      • Samuel 6 de março de 2012 at 17:32

        Prezados Mrk,

        Boa tarde.

        Salvo maior engano, a lei de incorporações não permite mais isso.
        Cada construção ou empreendimento tem contabilidade própria.
        O caso encol alterou a legislação contábil e societária.

        Forte abraço,

        Samuel

        0
        • Luiz 6 de março de 2012 at 17:43

          prezado Samuel

          E vc acreditou?

          Os caras põe o saco de cimento na conta de um e manda entregar em outro.
          Quem vai conferir?
          Como que vc vai medir o cimento depois de usado?

          0
          • CHARLES 6 de março de 2012 at 18:22

            Fico impressionado com a ingenuidade que ainda existe no povo brasileiro, o povo mais espertalhão do mundo e que ainda cai em golpe do bilhete premiado.

            Era de se prever que muitas construtoras dessem o golpe da casa propria, que entregassem gato por lebre, usassem materiais de construção em desacordo com o memorial descritivo.

            Estamos no país da picaretagem onde Leis são feitas para serem transgredidas ou emendadas.

            0
        • xyz 6 de março de 2012 at 18:16

          A lei é bela no papel.
          E no escuro todos os gatos são pardos. Num cenário de bonança, todas as construtoras são sólidas.
          Quando a luz finalmente acender, veremos quem é quem.

          0
          • Amadeos de Sampa 6 de março de 2012 at 19:29

            Verdade. Quando a água descer vamos ver quem esta nadando pelado.

            Noa tenho dó nao. Abusaram e vao pagar pelo abuso. Fecham as portas, mas os donos nao ficam pobres nao. Aqui eh Brasil. Ronald Biggs roubou o trem pagador no Reino Unido e foi morar …. na BANANIA, eh claro. Aqui eh carnaval o ano todo pra turminha da TV Goebbels. (adorei e adotei)

            0
        • Samuel 6 de março de 2012 at 18:57

          Prezados,

          Tenho conhecidos que trabalham na contabilidade de construtoras de grande porte e fazem especialização comigo na FECAP.
          Eles tem a contabilidade para cada empreendimento (CNPJ próprio, folha de pagamento própria, gasto com material de construção próprio, etc)… é claro… nem uma lei no Brasil ou no mundo é a prova de golpes… Deve haver alguém burlando…
          Quanto a pergunta quem confere, bem, são empresas de auditoria que atestam por amostragem o balanço, acredito que devam conferir um ou outro empreendimento… se burlam ou não as leis… ai já é outro papo…
          O que quero dizer é que tem gente burlando leis todos os dias, mas daí a pregar que todos, indiscriminadamente e sem provas, adotam tal prática… é falta de bom senso ou ingenuidade.

          Abraços,

          Samuel

          0
          • Luiz 6 de março de 2012 at 19:12

            Prezado Samuel,
            A auditoria fiscaliza?
            Vão eles lá na obra pesar a coluna pra ver se todo o cimento da contabilidade confere?

            Não gosto de argumentar com os argumentos que vou dar, juro que farei isso pela primeira e unica vez:
            Tenho anos de experiencia nisso, uma época eu dava carona quase diária pra alguns meninos da auditoria internacional, tadinhos.
            Olha, o q vc falou faria departamentos inteiro rirem de vc. Não fique chateado.

            Advinha pq as construtoras são tão generosas com as campanhas politicas?
            Asfalto, cimento, areia, cal, agua,…, é impossivel auditar.
            Acorda amigo

            0
            • Samuel 6 de março de 2012 at 19:49

              Prezado Luiz,

              Que argumentos?
              Senhores, lamento por levantar assunto tão inoportuno.
              Longe de mim discutir contra argumentos tão lógicos e bem fundamentados.

              Obrigado,

              Samuel

              0
              • Luiz 6 de março de 2012 at 20:08

                Prezado Samuel

                Essa lei só serve em caso extremo qdo uma construtora quebra pra desenroscar a obra da massa falida.

                0
    • Eita mah! 6 de março de 2012 at 21:23

      Prezado, acredito que o corretor não é o profissional mais indicado para abordar sobre este tema.
      Na realidade, você está querendo falar é sobre o PATRIMÔNIO DE AFETAÇÃO.
      O instituto do P.A. resta consubstanciado no art. 31-A da Lei nº 4.591/64, cuja redação segue abaixo, in verbis:

      “Art. 31-A. A critério do incorporador, a incorporação poderá ser submetida ao regime da afetação, pelo qual o terreno e as acessões objeto de incorporação imobiliária, bem como os demais bens e direitos a ela vinculados, manter-se-ão apartados do patrimônio do incorporador e constituirão patrimônio de afetação, destinado à consecução da incorporação correspondente e à entrega das unidades imobiliárias aos respectivos adquirentes.
      § 1o O patrimônio de afetação não se comunica com os demais bens, direitos e obrigações do patrimônio geral do incorporador ou de outros patrimônios de afetação por ele constituídos e só responde por dívidas e obrigações vinculadas à incorporação respectiva.

      § 2o O incorporador responde pelos prejuízos que causar ao patrimônio de afetação.

      § 3o Os bens e direitos integrantes do patrimônio de afetação somente poderão ser objeto de garantia real em operação de crédito cujo produto seja integralmente destinado à consecução da edificação correspondente e à entrega das unidades imobiliárias aos respectivos adquirentes.

      § 4o No caso de cessão, plena ou fiduciária, de direitos creditórios oriundos da comercialização das unidades imobiliárias componentes da incorporação, o produto da cessão também passará a integrar o patrimônio de afetação, observado o disposto no § 6o.

      § 5o As quotas de construção correspondentes a acessões vinculadas a frações ideais serão pagas pelo incorporador até que a responsabilidade pela sua construção tenha sido assumida por terceiros, nos termos da parte final do § 6o do art. 35.

      § 6o Os recursos financeiros integrantes do patrimônio de afetação serão utilizados para pagamento ou reembolso das despesas inerentes à incorporação.”

      Trabalho com Consultoria Tributária há 8 anos e posso afirmar que os empreendimento com “BLINDAGEM” através de Patrimônio de Afetação são mínimas.
      Abraço!

      0
  • Valdir 6 de março de 2012 at 16:02

    Pessoal…
    Tenho uma noticia péssima para todos,
    passei em frente a um stand de vendas em Alphaville em SP, e o stand estava bombando,
    lotado…todo mundo comprando…tava uma loucura só…
    acredito que o mercado destravou agora………..

    HA….PEGADINHA DO MALANDRO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    0
    • walyson amaral 6 de março de 2012 at 21:03

      HAHAHA, A Galera foge quando ficam sabendo do Laudêmio.
      Morar no meio do nada por quase o mesmo preço de São Paulo é tão insano quanto entrar no estádio com a camisa do Corinthians e sentar nas arquibancadas onde estão torcedores do palmeiras.

      0
    • Cleyton 6 de março de 2012 at 22:50

      A piada foi meio palha mas ri demais aqui!!!

      0
  • Mr.Crowley 6 de março de 2012 at 16:07

    Olha o Bull Trap chegando.

    Estadao on line.

    Preço de imóvel continuará a subir em 2012, mas em ritmo menor
    Presidente do Secovi-SP, Cláudio Bernardes, prevê também normalização dos atrasos nas obras

    Pelas projeções do Secovi, o custo da construção continuará aumentando ao longo deste ano, puxado principalmente pela alta dos preços da mão de obra e dos terrenos

    http://economia.estadao.com.br/noticias/economia,preco-de-imovel-continuara-a-subir-em-2012-mas-em-ritmo-menor,105069,0.htm

    0
  • Fred 6 de março de 2012 at 16:21

    Hora de investir em placas de VENDE-SE e ALUGA-SE em alumínio! São mais resistentes que as de madeira, coitadas, que têm sofrido nos jardins e nos portões dos prédios com a constante exposição ao sol e à chuva!

    0
    • CHARLES 6 de março de 2012 at 16:29

      Em tempos de crise, uns choram; outros ganham dinheiro vendendo lenço.

      E o mundo continua girando…

      0
      • Fred 6 de março de 2012 at 16:49

        O problema é quando o vendedor de lenço descobre que também tem motivos pra chorar e aí vê que não sobrou nenhum pra enxugar as próprias lágrimas.

        0
        • A citizen from Republic of Banânialand 7 de março de 2012 at 20:34

          Haverá sangue, lágrimas e ranger de dentes.
          E eu???
          Eu vou é rir muito.
          kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
          Estamos precisando de uma nova diarista aqui em casa. As janelas estão muito sujas. Deixei o anúncio em uma corretora de imóveis. Quem sabe alguma corretora não queira trocar de emprego, enquanto ainda dispõe dessa opção.

          0
  • Carlos Wagner 6 de março de 2012 at 16:39

    Extra Extra…

    Pra quem acompanha meus posts, sabe que o apto onde moro é meu desejo de consumo. Subiu de 89 mil em meados de 2007 para 300 mil até dezembro de 2011, são 3 dorms. Os aptos de 2 dorms no mesmo predio custavam até dezembro/2011 entre 215 a 230 mil.

    Hoje, pesquisando anuncios em imobs de taubaté constatei que aptos de 2 dorms, que nao foram vendidos ha 1 ano subiram para 280 mil e de 3 dorms para 350 mil.

    Tenho vizinho vendendo ha quase 1 ano o seu apto de 2 dorm por 215k, disse que entrega por 200k e não vende. A mesma coisa acontece com os demais, entregam com descontos e nao vendem e mesmo assim sobem 50k no preço?

    Tem aptos de 3 dorms, igual ao que eu alugo por 945 reais, ja com reajuste contratual de fev/2012, sendo vendido por 245k ha mais de 6 meses e nao vende. Mesmo assim os vizinhos resolveram pedir 350k…

    Mas eu sei o por quê! É que os empreendimento de padrão alto em Taubaté estão sendo entregues e o saldo devedor explodiu. Agora estão vendendo para poder arcar com a trolha do no apto. Só que ninguem vende mais nada na cidade. Os novos estão continuam desertos…

    Ta todo mundo doidão… Aqui a coisa tá feia mas o pessoal não desce do salto. Tem neguinho que nao tem 20 reais pra fazer hidroginastica do condominio, mas ta posando de carrão de 100 mil e devendo condominio.

    Só quero ver onde essa historia vai parar…

    0
    • Cai Cai Balão 6 de março de 2012 at 18:01

      Teu condomínio tem animador de piscina??? R$20,00 a mais é um excelente investimento no Cirilo!

      0
      • CHARLES 6 de março de 2012 at 18:18

        Nem animador de piscina tem.

        0
  • LoL 6 de março de 2012 at 16:42

    Piada do dia:

    Liguei para uma construtora que está vendendo 42 unidades de dois quartos de 70m2 por R$ 205k (moro no interior de MG). Previsão de entrega das chaves para dez/2013. O corretor me garantiu que é um bom negócio, pois na entrega das chaves estará valendo 400k.

    Pronto, essa era a piada.

    0
    • Carlos Eduardo 6 de março de 2012 at 16:50

      KKKKKKKKKKKK

      muito boa!

      0
      • Carlos_ 6 de março de 2012 at 17:01

        E daí vem a pergunta que nunca ninguém me respondeu: por que então a construtora está jogando dinheiro fora?

        Se vai dobrar de preço quando ficar pronto, se fica pronto em 2 anos, se a construtora consegue pegar dinheiro emprestado no mercado pagando menos que 25% de juros nesses 2 anos, por que ela vende na planta, perdendo dinheiro, em vez de construir e vender quando estiver pronto pelo dobro do preço ganhando 75% a mais, já descontando os juros .

        Já perguntei isso para diversos corretores que vieram com esse papo, e nunca nenhum deles me respondeu. O pior, todos fizeram cara de que nunca tinham pensado nisso antes.

        0
        • A citizen from Republic of Banânialand 7 de março de 2012 at 20:38

          Mas vejam bem:
          Se o corretor garantiu, então só pode ser um bom negócio!
          Leiam novamente essa mensagem, pensando no futuro do corretor e desses investitolos, com a seguinte música na cabeça:
          w w w.youtube.com/watch?v=Bwn586XMF0E

          0
  • Luiz 6 de março de 2012 at 16:43

    Fiz uma busca por apês de até 100 mil dolares em penas 1 site imobiloiario de Mar del Plata Argentina (uma especie de rio de janeiro portenha)

    Resultado 1.906 imoveis de até 3 dormitórios, muitos em frente ao mar, no centro, na frente da praça, do parque.

    conclusão: putaquepariu como os cariocas são espertos.

    0
    • Annibal 6 de março de 2012 at 16:54

      Luiz, qual o site???

      0
      • Luiz 6 de março de 2012 at 17:39

        h t t p://www.mardelplata.com/

        mas tire as crianças da sala

        0
        • Annibal 6 de março de 2012 at 19:38

          Putz… chega a dar raiva…. vlw pela dica…

          0
    • Anonymous 6 de março de 2012 at 16:57

      Faça o mesmo na Florida, não necessariamente em Miami, mas com 100 mil REAIS no seguinte website. Em especial, veja o que encontra em Sarasota, FL.

      www . zillow . com

      0
    • Carlos Wagner 6 de março de 2012 at 18:10

      Incrivel. A maioria dos aptos em Mr del plata está na faixa dos 70 mil dolares. Vejam este por 125 mil dolares com 3 dorms, que ajeitadinho.

      Aqui, com essa grana, vc compra um MRV. Negocio da china.

      w w w . mardelplata.com/departamento-venta-centro_in-3-op-4-zo-0-mo-p-rd-1_22777_propiedad.html

      0
      • Luiz 6 de março de 2012 at 19:01

        uma belezura Carlos, cozinha já vem completa, vem com pisos, aquecedor, fogão (nem falam que tem pq sempre tem)

        Importante dizer que Mar del plata é uma especie de leblon portenha
        Outra coisa, o valor do condominio é infinitamente menor pq não precisam de segurança privada

        O preço eu diria que está 10X menor que um similar nacional

        0
    • Amadeos de Sampa 6 de março de 2012 at 19:52

      Luiz, muito bom seu post. Eh verdade, cariocas sao muito esperto mesmo haha.

      Morei no Rio, adoro a cidade. O problema maior do Rio eh a rede Globo/Goebbels.

      0
  • Vinícius 6 de março de 2012 at 16:52

    É possível uma manutenção dos preços com a simples redução da oferta (diminuição dos novos lançamentos) numa espécie de adequação da oferta a menor procura registrada em 2011?
    Abraços a todos.

    0
  • MrK 6 de março de 2012 at 17:03

    Já que o assunto é piada, eu acho muito engraçado um tipo de raciocínio no Rio.

    Pra quem conhece o Rio, a barra é um bairro de muita especulação imobiliária, mas hoje em dia está alagada de transito, leva-se 2h para ir da barra ao centro e em media 1:30h pra voltar, ou seja 3:30h do seu dia no transito passando de primeira marcha pra ponto morto, a cada dia mais prédios espigões sobem e o transito piora, existe um metrô previsto para 2016 (cheio de problemas no projeto) e que no máximo enxugará gelo, mas nem de longe solucionará esse problema, creio que em 2016 mesmo com metrô estará pior que hoje.

    Dito isso, os corretores usam tal argumento para valorizar a zona sul, onde a distância pro centro é bem menor “A zona sul vale o que cobram e vai valorizar, pois é próxima do centro e bla bla bla”

    Entretanto quando vão falar da barra, eles totalmente ESQUECEM esse assunto, e comecam a falar de olimpiadas e outras coisas… ou seja, os problema só servem quando é a favor deles hahahaah dois pesos duas medidas

    0
    • Carlos_ 6 de março de 2012 at 17:17

      Na verdade eles falam que a Barra vai ser o novo centro da cidade, que o futuro do Rio é a barra, que todas as empresas do mundo vão mudar para lá, etc.

      0
      • aiwww 6 de março de 2012 at 17:32

        Só esqueceram de pensar como as pessoas chegarão lá …

        0
  • Fred 6 de março de 2012 at 17:06

    Dois casos recentes de apartamentos de um milhão, só pra ilustrar o que me parece sandice: um de 3 dormitórios em algum prédio detonado da ainda sofrível Rua Augusta, em São Paulo, e outro de 2 dormitórios e uns 70 metros quadrados, térreo e bem judiado, numa esquina da Vinicius de Moraes, no Rio. Um milhão.

    0
  • Shakespeare 6 de março de 2012 at 17:11

    Hoje estive num shopping na hora do almoço que costuma a ter disputa a tapa por mesas na praça de alimentação e pude constatar diversas mesas vazias.

    além disso passei pelos restaurantes que tem ali perto e que no final de novembro cobravam por volta de R$40 o almoço e vi preços na faixa dos R$30

    É a pressão do mercado consumidor fazendo mostrar a sua força… acho que com os imóveis teremos o mesmo!

    0
  • danilo 6 de março de 2012 at 17:16

    Anonymous

    Quais as localidades mais caras da Flórida?
    Queria dar uma olhada no site sugerido a critério de comparaçao.

    0
    • FQ 6 de março de 2012 at 17:34

      O bairro “Coral Gables” em Miami é chique. Tem até campo de golfe. Ruas arborizadas, belas casas e gramados sem grades ou muros.

      0
      • danilo 6 de março de 2012 at 17:43

        Parece bacana.
        Consideravelmente mais barato que Brasília.

        0
    • DP 6 de março de 2012 at 17:41

      Va no site http://www.zillow.com e veja o preco estimado de qualquer casa em qualquer cidade dos EUA.

      0
      • Luiz 6 de março de 2012 at 18:02

        na boa EUA é mto distante da nossa realidade
        compração com a argentina dói mais
        eles tem razão, somos um bando de macacos

        0
  • joka 6 de março de 2012 at 17:27
  • Leno 6 de março de 2012 at 17:32

    Eu preciso criar um email padrão para recusar propostas de imoveis bolhudos, não aguento mais ter que explicar para corretor que nariz de porco não é tomada.

    0
    • Cai Cai Balão 6 de março de 2012 at 17:42

      Carlos Wagner copiou um e-mail por aqui. Adote seus argumentos como padrão.

      0
      • Leno 6 de março de 2012 at 17:47

        Vou procurar no blog, mas vindo do Carlos já fico com medo rssss..

        0
      • Carlos Wagner 6 de março de 2012 at 17:54

        Esta no final do topico passado. Sirva-se!

        0
  • Menino_do_Rio 6 de março de 2012 at 17:58

    http://www.infomoney.com.br/estados-unidos/noticia/2362264-obama+deve+reduzir+taxas+hipotecas+para+tres+milhoes+norte+americanos
    “O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pretende abaixar as taxas de hipotecas para aproximadamente três milhões de norte-americanos, como forma de estimular a economia do país, anunciou o presidente em coletiva para a imprensa nesta terça-feira (6). A FHA (Federal Housing Administration), deve reduzir suas taxas de seguro para permitir o refinanciamento das casas dos cidadãos do país.”

    Olha aí uma ideia para o lula fazer lá em 2018.

    Brasil do pt, endivide-se ou deixe-o. ®

    0
    • CHARLES 6 de março de 2012 at 18:12

      Em 2018 o Lula vai estar no inferno ha muito tempo.

      0
      • augusto 6 de março de 2012 at 18:16

        Onde sempre mereceu estar diga-se. E podem ter certeza que lá encontrará o Zé de Alencar e outros e ficará esperando muitos cumpanhero

        0
    • Leo 6 de março de 2012 at 18:18

      Menino do Rio, troca seu nome para “Menino da Piscina” e vai la brincar com o Cirilo….

      Aproveita e chama o ETmso com vc..

      0
  • Etmso 6 de março de 2012 at 18:05

    Desfibrilador do governo, acho que quando sair a elevação do FGTS de 500k para um patamar acima de 700k haverá um sobrefolego nestes imóveis, nesta faixa. Pois o juros ficará mais baixo que o praticado no mercado para imóveis mais caros. Mas creio que este folego NÃO seja nem um pouco suficiente para para aquecer o mercado, no máximo suavizar a queda.

    “…vale lembrar que o dinheiro do trabalhador depositado na conta do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) só pode ser utilizado na compra de unidades até esse patamar. Para atrair mais clientes, com o aumento do poder de compra do consumidor, os bancos negociam a elevação desse número com o governo federal…”

    Vejamos claramente o aparecimento dos “smarts money” especuladores, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, ou seja,

    2005 – 23,8
    2006 – 28,3
    2007 – 36,6
    2008 – 32,8
    2009 – 35,8
    2010 – 35,9
    2011 – 28,3

    Supondo que 2005 teria um patamar “normal” de compra, com menos especuladores, vendendo 23,8 mil unidades / ano, onde o cenário de crédito já era similar ao atual.

    Eu estimo que acumuladando 2006 a 2011 esta venda ultrapassou o patamar de 2005 em 55 mil unidades, este seria o desajuste entre NECESSIDADE e ESPECULAÇÃO numa estimativa grosseira. Mas não vejo outra forma de calcular, colocando que a necessidade se manteve constante de 2005 para cá.

    0
    • CHARLES 6 de março de 2012 at 18:14

      Por que voce sempre faz estimativas grosseiras?

      0
      • Luiz 6 de março de 2012 at 18:52

        estimativas grosseiras pq o sr Etmos é engenheiro imobiliario, me parece que nesse ramos vcs não são tão atentos à técnica quanto os outros engenheiros, não?

        Mas desta vez eu tenho que concordar, pode ser um chute grosseiro com erro de 100% mas é a conta que eu tbm imagino. Tem aí acumulado algo entre 50 e 100 mil imóveis novos em estoque, no mínimo, só na cidade de SP. Cabe uma população de mais 200 mil pessoas nisso aí. Dá 2% da população da cidade, no mínimo.

        Isso sem contar os construtores formigas e uma série de outros senões.
        Segundo as minhas contas a demanda não passa de 20 mil unidades novas/ano (o 0,5%), ou seja 2005 já vinha em sobreoferta

        Se o Brasil continuar crescendo e os lançamentos se reduzirem, esse estoque de 50 mil poderia ser cosumido em 4 anos

        Mas os lançamentos continuam num patamar alto e o crescimento claramente decepcionou.

        Etmos, já percebo q vc está MUDANDO DE LADO.
        Os números não mentem, o colapso vem aí.

        0
        • Etmso 6 de março de 2012 at 22:29

          Fala Luiz,

          Eu sempre estive do lado dos números. E sempre falei que os preços iam abaixar, mas ainda não acredito em bolha (estilo EUA, queda de 30% a 50% dos preços) sem quebra do sistema financeiro, inadimplência, desemprego em massa, etc.

          Mas mesmo assim os preços continuaram muito alto, ao meu ver, até que haja um colapso do sistema de hipotecas no Brasil.

          Concordamos neste ponto importante, os especuladores tem uns 50 a 100 a mil, mas imóveis não são como ações, a demanda na casa de suas 25 mil unidades / ano deve continuar (patamar de 2005, saudavel, o seu 0,5%), Então para desovar esta oferta sobressalente, não tem jeito a não ser abaixar o preço, mesmo diminuindo o número de lançamentos 2012 para frente, o desiquilíbrio foi grande, agora não sabemos o poder e o orgulho do especulador em fazer isto, vejo muito orgulho e poucas contas entre eles.

          Agora as construtoras vão chorar para o governo subir o FGTS para 750k, abaixar juros, etc e dar uma sobrevida ou diminuir a trolha dos especuladores.

          Porque o governo, governa para ganhar dinheiro, e no meio tempo cuida da população.

          0
    • Lucas Mendes 6 de março de 2012 at 18:38

      Esse menino do rio era conhecido la na coluna de imóveis do globo!!! Vivia dizendo todo pimpão sobre os “seus fabulosos kitinetes em copa” serem melhor do que em Manhattan. Igual a esse Cirilo e o Etmso. Kd a valorização de 30 % ao ano? Paspalhos e Pulhas isso é que são. Agora começem a procurar o Batman, o Super-homem, o Zé Colmeia ou o Chapolim Colorado pra ajudar a venderem “os prósperos investimentos”.

      Abraços do Lucas Mendes

      0
      • Chapolin 7 de março de 2012 at 00:04

        êpa! Eles que se entendam com o Batman! Eu não vou ajudar ninguém!

        0
    • Vivendo de Aluguel 6 de março de 2012 at 19:02

      55.000 imóveis a mais em 7 anos, sendo que a venda anual normal é de 26.000 imóveis, então podemos afirmar que temos um estoque equivalente a 02 anos de produção da indústria imobiliária (55000/26000)

      2 anos de excedente em 07 anos, portanto quase 30% a mais. Para “zerar” este excedente, precisamos de 07 anos com retração de 30% nas vendas.

      Agora, se o sistema operava a 100% até 2005, depois passau a operar a 130% e agora tem que operar a 70% por 7 anos, então podemos dizer que a queda em relação será de 46% do nível atual!!!! ((130%-70%)/130%)

      Perguntas:
      – Haverá espaço para todas as construtoras?
      – O esperto que comprou ao preço atual conseguirá repassar sem perda (essa é fácil)?
      – O mercado imobiliário conseguirá atrair novos compradores depois desta palhaçada toda, com a consequente quebra de confiança dos consumidores?

      Lembro em 2008, no início da crise, construtoras com anúncios dizendo para investidores tirarem dinheiro da Bolsa e investirem em imóveis que era mais seguro. O problema é que, quando a Bolsa cai, basta esperar recuperar (como agora está recuperando) e ter o valor do investido de volta e, em alguns casos, ainda recebendo dividendos durante a espera.

      Agora, no caso de imóveis, quando o preço cai, se o “investidor” quiser esperar, tem que pagar condomínio, IPTU, depreciação do imóvel, reformas, …. e ainda sem correção, pois no caso atual, o cenário será de queda no valor nominal.

      Vamos lá, agora perguntem para as construtoras como vocês saem dessa?

      0
      • Luiz 6 de março de 2012 at 19:20

        perfeito vivendo, perfeito
        vai faltar espaço pra todo mundo, de corretor a construtora
        tomara que a psicna do borabora seja grande

        eu acho q “o mercado” ja sabia de tudo isso, tanto que o Imob desabou em 2011 e agora nem se abalou com as ultimas noticias.

        0
      • Etmso 7 de março de 2012 at 01:06

        Vivendo,

        Tem que contabilizar que 2012 existem lançamentos, mas 2013 para frente vão acabar os lançamentos.

        Os donos dos usados vão sofrer muito, precificaram seus imóveis baseados nos novos, rejeitaram boas propostas e agora vão assistir o seus imóveis encalhar ainda mais, pq haverá uma oferta muito grande de imoveis novos que oferecem projetos melhores, e menor depreciação, garagens, elevador, etc.

        Esta na hora do pessoal efetivamente abaixar o preço.

        Obs. Ainda não consigo enxergar a queda expressiva dos imóveis na Z.S. do RIO de forma relevante, pq diferente de SP os imóveis usados e novos não dividem o mesmo BAIRRO, diminuindo a sensibilidade da OFERTA sobre a DEMANDA, mas é claro que influência, mas nem tanto quanto nestes bairros cheio de prédios novos.

        0
        • Luiz 7 de março de 2012 at 11:45

          Etmos,
          os lançamentos vão continuar num patamar alto pq se parar de pedalar cai tudo.
          a construtora precisa pagar a obra antiga com lançamento da nova

          zona sul do rio está com preço estagnado pelo proprio fipeZAP, imagine no mundo real, começaram as quedas sim, começou pelas areas nobres.

          E por fim aqueles 0,5%/ano que calculei ou os sesu 25mil/ano desde 2005 não devem se manter pelos proximos anos, motivos:

          – massa salarial atingiu o apice com pleno emprego
          – aumento de renda real estagnou por causa da inflação
          – pib raquitico
          – industria encolhendo
          – venda e produção de veiculos encolhendo
          – formação burta de capital estagnado em patamar baixo

          0
          • Etmso 7 de março de 2012 at 13:20

            Concordo Luiz,

            A curva esta abrindo a boca, enquanto o Estoque sobe a Demanda caí.

            Mas os lançamentos veem diminuindo, mas pelo nossos números, para equilibrar a situação deveria cessar por uns 2, 3 anos, para o mercado absorver esta super oferta. Como isto não vai acontecer (continuar pedalando para a ação não despencar), para liquidar os imóveis novos terão que abaixar os preços, isto já é fato, ou segurar por anos fechado ou alugado com valor baixo.

            O investidor burro – esperto, ao meu ver deveria dar um desconto de 20% hoje e se livrar do imóvel, já obtendo um rendimento absurdo.

            Mas aquela historinha de “todo mundo pede” tanto, o bairro inteiro, eu não vou abaixar…é uma máxima e mostra a nós que o imóvel não é visto como um papel, ou ação, mostra que não é um bem 100% econometrico.

            0
            • xangai 7 de março de 2012 at 14:52

              Entao … vao parar de “lancar” ou construir por 2 ou 3 anos .. e a consequencia disso ?!?!

              Desemprego em toda a cadeia da construcao civil !!! acha pouco ?!?!

              Well… so de “corretores” , se fizessem parte dos seres humanos nos indices de desemprego , ja teriamos novos e mais negativos indicadores.

              0
  • augusto 6 de março de 2012 at 18:18

    Por falar em Gafisa, como está sua venda para um grande investidor americano? Mentira tem perna curta, mas pega muito mentecapto imbecil

    0
    • CHARLES 6 de março de 2012 at 18:25

      Todos os dias saem de casa um imbecil e um espertalhão. Quando eles se encontram, sai negócio.

      Tem muita gente com dinheiro das suas economias no bolso e margem consignavel pra perder ainda nesse Brasilzão…E eles estão dispostos a tudo para conseguirem seus objetivos.

      0
  • realidade 6 de março de 2012 at 18:25

    Agora só falam nas obras superfaturadas da Copa.
    Muita gente roubando nessas tretas…..atrasam pra depois os adendos aos contratos dispararem os “gatilhos” de emergência…..mais roubalheira…..ACORDA BRASIL!!!!

    0
    • realidade 6 de março de 2012 at 18:39

      Não dá mais nem pra ver a Globonews. Os “ratos” dessa emissora, grande devedora do BNDES-via empréstimos camaradas, retratam e colocam nas entrevistas sobre economia ou qualquer outra merda que esteja acontecendo de podre na Banânia, pseudo entendidos em tudo….alinhados aos PeTralhas……obviamente…..é sempre Sol na terra da banana!!!!

      0
  • Ze Bom di Rolo 6 de março de 2012 at 18:42

    Brazil???? Samba!!

    0
  • Zoom 6 de março de 2012 at 18:48

    “Vendas de material de construção caem 6% em fevereiro

    SÃO PAULO – As vendas no varejo de material de construção fecharam fevereiro com queda de 6%, frente ao mês anterior. É o que revela um estudo realizado pela Anamaco (Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção), em parceria com o Ibope Inteligência, e divulgado nesta terça-feira (6).

    Na comparação com fevereiro de 2011, as vendas registraram baixa de 2,3%. Nos últimos 12 meses, o varejo apresentou alta de 4,5%.

    “Apesar de preocupante, não podemos entender isso como o início de uma desaceleração, pois as expectativas para março são as mais otimistas medidas mensalmente nos últimos 24 meses”, explica o presidente da Anamaco, Cláudio Conz”.

    Fonte: h ttp://www.infomoney.com.br/empreendedor/noticia/2362557-vendas+material+construcao+caem+fevereiro

    0
    • Amadeos de Sampa 6 de março de 2012 at 20:28

      ANFAVEA, SECOVI, e agora ANAMACO. os indices caindo mas nao a mascara. Tenha paciencia. Basta de dourar a pilular. Que coisa, pooooxa.

      Caiu, caiu, subiu subiu. Agora so podemo comentar qdo sobem os indices. Noticiar indice cair nao pode. tenha paciencia viu!

      Ploc.

      0
      • Amadeos de Sampa 6 de março de 2012 at 20:31

        E digo mais. Fevereiro esse ano com 29 dias. Tivemos 21 dias uteis /19 se tirarmos 2 dias de carnaval. Poxa.

        0
  • Fred 6 de março de 2012 at 19:06

    Não sei se isto significa subestimar demais os outros ou se é só desespero mesmo:

    “Se você acha que os preços de imóveis em São Paulo estão mais caros e a rentabilidade dos investimentos em imóveis em SP diminuiu, está correto, e é importante ampliar o campo de visão para captar oportunidades em locais não tão obvios, que não estão tão visiveis e explorados.

    Veja e acredite nesta oportunidade que apresento em Guarulhos:

    […]

    Ótimo preço de lançamento, perspectiva de valorização e rentabilidade acima dos niveis de S.Paulo.

    Lança já, nesta semana, com inicio das assinaturas provavelmente a partir desta 5a ou 6a. feira.

    Se tiver interesse, entre em contato rápido, pois, sem exagero, este empreendimento deverá ser 100% vendido no lançamento!!!

    Mas, atenção, NÃO ficamos nos plantões.
    Portanto SEMPRE ligue ANTES, para agendar conosco sua visita ao plantão.

    Nosso atendimento pessoal e diferenciado, e nossas ferramentas exclusivas de análise, serão importantes para assessorar você a fazer o melhor negócio.

    Aproveitamos este boletim para listar os principais lançamentos deste inicio de ano.

    Vale observar que a taxa de vacância dos comerciais está diminuindo comparada com o ano de 2010, e faltam escritórios para alugar. Algumas consultorias trabalham inclusive com contratos de pré-locação de 3 anos. Na pré-locação, o cliente final para segurar sua laje ou salas, pagará um percentual sobre o valor do aluguel, durante o periodo de obras.”

    0
    • Leno 6 de março de 2012 at 20:19

      qual o nome do corretor ? pelo texto estou desconfiado que conheço.

      0
      • Fred 6 de março de 2012 at 21:38

        Bergson ou algo parecido.

        0
    • Thiago 6 de março de 2012 at 21:48

      “Pré-locação”

      HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH

      *respira um pouco*

      HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH

      PQP quem que foi o gênio que inventou isso?!

      Pra quê que eu vou “pré-alugar” um negócio, me diz! Ou eu pago pra ter ou eu alugo um outro lugar, agora “pré-alugar” é muita ingenuidade

      0
      • Amadeos de Sampa 7 de março de 2012 at 18:22

        Me passa por favor o link do empreendimento. Quero pre-locar tambem.

        RZRZRZ

        0
    • Amadeos de Sampa 7 de março de 2012 at 18:26

      Eu procurei e achei o termo pre-locacao numa revistinha bananense. eita brasil. vamos acordar.

      http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/58218_ALUGUEL+DE+ESCRITORIOS+NO+BRASIL+E+NEGOCIO+DA+CHINA

      0
  • jonas 6 de março de 2012 at 19:25

    Amigos lendo os comentários do estadão a pouco, deparei-me com uma conversa um proprietario querendo vender e o outro dizendo para esperar:
    Bem, me dá um aperto no coração escrever isso, mas a verdade é, quem tem imóvel em SP e está tentando vender sabe como está o mercado imobiliário e não com essa conversa fiada dos corretores. Tenho um apto nos jardins, um em Perdizes e uma casa no interior, estou vendendo os três porque estou morando no exterior e preciso comprar um imóvel aqui. No momento estou pagando aluguel e posso dizer literalmente que meu dinheiro nesses imóveis está imobilizado, os imóveis não vendem de maneira alguma, a mais de 1 ano. Agora vou baixar o preço?, arrisquei baixar 20, 30 mil para ver se vendia e mesmo assim não vendeu…..agora não vou anunciar o apto a 100 mil a menos que o bairro todo. A realidade é que os apartamentos não valem tudo isso. A minha casa no interior que até um tempinho atrás valia 300 mil está anunciada a 550 mil. O apto dos jardins compramos em 97 a 130 mil…..hoje estou pedindo 700 mil É um exagero?, é, mas o bairro inteiro está pedindo isso.

    0
    • Tomaz 6 de março de 2012 at 19:48

      Questão de ponto de vista. A verdadeira questão que eu colocaria, no seu lugar, seria: “Quanto quero ganhar?”.

      Quando compro ações, eu tenho a minha taxa de desconto para calcular o valor justo da ação, e ela independe de qualquer outro balizador externo – é quanto quero ganhar, e ponto. O indice bovespa rende, historicamente, cerca de 10% a.a. acima da inflação. A poupança normalmente perde em 0,5 a 1% para a inflação ao ano (ãs vezes, dá uma empatada). Títulos públicos devem estar rendendo hoje cerca de 2 a 4% a.a. acima da inflação. Considerando este cenário, e os riscos de cada produto, quanto seria justo para um imóvel? Acho que, racionalmente, tem muito espaço para redução de preço e mesmo assim, com um rendimento bastante elevado.

      Daí, entra a questão psicológica – sabe aqueles negócios de psicologia, do tipo, o ser humando lembra-se mais de uma perda do que de um ganho, ou aquele tipo de pergunta como “voce prefere 5,00 certos, ou me pagar 5,00 tendo a chance de ganhar 50,00…bla bla bla….” Pois é: esse tipo de coisa trabalha pesado nestas horas….

      0
    • Indecoroso 6 de março de 2012 at 19:49

      “O tempo é o senhor da razão…”

      0
    • Luiz 6 de março de 2012 at 19:53

      Jonas me perdoe por dar palpite na sua vida sem ser chamado, na minha opinião vc fez uma bela burrada

      amigos de Miami me contaram que os imoveis nos EUA já começaram a se recuperar.
      Obama anunciou ontem que vai aliviar as hipotecas, os preços vão subir.

      Vc perdeu de vender no Br na alta e comprar nos EUA na baixa, negocio da china, unico na história. Vc passou do ponto por causa de 100 mil reais, que não vai te fazer nem mais rico nem mais pobre.

      Com 100 mil vc consome nos EU 3x mais que aqui. Compare os carros, iphone, etc.
      Tinha que ter pressa sim.
      Eu sei que é facil falar depois que já passou, mas caramba vc aí não percebeu as coisas comparando os preços?

      0
    • Anonymous 6 de março de 2012 at 19:55

      Vão todos ficar sem vender por mais alguns anos. Enquanto isso, voce não compra a casa no exterior e continua pagando as despesas de manutenção de todos os imóveis na Banânia. E se voce precisar de DINHEIRO para uma emergência qualquer? Vai fazer o que?

      0
  • jonas 6 de março de 2012 at 19:28

    Olha o papo do defensor dos preços altos:

    Compreendo sua indignação, Felipe, mas a verdade é que o mercado é o responsável por ditar o valor dos imóveis e não nós, proprietários. Acredito que não deve baixar mais o valor do seu imóvel, pois smpre parto do princípio que “uma hora vende”, pois o mercado imobiliário é alimentado por oscilações, e se você o vende em um momento de pressa (desvalorizando seu próprio bem) outra pessoa poderá vendê-lo com margem altíssima de lucro em cima de sua negociação. Espere…espere e espere!
    Respon

    0
    • Leo 6 de março de 2012 at 19:38

      Fala para ele aproveitar a liquidaçao de poltronas nessas lojas de moveis pq ele vai precisar sentar em algum lugar bem confortavel…

      0
    • realidade 6 de março de 2012 at 19:48

      nossa! dá até medo ler um email de um corretor Sassá mutema como esse. A formação para se tornar um corretor de imóveis e tirar o CRECI é ridícula. Uma prova aplicada que qualquer criança (isso mesmo criança de uns 8 anos consegue fazer!). Não entendem nada de economia, história, administração, NADA!!! salvo raríssimas exceções. O fato, é que hoje, o mercado imobiliário(vendas) está infestado de semi-abalfabetos , querendo vender um peixe caro e podre. Não dê ouvidos para um imbecil como esse….e boa sorte

      0
    • Sol de Sampa 6 de março de 2012 at 21:58

      Quem comando o mercado?

      Se não vende faz 1 ano, e o imovel se for bom e bem localizado dizem os consultores imobiliarios que em média vendem em 6 meses…

      Se no dobro do tempo, baixando 10k, 20k não vendeu… acha que aumentando o preço vai vender?

      0
    • Ratinho 6 de março de 2012 at 22:31

      Já que vc está com medo de se arrepender depois, qq que seja a linha adotada, por que não baixa os preços de dois e mantém de um, ou vice.versa?

      0
  • Luiz 6 de março de 2012 at 19:29

    Imob hj

    GFSA3 4.92 -3.0%
    RSID3 10.23 -3.8%
    CYRE3 18.28 -4.0%
    JHSF3 6.13 -1.8%
    BRML3 22.63 -1.3%
    MRVE3 14.15 -3.4%
    EZTC3 20.34 -3.7%
    PDGR3 7.35 -3.2%
    EVEN3 7.33 -3.9%
    HBOR3 27.50 -0.7%
    BRPR3 21.50 -1.6%
    IMOB 914 -2.4%

    0
    • GB 6 de março de 2012 at 20:13

      Podem falir todas, os únicos que vão chorar são os políticos que vão perder seus financiadores de campanha.

      0
  • Amadeos de Sampa 6 de março de 2012 at 19:50

    Luiz, muito bom seu post. Eh verdade, cariocas sao muito esperto mesmo haha. Morei no Rio, adoro a cidade. O problema maior do Rio eh a rede Globo/Goebbels.

    0
    • Amadeos de Sampa 6 de março de 2012 at 19:53

      ops. saiu no lugar errado….

      0
    • xyz 7 de março de 2012 at 09:08

      Quem na adolescência não odiou a globo?
      Desejo vida longa e próspera à globo, pois tenho muito medo é da concorrente.

      0
  • jonas 6 de março de 2012 at 19:52

    Leo, se não for corretor é um dos que comprou nas últimas rodadas, infelizmente vai ter que perder. O cara quer vender rápido pois no exterior está em liquidação o cara falando para ele esperar pois o mercado tem estas oscilações. Ele que não sabe que toda soberba um dia será castigada.

    0
    • Luiz 6 de março de 2012 at 19:57

      só agora entendi, vc não esta nos eua, vc tá so contando a conversa

      o cara lá perdeu o melhor negocio da historia da humanidade. Eua em crise BR em alta

      0
  • Vinícius 6 de março de 2012 at 19:59

    http://www.ademi.org.br/article.php3?id_article=46665

    Essa pesquisa da ADEMI mostra o cenário no Rio de Janeiro.
    As médias das unidades disponíveis, residenciais e comerciais, em 2011, cresceram proporcionalmente em comparação ao mesmo período do ano anterior. O estoque médio residencial em 2010 era de 12.587 unidades e passou a 13.299 em 2011 e o comercial subiu de 1.437 em 2010 para 1.854 em 2011.

    As unidades escrituradas residenciais subiram de 13.345 em 2010 para 14.636 em 2011, um crescimento de 10%. Já no caso das unidades comerciais o crescimento foi ainda maior, 65% em comparação ao ano anterior. Em números absolutos foram vendidas 2.089 unidades em 2010 e 3.450 unidades em 2011.

    0
  • Carlos Wagner 6 de março de 2012 at 21:27

    TRADING CAFÉ, 06/03/2012

    Vou “escrever” baixinho… Alguém falou em bolha imobiliária?

    Só a mídia toda hoje, está por toda parte. Em economia, a parcela difícil da questão é o “quando”. Da forma que o mercado subiu, não embasado em fundamentos realistas para a economia brasileira, em algum momento irá retrair, de forma suave ou de forma abrupta. Os preços estratosféricos vistos aqui no nosso país para o mercado imobiliário não foi embasado em fundamentos econômicos, a não ser quando nos livros observamos o capítulo sobre “Especulação”. Menos de 30% dos compradores efetuou a compra para morar no imóvel… Isso, em outras palvars significa? (…) Pois bem, a intensidade do movimento de alta será equivalente ao movimento de queda, excetuando-se as compras reais e efetivas de pessoas que utilizarão os imóveis adquiridos. os preços estão voltando, já com decsontos substanciais dos máximos observados. A margem de desconto será igual à necessidade de se converter em caixa o valor investido pelos compradores. Quem tem folga, demorará mais para vender, quem não tem, será mais voraz para reduzir os preços. O governo está abaixando a SELIC para convergir com o retorno da poupança, para tornar mais atraente este investimento e competir com outros instrumentos de mercado. É uma movimentação dupla, irriga a poupança e os financiamentos imobiliários ao mesmo tempo que reduz a diferença de juros do Brasil para o exterior, forçando um enfraquecimento do Real. Talvez eles não estejam sendo rápidos o suficiente. Os jornais e a mídia noticiarm hoje o resultado anunciado pelo SECOVI. Queda substancial nas vendas…

    0
    • Sir Income 6 de março de 2012 at 22:02

      Carlos,

      Ia postar isso… 30% para morar… Ai que frio na espinha… Ainda bem que não tenho imóvel para revender.

      Povo anti-patriótico! kkkkkkkkkk

      Campanha: Compre um imóvel e ajude o Brasiiiiiiiiil il il il

      0
      • Annibal 6 de março de 2012 at 22:11

        Eu faço a minha parte…

        todas as notícias q saem alertando sobre a bolha eu compartilho… acredito q o efeito multiplicador da internet pode acelerar o procesos de conscientização do povo…

        vamo q vamo

        0
  • Raio 6 de março de 2012 at 22:36

    Alguem poderia me responder se a informacao que a Gafisa esta quebrada e veridica? Ou vai acontecer em breve?

    0
    • DanielCM 6 de março de 2012 at 23:15

      Raio, eu diria que o boato é “venéreo”. Mas, para uns tantos, digamos que ela “subiu no telhado”.

      0
    • DP 7 de março de 2012 at 11:00

      Raio – a GFSA3 vem apresentando prejuizo operacional ha varios trimestres. “Prejuizo Operacional”tem a ver com a baixa capacidade de geracao de caixa. Eh diferente de “Lucro” que pode ser facilmente manipulado. Quem ler o cash flow statement da GFSA3 vai ver que eh uma empresa que nao sobrevive se nao pegar dinheiro emprestado.

      0
  • Mr. Alex 6 de março de 2012 at 23:41

    Pessoal,

    estou sumido pois, como o Bolha deve bem saber, existe uma bolha de trabalho na área de TI.

    Disse, de trabalho, só infla ! Mas salário diminui inflação, bolha….

    Hoje está tendo bolha de combustíveis aqui em São Paulo. A greve do caminhoneiros desabasteceu os postos, e estes subiram em R$ 0,30 o litro da gasosa.

    E tem também a bolha do ouro, todo ouro do mundo cabe em 3.5 piscinas olímpicas…
    e o preço do Ouro continua subindo… bolha !
    Is Gold A Bubble?
    crisedodolar.blogspot.com –> zerohedge.com/news/infographic-gold-bubble

    Mas…

    foi só pra falar de Bolha ao Bolhudos

    []s

    0
    • Pimp 7 de março de 2012 at 02:41

      Sim…perceberam que da pra tirar uma graninha só sabonetando em TI.

      Só não concordo, em partes, com a parte do salário. Há muita gente fraca no mercado, é relativamente simples se destacar em uma empresa de TI. Equipes enormes, gestão fraca, venda mal feita (em termos de prazo) = necessidade de pessoas realmente especializadas para não deixar o barco afundar=maior poder de barganha em uma profissão que paga bons salários. Imagino que esteja pagando melhor – na média – que engenharia, dado que tenho vários colegas engenheiros formados em universidades públicas. Sem contar que boa parte trabalha como PJ…

      O problema é que a maioria das empresas não reconhecem a capacidade e produtividade de forma exata, o que seria utópico, porém justo – eg, se fulano produz 10x maior que ciclano, então fulano vai ganhar 10x mais. Quando muito, uns 40% e olhe lah – comparando pessoas do mesmo nível (sênior vs sênior). Falo por experiência própria…trabalho como arquiteto e vivo arrumando cagada de programadores sênior (que arrumam cagadas dos plenos, que arrumam cagadas do júniors,….)

      Parafraseando o Romário em fim de carreira “Não me considero mais um bom jogador, porém como o nível aqui é muito baixo, eu ainda posso continuar jogando”

      0
      • Mr. Alex 8 de março de 2012 at 00:02

        Olá, Pimp,

        Na realidade, houver uma reportagem da folha a uns 20 dias atrás mostrando que o salário acima de 4 mínimos está “estagnado” desde 2003, e com inflação, bolha… o salário consequentemente diminui para quem trabalha desde aquela época ou antes.

        Mas o que mais me impressiona é que brasileiros (cujo premeiro produto foi perder o PAU brasil) não dão a mínima para detenção de conhecimento tecnológico.

        Quer seja indústria automotiva, TI, engenharia (cada as casas pré-fabricadas que eu tanto falo ?)… Nada !

        Só querem comprar o que está pronto: celular, TV, carro, software, tudo.

        O pessoal acha que sabe de TI só porque sabe usar. Então eu sei pacas de automotivo, não bati o corro a mais de 4 anos… uahauhaua

        Sabe mesmo aquele que sabe fazer: o carro, o computador, o software.

        Quero só ver o dia que o Brasil for invadido e usarmos essas caças de 1/2 tigela, esse submarinos sucatões, ou mesmo quando 100% dos cargos com algum QI superior em 2 pontos a de uma ameba sejam ocupados por estrangeiros

        aqui só se quer comprar, ninguém que estar do lado que inventa e produz, only easy money, pensar dói !

        0
  • KiuD 7 de março de 2012 at 00:49

    O que dizer de uma entrevista como esta????

    http :// tvuol.uol.com.br/assistir.htm?video=advogada-fala-sobre-uma-possivel-bolha-imobiliaria-no-brasil-04029C3766DC8193C6

    Como analista de mercado imobiliário acredito que ela seja uma boa advogada…. argumentos fracos de mais,,,, até parece corretor de imóvel querendo vendo… aquele velho bla bla bla de demanda reprimida!

    0
    • Cai Cai Balão 7 de março de 2012 at 11:13

      A despeito de todos os impedimentos éticos previstos no Estatuto da Ordem, muitos escritórios funcionam em associação com Imobiliárias. Aqui em Belém/PA isso é visto a 3/4.

      0
    • CHARLES 7 de março de 2012 at 11:40

      Hum…mercado estranho, profissionais de todas as areas palpitando, isso não é nada bom.

      É a mesma coisa que chamar o carpinteiro pra falar do estado de saude do moluscao…

      Esses reporteres saem às ruas e se ouvem alguem dizendo que nao há bolha, pegam pelo pescoço e fazem uma reportagem. Se o engraxate falar que nao tem bolha, quem duvida que saira uma reportagem de um profissional liberal querendo investir em imoveis?

      PS: Nada contra a profissão engraxate, a analogia é apenas para mostrar que trabalhadores de diversas areas começaram a opinar e ser levados a serio quanto as teorias não-bolha.

      0
  • Sem Nome 7 de março de 2012 at 01:03

    O pior de tudo é que ainda tem gente pensando que investir em imóveis é o que há. Na empresa em que eu trabalho, por exemplo, nos últimos dias conversei com dois colegas de nível gerencial, os quais comentaram que entraram em um financiamento para adquirir um segundo imóvel (para fins de locação), visto que este é o melhor / mais seguro / mais sólido investimento do mercado. E para completar, ambos querem me convencer a sair do aluguel e a comprar um imóvel….Nos dias de hoje discutir mercado imobiliário é igual discutir política, futebol e religião, portanto o melhor a fazer é evitar conversas sobre o tema. Pelo menos em um assunto eles concordaram comigo: não faz sentido a quantidade de carros caros (acima de BRL 80 mil) que vemos aqui em São Paulo, com certeza o pessoal deve estar muito endividado para conseguir comprar estes carros.

    0
    • MrK 7 de março de 2012 at 04:24

      Falou tudo, esse tema tem muita emocao no meio…

      o problema e’ que muita gente tem a maior parte do seu patrimonio nesse mercado, seja o investidor, seja o proprietario do imovel onde vive, que acha que ficou rico (mesmo sem ter mudado um centavo sua renda), ou fica se gabando de ter feito um otimo negocio, quando comprou o ap onde vive por 50% a menos (novamente, isso em nada mudou sua renda ou qualidade de vida)… voce dar um choque de realidade e dizer: “Amigo, voce nao ficou rico” e’ pior que falar que a vitoria do time dele foi roubada… as pessoas se exaltam, big time!

      veja o caso do menino do rio, e’ um camarada inteligente, mas volta e meia fica se iludindo e se mistura com a emocao por ser proprietario de imoveis, deixando toda racionalidade ir por agua abaixo..

      ate meados de junho de 2011, quando ainda tinhamos vendas, eu ate entendo que as pessoas tivessem iludidas, pois nao era tao facil ver a bolha, mas hoje?!?!? ta evidente!

      0
    • Carlão_RJ 7 de março de 2012 at 07:36

      Pior que é exatamente assim. Mas em breve a emoção vai dar lugar à razão.

      0
  • Caiu a casa 7 de março de 2012 at 01:06

    Estive olhando o facebook de um amigo, e vi um pequeno debate entre ele e um outro amigo dele,que pelo que entendi, é corretor: Vejam:
    ————————————————————-
    Preços de imóveis no Rio de Janeiro e São Paulo começam a baixar
    Com a demanda fortíssima dos últimos anos, ficou complicado para as construtoras achar mão-de-obra qualificada e materiais por um preço bom.
    Curtir · · Seguir (desfazer) publicação · Compartilhar · segunda às 10:36

    Amigo do fulano: Ai sim hein XXXX! Os caras qerem 800 mil por um AP de 120 m2 aq na vila prudente perto da favela, piada nao?
    segunda às 10:59 · Curtir

    Fulano: è uma piada sem graça, mas o cenário economico aponta para um queda muita grande, se estiver pensando em comprar, terá que ter paciência.
    segunda às 11:14 · Curtir · 1

    Corretor: XXXXX vc com essa história de novo, para de se enganar…
    há 13 horas · Curtir

    Fulano: ahaha…quer apostar uma caixa de cerveja XXXXX ?
    há 13 horas · Curtir

    Corretor: ok, qual data limite?
    há 12 horas · Curtir

    Fulano não tem data limite, é um processo gradual e já está ocorrendo.
    há 12 horas · Curtir

    Corretor: hoje o dia será ensolarado com possibilidade de nuvens e trovoadas, com periodos de calor chegando a esfriar ao longo do dia… a sua perspectiva esta igual ao jornal quando da notícias sobre o clima!!!
    há 8 horas · Curtir

    Corretor: apreveita e me de um exemplo de onde esta sendo vendido mais barato do que o preco de saída, exclua os quebrados e desesperados,pois essem apenas servem para nos ajudar a ganhar mais dinheiro
    há 8 horas · Curtir

    Fulano: a minha analise não é pautada em pesquisas de preços em stand de vendas, e sim no cenario macroeconomico atual.A economia está em desaceleração, inadimplencia batendo recordes, o real está supervalorizado,juros altos, isso sem contar os fatores externos como a crise na europa e o principal, que é a desaceleração na economia da china. Enfim, não consigo entender como há espaço para aumento de preços em um cenário destes.
    há 7 horas · Curtir

    Corretor: exato, existe todos estes fatores, assim como td isso foi dito igualmente no final de 2008 e inicio de 2009 EUA… a mesma coisa, sofremos por quanto tempo? nao tenho a penas estatísticas de plantão, mas tenho estudos e prospeccoes atuais e futuras em relação a imóveis, vc se lembra que em 2009 o Sr lula correu diminuir ipi sobre automóveis, pq houve uma enorme queda, tiveram que contornar rapidamente, acabaram mudando o cenário e livrando as montadoras de uma falência, pq disso td! o povo brasileiro tem seu negócios no Brasil, em sua grande maioria e nao no exterior, o exterior esta em crise, aqui nao, o salarios aumentam, o emprego aumenta, dinheiro gira dentro do pais, somos pais em destaque e estamos com injeção de dinheiro externo… hj as vendas reduziram nos imóveis assim como os veiculos tb tiveram baixa nas vendas, mas é uma questão rápida de readequacao do mercado… eu tenho certeza em absoluto que existira sim, como sempre existiu, oportunidades de compras imobiliárias, especulação, vc compra imóvel de quem esta duro quebrado, para um ganhar sempre existe um que perde, paga a conta… analise a micro também, a macro de índices % gerais, e nao específicos. Leandrao eu sei do seu entendimento, mas vc já viu que o dinheiro sem aplicação imobiliária gera perda!!!
    há 5 horas · Curtir

    Fulano: Cara, discordo de quase tudo que vc disse, mas vamos deixar esse papo para o proximo encontro, tomando uma breja blz…
    há 2 horas · Curtir
    Escreva um comentário…

    0
  • MrK 7 de março de 2012 at 04:58

    O ultimo pino em pe…

    Para a constatacao final da bolha e inicio do processo de queda acentuada de precos (nao estou falando do fundo do poco, mas do inicio do processo, nao falo de descontos, falo de queda geral de patamar), algumas coisas fazem-se necessarias:

    1- Divulgacao na midia da possibilidade da bolha e problema no setor – Check!
    2- Queda sensivel das vendas – Check !
    3- Quedas publica dos precos via indices – Ainda em pe.

    Creio que o FIPEZAP e’ o ultimo pino a cair pro strike da bolha, alguns investidores mais ingenuos conseguem pensar que mesmo sem vendas e com riscos aqui e ali, os precos estao solidos e pra cima, em funcao dos resultados do FIPEZAP, esse indice que e’ um verdadeiro aborto da estatistica, tem um papel importante, em funcao da sua alta penetracao na midia, do seu portal e por ter sido o 1º a tentar medir o setor. (tentar)

    FIPEZAP, ate quando voce vai ficar sendo um vela de esperanca na bacia dos desesperados? Mostre a realidade, FIPEZAP!!

    0
  • Conde Drácula 7 de março de 2012 at 06:33

    Em breve vai começar a sangria.

    0
  • GB 7 de março de 2012 at 07:35

    Logo vão dar um tiro no galinheiro, vai ser pena pra todo lado.

    Numa economia de mercado todos produzem mais e mais barato, para ter lucro na quantidade, numa economia manipulada opta-se por produzir pouco e vender muito caro, mas isso tem um preço, eles ficam na ansiedade sempre torcendo para que apareça algum desesperado que salve a semana deles.

    0
  • Veiga 7 de março de 2012 at 08:38

    Lucro da Cyrela.. 4Tri… 2011..
    Madeiiiirraaaaaaaa….

    0
  • Corretor 7 de março de 2012 at 09:07

    Respeito a opinião de todos, mas acho que infelizmente quem aposta na desgraça dos outros vai sair perdendo. Vejam este artigo, ele sabe muito bem do que fala, pois tem o título CFA.

    drmoney . com . br/investimentos/voce-venderia-seu-imovel-para-morar-de-aluguel/

    0
    • Tomaz 7 de março de 2012 at 11:28

      Falou coisas que são senso comum para quem tem um mínimo de educação financeira. É um artigo que não fede nem cheira.

      0
      • CHARLES 7 de março de 2012 at 11:35

        Mas pra um corretor, é algo digno de premio nobel.

        Ninguem aposta na desgraça dos outros, apostamos na queda de preços e se há categorias de profissionais que não conseguem enxergar que se os preços baixarem suas vendas vão voltar a acontecer é por pura incompetencia desses profissionais e eles devem ser penalizados por isso, como em qualquer livre mercado, os incompetentes deve ser extintos.

        Acredito, Sr. Corretor, que sua profissão esteja condenada.

        Abraço de quebrar costela.

        0
        • Luiz 7 de março de 2012 at 15:11

          caro corretor
          O gerente do meu banco que trabalha com financiamento imobiliario vendeu o dele pra morar de aluguel.
          Muitos outros estão fazendo isso.
          É mais valido eles que materia paga

          Sua desgraça maior que vender barato é não vender nada

          0
    • Amadeos de Sampa 7 de março de 2012 at 18:38

      Essas pessoas que nos acusam “torcer contra” sao pessoas que so veem cifra$ diante dos olhos.

      Elas nunca vao entender o que voce disse pois pra isso precisariam ter uma coisa chamada “compaixao”.

      “To be in somebody’s shoes” eh facil da boca pra fora. Dificil eh colocar isso em pratica.

      Minha feh na raca humana eh menor a cada dia.

      Meus 2 cents pra esse corretor ai.

      0
  • Philis 7 de março de 2012 at 09:11

    Olha a Bomba!! Acredito que devem ter muitos imóveis na mesma situação:

    http : // www . zap .com.br/imoveis/oferta/Apartamento-Padrao-1-quartos-venda-RIO-DE-JANEIRO-TIJUCA-RUA-CARLOS-DE-VASCONCELOS/ID-2935903

    0
    • Philis 7 de março de 2012 at 09:17

      Achei mais um… podíamos fazer um arquivo só com imóveis retomados:

      http : // www. zap . com.br/imoveis/oferta/Apartamento-Padrao-2-quartos-venda-RIO-DE-JANEIRO-JACAREPAGUA—FREGUESIA-/ID-2931569

      0
    • self 7 de março de 2012 at 09:33

      Esse aí tá desesperado para vender um péssimo imóvel por mais de 2x o que vale. Tomara que encalhe.

      0
  • Elias 7 de março de 2012 at 09:18

    Quando até eles começam a admitir, é porque a coisa deve estar feia mesmo.

    Venda de imóveis em SP terá alta modesta em 2012
    Autor(es): Por Chiara Quintão | De São Paulo
    Valor Econômico – 07/03/2012

    Após registrar queda da comercialização de imóveis residenciais novos em número de unidades e em Valor Global de Vendas (VGV) na cidade de São Paulo, em 2011, o Secovi-SP, o Sindicato da Habitação, espera crescimento modesto na cifra total de vendas em 2012 e já considera a possibilidade que o volume apresente nova retração.

    h ttp://clippingmp.planejamento.gov.br/cadastros/noticias/2012/3/7/venda-de-imoveis-em-sp-tera-alta-modesta-em-2012

    0
  • GB 7 de março de 2012 at 09:22

    Dizem que a bolha não existe, mas 2011 já foi um ano complicado para a Cyrela.

    1º trimestre:
    Cyrela registra lucro 57,4% menor no 1º trimestre, Época Negócios, 13/05/2011
    Companhia registrou ganho líquido de R$ 74 milhões no período

    2º trimestre:
    Lucro da Cyrela cai para R$ 96 milhões no segundo trimestre
    Valor representa recuo de 42,8% comparado aos R$ 167 milhões de 2010. Cyrela teve vendas contratadas de R$ 1,67 bilhão , alta de 8,3%.

    3º trimestre:
    Lucro da Cyrela cai 16,6% no 3º trimestre, mas margens continuam subindo, InfoMoney
    Para Wesley Barnabé, analista do setor imobiliário da BB Investimentos, o impacto deste resultado deve ser neutro sobre as ações da Cyrela.

    4º trimestre:
    Lucro da Cyrela Commercial Properties cai 33% no 4º trimestre. Brasil Economico
    Redução da receita bruta com vendas no último trimestre de 2011 impacta o desempenho da companhia.

    0
  • realidade 7 de março de 2012 at 09:29

    Quem compra imóvel a preços bolhudos é aquele sujeito que ontem deve ter pago R$ 3.49 o litro da gasolina em SP. Bananense entra em fila sem saber pra que serve……

    0
    • Rico 7 de março de 2012 at 10:49

      Fato.

      Outra, como reabasteço no cartão de crédito e uso durante o mês, sempre encho o tanque. Isso diminui minhas paradas no posto.

      Estou assistindo a zona de camarote.

      0
      • Cleyton 8 de março de 2012 at 23:18

        Ta ái camarada, é isso mesmo, eu (não tão rico) tenho um carrinho 97 quitado, sempre com o tanque cheinho de aditivada, óleo em dia, ipva baixo etc, e muito nego aí com audi se esbarrando pra pôr deizão, ô brazil (com z de zona!)

        0
  • GB 7 de março de 2012 at 09:35

    Fiquei sabendo por uma corretora que venderam um dos imóveis a preços bolhudos que eu estava de olho.

    Às vezes eu me pergunto se não valeria a pena comprar logo um imóvel financiado por 30 anos, “casar-se” logo com o banco e dar toda essa $$$ para eles, independente do que esteja acontecendo no mercado.

    Mas essa “viagem” só dura 10 segundos, aí eu volto à realdiade. lol

    0
    • Cai Cai Balão 7 de março de 2012 at 09:38

      Pode durar 30 anos, se você quiser =)

      0
      • GB 7 de março de 2012 at 09:46

        Dizem que é preferível ter um inimigo que uma ex-mulher.

        Logo vão começar a dizer que é preferível ter uma ex-mulher que um banco na sua cola.

        0
        • Rico 7 de março de 2012 at 10:50

          Nada, com banco se renegocia tudo.

          Vai renegociar pensão com ex-mulher… É pior que pedir dinheiro emprestado para a máfia.

          0
          • Cleyton 8 de março de 2012 at 23:14

            Caras, vocês são muito espirituosos, nesses momentos de crise é o que precisamos!

            0
    • MrK 7 de março de 2012 at 09:57

      Eu ate entendo quem tinha esse tipo de medo antes, pois os precos segundo os zaps da vida subiam 3.5% ao mes, os corretores mal te retornavam, as vendas estavam altas (por vezes era preciso se sujeitar a dormir na fila ou pegar qualquer unidade do predio, sem escolher muito), e na TV a noticia a cada minuto dos 30% de valorizacoes anuais.

      A pessoa pensava: Meu Deus! Se eu estiver errado em 1 ou 2 anos que nao compro nem kitnete mais!

      Mas hoje??? Vendas caindo! Corretores Ociosos! Lancamentos devagar! E o proprio secovi falando de estagnacao dos precos, ou subir junto com a inflacao (abaixo da selic), hoje nao existe mais motivo para ter esse tipo de medo, hoje voce pode ficar tranquilo, que piorar nao piora, hoje a conta e’: Se eu estiver errado vai melhorar pouco esperar, se eu estiver certo vai melhorar muito! Em todo caso o medo acabou

      0
      • Mr. Crowley 7 de março de 2012 at 10:10

        Obrigado, estava precisando ouvie isto…

        0
      • GB 7 de março de 2012 at 10:57

        É verdade, quem esperou pode esperar mais um pouco.

        Quem convive com criança pequena sabe do que estou falando, elas vivem testando os pais para ver até onde elas podem ir, o mercado imobiliário fez a mesma coisa, ultrapassaram os limites, os imóveis dobraram ou triplicaram em pouco tempo e agora vai recuar e os limites serão impostos pelo mercado.

        Só sei de uma coisa: mais tempo para guardar $$$ e se ele rende pouco no banco, pelo menos ele rende para você.

        0
  • Menino_do_Rio 7 de março de 2012 at 10:01

    Caro MrK,
    apesar de estarmos em situações financeiras distintas, leio e aprendo muito com seus comentários.
    Por enquanto sigo meu planejamento e tenho ainda que esperar uns 3 a 5 anos(contratos de aluguel que firmei) para poder realizar meus imóveis.
    Agora, que temos uma suposta mudança de tendência no mercado imobiliário, surge a dúvida:
    onde investir nossas poupanças até que este governo saia do poder?
    Acredito que somente com a mudança do atual modelo econômico petista teremos os preços voltando ao justo, e ainda temos muito combustível para que os eleitores do lula continuem gastando, financiando e votando…

    Brasil do pt, endivide-se ou deixe-o. ®

    0
  • Johnny 7 de março de 2012 at 10:14

    Comparem este imóvel de 140m2, em Orlando, Estados Unidos, país desenvolvido, no valor de $157.990 (Aprox R$ 280.000):
    h ttp : // www . rglassessoriainternacional.com.br/index.php?link=8&id=40

    Com este no Brasil de 75m2, Tijuca, Rio de Janeiro, país subdesenvolvido no valor de R$ 280.000:
    h ttp : // www . zap.com.br/imoveis/oferta/Apartamento-Padrao-2-quartos-venda-RIO-DE-JANEIRO-TIJUCA-RUA-BARAO-DE-MESQUITA/ID-2872590

    Digam-me se há lógica. Não tem algo errado?

    0
    • CHARLES 7 de março de 2012 at 11:20

      Em relação ao segundo imovel, apenas 1 palavra:

      PARDIEIRO

      0
    • Vinicius Lima 7 de março de 2012 at 11:28

      Fiquei triste olhando essa diferença gritante….

      0
      • Johnny 7 de março de 2012 at 14:03

        Sem contar na diferença absurda a mais que pagamos por automóveis muito inferiores aos deles.

        0
  • Paulo Franc 7 de março de 2012 at 10:25

    Nossa quanta informação contraditória, já não sabemos mais em quem acreditar. uma hora o SECOVI e aliados dizem que esta ótima, outra hora dizem que caiu….

    0
  • Luiz 7 de março de 2012 at 10:29

    colegas da Bolha. Estou revoltado.

    Esta havendo greve de caminhoneiros aqui em SP, os postos estão sem abastecimento desde ontem
    Resultado: filas imensas nos postos e gasolina a quase 4 reais.

    anonymous, põe agua no feijão que eu resigned

    0
    • Rico 7 de março de 2012 at 10:47

      É a bolha do combustível.

      Reabasteci na segunda, antes de entrar nisso. Brasileiro não pode ver uma fila.

      Só não reabastecer, quero ver agora para voltar os preços nos patamares originais.

      0
    • Paulo Rocha 7 de março de 2012 at 13:56

      Em quanto isso na Noruega a gasolina esta custando R$4,67/litro…. 🙁

      0
  • DM 7 de março de 2012 at 10:37

    Queixas contra construtoras crescem quase quatro vezes; atraso é um dos problemas
    Aiana Freitas
    Do UOL, em São Paulo

    Em meados de 2008, a consultora ambiental Sandra Satim comprou um apartamento de dois dormitórios no bairro de Vila Carrão, na zona leste de São Paulo. O imóvel tinha entrega prometida para abril de 2010, mas ela só recebeu as chaves no mês passado, quase dois anos depois.

    “Todos os meses eles mudavam a data de entrega e não davam nenhuma justificativa. Hoje me arrependo de ter comprado o imóvel na planta e de não ter tomado alguns cuidados. Deveria ter investigado melhor a construtora”, diz Sandra Satim, que entrou na Justiça para pedir indenização por danos morais e o pagamento dos valores gastos com a prorrogação do contrato de aluguel.

    O empreendimento em que a compra foi feita, o Ecoway Carrão, pertence à Ecoesfera Empreendimentos Imobiliários. Em nota, a empresa diz que o atraso “não foi diferente do que tem ocorrido no setor de incorporação e construção imobiliária”. Segundo a Ecoesfera, o problema foi “causado principalmente por falta de mão de obra especializada e excesso de chuvas”.
    Queixas sobre não cumprimento de contrato subiram 237%

    Desde o início do boom imobiliário no país, em 2008, até o ano passado, a quantidade de reclamações contra as construtoras aumentou quase quatro vezes em São Paulo, segundo o Procon, de 1.110 para 4.357.

    A maior parte delas se refere ao não cumprimento do contrato, especialmente por conta do atraso na entrega. Foram 1.420 queixas do tipo no ano passado, ante 421 em 2008. O aumento no período foi de 237%.

    Nas associações de mutuários, as queixas também têm se multiplicado. Segundo levantamento da AMSPA (Associação dos Mutuários de São Paulo e Adjacências), o número de reclamações sobre atraso na entrega da obra em São Paulo foi de aproximadamente 1.920 entre janeiro e novembro de 2011. O resultado representa uma elevação de 45% em relação ao mesmo período de 2010, quando foram registrados 1.324 casos.
    Sindicato admite ‘erros de planejamento’

    Em nota, o SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) admite que “um pequeno número de empresas pode ter cometido erros de planejamento”.

    Para o sindicato, no entanto, na maior parte dos casos o aumento no número de atrasos está ligado ao próprio crescimento do mercado. Entre outros motivos estariam, também, os já citados pela Ecoesfera: a falta de mão de obra especializada, que teria levado à contratação de pessoal não qualificado (o que diminuiu a produtividade), as chuvas fortes de 2011, o aumento da burocracia e o custo do material.

    “Além disso, houve a crise financeira de 2008 para 2009”, diz o vice-presidente imobiliário do Sinduscon, Odair Senra.
    Especialistas criticam falta de planejamento

    Para os especialistas em direito imobiliário, no entanto, esses argumentos não explicam tudo.

    “Os reais motivos são a falta de planejamento e a busca cega pelo lucro sem se preocupar com a entrega”, diz o advogado especializado em direito imobiliário Marcelo Tapai.

    O advogado da advogado da ABMH (Associação Brasileira dos Mutuários da Habitação), Leandro Pacífico, concorda. “Elas tentam se eximir de responsabilidade, mas esses são todos riscos do próprio negócio.”

    Segundo os especialistas, evitar esse tipo de dor de cabeça não tem sido fácil. Eles sugerem que o consumidor guarde toda a publicidade sobre o imóvel e faça uma pesquisa sobre a empresa antes de fechar negócio.

    Senra, do Sinduscon, tenta tranquilizar quem já fez a compra e está à espera da entrega. “As obras que foram planejadas a partir de 2010 já consideraram um cenário diferente da economia, e acredito que isso vai fazer com que a questão dos atrasos volte à normalidade.”

    Fonte: economia.uol.com.br/ultimas-noticias/redacao/2012/03/07/queixas-contra-construtoras-crescem-quase-quatro-vezes-atraso-e-um-dos-problemas.jhtm

    0
  • Luiz 7 de março de 2012 at 10:44

    Produção industrial cai 2,1% em janeiro, IBGE, na comparação com o mês anterior, na série com ajustes sazonais.

    Em dezembro, a produção havia avançado 0,5% sobre novembro, s

    Na comparação com janeiro de 2011, a produção caiu 3,4%, enquanto em 12 meses o recuo acumulado é de -0,2 % em relação ao período imediatamente anterior.

    0
    • MrK 7 de março de 2012 at 11:03

      isso eh serio heim

      -3.4% vs 2011? explica como que o PIB vai fechar +4.5% esse ano comecando com um tombo de -3.4% na producao industrial? vai ter que ter muita aceleracao no 2o semestre pra salvar isso

      agora o X da questao e’ como os gringos vao reagir a esses numeros fracos, qual sera o impacto no investimento direto, na bolsa, no cambio etc… apesar de pra gente esse numero nao ser uma grande surpresa, pros gringos parece que vai ser, pois eles esperavam o Brasil voando baixo…

      0
      • Luiz 7 de março de 2012 at 11:34

        leia tbm a coluna do Ming de hj.
        o nivel de investimento é ridiculo

        0
      • Victor 7 de março de 2012 at 12:00

        Os gringos estão chamando de “chicken flight” ou voo de galinha a economia brasileira, já que ela subiu muito rápido e caiu com a mesma velocidade, o que mostra que a subida foi totalmente forçada por um governo em ano de eleição.

        0
  • Renatao 7 de março de 2012 at 10:46

    Nesse ultimo final de semana estive em um empreendimento que visitei a cerca de 3 ou 4 meses atras, estavam vendendo um apto na planta de 70m2 a 270.000, porem nesse ultimo final de semana me ofereceram por 232.000 ( com a obra ja em andamento ). Fiquei tentado, pois o preço realmente caiu Quase fechei negocio, mas pensando bem, vou continuar com meu dinheiro da entrada aplicado e no meu aluguel de 1.000, o financiamento seria de 30 anos pagando inicialmente 1.900 por mes. Acho que nao seria muito inteligente.. Agora a duvida é: Sera que estabiliza por ai ou vem mais queda geral?

    0
    • self 7 de março de 2012 at 11:23

      Vem mais queda. Aliás, se você ficou tentado a fechar o negócio, por que não ofereceu pagar p.ex. R$190k já que eles estavam querendo R$235k? O preço não vai baixar simplesmente por boa vontade do vendedor: o comprador também tem que fazer a sua parte, certo?

      0
      • self 7 de março de 2012 at 11:24

        Corrigindo: “…se estavam querendo R$232k…”

        0
    • CHARLES 7 de março de 2012 at 11:29

      Renatao

      Vou te falar uma coisa: Entrar no mercado imobiliario comprando apartamento na planta neste momento é algo, no minimo, muito pouco inteligente.

      O setor esta tendo seus lucros reduzidos a cada dia, vendas travadas, queda na bolsa, preços baixando etc… Se voce comprar, mesmo que por um preço atraente, como é o caso, voce correrá serio risco de ficar com a papelada na mão e o prédio nunca ficar pronto, pois muitas construtoras focarão pelo meio do caminho nos proximos meses.

      Aguarde, o preço vai cair muito mais ou voce acha que esse descontão é porque eles são bonzinhos?

      Deixa o cinto apertar mais, daí voce espreme que vai sair muito mais caldo…Voce vai ver!

      PS: Não sou urubu, sou apenas um cidadão revoltado por ser explorado por esses inescrupulosos e, se depender de mim, enfio a faca e ai torço o cabo.

      0
      • Shakespeare 7 de março de 2012 at 11:37

        eles fizeram o mesmo, agora está na hora de receberem o troco

        0
    • Eduardo 7 de março de 2012 at 13:15

      Acho que se o preço já caiu, diz para o corretor que tu vai esperar baixar mais!

      Ele vai enlouquecer!

      0
  • Aparecido 7 de março de 2012 at 10:58

    Sei q é um assunto off topic, porém compartilho minha revolta com vcs.
    Recebi, com indignação, um e-mail dizendo que o auxílio-reclusão a partir 1º jan 2012 passa a valer R$ 915,05. Ou seja, enquanto o salário mínimo neste país é de R$ 545,00, o auxílio reclusão é quase o dobro. Como pode?

    Fonte: http://www .previdenciasocial.gov.br/conteudoDinamico.php?id=22

    0
    • Shakespeare 7 de março de 2012 at 11:18

      hoje fui a minha visita anual ao oftalmologista que até 2009 custava R$250, em 2010 R$300 ano passado foi R$350 e esse ano paguei R$450!

      0
      • GB 7 de março de 2012 at 11:19

        Explicação logica: seu oftalmo ele deve estar endividado com um financiamento imobiliário.

        0
        • Shakespeare 7 de março de 2012 at 11:20

          faz sentido, vou perguntar p ele 🙂

          0
      • Shakespeare 7 de março de 2012 at 11:20

        é a bolha dos honorários médicos… mas como não quero ficar cego acabei pagando, mas estou pensando seriamente em mudar de médico, depois de mais de 25 anos com esse, só que meu salário não aumentou tanto quanto o que ele está cobrando.

        0
        • Ader 7 de março de 2012 at 11:40

          Nõa só a bolha de honorários médicos, mas a bolha dos serviços está pela hora da morte.

          0
          • Zabiziz 7 de março de 2012 at 12:26

            Pessoal, o nome disso não é bolha, mas sim inflação. Está tudo muito mais caro, não só os médicos…eles estão apenas repassando o aumento do custo de vida deles. Inflação!

            0
            • Ader 7 de março de 2012 at 15:52

              Não concordo, pois sou Funcionário Público e há muito não é repassado nada para o meu salário.

              0
        • marlon 7 de março de 2012 at 20:01

          Shakespeare não sei onde vai sair o comentário. só te aconselho a mudar de oftalmologista. esse esta furando seu olho. hahahahahahh

          0
    • A citizen from Republic of Banânialand 7 de março de 2012 at 19:26

      Prezado,
      Esse valor é a renda máxima que o recluso deveria ter para que seus dependentes tenham direito ao benefício.
      Não se trata, portanto, do valor do benefício.
      De qualquer forma, preso, para mim, tem que trabalhar 8 horas por dia, arrumando estradas, capinando mato, quebrando pedras. Faz bem para a saúde e ele ainda pega um solzinho.

      0
  • Lara 7 de março de 2012 at 11:12

    http://economia.uol.com.br/ultimas-noticias/redacao/2012/03/07/queixas-contra-construtoras-crescem-quase-quatro-vezes-atraso-e-um-dos-problemas.jhtm

    Queixas contra construtoras crescem quase quatro vezes; atraso é um dos problemas

    Em meados de 2008, a consultora ambiental Sandra Satim comprou um apartamento de dois dormitórios no bairro de Vila Carrão, na zona leste de São Paulo. O imóvel tinha entrega prometida para abril de 2010, mas ela só recebeu as chaves no mês passado, quase dois anos depois.

    “Todos os meses eles mudavam a data de entrega e não davam nenhuma justificativa. Hoje me arrependo de ter comprado o imóvel na planta e de não ter tomado alguns cuidados. Deveria ter investigado melhor a construtora”, diz Sandra Satim, que entrou na Justiça para pedir indenização por danos morais e o pagamento dos valores gastos com a prorrogação do contrato de aluguel.

    O empreendimento em que a compra foi feita, o Ecoway Carrão, pertence à Ecoesfera Empreendimentos Imobiliários. Em nota, a empresa diz que o atraso “não foi diferente do que tem ocorrido no setor de incorporação e construção imobiliária”. Segundo a Ecoesfera, o problema foi “causado principalmente por falta de mão de obra especializada e excesso de chuvas”.

    Queixas sobre não cumprimento de contrato subiram 237%
    Desde o início do boom imobiliário no país, em 2008, até o ano passado, a quantidade de reclamações contra as construtoras aumentou quase quatro vezes em São Paulo, segundo o Procon, de 1.110 para 4.357.

    A maior parte delas se refere ao não cumprimento do contrato, especialmente por conta do atraso na entrega. Foram 1.420 queixas do tipo no ano passado, ante 421 em 2008. O aumento no período foi de 237%.

    Nas associações de mutuários, as queixas também têm se multiplicado. Segundo levantamento da AMSPA (Associação dos Mutuários de São Paulo e Adjacências), o número de reclamações sobre atraso na entrega da obra em São Paulo foi de aproximadamente 1.920 entre janeiro e novembro de 2011. O resultado representa uma elevação de 45% em relação ao mesmo período de 2010, quando foram registrados 1.324 casos.

    Sindicato admite ‘erros de planejamento’
    Em nota, o SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) admite que “um pequeno número de empresas pode ter cometido erros de planejamento”.

    Para o sindicato, no entanto, na maior parte dos casos o aumento no número de atrasos está ligado ao próprio crescimento do mercado. Entre outros motivos estariam, também, os já citados pela Ecoesfera: a falta de mão de obra especializada, que teria levado à contratação de pessoal não qualificado (o que diminuiu a produtividade), as chuvas fortes de 2011, o aumento da burocracia e o custo do material.

    “Além disso, houve a crise financeira de 2008 para 2009”, diz o vice-presidente imobiliário do Sinduscon, Odair Senra.

    Especialistas criticam falta de planejamento
    Para os especialistas em direito imobiliário, no entanto, esses argumentos não explicam tudo.

    “Os reais motivos são a falta de planejamento e a busca cega pelo lucro sem se preocupar com a entrega”, diz o advogado especializado em direito imobiliário Marcelo Tapai.

    O advogado da advogado da ABMH (Associação Brasileira dos Mutuários da Habitação), Leandro Pacífico, concorda. “Elas tentam se eximir de responsabilidade, mas esses são todos riscos do próprio negócio.”

    Segundo os especialistas, evitar esse tipo de dor de cabeça não tem sido fácil. Eles sugerem que o consumidor guarde toda a publicidade sobre o imóvel e faça uma pesquisa sobre a empresa antes de fechar negócio.

    Senra, do Sinduscon, tenta tranquilizar quem já fez a compra e está à espera da entrega. “As obras que foram planejadas a partir de 2010 já consideraram um cenário diferente da economia, e acredito que isso vai fazer com que a questão dos atrasos volte à normalidade.”

    VEJA MAIS

    0
  • Cai Cai Balão 7 de março de 2012 at 11:22

    Não consigo crer que médicos recém formados não tenham expertise suficiente para cuidar de você. Tenho colegas formados há menos de 05 anos que fazem muito bem o seu trabalho, com reconhecimento de grandes médicos das antigas. Dê oportunidade a quem está atualizado, entrou no mercado há pouco tempo e está bem próximo da Academia. Eu só pagaria R$450,00 numa consulta se estivesse à beira da morte (ou com a vista bem comprometida).

    0
  • Carlos Eduardo 7 de março de 2012 at 11:29

    não estou mais conseguindo responder nada ! tem algum problema no blog??

    0
  • Shakespeare 7 de março de 2012 at 11:32

    meu caso foi sério sim, eu já tinha passado em outra oftalmologista que atende pelo plano, mas passei nele porque é quem me acompanha faz muito tempo e tem todo o meu histórico… agora que 450 doe fundo na alma, doeu… o reembolso vai amenizar um pouco minha dor, mas vou pensar seriamente no ano que vem se volto lá.

    0
  • Shakespeare 7 de março de 2012 at 11:34

    eles fizeram o mesmo, agora está na hora de receberem o troco

    0
  • Carlos Eduardo 7 de março de 2012 at 11:35

    essa é tópico!

    Queixas contra construtoras crescem quase quatro vezes; atraso é um dos problemas!

    http://economia.uol.com.br/ultimas-noticias/redacao/2012/03/07/queixas-contra-construtoras-crescem-quase-quatro-vezes-atraso-e-um-dos-problemas.jhtm

    0
  • Será... 7 de março de 2012 at 11:37

    Pergunta feita hoje a uma imobiliária(corretor) sobre um imóvel no RJ (Tijuca) de 1 qto com 32m² sendo vendido a R$250.000. (Isso pq os de 2 qtos com uns 65m² estão em torno de R$400.000.)

    “Olá, gostei deste apto e fiquei interessado em comprar ou investir num imóvel mas to achando os preços caros demais. Vale a pena comprar ou será que é bolha e devo esperar baixar? Alguma facilidade na negociação a vista?Obrigado”

    Resposta
    “Sr. não há bolha no mercado brasileiro. Os preços subiram devido ao deficit habitacional, abertura de linhas de créditos, principalmente através da CEF, além do bom momento financeiro em que estamos vivendo. Imóvel sempre foi um investimento seguro e agora muito rentável.
    Para maiores esclarecimentos e visitas ao imóvel, estarei a sua disposição.”

    Será que é maldade, ingenuidade, falta de informação ou estudo, cegueira temporária ou art.171 do cód. penal mesmo???rs

    0
    • João Bolha 7 de março de 2012 at 12:15

      Meu caro, isso é maldade sem dó! Tb estou fazendo isso, especulando com os corretores. Um corretos me ofereceu um lançamento na Tijuca a 500k. Botei argumentos sólidos dizendo que compraria para investir, mas que não via espaço para crescimento de preços, pois teria que alugar por 3,5k por mês ou vender por uns 700k. Ele me garantiu que essas margens são viáveis, pq até as olímpíadas “as valorizações serão fantásticas.” Que ele pague pra ver então…

      0
    • self 7 de março de 2012 at 13:21

      Cara, nenhuma imobiliária ou corretor vai te dizer “espere mais uns meses para comprar”. É LÓGICO que qualquer vendedor sempre vai te dizer que o melhor momento para comprar é agora, por mais estúpidos que sejam os argumentos dele, afinal ele vive de vendas, certo? Então, acho que o melhor a fazer não é fazer perguntas “pedindo conselho” sobre comprar agora ou não, mas sim ser direto e fazer propostas pedindo no mínimo 35% de desconto. Ao invés de perguntar “o que posso fazer para comprar de ti”, mudar o foco para “e aí, o que você está disposto a fazer para me vender?”. Se recusarem, que fiquem com o mico na mão.

      0
      • DanielCM 7 de março de 2012 at 18:13

        Acho que o formato de perguntas deve ser explorado ao formular perguntas aos “especialistas” de plantão, de forma que possam responder mostrando que o mercado não está normal. Aos corretores, devemos mostrar quem manda, e nada mais. Deve-se falar tudo o que vc achou sobre o imóvel, deve-se falar que o imóvel não vale tudo isso, deve-se falar que se o preço fosse aquele mesmo já tinham vendido, deve-se dizer que poucos estão comprando agora. Enfim, deve-se mostrar quem é que está com a BOMBA nas mãos. Eu estou com o $$$, faço dele o que quiser. Quem está com imóvel com preço inflado, só tem três caminhos: vender, alugar ou arrancar os cabelos.

        0
  • Renatao 7 de março de 2012 at 11:38

    Olha o que acabei de receber no email, sobre o imovel que estava quase fechando.

    RENATO

    ME LIGA URGENTE CONSEGUI APROVAR SUA PROPOSTA AGORA COM A CONSTRUTORA E O COORDENADOR DO PRODUTO
    CONSEGUI UM DESCONTÃO PARA VOCÊ ISSO SERIA PRA RODAR O CONTRATO HOJE.
    ATT:

    Isso pq mandei email pra ele as 09hs de hoje dizendo que esperaria mais um pouco.

    0
    • Luiz 7 de março de 2012 at 11:48

      eles não conseguem disfarçar o desespero

      0
    • Renatao 7 de março de 2012 at 12:19

      Pedi o valor por email e olha o que recebi ( detalhe, reparem no portugues do rapaza, realmente para se tornar corretor hj em dia nao precisa de muito ). No inicio, estavamos conversando em um apto no 1andar por 223.000, depois ele veio com papo que nao tinham mais unidades e somente no 3andar por 232.000.

      CONSEGUI PARA VC UMA UNIDADE QUE JÁ ESTA COM PROPOSTA 2º ANDAR.MEU GERENTE LIBEROU PARA MIM.PORQUE O CLIENTE
      ESTA DEMORANDO MUITO PARA VIR ASSINAR O CONTRATO.E CONSEGUI ELA NO MESMO VALOR QUE A GENTE ESTA TRABALHANDO
      POR R$ 223.000,00.MAIS ME RETORNA URGENTE PARA NÓS BATER O MARTELO ANTES QUE ELE ASSINA.
      VC PELO MESMO PREÇO

      0
      • Anonymous 7 de março de 2012 at 12:50

        Fale que voce não tem pressa e está conversando com outros corretores, pois ultimamente tem aparecido muitas oportunidades.

        0
        • self 7 de março de 2012 at 13:23

          …e aproveite para fazer uma contraproposta oferecendo 200K…

          0
      • Tomaz 7 de março de 2012 at 13:04

        Manda o cara estudar Português antes.

        0
      • CHARLES 7 de março de 2012 at 13:59

        É NOIS TRUTA!

        0
  • Wendel 7 de março de 2012 at 11:56

    Senhores, mais uma notícia fresquinha do que promete ser um ano de arromba, referente as queixas das entregas do apartamentos fora do prazo. Procon já tá cansado de reclamação e não faz praticamente nada para penalizar as construtoras. E os caras da Sinduscon tem a cara de pau de culpar a falta de mão-de-obra e a chuva. É o fim da picada… Sem planejamento e e busca de lucros excessivos.

    PS: Seria interessante abrirem um noto tópico para essa notícia…

    07/03/2012 – 06h00
    Queixas contra construtoras crescem quase quatro vezes; atraso é um dos problemas
    Aiana Freitas
    Do UOL, em São Paulo

    Em meados de 2008, a consultora ambiental Sandra Satim comprou um apartamento de dois dormitórios no bairro de Vila Carrão, na zona leste de São Paulo. O imóvel tinha entrega prometida para abril de 2010, mas ela só recebeu as chaves no mês passado, quase dois anos depois.

    “Todos os meses eles mudavam a data de entrega e não davam nenhuma justificativa. Hoje me arrependo de ter comprado o imóvel na planta e de não ter tomado alguns cuidados. Deveria ter investigado melhor a construtora”, diz Sandra Satim, que entrou na Justiça para pedir indenização por danos morais e o pagamento dos valores gastos com a prorrogação do contrato de aluguel.

    O empreendimento em que a compra foi feita, o Ecoway Carrão, pertence à Ecoesfera Empreendimentos Imobiliários. Em nota, a empresa diz que o atraso “não foi diferente do que tem ocorrido no setor de incorporação e construção imobiliária”. Segundo a Ecoesfera, o problema foi “causado principalmente por falta de mão de obra especializada e excesso de chuvas”.

    Queixas sobre não cumprimento de contrato subiram 237%
    Desde o início do boom imobiliário no país, em 2008, até o ano passado, a quantidade de reclamações contra as construtoras aumentou quase quatro vezes em São Paulo, segundo o Procon, de 1.110 para 4.357.

    A maior parte delas se refere ao não cumprimento do contrato, especialmente por conta do atraso na entrega. Foram 1.420 queixas do tipo no ano passado, ante 421 em 2008. O aumento no período foi de 237%.

    Nas associações de mutuários, as queixas também têm se multiplicado. Segundo levantamento da AMSPA (Associação dos Mutuários de São Paulo e Adjacências), o número de reclamações sobre atraso na entrega da obra em São Paulo foi de aproximadamente 1.920 entre janeiro e novembro de 2011. O resultado representa uma elevação de 45% em relação ao mesmo período de 2010, quando foram registrados 1.324 casos.

    Sindicato admite ‘erros de planejamento’
    Em nota, o SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) admite que “um pequeno número de empresas pode ter cometido erros de planejamento”.

    Para o sindicato, no entanto, na maior parte dos casos o aumento no número de atrasos está ligado ao próprio crescimento do mercado. Entre outros motivos estariam, também, os já citados pela Ecoesfera: a falta de mão de obra especializada, que teria levado à contratação de pessoal não qualificado (o que diminuiu a produtividade), as chuvas fortes de 2011, o aumento da burocracia e o custo do material.

    “Além disso, houve a crise financeira de 2008 para 2009”, diz o vice-presidente imobiliário do Sinduscon, Odair Senra.

    Especialistas criticam falta de planejamento
    Para os especialistas em direito imobiliário, no entanto, esses argumentos não explicam tudo.

    “Os reais motivos são a falta de planejamento e a busca cega pelo lucro sem se preocupar com a entrega”, diz o advogado especializado em direito imobiliário Marcelo Tapai.

    O advogado da advogado da ABMH (Associação Brasileira dos Mutuários da Habitação), Leandro Pacífico, concorda. “Elas tentam se eximir de responsabilidade, mas esses são todos riscos do próprio negócio.”

    Segundo os especialistas, evitar esse tipo de dor de cabeça não tem sido fácil. Eles sugerem que o consumidor guarde toda a publicidade sobre o imóvel e faça uma pesquisa sobre a empresa antes de fechar negócio.

    Senra, do Sinduscon, tenta tranquilizar quem já fez a compra e está à espera da entrega. “As obras que foram planejadas a partir de 2010 já consideraram um cenário diferente da economia, e acredito que isso vai fazer com que a questão dos atrasos volte à normalidade.”

    0
  • Bolha Imobiliária 7 de março de 2012 at 11:58
  • Shakespeare 7 de março de 2012 at 12:00

    Iabadabadu! Casal coloca à venda “casa dos Flintstones” por US$ 3,5 milhões em Malibu
    06/03/2012 – 15h46 | do BOL

    “Wilmaaaaaaaaaaa! Colocaram nossa casa à venda!”

    Fred Flintstone nunca gritou assim, mas gritaria se soubesse que um casal norte-americano colocou à venda uma casa feita à imagem e semelhança da simpática e rochosa morada do casal Fred e Vilma Flintstone.

    A casa fica em Malibu, linda praia nos Estados Unidos. E o preço pedido pelo proprietário, segundo o Oddity Central, é de nada menos do que US$ 3,5 milhões – algo como R$ 6,2 milhões.

    Como diria Frederick Flintstone (você sabia que ele se chamava assim?), o nosso Fred: iabadabadu!

    0
  • Vinícius 7 de março de 2012 at 12:05

    Contratos novos de aluguel sobem 18% em um ano em SP
    http://www1.folha.uol.com.br/mercado/

    0
  • Luiz 7 de março de 2012 at 12:06

    meio dia: Gasolina, batendo 5 reais em SP e subindo

    0
    • Shakespeare 7 de março de 2012 at 12:22

      meio dia, panela no fogo e barriga vazia

      0
  • Annibal 7 de março de 2012 at 13:27

    Em na crise de São Paulo Temos….

    a) Problemas de infra
    b) Mafia
    c) Manobra politica da oposição junto ao sindicato
    d) Todas as anteriores

    0
  • Será... 7 de março de 2012 at 13:29

    Outra resposta de corretor sobre a pergunta:

    “Olá, gostei deste apto e fiquei interessado em comprar ou investir num imóvel mas to achando os preços caros demais. Vale a pena comprar ou será que é bolha e devo esperar baixar? Alguma facilidade na negociação a vista?Obrigado”

    “…Quanto aos valores dos imóveis concordo com o senhor houve uma valorização de acordo com cada localização.Gostaria eu tambem de acreditar que se trata de uma bolha, mas acho que não é o caso.O Mercado Imobiliário esta muito aquecido este sim com certeza é o momento para adquirir uma propriedade os preços não vão baixar o que pode acontecer é estabilizar os valores.Os clientes que moram de aluguel estão comprando,investidores tambem ou seja este é o momento tanto para morar ou investimento,negociação com pagamento á vista podemos sim pleitiar uma redução de valores isso acontece todos os dias depende da necessidade do vendedor.Espero poder ajudá-lo nesta busca…”

    Vamos ver até quando dura toda essa certeza….

    0
    • self 7 de março de 2012 at 13:46

      Acho que você mandou mal na sua pergunta ao corretor, cara. Ao invés de “mendigar” reclamando do preço alto, faça uma proposta uns 35% abaixo do pedido.

      0
  • self 7 de março de 2012 at 13:46

    Vale tópico?

    http://oglobo.globo.com/rio/olimpiadas-zona-portuaria-tera-megaempreendimento-imobiliario-que-hospedara-jornalistas-4245733

    RIO – O Cômite Organizador da Rio 2016 e a Prefeitura do Rio vão anunciar nesta quinta-feira um megaempreendimento imobiliário que será usado pelos Jogos Olímpicos de 2016. Na presença de membros com Cômite Olímpico Internacional (COI), será formalizado um acordo com a empresa Solace, que fechou negócio com o Fundo Imobiliário do Porto Maravilha, para a construção de cerca de dois mil imóveis de dois e três quatros, além de dois hotéis cinco estrelas com 50 quartos e um centro de convenções em três terrenos, localizados na Zona Portuária.

    Os empreendimentos vão servir de hospedagem para jornalistas e para o pessoal de apoio que estarão no Rio durante as Olimpíadas. Após os jogos, os imóveis serão ocupados pela iniciativa privada. Os dois mil imóveis começam a ser construídos até o fim do ano no terreno da Praia Formosa, atrás da Rodoviária Novo Rio.

    — Vamos lançar um programa de carta de crédito para financiar a compra de imóveis para servidores públicos nessa região — disse o prefeito Eduardo Paes, nesta quarta-feira, ao anunciar incentivos para a área.

    No terreno da Praia Formosa, é possível construir imóveis de até 30 andares, mas somente nesta quinta-feira serão divulgados detalhes do projeto. Já os hotéis e os centro de convenções serão erguidos em um antigo prédio da Cedae e em um terreno atualmente ocupado pela usina de asfalto da prefeitura. O gabarito máximo nesta área chega a 50 pavimentos. O compromisso é que todos os empreendimentos estejam prontos até dezembro de 2015, oito meses antes dos Jogos Olímpicos de 2016.

    Mais 3 mil imóveis em Jacarepaguá

    Paes também anunciou nesta quarta-feira o projeto Bairro Maravilha Olímpico. Cerca de 3.000 imóveis serão construídos no antigo terreno da fábrica da Antarctica, no Anil, em Jacarepaguá, e ficarão com uma reserva de contingência para cobrir eventuais faltas de acomodações para os Jogos Olímpicos de 2016. A apresentação desta alternativa havia sido solicitada em novembro pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) para o caso de, até os Jogos Olímpicos, não haver uma oferta de 15 mil leitos na região da Barra da Tijuca, em Jacarepaguá, em hotéis de pelo menos três estrelas para atender à família olímpica.

    – Essas casas serão construídas independentemente de serem usadas ou não nas Olimpíadas. São imóveis que vamos oferecer em cartas de crédito para os servidores públicos – disse o prefeito Eduardo Paes.

    A presidente da Empresa Olímpica Municipal, Maria Silvia Bastos Marques, explicou que a demanda da região da Barra para o COI é de cerca de 15 mil acomodações. Desse total, cerca de 70% são de empreendimentos já inaugurados ou em fase de consulta da Secretaria de Urbanismo:

    – O que nós estamos oferecendo é uma margem de segurança a pedido do COI.

    0
    • Annibal 7 de março de 2012 at 14:31

      Primeiro
      Os servidores municipais não têm bala na agulha pra comprar tudo isso, nem metade, eles ganham muiiito mal e o Fundo de Previdência do município vai mal das pernas… então se eles quiserem subsidiar a compra destes por servidores municipais com dinheiro do FUNPREVI (como sempre fizeram) vai dar merda… (palavras de quem ja trabalhou lá);

      Isso tem tudo pra virar uma cidade fantasma depois das olimpíadas… vai ser lindo…

      PS – Já perceberam q na maioria das reclamações de atraso na entrega dos imóveis, as pessoas falam q estão morando de aluguel… imaginem qdo essas obras ficarem prontas… quem comprou pra morar vai largar o ap q aluga, deixando-o vago para alugar, e quem comprou p/ investir, ou vai vender ou vai tentar alugar… ou seja, independente se o cara comprou pra investir ou morar, o resultado será de um TSUNAMI DE IMOVEIS NO MERCADO…

      0
    • Frank 7 de março de 2012 at 23:03

      “dois hotéis cinco estrelas ” na zona portuária ?

      loucura loucura loucura !

      0
    • Riodetudo 8 de março de 2012 at 09:41

      O pior é que vai ter otário comprando. Ainda tem, acreditem… Mas é evidente que isso vai acabar em um ou dois anos no máximo. O negócio agora é nem ler mais anúncio de venda, vai pra praia, passear no parque, trabalhar, esquece um pouco essa história de imóvel até essa bolha fazer ploc.

      0
    • Frank 8 de março de 2012 at 10:42

      esses lançamentos sairão completamente fora do timing ideal (lançar até 2010 ou 1o semestre de 2011).

      agora, de 2, uma:

      1- ou o lançamento micará (poderá ser mico às claras ou mico “oculto”, em q darão brindes, descontos, e toda a sorte de incentivo à venda para poder manter o falacioso preço pretendido)
      2- ou o Gov (por meio das medidas aqui discutidas) + Imprensa (por meio da divulgação de “boas” notícias para o setor) conseguirão retomar o clima eufórico de outrora, a ponta de conseguir promover a desova dessas unidades a esses preços (atuais)

      (algo q contribui para o cenário 2 infelizmente vem ocorrendo: enxurrada de liquidez externa e redução da taxa de juros BR para reduzir o carry trade)

      0
  • BBB-bolha-brasil-banania 7 de março de 2012 at 13:52

    pessoal, uma ajuda:
    vcs trocariam um emprego publico de 12k numa cidade pequena, interior sem estrutura, feio, gente mal educada, etc…que está causando depressão, fadiga, excesso peso, infelicidade, etc. por outro de 5k na sua terra natal onde seria MUITO feliz?

    0
    • Anonymous 7 de março de 2012 at 14:27

      Po que voce seria feliz na sua “terra natal” e não em outro lugar qualquer? Esse é o ponto que voce deve procurar esclarecer para voce mesmo.

      0
    • aiwww 7 de março de 2012 at 15:30

      Se o trabalho for ruim eu iria sem pestanejar. Minha irmã já passou por situação parecida com a sua e voltou para o Rio, ela morava em Natal. Já pensou em arrumar amigos e atividades fora do emprego? Eu trocaria o Rio por qualquer cidade do interior. Com diz meu pai: “Cada cabeça uma sentença”.

      0
      • Cleyton 9 de março de 2012 at 00:40

        e cada sentença uma cabeça.

        Busca pelos culpados, punição dos inocentes, isso lembra algo?

        0
    • Ader 7 de março de 2012 at 16:25

      Tenho emprego público mas não ganho tudo isso. O conselho que te dou por ter morado em várias cidades é que cada lugar tem coisas boas e ruins, descubra as coisas boas para poder desfrutar delas.

      0
    • MrK 7 de março de 2012 at 16:36

      BBB, existe um grande clima de amizade entre todos no blog, entretanto por mais amigos ou companheiros que possamos ser, essa é uma questão muito, muito pessoal. Ninguém poderá dizer o quanto vale sua felicidade e o seu trade-off financeiro, pois certamente com R$5.000 numa cidade maior voce viverá pior do que com R$12.000 no interior.

      Esqueça a opinião dos outros, as cobranças da sociedade, família etc., você precisa se encontrar pra tomar a melhor decisão.

      Não é brincadeira, meu conselho é procurar um psicologo, não estou chamando você de desajustado nem nada,mas quando encaramos decisões muito difíceis na vida, uma análise por algumas semanas ou meses pode abrir muito bem o caminho pra uma decisão mais sensata, acho isso super normal e valido.

      desejo boa sorte, a resposta está dentro de você, go get it!

      0
      • Cai Cai Balão 7 de março de 2012 at 18:47

        BBB,

        Conversar com a família, amigos e até desconhecidos pode parecer um bom remédio. Dá conforto imediato e nos ajuda a sanar algumas dúvidas. Quanto ao psicólogo, faço minhas as palavras do MrK. Fiz terapia durante 10 anos e só parei porque mudei de cidade (para ganhar mais) e não tenho paciência de começar tudo de novo. Acabei tendo a esperada “alta”, que minha mulher pensou que nunca viesse.

        Conheço pessoas que atribuem a sua infelicidade ao lugar onde vivem.
        Conheço outras, muito bem resolvidas, que dizem que vão pra qualquer lugar por uma boa grana. Sou da tese de que o melhor lugar para viver é aquele que te dá o sustento, se possível com possibilidade de acumular gordura e perspectiva de ficar perto da família (nem que seja estabelecendo uma).

        Gosto da ideia de fazer terapia. Pense a respeito.

        0
    • Eder 7 de março de 2012 at 17:45

      Já senti o que vc está sentindo, passei por isso. No fim, não larguei o emprego em que ganhava mais (pesou muito a opinião da família) e me adaptei na cidade em que estou. PORÉM, ainda tenho planos de ir embora no futuro com transferência. Provavelmente vc sente falta é de pessoas queridas. Pense bem se é isso mesmo ou não é alguma questão que vai te acompanhar.

      0
    • DanielCM 7 de março de 2012 at 18:23

      Já estive nesta situação. Sugiro que pegue uma folha de papel e passe um risco no meio e coloque de um lado os prós e do outro os contras de permanecer por aí. Vá pensando nisso. Veja o que prevalece e tome a sua decisão de forma adulta.

      0
  • GB 7 de março de 2012 at 13:53

    Eu conheço um empreendimento chamado CECOM (Centro Comercial), lá em Cabreúva-SP (75km da Capitral), já faz mais de ano que começaram a comercializar os terrenos e pelo que ouvi falar todos os terrenos já foram vendidos.

    Era até bonitinho, plano, tinha placas do tipo “Espaço reservado para seu consultório”, “Espaço reservado para seu bordel” e por aí vai.

    O engraçado é passar lá hoje e verificar que de “Centro Comercial” lá não tem nem uma barraquinha de pipoca e refrigerante, absolutamente nada foi construído lá até agora, acho que caiu tudo na mão de investidores, todos torcendo para que os vizinhos construam suas clínicas, dêem alguma utilidade para aquele local e valorize o terreno deles para que possam vender depois.

    Brasileiro é tudo malandro.

    0
    • Cleyton 9 de março de 2012 at 00:30

      Aqui em Curitiba moro perto de dois centros comerciais de bairro totalmente às moscas.

      0
  • Carlos_ 7 de março de 2012 at 14:05

    A prefeitura do Rio acaba de anunciar que serão construídos para as Olimpíadas:

    2 mil imóveis na área do porto, para jornalistas
    3 mil em jacarepagua, como reserva casa seja necessário (????)

    Isso fóra a vila olímpica e o parque olímpico, que preve diversos imóveis comerciais.

    Depois das duas semanas de olimpíadas, vai tudo ser posto a venda.

    Ou todo mundo que vier para as olimpíadas resolve ficar morando na cidade, incluindo imprensa e atletas, ou em breve o Rio terá a MAIOR OFERTA mundial de imóveis em uma cidade.

    Somanda isso ao estoque atual e ao que vai ser entregue, só na Barra, Recreio, Zona Sul e Tijuca, Jacarépagua e Porto vamos chegar perto dos 30.000 imóveis a venda.

    0
    • Nektar 7 de março de 2012 at 14:46

      retificando, onde escrevi “diversos imóveis comerciais”, leia-se “diversos ímoveis residenciais”

      0
  • Menino_do_Rio 7 de março de 2012 at 14:09

    Recebi, hoje, uma proposta e fiz conforme vcs sugerem: pedi 25% de desconto em bairros pouco nobres do Rio.
    Vejam a resposta da corretora:

    Bom dia Xxxxxx xx Xxx!

    Receio que essa redução de preços não aconteça. Os preços tendem a aumentar ainda mais até 2014, se comprar um lançamento agora, esteja certo que estará fazendo um bom investimento, após essa data os preços se manterão estáveis.

    Com a proximidade das Olimpíadas, o m2 em Jacarepaguá, Recreio e Barra sofrerão grande aumento, sei que já assustam, mas acredite, ainda ficarão mais altos.

    Se você pretende comprar um imóvel com o objetivo de investimento, aconselho você a comprar na Taquara e área da Estrada dos Bandeirantes, próximo ao Projac, são regiões que após a conclusão das obras da Transoeste, Transolímpica e Transcarioca, terão grande valorização. Tenho um lançamento excelente previsto para Abril na Taquara com apartamentos que virão em torno de 270.000,00 e um já lançado de 2 quartos na Estrada Rodrigues Caldas por 170.000,00. Entre no meu site para conhecê-los.

    Estou aqui para lhe ajudar. Entre em contato sempre que quiser tirar dúvidas.

    Brasil do pt, endivide-se ou deixe-o. ®

    0
    • DP 7 de março de 2012 at 14:55

      Reitere sua proposta por escrito no valor que vc acha justo e diga a ela que a proposta eh valida por 7 dias e que voce tem varias outras opcoes em consideracao.

      Ela precisa entender que tem em maos uma commodity que cai de preco a cada dia. Nao esta vendendo nada de mais.

      0
      • Paulo Rocha 7 de março de 2012 at 16:35

        Adicione também que não é o único imóvel que você está de olho.

        0
    • Riodetudo 8 de março de 2012 at 09:34

      Manda ela tomá no c.

      É assim que se trata corretor hoje em dia com raras exceções.

      0
  • Anonymous 7 de março de 2012 at 14:11

    Eclesiastes: Tudo o que possamos fazer já foi feito, “Não há nada de novo sob o Sol”.

    O final será quando ocorrerem greves generalizadas.

    * ONTEM
    200anos . fazenda . gov . br/multimidia/Radio-Camara-Plano%20Cruzado.mp3/view

    Os criadores, alegando preços defasados seguram o boi no pasto. O governo anuncia uma série de medidas como a importação de carne e até mesmo mobiliza a Polícia Federal para confiscar o boi no pasto.O esforço é em vão. Em dezembro, uma greve geral é deflagrada pelas três centrais sindicais (CVUT, CGT e USI) que pedem a revogação do Cruzado 2. A greve reflui mas a inflação explode.

    * HOJE
    Quatro são presos por aumento no preço de combustível em SP
    www . estadao . com . br/noticias/cidades,quatro-sao-presos-por-aumento-no-preco-de-combustivel-em-sp,845253,0 . htm

    Responsáveis por posto são acusados de crime contra a economia popular; em Santana, o litro da gasolina era vendido por R$ 4,44

    0
  • BBB-bolha-brasil-banania 7 de março de 2012 at 14:26

    pessoal, uma ajuda:
    vcs trocariam um emprego publico de 12k numa cidade pequena, interior sem estrutura, feio, gente mal educada, etc…que está causando depressão, fadiga, excesso peso, infelicidade, etc. por outro de 5k na sua terra natal onde seria MUITO feliz?

    0
    • bruno 7 de março de 2012 at 14:35

      Resposta:

      O emprego de 5.000 tambem é público (questao da estabilidade pesa)

      Qual sua idade ?
      Vc tem reservas ?

      Qto mais jovem maior a capacidade de superar desafios e paciencia para entender os problemas, se for jovem melhor fazer um pe de meia.

      Se for mais velho prime pela qualidade de vida

      0
    • danilo 7 de março de 2012 at 14:50

      Fiz o caminho inverso.
      Morava em BH ganhando 5,5K com perspectiva de chegar a no máximo 7K.
      Fiz concurso e vim para Brasília para ganhar 13K iniciais. Nao sou tao feliz aqui, mas só com esse salário e chances de chegar a 20K em alguns anos me traria a possiblidade de conquistar algumas coisas na vida que em BH seria praticamente impossível.

      0
    • Chino 7 de março de 2012 at 15:21

      Cara, como servidor público que ganha os 5k em sua terra natal, respondo por mim que o fato de estar perto das pessoas que amo é fundamental em minha vida. Esse foi o fato preponderante quando comecei a estudar pra concursos, estudei até para a PF, mas não levei até o fim, graças a Deus foi melhor. Essa é uma decisão que só você pode tomar, mas para mim, pessoalmente, dinheiro não é tudo. Nunca me imaginei feliz ganhando 10k ou + porém num buraco Brasilzão afora longe de tudo e todos. Continuo estudando pra ganhar algo em torno de 7k, 7,5k porém na terra natal. Não quero e não pretendo sair. É só uma opinião. Boa sorte e que Deus te ilumine nas tuas escolhas.

      0
    • MrK 7 de março de 2012 at 16:42

      BBB, existe um grande clima de amizade entre todos no blog, entretanto por mais amigos ou companheiros que possamos ser, essa é uma questão muito, muito pessoal. Ninguém poderá dizer o quanto vale sua felicidade e o seu trade-off financeiro, pois certamente com R$5.000 numa cidade maior voce viverá pior do que com R$12.000 no interior.

      Esqueça a opinião dos outros, as cobranças da sociedade, família etc., você precisa se encontrar pra tomar a melhor decisão…

      Não é brincadeira, meu conselho é procurar um psicologo, não estou chamando você de desajustado nem nada,mas quando encaramos decisões muito difíceis na vida, uma análise por algumas semanas ou meses pode abrir muito bem o caminho pra uma decisão mais sensata, acho isso super normal e valido.

      desejo boa sorte, a resposta está dentro de você, go get it!

      0
      • Luiz 7 de março de 2012 at 17:01

        psquiatras são mais eficientes e
        antidepressivos são mto +baratos

        0
    • Philis 7 de março de 2012 at 17:13

      Depende: há possibilidade de se transferir para outro lugar? Se houver, aguenta um pouco até chegar a oportunidade de mudar. Também sou funcionária pública e tenho amigos na privada que dizem que o mundo fora do serviço público está bem cruel.

      0
  • Carlos Wagner 7 de março de 2012 at 14:44

    Esse blog do Kleber é bem bacana. Vale a visita, sempre acompanho e tem materias otimas sobre a conjuntura economica e politica mundial. Até citei o blog bolhaimobiliaria. com por lá e ele disse que iria dar uma passadinha por aqui. Acho que fez isso e postou uma matéria relacionada a bolha imobiliaria brasileira com os assuntos abordados por aqui. Olhem lá.

    Bolha imobiliaria no Brasil: foi dada a largada!

    blogdoklebers.blogspot.com/2012/03/bolha-imobiliaria-no-brasil-foi-dada.html

    0
  • Shakespeare 7 de março de 2012 at 14:46

    07/03/2012 – 12h01
    Brasil terá 118 milhões de pessoas na nova classe média em 2014, diz FGV
    Fabíola Ortiz
    Do UOL, no Rio de Janeiro

    Comentários1
    O Brasil terá 118 milhões de pessoas na nova classe média ao receber a Copa do Mundo, em 2014, segundo projeção da Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgada nesta quarta-feira (7). Hoje são 105, 5 milhões. Em 2003, havia 65,8 milhões.

    Além disso, a população das classes A e B crescerá proporcionalmente mais do que a classe C: 29,3% ante 11,9% no período entre 2003 e 2014, indica o estudo.

    No futuro, “falaremos mais e mais da nova classe AB como falamos até agora da nova classe C”, segundo a publicação.

    O estudo “De Volta ao País do Futuro: Projeções, Crise Europeia e a Nova Classe Média Brasileira” foi coordenado pelo professor Marcelo Neri, do Centro de Políticas Sociais (CPS/FGV) e avaliou dados de 2003 a 2014.

    Mudança de classes
    Considerando um período de dez anos, um total de 52,1 milhões de brasileiros subirão à classe C –até 2011, foram 40 milhões. Além disso, outros 15,7 milhões de brasileiros chegarão às classes A e B.

    Esse montante equivale a um total de 67,8 milhões de pessoas, número maior que a população do Reino Unido.

    Crise não chegou ao bolso do brasileiro
    A crise financeira não chegou ao bolso do brasileiro, segundo o estudo.

    A pobreza segue caindo a um ritmo de 7,9% ao ano.

    Em 2011, o Brasil reduziu a pobreza num ritmo três vezes mais rápido que o necessário para cumprir a meta do milênio da ONU, que propõe reduzir a pobreza pela metade em 25 anos.

    Desigualdade em queda há 11 anos
    A desigualdade segue em queda há 11 anos consecutivos, com uma queda de 1,5% ao ano, afirma o coordenador do estudo.

    “Desde dezembro de 2000, a desigualdade cai ano após ano e continua caindo. Foi um período excepcional. Estamos no mínimo da deisgualdade brasileira em plena crise. Antes estávamos no podium, entre os três países mais desiguais”, diz ele.

    Segundo a pesquisa, os primeiros anos do início do novo milênio serão conhecidos “nos futuros livros de história brasileira como de redução da desigualdade, em contraste com os motivos da ocupação de ícones de riqueza americana e europeia”.

    Classes D e E tendem a diminuir
    Já as classes D e E tendem a diminuir seu crescimento até 2014. O Brasil tinha, em 2003, 96,2 milhões de brasileiros nas classes D e E –sendo 50 milhões na classe E. A tendência até 2014 é que a população nas duas classes –D e E– caia para 48,9 milhões.

    Para se ter uma ideia, em comparação, no mesmo período o número de brasileiros na classe C crescerá 60,2%.

    0
    • Nektar 7 de março de 2012 at 14:51

      Casal de boias-frias ganhando 1 salario mínimo cada um, com 6 filhos para criar = renda familiar de 1.100 reais = nova classe média segundo o IBGE

      Basicamente, qualquer familia onde dois trabalhem em empregos formais é nova classe média porque a renda familiar necessária para adrentar nesse mundo maravilhoso é igual ao valor de 2 salários mínimos.

      0
      • Luiz 7 de março de 2012 at 15:37

        eess estudo da GV eu quero ver com lupa
        A noticia ta dizendo que a classe C crescerá 6% ao anos e a AB crescerá 15%ao ano até 2014

        Isso daí é 30 vezes mais que os numeros apurados no ultimo estudo da GV, esse aqui:
        fgv.br/cps/bd/nbrics/NBrics_Pesquisa_neri_fgv.pdf

        Acredito que a GV vai publicar logo logo um desmentido, sob risco grave de perderem a credibilidade.
        ou Se alguem achar o link da fonte, favor avisar, procurei no site da GV e não achei, não existe.

        0
  • Amadeos de Sampa 7 de março de 2012 at 15:12

    Cliquei na propaganda da Rua Xiririca, mas nem competencia pra ter o site no ar esse pessoal tem. Imagine como nao eh essa xiririca?

    0
    • Shakespeare 7 de março de 2012 at 17:27

      RZRZRZRZRZ

      0
    • Shakespeare 7 de março de 2012 at 17:31

      o endereço é emblemático:

      Rua Xiririca, 1010
      Alto da Vila Carrão

      Deve ficar perto da rua dos Bobos, número 0

      0
      • Amadeos de Sampa 7 de março de 2012 at 18:02

        Shakespeare, esse endereco eh piada pronta RZRZRZ

        0
        • pmoraesm 7 de março de 2012 at 23:38

          Falando em RZ, por onde será que anda o Jota Junior? Será que perdeu o emprego e não tem mais como acessar a internet?

          0
  • xangai 7 de março de 2012 at 15:17

    SP: preço de venda de imóveis usados sobem 6,78% em 2011

    economia . uol . com . br / ultimas-noticias/infomoney/2012/03/07/sp-preco-de-venda-de-imoveis-usados-sobem-678-em-2011.jhtm

    hummmm ….

    0
    • Anonymous 7 de março de 2012 at 15:38

      No caso de qualquer taxa de variação, convém sempre colocar na perspectiva de quanto tempo irá demorar para DOBRAR de valor. Com uma taxa igual a 6.78%, o valor DOBRA em 10 anos. Obviamente a renda não dobrará em 10 anos, portanto esse “crescimento é insustentável ou, mais provável estamos diante de uma disparada da INFLAÇÃO. A mesma coisa aconteceu no PLANO CRUZADO, quando houve EXATAMENTE COMO AGORA uma incorporação de consumiidores na economia. No final, o resultado foi o confisco da poupança.

      www . istoedinheiro . com . br/noticias/4722_20+ANOS+DE+PLANO+CRUZADO

      1986 – Ocorreu na economia uma injeção de US$ 30 bilhões que levou às compras milhões de brasileiros que antes estavam à margem do consumo. Extremamente positivo, esse momento de inclusão econômica em massa entrou nos manuais de economia como grande burrada. Foi
      a época dos fiscais do Sarney, que fechavam no grito os supermercados remarcadores. Foi a época da farra do frango e do iogurte, que rapidamente degenerou em escassez e desorganização da produção.

      0
    • MrK 7 de março de 2012 at 16:44

      rapaz, vc investiria num bem sem liquides pra ganhar 6,78% ainda tendo que pagar impostos e taxas?

      a poupanca, a ridicula poupanca da 6% + TR sem imposto…. e ahh pode investir o quanto quiser e tem liquidez diaria

      uma valorização ridicula de 6.78% indica que investir em imoveis nao compensa mais… segura peão

      0
      • Luiz 7 de março de 2012 at 16:49

        MRK

        tem outra malandragem nesse numero
        Ele é uma media de usados, que se renovam a medida que imoveis novos passam pra categoria de usados.

        Mas see alguem comprou 1 usado em janeiro11; 12 meses depois ele é um usado com 12 meses de depreciação, ou seja ele não acompanha a média de todos os usados.

        Mais uma matemagica pra enganar trouxa
        Pessoal, deu p entender oq falei?

        0
        • xangai 7 de março de 2012 at 17:13

          Mestres MRK e Luiz ..

          So postei para seus comentarios e demonstrar, novamente, essa “valorizacao” pifia que existe em imoveis !!!!!

          Investir em imoveis ?!?! ( mesmo antes de conhece-los nesse blog ) nem a pauuu !!!
          nem na China ( e olha que morei em Shanghai o periodo pre-bolha ) !!!!

          Acho que so mesmo o Bertz/Etmso/Cirilo fazendo o tal mega investimento em Socorro !!
          Lembram nao eh ?!?!

          abracosss

          0
  • bruno 7 de março de 2012 at 15:29

    será q todos aqui do forum somos servidores publicos maos-de-vaca ?? kkkkkk

    0
    • Cleyton 9 de março de 2012 at 00:38

      Pelo que tenho acompanhado pode por sem medo aí uns 80% (incluindo eu), mas faz até um certo sentido, o cara não passa a vida estudando para um concurso pra depois limpar a b*n*a com o vencimento nesse mercado insano.

      0
  • Será... 7 de março de 2012 at 15:34

    Te entendo e concordo. Mas na verdade não estou mendigando, nem querendo reclamar do preço alto. Simplesmente estou medindo, vendo qual deles fraqueja primeiro e, claro, também perturbando aos poucos. Esses corretores que nos últimos dois ou mais anos que eu estava querendo comprar um imóvel ficavam ligando querendo empurrar um aumento absurdo pra cima de mim ou então esnobando as propostas, se achando os donos da cocada, ganhando dinheiro fácil em cima do suor dos outros. Meu dinheiro está aplicado, rendendo, e sendo assim vou manter o contato com cada um deles pra ver até onde vai o desespero pra tentar fazer a venda.

    Parece um pouco sádico né? rs

    Mas cada um que aquentou isso, sabe bem do que to falando.

    Sem mágoas…rs

    0
    • MrK 7 de março de 2012 at 16:55

      Amigo, sabe o que eu acho engraçado?

      Volta e meia entra um aqui no blog pra falar: Ahh voces estão torcendo contra o país, torcendo por uma situação que ferraria um monte de gente

      mas pera ai… a bolha não tá ferrando um monte de gente hoje não??
      e quem é recem-formado, que não consegue onde morar???
      e quem vive de aluguel que tomou reajustes absurdos e está com o pires na mão ou precisou mudar do bairro que viveu a vida toda???
      e quem quer casar e não consegue um ap. simples para ele e sua esposa???
      isso tudo ninguém fala na TV na hora de dar a noticia dos preços nas nuvens em tom comemorativo, não é???

      FALÁCIA dizer que queremos ferrar corretores e investidores, queremos somente a normalidade de volta! Infelizmente o jeito do bom senso voltar é que agora ELES se ferrem um pouco, pra compensar o que NÓS nos ferramos.

      0
      • Será... 7 de março de 2012 at 17:02

        Perfeita colocação!

        Nada mais do que causa e consequência.

        0
      • Amadeos de Sampa 7 de março de 2012 at 18:11

        Essas pessoas que nos acusam “torcer contra” sao pessoas que so veem cifra$ diante dos olhos.

        Elas nunca vao entender o que voce disse pois pra isso precisariam ter uma coisa chamada “compaixao”.

        “To be in somebody’s shoes” eh facil da boca pra fora. Dificil eh colocar isso em pratica.

        Minha feh na raca humana eh menor a cada dia.

        meus 2 cents pra esse corretor ai.

        Ploc

        0
      • Cleyton 9 de março de 2012 at 00:44

        Como de costume, muito bem colocado.

        0
  • Valdir 7 de março de 2012 at 15:44

    Pessoal,

    O link não é tão recente, mas não deixa de ser uma leitura interessante.

    http://advivo.com.br/blog/luisnassif/o-desaquecimento-do-mercado-imobiliario-chines

    0
  • Josias Souza 7 de março de 2012 at 16:07

    Por favor… Preciso da opinião de vocês.. Moro no interor do estado de SP. Comprei um AP por R$ 85.000,00 na planta. Ficará (segundo a construtora) pronto no final do ano que vem. Já dei R$ 3.000,00 para a construtora como sinal / encardos de corretor, mas ainda não assinei os papéis na caixa, estou aguardando eles me chamarem. Pela minha renda, vou ganhar R$ 17.000,00 de subsídio (Minha casa minha vida). O imóvel, pela localização, a preços “normais”, na minha avaliação, deve valer uns R$ 65.000,00, mas como tenho o subsídio fiz as contas e ficará quase que “elas por elas”, mas depois que li este site fiquei muito preocupado.. To pensando seriamente em deixar esse sinal para a construtora, esperar baixar os preços e comprar mais para frente.. Talvez com um preço melhor… Estou perdido. Deveria ter lido este site antes.

    0
    • MrK 7 de março de 2012 at 16:58

      Josias, tome suas decisões com calma

      se isso serve de consolo: Os imoveis nessa faixa de preço, foram os que sofreram menos com especulação, pois não é qualquer um que compra pelo minha casa minha vida, na minha opinião onde o bicho vai pegar mesmo são imoveis mais caros, fora do minha casa, minha vida.

      No seu caso R$3.000 representa quase 5% do imóvel, é um bom dinheiro, pense nisso também.

      0
      • Nektar 7 de março de 2012 at 17:10

        Calma aí cara. Não é nenhuma furtuna. Não tem nem muito para onde cair com um valor desses. Pensa com calma.

        0
    • Luiz 7 de março de 2012 at 17:21

      Josias, os juros da Caixa tbm são subsidiados, portanto se a inflação permancer alta, as prestações podem emagrecer com o tempo. NESSE CASO vc vai fazer um excelente negocio.

      é super DIFICIL dar palipite pq ninguem aqui tem bola de cristal.

      Vc percebeu bem, o subsidio não é pra vc, mas pro dono da construtora, entra no seu bolso direito, sai pelo bolso esquerdo no mesmo dia.

      mais importante é vc verificar essa construtora aí.
      são honestos?
      entregam o q prometem?

      0
    • Rodrigo N. 7 de março de 2012 at 17:43

      Quando se adquire um imóvel no programa “Minha casa minha vida” o contrato com a caixa não deveria ser assinado no momento do fechamento com a construtora?

      Se o imóvel não estiver pré-aprovado no programa, na entrega das chaves corre-se o risco da caixa avaliar o imovel acima do teto do programa do governo e não sair o financiamento…

      Me corrijam se eu estiver errado, mas quando me informei sobre esse programa, pessoal da caixa me aconselhou a fugir de construtoras que não tivessem o empreendimento com garantia de financiamento na caixa…

      0
    • Ze Bom di Rolo 7 de março de 2012 at 17:51

      Cirilo…cirilo.

      0
      • Cleyton 9 de março de 2012 at 00:49

        Há, pegou o cara agora! Essa de trocar de nick já é mais velha que a Hebe!

        0
    • Carlos Wagner 7 de março de 2012 at 18:06

      Josias

      Avalie a seguinte situação: Sua renda está perto do teto da capacidade de financiamento pelo preço atual do imovel? Se sim, o caso é preocupante, pois, com certeza, o saldo devedor irá aumentar significativamente até a entrega das chaves e talvez sua renda não comporte financia-lo no final de 2013.

      Caso tenha um folga, veja até quando a Caixa libera pra voce e fique ligado sempre no saldo devedor para que não seja pego de surpresa.

      Já se a obra for financiada pela caixa e a aquisição tiver sido feita pela modalidade do credito associativo ta tranquilo.

      0
  • Vinícius 7 de março de 2012 at 16:08

    Consumidores estão mais à vontade para comprar casa ou carro
    15h35

    SÃO PAULO – Os consumidores se mostraram mais confiantes agora, quando se trata de comprar uma casa ou um carro, do que há seis meses. Já a confiança para comprar itens da casa, como fogão ou geladeira, ficou estável em fevereiro.

    De acordo com o INC (Índice Nacional de Confiança), divulgado nesta quarta-feira (7) pela ACSP (Associação Comercial de São Paulo), a parcela dos que se sentem um pouco mais ou muito mais à vontade para adquirir um carro ou uma casa passou de 36% em janeiro para 39% em fevereiro deste ano. No sentido oposto, a parcela dos que se dizem um pouco e muito menos à vontade caiu de 37% para 35% no mesmo período.

    O INC dos consumidores que se mostraram mais à vontade para comprar itens para casa ficou estável (52%) no período. Já a média dos brasileiros que afirmaram se sentir um pouco menos ou muito menos à vontade para comprar esse tipo de produto agora do que há seis meses ficou em 24%, frente aos 25% registrados um mês antes.

    Região e classe social
    Ao considerar as compras maiores, como as de um carro ou casa, a pesquisa aponta que a classe AB está mais à vontade, com 49%, contra 38% da C e 27% da DE.

    A região Sul apresentou 54% da população declarando estar um pouco ou muito mais à vontade com as compras maiores. O Nordeste ficou com 41% da população dividindo a mesma opinião, seguido pelo Sudeste e Norte/Centro-Oeste, onde o índice ficou em 34% e 33%, respectivamente.

    Já ao considerar compras de itens para casa, a classe AB foi novamente a que se mostrou mais à vontade, com 62%, seguida pela C (51%) e DE (41%).

    Considerando a mesma compra, a região mais otimista em adquirir esses itens foi a Sul, com 63% dos entrevistados declarando estar um pouco ou mais à vontade para consumir. Na segunda posição ficou a região Nordeste, com 58%, seguida pelas regiões Sudeste e Norte/Centro-Oeste, com 47% e 42%, nesta ordem.

    http://www2.uol.com.br/infopessoal/Artigos.shtml?Id=2363166&Secao=_ULTIMAS

    0
    • MrK 7 de março de 2012 at 17:00

      haha, agora que as vendas estão caindo vão trocar o indicador

      em vez de “vendas reais”, vamos falar da “intenção de compra”, algo que nem aconteceu….

      genial!!

      vamos esquecer o PIB e falar da intenção do PIB. vai ser 4.5%, essa é a intenção do mantega!!

      0
      • xangai 7 de março de 2012 at 17:22

        nice MRK !!

        Anw … se essa pesquisa fosse seria … se os entrevistados tivessem alguma informacao … isso pode ate fazer algum sentido.

        Veja bem … acho que muita gente que sabe da existencia da Bolha e do proximo PLOC … pode estar mais otimista em comprar uma “casa” nos proximos mesesssssssss !!!! o artigo nao fala qual eh o periodo de otimismo para compra.

        Eu estou otimista para , quem sabe, comprar em 2012 COM UNS 40% DE DESCONTO !!!
        e ainda vou colocar meu usado na troca ( juro que esse escambo ta bem facil atualmente )

        saudacoes

        0
      • Amadeos de Sampa 7 de março de 2012 at 17:26

        Isso eh manipulacao pura! Sujeira mesmo. Esse nosso pais nao eh serio mesmo.

        Esse discusso ufanista ja cansou, nao tem mais cabimento.

        0
        • Shakespeare 7 de março de 2012 at 18:27

          se o termômetro mostra que o paciente está com febre de mais de 40 graus vamos assoprar um pouco o termômetro antes de mostrá-lo… só que um dia o paciente morre!

          0
      • augusto 7 de março de 2012 at 17:29

        MrK, será que existiria a “intenção de ser energúmeno” ao acreditar em certas noticias que especialistas/midia incompetentes ou desonestos, apresentam na tentativa de manter os trouxas eufóricos?
        E olhe que ontem no jornal da Band um outrora famosos analista econômico, e que agora está no ostracismo, vem a público dizer que o crescimento do PIB de 2,7% sobre o de 2010, foi melhor que o de 2010 que cresceu 7,5% sobre o de 2009 (descobriu mais uma vez que o mundo não vai acabar, pois para ele já acabou há muito tempo)

        0
        • Amadeos de Sampa 7 de março de 2012 at 20:18

          Cara, eu ouvi essa perola desse comentarista tambem. Manipulacao feia.
          Mas respeitando a historia do Joelmir, eu me dei o trabalho agora e pesquisei o que ele disse:

          Na planilha “Produto Interno Bruto e taxas médias de crescimento” no site www . bcb.gov.br/?INDECO
          temos os dados:
          Fixando o PIB em “milhoes de Reais de 2010”: o pib variou 282.533 de 2009 pra 2010. De 2010 p/2011 variou em 110.208 milhoes.

          Ou seja, variacao de -61%.

          Acompanho a Radio Band de manha e ele desaponta muito. Comentarios fracos e vendidos.

          Acho que pra quem tomou a pilula vermelha /nos aqui do blog, e muito dificil aceitar essas palhacadas.

          Acorda brasil.

          0
          • Amadeos de Sampa 7 de março de 2012 at 20:32

            full disclosure: assisto o Jornal da Band so por causa da Ticiana Villas Boas.

            0
        • Amadeos de Sampa 7 de março de 2012 at 20:27

          REACELERANDO?
          www. joelmirbeting.com.br/noticias.aspx?IDgNews=2

          Na análise do PIB 2011, é preciso escapar de uma pegadinha estatística: crescer 2,7% sobre 7,5% em 2010 foi um desempenho mais robusto, repito, em 2011, do que crescer 7,5% em 2010, sobre o PIB zero de 2009.

          Para este ano, o mercado aposta em 3,3%, o governo joga com 3,5%. Ou até mais, se lançar, ainda em março, um pacote de bondades para a reaceleração da economia – que pode começar, já nesta quarta-feira, com corte de até 0,75 ponto percentual na taxa básica de juros, na reunião do Copom.

          No mais, a ordem é aliviar o famigerado custo Brasil nos impostos suicidas, nos transportes travados, na burocracia pegajosa.Sem contar o enfrentamento dos apagões sociais de educação, saúde, habitação, saneamento, segurança e moralidade pública.

          Trabalho para 12 Hércules.
          (06/03/2012)

          0
      • Shakespeare 7 de março de 2012 at 18:07

        bem normal desse governo, se os números estão ruins vamos encontrar ouros números… basta trocar os índices de acordo com a conveniência deles e o povão comprado com as diversas bolsas financiadas pela classe trabalhadora fica rindo à toa.

        tem vaga aí no país em que você está?

        0
      • realidade 7 de março de 2012 at 18:18

        realmente….O Mantega tá derretendo mais a cada dia que passa. Cada ano fala uma coisa. Ainda bem que tá tudo no Youtube. Quando terminar esse governo de PeTralhas ele vai dar palestra pra feirante e síndico de apto bolhudo..Intenção ????Hahahahahaha! Eu também tenho….vou comprar um Porsche, um iate de 75pés e comer a Gisele Bundchen!!!!

        0
    • Carlos Wagner 7 de março de 2012 at 18:08

      Eu me sinto muito a vontade em comprar casa e carro. Só não acho muito inteligente! Será que minha opinião vale alguma coisa pra essa pesquisa?

      0
      • Luiz 7 de março de 2012 at 19:12

        hahaha, eu tbm me sinto mto a vontade na piscina do borabora

        fala sério, já trabalhei com isso, lendo a pergunta vc já sabe a intenção da “pesquisa”

        0
  • Luiz 7 de março de 2012 at 16:58

    Cobertura triplex mobiliada no Soho portenho
    100 m2 por us195 mil

    alojargentina .com/venta-propiedades/palermo/guatemala-y-thames/33

    … não chores por mim bolhistas

    0
  • Patricia Engª 7 de março de 2012 at 17:07

    Assino o DCI por achar que o jornal é menos parcial, engano meu. Notícia que saiu hoje:

    A locomotiva da economia

    “O mercado imobiliário segue sendo a locomotiva da economia brasileira nesses tempos de crescimento, estabilidade e pujança em nosso país. O cenário internacional, submerso numa profunda crise, não ameaça o segmento em nosso país. Os bancos continuarão a conceder crédito imobiliário em 2012, com um incremento de 30% em relação ao ano passado. As pessoas, aglutinadas no chamado mercado consumidor, ascenderam financeiramente nos últimos anos. Com mais dinheiro no bolso, sentem-se mais próximas de seus desejos. Aspiram realizar o que persiste como o maior sonho do brasileiro: a conquista da casa própria. Ou seja, tudo converge para que o setor continue prosperando em números e em seu papel social. – Dados divulgados por instituições financeiras impressionam por sua magnitude -grandiosidade similar ao déficit habitacional brasileiro e à premência em solucioná-lo. Os bancos privados falam em R$ 103,9 bilhões em financiamentos imobiliários com recursos da poupança em 2012. A Caixa Econômica Federal projeta ampliar em 30% os financiamentos habitacionais, em relação a 2011, ultrapassando também a vultosa cifra de R$ 100 bilhões.
    De acordo com o presidente da Caixa, Jorge Hereda, a instituição concedeu R$ 80 bilhões de reais em financiamentos habitacionais em 2011. Esse montante viabilizou 1.097.199 novas moradias, sendo que 51,9% dos contratos se destinaram à chamada Habitação de Interesse Social. Para 2012 haverá 30% a mais de recursos. Só o Programa “Minha Casa, Minha Vida” prevê a construção de dois milhões de moradias até 2014 – meta revalidada pelo governo federal no início deste ano. Com tanto recurso disponível, contraposto ao nosso déficit habitacional, moradia parece mesmo ser não só a prioridade do atual governo, mas a temática da vez. Na posse do novo ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, a presidente Dilma Rousseff reiterou seus objetivos, como compromisso de seu governo. Segundo Dilma, o Minha Casa, Minha Vida é a estratégia central de garantia para que as famílias de baixa renda conquistem o sonho da casa própria. Assim, a alavanca imobiliária irá também sustentar a economia, com a construção civil gerando emprego e renda. Análises de conjuntura assinadas por renomados especialistas alarmam corretores de imóveis ao prever estagnação do setor. Por ora, são projeções que, ao menos em 2012, têm raras chances de ser. ”

    João Teodoro da Silva é presidente do Sistema Cofeci-Creci

    0
    • Annibal 7 de março de 2012 at 17:21

      Putz… isso é uma obra de FICÇÃO… RZRZRZRZ

      O autor parece mais querer convencer do q informar….

      0
    • Luiz 7 de março de 2012 at 17:25

      O teto do MCMV vai até 170 mil em regioes metropolitanas.
      Isso tem nada a ver com a bolha imobiliaria que se formou acima do piso

      0
    • Luiz 7 de março de 2012 at 19:13

      outra coisa que se percebe os “donos da bola” são todos amiguinhos

      0
    • Cai Cai Balão 7 de março de 2012 at 21:26

      Veremos, gradativamente, os jornais maiores abondando a temática, com receio de prejudicar a própria credibilidade. Quando isso acontecer, meia dúzia de jornalecos será contratada para publicar matérias pagas.

      0
  • Shakespeare 7 de março de 2012 at 17:16

    a única coisa que estou confiante é de que não vou comprar nada com estes preços atuais 🙂

    sou empregado do setor privado com rendimentos mensais da ordem de 10K, minha noiva é autônoma e tem renda variável mas que, na média, dá uns 2K mês.

    Com isso, hoje não conseguimos comprar nada decente em SP, RJ ou MG onde posso trabalhar. Minha perspectiva de aumento de renda permite que eu chegue a 15K em 2 ou 3 anos e, mesmo assim vai ser difícil.

    Como possuo alguns imóveis oriundos de herança no interior e litoral, hoje posso ser considerado um dos novos milionários da Banânia, mas não me parece correto vender todo o meu patrimônio, juntado pela família ao logo do século passado, para comprar um apartamento de 100 m2, transferindo para espertalhões tudo aquilo que temos.

    Vivo muito melhor da forma que estou atualmente e espero os preços baixarem para comprar meu primeiro apê.

    0
  • joka 7 de março de 2012 at 18:13

    INICIACAO-SE OS PRECESSOS E DEMANDAS JUDICIAIS EM BH

    http://jornal-ordem-rs.jusbrasil.com.br/noticias/3019488/construtora-indenizara-casal-por-atraso-em-entrega-de-imovel

    ISSO POR QUE AINDA NAO VIRAM: RECLAMACOES DE ATRASO AUMENTAM 74%

    /www.abmh.com.br/x/index.php?option=com_content&view=article&id=713:reclamacoes-de-atrasos-em-obras-aumentam-74&catid=71:casa-propria&Itemid=111

    FORA QUE:

    Projeto de Lei 1576/2011prevê que as empresas que não entregarem os empreendimentos dentro do prazo previsto no contrato não conseguirão alvarás de construção para novas obras. A concessão do alvará ficará condicionada à obtenção, por parte do empreendedor, do Certificado de Baixa de Construção e Habite-se de obras anteriormente licenciadas.

    EM OUTUBRO DO ANO PASSADO ESSES ATRASOS ERAM CHAMADOS DE OVERBOOKING IMOBILIARIO PELOS VEREADORES DE BH-MG

    A secretária municipal adjunta de Regulação Urbana, Branca Antunes de Macahubas, disse que o PL tem que ser melhor estudado para que o processo de liberação de empreendimentos imobiliários não seja burocratizado. Ela sugeriu a criação de um banco de dados público com informações sobre o licenciamento das obras, pendências e reclamações registradas contra as construtoras. -“Por falta de informação, muitos consumidores *********compram imóveis que ainda nem foram licenciados pela Prefeitura*********”,
    Oitenta e cinco por cento dos imóveis comercializados na capital são vendidos na planta. Embora o número revele a confiança do consumidor, têm ocorrido longos atrasos na entrega das chaves, o que configura -“overbooking imobiliário”. Só no Procon de BH, as reclamações envolvendo descumprimento de prazos aumentaram 250% nos últimos dois anos.

    HOJE A REALIDADE MOSTRA O QUE ESTAVA POR TRAS DO CHAMADO OVERBOOKING:
    VENDAS DE IMOVEIS CAI 41,44% ENTRE JANEIRO E OUTUBRO DE 2011 EM BH

    EM FEVEREIRO DE 2012 A SENTENCA:

    Escritório BAGGIO Advocacia foi o pioneiro no desenvolvimento da tese do congelamento do saldo devedor em favor dos adquirentes cujos apartamentos estavam com a entrega atrasada
    SENTENCA
    Cuida-se de pedido de antecipação dos efeitos da tutela jurisdicional para o fim de suspender-se os efeitos da mora no pagamento das parcelas de financiamento de imóvel. Alega a parte autora, em síntese, que teria adquirido imóvel mediante financiamento, na planta, mas que, até hoje, transcorridos mais de quatorze meses após termo final para entrega, nem a unidade, nem o edifício como um todo, teriam sido concluídos. Aduz que estaria tendo de residir em condições precárias, mas ainda assim tendo de arcar com parcelas sem que a parte ré tivesse adimplido o contrato. Juntou farta documentação.

    http://estadodeminas.lugarcerto.com.br/app/noticia/noticias/2011/12/22/interna_noticias,45631/venda-de-imoveis-cai-41-44-em-bh.shtml

    http://obraatrasada.blogspot.com/

    Mais uma construtora é condenada por atraso na entrega de imóvel em MG:

    http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2012/02/09/internas_economia,276984/mais-uma-construtora-e-condenada-por-atraso-na-entrega-de-imovel-em-mg.shtml

    E POR QUE ESSAS CONSTRUTORAS ESTELIONATARIAS E FALIDAS NAO PEDIRAM FALENCIA? EIS A RESPOSTA:

    No que se refere à ocorrência de uma falência da construtora ou incorporadora, vale lembrar que está em vigor a lei 10.931/04, que possibilita a adoção do chamado patrimônio de afetação, instrumento protetor do empreendimento em construção dos demais compromissos assumidos pelo falido em outras obras.
    O QUE DA TEMPO DE MANDAR DINHEIRO NA CUECA PARA O EXTERIOR COMO E BEM SABIDO QUE E FEITO AQUI NA BANANIA.

    NO ENTANTO A REDE GLOBO NOTICIOU:
    nos dia 21 e 22 de dezembro no MG TV 2º edição e no Bom dia Minas, respectivamente, falando sobre o “aquecimento do mercado imobiliário mineiro

    ISSO SE CHAMA QUADRILHA, GOLPE E ESTELIONATO

    0
  • Menino_do_Rio 7 de março de 2012 at 18:18

    Deu na The Economist:

    http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/imoveis/noticias/rio-e-sp-tem-alugueis-para-expatriados-entre-os-mais-caros-do-mundo
    “O aluguel médio desse tipo de imóvel no Rio de Janeiro foi de 5.210 dólares em 2011, apresentando uma alta de 20% em reais ou 30% em dólares em relação a 2010.”

    Pelo jeito quem investe em imóveis não é tão tolo assim… Ou essa revista tb não tem credibilidade?

    Brasil do pt, endivide-se ou deixe-o. ®

    0
    • Shakespeare 7 de março de 2012 at 19:52

      isso é constatação da realidade, não dá para negar, o que as pessoas aqui do blog defendem é que essa situação não pode se sustentar e a bolha irá estourar…

      0
    • Leo 7 de março de 2012 at 20:26

      Menino,

      Siga seu raciocinio, va ate seu banco e peça um mega credito ao seu gerente p/ comprar um desses APs. Afinal, tem um gringo vindo p/ fechar um mega contrato lucrativo com voce.
      Olha que chance legal. Voce compra um AP por agora, deixa ele alugado e vende assim que terminar a copa OU, caso voce tenha perfil mais arrojado, deixe p/ vender perto ou no dia seguinte ao termino das olimpiadas!!!!! Essa é uma estrategia traçada pelos mais espertos.

      Só quem é esperto sabe que o momento de compra é agora, afinal, olhando o Historico o valor dos imoveis só subiu !!!!!!!

      Siga sua assinatura, pegue o credito e domine o mundo ! Yes, YOU CAN !!!

      0
    • Amadeos de Sampa 7 de março de 2012 at 21:02

      Menino do Rio,

      Nao deu no The Economist! Por favor nao venha aqui manipulando informacoes. Aqui nao! A materia em portugues eh uma traducao tendenciosa do texto abaixo, que apenas ilustra que Sao Paulo teve aumento de d alugues de 30% em 12 meses.
      A materia eh publicada no blog da revista the economist. Voce ja leu a revista original? Eu fui assinante no passado, exige atencao pois sao textos densos, hoje me contento apenas lendo o WSJ diariamente no meu kindle e o blog aqui apenas.

      Parabens pelos seus imoveis, pelo que leio voce entrou no mercado no momento certo. Melhor que saber qdo entrar e saber qdo sair.

      Ah. aprenda ai o termo citado abaixo no mesmo paragrafo: “housing slump”. Eh o que esta acontecendo nesse momento aqui na banania.

      Focus
      Expatriate rents
      www .economist.com/blogs/graphicdetail/2012/03/focus

      Mar 6th 2012, 17:54 by The Economist online

      SKYSCRAPERS aren’t the only thing sky-high in Hong Kong. Rents for high-end flats of the type commonly let by expatriates are the most expensive in the world, at nearly $12,000 a month. ECA International, a human-resources consultancy, compiled the ranking, which looked at rents of comparable apartments with similar proximity to international schools, embassies and “social focal points”. Geneva and São Paulo both climbed six places up the table from their positions last year, as rents shot up around 30% in 12 months. But Abu Dhabi, the only city in our chart where rents fell, dropped nine places as its three-year housing slump continued.

      0
    • Amadeos de Sampa 7 de março de 2012 at 21:45

      Menino do Rio,

      Uma das coisas legais desse blog aqui eh a troca de experiencias e depoimentos da realidade. mas perai Menino, tomou a pilula vermelha? ok. entao otimo. Aqui vai.

      Aproximadamente ha 9 anos atras, eu vivia na Escandinavia. O boom imobiliario na Inglaterra era tremendo. Um amigo meu, ingles, assistiu a uma palestra de um expert em imoveis me disse “cara, vou parar de trabalhar e logo mais so vou viver de alugar imoveis”. Eu me lembro como se fosse hoje. Nao demorou muito, mostrei a ele uma materia da The Economist que havia acabado de ler, mostrando os riscos potenciais de uma bolha imobiliaria na Inglaterra. Ele riu de mim e disse: “Isso eh coisa de pessimista”.

      Hoje tenho ele no meu Linkedin. Trabalhando ainda na mesma area. Por que sera hein?

      Sou Engenheiro de Producao Industrial e trabalho com TI. Sou empreendendor, dono do meu nariz. Colocar dinheiro em algo produtivo eh uma coisa excelente e admiro quem o faca. Eu faco isso. invisto em conhecimento.
      Nao consigo admirar pessoas que so aplicam no mercado financeiro e so veem dinheiro na frente. Respeito e entendo a importancia do mercado financeiro pra dar suporte, sustentacao ao crescimento de uma pais. Mas nao consigo admirar voce, dsesculpe, pois mais que vc tenha feito dinheiro, isso eh papel, e o importante eh o que se faz com ele de positivo.

      So mesmo a banania pra ter como “icone de sucesso” o “empreendedor” Eike Batista. eh um pais muito triste, sem cultura.

      Admiro o Bill Gates, cara rico sim, mas que fez um “pledge to donate”. Esse sim eu admiro. Sabe fazer dinheiro e sabe usa-lo.

      foram os meus 2 cents sobre dinheiro.

      Saudacoes.

      0
      • Leo 7 de março de 2012 at 22:18

        Alguem tem que implementar a funçao de “Like” nesse forum… O post acima é um dos que eu eu clicaria mais de uma vez mesmo sabendo que apenas o primeiro click que conta.

        0
      • Carlos Wagner 7 de março de 2012 at 22:45

        Belo relato: Sensato e claro!

        Obrigado pela contribuição.

        0
        • Amadeos de Sampa 7 de março de 2012 at 23:42

          Oi Leo e Carlos Wagner,

          Eu eh que tenho muito a agradecer a voces todos aqui do blog. Voces, o bolha, MrK, todos que postam com frequencia. O blog eh muito rico de informacoes e experiencias.

          Vejo muita dignidade nos posts da maioria e ao mesmo tempo dou muita riZada das palhacadas tbem.

          Essa semana vi que escrever tambem eh legal! Valeu pelo apoio! Obrigadao.

          0
    • Anonymous 7 de março de 2012 at 23:43

      Caiu em lugar errado.

      EXCELENTE, até 2014 quando os preços vão finalmente estabilizar e acompanhar a inflação esse aluguel vai estar cerca de 15 mil DOLARES. Poxa, somente um trouxa não investiria no Rio de Janeiro !!!

      0
  • Shakespeare 7 de março de 2012 at 18:59

    Estava pensando aqui e cheguei a algumas conclusões:

    Existem os seguintes players no mercado atualmente:

    – Proprietários antigos: colocaram os imóveis a venda para ver se surfam na onda dos preços altos. Esses não vão baixar de forma alguma, porque para eles só é atrativo vender pelo preço bolhudo e, caso contrário, continuam morando no imóvel ou alugando por preços pré bolha

    – Proprietários novos: já pagaram preços mais altos e devem procurar vender por preços semelhantes, no mínimo, a menos que tenham alguma dificuldade financeira que os force a baixar mais e aceitar um prejuízo. Aqueles que não tiverem pressa de vender vão manter o preço elevado que será consumido pela inflação até se adequar à realidade do mercado em alguns anos.

    – Proprietários mudando de apartamento: se já conseguiram vender por preços altos para comprar outros melhores e mais caros, também estão tranquilos e não vão baixar os preços, mas se ainda não conseguiram vender e precisam para amortizar os apartamentos novos, vão ser os primeiros a cair na realidade e baixar os preços quando perceberem que estão pagando altos juros, além de manter dois imóveis na ilusão de vender pelo preço bolhudo. Daí existem duas opções, ou devolvem o apê novo ou poem o velho a venda mais barato.

    – Propriotários investitolos: esses são os principais players do estouro da bolha e merecem uma análise mais apurada, de toda forma são aqueles que vão abrir o bico de forma mais desesperada quando perceberem o péssimo negócio que fizeram comprando com preços bolhudos. Se forem aqueles que entraram logo no começo, quando os preços estavam mais baixos, pode ser que não percam muito, mas se entraram no pico, lamento muito mas vão perder e amargar um prejuízo por muitos anos. Correm sério risco de ficar por muitos meses com seus investimentos imobilizados na mão até perceberem o custo que isso trás e passarem para frente tentando minimizar as perdas. Existem também aqueles que só investiram 20% do valor achando que iriam vender na entrega das chaves a ponto de pagar os investimentos e ainda sobrar muito dinheiro, neste caso vai haver muitas devoluções e prevejo também um bom nicho para os advogados em virtude de várias ações na justiça.

    (continua…)

    0
    • DRN 8 de março de 2012 at 10:38

      Shakespeare, há uma solução para os especuladores: parar de pagar, dando causa à rescisão contratual, e pedir a devolução de parte do dinheiro. Nesse caso, há duas opções: (a) aceitar o valor devolvido pela construtora (40-50%) ou (b) pleitear 75-90% em juízo (correndo o risco de a construtora quebrar).

      0
  • GB 7 de março de 2012 at 20:04

    O problema é que deixaram os preços chegar no topo do topo, agora para cair vai ser um segundo problema.

    Vai falar prum véio que aquelas casas que ele conseguiu com usocapião e que agora quer vender não vale mais o que diziam que valia, esses velhos são muito teimosos, vão morrer tentando vender no preço bolhudo, aí vira herança e os filhos vendem barato só para se livrar do problema.

    Eu sou um Funcionario Público mão-de-vaca, torço por uma crise cavalar, não me importo se todos os corretores perderem os empregos e voltarem a vender balas nos semáforos, se esse é o preço para ter um mercado saudável, eu estou disposto a correr esse risco.

    0
    • Shakespeare 7 de março de 2012 at 20:21

      olha o que comentei logo acima, esse caso que você falou é daqueles que não vai baixar mesmo… mas o estouro da bolha vai ser com os investitolos propriotários

      0
    • rodolfo 7 de março de 2012 at 21:20

      “eu sou funcionario publico e torco por uma crise cavalar” ahh claro, essa frase é genial.. afinal, os funcionarios, salva-guardados por seus salarios vitalicios e perpetuos.

      esse pais patriarcal do PT é realmente uma maravilha..

      0
      • Adriano M 8 de março de 2012 at 17:14

        Por acaso foi o PT que inventou os servidores públicos e não estou sabendo?

        0
  • xangai 7 de março de 2012 at 20:10

    07/03/2012 – 18h10
    Quase 50% das devoluções de imóveis em SP ocorrem por motivos financeiros

    economia . uol . com.br /ultimas-noticias/infomoney/2012/03/07/quase-50-das-devolucoes-de-imoveis-em-sp-ocorrem-por-motivos-financeiros.jhtm

    ta facilll…

    0
    • GB 7 de março de 2012 at 20:58

      Pelo que eu li, parece-me que só há 2 possibilidades: entega por problemas financeiros e entrega por precisar se mudar.

      “Precisar se mudar” é muito genérico, envolve inclusive problemas financeiros.

      Brasileiro é muito orgulhoso, então esses 50% podem ser ainda maiores, boa parte do pessoal nunca vai admitir que saíram por problemas financeiros e vão deixar o imóvel dando qualquer outra desculpa.

      Para mim, se a pessoa se mudou para algo mais barato dizendo que “preciava se mudar” já é indício de problemas financeiros.

      0
  • Shakespeare 7 de março de 2012 at 20:45

    Manteguinha falando em Bolha no JN… a coisa tá esquentando na fase da negação!

    0
  • h t t p :/ / w w w 1.folha.uol.com.br/cotidiano/1058351-funcionarios-de-4-postos-sao-presos-em-sp-por-aumento-de-precos.shtm

    Essa eu não entendi, prendem os frentistas mas deixam os donos de construtoras, gerentes de bancos e investitrols a solta pra especular e aumentar os preeços a vontade – Banania – 2 pesos, 2 medidas – um pais de trolls

    0
  • realidade 7 de março de 2012 at 21:04

    E continua o discurso…..BC reduz em 0.75% a taxa Selic…..apagando a fogueira com gasolina…e foda-se a inflação. Nunca antes na história desse país, a taxa chegou a 1 dígito. Será este o novo discurso até Novembro/2012 (eleições). Os PeTralhas estão cada vez + irresponsáveis!!!!

    0
    • realidade 7 de março de 2012 at 21:08

      Agora será assim…..cada 2 anos (enquanto os PeTralhas estiverem no poder)….2012-2012-2014

      0
      • realidade 7 de março de 2012 at 21:09

        corrigindo: 2010-2012-2014

        0
    • Ploc 7 de março de 2012 at 21:31

      E como fica a poupança? tem coelho nesta cartola!. ah tem!

      0
  • A proposito hj. depois de 6 meses consegui finalmente algura minha antiga casa da qual fui expulso por mudanças no transito que tornaram o local inabitavel – barulho a noite. Estou pagando aluguel de 1850 (Alto da Lapa) 2 Vagas – Praças – sossego total – e aluguei a minha por 1350 2 Vagas – Enche dágua – ao menos 1x por ano, transito, barulho (dia e noite) Poluição.
    O negocio foi feito por corretor – Um cara novo – bastante esforçado, converesei com ele hoje por um longo tempo e ele disse que faz 3 meses que não vende nada e agora vai se concentrar em alugueis pois e a unica fonte de renda. Sugeri a ele que estudasse um pouco e procurasse condominios pra fazer a administração dos mesmos ja que com tanto predio não faltarão clientes . Ele me Disse que só na lapa tem mais de 3000 corretores trabalhando e que estão todos fudidos. Disse que esses corretores de stands recebem apenas 1% das vendas e precisam vender muito pra fazer um bom $$$. Finalizou a conversa concluindo….”- Se as coisas não melhorarem vou voltar a vender salgadinhos com a minha mãe….” Eis o retrato do mercado imobolhario

    0
    • GB 7 de março de 2012 at 21:11

      kkkkkkkkkkkkkk, praga de funcionário público pega.

      0
    • GB 7 de março de 2012 at 21:18

      Um belo dia, todos vão notar que a economia de mercado é a melhor solução.

      Produzir mais e mais barato para ganhar na quantidade, tipo imóveis mais baratos podem até dar menos lucro, é verdade, mas não ficam encalhados, perdendo seu papel social e não gerando ganhos para ninguém.

      Pelo menos esse corretor pode aprender algo vendendo salgados com a mãe dele.

      0
      • GB – as coisas não são tão simples assim – longe de defender os corretores não são eles quem fazem o mercado, eles apenas ‘aproveitaram” uma fase do mercado. Assim se deu quando Uno Mille era vendido com agio em 1995, hj uno mille é lixo mas eu não posso culpar exclusivamente os revendedores – Ja pro “Velociraptor” tambem, tem AGIO. Nessa cadeia todos tem sua parcela de culpa – Montadoras – Revendedores e Consumidores – Assim como se deu com imoveis As construtoras – As corretoras e os Consumidores (TODOS) são igualmente culpados – mas não se preocupe todos pagarão na mesma medida – As construtoras que Tinham Altos lucros repentinamente verão seus lucros retornarem aos estoques – Os corretores que tinham altissimos ganhos passarão a vender salgadinhos – e os investitrolls verão + 1 X seus furados investimentos naufragarem (depois de perderem na bolsa perderão nos imoveis) e os consumidores farão anos de sacrificio pra pagar o que compraram e não valia – cada um tem o que merece mas todos os protagonistas tem sua parcela de culpa. Mais dos que os corretores (o lado mais fraco da cadeia) quero ver os fortes – construtoras e investidores se lascarem.

        0
        • GB 7 de março de 2012 at 21:35

          É isso aí.

          0
          • Júlio Cesar 7 de março de 2012 at 23:53

            Pior que os tubarões dão um jeito de se safar e a bomba muitas vezes acaba estourando na mão de quem não tem nada a ver, por isto apenas desejo ver os preços dos imóveis em patamares justos e ponto final. Mas não escondo o asco que sinto com todos aqueles que nadaram de braçada, a repugnancia com uma impresa que se prostituiu, com um governo populista e inconsequente.

            0
            • Júlio Cesar 8 de março de 2012 at 00:03

              Ops, escrevi meio correndo, por favor desconsiderem os erros. (ao inves de impresa e imprensa).

              0
      • A citizen from Republic of Banânialand 7 de março de 2012 at 21:39

        Pelo menos se o empreendimento com a mãe dele falir, ele pode comer o estoque.
        Obs.: a piada, originalmente, fora criada em referência àquele que abre um puteiro. E num é que veio a calhar?

        0
        • O infeliz ja não anda em boa forma (stress dos ultimos meses) e se ele fizer isso – ao comer o estoque – ele ira se transformar uma bolha humana – mas é como dizem nos botecos…”pra corno todo sofrimento é pouco.”

          0
          • GB 7 de março de 2012 at 21:48

            Cara, 3.000 corretores só na Lapa, como tem gente desocupada e só com a 4ª série completa nesse mundo.

            Uma vez um colega corretor aí da Lapa me disse que o trabalho dele era super criativo, eu quase morri de rir só de imaginar ele mostrando imóvel vestido um dia de Chapolim Colorado, outro de Batmam e por aí vai.

            0
            • Amadeos de Sampa 8 de março de 2012 at 00:16

              Haha Corretor-coxinha !

              Eu torco muito pra ele dar certo no empreedimento de vender coxinha com a sua mae.

              Ai galera dos memes…a ideia do corretor-coxinha no ar, eh o irmao do policial-coxinha!

              O “policial-coxinha” voltou
              http: // flitparalisante.wordpress.com/2011/12/21/grafite-de-um-homem-coxinha-usando-uniforme-da-policia-militar-voltou/

              0
    • Jose Paiva 8 de março de 2012 at 23:28

      Andre,

      Estou procurando nesta regiao para alugar… o apto que moro ha um ano, um meio flat de 28 mts/2m que foi vendido na planta ha 10 anos atras por 30.000 e agora estao pedindo 280.000, eu alugo por 1600 mas o propriotario quer renovar o seguro fianca e ofereci 3 meses de deposito, consegui fiador (pois no ano passado eu havia voltado do USA apos 12 anos e nao tinha a quem pedir seguro fianca aqui), e o seguro do meu banco HSBC que eh bem mais em conta e ele quer apenas PORTO. Entao estou com raiva e nao quero mais renovar… e o pior que neste predio existem varios apes pedindo 2300 no pacote para alugar 28 mts/2 ou seja aqui, eu nao consigo mais este “precinho” como me falaram…..

      entao, voce sabe se tem algum para alugar ai, tirando a imobiliaria, tipo direto com zelador/proprietario, uma vez que as imobiliarias estao seguindo a onda e ainda nao cairam na real que nao esta alugando mas, mesmo assim nao querem baixar??

      abracos e obrigado

      josepaiva @ hotmail.com

      0
  • MSC 7 de março de 2012 at 21:58

    Tem um apt no Cachambi – RJ (bairro vizinho ao Meier), Rua Ildefonso Penalba, Pomar do Meier, varandão, 80m2, uma vaga, estrutura média, porteiro 24h, oferecido por 230mil. Vou mandar 145 mil de contraproposta, para ver qualé! Temos que puxar esses preços para baixo na marra!!!! Na realidade, é o que vale! um grande amigo comprou uma cobertura duplex em 2006 nesse condomínio por 240 mil!

    0
  • Ze Bom Dirolo 7 de março de 2012 at 21:58

    Dica do dia: Aproveite hoje para vender seu imóvel.

    0
    • GB 7 de março de 2012 at 22:22

      kkkkkkkkk. Isso os bolhudos já estão tentando há meses.

      0
  • Bolhudo de Taubaté 7 de março de 2012 at 22:27

    Tai pessoal… Fiz um videozinho sobre a bolha imobiliaria em Taubaté mostrando a quantidade de Apartamentos e imoveis em geral serão entregues na cidade este ano.

    A soma de 2504 aptos é exata quando se trata de empreendimentos de médio/alto padrão somente na região central da cidade, que é relativamente pequena, como toda cidade do interior.

    Espero que gostem. O audio não ficou muito bacana e o video é de baixa qualidade devido ao meu equipamento, mas fiz com muito boa vontade e fiz o meu melhor…hehe

    w w w . youtube.com/watch?feature=youtube_gdata&hl=en&v=1deL41dBWn0&gl=US

    0
    • Leo 7 de março de 2012 at 22:52

      Excelente trabalho. Compartilharei…

      0
      • Anonymous 7 de março de 2012 at 23:30

        Muito bom – parabéns. As pessoas vão sentir saudades dos esqueletos da ENCOL.

        0
    • Cai Cai Balão 7 de março de 2012 at 23:44

      Excelente vídeo! Fiquei abismado com a última tomada, dos apartamentos vazios. Impressionante!

      (Até que Taubaté é bonitinho, né?)

      0
    • Carlos Wagner 7 de março de 2012 at 23:53

      Parabens pela iniciaativa. O video ficou bem bacana pra alguem amador.

      Tambem fiquei impressionado com a ultima tomada do predio todo escuro, parecia predio fantasma, abandonado, mas não é nao. É um dos condominios mais luxuosos da cidade, o unico problema é que ainda nao pode ser chamado de lar…hehe

      Isso é apenas a ponta do iceberg em Taubaté.

      0
      • Pepper 8 de março de 2012 at 01:39

        Também gostei muito do vídeo.
        Mas acreditem: numa cidade desse tamanho, existe muito mais em construção ou recém-entregue. É isso mesmo que foi mostrado, só que multiplicado: vários novos empreendimentos imobiliários em cada quarteirão, alguns enormes, sem brincadeira!
        E o que é o Des Arts por R$ 1.200.000,00? É caro demais pra ser em Taubaté e não são poucas unidades!
        E o Ekobé (o todo apagado) já tem várias unidades à venda. Olha só esse sujeito, como anuncia: “SOMENTE COM 12% DO VALOR DO APARTAMENTO ELE É SEU !!! O RESTANTE DIRETO COM FINANCIAMENTO BANCÁRIO !!!
        Eu tenho 20 unidades a venda”.
        http:// vender -casa-apartamento. vivastreet. com. br/comprar-imovel+taubate/espaco-e-vida-ekobe—taubate/41170344
        Um só sujeito tem 20 unidades à venda!!!!!!!!!

        0
    • Anonymous 8 de março de 2012 at 00:49

      Esse é o tipo de atitude que vai conseguir quebrar a ilusão, mantida pela grande imprensa, que se instalou na Banânia.

      Voce está destruindo a casa de espelhos pela maneira mais óbvia possível – quebrando os espelhos. Somente os genios conseguem enxergar o óbvio.

      PARABÉNS !!!

      0
    • Anonymous 8 de março de 2012 at 01:01

      … A soma de 2504 aptos é exata quando se trata de empreendimentos de médio/alto padrão …

      Supondo 500 mil Reais em média para o “valor” de um apartamento, chegamos à conclusão que existe cerca de 1 BILHÃO DE REAIS em Taubaté somente nesses imóveis recentemente construídos, ou seja, cerca de 4 mil Reais/habitante da cidade.

      Imagino que para construir escolas a relação seja no mínimo 10 mil Reais/habitante e para hospitais no mínimo uns 20 mil Reais/habitante. FANTÁSTICO !!!

      0
    • Eduardo 8 de março de 2012 at 09:53

      Que absurdo, é muito desperdício…

      Belo vídeo.

      0
  • Leno 7 de março de 2012 at 22:53

    Acabei de falar com um corretor, e ele disse que essa redução na Selic significa uma luz no fim do túnel para a queda nas vendas, será que devo dizer que essa luz é um Trem ?

    0
  • GB 7 de março de 2012 at 23:06

    Modo simplório de ver as coisas, não é a toa que a maioria deles só tem a 4ª completa.

    Claro que com a SELIC ainda mais baixa os rendimentos que já estavam baixos vão ser ainda menores, mas hoje ninguém vai tirar o $$$ para comprar por R$ 200k um imóvel que vale R$ 80k.

    Isso aconteceu bastante há alguns anos quando os preços estavam baixos e deu início a essa escalada de preços, não vai acontecer com os preços nas alturas.

    0
  • Guilherme Eduardo 7 de março de 2012 at 23:30

    A coisa tá pior pior do que nós imaginamos:

    htt p://w ww .reclameaqui.co m.br/2550538/tecnisa-construtora/nao-recebemos-a-premiacao-de-corretor es/

    É um corretor falando que está sem receber um bônus da Tecnisa já fazem três meses!!!

    DICA: Deem uma olhada no reclameaqui. Tem muita coisa suja que aparece ali e os jornais não publicam, como os atrasos, a baixa qualidade, o mau atendimento, o não pagamento de condomínio por parte de algumas construtoras, etc…

    0
  • Anonymous 7 de março de 2012 at 23:40

    EXCELENTE, até 2014 quando os preços vão estabilizar esse alugar vai estar cerca de 15 mil DOLARES. Poxa, somente um trouxa não investiria no Rio de Janeiro !!!

    0
  • Guilherme Eduardo 7 de março de 2012 at 23:43

    tem um vídeo no youtube marcando um protesto no centro de SP dia 17/03, as 09h00, contra GAFISA.

    ht tp://ww w.y outube.com/watch?v=mD2Os7mSZ0A

    Espalhem no face e tweeter!!!

    0
  • MrJaime 8 de março de 2012 at 00:36

    Pessoal,

    Estava assistindo a Globo News enquando o âncora comentava sobre a queda na produção industrial em janeiro.
    Enquanto o reporter falava, o quadro informativo mostrou o mercado de veículos novos com queda de 30.7% (Sim, QUASE TRINTE E UM POR CENTO) em janeiro.
    O reporter pulou este número e eu só vi de relance. Procurando no site do globo, encontrei:

    “Veículos tem a maior queda entre os 14 setores que registram recuo
    Segundo os dados do IBGE, dos 14 setores que registraram recuo na produção, destaca-se o impacto negativo vindo de veículos automotores (-30,7%)
    Veículos tem a maior queda entre os 14 setores que registram recuo
    Segundo os dados do IBGE, dos 14 setores que registraram recuo na produção, destaca-se o impacto negativo vindo de veículos automotores (-30,7%), pressionado principalmente pela concessão de férias coletivas que atingiu várias empresas do setor. Após recuar 13,0%, em setembro de 2011, também influenciada pelas paralisações por conta de férias coletivas em várias empresas, a indústria automotiva apontou expansão por três meses consecutivos, acumulando nesse período avanço de 11,4%.

    — O que mais pesou neste resultado da indústria automobilística foi a paralisação quase completa na produção de caminhões para adaptação das linhas de montagem às normas do Euro 5, que preveem menores emissões de carbono. A produção de automóveis também teve produção menos intensa (-18,8%), com algumas férias coletivas, uma vez que os estoques da indústria ainda estão acima do desejado. A reboque disso, o subsetor de autopeças (-19,7%) também se retraiu — explica o gerente da PIM, André Macedo. Ele acrescentou, no entanto, que os dados divulgados ontem pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) apontam queda menor na produção em fevereiro.”

    oglobo . globo.com/economia/producao-industrial-tem-maior-queda-mensal-em-tres-anos-4244120#ixzz1oUbflkzq

    Se isso continuar assim, não dou mais 2 meses para as demissões começarem com força!

    0
    • MrJaime 8 de março de 2012 at 00:38

      E tem mais, produção de motos, em fevereiro, caiu 10.5% em relação a fev/2011 e 13.5% em relação a jan/2012:

      www . valor.com.br/empresas/2560060/producao-de-motos-recua-105-em-fevereiro-diz-abraciclo

      0
      • Ploc 8 de março de 2012 at 07:16

        Veja como o volume excessivo de credito afeta muito mais do que a inadimplencia.
        – Nunca vi tanta moto como agora nas ruas do Rio. O numero de acidentes aumentou assustadoramente. Todo dia eu vejo um (já pilotei moto por mais de 15 anos). Voce acha que os hospitais receberam investimentos suficientes para receber essa demanda assustadora de ocorrencias? não. logo hospitais superlotados.Não se constroi hospital da noite para o dia.
        – Com o aumento de veiculos o numero de acidentes aumenta também – e voce acha que tivemos investimento para aparelhar policia / bombeiros / judiciário? claro que não. Logo o que já era um lixo de serviço ficou pior ainda.
        – Detran, vai cada vez mais ficar dificil marcar uma simples vistoria – todos vão sofrer;
        – Estacionamento, não se encontra mais vaga em lugar nenhum – preço da hora do estacionamento vai subir ainda mais. O individuo nao pode pagar e começa a estacionar na rua em torno dos locais aonde queria ir para nao pagar o estacionamento.
        Um domingo desses entrei num condominio de casa simples (povo de baixa renda), Era simplesmente impossivel andar pela calçada. Toda ela estava tomada de carros. Não há investimento algum para suportar a grande demanda causando problemas que vao alem da imaginaçao.
        – Praia, ficou inviavel só posso ir as 6 da manha senao pode nao ter vaga
        – Se deslocar no rio é simplesmente impossivel pois os bairros nao foram projetados para tanto veiculo. Ai, o governo cria BRT comendo as faixa para veiculos e ocupando com onibus. Ou seja, voce que comprou carro achando que era especial, vai ter quevoltar a andar de onibus hahahahahah
        Se pararmos um pouco para pensar veremos que a qualidade de vida, pelo menos no Rio, piorou muito pois o credito foi liberado sem nunhuma criterio para um crescimento sustentavel e suportavel,
        Só desejo paciencia a todos.

        0
      • Patricia Engª 8 de março de 2012 at 09:14

        Trabalho numa fábrica de motocicletas – produção será reduzida até meados de Junho.
        Estamos convivendo com ameaças de demissões e redução constante de custos.
        Se continuar assim, vou vender meu apartamento bolhudo e voltar a morar com meus pais….rsrs

        0
        • MrK 8 de março de 2012 at 10:47

          Patricia, primeiramente parabens pelo seu dia!

          Por favor, mantenha-nos informados sobre o andamento da fabrica? como andam vendas, receita, metas, emprego etc… precisamos de noticias do mundo real e infelizmente esse governo nao da isso.

          obrigado companheira!

          0
          • augusto 8 de março de 2012 at 11:02

            A explicação ridicula encontrada para a violenta queda na produção automotiva neste inicio de ano, foi a de férias coletivas das fabricas para regular estoques. Imediatamente a midia papagaia e incompetente, comprou esta explicação e a espalhou pelos 4 cantos.
            Ora se houve excesso de estoque em janeiro, foi porque em meses atras a ” fantástica produção” em niveis elevados era excessiva, e servia apenas para enganar trouxas e manter o povo ignorante eufórico.
            Acordem pessoal, pois muita gente não é mais otária, e vão falar suas mentiras para seus semelhantes

            0
    • Leno 8 de março de 2012 at 00:46

      Para o caso de veiculos, acho que a redução da Selic pode melhorar um pouco. Vai reaquecer as vendas por causa do financiamento que ficarão mais “barato”.

      0
      • Carlos Wagner 8 de março de 2012 at 00:58

        Dê uma pesquisada em qualquer jornal de classificados, on line ou não, voce vai ver a quantidade de anuncios vendendo carros semi novos com poucos meses de uso muito abaixo da tabela.

        Em muitos anuncios o vendendor entrega o veiculo para quem assumir a divida sem pagar nada a ele.

        Voce prefere comprar um zero e entrar num financiamento ou pegar um desses carros onde o juros do financiamento ja foi pago pelo primeiro comprador, restando a voce praticamente honrar a divida pelo custo original do dinheiro?

        Não tem nem o que pensar neh. Esse será um grande obstaculo para as montadoras se não baixarem consideravelmente seus preços.

        0
        • Leno 8 de março de 2012 at 01:12

          Em termos financeiros, sim é muito melhor comprar um um veiculo semi-novo,principalmente se boa parte dos juros já tiverem sido pagas.Mas brasileiro olha só o valor da prestação e não o valor total que pagará.

          0
      • MrJaime 8 de março de 2012 at 01:14

        Leno,

        A diminuição da SELIC demora algo em torno de 9 meses para surtir efeito. Então, se quiser ver a diferença que vez essa diminuição de 0.75% de ontem, aguarde os resultados de out/2012.

        Outra coisa que já tem sido explicada por economistas independentes é que mesmo com a queda da SELIC os bancos não estão tão dispostos a expandir os empréstimos, porque a inadimplência aumentou muito.

        É a velha história que sempre comentamos aqui no blog: Estimular pessoas já endividadas a se tirar proveito de crédito fácil é muito mais difícil, ou seja, quantidades cada vez maiores de empréstimos são necessários para resultados cada vez mais fracos. (Até que as pessoas caiam em si e percebam que terão que cortar despesas e consumo por um bom tempo para servir todas as dívidas que fez)

        0
        • MrJaime 8 de março de 2012 at 01:15

          *que fizeram

          0
  • Anonymous 8 de março de 2012 at 03:37

    Tem bananense comendo banana estragada. Veja o estado de conservação nas fotos.

    J. Luzitânia, São Paulo, SP
    classificados1 . folha . com . br/imoveis/90393605-j-luzitania

    Churrasqueira, Jardim, Quarto de empregada, Quintal, Salão de festas, Área total: 3920.00, Área útil: 1036.00, Banheiros: 6, Categoria: Casa, Suítes: 4, Vagas: 8, Município: São Paulo, Região: Capital Zona Sul.

    R$ 12.000.000,00 (cerca de 7 milhões de dólares)

    0
    • Amadeos de Sampa 8 de março de 2012 at 11:39

      Anonymous, essas “villas” estilo mediterraneo viraram modinha anos atras. 7M USD, eu nao entendo como se gasta tanto dinheiro pra ficar grudado no seu vizinho. Privacidade zero. Da pra ver a curta distancia entre as casas pelas fotos.

      Eh muito dinheiro e tambem muito mau gosto bananense. Pior que isso so “varandas gourmet” e “espaco zen” dos condominios novos. Tem que ter muita paciencia. Acorda Brasil.

      Saudacoes

      0
  • MrK 8 de março de 2012 at 04:38

    Quando falta gasolina nos postos de SP o que faz o brasileiro? Aumenta pra R$5.00

    Quando tem pouco taxi na ruas, o que faz o taxista brasileiro? Desliga o taximetro e duplica o valor

    Quando no Rock n Rio aumentou a procura pela ponte-aerea o que fez tam e gol? Ponte a R$1.200

    Nao existe motivo moral ou etico na extorsao para o Brasileiro, se tiver quem pague, ele vai cobrar ate o limite, nao importa se amanha sera ele do outro lado.

    Alguem acha estranho que quando o mercado imobiliario aqueceu os proprietarios de imoveis caindo aos pedacos nao tenha aumentando em 100%? O maior prazer do Brasileiro e’ passar a perna em outro Brasileiro. Essa e’ a lei de Gerson. Esse e’ o nosso pais, get over it.

    0
    • Carlos Eduardo 8 de março de 2012 at 10:41

      Apoio o pensamento do colega!

      um pais que tem como simbolo, a “malicia”, “ginga” oque se pode esperar!

      como ser honesto um povo que teve como simbolo o esteriótipo do “o maladro carioca”

      o “jeitinho basileiro” para mim é uma das piores coisas que colocaram na cabeça do povo , que faz tudo para levar vantagem !

      é cultural, a cultura do brasileiro é ser pilantra!

      só que enquanto o malandro de baixo da piramide se da bem com 20 mil de comição, ou menos, o de cima se dá bem com 90 milhões destinados á algum serviço que deveria ser destinada a base!

      0
      • Amadeos de Sampa 8 de março de 2012 at 11:50

        Verdade, anos atras li o livro “O Brasil tem Jeito?”.

        Mas ja adianto a conclusao: Nao tem jeito nao! O negocio aqui eh menosprezar a inteligencia alheia, passar a perna no proximo e cultuar os Ikes da vida. oooh atraso de vida.

        0
  • MrK 8 de março de 2012 at 04:46

    Quanto a SELIC…

    Ha pouco tempo o BC fez uma pesquisa como mercado pra saber a taxa de juros reais sustentavel, ignorou os resultados, pois com essa baixa os juros reais ficaram em torno de 4.75%, abaixo do sugerido.

    Se esquecermos a inflacao oficial e falarmos da real, os juros ja estao beirando o negativo, se e’ que ja nao estao, eu nunca vi isso antes no Brasil.

    Essa baixa da SELIC agressiva demonstra apenas uma palavra: DESESPERO, eles querem rolar a bolha, igualzinho o Bernake fez nos EUA, sem tirar nem por! Eles querem facilitar mais credito, dar mais liquidez ao mercado e manter os endividados consumindo e se endividando mais e mais… como falaram bem “estao tentando apagar a fogueira com gasolina”

    Nao tenham duvidas, o problema do pais hoje, nao e’ o custo do credito, e’ o alto % de dividas e a baixa educacao financeira, aliadas a uma inflacao galopante e uma industria problematica, por conta dessa irresponsabilidade, prevejo um estouro de bolha mais doloroso do que antes, pode atrasar mais uns meses e’ verdade, mas vai doer mais.

    Repito: ESSE DESESPERO da o tom exato de como as coisas vao ser esse ano, apertem os cintos, vai feder.

    0
    • marvin 8 de março de 2012 at 08:51

      A bolha imobiliária é só a ponta do iceberg… acho que há problemas maiores, considerando que milhões de brasileiros moram em condições precárias e sequer chegaram a participar da “farra imobiliária”… Mas vamos lá, bota mais gasolina para apagar o incêndio (desde que não seja em são paulo, porque acabou a gasolina…)

      0
  • MrK 8 de março de 2012 at 05:17

    Entrando na cabeca de um proprietario (movimento da manada)

    1- Grande parte dos proprietarios que tinham um imovel no aluguel, ficaram chocados com o preco altissimo e a possibilidade de ficarem ricos, a decisao tomada foi: “Expulso o inquilino, pego o ap e vendo, vai render muito mais que aluguel”

    Consequencias: Estoque recorde de imoveis a venda, estoque baixo de imoveis a alugar.

    2- O ap. Fica la, mas nao vende, nao vende… aquele dinheirinho certo do aluguel sumiu e os condominios sao caros! Baixar preco nao baixo, eu nao! (negacao que tenha feito um mal negocio ao expulsar o inquilino). Depois de muito esperar a conclusao eh: “melhor devolver pra aluguel, mas nao vou devolver ao preco que estava nao, como eu tenho um bem mais valioso que diamante, vou pedir 50% a mais”

    Consequencias: Imoveis comecam bem lentamente a migrar pra locacao, porem com precos estratosfericos e nao alugam. Alguns ficam disponiveis em ambos (vendo e alugo)

    3- MOMENTO ATUAL: O ap nao vendeu e nao alugou, a alternativa seria voltar ao aluguel a precos proximos ao do antigo inquilino expulso, mas isso o proprietario reluta, pois seria fazer um mal negocio e todos queremos ser espertos, certo?

    Consequencias: Mercado travado, tanto aluguel quanto venda, pessoas perdidas, corretores a beira da falencia.

    4- MOMENTO FUTURO: O ap voltara para aluguel a valores proximos ao toleravel pela renda, alguns esperaram 2 meses pelo inquilino rico, outros 10, cada um tem seu timming, mas fatalmente se convencerao, cedo ou tarde, que dinheiro ainda nao esta nascendo em arvore. O aluguel baixo sera mais um indicador da bolha no mercado de vendas, que esta estourando.

    0
    • xyz 8 de março de 2012 at 08:56

      Na cidade que moro este “movimento” de ofertar novos aluguéis por preços exorbitantes acaba levando locadores que tinham imóveis para locação a preços já muito altos (que não alugavam) a reajustarem os preços das locação, contaminando todo o mercado e tentando estabelecer um novo padrão de preços, exatamente como as imobiliárias querem.
      Esta contaminação pressiona inclusive candidatos a comprador.

      Enquanto isso, o governo já deixou bem claro que não vai permitir formação de bolhas.

      0
    • augusto 8 de março de 2012 at 10:52

      No prédio onde moro, o apartamento de frente ao meu ficou vazio pois o inquilino mudou de cidade. Imediatamente foi colocado para alugar com 100% de aumento sobre o valor antigo, que estava de acordo com outras locações no mesmo prédio. Resultado, já está fechado e sem inquilino por 7 meses

      0
      • chapolin 8 de março de 2012 at 11:15

        O que eu morava, que teve 85% de aumento, semana que vem comemora 3 meses que está vago. Acho que vou comprar um bolo e mandar para o proprietário…;-)

        0
        • Leno 8 de março de 2012 at 15:15

          Aqui no meu prédio tem uma situação igual. Uma idosa que morava a 6 anos no ap saiu porque o proprietario se recusou a negociar após aumentar absurdamente o aluguel. Resultado, está a 4 meses fechado, vejo algumas pessoas indo ver o imovel, mas ninguem aluga.

          0
    • chapolin 8 de março de 2012 at 11:17

      Uma pequena amostra:

      http:// ww w. agenteimovel.com.br/imovel/a-venda/rua-barao-da-torre/ipanema/rj/377516.htm

      http:// ww w. agenteimovel.com.br/imovel/a-venda/rua-cinco-de-julho/copacabana/rj/425523.htm

      http:// ww w. agenteimovel.com.br/imovel/a-venda/rua-francisco-sa/copacabana/rj/914889.htm

      Alguns anunciados há mais de 2 anos…

      0
  • GB 8 de março de 2012 at 06:40

    Não dá para ignorar que aumentaram consideravelmente os anúncios de venda de imóveis na internet, inclusive já há muitos com preços mais próximos do razoável, o negócio é dar mais um tempo, deixar o que já temos rendendo para nós mesmos, guardar um pouco mais e depois sair às compras, vai ser divertido.

    Uma vez uma professora de economia na faculdade de DIreito perguntou qual era o bem com maior liquidez que existe, aí ela explicou que era o próprio dinheiro, não há nada com mais liquidez que ele próprio, pois ele já é dnheiro,

    Todo o mundo quer $$$$, para meu gerente o fato do meu estar “parado” numa aplicação é um absurdo, toda vez ele oferece financiamento a juros, taxas e seguros altos, eu sempre digo para ele deixar como está que logo vou dar uma destinação correta a esse valor (e sem precisar pagar juros ao banco por isso).

    Eu tenho me divertido muito aqui nesses últimos dias, é engraçado ver no que o mercado imobiliário se transformou, mas as leis de mercado são mais fortes que governos, empresas e investitrouxas.

    0
  • marvin 8 de março de 2012 at 08:32

    Falando em espetalhões, me senti no filme MAD MAX, com alguns postos cobrando até 5 reais pela gasula e 2,50 pelo etanol – logo mais teremos que colocar uma bomba no tanque de combustível… vixi, o brasileiro é f… Se um dia houver um terromoto ou um tsunami, vão cobrar 100 reais pela garrafinha de água…

    0
    • xangai 8 de março de 2012 at 11:03

      Mad Max eh bom hemm !

      Alem da gasolina e a violencia de hoje … as cidades fantasmas de amanha

      0
  • Veiga 8 de março de 2012 at 08:34

    Ninguem viu a noticia da PDG ontem no jornal nacional?

    Condominio em barueri…deve ser vendido ao Preço anunciado..

    Dalhe tsunami imobiliario.

    0
    • xyz 8 de março de 2012 at 08:43

      Sim.
      MAS também vi, no mesmo JN, o Mantega traquilizando todos aqui no forum, dizendo em alto e bom tom que NÃO VAI PERMITIR A FORMAÇÃO DE BOLHAS FINANCEIRAS NO BRASIL.

      0
      • Vinicius 8 de março de 2012 at 08:47

        Se o Tio Sam não conseguiu não vai ser a equipe do molusco que vai…

        0
  • marvin 8 de março de 2012 at 08:56

    Mais um dia que eu passo em frente a um estande de vendas todo de vidro, e é curioso olhar lá para dentro e ver os corretores, digo, consultores de investimentos, colocando grampo no grampeador, dobrando mala direta, uns fumando que nem loucos no lado de fora, suando feito porcos de terno preto no sol escaldante… Cliente que é bom, nunca vi…

    0
  • nelson 8 de março de 2012 at 08:59

    Economia | 21:41
    O governo Dilma e a Nova Classe Rica
    O fenômeno foi mensurado pela pesquisa “De Volta ao País do Futuro”, do Centro de Políticas Sociais da Fundação Getúlio Vargas: proporcionalmente, até 2014 as classes A e B somadas irão crescer quase três vezes mais que o ritmo de expansão da classe C. Nos próximos dois anos, nada menos do que 6,5 milhões de brasileiros, uma população equivalente a do Paraguai, alcançarão as faixas mais altas da pirâmide social.

    Isso significa que eles terão renda familiar acima de R$ 6.220, carro para passear e vários eletrônicos e eletrodomésticos (tevê, geladeira, máquina de lavar, computador) equipando a casa. A maioria será formada em universidades, terá um plano de saúde para usar médicos e hospitais particulares e deverá viajar de férias uma vez por ano. Quase todos terão televisão por assinatura e banda larga doméstica. A Nova Classe Rica, portanto, deverá entrar para a história do governo Dilma Rousseff assim como a Nova Classe Média, a incorporação de 35 milhões de pessoas ao mercado consumidor, esteve para o governo Lula.

    Do ponto de vista econômico, trata-se de uma equação já desenhada: mantido o atual ritmo de crescimento do PIB e de aumento da renda média, o Brasil assistirá, em algum momento dos próximos 18 meses, a um evento inédito. Pela primeira vez na sua história, haverá mais gente no cume da pirâmide social do que na base – até a eleição presidencial de outubro de 2014, deveremos contar cerca de 30 milhões de brasileiros ricos contra 20 milhões de brasileiros miseráveis.

    Do ponto de vista político, a antiga mentalidade verá na expansão da Nova Classe Rica quase a contradição de um governo que fez do “Brasil sem Miséria” sua bandeira social. Muitos brasileiros ainda se indignam mais com a riqueza do que com a pobreza, mas nesse caso a leitura social é exatamente a oposta. O estudo da FGV mostra que o Brasil sepultou definitivamente o ciclo de concentração de renda das décadas de 1970 e 1980. E o objetivo final do programa de Dilma Rousseff nunca foi o de manter uma massa de excluídos, mas de justamente extingui-la. Aos poucos, um pedaço crescente do Brasil perde a vergonha de celebrar a a adição de seis novos bilionários na lista da revista Forbes (agora são 36) ou a assunção de quase duas dezenas de novos milionários por dia (agora são quase 150 mil brasileiros com mais de um milhão de dólares em investimentos de liquidez imediata).

    A grande questão que a Nova Classe Rica suscita, para ela e para o futuro do país, está ligada ao retrato que fará de si mesma. Se herdar o comportamento individualista, patrimonialista e autoritário da velha elite, o Brasil será uma caricatura de país desenvolvido. Mas se essa nova força estiver baseada em igualdade de direitos e oportunidades, em progresso pelo esforço de cada um, no cuidado com os espaços coletivos, no aprimoramento intelectual e no refinamento do gosto, essa Nova Classe Rica mudará o patamar do Brasil uma segunda vez.

    Somos nova classe rica!!!!

    0
    • Carlos_ 8 de março de 2012 at 09:21

      Agora a familia que ganha 6.200 por mês, junta, é rica. Acho isso uma piada mais sem graça do que dizer que a família que ganha 2 salários mínimos junta é classe media.

      Logo mais vou descobrir que sou milionário.

      0
    • Carlos Eduardo 8 de março de 2012 at 10:28

      Esses textos futurista são incriveis !
      rs

      Faltou a fgv falar que não haverá transito na marginal! e que não existirão mais as favelas do capão redondo e da penha entre outros bairros aonde o MCMV nunca chegou e nunca chegará!

      ou que os orgãos publicos funcionarão e ninguem mais vai ser feito de idiota, pois as leis serão justas para todos!

      conta outra vai!

      0
  • Luciano 8 de março de 2012 at 09:00

    BOLHA IMOBILIÁRIA
    Especialistas falam sobre a bolha imobiliária

    Para uns, o setor está apenas recuperando o tempo perdido em anos e anos de estagnação. Para outros, a escalada dos preços pode estar criando o ambiente propício para o nascimento de um fenômeno já visto em nações desenvolvidas, como a Espanha. Não importa de que lado você esteja, o fato é que o debate sobre a existência de uma bolha imobiliária no mercado brasileiro tem aumentado nos últimos tempos.

    “Em São Paulo, por exemplo, praticamente todos os edifícios de escritórios compartilhados estão com preços inadequados, acima do valor justo”, afirma João da Rocha Lima Junior, professor titular de real estate da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e diretor do Grupo Unitas, que presta consultoria na área. O preço justo, ou adequado, teria que ser arbitrado a partir de uma combinação entre custos e expectativas de rentabilidade. Porém, em alguns segmentos, os investidores estão quantificando essa margem de renda no futuro baseados no cenário atual, o que aumenta a chance de superestimá-la. “Isso é um defeito de postura, que só pode ser corrigido com informação. Informação inadequada resulta em mercado desequilibrado.” E isso costuma variar entre diferentes tipos de produtos e também pela sua posição geográfica. Uma cidade como a capital paulista, por exemplo, pode estar com valores inadequados em um determinado bairro ou região. “No mercado residencial, os produtos de classe média, em bairros como Vila Mariana e Perdizes, também estão supervalorizados”, acrescenta.

    Na comparação entre os dois segmentos que podem ser foco de formação de uma bolha, o professor destaca que, se no caso dos escritórios o risco já existe e é bem real, no residencial as evidências dos últimos meses indicam que o mercado está mais lento, com os preços parando de subir, ao mesmo tempo em que a velocidade das vendas está caindo muito.

    Já para o professor de finanças da Escola de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP), Samy Dana, o risco de estourar uma bolha no País reside justamente no segmento residencial. E o cálculo que ele faz para chegar a essa conclusão é muito simples. Hoje, o valor de um imóvel no centro paulistano está em torno de R$ 10 mil/m². Sendo assim, um apartamento de 100 m² vai custar R$ 1milhão, aproximadamente, sem considerar algum desconto que possa ter. Se esse dinheiro fosse colocado em uma aplicação conservadora, como a poupança, iria render em torno de 0,5% ou 0,6% ao mês, ou seja, R$ 6 mil. “Eu duvido que alguém pague R$ 6 mil ou mais para morar em um imóvel de 100 m² no centro do São Paulo. É melhor deixar rendendo no banco e pagar aluguel. Para o investidor também, é melhor não comprar e aplicar em outra coisa.”

    Segundo ele, esse descompasso entre o valor da residência e o aluguel, em um futuro próximo, vai levar o mercado a uma encruzilhada: ou os preços caem, ou a locação aumenta. “E eu não acredito que haja espaço para o aluguel subir, então os preços vão começar a cair quando as pessoas passarem a olhar de forma mais racional”, garante. Os motivos que impulsionam a alta, na opinião do professor, são o crédito barato, com pessoas que nunca tiveram acesso a financiamento conseguindo comprar imóveis; o famoso sonho da casa própria, onde o pensamento imperante é de que é melhor ter do que alugar, mesmo que isso vá de encontro à lógica financeira; e o fato de o setor ter andado de lado por muitos anos, com uma oferta muito pequena. “Há espaço sim para crescimento do mercado, mas não para crescimento de preços. Não dá para investir com o metro quadrado nesses valores”, ressalta.

    Na região central de São Paulo, Samy Dana calcula que os empreendimentos chegam a custar o dobro do seu valor real, situação que também se repete em Belo Horizonte e no Rio de Janeiro. Essa atitude de maximizar os lucros sem contar o dia de amanhã já estaria se refletindo no mercado de ações, com os papéis de algumas construtoras sofrendo com fortes desvalorizações em 2011. “Não tenho dúvidas de que sofremos uma bolha imobiliária, e ela pode estourar em 2012, principalmente por causa da crise internacional. Os preços estão absurdamente altos, ainda mais nos imóveis residenciais das grandes cidades”, salienta.
    Para o professor João da Rocha Lima Júnior, o problema está justamente na dificuldade em perceber ou prever a formação de uma bolha, o que em geral só acontece quando ele se esvanece. Mas segundo ele não há muito o quê fazer perante isso. Pela Lei da Avidez e da Riqueza, se o vendedor tiver a oportunidade de comercializar pelo preço mais caro possível, ele vai fazer isso. Enquanto isso, se o comprador puder adquirir o imóvel por um valor mais barato, também não irá hesitar. “Dessa forma, esse jogo de forças de mercado não pode ser resolvido a não ser pelo seu próprio reequilíbrio.”

    0
    • João Paulo da Silva Simões (Contagem - MG) 8 de março de 2012 at 10:48

      Corretíssima a afirmação do professor, e isso ai mesmo que está acontecendo, e que vai estourar vai…

      Ao meu ver, quem é investidor de verdade ou já saiu, ou está saindo nesse momento do mercado imobiliário, realizando lucro, somente estão ficando os curiosos que aumentaram para ver se cola, se vender bem, senão amem, e os investidores de mentirinha, que são as famosas sardinhas, quando abaixar, e deixar de ser atraente esse mercado, vão ter que abaixar porque o vizinho abaixou, ou tirar a plaquinha de vende-se…

      Aqui mesmo na cidade onde vivo, tem cada loucura ótima, um apto, sendo construído, em frente a um clube, que fim de semana rola festa adolescente direto, ou seja algazarra e bebedeira e rua fechada, e som alto da academia, sem a menos privacidade, ou seja o pior cenário, sendo vendido a meio milhão de reais, e isso ai gente, quem comprar que fique lá. Quem é da região sabe que lugar é…

      http://www.netimoveis.com/detalhe.aspx?data=bmV0aW1vdmVpcyYzNzExMjEmNCZuZXRpbW92ZWlz

      Abraços.

      0
    • Vinicius 8 de março de 2012 at 10:57

      Qual a fonte dessa reportagem ? Esses economistas resumiram muito bem o que é exposto aqui nesse site. Agora só falta sair no JN

      0
      • Luciano 8 de março de 2012 at 11:39

        Vinícius, segue a fonte: Revista Construção e Negócios – Edição 37.

        Como diz o ditado, é preciso matar a cobra e mostrar o pau.

        0
    • Carlos Wagner 8 de março de 2012 at 11:26

      Perguntinha simples para esses especilistas anti-bolha:

      Baseando-se na seguinte frase – “Para uns, o setor está apenas recuperando o tempo perdido em anos e anos de estagnação.” – Como um mercado de ativos pôde ficar estagnado durante anos e mesmo assim ainda conservar, na mente das pessoas, que imóvel é o melhor investimento do mercado?

      Pra mim, bom investimento é aquele que, no minimo, preserva meu poder de compra e renda algum acima da inflação. Se ficou estagnado é porque é e sempre foi um péssimo investimento.

      0
    • Carlos Wagner 8 de março de 2012 at 11:28

      Perguntinha simples para esses especilistas anti-bolha:

      Baseando-se na seguinte frase – “Para uns, o setor está apenas recuperando o tempo perdido em anos e anos de estagnação.” – Como um mercado de ativos pôde ficar estagnado durante anos e mesmo assim ainda conservar, na mente das pessoas, que imóvel é o melhor investimento do mercado?

      Pra mim, bom investimento é aquele que, no minimo, preserva meu poder de compra e renda algum acima da inflação. Se ficou estagnado é porque é e sempre foi um péssimo investimento!

      0
  • Ploc Monster 8 de março de 2012 at 09:10

    Não sei como a maioria dos “economistas” não enxergam o óbvio, ou é muita burrice ou é intencional mesmo. Parabéns aos que mostram a verdade !

    0
  • MARCELO 8 de março de 2012 at 09:21

    Vendas de imóveis novos despencam 40% em BELO HORIZONTE

    A venda de apartamentos novos em Belo Horizonte caiu 39,91% em 2011 na comparação com 2010. De acordo com o Sindicato da Indústria da Construção Civil foram comercializadas 3.726 unidades; no ano anterior foram 6.201.

    Os imóveis com valores entre R$ 100 mil e R$ 250 mi0, cuja venda despencou 72,51%, foram os grandes responsáveis pelo resultado negativo. No ano, foram vendidos 899 apartamentos nessa faixa de preço e nenhum abaixo de R$ 100 mil. Segundo o Ipead/UFMG, o valor médio de vendas de apartamentos novos em Belo Horizonte aumentou 13,57% em 2011.

    Atrasos no Minha Casa, Minha Vida, menos lançamentos e valorização dos terrenos são apontados como os fatores que levaram à queda. Ninguém do Sinduscon comentou a pesquisa.

    A queda nas vendas aconteceu em todos dos tipos de apartamentos: acabado, na planta e em construção. Os imóveis entre R$ 250 mil e R$ 500 mil tiveram estabilidade, com alta de 0,89% nas vendas. Para imóveis acima de R$ 500 mil o resultado foi alta de 13,03%.

    Os lançamentos seguiram a mesma tendência e tiveram queda de 39,47%. Entre os novos imóveis colocados à venda, apenas a faixa de R$ 250 mil a R$ 500 mil teve aumento. Foram 1.587 unidades, 5,24% a mais do que em 2010. Já na faixa de até R$ 250 mil a queda foi de 67,38%.

    JORNAL O TEMPO:

    LINK: http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=197700,OTE

    NÃO DEIXEM DE PUBLICAR ESTE REPORTAGEM AQUI NO BLOG!

    LEMBRANDO QUE IMÓVEIS ATÉ R$ 250 MIL A QUEDA FOI DE QUASE 70%

    ——————————-

    PLOC PLOC PLOC!
    PIF PAFF PUM!
    A BOLHA TA ESTOURANDO E O POVO NÃO TA MAIS COMPRANDO E CORRETOR TA CHORANDO KKK…! NEM A COPA DO MUNDO SALVA BH!

    0
    • Zoom 8 de março de 2012 at 11:11

      É isso aí Marcelo. Vale lembrar que o Brasil não se resume, excluivamente, a São Paulo e Rio de Janeiro.

      0
    • rsmrsm 8 de março de 2012 at 11:17

      Que bom que este jornal não deu enfase para para as altas na faixa de R$ 250 – 500 e acima de R$ 500.

      Dependendo do que o reporte escrevesse ele poderia mudar totalmente o que está escrito. É o que muitos jornais fazem por aí.

      Isto mostra que este jornal está tendo uma visão mais abrangente da situação real.

      0
  • Mark 8 de março de 2012 at 11:22

    Achei interessante postar…

    http:// www1. folha.uol.com.br/mercado/1058897-acoes-por-falta-de-pagamento-de-condominio-sobem-23-em-sp.shtml

    0
  • Renatao 8 de março de 2012 at 11:36

    Pessoal;
    O corretor que estava tentando me vender o apto em construcao por 232k. e depois 223k acabou de me ligar, me oferecendo um apto do lado ( na mesma rua ) do que estavamos negociando por 228k, porem ja esta pronto para morar e segundo ele sao as ultimos duas unidades. Detalhe: O apto é de 70m2 enquanto o que esta em construcao é de 68m2. Nao perdi a oportunidade e o questionei: “Como um apto construido, pronto para morar pode ter o mesmo valor de um apto ainda em construcao que sera entregue somente no meio do ano que vem?”….A resposta foi: “O condominio do que esta construindo é melhor”. Agradeci e desliguei, nem fiz contra-proposta.

    0
    • Leo 8 de março de 2012 at 11:41

      Ja pensou em fazer uma proposta bem inferior? do tipo 190k ? Ou ate menos… acho que tem muita chance de conseguir. Principalmente se for a vista.

      0
      • Renatao 8 de março de 2012 at 12:46

        Pois é, pior que fui ver o condominio do que ja esta pronto e nao deve nada para o que esta em construcao: piscina, academia, sauna, brinquedoteca, playground, etc. Papo de vendedor é complicado!

        0
        • Ploc 8 de março de 2012 at 13:05

          Renatoao,
          acho que a diferença estava no animador de piscina.
          Abraços,

          0
  • Even 13 de março de 2012 at 15:29

    Pessoal olha o email mkt que recebi hoje da Lopes – Even.

    Imóveis com 36% de desconto – EVEN DAY.

    Os descontos começaram!!!

    Segue abaixo o site para conferir.

    http://l.evenday.com.br/

    0