2012 será ano de “valorização moderada” para lançamentos – Gazeta do Povo

Você pode gostar...

Comments
  • ninja SP 8 de dezembro de 2011 at 00:13

    Lançamentos!!! de que? em 2012 isso será coisa do passado. ploc.ploc.

    0
  • Cleyton 8 de dezembro de 2011 at 00:16

    “Nosso mercado está tendendo a ficar ofertado”

    Na verdade está tendendo a ficar desdemandado!

    0
  • ninja SP 8 de dezembro de 2011 at 00:27

    “As pessoas não fazem mais compras por impulso” na hora do financiamento vão devolver.

    0
  • manuelao 8 de dezembro de 2011 at 00:50

    Uhuuuuu

    0
  • LAM 8 de dezembro de 2011 at 02:37

    Vejam como as notícias estão gradualmente mudando de tom. De uma euforia perene à uma ponderação de estabilidade. Na prática, isso significa que as coisas estão tão feias que até o pessoal eufórico está “maquiando” as más notícias.

    2012 vai ser “O” ano!

    0
  • chulapa 8 de dezembro de 2011 at 03:29
  • MrK 8 de dezembro de 2011 at 05:39

    Pessoal do Brasilzao,

    estive falando com um amigo meu do Rio e ele me contou algo que foi dificil imaginar, disse que os shoppings estao vazios pra essa epoca do ano, que os comerciantes estao realmente comecando a se preocupar

    voces veem isso ai? esse desaquecimento de vendas esta assim visivel? por favor deem suas visoes

    abracos

    0
    • Tico RJ 8 de dezembro de 2011 at 07:51

      MrK, é isso mesmo!
      Percebi a mesma coisa nessas 2 últimas semanas. Comentei com minha esposa várias vezes de como as ruas e os shoppings na zona sul estão pouco movimentados essa época.
      Porém, ela me disse que o centro, onde ainda se encontra coisas baratas, está movimentado. Parece que houve uma migração dos shoppings (caros) para o centro (barato).

      0
    • lopes51 8 de dezembro de 2011 at 07:51

      MrK Aqui na minha cidade to achando o movimento bem fraco pra essa epoca do ano, vou continuar acompanhando e qualquer novidade posto a vcs.
      OFF TOPIC
      A lavadora de roupas da minha mãe quebrou e fui ver uma nova pra dar de presente de natal e fiquei abismado com o papinho de vendedor que á a ultima peça e que vou perder a oportunidade que vai estar mais caro e etc….

      0
    • Menino_do_Rio 8 de dezembro de 2011 at 08:26

      Mas isso já era esperado, o povo está gastando tudo que pode e o que não pode nos imóveis (com incentivo total do governo federal). E além disso o Rio tá muito caro:
      http://exame.abril.com.br/economia/brasil/noticias/rio-de-janeiro-e-segunda-cidade-mais-cara-da-america-2

      0
    • Paulo - RJ 8 de dezembro de 2011 at 09:32

      MRK,
      Fiz as compras de Natal (presente para familiares) na semana passada. Apesar do movimento estar maior que o normal, não vi aquela “muvucada” do ano passado. Talvez ainda seja cedo, o pessoal deve estar para receber o 13 salario por estes dias. E vi os preços estabilizados (achava que ia ter um aumento excessivo por causa do Natal). Acho que o comércio e tido o mais esticou a corda no limite que a população aguenta, já perceberam isto.

      0
    • Profeta do Apocalipe 8 de dezembro de 2011 at 10:34

      mas brasileiro deixa tudo pra ultima hora. engracado que aqueles pontos de troca de cupons de todos os shoppings que fui estao literalmente vazio. cambio.

      aguardando a crise com a entrega do le parc em salvador. quem vai pagar o condominio e iptu?

      0
    • FQ 8 de dezembro de 2011 at 11:01

      Eu tenho escutado de várias pessoas diferentes (em geral exigentes e com um bom nível financeiro) que os preços no shopping não estão apenas caros, mas estão ofensivos e que não tem coragem de comprar nada nestes preços altos.

      Eu faço coro a isso! Têm loja que eu nem passo perto! Me sinto ofendido com alguns preços, é querer me chamar de babaca!

      0
    • Luiz 8 de dezembro de 2011 at 11:28

      Mrk coloca aí 2 coisas:

      1. Muita gente que comprava em shopping preferiu comprar em Miami/Europa (lembre daquelas famsosas contas que mostram ser+barato miami, incluindo avião, hotel e alguel de carro). Por incrível que possa aprecer o consumidor brasileiro esta ficando mais consciente, estão pipocando e-mails, twiters, faces falando do lucro Brasil, ontem mesmo aderi a um destes. Tal fato não s eaplica ao mercado classe C.

      2. Já no ramo do turismo, estamos bombando como nunca vi antes. Esse ano natal e ano novo cai no fds. É impossível achar qualquer coisa pelos preços do ano passado, pior, tudo lotado.

      0
    • DanielCM 8 de dezembro de 2011 at 11:47

      Mrk,

      moro em Fortaleza e a sensação é a mesma. saí com a família na sexta-feira para um restaurante na região da beira-mar e o movimento estava tranquilo (em outros anos eu sequer cogitaria sair de casa essa época, pq é um verdadeiro inferno, principalmente por causa da chegada dos turistas).

      a minha casa fica perto de um shopping e o movimento lá se concentra nas praças de alimentação, mesmo agora em pleno início de mês.

      o meu sogro é dono de locadora de carros e decidiu renovar parte da frota só no ano que vem, pq achou que não compensaria agora.

      alguns taxistas que conheço já me falaram que ainda não viram o verdadeiro movimento de fim de ano, que costumava começar em meados de novembro.

      pois é. pensei que só eu estava percebido isso. que tem algo de podre aqui no Brasil, com certeza tem e é muito.

      0
  • MrK 8 de dezembro de 2011 at 05:47

    Comentando a noticia do topico…

    Existe um erro grave no raciocinio do rapaz, ele diz que mercado tende a equilibrar oferta e demanda, isso so’ seria verdade se as vendas de imoveis nos ultimos anos tivesse sido 100% para moradores, ai’ sim poderiamos dizer que futuros lancamentos (oferta) e potenciais compradores (demanda) tenderiam a um equilibrio

    O problema que todos sabemos que uma quantidade enorme de imoveis foi vendida para especuladores revenderem, portanto o mercado nao esta tendendo ao equilibrio, ele esta caminhando pra ficar SOBREOFERTADO!!!

    Como a velha lei da oferta e procura fez disparar o preco dos imoveis, quando a demanda (especuladores+moradores) era muito maior que a oferta (construtoras), agora a coisa inverte, teremos a oferta (construtora+revenda de especuladores) muito maior que a demanda (moradores) e o preco todo mundo ja sabe…

    0
    • Luiz 8 de dezembro de 2011 at 11:35

      Mrk, acredito que entre 2003 e 2008 havia mesmo demanda reprimida, mas que já se esgotou.
      Estou terminando as contas dsito, se der publico um artigo ainda este ano.

      0
      • Carlos Wagner 8 de dezembro de 2011 at 15:39

        Luiz

        Acredito que a demanda reprimida continua existindo. Se perceber, todos nós aqui do blog fazemos parte dessa demanda e estamos aguardando o melhor momento para comprar.

        O que acontece é que os otários ja se endividaram, os especuladors estão com um mico nas mãos e existe uma demanda que não pode ou não quer pagar os preços absurdos atuais.

        0
        • Luiz 8 de dezembro de 2011 at 16:02

          Prezado Carlos,

          sim, todo mundo, mesmo quem já tem casa é um potencial comrpador de uma nova casa.
          o melhor nome pra gente seria demanda potencial

          O que eu chamo de demanda reprimida é aquela família que nos ultimos 10 anso melhorou de renda e pode mudar de hábitos: deixar a casa do sogro, a subhabitação e entrar para o mercado imobiliáio. Cerca de 10 milhões de pessoas mudaram de condição e entraram para as classes AB entre 2003 e 2011. Isso representaria no maximo cercade 3 milhões de novas casas no Brasil inteiro que só puderam ser cosntruídas num prazo com gap de 3 anos. (estou adiantando partes do artigo)

          0
    • Frank 8 de dezembro de 2011 at 11:26

      pois é, eu não participei daquela discussão sobre lavagem de $$ pq não tenho uma convicção muito clara.

      mas conheço várias histórias, no mercado de casas na BARRA (estamos falando de preços de 3, 5, 15 MM), de pessoas comprando com malas de din-din, dólares, etc.

      mas daí a pensar q isso infla (de modo relevante) a bolha, talvez seja um pouco demais….talvez.

      0
      • FQ 8 de dezembro de 2011 at 11:43

        Estamos falando de uma setor (construção civil) que movimenta mais 100 Bilhões em um ano! Isso é “pinto” perto do montante!

        0
    • Cleyton 8 de dezembro de 2011 at 15:16

      Cara, essa mulher só fala merda, ela não manja nada, fica pedindo pinico pros “especialistas”, olha a turma que comprou título de capitalização ouvindo os comentários dela, o Mauro pelo menos toma mais cuidado com o que fala.

      Depois que der merda ela vai por a culpa nos “especialistas” que deram a dica pra ela, assim como ela fez com os gerentes dos bancos…

      0
  • dentista 8 de dezembro de 2011 at 08:27

    Gostaria de contribuir com o blog e parabenizar pela iniciativa.

    Pesquisando imóveis em SP, visitei um empreendimento na Vila Mariana lançado há 2 meses pela PDG.
    O valor do lançamento por m2 foi de R$8500 só que ontem recebi um email da corretora dizendo que por ser um cliente especial ela me faria um valor de R$7350. Porém se eu entrasse em contato ela melhoraria ainda mais a oferta.
    Eu não voltei, mas é interessante não? Eles não devem ter vendido nada.
    Nesta faixa de preços voltamos aos níveis dos lançamentos de 2009, porém ainda está muito alto.

    0
    • NTL 8 de dezembro de 2011 at 08:53

      Estive acompanhando alguns lançamentos bem recentes na região da Vila Mariana (Rua Correia de Lemos). É impressionante como o pessoal tenta enrolar os compradores de todas as formas (chega a dar enjoo)! Neste caso, eles divulgam a área privativa em vez da área útil para dar a impressão de que o m^2 não está tão absurdamente caro.

      Como são apartamentos de 3 quartos com duas vagas e varanda, a área privativa é de 115 m^2, mas a área útil é de 92m^2. Considerando 750k pela unidade, o m^2 que eles induzem o comprador a calcular é de 6,5k, quando, na realidade é de 8,2k…é bom ficar muito atento!

      ÁREA ÚTIL são os espaços internos do imóvel, medidos a partir do piso, excluindo as paredes, mais conhecido no meio como “área de vassoura”. Ela indica o quanto de espaço interno você tem dentro do imóvel. Ou seja, aqueles espaços do imóvel reservados para habitação. Assim, a garagem, as varandas e as áreas de lazer cobertas não são incluídas.

      ÁREA PRIVATIVA é a área individual e particular de cada unidade residencial utilizada por cada proprietário de um imóvel multifamiliar como um prédio de salas e lojas, apartamentos ou um condomínio residencial. Ou seja, é a área interna dos imóvel (+) garagem (+) armário de despejos, varanda, etc, de propriedade única e exclusiva de cada comprador.

      0
      • Luiz 8 de dezembro de 2011 at 11:42

        estive nesse aí da EVEn na correia de lemos, 50% encalhado
        reparei tbm no quartinho na garagem que eles contam como área

        Custava 990 mil no começo do ano, agora está em 750k

        Imagina a alegria de quem assinou o contrato de quase 1 milhão (fora os juros e correção) e já perdeu 250 mil em 6 meses, isso sim é a fogueira das vaidades

        0
      • Frank 8 de dezembro de 2011 at 12:25

        ÁREA PRIVATIVA inclui garagem ?

        dessa eu não sabia, tô achando estranho.

        0
        • NTL 8 de dezembro de 2011 at 12:52

          Direto da ABNT 14653 elaborada no Comitê Brasileiro de Construção Civil (ABNT/CB–02), pela
          Comissão de Estudo de Avaliação na Construção Civil (CE–02:134.02), norma sob o título geral “Avaliação de bens”:

          05.7.2.1 – Áreas de uso privativo
          Áreas cobertas ou descobertas que definem o conjunto de dependências e instalações de uma
          unidade autônoma, cuja utilização é privativa dos respectivos titulares de direito, calculadas pelo
          critério definido no item 7.2 da presente norma. Subdividem-se em áreas privativas principais e
          áreas privativas acessórias.

          5.7.2.1.1 – Área privativa principal
          Área da unidade autônoma de uso exclusivo, destinada à moradia, atividade ou uso principal da
          edificação, situada em determinado andar ou em dois ou mais andares interligados por acesso
          também privativo.

          5.7.2.1.2 – Área privativa acessória
          Área da unidade autônoma de uso exclusivo, situada fora dos limites físicos de sua área privativa
          principal, destinada a usos acessórios, tais como: depósitos, Box de lavanderia, vagas de
          garagem.

          Sendo mais preciso, geralmente no mercado “área privativa principal” é usada como área útil ou área de vassoura e “área privativa acessória” apenas como área privativa.

          O FIPE-ZAP por exemplo, é calculado com base na área útil, ou seja, na área privativa principal, descontando depósitos, vagas de garagem, etc.

          0
          • NTL 8 de dezembro de 2011 at 13:07

            Sendo mais preciso, geralmente no mercado:

            “área privativa principal” = área útil ou área de vassoura

            “área privativa acessória + área privativa principal” = simplesmente área privativa.

            0
    • MrK 8 de dezembro de 2011 at 09:08

      dentista, alem da queda de precos repare em outra coisa curiosa:

      ha 1 ano atras era voce que tinha que sair como um desesperado pra comprar o imovel, tinha que madrugar na fila, pagar o que te pedissem, enfrentar stands lotados etc..

      hoje sao eles que correm atras feito desesperados, ligando a todo tempo, mandando email, pedindo contra-proposta… percebeu como mudou o cenario?

      0
      • dentista 8 de dezembro de 2011 at 15:56

        Sem dúvida, tenho pacientes que eram corretores e alguns estão desempregados. Outros dizem que o mercado está parado, e que é possível negociar alguns descontos mas ainda não eprcebi o declínio nos preços

        0
    • augusto 8 de dezembro de 2011 at 09:14

      Um amigo contou-me que uma nova técnica usada por corretores quando são contactados sobre um imóvel anunciado via net, é informar que o imóvel já está com oferta proposta correndo, mas que tem um outro similar (na verdade um pouco mais caro). Tentam com isto investigar o interessado, e se sentirem que é babaca vão esfoliar tal imbecil.
      Caso contrario dizem que a oferta não foi aceita, e com isto informam indiretamente ao interessado que o minimo que aquele imóvel pode ser vendido é x reais.
      Por esta e outras que quando comprei meu imóvel, o fiz diretamente sem a intervenção de tais profissionais incompetentes. Certamente existirão os bons profissionais, mas que são ofuscados por alguns incompetentes e pseudo espertalhões, com QI baixissimo (se é que sabem o que é QI)

      0
  • Anonymous 8 de dezembro de 2011 at 09:10

    … valorização dos últimos três anos foi “um ponto fora da curva” …

    A pergunta que o Sinduscon deve estar se fazendo é: Como é que vai ser a VOLTA para os pontos da curva?

    0
    • Tico RJ 8 de dezembro de 2011 at 09:42

      As previsões do blog se realizam!
      Vejam o seguinte trecho de um artigo de importante revista da construção civil PINI.

      “O comprador não suporta mais aumentos”, diz incorporador:
      ” (…), não há mais margem para altas nos preços dos imóveis nos próximos meses. “O comprador não suporta mais aumentos. E não podemos trabalhar contra o mercado”, disse hoje (7) durante o evento “Perspectivas para o Brasil em 2012 e tendências do setor imobiliário”, (…)

      http://www.piniweb.com.br/construcao/mercado-imobiliario/o-comprador-nao-suporta-mais-aumentos-diz-incorporador-242903-1.asp

      0
  • MrK 8 de dezembro de 2011 at 09:33

    A palavra que vai entrar em moda, mais uma profecia:

    acabou de ser divulgada a inflacao de novembro e o negocio nao foi bonito, junte a isso o caminho que o PIB esta tomando e pronto! As medidas de liberacao de credito a todo custo (inflacionarias) tambem nao ajudam.. com isso teremos o termo que vai virar moda ja ja.

    PODEM ANOTAR, em breve nas entrevistas com economistas nos jornais e TV do Brasil: ESTAGFLACAO

    0
    • Profeta do Apocalipe 8 de dezembro de 2011 at 10:39

      Você é um cara inteligente. lembrem se que eu falava: tem inflacao com o dollar a 1.55, imagina quando esse dollar for 2,5 ou 4 reais como era antes? claro que nao será 4 reais pq os eua estao emitindo papel, mas minhas compras no ebay e dealextreme já estao sofrendo o efeito com a alta do dollar.

      eu sinceramente acho o senso de respeito, educacao, cidadania e o conjunto do brasileiro e baiano muito baixos, nao acredito nisso daqui. sei que pareco preconceituoso, sei que erro, mas queria que o povo ( pelo menos dessa classe media alta (antiga classe a b) tivesse mais educacao, ruas sem buracos, menos transito caotico, menos carros estacionados em locais proibidos, menos flanelinhas, menos inseguranca, mais justica com o dinheiro suado e tal..) desculpem se pareco revoltado, mas a coisa pra mim nao é facil e tento manter dignidade, mas é dificil nao nos estressarmos diariamente com essa rotina de cao!

      0
      • Anonymous 8 de dezembro de 2011 at 13:10

        Profeta,

        Não é pré-conceito e sim pós-conceito, o que é muito diferente. Meu arrependimento foi não ter precebido a MERDA que é, foi e sempre será a Banânia décadas atrás!!!

        0
    • Luiz 8 de dezembro de 2011 at 11:46

      o maior dos monstros, estagflação
      imitamos as cagadas que fizeram na Turquia
      fazia 30 anso que não se via isso no Brasil
      a dilma e o pt vão ser linchados pela maior extorsão eleitoral de todos os tempos

      0
    • Mineiro BH 8 de dezembro de 2011 at 12:32

      MrK,

      Mais uma vez vc foi ao ponto…

      Hoje de manhã vendo os jornais, pensei meio isso: que coisa estranha: inflação em alta? PIB estagnado?

      Isso tem nome, ESTAGFLAÇÃO…….

      Putz, até comecei a pensar: na verdade sou leigo em economia, sou apenas um leitor interessado em política e em economia…

      Mas… se pegarmos os dados e os jornais desde o final do governo Lula, o que vamos concluir?

      Que o Governo cortou pouco os gastos, evitando reverter os erros mais sérios da gestão econômica de Lula 2, 2007-2010 (a gastança, bolsa-isso, bolsa aquilo, inclusive a bolsa Miami, que nós da classe média pra cima aproveitamos bem rs);

      Que não há ninguém de alto nível pensando o Estado, talvez só o Gerdau (Moreira Franco na SAE? kkkkkkkkkkk)

      Que cortou errado, como sempre… deixando investimentos em quinto plano e mantendo o custeio da máquina alto;

      Que o BC e o Governo foram erráticos em relação a juros e crédito;

      Que a bolha foi um “elemento oculto” nas decisões tomadas, visando seu adiamento ao máximo;

      Em suma que, mais uma vez, estamos à deriva…

      0
  • Paulo - RJ 8 de dezembro de 2011 at 10:09

    Estão (especialistas, executivos, políticos) apostando em um cenário de retomada de crescimento para 2012. Não sou especialista, mas não vejo fundamentos sólidos para este tipo de aposta. Acho que 2012 vai ser um ano de recessão, um pouco atenuada porque o Brasil ainda tem alguma reserva. Mas não vejo como ser melhor que 2011 não…

    0
  • Maurao 8 de dezembro de 2011 at 10:14

    PREÇO DE CASA DE ALTO PADRÂO DESPENCA.

    http://economia.estadao.com.br/noticias/economia,preco-de-casa-de-alto-padrao-despenca,94791,0.htm
    A desculpa é a violencia….sempre haverá desculpa !
    O caminho é um só, os preços retornarão a real possibilidade dos compradores(ou menor que isso se bater o desespero) que já são poucos; rápida ou lentamente não sei.
    Inadimplência, baixo crescimento; inflação em alta, crise externa, taxa de juros de 10% ao ano no financiamento imobiliario (entre outras) são as causas.

    É SÓ AGUARDAR.

    0
    • shakespeare 8 de dezembro de 2011 at 11:25

      Vou destacar um trecho, ao meu ver, emblemático:

      “De setembro de 2010 ao mesmo mês de 2011, o metro quadrado passou de R$ 9.642 para R$ 2.640” ( !!! )

      Precisa falar algo mais?!!

      0
  • Menino_do_Rio 8 de dezembro de 2011 at 10:29

    Retrospectiva: a década da retomada do mercado imobiliário

    Será que merece um novo tópico?

    http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/imoveis/noticias/retrospectiva-a-decada-da-retomada-do-mercado-imobiliario

    São Paulo – No início dos anos 1990, o cenário do mercado imobiliário e dos financiamentos era pouco promissor. Desde a extinção do BNH (Banco Nacional de Habitação), em 1986, o setor sobrevivia de vendas diretas, com parcelamento do preço junto aos consumidores de classe média e alta. Em 2002, o financiamento imobiliário chegava ao “fundo do poço”, com 30 mil unidades financiadas em todo o País com recursos da Poupança.

    0
    • Luiz 8 de dezembro de 2011 at 12:11

      2002 a INFLAÇAO TINHA EXPLODIDO POR CAUSA DO CUSTO PT
      ninguem comprava, ninguem vendia, dinheiro saiu pro exterior com medo do sapo barbudo

      0
  • Thomas 8 de dezembro de 2011 at 10:36

    Nunca vi tantas placas “vende-se” em Curitiba. Mas o que começa a me preocupar é o número de imóveis comerciais vagando, com placas “aluga-se”. Depois da euforia vem a ressaca.

    0
    • eam 8 de dezembro de 2011 at 11:34

      Thomas, aqui em SP também me surpreende ver a quantidade de imóveis a venda nos classificados dos jornais “de bairro” e a quantidade de propaganda de tais “empreendimentos”.

      E já que você tocou no assunto, aqui na ZN de SP também percebi o aumento do número de imóveis comerciais pra alugar. Só não sei se este é um movimento restrito a área que conheço, ou se é mais amplo, por toda a cidade.

      0
    • realidade 8 de dezembro de 2011 at 16:01

      E olha que historicamente os imoveis comerciais, especialmente salas/salinhas até 100m2 tendem a se desvalorizar após o baque dos imóveis residenciais (absurdamente caros). Será o efeito “flat” da década de 90. Esperem e verão!!!

      0
    • aiwww 8 de dezembro de 2011 at 22:30

      Também tenho reparado o encalhe de imóveis comerciais. Há uma loja para alugar na Rua da Assembléia no Centro do Rio que já está disponível há mais de um mês … outra na Rua Conde de Bonfim na Tijuca ao lado do Ortifruti também está vaga há meses … hummm… qual seria o motivo da vacância num período tão perto do natal ? … não seria a melhor época para abrir uma loja?

      0
  • Eduardo 8 de dezembro de 2011 at 10:38

    Prezados,
    Acho que muito tem se falado sobre os corretores, entretanto acho que a postura dos compradores esta errada. O corretor deve trabalhar para o dono do dinheiro, portanto para quem de fato esta comprando. Vocês devem deixar claro para o corretor que ele vai ganhar sua comissão arrumando para você o melhor negocio possível. Ele trabalha para você! Caso ele não o faça, ou simplesmente não seja honesto, basta procurar outro corretor e quando achar um realmente de confiança, ele é o seu corretor e você poderá indica-lo.
    O bom corretor não é, e não deve ser um vendedor de imóveis.

    0
    • Luiz 8 de dezembro de 2011 at 11:49

      vc tocou no ponto mais importante

      corretor não é capanga de latifundiário, apesar das semlhanças éticas e estéticas.

      corretor é funcionário seu, se falar merda, queima ele.

      exija, todos os dentes, boa aparencia, uso de desodorante e proficiencia em português pra começar a conversar

      0
  • DM 8 de dezembro de 2011 at 10:38

    Bom, hoje vai um relato de uma conversa que tive com um amigo que por falta de opção agora virou corretor.

    Ele vem trabalhando como corretor a pelo menos 5 meses e agora está em um novo empreendimento em que estão cobrando pelo metro quadrado em torno de R$ 4.800,00 para apartamentos de 56 ou 70 e poucos metros quadrados, o valor é quase que 30% superior a um condomínio já construido com mesmo de 10 anos a uma quadra de distancia, por ai já dá para ter idéia da falta de noção de valores. o bairro é de classe média baixa perto de uma favela.

    O interessante neste contexto todo é que depois de mais de um mês do lançamento, nem 10 % das unidades foram “vendidas” e o valor que a construtora queria colocar antes do lançamento era de mais de R$ 5.000,00. Ele me disse que os corretores como um todo estão reclamando do valor elevadíssimo e que os poucos compradores foram em sua maioria os ditos investidores. Agora a construtora planeja realizar uma promoção e reduzir o valor das prestações, ou seja reduzir o valor do empreendimento, mas que mesmo assim dificilmente vão conseguir vender, pois como ele mesmo me disse conseguir vender um imóvel hoje em dia é quase que ganhar na loteria tante pela dificuldade como pela $$$ da comissão.

    Ainda conversei com ele e perguntei como os corretores mais experientes estavam fazendo com esta situação e ele de bate e pronto me respondeu, não estão fazendo, estão “sobrevivendo” das economias ou do ganho que tiveram no ano passado, pois este ano desde o princípio as coisas mudaram e muito no meio e que só os novos corretores estão ainda com gás para tentar vender alguma coisa, pois na visão do mais antigos o navioi já afundou, os tempos de bonanza acabaram.

    Bom, o relato é bem simplista, foi uma conversa e não tive a coragem de desanimar mais ainda o meu amigo e comentar nada sobre a bolha, mesmo por que ele é uma boa pessoa, só me reservei ao direito de falar para ele não desistir de continuar procurando um emprego na profissão dele, mas deu para sentir que nem mais os corretores acreditam nos preços da atualidade.

    0
    • Tiago Samuel 8 de dezembro de 2011 at 10:54

      Não é em presidente altino esse empreendimento não né?

      Galera é fato que em todo lugar já se vê que extrapolaram os preços aceitáveis… vai acontecer com os imóveis o que ocorreu com o telefone lembram? Antes uma linha de telefone custava até o preço de uma casa… meu pai mesmo fez muitos negócios desse tipo… agora… vejam bem…

      já chegamos há muito tempo longe do razoável… perto de casa na escola politécnica próximo ao portão da usp há um empreendimento concluído há uns 6 meses… o danado está lá… vazio… não se ve uma janela acesa a noite… alguém que mora lá pode confirmar… imaginem… todo mundo ficou milhonário!

      0
      • Luiz 8 de dezembro de 2011 at 12:04

        condominio horizontes
        tem meia duzia de moradores em 4 torres de 30 andares, a 800k cada
        o empreendedor escondeu as placas de vergonha, acho que é cyrela

        0
    • MrK 8 de dezembro de 2011 at 11:25

      sabe o que mais irrita?

      Todos sabemos que o que voce falou e’ a mais pura verdade, no entanto quando voce abre o jornal e’ obrigado a ler isso:

      “Com o boom nos negócios de vendas e compras de imóveis, a profissão de corretor está em alta. De acordo com profissionais da área, é difícil traçar o perfil do corretor, mas eles garantem que sobram oportunidades de negócios lucrativos e falta mão de obra bem preparada.”

      fonte R7 novembro/2011

      0
  • Marcos 8 de dezembro de 2011 at 11:03

    IPCA avança para 0,52% em novembro, por alimentos

    www .brasileconomico.com.br/noticias/ipca-avanca-para-052-em-novembro-por-alimentos_110236.html

    Eu podia jurar que tinha escutado o Tombini falando que a crise externa ia derrubar os preços dos alimentos. O Mantega também disse que teríamos um crescimento do PIB na faixa dos 4%. O que esta acontecendo?

    Se o país não cresce, como vender aquele maravilhoso imóvel, comprado na planta, com 30% de lucro?

    Minha mãe tem observado a escassez de nozes e castanhas nesta época do ano. Vocês tem visto o mesmo? Qual seria o motivo? Medo de não vender porque o povo esta sem dinheiro?

    0
  • FQ 8 de dezembro de 2011 at 11:07

    “Valorização moderada” é um malabarismo gramatical e semântico para dizer polidamente e disfarçadamente: “A Casa Caiu!”, “Perdeu Playboy!” ou “Vai dar merda!”.

    0
    • eam 8 de dezembro de 2011 at 11:27

      Mais comumente chamada de eufemismo, Felipe…

      Creio que as grandes construtoras já começaram a “pisar no freio” desde o começo deste ano. Com o preço do terreno nas alturas e o encarecimento da mão de obra suas margens de lucros, que no início do boom imobiliário eram enormes, já estão bem menores. Inclusive li algumas reportagens sobre as dificuldades financeiras em que se encontram algumas dessas construtoras.

      Se me permitem um chute, acho que o tal “estouro” ocorrerá depois da copa, pois até lá o governo ainda vai injetar bilhões na economia sob a justificativa de se “investir” nas obras para tal evento.

      De qualquer forma, a conta uma hora chega… ahhh chega…

      0
  • Marcos 8 de dezembro de 2011 at 11:44

    Even = Casas Bahia dos imóveis.

    Olhem a propaganda! rs

    É só nesse domingo. Só faltou dizer é para acabar com o estoque, mas isso não é verdade. Vai ver que foi por isso que não colocaram.

    www .even.com.br/campanhas

    0
  • Marcos 8 de dezembro de 2011 at 11:51

    QUARTA-FEIRA, 7 DE DEZEMBRO DE 2011
    Brasil, Brasil Juros, Crise global, politica economica | 23:52
    Vendas de veículos desaceleram

    colunistas.ig.com.br/ricardogallo/

    0
  • nelson 8 de dezembro de 2011 at 12:25

    Definição da palavra “Estagflação”
    Define-se como uma situação típica de recessão, ou seja, diminuição das actividades econômicas e aumento dos índices de desemprego, além da inflação, além da falta de instrumentos institucionais que regulem a economia, ou seja, que pelo método científico-econométrico retirem-na da chamada “estagnação” ou “armadilha da liqüidez”; após um “merecido ciclo de virtuoso-crescimento-econômico, que toda Economia ou País-viável, merece”; de conformidade com a doutrina de Keynes(é o que caracteriza esse conceito, basicamente, nos meios acadêmicos).
    A palavra tem origem durante a crise económica que assolou o mundo durante a década de 1970, de um lado pelo superaquecimento das economias dos “países desenvolvidos”, a partir da excessiva expansão de procura agregada, o que levou a pressões inflacionistas; do outro lado, pela redução da oferta agregada, a partir das restrições impostas pelos países produtores de petróleo, perdas de safras e redução das actividades em sectores que dependem do petróleo como matéria-prima, ou simplesmente como complemento, levando ao desemprego, provocando a “depreciação das moedas fortes” pelos “desinvestimentos” e “deseconomias de escala”, patrocinada pelos grupos econômicos(OPEP, por exemplo) que estavam acima dos Estados.

    0
  • Marcos 8 de dezembro de 2011 at 12:27

    Site gringo compara “casa brasileira” e prisão da Noruega
    Imagem foi postada no site AllWeirdNews e não foi bem vista pelos brasileiros

    noticias.r7.com/esquisitices/noticias/site-gringo-compara-casa-brasileira-e-prisao-da-noruega-20111208.html

    0
  • pmoraesm 8 de dezembro de 2011 at 12:41

    Eu quero é ver o oco…corretores que cag*vam e andavam pros meus contatos não param de me mandar email e deixar recado na caixa postal.

    6 meses atras tratavam 350 mil como se fosse troco de bar, no que depender de mim morrerão na miséria agora.

    0
    • shakespeare 8 de dezembro de 2011 at 13:12

      imagina eu, que “só” tinha 200k… nem me olhavam!

      agora estou parecendo rei!!

      0
  • Ítalo 8 de dezembro de 2011 at 13:19

    Mais exemplos das loucuras dos preços: encarte de jornal em Recife hoje…anunciados bem próximos um do outro, dois apartamentos…
    1. na Avenida Boa Viagem (endereço de elite), ap enorme com 374m2, um por andar, varandão, recém-construido, preço pedido há uma semana R$1.200.000 e hoje R$1.100.000,00…
    2. outro num trecho da avenida Beira Rio bem longe de ser de elite como a Boa Viagem (beirando um rio podre, Capibaribe, onde freqüentemente se vêem carcaças de animais mortos boiando), apartamentinho com 180m2, varandinha não sacada, prédio com área de lazer mínima, estão pedindo R$1.000.000,00
    É uma loucura!!!

    0
  • Salles 8 de dezembro de 2011 at 13:25

    “Valorização moderada…”

    Daqui a pouco vamos ver notícias assim:

    “IMÓVEIS BRAZILEIROS SOFREM VALORIZAÇÃO RÉCORDE DE 40% EM 2012

    Segundo dados do Secovi, os imóveis no Brasil sofreram uma valorização récorde de 40% negativos
    em 2012….”

    0
    • shakespeare 8 de dezembro de 2011 at 13:35

      quiçá 60%

      0
  • Ítalo 8 de dezembro de 2011 at 13:42

    No lançamento da primeira fase do Alphaville Pernambuco, os corretores diziam que se quiséssemos comprar um lote teríamos que ir dormir na véspera em frente ao stand onde ocorreria o lançamento (!!?? Dormir em frente ao stand, dentro de um carro, para fazer uma compra de cerca de R$200.000,00????fdp dos corretores, mandei à m.)…e só poderia saber o preço na hora do lançamento. Há dois dias lançaram a segunda etapa…só que desta vez fui convidado ao lançamento que ocorreu numa das melhores churrascarias da cidade, com direito a jantar. Que diferença de tratamento heim, porquê?

    0
    • nathália 8 de dezembro de 2011 at 14:14

      PE Construtora lança promoção de imóveis – JC em 8/12/11

      Para quem deseja adquirir um imóvel novo, este pode ser um bom momento. A Pernambuco Construtora lançou a promoção Liquida Estoque, em que empreendimentos residenciais, empresariais e de lazer podem ser negociados a pacotes mais acessíveis. A validade das ofertas vai até o dia 31 de dezembro.

      Pelo regulamento da promoção, o cliente pode escolher entre ter parcelas fixas até as chaves, sem correção do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) gratuito, ou optar por um desconto no preço de tabela, sendo esta porcentagem em torno de 3%, mas passível de negociação.

      Dentre as opções de empresariais, está o Desembargador Pedro Martiniano Lins, localizado na Boa Vista, área central do Recife, com salas de 32 m², flexibilidade na planta e entrega prevista para março de 2013. Outra opção é o Pernambuco Corporate, também na área central, com entrega já para fevereiro do próximo ano. O tamanho das salas varia entre 44,9 m² e 343,38 m².

      Para quem está a procura de residenciais, as opções são o Ubaias Prince, em Casa Forte, Zona Norte, com dois quartos e uma suíte. A entrega está marcada para setembro de 2012. Outra opção é o Jardins Prince, na Tamarineira, mesma área do Recife, com três quartos e uma suíte, área verde e de lazer. Na Madalena, há também o Benfica Prince, com três quartos e uma suíte.

      As opções de lazer que estão sendo liquidadas são o Asa Branca, um resort campestre em Gravatá, composto por flats de uma, duas ou três suítes. De acordo com o calendário da Pernambuco Construtora, o empreendimento será entregue em março do próximo ano.

      Para quem quer investir no Litoral Sul do Estado, há o Nannai Residence, na praia de Muro Alto. Há o tipo duplex de 67,10 m² e 45,44 m² ou apartamento de 60 m² e 82,65 m², além de uma estrutura completa de lazer.

      Também é possível obter mais detalhes através do número de telefone (81) 2121.6262 ou do endereço Praça Dr. Fernando Figueira, 30, 6º andar, Ilha do Leite, Recife.

      0
  • Menino_do_Rio 8 de dezembro de 2011 at 14:12

    http://colunas.cbn.globoradio.globo.com/platb/maraluquet/2011/12/08/o-futuro-dos-imoveis/

    Vcs ouviram os comentários na CBN hoje no almoço?

    Até para mim que sou otimista na valorização fiquei duvidando, melhores partes:
    Quem apostar na correção vai ficar sem ter onde morar!
    NENHUMA aplicação renderá mais que os imóveis!
    Alugar vai ser pior que comprar financiado com os juros baixos do futuro!

    Eu acredito que que investiu antes de 2008 em imóveis em bairros nobres das capitais vai continuar ganhando, mas não precisa exagerar CBN!!!

    0
  • BOLHABRAZIL 8 de dezembro de 2011 at 14:15

    Efeito UPP
    “Veja como a retomada da Rocinha ajuda a região. A João Fortes lançou ontem, em São Conrado, o projeto de dois prédios com 252 apartamentos e preços a partir de R$ 600 mil.
    Vendeu, acredite, 90% deles.”

    fonte: O Globo. Cluna Ancelmo Góis. 8/12/2011

    SERÁ QUE TEMOS UMA BOLHA OU SERÁ QUE O MERCADO TÁ SÓ DANDO UMA PAUSA (PELOS RELATOS ACIMA) PARA SEGUIR FIRME E FORTE……..NUM SEI DE MAIS NADA MEU AMIGOS….É DESOLADOR: MULHER, FILHO E PAGANDO ALUGUEL QUE CONSOME 35% DA RENDA E VENDO IMÓVEL QUE CUSTAVA 180 A 5 ANOS TÁ VALENDO 600….SE CAIR 30% CONTINUA FORA DE COGITAÇÃO…..CRUEL.

    0
    • Carlos_ 8 de dezembro de 2011 at 14:22

      Esse Ancelmo Goes é seus ajudantes subjornalistas são a escoria do jornalismo. Puxa-sacos do Eike Batistas, entusiastas da bolha, são uma coluna de fofocas mal disfarçada.

      Não tem uma notícia lá que não seja plantada por alguem com interesse comercial na divulgação. Nunca confie nos números que saem lá.

      Que lançamento é esse? São Conrrado é um bairro muito pequeno, metade do Bairro é um campo de golfe. Onde lançaram um empreendimento tão grande? Na estrada da Gávea?

      0
      • joao 8 de dezembro de 2011 at 15:06

        joaofortes.com.br/institucional/ficha/Vintage%20Way%20Residence%20and%20Service/conteudo.aspx

        0
        • Frank 8 de dezembro de 2011 at 15:36

          é com vista privilegiada para a Rocinha.

          mas, como era de se esperar, não se vê a Rocinha de nenhuma perspectiva ou planta de localização do edifícios.

          0
          • joao 8 de dezembro de 2011 at 18:17

            parece que era uma antiga concessionária fiat/gm

            a partir de 630 mil… caro bagarai

            0
    • luizdvd 8 de dezembro de 2011 at 14:58

      PREZADO BOLHABRAZIL,

      A BOLHA NÃO SE DEFINE PELO FATO DE QUE OS PREÇOS NÃO CAEM POR ALGUM TEMPO, MAS PELO FATO DE QUE SOBEM SEM MOTIVO. A LEI DE OFERTA E PROCURA NÃO PODE SER REVOGADA E A VERDADE É QUE, TENDO EM VISTA O BRASIL TODO, ESTAMOS EM UMA BOLHA.

      É CLARO QUE ELA PODE SE COMPORTAR DE FORMA DIVERSA, AO LONGO DO TEMPO, PODE SER MANTIDA INFLANDO POR ALGUM TEMPO, MAS É INEVITÁVEL QUE DESINFLE OU EXPLODA.

      PAGAR 35% DE ALGUEL NÃO É O PROBLEMA.
      IMAGINE QUE SE VOCÊ PAGASSE 35% DA RENDA DE PRESTAÇÃO DURANTE 30, EU DISSE 30 ANOS – TODA A SUA VIDA ÚTIL, TODO O PERÍODO DE CRESCIMENTO E INVESTIMENTO NOS SEUS FILHOS – , E DESCOBRISSE QUE PAGOU POR ALGO QUE NÃO VALIA TUDO ISTO.

      IMAGINE COMPRAR UM IMÓVEL DE 500K E ACABAR COM UM DE 300 OU 250 NA MÃO, TENDO DEIXADO DE INVESTIR NOS FILHOS, TENDO DE DEIXADO DE GOZAR A VIDA, DE APRENDER, TUDO POR FALTA DE RECURSO FINANCEIRO.

      IMAGINE QUE VOCÊ SE COLOCA, AO LONGO DE 30 ANOS, EM UM ENDIVIDAMENTO QUE PODE EXPLODIR, POIS É TUDO VARIÁVEL E NÃO CONSEGUE PAGAR.

      TALVEZ SUA RENDA ESTEJA BAIXA, TALVEZ O CUSTO DO SEU IMÓVEL ESTEJA MUITO ALTO, MAS, COM CERTEZA, DIANTE DAS HIPÓTESES ACIMA, PAGAR O ALUGUEL É A SITUAÇÃO MENOS ARRISCADA, POIS PODE TER TEMPO CERTO, PODE SER MODIFICADA, COM CUSTOS, BAIXOS, MAS PODE. É UMA SITUAÇÃO QUE TEM FIM. O FINANCIAMENTO NÃO É. É PROVÁVEL QUE DURE ATÉ VOCÊ MORRER, SENDO QUITADO PELO SEGURO, COMO OCORREU COM MEU PAI.

      SE A SUA RENDA ESTÁ BAIXA, TALVEZ SEJA O CASO DE PENSAR SERIAMENTE EM UMA LOCAÇÃO MAIS BARATA, COISA QUE ESTÁ COMEÇANDO A PIPOCAR EM VÁRIOS LOCAIS.

      SEI QUE É DURO, SEI O QUE É TER FAMÍLIA, SEI O QUE É MORAR DE ALUGUEL TAMBÉM.

      ESTE JOGO DE ESPERAR A BOLHA ESTOURAR É MAIS INTERESSANTE PARA QUEM CONSEGUE JUNTAR ALGUM DINHEIRO DURANTE O PERÍODO, MAS TAMBÉM É MELHOR PARA QUEM NÃO CONSEGUE, DADAS AS OPÇÕES ACIMA.

      VOCÊ JÁ PENSOU QUE SE NÃO CONSEGUIR PAGAR A PRESTAÇÃO, A OPÇÃO DA DEVOLUÇÃO DO BEM NÃO RESOLVE O PROBLEMA, POIS A SUA DÍVIDA CONTINUA E, AÍ, NÃO TE DÃO EMPRÉSTIMO PARA MAIS NADA, NUNCA MAIS.

      SEI TAMBÉM QUE A SITUAÇÃO PODE SER RUIM SE REDUZIREM O PRAZO DE EMPRÉSTIMO E AUMENTAREM OS JUROS, MAS VEJA O SEGUINTE: TALVEZ SEJA POSSÍVEL CONSEGUIR UM IMÓVEL MELHOR, COM A MESMA PRESTAÇÃO NO FUTURO. A DIFERENÇA PODERÁ SER CONSEGUIR UM APARTAMENTO OU CASA MAIS NOVA NO FUTURO PRÓXIMO OU CONSEGUIR UM CASEBRE, UMA CASA DE 50 ANOS OU AP. COM VISTA PARA A FAVELA HOJE.

      EU, SINCERAMENTE, ESPERARIA, POIS NINGUEM, NEM O GOVERNO, SEGURA A ECONOMIA.

      OS PAÍSES FLUTUAM NO MAR DA ECONOMIA, NÃO MANDAM NELA. AS VEZES CONSEGUEM NAVEGAR MELHOR, MAS QUANDO VEM TORMENTA ELA COSTUMA MOSTRAR QUEM MANDA MESMO.

      ESTAMOS EM MEIO A UMA SITUAÇÃO QUE CONTAMINA A ECONOMIA BRASILEIRA, BASTANDO QUE ESPEREMOS PARA VERMOS OS EFEITOS.

      NÃO SEI SE A BOLHA EXPLODE – PENSO QUE SIM – OU DESINFLA, MAS SEI QUE OS PREÇOS CAEM. TALVEZ NA SUA CIDADE NÃO ESTEJA APARECENDO AINDA, MAS ESTOU VENDO, AQUI E ALI, OS PREÇOS SEREM REDUZIDOS EM PORTO ALEGRE. CLARO QUE NÃO É UM MOVIMENTO DE MANADA, MAS PODERÁ SER. É UMA APOSTA.

      O CASO É SATISFAZER A NECESSIDADE DE MORADIA ATÉ LÁ.

      NO MEU CASO, VOU JUNTANDO DE POUQUINHO EM POUQUINHO E FAZENDO CONTRATOS DE ALUGUEL DE 36 MESES.

      0
      • joao 8 de dezembro de 2011 at 15:02

        e porque voce está gritando?

        0
        • shakespeare 8 de dezembro de 2011 at 17:43

          O BOLHABRAZIL que começou…

          0
      • Cleyton 8 de dezembro de 2011 at 15:07

        Cara, na boa, até tentei, mas não consigo ler desse jeito, tem uma teclinha bem bacana do lado esquerdo do teclado abaixo do tab que você deveria ter apertado…

        0
  • Ghaspar 8 de dezembro de 2011 at 14:58

    A Globo é dona da ZAP…. a maior web corretora do Mercado…portanto..cuidado com as notícias..

    E aqueles dois enormes empreendimentos da Cidade Jardim , na Barra da Tijuca…
    Os “stands” estâo lá há 3 ( tres) anos e nada sai do châo….e quem já deu sinal..como vai ficar???
    Na Barra e Recreio há 14.600 imoveis em oferta….
    Cade a insana procura por causa da Copa e Olimpiadas ??? …kkkkkkk

    0
  • Sergio 8 de dezembro de 2011 at 15:27

    ======…. SINAIS DOS TEMPOS ….======
    .
    Semanalmente minha gerente do Bco do Brasil me ligava para que eu retomasse a fazer meus empréstimos consiganados.
    Agora inventaram um gerente especial para servidores federais: o cara já me ligou duas vezes em duas semanas; é de fora da cidade, melhor fluência verbal; melhores agumentos; quase um coretor com nível superior; conhecimento mercado de imóveis e autos. Objetivo: socar empréstimos nos servidores.
    A tônica do governo faz coro com o mercado (já em frangalhos).
    O indivíduo que ainda acreditar em notícias de jornais falando em vendas estabilizadas ou outros malabarismos dialéticos bem merece adquirir um cubículo do MCMD, pois é somente esse que vai conseguir.
    .
    Entre meus amigos que residem aquiem Cascavel;PR, há dois que adquiriram imóveis em 2008, no início daquele ano; ambos pagaram 78K por 3 quartos, 98 m2, 300 m2 terreno. Um mudou-se para Bsb e pos a venda por 210k, + ou – 60k a menos que outras casas semelhantes do condomínio e, ainda assim, faz quase um ano sem que tenha vendido.
    .
    Quem não crê naquilo que vê e que a mente compreende merece um MCMD.

    0
    • Bolhudo 8 de dezembro de 2011 at 16:09

      Cara eu vi um vídeo no youtube sobre Cascavel. Inúmeros imóveis para vender e alugar. A maioria sequer está com as obras terminadas. Assustei. Muito sinistro.

      0
      • Jack Imóveis 8 de dezembro de 2011 at 17:44

        Caro Bolhudo,

        Sergio é o autor do vídeo.

        Jack – Bebendo da fonte.

        0
  • pedro 8 de dezembro de 2011 at 22:35

    Gente. Pensem da seguinte forma: um JUIZ que ganhe 20 mil reais brutos só consegue financiar 500 mil reais. Se quiser uma moradia de 1 milhão, vai ter que dar 500 mil de entrada. Este país está cheio de ricos? Será? Qual a fatia da população que ganha tanto quanto ou mais do que isso? Desejo que este MCMV acabe, pois mais tem atrapalhado do que ajudado este país. A intenção foi boa, mas pequenos apartamentos pra baixa renda no interior do rio grande do sul, que no início de 2010 custavam 50 mil reais, hoje estão tentando descer goela abaixo o mesmo pombal por 110 mil. Agora 10 mil o m² como estão conseguindo vender no rio é uma palhaçada nacional. Quem que vai querer morar num 50m² pagando/financiando 500 mil reais?? Do jeito que está, o juiz de 20 mil compraria um ap normal de 100 m² com um esforço enorme. Só na Banânia mesmo! É por isto que neste país carro popular tem que custar 30 mil reais.. Pq se custasse 15 mil como em outros países, os bananenses virariam noites nas concessionárias e não conseguiriam sair de casa para trabalhar por causa do trânsito caótico.. Pensando bem, isso já está assim. O que ocorreria é que não seria possível tirar o carro da garagem mesmo.. Êta bananenses!!

    0
  • Bolhudo 10 de dezembro de 2011 at 01:09
    • shakespeare 11 de dezembro de 2011 at 20:34

      está começando… está começando!!!

      daqui a pouco vai dar para alimentar o país inteiro com canja, de tanta galinha morta que irá aparecer

      kkkkkkkkkkkkkkkk

      0
  • Bolhudo 10 de dezembro de 2011 at 01:28

    Alguém pode me explicar o que é isso? Será fake??? kkkkkkkkkkkkkk

    http://www.adoosbrasil.com/post/19600109/apto_3_dorm

    0